Pierre Girard

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0442161398765567
  • Última atualização do currículo em 05/12/2018


Professor do Instituto de Biocências da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) desde 2002, onde ensina hidroecologia na graduação e pós-graduação. Ensina também, na mesma universidade, "Grandes questões ecológicas" no mestrado de Direito Agroambiental e "Mudanças climáticas e ciclo da água" no mestrado de Recursos Hídricos. Ensina esporadicamente na pós-graduação em Meio-Ambiente da Universidade do Québec em Montreal (UQAM). Seus interesses atuais de pesquisa enfocam impactos das hidroelétricas sobre sistemas fluviais e governança dos impactos da mudança climática utilizando a análise de redes sociais. Ele também atuou como consultor para o Governo de Mato Grosso e Ministério Público Estadual sobre questões ligadas ao uso e aproveitamento dos recursos hídricos. Antes de vir ao Brasil, trabalhava como consultor em empresa privada especializada em hidrologia. Iniciou sua carreira acadêmica na UQAM, coordenando um projeto de cooperação internacional sobre os aqüíferos fraturados do Liptako no Niger - Africa. Em seguida foi para o Instituto Nacional de Pesquisa Espacial (INPe) em São José dos Campos para estudar os efeitos da queimada de biomassa sobre a química da atmosfera. Educação: B. Sc. em Geologia (1983), McGill University, Canada D.E.A. em Geologia Dinâmica (1986), com enfoque em hidrologia, Université Pierre et Marie Curie, Paris VI e Écoles des Mines de Paris Ph.D. em Hidrologia Isotópica (1993), Université du Québec à Montréal (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Pierre Girard
Nome em citações bibliográficas
GIRARD, P.;Girard, Pierre;GIRARD, P;Girad, Pierre

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Mato Grosso, Instituto de Biociências, Departamento de Botânica e Ecologia.
Av. Fernando Correa da Costa, Nº 2367
Boa Esperança
78060900 - Cuiabá, MT - Brasil
Telefone: (65) 36158870
Fax: (65) 36158870


Formação acadêmica/titulação


1988 - 1993
Doutorado em Hidrologia Isotópica (Recursos Minerais).
Universite du Quebec, UQUEBEC, Canadá.
Título: TECNICAS ISOTOPICAS (15N, 18O) APLICADAS AO ESTUDO DOS AQUIFEROS DA COBERTURA ALTERADA E DO EMBASAMENTO FRATURADO DO OESTE AFRICANO. CASO DOOESTE NIGERIANO, Ano de obtenção: 1993.
Orientador: CLAUDE HILLAIRE-MARCEL.
Palavras-chave: ISOTOPOS; HIDROQUIMICA; HIDROGEOLOGIA.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
1984 - 1985
Mestrado em Geologia Dinâmica.
Université Pierre et Marie Curie, LISE / CNRS, França.
Título: DETECTION ET LOCALISATION D'UNE FUITE SOUS MEMBRANE (DETECCAO E LOCALIZACAO DE VASAMENTOS NAS MEMBRANAS SOB LIXAO,Ano de Obtenção: 1985.
Orientador: RENE LETOLLE E EMMANUEL LEDOUX.
Palavras-chave: GEOFISICA; POLUICAO; LIXAO.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
1980 - 1983
Graduação em Geologia.
McGill University, MCGILL, Canadá.


Pós-doutorado


2015
Pós-Doutorado.
Université du Québec à Montréal, uqam, Canadá.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Mudanças Climáticas.
2008 - 2008
Pós-Doutorado.
Université du Québec à Montréal, uqam, Canadá.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Mudanças Climáticas.
1994 - 1997
Pós-Doutorado.
Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Geologia / Especialidade: Hidrogeologia.
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química / Subárea: Química Analítica / Especialidade: Análise de Traços e Química Ambiental.


Formação Complementar


2008 - 2008
Pós-graduação em ciências ambientais. (Carga horária: 520h).
Université du Québec à Montréal, UQÀM, Canadá.


Atuação Profissional



Université du Québec à Montréal, UQÀM, Canadá.
Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 4


Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Associado 1, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2001 - 2002
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Prestador de serviços, Carga horária: 25

Vínculo institucional

2000 - 2001
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Bolsista DTI/CNPq, Carga horária: 40

Vínculo institucional

1998 - 2000
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: PV/CAPES, Carga horária: 40

Vínculo institucional

1997 - 1998
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Bolsista DTI/CNPq, Carga horária: 30

Atividades

11/2013 - Atual
Ensino, Geografia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Tópicos especiais em Geografia: Trajetórias Geográficas e Identidades Territoriais
12/2012 - Atual
Ensino, Zootecnia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Gestão e Legislação Ambiental
03/2012 - Atual
Ensino, Saúde Coletiva, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia humana
08/2011 - Atual
Ensino, DIREITO AGROAMBIENTAL, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Grandes Questões Ecológicas
09/2010 - Atual
Ensino, Gestão e Perícia Ambiental, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Recursos Hídricos
07/2002 - Atual
Ensino, Lic. Pleana em Biologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Delineamento Amostral e Análise de Dados
Ecologia de Sistema
Ecologia I
Estágio Curricular Supervisionado
09/1998 - Atual
Ensino, Ecologia e Conservação da Biodiversidade, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia de Áreas Alageaveis
Ecologia Quantitativa
Tópicos Especiais em Ecologia - Aquecimento Global
Tópicos Especiais em Ecologia - Dinâmica de Energia e Nutrientes em Sistemas Fluviais
Tópicos Especiais em Ecologia -Vazões e Biodiversidade em Ambientes Fluviais
Conservação da Biodiversidade
8/1997 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Pró-Reitoria de Ensino e Graduação, Instituto de Biociências.

05/2003 - 12/2010
Ensino, Agronomia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia Geral
05/2003 - 12/2010
Ensino, Engenharia Florestal, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia Geral
Limnologia
06/2008 - 06/2008
Ensino, CIÊNCIAS AMBIENTAIS - BOTÂNICA E ECOLOGIA, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Tópicos Especiais em Ecologia
04/2003 - 04/2006
Direção e administração, Pró Reitoria de Ensino e Pós Graduação, Coord. do Programa de Pós-Grad. em Ecologia e Consevação da Biodiversidade.

Cargo ou função
Coordenador de Programa.
10/1999 - 12/2004
Direção e administração, Pró Reitoria de Ensino e Pós Graduação, .

Cargo ou função
Participação no Comitê Interdiciplinar para avaliar e acompanhar os projetos da UFMT a serem executados com recursos BASA/FAPEMAT.
07/2002 - 04/2003
Ensino, Engenharia Sanitária, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ciências do Ambiente
07/2002 - 04/2003
Ensino, Engenheria Elétrica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia e Poluição
1/2000 - 03/2003
Direção e administração, Pró Reitoria de Ensino e Pós Graduação, Coord. do Programa de Pós-Grad. em Ecologia e Consevação da Biodiversidade.

Cargo ou função
Membro do comitê de Pós-Graduação do Curso de mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade.
10/2000 - 12/2001
Pesquisa e desenvolvimento , Pró-Reitoria de Ensino e Graduação, Departamento de Física.


Centro de Pesquisas do Pantanal, CPP, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Persquisador, Carga horária: 10

Atividades

06/2008 - Atual
Treinamentos ministrados , Centro de Pesquisa do Pantanal, .

Treinamentos ministrados
Curso e oficina de elaboração de medidas de adaptação a mudanças climáticas
Abordagem ELHOA (Limites Ecológicos da Alteração Hidrológica)
09/2007 - Atual
Extensão universitária , Centro de Pesquisa do Pantanal, .

Atividade de extensão realizada
Projeto Sinergia - Elaboração de medidas de adaptação a mudança climática junto aos atores da Bacia do Paraguai (Argentina, Bolívia, Brasil, Paraguai).
06/2002 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , secretaria executiva, .


United Nations University - Pantanal Regional Environmental Program, UNU-PREP, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2008
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenação, Carga horária: 5

Atividades

01/2002 - 12/2008
Direção e administração, Secretaria Executiva, .

Cargo ou função
Coordenador.

Programa das Nações Unidas Pelo Desenvolvimento, PNUD, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2002
Vínculo: Prestador de serviços, Enquadramento Funcional: Consultor, Carga horária: 5

Atividades

9/2001 - 1/2002
Serviços técnicos especializados , Programa das Nações Unidas Pelo Desenvolvimento, .

Serviço realizado
Elaboração de um programa de desenvolvimento sustentável do Pantanal a ser submetido ao GEF.

Organização dos Estados Americanos, OEA, Brasil.
Vínculo institucional

2000 - 2001
Vínculo: Prestação de serviços, Enquadramento Funcional: Consultor GEF/OEA/PNUMA/MMA-SRH, Carga horária: 10

Atividades

3/2000 - 5/2001
Serviços técnicos especializados , Organização dos Estados Americanos, .

Serviço realizado
Consultor no ambito do GEF-Alto Paraguai. Avaliação da situação do recursos hídricos na zona urbana de Cuiabá.

Pró Natura, PRONATURA, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2002
Vínculo: Prestador de serviços, Enquadramento Funcional: Consultor, Carga horária: 5

Atividades

9/2001 - 12/2002
Treinamentos ministrados , Pró Natura, .

Treinamentos ministrados
Educação ambiental no ambito do Programa de Fronteira Florestais no Noroeste de Mato Grosso finaciado pelo GEF e implantado pelo Pró-Natura.

Fundação Estadual de Meio Ambiente, FEMA, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - 2001
Vínculo: Prestador de serviços, Enquadramento Funcional: Consultor, Carga horária: 5

Atividades

3/2000 - 5/2001
Serviços técnicos especializados , Fundação Estadual de Meio Ambiente, .

Serviço realizado
Consultor no ambito do GEF-Alto Paraguai. Avaliação da situação do recursos hídricos na zona urbana de Cuiabá.
12/1998 - 4/1999
Serviços técnicos especializados , Fundação Estadual de Meio Ambiente, .

Serviço realizado
Consultor no ambito do PRODEAGRO -Desenvolvimento de um modelo piloto de gerenciamento de recursos hídricos por bacia.
3/1998 - 5/1998
Serviços técnicos especializados , Fundação Estadual de Meio Ambiente, .

Serviço realizado
Avaliação do monitoramento da qualidade da água no Estado de Mato Grosso pela direção de recursos hídricos/FEMA.
2/1998 - 3/1998
Serviços técnicos especializados , Fundação Estadual de Meio Ambiente, .

Serviço realizado
Avaliação da possibilidade de privatização do Laboratório da FEMA/MT.

Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE, Brasil.
Vínculo institucional

1994 - 1997
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Pesquisador Visitante -CNpq, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

11/1994 - 07/1997
Pesquisa e desenvolvimento , Coordenação Geral de Ciências Espaciais e Atmosféricas, Divisão de Ciências Espaciais.


Ageos Sciences Inc, AGEOS, Canadá.
Vínculo institucional

1993 - 1994
Vínculo: Servidor, Enquadramento Funcional: Especialista, Carga horária: 40

Atividades

3/1993 - 10/1994
Serviços técnicos especializados , Ageos Sciences Inc, .

Serviço realizado
Consultoria Hidrogeológica.

Universite du Quebec, UQUEBEC, Canadá.
Vínculo institucional

1987 - 1993
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Assistente, Carga horária: 20

Vínculo institucional

1988 - 1992
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 40

Atividades

4/1987 - 3/1993
Outras atividades técnico-científicas , Geotop, Geotop.

Atividade realizada
Assistente de Pesquisa.
6/1990 - 5/1992
Direção e administração, Geotop, .

Cargo ou função
Coordenador do projeto CRDI "Aquifères Discontinus " no Niger.
8/1988 - 6/1990
Pesquisa e desenvolvimento , Geotop, .

Linhas de pesquisa
Hidrologia Isotópica

Bureau de Recherches Géologiques Et Minières, BRGM, França.
Vínculo institucional

1986 - 1986
Vínculo: Prestador de serviços, Enquadramento Funcional: Hidrogeólogo, Carga horária: 40

Atividades

2/1986 - 6/1986
Serviços técnicos especializados , Bureau de Recherches Géologiques Et Minières, .

Serviço realizado
Construção de poços em Guyana Francesa.

Ecole Nationale Supérieure des Mines de Paris, ENSMP, França.
Vínculo institucional

1985 - 1985
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 40

Atividades

10/1985 - 12/1985
Estágios , Centre D'informatique Géologique Cig, .

Estágio realizado
Desenvolvimento de um aparelho de detecão de vazamento sob membrana sob lixão com técnica geofísica.

Lavallin Inc, LAVALLIN, Canadá.
Vínculo institucional

1987 - 1988
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Técnico, Carga horária: 40

Atividades

9/1987 - 6/1988
Serviços técnicos especializados , Lavallin Inc, .

Serviço realizado
Operador de estação de descontaminaçaõ da água.

Gouvernement Du Québec, GQ, Canadá.
Vínculo institucional

1983 - 1984
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Geologo, Carga horária: 40
Outras informações
Cartografia geológica em qualidade de geologo senior

Vínculo institucional

1982 - 1983
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Assistente Geologo, Carga horária: 40
Outras informações
Cartografia geoquímica

Atividades

6/1983 - 8/1984
Serviços técnicos especializados , Gouvernement Du Québec, .

Serviço realizado
Geologo.
6/1982 - 8/1983
Serviços técnicos especializados , Gouvernement Du Québec, .

Serviço realizado
Geologo- Assistente.


Linhas de pesquisa


1.
Projeto LBA - Ciclo da serrapilheira.
2.
Dinâmica da inundação no Pantanal

Objetivo: nesta linha bla bla bla.
3.
Morfologia fluvial: erosão e sedimentação
4.
GEOQUIMICA AMBIENTAL: CICLAGEM DE NUTRIENTES
5.
Paisagens de áreas úmidas
6.
Mudanças climáticas
7.
Governança ambiental
8.
Geopoética
9.
Geoquímica Atmosférica
10.
Impactos da Precipitação Ácida
11.
Hidrologia Isotópica
12.
Redes de pesquisas
13.
Desenvolvimento sustentável
14.
Adaptação a mudanças climáticas
15.
Redes sociais


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Recursos Hídricos da Bacia do Rio Teles Pires: qualidade, impactos, conflitos e grupos sociais
Descrição: O planejamento e a gestão dos recursos hídricos em uma bacia hidrográfica necessariamente precisam estar embasados em conhecimento e serem realizados de forma democrática, participativa e descentralizada, como estabelecido pela Política Nacional de Recursos Hídricos (Lei 9.433 de 1997). Esta legislação, além de adotar a bacia hidrográfica como unidade, menciona que um dos instrumentos fundamentais da gestão é o sistema de informações, ou seja, banco de dados e estudos técnicos-científicos que subsidiem o planejamento e a tomada de decisão na administração de conflitos, na concessão de outorgas, no licenciamento, na fiscalização e na construção e implementação dos demais instrumentos de gestão mencionados, como o enquadramento e o Plano de Recursos Hídricos. Porém, são escassos os estudos com abordagem acadêmica-científica sobre a qualidade da água dos rios da bacia do rio Teles Pires (MOREIRA, 2011) e praticamente inexistentes os que avaliem os impactos das atividades antrópicas hegemônicas, tanto sobre os ecossistemas aquáticos quanto sobre as demais atividades econômicas e o meio social na bacia. A maioria dos trabalhos foi realizado por empresas de consultoria ambiental privada ou instituições públicas para diagnósticos de projetos hidrelétricos, planos ou programas de monitoramento (EPE, 2009; LEME-CONCREMAT, 2009; ANA, 2011; SEMA, 2010 e 2014), sendo que raros incluem análises de resíduos de agricultura nos ambientes aquáticos (VALLADÃO et al., 2011; MOREIRA et al., 2010 apud ABRASCO, 2015). Com relação a participação social e democrática, que deve implicar na descentralização da gestão dos recursos hídricos, a Política Nacional de Recursos Hídricos define dois foros principais para que esta ocorra: os conselhos de recursos hídricos, em âmbito nacional e estadual, e o comitês de bacias hidrográficas. Na bacia do Teles Pires, por se tratar de um rio federal, pois faz divisa entre os Estado de Mato Grosso, Amazonas e Pará, foram criados três comitês em Mato Grosso: CBH dos Afluentes da Margem Esquerda do Baixo Teles Pires, CBH dos Afluentes da Margem Direita do Médio Teles Pires e CBH dos Afluentes da Margem Direita do Alto Teles Pires. Considerando a importância da integração entre os aspectos social e ambiental no âmbito da bacia hidrográfica para o estudo, o planejamento e a gestão dos recursos hídricos, foi elaborado o presente projeto para a bacia do rio Teles Pires. Este foi dividido em dois componentes correlatos (ambiental e social), considerando principalmente os seguintes aspectos: i) a importância social, ambiental e econômica da bacia do rio Teles Pires; ii) a escassez de estudos sobre os ecossistemas aquáticos (componente ambiental), que incluam as alterações provocadas pelas diferentes atividades antrópicas na bacia, especialmente geração de energia elétrica e usos do solo (componente social e ambiental); iii) a necessidade de se conhecer os grupos sociais e os conflitos existente ou potenciais relacionados à gestão participativa dos recursos hídricos (componente social); iv) a importância do conhecimento na superação dos desafios e obstáculos da gestão integrada da bacia, visando o uso sustentável da água e a segurança hídrica (componente socioambiental); v) a indissociabilidade entre a conservação dos ecossistemas aquáticos e a disponibilidade de água em quantidade em qualidade adequadas às atividades antrópicas (componente socioambiental)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Pierre Girard - Integrante / Ibraim Fantim da Cruz - Integrante / Stephen K. Hamilton - Integrante / Antonio A. R. Ioris - Integrante / Daniela Maimoni de Figueiredo - Coordenador / Eliana F G de Carvalho Dores - Integrante / Márcia Teixeira Oliveira - Integrante / Zoraidy Marques de Lima - Integrante / Sandro Luiz Rostirolla - Integrante / Joici Rodrigues Silva Prado - Integrante.
2017 - Atual
Modelagem das interferências de empreendimentos hidrelétricos sobre o transporte de sedimentos e nutrientes do sistema Planalto-Planicie do Pantanal
Descrição: O Pantanal, maior planície inundável do mundo, está inserido na Bacia do Alto Paraguai. Esta bacia durante as últimas décadas vemsofrendo com a modificação no uso e ocupação da terra devido a crescente expansão urbana, agropecuário, hidroenergética, comreflexos negativos sobra os recursos hídricos. Entre estes, as hidrelétricas estão sendo acusadas de promover a fragmentação dehábitat, a alteração da qualidade das águas e mudanças no regime hidrológico e hidrossedimentológico dos sistemas fluviais,considerados essenciais para o funcionamento eco-hidrológico do Pantanal. Neste contexto, pretende-se simular cenários dasinterferências do uso e ocupação da terra e dos empreendimentos hidrelétricos sobre a vazão, transporte de sedimentos e nutrientes apartir de modelos Soil and Water Assessment Tool (SWAT), Redes Neurais Artificiais e Análises de Espectro Singular, com o intuito dequantificar os impactos atuais e futuros destes empreendimentos sobre os recursos hídricos e a migração de peixes no sistema Planalto-Pantanal. Para isso foram selecionados rios com hidrelétricas, de diferentes características, em cinco sub-bacias da Bacia do AltoParaguai. Nestes rios serão instaladas seções de monitoramento a montante e a jusante do empreendimento, quando este for isolado, oua montante a jusante da série, quando o empreendimento for em cascata. Os parâmetros monitorados serão o nível de água, vazão,temperatura, condutividade elétrica, turbidez, sólidos suspensos, nitrogênio e fósforo. O desenvolvimento desta proposta permitirá criarevidências cientificas sobre os reais impactos, em diferentes estalas espaciais e temporais, de intervenções hidrelétricas em rios doPantanal subsidiando, caso seja necessário, medidas de mitigação de impactos e um uso sustentável do recurso natural, aindainexistente na região..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
Microplásticos no Pantanal
Descrição: Microplásticos (<5mm) são presentes em todos os ambientes terrestres, no entanto pouco estudados em ambientes de água doces. As informações sobre a contaminação de áreas úmidas tais o Pantanal são ainda mais escassas de forma que para estes ambientes as fontes, o grau de contaminação e a composição em microplásticos ainda não estão caracterizadas. Ainda pouco se sabe sobre como são transferidos os microplásticos entre cursos d?água, sedimentos/solos e biota. Se já é conhecido que microplásticos podem ser biomagnificados ao longo de uma cadeia alimentar, este processo tampouco foi estudado em planície de inundação e no Pantanal. Frente ao escasso conhecimento sobre o fenômeno da poluição por microplásticos em grandes planícies de inundação, este estudo propõe quantificar a concentração/composição de microplásticos em áreas fontes de microplásticos, nos cursos d?água, nos sedimentos solos e nos bivalves da região Pantaneira. Bivalves foram escolhidos porque representam níveis inferiores da cadeia alimentar e podem acumular microplásticos ao longo da sua vida. Constituem desta forma potenciais bioindicadores dessa contaminação. A nossa hipótese é que a planície pantaneira se comporta como um sumidouro para os microplásticos da coluna d?água que ali seriam transferidos para os sedimentos/solos e a biota (neste caso particular bivalves). O objetivo geral desta pesquisa é determinar a extensão da contaminação por microplásticos nos compartimentos ecossistêmicos do Pantanal: rios, sedimentos e biota. Inicialmente a contaminação dos bivalves pelos microplásticos será estudada. De forma mais específica, o estudo visa a determinar os teores de microplásticos: i- nos afluentes dos principais centros urbanos na periferia e no Pantanal; ii- na coluna d?água dos principais rios formadores do Pantanal tanto a montante, na planície de inundação, e a jusante desta; iii- na coluna d?água dos principais corpos d?água da planície, assim como na lâmina de inundação e lagoas; iv- nos sedimentos e solos da planície de inundação; v- no sistema aquático, visando avaliar a taxa de transferência de microplásticos entre montante (planalto) e jusante (planície pantaneira); vi- no Pantanal, visando avaliar a taxa de transferência de microplásticos entre os compartimentos abióticos (coluna d?água e os sedimentos/solos). Visa também avaliar o potencial de uso de bivalves como bioindicadores da contaminação ambiental por microplásticos, o que implica: i- na viabilidade de algumas espécies de bivalves que tem potenciais para serem bioindicadores de poluição por microplásticos, visando a seleção de espécies para um plano de monitoramento ambiental sustentável, onde não diminua e afete a conservação das populações locais; ii- na avaliação da presença e os teores de microplásticos em diferentes órgãos/tecidos dos bivalves selecionados; iii- na correlação da presença e teores de microplásticos em bivalves com os compartimentos abióticos (coluna d?água e os sedimentos/solos) em ambientes naturais; iv- na realização de bioensaios controlados para determinar quais os processos fisiológicos e órgão/tecidos que assimilam os microplásticos nos bivalves selecionados e qual a taxa de assimilação dos bivalves em função da intensidade de contaminação ambiental e do tempo de exposição ao microplásticos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Pierre Girard - Coordenador / Claudia Tasso Callil - Integrante / Susete Wambier Christo - Integrante / Monica Ferreira da Costa - Integrante / Eliana F G de Carvalho Dores - Integrante / Theresinha Monteiro Absher - Integrante / Érika de Faria - Integrante / Andressa Carla Moreschi Silva - Integrante / Carolina Silva Nardes - Integrante.
2015 - 2017
Digital conservation in the Pantanal: Developing new political ecology perspectives on digital applications innatural resource conservation
Descrição: This project comprises a study at the interface of digital technological innovation and natural resourceconservation. It takes the Brazilian part of the Pantanal (a complex of savannah wetlands with an area of 320,000km2 in the upper reaches of the Paraguay River) as a case study of a socio-ecological system faced withnumerous threats, including agricultural intensification, urban growth, and hydro-power schemes that affect thewater cycle of the system. The main research questions are whether digital innovation influences the adaptivecapacity of socio-ecological systems, and whether digital technologies can lead to higher levels of social inclusionand empowerment by a wider number of social groups, particularly those in remote areas under pressures ofenvironmental change. Building on a conceptual frame of political ecology which upholds the primacy ofsustainability, biodiversity protection, and values of democracy, equality and transparency this interdisciplinary,project seeks to develop new, theoretically-informed and empirically-tested perspectives. It will do so throughcollaboration with stakeholders in exploring what technological innovation may offer for the understanding,management and governance of the Pantanal and beyond.Supported by an interdisciplinary team of prominent and globally recognized specialists, the proposed YoungTalent postdoc, Dr Koen Arts, has been working in the United Kingdom at the vanguard of this newly emergingresearch area of Digital Conservation in recent years, and has an outstanding pedigree to successfully conductthis ambitious and innovative project. The work will be developed in the context of other ongoing conservationprojects in the Universidade Federal do Mato Grosso and the Pantanal Research Centre (CPP), which willprovide support and benefit from its scientific outcomes. Additionally, it is anticipated that the project will havepositive impacts on the wider Brazilian society..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Pierre Girard - Coordenador / Antonio A. R. Ioris - Integrante / Maiara Thaisa Oliveira Rabelo - Integrante / Koen Antonius Johannes Arts - Integrante / Daniela Maimoni de Figueiredo - Integrante / Maffrey, Georgina - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2013 - 2015
Rede Municipal de Adaptação e Mitigação às Mudanças Climáticas: Resposta a Diferentes Cenários de Mudanças Climáticas (ClimBAP)
Descrição: O objetivo do ClimBAP é aumentar a capacidade e resiliência das comunidades, governos e atores locais para um desenvolvimento sustentável frente a mudança climática. Tem como objetivos específicos: 1) Promover a ?educação climática? para aumentar em nível local e regional a percepção da mudança climática e a necessidade de uma ação local para a adaptação a mudança climática local e facilitar a integração dos atores locais em nível regional para desenvolver estratégias, projetos, políticas, etc., pautados nos valores locais, sociais e ambientais; 2) Propiciar a sensibilização e conscientização da comunidade e particularmente dos jovens sobre os efeitos locais da mudança climática global para gerar maior comprometimento e conhecimento sobre o seu papel neste fenômeno; 3) Fomentar, em nível regional, a criação de redes de instituições municipais e organizações locais, tendo como foco inicial a rede escolar, cujo foco é discutir como a mudança climática afeta o dia-dia das comunidades locais criando assim um forro para elaboração de propostas de adaptação/mitigação a mudanças climáticas. O estabelecimento do ClimBAP inclui três fases: 1 ? Identificação e mobilização dos atores locais potencialmente interessados em formar a ClimBAP. Três eixos de mobilização serão privilegiados: as prefeituras, as ONGs sócio-ambientais que agem localmente e a rede escolar regional, favorecendo assim a mobilização dos jovens. Não entanto estes eixos não são exclusivos e outros atores poderão participar do projeto; 2 ? Oficinas e reuniões com os atores locais atores interessados para capacitação sobre a mudança climática, a sua mitigação e a adaptação com finalidade de estruturar grupos locais de discussão sobre o tema e identificar potenciais líderes destes grupos; 3 - Realização de workshops para treinar os líderes interessados sobre a articulação de ações concretas de adaptação e mitigação a mudança climática. A facilitação das oficinas e reuniões será conduzida por especialistas sobre o diálogo em grupo de trabalho. Estes peritos irão previamente co-projetar as reuniões e oficinas, bem como coletar as contribuições dos atores locais. Além dos facilitadores, um especialista em políticas públicas e da sociedade civil e um perito em trabalho em rede estarão envolvidos nas fases 2 e 3. Um especialista em mudanças climáticas, vulnerabilidade e adaptação estará envolvido na fase 2..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Pierre Girard - Coordenador / Ibraim Fantim da Cruz - Integrante / Stephen K. Hamilton - Integrante / Tereza Cristina Cardoso de Souza-Higa - Integrante / Cleonice Le Bourlegat - Integrante / Johanne Saint-Charles - Integrante / Gilvan Sampaio - Integrante / Jean-Philippe Boulanger - Integrante / Heitor Queiroz de Medeiros - Integrante / Maitê Tambelini dos Santos - Integrante / Michèle Sato - Integrante / Sonia Romancini - Integrante / Jean Morisset - Integrante / Marcos Barbosa Sanches - Integrante / Lincoln Muniz Alves - Integrante / Frédéric Mertens - Integrante / Anne Latendresse - Integrante.Financiador(es): Centro de Pesquisas do Pantanal - Auxílio financeiro.
2011 - 2014
Aliança EcoÁgua Pantanal
Descrição: O projeto Aliança EcoÁgua Pantanal tem como objetivo de unir esforços para viabilizar a execução de um conjunto de atividades técnicas, científicas e de engajamento social, que são fundamentais para a proposição de ações relativas à conservação dos ecossistemas de água doce na bacia do rio Paraguai, com ênfase na proteção do Pantanal. O plano de trabalho está composto de 6 atividades principais: 1-Levantamento, obtenção, organização e compartilhamento de dados e informações; 2- Engajamento de Atores; 3-Aplicação da abordagem ELOHA para a bacia do Paraguai; 4-Operação Ecológica de Reservatórios ? abordagem local; 5-Detalhamento dos Sistemas Ecológicos Aquáticos na Bacia do Alto Paraguai; 6-Contabilização e avaliação da sustentabilidade da Pegada Hídrica dos empreendimentos hidrelétricos na BAP Esta parceria se beneficiará dos resultados do Projeto Sinergia, conduzido pelo CPP, que objetiva envolver ciência e sociedade nos desafios do gerenciamento dos recursos hídricos no século 21 no contexto da mudança climática, tendo como área de ação a bacia do rio Paraguai. ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Pierre Girard - Coordenador / Rebecca Carter - Integrante / Jerry F. Magno - Integrante / Lucia A F Mateus - Integrante / Claudia Tasso Callil - Integrante / Ibraim Fantim da Cruz - Integrante / Maitê Tambelini dos Santos - Integrante / Albano Araujo - Integrante.Financiador(es): The Nature Conservancy do Brasil - Auxílio financeiro.
2010 - 2010
ACCORD: Adaptation to Climate Change as an Opportunity for Regional Development
Descrição: ACCORD recebeu prefinanciamento do IRIACC de um valor de Can$ 30.000. Está em competição com 11 outros projetos. Cinco serão financiados pelo IRIACC - Canadá por um valor de Can$ 2.500.000. por cinco anos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2012
Sistema INternacional de Estudos sobre Recursos hídricos e Gerenciamento de Impactos devido ao Aquecimento global na bacia do Paraguai - SINERGIA
Descrição: Descrição: A bacia do rio Paraguai é parte do sistema Paraná-Prata e constitui uma das maiores reservas de água doce da América do Sul e do mundo. A bacia do Rio Paraguai cobre uma área de 1.095.000 km2. Mais de 3 milhões de pessoas vivem nesta bacia. Uma fração significativa do PIB dos paises ribeirinhos (Argentina, Bolívia, Brasil, Paraguai) é produzida pelas atividades econômicas desenvolvidas na bacia. A maior parte da riqueza produzida é ligada à agricultura, uma atividade que geralmente utiliza ao redor de 70% dos recursos hídricos disponível. O planejamento e manejo adequado dos recursos hídricos são certamente cruciais para a região. O Pantanal encontra-se nesta bacia, a montante do sistema hídrico, na bacia do Alto Paraguai. Este bioma merece destaque, pois é uma área excepcional sendo um dos maiores complexos de terras úmidas do mundo. No entanto, existem várias ameaças às funções ecológicas e hidrológicas do Pantanal. Esta situação indesejável é o resultado de um planejamento inadequado do uso da terra, da conservação da biodiversidade e principalmente do uso dos recursos hídricos. No futuro imediato, a pressão sobre o uso dos recursos hídricos da bacia do Paraguai continuará aumentando e a prazo, a mudança climática representa uma influência externa da maior relevância. No estado atual do conhecimento, pode se prever que esta mudança cria uma pressão suplementar sobre os recursos hídricos da bacia do Paraguai. As atividades agrícolas terão que se adaptarem as condições climáticas que já estão mudando para serem sustentáveis no futuro. As implicações das mudanças climáticas sobre os recursos hídricos da bacia do Paraguai não são conhecidas com precisão. O Pantanal poderá ter uma função especial nos cenários de mudanças climáticas da bacia já que constitui uma grande superfície de evaporação, durante grande parte do ano (uma fonte de umidade do ar) localizado entre áreas mais secas de Chaco e Cerrado. No entanto, hoje pouco se sabe ainda sobre os aspectos climático..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (13) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Pierre Girard - Coordenador / Paulo Teixeira de Souza Jr - Integrante / Becker, Michael - Integrante / Peter Zeilhofer - Integrante / Laurent Lepage - Integrante / Tereza Cristina Cardoso de Souza-Higa - Integrante / Johanne Saint-Charles - Integrante / Jörgen Leeuwestein - Integrante / Gilvan Sampaio - Integrante / Jean-Philippe Boulanger - Integrante / Ulisses Confalonieri - Integrante / Collischonn, Walter - Integrante / James Aparicio - Integrante / Celeste Acevedo - Integrante / Fatima Mereles - Integrante / João Covolan - Integrante / Carlos Teodoro Irigaray - Integrante / Luiz Camolesi Júnior - Integrante / Paulo Bonafe - Integrante / Maitê Tambelini dos Santos - Integrante / Moacir Lacerda - Integrante / Julian Baez - Integrante / Roger Monte Domecq - Integrante / Jesus Pinto Ledezma - Integrante / Mario Schreder - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2008 - 2009
FORTIFICATION DU RÉSEAU DE RECHERCHE UQAM - UFMT SUR LE DÉVELOPPEMENT LOCAL EN ZONES DE FRONTIÈRES
Descrição: Fortalecimento de uma rede de pesquisa entre pesquisadores da UQÀM, da UFMT e do CPP sobre o tema do desenvolvimento local e das mudanças climáticas.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2009
Le rôle de l?université dans le développement des collectivités locales
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2004 - 2016
Atual Padrões da biodiversidade, em meso-escala, dos diferentes sistemas pastoris do Pantanal de Mato Grosso (BIOPAN).
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2004 - 2006
Planejamento Estratégico para Consolidação do Grupo de Pesquisa do Programa de Pós Graduação Curso de Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade (UFMT/INPA)
Descrição: Descrição: Objetivos Estruturais 1. Aumentar a quantidade e qualidade dos artigos científicos do PPGECB visando implantação futura de um Doutorado em Ecologia reconhecido pela CAPES; 2. Instrumentalizar o grupo para a adequado delineamento experimental e análise estatística dos dados; 3. Estabelecer parcerias de co-orientacão com pesquisadores do INPA -um programa de pós-graduação em ecologia já consolidado; 4. Estruturar um curso de campo da PG em Ecologia; 5. Implementar cursos de delineamento experimental e estatísticas multivariadas na grade curricular do PPGECB (este objetivo é resultado da primeira oficina de orientação do projeto que aconteceem agosto de 2004). Objetivos Científicos 1. Propiciar nivelamento metodológico em pesquisas sobre ecologia de comunidades e paisagem, no sentido de comparar ecossistemas contínuos no Pantanal e na Amazônia; 2. Elaborar um delineamento amostral para os projetos de pesquisa utilizando uma área física (grid e meso-escala de 25 km quadrado) com parcelas permanentes; 3. Descrever o funcionamento de comunidades de organismos aquáticos e terrestres com ênfase em peixes, aves, anfíbios, répteis, mamíferos e macroinvertebrados. Metas Principais Fortalecimento do grupo de pesquisa do PPGECB ampliando em 50% a produção cientifica em revistas Qualis "A" da CAPES, em cerca de 2 anos. Este aumento da produção científica irá contribuir para subir o nível do curso, e justificar o pedido de implantação de doutorado em ecologia do curso IB/UFMT perante a CAPES. Metas especificas 1. Fixação de 30 parcelas permanente na Bacia do Rio Paraguai (esta meta era de 40 e foi revisada para 30, pois o grid em meso-escala de 25 km quadrado contém 30 parcelas); 2. Dois cursos implantados: um de delineamento amostral e o outro de análise de dados aplicados a ecologia de comunidade, populações e ecossistema; 3. Implantado um curso de campo integrando conteúdos teóricos; 4. Três alunos de Mestrado da UFMT efetuando suas pesquisas sendo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (12) .
Integrantes: Pierre Girard - Coordenador / Carolina J Da Silva - Integrante / Catia Nunes da Cunha - Integrante / Albertina Pimentel Lima - Integrante / Jerry Magno Ferreira Penha - Integrante / Marinez Isaac Marques - Integrante / Lucia A F Mateus - Integrante / Claudia Tasso Callil - Integrante / Carlos Suetoshi Miyazawa - Integrante / Francisco de Arruda machado - Integrante / Fernando Pedroni - Integrante / Maryland Sanchez Lacerda - Integrante / Christine Strussmann - Integrante / José Eduardo dos Santos - Integrante / Germano Guarim neto - Integrante / William Ernest Magnusson - Integrante / Eduardo Martins Venticinque - Integrante / Maria Tereza F Piedade - Integrante / Bruce Rider Forsberg - Integrante / Richard Carl Vogt - Integrante / Tânia Margarete Sanaiotti - Integrante / Flávia Regina Capellotto Costa - Integrante / Renato Cintra - Integrante / Elizabeth Franklin Chilson - Integrante / Gonçalo N. C-R F. de Oliveira - Integrante / Edna Regina Uliana - Integrante / Edson Viana Massoli Jr - Integrante / Elaine Pereira Aguiar - Integrante / Marlei Silva Marcelo - Integrante / Caroline Felfili Fortes - Integrante / Érica Cezarine de Arruda - Integrante / Fernando Hiroshi Aburaya - Integrante / Jaime Rufino dos Santos - Integrante / Nadja Gomes Machado - Integrante / Sandra Francisca Marçal - Integrante / Ibraim Fantim da Cruz - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2004 - Atual
Consolidação da rede de pesquisa sobre os ecossistemas do Pantanal CPP
Descrição: Descrição: O Centro de Pesquisa do Pantanal CPP- é uma OSCIP que emergiu de um processo de consulta da sociedade civil e da comunidade científica e que se configura como uma rede horizontal não competitiva de instituições de pesquisas ativas no Pantanal. Tendo como principal objetivo a produção de conhecimentos e a formação de recursos humanos para subsidiar as políticas públicas voltadas ao uso sustentável do Pantanal, o CPP tem na participação comunitária um de seus pilares de ação, baseado na constatação de que a popularização do conhecimento científico é condição necessária ao exercício da cidadania no século XXI. Os vários problemas econômicos e ambientais que ameaçam o manejo tradicional dos recursos pantaneiros a partir dos anos 80, representam um desafio que pode ser abordado por uma intensiva cooperação entre os cientistas e a sociedade civil, abordagem esta que constitui o cerne do CPP. O Pantanal é a maior área periodicamente alagada do mundo, com imensa riqueza biológica (Reserva da Biosfera - Patrimônio Natural da Humanidade). A região é também habitada por populações diversas, detentoras de culturas variadas e que viveram até recentemente em harmonia com o ecossistema. A recente onda migratória na região Centro-Oeste está modificando este quadro. Assim, existem hoje diversos desafios a serem enfrentados para permitir o manejo integrado do ecossistema pantaneiro e o seu desenvolvimento sustentável. O CPP pretende cumprir a sua missão fomentando projetos cooperativos, cujas ações permeiam de forma sistêmica e apontem as soluções para os estrangulamentos à sustentabilidade da região do Pantanal. Para tal é necessário fortalecer o CPP e ampliar e consolidar efetivamente a rede, principalmente em nível nacional, pois este é o instrumento para continuamente levantar, centralizar, disponibilizar, socializar e transformar em soluções tecnológicas a informação científica disponível sobre o Pantanal. O CPP atua em 4 redes temáticas interdisciplinares: Rede Pesca, Rede Pecuária, Rede Pantaneira de Bioprospecção e Rede de recursos Hídricos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2002 - 2004
Projeto Ecologia do Pantanal Projeto Interim 2003
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2001 - 2010
Pantanal Norte: Estudos integrados dos processos ecológicos e sociais com vistas à conservação. PELD Pantanal Norte Site 12
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2001 - 2004
Estudo das areas umidas do Rio Manso e do Rio Cuiaba afetadas pela Barragem de Manso Mato Grosso, Brasil.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
1999 - 2001
Águas subterrâneas Poconé: Qualidade e usos
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
1997 - 2002
Projeto Ecologia do Pantanal
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Membro de corpo editorial


2017 - Atual
Periódico: International Journal of Oceanography & Aquaculture
2010 - Atual
Periódico: Climatic Change


Revisor de periódico


2005 - Atual
Periódico: Journal of Hydrology (Amsterdam)
2012 - Atual
Periódico: Climatic Change


Revisor de projeto de fomento


2011 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Apoio e Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do MS
2010 - Atual
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
2010 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso


Áreas de atuação


1.
Grande área: Outros / Área: Ciências Ambientais.
2.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Mudanças Climáticas.
3.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Ecologia de Ecossistemas.
4.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Análise de redes sociais.
5.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências / Subárea: Planejamento Integrado dos Recursos Hídricos.


Idiomas


Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2012
Pesquisador Honorário, Centro de Pesquisa do Pantanal.
2009
Presidente, Rede BRACERB.
2008
International Research Linkages, International Council for Canadian Studies - ICCS.
1988
Jeunes Chercheurs Canadiens, Centre de Recherche pour le Développement International.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

SciELO
Total de trabalhos:4
Total de citações:1
GIRARD  Data: 07/02/2014

Artigos completos publicados em periódicos

1.
ARTS, K. A. J.2018ARTS, K. A. J. ; RABELO, M. T. O. ; FIGUEIREDO, D. M. ; Maffrey, G. ; IORIS, ANTONIO AUGUSTO ROSSOTTO ; GIRARD, P. . Online and Offline Representations of Biocultural Diversity: A Political Ecology Perspective on Nature-Based Tourism and Indigenous Communities in the Brazilian Pantanal. Sustainability, v. 10, p. 3643, 2018.

2.
RABELO, M. T. O.2017RABELO, M. T. O. ; ARTS, K. A. J. ; GIRARD, P. ; IORIS, A. A. R. ; FIGUEIREDO, D. M. . Percepção dos atores sociais do turismo sobre o pulso de inundação do Pantanal (MT). REVISTA BRASILEIRA DE ECOTURISMO, v. 10, p. 708-736, 2017.

3.
GIRARD, P.2017GIRARD, P.. The Present and Future Impacts of Brazilian Coastal Erosion: Pathways for Adaptation. International Journal of Oceanography & Aquaculture, v. 1, p. 1-3, 2017.

4.
WANTZEN, KARL MATTHIAS2016WANTZEN, KARL MATTHIAS ; BALLOUCHE, AZIZ ; LONGUET, ISABELLE ; BAO, IBRAHIMA ; BOCOUM, HAMADY ; CISSÉ, LASSANA ; CHAUHAN, MALAVIKA ; Girard, Pierre ; GOPAL, BRIJ ; KANE, ALIOUNE ; MARCHESE, MERCEDES R. ; NAUTIYAL, PRAKASH ; TEIXEIRA, PAULO ; ZALEWSKI, MACIEJ . River Culture: an eco-social approach to mitigate the biological and cultural diversity crisis in riverscapes. Ecohydrology & Hydrobiology, v. 16, p. 7-18, 2016.

5.
IRIGARAY, CARLOS TEODORO J. H.2016IRIGARAY, CARLOS TEODORO J. H. ; Girard, Pierre ; IRIGARAY, MAÍRA ; DA SILVA, CAROLINA JOANA . Ayahuasca and Sumak Kawsay : Challenges to the Implementation of the Principle of Â- Buen Vivir, Â- Religious Freedom, and Cultural Heritage Protection. Anthropology of Consciousness, v. 27, p. 204-225, 2016.

6.
FANTIN-CRUZ, IBRAIM2015FANTIN-CRUZ, IBRAIM ; Pedrollo, Olavo ; Girard, Pierre ; Zeilhofer, Peter ; Hamilton, Stephen K. . Changes in river water quality caused by a diversion hydropower dam bordering the Pantanal floodplain. Hydrobiologia (The Hague. Print), v. 1, p. 1, 2015.

7.
FANTIN-CRUZ, IBRAIM2015FANTIN-CRUZ, IBRAIM ; Pedrollo, Olavo ; Girard, Pierre ; Zeilhofer, Peter ; Hamilton, Stephen K. . Effects of a Diversion Hydropower Facility on the Hydrological Regime of the Correntes River, a Tributary to the Pantanal floodplain, Brazil. Journal of Hydrology (Amsterdam), v. 531, p. 810-820, 2015.

8.
IORIS, ANTONIO AUGUSTO ROSSOTTO2014IORIS, ANTONIO AUGUSTO ROSSOTTO ; IRIGARAY, CARLOS TEODORO ; Girard, Pierre . Institutional responses to climate change: opportunities and barriers for adaptation in the Pantanal and the Upper Paraguay River Basin. Climatic Change, v. 127, p. 139-151, 2014.

9.
Girard, Pierre2014 Girard, Pierre; BOULANGER, JEAN-PHILIPPE ; HUTTON, CRAIG . Challenges of climate change in tropical basins: vulnerability of eco-agrosystems and human populations. Climatic Change, v. 127, p. 1-13, 2014.

10.
PRIANTE FILHO, N.2013PRIANTE FILHO, N. ; SAMPAIO NETO, O. Z. ; BACHIEGA, J. C. ; GIRARD, P. ; IORIS, A. A. R. ; ARAKAKI, A. H. ; ARISTIMUNO, A. D. ; Saint-Charles, J. . Community of practice driven by Cooperated Researchers to promote climate compatible development - ¡Adapting!. Inclusão Social (Impresso), v. 6, p. 60-69, 2013.

11.
SANTOS, MAITÊ TAMBELINI DOS2013SANTOS, MAITÊ TAMBELINI DOS ; CALLIL, CLAUDIA TASSO ; FANTIN-CRUZ, I. ; FANTIN-CRUZ, IBRAIM ; GIRARD, P. . Factors structuring the spatial distribution of Chironomidae larvae community in the floodplain of the northern Pantanal, Brazil. Acta Limnologica Brasiliensia (Online), v. 25, p. 131-139, 2013.

12.
Fantin-Cruz, Ibraim2011Fantin-Cruz, Ibraim ; Loverde-Oliveira, Simoni Maria ; Bonecker, Cláudia Costa ; Girad, Pierre ; Motta-Marques, David Da . Relationship between the structure of zooplankton community and the water level in a floodplain lake from the Pantanal, Mato Grosso State, Brazil. Acta Scientiarum. Biological Sciences (Online), v. 33, p. 271-279, 2011.

13.
Fantin-Cruz, Ibraim2011Fantin-Cruz, Ibraim ; Pedrollo, Olavo ; Castro, Nilza M.R. ; Girard, Pierre ; Zeilhofer, Peter ; Hamilton, Stephen K. . Historical reconstruction of floodplain inundation in the Pantanal (Brazil) using neural networks. Journal of Hydrology (Amsterdam), p. 376-384, 2011.

14.
Umetsu, Ricardo Keichi2011Umetsu, Ricardo Keichi ; Girard, Pierre ; Matos, Dalva Maria da Silva ; Silva, Carolina Joana da . Efeito da inundação lateral sobre a distribuição da vegetação ripária em um trecho do rio Cuiabá, MT. Revista Árvore (Impresso), v. 35, p. 1077-1087, 2011.

15.
Girard, Pierre2010 Girard, Pierre; Fantin-Cruz, Ibraim ; Oliveira, Simoni M. Loverde ; Hamilton, Stephen K. . Small-scale spatial variation of inundation dynamics in a floodplain of the Pantanal (Brazil). Hydrobiologia (The Hague. Print), v. 638, p. 223-233, 2010.

16.
GIRARD, P.2010GIRARD, P.; LEVY, C. ; Tremblay, G. . Entre l?université et les collectivités locales: comment s?effectue le partage des connaissances. Interfaces Brasil/Canadá (Impresso), v. 11, p. 43-76, 2010.

17.
Fantin-Cruz, Ibraim2010Fantin-Cruz, Ibraim ; Girard, Pierre ; Zeilhofer, Peter ; Collischonn, Walter ; Cunha, Cátia Nunes da . Unidades fitofisionômicas em mesoescala no Pantanal Norte e suas relações com a geomorfologia. Biota Neotropica (Edição em Português. Online), v. 10, p. 31-28, 2010.

18.
CRUZ, I. F.2008CRUZ, I. F. ; Loverde-Oliveira, S. ; GIRARD, P. . Caracterização morfométrica e suas implicações na limnologia de lagoas do Pantanal Norte. Acta Scientiarum. Biological Sciences (Online), v. 30, p. 133-140, 2008.

19.
CRUZ, I. F.2008CRUZ, I. F. ; TONDATO, K.K. ; PENHA, J. M. F. ; MATEUS, L. A. F. ; GIRARD, P. ; Fantin-Cruz, R. . Influence of fish abundance and macrophyte cover on microcrustacean density in temporary lagoons of the northern Pantanal-Brazil. Acta Limnologica Brasiliensia, v. 20, p. 339-344, 2008.

20.
Wantzen, Karl M.2008 Wantzen, Karl M. ; da Cunha, Cátia Nunes ; Junk, Wolfgang J. ; GIRARD, P. ; Rossetto, Onélia Carmen ; Penha, Jerry M. ; Couto, Eduardo G. ; Becker, Michael ; Priante, Gabriela ; Tomas, Walfrido M. ; Santos, Sandra A. ; Marta, José ; Domingos, Ivens ; Sonoda, Fatima ; Curvo, Marise ; Callil, Claudia . Towards a sustainable management concept for ecosystem services of the Pantanal wetland. Ecohydrology & Hydrobiology, v. 8, p. 115-138, 2008.

21.
GIRARD, P.;Girard, Pierre;GIRARD, P;Girad, Pierre2008GIRARD, P.; VARGAS, I. A. . Turismo, desenvolvimento e saberes no Pantanal:diálogos e parcerias possíveis. Desenvolvimento e Meio Ambiente (UFPR), v. 18, p. 61-76, 2008.

22.
Silva, Carolina Joana2004Silva, Carolina Joana ; Girard, Pierre . New challenges in the management of the Brazilian Pantanal and catchment area. Wetlands Ecology and Management, v. 12, p. 553-561, 2004.

23.
GIRARD, P2003GIRARD, P; DASILVA, C ; ABDO, M . River groundwater interactions in the Brazilian Pantanal. The case of the Cuiabá River. Journal of Hydrology (Amsterdam), v. 283, p. 57-66, 2003.

24.
PINTO-SILVA, V.2000PINTO-SILVA, V. ; GIRARD, P. . Estimated fluxes of CO2 between Brazilian Pantanal shallow lakes and the atmosphere. Proceedings of the International Association of Theoretical and Applied Limnology, v. 27, n.3, p. 1451-1453, 2000.

25.
GIRARD, P.;Girard, Pierre;GIRARD, P;Girad, Pierre2000GIRARD, P.; PINTO, M. T. C. . Hydrodynamic and hydrochemical behavior of the water table in the Cuiabá River flooded riparian forest, Brazilian Pantanal. Proceedings of the International Association of Theoretical and Applied Limnology, v. 27, p. 1717-1720, 2000.

26.
PINTO, A. A.1999PINTO, A. A. ; SILVA, C. J. ; GIRARD, P. ; SOUZA, M. D. ; NOGUEIRA, F. . The Flood pulse and the limnology of the Sinhá Mariana Baía in the Mato Grosso Pantanal, Brazil. Revista Boliviana de Ecología y Conservación Ambiental, Bolivia, v. 6, p. 19-26, 1999.

27.
RIBEIRO, G. L. S.1999RIBEIRO, G. L. S. ; CUNHA, C. N. ; GIRARD, P. . The water table and the flooding of an intermitent river of the Pantanal landi landscape unit. Revista Boliviana de Ecología y Conservación Ambiental, Bolivia, v. 6, p. 27-32, 1999.

28.
GIRARD, P.;Girard, Pierre;GIRARD, P;Girad, Pierre1999GIRARD, P.; CUNHA, C. N. . Relationship between surface and groundwater during the flood in the Brazilian Pantanal. Revista Boliviana de Ecología y Conservación Ambiental, Bolivia, v. 6, p. 33-40, 1999.

29.
GIRARD, P1997GIRARD, P; HILLAIREMARCEL, C . Determining the source of nitrate pollution in the Niger discontinuous aquifers using the natural 15N/14N ratios. Journal of Hydrology (Amsterdam), v. 199, p. 239-251, 1997.

30.
GIRARD, P1997GIRARD, P; HILLAIREMARCEL, C ; OGA, M . Determining the recharge mode of Sahelian aquifers using water isotopes. Journal of Hydrology (Amsterdam), v. 197, p. 189-202, 1997.

31.
MOREIRA-NORDEMANN, L. M.1997MOREIRA-NORDEMANN, L. M. ; GIRARD, P. ; Poppi, N. Ré . Química da precipitação atmosférica na cidade de Campo Grande - MS. Revista Brasileira de Geofísica (Impresso), v. 15, n.1, p. 35-44, 1997.

32.
Girard, Pierre1988Girard, Pierre; SCHWERDTNER, W. M. ; Mareschal, J. -C. ; Bamford, Maurice L.F. ; Ford, Mary ; Ellis, Michael A. ; Watkinson, A. J. . Comments and Reply on "Orogen-parallel extension and oblique tectonics: The relation between stretching lineations and relative plate motions". Geology (Boulder, Colo.), v. 16, n.9, p. 857-861, 1988.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
Girad, Pierre; HUTTON, CRAIG (Org.) ; BOULANGER, JEAN-PHILIPPE (Org.) . Special Issue on Climate Change and Adaptation in Tropical Basins. Climatic Change. 1. ed. Dordrecht: Springer Science+Business Media, 2014. 151p .

Capítulos de livros publicados
1.
IRIGARAY, C. T. ; SILVA, C. J. ; CUNHA, C. N. ; CALHEIROS, D. F. ; GIRARD, P. ; JUNK, W. J. . Contribuição técnico-científica ao aprimoramento do marco regulatório visando à proteção do Pantanal Mato-grossense. In: Carlos Teodoro José Hugueney Irigaray; Adriano Braun; Maira Irigaray. (Org.). Pantanal Legal: A Tutela jurídica das áreas úmidas e do Pantanal Mato-grossense. 1ed.Cuiabá: EdUFMT, 2017, v. , p. 127-151.

2.
IRIGARAY, C. T. H. ; SILVA, C. J. ; SOUZA, J. R. C. ; Irigaray, M. ; GIRARD, P. . A Ayhuasca como patrimônio imaterial a serviço do ?Buen Vivir?. In: Saulo Tarso Rodrigues; Pedro Grandez Castro. (Org.). Derechos culturales y derechos de los pueblos indigenas. 1ed.Tangará da Serra: Sanchez, 2017, v. , p. 203-230.

3.
CUNHA, C. N. ; GIRARD, P. ; NUNES, G. M. ; ARIEIRA, J. ; PENHA, J. M. F. ; JUNK, W. J. . Pantanal - A identidade de uma grande área úmida. In: Ariane Luna Peixoto, José Roberto Pujol Luz, Marcia Aparecida de Brito. (Org.). Conhecendo a biodiversidade. 1ed.Brasília: MCTIC, CNPq, PPBio, 2016, v. , p. 84-99.

4.
Couto, Eduardo G. ; CASTRO, C. A. ; CUNHA, C. N. ; NOGUEIRA, F. ; GUARIM NETO, G. ; MAGNO, J. F. ; NOGUEIRA, J. S. ; CAMPELO JR, J. H. ; MATEUS, L. A. F. ; BIUDES, M. S. ; SHIRAIWA, M. C. S. ; COVEZZI, M. ; MARQUES, M. I. ; Girad, Pierre ; SILVEIRA, R. ; CASTRO, S. P. ; PIGNATTI, M. G. . Dez Anos de Pesquisas de Longa Duração no Pantanal Norte: Achados, Lições e Perspectivas. In: Marcelo Tabarelli; Carlos Frederico Duarte da Rocha; Helena Piccoli Romanowski; Odete Rocha; Luiz Drude de Lacerda. (Org.). PELD-CNPq. Dez Anos do Programa de Pesquisas Ecológicas de Longa Duração no Brasil: Achados, Lições e Perspectivas. 1ed.Recife: Editora Universitária UFPE, 2013, v. , p. 366-395.

5.
GIRARD, P.; LEVY, C. ; Tremblay, G. . Entre l'université et les collectivités locales: comment s'effectue le partage des connaissances. In: Gaëtan Tremblay; Paulo Freire Vieira. (Org.). Le rôle de l'université dans le développement local. Expériences brésiliennes et québécoises. Québec: Presses de l'Université du Québec, 2012, v. , p. 197-224.

6.
FREIRE-VIEIRA, P. ; BRUNET, N. ; Tremblay, G. ; GIRARD, P. . Pour une approche systémique, écologique et territoriale. In: Gaëtan Tremblay; Paulo Freire Vieira. (Org.). Le rôle de l'université dans le développement local. Expériences brésiliennes et québécoises. Québec: Presses de l'Université du Québec, 2012, v. , p. 225-256.

7.
GIRARD, P.. The Pantaneiros, perceptions and conflicts abouth the environment in the Pantanal. In: Antonio Augusto Rossotto Ioris. (Org.). Tropical Wetland Management: The South-American Pantanal ands International Experience. 1ed.London: Ashgate, 2012, v. , p. 7-28.

8.
GIRARD, P.. Hydrology of surface and ground waters in the Pantanal floodplains. In: W. J. Junk; C. J. da Silva; C. Nunes da Cunha; K. M. Wantzen. (Org.). The Pantanal: Ecology, biodiversity and sustainable management of a large neotropical seasonal wetland.. Sofia: Pensoft Publishers, 2011, v. , p. 103-126.

9.
NOGUEIRA, F. ; SILVEIRA, R. ; SILVA, C. J. ; ABDO, M. ; GIRARD, P. ; WANTZEN, K. M. . Hydrochemistry of lakes, rivers and groundwater. In: W. J. Junk; C. J. da Silva; C. Nunes da Cunha; K. M. Wantzen. (Org.). The Pantanal: Ecology, biodiversity and sustainable management of a large neotropical seasonal wetland.. Sofia: Pensoft Publishers, 2011, v. , p. 169-198.

10.
WANTZEN, K. M. ; CUNHA, C. N. ; JUNK, W. J. ; GIRARD, P. ; ROSSETTO, O. C. ; PENHA, J. M. F. ; COUTO, E. G. ; BECKER, M. ; PRIANTE, G. ; MORAES, W. ; SANTOS, S. A. ; MARTA, J. ; DOMINGOS, I. ; SONODA, F. ; CURVO, M. ; CALLIL, C. T. . Towards a Sustainable Management Concept for Ecosystem Services of the Pantanal wetland. In: W. J. Junk; C. J. da Silva; C. Nunes da Cunha; K. M. Wantzen. (Org.). The Pantanal: Ecology, biodiversity and sustainable management of a large neotropical seasonal wetland.. Sofia: Pensoft Publishers, 2011, v. , p. 797-836.

11.
FREIRE-VIEIRA, P. ; BRUNET, N. ; Tremblay, G. ; GIRARD, P. . Universidade e desenvolvimento local:balanço da discussão. In: Gaëtan Tremblay; Paulo Freire Vieira. (Org.). O papel da universidade no desenvolvimento local: Experiências brasileiras e canadenses. Florianópolis, Sc: APED : Secco, 2011, v. , p. 251-286.

12.
GIRARD, P.; LEVY, C. ; Tremblay, G. . Universidade e as coletividades locais: como compartilhar conhecimentos. In: Gaëtan Tremblay; Paulo Freire Vieira. (Org.). O papel da universidade no desenvolvimento local: Experiências brasileiras e canadenses. Florianópolis, Sc: APED : Secco, 2011, v. , p. 219-249.

13.
IRIGARAY, C. T. ; SILVA, C. J. ; MEDEIROS, H. Q. ; GIRARD, P. ; FAVA, G. C. ; MACIEL, J. C. ; NOVAIS SOBRINHO, L. G. ; GALLO, R. L. . O Pantanal Matogrossense enquanto patrimônio nacional no contexto das mudanças climáticas. In: SILVA, Solange T.; CUREAU, Sandra; LEUZINGER, Márcia. (Org.). Mudança do Clima. Desafios jurídicos, econômicos e socioambientais. São Paulo: Fiuza, 2011, v. , p. -.

14.
GIRARD, P.. Fio d'água. In: Patrícia Zerlotti, Silvia Santana e Débora Calheiros. (Org.). Hidrelétricas na Bacia do Alto Paraguai. 1ed.Campo Grande: ECOA, 2011, v. , p. 27-30.

15.
Fantin-Cruz, Ibraim ; Girard, Pierre ; Zeilhofer, Peter ; Collischonn, Walter . Dinâmica de inundação. In: Izaias, M. Fernandes; Cleiton A. Signor; Jerry Penha. (Org.). Biodiversidade no Pantanal de Poconé. Cuiabá: Centro de Pesquisa do Pantanal, 2010, v. , p. 25-35.

16.
Penha, Jerry M. ; STRUSSMANN, C. ; GIRARD, P. . Repensando a experiência do grupo do Pantanal Norte com o sistema de grades. In: Izaias, M. Fernandes; Cleiton A. Signor; Jerry Penha. (Org.). Biodiversidade no Pantanal de Poconé. Cuiabá: Centro de Pesquisa do Pantanal, 2010, v. , p. 183-190.

17.
GIRARD, P.. Cumulative effects of dams in the Pantanal. In: Peteán, J.; Cappato, J.. (Org.). Humedales fluviales de America del Sur - Hacia un manejo sustentable. Santa Fe: Proteger Ediciones, 2005, v. , p. 429-448.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
Padovani, C.R. ; Camolesi, L. ; Bonafe, P. ; VETTORAZZI, C. A. ; DIAS, R. A. P. ; DIAS, C. T. S. ; SHIMABUKURO, Y. E. ; GIRARD, P. . Sistema de Monitoramento e Alerta de Inundações e Secas no Pantanal. In: XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto - SBSR, 2011, Curitiba. Anais XV Simpósio Brasileiro de Sensoriamento Remoto - SBSR, Curitiba, PR, Brasil, 30 de abril a 05 de maio de 2011. São José dos Campos: INPE, 2011. p. 5140-5147.

2.
CRUZ, I. F. ; GIRARD, P. ; ZEILHOFER, P. ; MENEZES-FILHO, F. ; COLLISCHONN, W. . Dinâmica da inundação e conectividade nos processos ecológicos do sítio de amostragem de longa duração-Pantanal. In: 2º Simpósio de Geotecnologias no Pantanal, 2009, Corumbá-MS. Anais 2º Simpósio de Geotecnologias no Pantanal, Corumbá, 7-11 novembro 2009, Embrapa Informática Agropecuária/INPE, 2009. p. 150-156.

3.
CASTRO, P. R. ; GIRARD, P. ; CUNHA, C. N. . DINÂMICA HÍDRICA EM CAMPOS DE MURUNDUS. In: XIII Congreso Brasileiro de àguas Subterrâneas, 2004, Cuiabá-MT. Anais do XIII Congresso Brasileiro de águas subterrâneas, 2004, 2004.

4.
SILVA, C. J. ; ABDO, M. S. A. ; OLIVEIRA, D. M. M. ; GIRARD, P. . Caracterizaçã ambiental do Ninhal Corutuba, Pantanal Mato-Grossense, Barão de Melgaço, MT. In: III Simpósio sobre Recursos Naturais e Sócio-Econômicos do Pantanal, 2002, Corumbá/MS. Anais do III Simpósio sobre Recursos Naturais e Sócio-Econômicos do Pantanal, 2000.

5.
GIRARD, P.; MOREIRA-NORDEMANN, L. M. . Pollutant Transport and Atmospheric Mixing in The Paraiba Valley - Brazil. In: IX Congresso Brasileiro de Meterologia, 1996, Campos do Jordão. Os benefícios das modernas técnicas de previsão de tempo e clima para as atividades sócio-econômicas. Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Meteroilogia, 1996. v. 2. p. 1045-1047.

6.
GIRARD, P.; DEWIERE, L. ; LEDOUX, E. . Conception et mise en oeuvre experimentale de la surveillance de l'étanchéité d'une membrane en fond de décharge. In: Hydrogéologie et Sûreté des Dépots de Déchets Radioactifs et Industriels Toxiques, 1988, Orléans. Documents du B.R.G.M. no 160. Orléans, France: BRGM Éditions, 1988. v. 1. p. 267-281.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
GIRARD, P. Finding ecological limits of hydrologic alteration in rivers flowing in the Brazilian Pantanal. In: AARMS-CRM Workshop on Sustainability of Aquatic Ecosystem Networks, 2013, Fredericton-Canada. AARMS-CRM Workshop on Sustainability of Aquatic Ecosystem Networks, 2013.

2.
GIRARD, P.; CRUZ, I. F. ; OLIVEIRA, S. M. L. ; HAMILTON, S. K. . Small-scale Spatial Variation of Inundation Dynamics in a Floodplain of the Pantanal (Brazil). In: The meeting of the Americas, 2010, Foz do Iguaçu. Eos Trans. AGU, 2010. v. 91. p. B32A-04.

3.
GIRARD, P.. The SINERGIA Project: An Attempt to Obtain Results Corresponding to the Real Needs of End Users in Adapting to Climate Change. In: Meeting of the Americas, 2010, Foz do Iguaçu. Eos Trans. AGU, 2010. v. 91. p. GC34A-01.

4.
UMETSU, R. K. ; GIRARD, P. ; UMETSU, C. A. . Matéria orgânica do solo versus densidade vegetacional de um trecho de floresta ripária do rio Cuiabá, Rosário Oeste - MT. In: XVI Encontro de Biólogis do CRBio-1, 2005, Campo Grande-MS. XVI Encontro de biológos do CRBio-1 - Programa e Resumos, 2005.

5.
CRUZ, I. F. ; CAMARGO, J. ; GIRARD, P. . Dinâmica espaço-temporal do perfil de inundação da RPPN Sesc- Pantanal. In: X Congresso Brasileiro de Limnologia, 2005, Ilheus-Ba. Resumos do X Congresso Brasileiro de Limnologia, 2005.

6.
CRUZ, I. F. ; GIRARD, P. . Monitoramento da dinâmica espacial da enchente na RPPN Sesc Pantanal: Primeiro passo, o perfil da planície de inundação.. In: 57ª Reunião Anual da SBPC, 2005, Fortaleza. Anais da 57ª Reunião Anual da SBPC - Fortaleza, CE - Julho/2005, 2005.

7.
GIRARD, P.; CUNHA, C. N. ; RIBEIRO, G. L. S. ; SILVA, C. J. . The relationship between ground and surface water in the South American Pantanal. In: German-Brazilian Workshop on Neotropical Ecosystems. Achievements and Prospects of Cooperative Research, 2000, Hamburg. German-Brazilian Workshop on Neotropical Ecosystems. Achievements and Prospects of Cooperative Research-Abstracts, 2000. v. 1. p. 194-194.

8.
RIBEIRO, G. L. S. ; CUNHA, C. N. ; GIRARD, P. . The water tabke and the flooding determinant factors in plant communities in the Pantanal of Mato Grosso, Brazil. In: German-BrazilianWorkshop on Neotropical Ecosystems. Achievements and Prospects of Cooperative Research, 2000, Hamburg. German-BrazilianWorkshop on Neotropical Ecosystems. Achievements and Prospects of Cooperative Research - Abstracts, 2000. v. 1. p. 193-193.

9.
GIRARD, P.; CUNHA, C. N. . As interações entre águas subterraneas e superficiais no Pantanal Matogrossense, Barão de Melgaço. In: III Simpósio sobre Recursos Naturais e Sócio-Econômicos do Pantanal, 2000, Corumbá-MS. III Simpósio sobre Recursos Naturais e Sócio-Econômicos do Pantanal, 2000. p. 72-72.

10.
MOREIRA-NORDEMANN, L. M. ; POPPI, N. R. ; GIRARD, P. . Biomass Burning in Central Brazil and Impact on the Atmopsheric Composition. In: WMO-IGAC Conference on the Measurement and Assessment of Atmospheric Composition Change, 1995, Beijing, China. Extended Abstracts of Papers Prsented at the WMO-IGAC Conference on the Measurement and Assessment of Atmospheric Composition Change, 1995. v. WMO/TD. p. 71-73.

11.
GIRARD, P.. Determining Nitrate Pollution Sources by 15N Tracing in the Niger Discontinuous Aquifers. In: AGU Spring Meeting, 1992, Montreal. 1992 Spring Meeting - American Geophysical Union - Eos supplement. Washington, DC: American Geophysical Union, 1992. v. 73. p. 130-130.

12.
GIRARD, P.; OGA, M. S. ; HILLAIRE-MARCEL, C. . Isotopic response of fracture-seated and phreatic aquifers to recharge in a sahelian catchment. In: AGU Fall Meeting, 1992, San Francisco. 1992 Fall Meeting American Geophysical Union Eos Supplement. Washington, DC: American Geophysical Union, 1992. v. 73. p. 157.

Apresentações de Trabalho
1.
GIRARD, P.. Recursos Hídricos na Área do Pantanal. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
GIRARD, P. SINERGIA : envolver ciência e sociedade aos desafios da gestão dos recursos hídricos no sec. XXI no contexto do aquecimento global no Pantanal e na Bacia do Rio Paraguai. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
GIRARD, P. SECOND DIALOG OF THE SINERGIA PROJECT ABOUT WATER MANAGEMENT AND GLOBAL WARMING: MAKING RESEARCH ACTIONS CONVERGE IN THE PARAGUAY RIVER BASIN. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
GIRARD, P.; Fischer, E.A. ; CASTRILLON, S. I. . O Pantanal e o ciclo das águas. 2004. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
GIRARD, P.. Dinâmica das enchentes no Pantanal. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
MIRANDA, E. J. ; PRIANTE FILHO, N. ; GIRARD, P. ; TADEU, F. C. ; FRITZEN, C. L. ; CAMPELO JR, J. H. ; VOURLITIS, G. L. . Comparation between the net ecosystem CO2 exchange of transitional tropical forest in Southern Amazonia and the Amescla photosynthesis in different light conditions. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
PRIANTE FILHO, N. ; GIRARD, P. ; TADEU, F. C. ; CAMPELO JR, J. H. ; MIRANDA, E. J. ; VOURLITIS, G. L. . Monitoring of the litter decomposition and its contribution to the transitional tropical forest (cerradão) respiration. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
GIRARD, P.; TADEU, F. C. ; CAMPELO JR, J. H. ; PRIANTE FILHO, N. ; VOURLITIS, G. L. . The soil moisture content and transitional tropical forest (cerradão) deep water reserve. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
MIRANDA, E. J. ; PRIANTE FILHO, N. ; GIRARD, P. ; TADEU, F. C. ; FRITZEN, C. L. ; CAMPELO JR, J. H. . Photosynthetic light response curve as frame reference to evaluate net ecosystem CO2 exchange. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
TAKEDA, A. ; PINTO, M. T. C. ; GIRARD, P. . Influência do alagamento na estrutura das comunidades animais da planície de inundação. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
GIRARD, P.; LEMOS, M. M. . Nutrientes nas águas subterrâneas do Ninhal do pantanal de Barão de Melgaço. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
SILVA, C. J. ; GIRARD, P. ; OLIVEIRA, D. M. M. ; ABDO, M. S. A. ; FIGUEREIDO, M. . The use of RADARSAT multi-temporal images to deleniate flood areas in the Brazilian Pantanal. 2000. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

13.
GIRARD, P.; CUNHA, C. N. ; RIBEIRO, G. L. S. ; SILVA, C. J. . The relationship between ground and surface water in the South American Pantanal. 2000. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

14.
SILVA, C. J. ; ABDO, M. S. A. ; OLIVEIRA, D. M. M. ; GIRARD, P. . Flood pulse and colonial birds influence on limnological patterns in the Pantanal Wetland complex. 2000. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

15.
SILVA, C. J. ; GIRARD, P. . New Challenges in the management of Brazilian Pantanal and catchment area. 2000. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

16.
GIRARD, P.; CUNHA, C. N. ; RIBEIRO, G. L. S. ; SILVA, C. J. . As interações entre águas subterrâneas e superficiais no Pantanal Mato-Grossense, Barão de Melgaço, MT. 2000. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

17.
SILVA, C. J. ; ABDO, M. S. A. ; OLIVEIRA, D. M. M. ; GIRARD, P. . Caracterização ambiental do Ninhal Corutuba, Pantanal Mato-Grossense, Barão de Melgaço, MT. 2000. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

18.
SILVA, C. J. ; FIGUEREIDO, M. ; ABDO, M. S. A. ; GIRARD, P. ; OLIVEIRA, D. M. M. . The use of imagery RADARSAT for habitat identification in Pantanal wetland, Brazil. 2000. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
GIRARD, P.; CUNHA, C. N. ; RIBEIRO, G. L. S. ; SILVA, C. J. . The relationship between ground and surface water in the South American Pantanal. 2000. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

20.
PINTO-SILVA, V. ; GIRARD, P. . Daily carbon dioxide budget in Brazilian Pantanal shallow lakes. 2000. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

21.
RIBEIRO, G. L. S. ; CUNHA, C. N. ; GIRARD, P. . The water table and flooding determinant factors in plant communities in the Pantanal of Mato Grosso, Brazil. 2000. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
PINTO, A. A. ; SILVA, C. J. ; GIRARD, P. ; SOUZA, M. D. ; NOGUEIRA, F. . The flood pulse and the limnology of the Sunhá Mariana Baía in the Mato Grosso Panatanl, Brasil. 1999. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

23.
RIBEIRO, G. L. S. ; CUNHA, C. N. ; GIRARD, P. . The water table and the flooding of an intermittent river of the Pantanal landi landscape unit. 1999. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

24.
GIRARD, P.; CUNHA, C. N. . Relationship between surface and groundwater during the flood in the Brazilian Pantanal. 1999. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

25.
GIRARD, P.; PINTO-SILVA, V. . Estimated flues of CO2 between Brazilian Pantanal shallow lakes and the atmosphere. 1998. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

26.
GIRARD, P.; PINTO, M. T. C. . Hydrodynamic and hydrochemichal behavior of the water table in the Cuiabá River flooded riparian forest, Brazilian Pantanal. 1998. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

27.
LAABS, V. ; PINTO, A. A. ; ALTSTAEDT, A. ; GIRARD, P. ; AMELUNG, W. ; ZECH, W. . Agrochemichal (biocides) in soils of a small sub-basin of the São Lourenço River. 1998. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

28.
GIRARD, P.; PINTO, M. T. C. . Hydrodynamic and hydrochemical behavior of the water table in the Cuiabá River gallery forest, Barão de Melgaço, Pantanal. 1998. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

29.
GIRARD, P.; MONTEIRO, J. R. B. . Nutrient flux in the subsoil of the São Lourenço River highlands, Paraguay basin. 1998. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

30.
GIRARD, P.; MOREIRA-NORDEMANN, L. M. . Pollutant transport and atmospheric mixing in the Paraíba valley - Brazil. 1996. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

31.
GIRARD, P.; MOREIRA-NORDEMANN, L. M. . Geochemistry of a SE Brazil drainage basin. First appraisal of 5 years time series. 1996. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

32.
GIRARD, P.; MOREIRA-NORDEMANN, L. M. . Composiçao química da atmosfera em 2 cidades brasileiras. 1996. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

33.
MOREIRA-NORDEMANN, L. M. ; GIRARD, P. ; POPPI, N. R. . Biomass burning, atmospheric chemical composition and deposition rates. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

34.
POPPI, N. R. ; MOREIRA-NORDEMANN, L. M. ; GIRARD, P. . Particulados atmosféricos e queima de biomassa na região de Campo Grande/MS. 1995. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

35.
MOREIRA-NORDEMANN, L. M. ; POPPI, N. R. ; GIRARD, P. . Biomass burning in Central Brazil and impact on atmospheric composition. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

36.
GIRARD, P.; MOREIRA-NORDEMANN, L. M. ; POPPI, N. R. . Biomass burning and the concentration enhancement of various ionic species. 1995. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

37.
GIRARD, P.; MOREIRA-NORDEMANN, L. M. ; POPPI, N. R. . Deposition rates of biogenic ions from biomass burning in the Brazilian savanna (cerrado). 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

38.
GIRARD, P.; MOREIRA-NORDEMANN, L. M. ; POPPI, N. R. . Biomass Burning impact on the deposition rates of pollutants in the Brazilian savanna (cerrado). 1995. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

Outras produções bibliográficas
1.
PIEDADE, M. T. F. ; JUNK, W. J. ; SOUZA JR, P. T. ; CUNHA, C. N. ; SCHONGART, J. ; WITTMANN, F. ; CANDOTTI, E. ; GIRARD, P. . As áreas úmidas no âmbito do Código Florestal brasileiro. Brasília: Comitê Brasil em Defesa das Florestas e do Desenvolvimento Sustentável, 2012 (Relatório).

2.
CARTER, R. ; KIM, J. A. ; CHAMBERS, W. B. ; SOUZA JR, P. T. ; GIRARD, P. . Inter-linkages Approach for Wetland Management: The Case of The Pantanal Wetland 2004 (Relatório).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
GIRARD, P.. Parecer em artigo científico: Environmental Monitoring and Assessment. 2018.

2.
GIRARD, P.. Parecer em artigo científico: Urban Climate. 2018.

3.
GIRARD, P.. Parecer para a revista Wetland Ecology and Management. 2018.

4.
GIRARD, P.. Parecer para a revista Ecological Economics. 2017.

5.
GIRARD, P.. Parecer para a revista Urban Climate. 2017.

6.
GIRARD, P.. Parecer para a revista Land Use Policy. 2017.

7.
CUNHA, C. N. ; GIRARD, P. . Água subterrânea no pantanal de poconé: qualidade e uso. 1999.

8.
GIRARD, P.. Caracterização dos fungos alérgicos prsentes no ar. 1997.

Redes sociais, websites e blogs
1.
GIRARD, P; SANTOS, M. T. ; SOUSA JR., P. T. ; JUNK, W. J. ; CUNHA, C. N. . I Congresso Brasileiro de Áreas Úmidas. 2012; Tema: Áreas Úmidas. (Site).

2.
GIRARD, P.; ARAUJO, A. ; SANTOS, M. T. . Aliança EcoÁgua Pantanal. 2012; Tema: Limites Ambientais da Alteração Hidrológica no Pantanal. (Rede social).

3.
GIRARD, P.; SANTOS, M. T. . I Congresso Brasileiro de Áreas Úmidas. 2012; Tema: Áreas Úmidas. (Rede social).

4.
GIRARD, P.; KIRSTEN, I. ; BACHIEGA, J. C. ; SANTOS, M. T. ; WAGNER, M. V. S. . Rede Sinergia - Adaptação à Mudança Climática. 2010; Tema: Adaptação à Mudança Climática. (Rede social).

5.
GIRARD, P.; KIRSTEN, I. ; BACHIEGA, J. C. ; WAGNER, M. V. S. . Portal Sinergia. 2009; Tema: Adaptação a mudança climática. (Site).


Demais tipos de produção técnica
1.
GIRARD, P.. FORTIFICATION DU RÉSEAU DE RECHERCHE UQAM - UFMT SUR LE DÉVELOPPEMENT LOCAL EN ZONES DE FRONTIÈRES. 2009. (Relatório de pesquisa).

2.
GIRARD, P.. Conservação de Recursos Hídricos. 2002. .

3.
SILVA, C. J. ; GIRARD, P. . Conservação de Recursos Hídricos. 2002. .

4.
GIRARD, P.. An Environmental Monitoring Plan for the Cuiabá River Basin. 2002. (palestra em workshop internacional).

5.
GIRARD, P.; PALOMBO, A. . Integrated management of water resources in the americas: challenges and emerging issues. 2001. .

6.
PINTO, M. T. C. ; GIRARD, P. . Adaptações das comunidades animais a hidrografia e hidroquímica na planicie de inundação. 2000. .

7.
GIRARD, P.. Isótopos leves nos Estudos de Meio Ambiente. 1997. .



Eventos



Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
GIRARD, P.; Leeuwestein, J. ; COVOLAN, J. ; Sampaio, G. . Construindo a Agenda de VIAM para a Bacia do Rio Paraguai. 2012. (Congresso).

2.
GIRARD, P.; ARAUJO, A. ; SANTOS, M. T. . Aliança EcoÁgua Pantanal: 1ro Seminário sobre Limites Ambientais das Alterações Hidrológicas. 2012. (Outro).

3.
SOUSA JR., P. T. ; CUNHA, C. N. ; Junk, Wolfgang J. ; GIRARD, P. ; SANTOS, M. T. . I Congresso Brasileiro de Áreas Úmidas. 2012. (Congresso).

4.
Girard, Pierre; Leeuwestein, J. ; Sampaio, G. ; COVOLAN, J. . 2nda etapa do Curso/Oficina sobre mudanças climáticas de SINERGIA. 2011. (Outro).

5.
GIRARD, P.; Leeuwestein, J. ; Sampaio, G. ; Boulanger, J-P. ; Confalonieri, U. . Co-produção do estado da arte sobre vulnerabilidades, impactos, adaptação e mitigação da mudança climática na bacia do Paraguai - Brasil. 2010. (Outro).

6.
GIRARD, P.; Leeuwestein, J. ; Boulanger, J-P. ; Sampaio, G. . Co-produção do estado da arte sobre vulnerabilidades, impactos, adaptação e mitigação da mudança climática na bacia do Paraguai - Argentina. 2010. (Outro).

7.
GIRARD, P.; Leeuwestein, J. ; Sampaio, G. ; Boulanger, J-P. ; APARICIO, J. . Co-produção do estado da arte sobre vulnerabilidades, impactos, adaptação e mitigação da mudança climática na bacia do Paraguai - Bolivia. 2010. (Outro).

8.
GIRARD, P.; Leeuwestein, J. ; Sampaio, G. ; Boulanger, J-P. ; ACEVEDO, C. . Co-produção do estado da arte sobre vulnerabilidades, impactos, adaptação e mitigação da mudança climática na bacia do Paraguai - Paraguai. 2010. (Outro).

9.
GIRARD, P.; Confalonieri, U. ; Sampaio, G. ; LEPAGE, L. ; MERELES, F. . ADAPTCLIM - Os desafios da mudança climática e da adaptação em bacias tropicais. 2010. (Congresso).

10.
GIRARD, P.. PRIMEIRO DIÁLOGO DO PROJETO SINERGIA SOBRE GESTÃO DA ÁGUA E AQUECIMENTO GLOBAL: DEFININDO RUMOS E ATIVANDO A REDE NA BACIA DO PARAGUAI. 2009. (Outro).

11.
GIRARD, P.. SEGUNDA OFICINA DO PROJETO SINERGIA SOBRE GESTÃO DA ÁGUA E AQUECIMENTO GLOBAL: CRIANDO CONVERGÊNCIA ENTRE AÇÕES DE PESQUISAS NA BACIA DO RIO PARAGUAI. 2009. (Outro).

12.
GIRARD, P.; SOUZA JR, P. T. ; JIN, S. . Oficina Diálogo Pescador - Pesquisador: Buscando Soluções para a pesca pantaneira. 2007. (Outro).

13.
GIRARD, P.; SOUZA JR, P. T. ; JIN, S. . Oficina ? Diálogo Pecuarista ? Cientista: Buscando Soluções para a pecuária pantaneira. 2007. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Pedro Marques Ely. Impactos de hidrelétricas sobre o regime fluvial da bacia de afluência do Pantanal. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Recursos Hídricos) - Universidade Federal de Mato Grosso, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

2.
Andressa Carla Moreschi Silva. Contaminação de bivalves por microplásticos no Pantanal. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

3.
Carolina Silva Nardes. Fontes de microplásticos na cidade de Cuiabá. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Federal de Mato Grosso. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Bruno Rodrigues dos Santos. ANÁLISE DE REDE SOCIAL PARA AVALIAR COMUNICAÇÕES E DESENVOLVER FERRAMENTAS DE REDE ENTRE PROFISSIONAIS E ENTIDADES DE GESTÃO AMBIENTAL. Início: 2018. Tese (Doutorado em Biotecnologia e Biodiversidade Rede Pró Centro-Oeste) - Universidade Federal de Mato Grosso. (Orientador).

2.
CLEIVA SCHAURICH MATIVI. ANALISE DOS INSTRUMENTOS DE GOVERNANÇA EMPREGADOS NO SISTEMA AGROINDUSTRIAL DA SOJA E OS IMPACTOS AOS MUNICÍPIOS PRODUTORES DO ESTADO DE MATO GROSSO. Início: 2018. Tese (Doutorado em Biotecnologia e Biodiversidade Rede Pró Centro-Oeste) - Universidade Federal de Mato Grosso. (Orientador).

3.
Érika de Faria. Avaliação da poluição por microplásticos no Pantanal: Impactos sobre a qualidade das águas e a fauna aquática. Início: 2017. Tese (Doutorado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Federal de Mato Grosso, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Pedro Cassiano Assumpção de Farias. O CICLO HIDROCLIMÁTICO E A PRODUÇÃO BOVINA NA BACIA DO ALTO PARAGUAI MATO-GROSSENSE: QUAIS SÃO AS RELAÇÕES?. 2017. Dissertação (Mestrado em Recursos Hídricos) - Universidade Federal de Mato Grosso, . Orientador: Pierre Girard.

2.
Suzanne Almeida. Influência de centrais hidrelétricas sobre migração de peixes comerciais na Bacia do Rio Cuiabá-MT. 2014. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Federal de Mato Grosso, . Orientador: Pierre Girard.

3.
Yandra Fontes Bastos. Variação espacial e temporal de descritores hidro ? climáticos e resposta dos habitats aquáticos na Bacia do Alto Rio Paraguai. 2012. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Pierre Girard.

4.
Luana Machado Scaloppe. A GERAÇÃO DE ENERGIA HIDRELÉTRICA NA BACIA DO ALTO PARAGUAI: O ESGOTAMENTO AMBIENTAL. 2012. Dissertação (Mestrado em DIREITO AGROAMBIENTAL) - Universidade Federal de Mato Grosso, . Orientador: Pierre Girard.

5.
Maria Cristina M. de Figueredo Bacovis. Participação pública e consulta à comunidades indígenas no processo de licenciamento de emmpreendimentos hidrelétricos. 2011. Dissertação (Mestrado em DIREITO AGROAMBIENTAL) - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Pierre Girard.

6.
Ibraim Fantim da Cruz. Influencia da variabilidade da dinâmica da inundação sobre a diversidade vegetal no Pantanal Norte. 2008. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Federal de Mato Grosso, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Pierre Girard.

7.
Ricardo K Umetsu. Efeito do Aproveitamento Múltiplo Manso sobre as áreas alagadas do Médio Rio Cuiabá. 2004. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Pierre Girard.

8.
Cássia Helena Gonçalves da Silva. Água Subterrânea Poconé: Qualidade e usos. 2003. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Federal de Mato Grosso, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Pierre Girard.

9.
Marise Curvo. VERIFICAÇÃO DA APLICABILIDADE DA REDEVANCE NA BACIA DO RIO CUIABÁ. 2002. Dissertação (Mestrado em Engenharia Ambiental) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, . Orientador: Pierre Girard.

Supervisão de pós-doutorado
1.
Koen Antonius Johannes Arts. 2016. Centro de Pesquisas do Pantanal, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Pierre Girard.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
MARCOS AURÉLIO BOTELHO FERREIRA. ESTABILIZAÇÃO E PROTEÇÃO DA BARRANCA DO RIO CUIABÁ COM USO DE PNEUS INSERVÍVEIS E SOLO LOCAL. 2013. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Gestão e Perícia Ambiental) - Universidade Federal de Mato Grosso. Orientador: Pierre Girard.

2.
Claudia Soledad. INFLUÊNCIA DA INUNDAÇÃO NA DISTRIBUIÇÃO DE GIRINOS EM MESO-ESCALA NA PLANÍCIE DE INUNDAÇÃO DO RIO CUIABÁ ? NORTE DO PANTANAL. 2009. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em CIÊNCIAS AMBIENTAIS - BOTÂNICA E ECOLOGIA) - Universidade Federal de Mato Grosso. Orientador: Pierre Girard.

3.
Cristiane Lima Façanha. Estudo da variação limnológica no tempo e espaço em lagoas pantaneiras, município de Poconé, Mato Grosso. 2004. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Lic. Plena em Biologia) - Universidade Federal de Mato Grosso. Orientador: Pierre Girard.

Iniciação científica
1.
Sydney Vianna Pinto Júnior. : Avaliação dendrocronológica para reconstrução hidrológica (inserido no projeto Padrões da biodiversidade, em meso-escala, dos diferentes sistemas pastoris do Pantanal de Mato Grosso (BIOPAN)). 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Lic. Pleana em Biologia) - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Pierre Girard.

2.
Diogo Diógenes Ribeiro Barbosa. Caracterização fenológica para reconstrução dendrocronológica dos episódios de seca no Pantanal (inserido no projeto Padrões da biodiversidade, em meso-escala, dos diferentes sistemas pastoris do Pantanal de Mato Grosso (BIOPAN)). 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Lic. Pleana em Biologia) - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Pierre Girard.

3.
Ivan Lage. DINÂMICA DA INUNDAÇÃO E CONECTIVIDADE NOS PROCESSOS ECOLÓGICOS DO SÍTIO DE AMOSTRAGEM DE LONGA DURAÇÃO-PANTANAL. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Lic. Pleana em Biologia) - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Pierre Girard.

4.
Arthur Guilherme Schirmbeck Chaves. Gradiente d einundação e unidades de paisagem no Pantanal. 2008. Iniciação Científica - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Pierre Girard.

5.
Ricardo Fernando Balsan. Gradientes de inundação e composição do solo no Pantanal. 2008. Iniciação Científica - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Pierre Girard.

6.
Kleber Adriano Ribeiro Elmo. Dinâmica espaço-temporal da enchente e a relação com a matéria orgânica do solo. 2007. Iniciação Científica - Universidade Federal de Mato Grosso. Orientador: Pierre Girard.

7.
João Leôncio da Silva Neto. Dinâmica espaço-temporal da enchente e as relações com as propriedades físico-químico da água e do solo. 2007. Iniciação Científica - Universidade Federal de Mato Grosso. Orientador: Pierre Girard.

8.
Ibraim Fantim da Cruz. Monitoramento da Dinâmica Espacial da Enchente Na RPPN-SESC Pantanal. 2005. Iniciação Científica. (Graduando em Lic. Pleana em Biologia) - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Pierre Girard.

9.
Ibraim Fantin da Cruz. Variáveis limnológicas e hábito alimentar do zooplâncton da baía dos Coqueiro, Patanal Mato-grossense. 2004. Iniciação Científica. (Graduando em Lic. Pleana em Biologia) - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Pierre Girard.

10.
Nilton Ferreira Borges. Interação água superficial-subterrânea no Pantanal de Mato Grosso.. 2001. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Pierre Girard.

11.
Cássia Helena Gonçalves da Silva. Estudo do Comportamento Hidrodinâmico do Lençol Freático no Pantanal de Poconé-MT. 2000. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Geografia) - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Pierre Girard.

12.
Maccionilio Marques Lemos. Estudo do comportamento químico da água subterrânea no Pantanal de Barão de Melgaço. 2000. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Geografia) - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Pierre Girard.

13.
Nilton Ferreira Borges. Estudo do comportamento hidrodinámico e químico das águas subterrânea Na bacia do Rio Tenente Amaral, Município de Jaciara.. 2000. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Pierre Girard.

14.
Cristina Souza Domingues. Avaliação do Desempenho da Estação deTtratamento de Esgoto de Cuiabá -ETE D. Aquino. 2000. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Engenharia Sanitária) - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Pierre Girard.

15.
Maccionilio Marques Lemos. Nutrientes Na Precipitação, Gotejamento De Copa E Escoamento De Tronco Na Região Do Ninhal Do Pantanal De Barão De Melgaço/Mt. 1999. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Geografia) - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Pierre Girard.

16.
Nilton Ferreira Borges. Levantamento de Benthos em Período de Transição Seca-Enchente na Bacia Birici, Pantanal de Poconé, Mato Grosso. 1999. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Medicina Veterinária) - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Pierre Girard.

17.
Cristian Antonio José de Campos. A Capacidade de Retenção da ChuvapPela Copa em Matas Ribeirinhas com e sem Ninhal de Pássaros no Pantanal de Barão de Melgaço -MT. 1999. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Geografia) - Universidade Federal de Mato Grosso, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Pierre Girard.

Orientações de outra natureza
1.
Jeanne Mangani. Construction de l?Agenda 21 de la ville de Cáceres. 2006. Orientação de outra natureza. (Mestrado em ciências ambientais) - Université du Québec à Montréal. Orientador: Pierre Girard.

2.
Geneviève Gallerand. L?Espaço Vitória à Cuiabá : un espace de transformation sociale. 2006. Orientação de outra natureza. (Mestrado em ciências ambientais) - Université du Québec à Montréal. Orientador: Pierre Girard.

3.
Bruno Barbosa. Avaliação do Impacto Ambiental das pressões humanas no ecossistema Rio Cuiabá-Pantanal. 2006. Orientação de outra natureza. (Engenharia ambiental e do território) - Instituto Politécnico de Bragança. Orientador: Pierre Girard.



Educação e Popularização de C & T



Livros e capítulos
1.
GIRARD, P.. Fio d'água. In: Patrícia Zerlotti, Silvia Santana e Débora Calheiros. (Org.). Hidrelétricas na Bacia do Alto Paraguai. 1ed.Campo Grande: ECOA, 2011, v. , p. 27-30.


Redes sociais, websites e blogs
1.
GIRARD, P.; KIRSTEN, I. ; BACHIEGA, J. C. ; WAGNER, M. V. S. . Portal Sinergia. 2009; Tema: Adaptação a mudança climática. (Site).

2.
GIRARD, P.; KIRSTEN, I. ; BACHIEGA, J. C. ; SANTOS, M. T. ; WAGNER, M. V. S. . Rede Sinergia - Adaptação à Mudança Climática. 2010; Tema: Adaptação à Mudança Climática. (Rede social).

3.
GIRARD, P; SANTOS, M. T. ; SOUSA JR., P. T. ; JUNK, W. J. ; CUNHA, C. N. . I Congresso Brasileiro de Áreas Úmidas. 2012; Tema: Áreas Úmidas. (Site).

4.
GIRARD, P.; ARAUJO, A. ; SANTOS, M. T. . Aliança EcoÁgua Pantanal. 2012; Tema: Limites Ambientais da Alteração Hidrológica no Pantanal. (Rede social).

5.
GIRARD, P.; SANTOS, M. T. . I Congresso Brasileiro de Áreas Úmidas. 2012; Tema: Áreas Úmidas. (Rede social).



Outras informações relevantes


Autor colaborador do Sumário Executivo do Primeiro Relatório do Painel Brasileiro de Mudanças Climaticas:
PMBC, 2013: Contribuição do Grupo de Trabalho 3 ao Primeiro Relatório de Avaliação Nacional do Painel Brasileiro de Mudanças Climáticas. Sumário Executivo do GT3: Mitigação das Mudanças Climáticas. PMBC, Rio de Janeiro, Brasil. 24p. ISBN: 978-85-285-0208-4. http://www.pbmc.coppe.ufrj.br/documentos/pbmc_sumario_executivo_gt3.pdf)



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/12/2018 às 18:53:13