Deborah Maria de Faria

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5110821848999124
  • Última atualização do currículo em 20/09/2018


Possui Graduação em Biologia pela Universidade de São Paulo, Mestrado e Doutorado em Ecologia pela Universidade Estadual de Campinas. É professora Plena da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Coordenada e orienta pelo PPG de Ecologia e Conservação da Biodiversidade (PPGECB) da UESC e do PPG em Ecologia e Biomonitoramento da Universidade Federal da Bahia. Saiu de licença sabática entre 2008-2009 para a University of Queensland, Australia (Bolsa pós-doutorado CNPQ), e no ano de 2015 para a University of Leeds, Inglaterra (Bolsa CAPES, estágio sênior) Coordena projetos de pesquisa com enfoque em comunidades e espécies em paisagens antrópicas da região cacaueira do sul da Bahia. Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Biologia da Conservação, área em que tem a maior concentração de artigos publicados. Atualmente é curadora da coleção de Chiroptera da UESC e atua nos seguintes temas: ecologia de morcegos, biodiversidade em paisagens antrópicas e sistemas agroflorestais, ecologia de espécies ameaçadas (Chaetomys subspinosus) e planejamento sistemático em conservação. Coordena e é lider do grupo do CNPq Laboratório de Ecologia Aplicada à Conservação (LEAC) e atualmente participa como membro do comitê Comitê de Estimulo à Internacionalização da UESC. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Deborah Maria de Faria
Nome em citações bibliográficas
FARIA;D.;Faria, Deborah;Faria, Deborah Maria de;Faria, D.M.;Faria, D.;FARIA, DÉBORAH MARIA DE

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Estadual de Santa Cruz, Departamento de Ciências Biológicas.
Rodovia Ilhéus Itabuna, km 16
Salobrinho
45650000 - Ilhéus, BA - Brasil
Telefone: (73) 36805537
Fax: (73) 36805313
URL da Homepage: http://http://appliedecologylab.com/


Formação acadêmica/titulação


1996 - 2002
Doutorado em Ecologia.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Impacto do processo de fragmentação e uso de hábitat na comunidade de morcegos da região de Una, sul da Bahia, Ano de obtenção: 2002.
Orientador: Wesley Rodrigues Silva.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: fragmentação de hábitat; mata atlântica; morcegos; conservação da biodiversidade.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Ecossistemas / Especialidade: Conservação de Morcegos.
1993 - 1996
Mestrado em Ecologia.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Utilização de recursos alimentares por morcegos filostomídeos fitófagos da Reserva da Santa Genebra, Campinas, São Paulo,Ano de Obtenção: 1996.
Orientador: Ivan Sazima.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: morcegos; Frugivoria; Partilha de recursos; Reserva da Santa Genebra.
Grande área: Ciências Biológicas
1987 - 1991
Graduação em Biologia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.


Pós-doutorado


2015 - 2016
Pós-Doutorado.
University of Leeds, LEEDS, Inglaterra.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
2008 - 2009
Pós-Doutorado.
The University of Queensland, UQ, Austrália.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.


Formação Complementar


2008 - 2008
Spatial Ecology Lab. (Carga horária: 12h).
The University of Queensland, UQ, Austrália.
2007 - 2007
Modelagem da Biodiversidade. (Carga horária: 24h).
Instituto de Pesquisas Ecológicas, IPÊ, Brasil.
2005 - 2005
Introdução ao Sistema de Informação Geográfica. (Carga horária: 20h).
Instituto de Estudos Sócio-Ambientais do Sul da Bahia, IESB/BA, Brasil.
2002 - 2002
Economia Ambiental e Mercado de Carbono. (Carga horária: 22h).
Instituto de Pesquisas Ecológicas, IPÊ, Brasil.
1998 - 1998
Extensão universitária em Ecologia da Paisagem Biodiversidade e Manejos dos. (Carga horária: 140h).
Universidade Católica Dom Bosco, UCDB, Brasil.
1997 - 1997
Técnicas de Rádio Telemetria em Morcegos. (Carga horária: 120h).
Smithsonian Tropical Research Institute, STRI, Panamá.
1997 - 1997
Bioestatística. (Carga horária: 40h).
Instituto de Pesquisas Ecológicas, IPÊ, Brasil.
1996 - 1996
Biologia da Conservação. (Carga horária: 40h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
1995 - 1995
Field Methods in the studies of bats. (Carga horária: 20h).
Boston University, BU, Estados Unidos.
1994 - 1994
Extensão universitária em Ecologia de Vertebrados de Florestas Neotropicais. (Carga horária: 70h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Estadual de Santa Cruz, UESC, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora Pleno, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Coordena o Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação da Biodiversidade da UESC

Vínculo institucional

2007 - 2011
Vínculo: Professor Titular, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2002 - 2007
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2001 - 2002
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Visitante, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1999 - 1999
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora Convidada, Carga horária: 40

Atividades

01/2011 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação da Biodiversidade, .

05/2005 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de Ciências Biológicas, .

Cargo ou função
Curadora da Coleção Científica de mamíferos "Alexandre Rodrigues Ferreira".
04/2005 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Ciências Biológicas, Departamento de Ciências Biológicas.

Atividade realizada
Coordenadora da parte de mamíferos no processo de elaboração da Lista de Espécies de Ameaçadas no Estado da Bahia.
02/2004 - Atual
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Biologia da Conservação
Ecologia de Comunidades
Ecologia de morcegos
01/2002 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação da Biodiversidade, .

09/2004 - 01/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de Ciências Biológicas, .

Cargo ou função
Membro do Colegiado do Curso de Mestrado em Zoologia Aplicada.
10/2005 - 02/2006
Ensino, Agronomia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia Básica
02/2005 - 07/2005
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Tópicos Especiais em Biologia: Ecologia de Morcegos Neotropicais
Biologia da Conservação
Ecologia de Comunidades
03/2004 - 03/2005
Conselhos, Comissões e Consultoria, Pró-reitoria de Pesquisa, .

Cargo ou função
Membro do Comitê Local do Programa de Iniciação Cinetífica da UESC, resolução CONSEPE 14/99.
08/2004 - 12/2004
Ensino, Medicina Veterinária, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia Básica
12/2003 - 12/2004
Direção e administração, Departamento de Ciências Biológicas, .

Cargo ou função
Coordenador da Área de Ecologia.
09/2004 - 10/2004
Ensino, Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Metodologia da Pesquisa Científica II
02/2004 - 09/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de Ciências Biológicas, .

Cargo ou função
Membro da comissão organizadora do Simpósio de Biologia (SIMBIO).
02/2004 - 07/2004
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia de Comunidades
10/2003 - 04/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de Ciências Biológicas, .

Cargo ou função
Comissão de avaliação dos docentes em Regime de Tempo Integral com Dedicação Exclusiva.
08/2003 - 12/2003
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Biologia da Conservação
8/2002 - 12/2003
Ensino, Agronomia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia Básica
02/2003 - 07/2003
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia de Comunidades
04/2003 - 05/2003
Ensino, Mestrado Em Zoologia Aplicada, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Biologia da Conservação
05/1999 - 01/2003
Ensino, Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Biologia da Conservação
9/2001 - 12/2001
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia Basica
Biologia da Conservação


Linhas de pesquisa


1.
Planejamento sistemático em conservação
2.
A biodiversidade em paisagens fragmentadas


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
O papel da chuva de sementes de jaca (Artocarpus heterophyllus) na regeneração florestal em uma unidade de conservação
Descrição: Nosso estudo tem como objetivo entender de que forma a presença de indivíduos desta espécie determina os padrões locais de chuva e recrutamento de sementes de espécies nativas dispersas por vertebrados na RebioUna. Em particular, se a espécie tem um papel importante como atrator de frugívoros, como estudos anteriores indicam, a concentração de uma intensa e diversa chuva de sementes sob a copa desta espécie tem grande potencial de servir como fonte para regeneração de propágulos de espécies nativas, favorecendo, portanto, a regeneração da floresta como um todo. No entanto, se o processo de recrutamento de algumas ou da maioria das espécies nativas se mostrar limitado sob a copa de A. heterophyllus ficara caracterizado o papel negativo dessa espécie exótica, atuando como um sumidouro de sementes. Ainda, a depender do potencial de dispersão desta espécie na área estudada, será possível avaliar o impacto potencial negativo ou positivo da presença desta espécie na dinâmica da unidade de conservação. Todas estas informações analisadas em conjunto nos permitirão avaliar de maneira mais robusta diferentes opções de manejo sugeridas para a unidade de conservação..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
Projeto tematico #7 do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Estudos Interdisciplinares e Transdisciplinares em Ecologia e Evolução (INCT IN-TREE)

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Charbel Nino El Hani em 21/07/2018.
Descrição: INCT-TREE: Realização de estudos inter- e transdisciplinares em ecologia e evolução, desenvolvendo novas abordagens de pesquisa que combinam estudos teóricos e empíricos em ecologia e evolução ?de vanguarda e elevada qualidade, de padrão competitivo internacional na área de conhecimento?integrados à construção e validação de modelos matemáticos, computacionais e estatísticos, à realização de estudos epistemológicos e éticos, e à construção e análise de processos de interação com a sociedade e órgãos públicos nos setores ambiental e de educação básica. Projeto Temático 7: Biodiversidade, serviços ecossistêmicos e produtividade em agroflorestas de cacau: Objetivos detalhados: (i) Produzir e disponibilizar ao MPBA mapeamento do uso da terra na região cacaueira do sul da Bahia com base em imagens de satélite de alta resolução; (ii) Desenvolver classificação biogeográfica das cabrucas do sul da Bahia, expressando sua composição florística como resultado de diferenças de solo e clima; (iii) Construir e disponibilizar ao MPBA base de dados sobre agroflorestas de cacau, inclusive cabrucas, considerando produtividade, estoques de carbono e registros de ocorrência de espécies; (iv) Analisar relação entre estoque de carbono acima do solo e produtividade de agroflorestas de cacau sob diferentes tipos de manejo (trade‐off carbono‐produtividade); (v) Analisar relação entre biodiversidade de formigas, aves e mamíferos terrestres, estoque de carbono acima do solo (carbono como proxy de biodiversidade) e produtividade de agroforestas de cacau sob diferentes tipos de manejo (trade‐off biodiversidade‐produtividade) em três paisagens com diferentes percentuais de cobertura florestal remanescente; (vi) Com base nos resultados do estudo, propor sistema quantitativo de incentivos financeiros para maximizar estoques de carbono e biodiversidade, para incentivar manutenção de cabrucas, sem prejuízo da produção de cacau no sul da Bahia; (vii) desenvolver modelos matemáticos relacionando variações em índices de diversidade biológica e serviços ecossistêmicos com variações no potencial produtivo de agroflorestas de cacau, considerando intensificação do manejo local e perda de cobertura florestal na paisagem; (viii) A partir de análise epistemológica de conceitos ecológicos (trade‐off, biodiversidade, serviços ecossistêmicos, resistência e resiliência) e econômicos (custos de produção, produtividade, rentabilidade, viabilidade econômica), e de questões de ética ambiental, discutir atribuição de valor econômico à biodiversidade e aos serviços ecossistêmicos mantidos pelas agroflorestas de cacau.. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) Doutorado: (13) .
Integrantes: Deborah Maria de Faria - Integrante / Renata Pardini - Integrante / Eduardo Mariano - Integrante / Pedro Luís Bernardo Rocha - Integrante / Charbel Niño El-Hani - Coordenador / Jacques Delabie - Integrante / Goetz Schroth - Integrante / Cassano, Camila R. - Integrante / Eliana Cazetta - Integrante / SAMBUICHI, REGINA H. R. - Integrante / Andréa da Silva Gomes - Integrante / Mônica de Moura Pires - Integrante.
2015 - Atual
Avaliação do efeito da redução da cobertura florestal na escala de paisagem sobre as assembleias de morcegos na região sul da Bahia
Descrição: Um dos grandes desafios atuais é compreender e minimizar os impactos da perda de habitat sobre os organismos. Essa perda de habitat pode ser oriunda de vários fatores, como a expansão da agricultura, deflorestamento e mudanças climáticas, que ainda são potencializados como consequência da explosão demográfica. Os morcegos compreendem um grupo adequado para se avaliar os efeitos da alteração de ambientes pelo homem, uma vez que desempenham papéis fundamentais na natureza, como dispersão de sementes, polinização de diversas espécies de plantas, além de consumirem uma imensa quantidade de insetos, agindo no controle de pragas agrícolas. da mesma forma, é um grupo bastante influenciado por perturbações antrópicas, particularmente sensível ao desmatamento. Neste projeto de pesquisa englobo o inventário de assembleias de morcegos filostomídeos e insetívoros aéreos, amostrados por diferentes métodos de coleta em 40 sítios de floresta inseridos em um gradiente de desmatamento em escala de paisagem..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (3) .
Integrantes: Deborah Maria de Faria - Coordenador / Fábio Falcão - Integrante / Fabio Soares - Integrante / Albérico Queiroz - Integrante / Anthony Waldron - Integrante / Renata Costa Carvalho - Integrante / Enée Gottschalk - Integrante.
2014 - 2016
Factors affecting seed dispersal, tree establishment and resource availability for endangered frugivorous primates in Southern Bahia: defaunation, matrix connectivity and climate change

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Eliana Cazetta em 23/07/2018.
Descrição: Projeto de Cooperação Internacional entre o PPG Ecologia e Conservação da Biodiversidade da UESC e a Universidade de Liege, Bélgica..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Deborah Maria de Faria - Integrante / Eliana Cazetta - Coordenador / Alain Hambuckers - Integrante / Kristel M. De Vleeschouwer - Integrante / Leonardo de Carvalho Oliveira - Integrante / Poornima Raghunathan - Integrante.
2012 - 2016
Implantação de infra-estrutura de pesquisa para o PPG em Ecologia e Conservação da Biodiversidade da UESC: uma base para estudos de longo prazo em ecologia e conservação de espécies ameaçadas da Mata Atlântica.
Descrição: A presente proposta visa estabelecer uma colaboração científica entre dois programas de Pós-Graduação em Ecologia, atualmente inseridos na área de Biodiversidade da CAPES, ambos com nível de mestrado e doutorado: o programa não consolidado da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) e o da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A colaboração atual entre os dois programas existe, mas ainda é bastante tímida diante das enormes potencialidades e interesses dos pesquisadores atuantes em ambos os programas. Acreditamos que a aprovação de um edital como o casadinho-procad possa fomentar uma efetiva colaboração entre ambas as intituições e, de forma bastante eficiente, consolidar a inserção da pesquisa e da formação de recursos humanos do programa da UESC. O PPGECB/UESC espera com esta parceria com o PPGE/UFRJ, conseguir o fortalecimento das suas linhas de pesquisa, através do aumento de produção bibliográfica e formação de recursos humanos, atingir ou mostrar que pode atingir de forma satisfatória todos os critérios necessários para ser elevado ao conceito 5 CAPES já na próxima avaliação do triênio 2012.Neste contexto, esta proposta pretende fomentar a consolidação dos grupos de pesquisa ligados aos dois programas de pós-graduação aqui apresentados e, através da execução da colaboração em pesquisa e da mobilidade docente e discente entre ambas as instituições, promover a consolidação do PPGECB. O eixo norteador da proposta será a condução de uma rede de pesquisa para estudos de longo prazo em ecologia e conservação de espécies ameaçadas da Mata Atlântica. Dentro desta temática, que será apresentada de maneira mais detalhada a seguir e abrange todas as três linhas do PPGECB/UESC, a interação científico-acadêmica entre os dois programas se dará de duas maneiras: 1. através da condução de pesquisas de longo-prazo em ecologia e conservação de espécies ameaçadas da Mata Atlântica, e 2. através da interação científico-acadêmica, focando a formação e a capacitação de r.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2015
Rede de Pesquisa em funcionalidade Ecologica - SISBIOTA UNA
Descrição: Este projeto visa estabelecer uma rede de pesquisa entre a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), a Universidade de Brasília (UnB), a Universidade Federal da Bahia (UFBA) e o CENA ? USP para examinar como a perda e fragmentação de hábitats altera processos funcionais e a conservação da diversidade biológica em florestas tropicais tendo como objeto de estudo a Floresta Atlântica brasileira. Objetivamente, a Rede de pesquisa em funcionalidade ecológica de ambientes florestais em paisagens antropizadas pretende: 1. Testar a hipótese que a fragmentação promove a secundarização da floresta remanescente, avaliando processos ecológicos ligados a funcionalidade do sistema florestal. 2. Comparar os padrões de diferentes processos funcionais em paisagens com dois níveis de modificação estrutural: variegadas (Rebio- Una) e hiper-ragmentadas (Pernambuco). 3. Testar a validade de previsões acerca de mudanças de processos funcionais em paisagens hiper-fragmentadas através da análise dos padrões encontrados em paisagens variegadas. 4. Propor medidas de manejo capazes de ampliar o valor de conservação e de prestação de serviços ambientais das paisagens antrópicas tropicais. 5. Ampliar e consolidar a pesquisa temática desenvolvida pelas instituições da rede, principalmente o recém-criado PPGECB da UESC, através da consolidação das parcerias e sua contribuição para formação de recursos humanos, elaboração de artigos e alto impacto e tradução da pesquisa científica em claras diretrizes para conservação. ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (16) Doutorado: (10) .
Integrantes: Deborah Maria de Faria - Coordenador.Financiador(es): (CNPq) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 12
2011 - 2014
Funcionalidade ecológica em sistemas florestais da região cacaueira do sul da Bahia
Descrição: Plantações de cacau no sul da Bahia são formadas, principalmente, por um sistema localmente conhecido como cabruca, no qual a floresta original é desbastada para o plantio do cacau, embora uma parte do dossel nativo seja mantida para conferir sombreamento. De fato as cabrucas compõem a maior parte do mosaico florestal remanescente da região sul da Bahia, e por ser um sistema simplificado, porém estratificado, ainda retém uma parcela significativa da biota local. Estudos conduzidos na região sul da Bahia pela UESC, tanto em sistemas agroflorestais quanto nas florestas nativas, têm se limitado a abordar aspectos básicos acerca da descrição de padrões de distribuição da biota no mosaico, focando principalmente as relações entre riqueza e abundância de espécies e como estes descritores variam entre diferentes ambientes do mosaico. No entanto, pouco ainda é conhecido sobre os processos ecológicos existentes nestes sistemas, e considerando-se que mesmo quando os padrões de riqueza e diversidade permanecem pouco alterados frente a perturbações, é possível detectar mudanças marcantes na estrutura de redes tróficas e outros importantes aspectos funcionais destes sistemas. Portanto, conclusões derivadas de estudos utilizando apenas alguns descritores de alteração, como riqueza, podem subestimar mudanças significativas na funcionalidade dos sistemas envolvidos. Neste contexto, a presente proposta pretende avançar no conhecimento sobre a biota no mosaico florestal da região cacaueira, através da condução de pesquisas enfocando diversos processos ecológicos em áreas de floresta e cabrucas. Especificamente, a pesquisa abordará questões relativas à: 1. a distribuição espacial, abundância e 2. Variabilidade genética e fluxo gênico entre indivíduos de algumas espécies de árvores nativas muito exploradas para madeira e ainda presentes nas plantações de cacau, 3. Os padrões de dispersão e predação de sementes destas árvores nativas, 4. Presença de uma espécie ameaçada de extinção o m.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Deborah Maria de Faria - Integrante / Eduardo Mariano - Coordenador / Fernanda A. Gaiotto - Integrante / Leandro Lopes Loguercio - Integrante / Leonardo C. Oliveira - Integrante / Eliana Cazetta - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia - Auxílio financeiro.
2010 - 2014
Programa de Estudos Ecológicos de Longa Duração na Região de Una, Bahia, Brasil: PELD Una
Descrição: Esta proposta visa estabelecer a primeira parcela permanente em Mata Atlântica no nordeste do Brasil. A partir da implementação desta parcela em área pública será possível aprimorar a formação de recursos humanos e induzir o desenvolvimento de projetos de pesquisa abrangentes e de longa duração em torno de investigações espaço temporais entre os componentes da biota. As principais ações contemplam a realização de trabalhos ecológicos de curta, média e longa duração focados em espécies, processos e interações biológicas da comunidade, relacionados às características edafoclimáticas, aos regimes de perturbação e às flutuações temporárias que acontecem na Reserva Biológica de Una (Rebio Una), um dos mais significativos remanescentes de floresta ombrófila densa sub-montana do estado da Bahia e da região nordeste. A equipe de pesquisadores incluídos nesta proposta contribuiu, em trabalhos prévios realizados na Rebio Una, para a ampliação do conhecimento acerca da composição, distribuição e padrões de abundância na área. Portanto, o foco agora estará no aprofundamento sobre os padrões e processos ecológicos que explicam e mantém a diversidade local e não apenas na riqueza e diversidade biológica. Para tanto, ações e metas relativas a quatro linhas temáticas: (i) Dinâmica de nutrientes; (ii) Conservação da diversidade biológica; (iii) Dinâmica de populações e organização de comunidades e ecossistemas; (iv) Padrões e freqüência de perturbações naturais e impactos antrópicos e seus efeitos sobre populações, comunidades e ecossistemas foram estabelecidas. Revisões recentes mostram que mesmo em áreas nas quais os padrões de riqueza e diversidade permanecem pouco alterados, como é o caso da Rebio Una, é possível detectar mudanças marcantes na estrutura de redes tróficas e outros importantes aspectos funcionais destes sistemas.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Deborah Maria de Faria - Integrante / André Márcio Araújo Amorim - Coordenador.
2009 - 2013
DISTRIBUIÇÃO, ECOLOGIA E CONSERVAÇÃO DO OURIÇO-PRETO (Chaetomys subspinosus), UMA ESPÉCIE ENDÊMICA E VULNERAVEL DA MATA ATLÂNTICA
Descrição: A presente proposta tem como principal objetivo avaliar o efeito da fragmentação e uso da terra sobre a estrutura populacional de Chaetomys subspinosus, obtendo um panorama sobre a distribuição atual e a conectividade real existente entre as populações e possibilitando planejar cenários futuros de paisagem para esta espécie. Este objetivo principal será desenvolvido através das seguintes metas de pesquisa: 1. Desenvolvimento de metodologia para inventário (detecção) da espécie focal, 2 - Ampliação do conhecimento sobre a distribuição geográfica da espécie focal, 3- Realização de estudos sobre a capacidade perceptual da espécie focal e conectividade funcional da paisagem, 4) Elaboração de um plano sistemático de conservação para a espécie focal, baseado nas informações existentes sobre a espécie..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Deborah Maria de Faria - Coordenador.
2008 - 2009
Biodiversidade em paisagens fragmentadas da região cacaueira do sul da Bahia: padrões de distribuição, variáveis explanatórias e planejamento sistemático em conservação.
Descrição: O desmatamento e a fragmentação de hábitat têm sido processos determinantes dos padrões de distribuição atual da biodiversidade, e, portanto é cada vez mais importante a elaboração e execução de ações para assegurar a viabilidade em longo prazo das assembléias nestas paisagens fragmentadas. No entanto uma das limitações para o delineamento deste planejamento é a escassez de dados biológicos disponíveis sobre a distribuição da biota em ambientes naturais e modificados, principalmente nas regiões tropicais. Na região cacaueira do sul da Bahia, que abriga um dos mais representativos trechos remanescentes de Mata Atlântica do nordeste, foi conduzido um grande inventário sistematizado que incluiu parte da flora (pteridófitas, árvores) e fauna (sapos, lagartos, aves e morcegos) em 44 áreas localizadas em duas paisagens nesta região. Este plano de trabalho pretende analisar esta base de dados espacialmente explícitos para elaborar uma proposta para o desenho e priorização de uma rede de áreas de conservação para as duas paisagens, através da condução da metodologia de Planejamento Sistemático em Conservação. Este plano deverá ser desenvolvido no Laboratório de Ecologia Espacial, da Universidade de Queensland, Austrália, em colaboração com o Dr. Hugh Possinghan, uma das autoridades mundiais neste assunto..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2009
Meta-analysis for evaluating the suitability of bats as a target taxon for long-term monitoring
Descrição: O referido projeto prevê a análise de um banco de dados formado a partir da colaboração de um conjunto de pesquisadores em ecologia de morcegos nos neotropicos, com a finalidade de obter alguns padrões de distribuição e abundância de espécies bem com.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2009
STRENGTHENING THE ROLE OF TRADITIONAL CACAO PRODUCTION SYSTEMS (CABRUCAS) AS CONSERVATION TOOL FOR THE BRAZILIAN ATLANTIC FOREST
Descrição: This proposal is based on the results of the planning workshop ?Conservation and Sustainable Development of Southern Bahia: Planning of Initiatives for Agroforestry and Conservation Enterprises? that took place in July 2005 in Ilhéus, with the participation of various actors and stakeholders in agroforestry and conservation of the region. The overall objective of the project is to strengthen the role of traditional cabruca cacao production systems, together with the legally required conservation of forest on farmland in Legal Reserves (20%) and Areas of Permanent Preservation, as tools for biodiversity conservation and sustainable livelihoods in the south of Bahia, with focus on areas of strategic importance in the Biodiversity Corridors. The following activities have been identified to achieve this objective: 1: Compile and review available information about the links between cabruca in general and certain management practices in particular for the conservation of biodiversity; 2: Define the criteria that characterize ?Cacau Fino de Conservação da Mata Atlantica (CFC-MA)?; Implement the CFC-MA system with progressive pilot cacao producers and train farmers for its further expansion; 4: Promote ?Cacau Fino de Conservação da Mata Atlântica? on the national and international market; 5: Support for small, applied research and monitoring projects on the value of cabruca systems and related management practices for biodiversity conservation.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2009
ECOLOGICAL AND DEMOGRAPHIC RESPONSES OF GOLDEN-HEADED LION TAMARINS Leontopithecus chrysomelas TO CABRUCA AGROFOREST IN SOUTHERN BAHIA STATE, BRAZIL
Descrição: This study takes place in three patches of Atlantic Forest in southern Bahia state and in cabruca agroforest surrounding these patches. Cabruca, a mix of planted cocoa trees and native overstory, is the predominant forest type throughout the range of the golden-headed lion tamarins (GHLTs) and the amount and degradation of native forest varies significantly over the region. The goal of this research is to evaluate how cabruca agroforest, affects ecological and demographic responses in GHLTs. I will describe quantitatively the kinds of cabruca in the area, and how these are distributed spatially and temporally by measuring phytosociological parameters using the point-center-quadrant method. We will verify the presence or absence of the tamarins in cabrucas using play-back techniques. This will be done by recording social and demographic characteristics (group size, composition and biomass) in cabruca by capturing GHLT using live-traps. During these captures one individual from each group will receive a radio-collar for post-capture monitoring. This technique will permit me to estimate ecological parameters (home range size, habitat use, dispersal patterns) in cabruca. The genetic variability among wild populations of GHLT will be estimated using polymorphic microsatellite loci technique (analyzing hair samples collected on the captures). We expect to identify the characteristics of cabruca agroforest that allow/limit the occurrence of GHLT, finding different ecological and demographic responses of GHLT in cabruca compared to primary forest and to elucidate the genetic structure of the wild populations in the region..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2009
impacts of forest fragmentation and various configurations of cacao plantations non native forest bird communities in the Atlantic forest of BRazil
Descrição: A Mata Atlântica brasileira hospeda uma exepcional riqueza de avifauna de grande importancia para a conservacão global. Muitas espécies apresentam altissimo endemismo neste ecossistema, sendo ameacadas pela grande perda e fragmentacão de habitats naturais. No entanto, ao longo da costa sul da Bahia, areas remanescentes de floresta nativa fazem parte de um mosaico heterogeneo com habitats modificados pelo homem, incluindo grandes areas cultivadas de plantações de cacau e florestas secundarias. O papel destes habitats modificados, principalmente as plantações de cacau cultivadas sob o sombreamento do dossel, pode ser essencial para o desenvolvimento de importantes estrategias na conservacão das aves (corredores, restauracão). Em parceria com a Universidade Estadual de Santa Cruz/Núcleo de Estudos da Mata Atlântica (UESC/NEMA), seráutilizada uma combinacão de dados existentes, novos levantamentos de dados sobre aves (gravações) e medidas de vegetacão local e paisagens, para comparar comunidades de aves em areas naturais (reservas) e em habitats modificados pelo homem (fragmentos de florestas, cultivo de cacau-tradicional/metodo intensivo, e florestas secundárias). Os resultados deste estudo irão fornecer um melhor entendimento de como as comunidades de aves são influenciadas pela paisagem e manejo local, e também servirão como base de pesquisa para organizações conervacionistas e administrativas (IBAMA, CEPLAC, NEMA)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2008
A Biodiversidade no sistema agroflorestal cacau-cabruca no sul da Bahia, Brasil
Descrição: A região sul da Bahia representa a maior área contínua com cobertura florestal sob o domínio atlântico que ainda permanece no nordeste brasileiro. No entanto, os remanescentes de mata atlântica compõem apenas uma pequena parte desta cobertura florestal que de fato é composta na sua maior parte por um mosaico de plantações sombreadas de cacau (Theobroma cacao) presentes sob vários tipos de manejo. Entre estas plantações encontram-se as cabrucas, um tipo de manejo no qual ocorre a remoção completa do subosque da mata nativa para o plantio do cacau. Devido a manutenção de parte da flora nativa tem sido proposto que as cabrucas serviriam como ambientes florestais para muitas espécies, embora poucos estudos tenham mostrado o quão dependentes estes sistemas são da proximidade de florestas nativas, que na região encontram-se reduzidas a fragmentos pequenos. Além disso, a atual política de renovação da lavoura cacaueira no estado, através da introdução de variedades de cacau resistentes a pragas, que exigem um menor sombreamento, tem promovido a substituição das cabrucas por ambientes mais simplificados e com um maior número de espécies de plantas exóticas. Dentro deste contexto, este projeto de pesquisa pretende estudar parte da flora (árvores e arbustos), a taxocenose de morcegos e mamíferos terrestres, e a diversidade de microorganismos transportados pelo ar presentes em ambientes de floresta, cabrucas e áreas de cacau clonado em uma paisagem representativa da região cacaueira do sul da Bahia. O objetivo central é avaliar o impacto do processo de conversão de florestas em cabrucas e sistemas clonados, tanto para uma parte importante da biodiversidade regional quanto para a disseminação aérea de esporos, ifnormações importantes para a conservação e manejo da biota regional. R$ 65.000,00.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Deborah Maria de Faria - Coordenador / Eduardo Mariano - Integrante / julio baumgarten - Integrante / Jorge Teodoro de Souza - Integrante / José Luiz Bezerra - Integrante / Leandro Lopes Loguercio - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2003 - 2006
Elaboração do Plano de Manejo do Ouriço Preto, Chaetomys subspinosus (Olfers 1818)
Descrição: A espécie de mamífero roedor Chaetomys subspinosus consta da lista de animais ameaçados da fauna. As poucas informações gerais disponíveis indicam que trata-se de um mamífero com distribuição restrita, endêmico da Mata Atlântica e atualmente com populações fragmentadas em pequenos remanescentes de floresta que ainda compõe este bioma. Informações básicas sobre ecologia, comportamento, variabilidade genética e fatores de ameaça são preliminares e restritas. O delineamento de uma estratégia de conservação eficiente para assegurar a viabilidade desta espécie depende destas informações básicas. Dentro deste contexto, a presente proposta teve como objetivo elaborar um Plano de manejo para esta espécie de roedor, considerando-se vários aspectos importantes da biologia da espécie. Para atingir este objetivo foram estabelecidas quatro metas, que de forma integrada permitiram a formulação do plano de manejo. (1) A elaboração de um Sistema de Informações Geográficas (SIG) da atual área de ocorrência da espécie (ES e BA), (2) a montagem de uma base de dados biológicos incluindo aspectos sobre a ecologia, variabilidade genética e manutenção da espécie em cativeiro, visando a reprodução, reintrodução e/ou translocação da espécie; (3) a análise dos potenciais atores para sua conservação; e o (4) cruzamento destas informações, incluindo a análise das causas da vulnerabilidade da espécie, o diagnóstico atualizado da situação da espécie, a proposição de metodologias para sua conservação , resultando na elaboração do plano de manejo. O documento final já foi encaminhado ao financiador e, após o aceite dos principais trabalhos em periódicos especializados, será encaminhado para publicação. O projeto foi financiado pelo FNMA (R$239.000,00), no edital de 2003 sobre espécies ameaçadas. R$240.000,00.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Deborah Maria de Faria - Coordenador / Adriano Chiarello - Integrante / Yuri Leite - Integrante / Fernanda A. Gaiotto - Integrante / Selene Siqueira da Cunha Nogueira - Integrante / gaston giné - Integrante / Maurício Moreau - Integrante / Yvonnick Le Pendu - Integrante / Romari Martinez - Integrante.Financiador(es): Fundo Nacional do Meio Ambiente - Auxílio financeiro.
2003 - 2005
Projeto Biota das Florestas do Planalto de Conquista
Descrição: Descrição: A Bahia abriga diversos tipos de fisionomias florestais cuja diversidade biológica é pouco conhecida. Dentre essas fisionomias incluem-se mata-de-cipó (floresta estacional decidual), mata mesófila (floresta estacional semidecidual) de altitude e mata mesófila, áreas baixas presentes no Planalto de Conquista, Sudoeste da Bahia. Estudos realizados sobre aves, serpentes e formigas resultaram em ampliações de distribuição de espécies e significativo número de espécies novas descritas, demostrando o quanto essas florestas necessitam ser investigadas e protegidas. Apesar da situação singular da sua biota e a alta pressão antrópica sobre os remanescentes florestais não existem reservas que protejam estas florestas. Com o objetivo de suprir a lacuna de conhecimento biológico e diagnosticar os remanescentes de florestas para embasar e propor diretrizes conservacionistas, seguindo orientações do programa RAP, este projeto produziu: i. caracterização os ambientes presentes na paisagem e mapeadas as áreas de floresta; ii. Elaboração de uma base de dados sobre a biota regional; e, iii. Elaboração de documentos técnicos que influenciar políticas públicas em conservação. Para alcançar os objetivos propostos foram selecionados grupos taxonômicos (árvores, médios e grandes mamíferos terrestres, morcegos, aves, anfíbios, répteis, borboletas e formigas) que foram inventariados em duas sub-regiões, amostrando em cada uma delas as três principais fisionomias florestais: mata de cipó, matas mesófilas de altitude e de áreas baixas, na época seca e chuvosa. O estudo produziu um valioso conjunto de informações sobre a biodiversidade regional, e está servindod e base para a proposição e implementação de políticas públicas de conservação para a biodiversidade (ex: implementação de reservas). R$230.000,00 ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Deborah Maria de Faria - Integrante / Julio Ernesto Baumgarten - Integrante / José Vicente Ortiz - Integrante / Gustavo de Mattos Accacio - Integrante / Eduardo Mariano - Integrante / Sofia Campiolo - Coordenador / Antônio Jorge Argôlo - Integrante / Binael Soares - Integrante.Financiador(es): Ministério do Meio Ambiente e da Amazonia Legal - Auxílio financeiro.
2003 - 2005
Projeto Biota da Região de Boa Nova, sudoeste da Bahia
Descrição: A região de Boa Nova é formada por duas fisionomias vegetais muito ameaçadas, a mata de cipó (floresta decídua), e manchas de floresta ombrófila densa. A região é bem conhecida por especialistas da avifauna por representar um ponto relictual de ocorrência de várias espécies de aves globalmente ameaçadas ou vulneráveis. Boa Nova é uma área importante também para outros grupos taxonômicos incluindo mamíferos, répteis, anfíbios, formigas e plantas. No entanto, informações ecológicas básicas para a maioria das espécies são apenas preliminares. Apesar da sua grande importância biológica, as florestas da região vêm sofrendo um severo processo de fragmentação, e atualmente não existe nenhuma unidade de conservação, sendo que todos os remanescentes são de propriedade particular. Esta situação coloca as florestas de Boa Nova entre as cinco principais Áreas Importantes para Aves (IBAs) da região da Mata Atlântica brasileira, e a conservação destes remanescentes deve ser uma prioridade para evitar a extinção de mais espécies da Mata Atlântica. (MMA/SBF 2000). Nesta proposta nossa equipe conduziu o primeiro inventário sistematizado de alguns componentes da biota da região de Boa Nova, avaliando especificamente plantas, invertebrados e vertebrados. Os resultados mostraram que, embora reste pouca floresta na região, os remanescentes ainda guardam um grande número de espécie dos grupos estudados, incluindo muitos elementos endêmicos (especialmente de aves e plantas). Estes resultados chamaram a atenção do governo e de ONGs e estão subsidiando ações para a conservação deste remanescentes através da inclusão desta área dentro do desenho do Projeto Corredores (Corredor Central da Mata Atlântica) e da proposição de uma unidade de conservação pública. R$20.000,00.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Deborah Maria de Faria - Integrante / José Vicente Ortiz - Integrante / Eduardo Mariano - Coordenador / Sofia Campiolo - Integrante / Antônio Jorge Argôlo - Integrante / Binael Soares - Integrante / Fábio Falcão - Integrante.Financiador(es): British Petroleum - Auxílio financeiro.
2001 - 2003
Avaliação das cabrucas como corredores de biodiversidade em áreas de Mata Atlântica, usando formigas como indicadores
Descrição: Descrição: O projeto objetivou avaliar o papel das plantações sombreadas de cacau, localmente conhecidas como cabrucas, como reservatórios de biodiversidade florestal e como corredores ecológicos na região sul da Bahia. Minha inserção neste projeto estendeu seu escopo para os morcegos, importantes elementos para a funcionalidade dos sistemas florestais nos neotrópicos. Os resultados mostram que as cabrucas são importantes elementos da paisagem servindo como hábitazt para várias espécies de morcegos, além de conectarem de forma eficiente a paisagem como um todo para estes elementos da biota. Embora as cabrucas mostrem uma riqueza de espécies muitas vezes maior do que a encontrada para algumas áreas de floresta, a estrutura das coumidades de morcegos nas cabrucas reflete a riqueza e abundância de espécies presentes em hábitats florestais adjacentes. Desta forma as cabrucas não podem ser consideradas como substitutos de floresta nativa, e com isso reforçamos a necessidade de conservar, e ampliar, trechos de hábitat natural na paisagem para garantir a conservação da biota nativa..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
1999 - 2002
Projeto Remanescentes de Floresta da Região de Una
Descrição: Descrição: O projeto RestaUna teve como objetivo principal avaliar a resposta comparativa de diferentes grupos taxonômicos frente ao processo de fragmentação de hábitat, estabelecendo uma sólida base de dados para subsidiar políticas de conservação para a região de Una. A pesquisa revelou que o mosaico florestal da região de Una, que inclui áreas de floresta contínua, fragmentada, capoeiras e plantações sombredas de cacau (cabrucas) ainda mantém um grande número de espécies da flora (samambaias, bromélias, árvores) e fauna local (formigas, borboletas, sapos, lagartos, aves, mamíferos terrestres e morcegos). Os fragmentos pequenos (<100ha) ainda mantém o mesmo conjunto de animais e plantas presentes nas áreas maiores de floresta (>1000ha), e isto se deve a presença de uma matriz permeável para a biota, que permite a conectividade entre os diversos elementos da paisagem local. Os resultados do projeto lançaram uma importante base científica que tem servido para subsidiar pesquisas e proposições para o manejo e conservação das áreas florestais da região. Com o desenvolvimento de um protocolo de amostragem, e após o treinamento de uma grande equipe de pesquisadores, os objetivos originais do projeto RestaUna ainda foram estendidos para além da região de Una. Em uma nova etapa o projeto RestaUna também produziu uma base de dados sobre a biota de uma das mais importantes áreas da região cacaueira: os remanescentes florestais dos municípios de Ilhéus e Uruçuca. Através deste levantamento foi possível aumentar o nosso conhecimento a respeito do papel potencial das plantações sombreadas de cacau na conservação da biodiversidade, em especial sobre a sua função como corredor para a biodiversidade. Entre os resultados alcaçados pelo projeto destaca-se, ainda, a eleboração de diretrizes de conservação para a região de Una, disponíveis para consulta do público em geral e tomadores de decisão (www.restauna.org.br).R$380.000,00.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (14) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (7) .
Integrantes: Deborah Maria de Faria - Coordenador / Julio Ernesto Baumgarten - Integrante / Renata Pardini - Integrante / José Vicente Ortiz - Integrante / Gustavo de Mattos Accacio - Integrante / Eduardo Mariano - Integrante / Mariana Dixo - Integrante / Mateus Barradas Paciencia - Integrante / Talita Fontoura - Integrante / Max de Menezes - Integrante / Rodrigo Gerin Montingelli - Integrante / Rudi Ricardo Laps - Integrante / Lia Alvarenga - Integrante / Gabriel dos Santos - Integrante.Financiador(es): Ministério do Meio Ambiente e da Amazonia Legal - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1


Membro de comitê de assessoramento


2017 - 2017
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
2013 - Atual
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
2009 - Atual
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico


Revisor de periódico


2005 - Atual
Periódico: Chiroptera neotropical
2006 - Atual
Periódico: Biological Conservation (0006-3207)
2006 - Atual
Periódico: Biota Neotropica (Ed. Portuguesa)
2000 - 2000
Periódico: Biotropica (0006-3606)
2008 - Atual
Periódico: Biological Conservation
2008 - Atual
Periódico: Journal of Applied Ecology
2008 - Atual
Periódico: Brazilian Journal of Biology
2009 - Atual
Periódico: Conservation Biology
2008 - Atual
Periódico: Biological Conservation
2009 - Atual
Periódico: Journal of Environmental Management
2012 - Atual
Periódico: Biotropica (Lawrence, KS)


Revisor de projeto de fomento


2017 - Atual
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
2010 - 2010
Agência de fomento: (CNPq) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
2008 - 2008
Agência de fomento: (NSF) The National Science Foundation


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Aplicada/Especialidade: Biologia da Conservação.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Ecossistemas/Especialidade: Fragmentação de Florestas.
3.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Direito ambiental.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia.
5.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Planejamento Sistemático em Conservação.
6.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Funcional.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Italiano
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2007
Grant para participar do encontro da Society for Conservation Biology 2007, Port Elizabeth, South Africa, Canadian International Development Agency.
2003
Paraninfa da Turma de Formandos em Ciências Biológicas 2003, Universidade Estadual de Santa Cruz.
1998
Grant para participação no First Conference on Sustainable Cacao, Smithsonian Tropical Research Institute - STRI.
1998
Collection Student Grant, America Museum of Natural History, NY, USA.
1995
Passagem aérea para participação no 10th International Bat Research Conference, Boston, USA, Comissão Fullbright.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:48
Total de citações:745
Fator H:13
Faria, Deborah  Data: 15/08/2018

SciELO
Total de trabalhos:14
Total de citações:202
Faria, D.  Data: 08/11/2012

SCOPUS
Total de trabalhos:23
Total de citações:321
Deborah Faria  Data: 05/08/2015

Outras
Total de trabalhos:31
Total de citações:625
Faria, D.  Data: 23/09/2012

Artigos completos publicados em periódicos

1.
MORANTE-FILHO, J. C.2018MORANTE-FILHO, J. C. ; ARROYO-RODRIGUEZ, V. ; ANDRADE, E. R. ; SANTOS, B. A. ; CAZETTA, E. ; FARIA, D. . Compensatory dynamics maintain bird phylogenetic diversity in fragmented tropical landscapes. JOURNAL OF APPLIED ECOLOGY, v. 55, p. 256-266, 2018.

2.
Gonçalves, F.2018Gonçalves, F. ; BOVENDORP, R. S. ; MUYLAERTE, R. ; LEITE, Y. L. R. ; COSTA, L. P. ; GRIPEL, M. ; CHEREM, J. J. ; FARIA, D. . ATLANTIC MAMMAL TRAITS: a data set of morphological traits of mammals in the Atlantic Forest of South America. ECOLOGY, v. 99, p. 498-498, 2018.

3.
SANTO-SILVA, E. E.2018SANTO-SILVA, E. E. ; Santos, B.A. ; Arroyo-Rodríguez, Víctor ; Melo, Felipe ; FARIA, D. ; CAZETTA, E. ; Mariano-Neto, Eduardo ; HERNANDEZ-RUEDAS, M. A. ; TABARELLI, M. . Phylogenetic dimension of tree communities reveals high conservation value of disturbed tropical rainforests. DIVERSITY AND DISTRIBUTIONS, v. 1, p. 1-15, 2018.

4.
BENCHIMOL, M.2017BENCHIMOL, M. ; TALORA, D. C. ; MARIANO, E. ; OLIVEIRA, T. L. ; LEAL, A. ; MIELKE, M. S. ; Faria, D. . Losing our palms: The influence of landscape-scale deforestation on Arecaceae diversity in the Atlantic forest. Forest Ecology and Management, v. 304, p. 314-322, 2017.

5.
MORANTE FILHO, JOSÉ CARLOS2017MORANTE FILHO, JOSÉ CARLOS ; FARIA, D. . An appraisal of bird-mediated ecological functions in a changing world. TROPICAL CONSERVATION SCIENCE, v. 1, p. 1-12, 2017.

6.
BENCHIMOL, M.2017BENCHIMOL, M. ; MARIANO, E. ; Faria, D. ; Rocha-Santos, L. ; PESSOA, M. S. ; GOMES, F. ; Talora, D. ; CAZETTA, E. . Translating plant community responses to habitat loss into conservation practices: Forest cover matters. BIOLOGICAL CONSERVATION, v. 209, p. 499-507, 2017.

7.
Rocha-Santos, L.2017Rocha-Santos, L. ; BENCHIMOL, M. ; MAYFIELD, M. M. ; Faria, D. ; PESSOA, M. S. ; Talora, D. ; MARIANO, E. ; CAZETTA, E. . Functional decay in tree community within tropical fragmented landscapes: Effects of landscape-scale forest cover. PLoS ONE (Electronic), v. 12, p. e0175545, 2017.

8.
TEIXEIRA, JO?O B.2017TEIXEIRA, JO?O B. ; MOURA, RODRIGO L. ; MILLS, MORENA ; KLEIN, CARISSA ; BROWN, CHRISTOPHER J. ; ADAMS, VANESSA M. ; GRANTHAM, HEDLEY ; WATTS, MATTHEW ; Faria, Deborah ; AMADO-FILHO, GILBERTO M. ; BASTOS, ALEX C. ; LOURIVAL, REINALDO ; POSSINGHAM, HUGH P. . A novel habitat-based approach to predict impacts of marine protected areas on fishers. CONSERVATION BIOLOGY, v. 32, p. 1096-1106, 2017.

9.
DE LARA MUYLAERT, RENATA2017DE LARA MUYLAERT, RENATA ; STEVENS, RICHARD D. ; ESBÉRARD, CARLOS EDUARDO LUSTOSA ; MELLO, MARCO AURELIO RIBEIRO ; GARBINO, GUILHERME SINICIATO TERRA ; VARZINCZAK, LUIZ H. ; Faria, Deborah ; DE MORAES WEBER, MARCELO ; KERCHES ROGERI, PATRICIA ; REGOLIN, ANDRÉ LUIS ; DE OLIVEIRA, HERNANI FERNANDES MAGALHÃES ; COSTA, LUCIANA DE MORAES ; BARROS, MARÍLIA A. S. ; SABINO-SANTOS, GILBERTO ; CREPALDI DE MORAIS, MARA ARIANE ; KAVAGUTTI, VINICIUS SILVA ; PASSOS, FERNANDO C. ; MARJAKANGAS, EMMA-LIINA ; MAIA, FELIPE GONÇALVES MOTTA ; RIBEIRO, MILTON CEZAR ; GALETTI, MAURO . ATLANTIC BATS: a dataset of bat communities from the Atlantic Forests of South America. ECOLOGY, v. 98, p. 3227-3227, 2017.

10.
PESSOA, MICHAELE S.2017PESSOA, MICHAELE S. ; HAMBUCKERS, ALAIN ; BENCHIMOL, MAÍRA ; ROCHA-SANTOS, LARISSA ; BOMFIM, JAMILLE A. ; Faria, Deborah ; CAZETTA, ELIANA . Deforestation drives functional diversity and fruit quality changes in a tropical tree assemblage. PERSPECTIVES IN PLANT ECOLOGY EVOLUTION AND SYSTEMATICS, v. 28, p. 78-86, 2017.

11.
PFEIFER, M.2017PFEIFER, M. LEFEBVRE, V. PERES, C. A. BANKS-LEITE, C. WEARN, O. R. MARSH, C. J. BUTCHART, S. H. M. ARROYO-RODRÍGUEZ, V. BARLOW, J. CEREZO, A. CISNEROS, L. D?CRUZE, N. Faria, D. HADLEY, A. HARRIS, S. M. KLINGBEIL, B. T. KORMANN, U. LENS, L. MEDINA-RANGEL, G. F. MORANTE-FILHO, J. C. OLIVIER, P. PETERS, S. L. PIDGEON, A. RIBEIRO, D. B. SCHERBER, C. , et al.SCHNEIDER-MAUNOURY, L. STRUEBIG, M. URBINA-CARDONA, N. WATLING, J. I. WILLIG, M. R. WOOD, E. M. EWERS, R. M. ; Creation of forest edges has a global impact on forest vertebrates. NATURE, v. 1, p. 1, 2017.

12.
Rocha-Santos, L.2016Rocha-Santos, L. ; PESSOA, M. S. ; Cassano, Camila R. ; TALORA, D. C. ; ORIHUELA, R. L. ; MARIANO, E. ; MORANTE-FILHO, J. C. ; FARIA, D. ; CAZETTA, E. . The shrinkage of a forest: Landscape-scale deforestation leading to overall changes in local forest structure. Biological Conservation, v. 196, p. 1-9, 2016.

13.
MENEZES, I.2016MENEZES, I. ; CAZETTA, E. ; MORANTE-FILHO, J. C. ; FARIA, D. . Forest Cover and Bird Diversity: Drivers of Fruit Consumption in Forest Interiors in the Atlantic Forest of Southern Bahia, Brazil. Tropical Conservation Science, v. 9, p. 549-562, 2016.

14.
PESSOA, M. S.2016PESSOA, M. S. ; Rocha-Santos, L. ; TALORA, D. C. ; FARIA, D. ; Mariano-Neto, Eduardo ; HAMBUCKERS, A. ; CAZETTA, ELIANA . Fruit biomass availability along a forest cover gradient. Biotropica (Lawrence, KS), v. 1, p. 1-11-11, 2016.

15.
SANTOS, ALESANDRO SOUZA2016SANTOS, ALESANDRO SOUZA ; CAZETTA, ELIANA ; DODONOV, P. ; Faria, D. ; Gaiotto, F.A. . Landscape-scale deforestation decreases gene flow distance of a keystone tropical palm, Mart (Arecaceae). Ecology and Evolution, v. 1, p. 1-13, 2016.

16.
MORANTE-FILHO, J. C.2016MORANTE-FILHO, J. C. ; Arroyo-Rodríguez, Víctor ; LOHBECK, M. ; TSCHARNTKE, T. ; FARIA, D. . Tropical forest loss and its multitrophic effects on insect herbivory. Ecology (Brooklyn, New York, N.Y.), p. 3315-3325, 2016.

17.
DODONOV, P.2016DODONOV, P. ; MORANTE FILHO, JOSÉ CARLOS ; Mariano-Neto, Eduardo ; CAZETTA, E. ; ANDRADE, E. R. ; Rocha-Santos, L. ; INFORZATO, I. ; GOMES, F. S. ; FARIA, D. . Forest loss increases insect herbivory levels in human-altered landscapes. Acta Oecologica (Montrouge), v. 77, p. 136-143, 2016.

18.
Cassano, Camila R.2016Cassano, Camila R. ; SILVA, R. M. ; Mariano-Neto, Eduardo ; Schroth, G. ; FARIA, D. . Bat and bird exclusion but not shade cover influence arthropod abundance and cocoa leaf consumption in agroforestry landscape in northeast Brazil. Agriculture, Ecosystems & Environment (Print), v. 232, p. 247-253, 2016.

19.
FALCONI, N.2015FALCONI, N. ; VIEIRA, E. M. ; BAUMGARTEN, J. ; FARIA, D. ; Giné, G. . The home range and multi-scale habitat selection of the threatened maned three-toed sloth (Bradypus torquatus). Mammalian Biology (Print), v. 80, p. 431-439, 2015.

20.
FALCÃO, Fábio2015FALCÃO, Fábio ; UGARTE-NUNEZB, J. A. ; Faria, D. ; CASELLIC, C. B. . Unraveling the calls of discrete hunters: acoustic structure of echolocation calls of furipterid bats (Chiroptera, Furipteridae). Bioacoustics, v. 24, p. 175-183, 2015.

21.
ANDRADE, E. R.2015ANDRADE, E. R. ; JARDIM, J. G. ; SANTOS, B. A. ; MELO, F. P. ; TALORA, D. C. ; Faria, D. ; CAZETTA, E. . Effects of habitat loss on taxonomic and phylogenetic diversity of understory Rubiaceae in Atlantic forest landscapes. Forest Ecology and Management, v. 349, p. 73-84, 2015.

22.
Giné, G.2015Giné, G. ; BARROS, E. H. ; Duarte, José Maurício Barbanti ; Faria, D. . Home range and multiscale habitat selection of threatened thin-spined porcupine in the Brazilian Atlantic Forest. Journal of Mammalogy (Print), v. 96, p. 1095-1105, 2015.

23.
MORANTE-FILHO, J. C.2015MORANTE-FILHO, J. C. ; Faria, D. ; MARIANO, E. ; RHODES, J. . Birds in Anthropogenic Landscapes: The Responses of Ecological Groups to Forest Loss in the Brazilian Atlantic Forest. Plos One, v. 10, p. e0128923-18, 2015.

24.
SANTOS, ALESANDRO SOUZA2015SANTOS, ALESANDRO SOUZA ; CAZETTA, ELIANA ; MORANTE FILHO, JOSÉ CARLOS ; Baumgarten, Julio ; Faria, Deborah ; GAIOTTO, FERNANDA AMATO . Lessons from a palm: genetic diversity and structure in anthropogenic landscapes from Atlantic Forest, Brazil. Conservation Genetics, v. 16, p. 1295-1302, 2015.

25.
Giné, G.2015Giné, G. ; CASSANO, C. ; ALMEIDA, S. S. ; FARIA, D. . Activity budget, pattern and rhythm of maned sloths (Bradypus torquatus): responses to variations in ambient temperature. Mammalian Biology (Print), v. 80, p. 459-467, 2015.

26.
SOARES, L. S.2015SOARES, L. S. ; FARIA, D. ; VELEZ-GARCIA, F. ; VIEIRA, E. M. ; TALORA, D. C. ; CAZETTA, E. . Implications of Habitat Loss on Seed Predation and Early Recruitment of a Keystone Palm in Anthropogenic Landscapes in the Brazilian Atlantic Rainforest. Plos One, v. 10, p. e0133540-14, 2015.

27.
Schroth, Götz2015Schroth, Götz ; BEDE, LUCIO C. ; PAIVA, ARTUR O. ; Cassano, Camila R. ; AMORIM, ANDRÉ M. ; Faria, Deborah ; Mariano-Neto, Eduardo ; MARTINI, ADRIANA M. Z. ; SAMBUICHI, REGINA H. R. ; LÔBO, RENATO N. . Contribution of agroforests to landscape carbon storage. Mitigation and Adaptation Strategies for Global Change, v. 20, p. 1175-1190, 2015.

28.
MORANTE-FILHO, JOSÉ CARLOS2015MORANTE-FILHO, JOSÉ CARLOS ; Arroyo-Rodríguez, Víctor ; Faria, Deborah . Patterns and predictors of β-diversity in the fragmented Brazilian Atlantic forest: A multiscale analysis of forest specialist and generalist birds. Journal of Animal Ecology (Print), v. 85, p. 240-250, 2015.

29.
Cassano, Camila R.2014Cassano, Camila R. ; SCHROTH, G. ; Faria, D. ; Delabie, Jacques H. C. ; OLIVEIRA, L. C. ; MARIANO, E. . DESAFIOS E RECOMENDAÇÕES PARA A CONSERVAÇÃO DA BIODIVERSIDADE NA REGIÃO CACAUEIRA DO SUL DA BAHIA. Centro de Pesquisas do Cacau. Boletim Tecnico, v. 205, p. 1-52, 2014.

30.
Meyer, Christoph F. J.2014Meyer, Christoph F. J. ; Aguiar, Ludmilla M. de S. ; Aguirre, Luis F. ; Baumgarten, Julio ; Clarke, Frank M. ; Cosson, Jean-François ; ESTRADA-VILLEGAS, S. ; Fahr, Jakob ; FARIA, D. ; Furey, Neil . Species undersampling in tropical bat surveys: effects on emerging biodiversity patterns. Journal of Animal Ecology (Print), v. 84, p. 113-123, 2014.

31.
Schroth, Götz2014Schroth, Götz ; JEUSSET, ARZHVAËL ; GOMES, ANDREA DA SILVA ; FLORENCE, CIRO TAVARES ; COELHO, NÚBIA APARECIDA PINTO ; Faria, Deborah ; LÄDERACH, PETER . Climate friendliness of cocoa agroforests is compatible with productivity increase. Mitigation and Adaptation Strategies for Global Change, v. 1, p. 175-183, 2014.

32.
Giné, Gastón Andrés Fernandez2012Giné, Gastón Andrés Fernandez ; Duarte, José Maurício Barbanti ; Motta, Tatiana Cristina Senra ; Faria, Deborah . Activity, movement and secretive behavior of a threatened arboreal folivore, the thin-spined porcupine, in the Atlantic forest of southern Bahia, Brazil. Journal of Zoology (1987), v. 286, p. 131-139, 2012.

33.
Baracho-Neto, Clarêncio G.2012Baracho-Neto, Clarêncio G. ; Neto, Elitieri Santos ; Rossi-Santos, Marcos R. ; Wedekin, Leonardo L. ; Neves, Mariana C. ; Lima, Flavio ; Faria, Deborah . Site fidelity and residence times of humpback whales (Megaptera novaeangliae) on the Brazilian coast. Journal of the Marine Biological Association of the United Kingdom (Print), v. 01, p. 1-9, 2012.

34.
Oliveira, C.G.2011Oliveira, C.G. ; Martinez, R.A. ; Giné, G.A.F. ; Faria, D.M. ; Gaiotto, F.A. . Genetic assessment of the Atlantic Forest bristle porcupine, Chaetomys subspinosus (Rodentia: Erethizontidae), an endemic species threatened with extinction. Genetics and Molecular Research, v. 10, p. 923-931, 2011.

35.
DELABIE, J.2011DELABIE, J. ; ARGOLO, A. J. S. ; JAHYNY, B. ; CASSANO, C. ; JARED, C. ; MARIANO, C. S. F. ; FARIA, D. ; Schroth, G. ; OLIVEIRA, L. C. ; BEDE, L. ; MOURA, Raquel Teixeira de ; ROCHA, W. D. . Paisagem cacaueira no sudeste da Bahia: desafios e oportunidades para a conservação da diversidade animal no século XXI. Agrotrópica (Itabuna), v. 23, p. 107-114, 2011.

36.
Schroth, Götz2011Schroth, Götz ; Faria, Deborah ; Araujo, Marcelo ; Bede, Lucio ; Bael, Sunshine A. ; Cassano, Camila R. ; Oliveira, Leonardo C. ; Delabie, Jacques H. C. . Conservation in tropical landscape mosaics: the case of the cacao landscape of southern Bahia, Brazil. Biodiversity and Conservation, v. 20, p. 1635-1654, 2011.

37.
Meyer, Christoph F. J.2011Meyer, Christoph F. J. Aguiar, Ludmilla M. S. Aguirre, Luis F. Baumgarten, Julio Clarke, Frank M. Cosson, Jean-François Villegas, Sergio Estrada Fahr, Jakob Faria, Deborah Furey, Neil Henry, Mickaël Hodgkison, Robert Jenkins, Richard K. B. Jung, Kirsten G. Kingston, Tigga Kunz, Thomas H. Cristina MacSwiney Gonzalez, María Moya, Isabel Patterson, Bruce D. Pons, Jean-Marc Racey, Paul A. Rex, Katja Sampaio, Erica M. Solari, Sergio Stoner, Kathryn E. , et al.Voigt, Christian C. von Staden, Dietrich Weise, Christa D. Kalko, Elisabeth K. V. ; Accounting for detectability improves estimates of species richness in tropical bat surveys. Journal of Applied Ecology (Print), v. 48, p. 777-787, 2011.

38.
Giné, Gastón Andrés Fernandez2010Giné, Gastón Andrés Fernandez ; Duarte, José Maurício Barbanti ; Faria, Deborah . Feeding ecology of a selective folivore, the thin-spined porcupine (Chaetomys subspinosus) in the Atlantic forest. Journal of Mammalogy (Print), v. 91, p. 931-941, 2010.

39.
Honorato, Soraya Carvalhedo2010Honorato, Soraya Carvalhedo ; Lima, Isabel Maria Sampaio Oliveira ; Faria, Deborah Maria de . O Ministério Público e as Unidades de Conservação. Natureza & Conservação, v. 08, p. 81-83, 2010.

40.
Honorato, Soraya Carvalhedo2010Honorato, Soraya Carvalhedo ; Lima, Isabel Maria Sampaio Oliveira ; FARIA, DÉBORAH MARIA DE ; MENDES, SÉRGIO DOS ANJOS . O Ministério Público nas Unidades de Conservação do Corredor Central da Mata Atlântica: uma avaliação a partir do discurso dos Promotores de Justiça. Desenvolvimento e Meio Ambiente (UFPR), v. 22, p. 113-114, 2010.

41.
Meyer, Christoph F.J.2010Meyer, Christoph F.J. Aguiar, Ludmilla M.S. Aguirre, Luis F. Baumgarten, Julio Clarke, Frank M. Cosson, Jean-François Villegas, Sergio Estrada Fahr, Jakob Faria, Deborah Furey, Neil Henry, Mickaël Hodgkison, Robert JENKINS, RICHARD K.B. Jung, Kirsten G. Kingston, Tigga Kunz, Thomas H. MACSWINEY GONZALEZ, M. CRISTINA Moya, Isabel Pons, Jean-Marc Racey, Paul A. Rex, Katja Sampaio, Erica M. Stoner, Kathryn E. Voigt, Christian C. STADEN, DIETRICH VON , et al.Weise, Christa D. KALKO, ELISABETH K.V. ; Long-term monitoring of tropical bats for anthropogenic impact assessment: Gauging the statistical power to detect population change. Biological Conservation, v. 143, p. 2797-2807, 2010.

42.
CASSANO, C.2009CASSANO, C. ; SCHROTH, G. ; FARIA, D. ; DELABIE, J. ; BEDE, L. . Landscape and farm scale management to enhance biodiversity conservation in the cocoa producing region of southern Bahia, Brazil. Biodiversity and Conservation, v. 18, p. 577-603, 2009.

43.
Pardini, Renata2009 Pardini, Renata ; Faria, Deborah ; Accacio, Gustavo M. ; Laps, Rudi R. ; Mariano-Neto, Eduardo ; Paciencia, Mateus L.B. ; Dixo, Marianna ; Baumgarten, Julio . The challenge of maintaining Atlantic forest biodiversity: A multi-taxa conservation assessment of specialist and generalist species in an agro-forestry mosaic in southern Bahia. Biological Conservation, v. 142, p. 1178-1190, 2009.

44.
Faria, Deborah2009 Faria, Deborah; Mariano-Neto, Eduardo ; Martini, Adriana Maria Zanforlin ; ORTIZ, José Vicente ; Montingelli, Rodrigo ; Rosso, Sergio ; Paciencia, Mateus Luís Barradas ; Baumgarten, Julio . Forest structure in a mosaic of rainforest sites: The effect of fragmentation and recovery after clear cut. Forest Ecology and Management, v. 257, p. 2226-2234, 2009.

45.
Esbérard, C. E. L.2007Esbérard, C. E. L. ; SOARES-SANTOS, B. ; FARIA . New Thyroptera tricolor spix records in the Atlantic Forest, Brazil (Chiroptera, Thyroptera).. Brazilian Journal of Biology, v. 67, p. 379-380, 2007.

46.
FARIA;D.;Faria, Deborah;Faria, Deborah Maria de;Faria, D.M.;Faria, D.;FARIA, DÉBORAH MARIA DE2007FARIA; BAUMGARTEN, J. . Shade cacao plantations (Theobroma cacao) and bat conservation in southern Bahia, Brazil. Biodiversity and Conservation, v. 16, p. 291-312, 2007.

47.
FARIA;D.;Faria, Deborah;Faria, Deborah Maria de;Faria, D.M.;Faria, D.;FARIA, DÉBORAH MARIA DE2007 FARIA; PACIENCIA, M. B. ; DIXO, M. ; LAPS, Rudi Ricardo ; BAUMGARTEN, J. . Ferns, frogs, lizards, birds and bats in forest fragments and shade cacao plantations of two contrasting landscapes in the Atlantic forest, Brazil. Biodiversity and Conservation, v. 16, p. 2335-2357, 2007.

48.
FARIA;D.;Faria, Deborah;Faria, Deborah Maria de;Faria, D.M.;Faria, D.;FARIA, DÉBORAH MARIA DE2006 FARIA; LAPS, Rudi Ricardo ; BAUMGARTEN, J. ; CETRA, Maurício . Bat and bird assemblages from forests and shade cacao plantations in two contrating landscapes in the Atlantic forest of southern Bahia, Brazil. Biodiversity and Conservation, holanda, v. 15, p. 587-612, 2006.

49.
FARIA;D.;Faria, Deborah;Faria, Deborah Maria de;Faria, D.M.;Faria, D.;FARIA, DÉBORAH MARIA DE2006 FARIA. Phyllostomid bats of a fragmented landscape in northe-eastern Atlantic forest, Brazil. Journal of Tropical Ecology, Reino Unido, v. 21, n.4, p. 1-12, 2006.

50.
Esbérard, C. E. L.2006Esbérard, C. E. L. ; FARIA . Novos registros de Phylloderma stenops na mata Atlântica, Brasil. Biota Neotropica (Ed. Portuguesa), v. 6, p. 1-5, 2006.

51.
FARIA;D.;Faria, Deborah;Faria, Deborah Maria de;Faria, D.M.;Faria, D.;FARIA, DÉBORAH MARIA DE2006FARIA; SANTOS, B. S. ; SAMPAIO, E. . Bats from the Atlantic rainforest of southern Bahia, Brazil. Biota Neotropica (Edição em Português. Online), Brasil, v. 6, n.2, p. 1-13, 2006.

52.
Portfors, Christine V.2000Portfors, Christine V. ; Fenton, M. Brock ; Aguiar, Ludmilla M. de S. ; Baumgarten, Julio E. ; Vonhof, Maarten J. ; Bouchard, Sylvie ; Faria, Deborah M. de ; Pedro, Wagner A. ; Rauntenbach, Naas I. L. ; Zortea, Marlon ; Faria, Deborah . Bats from Fazenda Intervales, Southeastern Brazil: species account and comparison between different sampling methods. Revista Brasileira de Zoologia (Impresso) (Cessou em 2008. Cont. ISSN 1984-4670 Zoologia (Curitiba. Impresso)), Brasil, v. 17, n.2, p. 533-538, 2000.

53.
VASCONCELLOS NETO, João2000VASCONCELLOS NETO, João ; SOUZA, A. L. T. ; GUIMARÃES, M. M. ; FARIA . Effects of Color, Shape and Location on Detection of Cactus Fruits by a Lizard. Journal of Herpetology, Estados Unidos, v. 34, n.2, p. 306-309, 2000.

54.
Fenton, M. Brock1999Fenton, M. Brock ; Whitaker Jr, John O ; Vonhof, Maarten J ; Waterman, Jane M ; Pedro, Wagner A ; Aguiar, Ludmilla M.S ; Baumgarten, Júlio E ; Bouchard, Sylvie ; Faria, Deborah M ; Portfors, Christine V ; Rautenbach, Naas I.L ; Scully, William ; Zortea, Marlon ; Faria, Deborah . The diet of bats from Southeastern Brazil: the relation to echolocation and foraging behaviour. Revista Brasileira de Zoologia (Impresso) (Cessou em 2008. Cont. ISSN 1984-4670 Zoologia (Curitiba. Impresso)), Brasil, v. 16, n.4, p. 1081-1085, 1999.

55.
FARIA;D.;Faria, Deborah;Faria, Deborah Maria de;Faria, D.M.;Faria, D.;FARIA, DÉBORAH MARIA DE1997FARIA; SILVA, W. R. . Diurnal foraging of phyllostomid bats in southeastern Brazil. Bat Research News, v. 38, n.3, p. 70-71, 1997.

56.
FARIA;D.;Faria, Deborah;Faria, Deborah Maria de;Faria, D.M.;Faria, D.;FARIA, DÉBORAH MARIA DE1997FARIA. Reports on the diet and reproduction of the Ipanema fruit bat (Pygoderma bilabiatum) in a Brazilian forest fragment. Chiroptera Neotropical, v. 3, n.1, p. 65-66, 1997.

57.
FARIA;D.;Faria, Deborah;Faria, Deborah Maria de;Faria, D.M.;Faria, D.;FARIA, DÉBORAH MARIA DE1995FARIA; SAZIMA, I. . Bats and barbed wire in southeastern Brazil. Bat Research News, v. 36, n.2&3, p. 21-21, 1995.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
Faria, D.; Giné, G. ; REIS, M. L. ; Gaiotto, F.A. . Plano de ação nacional para conservação do ouriço-preto.. 1. ed. Brasilia: , 2011. v. 1. 66p .

Capítulos de livros publicados
1.
Giné, G. ; Faria, D. . Chaetomys subspinosus (Olfers, 1818). In: Fabricio Escarlate-Tavares, Mônica Mafra Valença-Montenegro, Leandro Jerusalinsky. (Org.). Plano de Ação Nacional para Conservação dos Mamíferos da Mata Atlântica Central. 1ed.Brasilia: , 2016, v. 1, p. 98-105.

2.
SAMPAIO, E. ; KALKO, E. K. V. ; FARIA . Ecolocação: Ecolocação em Morcegos: Descrição e Aplicação da Metodologia de Biacústica no Estudo de Morcegos Neotropicais. In: Susi M Pacheco; Rosane V. Marques; Carlos E. L. Esbérard. (Org.). Morcegos do Brasil: Biologia, Sistemática, Ecologia e Conservação. 1ed.Porto Alegre, RS: Armazém Digital, 2008, v. 1, p. 99-112.

3.
FARIA; SANTOS, B. S. . Morcegos da Mata Atlântica do Nordeste. In: Susi M Pacheco; Rosane V. Marques; Carlos E. L. Esbérard. (Org.). Morcegos no Brasil: Biologia, Sistemática, Ecologia e Conservação. 1ed.Porto Alegre, RS: Armazém Digital, 2008, v. 1, p. 303-314.

4.
FERNANDEZ, Fernando ; FARIA ; FERRARI, Stephen ; FREITAS, Simone Rodrigues ; GASPAR, Denise de Alemar ; MOURA, Raquel Teixeira de ; OLIFIERS, Natalie ; OLIVEIRA, Paula Procópio de ; PARDINI, Ranata ; PIRES, Alexandra Santos ; RAVETTA, André ; MELLO, Marco Airélio Ribeiro de ; RUIZ, Carlos Ramon ; SETZ, Eleonore Zulnara Freire . Efeitos da fragmentação sobre a biodiversidade: mamíferos. In: Denise Marçal Rambaldi; Daniela América Suaréz de Oliveira. (Org.). Fragmentação de ecossistemas: causas, efeitos sobre a biodiversidade e recomendações de políticas públicas. Brasília/ DF: Ministério do Meio Ambiente - MMA, centro de Informação e Documentação Luís Eduardo Magalhães, 2003, v. 6, p. 126-151.

5.
ALGER, Keith ; CASTELLA, Paulo Roberto ; BAUMGARTEN, J. ; CULLEN JÚNIOR, Laury ; FARIA ; FELFILI, Jeanine ; FERNANDES, Rosan Valter ; FONSECA, Gustavo Alberto Bouchardet da ; LIMA, Jefferson Ferreira ; MORATO, Maria Inês ; ORTIZ, José Vicente ; PÁDUA, Cláudio Valladares ; PÁDUA, Suzana Machado ; RADOMSKI, Maria Izabel . Gestão de paisagens fragmentadas e recmendações de políticas públicas: manejo do entorno. In: Denise Marçal Rambaldi; Daniela América Suárez de Oliveira. (Org.). Fragmentação de ecossistemas: causas, efeitos sobre a biodiversidade e recomendações de políticas públicas. Brasília/Df: Ministério do Meio Ambiente- MMA, Centro de Informação e documentação Luís Eduardo Magalhães, 2003, v. 6, p. 367-390.

6.
FARIA. Morcegos da Reserva da Santa Genebra. In: Patricia L. Morellato; Hermógenes Leitão-Filho. (Org.). Ecologia de uma Floresta Urbana: a Reserva da Santa Genebra. Campinas: Editora da UNICAMP, 1995, v. , p. -.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
Faria, D.. Impacto global das bordas florestais. Jornal Correio da Bahia, 01 nov. 2017.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
ROCHA, P. L. B. ; ROQUE, N. ; Vanzela, A. L. L. ; SOUZA, A. F. L. ; MARQUES, A. C. ; VIANA, B. F. ; KAWASAKI, C. S. ; DIAS, C. L. ; FARIA ; MEYER, D. ; OMENA, E. ; OLIVEIRA, E. S. ; ASSIS, J. G. A. ; FREGONEZE, J. . Brazilian high school biology textbooks: main conceptual problems in evolution and biological diversity. In: IOSTE International Meeting on Critical Analysis of School Science Textbooks, 2007, Tunis. Proceedings of the IOSTE International Meeting on Critical Analysis of School Science Textbooks, 2007. v. 1. p. 893-907.

2.
ROQUE, N. ; EL-HANI, C. N. ; Vanzela, A. L. L. ; SOUZA, A. F. L. ; MARQUES, A. C. ; VIANA, B. F. ; KAWASAKI, C. S. ; LEME, C. L. D. ; FARIA ; MEYER, D. ; OMENA, E. ; OLIVEIRA, E. S. ; ASSIS, J. G. A. ; FREGONEZE, J. . Brazilian High School Biology Textbooks: Main Conceptual Problems in Ecology and Physiology. In: Proceedings of the IOSTE International Meeting on Critical Analysis of School Science Textbooks, 2007, Hammamet. Proceedings of the IOSTE International Meeting on Critical Analysis of School Science Textbooks, 2007. v. 1. p. 908-919.

3.
EL-HANI, C. N. ; ROQUE, N. ; Vanzela, A. L. L. ; SOUZA, A. F. L. ; MARQUES, A. C. ; VIANA, B. F. ; KAWASAKI, C. S. ; LEME, C. L. D. ; FARIA ; MEYER, D. ; OMENA, E. ; OLIVEIRA, E. S. ; ASSIS, J. G. A. ; FREGONEZE, J. . Brazilian High School Biology Textbooks: Main Conceptual Problems in Genetics and Cell & Molecular Biology. In: IOSTE International Meeting on Critical Analysis of School Science Textbooks, 2007, Hammamet. Proceedings of the IOSTE International Meeting on Critical Analysis of School Science Textbooks, 2007. v. 1. p. 494.

4.
PARDINI, R. ; FARIA ; BAUMGARTEN, Julio Ernesto . Diretrizes biológicas para estratégias de Conservação: o projeto RestaUna e a Reserva Biológica de Una, sul da Bahia. In: II Congresso de Unidades de Conservação, 2000, Campo Grande. II Congresso de Unidades de Conservação. Curitiba: Fundação O Boticário de Proteção à Natureza. v. II. p. 715-721.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
ANDRADE, E. R. ; ARROYO-RODRIGUEZ, V. ; SANTOS, B. A. ; CARVALHO, G. ; MARIANO, E. ; GOMES, F. ; FARIA, D. ; CAZETTA, E. . Fprets loss and the phylogenetic impoverishment of tree assemblages in the Brazilian Atlantic forest. In: 101st Ecological Society of America (ESA) Annual Meeting, 2016, Fort Lauderdale, USA. 101st ESA Annual Meeting, 2016.

2.
Giné, G. ; FERRARI, K. ; Faria, D. . Partição de nicho de duas espécies de ouriço-cacheiro (Chaetomys subspinosus e Coendou insidiosus) da Mata Atlântica Central, Brasil. In: XI Congresso de Ecologia do Brasil, I Congresso Internacional de Ecologia, 2013, Porto Seguro. XI Congresso de Ecologia do Brasil, I Congresso Internacional de Ecologia, 2013.

3.
BEDE, L. ; ARAUJO, M. ; FARIA, D. ; SCHROTH, G. . Biodiversity friendly certification of cocoa landscapes in Bahia, Brazil. In: Second International Symposium on Multi-strata Agroforestry Systems, 2007, TURRIALBA. Multistrata agroforestry system with perenial crops, 2007.

4.
Giné, G. ; PENDU, Y. L. ; FILADELFO, V. ; NOGUEIRA, S. S. C. N. ; FARIA . Padrão de atividade, preferência alimentar e uso do espaço pelo ouriço-preto (Chaetomys subspinosus, Olfers 1818) e ouriço-amarelo (Sphiggurus insidiosus, Linchenstein 1818) em cativeiro. In: VII Congresso de Ecologia do Brasil, 2005, Caxambu. Anais do VII Congresso de Ecologia do Brasil: Avanço nos estudos de ecossistemas terrestres, marinhos e de águas continentais. p. 78-78.

5.
BARRETO, Rebeca Mascarenhas Fonseca ; FARIA ; BAUMGARTEN, L. . Levantamento da assembléia de médios e grandes mamíferos das florestas remanescentes do Planalto da Conquista, sudoeste da Bahia, Brasil. In: 10 seminário de Iniciaçào Científica da UESC, 2004, Ilhéus. Livro de Resumos. Ilhéus: editus. v. 1. p. 153-154.

6.
ARAÚJO, Robson Barboza ; MARIANO, E. ; FARIA . Análise Estrutural das Florestas do Planalto de Vitória da Conquista, Sudoeste da Bahia, Brasil. In: VI Congresso de Ecologia do Brasil, 2003, Fortaleza. Anais do VI Congresso de Ecologia do Brasil, 2003. p. 476-478.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MORANTE-FILHO, J. C. ; FARIA, D. ; MARIANO, E. ; RHODES, J. . Unraveling responses of ecological groups of birds to forest loss in the Brazilian Atlantic Forest.. In: V Congreso Mexicano de Ecología, 2015, San Luis Potosi. V Congreso Mexicano de Ecología: Fronteras de la ecología en un mundo globalizado, 2015. v. 1.

2.
Cassano, Camila R. ; SILVA, R. M. ; MARIANO, E. ; SCHROTH, G. ; FARIA, D. . Bat and bird exclusion but not shade cover influence cocoa leaf consumption and arthropods in agroforestry landscape. In: 52nd Association of Tropical Biology and Conservation, 2015, Honolulu, Hawai. 52nd Association of Tropical Biology and Conservation, 2015.

3.
Rocha-Santos, L. ; PESSOA, M. S. ; BENCHIMOL, M. ; Talora, D. ; MARIANO, E. ; FARIA, D. ; CAZETTA, E. . Landscape-level reduction of forest cover affects tree assemblages in the Brazilian Atlantic Forest hotspot. In: 52nd Association of Tropical Biology and Conservation, 2015, Honolulu, Hawai. 52nd Association of Tropical Biology and Conservation, 2015.

4.
FALCONI, N. ; VIEIRA, E. M. ; BAUMGARTEN, J. ; Faria, D. ; Giné, G. . Multi-scale habitat selectionby the threatened maned three-toed sloth. In: 2014 ATBC Annual Meeting, 2014, Cairns. 2014 ATBC Annual Meeting, 2014. v. 1.

5.
SOARES, L. S. ; FARIA, D. ; VIEIRA, E. M. ; VELEZ-GARCIA, F. ; Talora, D. ; CAZETTA, E. . IMPLICATION OF HABITAT LOSS FOR EARLY RECRUITMENT OF Euterpe edulis(ARECACEAE). In: Simposio Internacional de Ecologia e Conservação, 2014, Belo Horizonte. Simposio Internacional de Ecologia e Conservação, 2014.

6.
SOARES, L. S. ; FARIA, D. ; VIEIRA, E. M. ; VELEZ-GARCIA, F. ; TALORA, D. C. ; CAZETTA, E. . IMPLICATION OF HABITAT LOSS FOR EARLY RECRUITMENT OF Euterpe edulis(ARECACEAE). In: Simpósio Internacional de Ecologia e Conservação, 2014, Belo Horizonte. Simpósio Internacional de Ecologia e Conservação, 2014.

7.
Schroth, G. ; Delabie, Jacques H. C. ; Faria, D. . Cocoa agroforestry: opportunities and chalenges for tropical conservation. In: 2010 ATBC - Bali, 2010, Sanur-Denpasar, Bali. 2010 ATBC - Bali, 2010. v. 7. p. 15-15.

8.
BAUMGARTEN, J. ; Faria, D. ; SETZ, E. . Habitat complexity: the importance of understory structure on the Phyllostomidae assemblages in the Brazilian Atlantic Forest. In: 15th International Bat Research Conference, 2010, Prague. 15th International Bat Research Conference, 2010. v. 1. p. 99-99.

9.
Faria, D.; BAUMGARTEN, J. ; FARIA, S. ; AGUIAR, L. M. S. . Bat species richness, diversity and abundance in a mosaic forest and cocoa plantation in southern Bahia, Brazil. In: 15th International Bat Research Conference, 2010, Prague. 15th International Bat Research Conference, 2010. v. 1. p. 132-132.

10.
MEYER, C. F. J. ; AGUIAR, L. M. S. ; AGUIRRE, L. ; BAUMGARTEN, J. ; CLARKE, F. ; COSSON, J. ; VILLEGA S, S. E. ; FAH R, J. ; Faria, D. . An assessment of the suitability of tropical bats for long-term monitoring. In: 15th International Bat Research Conference, 2010, Prague. 15th International Bat Research Conference, 2010. v. 1. p. 232-232.

11.
Giné, G.A.F. ; Motta, T.S. ; Faria, D. ; Duarte, José Maurício Barbanti . Atividade comportamental do ouriço-preto (Chaetomys subspinosus Olfers 1818) na Mata Atlântica do sul da Bahia. In: VIII Congresso Internacional Sobre Manejo de Fauna Silvestre na Amazônia e América Latina, 2008, Rio Branco. Resumos do VIII Congresso Internacional sobre manejo de fauna silvestres na Amazônia e América Latina, 2008, Rio Branco. VIII Congresso Internacional Sobre Manejo de Fauna Silvestre na Amazônia e América Latina, 2008, Rio Branco. Resumos do VIII Congresso Internacional sobre manejo de fauna silvestres na Amazônia e América Latina, 2008.

12.
Giné, G. ; Duarte, José Maurício Barbanti ; Faria, D. . Hábitos alimentares do ouriço-preto em fragmentos de floresta do municípo de ilhéus, Sul da Bahia. In: IV Congresso Brasileiro de Mastozoologia., 2008, Sçao Lourenço. resumos do IV Congresso Brasileiro de Mastozoologia, 2008.

13.
FARIA, D.; PACIENCIA, M. B. ; DIXO, M. ; LAPS, Rudi Ricardo ; BAUMGARTEN, J. . Ferns, frogs, lizards, birds and bats in forest fragments and shade cacao plantations in two contrasting landscapes in the Atlantic Forest, Brazil. In: Society for Conservation Biology 2007 Annual Meeting, 2007, Port Elizabeth. SCB 2007, 2007.

14.
BAUMGARTEN, J. ; FARIA, D. . Phyllostomidae bats and the structure of neotropical forests: what can bats tell about habitat quality?. In: Society for Conservation Biology 2007 Annual Meeting, 2007, Port Elizabeth. SCB 2007, 2007.

15.
Giné, G. ; Duarte, José Maurício Barbanti ; Faria, D. . Uso das cabrucas por ouriço-preto (Chaetomys subspinosus, Olfers 1818) em paisagens fragmentadas de Ilhéus, sul da Bahia. In: Simpósio sobre Paisagem Cacaueira e Biodiversidade no Sudeste da Bahia, 2007, Ilhéus. Simpósio sobre Paisagem Cacaueira e Biodiversidade no Sudeste da Bahia, 2007.

16.
Giné, G. ; Y. le Pendu ; DUARTE, J. M. B. ; FARIA, S. ; FARIA . Uso do espaço pelo ouriço-preto (Chaetomys Subspinosus) na região cacaueira do sul da Bahia. In: VII CONGRESSO INTERNACIONAL SOBRE MANEJO DE FAUNA SILVESTRE NA AMAZÔNIA E AMÉRICA LATINA, 2006, Ilhéus. VII CONGRESSO INTERNACIONAL SOBRE MANEJO DE FAUNA SILVESTRE NA, 2006.

17.
ALMEIDA, R. B. ; Battesti, D. M. B. ; FARIA ; Giné, G. . Ocorrência de amblyomma longirostre em ouriço preto (Chaetomys Subpinosus) no Sul da Bahia.. In: VII CONGRESSO INTERNACIONAL SOBRE MANEJO DE FAUNA SILVESTRE NA AMAZÔNIA E AMÉRICA LATINA, 2006, Ilhéus. VII CONGRESSO INTERNACIONAL SOBRE MANEJO DE FAUNA SILVESTRE NA AMAZÔNIA E AMÉRICA LATINA, 2006.

18.
Giné, G. ; FARIA ; PENDU, Y. L. ; DUARTE, J. M. B. . Locais de repouso diurno utilizados pelo ouriço-preto (Chaetomys Subspinosus, Olfers 1818) na. In: VII CONGRESSO INTERNACIONAL SOBRE MANEJO DE FAUNA SILVESTRE NA AMAZÔNIA E AMÉRICA LATINA, 2006, Ilhéus. VII CONGRESSO INTERNACIONAL SOBRE MANEJO DE FAUNA SILVESTRE NA AMAZÔNIA E AMÉRICA LATINA.

19.
BORGES, Manoela Lima de Oliveira ; FARIA . Impacto da atividade da caça na biodiversidade. In: VII Congresso Internacional sobre Manejo de Fauna Silvestre na Amazônia e América Latina, 2006, Ilhéus. VII Congresso Internacional sobre Manejo de Fauna Silvestre na Amazônia e América Latina.

20.
FILADELFO, V. ; FARIA . Riqueza e estrutura da assembléia de morcegos em plantações sombreadas de cacau (cabrucas) em Ilhéus, sul da Bahia, Brasil. In: VII Congresso Internacional sobre Manejo de Fauna Silvestre na Amazônia e América Latina, 2006, Ilhéus. VII Congresso Internacional sobre Manejo de Fauna Silvestre na Amazônia e América Latina.

21.
FARIA; LAPS, Rudi Ricardo ; BAUMGARTEN, Julio Ernesto . Bat and bird assemblages from forests and shade cacao plantations in two contrasting landscapes in the Atlantic Forest of southern Bahia, Brazil. In: 19 th Annual Meeting of the Society for Conservation Biology, 2005, Brasília. 19 th Annual Meeting of the Society for Conservation Biology, 15-19 July 2005, in Brasilia, Federal District, Brazil.. Brasília: Universidade de Brasília, 2005. p. 67-67.

22.
SANTOS,C.S. ; BARROS K. ; Giné, G. ; FARIA ; NOGUEIRA FILHO, Sergio Luis Gama ; NOGUEIRA, S. . Comportamento e manejo do Ouriço-preto (Chaetomys subspinosus) mantido em cativeiro. In: II Congresso Brasileiro de Mastozoologia, 2005, Aracruz-Formosa. II Congresso Brasileiro de Mastozoologia, 2005. p. 93-93.

23.
Giné, G. ; Y. le Pendu ; FILADELFO, V. ; FARIA . Estudo do padrão de atividade do Ouriço-preto (Chaetomys subspinosus) em cativeiro. In: II Congresso Brasileiro de Mastozoologia, 2005, Aracruz-Formosa. II Congresso Brasileiro de Mastozoologia, 2005. p. 94-94.

24.
Giné, G. ; Y. le Pendu ; NOGUEIRA, S. ; BARROS K. ; FARIA . Preferência alimentar e locais de repouso utilizados pelo Ouriço-preto. In: II Congresso Brasileiro de Mastozoologia, 2005, Aracruz-Formosa. II Congresso de Mastozoologia do Brasil, 2005. p. 95-95.

25.
MARTINEZ, R. A. ; Giné, G. ; Y. le Pendu ; ALVAREZ, M. ; FARIA . Algumas considerações sobre a anatomia interna e externa do ouriço-preto Chaetomys subspinosus Olfers, 1818. In: II Congresso Brasileiro de Mastozoologia, 2005, Aracruz-Formosa. II Congresso Brasileiro de Mastozoologia. Porto Alegre: Sociedade Brasileira de Mastozoologia, 2005. p. 105-105.

26.
Giné, G. ; FARIA . Distribuição atual Ouriço-preto (Chaetomys subspinosus) nos estados de Sergipe e Bahia, Brasil. In: II Congresso Brasileiro de Mastozoologia, 2005, Aracruz-Formosa. II Congresso Brasileiro de Mastozoologia, 2005. p. 109-109.

27.
FALCÃO, Fábio ; CAMPIOLO, Sofia ; FARIA ; MARIANO, E. . Effects of habitat disturbance on bat assemblages in Conquista Plateau, southwest Bahia, Brazil. In: Annual Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation, 2005, Uberlândia. Frontiers in Tropical Biology and Conservation.

28.
BAUMGARTEN, Julio Ernesto ; FARIA . O papel potencial das plantações sombreadas de cacau (Theobroma cacao) para a conservação de morcegos no sudeste da Bahia, Brasil. In: VII Seminário de Pesquisa e Pós-Graduação da UESC, 2003, Ilhéus. VII Seminário de Pesquisa e Pós-graduação da UESC, 2003.

29.
FARIA; ORTIZ, José Vicente . Dados biológicos e a elaboração de ações de conservação: o projeto remanescentes de floresta da região de Una (RESTAUNA). In: VII Seminário de Pesquisa e Pós-Graduação da UESC, 2003, Ilhéus. VII Seminário de Pesquisa e Pós-Graduação da UESC, 2003.

30.
BAUMGARTEN, Julio Ernesto ; FARIA . Estrutura do mosaico florestal em uma paisagem da Mata Atlântica: efeito da fragmentação, regeneração e do uso da terra. In: VII Seminário de Pesquisa e Pós-Graduação da UESC, 2003, Ilhéus. VII Seminário de Pesquisa e Pós-Graduação da UESC, 2003.

31.
FARIA. Fragmentação de hábitat, estrutura da floresta e uma comunidade de morcegos na Mata Atlântica da região de Una, Brasil. In: VII Seminário de Pesquisa e Pós-Graduação da UESC, 2003, Ilhéus. VII Seminário de Pesquisa e Pós-Graduação da UESC, 2003.

32.
FARIA; BAUMGARTEN, Julio Ernesto ; PARDINI, R. . Respostas da fauna a diferentes ambientes e configurações da paisagem no sudeste da Bahia: implicações para o planejamento de corredores ecológicos. In: III Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação, 2002, Fortaleza. III Congresso Brasileiro de Unidades de Conservação. Curitiba: Fundação O Boticário de Proteção à Natureza, 2002. v. II. p. 720-720.

33.
LIMA, Marcelo Gonçalvez de ; JACOMO, L. A. ; MACHADO, C. P. ; BAUMGARTEN, Julio Ernesto . Corredores de biodiversidade no Brasil: conceitos, realidade e desafios. In: V Congresso de Ecologia do Brasil, 2001, Porto Alegre. V Congresso de Ecologia do Brasil, 2001.

34.
FARIA; PARDINI, R. ; MARIANO, E. ; SANTOS, G. ; ACCACIO, G. M. ; ORTIZ, José Vicente ; BAUMGARTEN, Julio Ernesto ; DIXO, M. ; PACIENCIA, M. B. ; LAPS, Rudi Ricardo ; FONTOURA, T. . Projeto Remanescentes de Floresta da Região de Una - RESTAUNA. In: V Congresso de Ecologia do Brasil, 2001, Porto Alegre. V Congresso de Ecologia do Brasil, 2001.

35.
FARIA; PARDINI, R. ; Láps, R. R. . Comparative response of birds, bats and small non-volant mammals facing habitat fragmentation in the atlantic rainforest. In: 14th Annual Meeting of the Society for Conservation Biology, 2000, Missoula, Montana. 14th Annual Meeting of the Society for Conservation Biology, 2000.

36.
FARIA. Bats and habitat fragmentation in the Brazilian Atlantic Forest. In: Annual Meeting of the Society of Conservation Biology, 1999, Maryland - Washington, 1999.

37.
FARIA; BAUMGARTEN, Julio Ernesto . Shaded cacao plantation and the bat assemblages in the atlantic forest of southern Bahia, Brazil. In: 11th International Bat Research Conference, 1998, Pirenópolis - Goiás, 1998.

38.
FARIA; VASCONCELLOS NETO, João ; SOUZA, A. L. T. ; GUIMARÃES, M. M. . Detecção de frutos de Melocatus violaceus (CACTACEAE) por Tropidurus torquatus (LACERTILIA-TROPIDURIDAE). In: III Congresso de Ecologia do Brasil, 1996, Brasilia - DF. III Congresso Brasiliero de Ecologia, 1996.

39.
FARIA; VASCONCELLOS NETO, João . Deposição de detritos em teias de Cyclosa spp. (ARAEIDAE): provavelmente um mecanismo de defesa. In: III Congresso de Ecologia do Brasil, 1996, Brasília - DF, 1996.

40.
FARIA; VASCONCELLOS NETO, João ; SILVA, A. G. . Ornitofilia em Melocactus violaceus. In: XLVI Congresso Nacional de Botânica, 1995, Ribeirão Preto - SP, 1995.

41.
FARIA; SAZIMA, I. . Food resource utilization by a frugivorous-nectarivorous bat guild in sotheastern Brazil. In: 10th International Bat Research Conference, 1995, Boston - Massachusetts, 1995.

42.
FARIA. Diet and reproduction of the bat Pygoderma bilabiatum in a semideciduous forest in southeastern Brazil. In: 10th International Bat Research Conference, 1995, Boston - Massachusetts, 1995.

43.
FARIA; RODRIGUES, M. T. ; SILVA, L. L. C. E. . Notas sobre o comportamento reprodutivo de Hylodes phyllodes (ANURA-LEPTODACTYLIDEA). In: III Congresso Latino-Americano de herpetologia, 1993, Campinas - SP, 1993.

Artigos aceitos para publicação
1.
MORANTE FILHO, JOSÉ CARLOS ; ARROYO-RODRIGUEZ, V. ; PESSOA, M. S. ; CAZETTA, E. ; FARIA, D. . Direct and cascading effects of landscape structure on tropical forest and non-forest frugivorous birds. ECOLOGICAL APPLICATIONS, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
FARIA, D.. Biodiversity research in human-modified landscapes along the Brazilian Atlantic rainforest. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

2.
FARIA, D.. Biodiversity research in human-modified landscapes along the Brazilian Atlantic rainforest. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
Faria, D.. Biodiversidade e serviços ambientais nas plantações de cacau no sul da Bahia. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
Faria, D.. Habitat Fragmentation in the Brazilian Atlantic Forest: a research program. 1999. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Outras produções bibliográficas
1.
OLIVEIRA, C. G. ; MARTINEZ, R. A. ; Giné, G. ; FARIA, D. ; GAIOTTO, F. A. . Population genetic assessment of the atlantic forest bristle-spined porcupine (Chaetomys subspinosus, OLFERS 1818): an endemic species threatened with extinction 2007 (artigo submetido).

2.
FARIA; BAUMGARTEN, Julio Ernesto ; SANTOS, B. S. . Quem são os morcegos? 1998 (Folheto de Divulgação Científica e Educacional).

3.
FARIA; BAUMGARTEN, Julio Ernesto ; SANTOS, B. S. . O que comem os morcegos? 1998 (Folheto de Divulgação Científica e Educacional).

4.
FARIA; SANTOS, B. S. ; BAUMGARTEN, Julio Ernesto . Os Morcegos Hematófagos 1998 (Folheto de Divulgação Científica e Educacional).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
JESUS JUNIOR, G. ; Faria, D. ; STRENZEL, G. M. R. . parecer sobre o EIA/RIMA do Licenciamento Ambiental para a construção do Terminal de uso privativo, Projeto Porto Sul. 2010.

2.
FARIA. Membro do comitê avaliador do Projeto Corredor Una-Lontras (BirdLife/SAVE, IESB). 2006.

3.
FARIA. Parecer ad hoc para remessa de material científico ao exterior Processo (Coleta): EXC 021/06-C. 2006.

4.
FARIA. Catálago do Programa Nacional do Livro Didático para o Ensino Médio - Biologia (PNELEM 2007). 2005.

5.
FARIA. Análise do Relatório de Caracterizaçào Biológica do Corredor Central da Mata Atlântica, versões 1 e 2. 2004.

6.
FARIA. Análise do Plano de Trabalho para o Corredor Central da Mata Atlântica, versões 1,2 e 3. 2003.

Trabalhos técnicos
1.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 15447/2018-4. 2018.

2.
FARIA, D.; Giné, G. . Parecer técnico sobre questionamentos ao licenciamento ambiental número 02001.003031/2009-84, denominado ?Porto Sul', para o Ministério Público do Estado da Bahia. 2017.

3.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 202679/2017-9. 2017.

4.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 402314/2017-4. 2017.

5.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 451681/2017-7. 2017.

6.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 421293/2017-9. 2017.

7.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 421300/2017-5. 2017.

8.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 421334/2017-7. 2017.

9.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 421302/2017-8. 2017.

10.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 421429/2017-8. 2017.

11.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 313801/2017-7. 2017.

12.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 421341/2017-3. 2017.

13.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 307303/2017-9. 2017.

14.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 400600/2017-0. 2017.

15.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 206946/2017-1. 2017.

16.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 421316/2017-9. 2017.

17.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 308520/2016-5. 2016.

18.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 309299/2016-0. 2016.

19.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 435192/2016-7. 2016.

20.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 290111/2015-3. 2015.

21.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 290079/2015-2. 2015.

22.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 204144/2015-9. 2015.

23.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 403564/2015-8. 2015.

24.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 400901/2014-5. 2014.

25.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 400426/2014-5. 2014.

26.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 307568/2014-8. 2014.

27.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 306808/2014-5. 2014.

28.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 473108/2013-5. 2013.

29.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 480684/2013-8. 2013.

30.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 500565/2013-9. 2013.

31.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 305184/2013-0. 2013.

32.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 479485/2013-5. 2013.

33.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 305304/2013-5. 2013.

34.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 484808/2013-3. 2013.

35.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 483200/2012-3. 2012.

36.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 472875/2012-4. 2012.

37.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 484599/2012-7. 2012.

38.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 481646/2012-4. 2012.

39.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 307087/2012-3. 2012.

40.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 477856/2011-0. 2011.

41.
Faria, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 474751/2011-2. 2011.

42.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 476328/2011-0. 2011.

43.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 303583/2011-8. 2011.

44.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 201965/2011-9. 2011.

45.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 500611/2011-4. 2011.

46.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 483418/2010-2. 2010.

47.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 484338/2010-2. 2010.

48.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 305467/2010-7. 2010.

49.
FARIA, D.. Parecer Técnico processo CNPQ 300272/2010-3. 2010.

50.
FARIA; SILVA, L. A. M. ; AMORIM, A. M. A. . Elaboração de parecer para o Ministério Público Federal. 2007.

51.
FARIA; Giné, G. ; CHIARELLO, Adriano ; GAIOTTO, F. A. ; OLIVEIRA, C. G. ; MARTINEZ, R. A. ; Y. le Pendu ; NOGUEIRA, S. S. C. N. ; MOREAU, M. ; AMARAL, P. . Plano de Manejo para o Ouriço-preto, Chaetomys subspinosus (Olfers, 1818). 2006.

52.
FARIA. Parecerista ad hoc para projeto de pesquisa da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia 2005. 2005.

Redes sociais, websites e blogs
1.
FARIA, D.. Applied Ecology Lab. 2015; Tema: Ecologia e conservação da biodiversidade. (Site).

2.
Faria, D.; MONTEIRO, C. . REDE SISBIOTA DE PESQUISA EM ECOLOGIA DE PAISAGENS ANTROPICAS. 2014; Tema: REDE SISBIOTA DE PESQUISA EM ECOLOGIA DE PAISAGENS ANTROPICAS. (Site).

3.
Faria, Deborah; MOURA, R. . Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação da Biodiversidade - UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ. 2011. (Site).


Demais tipos de produção técnica
1.
CHIARELLO, Adriano ; FARIA ; GAIOTTO, F. A. ; Giné, G. ; NOGUEIRA, S. S. C. N. ; AMARAL, P. ; SOARES, T. S. ; Y. le Pendu ; MOREAU, M. . Elaboração do Plano de Manejo do Ouriço-preto, Chaetomys subspinosus (Olfers, 1818). 2006. (Relatório de pesquisa).

2.
FARIA. Tópicos em Ecologia de Campo II. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
FARIA. Mini-curso Biologia da Conservação. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

4.
FARIA; ORTIZ, José Vicente ; ACCACIO, G. M. ; DIXO, M. ; Láps, R. R. ; MONTINGELLI, R. ; PACIENCIA, M. B. ; PARDINI, R. ; BAUMGARTEN, J. ; MENEZES, Max de ; MARIANO, E. ; FONTOURA, T. . Projeto Remanescentes de Floresta da Região de Una - Projeto RestaUna. 2002. (Relatório de pesquisa).

5.
FARIA. Conhecer para Conservar: ecologia de morcegos. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

6.
FARIA; PARDINI, R. ; ACCACIO, G. M. ; PACIENCIA, M. B. . O projeto Remanescentes de Floresta da Região de Una - RestaUna. 2000. (Home page www.restauna.org.br).

7.
FARIA. Ciência: Prazer em Conhecer. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

8.
FARIA. Estudos sobre a biologia de morcegos neotropicais. 1997. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
FARIA, D.; PUTTKER, T.; CASSANO, C.. Participação em banca de Vanessa Araújo Rios. PEQUENOS MAMÍFEROS NÃO-VOADORES E O CONSUMO DE CACAU EM AGROFLORESTAS NO SUL DA BAHIA. 2018. Dissertação (Mestrado em Zoologia) - Universidade Estadual de Santa Cruz.

2.
MARIANO, E.; FARIA, D.; WALDSCHMIDT, A. M.. Participação em banca de Roger Luiz da Silva Almeida Filho. Efeitos da redução de habitat sobre o recrutamento de duas espécies climáxicas da mata Atlântica do sul da Bahia. 2017. Dissertação (Mestrado em GENÉTICA, BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO) - Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

3.
MARIANO, E.; CASSANO, C.; FARIA, D.. Participação em banca de Jonatas Santos Santana. Efeitos da intensificação da lavoura sobre os padrões de estabelecimento de jovens de sapucaieira (Lecythis pisonis cambess.) em Cacauais no sul da Bahia. 2016. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Biomonitoramento) - Universidade Federal da Bahia.

4.
CAZETTA, E.; Mariano-Neto, Eduardo; Faria, D.. Participação em banca de Francisco Sanches Gomes. Efeitos da perda de habitat sobre os grupos funcionais da assembleia de árvores e arbustos regenerantes da Floresta Atlântica. 2014. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Biomonitoramento) - Universidade Federal da Bahia.

5.
Melo, F.; FARIA, D.; TABARELLI, M.. Participação em banca de Tatiane Gomes Calaça Menezes. o papel da limitação de recrutamento na regeneração natural de uma paisagem fragmentada. 2014. Dissertação (Mestrado em Biologia Vegetal) - Universidade Federal de Pernambuco.

6.
PIOTTO, D.; FARIA, D.; Mariano-Neto, Eduardo. Participação em banca de Tâmiris Lima dos Santos de Oliveira. Efeito da paisagem na riqueza de arecaceae em florestas de mata atlântica no sul da Bahia. 2013. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz.

7.
FARIA, D.; FLOETER, S. R.; MOURA, R.. Participação em banca de Eric Freitas Mazzei. Peixes da cadeia Vitória-Trindade: Biogeografia, ecologia e conservação. 2013. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz.

8.
FARIA, D.; Schroth, G.; CAZETTA, E.. Participação em banca de Virginia de Fernandes Souza. Riqueza e abundância de Aechmea e Hohenbergia (Bromeliaceae) em duas paisagens contrastantes no sul da Bahia, Brasil. 2013. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz.

9.
BRITO, D.; Faria, D.; DEMARCO, P.. Participação em banca de Davi Mello Cunha Crescente. Efeito da síndrome do nariz branco sobre a comunidade de quirópteros neárticos. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciência Animal) - Universidade Federal de Goiás.

10.
Faria, D.M.. Participação em banca de Felipe SiqueiaCampos. ESTRATÉGIAS E PRIORIDADES PARA A CONSERVAÇÃO DE ANFÍBIOS NO BRASIL: TENDÊNCIAS PARA UMA ABORDAGEM METODOLÓGICA. 2012. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz.

11.
FARIA, D.. Participação em banca de jamille assis bomfim. EFEITOS DO SISTEMA AGROFLORESTAL DE CABRUCAS NO CONSUMO DE FRUTOS POR AVES EM DUAS PAISAGENS CONTRASTANTES DO SUL DA BAHIA, BRASIL.. 2012. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz.

12.
TABARELLI, M.; Mariano-Neto, Eduardo; Faria, Deborah. Participação em banca de Dary Moreira Gonçalves Rigueira. Perda de habitat e limiar de extinção em plantas lenhosas (Mystacea) da Mata Atlântica. 2012. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Biomonitoramento) - Universidade Federal da Bahia.

13.
Faria, Deborah; BERNARDO, C. S. S.; Mariano-Neto, Eduardo. Participação em banca de Marília Mascarenhas Lima. Efeito da redução da cobertura vegetal sobre a riqueza de espécies de sapotacea de Mata Atlântica na Bahia. 2012. Dissertação (Mestrado em GENÉTICA, BIODIVERSIDADE E CONSERVAÇÃO) - Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

14.
AZEVEDO, V. C. R.; LOVATO, M. B.; FARIA, D.. Participação em banca de Fernanda Ancelmo de Oliveira. Diversidade, fluxo gênico, estrutura genética espacial e conservação de Platymenia reticulata na paisagem agroflorestal cacaueira - cabrucas. 2012. Dissertação (Mestrado em Genética e Biologia Molecular) - Universidade Estadual de Santa Cruz.

15.
FARIA, D.; Gregorin, R.. Participação em banca de Ligiane Martins Moras. Asembleia de morcegos (Mammalia, Chiroptera) e estrutura da paisagem: composição, distribuição e uso de habitat em uma região de elevada altitude no sul de Minas Gerais. 2011. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aplicada) - Universidade Federal de Lavras.

16.
FARIA, D.. Participação em banca de Gabriel Martins de Carvalho. A influência de processos estocásticos sobre a estruturação de comunidades em florestas de tabuleiros na Bahia, Brasil.. 2011. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz.

17.
FARIA, D.. Participação em banca de Dinah Bárbara Patchek. Estudo comparativo das comunidades de Chiropteros (mammalia) entre uma ilha costeira e continente no norte do Brasil. 2011. Dissertação (Mestrado em Biodiversidade Animal) - Universidade Federal de Santa Maria.

18.
FARIA, D.. Participação em banca de Melina Oliveira Melito. Efeitos da fragmentação florestal na predação de sementes e estrutura populacional de Euterpe edulis Mart. no sul da Bahia, Brasil. 2011. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz.

19.
OLIVEIRA, L. C.; FARIA, D.; BAUMGARTEN, J.. Participação em banca de Anderson Aires Eduardo. Embasamento teórico para o manejo populacional do muriqui-norte, Brachyteles hypoxanthus (Kuhl 1820) (Primates, Atelidae). 2011. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz.

20.
FARIA, D.; VIEIRA, E. M.; ALVES, T. F.. Participação em banca de Rebeca mascarenhas Fonseca Barreto. Uso de hábitat por preguiça-de-coleira (Bradypus torquatus) no sul da Bahia, Brasil. 2007. Dissertação (Mestrado em Zoologia) - Universidade Estadual de Santa Cruz.

21.
FARIA, D.; GRACO, C.; ALVAREZ, M.. Participação em banca de Weber Galvão Novaes. Diagnóstico das colisões com aves no aeroporto de Ilhéus (BA) e a influência dos urubus-de-cabeça-preta (Coragyps atratus, Bechstein, 1793) sobre o risco na aeronavegação. 2007. Dissertação (Mestrado em Zoologia) - Universidade Estadual de Santa Cruz.

22.
FARIA; Esbérard, C. E. L.; CAMPIOLO, Sofia. Participação em banca de Fábio de Carvalho Falcão. Morcegos do Planalto da Conquista:efeitos da estrutura da vegetação e da paisagem. 2005. Dissertação (Mestrado em Mestrado Em Zoologia Aplicada) - Universidade Estadual de Santa Cruz.

23.
FARIA; ROCHA, P. L. B.; VIANA, B. F.. Participação em banca de Tatiana Bichara Dantas. Influência da fragmentação florestal e da qualidade da matriz e monocultura de eucalipto sobre a composição das comunidades de anfíbios e lagartos de folhiço em área de Mata Atlântica no extremo sul da Bahia. 2004. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Biomonitoramento) - Universidade Federal da Bahia.

24.
FARIA; NOGUEIRA, S. S. C. N.; Juncá, F. A.. Participação em banca de Lyse Panelli de Castro Meira. Análise da possibilidade de sintopia entre as espécies Bradypus torquatus (desmarest, 1816) e Bradypus variegatus (Schinz, 1825)". 2003. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente) - Universidade Estadual de Santa Cruz.

Teses de doutorado
1.
MARIANO, E.; FARIA, D.; Caiafa, A. N.; CASSANO, C.; DOBROVOLSKI, R.. Participação em banca de CIRO TAVARES FLORENCE. CARBONO ACIMA DO SOLO COMO INDICADOR DE QUALIDADE DAS AGROFLORESTAS DE CACAU. 2018. Tese (Doutorado em Ecologia e Biomonitoramento) - Universidade Federal da Bahia.

2.
AGUIAR, L. M. S.; Cruz, A.; ZORTEA, M.; BIANCHI, R.; Faria, D.. Participação em banca de Lays Cherobim Parolin. Morcegos frugívoros como facilitadores da regeneração natural em áreas degradadas. 2017. Tese (Doutorado em Biologia Animal) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

3.
CAZETTA, E.; GONZALEZ, E. S.; PIZO, M. A.; VIDAL, M. M.; Faria, D.. Participação em banca de Jamille de assis BonfiA. ESTRUTURA DE REDES DE DISPERSÃO DE SEMENTES POR AVES EM FLORESTAS MODIFICADAS PELO HOMEM: EFEITOS DO TAMANHO DO FRAGMENTO E DA COBERTURA FLORESTAL. 2017. Tese (Doutorado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz.

4.
TABARELLI, M.; FARIA, D.; BERNARD, E.; LEAL, I.; SANTOS, B. A.. Participação em banca de Edgar Alberto do Espírito Santo Silva. Estruturação de assembléias arbóreas em uma paisagem fragmentada: existe relaxamento na mortalidade depende da densidade e distância?. 2014. Tese (Doutorado em Biologia Vegetal) - Universidade Federal de Pernambuco.

5.
MIKICH, S. B.; FARIA, D.; BIANCONI, G. V.; FERES, D. C. R.. Participação em banca de Crasso paulo Bosco Breviglieri. Influência de aves e morcegos insetívoros no controle de herbivoria em sistemas agroflorestais de café. 2013. Tese (Doutorado em Biologia Animal) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Qualificações de Mestrado
1.
ALMEIDA NETO, J. A.; SILVA JUNIOR, M. F. S.; Faria, D.. Participação em banca de Rita de Cássia Silva Braga. Indicadores de biodiversidade aplicáveis à avaliação ambiental da produção de biodiesel de dendê. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente) - Universidade Estadual de Santa Cruz.

2.
Faria, D.; CETRA, Maurício; NOGUEIRA FILHO, Sergio Luis Gama. Participação em banca de Cassia Santos Camillo. Seleção do local de nidificação e sua influência no sucesso de eclosão de tartarugas marinhas na APA Costa de Itacaré - Serra Grande, Bahia. 2007. Exame de qualificação (Mestrando em Zoologia) - Universidade Estadual de Santa Cruz.

3.
VLEESCHOUWER, K. M.; Faria, D.; ALVAREZ, M.; KIERULFF, M. C.. Participação em banca de carlos eduardo Guidorizzi. Ecologia e comportamento do mico-leão=da-cara-dourada, Leontopithecus chrysomelas, em um fragmento de floresta semidecidual em Itororo, Bahia, Brazil. 2007. Exame de qualificação (Mestrando em Zoologia) - Universidade Estadual de Santa Cruz.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
PENDU, Y. L.; DANILEWICZ, D.; Faria, D.. Participação em banca de Bianca Cruz Morais.Aplicação da fotoidentificação em botos-cinza, Sotalia guianensis no litoral ilheense, Bahia? residência, padrões de associação e estimativa populacional. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biologia) - Universidade Estadual de Santa Cruz.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Professor titular
1.
Faria, D.; Paganucci, L.; GRACO, C.; Juncá, F. A.; PESO, M.. Banca Professor Titular Dr. Pedro Luís Bernardo da Rocha. 2017. Universidade Federal da Bahia.

2.
Faria, D.; LOGUERCIO, L. L.; SILVA JUNIOR, J. C.; CARNEIRO, P. L. S.; FERNANDES, S. A. A.. Banca de progressão Professor Pleno Dra. Daniela Talora. 2017. Universidade Estadual de Santa Cruz.

3.
PEREZ-MALUF, R.; ALMEIDA, A. F.; VAN-DER-BERG, C.; BARBOSA, A. A. L.; Faria, Deborah. Banca de progressão de carreira Dra. Fernanda Amato Gaiotto. 2011. Universidade Estadual de Santa Cruz.

4.
Faria, Deborah; ALMEIDA, A. F.; PEREZ-MALUF, R.; VAN-DER-BERG, C.; BARBOSA, A. A. L.. Progressão de carreira - Professor Pleno - Dr. Marco Antônio Costa. 2011. Universidade Estadual de Santa Cruz.

5.
ALMEIDA, A. F.; PEREZ-MALUF, R.; BARBOSA, A. A. L.; VAN-DER-BERG, C.; Faria, Deborah. Banca progressão de Carreira Prof. Pleno - Dr. Leandro Loguércio. 2011. Universidade Estadual de Santa Cruz.

Concurso público
1.
JAPYASSU, H.; Pardini, Renata; FARIA, D.. Professor Ecologia. 2013. Universidade Federal da Bahia.

2.
RAMALHO, M.; ROQUE, F.; FARIA, D.. professor Ecologia. 2012. Universidade Federal da Bahia.

3.
RAMALHO, M.; Roque, F. O.; FARIA, D.. CONCURSO DO DEPARTAMENTO DE BOTANICA, UFBA, AREA DE CONHECIMENTO:ECOLOGIA. 2011.

4.
FARIA. Banca Examinadora do Concurso Público para Docente de Nível Superior para Ecologia, Classe Assistente, Edital 062/2003. 2004. Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.

Outras participações
1.
FARIA. Comissão de Seleção do Programa de Mestrado em Zoologia Aplicada 2007. 2006. Universidade Estadual de Santa Cruz.

2.
FARIA. Comissão julgadora do processo de seleção do Mestrado em Zoologia Aplicada 2003/2004. 2003. Universidade Estadual de Santa Cruz.

3.
FARIA. Banca examinadora do processo de Promoção na carreira do Magistério Superior da Profa. Sandra Lúcia da Cunha e Silva. 2003. Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
2016 Association for Tropical Biology and Conservation conference. Multiple drivers influencing tree regeneration in human-modified landscapes of Atlantic forest. 2016. (Congresso).

2.
VIII Seminário de Pesquisa e VIII Encontro de Iniciação Científica do ICMBio. 2016. (Seminário).

3.
Belgian Group of Primatologists conference scheduled on the 22nd of May 2014. The yellow-breasted capuchin and seed dispersion in Atlantic forest: an old player leading to a novel ecosystem?. 2014. (Congresso).

4.
VI Seminário de Pesquisa e VI Encontro de Iniciação Científica do ICMBio.Manejo em diferentes escalas. 2014. (Seminário).

5.
I Seminário de Avaliação e Integração das propostas do Edital SISBIOTA/CNPQ.Rede de Pesquisa em Funcionamento Ecológico de Paisagens Florestais Antrópicas. 2013. (Seminário).

6.
IV Seminário de Pesquisa e Iniciação Científica do ICMBio - Da pesquisa à politica publica. 2012. (Seminário).

7.
Reunião de pesquisadores/Conservação Internacional.Planejamento Sistemático em Conservação. 2012. (Oficina).

8.
I Oficina Ambiental: Estratégias e Politicas protetivas a Mata Atlântica.Silvicultura: o mínimo de cobertura florestal para manter espécies nativas. 2011. (Oficina).

9.
2010 Association for Tropical Biology and Conservation conference. Cocoa agroforestry: opportunuties and challenges for tropical conservation. 2010. (Congresso).

10.
II Seminario de Pesquisa e Iniciação Cientifica do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade.Sistema tradicional de produção de cacau -cabrucas - e seu papel na conservação da biodiversidade no sul da Bahia. 2010. (Seminário).

11.
I Workshop identificação de Áreas Prioritárias para Conservação no banco dos Abrolhos.Planejamento Sistemático em Conservação. 2010. (Oficina).

12.
Conservação de Biodiversidade em paisagens Florestais Antropizadas.manutenção de biodiversidade em áreas de floresta primária, secundária e de cabrucas na Hiléia bahiana. 2007. (Simpósio).

13.
IX Simbio.cabruca e mata Atlântica. 2007. (Simpósio).

14.
Plano de Manejo do ouriço-preto, Chaetomys subspinosus (Olfers, 1818). VII CONGRESSO INTERNACIONAL SOBRE MANEJO DE FAUNA SILVESTRE NA AMAZÔNIA E AMÉRICA LATINA. 2006. (Congresso).

15.
A lavoura cacaueira do sul da Bahia e sua importância na conservação da biodiversidade.II Seminário de econegócios da Mata Atlântica. 2005. (Seminário).

16.
A Mata Atlântica do sul da Bahia: importância e oportunidades para a conservação e desenvolvimento.Seminário sobre Reserva Legal. 2005. (Seminário).

17.
Ecossistemas Antrópicos.VIII Simpósio de Biologia do Sul da Bahia. 2005. (Simpósio).

18.
Encontro de Biologia da Universidade Estadual de Feira de Santana.Mesa-redonda: Biologia da Conservação. 2005. (Encontro).

19.
Global Mammal Assessment.Global Mammal Assessment. 2005. (Encontro).

20.
III Congresso Brasileiro de Mastozoologia. Mesa Redonda. 2005. (Congresso).

21.
II Seminário de Econegócios da Mata Atlântica.Palestra: A importância das florestas de cacau para a conservação da biodiversidade do sul da Bahia. 2005. (Seminário).

22.
Esforço de Conservação da Biodiversidade Brasileira - Encontro dos coordenadores dos subprojetos apoioados pelo PROBIO.Esforço de Conservação da Biodiversidade Brasileira - Encontro dos coordenadores dos subprojetos apoioados pelo PROBIO. 2004. (Oficina).

23.
VII Simpósio de Biologia do Sul da Bahia.Palestra: Conservação da Biodiversidade. 2004. (Simpósio).

24.
VII Seminário de Pesquisa e Pós-graduação.Palestra: Dados biológicos e a elaboração de ações de conservação: o projeto RestaUna. 2003. (Seminário).

25.
II Workshop Efeitos da Fragmentação sobre a Biodiversidade: recomendações de Políticas Públicas.II Workshop Efeitos da Fragmentação sobre a Biodiversidade: recomendações de Políticas Públicas - Pesquisadora do grupo de trabalho Corredores Ecológicos. 2002. (Oficina).

26.
Mata Atlântica.Segundo Fórum de saneamento e Políticas Ambientais. 2002. (Encontro).

27.
Efeitos nda Fragmentação sobre Biodiversidade: Recomendações de políticas Públicas.Efeitos nda Fragmentação sobre Biodiversidade: Recomendações de políticas Públicas - Pesquisadora participante do grupo de Corredores Ecológicos. 2001. (Oficina).

28.
Metodologia e Inventário faunístico: levantamento rápido da biota. XXIII Congresso Brasileiro de Zoologia. 2000. (Congresso).

29.
Pesquisa Científica e políticas de conservação: Projeto RestaUna, um estudo de caso.Pesquisa Científica na Mata Atlântica. 2000. (Oficina).

30.
Economic Instruments for Conservation in Southern Bahia Forest.Economic Instruments for Conservation in Southern Bahia Forest. 1999. (Oficina).

31.
O Fomento à Pesquisa Científica.VI Seminário de Pesquisa da UESC. 1999. (Seminário).

32.
O Projeto Remanescentes de Floresta da Região de Una - RestaUna.Apresentação dos Projetos Demonstrativos do Componente B do PROBIO - coordenadora do Projeto RestaUna. 1999. (Oficina).

33.
XII Encontro de Zoologia do Nordeste.XII Encontro de Zoologia do Nordeste - palestrante em Pesquisas sobre a Fragmentação de Florestas. 1999. (Encontro).

34.
First Conference on Sustainable Cacao.First Conference on Sustainable Cacao. 1998. (Encontro).

35.
Shade cacao plantations and bat conservation i southern Bahia, Brazil. 11th International Bat Research Conference. 1998. (Congresso).

36.
III Eugene Warming Lectures in Evolutionary Ecology.III Eugene Warming Lectures in Evolutionary Ecology. 1997. (Seminário).

37.
Minicurso: Estudos em Biologia de Morcegos neotropicais.VII Encontro regional dos estudantes de Biologia. 1997. (Encontro).

38.
Workshop Morecgos da Fazenda Intervales.Expedição à fazenda Intervales para o inventário da assembléia de morcegos. 1997. (Oficina).

39.
Interáções entre morcegos frugívoros e frutos na Mata da Santa Genebra.Seminário do laboratório de Interações Vertebrados-Plantas. 1996. (Seminário).

40.
Field methods on bat ecology.Oficina sobre métodos de amostragem em Ecologia de Morcegos. 1995. (Oficina).

41.
Workshop para a Conservação de Morcegos Brasileiros.Workshop para a Conservação de Morcegos Brasileiros. 1995. (Oficina).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
FARIA, D.. I Fórum de Eco_Nomia da mata Atlântica. 2017. (Outro).

2.
BEZERRA, A. A. L. ; ALMEIDA, H. ; MORANTE-FILHO, J. C. ; Faria, D. . I Hackathon da Mata Atlântica. 2017. .

3.
FARIA, D.; DELABIE, J. ; Alves, J. M. ; Schroth, G. ; CASSANO, C. ; SANTOS, G. . Simpósio sobre Paisagem Cacaueira e Biodiversidade no Sudeste da Bahia. 2007. (Outro).

4.
FARIA. Encontro de Pesquisa e Gestão para a região de Una. 2004. (Outro).

5.
Faria, D.; Giné, G. ; NOGUEIRA, S. ; NOGUEIRA FILHO, Sergio Luis Gama ; GAIOTTO, F. A. ; OLIVEIRA, C. G. ; MARTINEZ, R. A. ; PENDU, Y. L. . Apresentação e Consolidação do Plano de Ação do Ouriço-preto (Chaetomys spinosus): construindo uma estratégia para sua implementação. 2004. (Outro).

6.
FARIA; BAUMGARTEN, J. ; SOARES-SANTOS, B. ; KALKO, E. K. V. . I Workshop brasileiro sobre técnicas de bioacústica aplicadas em estudo de morcegos. 1999. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Enée Gottschalk. DIFERENÇA NA ABUNDÂNCIA DE DUAS ESPÉCIES DE MORCEGOS EM CABRUCAS EM UM GRADIENTE CONTÍNUO DE COBERTURA FLORESTAL. Início: 2018. Dissertação (Mestrado profissional em Ecologia e Biomonitoramento) - Universidade Federal da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

2.
Karla Vieira Morato. Efeitos do desmatamento em escala de paisagem na taxa de predação em fragmentos florestais do sul da Bahia. Início: 2018. Dissertação (Mestrado profissional em Ecologia e Biomonitoramento) - Universidade Federal da Bahia. (Orientador).

3.
Igor Pires Reis. Distribuição de clareiras e fragmentação em florestas do sul da Bahia, Brasil. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Coorientador).

Tese de doutorado
1.
soraya honorato carvalhedo. Potencial Controle Top-Down de Herbivoria por Aves e Morcegos e a Influência do Contexto de Paisagem nos Padrões de Predação de Herbívoros. Início: 2018. Tese (Doutorado em Ecologia e Biomonitoramento) - Universidade Federal da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

2.
caio de azevedo marques. onservação de albatrozes no Brasil: Tendências populacionais quanto à captura incidental pela pesca de espinhel e definição de áreas prioritárias para conservação. Início: 2016. Tese (Doutorado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz. (Orientador).

3.
Albérico Queiroz Salgueiro de Souza. Assembléia de Morcegos Insetívoros Aéreos em Áreas de Mata Atlântica de Pernambuco, Brasil. Início: 2016. Tese (Doutorado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz. (Orientador).

4.
Fábio Angelo Soares. Autoecologia de Carollia perspicillata e Rhinophylla pumilio em florestas e plantações de cacau na região de Ilhéus, Bahia, Nordeste do Brasil. Início: 2015. Tese (Doutorado em Ecologia e Biomonitoramento) - Universidade Federal da Bahia. (Orientador).

Supervisão de pós-doutorado
1.
Larissa Rocha Santos. Início: 2017. Universidade Estadual de Santa Cruz, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.

Iniciação científica
1.
Jabson Ferreira. Desmatamento em escala de paisagem como filtro ambiental selecionando traços foliares e de sementes. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Santa Cruz. (Orientador).

2.
Maira Souza Ferreira. Desmatamento como filtro ambiental de traços foliares. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Santa Cruz. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Milena Gomes. Chuva de sementes, dispersores e recrutamento de plântulas sob a copa de Artocarpus heterophyllus, uma espécie exótica na Mata Atlântica na região de Una, sul da Bahia.. 2018. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz, . Orientador: Deborah Maria de Faria.

2.
Jean Henrique Ignácio Souza. Comportamento de retorno (homing) do ouriço-preto (Chaetomys spinosus, Olfers 1818) após translocação. 2018. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Deborah Maria de Faria.

3.
Ícaro Menezes Pinto. IMPLICAÇÕES DA REDUÇÃO DE COBERTURA FLORESTAL NO CONSUMO DE FRUTOS POR AVES FRUGÍVORAS EM PAISAGENS ANTRÓPICAS. 2015. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Deborah Maria de Faria.

4.
Caio Azevedo Marques. DISTRIBUIÇÃO POTENCIAL DE ALBATROZES E PETRÉIS (Diomedeidae: Procellariformes): UMA FERRAMENTA PARA NORTEAR POLÍTICAS PÚBLICAS E CONSERVAÇÃO. 2015. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Deborah Maria de Faria.

5.
RENATA COSTA CARVALHO. RESPOSTAS DE TRÊS ESPÉCIES DE PHYLLOSTOMIDAE (MAMMALIA, CHIROPTERA) A FRAGMENTAÇÃO DA REGIÃO DO ENTORNO DA REBIO UNA, BAHIA, BRASIL. 2013. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Deborah Maria de Faria.

6.
Letícia Leite Ferraço. Frugivoria e dispersão de sementes do macaco-prego-do-peito-amarelo (Sapajus xanthosternos) na Reserva Biológica de Una, Sul da Bahia, Brasil.. 2013. Dissertação (Mestrado em Zoologia) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. Orientador: Deborah Maria de Faria.

7.
Roberta Mariano Silva. O papel funcional de morcegos e aves na predação de artrópodes em sistemas produtivos de cacau (Theobroma cacao) sob manejo tradicional (sombreado) e clonado (não sombreado). 2012. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. Orientador: Deborah Maria de Faria.

8.
Eduardo Hoffman de Barros. Uso do espaço pelo ouriço-preto (Chaetomys Subspinosus) na região cacaueira do sul da Bahia. 2012. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Deborah Maria de Faria.

9.
Juliana Laufer. Avaliação da efetividade do sistema de fiscalização sob a fauna de mamíferos terrestres em áreas protegidas da Mata Atlântica do sul da Bahia.. 2009. Dissertação (Mestrado em Zoologia) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Deborah Maria de Faria.

10.
Soraya Carvalhedo Honorato. Análise da atuação do Ministério Público nas Unidades de Conservação do Corredor Central da Mata Atlântica na Bahia. 2008. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Regional e Meio Ambiente) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. Orientador: Deborah Maria de Faria.

11.
Clarêncio Gomes Baracho Neto. FILOPATRIA DA BALEIA JUBARTE (Megaptera novaeangliae) EM ÁREA REPRODUTIVA NA COSTA DA BAHIA, NORDESTE DO BRASIL ENTRE 2000 E 2009. 2008. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Biomonitoramento) - Universidade Federal da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Deborah Maria de Faria.

12.
Fábio de Carvalho Falcão. Morcegos do Planalto da Conquista:efeitos da estrutura da vegetação e da paisagem. 2005. 0 f. Dissertação (Mestrado em Mestrado Em Zoologia Aplicada) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Coorientador: Deborah Maria de Faria.

Tese de doutorado
1.
Kena Ferrari Moreira da Silva. Influência do efeito de borda e fatores nutricionais no comportamento alimentar do ouriço-preto (Chaetomys subspinosus Olfers, 1818) em Mata Atlântica do sul da Bahia, Brasil.. 2017. Tese (Doutorado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Deborah Maria de Faria.

2.
José Carlos Morante Filho. Aves em paisagens antrópicas: desvendando os impactos de mudanças na cobertura do solo sobre grupos ecológicos e processos ecossistêmicos.. 2016. Tese (Doutorado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. Orientador: Deborah Maria de Faria.

3.
José Felipe Vélez García. OS PEQUENOS MAMÍFEROS DA MATA ATLÂNTICA: ANÁLISE DA DIVERSIDADE FUNCIONAL NUMA PAISAGEM FRAGMENTADA DO SUL DA BAHIA.. 2016. Tese (Doutorado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Deborah Maria de Faria.

4.
joão batista teixeira. CUSTOS DE OPORTUNIDADE E PERMUTAS (?TRADEOFFS?) NO PLANEJAMENTO ESPACIAL MARINHO. 2016. Tese (Doutorado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Deborah Maria de Faria.

5.
Fábio Falcão. EFEITOS DA PERDA DA COBERTURA FLORESTAL SOBRE MORCEGOS INSETÍVOROS NA MATA ATLÂNTICA DO SUL DA BAHIA, BRASIL. 2014. Tese (Doutorado em Programa Pós-graduação em Ecologia e Biomonitoram) - Universidade Federal da Bahia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Deborah Maria de Faria.

6.
Ramiris César Souza Moraes. DINÂMICA DE NUTRIENTES EM FLORESTAS ALTERADAS DO SUL DA BAHIA. 2013. Tese (Doutorado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Deborah Maria de Faria.

Supervisão de pós-doutorado
1.
Gaston Giné. 2014. Universidade Estadual de Santa Cruz, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Deborah Maria de Faria.

2.
Shirley Famelli. 2014. Universidade Estadual de Santa Cruz, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Deborah Maria de Faria.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Vinícius da Silva Filadelfo. Estrutura de comunidade de morcegos na região sul da Bahia. 2007. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Santa Cruz. Orientador: Deborah Maria de Faria.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Taíse Farias Pinheiro. Estradas: Fonte de impactos sobre a fauna e de desmatamento em Florestas Tropicais. 2003. 70 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Santa Cruz. Orientador: Deborah Maria de Faria.

2.
Manoela Lima de Oliveira Borges. Impacto da atividade de caça sobre a biodiversidade. 2003. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Santa Cruz. Orientador: Deborah Maria de Faria.

3.
Valmir Dâmaso de Almeida Júnior. Taxonomia e morfologia dos Quirópteros da região de Una, Bahia, Brazil. 2001. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Deborah Maria de Faria.

Iniciação científica
1.
ana carolina lisboa mendes. Ecologia de uma espécie de morcegos frugivoros de subosque, Carollia perspicillata em plantações de cacau do campus da UESC. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Deborah Maria de Faria.

2.
Vitor sales. Ecologia de Rhinophylla pumilio em uma plantação de cacau no campus da UESC. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Deborah Maria de Faria.

3.
Lucas Mendonça da Mota. Estrutura da vegetação e composição florística no sistema agroflorestal cacau-cabruca no sul da Bahia, Brasil. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Santa Cruz. Orientador: Deborah Maria de Faria.

4.
Vanessa Lazaro Melo. taxonomia e morfologia de morcegos filostomídeos (Chiroptera, mammalia) do sul da Bahia, Brasil. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. Orientador: Deborah Maria de Faria.

5.
Ilze Carla Pereira Matos. Análise da atuação do Ministério Público nas Unidades de Conservação do Corredor Central da Mata Atlântica na Bahia, por meio da elaboração do Sistema de Informação Geográfica. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em geografia) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Deborah Maria de Faria.

6.
Stella Tomás Silva. Aspectos reprodutivos de morcegos filostomídeos (Chiroptera, Mammalia) no sul da Bahia, Brazil. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. Orientador: Deborah Maria de Faria.

7.
Vinícius da Silva Filadelfo. Os morcegos da cabruca da UESC. 2005. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. Orientador: Deborah Maria de Faria.

8.
Rebeca Mascarenhas Fonseca Barreto. Levantamento da Assembléia de Médios e Grandes mamíferos das florestas remanescentes do Planalto da Conquista. 2004. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Fundação de Amparo a Pesquisa no Estado da Bahia. Orientador: Deborah Maria de Faria.

9.
Robson Barboza Araújo. Inventário da estrutura das florestas do planalto de Vitória da Conquista. 2004. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Santa Cruz. Orientador: Deborah Maria de Faria.

10.
Erick Leandro Silva dos Santos. Distribuição e uso de hábitat do ouriço-preto (Chaetomys subspinosus) na região cacaueira do sul da Bahia. 2004. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Deborah Maria de Faria.

11.
Robson Araújo. Invertebrados de serapilheira das florestas da região de Una. 2002. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Santa Cruz, Universidade Estadual de Santa Cruz. Orientador: Deborah Maria de Faria.



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
Faria, D.. Biodiversidade e serviços ambientais nas plantações de cacau no sul da Bahia. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).



Outras informações relevantes


Em 1999, junto com outros pesquisadores, fundei o "Instituto Dríades de Pesquisa e Conservação da Biodiversidade", instituição desde então atuante em projetos para a conservação da biodiversidade na região sul da Bahia. Atuo em algumas instâncias técnico-científicas para a conservação e gestão da biodiversidade, como: representante da UESC no Conselho Consultivo da Reserva Biológica de Una (RebioUna), IBAMA; representante da comunidade cientifica na Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (RBMA) - Subcomitê sul da Bahia; representante da UESC no Comitê Gestor do Projeto Corredor Lontras-Una, realizado pelo IESB, CI e a Bird Life do Brasil; representante da UESC no Grupo Técnico de Biodiversidade do Projeto Corredor Central da Mata Atlântica, MMA; pesquisadora colaboradora do projeto do TEAM (Tropical Ecology Assessment and Monitoring) projeto da Conservation International, através da pesquisa ?Meta-analysis for evaluating the suitability of bats as a target taxon for long-term monitoring? , membro do comitê de avaliação PIBIIC CNPq do ICMBio. É sócia da ABECO, Associação Brasileira de Ciência Ecológica e Conservação.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/10/2018 às 13:41:32