Ana Paula Scher

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8237699579271171
  • Última atualização do currículo em 10/12/2018


Ana Paula possui graduação em Letras pela Universidade Federal de Juiz de Fora (1988), mestrado em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas (1996) e doutorado em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas (2004). Realizou estágios pós-doutorais na University of Calgary (2006), na University College London (2011-2012) e na Universidade Estadual de Campinas (2017-2018). É professora da Universidade de São Paulo desde 1998, livre-docente desde novembro de 2018, e bolsista de Pesquisa do CNPq, nível 2 (de 2014 a 2017 e, novamente, a partir de 2018). Tem experiência na área de Linguística, com ênfase em Gramática, pesquisando, principalmente, dentro do paradigma da Gramática Gerativa, em particular, da Morfologia Distribuída. Interessa-se pelas interfaces que a morfologia faz com a sintaxe, a fonologia e a semântica. Dentro dessas interfaces, pesquisa os fenômenos relacionados à estrutura argumental e sincretismo, bem como à derivação de nomes deverbais não afixais, particípios inovadores, formas truncadas e adjetivos com uso adverbial, além de questões relacionadas à produção de verbos defectivos e depoentes. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Ana Paula Scher
Nome em citações bibliográficas
SCHER, A. P.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de São Paulo, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.
Avenida Professor Luciano Gualberto, 403 - Departamento de Lingüística
Cidade Universitária
05508-900 - Sao Paulo, SP - Brasil - Caixa-postal: 2530
Telefone: (11) 30914298
Fax: (11) 30316392
URL da Homepage: http://www.linguistica.fflch.usp.br/docentes/anascher


Formação acadêmica/titulação


1997 - 2004
Doutorado em Lingüística.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
com período sanduíche em University of Southern California (Orientador: Joseph Aoun).
Título: As Construções com o Verbo Leve DAR e as Nominalizações em -ada no Português do Brasil, Ano de obtenção: 2004.
Orientador: Jairo Moraes Nunes.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Categorias Aspectuais; Verbo leve; Morfologia Distribuída; Nominalizações em -ada; Sintaxe.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Teoria e Análise Lingüística / Especialidade: Morfologia.
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Teoria e Análise Lingüística / Especialidade: Semântica.
1994 - 1996
Mestrado em Lingüística.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: As construções com dois objetos no inglês e no português do Brasil: um estudo sintático comparativo,Ano de Obtenção: 1996.
Orientador: Mary Aizawa Kato.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: gramática gerativa; Objeto duplo; Construções bitransitivas.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Teoria e Análise Lingüística / Especialidade: Morfologia.
1992 - 1992
Especialização em Metodologia do Ensino Superior. (Carga Horária: 360h).
Centro de Ensino Superior de Juiz de Fora, CESJF, Brasil.
Título: Língua Estrangeira: do auto-conhecimento à autonomia no processo de aprendizagem.
Orientador: Lúcia Helena Lenz.
1984 - 1988
Graduação em Letras.
Universidade Federal de Juiz de Fora, UFJF, Brasil.


Pós-doutorado e Livre-docência


2018
Livre-docência.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Por menos morfologia não concatenativa: uma análise localista para as formas nominais truncadas no português brasileiro, Ano de obtenção: 2018.
Palavras-chave: formas nominais truncadas; Morfologia (não)concatenativa; Morfologia Distribuída.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Morfologia.
2017 - 2018
Pós-Doutorado.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
2011 - 2012
Pós-Doutorado.
University College London, UCL, Inglaterra.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
2006 - 2006
Pós-Doutorado.
University of Calgary, UOFC, Canadá.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes


Formação Complementar


2009 - 2009
Psicolinguística e Semântica Lexical.
Universidade Federal da Paraíba, UFPB, Brasil.
2007 - 2007
Distributed Morphology - ABRALIN 2007. (Carga horária: 15h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2007 - 2007
Some Issues on Distributed Morphology. (Carga horária: 12h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2005 - 2005
Introdução à Neurociência da Linguagem. (Carga horária: 12h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2004 - 2004
A Periferia Esquerda da Sentença no Português do B. (Carga horária: 12h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2003 - 2003
Distributed Morphology. (Carga horária: 30h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2003 - 2003
On the Structure of the Left Periphery of Question. (Carga horária: 30h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2003 - 2003
Indefinites and Functional Heads. (Carga horária: 12h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2003 - 2003
Desenvolv. rec. da pesq. em sintaxe minimalista. (Carga horária: 40h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2002 - 2002
Decompondo Determinantes Quantificacionais. (Carga horária: 15h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2002 - 2002
Quantifier Scope. (Carga horária: 15h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2001 - 2001
A Semântica do Sn Com Especial Atenção Ao Genitivo. (Carga horária: 15h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2001 - 2001
Introdução à Semântica do Tempo. (Carga horária: 15h).
Universidade Federal do Ceará, UFC, Brasil.
2001 - 2001
Hist da Fonol Mod e Base do Proc de Liaison Em Fra. (Carga horária: 15h).
Universidade Federal do Ceará, UFC, Brasil.
2000 - 2000
Semântica de Eventos. (Carga horária: 15h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - 2018
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


University College London, UCL, Inglaterra.
Vínculo institucional

2011 - 2012
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


University of Calgary, UOFC, Canadá.
Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora Doutora II, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professora Doutora do Departamento de Lingüística da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo. Contratação publicada em 04/9/98; exercício em liminar a partir de 03/8/98. Promoção a Professora Doutora publicada no Diário Oficial do Estado de São Paulo em 11/05/2004. Promoção retroativa a 13/02/2004, data da defesa da Tese de Doutorado. Promoção a Professora doutora II, em 2011

Atividades

01/2017 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.

08/2016 - Atual
Direção e administração, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Coordenadora do Curso de Graduação em Linguística.
6/2004 - Atual
Ensino, Semiótica e Lingüística Geral, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Arquitetura da Gramática Através das Nominalizações: Aspectos Morfo-Sintático-Semânticos
Morfologia
Morfossintaxe: Morfologia Distribuída
Teoria sintática: a gramática gerativa
Teoria Sintática: desenvolvimentos do modelo de Princípios e Parâmetros
Verbos: Estrutura Argumental e Estrutura de Eventos
Teoria Sintática: Ligação, Subjacência, Barreiras e Minimalidade Relativizada
8/1998 - Atual
Ensino, Letras Lingüística, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Elementos de Lingüística I
Elementos de Lingüística II
Lingüística IV
Morfologia
Psicolingüística
Sintaxe
Tópicos em Teoria Sintática
01/2015 - 07/2015
Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas.

Atividade realizada
Coordenadora da Disciplina Elementos de Linguística I.
08/2014 - 10/2014
Direção e administração, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Semiótica e Linguística Geral do Departamento de Linguística da USP.
08/2013 - 08/2014
Direção e administração, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Coordenadora do Curso de Graduação em Linguística.
08/2012 - 05/2013
Direção e administração, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Vice-coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Semiótica e Linguística Geral do Departamento de Linguística da USP.
11/2006 - 11/2010
Direção e administração, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Chefe do Departamento de Lingüística.
04/2010 - 06/2010
Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas.

Atividade realizada
Membro da Comissão de Sistematização os Pedidos de Cargos de Professor Titular para a FFLCH.
05/2009 - 06/2009
Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas.

Atividade realizada
Membro da Comissão de Sistematização os Pedidos de Cargos de Professor Titular para a FFLCH.
12/2006 - 11/2007
Conselhos, Comissões e Consultoria, Reitoria, Pró-Reitoria de Pesquisa.

Cargo ou função
Membro da Comissão Julgadora do Programa USP-COFECUB: Representante suplente da área de Ciências Himanas e Humanidades. Portaria PRP nº. 10/2006, de 14.12.2006.
9/2005 - 8/2007
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.

Cargo ou função
Vice-Presidente da Comissão de Pesquisa da FFLCH.
8/2005 - 08/2007
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.

Cargo ou função
Membro Titular da Comissão de Pesquisa da FFLCH.
12/2006 - 03/2007
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Membro do Grupo de Trabalho para elaboração de Proposta para a Divisão Orçamentária do ano de 2007.
11/2006 - 01/2007
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Vice-presidente em exercício da Comissão de Pesquisa da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas.
11/2004 - 10/2006
Direção e administração, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.

Cargo ou função
Vice-chefe do Departamento de Lingüística.
2/2006 - 3/2006
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.

Cargo ou função
Comissão Eleitoral para a organização das atividades relativas ao processo de escolha do futuro diretor da FFLCH. Portaria 03/2006.
2/2006 - 2/2006
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.

Cargo ou função
Vice-presidente em Exercício da Comissção de Pesquisa da FFLCH.
11/2005 - 1/2006
Direção e administração, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.

Cargo ou função
Vice-Chefe em Exercício do Departamento de Lingüística.
8/2003 - 8/2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.

Cargo ou função
Membro Titular da Comissão de Pesquisa da FFLCH.
4/2004 - 7/2004
Extensão universitária , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.

Atividade de extensão realizada
Curso de Extensão - Introdução à Lingüística - os níveis de análise.
2/2004 - 6/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.

Cargo ou função
Membro da Comissão de elaboração do Plano de metas do Departamento de Lingüística.
12/2002 - 2/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.

Cargo ou função
Membro titular do Conselho Departamental de Lingüística, representando a categoria dos Professores Assistentes.
10/2003 - 12/2003
Extensão universitária , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.

Atividade de extensão realizada
Curso de Extensão: Introdução à Lingüística - objetos teóricos.
3/2002 - 8/2003
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.

Cargo ou função
Suplente de representante do Departamento de Lingüística, junto à Comissão de Graduação da FFLCH.
9/2001 - 3/2002
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.

Cargo ou função
Membro Titular da Comissão de Graduação da FFLCH/USP, representando o Departamento de Lingüística.
2/2001 - 12/2001
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.

Cargo ou função
Suplente de representante da categoria dos Professores Assistentes Mestres junto ao Conselho do Departamento de Lingüística.
3/2000 - 9/2001
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.

Cargo ou função
Membro Suplente da Comissão de Graduação da FFLCH/USP, representando o Departamento de Lingüística.
7/1999 - 7/2001
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.

Cargo ou função
Suplente de representante dos Professores Assistentes Mestres junto à Congregação da FFLCH/USP.
12/1999 - 12/2000
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.

Cargo ou função
Membro titular do Conselho Departamental de Lingüística, representando a categoria dos Professores Assistentes.
1/2000 - 3/2000
Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas.

Atividade realizada
Viagem de Estudos e Pesquisa realizada na University of Southern California, em Los Angeles, California, Estados Unidos.
4/1999 - 3/2000
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.

Cargo ou função
Membro Titular da Comissão de Graduação da FFLCH/USP, representando o Departamento de Lingüística.
12/1998 - 12/1999
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.

Cargo ou função
Membro titular do Conselho Departamental de Lingüística, representando a categoria dos Professores Assistentes.
10/1998 - 8/1999
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Lingüística.

Cargo ou função
Suplente de representante do Departamento de Lingüística, junto à Comissão de Pesquisa da FFLCH.
10/1998 - 10/1998
Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas.

Atividade realizada
Membro da Comissão Julgadora do V Prêmio Quiral de Iniciação Científica, avaliando os trabalhos inscritos na Área de Lingüística, Letras e Artes.

Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa Em Letras e Lingüística, ANPOLL, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2004
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 0

Atividades

3/2003 - 6/2004
Direção e administração, Universidade Federal de Alagoas, .

Cargo ou função
Vice-coordenadora do GT em Teoria da Gramática.
12/2003 - 12/2003
Outras atividades técnico-científicas , Univesridade de São Paulo, Univesridade de São Paulo.

Atividade realizada
Encontro Anual do GT em Teoria da Gramática.

Universidade Federal de Viçosa, UFV, Brasil.
Vínculo institucional

1992 - 1997
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora Assistente, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professora do Departamento de Letras e Artes (DLA) da Universidade Federal de Viçosa (UFV) - disciplinas: Língua Inglesa I a Língua Inglesa VIII, Inglês Instrumental (para alunos da Pós Graduação), Prática de Ensino de Inglês, Conversação Inglesa I e II.

Atividades

12/1996 - 02/1997
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Departamento de Letras.

Cargo ou função
Membro da Comissão de Promoção e Treinamento do Departamento de Letras e Artes.
12/1996 - 02/1997
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Departamento de Letras.

Cargo ou função
Membro da Comissão Temporária de Assessoramento à Comissão Permanente de Pessoal Docente da UFV em processo de promoção de docentes..
12/1996 - 02/1997
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Departamento de Letras.

Cargo ou função
Membro da Comissão Permanente de Promoção e Treinamento do Departamento de Letras e Artes.
4/1992 - 2/1997
Ensino, Letras, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Conversação Inglesa I e II
Coordenadora de Disciplinas
Inglês Instrumental (para alunos da Pós Graduação)
Língua Inglesa I a Língua Inglesa VIII.
Prática de Ensino de Inglês
04/1992 - 02/1997
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Departamento de Letras.

Cargo ou função
Membro do Conselho do Departamento de Letras e Artes.
01/1997 - 01/1997
Serviços técnicos especializados , Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Departamento de Letras.

Serviço realizado
Colaboração no trabalho de tradução (português-inglês) do Projeto Alfa-Bracara - Questionário Institucional (Assessoria de Relações Interinstitucionais e Assuntos Internacionais da UFV)..
01/1997 - 01/1997
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Centro de Ciências Humanas Letras e Artes.

Atividade realizada
Membro da comissão responsável pela elaboração e correção da prova de redação para o concurso público para a seleção de candidatos a vagas ociosas do curso de Direito da UFV.
01/1997 - 01/1997
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Centro de Ciências Humanas Letras e Artes.

Atividade realizada
Membro da Comissão de Avaliação de Redação do Vestibular da UFV de 1997.
01/1997 - 01/1997
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Centro de Ciências Humanas Letras e Artes.

Atividade realizada
Membro da comissão responsável pela elaboração do projeto para instalação do II Laboratório de Ensino de Línguas Estrangeiras do DLA da UFV.
07/1993 - 12/1993
Treinamentos ministrados , Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Departamento de Letras.

Treinamentos ministrados
Orientação de Monitoria das Disciplinas de Língua Inglesa do DLA da UFV
11/1992 - 12/1993
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Departamento de Letras.

Cargo ou função
Presidente da Comissão Permanente de Extensão do DLA da UFV.
10/1993 - 10/1993
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Centro de Ciências Humanas Letras e Artes.

Atividade realizada
Membro da Comissão Técnica de Elaboração de Provas do Concurso Vestibular da UFV de 1994.
07/1993 - 07/1993
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Centro de Ciências Humanas Letras e Artes.

Atividade realizada
Membro da Comissão Examinadora para a Seleção de Monitores de Língua Inglesa do DLA da UFV.
01/1993 - 01/1993
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Centro de Ciências Humanas Letras e Artes.

Atividade realizada
Membro da Comissão de Avaliação de Redação do Vestibular da UFV de 1993.
04/1992 - 12/1992
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Centro de Ciências Humanas Letras e Artes.

Atividade realizada
Coordenação e participação do projeto: Uma proposta para o ensino de línguas estrangeiras: ensino, aprendizagem e desenvolvimento de autonomia (parte do projeto de revisão curricular do C. A. João XXII).
10/1992 - 10/1992
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Centro de Ciências Humanas Letras e Artes.

Atividade realizada
Membro da Comissão Técnica de Elaboração de Provas do Concurso Vestibular da UFV de 1993.
06/1992 - 06/1992
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Centro de Ciências Humanas Letras e Artes.

Atividade realizada
Membro da Comissão Examinadora para a Seleção de Monitores de Língua Inglesa do DLA da UFV.

Universidade Federal de Juiz de Fora, UFJF, Brasil.
Vínculo institucional

1991 - 1992
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor C1, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professora de Língua Inglesa para alunos de primeiro e segundo graus.

Atividades

02/1992 - 04/1992
Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Educação, Faculdade de Educação.

Atividade realizada
Coordenação e participação do projeto: Uma proposta para o ensino de línguas estrangeiras: ensino, aprendizagem e desenvolvimento de autonomia (parte do projeto de revisão curricular do C. A. João XXII).
09/1991 - 04/1992
Ensino,

Disciplinas ministradas
Língua Inglesa
02/1992 - 02/1992
Outras atividades técnico-científicas , Faculdade de Educação, Faculdade de Educação.

Atividade realizada
Membro da comissão examinadora da seleção pública para professores de francês do Departamento de Comunicação e Expressão do C. A. João XXIII da UFJF. Assunto avaliado: ensino de l´nguas estrangeiras.

Sociedade Brasieleira de Cultura Inglesa de Juiz de Fora, SBCIJF, Brasil.
Vínculo institucional

1985 - 1991
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 40
Outras informações
Atuação nos Cursos: Junior (crianças de 9 a 11 anos), Basic, Intermediate, Advanced (Cambridge First Certificate Examination e Cambridge Proficiency Examination).

Atividades

8/1988 - 8/1991
Direção e administração, Coordenação, Andradas.

Cargo ou função
Coordenadora Acadêmica da Sociedade Brasileira de Cultura Inglesa de Juiz de Fora. Atuação no treinamento de Professores, na avaliação de material didático e na elaboração de provas.
8/1988 - 8/1991
Treinamentos ministrados , Coordenação, Andradas.

Treinamentos ministrados
Teacher Training Courses
03/1985 - 08/1991
Ensino,

Disciplinas ministradas
Língua Inglesa

Colégio Santa Catarina Juiz de Fora, CSC, Brasil.
Vínculo institucional

1988 - 1989
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 8
Outras informações
Professora substituta de Português. Atuação na quinta série do 1° grau. Professora de Inglês. Atuação nas quatro últimas séries do 1° grau e nas duas primeiras séries do 2° grau.

Atividades

02/1988 - 01/1989
Ensino,

Disciplinas ministradas
Inglês
Português

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - 2017
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista
Outras informações
Bolsa de Pesquisa, nível 2, para o desenvolvimento do Projeto de Pesquisa "A Sintaxe de Compostos X-V em inglês: contra a derivação regressiva"


Associação de Linguística e Filologia da América Latina, ALFAL, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Coordenadora de Projeto, Enquadramento Funcional: Coordenadora de Projeto
Outras informações
Coordenadora do Projeto 24 - Morfologia e suas Interfaces



Linhas de pesquisa


1.
Descrição e análise de línguas indo-europeias


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Traços Categoriais e Nomes Deverbais não afixais do português: morfologia não concatenativa com sintaxe concatenativa
Descrição: Descrição: Este projeto avalia o alcance de mecanismos sintáticos na determinação da natureza dos processos morfológicos disponíveis na gramática das línguas naturais. Parte-se da investigação de nomes deverbais não afixais, DNAs, do português, tais como fala, falta, amparo, começo, etc, e das implicações de se assumir, para dar conta de sua derivação, a existência de processos não concatenativos de formação de palavras nas gramáticas das línguas naturais. Esse conjunto de dados supostamente resulta de um dos dois processos apontados a seguir, que a literatura linguística vem classificando como não concatenativos: a derivação regressiva (processo que subtrai unidades morfológicas da palavra derivante) ou a conversão (processo que converte a base verbal em base nominal). No entanto, de acordo com a hipótese que vimos investigando, nenhuma dessas propostas de análise poderá dar conta dos dados acima dentro de um modelo não lexicalista de análise linguística, que assume que raízes, tais como GROW e DESTROY são neutras em termos categoriais e vão se transformar em nomes ou verbos, dependendo de serem inseridas em ambientes nominais ou verbais, respectivamente (HALLE; MARANTZ 1993, 1994 , MARANTZ 1997, HARLEY; NOYER 1999 , entre outros,). Ou seja, categorias funcionais tais como DetP ou AspP podem ter um papel importante na categorização as raízes. Para Panagiotidis (2005 , 2015 ), por outro lado, as categorias gramaticais são definidas em termos de perspectiva e os traços categoriais são interpretáveis em forma lógica (LF). Assim, enquanto o traço [N] impõe, em LF, uma perspectiva de tipo (a sortal perspective) ao complemento do categorizador n, o traço [V], por sua vez, impõe uma perspectiva de extensão-no-tempo ao complemento do categorizador v. Em seu sistema, somente categorizadores podem ser núcleos lexicais, o que significa que núcleos funcionais não podem definir a categoria de uma raiz: somente os categorizadores poderão exercer essa função. Neste projeto, portanto, procuraremos investigar a formação de DNA, levando em conta as propostas não lexicalistas já existentes na literatura, bem como as sugestões mais recentes tais como as de Panagiotidis..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Ana Paula Scher - Coordenador / Vitor Augusto Nóbrega - Integrante / Douglas Ruffa Antônio - Integrante / Jorge William Pedroso - Integrante.
2017 - 2018
A Sintaxe Concatenativa da Morfologia (não) concatenativa: conversão, truncamento e derivação regressiva
Descrição: Este projeto investiga nomes deverbais não afixais ? DNAs ? do português, tais como fala, falta, amparo, começo, etc, formas nominais truncadas do português brasileiro, tais como japa, batera, delega, analfa, vestiba, etc, além de compostos verbais do inglês, tais como to babysit, to proofread, to aircondition, etc. Cada um desse grupos de exemplos revela um processo distinto de formação de palavras nas línguas relevantes, que a literatura linguística vem classificando como não concatenativo. Assim, para alguns autores, a formação de DNAs se dá por conversão da base verbal, a derivação de formas truncadas se dá em determinado domínio prosódico e a formação de compostos verbais do inglês se dá por derivação regressiva. Se, por um lado, a existência desses processos não concatenativos vem sendo assumida, quase que inquestionavelmente, por diferentes correntes teóricas para o estudo da estrutura interna das palavras, por outro, muitas questões têm sido levantadas sobre a pertinência desses processos morfológicos de naturezas tão distintas na composição da arquitetura das gramáticas das línguas naturais. Em particular, questões sobre a propriedade da existência de processos não concatenativos, emergem como o advento de modelos não lexicalistas que se propõem a investigar a estrutura interna das palavras. Entre eles, está o modelo da Morfologia Distribuída (cf. HALLE; MARANTZ, 1993), que assume que a formação de palavras e sentenças ocorre, exclusivamente, por meio da operação merge, na sintaxe, o único componente gerativo da arquitetura da gramática das línguas naturais. Com esta pesquisa, utilizando os fenômenos linguísticos descritos acima, procura-se argumentar em favor de que processos não concatenativos não são necessários para explicar tais fenômenos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
O empreendimento da Morfologia Distribuída: novos olhares I
Descrição: Com este projeto, continuamos a nossa tarefa de ampliar o escopo dos estudos em Morfologia Distribuída na pesquisa em Linguística no Brasil, sejam eles sobre o português brasileiro ou sobre outras línguas naturais. Seguimos interessados em questões teóricas derivadas da observação de dados linguísticos em contexto e tempo reais, e acrescentamos a elas outras questões, também de natureza teórica, derivadas da observação de processos de derivação de formas neológicas em textos literários. Nosso objetivo mais geral continua sendo as discussões sobre processos de formação de palavras, concatenativos ou não, nas línguas naturais. De modo mais particular, nossos objetivos se traduzem em questões relacionadas aos seguintes tópicos: 1) estrutura argumental de verbos e nomes deverbais; 2) formação de neologismos; 3) produção de erros de fala; 4) reconhecimento de palavras; 5) estruturas de negação; 6) Derivação de formas truncadas, blends, particípios inovadores, nomes deverbais não afixais; 7) biolinguística e emergência da linguagem.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Ana Paula Scher - Coordenador / Vitor Augusto Nóbrega - Integrante / Mayara Espadaro - Integrante / Douglas Ruffa Antônio - Integrante / Vitória Lima Oliveira - Integrante / Jorge William Pedroso - Integrante.Número de orientações: 4
2014 - 2017
A Sintaxe de Compostos X-V em inglês: contra a derivação regressiva
Descrição: Esta proposta de pesquisa tem seu foco na formação de compostos verbais, doravante, compostos X-V, do inglês. Partindo da avaliação de análises existentes para o tratamento da formação desse tipo de compostos nessa língua, tendo eles (ou não) correspondentes em compostos nominais e adjetivais, busca-se alcançar três objetivos mais gerais, como descritos a seguir: i) determinar a natureza sincrônica ou diacrônica do processo de formação de compostos X-V do inglês correspondentes a formas nominais ou adjetivais compostas, ou compostos sintéticos, dessa língua, ii) identificar o real processo que está em jogo na formação desses elementos e iii) determinar as razões para a impossibilidade de se formarem compostos do tipo de *truck-drive ou *quick-act. Entre os objetivos específicos que se pretende alcançar com o desenvolvimento desta pesquisa destacam-se questões de naturezas distintas. Caberá investigar, portanto, algumas questões fonológicas, morfológicas, sintáticas e semânticas, e as respostas que se puder obter para essas questões contribuirão para o esclarecimento dos pontos destacados de (i) a (iii). A hipótese central é a de que a derivação de compostos X-V não é um caso de derivação regressiva e sua fundamentação teórica está no modelo de gramática sustentado pela Morfologia Distribuída, em que apenas um componente gerativo está em ação na formação de palavras e sentenças, o que garante a maior elegância da proposta que não precisa recorrer a uma arquitetura gramatical com mais componentes do que o necessário..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Ana Paula Scher - Coordenador / Vitor Augusto Nóbrega - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 1
2013 - 2015
Formas linguísticas e literárias: Léxico na literatura e os Processos de Formação de Palavras
Descrição: Fabb (1997:3) afirma que a noção de forma pode ser entendida como algo geral, que se aplica a diferentes formas de expressão. Assim, por exemplo, formas não-linguísticas podem ser descritas com a terminologia linguística (a sintaxe do filme, a linguagem das roupas, etc), o mesmo ocorrendo com formas literárias, em que narrativas, por exemplo, podem ser tomadas como análogas a sentenças. Para essa visão, portanto, a forma linguística não difere de qualquer outra forma. O autor aponta, no entanto, que desenvolvimentos mais recentes da pesquisa linguística apontam exatamente para o oposto dessa visão (o programa de pesquisa da gramática gerativa, por exemplo), sugerindo que a forma linguística é única, diferindo de qualquer outro tipo de forma. Nas palavras do autor, uma visão como essa pode sustentar, por assim dizer, a hipótese de que a rapidez e eficiência do processo de aquisição da linguagem se sustentem na propensão do aprendiz à aprendizagem de formas linguísticas específicas, que emergiriam de estruturas mentais inatas e especializadas para a linguagem. A conclusão do autor é que, se isso é verdade, e se alguns aspectos da forma linguística se adaptam ao uso literário em conformidade com os princípios linguísticos gerais, então o estudo dessa adaptação da forma linguística à forma literária nos levará, também a respostas sobre o conhecimento linguístico dos falantes de quaisquer línguas naturais. Este projeto tem o objetivo de examinar a obra de alguns autores brasileiros, entre eles e, talvez, principalmente, Guimarães Rosa, para investigar os processos de formação de palavras inovadoras utilizados pelos autores analisados. Serão identificados os neologismos no conjunto da obra e, a partir de então, tais palavras serão classificadas de acordo os processos de formação de palavras envolvidos em sua derivação. De imediato, serão observadas as palavras que se caracterizam como derivadas por sufixação, por composição, bem como aquelas que podem ter sido formadas por um processo blending, e outra que envolvem algum tipo de morfologia apreciativa. Nosso objetivo é a investigação do processo de adaptação de uma forma linguística à linguagem literária e suas implicações para a descrição do conhecimento linguístico..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Ana Paula Scher - Coordenador / Angelly Gouveia - Integrante / Ligia Knobl Evangelista - Integrante / Mayara Espadaro - Integrante / Carolina Martinez - Integrante.
2012 - 2014
Cross-linguistic reflections of cognitive distinctions
Descrição: The project seeks to study a number of particular cross-linguistic phenomena in languages which are widely distinct such as those found in Brazil vs. Israel, with the aim of delineating specific areas where linguistic characteristics reflect human cognition and general semantic considerations rather than being arbitrary. It will span several phenomena which we hypothesize are relevant to this task such as the distinction between mass and count nouns, the distinction between collectivity and distributivity, the nominal expression of genericity, the verbal expression of habituality, and others...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Ana Paula Scher - Integrante / Ana Lúcia de Paula Muller - Coordenador / Luciana Raccanello Storto - Integrante / Edit Doron - Integrante / Nora Boneh - Integrante.
2011 - 2015
Formação de Palavras, Estrutura Argumental e Geometria de Traços sob a perspectiva da Morfologia Distribuída.
Descrição: Este projeto tem o objetivo de ampliar o escopo dos estudos em Morfologia Distribuída na pesquisa em Linguística no Brasil. Faremos isso por meio de discussões sobre processos de formação de palavras, concatenativos ou não, nas línguas naturais, bem como sobre questões relacionadas à noção de estrutura argumental, e à ideia de geometria de traços para os sistemas pronominais e flexionais, sempre fundamentadas pelo modelo da Morfologia Distribuída. Os estudos focam línguas como o português brasileiro (PB), o espanhol peninsular (EP), o inglês, o japonês, o georgiano e o hebraico, investigando, em particular, questões tais como prefixação de negação e de repetição no PB, prefixação de formalidade no japonês, sufixação para a formação de verbos denominais, também em PB, formação de nominalizações em PB e em hebraico, de termos aumentativos e diminutivos no PB e em outras línguas românicas, formações do tipo de mesclagem e truncamento em PB e EP, causativização, sincretismo, questões relacionadas à estrutura argumental de predicados verbais, nominais e adjetivais, além de questões voltadas para o detalhamento do conjunto de traços do sistema flexional do PB. Com esses trabalhos, pretendemos identificar, nas línguas em foco, propriedades mais gerais das línguas naturais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (5) .
Integrantes: Ana Paula Scher - Coordenador / Rafael Dias Minussi - Integrante / Indaiá de Santana Bassani - Integrante / João Paulo Cyrino - Integrante / Fabiana Cristina Baldin Lopes - Integrante / Paula G. Armelin - Integrante / Vitor Augusto Nóbrega - Integrante / Aline Garcia Rodero Takahira - Integrante / Janayna Carvalho - Integrante / Júlio Williams Curvelo Barbosa - Integrante.Número de orientações: 11
2011 - 2012
Formação de palavras truncadas em português brasileiro: processo aplicado à raiz
Descrição: O presente projeto de pesquisa sugere a análise de formas truncadas do tipo forasta, sinônima de forasteiro, em português brasileiro (PB), ou cafeta, sinônima de cafeteria, em espanhol peninsular (EP), sob a perspectiva do modelo da Morfologia Distribuída (MD), proposto em Halle e Marantz (1993), e de seus desenvolvimentos mais recentes, apresentados em Siddiqi (2009) e Embick (2010), por exemplo. Seu principal objetivo foi procurar identificar, tanto quanto possível, sistematicidade no processo de formação dessas formas truncadas. Também pretendemos oferecer uma análise para esse processo, fundamentada nos pressupostos da MD, entre os quais, aquele que diz que todo processo de formação de palavras é sintático e se dá a partir da raiz..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2009
A Morfologia Distribuída e as Nominalizações Eventivas no Português do Brasil
Descrição: No desenvolvimento deste projeto, discutimos a estrutura argumental das nominalizações eventivas do português brasileiro, relacionando-a à estrutura argumental dos verbos correspondentes. Como propostas para a arquitetura da gramática que fundamentassem a pesquisa, usei os modelos de Princípios e Parâmetros (Chomsky 1981, 1982, 1986, Chomsky; Lasnik 1993), o Programa Minimalista (Chomsky 1995, 1998, 1999) e a Morfologia Distribuída (Halle; Marantz 1993, Marantz 1997). Com a descrição e a análise das nominalizações eventivas do português brasileiro, dentro dos modelos indicados acima, procuraramos determinar suas propriedades argumentais, levando em conta que essas nominalizações pertencem a diferentes classes. Investigamos o comportamento de verbos e nominalizações através dessas classes diferentes e discutimos a relação que se pode estabelecer entre a estrutura argumental de um nome e a de seu verbo correspondente, tentando determinar se podemos ou não dizer que há transferência da estrutura argumental a partir do verbo para o nome. Nossa hipótese de trabalho era a de que nomes e verbos projetam todos ou parte dos argumentos da raiz da qual derivam, uma vez que eles compartilham da mesma estrutura argumental definida por tal raiz. Sendo assim, a estrutura do nome ou do verbo será o que determina que argumentos devam ser projetados em cada caso..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) .
Integrantes: Ana Paula Scher - Coordenador / Rafael Dias Minussi - Integrante / Indaiá de Santana Bassani - Integrante / Sônia Rodrigues da Rocha - Integrante / Fabiana Cristina Baldin Lopes - Integrante / Paula G. Armelin - Integrante / Aline Rodero - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 7 / Número de orientações: 8
2006 - 2006
A Morfossintaxe das Nominalizações Deverbais no Português do Brasil
Descrição: O objetivo principal desse projeto era ampliar o debate sobre os processos de formação de palavras nas línguas naturais. De modo mais particular, pretendeu-se tratar os aspectos morfossintáticos das nominalizações deverbais no português do Brasil (PB), visando descrever e analisar seu comportamento nessa língua. Para tanto, fiz uso de duas teorias sobre a arquitetura da gramática: i) Princípios e Parâmetros (Chomsky 1981, 1982, 1986, Chomsky; Lasnik 1993) e, em sua versão mais recente, o Programa Minimalista (Chomsky, 1995, 1998 e 1999), e ii) Morfologia Distribuída (Halle; Marantz 1993, Marantz 1997). Embora apresentem distinções importantes, os dois modelos teóricos compartilham de noções fundamentais sobre a natureza da faculdade da linguagem, como, por exemplo, a crença de que essa faculdade é uma dotação genética do ser humano. A descrição e a análise de formas nominalizadas deverbais do PB procuraram determinar a maneira como o(s) processo(s) de nominalização nas línguas naturais pode(m) refletir as propriedades dessa faculdade da linguagem. Isso foi feito por meio da busca de respostas às seguintes perguntas: a) A classificação das nominalizações proposta para os dados do inglês (gerundivas, derivadas e mistas) se aplica sem problemas aos dados de nominalizações deverbais do PB? b) Quais são as propriedades dos diferentes tipos de nominlizações? c) Pode-se falar em um sufixo default para as nominalizações mistas do PB? d) Há padrões diferentes de formação para cada uma das classes de nominalizações existentes?.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2010
A Natureza do Léxico e suas Relações com a Morfologia, a Sintaxe e a Semântica
Descrição: Com o objetivo de contribuir para a discussão sobre a formação dos itens lexicais dentro do léxico ou dentro da sintaxe, este projeto investiga a morfologia, a sintaxe e a semântica das expressões lingüísticas procurando descobrir as propriedades essenciais do léxico para, então, determinar se uma gramática que disponha de apenas um componente gerativo poderá dar conta da capacidade gerativa das línguas naturais. No âmbito do projeto são discutidas questões de alternância de modo geral, bem como questões sobre a formação de estruturas nominais, simples e compostas. Em particular, discutem-se questões relacionadas à alternância entre formas sintéticas e analíticas, à alternância ergativa, inergativa, média ou bitransitiva, a nominalizações deverbais ou não, e a verbos denominais, à voz passiva e à formação de estruturas nominais complexas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Ana Paula Scher - Coordenador / Indaiá Santana Bassani - Integrante / Rafael Dias Minussi - Integrante / Sônia Rodrigues da Rocha - Integrante / Fabiana Cristina Baldin Lopes - Integrante / Paula G. Armelin - Integrante / Aline Rodero - Integrante / Alessandro Boechat de Medeiros - Integrante.
Número de produções C, T & A: 25 / Número de orientações: 19


Membro de corpo editorial


2018 - Atual
Periódico: Revista Entrepalavras
2018 - Atual
Periódico: RELIN UFMG
2016 - Atual
Periódico: DELTA. Documentação de Estudos em Lingüística Teórica e Aplicada
2009 - Atual
Periódico: Revista Virtual de Estudos da Linguagem


Revisor de periódico


2016 - Atual
Periódico: Revista do GEL (Araraquara)
2007 - Atual
Periódico: REVISTA LETRAS (CURITIBA)
2013 - Atual
Periódico: REVISTA VIRTUAL DE ESTUDOS DA LINGUAGEM
2013 - Atual
Periódico: LINGUÍSTICA (RIO DE JANEIRO)
2013 - Atual
Periódico: VEREDAS - REVISTA DE ESTUDOS LINGUÍSTICOS
2013 - Atual
Periódico: CADERNOS DE ESTUDOS LINGUÍSTICOS (UNICAMP)
2013 - Atual
Periódico: Letras de Hoje
2000 - Atual
Periódico: ESTUDOS LINGUÍSTICOS (SÃO PAULO. 1978)
2015 - Atual
Periódico: Cadernos de Squib - UNB
2003 - Atual
Periódico: Revista da ANPOLL
2016 - Atual
Periódico: DELTA. Documentação de Estudos em Lingüística Teórica e Aplicada
2017 - Atual
Periódico: Estudos Linguísticos e Literários
2018 - Atual
Periódico: ALFA: REVISTA DE LINGUÍSTICA (UNESP. ONLINE)
2018 - Atual
Periódico: RELIN UFMG


Revisor de projeto de fomento


2014 - Atual
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
2011 - Atual
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
2007 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo


Áreas de atuação


1.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Teoria e Análise Lingüística/Especialidade: Gramática.
2.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Teoria e Análise Lingüística/Especialidade: Semântica.
3.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Teoria e Análise Lingüística/Especialidade: Morfologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Italiano
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Alemão
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2015
Menção Honrosa na área de Letras, Linguística e Artes no Prêmio Teses Destaque USP pela Tese de Doutorado defendida por minha ex-orientanda Indaiá de Santana Bassani, Pró-reitoria de Pós-graduação da Universidade de São Paulo.
2005
Menção Honrosa concedida pela pesquisa de Iniciação Científica realizada por minha ex-orientanda Indaiá Bassani entre 2004-2005, Pró-Reitoria de Pesquisa da Universidade de São Paulo.
2003
Menção Honrosa concedida pela pesquisa de Iniciação Científica realizada por minha ex-orientanda Renata Leung entre 2002-2003, Pró-Reitoria de Pesquisa da USP.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SCHER, A. P.2018SCHER, A. P.; BASSANI, I. S. ; ARMELIN, P. . A ideia por trás do Colóquio Brasileiro de Morfologia (CBM) e os trabalhos do III CBM publicados neste volume. DELTA. Documentação de Estudos em Lingüística Teórica e Aplicada, v. 34, p. 475-482, 2018.

2.
SCHER, A. P.2018SCHER, A. P.. A morfossintaxe de compostos X-V em inglês. DELTA. Documentação de Estudos em Lingüística Teórica e Aplicada, v. 34, p. 709-743, 2018.

3.
SCHER, A. P.2015SCHER, A. P.. ReVEL na escola: Morfologia Distribuída. Revista Virtual de Estudos da Linguagem, v. 13, p. 1-7, 2015.

4.
BARBOSA, J. W. C.2015BARBOSA, J. W. C. ; ARMELIN, P. G. ; SCHER, A. P. . Discussing Parametric Variantion: is there dative shift in Brazilian Portuguese?. Estudos Linguísticos (Lisboa), v. 11, p. 35, 2015.

5.
SCHER, A. P.2015SCHER, A. P.. Morfologia Distribuída: uma entrevista com Ana Paula Scher. REVISTA VIRTUAL DE ESTUDOS DA LINGUAGEM, v. 13, p. 296-304, 2015.

6.
SCHER, A. P.2014SCHER, A. P.; Nóbrega, V. A. . Unifying neoclassical and stem-based compounds: a non-lexicalist approach. Linguística (Rio de Janeiro), v. 10, p. 74, 2014.

7.
SCHER, A. P.2014SCHER, A. P.; BARBOSA, J. W. C. ; ARMELIN, P. G. . Variação paramétrica e variação dialetal: uma análise para as construções dativas do inglês e do português brasileiro. Veredas (UFJF. Online), v. 18, p. 138, 2014.

8.
SCHER, A. P.2014 SCHER, A. P.; LUNGUINHO, M. V. ; Rodero Takahira, A. G. . Voice (A)symmetries and Innovative Participles in Brazilian Portugueses. Cadernos de Estudos Linguísticos (UNICAMP), v. 56, p. 45, 2014.

9.
SCHER, A. P.2013SCHER, A. P.; LUNGUINHO, M. V. ; Rodero Takahira, A. G. . Innovative Partiples in Brazilian Portuguese. Linguística (Rio de Janeiro), v. 9, p. 92, 2013.

10.
ESPADARO, M.2013ESPADARO, M. ; SCHER, A. P. . O papel da morfologia apreciativa na criação lexical na obra de Guimarães Rosa. Estudos Linguísticos e Literários, v. 47, p. 127-147, 2013.

11.
SCHER, A. P.2013 SCHER, A. P.; BASSANI, Indaiá de Santana ; MINUSSI, Rafael Dias . Morfologia na Morfologia Distribuída. Estudos Linguísticos e Literários, v. 47, p. 9-29, 2013.

12.
Lemle. M.2012Lemle. M. ; SCHER, A. P. ; SILVA, Maria Cristina Figueiredo ; Medeiros, A. B. . A Morfologia Distribuída no Brasil: duas décadas de existência. Revista de Estudos da Linguagem, v. 20, p. 141-182, 2012.

13.
Schwindt, L. C.2011Schwindt, L. C. ; SCHER, A. P. ; COLLISCHONN, G. ; Quadros, E. S. . Apresentação: um novo retorno da Morfologia. Revista Virtual de Estudos da Linguagem, v. Especi, p. 1-5, 2011.

14.
SCHER, A. P.2011SCHER, A. P.. Formas truncadas em português brasileiro e espanhol peninsular: descrição preliminar. Revista Virtual de Estudos da Linguagem, v. Especi, p. 61-79, 2011.

15.
SCHER, A. P.2009SCHER, A. P.. The argument structure of deverbal nouns in Brazilian Portuguese: a distributed morphology approach. Revista Argentina de Lingüística, v. 1, p. 25-42, 2009.

16.
CYRINO, João Paulo2008CYRINO, João Paulo ; ARMELIN, P. G. ; SCHER, A. P. . Morfologia Distribuída: revendo os conceitos de fissão. Revista Virtual de Estudos da Linguagem, v. 6, p. 5, 2008.

17.
SCHER, A. P.2007SCHER, A. P.. O aspecto do auxiliar em debate. Revista de Estudos da Linguagem, v. 15, p. 7-16, 2007.

18.
SCHER, A. P.2006 SCHER, A. P.. Nominalizações em ?ada, com o verbo leve dar em português brasileiro. Letras de Hoje (Impresso), Porto Alegre, RS, v. 41, p. 29-48, 2006.

19.
BASSANI, I. S.2006BASSANI, I. S. ; SCHER, A. P. . Os traços temporais e as sentenças de alternância ergativa no português brasileiro. Revista Letras (Curitiba), Curitiba, UFPR, v. 69, p. 227-248, 2006.

20.
LEUNG, Renata T F2006LEUNG, Renata T F ; SCHER, A. P. . Os objetos cognatos e os modificadores adverbiais. Estudos Lingüísticos (São Paulo), v. 35, p. 1668-1676, 2006.

21.
SCHER, A. P.2005 SCHER, A. P.. As Categorias Aspectuais e a formação de Construções com o verbo leve DAR. Revista do GEL (Araraquara), Campinas, v. 02, p. 09-38, 2005.

22.
SCHER, A. P.2005SCHER, A. P.; LEUNG, Renata Takllan Frauches . O Filtro do Caso e os objetos cognatos com verbos inacusativos no PB. Estudos Lingüísticos (São Paulo), Campínas, v. 34, p. 927-932, 2005.

23.
SCHER, A. P.2005SCHER, A. P.. As Construções com o Verbo Leve (CVLs) dar e as Nominalizações em ?ada no Português do Brasil.. Sínteses (UNICAMP), Campinas, SP, UNICAMP, v. 10, p. 509-522, 2005.

24.
SCHER, A. P.2003SCHER, A. P.. Construções com o Verbo Leve dar no Português Brasileiro e a hipótese sintática de base predicativa de Borer (1994). Letras de Hoje, Porto Alegre, v. 38, n.1, p. 227-235, 2003.

25.
SCHER, A. P.2003SCHER, A. P.; VIOTTI, E. . Semelhanças e diferenças entre o PB e o PE no que diz respeito à forma progressiva do infinitivo. ABRALIN (Curitiba), Fortaleza, v. 1, n.26, p. 370-375, 2003.

26.
SCHER, A. P.2000SCHER, A. P.. O verbo DAR e o léxico gerativo. Estudos Lingüísticos (São Paulo), São Paulo, SP, v. 29, p. 761-766, 2000.

27.
SCHER, A. P.1999SCHER, A. P.. Estrutura argumental do verbo leve DAR. Estudos Lingüísticos (São Paulo), São Paulo, SP, v. 28, p. 663-669, 1999.

28.
SCHER, A. P.1998SCHER, A. P.. Epistemologia e a gramática gerativa: o debate entre Larson e Jackendoff sobre a estrutura dos objetos duplos. Cadernos de Estudos Lingüísticos (UNICAMP), UNICAMP/IEL, Campinas/SP, v. 34, p. 131-146, 1998.

29.
SCHER, A. P.1997SCHER, A. P.. As construções com dois complementos no inglês e no português do Brasil: um estudo sintático comparativo. Sínteses (UNICAMP), IEL/UNICAMP, Campinas, SP, v. 2, p. 347-355, 1997.

Capítulos de livros publicados
1.
SCHER, A. P.. Morfologia distribuída: formação de palavras na sintaxe. In: José Luiz Fiorin. (Org.). Novos Caminhos da Linguística. 1aed.São Paulo: Contexto, 2017, v. 1, p. 37-59.

2.
SCHER, A. P.. A study of truncated nominal forms in Brazilian Portuguese: their derivation and their relation to nonverbal form classes. In: Mary A. Kato; Francisco Ordóñez. (Org.). The Morphosyntax of Portuguese and Spanish in Latin America. 1aed.New York: Oxford University Press, 2016, v. , p. 332-353.

3.
NEGRÃO, E. V. ; SCHER, A. P. ; VIOTTI, E. . Sintaxe: Explorando a estrutura da senteça. In: José Luiz Fiorin. (Org.). Introdução à Linguística II Princípios de análise. 5aed.São Paulo: Contexto, 2012, v. , p. 81-109.

4.
SCHER, A. P.. Formas truncadas em português brasileiro e espanhol peninsular: casos de formação de palavras a partir da raiz. In: Dermeval da Hora; Esmeralda Vailati Negrão. (Org.). Estudos da Linguagem: casamento entre temas e perspectivas. João Pessoa: Idea / Editora Universitária, 2011, v. , p. 103-137.

5.
BASSANI, I. S. ; Medeiros, A. B. ; SCHER, A. P. . Verbos Denominais com Prefixos des- no Português do Brasil. In: Rozana Reigota Naves; Heloisa Maria M. L. Salles. (Org.). Estudos Formais da Gramática das Línguas Naturais: artigos selecionados do Encontro Nacional do Grupo de Trabalho Teoria da Gramática/2009. 1ed.Goiânia: Cânone Editorial, 2011, v. , p. 123-138.

6.
SCHER, A. P.; Medeiros, A. B. ; MINUSSI, Rafael Dias . Estrutura Argumental em Morfologia Distribuída. In: Rozana Reigota Naves; Heloisa Maria M. L. Salles. (Org.). Estudos Formais da Gramática das Línguas Naturais: artigos selecionados do Encontro Nacional do Grupo de Trabalho Teoria da Gramática/2009. 1ed.Goiânia: Cânone Editorial, 2011, v. , p. 175-198.

7.
SCHER, A. P.; VIOTTI, E. ; NEGRÃO, E. V. . Competência Linguística. In: José Luiz Fiorin. (Org.). Introdução à Linguística I: objetos teóricos. 6aed.São Paulo: Editora Contexto, 2010, v. 1, p. 95-119.

8.
SCHER, A. P.. A estrutura de eventos e as CVLs do PB. In: Ataliba Teixeira de Castilho; Maria Aparecida Torres de Moraes; Ruth Lopes; Sônia Cyrino. (Org.). Descrição, história e aquisição do português brasileiro. 1aed.Campinas: Pontes/FAPESP, 2007, v. 1, p. 185-198.

9.
NEGRÃO, E. V. ; SCHER, A. P. ; VIOTTI, E. . Sintaxe: explorando a estrutura da sentença. In: José Luiz Fiorin. (Org.). Introdução à Lingüística II: princípios de análise. 1ed.São Paulo: Editora Contexto, 2003, v. II, p. 81-109.

10.
SCHER, A. P.. Quais são as propriedades lexicais de uma construção com verbo leve?. In: Ana Lúcia Müller; Esmeralda Vailatti Negrão; Maria José Foltran. (Org.). Semântica Formal. 1ed.São Paulo: Editora Contexto, 2003, v. , p. 205-220.

11.
NEGRÃO, E. V. ; SCHER, A. P. ; VIOTTI, E. . A competência lingüística. In: José Luiz Fiorin. (Org.). Introdução à Lingüística I. Objetos Teóricos. 1ed.São Paulo: Editora Contexto, 2002, v. 1, p. 95-119.

12.
BERLINCK, R. A. ; AUGUSTO, M. R. A. ; SCHER, A. P. . Sintaxe. In: Fernanda Mussalin; Anna Christina Bentes. (Org.). Introdução à Lingüìstica: domínios e fronteiras. 1ed.São Paulo: Cortez Editora, 2001, v. 1, p. 207-244.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
SCHER, A. P.. E brazuca, o que é?. Carta Capital na Escola, São Paulo, p. 30 - 31, 01 dez. 2012.

2.
SCHER, A. P.. A Brief analysis of The Great Catsby by Scott Fitzgerald. Folhetin, ICHL/UFJF, Juiz de Fora, MG, 31 jan. 1988.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SCHER, A. P.; LUNGUINHO, M. V. ; Rodero Takahira, A. G. . Voice (A)symmetries and Innovative Participles in Brazilian Portuguese. In: IATL 29, 2014, Jerusalem. MIT Working Papers in Linguistics - Proceedings of IATL 2013, 2014. v. 72. p. 169-188.

2.
SCHER, A. P.; BARBOSA, J. W. C. . Objetos compartilhados? Abservações acerca das construções seriais dativas. In: 25a Jornada Nacional do GELNE, 2014, Natal. Anais 25a Jornada Nacional do GELNE. Natal, RN: EDUFRN, 2014.

3.
SCHER, A. P.. Concatenative affixation in Brazilian Portuguese truncated forms. In: Glow in Asia IX, 2013, Tsu City - Japão. Proceedings of the Glow in Asia IX 2012: the main session. Tsu City: Mie University, 2013. p. 261-270.

4.
SCHER, A. P.. A Distributed Morphology Analysis for Truncated Forms in Brazilian Portuguese. In: IX Workshop on Formal Linguistics, 2013, Rio de Janeiro. Proceedings of the IX Workshop on Formal Linguistics. Rio de Janeiro: Faculdade de Letras UFRJ, 2013.

5.
SCHER, A. P.; ARMELIN, P. G. . Preposition Absence in Ditransitive Sentences in Brazilian Portuguese. In: IX Workshop in Formal Linguistics, 2013, Rio de Janeiro. Proceedings of the IX Workshop on Formal Linguistics. Rio de Janeiro: Faculdade de Letras UFRJ, 2013.

6.
Nóbrega, V. A. ; SCHER, A. P. . A influência da alomorfia de raiz nos derivados prefixais do japonês. In: I Jornadas de Jóvenes Lingüístas, 2012, Buenos Aires. Actas de las I Jornadas Jóvenes Lingüístas. Buenos Aires: Editorial de la Facultad de Filosofía y Letras Universidad de Buenos Aires, 2012. v. 1. p. 253-260.

7.
BRITTO, H. ; GALVES, C. ; RIBEIRO, I. ; AUGUSTO, M. R. A. ; SCHER, A. P. . Morphological annotation system for automated tagging of electronic textual cor-pora: from English to Romance languages. In: VI Simposio Internacional de Comunicación Social de Cuba, 1999, Santiago de Cuba. Actas-I VI Simposio Internacional de Comunición Social de Cuba. Santiago de Cuba, Cuba, 1999. p. 582-589.

8.
SCHER, A. P.. Verbos leves no português do Brasil: o caso de DAR e as categorias aspectuais. In: II Congresso Nacional da ABRALIN (Associação Brasileira de Lingüística), 1999, Florianópolis. Anais do 2 Congresso Nacional da ABRALIN. Florianópolis: Publicações da ABRALIN, 1999.

9.
SCHER, A. P.. Scrambling determinando o efeito objeto-duplo no PB. In: I Encontro do CELSUL (Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul), 1997, Florianópolis, SC. Anais do I Encontro do CELSUL (Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul). Florianópolis, SC, 1995. v. 2. p. 896-905.

10.
SCHER, A. P.. A aquisição de objetos indiretos do português do Brasi. In: XLIII Seminário do GEL (Grupo e Estudos Lingüísticos)/SP, 1996, Ribeirão Preto. Estudos Lingüísticos, Anais de Seminários do GEL XXV, de trabalhos apresentados no XLIII Seminário, UNAERP. Ribeirão Preto, SP, 1996. p. 737-743.

11.
SCHER, A. P.. As sentenças interrogativas do português do Brasil. In: XLII Seminários do GEL (Grupos de Estudops Lingüísticos)/SP, 1995, São Paulo. Estudos Lingüísticos, Anais de Seminários do GEL XXIV, de trabalhos apresentados no XLII Seminário, FFLCH/USP. São Paulo, SP, 1994. p. 583-589.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SCHER, A. P.. A estrutura argumental dos nominais deverbais: uma análise fundamentada no modelo da morfologia distribuída. In: V Congresso Internacional da ABRALIN, 2007, Belo Horizonte. V Congresso Internacional da Associação Brasileira de Lingüística - Caderno de Resumos. Belo Horizonte: Faculdade de Letras - UFMG, 2007. p. 506-506.

2.
SCHER, A. P.. Paralelismo entre eventos e entidades: quantificação e resursão de eventos. In: IV Congresso Internacional da ABRALIN, 2005, Brasília. ABRALIN 2005: Livro de Resumos. Brasília: UNB - ABRALIN, 2005. p. 37-37.

3.
SCHER, A. P.. Sentenças Bitransitivas do Português do Brasil revisitadas à luz da Cartografia Estrutural de IP. In: 53o Seminário do GEL, 2005, São Carlos. Caderno de Resumos do 53o Seminário do GEL. Campinas: UNICAMP / UFSCar / Mercado de Letras, 2005. p. 224-224.

4.
SCHER, A. P.. As Categorias Aspectuais e a Formação de Construções com o verbo leve DAR. In: XIX Encontro Nacional da ANPOLL, 2004, Maceió. Ciência para o Brasil e a Área de Letras e Lingüística - ANPOLL - Boletim Informativo 32, 2004. v. 32. p. 502-502.

5.
SCHER, A. P.. Nominalizations with the Light Verb DAR in BP. In: Coloquio de Morfosintaxis, 2004, Buenos Aires. Coloquio de Morfosintaxis / Workshop on Morphosyntax, 2004. p. 47-49.

6.
SCHER, A. P.; LEUNG, Renata . O Filtro do Caso e os Objetos Cognatos cm Verbos Inacusativos em PB. In: 52 Seminário do GEL, 2004, Campinas. 52 Seminário do GEL 2004 - Programação e Resumos. Campinas: IEL/UNICAMP - Mercado de Letras, 2004. p. 476-476.

7.
SCHER, A. P.; BASSINI, Indaiá de Santana . O Fenômeno da Transitividade nas Construções Ergativas do Português Brasileiro. In: 52 Seminário do EL, 2004, Campinas. 52 Seminário do GEL 2004 Programação e Resumos. Campinas: IEL/UNICAMP - Mercado de Letras, 2004. p. 556-556.

8.
SCHER, A. P.. Sobre a base gramatical para o objeto nulo na língua da criança: evidências do Português do Brasil. In: III Congresso Internacional da ABRALIN, 2003, Rio de Janeiro. Resumo do Trabalhos Apresentados no III Congresso Internacional da ABRALIN. Rio de Janeiro: ABRALIN, 2003.

9.
SCHER, A. P.. Aktionsart, Quantificação e Recursão de Eventos no Domínio das Construções com o Verbo Leve dar no Português do Brasil. In: 51o Seminário do GEL, 2003, Taubaté. 51o Seminário Programação e Resumos do Seminário de GEL (Grupo de Estudos Lingüísticos) Resumos, 2003. p. 101-101.

10.
LEUNG, R. T. F. ; SCHER, A. P. ; PETTER, Margarida Tadoni . Objetos Cognatos e os Eventos Lingüísticos. In: 11o Simpósio Internacional de Iniciação Científica, 2003, São Paulo. 11o Simpósio Internacional de Iniciação Científica - Humanas e Humanidades - Resumos de Trabalhos. São Paulo, 2003.

11.
LOPES, K. M. H. ; SCHER, A. P. ; MULLER, A. L. P. . Objetos Cognatos no Portugues do Brasil: argumentos ou adjuntos?. In: 11o Simpósio Internacional de Iniciação Científica, 2003, São paulo. 11o Simpósio Internacional de Iniciação Científica - Humanas e Humnanidades - Resumos de Trabalhos. São Paulo, 2003.

12.
SANTOS, F. S. ; BASSANI, I. S. ; SCHER, A. P. . O Fenômeno da Transitividade em Duas Visões: propriedade global da sentença e categoria funcional. In: 11o Simpósio Internacional de Iniciação Científica, 2003, São Paulo. 11o Simpósio Internacional de Iniciação Científica - Humanas e Humanidades - Resumos de Trabalhos. São Paulo, 2003.

13.
LEUNG, R. T. F. ; SCHER, A. P. . Os Objetos Cognatos e os Eventos Lingüísticos. In: Encontro Anual do Gt em Teoria da Gramática da ANPOLL, 2003, São Paulo. Caderno de Resumos do Encontro Anual do GT em Teoria da Gramática da ANPOLL, 2003.

14.
SCHER, A. P.. Incorpoação em LF nas construções com o verbo leve DAR do Português do Brasil. In: 50 Seminário do Grupo de Estudos Lingüísticos de São Paulo, 2002, São Paulo. 50 Seminário Programação e Resumos do Seminário de GEL (Grupo de Estudos Lingüísticos) Resumos. São Paulo: FFLCH/USP, 2002. p. 334-334.

15.
LEUNG, R. T. F. ; SCHER, A. P. . A Natureza Eventiva dos Objetos Cognatos no Português do Brasil. In: 10o Simpósio Internacional de Iniciação Científica, 2002, São Paulo. 10o Simpósio Internacional de Iniciação Científica - Humanas e Humanidades - Resumos de Trabalhos. São Paulo, 2002.

16.
LOPES, K. M. H. ; LEUNG, R. T. F. ; SCHER, A. P. ; MULLER, A. L. P. . Objetos Cognatos no Português do Brasil: argumentos ou adjuntos?. In: 10o Simpósio Internacional de Iniciação Científica, 2002, São Paulo. 10o Simpósio Internacional de Iniciação Científica - Humanas e Humanidades - Resumos de trabalhos. São Paulo, 2002.

17.
SCHER, A. P.; VIOTTI, E. . Semelhanças e diferenças entre o português brasileiro e o português europeu no que diz respeito à forma progressiva do infinitivo. In: II Congresso Internacional da ABRALIN, 2001, Fortaleza. II Congresso Internacional da ABRALIN - Programas e Resumos. Fortaleza, CE: Universidade Federal do Ceará/Associação Brasileira de Lingüística, 2001. p. 141-142.

18.
SCHER, A. P.. Verbos Leves em português brasileiro: o caso de DAR. In: VI Seminário ed Teses em Andamento, 2000, Campinas. VI Seminário de Teses em Andamento - Cadernos de Resumos. Campinas: Oficinas gráficas da Universidade Estadual de Campinas, 2000. v. 1. p. 79-80.

19.
GARROTE, M. M. ; SCHER, A. P. . Teste de lexicalização de expressões para servir de instrumento de categorização do verbo. In: 8o Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP, 2000, São Paulo. 8o Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP - Humanas e Humanidades - Resumos de Trabalhos. São Paulo, 2000.

20.
RAMOS, S. C. L. ; SCHER, A. P. . O verbo leve LEVAR. In: 8o Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP, 2000, São Paulo. 8o Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP - Humanas e Humanidades - Resumos de Trabalhos. São Paulo, 2000.

21.
SCHER, A. P.. Verbos leves no português do Brasil. In: II Congresso Nacional da ABRALIN (Associação Brasileira de Lingüística), 1999, Florianópolis, SC. Caderno de Resumos do II Congresso Nacional da ABRALIN (Associação Brasileira de Lingüística). Florianópolis, SC, 1999. p. 86-86.

22.
SCHER, A. P.. O verbo DAR e o léxico gerativo. In: XLVII Seminário Seminário do GEL (Grupo de Estudos Lingüísticos)/SP, 1999, Bauru, SP. XLVII Seminário - Programação e Resumos do Seminário do GEL (Grupo de Estudos Lingüísticos). Bauru, SP, 1999. p. 134.

23.
SCHER, A. P.. Alguns aspectos das construções com o verbo leve DAR no Português do Brasil. In: XII Congreso internacional de la Asociación de Lingüística y Filología de la América Latina (ALFAL), 1999, Santiago. XII Congreso internacional de la Asociación de Lingüística y Filología de la América Latina (ALFAL) - Programación y Resúmenes de Ponencias. Santiago, Chile, 1999. p. 182-182.

24.
SCHER, A. P.. O objeto nulo na aquisição do português do Brasil. In: I ICelsul, IV SIL, X VARSUL - PUCRS, 1999, Porto Alegre. Caderno de resumos - comunicações, PUCRS. Porto Alegre, RS, 1999. p. 1-2.

25.
SCHER, A. P.. Estrutura Gramatical de dar como verbo leve. In: XLVI Seminário do GEL (Grupo de Estudos Lingüísticos), SP, 1998, São José do Rio Preto. XLVI Seminário - Programação e Resumos do GEL (Grupo de Estudos Lingüísticos), UNESP -IBILCE. São José do Rio Preto, SP, 1998. p. 176-176.

26.
SCHER, A. P.. Verbos Leves no Português do Brasil. In: IV Seminário de Teses em Andamento IEL/UNICAMP, 1998, Campinas. Caderno de Resumos do IV Seminário de Teses em Andamento IEL/UNICAMP. Campinas/SP: IEL/UNICAMP, 1998.

27.
SCHER, A. P.. Dative Shift no português do Brasil: uma estrutura de tópico?. In: XLIV Seminário de GEL (Grupo de Estudos Lingüísticos)/SP, 1996, Taubaté. XLIV Seminário programação e Resumos do Seminário de GEL (Grupo de Estudos Lingüísticos), UNITAU. Taubaté, SP, 1996.

28.
SCHER, A. P.. As construções bitransitivas no inglês e no português do Brasil. In: X Seminário do Centro de Estudos Lingüísticos e Literários do Paraná, 1996, Londrina. Cadernos de Resumos do X Seminário do Centro de Estudos Lingüísticos e Literários do Paraná. Londrina, PR, 1996. p. 12-12.

29.
SCHER, A. P.. A aquisição de objetos indiretos do português do Brasil. In: XLIII Seminário do GEL(Grupo de Estudos Lingüísticos)/SP, 1995, Ribeirão Preto. XLIII Seminário do GEL - Resumos, UNAERP. Ribeirão Preto, SP, 1995. p. 11-11.

30.
SCHER, A. P.. As construções com objetos duplos do inglês e do português do Brasil: um estudo sintático comparativo. In: I Seminário de Teses em Andamento, 1995, Campinas. Caderno de Resumos do Seminário de Teses em Andamento, IEL/Unicamp. Campinas, SP, 1995. p. 25-25.

31.
SCHER, A. P.. Scrambling determinando o efeito objeto-duplo no PB.. In: I Encontro do CELSUL (Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul), 1995, Florianópolis, SC. Resumos do I Encontro do CELSUL (Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul), UFSC. Florianópolis, SC, 1995. p. 9-9.

32.
SCHER, A. P.. As sentenças Interrogativas do Português do Brasil. In: XLII Seminário do GEL (Grupo de Estudos Lingüísticos)/SP, 1994, São Paulo. Resumo de Comunicações do XLII Seminário do GEL (Grupo de Estudos Lingüísticos), FFLCH/USP. São Paulo, SP, 1994. p. 8-8.

Apresentações de Trabalho
1.
SCHER, A. P.. Processos não concatenativos em Morfologia Distribuída. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
SCHER, A. P.. Morfologia não concatenativa e a arquitetura da gramática: uma abordagem fundamentada pela Morfologia Distribuída. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
SCHER, A. P.; ARMELIN, P. G. . As formações agentivas em -eir- no português brasileiro: uma abordagem sintática.. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
SCHER, A. P.. Consciência morfológica e seus reflexos na produção e escrita de formas supostamente inexistentes nos paradigmas dos verbos defectivos do português. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
SCHER, A. P.; ARMELIN, P. G. . On the compositionality of agentive nouns with -eir- in Brazilian Portuguese: the interface between syntactic structure and interpretation. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
SCHER, A. P.. Os reflexos da consciência morfológica na produção oral e escrita de verbos defectivos do português. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
SCHER, A. P.. Os reflexos da consciência morfológica na produção oral e escrita de verbos defectivos do português. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
SCHER, A. P.; ARMELIN, P. G. . A interface entre a estrutura sintática e a interpretação de nomes agentivos em ?eir-. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
SCHER, A. P.. A morfossintaxe de compostos X-V em inglês: contra a derivação regressiva. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
SCHER, A. P.; MINUSSI, Rafael Dias . Morfologia e suas Interfaces. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

11.
CARVALHO, J. ; SCHER, A. P. . Refining the structure of unmarked middles: evidence from Brazilian Portuguese. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
CARVALHO, J. ; SCHER, A. P. . Refining the structure of unmarked middles: evidence from Brazilian Portuguese. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

13.
SCHER, A. P.. Aspectos morfossintáticos da formação de compostos X-V do inglês. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

14.
SCHER, A. P.. O estatuto categorial de formas invariáveis para adjetivos e advérbios. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

15.
SCHER, A. P.. Interface Morfologia-sintaxe. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
SCHER, A. P.; MINUSSI, Rafael Dias ; BASSANI, I. S. . A Morfologia e suas Interfaces. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

17.
SCHER, A. P.; Nóbrega, V. A. . Entre composição e incorporação nominal: a formação de núcleos verbais complexos. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

18.
SCHER, A. P.; BARBOSA, J. W. C. . Ways to obtain object sharing: analyzing dative aspects within serial verb constructions. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

19.
BARBOSA, J. W. C. ; SCHER, A. P. ; ARMELIN, P. G. . Micro-parametric variation in datives the case of Brazilian Portuguese Case. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

20.
SCHER, A. P.. Uma Análise Formal para o Uso de Adjetivos Invariáveis como Advérbios não afixais. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

21.
SCHER, A. P.; BARBOSA, J. W. C. . Objetos Compartilhados? Observações a cerca das construções de verbos seriais dativas. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

22.
SCHER, A. P.. Aquisição de compostos X-V do inglês como L2. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

23.
SCHER, A. P.; Rodero Takahira, A. G. ; LUNGUINHO, M. V. . Eu tinha falo but *Isso foi falo: constructions with innovative participles in Brazilian portuguese. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

24.
SCHER, A. P.; LUNGUINHO, M. V. ; Rodero Takahira, A. G. . Eu tinha falo, mas *Isso não foi falo: construções com particípios inovadores em português brasileiro. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

25.
SCHER, A. P.. Derivando as Formas Truncadas em Português Brasileiro. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

26.
SCHER, A. P.. Derivação Regressiva em Nomes Deverbais do PB e Verbos Denominais do Inglês. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

27.
SCHER, A. P.. Derivação Regressiva em Nomes Deverbais do Português e Verbos Denominais do Inglês. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

28.
SCHER, A. P.. Back Formation in deverbal nouns in Brazilian Portuguese ans denominal verbs in English. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

29.
SCHER, A. P.. Adjetivos invariáveis e raízes acategoriais. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

30.
SCHER, A. P.; LUNGUINHO, M. V. ; Rodero Takahira, A. G. . Innovative Participles in Brazilian Portuguese. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

31.
SCHER, A. P.. Interface Morfologia-Sintaxe: consequências para a análise de fenômenos de sincretismo. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

32.
SCHER, A. P.; BARBOSA, J. W. C. ; ARMELIN, P. G. . Parametric Variation observations from Brazilian Portuguese: is there dative shift in Romance?. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

33.
SCHER, A. P.. Truncated forms in Brazilian Portuguese: designing some experiments. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

34.
SCHER, A. P.. Truncation head as an affix in truncated forms in Brazilian Portuguese. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

35.
SCHER, A. P.; LUNGUINHO, M. V. ; Rodero Takahira, A. G. . The morphosyntax of innovative participles in Brazilian Portuguese. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

36.
SCHER, A. P.; ARMELIN, P. G. . Ausência de Preposição em Sentenças Bitransitivas do Português da Zona da Mata Mineira: sintaxe, morfologia ou fonologia?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

37.
SCHER, A. P.. A Distributed Morphology analysis for truncated forms in Brazilian Portuguese. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

38.
SCHER, A. P.. Truncated nominals and non-verbal subclasses in Brazilian Portuguese. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

39.
SCHER, A. P.; ARMELIN, P. G. . Preposition absence in ditransitive sentences in Brazilian Portuguese: a morphophonological phenomenon. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

40.
SCHER, A. P.. Concatenative affixation in Brazilian Portuguse truncated forms. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

41.
SCHER, A. P.. Interface morfologia-sintaxe: modelos lexicalistas e não lexicalistas. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

42.
SCHER, A. P.. Formas nominais supostamente truncadas e suas classes nominais no português brasileiro. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

43.
SCHER, A. P.. Formas truncadas no português brasileiro como resultado de um processo concatenativo de formação de palavras. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

44.
SCHER, A. P.. A Morfologia e suas Interfaces. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

45.
SCHER, A. P.. Truncamento em português brasileiro: casos de formação de palavras a partir da raiz. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

46.
SCHER, A. P.. Truncamento em português brasileiro e Espanhol Peninsular: casos de formação de palavras a partir da raiz. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

47.
SCHER, A. P.. Truncamento em português brasileiro e Espanhol Peninsular: casos de formação de palavras a partir da raiz. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

48.
SCHER, A. P.. Truncated forms in Brazilian Portuguese: word formation from the root. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

49.
SCHER, A. P.; Medeiros, A. B. ; MINUSSI, Rafael Dias . Estrutura Argumental em Morfologia Distribuída. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

50.
ARMELIN, P. G. ; SCHER, A. P. . A Estrutura de Argumentos em Sentenças Bitransitivas do Português do Brasil: Aspectos Semânticos da Alternância de Preposição. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

51.
SCHER, A. P.. Itens de polaridade e nominalizações em -ada. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

52.
SCHER, A. P.; Medeiros, A. B. ; MINUSSI, Rafael Dias . Estrutura Argumental em Morfologia Distribuída. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

53.
SCHER, A. P.; Medeiros, A. B. ; MINUSSI, Rafael Dias . Estrutura Argumental em Morfologia Distribuída. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

54.
BASSANI, I. S. ; Medeiros, A. B. ; SCHER, A. P. . Verbos denominais com prefixo des- no português do Brasil.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

55.
CYRINO, João Paulo ; SCHER, A. P. . Argument Structure Alternances in Georgian. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

56.
SCHER, A. P.. Debate do Trabalho Arbitrariedade Saussureana, saltos e sobressaltos de autoria de Miriam Lemle. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

57.
SCHER, A. P.. A estrutura argumental dos nominais deverbais: uma análise fundamentada no modelo da Morfologia Distribuída. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

58.
SCHER, A. P.. A estrutura argumental dos nominais deverbais: uma análise fundamentada no modelo da Morfologia Distribuída. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

59.
SCHER, A. P.. Morfologia Distribuída e Estrutura Argumental. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

60.
SCHER, A. P.. The argument structure of deverbal nouns: a distributed morphology approach. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

61.
SCHER, A. P.. O Léxico em diferentes perspectivas: a perspectiva sintática. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

62.
SCHER, A. P.. Aspectual Categories and the Light Verb Constructions with DAR (GIVE) in Brazilian Portuguese. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

63.
SCHER, A. P.. Event nominalization suffixes: blocking effects or vocabulary items competition?. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

64.
SCHER, A. P.. Paralelismo entre eventos e entidades: quantificação e recurão de eventos. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

65.
SCHER, A. P.. Aspectual Cateogories and the Light Verb Constructions with DAR (give) in Brazilian Portuguese. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

66.
SCHER, A. P.; BASSANI, Indaiá de Santana . Temporal features and the ergative alternation sentences in Brazilian Portuguese. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

67.
SCHER, A. P.. As Categorias Aspectuais e a Formação de Construções com o Verbo Leve DAR. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

68.
SCHER, A. P.. Nominalizations with the Light Verb DAR in BP. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

69.
SCHER, A. P.; LEUNG, Renata T F . O Filtro do Caso e os Objetos Cognatos com Verbos Inacusativos em PB. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

70.
SCHER, A. P.; BASSINI, Indaiá de Santana . O Fenômeno da Transitividade nas onstruções Ergativas do Português Brasileiro. 2004. (Apresentação de Trabalho/Outra).

71.
LEUNG, Renata T F ; SCHER, A. P. . O Caso nas Construções com Objetos Cognatos. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

72.
SCHER, A. P.. Nominalizações em -ada nas Construções com o Verbo Leve dar em Português Brasileiro. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

73.
SCHER, A. P.. Sobre a base gramatical para o objeto nulo na língua da criança: evidências do português do Brasil. 2003. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

74.
SANTOS, F. S. ; BASSANI, I. S. ; SCHER, A. P. . O fenômeno da transitividade em duas visões: propriedade global da sentença e categoria funcional. 2003. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

75.
LOPES, K. M. H. ; SCHER, A. P. ; MULLER, A. L. P. . Objetos cognatos no Portguês do Brasil: argumentos ou adjuntos?. 2003. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

76.
LEUNG, R. T. F. ; SCHER, A. P. ; PETTER, Margarida Tadoni . Objetos Cognatos e os Eventos lingüísticos. 2003. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

77.
LEUNG, R. T. F. ; SCHER, A. P. . Objetos Cognatos e os Eventos Lingüísticos. 2003. (Apresentação de Trabalho/Outra).

78.
SCHER, A. P.. Incorporação em LF nas construções com o verbo leve DAR do Português do Brasil. 2002. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

79.
SCHER, A. P.. Papéis temáticos nas construções com o verbo leve DAR. 2002. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

80.
SCHER, A. P.. Nominalizações em -ada no português do Brasil. 2002. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

81.
LEUNG, R. T. F. ; SCHER, A. P. . A natureza eventiva dos objetos cognatos no Português do Brasil. 2002. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

82.
SCHER, A. P.; LOPES, K. M. H. ; MULLER, A. L. P. ; LEUNG, R. T. F. . Objetos Cognatos no Português do Brasil: argumentos ou adjuntos?. 2002. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

83.
SCHER, A. P.; VIOTTI, E. . Semelhanças e diferenças entre o Português Brasileiro e o Português Europeu no que diz respeito à forma progressiva do infinitivo. 2001. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

84.
SCHER, A. P.. As CVLs com dar e o modelo de Estruturas Aspectuais. 2001. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

85.
SCHER, A. P.. As CVLs com dar e o modelo de Estruturas Aspectuais. 2001. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

86.
SCHER, A. P.. O objeto nulo na fala espontânea de crianças adquirindo o português do Brasil. 2001. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

87.
SCHER, A. P.. On the grammatical bases of null object in child language: evidence from Brazilian Portuguese. 2001. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

88.
SCHER, A. P.. Dois verbos leves: evidências das construções com o verbo leve DAR em português brasileiro. 2001. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

89.
SCHER, A. P.; VIOTTI, E. . Construções com Verbos leves no Português do Brasil. 2000. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

90.
SCHER, A. P.. Uma Projeção Aspectual nas Construções com o Verbo Leve dar em Português Brasileiro. 2000. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

91.
SCHER, A. P.. Verbos Leves no português brasileiro: o caso de dar. 2000. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

92.
SCHER, A. P.. Verbos Leves no português brasileiro: o caso de dar. 2000. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

93.
RAMOS, S. C. L. ; SCHER, A. P. . O verbo leve LEVAR. 2000. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

94.
SCHER, A. P.; GARROTE, M. M. . Teste de lexicalização de expressões para servir de instrumento de categorização do verbo. 2000. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

95.
BRITTO, H. ; GALVES, C. ; RIBEIRO, I. ; AUGUSTO, M. R. A. ; SCHER, A. P. . Morphological annotation system for automated tagging of electronic textual cor-pora: from English to Romance languages. 1999. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

96.
SCHER, A. P.. Verbos leves no português do Brasil. 1999. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

97.
SCHER, A. P.. O verbo DAR e o léxico gerativo. 1999. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

98.
SCHER, A. P.. Alguns aspectos das construções com o verbo leve DAR no Português do Brasil. 1999. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

99.
SCHER, A. P.. O objeto nulo na aquisição do português do Brasil. 1999. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

100.
SCHER, A. P.. Verbos leves no português do Brasil: dar, as categorias aspectuais e o léxico gerativo. 1999. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

101.
SCHER, A. P.. O verbo leve dar no Português do Brasil. 1999. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

102.
SCHER, A. P.. Non-finite complementation with Brazilian Portuguese dar (give). 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

103.
SCHER, A. P.. Estrutura Gramatical de dar como verbo leve. 1998. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

104.
SCHER, A. P.. Verbos Leves no Português do Brasil. 1998. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

105.
SCHER, A. P.. O verbo leve DAR no português do Brasil. 1998. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

106.
SCHER, A. P.; BRITTO, H. ; AUGUSTO, M. R. A. . Morphological Tagging for different periods of Portuguese prose. 1998. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

107.
SCHER, A. P.. Dative Shift no português do Brasil: uma estrutura de tópico?. 1996. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

108.
SCHER, A. P.. A aquisição de objetos indiretos do português do Brasil. 1995. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

109.
SCHER, A. P.. As construções com objetos duplos do inglês e do português do Brasil: um estudo sintático comparativo. 1995. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

110.
SCHER, A. P.. Scrambling determinando o efeito objeto-duplo no PB. 1995. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

111.
SCHER, A. P.. As sentenças Interrogativas do Português do Brasil. 1994. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
AUGUSTO, M. R. A. ; SCHER, A. P. . O futur tem futuro no francês canadense?. Campinas: Cadernos de Estudos Lingüísticos, UNICAMP/IEL, 1999. (Tradução/Artigo).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
SCHER, A. P.. Parecer para a Revista Linguística - UFRJ - maio. 2018.

2.
SCHER, A. P.. Membro do Comitê Científico do 3 EISSI - Encontro Internacional de Sintaxe e Semântica & Interfaces. 2018.

3.
SCHER, A. P.. Parecer para a Revista Cadernos de Estudos Linguísticos - junho. 2018.

4.
SCHER, A. P.. Parecer Revista Entrepalavras - junho. 2018.

5.
SCHER, A. P.. Membro do Comitê Científico do ALFALITO 2018. 2018.

6.
SCHER, A. P.. Parecer para Revista Gragoatá - Julho. 2018.

7.
SCHER, A. P.. Parecerista Ad Hoc - CNPq - Bolsa PQ 2018. 2018.

8.
SCHER, A. P.. Parecerista Ad Hoc - CNPq - Bolsa PQ 2018. 2018.

9.
SCHER, A. P.. Parecerista Ad Hoc - CNPq - Edital Universal 2018. 2018.

10.
SCHER, A. P.. Parecer para trabalho da Revista RELIN UFMG - Novembro. 2018.

11.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc FAPESP - Projeto de Mestrado - Agosto 2017. 2017.

12.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc da Revista Letras do Paraná - UFPR. 2017.

13.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc da Revista Estudos Linguísticos e Literários. 2017.

14.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc de artigo para o Dossier em comemoração aos 40 anos do GTTG - Grupo de Trabalho em Teoria Gramatical. 2017.

15.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc para o capítulo 'Fundamentos da aquisição da sintaxe' de livro na área de Psicolinguìstica (em construção). 2017.

16.
SCHER, A. P.. Membro da Comissão Editorial de livro na área de Psicolínguística (em elaboração). 2017.

17.
SCHER, A. P.. Membro do Comitê Científico do IV Colóquio Brasileiro de Morfologia - 2018. 2017.

18.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc FAPESP - Projeto de Mestrado - Dez 2017. 2017.

19.
SCHER, A. P.. Relatório Bolsa Produtividade 2014-2017: A Sintaxe de Compostos X-V em inglês: contra a derivação regressiva. 2017.

20.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc - Estágio Probatório na carreira universitária - USP. 2017.

21.
SCHER, A. P.. Parecerista da Revista do GEL. 2016.

22.
SCHER, A. P.. Parecerista do Cadernos de Squibs - UNB. 2016.

23.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc CNPq - Doutorado no exterior. 2016.

24.
SCHER, A. P.. Parecerista de artigo do volume 'Studies on Variation in varieties of Portuguese' - Editora John Benjamins. 2016.

25.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc CNPq - PQ 2016. 2016.

26.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc CNPq - PQ 2016. 2016.

27.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc CNPq - Pq 2016. 2016.

28.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc CNPq - Pós-Doutorado Jr. 2016.

29.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc da Revista RELIN - UFMG. 2015.

30.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc CNPq - Doutorado no exterior. 2015.

31.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc CNPq - Doutorado no exterior. 2015.

32.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc CAPES - Doutorado no exterior. 2015.

33.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc CNPq - Participação em Evento no Exterior. 2015.

34.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc da Revista Cadernos de Estudos Linguísticos - UNICAMP. 2015.

35.
SCHER, A. P.. Membro do comitê científico do I Workshop Pronomes: Morfoxintaxe, Semântica e Processamento,. 2015.

36.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc FAPESP - Renovação de bolsa IC. 2015.

37.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc FAPESP - Relatório IC. 2015.

38.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc da Revista DELTA. 2015.

39.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc da AUCANI - USP. 2015.

40.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc da Revista Letras UFPR. 2015.

41.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc da Revista Letrônica - PUCRS. 2015.

42.
SCHER, A. P.. Avaliador em Seminário de Iniciação Científica - Universidade Federal de Juiz de Fora. 2015.

43.
SCHER, A. P.. Membro do comitê científico do III Colóquio Brasileiro de Morfologia. 2015.

44.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc CNPq - Doutorado no exterior. 2015.

45.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc CNPq - Bolsas no País / Produtividade em Pesquisa - PQ 2015. 2015.

46.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc FAPESP - Relatório PD. 2015.

47.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc FAPESP - Relatório IC. 2015.

48.
SCHER, A. P.. Comissão Científica da ALFAL 2014. 2014.

49.
SCHER, A. P.. Parecerista ad-hoc da Revista Veredas. 2014.

50.
SCHER, A. P.. Parecerista ad-hoc da Revista REVEL. 2014.

51.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc CNPq - Avaliação de proposta de Projeto dentro do Edital Universal. 2014.

52.
SCHER, A. P.. Comissão Científca da ABRALIN 2015. 2014.

53.
SCHER, A. P.. Parecerista ad-hoc da Revista Filologia e Linguística Portuguesa. 2014.

54.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc CNPq - Bolsa Pq. 2014.

55.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc CNPq - Doutorado no exterior. 2014.

56.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc CNPq - Doutorado no exterior. 2014.

57.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc para a Revista LinguíStica. 2014.

58.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc CNPq - Pós-doutorado Sênior - PDS. 2014.

59.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc da Revista Cadernos de Estudos Linguísticos. 2013.

60.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc para a Revista Letras. 2013.

61.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc FAPESP - Projeto Temático - recurso. 2013.

62.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc da Revista Cadernos do IL. 2013.

63.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc para a Revista LinguiStica. 2013.

64.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc para a Revista Linguist Inquiry. 2013.

65.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc para a Revista Lingüística y Literatura - Universidad de Antioquia. 2013.

66.
SCHER, A. P.. Comissão Científica 61o GEL. 2013.

67.
SCHER, A. P.. Parecerista da Comissão Cientifica do PLUS 2013 at UGA. 2013.

68.
SCHER, A. P.. Membro do Comitê Científico do II Colóquio Brasileiro de Morfologia. 2013.

69.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc para a CAPES - Pós-doutorado Senior. 2013.

70.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc para avaliação de projeto de ingresso na Pós-graduação (Mestrado) em Letras da UFRGS. 2013.

71.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc FAPESP - Pós-doutorado. 2013.

72.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc FAPESP - iniciação Científica. 2013.

73.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc para a Revista Letras. 2012.

74.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc para a Revista da ABRALIN. 2012.

75.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc para a Revista LinguiStica. 2012.

76.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc FAPESP - Projeto Temático. 2012.

77.
SCHER, A. P.. Comissão Científica ABRALIN 2013. 2012.

78.
SCHER, A. P.. Comissão Científica 60o GEL. 2012.

79.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc para a ReVEL. 2012.

80.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc para a ReVEL. 2011.

81.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc da Revista Cadernos de Estudos Linguísticos. 2011.

82.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc FAPESP - Relatório. 2010.

83.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc Revista do GEL. 2009.

84.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc FAPESP - Projeto de Mestrado. 2009.

85.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc FAPESP - Relatório. 2009.

86.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc Revista do Gel. 2008.

87.
SCHER, A. P.. Seleção de trabalhos para a publicação referente ao X Encontro dos Alunos de Pós-Graduação em Lingüística da USP. 2008.

88.
SCHER, A. P.. Comissão Científica do 56o Seminário do GEL. 2008.

89.
SCHER, A. P.. Seleção de artigos submetidos à publicação no n.37 (2008) da Revista Estudos Lingüísticos. 2008.

90.
SCHER, A. P.. Seleção de trabalhos para a publicação referente ao IX Encontro dos Alunos de Pós-Graduação em Lingüística da USP. 2007.

91.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc - Revista do GEL. 2007.

92.
SCHER, A. P.. Revista Letras. 2007.

93.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc FAPESP - Projeto de Mestrado. 2007.

94.
SCHER, A. P.. Parecerista ad hoc FAPESP - Projeto de Mestrado. 2007.

95.
SCHER, A. P.. Revista Estudos Lingüísticos,vol 35, ISSN: 1413-0939. 2006.

96.
SCHER, A. P.. Revista Estudos Lingüísticos,vol 34, ISSN: 1413-0939. 2005.

97.
SCHER, A. P.. Comissão Científica do 53o Seminário do GEL. 2005.

98.
SCHER, A. P.; MÜLLER, Ana Lúcia de Paula ; NEGRÃO, E. V. ; FOLTRAN, Maria José . Scientific Commitee for the V Workshop on Formal Linguistics at USP. 2005.

99.
SCHER, A. P.. Revista Estudos Lingüísticos, vol 33, ISSN: 1413-0939. 2004.

100.
SCHER, A. P.. Seleção de trabalhos para a publicação referente ao VI Encontro dos Alunos de Pós-Graduação em Lingüística da USP. 2004.

101.
SCHER, A. P.. Revista da ANPOLL no 16/17, INSS: 1414-7564. 2003.

102.
SCHER, A. P.. Revista Estudos Lingüísticos, vol 30, ISSN: 1413-0939. 2000.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
SCHER, A. P.; Villalva, A. ; Schwindt, L. C. . Aspectos da flexão e da derivação em português. 2017. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica
1.
SCHER, A. P.; BASSANI, I. S. ; ARMELIN, P. G. . DELTA - volume 34, série 2, 2018. 2018. (Editoração/Periódico).

2.
SCHER, A. P.. Seminário de Teses em Andamento. 2018. (Coordenação de Mesa em Evento Científico).

3.
SCHER, A. P.. A Sintaxe dos Compostos X-V em Inglês: contra a derivação regressiva. 2017. (Relatório de pesquisa).

4.
SCHER, A. P.. Breves Conversas sobre Morfologia Distribuída. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
SCHER, A. P.; Nóbrega, V. A. . Por uma teoria dos morfemas: evolução, domínios de interpretação e aplicações,. 2016. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

6.
SCHER, A. P.. Introdução à Morfologia Distribuída. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

7.
SCHER, A. P.. Grade Argumental em Morfologia Distribuída. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

8.
SCHER, A. P.. As Formas Truncadas em Português Brasileiro. 2012. (Relatório de pesquisa).

9.
SCHER, A. P.. Introdução à Morfologia Distribuída. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

10.
SCHER, A. P.. Morfologia. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

11.
SCHER, A. P.. Aspectos teóricos e casos em Semântica - 18o SIICUSP - Humanas e Humanidades. 2010. (Coordenação de Mesa em Evento Científico).

12.
SCHER, A. P.. Linguística e Religião - V Encontro de Pós-graduandos da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas. 2010. (Coordenação de Mesa em Evento Científico).

13.
SCHER, A. P.. Fundamentos de sintaxe. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

14.
SCHER, A. P.. A Morfologia Distribuída e as Nominalizações Eventivas, Deverbais ou não, no Português do Brasil. 2009. (Relatório de pesquisa).

15.
SCHER, A. P.. A Morfologia Distribuída e as Nominalizações Eventivas, Deverbais ou não, no Português do Brasil. 2008. (Relatório de pesquisa).

16.
RODRIGUES, C. ; SCHER, A. P. . DELTA - volume 23, série 3, 2007. 2007. (Editoração/Periódico).

17.
SCHER, A. P.. Estudos sobre Estrutura Argumental - VII SEVFALE - UFMG. 2007. (Coordenação de Mesa em Evento Científico).

18.
SCHER, A. P.. O Percurso da Gramática Gerativa. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

19.
SCHER, A. P.; PIETROFORTE, Antônio Vicente ; BARROS, Diana Pessoa de ; NEGRÃO, Esmeralda Vailati ; VIOTTI, E. ; LOPES, Ivã ; FIORIN, José Luiz ; TATIT, Luiz ; PETTER, Margarida ; CHAGAS, Paulo ; SANTOS, Raquel ; BELINE, Ronald . Introdução à Lingüística: objetos teóricos. 2003. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

20.
LUZ, G. ; GALVES, C. ; BRITTO, H. ; SCHER, A. P. . Cadernos de Estudos Linguísticos, volume 34. 1998. (Editoração/Periódico).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
Schwindt, L. C.; SCHER, A. P.; Othero, G. A.; LARA, L. Z.. Participação em banca de Débora Hheineck. Aspectos morfonofológicos do truncamento em português brasileiro. 2018. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

2.
SCHER, A. P.; TORRES DE MORAES, M. A.; Salles, H. M. M. L. A.. Participação em banca de Felipe Navarro Bio de Toledo. Tópico-sujeito locativo no português brasileiro: uma proposta de análise. 2018. Dissertação (Mestrado em Filologia e Língua Portuguesa) - Universidade de São Paulo.

3.
SCHER, A. P.; BASSANI, I. S.; Grolla, E.; Medeiros, A. B.. Participação em banca de Mayara Espadaro. Os Lapsos de Fala em Português Brasileiro sob a Perspectiva da Morfologia Distribuída. 2018. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Universidade de São Paulo.

4.
SCHER, A. P.; Grolla, E.; Lopes, R. E. V.. Participação em banca de Carla Pereira Minello. A Aquisição da Voz Passiva no Português Brasileiro: da Sintaxe para a Morfossintaxe. 2017. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Universidade Estadual de Campinas.

5.
SCHER, A. P.; Souza, P. C; Sândalo, M. F. S.; SEGUNDO, P. R. G.. Participação em banca de Roger Buono. Tipologia e uso de pronomes independentes na língua Lakota. 2017. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Universidade de São Paulo.

6.
SILVA, M. C. F.; SCHER, A. P.; WACHOWICZ, Teresa Cristina. Participação em banca de Maurício Sartori Resende. Derivação regressiva e construções com verbos leves: um estudo sobre aspecto lexical. 2016. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Paraná.

7.
Souza, P. C; SCHER, A. P.; Sândalo, F.. Participação em banca de Priscila Lima Pirini. Construções marginais em georgiano: uma análise sob a perspectiva da Linguística Cognitiva. 2016. Dissertação (Mestrado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

8.
SCHER, A. P.; LUNGUINHO, M. V.; Vicente, H. G.. Participação em banca de Rafael Martins Rocha. Diminutivos: uma análise morfosemântica de morfemas avaliativos do português brasileiro. 2016. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Universidade de Brasília.

9.
SCHER, A. P.; Sândalo, F.; SANTOS, M. M.. Participação em banca de Vitor Augusto Nóbrega. Tópicos em composição: estrutura, formação e acento. 2014. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Universidade de São Paulo.

10.
Grolla, E.; Lopes, R. E. V.; SCHER, A. P.. Participação em banca de Talita Ewald Wuerges. A aquisição da morfologia verbal por crianças falantes de português brasileiro e o uso de formas variantes. 2014. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Universidade de São Paulo.

11.
SCHER, A. P.; Oliveira, S.; FOLTRAN, Maria José. Participação em banca de Caio Augusto de Lima e Castro. Estudo morfossintático das nominalizações em -ção e da leitura agentiva de seus argumentos. 2013. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Paraná.

12.
SCHER, A. P.; NEGRÃO, E. V.; MIOTO, Carlos. Participação em banca de Paula Roberta Gabbai Armelin. Sentenças Bitransitivas do Português Brasileiro Revisitadas à Luz do da Teoria de Núcleos Funcionais Aplicativos. 2011. Dissertação (Mestrado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

13.
SCHER, A. P.; BERLINCK, R. A.; NEGRÃO, E. V.. Participação em banca de Fabiana Cristina Baldin Lopes Moretti. Os verbos de transferência / movimento no português brasileiro e a expressão do objeto indireto. 2011. Dissertação (Mestrado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

14.
SCHER, A. P.; ABREU, Cristina; REINTGES, Chris; Menuzi, S.. Participação em banca de Joâo Paulo Lazzarini Cyrino. O sincretismo passivo reflexivo em Georgiano: discussões sobre abordagens formais. 2011. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

15.
SCHER, A. P.; NEGRÃO, E. V.; Medeiros, A. B.. Participação em banca de Aline Garcia Rodero. Construções com o verbo "acabar" em português brasileiro. 2010. Dissertação (Mestrado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

16.
SCHER, A. P.; Corrêa, L. M. S.; Bomfim, E. R. M.. Participação em banca de Jacqueline Rodrigues Longchamps. O modo verbal na aquisição do Português Brasileiro: evidências naturalistas e experimentais da percepção, expressão e compreensão da distinção realis/irrealis. 2009. Dissertação (Mestrado em Letras) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

17.
SCHER, A. P.; NEGRÃO, E. V.; Schwindt, L. C.. Participação em banca de Indaiá de Santana Bassani. Formação e Interpretação dos verbos denominais no português do Brasil. 2009. Dissertação (Mestrado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

18.
SCHER, A. P.; de Mello, H. R.; SOUZA, R. A.. Participação em banca de Marisa Mendonça Carneiro. Morfologia de Flexão verbal no inglês como L2: uma abordagem a partir da morfologia distribuída. 2008. Dissertação (Mestrado em Estudos Lingüísticos) - Universidade Federal de Minas Gerais.

19.
SCHER, A. P.; de Mello, H. R.; Cançado M. M.. Participação em banca de Luisa Andrade Gomes Godoy. Os verbos recíprocos no PB: interface sintaxe-semântica lexical. 2008. Dissertação (Mestrado em Estudos Lingüísticos) - Universidade Federal de Minas Gerais.

20.
NEGRÃO, E. V.; Cançado M. M.; SCHER, A. P.. Participação em banca de Juliana da Costa Pacheco. As Sentenças Médias no Português do Brasil sob a perspectiva teórica da Morfologia Distribuída. 2008. Dissertação (Mestrado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

21.
VIOTTI, E.; SCHER, A. P.; Cançado M. M.. Participação em banca de Rafael Dias Minussi. A Relação entre Caso e Definitude no Hebraico: o construct state e a marcação diferencial de objeto.. 2008. Dissertação (Mestrado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

22.
AVELAR, J.; VIOTTI, E.; SCHER, A. P.. Participação em banca de Sônia Rodrigues da Rocha. A Ocorrência de COISAR em Língua Portuguesa como Contribuição para a Hipótese das Raízes Abstratas. 2008. Dissertação (Mestrado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

23.
Corrêa, L. M. S.; SCHER, A. P.; AUGUSTO, M. R. A.. Participação em banca de Carlos Eduardo Serrina de Lima Rodrigues. Um estudo exploratório do processamento de informação das interfaces na aquisição da linguagem: o aspecto verbal no português. 2007. Dissertação (Mestrado em Letras) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

24.
TORRES DE MORAES, M. A.; CYRINO, S. M. L.; SCHER, A. P.. Participação em banca de Érica Inoue Nagase. A Inversão Locativa no Português Brasileiro. 2007. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Lingua Portuguesa) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas.

25.
SCHER, A. P.; FOLTRAN, Maria José G D; NUNES, J. M.. Participação em banca de Renata Takllan Frauches Leung. Um estudo sobre os objetos cognatos e os adjetivos adverbiais no português do Brasil. 2007. Dissertação (Mestrado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

26.
SCHER, A. P.; FOLTRAN, Maria José; MIOTO, Carlos. Participação em banca de Sandra Quarezemin. A focalização do sujeito no português brasileiro. 2005. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Universidade Federal de Santa Catarina.

27.
SCHER, A. P.; WACHOWICZ, Teresa Cristina; FOLTRAN, Maria José G D. Participação em banca de Eduardo Nadalin. Aktionsart e aspecto verbal: uma análise dessa distinção no polonês. 2005. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal do Paraná.

28.
SCHER, A. P.; CRISTINA, Olga; PETTER, Margarida Tadoni. Participação em banca de Dayane Cristina Pal. Aí fui inu, fui inu, aí eu peguei arrumei uma casa no capoava lá. Construções seriais em português brasileiro: estudo com dados da comunidade negra de Pedro Cubas, Vale do Ribeira/SP. 2005. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Universidade de São Paulo.

29.
SCHER, A. P.; SILVA, Maria Cristina Figueiredo; COELHO, Izette; MIOTO, Carlos. Participação em banca de Sônia Rita Soares. Sentenças com Tópico no Português do Brasil. 2004. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Teses de doutorado
1.
SCHER, A. P.; MIYAGAWA, S.; RODRIGUES, C.; NEGRÃO, E. V.. Participação em banca de Vitor Augusto Nóbrega. Abordagem Isomórfica: A Articulação entre o Léxico e a Sintaxe na Emergência da Linguagem. 2018. Tese (Doutorado em Lingüística) - Universidade de São Paulo.

2.
Lemle, M.; França, A. I.; NEVINS, A. I.; SCHER, A. P.; SILVA, M. C. F.. Participação em banca de Isabella Lopes Pederneira. Implicações Teóricas dos Verbos Leves para o Estudo da Estrutura Argumental. 2015. Tese (Doutorado em Doutorado em LIngüística) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

3.
SCHER, A. P.; Borer, H.; NEVINS, A. I.; NEGRÃO, E. V.; Souza, P. C. Participação em banca de Paula Roberta Gabbai Armelin. A Relação ente Gênero e Morfologia Avaliativa nos Nominais do Português Brasileiro. 2015. Tese (Doutorado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

4.
SCHER, A. P.; Sândalo, F.; NEVINS, A. I.; BARBOSA, P.; MEDEIROS, Alessandro Boechat de; Schwindt, L. C.. Participação em banca de Maria Luisa de Andrade Freitas. Estudo Experimental sobre os Nominalizadores ?ção e -mento: localidade, ciclicidade e produtividade. 2015. Tese (Doutorado em Lingüística) - Universidade Estadual de Campinas.

5.
SCHER, A. P.; MINUSSI, Rafael Dias; NOGUEIRA, A. X.; Souza, P. C; BARBOSA, F.. Participação em banca de Aline Garcia Rodero-Takahira. Compostos na língua de sinais brasileira. 2015. Tese (Doutorado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

6.
MORAIS, Maria Aparecida C R Toores de; GALVES, C.; SILVA, Maria Cristina Figueiredo; Oliveira, M. S. D.; SCHER, A. P.. Participação em banca de Ana Regina Vaz Calindro. Introduzindo argumentos: uma proposta para as sentenças ditransitivas do português brasileiro. 2015. Tese (Doutorado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

7.
SCHER, A. P.; Medeiros, A. B.; Sândalo, M. F. S.; Storto. L. R.; SANTOS, M. M.. Participação em banca de João Paulo Lazzarini Cyruno. O sincretismo passivo reflexivo: um estudo translinguístico. 2015. Tese (Doutorado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

8.
Menuzi, S.; SCHER, A. P.; GODOY, L. A. G.; MENDES, L.. Participação em banca de Pablo Nunes Ribeiro. Revisitando a Semântica Conceitual de Jackendoff: um estudo sobre a semântica verbal no PB sob a perspectiva da Hipótese Locacional. 2014. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

9.
SCHER, A. P.; NEGRÃO, E. V.; Storto. L. R.; Cançado M. M.; MEDEIROS, Alessandro Boechat de. Participação em banca de Indaiá de Santana Bassani. Uma abordagem localista para morfologia e estrutura argumental dos verbos complexos (parassintéticos) do português brasileiro. 2013. Tese (Doutorado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

10.
Medeiros, A. B.; WACHOWICZ, Teresa Cristina; SILVA, Maria Cristina Figueiredo; Storto. L. R.; SCHER, A. P.. Participação em banca de Rafael Dias Minussi. Os sabores do nome: um estudo sobre a seleção de argumentos e as nominalizações do hebraico. 2012. Tese (Doutorado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

11.
SCHER, A. P.; Rodrigues, E. S.; TEIXEIRA, L.; Name, M. C.. Participação em banca de Flávia Carvalho Faria. Aspectos Relevantes do Possessivo no Processo de Aquisição do PB. 2012. Tese (Doutorado em Lingüística) - Universidade Federal de Juiz de Fora.

12.
SCHER, A. P.; GALVES, C.; Sibaldo, M. A.; Sândalo, M. F. S.; Avelar, J. O.. Participação em banca de Elisângela Gonçalves da Silva. Ser ou não ser: eis a questão - Construções "existenciais" com o verbo ser no português brasileiro. 2012. Tese (Doutorado em Doutorado em Lingüística) - Universidade Estadual de Campinas.

13.
SCHER, A. P.; Medeiros, A. B.; WACHOWICZ, Teresa Cristina; VIOTTI, E.; NEGRÃO, E. V.. Participação em banca de Julio William Curvelo Barbosa. Variação paramétrica em predicados complexos e nomes compostos: um estudo translinguístico. 2012. Tese (Doutorado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

14.
SCHER, A. P.; PONDÉ, S. M. S.; BARBOSA, A. M. A.; SOUZA, R. B.; COSTA, S. B. B. C.. Participação em banca de Braulino Pereira de Santana. Intersecções entre Morfologia e Léxico: o conceito de entrada lexical. 2010. Tese (Doutorado em Letras e Lingüística) - Universidade Federal da Bahia.

15.
SCHER, A. P.; MULLER, A. L. P.; Gomes, A.P.Q.; Ilari, R.; NEGRÃO, E. V.. Participação em banca de Nize da rocha Santos Paraguassu Martins. A contabilidade nos nomes do português brasileiro. 2010. Tese (Doutorado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

16.
SCHER, A. P.; NEGRÃO, E. V.; FOLTRAN, Maria José G D; MIOTO, Carlos; VIOTTI, E.. Participação em banca de Lusine Yeghiazaryan. Caso, definitude e os sintagmas nominais do armênio. 2010. Tese (Doutorado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

17.
SCHER, A. P.; PETTER, M. T.; Alkmin, T. M.; Mello, H.R.; VIOTTI, E.. Participação em banca de Dayane Cristina Pal. Descrição e análise de construções seriais em baulê. 2010. Tese (Doutorado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

18.
SCHER, A. P.; Corrêa, L. M. S.; AUGUSTO, M. R. A.; Name, M. C.; França, A. I.. Participação em banca de Luciana Teixeira. A delimitação do adjetivo como categoria lexical na aquisição da linguagem: um estudo experimental no Português Brasileiro. 2009. Tese (Doutorado em Pós-graduação em Letras) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

19.
SCHER, A. P.; MIOTO, Carlos; SILVA, Maria Cristina Figueiredo; Schaf Filho, M; COELHO, Izette. Participação em banca de Nubia Rech. Auxiliares: uma subclasse dos verbos de Reestruturação. 2009. Tese (Doutorado em Lingüística) - Universidade Federal de Santa Catarina.

20.
PETTER, M. T.; NEGRÃO, E. V.; ROBERT, S; ROUGE, J.; SCHER, A. P.. Participação em banca de Cleonice Candida Gomes. O sistema verbal do balanta: um estudo dos morfemas de tempo. 2008. Tese (Doutorado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

Qualificações de Doutorado
1.
SCHER, A. P.; Souza, P. C; NEGRÃO, E. V.. Participação em banca de Priscila Lima Pirini. Construções Dativas em Georgiano e outras línguas: uma análise sob o olhar da linguística cognitiva. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

2.
SCHER, A. P.; CYRINO, João Paulo; Silva, M. C. V. F.. Participação em banca de Daniela Almeida Alves. O estatuto sintático do PP em construções com verbo leve. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em LÍNGUA E CULTURA) - Universidade Federal da Bahia.

3.
SCHER, A. P.; NEGRÃO, E. V.; Menuzi, S.. Participação em banca de Vitor Sugusto Nóbrega. Ontogenia e Filogenia dos Morfemas. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

4.
SCHER, A. P.; BARBOSA, P.; Sândalo, F.; NEVINS, A. I.. Participação em banca de Maria Luiza de Andrade Freitas. Estudo Experimental sobre os Nominalizadores ?ção e -mento: localidade, ciclicidade e produtividade. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Lingüística) - Universidade Estadual de Campinas.

5.
Storto. L. R.; MULLER, A. L. P.; SCHER, A. P.. Participação em banca de Ivan Rocha. Estrutura argumental dos verbos em orações subordinadas em karitiana: valência verbal e sua interação com núcleos funcionais de aspecto. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

6.
SCHER, A. P.; NEGRÃO, E. V.; SANTOS, M. M.. Participação em banca de João Paulo Lazzarini Cyrino. O Sincretismo Passivo Reflexivo: Um estudo translinguístico. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

7.
SCHER, A. P.; Andrade, A. L.; NEVINS, A. I.. Participação em banca de Maria Luiza de Andrade Freitas. Two nominalizing suffixes in Brazilian Portuguese: locality constraints on morphophonological realization. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Lingüística) - Universidade Estadual de Campinas.

8.
SCHER, A. P.; NEGRÃO, E. V.; NEVINS, A. I.. Participação em banca de Paula roberta Gabbai Armelin. Os Diminutivos e Aumentativos do Português Brasileiro: uma Abordagem Sintática da Formação de Palavras. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

9.
SCHER, A. P.; Souza, P. C; BARBOSA, F.; MINUSSI, Rafael Dias. Participação em banca de Aline Garcia Rodero-Takahira. Compostos na língua de sinais brasileira. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

10.
SCHER, A. P.; WACHOWICZ, Teresa Cristina; NEGRÃO, E. V.. Participação em banca de Rafael Dias Minussi. Os sabores do nome: um estudo das nominalizações do hebraico. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

11.
SCHER, A. P.; FERREIRA, M. B.; MULLER, A. L. P.. Participação em banca de Roberlei Alves Bertucci. Verbos Aspectuais em Português Brasileiro. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

12.
VIOTTI, E.; NEGRÃO, E. V.; Viaro, M.; SCHER, A. P.. Participação em banca de Indaiá de Santa Bassani. Os verbos morfologicamente complexos do português: uma proposta de análise a partir do modelo da Morfologia Distribuída. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

13.
SCHER, A. P.; Lemle. M.; COELHO, I. L.; Scliar-Cabral, L.. Participação em banca de Gabriel Sanches Teixeira. As formas simples do sistema verbal do português brasileiro sob a ótica da morfologia distribuída.. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Lingüística) - Universidade Federal de Santa Catarina.

14.
SCHER, A. P.; NEGRÃO, E. V.; VIOTTI, E.. Participação em banca de Julio William Curvelo Barbosa. Predicados complexos e o parâmetro de composição: um estudo translinguístico. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

15.
SCHER, A. P.; NUNES, J. M.; Medeiros, A. B.. Participação em banca de Leonor Simioni. A concordância no interior do DP. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

16.
PETTER, M. T.; VIOTTI, E.; SCHER, A. P.. Participação em banca de Dayane Cristina Pal. Propriedades morfossintáticas e semânticas das séries verbais em baulê e a representação de sua estrutura conceitual. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

17.
SCHER, A. P.; NEGRÃO, E. V.; SANTOS, M. M.. Participação em banca de Lusinê Yeghiazaryan. Caso Genitivo e a estrutura do DP em Armênio. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

18.
PETTER, Margarida Maria Taddoni; SCHER, A. P.; NEGRÃO, E. V.. Participação em banca de Cleonice Candida Gomes. O Sistema Verbal em Balanta. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Lingüística) - Universidade de São Paulo.

19.
SCHER, A. P.; KATO, Mary A; NUNES, Jairo M. Participação em banca de Manoel Gomes dos Santos. A Anafora pa(ygary) da língua Wapichana. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Lingüística) - Universidade Estadual de Campinas.

Qualificações de Mestrado
1.
SCHER, A. P.; Nunes, J.; Storto. L. R.. Participação em banca de Tarcísio antônio Dias. As construções de cópula na língua Karitiana. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Lingüística) - Universidade de São Paulo.

2.
MINUSSI, R. D.; MARCELINO, M.; SCHER, A. P.. Participação em banca de Patrícia Helena Veloso de Carvalho. Futurum: Um estudo morfossintático sobre o futuro do subjuntivo no português paulistano. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Letras) - Universidade Federal de São Paulo.

3.
SCHER, A. P.; JUBRAN, S; NEGRÃO, E. V.. Participação em banca de Marcela Muniz Barbosa. Concordância assimétrica no Árabe e suas consequências para as estruturas das sentenças no dialeto do Líbano - versão 2. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

4.
SCHER, A. P.; Storto. L. R.; Souza, P. C. Participação em banca de Klauber Renan Dutra de Oliveira. Uma Abordagem não-lexicalista para os Paradigmas Verbais Defectivos e Sincréticos no Português Brasileiro. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

5.
SCHER, A. P.; Ferrari Neto, J.; Lopes, R. E. V.. Participação em banca de Carla Pereira Minello. A voa passiva na aquisição da linguagem: da sintaxe para a morfossintaxe. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Lingüística) - Universidade Estadual de Campinas.

6.
SCHER, A. P.; Souza, P. C; SEGUNDO, P. R. G.. Participação em banca de Roger Buono. Marcas de pessoa na língua lakota: afixos verbais e pronomes. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Lingüística) - Universidade de São Paulo.

7.
SCHER, A. P.; VIOTTI, E.; NEGRÃO, Esmeralda Vailati. Participação em banca de Paula Bauab Jorge. O clítico se no português brasileiro. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

8.
SCHER, A. P.; Storto. L. R.; Lopes, M. F.. Participação em banca de Maurício Oliveira Pires de Carvalho. Aspecto Verbal na Língua Dâw - versão 2. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

9.
CHAGAS, Paulo; SCHER, A. P.; VIOTTI, E.. Participação em banca de Priscila Lima Pirini. Mudança Estrutural em Georgiano: Volição, Saliência e Classes Marginais. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

10.
NEGRÃO, Esmeralda Vailati; SCHER, A. P.; JUBRAN, S. Participação em banca de Marcela Muniz Barbosa. Concordância assimétrica no Árabe e suas consequências para as estruturas das sentenças nos dialetos modernos - versão 1. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

11.
Storto. L. R.; SCHER, A. P.; Lopes, M. F.. Participação em banca de Maurício Oliveira Pires de Carvalho. Aspecto Verbal na Língua Dâw - versão 1. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

12.
SCHER, A. P.; NEGRÃO, E. V.; MODESTO, M.. Participação em banca de Vitor Augusto Nóbrega. Tópicos em composição: estrutura, formação e acento. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

13.
SCHER, A. P.; Santos, R. S.; Grolla, E.. Participação em banca de Talita Ewald Wuerges. O processamento da Morfologia Verbal por Crianças Falantes de Português Brasileiro - versão 1. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

14.
SCHER, A. P.; NEGRÃO, E. V.; Storto. L. R.. Participação em banca de Jéssica Clementino da Costa. A Estrutura argumental da Língua Dâw. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo.

15.
Grolla, E.; Santos, R. S.; SCHER, A. P.. Participação em banca de Talita Ewald Wuerges. O processamento da Morfologia Verbal por crianças falantes de português brasileiro - versão 2. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Lingüística) - Universidade de São Paulo.

16.
SCHER, A. P.; Oliveira, S.; FOLTRAN, Maria José. Participação em banca de Caio augusto de Lima e Castro. Discutindo a agentividade de nominalizações em -ção. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Letras) - Universidade Federal do Paraná.

Outros tipos
1.
SCHER, A. P.; NEGRÃO, E. V.; NUNES, J. M.. Participação em banca de Renata Takklan Frauches Leung. Sobre o uso adverbial do adjetivo. 2006. Outra participação, Universidade de São Paulo.

2.
SCHER, A. P.; MIOTO, Carlos; SILVA, Maria Cristina Figueiredo. Participação em banca de Lucilene Lisboa de Liz. Construções dar uma X-ada: uma abordagem morfossintática. 2004. Outra participação, Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
SCHER, A. P.; MIOTO, Carlos; SILVA, Maria Cristina Figueiredo. Participação em banca de Mercedes Prado Bonorino. Posição sujeito, topicalização e deslocamento à esquerda em português brasileiro. 2004. Outra participação, Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
SCHER, A. P.; MORAIS, Maria Aparecida C R Toores de; PETTER, Margarida Maria Taddoni. Participação em banca de Dayane Cristina Pal. Aspecto imperfectivo e contruções seriais na fala do quilombo Pedro Cubas, no Vale do Ribeira. 2004. Outra participação, Universidade de São Paulo.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
Duarte, M. E. L.; FIORIN, José Luiz; MAGALHAES, J. S.; SCHER, A. P.; Orsini, M. T.. Concurso Público para provimento efetivo de vagas no cargo de Professor da Carreira de Magistério Superior. 2018. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

2.
SCHER, A. P.; FERREIRA NETO, W; de la TAILLE, E. H.. Processo Seletivo Simplificado para Contratação de um Docente como Professor Contratado III (DOUTOR)no DL USP, área de Historiografia Linguística. 2016. Universidade de São Paulo.

3.
SCHER, A. P.; Cavalcanti, J. R.; Barbosa, M. V.; Fargetti, C. M.; Sparano, M. E.. Concurso Público de Provas e Títulos para Professor Adjunto na área de Linguística - Morfologia. 2014. Universidade Federal do Triângulo Mineiro.

4.
SCHER, A. P.; Salles, H. M. M. L. A.; Pondé, S.. Concurso Público de Provas e Títulos para Professor Adjunto de Linguística, na área de Morfologia, no Instituto de Letras da Universidade Federal da Bahia. 2010. Universidade Federal da Bahia.

5.
MIOTO, Carlos; Sândalo, F.; Menuzi, S.; SCHER, A. P.. Concurso Público de Provas e Títulos para Professor Doutor, na área de Gramática no Departamento de Linguística do Instituto de Estudos da Linguagem da Universidade Estadual de Campinas. 2010. Universidade Estadual de Campinas.

6.
SCHER, A. P.; Miranda, N. Salin; Cunha Lima, M. L.. Concurso Público para Professor Adjunto no Departamento de Letras da Universidade Federal de Juiz de Fora. 2010. Universidade Federal de Juiz de Fora.

7.
SILVA, Maria Cristina Figueiredo; SCHER, A. P.; Lee, Seung Hwa. Concurso Público para Professor Adjunto de Teoria e Análise Linguística. 2009. Universidade Federal de Santa Catarina.

8.
SCHER, A. P.; SAMPAIO, V. L. S.; KNEIPP, L.. Concurso Público de Provas e Títulos para Professor de Inglês. 1996. Universidade Federal de Juiz de Fora.

9.
SCHER, A. P.; SAMPAIO, V. L. S.; REIS, L. L.. Seleção Pública para Professores de francês do Departamento de Comunicação e Expressão do C. A. João XXIII. 1992. Universidade Federal de Juiz de Fora.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VII Workshop on Formal Linguistics.Argument Structure alternances in Georgian. 2008. (Oficina).

2.
XXIII Encontro Nacional da ANPOLL.Debate do trabalho "Arbitrariedade Saussureana saltos e sobressaltos". 2008. (Encontro).

3.
IV Encuentro de Gramática generativa.The Argument Structure of Deverbal nominalizations: a distributed morphology approach. 2007. (Encontro).

4.
V Congresso Internacional da ABRALIN. A estrutura argumental dos nominais deverbais: uma análise fundamentada no modelo da morfologia distribuída. 2007. (Congresso).

5.
VII SEVALE. Morfologia Dstribuída e Estrutura Agumental. 2007. (Congresso).

6.
Encontro do GT em Teoria da Gramática da ANPOLL.O aspecto do auxiliar em debate. 2005. (Encontro).

7.
III Encuentro de Gramática Generativa.Aspectual Cateogories and the Light Verb Constructions with DAR (give) in Brazilian Portuguese. 2005. (Encontro).

8.
IV Congresso Internacional da ABRALIN. Paralelismo entre eventos e entidades: quantificação e recurão de eventos. 2005. 2005. (Congresso).

9.
V Workshop on Formal Linguistics at USP: semantics and the syntax-semantics interface.Temporal features and the ergative alternation sentences in Brazilian Portuguese. 2005. (Oficina).

10.
12o Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP.12o Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP. 2004. (Simpósio).

11.
52 Seminário do GEL. 52 Seminário do GEL. 2004. (Congresso).

12.
Coloquio de Morfosintaxis.Oficina sobre Morfossintaxe. 2004. (Oficina).

13.
Primeiro Colóquio Internacional de Língua Portuguesa.Primeiro Colóquio Internacional de Língua Portuguesa. 2004. (Outra).

14.
VI Encontro do Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul. Círculo de Estudos Lingüísticos. 2004. (Congresso).

15.
XIX Encontro Nacional da ANPOLL.XIX Encontro Nacional da ANPOLL. 2004. (Encontro).

16.
XVI Semana de Letras: ?Contextos e Linguagens: Repensando a Cultura.O Percurso da Gramática Gerativa. 2004. (Outra).

17.
11o simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP.11o Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP. 2003. (Simpósio).

18.
Encontro Anual do GT em Teoria da Gramática da ANPOLL.Encontro Anual do GT em Teoria da Gramática da ANPOLL. 2003. (Encontro).

19.
III Congresso Internacional da ABRALIN. II Congresso Internacional da ABRALIN. 2003. (Congresso).

20.
IX Seminário de Teses em Andamento.IX Seminário de Teses em Andamento - IEL/UNICAMP. 2003. (Seminário).

21.
Seminários Carlos Franchi.Seminários Carlos Franchi. 2003. (Seminário).

22.
10° Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP - SICUSP.10° Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP - SICUSP. 2002. (Simpósio).

23.
10 Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP.Simpósio de Iiciação Científica da USP. 2002. (Simpósio).

24.
50° Seminário do GEL - Grupo de Estudos Lingüísticos de São Paulo.50° Seminário do GEL - Grupo de Estudos Lingüísticos de São Paulo. 2002. (Seminário).

25.
II Workshop on Formal Linguistics at USP: Syntax and Semantics.II Workshop on Formal Linguistics at USP: Syntax and Semantics. 2002. (Oficina).

26.
Seminários Carlos Franchi.Seminários Carlos Franchi. 2002. (Seminário).

27.
Workshop Pesquisas em morfossintaxe: perspectivas históricas e minimalistas.Workshop Pesquisas em morfossintaxe: perspectivas históricas e minimalistas. 2002. (Oficina).

28.
XVII Encontro Nacional da ANPOLL - Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa em Letras e Lingüística. XVII Encontro Nacional da ANPOLL - Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa em Letras e Lingüística. 2002. (Congresso).

29.
Ciclo de debates em Neurociência e Linguagem.Ciclo de debates em Neurociência e Linguagem. 2001. (Outra).

30.
Colóquio "Português europeu - Português Brasileiro: unidade e diversidade na passagem do milênio".Colóquio Português europeu - Português Brasileiro: unidade e diversidade na passagem do milênio. 2001. (Outra).

31.
II Congresso Internacional da ABRALIN. II Congresso Internacional da ABRALIN. 2001. (Congresso).

32.
IV ENAPOL - Encontro dos alunos de Pós Graduação em Lingüística da USP.IV ENAPOL - Encontro dos alunos de Pós Graduação em Lingüística da USP. 2001. (Encontro).

33.
Seminários Carlos Franchi.Seminários Carlos Franchi. 2001. (Seminário).

34.
Workshop on Empty Categories and Ellipsis.Workshop on Empty Categories and Ellipsis. 2001. (Oficina).

35.
XLIX Seminário do GEL Grupo de Estudos Lingüísticos de São Paulo.XLIX Seminário do GEL Grupo de Estudos Lingüísticos de São Paulo. 2001. (Seminário).

36.
8° Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP - SICUSP.8° Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP - SICUSP. 2000. (Simpósio).

37.
Quarta Semana de Eventos da Faculdade de Letras da UFMG.Quarta Semana de Eventos da Faculdade de Letras da UFMG. 2000. (Encontro).

38.
Seminários em Teoria Gramatical.Seminários em Teoria Gramatical. 2000. (Seminário).

39.
VI Seminário de Teses em andamento IEL/UNICAMP.VI Seminário de Teses em andamento IEL/UNICAMP. 2000. (Seminário).

40.
XLVIII Seminário do GEL Grupo de Estudos Lingüísticos de São Paulo.XLVIII Seminário do GEL Grupo de Estudos Lingüísticos de São Paulo. 2000. (Seminário).

41.
XV Encontro da ANPOLL (Associação Nacional de Pós-graduação em Letras e Lingüística).XV Encontro da ANPOLL (Associação Nacional de Pós-graduação em Letras e Lingüística). 2000. (Encontro).

42.
7° Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP - SICUSP.7° Simpósio Internacional de Iniciação Científica da USP - SICUSP. 1999. (Simpósio).

43.
Encontro do Projeto de Pesquisa Construções Verbais Complexas com Infinitivo Encaixado no Alemão e no Português Brasileiro.Encontro do Projeto de Pesquisa Construções Verbais Complexas com Infinitivo Encaixado no Alemão e no Português Brasileiro. 1999. (Encontro).

44.
II Congresso Nacional da ABRALIN (Associação Brasileira de Lingüística). II Congresso Nacional da ABRALIN (Associação Brasileira de Lingüística). 1999. (Congresso).

45.
II Congresso Nacional da ABRALIN (Associação Brasileira de Lingüística). II Congresso Nacional da ABRALIN (Associação Brasileira de Lingüística). 1999. (Congresso).

46.
III CELSUL, IV SIL, X VARSUL. III CELSUL, IV SIL, X VARSUL. 1999. (Congresso).

47.
II Mini-ENAPOL (Encontro de Alunos de Pós Graduação em Lingüística da USP), Área de Teoria da Gramática. II Mini-ENAPOL (Encontro de Alunos de Pós Graduação em Lingüística da USP), Área de Teoria da Gramática do Curso de Pós Graduação em Lingüística da FFLCH/USP. 1999. (Congresso).

48.
I Seminário de Teses em Andamento IEL/Unicamp. I Seminário de Teses em Andamento IEL/Unicamp. 1999. (Congresso).

49.
Seminários em Teoria Gramatical.Seminários em Teoria Gramatical. 1999. (Seminário).

50.
VI Simposio Internacional de Comunicación Social de Cuba.VI Simposio Internacional de Comunicación Social de Cuba. 1999. (Simpósio).

51.
XII Congreso Internacional de la Asociación de Lingüística y Filología de la América Latina,. XII Congreso Internacional de la Asociación de Lingüística y Filología de la América Latina. 1999. (Congresso).

52.
XLVII Seminário do GEL (Grupo de Estudos Lingüísticos)/SP.XLVII Seminário do GEL (Grupo de Estudos Lingüísticos)/SP. 1999. (Seminário).

53.
IV Seminário de Teses em Andamento IEL/Unicamp. IV Seminário de Teses em Andamento IEL/Unicamp. 1998. (Congresso).

54.
Primeiro Workshop do Projeto Prosodic Patterns, Parameter Settings and Language Change.Primeiro Workshop do Projeto Prosodic Patterns, Parameter Settings and Language Change. 1998. (Oficina).

55.
Seminários em Teoria Gramatical.Seminários em Teoria Gramatical. 1998. (Seminário).

56.
XLVI Seminário do GEL (Grupo de Estudos Lingüísticos)/SP.XLVI Seminário do GEL (Grupo de Estudos Lingüísticos)/SP. 1998. (Seminário).

57.
XLIV Seminário de GEL (Grupo de Estudos Lingüísticos)/SP.XLIV Seminário de GEL (Grupo de Estudos Lingüísticos)/SP. 1996. (Seminário).

58.
I Encontro do CELSUL (Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul). I Encontro do CELSUL (Círculo de Estudos Lingüísticos do Sul). 1995. (Congresso).

59.
XLIII Seminário do GEL (Grupo de Estudos Lingüísticos)/SP.XLIII Seminário do GEL (Grupo de Estudos Lingüísticos)/SP. 1995. (Seminário).

60.
XLII Seminário do GEL (Grupo de Estudos Lingüísticos)/SP.XLII Seminário do GEL (Grupo de Estudos Lingüísticos)/SP. 1995. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SCHER, A. P.; MINUSSI, Rafael Dias ; BASSANI, Indaiá de Santana ; BARBOSA, J. W. C. ; ARMELIN, P. G. ; Rodero Takahira, A. G. ; CYRINO, João Paulo ; CARVALHO, J. ; Nóbrega, V. A. ; ESPADARO, M. . III Colóquio Brasileiro de Morfologia. 2015. (Outro).

2.
SCHER, A. P.; NEVINS, A. I. ; MINUSSI, Rafael Dias . Workshop em Morfologia Distribuída. 2013. (Outro).

3.
Schwindt, L. C. ; SCHER, A. P. ; Quadros, E. S. ; Garcia, G. D. ; MINUSSI, Rafael Dias . I Colóquio Brasileiro de Morfologia. 2011. (Outro).

4.
SCHER, A. P.. Psicolingüística e Teoria Lingüística: tentativas de diálogo. 2007. (Outro).

5.
SCHER, A. P.. Mini-curso intitulado Some Issues on Distributed Morphology, ministrado pela Profa Dra Martha McGinnis, da University of Calgary, Canada.. 2007. (Outro).

6.
SCHER, A. P.. Mini-curso intitulado "Psicolingüística e Teoria Lingüística: tentativas de diálogo, ministrado pelas Profas Dras Mrina Augusto e Érica Rodrigues de PUC/RJ. 2006. (Outro).

7.
SCHER, A. P.; MÜLLER, Ana Lúcia de Paula ; NEGRÃO, E. V. . V Workshop on Formal Linguistics at USP: Semantics and the syntax-semantics interface. 2005. (Outro).

8.
SCHER, A. P.. Mini-curso intitulado A Periferia Esquerda das Sentenças do Portugues do Brasil, ministrado pelo Prof Doutor Carlos Mioto (UFSC). 2004. (Outro).

9.
SCHER, A. P.; NEGRÃO, E. V. . Ciclo de Palestras sobre os Desenvolvimentos Recentes da Pesquisa em Sintaxe Minimalista. 2003. (Outro).

10.
VIOTTI, E. ; SCHER, A. P. . Encontro Anual do GT em Teoria da Gramática da ANPOLL. 2003. (Outro).

11.
SCHER, A. P.; NEGRÃO, E. V. ; CHAVES, T. . Encontro do GT de Teoria da Gramática da ANPOLL. 2000. (Outro).

12.
NEGRÃO, E. V. ; SCHER, A. P. ; VIOTTI, E. . Encontro Anual do GT em Teoria da gramática da ANPOLL. 1999. (Outro).

13.
SCHER, A. P.; GUEDES, M. B. ; GUELFI, M. L. . Semana de Guimarães Rosa: Da Raiz à Flor. 1993. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Tese de doutorado
1.
Raisa Reis dos Santos. A estrutura interna das nominalizações em ?ção e ?mento. Início: 2018. Tese (Doutorado em LÍNGUA E CULTURA) - Universidade Federal da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. (Coorientador).

2.
Daniela Almeida Alves. O estatuto sintático do PP em construção de verbo leve. Início: 2018. Tese (Doutorado em LÍNGUA E CULTURA) - Universidade Federal da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Coorientador).

Supervisão de pós-doutorado
1.
Maria Cristina Vieira de Figueiredo Silva,. Início: 2018. Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

Iniciação científica
1.
Douglas Ruffa Antônio. Morfologia e dislexia: em busca da interface. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Letras - Linguística) - Universidade de São Paulo. (Orientador).

2.
Jorge Willian Pedroso. A negação do japonês sob análise da Morfologia Distribuída. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Letras - Linguística) - Universidade de São Paulo. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Mayara Espadaro. Os Lapsos de Fala em Português Brasileiro sob a Perspectiva da Morfologia Distribuída. 2018. Dissertação (Mestrado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Ana Paula Scher.

2.
Vitor Augusto Nóbrega. Tópicos em composição: estrutura, formação e acento. 2014. Dissertação (Mestrado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

3.
Fabiana Cristina Baldim Lopes Moretti. Os verbos de transferência / movimento no português brasileiro e a expressão do objeto indireto. 2011. Dissertação (Mestrado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo, . Orientador: Ana Paula Scher.

4.
Paula Roberta Gabbai Armelin. Sentenças Bitransitivas do Português Brasileiro Revisitadas à Luz do da Teoria de Núcleos Funcionais Aplicativos. 2011. Dissertação (Mestrado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Ana Paula Scher.

5.
Aline Garcia Rodero. Construções com o verbo acabar em português brasileiro. 2010. Dissertação (Mestrado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Ana Paula Scher.

6.
Indaiá de Santana Bassani. Formação e interpretação dos verbos denominais no português do Brasil. 2009. Dissertação (Mestrado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Ana Paula Scher.

7.
Juliana da Costa Pacheco. As Sentenças Médias no Português do Brasil sob a perspectiva teórica da Morfologia Distribuída. 2008. Dissertação (Mestrado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Ana Paula Scher.

8.
Rafael Dias Minussi. A Relação entre Caso e Definitude no Hebraico: o construct state e a marcação diferencial de objeto. 2008. 0 f. Dissertação (Mestrado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Ana Paula Scher.

9.
Sônia Rodrigues da Rocha. A Ocorrência de ?COISAR? em Língua Portuguesa como Contribuição para a Hipótese das Raízes Abstratas. 2008. 0 f. Dissertação (Mestrado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

10.
Renata Takllan Frauches Leung. Um estudo sobre os objetos cognatos e os adjetivos adverbiais no português do Brasil. 2007. Dissertação (Mestrado em Lingüística) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

Tese de doutorado
1.
Vitor Augusto Nóbrega. Abordagem Isomórfica: A Articulação entre o Léxico e a Sintaxe na Emergência da Linguagem. 2018. Tese (Doutorado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

2.
Janayna Maria da Rocha Carvalho. A morfossintaxe do português brasileiro e sua estrutura argumental: uma investigação sobre anticausativas, médias, impessoais e a alternância agentiva. 2016. Tese (Doutorado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

3.
Paula Roberta Gabbai Armelin. A Relação entre Gênero e Morfologia Avaliatva nos Nominais do Português Brasileiro. 2015. Tese (Doutorado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

4.
Aline Garcia Rodero Takahira. Compostos na Língua de Sinais Brasileira. 2015. Tese (Doutorado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Ana Paula Scher.

5.
João Paulo Lazzarini Cyrino. O sincretismo passivo-reflexivo: um estudo translinguístico. 2015. Tese (Doutorado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Ana Paula Scher.

6.
Indaiá de Santana Bassani. Uma abordagem sincrônica para a formação de verbos no português do Brasil. 2013. Tese (Doutorado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

7.
Rafael Dias Minussi. Os sabores do nome: um estudo sobre a seleção de argumentos e as nominalizações do hebraico. 2012. Tese (Doutorado em Semiótica e Lingüística Geral) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

Supervisão de pós-doutorado
1.
Julio William Curvelo Barbosa. 2014. Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Ana Paula Scher.

2.
Julio William Curvelo Barbosa. 2013. Universidade de São Paulo, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Ana Paula Scher.

3.
Rafael Dias Minussi. 2013. Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Ana Paula Scher.

4.
Alessandro Boechat de Medeiros. 2010. Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Ana Paula Scher.

Iniciação científica
1.
Vitória Lima Oliveira. Sufixos Nominalizadores e Efeitos de Bloqueio ou Competição de Itens de Vocabulário. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Letras - Linguística) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

2.
Douglas Ruffa. Reduplicação de verbos em português brasileiro. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Letras - Linguística) - Universidade de São Paulo. Orientador: Ana Paula Scher.

3.
Juliana Mateus Gago. Formação de nomes deverbais não-afixais no português. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Letras Lingüística) - Universidade de São Paulo. Orientador: Ana Paula Scher.

4.
Mayara Espadaro. O papel da morfologia apreciativa dentro da criação lexical na obra de Guimarães Rosa. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Letras - Linguística) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

5.
Ligia Knöbl Evangelista. Os sufixos presentes em neologismos rosianos. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Letras - Linguística) - Universidade de São Paulo. Orientador: Ana Paula Scher.

6.
Carolina Martinez Canelo. Compostos nos neologismos rosianos. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Letras - Linguística) - Universidade de São Paulo. Orientador: Ana Paula Scher.

7.
Angelly Alani Marques de Gouveia. A presença de blends no léxico rosiano. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Letras - Linguística) - Universidade de São Paulo, Pró-reitoria de Graduação USP. Orientador: Ana Paula Scher.

8.
Vitor Augusto Nobrega. Prefixação e as Alomorfias, de Raízes e de Prefixos, na Formação de Palavras do Japonês. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Lingüística) - Universidade de São Paulo, Pró-reitoria de Graduação USP. Orientador: Ana Paula Scher.

9.
Vitor Augusto Nobrega. Discutindo a prefixação em japonês. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Lingüística) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

10.
Valéria Aparecida Nalin. O blend no português brasileiro: descrição preliminar. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Lingüística) - Universidade de São Paulo. Orientador: Ana Paula Scher.

11.
João Paulo Lazarini Cyrino. Alternância inacusativa em Georgiano: solucionando o sincretismo do morfema -i-. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Letras Lingüística) - Universidade de São Paulo, Pró-Reitoria de Pesquisa da Universidade de São Paulo. Orientador: Ana Paula Scher.

12.
Paula Roberta Gabbai Armelin. Sentenças Bitransitivas do Português do Brasil revisitadas à luz da Cartografia Estrutural do IP. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Letras Lingüística) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Ana Paula Scher.

13.
Paula Roberta Armelin. Sentenças bitransitivas sem objeto preposicionado: o português da Zona da Mata mineira sob a perspectiva da Morfologia Distribuída. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Letras Lingüística) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Ana Paula Scher.

14.
Fabiana Baldin Lopes. Alternância bitransitiva no português brasileiro. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Letras Lingüística) - Universidade de São Paulo. Orientador: Ana Paula Scher.

15.
João Paulo Lazzarini Cyrino. Alternância Inacusativa em Georgiano. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Letras Lingüística) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Ana Paula Scher.

16.
Rafael Dias Minussi. O construct state e a ordem interna dos nominais do hebraico. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Lingüística) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

17.
Adriana Elisa Inácio. A alternância inergativa em português brasileiro. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Lingüística) - Universidade de São Paulo. Orientador: Ana Paula Scher.

18.
Sonia Rocha. A raiz tri-consonantal da língua hebraica e o conceito de raiz abstrata. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Lingüística) - Universidade de São Paulo. Orientador: Ana Paula Scher.

19.
João Paulo Cyrino. Alternância Inacusativa em Georgiano. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Lingüística) - Universidade de São Paulo. Orientador: Ana Paula Scher.

20.
Fabiana Cristina Baldin Lopes. Graus dos Adjetivos - construções sintéticas e analíticas. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Lingüística) - Universidade de São Paulo. Orientador: Ana Paula Scher.

21.
Sonia Rocha. A vocalização como morfema funcional da língua hebraica. 2005. 12 f. Iniciação Científica. (Graduando em Letras Lingüística) - Universidade de São Paulo. Orientador: Ana Paula Scher.

22.
Indaiá de Santana Bassini. O fenômeno da transitividade nas sentenças de alternância ergativa do portugues brasileiro: aspectos semânticos. 2005. 97 f. Iniciação Científica. (Graduando em Lingüística) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

23.
Rafael Dias Minussi. A ordem interna dos nominais do hebraico: movimento nuclear ou movimento de projeção máxima?. 2005. 20 f. Iniciação Científica. (Graduando em Lingüística) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

24.
Renata T F Leung. Construções com Objetos Cognatos no Portugues do Brasil. 2005. 23 f. Iniciação Científica. (Graduando em Lingüística) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

25.
Renata Takllan F. Leung. A Natureza Eventiva dos Objetos Cognatos no Português do Brasil. 2004. 25 f. Iniciação Científica. (Graduando em Letras Lingüística) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

26.
Indaiá de Santana Bassani. O Fenômeno Da Transitividade Nas Construções Ergativas Do Português Brasileiro: como tratar a transitividade em sentenças de alternância ergativa de ordem VS do PB?. 2004. 33 f. Iniciação Científica. (Graduando em Lingüística) - Universidade de São Paulo. Orientador: Ana Paula Scher.

27.
Kaarina Mirani Hämäläinen Lopes. As Construções Inacusativas e os Objetos Cognatos no Português do Brasil. 2003. 20 f. Iniciação Científica. (Graduando em Lingüística) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

28.
Renata Takllan F. Leung. Os Objetos Cognatos e os Eventos Lingüísticos. 2003. 20 f. Iniciação Científica. (Graduando em Lingüística) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

29.
Indaiá de Santana Bassani. O fenômeno da transitividades nas construções ergativas do Português do Brasil: Hopper & Thompson (1980) & Bowers (2002). 2003. 25 f. Iniciação Científica. (Graduando em Lingüística) - Universidade de São Paulo. Orientador: Ana Paula Scher.

30.
Kaarina Mirani Hämäläinen Lopes. Objetos Cognatos no Português do Brasil: Argumentos ou Adjuntos?. 2002. 15 f. Iniciação Científica. (Graduando em Lingüística) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

31.
Renata Takllan F. Leung. Objetos Cognatos e a Posição Evento Davidsoniana. 2002. 15 f. Iniciação Científica. (Graduando em Lingüística) - Universidade de São Paulo. Orientador: Ana Paula Scher.

32.
Márcia Maria Garrote. Teste de lexicalização de expressões para servir de instrumento de categorização do verbo dar.. 2000. 15 f. Iniciação Científica. (Graduando em Lingüística) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

33.
Shirlei Cristiane de Lima Ramos. O Verbo leve 'levar' no português do Brasil. 2000. 20 f. Iniciação Científica. (Graduando em Lingüística) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

34.
Laura Botelho. Caracterização da construções com verbo leve no português do Brasil. 1999. 10 f. Iniciação Científica. (Graduando em Lingüística) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

35.
Shirlei Cristiane de Lima Ramos. Os verbos apresentados por Campbell (1989) e os verbos leves do português do Brasil. 1999. 15 f. Iniciação Científica. (Graduando em Lingüística) - Universidade de São Paulo, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ana Paula Scher.

Orientações de outra natureza
1.
Cintia Carrió. Supervisão de Trabalho. 2009. Orientação de outra natureza. (Letras) - Universidad Nacional del Litoral. Orientador: Ana Paula Scher.



Educação e Popularização de C & T



Textos em jornais de notícias/revistas
1.
SCHER, A. P.. E brazuca, o que é?. Carta Capital na Escola, São Paulo, p. 30 - 31, 01 dez. 2012.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 12/12/2018 às 8:36:23