Maurício Garcia Chiarello

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2515778443152280
  • Última atualização do currículo em 10/08/2018


Possui graduação em Engenharia Eletrônica pelo Instituto Tecnológico de Aeronáutica (1983), mestrado em Filosofia da Ciência pela Universidade Estadual de Campinas (1995) e doutorado em Filosofia pela Universidade Estadual de Campinas (2002). Atualmente é professor doutor da Universidade de Franca. Sua principal área de interesse é Filosofia da Ciência e da Tecnologia. Aprofundou-se na obra de pensadores da Escola de Frankfurt, notadamente Max Horkheimer e Theodor W. Adorno, procurando compreender a problemática conjugação do progresso tecnocientífico com valores sociais e ambientais na sociedade contemporânea. Também investigou a obra de Hans Jonas e sua proposta de uma nova ética para a civilização tecnológica. Atualmente, procura desenvolver de forma satisfatória uma teoria crítica da tecnociência. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Maurício Garcia Chiarello
Nome em citações bibliográficas
CHIARELLO, M. G.;CHIARELLO, MAURÍCIO

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de Franca, Departamento de Engenharia.
Av. Dr. Armando Sales Oliveira
14404-600 - Franca, SP - Brasil - Caixa-postal: 82
Telefone: (16) 37118820
URL da Homepage: http://www.unifran.br


Formação acadêmica/titulação


1997 - 2002
Doutorado em Filosofia.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: A Filosofia, a Arte e o Inominável: Três estudos sobre a dor da finitude em T. W. Adorno, Ano de obtenção: 2002.
Orientador: Marcos Lutz Müller.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Theodor W Adorno; finitude; Morte; Teoria estética; Dialética; Razão Instrumental.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: História da Filosofia / Especialidade: Escola de Frankfurt.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: História da Filosofia / Especialidade: Teoria Estética.
Setores de atividade: Educação.
1992 - 1995
Mestrado em Filosofia.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Uma Filosofia em Duas Metades: O conceito de natureza em Max Horkheimer,Ano de Obtenção: 1995.
Orientador: Marcos Lutz Müller.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Max Horkheimer; Escola de Frankfurt; Conceito de natureza; Teoria Crítica; Razão Instrumental.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: História da Filosofia / Especialidade: Escola de Frankfurt.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: História da Filosofia / Especialidade: Dialética Materialista.
Setores de atividade: Educação.
1986 interrompida
Graduação interrompida em 1988 em Filosofia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Ano de interrupção: 1988
1979 - 1983
Graduação em Engenharia Eletrônica.
Instituto Tecnológico de Aeronáutica, ITA, Brasil.
Título: Projeto e Dimensionamento de Linhas de Transmissão Tipo Microfita.
Orientador: Antônio Parada Tude.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.




Atuação Profissional



Universidade de Franca, UNIFRAN, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Doutor, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2009 - 2015
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor Doutor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2002 - 2008
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Doutor, Carga horária: 20

Vínculo institucional

1996 - 1997
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Doutor, Carga horária: 20

Atividades

3/2009 - Atual
Ensino, Engenharia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Cálculo Diferencial e Integral I
Cálculo Diferencial e Integral II
Cálculo Diferencial e Integral III
Metodologia da Pesquisa Científica
Eletrônica Analógica
3/2003 - 12/2008
Ensino, Engenharia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Cálculo Diferencial e Integral II
Cálculo Diferencial e Integral I
3/2002 - 12/2002
Ensino, Administração de Empresas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à Filosofia
3/1996 - 6/1997
Ensino, Matemática, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Cálculo Diferencial e Integral I

Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

1988 - 1991
Vínculo: Servidor público ou celetista, Enquadramento Funcional: Analista de Sistema, Carga horária: 40

Atividades

3/1988 - 8/1991
Serviços técnicos especializados , Centro de Computação Eletrônica, .

Serviço realizado
Projeto e desenvolvimento de sistemas de informatização das áreas administrativa e acadêmica da Usp..

Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais, INPE, Brasil.
Vínculo institucional

1984 - 1986
Vínculo: Servidor público ou celetista, Enquadramento Funcional: Assistente de Pesquisa, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

1/1985 - 3/1986
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Tecnologias Especiais, Laboratório Associado do Plasma.

2/1984 - 12/1984
Pesquisa e desenvolvimento , Coordenação Geral de Engenharia e Tecnologia Espacial, Divisão de Eletrônica Aeroespacial.



Linhas de pesquisa


1.
Projeto e construção de gerador de radiação de alta frequência e alta potência (padrão Gírotron)
2.
Projeto e testes de desempenho de amplificadores de alta freqüência para circuitos de comunicação via satélite.


Projetos de pesquisa


2010 - Atual
Experimentação, matematização e distanciamento da natureza nas origens da ciência moderna
Descrição: 1. A questão da matematização da natureza e da negação do mimético 2. A questão da animalidade.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2008 - Atual
Hans Jonas e a questão da técnica e da tecnologia no mundo hodierno
Descrição: 1.Hans Jonas e a proposta de uma nova ética para a civilização tecnológica 2.Günther Anders e o descolamento entre poderio tecnológico e consciência moral 3.Heidegger e a questão da técnica: afinidades e divergências com Adorno e Hans Jonas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2007
Teoria Crítica e Teoria Estética: Adorno e a dimensão estética da moral
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
2003 - 2005
Afinidades e divergências entre Giorgio Agamben e Theodor Adorno
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Revisor de periódico


2005 - Atual
Periódico: Educação e Filosofia (UFU. Impresso)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: História da Filosofia/Especialidade: Filosofia Alemã Contemporânea.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Filosofia da Ciência.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: História da Filosofia/Especialidade: Escola de Frankfurt.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: História da Filosofia/Especialidade: Theodor W Adorno.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Escola de Frankfurt/Especialidade: Max Horkheimer.
6.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Física / Subárea: Física dos Fluídos, Física de Plasmas e Descargas Elétricas.


Idiomas


Alemão
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende BemLê Bem.
Italiano
Compreende RazoavelmenteLê Razoavelmente.
Latim
Lê Pouco.


Prêmios e títulos


2002
Doutor em Filosofia, Universidade Estadual de Campinas.
1995
Mestre em Filosofia, Universidade Estadual de Campinas.
1983
Engenheiro Eletrônico, Instituto Tecnológico de Aeronáutica.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
CHIARELLO, M. G.2017CHIARELLO, M. G.. Figuras Elípticas de Áureo Design: Às voltas com a divina proporção na elipse. Revista Design & Tecnologia: Revista Tecnológica e Científica, v. 4, p. 28-45, 2017.

2.
CHIARELLO, M. G.2017CHIARELLO, M. G.. Em torno do lugar em que se põe o 'Olho de Deus': Sobre as partições sucessivas do retângulo áureo. Revista Design & Tecnologia, v. 4, p. 46-69, 2017.

3.
CHIARELLO, MAURÍCIO2017CHIARELLO, MAURÍCIO. A Epifania da Divina Proporção na determinação do centroide de figuras delimitadas por circunferências. REMAT: REVISTA ELETRÔNICA DA MATEMÁTICA, v. 3, p. 124-138, 2017.

4.
CHIARELLO, MAURÍCIO2017CHIARELLO, MAURÍCIO. Do poderio tecnológico ao dever de responsabilidade: Sobre a crítica à tecnociência em Hans Jonas e Günther Anders. CADERNOS DE FILOSOFIA ALEMÃ, v. 22, p. 13-42, 2017.

5.
CHIARELLO, MAURÍCIO2016CHIARELLO, MAURÍCIO. O Transanimal no Homem: sobre a Questão da Animalidade em Hans Jonas. TRANS/FORM/AÇÃO (UNESP. MARÍLIA. ON LINE), v. 39, p. 173-196, 2016.

6.
CHIARELLO, MAURÍCIO2016CHIARELLO, MAURÍCIO. Em torno do motivo da despersonalização em T. W. Adorno. REVISTA LIMIAR, v. 3, p. 371-403, 2016.

7.
CHIARELLO, MAURÍCIO2016CHIARELLO, MAURÍCIO; FERREIRA, J. C. . Implementação da Transformada Rápida de Hartley. Revista Design & Tenologia, v. 3, p. 36-54, 2016.

8.
CHIARELLO, M. G.2016CHIARELLO, M. G.; FERREIRA, J. C. . Aplicação embarcada para análise de vibrações mecânicas. Revista Design & Tecnologia, v. 3, p. 55-82, 2016.

9.
CHIARELLO, MAURÍCIO2015 CHIARELLO, MAURÍCIO. A fascinação da compulsão tecnológica: sobre a racionalidade científica em Hans Jonas. SCIENTIAE STUDIA, v. 13, p. 369-395, 2015.

10.
CHIARELLO, M. G.;CHIARELLO, MAURÍCIO2011CHIARELLO, M. G.. Sobre o Nascimento da Ciência Moderna: Estudo iconográfico das lições de anatomia de Mondino a Vesalius. SCIENTIAE STUDIA (USP), v. 9, p. 291-317, 2011.

11.
CHIARELLO, M. G.;CHIARELLO, MAURÍCIO2007CHIARELLO, M. G.. Em defesa de Adorno: a propósito das críticas endereçadas por Giorgio Agamben à dialética adorniana. Kriterion (UFMG. Impresso), v. 48, p. 183-201, 2007.

12.
CHIARELLO, M. G.;CHIARELLO, MAURÍCIO2005CHIARELLO, M. G.. Morituri te salutant: Schopenhauer e Nietzsche em face da morte. Educação e Filosofia (UFU. Impresso), Uberlândia-MG, v. 19, n.38, p. 115-144, 2005.

13.
CHIARELLO, M. G.;CHIARELLO, MAURÍCIO2003CHIARELLO, M. G.; CALDANA, R. H. L. . O Perverso Fim de uma Ilusão: Max Horkheimer e a terapêutica psicanalítica. Pulsional. Revista de Psicanálise (São Paulo), São Paulo-SP, v. XVI, n.176, p. 10-24, 2003.

14.
CHIARELLO, M. G.;CHIARELLO, MAURÍCIO2001CHIARELLO, M. G.. Da Melancolia no Neoplatonismo Renascentista e de sua Relação com as Origens da Ciência Moderna. Kriterion (UFMG. Impresso), Belo Horizonte - MG, v. 103, p. 7-28, 2001.

15.
CHIARELLO, M. G.;CHIARELLO, MAURÍCIO2001CHIARELLO, M. G.. Arte Mais Além de Auschwitz Sobre a interpretação da teoria estética adorniana feita por Christoph Menke. Cadernos de Filosofia Alemã, São Paulo, v. 0, p. 55-66, 2001.

16.
CHIARELLO, M. G.;CHIARELLO, MAURÍCIO1999 CHIARELLO, M. G.. O Mal na Trama da Razão: Breve apreciação da obra de Max Horkheimer em seu conjunto. Kriterion (UFMG. Impresso), Belo Horizonte, v. 100, n.100, p. 57-80, 1999.

17.
CHIARELLO, M. G.;CHIARELLO, MAURÍCIO1997CHIARELLO, M. G.. Ciências Físico-Matemáticas em Tomás de Aquino: As ciências intermediárias no Comentário sobre o Tratado da Trindade de Boécio. Cadernos de História e Filosofia da Ciência (UNICAMP), Campinas, v. 7, n.2, p. 73-97, 1997.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
CHIARELLO, M. G.. Natureza-Morta: Finitude e negatividade em T. W. Adorno. 1. ed. São Paulo: Edusp, 2006. v. 1. 288p .

2.
CHIARELLO, M. G.. Das Lágrimas das Coisas: Estudo sobre o conceito de natureza em Max Horkheimer. 1. ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2001. v. 1. 294p .

Resumos publicados em anais de congressos
1.
CHIARELLO, M. G.. Morte e reconciliação através das obras: Necessidade da arte após Auschwitz. In: Tecnologia, Cultura e Formação: Ainda Auschwitz, 2002, Piracicaba. Colóquio Nacional Tecnologia, Cultura e Formação: Ainda Auschwitz. Piracicaba: Editora da Unimep, 2002. p. 43-44.

2.
CHIARELLO, M. G.. Educação e Ascetismo nos Apontamentos Tardios de Max Horkheimer. In: Colóquio Nacional Dialética Negativa, Estética, Educação, 2000, Piracicaba. Dialética Negativa, Estética, Educação, 2000. p. 18-18.

3.
CHIARELLO, M. G.. A Filosofia e seu Cadáver, o Corpo: A sombra de Nietzsche sobre Theodor W. Adorno. In: IX Encontro Nacional de Filosofia da ANPOF, 2000, Poços de Caldas. São Paulo: Anpof, 2000.

4.
CHIARELLO, M. G.. Do Desenrolar Contínuo ao Instantâneo Entrelace: Uma crítica de inspiração benjaminiana às noções de tempo e memória bergsonianas. In: VIII Colóquio de História da Ciência, 1993, Águas de Lindóia - São Paulo, 1993. p. 36-37.

Artigos aceitos para publicação
1.
CHIARELLO, MAURÍCIO. Sobre o centroide de figuras circulares e de sua relação com o número Fi. REVISTA DO PROFESSOR DE MATEMÁTICA, 2018.

Outras produções bibliográficas
1.
CHIARELLO, M. G.. Para um novo design tecnológico: Breve nota crítica sobre o progresso tecnológico. Franca, 2014. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

2.
CHIARELLO, M. G.. Observações sobre o Desenvolvimento da Obra de Max Horkheimer. Uberlândia - MG: Editora da Universidade Federal de Uberlândia - EDUFU, 2007. (Tradução/Artigo).

3.
CHIARELLO, M. G.. Sobre a Metafísica do Tempo de Bergson. São Paulo: Discurso Editorial, 2000. (Tradução/Artigo).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
CHIARELLO, M. G.. Amplificador Faixa Estreita de Único Estágio para Máximo Ganho em 2,275 Ghz. 1984.

2.
CHIARELLO, M. G.; TUDE, Antônio Parada . Análise de Tolerâncias de um Linha em Microstrip pelo Método de Monte-Carlo. 1983.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Tecnologia, Cultura e Formação: Ainda Auschwitz. Morte e Reconciliação através das Obras: Necessidade da Arte após Auschwitz. 2002. (Congresso).

2.
Dialética Negativa, Estética, Educação. Educação e Ascetismo nos Apontamentos Tardios de Max Horkheimer. 2000. (Congresso).

3.
IX Encontro Nacional de Filosofia. A Filosofia e seu Cadáver, o Corpo: A sombra de Nietzsche sobre T. W. Adorno. 2000. (Congresso).

4.
VIII Colóquio de História da Ciência. Do Desenrolar Contínuo ao Instantâneo Entrelace: Uma crítica de inspiração benjaminiana às noções de tempo e memória bergsonianas. 1993. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Iniciação científica
1.
Vinícius Henrique do Carmo Silva. Detector e Medidor de Pluviosidade tendo por base a Propagação de Ondas Eletromagnéticas. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Engenharia Mecatrônica) - Universidade de Franca. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Junio César Ferreira. Desempenho comparativo das Transformadas de Fourier e Hartley com aplicação embarcada para análise de vibrações mecânicas. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecatrônica) - Universidade de Franca. Orientador: Maurício Garcia Chiarello.

2.
Wilson Souza Duarte. Técnicas de análise vibracional em manutenção preditiva. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia Mecânica) - Universidade de Franca. Orientador: Maurício Garcia Chiarello.

3.
Lo-Ruana Karen Amorin Freire. Proposta para uma avaliação continuada do curso de Engenharia de Produção da Unifran por parte de seus ex-alunos. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Engenharia de Produção) - Universidade de Franca. Orientador: Maurício Garcia Chiarello.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/11/2018 às 18:27:31