Mário Sergio Mandú Kleina

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6538424098662887
  • Última atualização do currículo em 11/11/2016


Engenheiro Civil (2014) pela Universidade Federal do Paraná. Atualmente é Pesquisador Junior dos Institutos Lactec, Departamento de Estruturas Civis. Tem experiência na área de Engenharia Civil, atuando principalmente nos seguintes temas: Sistemas construtivos inovadores, estudos e análises em materiais de construção civil, durabilidade e caracterização de concretos, instrumentação geotécnica através da tecnologia de fibra ótica, dosagem e controle tecnológico de concreto. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Mário Sergio Mandú Kleina
Nome em citações bibliográficas
KLEINA, M. S. M.

Endereço


Endereço Profissional
Institutos Lactec.
ACF Centro Politécnico
Jardim das Américas
81531980 - Curitiba, PR - Brasil
Telefone: (41) 33616320


Formação acadêmica/titulação


2010 - 2014
Graduação em Engenharia Civil.
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.
Título: INSTABILIDADE POR DISTORÇÃO DE PERFIS DE AÇO FORMADOS A FRIO: AVALIAÇÃO ANALÍTICA E EXPERIMENTAL.
Orientador: Marco André Argenta.
2005 - 2007
Ensino Médio (2º grau).
Organização Paranaense de Ensino Técnico Ltda, OPET, Brasil.




Atuação Profissional



Institutos Lactec, LACTEC, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2013 - 2016
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Auxiliar técnico, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

02/2016 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Tecnologia Para o Desenvolvimento - LACTEC, .



Linhas de pesquisa


1.
Instrumentação geotécnica
2.
Sistemas construtivos inovadores
3.
Materiais de construção
4.
Dosagem e controle tecnológico de concreto


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Desenvolvimento de Metodologia de Diagnóstico e Inspeção Preditiva e Não Destrutiva da Corrosão dos Estais das Torres de Transmissão de Energia - Estudo de caso: LT 230 kV Paraíso Açú
Descrição: As fundações atirantadas de rápida instalação para a ancoragem de cabos de estai têm sido cada vez mais aplicadas na construção de LTs. A facilidade, a agilidade e a redução na interferência ambiental estão entre os aspectos decisórios para a aplicação dessas tecnologias. Esses sistemas estão sujeitos à corrosão devido à combinação de exposição e solicitações mecânicas e elétricas, sendo o acompanhamento necessário para evitar incidentes relacionados ao rompimento. Este é, normalmente, efetuado com ensaios, que, isoladamente, não tem apresentado um resultado satisfatório no que tange a intervenção preditiva. O desenvolvimento de uma metodologia assertiva não destrutiva para o diagnóstico dos processos corrosivos ocorrentes, com a combinação de técnicas eletroquímicas e de reflectometria de impulso, permitirá a obtenção de informações a cerca do momento certo de manutenção, evitando incidentes com elementos diagnosticados como coerentes e impedindo o sucateamento de aqueles em bom estado..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) .
Integrantes: Mário Sergio Mandú Kleina - Coordenador / Mariana d'Orey Gaivão Portella Bragança - Integrante / Kleber Franke Portella - Integrante / Luiz Alkimin de Lacerda - Integrante / José Maurílio da Silva - Integrante / Kelly Jacqueline Campos Brambilla - Integrante / Isabella Françoso Rebutini FIgueira - Integrante / Rafael Arnecke - Integrante / Amanda Jarek - Integrante / Bruno Endo Ribeiro - Integrante / José Henrique Ferronato Pretto - Integrante / Reginaldo Likes - Integrante / Carlos Eduardo Mattos - Integrante / Alessandro Cesar Souza Berredo - Integrante / Alberto Rodrigues de Souza - Integrante / Fábio da Silva Coutinho - Integrante / Allan Sousa e Silva - Integrante / Gilmar Eusébio - Integrante / Luiz Fabio Fernandes - Integrante / Josimar de Souza Lima - Integrante.
2014 - Atual
Monitoramento de Obras de Terra através de Fibras Óticas
Descrição: O monitoramento de barragens e diques de terra com utilização de instrumentos de auscultação é uma ferramenta importante para avaliar as condições de segurança dessas obras, pois mostram o seu comportamento ao longo do tempo. As análises dos registros desses instrumentos fornecem dados necessários para avaliar as condições de fluxo de água interno no maciço, bem como para realização de futuras análises de estabilidade e deformação, porém restringem-se a condição limite de um determinado ponto. Muito frequentemente, são especificados níveis de alerta com base em registros de instrumentação, servindo como parâmetro de decisão para ações emergenciais. Por essas razões, é importante que a instrumentação de uma barragem seja bem projetada, instalada e acompanhada ao longo da sua vida útil. Dada à importância da estrutura de uma barragem, objetiva-se por meio do desenvolvimento deste projeto incorporar ao sistema de monitoramento convencional um novo tipo sensor que possibilitará além da avaliação, a quantificação distribuída e não pontual do fluxo de água interno no maciço. Diferentemente dos instrumentos comumente utilizados no monitoramento de barragem, que se restringem a determinação pontual dos parâmetros que estimam avaliar, o monitoramento com fibra ótica se destaca por sua abrangência e consequentemente representatividade, além de se tratar de um sensor imune às ações eletromagnéticas. Destaca-se nesta pesquisa a interação entre atividades de campo e de laboratório, onde modelos laboratoriais serão desenvolvidos para calibração dos sensores de fibra ótica a serem introduzidos no interior de barragens de terra. A infraestrutura implantada em laboratório além de atender as necessidades do projeto, servirá também para a calibração de diferentes tipos de sensores de fibra ótica submetidos a diferentes condições impostas por diferentes materiais que os envolvam, em qualquer pesquisa ou serviço futuro que venha a ser desenvolvido nesta área..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Civil.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica

Demais tipos de produção técnica
1.
SOARES, M. A. ; GOTO, H. ; DAHER, C. R. ; OLIVEIRA, I. ; MEDEIROS, B. L. ; FIGUEIRA, I. F. R. ; LACERDA, L. A. ; OLIVEIRA, R. P. ; JAREK, A. ; ARNECKE, R. ; BONIFACIO, G. ; KLEINA, M. S. M. . LEVANTAMENTO GEOLÓGICO - ESTRUTURAL DA REGIÃO E ENTORNO DA BARRAGEM DA UHE MAUÁ, UMA ABORDAGEM INOVADORA PARA O MONITORAMENTO GEODÉSICO NOS PONTOS DE RISCO. 2015. (Relatório de pesquisa).

2.
PORTELLA, M. O. G. ; PORTELLA, K. F. ; JAREK, A. ; GODKE, B. ; OLIVEIRA, I. ; MEDEIROS, B. L. ; DAHER, C. R. ; GOTO, H. ; FIGUEIRA, I. F. R. ; BRONHOLO, J. L. ; GOBI, C. M. ; BRAMBILLA, K. J. C. ; LACERDA, L. A. ; KLEINA, M. S. M. . Relatório Parcial - DESENVOLVIMENTO DE METODOLOGIAS PARA DIAGNÓSTICO E REPARO DE ESTRUTURA EM CONCRETO COM MANIFESTAÇÕES PATOLÓGICAS POR ATAQUE DE ÍONS SULFATO: BARRAGEM UHE MAUÁ.. 2015. (Relatório de pesquisa).



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Seminário tecnológico Desempenho na construção civil. 2013. (Seminário).



Inovação



Projetos de pesquisa



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 14/11/2018 às 18:22:34