Sofia Régis Vieira Leucht

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5740510636456516
  • Última atualização do currículo em 06/11/2017


Graduada em Terapia Ocupacional pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2015). Tem experiência na área da e Terapia Ocupacional. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Sofia Régis Vieira Leucht
Nome em citações bibliográficas
VIEIRA, S. R.


Formação acadêmica/titulação


2011 - 2015
Graduação em Terapia Ocupacional.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Análise de jogos e brincadeiras em contexto hospitalar: uma abordagem da Terapia Ocupacional com crianças hospitalizadas..
Orientador: Ana Paula Martins Cazeiro.
2008 - 2010
Ensino Médio (2º grau).
Colégio Prioridade Hum, CPH, Brasil.




Formação Complementar


2015 - 2015
Brinquedoteca e Aprendizagem Infantil. (Carga horária: 40h).
Prime Cursos, PRIME, Brasil.
2015 - 2015
III Curso de Psicopatologia o Hotel e Spa da Loucu. (Carga horária: 4h).
Hospital Municipal de Assistência à Saúde Nise da Silveira, HMNS, Brasil.
2012 - 2012
Primeiro Curso de Verão em Anatomia. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.


Atuação Profissional



Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira, IPPMG, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Estágio curricular, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 12
Outras informações
Estágio curricular no Instituto de Puericultura e Pediatria Martagão Gesteira - IPPMG / UFRJ, localizado na Ilha do Fundão/RJ. Participação como estagiária nos setores de ambulatório de Terapia Ocupacional, com atendimentos direcionados à reabilitação motora, social e mental; e na Brinquedoteca TO Brincando, direcionada à atendimentos para pacientes com síndrome Dwon. De julho de 2014 a dezembro de 2014.

Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Projeto de extensão, Enquadramento Funcional: Contadora de Histórias


Ministério da Saúde, MS, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Hospital Estadual da Criança, HEC, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Estágio não curricular (extra), Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 20
Outras informações
Estágio não curricular/ não obrigatório no Hospital Estadual da Criança, localizado no bairro de Vila Valqueire, zona norte da cidade do Rio de Janeiro/RJ. O hospital oferece serviços de baixa, média e alta complexidade, realizando cirurgias, transplantes e tratamento de câncer infantil. A unidade assiste às crianças encaminhadas através do Sistema de Regulação do Estado, não havendo atendimento de emergência. Atividades realizadas durante o estágio: execução de métodos e técnicas terapêuticas com a finalidade de restaurar, desenvolver e conservar a capacidade mental do paciente; atender pacientes para prevenção, habilitação e reabilitação utilizando protocolos e procedimentos específicos da função; analisar condições dos pacientes; orientar pacientes e familiares; desenvolver programas de prevenção, promoção de saúde e qualidade de vida; avaliar o paciente quanto às suas capacidades e deficiências; procedimentos de habilitação para atingir os objetivos propostos a partir da avaliação; facilitar e estimular a participação e colaboração do paciente no processo de habilitação ou de reabilitação; avaliar os efeitos da terapia, estimular e medir mudanças e evolução; planejamento de atividades terapêuticas de acordo com as prescrições médicas; redefinir os objetivos, reformular programas e orientar pacientes e familiares; promover campanhas educativas; produzir manuais e folhetos explicativos. De março de 2015 a agosto de 2015.


Instituto Fernandes Figueira/ FIOCRUZ, IFF, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Estágio curricular, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 20
Outras informações
Estágio curricular no Instituto Fernandes Figueira/ FIOCRUZ, localizado no bairro do Flamengo, zona sul do Rio de Janeiro/RJ. Participação no Programa Saúde e Brincar onde utilizava o brincar com as crianças hospitalizadas nos setores de enfermaria pediátrica, DIPe e enfermaria cirúrgica e neurocirúrgica. De junho de 2013 a junho de 2014.


Centro Municipal de Saúde Madre Teresa de Calcutá, CMSMTC, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Estágio curricular, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 12
Outras informações
Estágio curricular no Centro Municipal de Saúde Madre Teresa de Calcutá com práticas na Estratégia de Saúde da família e cuidados direcionados à saúde mental.



Projetos de extensão


2012 - 2012
Alunos Contadores de Histórias - IPPMG
Descrição: O Projeto visa oferecer aos alunos uma oportunidade de desenvolver um trabalho solidário, de contação de histórias para crianças/familiares, que se encontram em situação de sofrimento devido ao adoecimento/hospitalização, acreditando que esta vivência ofereça uma experiência rica em trocas com pacientes/acompanhantes e equipe de saúde, ampliando a percepção da realidade social na qual o aluno está inserido. Oferece aos pacientes uma atividade não relacionada à sua patologia como meio de constituir algo positivo em um momento de muitas perdas, além de incentivar o hábito da leitura. O IPPMG presta atendimento hospitalar e ambulatorial para pacientes com doenças crônicas/complexas, que necessitam de internações prolongadas e vindas freqüentes ao hospital. As atividades lúdicas geram prazer e divertimento, resgatam o lado saudável dos pacientes, facilitando o processo de elaboração da doença, além de melhorar o vínculo com os profissionais, podendo propiciar uma melhor adesão ao tratamento. O público-alvo são alunos dos diversos cursos da UFRJ, promovendo a interdisciplinaridade, e crianças/adolescentes acompanhados no IPPMG. O treinamento teórico-prático é semestral, seguido de estágio supervisionado, após o que os alunos atuam 2 hs/semana, por 6 meses, contando histórias nos diversos setores da instituição. De agosto/08 a dez/11 foram realizados seis treinamentos com a participação de 273 alunos. Foram doadas 5.264 h, sendo atendidas 22.546 crianças. Acreditamos que o projeto represente uma estratégia de humanização da assistência, além de oferecer aos alunos a oportunidade de exercerem uma atividade baseada na solidariedade, na troca de saberes e na responsabilização, contribuindo para a formação integral e cidadã do aluno..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Outros Projetos


2012 - 2012
VERSUS - Vivências e estágios na realidade do Sistema Único de Saúde
Descrição: Os estágios e vivências no SUS propiciam aos estudantes a experimentação de um novo espaço de aprendizagem, que é o cotidiano de trabalho das organizações de redes e sistemas de saúde. O trabalho na saúde é entendido como dispositivo educativo e espaço para desenvolver processos de luta dos setores no campo da saúde, possibilitando a formação de profissionais comprometidos ética e politicamente com as necessidades de saúde da população. O projeto VER-SUS/Brasil pretende estimular a formação de trabalhadores para o SUS, comprometidos eticamente com os princípios e diretrizes do sistema e que se entendam como atores sociais, agentes políticos, capazes de promover transformações. Assim, a proposta do Ministério da Saúde, em parceria com a Rede Unida, com a Rede Colaborativa de Governo/UFRGS, com o CONASS, com o CONASEMS, com a UNE, com os gestores municipais, e com outras entidades está propondo retomar em grande escala os estágios e vivências no SUS para que estudantes universitários dos diversos cursos com atuação na saúde vivenciarem a realidade do SUS e assim se qualificarem para atuação no sistema de saúde..
Situação: Concluído; Natureza: Outra.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Fisioterapia e Terapia Ocupacional.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Resumos publicados em anais de congressos
1.
ALONSO, C. M. C. ; VIEIRA, S. R. ; MAGALHAES, M. ; COSTA, C. F. M. ; DIAS, L. T. F. . A IMPORTÂNCIA DO PET-SAÚDE PARA A FORMAÇÃO DOS ALUNOS BOLSISTAS. In: XIII Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional, 2013, Florianópolis - Santa Catarina. A IMPORTÂNCIA DO PET-SAÚDE PARA A FORMAÇÃO DOS ALUNOS BOLSISTAS, 2013.

2.
VIEIRA, S. R.; SILVA, R. P. . Necessidades e potencialidades de equipe da ESF: buscando o papel da TO. In: 12º Congresso Brasileiro de Medicina de Família e Comunidade, 2013, Belém. Necessidades e potencialidades de equipe da ESF: buscando o papel da TO, 2013.

Apresentações de Trabalho
1.
VIEIRA, S. R.. Análise de jogos e brincadeiras em contexto hospitalar: uma abordagem da Terapia Ocupacional com crianças hospitalizadas.. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
ALONSO, C. M. C. ; COSTA, C. F. M. ; MAGALHAES, M. ; VIEIRA, S. R. ; DIAS, L. T. F. . A IMPORTANCIA DO PET-SAÚDE PARA A FORMAÇÃO DOS ALUNOS BOLSISTAS; RELATO DE EXPERIÊNCIA NA APS. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
VIEIRA, S. R.; ALONSO, C. M. C. ; CABRAL, N. G. ; RUBACK, C. O. ; SCHULTZ, T. G. . INTEGRAÇÃO ENSINO SERVIÇO: PERCEPÇÃO DOS ALUNOS SOBRE ASPECTOS FACILITADORES E LIMITES PARA A CONSTRUÇÃO DO VÍNCULO COM AS EQUIPES DE ESF. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
COSTA, C. F. M. ; ALONSO, C. M. C. ; VIEIRA, S. R. ; MAGALHAES, M. ; SAPORITO, B. E. ; DIAS, L. T. F. . IMPORTÂNCIA DO PET-SAÚDE PARA A FORMAÇÃO DOS ALUNOS BOLSISTAS. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
I Encontro sobre Economia Solidária: Inclusão social pelo trabalho. 2015. (Encontro).

2.
Jornada Científica de Avaliação dos Trabalhos de Conclusão de Curso ? Graduação em Terapia Ocupacional.Análise de jogos e brincadeiras em contexto hospitalar: uma abordagem da Terapia Ocupacional com crianças hospitalizadas.. 2015. (Outra).

3.
1 Mostra da Produção Científica e Experiências PRÓ-PET Saúde da UFRJ.1 Mostra da Produção Científica e Experiências PRÓ-PET Saúde da UFRJ. 2014. (Outra).

4.
IV Mostra Nacional de Experiências em Atenção Básica/Saúde da Família,.IV Mostra Nacional de Experiências em Atenção Básica/Saúde da Família,. 2014. (Outra).

5.
Matriciamento: formando para um novo processo de trabalho.Matriciamento: formando para um novo processo de trabalho. 2013. (Seminário).

6.
VIII Fórum de Debates sobre Paternidade.VIII Fórum de Debates sobre Paternidade. 2013. (Seminário).

7.
XIII Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional. Pôster eletrônico. 2013. (Congresso).

8.
II Seminário sobre Pesquisa e Vivência sobre o Corpo.II Seminário sobre Pesquisa e Vivência sobre o Corpo. 2012. (Seminário).

9.
REATCH.XI Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade. 2012. (Outra).

10.
XIV Jornada Científica de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Crefito ? 2.XIV Jornada Científica de Fisioterapia e Terapia Ocupacional do Crefito ? 2. 2012. (Outra).

11.
SUS 23 anos.SUS 23 anos. 2011. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VIEIRA, S. R.. II Ação da Luta Antimanicomial. 2014. .

2.
ALONSO, C. M. C. ; VIEIRA, S. R. . Seminário Internacional: Transformações do trabalho na saúde. 2013. (Outro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/01/2019 às 12:02:43