Fernanda Nobre Negrão

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5621528175266714
  • Última atualização do currículo em 17/12/2018


Graduanda de Arquitetura e Urbanismo pela Escola de Arquitetura da UFMG. Atua principalmente nos seguintes temas: produção do espaço, arquitetura, urbanismo, gênero, feminismo, redes e instrumentos tecnopolíticos. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Fernanda Nobre Negrão
Nome em citações bibliográficas
NEGRÃO, F. N.


Formação acadêmica/titulação


2013 - 2018
Graduação em Arquitetura e Urbanismo.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Título: A desenvoltura espacial em relação ao gênero feminino.
Orientador: Celina Borges Lemos.
Bolsista do(a): Ministério da Educação, MEC, Brasil.
2008 - 2010
Ensino Médio (2º grau).
Liceu de Artes e Oficios de São Paulo, LICEU, Brasil.




Formação Complementar


2018 - 2018
Reabilitação Urbana com foco em Áreas Centrais. (Carga horária: 28h).
Ministério das Cidades, MC, Brasil.
2015 - 2015
Gestão de Projetos Urbanos. (Carga horária: 24h).
Ministério das Cidades, MC, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:



Projetos de extensão


2017 - Atual
Plataformas Tecnopolíticas
Descrição: Apresentação e justificativa: Entende-se TECNOPOLÍTICAS como desenvolvimento colaborativo de tecnologia social aberta e reaplicável, baseando-se em iniciativas como o movimento open source (software livre) ou peer to peer (entre pares) que promovem o livre compartilhamento de conhecimento a partir de novos modelos de licenciamento de conteúdo. Deste modo, esta ação de extensão do IndLab, estará focada na experimentação e aplicação prática de plataformas de tecnologias digitais de comunicação. "Plataformas Tecnopolíticas" é uma ação de extensão iniciada em 2015, que até então, era conhecida pelo título ?Compartilhamento e Distribuição do Comum?. Desde seu início, esta ação de extensão associada à pesquisa e ao ensino vem convergindo tecnologias digitais de comunicação em rede e ações diretas com a sociedade feitas pelo Indisciplinar, potencializando redes, compartilhando e distribuindo dados de interesse público e criando juntamente com o grupo uma metodologia de trabalho própria. Esta ação tem pesquisado, experimentado e capacitado alunos, professores e parceiros do Indisciplinar em plataformas e dispositivos de rede. Atua também como suporte técnico de todos os projeto de extensão do Indisciplinar sendo responsável pela configuração, registro e hospedagem dos conteúdos online tais como webpages, blogs, mapas colaborativos, wikis, banco de dados e desenvolvimento de aplicativos. Atualmente esta ação administra 4 domínios na internet: indisciplinar.com, indlab.net, tecnopoliticas.net, urbanismo.wiki e zonaculturalbh.org que juntos suportam 7 plataformas wiki e 21 blogs, além das plataformas de mapeamento colaborativo e banco de dados. A primeira plataforma desenvolvida por este projeto foi o O EmBreveAqui (EBA) http://embreveaqui.indisciplinar.com. O EBA buscou identificar vazios (lotes, terrenos, áreas residuais de infraestrutura urbana, imóveis desocupados, etc.) e ocupá-los com idéias. Esta base operacional conectou disciplinas de graduação da UFMG e de outras instituições, recebendo propostas que ocupam estes espaços não apenas com projetos arquitetônicos, urbanísticos e paisagísticos, mas potencialmente, com desenhos de políticas públicas, sociais e culturais. O EBA promoveu seminários e aulas. Juntamente com as disciplinas URB048 e URB053, desenvolveu uma metodologia própria utilizando a plataforma wiki e a plataforma de mapeamento colaborativo, construindo um banco de dados juntamente com as turmas seguido de análise e visualização de dados. A Rede Verde e posteriormente a ação de extensão Natureza Urbana, surgiram também da experimentação de metodologias de articulação em plataformas tecnopolíticas. Esta ação de extensão está vinculada ao INCT Tecnopolíticas: territórios urbanos e redes digitais (https://goo.gl/3MVyJN), uma rede de pesquisa psra investigar a aplicação das tecnologias digitais de comunicação aos processos de produção do espaço urbano. Este instituto pretende produzir conhecimento e explorar tecnologias que promovam a interseção entre as redes digitais e as dinâmicas espaciais urbanas. Recentemente esta frente de ação tem desenvolvido a plataforma IndAtlas, em parceria com uma das frentes do projeto de extensão Plataforma Urbanismo Biopolítico: uma cartografia das lutas e conflitos territoriais. Esse trabalho vem sendo desenvolvido em parceria com o Laboratório de Georreferenciamento ? LABGEO da UFMG Além da parceria com o LabGeo, estamos negociando uma nova parceria com o laboratório LabCS+X (Laboratório de Computação Interdisciplinar do DCC/UFMG, coordenado pelo Professor Dr. Clodoveu Augusto Davis Junior, para o desenvolvimento da interface e programação. (fonte e mais informações: https://sistemas.ufmg.br/siex/AuditarProjeto.do?id=43683).
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (4) .

Integrantes: Fernanda Nobre Negrão - Coordenador / Natacha Silva Araujo Rena - Integrante / Marcelo Reis Savergnini Maia - Integrante / Michele Brito Pinheiro - Integrante / Ana Isabel Anastasia de Sá - Integrante / Mariana Bubantz Fantecelle - Integrante.
2015 - 2016
CinePET
Descrição: O CinePET foi uma série de eventos cinematográficos produzidos mensalmente, durante o período de aulas, que buscou trazer debates e conversas sobre temas de relevância social para além das discussões de arquitetura e urbanismo. Para enriquecer os encontros e trazer visões diferentes e especializadas nos temas escolhidos, foram convidados para cada sessão um palestrante ligado diretamente ao assunto e/ou ao filme. As sessões são feitas no espaço interno da faculdade e são abertas a todos os interessados..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Doutorado: (1) .

Integrantes: Fernanda Nobre Negrão - Integrante / Celina Borges Lemos - Coordenador / Letícia Araújo Notini - Integrante / Mikael José Guedes Alves - Integrante / Fernanda Comparth Pinheiro Oliveira - Integrante / Sofia Santos Lages - Integrante / Bárbara Scorsulini Jota - Integrante.

Número de produções C, T & A: 1
2015 - 2016
Pesquisa na comunidade Ponta Porã - BH
Descrição: Durante o segundo semestre de 2015, o grupo PET foi convidado a auxiliar uma pesquisa de doutorado intitulada ?Mapping the Dearth: The role of mapping in the analysis of the production of space accomplished through participatory budget in Belo Horizonte, Brazil.? (Mapeamento da Escassez: o papel do mapeamento na análise da produção do espaço realizado através do orçamento participativo em Belo Horizonte, Brasil). O projeto se iniciou por meio de uma reunião com a pesquisadora responsável, Giovana Helena de Miranda Monteiro, na qual foi feita uma explicação acerca dos pontos principais da pesquisa, além de como seria a ida à campo, na Vila Ponta Porã, Vila União, Belo Horizonte, Brasil, região escolhida como estudo de caso para o trabalho. O projeto consistiu em avaliar o uso do mapeamento como uma ferramenta para facilitar o fortalecimento das habilidades críticas das pessoas com relação ao espaço construído pelo orçamento participativo durante os anos de 1994 a 2004. O intuito seria buscar o envolvimento dos próprios moradores, de modo a promover a observação aprimorada do espaço que os circunda. Para tanto, foram agendadas três entrevistas individuais com cada morador participante da pesquisa, cujo objetivo foi a realização de um pequeno grupo de mapeamentos a cada encontro. A função do grupo PET foi inicialmente realizar uma visita à Vila Ponta Porã para o conhecimento do local e posteriormente se dividir em equipes menores, que acompanharam as entrevistas, sempre seguidas de um encontro para discutir as impressões individuais do processo.. Situação: Concluído; Natureza: Extensão..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (7) / Doutorado: (1) .

Integrantes: Fernanda Nobre Negrão - Integrante / Celina Borges Lemos - Coordenador / Letícia Araújo Notini - Integrante / Mikael José Guedes Alves - Integrante / Fernanda Comparth Pinheiro Oliveira - Integrante / Vinícius Augusto Bicalho Moreira - Integrante / Bárbara Scorsulini Jota - Integrante.

Número de produções C, T & A: 1


Outros Projetos


2017 - 2017
Labirinto: trajetória feminista
Descrição: O coletivo propõe a criação da instalação Labirinto: a trajetória feminista como uma extensão das discussões iniciadas no Grupo de Estudos, e retomadas no Seminário, colocando a temática do feminismo a ser discutida na escala do corpo. O labirinto se apresenta como um ponto de partida para discussões acerca da trajetória feminista, podendo disparar debates sobre questões de gênero, e tendo como um dos desdobramento a produção de material físico, os quais ainda sao escassos no meio acadêmico e social, em contraste com os problemas sociais insurgentes que permeiam o cotidiano..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .

Integrantes: Fernanda Nobre Negrão - Coordenador / Ana Carolina Horta Silva - Integrante / Laysla Araújo Dias - Integrante.
Financiador(es): Universidade Federal de Minas Gerais - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 1


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Arquitetura e Urbanismo.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Alemão
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2017
Destaque da II Mostra PRAE de Apoio a Projetos Acadêmicos. Labirinto: trajetória feminista., Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis da UFMG.
2017
Destaque de Extensão. Área temática: Tecnologia e Produção - IND.LAB, UFMG.


Produções



Produção bibliográfica
Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
NEGRÃO, F. N.. O Gênero Feminino e a sua inserção nas práticas socioculturais urbanas. In: V Congresso Internacional Cidades Criativas, 2017, Porto. V Congresso Internacional de Cidades Criativas, 2017. v. 2. p. 1264-1275.

Apresentações de Trabalho
1.
NEGRÃO, F. N.. V Congresso Internacional de Cidades Criativas. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
NEGRÃO, F. N.; FANTECELLE, M. B. ; BRITO, Michele . PLATAFORMA IND.ATLAS: Cartografando redes. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
LEMOS, C. B. ; NEGRÃO, F. N. ; NOTINI, L. A. ; ALVES, M. J. G. ; OLIVEIRA, F. C. P. ; LAGES, S. S. ; MOREIRA, V. A. B. ; JOTA, B. S. . XX SEMANA DA GRADUAÇÃO. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).


Produção técnica
Redes sociais, websites e blogs
1.
NOTINI, L. A. ; GOMES JUNIOR, E. Q. ; GARCIA, C. G. ; TEIXEIRA, P. P. ; NEGRÃO, F. N. . Trampo. 2016; Tema: Plataforma colaborativa e interdisciplinar, que visa propiciar um espaço para divulgação de trabalhos acadêmicos realizados por discentes e graduados da Escola de Arquitetura da UFMG.. (Site).


Demais tipos de produção técnica
1.
NEGRÃO, F. N.; GUIMARÃES, Christy . Apostila LAGEAR. 2014. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Apostila Eletrônica - Objeto interativo).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Semana do Conhecimento 2018 - Matemática, Diversidade, Conhecimento.Labirinto: A trajetória feminista. 2017. (Seminário).

2.
Semana do Conhecimento 2018 - Matemática, Diversidade, Conhecimento.IND LAB. 2017. (Seminário).

3.
Seminário Internacional Onde estão as Mulheres Arquitetas?.Apresentação do Coletivo EAD das Minas. 2017. (Seminário).

4.
V Congresso Internacional Cidades Criativas. O Gênero Feminino e a sua inserção nas práticas socioculturais urbanas. 2017. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SILVA, M. L. V. D. ; NEGRÃO, F. N. ; NOTINI, L. A. ; CHAVES, M. P. ; LOBATO, P. S. C. ; BASTOS, C. D. ; SOARES, A. R. W. ; SOALHEIRO, M. M. ; SILVA, A. C. H. ; MARIANO, M. C. O. ; SOUZA, P. L. ; SANTANA, J. C. ; ALMEIDA, C. O. . 1º Seminário Feminismo e a Produção do Espaço. 2016. (Outro).



Inovação



Projeto de extensão

Outros projetos



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/02/2019 às 2:39:33