Marcos Rodrigues da Silva

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4816429779146909
  • Última atualização do currículo em 09/01/2018


Possui graduação em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1994), mestrado em Filosofia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (1996) e doutorado em Filosofia pela Universidade de São Paulo (2003). Atualmente é professor adjunto da Universidade Estadual de Londrina e Bolsista Pesquisador da Fundação Araucária. Atua em Filosofia da Ciência, especialmente nos seguintes temas: realismo científico, história da biologia e ensino de biologia. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Marcos Rodrigues da Silva
Nome em citações bibliográficas
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Estadual de Londrina, Centro de Letras e Ciências Humanas, Departamento de Filosofia.
Rodovia Celso Garcia Cid
Bandeirantes
86055900 - Londrina, PR - Brasil
Telefone: (43) 33714000
Ramal: 4486
URL da Homepage: http://www.uel.br


Formação acadêmica/titulação


1999 - 2003
Doutorado em Filosofia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Breve Jornada Empirismo Adentro, Ano de obtenção: 2003.
Orientador: Caetano Ernesto Plastino.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: empirismo; filosofia da ciência; realismo científico; inferência da melhor explicação; van fraassen; explicação científica.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: História da Filosofia / Especialidade: Empirismo.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Epistemologia / Especialidade: Racionalidade Científica.
Setores de atividade: Educação Média de Formação Geral; Educação Superior; Formação Permanente e Outras Atividades de Ensino, Inclusive Educação À Distância e Educação Especial.
1995 - 1996
Mestrado em Filosofia.
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
Título: Racionalidade e Metafísica em Karl Popper,Ano de Obtenção: 1996.
Orientador: Ernildo Jacob Stein.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: epistemologia; filosofia da ciência; karl popper; Racionalidade; metafísica; empirismo.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Epistemologia / Especialidade: Filosofia da Ciência.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Epistemologia / Especialidade: Metafísica.
Setores de atividade: Educação Superior; Educação Média de Formação Geral; Formação Permanente e Outras Atividades de Ensino, Inclusive Educação À Distância e Educação Especial.
1991 - 1994
Graduação em Filosofia.
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
Título: O Problema do Conhecimento em David Hume.
Orientador: Julio Cesar R Pereira.




Atuação Profissional



Universidade Estadual de Londrina, UEL, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Aprovado em primeiro lugar no Concurso Público Edital 047/96- CRH, de 07/11/96, na árera/subárea de Filosofia / Lógica e Epistemologia, do Departamento de Filosofia do CCH.

Atividades

3/2003 - Atual
Ensino, Mestrado Em Ensino de Ciências e Educação Matemáti, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Atividades Programadas de Pesquisa 2C [2 FIL083] - 2003/2; 2004/1; 2005/1
Filosofia da ciência e ensino de Ciências [2FIL141] - 2006/2; 2007/1
Filosofia da Ciência [2FIL081] - 2003/1; 2004/1; 2005/1; 2006/1
8/1997 - Atual
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Filosofia da Ciência - 1998/1999/2004/2005/2006/2007
Filosofia da Matemática - 2008
Filosofia Política - 1997
História e Filosofia da Ciência - Cursos de Física, Química e Biologia - 2004
História e Filosofia da Ciência, Curso de Biologia Geral - 2004
Lógica - Curso de Direito - 2003
Lógica - 1998/1999
Teoria do Conhecimento - 1997
03/2010 - 11/2012
Direção e administração, Centro de Letras e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Chefe de Departamento.
02/2008 - 02/2010
Direção e administração, Especialização em História e Filosofia da Ciência, .

Cargo ou função
Vice-coordenador de curso.
5/2006 - 3/2008
Direção e administração, Centro de Letras e Ciências Humanas, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Membro do Fórum Permanente dos Cursos de Licenciatura da UEL.
3/2006 - 3/2008
Direção e administração, Centro de Letras e Ciências Humanas, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Coordenador de Curso.
3/2003 - 12/2006
Ensino, Especialização Em História e Filosofia da Ciência, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Filosofia da Ciência I - 1999/2006
Filosofia da Ciência II - 2003/2, 2004/2, 2005/2, 2006/2
Iniciação à Pesquisa em História e Filosofia da Ciência - 2003/1, 2004/1, 2005/1, 2006/1
Seminários de História e Filosofia da Ciência - 2004/2, 2005/2, 2006/2
Seminários de História e Filosofia da Ciência I - 1999
6/2004 - 3/2006
Direção e administração, Centro de Letras e Ciências Humanas, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Membro do Fórum Permanente dos Cursos de Licenciatura da UEL.
4/2004 - 3/2006
Direção e administração, Centro de Letras e Ciências Humanas, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Coordenador do Curso de Filosofia.
4/2004 - 4/2005
Direção e administração, Centro de Letras e Ciências Humanas, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Vice-Coordenador da Especialização em História e Filosofia da Ciência.
3/2003 - 2/2005
Direção e administração, Centro de Letras e Ciências Humanas, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Representante na Comissão Coordenadora do Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática.
4/2004 - 12/2004
Direção e administração, Centro de Letras e Ciências Humanas, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Representante do Departamento de Filosofia no Colegiado do Curso de Química.
3/2003 - 2/2004
Direção e administração, Centro de Letras e Ciências Humanas, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Coordenador da Especialização em História e Filosofia da Ciência.
6/1999 - 2/2000
Direção e administração, Centro de Letras e Ciências Humanas, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Coordenador da Especialização em História e Filosofia da Ciência.
12/1997 - 12/1999
Direção e administração, Centro de Letras e Ciências Humanas, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Vice-Coordenador de Colegiado de Curso de Filosofia.
5/1998 - 12/1998
Direção e administração, Centro de Letras e Ciências Humanas, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Representante suplente do departamento de filosofia na comissão coordenadora do curso de especialização em filosofia política.
9/1997 - 7/1998
Direção e administração, Centro de Letras e Ciências Humanas, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Representante do departamento de filosofia na Comissão Setorial de Informática do CCH.
9/1997 - 12/1997
Direção e administração, Centro de Letras e Ciências Humanas, Departamento de Filosofia.

Cargo ou função
Representante do departamento de filosofia no colegiado do curso de letras.


Projetos de pesquisa


2015 - Atual
Inferências eliminativas e o desafio do registro histórico
Descrição: Projeto de pesquisa destinado à discussão crítica do papel das inferências eliminativas na ciência, enfatizando o recurso ao registro histórico como forma de reflexão acerca da viabilidade epistemológica de tais inferências. Após a apresentação do principal argumento a favor das inferências eliminativas, se discutem os objetivos do argumento. Nesta parte é identificado o problema principal do projeto, a saber, o de que o argumento a favor das inferências eliminativas enfrenta um forte desafio a partir do registro histórico..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Marcos Rodrigues da Silva - Coordenador / Debora Domingas Minikosi - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2014 - Atual
Uma explicação realista do sucesso da ciência e suas críticas: atualizando o debate realismo/antirrealismo a partir da abordagem histórica
Descrição: Realistas científicos estabeleceram um argumento ? o argumento da inferência da melhor explicação ? com a finalidade de explicar o sucesso da ciência a partir da confiabilidade meto-dológica que o argumento revelaria sobre os procedimentos dos cientistas; além de ter sido estabelecido o argumento foi recentemente desenvolvido em uma nova versão: o argumento da inferência da única explicação, que mantém no entanto o objetivo realista acima mencionado. Ba-sicamente, a ideia que se encontra em ambos os argumentos é a de que podemos acreditar na verdade das teorias científicas aceitas pela comunidade científica em função dos critérios adotados pelos cientistas no momento de considerar suas hipóteses. Além disso, ambos os argumentos foram desenvolvidos recentemente a partir de um novo enfoque: o enfoque histórico, a partir da noção de que a história da ciência revelaria a pertinência das conclusões realistas. Entretanto tal movimento em direção à história tem sido fortemente criticado pelos antirrealistas, que têm procu-rado mostrar que os relatos históricos realistas não estão de acordo com a historiografia corrente dos episódios estudados. Um exemplo disto é o problema antirrealista das alternativas não consi-deradas: como falar de confiabilidade a partir do fato histórico (referendado pela historiografia) de que hipóteses alternativas para a explicação de uma evidência não foram consideradas? Além disso, e com isso surge um segundo problema, realistas pressupõem um relato linear no qual é possível afirmar que cientistas estão de acordo com relação à evidência a ser explicada, o que é historicamente problemático. Tendo já apresentado a estrutura do argumento da inferência da me-lhor explicação, tendo já exposto algumas de suas dificuldades concei-tuais específicas, tendo já discutido algumas das dificuldades conceituais gerais do realismo científico, tendo já estruturado um estudo de caso da história da biologia (a construção da estrutura molecular do DNA), tendo já apresentado estruturas conceituais da historiografia contempo-rânea que orientam nossas investigações, o pre-sente projeto procura, a partir tanto da análise conceitual quanto da investigação historiográfica: i) sistematizar tais estudos anteriores, ii) apresentar um desdobramento do argumento da inferência da melhor explicação (o argumento da inferência da única explicação), iii) discutir criticamente a partir da historiografia o uso realista da história da ciência, iv) explorar algumas das dificuldades históricas e conceituais dos argumentos realistas da inferência da melhor explicação e da inferên-cia da única explicação. Em todos os casos históricos que serão abordados apontaremos limita-ções no uso explicativo dos argumentos da inferência da melhor explicação e da inferência da ú-nica explicação. Finalmente, pretendemos sugerir que as reconstruções históricas antirrealistas, por estarem de acordo com os relatos historiográficos consagrados sobre os episódios aqui traba-lhados, fornecem elementos explicativos mais adequados para a compreensão do sucesso do empreendimento científico..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Marcos Rodrigues da Silva - Coordenador.Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2013 - Atual
Inferência da melhor explicação e suas dificuldades a partir da historiografia da ciência
Descrição: Um dos problemas centrais do debate realismo/anti-realismo é o problema da aceitação de teorias científicas: qual deve ser a atitude epistemológica de um cientista diante de uma teoria científica bem sucedida? De modo geral realistas argumentam que a aceitação de uma teoria bem sucedida instrumentalmente implica a crença na sua verdade; esta crença é fundamental, alegam os realistas, se queremos dar uma forma filosófica à concepção de senso comum de que a ciência expressa conhecimento. Já para anti-realistas o sucesso das teorias não nos autoriza a crer na verdade das teorias, devendo nos limitar a, por exemplo, acreditar em sua adequação empírica. A princípio o problema da aceitação é marcado por duas posições epistemológicas rivais. Para este problema é fundamental, na concepção realista, o argumento epistemológico da inferência da melhor explicação: a teoria que explica de modo mais adequado que suas rivais um determinado fenômeno deve ser aceita como verdadeira. Entretanto, a discussão em torno da aceitação não necessariamente se restringe à epistemologia, podendo também receber um tratamento pragmático, por meio de um exame mais detalhado de aspectos não-epistemológicos envolvidos nesta aceitação, sobretudo aspectos advindos de um exame historiográfico da aceitação de teorias científicas por parte da comunidade científica. Na perspectiva deste projeto, a inclusão de tais aspectos pragmáticos ? a partir da historiografia da ciência - não significa um abandono de discussões epistemológicas a respeito da ciência, senão que apenas a inclusão da pragmática nestas discussões. Tendo já apresentado a estrutura do argumento da inferência da melhor explicação (Silva 2010a, Silva 2010b), tendo já exposto algumas de suas dificuldades conceituais específicas (Silva 2011a, Silva 2011b), tendo já discutido algumas das dificuldades conceituais gerais do realismo científico (Silva 2005; Silva 2006a; Silva 2007a; Silva 2010e), tendo já apresentado estruturas conceituais da historiografia contemporânea que orientam nossas investigações (Silva 2007b; Batista & Silva 2011), e tendo já estruturado um estudo de caso da história da biologia (a construção da estrutura molecular do DNA) (Silva 2006b; Silva 2007c; Silva 2010c, Silva 2010d), o presente projeto procura sistematizar tais estudos anteriores e explorar algumas das dificuldades conceituais do argumento a partir tanto do estudo de caso já investigado quanto de outro episódio: o surgimento do programa adaptacionista de Darwin). Em ambos os casos históricos, podem surgir limitações no uso explicativo do argumento da inferência da melhor explicação..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Marcos Rodrigues da Silva - Coordenador / Fernanda Peres Ramos - Integrante / caio cesar malassise luiz - Integrante / Etiane Ortiz - Integrante / Daiane Camila Castilho - Integrante / Aline de Moura Matos - Integrante / Débora Domingas Minikoski - Integrante.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 3
2013 - Atual
O argumento da inferência da melhor explicação e a crítica de sua segunda premissa a partir do problema das alternativas não concebidas
Descrição: uma das concepções filosóficas mais influentes acerca de nossa compreensão da ciência é a do chamado realismo científico, o qual se caracteriza sobretudo por apresentar razões para a justificação da garantia na crença da verdade de nossas teorias científicas bem sucedidas. Uma destas razões aparece na forma do célebre argumento da inferência da melhor explicação (doravante IBE): dado um conjunto de dados que precisa de explicação (premissa (a)), e dadas várias hipóteses que poderiam explicar o conjunto (premissa (b)), podemos acreditar na verdade da teoria que forneceu a melhor explicação para o conjunto (conclusão). IBE se apresenta como um importante argumento realista para justificar a aceitação de teorias por parte dos cientistas. Este projeto trata da segunda premissa do argumento..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2012
Inferência da melhor explicação: virtudes e problemas
Descrição: Um dos problemas centrais do debate realismo/anti-realismo é o problema da aceitação de teorias científicas: qual deve ser a atitude epistemológica de um cientista diante de uma teoria científica bem sucedida? De modo geral realistas argumentam que a aceitação de uma teoria bem sucedida instrumentalmente implica a crença na sua verdade; esta crença é fundamental, alegam os realistas, se queremos dar uma forma filosófica à concepção de senso comum de que a ciência expressa conhecimento. Já para anti-realistas o sucesso das teorias não nos autoriza a crer na verdade das teorias, devendo nos limitar a, por exemplo, acreditar em sua adequação empírica. A princípio o problema da aceitação é marcado por duas posições epistemológicas rivais. Entretanto, a discussão em torno da aceitação não necessariamente se restringe à epistemologia, podendo também receber um tratamento pragmático, o qual recomendaria, para a discussão acerca da aceitação de teorias, um exame mais detalhado de aspectos não-epistemológicos envolvidos nesta aceitação. Na perspectiva deste projeto, a inclusão de tais aspectos pragmáticos não significa um abandono de discussões epistemológicas a respeito da ciência, senão que apenas a inclusão da pragmática nestas discussões..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Marcos Rodrigues da Silva - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 6
2009 - 2011
EMPIRISMO NA FILOSOFIA DA CIÊNCIA: holismo e significado dos conceitos e enunciados científicos
Descrição: Um dos grandes problemas enfrentados por filosofias empiristas da ciência diz respeito à natureza semântica dos conceitos e enunciados presentes nas teorias científicas bem sucedidas. Pois, considerando que empiristas em geral não admitem que aquilo que é designado pelo conceito e pelo enunciado possa extrapolar os limites da experiência sensível; e considerando, em segundo lugar, que também em geral os conceitos e enunciados científicos extrapolam tal âmbito fenomenalista; segue-se que concepções empiristas de ciência se revelam defeituosas no que diz respeito à apreciação filosófica dos conceitos e enunciados científicos. Assim, ou empiristas devem se restringir a aceitar conceitos e enunciados que designem tão somente o que podemos observar (e com isso, na prática, abandonar de vez qualquer pretensão de compreender o conhecimento científico) ou deveriam então aceitar que os conceitos e os enunciados possam ser compreendidos como designações de ocorrências não diretamente experienciáveis, mas nem por isso menos reais ou significativos. Portanto tudo indica que o problema empirista da aceitação dos conceitos e enunciados científicos, na forma da disjunção acima, ou o conduz a não explicar adequadamente o conhecimento científico ou o conduz a deixar de ser um empirista. Diante deste problema, várias alternativas empiristas têm sido propostas ao longo da história do empirismo na filosofia da ciência: instrumentalismo; justificacionismo; naturalismo; construtivismo etc.E cada uma delas possui seus méritos e problemas internos peculiares. Uma outra alternativa é o holismo: concepção segundo a qual os conceitos e enunciados científicos não podem ser apreciados como uma unidade semântica básica; ao invés, deve ser compreendido o papel que este conceito ocupa na rede teórica a partir do qual é formulado e proposto. Esta alternativa holística se apresenta como um instrumento teórico importante para os empiristas pois, por meio dele, é possível deslocar a discussão do signi.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Marcos Rodrigues da Silva - Coordenador / Gelson Liston - Integrante.Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 1
2007 - 2013
Ontologia e semântica: abordagens empiristas contemporâneas para a compreensão do significado da ciência
Descrição: Este projeto nasce do envolvimento acadêmico de três professores do departamento de filosofia; este envolvimento ocorre na medida em que os temas trabalhados por estes professores em suas pesquisas, orientações, aulas etc convergem para um núcleo comum que aqui é denominado de ?ontologia e semântica?; por sua vez, este núcleo perpassa boa parte da história da filosofia da ciência, lógica e epistemologia no século XX (bem como ainda se faz presente atualmente). Assim sendo, pesquisas isoladas, cujos objetos de investigação são bastante específicos (exigência acadêmica indispensável para uma análise de qualquer assunto filosófico), podem no entanto convergir para problemas filosóficos mais amplos. Deste modo pretende-se que esta pesquisa reúna temas a princípio diversos que, no interior deste projeto, se entrelaçarão a partir de problemas comuns a todos investigadores. Espera-se igualmente que, a partir deste trabalho conjunto, sejam oferecidas à comunidade filosófica contribuições ? na forma de publicações e apresentações públicas ? que levem em conta tanto as especificidades dos problemas particulares investigados pelos pesquisadores quanto a articulação comum aqui desejada..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2004 - 2007
UM MOMENTO DA HISTÓRIA DA BIOLOGIA: O EXPERIMENTO DE AVERY E SUA INTERPRETAÇÃO FILOSÓFICA E HISTORIOGRÁFICA
Descrição: Neste projeto parte-se do pressuposto de que a história da ciência é um domínio conceitual associado, de forma inexorável, à filosofia da ciência; deste modo pretendemos orientar a investigação teórica acerca de um período da história da biologia a partir de parâmetros disponíveis na filosofia da ciência contemporânea. Em nosso caso, no estudo da importância do experimento de Avery para a construção do modelo da dupla-hélice, optaremos por concepções filosóficas que nos permitam compreender, de um ponto de vista historiográfico, os desdobramentos históricos de certas teorias, experimentos e discussões da comunidade científica da época. A discussão central do projeto - a estruturação historiográfica do experimento de Avery e sua importância para a construção do modelo da dupla-hélice - será conduzida tendo por base diversas contribuições - não-excludentes, obviamente - da filosofia da ciência da segunda metade do século passado; autores como Thomas Kuhn, Larry Laudan, Ronald Giere e Bas van Fraassen serão considerados referências filosóficas decisivas para o desdobramento conceitual da história que aqui se pretende explicar. Por outro lado pretende-se igualmente que esta explicação não seja tão-somente uma reconstrução conceitual; com efeito é um dos objetivos do projeto oferecer, ao aparato filosófico utilizado, um suporte histórico para a discussão historiográfico; neste sentido, buscaremos nas declarações dos cientistas envolvidos neste período o suporte histórico que valide a estrutura conceitual que pretendemos expor..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Marcos Rodrigues da Silva - Coordenador / Álvaro Lorencini Júnior - Integrante.
2003 - 2006
REDE PARANAENSE DE HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA
Descrição: O atual projeto destina-se a promover a estruturação institucional e teórica de uma Rede de Pesquisas em História e Filosofia da Ciência, no âmbito do Estado do Paraná e já obteve o seu reconhecimento mediante aprovação no mérito acadêmico e no financiamento dos recursos solicitados, no valor de R$ 40.000,00, junto à Fundação Araucária. Nesta primeira fase da sua implantação, a Rede será constituída por três núcleos localizados na UEL, UEM e UNIOESTE/Toledo, presentes no projeto aprovado pela Fundação, mais um novo núcleo localizado na UFPR. Seus objetivos distinguem-se em dois eixos, institucional e teórico. No eixo institucional, a Rede pretende consolidar e ampliar o escopo de diversas iniciativas isoladas de cooperação entre as instituições de pesquisa paranaenses. Suas atividades estarão concentradas em seminários de estudos, que serão realizados quinzenalmente em cada um dos núcleos e cujos temas de estudo serão a historiografia e a lógica da ciência. Além dos seminários de estudo, realizar-se-ão seminários mensais de pesquisa, nos quais os participantes apresentarão e discutirão suas pesquisas individuais. A cada semestre serão promovidas reuniões gerais de toda a Rede, com o objetivo de aprofundar os estudos e as discussões realizados durante o período. As atividades da Rede estarão também integradas ao Projeto Temático "Estudos de Filosofia e História da Ciência", sediado na USP e UNICAMP, com financiamento da FAPESP. Os seminários de estudo sobre a historiografia e a lógica da ciência estão também orientados para o cumprimento dos objetivos do eixo teórico da Rede. Diante da diversidade de problemas e objetos de estudo, é comum a fragmentação dos estudos históricos e filosóficos da ciência, direcionados muito mais ao esclarecimento intrínseco dos seus objetos e problemas particulares do que às condições da cientificidade em geral..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Marcos Rodrigues da Silva - Coordenador / Sérgio de Melo Arruda - Integrante / Eduardo Salles de Oliveira Barra - Integrante / Álvaro Lorencini Júnior - Integrante / Sônia Maria L Cyrino - Integrante / Irineá de Lourdes Batista - Integrante / Gelson Liston - Integrante / Carlos Eduardo Laburú - Integrante.Financiador(es): Governo do Estado do Paraná - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 1


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Epistemologia/Especialidade: Filosofia da Ciência.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: História da Filosofia/Especialidade: Empirismo.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Fundamentos da Educação/Especialidade: Filosofia da Educação.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História das Ciências/Especialidade: História da Biologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA2017SILVA, MARCOS RODRIGUES DA. Paul Thagard e a inferência da melhor explicação.. COGNITIO (PUCSP), v. 18, p. 125-134, 2017.

2.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA2017SILVA, MARCOS RODRIGUES DA; MINIKOSI, D. D. . A analogia darwiniana entre seleção artificial e natural e sua dimensão social. Filosofia e História da Biologia (Online), v. 12, p. 289-307, 2017.

3.
RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2017RODRIGUES DA SILVA, MARCOS; DOMINGAS MINIKOSKI, DEBORA . A FILOSOFIA DA CIÊNCIA E O CONCEITO DE CONHECIMENTO ANTERIOR. PROBLEMATA: REVISTA INTERNACIONAL DE FILOSOFIA, v. 8, p. 54-68, 2017.

4.
ORTIZ, E.2016ORTIZ, E. ; SILVA, MARCOS RODRIGUES DA . O USO DE ABORDAGENS DA HISTÓRIA DA CIÊNCIA NO ENSINO DE BIOLOGIA: UMA PROPOSTA PARA TRABALHAR A PARTICIPAÇÃO DA CIENTISTA ROSALIND FRANKLIN NA CONSTRUÇÃO DO MODELO DA DUPLA HÉLICE DO DNA. Investigações em Ensino de Ciências (Online), v. 21, p. 106-123, 2016.

5.
ORTIZ, E.2016ORTIZ, E. ; ARRUDA, S. M. ; PASSOS, M. M. ; SILVA, MARCOS RODRIGUES DA . Os Focos da Aprendizagem para a Pesquisa e a escolha pela Pós- Graduação em Ensino de Ciências e Matemática.. ENSINO & PESQUISA - Revista Multidisciplinar de Licenciatura e Formação Docente, v. 14, p. 55-70, 2016.

6.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA2016SILVA, MARCOS RODRIGUES DA; MINIKOSI, D. D. . Van fraassen e a inferência da melhor explicação. Problemata, v. 7, p. 234-259, 2016.

7.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA2015SILVA, MARCOS RODRIGUES DA; Mattos, Aline . Ignaz Semmelweis e a febre puerperal : algumas razões para a não aceitação de sua hipótese. Filosofia e História da Biologia, v. 10, p. 85-98, 2015.

8.
Ballestero, Henrique2015Ballestero, Henrique ; ARRUDA, Sérgio de Mello ; PASSOS, M. M. ; SILVA, MARCOS RODRIGUES DA . O APRENDIZADO DA SINTAXE DA LINGUAGEM FÍSICA. Investigações em Ensino de Ciências (Online), v. 20, p. 1-20, 2015.

9.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA2015SILVA, MARCOS RODRIGUES DA; CASTILHO, D. C. . Inferências eliminativas e o problema das alternativas não concebidas. Filosofia Unisinos, v. 16, p. 241-255, 2015.

10.
ORTIZ, E.2015ORTIZ, E. ; PASSOS, M. M. ; SILVA, MARCOS RODRIGUES DA . INVESTIGANDO O QUE ESTUDANTES DO CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS PENSAM A RESPEITO DA HISTÓRIA DA CIÊNCIA.. Revista Contexto & Educação, v. 30, p. 117-137, 2015.

11.
RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2014RODRIGUES DA SILVA, MARCOS. O anti-abstracionismo de Berkeley como um problema para a distinção observável/inobservável. Problemata, v. 5, p. 149-159, 2014.

12.
RAMOS, F. P.2014RAMOS, F. P. ; SILVA, Marcos Rodrigues da ; ARRUDA, Sérgio de Mello ; PASSOS, M. M. . Evidências no discurso acadêmico sobre o projeto genoma humano: entre o discurso epistemológico e a apropriação de uma abordagem social. REEC. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, v. 13, p. 373-394, 2014.

13.
RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2014RODRIGUES DA SILVA, MARCOS. ALEXANDER BIRD E A INFERÊNCIA DA ÚNICA EXPLICAÇÃO. Cognitio (PUCSP), v. 15, p. 359-374, 2014.

14.
ARRUDA, S. M.2013ARRUDA, S. M. ; RAMOS, F. P. ; PASSOS, M. M. ; SILVA, Marcos Rodrigues da . Contexto Pós-Genômico e as Perspectivas de Alunos que Ingressam na Graduação em Ciências Biológicas. Ensino, Saúde e Ambiente, v. 6, p. 1-20, 2013.

15.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2013SILVA, Marcos Rodrigues da. Ensino de ciências: realismo, antirrealismo e a construção do conceito de oxigênio. História, Ciências, Saúde-Manguinhos (Impresso), v. 20, p. 481-497, 2013.

16.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2013SILVA, Marcos Rodrigues da; PASSOS, M. M. ; ARRUDA, Sérgio de Mello ; VILAS BOAS, A. . HISTÓRIA DA CIÊNCIA E NATUREZA DA CIÊN-CIA: DEBATES E CONSENSOS. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 30, p. 287-322, 2013.

17.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA2013SILVA, MARCOS RODRIGUES DA; PASSOS, MARINEZ MENEGHELLO ; BOAS, ANDERSON VILAS . A história da dupla hélice do DNA nos livros didáticos: suas potencialidades e uma proposta de diálogo. Ciência & Educação, v. 19, p. 599-616, 2013.

18.
BARBOSA, L. N. S. C.2013BARBOSA, L. N. S. C. ; SILVA, Marcos Rodrigues da . A participação da história no ensino de matemática: pontos de vista historiográfico e pedagógico. Zetetiké (on line), v. 21, p. 103-120, 2013.

19.
ANDRADE, E. C.2013ANDRADE, E. C. ; ARRUDA, S. M. ; PASSOS, M. M. ; SILVA, Marcos Rodrigues da . A Proposição 1 de Euclides: sob o olhar de alunos do Ensino Médio. Perspectivas da Educação Matemática, v. 6, p. 113-129, 2013.

20.
ZAMBERLAN, E. S. J.2012ZAMBERLAN, E. S. J. ; SILVA, Marcos Rodrigues da . O Ensino de Evolução Biológica e sua Abordagem em Livros Didáticos. Educação e Realidade, v. 37, p. 187-212, 2012.

21.
RAMOS, F. P.2012RAMOS, F. P. ; PASSOS, M. M. ; ARRUDA, Sérgio de Mello ; SILVA, Marcos Rodrigues da . Os acontecimentos pós-genômicos: formações discursivas em ambientes informais. REEC. Revista Electrónica de Enseñanza de las Ciencias, v. 11, p. 406-430, 2012.

22.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2011SILVA, Marcos Rodrigues da. O Problema da Aceitação de Teorias e o Argumento da Inferência da Melhor Explicação. Cognitio (PUCSP), v. 12, p. 273-282, 2011.

23.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2011SILVA, Marcos Rodrigues da; Paulino, L. R. P . Skinner e uma crítica a Freud: apresentação e considerações. Natureza Humana (Online), v. 13, p. 144-155, 2011.

24.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2010 SILVA, Marcos Rodrigues da. As controvérsias a respeito da participação de Rosalind Franklin na construção do modelo da dupla hélice. Scientiae Studia (USP), v. 8, p. 69-92, 2010.

25.
ROSA, S. R. G.2010ROSA, S. R. G. ; SILVA, Marcos Rodrigues da . A HISTÓRIA DA CIÊNCIA NOS LIVROS DIDÁTICOS DE BIOLOGIA DO ENSINO MÉDIO: UMA ANÁLISE DO CONTEÚDO SOBRE O EPISÓDIO DA TRANSFORMAÇÃO BACTERIANA. Alexandria (UFSC), v. 3, p. 59-78, 2010.

26.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2010SILVA, Marcos Rodrigues da. Um passeio pelas principais correntes da filosofia da ciência. ComCiência (UNICAMP), v. 120, p. 1-5, 2010.

27.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2010SILVA, Marcos Rodrigues da. Inferência da melhor explicação: Peter Lipton e o debate realismo/anti-realismo. Princípios (UFRN. Impresso), v. 17, p. 303-312, 2010.

28.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2010 SILVA, Marcos Rodrigues da. Maurice Wilkins e a polêmica acerca da participação de Rosalind Franklin na construção do modelo da dupla hélice do DNA. Filosofia e História da Biologia, v. 5, p. 369-384, 2010.

29.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2010SILVA, Marcos Rodrigues da. Ontologia e Ciência: holismo em Quine e a distinção Observável/Inobservável. Boletim - Centro de Letras e Ciências Humanas (UEL), v. 58, p. 143-160, 2010.

30.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2009SILVA, Marcos Rodrigues da; ZAMBERLAN, E. S. J. . O EVOLUCIONISMO COMO PRINCÍPIO ORGANIZADOR DA BIOLOGIA. Temas & Matizes (Impresso), v. 15, p. 27-41, 2009.

31.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2007SILVA, Marcos Rodrigues da. Uma das trajetórias da pergunta. Boletim. Centro de Letras e Ciências Humanas (UEL), v. 52, p. 71-102, 2007.

32.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2007SILVA, Marcos Rodrigues da. John Locke e o Realismo Científico. Princípios ((UFRN), v. 14, p. 55-65, 2007.

33.
ROSA, S. R. G.2007ROSA, S. R. G. ; SILVA, Marcos Rodrigues da . A inserção da História da Ciência no Ensino de Ciências. Maquinações (UEL), v. 1, p. 60-61, 2007.

34.
GIRO, M.2007GIRO, M. ; SILVA, Marcos Rodrigues da . Paul Thagard e a revolução química de Lavoisier. Princípios ((UFRN), v. 14, p. 261-263, 2007.

35.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2006SILVA, Marcos Rodrigues da. Hume e o Argumento do Desígnio. Kriterion, Belo Horizonte, v. 113, p. 115-130, 2006.

36.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2006 SILVA, Marcos Rodrigues da. Instrumentalismo e Explicação Científica no De Motu de Berkeley. Scientiae Studia (USP), São Paulo, v. 4, n.1, p. 101-114, 2006.

37.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2006SILVA, Marcos Rodrigues da. Realismo e anti-realismo na construção do modelo da dupla-hélice. Especiaria (UESC), v. 9, p. 411-429, 2006.

38.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2005SILVA, Marcos Rodrigues da. Van Fraassen e a Caracterização do Empirismo. Episteme (Porto Alegre), Porto Alegre, v. 22, p. 101-114, 2005.

39.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2005SILVA, Marcos Rodrigues da. A relação entre empirismo e instrumentalismo em Berkeley. Temas & Matizes, v. 4, p. 31-38, 2005.

40.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2004SILVA, Marcos Rodrigues da. O problema de uma teoria do significado em Hume. Síntese (Belo Horizonte), Belo Horizonte, v. 31, n.101, p. 389-404, 2004.

41.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2003SILVA, Marcos Rodrigues da. O Instrumentalismo de George Berkeley. Ideação (UEFS), Feira de Santana / Bahia, v. 11, p. 49-70, 2003.

42.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2001SILVA, Marcos Rodrigues da; LUZ, Alexandre Meyer . Conhecimento e Construção Social: em defesa de uma abordagem conservadora para a epistemologia e a educação. Contrapontos (UNIVALI), Santa Catarina, n.3, p. 71-94, 2001.

43.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2001SILVA, Marcos Rodrigues da; ARRUDA, Sérgio de Melo ; LABURU, Carlos Eduardo . Laboratório Didático de Física a partir de uma Perspectiva Kuhniana. Investigações em Ensino de Ciências (UFRGS), Rio Grande do Sul, v. 6, n.1, 2001.

44.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2000SILVA, Marcos Rodrigues da; LABURU, Carlos Eduardo . Do relativismo no ensino de Física ao Objetivismo na Física. Investigações em Ensino de Ciências (UFRGS), Rio Grande do Sul, v. 5, n.2, 2000.

45.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2000SILVA, Marcos Rodrigues da. A trajetória do problema da causalidade no empirismo inglês. Crítica (UEL), Paraná, v. 5, n.20, 2000.

46.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS1999SILVA, Marcos Rodrigues da. A Crítica e o Progresso na Ciência: O debate Popper-Kuhn. Crítica (UEL), Paraná, v. 5, n.17, p. 5-52, 1999.

47.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS1998SILVA, Marcos Rodrigues da. Michael Matthews: os compromissos epistemológicos e ontológicos do construtivismo. Educação e Realidade, Rio Grande do Sul, v. 23, n.2, p. 83-93, 1998.

48.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS1998SILVA, Marcos Rodrigues da. Realismo e Anti-Realismo na Ciência: aspectos introdutórios de uma discussão sobre a natureza das teorias. Ciência e Educação (UNESP), São Paulo, v. 5, n.1, p. 7-13, 1998.

49.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS1998SILVA, Marcos Rodrigues da. O direito de resistência em John Locke. Revista de Filosofia e Ciências Humanas, Rio Grande do Sul, v. 14, n.1, p. 45-56, 1998.

50.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS1998SILVA, Marcos Rodrigues da. Michael Matthews, Science Teaching - Resenha. Crítica (UEL), Londrina, v. 3, n.11, p. 365-368, 1998.

51.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS1997SILVA, Marcos Rodrigues da. Os Pressupostos Metafísicos da Metaciência Popperiana e suas Implicações ao Problema do Progresso do Conhecimento. Crítica (UEL), Paraná, v. 2, n.6, p. 183-212, 1997.

52.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS1997SILVA, Marcos Rodrigues da. Metafísica e Método em Karl Popper. Boletim. Centro de Letras e Ciências Humanas (UEL), Paraná, v. 32, p. 75-95, 1997.

53.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS1996SILVA, Marcos Rodrigues da. Critério de Demarcação x Critério de Fundamentação: as criticas de Apel ao falibilismo popperiano. Crítica (UEL), Londrina, v. 1, n.2, p. 209-214, 1996.

Capítulos de livros publicados
1.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA. Rosalin Franklin y el ADN: controversias historiográficas. In: Pablo Melogno. (Org.). Ciencia, Matemática y Experiencia. 1ed.Montevideu: índice, 2015, v. 1, p. 171-183.

2.
SILVA, Marcos Rodrigues da. A noção de perito em Thomas Kuhn e sua utilidade para a resolução de uma disputa científica. In: Mauro Condé; Marcelo Penna-Forte. (Org.). Thomas Kuhn: A Estrutura das Revoluções Científicas [50 anos]. 1ed.Belo Horizonte: Fino Traço, 2013, v. 1, p. 87-99.

3.
SILVA, Marcos Rodrigues da. O Realismo científico e a exigência da existência de entidades inobserváveis. In: Marcelo Carbone Carneiro. (Org.). História e Filosofia das Ciências e o Ensino de Ciências. 1ed.São Paulo: Cultura Acadêmica, 2011, v. 1, p. 55-73.

4.
BATISTA, Irineá de Lourdes ; SILVA, Marcos Rodrigues da . O desenvolvimento científico e as tradições de pesquisa de Larry Laudan. In: Rosana Salvi e Eduardo Marandola Jr. (Org.). Geografia e interfaces de conhecimento debates contemporâneos sobre ciência, cultura e ambiente. 1ed.Londrina: Eduel, 2011, v. 1, p. 1-368.

5.
SILVA, Marcos Rodrigues da. O ENSINO DE CIÊNCIAS E O DEBATE REALISMO/EMPIRISMO. In: Irinéa de Lourdes Batista; Rosana Figueiredo Salvi. (Org.). Pós-graduação em ensino de ciências e educação matemática: perfil de pesquisas. 1ed.Londrina: Eduel, 2009, v. 1, p. 111-124.

6.
SILVA, Marcos Rodrigues da. História e Filosofia da Ciência: alguns problemas de sua relação com o ensino de ciências. In: Sardi, S. ; Souza, D. ; Carbonara, V.. (Org.). Filosofia e Sociedade: Perspectivas para o Ensino de Filosofia. 1ed.Ijuí: Unijuí, 2007, v. 11, p. 327-340.

7.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Rosalind Franklin e seu papel na construção do modelo da dupla-hélice do DNA. In: MARTINS, Lilian Al-Chueyr Pereira; PRESTES, Maria Elice Brzezinski; STEFANO, Waldir; MARTINS, Roberto de Andrade. (Org.). Filosofia e história da biologia 2. 1ed.São Paulo: Fundo Mackenzie de Pesquisa (MackPesquisa), 2007, v. 1, p. 297-310.

8.
SILVA, Marcos Rodrigues da. A fIosofia da ciência e sua contribuição para o ensino de ciências. In: Celso Cândido; Vanderlei Carbonara. (Org.). Filosofia e Ensino: um diálogo transdiciplinar. Ijuí: Unijuí, 2004, v. 1, p. 437-456.

9.
SILVA, Marcos Rodrigues da. John Stuart Mill e a Sociedade Aberta. In: Gilvan Hansen; Elve Cenci. (Org.). Racionalidade, Modernidade e Universidade. Londrina: Eduel/Cefil, 2000, v. , p. 281-291.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Os limites do liberalismo. Jornal de Londrina, Paraná, , v. 4163, p. 2 - 2, 02 jan. 2002.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
ORTIZ, E. ; SILVA, MARCOS RODRIGUES DA . O uso de pseudo-histórias no Ensino de Ciências: o caso da participação da Rosalind Franklin na construção do modelo helicoidal do DNA. In: X Encontro Nacional de Pesquisa em Educação em Ciências ? X ENPEC, 2015, águas de Lindóia. Anais do X Enpec. águas de Lindóia: ENPEC, 2015. v. 1. p. 1-8.

2.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA. Ensino de Ciências e História da Ciência. In: IV SINECT, 2014, Ponta Grossa. Anais do IV Sinect. Ponta Grossa: Sinect, 2014. v. 1. p. 1-10.

3.
ORTIZ, E. ; SILVA, MARCOS RODRIGUES DA . A HISTÓRIA DA CIÊNCIA E A CONTEXTUALIZAÇÃO DE EPISÓDIOS HISTÓRICOS: UMA PROPOSTA DIDÁTICA PARA O ENSINO DE BIOLOGIA. In: IV SINECT, 2014, Ponta Grossa. Anais do IV Sinect. Ponta Grossa: Sinect, 2014. v. 1. p. 1-10.

4.
MATOS, A. M. ; SILVA, MARCOS RODRIGUES DA . SEMMELWEIS E A FEBRE PUERPERAL: IMPLICAÇÕES ACERCA DA NATUREZA DA CIÊNCIA. In: IV SINECT, 2014, Ponta Grossa. Anais do IV Sinect. Ponta Grossa: Sinect, 2014. v. 1. p. 1-10.

5.
LOIOLA, V. ; SILVA, MARCOS RODRIGUES DA . UMA ANÁLISE DOS LIVROS DIDÁTICOS DE BIOLOGIA DO PNLD/2012: O EPISÓDIO DA DUPLA HÉLICE DO DNA E O CONCEITO DE NATUREZA DA CIÊNCIA NO ENSINO DE CIÊNCIAS. In: IV SINECT, 2014, Ponta Grossa. Anais do IV Sinect. Ponta Grossa: Sinect, 2014. v. 1. p. 1-12.

6.
SILVA, Marcos Rodrigues da; oliveira, V. . AS DIFICULDADES DA CONTEXTUALIZAÇÃO HISTÓRICA NO ENSINO DE BIOLOGIA. In: V Erebio Sul, 2013, Santo ângelo. Anais do V Erebio. Santo Angelo: Erebio, 2013. v. 1. p. 1-10.

7.
SILVA, Marcos Rodrigues da; FIORIN, F. G. ; LOIOLA, V. ; MEDEIROS, A. A. . HISTÓRIA DA BIOLOGIA E ENSINO DE BIOLOGIA. In: V Erebio, 2011, Londrina. Anais do Erebio, 2011. v. 1. p. 1-1.

8.
FIORIN, F. G. ; LOIOLA, V. ; SILVA, Marcos Rodrigues da . A HISTORIOGRAFIA DOS EXPERIMENTOS DE MENDEL E SEUS PROBLEMAS PARA O ENSINO. In: V Erebio, 2011, Londrina. Anais do Erebio, 2011. v. 1. p. 1-1.

9.
BARBOSA, L. N. S. C. ; SILVA, Marcos Rodrigues da . A presença da história em livros didáticos de geometria não euclidianas: uma reflexão histórico-filosófica. In: XIV EBRAPEM, 2010, Campo Grande. Anais do Ebrapem. Campo Grande: Ebrapem, 2010. v. 1. p. 1-17.

10.
ANDRADE, E. C. ; PASSOS, M. M. ; SILVA, Marcos Rodrigues da . O Modo Demonstrativo no Ensino de Geometria e sua Aceitabilidade pelos Alunos. In: XIV EBRAPEM, 2010, Campo Grande. Anais do Ebrapem. Campo Grande: EBRAPEM, 2010. v. 1. p. 1-17.

11.
ZAMBERLAN, E. S. J. ; SILVA, Marcos Rodrigues da . A EVOLUÇÃO COMO IDÉIA REGULADORA DA BIOLOGIA E SUA APREENSÃO EM LIVROS DIDÁTICOS DE BIOLOGIA. In: II Sinect, 2010, Ponta Grossa. II SINECT. Ponta Grossa: Sinect, 2010. v. 1. p. 1-17.

12.
ROSA, S. R. G. ; SILVA, Marcos Rodrigues da . A HISTÓRIA DA CIÊNCIA NOS LIVROS DIDÁTICOS DE BIOLOGIA DO ENSINO MÉDIO. In: II Sinect, 2010, Ponta Grossa. II SINECT. Ponta Grossa: Sinect, 2010. v. 1. p. 1-15.

13.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Rosalind Franklin e a dupla hélice do DNA: uma discussão de seus procedimentos inferenciais. In: I Encontro Nacional de Pesquisadores em História das Ciências (ENAPEHC), 2010, Belo Horiozonte. Anais do I Encontro Nacional de Pesquisadores em História das Ciências (ENAPEHC. Belo Horizonte: Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da UFMG, 2010. v. 1. p. 353-362.

14.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Realismo e Anti-realismo no Ensino de Ciências: Controvérsias sobre o significado do conceito de oxigênio. In: 28° Encontro de Debates sobre o Ensino de Química, 2008, Canoas. Anais do 28° Encontro de Debates sobre o Ensino de Química, 2008. v. 1.

15.
SILVA, Marcos Rodrigues da. realismo e anti-realismo na construção do modelo da dupla-hélice. In: 10º seminário nacional de de história da ciência e da tecnologia, 2005, belo horizonte. 10º seminário nacional de de história da ciência e da tecnologia. são paulo: sbhc, 2005.

16.
SILVA, Marcos Rodrigues da; HENNING, Frederico . A genética e os conflitos da era pós-genômica. In: 10º seminário nacional de de história da ciência e da tecnologia, 2005, Belo Horizonte. Anais do 10º seminário nacional de de história da ciência e da tecnologia. São Paulo: Sociedade Brasileira de História da Ciência, 2005.

17.
SILVA, Marcos Rodrigues da. O PROBLEMA DO CRITÉRIO NA INSERÇÃO DA HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA NO ENSINO DE CIÊNCIAS: UM CASO DA HISTÓRIA DA BIOLOGIA. In: XII SSBEC - Simpósio Sulbrasileiro de Ensino de ciências, 2004, Canoas - RS. XII SSBEC - Simpósio Sulbrasileiro de Ensino de ciências. Canoas - RS: ULBRA, 2004.

18.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Construindo a dupla-hélice/Construindo o conhecimento da dupla-hélice: a filosofia e o ensino de ciências. In: XII Endipe, 2004, Curitiba. Endipe, 2004.

19.
SILVA, Marcos Rodrigues da. van Fraassen: empirismo e experiência. In: II ENCONTRO DA REDE PARANAENSE DE PESQUISA EM HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA, 2004, Toledo. Anais do II ENCONTRO DA REDE PARANAENSE DE PESQUISA EM HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA, 2004.

20.
SILVA, Marcos Rodrigues da. A Revolução Química de Lavoisier e o Problema da Linguagem. In: II Encontro Internacional Linguagem, Cultura e Cognição, 2003, Belo Horizonte. Anais do II Encontro Internacional Linguagem, Cultura e Cognição, 2003.

21.
SILVA, Marcos Rodrigues da. O experimento de Avery e sua importância para o modelo do dna. In: I ENCONTRO DA REDE PARANAENSE DE PESQUISA EM HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA, 2003, Londrina. I ENCONTRO DA REDE PARANAENSE DE PESQUISA EM HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA, 2003.

22.
ARRUDA, Sérgio de Melo ; BATISTA, Irineá de Lourdes ; SILVA, Marcos Rodrigues da . Revisitando os mapas conceituais: Laudan e a aprendizagem significativa. In: IV INTERNATIONAL MEETING ON MEANINGFUL LEARNING, 2003, Maragogi. Anais do IV INTERNATIONAL MEETING ON MEANINGFUL LEARNING. Maragogi: INTERNATIONAL MEETING ON MEANINGFUL LEARNING, 2003. v. 1. p. 1-14.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA; Mattos, Aline . Semmelweis e a Febre do Pós-parto. In: Encontro de História e Filosofia da Biologia 2014, 2014, Riberirão Preto. Encontro de história e filosofia da biologia 2014: caderno de resumos. São Paulo: Abfhib, 2014. v. 1. p. 157-160.

2.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Inferência da melhor explicação e a noção de identidade de problemas científicos: o caso do adaptacionismo em Darwin. In: Encontro de História e Filosofia da Biologia 2013, 2013, Florianópolis. Cadero de Resumos do Encontro de História e Filosofia da Biologia 2013. São Paulo: Abfhib, 2013. v. 1. p. 180-182.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
ORTIZ, E. ; PASSOS, M. M. ; SILVA, MARCOS RODRIGUES DA . A história da ciência na percepção de estudantes do curso de ciências biológicas. In: 2º Congresso Internacional de Educação em Ciências, 2014, Foz do Iguaçu. Anais do 2º Congresso Internacional de Educação em Ciências, 2014. v. 1. p. 224-225.

2.
SILVA, Marcos Rodrigues da. ROSALIND FRANKLIN AND THE DNA DOUBLE HELIX: HISTORIOGRAPHICAL ACCOUNTS. In: ISHPSSB 2013, 2013, Montpellier. Book of Abstracts, 2013. v. 1. p. 165-165.

3.
SILVA, Marcos Rodrigues da. O problema das alternativas teóricas: contribuições da historiografia da ciência. In: I Congresso de la Sociedad Filosófica del Uruguay, 2012, Montevideu. Anais do I Congresso de la Sociedad Filosófica del Uruguay. Montevideu: Sociedad Filosófica del Uruguay, 2012. v. 1. p. 194-194.

4.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Pasteur e a polêmica sobre a geração espontânea: a noção de problemas conceituais como uma contribuição para a historiografia. In: Encontro de História e Filosofia da Biologia, 2012, Ribeirão Preto. Caderno de resumos do Encontro de História e Filosofia da Biologia. São Paulo: Abfhib, 2012. v. 1. p. 46-46.

5.
SILVA, Marcos Rodrigues da. AS DISPUTAS CIENTÍFICAS E SUA IDEALIZAÇÃO HISTORIOGRÁFICA: O CASO DA CONSTRUÇÃO DO MODELO DA DUPLA HÉLICE DO DNA. In: II ENAPEHC, 2011, Salvador. Anais od Enapehc. Salvador: Enapehc, 2011. v. 1. p. 1-1.

6.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Rosalind Franklin e a construção do modelo da dupla hélice do DNA: a distinção entre crença e comprometimento profissional. In: AFHIC - VII Encontro de Filosofia e História da Ciência no Cone Sul, 2010, Canela - RS. Programa e Caderno de Resumos do VII Encontro de Filosofia e História da Ciência no Cone Sul. Porto Alegre: AFHIC, 2010. v. 1. p. 88-89.

7.
Paulino, L. R. P ; SILVA, Marcos Rodrigues da . Uma contribuição de Schlick para a discussão do Realismo no Behaviorismo Radical. In: I Congresso de Psicologia e Análise do Comportamento, 2010, Londrina. Anais do I Congresso de Psicologia e Análise do Comportamento. Londrina: Organização do Evento, 2010. v. 1. p. 1-2.

8.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Inferência da Melhor Explicação: o problema da descrição da evidência a ser explicada. In: I Congresso Inernacional de Filosofia Analítica, 2010, Sçao Leopoldo. Anais do I Congresso Inernacional de Filosofia Analítica. São Leopoldo: SBFA, 2010. v. 1. p. 1-1.

9.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Maurice Wilkins e a polêmica acerca da participação de Rosalind Franklin na construção do modelo da dupla hélice do DNA. In: Encontro de Filosofia e História da Biologia 2010, 2010, São Paulo. Cadernos de Resumos do Encontro de Filosofia e História da Biologia 2010. São Paulo: Abfhib, 2010. v. 1. p. 37-38.

10.
SILVA, Marcos Rodrigues da. O MODELO DA DUPLA-HÉLICE DO DNA E SUAS CONTROVÉRSIAS HISTORIOGRÁFICAS: O CASO DE ROSALIND FRANKLIN. In: III Congreso Iberoamericano de Filosofía de la Ciencia y de la Tecnología, 2010, Buenos Aires. Libro de Abstracts y Resúmenes. Buenos Aires: EDUNTREF, 2010. v. 1. p. 1-1.

11.
SILVA, Marcos Rodrigues da; BARBOSA, L. N. S. C. . A Presença da História em Livros Didáticos de Geometrias Não Euclidianas: uma reflexão histórico-filosófica. In: XIV EBRAPEM, 2010, Campo Grande. RESUMOS DO EMBRAPEM. Campo Grande: EMBRAPEM, 2010. v. 1. p. 79-79.

12.
ANDRADE, E. C. ; PASSOS, M. M. ; SILVA, Marcos Rodrigues da . O Modo Demonstrativo no Ensino de Geometria e sua Aceitabilidade pelos Alunos. In: XIV EBRAPEM, 2010, Campo Grande. Anais do Ebrapem. Campo Grande: Ebrapem, 2010. v. 1. p. 134-135.

13.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Rosalind Franklin e a dupla hélice do DNA: uma discussão de seus procedimentos inferenciais. In: I Encontro Nacional de Pesquisadores em História das Ciências, 2010, Belo Horizonte. Caderno de Resumos do I Encontro Nacional de Pesquisadores em História das Ciências. Belo Horizonte: Enapech, 2010. v. 1. p. 46-46.

14.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Rosalind Franklin e a dupla hélice do DNA: uma discussão de seus procedimentos inferenciais. In: Encontro de História e Filosofia da Biologia, 2009, São Paulo. Encontro de História e Filosofia da Biologia. São Paulo: Abfhib, 2009. v. 1. p. 25-26.

15.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Rosalind Franklin e a construção do modelo da dupla-hélice. In: V Encontro de Filosofia e História da Biologia, 2007, São Paulo. V Encontro de Filosofia e História da Biologia. São Paulo: Universidade Presbiteriana Mackenzie, 2007. v. 1. p. 30-31.

16.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Hume e a Limitação do Argumento do Desígnio: uma Discussão Axiológica. In: II Congresso Brasileiro de Filosofia da Religião, 2007, Belo Horizonte. Anais do II Congresso Brasileiro de Filosofia da Religião, 2007.

17.
SILVA, Marcos Rodrigues da. O empirismo construtivo e a pragmática na aceitação das teorias científicas. In: V Simpósio Internacional Principia, 2007, Florianópolis. V Simpósio Internacional Principia - Resumos. Florianópolis: NEL / UFSC, 2007. v. 1. p. 111-112.

18.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Um aspecto do instrumentalismo de berkeley: o movimento dos termos teóricos para as teorias. In: XII ANPOF, 2006, Salvador. Atas do XII ANPOF. Campinas: ANPOF, 2006. v. 1. p. 378-378.

19.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Linguagem e instrumentalismo na filosofia da ciência de George Berkeley. In: Congresso Internacional Linguagem e Interação, 2005, São Leopoldo. Congresso Internacional Linguagem e Interação, 2005.

20.
SILVA, Marcos Rodrigues da. realismo e anti-realismo na construção do modelo da dupla-hélice. In: 10º seminário nacional de de história da ciência e da tecnologia, 2005, belo horizonte. caderno de resumos do 10º seminário nacional de de história da ciência e da tecnologia. são paulo: sociedade brasileira de história da ciência, 2005. p. 92-92.

21.
SILVA, Marcos Rodrigues da. leis naturais e conhecimento científico no instrumentalismo de george berkeley. In: VII Congresso Sul-Americano de Filosofia, 2005, curitiba. caderno de resumos do VII Congresso Sul-Americano de Filosofia. curitiba: puc - pr, 2005. p. 80-80.

22.
SILVA, Marcos Rodrigues da. desígnio, explicação e ordem natural em hume. In: I Congresso brasileiro de filosofia da religião, 2005, brasília. Anais do ... Congresso Brasileiro de Filosofia da Religião. Brasília: UNB, 2005.

23.
SILVA, Marcos Rodrigues da; HENNING, Frederico . a genética e os conflitos da era pós-genômica. In: 10º seminário nacional de de história da ciência e da tecnologia, 2005, belo horizonte. caderno de resumos do 10º seminário nacional de de história da ciência e da tecnologia. são paulo: sociedade brasileira de hisória da ciência, 2005. p. 28-29.

24.
SILVA, Marcos Rodrigues da. O experimento de Avery e a Função das Teorias. In: VI CONGRESO LATINOAMERICANO DE HISTORIA DE LAS CIENCIAS Y LA TECNOLOGÍA, 2004, Buenos Aires. RESÚMENES - VI CONGRESO LATINOAMERICANO DE HISTORIA DE LAS CIENCIAS Y LA TECNOLOGÍA, 2004. p. 60.

25.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Empirismo Construtivo: Bas van Fraassen e o Conceito de Experiência. In: II ENCONTRO DA REDE PARANAENSE DE PESQUISA EM HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA, 2004, Toledo. Programa e Resumos do II ENCONTRO DA REDE PARANAENSE DE PESQUISA EM HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA, 2004. p. 6-6.

26.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Descoberta e Construção: um estudo de caso sobre alguns aspectos do modelo da dupla-hélice. In: II Encontro de Filosofia e História da Biologia, 2004, São Paulo. Resumo do II Encontro de Filosofia e História da Biologia, 2004. v. 1.

27.
SILVA, Marcos Rodrigues da. instrumentalismo e teoria da explicação na filosofia da ciência de berkeley. In: XI encontro nacional de filosofia da anpof, 2004, salvador. livro de atas do XI encontro nacional de filosofia da anpof. campinas: anpof, 2004. p. 313-313.

28.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Ontologia e Pragmática: a contribuição de George Berkeley ao empirismo contemporâneo. In: VIII Simpósio de Filosofia Moderna e Contemporânea, 2003, Toledo. Anais do VIII Simpósio de Filosofia Moderna e Contemporânea da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE). Toledo: Imagem, 2003. p. 96-97.

29.
SILVA, Marcos Rodrigues da. O Experimento de Avery e sua Importância para o Modelo do DNA. In: I ENCONTRO DA REDE PARANAENSE DE PESQUISA EM HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA, 2003, Londrina. Caderno de Resumos do I ENCONTRO DA REDE PARANAENSE DE PESQUISA EM HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA, 2003. p. 1-12.

30.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Berkeley e a Explicação Científica. In: III Encontro de Filosofia e História da Ciência do Cone Sul, 2002, Águas de Lindóia. Livro de Resumos. Campinas: Universidade Estadual de Campinas, 2002. p. 113-113.

31.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Realismo e Anti-realismo no empirismo construtivo: a crítica de Churchland a van Fraassen. In: IX Encontro Nacional de Filosofia - ANPOF, 2000, Poços de Caldas. ATAS do IX Encontro Nacional de Filosofia. Campinas: Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia, 2000. p. 84-85.

32.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Naturalismo e Normativismo na perspectiva conexionista de Paul Churchland. In: Primeiro Simpósio Internacional Principia, 1999, Florianópolis. Resumos Primeiro Simpósio Internacional Principia. Florianópolis: Universidade Federal de Santa Catarina, 1999. p. 12-13.

33.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Van Fraassen e a Crítica ao Realismo Científico. In: III Simpósio de Filosofia da Unioeste, 1998, Toledo. Anais do III Simpósio de Filosofia da Unioeste. Toledo: Edunioeste, 1998. p. 66-68.

34.
SILVA, Marcos Rodrigues da. O abandono da crítica e o progresso na ciência: considerações sobre a metaciência de Thomas Kuhn. In: X Colóquio CLE - UNICAMP, 1997, Campos do Jordão. Universalidade, Racionalidade e Progresso na Ciência. Campinas: Centro de Lógica, Epistemologia e História da Ciência, 1997. p. 65-67.

35.
SILVA, Marcos Rodrigues da. O abandono da crítica e o progresso na ciência: considerações sobre a metaciência de Thomas Kuhn. In: IV Encontro de Filosofia Analítica - UFSC, 1997, Florianópolis. Resumo das Apresentações. Florianópolis: NEL, 1997. p. 64-65.

36.
SILVA, Marcos Rodrigues da. O direito de rsistência em john locke. In: VII ANPOF, 1996, Águas de Lindóia. VII Encontro Nacional de Filosofia - Anpof. Campinas: Cle - Unicamp, 1996. p. 89.

Outras produções bibliográficas
1.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA. A melhor explicação: critérios para a escolha de teorias. São Paulo: Cognitio, 2017. (Tradução/Artigo).

2.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA. INFERÊNCIA DA ÚNICA EXPLICAÇÃO. São Paulo: Revista Cognitio, 2014. (Tradução/Artigo).

3.
SILVA, Marcos Rodrigues da; zuliani, s. ; figueiredo. m. . Crítica dos conceitos e teorias psicanalíticos. Campinas: Revista Natureza Humana, 2011. (Tradução/Artigo).

4.
LUZ, Alexandre Meyer ; SILVA, Marcos Rodrigues da . O melhor é bom o suficiente?. Natal: Revista Princípios - UFRN, 2010. (Tradução/Artigo).

5.
SILVA, Marcos Rodrigues da; GIRO, M. . A Estrutura Conceitual da Revolução Química. Natal: Departamento de Filosofia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte ? UFRN, 2007. (Tradução/Artigo).

6.
SILVA, Marcos Rodrigues da. De Motu. São Paulo: Revista Scientiae Studia, 2006. (Tradução/Livro).

7.
SILVA, Marcos Rodrigues da; LUZ, Alexandre Meyer . · Educação e Epistemologia Social [tradução]. Itajaí: UNIVALI, 2001. (Tradução/Artigo).

8.
SILVA, Marcos Rodrigues da; LUZ, Alexandre Meyer . Revista Crítica - vol. 6, n. 21. Londrina: EDUEL, 2000 (Editor de periódico).

9.
SILVA, Marcos Rodrigues da; LUZ, Alexandre Meyer . · Sobre a Crítica de Van Fraassen ao Raciocínio Abdutivo [tradução]. Londrina: UEL, 2000. (Tradução/Artigo).

10.
SILVA, Marcos Rodrigues da; LUZ, Alexandre Meyer . · Uma Defesa da Crítica de Van Fraassen À Inferência Abdutiva: Uma Réplica a Psillos [tradução]. Londrina: UEL, 2000. (Tradução/Artigo).

11.
SILVA, Marcos Rodrigues da. · As Formas nas quais as Ciências São e Não São Livres de Valores [tradução]. Londrina: UEL, 2000. (Tradução/Artigo).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Assessor cientifico da Editora da Universidade Estadual de Londrina - Eduel. 1997.

Trabalhos técnicos
1.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA. Parecerista da rEVista Kinesis. 2017.

2.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA. Revista Brasileira de Pesquisa e Educação em Ciências. 2016.

3.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA. Parecerista da Revista IENCI. 2016.

4.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA. Parecerista do V SINECT. 2016.

5.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA. Parecerista do EHFB 2015. 2015.

6.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA. Parecerista da revista Oficina do Historiador. 2015.

7.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA. Parecerista da revista Transformação. 2015.

8.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA. Revista Natreza Humana. 2015.

9.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Revista natureza humana. 2014.

10.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Revista Principia. 2014.

11.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA. IV SINECT. 2014.

12.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Caderno brasileiro de ensino de física. 2013.

13.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA. Revista Natreza Humana. 2013.

14.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Parecerista do SINECT 2012. 2012.

15.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA. Revista Natreza Humana. 2012.

16.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Parecerista do Encontro de História e Filosofia da Biologia. 2011.

17.
SILVA, Marcos Rodrigues da. PARECERISTA DO PROGRAMA UNIVERSIDADE SEM FRONTEIRAS - SETI/PR. 2011.

18.
SILVA, Marcos Rodrigues da. PARECERISTA DO XV SIMPÓSIO DE FILOSOFIA MODERNA E CONTEMPORÂNEA DA UNIOESTE. 2010.

19.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Parecerista da Revista Cadernos de Educação - UFPEL. 2009.

20.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Parecerista da Revista Princípios (UFRN). 2007.

21.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Membro do Conselho Editorial da revista Cadernos Pet-Filosofia. 2004.


Demais tipos de produção técnica
1.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA. Realismo científico e inferência da melhor explicação. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
SILVA, Marcos Rodrigues da; TOZZINI, D. . VIRTUDES E PROBLEMAS NA OBRA DE THOMAS KUHN. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
SILVA, Marcos Rodrigues da; luiz, c . Ludwil Fleck e a crítica à epistemologia tradicional. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

4.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Inferência da Melhor Explicação: O Problema da Aceitação das Teorias Científicas e o Realismo Científico. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

5.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Realismo e Anti-Realismo Científico: Uma Apresentação Histórica da Dicotomia. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

6.
SILVA, Marcos Rodrigues da. VAN FRAASSEN: PRAGMÁTICA E VERDADE NO PROBLEMA DA ACEITAÇÃO DAS TEORIAS CIENTÍFICAS. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

7.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Disciplinas Filosofia I, Filosofia II, éticc Geral. 1995. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Demais trabalhos
1.
SILVA, Marcos Rodrigues da; BARRA, Eduardo Salles de Oliveria . Membro da Comissão Científica do IV Encontro da Rede Paranaense de Pesquisa em História e Filosofia da Ciência. 2006 (Demais trabalhos relevantes) .

2.
SILVA, Marcos Rodrigues da; ZAIA, Dimas Augusto . Coordenador do III Encontro sobre Origem e Evolução do Universo, da Terra e da Vida, e II Seminários de História e Filosofia da Ciência. 2005 (Demais trabalhos relevantes) .

3.
SILVA, Marcos Rodrigues da; LISTON, Gelson . Coordenador do I Seminário de História e Filosofia da Ciência. 2004 (Demais trabalhos relevantes) .

4.
SILVA, Marcos Rodrigues da; BATISTA, Irinéa de Lourdes ; SALVI, Rosana Figueiredo . Membro da Comissão Organizadora do do I Encontro da Rede Paranaense de Pesquisa em História e Filosofia da Ciência. 2003 (Demais trabalhos relevantes) .

5.
SILVA, Marcos Rodrigues da; PEREIRA, Julio Cesar . Coordenador do I Seminário de Filosofia Política e Filosofia da Ciência. 1999 (Demais trabalhos relevantes) .

6.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Coordenador da SEMANA DE RECEPÇÃO AOS CALOUROS. 1999 (Demais trabalhos relevantes) .

7.
SILVA, Marcos Rodrigues da; PEREIRA, Júlio Cesar . Projeto de pesquisa: o problema do conhecimento em David Hume. 1993 (Projeto de pesquisa) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
CARNEIRO, M. C.; SILVA, MARCOS RODRIGUES DA; CALUZI, J. J.. Participação em banca de Filipe Pereira Faria. Epistemologia e Experimentos nos cadernos de física do curriculo do estado de são paulo. 2015. Dissertação (Mestrado em Educação Para a Ciência) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

2.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA; BARRA, Eduardo Salles; FERNANDEZ, B. P.; PASCAL, H. F.. Participação em banca de Marcos Vinicius Brzowski. Economia como processo complexo: a crítica de Hayek aos economistas neoclássicos. 2013. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Paraná.

3.
SILVA, Marcos Rodrigues da; OLIVEIRA, M. A.; SILVA, I. L. F.. Participação em banca de Ang€lica Cristina Rivelini Da Silva. ?QUENEM QU‚MICO?: A APROPRIAÇÃO DOS ENUNCIADOS CIENT‚FICOS NAS AULAS DE QU‚MICA. 2012. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) - Universidade Estadual de Londrina.

4.
SILVA, Marcos Rodrigues da; OLIVEIRA, M. A.; daniela ripoll. Participação em banca de Gustavo Pricinotto. a arriegimentação de aliados e a produção de químicos. 2012. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) - Universidade Estadual de Londrina.

5.
SILVA, Marcos Rodrigues da; PASSOS, M. M.; CARVALHO, A. M. F. T.. Participação em banca de Edelaine Cristina de Andrade. Análise de Uma Proposta aplicada em sala de aula sobre geometria com foco na demonstração. 2011. Dissertação (Mestrado em Mestrado Em Ensino de Ciências e Educação Matemáti) - Universidade Estadual de Londrina.

6.
SILVA, Marcos Rodrigues da; OLIVEIRA, M. A.; BAHL, V.. Participação em banca de Patrícia de Góis. A arte de fazer e viver ciência. 2011. Dissertação (Mestrado em Mestrado Em Ensino de Ciências e Educação Matemáti) - Universidade Estadual de Londrina.

7.
SILVA, Marcos Rodrigues da; NUNES, M. J. C.; BARBOSA, P.; NEVES, M. C. D.. Participação em banca de Fernanda Peres Ramos. O conceito de gene em discursos de professores-pesquisadores: evolução em andamento ou revolução permanente?. 2010. Dissertação (Mestrado em Educação Para a Ciência e o Ensino de Matemática) - Universidade Estadual de Maringá.

8.
BARRA, Eduardo Salles de Oliveira; HAX JUNIOR, B.; SILVA, Marcos Rodrigues da. Participação em banca de Willian Rodrigo Stubert. Explicação Causal e Indeterminismo na filosofia de Karl Popper. 2007. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Federal do Paraná.

9.
SILVA, Marcos Rodrigues da; GIACÓIA, Osvaldo; MARQUES, José Oscar de Almeida. Participação em banca de marília côrtes de ferraz. Liberdade e imputabilidade moral em Hume. 2006. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Estadual de Campinas.

10.
SILVA, Marcos Rodrigues da; QUEIROZ, Francisco Assis de; ALMEIDA, Jozimar Paes de. Participação em banca de Nelson Ávila Simão. COMBUSTÃO, FLOGÍSTICO E OXIGENAÇÃO. 2003. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) - Universidade Estadual de Londrina.

Teses de doutorado
1.
BARRA, Eduardo Salles de Oliveira; PASSOS, M. M.; ARRUDA, S. M.; ALMEIDA, M. J. P. M.; SILVA, MARCOS RODRIGUES DA. Participação em banca de Henrique Cesar Estevan Ballestero. Aprendizagem significativa da linguagem física em um curso de introdução à mecânica clássica no ensino superior. 2014. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) - Universidade Estadual de Londrina.

2.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA; PLASTINO, C. E.; PESSOA JUNIOR, O. F.; MARICONDA, P. R.; GUITARRARI, R.. Participação em banca de Emerson Ferreira de Assis. Realismo e Racionalidade: o otimismo epistêmico em questão. 2014. Tese (Doutorado em Filosofia) - Universidade de São Paulo.

3.
SILVA, Marcos Rodrigues da; CARNEIRO, M. C.; MEGLHIORATTI, F. A.; CALDEIRA, A. M. A.; AUGUSTO, T. G. S.. Participação em banca de LOURDES APARECIDA DELLA JUSTINA. INVESTIGAÇÃO SOBRE UM GRUPO DE PESQUISA COMO ESPAÇO COLETIVO DE FORMAÇÃO INICIAL DE PROFESSORES E PESQUISADORES DE BIOLOGIA. 2011. Tese (Doutorado em Educação Para a Ciência) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

4.
SILVA, Marcos Rodrigues da; CARNEIRO, M. C.; BORTOLOZZI, J.; CAVASSAN, O.; MEGLHIORATTI, F. A.. Participação em banca de Antônio Fernandes Nascimento Júnior. a Construção de Estatutos de Ciência para a Biologia numa Perspectiva Histórico-Filosófica: Uma Abordagem Estruturante para seu Ensino. 2010. Tese (Doutorado em Educação Para a Ciência) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

5.
SILVA, Marcos Rodrigues da; NARDI, R.; PIETROCOLA, M.; CALUZI, J. J.; CARNEIRO, M. C.. Participação em banca de Osmar Henrique Moura da Silva. Um estudo sobre a estruturação e amplicação de uma estratégia de ensino de física inspirada em Lakatos com a reconstrução racional didática para auxiliar a preparar os estudantes para debates racionais entre teorias e/ou concepções rivais. 2008. Tese (Doutorado em Educação Para a Ciência) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

6.
SILVA, Marcos Rodrigues da; CARNEIRO, M. C.; CALUZI, J. J.; ALBERTUNI, C. A.; SOUZA, A. R.. Participação em banca de Carlos Alberto Rufatto. A Crítica do conceito de verdade na filosofia da ciência de Karl Popper e o ensino de ciências. 2008. Tese (Doutorado em Educação Para a Ciência) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
ALMEIDA, Jozimar Paes de; SILVA, Marcos Rodrigues da; SOARES, M. A. N.. Participação em banca de Andreza Sanches da Silva. Razões Híbridas: à procura das fronteiras entre ciência e religião. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em História e Filosofia da Ciência) - Universidade Estadual de Londrina.

2.
BATISTA, Irineá de Lourdes; SILVA, Marcos Rodrigues da; SALVI, Rosana Figueiredo. Participação em banca de Valquíria Pires Garcia. Um olhar sobre Alexandre Von Humboldt e a ciência geográfica moderna. 2006. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em História e Filosofia da Ciência) - Universidade Estadual de Londrina.

3.
SILVA, Marcos Rodrigues da; ARRUDA, Sérgio de Mello; BARROS, Marcelo Alves. Participação em banca de Milene Aparecida Elias da Rosa. A contribuição da teoria de Thomas Kuhn para o desenvolvimento da ciência. 2004. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em História e Filosofia da Ciência) - Universidade Estadual de Londrina.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
ALBERTUNI, C. A.; SILVA, Marcos Rodrigues da; SOUZA, C.. Participação em banca de Simone Pires Bento.O P roblema da Crença na Conexão Causal na Epistemologia de David Hume. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina.

2.
DONAT, M.; NALLI, Marcos Alexandre; SILVA, Marcos Rodrigues da. Participação em banca de Antônio Campos de Lima.A Concepção de Mundo no Tractatus. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina.

3.
LISTON, Gelson; MANHOLI, Carlos Luciano; SILVA, Marcos Rodrigues da. Participação em banca de Monique Fadelli da Silva.O racionalismo crítico de karl popper. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina.

4.
LIMA, E. C.; SILVA, Marcos Rodrigues da; SOUZA, C.. Participação em banca de Marcos R Agostini.Hábito, imaginação e inferência causal na epistemologia de Hume. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina.

5.
FAGGION, A.; PAVÃO, Aguinaldo; SILVA, Marcos Rodrigues da. Participação em banca de Rodrigo Augusto Rosa.Uma análise do apêndice à diáletica transcendental. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina.

6.
SILVA, Marcos Rodrigues da; ANGELI, José Maário; PAVÃO, Aguinaldo. Participação em banca de Dinaldo Bessani.O estado de natureza em hobbes. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina.

7.
SILVA, Marcos Rodrigues da; LISTON, Gelson; MANHOLI, Carlos Luciano. Participação em banca de Ivan Ferreira da Cunha.racionalidade cientifica: o debate rudolf carnap-karl popper. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina.

8.
SILVA, Marcos Rodrigues da; LORENCINI JÚNIOR, Álvaro. Participação em banca de fernando gianetti fiorin.análise quantitativa dos conhecimentos prévios dos estudantes ingressos nos cursos da área de ciências biológicas sobre aspectos das relações entre ciência, tecnologia e sociedade: estudo de caso da universidade estadual de londrina. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biologia) - Universidade Estadual de Londrina.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
SILVA, Marcos Rodrigues da; MARQUES, E. A.; Silva, Christiani. Concurso público praprofessora na universidade estadual de santa cruz -ilhíes, bahia. 2011. Universidade Estadual de Santa Cruz.

2.
SILVA, Marcos Rodrigues da; LISTON, Gelson; SILVA, J. C. S. P.. Concurso edital 193/2010. 2010. Universidade Estadual de Londrina.

3.
SILVA, Marcos Rodrigues da; FREZZATI, W.; Battisti. 28 Concurso Público para docentes da UNIOESTE. 2007. Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

4.
DURÃO, Aylton Barbieri; TISKI, S.; PEREZ, Daniel Omar; SILVA, Marcos Rodrigues da; NALLI, Marcos Alexandre. Concurso edital 063/07 Prorh UEL. 2007. Universidade Estadual de Londrina.

5.
SILVA, Marcos Rodrigues da; PAVÃO, Aguinaldo; DURÃO, Aylton Barbieri; PEREZ, Daniel Omar. Concurso Edital 001/06- PRORH [16/01/2006]. 2006. Universidade Estadual de Londrina.

6.
SILVA, Marcos Rodrigues da; GONÇALVES, Edélcio; BARRA, Eduardo Salles. Concurso edital CRH 020/01. 2001. Universidade Estadual de Londrina.

7.
SILVA, Marcos Rodrigues da; BARRA, Eduardo Salles; LUZ, Alexandre Meyer. Concurso edital CRH 023/99. 1999. Universidade Estadual de Londrina.

8.
SILVA, Marcos Rodrigues da; GARCIA, Bianco. Concurso edital CRH 023/99. 1999. Universidade Estadual de Londrina.

9.
SILVA, Marcos Rodrigues da; ZANCANARO, Lourençco; HANSEN, Gilvan Luiz; BARRA, Eduardo. Edital CRH 054/97. 1997. Universidade Estadual de Londrina.

Outras participações
1.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA; Bassani, Douglas; Schorn, Remi. promoção de classe de professor marcelo penna-forte, unioeste, pr. 2017. Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

2.
SILVA, Marcos Rodrigues da; LISTON, Gelson; LORENCINI JÚNIOR, Álvaro; CYRINO, Sônia Maria Lazzarini. Comissão examinadora de seleção de curso de especialização em História e Filosofia da Ciência. 2004. Universidade Estadual de Londrina.

3.
SILVA, Marcos Rodrigues da; CENCI, Elve Miguel; BANNWART JUNIOR, Clodomiro José. Teste Seletivo CCH/FIL 001/2003. 2003. Universidade Estadual de Londrina.

4.
SILVA, Marcos Rodrigues da; ZANCANARO, Lourenço; FRAGOSO, Emanuel. Teste Seletivo - Edital CCH/FIL 006/99. 1999. Universidade Estadual de Londrina.

5.
SILVA, Marcos Rodrigues da; PROTA, Leonardo; DURÃO, Aylton Barbieri. Comissão de Avaliação de Desempenho do professor Gilvan Luiz Hansen. 1999. Universidade Estadual de Londrina.

6.
SILVA, Marcos Rodrigues da; PROTA, Leonardo; BARRA, Eduardo Salles. Teste Seletivo - edital CCH/FIL 001/98. 1998. Universidade Estadual de Londrina.

7.
SILVA, Marcos Rodrigues da; HANSEN, Gilvan Luiz; DURÃO, Aylton Barbieri. Comissão examinadora de seleção do curso de especialização em filosofia poítica. 1998. Universidade Estadual de Londrina.

8.
SILVA, Marcos Rodrigues da; ESPÍNOLA, Maria Christina; FRAGOSO, Emanuel. Comissão Examinadora para promoção do professor Aylton Barbieri Durão. 1998. Universidade Estadual de Londrina.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Atualidades em Biomedicina.Dupla Hélice do DNA ao projeto genoma: aspectos epistemológicos e pragmáticos (sociais). 2017. (Oficina).

2.
Estudos avançados.Noções sobre o conhecimento científico: a questão das ciências naturais e ciências humanas. 2017. (Oficina).

3.
III Colóquio de Filosofía e Historia de La Ciencia. Escola Sociológica de Chicago: sua Institucionalização. 2015. (Congresso).

4.
III SINECT.UMA ANÁLISE DOS LIVROS DIDÁTICOS DE BIOLOGIA DO PNLD/2012: O EPISÓDIO DA DUPLA HÉLICE DO DNA E O CONCEITO DE NATUREZA DA CIÊNCIA NO ENSINO DE CIÊNCIAS. 2014. (Simpósio).

5.
III SINECT.A HISTÓRIA DA CIÊNCIA E A CONTEXTUALIZAÇÃO DE EPISÓDIOS HISTÓRICOS: UMA PROPOSTA DIDÁTICA PARA O ENSINO DE BIOLOGIA. 2014. (Simpósio).

6.
III SINECT.SEMMELWEIS E A FEBRE PUERPERAL: IMPLICAÇÕES ACERCA DA NATUREZA DA CIÊNCIA. 2014. (Simpósio).

7.
III SINECT.Ensino de Ciência e História da Ciência. 2014. (Simpósio).

8.
Encontro de História e Filosofia da Biologia. Inferência da melhor explicação e a noção de identidade de problemas científicos: o caso do adaptacionismo em Darwin. 2013. (Congresso).

9.
ISHPSSB 2013. ROSALIND FRANKLIN AND THE DNA DOUBLE HELIX: HISTORIOGRAPHICAL ACCOUNTS. 2013. (Congresso).

10.
VI EREBIO.Contexto pós-genômico e o alcance das biotecnologias entre alunos de graduação: uma releitura eugênica ou novos benefícios para a vida humana?. 2013. (Encontro).

11.
VI EREBIO.As dificuldades da contextualização história no ensino de biologia. 2013. (Encontro).

12.
Encontro de História e Filosofia da Biologia. Pasteur e a polêmica sobre a geração espontânea: a noção de problemas conceituais como uma contribuição para a historiografia. 2012. (Congresso).

13.
IV Encontro de Filosofia Contemporânea: epistemologias contemporâneas e III Seminário de História e Filosofia da Ciência: enfoques sobre filosofia e história da biologia. Particpante da mesa-redonda "A Filosofia da Ciência Contemporânea e sua inserção no debate historiográfico". 2012. (Congresso).

14.
IV Encontro de Filosofia Contemporânea: epistemologias contemporâneas e III Seminário de História e Filosofia da Ciência: enfoques sobre filosofia e história da biologia. Particpante da mesa-redonda "A Filosofia da Ciência Contemporânea e sua inserção no debate historiográfico". 2012. (Congresso).

15.
Primer Congreso de la Sociedad Filosófica del Uruguay. O Problema das Alternativas Teórica: Contribuições da Historiografia da Ciência. 2012. (Congresso).

16.
V Jornada de Metafísica e Conhecimento.Noção de perito em Thomas Kuhn - e sua utilidade para a resolução de uma disputa científica. 2012. (Encontro).

17.
XV ANPOF. Da filosofia à historiografia: o argumento da inferência da melhor explicação e suas alternativas historiográficas. 2012. (Congresso).

18.
XXI Encontro Bras. de Psicologia e Medicina Comportamentalmal. Thomas Kuhn e esquemas de reforçamento: Exemplares da Matriz disciplinar analítico-comportamental. 2012. (Congresso).

19.
II ENAPEHC. AS DISPUTAS CIENTÍFICAS E SUA IDEALIZAÇÃO HISTORIOGRÁFICA: O CASO DA CONSTRUÇÃO DO MODELO DA DUPLA HÉLICE DO DNA. 2011. (Congresso).

20.
II Simpósio de Biodiversidade.Maurice Wilkins e a polêmica acerca da participação de Rosalind Franklin na construção do modelo da dupla hélice do DNA. 2011. (Simpósio).

21.
V Erebio. HISTÓRIA DA BIOLOGIA E ENSINO DE BIOLOGIA. 2011. (Congresso).

22.
V Erebio. A HISTORIOGRAFIA DOS EXPERIMENTOS DE MENDEL E SEUS PROBLEMAS PARA O ENSINO. 2011. (Congresso).

23.
VIII ENPEC. Análise da História da Ciência Apresentada em um Livro Didático de Física do Ensino Médio sobre o Episódio da Experiência de Pisa de Galileu Galilei. 2011. (Congresso).

24.
XII Semana de Biologia.A Filosofia na construção do modelo molecular do DNA. 2011. (Seminário).

25.
AFHIC - VII Encontro de Filosofia e História da Ciência do Cone Sul. Rosalind Franklin e a construção do modelo da dupla hélice do DNA: a distinção entre crença e comprometimento profissional. 2010. (Congresso).

26.
Encontro de História e Filosofia da Biologia. Maurice Wilkins e a polêmica acerca da participação de Rosalind Franklin na construção do modelo da dupla hélice do DNA. 2010. (Congresso).

27.
I Congresso Brasileiro de Filosofia Analítica. Inferência da Melhor Explicação: o problema da descrição da evidência a ser explicada. 2010. (Congresso).

28.
I Encontro Nacional de Pesquisadores em História das Ciências.Rosalind Franklin ea dupla hélice do DNA: uma discussão de seus procedimentos inferenciais. 2010. (Encontro).

29.
III Congresso Iberoamericano de Filosofía de la Ciencia y La tecnología. O MODELO DA DUPLA-HÉLICE DO DNA E SUAS CONTROVÉRSIAS HISTORIOGRÁFICAS: O CASO DE ROSALIND FRANKLIN. 2010. (Congresso).

30.
II Sinect.A EVOLUÇÃO COMO IDÉIA REGULADORA DA BIOLOGIA E SUA APREENSÃO EM LIVROS DIDÁTICOS DE BIOLOGIA. 2010. (Simpósio).

31.
II Sinect.A HISTÓRIA DA CIÊNCIA NOS LIVROS DIDÁTICOS DE BIOLOGIA DO ENSINO MÉDIO. 2010. (Simpósio).

32.
XIV Anpof. INFERÊNCIA DA MELHOR EXPLICAÇÃO: O PROBLEMA DAS HIPÓTESES ALTERNATIVAS. 2010. (Congresso).

33.
XIV Ebrapem.O Modo Demonstrativo no Ensino de Geometria e sua Aceitabilidade pelos Alunos. 2010. (Encontro).

34.
XIV EBRAPEM.A Presença da História em Livros Didáticos de Geometrias Não Euclidianas: uma Reflexão Histórico-Filosófica. 2010. (Encontro).

35.
Ciclo de Palestras 2009, Origem e Evolução do Universo, da Terra e da Vida.Filosofia da Ciência: Rosalind Franklin e a construção do modelo da dupla hélice do DNA. 2009. (Encontro).

36.
Encontro de Filosofia e História da Biologia. Rosalind Franklin e a dupla hélice do DNA: uma discussão de seus procedimentos inferenciais. 2009. (Congresso).

37.
IV SIMPÓSIO DE FILOSOFIA DA UEM: CONHECIMENTO E VERDADE.Realismo e Anti-Realismo na Ciência: Pasteur e o problema da geração espontânea. 2009. (Encontro).

38.
28° Encontro de Debates sobre o Ensino de Química. Realismo e Anti-realismo no Ensino de Ciências: Controvérsias sobre o significado do conceito de oxigênio. 2008. (Congresso).

39.
Problemas da Filosofia de Hume.Debatedor da mesa-redonda "João Paulo Monteiro e a Filosofia de Hume". 2008. (Seminário).

40.
Workshop George Berkeley: Filosofia, Ciência e Matemática.O De Motu de George Berkeley: uma concepção relacional dos conceitos científicos e suas dificuldades. 2008. (Seminário).

41.
Seminário de pós-graduação do grupo "Filosofia da Experiência" da UFPR.O Papel da Inferência da Melhor Explicação no Debate Realismo / Anti-realismo. 2007. (Seminário).

42.
V Encontro de Filosofia e História da Biologia.Rosalind Franklin e a construção do modelo da dupla-hélice. 2007. (Encontro).

43.
VI SEPECH.Mesa-redonda: Debate: Mundialização, Globalização e Identidade. 2007. (Seminário).

44.
XIII SEMANA FILOSÓFICA - HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA.A filosofia da ciência numa abordagem historiográfica. 2007. (Encontro).

45.
XII Simpósio de Filosofia Moderna e Contemporânea da Unioeste.O empirismo construtivo de van Fraassen e o debate com o realismo científico. 2007. (Simpósio).

46.
Debatedor da palestra Progresso Científico visto da perspectiva das Histórias Possíveis, de Osvaldo Frota- Pessoa Jr..Debatedor da palestra Progresso Científico visto da perspectiva das Histórias Possíveis, de Osvaldo Frota- Pessoa Jr.. 2006. (Encontro).

47.
II Seminário de História e Filosofia da Ciência / IV Encontro Paranaense de Pesquisa em HIstória e Filosofia da Ciência.Realismo e anti-realismo na construção do modelo da dupla-hélice [parte II]. 2006. (Seminário).

48.
XII ANPOF. Um aspecto do instrumentalismo de Berkeley: o movimento dos termos teóricos para as teorias. 2006. (Congresso).

49.
10º seminário de história da ciência e da tecnologia. realismo e anti-realismo na construção do modelo da dupla-hélice. 2005. (Congresso).

50.
Congresso Internacional Linguagem e Interação. Llinguagem e instrumentalismo na filosofia da ciência de George Berkeley. 2005. (Congresso).

51.
I Congresso Brasileiro de Filosofia da Religião. desígnio, explicação e ordem natural em hume. 2005. (Congresso).

52.
I Encontro Nacional de Ensino de Biologia e III Encontro Regional de Ensino de Biologia da Regional RJ/ES.História Ilustrativa e Integrada nos livros didáticos de biologia, uma análise. 2005. (Encontro).

53.
III Encontro sobre Origem e Evolução do Universo, da Terra e da Vida, e II Seminários de História e Filosofia da Ciência.Moderador da Palestra O que faz da biologia uma ciência autônoma?, de João Carlos Magalhães. 2005. (Encontro).

54.
III Encontro sobre Origem e Evolução do Universo, da Terra e da Vida, e II Seminários de História e Filosofia da Ciência.debatedor das palestra em torno do argumento de hume sobre a impossibilidade de um parão para a natureza em sua totalidade: a indistinção entre criacionismo e evolucionismo, de eduardo barra. 2005. (Encontro).

55.
III Encontro sobre Origem e Evolução do Universo, da Terra e da Vida, e II Seminários de História e Filosofia da Ciência.debatedor da palestra justiicação racional, ciência e metafísica, de gelson liston. 2005. (Encontro).

56.
VII congresso sul-americano de filosofia. leis naturais e conhecimento científico no instrumentalismo de george berkeley. participação no simpósio temático natureza e matemática nas filosofias dos séculos XVII e XVIII. 2005. (Congresso).

57.
V Semana de Filosofia: Razão e Natureza.empirismo e a ciência. 2005. (Encontro).

58.
1ª Jornada de Estudos Epistemológicos do Departamento de Geociências.O empirismo de Bas C. van Fraassen. 2004. (Outra).

59.
II Encontro da Rede Paranaense de História e Filosofia da Ciência.Empirismo Construtivo: Bas van Fraassen e o Conceito de Experiência. 2004. (Encontro).

60.
II Encontro de Filosofia e História da Biologia.Descoberta e Construção: um estudo de caso sobre alguns aspectos do modelo da dupla-hélice. 2004. (Encontro).

61.
III Simpósio Nacional de Filosofia.Mesa Redonda - Epistemologia Naturalizada. 2004. (Simpósio).

62.
I Seminário de História e Filosofia da Ciência.Debatedor da palestra: O empirismo e os limites do conhecimento científico - Prof. Dr. Sílvio Seno Chibeni. 2004. (Seminário).

63.
I Seminário de História e Filosofia da Ciência.debatedor da palestra: mendel y sus redescobridores. 2004. (Seminário).

64.
I Seminário de História e Filosofia da Ciência.debatedor da palestra lo que (algunas de) las teorias sucesivas tienem em común, de pablo lorenzano. 2004. (Seminário).

65.
IV Simpósio Sul-Brasileiro sobre o Ensino de Filosofia.A filosofia da ciência e sua contribuição para o ensino de ciências. 2004. (Simpósio).

66.
Palestra - Disciplina 2PIV 190.Conceituação de Ciências. Método Científico. 2004. (Encontro).

67.
Tópicos Avançados em Biomedicina I e II.A Descoberta do Princípio da Transformação Bacteriana e sua Importância para o Desenvolvimento da Biologia Molecular. 2004. (Oficina).

68.
VI Congreso de Historia de las Ciencias y la Tecnologia. O Experimento de Avery e a Função das Teorias. 2004. (Congresso).

69.
XI encontro nacional de filosofia da anpof. instrumentalismo e teoria da explicação na filosofia da ciência de berkeley. 2004. (Congresso).

70.
XII SSBEC.A Pós-Graduação no ensino em ciências: analisando paradigmas (debatedor). 2004. (Simpósio).

71.
XII SSBEC.Discutindo e resgatando a produção científica na formação inicial e continuada de professores. 2004. (Simpósio).

72.
XII SSBEC.Mesa redonda: ensino e pesquisa em ciências. 2004. (Simpósio).

73.
Ética e manipulação genética.Debate - Ética e Manipulação Genética. 2003. (Outra).

74.
I ENCONTRO DA REDE PARANAENSE DE PESQUISA EM HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA.O Experimento de Avery e sua Importância para o modelo do DNA. 2003. (Encontro).

75.
II Encontro Internacional Linguagem, Cultura e Cognição. A revolução química de Lavoisier e o problema da linguagem. 2003. (Congresso).

76.
III Encontro Catarinense de Filosofia e IV Semana Acadêmica de Filosofia. Mesa Redonda - Conhecimento Filosófico, Conhecimento Matemático e Conhecimento Empírico. 2003. (Congresso).

77.
III Encontro Catarinense de Filosofia e IV Semana Acadêmica de Filosofia.Filosofia: Metafísica e Esclarecimento: O Caso da Filosofia da Ciência. 2003. (Encontro).

78.
III Semana de Filosofia: A Filosofia e seu Ensino. A Contribuição da Filosofia da Ciência para o Ensino de Ciências. 2003. (Congresso).

79.
Mestrado em Educação.A Filosofia da Ciência e o Problema da Explicação Científica. 2003. (Encontro).

80.
Pós-Graduação em Ciência Animal - disciplina 2 PIV 190.Conceituação de Ciências. Método Científico. 2003. (Encontro).

81.
Semana Filosófica: 10 anos do curso de filosofia da UEL.Empirismo na Filosofia da Ciência. 2003. (Seminário).

82.
VIII Simpósio de Filosofia. Ontologia e Pragmática: A Contribuição de Berkeley ao Empirismo Contemporâneo. 2003. (Congresso).

83.
III Encontro de Filosofia e História da Ciência no Cone Sul. Berkeley e a Explicação Científica. 2002. (Congresso).

84.
IX ANPOF. · Realismo e Anti-realismo no empirismo construtivo: a crítica de Churchland a van Fraassen. 2000. (Congresso).

85.
I Seminário de filosofia política e filosofia da ciência - UEL.· Sociedade Aberta / Epistemologia Fechada. 1999. (Seminário).

86.
Primeiro Simpósio Internacional Principia. · Naturalismo e Normativismo na perspectiva conexionista de Paul Churchland. 1999. (Congresso).

87.
38 CICLO DE SEMINÁRIOS DO GRUPO DE FÍSICA NUCLEAR APLICADA.Instrumentalismo e Realismo Científico. 1998. (Seminário).

88.
Curso de Extensão Universitária.· Instrumentalismo e Realismo Científico: Implicações na Educação Científica. 1998. (Seminário).

89.
III Simpósio de Filosofia da Unioeste.· Van Fraassen e a Crítica ao Realismo Científico. 1998. (Simpósio).

90.
Mestrado em Sanidade Animal.Conceituação de Ciências: Conhecimento científico e método científico. 1998. (Encontro).

91.
VIII Semana Filosófica - do Manifesto do Partido Comunista à Globalização.· Liberalismo e Democracia. 1998. (Encontro).

92.
Conferências Cefil.O Naturalismo de Paul Churchland. 1997. (Encontro).

93.
III Congresso de Ciências, Letras e Artes das Universidades Federais de Minas Gerais. Construtivismo e Epistemologia. 1997. (Congresso).

94.
IV Encontro de Filosofia Analítica. · O abandono da crítica e o progresso na ciência: considerações sobre a metaciência de Thomas Kuhn. 1997. (Congresso).

95.
X Colóquio CLE - UNICAMP. · O abandono da crítica e o progresso na ciência: considerações sobre a metaciência de Thomas Kuhn. 1997. (Congresso).

96.
As perspectivas político-filosóficas de Platão, Aristóteles e Locke.· Epistemologia e Liberalismo: o suporte epistêmico da doutrina liberal. 1996. (Encontro).

97.
As perspectivas político-filosóficas de Platão, Aristóteles e Locke.· O liberalismo político de John Locke: o problema da limitação do poder soberano. 1996. (Encontro).

98.
VII ANPOF. · O direito de resistência em John Locke. 1996. (Congresso).

99.
Encontro Filosófico.· O problema da Indução em Hume e Popper. 1995. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SILVA, Marcos Rodrigues da. IV Encontro de Filosofia Contemporânea: epistemologias contemporâneas e III Seminário de História e Filosofia da Ciência: enfoques sobre filosofia e história da biologia. 2012. (Congresso).

2.
SILVA, Marcos Rodrigues da. Membro da comissão científica do III ENCONTRO DE EGRESSOS E ESTUDANTES DE FILOSOFIA DA UEL. 2011. (Outro).

3.
FERRAZ, M. C. ; MONTEIRO, J. P. G. ; SILVA, Marcos Rodrigues da . Problemas da Filosofia de Hume. 2008. (Congresso).

4.
SILVA, Marcos Rodrigues da. II SEMINÁRIO DE HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA / III ENCONTRO SOBRE ORIGEM E EVOLUÇÃO DO UNIVERSO, DA TERRA E DA VIDA. 2005. (Outro).

5.
SILVA, Marcos Rodrigues da. I SEMINÁRIO DE HISTÓRIA E FILOSOFIA DA CIÊNCIA. 2004. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Tese de doutorado
1.
Anderson Villas Boas. Um levantamento da área de história e filosofia da ciência no ensino (provisório). Início: 2014. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) - Universidade Estadual de Londrina. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Maria Julia de Oliveira Cyrino Patrício. A Ciência Normal em Thomas Kuhn. 2016. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina, . Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

2.
Etiane Ortiz. História da Ciência no Ensino de Biologia: Virtudes e Dificuldades da Contextualização Histórica do Episódio da Dupla Hélice do DNA. 2015. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

3.
Caio César Malassise Luiz. A História da Dupla Hélice Interpretada a partir do Quadro Conceitual de Ludwik Fleck. 2015. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

4.
Daiane Camila Castilho. O ARGUMENTO DA INFERÊNCIA DA MELHOR EXPLICAÇÃO E O PROBLEMA DAS ALTERNATIVAS NÃO CONCEBIDAS. 2014. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

5.
Ana Aline de Medeiros. Análise da historiografia de Galileu e o Movimento da Queda dos Corpos nos Livros Didáticos de Física do Ensino Médio. 2013. Dissertação (Mestrado em Mestrado Em Ensino de Ciências e Educação Matemáti) - Universidade Estadual de Londrina, . Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

6.
Viviane Loiola da Visitação. O Episódio da Construção do modelo da dupla hélice nos livros didáticos de biologia PNLD/2012. 2013. Dissertação (Mestrado em Mestrado Em Ensino de Ciências e Educação Matemáti) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

7.
Lucas Roberto Pedrão Paulino. Análise do Comportamento enquanto uma Ciência Normal: Possibilidades e Considerações. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

8.
Anderson Villas Boas. A Natureza da Ciência no Ensino de Ciências conforme Artigos Publicados em Periódicos Nacionais. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado Em Ensino de Ciências e Educação Matemáti) - Universidade Estadual de Londrina, . Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

9.
Fernando Gianneti Fiorin. MENDEL: PAI DA GENÉTICA OU UM MEMBRO DE UMA TRADIÇÃO CIENTÍFICA?. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado Em Ensino de Ciências e Educação Matemáti) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

10.
Línlya Natassia Sachs Camerlengo Barbosa. Uma Reconstrução histórico-filosófica do surgimento das geometrias não euclidianas. 2011. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

11.
Vania Oliveira. As dificuldades da contextualização histórica no ensino de biologia. 2009. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) - Universidade Estadual de Londrina, . Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

12.
Sandra Regina Gimenez Rosa. A HISTÓRIA DA TRANSFORMAÇÃO BACTERIANA: UMA ANÁLISE DOS LIVROS DIDÁTICOS DE ENSINO MÉDIO. 2008. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) - Universidade Estadual de Londrina, . Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

13.
Edmara Silvana Joia Zamberlan. Contribuições da História e Filosofia da Ciência para o Ensino da Evolução Biológica. 2008. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) - Universidade Estadual de Londrina, . Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

14.
Cecília Vecchiato. História ilustrativa e integrada nos livros didáticos: uma análise. 2006. 108 f. Dissertação (Mestrado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) - Universidade Estadual de Londrina, . Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

Tese de doutorado
1.
Aline de Moura Mattos. SEMMELWEIS E A FEBRE PUERPERAL: UMA ANÁLISE NA PERSPECTIVA DA TEORIA DO ATOR-REDE. 2017. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

2.
Fernanda Peres Ramos. Projeto Genoma Humano: aspectos epistemológicos e pragmáticos no discurso acadêmico. 2014. Tese (Doutorado em Ensino de Ciências e Educação Matemática) - Universidade Estadual de Londrina, . Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Daniela Fernandes da Silva. Dimensão pragmática nas mudanças conceituais. 2013. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em História e Filosofia da Ciência) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

2.
Alisson Szamrek. Comparação entre os problemas de pesquisa de Lamarck e Darwin nos livros didáticos de biologia. 2013. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em História e Filosofia da Ciência) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

3.
Daiane Camila Castilho. A crítica anti-realista ao argumento da inferência da melhor explicação e o conhecimento de fundo como uma estratégia realista de defesa. 2012. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em História e Filosofia da Ciência) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

4.
Solange Pereira Pinto. As forças externas que influenciam um paradigma. 2012. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em História e Filosofia da Ciência) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

5.
Murilo Augusto Dioro. O diálogo entre Pauli e Jung: A Construção de um modelo para uma psicologia científica. 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em História e Filosofia da Ciência) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

6.
Rafael Pereira Assumpção. A Ciência e sua prática. 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em História e Filosofia da Ciência) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

7.
Felippe Estevam Jaques. O poder da Eugenia: a antropologia criminal do século XIX como um saber científico. 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em História e Filosofia da Ciência) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

8.
Lucas Roberto Pedrão Paulino. SOBRE A POSSIBILIDADE DA ANÁLISE EXPERIMENTAL DO COMPORTAMENTO ENQUANTO UMA CIÊNCIA NORMAL. 2011. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em História e Filosofia da Ciência) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

9.
Cláudio Vicente da Silva. A solução neopositivista ao problema da indução. 2007. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em História e Filosofia da Ciência) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

10.
Carlos Francisco Geraldino. Milton e o meio - Ensaio sobre a rejeição do conceito Meio Ambiente à rede conceitual de Milton Santos. 2007. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em História e Filosofia da Ciência) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

11.
Marina Dal Poggetto Ribeiro. Filogênese e Ontogênese: a seleção do comportamento em Skinner. 2005. 20 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em História e Filosofia da Ciência) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

12.
Kenneth Mizusaki. O lugar da psicologia na concepção de ciência de Thomas Kuhn. 2005. 30 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em História e Filosofia da Ciência) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

13.
Frederico Henning. A genética e os conflitos da era pós-genômica. 2005. 20 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em História e Filosofia da Ciência) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

14.
Milene Aparecida Elias da Rosa. A contribuição da teoria de Thomas Kuhn para o desenvolvimento da ciência. 2004. 30 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização Em História e Filosofia da Ciência) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Debora Domingas Minikoski. Inferência da Melhor Explicação e suas Problemáticas: Diferentes Níveis do Debate Realismo/Antirrealismo. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

2.
Caio Cesar Malassise Luiz. A Epistemologia de Ludwik Fleck. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

3.
Daiane Camila Castilho. BERKELEY E OS TERMOS TEÓRICOS DA CIÊNCIA. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

4.
Miriele Sicote de Lima. O ARGUMENTO DA INFERÊNCIA DA MELHOR EXPLICAÇÃO: CRÍTICAS E DEFESAS. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

5.
Evandro Lucas Patsko. A Legitimidade do Problema da Explicação Científica no De Motu de Berkeley. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

6.
Marcelino dos Santos Pereira. A abordagem de Karl Popper acerca dos Problemas da Indução e Demarcação. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

7.
Bruno Lima da Fonseca. hugh lacey: ciência e valores. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

8.
Sonia Lenira Nunes Carvalho. Rudolf Carnap: uma alternativa ao problema empirismo-realismo. 1999. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

Iniciação científica
1.
Debora Domingas Minikoski. Van Fraassen e a inferência da melhor explicação na obra A Imagem Científica. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

2.
Douglas Batalha. A Crítica de Berkeley ao uso indevido dos termos teóricos. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

3.
Mário Reinaldo da Silva. As Críticas de Berkeley as idéias gerais abstratas. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

4.
Joel da Silva Ribeiro. Empirismo na filosofia da ciência: holismo e significado dos conceitos e enunciados cientíifcos. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

5.
Marcos Aurélio Corsini. Introdução em Filosofia da Ciência. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina, Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

6.
Evandro Lucas Patsko. A Legitimidade do Problema da Explicação Científica no De Motu de Berkeley. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

7.
Tiago Carvalho Ponti. introdução à filosofia e história da ciência. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

8.
Douglas Adonis Martins. Ontologia e semântica. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina, Fundação Araucária. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.

9.
Vanessa Lucas Paixão. Projeto - Rede Paranaense de História e Filosofia da Ciência. 2004. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Filosofia) - Universidade Estadual de Londrina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marcos Rodrigues da Silva.



Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2011SILVA, Marcos Rodrigues da; Paulino, L. R. P . Skinner e uma crítica a Freud: apresentação e considerações. Natureza Humana (Online), v. 13, p. 144-155, 2011.

2.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2013SILVA, Marcos Rodrigues da. Ensino de ciências: realismo, antirrealismo e a construção do conceito de oxigênio. História, Ciências, Saúde-Manguinhos (Impresso), v. 20, p. 481-497, 2013.

3.
SILVA, Marcos Rodrigues da;SILVA, MARCOS RODRIGUES DA;RODRIGUES DA SILVA, MARCOS2013SILVA, Marcos Rodrigues da; PASSOS, M. M. ; ARRUDA, Sérgio de Mello ; VILAS BOAS, A. . HISTÓRIA DA CIÊNCIA E NATUREZA DA CIÊN-CIA: DEBATES E CONSENSOS. Caderno Brasileiro de Ensino de Física, v. 30, p. 287-322, 2013.

4.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA2013SILVA, MARCOS RODRIGUES DA; PASSOS, MARINEZ MENEGHELLO ; BOAS, ANDERSON VILAS . A história da dupla hélice do DNA nos livros didáticos: suas potencialidades e uma proposta de diálogo. Ciência & Educação, v. 19, p. 599-616, 2013.

5.
ANDRADE, E. C.2013ANDRADE, E. C. ; ARRUDA, S. M. ; PASSOS, M. M. ; SILVA, Marcos Rodrigues da . A Proposição 1 de Euclides: sob o olhar de alunos do Ensino Médio. Perspectivas da Educação Matemática, v. 6, p. 113-129, 2013.

6.
SILVA, MARCOS RODRIGUES DA2015SILVA, MARCOS RODRIGUES DA; Mattos, Aline . Ignaz Semmelweis e a febre puerperal : algumas razões para a não aceitação de sua hipótese. Filosofia e História da Biologia, v. 10, p. 85-98, 2015.

7.
Ballestero, Henrique2015Ballestero, Henrique ; ARRUDA, Sérgio de Mello ; PASSOS, M. M. ; SILVA, MARCOS RODRIGUES DA . O APRENDIZADO DA SINTAXE DA LINGUAGEM FÍSICA. Investigações em Ensino de Ciências (Online), v. 20, p. 1-20, 2015.

8.
ORTIZ, E.2016ORTIZ, E. ; SILVA, MARCOS RODRIGUES DA . O USO DE ABORDAGENS DA HISTÓRIA DA CIÊNCIA NO ENSINO DE BIOLOGIA: UMA PROPOSTA PARA TRABALHAR A PARTICIPAÇÃO DA CIENTISTA ROSALIND FRANKLIN NA CONSTRUÇÃO DO MODELO DA DUPLA HÉLICE DO DNA. Investigações em Ensino de Ciências (Online), v. 21, p. 106-123, 2016.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/11/2018 às 18:07:58