Priscila Carlos Brandão

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5546418263728807
  • Última atualização do currículo em 21/09/2018


Possui graduação em História pela Universidade Federal de Ouro Preto (1997), mestrado em Ciência Política pela Universidade Federal Fluminense (2000), doutorado em Ciências Sociais pela Universidade Estadual de Campinas (2005), e pós-doutorado pela National Defense University (USA/2010) e Universidade de Burgos (Espanha/2011). É Professora Associada da Universidade Federal de Minas Gerais, onde entrou em 2006. Possui experiência na área de História, com ênfase em História das Instituições Políticas Contemporâneas, atuando principalmente nos temas sobre ditadura militar, comunidade de inteligência, Abin, América Latina e Inteligência de Segurança. Desenvolveu pesquisa sobre a implementação do Sistema Brasileiro de Inteligência de Segurança Pública/SISP , mais recentemente, sobre a institucionalização da Polícia Federal. Atuou como coordenadora do primeiro curso de Especialização em Inteligência de Segurança Pública promovido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP/MJ), em parceria com a Universidade Federal de Mato Grosso. Também atuou como consultora do Governo Federal e de alguns governos estaduais, no processo de elaboração de políticas para a área de inteligência de Segurança. Atualmente é líder do Diretório de Pesquisa do Cnpq "Inteligência Governamental", coordenadora do Centro de Estudos de Inteligência Governamental da UFMG, em um trabalho interinstitucional, desenvolvido em parceria com vários profissionais da área de inteligência governamental e membro da Junta Diretora da Red Latinomediterranea de Inteligencia, com sede em Cádiz, Espanha (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Priscila Carlos Brandão
Nome em citações bibliográficas
BRANDÃO, Priscila Carlos;BRANDÃO, Priscila;ANTUNES, Priscila;ANTUNES, Priscila Carlos Brandão

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Minas Gerais, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de História.
Avenida Antônio Carlos 6627
Pampulha
31270901 - Belo Horizonte, MG - Brasil
Telefone: (31) 34095045
Fax: (31) 34095045
URL da Homepage: http://www.fafich.ufmg.br


Formação acadêmica/titulação


2001 - 2005
Doutorado em Ciências Sociais.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Serviços de Inteligência no Cone Sul: um estudo comparado sobre o legado das transições para a democracia na Argentina, no Brasil e no Chile., Ano de obtenção: 2005.
Orientador: Eliezer Rizzo de Oliveira.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: Inteligência; Transições para a Democracias; Relações civis militares; História Latino Americana Contemporânea; Instituições Democráticas Comparadas; Estudos Estratégicos.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas / Especialidade: Estudos Estratégicos.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da América / Especialidade: História Latino-Americana.
Setores de atividade: Serviços Coletivos Prestados Pela Administração Pública Na Esfera da Defesa.
1998 - 2000
Mestrado em Ciência Política.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: Agência Brasileira de Inteligênica: Gênese e antecedentes Históricos,Ano de Obtenção: 2000.
Orientador: Maria Celina D´Araújo.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: História Latino Americana Contemporânea; Doutrina de Segurança Nacional; Serviço Nacional de Informações; Ditadura Militar; Serviços Secretos; Congresso Nacional.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História do Brasil República.
Setores de atividade: Serviços Coletivos Prestados Pela Administração Pública Na Esfera da Defesa; Serviços Coletivos Prestados Pela Administração Pública Na Esfera da Segurança e Ordem Pública, Inclusive Defesa Civil.
2001 - 2001
Especialização em Defense Planning And Resource Management. (Carga Horária: 120h).
National Defense University, NDU, Estados Unidos.
Bolsista do(a): Center For Hemispheric Defense Studies, CHDS, Estados Unidos.
1994 - 1997
Graduação em História.
Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.


Pós-doutorado


2011 - 2012
Pós-Doutorado.
Universidad de Burgos, UBU, Espanha.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo.
2010 - 2011
Pós-Doutorado.
National Defense University, NDU, Estados Unidos.
Bolsista do(a): Center For Hemispheric Defense Studies, CHDS, Estados Unidos.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: SEGURANÇA PÚBLICA.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Inteligência Governamental.


Formação Complementar


2002 - 2002
Extensão universitária em Economics of Defense Resource Management. (Carga horária: 40h).
National Defense University, NDU, Estados Unidos.
2002 - 2002
Extensão universitária em Seminário Relações Civis Militares. (Carga horária: 40h).
Center For Civil Military Relations Naval Postgraduate School, CCMR-NPS, Estados Unidos.
2000 - 2000
Extensão universitária em Memoria Colectiva e Represión. (Carga horária: 80h).
Social Science Research Council, SSRC, Argentina.
2000 - 2000
Extensão universitária em Memoria Colectiva y Represión En El Cono Sur. (Carga horária: 60h).
Social Science Research Council, SSRC, Uruguai.
1998 - 1998
História do Brasil Em 5 Tempos. (Carga horária: 11h).
Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
1997 - 1997
História e Historiografia da Esquerda Brasileira. (Carga horária: 8h).
Associação Nacional de História - Sede, ANPUH/Sede, Brasil.
1996 - 1996
Extensão universitária em Introd. ao Estudo dos Movimentos Sócio Religiosos. (Carga horária: 20h).
Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.
1996 - 1996
História Cidadania e Política. (Carga horária: 8h).
Associação Regional de História, ANPUH/MG, Brasil.


Atuação Profissional



Associação Brasileira de Estudos de Defesa, ABED, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro do Comitê de Publicação

Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: membro, Enquadramento Funcional: Membro


Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenadora CEEIG, Carga horária: 0, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2006 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

01/2016 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de História, .

1/2006 - Atual
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História das Idéias Políticas e Sociais
História Contemporânea II ( da Primeira Guerra aos dias atuais)
História das Relações Internacionais
História do Brasil IV (República)
História Econômica e Política do Brasil
Transição para a Democracia e Relações Civis-militares no Cone-Sul
01/2016 - 04/2017
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de História, .

Cargo ou função
Membro da Câmara Departamental.
03/2012 - 11/2015
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de História, .

03/2011 - 02/2012
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de História, .

03/2007 - 03/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, COPEVE - Comissão Permanente do Vestibular, .

Cargo ou função
Membro da equipe de elaboração do vestibular da UFMG.
01/2006 - 02/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, COPEVE - Comissão Permanente do Vestibular, .

Cargo ou função
Membro da equipe de correção do vestibular da UFMG.
3/2007 - 11/2010
Ensino, História e Culturas Políticas, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Transição Democrática e Relações Civis-Militares no Cone Sul
1/2006 - 11/2010
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de História, Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas.

Linhas de pesquisa
Inteligência Governamental
2/2006 - 11/2009
Extensão universitária , Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de História.

Atividade de extensão realizada
Orientação de alunos na produção de material didático relacionado a Brasil República, material disponibilizado eletronicamente para todo o país através do site www.fafich.ufmg.br/pae, e coordenação de cursos ministrados por estes alunos nas escolas d.
03/2007 - 04/2009
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de História, .

Cargo ou função
Membro da Câmara Departamental de História da UFMG.
09/2007 - 11/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de História, .

Cargo ou função
Presidente da Comissão organizadora do Projeto Memória da História.

Universidade Federal de Mato Grosso, UFMT, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: professor vinculado, Carga horária: 0
Outras informações
Membro do colegiado do Curso de Pós-Graduação "Lato Sensu" - Especialização em Administração com ênfase em Inteligência de Segurança Pública".

Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: coordenador de curso de especialização, Carga horária: 20

Atividades

7/2006 - Atual
Extensão universitária , Faculdade de Administração Economia e Ciências Contábeis, .

Atividade de extensão realizada
Professora do Curso de Pós Graduação Latu Sensu - Especialização em administração com ênfase em Inteligência de Segurança Pública..
03/2006 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Administração Economia e Ciências Contábeis, .

Cargo ou função
Membro do colegiado do curso de Especialização em Administração com ênfase em Inteligência de Segurança Pública.

Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro, IUPERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: pesquisador, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 0


Programas das Nações Unidas para o Desenvolvimento no Brasil, PNUD BRASIL, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: consultora, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 0

Atividades

8/2005 - 12/2005
Serviços técnicos especializados , Ministério da Justiça, Secretaria Nacional de Segurança Pública Senasp.

Serviço realizado
Elaboração da Matriz Doutrinária da Área de Inteligência de Segurança Pública.

Latin American Sudies Association, LASA, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2001 - Atual
Vínculo: membro, Enquadramento Funcional: membro


Social Science Research Council, SSRC, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2000 - 2001
Vínculo: bolsista, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 0
Outras informações
Projeto coordenado pelo Social Science Research Council em parceria com as Fundações Rockfeller e Fundação Ford


Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 2000
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 0
Outras informações
Projeto desenvolvido no âmbito do Centro de Pesquisa e Documentação Contemporânea, financiado pelo Programa de Apoio aos Núcleos de Excelência/PRONEX/CNPq, sob orientação dos professores Maria Celina D´Araújo e Celso Castro.

Vínculo institucional

1998 - 1999
Vínculo: assistente de pesquisa, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 0
Outras informações
Projeto desenvolvido no âmbito do Centro de Pesquisa e Documentação Contemporânea, financiado pelo Programa de Apoio aos Núcleos de Excelência/PRONEX/CNPq, sob orientação dos professores Maria Celina D´Araújo e Celso Castro.


Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - 1998
Vínculo: bolsista iniciação científica, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 20
Outras informações
Projeto "Política de ALforrias em Minas Gerais no Século XIX" orientado pela professora Andrea Lisly Gonçalves e financiado pelo Programa de Iniciação Científica da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. PIC/FAPEMIG.

Vínculo institucional

1996 - 1997
Vínculo: bolsista iniciação científica, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 20
Outras informações
Projeto "Formas de Resistência Escrava em Minas Gerais - Século XIX" orientado pela professora Andréa Lisly Gonçalves e finanaciado pelo Programa de Iniciação Científica da Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais PIC/FAPEMIG

Vínculo institucional

1995 - 1997
Vínculo: monitora, Enquadramento Funcional: livre, Carga horária: 0
Outras informações
Eenquanto monitora do LPH, coordenou as atividades: Terra em Transe: Cultura e COntra Cultura na Década de 60; KAOS: Cultura Urbana nas Décadas de 80 e 90 e o I Seminário de Infomrática Aplicada à Educação. Também atuou junto à COmissão do X Encontro REgional de História de Minas Gerais.

Vínculo institucional

1995 - 1996
Vínculo: bolsista iniciação científica, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 20
Outras informações
Projeto orientado pelos professores Rodrigo Patto Sá Motta e João Pinto Furtado, financiado pelo Programa de Iniciação Científica do Conselho Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento. PIBIC/CNPq

Vínculo institucional

1994 - 1995
Vínculo: bolsista iniciação científica, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 0
Outras informações
Projeto Lutas Sociais em Mariana e Região, orientado pelo professor Rodrigo Patto Sá Motta e financiado pelo Programa de Bolsas Internas da Universidade Federal de Ouro Preto PIP/UFOP

Atividades

10/1997 - 5/1998
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Departamento de Historia.

Linhas de pesquisa
História do Brasil Império
8/1996 - 6/1997
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Departamento de Historia.

Linhas de pesquisa
História do Brasil Império
8/1995 - 7/1996
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Departamento de Historia.

5/1994 - 4/1995
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Ciências Humanas e Sociais, Departamento de Historia.



Linhas de pesquisa


1.
História do Brasil Contemporânea
2.
História do Brasil Conemporânea
3.
História do Brasil Império
4.
História do Brasil Império
5.
Inteligência Governamental
6.
A Atividade de inteligência espanhola na ditadura e transição para democracia
7.
A institucionalização da atividade de inteligência na Polícia Federal
8.
O empoderamento da Polícia Federal


Projetos de pesquisa


2014 - 2014
A institucionalização da Polícia Federal
Descrição: A pesquisa realiza uma análise do processo de institucionalização da Polícia Federal brasileira, desde sua criação em 1944, durante a ditadura Vargas, até o fim do ano de 2012, após o encerramento da maior greve de sua história, enfatizando sua atuação na área de inteligência. Buscamos Identificar os paradigmas que orientaram o trabalho da instituição na área de inteligência após o período da Guerra Fria, buscando avaliar o impacto do legado autoritário, as permanências, os vícios e heranças deixados pelo regime militar. Para tanto serão utilizadas entrevistas, sites da internet, bibliografia especializada e fóruns de discussão..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Priscila Carlos Brandão - Coordenador / Silmária Fábia dos Santos - Integrante / Mateus Alves da Rocha Silva - Integrante / Pollyanna Rodrigues Alves Chaves - Integrante.
2014 - Atual
O empoderamento da Polícia Federal
Descrição: Esta pesquisa visa analisar o processo de criação e institucionalização da Polícia Federal, com foco em seu projeto de reestruturação iniciado em 1964 pelo ex-presidente Castelo Branco, o qual permitiu os funcionários da Polícia Federal (Agentes, investigadores, delegados, e censores etc.) imiscuírem-se em todo o processo repressivo durante a ditadura e assegurar suas parcelas de poder na democracia emergente e adquirir autonomia que os possibilita, em várias ocasiões, agir de forma política e autoritária.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2014
A atividade de Inteligência do Departamento de Polícia Federal - PPM
Descrição: Este projeto objetiva o levantamento e análise do processo de institucionalização de um ?sistema? de inteligência no âmbito da Polícia Federal, desde sua criação na década de 40, até o ano de 2003, quando, a partir da posse do delegado Paulo Lacerda como novo Diretor-Geral (DG), houve uma ruptura paradigmática operacional dentro do Departamento de Polícia Federal (DPF). Desde então é possível perceber, a partir da análise das operações desencadeadas, um esforço institucional, no sentido de superar as práticas anteriormente desenvolvidas, e os preconceitos enraizados na instituição, frutos, principalmente, da Doutrina de Segurança Nacional..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Priscila Carlos Brandão - Coordenador / Silmária Fábia dos Santos - Integrante / Pollyanna Rodrigues Alves Chaves - Integrante / Maria Lenúcia Moura - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.
2011 - 2012
A profissionalização da atividade de Inteligência na Espanha
Descrição: Este projeto integra uma pesquisa maior de pós-doutoramento na área de política comparada, que visa promover uma análise sobre o processo de reinstitucionalização dos sistemas de inteligência no Brasil e Espanha, considerando o desafio profissional da construção de órgãos de inteligência legítimos, flexíveis, capacitados e analiticamente relevantes. Interessa saber como vem ocorrendo em cada um destes países o processo de profissionalização dos analistas de inteligência, ou seja, quais são os mecanismos institucionais mais importantes implementados em cada país para regular a atividade de inteligência, os quais definem os contornos das esferas de atuação destes agentes, bem como avaliar o desempenho analítico dos serviços de inteligência. No que tange a este processo em específico, desenvolvido na Espanha, com apoio da CAPES e Fundação Carolina, busca-se realizar o levantamento de fontes e ampliar os conhecimentos bibliográficos sobre o caso Espanhol..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2012
A institucionalização da atividade de inteligência de segurança do Departamento de Polícia Federal: a Diretoria de Inteligência Policial, os núcleos de inteligência regionais e os desafios da padronização e sistematização.
Descrição: Pesquisa sobre o processo de institucionalização da atividade de inteligência de segurança pública dentro da Polícia Federal, perpassando os seus vários processos históricos e que se inicia ainda com a criação dos DOPS no período da ditadura.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - Atual
A atividade de inteligência no Departamento de Polícia Federal
Descrição: Este projeto objetiva o levantamento e análise do processo de institucionalização de um ?sistema? de inteligência no âmbito da Polícia Federal, desde sua criação na década de 40, até o ano de 2003, quando, a partir da posse do delegado Paulo Lacerda como novo Diretor-Geral (DG), houve uma ruptura paradigmática operacional dentro do Departamento de Polícia Federal (DPF). Desde então é possível perceber, a partir da análise das operações desencadeadas, um esforço institucional, no sentido de superar as práticas anteriormente desenvolvidas, e os preconceitos enraizados na instituição, frutos, principalmente, da Doutrina de Segurança Nacional..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Priscila Carlos Brandão - Coordenador / Raziel Jassef Miranda - Integrante / Lídia Generoso - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.
2006 - 2010
A Institucionalização do Sistema Brasileiro de Inteligência de Segurança Pública. Projeto financiado pela FAPEMIG, a partir de aprovação da Demanda Universal
Descrição: Este projeto tem como objetivo principal analisar o processo de constituição histórica da chamada "atividade de inteligência de Segurança Pública" e da formação do SISP, Sistema Brasileiro de Inteligência de Segurança Pública, oficialmente criado em 2001..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (5) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Priscila Carlos Brandão - Coordenador / Gislayne Sampaio - Integrante / Juliano de Meira Furtado - Integrante / Gabriel Teixeira Casela - Integrante / Luciana Lage Ribeiro - Integrante / Silmária Fábia dos Santos - Integrante / Daniel William Araújo Coelho - Integrante / Anelise Suzane Fernandes Coelho - Integrante / Robson Júnior de Freitas - Integrante.
2005 - 2006
Cooperação de Segurança: Brasil, Índia e África do Sul
Descrição: Descrição: Delimitação empírica: O referente empírico do projeto é delimitado pelas unidades estatais constituídas pelos três países. Serão estudados seis fatores causais que condicionam as possibilidades de cooperação na área de segurança entre os governos centrais dos três países, sendo três fatores de tipo estrutural e três fatores de tipo institucional. Os três aspectos estruturais são: 1) O ambiente estratégico regional de cada país e a distribuição de poder característica de cada balança regional. 2) Os problemas de desenvolvimento sócio-econômico em cada país, com particular atenção para as condições de financiamento do setor público. 3) A capacidade instalada dos três países nas áreas de defesa nacional, inteligência e segurança pública. Os três tipos de configurações institucionais que serão comparadas são: 4) A rede de tratados, acordos e alianças da qual participa cada país na área de segurança internacional e as ameaças de segurança percebidas pelos governos centrais dos três países; 5) As instituições políticas democráticas com impacto mais direto no desempenho estatal nas áreas de provimento de bem-estar e segurança; 6) O desenho organizacional das forças armadas, ministérios da defesa, serviços de inteligência e de segurança, polícias e forças constabulares. Como o foco da pesquisa está posto na determinação do peso relativo de fatores causais de tipo estrutural ou estratégico e não sobre a variação histórica dos níveis de cooperação em segurança, o período temporal a ser considerado corresponde ao da situação internacional pós-2001. Problema de Pesquisa: Por que a cooperação entre os grandes países intermediários na área de segurança é baixa? Hipótese de Trabalho: Enquanto a natureza da cooperação é fortemente condicionada pelos fatores estruturais, os fatores explicativos político-institucionais têm um peso maior na determinação do nível de cooperação de segurança entre os grandes países intermediários..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Priscila Carlos Brandão - Integrante / Marco Aurélio Chaves Cepik - Coordenador.Financiador(es): Ford Foundation - Auxílio financeiro.
2000 - 2001
Collective Memory of Repression in the Southern Cone and Peru
Descrição: Projeto desenhado para atender a três desafios distintos: a necessidade de gerar avanços teóricos e de investigação que contribuicempara enriquecer os debates sobra a natureza das memórias na região, sobr eseu papel na constituição das identidades coletivas e sobre as consequências das lutas pela memória sobre as práticas sociais e políticas em sociedades em transição. Segundo, promover o desenvolvimento de uma geração de investigadores com formação teórica e metodológica sólidas, preparados para articular perspectivas novas sobre os processos sociais da memória. Terceiro, o programa apontava a criação de uma rede de intelectuais públicos da região, preocupados com o estudo da memória social e temas correlatos.Este programa foi coordenado por Elizabeth Jelin (Argentina) e Carlos Ivan Degregori (Peru). Bolsista da Fundação Ford.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Priscila Carlos Brandão - Coordenador.Financiador(es): Ford Foundation - Auxílio financeiro / Rockefeller Foundation - Auxílio financeiro / Hewlett Foundation - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 1
1998 - 2000
Forças Armadas e Democracia
Descrição: Descrição: O objetivo principal do projeto foi examinar de que maneira os militares se inseriram na nova ordem democrática que se seguiu ao fim dos regimes militares no Brasil e nos demais países do Cone Sul. Investigou-se também qual o papel que foi atribuído às Forças Armadas nesse novo cenário político. Com isso, deu-se continuidade à linha de pesquisa iniciada com o projeto "1964 e o Regime Militar"..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Priscila Carlos Brandão - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.


Projetos de extensão


2009 - Atual
Centro de Estudos Estratégicos e Inteligência Governamental - CEIG
Descrição: Vinculado a um projeto acadêmico desenvolvido na Universidade Federal de Minas Gerais, intitulado "O processo de institucionalização da Inteligência de Segurança Pública na Virada do Segundo Milênio", financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa de Minas Gerais/FAPEMIG, o centro, de caráter interdisciplinar, procura agregar pesquisadores de vários setores e instituições, bem como profissionais vinculados aos sistemas de inteligência governamental, do país e do exterior, com a meta fundamental de produzir, de forma conjunta, uma nova mentalidade no que tange à atividade de inteligência de uma forma em geral, seja em termos culturais, procedimentais ou teóricos..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (5) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (12) .
Integrantes: Priscila Carlos Brandão - Coordenador / Marco Aurélio Chaves Cepik - Integrante / Gislayne Sampaio - Integrante / Silmária Fábia de Souza - Integrante / Maria Guiomar da Cunha Frota - Integrante / Juliano de Meira Furtado - Integrante / Denílson Feitoza - Integrante / Cláudio Beato - Integrante / Gabriel Teixeira Casela - Integrante / Luciana Lage Ribeiro - Integrante / Joanisval Brito Gonçalves - Integrante / Daniel William Araújo Coelho - Integrante / Anelise Suzane Fernandes Coelho - Integrante / Robson Freitas de Miranda Junior - Integrante / Vladimir de Paula Brito - Integrante / Marta Macedo Kerr Pinheiro - Integrante / Marta Eloísa Melgaço Neves - Integrante / Adriano da Silva Vieira - Integrante / Christian Ribeiro Guimarães - Integrante / Marcílio de Mello - Integrante / Paulo Áurelio Murta - Integrante / Rodrigo dos Santos Marques Porto - Integrante / Gisele Silva - Integrante / João Roberto Martins Flho - Integrante / Eugênio Diniz - Integrante / Almir de Oliveira Júnior - Integrante / Alexandre Mendes Cunha - Integrante / Scott Lucas - Integrante / Russel SWENSSON - Integrante / José Manuel Ugarte - Integrante / Andrea da Conceição Pires França - Integrante / Ana Paula Maielo - Integrante / Maria Celina DARAUJO - Integrante / Dennis Toellborg - Integrante / Antonio Diaz - Integrante / Razvan Ionescu - Integrante / John Momikos - Integrante / Carolina Sancho - Integrante / Stuart Farson - Integrante / Demétrio Peixoto - Integrante / David Martins Jones - Integrante / Thorsten Wetzling - Integrante / Jon Moran - Integrante / Rodrigo Benjamin Gesteira - Integrante / Einstein Lemos Aguiar - Integrante / Marcelo Fábian Sain - Integrante / Carlos Fico - Integrante / Fernando Ramos de Carvalho - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais - Auxílio financeiro.


Projetos de desenvolvimento


2006 - 2008
Ensinando História do Brasil na Escola Básica. Projeto financiado pela PROGRAD
Descrição: O Departamento de História da UFMG, de 2003 a 2005, fazendo jus ao seu know-how em História do Brasil Colonial, reputado nacional e internacionalmente, e com seu envolvimento com o ensino de História, desenvolveu o Projeto Pesquisa e Produção de Material Didático para o Ensino de História do Brasil Colonial, resultando, ao final, na produção de um CD-ROM e na montagem de um site (www.fafich.ufmg.br/pae) contendo seus produtos finais. As atividades didáticas reunidas no site e no CD-ROM comportam, além da interatividade, o oferecimento de respostas pelos usuários, as quais devem ser enviadas ao "Fale Conosco" do Projeto, via Internet. Tais respostas constituem um farto material de pesquisa, na medida em que revelam as apropriações que os usuários do site fizeram das atividades, as compreensões que alcançaram sobre os assuntos tratados nas atividades, bem como suas dificuldades e os problemas existentes no próprio material. A reformulação do currículo do Curso de História, cujo projeto foi finalizado em dezembro e que dever ser aprovado no início do próximo semestre letivo, exigirá, em consonância com a nova legislação vigente sobre as licenciaturas, uma dinamização das atividades práticas, o que torna importantíssimo constituir oportunidades para que os licenciandos possam familiariza-se, de um lado, com a produção de material didático, o planejamento e o desenvolvimento de aulas para alunos de educação básica e, de outro, com a avaliação de materiais didáticos produzidos, das formas de apropriação dos mesmos pelos leitores e das dificuldades de entendimento observadas nos últimos. Nessas condições, dar continuidade à experiência iniciada com o PAE desenvolvido entre 2003 e 2005 torna-se crucial, seja para fortalecer o campo do ensino no Curso de História, seja para melhor aproveitar os resultados do projeto concluído e enfrentar os desafios e as necessidades colocadas pelo novo currículo de licenciatura em História. Ao mesmo tempo, a ampliação do corpo docente.
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Priscila Carlos Brandão - Integrante / Luiz Carlos Villalta - Coordenador.Financiador(es): Pro-reitoria de Graduação da UFMG - Auxílio financeiro.
2006 - 2008
Projeto Memória da História - Construção do acervo documental do Departamento de História da UFMG
Descrição: Organização, registro contínuo e disponibilização do acervo relacionado ao Departamento de História da Universidade Federal de Minas Gerais.
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.


Outros Projetos


2008 - 2010
Centro de Memória da FAFICH
Descrição: Trata-se de um projeto que promove a organização do acervo documental da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Minas Gerais, bem como incentiva a pesquisa na área institucional.
Situação: Concluído; Natureza: Outra.


Membro de corpo editorial


2018 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Inteligência
2015 - Atual
Periódico: REVISTA BRASILEIRA DE SEGURANÇA PÚBLICA
2014 - Atual
Periódico: REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS DE DEFESA


Membro de comitê de assessoramento


2016 - Atual
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior


Revisor de periódico


2011 - Atual
Periódico: Temporalidades
2014 - Atual
Periódico: Revista Contemporânea
2014 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de História (Impresso)
2007 - Atual
Periódico: Revista Multiface Online
2016 - Atual
Periódico: ESTUDOS IBERO-AMERICANOS (PUCRS. IMPRESSO)
2006 - Atual
Periódico: VARIA HISTÓRIA (UFMG. IMPRESSO)
2015 - Atual
Periódico: TOPOI (ONLINE): REVISTA DE HISTORIA
2015 - Atual
Periódico: REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS POLÍTICOS
2008 - Atual
Periódico: ESTUDOS HISTÓRICOS
2015 - Atual
Periódico: REVISTA ELETRÔNICA DA ANPHLAC
2012 - Atual
Periódico: MOSAICO (RIO DE JANEIRO)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Moderna e Contemporânea/Especialidade: História das Instituições Políticas Contemporâneas.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil República.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da América/Especialidade: História Latino-Americana.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas/Especialidade: Estudos Estratégicos.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Seguança Pública.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2007
Menção Honrosa - Coordenação do Projeto Ensinando História do Brasil na Escola Básica", Pró-Reitoria de Graduação da Universidade Federal de Minas Gerais.
2002
Moção Honrosa, Câmara dos Vereadores de Belo Horizonte.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

SciELO
Total de trabalhos:1
Total de citações:1
Brandão, Priscila  Data: 28/02/2008

Artigos completos publicados em periódicos

1.
CRUZ, GLAUBER EDUARDO2017CRUZ, GLAUBER EDUARDO ; BRANDÃO, Priscila Carlos . O posicionamento dos parlamentares do partido dos trabalhadores sobre a reforma agrária na década de 1990: omissões, propostas e violências. Retratos de Assentamentos, v. 20, p. 278, 2017.

2.
BRANDÃO, Priscila Carlos2012BRANDÃO, Priscila Carlos. As Relações Civis Militares na transição espanhola e seus impactos na profissionalização da atividade de inteligência. Revista Diálogos Mediterrânicos, v. 3, p. 77, 2012.

3.
BRANDÃO, Priscila Carlos2012BRANDÃO, Priscila Carlos; LEITE, Isabel . Nunca foram heróis. A disputa pela imposição de significados em torno do emprego da violência na ditadura brasileira, por meio de uma leitura do projeto ORVIL. Anos 90 (UFRGS. Impresso), v. 19, p. 293, 2012.

4.
BRANDÃO, Priscila2012BRANDÃO, Priscila. Apresentação. Varia História (UFMG. Impresso), v. 28, p. 9-18, 2012.

5.
BRANDÃO, Priscila2012BRANDÃO, Priscila. Apresentação. Varia História (UFMG. Impresso), v. 28, p. 481-485, 2012.

6.
BRANDÃO, Priscila Carlos2012BRANDÃO, Priscila Carlos; LEITE, Isabel . Nunca foram heróis. A disputa pela imposição de significados em torno do emprego da violência na ditadura brasileira, por meio de uma leitura do projeto ORVIL. Revista Taller, v. 1, p. 253, 2012.

7.
BRANDÃO, Priscila Carlos2007BRANDÃO, Priscila Carlos. O sistema de Inteligência chileno no governo Pinochet. Varia História, v. 23, p. 399-417, 2007.

8.
BRANDÃO, Priscila Carlos2003 BRANDÃO, Priscila Carlos; CEPIK, Marco . Brazil´s New Intelligence System: An Institutional Assessment.. International Journal Of Intelligence And Counterintelligence, New York, v. 16, n.03, p. 167-194, 2003.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
BRANDÃO, Priscila Carlos; CEPIK, Marco . Inteligência de Segurança Pública: teoria e prática no combate da criminalidade. 1. ed. Niterói: Impetus, 2013.

2.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Serviços Secretos e democracia no Cone Sul: premissas para uma eficiente, legítima e eficaz. 1. ed. Niterói: Impetus, 2010. v. 1. 336p .

3.
BRANDÃO, Priscila Carlos. SNI e ABIN: uma leitura dos serviços secretos brasileiros ao longo do século XX. Rio de Janeiro: Editora Fundação Getúlio Vargas, 2002.

Capítulos de livros publicados
1.
BRANDÃO, Priscila. Servicio de Inteligencia. In: Antonio Fernandez. (Org.). Conceptos Fundamentales de Inteligencia. 1ed.Valência: Tirant Lo BLanch, 2016, v. 1, p. 250-265.

2.
BRANDÃO, Priscila. Institutional Challenges in the Integration of the Brazilian Public Security Intelligence System. In: SWENSON, Russel; HIRANE, Carolina SAncho. (Org.). Intelligence Management in the Americas. 1ed.Washington: National Intelligence University, 2015, v. 1, p. 263-280.

3.
BRANDÃO, Priscila. Os desafios Institucionais no Processo de Integração do Sistema de Inteligência de Segurança Pública Brasileiro. In: SWENSON, Russel; HIRANE, Carolina Sancho. (Org.). Gestión de Inteligencia en las Américas. 1ed.Washington: National Intelligence University, 2015, v. 1, p. 317-342.

4.
BRANDÃO, Priscila Carlos; BRITO, V. P. . Terrorismo, Inteligência e Mecanismos Legais: Desafios para o Brasil. In: Carlos Achimidt Arturi. (Org.). Políticas de DEfesa, Inteligência e Segurança.. 1ed.Porto Alegre: CEGOV/UFRGS, 2014, v. 01, p. 161-186.

5.
BRANDÃO, Priscila Carlos; SAMPAIO, Gislayne . O papel do Ministério da Defesa na Coordenação da Inteligência Militar: uma avaliação sobre as implicações para a segurança pública. In: Priscila Carlos Brandão; Marco Aurélio Chaves Cepik. (Org.). Inteligência de Segurança Pública: teoria e prática no combate da criminalidade. 1ed.Niterói: Impetus, 2013, v. 01, p. 79-106.

6.
BRANDÃO, Priscila Carlos. O Subsistema de Inteligência de Segurança Pública no Brasil: uma análise crítica da Evolução Institucional. In: Priscila Carlos Brandão; Marco Aurélio Chaves Cepik. (Org.). Inteligência de Segurança Pública: teoria e prática no combate da criminalidade. 1ed.Niterói: Impetus, 2013, v. 1, p. 107-140.

7.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Uma análise sobre a gestão no processo institucional de criação do SISP 2000/2012. In: SVARTAMN, Eduardo; MEI, Eduardo; RODRIGUES, Thiago.. (Org.). Defesa, Segurança e Estratégia. 1ed.Campinas: Mercado das Letras, 2012, v. , p. 257-.

8.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Ditaduras Militares e institucionalização dos serviços de informações na Argentina, no Brasil e no Chile. In: CArlos Fico, Marieta de Moraes Ferreira, Samantha Viz Quadrat e MAria PAula Araujo. (Org.). Ditadura e Democracia na América Latina. Rio de Janeiro: Editora Fundação Getúlio Vargas, 2008, v. 01, p. 201-244.

9.
BRANDÃO, Priscila Carlos. National Aproaches: Argentina. In: FARSON, Stuart, GILL, Peter, PHYTHIAN, Mark e SHPIRO, Sholmo. [eds].. (Org.). PSI Handbook of Global Security and Intelligence: National Aproaches?. Intelligence and the Quest for Security Series). Volume 1. Washington, Praeger Security International: 2008.. Washington: Praeger, 2008, v. 01, p. -.

10.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Establishing Democratic Control of Intelligence in Argentina. In: Thomas Bruneau and Steve Boraz. (Org.). Reforming intelligence. 1ed.Texas: University of Texas Press, 2007, v. , p. 195-218.

11.
BRANDÃO, Priscila Carlos. ?Bomba en Riocentro: militares y otras memorias?. In: Eric Hershberg; Felipe Aguero. (Org.). Memorias militares sobre la represión en el Cono Sur: visiones en disputa en dictadura y democracia.. 1ed.Madrid: Siglo XXI de España Editores, 2005, v. 10, p. 71-106.

12.
BRANDÃO, Priscila Carlos; CEPIK, Marco . Professionalization of Intelligence Activity in Brazil: Criteria, Evidence and Remainin Challenges. In: Suzana Lemozy; Russel Swenson. (Org.). Intelligence Profesionalism in the Americas. 01ed.Washington D.C: Joint Military Intelligence College, 2003, v. , p. 133-154.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Tensão à mostra. Revista Ciência Hoje, São Paulo, p. 49 - 54, 01 out. 2016.

2.
BRANDÃO, Priscila Carlos; CEPIK, Marco . A crise dos grampos e o futuro da ABIN.. Boletim de Análise de Conjuntura Política do DCP/UFMG, Belo Horizonte.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
BRANDÃO, Priscila Carlos. A má gestão na implementação de um sistema de inteligência de Segurança Pública no Brasil.. In: XXX International Congress of Latin American Studies Association, 2012, San Francisco. XXX International Congress of Latin American Studies Association, 2012.

2.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Identidade, subjetividade e ética na pesquisa do tempo presente: um relato. In: 4 Seminário Nacional de História e História da Historiografia: tmpo presente e tempo passado., 2010, Mariana. Open Conference Systems, 4º Seminário Nacional de História da Historiografia. Tempo presente & usos do passado., 2010.

3.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Inteligência criminal no Brasil: um diagnóstico. In: XXIX International Congres of the Latin Amerrican Studies, 2010, Toronto. s Area LASA2010 Congress Paper Archive, 2010.

4.
BRANDÃO, Priscila Carlos. A atividade de Inteligência criminal no Brasil na virada do século XX. In: XXVIII International Congress of the Latin American Studies Association, 2009, Rio de Janeiro. XXVIII International Congress of the Latin American Studies Association - ANAIS, 2009.

5.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Contribuição das Nações Unidas para a Reforma do Setor de Segurança da América Latina e Caribe: a profissionalização do setor de inteligência e suas perspectivas. In: International Workshop on ?Contributing to the UN Approach to SSR: Insights from Latin America and the Caribbean, 2009, Buenos Aires. International Workshop on ?Contributing to the UN Approach to SSR: Insights from Latin America and the Caribbean - Anais, 2009.

6.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Entre a ética e o direito à justiça na pesquisa relacionada à violação dos Direitos Civis e Humanos. In: IX Encuentro Nacional y III Congreso Internacional de Historia Oral de la República Argentina ?Los usos de la Memoria y la Historia Oral?, 2009, Buenos Aires. IX Encuentro Nacional y III Congreso Internacional de Historia Oral de la República Argentina ?Los usos de la Memoria y la Historia Oral?, 2009.

7.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Ditadura militar e rede de informações no Brasil. In: IX Congresso Internacional da Brazilian Studies Association, 2008. Anais do IX Congresso Internacional da Brazilian Studies Association.

8.
BRANDÃO, Priscila Carlos. A institucionalização dos sistemas de informações no Chile e na Argentina e o fracasso diante das ameaças externas. In: XXIV Simpósio Nacional de História, 2007, São Leopoldo - RS. Anais do XXIV Simpósio Nacional de História, 2007. p. 32-47.

9.
BRANDÃO, Priscila Carlos. O impacto do processo de transição e democratização na determinação do Controle Público sobre as agências nacionais de inteligência argentina, brasileira e chilena. In: LASA 2006 XXVI International Congress, 2006, San Juan, 2006.

10.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Riocentro: militares y otras memorias. In: Pasados que no pasan: investigaciones sobre memoria en perspectiva comparada, 2006, Buenos Aires, 2006.

11.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Serviços Secretos e Ditaduras no Cone Sul: uma análise histórico intitucional dos serviços de informações no Brasil, Chile e Argentina. In: Seminário Internacional Ditadura e Democracia na América Latina, 2006, Rio de Janeiro, 2006.

12.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Controle da Atividade de Inteligência no Brasil. In: XXV Latin American Studies Association, 2004, Las Vegas. LASA 2004, 2004.

13.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Reinventando um serviço secreto para o Brasil. In: Defense and Security Challenges in the 21st Century, 2002, Brasília. V REDES Congress, 2002.

14.
BRANDÃO, Priscila Carlos. La bomba en Riocentro: los avatares de la memoria militar. In: XXIII Internationall Congress of Latin American Studies Association, 2001, Washington D. C.

15.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Os serviços de Inteligência no Ministério de Defesa Brasileiro. In: IV Research and Education in Defense and Security Studies, 2001, Washington D.C, 2001.

16.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Agência Brasileira de Inteligência: a atividade e inteligência no atual debate político brasileiro. In: V Brazilian Studies Association Congress, 2000, REcife, 2000.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
BRANDÃO, Priscila Carlos. ?A criação do Sistema Brasileiro de Inteligência: uma história institucional. In: Segun Congreso Latinoamericano y Caribeño de Ciências Sociales, 2010, Ciudad de México. Segun Congreso Latinoamericano y Caribeño de Ciências Sociales, 2010.

2.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Refletindo sobre uma agenda de reforma para os sitemas de inteligência na Améric aLatina no começo do Século XXI. In: Seminário Internacional reforma del Sector de Seguridad en américa Latina y el Caribe, 2006, Santiago do Chile, 2006.

3.
BRANDÃO, Priscila Carlos. O sistema de inteligência no Brasil. In: V Simpósio Internacional America Latina y Caribe, 2002, Buenos Aires, 2002.

4.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Militares e militantes: o discurso em questão. In: XIX Simpósio Nacional de História História e cidadania, 1997, Belo Horizonte, 1997.

5.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Brizola e o grupo dos onze: alternativa revolucionária ou manipulação?. In: IV Seminário de Iniciação CIentífica UFOP/FUNREI, 1997, Ouro Preto, 1997.

6.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Grupo dos Onze: uma abordagem político-sociológica. In: X Encontro Regional de História ANPUH-MG, 1996.

7.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Grupo dos onze: uma abordadem político-sociológica. In: Minas Gerais 300 anos, 1996, Mariana, 1996.

Apresentações de Trabalho
1.
BRANDÃO, Priscila Carlos. A Polícia Federal na transição política brasileira. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

2.
BRANDÃO, Priscila Carlos. A MÁ GESTÃO NA IMPLEMENTAÇÃO DE UM SISTEMA DE INTELIGÊNCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA NO BRASIL: descaso, corporativismo e vaidade. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
BRANDÃO, Priscila Carlos. http://congreso.flacso.edu.mx/. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
BRANDÃO, Priscila Carlos. A inteligência na pesquisa. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Ditadura Militar e rede de informações no Brasil. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
BRANDÃO, Priscila Carlos; DIAS, Suelen Maria Marques ; FIALHO, Michele ; JESUS, Tiago Luis Lima de ; SAMPAIO, Gislayne ; SOARES, Samuel ; SOUZA, Silmária Fábia de ; VILLALTA, Luiz Carlos . Ensinando História do Brasil na Escola Básica. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
BRANDÃO, Priscila Carlos; CAETANO, Gabriel ; SANTOS, S. F. . PRONOTURNO - Curso de História. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
BRANDÃO, Priscila Carlos. A institucionalização dos sistemas de informações no Chile e na Argentina e o fracasso diante das ameaças externas. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

9.
BRANDÃO, Priscila Carlos. O impacto do processo de transição e democratização na determinação do Controle Público sobre as agências Nacionais de inteligência argentina, brasileira e chilena. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Refletindo sobre uma agenda de reforma para os sitemas de inteligência na América Latina no começo do Século XXI. 2006. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

11.
BRANDÃO, Priscila Carlos. REvisitando el Riocentro: militares y otras memorias. 2006. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

12.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Serviços Secretos e ditadura no Cone Sul: uma análise histórico-institucional dos serviços de informações no Brasil, Argentina e Chile. 2006. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

13.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Militares e outras memórias. 2004. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

14.
BRANDÃO, Priscila Carlos. O estabelecimento do controle público da atividade de inteligência no Brasil. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
BRANDÃO, Priscila Carlos. The Isntituional Challenge of External Controll os Intelligence Services in Argentina. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
BRANDÃO, Priscila Carlos. O sistema de Inteligência no Brasil. 2002. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

17.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Reinventando um serviço secreto para o Brasil. 2002. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

18.
BRANDÃO, Priscila Carlos. La bomba en Riocentro (1981): los avatares de la memoria militar. 2001. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

19.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Seguridad nacional y Seguridad humana en America Latina hoy. 2001. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

20.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Os Serviços de Inteligência no Ministério da Defesa brasileiro. 2001. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

21.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Agência Brasileira de Informações: a atividade de ineligência no atual debate político brasileiro 1995/2000. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

22.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Militares e Militantes: o discurso em questão. 1997. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

23.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Grupo dos Onze: uma abordagen político-sociológica. 1997. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

24.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Grupo dos Onz\e: uma aboragem político-sociológica. 1996. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

25.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Brizola e o Grupo dos Onze: alternativa revolucionária ou manipulação?. 1996. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

26.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Grupo dos Onze: uma abordagem político-sociológica. 1996. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Institutional challenges in the Integration of the Brazilian Public Security Intelligence System. Washington D.C: National Intelligence University Press, 2014 (capítulo de livro no prelo - previsão 2014).

2.
BRANDÃO, Priscila Carlos; BRITO, V. P. . TERRORISMO, INTELIGÊNCIA E MECANISMOS LEGAIS: O DESAFIO DAS ORGANIZAÇÕES DE SEGURANÇA BRASILEIRAS NO COMBATE AO TERRORISMO NA VIRADA DO SÉCULO XXI. ED, 2014 (capítulo de livro no prelo - previsão 2014).

3.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Revista Temporalidades. Belo Horizonte, 2014. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

4.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Dossiê História e Inteligência. Belo Horizonte, 2012. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

5.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Relações Civis Militares e História. Belo Horizonte, 2012. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

6.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Serviços Secretos e ditadura no Cone Sul: uma análise histórico institucional dos serviços de informações no Brasil, no Chile e na Argentina. Rio de Janeiro: Editora Universidade Federal do Rio de Janeiro, 2008 (capítulo de livro no prelo - previsão 2008).

7.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Coleção Olhares. São Paulo: Editora Annablume, 2007 (Editora).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Doutrina Nacional de Inteligência de Segurança Pública. 2005.

2.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Matriz Doutrina para a área de Inteligência em Segurança Pública. 2005.

Produtos tecnológicos
1.
BRANDÃO, Priscila Carlos; CEPIK, Marco Aurélio Chaves . Planpo de Capacitação Trienal em Análise Criminal e Inteligência. 2008.

2.
BRANDÃO, Priscila Carlos; CEPIK, Marco Aurélio Chaves . Proposta de Regulamentação do Sistema de Inteligência de Minas Gerais. 2008.

3.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Doutrina Estadual deInteligência de Segurança Pública. 2008.

4.
BRANDÃO, Priscila Carlos; CEPIK, Marco Aurélio Chaves . Plano de Capacitação em Operações de Inteligência de Segurança Pública. 2008.

5.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Doutrina Nacional de Inteligência de Segurança Pública. 2006.

Trabalhos técnicos
1.
MARCELINO, D. A. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . Plataforma Sucupira. 2018.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
GONZAGA, E. ; BRANDÃO, Priscila Carlos ; PIRES, B. ; PIO, S. ; NAVARRO, C. ; MACHADO, B. M. . Regime Militar e Verdade. 2018. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

2.
BRANDÃO, Priscila Carlos. O serviço nacional de informações. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
BRANDÃO, Priscila Carlos; ZAVERUCJA, J ; FRUET,G. . A Agência Brasileira de Inteligência. 2008. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica
1.
SIZILLIO, R. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . ?VAI, CARLOS, SER MARIGHELLA NA VIDA? Outro olhar sobre os caminhos de Carlos Marighella na Bahia. 2018. (Parecer de Livro).

2.
BRANDÃO, Priscila Carlos. O Déficit democrático na América Latina. 2018. (Consultoria Externa).

3.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Limites Fiscais à efetividade do processo democrático. 2018. (Consultoria Externa).

4.
BRANDÃO, Priscila Carlos. 70 Reunião Anual SBPC. 2018. (Consultoria Externa).

5.
DESIDENTIFICADO, A. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . Quando novos atores entram em cena. 2018. (Parecer de artigo).

6.
SANTOS, G. F. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . O cinema da Contracultura na Guerra Fria e os novos paradigmas socioculturais.. 2017. (Parecer de artigo).

7.
DESIDENTIFICADO, A. ; ANTUNES, Priscila Carlos Brandão . A AMPLITUDE DA MISSÃO CONSTITUCIONAL DE PRESERVAÇÃO DA ORDEM PÚBLICA DAS POLÍCIAS MILITARES BRASILEIRAS. 2017. (Parecer de artigo).

8.
PORFIRIO, P. F. A. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . Escritos e memórias de Francisco Julião no processo de redemocratização do Brasil. 2015. (Parecer de artigo).

9.
SOARES, T. N. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . ARENA POLÍTICA: A CAMPANHA DAS DIRETAS JÁ SOB A LÓGICA DA VIGILÂNCIA DO DOPS-PE. 2015. (Parecer de artigo).

10.
CALDERONI, G. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . La reorganización de los intelectuales y militantes argentinos en Italia en los años ?70.. 2015. (Parecer de artigo).

11.
FREITAS, N. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . Écrire pour maintenir le lien: l?immigration madérienne à São Paulo à travers les correspondances. 2015. (Parecer CAPEX AEX).

12.
DESIDENTIFICADO, A. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . STRESS PROFISSIONAL E A FORMAÇÃO POLICIAL MILITAR: Um estudo bibliográfico. 2014. (Parecer de artigo).

13.
ALCANFOR, L. M. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . A QUALIDADE DE VIDA NO TRABALHO POLICIAL MILITAR E O EXCESSO DE HORAS TRABALHADAS. 2014. (Parecer de artigo).

14.
NEVES, O. P. ; LIEBEL, V. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . Os Regimes Militares no Brasil e na América do Sul ? Historiografia e Perspectivas. 2014. (Parecer de artigo).

15.
VILLACORTA, C. E. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . El Frente Farabundo Martí para la Liberación Nacional (FMLN) en El Salvador: de la revolución a la negociación. 2013. (Parecer de artigo).

16.
FARES, . S. T. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . Esperança e medo. O debate parlamentar sobre a Guerra Fria e as Relações Brasil-Estados Unidos no contexto do golpe de 1964. 2013. (Parecer de artigo).

17.
ANDRADE, G. F. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . A extrema direita na França. 2013. (Parecer de artigo).

18.
DESIDENTIFICADO, A. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . Conversações em biopolítica: notas e notícias sobre infância e juventude no cenário brasileiro de exceção. 2013. (Parecer de artigo).

19.
GENENA, S. K. ; CRUZ, T. M. F. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . O PAPEL DA INTELIGÊNCIA NO ENFRENTAMENTO AO CRIME ORGANIZADO: A EXPERIÊNCIA DO ESTADO DE SANTA CATARINA. 2013. (Parecer de artigo).

20.
DESIDENTIFICADO, A. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . Os legados das ditaduras civis-militares: aproximações entre Brasil e outros países da América Latina. 2013. (Parecer de artigo).

21.
DESIDENTIFICADO, A. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . Confluência e matizes nos programas econômicos das ditaduras brasileiras e chilena. 2012. (Parecer de artigo).

22.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Coleção Olhares. 2010. (Editoração/Outra).

23.
LEITE, Isabel ; BRANDÃO, Priscila Carlos . Memórias de uma mãe guerrilheira: entrevista com Carmela Pezzuti.. 2010. (Parecer de artigo).

24.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Coleção Olhares. 2009. (Editoração/Outra).

25.
BIROLI, F. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . Representações do Golpe de 1964 e da ditadura na mídia: sentidos e silenciamentos na atribuição de papéis à imprensa. 2009. (Parecer de artigo).

26.
DESIDENTIFICADO, A. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . O Estado e a relação com a imprensa no período militar.. 2009. (Parecer de artigo).

27.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Coleção Olhares. 2008. (Editoração/Outra).

28.
CEREZER, O. M. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . Educação e dominação social: o ensino de História no regime militar brasileiro.. 2008. (Parecer de artigo).

29.
VILLALTA, Luiz Carlos ; BRANDÃO, Priscila Carlos . Ensinando História do Brasil na Escola Básica. 2007. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - cd-rom e home page).

30.
QUINTANEIRO, T. ; BRANDÃO, Priscila . A LATI e o projeto estadunidense de controle do mercado de aviação civil. 2007. (Parecer de artigo).

31.
GUILLEROT, J. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . Los desafios de la perspectiva de género en un programa de reparaciones: el elemplo peruano.. 2007. (PArecer de artigo).

32.
SILVA, C. L. ; BRANDÃO, Priscila Carlos . Título do artigo: Carta ao Leitor e criação do ?sujeito-Veja?: um estudo dos editoriais de Veja. 2007. (Parecer de artigo).


Produção artística/cultural
Outras produções artísticas/culturais
1.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Estética do Teatro: O signo sonoro.. 1996. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Cirque en Bulle: Formação de professores do ensino fundamental. 1996. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Lamparinas: Desenvolvimento das Formas e Tecnologia e Iluminação. 1995. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Peça Fando e Liz. 1998 (Contra-regra).

Demais trabalhos
1.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Coleção Olhares - Editora. 2007 (Demais trabalhos relevantes) .

2.
BRANDÃO, Priscila Carlos; CEPIK, Marco . História da institucionalização do Sistema Brasileiro de Inteligência de Segurança Pública:: gênese e desafios. 2006 (Palestra) .

3.
BRANDÃO, Priscila Carlos. External Control of Intelligence Services in Argentina. 2004 (Demais trabalhos relevantes) .

4.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Debate sobre la creación y funcionamiento de los organismos de inteligencia: el caso de Brasil. 2002 (Conferência) .

5.
BRANDÃO, Priscila Carlos. O novo sistema de inteligência brasilerio: parâmetros para uma discussão. 2002 (Palestra) .

6.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Os serviços secretos brasileiros no século XX. 2002 (Palestra) .

7.
BRANDÃO, Priscila Carlos. El estado del sistema de inteligencia brasileño durante dos años 90. 2001 (Demais trabalhos relevantes) .

8.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Conflitos Políticos, Sociais e culturais na formação dos Estados Soviéticos. 2000 (Conferência) .

9.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Mitologia Germânica e Nazismo no Terceiro Reich. 2000 (Conferência) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
BRANDÃO, Priscila Carlos; SOARES, Samuel; VITELI, M. G.. Participação em banca de Mayra do Prado. A atuação do Centro de Informações do Exterior (CIEX) do Itamaraty de 1966 a 1986: a reexternalização do conflito ideológico. 2017. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais (Unesp/Unicamp/Puc-Sp)) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

2.
BRANDÃO, Priscila; QUADRAT, S. V.; MOTTA, M. H. S.. Participação em banca de Silmária Fábia de Souza. Entre dados e controvérsias: a influência dos militares na criação e institucionalização de uma polícia federal brasileira. 2015. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

3.
COSTA, A. V.; BRANDÃO, Priscila; REIS, M. F.. Participação em banca de Angelo Anderson Andrade Coimbra. O conflito armado no Peru sob a ótica da Comision de la Verdade y Reconciliación. 2015. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

4.
BRANDÃO, Priscila Carlos; KERR PINHEIRO, M.M.; BARBOSA, C. R.. Participação em banca de Rodrigo Fileto Cuerci Maciel. A construção do Conhecimento pela análise de inteligência na crise dos Misseis de Cuba. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências da Informação) - Universidade Federal de Minas Gerais.

5.
MOURA, M. A.; SOUZA, T. F. C.; BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Rodrigo Benjamin Gesteira. Contribuições a organização de informações dinâmicas e de aplicações sensíveis: a construção do tesauro eletrônico de operações de inteligência policial (TEOIP). 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências da Informação) - Universidade Federal de Minas Gerais.

6.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Glauber Eduardo Nascimento Ribeiro dos Santos. A identidade e a carreira parlamentar nos discursos dos deputados federais e senadores do Partido dos Trabalhadores. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

7.
BRANDÃO, Priscila Carlos; QUADRAT, S. V.; MOTTA, M. H. S.. Participação em banca de Tiago Veloso Vitral. CORRENTE REVOLUCIONÁRIA de Minas Gerais (1967-1969). 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

8.
BRANDÃO, Priscila Carlos; FURTADO, João Pinto; ALMEIDA, J. R.. Participação em banca de Luciano Bernardino de Sena. Porque não se pode ser autoridade nestes lugarejos. A atividade da polícia em Minas Gerais (1888-1897). 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

9.
PEREIRA, M. H.; FICO, C.; MATA, S. R.; BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Mauro Eustáquio Costa Teixeira. A revanche dos Vencedores: história, memória e luta política no ORVIL.. 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Ouro Preto.

10.
FURTADO, João Pinto; BRANDÃO, Priscila Carlos; PURDY, R. S.. Participação em banca de Suelen Maria Marques Dias. Mais Perto do Céu: a influência da Corrida Espacial na canção brasileira. 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

11.
BRANDÃO, Priscila Carlos; Mitre, Antonio; CEPIK, M. A. C.; COSTA, A. V.. Participação em banca de Anelise Suzane Fernandes Coelho. Operação PB/sucess: a intervenção da CIA na Guatemala e seus impactos em contexto de Guerra Fria. 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

12.
BRANDÃO, Priscila Carlos; DINIZ, E.; FURTADO, João Pinto. Participação em banca de Gislayne Maria Sampaio de Deus. Aos militares, o direito de intervir? O legado inverncionista no Minsitério da Defesa e seus impactos no profissionalismo militar nos Governo FHC e Lula. 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

13.
BRANDÃO, Priscila Carlos; FURTADO, João Pinto; SILVA, M. P.. Participação em banca de Gabriel Teixeira Casela. Democracia sitiada: discursos no Congresso Nacional e na Imprensa, sobre os instrumentos de exceção no Brasil. 1946/1988. 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

14.
BRANDÃO, Priscila Carlos; FEITOZA, D.; MATTA, Roger Antônio Souza; SILVA, Jorge Eduardo. Participação em banca de Vladimir de Paula Brito. Sistemas de Inteligência no brasil e nos EUA. 2009. Dissertação (Mestrado em Especialização Inteligência de Estado e de Seguran) - Fundação Escola Superior do Ministério Público de Minas Gerais.

15.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Isabel Cristina Leite da Silva. ?É preciso estar atento e forte? A radicalização da Esquerda na Ditadura Militar. 2009. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

16.
BRANDÃO, Priscila Carlos; MOTTA, Rodrigo Patto Sá; FURTADO, João Pinto. Participação em banca de Geovano Moreira Chaves. Cineclubismo em Belo Horizonte. 2009. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

17.
FROTA, Maria Guiomar da Cunha; BRANDÃO, Priscila Carlos; REIS, Alcenir Soares dos; PINHEIRO, Marta. Participação em banca de Shirlene Linny da Silva. Construindo o direito de acesso aos arquivos da Repressão: o caso do DOPS de Minas Gerais. 2007.

18.
BRANDÃO, Priscila Carlos; FROTA, Maria Guiomar da Cunha; REIS, Alcenir Soares dos; PINHEIRO, Marta. Participação em banca de Shirlene Linny da Silva. Acesso aos Documentos do Departamento de Ordem Política e Social de Minas Gerais: um estudo de caso. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciências da Informação) - Universidade Federal de Minas Gerais.

19.
BRANDÃO, Priscila Carlos; FURTADO, João Pinto; ANASTASIA, Carla Junho. Participação em banca de Daniela Giovana Siqueira. O jornal de Tela em Belo Horizonte: cinejornal como elemento da cultura política na conformação do poder político municipal. 2006. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

20.
BRANDÃO, Priscila Carlos; BAGGIO, Kátia Gerarb; CAPELLATO, Maria Helena. Participação em banca de Cláudia Gomes de Castro. Imagens da Revolução Cubana: os cartazxes de propaganda política do Estado Socialista (1960-1986). 2006. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Teses de doutorado
1.
BRANDÃO, Priscila Carlos; DARAUJO, M. C.; MOTTA, M. H. S.; ATILA, D. M.; MATHIAS, S. K.. Participação em banca de André Gustavo Silva. O anticomunismo fardado: cultura política anticomunista, intervenção e repressão na Polícia Militar de Minas Gerais (1935-1967). 2017. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

2.
BRANDÃO, Priscila Carlos; CARVALHO, A.; ARNAUT, L. D. H.; MOTTA, M. H. S.; BEZERRA, J. E. B.. Participação em banca de Maria Lenúcia de Moura. FAFIDAM: o conservadorismo da Igreja nas práticas educativas no contexto do Estado Ditador. 2016. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

3.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Rafael de Oliveira Ávila. Regimes Internacionais e Poder Informacional: o cso da NETMundial. 2014. Tese (Doutorado em Ciências da Informação) - Universidade Federal de Minas Gerais.

4.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Plínio Ferreira Guimarães. Outras Formas de enfrentar a ameaça comunista: o exército brasileiro e os programas de assistência às populações civis como estratégia de combate à guerrilha revolucionária. 2014. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

5.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Cristiano Alencar Arrais. Projeções urbanas: um estudo sobre as formas de representação e mobilização do tempo na construção de Belo Horizonte, Goiânia e Brasília. 2008. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

6.
BRANDÃO, Priscila Carlos; OLIVEIRA, Eliézzer Rizzo de; SOARES, Samuel; MANDUCA, Paulo; MARTINS FILHO, João Roberto. Participação em banca de Luiz Alexandre Fuccile. Democracia e questão militar: a criação do Ministério da Defesa no Brasil. 2006. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Campinas.

Qualificações de Doutorado
1.
BRANDÃO, Priscila; MOTTA, M. H. S.; DARAUJO, M. C.; MARCELINO, D. A.. Participação em banca de André Gustavo da Silva.. O Anticomunismo Fardado: Um estudo comparado sobre representações anticomunistas, intervenção e repressão na Polícia Militar de Minas Gerais e no Exército Brasileiro (1935 ? 1964).. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

2.
BRANDÃO, Priscila Carlos; DARAUJO, M. C.; BAGGIO, Kátia Gerarb. Participação em banca de Gisele Gomes da Silva. A militarização da política e a idealização do profissionalismo militar: a história intelectual das relações civil-militares norte-americanas na Guerra Fria. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

3.
BRANDÃO, Priscila Carlos; MOTTA, Rodrigo Patto Sá; COTA, F. A.. Participação em banca de Plínio Ferreira Guimarães. Outras Formas de enfrentar a ameaça comunista: o exército brasileiro e os programas de assistência às populações civis como estratégia de combate à guerra revolucionária (1964/1974).. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

4.
BRANDÃO, Priscila Carlos; MOTTA, Rodrigo Patto Sá; FURTADO, João Pinto. Participação em banca de Márcio de Paiva Delgado. A frente ampla de oposição ao regime militar. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

5.
BRANDÃO, Priscila Carlos; PINHEIRO, Marta; BARBOSA, C. R.; RAMOS, L. C. S.. Participação em banca de Vladmir de Paula Brito. Informação para enganar: desinformação, decepção e operações psicológicas".. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências da Informação) - Universidade Federal de Minas Gerais.

6.
BRANDÃO, Priscila Carlos; FURTADO, João Pinto; MOTTA, M. H. S.. Participação em banca de Maria Lenúcia Moura. Memórias, instituições e ditadura civil militar no baixo Jaguaribe: O legado da FAFIDAM. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

7.
KERR PINHEIRO, M.M.; BRANDÃO, Priscila Carlos; RAMOS, L. C. S.; PAULA, C. P. A.. Participação em banca de Rafael de Oliveira Ávila. Os papéis do Regime Global de Informação e Poder Informacional na transformação do Estado Contemporâneo. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências da Informação) - Universidade Federal de Minas Gerais.

8.
KERR PINHEIRO, M.M.; BRANDÃO, Priscila Carlos; PAULA, C. P. A.; RAMOS, L. C. S.. Participação em banca de Rafael de Oliveira Ávila. Do estado burocrático ao estado informacional:transformação do estado e seu poder no século XXI. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências da Informação) - Universidade Federal de Minas Gerais.

9.
BRANDÃO, Priscila Carlos; ALVES, R.H.. Participação em banca de Roberto Abdalla Júnior. Os REbeeldes: Anos Oienta e as Memórias da Ditadura Militar. Passado e presente na Tela da TV. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Qualificações de Mestrado
1.
BRANDÃO, Priscila Carlos; SOARES, Samuel; PIERRE, H. S.. Participação em banca de Mayra do Prado. A atuação regional do Centro de Informações do Exterior (CIEX) do Itamaraty, de 1966 a 1975. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Relações Internacionais (Unesp/Unicamp/Puc-Sp)) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

2.
COSTA, A. A. V.; BRANDÃO, Priscila Carlos; MOTTA, M. H. S.. Participação em banca de Bruna Reis Afonso. Usos do passado: as versões sobre a Guerra do Paraguai durante o Regime Strossner e a Ditadura Militar Brasileira. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

3.
BRANDÃO, Priscila. Participação em banca de Luan Aiuá Vasconcelos. Professores universitários na mira das ditaduras: A repressão contra os docentes da UFMG - 1964-1969. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

4.
BRANDÃO, Priscila; VILLALTA, Luiz Carlos; LIBBY, D. C.; ARNAUT, L. D. H.. Participação em banca de Carine Kely Rocha Viana. O tribunal da Relação de Ouro Preto (1874-1897): desembargadores e julgados da corte mineira.. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

5.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Silmária Fábia de Souza. A institucionalização da Polícia Federal e sua área de inteligência: da busca pelo inimigo interno ao combate à criminalidade complexa.. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

6.
KERR PINHEIRO, M.M.; BARBOSA, C. R.; BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Rodrigo Fileto Cuerci Maciel. A análise da informação para a construção de conhecimento em Inteligência de Estado. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências da Informação) - Universidade Federal de Minas Gerais.

7.
BRANDÃO, Priscila Carlos; FURTADO, João Pinto; MOTTA, Rodrigo Patto Sá. Participação em banca de Glauber Eduardo Nascimento. A identidade parlamentar do Partido dos Trabalhadores nos discursos dos deputados federais e senados (1982-2006). 2013. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

8.
BRANDÃO, Priscila Carlos; FROTA, M. G.; ALVES, R. H.. Participação em banca de Juliano Meira Furtado. A ciração da ACII e a institucionalização do sistema de inteligência de segurança em Minas Gerais.. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

9.
FURTADO, João Pinto; BRANDÃO, Priscila Carlos; MOTTA, Rodrigo Patto Sá. Participação em banca de Suelen Maria Marques Dias. Mais Perto do Céu: a influência da Corrida Espacial na canção brasileira. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

10.
BRANDÃO, Priscila Carlos; FURTADO, João Pinto; ALMEIDA, J. R.. Participação em banca de Luciano Bernardino de Sena. A atividade policial em Minas Gerais através de correspondências oficiais (1889-1897). 2012. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

11.
BRANDÃO, Priscila Carlos; MOTTA, Rodrigo Patto Sá; MOTTA, M. H. S.. Participação em banca de Thiago Veloso vitral. Corrente Revolucionária de Minas Gerais: Luta Armada em Resistência à ditadura militar em Minas Gerais". 2012. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

12.
MOURA, M. A.; BRANDÃO, Priscila Carlos; SOUZA, T. F. C.. Participação em banca de Rodrigo Benjamim Gesteira. Vocabulário controlado para operações de Inteligência Policial.. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências da Informação) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Diego Alvarenga. O Semanário: O nacionalismo nas páginas do Jornal e o alarde dos "gorilas da reação". 2014. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em História e Culturas Políticas) - Universidade Federal de Minas Gerais.

2.
DUARTE, Elisa Chantal C.; BRANDÃO, Priscila Carlos; LEITE, Isabel. Participação em banca de Elisa Chantal Costa Duarte. Inteligência e Ideologia: O impacto da Doutrina de Segurança Nacional no Serviço Federal de Informações e COntra-Informações/SFICI.. 2012. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em História e Culturas Políticas) - Universidade Federal de Minas Gerais.

3.
BRANDÃO, Priscila Carlos; MOTTA, Rodrigo Patto Sá. Participação em banca de Guilherme Bacha de Almeida. Defesa Nacional com Dependência Externa: O Conselho Superior de Segurança Nacional de 1934 a 1944. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em História e Culturas Políticas) - Universidade Federal de Minas Gerais.

4.
BRANDÃO, Priscila Carlos; MOTTA, Rodrigo Patto Sá. Participação em banca de Glauber Eduardo Nascimento Ribeiro Santos. As conferências de Ministros de Defesa nas Américas (1995-2008) ? A construção do Conceito de Segurança. 2011. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em História e Culturas Políticas) - Universidade Federal de Minas Gerais.

5.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Athila Tarciano Matias.. A importância de um sistema de inteligência no âmbito do poder Legislativo Municipal.. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Inteligência de Estado e de Segurança Pública) - Fundação Escola Superior do Ministério Público de Minas Gerais.

6.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Alessandra Ladeira Dornellas de Castro. A proteção de conhecimentos sensíveis no Brasil: uma proposta para ampliar a atuação do PNPC/ABIN.. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Inteligência de Estado e de Segurança Pública) - Fundação Escola Superior do Ministério Público de Minas Gerais.

7.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Adriano da Silva Vieira. O ciclo de Inteligência: uma proposta lúdica de ensino.. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Inteligência de Estado e de Segurança Pública) - Fundação Escola Superior do Ministério Público de Minas Gerais.

8.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Alessandro Moretti. Inteligência no combate ao crime organizado. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Inteligência de Estado e de Segurança Pública) - Fundação Escola Superior do Ministério Público de Minas Gerais.

9.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Alexandre Leão Batista Silva. A inteligência no Sistema de Defesa Social de Minas Gerais na perspectiva do princípio constitucional da eficiência. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Inteligência de Estado e de Segurança Pública) - Fundação Escola Superior do Ministério Público de Minas Gerais.

10.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Adriana Sampaio Liporoni. A produção de conhecimento de inteligência de segurança pública e o enfrentamento ao crime organizado no âmbito da polícia civil do Estdo de São Paulo.. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Inteligência de Estado e de Segurança Pública) - Fundação Escola Superior do Ministério Público de Minas Gerais.

11.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Claúdia Viera Pereira. A atividade de inteligência como instrumento de eficiência no exercício do controle externo pelo Tribunal de Contas da União. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Inteligência de Estado e de Segurança Pública) - Fundação Escola Superior do Ministério Público de Minas Gerais.

12.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Luciano Moreira Gorrilhas. A importância da inteligência no âmbito do Ministério Público Militar. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Inteligência de Estado e de Segurança Pública) - Fundação Escola Superior do Ministério Público de Minas Gerais.

13.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Nicanor Henrique Netto Armando. A infiltração como operação de inteligência de segurança pública no contexto da Polícia Militar. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Inteligência de Estado e de Segurança Pública) - Fundação Escola Superior do Ministério Público de Minas Gerais.

14.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Nadiajara de Fátima Bonesso Fruet. Criptoanálise e Inteligência de Segurança Pública no Brasil. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Inteligência de Estado e de Segurança Pública) - Fundação Escola Superior do Ministério Público de Minas Gerais.

15.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de José Lourenço Alves. A atividade de Inteligência no Grupo de Ação Especial. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Inteligência de Estado e de Segurança Pública) - Fundação Escola Superior do Ministério Público de Minas Gerais.

16.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Jussara Barbosa Lauar. A inteligência fiscal e a lavagem de ativos. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Inteligência de Estado e de Segurança Pública) - Fundação Escola Superior do Ministério Público de Minas Gerais.

17.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Rodrigo Benjamim Gesteira. Operações encobertas no Brasil. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Inteligência de Estado e de Segurança Pública) - Fundação Escola Superior do Ministério Público de Minas Gerais.

18.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Vladimir de Paula Brito. Sistemas de Inteligência no Brasil e nos Estados Unidos. 2009. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Inteligência de Estado e de Segurança Pública) - Fundação Escola Superior do Ministério Público de Minas Gerais.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
BRANDÃO, Priscila Carlos; COSTA, A. V.; ROCHA, D.. Participação em banca de Beatriz Figueiredo Neto Assis.RELAÇÕES INTERNACIONAIS EM CENA: a propaganda anticomunista em Hollywood e seu diálogo com as políticas norte-americanas (1947-1989).. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Econômicas Internacionais) - Universidade Federal de Minas Gerais.

2.
BRANDÃO, Priscila Carlos; BRITO, V. P.. Participação em banca de Raziel Jassef Miranda.CRIMINALIDADE NA AMÉRICA LATINA: POLÍTICAS DE SEGURANÇA PÚBLICA NO CHILE E BRASIL, DA TRANSIÇÃO À DEMOCRACIA.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

3.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Tomás de Almeida Magalhães Penna..O papel do tratado de não proliferação de armas nucleares de 1968 na construção do Regime de Segurança Nacional. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Econômicas Internacionais) - Universidade Federal de Minas Gerais.

4.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Paloma Luíza Neves da Silva..Sistemas de Bem Estar Social: análise de agrupamentos e metodologia Esping-Andersen. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Econômicas Internacionais) - Universidade Federal de Minas Gerais.

5.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Lorena Costa Lopes.A influência e o poder de Coerção do Conselho de Segurança da ONU em Conflitos Armados.. 2014 - Universidade Federal de Minas Gerais.

6.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Felipe Augusto Rocha Santos.Como regular o mercado internacional de armas: uma análise das tentativas multilaterais de controle. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Econômicas Internacionais) - Universidade Federal de Minas Gerais.

7.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Bruna Gomes.Centralização do controle eleitoral na Primeira República. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

8.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Joana Peixoto da Silva.Governança, Conflitos Armados e Intervenção Humanitária. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Econômicas Internacionais) - Universidade Federal de Minas Gerais.

9.
BRANDÃO, Priscila Carlos; ARNAUT, J. L.. Participação em banca de Luciana Lage Ribeiro.Alemães X Aliados: Os Serviços de Informações e de Contra- Informações no Brasil durante a Segunda Guerra Mundial. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

10.
BRANDÃO, Priscila Carlos; LEITE, Isabel. Participação em banca de Júlia Gumieri.Para não esquecer jamais: os usos políticos do passado no Memorial da Resistência de São Paulo e na Escuela de Mecánica de la Armada. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

11.
MOREIRA, P.R.M.; ARNAUT, J. L.; BRANDÃO, Priscila Carlos. Participação em banca de Júlia Helena Simões Moreira.Testemunho literário: desencantamento com o mundo pós-revolucionário (França, século XIX). 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

12.
BRANDÃO, Priscila Carlos; ARNAUT, J. L.. Participação em banca de Leonardo Souza Lopes.O Ideal e as Forças Armadas: Do surgimento do Movimento das Forças Armadas (MFA) de Portugal à Revolução das Rosas.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

13.
BRANDÃO, Priscila Carlos; STARLING, H. M. M.. Participação em banca de Wilkie Buzatti Antunes.Pelas liberdades democráticas: O moviemnto estudantil da UFMG na década de 1970. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

14.
BRANDÃO, Priscila Carlos; VIEIRA, Margarida Luíza de Matos; GRECO, Heloíza. Participação em banca de Isabel Cristina Leite.COLINA - Oposição Armada e Memórias do Regime Militar em Belo Horizonte [1967-1969]. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Ouro Preto.

Outros tipos
1.
BRANDÃO, Priscila Carlos; ANASTASIA, Carla Junho; MOTTA, Rodrigo Patto Sá. Participação em banca de Emerson Nogueira Santos. Integralismo e Mitologia Política: Crenças, valores e anseios de ummoviemnto nacionalista [1932/1938]. 2006. Outra participação, Universidade Federal de Minas Gerais.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
BRANDÃO, Priscila; MENEZES, J. N. C.; CALDEIRA, A. P.. Professor substituto de História Moderna. 2017. Universidade Federal de Minas Gerais.

2.
BRANDÃO, Priscila Carlos; COSTA, A. A. V.. Banca de seleção de professor Substituto de Teoria e Metodologia. 2012. Universidade Federal de Minas Gerais.

3.
BRANDÃO, Priscila Carlos; ARNAUT, J. L.; MOTTA, Rodrigo Patto Sá. Banca para o Curso de Especialização em História e Culturas Políticas. 2009. Universidade Federal de Minas Gerais.

4.
BRANDÃO, Priscila Carlos; LINHARES, Maria Elisa Borges. Processo seletivo para professor substituto para a disciplina História Econômica Geral e do Brasil.. 2009. Universidade Federal de Minas Gerais.

5.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Banca de Seleção pra professor Substituto na área de História Geral e Econômica do Brasil. 2009. Universidade Federal de Minas Gerais.

6.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Banca de Seleção para Professor Substituto na área de Brasil IV. 2009. Universidade Federal de Minas Gerais.

7.
BRANDÃO, Priscila Carlos; MOTTA, Rodrigo Patto Sá; ARNAUT, J. L.. Banca para o Curso de Especialização em História e Culturas Políticas. 2008.

8.
BRANDÃO, Priscila Carlos; VINHOSA, Fancisco Teixeira; CONDÉ, Mauro Lúcio. Processo seletivo para professor substituto para a disciplina História Econômica Geral e do Brasil.. 2007.

Outras participações
1.
BRANDÃO, Priscila Carlos. 70 Reunião Anual SBPC. 2018. Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - São Paulo.

2.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Membro da Banca de Seleção da Pós-Graduação em História da UFMG. 2018. Universidade Federal de Minas Gerais.

3.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Avaliador da Semana de Iniciação Científica.. 2018. Universidade Federal de Minas Gerais.

4.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Membro do Júri do ° Prêmio ANPUH Prof. Manoel Luiz Salgado Guimarães para Teses de Doutoramento. 2018. Associação Nacional de História - Sede.

5.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Comissão Avaliativa XXV Semana de Iniciação Científica UFMG. 2016. Universidade Federal de Minas Gerais.

6.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Comissão Avaliativa XIX Encontro de Extensão da UFMG. 2016. Universidade Federal de Minas Gerais.

7.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Avaliação de Estágio Pós-doutoral do Professor Elu Bergo Carvalho. 2016. Universidade Federal de Minas Gerais.

8.
BRANDÃO, Priscila; VILLALTA, Luiz Carlos; FONSECA, T. N. L. E.. Banca de Avaliação de Estágio Probatório Final. 2015. Universidade Federal de Minas Gerais.

9.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Avaliação de Estágio Probatório da Professora Mirian Hermeto de Sá Mota. 2014. Universidade Federal de Minas Gerais.

10.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Programa Institucional de Bolsa de Iniciação Científica e Tecnológica. 2013. Universidade Federal de Goiás.

11.
BRANDÃO, Priscila Carlos; VILLALTA, Luiz Carlos; BAGGIO, Kátia Gerarb. Membro do Processo de Seleção do PPGHIS/UFMG. 2013. Universidade Federal de Minas Gerais.

12.
FURTADO, J. F.; MARQUES, M. P.; BRANDÃO, Priscila Carlos. Avaliação de Estágio Probatória de André Miatelo. 2012. Universidade Federal de Minas Gerais.

13.
BRANDÃO, Priscila Carlos; ARNAUT, J. L.; COSTA, A. A. V.. Banca de seleção de candidatos para curso de Especialização História e culturas Políticas. 2011. Universidade Federal de Minas Gerais.

14.
ARNAUT, J. L.; BRANDÃO, Priscila Carlos; MOTTA, Rodrigo Patto Sá. Banca de seleção de candidatos para curso de Especialização História e culturas Políticas. 2010. Universidade Federal de Minas Gerais.

15.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Membro da banca de seleção de mestrado e doutorado do Programa de Pós-Graduação da em História, Linha Cultura Política. 2009. Universidade Federal de Minas Gerais.

16.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Membro da Comissão de Avaliação da XVIII Semana de iniciação Científica. 2009. Universidade Federal de Minas Gerais.

17.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Banca de seleção de alunos para o Curso de Especialização em História e culturas Políticas. 2009. Universidade Federal de Minas Gerais.

18.
BRANDÃO, Priscila Carlos; VILLALTA, Luiz Carlos; VIDOTTE, Adriana. Processo seletivo para preenchimento de bolsas do Projeto: Ensinando História do Brasil na Educação Básica. 2007.

19.
BRANDÃO, Priscila Carlos; MOTTA, Rodrigo Patto Sá. Qualificação de Mestrado/Samuel Soares - "A Favela vai a cidade e não é para sambar". 2007. Universidade Federal de Minas Gerais.

20.
BRANDÃO, Priscila Carlos; VILLALTA, Luiz Carlos. Processo seletivo para preenchimento de bolsas do Projeto: Ensinando História do Brasil na Educação Básica. 2006. Universidade Federal de Minas Gerais.

21.
BRANDÃO, Priscila Carlos; VIDOTTE, Adriana; SÁ, Cristina Campolina de. Processo Seletivo do Projeto PRONOTURNO da Pró-Reitoria de Gaduação. 2006. Universidade Federal de Minas Gerais.

22.
BRANDÃO, Priscila Carlos; VIDOTTE, Adriana; BAGGIO, Kátia Gerarb. Processo Seletivo do Curso de Pós-Graduação em História da UFMG. 2006. Universidade Federal de Minas Gerais.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
11º Fórum de Proteção do Conhecimento Sensível do PNPC/ABIN. 2018. (Seminário).

2.
IV WAB Workshop Argetnino-Brasileño de História Comparada.A Polícia Federal na Transição. 2018. (Outra).

3.
3o Fórum de Proteção ao Conhecimento Sensível da UFMG. 2016. (Outra).

4.
Conferência Sul-Americana: territorialidades e humanidades.Espaço urbano e violência. 2016. (Outra).

5.
XXI LASA Congress. Terrorismo, Inteligência e Mecanismos Legais: O Desafio das Organizações de Segurança Brasileiras no Combate ao Terrorismo na Virada do Século XXI. 2016. (Congresso).

6.
II Colóquio Internacional - I Simpósio em História Contemporânea: O colapso das Ditaduras: rupturas e continuidades..A Polícia Federal na transição política brasileira. 2014. (Simpósio).

7.
XII International BRASA Congress. A Atividade de inteligência e a Cooperação Internacional: o desafio da integração no combate ao crime organizado nas Américas e a imposição da agenda estadunidense. 2014. (Congresso).

8.
XIX Encontro Regional de História da ANPUH-MG.1964-2014 - E a Polícia Federal faz 50 anos.. 2014. (Encontro).

9.
XVII AHILA Congress. A institucionalização do Departamento de Polícia Federal. 2014. (Congresso).

10.
XXXI International Congress og the LatinAmerican Studies Association. Actividad de inteligencia en America LAtina: la búsqueda de legitimidad y eficácia, y la construcción de la cooperación.. 2013. (Congresso).

11.
XXXI International Congress og the LatinAmerican Studies Association. Cooperación en inteligencia en las Americas, para el combate al narcotráfico.. 2013. (Congresso).

12.
VI Encontro Nacional da Associação Brasileira de Estudos da Defesa e I Encontro Sul Americano de Defesa.As RCM na transição espanhola e seus impactos na profissionalização da atividade de inteligência. 2012. (Encontro).

13.
XI Encontro Nacional de História Oral: memória, democracia, Justiça..Nossas vítmas t~em que ser heróis: a memória militar sobre o uso da violência durante a ditadura brasileira. 2012. (Encontro).

14.
XXX International Congress of Latin American Association. A má gestão na implementação de um sistema de inteligência de Segurança Pública no Brasil.. 2012. (Congresso).

15.
I Seminário Internacional sobre a Modernização das Polícias Judiciárias. 2011. (Seminário).

16.
V Encontro Nacional da Associação Brasileira de Estudos de Defesa.Moderadora da mesa: Inteligência: debates conceituais. 2011. (Encontro).

17.
V Encontro Nacional da Associação Brasileira de Estudos de Defesa.Moderadora da Mesa: Inteligência e Tecnologia. 2011. (Encontro).

18.
V Encontro Nacional da Associação Brasileira de Estudos de Defesa.Moderadora da Mesa: Inteligência: estudos de caso. 2011. (Encontro).

19.
V Encontro Nacional da Associação Brasileira de Estudos de Defesa.A MÁ GESTÃO NA IMPLEMENTAÇÃO DE UM SISTEMA DE INTELIGÊNCIA DE SEGURANÇA PÚBLICA NO BRASIL: descaso, corporativismo e vaidade. 2011. (Encontro).

20.
II Congreso latinoamericano y caribeño de Ciências Sociales. A criação do Sistema Brasileiro de Inteligência: uma história institucional. 2010. (Congresso).

21.
Inteligencia y contrainteligencia para la democracia en las Américas.El sistema de inteligencia de Seguridad Pública en Brasil. 2009. (Seminário).

22.
Internacional Workshop on 'Contribution to UN apporach to SSR: Insights from Latin America and Caribbean. A profissionalização do setor de inteligência e suas perspectivas. 2009. (Congresso).

23.
IV Workshop Internacional em Ciência da Inform~ção. A pesquisa sobre inteligência no Brasil e as indefinições conceituais: no limite entre o segredo e a informação. 2009. (Congresso).

24.
XXVIII Internacional Congress of Latin American Studies Association. A atividade de Inteligência criminal no Brasil na virada do século XX. 2009. (Congresso).

25.
Curso de Inteligência de Segurança Pública da Secretaria de Segurança Pública do Estado do Espírito Santo.Avalização da atividade de inteligência de Segurança Pública no Brasil. 2008. (Outra).

26.
A inteligência criminal e o Ministério Público.A emergência da inteligência criminal no Brasil, na década de 1990. 2007. (Simpósio).

27.
Mostra das Profissões 2007.O curso de graduação de História da UFMG. 2007. (Outra).

28.
XXIV Simpósio Nacional de História.A institucionalização dos sistemas de informações no Chile, na Argentina e no Brasil e o fracasso diante das ameças externas.. 2007. (Simpósio).

29.
LASA 2006 XXVI International Congress. LASA2006 XXVI International Congress. 2006. (Congresso).

30.
Mesa Redonda- Reforma del Sector Seguridad en América Latina y el Caribe.Mesa Redonda- Reforma del Sector Seguridad en América Latina y el Caribe. 2006. (Outra).

31.
Pasados que no Pasan: Investigaciones sobre memoria en perspectiva comparada.Seminário Internacional - Pasados que no pasan: Investigaciones sobr ememoria en perspectiva comparada. 2006. (Seminário).

32.
Reforma del Sector Seguridad en América Latina y El Caribe.Reforma del Sector Seguridad en América Latina y El Caribe. 2006. (Encontro).

33.
Seminário Internacional: Pasados que no pasan: Investigaciones sobre memoria en perspectiva comparada.Seminário Internacional: Pasados que no pasan: Investigaciones sobre memoria en perspectiva comparada.. 2006. (Seminário).

34.
Seminário Internacional Ditadura e Democracia na América Latina.Seminário Internacional Ditadura e Democracia na América Latina. 2006. (Seminário).

35.
I Fórum Nacional dos Gabinetes de Gestão Integrada.I Fórum Nacional dos Gabinetes de Gestão Integrada SENASP/MJ. 2005. (Outra).

36.
India, Brasil e Àfrica do Sul: Política de Segurança e Defesa em Perspectiva comparada.. 2005. (Seminário).

37.
I Encontro Memorial ICHS.I Encontro Memorial ICHS. 2004. (Encontro).

38.
LASA 2004 XXV International Congress. LASA 2004 XXV International Congress. 2004. (Congresso).

39.
Atividades de Inteligência no Brasil: contribuições para a soberania e a democracia. 2002. (Seminário).

40.
Defense and Security Challenges in the 21st Century: Continuity or Change?.Defense and Security Challenges in the 21st Century: Continuity or Change?. 2002. (Seminário).

41.
El Estado de la discusión respecto de la inteligencia en Chile. 2002. (Outra).

42.
V Simpósio Internacional AMérica Latina y Caribe. 2002. (Simpósio).

43.
Argentina e Brasil frente às Novas Ameaças. 2001. (Seminário).

44.
Research and Education in Defense and Securities Seminar 2001.Research and Education in Defense and Securities Seminar 2001. 2001. (Seminário).

45.
XIII International Congress of Latin American Studies Association. XIII International Congress of Latin American Studies Association. 2001. (Congresso).

46.
V Congresso Internacional Brasa. V Congresso Internacional Brasa. 2000. (Congresso).

47.
Seminário Internacional. 1999. (Seminário).

48.
IV Seminário de Iniciação Científica UFOP/FUNREI PIBIC/CNPQ.IV Seminário de Iniciação Científica UFOP/FUNREI PIBIC/CNPQ. 1997. (Seminário).

49.
XIX Simpósio Nacional de História.XIX Simpósio Nacional de História História e Cidadania. 1997. (Simpósio).

50.
48 Reunião da SBPC.48 Reunião da SBPC. 1996. (Outra).

51.
Desafios da Imagem: Iconografia, Fotografia e Vídeo nas Ciências Sociais. 1996. (Seminário).

52.
I Seminário de Informática Aplicada à Educação. 1996. (Seminário).

53.
Minas Gerais: 300 anos.Minas Gerais: 300 anos. 1996. (Encontro).

54.
X Encontro Regional De História.X Encontro Regional De História. 1996. (Encontro).

55.
I Encontro dos Cursos de História de Minas Gerais. 1995. (Encontro).

56.
II Congesso de Ciências Humanas e Letras. 1995. (Congresso).

57.
KAOS - Cultura Urbana nas Décadas de 80 e 90. 1995. (Outra).

58.
Terra em Transe - Cultura no Brasil da Década de 60. 1995. (Seminário).

59.
V Encuentro de Geografos de America Latina. 1995. (Encontro).

60.
O papel da Universidade Pública brasileira. 1994. (Seminário).

61.
XIV Encontro Nacional de Estudantes de História. 1994. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Espaço urbano e violência, junto à Conferência Sul-Americana: territorialidades e humanidades. 2016. (Congresso).

2.
BRANDÃO, Priscila Carlos; PAIVA, E. F. ; MOTTA, Rodrigo Patto Sá ; VIDOTTE, Adriana . Seminário "A Universidade e os cursos de História: o pensamento brasileiro no século XX". 2008. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Tese de doutorado
1.
Gisele Gomes Silva. A profissionalização da atividade militar na perspectiva de Samuel Huntington. Início: 2018. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais. (Orientador).

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Maria Raphaela Campello. A influência da Guerra Fria na tentativa de autonomização curda. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Federal de Minas Gerais. (Orientador).

2.
Samir Alves Rodrigues. A RELAÇÃO ENTRE A POLÍCIA FEDERAL BRASILEIRA E O PLANO CONDOR: Inteligência e clandestinidade. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Econômicas Internacionais) - Universidade Federal de Minas Gerais. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Viníius de Freitas Cruz. O empoderamento da Polícia Federal. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Carine Viana. O Tribunal da Relação de Ouro Preto 1847-1897: DEsembargadores e Julgados da Corte Mineira Através dos Livros e Atas manuscritas do Tribunal de Relação de Ouro Preto. 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, . Coorientador: Priscila Carlos Brandão.

2.
GLAUBER EDUARDO NASCIMENTO RIBEIRO SANTOS. O PARTIDO DOS TRABALHADORES: A IDENTIDADE PARTIDÁRIA PETISTA NOS DISCURSOS DOS DEPUTADOS FEDERAIS E SENADORES (1982-2006). 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Priscila Carlos Brandão.

3.
SILMÁRIA FÁBIA DE SOUZA SOARES. A INSTITUCIONALIZAÇÃO DA ATIVIDADE DE INTELIGÊNCIA NA POLÍCIA FEDERAL: DA BUSCA PELO INIMIGO INTERNO AO COMBATE À CRIMINALIDADE COMPLEXA (1944-2003). 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Priscila Carlos Brandão.

4.
Gislayne Maria Sampaio de Deus. Aos militares, o direito de intervir?? O legado inverncionista no Minsitério da Defesa e seus impactos no profissionalismo militar nos Governo FHC e Lula. 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Priscila Carlos Brandão.

5.
Anelise Suzane Fernandes Coelho. Operações PBSUCESS: Análise da atuação da CIA no golpe da Guatemala e da Política Externa Americana Durante os Primeiros anos da Guerra Fria. 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Priscila Carlos Brandão.

6.
Luciano de Sena. A Polícia Civil em Minas Gerais ? 1889/1945. 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Priscila Carlos Brandão.

7.
Tiiago Velozo. A CORRENTE revolucionária em Minas Gerais. 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Priscila Carlos Brandão.

8.
Juliano Meira Furtado. A criação da Assessoria de Consolidação da Informação e Inteligência/ACII e o processo de institucionalização do sistema de inteligência de segurança em Minas Gerais.(2000-2007). 2010. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Priscila Carlos Brandão.

9.
Isabel Cristina Leite. COLINA - VAR-Palmares (1967-1971). 2009. 0 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

10.
Gabriel Teixeira Casela. Estado de Sitio: cultura política conservadora e a conciliação do porrete. 2009. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Priscila Carlos Brandão.

Tese de doutorado
1.
André Gustavo Silva. O anticomunismo fardado: cultura política anticomunista, intervenção e repressão na Polícia Militar de Minas Gerais. 1935-1967. 2017. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Priscila Carlos Brandão.

2.
Maria Lenúncia de Moura. O padre e o comunista: cárcere, igreja e estado na FAFIDAM. 1965/1972. 2016. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, . Orientador: Priscila Carlos Brandão.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Diego Alvarenga. O Semanário: O nacionalismo nas páginas do jornal e o alarde dos. 2014. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em História e Culturas Políticas) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

2.
Glauber Eduardo Nascimento Ribeiro Santos. As conferências de Ministros de Defesa nas Américas (1995-2008) ? A construção do Conceito de Segurança. 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em História e Culturas Políticas) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

3.
Elisa Chantal Costa Duarte. ? A Escola Superior de Guerra e a criação da Doutrina de Informações na Guerra Fria. 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em História e Culturas Políticas) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

4.
Rodrigo Iennaco de Moraes. A INTELIGÊNCIA POLICIAL E OS RISCOS DE SUA INDETERMINAÇÃO CONCEITUAL. 2010. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Inteligência de Estado) - Centro Universitário Newton Paiva. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

5.
João Batista de Almeida. O Sistema de Segurança Orgânica da polícia Judiciária Civil na Capital do Estado de Mato Grosso. 2008. 0 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Administração Com ênfase em ISP) - Universidade Federal de Mato Grosso, Secretaria Nacional de Segurança Pública. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

6.
Alexandre Bustamante. A Inteligência de Segurança Pública na Polícia Federal 2003/2008. 2008. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Administração Com ênfase em ISP) - Universidade Federal de Mato Grosso, Secretaria Nacional de Segurança Pública. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

7.
Teresinha Fátima Jordão da Silva. Drogas virtuais sob o ponto de vista propsectivo da Inteligência de Segurança Pública. 2008. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Administração Com ênfase em ISP) - Universidade Federal de Mato Grosso, Secretaria Nacional de Segurança Pública. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

8.
Luiz Sérgio da Silva. A "Constitucionalidade" da interceptação telefônica junto a investigação policial na inteligência de Segurança Pública. 2008. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Administração Com ênfase em ISP) - Universidade Federal de Mato Grosso, Secretaria Nacional de Segurança Pública. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

9.
Anderson Aparecido dos Anjos Garcia. A técnica de entrevista no auxílio da investigação criminal pela Polícia Judiciária civil do Estado do Mato Grosso. 2008. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Administração Com ênfase em ISP) - Universidade Federal de Mato Grosso, Secretaria Nacional de Segurança Pública. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

10.
Ronelson Jorge de Barros. ATUAÇÃO DA COORDENADORIA GERAL DE INTELIGÊNCIA DA SECRETARIA DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA DO MATO GROSSO 2001/2006. 2008. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Administração Com ênfase em ISP) - Universidade Federal de Mato Grosso, Secretaria Nacional de Segurança Pública. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

11.
Caroline Bianca Vieira. A NECESSIDADE DA EFETIVAÇAÕ DO SETOR DE ANÁLISE DE INTELIGÊNCIA PARA A AGÊNCIA CENTRAL DE INTELIGÊNCIA DA POLICIA MILITAR DO ESTADO DE MATO GROSSO. 2008. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Administração Com ênfase em ISP) - Universidade Federal de Mato Grosso, Secretaria Nacional de Segurança Pública. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

12.
Ronelson Jorge de Barros. ATUAÇÃO DA COORDENADORIA GERAL DE INTELIGÊNCIA DA SECRETARIA DE JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA DO MATO GROSSO 2001/2006. 2006. 0 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Administração Com ênfase em ISP) - Universidade Federal de Mato Grosso. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

13.
Caroline Bianca Vieria. A NECESSIDADE DA EFETIVAÇAÕ DO SETOR DE ANÁLISE DE INTELIGÊNCIA PARA A AGÊNCIA CENTRAL DE INTELIGÊNCIA DA POLICIA MILITAR DO ESTADO DE MATO GROSSO. 2006. 0 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Administração Com ênfase em ISP) - Universidade Federal de Mato Grosso. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Ângelo Bastianélli Scaramussa. O MINISTÉRIO DA DEFESA E DESENVOLVIMENTO NACIONAL: OS REFLEXOS NOS GASTOS MILITARES BRASILEIROS. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Econômicas Internacionais) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

2.
Gustavo Portela Lages. Brasil: metas, paradigmas e aspirações internacionais - a contribuição da atividade de inteligência de estado.. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Relações Econômicas Internacionais) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Gaaduação da Ufmg. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

3.
Henrique Sena Guimarães Lopes. Escola das Américas: treinamento militar e ideológico no Canal do Panamá. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

4.
Milene Lopes. O desenvolvimento do serviço de informação an secretaria de Segurança Pública de Minas Gerais: um estudo da COSEG. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Abi - História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

5.
Raziel Jassef Miranda. CRIMINALIDADE NA AMÉRICA LATINA: POLÍTICAS DE SEGURANÇA PÚBLICA NO CHILE E BRASIL, DA TRANSIÇÃO À DEMOCRACIA.. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

6.
Bruno Teixeira. O New York Times e a política externa americana para a Argentina, entre 1945 e 1947. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

7.
Júlia Gumieri. Para não esquecer jamais: os usos políticos do passado no Memorial da Resistência de São Paulo e na Escuela de Mecánica de la Armada. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

8.
Júlia Helena Simões Moreira. Testemunho literário: desencantamento com o mundo pós-revolucionário (França, século XIX). 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

9.
Luciana Lage Ribeiro. O serviço de segurança brasileiro no Estado Novo. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

10.
Raquel Bessa Contijo. O ÁTOMO E A DIPLOMACIA: UMA ANÁLISE DOS PERCALÇOS NAS RELAÇÕES BILATERAIS BRASIL-EUA DEVIDO AO ACORDO NUCLEAR BRASIL-ALEMANHA (1975-1979). 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

11.
Leonardo Souza Lopes. O Ideal e as Forças Armadas: Do surgimento do Movimento das Forças Armadas (MFA) de Portugal à Revolução das Rosas.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

Iniciação científica
1.
Felipe Augusto Souza Costa. O empoderamento da Polícia Federal. 2018. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

2.
Pollyana Rodrigues Alves Chaves. A institucionalização da Polícia Federal. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

3.
Lídia Generoso. A atividade de inteligência na Polícia Federal. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

4.
Adair Rodrigues Amaral Júnior. A institucionalização da Polícia Federal. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

5.
Breno Machado Viegas. A institucionalização da Polícia Federal. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

6.
Mateus Alves da Rocha Silva. A institucionalização da Polícia Federal. 2014. Iniciação Científica - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

7.
Luciana Lage Ribeiro. Alemães X Aliados: Os Serviços de Informações e de Contra- Informações no Brasil durante a Segunda Guerra Mundial.. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

8.
Gustavo de Castro Patrício Alencar. A institucionalização da atividade de inteligência de segurança do Departamento de Polícia Federal: a Diretoria de Inteligência Policial, os núcleos de inteligência regionais e os desafios da padronização e sistematização. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

9.
Jaseff Raziel Yauri Miranda. A institucionalização da atividade de inteligência de segurança do Departamento de Polícia Federal: a Diretoria de Inteligência Policial, os núcleos de inteligência regionais e os desafios da padronização e sistematização. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

10.
Daniel Willian de Araújo Coelho. A institucionalização da atividade de inteligência de segurança do Departamento de Polícia Federal: a Diretoria de Inteligência Policial, os núcleos de inteligência regionais e os desafios da padronização e sistematização. 2011. Iniciação Científica - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

11.
Robson Miranda de Freitas Júnior. ? Agência Brasileira de Inteligência: novos desafios, antigos dilemas. Revisitando sua institucionalização, desde o fim da Guerra Fria, ao dilema de sua inserção no combate ao narcotráfico (1990-2009). 2011. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

12.
Robson Freitas de Miranda Júnior. A criação do SISP na virada do século XX e os desafios do processo de integração, com ênfase no Estado de Minas Gerais. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

13.
Juliano Meira Furtado. A Institucionalização do Sistema de Inteligência de Defesa Social do Governo de Minas Gerais. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

14.
Daniel Willian de Araújo Coelho. A criação do Sistema Brasileiro de Inteligência de Segurança Pública na virada do século XX. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

15.
Anelise Suzane Fernandes Coelho. Operações PBSUCESS: Análise da atuação da CIA no golpe da Guatemala e da Política Externa Americana Durante os Primeiros anos da Guerra Fria. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

16.
Silmária Fábia de Souza Soares. O GNCOC e o novo paradigma de combate à Criminalidade Organizada.. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró-Reitoria de Graduação. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

17.
Gislayne Maria Sampaio de Deus. A Institucionalização do Ministério da Defesa: 1999-2006. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

18.
Gabriel Caetano Marques. A Institucionalização da legislação brasileira relativa à interceptação telefônica. 1962/1996. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Secretaria Nacional de Segurança Pública. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

19.
Gabriel Teixeira Casela. O Direito à Memória e o Segredo de Estado no Brasil pós-88. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

20.
Gabriel Caetano. O impacto da lei 9296/96 no Sistema Brasileiro de Inteligência de segurança. 2006. 0 f. Iniciação Científica - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Gaaduação da Ufmg. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

21.
Silmária Fábia de Souza. A Inteligência de Segurança Pública, o Ministério Público e o Crime Organizado: mudanças paradigmáticas no alvorecer do segundo milênio.. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Gaaduação da Ufmg. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

22.
Nathália Santos. A institucionalização do sistema de inteligência de segurança pública no Mato Grosso. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

23.
Juliano de Meira Furtado. A institucionalização do Departamento de Inteligência do Estado do Paraná [1970 - 2006]. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

Orientações de outra natureza
1.
Sayuri Souza Nascimento. O empoderamento da Polícia Federal. 2017. Orientação de outra natureza - Escola Estadual Dom Cabral, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

2.
Ana Tereza Lago Morais Barbosa. A atual legislação antiterrorismo brasileira e sua eficiência frente ao cenário internacional. 2017. Orientação de outra natureza. (Relações Econômicas Internacionais) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

3.
Daniel de Paula Correa. O empoderamento da Polícia Federal. 2017. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

4.
Déborah Brait Carneiro Gonçalves. Projeto Memória da História. 2008. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

5.
Gabriela Silva Galvão. Projeto Memória da História. 2008. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

6.
Maria do Carmo Rabelo Silveira. Projeto Memória da História. 2008. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

7.
Gislayne Maria Sampaio de Deus. Projeto Memória da História. 2008. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

8.
Nathália Ananias Santos. Projeto Memória da História. 2008. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

9.
Joaquim Olegário da Silva Júnior. Projeto Memória da História. 2008. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

10.
Gabriel Caetano Marques. Projeto Memória da História. 2008. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Gaaduação da Ufmg. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

11.
Igor Tadeu Camilo Rocha. Projeto Memória da História. 2008. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Gaaduação da Ufmg. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

12.
Juliano Meiro Furtado. Projeto Memória da História. 2008. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

13.
Ricardo Jota da Silva. Projeto Memória da História. 2008. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

14.
Kátia Magalhães Silva. Projeto Memória da História. 2008. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

15.
Luiza de Souza Lima Macedo. Projeto Memória da História. 2008. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

16.
Mariana Chamon. Projeto Memória da História. 2008. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

17.
Daniel da Silveira Rocha. Projeto Memória da História. 2008. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

18.
Silmária Fábia de Souza. Projeto Memória da História. 2008. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

19.
Gabriel Casela Teixeira. Projeto Memória da História. 2008. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal de Minas Gerais, Pró Reitoria de Gaaduação da Ufmg. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

20.
Elaine Campos Castro. Projeto Memória da História. 2007. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

21.
Mário Sérgio Polastri. Projeto Memória da História. 2007. Orientação de outra natureza. (História) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

22.
Michele Fialho. Ensinando História do Brasil na Escola Básica. 2006. 0 f. Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

23.
Samuel Silva Rodrigues Oliveira. Ensinando História no Brasil. 2006. 0 f. Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

24.
Gislayne Sampaio. Ensinando história do Brasil na Escola Básica. 2006. 0 f. Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

25.
Tiago Luis Lima de Jesus. Ensinando história do Brasil na Escola Básica. 2006. 0 f. Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

26.
Silmária Fábia de Souza. Ensinando História do Brasil na Escola Básica. 2006. 0 f. Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

27.
Suelen Maria Marques Dias. Ensinando História do Brasil na Escola Básica. 2006. 0 f. Orientação de outra natureza - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

28.
Tiago Luis Lima de Jesus. Os Atos Institucionais Brasileiros 64/85. 2006. Orientação de outra natureza - Departamento de História, Pró-Reitoria de Graduação. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

29.
Suelen MAria MArques. Política Externa Brasileira e Ditadura Militar. 2006. Orientação de outra natureza - Departamento de História, Pró-Reitoria de Graduação. Orientador: Priscila Carlos Brandão.

30.
Michele Fialho. Relações civis militares e o golpe de 1964. 2006. Orientação de outra natureza - Departamento de História, Pró-Reitoria de Graduação. Orientador: Priscila Carlos Brandão.



Educação e Popularização de C & T



Livros e capítulos
1.
BRANDÃO, Priscila Carlos; SAMPAIO, Gislayne . O papel do Ministério da Defesa na Coordenação da Inteligência Militar: uma avaliação sobre as implicações para a segurança pública. In: Priscila Carlos Brandão; Marco Aurélio Chaves Cepik. (Org.). Inteligência de Segurança Pública: teoria e prática no combate da criminalidade. 1ed.Niterói: Impetus, 2013, v. 01, p. 79-106.

2.
BRANDÃO, Priscila Carlos; BRITO, V. P. . Terrorismo, Inteligência e Mecanismos Legais: Desafios para o Brasil. In: Carlos Achimidt Arturi. (Org.). Políticas de DEfesa, Inteligência e Segurança.. 1ed.Porto Alegre: CEGOV/UFRGS, 2014, v. 01, p. 161-186.

3.
BRANDÃO, Priscila. Institutional Challenges in the Integration of the Brazilian Public Security Intelligence System. In: SWENSON, Russel; HIRANE, Carolina SAncho. (Org.). Intelligence Management in the Americas. 1ed.Washington: National Intelligence University, 2015, v. 1, p. 263-280.

4.
BRANDÃO, Priscila. Os desafios Institucionais no Processo de Integração do Sistema de Inteligência de Segurança Pública Brasileiro. In: SWENSON, Russel; HIRANE, Carolina Sancho. (Org.). Gestión de Inteligencia en las Américas. 1ed.Washington: National Intelligence University, 2015, v. 1, p. 317-342.


Textos em jornais de notícias/revistas
1.
BRANDÃO, Priscila Carlos. Tensão à mostra. Revista Ciência Hoje, São Paulo, p. 49 - 54, 01 out. 2016.



Outras informações relevantes


* Curadora da Exposição "50 anos de História", realizado na Reitoria da Universidade Federal de Minas Gerais entre os dias 11 e 22 de agosto de 2008
*Corrdenadora do Seminário "A Universidade e os cursos de História: o pensamento brasileiro do Século XX"
*Membro da Comissão de Procedimento e de Avaliação na Área de Ciências humans durante o XV Semana de Iniciação Científica da UFMG
* Presidente da Comissão de Comemoração do Cinquentenário do Curso de GRaduação em História da UFMG
* Conferiu palestra na Mosta das Profissões da UFMG, edição 2007.
* Coordenadora de 2 cursos de extensão ministrados no COLTEC/UFMG. [Segundo semestre de 2006 e primeiro semestre de 2007]



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 23/10/2018 às 10:44:44