João Rodrigo de Oliveira

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5484542566865202
  • Última atualização do currículo em 11/01/2019


Formado em Fisioterapia (2011-2016) na instituição de ensino superior Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e mestrando em Neuroengenharia (2017-atual) do Instituto Internacional de Neurociências Edmond e Lily Safra (IIN-ELS). Linhas de Pesquisa: neuroinflamação e interface cérebro-máquina. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
João Rodrigo de Oliveira
Nome em citações bibliográficas
OLIVEIRA, J. R.


Formação acadêmica/titulação


2011 - 2016
Graduação em Fisioterapia.
Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.
Título: ANÁLISE DAS RESPOSTAS DO EMOTIV EPOC A UM TREINAMENTO COM E SEM FEEDBACK VISUAL - ESTUDO DE ACURÁCIA.
Orientador: Fabrícia Azevedo da Costa Cavalcanti.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2008 - 2010
Ensino Médio (2º grau).
Escola Agrícola de Jundiaí, EAJ, Brasil.




Atuação Profissional



Instituto Santos Dumont, ISD, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - 2017
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: , Enquadramento Funcional:



Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Caracterização microglial e eletrofisiológica após implante de microeletrodos intracerebrais de tungstênio em ratos
Descrição: A Interface cérebro-máquina (ICM) é um método que integra procedimentos de aquisição, processamento e envio de sinais neurais para controlar um dispositivo artificial. Atualmente, um dos métodos mais eficazes de aquisição de sinal cerebral é o implante de microeletrodos intracerebrais. Entretanto, um dos grandes desafios deste método está relacionado com mecanismos de biocompatibilidade. A resposta inflamatória no tecido cerebral pós-implante, que envolve ações de células microgliais, afeta a qualidade e durabilidade do sinal neuroeletrofisiológico. Relatos da literatura demonstram que, quando ativada, a micróglia pode apresentar um fenótipo pró-inflamatório (M1) ou anti-flamatório (M2), porém existe conhecimento escasso e divergente em relação a essa diferenciação funcional. Logo, o estudo dos fatores que influenciam a neuroinflamação após o implante de microeletrodos pode proporcionar ICMs mais eficientes no futuro. O objetivo deste trabalho é investigar a resposta inflamatória do tecido cerebral após o implante de microeletrodos intracerebrais de tungstênio em ratos. Foram implantados microeletrodos de tungstênio em 1 rato Wistar. Três meses após o implante, o animal foi perfundido e o seu cérebro foi processado. Foi realizado um ensaio de imunofluorescência para a marcação de Iba-1 e caracterização microglial total. Para continuidade do estudo, será realizado registro eletrofisiológico durante três meses e imunofluorescência para caracterização de M1 e M2. Com a realização da imunofluorescência de padronização, foi observado a presença consideravelmente maior de micróglias com morfologia amebóide ao longo de toda a região adjacente ao rastro do eletrodo. Assim, pode-se inferir que essas células são responsáveis pelo processo neuroinflamatório, entretanto, sabendo-se da possível existência fenotípica pró-inflamatória e anti-inflamatória da micróglia, não é possível declarar que todas essas células ativadas, de acordo com nossos achados, possuam padrão pró-inflamatório. Assim, com a continuidade deste trabalho, espera-se compreender melhor os mecanismos envolvidos no processo inflamatório desencadeado pelo implante de microeletrodos, podendo contribuir para melhora da biocompatibilidade..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2018 - Atual
Caracterização da resposta inflamatória após implante de eletrodos epidurais para estimulação da medula espinal
Descrição: Introdução: A Estimulação da Medula Espinal (EME) é uma das técnicas de modulação da atividade do Sistema Nervoso Central (SNC). Essa técnica envolve o uso de pequenos dispositivos implantados no canal epidural da coluna vertebral, normalmente dispostos acima da dura-máter da medula espinal. Estes dispositivos provavelmente induzem reações inflamatórias e formação do encapsulamento fibroso, diminuindo a eficiência do estímulo elétrico na medula. Assim, a resposta inflamatória é um ponto importante nos estudos de biocompatibilidade, sendo a ativação da microglia e astrócitos os principais eventos dessa resposta em decorrência do implante no SNC. Porém, até agora os dados sobre o resposta inflamatória após implantes epidurais e após a EME são escassos na literatura. Objetivo: caracterizar os mecanismos que compõem a resposta inflamatória da medula espinal de ratos submetidos à presença de um sistema de EME. Metodologia: serão utilizados 12 ratos Whistar, divididos nos grupos controle (n=4), apenas com eletrodo (n=4) e de EME (n=4). Após as cirurgias de implante de eletrodo medular e controle, os animais permanecerão 7 dias de pós-operatório e 30 dias realizando sessões de 30 minutos em campo aberto. Apenas um dos grupos receberá EME, sob os parâmetros: pulsos quadrados bifásicos de 1 ms, entregues a 333 Hz a uma intensidade de corrente ~ 1,2 vezes o limiar sensorial do animal. Em seguida, os animais serão perfundidos e os tecidos medulares submetidos a análise de imunofluorescência (IF). Serão realizados ensaios de IF para marcação dupla de microglia (Iba-1) e micróglia pró-inflamatória M1 (INOS) ou anti-inflamatória M2 (arginase) e, também marcação de astrócitos (GFAP). Resultados: A partir dos dados da análise histológica, espera-se avaliar de forma qualitativa e quantitativa, a reação neuroinflamatória da medula ao dispositivo cronicamente implantado. Como resultado preliminar descobriu-se que por um período de 2 dias (agudo), houve um ativação microglial em toda a seção transversal da região do implante medular (T4), porém essa resposta não se estendeu em regiões acima (C4) e abaixo (T11) do implante. Conclusão: Com a realização deste trabalho, espera-se caracterizar a resposta inflamatória na medula após um período de 30 dias (crônico) e a influência da EME nesta resposta, preenchendo essa lacuna existente na literatura. Além disso, este estudo irá embasar trabalhos futuros que desenvolvam métodos que visem melhorar a biocompatibilidade desses eletrodos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
Análise das respostas do emotiv epoc a um treinamento com e sem feedback visual: um estudo de acurácia.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2014
Efeitos do treino em realidade virtual Wii® na atividade cortical e equilíbrio de pacientes idosos.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2018 - 2018
Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2018 (SNCT)
Descrição: atividades do projeto Ciência para a redução das desigualdades: a experiência do Instituto Santos Dumont na educação para a vida, realizado durante a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), no período de 15 a 18 de outubro de 2018, contribuindo para a popularização e a divulgação do conhecimento científico no estado do Rio Grande do Norte..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2017 - 2017
Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de 2017 (SNCT)
Descrição: exposição Portas Abertas do IIN-ELS, pelo projeto A matemática no Instituto Santos Dumont: multiplicando saberes, dividindo experiências, subtraindo desigualdades e somando esforços para transformar a realidade científico-social do Nordeste brasileiro, uma das ações do Instituto Santos Dumont (ISD) na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de 2017 (SNCT), de 23 a 24 de outubro de 2017..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2015 - 2015
Atenção Fisioterapêutica Motora e Respiratória no Hospital Infantil Varela Santiago (HIVS)
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2015 - 2015
Atuação fisioterapêutica na terceira idade: Promovendo cuidados e saúde através da realidade virtual
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2015 - 2015
Liga de Estudos em Fisioterapia Esportiva da UFRN (LEFERN)
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2018
Cândido Pinto de Melo, Sociedade Brasileira de Engenharia Biomédica.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos aceitos para publicação
1.
SUASSUNA, A. O. B. ; OLIVEIRA, J. R. ; SILVA, M. J. C. ; NASCIMENTO¹, M. S. L. ; ARAUJO, M. F. P. . Microglial activation after acute spinal cord electrode implant. IFMBE PROCEEDINGS, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
OLIVEIRA, J. R.. Atuação da Interface cérebro Máquina na Fisioterapia. 2018. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

2.
OLIVEIRA, J. R.. Todos aprendem: Contribuição da neurociência para uma escola inclusiva. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
I Ciclo de palestras de Neuroimunologia.Minicurso de microscopia confocal (Ministrante). 2018. (Simpósio).

2.
I Ciclo de palestras de Neuroimunologia. 2018. (Outra).

3.
Treinamento em Computação Acelerada (HPC). 2018. (Outra).

4.
VII Semana do Cérebro: A educação transforma. 2018. (Seminário).

5.
VII Semana Nacional do Cérebro ? A Educação Transforma. Industria do Conhecimento do Bairro das Rocas. 2018. (Feira).

6.
VII Semana Nacional do Cérebro ? A Educação Transforma,. Comunidade Quilombola de Capoeiras. 2018. (Feira).

7.
V Simpósio de Neuroengenharia.Caracterização Eletrofisiológica após implante de microeletrodos intracerebrais de tungstênio em ratos. 2018. (Simpósio).

8.
V Simpósio de Neuroengenharia.Biocompatibilidade de microeletrodos intracerebrais: uma revisão de literatura.. 2018. (Simpósio).

9.
V Simpósio de Neuroengenharia. 2018. (Simpósio).

10.
V Simpósio de Neuroengenharia.Caracterização da resposta Inflamatória após Implante de eletrodos epidurais para estimulação da medula espinal. 2018. (Simpósio).

11.
V Simpósio de Neuroengenharia.Caracterização microglial após implante de microeletrodos intracerebrais de tungstênio em ratos. 2018. (Simpósio).

12.
V Simpósio de Neuroengenharia.Minicurso de Microscopia Confocal (Ministrante). 2018. (Oficina).

13.
X Jornada de fisioterapia da UFRN.Atuação da Interface cérebro Máquina na Fisioterapia (Palestrante). 2018. (Outra).

14.
XXVI edição do Congresso Brasileiro de Engenharia Biomédica (CBEB 2018). Microglial activation after acute spinal cord electrode implant,. 2018. (Congresso).

15.
Curso de Introdução à Computação. 2017. (Outra).

16.
Curso de Matemática Básica para Neuroengenharia. 2017. (Outra).

17.
IV Seminário de educação inclusiva.Todos aprendem: Contribuição da neurociência para uma escola inclusiva (Palestrante). 2017. (Seminário).

18.
IV Simpósio de Neuroengenharia.Avaliação dos mecanismos neuroprotetores da estimulação medular espinal na Doença de Parkinson. 2017. (Simpósio).

19.
IV Simpósio de Neuroengenharia. 2017. (Simpósio).

20.
Minicurso de registro intracerebral: da aquisição do sinal ao pré-processamento- IV Simpósio de Neuroengenharia. 2017. (Oficina).

21.
VII Semana Nacional do Cérebro ? A Educação Transforma. 2017. (Feira).

22.
CIENTEC 2016 (Semana de Ciência, Tecnologia e Cultura da Universidade Federal do Rio Grande do Norte). Análise das Respostas do Emotiv EPOC a um Treinamento - Estudo Piloto. 2016. (Feira).

23.
Curso de Introdução à Computação Científica. 2016. (Outra).

24.
III Simpósio de Neuroengenharia do ISD. 2016. (Outra).

25.
IX Jornada de Fisioterapia da UFRN. 2016. (Outra).

26.
Minicurso de Eletroencefalografia na interface cérebro-máquina. 2016. (Outra).

27.
Minicurso de Quiropraxia. 2016. (Outra).

28.
Workshop de Neuromodulação. 2016. (Outra).

29.
XX Congresso Brasileiro de Geriatria e Gerontologia. COMPARAÇÃO DO EFEITO HIPOTENSOR IMEDIATO APÓS CAMINHADA EM SOLO E EM ÁGUA COM IDOSOS HIPERTENSOS. 2016. (Congresso).

30.
XX Congresso Brasileiro de Geriatria e Gerontologia. 2016. (Congresso).

31.
XX Congresso Brasileiro de Geriatria e Gerontologia. ANÁLISE DA ATIVAÇÃO DE ONDAS BETA EM JOVENS E IDOSOS SUBMETIDOS A JOGOS VIRTUAIS. 2016. (Congresso).

32.
XXVII CICT Congresso de Iniciação Científica e Tecnológica da UFRN 2016. ANÁLISE DAS RESPOSTAS DO EMOTIV EPOC A UM TREINAMENTO COM E SEM FEEDBACK VISUAL. 2016. (Congresso).

33.
II Ciclo de palestras da III Semana do Cérebro - UFRN.Mini Atividade - EV038-2014 - II Ciclo de palestras da III Semana do Cérebro - UFRN. 2014. (Encontro).

34.
III Semana do Cérebro.EV038-2014 - III SEMANA DO CÉREBRO. 2014. (Outra).

35.
XXV CICT Congresso de Iniciação Científica. REALIDADE VIRTUAL WII® NO EQUILÍBRIO DE PACIENTES IDOSOS. 2014. (Congresso).

36.
Fórum Internacional Brasil-Canadá sobre Envelhecimento Ativo: intercâmbio de experiências, capacitação e perspectivas de intervenção multiprofissional para o SUS.. 2013. (Outra).

37.
Curso de Introdução à Wiireabilitação - a gameterapia e a inovações tecnológicas em saúde. 2012. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
OLIVEIRA, J. R.. UFRN e ISD: Juntos por uma sociedade mais justa e humana na Mostra de Ciência, Tecnologia e Cultura (CIENTEC) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). 2018. (Outro).

2.
NASCIMENTO¹, M. S. L. ; OLIVEIRA, J. R. . I Ciclo de Palestras de Neuroimunologia. 2018. (Outro).

3.
OLIVEIRA, J. R.. V Simpósio de Neuroengenharia. 2018. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Iniciação científica
1.
Paulo Celestino da Costa Filho. Caracterização eletrofisiológica após implante de microeletrodos intracerebrais em ratos.. 2018. Iniciação Científica. (Graduando em Psicologia) - Centro Universitário do Rio Grande do Norte. Orientador: João Rodrigo de Oliveira.

2.
Larissa Vieira dos Santos. Caracterização microglial após implante de microeletrodos intracerebrais em ratos.. 2018. Iniciação Científica. (Graduando em Biomedicina) - Universidade Potiguar. Orientador: João Rodrigo de Oliveira.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/01/2019 às 22:36:27