Diego Elias Pimenta Mota

Bolsista de Mestrado do CNPq

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4711488984491941
  • Última atualização do currículo em 12/10/2018


Bacharel em Ciências Biológicas pela Universidade de Franca (2014). Atualmente é aluno de mestrado do Programa de Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres da Universidade de São Paulo.Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Reprodução Animal e experiência em Zoologia, com ênfase em Herpetologia. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Diego Elias Pimenta Mota
Nome em citações bibliográficas
MOTA, D. E. P.

Endereço


Endereço Profissional
Instituto Butantan, Laboratório Especial de Ecologia e Evolução.
Instituto Butantã
Butantã
05503900 - São Paulo, SP - Brasil
Telefone: (11) 26279811
Ramal: 9811
URL da Homepage: http://www.ecoevo.com.br/index.php


Formação acadêmica/titulação


2018
Mestrado em andamento em Anatomia dos Animais Domésticos e Silvestres.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Avaliação do espermograma e da ultraestrutura da espermatogênese de Bothrops jararaca (Serpentes: Viperidae).,Orientador: Selma Maria de Almeida Santos.
Palavras-chave: Bothrops jararaca; Ultraestrutura; Avaliação seminal.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Medicina Veterinária / Subárea: Reprodução.
2016 - 2018
Aperfeiçoamento em Programa de aprimoramento Profissional em Biologia Animal. (Carga Horária: 3520h).
Instituto Butantan, IBU, Brasil.
Título: Abundância sazonal de serpentes e lagartos no Núcleo Curucutu - Parque Estadual da Serra do Mar, São Paulo-SP. Ano de finalização: 2018.
Orientador: Otávio Marques.
Bolsista do(a): Fundação de desenvolvimento administrativo, FUNDAP, Brasil.
2011 - 2014
Graduação em Ciências Biológicas.
Universidade de Franca, UNIFRAN, Brasil.
Título: Levantamento preliminar da herpetofauna da Fazenda Santa Cecília, Patrocínio Paulista/SP e comparação quantitativa da anurofauna em relação às estações chuvosa e seca.
Orientador: Alex Luiz de Andrade Melo.




Formação Complementar


2018 - 2018
Extensão universitária em Redação Científica. (Carga horária: 24h).
Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia - FMVZ/USP., FMVZ/USP, Brasil.
2017 - 2017
Extensão universitária em História natural de serpente. (Carga horária: 40h).
Instituto Butantan, IBU, Brasil.
2017 - 2017
Extensão universitária em Sistemática filogenética e biogeografia. (Carga horária: 40h).
Instituto Butantan, IBU, Brasil.
2017 - 2017
Módulo de Reprodução em Animais Selvagem. (Carga horária: 6h).
Grupo de Estudos de Animais Selvagens ? GEAS-USP, GEAS, Brasil.
2017 - 2017
Regulação hormonal do comportamento reprodutivo. (Carga horária: 8h).
Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2017 - 2017
Consultoria ambiental. (Carga horária: 12h).
Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2016 - 2016
Extensão universitária em Biologia Reprodutiva de Squamata (serpentes, lagartos e anfisbenas). (Carga horária: 40h).
Instituto Butantan, IBU, Brasil.
2016 - 2016
Curso Método Lógico Para Redação Cientifica. (Carga horária: 8h).
Instituto Butantan, IBU, Brasil.
2016 - 2016
X Curso Introdutório ao Programa de Aprimoramento Profissional.. (Carga horária: 80h).
Instituto Butantan, IBU, Brasil.
2015 - 2015
Herpetologia e técnicas de observação de aves. (Carga horária: 60h).
Biologia em Foco, BEF, Brasil.
2014 - 2014
Extensão universitária em INTRODUÇÃO À ORNITOLOGIA. (Carga horária: 20h).
Universidade de Franca, UNIFRAN, Brasil.
2014 - 2014
Extensão universitária em Operação Portal da Amazônia. (Carga horária: 160h).
Associação Nacional dos Rondonistas - Projeto Rondon, PROJETO RONDON®, Brasil.
2014 - 2014
Plantas com potencial tóxico e medicinal. (Carga horária: 35h).
Biologia em Foco, BEF, Brasil.
2014 - 2014
Animais venenosos e peçonhetos. (Carga horária: 35h).
Biologia em Foco, BEF, Brasil.
2013 - 2013
Extensão universitária em QUIMICA BIOLÓGICA. (Carga horária: 3h).
Universidade de Franca, UNIFRAN, Brasil.
2013 - 2013
Extensão universitária em PALESTRA NANOTOXICOLOGIA: CONCEITOS E DESAFIOS. (Carga horária: 2h).
Universidade de Franca, UNIFRAN, Brasil.
2013 - 2013
Extensão universitária em CONSIDERAÇÕES SOBRE ÉTICA NA PESQUISA.. (Carga horária: 3h).
Universidade de Franca, UNIFRAN, Brasil.
2013 - 2013
Introdução a Herpetologia. (Carga horária: 14h).
Instituto Sul Mineiro de Estudos e Conservação da Natureza, ISMECN, Brasil.
2012 - 2012
Extensão universitária em NUTRIGENÔMICA E NUTRIGENÉTICA - DA CIÊNCIA BÁSICA. (Carga horária: 5h).
Universidade de Franca, UNIFRAN, Brasil.
2012 - 2012
Extensão universitária em CONSERVAÇÃO DE ANIMAIS SELVAGENS EM CATIVEIRO. (Carga horária: 5h).
Universidade de Franca, UNIFRAN, Brasil.
2012 - 2012
Extensão universitária em Comportamento e bem-estar animal. (Carga horária: 20h).
Universidade de Franca, UNIFRAN, Brasil.
2011 - 2011
Extensão universitária em Palestras: Anurofauna e paleontologia. (Carga horária: 10h).
Universidade de Franca, UNIFRAN, Brasil.
2011 - 2011
Extensão universitária em Manejo de répteis em cativeiro. (Carga horária: 20h).
Universidade de Franca, UNIFRAN, Brasil.
2011 - 2011
Ecossistemas Litorâneos. (Carga horária: 3h).
Acqua Mundo, AM, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade de Franca, UNIFRAN, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Estágiario, Enquadramento Funcional: Herpetofauna, Carga horária: 5
Outras informações
- Trabalho de conclusão de curso, realizando um levantamento preliminar de Herpetofauna em uma Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN), utilizando metodos de amostragens ativa e passiva.

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Estágiario, Enquadramento Funcional: Botânica, Carga horária: 6
Outras informações
- Técnicas de levantamento de flora nativa regional. - Coleta, identificação taxonômica e herborização de material botânico. - Montagem e manutenção do herbário da Universidade de Franca.

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Estágiario, Enquadramento Funcional: Botânica - Fisiologia Vegetal, Carga horária: 6
Outras informações
- Observação, documentação e identificação de espécies de espécies vegetais (preparação do segundo volume do livro "Jardins do campos". - Observação, monitoramento e analise da fisiologia das plantas, através de experimentos e observações em Lupa e Microscópico Óptico.

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Estágiario, Enquadramento Funcional: Zoologia de Vertebrados, Carga horária: 6
Outras informações
- Digitalização do acervo da Coleção Zoológica do Laboratório 82 da Unifran. - Triagem do material zoológico, identificação dos espécimes, resgate da informação de localidade, data e coletor. - Curadoria do material e montagem de banco de dados virtuais.

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Estágiario, Enquadramento Funcional: Zoologia de Invertebrados, Carga horária: 5
Outras informações
- Técnicas de coleta, conservação e montagem de insetos, continuidade do levantamento de insetos, iniciado anteriormente no Campos da UNIFRAN.

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Estágiario, Enquadramento Funcional: Histologia comparada, Carga horária: 5
Outras informações
- Coletas de animais vertebrados e invertebrados para cortes histológicos. - Coleta de sangue para extensões em laminas, fixação de peças, preparo de lâminas permanentes e coloração das lâminas. - Montagem de laminarios. - Analise histológico dos cortes e extensões sanguinias


Instituto Butantan, IBU, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Biólogo - Mestrando

Vínculo institucional

2016 - 2018
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Aprimoramento profissional, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Biólogo aprimorando em Biologia Animal, no Laboratório Especial de Ecologia Animal.


Associação Beneficente de Coleta de Sangue, COLSAN, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Técnico de Laboratório-ênfase em Hematologia



Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Avaliação do espermograma e da ultraestrutura da espermatogênese de Bothrops jararaca (Serpentes: Viperidae).
Descrição: O gênero Bothrops constitui um clado bastante diversificado, com origem e radiação recente na região Neotropical, com ampla distribuição pela América do Sul. A espécie Bothrops jararaca possui hábito noturno e atividade durante a maior parte do ano. Sua dieta é bastante diversificada e seu ciclo reprodutivo é sazonal. Para fins conservacionistas e para pesquisas relacionadas a esses animais, faz-se necessário um amplo conhecimento acerca de diversos aspectos da biologia desta espécie. Sendo que as técnicas de biotecnologias aplicadas a reprodução são importantes tanto na luta pela preservação de espécies ameaçadas quanto no melhoramento dos índices reprodutivos de animais mantidos em cativeiro. O objetivo desse estudo é avaliar os parâmetros seminais quanto ao volume, motilidade, vigor e concentração, verificar se estes paramentos estão relacionados ao comprimento e massa de B. jararaca ao longo do ano e descrever a ultraestrutura do espermatozoide e da espermatogênese nas vias espermáticas. O procedimento será realizado em 30 machos de Bothrops jararaca pertencentes ao biotério do Laboratório Especial de Ecologia e Evolução. A colheita de sêmen e a coleta dos dados biométricos serão realizadas trimestralmente, para estabelecer parâmetros sazonais. Nesse período será feita a eutanásia de dois animais para a extração do testículo e das vias espermáticas, para análise em Microscopia Eletrônica de Varredura e Transmissão, desse forma descrevendo a ultraestrutura . Para o procedimento, os animais serão contidos fisicamente em tubo plástico transparente e receberam anestesia local (Lidocaína 15mg/kg) na região da cloaca, visando o relaxamento dela. Em seguida, serão realizadas massagens digitais ventrais para expelir o sêmen. O material seminal será coletado diretamente da papila urogenital com o uso de capilares micro hematócrito. O procedimento para preparo do material para a Microscopia Eletrônica seguirá a protocolos descritos na literatura. As informações estabelecidas nesse projeto poderão contribuir para futuros estudos e avanços na área de biotecnologias empregadas na reprodução de répteis em cativeiro e até mesmo para a formação de um banco genético dessa espécie..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Especialização: (1) Doutorado: (1) .
Integrantes: Diego Elias Pimenta Mota - Integrante / Selma Maria Almeida-Santos - Coordenador.
2016 - 2018
Abundância sazonal de serpentes e lagartos no Núcleo Curucutu - Parque Estadual da Serra do Mar, São Paulo-SP
Descrição: Serpentes e lagartos pertencem a Ordem Squamata, mais numeroso e diversificado grupo dos répteis viventes, distribuem-se por todo o globo terrestre, exceto nos polos. Encontrados principalmente em regiões temperadas e tropicais, como no Parque Estadual da Serra do Mar, dividido em dez núcleos, e que contribui para preservação da Mata Atlântica, bioma que apresenta grande biodiversidade. A amostragem de serpentes e lagartos torna-se difícil devido aos hábitos e adaptações dos grupos, por isso ressalta a importância de estudar sua abundância local e/ou sazonal A abundância das espécies de serpentes e lagartos pode refletir a atividade sazonal das espécies, devido a sua estrutura filogenética e fatores ecológicos. O objetivo será verificar a abundância sazonal de serpentes e lagartos em dois tipos de fisionomias do mosaico no Núcleo Curucutu - Parque Estadual da Serra do Mar. A área de estudo possui fisionomias florestadas (Floresta Ombrófila Densa) e fisionomias abertas (Campos Altos Montanos). O levantamento de serpentes e lagartos ocorrerá em campanhas mensais de cinco dias, durante 12 meses, através de Armadilhas de Interceptação e Queda (AIQ) e uso de Funis duplos, instalados junto com as AIQ, em lados opostos de cada linha do transecto e próximos a margens dos riachos. Adicionalmente, será realizada Procura Limitada por Tempo (PLT), esquadrinhados durante duas horas diárias. Serão contabilizados também Encontros Ocasionais (EO) a partir do deslocamento dentro do Núcleo. Os espécimes coletados serão depositados na coleção ?Alphonse Richard Hoge? do Instituto Butantan. Os dados obtidos serão comparados com o perfil de abundância encontrado por outro trabalho realizado na região em anos anteriores, para verificar como número de indivíduos de cada espécie oscilou durante o tempo, assim contribuindo para um melhor entendido da distribuição de abundância desse grupo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) .
Integrantes: Diego Elias Pimenta Mota - Integrante / Valquiria de Oliveira Pereira - Integrante / Silara Fátima Batista - Integrante / Otavio Augusto Vuolo Marques - Coordenador.
2016 - Atual
Avaliação seminal de Bothrops jararaca provenientes da natureza do estado de São Paulo.
Descrição: As técnicas de biotecnologias aplicadas a reprodução tem sido de grande valia tanto na luta pela conservação de espécies ameaçadas quanto no melhoramento dos índices reprodutivos de animais mantidos em cativeiro, como é o caso da serpente Bothrops jararaca, cujo veneno é utilizado em pesquisas diversas e na produção de soro antiofídico no Instituto Butantan. Essa espécie tem uma dieta bastante diversificada e um ciclo reprodutivo sazonal. Seu padrão de atividade é relacionado com as estações do ano, iniciando sua atividade gradativamente na primavera, devido ao início do ciclo reprodutivo, mas os picos de movimentação estão entre o verão e outono, por esse período estar marcado pela corte e o acasalamento. No inverno, o padrão de atividade diminui devido à baixa temperatura e umidade. Para fins conservacionistas a coleta e avaliação do sêmen são os primeiros passos no desenvolvimento de qualquer programa de reprodução assistida, pois permitem a seleção de melhores reprodutores, fornecendo também as informações necessárias para pesquisas sobre preservação seminal e até mesmo para a formação de um banco genético da espécie. Sendo assim, este trabalho tem como objetivos avaliar os parâmetros seminais quanto ao volume, motilidade, vigor e concentração, além de verificar se estes paramentos estão relacionados ao comprimento e massa dos animais, ou se variam ao longo das estações. Serão avaliados 60 machos de B.jararaca provenientes da natureza e entregues a recepção de animais do Instituto Butantan no período de 24 meses. A colheita de sêmen deverá ser realizada em até 48h após a chegada dos animais para minimizar a influência do cativeiro nos resultados. A realização de uma criteriosa avaliação reprodutiva dos animais é fundamental em um programa de reprodução natural ou assistida em cativeiro, as informações poderão contribuir para futuros estudos e avanços na área de biotecnologias empregadas na reprodução de répteis em cativeiro..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Diego Elias Pimenta Mota - Integrante / Selma Maria Almeida-Santos - Coordenador / Kalena Barros da Silva - Integrante.
2014 - Atual
AVALIAÇÃO DE DILUIDORES E CRIOPROTETORES PARA PRESERVAÇÃO DO SEMEN E INSEMINAÇÃO EM JARARACAS-ILHOA (Bothrops insularis).
Descrição: A jararaca-ilhoa (Bothrops insularis) é uma serpente endêmica e criticamente ameaçada que atualmente possui uma população estimada de 2100 indivíduos restritos a uma única ilha no Estado de São Paulo. Esta vulnerabilidade levou a criação de um programa de reprodução em cativeiro para a espécie que, entre outras ações, propõe a aplicação de biotecnologias da reprodução como inseminação artificial e criopreservação de sêmen. Sendo assim, este trabalho tem como objetivos: (1) determinar qual diluente e diluição é mais adequados para manutenção da qualidade seminal - avaliada por exames in vitro (motilidade espermática, integridade de membrana e acrossoma e atividade mitocondrial) - de amostras resfriadas à 4oC (estocagem por 6, 24, 48 e 72 horas); (2) analisar a eficiência de três crioprotetores após o congelamento de sêmen da espécie à -196oC e (3) testar um protocolo de inseminação artificial em Bothrops insularis. Esperamos com esses resultados definir protocolos satisfatórios para o resfriamento e criopreservação do sêmen e para inseminação artificial em jararacas-ilhoa, que poderão ser futuramente empregados também na formação de bancos de germoplasma da espécie..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (2) .
Integrantes: Diego Elias Pimenta Mota - Integrante / Selma Maria Almeida-Santos - Coordenador / Kalena Barros da Silva - Integrante / Ricardo Pereira - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Herpetologia.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Conservação das Espécies Animais.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Espanhol
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Apresentações de Trabalho
1.
SILVA, K. B. ; MOTA, D. E. P. ; FREDIANI, M. H. ; PEREIRA, R. ; ALMEIDA-SANTOS, S. M. . Avaliação seminal da jararaca-ilhoa (Bothrops insularis) in situ.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
PEREIRA, V. O. ; MOTA, D. E. P. ; BATISTA, S. F. ; MARQUES, O. A. V. . Snakes and lizards from Curucutu Nucleus, Serra do Mar State Park, São Paulo-SP. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
SILVA, K. B. ; TRAVAGLIA-CARDOSO, S. R. ; MAIA, D. C. ; MOTA, D. E. P. . Semen collection and evaluation in Spilotes pullatus (Serpentes: Coludridae). 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
MOTA, D. E. P.; SILVA, K. B. ; ALMEIDA-SANTOS, S. M. . Semen collection and evaluation in free ranging Brazilian pitviper (Bothrops jararaca). 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
SILVA, K. B. ; MOTA, D. E. P. ; FREDIANI, M. H. ; ALMEIDA-SANTOS, S. M. . Seminal evaluation of wildcaught golden lancehead pitvipers (Bothrops insularis). 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).


Demais tipos de produção técnica
1.
ALMEIDA-SANTOS, S. M. ; SILVA, K. B. ; MOTA, D. E. P. . Biologia reprodutiva de Squamata: serpentes, lagartos e anfisbenas - Avaliação Seminal. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
ALMEIDA-SANTOS, S. M. ; MOTA, D. E. P. ; SILVA, K. B. . Biologia reprodutiva de Squamata: serpentes, lagartos e anfisbenas - Visita Guiada no Serpentário. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
ALMEIDA-SANTOS, S. M. ; SILVA, K. B. ; MOTA, D. E. P. . Biologia reprodutiva de squamata (serpentes, lagartos e anfisbenas). 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
4º Congresso de Graduação da USP. 2018. (Congresso).

2.
I Fórum de Educação em Ciências, no ICB/USP. 2018. (Outra).

3.
Simpósio de Reprodução de Squamata: reprodução de serpentes e lagartos de ilhas. 2018. (Simpósio).

4.
19ª Reunião Científica Anual do Instituto Butantan.Semen collection and evaluation in free ranging Brazilian pitviper (Bothrops jararaca).. 2017. (Outra).

5.
Congresso Avistar 2017 - XII Encontro Brasileiro de Observação de Aves. 2017. (Congresso).

6.
VIII CONGRESSO BRASILEIRO DE HERPETOLOGIA - SBH. Avaliação seminal da jararaca-ilhoa (Bothrops insularis) in situ.. 2017. (Congresso).

7.
Workshop Science Dissemination - Animal Biology and Biodiversit. 2017. (Outra).

8.
Workshop Science Dissemination - Neurodegenerative Diseases. 2017. (Outra).

9.
18ª Reunião Científica Anual do Instituto Butantan. 2016. (Outra).

10.
18ª Reunião Científica Anual do Instituto Butantan.Seminal evaluation of wildcaught golden lancehead pitvipers (Bothrops insularis). 2016. (Outra).

11.
IV Workshop de Ecologia e Evolução da UNIFESP. 2016. (Outra).

12.
Simpósio - Tendências atuais no estudo de anfíbios e répteis -SBH. 2016. (Simpósio).

13.
Simpósio - Diversidade, Sistemática e Biogeografia de Anfíbios e Répteis Brasileiros - SBH. 2014. (Simpósio).

14.
SIMPÓSIO COMEMORATIVO DOS 10 ANOS DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIAS - QUÍMICA DA UNIFRAN. 2013. (Simpósio).

15.
Jornada de Ciências Biológicas da UNIFRAN. 2012. (Outra).

16.
Jornada de Ciências Biológicas da UNIFRAN. 2011. (Outra).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 22/10/2018 às 4:41:18