Edgar Garcia Velozo

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5529666517532110
  • Última atualização do currículo em 22/01/2019


Acadêmico de Geografia na Universidade Federal do Rio Grande do Sul e de Relações Internacionais na Universidade La Salle. Contribuiu como bolsista de iniciação científica no Laboratório do Espaço Social. Realizou um semestre de mobilidade acadêmica na Universidad de Castilla-La Mancha dentro do curso de Humanidades y Patrimonio no Campus de Toledo na Espanha. Atualmente é professor de geografia - Projeto Educacional Alternativa Cidadã e bolsista de extensão da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Tem experiência na área de Geografia e de Relações Internacionais. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Edgar Garcia Velozo
Nome em citações bibliográficas
VELOZO, E. G.


Formação acadêmica/titulação


2015
Graduação em andamento em Relações Internacionais.
Universidade La Salle - Canoas, UNILASALLE, Brasil.
com período sanduíche em Universidad de Castilla-La Mancha (Orientador: Julio de la Cueva Merino).
2015
Graduação em andamento em Geografia.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
2012 - 2014
Ensino Médio (2º grau).
Colégio Unificado Canoas, UC, Brasil.




Formação Complementar


2015 - 2015
Francês. (Carga horária: 100h).
EC English Language Centers, EC MONTREAL, Canadá.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Extensão, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2017 - 2018
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Iniciação Científica, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2016 - 2017
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica Voluntária, Carga horária: 20


Projeto Educacional Alternativa Cidadã, PEAC, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - 2019
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor de Geografia



Projetos de pesquisa


2018 - Atual
OS ESPAÇOS TRANSFRONTEIRIÇOS ENTRE O BRASIL E OS PAÍSES VIZINHOS: POR UMA PERSPECTIVA TEÓRICA DAS FRONTEIRAS A PARTIR DA AMÉRICA LATINA
Descrição: O projeto busca investigar as dinâmicas econômicas, sociais, culturais e simbólicas, bem como as políticas, legislações e gestões estatais das regiões de fronteira internacional entre o Brasil e os países vizinhos. Compreendemos que as regiões de fronteira são espaços sociais complexos que envolvem mobilidades de pessoas e mercadorias e diversas formas de controle e governo da fronteira, práticas e discursos de integração e expressões de conflitos, assim como processos locais, regionais, nacionais e globais entrelaçados que configuram essas localidades específicas a partir de dinâmicas próprias entre centros e periferias. Nessas configurações transfronteiriças, os Estados nacionais jogam um papel de destaque, tanto como instituidores e administradores do limite internacional que divide soberanias territoriais, como por meio de seus agentes e instituições variadas instalados nas zonas de fronteira e responsáveis por produzir práticas e discursos de segurança, controle, fiscalização, além de instituir cotidianamente separações entre o cidadão e o estrangeiro por meio de práticas de exigências de documentos oficiais para entrar ou sair dos territórios nacionais. As regiões de fronteira tornam-se lugares privilegiados para pensarmos estudos transnacionais situados em localidades transfronteiriças e problematizarmos os limites do nacionalismo metodológico da tradição das Ciências Sociais que geralmente estabeleceram uma correspondência espacializada entre Estado, nação e sociedade. Refletir sobre o próprio conceito de região transfronteiriça é abrirmos um horizonte teórico para pensarmos as disjunções, mesclas, copresenças e disseminações sociais, políticas e culturais que ultrapassam os limites territoriais das soberanias estatais. Essa perspectiva teórica aponta para um cuidado metodológico de abordarmos, por meio de métodos quantitativos e qualitativos, processos transfronteiriços ainda que situados em lugares e lados específicos das fronteiras internacionais. Por fim, o estudo das fronteiras entre o Brasil e os países vizinhos se propõe a refletir sobre a heterogeneidade, particularidade e generalidade desses espaços de poder, saber, vivências e memórias entre Estados nacionais e contribuir para a formulação de uma teoria das fronteiras imaginadas a partir do continente latino-americano e em diálogo crítico com as teorias de fronteiras produzidas nos centros hegemônicos dos países centrais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Edgar Garcia Velozo - Coordenador / Adriana Dorfman - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Geografia.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Geografia / Subárea: Geografia Humana/Especialidade: Geografia Política.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Geografia / Subárea: Geografia Humana/Especialidade: Geografia Urbana.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Árabe
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica

Demais tipos de produção técnica
1.
DORFMAN, A. ; VELOZO, E. G. . VII SEMINÁRIO INTERNACIONAL AMÉRICA PLATINA (VII SIAP) e III COLÓQUIO UNBRAL DE ESTUDOS FRONTEIRIÇOS (III CUEF). 2018. (Editoração/Anais).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
III Colóquio Unbral de Estudos Fronteiriços. 2018. (Seminário).

2.
VII Seminário Internacional América Platina. 2018. (Seminário).

3.
LA SALLE MODEL UNITED NATIONS.5ª LASMUN. 2017. (Oficina).

4.
XXIX Salão de Iniciação Científica da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Produção Imobiliária Recente na Bacia Hidrográfica do Arroio do Salso - Município de POA/RS. 2017. (Exposição).

5.
XXVIII Salão de Iniciação Científica. 2016. (Exposição).

6.
VI ENCONTRO ESTUDANTIL REGIONAL DE RELAÇÕES INTERNACIONAIS. 2015. (Encontro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 23/01/2019 às 19:10:14