Fabiano Alves Teixeira

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3937031296738335
  • Última atualização do currículo em 21/08/2018


Prof. Fabiano Alves Teixeira é mestre em História pela UFRRJ/PPHR - Universidade Federal Rural do Estado do Rio de Janeiro (2018), com a seguinte linha de pesquisa: Relações de Poder, Linguagens e História Intelectual. Possui ainda graduação em Ciências Contábeis (UNIABEU - 2003), Licenciatura Plena em História (UNIABEU - 2014), especialização Latu Sensu MBA Gestão Financeira (UNIABEU - 2006), Docência Superior e Profissional (ISEP/FABES - 2010), Planejamento Tributário (Universidade Presbiteriana Mackenzie - 2011) e História Antiga e Medieval - Núcleo de Estudos da Antiguidade (NEA/UERJ - 2016), Menção Honrosa pelo Pré-projeto de pesquisa. Bacharel em Teologia (Faculdade Teológica Charisma - 2007). Empresário, instrutor dos cursos de Gestão e Planejamento Estratégico do SEBRAE-RJ, instrutor assistente convidado nos cursos do Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro (CRC-RJ), professor do Instituto Nazareno de Ensino nas áreas de história e teologia do Antigo e Novo Testamento, cultura, economia e relações de poder entre as sociedades antigas e judaicas, professor de história do ensino médio e fundamental em instituição particular. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Fabiano Alves Teixeira
Nome em citações bibliográficas
TEIXEIRA, F. A.

Endereço


Endereço Profissional
MF SOLUÇÕES EM CONTABILIDADE.
Avenida Nilo Peçanha, 49, SALA 307
Centro
26210012 - Nova Iguaçu, RJ - Brasil
Telefone: (21) 27678369


Formação acadêmica/titulação


2016 - 2018
Mestrado em História.
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
Título: A Batalha de Emaús sob a perspectiva do Livro Apócrifo de I Macabeus: O fracasso da expedição punitiva de Antíoco IV Epífanes no II século A.C.,Ano de Obtenção: 2018.
Orientador: Marcelo Santiago Berriel.
Palavras-chave: Interações culturais.
Grande área: Ciências Humanas
2015 - 2016
Especialização em História Antiga e Medieval. (Carga Horária: 390h).
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Título: A batalha de Emaús sob a perspectiva do livro apócrifo de I Macabeus; o fracasso da expedição punitiva liderada por Antíoco IV Epífanes em 165 a.C na Judeia.
Orientador: Junio Cesar Rodrigues Lima.
2010 - 2011
Especialização em MBA Planejamento Tributário. (Carga Horária: 360h).
Universidade Presbiteriana Mackenzie, MACKENZIE, Brasil.
Título: Guerra fiscal e a substituição tributária.
Orientador: lattes.cnpq.br/1637563178888054.
2009 - 2010
Especialização em Docência Superior e Profissional. (Carga Horária: 480h).
ISEP - Instituto Superior de Estudos Pedagógicos - Fabes, Faculdade Bitenco, ISEP, Brasil.
Título: A Inconstitucionalidade das quotas para negros nas universidades brasileiras.
Orientador: lattes.cnpq.br/9913223096146867.
2005 - 2006
Especialização em MBA Gestao Financeira. (Carga Horária: 360h).
ABEU Centro Universitário, UNIABEU, Brasil.
Título: Gerenciamento de micro e pequenas empresas.
Orientador: Arlindo de Oliveira Freitas.
2011 - 2014
Graduação em História.
ABEU Centro Universitário, UNIABEU, Brasil.
Título: Projeto de Pesquisa:.
Orientador: lattes.cnpq.br/45527111578.
2004 - 2007
Graduação em Bacharelado em Teologia.
Faculdade Teologica Charisma, FACHT, Brasil.
Título: Curso Livre.
1998 - 2003
Graduação em Ciências Contábeis.
ABEU Centro Universitário, UNIABEU, Brasil.
Título: Auditoria para pequenas e médias empresas.
Orientador: lattes.cnpq.br/8783091790006176.




Formação Complementar


2018 - 2018
O islã plural: divers. religiosa islâmica e os desafios da secularização. (Carga horária: 2h).
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
2017 - 2017
Capacitação de Mediadores em Ambiente Virtual de Ead - E-Learning Moodle. (Carga horária: 4h).
UNIEDUCAR - UNIVERSIDADE CORPORATIVA, UNIEDUCAR, Brasil.
2017 - 2017
História, arqueologia e a cronologia do êxodo. (Carga horária: 10h).
Associação Brasileira de Educação a Distância, ABED, Brasil.
2015 - 2015
Egito Antigo e suas representações. (Carga horária: 60h).
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
2015 - 2015
Capelania Civil. (Carga horária: 60h).
Conselho Federal de Justiça Arbitral da República Federativa do Brasil, CONFARB, Brasil.
2013 - 2013
Extensão universitária em História do Rio de Janeiro. (Carga horária: 30h).
ABEU Centro Universitário, UNIABEU, Brasil.
2012 - 2012
Extensão universitária em História do Tempo Presente-" Neoliberalismo e Movi. (Carga horária: 30h).
ABEU Centro Universitário, UNIABEU, Brasil.
2009 - 2009
SPED-SISTEMA PÚBLICO DE ESCRITURAÇÃO DIGITAL. (Carga horária: 8h).
CENOFISCO - CENTRO DE ORIENTAÇÃO FISCAL LTDA, CCOF_FORN, Brasil.
2009 - 2009
NF-e NOTA FISCAL ELETRÔNICA - VISÃO TEÓRICA E PRÁTICA. (Carga horária: 8h).
CENOFISCO - CENTRO DE ORIENTAÇÃO FISCAL LTDA, CCOF_FORN, Brasil.
2008 - 2009
Extensão universitária em Contabilidade Financeira. (Carga horária: 40h).
Fundação Instituto de Pesquisas Contábeis, Atuariais e Financeiras, FIPECAFI, Brasil.
2000 - 2000
PRÁTICO DEPARTAMENTO DE PESSOAL. (Carga horária: 60h).
COAD, COAD, Brasil.
1999 - 1999
RELAÇÕES HUMANAS NO TRABALHO. (Carga horária: 20h).
ASSOCIAÇÃO DE APOIO A CRIANÇA COM NEOPLASIA DO RIO DE JANEIRO, AACN, Brasil.
1999 - 1999
AUDITORIA INTERNA. (Carga horária: 21h).
Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro, CRCERJ, Brasil.
1999 - 1999
DIPJ - LUCRO PRESUMIDO E ARBITRADO. (Carga horária: 6h).
Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro, CRCERJ, Brasil.
1997 - 1998
INFORMÁTICA NIVEL AVANÇADO. (Carga horária: 100h).
Control Data Corporation, CONTROL DATA, Estados Unidos.
1992 - 1993
ARTES CÊNICAS - TEATRO. (Carga horária: 240h).
Faculdade Cal de Artes Cênicas, CAL, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação à docência, Carga horária: 16
Outras informações
CAPES - Pibid - Uniabeu (Programa de iniciação à docência).


Mello e França Soluções Contábeis, MF, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Direção, Carga horária: 25
Outras informações
Sócio Quotista da empresa Mello e França Soluções em Contabilidade Ltda.


Instituto Nazareno de Ensino, INE, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 4


Instituto de Educação Carlos Pasquale, IECP, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estagiário Docente, Carga horária: 16


Instituto Figueira de Educação, IFE, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Estagiário Docente, Carga horária: 16


Conselho Federal de Justiça Arbitral da República Federativa do Brasil, CONFARB - RJ, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Capelão Civil, Enquadramento Funcional: Voluntário, Carga horária: 10
Outras informações
Capelão Civil sob registro nr 00.214. Habilitação em Direitos Humanos. Atividades: Visita em presídios, casas de apoio, orfanatos e hospitais.


Liceu Santa Mônica Ltda - ME, LISAN, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2018
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Nível I e II, Carga horária: 12
Outras informações
Professor de história nas turmas do ensino fundamental e médio.


Instituto Silva Pinto Ltda-ME, ISP, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor nível I, Carga horária: 8
Outras informações
Professor de História para o Nível Fundamental.


Instituto Congregacional de Nilópolis - Cetecon Kappa, CETECON, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Nível II, Carga horária: 6
Outras informações
Professor titular de História do nível médio.



Projetos de pesquisa


2017 - Atual
AS APROPRIAÇÕES DE FLÁVIO JOSEFO E DO LIVRO DE DANIEL COMO FONTES PARA A CONTRUÇÃO DA MEMÓRIA MACABEIA
Descrição: As fontes de Flávio Josefo, do Livro de Daniel, I e II Macabeus, conhecidos também como os livros dos mártires de Israel são tratadas como fontes diretas. Os livros de III e IV Macabeus e os escritos essênios como indiretas. São elas, fontes essenciais para estudar os acontecimentos que levaram entendimento à crise que se estabeleceu e afetou o judaísmo na Palestina no II século a.C (SAULNIER, pp. 7-9). É importante ressaltar que existe uma dificuldade em analisar os textos do livro de Daniel, até porque sua historicidade é questionada, por se tratar também de um livro de caráter profético na segunda parte. Contudo, para a elaboração desse capítulo para elaboração da dissertação, não há como descartar essas fontes, levando em consideração que a Bíblia também é um documento histórico de caráter relevante, onde se traduz noções de propriedade, das relações sociais e de poder entre Israel e seus dominadores. Indispensável na formação da cultura ocidental com textos históricos e poéticos. É um Livro que trata das ligações entre política e poder. Os textos bíblicos e extrabíblicos "Apócrifos" apresentam, de certo modo, descrições comentadas como fontes para a historiografia da antiguidade:.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
A batalha de Emaús sob a perspectiva do Livro Apócrifo de I Macabeus; o fracasso da expedição punitiva liderada por Antíoco Epífanes em 165 a.C.
Descrição: A chamada batalha de Emaús foi marcada por uma série de acontecimentos na história judaica do II século a.C. De um lado o exército selêucida comandado por Órgias travava sua própria batalha interna quanto a insatisfação de seus comandados. Do outro Judas Macabeus precisava organizar rapidamente seu contingente e traçar estratégias na tentativa de sofrer o menor impacto possível em batalha. As estratégias de Judas Macabeus e seus revoltosos foram marcantes para o avanço das sucessíveis vitórias contra o exército comandado pelo rei Antíoco IV Epifanes em 165 a.C. Oreinado de Antíoco IV Epífanes, filho de Antíoco III, marca uma data importante para os judeus nas revoltas judaicas. Desde o início de seu reinado produziram-se movimentos em favor dos costumes gregos e, um grupo de judeus assimila a proposta de aderir ao helenismo sem o desvio de sua singularidade cultura, enquanto outros, por questões religiosas e ideológicas não aderiram à cultura helênica. Sabendo dessa resistência dos judeus a helenização, Antíoco IV enviou seu general Apolônio para uma repentina invasão. Surge um panorama de simbolismo para além das perspectiva meramente militar, circulando quanto as questões de hibridização cultural entre gregos e judeus..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História.
2.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito.
3.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Economia.
4.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Teologia / Subárea: Teologia.
6.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Educação.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2016
Menção Honrosa, Universidade do Estado do Rio de Janeiro - NEA/CEHAN - UERJ.
2010
Prêmio Certificado Empresa Cidadã - Sebrae - Fenacon - Firjan, CRC - RJ.


Produções



Produção bibliográfica
Resumos publicados em anais de congressos
1.
TEIXEIRA, F. A.. A Batalha de Emaús sob a perspectiva do livro apócrifo de I Macabeus; o fracasso da expedição punitiva liderada por Antíoco IV Epífanes em 165 a.C na Judeia. In: IV SEMINÁRIO FLUMINENSE DE PÓS GRADUANDOS EM HISTÓRIA, 2016, RIO DE JANEIRO. IV SEMINÁRIO FLUMINENSE, 2016.

Apresentações de Trabalho
1.
TEIXEIRA, F. A.. A Batalha de Emaús sob a perspectiva do Livro Apócrifo de I Macabeus; o fracasso da expedição punitiva liderada por Antíoco IV Epífanes. 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).


Produção técnica
Redes sociais, websites e blogs
1.
TEIXEIRA, F. A.. PIBID UNIABEU - História. 2014 - Tema: Identidade: eu, nós, o outro.. 2014; Tema: Identidade, eu, nós, o outro.. (Blog).


Demais tipos de produção técnica


Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
V Fórum de debates - UERJ.A Batalha de Emaús sob a perspectiva do documento apócrifo de I Macabeus. 2015. (Seminário).

2.
IX Encontro de Educadores " A Escola como Espaço para Sustentabilidade : Uma Mudança de Paradigmas ". 2013. (Seminário).

3.
IX Encontro de Educadores "Identificação Racial - Um Estudo de Casos nas Escolas Públicas Brasileiras". 2013. (Encontro).

4.
Lançamento do Livro "A Cor da baixada : Escravidão, Liberdade e pós - Abolição no Recôncavo da Guanabara ". 2013. (Oficina).

5.
Amor,Sexo e Mercado Matrimonial na Europa Moderna - VI Encontro de História. 2012. (Encontro).

6.
II Seminário de Pesquisa " Mesa 3 : Brasil Imperial" - Uniabeu. 2012. (Seminário).

7.
IV Seminário Discente de História da Uniabeu "Mesa 2 - História Medieval:Economia e Sociedade". 2012. (Seminário).

8.
VI Encontro de História - Questão Nacional e Questão Racial em Debate , Brasil , Primeira República - Uniabeu. 2012. (Encontro).

9.
VIII Encontro de Educadores " Educação e Diversidade " - Uniabeu. 2012. (Encontro).

10.
V seminário Discente de História - Mesa 1 " História do Brasil Republicano ". 2012. (Seminário).

11.
Assistência à Monitoria " História Antiga ".História Antiga e Medieval. 2011. (Seminário).

12.
III Seminário Discente de História "As Relações de Poder na América Latina". 2011. (Encontro).

13.
V Encontro de História - Palestra: Identidades Historiográficas: a Teoria da História e Novas Possibilidades de Análise.. 2011. (Encontro).



Outras informações relevantes


Linha de pesquisa: Relações de poder, linguagens e História intelectual

Objetivo: Esta linha de pesquisa integra projetos que focalizam as relações e manifestações de poder nas sociedades, os usos da linguagem, evidenciados nas práticas intelectuais e nos processos de produção, circulação e recepção de ideias, representações, saberes e modalidades discursivas diversas, a partir de diferentes recortes temáticos e temporais, favorecendo enfoques transculturais e interdisciplinares. Parte-se de uma compreensão ampliada da noção de poder que ultrapassa as categorias da história política tradicional, como Estado, soberania, governo etc., para considerá-lo como efeito do funcionamento e dinâmica das relações e práticas sociais constituídas historicamente, acentuando a multiplicidade dessas relações na configuração e institucionalização de espaços, hierarquias e redes sociais, em suas diferentes formas e contextos, para além da dualidade das relações de dominação/resistência, tornando mais complexo o estudo das mediações culturais, das práticas políticas e intelectuais.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 22/10/2018 às 4:39:57