Fernanda Batista dos Santos

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4917153217087988
  • Última atualização do currículo em 12/12/2018


Graduanda do curso de Letras na Universidade Federal de Sergipe. Desenvolveu pesquisa no projeto de Iniciação Científica "Português como língua indígena: linguagem e identidade no baixo São Francisco" (2016-2017), e no projeto "Parque dos Falcões: humanos e aves no espaço da linguagem" (2017-2018)'. Membro do grupo de pesquisa Inuma - Interfaces humano não humano - PPGA / DCS / DLI / Universidade Federal de Sergipe. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Fernanda Batista dos Santos
Nome em citações bibliográficas
SANTOS, F. B.


Formação acadêmica/titulação


2014
Graduação em andamento em Letras - Língua Portuguesa.
Universidade Federal de Sergipe, UFS, Brasil.




Formação Complementar


2018 - 2018
TEORIA ATOR-REDE, LINGUAGEM E AGÊNCIA NÃO HUMANA. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal de Sergipe, UFS, Brasil.
2018 - 2018
Curso de manejo, treinamento e reprodução de aves de rapina. (Carga horária: 20h).
Instituto Parque dos Falcões, IPF, Brasil.
2017 - 2017
Extensão universitária em CINE BICHO: SESSÕES COMENTADAS DE FILMOGRAFIA ANTROPOZOOLÓGICA. (Carga horária: 260h).
Universidade Federal de Sergipe, UFS, Brasil.
2017 - 2017
Sistemas sociais e linguagem: abordagens sistêmicas e pesquisa de campo. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal de Sergipe, UFS, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Sergipe, UFS, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Estudante, Enquadramento Funcional: Aluna

Atividades

03/2017 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Campus Itabaiana, .



Linhas de pesquisa


1.
Linguagem, cultura e cognição não humanas


Projetos de pesquisa


2017 - 2018
Parque dos Falcões: humanos e aves no espaço da linguagem

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Beto Vianna em 08/08/2018.
Descrição: No Parque dos Falcões, em Itabaiana, Sergipe, são acolhidas aves de rapina com uma história de maus tratos ou apreendidas do tráfico de animais silvestres. Além de santuário, centro de educação ambiental e zoo, o parque tem como fonte de renda a prática da falcoaria, utilizada como controle de pragas. Chamam a atenção do visitante, as regularidades comportamentais na interação entre cuidadores e animais, mesmo as espécies tipicamente mais arredias ou os indivíduos mais traumatizados. Propõe-se a observação, a discussão e a análise da agência de atores não humanos nos processos interacionais inter-especificos que ocorrem no Parque dos Falcões, levando em conta as abordagens sistêmicas e situadas da cognição e do comportamento, em que a linguagem é tratada como um espaço relacional coontogênico (VIANNA, 2011; MATURANA, 1997; MATURANA; VARELA, 2003) e as teorias antropólogicas simétricas e multinaturalistas, que consideram a agência de atores não humanos na composição do social (DESPRET, 2008; INGOLD, 2011; LATOUR, 1993; LATOUR, 2012; VIVEIROS DE CASTRO, 2015). Seguindo Latour (2012), este plano de trabalho parte do pressuposto de que o entendimento de um sistema social particular passa pela investigação de seus processos de composição e, portanto, dos agentes envolvidos na formação de suas redes de interação. No caso do Parque dos Falcões, em que se reconhece a existência de processos interacionais interespecíficos, propõe-se investigar a agência de atores não humanos - as aves do parque - e seu papel na composição do social. A abordagem situada dos processos de interação em um contexto trans-específico, pode, ainda, contribuir para um entendimento da dimensão linguística de interações envolvendo atores humanos e não humanos e das relações estabelecidas entre outros organismos entre si (GÓMEZ-SORIANO; VIANNA, 2008)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Fernanda Batista dos Santos - Integrante / Beto Vianna - Coordenador / Iris Vieira Silva - Integrante / Edgar Andrade Costa - Integrante.
2016 - 2017
Português como língua indígena: linguagem e identidade no baixo São Francisco

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Beto Vianna em 08/08/2018.
Descrição: A pesquisa ?Português como língua indígena: linguagem e identidade no baixo São Francisco? dá continuidade e expande a investigação iniciada em 2015 (e em andamento), ?Discurso e identidade Xokó no espaço relacional da linguagem? (PIBIC, código PVE3142-2015). Propõe-se, agora, indagar sobre o modo particular de estar na linguagem de etnias nordestinas falantes exclusivas do português, em particular os povos que habitam as margens ou o vale do baixo curso do rio São Francisco, suas rupturas e continuidades em relação à sociedade de entorno e à sua identificação como etnias diferenciadas. A pesquisa tem como referencial teórico principal o arcabouço conceitual e epistemológico da escola chilena conhecida como Biologia do Conhecer (MATURANA e VARELA, 1980; VIANNA, 2011), as abordagens situadas e praxeológicas da etnometodologia, da antropologia linguística e da análise da conversação, sempre em uma perspectiva crítica, considerando as implicações político-ideológicas dos processos interacionais e da adoção de recursos linguístico-discursivos da sociedade abrangente (DURANTI, 1997; HOFFNAGEL, 2010; GNERRE, 2012; SIGNORINI, 2012; VIANNA, 2015). No presente plano de trabalho, propõe-se identificar a função metapragmática nas práticas e espaços interacionais do(s) povo(s) investigado(s) do baixo São Francisco, ou seja, a função tanto de ?descrever e avaliar quanto de condicionar ou orientar os usos da língua na interação oral e escrita? (SIGNORINI, 2008, p. 118), através da observação, registro e análise dos espaços de conversação, referidos aqui como ?espaço relacional da linguagem? (VIANNA, 2011; VIANNA, 2015), que compreende a utilização dos recursos interacionais disponíveis nos vários contextos de interação (BLOMMAERT, 2008; MONDADA, 2008, SIGNORINI, 2012)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Fernanda Batista dos Santos - Integrante / Beto Vianna - Coordenador / Iris Vieira Silva - Integrante / Kely de Carvalho Oliveira - Integrante.


Projetos de extensão


2017 - 2017
Cine Bicho Itabaiana: sessões comentadas da filmografia antropozoológica
Descrição: Vinculada ao projeto CINE BICHO: SESSÕES COMENTADAS DA FILMOGRAFIA ANTROPOZOOLÓGICA, esta ação é uma proposta de atividade continuada do grupo de pesquisa INUMA ? Interfaces humano não humano (CNPq), coordenado pelos professores da Universidade Federal de Sergipe, Beto Vianna (DLI/PPGA) e Ugo Maia (DCS/PPGA). Neste evento, propõe-se a exibição de filmes e documentários no campus da UFS em Itabaiana, onde a questão animal, a relação humano-animal e as perspectivas híbridas ou fronteiriças entre o humano e o animal são tematizadas sob múltiplas formas, sendo seguida por uma discussão a propósito do filme exibido..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Fernanda Batista dos Santos - Integrante / Beto Vianna - Coordenador.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação.
2.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Resumos publicados em anais de congressos
1.
SANTOS, F. B.; VIANNA, B. . Agência não humana no epaço da linguagem. In: 28º Encontro de Iniciação Científica, 2018, Itabaiana. Livro de resumos do 28º Encontro de Iniciação Científica, Revista Interdisciplinar de Pesquisa e Inovação. São Cristóvão: Edufs, 2018. v. 4. p. 602.

2.
SANTOS, F. B.; VIANNA, B. . METAPRAGMÁTICA INDÍGENA NO BAIXO SÃO FRANCISCO. In: 27º Encontro de Iniciação Científica da UFS, 2017, São Cristóvão. Livro de Resumos. São Cristóvão: Editora UFS, 2017. v. 3. p. 597-597.

Apresentações de Trabalho
1.
VIANNA, B. ; SANTOS, F. B. . Parque dos Falcões: aves e humanos no espaço da linguagem. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
SANTOS, F. B.. Agência não humana no espaço da linguagem. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
SANTOS, F. B.. Metapragmática indígena no baixo São Francisco. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
SANTOS, F. B.. CINE BICHO ITABAIANA. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).


Produção técnica
Redes sociais, websites e blogs
1.
SANTOS, F. B.; SILVA, I. V. ; COSTA, E. A. ; NASCIMENTO, A. A. . Vivenciando o presente a partir da análise do passado. 2018; Tema: Intervenção militar. (Blog).


Demais tipos de produção técnica
1.
SANTOS, F. B.. NOITE DE POESIA NO MURILO BRAGA. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
31ª Reunião Brasileira de Antropologia. Parque dos Falcões: aves e humanos no espaço da linguagem. 2018. (Congresso).

2.
EXPERIÊNCIAS COM TEATRO E LITERATURA COMPARTILHADAS PELOS DISCENTES DA DISCIPLINA LITERATURA INFANTO-JUVENIL 2018.1.LITERATURA INFANTO-JUVENIL. 2018. (Oficina).

3.
TEORIA ATOR-REDE, LINGUAGEM E AGÊNCIA NÃO HUMANA.TEORIA ATOR-REDE, LINGUAGEM E AGÊNCIA NÃO HUMANA. 2018. (Outra).

4.
CINE BICHO: SESSÕES COMENTADAS DE FILMOGRAFIA ANTROPOZOOLÓGICA. CINE BICHO. 2017. (Exposição).

5.
CINE BICHO ITABAIANA: SESSÕES COMENTADAS DA FILMOGRAFIA ANTROPOZOOLÓGICA. CINE BICHO ITABAIANA. 2017. (Exposição).

6.
IV SEMAC - MINICURSOS PIBIC 2017/2018.PLÁGIO ACADÊMICO. 2017. (Outra).

7.
SISTEMAS SOCIAIS E LINGUAGEM: ABORDAGENS SISTÊMICAS E PESQUISA DE CAMPO.Sistemas sociais e linguagem: abordagens sistêmicas e pesquisa de campo. 2017. (Outra).

8.
III SEMAC SEMANA ACADÊMICO-CULTURAL / OFICINA DE CRIAÇÃO LITERÁRIA.OFICINA DE CRIAÇÃO LITERÁRIA. 2016. (Oficina).

9.
III SEMAC SEMANA ACADÊMICO-CULTURAL / PALESTRA E EXPOSIÇÃO LITERÁRIA: A VIDA E A OBRA DE NILO FERNANDES BARBOSA (1910-1988). A VIDA E A OBRA DE NILO FERNANDES BARBOSA (1910-1988). 2016. (Exposição).

10.
IV ENILL - ENCONTRO INTERDISCIPLINAR DE LÍNGUA E LITERATURA. 2016. (Encontro).

11.
NOITE DE POESIA NO MURILO BRAGA.NOITE DE POESIA NO MURILO BRAGA. 2016. (Seminário).

12.
I NOITE DE GALA DA POESIA CONTEMPORÂNEA (PRODOCÊNCIA/CAPES). 2014. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SANTOS, F. B.. Teoria ator-rede, linguagem e agência não humana. 2018. (Outro).

2.
VIANNA, B. ; SANTOS, F. B. . Cine Bicho Itabaiana: sessões comentadas da filmografia antropozoológica. 2017. (Outro).



Educação e Popularização de C & T



Redes sociais, websites e blogs
1.
SANTOS, F. B.; SILVA, I. V. ; COSTA, E. A. ; NASCIMENTO, A. A. . Vivenciando o presente a partir da análise do passado. 2018; Tema: Intervenção militar. (Blog).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/12/2018 às 9:30:38