Thiago dos Santos Silva

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2584928583672326
  • Última atualização do currículo em 17/10/2018


Mestrando do Programa de Pós Graduação em Linguística da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Bacharel em Letras - Português/Espanhol (UFRJ, 2016). Graduação sanduíche na Universidad de Santiago de Chile (USACH). Faz parte do Grupo de Estudos Discurso & Gramática UFRJ. Segue seus estudos na área de Linguística, mais especificamente na área da Linguística Funcional Centrada no Uso, orientado pela Profª Drª Maria Maura Cezario (UFRJ), com a pesquisa sobre a construção [Xque]concessiva no português. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Thiago dos Santos Silva
Nome em citações bibliográficas
SANTOS SILVA, T.


Formação acadêmica/titulação


2017
Mestrado em andamento em Lingüística.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil. Orientador: Maria Maura Cezario.
2012 - 2016
Graduação em Letras - Português e Espanhol.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
com período sanduíche em Universidad de Santiago de Chile (Orientador: Maria Maura Cezario).
Título: As construções embora e [Xque]conect na fala e na escrita: uma abordagem cognitivo-funcional.
Orientador: Maria Maura Cezario.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.




Formação Complementar


2017 - 2017
Network and Constructional change. (Carga horária: 15h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
2014 - 2014
Extensão universitária em Gramaticalização e Lexicalização.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2014 - 2014
Language is a cognitive network. (Carga horária: 15h).
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
2013 - 2013
Extensão universitária em El Desarollo de Las Habilidades Linguísticas.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2013 - 2013
Extensão universitária em Oratória Docente e Técnicas Vocais.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2013 - 2013
Extensão universitária em Linguística Funcional Centrada no Uso.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2012 - 2012
Extensão universitária em Biografias Insubmissas Mulheres que se Inscreveram.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor de Linguística I



Projetos de pesquisa


2013 - Atual
Construcionalização e mudanças construcionais no português do Brasil
Descrição: Este projeto volta-se para o estudo da formação de construções da língua portuguesa, a partir dos pressupostos teóricos e metodológicos a Linguística Centrada no Uso (também denominada Linguística Funcional Centrada n Uso) . O projeto é separado em dois subprojetos, um voltado para a formação de construções provindas de construções com verbos (como eu acho que) e outro voltado para a formação de construções derivadas de construções com nomes (como a gente). A Linguística Centrada no Uso é uma corrente que concentra linguistas provenientes principalmente de duas linhas da linguística, a linguística funcionalista norte-americana e a linguística cognitivista, que embora tendo certas diferenças teórico-metodológicas, concordam com o pressuposto de que a língua serve aos fins comunicativos dos falantes nas experiências sócio-comunicativas. Os pesquisadores de modelos centrados no uso compartilham o pressuposto de que a sintaxe não é um domínio autônomo e que sintaxe, semântica e pragmática são inter-relacionados e interdependentes. As categorias são variáveis e, portanto, devem ser vistas em termos de protótipos. Isso significa que as entidades estão num contínuo categorial. A unidade básica da língua é a construção definida como sendo o pareamento simbólico de forma e função, nos termos de Goldberg (1995; 2006). A construção possui estrutura sequencial e pode incluir posições fixas e/ou abertas. Instâncias particulares de construções afetam as representações cognitivas. Mais recentemente, sobretudo a partir das publicações dos trabalhos de Traugott (2010 ), Traugott e Trousdale ( 2010 ), com a contribuição da linguística cognitiva, sobretudo o modelo da Gramática de construções (cf. Golberg, 1995), os estudos têm se voltado para a construcionalização (nome dado por Traugott, 2008; Traugott e Trousdale, 2013) e as mudanças construcionais. A construcionalização refere-se a um conjunto de processos responsáveis pela criação de uma construção, enquanto as mudanças construcionais referem-se às mudanças na forma e no conteúdo que podem ocorrer com uma construção (cf. Traugott & Trousdale, 2010; Traugott, inédito). Incluem-se, nessa nova perspectiva da linguística histórica, os fenômenos tradicionalmente considerados como casos de gramaticalização e a visão construcionista, em que também estão incluídas mudanças que antes ficavam de fora como a mudança de ordenação de palavras e esquematizações gerais. Assim procuramos estudar construcionalizações ocorridas na história do português, como a formação do pronome "a gente" a partir do sintagma nominal a mais o substantivo gente, observando as mudanças na forma e na função que levaram a criação da nova construção. Também observamos que mudanças semântico-pragmáticas ocorreram com construções como essa ao longo da história, ou seja, procuramos detectar as mudanças construcionais. Trabalhamos com português escrito desde o século XIII até o português contemporâneo, a partir da coleta e análise de dados de textos obtidos de diferentes fontes. Também trabalhamos com peça teatrais de autores brasileiros e portugueses..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Thiago dos Santos Silva - Integrante / Júlia Langer de Campos - Integrante / Priscilla Mouta Marques - Integrante / Monique Santos - Integrante / Roberto de Freitas Júnior - Integrante / Bruna Soares - Integrante / Maria Maura da Conceição Cezario - Coordenador.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2017
Bolsista de Mestrado, CAPES.
2015
1º Lugar Programa Escala Estudantil - Universidad de Santiago de Chile, AUGM.
2014
Bolsista de Iniciação Científica, CNPq.
2013
Monitor de Linguística I, Universidade Federal do Rio de Janeiro.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
CEZARIO, M. M. C.2015 CEZARIO, M. M. C. ; SANTOS SILVA, T. ; SANTOS, M. . FORMAÇÃO DA CONSTRUÇÃO [XQUE]CONEC NO PORTUGUES. Revista e-scrita: revista do curso de etras da UNIABEU, v. 6, p. 229-243, 2015.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SANTOS SILVA, T.. A formação das construções embora e [Xque]conec na história do Português. In: XXXVII Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica, Tecnológica, Artística e Cultural UFRJ, 2015, Rio de Janeiro. Livro de Resumos, 2015.

2.
SANTOS SILVA, T.. As construções com embora na fala e na escrita de informantes do Rio de Janeiro: uma abordagem baseada no uso. In: XXXVI Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica, Tecnológica, Artística e Cultural UFRJ, 2014, Rio de Janeiro. Livro de Resumos, 2014.

Artigos aceitos para publicação
1.
CEZARIO, M. M. C. ; SANTOS SILVA, T. ; SANTOS, M. . FORMAÇÃO DA CONSTRUÇÃO [XQUE]CONEC NO PORTUGUES. Revista e-scrita: revista do curso de etras da UNIABEU, 2015.

Apresentações de Trabalho
1.
SANTOS SILVA, T.. Construções com embora na fala e na escrita do português do Brasil: uma abordagem baseada no uso. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
SANTOS SILVA, T.. A construção 'embora' na fala e escrita de informantes do Rio de Janeiro: Uma abordagem baseada no uso. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
SANTOS SILVA, T.. A construção 'embora' na fala e na escrita: Uma abordagem baseada no uso. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
LIMA, N. A. ; BEZERRA, P. C. G. ; SANTOS SILVA, T. . 'Paisagens poéticas: Imagens do Brasil na obra do Visconde de Taunay' In: Tempo de Ensaio (2): Múltiplos olhares sobre o literário. Ensaios de graduandos em Letras. (Organizadora: Luciana Marino do Nascimento). Rio de Janeiro: Letra Capital, 2014 (Artigo publicado em livro).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
XXIII SEPLA - Seminário de Pesquisas Linguística em Andamento.Construcionalização dos conectores ainda que e mesmo que no português: uma visão construcional de mudança. 2018. (Seminário).

2.
SEPLA 2017 Seminário de Pesquisas Linguísticas em Andamento. 2017. (Seminário).

3.
SEPLA 2017 Seminário de Pesquisas Linguísticas em Andamento.A FORMAÇÃO HISTÓRICA DA CONSTRUÇÃO XQUE CONCESSIVA: UMA ABORDAGEM COGNITIVO-FUNCIONAL.. 2017. (Seminário).

4.
XIV FÓRUM CLAC - "Interculturalidade e suas interfaces". 2017. (Outra).

5.
XXII Seminário Nacional e IX Seminário Internacional do Grupo de Estudos Discurso & Gramática..A FORMAÇÃO HISTÓRICA DA CONSTRUÇÃO XQUE CONCESSIVA: UMA ABORDAGEM COGNITIVO-FUNCIONAL.. 2017. (Seminário).

6.
XXXVIII Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica, Tecnológica, Artística e Cultural UFRJ. A formação das construções embora e [Xque]conec na história do português. 2016. (Exposição).

7.
63º SEMINÁRIO DO GRUPO DE ESTUDOS LINGUÍSTICOS DE SÃO PAULO - GEL.As construções com "embora" na fala e na escrita: uma abordagem baseada no uso. 2015. (Seminário).

8.
III SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE LINGUÍSTICA FUNCIONAL - SILF.AS CONSTRUÇÕES EMBORA E XQUE[CONEC] NO PORTUGUÊS. 2015. (Simpósio).

9.
XXXVII Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica, Tecnológica, Artística e Cultural UFRJ.A formação das construções embora e [Xque]conec na história do Português. 2015. (Outra).

10.
VI SEMINÁRIO INTERNACIONAL DO GRUPO DE ESTUDOS DISCURSO & GRAMÁTICA.A construção "embora" na fala e na escrita: Uma abordagem baseada no uso. 2014. (Seminário).

11.
XIV Colóquio de Pós-Graduação em Letras Neolatinas. 2014. (Simpósio).

12.
XIX SEMINÁRIO DO GRUPO DE ESTUDOS DISCURSO & GRAMÁTICA.As construções com "embora" na fala e na escrita: uma abordagem baseada no uso. 2014. (Seminário).

13.
XXXV ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE LETRAS. A CONSTRUÇÃO EMBORA NA FALA E NA ESCRITA: UMA ABORDAGEM BASEADA NO USO. 2014. (Congresso).

14.
XXXV ENCONTRO NACIONAL DOS ESTUDANTES DE LETRAS. 2014. (Encontro).

15.
XXXVI JORNADA GIULIO MASSARANI DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, TECNOLÓGICA, CIENTÍFICA, ARTÍSTICA E CULTURAL.A construção "embora" na fala e escrita de informantes do Rio de Janeiro: Uma abordagem baseada no uso. 2014. (Outra).

16.
I CICLO INTERUNIVERSITÁRIO/APEERJ. 2013. (Encontro).

17.
II CONGRESSO INTERNACIONAL DA FACULDADE DE LETRAS DA UFRJ. 2013. (Congresso).

18.
SEMINÁRIO INTERNACIONAL LA ESCUELA QUE QUEREMOS Y LA QUE NOS IMPONEN. 2013. (Seminário).

19.
V SEMINÁRIO INTERNACIONAL DO GRUPO DE ESTUDOS DISCURSO & GRAMÁTICA: CONSTRUCIONALIZAÇÃO.MONITOR. 2013. (Seminário).

20.
XV EREL SUDESTE/SE RIO 2013 ENCONTRO REGIONAL DOS ESTUDANTES DE LETRAS. 2013. (Encontro).

21.
XVIII SEMINÁRIO DO GRUPO DE ESTUDOS DISCURSO & GRAMÁTICA.MONITOR. 2013. (Seminário).

22.
XXXV JORNADA GIULIO MASSARANI DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA, TECNOLÓGICA, ARTÍSTICA E CULTURAL UFRJ. 2013. (Exposição).

23.
IV SIMPÓSIO NACIONAL DE ESTUDOS FILOLÓGICOS E LINGUÍSTICOS. 2012. (Simpósio).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SANTOS SILVA, T.. FEIRA CULTURAL CLAC 2016: TRANSPASSANDO BARREIRAS. 2016. .



Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
CEZARIO, M. M. C.2015 CEZARIO, M. M. C. ; SANTOS SILVA, T. ; SANTOS, M. . FORMAÇÃO DA CONSTRUÇÃO [XQUE]CONEC NO PORTUGUES. Revista e-scrita: revista do curso de etras da UNIABEU, v. 6, p. 229-243, 2015.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 22/10/2018 às 15:42:55