Maria Elizabeth Fernandes Correia

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8912768268043499
  • Última atualização do currículo em 14/12/2018


Possui graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1991), mestrado em Ecologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1994) e doutorado em Agronomia (Ciências do Solo) pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (2003). Atualmente é pesquisador A da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária. Tem experiência na área de Ecologia, com ênfase em Fauna de Solo, atuando principalmente nos seguintes temas: recuperação de áreas degradadas, ecotoxicologia de solos e agroecologia (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Maria Elizabeth Fernandes Correia
Nome em citações bibliográficas
CORREIA, M. E. F.;CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES;CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNADES;CORREIA, M.E.F.;FERNANDES CORREIA, MARIA ELIZABETH;CORREIA, MARIA E. F.;CORREIA, MARIA ELISABETH FERNANDES;CORREIA, MARIA ELIZABETH F.;CORREIA, MARIA ELIZABETH

Endereço


Endereço Profissional
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, Centro Nacional de Pesquisa de Agrobiologia.
BR 465, Km.47- Laboratório de Fauna de Solo
Ecologia
23851970 - Seropédica, RJ - Brasil - Caixa-postal: 74505
Telefone: (21) 34411570
Fax: (21) 26821230
URL da Homepage: http://cnpab.embrapa.br


Formação acadêmica/titulação


1996 - 2003
Doutorado em Agronomia (Ciências do Solo).
Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
Título: Distribuição, Preferência Alimentar e Transformação de Serapilheira por Diplópodes em Sistemas Florestais., Ano de obtenção: 2003.
Orientador: Avílio Antonio Franco.
Palavras-chave: Fauna de solo; Ecologia de Comunidades; Florestas.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Zoologia / Subárea: Zoologia Aplicada / Especialidade: Utilização dos Animais.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo.
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado.
1992 - 1994
Mestrado em Ecologia.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Organização da Comunidade de Macroartrópodos Edáficos em um Ecossistema de Mata Atlântica de Tabuleiros, Linhares (E.S.).,Ano de Obtenção: 1994.
Orientador: Irene Ester Gonzalez Garay.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Fauna de solo; Mata Atlântica; Ecologia de Comunidades.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Ecossistemas.
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado.
1985 - 1991
Graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.




Formação Complementar


2011 - 2011
Serviços do Ecossistema: indicadores de biodiversi. (Carga horária: 36h).
Empresa Brasileira de Pesquisa Aggropecuária, EMBRAPA, Brasil.
2010 - 2010
Treinamento em Ecotoxicologia Terrestre. (Carga horária: 104h).
Universidade de Coimbra, UC, Portugal.
2008 - 2008
International Course on Soil Ecotoxicology. (Carga horária: 40h).
Universidade Positivo, POSITIVO, Brasil.
2006 - 2006
Boas Práticas de Laboratório para UGQ. (Carga horária: 24h).
Paj Morel Qualité, PMQ, Brasil.
2005 - 2005
Análise de Risco de Plantas Geneticamente Modifica. (Carga horária: 34h).
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil.
2005 - 2005
Implantação das Normas INMETRO NIT-DICLA 028 e 034. (Carga horária: 24h).
HGB Consultoria e Gestão, HGB, Brasil.
2004 - 2004
Development and implementation of bioindicators. (Carga horária: 80h).
Universidade de Coimbra, UC, Portugal.
2004 - 2004
Capacitação em Educação Ambiental. (Carga horária: 34h).
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil.


Atuação Profissional



Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária, EMBRAPA, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Chefe Adjunto de Pesquisa e Desenvolvimento, Carga horária: 40

Vínculo institucional

1997 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Pesquisador III, Carga horária: 40

Atividades

9/1997 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro Nacional de Pesquisa de Agrobiologia, .


Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Orientador de mestrado e doutorado-CPGA-CS

Vínculo institucional

2008 - Atual
Vínculo: Professora Orientadora, Enquadramento Funcional: Orientadora do Doutorado PGGCTIA-UFRRJ
Outras informações
Orientadora do Curso de Doutorado Binacional em Ciência, Tecnologia e Inovação em Agropecuária

Vínculo institucional

1995 - 1996
Vínculo: Professor Substituto, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 40

Atividades

6/1995 - 2/1996
Ensino, Engenharia Florestal, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia Geral
Ecossistemologia-IVCurso de Atualização em Ciências Ambientais


Linhas de pesquisa


1.
Fauna de Solo
2.
Indicadores Biológicos
3.
Ecossistemas Florestais


Projetos de pesquisa


2015 - Atual
Monitoramento participativo da resiliência de uma paisagem agrícola e o papel de práticas agroecológicas na conservação da biodiversidade
Descrição: A proposta em pauta representa uma nova etapa dos projetos ?Planejamento Participativo da Paisagem Agrícola da Bacia do Rio Macacu com base em Práticas Agroecológicas de Cultivo? (Projeto Matriz Verde), aprovado no edital 09 / 2007 e ?Construção coletiva de princípios agroecológicos voltados à consolidação de paisagens sustentáveis no assentamento São José da Boa Morte (Cachoeiras de Macacu/ RJ)? (Projeto Paisagens Sustentáveis), aprovado no edital 02/2011. Pretende um maior aprofundamento no manejo da biodiversidade local, considerando desde a biodiversidade do solo a biodiversidade da paisagem onde estão inseridas as unidades produtivas. A continuidade do projeto representa a oportunidade de avaliar o papel das técnicas localmente adaptadas na prestação de serviços ambientais no nível local e da paisagem, a avaliação do desempenho de espécies nativas, disponíveis e reconhecidas localmente, nos agroecossistemas e o reconhecimento de áreas produtivas de baixa resiliência na Bacia Guapi-Macacu, municiando os gestores locais de informações quanto às práticas mais adequadas aos diferentes locais da bacia e aquelas que necessitam de maior apoio às iniciativas de transição agroecológica. O conceito de resiliência adotado pelo projeto abarca, em seu conjunto, resistência e capacidade de recuperação. Essa propriedade é vista de maneira vinculada a unidades biogeofísicas, atores sociais e sua rede de relações socioeconômicas. Portanto, estes sistemas são delimitados por fronteiras espaciais e/ou funcionais e estão inseridas em paisagens e contextos particulares, onde a resiliência a ser alcançada deve atender a essas particularidades..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
Alternativas de controle da matocompetição em projetos de restauração de áreas degradadas na Mata Atlântica

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Luiz Fernando Duarte de Moraes em 19/08/2015.
Descrição: Avaliar a eficácia e o custo econômico de técnicas alternativas de controle de espécies invasoras em ações de restauração de áreas degradadas no domínio de Floresta Atlântica, no estado do Rio de Janeiro..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - Atual
Alternativas de controle da matocompetição em reflorestamentos de espécies nativas da Mata Atlântica
Descrição: Essa proposta visa gerar tecnologias de baixo custo para o controle da matocompetição em plantios florestais voltados para a recuperação ambiental. Para isso, pretende-se unir a experiência de dois grupos de pesquisa do estado do Rio de Janeiro, a Embrapa Agrobiologia e a Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro além do Instituto Estadual de Ambiente (INEA). Todos possuem experiência no tema e têm encontrando resultados preliminares promissores, mas que necessitam ser validados para sua transferência para técnicos, extensionistas e empresas envolvidas em reflorestamentos com espécies nativas. Dessa forma, o projeto buscará respostas para as seguintes questões: 1. É possível aplicar graminicidas em áreas de plantio ou regeneração de espécies florestais nativas da Mata Atlântica, sem causar dano nas espécies de interesse? 2. Leguminosas utilizadas para adubação verde podem auxiliar no manejo da matocompetição, favorecendo o desenvolvimento e reduzindo os custos de implantação de reflorestamentos com espécies nativas? 3. O eucalipto, por seu rápido crescimento, pode ajudar no sombreamento de gramíneas e assim reduzir seu crescimento favorecendo o estabelecimento de plantios florestais com espécies nativas? A madeira desse eucalipto poderia ainda ser utilizada para reduzir os custos do plantio das espécies nativas? 4. Técnicas de coroamento artificial, com uso de papelão tratado, podem ser eficazes como método alternativo de coroamento das mudas de espécies nativas? 5. As estratégias propostas apresentam vantagens econômicas e/ou ecológicas em relação às tradicionalmente utilizadas?.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - Atual
Manejo da Compostagem de Resíduos Agrícolas pela Utilização do Diplópode Trigoniulus corallinus
Descrição: A geração de resíduos orgânicos de origem vegetal tem se tornado crescente, tanto em função de atividades agrícolas em área rurais, como paisagísticas, em áreas urbanas. Estima-se que anualmente são produzidos mundialmente cerca de 20-50 x 109 toneladas de material lignocelulósico, dos quais apenas 4 x 109 toneladas são efetivamente utilizados. Os já bem estabelecidos processos de compostagem e vermicompostagem são uma alternativa ambientalmente amigável para lidar com este tipo de problema. No entanto, as características físicas e químicas de alguns resíduos vegetais podem retardar estes processos, ou demandar a adição de outros substratos ricos em nitrogênio, como por exemplo, o esterco, essencial para a vermicompostagem. Uma alternativa inovadora é manejar e otimizar a funcionalidade de outros animais invertebrados decompositores que podem agir de modo alternativo à ação das minhocas. Um exemplo destes organismos são os diplópodes, conhecidos vulgarmente como gongolos, piolhos-de-cobra ou embuás, dependendo da região. Esses invertebrados são fragmentadores primários da matéria orgânica, ou seja, são capazes de processar diretamente resíduos vegetais sem que seja necessário algum tipo de pré-compostagem. Ocorrem naturalmente em pilhas de composto e vermicomposto acelerando o processo de redução de massa e liberação de nutrientes, mas há uma falsa crença de que são predadores de minhocas, sendo eliminados pelos produtores. O mais notável destes organismos é que naturalmente são encontrados em resíduos com elevada relação C/N, colonizando pseudocaules de bananeira, sabugos de milho e pilhas de grama em decomposição sem adição de nenhum outro tipo de recurso. Isto revela a sua capacidade de fragmentar materiais de difícil processamento pelas minhocas, quando não há a adição de esterco. Este projeto é a continuidade de uma linha de pesquisa já iniciada, em que a Embrapa financiou um projeto de 2 anos, a partir do qual algumas informações básicas já foram levantadas. D.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / Gustavo Ribeiro Xavier - Integrante / LEAL, M.A. de A. - Coordenador / Raul de Lucena Duarte Ribeiro - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2011 - Atual
Estudo de Retorno do Resíduo de Bauxita às Minas: Análise do Risco Ecológico e Busca de Soluções Biotecnológicas
Descrição: O resíduo de buxita após a extração da alumina é um material alcalino com elevado tero de sódio. Estudos em parceria entre a Embrapa Agrobiologia e a ALCOA buscarão indentificar processos físicos, químicos e biológicos que permitam reduzir o teor de sódio e o pH deste resíduo visando seu às cavasde mineração..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - Atual
EFEITO DA PEDOFORMA NO PROCESSO DE SUCESSÃO EM FRAGMENTOS FLORESTAIS NA REGIÃO DO MÉDIO VALE DO PARAÍBA DO SUL, PINHEIRAL- RJ.

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Marcos Gervasio Pereira em 13/08/2012.
Descrição: Estima-se que a Mata Atlântica recobria, ao tempo da chegada dos portugueses ao Brasil, cerca de 98% do território fluminense, englobando a mata propriamente dita (floresta ombrófila densa) e ecossistemas associados, como manguezais, restingas e campos de altitudes. Hoje, no entanto, calcula-se que menos de 17% da superfície do estado encontrando-se bastante fragmentada e desconectada, representada em sua quase totalidade por pequenas manchas florestais dispersas, em áreas de difícil acesso, isoladas e impactadas, circundadas por extensas matrizes formadas de pastos, capoeiras, monoculturas e áreas urbanas. Na região do Médio Vale do Paraíba do Sul a decadência da cafeicultura fluminense, provocada pelo esgotamento dos solos, levou à generalização do uso da terra por pastagens, com a prática de queimadas para a sua renovação. O município de Pinheiral, localizado nesta região, apresenta atualmente, como conseqüência do histórico de ocupação e uso de suas terras, apenas 18 % de seu território sob cobertura florestal nativa em diferentes níveis de alteração e regeneração. Este município destaca-se quanto aos problemas de erosão e degradação das terras, já que 88% de sua área está nas classes de alta ou muito alta vulnerabilidade à erosão, o maior índice entre todos os municípios fluminenses, sendo que a retirada da cobertura vegetal associada as práticas agrícolas utilizadas, contribuem para o agravamento dos processos erosivos. A partir da observação deste cenário, percebe-se a importância de estudos que contribuam para um maior entendimento dos processos de restauração que ocorrem nas áreas dos fragmentos. Apesar de na literatura serem apresentados os vários efeitos das pedoformas (côncava e convexa) na dinâmica da água, nutrientes e processos erosivos, poucos são aqueles que demonstram a influência das pedoformas nos processos de restauração. Desta forma este projeto de como objetivo avaliar o efeito de diferentes pedoformas no processo de sucessão vegetal em um fra.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / Lúcia Helena Cunha dos Anjos - Integrante / Marcos Gervasio Pereira - Coordenador.Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.
2010 - Atual
Desenvolvimento de tecnologia de recuperação de áreas degradadas por perda de horizonte superficial na Caatinga
Descrição: A extração de material de características plásticas é uma atividade comum em todo o país, e em cada região apresenta nomes e características particulares, como saibro, barro, argila, piçarra, entre outros. Essa áreas de empréstimo são comumente abertas em encostas ou em cavas que muitas vezes podem chegar a alguns metros de profundidade, ou simplesmente retirar todo um morro ou encosta, tornando a topografia da área bem distinta em relação ao que havia originalmente. É difícil estabelecer o total de área impactada por essa prática, pois é uma atividade pulverizada que visa atender demandas locais como melhoria de acessos, terraplanagens diversas para construção civil, aterros sanitários, etc. O que sabe com certeza é que com a retirada dos horizontes superficiais, sem a intervenção do homem, essas áreas tendem a demorar muito tempo a serem cobertas novamente com vegetação e em muitos casos, a falta de cobertura vegetal acaba aumentando a possibilidade de erosão, gerando transtornos tanto no meio rural como no meio urbano. Embora seja uma atividade existente em todo o país onde haja desenvolvimento urbano, na Caatinga merece destaque, justamente por não haver muitos estudos na literatura fazendo recomendações para reversão desse processo. Em janeiro de 2007 a Embrapa Agrobiologia iniciou um projeto em parceria com a Petrobras e a Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA) com a finalidade de realizar pesquisas para identificar espécies e modelos de revegetação de áreas degradadas por exploração de piçarra em bioma de Caatinga no Rio Grande do Norte. Foram selecionadas seis jazidas de extração para condução do estudo, onde foram avaliados métodos de plantio (com ou sem reposição de solo superficial) e adubação (com ou sem adição de esterco na cova de plantio) e testadas cerca de 10 espécies de leguminosas arbóreas e arbustivas fixadoras de nitrogênio e outras 10 espécies leguminosas não fixadoras ou não leguminosas, em sua maioria, nativas da região. Ao final d.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - Atual
Intercâmbio Acadêmico e Tecnológico: Caracterização Polifásica da Interação Microrganismos-Fauna do Solo para Aplicação Biotecnológica
Descrição: Neste projeto, financiado pelo CNPq no edital "Programa CNPq/ Universidade de Coimbra/ Associação Grupo de Coimbra de Dirigentes de Universidades Brasileiras", haverá o intercâmbio de alunos de doutorado da UFRRJ e da Universidade de Coimbra, com o intutito de investigar a microbiota associada aos invertebrados da fauna de solo, com ação detrítivora..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - Atual
Dinâmica da paisagem associada a indicadores para subsidiar o planejamento de uso da terra e a caracterização de serviços ambientais
Descrição: As principais linhas de ação propostas nesse projeto abrangem: caracterização da paisagem e seus componentes; definição de indicadores de qualidade do solo, da água e da paisagem; diagnóstico socioeconômico; geração de uma base de dados integrada; entendimento e caracterização de serviços ambientais e sua relação com a recomendação de práticas conservacionistas no manejo agrícola; elaboração e divulgação de documento sobre boas práticas agrícolas; desenvolvimento da percepção ambiental dos atores locais; avaliação dos impactos sócio-econômicos e ambientais. O projeto cria a oportunidade de se trabalhar com atributos físicos, químicos e biológicos do solo e da água, considerando ainda aspectos da paisagem e da hidrologia. Com auxilio de ferramentas estatísticas, no Plano de Ação 3, os parâmetros de solo e água determinados serão avaliados com a integração dos dados para selecionar os indicadores de qualidade mais sensíveis à variabilidade espacial de fatores relacionados ao uso e manejo da terra, bem como dos fatores ambientais, visando definir modelos para a obtenção de índices de qualidade de solo e água nas bacias do Córrego Pito Aceso (Bom Jardim), e do rio Macacu (Cachoeiras de Macacu). Os índices assim definidos, serão aplicados com base nos indicadores selecionados e espacializados, utilizando ferramentas de SIG e de modelagem, no âmbito do Plano de Ação 4, onde haverá integração com outros temas para analisar a paisagem e caracterizar serviços ambientais, a fim de subsidiar o planejamento e orientar o uso e manejo adequado dos recursos naturais nas bacias hidrográficas em questão. No Plano de Ação 5 as ações articipativas com o agricultor e suas comunidades, buscam mais e melhores informações sobre os recursos naturais e opções ecologicamente adequadas de seu manejo, com base no entendimento conceitual e dos benefícios potenciais de serviços ambientais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2011
Processamento de resíduos orgânicos através do manejo da fauna de solo
Descrição: Este projeto pretende testar uma espécie de diplópode de ampla ocorrência em agroecossistemas tropicais e com elevada capacidade de fragmentação de resíduos vegetais, Trigoniulus corallinus, como um agente de fragmentação de resíduos orgânicos, isoladamente e em associação com a vermicompostagem. Algumas experiências de compostagem utilizando diplópodes foram feitas recentemente na Índia mostrando a potencialidade deste grupo da fauna de solo. Desta forma, buscando otimizar os processos de compostagem e vermicompostagem, em particular de resíduos de elevada relação C/N, serão realizados experimentos que quantifiquem a contribuição dos diplópodes para estes processos. O produto gerado será testado como substrato para produção de mudas de hortaliças para sistemas de produção agroecológicas, assim como para mudas de leguminosas arbóreas utilizadas em ações de recuperação de áreas degradadas. Será também realizado um experimento de produção de hortaliças em que o gongocomposto e o vermicomposto serão utilizados como adubos orgânicos. Visando determinar a qualidade do produto gerado serão realizadas uma série de análises químicas e físicas deste gongocomposto..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2009 - Atual
Qualidade do solo em áreas de agricultura, pastagem e fragmentos florestais na região do Médio Vale do Paraíba do Sul -Rio de Janeiro

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Marcos Gervasio Pereira em 13/08/2012.
Descrição: Estima-se que a Mata Atlântica recobria, ao tempo da chegada dos portugueses ao Brasil, cerca de 98% do território fluminense, englobando a mata propriamente dita (floresta ombrófila densa) e ecossistemas associados, como manguezais, restingas e campos de altitudes. Hoje, no entanto, calcula-se que menos de 17% da superfície do estado encontrando-se bastante fragmentada e desconectada, representada em sua quase totalidade por pequenas manchas florestais dispersas, em áreas de difícil acesso, isoladas e impactadas, circundadas por extensas matrizes formadas de pastos, capoeiras, monoculturas e áreas urbanas. Na região do Médio Vale do Paraíba do Sul a decadência da cafeicultura fluminense, provocada pelo esgotamento dos solos, concomitante com a libertação dos negros escravos, no final do século passado, levou à generalização do uso da terra por pastagens para a criação de gado de forma extensiva. O processo de devastação florestal prosseguiu, em razão das pastagens e das queimadas. O município de Pinheiral, localizado nesta região e inserido no domínio da Mata Atlântica sob a formação florestal denominada Estacional Semidecidual, apresenta atualmente, como conseqüência do histórico de ocupação e uso de suas terras, apenas 18 % de seu território sob cobertura florestal nativa em diferentes níveis de alteração e regeneração. Dentre os municípios do Vale do Paraíba do Sul com problemas de erosão e degradação das terras, destaca-se Pinheiral, com 88% de sua área nas classes de alta ou muito alta vulnerabilidade à erosão, o maior índice entre todos os municípios fluminenses, sendo que a retirada da cobertura vegetal associada às práticas agrícolas utilizadas contribuíram para o aumento dos processos erosivos. A partir da observação deste cenário, percebe-se a importância de estudos que contribuam para avaliação do grau de degradação / recuperação dessas áreas através de indicadores de qualidade do solo, e desta forma buscar práticas mitigadoras do processo erosivo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / Cristiane Figueira da Silva - Integrante / Eliane Maria Ribeiro da Silva - Integrante / Lúcia Helena Cunha dos Anjos - Integrante / Marcos Gervasio Pereira - Coordenador / MENEZES, C.E.G. - Integrante / BALIEIRO, F. de C. - Integrante / Marisa C Picollo - Integrante / Fernando Silva Coutinho - Integrante.Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.
2009 - Atual
INDICADORES AGRO-AMBIENTAIS EM AMBIENTES FRÁGEIS DE MATA ATLÂNTICA E VÁRZEAS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
Descrição: Descrição: O Rio de Janeiro, dentre os estados da União, é aquele quem vem sendo submetido a modificações na sua paisagem desde os primórdios da colonização do Brasil. Estima-se que a Mata Atlântica recobria, ao tempo da chegada dos portugueses ao Brasil, cerca de 98% do território fluminense, hoje, no entanto, calcula-se que menos de 17% da superfície do estado encontra-se com essa cobertura vegetal. O conjunto de modificações antrópicas conduziu a formação de áreas de grande fragilidade ambiental. O conceito de fragilidade ambiental diz respeito à suscetibilidade do meio ambiente a qualquer tipo de dano, inclusive à poluição. Daí a definição de ecossistemas ou áreas frágeis como aqueles que, por suas características, são particularmente sensíveis aos impactos ambientais adversos, apresentando dessa forma baixa resiliência e pouca capacidade de recuperação. No Estado destacam-se duas feições que podem ser consideradas como áreas frágeis: a) fragmentos florestais, que apresentam-se em diferentes estádios de recuperação, e em grande parte, são oriundos de áreas que no passado eram utilizadas como áreas agrícolas para, e em função do exaurimento do solo foram abandonadas, e b) as áreas de Organossolos, também denominados de solos de turfa, que ocorrem em ambientes de várzea. Apesar de sua pequena representatividade geográfica, os Organossolos têm grande importância econômica e social. Em ambas as áreas, o manejo adequado pode contribuir para a redução na emissão de gases que favorecem o aquecimento global, em especial a emissão de CO2 e de metano nos ambientes hidromórficos (onde se localizam os Organossolos). Apesar de vários estudos terem sido conduzido com o objetivo do estudo da dinâmica de carbono em solos com vistas a quantificação da emissão de CO2, CH4 e N2O para a atmosfera e sua contribuição no aumento do efeito estufa, poucos são aqueles que relacionam as taxas de emissão com indicadores físicos e químicos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / Marcos Gervásio Pereira - Coordenador / Lúcia Helena Cunha dos Anjos - Integrante / PINHEIRO, E. F.M. - Integrante.Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.
2008 - 2012
Climate Change, landscape dynamics, land use and natural resources in teh Atlantic forest of Rio de Janeiro
Descrição: Descrição: The applicants of the proposed project are The Cologne University of Applied Sciences (in cooperation with the University of Bonn), the University of Leipzig and the Friedrich-Schiller- University of Jena. The project will be carried out in collaboration with two Brazilian institutions, The National Centre for Soil Research (EMBRAPA Solos) and The National Centre for Research of Agrobiology (EMBRAPA Agrobiologia), together with many externally involved project partners. The Cologne University of Applied Sciences, the University of Leipzig and the University of Bonn have been research partners within the BMBF Mata Atlântica programme. The proposed project is designed to widen the scope of the Biodiversity in Integrated Land Use Management for Economic and Natural System Stability in the Mata Atlântica of Rio de Janeiro (BLUMEN) project carried out from 2003-2005.The BMBF-BLUMEN project accomplished its research on a comparably small and local spatial scale. The proposed project will now adopt a landscape view to upscale and apply methodologies developed on assessment of biodiversity and land-use. The research project addresses the objectives of methodological advancement and applicability of results in decision-making at the interface of environmental management and economic progress in the Brazilian Mata Atlântica region. The principal intentions to carry out this project are derived from the considerations of the actual causes and processes of landscape change under the influence of global change, in particular of future climate conditions. The research approach is structured into five main modules comprising six work packages. These are: I. Land use systems (WP 1: Land use), II. Forest systems and bioindicators (WP 2: Bio-ecological assessment), III. Soil and water dynamics (WP 3: Geo-ecological dynamics, WP 4: Water resources management, IV. Participative research in rural development (WP 5: Onfarm research) and V. Integrated modelling, ..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (4) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / Adriana Maria de Aquino - Coordenador.Financiador(es): Governo Alemão - Auxílio financeiro.
2008 - 2011
Recuperação de solos de cerrado e caatinga pelo uso de sistemas agroflorestais como alternativa à agricultura tradicional de corte e queima na região centro-norte do Piauí
Descrição: Descrição: O processo contínuo de corte e queima tem causado a perda gradativa do potencial produtivo do solo, devido à diminuição da sua fertilidade, principalmente pela perda de nutrientes e de matéria orgânica, decorrente da falta de manejo adequado do sistema produtivo. O desenvolvimento de tecnologias de produção com base conservacionista é essencial para manutenção da qualidade do solo, pois minimiza a perda de nutrientes, aumenta os estoques de matéria orgânica do solo, contribuindo para redução das emissões de gases de efeito estufa e promove a sustentabilidade dos sistemas produtivos. A adoção do Sistema Agroflorestal (SAF), tem se constituído uma alternativa sustentável para aumentar os níveis de produção agrícola, animal e florestal e para recuperar áreas degradadas, sob condições diferenciadas de solo e clima. Nos municípios de Esperantina e Pedro II, localizados sob os domínios do cerrado e da caatinga piauiense, respectivamente, a agricultura é, na sua quase totalidade, baseada no corte e queima, o que tem provocado o esgotamento da fertilidade natural do solo, aumentando a dependência da produtividade pelo uso de fertilizantes e agrotóxicos e o processo de degradação do solo. No entanto, alguns agricultores destes municípios, amparados por organizações não governamentais, passaram a adotar o SAF, como alternativa para a melhoria da qualidade do solo e aumento sustentável da produção. Apesar disso, não há, nestes sistemas, nenhum estudo desenvolvido que comprove cientificamente, os benefícios dos SAFs para o solo, ambiente e em última análise, para as condições socioeconômicas dos produtores de base familiar. Neste sentido, o objetivo geral deste projeto é monitorar os processos de degradação de áreas sob cultivo tradicional de corte e queima e sistema agroflorestal por meio dos indicadores de qualidade do solo em comunidades dos municípios de Esperantina e Pedro II, PI, fornecendo alternativas sustentáveis de produção para os agricultores da região. E.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / SAGRILO, E. - Integrante / ARAÚJO, A. S. F. de - Integrante / GALVÃO, S.R.da S. - Integrante / LEITE, L.F. C - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2008 - 2011
Uso de biomassa carbonizada e adubação verde e seus efeitos na qualidade do solo e produtividade do consórcio milho-feijão caupi no leste maranhense
Descrição: Descrição: No estado do Maranhão, o sistema de cultivo predominante consiste no corte e queima da vegetação primária ou secundária, em que culturas como o milho e o feijão-caupi, são inseridas sem qualquer amparo tecnológico capaz de racionalizar e sustentar esse processo produtivo ao longo do tempo. Como conseqüência, após um ou dois ciclos, há o posterior abandono da área por vários anos, até que a regeneração parcial da vegetação e o restabelecimento de algumas propriedades químicas, físicas e biológicas do solo permitam novos ciclos de cultivo. Por isso, é necessário o desenvolvimento de tecnologias calcadas em práticas sustentáveis e de base ecológica para melhoria da qualidade do solo. O uso de plantas de cobertura constitui prática bastante comum em sistemas de produção agroecológica, entretanto, são inexistentes trabalhos realizados com a associação dessa prática à aplicação de biomassa carbonizada no solo, com posterior avaliação dos seus efeitos na produtividade das culturas e melhoria da qualidade do solo. O objetivo deste projeto é promover a melhoria da qualidade de um Neossolo e aumento da produtividade das culturas do milho e feijão caupi, com base em princípios agroecológicos, mediante aplicação de biomassa carbonizada ao solo, associada ao pré-cultivo de adubo verde. O projeto será será desenvolvido na Fazendo Buriti Doce, situada no município de Caxias, leste maranhense.O experimento terá início com a aplicação de diferentes doses de carvão vegetal (0, 15 e 30 t ha-1), obtido a partir do corte e carbonização (slash-and-char) da vegetação nativa extraída da própria área do experimento. Paralelamente ao uso da biomassa carbonizada, serão instalados tratamentos com e sem o cultivo da espécie para adubação verde Crotalaria juncea L., como fonte de nutrientes e matéria orgânica para o solo. Por ocasião da implantação do cultivo posterior (milho + feijão-caupi), serão estabelecidos ainda, tratamentos com e sem a aplicação de adubação química NPK, em quan.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / SAGRILO, E. - Integrante / GALVÃO, S.R.da S. - Integrante / LEITE, L.F. C - Coordenador / JÚNIOR, J. O. L. - Integrante.Financiador(es): Banco do Nordeste do Brasil - Auxílio financeiro.
2008 - 2011
Planejamento Participativo da Paisagem Agrícola da Bacia do Rio Macacu com Base em Práticas Agroecológicas de Cultivo
Descrição: A região da bacia do rio Macacu concentra importante percentual da agricultura do estado do Rio de Janeiro. Ela se caracteriza pelo grande número de assentamentos agrícolas estabelecidos na região nas décadas de 1970 e 1980, além do contingente representativo de agricultores familiares que seguem tendo a agricultura como sua principal fonte de renda. A região também é parte importante da Mata Atlântica do Rio de Janeiro e abrigava originalmente uma complexa rede de tipologias vegetacionais, incluindo florestas perenifólias e sub-perenifólias, florestas subcaducifólias, restingas, manguezais, formações rupestres, campos de altitude e campos higrófilos de várzea, entre outras. A bacia possui ainda destacada importância socioambiental, uma vez que é a principal fonte de abastecimento de água, suprindo a demanda de grande parte da porção leste da bacia da Baia de Guanabara, que abrange um contingente populacional de aproximadamente 3 milhões de pessoas. Apesar de apresentar relevantes características ambientais e grande potencial econômico, o processo de ocupação do solo associado às práticas de manejo e cultivo empregadas na região concorrem para a degradação ambiental, comprometendo a capacidade produtiva. Este projeto tem como objetivo construir, de maneira coletiva, uma base de conhecimento sobre a interação entre as comunidades locais e a paisagem, buscando apontar alternativas de cultivo que minimizem os impactos negativos da agricultura sobre a biodiversidade, melhorando a qualidade de vida, possibilitando a busca e inserção em novos nichos de mercado..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2010
Dinâmica de fragmentos florestais na Mata Atlântica da região do Médio Vale do Paraíba do Sul -Rio de Janeiro
Descrição: Descrição: Estima-se que a Mata Atlântica recobria, ao tempo da chegada dos portugueses ao Brasil, cerca de 98% do território fluminense, englobando a mata propriamente dita (floresta ombrófila densa) e ecossistemas associados, como manguezais, restingas e campos de altitudes. Hoje, no entanto, calcula-se que menos de 17% da superfície do estado encontrando-se bastante fragmentada e desconectada, representada em sua quase totalidade por pequenas manchas florestais dispersas, em áreas de difícil acesso, isoladas e impactadas, circundadas por extensas matrizes formadas de pastos, capoeiras, monoculturas e áreas urbanas. Na região do Médio Vale do Paraíba do Sul a decadência da cafeicultura fluminense, provocada pelo esgotamento dos solos, concomitante com a libertação dos negros escravos, no final do século passado, levou à generalização do uso da terra por pastagens para a criação de gado de forma extensiva. O processo de devastação florestal prosseguiu, em razão das pastagens e das queimadas. O município de Pinheiral, localizado nesta região e inserido no domínio da Mata Atlântica sob a formação florestal denominada Estacional Semidecidual, apresenta atualmente, como conseqüência do histórico de ocupação e uso de suas terras, apenas 18 % de seu território sob cobertura florestal nativa em diferentes níveis de alteração e regeneração. Dentre os municípios do vale do rio Paraíba do Sul com problemas de erosão e degradação das terras, destaca-se Pinheiral, com 88% de sua área estando nas classes de alta ou muito alta vulnerabilidade à erosão, o maior índice entre todos os municípios fluminenses, sendo que a retirada da cobertura vegetal associada as práticas agrícolas utilizadas, contribuem para o agravamento dos processos erosivos. A partir da observação deste cenário, percebe-se a importância de estudos que contribuam para um maior entendimento da dinâmica da fragmentação florestal e as principais modificações que ocorrem nos fragmentos...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / Marcos Gervásio Pereira - Coordenador / Lúcia Helena Cunha dos Anjos - Integrante / MENEZES, C.E.G. - Integrante / PEREIRA, C.R. - Integrante / BALIEIRO, F. de C. - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.
2007 - 2009
Avaliação da eficiência de estratégias físicas e biológicas na Recuperação de voçorocas
Descrição: projeto aprovado junto ao edital 06/2006 do macroprograma 3 da Embrapa.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / RESENDE, A.S - Coordenador.
2007 - 2008
Uso de Coberturas Mortas Vegetais e Seus Efeitos na Produtividade de Hortaliças e no Controle da População de Plantas Espontâneas
Descrição: Descrição: Esse projeto tem como objetivo principal o estudo do uso de coberturas mortas com diferentes resíduos vegetais para as culturas de cebola e cenoura nas condições edafoclimáticas das regiões da Baixada Fluminense e Serrana do estado do Rio de Janeiro, avaliando o seu efeito na produtividade dessas espécies e no controle da população de plantas espontâneas. Inicialmente, serão avaliados diversos resíduos através de bioensaios para determinação do potencial alelopático. Em seguida, aqueles materiais mais promissores serão comparados em experimentos de campo que avaliarão o efeito dessas coberturas mortas sobre a produtividade de cebola e cenoura e sobre a população de plantas espontâneas nas áreas cultivadas. Paralelamente, será realizado o isolamento de substâncias químicas com efeito alelopático contidas nas coberturas mortas avaliadas...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / José Antonio Espindola - Coordenador / José Guilherme Marinho Guerra - Integrante / CARVALHO, G.J.A. de - Integrante / ASSIS, R.L.de - Integrante / CARVALHO, M.G. de - Integrante.Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.
2007 - Atual
Rochas Potássicas como Fontes de Potássio para Sistemas Agropecuários
Descrição: Descrição: O território brasileiro é constituído, na sua maioria, por solos ácidos e pobres em nutrientes, como o potássio (K). Para torná-los produtivos, são utilizadas grandes quantidades de fertilizantes , que englobam cerca de 40 % dos custos variáveis de produção. Conseqüentemente, torna-se necessário buscar alternativas econômicas aos fertilizantes tradicionais. O Brasil tem importado a maior parte do fertilizante potássico utilizado na agricultura. Resultados obtidos em projetos anteriores indicam que rochas contendo quantidades razoáveis de flogopita ou biotita podem constituir fontes alternativas de K para uso agrícola. A avaliação em rede de experimentos diversificados, com rochas de cada região, permitirá ampliar as possibilidades de uso e da viabilidade econômica dessas rochas em diferentes sistemas de produção agropecuária no Brasil. Dentre os sistemas estudados, merecem destaque aqueles relacionados à agricultura orgânica, onde existe grande demanda por tais insumos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / José Antonio Espindola - Integrante / RESENDE. A.V. de - Coordenador / KINPARA, D. I. - Integrante / FILHO, E.C. de O - Integrante / CONCEIÇÃO, H. - Integrante / MARRIEL, I. E. - Integrante / SOUZA, L. F. da S - Integrante / SCHUNKE, R.M. - Integrante.Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.
2007 - Atual
Consorciação de Plantas de Cobertura Antecedendo o Cultivo de Olerícolas, sob Manejo Orgânico, e seu efeito sobre atributos biológicos do solo e controle de plantas espontâneas
Descrição: Descrição: Esse projeto tem como objetivo principal a geração de conhecimentos e tecnologia relativos ao uso de pré-cultivos consorciados de plantas de cobertura para olerícolas, com ênfase nos seus efeitos sobre a produtividade das culturas, assim como nos atributos biológicos do solo (fauna do solo e população de fungos micorrízicos arbusculares) e no controle de plantas espontâneas. Para tanto, serão conduzidos dois experimentos de campo que avaliarão consórcios de plantas de cobertura mais adequados ao uso como pré-cultivos para as culturas de milho verde e de repolho. Paralelamente, será avaliado o potencial alelopático dos resíduos vegetais mais promissores para o controle de plantas espontâneas, procedendo-se então o isolamento de substâncias químicas com efeito alelopático contidas nos resíduos vegetais avaliados...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / José Antonio Espindola - Coordenador / José Guilherme Marinho Guerra - Integrante / Eliane Maria Ribeiro da Silva - Integrante / Segundo Sacramento Urquiaga Caballero - Integrante / CARVALHO, G.J.A. de - Integrante / CARVALHO, M.G. de - Integrante / FREITAS, S. de P. - Integrante / OLIVEIRA, M.C.C. de - Integrante.Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.
2007 - Atual
Importância das minhocas para a fertilidade do solo e como indicadores da qualidade ambiental
Descrição: Descrição: As minhocas são animais extremamente úteis, podendo ser usadas como biondicadores da qualidade do solo e da integridade de ecossistemas, e sua atividade têm comprovados efeitos (geralmente positivos) sobre a fertilidade do solo e o crescimento vegetal. Porém, até o momento, as minhocas têm sido pouco aproveitadas para esse fim no Brasil, principalmente por dificuldades técnicas e falta de pesquisadores capacitados no assunto, e a carência de dados sobre seu potencial como bioindicadores e bioestimuladores vegetais em diversos ecossistemas nacionais. As minhocas também podem ser usadas para reciclar lixo orgânico, produzindo um excelente adubo ("humus"), mas esse potencial têm sido pouco explorado no país. Portanto, esse projeto tem como objetivo principal promover o uso de minhocas como bioindicadores ambientais, estimuladoras da fertilidade do solo e do crescimento vegetal e recicladoras de resíduos orgânicos. Para tal, se estudarão comunidades de minhocas em diversos ecossistemas agrícolas, florestais e naturais, buscando encontrar espécies bioindicadores da fertilidade do solo e preservação ambiental. Também se testarão diversos substratos, espécies e métodos de vermicompostagem e o valor do "húmus" como adubo orgânico, buscando a maior eficiência do método e uso do "húmus". Dessa forma, espera-se aumentar a adoção das práticas e benefícios da vermicultura para reciclar os reíduos orgânicos gerados no Brasil, e o uso das minhocas como bioindicadores em diversos sistemas de produção, para avaliar a qualidade do solo e prever o estado de conservação dos ambientes brasileiros...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (2) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / Adriana Maria de Aquino - Integrante / George Brown - Coordenador / Patrick Lavelle - Integrante / MILORE, D.M.B.P. - Integrante / Brossard, M - Integrante / Thibaud Decäens - Integrante / Pasini, A - Integrante / VAZ, C.M.P. - Integrante / Baretta, D. - Integrante / CARDOSO, E.J.B.N. - Integrante / RÖMBKE, J. - Integrante / JAMES, S. W. - Integrante / GARCIA, M.V.B. - Integrante / SCHIEDECK, G. - Integrante / Tapia-Coral Sandra - Integrante / LIMA, A.C.R. de - Integrante / CARVALHO, C. - Integrante / MARCHÃO, R.L. - Integrante / ANJOS, J.L. dos - Integrante / ROUSSEAU, G. - Integrante / ANDREA, M. M. - Integrante / OLIVEIRA, R.C. de - Integrante / Siu Mui Tsai - Integrante / ANTONIOLLI, Z.I. - Integrante.Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.
2006 - 2007
Convenio de cooperação técnica para avaliação do rejeito de bauxita como produto agrícola
Descrição: Convênio renovado em janeiro de 2006, por um período de 24 meses no valor de R$ 9.300,00 por mês por um período de 24 meses, do qual sou o sub-coordenador..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / Eduardo F Carneiro Campello - Coordenador / RESENDE, A.S - Integrante.
2004 - 2007
Rochas Brasileiras como Fontes Alternativas de Potássio para Uso em Sistemas Agropecuários
Descrição: Descrição: Projeto em Rede com a possibilidade de mostrar a viabilidade de rochas brasileiras, compostas por filossilicatos do tipo biotita e/ou flogopita, além de feldspatóides, como fonte alternativa de potássio a sistemas agropecuários. Os recursos totais em negociação com o CT-Agronegócio, o CT-Mineral e a Embrapa, na ordem de R$ 2.100.000,00, viabiliza a formação da Rede e o alcance das metas propostas, que dentre elas envolve a determinação de modelos de biossolubilização de rochas potássicas, sob condições controladas e a a biodisponibilidade de outros nutrientes e elementos traços para as plantas e para a atividade microbiana do solo adubado com rochas potássicas. O estudo regionalizado das rochas é fundamental para que os tipos de rochas sejam testados em diversas condições ambientais e sistemas agropecuários em uso. Os pressupostos do Projeto indicam que a dependência nacional em potássio pode ser profundamente diminuída em função da disponibilidade dessas fontes. ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / José Antonio Espindola - Coordenador / Orivaldo José SagginJúnior - Integrante / Gustavo Ribeiro Xavier - Integrante / Norma Gouvea Rumjanek - Integrante / PAIXÃO, C. de O. - Integrante.Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Aggropecuária - Auxílio financeiro.
2004 - 2005
Caracterização química de espécies arbóreas para consolidação de banco de dados sobre espécies utilizadas para adubação verde
Descrição: Projeto para formação de banco de dados de espécies para fins de adubação verde financiado dentro dos editais de macrioprogramas da Embrapa..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / Eduardo F Carneiro Campello - Coordenador / RESENDE, A.S - Integrante / SILVA, G.T.A. - Integrante.Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.
2003 - 2006
FAUNA DO SOLO: UM RECURSO A SER MANEJADO EM SISTEMAS DE PLANTIO DIRETO NO BRASIL?
Descrição: Descrição: A fauna do solo envolve todos os invertebrados que vivem no ambiente solo e na interface solo-serapilheira, desempenha importante função no solo, principalmente, em sistemas com grande aporte de matéria orgânica, como são os sistemas de plantio direto. A macrofauna, especificamente, é responsável pela fragmentação e incorporação da palhada, por outro lado, a estrutura da comunidade é influenciada pela quantidade e qualidade da palhada, pelo tipo de cultura, tipo de solo e condições climáticas. Dependendo dessas condições a macrofauna pode ter um papel decisivo na ciclagem de nutrientes da palhada. Uma vez identificada a relação entre a estrutura da comunidade e as condições edafoclimáticas que levaram ao estabelecimento e desenvolvimento dessa comunidade e o papel que desempenha no solo, é possível manejar a fauna do solo, otimizando suas atividades através do próprio manejo do solo. Não significa maximizar o número de espécies, mas sim enfatizar certos grupos e objetivos específicos. A etapa pretendida nesse projeto consiste em: 1) enfocar o papel dos decompositores, gerando conhecimento sobre quem são, o que comem e como se distribuem em relação às diferentes condições edafoclimáticas. Para tanto, será utilizado o método do TSBF, que permite o conhecimento de toda a comunidade da macrofauna e "litter bags" com diferentes malhas, que possibilitem estabelecer a importância dos diferentes grupos; 2) amostrar minhocas, térmitas e corós, definidos previamente como grupos-chave, para estudos sobre: diversidade, grupos funcionais e, através da marcação com 13C, será traçada a origem da fonte de energia dos decompositores; 3) determinar o grau de resposta do grupos-chave ao impacto do dos sistemas de plantio direto através do índice V, visando definir possíveis bioindicadores da qualidade do solo; 4) inserir dados sobre a macrofauna do solo no cálculo dos índices de qualidade do solo, que serão determinados em associação aos indicadores físicos e químicos do so.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / Rogério Ferreira da Silva - Integrante / Adriana Maria de Aquino - Coordenador / Patrícia Costa - Integrante / Henrique Pereira dos Santos - Integrante / George Brown - Integrante / Fábio Martins Mercante - Integrante / Maria de Fátima Guimarães - Integrante / JACOB, L. - Integrante.Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Aggropecuária - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2003 - 2006
Prodetab - Manejo agroflorestal para recuperação de áreas degradadas vis-a-vis seqüestro de carbono, armazenamento de água no solo, valoração econômica e ambiental.Projeto financiado pelo prodetab (R$ 738.031,00) A Unidade coordenadora é a Fundação Getúli
Descrição: A degradação do meio ambiente tem sido conseqüência de intensa ação antrópica, estando aí incluído o negócio agrícola, com perdas que podem chegar a 200 t de solo. ha-1.ano-1. Mais de 80% das áreas em produção apresentam algum grau de degradação, sendo que, nos níveis atuais de retorno econômico do setor agropecuário, em áreas acidentadas com inviabilidade de mecanização o agricultor está impossibilitado de investir na proteção do meio ambiente e na sustentabilidade dos sistemas produtivos. A Mata Atlântica tem sofrido ações predatórias desde o início da colonização brasileira, inicialmente, fornecendo matéria prima para a população crescente, sendo seu espaço ocupado progressivamente por atividades, agrícolas, industriais e por núcleos urbanos. Atualmente restam apenas cerca de 7% das floresta original. Destes, a maior parte está fragmentada, sofrendo contínua perda de biomassa vegetal e erosão genética. Um exemplo desta tendência são os dados apresentados pelo Censo Agropecuário do Estado do Rio de Janeiro de 2000 que apontam, além do êxodo rural, uma tendência de urbanização do meio rural na região, merecendo destaque a redução ocorrida entre 1970 a 1996 de: 44% do número de estabelecimentos; 37% da área dos estabelecimentos; 90% da área plantada de lavouras; 50% do pessoal ocupado com atividades de agropecuária; aumento de cerca de 50% nos estabelecimentos com menos de 10 ha, reduzindo a capitalização e dificultando o acesso ao crédito agrícola. A análise desses números revela uma forte retração das atividades rurais na região que poderiam aliviar as pressões antrópicas sobre os remanescentes florestais, pelo êxodo rural. Entretanto, alem das favelas acabarem sendo o destino da maioria destes agricultores deslocados do interior, nas áreas sem atividade agrícola, não e permitida o estabelecimento de capoeiras em estádio avançado de sucessão pela impossibilidade de reutilização futura da área em atividades agrícolas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / Aluísio G de Andrade - Integrante / Avílio Antonio Franco - Integrante / Eduardo F Carneiro Campello - Coordenador / Segundo Sacramento Urquiaga Caballero - Integrante / RESENDE, A.S - Integrante / ALVES, B.J.R - Integrante / BODDEY, R.M - Integrante / COUTINHO, H. - Integrante.Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Cooperação.
2003 - 2004
MP 2, PC Código 501-02
Descrição: Descrição: - Macroprograma (MP) 02. Projeto Componente (PC), Código 501-02 : "Fauna do solo: um recurso a ser manejado em sistemas de plantio direto no Brasil?". Líder: Adriana Maria de Aquino - Embrapa Agrobiologia (RJ). Período previsto: 36 meses. Linha Temática: projetos visando o desenvolvimento de conhecimentos e tecnologias inovadoras para o aumento da competitividade e sustentabilidade do agronegócio, atividades associadas e afins, atendendo aos conceitos e norteadores do Macroprograma 2. - Plano de Ação (PA) 5 - Ciclagem de carbono no solo e fonte alimentar dos animais detritívoros. Coordenador: Bruno José Rodrigues Alves - Embrapa Agrobiologia (RJ). Participação em atividades 5.1, 5.2, 5.4, 5.5: Responsável: Bruno José Rodrigue Alves - Embrapa Agrobiologia (RJ). Colaborador: Robert Michael Boddey - Embrapa Agrobiologia (RJ). Colaborador: Segundo Urquiaga - Embrapa Agrobiologia (RJ). Participação em atividades 5.3: Colaborador: Bruno José Rodrigue Alves - Embrapa Agrobiologia (RJ)...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2002 - 2007
Rede de Agricultura orgânica
Descrição: Descrição: Macroprograma 01 Embrapa. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa. Integrantes: Norma Gouvêa Rumjanek. - Integrante / Maria Cristina Prata Neves. - Integrante / Ricardo Trippia dos Guimarães Peixoto. - Coordenador / José Guilherme Marinho Guerra. - Integrante / Adriana Maria de Aquino. - Integrante / Elen de Lima Aguiar Menezes. - Integrante / Gustavo Ribeiro Xavier - Integrante. Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2002 - 2007
Rede de Biossegurança - Organismos geneticamente modificados
Descrição: Descrição: Em atendimento à legislação de biossegurança, os órgãos competentes do Governo Federal exigem o fornecimento de dados e informações científicas sobre os possíveis impactos ambientais de cada uma das plantas transgênicas, a fim de proceder a uma análise de riscos caso a caso do seu plantio experimental ou comercial, bem como sua segurança para o consumo humano e animal. Para atender a estas exigências, a Embrapa está organizando uma Rede de Biossegurança na qual os diferentes produtos geneticamente modificados que a Empresa pretende colocar no mercado nos próximos anos vão ser avaliados quanto à segurança alimentar e ambiental. Os estudos serão voltados para 4 plantas geneticamente modificadas, como mamão com resistência ao vírus da mancha anelar (PRSV), feijão com resistência ao vírus do mosaico dourado (BGMV), batata com resistência ao Potato viris Y (PVY) e algodão com resistência a insetos. Dentre as ações de pesquisas estão inseridos avaliações do efeito do cultivo dessas plantas sobre a biota do solo (fauna do solo, micorrizas, decompositores, comunidade microbiana). A população da biota do solo interage ativamente com a comunidade vegetal através do reconhecimento de exsudatos vegetais e síntese de sinais moleculares capazes de intermediar interações inter e intra-específicas, afetando direta ou indiretamente a nutrição e a saúde das plantas, além de sofrer os reflexos das mudanças nas propriedades físicas e químicas do solo. Alterações na composição das populações da biota do solo afetam os processos de decomposição da matéria orgânica e a ciclagem de nutrientes, o que tem sido freqüentemente associado à perda de sustentabilidade. No Brasil, o uso em grandes áreas de culturas transgênicas representa um novo tipo de impacto ambiental ainda não avaliado. ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (2) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / Orivaldo José SagginJúnior - Integrante / Gustavo Ribeiro Xavier - Integrante / Claudia Miranda Martins - Integrante / Norma Gouvea Rumjanek - Coordenador / BRITO, E.P. - Integrante.Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.
2000 - 2009
Utilização de leguminosas noduladas e micorrizadas na revegetação de tanques de depósito de rejeito da Mineração Rio do Norte SA, Porto Trombetas-PA
Descrição: Este projeto vem sendo executado em parceria com a UFV e tem como objetivo desenvolver metodologia para revegetação de tanques de depósito de rejeito de lavagem de bauxita da Mineração Rio do Norte SA em Porto Trombetas-PA. Além da seleção de espécies mais adaptadas as condições do substrato, ensaios de campo testando-se diferentes niveis de adubação tem sido realizados a fim de avaliar a demanda demanda de nutrientes para a obtenção de uma biomassa vegetal compatível com a das florestas da região. Avaliações de fauna de solo foram feitas com o objetivo de se verificar a recuperação da biodiversidade do solo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
1999 - 2003
Prodetab - Desenvolvimento de sistemas agroflorestais para recuperação e sustentabilidade de áreas de mata atlântica.
Descrição: A sustentabilidade dos ecossistemas está fundamentada no tripé: biodiversidade, fluxo de energia e ciclagem de nutrientes. Nos sistemas produtivos atuais tem prevalecido a diminuição da biodiversidade, uma aceleração do fluxo de energia e contínua remoção de nutrientes do sistema. Em conseqüência, mais de 80% das áreas atualmente em produção apresentam algum grau de degradação, necessitando correção de fertilidade. A produção de adubos, especialmente os nitrogenados, contribui para a acumulação de CO2 no ar e o aquecimento global, com conseqüências ainda não completamente equacionadas. Na região da Mata Atlântica as atividades rurais praticadas não tem garantido retorno econômico e sustentabilidade, resultando em degradação do meio ambiente e êxodo rural. A intensificação do uso de fertilizantes, devido as características da região, pode acelerar a degradação do ambiente pela poluição dos aqüíferos subterrâneos, rios e lagos. A utilização de sistemas agroflorestais pode ser uma forma de contrapor a esta tendência e o papel das leguminosas fixadoras de nitrogênio (LFN), nos mesmos, precisa ser melhor equacionado. Este projeto busca unir esforços de dois Centros de pesquisa da Embrapa (Agrobiologia e Solos), a UFRRJ e uma ONG (REBRAF) visando promover a substituição dos modelos destrutivos de uso da terra e das florestas, por alternativas ecológica e economicamente sustentáveis de produção, gerando conhecimentos de conservação ambiental e desenvolvimento sustentável, dentro do conceito dos sistemas agroflorestais. Busca, ao mesmo tempo resgatar a biodiversidade de plantas e animais das florestas remanescentes. A estratégia deste projeto está centrada na avaliação de sistemas alternativos de produção, onde já estejam contemplados o aumento e manutenção da matéria orgânica do solo, a manutenção da biodiversidade. Além disso o projeto busca inserir a fixação biológica de nitrogênio em capoeiras, e pastagens estabelecidas, plantios mistos para produção de energia..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / Aluísio G de Andrade - Integrante / Eduardo F Carneiro Campello - Coordenador / Avílio Antônio Franco - Integrante / Eliane Maria Ribeiro da Silva - Integrante.Financiador(es): Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Auxílio financeiro.
1995 - 1996
Fortalecimento das pesquisas e da pós graduação em conservação e manejo do bioma cerrado pantanal
Descrição: Descrição: Fortalecimento das pesquisas e da pós graduação em conservação e manejo do bioma cerrado pantanal, trata-se de um projeto de parceria entre o programa de Pós-graduação em Agronomia da UEMS e o programa de de pós -graduação em Agronomia Ciência do solo da UFRRJ, sob coordenação do Prof. Jolimar Antonio Schiavo. Edital n0 16/2008 faixa B. Processo 620029/2008 0. R$ 317.000,00. ..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / Marcos Gervásio Pereira - Coordenador / Lúcia Helena Cunha dos Anjos - Integrante / ALVES, B.J.R - Integrante / SALTON, J.C. - Integrante / SCHIAVO, J.A. - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.


Projetos de extensão


2013 - 2016
Agroecologia para Gente que Cresce II: uma viagem pelo mundo sustentável
Descrição: O desenvolvimento de uma agricultura sustentável, sem prejuízo para o meio ambiente, que valorize o uso de princípios e práticas sustentáveis na produção de alimentos, sem a utilização de insumos químicos, torna-se importante nos dias atuais, onde existe uma preocupação crescente com o esgotamento das reservas naturais, o desperdícios, a reciclagem de materiais etc. O desafio dos comunicadores é fazer a divulgação científica para a sociedade destes conhecimentos, especialmente para crianças e jovens, cidadãos do futuro, de forma criativa, fazendo uso de estratégias diferenciadas que envolvam o desenvolvimento de uma comunicação com o uso de recursos audiovisuais, materiais impressos, exposições cenográficas, incluindo recursos de mídias interativas e sociais, que proporcionem a aquisição do conhecimento produzido pela Embrapa Agrobiologia de forma lúdica..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
2007 - 2007
Membro da equipe de coordenação do projeto para implantação do corredor agroecologico do comperj petrobras. maior empreendimento da Petrobras no País
Descrição: Parceria entre Embrapa Solos, Embrapa Florestas e Embrapa Agrobiologia com a petrobras.
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / RESENDE, A.S - Coordenador / PRADO, R.B. - Integrante / FIDALGO, E.C.C. - Integrante / CURCIO, G.R. - Integrante.Financiador(es): Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro.
2006 - 2010
Agroecologia pra Gente que Cresce
Descrição: O projeto Agroecologia para Gente que Cresce teve como objetivo mobilizar o público infanto-juvenil sobre agroecologia, uma abordagem da agricultura que aplica princípios ecológicos e integra diversos aspectos socioeconômicos e agronômicos no manejo de sistemas de produção sustentáveis. Foram desenvolvidos materiais como: cartilhas, jogos, vídeos, entre outros para apoiar oficinas e outras atividades educativas..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.


Projetos de desenvolvimento


2008 - Atual
Implantação do corredor ecológico comperj
Descrição: Responsabilidade técnica da Embrapa sobre a implantação do Corredor Ecológico Comperj - projeto financiado pela Petrobras, por 7 anos para promover o reflorestamento, monitoramento do solo, água, fauna e flora, educação ambiental e capacitação da comunidade do entorno. Maior empreendimento da Petrobras em terra e possivelmente um dos maiores programas ambientais do país financiado pela empresa..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Maria Elizabeth Fernandes Correia - Integrante / Eduardo Francia Carneiro Campello - Integrante / PRADO, R.B. - Integrante / FIDALGO, E.C.C. - Integrante / CURCIO, G.R. - Integrante / PEIXOTO, R.T. dos G. - Integrante / RESENDE. A.V. de - Coordenador / BALIEIRO, F. de C. - Integrante / LEAL, M.A. de A. - Integrante / DEDECECK, R.A. - Integrante / Jantalia, C. P. - Integrante / Guilherme Montandon Chaer - Integrante / Claudio Lucas Capeche - Integrante / Annete Bonnet - Integrante / João Antonio Pereira Fowler - Integrante / Caio de Teves Inácio - Integrante / Amilton Baggio - Integrante / José Ronaldo de Macedo - Integrante / Maria Alice de Medeiros - Integrante / Maria Alice dos Santos Alves - Integrante / Carlos Eduardo Viveiros Grelle - Integrante / Maurício Brandão Vecchi - Integrante.Financiador(es): Petróleo Brasileiro - Rio de Janeiro - Matriz - Auxílio financeiro.
2005 - 2008
REDE DE BOAS PRÁTICAS: credenciamento de projetos de avaliação de biossegurança com organismos geneticamente modificados
Descrição: Descrição: O Plano de Ação relacionado ao projeto Rede de Boas Práticas contempla as ações necessárias para atender aos requisitos da norma de credenciamento em BPL (INMETRO NIT DICLA 28) no desenvolvimento das atividades sob responsabilidade da Embrapa Agrobiologia nos projetos componentes da Rede de Biossegurança relacionados aos produtos algodão, batata, feijão, mamão e soja...
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.


Revisor de periódico


2009 - Atual
Periódico: Pesquisa Agropecuária Brasileira (1977. Impressa)
2009 - Atual
Periódico: Floresta e Ambiente
2009 - Atual
Periódico: Revista Ciência Agronômica (UFC. Impresso)
2008 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Zoologia (Impresso)
2013 - Atual
Periódico: Ciência Rural (UFSM. Impresso)


Revisor de projeto de fomento


2013 - Atual
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
2011 - Atual
Agência de fomento: Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ
2010 - Atual
Agência de fomento: Empresa Brasileira de Pesquisa Aggropecuária


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Teórica/Especialidade: Fauna de Solo.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Aplicada/Especialidade: Bioindicadores do Solo.
3.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Recursos Florestais e Engenharia Florestal / Subárea: Conservação da Natureza/Especialidade: Recuperação de Areas Degradadas.
4.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo/Especialidade: Manejo e Conservação do Solo.
5.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo/Especialidade: Biologia do Solo.
6.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecotoxicologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2012
Destaque Embrapa Agrobiologia - Área de Pesquisa, Embrapa.
2011
Premiação Nacional de Equipes_ Categoria Criatividade ano base 2009_ Projeto Processamento de resíduos orgânicos através do manejo da fauna do solo, Embrapa, Embrapa.
2008
Colaborador Interno da Equipe do Projeto Rochas Brasileiras como fontes alternativas de potássio para uso em sistemas agropecuários - "Sistema de avaliação e Premiação por Resultados da Embrapa 2007", Embrapa.
2005
Colaborador Interno da Equipe do Projeto Rochas Brasileiras como fontes alternativas de potássio para uso em sistemas agropecuários - "Sistema de Avaliãção e Premiação por Resultados da Embrapa 2004", Embrapa.
2004
VII Prêmio de Iniciação Científica, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.
2003
Colaborador Interno da Equipe do Projeto Rede de Biosegurança: Organismos Geneticamente Modificados - "Sistema de Avaliação e Premiação por Resultados da Embrapa 2002", Embrapa.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

SCOPUS

Artigos completos publicados em periódicos

1.
BUCH, ANDRESSA CRISTHY2018BUCH, ANDRESSA CRISTHY ; SISINNO, CRISTINA LÚCIA SILVEIRA ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES ; SILVA-FILHO, EMMANOEL VIEIRA . Food preference and ecotoxicological tests with millipedes in litter contaminated with mercury. SCIENCE OF THE TOTAL ENVIRONMENT, v. 633, p. 1173-1182, 2018.

2.
OLIVEIRA, MARINA V. DE2018OLIVEIRA, MARINA V. DE ; FRANÇA, EDER CLEYTON B. DE ; FEITOSA, RODRIGO M. ; CORREIA, MARIA ELIZABETH F. ; QUEIROZ, JARBAS M. . Ninhos de Atta sexdens (Hymenoptera: Formicidae) podem afetar a estrutura da assembleia de artrópodes do solo na Mata Atlântica?. IHERINGIA. SÉRIE ZOOLOGIA (ONLINE), v. 108, p. e2018009, 2018.

3.
MACHADO, HUGO MAIA2018MACHADO, HUGO MAIA ; AMARAL SOBRINHO, NELSON MOURA BRASIL DO ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES ; MAGALHÃES, MARCIO OSVALDO LIMA ; LIMA, ERICA SOUTO ABREU . Toxicity of Drilling Waste from Oil Wells on Oligochaeta. FLORAM, v. 25, p. e20160320, 2018.

4.
DA SILVA CORREIA, DAYANA2018DA SILVA CORREIA, DAYANA ; PASSOS, SAMUEL RIBEIRO ; PROENÇA, DIOGO NEVES ; MORAIS, PAULA VASCONCELOS ; XAVIER, Gustavo Ribeiro ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES . Microbial diversity associated to the intestinal tract of soil invertebrates. APPLIED SOIL ECOLOGY, v. 131, p. 38-46, 2018.

5.
SCORIZA, R.N.2018SCORIZA, R.N. ; CORREIA, M.E.F. . Soil ecotoxicology and mesofauna at the site of an attested oil spill in Ipanema National Forest. REVISTA BRASILEIRA DE CIENCIAS AGRARIAS, v. 13, p. 1-9, 2018.

6.
FERREIRA, CLÁUDIA DOS REIS2018FERREIRA, CLÁUDIA DOS REIS ; SOUZA, RODRIGO CAMARA DE ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES ; RESENDE, ALEXANDER SILVA DE ; ANJOS, Lúcia Helena Cunha dos ; PEREIRA, Marcos Gervasio . Edaphic arthropods in different successional stages of Atlantic forest and abandoned pasture areas. COMUNICATA SCIENTIAE, v. 8, p. 296-306, 2018.

7.
VEZZONE, MARIANA2018VEZZONE, MARIANA ; CESAR, RICARDO ; POLIVANOV, HELENA ; SERRANO, ALINE ; SIQUEIRA, DANIELLE ; ABREU, LETICIA ; BIANCHI, MIRIAM ; CORREIA, MARIA ELIZABETH ; CASTILHOS, ZULEICA ; DE CAMPOS, TÁCIO . Ecotoxicological evaluation of dredged sediments from Rodrigo de Freitas Lagoon (Rio de Janeiro State, Brazil) using bioassays with earthworms and collembolans. Environmental Earth Sciences, v. 77, p. 743, 2018.

8.
ANTUNES, LUIZ FERNANDO DE SOUSA2018ANTUNES, LUIZ FERNANDO DE SOUSA ; SCORIZA, RAFAEL NOGUEIRA ; França, E M ; SILVA, D. G. ; CORREIA, MARIA E. F. ; Leal, MAA ; ROUWS, J. R. C. . DESEMPENHO AGRONÔMICO DA ALFACE CRESPA A PARTIR DE MUDAS PRODUZIDAS COM GONGOCOMPOSTO. Revista Brasileira de Agropecuária Sustentável (RBAS), v. 8, p. 57, 2018.

9.
SCORIZA, R.N.2017SCORIZA, R.N. ; CORREIA, M.E.F. ; SILVA, E.M.R. . O estoque de serrapilheira é eficiente como indicador ambiental em fragmentos florestais de encosta?. REVISTA BRASILEIRA DE CIENCIAS AGRARIAS, v. 12, p. 79-85, 2017.

10.
BUCH, ANDRESSA CRISTHY2017BUCH, ANDRESSA CRISTHY ; SCHMELZ, RÜDIGER M. ; NIVA, CINTIA CARLA ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES ; SILVA-FILHO, EMMANOEL VIEIRA . Mercury critical concentrations to Enchytraeus crypticus (Annelida: Oligochaeta) under normal and extreme conditions of moisture in tropical soils - Reproduction and survival. ENVIRONMENTAL RESEARCH, v. 155, p. 365-372, 2017.

11.
PINHEIRO, LIANE BARRETO ALVES2017PINHEIRO, LIANE BARRETO ALVES ; CAMARA, RODRIGO ; PEREIRA, Marcos Gervasio ; LIMA, Eduardo ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES ; MARTINS, CRISTIANE MIRANDA ; ZONTA, EVERALDO ; MENEZES, CARLOS EDUARDO GABRIEL . Effect of termite activity on soil under different land management strategies. Semina-Ciencias Agrarias, v. 38, p. 143, 2017.

12.
BUCH, ANDRESSA CRISTHY2017BUCH, ANDRESSA CRISTHY ; BROWN, GEORGE GARDNER ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES ; LOURENÇATO, LÚCIO FÁBIO ; SILVA-FILHO, EMMANOEL VIEIRA . Ecotoxicology of mercury in tropical forest soils: Impact on earthworms. SCIENCE OF THE TOTAL ENVIRONMENT, v. 589, p. 222-231, 2017.

13.
BIANCHI, MIRIAM DE OLIVEIRA2017BIANCHI, MIRIAM DE OLIVEIRA ; SCORIZA, RAFAEL NOGUEIRA ; RESENDE, ALEXANDER SILVA DE ; CAMPELLO, Eduardo Francia Carneiro ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES ; SILVA, Eliane Maria Ribeiro da . Macrofauna Edáfica como Indicadora em Revegetação com Leguminosas Arbóreas. FLORAM, v. 24, p. e00085714, 2017.

14.
MENEZES, CARLOS EDUARDO GABRIEL2017MENEZES, CARLOS EDUARDO GABRIEL ; GUARESCHI, RONI FERNANDES ; PEREIRA, Marcos Gervasio ; ANJOS, LÚCIA HELENA CUNHA ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES ; BALIEIRO, FABIANO CARVALHO ; PICCOLO, MARISA DE CÁSSIA . ORGANIC MATTER IN AREAS UNDER SECONDARY FORESTS AND PASTURE. Cerne, v. 23, p. 283-290, 2017.

15.
ROSA, V.M.D.2017ROSA, V.M.D. ; SCORIZA, R.N. ; CORREIA, M.E.F. ; Baretta, D. . Ecotoxicological potential of bordeaux mixture and Neem oil on not target soil organisms. REVISTA BRASILEIRA DE CIENCIAS AGRARIAS, v. 12, p. 470-474, 2017.

16.
RODRIGUES, Khalil de Menezes2016RODRIGUES, Khalil de Menezes ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES ; RESENDE, ALEXANDER SILVA DE ; CAMILO, FERNANDA DE LIMA ; CAMPELO, EDUARDO FRANCIA CARNEIRO ; FRANCO, Avílio Antônio ; DECHEN, SONIA CARMELA FALCI . FAUNA DO SOLO AO LONGO DO PROCESSO DE SUCESSÃO ECOLÓGICA EM VOÇOROCA REVEGETADA NO MUNICÍPIO DE PINHEIRAL - RJ. http://dx.doi.org/10.5902/198050987550, v. 26, p. 355, 2016.

17.
Bianchi, MO2016Bianchi, MO ; SCORIZA, R. N. ; CORREIA, M. E. F. . Influência do clima na dinâmica de serrapilheira emuma floresta estacional semidecidual em Valença, RJ, Brasil. Revista Brasileira de Biociências (Online), v. 14, p. 97-101, 2016.

18.
ANTUNES, LUIZ FERNANDO DE SOUSA2016ANTUNES, LUIZ FERNANDO DE SOUSA ; SCORIZA, RAFAEL NOGUEIRA ; SILVA, DIONE GALVÃO DA ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES . Production and efficiency of organic compost generated by millipede activity. Ciência Rural, v. 46, p. 815-819, 2016.

19.
SILVA, B.A.2016SILVA, B.A. ; SCORIZA, R.N. ; CORREIA, M.E.F. . Ecotoxicological potential of copper-based organic fungicide in non-target soil organisms. Agrária (Recife. Online), v. 11, p. 304-309, 2016.

20.
BUCH, ANDRESSA CRISTHY2016BUCH, ANDRESSA CRISTHY ; NIEMEYER, JÚLIA CARINA ; FERNANDES CORREIA, MARIA ELIZABETH ; SILVA-FILHO, EMMANOEL VIEIRA . Ecotoxicity of mercury to Folsomia candida and Proisotoma minuta (Collembola: Isotomidae) in tropical soils: Baseline for ecological risk assessment. Ecotoxicology and Environmental Safety, v. 127, p. 22-29, 2016.

21.
BIANCHI, MIRIAM DE OLIVEIRA2016BIANCHI, MIRIAM DE OLIVEIRA ; SCORIZA, RAFAEL NOGUEIRA ; DA SILVA, ELIANE MARIA RIBEIRO ; CAMPELLO, Eduardo Francia Carneiro ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES . Influência da proporção de leguminosas florestais sobre a comunidade de fungos micorrízicos em áreas revegetadas. Revista Agrogeoambiental, v. 8, p. 23-32, 2016.

22.
SCORIZA, R. P.2016SCORIZA, R. P. ; CORREIA, M.E.F. ; ESPINDOLA, J. A. ; ARAUJO, E. S. . Efeito do cultivo de plantas de cobertura sobre a fauna edáfica. Revista Brasileira de Agroecologia (Online), v. 11, p. 310-318, 2016.

23.
SCORIZA, RAFAEL NOGUEIRA2016SCORIZA, RAFAEL NOGUEIRA ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES . Fauna do Solo como Indicadora em Fragmentos Florestais na Encosta de Morrotes. FLORAM, v. 23, p. 598-601, 2016.

24.
SCORIZA, RAFAEL NOGUEIRA2016SCORIZA, RAFAEL NOGUEIRA ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES ; SILVA, Eliane Maria Ribeiro da . Colêmbolos e fungos micorrízicos arbusculares como indicadores de degradação em fragmentos florestais de encosta. REVISTA DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS (BELÉM), v. 59, p. 386-392, 2016.

25.
SILVA, MIGUEL SEABRA CORRÊA DA2016SILVA, MIGUEL SEABRA CORRÊA DA ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES ; SILVA, Eliane Maria Ribeiro da ; MADDOCK, John Edmund Lewis ; PEREIRA, Marcos Gervasio ; SILVA, Cristiane Figueira da . Soil Fauna Communities and Soil Attributes in the Agroforests of Paraty. FLORAM, v. 23, p. 180-190, 2016.

26.
SCORIZA, RAFAEL NOGUEIRA2016SCORIZA, RAFAEL NOGUEIRA ; BIANCHI, MIRIAM DE OLIVEIRA ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES ; LEAL, MARCO ANTONIO DE ALMEIDA . Effect of castor cake and elephant grass composting on edaphic fauna. Ciência Rural, v. 46, p. 1750-1755, 2016.

27.
MACHADO, D. L.2015MACHADO, D. L. ; PEREIRA, M. G. ; CORREIA, M. E. F. ; DINIZ, A. R. ; MENEZES, C.E.G. . FAUNA EDÁFICA NA DINÂMICA SUCESSIONAL DA MATA ATLÂNTICA EM FLORESTA ESTACIONAL SEMIDECIDUAL, NA BACIA DO RIO PARAÍBA DO SUL, RJ. Ciência Florestal (UFSM. Impresso), v. 25, p. 91-106, 2015.

28.
MACHADO, D. L.2015MACHADO, D. L. ; PEREIRA, M. G. ; CORREIA, M. E. F. ; DINIZ, A. R. ; SANTOS, L. L. ; MENEZES, C.E.G. . Ciclagem de nutrientes em diferentes estágios sucessionais da Mata Atlântica na bacia do Rio Paraíba do Sul, RJ. Bioscience Journal (UFU. Impresso), v. 31, p. 1222-1237, 2015.

29.
SILVA, LUSIMAR LAMARTE GONZAGA GALINDO DA2015SILVA, LUSIMAR LAMARTE GONZAGA GALINDO DA ; RESENDE, ALEXANDER SILVA DE ; DIAS, Paulo Francisco ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES ; SCORIZA, RAFAEL NOGUEIRA . Soil macrofauna in wooded pasture with legume trees. Ciência Rural, v. 45, p. 1191-1197, 2015.

30.
BUCH, ANDRESSA CRISTHY2015BUCH, ANDRESSA CRISTHY ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES ; TEIXEIRA, DANIEL CABRAL ; SILVA-FILHO, EMMANOEL VIEIRA . Characterization of soil fauna under the influence of mercury atmospheric deposition in Atlantic Forest, Rio de Janeiro, Brazil. Journal of Environmental Sciences (China), v. 32, p. 217-227, 2015.

31.
SCORIZA, RAFAEL NOGUEIRA2015SCORIZA, RAFAEL NOGUEIRA ; SILVA, ALESSANDRO DE PAULA ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES ; LELES, PAULO SÉRGIO DOS SANTOS ; RESENDE, ALEXANDER SILVA DE . Efeito de Herbicidas sobre a Biota de Invertebrados do Solo em Área de Restauração Florestal. REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIA DO SOLO (ONLINE), v. 39, p. 1576-1584, 2015.

32.
FERREIRA, RAIMUNDO N. C.2015FERREIRA, RAIMUNDO N. C. ; WEBER, OLMAR B. ; CORREIA, MARIA E. F. ; BENAZZI-IKEDA, ELOÍSA S. ; SCORIZA, RAFAEL N. ; MESQUITA, ANTONIO L. M. . Effects of Wastewater from Oil Exploration on Soil Mesofauna. BULLETIN OF ENVIRONMENTAL CONTAMINATION AND TOXICOLOGY, v. 95, p. 777-783, 2015.

33.
CORTES, CATHARINA TEIXEIRA2015CORTES, CATHARINA TEIXEIRA ; BARBOSA, LEOVANIO RODRIGUES ; MORAIS, GILDEAN PORTELA DE ; NUNES, LUÍS ALFREDO PINHEIRO LEAL ; ARAÚJO, ADEMIR SÉRGIO FERREIRA DE ; CORREIA, MARIA ELISABETH FERNANDES . Soil fauna under eucalypt stands of different ages in the Savanna of Piauí. CIENTÍFICA (JABOTICABAL. ONLINE), v. 43, p. 280-286, 2015.

34.
BATISTA, ITAYNARA2014BATISTA, ITAYNARA ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES ; PEREIRA, Marcos Gervasio ; BIELUCZYK, WANDERLEI ; SCHIAVO, JOLIMAR ANTONIO ; ROUWS, JANAÍNA RIBEIRO COSTA . Frações oxidáveis do carbono orgânico total e macrofauna edáfica em sistema de integração lavoura-pecuária. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso), v. 38, p. 797-809, 2014.

35.
Guareschi, R. F2014Guareschi, R. F ; PEREIRA, M. G. ; MENEZES, C.E.G. ; ANJOS, Lúcia Helena Cunha dos ; CORREIA, M. E. F. . Atributos químicos e físicos do solo sob pastagem e estádios sucessionais de floresta estacional. Revista de la Facultad de Agronomía (La Plata), v. 113, p. 47-56, 2014.

36.
BATISTA, ITAYNARA2013 BATISTA, ITAYNARA ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES ; PEREIRA, Marcos Gervasio ; BIELUCZYK, WANDERLEI ; SCHIAVO, JOLIMAR ANTÔNIO ; MELLO, NILVÂNIA APARECIDA DE . Caracterização dos agregados em solos sob cultivo no cerrado, MS. Semina. Ciências Agrárias (Online), v. 34, p. 1535-1548, 2013.

37.
RESENDE, A.S2013RESENDE, A.S ; CAMPELLO, E. F. C. ; Silva, G T A ; RODRIGUES, Khalil de Menezes ; Oliveira, W R D ; CORREIA, M. E. F. . Artropodes do solo durante o processo de decomposição da matéria orgánica. Agronomia Colombiana, v. 31, p. 89-94, 2013.

38.
Pinheiro, L.B.A.2013Pinheiro, L.B.A. ; PEREIRA, M. G. ; Lima E ; CORREIA, M. E. F. ; SILVA, C. F. ; Ebeling, A G . Atributos Edáficos e de Termiteiros de Cupim-de-Montículo (Isoptera: Termitidae) em Pinheiral-RJ. Floresta e Ambiente, v. 20, p. 510-520, 2013.

39.
SILVA, C. F.2013SILVA, C. F. ; MARTINS, M. A. ; SILVA, E. M. R. ; PEREIRA, M. G. ; CORREIA, M. E. F. . Influência do sistema de plantio sobre atributos dendrométricos e fauna edáfica em área degradada pela extraçãpo de argila. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso), v. 37, p. 1742-1751, 2013.

40.
BATISTA, ITAYNARA2013BATISTA, ITAYNARA ; PEREIRA, Marcos Gervasio ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES ; BIELUCZYK, WANDERLEI ; SCHIAVO, JOLIMAR ANTÔNIO ; ROWS, JANAÍNA RIBEIRO COSTA . Teores e estoque de carbono em frações lábeis e recalcitrantes da matéria orgânica do solo sob integração lavoura-pecuária no bioma Cerrado. Semina. Ciências Agrárias (Impresso), v. 34, p. 3377, 2013.

41.
BENAZZI, ELOÍSA DOS SANTOS2013BENAZZI, ELOÍSA DOS SANTOS ; BIANCHI, MIRIAM DE OLIVEIRA ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNADES ; LIMA, Eduardo ; ZONTA, EVERALDO . Impactos dos métodos de colheita da cana-de-açúcar sobre a macrofauna do solo em área de produção no Espírito Santo - Brasil. Semina. Ciências Agrárias (Impresso), v. 34, p. 3425-3442, 2013.

42.
Nunes, Luiz Alfredo Pinheiro Leal2012Nunes, Luiz Alfredo Pinheiro Leal ; Silva, D.A.B ; ARAUJO, A. S. F. ; Leite, Luiz Fernando Carvalho ; CORREIA, M. E. F. . Caracterização da fauna edáfica em sistemas de manejo para produção de forragens no Estado do Piauí. Revista ciência agronômica (UFC. Online), v. 43, p. 30-37, 2012.

43.
SOUZA, R. C.2012SOUZA, R. C. ; CORREIA, M. E. F. . Effects of eucalyptus plantations on soil arthropod communities in a Brazilian Atlantic Forest conservation unit.. Bioscience Journal (UFU. Impresso), v. 28, p. 445-455, 2012.

44.
CUNHA NETO, FELIPE VIEIRA DA2012CUNHA NETO, FELIPE VIEIRA DA ; CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES ; PEREIRA, GUILHERME HENRIQUE ALMEIDA ; PEREIRA, Marcos Gervasio ; LELES, PAULO SÉRGIO DOS SANTOS . Soil fauna as an indicator of soil quality in forest stands, pasture and secondary forest. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso), v. 36, p. 1407-1417, 2012.

45.
Pimentel, M.S.2011Pimentel, M.S. ; POLLI, Helvecio de ; AQUINO, Adriana Maria de ; CORREIA, M. E. F. ; ROUWS, J. R. C. . Bioindicators of soil quality in coffee organic cultivation systems. Pesquisa Agropecuária Brasileira (1977. Impressa), v. 46, p. 546-553, 2011.

46.
FERNANDES, M. F.2011FERNANDES, M. F. ; Magalhães, ; PEREIRA, Marcos Gervasio ; CORREIA, M. E. F. ; Brito, R.J. ; Moura, M.R. . INFLUÊNCIA DE DIFERENTES COBERTURAS FLORESTAIS NA FAUNA DO SOLO NA FLONA MÁRIO XAVIER, NO MUNICÍPIO DE SEROPÉDICA, RJ. Floresta (Online) (Curitiba), v. 41, p. 533-540, 2011.

47.
Menezes, C.E.G.2010Menezes, C.E.G. ; PEREIRA, Marcos Gervásio ; CORREIA, M. E. F. ; ANJOS, Lúcia Helena Cunha dos ; PAULA, R. R. ; Souza, M.E. . APORTE E DECOMPOSIÇÃO DA SERAPILHEIRA E PRODUÇÃO DE BIOMASSA RADICULAR EM FLORESTAS COM DIFERENTES ESTÁGIOS SUCESSIONAIS EM PINHEIRAL, RJ. Ciência Florestal (UFSM. Impresso), v. 20, p. 439-452, 2010.

48.
ALMEIDA, A.2010ALMEIDA, A. ; CORREIA, M. E. F. . EFEITO DE RESTOS DA CULTURA DO ABACAXIZEIRO E DE AGROBIO NA FAUNA DO SOLO. Ciência e Agrotecnologia (UFLA), v. 34, p. 1610-1616, 2010.

49.
TOLEDO, L. O.2009TOLEDO, L. O. ; ANJOS, Lúcia Helena Cunha dos ; COUTO, W. H. ; CORREIA, J. R. ; PEREIRA, Marcos Gervasio ; CORREIA, M. E. F. . Análise multivariada de atributos pedológicos e fitossociológicos aplicada na caracterização de ambientes de cerrado no norte de Minas Gerais. Revista Árvore (Impresso), v. 33, p. 957-967, 2009.

50.
Nunes, Luiz Alfredo Pinheiro Leal2009Nunes, Luiz Alfredo Pinheiro Leal ; Dias, Luiz Eduardo ; JUCKSCH, Ivo ; BARROS, Nairam Félix de ; KASUYA, Maria Catarina M ; CORREIA, M. E. F. . Impacto do monocultivo de café sobre os indicadores biológicos do solo na zona da mata mineira. Ciência Rural (UFSM. Impresso), v. 39, p. 2467-2474, 2009.

51.
Menezes, C.E.G.2009Menezes, C.E.G. ; CORREIA, M. E. F. ; PEREIRA, Marcos Gervasio ; Batista, I. ; RODRIGUES, Khalil de Menezes ; COUTO, W. H. ; ANJOS, Lúcia Helena Cunha dos ; OLIVEIRA, I. P. . Macrofauna edáfica em estádios sucessionais de Floresta Estacional Semidecidual e pastagem mista em Pinheiral (RJ). Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso), v. 33, p. 1647-1656, 2009.

52.
SILVA, Cristiane Figueira da2009SILVA, Cristiane Figueira da ; PEREIRA, Marcos Gervasio ; CORREIA, M. E. F. ; SILVA, Eliane Maria Ribeiro da . Fauna edáfica em áreas de agricultura tradicional no entorno do Parque Estadual da Serra do Mar em Ubatuba (SP).. Revista de Ciências Agrárias (Belém), v. 52, p. 107-116, 2009.

53.
ROSSI, C.2009ROSSI, C. ; NOBRE, C. ; COELHO, C. ; BENAZZI, E. ; RODRIGUES, K. M. ; CORREIA, M. E. F. . Efeito de Diferentes Coberturas Vegetais Sobre a Mesofauna Edáfica em Manejo Agroecológico. Revista Brasileira de Agroecologia, v. 4, p. 1326-1330, 2009.

54.
AQUINO, Adriana Maria de2008 AQUINO, Adriana Maria de ; SILVA, Rogério Ferreira da ; MERCANTE, F. M. ; CORREIA, M. E. F. ; GUIMARAES, M. F. ; LAVELLE, P. . Invertebrate soil macrofauna uder different ground cover plants in the no-till system in the Cerrado. European Journal of Soil Biology, v. 44, p. 191-197, 2008.

55.
SOUZA, R. C.2008SOUZA, R. C. ; CORREIA, M. E. F. ; PEREIRA, Marcos Gervasio ; SILVA, Eliane Maria Ribeiro da ; PAULA, R. R. ; MENEZES, L. F. T. . Estrutura da comunidade da fauna edáfica em fragmentos florestais na Restinga da Marambaia, RJ. Agrária (Recife. Online), v. 3, p. 49-57, 2008.

56.
Moraes, L. F. D.2007Moraes, L. F. D. ; CAMPELLO, Eduardo Francia Carneiro ; CORREIA, M. E. F. ; PEREIRA, Marcos Gervásio . Biomassa Microbiana em Áreas em Processo de Restauração na Reserva Biológica de Poço das Antas, RJ.. Revista Caatinga (UFERSA. Impresso), v. 20, p. 54-63, 2007.

57.
DIAS, Paulo Francisco2007DIAS, Paulo Francisco ; SOUTO, Sebastião Manhães ; CORREIA, M. E. F. ; RODRIGUES, Khalil de Menezes ; FRANCO, Avílio Antônio . Efeito de Leguminossa Arbóreas sobre a Macrofauna do Solo em Pastagem de Brachiaria brizantha cv. Marandu. Pesquisa Agropecuária Tropical (UFG), v. 37, p. 38-44, 2007.

58.
DIAS, Paulo Francisco2006 DIAS, Paulo Francisco ; SOUTO, Sebastião Manhães ; CORREIA, M. E. F. ; ROCHA, Gudesteu Porto ; MOREIRA, Joventino Fernandes ; RODRIGUES, Khalil de Menezes ; FRANCO, Avílio Antônio . Árvores Fixadoras de Nitrogênio e Macrofauna do Solo em Pastagem de Híbrido de Digitaria. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 41, n.6, p. 1015-1021, 2006.

59.
SILVA, Cristiane Figueira da2006SILVA, Cristiane Figueira da ; PEREIRA, Marcos Gervásio ; SILVA, Eliane Maria Ribeiro da ; CORREIA, M. E. F. ; SAGGINJÚNIOR, Orivaldo José . Fungos Micorrízicos Arbusculares em Áreas no Entorno do Parque Estadula da Serra do Mar em Ubatuba (SP). Caatinga (Mossoró), Mossoró-RN, v. 19, n.1, p. 1-10, 2006.

60.
Pimentel, M.S.2006Pimentel, M.S. ; AQUINO, Adriana Maria de ; CORREIA, M. E. F. ; COSTA, J. R. ; RICCI, M. S. F. ; DEPOLLI, Helvécio . Atributos biológicos do solo sob manejo orgânico de cafeeiro, pastagem e floresta em região do Médio Paraíba Fluminense-RJ.. Coffee Science, v. 1, p. 85-93, 2006.

61.
SILVA, Cristiane Figueira da2006SILVA, Cristiane Figueira da ; PEREIRA, Marcos Gervasio ; LOSS, A. ; SILVA, Eliane Maria Ribeiro da ; CORREIA, M. E. F. . Alterações químicas e físicas do solo em áreas de agricultura no entorno do Parque Estadual da Serra do Mar, Ubatuba (SP). Revista de Ciências Agrárias (Belém), v. 46, p. 9-28, 2006.

62.
MOÇO, Maria Kellen da S2005 MOÇO, Maria Kellen da S ; GAMARODRIGUES, Emanuela Forestieri da ; RODRIGUES, Antonio Carlos da Gama ; CORREIA, M. E. F. . Caracterização da Fauna Edáfica em Diferentes Coberturas Vegetais na Região Norte Fluminense. Revista Brasileira de Ciência do Solo, Viçosa, v. 29, p. 555-564, 2005.

63.
BADEJO, M Adetola2004BADEJO, M Adetola ; AQUINO, Adriana Maria de ; POLLI, Helvecio de ; CORREIA, M. E. F. . Response of Soil Mites to Organic Cultivation in an Ultisol in Southeast Brazil. Experimental and Applied Acarology, Amsterdã, v. 34, p. 345-365, 2004.

64.
CORDEIRO, Flávio Couto2004CORDEIRO, Flávio Couto ; DIAS, Fabiana de Carvalho ; MERLIM, Analy de Oliveira ; CORREIA, M. E. F. ; AQUINO, Adriana Maria de ; BROWN, George . Diversidade da Macrofauna Invertebradado Solo como Indicadora da Qualidade do Solo em Sistema de Manejo Orgânico de Produção. Revista Universidade Rural. Série Ciências da Vida, Seropédica, v. 24, n.2, p. 29-34, 2004.

65.
SILVA, Rogério Ferreira da2003SILVA, Rogério Ferreira da ; LIMA, Eduardo ; CORREIA, M. E. F. ; OLIVEIRA, Rogério Ribeiro de . Variação Quantitativa de Artrópodes Edáficos em um Sistema de Agricultura Tradicional na Vegetação Secundária, Ilha Grande (RJ).. Revista de Ciências Agrárias (Belém), Belém, v. 40, p. 167-180, 2003.

66.
BADEJO, M Adetola2002BADEJO, M Adetola ; ESPINDOLA, J. A. ; GUERRA, J. G. M. ; AQUINO, Adriana Maria de ; CORREIA, M. E. F. . Soil oribatid mite communities under three species of legumes in an ultisol in Brazil. p.283-296, 2002.. Experimental and Applied Acarology, v. 27, n.4, p. 283-296, 2002.

67.
CORREIA, M. E. F.2001CORREIA, M. E. F.. Aporte de Nutrientes e Mesofauna Edáfica em Áreas de Eucalipto e Floresta Secundária. Floresta e Ambiente, Seropédica, v. 8, n.1, 2001.

Capítulos de livros publicados
1.
FIDALGO, E. C. C. ; PRADO, R.B. ; Resende, A.S. ; CURCIO, G.R. ; CHAER, G. M. ; BONNET, A. ; CORREIA, M. E. F. . Estratégia metodológica para o monitoramento. In: PRADO, R. B.; FIDALGO, E. C. C.; BONNET, A.. (Org.). Monitoramento da revegetação do COMPERJ: etapa inicial. 1ed.Brasília: Embrapa, 2014, v. 1, p. 37-47.

2.
CORREIA, M. E. F.; SCORIZA, R. P. ; FERREIRA, C. R. ; SILVA, E. M. R. . Biodiversidade da fauna e fungos do solo nos fragmentos florestais. In: PRADO, R. B.; FIDALGO, E. C. C.; BONNET, A.. (Org.). Monitoramento da revegetação do COMPERJ: etapa inicial. 1ed.Brasília: Embrapa, 2014, v. 1, p. 141-157.

3.
XAVIER, Gustavo Ribeiro ; KNUPP, A. M. ; CORREIA, M. E. F. ; ALVES, B.J.R . Relação entre plantas geneticamente modificadas e organismos de solo e água. In: Aluízio Borém, Gustavo Almeida. (Org.). Plantas Geneticamente Modificadas -desafios e oportunidades para regiões tropicais. (Org.).. (Org.). Plantas Geneticamente Modificadas. Plantas Geneticamente Modificadas.. 00ed.VIçosa: UFV, 2011, v. , p. 219-235.

4.
DONAGEMMA, G. K. ; CHAER, G. M. ; BALIEIRO, F. de C. ; PRADO, R.B. ; ANDRADE, A. G. ; FERNANDES, M. F. ; COUTINHO, H. ; CORREIA, M. E. F. ; BARRIOS, E. . Indicadores de Qualidade do Solo: descrição, uso e integração para fins de estudo em agroecossistemas. In: José Mário Lobo Ferreira; Antônio de Pádua Alvarenga; Derli Prudente Santana; Mário Ramos Vilela. (Org.). Indicadores de Sustentabilidadeem Sistemas de Produção Agrícola. 1ed.Belo Horizonte: EPAMIG, 2010, v. 1, p. 143-201.

5.
XAVIER, Gustavo Ribeiro ; CORREIA, M. E. F. ; AQUINO, Adriana Maria de ; ZILLI, J. E. ; RUMJANEK, Norma Gouvea . The Structural and Functional Biodiversity of Soil: An Interdisciplinary Vision for Conservation Agriculture in Brazil. In: Patrice Dion. (Org.). Soil Biology and Agriculture in the Tropics. Berlim: Springer-Verlag, 2010, v. , p. 65-80.

6.
AQUINO, Adriana Maria de ; CORREIA, M. E. F. ; Alves, M.V. . Diversidade da Macrofauna Edáfica no Brasil. In: Moreira, F.M.S.. (Org.). Diversidade do Solo em Ecossistemas Brasileiros. Lavras: Editora UFLA, 2008, v. , p. 143-170.

7.
CORREIA, M. E. F.; OLIVEIRA, Luís Cláudio Marques de . Importância da Fauna de Solo para a Ciclagem de Nutrientes. In: Adriana Maria de Aquino; Renato Linhares de Assis. (Org.). Processos Biológicos no Sistema Solo-Planta: Ferramentas para uma Agricultura Sustentável. 1ed.Brasília, DF: Embrapa Informação Tecnológica, 2005, v. , p. 77-99.

8.
CORREIA, M. E. F.; ANDRADE, A. G. . Formação de Serapilheira e Ciclagem de Nutrientes.. In: Gabriel de A. Santos; Flávio A. O. Camargo. (Org.). Fundamentos da Matéria Orgânica do Solo. : , 1999, v. I, p. -.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
Nogueira, R. M. ; CORREIA, M. E. F. ; RODRIGUES, Khalil de Menezes ; AQUINO, Adriana Maria de ; ALMEIDA, D. L. ; GUERRA, J. G. M. . Efeito do Uso de Coberturas Mortas sobre a Mesofauna do Solo em Sistema Orgânico de Produção. In: XVII Reunião Brasileira de Manejo e Conservação do Solo e da Água, 2008, Rio de Janeiro. Anais do Evento, 2008.

2.
CORREIA, M. E. F.; RODRIGUES, Khalil de Menezes ; CURCIO, G.R. ; RESENDE, A.S ; Jantalia, C. P. ; CAMPELLO, E. F. C. . Soil Fauna Responses to Geomorphological and Vegetational Aspects in Southesatern Brazil. In: XV International Colloquium on Soil Zoology, 2008, Curitiba,PR. Anais do evento, 2008.

3.
Bianchi, M. de O. ; RODRIGUES, Khalil de Menezes ; SILVA, G.T.A. ; CORREIA, M. E. F. ; RESENDE, A.S . Avaliação da palatabilidade e da taxa de consumo de espécies arbóreas pela fauna do solo. In: XXX Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2005, Recife. Anais do Congresso. Recife: Sem informação, 2005.

4.
RODRIGUES, Khalil de Menezes ; Bianchi, M. de O. ; CORREIA, M. E. F. ; AQUINO, Adriana Maria de ; SANTOS, H. P. . Efeito do preparo do solo e da rotação de culturas sobre a macrofauna do solo. In: XXX Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2005, Recife. Anais do Congresso. Recife: Sem informação, 2005.

5.
CORREIA, M. E. F.; LIMA, D. A. ; FRANCO, A. A. ; CAMPELLO, Eduardo Francia Carneiro ; TAVARES, S.R.L. . Comunidades da macrofauna do solo em áreas de floresta secundária de mata atlântica no Estado do Rio de Janeiro. In: V Congresso de Ecologia do Brasil Ambiente X Sociedade, 2001, Porto Alegre- RS. Anais do Congresso. Porto Alegre: Sem informação, 2001.

6.
CORREIA, M. E. F.. Fauna de solo, microrganismos e matéria orgânica como componentes da qualidade do solo em sistemas de pastejo intensivo.. In: XIV Simpósio sobre Manejo de Pastagens, 1997, Piracicaba. Anais do XIV Simpósio sobre manejo de Pastagens:Fundamentos do Pastejo Rotacionado. Piracicaba: FEALQ, 1997.

7.
CORREIA, M. E. F.. Organização de comunidades da fauna do solo. O papel da densidade e da diersidade como indicadores de mudanças ambientais.. In: XXVI Congresso Brasileiro de Ciência do solo, 1997, Rio de Janeiro. CD Room- XXVI Congresso Brasileiro de Ciência do Solo: Informação, Globalização, Uso do Solo., 1997.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SANTOS, L. L. ; PEREIRA, Marcos Gervasio ; MACHADO, D. L. ; CORREIA, M. E. F. ; MENEZES, C.E.G. ; ANJOS, Lúcia Helena Cunha dos . Estoque de carbono e nitrogênio em áreas de floresta secundária com diferentes estádios sucessionais, Pinheiral Rio de Janeiro. In: FertBio 2012 e SBCS, 2010, Guarapari. FertBio 2010. sem informações: SBCS, 2010. v. 1. p. 1-1.

2.
MACHADO, D. L. ; PEREIRA, Marcos Gervasio ; CORREIA, M. E. F. ; DINIZ, A. R. ; PEREIRA, G. H. A. ; PEREIRA, L. O. V. ; MENEZES, C.E.G. . Produção de serapilheira em fragmento de Floresta Atlântica com diferentes estádios sucessionais, Pinheiral Rio de Janeiro.. In: FertBio 2012, 2010, Guarapari. FertBio 2010. VIçosa: SBCS, 2010. v. 1. p. 1-1.

3.
MACHADO, D. L. ; PEREIRA, Marcos Gervasio ; CORREIA, M. E. F. ; DINIZ, A. R. ; PEREIRA, G. H. A. ; MENEZES, C.E.G. . Estoque de serapilheira e teor de nutrientes em fragmento florestal com diferentes estádios sucessionais, Brasil.. In: XXII Congreso Argentino de La Ciencia del Suelo, 2010, Rosário. Anais do Congreso, 2010.

4.
MACHADO, D. L. ; PEREIRA, Marcos Gervásio ; CORREIA, M. E. F. ; SANTOS, L. L. ; DINIZ, A. R. ; MENEZES, C.E.G. . Caracterização das frações físicas e químicas da matéria orgânica do solo em diferentes estádios sucessionais, Brasil.. In: XXII Congreso Argentino de La Ciencia del Suelo, 2010, Rosário. Anais do Congreso, 2010.

5.
MACHADO, D. L. ; PEREIRA, Marcos Gervásio ; CORREIA, M. E. F. ; PEREIRA, G. H. A. ; DINIZ, A. R. ; MENEZES, C.E.G. . Fauna edáfica em área de Mata Altântica com diferentes estádios sucessionais, Pinheiral - RJ.. In: I Simpósio de Pesquisa em Mata Atlântica, 2010, Rio de Janeiro. Anais do evento, 2010.

6.
SOUZA, R. C. ; CORREIA, M. E. F. ; SILVA, V.D. ; VILLELA, D.M. . Impacto de plantios de eucalipto abandonados em diferentes estágios de regeneração natural sobre a fauna do solo na Rebio União, RJ. In: XXX Encontro Regional de Botânicos MG/BA/ES - II Jornada Capixaba de Botânica, Vitória, 2010. Anais do evento. Vitória - ES, 2010. v. 1.

7.
Bianchi, M. de O. ; SILVA, Eliane Maria Ribeiro da ; CORREIA, M. E. F. . Recuperação da Funcionalidade do Solo em Sistemas Flosrestais Enriquecidos com Leguminosas. In: Fórum de Pós-graduação da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, 2007, Seropédica. Anais do II Fórum, 2007.

8.
PREZOTTI, Lusinério ; CURTINHAS, Juliana Novelli ; AZEVEDO, Larissa de Carvalho ; LOBO, Cícero Ribeiro ; LIMA, Érika Machado de Souza ; SILVA, Mayane Martins ; WENDLING, Ivan Jannotti ; LOVO, Ivana Cristina ; CORREIA, M. E. F. . Caracterização da Entomofauna Epígea em Áreas de Pastagens Degradadas da Região do Vale do Rio Doce, MG.. In: XXI Congresso Brasileiro de Entomologia, 2006, Recife. CDRoom, 2006. p. 12801.

9.
SALAMENE, Samara ; RODRIGUES, Khalil de Menezes ; QUEIROZ, Jarbas Marçal ; CORREIA, M. E. F. ; NUNES, Antonio José Mayhé . Mirmecofauna como Indicadora da Recuperação de àreas Degradadas pela Mineração de Bauxita em Porto Trombetas (PA). In: XVII Simpósio de Mirmecologia, 2005, Campo Grande, 2005.

10.
CORREIA, M. E. F.; XAVIER, Gustavo Ribeiro ; MARTINS, Claudia Miranda ; SILVA, Flávia Venâncio ; FONSECA, Monica ; RUMJANEK, Norma Gouvea . Bacterial Communities Diversity in Diplopods Excrements Analyzed by DGGE. In: XXIII Reunião de Genética de Microrganismos, 2002, Pirenópolis-GO. XXIII Reunião de Genética de Microrganismos: Programa e Resumos, 2002. p. 62.

11.
CORREIA, M. E. F.; FRANCO, A. A. ; CAMPELLO, E. F. C. ; DIAS, L. E. ; FARIA, S. M. ; CASTILLOS, A. . Colonização pela fauna edáfica de rejeito de bauxita revegetado com leguminosas noduladas e micorrizadas.. In: XXVIII CongressoBrasileiro de Ciência do Solo, 2001, Londrina. Ciência do Solo: Fator de produtividade Competitiva com Sustentabilidade, 2001.

12.
LIMA, D. A. ; CORREIA, M. E. F. ; AZEVEDO, V. F. ; AQUINO, Adriana Maria de ; SANTOS, H. P. . Atividade da fauna de solo em sistemas sob plantio direto e convencional em Passo Fundo (RS). In: XXVIII CongressoBrasileiro de Ciência do Solo, 2001, Londrina. Ciência do Solo: Fator de Produtividade Competitiva com Sustentabilidade, 2001.

13.
COSTA, P. ; CORREIA, M. E. F. ; FRANCO, A. A. . Efeitos da utilização de plantios arbóreos para recuperação de áreas degradadas na comunidade de fauna do solo.. In: Cogresso Brasileiro de Meio Ambiente, 2000, Fortaleza, 2000.

14.
CORREIA, M. E. F.; FRANCO, A. A. . Consumo de Serapilheira de Espécies Florestais por duas Espécies da Macrofauna do Solo. In: XXVII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 1999, Brasília. CD-Room XXVII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 1999.

15.
ALVES, G. C. ; CORREIA, M. E. F. ; SILVA, Benedita Aglai Oliveira da ; VARANDA, E. M. . Comunidades da fauna do solo associadas a diferentes espécies vegetais em um ecossistema de restinga. In: XXVII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 1999, Brasília. CD-Room XXVII Congresso Brasileiro de Ciência do solo, 1999.

16.
BADEJO, M Adetola ; ESPINDOLA, J. A. ; GUERRA, J. G. M. ; AQUINO, Adriana Maria de ; CORREIA, M. E. F. . Estudo da fauna edáfica de algumas leguminosas perenes usadas como cobertura viva do solo.. In: FertBio 98: Interrelação Fertilidade, Biologia do Solo e Nutrição de Plantas: Consolidando um paradigma., 1998, Caxambu. Anais do FertBio 98, 1998.

17.
SILVA, Rogério Ferreira da ; LIMA, Eduardo ; OLIVEIRA, Rogério Ribeiro de ; CORREIA, M. E. F. . Dinâmica dos nutrientes em um sistema de roça caiçara. In: FertBio 98, Interrelação Fertilidade, Biologia do Solo, e Nutrição de Plantas: Consolidando um Paradigma, 1998, Caxambu. Anais do FertBio98, 1998.

18.
BADEJO, M Adetola ; ESPINDOLA, J. A. ; GUERRA, J. G. M. ; AQUINO, Adriana Maria de ; CORREIA, M. E. F. . Preliminary investigations on oribatid mites (Acarina) and Springtails (Collembola) under three Species of legumes. In: FertBio98, Interrelação Fertilidade, Biologia do Solo e Nutrição de Plantas: Consolodando um Paradigma., 1998, Caxambu. Anais do FertBio98, 1998.

19.
BADEJO, M Adetola ; AQUINO, Adriana Maria de ; ALMEIDA, D. L. ; CORREIA, M. E. F. . Preliminary investigations on microarthropods in different agroecosystems under organic management.. In: FertBio98: Interrelação Fertilidade, Biologia do solo e Nutrição de Plantas: Consolidando um Paradigma, 1998, Caxambu. Anais do FertBio98, 1998.

20.
SILVA, Rogério Ferreira da ; CORREIA, M. E. F. ; LIMA, Eduardo ; OLIVEIRA, Rogério Ribeiro de . Avaliação da Macrofauna Edáfica em um Sistema de Roça Caiçara.. In: FertBio 98: Interrelação Fertilidade, Biologia do Solo e Nutrição de Plantas: Consolidando um Paradigma, 1998, Caxambu. Anais do FertBio98, 1998.

21.
COSTA, P. ; CORREIA, M. E. F. ; ALVES, G. C. ; FRANCO, A. A. . Estudo comparativo das comunidades de fauna de solo em sistemas florestais. In: FertBio 98, Interrelação Fertilidade, Biologia do Solo, e Nutrição de Plantas: Consolidando um Paradigma, 1998, Caxambu. Resumos da XXIII Reunião Brasileira de Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas., 1998.

22.
CORREIA, M. E. F.. Variação sazonal da comunidade de macroartrópodos edáfios sob plantios de duas leguminosas arbóreas.. In: XIII Congresso latino Americano de Ciência do Solo: Solo-Suelo 96, 1996, Águas de Lindóia. CD-Room Solo-Suelo 96.

23.
CORREIA, M. E. F.. Organização da comunidade de macroartrópodos edáficos em plantios de eucaliptus e leguminosas arbóreas.. In: XXV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 1995, Viçosa. Anais do XXV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 1995.

24.
CORREIA, M. E. F.; COSTA, G. S. ; ANDRADE, A. G. ; FARIA, S. M. . Efects of two nitrogen-fixing legume species on soil macrofauna communities.. In: International Symposium on Sustainable Agriculture for the tropics: The Role of Biological Nitrogen Fixing, 1995, Angra dos Reis. International Symposium on Sustainable Agriculture for the tropics: The Role of Biological Nitrogen Fixing, 1995.

25.
CORREIA, M. E. F.. Organização da Comunidade de Macroartrópodos Edáficos em um Ecossistema de Mata Atlântica. In: XX Congresso Brasileiro de Zoologia, 1994, Rio de Janeiro. Anais do XX Congresso Brasileiro de Zoologia, 1994.

26.
CORREIA, M. E. F.; GARAY, I. E. G. . Distribuição e atividade alimentar da comunidade de diplópodos em um ecossistema de mata atlântica. In: XX Congresso Brasileiro de Zoologia, 1994, Rio de Janeiro. Anais do XX Congresso Brasileiro de Zoologia, 1994.

27.
CORREIA, M. E. F.. Avaliação comparativa do papel dos térmitas (Insecta:Isoptera) nos processos de humificação em floresta costeira intertropical. In: XX Congresso Brasileiro de Zoologia, 1994, Rio de Janeiro. Anais do XX Congresso Brasileiro de Zoologia, 1994.

28.
CORREIA, M. E. F.. Estudo comparativo da comunidade de macroartrópodos edáficos em dois ecossistemas costeiros. In: II Congresso de Ecologia do Brasil, 1994, Londrina. Anais do II Congresso de Ecologia do Brasil, 1994.

Artigos aceitos para publicação
1.
SCORIZA, R. P. ; CORREIA, M. E. F. ; ESPINDOLA, J. A. ; ARAUJO, E. S. . Efeito do cultivo de plantas de cobertura sobre a fauna edáfica. Revista Brasileira de Agroecologia, 2015.

2.
SCORIZA, R. P. ; SILVA, A. P. ; CORREIA, M. E. F. ; LELES, P. S. S. ; Resende, A.S. . USO DE HERBICIDAS NA RESTAURAÇÃO DE ÁREAS DEGRADADAS: EFEITOS NA BIOTA DE INVERTEBRADOS DO SOLO. Revista Brasileira de Ciência do Solo (Impresso), 2015.

Outras produções bibliográficas
1.
CORREIA, M. E. F.; AQUINO, Adriana Maria de ; AGUIAR-MENEZES, E. L. . Aspectos Ecológicos dos Isopoda Terrestres. Seropédica: Embrapa agrobiologia, 2008 (Documentos - 249).

2.
CORREIA, M. E. F.; AGUIAR-MENEZES, E. L. ; AQUINO, Adriana Maria de . Associaçôes entre Térmitas e Microrganismos. Seropédica: Embrapa Agrobiologia, 2008 (Documentos - 254).

3.
AGUIAR-MENEZES, E. L. ; AQUINO, Adriana Maria de ; CORREIA, M. E. F. ; MENEZES, E. B. . Ácaros: Taxonomia, Bioecologia e sua Importância Agrícola. Seropédica: Embrapa Agrobiologia, 2007 (Documentos - 240).

4.
AQUINO, Adriana Maria de ; CORREIA, M. E. F. ; AGUIAR-MENEZES, E. L. . Aranhas em Agroecossistemas. Seropédica: Embrapa Agrobiologia, 2007 (Documentos - 230).

5.
Bianchi, M. de O. ; CORREIA, M. E. F. . Mensuração do Consumo de Material Vegetal Depositado sobre o Solo por Diplópodes. Seropédica: Embrapa Agrobiologia, 2007 (Circular Técnica - 20).

6.
AQUINO, Adriana Maria de ; CORREIA, M. E. F. . Amostragem da Mesofauna Edáfica utilizando Funis de Berlese-Tüllgren Modificado. Seropédica: Embrapa Agrobiologia, 2006 (Circular Técnica - 17).

7.
RODRIGUES, Khalil de Menezes ; Bianchi, M. de O. ; CORREIA, M. E. F. ; AQUINO, Adriana Maria de ; SANTOS, H. P. . Ocorrência de Larvas de Coleoptera no solo de Sistema de Plantio Convencional e Direito em Passo Fundo, RS. Seropédica: Embrapa Agrobiologia, 2006 (Comunicado Técnico - 92).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
CORREIA, M. E. F.. Consultor Externo no I Congresso de Pesquisa Científica e XIII Jornada de Iniciação na Universidade Federal do Rio de Janeiro. 2003.

Trabalhos técnicos
1.
CORREIA, M. E. F.. Avaliadora Interna da Banca de Pós-Graduação. 2008.

2.
CORREIA, M. E. F.. Presidente da Comissão de vistoria da obra: Reforma Gerais do Prédio Sede do Centro Nacional de Pesquisa de Agrobiologia. 2008.

3.
CAMPELLO, E. F. C. ; GUERRA, J. G. M. ; NEVES, M.C.P. ; REIS, V.M. ; BODDEY, R.M ; CORREIA, M. E. F. ; FÉLIX, D. dos S. . Membro do Comitê de Publicação do Trabalho: Influência de Leguminosas Arbóreas na Macrofauna do Solo em Pastagem. 2006.

4.
CORREIA, M. E. F.. Participante da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA). 2004.

5.
CORREIA, M. E. F.. Participante da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA). 2003.


Demais tipos de produção técnica
1.
CORREIA, M.E.F.; Neves, MCP ; AQUINO, Adriana Maria de ; FERREIRA, V. M. . Mulungu e seus amigos gongolos: a mágica da reciclagem. 2014. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - cartilha).

2.
CORREIA, M. E. F.. Participou do Curso de Interpretação das Normas de Boas Práticas de Laboratório - BPL. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
CORREIA, M. E. F.. Ecologia de invertebrados do solo, com ênfase em insetos. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
CORREIA, M. E. F.. Participou do Treinamento em Boas Práticas de Laboratório. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
CORREIA, M. E. F.. Participou do Treinamento em Boas Práticas de Laboratório para a Unidade de Garantia da Qualidade. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

6.
CORREIA, M. E. F.. Participou do Curso de Capacitação em Análise de Risco de Plantas Geneticamente Modificadas. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

7.
CORREIA, M. E. F.. Participou do Curso: Implantação das Normas INMETRO NIT-DICLA-028 e NIT-DICLA-034. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

8.
CORREIA, M. E. F.; AQUINO, Adriana Maria de ; AGUIAR-MENEZES, E. L. . Curso teórico-prático sobre fauna edáfica como um indicador ecológico em agroecossistemas. 2005. .

9.
CORREIA, M. E. F.. Development and implementation of bioindicators in impact assessment and biodiversity monitoring schemes. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

10.
CORREIA, M. E. F.. Participou do Curso de Capacitação em Educação Ambiental. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

11.
CORREIA, M. E. F.. Participou do Curso de Introdução à Geoestatística. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

12.
CORREIA, M. E. F.. Matéria Orgânica e Biologia dos Solos. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

13.
CORREIA, M. E. F.. Participou do Curso de Segurança para Representantes da CIPA. 2003. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

14.
CORREIA, M. E. F.. Fauna do Solo em Agroecossistemas. 2003. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

15.
CORREIA, M. E. F.. Relações da Biota do Solo com o Funcionamento dos Ecossistemas. 2003. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

16.
CORREIA, M. E. F.. Participou do Curso de Segurança para Representantes da CIPA. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

17.
CORREIA, M. E. F.. Participou do Curso de Ecologia Regional e de Paisagem no V Congresso de Ecologia do Brasil. 2001. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

18.
CORREIA, M. E. F.. Bioindicadores da Qualidade do Solo. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

19.
CORREIA, M. E. F.. Participou do Curso Soil Microarthropod Studies. 1998. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Demais trabalhos
1.
CORREIA, M. E. F.. Aula Ministrada - Tema: Metodologias de Coleta de invertebrados do solo e processamento das amostras. 2007 (Aula Ministrada em Curso de Pós-graduação) .

2.
CORREIA, M. E. F.. Aula Ministrada - Tema: Mesofauna do solo. 2007 (Aula Ministrada em Curso de Pós-graduação) .

3.
CORREIA, M. E. F.. Aula Ministrada - Tema: Fauna do solo. 2007 (Aula Ministrada em Curso de Pós-graduação) .

4.
CORREIA, M. E. F.. Aula Ministrada - Tema: Práticas demonstrativas de coleta e caracterização de Fauna do solo. 2007 (Aula Ministrada em Curso de Pós-graduação) .

5.
CORREIA, M. E. F.. Aula Ministrada - Desenvolvimento experimental de avaliação de fauna do solo. 2007 (Aula Ministrada em Curso de Pós-graduação) .

6.
CORREIA, M. E. F.. Aula Ministrada - Tema: Fauna do solo como bioindicadores em RAD. 2007 (Aula Ministrada em Curso de Pós-graduação) .

7.
CORREIA, M. E. F.. Aula Ministrada - Tema: Ecologia de invertebrados do solo, com ênfase em insetos. 2007 (Aula Ministrada em Curso de Pós-graduação) .

8.
CORREIA, M. E. F.. Aula Ministrada - tema: Interação entre microrganismos e fauna do solo. 2006 (Aula Ministrada em Curso de Pós-graduação) .

9.
CORREIA, M. E. F.. Aula Ministrada - tema: Interação entre microrganismos e fauna do solo. 2004 (Aula Ministrada em Curso de Pós-graduação) .

10.
CORREIA, M. E. F.. Aula Ministrada - tema: Fauna do Solo. 2001 (Aula Ministrada em Curso de Pós-graduação) .

11.
CORREIA, M. E. F.. Aula Ministrada - tema: Fixação Biológica de Nitrogênio. 2000 (Aula Ministrada em Curso de Pós-graduação) .

12.
CORREIA, M. E. F.. Aula Ministrada - tema: Fauna edáfica em áreas em reabilitação. 2000 (Aula Ministrada em Curso de Pós-graduação) .

13.
CORREIA, M. E. F.. Aula Ministrada - tema: Métodos de estudo da fauna do solo. 1999 (Aula Ministrada em Curso de Pós-graduação) .

14.
CORREIA, M. E. F.. Aula Ministrada - tema: Microbiologia do Solo. 1999 (Aula Ministrada em Curso de Pós-graduação) .

15.
CORREIA, M. E. F.. Aula Ministrada - tema: Biologia do Solo. 1998 (Aula Ministrada em Curso de Pós-graduação) .

16.
CORREIA, M. E. F.. Aula Ministrada - tema: Microbiologia do Solo. 1998 (Aula Ministrada em Curso de Pós-graduação) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
CORREIA, M. E. F.; Moraes, L. F. D.; ANJOS, Lúcia Helena Cunha dos. Participação em banca de Cláudia dos Reis Ferreira. Influência da cobertura vegetal sobre a estrutura das comunidades da fauna do solo em paisagem antropizada em Itaboraí RJ. 2012. Dissertação (Mestrado em Agronomia (Ciências do Solo)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

2.
SILVA, Eliane Maria Ribeiro da; PEREIRA, Marcos Gervásio; CORREIA, M. E. F.; MAGALHÃES, L.M.S.. Participação em banca de Thiago Ventura Scoralick Braga. Avaliação da dinâmica de fragmentos de diferentes tamanhos na Bacia do Rio Guapi Macacu. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Florestais) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

3.
LELES, P.S. dos S.; CORREIA, M. E. F.; FREITAS, A.F.N. de; SAGGINJÚNIOR, Orivaldo José. Participação em banca de Felipe Vieira da Cunha Neto. Qualidade do solo em área de Mimosa artemisiana Heringer & Paula, Acacia mangium Wild, Eucalyptus grandis x Eucalyptus urophylla, floresta secundária e pastagem, em Além Paraíba, MG. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Florestais) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

4.
SILVA, Eliane Maria Ribeiro da; CORREIA, M. E. F.; PEREIRA, Marcos Gervásio; LEAL, M.A. de A.. Participação em banca de Eline Matos Martins. Fauna do Solo e Fungos Micorrízicos Arbusculares em um Corredor Ecológico Agroflorestal na Mata Atlântica. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Florestais) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

5.
SILVA, Eliane Maria Ribeiro da; CORREIA, M. E. F.; MAGALHÃES, L.M.S.; LELES, P.S. dos S.. Participação em banca de Priscila Nogueira Matos. Fauna do solo, Fungos Micorrízicos Arbusculares e Bactérias Diazotróficas em Área de Mineração de Bauxita no Noroeste do Pará Revegetadas com Dendê. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Florestais) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

6.
GUERRA, J. G. M.; CORREIA, M. E. F.; RESENDE, F.V.. Participação em banca de Carlos Antonio Barreto dos Santos. Consórcios de espécies de cobertura de solo para adubação verde antecedendo ao milho e repolho sob manejo orgânico. 2009. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

7.
CORREIA, M. E. F.; GOMES, J.M.A.; LEITE, L.F. C. Participação em banca de Sandra Santana de Lima. Impacto do manejo agroflorestal sobre a dinâmica de nutrientes e a macrofauna invertebrada nos compartimentos serapilheira-solo em área de transição no norte do Piauí. 2008. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento e Meio Ambiente) - Universidade Federal do Piauí.

8.
PEREIRA, Marcos Gervasio; CORREIA, M. E. F.; Moraes, L. F. D.; SAGGINJÚNIOR, Orivaldo José. Participação em banca de Rodrigo Câmara de Souza. Caracterização da biota do solo da Restinga da Marambaia-RJ e estabelecimento de simbiose micorrízica em Schinus terebinthifolius Raddi. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Florestais) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

9.
CORREIA, M. E. F.; SILVA, Eliane Maria Ribeiro da; PEREIRA, Marcos Gervásio; MADDOCK, John Edmund Lewis. Participação em banca de Miguel Seabra Corrêa da Silva. Indicadores de Qualidade do Solo em Sistemas Agroflorestais em Paraty, RJ. 2006. Dissertação (Mestrado em Agronomia (Ciências do Solo)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

10.
GUERRA, J. G. M.; CORREIA, M. E. F.; VASCONCELLOS, M. A. S.. Participação em banca de Rafael Marques Nogueira. Uso de pseudocaule de bananeira como cobertura morta em solo cultivado com laranjeira lima (Citrus sinensis Osbeck) e mamoeiro "baixinho de Santa Amália"(Carica papaya L.) sob manejo orgânico de produção. 2006. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

11.
CORREIA, M. E. F.; ANJOS, Lúcia Helena Cunha dos; PEREIRA, Marcos Gervásio. Participação em banca de Cristiane Figueira da Silva. Indicadores da qualidade do solo em áreas de agricultura tradicional no entorno do parque estadual da serra do mar em Ubatuba (SP). 2005. Dissertação (Mestrado em Agronomia (Ciências do Solo)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

12.
CORREIA, M. E. F.; ANJOS, Lúcia Helena Cunha dos; PEREIRA, Marcos Gervásio. Participação em banca de Thaís de Andrade Corrêa Neto. Atributos edafoambientais condicionadores da capacidade produtiva de plantios de eucalipto no campus da UFRRJ. 2004. Dissertação (Mestrado em Agronomia (Ciências do Solo)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

13.
CORREIA, M. E. F.. Participação em banca de Achilles D´Avila Chirol. Relações Solo-Fauna Durante Sucessão Florestal em Cicatrizes de Movimento de Massa. 2003. Dissertação (Mestrado em Geografia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Teses de doutorado
1.
CORREIA, M. E. F.; ANJOS, Lúcia Helena Cunha dos; CHAER, G. M.; GAMARODRIGUES, Emanuela Forestieri da; FRANCO, A. A.. Participação em banca de Joventino Fernandes Moreira. Fauna do solo no processo de revegetação de áreas de mineração de bauxita em Porto Trombetas-PA. 2010. Tese (Doutorado em Agronomia (Ciências do Solo)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

2.
CORREIA, M. E. F.. Participação em banca de Cristiane Figueira da Silva. Exame de Qualificação. 2008. Tese (Doutorado em Produção Vegetal) - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro.

3.
CORREIA, M. E. F.; FRANCO, A. A.; RESENDE, A.S; CAMPELLO, E. F. C.. Participação em banca de Joventino Fernandes Moreira. Exame de Qualificação. 2008. Tese (Doutorado em Doutorado em Agronomia - Ciência do Solo) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

4.
ANJOS, Lúcia Helena Cunha dos; CORREIA, M. E. F.; VIANA, J. H. M.; CAMPELLO, Eduardo Francia Carneiro; CORREIA, J. R.. Participação em banca de Luciano de Oliveira Toledo. Interação entre atributos sócio-edafológicos e do componente arbóreo-arbustivo no planejamento ambiental em área de cerrado no norte de Minas Gerais. 2007. Tese (Doutorado em Agronomia - Ciências do Solo) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

5.
CORREIA, M. E. F.; LIMA, Eduardo; PEREIRA, Marcos Gervasio; SILVA, Benedita Aglai Oliveira da; OLIVEIRA, Rogério Ribeiro de. Participação em banca de Liane Barreto Alves Pinheiro. Características de termiteiro do cupim-de-montículo (Isoptera:Termitidae) e solos em áreas de encostas no município de Pinheiral-RJ. 2005. Tese (Doutorado em Agronomia (Ciências do Solo)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

6.
CORREIA, M. E. F.; DEPOLLI, Helvécio; AQUINO, Adriana Maria de; GAMARODRIGUES, Emanuela Forestieri da; BERBARA, Ricardo Luís Louro. Participação em banca de Márcio Sampaio Pimentel. Monitoramento de bioindicadores do solo sob cafezal orgânico de ciclo curto, pasto e floresta secundária. 2005. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

7.
CORREIA, M. E. F.; FRANCO, Avílio Antônio; ROCHA, Gudesteu Porto; CABALLERO, Segundo Sacramento Urquiaga; POLIDORO, José Carlos. Participação em banca de Paulo Francisco Dias. Importância da arborização de pastagens com leguminosas fixadoras de nitrogênio. 2005. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

8.
CORREIA, M. E. F.; CAMPELLO, Eduardo Francia Carneiro; PEREIRA, Marcos Gervásio; LIMA, Eduardo; ENGEL, Vera Lex. Participação em banca de Luiz fernando Duarte de Moraes. Indicadores da Restauração de Áreas Degradadas na Reserva Biológica de Poço das Antas. 2005. Tese (Doutorado em Agronomia (Ciências do Solo)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

9.
CORREIA, M. E. F.; BARROS, Nairam Félix de; KASUYA, Maria Catarina M; JUCKSCH, Ivo. Participação em banca de Luís Alfredo Pinheiro Leal Nunes. Qualidade de um Solo Cultivado com Café e Sob Mata Secundária no Município de Viçosa-MG. 2003. Tese (Doutorado em Agronomia (Solos e Nutrição de Plantas)) - Universidade Federal de Viçosa.

Qualificações de Doutorado
1.
RESENDE, A.S; CORREIA, M. E. F.; ANJOS, Lúcia Helena Cunha dos; ANDREA, M. M.. Participação em banca de Miriam de Oliveira Bianchi. Participação em banca de Miriam de Oliveira Bianchi.. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Agronomia (Ciências do Solo)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

2.
SILVA, Eliane Maria Ribeiro da; PIMENTEL, J. P.; PEREIRA, Marcos Gervásio; CORREIA, M. E. F.. Participação em banca de Emmeris Ivan Quintero Quintero. Exame de Qualificação de Emmeris Ivan Quintero Quintero.. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Ambientais e Florestais) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

3.
OLIVEIRA, C.; LIMA, Eduardo; PEREZ, D. V.; CORREIA, M. E. F.. Participação em banca de Fabiana de Carvalho Dias. Exame de Qualificação. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Agronomia - Ciências do Solo) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

4.
FRANCO, A. A.; CORREIA, M. E. F.; OLIVEIRA NETO, S. N.; ABREU, J. B. R.. Participação em banca de Lusimar Lamarte Gonzaga Galindo da Silva. Exame de Qualificação. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Agronomia - Ciências do Solo) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

5.
ANJOS, Lúcia Helena Cunha dos; OLIVEIRA NETO, S. N.; CORREIA, M. E. F.; MACEDO, J. R.; PEREIRA, Marcos Gervásio. Participação em banca de Luciano de Oliveira Toledo. Participação em banca de Luciano de Oliveira Toledo.. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Agronomia (Ciências do Solo)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
PEREIRA, Marcos Gervásio; CORREIA, M. E. F.; FREITAS, A.F.N. de. Participação em banca de Ranieri Ribeiro de Paula.Caracterização edáfica e ciclagem de nutrientes em complexo florestal periodicamente inundável na Ilha da Marambaia - RJ. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

2.
PEREIRA, Marcos Gervásio; PINHEIRO, E. F.M.; CORREIA, M. E. F.. Participação em banca de Deivid Lopes Machado.Caracterização da fertilidade do solo e das frações oxidáveis da matéria orgânica em áreas sob diferentes coberturas vegetais na Estação Ecológica de Pirapitinga - MG. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

3.
PEREIRA, Marcos Gervásio; NETO, A.R.; CORREIA, M. E. F.; SILVA, Eliane Maria Ribeiro da; ANJOS, Lúcia Helena Cunha dos. Participação em banca de Aline Damasceno de Azevedo.Avaliação das propriedades químicas, físicas e biológicas em solos de uma topossequência sob cobertura de eucalipto no campus da UFRRJ. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

4.
CORREIA, M. E. F.. Participação em banca de Analy de Oliveira Merlym.Exame de Qualificação. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Programa de Pós-Graduação Interunidades em Ecologi) - Universidade de São Paulo.

5.
CORREIA, M. E. F.; PITOMBO, F. B.; AQUINO, Adriana Maria de; PEREIRA, Marcos Gervasio. Participação em banca de Daniele aparecida de Lima.Efeito da utilização de plantio direto e rotação de culturas sobre a fauna do solo em Passo Fundo (RS). 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

6.
PEREIRA, Marcos Gervásio; CORREIA, M. E. F.; SILVA, Eliane Maria Ribeiro da. Participação em banca de Thais de Andrade Corrêa Neto.Aporte de material decíduo e fauna do solos em áreas de Florestal Secundária e de Plantio de Eucalipto na Flora Mário Xavier, Seropédica - RJ. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

7.
PEREIRA, Marcos Gervásio; MENEZES, C.E.G.; CORREIA, M. E. F.. Participação em banca de Luciano de Oliveira Toledo.Defesa de monografia do curso de Engenharia Florestal. 2001. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Colégio Agrícola Nilo Peçanha.

8.
CORREIA, M. E. F.. Participação em banca de Sem informação.Influência da cobertura vegetal na ciclagem de nutrientes e na fauna edáfica em áreas de floresta secundária no município de Pinheiral - RJ. 2001. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
GOI, S.R.; FREITAS, A.F.N. de; GARAY, I. E. G.; CORREIA, M. E. F.; CARDOSO, S.R.S.. Membro da Comissão Examinadora do Concurso Público de Provas e Títulos para Professor Adjunto. 2009. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

2.
QUEIROZ, Jarbas Marçal; FREITAS, A.F.N. de; CORREIA, M. E. F.; FREITAS, L.; PIRATELLI, A. J.. Membro da Comissão Examinadora do Concurso Público de Provas e Títulos para Professor Adjunto. 2009. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
UK/Brazil Workhop on Soil Quality and Processes.Sem informação. 2009. (Outra).

2.
XXXII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo. Palestra: Ecologia da interação entre fauna do solo e microrganismos no processo de decomposição de resíduos vegetais. 2009. (Congresso).

3.
Participou do evento de Extensão: International course on soil ecotoxicology. 2008. (Outra).

4.
13ª Semana acadêmica de engenhaira de alimentos - Curso de Alimentos Transgênicos.Palestra: Fauna do solo como elemento para avaliação de impacto ambiental de plantas GM. 2007. (Outra).

5.
3º Encontro Latino-Americano de Ecologia e Taxonomia de Oligoquetas ? ELAETAO3. 2007. (Encontro).

6.
Palestra para Disciplina IA/1308 Biologia do Solo.Palestra: Práticas demonstrativas de coleta e caracterização de Fauna do solo. 2007. (Outra).

7.
Palestra para Disciplina IA/1308 Biologia do Solo.Palestra: Mesofauna do solo. 2007. (Outra).

8.
Palestra para Disciplina IA/1308 Biologia do Solo.Palestra: Desenvolvimento experimental de avaliação de fauna do solo. 2007. (Outra).

9.
Palestra para Disciplina IA/1308 Biologia do Solo.Palestra: Fauna do solo. 2007. (Outra).

10.
Palestra para Disciplina IA/1343 Recuperação e Manejo de Áreas Degradadas.Palestra: Fauna do solo como bioindicadores em RAD. 2007. (Outra).

11.
Palestra para Disciplina IB/1222 Ecologia e Comportamento de Insetos.Palestra: Ecologia dos invertebrados do solo, com ênfase em insetos. 2007. (Outra).

12.
Palestra para Disciplina IB/1222 Ecologia e Comportamento de Insetos.Palestra: Metodologia de coleta de invertebrados do solo e processamento das amostras. 2007. (Outra).

13.
XV Curso Intensivo de Agrobiologia: Atualização em Princípios e Técnicas Ecológicas Aplicadas à Agricultura.Palestra: Métodos de amostragem e triagem de fauna do solo. 2004. (Outra).

14.
XV Curso Intensivo de Agrobiologia: Atualização em Princípios e Técnicas Ecológicas Aplicadas à Agricultura.Palestra: Fauna do solo e sua inserção na regulação funcional do agroecossistema. 2004. (Outra).

15.
XXV Congresso Brasileiro de Zoologia. Mesa-Redonda: Biodiversidade da Macrofauna de Solos no Brasil. 2004. (Congresso).

16.
Curso - Estratégias Biológicas para Recuperação Ambiental.Palestra: Indicadores de sustentabilidade. 2003. (Outra).

17.
Seminário: Agricultura Migratória na Região Serrana do Rio de Janeiro.Indicadores de Sustentabilidade do Sistema Produtivo. 2003. (Seminário).

18.
Workshop: O Uso da Macrofauna Edáfica na Agricultura do Século XXI: A Importância dos Engenheiros do Ecossistema.Populações da Macrofauna do Solo em Agricultura Itinerante em Região de Mata Atlântica,RJ. 2003. (Oficina).

19.
Curso de Formação de Monitores em Educação Agroambiental.Palestra: Ecologia de Paisagens. 2002. (Outra).

20.
7ª Semana do Curso de Ciências Biológicas.Paletra: 7ª Semana do Curso de Ciências Biológicas. 2001. (Outra).

21.
Workshop Embrapa Agrobiologia.Palestra: Fauna do Solo em Diferentes Sistemas de Plantio Direto e Manejo no Planalto Médio do Rio Grande do Sul. 2001. (Oficina).

22.
IV Semana do Meio-Ambiente - Natureza, Seres Humanos e Tecnologia.Palestra: Recuperação de Áreas Degradadas e Biodiversidade. 2000. (Encontro).

23.
I Ciclo de Atualização em Pastagem.Palestra: Fauna do Solo em Pastagens. 1999. (Encontro).

24.
Recuperação e manejo de Áreas Degradadas.Importância da Fauna de Solo na Recuperação de Áreas Degradadas. 1999. (Outra).

25.
Semana do Técnico em Agropecuária - I EXPOCANP..Paletra: Biologia dos Solos. 1999. (Outra).

26.
Seminário - Fauna do Solo em Agroecossistemas.Palestra: Sinergismo entre fauna do solo e microrganismos nos processos de decomposição e ciclagem de nutrientes. 1999. (Seminário).

27.
Participou do Workshop: Sistemática e Ecologia de Artrópodes de Solo, com Ênfase nos Táxons Cavernícolas. 1998. (Oficina).

28.
Seminário - Estudos sobre Fungos Micorrízicos Arbusculares e Recuperação de Áreas Degradadas..Palestra: Biologia e Consumo de Serapilheira de Espécies Florestais por Duas Espécies de Diplopoda. 1998. (Seminário).

29.
Workshop Embrapa Agrobiologia.Palestra: Fauna do Solo em Sistemas Agroflorestais e Agroecológicos. 1998. (Oficina).

30.
Seminário sobre Recuperação de Áreas Degradadas com Espécies vegetais em Associação com Microrganismos.A importância da fauna do solo na ciclagem de nutrientes. 1997. (Seminário).

31.
XV Semana de Agronomia - Curso: Recuperação de Áreas Degradadas.Palestrante do curso: Recuperação de Áreas Degradadas. 1997. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES. XVI Semana Científica Johanna Dobereiner. 2016. (Outro).

2.
CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES. XV Semana Científica Johanna Dobereiner. 2015. (Outro).

3.
CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES. XIV Semana Científica Johanna Dobereiner. 2014. (Outro).

4.
RESENDE, A.S ; CORREIA, M. E. F. ; PRADO, R.B. . I Workshop sobre implantação de vitrines tecnológicas. 2011. (Outro).

5.
RESENDE, A.S ; CORREIA, M. E. F. ; FIDALGO, E.C.C. ; PRADO, R.B. ; CURCIO, G.R. ; DEDECECK, R.A. . II Workshop de monitoramento do corredor ecológico comperj. 2010. (Outro).

6.
RESENDE, A.S ; CORREIA, M. E. F. ; FIDALGO, E.C.C. ; PRADO, R.B. ; CURCIO, G.R. ; DEDECECK, R.A. . Workshop do Corredor Ecológico do COMPERJ. 2009. (Outro).

7.
CORREIA, M. E. F.; XAVIER, Gustavo Ribeiro ; SUNDFELD, E. . I Workshop sobre Validação de Métodos de Ensaios Biológicos. 2007. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Tese de doutorado
1.
Luiz Fernando de Sousa Antunes. PRODUÇÃO DE GONGOCOMPOSTO: SUA UTILIZAÇÃO COMO SUBSTRATO PARA PRODUÇÃO DE MUDAS DE HORTALIÇAS EM SISTEMAS ORGÂNICOS. Início: 2017. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Coorientador).

2.
Carlos Alberto Ribeiro de Moura. Influência das formigas edáficas nas propriedades físicas, químicas e microbiológicas do solo em um gradiente de uso da terra.. Início: 2016. Tese (Doutorado em Agronomia - Ciências do Solo) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. (Orientador).

3.
Fernanda de Lima Camilo. Avaliação funcional e de risco ecológico em dois sítios de mineração localizados na FLONA de Ipanema. Início: 2013. Tese (Doutorado em Biologia Animal) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Coorientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Fernanda de Lima Camilo. O efeito de paisagens em mosaico sobre a comunidade de fauna do solo. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Florestais) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

2.
Claudia dos Reis Ferreira. Influência da cobertura vegetal sobre a estrutura das comunidades da fauna do solo em paisagem antropizada em Itaboraí RJ.. 2012. Dissertação (Mestrado em Agronomia (Ciências do Solo)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, . Orientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

3.
Hugo Maia Machado. Efeitos da aplicação de resíduo de perfuração de poço de petróleo sobre: solo, plantas de arroz e comportamento de Eisenia andrei.. 2012. Dissertação (Mestrado em Agronomia (Ciências do Solo)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Coorientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

4.
Rafael Nogueira Scoriza. INDICADORES AMBIENTAIS NA INTERFACE SOLO-SERRAPILHEIRA E SUAS INTERAÇÕES EM FRAGMENTOS DE FLORESTA ATLÂNTICA. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Florestais) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

5.
Fernanda de Lima Camilo. O efeito de paisagens em mosaico sobre a comunidade de fauna do solo. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Florestais) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, . Coorientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

6.
Samuel Ribeiro Passos. Diversidade de Microrganismos no Trato Intestinal e Resíduos Digestivos de Trigoniulus Corallinus (GERVAIS) (DIPLOPODA, SPIROBOLIDA, PACHYBOLIDAE). 2010. Dissertação (Mestrado em Agronomia (Ciências do Solo)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

7.
Itaynara Batista. Interações entre a macrofauna do solo e manejo agrícola na formação e propriedades dos macroagregados do solo. 2009. Dissertação (Mestrado em Agronomia (Ciências do Solo)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, . Coorientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

8.
Deivid Lopes Machado. Aporte de serapilheira, fauna edáfica e matéria orgânica do solo em fragmentos florestais em diferentes estádios sucessionais no município de Pinheiral, RJ. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Florestais) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, . Coorientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

9.
Miriam de Oliveira Bianchi. Recuperação da Funcionalidade do Solo em Sistemas Florestais Enriquecidos com Leguminosas. 2009. Dissertação (Mestrado em Agronomia (Ciências do Solo)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, . Coorientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

10.
Khalil de Menezes Rodrigues. Avaliação da eficiência de recuperação de voçorocas para o resgate da biodiversidade e de serviços ambientais do solo.. 2008. Dissertação (Mestrado em Agronomia (Ciências do Solo)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, . Coorientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

11.
Rogério Ferreira da Silva. Roça Caiçara:Dinâmica de Nutrientes, Propriedades Físicas e Fauna do Solo em um Ciclo de Cultura. 1998. Dissertação (Mestrado em Agronomia (Ciências do Solo)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

Tese de doutorado
1.
Maurílio de Faria Vieira Júnior. Relações entre Atributos do Solo e a Vegetação Espontânea para Indicação de Práticas no Reflorestamento em Solos de Mar de Morros. 2015. Tese (Doutorado em Agronomia (Ciências do Solo)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, . Orientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

2.
Rafael Nogueira Scoriza. Biodiversidade Funcional e Risco Ecológico de Solo Contaminado por PCBs na Flona Ipanema, SP.. 2013. Tese (Doutorado em Agronomia - Ciências do Solo) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

3.
Khadidja Dantas Rocha de Lima. Leguminosas arbóreas: facilitação e inibição da sucessão ecológica em ambientes de Caatinga. 2012. Tese (Doutorado em Agronomia (Ciências do Solo)) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

4.
Eloísa dos Santos Benazzi. Avalição Ecotoxicológica do uso de resíduos de perfuração de poços de petróleo. 2011. Tese (Doutorado em Ciência Tecnologia e Inovação em Agropecuária) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

5.
Joventino Fernandes Moreira. Fauna do Solo no Processo de revegetação de Áreas de Mineração de Bauxita em Porto Trombetas-PA. 2010. Tese (Doutorado em Agronomia - Ciências do Solo) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

6.
Dayana da Silva Correia. Prospecção de microrganismos celulolíticos e fixadores de N associados a invertebrados saprófagos. 2010. Tese (Doutorado em Ciência Tecnologia e Inovação em Agropecuária) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

7.
Miriam de Oliveira Bianchi. Ecotoxicologia de rejeito alcalino de bauxita. 2009. Tese (Doutorado em Agronomia - Ciências do Solo) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

8.
Carlos Eduardo Gabriel Menezes. Integridade da paisagem em função de manejo e atributos de solos em sub-bacia no ambiente de Mar de Morros, Médio Vale do Paraíba do Sul, Pinheiral (RJ). 2008. Tese (Doutorado em Agronomia - Ciências do Solo) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, . Coorientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

9.
Rodrigo Camara de Souza. EFEITO DA SERAPILHEIRA NA CICLAGEM DE NUTRIENTES EM PLANTIOS ABANDONADOS DE CORYMBIA CITRIODORA NA REBIO UNIÃO, RJ.. 2008. Tese (Doutorado em Ecologia e Recursos Naturais) - Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ. Coorientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

10.
Lusimar Lamarte Galindo. Avaliação da interferência de espécies árboreas na qualidade e quantidade da forragem em pastagens de capim Brachiaria.. 2008. Tese (Doutorado em Agronomia - Ciências do Solo) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, . Coorientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

11.
Luciano de Oliveira Toledo. Interação entre atributos sócio-edafológicos e do componente arbóreo-arbustivo no planejamento ambiental em área de cerrado no norte de Minas Gerais.. 2007. Tese (Doutorado em Agronomia - Ciências do Solo) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

12.
Liane Barreto Alves Pinheiro. O papel funcional de Termiteiro do Cupim-de Montículo (Isoptera:Termitidae) em Solos de Áreas de Encostas no Município de Pinheiral, RJ.. 2005. Tese (Doutorado em Agronomia - Ciências do Solo) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Daniele Aparecida de Lima. Efeito da utilização de plantio direto e rotação de culturas sobre a fauna do solo em Passo Fundo (RS). 2003. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

Iniciação científica
1.
Luis Fernando de Sousa Antunes. Compostagem de resíduos orgânicos pelo diplópode Trigoniulus corallinus. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

2.
Luiz Fernando de Sousa Antunes. Monitoramento da Fauna de Solo no Corredor Ecológico COMPERJ. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. Orientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

3.
Natália Frasson Loureiro. Compostagem de resíduos vegetais pela ação de diplópodes da espécie Trigoniulus corallinus.. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

4.
Fernanda de Lima Camilo. Avaliação da Diversidade da Fauna Edáfica em Tanques de Rejeito de Mineração de Bauxita, Revegetados com Leguminosas Arbóreas.. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas - Licenciatura Ou Bacharelado) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.

5.
Khalil de Menezes Rodrigues. Fauna Edáfica e sua Influência na Ciclagem de Carbono do Solo. 2005. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Maria Elizabeth Fernandes Correia.



Educação e Popularização de C & T



Desenvolvimento de material didático ou instrucional
1.
CORREIA, M.E.F.; Neves, MCP ; AQUINO, Adriana Maria de ; FERREIRA, V. M. . Mulungu e seus amigos gongolos: a mágica da reciclagem. 2014. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - cartilha).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES. XIV Semana Científica Johanna Dobereiner. 2014. (Outro).

2.
CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES. XV Semana Científica Johanna Dobereiner. 2015. (Outro).

3.
CORREIA, MARIA ELIZABETH FERNANDES. XVI Semana Científica Johanna Dobereiner. 2016. (Outro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/12/2018 às 16:12:49