Victor Hausen da Conceição

Bolsista de Iniciação Científica do CNPq

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3719798221617238
  • Última atualização do currículo em 14/10/2017


Possui curso-tecnico-profissionalizante em Informática para a Internet pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul(2015), ensino-fundamental-primeiro-graupela Bom Jesus Santa Joana d'arc(2011) e ensino-medio-segundo-graupelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul(2015). Atualmente é da Universidade Federal do Paraná. (Texto gerado automaticamente pela aplicação CVLattes)


Identificação


Nome
Victor Hausen da Conceição
Nome em citações bibliográficas
HAUSEN, Victor


Formação acadêmica/titulação


2016
Graduação em andamento em Abi - Ciências Sociais.
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
2013 interrompida
Curso técnico/profissionalizante interrompido em 2015 em Informática para a Internet.
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, IFRS, Brasil.
Ano de interrupção: 2015
2013 - 2015
Ensino Médio (2º grau).
Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, IFRS, Brasil.
2004 - 2011
Ensino Fundamental (1º grau).
Bom Jesus Santa Joana d'arc, BJSJD, Brasil.




Atuação Profissional



Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, IFRS, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitor de Fisica I, Carga horária: 8



Projetos de pesquisa


2016 - Atual
O JORNALISMO COMO ESPELHO DO JORNALISMO: Que imagem política a Imprensa Brasileira constrói de si?
Descrição: O JORNALISMO COMO ESPELHO DO JORNALISMO: Que imagem política a Imprensa Brasileira constrói de si? Descrição: Descrição: Descrição: Partindo-se do pressuposto de que o Jornalismo reivindica assumir a função de ?representante? do leitor, alimentando uma imagem positiva de si, interessa a esta pesquisa 1) compreender em que termos se dá a representação exercida pelo Jornalismo em nome do cidadão; 2) investigar a origem histórico-conceitual da legitimidade de profissionais e empresas do Jornalismo brasileiro; 3) examinar que imagem as empresas jornalísticas do país elaboram sobre si mesmas; 4) analisar como tal imagem é percebida e questionada pela audiência nos espaços dos próprios jornais. Do ponto de vista empírico, serão examinados materiais publicados nos jornais ?O Estado de S. Paulo? e ?Folha de S. Paulo?, dois dos principais quality papers brasileiros, atentando-se, especificamente, para conteúdos ligados à cobertura Política. Metodologicamente, recorre-se aos seguintes procedimentos: revisão de literatura aprofundada; análise documental (Mídia-Kit; cartas de princípios das empresas jornalísticas, manuais de redação); acompanhamento sistemático das publicações (editoriais, colunas, cartas do leitor, dentre outros conteúdos); entrevistas com editores in loco; Análise do Discurso em sua vertente francesa.....
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Victor Hausen da Conceição - Coordenador / Pedro Henrique Moura Leite - Integrante / Francisco Paulo Jamil Almeida Marques - Integrante / Camila Mont'Alverne - Integrante.
2016 - Atual
COMUNICAÇÃO E POLÍTICA NA ERA DAS REDES SOCIAIS DIGITAIS: Fatores que influenciam as formas de uso da internet por parte dos congressistas Brasileiros
Descrição: Um conjunto relevante de autores em Teoria Política aponta que o poder de elaborar, discutir, legislar e executar as políticas de Estado estaria demasiadamente concentrado nas mãos dos representantes políticos. Como remediar tal dificuldade sem abrir mão do princípio da representação? A saída parece se encontrar na proposição de reformas em certos aspectos da representação. Tomando tal panorama, o projeto busca discutir de que maneira os mass media contribuem no sentido amenizar algumas das questões mencionadas. Particularmente, são problematizados os modos pelos quais os media digitais e seus recursos tornam disponíveis novas ferramentas voltadas para a promoção de modificações nas práticas participativas. A primeira fase da pesquisa privilegiou a análise dos websites das lideranças parlamentares na Câmara dos Deputados. Desta vez, o corpus empírico selecionado - os perfis de deputados e senadores brasileiros no Twitter (com uma ampliação em relação ao projeto anteriormente coordenado pelo proponente: agora, os Senadores também fazer parte do estudo) - será objeto de investigação tendo em vista quatro objetivos: (1) diagnosticar as abordagens participativas presentes nestas iniciativas, (2) compreender as motivações e constrangimentos a influenciarem o oferecimento ou não de recursos participativos no referido microblog, (3) avaliar os possíveis efeitos resultantes do emprego destes artifícios e (4) promover um cruzamento do perfil individual de uso dos media digitais por parte de cada parlamentar com os traços mais gerais encontrados nas bancadas. Do ponto de vista metodológico, os perfis de Twitter serão examinados por meio de monitoramento ao longo de período pré-determinado (software de estatística "R" e análise de regressão); aplicação de tabela voltada para inventariar seguidos, seguidores e caráter discursivo das mensagens publicadas; elaboração de questionários e condução de entrevistas junto aos gestores das contas de Twitter, dentre outras estratégias..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Victor Hausen da Conceição - Coordenador / Pedro Henrique Moura Leite - Integrante / Francisco Paulo Jamil Almeida Marques - Integrante / Jackeline Saori Teixeira - Integrante / Fellipe Herman - Integrante.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Capítulos de livros publicados
1.
AGUIAR, D. B. ; NUNES, R. C. ; HAUSEN, Victor . O PROGRESSO E SEUS LIMITES: UMA ANÁLISE A PARTIR DO PENSAMENTO DE NIETZSCHE. In: FAGHERAZZI, O. J. (Org.). Uma breve introdução à Filosofia da Ciência. 1ed.Rio Grande: Rio Grande, RS: , 2013, v. , p. 145-148.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VII Seminário Nacional Sociologia e Política. 2016. (Seminário).

2.
Olimpíadas de Filosofia. O conhecimento científico: A nova era das incertezas. 2013. (Olimpíada).

3.
Olimpíadas de Filosofia. O Custo do Progresso. 2012. (Olimpíada).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 23/01/2019 às 10:18:49