Amanda Mátar de Figueiredo

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1297194942056186
  • Última atualização do currículo em 27/09/2018


Mestre em Administração Pública pela Fundação João Pinheiro (2014). Graduada em Administração Pública pela Fundação João Pinheiro (2007) e em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (2008). É Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental desde 2008, tendo exercido, desde então, diversas atividades na Secretaria de Estado de Defesa Social de Minas Gerais como gestora em áreas da política de segurança pública estadual. Atualmente integra a equipe do Núcleo de Estudos em Segurança Pública da Fundação João Pinheiro, atuando no desenvolvimento de projetos nas áreas de políticas públicas e gestão em segurança pública, com especial enfoque para a articulação e atuação institucional do sistema de justiça criminal e gestão prisional. Integra também o corpo docente da Escola de Governo Professor Paulo Neves de Carvalho da Fundação João Pinheiro, atuando como professora dos cursos de graduação e pós graduação da área de Administração Pública e participando das atividades de pesquisa e extensão oferecidas pela unidade. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Amanda Mátar de Figueiredo
Nome em citações bibliográficas
FIGUEIREDO, A. M.

Endereço


Endereço Profissional
Governo do Estado de Minas Gerais, Fundação João Pinheiro.
Alameda das Acácias, 70, 4º andar
São Luiz
31275150 - Belo Horizonte, MG - Brasil
Telefone: (031) 34489449
URL da Homepage: www.fjp.mg.gov.br


Formação acadêmica/titulação


2012 - 2014
Mestrado em Administração Pública.
Fundação João Pinheiro, FJP, Brasil.
Título: Aplicação do modelo de gestão em rede organizacional às políticas públicas de segurança: o caso da Política de Integração do Sistema de Defesa Social de Minas Gerais,Ano de Obtenção: 2014.
Orientador: Eduardo Cerqueira Batitucci.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
2003 - 2008
Graduação em Direito.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Título: O sistema prisional mineiro e as atribuições dos poderes Judiciário e Executivo - reflexões a partir da responsabilidade pela atividade de transferência de presos.
Orientador: Daniela de Freitas Marques.
2004 - 2007
Graduação em Administração Pública.
Fundação João Pinheiro, FJP, Brasil.
Título: A Atividade Finalística da Administração Prisional e a Gestão da Informação.
Orientador: Eduardo Cerqueira Batitucci.




Formação Complementar


2018 - 2018
Sociologia das Prisões. (Carga horária: 60h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2014 - 2014
Conhecendo o novo acordo ortográfico. (Carga horária: 20h).
Instituto Legislativo Brasileiro, ILB, Brasil.
2014 - 2014
Introdução ao Orçamento Público. (Carga horária: 40h).
Instituto Legislativo Brasileiro, ILB, Brasil.
2014 - 2014
Modalidades, tipos e fases da licitação. (Carga horária: 40h).
Instituto Legislativo Brasileiro, ILB, Brasil.
2008 - 2008
Programa de Desenvolvimento dos Gestores Públicos. (Carga horária: 104h).
Fundação Dom Cabral, FDC, Brasil.
2006 - 2006
Curso de Gestão de Projetos. (Carga horária: 40h).
Faculdade Pitágoras, UNIMINAS, Brasil.
2006 - 2006
Curso Gestão de Políticas de Segurança Cidadã. (Carga horária: 48h).
Secretaria de Estado da Defesa Social de Minas Gerais, SEDS/MG, Brasil.


Atuação Profissional



Fundação João Pinheiro, FJP, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Especialista Políticas Públicas Gestão Govern, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

2013 - Atual
Direção e administração, Núcleo de Estudos em Segurança Pública, .

Cargo ou função
Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental.
2013 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Núcleo de Estudos em Segurança Pública, .

08/2016 - 12/2017
Ensino, Administração Pública, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Temas Contemporâneos em Políticas de Segurança Pública
Teoria Geral da Administração
08/2017 - 11/2017
Ensino, Curso de Especialização em Administração Pública: Planejamento e Gestão Gov, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Teoria Geral da Administração
10/2016 - 02/2017
Extensão universitária , ESCOLA DE GOVERNO PROFESSOR PAULO NEVES DE CARVALHO, .

Atividade de extensão realizada
Projeto Rondon.
03/2015 - 04/2015
Ensino, Curso de Capacitação para Analistas Criminais, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Organizações policiais em perspectiva comparada

Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Outros, Enquadramento Funcional: Pesquisador

Atividades

01/2017 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Núcleo de Ensino Pesq. e Extensão em Adm. Institucional de Conflitos.


Secretaria de Estado da Defesa Social de Minas Gerais, SEDS/MG, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Especialista Políticas Públicas Gestão Govern, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2008 - 2012
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Especialista Políticas Públicas Gestão Govern, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

01/2013 - 03/2014
Direção e administração, Secretaria de Estado de Defesa Social de Minas Gerais, .

Cargo ou função
Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental.
01/2008 - 02/2012
Direção e administração, Secretaria de Estado de Defesa Social de Minas Gerais, .

Cargo ou função
Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental.

Secretaria de Estado Extraordinária da Copa do Mundo de Minas Gerais, SECOPA, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Especialista Políticas Públicas Gestão Govern, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

02/2012 - 01/2013
Direção e administração, Secretaria de Estado Extraordinária da Copa do Mundo de Minas Gerais, .

Cargo ou função
Especialista em Políticas Públicas e Gestão Governamental.


Linhas de pesquisa


1.
Criminalidade e Segurança Pública

Objetivo: Desenvolver pesquisa aplicada na área, assessorar as instituições do sistema de Justiça Criminal e desenvolver programas de formação de Recursos humanos, especialmente para as Organizações Policiais..
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração Pública / Especialidade: Organizações Públicas.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Palavras-chave: segurança pública; Administração Pública; Governança; Justiça Criminal.
2.
Gestão das Instituições do Sistema de Justiça Criminal

Objetivo: Desenvolver pesquisa aplicada na área e assessorar as instituições do sistema de Justiça Criminal no planejamento e avaliação de suas ações..
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração Pública / Especialidade: Organizações Públicas.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Palavras-chave: Administração Pública; segurança pública; Governança; políticas públicas; gestão em rede.
3.
Desenvolvimento e Monitoramento de Políticas Públicas

Objetivo: Oferecer subsídios à formulação e ao monitoramento de políticas públicas em Segurança Pública e Justiça Criminal..
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração Pública / Especialidade: Organizações Públicas.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Palavras-chave: Administração Pública; segurança pública; Governança; Justiça Criminal.
4.
Práticas institucionais, processos de administração de conflitos e moralidades

Objetivo: Essa linha de pesquisa terá como foco principal a análise das formas de atuação e intervenção das instituições estatais, em processos específicos de administração institucional de conflitos. Trata-se de identificar e de compreender como as instituições lidam de forma conflituosa com os procedimentos e normas a elas prescritos, conforme certas tradições institucionais, nas ocasiões que envolvem a administração dos conflitos pelos agentes e as pessoas neles envolvidas. Entende-se que nessas interações colocam-se em jogo valores morais e éticas corporativos e/ou institucionais que modulam as regras e práticas institucionais e conformam diferentes moralidades, mais ou menos em tensão..
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração Pública / Especialidade: Organizações Públicas.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social.
Palavras-chave: Perspectiva comparada; Processos de administração de conflitos; Acesso a direitos e à justiça; segurança pública; Justiça Criminal.


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Violência e Cidadania: a legitimidade do matar e do morrer nas políticas de segurança pública no Brasil
Descrição: Este projeto tem por objetivo aprofundar o conhecimento acerca da dinâmica de tratamento pelas instituições do sistema de segurança pública e justiça criminal, em especial o Ministério Público, dos casos de mortes violentas intencionais, com ênfase naquelas provocadas e sofridas pelos agentes policiais do país, com o propósito de contribuir para o desenho de soluções efetivas de prevenção da violência, promoção da cidadania e cumprimento do disposto nos artigos 5º e 6º da Constituição Federal. Para tanto, buscar-se-á investigar o modus de processamento e a lógica de tomada de decisão do Ministério Público na determinação ou do arquivamento ou da denúncia de inquéritos criminais relativos às mortes decorrentes de intervenção policial e à morte de policiais processados e finalizados no ano de 2016, em cinco capitais (Porto Alegre; Belo Horizonte; Rio de Janeiro; Salvador; e São Paulo) e, com base nos resultados alcançados, propor mecanismos de fortalecimento de ações de transparência, controle e responsabilização de profissionais de segurança pública no país, assim como a garantia de direitos individuais - como o direito à vida e ao exercício da cidadania. Diante do exposto, figuram como objetivos específicos desta proposta: 1) Diagnosticar, discutir e embasar políticas públicas e ações que possam incidir sobre a redução da violência letal praticada e sofrida por agentes estatais, especialmente policiais, por meio da produção de uma pesquisa em rede nacional e internacional multicêntrica (com cinco campos simultâneos em Porto Alegre; Recife; Rio de Janeiro; Salvador; e São Paulo); multi-nível (três níveis de desenvolvimento); e de desenho quanti-quali (coleta e análise de dados quantitativos e qualitativos); 2) Construir, disseminar e comunicar para diferentes públicos (cidadãos, pesquisadores, gestores de políticas públicas de segurança, operadores da justiça e demais interessados) plataforma tecnológica com informações sobre a violência letal produzida e sofrida por policiais produzidas pela pesquisa do item anterior e com dados secundários compilados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública e pelas demais instituições parceiras; 3) Desenvolver mecanismos interativos nas redes sociais e mídia digital visando a comunicação mais ampla e moderna do conhecimento produzido e o advocacy da segurança pública enquanto a aliança da prevenção e enfrentamento da violência e do crime, bem como da garantia de direitos civis e humanos; 4) construir uma teoria explicativa sobre o hiato entre o projeto democrático enunciado na Constituição Federal de 1988 e a realidade do cotidiano da população brasileira, capaz de nos fazer compreender o fenômeno e projetar intervenções mais focalizadas e capazes de reverter o grave quadro de mortes violentas intencionais verificado..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Amanda Mátar de Figueiredo - Integrante / Eduardo Cerqueira Batitucci - Integrante / Marcus Vinícius Gonçalves da Cruz - Integrante / Luis Felipe Zilli do Nascimento - Coordenador / Karina Rabelo Leite Marinho - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2017 - Atual
Letalidade e Mortalidade da Ação Policial em Minas Gerais no período 2012-2016
Descrição: Inserido na temática do fortalecimento das instituições e da democracia, o presente projeto propõe a realização de um estudo que permita mensurar os índices e compreender melhor os fenômenos da letalidade e da mortalidade da ação policial em Minas Gerais (MG), durante o período 2012-2016. Para além do dimensionamento do problema, pretende-se, fundamentalmente, compreender, de maneira aprofundada, os contextos institucionais, situacionais, criminais e sociais que caracterizam os episódios de interação violenta entre profissionais de segurança pública e demais cidadãos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) .

Integrantes: Amanda Mátar de Figueiredo - Integrante / Eduardo Cerqueira Batitucci - Integrante / Marcus Vinícius Gonçalves da Cruz - Integrante / Letícia Godinho de Souza - Integrante / Luis Felipe Zilli do Nascimento - Coordenador / Karina Rabelo Leite Marinho - Integrante.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.
2017 - Atual
Inquérito Policial, processo investigativo e as construções de sentido do trabalho policial: um estudo de caso da Polícia Civil de Minas Gerais

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eduardo Cerqueira Batitucci em 28/02/2018.
Descrição: O presente projeto de pesquisa, intitulado "Inquérito Policial, processo investigativo e as construções de sentido do trabalho policial: um estudo de caso na Polícia Civil de Minas Gerais", trata da temática da administração da justiça e das políticas de segurança pública, com especial enfoque à atividade policial de investigação criminal. Seu objetivo é perceber, no cotidiano das unidades policiais de Minas Gerais, como se desenvolve esta atividade em face da estreita relação entre sua execução e a montagem do inquérito policial, documento formal que, a priori, organiza os achados do trabalho investigativo e, de uma forma geral, determina todo o funcionamento das delegacias (sua estrutura e rotinas). Tendo em vista os impactos que questões de estrutura institucional e de cultura organizacional projetam sobre a atividade-fim das polícias civis brasileiras, o projeto pretende verificar como a Polícia Civil de Minas Gerais tem respondido aos dilemas que lhe são impostos pelas condições de seu campo de atuação, mas também por suas próprias características funcionais historicamente consolidadas. Em termos práticos, pretende-se verificar, no cotidiano de unidades operacionais (delegacias policiais) como são articuladas as principais questões trazidas pela bibliografia especializada como centrais para a qualidade da resposta finalística da instituição. Interessa perceber, no atual contexto da PCMG, se há modificações substantivas (ou horizonte potencial para tanto) das tensões entre produção do inquérito policial e da investigação criminal. Neste sentido, o presente projeto pretende transitar entre os ambientes "materiais e imateriais" onde a PCMG executa sua atividade-fim, buscando apontar os reflexos de tais ambientes para a realização de uma investigação que represente uma lógica lógica racional de atuação institucional, mais do que uma sequência de processos cartoriais historicamente consolidados e baseados na manutenção de lugares de poder..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Amanda Mátar de Figueiredo - Integrante / Eduardo Cerqueira Batitucci - Coordenador / Marcus Vinícius Gonçalves da Cruz - Integrante / Sérgio Luiz Félix da Silva - Integrante / Rosânia Rodrigues de Sousa - Integrante / Letícia Godinho de Souza - Integrante / Luis Felipe Zilli do Nascimento - Integrante / Karina Rabelo Leite Marinho - Integrante.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.
2017 - Atual
INCT - Instituto de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos - INCT-InEAC
Descrição: O presente projeto aprovado na Chamada Nº 16/2014 INCT/MCT/CNPq/CAPES/FAPs do Programa Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia/CNPq, é resultado de articulação de uma rede nacional e internacional de instituições de ensino, pesquisa e extensão, reunidos há 06 anos no Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia/Instituto de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos (INCT/In-EAC), aprovado, em abril de 2009, na Chamada Nº 15/2008 MCT/CNPq/FNDCT/CAPES/FAPEMIG/FAPERJ/FAPESP/ Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia. Esse programa é aqui consolidado e ampliado no sentido de promover ainda mais o trabalho de interlocução, inédito no Brasil, entre as ciências sociais e as ciências socicais aplicadas, especialmente entre a Antropologia e o Direito. A rede reunida nesse projeto integra instituições ? grupos de pesquisa e programa de pós-graduação- de sete estados brasileiros (RJ, MG, SP, PE, BA, RS, DF) e cinco países (Canadá, Argentina, França, Estados Unidos, Portugal). Este novo INCT tem como escopo da atuação a análise dos processos de administração institucional de conflitos e as formas não institucionais, especialmente, os processos de demanda de direitos e por reconecimento por parte de diversos atores. Essas duas vias de pesquisa articulam-se com as ações propostas na área da transferência de conhecimento. No primeiro caso, trata-se de ações fortemente ancoradas nas tecnologias de formação, capacitação e interlocução como operadores dos sistemas de Segurança Pública, de Justiça e de outras burocracias estatais, gerando espaços de desconstrução e construção de matrizes e práticas institucionais e corporativas arraigadas nas formas de fazer do Estado no Brasil. No segundo caso, as ações serão inovadoras no sentido da construção de tecnologias sociais que promovam não a aplicação unilateral do conhecimento, mas a construção conjunta de formas de intervenção na esfera e no espaço públicos que considerem diferentes pontos de vista e reivindicações das pessoas envolvidas nos conflitos tratados pelas agências públicas. No campo da atuação internacional do Instituto, as estratégias são tendentes à internacionalização de nossos pesquisadores e não só da produção por eles elaborada, como a publicação em revistas estrangeiras e participação em eventos acadêmicos internacionais. O foco da internacionalização do presente projeto é vencer os obstáculos impostos pela exclusão de nossa área do Programa Ciência Sem Fronteiras, para promover o intercâmbio institucional e fluido entre pesquisadores, estudantes e professores dos países envolvidos, como vistas à troca de experiências de pesquisa, de ambientes acadêmicos mas, principalmente, para criar oportunidades para realização de pesquisas de campo em outros países, com a finalidade de produzir resultados que possam ser contrastados àqueles aqui obtidos. Assim, destaca-se que esse projeto se funda em uma perspectiva comparada e multidisciplinar de análise, pioneira no Brasil em relação à interlocução entre o Direito e as Ciências Sociais, no entendimento da Segurança Pública como um campo de disputas e consensos que vai além da criminalidade e da intervenção repressiva..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) .

Integrantes: Amanda Mátar de Figueiredo - Coordenador / Eduardo Cerqueira Batitucci - Integrante / Jacqueline Sinhoretto - Integrante / Roberto Kant de Lima - Integrante / Ana Paula Mendes de Miranda - Integrante / Carlos Abraão Moura Valpassos - Integrante / Daniel Schroeter Simião - Integrante / Edilson Márcio Almeida da Silva - Integrante / Fábio Reis Mota - Integrante / Fernanda Duarte Lopes Lucas da Silva - Integrante / Frederico Policarpo de Mendonça Filho - Integrante / Glaucia Maria Pontes Mouzinho - Integrante / Haydée G. C. Caruso - Integrante / Herbert Toledo Martins - Integrante / Kátia Sento Sé Mello - Integrante / Laura Graziela Gomes - Integrante / Lenin dos Santos Pires - Integrante / Lucía Eilbaum - Integrante / Luis Roberto Cardoso de Oliveira - Integrante / Marco Antonio da Silva Mello - Integrante / Maria Stella de Amorim - Integrante / Nalayne Mendonça Pinto - Integrante / Neiva Vieira da Cunha - Integrante / Paulo Gabriel Hilu da Rocha Pinto - Integrante / Pedro Heitor Barros Geraldo - Integrante / Rodrigo Ghiringhelli de Azevedo - Integrante / Ronaldo Joaquim da Silveira Lobão - Integrante / Simoni Lahud Guedes - Integrante / Sofía Tiscornia - Integrante / Soraya Silveira Simões - Integrante / Vivian Gilbert Ferreira Paes - Integrante.
Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / FAPERJ - Auxílio financeiro / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / FAPERJ - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2017 - Atual
Administração institucional de conflitos no Sistema de Defesa Social de Minas Gerais - dinâmicas entre o Estado e a Sociedade
Descrição: O subprojeto ?Administração Institucional de Conflitos no Sistema de Defesa Social de Minas Gerais ? Dinâmicas entre o Estado e a Sociedade? apresenta como principal problema a ser abordado a relação entre as políticas públicas que o Estado oferece na área de segurança pública ? suas dimensões culturais, institucionais e operacionais, e as dinâmicas e processos sociais, especialmente no que se refere às questões da prevenção à criminalidade, da polícia e policiamento, do sistema prisional e do sistema socioeducativo. Uma primeira dimensão do subprojeto visa à reflexão sobre a Prevenção à Criminalidade em Minas Gerais, que desenvolveu, originariamente, uma forma inovadora no Brasil de abordar sistemicamente a questão, propiciando o amadurecimento de alternativas viáveis ao modelo "tradicional" (reativo, calcado em ações de natureza eminentemente policiais) de políticas públicas na arena da segurança (SAPORI, 2007). Desde 2003, formada a partir de quatro abordagens principais (um programa de prevenção aos homicídios, um de mediação de conflitos, uma política de alternativas penais e uma de reintegração social de egressos do sistema prisional ? as políticas de prevenção foram capazes de constituir uma forte identidade no chamado Sistema de Defesa Social em Minas Gerais, abrir e consolidar canais sistêmicos entre o Estado e algumas comunidades vulneráveis do ponto de vista social, expondo, ao menos em parte, seus problemas que, até então, não encontravam ressonância na ação pública na área. Entretanto, a política de prevenção encontra problemas institucionais, decorrentes tanto do recrudescimento da criminalidade nos territórios nos quais ela está instalada, quanto de processos endógenos à própria política. Há grande necessidade de revisão do desenho dos programas e projetos, públicos e localidades atendidos, foco da política e seus marcos lógicos de atuação, tudo isso perpassado pela necessidade de construção de indicadores para a sua apropriada avaliação e o monitoramento de seus resultados. Nesta dimensão, portanto, o subprojeto da Fundação João Pinheiro propõe: a) A elaboração e o desenvolvimento de amplo diagnóstico acerca dos determinantes (sociais, econômicos, políticos e culturais) dos principais problemas que a política de prevenção à criminalidade deve visar enfrentar, com o objetivo de adequar o foco da política pública, bem como servir de base para seu monitoramento e avaliação; b) A elaboração e o desenvolvimento, junto ao nível estratégico de gestão da Política de Prevenção à Criminalidade de Minas Gerais, de mecanismos sistemáticos de avaliação e monitoramento da política e de seus programas, através do desenvolvimento de amplo diagnóstico sobre a política, suas dimensões teóricas, institucionais, organizacionais e seus instrumentos operacionais, bem como necessárias articulações com atores internos e externos ao próprio Estado; c) A elaboração e consolidação de indicadores que permitam a adequada avaliação e monitoramento de seus resultados. Uma segunda dimensão do subprojeto da Fundação João Pinheiro procura refletir sobre as organizações policiais brasileiras, especialmente no que se refere à questão da Cultura Policial e de suas implicações institucionais, organizacionais e operacionais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (6) / Mestrado acadêmico: (3) .

Integrantes: Amanda Mátar de Figueiredo - Integrante / Eduardo Cerqueira Batitucci - Coordenador / Marcus Vinícius Gonçalves da Cruz - Integrante / Sérgio Luiz Félix da Silva - Integrante / Rosânia Rodrigues de Sousa - Integrante / Letícia Godinho de Souza - Integrante / Luis Felipe Zilli do Nascimento - Integrante / Karina Rabelo Leite Marinho - Integrante / Sara Carla Faria Prado - Integrante / Camila Costa Cardeal - Integrante / Bruno Lazzarotti Diniz Costa - Integrante / Luania Ludmilla Castro - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / FAPERJ - Auxílio financeiro / Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro.
2017 - Atual
Cooperação Técnica entre Fundação João Pinheiro (FJP/MG) e Ministério Público de Minas Gerais (MPMG)

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eduardo Cerqueira Batitucci em 28/02/2018.
Descrição: Projeto de Cooperação Técnica entre Fundação João Pinheiro (FJP/MG) e Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) com vistas a: (a) Estabelecer ações conjuntas para a elaboração e implementação de estudos científicos, metodologias, projetos, publicações, diagnósticos e serviços direcionados ao desenvolvimento e aprimoramento do MPMG, especialmente das áreas de atuação no controle externo da atividade policial, na defesa dos direitos humanos e na tutela coletiva da segurança pública, cujos objetivos e ações estão relacionadas ao trabalho do Núcleo de Estudos em Segurança Pública da Fundação João Pinheiro (NESP/FJP); (b) Promover o intercâmbio de dados e informações técnicas e científicas de interesse dos partícipes, resguardadas as determinações de salvaguarda de assuntos sigilosos; (c) Organizar, em conjunto, programas específicos de pesquisa e desenvolvimento científico e quaisquer outras atividades julgadas de interesse ou de conveniência pelos partícipes; (d) Produzir pesquisas empíricas e estudos científicos direcionados à implementação de Núcleo de Estudos de Políticas de Segurança Pública, vinculado ao Ministério Público de Minas Gerais, e mediante assessoria técnica da FJP. Em termos práticos, a cooperação técnica se divide em basicamente dois grandes eixos complementares de atuação: o primeiro deles prevê a confecção de uma série de diagnósticos sobre o próprio Ministério Público e também sobre cenários de Segurança Pública (entendidos aqui tanto como o mapeamento da trajetória recente dos fenômenos criminais em Minas Gerais, quanto de mecanismos e estruturas de gestão das organizações do Sistema de Justiça Criminal). O objetivo finalístico desta frente de trabalho é que a confecção deste conjunto de diagnósticos constitua o embrião de implementação de um Núcleo de Estudos de Políticas de Segurança Pública, institucionalmente localizado na estrutura do Ministério Público, com assessoria técnica da Fundação João Pinheiro. O segundo eixo, por sua vez, tratará da construção de diretrizes e da proposição de planos de ação para orientar e instrumentalizar a atuação do Ministério Público de Minas Gerais em três subeixos: (1) policiamento comunitário/participativo, (2) fiscalização da polícia investigativa e (3) tutela coletiva da segurança pública (nas áreas de "controle da legalidade do uso da força", "controle da letalidade e mortalidade policial" e "combate e prevenção à tortura e outros tratamentos ou penas cruéis, desumanas ou degradantes")..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) .

Integrantes: Amanda Mátar de Figueiredo - Integrante / Eduardo Cerqueira Batitucci - Coordenador / Marcus Vinícius Gonçalves da Cruz - Integrante / Letícia Godinho de Souza - Integrante / Luis Felipe Zilli do Nascimento - Integrante / Karina Rabelo Leite Marinho - Integrante / Sara Carla Faria Prado - Integrante / Camila Costa Cardeal - Integrante.
2016 - 2017
Plano de Desenvolvimento Integrado da região do Vale do Jequitinhonha - Segurança Pública
Descrição: Elaboração de plano de desenvolvimento integrado para a região do Vale do Jequitinhonha (MG). Em linhas gerais, o projeto prevê o desenvolvimento de diagnósticos e propostas integradas de intervenção para os municípios do Vale do Jequitinhonha, dentro das seguintes áreas: (1) Desenvolvimento Produtivo e Inovação Tecnológica, (2) Educação; (3) Infraestrutura e Logística; (4) Proteção Social e Saúde; (5) Segurança Pública; (6) Capacidade Institucional-Administrativa Municipal; e (7) Dimensão Sociopolítica..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Amanda Mátar de Figueiredo - Coordenador / Eduardo Cerqueira Batitucci - Integrante / Marcus Vinícius Gonçalves da Cruz - Integrante / Luis Felipe Zilli do Nascimento - Integrante / Karina Rabelo Leite Marinho - Integrante / Maria Luiza de Aguiar Marques - Integrante / Maria Izabel Marques do Valle - Integrante / Marconi Martins de Laia - Integrante.
Financiador(es): Cemig Geracão e Transmissão - Cooperação.
2016 - 2016
Segurança Pública e encarceramento no Brasil: articulações e tensões entre práticas e políticas
Descrição: Esta pesquisa terá como objetivo central investigar as articulações, tensões e correlações entre o sistema de segurança pública e assuntos penitenciários no Brasil, por meio da análise de dados secundários da segurança pública e do sistema penitenciário dos 27 estados do Brasil. Um segundo objetivo é realizar uma pesquisa em profundidade em 3 estados (São Paulo, Minas Gerais e Pernambuco), sobre este mesmo tema, a partir de dados primários. Desta forma, pretende-se conhecer: a interconexão entre as ações da segurança pública e do sistema penitenciário; quais as principais agendas das políticas de Segurança Pública e de Assuntos Penitenciários e a articulação e complementaridade existentes; como os estados tem gerenciado a questão do fluxo entre os dois sistemas de Segurança Pública e de Assuntos Penitenciários, visto que o encarceramento pelas organizações policiais constitui uma das ?portas de entrada? para os sistemas penitenciários, muitas vezes se assemelhando a uma única política pública; conhecer a experiência internacional acerca da interação e articulação dos sistemas de segurança pública e penitenciário..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Amanda Mátar de Figueiredo - Coordenador / Eduardo Cerqueira Batitucci - Integrante / Marcus Vinícius Gonçalves da Cruz - Integrante / Letícia Godinho de Souza - Integrante / Luis Felipe Zilli do Nascimento - Integrante / Karina Rabelo Leite Marinho - Integrante / Jacqueline Sinhoretto - Integrante / Giane Silvestre - Integrante / Liana de Paula - Integrante / José Luiz de Amorim Ratton Júnior - Integrante / Maria Carolina de Camargo Schlittler - Integrante / Camila Caldeira Nunes - Integrante / Gilson Macedo Antunes - Integrante.
Financiador(es): Ministério da Justiça - Auxílio financeiro.
2016 - 2016
Pensando a Segurança Pública - Homicídios no Brasil
Descrição: O presente projeto organiza-se em torno do seguinte objetivo geral: compreender comparativamente, como os distintos atores sociais e do sistema de segurança pública e justiça criminal compreendem o fenômeno dos homicídios dolosos, bem como seus fatores de risco e as respostas dadas pelo governo federal, estadual e municipal nos municípios de Belo Horizonte, Betim, Contagem, Governador Valadares, Juiz de Fora, Ribeirão das Neves, Uberlândia (MG) e Campinas, Guarulhos e São Paulo (SP)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Amanda Mátar de Figueiredo - Coordenador / Eduardo Cerqueira Batitucci - Integrante / Marcus Vinícius Gonçalves da Cruz - Integrante / Ludmila Mendonça Lopes Ribeiro - Integrante / Luis Felipe Zilli do Nascimento - Integrante / Karina Rabelo Leite Marinho - Integrante / Claudio Chaves Beato Filho - Integrante / Frederico Couto Marinho - Integrante.
Financiador(es): Ministério da Justiça - Auxílio financeiro.
2016 - Atual
Índice Mineiro de Responsabilidade Social (IMRS)
Descrição: Com o objetivo de fornecer ao governo estadual e aos municípios mineiros subsídios para o planejamento das políticas públicas e a alocação de recursos financeiros, materiais e humanos, o Índice disponibiliza mais de 500 indicadores nas áreas de saúde, educação, segurança pública, finanças municipais, meio ambiente e habitação, esporte e turismo, renda e emprego, assistência social e cultura para todos os 853 municípios do estado. Cabe ao Núcleo de Estudos em Segurança Pública da Fundação João Pinheiro a gestão da dimensão Segurança Pública do IMRS..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Amanda Mátar de Figueiredo - Coordenador / Rosânia Rodrigues de Sousa - Integrante / Ludmila Mendonça Lopes Ribeiro - Integrante / Luis Felipe Zilli do Nascimento - Integrante / Karina Rabelo Leite Marinho - Integrante / Maria Luiza de Aguiar Marques - Integrante.
2014 - 2017
Polícia Comunitária e Cultura Policial na Polícia Militar de Minas Gerais
Descrição: O projeto pretende realizar um diagnóstico acerca dos programas existentes e das práticas de policiamento comunitário implementados na Polícia Militar de Minas Gerais. A identificação da extensão com que a filosofia ou modelo de policiamento comunitário foi introjetada às práticas e à cultura organizacional da referida instituição será feita principalmente através da análise do corpo doutrinário, das estratégias operacionais em vigor na Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG), e da sua percepção, por parte de policiais responsáveis pelo funcionamento cotidiano destas estratégias..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) .

Integrantes: Amanda Mátar de Figueiredo - Integrante / Eduardo Cerqueira Batitucci - Coordenador / Marcus Vinícius Gonçalves da Cruz - Integrante / Sérgio Luiz Félix da Silva - Integrante / Rosânia Rodrigues de Sousa - Integrante / Letícia Godinho de Souza - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2014 - 2016
Parceria Público-Privada no Sistema Prisional: a experiência de Minas Gerais
Descrição: Projeto de pesquisa aplicada voltado para a análise do estágio de desenvolvimento institucional da parceria público-privada no sistema prisional a partir da experiência do Estado de Minas Gerais, quanto ao relacionamento entre o Estado e a iniciativa privada com vistas ao desenvolvimento da gestão de um complexo penitenciário..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (1) .

Integrantes: Amanda Mátar de Figueiredo - Integrante / Eduardo Cerqueira Batitucci - Integrante / Marcus Vinícius Gonçalves da Cruz - Coordenador / Sérgio Luiz Félix da Silva - Integrante / Rosânia Rodrigues de Sousa - Integrante / Letícia Godinho de Souza - Integrante / Mauro de Araújo Câmara - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2013 - 2015
Matriz Teórica e Conceitual do Ciclo de Produção da Investigação Policial
Descrição: O objeto do trabalho a ser desenvolvido pelo Núcleo de Estudos em Segurança Pública da Fundação João Pinheiro é o dimensionamento e consolidação, através de estudo de natureza qualitativa, das atitudes, valores e crenças a respeito do Ciclo de Produção da Investigação Policial tais como percebidas ou antecipadas pelos diversos atores institucionais da Polícia Civil de Minas Gerais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: Amanda Mátar de Figueiredo - Integrante / Eduardo Cerqueira Batitucci - Coordenador / Marcus Vinícius Gonçalves da Cruz - Integrante / Sérgio Luiz Félix da Silva - Integrante / Rosânia Rodrigues de Sousa - Integrante / Letícia Godinho de Souza - Integrante.
Financiador(es): Polícia Civil de Minas Gerais - Auxílio financeiro.
2012 - 2015
Análise dos Programas e das Ações de Policiamento Comunitário na Polícia Militar de Minas Gerais (1980-2010).
Descrição: O projeto proposto pretende realizar um diagnostico acerca dos programas existentes e das práticas de policiamento comunitário implementados na Polícia Militar de Minas Gerais. A identificação da extensão com que a filosofia ou modelo de policiamento comunitário foi introjetada às práticas e à cultura organizacional da referida instituição será feita principalmente através da análise do corpo doutrinário e das estratégias operacionais em vigor na Polícia Militar de Minas Gerais (PMMG)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) .

Integrantes: Amanda Mátar de Figueiredo - Integrante / Eduardo Cerqueira Batitucci - Coordenador / Marcus Vinícius Gonçalves da Cruz - Integrante / Sérgio Luiz Félix da Silva - Integrante / Rosânia Rodrigues de Sousa - Integrante / Letícia Godinho de Souza - Integrante.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.
2012 - 2014
Plano de Defesa Social de Minas Gerais
Descrição: Desenvolvimento da Política Pública de Defesa Social de Minas Gerais para o período 2013-2015..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: Amanda Mátar de Figueiredo - Integrante / Eduardo Cerqueira Batitucci - Coordenador / Marcus Vinícius Gonçalves da Cruz - Integrante / Sérgio Luiz Félix da Silva - Integrante / Rosânia Rodrigues de Sousa - Integrante / Letícia Godinho de Souza - Integrante / Elaine de Fátima Mello Santos - Integrante / Andréia dos Santos - Integrante.
Financiador(es): Secretaria de Estado da Defesa Social de Minas Gerais - Auxílio financeiro.
2011 - 2013
Trajetória Recente da Política Carcerária em Minas Gerais
Descrição: Projeto de pesquisa aplicada voltada para a análise da política carcerária no estado de Minas Gerais, tendo por base a percepção coletiva dos operadores do sistema e seus dirigentes; quanto à sua aplicação em termos de práticas, políticas e estratégias organizacionais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) .

Integrantes: Amanda Mátar de Figueiredo - Integrante / Eduardo Cerqueira Batitucci - Integrante / Marcus Vinícius Gonçalves da Cruz - Coordenador / Sérgio Luiz Félix da Silva - Integrante / Rosânia Rodrigues de Sousa - Integrante / Letícia Godinho de Souza - Integrante / Andréia dos Santos - Integrante.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.
2010 - 2014
Análise do Fluxo dos Crimes contra o Patrimônio no Sistema de Justiça Criminal em Belo Horizonte
Descrição: Identificar em que medida Sistema de Justiça Criminal em Belo Horizonte trata os processos de crimes contra o patrimônio em suas configurações temporais, e que políticas e estratégias organizacionais está realizando para minorar o tempo da justiça..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Amanda Mátar de Figueiredo - Integrante / Eduardo Cerqueira Batitucci - Coordenador / Marcus Vinícius Gonçalves da Cruz - Integrante / Sérgio Luiz Félix da Silva - Integrante / Rosânia Rodrigues de Sousa - Integrante / Letícia Godinho de Souza - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2005 - 2007
Fluxo do Crime de Homicídios em Minas Gerais

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eduardo Cerqueira Batitucci em 28/02/2018.
Descrição: O projeto pretendeu identificar, através da análise das estatísticas e registros produzidos pelos diversos atores do Sistema de Justiça Criminal e dos processos judiciais com sentença transitada em julgado (ou pelo menos com sentença em primeira instância) em duas comarcas diferentes de Minas Gerais, as seguintes dimensões: 1.As discrepâncias estatísticas no registro e processamento de uma determinada ocorrência de homicídio, objetivando entender as características e os problemas relacionados ao fluxo do processamento deste crime no sistema de justiça criminal, seja do ponto de vista de sua resolutividade (relação entrada-saída), seja do ponto de vistas dos percalços e gargalos institucionais detectados; 2.As características de autores, vítimas e o contexto da ocorrência de cada evento criminoso, objetivando determinar regularidades na vitimização e no contexto da ocorrência de homicídios, relacionando-as com características culturais, urbanas, sócio-econômicas e demográficas, etc. 3.As realidades organizacionais e culturais dos diversos atores do sistema, objetivando entender as características e as diferenças entre a forma de conceber, classificar e registrar autor(es), vítima(s) e o contexto da ocorrência de cada fato analisado, através da análise das estratégias organizacionais e do discurso envolvido na produção de cada peça do processo (Boletim de Ocorrência, Inquérito Policial e Perícias, Denúncia, Defesa Prévia, Oitiva de Testemunhas, Alegações Finais, Sentença de Pronúncia, Libelo Acusatório e o seu Contraditório, formação do Tribunal do Júri, Julgamento, Formação dos Quesitos, Sentença(s) e Recurso(s) (se houverem)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) .

Integrantes: Amanda Mátar de Figueiredo - Integrante / Eduardo Cerqueira Batitucci - Coordenador.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração Pública.
2.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração Pública/Especialidade: Organizações Públicas.
3.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração Pública/Especialidade: Política e Planejamento Governamentais.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2018
Bolsa de Incentivo ao Pesquisador Público Estadual, FAPEMIG.
2017
Bolsa de Incentivo ao Pesquisador Público Estadual, FAPEMIG.
2015
Bolsa de Incentivo ao Pesquisador Público Estadual, FAPEMIG.
2008
Menção Honrosa no VII Concurso de Monografias da Escola de Governo Professor Paulo Neves de Carvalho, Fundação João Pinheiro.


Produções



Produção bibliográfica
Capítulos de livros publicados
1.
BATITUCCI, E. C. ; CRUZ, M. V. G. ; SOUZA, L. G. ; FIGUEIREDO, A. M. . Police Culture and Organizational Reform in Brazilian Policing.. In: RICCIO, Vicente; SKOGAN, Wesley G.. (Org.). Police and Society in Brazil.. 1ed.New York: Routledge, 2017, v. 1, p. 55-70.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
FIGUEIREDO, A. M.; CRUZ, M. V. G. . Parceria Público-Privada no Sistema Prisional de Minas Gerais: os limites da governança pública e seus reflexos na produção de sentidos substantivos para o modelo. In: 40º Encontro Anual da Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS, 2016, Caxambu. Anais do 40º Encontro Anual da ANPOCS, 2016.

2.
FIGUEIREDO, A. M.; BATITUCCI, E. C. ; CRUZ, M. V. G. . A forma ditando o conteúdo: a construção da investigação a partir da estrutura do inquérito policial e os desafios para a inversão deste paradigma. In: 17º Congresso Brasileiro de Sociologia, 2015, Porto Alegre. Anais do 17º Congresso Brasileiro de Sociologia, 2015.

3.
CRUZ, M. V. G. ; BATITUCCI, E. C. ; FIGUEIREDO, A. M. . O tratamento do preso em perspectiva comparada: sistema penitenciário convencional; parceria público-privada (PPP) e a associação de proteção e assistência aos condenados (APAC). In: 17º Congresso Brasileiro de Sociologia, 2015, Porto Alegre. Anais do 17º Congresso Brasileiro de Sociologia, 2015.

4.
FIGUEIREDO, A. M.; BATITUCCI, E. C. ; CRUZ, M. V. G. . O protagonismo do inquérito policial e a (des)construção dos significados em relação ao processo investigativo: estudo de caso em Minas Gerais. In: 39º Encontro Anual da Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS, 2015, Caxambu. Anais do 39º Encontro Anual da ANPOCS, 2015.

5.
FIGUEIREDO, A. M.; BATITUCCI, E. C. . Modelo de gestão em rede nas políticas públicas de segurança: o caso da Política de Integração do Sistema de Defesa Social de Minas Gerais. In: 38º Encontro Anual da ANPOCS, 2014, Caxambu. Anais do 38º Encontro Anual da ANPOCS, 2014.

6.
FIGUEIREDO, A. M.; BATITUCCI, E. C. . Avanços e desafios da política de segurança pública do Estado de Minas Gerais na perspectiva da gestão em redes. In: VI Encontro de Administração Pública e Governança - EnAPG, 2014, Belo Horizonte. Anais do VI Encontro de Administração Pública e Governança - ANPAD, 2014.

7.
CRUZ, M. V. G. ; FIGUEIREDO, A. M. ; RIBEIRO, D. S. . Fluxo do crime de homicídio no sistema de justiça criminal: casos ilustrativos. In: 30º Encontro Anual da ANPOCS - Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS, 2006, Caxambu. Anais do 30º Encontro Anpocs 2006., 2006.

Apresentações de Trabalho
1.
FIGUEIREDO, A. M.. Gestão em rede na política de segurança pública. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
CRUZ, M. V. G. ; FIGUEIREDO, A. M. . O modelo de gestão pública da PPP prisional de Minas Gerais e os seus problemas. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
FIGUEIREDO, A. M.; CRUZ, M. V. G. . Parceria Público-Privada no Sistema Prisional de Minas Gerais: os limites da governança pública e seus reflexos na produção de sentidos substantivos para o modelo.. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
FIGUEIREDO, A. M.; BATITUCCI, E. C. ; CRUZ, M. V. G. . A forma ditando o conteúdo: a construção da investigação a partir da estrutura do inquérito policial e os desafios para a inversão deste paradigma. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
FIGUEIREDO, A. M.; BATITUCCI, E. C. ; CRUZ, M. V. G. . O protagonismo do inquérito policial e a (des)construção dos significados em relação ao processo investigativo: estudo de caso em Minas Gerais.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
FIGUEIREDO, A. M.; BATITUCCI, E. C. . Modelo de gestão em rede nas políticas públicas de segurança: o caso da Política de Integração do Sistema de Defesa Social de Minas Gerais. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
FIGUEIREDO, A. M.; BATITUCCI, E. C. . Avanços e desafios da política de segurança pública do Estado de Minas Gerais na perspectiva da gestão em redes. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
FIGUEIREDO, A. M.. Copa do Mundo: sustentabilidade. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
FIGUEIREDO, A. M.. Programa de Prevenção e Integração em Minas Gerais. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
FIGUEIREDO, A. M.; RIBEIRO, D. S. ; CRUZ, M. V. G. . Fluxo do crime de homicídio no sistema de justiça criminal: casos ilustrativos. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
BATITUCCI, E. C. ; CRUZ, M. V. G. ; FIGUEIREDO, A. M. . Boletim de Informações Criminais de Minas Gerais - N. 12 - Jan-Mar 2009. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 2009. 2009 (Publicação de estatística oficial de criminalidade de Minas Gerais).

2.
BATITUCCI, E. C. ; CRUZ, M. V. G. ; FIGUEIREDO, A. M. . Boletim de Informações Criminais de Minas Gerais - N. 13 - Abr-Jun 2009. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 2009. 2009 (Publicação de estatística oficial de criminalidade de Minas Gerais).

3.
FIGUEIREDO, A. M.; BATITUCCI, E. C. ; CRUZ, M. V. G. . Boletim de Informações Criminais de Minas Gerais - N. 9 - Jan-Mar 2008. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 2008. 2008 (Publicação de estatística oficial de criminalidade de Minas Gerais).

4.
FIGUEIREDO, A. M.; BATITUCCI, E. C. ; CRUZ, M. V. G. . Boletim de Informações Criminais de Minas Gerais - N. 10 - Abr-Jun 2008. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 2008. 2008 (Publicação de estatística oficial de criminalidade de Minas Gerais).

5.
FIGUEIREDO, A. M.; BATITUCCI, E. C. ; CRUZ, M. V. G. . Boletim de Informações Criminais de Minas Gerais - N. 11 - Jul-Set 2008. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 2008. 2008 (Publicação de estatística oficial de criminalidade de Minas Gerais).

6.
FIGUEIREDO, A. M.; BATITUCCI, E. C. ; CRUZ, M. V. G. . Anuário de Informações Criminais de Minas Gerais - 2008. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 2008. 2008 (Publicação de estatística oficial de criminalidade de Minas Gerais).

7.
FIGUEIREDO, A. M.; BATITUCCI, E. C. ; CRUZ, M. V. G. . Boletim de Informações Criminais de Minas Gerais - N. 7 - Jan-Mar 2007. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 2007. 2007 (Publicação de estatística oficial de criminalidade de Minas Gerais).

8.
FIGUEIREDO, A. M.; BATITUCCI, E. C. ; CRUZ, M. V. G. . Boletim de Informações Criminais de Minas Gerais - N. 8 - Abr-Jun 2007. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 2007. 2007 (Publicação de estatística oficial de criminalidade de Minas Gerais).

9.
FIGUEIREDO, A. M.; BATITUCCI, E. C. ; CRUZ, M. V. G. . Anuário de Informações Criminais de Minas Gerais - 2007. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 2007. 2007 (Publicação de estatística oficial de criminalidade de Minas Gerais).

10.
BATITUCCI, E. C. ; CRUZ, M. V. G. ; RIBEIRO, L. M. L. ; DALLA, A. D. ; FIGUEIREDO, A. M. ; RIBEIRO, D. S. . Boletim de Informações Criminais de Minas Gerais - N. 3 - Jan-Mar 2005. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 2005. 2005 (Publicação de estatística oficial de criminalidade de Minas Gerais).

11.
BATITUCCI, E. C. ; CRUZ, M. V. G. ; FIGUEIREDO, A. M. ; RIBEIRO, D. S. . Boletim de Informações Criminais de Minas Gerais - N. 4 - Abr-Jun 2005. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 2005. 2005 (Publicação de estatística oficial de criminalidade de Minas Gerais).

12.
FIGUEIREDO, A. M.; BATITUCCI, E. C. ; CRUZ, M. V. G. . Anuário de Informações Criminais de Minas Gerais - 2005. Belo Horizonte: Fundação João Pinheiro, 2005. 2005 (Publicação de estatística oficial de criminalidade de Minas Gerais).


Demais tipos de produção técnica
1.
NASCIMENTO, L. F. Z. ; MARINHO, K. R. L. ; FIGUEIREDO, A. M. ; BATITUCCI, E. C. ; CRUZ, M. V. G. . Plano de Desenvolvimento Integrado da região do Vale do Jequitinhonha - Segurança Pública. 2017. (Relatório de pesquisa).

2.
BATITUCCI, E. C. ; FIGUEIREDO, A. M. ; CRUZ, M. V. G. ; SOUSA, R. R. ; SOUZA, L. G. ; SILVA, S. L. F. . Polícia Comunitária e Cultura Policial na Polícia Militar de Minas Gerais. 2017. (Relatório de pesquisa).

3.
CRUZ, M. V. G. ; FIGUEIREDO, A. M. ; BATITUCCI, E. C. ; SOUZA, L. G. ; CAMARA, M. A. ; SOUSA, R. R. ; SILVA, S. L. F. ; NASCIMENTO, L. F. Z. ; MARINHO, K. R. L. . Parceria Público-Privada no Sistema Prisional: a experiência de Minas Gerais. 2016. (Relatório de pesquisa).

4.
FIGUEIREDO, A. M.; NASCIMENTO, L. F. Z. ; MARINHO, K. R. L. ; BATITUCCI, E. C. ; CRUZ, M. V. G. . Pensando a Segurança Pública - Homicídios no Brasil. 2016. (Relatório de pesquisa).

5.
BATITUCCI, E. C. ; FIGUEIREDO, A. M. ; CRUZ, M. V. G. ; NASCIMENTO, L. F. Z. ; MARINHO, K. R. L. . Segurança Pública e encarceramento no Brasil: articulações e tensões entre práticas e políticas. 2016. (Relatório de pesquisa).

6.
BATITUCCI, E. C. ; FIGUEIREDO, A. M. ; SANTOS, E. F. M. ; SOUZA, L. G. ; CRUZ, M. V. G. ; SOUSA, R. R. ; SILVA, S. L. F. . Matriz Teórica e Conceitual do Ciclo de Produção da Investigação Policial. 2014. (Relatório de pesquisa).

7.
BATITUCCI, E. C. ; FIGUEIREDO, A. M. ; CRUZ, M. V. G. ; SOUZA, L. G. ; SOUSA, R. R. ; SILVA, S. L. F. . Análise dos Programas e das Ações de Policiamento Comunitário na Polícia Militar de Minas Gerais (1980-2010).. 2014. (Relatório de pesquisa).

8.
BATITUCCI, E. C. ; FIGUEIREDO, A. M. ; CRUZ, M. V. G. ; SOUZA, L. G. ; SOUSA, R. R. ; SILVA, S. L. F. . Análise do fluxo dos crimes contra o patrimônio no sistema de justiça criminal de Belo Horizonte. 2014. (Relatório de pesquisa).

9.
BATITUCCI, E. C. ; CRUZ, M. V. G. ; FIGUEIREDO, A. M. ; SANTOS, A. ; SANTOS, E. F. M. ; SOUZA, L. G. ; SOUSA, R. R. ; SILVA, S. L. F. . Plano de Defesa Social de Minas Gerais. 2013. (Relatório de pesquisa).

10.
BATITUCCI, E. C. ; FIGUEIREDO, A. M. ; CRUZ, M. V. G. ; SILVA, S. L. F. ; SOUSA, R. R. . Matriz Teórica da Investigação Policial.. 2013. (Relatório de pesquisa).

11.
BATITUCCI, E. C. ; FIGUEIREDO, A. M. ; CRUZ, M. V. G. ; SOUZA, L. G. ; SOUSA, R. R. ; SILVA, S. L. F. . Diagnóstico da Política de Defesa Social de Minas Gerais.. 2013. (Relatório de pesquisa).

12.
CRUZ, M. V. G. ; FIGUEIREDO, A. M. ; BATITUCCI, E. C. ; SOUZA, L. G. ; SOUSA, R. R. ; SILVA, S. L. F. . Trajetória recente da política carcerária em Minas Gerais. 2013. (Relatório de pesquisa).

13.
FIGUEIREDO, A. M.; BATITUCCI, E. C. ; CRUZ, M. V. G. ; SOUZA, L. G. ; SOUSA, R. R. ; SILVA, S. L. F. . Plano Estadual de Defesa Social de Minas Gerais.. 2013. (Relatório de pesquisa).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
NASCIMENTO, L. F. Z.; FIGUEIREDO, A. M.; COELHO NETO, A. B.. Participação em banca de Alexandro Simião de Oliveira. Homicídios no município de Vespasiano/MG: um estudo de caso do fenômeno criminal na região do Morro Alto nos anos 2010 a 2017. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CEGESP - Espec. Gestão Estratégica da Seg. Pública) - Fundação João Pinheiro.

2.
NASCIMENTO, L. F. Z.; FIGUEIREDO, A. M.; OLIVEIRA, A.. Participação em banca de Eduardo Felisberto Alves. Registros de crimes violentos na 1ª Região de Polícia Militar: análise dos impactos inconformidades nos registros dos crimes de estupro, homicídio e roubo consumados nos resultados estatísticos da Região. 2018. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CEGESP - Espec. Gestão Estratégica da Seg. Pública) - Fundação João Pinheiro.

3.
NASCIMENTO, L. F. Z.; FIGUEIREDO, A. M.; SOUSA, R.. Participação em banca de Didier Ribeiro Sampaio. Análise dos critérios institucionais para instalação de bases desconcentradas do Batalhão de Radiopatrulhamento Aéreo da Polícia Militar de Minas Gerais.. 2017. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CEGESP - Espec. Gestão Estratégica da Seg. Pública) - Fundação João Pinheiro.

4.
NASCIMENTO, L. F. Z.; FIGUEIREDO, A. M.; ALMEIDA, W. E. S.. Participação em banca de Paulo Alex Moreira Silveira. Análise das ocorrências de lesão corporal X homicídio tentado, suas explicações e o reflexo na imagem institucional: o caso do 27º BPM no 1º semestre de 2015. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CEGESP - Espec. Gestão Estratégica da Seg. Pública) - Fundação João Pinheiro.

5.
NASCIMENTO, L. F. Z.; FIGUEIREDO, A. M.; TAVARES, W. M.. Participação em banca de Leander Tostes de Castro Souza. Análise da evolução criminal na zona rural do 12º BPM: ações de prevenção, políticas públicas e propostas de cenário para a PMMG. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CEGESP - Espec. Gestão Estratégica da Seg. Pública) - Fundação João Pinheiro.

6.
CRUZ, M. V. G.; FIGUEIREDO, A. M.; COSTA, W. C.. Participação em banca de Eyder de Souza Lambert. Análise e perspectivas dos encargos permanentes decorrentes da função de Chefe de Estado-Maior de Região da Polícia Militar de Minas Gerais (RPM). 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CEGESP - Espec. Gestão Estratégica da Seg. Pública) - Fundação João Pinheiro.

7.
FERRAZ, L. A.; FIGUEIREDO, A. M.; SILVEIRA, P. R. B.. Participação em banca de Gustavo de Almeida Silva. O conflito de competência entre a Justiça Comum e a Justiça Militar na aplicação da pena da perda de função pública aos militares estaduais em decorrência do crime de tortura. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CESP-Curso de Especialização em Segurança Pública) - Fundação João Pinheiro.

8.
ARAUJO, A. L. G.; FIGUEIREDO, A. M.; SILVEIRA, P. R. B.. Participação em banca de Ronaldo de Souza Borges. A (i)legalidade do ato administrativo que institui o plantão regionalizado da Polícia Civil de Minas Gerais. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CESP-Curso de Especialização em Segurança Pública) - Fundação João Pinheiro.

9.
SANTOS, A.; FIGUEIREDO, A. M.; LEMOS, R.. Participação em banca de Sebastião Perpétuo Justino. Análise dos acidentes de trânsito rodoviário com vítima na MGC-265: 2012 A 2014. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CEGESP - Espec. Gestão Estratégica da Seg. Pública) - Fundação João Pinheiro.

10.
SILVA, S. L. F.; FIGUEIREDO, A. M.; CARVALHAIS, R. B.. Participação em banca de Robison de Andrade Santos. O instituto da prisão preventiva fundamentada na garantia da ordem pública: análise da doutrina jurídica e das normas administrativas da PMMG. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CEGESP - Espec. Gestão Estratégica da Seg. Pública) - Fundação João Pinheiro.

11.
RAMOS, M. L.; FIGUEIREDO, A. M.; SANTOS, C. P.. Participação em banca de Cláudio Roberto de Souza. Estudo acerca do emprego operacional da aeronave EC-145 nas atividades do CBMMG em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CEGESP - Espec. Gestão Estratégica da Seg. Pública) - Fundação João Pinheiro.

12.
BARBOSA JUNIOR, A. R.; FIGUEIREDO, A. M.; ALVES, A. A.. Participação em banca de Winder Rodrigues Pinheiro. Efetividade das pistolas de emissão de impulsos elétricos na preservação da vida: análise na 3ª RPM nos anos de 2013 e 2014. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CEGESP - Espec. Gestão Estratégica da Seg. Pública) - Fundação João Pinheiro.

13.
SOUZA, L. G.; FIGUEIREDO, A. M.; ANJOS, R. R.. Participação em banca de Alan Gleisson do Couto. Análise dos homicídios consumados na cidade de Passos/MG, tendo como motivação o tráfico e uso de entorpecentes, nos anos de 2011 a 2013. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CESP-Curso de Especialização em Segurança Pública) - Fundação João Pinheiro.

14.
BARBOSA, J. C.; FIGUEIREDO, A. M.; ESPÍRITO SANTO, T.. Participação em banca de Joselito Oliveira de Paula. Formação e qualificação em prevenção contra incêndio e pânico dos profissionais responsáveis (engenheiros e arquitetos) pela regularização das edificações e eventos temporários junto ao Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CESP-Curso de Especialização em Segurança Pública) - Fundação João Pinheiro.

15.
ARANTES, F. A.; FIGUEIREDO, A. M.; SILVA, A. L. L. F.. Participação em banca de Raul Célio Nogueira. Manutenção de viaturas operacionais da Polícia Militar de Minas Gerais no município de Belo Horizonte: um estudo de viabilidade. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CESP-Curso de Especialização em Segurança Pública) - Fundação João Pinheiro.

16.
SOUZA, L. G.; FIGUEIREDO, A. M.; FERREIRA, W. S.. Participação em banca de Ricardo Dolinski. Crimes de homicídios na cidade de Uberaba MG nos anos de 2011 a 2013. 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em CESP-Curso de Especialização em Segurança Pública) - Fundação João Pinheiro.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
CRUZ, M. V. G.; FIGUEIREDO, A. M.; SOUZA, L. G.. Participação em banca de Ana Elisa Machado da Fonseca.O trabalho do preso em Minas Gerais: reflexões e perspectivas sobre o Programa reINTEGRA. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração Pública) - Fundação João Pinheiro.

2.
MORAES, L. B.; FIGUEIREDO, A. M.; CRUZ, M. V. G.. Participação em banca de Juliana Gabriela Carvalho Santos.A tecnologia da informação: um estudo de caso do Sistema Eletrônico de Informação na Secretaria de Segurança Pública de Minas Gerais. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração Pública) - Fundação João Pinheiro.

3.
LAIA, M. M.; FIGUEIREDO, A. M.; BRASIL, F. P. D.. Participação em banca de Ana Carolina Paiva de Carvalho.Estudo dos Conselhos de Políticas Públicas vinculados à Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação social: contribuição para a análise a partir da teoria das redes. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração Pública) - Fundação João Pinheiro.

4.
BATITUCCI, E. C.; FIGUEIREDO, A. M.; CRUZ, M. V. G.. Participação em banca de Gutemberg Brandon Viana de Andrade.Execução de alternativas penais: um diagnóstico do comprimento de penas de prestação de serviço à comunidade acompanhadas pela CEAPA em Belo Horizonte. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração Pública) - Fundação João Pinheiro.

5.
DUFLOTH, S. C.; FIGUEIREDO, A. M.; BERNARDI, M. M. E.. Participação em banca de Henrique Alves Romano.O processo de apuração de frequência mensal da Secretaria de Estado de Defesa Social de Minas Gerais: uma análise dos aspectos facilitadores e/ou dificultadores. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração Pública) - Fundação João Pinheiro.

6.
BATITUCCI, E. C.; FIGUEIREDO, A. M.; LADEIRA, C. B.. Participação em banca de Philipp Augusto Krammer Soares.O Centro Integrado de Comando e Controle: ferramenta de coordenação, integração e planejamento na defesa social.. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração Pública) - Fundação João Pinheiro.

7.
CRUZ, M. V. G.; FIGUEIREDO, A. M.; BERNARDI, M. M. E.. Participação em banca de Hellen Freire Almeida.A implantação do Centro de Serviços Compartilhados: um estudo de caso do Estado de Minas Gerais. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração Pública) - Fundação João Pinheiro.

8.
BATITUCCI, E. C.; FIGUEIREDO, A. M.; CRUZ, M. V. G.. Participação em banca de Bruna Nayara Marques.Parcerias entre o Estado e o Terceiro Setor: um estudo de caso da Política de Prevenção Social à Criminalidade de Minas Gerais. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração Pública) - Fundação João Pinheiro.

9.
CRUZ, M. V. G.; FIGUEIREDO, A. M.; LACERDA, D. G. P.. Participação em banca de Fernanda Peixoto Petrocchi da Costa.Análise da implantação do Centro de Serviços Compartilhados no âmbito da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração Pública) - Fundação João Pinheiro.

10.
BATITUCCI, E. C.; FIGUEIREDO, A. M.; CRUZ, M. V. G.. Participação em banca de Irina Berbert Vidal Inácio Coelho.Um olhar além dos indicadores:estudo dos resultados alcançados pela implementação da Política de Prevenção Social à Criminalidade de Minas Gerais no aglomerado do Morro das Pedras.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração Pública) - Fundação João Pinheiro.

11.
BATITUCCI, E. C.; FIGUEIREDO, A. M.; CRUZ, M. V. G.. Participação em banca de Marianna Reis Victoria.Trajetória recente da gestão da Polícia Civil do Estado de Minas Gerais à luz do. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração Pública) - Fundação João Pinheiro.

12.
CRUZ, M. V. G.; FIGUEIREDO, A. M.; BATITUCCI, E. C.. Participação em banca de Mariana Procópio de Castro Lima.As alterações legislativas de conteúdo penal e a evolução da população prisional no Estado de Minas Gerais: análise e perspectivas.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração Pública) - Fundação João Pinheiro.

13.
CRUZ, M. V. G.; FIGUEIREDO, A. M.; SOUSA, R. R.. Participação em banca de Julia Boroni de Paiva.O sistema prisional e seus custodiados: uma análise do perfil da população carcerária de Minas Gerais.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração Pública) - Fundação João Pinheiro.

14.
SOUZA, L. G.; FIGUEIREDO, A. M.; LADEIRA, C. B.. Participação em banca de Camila Lima Viana.Medidas socioeducativas como resposta ao ato infracional: problemas, lacunas e avanços percebidos pelos operadores do sistema socioeducativo.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Administração Pública) - Fundação João Pinheiro.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
FIGUEIREDO, A. M.; SOUZA, N. R. M.; LACERDA, D. G. P.; MAIA, D. H. F. M.. XXV Concurso de Monografias do CSAP - Curso de Administração Pública. 2017. Fundação João Pinheiro.

2.
FIGUEIREDO, A. M.; ALEXANDRINO, T. M.; SILVA, M. M.. XXIII Concurso de Monografias do CSAP - Curso de Administração Pública. 2016. Fundação João Pinheiro.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
CRISP Apresenta - Edição Julho. 2018. (Outra).

2.
CRISP Apresenta - Edição Junho. 2018. (Outra).

3.
Seminário Estadual da Política de Prevenção Social à Criminalidade.Intervenções Multisetoriais 2. 2018. (Seminário).

4.
Seminário Políticas públicas de segurança: como a gestão por evidências pode reduzir a criminalidade?.Como gerir um sistema prisional que não para de crescer?. 2018. (Seminário).

5.
11º Encontro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. 2017. (Encontro).

6.
18º Congresso Brasileiro de Sociologia. 2017. (Congresso).

7.
41º Encontro Anual da Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS. O modelo de gestão pública da PPP prisional de Minas Gerais e os seus problemas. 2017. (Congresso).

8.
CRISP Apresenta - Edição Setembro. 2017. (Outra).

9.
10º Encontro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. 2016. (Encontro).

10.
40º Encontro Anual da Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS.Parceria Público-Privada no Sistema Prisional de Minas Gerais: os limites da governança pública e seus reflexos na produção de sentidos substantivos para o modelo. 2016. (Encontro).

11.
17º Congresso Brasileiro de Sociologia. A forma ditando o conteúdo: a construção da investigação a partir da estrutura do inquérito policial e os desafios para a inversão deste paradigma. 2015. (Congresso).

12.
39º Encontro Anual da ANPOCS.O protagonismo do inquérito policial e a (des)construção dos significados em relação ao processo investigativo: estudo de caso em Minas Gerais. 2015. (Encontro).

13.
9º Encontro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. 2015. (Encontro).

14.
Seminário Internacional Rede de Pesquisadores de Crime Urbano da América Latina - REPECUAL. 2015. (Seminário).

15.
38º Encontro Anual da ANPOCS.Modelo de gestão em rede nas políticaspúblicas de segurança: o caso da Política de Integração do Sistema de Defesa Social de Minas Gerais. 2014. (Encontro).

16.
8º Encontro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. 2014. (Encontro).

17.
IV Seminário Internacional Violência e Conflitos Sociais: Territorialidades e Negociações. 2014. (Seminário).

18.
VI Encontro de Administração Pública e Governança - EnAPG.Avanços e desafios da política de segurança pública do Estado de Minas Gerais na perspectiva da gestão em redes. 2014. (Encontro).

19.
7º Encontro do Fórum Brasileiro de Segurança Pública. 2013. (Encontro).

20.
Seminário Internacional de Defesa Social: quais intervenções são mais efetivas para a redução do crime?. 2013. (Seminário).

21.
II Seminário Internacional Qualidade da Atuação do Sistema de Defesa Social. 2010. (Seminário).

22.
Workshop de Planejamento do Projeto Estruturador Gestão Integrada de Ações e Informações de Defesa Social. 2010. (Outra).

23.
4º Congresso Brasileiro de Gerenciamento de Projetos. 2009. (Congresso).

24.
Capacitação para multiplicadores da DIAO. 2009. (Outra).

25.
Administração Pública e processo legislativo. 2008. (Outra).

26.
Políticas de segurança e controle da criminalidade. 2007. (Outra).

27.
30º Encontro Anual da ANPOCS.Fluxo do crime de homicídio no sistema de justiça criminal: casos ilustrativos. 2006. (Encontro).

28.
29º Encontro Anual da ANPOCS. 2005. (Encontro).

29.
Seminário Homicídios: perspectivas e experiências de políticas públicas. 2005. (Seminário).

30.
Aula Inaugural Curso de Graduação em Administração Pública FJP. 2004. (Outra).

31.
III Encontro Nacional dos Estudantes de Administração Pública. 2004. (Encontro).

32.
Seminário Novos Rumos do Direito no Brasil. 2003. (Seminário).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Rafael Alexandre de Faria. O planejamento aplicado às delegacias de Polícia Civil. 2016. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Estudos de Criminalidade e Segurança Pública) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Amanda Mátar de Figueiredo.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Felipe Felix Souza dos Santos. O monitoramento eletrônico em Minas Gerais: um diagnóstico de sua atual conjuntura e suas perspectivas no sistema prisional mineiro. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Administração Pública) - Fundação João Pinheiro. Orientador: Amanda Mátar de Figueiredo.

Orientações de outra natureza
1.
Bruno Volpini Guimarães e Marcos Vinícius Pereira Oliveira. Programa de Preparação para a Aposentadoria na Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais: estudo de caso na Subsecretaria de Inovação e Logística em Saúde (SUBSILS). 2017. Orientação de outra natureza. (Administração Pública) - Fundação João Pinheiro. Orientador: Amanda Mátar de Figueiredo.

2.
Mateus Espeschit Fassarella e Mylena Dias de Queiroz. Burocracia, normatização e padronização de processos na gestão da Secretaria de Saúde de Minas Gerais. 2017. Orientação de outra natureza. (Administração Pública) - Fundação João Pinheiro. Orientador: Amanda Mátar de Figueiredo.

3.
Ciro Carvalho, Júlia Perdigão e Mateus Miglio Moreira. Controle de Recursos Empenhados na Rede de Cuidados à Pessoa com Deficiência pela Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. 2017. Orientação de outra natureza. (Administração Pública) - Fundação João Pinheiro. Orientador: Amanda Mátar de Figueiredo.

4.
Carolina Gabarra Marques e Matheus Cunha de Almeida. Um esboço ao Banco de Qualificações da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais. 2017. Orientação de outra natureza. (Administração Pública) - Fundação João Pinheiro. Orientador: Amanda Mátar de Figueiredo.

5.
Diego César Araújo e Lucas Perdesoli Franco. Estudo de viabilidade para instalação de feira livre na Fundação João Pinheiro. 2016. Orientação de outra natureza. (Administração Pública) - Fundação João Pinheiro. Orientador: Amanda Mátar de Figueiredo.

6.
Júlia Freitas, Luís Costa, Maria Thereza Mota, Rayanne Coelh. Modelagem de processos de recebimento de demandas externas. 2016. Orientação de outra natureza. (Administração Pública) - Fundação João Pinheiro. Orientador: Amanda Mátar de Figueiredo.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/02/2019 às 2:04:16