Marcelo Balaban

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/9607339927631593
  • Última atualização do currículo em 21/12/2017


Sou contra a extinção do MCTI e os demais retrocessos impostos pelo governo ilegítimo, e defendo o retorno à normalidade democrática. Além disso, possuo graduação em Letras pela Universidade Estadual de Campinas (1997), mestrado em História Social da Cultura pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (2000) e doutorado em História pela Universidade Estadual de Campinas (2005). É professor adjunto de História do Brasil e Teoria da História do Departamento de História da Universidade de Brasília. Tem experiência na área de História do Brasil do século XIX, com ênfase no estudo da literatura, caricatura e temas associados aos debates sobre raça e cidadania no período. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Marcelo Balaban
Nome em citações bibliográficas
BALABAN, M.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de Brasília, Departamento de História.
Campus Universitário Darcy Ribeiro
Asa Norte
70910-900 - Brasilia, DF - Brasil
Telefone: (061) 33072366
URL da Homepage: http://vsites.unb.br/ih/novo_portal/portal_his/index.html


Formação acadêmica/titulação


2001 - 2005
Doutorado em História.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Poeta do lápis: a trajetória de Angelo Agostini no Brasil imperial - São Paulo e Rio de Janeiro - 1865-1888, Ano de obtenção: 2005.
Orientador: Sidney Chalhoub.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: Caricatura; História; humor; Angelo Agostini; Imprensa Ilustrada; política.
Grande área: Ciências Humanas
1998 - 2000
Mestrado em História Social da Cultura.
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
Título: Musa Travessa: Bastos TIgre e a literatura da belle époque carioca,Ano de Obtenção: 2000.
Orientador: Margarida de Souza Neves.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Bastos Tigre; Belle Époque; Literatos; Literatura; Nacionalidade; Rio de Janeiro.
Grande área: Ciências Humanas
1993 - 1997
Graduação em Letras.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.


Pós-doutorado


2008 - 2009
Pós-Doutorado.
Centro de Pesquisa em História Social da Cultura, CECULT, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas


Atuação Profissional



Centro de Estudos em História Social da Cultura, CECULT, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador Colaborador, Regime: Dedicação exclusiva.


Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Professor substituto, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 40

Atividades

01/2012 - Atual
Direção e administração, Departamento de História, .

Cargo ou função
Coordenador de Graduação - Diurno.
08/2011 - 12/2011
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História do Brasil 2
03/2007 - 07/2008
Ensino, História Social e Política do Brasil, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Social e Política do Brasil
07/2006 - 06/2007
Ensino, Introdução ao Estudo da História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução ao Estudo da História

Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2002
Vínculo: Aluno de Doutorado, Enquadramento Funcional: Bolsista PED, Carga horária: 4
Outras informações
Professor do curso "Historia Política, econômica e social do Brasil", integrando o PED (Programa de Estágio Docente)

Vínculo institucional

1996 - 1996
Vínculo: Aluno, Enquadramento Funcional: Prestador de Serviço, Carga horária: 40
Outras informações
Corretor da banca de Redação do Vestibular



Projetos de pesquisa


2013 - Atual
Antigos de Recreio
Descrição: O projeto visa a criação de um grande banco de dados a ser disponibilizado na WEB com informações sobre a publicação de textos ficcionais na imprensa do Rio de Janeiro imperial. Partindo da premissa de que o significado do texto literário é fruto também do lugar onde é publicado, a intenção é descobrir a quantidade e a qualidade dos textos de ficção disponibilizados na imprensa da corte, bem como produzir números sobre a publicação desses textos. Ao propor dar tratamento quantitativo a um tipo de fonte normalmente trabalhada apenas qualitativamente, busca-se contribuir tanto para a localização rápida de textos e de autores, como para a construção de contextos literários amplos, que permitam ampliar a compreensão desses textos e os usos desse tipo tão peculiar de documento para a pesquisa histórica..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Marcelo Balaban - Coordenador.
2012 - 2016
HISTÓRIA SOCIAL: FONTES, ABORDAGENS E NOVOS PROCEDIMENTOS DE INVESTIGAÇÃO
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - Atual
As cores da cidadania ? racialização e imagens de negros nas três últimas décadas do Brasil imperial
Descrição: Apesar de cuidadosamente silenciada nos textos legais e pelas autoridades imperiais, a cor da pele era um dos elementos definidores da condição social e tinha relação direta com o lugar social ocupado por sujeitos variados. Constituía, desta feita, parte importante da concepção dominante de cidadania política no Brasil do século XIX. Este projeto se propõe a investigar, por meio de fontes indiretas, pouco comuns para este propósito, como a questão racial era percebida e politizada por negros ao longo das últimas três décadas da monarquia. Pretende-se, assim, analisar, de pontos de vista diversos, o processo de racialização que integrou os debates e as disputas políticas sobre a abolição do trabalho escravo no Brasil. As fontes privilegiadas nesta proposta de pesquisa, textos literários e caricaturas, permitem acompanhar dois lados desta moeda: diretamente, constituem fontes privilegiadas para desvendar as construções imagéticas do negro por parte de diferentes setores dos grupos letrados e de personalidades políticas, incluindo importantes lideranças abolicionistas, escritores, políticos liberais e conservadores, assim como artistas do lápis; indiretamente, dão acesso ao modo como os personagens deste complicado debate integravam e politizavam a discussão e como os trabalhadores negros, tematizados nas narrativas literárias e caricaturas, participavam do processo de racialização em curso naquele período..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2010 - 2011
Narrativas Cruzadas: nucleo interdisciplinar de história e literatura
Descrição: O texto literário, por razões várias e com perspectivas diversas, tem interessado os historiadores. Este projeto de extensão busca trabalhar um aspecto desse interesse: o caráter documental de romances, contos, poema. Procura, de um lado, complementar a formação de alunos do curso de história, e também de outros cursos da Universidade de Brasília, e de outro lado busca estabelecer alguns debates com instituições de ensino médio. Além de discutir como a literatura, entendida como fonte, pode ajudar na produção do conhecimento histórico, procura construir ferramentas de pesquisa. A principal é uma edição digital crítica da obra "O choque das raças ou o presidente negro", de Monteiro Lobato..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) .
Integrantes: Marcelo Balaban - Coordenador.Financiador(es): DEX-UnB - Bolsa.


Revisor de periódico


2015 - Atual
Periódico: História e Cultura
2015 - Atual
Periódico: Cadernos de História
2017 - Atual
Periódico: Tempo e Argumento


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil Império.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil República.
4.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras.
5.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Literatura Brasileira.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2008
Concurso Coleção Várias Histórias, Cecult.
2004
Menção Honrosa no Prêmio Casa de Rui Barbosa, Fundação Casa de Rui Barbosa.
2001
Prêmio Monografias Cariocas - 3o. lugar - para dissertação de mestrado, Arquivo Municipal do Rio de Janeiro.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
BALABAN, M.2015BALABAN, M.. Quem tem...barriga tem medo: imagens de capoeiras na imprensa ilustrada da corte. Afro-Ásia, v. 1, p. 175-212, 2015.

2.
BALABAN, M.2015BALABAN, M.. ?Transição de cor?: Raça e abolição nas estampas de negros de Angelo Agostini na Revista Illustrada. Topoi (Online): revista de historia, v. 16, p. 418-441, 2015.

3.
BALABAN, M.2012BALABAN, M.. A soberana dos paises constitucionais: o público e o povo nos desenhos de Angelo Agostini. Patrimônio e Memória (UNESP), v. 8, p. 43-70, 2012.

4.
BALABAN, M.2009 BALABAN, M.. Voluntários involuntários: o recrutamento para a Guerra do Paraguai nas imagens da imprensa ilustrada brasileira do século XIX. Revista Mundos do Trabalho, v. 01, p. 221-256, 2009.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
BALABAN, M.. Estilo moderno: humor, literatura e publicidade em Bastos Tigre. 1. ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2016.

2.
BALABAN, M.. Poeta do Lápis - Sátira e Política na trajetória de Angelo Agostini no Brasil Imperial (1864-1888). 1. ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2009. 469p .

3.
BALABAN, M.. Instatâneos do Rio Antigo. 1a.. ed. Campinas: Mercado de Letras, 2003. 232p .

Capítulos de livros publicados
1.
BALABAN, M.. Esse ilustre desconhecido: história e memória de Angelo Agostini. In: Isabel Lustosa. (Org.). Agostini: obra, paixão e arte do italiano que desenhou o Brasil (1843-1910). 1ed.Rio de Janeiro: Fundação Casa de Rui Barbosa, 2014, v. , p. 73-93.

2.
BALABAN, M.. Memórias de um demônio aposentado - literatura e vida literária em Bastos Tigre. In: Sidney Chalhoub, Margarida de Souza Neves, Leonardo Affonso de Miranda Pereira. (Org.). História em cousas miúdas - capítulos de história social da crônica no Brasil. 1a.ed.Campinas: Editora da Unicamp, 2005, v. , p. -590.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
BALABAN, M.. Este animal de pelo: nome esquecido da belle époque carioca, Bastos Tigre revela muitos aspectos da vida literária no Rio de Janeiro do início do século XX. Revista de História (Rio de Janeiro), Rio de Janeiro, 01 mar. 2012.

2.
BALABAN, M.. Resenha de "A dança das cadeiras", de João Paulo Resende. Cadernos AEL, Campinas, 01 ago. 2002.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
BALABAN, M.. ?Quem tem? barriga tem medo?: Imagens de capoeira na imprensa ilustrada da corte. In: VI Encontro Escravidão e Liberdade no Brasil Meridional, 2013, Florianópolis. Anais do VI Encontro Escravidão e Liberdade no Brasil Meridional, 2013.

2.
BALABAN, M.. A flor da nossa gente: análise de imagens de negros da Revista Illustrada. In: V Encontro Escravidão e liberdade no Brasil Meridional, 2011, Porto Alegre. A flor da nossa gente: análise de imagens de negros da Revista Illustrada, 2011.

Apresentações de Trabalho
1.
BALABAN, M.. ?Frente a Frente?: análise de imagens de negros na imprensa ilustrada do Rio de Janeiro - década de 1880. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
BALABAN, M.. Sujeitos da Abolição: Análise de Imagens de Negros no Rio de Janeiro da Década de 1880. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
BALABAN, M.. 'Quem tem? barriga tem medo': Imagens de capoeira na imprensa ilustrada da corte. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
BALABAN, M.. Cousas que nos alegram. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
BALABAN, M.. O povo soberano e sua soberania: análise de imagens de negros na imprensa ilustrada brasileira, Rio de Janeiro, década de 1880. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
BALABAN, M.. O cúmulo da amolação: análise de imagens de capoeiras na imprensa ilustrada da corte. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
BALABAN, M.. A biografia como mistério: história e memória de Angelo Agostini. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
BALABAN, M.. A FLOR DA NOSSA GENTE: ANÁLISE DE IMAGENS DE NEGROS DA REVISTA ILLUSTRADA. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
BALABAN, M.. A soberana dos países constitucionais: Angelo Agostini e a imprensa ilustrada brasileira do século XIX. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

10.
BALABAN, M.. Caricatura de escravos: raça e cidadania em imagens de negros na imprensa ilustrada - Rio de Janeiro, década de 1880. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
BALABAN, M.. A abolição da raça. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
BALABAN, M.. .Esse ilustre desconhecido: história e memória de Angelo Agostini. 2010. (Seminário).. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

13.
BALABAN, M.. Caricatura de escravos: raça e cidadania em imagens de negros na imprensa ilustrada - Rio de Janeiro, década de 1880. 2010. (Congresso).. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
BALABAN, M.. Escravidão ou Morte: sátira e política na trajetória de Angelo Agostini no Brasil imperal (1864-1888). 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

15.
BALABAN, M.. Cenas Liberais: recrutamento forçado para a guerra do Paraguai nas imagens da imprensa ilustrada brasileira do séc. XIX.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Outras produções bibliográficas
1.
BALABAN, M.. Reflexões sobre história e historiografia 2012 (Resenha).

2.
BALABAN, M.. Lápis de ouro com brilhantes: análise de imagens de negros de Angelo Agostini 2011 (Artigo).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
BALABAN, M.. Assessor científico FapDF. 2017.

2.
BALABAN, M.. Assessor Científico da Fapesp. 2009.

Trabalhos técnicos
1.
BALABAN, M.. Parecerista Ad Hoc Editora UFPR. 2012.

2.
BALABAN, M.. Parecerista Ad Hoc Revista Mundos do Trabalho. 2011.

3.
BALABAN, M.. Parecerista Ad Hoc Revista Em tempo de história. 2011.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
Rodrigues, Neuma Brilhante; ADAMEC, M.; BALABAN, M.. Participação em banca de Víctor Ribeiro Leivas Dias Ferreira Armond. Em honra do nosso tão desgraçado (...)e tão querido Brasil: uma análise do pensamento de Affonso Celso além do ufanismo (1889-1914). 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

2.
BALABAN, M.; FARIA, D. B. A.; GUIMARAES, J. O. N.; PAIXAO, C.. Participação em banca de Ramon Ribeiro Barroncas. A última flor do Lácio: Olavo Bilac e a Antiguidade Clássica. 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

3.
CANO, J.; Chalhoub, Sidney; BALABAN, M.. Participação em banca de Alessandra Pellegrino Negrão. Revolta, tráfico e escravidão no Correio Mercantil: Salvador, 1836-1849. 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

Qualificações de Doutorado
1.
MUNIZ, D. C. G.; DOPCKE, W. A. K.; BALABAN, M.. Participação em banca de Cassi Ladi Reis Coutinho. Perturbadores da ordem: os ciganos nos registros policiais (1907-1920). 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós Graduação em História) - Universidade de Brasília.

2.
MUNIZ, D. C. G.; DOPCKE, W. A. K.; BALABAN, M.. Participação em banca de Cassi Ladi Reis Coutinho. "Perturbadores da ordem": os ciganos no projeto civilizador da República (1907-1938). 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em História) - Universidade de Brasília.

Qualificações de Mestrado
1.
BALABAN, M.; ARAUJO, A. G. M.; Rodrigues, Neuma Brilhante. Participação em banca de Vanessa de Jesus Queiroz. Ameaça e prevenção: Cholera morbus e higiene pública na Gazeta Médica da Bahia, 1866-1869. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade de Brasília.

2.
BALABAN, M.; Rodrigues, Neuma Brilhante; Francisco Monteoliva Doratioto. Participação em banca de Fabrício Azevedo Cortes. Publicações Satíricas do segundo reinado: a política, o humor e a guerra do Paraguaii (1862-1872). 2016. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade de Brasília.

3.
BALABAN, M.; Rodrigues, Neuma Brilhante; ARAUJO, A. G. M.. Participação em banca de Maíra Guimarães Duarte Porto. Informações de um mundo distante: o processo de composição e edição do livro "Diário de uma viagem ao Brasil", de Maria Graham. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade de Brasília.

4.
Francisco Monteoliva Doratioto; Carlo Eduardo Vidigal; BALABAN, M.. Participação em banca de Diogo D'Angelo de Araujo Roriz. Os radicais no poder: o jornal La Nación e o segundo governo de Hipólito Yrigoyen (1928-1930). 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em História) - Universidade de Brasília.

5.
BALABAN, M.; Gil, Tiago Luis; HONOR, A.. Participação em banca de Mariana Silveira Leonardo de Souza. O peso das elites locais da América Lusa na História do Brazil (1500-1627) de Frei Vicente de Salvador. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade de Brasília.

6.
GUIMARAES, J. O. N.; SANTOS, C.; BALABAN, M.. Participação em banca de Artur Araujo Santos. Imaginário e expectativa messiânico-escatológica: entre tessalonicenses e contestados. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade de Brasília.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
LEMOS, T. T.; FARIA, D. B. A.; BALABAN, M.. Participação em banca de Luccas Neves Stangles.A morte de si: uma possível interpretação do suicídio através do breviário de decomposição e do mito de sísifo. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - História) - Universidade de Brasília.

2.
Gil, Tiago Luis; NOGUEIROL, L. P.; BALABAN, M.. Participação em banca de Andrey Soares Pinto.Relações de poder no sistema escravocrata brasiliero. o caso do engenho de Santana, em Ilhéus, em 1789. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - História) - Universidade de Brasília.

3.
Rodrigues, Neuma Brilhante; BALABAN, M.; LEMOS, T. T.. Participação em banca de Herivelto Paiano Nascimento.O regicida Marcelino Bispo: uma reflexão sobre a história do Brasil, do final do Império ao atentado de cinco de novembro de 1887. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Departamento de História - UnB.

4.
MARQUES, T. C. N.; BALABAN, M.; ROCHA, L. D.. Participação em banca de Mariana Fernandes Rodrigues Barreto Reis.Irmandades negras, transformação e perpetuação da cultura africana na América Portuguesa. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Departamento de História - UnB.

5.
Oliva, Anderson Ribeiro; COSTATHOMPSON, E.; BALABAN, M.. Participação em banca de Tatiana Coelho.Samba - "A Nova Síntese Nacional" Uma Revisão Historiográfica. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

6.
MARQUES, T. C. N.; Gil, Tiago Luis; BALABAN, M.. Participação em banca de Mariana Silveira Leonardo de Souza.Duas formas de produzir historiografia: as invasões holandesas na história do Brasil e nos Capítulos de História Colonial. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
FARIA, D. B. A.; PEREIRA, M. A. P.; BALABAN, M.. Banca Simplificada professor Substituto. 2013. Universidade de Brasília.

2.
Delgado, Lucília de Almeida Neves; Brasil, Vanessa Maria; BALABAN, M.. Banca Simplificada para Professor Substituto. 2012. Universidade de Brasília.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
European Social Science History Conference 2016.The Noble Stimulus of Work: Race, Slavery and Free Work during the Parliamentary Debates of Sexagenário?s Law ? Brazil, 1884-1886. 2016. (Outra).

2.
VII Simpósio de História Cultural - escritas, circulação, leitura e recepção.Frente a frente: a lei dos sexagenário segundo a caricatura - Rio de Janeiro - 1884. 2014. (Simpósio).

3.
XII Congresso Internacional da Associação de Estudos Brasileiros. Sujeitos da Abolição: Análise de Imagens de Negros no Rio de Janeiro da Década de 1880. 2014. (Congresso).

4.
Primeiro Ciclo de Palestras do Curso de Bacharelado em Museologia da Universidade de Brasília.Perspectivas da História à formação do museólogo. 2010. (Outra).

5.
V Encontro Regional da Anpuh /DF.Cidades Reais Imaginadas. 2010. (Simpósio).

6.
Escravidão e cultura no Brasil dos Oitocentos.Escravidão ou Morte: sátira e política na trajetória de Angelo Agostini no Brasil imperal (1864-1888). 2009. (Seminário).

7.
V Encuentro Anual del CEL - La Guerra del Paraguay: historiografísas, representaciones,contextos.Representaciones - Cenas Liberais: recrutamento forçado para a guerra do Paraguai nas imagens da imprensa ilustrada brasileira do séc. XIX. 2008. (Encontro).

8.
XXIII Simpósio Nacional de História - História: guerra e paz.Escravidão ou Morte: imagens de negros da Revista Illustrada em 1880. 2005. (Simpósio).

9.
XVII Encontro Regional de História - ANPUH (Associação Nacional de História)- O Lugar da História promovido pelo Núcleo Regional de São Paulo.Cenas Liberais: a Guerra do Paraguai nos jornais de caricatura de Angelo Agostini. 2004. (Seminário).

10.
Seminário.Memórias de um demônio aposentado. 2001. (Seminário).

11.
XXI Simpósio Nacional de História.A revista Don Quixote e a imprensa do Rio de Janeiro nos primeiros anos da República. 2001. (Simpósio).

12.
XV Encontro Regional de História. Bastos Bigodes. 2000. (Congresso).

13.
XX Simpósio Nacional de História.La Mattchitche, a nova dança brasileira: a questão da nacionalidade no teatro de revista de Bastos Tigre - Rio de Janeiro 1906. 1999. (Simpósio).

14.
XIV Encontro Regional de História. "Uma boêmia vadia": Bastos Tigre e a literatura no Rio de Janeiro (1902-1906). 1998. (Congresso).

15.
IV Congresso Interno de Iniciação Científica. Bastos Tigre e o ofício do escritor: literatura, jornalismo e publicidade na Belle Époque carioca. 1996. (Congresso).

16.
Congresso Interno de Iniciação Científica. Bastos Tigre e o ofício do escritor: literatura, jornalismo e publicidade na belle époque carioca. 1995. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BALABAN, M.; Rodrigues, Neuma Brilhante ; MARQUES, T. C. N. ; Gil, Tiago Luis . V Seminário de História Social - metodologias, fontes e temas. 2013. (Outro).

2.
NOGUEIROL, L. P. ; BALABAN, M. ; Gil, Tiago Luis ; Rodrigues, Neuma Brilhante ; MARQUES, T. C. N. . IV Seminário de História Social. 2012. (Outro).

3.
BALABAN, M.. V Encontro Regional da Anpuh DF: A cidade capital: da cidade ideal á cidade real. 2010. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Nayara de Sousa Rocha. Imprensa e literatura: o folhetim no Diário do Rio de Janeiro (1832-1852). Início: 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília. (Orientador).

2.
Jackeline de Oliveira Silva. Lima Barreto: a denúncia do racismo no Brasil República. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília. (Orientador).

3.
Vanessa de Jesus Queiroz. Ameaça e prevenção: cholera morbus e a higiene pública na Gazeta Médica da Bahia, 1866-1867. Início: 2016. Dissertação (Mestrado profissional em História) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Tenner Inauhiny de Abreu. "Da cor da batina": A trajetória política do ex-escravo Deputado Provincial Padre Daniel Pedro Marques de Oliveira (1850 - 1880). Início: 2017. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Fabricio Azevedo Cortes. Publicações Satíricas do Segundo Reinado e a Construção de Personagens: A Política, o Humor e a Guerra do Paraguai (1864 ? 1870). 2015. Dissertação (Mestrado em História) - Departamento de História - UnB, . Orientador: Marcelo Balaban.

2.
Maíra Guimarães Duarte Porto. Viajantes de além mar. Um olhar feminino sobre o Império brasileiro. 2015. Dissertação (Mestrado em História) - Departamento de História - UnB, . Orientador: Marcelo Balaban.

3.
Isabela Alves de Oliveira. Negros na Argentina? - A construção das identidades raciais na literatura e na imprensa oitocentistas. 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília, . Orientador: Marcelo Balaban.

4.
Bruna Santana Fernandes. Monteiro Lobato e a 'sábia ciência' Eugenia: uma análise do romance O Presidente Negro. 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília, . Orientador: Marcelo Balaban.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Marcelo Balaban. Bastam seis dias: a domesticação da água e a plataforma republicana na revista ilustrada. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Departamento de HIstória) - Universidade de Brasília. Orientador: Marcelo Balaban.

2.
Marcelo Balaban. O valor da indenização: os sinuosos caminhos da lei dos sexagenários. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Departamento de HIstória) - Universidade de Brasília. Orientador: Marcelo Balaban.

3.
Marcelo Balaban. UMA SIMPLES ÁGUA-MORNA: A CENTRALIDADE DE D. EVARISTA NO CONTO O ALIENISTA DE MACHADO DE ASSIS.. 2017. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Departamento de HIstória) - Universidade de Brasília. Orientador: Marcelo Balaban.

4.
Vanessa de Jesus Queiroz. Entre faladores e operários da ciência: o charlatanismo na Gazeta Médica da Bahia, 1866-1870. 2015. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Departamento de HIstória) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcelo Balaban.

5.
Guilherme Domingues Gonçalves. Moda e Emancipação Feminina: um estudo do Jornal das Senhoras - Rio de Janeiro, 1852. 2013. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Departamento de HIstória) - Universidade de Brasília. Orientador: Marcelo Balaban.

Iniciação científica
1.
Vanessa de Jesus Queiroz. Escola Tropicalista Baiana: Declínio do mito da panacéia e sentidos sócio-políticos das explicações sobre causas e tratamentos das doenças dos trópicos no Brasil oitocentista. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Marcelo Balaban.

2.
Joana Maia Carbonesi. Artigos de recreio: textos de ficção na imprensa da Corte. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Marcelo Balaban.

3.
Nayara de Souza Rocha. Artigos de recreio: textos de ficção na imprensa da Corte. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Marcelo Balaban.

4.
Bráulio de Oliveira Fernandes Júnior. Artigos de recreio: textos de ficção na imprensa da Corte. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Marcelo Balaban.

5.
Marcos Vinícius Marinho Fernandes. Artigos de recreio: textos de ficção na imprensa da Corte. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Marcelo Balaban.

6.
Natália Soares Batista. Artigos de recreio: textos de ficção na imprensa da Corte. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Marcelo Balaban.

7.
Nayara de Sousa Rocha. Artigos de recreio: textos de ficção na imprensa da Corte. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Departamento de História - UnB, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marcelo Balaban.

8.
Eduardo de França Bicudo. Artigos de recreio: textos de ficção na imprensa da Corte. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Departamento de História - UnB, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marcelo Balaban.

9.
Bruna Santana Fernandes.. Narrativas cruzadas: história, literatura e cinema. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Departamento de História - UnB. Orientador: Marcelo Balaban.

Orientações de outra natureza
1.
Bruna Santana Fernandes. Narrativas Cruzadas: história, literatura, cinema. 2011. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade de Brasília, DEX-UnB. Orientador: Marcelo Balaban.

2.
Daniel Fernandes Batista de Oliveira. Narrativas Cruzadas: história, literatura, cinema. 2011. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade de Brasília. Orientador: Marcelo Balaban.

3.
Mariana Santana Fioravante de Almeida. Narrativas Cruzadas: história, literatura, cinema. 2011. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade de Brasília. Orientador: Marcelo Balaban.

4.
Priscyla Dias Kowalczuk. Narrativas Cruzadas: história, literatura e cinema. 2010. Orientação de outra natureza. (Letras) - Universidade de Brasília, DEX-UnB. Orientador: Marcelo Balaban.

5.
Eliane Pereira de Sousa Leal. Narrativas Cruzadas: história, literatura e cinema. 2010. Orientação de outra natureza. (Letras) - Universidade de Brasília, DEX-UnB. Orientador: Marcelo Balaban.

6.
Lorena Melo Rabelo. Narrativas Cruzadas: história, literatura e cinema. 2010. Orientação de outra natureza. (Letras) - Universidade de Brasília. Orientador: Marcelo Balaban.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/10/2018 às 13:40:55