Sérgio Mendonça Benedito

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3178521740116529
  • Última atualização do currículo em 31/12/2018


Bacharel em Ciências Sociais pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Mestre em Ciência Política pela mesma Instituição. Foi pesquisador bolsista pelo Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica (PIBIC/CNPq, 2014-2015) e membro do Proluta/UFG (Projeto de estudos políticos sobre ativismo e lutas sociais antirregime, 2013-2016). Possui experiência na área de Ciência Política com ênfase em estudos sobre ideologias políticas, política e religião, teoria política. Contato: sergiombk@gmail.com (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Sérgio Mendonça Benedito
Nome em citações bibliográficas
BENEDITO, S. M.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Goiás, Faculdade de Ciências Sociais.
Universidade Federal de Goiás - UFG
Campus Samambaia
74690900 - Goiânia, GO - Brasil
Telefone: (62) 35211128
URL da Homepage: http://www.cienciassociais.ufg.br


Formação acadêmica/titulação


2016 - 2018
Mestrado em Ciência Política.
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Título: Hegemonia em transição: um estudo histórico-político sobre o campo da esquerda no Brasil contemporâneo (2003-2018),Ano de Obtenção: 2018.
Orientador: Francisco Mata Machado Tavares.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Esquerda política; Movimentos políticos; Militância; Hegemonia.
Grande área: Ciências Humanas
2012 - 2015
Graduação em Ciências Sociais.
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Título: Tradicionalismo ou conservadorismo? A atuação dos parlamentares evangélicos na Câmara dos Deputados (2007-2015).
Orientador: Denise Paiva Ferreira.




Formação Complementar


2016 - 2016
Big Data: captura e sistematização de dados de forma automatizada. (Carga horária: 6h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2016 - 2016
Democracia e ação sindical. (Carga horária: 6h).
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
2016 - 2016
Sistemas eleitorais. (Carga horária: 6h).
Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
2015 - 2015
Como fazer perguntas com questionários: uma introdução ao survey. (Carga horária: 4h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
2013 - 2013
Para onde vai a Ciência Política? O debate recente na disciplina. (Carga horária: 5h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2018
Vínculo: Conselhos e Comissões, Enquadramento Funcional: Representante discente.
Outras informações
Representante discente no colegiado do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política.

Vínculo institucional

2016 - 2017
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estágio docência, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Realizou estágio de docência na disciplina Ciência Política 2 ministrada pela Profa. Dra. Denise Paiva na graduação em Ciências Sociais, Faculdade de Ciências Sociais (FCS), no período entre agosto de 2016 e fevereiro de 2017 (2016-2).

Vínculo institucional

2014 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador bolsista, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Pesquisador pelo Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica (PIBIC/CNPq). Título da pesquisa: Mensurando a ideologia dos partidos políticos brasileiros: liberalismo e conservadorismo. Orientadora: Profa. Dra. Denise Paiva Ferreira.

Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Secretário, Carga horária: 20, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Revista Inter-Ação, vinculada ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Faculdade de Educação (FE/UFG).



Projetos de pesquisa


2013 - 2016
Proluta - PROJETO DE ESTUDOS POLÍTICOS SOBRE ATIVISMO E LUTAS SOCIAIS ANTIRREGIME
Descrição: A pesquisa se orienta a investigar, sob o prisma científico-político, as formas de ativismo, protesto e resistência social emergentes após a crise econômica global, entre a primeira e a segunda décadas dos anos 2000. Esse amplo tema será investigado a partir de distintos troncos objetivo-específicos orientados por métodos e técnicas próprios que, em qualquer caso, manterão entre si um nexo alinhavado por uma única problemática, nomeadamente: qual é o impacto e o significado, na política democrática contemporânea e na atuação dos Estados, das práticas ativistas, em especial aquelas conduzidas por grupos antirregime e adeptas de táticas antijurídicas ou extrajurídicas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (15) / Mestrado acadêmico: (3) .
Integrantes: Sérgio Mendonça Benedito - Integrante / Francisco Mata Machado Tavares - Coordenador / João Henrique Ribeiro Roriz - Integrante / Luciana Maria de Aragão Ballestrin - Integrante / Ellen Ribeiro Veloso - Integrante / Lays Bárbara Vieira Morais - Integrante / Rodrigo de Oliveira Sobreira - Integrante / Alessandra Macedo de Brito - Integrante / Aline Correa Schwaderer - Integrante / Amanda Alves Santos - Integrante / Ana Flávia da Costa - Integrante / Charles Milhomem Mendonça - Integrante / Felipe Silva Barrozo - Integrante / Gabriela Barcelos de Freitas - Integrante / Gabriel Roriz Trindade - Integrante / Heitor Aquino Vilela - Integrante / Ian Caetano de Oliveira - Integrante / Iudeu Iussef Garcia Felipe - Integrante / Joab Júnio Dias Gregório da Silva - Integrante / Letícia Batista Hungria - Integrante / Lira Furtado Moreno - Integrante / Mateus Alves Gonçalves - Integrante / Raoni da Cruz Frazão - Integrante / Ricardo Cesar Barbosa Júnior - Integrante / Victor Hugo Viegas de Freitas Silva - Integrante / Vitória Gonçalves de Sousa - Integrante.
2013 - 2016
Mensurando a ideologia dos partidos políticos na América Latina: uma atualização da classificação de Michael Coppedge 15 anos depois
Descrição: A proposta desta pesquisa é produzir um esquema de classificação ideológica para os partidos políticos na América Latina a partir da que foi elaborada por Michael Coppedge, de 1997. Pretende-se atualizar e ampliar a lista de partidos, conservando os mesmos métodos e critérios da classificação original. O trabalho de Coppedge (1997) foi o primeiro a sistematizar a classificação ideológica dos partidos latino-americanos e o único até o momento a oferecer uma base suficiente para comparações rigorosas. Por isso, tem sido amplamente utilizado por muitos analistas que mobilizam a ideologia partidária como variável explicativa para uma grande variedade de objetos, desde coligações eleitorais até políticas públicas. No entanto, muitos partidos que se tornaram importantes nos últimos vinte anos não constam da lista de Coppedge e, presumivelmente, muitos dos que constam podem ter se movido na escala esquerda-centro- direita. Além disso, em vários países novos partidos foram criados ao longo desses quinze anos e se tornaram atores políticos relevantes. Dessa forma, uma atualização ou revisão da classificação de Coppedge se torna necessária..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Sérgio Mendonça Benedito - Integrante / Denise Paiva Ferreira - Coordenador / Gabriela da Silva Tarouco - Integrante / João Carlos Amoroso Botelho - Integrante / Pedro Santos Mundim - Integrante / Rafael Machado Madeira - Integrante / Soraia Marcelino Vieira - Integrante / Ana Lúcia Henrique Teixeira Gomes - Integrante / Andréia Bahia e Silva - Integrante / Mariana Batista da Silva - Integrante / João Pedro Tavares Damasceno - Integrante / Vinícius Silva Alves - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político/Especialidade: Atitude e Ideologias Políticas.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político/Especialidade: Estudos Eleitorais e Partidos Políticos.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Religião e política.
6.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Movimentos sociais.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
TAVARES, F. M. M.2018TAVARES, F. M. M. ; BENEDITO, S. M. . Pós-democracia no Sul Global: Uma Leitura Sócio-fiscal dos Confrontos Políticos e da Ruptura Institucional no Crepúsculo da Nova República Brasileira (2003-2017). REVISTA SUL-AMERICANA DE CIÊNCIA POLÍTICA, v. 4, p. 179-196, 2018.

Capítulos de livros publicados
1.
FERREIRA, D. P. ; ALVES, V. S. ; BENEDITO, S. M. . As coligações proporcionais e os pequenos partidos nas eleições para a Câmara dos Deputados 1998-2014. In: KRAUSE, Silvana; MIGUEL, Luis Felipe; MACHADO, Carlos Melo. (Org.). Coligações partidárias na democracia brasileira: aportes teórico-metodológicos, tendências e estudos de caso. 1ed.Rio de Janeiro; São Paulo: Konrad Adenauer Stiftung; Editora Unesp, 2016, v. , p. 321-339.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
TAVARES, F. M. M. ; BENEDITO, S. M. . Participação política no Brasil pós-democrático: uma abordagem sócio-fiscal do ocaso da Nova República. In: XI Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política, 2018, Curitiba-PR. Anais do XI Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política, 2018.

2.
BENEDITO, S. M.. Do caráter da representação política em contextos de neoliberalismo e austeridade. In: V Forum Brasileiro de Pós-Graduação em Ciência Política, 2017, Teresina-PI. Anais V Forum Brasileiro de Pós-Graduação em Ciência Política. Teresina: UFPI, 2017.

3.
BENEDITO, S. M.. Vício original? Soberania e razão de Estado de Maquiavel a Locke. In: XIV Semana de Ciências Sociais da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), 2016, São Carlos. Anais XIV Semana de Ciências Sociais, Universidade Federal de São Carlos, 2016.

4.
BENEDITO, S. M.. Tradicionalismo e conservadorismo? A atuação dos parlamentares evangélicos na Câmara dos Deputados (2007-2015). In: VII Seminário Nacional de Sociologia e Política, 2016, Curitiba-PR. Anais VII Seminário Nacional de Sociologia & Política. Curitiba: UFPR, 2016.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
BENEDITO, S. M.; FERREIRA, D. P. . Mensurando a ideologia dos partidos políticos brasileiros: liberalismo e conservadorismo. In: XII Conpeex - Congresso de pesquisa, ensino e extensão, Universidade Federal de Goiás (UFG), 2015, Goiânia. Anais XII Conpeex/UFG - Congresso de pesquisa, ensino e extensão, 2015.

Apresentações de Trabalho
1.
TAVARES, F. M. M. ; BENEDITO, S. M. . Participação política no Brasil pós-democrático: uma abordagem sócio-fiscal do ocaso da Nova República. In: XI Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política, Universidade Federal do Paraná (UFPR). 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
BENEDITO, S. M.. Junho de 2013 e a esquerda brasileira cinco anos depois. In: I Fórum de Ciência Política UFG, Universidade Federal de Goiás (UFG). 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
BENEDITO, S. M.; COSTA, L. G. F. . A crítica do liberalismo pelo comunitarismo contemporâneo. In: XXV Semana de Filosofia & XX Semana de Integração Graduação/Pós-Graduação, Universidade Federal de Goiás (UFG). 2018. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

4.
BENEDITO, S. M.. Do caráter da representação política em contextos de neoliberalismo e austeridade. In: V Forum Brasileiro de Pós-Graduação em Ciência Política, Universidade Federal do Piauí (UFPI). 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
BENEDITO, S. M.. Vício original? Soberania e razão de Estado de Maquiavel a Locke. In: XIV Semana de Ciências Sociais da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar). 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
BENEDITO, S. M.. Tradicionalismo e conservadorismo? A atuação dos parlamentares evangélicos na Câmara dos Deputados (2007-2015). In: VII Seminário Nacional de Sociologia e Política, Universidade Federal do Paraná (UFPR). 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

7.
BENEDITO, S. M.; FERREIRA, D. P. . Mensurando a ideologia dos partidos políticos brasileiros: liberalismo e conservadorismo. In: XII Conpeex - Congresso de pesquisa, ensino e extensão, Universidade Federal de Goiás (UFG). 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
HIRANO, L. F. K. ; BENEDITO, S. M. ; VALE, A. P. R. . O impacto dos estudos da ciência sobre a filosofia política. Sociedade e Cultura (UFG), v. 18, n. 1, p. 195-206, jan./jun., 2015. (Tradução/Artigo).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
TAVARES, F. M. M. ; BENEDITO, S. M. . TV UFG - Viver Ciência - Participação Política e Finanças Públicas. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
BENEDITO, S. M.. Revista Inter-Ação, v. 42, n. 1. 2017. (Preparação de originais).

2.
BENEDITO, S. M.. Revista Inter-Ação, v. 41, n. 1. 2016. (Preparação de originais).

3.
BENEDITO, S. M.. Revista Inter-Ação, v. 41, n. 2. 2016. (Preparação de originais).

4.
BENEDITO, S. M.. Revista Inter-Ação, v. 41, n. 3. 2016. (Preparação de originais).

5.
BENEDITO, S. M.. Revista Inter-Ação, v. 40, n. 1. 2015. (Preparação de originais).

6.
BENEDITO, S. M.. Revista Inter-Ação, v. 40, n. 2. 2015. (Preparação de originais).

7.
BENEDITO, S. M.. Revista Inter-Ação, v. 40, n. 3. 2015. (Preparação de originais).

8.
BENEDITO, S. M.. Revista Inter-Ação, v. 39, n. 2. 2014. (Preparação de originais).

9.
BENEDITO, S. M.. Revista Inter-Ação, v. 39, n. 1. 2014. (Preparação de originais).

10.
BENEDITO, S. M.. Revista Inter-Ação, v. 39, n. 3. 2014. (Preparação de originais).

11.
BENEDITO, S. M.. Revista Inter-Ação, v. 38, n. 1. 2013. (Preparação de originais).

12.
BENEDITO, S. M.. Revista Inter-Ação, v. 38, n. 2. 2013. (Preparação de originais).

13.
BENEDITO, S. M.. Revista Inter-Ação, v. 38, n. 3. 2013. (Preparação de originais).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
11º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política.Participação política no Brasil pós-democrático: uma abordagem sócio-fiscal do ocaso da Nova República. 2018. (Encontro).

2.
I Fórum de Ciência Política UFG.Junho de 2013 e a esquerda brasileira cinco anos depois. 2018. (Seminário).

3.
XXV Semana de Filosofia & XX Semana de Integração Graduação/Pós-Graduação.A crítica do liberalismo pelo comunitarismo contemporâneo. 2018. (Seminário).

4.
V Forum Brasileiro de Pós-Graduação em Ciência Política. Do caráter da representação política em contextos de neoliberalismo e austeridade. 2017. (Congresso).

5.
10º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política. 2016. (Encontro).

6.
VII Seminário Nacional de Sociologia e Política.Tradicionalismo e conservadorismo? A atuação dos parlamentares evangélicos na Câmara dos Deputados (2007-2015). 2016. (Seminário).

7.
XIV Semana de Ciências Sociais da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).Vício original? Soberania e razão de Estado de Maquiavel a Locke. 2016. (Seminário).

8.
Palestra "Da concepção do projeto à publicação do artigo: um guia prático de sobrevivência no mundo acadêmico atual". 2015. (Outra).

9.
Palestra "Dinâmica de produção e avaliação científica". 2015. (Outra).

10.
Partidos Políticos e democracia na América Latina. 2015. (Seminário).

11.
XI CONPEEX - Congresso de Pesquisa, Ensino e Extensão. 2014. (Congresso).

12.
III Simpósio Internacional de Ciências Sociais. 2013. (Simpósio).

13.
9º Seminário de Sociologia no Ensino Médio: "Lutas docentes e qualidade na educação: ciências sociais para a transformação". 2012. (Seminário).

14.
Ciclo de palestras do Fórum Permanente de Combate à Corrupção em Goiás. 2012. (Outra).

15.
Palestra "Os antropólogos devem, sim, falar de biologia: a contribuição de Tim Ingold para uma reflexão sobre o Darwinismo. 2012. (Outra).

16.
Palestra "Voto nulo: crise de participação, representação?". 2012. (Outra).



Outras informações relevantes


Entre agosto de 2015 e janeiro de 2017 atuou como prestador de serviços à revista Inter-Ação da Faculdade de Educação (UFG), realizando as seguintes atividades de acompanhamento do processo editorial junto à Faculdade de Educação, à Biblioteca Central e ao Cegraf: a) publicação, no sistema OJS, das chamadas para submissões de trabalhos aos dossiês temáticos; b) análise de plágio nos trabalhos submetidos à revista; c) apoio ao editor na busca de avaliadores e no envio de artigos para avaliação; d) monitoramento dos e-mails, respondendo a dúvidas e encaminhando solicitações ao editor; e) recebimento de avaliações das submissões e encaminhamento ao coordenador do dossiê para seleção de trabalhos; f) respostas aos autores sobre os trabalhos aprovados e recusados; g) montagem do ?boneco? da revista: preparação do expediente, sumário e corpo da revista para envio ao Cegraf; h) Apoio ao editor na finalização do processo de editoração dos volumes da revista; i) elaboração da arte gráfica da capa dos volumes da revista; j) participação em reuniões com as equipes da Comissão Editorial da Faculdade de Educação, da Biblioteca Central e do Cegraf para organização de dossiês e discussão do processo de editoração.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 22/01/2019 às 22:11:35