Edegardo de Freitas

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1485421415158409
  • Última atualização do currículo em 31/01/2018


Bacharelando em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atualmente é integrante do Centro de Estudos Sociais Aplicados da Universidade Cândido Mendes (CESAP/IUPERJ) atuando como auxiliar de pesquisa sob coordenação da professora doutora Maria Isabel Mendes de Almeida. Além da área acadêmica, possui experiência no serviço público, quando atuou com políticas públicas de assistência social e de cultura. Tem interesse nas áreas de estudos de Ciência Política, com ênfase nos estudos de Políticas Públicas, Estado, Democracia e Luta de Classes. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Edegardo de Freitas
Nome em citações bibliográficas
FREITAS, E.


Formação acadêmica/titulação


2014
Graduação em andamento em Ciências Sociais.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2011 - 2013
Ensino Médio (2º grau).
Mário Quinana CAIC, MQC, Brasil.




Atuação Profissional



Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro, SEC-RJ, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2017
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Assistente, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
A Gerência de Identidades Culturais tem por finalidade o desenvolvimento de políticas culturais cujo recorte se dá pela identidade do público alvo, tais como, cultura afro-fluminense, indígenas, população LGBT, entre outros, abarcando toda multiplicidade de linguagens artísticas. Neste período, além dos editais regulares da área, como o de apoio ao carnaval, implementei o Prêmio de Cultura Afro-Fluminense, bem como atividades regulares com a população indígena no Rio de Janeiro, sobretudo em contexto urbano. Cabe ainda destacar que compus, durante este período, o Conselho Estadual de Assistência Social do Rio de Janeiro - CEAS/RJ, bem como o Grupo de Trabalho destinado a elaborar o decreto de implementação do Conselho Estadual dos Direitos Indígenas, este sancionado em janeiro de 2018.

Vínculo institucional

2014 - 2015
Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20
Outras informações
Estagiário da Gerência da Rede dos Pontos de Cultura do Rio de Janeiro


Secretaria Estadual do Trabalho e do Desenvolvimento Social, STDS - RS, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Estágio, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 30, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - 2017
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor, Carga horária: 20
Outras informações
Monitor da disciplina de Ciência Política para Administração, ofertada pelo Departamento de Ciência Política do Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da UFRJ. O curso busca abranger: A possibilidade do estudo cientifico da vida politica; Grandes concepções da teoria politica; Diferentes tipos de sistemas políticos e suas relações com a dinâmica social.

Atividades

04/2017 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Filosofia e Ciências Sociais, .

Linhas de pesquisa
Políticas Públicas

Instituto Universitário Cândido Mendes, IUCAM/RJ, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20
Outras informações
O CESAP (Centro de Estudos Sociais Aplicados), fundado em 1981, vem dedicando-se desde sua origem à reflexão transdisciplinar sobre o cotidiano e o tempo presente em suas dimensões globais. Aliando forte vocação experimental ao compromisso com a produção de massa crítica singular e inovadora sobre as múltiplas regramatizações do contemporâneo, o CESAP está voltado na abordagem e no encaminhamento de suas pesquisas para a articulação entre culturas jovens e a produção de novas subjetividades.



Linhas de pesquisa


1.
Políticas Públicas


Projetos de pesquisa


2017 - 2017
O efeito lock-in do Programa Cultura Viva: uma análise da mobilização dos Pontos de Cultura no Rio de Janeiro pela manutenção do MinC.
Descrição: O presente trabalho busca compreender em que medida as políticas culturais, em específico o Programa Cultura Viva, desenvolvidas na gestão Gilberto Gil/Juca Ferreira no Ministério da Cultura - MinC, teriam influenciado os Pontos de Cultura mobilizados no movimento Ocupa MinC RJ, que ocupou a sede da representação regional do MinC no Rio de Janeiro, o Palácio Gustavo Capanema, quando se deu a fusão do Ministério da Cultura com o Ministério da Educação em maio de 2016. A hipótese que levantamos, à luz do neoinstitucionalismo histórico, é de que as políticas culturais desenvolvidas na referida gestão criaram um padrão de comportamento nos agentes por elas atendidas. Para aferir tal suposição, além de partir de um levantamento acerca da produção teórica existente sobre o Programa Cultua Viva e os Pontos de Cultura, realizaremos uma série de entrevistas tanto com os gestores federais responsáveis pela formulação e implementação da politica pública, bem como com os representantes dos Pontos de Cultura presentes na ocupação, de forma que possamos correlacionar as limitações e as pretensões presentes no momento da instituição do Programa Cultura Viva com o desdobramentos causados pela politica publica nos agentes atendidos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Edegardo de Freitas - Integrante / Walkiria Zambrzycki Dutra - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 1
2016 - Atual
Territórios Literários: novas tecnologias, práticas de leitura e de compartilhamento na contemporaneidade.
Descrição: Descrição: Desinteresse pela leitura, alheamento à realidade e fixação por novas tecnologias são lugares comuns facilmente atrelados aos jovens da contemporaneidade. Em consonância com a necessidade de mudar a pergunta em torno de ?quanto se lê? para a problemática de ?como se lê?, esta pesquisa se dedica a investigar as práticas de leitura por meio de um amplo espectro de dispositivos, plataformas e suas variadas possibilidades de utilização em espaços físicos e virtuais. Sob esta perspectiva, é pensado o caráter híbrido e, por vezes, fragmentado da circulação de informações em um contexto de mobilidades e deslocamentos que implicam em reinvenções tanto da cidade, quanto do espaço íntimo hermético naturalizado como lócus da experiência de leitura. Interessa-nos tematizar como o acesso a tempos e a espaços outros, propiciado por essa experiência é atravessado pelo desejo de encontro e de compartilhamento com outros leitores; impulsionado por plataformas virtuais como o Youtube e por ocupações sutis e significativas do tecido urbano que se valem de bibliotecas livres, ninhos de livros em pontos de transporte público, sarais e intervenções poético-visuais em torno da celebração da leitura no ambiente da cidade. Nossos interlocutores são booktubers, jovens que compartilham suas experiências com os livros por meio de vídeos na internet e ainda coletivos mobilizados pela produção e circulação de artefatos literários diversos ? gibis, livros, instalações ? no espaço público. Tais artefatos são tomados como artifício metodológico que nos leva ao encontro de diferentes modos de estar face a face promovidos pelo jovens em questão, que em nada se assemelham ao estereótipo do leitor solitário e anti social que se refugia da agitação da urbe. O olhar atento à variedade de suportes e de cenas de interação, volta-se, portanto, ao dinamismo da experiência e sua potência para ocupar, reapropriar, fabular e manusear realidades e lugares...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Edegardo de Freitas - Integrante / Maria Isabel Mendes de Almeida - Coordenador / Lilian Alves Gomes - Integrante / Thais Costa da Silva - Integrante / Alessandra Martins - Integrante / Rhuann Fernandes - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Teoria Política/Especialidade: Teoria Política Moderna.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica


Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Semana de Integração Acadêmica UFRJ.O efeito lock-in do Programa Cultura Viva. 2017. (Outra).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 14/11/2018 às 12:14:00