Danilo Monteiro Firmino

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1982049501342273
  • Última atualização do currículo em 05/11/2018


Mestre em História Social pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Faculdade de Formação de Professores) com especial interesse em Idade Moderna e Contemporânea, principalmente em assuntos relacionados ao campo religioso e ao ateísmo. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Danilo Monteiro Firmino
Nome em citações bibliográficas
FIRMINO, D. M.


Formação acadêmica/titulação


2016 - 2018
Mestrado em História Social.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Título: Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (ATEA) x Estado brasileiro: ateísmo, laicidade e conflitos jurídicos na formação do primeiro movimento social ateísta do Brasil,Ano de Obtenção: 2018.
Orientador: Joana Bahia.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2017 interrompida
Graduação interrompida em 2017 em Abi - Letras Francês.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Ano de interrupção: 2017
2012 - 2016
Graduação em História.
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Título: O fim da religião durante o.
Orientador: Carlos Mauro de Oliveira Júnior.




Formação Complementar


2015 - 2015
Extensão universitária em Curso de Extensão Reflexões sobre História Indígen. (Carga horária: 40h).
SESC - Administração Nacional, SESC, Brasil.
2013 - 2013
Extensão universitária em História e Cultura Negra. (Carga horária: 40h).
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
2013 - 2013
A Inquisição no Novo Reino de Granada. (Carga horária: 9h).
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Professor no Pré Vestibular Saber para Mudar, Carga horária: 20
Outras informações
I - ministrar aulas, orientar alunos e corrigir exercícios. II - Apresentar relatório à coordenação de sua disciplina e, mensalmente, registrar as informações relativas aos seus alunos orientandos.


Colégio Enigma, NAVES, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Contratado, Enquadramento Funcional: Professor de História, Carga horária: 18


Colégio Estadual Trasilbo Filgueiras, CRTF, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Voluntário, Enquadramento Funcional: Professor de História, Carga horária: 2


Diretoria de Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha, DPHDM, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20
Outras informações
I - transcrição de documentação dos séculos XVIII e XIX referentes à Marinha do Brasil. II - digitalização de documentação dos séculos XVIII e XIX referentes à Marinha do Brasil.



Projetos de pesquisa


2014 - Atual
Saber, crença e autonomia: do Ceticismo Moderno ao Iluminismo (séculos XVI-XVIII)
Descrição: Descrição: O objetivo é - em prosseguimento à nossa pesquisa sobre o Humanismo e a respublica nos séculos XVI e XVII na Inglaterra e Portugal - iniciar a exploração de conceitos discutidos por alguns pensadores do período, especialmente Montaigne, Spinoza, Locke e certos debates do Iluminismo (Escócia e França)...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
O Rio de Janeiro sob os olhos de lemanjá: A cidade dos sambas, subúrbios, festas e mercados
Descrição: O trabalho analisa a importância do bairro de Madureira e sua inserção na história da cidade do Rio de Janeiro a partir do estudo do Mercadão de Madureira, da circularidade de suas memórias, em especial daquelas relacionadas com as religiosidades afro-brasileiras. Analisamos as memórias das casas de santo sobre o Mercadão e a Festa de lemanjá e as relacionamos com a história da cidade. O Mercado- transformado recentemente em patrimônio carioca - é considerado o polo de objetos e de consumo dos adeptos das religiões afro-brasileiras e veicula mercadorias que transitam entre seus praticantes tanto na cidade quanto nas capitais de maior expressão no país, bem como nos aeroportos de Lisboa e Berlim e demais países para onde se transnacionalizaram as religiões afro-brasileiras. O Mercadão é lugar estratégico para pensar a cultura em termos de organização da diversidade, pois é ponto de encontro e de experiências de alteridade, privilegiado para observar e compreender como as identidades são relacionais, evidenciando que as fronteiras espaciais e identitárias são fluidas e constantemente reelaboradas. Além da venda e do consumo de objetos e comidas, circulam dentro e fora do Mercado pais de santo, praticantes com seus negócios e também eventos, como uma dasfestas de lemanjá, que é realizada todo dezembro. Além dessa Festa de lemanjá, abordaremos as demais, realizadas em outros pontos da cidade e que estão relacionadas com as memórias das famílias de santo da umbanda e do candomblé e a tradição católica,. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Doutorado: (1) ..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Danilo Monteiro Firmino - Coordenador / Joana D´Arc do Valle Bahia - Integrante.
2012 - Atual
A pulsão romântica em transe. Um estudo comparativo da religiosidade afro brasileira na Alemanha e em Portugal.
Descrição: Esta pesquisa analisa a presença das religiões afro brasileiras na Alemanha e em Portugal difundidas por por austríacos e alemães, portugueses (umbanda) e brasileiros (candomblê). Foram comparados os modos de conversão tanto de portugueses, brasileiros como de alemães à religiosidade afro brasileira e como pensamos as construções identitárias resultantes deste processo. Consideramos também os brasileiros de outras religiões que se convertem enquanto migrantes e as novas construções identitárias e reconfigurações do campo religioso que aparecem neste contexto . Esta pesquisa é o resultado do trabalho de campo já iniciado nos terreiros de umbanda e candomble na Alemanha e analise comparativa realizada dos resultados obtidos com a literatura já existente em Portugal a respeito do tema. O trabalho pretende mapear os terreiros localizados nas cidades do Rio de Janeiro, São Paulo que possuem conexões transnacionais, em especial com aqueles paises citados acima. . Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (1).
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História.


Idiomas


Espanhol
Compreende RazoavelmenteLê Bem.
Inglês
Lê Razoavelmente.
Francês
Lê Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
FIRMINO, D. M.. A Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (ATEA): o nascimento do primeiro movimento social ateu do Brasil?. In: Anais do Encontro Internacional e XVIII Encontro de História da ANPUH - RIO, 2018, Niterói. Anais do Encontro Internacional e XVIII Encontro de História da ANPUH - RIO, 2018.

2.
FIRMINO, D. M.. A proposta da Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (ATEA) x Estado brasileiro contemporâneo: a laicidade em disputa. In: XII Jornada de Estudos Históricos - Professor Manuel Salgado, 2017, Rio de Janeiro. XII Jornada de Estudos Históricos - Professor Manuel Salgado, 2017.

3.
FIRMINO, D. M.. O ?neoateísmo? no Brasil: a formação de uma possível identidade (neo)ateísta via ATEA (Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos). In: XXIX Simpósio Nacional de História, 2017, Brasília. Anais do XXIX Simpósio Nacional de História, 2017.

4.
FIRMINO, D. M.. O ateísmo da Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (ATEA): influências do iluminismo na busca pela identidade ateísta brasileira1. In: V Seminário Interno do Programa de Pós - Graduação em História Social - PPGHS, 2017, São Gonçalo. Anais do V Seminário Interno do Programa de Pós - Graduação em História Social - PPGHS, 2017.

5.
FIRMINO, D. M.. O ateísmo no espaço público: um estudo sobre as propagandas de outdoor da ATEA. In: GT História das Religiões e das Religiosidades, 2016, Rio de Janeiro. Anais do VI ENCONTRO DO GT NACIONAL DE HISTÓRIA DAS RELIGIÕES E DAS RELIGIOSIDADES - ANPUH, 2016. v. VI.

6.
FIRMINO, D. M.. Mercadão de Madureira: Comércio de animais e tradição. In: Diálogos com a História 2 - 3ª Semana de História da UFF, 2016, Niterói. Diálogos com a História 2 - Trabalhos apresentados na 3ª Semana de História da UFF, 2015.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
FIRMINO, D. M.. Mercadão de Madureira: Comércio de animais e tradição. In: III Semana de História da UFF, 2014, Niterói. Caderno de Resumos, 2014.

2.
FIRMINO, D. M.. Mercadão de Madureira: Comércio de animais e tradição. In: 24ª Semana de Iniciação Científica (SEMIC), 2014, Rio de Janeiro. Caderno de Resumos, 2014.

3.
FIRMINO, D. M.. Mercadão de Madureira: comércio de animais e manutenção de identidade. In: 23ª Semana de Iniciação Científica (SEMIC), 2013, Rio de Janeiro. Caderno de Resumos, 2013.

Apresentações de Trabalho
1.
FIRMINO, D. M.. XII Encontro de Administração e Artes - Universo Niterói. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
FIRMINO, D. M.. A Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (ATEA): o nascimento do primeiro movimento social ateu do Brasil?. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
FIRMINO, D. M.. Café da Manhã com Surdos. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
FIRMINO, D. M.. O ?neoateísmo? no Brasil: a formação de uma possível identidade (neo)ateísta via ATEA (Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos). 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
FIRMINO, D. M.. A proposta da Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (ATEA) x Estado brasileiro contemporâneo: a laicidade em disputa. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
FIRMINO, D. M.. Mesa Redonda: Filme Black. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
FIRMINO, D. M.. O ateísmo da Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (ATEA): influências do iluminismo na busca pela identidade ateísta brasileira. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
FIRMINO, D. M.. A Associação Brasileira de Ateus e Agnósticos (ATEA) e o judiciário brasileiro: conflitos em torno da laicidade do Estado. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
FIRMINO, D. M.. O ateísmo no espaço público: um estudo sobre as propagandas de outdoor da ATEA. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
FIRMINO, D. M.. Mercadão de Madureira: Comércio de animais e tradição. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
FIRMINO, D. M.. Mercadão de Madureira: Comércio de animais e tradição. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
FIRMINO, D. M.. Mercadão de Madureira: Comércio de animais e formação de identidade. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Críticas ao conceito de Transnacionalismo. 2015. (Outra).

2.
DIálogos com a Antiguidade. 2015. (Outra).

3.
III Semana de História da UFF. 2015. (Outra).

4.
IV Seminário Interno da PPGHS: Poder, Identidades e Ensino de História. 2015. (Seminário).

5.
Seminário Internacional Estado, Democracia e Participação Popular na América Latina. 2015. (Seminário).

6.
V Seminário do NIEM: Migrações: rumos, tendências e desafios. 2015. (Seminário).

7.
50 anos do golpe de 1964. 2014. (Congresso).

8.
Brasileiros na Alemanha e Alemães no Brasil. 2014. (Seminário).

9.
Grandes projetos territoriais e movimentos insurgentes. 2014. (Encontro).

10.
Palestina: do conflito histórico ao genocídio. 2014. (Outra).

11.
Workshop: Migração e Educação: brasileiros, portugueses e turcos na sociedade alemã,. 2014. (Outra).

12.
XXXIII ENEH. 2014. (Encontro).

13.
53º Congresso da UNE. 2013. (Congresso).

14.
Curso Básico de Vandalismo: Conjuntura. 2013. (Encontro).

15.
Curso Básico de Vandalismo: Movimento Estudantil. 2013. (Encontro).

16.
Curso Básico de Vandalismo: Violência e Desmilitarização da Política. 2013. (Encontro).

17.
Inquisição em Nova Granada. 2013. (Seminário).

18.
Quanto vale ou é por quilo?. 2013. (Exposição).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
FIRMINO, D. M.. Estado Democracia e Participação Popular na América Latina. 2015. (Outro).

2.
FIRMINO, D. M.. V Seminário do NIEM - Migrações: rumos, tendências e desafios. 2015. (Outro).

3.
FIRMINO, D. M.. IV Seminário Interno do PPGHS - Poder, Identidades e Ensino de História. 2015. (Outro).

4.
FIRMINO, D. M.. Seminários Brasileiro na Alemanha e Alemães no Brasil. 2014. (Outro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/11/2018 às 10:16:38