Flávia Millena Biroli Tokarski

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8594255215633547
  • Última atualização do currículo em 15/11/2018


Professora Associada do Instituto de Ciência Política da Universidade de Brasília, onde coordena o Grupo de Pesquisa sobre Democracia e Desigualdades (Demodê). Pesquisadora do CNPq. Sua produção está concentrada na área de gênero, política e democracia, com ênfase para o estudo das teorias políticas feministas, e na área de mídia e política, tratando especialmente das relações entre imprensa e democracia no Brasil. Publicou Caleidoscópio convexo: mulheres, política e mídia (Ed. Unesp, 2011, com Luis Felipe Miguel), Autonomia e desigualdades de gênero: contribuições do feminismo para a crítica democrática (Eduff e Horizonte, 2013), Família: novos conceitos (Perseu Abramo, 2014) e Feminismo e política (Boitempo, 2014, com Luis Felipe Miguel), Gênero e desigualdades: limites da democracia no Brasil (2018), entre outros. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Flávia Millena Biroli Tokarski
Nome em citações bibliográficas
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de Brasília, Instituto de Ciência Política.
FA - Sala C1-20
Asa Norte
70910900 - Brasília, DF - Brasil
Telefone: (061) 33072866
URL da Homepage: http://www.ipol.unb.br


Formação acadêmica/titulação


1999 - 2003
Doutorado em História.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Imprensa e democracia no Brasil dos anos 1950 e 1960, Ano de obtenção: 2003.
Orientador: Prof Dr. Italo Arnaldo Tronca.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: imprensa; democracia; modernização; desenvolvimento; liberalismo; jornalistas.
Grande área: Ciências Humanas
1997 - 1999
Mestrado em História.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: A nação diante do suicídio de Vargas,Ano de Obtenção: 1999.
Orientador: Prof Dr. Italo Arnaldo Tronca.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: suicídio; Vargas; imprensa; nação; PCB; discurso.
Grande área: Ciências Humanas
1993 - 1996
Graduação em Comunicação Social Habilitação Em Jornalismo.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: A política do metajornalismo.
Orientador: Prof Dr. Manoel Gonçalves Correa.




Atuação Profissional



Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora adjunta, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
2018: Professora Associada 3

Vínculo institucional

2003 - 2005
Vínculo: Bolsista recém-doutor, Enquadramento Funcional: Bolsista recém-doutor, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Trabalho de docência e pesquisa, no Instituto de Ciência Política/UnB.

Atividades

03/2006 - Atual
Ensino, Ciência Política, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria e Política no Brasil II
Mídia e política
11/2005 - Atual
Direção e administração, Instituto de Ciência Política, .

Cargo ou função
Coordenadora de extensão.
2003 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política, .

2003 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política, .

Linhas de pesquisa
Mídia e política
9/2011 - 9/2015
Direção e administração, Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política, .

Cargo ou função
Vice-Diretora.
2/2012 - 7/2012
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria e Análise Política 1
3/2010 - 3/2012
Direção e administração, Instituto de Ciência Política, .

Cargo ou função
Coordenador de Programa.
8/2011 - 12/2011
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Teorias da Justiça
2/2011 - 7/2011
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria e Análise Política 1
03/2006 - 08/2006
Extensão universitária , Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política, .

Atividade de extensão realizada
Curso de Extensão Democracia e Eleições no Brasil.
08/2005 - 01/2006
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Mídia e política
08/2005 - 12/2005
Ensino, II Curso de Aperfeiçoamento em Mídia e Política, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Discurso e ideologia
08/2005 - 12/2005
Extensão universitária , Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política, .

Atividade de extensão realizada
Coordenação do II Curso de Aperfeiçoamento em Mídia e Política.
08/2005 - 11/2005
Ensino, Curso de Especialização em Gestão Legislativa, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Mídia e Política
08/2005 - 09/2005
Ensino, Curso de Especialização em Ciência Política, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Teoria Política Contemporânea
03/2005 - 07/2005
Extensão universitária , Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política, .

Atividade de extensão realizada
Coordenação do curso de Aperfeiçoamento em Mídia e Política.
03/2005 - 06/2005
Ensino, Curso de Aperfeiçoamento em Mídia e Política, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Discurso e ideologia
08/2003 - 12/2003
Ensino, Ciência Política, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Dissertação em Ciência Política
Introdução à Ciência Política
Pensamento Político no Brasil
Pesquisa em comportamento político
Sociologia e Política
Teoria e Política no Brasil 2

Universidade Metodista de Piracicaba, UNIMEP, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Professor horista, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 8

Atividades

02/2003 - 07/2003
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História do Brasil (para o curso de Comunicação Social)
História dos Processos do Trabalho
História dos Estados Unidos

Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2001
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Estágio Docente, Carga horária: 4
Outras informações
Programa de Estágio Docente. Modalidade: docência plena. Disciplina: História das idéias políticas e sociais (HH-382) Curso: História (Instituto de Filosofia e Ciências Humanas/Unicamp).

Vínculo institucional

2000 - 2000
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Estágio Docente, Carga horária: 4
Outras informações
Programa de Estágio Docente - Modalidade: docência plena. Disciplina: História do Brasil Curso: Ciências Sociais (Instituto de Filosofia e Ciências Humanas) / Unicamp.

Atividades

3/2001 - 7/2001
Estágios , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de História.

Estágio realizado
Professora da disciplina História das Idéias Políticas e Sociais (HH/382), disciplina regular do curso de História - IFCH - Unicamp - PED (Programa de Estágio Docente), modalidade docência plena.
8/2000 - 12/2000
Estágios , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de História.

Estágio realizado
professora na disciplina História política, econômica e social do Brasil (HH487/A), discipkina regular da graduação em Ciências Sociais - IFCH - Unicamp - PED (Programa de Estágio Docente), modalidade docência plena..


Linhas de pesquisa


1.
Gênero, política e democracia
2.
Mídia e política


Projetos de pesquisa


2018 - Atual
Cuidado, neoliberalismo e crítica da democracia
Descrição: O projeto mapeia a literatura teórica contemporânea sobre os padrões atuais do neoliberalismo e seus efeitos, para pensar o modo como incide sobre relações de solidariedade e apoio recíproco que as teorias feministas têm abarcado sob a rubrica do cuidado. Atenta, também, especificamente a essa literatura e ao modo como conceitua as noções de dependência, autonomia e responsabilidade, configurando novos ângulos para as análises das democracias. Propõe três objetivos: (1) mapear e analisar criticamente o debate teórico sobre neoliberalismo, (2) conectar o debate sobre os padrões atuais do neoliberalismo ao debate sobre cuidado, feito a partir de estudos teóricos e empíricos, e (3) situar as conexões entre neoliberalismo e cuidado no contexto brasileiro. A hipótese principal é que os padrões atuais do neoliberalismo dificultam soluções coletivas para o cuidado e a interdependência, além de promoverem a valorização de soluções privadas. É acompanhada de uma hipótese secundária, a de que o ?familismo? é um elemento fundamental, e não incidental, da privatização neoliberal em seus padrões atuais. Caracterizo como ?familismo? a defesa de formas convencionais de organização familiar e a responsabilização prioritária da família (e, nela, das mulheres) pelo cuidado, dialogando com autoras como Joan Tronto, Johanna Brenner, Melinda Cooper, Maria das Dores Campos Machado, Nancy Folbre, Nancy Fraser, Rita Segato e Wendy Brown. O debate sobre cuidado, da forma como se organizou a partir dos anos 1970, procurava tornar visíveis as experiências cotidianas das mulheres e as relações de que tomavam parte, argumentando que constituíam visões de mundo e mesmo uma ética distinta, com forte potencial político. De lá para cá, muitas críticas foram feitas às visões essencialistas sobre as mulheres e mesmo sobre as relações de cuidado possíveis em diferentes contextos sociais. Uma literatura renovada tem se estabelecido a partir dessa crítica, atenta ao fato de que o trabalho cotidiano de cuidado e as formas de dependência contornáveis e incontornáveis são questões fundamentais não apenas para o bem-estar das pessoas, mas também para a democracia. Embora a responsabilidade pelo cuidado seja atribuída prioritariamente às mulheres, o que alimenta os circuitos da vulnerabilidade de mulheres e crianças e das desigualdades de gênero, o problema que se coloca aqui não é específico. Trata-se da alocação de tarefas e de recursos em uma sociedade, ainda que em sua forma atual ela tenha consequências distintas para mulheres homens e, entre as primeiras, torne especialmente precária a vida das mulheres negras e das mais pobres. A ?crise do cuidado? (Nancy Fraser), o fortalecimento do homo oeconomicus e a derrocada do homo politicus (Wendy Brown), as alternativas coletivas distintas representadas no homo oeconomicus e no homines curans (Joan Tronto) e a oposição entre o ?mundo das coisas? e o ?mundo dos vínculos? (Rita Segato) são noções mobilizadas em análises críticas das democracias atuais. O projeto propõe um engajamento nesse debate, ainda pouco estabelecido no Brasil, que permitirá avançar numa análise teórica informada pelo contexto brasileiro e latino-americano. Com isso, será possível ampliar a reflexão no campo acadêmico nacional e contribuir, a partir do contexto brasileiro e latino-americano, para o debate internacional..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (2) .
Integrantes: Flávia Millena Biroli Tokarski - Coordenador.Financiador(es): CNPq - Bolsa.
2017 - Atual
Democracia, direitos e a ofensiva contra a "ideologia de gênero"
Descrição: O projeto analisará a ofensiva transnacional e nacional contra a igualdade de gênero, que vem sendo mobilizada por meio de ações políticas para combater a chamada ?ideologia de gênero?. Nas décadas recentes, houve mudanças significativas nos padrões das relações de gênero no Brasil e no mundo, com transformações na posição relativa das mulheres, na vivência da sexualidade e da conjugalidade e, ainda, com a problematização (e em alguns países a criminalização) do sexismo, da violência específica contra as mulheres e da homofobia. No Brasil, mas também em outros países latino-americanos, essas transformações incidiram sobre o Estado, na forma de legislação e de políticas públicas atentas às desigualdades de gênero e interseccionais (isto é, aquelas que conjugam gênero, raça, classe, sexualidade, geração). Atores conservadores têm reagido a essas mudanças. A crítica profunda das relações de poder que foi produzida nas últimas décadas pelas teorias e pelo ativismo feminista, em suas diversas vertentes, vem sendo colocada em xeque sob o rótulo de ?ideologia de gênero?, efetivando no nosso continente uma articulação que é mais ampla e vem tomando forma desde os anos 1990 a partir do norte global. É dessa maneira que emerge uma representação dos movimentos feministas e LGBT como promotores de uma agenda que seria contrária à família e ao que tem sido caracterizado pelos atores conservadores como a natureza do feminino e do masculino. O debate e as lutas por igualdade de gênero são, assim, alvos dessa investida. Ela tem se apresentado na contestação da ?perspectiva de gênero? das políticas públicas e do debate nas escolas sobre desigualdades de gênero, raciais e étnicas e sobre sexualidade. Tem se manifestado, ainda, nas controvérsias sobre o aborto e a união homoafetiva. Ações como as que promoveram a retirada do debate sobre gênero de planos de educação em níveis nacional, estadual e municipal no Brasil têm sido possíveis por meio de alianças entre setores católicos e pentecostais no âmbito legislativo, mas não se restringem a atores cuja identidade política está vinculada aos setores religiosos. Reunindo pesquisadoras debruçadas sobre as relações de gênero, as disputas no campo político relativas aos direitos das mulheres e LGBT e a atuação política de grupos religiosos católicos e pentecostais, o projeto tem como objetivo caracterizar a ofensiva contra a ?ideologia de gênero?, analisando os padrões que vem assumindo ao menos desde 2015 no Brasil, na Argentina, no Chile, na Colômbia e no Peru. A pesquisa permitirá descrever os principais atores, estratégias, instrumentos de ação, e objetivos dessa ofensiva. Produzirá um banco de dados com as proposições legislativas sobre o tema nesses países. Sistematizará, ainda, informações sobre as reações de movimentos feministas e LGBT a essa ofensiva em cada um dos cinco países. Também permitirá a criação de redes de pesquisa envolvendo pesquisadoras/es de universidades dos cinco países incluídos na pesquisa e o fortalecimento das pesquisas sobre religião e política na Universidade de Brasília..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Flávia Millena Biroli Tokarski - Coordenador / Maria das Dores Campos Machado - Integrante / Viviane Gonçalves - Integrante.Financiador(es): Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal - Auxílio financeiro.
2014 - 2017
Formação das preferências: dominação e desigualdades como obstáculos para a democracia e a justiça
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2015
Desigualdades e democracia: as perspectivas da teoria política

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Luis Felipe Miguel em 04/04/2013.
Descrição: Este projeto reúne uma equipe de pesquisadores, de diferentes instituições, que vêm se dedicando a discutir as posições, premissas e argumentos que organizam a análise da democracia nas principais ?correntes? das teorias demoráticas contemporâneas, aqui representadas por nove eixos: liberalismo, marxismo, elitismo, republicanismo, participacionismo, feminismo, deliberacionismo, multiculturalismo/teorias do reconhecimento e pós-estruturalismo. O objetivo principal é discutir, a partir de cada uma dessas ?correntes?, o problema do impacto das desigualdades nas democracias..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Flávia Millena Biroli Tokarski - Integrante / Luis Felipe Miguel - Coordenador / Adrian Gurza Lavalle - Integrante / Ricardo Silva - Integrante / Ricardo Fabrino Mendonça - Integrante / Cláudia Feres Faria - Integrante / Daniel de Mendonça - Integrante.Financiador(es): CNPq - Auxílio financeiro.
2012 - 2015
Direito ao aborto e sentidos da maternidade: atores e posições em disputa no Brasil contemporâneo
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - Atual
Direito ao aborto e sentidos da maternidade: atores e posições em disputa no Brasil contemporâneo
Descrição: O projeto ?Direito ao aborto e sentidos da maternidade: atores e posições em disputa no Brasil contemporâneo? tem como objetivo principal mapear e analisar as posições em disputa nos debates sobre aborto e maternidade no Brasil. A partir da análise dos discursos sobre aborto e maternidade na Câmara dos Deputados, bem como das justificativas dos projetos que tramitam sobre o tema, e do debate sobre a autorização legal para interrupção da gravidez no caso de fetos anencefálicos no Supremo Tribunal Federal, a pesquisa discute os argumentos e posições no debate sobre o aborto e a maternidade, relacionando-os a diferentes representações sobre a mulher..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Flávia Millena Biroli Tokarski - Coordenador / Luis Felipe Miguel - Integrante / Maria Aparecida Abreu - Integrante.Financiador(es): CNPq - Auxílio financeiro.
2011 - Atual
Desafios da teoria democrática numa ordem desigual: contribuições das teorias políticas feministas
Descrição: O projeto pretende contribuir para a compreensão dos obstáculos ao aprofundamento da democracia gerados pela desigualdade social, observando em particular as clivagens de classe, raça e gênero e levando em conta o aporte fornecido pela teoria política feminista. Para tanto, sistematiza reflexões e propõe caminhos para a análise de quatro conjuntos de problema: as distinções entre o público e o privado e seu impacto sobre as oportunidades de participação política dos indivíduos; as desigualdades materiais e os limites para o aprofundamento das democracias; a estrutura atual do campo político e os constrangimentos à participação e à ocupação de posições centrais por integrantes de grupos subalternos; os limites para a autonomia dos indivíduos e a formação social das preferências nas sociedades liberais contemporâneas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - Atual
Justiça, democracia e desigualdades: entrelaçamentos teóricos, implicações práticas
Descrição: O ponto de partida para este projeto de pesquisa é a constatação de que as duas subáreas mais dinâmicas da teoria política contemporânea ? a teoria da democracia e a teoria da justiça ? pouco dialogam entre si. Grosso modo, a divisão que se estabelece reserva às teorias da democracia a análise da formação e expressão da vontade popular e às teorias da justiça a análise da proteção dos direitos que antecedem ? e, em certo sentido, tornam possível ? essa vontade. No entanto, a relação entre uma e outros é, há séculos, um problema central do pensamento político. A pesquisa se propõe, assim, a mapear as discussões nos dois campos, articulando-as por meio da análise de dois conjuntos de problemas considerados fundamentais para as questões da justiça e da democracia, aqui pensados justamente em suas conexões: os problemas relativos à representação e os problemas relativos à autonomia dos indivíduos, consideradas as sociedades liberais contemporâneas, com suas assimetrias, e as abordagens teóricas em confronto nas análises dos dois eixos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Flávia Millena Biroli Tokarski - Coordenador / Luis Felipe Miguel - Integrante.Financiador(es): CNPq - Auxílio financeiro.
2010 - Atual
Mídia, gênero e preferências políticas
Descrição: A pesquisa tem como objetivo principal a análise do debate político nas eleições de 2010, a partir de discursos produzidos em diferentes espaços. Para tanto, será realizado o acompanhamento da propaganda política na televisão, do noticiário do telejornal de maior audiência, o Jornal Nacional da Rede Globo, e das preferências de frações do eleitorado no Distrito Federal, durante a campanha eleitoral de 2010. A proposta se insere em um conjunto hoje amplo de pesquisas realizadas a partir da redemocratização, que vêm discutindo a relação entre a mídia, as campanhas eleitorais e a formação das preferências e percepções políticas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Flávia Millena Biroli Tokarski - Integrante / Luis Felipe Miguel - Coordenador / Daniella Rocha - Integrante.Financiador(es): CNPq - Auxílio financeiro.
2008 - 2012
Gênero e política na mídia brasileira
Descrição: A pesquisa tem como objetivo principal uma análise detida da presença das mulheres que ocuparam os cargos de ministra, senadora e deputada federal nas revistas semanais brasileiras desde a década de 1980. A partir da constatação da sub-representação das mulheres no noticiário político, permitida pelos dados produzidos por pesquisa anterior que realizou um mapeamento amplo da presença feminina na mídia brasileira, esta pesquisa pretende ultrapassar a constatação de que as mulheres são sub-representadas na política e nos noticiários brasileiros em direção a uma compreensão mais precisa dessa presença/ausência na mídia..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Flávia Millena Biroli Tokarski - Coordenador / Denise Mantovani - Integrante / Juliana Lima Maia - Integrante / Fernanda Ferreira Mota - Integrante / Jaqueline Buckstegge - Integrante / Clara Maffia - Integrante / Fáridah Matos - Integrante / Priscila Caroline Brito - Integrante / Ana Carolina Azevedo - Integrante.Financiador(es): CNPq - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 5
2006 - 2010
Determinantes de gênero, visibilidade midiática e carreira política no Brasil
Descrição: Descrição: O projeto se estabelece na confluência entre três temas: gênero, política e mídia. Embora haja tradição consolidada de trabalho acadêmico para cada um dos pares de temas (investigações sobre gênero e política, sobre política e mídia, sobre gênero e mídia), a interseção das três temáticas ainda é um campo pouco estudado, na literatura internacional e no Brasil. Trata-se de questão importante, na medida em que a visibilidade nos meios de comunicação de massa é um fator fundamental na produção de capital político nas sociedades contemporâneas. Assim, o projeto busca entender de que forma a sobrevivência de estereótipos de gênero constrange a ação política das mulheres e a visibilidade desta ação no noticiário jornalístico, num processo que se realimenta. Isto é, o âmbito considerado "próprio" para a política feminina - questões sociais, meio-ambiente etc. - é também aquele que menos impulsiona as carreiras políticas e que possui menor visibilidade na cobertura jornalística. O que coloca as mulheres na política diante de um dilema: enfrentar os estereótipos, arcando com o ônus simbólico de assumir uma postura "desviante", ou adequar-se a ele, entendendo que seu caminho para as posições centrais do campo político será mais longo e atribulado. Ao introduzir o conceito de "campo político", no sentido de Bourdieu, o projeto permite um avanço nas discussões sobre a paridade política entre homens e mulheres, entendendo que a mera presença no parlamento não representa capacidade igual de influência na formulação de políticas e na produção das representações do mundo social..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Flávia Millena Biroli Tokarski - Integrante / Luis Felipe Miguel - Coordenador.Financiador(es): CNPq - Auxílio financeiro.
2005 - 2007
Mídia e política: representações do golpe de 1964 e da ditadura recente. Aspectos das relações entre memória e poder no Brasil atual.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Flávia Millena Biroli Tokarski - Coordenador.
2003 - 2005
Imprensa e política no Brasil contemporâneo: sentidos e limites para a democracia nas discussões acerca da eleição de Juscelino Kubitschek (1955) e do projeto de lei de imprensa apresentado pelo governo em 1956 - PROJETO RECÉM-DOUTOR CNPq
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Membro de corpo editorial


2018 - Atual
Periódico: Politics & Gender
2017 - Atual
Periódico: REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS SOCIAIS (ONLINE)
2008 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Ciência Política


Revisor de periódico


2012 - Atual
Periódico: Opinião Pública (UNICAMP. Impresso)
2013 - 2013
Periódico: Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso)
2013 - 2013
Periódico: Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso)
2013 - 2013
Periódico: Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso)
2013 - 2013
Periódico: Revista Estudos Políticos
2013 - 2013
Periódico: Revista de Sociologia e Política (UFPR. Impresso)
2013 - 2013
Periódico: Revista Ártemis
2013 - 2013
Periódico: Dados (Rio de Janeiro. Impresso)
2013 - 2013
Periódico: Explanans
2013 - 2013
Periódico: Universitas Humanistica
2013 - 2013
Periódico: Revista de Sociologia e Política (Online)
2015 - 2015
Periódico: Civitas: Revista de Ciências Sociais (Impresso)
2015 - 2015
Periódico: Cadernos Pagu (UNICAMP. Impresso)
2014 - 2014
Periódico: Dados (Rio de Janeiro. Impresso)
2014 - 2014
Periódico: Opinião Pública (UNICAMP. Impresso)
2014 - 2014
Periódico: Revista Estudos Feministas (UFSC. Impresso)
2014 - 2014
Periódico: Cadernos de Pesquisa (Fundação Carlos Chagas. Impresso)
2015 - 2015
Periódico: Revista Estudos Feministas (UFSC. Impresso)
2015 - 2015
Periódico: Dados (Rio de Janeiro. Impresso)
2016 - 2016
Periódico: Sociedade e Cultura (Impresso)
2018 - Atual
Periódico: BRAZILIAN POLITICAL SCIENCE REVIEW
2018 - Atual
Periódico: Representation
2018 - Atual
Periódico: Representation
2018 - Atual
Periódico: REVISTA ESTUDOS FEMINISTAS
2017 - Atual
Periódico: Revista de Estudios Brasiileños
2017 - Atual
Periódico: South African Journal of Education
2018 - Atual
Periódico: REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS SOCIAIS (ONLINE)


Revisor de projeto de fomento


2018 - Atual
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
2015 - 2015
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
2010 - Atual
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
2018 - Atual
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
2009 - Atual
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil República.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Teoria Política.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político/Especialidade: Atitude e Ideologias Políticas.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
BIROLI, FLÁVIA2018BIROLI, FLÁVIA. Violence against Women and Reactions to Gender Equality in Politics. Politics & Gender, v. 14, p. 1-5, 2018.

2.
BIROLI, FLÁVIA2018BIROLI, FLÁVIA. Reação conservadora, democracia e conhecimento. REVISTA DE ANTROPOLOGIA, v. 61, p. 83-94, 2018.

3.
MIGUEL, L. F.2017MIGUEL, L. F. ; BIROLI, FLÁVIA ; Mariano, Rayani . O direito ao aborto no debate legislativo brasileiro: a ofensiva conservadora na Câmara dos Deputados. OPINIÃO PÚBLICA, v. 23, p. 230-260, 2017.

4.
Mariano, Rayani2017Mariano, Rayani ; BIROLI, FLÁVIA . O debate sobre aborto na Câmara dos Deputados (1991-2014): posições e vozes das mulheres parlamentares. Cadernos Pagu (UNICAMP), v. 1, p. e175013, 2017.

5.
BIROLI, FLÁVIA2017BIROLI, FLÁVIA. TEORIAS FEMINISTAS DA POLÍTICA, EMPIRIA E NORMATIVIDADE. Lua Nova. Revista de Cultura e Política, v. 1, p. 173-210, 2017.

6.
BIROLI, F.2016BIROLI, F.. AUTONOMIA, PREFERÊNCIAS E ASSIMETRIA DE RECURSOS. Revista Brasileira de Ciências Sociais (Online), v. 31, p. 39, 2016.

7.
BIROLI, FLÁVIA2016BIROLI, FLÁVIA. Political violence against women in Brazil: expressions and definitions. Revista Direito e Práxis, v. 7, p. 557-589, 2016.

8.
BIROLI, FLÁVIA2016 BIROLI, FLÁVIA. Divisão Sexual do Trabalho e Democracia. Dados (Rio de Janeiro), v. 59, p. 719-754, 2016.

9.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2015BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. . Apresentação do dossiê Feminismo e antirracismo. Revista Brasileira de Ciência Política (Impresso), v. 16, p. 7-10, 2015.

10.
BIROLI, FLÁVIA2015BIROLI, FLÁVIA. Responsabilidades, cuidado e democracia. Revista Brasileira de Ciência Política, v. 1, p. 81-117, 2015.

11.
BIROLI, F.2015BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. . Gênero, raça, classe: opressões cruzadas e convergências na reprodução das desigualdades. Mediações - Revista de Ciências Sociais, v. 20, p. 27-55, 2015.

12.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2014BIROLI, F.; Mantovani, Denise . A parte que me cabe nesse julgamento: a Folha de S.Paulo na cobertura ao processo do 'mensalão'.. Opinião Pública (UNICAMP. Impresso), v. 20, p. 204-218, 2014.

13.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2014BIROLI, F.. Autonomia e justiça no debate sobre aborto: implicações teóricas e políticas. Revista Brasileira de Ciência Política (Impresso), v. 1, p. 37-68, 2014.

14.
Mota, Fernanda Ferreira2014BIROLI, F.; Mota, Fernanda Ferreira ; O gênero na política: a construção do 'feminino' nas eleições presidenciais de 2010. Cadernos Pagu (UNICAMP. Impresso), p. 197-231, 2014.

15.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2013BIROLI, F.. Autonomia, opressão e identidades: a ressignificação da experiência na teoria política feminista. Revista Estudos Feministas (UFSC. Impresso), v. 21, p. 81-105, 2013.

16.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2013BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. . Mídia, voto e conflito político. Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso), v. 28, p. 77-95, 2013.

17.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2013BIROLI, F.. Limites da Política e esvaziamento dos conflitos: o jornalismo como gestor de consensos. Revista Estudos Políticos, v. 1, p. 126-143, 2013.

18.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2013 BIROLI, F.. Democracia e tolerância à subordinação: livre-escolha e consentimento na teoria política feminista. Revista de Sociologia e Política (Online), v. 21, p. 131-146, 2013.

19.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2012BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. . Orgulho e preconceito: a ?objetividade? como mediadora entre o jornalismo e seu público. Opinião Pública (UNICAMP. Impresso), v. 18, p. 22-43, 2012.

20.
MIGUEL, L. F.2012MIGUEL, L. F. ; BIROLI, F. . Apresentação do dossiê Aborto. Revista Brasileira de Ciência Política (Impresso), v. 7, p. 19-24, 2012.

21.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2012BIROLI, F.. Agentes imperfeitas: contribuições do feminismo para a análise da relação entre autonomia, preferências e democracia. Revista Brasileira de Ciência Política (Impresso), v. 1, p. 7-38, 2012.

22.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2011BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. ; Mota, Fernanda Ferreira . Mídia, eleições e pesquisas de opinião no Brasil (1989-2010): um mapeamento da presença das pesquisas na cobertura eleitoral. Revista Compolitica, v. 1, p. 67-89, 2011.

23.
MIGUEL, L. F.2011MIGUEL, L. F. ; BIROLI, F. . Apresentação Dossiê Dominação e contra-poder. Revista Brasileira de Ciência Política (Impresso), v. 5, p. 13-16, 2011.

24.
MIGUEL, L. F.2011MIGUEL, L. F. ; BIROLI, F. . Meios de comunicação de massa e eleições no Brasil: da influência simples à interação complexa. Revista USP, v. 90, p. 74-83, 2011.

25.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2011BIROLI, F.. Mídia, tipificação e exercícios de poder: a reprodução dos estereótipos no jornalismo. Revista Brasileira de Ciência Política (Impresso), v. 6, p. 71-98, 2011.

26.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2011BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. . Apresentação do Dossiê Mídia, política e eleições. Revista Brasileira de Ciência Política (Impresso), v. 6, p. 13-18, 2011.

27.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2010BIROLI, F.. Gênero e política no noticiário das revistas semanais brasileiras: ausências e estereótipos. Cadernos Pagu (UNICAMP. Impresso), v. 34, p. 269-299, 2010.

28.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2010 BIROLI, F.. Gênero e família em uma sociedade justa: adesão e crítica à imparcialidade no debate contemporâneo sobre justiça. Revista de Sociologia e Política (Online), v. 18, p. 51-65, 2010.

29.
MIGUEL, L. F.2010MIGUEL, L. F. ; BIROLI, F. . Práticas de gênero e carreiras políticas: vertentes explicativas. Revista Estudos Feministas (UFSC. Impresso), v. 18, p. 653-679, 2010.

30.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2010BIROLI, F.; Mantovani, Denise . Disputas, ajustes e acomodações na produção da agenda eleitoral: a cobertura jornalística ao programa Bolsa Família e as eleições de 2006. Opinião Pública (UNICAMP. Impresso), v. 16, p. 90-116, 2010.

31.
MIGUEL, L. F.2010MIGUEL, L. F. ; BIROLI, F. . A produção da imparcialidade: a construção do discurso universal a partir da perspectiva jornalística. Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso), v. 73, p. 59-76, 2010.

32.
MIGUEL, L. F.2010MIGUEL, L. F. ; BIROLI, F. . Visibilidade na mídia e campo político no Brasil. Dados (Rio de Janeiro. Impresso), v. 53, p. 695-735, 2010.

33.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2010BIROLI, F.. Mulheres e política nas notícias: estereótipos de gênero e competência política. Revista Crítica de Ciências Sociais, v. 90, p. 45-69, 2010.

34.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2010BIROLI, F.; Mello, Janine . Gênero e representação política: hipóteses sobre a atuação de deputadas e deputados federais na 52a Legislatura. Revista Ártemis, v. 11, p. 1-20, 2010.

35.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2009BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. . Apresentação. Revista Brasileira de Ciência Política (Impresso), v. 1, p. 9-13, 2009.

36.
MIGUEL, L. F.2009MIGUEL, L. F. ; BIROLI, F. . Mídia e representação política feminina. Opinião Pública (UNICAMP. Impresso), v. 15, p. 55-81, 2009.

37.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2009BIROLI, F.. Representações do golpe de 1964 e da ditadura na mídia: sentidos e silenciamentos na atribuição de papeis à imprensa, 1984-2004. Varia História (UFMG. Impresso), v. 25, p. 269-291, 2009.

38.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2009BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. . Apresentação. Revista Brasileira de Ciência Política (Impresso), v. 2, p. 13-21, 2009.

39.
MIGUEL, L. F.2008MIGUEL, L. F. ; BIROLI, F. . Gênero e política no jornalismo brasileiro. Revista FAMECOS, v. 36, p. 24-39, 2008.

40.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2007BIROLI, F.. Técnicas de poder, disciplinas do olhar: aspectos da construção do "jornalismo moderno" no Brasil. História (São Paulo), v. 26, p. 6, 2007.

41.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2004BIROLI, F.. Jornalismo, democracia e golpe. Revista de Sociologia e Política, Curitiba-PR-Brasil, v. 22, p. 87-99, 2004.

42.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2004BIROLI, F.. Liberdade de imprensa: margens e definições para a democracia durante o governo de Juscelino Kubitschek (1956-60). Revista Brasileira de História (Impresso), Anpuh, USP, São Paulo-SP, v. 24, n.n.47, p. 213-240, 2004.

43.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2002BIROLI, F.. A literatura e as ?baixas vozes?: um ensaio sobre ficção, história e heterogeneidade. Historia Social (Valencia), Campinas - SP, v. 8-9, p. 143-172, 2002.

44.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2002BIROLI, F.. Sobre jornais e jornalistas no Brasil dos anos 50. Jornalismo - Revista de estudos do curso de jornalismo da PUC - Campinas, Campinas - SP, v. n.5, p. 39-52, 2002.

45.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA2001BIROLI, F.. A vontade de opinar nos fóruns de discussão via Internet: um olhar histórico para questões formuladas em pesquisa transdisciplinar. Estudos Lingüísticos (São Paulo), Assis - SP, v. 30, 2001.

46.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA1999BIROLI, F.. O fórum via internet como fonte histórica. Alfa (ILCSE/UNESP), São Paulo - SP, v. 43, p. 29-44, 1999.

47.
BIROLI, F.;BIROLI, FLÁVIA1997BIROLI, F.. Memória: tempos, sujeitos, projetos. Cadernos da F.F.C. (UNESP), Marília - SP, v. 6, p. 13-21, 1997.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
BIROLI, FLÁVIA. Gênero e desigualdades: limites da democracia no Brasil. 1. ed. São Paulo: Boitempo Editorial, 2018. v. 1. 227p .

2.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. . Notícias em disputa: mídia, democracia e formação de preferências no Brasil. 1. ed. São Paulo: Editora Contexto, 2017. v. 1. 220p .

3.
MIGUEL, L. F. (Org.) ; BIROLI, F. (Org.) . Encruzilhadas da democracia. 1. ed. Porto Alegre: Zouk, 2017. v. 1. 214p .

4.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. (Org.) . Aborto e democracia. 1. ed. São Paulo: Alameda, 2016. v. 1. 242p .

5.
MIGUEL, L. F. ; BIROLI, F. . Feminismo e política. 1. ed. São Paulo: Boitempo, 2014. v. 1. 166p .

6.
BIROLI, F.. Família: novos conceitos. 1. ed. São Paulo: Editora da Fundação Perseu Abramo, 2014. v. 1. 83p .

7.
MIGUEL, L. F. (Org.) ; BIROLI, F. (Org.) . Teoria política feminista: textos centrais. 11. ed. Vinhedo e Niterói: Horizonte e Editora da Universidade Federal Fluminense, 2013. v. 1. 376p .

8.
BIROLI, F.. Autonomia e desigualdades de gênero: contribuições do feminismo para a crítica democrática. 1. ed. Niterói e Vinhedo: Editora da UFF e Editora Horizonte, 2013. v. 1. 208p .

9.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. (Org.) . Teoria política e feminismo: abordagens brasileiras. 1. ed. Vinhedo, SP: Editora Horizonte, 2012. v. 1. 290p .

10.
MIGUEL, L. F. ; BIROLI, F. . Caleidoscópio convexo: mulheres, política e mídia. 1. ed. São Paulo: Editora Unesp, 2011. v. 1. 230p .

11.
MIGUEL, L. F. (Org.) ; BIROLI, F. (Org.) . Mídia, representação e democracia. 1. ed. São Paulo: Hucitec, 2010. v. 1. 301p .

Capítulos de livros publicados
1.
BIROLI, FLÁVIA. Uma mulher foi deposta: sexismo, misoginia e violência política. In: Linda Rubim; Fernanda Argolo. (Org.). O golpe na perspectiva de gênero. 1ed.Salvador: EDUFBA, 2018, v. 1, p. 75-84.

2.
MATOS, M. ; BIROLI, FLÁVIA . Democracia, Estado e patriarcado: disputas em torno dos direitos e das políticas de gênero. In: Cristina Buarque de Hollanda; Luciana Fernandes Veiga; Oswaldo E. do Amaral. (Org.). A Constituição de 88 trinta anos depois. 1ed.Curitiba: EdUFPR e Konrad Adenauer Sitftung, 2018, v. 1, p. 329-358.

3.
BIROLI, F.. Mulheres na política, as conferências e o ciclo democrático. In: Marlise Matos; Sonia E. Alvarez. (Org.). Expressões Feministas nas Conferências Nacionais de Políticas para Mulheres. 1ed.Porto Alegre: Zouk, 2018, v. 2, p. 297-310.

4.
BIROLI, FLÁVIA. O fim da Nova República e o casamento infeliz entre neoliberalismo e conservadorismo moral. In: Winnie Bueno; Joanna Burigo; Rosana Pinheiro Machado; Esther Solano. (Org.). Tem saída? Ensaios críticos sobre o Brasil. 1ed.Porto Alegre, RS: Zouk, 2017, v. 1, p. 17-26.

5.
BIROLI, FLÁVIA. Aborto no Congresso nacional: padrões atuais das disputas. In: Regina Soares Jurkewicz. (Org.). Entre dogmas e direitos: religião e sexualidade. 1ed.Jundiaí: Maxprint/Católicas pelo Direito de Decidir, 2017, v. 1, p. 105-136.

6.
BIROLI, FLÁVIA. Sobre lutas, avanços e reações. In: Luis Felipe MIguel; Flávia Biroli. (Org.). Encruzilhadas da democracia. 1ed.Porto Alegre: Zouk, 2017, v. 1, p. 89-116.

7.
BIROLI, F.. Aborto, justiça e autonomia. In: Flávia Biroli; Luis Felipe Miguel. (Org.). Aborto e democracia. 1ed.São Paulo: Alameda, 2016, v. 1, p. 17-46.

8.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. . Introdução: aborto, democracia e laicidade. In: Flávia Biroli e Luis Felipe Miguel. (Org.). Aborto e democracia. 1ed.São Paulo: Alameda, 2016, v. 1, p. 9-16.

9.
MIGUEL, L. F. ; BIROLI, F. ; Mariano, Rayani . O debate sobre aborto na Câmara dos Deputados. In: Flávia Biroli; Luis Felipe Miguel. (Org.). Aborto e democracia. 1ed.São Paulo: Alameda, 2016, v. 1, p. 127-154.

10.
BIROLI, F.. Redefinições do público e do privado no debate feminista: identidades, desigualdades e democracia. In: Luis Felipe Miguel. (Org.). Desigualdades e democracia: as perspectivas da teoria política. 1ed.São Paulo: Editora da Unesp, 2016, v. 1, p. 223-258.

11.
BIROLI, F.. Democracia, diversidade e desigualdades no multiculturalismo. In: Luis Felipe Miguel. (Org.). Desigualdades e democracia: as perspectivas da teoria política. 1ed.São Paulo: Editora da Unesp, 2016, v. 1, p. 259-288.

12.
MIGUEL, L. F. ; BIROLI, F. ; SALGADO, S. . Meios de Comunicação e Política: evolução histórica e comparações entre Brasil e Portugal. In: Helder Priór; Liziane Guazina; Bruno Araújo. (Org.). Diálogos Lusófonos em Comunicação e Política. 1ed.Covilhã: Universidade da Beira Interior, 2016, v. 1, p. 1-714.

13.
MIGUEL, L. F. ; BIROLI, F. . Teoria política feminista, hoje. In: Luis Felipe Miguel; Flávia Biroli. (Org.). Teoria política feminista: textos centrais. 1ed.Vinhedo e Niterói: Horizonte e Editora da Universidade Federal Fluminense, 2013, v. 1, p. 7-54.

14.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. ; Mota, Fernanda Ferreira . Opinion polls and the media in Brasil. In: Christina Holtz-Bacha; Jesper Strömbäck. (Org.). Opinion polls and the media: reflecting and shaping public opinion. 1ed.Londres: Palgrave Macmillan, 2012, v. 1, p. 135-154.

15.
MIGUEL, L. F. ; BIROLI, F. . O feminismo e a refundação da política. In: Flávia Biroli; Luis Felipe Miguel. (Org.). Teoria política e feminismo: abordagens brasileiras. 1ed.Vinhedo, SP: Editora Horizonte, 2012, v. 1, p. 7-15.

16.
BIROLI, F.. Gênero e família em uma sociedade justa. In: Flávia Biroli e Luis Felipe Miguel. (Org.). Teoria política e feminismo: abordagens brasileiras. 1ed.Vinhedo, SP: Editora Horizonte, 2012, v. 1, p. 211-241.

17.
BIROLI, F.. Mulheres e política na mídia brasileira: estereótipos de gênero e marginalidade do "feminino" na política. In: Denise Paiva. (Org.). Mulheres, poder e política. 1ed.Goiânia: Cânone Editorial, 2011, v. 1, p. 124-154.

18.
BIROLI, F.. Mulheres, mídia e democracia. In: Maria Aparecida Abreu. (Org.). Redistribuição, reconhecimento e representação: diálogos sobre igualdade de gênero. 1ed.Brasília: Ipea (Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada), 2011, v. 1, p. 148-180.

19.
MIGUEL, L. F. ; BIROLI, F. . Comunicação e política: um campo de estudos e seus desdobramentos no Brasil. In: Luis Felipe Miguel; Flávia Biroli. (Org.). Mídia, representação e democracia. São Paulo: Hucitec, 2010, v. 1, p. 7-24.

20.
BIROLI, F.. Técnicas de poder, disciplinas do olhar: aspectos da construção do 'jornalismo moderno' no Brasil. In: Luis Felipe Miguel; Flávia Biroli. (Org.). Mídia, representação e democracia. São Paulo: Hucitec, 2010, v. , p. 195-222.

21.
BIROLI, F.. O papel da imprensa por ela mesma: golpe, ditadura e transição em jornais e revistas brasileiros. In: Beatriz Kushnir. (Org.). Maços na gaveta: reflexões sobre mídia. Niterói, RJ: EDUFF - Editora da Universidade Federal Fluminense, 2009, v. , p. 177-198.

22.
BIROLI, F.. Dizer (n)o tempo: observações sobre história, historicidade e discurso. In: Inês Signorini. (Org.). [Re]discutir texto, gênero e discurso. 1ed.São Paulo: Parábola Editorial, 2008, v. 2, p. 157-184.

23.
BIROLI, F.. História, discurso e poder em Michel Foucault. In: RAGO, Margareth; VEIGA NETO, Alfredo. (Org.). Figuras de Foucault. São Paulo, SP: Autêntica Editora, 2006, v. , p. 119-127.

24.
BIROLI, F.. Política da ausência: diagnósticos da incompetência da (e para a) democracia no debate político no Brasil, anos 1955-60. In: Márcia Naxara; Izabel Marson. (Org.). Sobre a humilhação: sentimentos, gestos, palavras. Uberlândia - MG: Edufu, 2005, v. , p. 285-302.

25.
BIROLI, F.. O fato na mídia e a mídia como fato. In: Denilda Moura. (Org.). Os múltiplos usos da língua. Maceió: Edufal, 1999, v. , p. 233-239.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
BIROLI, FLÁVIA; Lóssio, Luciana ; Gasman, Nadine . Por um país 50-50. Folha de S. Paulo, p. 3 - 3, 16 jan. 2018.

2.
BIROLI, FLÁVIA. De onde surgiram essas mulheres?. Le Monde Diplomatique, p. 8 - 9, 08 jan. 2018.

3.
BIROLI, F.. Vence o preconceito no debate sobre o aborto. Correio Braziliense, Brasília, DF, p. 17 - 17, 20 out. 2010.

4.
BIROLI, F.. Racismo dissimulado. Correio Braziliense, Brasília-DF, p. C-4 - C-4, 09 fev. 2008.

5.
BIROLI, F.. A força de Dilma Rousseff. Revista da Semana - Editora Abril, São Paulo, SP, p. 13 - 13, 31 dez. 2007.

6.
BIROLI, F.. Estereótipos permanentes - Resenha do livro Raizes do Brasil, de Sérgio Buarque de Holanda. Correio Braziliense, Brasília - DF, p. 3 - 5, 21 out. 2006.

7.
BIROLI, F.. Resenha do livro "Política Urbana no Brasil: a ascensão do populismo (1925-1945)", de Michael Connif. Correio Braziliense - Caderno Pensar, Brasília - DF, p. 10 - 10, 30 set. 2006.

8.
BIROLI, F.. Preconceitos e desigualdades. Correio Braziliense - Caderno Pensar, Brasília - DF, p. 4 - 5, 23 set. 2006.

9.
BIROLI, F.. Influência e impunidade. Correio Braziliense, Brasília - DF, p. 6 - 6, 11 ago. 2006.

10.
BIROLI, F.. Cotas: afinal, do que é que se está falando?. Correio Braziliense, Brasília - DF, 17 jun. 2006.

11.
BIROLI, F.. Getúlio. Correio Braziliense, Brasília - DF, p. 6 - 7, 03 jun. 2006.

12.
BIROLI, F.. Resenha do livro Sistema Político Brasileiro: uma introdução. Correio Braziliense - Caderno Pensar, Brasília - DF, p. 10 - 10, 26 fev. 2005.

13.
BIROLI, F.. Resenha do livro Paulística etc., de Paulo Prado: "Modernidade Aristocrática". Correio Braziliense - Caderno Pensar, Brasília - DF, p. 4 - 5, 15 jan. 2005.

14.
BIROLI, F.. O Brasil de Vargas: 50 anos depois - Caderno especial. Correio Braziliense, Brasília-DF, p. 01 - 08, 20 ago. 2004.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
Mota, Fernanda Ferreira ; BIROLI, F. . Mídia, gênero e eleições. In: 23o Encontro Nacional da Compós, 2014, Belém. Anais do 23o Encontro Nacional da Compós, 2014.

2.
BIROLI, F.. Abortion, gender, and politics in Brazil. In: 23rd Congress of the Internacional Political Science Association, 2014, Montreal. 23rd International Political Science Association, 2014.

3.
BIROLI, F.. Autonomia, preferências e assimetria de recursos. In: 38o Encontro Anual da Anpocs, 2014, Caxambu. Anais do 38o Encontro Anual da Anpocs, 2014.

4.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. ; DUAILIBE, K. . O lugar do pobre no jornalismo brasileiro. In: V Congresso da Compolítica, 2013, Curitiba. Anais do V Congresso da Compolítica. Curitiba: Compolítica / UFPR, 2013.

5.
BIROLI, F.; Mantovani, Denise . A parte que me cabe nesse julgamento: a Folha de S. Paulo na cobertura ao processo do 'mensalão'. In: 22o Encontro da Compós, 2013, Salvador, BA. Anais do 22o Encontro da Compós, 2013.

6.
BIROLI, F.. Autonomia, responsabilidade e desigualdades no debate contemporâneo sobre justiça. In: 8º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP), 2012, Gramado. 8º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP), 2012.

7.
BIROLI, F.. O jornalismo como gestor de consensos: limites do conflito na política e na mídia. In: XXI Encontro da Compós, 2012, Juiz de Fora. XXI Encontro da Compós, 2012.

8.
BIROLI, F.. Autonomy and oppression in contemporary political theory: feminist approaches. In: 22º World Congress - International Political Science Association (IPSA), 2012, Madri. 22º World Congress - International Political Science Association (IPSA), 2012.

9.
BIROLI, F.. É assim, que assim seja: mídia, estereótipos e exercício de poder. In: IV Encontro da Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política (Compolítica), 2011, Rio de Janeiro. Anais do IV Congresso da Compolítica, 2011.

10.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. ; Mota, Fernanda Ferreira . Midia, eleições e pesquisas de opinião no Brasil. In: IV Congresso Latino Americano de Opinião Pública da WAPOR, 2011, Belo Horizonte. Anais do IV Congresso Latino Americano de Opinião Públlica da Wapor. Belo Horizonte: Wapor / UFMG, 2011.

11.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. . Razão e sentimento: a comunicação política e a decisão do voto. In: 20o Encontro da Associação Nacional de Programas de Pós-Graduação em Comunicação (Compós), 2011, Porto Alegre. Anais do Encontro Anual da Compós, 2011. v. I.

12.
MIGUEL, L. F. ; BIROLI, F. . O caleidoscópio convexo: visibilidade, meios de comunicação e campo político no Brasil. In: XIX Encontro Anual da Compós, 2010, Rio de Janeiro. Anais do XIX Encontro Anual da Compós. Rio de Janeiro: Compós / PUC-RJ, 2010.

13.
BIROLI, F.. Justiça, imparcialidade e diferença: as relações entre público e privado em Rawls, Young e Okin. In: V Congresso Latino-americano de Ciência Política (ALACIP), 2010, Buenos Aires, Argentina. Anais do V Congresso Latino-americano de Ciência Política (ALACIP). Buenos Aires, Argentina: Alacip, UADE, UCA, SAAP, 2010.

14.
BIROLI, F.. Justiça, imparcialidade e diferença: as relações entre público e privado em Rawls, Young e Okin. In: 7 Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP), 2010, Recife, PE. 7 Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP), 2010.

15.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. . Orgulho e preconceito: a 'objetividade' como mediadora entre o jornalismo e seu público. In: 34o Encontro Anual da Anpocs, 2010, Caxambu, MG. Anais do 34o Encontro Anual da Anpocs. São Paulo, SP: Anpocs, 2010.

16.
BIROLI, F.; Mantovani, Denise . Disputas, ajustes e acomodações na produção da agenda eleitoral: a cobertura jornalística ao Programa Bolsa Família e as eleições de 2006. In: 33o Encontro Nacional da Anpocs, 2009, Caxambu - MG. Anais do 33o Encontro Nacional da Anpocs, 2009.

17.
MIGUEL, L. F. ; BIROLI, F. . A produção da imparcialidade: a construção do discurso universal a partir da perspectiva jornalística. In: XVIII Encontro Anual da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação (COMPÓS), 2009, Belo Horizonte. Anais do XVIII Encontro Anual da Associação Nacional dos Programas de Pós-Graduação em Comunicação (COMPÓS), 2009.

18.
BIROLI, F.. Perspectivas sociais, corpo e diferença: apontamentos para a análise das relações entre mídia, gênero e pluralidade social. In: III Congresso da Compolítica (Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política), 2009, São Paulo. Anais do III Congresso da Compolítica, 2009.

19.
MIGUEL, L. F. ; BIROLI, F. . Gênero e política no jornalismo brasileiro. In: Compós - 17 encontro anual da associação dos programas de pós-graduação em comunicação, 2008, São Paulo- SP. Anais - Compós 17 encontro anual, 2008.

20.
BIROLI, F.; Mello, Janine . Gênero e representação política: limites e apostas na atuação das deputadas federais na 52a Legislatura (2003-2006). In: II Seminário Internacional: Enfoques Feministas e o Século XXI, VI Encontro Nacional da Rede Brasileira de Estudos e Pesquisas Feministas, II Encontro Internacional Política e Feminismo, 2008, Belo Horizonte - MG. Enfoques Feministas e os Desafios Contemporâneos, 2008.

21.
BIROLI, F.. Gênero, política e estereótipos no noticiário das revistas semanais brasileiras. In: Seminário Internacional Fazendo Gênero, 2008, Florianópolis, SC. Seminário Internacional Fazendo Gênero: Corpo, violência e poder, 2008.

22.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. . Gênero e política na mídia brasileira. In: II Congresso da Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política, 2007, Belo Horizonte. Anais do II Congresso da Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política, 2007.

23.
BIROLI, F.; COUTINHO, J. . Gênero, representação e visibilidade midiática: uma análise da presença de senadores e senadoras na mídia, nos anos de 2003-2005. In: Seminário Internacional Fazendo Gênero 7, 2006, Florianópolis. Seminário Internacional Fazendo Gênero 7: Anais. Florianópolis-SC: UFSC-UDESC, 2006.

24.
BIROLI, F.. O golpe de 1964 e a ditadura na mídia, da transição aos dias atuais: sentidos e silenciamentos. In: 3 Congresso Latino-americano de Ciência Política, 2006, Campinas. 3 Congresso Latino-Americano de Ciência Política: democracia e desigualdades. Campinas-SP: Alacip / Unicamp, 2006.

25.
BIROLI, F.. João Goulart e o golpe de 1964 na imprensa, da transição aos dias atuais: uma análise das relações entre mídia, política e memória. In: I Congresso de pesquisadores de Comunicação e Política, 2006, Salvador. Anais do I Congresso de pesquisadores de Comunicação e Política, 2006.

26.
BIROLI, F.. A comunicação via Internet como material de pesquisa: diálogo transdisciplinar. In: XLVIII Seminário do Grupo de Estudos Lingüísticos do Estado de São Paulo - GEL, 2000, Assis - SP. Publicações do XLVIII Seminário de Estudos Lingüísticos do Estado de São paulo - GEL. Assis: Unesp, 2000.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
BIROLI, F.. Política da ausência: diagnósticos da incompetência da (e para a) democracia no debate político no Brasil, anos 1955-60. In: Colóquio Internacional: Sobre a humilhação - sentimentos, gestos e palavras, 2004, Campinas - SP. Colóquio Internacional: Sobre a humilhação - sentimentos, gestos e palavras. Campinas - SP: Gráfica do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH) - Unicamp, 2004.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MIGUEL, L. F. ; BIROLI, F. . A produção da imparcialidade: a construção do discurso universal a partir da perspectiva jornalística. In: 18 Encontro Anual da Compós, 2009, Belo Horizonte. 18 Encontro Anual da Compós: Resumos, 2009. p. 31-32.

2.
BIROLI, F.. Perspectivas sociais, corpo e diferença: apontamentos para a análise das relações entre mídia, gênero e pluralidade social. In: III Congresso da Compolítica (Associação dos Pesquisadores em Comunicação e Política), 2009. III Congresso da Compolítica - Programação e resumos. p. 9-9.

3.
BIROLI, F.; Mello, Janine . Gênero e representação política: limites e apostas na atuaçaõ das deputadas federais na 52a Legislatura. In: II Seminário Internacional Enfoques Feministas e o século XXI, VI Encontro Nacional da Redefem, II Encontro Internacional Política e Feminismo, 2008, Belo Horizonte - MG. Enfoques Feministas e os desafios contemporâneos, 2008. p. 109-109.

4.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. . Gênero e política na mídia brasileira. In: II Congresso da Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política, 2007, Belo Horizonte - MG. Caderno de resumos, 2007. p. 33-33.

5.
BIROLI, F.. Crise e democracia na imprensa: o Correio da Manhã e o governo Kubitschek. In: XVI Encontro Regional de História da Anpuh-SP (Associação Nacional de História (Núcleo Regional de São Paulo): Poderes e Representações, 2002, Franca - SP. Livro de resumos do XVI Encontro Regional de História da Anpuh-SP: Poderes e Representações. Franca-SP: Unesp, 2002. p. 92-93.

6.
BIROLI, F.. Repetição e esquecimento: uma análise da relação entre história e sentido em A Ordem do Discurso de Michel Foucault. In: XXI Simpósio Nacional da Anpuh., 2001, Niterói - RJ. XXI Simpósio Nacional da Anpuh - Livros de Resumos. Niterói - RJ: Anpuh - Universidade Federal Fluminense, 2001. p. 302-303.

7.
BIROLI, F.. O fato na mídia: tempo e linguagem no trabalho historiográfico. In: XX Simpósio Nacional de História, 1999, Florianópolis - SC. XX Simpósio Nacional de História - Livro de resumos - História:Fronteiras. Florianópolis - SC: Anpuh-UFSC, 1999. p. 244-245.

8.
BIROLI, F.. A comunicação via Internet e a construção dos dados para uma abordagem transdisciplinar: história, subjetividade e discurso. In: III Encontro Franco-Brasileiro de Análise do Discurso, 1999, Rio de Janeiro - RJ. III Encontro Franco-Brasileiro de Análise do Discurso - Livro de Resumos. Rio de Janeiro - RJ: UFRJ/UFF/Círculo Interdisciplinar de Análise do Discurso (CIAD), 1999. p. 41-42.

Artigos aceitos para publicação
1.
Mariano, Rayani ; BIROLI, F. . O debate sobre aborto na Câmara dos Deputados (1991-2014): posições e vozes das mulheres parlamentares. Cadernos Pagu (UNICAMP), 2017.

2.
BIROLI, F.. Teorias feministas da política, empiria e normatividade. Lua Nova (Impresso), 2017.

Apresentações de Trabalho
1.
BIROLI, F.. Feminismo e política. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
BIROLI, F.. Autonomia e desigualdades na teoria política feminista: articulações entre gênero, classe e raça. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
BIROLI, F.. Teoria política feminista e a crítica às desigualdades nas democracias contemporâneas. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
BIROLI, F.. Agentes imperfeitas: contribuições do feminismo para a análise entre autonomia, preferências e democracia. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
BIROLI, F.. O jornalismo como gestor de consensos: limites do conflito na política e na mídia. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
BIROLI, F.. Mulheres, política e mídia no Brasil. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
BIROLI, F.. Autonomia e opressão na teoria política contemporânea: abordagens feministas para o problema da produção das preferências. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
BIROLI, F.. Autonomy and oppression in contemporary political theory: feminist approaches. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
BIROLI, F.. Autonomia e preferências no debate contemporâneo sobre justiça: deslocamentos produzidos pela análise da dependência. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
BIROLI, F.. Autonomia e preferências na teoria política contemporânea:. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

11.
BIROLI, F.. Elas são feitas do que é feito delas? Painel Representação e Controle dos Corpos na Mídia de Massa. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
BIROLI, F.. É assim, que assim seja: mídia, estereótipos e exercício de poder. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. ; Mota, Fernanda Ferreira . Mídia, eleições e pesquisas de opinião no Brasil (1989-2010). 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

14.
BIROLI, F.. Jornalismo político e gênero no Brasil. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

15.
BIROLI, F.. Práticas de gênero e carreiras políticas. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. . Orgulho e preconceito: a 'objetividade' como mediadora entre o jornalismo e seu público. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

17.
BIROLI, F.; Mantovani, Denise . Disputas, ajustes e acomodações na produção da agenda eleitoral: a cobertura jornalística ao Programa Bolsa Família e as eleições de 2006. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

18.
BIROLI, F.. Perspectivas sociais, corpo e diferença: apontamentos para a análise das relações entre mídia, gênero e pluralidade social. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
BIROLI, FLÁVIA. Prefácio. São Paulo, 2017. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

2.
BIROLI, F.. Gênero, o público e o privado. Florianópolis (SC): Revista Estudos Feministas, 2008. (Tradução/Artigo).

3.
BIROLI, F.; ALVAREZ, M. C. . Cadernos da FFC - Unesp Faculdade de Filosofia e Ciências Sociais. Marília - SP: Unesp Marília Publicações, 2000 (organização dossiê Michel Foucault: histórias e destinos de um pensamento).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
BIROLI, F.. Parecer ad hoc Revista Política e Sociedade. 2011.

2.
BIROLI, F.. Parecer Ad hoc revista Debates. 2011.

3.
BIROLI, F.. Parecer ad hoc Revista de Sociologia e Política. 2011.

4.
BIROLI, F.. Pareceres ad hoc CNPq. 2011.

5.
BIROLI, F.. Parecer ad hoc Cadernos IESP. 2011.

6.
BIROLI, F.. Parecer ad hoc Revista Compolítica. 2011.

7.
BIROLI, F.. Parecer ad hoc Concurso de teses e dissertações da Anpocs. 2011.

8.
BIROLI, F.. Parecer ad hoc Revista Sociologia e Política (UFPR). 2010.

9.
BIROLI, F.. Parecer ad hoc - Revista Pagu (Unicamp). 2010.

10.
BIROLI, F.. Parecer ad hoc - Revista Mediações (UEL). 2010.

11.
BIROLI, F.. Parecer ad hoc - Editora da Unesp. 2010.

12.
BIROLI, F.. Parecer ad hoc - Revista Brasileira de Ciências Sociais (Anpocs). 2010.

13.
BIROLI, F.. Parecer ad hoc - Revista Pagu (Unicamp). 2010.

14.
BIROLI, F.. Pareceres ad hoc CNPq. 2010.

15.
BIROLI, F.. Parecer ad hoc Editora da Universidade Estadual de Ponta Grossa. 2009.

16.
BIROLI, F.. Parecer ad hoc - Revista Interseções (UERJ). 2008.

17.
BIROLI, F.. Parecer ad hoc - Revista Sociedade e Estado (UnB). 2008.

18.
BIROLI, F.. Parecer ad hoc Revista Em tempo de histórias (UnB). 2008.

19.
BIROLI, F.. Comissão Científica do I Colóquio Nacional Michel Foucault. 2008.

20.
BIROLI, F.. Parecer ad hoc - Unesp Marília Faculdade de Filosofia e Ciências - Comissão Permanente de Publicações. 2006.

21.
BIROLI, F.. Parecer ad hoc - Editora da UnB. 2006.

22.
BIROLI, F.. Parceer ad hoc Revista de Sociologia e Política. 2006.

23.
BIROLI, F.. Parecer ad hoc - Revista História & Perspectivas (UFU). 2006.

24.
BIROLI, F.. Parecer ad hoc - Estudos de História (Unesp). 2004.

Redes sociais, websites e blogs
1.
BIROLI, F.. 'Blog da Boitempo', coluna com artigos. 2017; Tema: Democracia, desigualdades, feminismos, teoria política. (Blog).


Demais tipos de produção técnica
1.
BIROLI, F.. Verbete "Movimento feminista". 2010. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Dicionário histórico-biográfico brasileiro do CPdoc - Fundação Getúlio Vargas).

2.
BIROLI, F.. Verbete "Correio Braziliense". 2010. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Dicionário histórico-biográfico brasileiro do CPdoc - Fundação Getúlio Vargas).

3.
BIROLI, F.. Gênero e política na mídia brasileira. 2010. (Relatório de pesquisa).

4.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. . Revista Brasileira de Ciência Política. 2008. (Editoração/Periódico).

Demais trabalhos
1.
BIROLI, F.. A cobertura das eleições presidenciais de 1994 pelo Jornal Nacional da Rede Globo - PIBIC/CNPq. 1995 (Iniciação Científica) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
GUAZINA, L.; BIROLI, FLÁVIA. Participação em banca de André Luis Soares Fontenelle. Pesquisas eleitorais e colunismo político na cobertura das eleições presidenciais de Brasil e Argentina. 2017. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Universidade de Brasília.

2.
MIGUEL, L. F.; BIROLI, F.. Participação em banca de Laisa Mangela Gomes Cardoso. Pessoas com deficiência e inclusão no mercado de trabalho. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

3.
Gurza Lavalle, Adrian; Cyfer, Ingrid; BIROLI, F.. Participação em banca de Beatriz Rodrigues Sanchez. Teoria política feminista e representação substantiva: uma análise da bancada feminina na Câmara dos Deputados. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

4.
Almeida, Tania Mara; Bandeira, Lourdes Maria; DINIZ, Débora; BIROLI, FLÁVIA. Participação em banca de Rayane Noronha Oliveira. O aborto no Brasil: análise das audiências públicas do Senado Federal (2015-2016). 2017. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade de Brasília.

5.
Zanotta, Lia; Prando, Camila; BIROLI, FLÁVIA; Duarte, Evandro C. P.; Mendes, Soraia R.. Participação em banca de Renata Cristina de Faria Gonçalves Costa. Vítimas, processos e dramas sociais: escutas e traduções judiciárias da violência doméstica e familiar contra mulheres. 2016. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Direito) - Universidade de Brasília.

6.
Scotti, Guilherme; Duarte, Evandro C. P.; BIROLI, FLÁVIA. Participação em banca de Ilmar Pereira do Amaral Júnior. Educação para a diferença é um direito: a adequação constitucional das políticas públicas de combate à homofobia nas escolas. 2016. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Direito) - Universidade de Brasília.

7.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F.; MACHADO, F. M.. Participação em banca de Nayara Fátima Macedo de Medeiros. Concentração da riqueza e democracia: os efeitos políticos da desigualdade material. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

8.
Ferreira, Denise Paiva; Souza, Marta Rovery; BIROLI, F.. Participação em banca de Manuela Stein Silva Barbosa. As possibilidades de participação política dos centros de mães internacionais. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal de Goiás.

9.
RIBEIRO, A. M.; COSTA, S. R. S.; BIROLI, F.. Participação em banca de Dayane Santos de Souza. Entre o Espírito Santo e Brasília: mulheres, carreiras políticas e o legislativo brasileiro a partir da redemocratização. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Espírito Santo.

10.
PEREIRA, F. H.; RESENDE, V. M.; PORTO, S.; BIROLI, F.. Participação em banca de Mariangela Monfardini Biachi. O feminino nas eleições de 2010: o discurso de Veja e IstoÉ sobre as mulheres candidatas. 2013. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Universidade de Brasília.

11.
MIGUEL, L. F.; BIROLI, F.; AZEVEDO, F.. Participação em banca de Karina Damous Duailibe. Pesquisas de opinião nas eleições presidenciais de 2010 no Brasil: um estudo da cobertura do jornal O Globo. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

12.
MIGUEL, L. F.; BIROLI, F.; MESSENBERG, Débora. Participação em banca de Andrea Azevedo Pinho. Mulheres e carreira política no Poder Executivo: representação e gênero nas eleições estaduais e municipais. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

13.
Veloso, Marisa; BIROLI, F.. Participação em banca de Alessandro de Rezende Pinto. Os discursos contrários ao pan-americanismo e o contexto histórico, social e institucional no Brasil entre 1889 e 1912. 2010. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Relações Internacionais) - Instituto Rio Branco.

14.
FERES JUNIOR, J.; BIROLI, F.; Xavier, Rejane. Participação em banca de Sílvia Mugnatto Macedo. Liberdade de imprensa e democracia: a atuação da Câmara dos Deputados. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciência Política (Ciência Política e Sociologia)) - Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro.

15.
MIGUEL, L. F.; BIROLI, F.; Aldé, Alessandra. Participação em banca de Helena Cristina Máximo. Mídia e ação política: uma interface discursiva. 2008. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

16.
BIROLI, F.; Veloso, Marisa; MADEIRA, M. A.. Participação em banca de Layla Daniele Pedreira de Carvalho. O equilíbrio de antagonismos e o niger sum: relações raciais em Gilberto Freyre e Guerreiro Ramos. 2008. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade de Brasília.

17.
MIGUEL, L. F.; BIROLI, F.; CARREIRÃO, Ian. Participação em banca de Carlos Augusto Mello Machado. Identidades diluídas: consistência partidária nas eleições para prefeito no Brasil (2000 e 2004). 2007. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

18.
MIGUEL, L. F.; BIROLI, F.; Pessanha, C.. Participação em banca de Danusa Marques. Democracia e as Ciências Sociais no Brasil (1985-2005). 2007. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

19.
Motta, Luiz Gonzaga; Martins, Luiz; BIROLI, F.. Participação em banca de Breno Lima Moreira. Mídia, economia e governo - o enquadramento da economia no Jornal Nacional no primeiro governo Lula. 2007. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Universidade de Brasília.

20.
AVELAR, L. M.; BIROLI, F.; LIMA, V. A.. Participação em banca de Ricardo Mendes de Lima. Eleição para governador do distrito federal: a cobertura da imprensa escrita local sob a ótica dos enquadramentos noticiosos. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

21.
BIROLI, F.; MENEZES, Marilde Loiola; BORGES, P. C. A.. Participação em banca de Juliana Silveira Leonardo de Souza. Democracia: pensamento e ação. Estudo de caso na Câmara dos Deputados. 2006. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciência Política - UnB) - Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política.

22.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F.; GUSMAO, L. A. S. C.. Participação em banca de Danusa Marques. A democracia e as ciências sociais no Brasil (1985-2005). 2006. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

23.
AVELAR, L. M.; BIROLI, F.. Participação em banca de Luiz Alberto weber. Capital social e corrupção política nos municípios brasileiros (o poder do associativismo). 2006. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

24.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F.; Groth, Terrie. Participação em banca de Diana Teixeira Barbosa. Uma análise sobre a imagem pública de Severino Cavalcanti. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

25.
Del Bianco, Nélia; Martins, Luiz; BIROLI, F.. Participação em banca de Isabela Junqueira Vargas. Ocupando manchetes - como o MST agenda a mídia: estudo sobre as estratégias de agendamento do MST no Abril Vermelho. 2006. Dissertação (Mestrado em Comunicação) - Universidade de Brasília.

26.
BIROLI, F.; KRAMER, Paulo; Chacon, Vamireh. Participação em banca de Cleiton dos Santos Araújo. Matrizes do pensamento político autoritário no Brasil republicano: 1889-1964. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

Teses de doutorado
1.
Bandeira, Lourdes Maria; Zanotta, Lia; Farranho, Ana Cláudia; Martins, Carlos Benedito; BIROLI, FLÁVIA. Participação em banca de Ana Paula Antunes Martins. Corporificação e visões de mundo da política feminista e de mulheres na contemporaneidade. 2018. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade de Brasília.

2.
CAMPOS, Luiz Augusto; BIROLI, FLÁVIA; Santos, Fabiano; Mariano, Ricardo; Swako, José. Participação em banca de Marina Basso Lacerda. Neoconservadorismo: articulação pró-família, punitivista e neoliberal na Câmara dos Deputados. 2018. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Instituto de Estudos Sociais e Políticos - UERJ.

3.
Guimarães, Juarez Rocha; MENDONCA, R. F.; Romanelli, San; Santos, Yumi Garcia; BIROLI, F.. Participação em banca de Clarisse Goulart Paradis. Feminismo, liberdade e prostituição: para além do dissenso democrático. 2017. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal de Minas Gerais.

4.
MATOS, M.; BIROLI, F.; Pinto, Céli; MENDONCA, R. F.; Mariano, Silvana. Participação em banca de Breno Henrique Ferreira Cypriano. Teoria política feminista e seus 'nós': 'a' política e 'o' político (re)pensados a partir da construção dos saberes políticos do Norte/Sul Global. 2015. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal de Minas Gerais.

5.
MIGUEL, L. F.; BIROLI, F.; Pinto, Céli; Mariano, Silvana; Almeida, Tania Mara. Participação em banca de Daniela Peixoto Ramos. Representações sobre gênero e política no Distrito Federal. 2014. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

6.
Maia, Rousiley; BIROLI, F.; Prudencio, Kelly; Marques, Angela; Rocha, Simone Maria. Participação em banca de Danila Gentil Rodriguez Cal Lage. Configuração política e relações de poder no trabalho infantil doméstico. 2014. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal de Minas Gerais.

7.
Araújo, Cícero; BIROLI, F.; Silva, Ricardo; MELO, R. S.; SILVA, J. C. C. B.. Participação em banca de Maria Lígia Ganacim Granado Rodrigues Elias. Liberdade como não interferência, liberdade como não dominação, liberdade construtivista: uma leitura do debate contemporâneo sobre a liberdade. 2014. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

8.
GUGLIANO, A. A.; PRA, J. R.; FERREIRA, M. O. V.; BIROLI, F.. Participação em banca de Andréia Orsato. Como mulher e deputada: uma caracterização da presença feminina na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. 2013. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

9.
ALVAREZ, M. C.; ABREU, S. F. A.; MINHOTO, L. D.; JIMENO, Myriam; BIROLI, F.. Participação em banca de André Augusto Inoue Oda. Império da lei: um estudo de sociologia do direito e da violência. 2013. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade de São Paulo.

10.
MESSENBERG, Débora; BIROLI, F.; COELHO, M. F. P.; ÁRAÚJO, Caetano E. P.; SANTOS, E.. Participação em banca de Janine Mello dos Santos. Representação e partidos políticos: uma análise da produção legislativa no Brasil. 2013. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade de Brasília.

11.
Silva, Ricardo; Caponi, Sandra; Assmann, Selvino; OLIVEIRA JUNIOR, N. H. F.; BIROLI, F.. Participação em banca de Nei Antonio Nunes. A crítica genealógica de Michel Foucault às governamentalidades do liberalismo. 2012. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

12.
MATOS, M.; REIS, B.; CANAHUATI, A. F. M.; SACHET, T.; BIROLI, F.. Participação em banca de Danusa Marques. Determinantes de carreiras políticas no Brasil, na Argentina e no Uruguai: uma abordagem comparativa entre deputadas e deputados. 2012. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal de Minas Gerais.

13.
Motta, Luiz Gonzaga; Aldé, Alessandra; BIROLI, F.; Adghirni, Zélia Leal; Porto, Sérgio D.. Participação em banca de Liziane Soares Guazina. Em busca da credibilidade: a cobertura do Jornal Nacional no escãndalo do mensalão. 2011. Tese (Doutorado em Pós-graduação em Comunicação) - Universidade de Brasília.

14.
ALVAREZ, M. C.; BIROLI, F.; PIRES, A. A. P. O.; Pastore Schritzmeyer, A. L.. Participação em banca de Daniella Georges Coulouris. A desconfiança em relação à palavra da vítima e o sentido da punição em processos judiciais de estupro. 2010. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade de São Paulo.

15.
CARDOSO, A. M.; Figueiredo, Marcus; Aldé, Alessandra; Novelli, Ana Lúcia; BIROLI, F.. Participação em banca de Cristiane Brum Bernardes. Política, institucional ou pública?. 2010. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Instituto de Estudos Sociais e Políticos - UERJ.

16.
Stevens, Cristina; BIROLI, F.; Godinho, Maria do Carmo; Brasil, Vanessa; Machado, Liliane. Participação em banca de Fabrícia Faleiros Pimenta. Políticas feministas e os feminismos na política: o Conselho Nacional dos Direitos da Mulher (1985-2005). 2010. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília.

17.
MIGUEL, L. F.; Martins, Luiz; Motta, Luiz Gonzaga; Weber, Maria Helena; BIROLI, F.. Participação em banca de Pedro Aquino Noleto Filho. Imagem pública do Congresso: uma análise político-midiática. 2009. Tese (Doutorado em Comunicação) - Universidade de Brasília.

18.
Possenti, Sírio; Guimarães, Eduardo; Silveira, Fernanda M. G. L.; Barbosa, Pedro N.; BIROLI, F.. Participação em banca de Fabiana Miqueletti. Discursividades contemporâneas sobre política: o discurso sobre o declínio da política. 2009. Tese (Doutorado em Lingüística) - Universidade Estadual de Campinas.

Qualificações de Doutorado
1.
BIROLI, FLÁVIA; Trindade, Thiago; SAUER, S.. Participação em banca de Mayrá Silva Lima. Os ruralistas como elite política. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

2.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F.; Machado, M. D. C.. Participação em banca de Rayani Mariano dos Santos. A mobilização da família na Câmara dos Deputados: familismo, conservadorismo moral e neoliberalismo. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

3.
BIROLI, FLÁVIA; GUAZINA, L.. Participação em banca de Ébida Rosa dos Santos. Qualidade no jornalismo político brasileiro: a cobertura ao processo de impeachment de Dilma Rousseff. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Comunicação) - Universidade de Brasília.

4.
Dias, Maria Clara; Ventura, Miriam; Melo, Elza; BIROLI, FLÁVIA. Participação em banca de Letícia Gonçalves. Saúde da mulher e aborto legal à luz da perspectiva dos funcionamentos. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Bioética) - Fundação Oswaldo Cruz.

5.
CAMPOS, Luiz Augusto; BIROLI, F.; FERES JUNIOR, J.. Participação em banca de Marina Basso Lacerda. O combate à 'ideologia de gênero' e o ativismo neoconservador na Câmara dos Deputados. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Instituto de Estudos Sociais e Políticos - UERJ.

6.
Araújo, Cícero; VENTURI, G.; BIROLI, F.. Participação em banca de Maria Lígia G. G. Rodrigues Elias. Liberdade como não interferência, liberdade como não dominação, liberdade construtivista: uma abordagem do debate contemporâneo sobre a liberdade. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

7.
MIGUEL, L. F.; WELLER, V.; BIROLI, F.. Participação em banca de Daniela Peixoto Ramos. Gênero e comportamento político: um estudo de caso no Distrito Federal. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

8.
BIROLI, F.; Motta, Luiz Gonzaga; Porto, Sérgio D.; Mota, Célia M. S. L.. Participação em banca de José César dos Santos. O dinheiro no "mensalão": uma análise pragmática da narrativa jornalística do escândalo político no Brasil". 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Comunicação) - Universidade de Brasília.

9.
MESSENBERG, Débora; ÁRAÚJO, Caetano E. P.; BIROLI, F.. Participação em banca de Janine Mello dos Santos. Instituições, representação e grupos sociais. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Sociologia) - Universidade de Brasília.

10.
Guimarães, Eduardo; BIROLI, F.; MIGUEL, L. F.. Participação em banca de Fabiana Miqueletti. Notas sobre a crítica da política na contemporaneidade. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Lingüística) - Universidade Estadual de Campinas.

11.
BIROLI, F.; Motta, Luiz Gonzaga; Adghirni, Zélia Leal; Russi Duarte, Pedro. Participação em banca de Liziane Soares Guazina. Jornalismo em busca da credibilidade: a cobertura adversária do Jornal Nacional no escândalo do mensalão. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-graduação em Comunicação) - Universidade de Brasília.

12.
BIROLI, F.; MENEZES, Marilde Loiola; Muniz, Diva do Couto Gontijo. Participação em banca de Fabrícia Faleiros Pimenta. POLÍTICAS FEMINISTAS E OS FEMINISMOS NA POLÍTICA: O CONSELHONACIONAL DOS DIREITOS DA MULHER (1985-2005). 2008. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade de Brasília.

13.
Martins, Luiz; MIGUEL, L. F.; BIROLI, F.. Participação em banca de Pedro Aquino Noleto Filho. A imagem do parlamento: uma análise de mídia e política. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Comunicação) - Universidade de Brasília.

Qualificações de Mestrado
1.
MIGUEL, L. F.; MARQUES, D.; BIROLI, FLÁVIA. Participação em banca de Michel Baltazar de Oliveira Filho. Escola sem Partido e a disputa em torno da educação. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

2.
Trindade, Thiago; SCHVASBERG, B.; BIROLI, FLÁVIA. Participação em banca de Larissa de Almeida Nogueira Cervi. Segregação socioespacial e esfera pública: um olhar para a relação entre produção do espaço urbano e democracia. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

3.
BIROLI, FLÁVIA; MIGUEL, L. F.; Machado, M. D. C.. Participação em banca de Raniery Parra Teixeira. Religião e política: "ideologia de gênero" como reação religiosa conservadora à agenda de gênero. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

4.
Klein, Stefan; Rosa, Marcelo; BIROLI, FLÁVIA. Participação em banca de Giulia Eleonora Tadini. Domínio e imagem: Nancy Fraser e um olhar sobre suas e seus intérpretes no Brasil. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia) - Universidade de Brasília.

5.
Almeida, Tania Mara; Bandeira, Lourdes Maria; BIROLI, F.; Silva, Francisca Cordélia Oliveira. Participação em banca de Rayane Noronha Oliveira. O aborto no Brasil: análise das audiências públicas do Senado Federal. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia) - Universidade de Brasília.

6.
BIROLI, F.; Machado, Liliane; Paulino, F. O.. Participação em banca de Marina Domingos dos Santos Barbosa. Redação móvel: espaço público para o cidadão?. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Comunicação) - Universidade de Brasília.

7.
MIGUEL, L. F.; BIROLI, F.; MACHADO, C.. Participação em banca de Isadora Lopes Harvey. O problema da plataforma racial: a influência do racismo na ausência dde questões raciais em campanhas eleitorais. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

8.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F.; Zanotta, Lia. Participação em banca de Rayani Mariano dos Santos. Gênero e representação política: posições nos embates sobre aborto na Câmara dos Deputados. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

9.
INOUE, C. Y. A.; SANTOS, M. H. C.; BIROLI, F.. Participação em banca de Gustavo Augusto Huppes. Institucionalização internacional dos direitos LGBT e o papel das Organizações Não-Governamentais. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
Prando, Camila; BIROLI, F.; Carvalho, Cláudia. Participação em banca de Ana Paula Del Vieira Duque.Direito como tecnologia de gênero. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Universidade de Brasília.

2.
Rosa, Marcelo; BIROLI, F.. Participação em banca de Fernanda Rodrigues Marciano.Movimento feminista brasileiro: algumas questões em debate. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

3.
MARQUES, D.; BIROLI, F.. Participação em banca de Maria Gutenara Martins Araújo.Representação política e gênero na Câmara Legislativa do Distrito Federal. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

4.
Renault, David; Cunha, E. B.; BIROLI, F.. Participação em banca de Soraya Garcez Utsumi.A transição FHC-Lula segunda a revista The Economist: eleições e crise de confiança. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação Social) - Universidade de Brasília.

5.
MIGUEL, L. F.; BIROLI, F.. Participação em banca de Carla Bianca da Silva Caldas.As mulheres no Senado Federal: contribuição para o estudo da carreira política feminina. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

6.
MIGUEL, L. F.; BIROLI, F.. Participação em banca de Carla Beatriz de Paulo.Gênero e carreira política: um estudo de caso sobre a Câmara Legislativa do Distrito Federal. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

7.
MIGUEL, L. F.; BIROLI, F.. Participação em banca de Nathália Mattos.Carreira política no Brasil: um estudo acerca das formas de ingresso e progressão no campo político. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

8.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F.; Nascimento, Paulo. Participação em banca de Natália Aurélio Vieira.As mulheres na mídia e na política: uma comparação da representação de mulheres na política dentro do Jornal Nacional no período eleitoral (julho a outubro de 2006) e no período pós-eleitoral (março a maio de 2007). 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

9.
BIROLI, F.; Abers, Rebecca. Participação em banca de Kleverson Borges de Sousa Macedo.ASSASSINATOS HOMOFÓBICOS: O MOVIMENTO LGBT E AS POLÍTICAS NACIONAIS DE DEFESA DOS DIREITOS DOS HOMOSSEXUAIS. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

10.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F.. Participação em banca de Daniel Leão Bonatti.Partidos políticos e coligações nas eleições de 2006. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

11.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F.. Participação em banca de Andrea Azevedo.O debate sobre o aborto no Brasil: enquadramentos midiáticos, conseqüências políticas. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

12.
MIGUEL, L. F.; BIROLI, F.; Favetti, Paola N. R.. Participação em banca de Aline de Almeida Coutinho.As fronteiras da crise: o mensalão nos editoriais jornalísticos. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

13.
MIGUEL, L. F.; BIROLI, F.; Abers, Rebecca. Participação em banca de Luiz Augusto de Souza Carneiro de Campos.O dia internacional da mulher no parlamento: representações sobre o que é representar a mulher. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

14.
Brussi, Antonio; BIROLI, F.; ARAUJO, Caetano E. P.. Participação em banca de Tassiana Cunha Carvalho.A comissão de legislação participativa da Câmara dos Deputados e a Teoria Participativa da democracia: uma análise de desempenho. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

15.
MIGUEL, L. F.; BIROLI, F.; MACHADO, C.. Participação em banca de Aline Marques Ohira.Discursos políticos no Legislativo do Distrito Federal: um estudo de caso das eleições de 2006 e da Câmara dos Deputados. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

16.
MIGUEL, L. F.; BIROLI, F.; MARQUES, D.. Participação em banca de Fernanda Nunes Feitosa Barros.Penetras no clube do bolinha: estratégias políticas de mulheres na Câmara dos Deputados. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

17.
BIROLI, F.; SILVA, C. A.; AVELAR, L. M.. Participação em banca de Janyne Bernardes Álvares.A ocupação do solo urbano no Distrito Federal: uma história da capital. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política.

18.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F.; AVELAR, L. M.. Participação em banca de Érika Mara Barbacena.A mulher no Legislativo: uma análise das desigualdades de gênero no Senado Federal. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política.

19.
BIROLI, F.. Participação em banca de Flávio Sposto Pompêo.Ideologia e mundo do trabalho. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política.

20.
BIROLI, F.; Nascimento, Paulo; Ranincheski, Sonia. Participação em banca de Leandro Nogueira de Paula.Democracia no México: uma avaliação do grau de democratização do sistema político mexicano. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

21.
Abers, Rebecca; BIROLI, F.; AVELAR, L. M.. Participação em banca de Kauara Rodrigues Dias Ferreira.Movimentos feministas e o uso de frames na temática do aborto no Brasil. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

22.
Abers, Rebecca; BIROLI, F.; AVELAR, L. M.. Participação em banca de Artur Sinimbu Silva.A Comissão de Legislação Participativa na Câmara dos Deputados: lobbying ou participação cidadã?. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

23.
BIROLI, F.; MENEZES, Marilde Loiola; CALMON, P.. Participação em banca de Alessandro de Rezende Pinto.As relações intergovernamentais na questão da criação de municípios no Brasil: preferências dos poderes, arcabouço institucional e resultados políticos. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

24.
BIROLI, F.; MENEZES, Marilde Loiola; CALMON, P.. Participação em banca de Marcelo Gonçalves da Silva.Clientelismo, emenda e voto: incentivos eleitorais no processo orçamentário. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

25.
BIROLI, F.. Participação em banca de Maria Caroline Fleury de Lima.A participação da sociedade civil e o papel das ONGs. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

26.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F.; Favetti, Paola N. R.. Participação em banca de Danuesa Marques.A democracia na Revista Brasileira de Ciências Sociais. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

27.
BIROLI, F.; Favetti, Paola N. R.; MIGUEL, L. F.. Participação em banca de Sara Freire Simões de Andrade.Mídia e política: o Jornal Nacional na cobertura das Eleições de 2002 e do Governo Lula. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

28.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F.; MENEZES, Marilde Loiola. Participação em banca de Carlos Augusto Mello Machado.O conceito de liberdade no pensamento de Hanna Arendt. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

29.
BIROLI, F.; FLEISCHER, D.. Participação em banca de Thais Maria Silva Riedel de Resende.Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP): uma análise de sua atuação política. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

30.
BIROLI, F.. Participação em banca de Cristina Monteiro de Queiroz.Mulheres nas eleições municipais do Brasil (1996-2004). 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política.

31.
BIROLI, F.; MENEZES, Marilde Loiola; CALMON, P.. Participação em banca de Antonio Augusto Ignácio Amaral.Bases institucionais da produção legislativa no DF: a relação entre Executivo e Legislativo na CLDF. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política.

32.
BIROLI, F.; FLEISCHER, D.; Souza, Juarez. Participação em banca de Daniella Cristina Siqueira Silva.Grupos de pressão na Reforma da Previdência. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política.

33.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F.; Brussi, Antonio. Participação em banca de Carlos Eduardo Novato de Carvalho.Mídia e política: estudo de enquadramento dos jornais CBH, CBZ e FSP frente ao episódio da violação do painel do Senado. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política.

34.
BIROLI, F.. Participação em banca de Carolina Henriques Campos.As medidas provisórias e o princípio da separação dos poderes. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política.

35.
BIROLI, F.; MENEZES, Marilde Loiola; AFONSO, P.. Participação em banca de Martha Elizabeth Venturini.A crise da modernidade no pensamento de Hannah Arendt. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

36.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F.. Participação em banca de Jandir Carlos Spencer Brito Oliveira.A mídia e os radicais do PT: análise da cobertura das revistas Veja, Carta Capital e Isto é. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

37.
BIROLI, F.. Participação em banca de Sarah Mailleux Sant'ana.Justiça e democracia inclusiva em Young, Fraser e Gorz. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

38.
BIROLI, F.; KRAMER, Paulo; MENEZES, Marilde Loiola. Participação em banca de Valéria Assunção Neves Silva.Hanna Arendt: uma releitura do conceito de poder. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

39.
BRAGHETO, A.; BIROLI, F.; CORREA, M. G.. Participação em banca de Alessandro Bragheto.O espaço estilístico no jornalismo cultural. 1997. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação Social Habilitação Em Jornalismo) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
Moraes, Reginaldo; Meneguello, Rachel; Tatagiba, Luciana; BIROLI, F.; Silva, Ricardo. Concurso Público História do Pensamento Político Unicamp. 2016. Universidade Estadual de Campinas.

2.
FERES JUNIOR, J.; BIROLI, F.; Silva, Ricardo. Concurso Público na área de Teoria Política IESP-UERJ. 2015. Instituto de Estudos Sociais e Políticos - UERJ.

3.
Godoy, José Henrique Artigas; BIROLI, F.; Ambrosini, Diego. Concurso público para professor, área Teoria Política. 2014. Universidade Federal da Paraíba.

4.
Pinto, Céli; PRA, J. R.; BIROLI, F.. Concurso público para docente, Gênero, políticas públicas e poder. 2014. Universidade Federal da Bahia.

5.
Carreirão, Yan; Peres, Paulo; Veiga, Luciana F.; MULLER, R.; BIROLI, F.. Concurso público para professor adjjunto na área de Ciência Política UFSC. 2011. Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
BIROLI, F.; MENEZES, Marilde Loiola; Silva, Ricardo. Concurso público para docente na área de Política e democracia. 2010. Universidade de Brasília.

7.
BIROLI, F.; Bülow, Marisa von; Ridenti, Marcelo. Concurso público para docente na área de Política Brasileira, UnB. 2009. Universidade de Brasília.

8.
BIROLI, F.; Bülow, Marisa von; ALVAREZ, M. C.. Concurso pública na área de política brasileira (680/2009). 2009. Universidade de Brasília.

Outras participações
1.
BIROLI, F.. 9o Prêmio Construindo a Igualdade de Gênero. 2014. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.

2.
BIROLI, F.. Banca para a seleção de alunos para a Pós-Graduação em Ciência Política. 2009. Universidade de Brasília.

3.
BIROLI, F.. Banca para seleção de alunos para a pós-graduação em Ciência Política. 2008. Universidade de Brasília.

4.
BIROLI, F.; Bülow, Marisa von. Banca para seleção de novos integrantes para PET-Pol (Programa Especial de Treinamento da CAPES - Área: Graduação em Ciência Política) - Ipol - UnB. 2008. Universidade de Brasília.

5.
BIROLI, F.. Banca para seleção de alunos para a pós-graduação em Ciência Política. 2007. Universidade de Brasília.

6.
BIROLI, F.. Banca para seleção de alunos para a pós-graduação em Ciência Política. 2006. Universidade de Brasília.

7.
BIROLI, F.. Banca para seleção de alunos para a pós-graduação em Ciência Política. 2005. Universidade de Brasília.

8.
BIROLI, F.; Groth, Terrie. Banca para seleção de novos integrantes para PET-Pol (Programa Especial de Treinamento da CAPES - Área: Graduação em Ciência Política) - Ipol - UnB. 2004. Universidade de Brasília.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
41 Encontro Anual da Anpocs. Ofensiva conservadora e gênero: os direitos das mulheres e dos segmentos LGBT em disputa. 2017. (Congresso).

2.
Curso Igualdade de Gênero da Escola do Parlamento de São Paulo.Representação e participação política. 2016. (Seminário).

3.
Diálogos sobre o feminino.Corpo e política. 2016. (Seminário).

4.
IV Ciclo de Palestras e Debates, Programa de Pós-Graduação em Estudos Linguísticosda Unesp/São José do Rio Preto.Discursos de ódio e defesa da família: conservadorismo e direitos no Brasil. 2016. (Seminário).

5.
IV Seminário Internacional Estudos Legislativos: Crise, Discursos Políticos e Projetos de Mudança Social, Cefor/Câmara dos Deputados.Crise e discursos midiáticos. 2016. (Seminário).

6.
Seminários da Diretoria de Estudos Políticos e Sociais (DISOC), IPEA.Gênero e família nas disputas políticas no Brasil. 2016. (Seminário).

7.
VI Jornada de Estudos de Gênero do NUDEG, UERJ.Desafios para o feminismo no Brasil atual. 2016. (Seminário).

8.
39 Encontro Anual da Anpocs. Divisão sexual do trabalho e democracia. 2015. (Congresso).

9.
39 Encontro Anual da Anpocs. Coordenação do Colóquio Gênero, classe, raça e sexualidade: desigualdades e desafios no campo dos direitos. 2015. (Congresso).

10.
Enecult.A posição desigual das mulheres. 2015. (Encontro).

11.
Lançamento de livro e palestra, UFG (Seminários Prolutas e Ser-Tão).Feminismo e política: divisão sexual do trabalho e suas implicações. 2015. (Outra).

12.
Seminários DCP USP.Mulheres, individualidade e autonomia. 2015. (Simpósio).

13.
VII Enpecom. Feminismo e política (Conferência Inaugural). 2015. (Congresso).

14.
23o Encontro Nacional da Compós. Mídia, gênero e eleições. 2014. (Congresso).

15.
23rd World Congress of Polítical Science. Abortion, gender, and politics in Brazil. 2014. (Congresso).

16.
38o Encontro Anual da Anpocs. Coordenação da mesa redonda "Políticas do aborto no Brasil". 2014. (Congresso).

17.
38o Encontro Anual da Anpocs. Autonomia, preferências e assimetria de recursos. 2014. (Congresso).

18.
Desafios para a pesquisa no século 21: Lugares de mulher na política.Mais mulheres no poder e o horizonte da crítica feminista. 2014. (Seminário).

19.
Seminário 30 anos do NEPEM.Feminismos e reforma política. 2014. (Seminário).

20.
Seminários do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da USP.Autonomia, desigualdades de gênero e crítica da democracia. 2014. (Seminário).

21.
V Congresso Uruguayo de Ciencia Política. Direito ao aborto e disputas políticas no Brasil. 2014. (Congresso).

22.
22o Encontro da Compós. A parte que me cabe nesse julgamento: a Folha de S. Paulo na cobertura ao processo do 'mensalão'. 2013. (Congresso).

23.
37o Encontro Anual da Anpocs. Coordenação do ST Mídia, política e eleições. 2013. (Congresso).

24.
Ciclo de debates sobre democracia.Teoria política feminista: o debate sobre autonomia, opressão e produção das preferências. 2013. (Outra).

25.
Fazendo Gênero 10: desafios atuais dos feminismos. Coordenação do GT Teoria política, feminismos e desafios para a crítica democrática. 2013. (Congresso).

26.
IV Semana Gênero e Direito da Universidade de Brasília.Pornografia e feminismo. 2013. (Simpósio).

27.
Seminário Trilhando caminhos rumo à paridade na CUT.Mulheres nos espaços de poder, desafios do Brasil. 2013. (Seminário).

28.
V Congresso da Compolítica. O lugar do pobre no jornalismo brasileiro. 2013. (Congresso).

29.
36o Encontro da Anpocs. Mesa Margens da teoria democrática. 2012. (Congresso).

30.
8º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP). Autonomia, responsabilidade e desigualdades no debate contemporâneo sobre justiça. 2012. (Congresso).

31.
Conferência na Universidade Nova de Lisboa.Mulheres, política e mídia no Brasil. 2012. (Outra).

32.
IPSA. Autonomy and oppression in contemporary political theory: feminist approaches. 2012. (Congresso).

33.
VI Congresso da Associação Portuguesa de Ciência Política. Autonomia e opressão na teoria política contemporânea: abordagens feministas para o problema da produção das preferências. 2012. (Congresso).

34.
XXI Encontro da Compós. O jornalismo como gestor de consensos: limites do conflito na política e na mídia. 2012. (Congresso).

35.
20 Encontro Anual da Compós. Razão e sentimento: a comunicação política e a decisão do voto. 2011. (Congresso).

36.
2a Conferência do Desenvolvimento (CODI/IPEA). Mulheres, mídia e política. 2011. (Congresso).

37.
III Seminário Cenas de Enunciação.O valor da autonomia e a crítica à opressão no debate contemporâneo. 2011. (Seminário).

38.
IV Congresso da Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política (Compolítica). Pluralidade restrita, esvaziamento de conflitos e os limites da política no jornalismo. 2011. (Congresso).

39.
IV Congresso da Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política (Compolítica). É assim, que assim seja: mídia, estereótipos e exercício de poder. 2011. (Congresso).

40.
XI Congresso Luso Afro Brasileiro de Ciências Sociais. As eleições de 2010 nas revistas semanais brasileiras de informação. 2011. (Congresso).

41.
7 Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP). Justiça, imparcialidade e diferença. 2010. (Congresso).

42.
Aula inaugural do curso de Ciências Sociais da UFG.As ciências sociais, a ciência política e a temática da democracia. 2010. (Outra).

43.
Ciclo de debates Ipea Redistribuição, reconhecimento e representação: diálogos sobre igualdade de gênero.Mídia, política e estereótipos de gênero. 2010. (Outra).

44.
Ciclo de palestras Ceppac - UnB.Paradigmas alternativos na Ciência Política: abordagens a partir da teoria feminista. 2010. (Outra).

45.
V Congresso da Associação Portuguesa de Ciência Política. Jornalismo político e gênero no Brasil. 2010. (Congresso).

46.
V Congresso Latino-americano de Ciência Política (ALACIP). Justiça, imparcialidade e diferença: as relações entre público e privado em Rawls, Young e Okin. 2010. (Congresso).

47.
XIX Encontro Anual da Compós. O caleidoscópio convexo: visibilidade, meios de comunicação e campo político no Brasil. 2010. (Congresso).

48.
14o Ciso: Encontro de Ciências Sociais do Norte e Nordeste. Participação na mesa-redonda Democracia: velhos e novos desafios. 2009. (Congresso).

49.
18o Encontro Anual da Compos. A produção da imparcialidade. 2009. (Congresso).

50.
33o Encontro Anual da Anpocs. Disputas, ajustes e acomodações na produção da agenda eleitoral: a cobertura jornalística ao Programa Bolsa Família e as eleições de 2006. 2009. (Congresso).

51.
XIV Ciso (Encontro de Ciências Sociais do Norte e Nordeste).Gênero e democracia. 2009. (Encontro).

52.
32o Encontro Anual da Anpocs.Gênero e política no noticiário das revistas semanais brasileiras. 2008. (Encontro).

53.
Compós - 17 encontro anual da associação dos programas de pós-graduação em comunicação. Gênero e política no jornalismo brasileiro. 2008. (Congresso).

54.
II Seminário Internacional: Enfoques Feministas e o Século XXI, VI Encontro Nacional da Rede Brasileira de Estudos e Pesquisas Feministas, II Encontro Internacional Política e Feminismo.Gênero e representação política: limites e apostas na atuação das deputadas federais na 52a Legislatura (2003-2006). 2008. (Seminário).

55.
Seminário Internacional Cultura, direito e as questões de gênero no Mercosul e na América Latina.Mesa-redona A participação das mulheres nos processos políticos nos países do Mercosul. 2008. (Seminário).

56.
Seminário Internacional Fazendo Gênero.Gênero, política e estereótipos no noticiário das revistas semanais brasileiras. 2008. (Seminário).

57.
II Congresso da Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política. Gênero e política na mídia brasileira. 2007. (Congresso).

58.
Seminários Cebrap.Determinantes de gênero, visibilidade midiática e carreira política no Brasil. 2007. (Seminário).

59.
Seminários Departamento de Ciência Política, FFLCH, USP.Determinantes de gênero, visibilidade midiática e carreira política no Brasil. 2007. (Seminário).

60.
Congresso Anual da Associação Brasileira de Pesquisadores em Comunicação e Política. João Goulart e o golpe de 1964 na imprensa, da transição aos dias atuais. 2006. (Congresso).

61.
Gênero, representação e visibilidade midiática: uma análise da presença de senadores e senadoras na mídia, nos anos de 2003-2005.Seminário Internacional Fazendo Gênero 7. 2006. (Seminário).

62.
O golpe de 1964 e a ditadura na mídia, da transição aos dias atuais: sentidos e silenciamentos. 3 Congresso Latino-americano de Ciência Política. 2006. (Congresso).

63.
Semana Política.A mídia e as eleições no Brasil. 2006. (Seminário).

64.
Seminário Universidade e Preconceitos: discutindo e enfrentando uma realidade.Preconceitos e desigualdades. 2006. (Seminário).

65.
Colóquio Internacional Foucault.História, discurso e poder em Michel Foucault. 2004. (Outra).

66.
Colóquio Internacional - Sobre a humilhação: sentimentos, gestos e palavras."Política da ausência: diagnósticos da incompetência da (e para a) democracia no debate político no Brasil, anos 1955-60. 2004. (Outra).

67.
Conversando sobre ciência.Sobre o conceito de história nas Ciências Humanas contemporâneas: linguagem, ideologia e historicidade. 2004. (Outra).

68.
Palestra aberta - Grupo de pesquisas Demode (Democracia e democratização).Palestra - "O Brasil está cansado de política": liberalismo e autoritarismo no jornalismo brasileiro dos anos 50. 2003. (Outra).

69.
Encontro Nacional dos Estudantes de História (Eneh).Mini-curso: Jornalismo, ficção e política no Brasil dos anos 1950 a 1970. 2002. (Outra).

70.
I Semana de História da Fafica (Instituto Municipal de Ensino Superior - Cantanduva).Palestra: O atual e o histórico no jornalismo: uma discussão sobre imprensa e história no Brasil contemporâneo. 2002. (Outra).

71.
Seminário de pesquisas em andamento do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH), Unicamp.Imprensa e desenvolvimento no Brasil dos anos 1940-1960. 2002. (Seminário).

72.
XVI Encontro Regional de História: Poderes e Representações.Crise e democracia na imprensa: o Correio da Manhã e o governo Kubitschek. 2002. (Encontro).

73.
XVI Encontro Regional de História: Poderes e Representações.Coordenação da Comunicação "Autoritarismo e liberalismo no pensamento político brasileiro no século XX". 2002. (Encontro).

74.
IV Encontro dos Estudantes de História da Unicamp.Liberdade e legalidade: uma discussão sobre imprensa e democracia no Brasil dos anos 1950 e 1960.. 2001. (Encontro).

75.
Brasil 500 anos - Projeto Brasil rever para crer.Palestra O pensamento brasileiro no século XX - Ciclo de Palestras Além dos 500 Anos - Projeto Brasil Rever para crer - Departamento Municipal de Cultura de Jaguariúna - SP. 2000. (Outra).

76.
Colóquio Foucault-Deleuze: O que estamos fazendo de nós mesmos?.Participação na Organização - Coordenação da Seção I - Colóquio Foucault-Deleuze - Unicamp. 2000. (Simpósio).

77.
III Encontro de Pesquisa dos Estudantes de História.História: corpo do devir. Trabalho apresentado no III Encontro dos Estudantes de História da Unicamp.. 1999. (Encontro).

78.
I Simpósio de Comunicação da Unirp.Jornalismo e História - Palestra apresentada no I Simpósio de Comunicação da Unirp. 1999. (Simpósio).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BIROLI, FLÁVIA; MIGUEL, L. F. ; MACHADO, C. ; MARQUES, D. ; Trindade, Thiago . III Simpósio Nacional sobre Democracia e Desigualdades. 2016. (Congresso).

2.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. ; MACHADO, C. ; MARQUES, D. ; MENEZES, Marilde Loiola ; Favetti, Paola N. R. . Simpósio Nacional sobre Democracia e Desigualdades. 2012. (Congresso).

3.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. ; Reis, Fábio Wanderley ; Araújo, Cícero . Workshop Teoria Política Hoje. 2008. (Outro).

4.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. ; Pinto, Céli ; Beleli, Iara ; Mariano, Silvana . Workshop Gênero e Política. 2008. (Outro).

5.
BIROLI, F.; MIGUEL, L. F. ; Gurza Lavalle, Adrian ; Lattman-Weltman, Fernando ; Araújo, Clara . Workshop Representação, gênero e mídia. 2007. (Outro).

6.
BIROLI, F.; CASTAGNE, R. D. . Seminário Universidade e Preconceitos: discutindo e enfrentando uma realidade. 2006. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Inayara Oliveira. Aborto, feminismo e participação institucional. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília. (Orientador).

2.
Raniery Teixeira. Ideologia de gênero? As reações à participação feminista e à pauta da igualdade de gênero no Congresso Nacional. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília. (Orientador).

3.
Daniel Jacó. Laicidade e democracia: perfis e padrões de atuação dos parlamentares evangélicos no Congresso Nacional. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília. (Orientador).

4.
Débora Françolin. Maternidade e ativismo político: as lutas de mães por democracia e justiça. Início: 2016. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Rayani Mariano. Família e Estado: análise da tramitação de projetos que incidem sobre a organização e autoridade familiar no Congresso Nacional, 2003-2016. Início: 2017. Tese (Doutorado em Pós-graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

2.
Mayrá Lima. Os ruralistas como atores nas disputas pela terra: as CPIs do MST e da Funai no Congresso e na mídia. Início: 2016. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

3.
Flávio Badaró. Capitalismo e patriarcado no debate feminista contemporâneo. Início: 2016. Tese (Doutorado em Pós-graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

4.
Fernanda Ferreira Mota. Cuidado e democracia: convergências entre gênero e classe. Início: 2014. Tese (Doutorado em Pós-graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

5.
Luis Gustavo Teixeira da Silva. Laicidade do Estado, democracia e direitos individuais: uma análise comparativa de Brasil e Uruguai. Início: 2014. Tese (Doutorado em Pós-graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Débora Françolin Quintela. Maternidade e ativismo político: a luta de mães por democracia e justiça. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

2.
Rayani Mariano. O debate parlamentar sobre aborto no Brasil: atores, posições e argumentos. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

3.
Kátia Carolina Meurer Azambuja. Veja, há 40 anos construindo a imagem das mulheres na política. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

4.
Leonardo Mangialavori. Os limites do agendamento: enquadramentos e fatores endógenos nas relações entre mídia e política. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

5.
Fernanda Ferreira Mota. Entre agenda eleitoral e imagem pública: a condição feminina nas eleições presidenciais de 2010. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

6.
Juliana Lima Maia. A representação das ministras e dos ministros negros na mídia (2003-2010). 2012. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

7.
Cleiton Euzebio de Lima. As nomeações para o poder executivo no Brasil a partir de uma perspectiva de gênero. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília, . Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

8.
Marina Mota Silva. A mídia brasileira e a "onda Obama". Análise da cobertura das eleições americanas de 2008 pelas revistas semanais. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília, . Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

9.
Denise Maria Mantovani. A cobertura jornalística do bolsa família. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília, . Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

10.
Marconi Fernandes de Sousa. Representação racial da Câmara dos Deputados: análise de discursos parlamentares da 49a e 50a Legislaturas (1991-1999). 2009. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

11.
Janine Mello dos Santos. Gênero, representação e instituições. 2008. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília, . Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

12.
Gabriela Oliveira de Andrade. Presença da diferença: uma análise da atuação feminina no Congresso Nacional (2003-2006). 2008. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

13.
Gustavo Freitas Amora. Raça e representação política: uma análise das eleições para deputado federal no Distrito Federal, 2006. 2008. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

Tese de doutorado
1.
Luis Gustavo Teixeira da Silva. Sobre corpos, crucifixos e liberdades: a laicidade do Estado analisada a partir do debate sobre o aborto no Brasil e no Uruguai (1985-2016). 2018. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

2.
Viviane Gonçalves Freitas. De qual feminismo estamos falando? Desconstruções e reconstruções das mulheres, via imprensa feminista brasileira, nas décadas de 1970 a 2010. 2017. Tese (Doutorado em Pós-graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

3.
Denise Maria Mantovani. Quem agenda a mídia? Um estudo de agenda-setting a partir da tematização do aborto nas eleições de 2010. 2014. Tese (Doutorado em Pós-graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília, . Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Rafael Freire Soares. Diálogos múltiplos: literatura, teoria política e história na compreensão do autoritarismo. 2009. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

2.
Marcella de Oliveira Resende. Imagem pública: a reconstrução de Jo´se Roberto Arruda. 2008. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

3.
Isadora de Paulo Fonseca Candelot. A representatividade feminina pela mídia: análise das revistas Veja, Isto é e Carta Capital. 2007. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

4.
Ana Maria Simões Passos. A representação feminina no noticiário político do Jornal Nacional. 2007. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

5.
Pablo Luis Santos Mundim. Análise de conteúdo sobre o agendamento político no caso Renan Calheiros. 2007. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

6.
Andréa Costa Magnavita. Reforma política em contexto de crise: uma análise da interação mídia e política. 2006. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

7.
Alexson Vales Leite. Durante a ditadura militar brasileira, o MDB era considerado uma oposição consentida frente aos atos institucionais?. 2006. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

8.
Cláudia Regina de Faria e Leitão. Meios de comunicação de massa e Poder Legislativo: uma análise da cobertura realizada pelas revistas Veja e Carta Capital sobre a Reforma da Previdência (2003). 2005. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Gestão Legislativa - PPGA) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

9.
Myriam Gonçalves Teixeira de Oliveira. Ética na programação televisiva brasileira: atuação parlamentar para conter abusos cometidos. 2005. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Gestão Legislativa - PPGA) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Thalyssa Pereira Ribeiro do Amaral. Implicações jurídicas e sociais dos Projetos de Lei 470/2013 e 6583/2013: um debate sobre o conceito de família. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Direito) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

2.
Inayara de Oliveira. Democracia e ativismo: as disputas acerca da legalização do aborto no Brasil e no Uruguai. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

3.
Érika Saraiva Nascimento. As propostas legislativas sobre aborto no Brasil e na Argentina. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

4.
Débora Françolin Quintela. As práticas de beleza femininas e a construção da subordinação. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

5.
Laura Carneiro de Mello Senra. Gênero, autonomia e preferências: abordagens feministas e o caso da Ação Direta de Inconstitucionalidade 4.424. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Direito) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

6.
Vítor de Souza Pereira Martins. Estereótipos e representações femininas na revista Veja. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

7.
Antonio Carlos Lourenço Faillace. A música popular brasileira e a censura. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

8.
Pedro de Mesquita Santos. ?Ser Mulher é...?: Os estereótipos na cobertura midiática das ministras brasileiras. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

9.
Fáridah Lopes de Matos. O PERFIL DOS ELEITOS PARA AS PREFEITURAS MUNICIPAIS EM 2008. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

10.
Clara Pedroso Maffia. Tematizando a Participação Política Feminina: O Processo de Implementação das Cotas de Gênero no Brasil. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

11.
Danilo Silvestre. Marketing eleitoral e eleições de 2002 no Brasil. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

12.
Tiago de Oliveira Amaral. Fórum Social Mundial de 2009: uma análise da cobertura. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

13.
Rafaela Soares Silva. Gênero e política na mídia: uma análise das revistas semanais brasileiras. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

14.
Samantha Albano Amorim. 20 anos depois: o golpe de 1964, a ditadura militar e a transição democrática nas páginas da imprensa brasileira do ano de 1984. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

15.
Cristina Cervigni Marques. Mídia e política: análise dos jornais Folha de S. Paulo e O Globo na eleição de 2006. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

16.
Marina Braga Lima Albano. Gênero e representação política: uma análise da atuação das deputadas federais (2003-2007). 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

17.
Lilian Cordeiro Prates. Mídia e política: os editoriais dos jornais O Estado de S. Paulo e Correio Braziliense durante a disputa eleitoral de 2006. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

18.
Layla Pedreira de Carvalho. Duas interpretações da política brasileira: Francisco Campos e Oliveira Vianna. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

19.
Gabriela Oliveira de Andrade. Transição e democracia no Brasil: uma análise dos debates políticos no Congresso Nacional durante a campanha pelas eleições diretas (1983-84). 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

20.
Janaina dos Anjos Coutinho. Construindo mulheres invisíveis: mídia, política e representação do feminino. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

21.
Manoela Marins Hartz. 30 anos depois: o golpe de 1964 e a ditadura militar na imprensa brasileira, no ano de 1994. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

22.
Michelle Vieira Fernandez de Oliveira. Os 40 anos da ditadura militar: memórias, percepções e interpretações do golpe de 1964 e do regime militar na produção midiática de 2004. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

23.
Elisa Sardão Colares. A influência da educação na formação, na (re)produção e na transformação política. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

24.
Lidiane Sousa dos Santos. Militares e política no Brasil: a estreita relação. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

25.
Janaina Moreira Figueira. Representações de gênero na mídia: análise de revistas e telejornais. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

26.
Rafael Ferreira Secunho. O estudo do populismo no Brasil. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

27.
Gustavo Freitas Amora. Ação afirmativa: as cotas para negros(as) na Universidade de Brasília. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

28.
Lauseani Santoni. A crise da representação política e os partidos políticos. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

29.
Marconi Fernandes de Sousa. As relações raciais na Câmara dos Deputados: análise de discursos parlamentares nas décadas de 60, 70 e 80. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

30.
Sabrina Ost. 40 anos depois: o golpe de 1964 e a ditadura recente nas páginas de Veja, Isto É, Época e Carta Capital (2004). 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

31.
Janine Mello dos Santos. Pensamento e prática política no Brasil contemporâneo - liberalismo e democracia. Uma análise do conteúdo programático e da atuação da UDN durante o período de 1945-64. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília - Instituto de Ciência Política, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

32.
João Paulo Marra Dantas. O papel do ator político: a atuação do general Dutra na redemocratização de 1945-6. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

Iniciação científica
1.
Alessandro Michael Cunha Amorim. Teoria política feminista e desigualdades: a relação entre democracia, autonomia e consentimento. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

2.
Vitor de Souza Pereira Martins. Feminismo no Brasil: representações do papel social da mulher. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

3.
Jaqueline Kleine Buckstegge. Gênero e política na mídia brasileira. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

4.
Fernanda Ferreira Mota. Gênero e política na mídia brasileira. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

5.
Gustavo dos Santos Cantuária. Política afirmativa e mídia. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

6.
Pedro de Mesquita. Gênero e política na cobertura do Jornal Nacional às eleições de 2010. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

7.
Adriely Santiago de Toledo. Gênero e política na cobertura da revista Veja às eleições de 2010. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

8.
Bárbara Layza Ramalho dos Santos. Gênero e política na cobertura jornalística às eleições de 2010. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

9.
Clara Pedroso Maffia. Gênero e política na mídia. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

10.
Daniel Vieira Bogéa Soares. Gênero, mídia e representação política. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

11.
Juliana Lima Maia. Gênero e política na mídia. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

12.
Gustavo dos Santos Cantuária. A agenda política dos movimentos negros no Brasil. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

13.
Lilian Faria. Gênero e política na mídia brasileira: análise da visibilidade de deputadas e senadoras. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

14.
Fernanda Ferreira Mota. Gênero e política na mídia brasileira: análise da visibilidade de deputadas e senadoras. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

15.
Jaqueline Kleine Buckstegge. Gênero e política na mídia brasileira: análise da visibilidade de deputadas e senadoras. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

16.
Gustavo dos Santos Cantuária. A agenda política dos movimentos negros no Brasil. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

17.
Bruno Nogueira dos Santos. Gênero, representação política e visibilidade midiática. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

18.
Marcelo Facchina Macedo Bessa. Representações sobre o golpe de 1964 na imprensa brasileira. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

19.
Marina Braga Lima Albano. Gênero e representação política: uma análise da atuação das deputadas na Câmara dos Deputados (1999-2006). 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

20.
Cleiton Euzébio de Lima. Gênero, representação política e visibilidade midiática. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

21.
Michelle Vieira Fernandez de Oliveira. Pensamento e prática política no Brasil contemporâneo ? liberalismo e democracia. Uma análise das representações sobre o Golpe de 1964, ditadura e democracia na imprensa: 40 anos do Golpe e 20 anos da passagem do poder aos civis.. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

22.
Débora Fontoura Rodrigues. Pensamento e prática política no Brasil contemporâneo ? liberalismo e democracia. Uma análise das representações sobre violência política, ditadura e democracia na imprensa: o caso Herzog (2004). 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

23.
Samantha Albano Amorim. Pensamento e prática política no Brasil contemporâneo ? liberalismo e democracia. Uma análise do conceito de democracia nos discursos na imprensa durante a campanha pelas eleições diretas (1983-1984). 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

24.
Anali Cristino Figueirêdo. Pensamento e prática política no Brasil contemporâneo ? liberalismo e democracia. Uma análise do conceito de democracia na imprensa no período de transição do poder dos militares aos civis (1985). 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

25.
João Francisco Araújo Maria. Democracia, deliberação e espaço público em Habermas. 2005. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

26.
Fernanda Nunes Feitosa Barros. Concepções de democracia na Ciência Social: a revista Dados nos 10 primeiros anos da redemocratização (1985-94). 2005. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

27.
Janine Mello dos Santos. Pensamento e prática política no Brasil contemporâneo ? Liberalismo e Democracia. Uma análise do conteúdo programático e da atuação da União Democrática Nacional durante o período de 1945-1964. 2005. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.

28.
Gabriela Oliveira Andrade. Pensamento e prática política no Brasil contemporâneo ? Liberalismo e Democracia. Uma análise do conceito de democracia nos discursos na imprensa e no Congresso Nacional durante a campanha pelas eleições diretas (1983-1984). 2005. Iniciação Científica. (Graduando em Ciência Política) - Universidade de Brasília. Orientador: Flávia Millena Biroli Tokarski.



Educação e Popularização de C & T



Livros e capítulos
1.
MIGUEL, L. F. (Org.) ; BIROLI, F. (Org.) . Teoria política feminista: textos centrais. 11. ed. Vinhedo e Niterói: Horizonte e Editora da Universidade Federal Fluminense, 2013. v. 1. 376p .

2.
BIROLI, F.. Família: novos conceitos. 1. ed. São Paulo: Editora da Fundação Perseu Abramo, 2014. v. 1. 83p .

1.
MIGUEL, L. F. ; BIROLI, F. . Teoria política feminista, hoje. In: Luis Felipe Miguel; Flávia Biroli. (Org.). Teoria política feminista: textos centrais. 1ed.Vinhedo e Niterói: Horizonte e Editora da Universidade Federal Fluminense, 2013, v. 1, p. 7-54.


Apresentações de Trabalho
1.
BIROLI, F.. Feminismo e política. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 11/12/2018 às 21:17:52