Ernesto Seidl

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3209420745548986
  • Última atualização do currículo em 03/01/2019


Bacharel em Ciências Sociais, Mestre e Doutor em Ciência Política pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, com estágio de Doutoramento pela École des Hautes Études en Sciences Sociales de Paris. Professor Associado III do Departamento de Sociologia e Ciência Política da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Coordenador do Programa de Pós-graduação em Sociologia Política da UFSC. Integra o Núcleo de Pesquisa em Movimentos Sociais (NPMS) e o Metrópolis - Laboratório de Pesquisa Social. É editor associado da Revista Política & Sociedade. Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2. Atua na área de Sociologia Política, com ênfase em estudos sobre elites, grupos dirigentes e processos de politização. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Ernesto Seidl
Nome em citações bibliográficas
SEIDL, Ernesto;SEIDL, ERNESTO

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Sociologia e Ciência Política.
Campus Universitário - UFSC - Universidade Federal de Santa Catarina
Trindade
88040900 - Florianópolis, SC - Brasil - Caixa-postal: 476
Telefone: (48) 37219253
Ramal: 23
Fax: (48) 37219098
URL da Homepage: http://www.sociologia.ufsc.br/


Formação acadêmica/titulação


1999 - 2003
Doutorado em Ciência Política.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
com período sanduíche em Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales (Orientador: Monique de Saint Martin).
Título: A Elite Eclesiástica do Rio Grande do Sul, Ano de obtenção: 2004.
Orientador: Odaci Luiz Coradini.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Elites eclesiásticas; Igreja Católica, catolicismo; Reprodução Social; Carreiras.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político / Especialidade: Elites Institucionais.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Igreja católica.
Setores de atividade: Outro.
1996 - 1999
Mestrado em Ciência Política.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Título: "A Espada como Vocação": padrões de recrutamento e seleção das elites do Exército no Rio Grande do Sul (1850-1930),Ano de Obtenção: 1999.
Orientador: Odaci Luiz Coradini.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Elites; Exército; Carreiras; Reprodução Social.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Elites Institucionais / Especialidade: Grupos Profissionais.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Exército.
1996 - 1996
Aperfeiçoamento em Ciências Sociais. (Carga Horária: 20h).
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Título: Saúde e trabalho: a gênese da Associação dos Portadores de LER. Ano de finalização: 1996.
Orientador: Maria Assunta Campilongo.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
1994 - 1995
Aperfeiçoamento em Sociologia e Psiquiatria.
Université de Genève, UGV, Suiça.
Título: Toxico-dépendance et réinsertion sociale. Ano de finalização: 1995.
Orientador: Annie Mino.
1991 - 1995
Graduação em Ciências Sociais.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.




Formação Complementar


2002 - 2002
Metodologia Qualitativa Em Ciências Sociais. (Carga horária: 30h).
Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales, EHESS, França.
1997 - 1997
Extensão universitária em Ciência Política. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
1997 - 1997
Extensão universitária em Ciência Política. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
1996 - 1996
Extensão universitária em História. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
1996 - 1996
Extensão universitária em Sociologia. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
1996 - 1996
Extensão universitária em Ciência Política. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
1994 - 1994
Extensão universitária em História. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
1993 - 1993
Extensão universitária em História. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
1992 - 1992
Extensão universitária em Antropologia. (Carga horária: 10h).
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Associado III, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

03/2018 - Atual
Direção e administração, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política.

Cargo ou função
Coordenador.
08/2014 - Atual
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ciência Política
Introdução à Ciência Política
Métodos e Técnicas de Pesquisa I
Seminário de Bacharelado I
Seminário de Licenciatura II
Teoria Política II
Tópicos Especiais em Política V: engajamento, militância e participação política
3/2014 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Sociologia e Ciência Política, Programa de Pós-Graduação em Socologia Política.

03/2014 - Atual
Ensino, Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Seminário de Pesquisa
Sociologia do Poder e das Elites
Teoria Social Clássica
Métodos I
12/2015 - 03/2018
Direção e administração, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política.

Cargo ou função
Subcoordenador.
03/2015 - 03/2018
Extensão universitária , Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Sociologia e Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Coordenador do Projeto Edição da Revista Política & Sociedade.
07/2014 - 05/2015
Direção e administração, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Sociologia e Ciência Política.

Cargo ou função
Coordenador de Projetos de Extensão.

Universidade Federal de Sergipe, UFS, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2014
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Adjunto IV, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2009 - 2011
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenador do Núcleo de Pós-Graduação, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Vice-coordenador do Núcleo de Pós-Graduação, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

06/2011 - 01/2014
Ensino, Doutorado em Sociologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
As Ciências Sociais e os Estudos do Poder e da Política
Engajamento, Militância e Participação Política
Sociologia do Poder e das Elites
03/2009 - 01/2014
Ensino, Doutorado em Sociologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Seminário Avançado de Tese
Sociologia do Poder e das Elites
08/2006 - 01/2014
Ensino, Mestrado em Sociologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Engajamentro, Militância e Participação Política
Estado Moderno e Sociedade Contemporânea
Seminário de Dissertação
Sociologia da Política
Sociologia do Poder e das Elites
12/2005 - 01/2014
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Métodos e Técnicas de Pesquisa em Ciências Sociais II
Política I
Política II
Política IV
Política V
Tópicos Especiais de Política: A Sociologia do Poder e das Elites
Tópicos Especiais: Engajamento, Militância e Participação Política
06/2009 - 11/2013
Ensino, ANTROPOLOGIA, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia da Política
12/2006 - 12/2008
Direção e administração, Centro de Educação de Ciências Humanas, Departamento de Ciencias Sociais.

Cargo ou função
Vice-Chefe de Departamento.

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de Produtividade em Pesquisa Nível 2, Carga horária: 20


Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2011
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador
Outras informações
Pesquisador do Grupo de Pesquisa em Ciências Sociais na América Latina (CISOAL), Instituto Latino-Americano de Estudos Avançados (ILEA), liderado por Hélgio trindade.

Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Professor Substituto, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 20
Outras informações
Discplinas ministradas: Introdução à Ciência Política, Teoria Política Contemporânea

Vínculo institucional

1999 - 2003
Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Participação no grupo de pesquisa "Elites, Pensamento Social e Instituições".

Vínculo institucional

1996 - 1996
Vínculo: Bolsista Aperfeiçoamento, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20
Outras informações
Bolsista de Aperfeiçoamento do CNPq em linha de pesquisa do Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa em Saúde Coletiva, Sociologia da Saúde.

Vínculo institucional

1995 - 1996
Vínculo: Bolsista Iniciação Científica, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20
Outras informações
Pesquisador bolsista de Iniciação Científica do CNPq, membro do Núcleo Interdisciplinar de Pesquisa em Saúde Coletiva.

Vínculo institucional

1993 - 1993
Vínculo: Monitor, Enquadramento Funcional: Monitor Bolsista, Carga horária: 20
Outras informações
Bolsista monitor da disciplina de Metodologia I.

Atividades

3/2004 - 9/2004
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à Ciência Política
Política Brasileira
Teoria Política Contemporânea

Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales, EHESS, França.
Vínculo institucional

2001 - 2002
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Bolsista Doutorado Sanduíche CAPES, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Pesquisador convidado do Centre de Recherche sur le Brésil Contemporain, membro do Programme International d'Échanges Capes/Cofecub.


Faculdade Porto-Alegrense, FAPA, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Contratado, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 20

Atividades

2/2004 - 9/2004
Ensino, Administração, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Sociologia Geral
Sociologia das Organizações

Sociedade Educacional do Rio Grande do Sul, FARGS, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Professor Contratado, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 8

Atividades

07/2005 - 12/2005
Ensino, Direito, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Sociologia do Direito
07/2005 - 12/2005
Ensino, Administração de Empresas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Sociologia

Institution Al Imam Al Kastalani, IKK, Marrocos.
Vínculo institucional

2004 - 2005
Vínculo: Contratado, Enquadramento Funcional: Coordenador/Professor, Carga horária: 40

Atividades

9/2004 - 1/2005
Direção e administração, Centre Préparatoire à L'université En Espagne, Clk.

Cargo ou função
Coordenador de Curso.
9/2004 - 1/2005
Ensino,

Disciplinas ministradas
História Contemporânea


Linhas de pesquisa


1.
Movimentos Sociais, Participação e Democracia

Objetivo: Através do Núcleo de Pesquisa em Movimentos Sociais (NPMS), esta linha tem se consagrado como uma importante referência (nacional e internacional) nos estudos sobre movimentos sociais, sociedade civil, associativismo, participação política e democracia. De maneira geral, a linha objetiva: a) investigar sistemática e comparativamente os referenciais teóricos e metodológicos disponíveis na área de Movimentos Sociais, da Participação e da Democracia; b) promover pesquisas teóricas e empíricas nesse campo temático, com ênfase na identificação de alternativas de mudança social nos diferentes âmbitos - local, regional e global - baseadas nos princípios básicos da democracia participativa, da igualdade, do reconhecimento social e da ecologia..
Palavras-chave: Participação política; Engajamento Militante; Mediação Política; Politização.


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Produtividade em Pesquisa: Catolicismo e engajamento Político: mediação cultural e politização na Igreja
Descrição: A pesquisa trata das relações entre pertencimento profissional religioso e engajamento católico. Em especial, procura dar conta das condições de atuação de agentes religiosos como mediadores entre a esfera da cultura e a da religião pelo viés da politização do catolicismo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2016 - Atual
Novas modalidades de participação política: protestos e participação institucional no Brasil e em Portugal em perspectiva comparada
Descrição: Projeto desenvolvido no âmbito do Programa de cooperação institucional e científica entre Brasil e Portugal (CAPES/FCT, EDITAL Nº 39/2014) fomentando o intercâmbio entre docentes, investigadores e estudantes do Centro de Investigação e Estudos de Sociologia ? CIES do Instituto Universitário de Lisboa - IUL e do Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política ? PPGSP da Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, em torno da problematização e da compreensão das modalidades de participação política, com destaque para as formas de protestos e de experiências de participação cidadã institucionalizadas em modelos de Orçamentos Participativos (OPs) em contextos portugueses e brasileiros...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Ernesto Seidl - Integrante / Julian Borba - Integrante / Lígia Helena Hahn Lüchman - Coordenador.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Cooperação.
2015 - Atual
PROCAD Mudanças e permanências nos padrões de participação política no Brasil: análise longitudinal do envolvimento político dos brasileiros (1988-2013)
Descrição: Diversos estudiosos do comportamento político, sobretudo os que se dedicam a análises sobre democracias consolidadas, têm identificado nos últimos anos uma mudança consistente nos padrões de participação política nos regimes ocidentais. A partir de distintas matrizes teóricas e empíricas, esses pesquisadores têm identificado um crescente desencanto com as instituições centrais dos regimes democráticos efetivamente existentes, tais como os partidos e os parlamentos, desencanto que tem se materializado nas quedas das taxas de filiação partidária, de sindicalização e até mesmo de comparecimento eleitoral. Em síntese, o descontentamento estaria gerando gradual e consistente afastamento dos cidadãos dessa dimensão institucionalizada da vida política democrática. Em paralelo a essa constatação, esses mesmos pesquisadores identificam a emergência e a proliferação de novas formas de envolvimento ou engajamento político, com destaque para as formas associativas e as várias modalidades de protesto, tais como manifestações, boicotes e ocupações, além de modalidades institucionais, como (em especial no Brasil) os Conselhos, Orçamentos Participativos, e as Conferências. Esses dois fenômenos - o refluxo da participação ?convencional? e o crescimento das ?novas formas de participação? - são entendidos como fenômenos complementares que alguns têm associado ao desenvolvimento de um padrão de cidadania crítica em escala mundial. A presente pesquisa propõe uma investigação longitudinal que, focalizando um amplo leque de modalidades de participação, pretende identificar as mudanças e alterações nos padrões de participação política entre os brasileiros..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (6) .
Integrantes: Ernesto Seidl - Integrante / Julian Borba - Coordenador / Lígia Helena Hahn Lüchman - Integrante / Ednaldo Ribeiro - Integrante / Yan Carreirão - Integrante / Carla Cecilia Almeida - Integrante / Carla Martelli - Integrante / Wagner Romão - Integrante / Celene Tonella - Integrante / Maria Aparecida Chaves Jardim - Integrante / Ana Luzia Garcia - Integrante.
2014 - 2017
Circulação internacional de religiosos, formação de quadros católicos e condições de intervenção política
Descrição: O estudo objetiva apreender, em primeiro lugar, o peso da circulação internacional de caráter missionário dentro dos mecanismos de redefinição dos papéis, das hierarquias e das formas de administração do poder religioso. Dentro dessa questão mais ampla, destaca-se o interesse pela captura dos condicionantes que permitem modalidades de intervenção da autoridade religiosa em espaços de fronteira entre o religioso e o político. Em outras palavras, as bases para a realização de carreiras religiosas que se definem e se justificam em alguma medida pelo engajamento político em espaços variados, institucionalmente vinculados à Igreja - como as Comissões Pastorais ?sociais? ligadas à CNBB, sobretudo ? ou não, como uma miríade de grupos e movimentos (MST, ?Direitos Humanos?, partidos, sindicatos)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Ernesto Seidl - Coordenador / Wheriston Silva Neris - Integrante / Maiara Corrêa - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2
2013 - 2016
Produtividade em Pesquisa: estruturas de poder, grandes famílias e grupos dirigentes
Descrição: A pesquisa aborda as lógicas de constituição, reprodução e recomposição de grupos familiares dominantes. Trata-se de tentar cercar os mecanismos fundamentais que agem na tendência de determinados grupos a monopolizar espaços de oportunidades importantes (estatal, corporativo, político, profissional, econômico) por meio de instrumentos variados como as alianças matrimoniais e políticas, favores e proteções, reservas de cargos e heranças simbólicas, entre outros expedientes alavancados pela mobilização de um capital de relações e de notoriedade..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - 2014
O altíssimo clero brasileiro: a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil e as transformações no espaço do poder
Descrição: A problemática central do projeto aborda os efeitos da atuação da cúpula da CNBB dentro das estratégias de legitimação da Igreja Católica no espaço do poder no Brasil contemporâneo. Procura-se reconstituir a dinâmica de ação de uma fração do alto clero dentro de um processo de recuperação e manutenção de autoridade da Igreja católica como instituição, ou seja, de sua capacidade de intervir com eficácia no espaço das disputas simbólicas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Ernesto Seidl - Coordenador / NERIS, Wheriston Silva - Integrante / Joana Morato de Carvalho - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2009 - 2014
PROCAD NF - Composição e recomposição de grupos dirigentes no Nordeste e no Sul do Brasil: uma abordagem comparativa e interdisciplinar
Descrição: O projeto tem como objetivo principal a formação de uma rede de cooperação em pesquisa sobre elites e grupos dirigentes no país. Para isso, o projeto buscará somar os esforços de pesquisadores de diferentes formações disciplinares - história, sociologia, ciência política e antropologia -, com atuação em universidades dos estados de Sergipe, Paraná e Rio Grande do Sul, especialistas no tema. Entre os objetivos específicos, identificamos: 1) A partir de uma perspectiva histórica ampla - que compreenda o século XX - e comparativa entre as regiões Nordeste e Sul, estabelecer pelo menos quatro grandes eixos investigativos: (a) das relações entre sistema escolar e formação de grupos dirigentes (profissionais, burocrático-estatais, políticos, culturais, eclesiásticos); (b) das grandes famílias e de suas estratégias de reprodução e consagração social; (c) da atuação das elites estatais e dos processos de elaboração de políticas públicas; (d) das estratégias de consagração profissional desenvolvidas.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Mestrado acadêmico: (6) / Doutorado: (4) .
Integrantes: Ernesto Seidl - Integrante / Adriano Nervo Codato - Integrante / Wilson José Ferreira de Oliveira - Coordenador / Fernanda Petrarca - Integrante.
2008 - 2012
PROCAD Elites Políticas, competição eleitoral e políticas públicas: mensurando o alcance das mudanças políticas e sociais no MA, PA e SE
Descrição: O projeto constitui uma rede de cooperação entre pesquisadores do PPG em Ciência Política da UFRGS e da UFPA e dos PPPGs da UFMA e UFS com vistas à realização de uma investigação em torno das conexões entre mudanças na composição de elites políticas, o incremento na competição eleitoral, e seus impactos sobre políticas públicas e indicadores sociais em três estados das regiões Norte e Nordeste..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (12) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Ernesto Seidl - Coordenador / Hélgio Trindade - Integrante / Odaci L Coradini - Integrante / Frank Marcon - Integrante / Igor Gastal Grill - Integrante / Luzia A. Miranda - Integrante / André Marenco dos Santos - Integrante / Paulo Sérgio da Costa Neves - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro.
2008 - 2010
Elites eclesiásticas e recomposição do espaço religioso no Brasil: recrutamento e seleção do alto clero na Bahia, Sergipe e Alagoas
Descrição: Dentre as preocupações analíticas centrais do estudo, destacam-se as que privilegiam as relações entre estruturas sociais ? sistema escolar, características e peso da presença institucional católica, modalidades de expressão religiosa e pertencimento, estrutura econômica e demográfica, sistema de dominação política, perfil étnico, entre outras - e os mecanismos de recrutamento e seleção religiosa ativados. Embora se saiba, em nível nacional, que a diversificação de postos e a complexificação das tarefas na estrutura católica nas últimas décadas foram acompanhadas por um aumento na aquisição de recursos escolares por seus agentes, as condições de acesso a tais recursos e as estratégias de investimento e ascensão na carreira religiosa distribuem-se de forma desigual segundo determinantes como origem social e geográfica, montante de capital religioso familiar, rede de relações sociais tecidas dentro e fora da instituição, entre outros. Assim, por exemplo, se no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina tem-se uma relação estreita entre reprodução institucional da Igreja e ascensão de novos grupos social e etnicamente marcados (descendentes de imigrantes alemães e italianos), nada permite extrapolar essas conclusões para o contexto da região nordeste..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Ernesto Seidl - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2008 - 2009
Aprendendo a participar: politização e cultura política no meio estudantil em Sergipe
Descrição: O estudo situa-se nas discussões sobre modalidades de politização e de participação política. Seu ponto de partida é o estudo das condições sociais e culturais de surgimento de interesse pelo universo da política, entendido não apenas em seu pólo partidário. A investigação tem por objetivo principal apreender os determinantes sociais da participação política, bem como suas diversas formas, especificamente dentro do espaço universitário, reconhecidamente um dos âmbitos mais importantes de contato, interesse e envolvimento com a política (partidária, estudantil, religiosa e outras formas de militância)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Ernesto Seidl - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe - Auxílio financeiro.
2007 - 2009
Engajamento e participação política na esfera associativa no estado de Sergipe
Descrição: A preocupação analítica central do estudo situa-se, em um nível mais geral, no estudo das relações entre o processo de participação política mediado por instituições associativas variadas (sindicatos categoriais, associações, cooperativas, ligas, sociedades, entre outras) e as possibilidades de participação no âmbito partidário; e, num nível mais específico, na análise das bases sociais, das lógicas de engajamento e de sua dinâmica própria e de seus efeitos no processo de politização ? ou aquisição de ?competência política? - dos indivíduos, em especial no que diz respeito às possibilidades e modalidades de intervenção no chamado ?espaço público?. Em particular, interessa à investigação conhecer os padrões de adesão individual à ação coletiva no nível associativo, apreender os interesses, expectativas e espécies de retribuição simbólica e material nela implicados e reconstituir as diferentes etapas e formas de carreira nessa esfera..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Ernesto Seidl - Coordenador.Financiador(es): Universidade Federal de Sergipe - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 3
2004 - 2008
História Social das Universidades no Brasil: construção das Ciências Sociais, formação e recomposição das elites (1930-2000)
Descrição: O projeto investiga as condições de institucionalização das C. Sociais no Brasil a partir dos anos 30, com foco nas dinâmicas de constituição de centros de formação de profissionais e difusão de conhecimento em diferentes regiões do país. Procura-se apreender o processo de expansão institucional e seus vínculos com a circulação nacional e internacional pelos principais centros de excelência nas áreas das C. Sociais e os impactos desse processo na diversificação das disciplinas ao longo das últimas décadas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Ernesto Seidl - Integrante / Hélgio Trindade - Coordenador.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 3
2001 - 2007
Internacionalização das elites: Intercâmbio universitário e redefinição de modelos institucionais
Descrição: Projeto de âmbito internacional e multdisciplinar, com financiamento do convênio CAPES/COFECUB..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Ernesto Seidl - Integrante / Hélgio Trindade - Integrante / Afrânio Garcia - Coordenador / Igor Grill - Integrante / Monique de Saint Martin - Integrante / Odaci Luiz Coradini - Integrante / Victor Karady - Integrante / Letícia Bicalho Canedo - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Cooperação.
1996 - 2003
Elites dirigentes no Rio Grande do sul
Descrição: Pesquisa integrada sobre composição e transformações de diversos grupos dirigentes no sul do Brasil (intelectuais, militares, políticos, burocracias, religiosos). Coordenada por O. L. Coradini e com financiamento da CAPES e CNPq..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (5) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Ernesto Seidl - Integrante / Igor Grill - Integrante / Odaci Luiz Coradini - Coordenador / Eliana Tavares dos Reis - Integrante / Patrícia de Angelis - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 5


Projetos de extensão


2015 - Atual
Projeto de Edição da revista Política & Sociedade - Revista de Sociologia Política
Descrição: Edição quadrimestral da revista online Política & Sociedade (PPGSP/UFSC)..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Ernesto Seidl - Coordenador / Marcia da Silva Mazon - Integrante / Marina Schneider Camilo - Integrante.


Membro de corpo editorial


2014 - 2015
Periódico: Revista de Ciências Humanas
2013 - Atual
Periódico: Revista Ambivalências
2008 - 2013
Periódico: Caderno do Estudante (UFS) (0103-2666)
2006 - 2013
Periódico: Cadernos UFS - Ciências Sociais
2006 - 2012
Periódico: Tomo (UFS)


Revisor de periódico


2010 - Atual
Periódico: Revista de Sociologia e Política (UFPR. Impresso)
2009 - Atual
Periódico: Pro-Posições (UNICAMP. Impresso)
2010 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Ciência Política
2010 - Atual
Periódico: Revista Pós Ciências Sociais
2013 - 2013
Periódico: Em Tese (Florianópolis)
2013 - Atual
Periódico: Revista de Antropología y Sociología (Virajes)
2014 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de História da Educação
2016 - 2016
Periódico: Estudos de Sociologia (UNESP)
2015 - Atual
Periódico: Política & Sociedade (Online)
2016 - 2016
Periódico: Estudos Históricos (FGV)
2017 - Atual
Periódico: Plural (USP)
2017 - 2018
Periódico: Lusotopie (Paris)
2018 - 2018
Periódico: International Latin American Studies Review


Revisor de projeto de fomento


2018 - 2018
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
2014 - 2014
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
2014 - 2014
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa ao Desenvolv. Científico e Tecnológico - MA
2013 - 2013
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa ao Desenvolv. Científico e Tecnológico - MA
2018 - 2018
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo
2014 - 2014
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo
2018 - 2018
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
2017 - 2017
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
2017 - 2017
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
2017 - 2017
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: SOCIOLOGIA POLÍTICA.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia do Poder e das Elites.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia da Militância.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Italiano
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

SciELO
Total de trabalhos:14
Total de citações:46
SEIDL, E.  Data: 15/02/2018

SCOPUS
Total de trabalhos:5
Total de citações:11
SEIDL, E.  Data: 23/07/2016

Outras
Total de trabalhos:66
Total de citações:287
SEIDL, E.  Data: 27/02/2018

Artigos completos publicados em periódicos

1.
SEIDL, Ernesto2018SEIDL, Ernesto. Espaços de Politização e Processos de Engajamento em Sergipe. REVISTA TOMO, p. 211-242, 2018.

2.
SEIDL, Ernesto2017 SEIDL, Ernesto. Uma elite pouco (re) conhecida: o episcopado brasileiro. TEMPO SOCIAL (ONLINE), v. 29, p. 35-60, 2017.

3.
NERIS, Wheriston Silva2017NERIS, Wheriston Silva ; SEIDL, Ernesto . Crise e recomposição do habitus religioso na periferia do espaço católico. Pro-Posicoes (UNICAMP. Impresso), v. 28, p. 204-241, 2017.

4.
SEIDL, ERNESTO2017SEIDL, ERNESTO; NERIS, Wheriston Silva . Catolicismo impuro: politização e transgressões do ofício religioso. Revista Política e Sociedade, v. 16, p. 258-285, 2017.

5.
GRILL, I. G.2017GRILL, I. G. ; SEIDL, Ernesto . Apresentação do dossiê 'A Politização do Espaço Social'. Revista Política e Sociedade, v. 16, p. 7-17, 2017.

6.
NERIS, Wheriston Silva2015NERIS, Wheriston Silva ; SEIDL, ERNESTO . Circulação internacional, politização e redefinições do papel religioso. Revista Brasileira de História da Educação, v. 15, p. 279-308, 2015.

7.
NERIS, W. S.2015NERIS, W. S. ; SEIDL, Ernesto . Redes transnacionais católicas e os padres Fidei Donum no Maranhão (1960-1980). História Unisinos, v. 19, p. 138-151, 2015.

8.
NERIS, W. S.2015NERIS, W. S. ; SEIDL, ERNESTO . Uma Igreja distante de Roma: circulação internacional e gerações de missionários no Maranhão. Estudos Históricos (Rio de Janeiro), v. 28, p. 129-149, 2015.

9.
SEIDL, ERNESTO2014SEIDL, ERNESTO. Apresentação do dossiê 'Catolicismo e Formação Cultural'. Pró-Posições (UNICAMP. Impresso), v. 25, p. 25-30, 2014.

10.
SEIDL, ERNESTO2014SEIDL, ERNESTO. Notas sobre ativismo juvenil, capital militante e intervenção política. Política & Sociedade (Online), v. 13, p. 63, 2014.

11.
SEIDL, Ernesto;SEIDL, ERNESTO2012 SEIDL, Ernesto. Sociologia da vocação religiosa: reprodução familiar e reprodução da Igreja. Sociologias (UFRGS. Impresso), v. 14, p. 240-272, 2012.

12.
SEIDL, Ernesto;SEIDL, ERNESTO2011SEIDL, Ernesto. (Re)pensar os movimentos sociais. Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso), v. 26, p. 178-181, 2011.

13.
SEIDL, Ernesto;SEIDL, ERNESTO2011SEIDL, Ernesto; NERIS, Wheriston Silva . O episcopado brasileiro e o espaço do poder: uma cultura eclesiástica em mutação. Revista Pós Ciências Sociais, v. 8, p. 15-37, 2011.

14.
Seidl, Ernesto2010Seidl, Ernesto; A formação de um exército à brasileira: lutas corporativas e adaptação institucional. História (São Paulo. Online), v. 29, p. 71-94, 2010.

15.
Seidl, Ernesto2009 Seidl, Ernesto; Caminhos que levam a Roma: recursos culturais e redefinições da excelência religiosa. Horizontes Antropológicos (UFRGS. Impresso), v. 15, p. 263-290, 2009.

16.
Seidl, Ernesto2009Seidl, Ernesto; Disposições a militar e lógica de investimentos militantes. Pro-Posições (UNICAMP. Impresso), v. 20, p. 21-39, 2009.

17.
SEIDL, Ernesto;SEIDL, ERNESTO2009SEIDL, Ernesto. Lógicas cruzadas: carreiras religiosas e política. Revista Pós Ciências Sociais, v. 6, p. 11-27, 2009.

18.
SEIDL, Ernesto;SEIDL, ERNESTO2009SEIDL, Ernesto. Escolarização e recursos culturais na composição de carreiras militantes. Cadernos CERU (USP), v. 1, p. 155-169, 2009.

19.
Seidl, Ernesto2008Seidl, Ernesto; Elites militares, trajetórias e redefinições político-institucionais (1850-1930). Revista de Sociologia e Política (UFPR. Impresso), v. 16, p. 199-220, 2008.

20.
SEIDL, Ernesto;SEIDL, ERNESTO2008SEIDL, Ernesto. Introdução ao dossiê Sociologia do poder e das elites. Tomo (UFS), v. 10, p. 7-12, 2008.

21.
SEIDL, Ernesto;SEIDL, ERNESTO2008SEIDL, Ernesto. An attuned discourse: the catholic episcopate on 'politics' and the 'social'. Horizontes Antropológicos (Online), v. 4, p. 145-164, 2008.

22.
SEIDL, Ernesto;SEIDL, ERNESTO2008SEIDL, Ernesto. Escola, religião e comunidade: elementos para compreensão do "catolicismo imigrante". Pensamento Plural (UFPEL), v. 2, p. 77-104, 2008.

23.
Seidl, Ernesto2007Seidl, Ernesto; Um discurso afinado: O episcopado católico frente à \. Horizontes Antropológicos (UFRGS. Impresso), v. 13, p. 145-164, 2007.

24.
SEIDL, Ernesto;SEIDL, ERNESTO2007SEIDL, Ernesto. Intérpretes da história e da cultura: carreiras religiosas e mediação cultural no Rio Grande do Sul. Anos 90 (UFRGS), v. 14, p. 77-110, 2007.

25.
SEIDL, Ernesto;SEIDL, ERNESTO2006SEIDL, Ernesto. Sociologia histórica do Estado: Igreja e construção nacional no Brasil e na Argentina. Tomo (UFS), v. 9, p. 18-38, 2006.

26.
SEIDL, Ernesto;SEIDL, ERNESTO2005SEIDL, Ernesto. A construção de uma ordem: o Exército brasileiro e o nascimento da meritocracia (1850-1930). Ciências e Letras (Porto Alegre), Porto Alegre, v. 37, p. 107-137, 2005.

27.
SEIDL, Ernesto;SEIDL, ERNESTO2002SEIDL, Ernesto. A espada como vocação: as grandes famílias e o Exército no Rio Grande do Sul (1850-1930). Teoria & Sociedade (UFMG), Belo Horizonte, v. 9, p. 104-139, 2002.

28.
SEIDL, Ernesto;SEIDL, ERNESTO2000SEIDL, Ernesto. A espada como vocação. Cadernos de Ciência Política, Porto Alegre, v. 08, p. 45-65, 2000.

29.
SEIDL, Ernesto;SEIDL, ERNESTO1998SEIDL, Ernesto. The Civil Society Argument (resenha). Ciências & Letras (FAPA. Impresso), v. 10, p. 5-7, 1998.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
GRILL, I. G. (Org.) ; SEIDL, Ernesto (Org.) . Dossiê 'A politização do espaço social'. 37. ed. Florianópolis: UFSC, 2017. v. 1. 264p .

2.
SEIDL, Ernesto. Dossiê 'Catolicismo e formação cultural'. 2. ed. Campinas: Faculdade de Educação/UNICAMP, 2014. v. 25. 137p .

3.
SEIDL, Ernesto; GRILL, I. G. (Org.) . As Ciências Sociais e os espaços da política no Brasil. 1. ed. Rio de Janeiro: FGV, 2013. v. 1. 336p .

4.
VECCHIOLI, V. (Org.) ; VELASQUEZ, M. (Org.) ; OLIVEIRA, W. J. F. (Org.) ; SEIDL, Ernesto (Org.) . Dossiê ?Militar por una causa? - Virajes - Revista de Antropología y Sociología (Colômbia). 1. ed. Manizales: Universidad de Caldas, 2013. v. 1. 371p .

5.
MARENCO DOS SANTOS, A. (Org.) ; GRILL, I. G. (Org.) ; SEIDL, Ernesto (Org.) ; SOUZA, C. (Org.) . Peças e engrenagens dos jogos políticos no Brasil. 01. ed. São Leopoldo/São Luís: Oikos/EDUFMA, 2012. v. 01. 356p .

6.
SEIDL, Ernesto. Dossiê Sociologia do poder e das elites da Revista TOMO. 13. ed. São Cristóvão: NPPCS, 2008. v. 01. 269p .

Capítulos de livros publicados
1.
SEIDL, ERNESTO; NERIS, Wheriston Silva . Por uma sócio-história dos imbricamentos entre os domínios religioso e político. In: Ítalo D. Santirocchi; Marcia M. G. Ferreira; Wheriston Neris. (Org.). Religiões e religiosidades no Brasil: história, historiografia. 1ed.São Luís: Editora UEMA, 2018, v. 1, p. 10-58.

2.
SEIDL, ERNESTO. Do interesse ao ativismo: espaços de politização e investimentos militantes. In: LÜCHMANN, L. H. H.; BAUMGARTEN, B.. (Org.). Modalidades e trajetórias de participação política no Brasil e em Portugal. 1ed.Florianóplis: Insular, 2018, v. 1, p. 177-198.

3.
SEIDL, ERNESTO. Elites e instituições: pistas para investigação. In: GRILL, I. G.; REIS, E. T. dos. (Org.). Estudos sobre elites políticas e culturais: reflexões e aplicações não canônicas. 01ed.São Luís: EDUFMA, 2016, v. , p. 97-125.

4.
SEIDL, Ernesto. Viagem pela alta hierarquia: pesquisa de campo e interações com elites eclesiásticas. In: Renato Perissinotto; Adriano Codato. (Org.). Como estudar elites. 01ed.Curitiba: Editora UFPR, 2015, v. 01, p. 121-150.

5.
SEIDL, Ernesto. Espaços de politização e processos de engajamento. In: Wilson J. F. de Oliveira. (Org.). Engajamento e Militância Política em Sergipe: contexto político, engajamento individual e atuação profi ssional. 01ed.São Cristóvão: EDUFS, 2014, v. 1, p. 71-94.

6.
SEIDL, Ernesto. Engajamento e investimentos militantes: elementos para discussão. In: CARRANO, P. C.; FÁVERO, O.. (Org.). Narrativas Juvenis: olhares de pesquisas em educação, mídia e ciências sociais. 01ed.Niterói: EDUFF, 2014, v. 01, p. 55-70.

7.
SEIDL, Ernesto. Recomposição do episcopado brasileiro e a autoridade de Roma. In: Letícia B. Canedo; Kimi A. Tomizaki; Afrânio G. Jr.. (Org.). Estratégias educativas das elites brasileiras na era da globalização. 01ed.São Paulo: Hucitec, 2013, v. 01, p. 294-326.

8.
SEIDL, Ernesto; GRILL, I. G. . A política como objeto de estudo das Ciências Sociais. In: Ernesto Seidl; Igor G. Grill. (Org.). As Ciências Sociais e os espaços da política no Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: FGV, 2013, v. 1, p. 7-20.

9.
SEIDL, Ernesto. Estudar os poderosos: a sociologia do poder e das elites. In: Ernesto Seidl; Igor G. Grill. (Org.). As Ciências Sociais e os espaços da política no Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: FGV, 2013, v. 1, p. 179-226.

10.
SEIDL, Ernesto. De onde vêm os representantes de Sergipe: notas sobre a política em pequena escala. In: MARENCO DOS SANTOS, A.. (Org.). Os Eleitos: representação e carreiras políticas em democracias. 01ed.Porto Alegre: EDUFRGS, 2013, v. 01, p. 56-70.

11.
SEIDL, Ernesto; LEANDRO, H. W. S. . Dirigentes políticos em Sergipe: um grupo em mutação?. In: André Marenco dos Santos; Igor G. Grill; Ernesto Seidl; Carlos Souza. (Org.). Peças e Engrenagens dos Jogos Políticos no Brasil. 01ed.São Leopoldo/São Luís: Oikos/EDUFMA, 2012, v. 01, p. 194-211.

12.
SEIDL, Ernesto. Igreja e construção nacional no Brasil e na Argentina. In: HEINZ, Flavio M.. (Org.). Poder, Instituições e Elites: 7 ensaios de comparação e história. 01ed.São Leopoldo: Oikos, 2012, v. 01, p. 33-60.

13.
SEIDL, Ernesto. Condicionantes sociais na composição do alto oficialato militar brasileiro (1850-1930). In: Flavio M. Heinz. (Org.). História Social de Elites. 01ed.São Leopoldo: Oikos, 2011, v. 01, p. 11-27.

14.
SEIDL, Ernesto. Entrando no mundo da Igreja: o estudo de elites eclesiásticas. In: Odaci Luiz Coradini. (Org.). Estudo de grupos dirigentes no Rio Grande do Sul: algumas contribuições recentes. 1ªed.Porto Alegre: EDUFRGS, 2008, v. , p. 19-42.

15.
SEIDL, Ernesto. Mediação cultural e elaboração identitária:a constituição de intérpretes da 'história' e da 'cultura' no extremo sul do Brasil. In: Rogério Proença Leite. (Org.). Cultura e Vida Urbana: ensaios sobre a cidade. 1ed.São Cristóvão: Editora UFS, 2008, v. 1, p. 53-84.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
LOUAULT, F. ; SEIDL, Ernesto . Brasilia: marque imposée de l'etat brésilien. Magazine Sciences Humaines, Paris, , v. 17, p. 15 - 17, 01 dez. 2009.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SEIDL, Ernesto. A Igreja Católica e os Desafios de uma Nova Cultura Eclesiástica. In: Colóquio Circulação Internacional, Formação e Recomposição dos Grupos Dirigentes, 2012, Campinas. Colóquio Circulação Internacional, Formação e Recomposição dos Grupos Dirigentes;, 2012. v. 1. p. 25-35.

2.
SEIDL, Ernesto. Ação Coletiva, Juventude e Engajamento Militante. In: Ciclo de Debates 'O Olhar das Pesquisas sobre os Jovens', 2011, Niterói. Ciclo de Debates "O Olhar das Pesquisas sobre os Jovens", 2011. v. 1. p. 25-32.

3.
SEIDL, Ernesto. Disposições a militar e lógicas de investimento militante. In: VIII Reunião de Antropologia do Mercosul, 2009, Buenos Aires. Anais da VII RAM, 2009. v. 1.

4.
SEIDL, Ernesto. Liderança associativa e lógicas de investimento em carreiras políticas. In: 33º Encontro Anual da ANPOCS, 2009, Caxambu. Resumos dos trabalhos apresentados nos GTs. ANPOCS: ANPOCS, 2009.

5.
SEIDL, Ernesto. Engajamento e militância associativa em Sergipe. In: 26ª Reunião da Associação Brasileira de Antropologia, 2008, Porto Seguro. www.aba.org.br, 2008.

6.
SEIDL, Ernesto. Mediação cultural e elaboração identitária: a constituição de "intérpretes da cultura" no Rio Grande do Sul. In: XIII Encontro de Ciências Sociais do Norte e Nordeste - CISO, 2007, Maceió. CD-ROM, 2007.

7.
SEIDL, Ernesto. Elites militares,"política" e redefinições institucionais. In: 31º Encontro Anual da ANPOCS, 2007, Caxambu. http://www.anpocs.org.br, 2007.

8.
SEIDL, Ernesto. Teoria das Elites ou Sociologia do Poder? Reflexões analíticas e metodológicas. In: III Seminário de Ciência Política da UFPE, 2007, Recife. www.seminario.t5.com.br, 2007.

9.
SEIDL, Ernesto. A geopolítica do Oriente Médio. In: Curso de Especialização de Professores de História e Geografia, 2005, Santa Cruz do Sul, 2005.

10.
SEIDL, Ernesto. La formation des évêques au Brésil. In: Colloque International Circulation internationale d'Universitaires et Renouveau de l'Espace Culturel, 2005, Paris. Cahiers du Brésil Contemporain, 2005.

11.
SEIDL, Ernesto. Democracia participativa. In: Cycle de Conférence Démocratie et Participation, 2000, Genebra, 2000.

12.
SEIDL, Ernesto. As grandes famílias e o exército no Rio Grande do Sul. In: Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política, 2000, São Paulo. II Encontro da ABCP, 2000.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
SEIDL, Ernesto. As Transformações da Alta Esfera Eclesiástica e as Disputas no Espaço do Poder no Brasil. In: VII Congresso Português de Sociologia, 2012, Porto. VII Congresso Português de Sociologia, 2012. v. 1. p. 54-68.

2.
SEIDL, Ernesto. Carreiras cruzadas: elites eclesiásticas e política no Brasil. In: 32º Encontro Anual da ANPOCS, 2008, Caxambu. Anais da 32ª Encontro Anual da ANPOCS, 2008.

3.
SEIDL, Ernesto. "Especialistas da cultura": carreiras religiosas e mediação cultural no Rio Grande do Sul. In: XIII Congresso da Sociedade Brasileira de Sociologia, 2007, Recife. Resumos do XIII Congresso Brasileiro de Sociologia. Recife: UFPE, 2007. p. 128-128.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SEIDL, Ernesto; NERIS, Wheriston Silva . O Episcopado Brasileiro e o Espaço do Poder: transformações da alta esfera eclesiástica. In: 34º Encontro Anual da ANPOCS, 2010, Caxambu. 34º Encontro Anual da ANPOCS, 2010. v. 1. p. 23-51.

2.
SEIDL, Ernesto. Caminhos que levam a Roma: investimentos culturais e redefinições da excelência religiosa católica. In: XIV Congresso Brasileiro de Sociologia, 2009, Rio de Janeiro. XIV Congresso Brasileiro de Sociologia. Rio de Janeiro, 2009. v. 1. p. 425-425.

3.
SEIDL, Ernesto. Relações pessoais e carreiras institucionais militares e religiosas. In: I Reunião Equatorial de Antropologia e X Reunião de Antropólogos Norte-Nordeste, 2007, Aracaju. I Reunião Equatorial de Antropologia e X Reunião de Antropólogos Norte-Nordeste CD-Rom, 2007.

4.
SEIDL, Ernesto. A espada como "vocação": recrutamento e seleção das elites do Exército no Rio Grande do Sul. In: II Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP), 2000, São Paulo. Resumos II Encontro da ABCP, 2000.

Apresentações de Trabalho
1.
SEIDL, ERNESTO. Pesquisa de campo e interações com elites eclesiásticas. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
SEIDL, ERNESTO; GARCIA, A. L. . Notas sobre (des)engajamento e militância no Movimento Passe Livre em Florianópolis. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
SEIDL, Ernesto. Estudar os poderosos: a sociologia do poder e das elites. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
NERIS, W. S. ; SEIDL, Ernesto . A emergência de uma nova configuração institucional: circulação internacional e diversificação dos habitus religiosos na periferia do espaço católico. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
SEIDL, Ernesto. Notas sobre ativismo juvenil, capital militante e intervenção política. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
SEIDL, Ernesto. A Igreja Católica e os Desafios de uma Nova Cultura Eclesiástica. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
SEIDL, Ernesto. As Transformações da Alta Esfera Eclesiástica e as Disputas no Espaço do Poder no Brasil. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
SEIDL, Ernesto. A Politização do Espaço do Catolicismo. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
SEIDL, Ernesto. Catolicismo e Espaço do Poder. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
SEIDL, Ernesto. Entrando no Mundo das Elites: percalços e manejos de pesquisa. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

11.
SEIDL, Ernesto. .Ação Coletiva, Juventude e Engajamento Militante. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
SEIDL, Ernesto; PETRARCA, F. ; OLIVEIRA, W. J. F. . As Ciências Sociais e o Estudo do Poder e da Política. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

13.
SEIDL, Ernesto; NERIS, Wheriston Silva . O Episcopado Brasileiro e o Espaço do Poder: transformações da alta esfera eclesiástica. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
SEIDL, Ernesto. Caminhos que levam a Roma: investimentos culturais e definições da excelência religiosa católica. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
SEIDL, Ernesto. Disposições a militar e lógica de investimento militante. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
SEIDL, Ernesto. Teoria das Elites ou Sociologia do Poder?. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

17.
SEIDL, Ernesto. Liderança associativa e lógica de investimento em carreiras políticas. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

18.
SEIDL, Ernesto. Carreiras Cruzadas: elites eclesiásticas e política no brasil. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

19.
SEIDL, Ernesto. Os caminhos para o epsicopado: formação do alto clero e redefnições da excelência religiosa. 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

20.
SEIDL, Ernesto. Engajamento e militância associativa em Sergipe. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

21.
SEIDL, Ernesto. Igreja e política. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
SEIDL, Ernesto. Elites militares, "política" e redefinições institucionais. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

23.
SEIDL, Ernesto. "Especialistas da cultura": carreiras religiosas e mediação cultural. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

24.
SEIDL, Ernesto. Teoria das Elites ou Sociologia do Poder? Reflexões analíticas e metodológicas. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

25.
SEIDL, Ernesto. Mediação cultural e elaboração identitária: a constituição de "intérpretes da cultura" no Rio Grande do Sul. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

26.
SEIDL, Ernesto. Pierre Bourdieu e os estudos de elites. 2006. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

27.
SEIDL, Ernesto. La formation des évêques au Brésil. 2005. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

28.
SEIDL, Ernesto. A espada como "vocação": padrões de recrutamento e de seleção das elites do Exército no Rio Grande do Sul. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Outras produções bibliográficas
1.
SEIDL, ERNESTO. Estratégia/Estratégias de reprodução In: Vocabulário Bourdieu. Belo Horizonte: Autêncitca, 2017 (Verbete).

2.
SEIDL, Ernesto. Jogo (sentido do) In: Vocabulário Bourdieu. Belo Horizonte: Autêntica, 2017 (Verbete).

3.
SEIDL, ERNESTO. Sociodiceia In: Vocabulário Bourdieu. Belo Horizonte: Autêntica, 2017 (Verbete).

4.
SEIDL, Ernesto. Regra In: Vocabulário Bourdieu. Belo Horizonte: Autêntica, 2017 (Verbete).

5.
SEIDL, Ernesto. Para o Sr. Schneider: quando operários pedem a seu patrão que se candidate a deputado (janeiro 1902). Paris: La Découverte, 2017. (Tradução/Outra).

6.
SEIDL, Ernesto. Os processos de politização. Paris: Belin, 2017. (Tradução/Outra).

7.
SEIDL, Ernesto; MAZON, M. S. . Apresentação de Política & Sociedade, v. 15, n. 32, jan.-abril. 2016 PPGSP/UFSC. Florianópolis: PPGSP/UFSC, 2016 (Apresentação de Edição de Periódico).

8.
SEIDL, ERNESTO; MAZON, M. S. . Apresentação de Política & Sociedade, v. 14, n. 30, maio-agosto 2015, PPGSP/UFSC. Florianópolis: PPGSP/UFSC, 2015 (Apresentação de Edição de Periódico).

9.
SEIDL, Ernesto; MAZON, M. S. . Apresentação de Política & Sociedade, v. 14, n. 31, set.-dez. 2015, PPGSP/UFSC. Florianópolis: PPGSP/UFSC, 2015 (Apresentação de Edição de Periódico).

10.
SEIDL, Ernesto. A Elite Eclesiástica no Bispado do Maranhão. Jundiaí, 2014. (Prefácio, Pósfacio/Posfácio)>.

11.
SEIDL, Ernesto. Modelos de Intervenção Política dos Intelectuais: o caso francês. São Luís: EDUFMA, 2012. (Tradução/Artigo).

12.
SEIDL, Ernesto. Verbete: Cadetismo. In: Artigos Genealógicos.. Rio de Janeiro: Colégio Brasileiro de Genealogia, 2009 (Verbete).

13.
SEIDL, Ernesto. A elite eclesiástica no Rio Grande do Sul. Porto Alegre 2004 (Tese de Doutorado).

14.
SEIDL, Ernesto. L'élite eclésiastique au Rio Grande do Sul. Paris 2002 (Relatório de Estágio Doutoral).

15.
SEIDL, Ernesto. A espada como vocação: padrões de recrutamento e de seleção das elites do Exército no Rio Grande do Sul (1850-1930). Porto Alegre 1999 (Dissertação de Mestrado).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
SEIDL, ERNESTO. Parecerista do Concurso ANPOCS de Teses e Dissertações. 2017.

2.
SEIDL, Ernesto. Parecerista do Concurso ANPOCS de Teses e Dissertações. 2011.

3.
SEIDL, Ernesto. Démocratie et participation populaire. 2000.

4.
SEIDL, Ernesto. Projet de Recherche Nationale sur la Santé Publique: Toxico-dépendance en Suisse. 1995.

Trabalhos técnicos
1.
SEIDL, Ernesto. Parecer Bolsa de Pós-Doutorado Sênior no Exterior (CAPES). 2015.

2.
SEIDL, Ernesto. Parecer Bolsa de Doutorado Sanduíche no Exterior (CAPES). 2015.

3.
SEIDL, ERNESTO. Parecer para Revista de Administração Pública. 2014.

4.
SEIDL, ERNESTO. Parecer para Revista Pro-Posições (UNICAMP). 2014.

5.
SEIDL, ERNESTO. Parecer para Revista Brasileira de Sociologia. 2014.

6.
SEIDL, ERNESTO. Parecer para Revista Política e Sociedade. 2014.

7.
SEIDL, ERNESTO. Parecer Bolsa de Doutorado Sanduíche no Exterior (FAPESP). 2014.

8.
SEIDL, ERNESTO. Parecer Bolsa de pós-Doutorado no Exterior (CAPES). 2014.

9.
SEIDL, ERNESTO. Parecer para Revista Pro-Posições (UNICAMP). 2014.

10.
SEIDL, Ernesto. Parecer para Revista Ambivalências. 2013.

11.
SEIDL, Ernesto. Parecer para Revista Brasileira de Ciência Política (UNB). 2010.

12.
SEIDL, Ernesto. Parecer para Revista de Sociologia e Política (UFPR). 2010.

13.
SEIDL, Ernesto. Parecer para Revista Pro-Posições (UNICAMP). 2009.

14.
SEIDL, Ernesto. Parecer para Revista Pós Ciências Sociais (UFMA). 2008.

15.
SEIDL, Ernesto. Revista Tomo. 2006.

16.
TRINDADE, Hélgio ; SEIDL, Ernesto . Ciências Sociais no Brasil em perspectiva: fundação, consolidação e expansão. 2006.


Demais tipos de produção técnica
1.
SEIDL, Ernesto. A Doutrina Social da Igreja Católica: a Comunidade Política. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
SEIDL, Ernesto. Seminário Avançado Elites Políticas e Sociais: abordagens teórico-metodológicas e comparativas. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
SEIDL, Ernesto. Conferência: L'usage du concept de champ du pouvoir. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
IDARGO, A. B.; NEDEL, L. B.; SEIDL, ERNESTO. Participação em banca de Lucas Voigt. O espaço de práticas do folclore alemão "autêntico" no Brasil: um estudo de sociologia da cultura e das elites. 2018. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
MICK, J.; BURGOS, R.; SEIDL, ERNESTO; LIMA, F. L. M.. Participação em banca de Leonardo Gaspary Salles. Nova Direita ou Velha Direita com Wi-Fi? Uma interpretação das articulações da ?direita? na internet brasileira. 2017. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
SEIDL, Ernesto; MAZON, M. S.; MICK, J.; MATA, S. R.. Participação em banca de Márcio J. R. de Carvalho. Caminhos da compreensão: condicionantes sócio-intelectuais da recepção do pensamento de Max Weber no Brasil. 2016. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
SCHERER-WARREN, I.; LOCATELLI, C.; REIS, M. J.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Marina Reche Felipe. Atingidos por barragens e as lutas pela regulamentação de direitos. 2016. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
MAZON, M. S.; SCHMIDT, W.; GRISOTTI, M.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Leonadrdo Silva. A gênese do valor econômico dos serviços de polinização prestados pelas abelhas à indústria de maçãs de Fraiburgo (SC): análise à luz da Nova Sociologia Econômica. 2016. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
MAZON, M. S.; OLIVEIRA, A.; BRUNETTA, A. A.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Bruno Costa Barreiros. Mercado de orgânicos ou de distinções? uma investigação sociológica da formação dos gostos em um mercado especializado. 2015. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
SOUSA, J. T. P.; FLORANI, D.; CASTELLS, A. N. G.; SEIDL, ERNESTO. Participação em banca de David Pinheiro Lima Couto. Da Galera da Bike ao Cicloativismo: bicicleta e política na cidade de Curitiba/PR. 2015. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

8.
SCHERER-WARREN, I.; SELL, C. E.; ALMEIDA, L. K.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Catiúscia Custódio de Souza. O Movimento Indígena e a Luta Emancipatória. 2015. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

9.
LUCHMAN, L. H. H.; ALMEIDA, C. C. R.; SCHERER-WARREN, I.; SEIDL, ERNESTO. Participação em banca de Wânia Silvinha Loiola de Oliveira. Da Redenção ao Conflito: a reação popular frente ao projeto minerário Vale do Rio Pardo no Norte de Minas Gerais. 2015. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

10.
PETRARCA, F.; AGUIAR, S.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Isabel Rocha Souza. "Paixão ou Vocação?": Competência jornalística, redes de relações e atuação na assessoria de imprensa política em Sergipe. 2013. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

11.
MARCON, F.; RIBEIRO, H.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Tânia Carolina Viana de Oliveira. O Rock e o Sertão: juventude, consumo e estilo de vida em Sergipe. 2013. Dissertação (Mestrado em ANTROPOLOGIA) - Universidade Federal de Sergipe.

12.
SEIDL, Ernesto; BARRETO, R. A. D. N.; OLIVEIRA, W. J. F.. Participação em banca de Joana Morato de Carvalho. Homens da Igreja: a participação de leigos católicos na política partidária em Aracaju. 2013. Dissertação (Mestrado em ANTROPOLOGIA) - Universidade Federal de Sergipe.

13.
OLIVEIRA, W. J. F.; GRILL, I. G.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Bergson Morais Vieira. Os Donos do Partido: recrutamento e seleção de elites partidárias do PV em Sergipe. 2013. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

14.
PETRARCA, F.; MARQUES, V. T.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Cleidicelma Fortuna Santos. Os Caminhos da Militância: análise sobre os militantes do Movimento Popular de Saúde em Aracaju/SE. 2013. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

15.
REIS, E. T.; GRILL, I. G.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Jorge Luiz Feitoza Machado. Ação Política, Missão Pastoral e Instâncias de Inserção: engajamento de clérigos no Maranhão (1970-1980). 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Maranhão.

16.
LEITE, R. P.; NOGUEIRA, A. D.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Allan Rafael Veiga Feitosa. Memórias da Cidade: as ruínas da histórica Laranjeiras/SE. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

17.
PETRARCA, F.; TAVARES DOS REIS, E.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Divânia Cássia Costa da Silva. Participação Política, Formas de Atuação e Trajetórias Sociais: um estudo sobre o militantismo em causas educacionais em Paulo Afonso/BA. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

18.
PETRARCA, F.; OLIVEIRA, W. J. F.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Vanderson de Gois Santos. Lugar de Mulher é na Política: recrutamento e carreiras políticas em Sergipe. 2012. Dissertação (Mestrado em ANTROPOLOGIA) - Universidade Federal de Sergipe.

19.
OLIVEIRA, W. J. F.; BEZERRA, M. O.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Jonas José de Matos Neto. Concepções e práticas políticas no município de Pão de Açúcar - AL.. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal de Sergipe.

20.
SEIDL, Ernesto; SILVA, A. C. C.; OLIVEIRA, W. J. F.. Participação em banca de Taís Cristina Samora de Figueiredo. Em Nome dos Professores? Inserção profissional e carreiras políticas. 2012. Dissertação (Mestrado em ANTROPOLOGIA) - Universidade Federal de Sergipe.

21.
MARCON, F.; CARDOSO, Luis Fernando Cardoso e; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Mateus Antônio de Almeida Neto. Juventudes e Estilos de Vida: sociabilidades no bairro Siqueira Campos. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

22.
BORGES, A.; ANDRADE, M. P.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Roseane Gomes Dias. Direitos Humanos no Maranhão: concepções, agentes e institucionalização. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Maranhão.

23.
SEIDL, Ernesto; HEINZ, F.; NEVES, P. S. C.. Participação em banca de Arivaldo Telles Montalvão. Recrutamento de Elites Políticas: os deputados da ARENA em Sergipe (1964-1985). 2011. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

24.
MARCON, F.; OLIVEIRA, W. J. F.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Daniela Moura Bezerra. "Puxo o Cavaquinho pra Cantar de Galo": conflito e solidariedade no circuito do Choro em Aracaju. 2011. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

25.
SILVA, S. V. da; ANDRADE Jr., P. M.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Glêyse Santos Santana. A Guinada da Igreja Progressista em Sergipe: o bispado de Dom José Vicente Távora (1958-1970). 2011. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

26.
BRUSEKE, F. J.; BRITO, D. C.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Daniela Rodrigues dos Santos. O Corpo e a Técnica: a superação do Homem na modernidade técnica?. 2011. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

27.
ALMEIDA, A. M. F.; OLIVEIRA, W. J. F.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Cândida M. Matos Oliveira. Serviço Social e Engajamento: a prática política dos assistentes. 2010. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

28.
SEIDL, Ernesto; OLIVEIRA, W. J. F.; BORGES, A.. Participação em banca de Daniela de Oliveira Gomes Steckel. Veredas e Atalhos: recrutamento e seleção de elites políticas em Sergipe. 2010. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

29.
PAIVA, I. A.; VITULLO, G.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de José Fontes Félix. O trabalho doméstico de adolescentes: naturalização da exclusão e submissão. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

30.
CRUZ, M. H. S.; BEZERRA, A. A. C.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Quintino Manuel da Costa. Políticas Públicas e Agricultura Familiar: um estudo do PRONAF-B no Brasil. 2010. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

31.
TAVARES DOS REIS, E.; PETRARCA, F.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Raquel Santos Souza. Filantropia e Participação Política pela Causa do Câncer em Sergipe. 2010. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

32.
NEVES, P. S. C.; REBOUÇAS, G. M.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Vítor Costa Oliveira. O Conselho Nacional de Justiça e a Cultura Política Brasileira: entre controle do Estado e o poder nas relações sociais. 2010. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

33.
SEIDL, Ernesto; PIRES, R. A.; ANDRADE Jr., P. M.. Participação em banca de Florival José de Souza Filho. Candomblé na Cidade de Aracaju: território, espaço urbano e poder público. 2010. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

34.
TAMASO, I. M.; LEITE, R. P.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Eder Cláudio Malta Souza. Identidades e Práticas Culturais Juvenis: as Repúblicas estudantis de Ouro Preto. 2010. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

35.
SILVA, T. E. M.; TAVARES, M.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Edson Pauço Santos Lima. O poder da família: as práticas de participação e sociabilidade na Cooperativa dos Agentes Autônomos de Reciclagem de Aracaju (CARE). 2009. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

36.
BRUSEKE, F. J.; BRITO, D. C.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Diego Rodrigues Souto Calazans. Violência, Magia e Técnica. 2009. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

37.
SEIDL, Ernesto; GRILL, I. G.; FERRETTI, S. F.. Participação em banca de Wheriston Silva Neris. As Bases Sociais de Recrutamento da Elite Eclesiástica no Bispado do Maranhão (1850-1900). 2009. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Maranhão.

38.
SEIDL, Ernesto; SILVA, T. E. M.; MARTINS, C.. Participação em banca de José Ribeiro Filho. Eventos públicos e privados: a elaboração de políticas culturais voltadas para a realização da festa. 2008. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

39.
LEITE, R. P.; FREHSE, F.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Elaine Ferreira Lima. Enobrecimento urbano e centralidades: a (re)invenção do Centro Histórico de Aracaju. 2008. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

Teses de doutorado
1.
MINELLA, A. C.; COELHO, J. C.; RAMIREZ, H. R.; SEIDL, ERNESTO. Participação em banca de Letícia Cristina Bizarro Barbosa. Conquistando corações e mentes: uma análise da National Endowment for Democracy (NED) no Equador (2006-2016. 2018. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
NEDEL, L. B.; RODRIGUES, M. C. M.; PIAZZA, M. F. F.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Mauro Cesar Vaz de Camargo Junior. "Pelos paranaenses e pelo Brasil: a construção de espaços de produção histórica no Paraná (1890-1930). 2018. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
SEIDL, Ernesto; NERIS, Wheriston Silva; LEITE, I. C.; BORDIGNON, R. R.. Participação em banca de Tânia Helena da Assunção Franco dos Santos. Espaços e modalidades de militância em ?causas além-fronteiras? em Portugal (1974-1998): a Rede de Solidariedade com o Povo da Guiné-Bissau. 2018. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
BORBA, J.; AMARAL, O. M. E.; RIBEIRO, E.; CARREIRAO, Y.; BORGES, T.; SEIDL, ERNESTO. Participação em banca de José Roberto Paludo. Participação de Alta Intensidade e Militantismo dos Filiados de Base do PT no Brasil. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
BITTENCOURT, A. B.; DALLARI, D. A.; MARIANO, R.; ALMEIDA, A. M. F.; SEIDL, ERNESTO. Participação em banca de Vinicius Parolin Wohnrath. Constituindo a Nova República: agentes católicos na Assembleia Nacional 1987-88. 2017. Tese (Doutorado em Doutorado em Educação) - Universidade Estadual de Campinas.

6.
MAZON, M. S.; GARCIA, S. R.; SEIBEL, E. J.; SEIDL, ERNESTO. Participação em banca de Leandro dos Santos. A capital da inovação: arranjos institucionais do empreendedorismo inovador no polo tecnológico de Florianópolis. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
BARBOSA, M. C.; IDARGO, A. B.; NEDEL, L. B.; SEIDL, ERNESTO. Participação em banca de Vaniucha de Moares. A elite dos jornalistas brasileiros: estratégias de legitimação e simbolização entre o período ditatorial e os anos pós-redemocratização. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

8.
SILVA, R.; MCCANN, B.; ABREU, L. A.; BORGES, T.; LOSSO, T. B.; SEIDL, ERNESTO. Participação em banca de Nathália Henrich. Ser ou não ser antiamericano? Os Estados Unidos na obra de Oliveira Lima. 2016. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

9.
CORADINI, Odaci L; SEIDL, ERNESTO; ENGELMANN, F.; ANJOS, J. C. G.. Participação em banca de Rodrigo da Rosa Bordignon. Elites Políticas e Intelectuais no Brasil: condições de diversificação e estratégias de carreira. 2015. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

10.
SEIDL, Ernesto; GRYNSZPAN, M.; GRILL, Igor; PETRARCA, F.; MARCON, F.. Participação em banca de Wheriston Silva Neris. Igreja e Missão: religiosos e ação política no Brasil. 2014. Tese (Doutorado em Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

11.
HEINZ, F.; MONTEIRO, Charles; SEIDL, Ernesto; MORETTIN, E. V.; ROSSINI, M. S.. Participação em banca de Ricardo de Lorenzo. O campo cinematográfico no Rio Grande do Sul. 2013. Tese (Doutorado em História) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

12.
SEIDL, Ernesto; SILVA, M. K.; REIS, E. T.; NEVES, P. S. C.; OLIVEIRA, W. J. F.. Participação em banca de Marcos Ribeiro de Melo. Itinerários e "Lutas": o engajamento de lideranças do movimento homossexual e LGBT em Sergipe (1981-2012). 2013. Tese (Doutorado em Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

13.
CORADINI, Odaci L; SEIDL, Ernesto; SILVA, M. K. da; ENGELMANN, F.. Participação em banca de Marcelo Gomes Larratea. Elites Universitárias e as Políticas de Pós-Graduação no Brasil. 2012. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

14.
TRINDADE, Hélgio; DALLABRIDA, N.; ENGELMANN, F.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Lorena Madruga Monteiro. Religião, Cultura e Política: o Apostolado laico dos jesuítas no Rio Grande do Sul e os espaços de atuação. 2011. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

15.
SILVA, R.; CODATO, A. N.; SEIDL, Ernesto; LUSSO, T. B.; BORBA, J.. Participação em banca de José Pedro Kunhavalik. Os militares e o conceito de nacionalismo: disputas retóricas na década de 1950 e início dos anos 1960. 2009. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Qualificações de Doutorado
1.
SEIDL, ERNESTO; BORBA, J.; LEITE, I. C.. Participação em banca de Tânia Helena Assunção Franco. Da "vigília pela paz na capela do Rato" à "rede de solidariedade com o povo da Guiné-Bissau": epaços de militância e trajetórias de engajamento em causas além fronteira em Portugal. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
LUCHMAN, L. H. H.; BORGES, T.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de André Selayaran Nicoletti. A elite política juvenil pós-constituição de 1988: uma análise da presença jovem no legislativo estadual e federal da Região Sul do país. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
MAZON, M. S.; PAULILO, M. I. S.; SEIBEL, E. J.; SEIDL, ERNESTO. Participação em banca de Leandro dos Santos. A construção social da inovação: formação do empreendedorismo inovador a partir das incubadoras de empresas de base tecnológica. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
NEDEL, L. B.; SEIDL, Ernesto; PIAZZA, M. F. F.. Participação em banca de Mauro Cezar Vaz de Camargo Junior. A Ciência Histórica no Paraná: a afirmação da área na universidade (1960-1970). 2015. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
BORBA, J.; RIBEIRO, E.; CARREIRAO, Y.; SEIDL, ERNESTO. Participação em banca de José Roberto Paludo. Participação de Alta Intensidade no Brasil: ativismo partidário no PT. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
CORADINI, Odaci L; SEIDL, Ernesto; ENGELMANN, F.. Participação em banca de Rodrigo da Rosa Bordignon. Gênese, hierarquização e diversificação do espaço universitário no Brasil. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

7.
MARCON, F.; SILVA, T. E. M.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Aline Magna Cardoso Barroso Lima. De Nobres da Corte a Burocratas de Estado: a estruturação do espaço do poder dos procuradores estaduais e a "luta" pela "profisionalização" da carreira. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

8.
SEIDL, Ernesto; RODRIGUEZ, J. C. C.; PETRARCA, F.. Participação em banca de Elthon Ranyere Oliveira Aragão. Poder Local e Família de Políticos: recursos e estratégias de dominação em um município maranhense. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

9.
NEVES, P. S. C.; OLIVEIRA, W. J. F.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Antônio César Machado da Silva. Nos Bastidores da Sociedade Civil: um estudo das redes de Direitos Humanos no Espírito Santo. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

10.
SEIDL, Ernesto; SILVA, T. E. M.; RODRIGUEZ, J. C. C.. Participação em banca de José Afonso do Nascimento. Faculdade de Direito da UFS e Elites Políticas Sergipanas. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

11.
SEIDL, Ernesto; MARCON, F.; OLIVEIRA, W. J. F.. Participação em banca de Wheriston Silva Neris. Trajetórias e Esferas de Atuação de Militantes Católicos no Maranhão. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

12.
HEINZ, F.; MONTEIRO, Charles; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Ricardo De Lorenzo. A Formação do Campo Cinematográfico no Rio Grande do Sul. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

13.
SEIDL, Ernesto; NEVES, P. S. C.; OLIVEIRA, W. J. F.. Participação em banca de Marcos Ribeiro de Melo. Engajamentos, Redes Sociais e Bandeiras: a fabricação de categorias sexuais no Movimento "homossexual" e "LGBT" em Aracaju (1981-2010). 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

14.
SEIDL, Ernesto; ANJOS, J. C. G.; LIEDKE FILHO, E. D.. Participação em banca de Juliete Miranda Alves. Mediação política e redes sociais em áreas de assentamentos rurais no Sul e Sudeste do Pará. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Sociologia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Qualificações de Mestrado
1.
SEIDL, Ernesto; BORDIGNON, R. R.; BONALDI, E. V.. Participação em banca de Tsamiyah Carreño Levi. ?Famílias Waldorf?: escolha da escola, participação e estilo de vida. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
BORDIGNON, R. R.; IDARGO, A. B.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Eduardo Luiz Formagi. O processo de construção de categorias de identificação em Blumenau. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
PAULILO, M. I. S.; CAZELLA, A.; SEIDL, ERNESTO. Participação em banca de Jéssica Sbroglia da Silva. A participação das mulheres rurais catarinenses no Programa de Aquisição de Alimentos (PAA): um estudo de caso sobre a COOPERFAMILIAR. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Serviço Social) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
SCHERER-WARREN, I.; BORBA, J.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Daniel Gutierrez. O papel da sociedade civil na constituição de novas universidades federais no Brasil: mobilizações, lutas e oportunidades entorno da criação da Universidade Federal da Fronteira Sul. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
IDARGO, A. B.; NEDEL, L. B.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Lucas Voigt. A elite cultural da tradição e do folclore alemão "autêntico" no Brasil: um estudo de sociologia da cultura. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
MICK, J.; BURGOS, R.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Sérgio Barbosa dos Santos Silva. Whatsapp e política: novas formas de ciberativismo em Florianópolis e o legado das Jornadas de Junho de 2013. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
MAZON, M. S.; RIAL, C. S.; SEIDL, ERNESTO. Participação em banca de Jean Matheo Piccini Lago. A profissionalização do esporte eletrônico no Brasil: explorando a constituição de campo. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

8.
MAZON, M. S.; PAULILO, M. I. S.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Leonardo Silva. A construção do valor econômico dos serviços de polinização prestados pelas abelhas à indústria de maçãs de Fraiburgo (SC): análise à luz da Nova Sociologia Econômica. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

9.
SELL, C. E.; MAZON, M. S.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Márcio J. R. de Carvalho. Caminhos da compreensão: condicionantes sócio-intelectuais da recepção do pensamento de Max Weber no Brasil. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

10.
LUCHMAN, L. H. H.; BORBA, J.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Wânia Silvinha Loiola de Oliveira. Da Redenção ao Conflito: a reação popular ao projeto minerário Vale do Rio Pardo no norte de Minas Gerais. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

11.
SEIDL, Ernesto; PETRARCA, F.; SILVA, T. E. M.. Participação em banca de Karina Garcia Santos Cruz. Colunismo social e consagração de grupos dirigentes. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

12.
SEIDL, Ernesto; PETRARCA, F.; RODRIGUEZ, J. C. C.. Participação em banca de Hélio Wilson Santos Leandro. "De Varejos eles Entendem": grupos familiares e a formação de conglomerados empresariais. 2013.

13.
OLIVEIRA, W. J. F.; SILVA, T. E. M.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Zoraide Vasconcelos Mamede. Instituição, Atores e Coalizão de Defesa: análise do processo de implantação do Reuni na UFS (2003-2012). 2013.

14.
SILVA, T. E. M.; SEIDL, Ernesto; JESUS, S. M. S. A.. Participação em banca de Luige Costa Carvalho de Oliveira. O Partido dos Trabalhadores e os Mecanismos de Destituição da Política. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

15.
PETRARCA, F.; MARCON, F.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Cleidicelma Fortuna Santos. Análise das Trajetórias e das Redes de Relação dos Militantes do Movimento Popular de Saúde em Aracaju/SE. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

16.
OLIVEIRA, W. J. F.; ENNES, M. A.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Bergson Morais Vieira. Os Donos do Partido: liderança no Partido Verde e aticulação com outros espaços sociais. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

17.
PETRARCA, F.; ENNES, M. A.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Flávia Maria de Oliveira Ferreira. Advogados de Causas: engajamento e profissionalização em Direitos Humanos. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

18.
PETRARCA, F.; SEIDL, Ernesto; AGUIAR, S.. Participação em banca de Isabel Rocha Souza. "Paixão ou Vocação?": Competência jornalística, redes de relações e atuação na assessoria de imprensa política em Sergipe. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

19.
MARCON, F.; SEIDL, Ernesto; CORREIA, L. G. P. S.. Participação em banca de Tânia Carolina Viana de Oliveira. O Rock e o Sertão: juventude, consumo e estilo de vida em Sergipe. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal de Sergipe.

20.
MARCON, F.; SEIDL, Ernesto; OLIVEIRA, W. J. F.. Participação em banca de Liliane Aragão. História e Gênese dos Afoxés em Sergipe e em Salvador. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal de Sergipe.

21.
PETRARCA, F.; REIS, E. T.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Divânia Cássia C. da Silva. Participação Política, Formas de Atuação e Trajetórias Sociais: um estudo sobre o militantismo em causas educacionais em Paulo Afonso/BA. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

22.
SEIDL, Ernesto; PETRARCA, F.; OLIVEIRA, W. J. F.. Participação em banca de Vanderson de Gois Santos. Lugar de Mulher é na Política: recrutamento e carreiras políticas em Sergipe. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal de Sergipe.

23.
SEIDL, Ernesto; RAFAEL, U. N.; OLIVEIRA, W. J. F.. Participação em banca de Jonas J. Matos Neto. Concepções e Práticas Políticas no Município de Pão de Açúcar/AL. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal de Sergipe.

24.
SEIDL, Ernesto; MARCON, F.; SOGBOSSI, H. B.. Participação em banca de Mateus A. de Almeida Neto. Juventudes e Estilos de Vida: sociabilidades no Bairro Siqueira Campos. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal de Sergipe.

25.
PETRARCA, F.; SEIDL, Ernesto; MARCON, F.. Participação em banca de Mirela Provinciali Brandini. Psicologia como Profissão: recursos sociais e investimentos profissionais dos Psicólogos em Sergipe. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

26.
JACQUET, C.; ANDRADE Jr., P. M.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Robson Dias de Assis. Freiras ou Judias? Congregação Nossa Senhora de Sion. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

27.
SEIDL, Ernesto; SOGBOSSI, H. B.; RAFAEL, U. N.. Participação em banca de Taís Cristina Figueiredo. Em Nome dos Professores? Inserção profissional e carreiras políticas. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal de Sergipe.

28.
SEIDL, Ernesto; LEITE, R. P.; OLIVEIRA, W. J. F.. Participação em banca de Simone de Araújo Pereira. Urbanização Litorânea: o sentido público da Orla de Atalaia. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal de Sergipe.

29.
SEIDL, Ernesto; ANDRADE Jr., P. M.; JACQUET, C.. Participação em banca de Gleyse Santos Santana. A guinada progressista da Igreja Católica em Sergipe: o bispado de Dom Vicente Távora (1960-1970). 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

30.
SEIDL, Ernesto; MARCON, F.; OLIVEIRA, W. J. F.. Participação em banca de Joana Morato de Carvalho. Homens da Igreja: a participação de leigos católicos na política partidária em Aracaju. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal de Sergipe.

31.
SEIDL, Ernesto; MARCON, F.; NEVES, P. S. C.. Participação em banca de George Luiz Pires. A cor da farda: as relações raciais na Polícia Militar de Sergipe. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

32.
SEIDL, Ernesto; NEVES, P. S. C.; CAVALCANTI FILHO, M. C.. Participação em banca de Sociologia de Elvoclébio de A. Lima. Justiçaa e Disciplina: análise das práticas de controle institucional na Polícia Militar do Estado de Sergipe (2001-2008). 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

33.
SEIDL, Ernesto; BRUSEKE, F. J.; MULLER, A. P.. Participação em banca de Daniela Rodrigues dos Santos. O Corpo e a Técnica: superação e limites do Homem na modernidade técnica. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

34.
SEIDL, Ernesto; HEINZ, F.; OLIVEIRA, W. J. F.. Participação em banca de Arivaldo Telles Montalvão. Recrutamento de Elites Parlamentares: os deputados da ARENA em Sergipe (1964-1985). 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

35.
SEIDL, Ernesto; BRUSEKE, F. J.; MUELLER, A. P.. Participação em banca de Ivo Delmondes. Ética e Técnica. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

36.
SEIDL, Ernesto; MARCON, F.; RIBEIRO, H.. Participação em banca de Daniela Moura Bezerra. Puxo o Cavaquinho pra Cantar de Galo: Conflito e Solidariedade no Circuito do Choro de Aracaju. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

37.
SEIDL, Ernesto; LEITE, R. P.; FORTUNA, C.. Participação em banca de Eder C. Malta Souza. Identidades e Párticas Culturais Juvenis: as repúbicas universitárias de Ouro Preto. 2009. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

38.
SEIDL, Ernesto; PETRARCA, F.; OLIVEIRA, W. J. F.. Participação em banca de Daniela de O. Gomes. Veredas e Atalhos: recrutamento e seleção de elites políticas em Sergipe. 2009. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

39.
SEIDL, Ernesto; PETRARCA, F.; OLIVEIRA, W. J. F.. Participação em banca de Cândida M. O. Matos. Serviço Social e Engajamento a prática política dos assistentes sociais. 2009. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

40.
SEIDL, Ernesto; NEVES, P. S. C.; RAFAEL, U. N.. Participação em banca de Vítor Costa Oliveira. Cultura Política e Cultura Jurídica: uma análise a partir de manifestações recentes do campo jurídico. 2009. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

41.
SEIDL, Ernesto; PETRARCA, F.; OLIVEIRA, W. J. F.. Participação em banca de Raquel Santos Sousa. Filantropia e Participação Política pela Causa do Câncer em Sergipe. 2009. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

42.
SEIDL, Ernesto; ENNES, M. A.; LEITE, R. P.. Participação em banca de Josevânia N. Rabelo. Sociabilidades nas Ruas: Treze de Julho. 2008. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

43.
SEIDL, Ernesto; BRUSEKE, F. J.; NEVES, P. S. C.. Participação em banca de Diego Rodrigues S. Calazans. Violência e Processo Civilizador: entre a brutalidade e persuasão. 2008. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

44.
SEIDL, Ernesto; MARCON, F.; SILVA, T. E. M.. Participação em banca de Edson P. Santos Filho. O Poder da Família: as práticas de participação e sociabilidade na Cooperativa dos Agentes Autônomos de Reciclagem de Aracaju. 2008. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

45.
SEIDL, Ernesto; LEITE, R. P.; RAFAEL, U. N.. Participação em banca de Elaine Ferreira Lima. Enobrecimento Urbano e Centralidade: a tentativa de (re)invenção da área central aracajuana. 2007. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

46.
BOLAÑO, C.; SEIDL, Ernesto; MATTOS, C. R. A.. Participação em banca de José Ribeiro Filho. Espetáculos de Massa: a estrutura organizacional e financeira no público e no privado. 2006. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

47.
SEIDL, Ernesto; BRUSEKE, F. J.; RAMALHO, J. R.. Participação em banca de Luís Cláudio A. Santos. Orçamento Participativo e Cidadania: limites e possibilidades. 2006. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

48.
BOLAÑO, C.; SEIDL, Ernesto; ARANHA, M. L.. Participação em banca de Jaime Santos Júnior. Trabalho e Humanidade: subjetividade operária no trabalho terceirizado. 2006. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
SEIDL, Ernesto; NEDEL, L. B.; IDARGO, A. B.. Participação em banca de Eduardo Luiz Formagi.Rio abaixo, um salto grande: a construção dos discursos de identificação em Ituporanga (SC). 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
MINELLA, A. C.; BARBOSA, L. B.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Guilherme de Araújo Alves.Política externa e hegemonia: a atuação do National Endowment for Democracy no Egito (2005-2011). 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
LUCHMAN, L. H. H.; AYRES, C. S. L. S. S.; SEIDL, ERNESTO. Participação em banca de Luana do Rocio Taborda.Para Além dos Muros: a atuação social do Instituto Casa dos Girassóis e do Instituto Engevix em Florianópolis. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
SEIDL, Ernesto; FRANCISCATO, C. E.; HANSEN, M. da R.. Participação em banca de João Eduardo Colognesi Serpa.O Marketing Político na Administração Pública: estudo de caso em Sergipe. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação Social) - Universidade Federal de Sergipe.

5.
SEIDL, Ernesto; MATTOS, C. R. A.; OLIVEIRA, W. J. F.. Participação em banca de Hélio Wilson Leandro.A Política como Vocação Familiar: "os Rollemberg" e a dinâmica política em Sergipe (1885-1964). 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Sergipe.

6.
OLIVEIRA, W. J. F.; MARCON, F.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Mayara Silva Nascimento.A Atividade de Consultoria Ambiental em Sergipe: trajetória, formação e exercício profissional. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Sergipe.

7.
SEIDL, Ernesto; PETRARCA, F.; OLIVEIRA, W. J. F.. Participação em banca de Yuri Norberto Pereira Silva.As "Companheiras" no Parlamento: percursos e personagens. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Sergipe.

8.
JACQUET, C.; BRUSEKE, F. J.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Ivo Delmondes.Ética e Técnica. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Sergipe.

9.
Nascimento, J. A. do; Fontes, D. L.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Tito Basílio São Mateus.Uma visão da liberdade: os Habeas Corpus julgados pelo Tribunal de Justiça de Sergipe em 1989. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Direito) - Universidade Federal de Sergipe.

10.
MARCON, F.; SEIDL, Ernesto; RIBEIRO, H.. Participação em banca de Maurício do Vale Dourado Wanderley.A cena metal aracajuana: identidade e conflitos entre grupos antagônicos. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Sergipe.

11.
MARCON, F.; RIBEIRO, H.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Daniela Moura Bezerra.Rodas de Choro em Aracaju:uma discussão sobre a presença do Choro na capital sergipana. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Sergipe.

12.
SEIDL, Ernesto; JACQUET, C.; MATTOS, C. R. A.. Participação em banca de Ana Marllan Menezes Carvalho.Recursos culturais e politização: um estudo sobre representações sociais entre universitários e operários. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Sergipe.

13.
SEIDL, Ernesto; SOGBOSSI, H. B.; MENESES, J. S.. Participação em banca de Abílio Otaíro Có Alleuia Júnior.Herança e família: um estudo sobre a sucessão no terreiro Abaçá São Jorge, Aracaju/SE. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Sergipe.

14.
MARCON, F.; SOGBOSSI, H. B.; SEIDL, Ernesto. Participação em banca de Aline Ferreira da Silva.A representação dos negros nas telenovelas brasileiras: uma análise sob o contexto das ações afirmativas. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Sergipe.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
GRILL, I. G.; SANTOS, J. B.; SEIDL, Ernesto. Concurso Público Professor Adjunto de Ciência Política. 2009. Universidade Federal de Sergipe.

Outras participações
1.
MAZON, M. S.; BONALDI, E. V.; SEIDL, Ernesto. Banca de Qualificação de Monografia de Tsamiyah Levi. 2017. Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
SEIDL, ERNESTO; BARREIROS, B. C.; BORDIGNON, R. R.. Banca de qualificação de Monografia de Conclusão de Ana Luzia Garcia. 2017. Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
SEIDL, Ernesto; PAULILO, M. I. S.; NEDEL, L. B.. Banca de Qualificação de Monografia de Eduardo Luiz Formagi. 2015. Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
SEIDL, Ernesto; MICK, J.; BARREIROS, B. C.. Banca de Qualificação de Monografia de Bárbara Harris. 2015. Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
SEIDL, Ernesto; SELL, C. E.; SILVA, E. F.; LUSSO, T. B.; IDARGO, A. B.. Comitê de Seleção de Doutorado em Sociologia. 2015. Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
SEIDL, Ernesto; ORCHARD, M. S. E.; SIMOES NETO, J. P.. Comissão de Avaliação de Bolsa de Pós-Doutorado CAPES. 2015. Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
GUIVANT, J.; SILVA, E. F.; ORCHARD, M. S. E.; SILVA, R.; SEIDL, ERNESTO. Comitê de Seleção de Doutorado em Sociologia. 2014. Universidade Federal de Santa Catarina.

8.
SIMOES NETO, J. P.; SARMENTO, H. B. M.; SEIDL, ERNESTO. Banca de Qualificação de Monografia de Fernando Torquato Silveira. 2014. Universidade Federal de Santa Catarina.

9.
LUCHMAN, L. H. H.; BORBA, J.; SEIDL, Ernesto. Banca de Qualificação de Monografia de Luana do Rocio Taborda. 2014. Universidade Federal de Santa Catarina.

10.
BRUSEKE, F. J.; LEITE, R. P.; SEIDL, Ernesto. Comitê de Seleção de Doutorado em Sociologia. 2011. Universidade Federal de Sergipe.

11.
SEIDL, Ernesto; BRUSEKE, F. J.; LEITE, R. P.; NEVES, P. S. C.. Comitê de Seleção de Doutorado em Sociologia. 2010. Universidade Federal de Sergipe.

12.
BRUSEKE, F. J.; LEITE, R. P.; SEIDL, Ernesto. Comitê de Seleção de Doutorado em Sociologia. 2010. Universidade Federal de Sergipe.

13.
SEIDL, Ernesto; BRUSEKE, F. J.; LEITE, R. P.. Comitê de Seleção de Doutorado em Sociologia. 2010. Universidade Federal de Sergipe.

14.
JACQUET, C.; BRUSEKE, F. J.; SEIDL, Ernesto. Comitê de Seleção de Doutorado em Sociologia. 2009. Universidade Federal de Sergipe.

15.
BRUSEKE, F. J.; LEITE, R. P.; SEIDL, Ernesto. Comitê de Seleção de Doutorado em Sociologia. 2009. Universidade Federal de Sergipe.

16.
BRUSEKE, F. J.; JACQUET, C.; SEIDL, Ernesto. Comitê de Seleção de Doutorado em Sociologia. 2008. Universidade Federal de Sergipe.

17.
LEITE, R. P.; SEIDL, Ernesto; RAFAEL, U. N.. Comitê de Seleção de Mestrado em Sociologia. 2007. Universidade Federal de Sergipe.

18.
MARCON, F.; RAFAEL, U. N.; SOGBOSSI, H. B.; SEIDL, Ernesto. Comitê de Seleção de Mestrado em Sociologia. 2006. Universidade Federal de Sergipe.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
3º Simpósio Internacional / 16º Simpósio Nacional da Associação Brasileira de História das Religiões.As transformações do alto clero brasileiro. 2018. (Simpósio).

2.
Colóquio Internacional "O ofício de sociólogo e o trabalho sociológico de Pierre Bourdieu:".Pierre Bourdieu e a circulação internacional de bens simbólicos. 2018. (Outra).

3.
I Seminário Sociologia e Política da UFSC.Debatedor de sessão de GT. 2018. (Seminário).

4.
Seminário Internacional: Participação Política: Modalidades e Perspectivas.Debatedor do GT Participação Institucional. 2018. (Seminário).

5.
Seminário Internacional: Participação Política: Modalidades e Perspectivas.Trajetórias, coletivos e outras formas de ativismo político. 2018. (Seminário).

6.
41º Encontro Anual da ANPOCS.Experiências e estratégias dos periódicos das ciências sociais perante o novo cenário da editoração cientifica. 2017. (Encontro).

7.
41º Encontro Anual da ANPOCS.Debatedor de Sessão de Trabalhos do GT Elites e Formas de Dominação. 2017. (Encontro).

8.
41º Encontro Anual da ANPOCS.Coordenador da Mesa Redonda "A Politização do Espaço Social". 2017. (Encontro).

9.
III Seminário Participação Política e Democracia: o giro político recente no Brasil.Novas formas de envolvimento político em contextos de mudança. 2017. (Seminário).

10.
II Seminário "Mudanças e permanências nos padrões de participação política no Brasil: análise longitudinal do envolvimento político dos Brasileiros (1988-2013).Notas sobre (des)engajamento e militância no Movimento Passe Livre em Florianópolis. 2017. (Seminário).

11.
39º Encontro Anual da ANPOCS.Coordenação do GT Elites e Espaços de Poder. 2015. (Encontro).

12.
II Colóquio Internacional "Congregações católicas, educação e Estado ".Debatedor de sessão de trabalhos. 2015. (Outra).

13.
II Colóquio Internacional "Congregações católicas, educação e Estado ".A emergência de uma nova configuração institucional: circulação internacional e diversificação dos habitus religiososo na periferia do espaço católico. 2015. (Outra).

14.
I Seminário Nacional Partidarismo, Militantismo e Comportamento Eleitoral no Brasil.Engajamento Militante e Inserção Institucional. 2015. (Seminário).

15.
Seminário Temático Elites, Intelectuais e História Social.Comentário da obra Les Élites de la République. 2015. (Seminário).

16.
38º Encontro Anual da ANPOCS.Coordenação do GT Elites e Espaços de Poder. 2014. (Encontro).

17.
IV Seminário Nacional Movimentos Sociais e Participação no Brasil.Ativismo Juvenil, Capital Militante e intervenção Política. 2014. (Seminário).

18.
Participação Social: o Brasil pós 2013.Notas sobre Ativismo Juvenil, Capital Militante e Intervenção Política. 2014. (Outra).

19.
37º Encontro Anual da ANPOCS.Coordenador do ST Elites e Espaços de Poder. 2013. (Encontro).

20.
Colóquio Teoria e Metodologia no Estudo de Grupos Dirigentes.Coordenador de Mesa Redonda. 2013. (Outra).

21.
I Colóquio Internacional: Congregações Religiosas Católicas, Educação e Estado Nacional.Circulação Internacional, Politização e Redefinições do Papel Religioso. 2013. (Outra).

22.
36º Encontro Anual da ANPOCS.Debatedor de Sessão. 2012. (Encontro).

23.
36º Encontro Anual da ANPOCS.Coordenador do GT Grupos Dirigentes e Estruturas de Poder. 2012. (Encontro).

24.
Colóquio "Para que Estudar Grupos Dirigentes?".Entrando no Mundo das Elites: percalços e manejos de pesquisa. 2012. (Outra).

25.
Colóquio Circulação Internacional, Formação e Recomposição dos Grupos Dirigentes.A Igreja Católica e os Desafios de uma Nova Cultura Eclesiástica. 2012. (Outra).

26.
Colóquio Congregações Católicas, Educação e Estado Nacional.Catolicismo e Espaço do Poder. 2012. (Outra).

27.
VII Congresso Português de Sociologia. As Transformações da Alta Esfera Eclesiástica e as Disputas no Espaço do Poder no Brasil. 2012. (Congresso).

28.
VIII Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política. A Politização do Espaço do Catolicismo. 2012. (Congresso).

29.
35º Encontro Anual da ANPOCS.Coordenador do GT Grupos Dirigentes e Estruturas de Poder. 2011. (Encontro).

30.
35º Encontro Anual da ANPOCS.Debatedor de Sessão. 2011. (Encontro).

31.
Ciclo de Debates "O Olhar das Pesquisas sobre os Jovens".Ação Coletiva, Juventude e Engajamento Militante. 2011. (Outra).

32.
Colóquio Interdisciplinar "Elites: História e Métodos".Você disse Elites? Interações de pesquisa com grupos dirigentes. 2011. (Outra).

33.
II Seminário de Estudos Culturais, Identidades e Relações Interétnicas.Debatedor do GT Mediações Culturais, Identidades e Relações de Poder. 2011. (Seminário).

34.
IX Reunião de Antropologia do Mercosul.Debatedor GT Antropología, Compromiso Militante y Participación. 2011. (Encontro).

35.
Seminário Internacional Os Eleitos, As Eleitas: como parlamentares tornam-se parlamentares.De onde vêem os vereadores de Sergipe. 2011. (Seminário).

36.
34º Encontro Anual da ANPOCS.O Episcopado Brasileiro e o Espaço do Poder: transformações da alta esfera eclesiástica. 2010. (Encontro).

37.
Cycle de Conférences: Rencontres Doctorales Sciences Po-IHEAL.La Sociologie des Élites au Brésil: parcours et perspectives. 2010. (Outra).

38.
I Colóquio Educação e Congregações Religiosas no Brasil.Definição de Hipóteses e Questões de Pesquisa ao Projeto Congregações Católicas no Brasil. 2010. (Simpósio).

39.
VIII Semana de Ciências Sociais.As Ciências Sociais s o Estudo do Poder e da Política. 2010. (Outra).

40.
VII Jornada Maranhense de Sociologia.Política, Educação e Cultura. 2010. (Outra).

41.
VI Simpósio Estado e Poder: Cultura.Cultura, Religião e Elites. 2010. (Simpósio).

42.
33º Encontro Anual da ANPOCS.Teoria das Elites ou Sociologia do Poder?. 2009. (Encontro).

43.
33º Encontro Anual da ANPOCS.Liderança associativa e lógicas de investimento em carreiras políticas. 2009. (Encontro).

44.
VIII Reunião de Antropologia do Mercosul. Disposições a militar e lógicas de investimento miitante. 2009. (Congresso).

45.
XIV Congresso Brasileiro de Sociologia.Caminhos que levam a Roma: investimentos culturais e redefinições da excelência religiosa católica. 2009. (Seminário).

46.
XIV Encontro de Ciências Sociais do Norte e Nordeste - CISO. Coordenação GT Grupos Dirigentes e Dinâmicas do Poder. 2009. (Congresso).

47.
26ª Reunião da Associação Brasileira de Antropologia. Engajamento e militância associativa em Sergipe. 2008. (Congresso).

48.
32º Encontro Anual da ANPOCS. Carreiras Cruzadas: elites eclesiásticas e política no brasil. 2008. (Congresso).

49.
Colóquio Internacional Saber & Poder.Os caminhos para o episcopado: formação do alto clero e redefinições da excelência religiosa. 2008. (Simpósio).

50.
I Seminário Nacional de Ciência Política da UFRGS.Intelectuais, Estado e Grupos Dirigentes. 2008. (Seminário).

51.
Seminário Engajamento Público em Ciência e Tecnologia.Nanotecnologia, sociedade e meio ambiente: do maravilhoso ao perigoso. 2008. (Seminário).

52.
31º Encontro Anual da ANPOCS.Elites militares, "política" e redefinições institucionais. 2007. (Encontro).

53.
III Seminário de Ciência Política da UFPE.Teoria das Elites ou Sociologia do Poder? Reflexões analíticas e metodológicas. 2007. (Seminário).

54.
I Reunião Equatorial de Antropologia e X Reunião de Antropólogos Norte-Nordeste. Antropologia da Política: campo em expansão. 2007. (Congresso).

55.
XIII Congresso da Sociedade Brasileira de Sociologia. "Especialistas da cultura": carreiras religiosas e mediação cultural. 2007. (Congresso).

56.
XIII Encontro de Ciências Sociais do Norte e Nordeste - CISO.Mediação cultural e elaboração identitária: a constituição de "intérpretes da cultura" no Rio Grande do Sul. 2007. (Encontro).

57.
II Seminário de Teoria Política: Pierre Bourdieu e a teoria do mundo social.Pierre Bourdieu e os estudos de elites. 2006. (Seminário).

58.
Ciclo de Conferências Elites e política em perspectiva comparada. 2005. (Seminário).

59.
Colloque International Circulation Internationale Universitaire et Renouveau de l'Espace Culturel.Colloque International Circulation Internationale d'Universitaires et Renouveau de l'Espace Culturel. 2005. (Outra).

60.
Sócio-história da Política.Sócio-História da Política.. 2004. (Seminário).

61.
Groupe de Réflexion sur le Brésil Contemporain. 2002. (Seminário).

62.
Séminaire d'Anthropologie Politique du Brésil Contenporain. 2002. (Seminário).

63.
Séminaire de Sociologie de la Modernité Religieuse. 2002. (Seminário).

64.
Séminaire Le Religieux, lieu du politique en Amérique Latine: religion et modernité. 2002. (Seminário).

65.
Sociologie du Pouvoir et des Élites. 2002. (Seminário).

66.
Seminário Internacional de Ciência Política. 2001. (Seminário).

67.
Conférences sur Démocratie et Participation.La Participation Politique en Question. 2000. (Simpósio).

68.
II Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP).A espada como "vocação": padrões recrutamento e de seleção das elites do Exército no Rio Grande do Sul. 2000. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
GENTILE, F. ; SEIDL, Ernesto . Ciclo de Conferências Corporativismo em Perspectiva Comparada: Itália e Brasil entre as duas Guerras Mundiais. 2010. (Outro).

2.
LOUAULT, F. ; SEIDL, Ernesto . Ciclo de Conferências "O Político e o Equilibrista: viagens no espaço político profissional". 2008. (Outro).

3.
SEIDL, Ernesto. I Seminário Nacional de Ciência Política da UFRGS. 2008. (Outro).

4.
JIMENEZ, M. B. ; SEIDL, Ernesto . Ciclo de conferências "Ideologias e representação política na América Latina". 2006. (Outro).

5.
MENDONCA, D. ; SEIDL, Ernesto . Seminário A análise de dicurso na política: o referencial de Ernesto Laclau. 2006. (Outro).

6.
SEIDL, Ernesto. VIII Semana de Ciências Sociais. 2006. (Outro).

7.
SEIDL, Ernesto. Ciclo de Conferências Intelectuais e política em perspectiva comparada.. 2005. (Outro).

8.
SEIDL, Ernesto. Ciclo de Conferências A sócio-história do político. 2004. (Outro).

9.
SEIDL, Ernesto. Fórum Social Mundial. 2003. (Congresso).

10.
SEIDL, Ernesto. Fórum Social Mundial. 2001. (Congresso).

11.
SEIDL, Ernesto. Intercâmbio Artístico-Cultural Genebra-Porto Alegre. 2000. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Norma Regina Coutinho Rocha. O interesse público na obra de arte à luz do decreto nº. 1.824/2013. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Orientador).

2.
Tsamiyah Carreño Levi. Escola Waldorf em perspectiva sociológica. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

3.
Eduardo Luiz Formagi. A história e os rótulos: discursos que identificam a cidade. Início: 2016. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Daniel Gutierrez. Engajamento militante e construção da "juventude" no sindicalismo rural. Início: 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

2.
Bruno Costa Barreiros. Um novo tipo de manager para o capitalismo? A produção e a reprodução de uma elite de adeptos da ?Sustentabilidade Empresarial? no Brasil. Início: 2015. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Débora Capri. Engajamento, militância e formas de protesto: o Movimento Passe Livre. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Daniel Gutierrez. O papel da sociedade civil na constituição de novas universidades federais no Brasil: mobilizações, lutas e oportunidades em torno da criação da Universidade Federal da Fronteira Sul. 2017. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Ernesto Seidl.

2.
Karina Garcia Santos Cruz. Colunismo Social e Consagração de Elites em Sergipe. 2015. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe, . Orientador: Ernesto Seidl.

3.
Hélio Wilson Santos Leandro. "De Varejo Eles Entendem": grupos familiares e atuação no espaço de supermercados. 2014. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Ernesto Seidl.

4.
Joana Morato de Carvalho. Homens da Igreja: a participação de leigos católicos na política partidária em Aracaju. 2013. Dissertação (Mestrado em ANTROPOLOGIA) - Universidade Federal de Sergipe, . Orientador: Ernesto Seidl.

5.
Vanderson de Gois Santos. Lugar de Mulher é na Política: recrutamento e carreiras políticas em Sergipe. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal de Sergipe, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Ernesto Seidl.

6.
Taís Cristina Samora de Figueiredo. Em Nome dos Professores? Inserção profissional e carreiras políticas. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal de Sergipe, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Ernesto Seidl.

7.
Arivaldo Telles Montalvão. Recrutamento de Elites Parlamentares: os deputados da ARENA em Sergipe (1964-1985). 2011. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Ernesto Seidl.

8.
Cândida Margarida Oliveira Matos. Serviço Social e Engajamento: a prática política dos assistentes. 2010. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe, . Orientador: Ernesto Seidl.

9.
Raquel Santos Sousa. Filantropia e Participação Política pela Causa do Câncer em Sergipe. 2010. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe, . Orientador: Ernesto Seidl.

10.
Daniela de Oliveira Gomes Steckel. Veredas e atalhos: recrutamento e seleção de elites políticas em Sergipe. 2009. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe, . Orientador: Ernesto Seidl.

11.
Edson Paulo Santos Lima. O poder da família: as práticas de participação e sociabilidade na Cooperativa dos Agentes Autônomos de Reciclagem de Aracaju. 2009. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe, . Orientador: Ernesto Seidl.

12.
José Ribeiro Filho. Eventos Públicos e Privados: a elaborção de políticas culturais voltadas para a realização da festa. 2008. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Ernesto Seidl.

Tese de doutorado
1.
Tânia Helena da Assunção Franco dos Santos. Espaços e modalidades de militância em ?causas além-fronteiras? em Portugal (1974-1998): a Rede de Solidariedade com o Povo da Guiné-Bissau. 2018. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina, Erasmus Fellow-Mundus. Orientador: Ernesto Seidl.

2.
Elthon Ranyere Oliveira Aragão. Os Donos do Maranhão: dominação política e grupos familiares em um Estado brasileiro. 2016. Tese (Doutorado em Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe, . Orientador: Ernesto Seidl.

3.
Aline Magna Cardoso Barroso Lima. A Revolta dos Dândis: a elite da advocacia pública sergipana, profissionalismo e poder. 2016. Tese (Doutorado em Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe, . Orientador: Ernesto Seidl.

4.
Wheriston Silva Neris. Igreja e Missão: religiosos e ação política no Brasil. 2014. Tese (Doutorado em Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe, . Orientador: Ernesto Seidl.

5.
Marcos Ribeiro de Melo. Itinerários e "Lutas": o engajamento de lideranças do movimento homossexual e LGBT em Sergipe (1981-2012). 2013. Tese (Doutorado em Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe, . Orientador: Ernesto Seidl.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Eduardo Luiz Formagi. Rio abaixo, um salto grande: a construção dos discursos de identificação em Ituporanga (SC). 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Ernesto Seidl.

2.
Hélio W. Leandro. A Política como Vocação Familiar: "os Rollemberg" e a dinâmica política em Sergipe (1885-1964). 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Sergipe, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ernesto Seidl.

3.
João Eduardo Colognesi Serpa. O Marketing Político na Administração Pública: estudo de caso em Sergipe. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Comunicação Social) - Universidade Federal de Sergipe. Orientador: Ernesto Seidl.

4.
Yuri Norberto. As "Companheiras" no Parlamento: percursos e personagens. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Sergipe. Orientador: Ernesto Seidl.

5.
Vanderson de Gois Santos. Antropologia do Cotidiano da Política: o gabinete parlamentar. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Sergipe. Orientador: Ernesto Seidl.

6.
Márcio Adriano Correia Santos. Hierarquia e códigos de poder: um estudo das lógicas de constituição e de funcionamento na Casa de Detenção de Aracaju. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Sergipe. Orientador: Ernesto Seidl.

7.
Ana Marllan Menezes Carvalho. Politização e recursos culturais: um estudo das representações sociais entre universitários e operários. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Sergipe. Orientador: Ernesto Seidl.

Iniciação científica
1.
Maiara Corrêa. Circulação internacional de religiosos, formação de quadros católicos e condições de intervenção política. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ernesto Seidl.

2.
Tiago César Ventura Torres do Nascimento. "Grandes Famílias", Grandes Empresas: grupos "tradicionais" e investimento empresarial. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Sergipe, Coordenação de Pesquisa. Orientador: Ernesto Seidl.

3.
Wyllamy Bonfim Andrade Santos. Novas Eites Empresariais: bases sociais e estratégias de afirmação. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Sergipe, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ernesto Seidl.

4.
Hélio Wilson Santos Leandro. "Grandes famílias" e Estruturação do Espaço do Poder em Sergipe: Grupos Familiares e Dinâmicas do Poder. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal de Sergipe, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Ernesto Seidl.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/01/2019 às 23:37:25