João Vicente de Morais Malvezzi

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1803827676280767
  • Última atualização do currículo em 30/07/2018


Possui graduação em Ciências Biológicas pela Universidade Federal de São Paulo (2017). Bolsista de iniciação científica, sob orientação da Dra. Ana Cristina Victorino Krepischi, no laboratório de Genética Humana do Instituto de Biociências da Universidade de São Paulo (2015 -Jul/2017). Mestrando no programa de Pós-Graduação Interunidades em Bioinformática na Universidade de São Paulo (Ago/2017 - Atual). Responsável pela análise de uma biblioteca de phage display com sondas de cDNA sintéticas de proténas de Schistosoma mansoni para identificação de epítopos vacinais, sob orientação do Dr. Sérgio Verjovski Almeida, coordenador do Laboratório de Expressão Gênica em Eucariotos do Instituto Butantan. Tem experiência na área de Genética, com ênfase em Genética Humana e Médica, e Bioinformática para análise de dados de sequenciamento em larga escala. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
João Vicente de Morais Malvezzi
Nome em citações bibliográficas
MALVEZZI, J. V. M.;MALVEZZI, JOÃO VM


Formação acadêmica/titulação


2017
Mestrado em andamento em Bioinformática.
Instituto de Matemática e Estatística - USP, IME, Brasil.
Título: Identificação por phage display de candidatos vacinais para esquistossomose mansônica baseada na auto-cura de macacos rhesus (Macaca mulatta),Orientador: Sergio Verjovski Almeida.
Coorientador: Julia Maria Pavan Soler.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Candidatos Vacinais; Schistosoma mansoni; Phage-Display; Bioinformática.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Helmintologia de Parasitos.
2013 - 2017
Graduação em Ciências Biológicas.
Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.
2008 - 2010
Ensino Médio (2º grau).
Serviço social da industria - Osasco -SP, SESI, Brasil.




Atuação Profissional



Instituto Butantan, IBU, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação Científica, Carga horária: 12, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2015
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista voluntário de iniciação científica, Carga horária: 12



Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Identificação por phage display de candidatos vacinais para esquistossomose mansônica baseada na auto-cura de macacos rhesus (Macaca mulatta)
Descrição: Indivíduos do gênero Schistosoma são hemoparasitas causadores das esquistossomoses distribuídos mundialmente. A doença afeta mais de cem milhões de pessoas. No Brasil, o agente etiológico da esquistossomose é o Schistosoma mansoni. A publicação do transcritoma desta espécie permitiu a identificação de possíveis alvos à candidatos vacinais. Todavia, os candidatos testados até o momento por diversos grupos de pesquisa obtiveram pouco progresso, sendo necessários novos métodos para reconhecer novos alvos. Uma abordagem é a utilização de macacos rhesus como modelo de estudo, que é capaz de curar-se espontaneamente da infecção por Schistosoma. O presente candidato à bolsa de Mestrado é aluno da Pós-graduação Interunidades em Bioinformática da USP e conduzirá as análises bioinformáticas que serão essenciais para analisar os dados que serão obtidos com uma nova tecnologia de phage display com oligonucleotídeos sintéticos, que vai fazer um screening de anticorpos de macacos rhesus infectados e auto-curados. Um projeto de pesquisa financiado pela FAPESP está em andamento e estamos utilizando, pela primeira vez neste modelo de macacos rhesus, esta nova tecnologia. Os oligonucleotídeos sintéticos gerados para a biblioteca de phage display representam, com a mesma abundância na biblioteca, todos os fragmentos de todas as proteínas que possuem sequência conhecida do parasita. Esta nova tecnologia permite fazer um screening não-enviesado de todos os anticorpos dos macacos rhesus que medeiam a auto-cura, e identificar quais fragmentos de proteínas conhecidas de S. mansoni expressados nos fagos são reconhecidos pelos anticorpos do macaco rhesus. Provavelmente essas proteínas alvejadas pelo macaco são críticas para sobrevivência do parasita. Para a análise dos dados deste phage display serão usados sequenciamento em larga-escala dos fagos capturados pelas amostras de soro de cada um de 11 macacos infectados; as amostras foram colhidas em diversos tempos ao longo da infecção e cura. Serão feitas análises bioinformáticas de correlação e agrupamento de dados em larga-escala sobre a abundância relativa das sequências recuperadas nos fagos capturados em cada macaco, tirando-se proveito dos diferentes cursos temporais de auto-cura dos animais; a auto-cura foi medida pela diminuição ou suspensão da deposição de ovos nas fezes de cada macaco, que ocorreu entre 8 e 16 semanas após a infecção pelo parasita. Assim, esperamos identificar um grupo de novos peptídeos antigênicos do parasita, que possam ser testados em estudos futuros para o desenvolvimento de uma vacina contra a esquistossomose..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) .
Integrantes: João Vicente de Morais Malvezzi - Integrante / Sergio Verjovski Almeida - Coordenador.
2016 - 2017
Investigação de mutações patogênicas em genes da maquinaria epigenética em grupo de pacientes com deficiência intelectual idiopática
Descrição: Este trabalho tem como principal objetivo explorar a etiologia genética de um grupo de pacientes afetados por DI inespecífica, previamente caracterizado com resultados negativos quanto a alterações cromossômicas (cariótipo e microarranjos genômicos) e síndrome do cromossomo X Frágil. A abordagem metodológica será baseada em triagem de mutações por sequenciamento de nova geração (target sequencing), utilizando um painel customizado de 32 genes pertencentes a vias específicas relacionadas à DI..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: João Vicente de Morais Malvezzi - Integrante / Ana Cristina Victorino Krepischi - Coordenador.
2014 - Atual
Evolução Cromossômica de lagartos Iguania Pleurodonta (Squamata), com ênfase nas famílias Dactyloidae, Leiosauridae e Liolamidae
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) .
Integrantes: João Vicente de Morais Malvezzi - Integrante / Katia Cristina Machado Pellegrino - Coordenador / Marielle Cristina Schneider - Integrante / Karen Ventura - Integrante / Carolina Elena Viña Bertolotto - Integrante / Mariana Morando - Integrante / Yatyo Yonenaga-Yassuda - Integrante / Miguel Trefaut Rodrigues - Integrante / Luiza de Mello Oliveira Sisdelli - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Humana e Médica.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
MALVEZZI, JOÃO VM2018MALVEZZI, JOÃO VM; H MAGALHAES, INGRID ; S COSTA, SILVIA ; OTTO, PAULO A ; ROSENBERG, CARLA ; BERTOLA, DEBORA R ; LM FERNANDES, WALTER ; VIANNA-MORGANTE, ANGELA M ; KREPISCHI, ANA CV . KIF11 microdeletion is associated with microcephaly, chorioretinopathy and intellectual disability. HUMAN GENOME VARIATIONS, v. 5, p. 18010, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
MALVEZZI, J. V. M.. Investigação de Causas Genéticas de Deficiência Intelectual. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Workshop da Bioinformática 2018. 2018. (Simpósio).

2.
Workshop python para dados biológicos. 2017. (Oficina).

3.
4ª Reunião Brasileira de Citogenética. Variação Cariotípica em Lagartos neotropicais Iguania Pleurodonta: exemplos nos gêneros Anolis (Dactloidae) e Enyalius (Leiosauridae). 2015. (Congresso).

4.
I Congresso Acadêmico UNIFESP. MONITORIA NAS UNIDADES CURRICULARES: GENÉTICA, GENÉTICA HUMANA E EVOLUÇÃO. 2015. (Congresso).

5.
Workshop em Ecologia e Evolução. 2014. (Simpósio).



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
MALVEZZI, J. V. M.. Investigação de Causas Genéticas de Deficiência Intelectual. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 22/10/2018 às 21:56:05