Fabio Montoni

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8927397477437281
  • Última atualização do currículo em 02/02/2018


Graduado em ciências biológicas pela Faculdades Metropolitanas Unidas (FMU) no ano de 2016. Já estagiou no IB-USP trabalhando com citogenética. Fez projeto de iniciação científica na área de biologia molecular pelo PIBIC. Atualmente é aluno da Toxinologia do Instituto Butantan e desenvolve o projeto intitulado: "Análise proteômica de tecidos cerebrais de camundongos da linhagem Swiss sob o efeito da peçonha de Crotalus durissus terrificus", sob a orientação do Dr. Leo Kei Iwai. Participa do desenvolvimento de uma plataforma de interação intra institucional para o instituto Butantan. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Fabio Montoni
Nome em citações bibliográficas
MONTONI, F.

Endereço


Endereço Profissional
Instituto Butantan.
Instituto Butantã
Butantã
05503900 - São Paulo, SP - Brasil
Telefone: (11) 26279300


Formação acadêmica/titulação


2017
Mestrado em andamento em Toxinologia.
Instituto Butantan, IB, Brasil.
Título: Análise proteômica do camundongo sob o efeito da peçonha de Crotalus durissus terrificus,Orientador: Leo Kei Iwai.
Palavras-chave: Peçonha; Crotalus durissus; Espectrometria de Massas.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Biotecnologia.
2013 - 2016
Graduação em Ciências Biológicas.
Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas, FMU, Brasil.
Título: Análise dos efeitos da interferência por siRNA da proteína fosB em células adrenocorticais Y1 de Mus musculus após estímulo por FGF2.
Orientador: Julia Pinheiro Chagas da Cunha.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
2010 - 2012
Ensino Médio (2º grau).
Fernão Dias Pais, FDP, Brasil.
2001 - 2009
Ensino Fundamental (1º grau).
Colégio Presbiteriano, CP, Brasil.




Formação Complementar


2014 - 2015
Técnicas de citogenética (bandeamentos e FISH). (Carga horária: 200h).
Fundação do Institutode Biociências, FUNDIBIO, Brasil.
2014 - 2014
Introdução à Biologia Molecular. (Carga horária: 30h).
AC Camargo Cancer Center, AC CAMARGO, Brasil.
2014 - 2014
Biologia Forense. (Carga horária: 9h).
Renova Cursos, RENOVA CURSOS, Brasil.


Atuação Profissional



Instituto Butantan, IBU, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Aluno de Mestrado, Enquadramento Funcional: Aluno, Carga horária: 48, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Fez iniciação científica em 2015 - 2016 e agora faz mestrado pela Toxinologia do Instituto.

Atividades

06/2015 - 12/2016
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Biotecnologia, Centro de Biotecnologia.

Atividade realizada
iniciação Científica.

Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2015
Vínculo: Iniciação Científica, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20



Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Análise proteômica de tecidos cerebrais de camundongos da linhagem Swiss sob o efeito da peçonha de Crotalus durissus terrificus
Descrição: Substâncias tóxicas e secreções de animais como serpentes, aranhas e escorpiões têm sido utilizados na medicina tradicional para o tratamento de diversas doenças. A descoberta de drogas como o Captopril a partir de venenos de serpentes tem estimulado pesquisas com o objetivo de descobrir novas drogas com ação terapêutica no tratamento de diversos tipos de doenças tais como a hipertensão e o câncer. Apesar da dificuldade e o alto risco econômico inerente na descoberta e desenvolvimento de novas drogas a partir de produtos naturais, o desenvolvimento e avanço rápido de novas tecnologias tais como o proteoma baseado em espectrometria de massas tem permitido avançar na caracterização mais focada para a determinação de alvos moleculares chave em diversas doenças. Existem na literatura, diversos trabalhos descrevendo análises e caracterizações bioquímicas e fisiológicas do efeito do veneno de serpentes em órgãos, tecidos e células mostrando seus efeitos tóxicos, citotóxicos e indução de mudanças e desequilíbrios bioquímicos, porém, são poucos ou quase inexistentes trabalhos caracterizando o perfil proteômico do efeito do veneno em órgãos e tecidos que visem avaliar em detalhe alvos moleculares afetados. Dessa forma, neste projeto visamos mapear o perfil comparativo proteômico de órgãos e tecidos de camundongos tratados ou não com veneno de Crotalus durissus terrificus a fim de detectar proteínas e/ou vias chave afetadas pelo veneno. Essa análise poderá revelar a nível molecular, não apenas o modo de ação do veneno sobre os diferentes órgãos, mas também, poder revelar proteínas-alvo ou vias afetadas que são importantes em alguma doença onde o veneno poderá ser utilizado como um agente terapêutico..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Fabio Montoni - Integrante / Leo Kei Iwai - Coordenador / Carolina Yukiko Kisaki - Integrante.
2015 - 2016
Análise dos efeitos da interferência por siRNA da proteína fosB em células adrenocorticais Y1 de Mus musculus após estímulo por FGF2
Descrição: Introdução: A família do fator de crescimento de fibroblastos (FGF) tem 22 membros. Estes podem ser encontrados em ratos e humanos e estão envolvidos em vários processos patológicos e biológicos. O FGF2 tem funções importantes relacionadas com o desenvolvimento e na manutenção do organismo adulto. Sabe-se que o FGF2 em células dependentes de ras, promove a supressão da proliferação celular. Dados do nosso laboratório mostram que a proteína fosB está ?upregulada?, após a estimulação de FGF2 em células malignas Y1. Objetivos: Determinar o papel desta proteína na parada do ciclo celular causada por FGF2. Métodos: SiRNAs para fosB foram transfectados na fase G0/G1 de células Y1 e foram validados por western blot. As células foram recolhidas e contadas para determinar a sua proliferação. A síntese de DNA foi avaliada por incorporação de EdU, onde as células interferidas e estimuladas com FGF2 foram submetidas ao ensaio após 16 horas. As lâminas foram analisadas por microscopia de fluorescência. As células foram contadas pelo programa ImageJ. Resultados: Curvas de crescimento e ensaios clonogênicos indicam que a estimulação de FGF2 prejudica o crescimento, mesmo em células com a interferência para fosB. A análise de proliferação de DNA com EdU mostrou que células interferidas tinham maior incorporação de EdU, sugerindo que fosB pode não ser essencial no efeito causado pelo FGF2, mas pode desempenhar um papel em retardar a progressão da fase S causada pelo FGF2..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Fabio Montoni - Coordenador / Julia Pinheiro Chagas da Cunha - Integrante / Mariana Lopes - Integrante / Francisca Nathália de Luna Vitorino - Integrante / Jaqueline Neves Moreno - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Biologia Molecular.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Bioquímica.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Citogenética.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica


Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
19º Reunião Científica Anual do Instituto Butantan.Proteomic analysis of brain tissues of mice under the effect of Crotalus durissus terrificus venom. 2017. (Outra).

2.
3º Escola de Espectrometria de Massas - BrMASS. Proteomic analysis of brain tissues of mice under the effect of Crotalus durissus terrificus venom. 2017. (Congresso).

3.
Simpósio da pós Graduação em Toxinologia do Instituto Butantan. 2016. (Seminário).

4.
17th Annual Scientific Meeting of Instituto Butantan. 2015. (Simpósio).

5.
III Jornada da Biologia. 2013. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Caetano AC ; Shiga E ; Sousa BM ; MONTONI, F. ; KISAKI, C. Y. ; BATISTA, A. C. R. ; STEIN NETO, B. ; EVANGELISTA, B. G. ; COELHO, G. R. ; BARROS, H. V. ; SILVA, M. F. P. ; SANTOS, N. F. T. ; MAMBELLI, N. C. ; CANTERO, T. M. ; LUCCA, L. H. . VIII Simpósio da Toxinologia do Instituto Butantan. 2017. (Outro).



Inovação



Projetos de pesquisa


Outras informações relevantes


Atividades extra curriculares: Baixista de uma banda de Thrash Metal.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/11/2018 às 21:09:16