Fabiano Fernandes

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5297278590369732
  • Última atualização do currículo em 20/12/2017


Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1996), Mestrado em História pela Universidade Federal Fluminense (1999), Doutorado em História Social pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2005) e Pós-Doutor pela USP (2016). Atualmente é Professor de História Medieval da Unifesp, Campus Guarulhos, atuando principalmente nos seguintes temas: Ordens Militares, Reino de França na Idade Média Tardia, Inglaterra Medieval, Guerra das Rosas e Inglaterra Renascentista. Membro da Rede Luso-Brasileira de Estudos Medievais. Membro do LEME (laboratório de Estudos Medievais) e coordenador do LEGIM (Legitimidade, Governo e Conflitos sociais na Idade Média e Renascimento). Autor de Monarquia e poliarquia na França Tardo-medieva: o crime de lesa-majestade em Aurillac, segundo o processo do duque de Nemours. C. 1474-c. 1476 (2016), Jacques de Armagnac, duque de Nemours e a acusação de Lesa-majestade. A construção de um crime político por meio da memória escrita. 1465-1477 (2015) e Insurreições urbanas e ritos públicos em fins do século XIV. As relações políticas e simbólicas nas cerimônias de punição às cidades na França medieval (2014), dentre outras publicações. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Fabiano Fernandes
Nome em citações bibliográficas
FERNANDES, Fabiano

Endereço


Endereço Profissional
Departamento de História. EFLCH. UNIFESP, nstituição/Empresa Departamento de História. EFLCH. UNIFESP.
Rua do Rosário,382.1
Vila Camargos
07111080 - Guarulhos, SP - Brasil
Telefone: (11) 33812000


Formação acadêmica/titulação


2001 - 2005
Doutorado em História Social.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: O Reino de Deus e a Espada do Rei: A formação do Poder Eclesiástico da Ordem de Cristo nas comendas de Ega, Soure, Redinha e Pombal na primeira metade do século XIV., Ano de obtenção: 2005.
Orientador: Francisco José Silva Gomes.
Palavras-chave: História da Igreja; Ordens militares; Poder eclesiástico; História Medieval portuguesa.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação Superior.
1997 - 1999
Mestrado em História.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: Terras, Poderes e conflitos: O Poder senhorial da Ordem do Templo e as vilas de Ega, Soure, Redinha e Pombal. 1129-1321,Ano de Obtenção: 1999.
Orientador: Francisco José Silva Gomes.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Poder senhorial; História da Igreja; História Medieval portuguesa.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação Superior.
1991 - 1996
Graduação em Ciencias Sociais.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.


Pós-doutorado


2013 - 2016
Pós-Doutorado.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas


Formação Complementar


2004 - 2004
Extensão universitária em Estágio de Pesquisa Bolsa PDEE-CAPES.
Universidade do Porto, U.PORTO, Portugal.


Atuação Profissional



Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Curso como convidado, Enquadramento Funcional: LIVRE
Outras informações
O curso intitulado "Poder Real, narrativas urbanas e ritos públicos na Idade Média Tardía" (FLH52477-1) foi ministrado no mês de Junho no Programa de Pós-Graduação em História Social FFLCH\USP.


Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
No ano de 2012, no contexto das iniciativas recentes de revisão da produção portuguesa e brasileira sobre o reino de Portugal na Idade Média foi fundado o Grupo de Pesquisa Poder Real, Governo e Sociedade no Portugal Medieval. A ênfase na história social e na história política está simultaneamente ligada à reflexão sobre a escrita da história e sobre o ofício do Historiador. O objetivo central desse grupo de pesquisa é analisar a estruturação do poder monárquico em Portugal em comparação com diferentes contextos, buscando identificar padrões de ação, de circulação de ideias e de práticas de governo. É valorizada a análise de um leque de relações que se estende desde as interações do poder real com os poderes principescos, com os grandes feudatários, com os homens de Igreja, com as autoridades municipais, com as ordens militares e com os homens de guerra. Logo, as noções de reino, governo, monarquia/ poliarquia, competição, honra, mediação e mobilidade social são fundamentais para o desenvolvimento das pesquisas. No momento, o núcleo conta com dois projetos de pesquisa. O primeiro, em curso, intitulado A Ordem de Cristo, sécs. XIV-XVI. Jurisdição eclesiástica e espiritual da Ordem de Cristo em Portugal, tem por objetivo estudar o processo de formação e evolução das comendas da Ordem de Cristo, privilegiando a vertente da sua jurisdição eclesiástica e espiritual. O segundo projeto, em elaboração, intitulado A escrita da história medieval no Brasil e em Portugal: um estudo comparativo, busca discutir a construção do campo da História Medieval no Brasil e em Portugal, as historiografias, a sua escrita, seus temas e principais modelos interpretativos.

Atividades

01/2012 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de História. Campus Guarulhos, .

08/2009 - Atual
Ensino, Curso de História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Medieval
03/2009 - 07/2009
Ensino, Curso de História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Tópico Especial em História VI. Poder real, governo e sociedade na Idade Média

Fundação Educacional de Duque de Caxias, FEODUC, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20

Atividades

2/2006 - Atual
Ensino, Licenciatura Em História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Medieval II

Programa de Pós Graduação Em Ciência da Religião Ufjf, PPCIR/UFJF, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Visitante, Carga horária: 40
Outras informações
Assumi a condução do Grupo de Estudos História e Religião e as orientações dos alunos mestrandos e doutorandos que versam sobre esse tema. O grupo de Estudo dedica-se a discussão da aplicação das noções de secularização e dessecularização para os séculos XV ao XVIII. No grupo contemplam-se autores clásssscios da socilogía religiosa, assim com obras historigráficas que preocupam-se em explorar as religiosidade nos alvores da modernidade.

Atividades

05/2006 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , PPCIR, .

5/2006 - Atual
Ensino, Ciência da Religião, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Disiciplina História e Religião. O historiador, o seu ofício e a Nova História Religiosa. As relações entre construção do objeto, metodologia e a escrita historiográfica.
Disciplina intitulada História e Religião_ Catolicismo em tempos de Expansão. Séculos XV e XVI. A disciplina aborda comparativamente as relações entre Estado e Igreja no período de formação do Império português.

Unilassale Institutos Superiores de Ensino, UNILASSALE, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2008
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20

Atividades

3/2005 - Atual
Ensino, Licenciatura Em História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Antiga
América I

Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Pesquisador/colaborador, Carga horária: 8

Vínculo institucional

2001 - 2004
Vínculo: professor substituto, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 0

Vínculo institucional

1993 - 1995
Vínculo: Estagiário, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 20
Outras informações
Estagiário do Departamento de Antropología do Museu Nacional. Participação no projeto de organização dos arquivos da referida instituição. Projeto financiado pelo CNPQ

Atividades

3/2001 - 12/2003
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Medieval I
História Medieval II
Formação das Monarquías Medievais
História da Península Ibérica
Poder e Espaço no Mundo Medieval

Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2000 - 2000
Vínculo: Professor substituto, Enquadramento Funcional: Professor contratado, Carga horária: 20

Atividades

3/2000 - 12/2000
Ensino, História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
História do Brasil Imperial
3/2000 - 12/2000
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História do Brasil II (Brasil Império)
Geo-História
História Antiga do Ocidente
Sociología

Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - 2005
Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Pesquisador/colaborador, Carga horária: 20
Outras informações
A linha de Estudo privilegiada em minha pesquisa refere-se às representações sobre o poder régio na Idade Média portuguesa



Linhas de pesquisa


1.
As relações entre poder real e Igreja galicana: as metamorfoses do Sistema de Cristandade. Séculos XV e .XVI.
2.
Legitimidade, Governo e conflitos Sociais na Idade Média Tardia.(LGIT)

Objetivo: A linha pretende congregar pesquisadores que se preocupem com a discussão do fenômeno do Estado na Idade Média. Em particular em analisar o contexto político da Inglaterra nos séculos XIV a XVI e em comparação com outros contextos. Afinal, como sugerido por Poly e Bournazel na introdução ao Livro Les Féudalités, o que se entende por sistema político? Qual o conjunto de instituições e relações que permitem que seja exercido o que chamamos de poder e autoridade? E, sobretudo, qual a singularidade dos Estados que se constituem ao Longo dos séculos XIII a XVI. No esforço de formalizar essa interlocução pesquisadores de distintas universidades brasileiras (UNIFESP, UFRRJ,UFF, UFG-PUC-GO e UFJF) decidiram em 2013 organizar um grupo de trabalho em torno das problemáticas apontadas. A linha de pesquisa pretende organizar um seminário permanente sobre a temática, bem como investir na formação de pesquisadores em todos níveis com preocupações voltadas para a problemática central das relações entre Legitimidade, cultura política e conflitos sociais. A afirmação do Estado Monárquico passou pela justaposição de distintos níveis de cultura política e a afirmação de sua legitimidade foi permeada de revoltas sociais de diferentes estatutos que também serão objeto de discussões e publicações..


Projetos de pesquisa


2012 - Atual
legitimidade, cultura política e conflitos sociais na Inglaterra Tardo-Medieval
Descrição: Este projeto de pesquisa pretende discutir do ponto de vista simultaneamente histórico e historiográfico as noções de Feudalismo Bastardo, de redes sociais e de redes de patronato. Logo, de uma maneira geral busca identificar quais os padrões de governo, as características gerais do sistema de poder e os limites da legitimidade do poder real ao longo do século XV..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Fabiano Fernandes - Coordenador / Wesley Corrêa - Integrante.
2010 - 2012
A Ordem de Cristo, sécs. XIV ? XVI. Jurisdição eclesiástica e espiritual da Ordem de Cristo em Portugal
Descrição: Esta pesquisa é fruto de convênio estabelecido entre a UNIFESP e o CEPESE\ Universidade do Porto, sob responsabilidade conjunta de Fabiano Fernandes (UNIFESP) e Isabel Morgado (CEPESE). A pesquisa tem por objetivo estudar o processo de formação e evolução das comendas da Ordem de Cristo, privilegiando a vertente da sua jurisdição eclesiástica e espiritual (aplicação de direitos e prática de cura de almas). Tem por objetivo ainda apreender o exercício da mesma, partindo do geral para o estudo de duas especificidades distintas ? a do convento de Tomar e a de uma área de influência da Ordem de Cristo particular, a saber, a comenda de Portalegre. Está previsto par o ano de 2012 a transcrição, catalogação e publicação do Tombo da Comenda de Portalegre e do Tombo dos bens e propriedades das capelas e aniversários que se cantavam no Convento de Tomar (ambos pertencentes aos fundos do ANTT)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Fabiano Fernandes - Coordenador / SiLVA, Isabel L. Morgado de Souza. - Integrante.Número de orientações: 3
2009 - 2011
Poder real, governo e as elites na época tardo-medieva: a trajetória pendular Philippe de Commynes (1472-1511).
Descrição: Este projeto integra o estudo conjunto da competição das elites nas sociedades medievais que segue em curso no âmbito do LEME\ LAMOP (Laboratório de Estudos Medievais. USP-UNICAMP-UNIFESP e lAMOP/Université Paris I) e tem como objetivo o estudo da questão da competição, da mediação e da mobilidade social no âmbito do conselho real no reino de França. O eixo principal de análise é a trajetória de Philippe de Commynes, que de 1472 até sua morte em 1511 ocupou de forma intermitente um papel de relevo neste fluído e importantíssimo espaço social de disputas. O corpus utilizado é rico de informações e busca oferecer subsídios para a identificação da rede social (social networking) na qual Commynes estava inserido de forma ativa, contemplando desde a obra de auto-reflexão política intitulada Memórias, as cartas diplomáticas, os processos-verbais das reuniões do conselho real; os arquivos pessoais de Commynes e as cartas reais de concessão de ofícios, pensões, bens e privilégios. A partir deste estudo de caso pretendemos identificar os mecanismos de disputa e mobilidade entre os membros do conselho real, a dinâmica das redes de clientelas, assim como o papel do poder real enquanto instância mediadora e promotora de conflitos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
1997 - 2005
As ordens militares Ibéricas e a sustenação do poder real em Portugal
Descrição: A minha participação esta em consonância com uma das linhas de Pesquisa do Laboratório de Estudos Medievais Scriptorium, coordenado pela Professora Doutora Vânia Leite Fróes ( Professora Titular). O Scriptorium é um laboratório de História Medieval que se originou de um núcleo de pós-graduandos do Programa de Pós-Graduação em História da UFF, cujas pesquisas estavam articuladas em torno da questão do poder régio, do imaginário cristão, e da constituição da identidade nacional. Priorizou seus estudos na Baixa Idade Média Ibérica, abrindo-se posteriormente, através de estudos comparativos, a outros espaços e tempos conservando porém, o mesmo recorte temático. Ligadas ao tema, ou a ele correlatos, foram produzidas muitas teses de doutorado, inúmeras dissertações de mestrado e monografias de final de curso. O Laboratório possui um pequeno boletim informativo e já publicou um número específico da Revista Arrabaldes (Número 1 / janeiro de 1996. Programa de Pós-Graduação da UFF. Apoio CNPq) sobre Estudos de Imaginário Medieval. Além disso, produziu também, com o apoio da ANPUH /R.J. um pequeno Catálogo de Pesquisas com o resumo de todas as teses e dissertações já defendidas e em andamento, ligadas ao Laboratório, bem como das investigações do grupo relacionadas às linhas de pesquisa. Publicou, ainda, o livro Viagens e Viajantes, Almocreves, Bandeirantes, Tropeiros e Navegantes com apoio da FAPERJ. A ação do Laboratório tem -se projetado em três níveis distintos. O desenvolvimento de pesquisas articuladas por grandes eixos temáticos que se colocam como problemas para um grupo determinado de pesquisadores é o primeiro desses níveis. Tal é o caso, por exemplo, das investigações em torno da produção simbólica do espaço, do tempo e dos mecanismos de identidade nacional portuguesa e espanhola. Em outro plano, o grupo trabalha com estudos comparativos, deslocando-se dentro de temas recortados nas linhas de pesquisa do Laboratório, para espaços diferenciados do Ocidente cristão..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Fabiano Fernandes - Coordenador.
1993 - 1995
Organização dos Arquivos do Departamento de Antropologia do Museu Nacional
Descrição: A participação neste projeto estava ligada a minha atividade de Estagiário do Departamento de Antropologia do Museu Nacional.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Fabiano Fernandes - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.


Projetos de desenvolvimento


2009 - Atual
A regio religio em questão: Poder real, narrativas e ideologia monárquica: o caso de Luís XI. 1461-1483.
Descrição: Esta pesquisa tem por objetivo rediscutir um tema clássico na historiografia medieval: o da sacralidade real. A despeito da erudição, da riqueza de informações e da qualidade de muitos dos trabalhosos que se dedicaram a este campo de conhecimento a definição do que vêm a ser a regio religio e o grau de pertinência do emprego desta noção carece ainda de maiores esclarecimentos, sobretudo à luz de análises que se debrucem sobre contextos político-religiosos mais específicos. Para rediscutir a questão da sacralidade real no reinado de Luís XI selecionamos algumas perspectivas que possibilitam um panorama qualitativamente rico e que refletem distintos momentos de redação ao longo da segunda metade do século XV. Utilizamos a crônica de Jean de Roye, conhecida com o nome de Chroniques scandaleuse, uma narrativa representativa do meio urbano parisiense, mas ao mesmo tempo por suas ligações com o duque de Bourbon, partilha do ponto de vista dos príncipes de sangue do reino. Destacamos também o Diário de Jean de Maupoint, prior de uma importante abadia cluniacense de Paris, que apresenta uma versão amplamente favorável ao poder real ao tratar do período se estende de 1437 a 1469. Selecionamos ainda como pontos de vista a serem comparados as narrativas de Thomas Basin e de Phillipe de Commynes que apresentam pontos de vista comumente opostos sobre o reinado de Luís XI e sua época. O estudo das diversas relações entre religiosidades e poder é fundamental para uma apreciação mais precisa das práticas políticas no contexto tardo-medievo..
Situação: Em andamento; Natureza: Desenvolvimento.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval/Especialidade: Historia Social.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval/Especialidade: História Antiga.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval/Especialidade: Ordens Militares.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval/Especialidade: Nobreza Portuguesa no Final da Idade Média.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Moderna e Contemporânea/Especialidade: Expansão Ibérica.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Latim
Lê Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2008
Aprovação em segundo lugar no concurso público para Professor Adjunto de História Medieval da UNB, UNB.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
FERNANDES, Fabiano2017FERNANDES, Fabiano. As dinâmicas da argumentação régia na dissolução da Ordem do Templo e na criação da Ordem de Cristo. Um esforço interpretativo. (1307/08-1319). SIGNUM - REVISTA DA ABREM, v. 18, p. 30-59, 2017.

2.
FERNANDES, Fabiano2016FERNANDES, Fabiano. Monarquia e poliarquia na França Tardo-medieva:o crime de lesa-majestade em Aurillac, segundo o processo do duque de Nemours. C. 1474-c. 1476.. Locus (UFJF), v. 22, p. 93-116, 2016.

3.
FERNANDES, Fabiano2015FERNANDES, Fabiano. Jacques de Armagnac, duque de Nemours e a acusação de Lesamajestade. A construção de um crime político por meio da memória escrita. 1465-1477.. Revista Diálogos Mediterrânicos, v. 9, p. 189, 2015.

4.
FERNANDES, Fabiano2014FERNANDES, Fabiano. Insurreições urbanas e ritos públicos em fins do século XIV. As relações politicas e simbólicas nas cerimônias de punição às cidades na França medieval. Anos 90 (Online) (Porto Alegre), v. 21, p. 333-361, 2014.

5.
FERNANDES, Fabiano2014FERNANDES, Fabiano. A hagiografia de Martinho de Soure e a fronteira de Coimbra na primeira metade do século XII: guerra, fé e memória. Revista Diálogos Mediterrânicos, v. 6, p. 113-131, 2014.

6.
FERNANDES, Fabiano2013FERNANDES, Fabiano. Aristocracia, governo e sociedade: as intervenções do mestre de Cristo nas disputas entre o Cabido da Sé de Coimbra e os comendadores de Soure e Pombal (1330 ? c.1350). Signum, v. 14, p. 131-150, 2013.

7.
FERNANDES, Fabiano2012FERNANDES, Fabiano. O PROCESSO DE FORMAÇÃO DA ORDEM DE CRISTO E A CONJUNTURA DOS REINOS IBÉRICOS (C. 1250-1326). Revista Signum, v. 13, p. 134-160, 2012.

Capítulos de livros publicados
1.
FERNANDES, Fabiano. Violência, Poder Público e conflitos sociais na crônica do Religioso de Saint-Denis. 1404-1408.. In: NEMI, Ana; Néri Barros de; Pinheiro, Baptista Rossana Alves. (Org.). A construção da narrativa histórica Séculos XIX e XX. 1ed.CAMPINAS: UNICAMP/ FAPUNIFESP, 2014, v. , p. 123-141.

2.
FERNANDES, Fabiano. ?O Império Cristão nos séculos VIII e IX? In n. SILVA, Francisco Carlos Teixeirada (org.)Os Impérios na História. Rio de Janeiro, Elsevier. In: SILVA, Francisco Carlos Teixeira. (Org.). Os Impérios na História. : , 2009, v. , p. -.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
FERNANDES, Fabiano. Do triunfo à Crise. Uma leitura reversa da estruturação do Estado Monárquico no século XV. In: Anais do XXVI Simpósio Nacional de História ? ANPUH,, 2011, Sâo Paulo. Anais do Anais do XXVI Simpósio Nacional de História, 2011.

2.
FERNANDES, Fabiano. Uma cidade em conflitos: ideologia política e religiosidades no "Journal d?un bourgeois de Paris". 1405-1449. In: XX Encontro Regional- ANPUH SP, 2010, Franca. Anais eletrônicos do XX Encontro Regional- ANPUH SP, 2010.

3.
FERNANDES, Fabiano. Na 'ribalta' das inquirições: a dissolução da Ordem do Templo e as comendas de Ega, Soure, Redinha e Pombal. 1308-1310. In: XXV Simpósio Nacional de História. História e Ética, 2009, Fortaleza. XXV Simpósio Nacional de História, 2009.

4.
FERNANDES, Fabiano. Religião régia, memória dinástica e ritos públicos na cidade de Paris. 1405-1490. In: XIX Encontro Regional da ANPUH. Seminário Temático O poder público à luz dos problemas da violência e da paz na Idade Média (séculos V-XVI): História e Historiografía, 2008. XIX Encontro Regional da ANPUH. SP., 2008.

5.
FERNANDES, Fabiano. As chaves do reino nas mãos do rei: A luta pela redefinição das esferas de poder e a criação da Ordem de Cristo (1319-1325).. In: XI Encontro Regional ANPUH. Democracia e conflito, 2004, Rio de Janeiro. Anais do XI Encontro Regional ANPUH. Democracia e conflito, 2004.

6.
FERNANDES, Fabiano. O discuros cruzadístico nas bulas de Inocêncio III: as relações entre o papado e a Ordem do Templo em Portugal. In: XXI Simpósio Nacional de História, 2003, João Pessoa. Anais eletrônicos do XXII Simpósio Nacional de História, 2003.

7.
FERNANDES, Fabiano. A expansão do Mosteiro de Santa Crus de Coimbra e as vidas de Martinho de Soure, D. Teotónio e de D. Telo. Séculos XI e XII.. In: Associação Nacional de História - Rio de Janeiro, 2002, Ro de Janeiro. Associação Nacional de História - Rio de Janeiro, 2002.

8.
FERNANDES, Fabiano. Poder religioso e centralização régia nas vilas de Ega Soure, Redinha e Pombal. 1248-1348. In: IV Semana de Estudos Medievais, 2001, Rio de Janeiro. Atas da IV Semana de Estudos Medievais, 2001.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
FERNANDES, Fabiano. A igreja de Soure: a formação de uma paróquia no contexto da Reconquista. Séculos XI e XII.. In: XI Simpósio Nacional de História, 2001, Rio de Janeiro. Anais do XI Simpósio Nacional de História. ANPUH, 2001. v. 1.

2.
FERNANDES, Fabiano. A escrita, o poder e a memória na Reconquista portuguesa. In: XI Simpósio Regional de História, 2000, Rio de Janeiro. Anais do XI Simpósio Regional de História, 2000. v. 1.

3.
FERNANDES, Fabiano. O poder local e o poder senhorial da Ordem do Templo: a questão dos moinhos nas vilas de Ega, Soure, Redinha e Pombal (1129-1231). In: IX Simpósio Regional de História, 2000, Rio de Janeiro. Anais do IX Simpósio Nacional de História, 2000. v. 1.

4.
FERNANDES, Fabiano. Da assimilação à integração: A primeira Pós-Graduação em Antropología do Brasil. In: 45 reunião da SBPC, 1993, Recife. Anais da 45ª reunião da SBPC, 1993.

Apresentações de Trabalho
1.
FERNANDES, Fabiano. A regio religio em questão. Notas de pesquisa. Séculos XIV e XV.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
FERNANDES, Fabiano. A gênese de uma Ordem Militar: uma análise comparativa entre as regras de 1321 e 1326 da Ordem de Cristo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
FERNANDES, Fabiano. Ordens militares e antropologia política. Por uma análise processual da formação da Ordem de Cristo na primeira metade do século XIV. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
FERNANDES, Fabiano. Os conflitos entre a Ordem do Templo e o cabido da Sé de Coimbra: permanências e rupturas na dinâmica do poder local. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
FERNANDES, Fabiano. A Formação da Ordem de Cristo em Portugal e a conjuntura politica dos reinos mediterrânicos. 1300-1320.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
FERNANDES, Fabiano. Monarquia, insurreições urbanas e ritos públicos em fins do século XIV. Uma releitura crítica da noção de regio religio a partir das narrativas de Michel de Pintoin e da Parte Inédita das Crônicas de Saint-Denis.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
FERNANDES, Fabiano. O Processo de Formação da Ordem de Cristo. Uma análise a partir das inquirições. 1308-1319.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
FERNANDES, Fabiano. As intervenções do mestre de Cristo nas disputas entre o cabido da Sé de Coimbra e o comendador de Soure. 1330 - c.1350.. 2011. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
FERNANDES, Fabiano. Do triunfo à crise. Uma leitura reversa do processo de estruturação do Estado Monárquico no reino de França no Século XV. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

10.
FERNANDES, Fabiano. Escrita e memória(s) de gestos em discórdia: poder real e conflitos sociais na cidade de Paris. 1381-1383.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
FERNANDES, Fabiano. A 'religio religio' em questão. Poder real, narrativas e ideologia monárquica: o caso Luis XI. 1461-1483. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
FERNANDES, Fabiano. Na 'ribalta' das inquirições: a dissolução da Ordem do Templo e a comendas de Ega, Soure, Redinha e Pombal. 1308-1310. .. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

13.
FERNANDES, Fabiano. Religião régia, memória dinástica e ritos públicos na cidade de Paris. 1405-1490.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

14.
FERNANDES, Fabiano. História e Historiografía.Religião Régia, memória dinástica e ritos públicos na cidade de Paris. 1405-1490. 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

15.
FERNANDES, Fabiano. Perspectivas conteporâneas do Cristianismo Medieva. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
FERNANDES, Fabiano. O ideal cruzadístico e a formação das ordens militares no Ocidente Medieval. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

17.
FERNANDES, Fabiano. A luta pela redefinição das esferas de poder e a criação da Ordem de Cristo. 1319-1326. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

18.
FERNANDES, Fabiano. O reino de Deus e a espada do Rei_ A formação do poder eclesiástico da Ordem de Cristo. 1308-1326. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
FERNANDES, Fabiano. Igreja e Poder no ambiente urbano. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

20.
FERNANDES, Fabiano. O discurso cruzaíistico nsa bulas de Inocêncio III: as relações entre o papado e a Ordem do Templo em Portugal. 2003. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

21.
FERNANDES, Fabiano. O Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra: o seu poder, a sua propaganda e a vida de Martinho de Soure. 2002. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

22.
FERNANDES, Fabiano. O Mosteiro da Batalha. Memória e Monumento da dinastía de Avis. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

23.
FERNANDES, Fabiano. A Igreja de Soure_ A formação de uma paróquia no contexto da Reconquista (séculos XII e XIII). 2001. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

24.
FERNANDES, Fabiano. Poder religioso e centralização régia nas vilas de Ega, Soure, Redinha E Pombal. 1248-1348... 2001. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

25.
FERNANDES, Fabiano. A escrita, o poder e a memória na Reconquista portuguesa: os forais templários da vila de Pombal. 1174-1176. 2000. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

26.
FERNANDES, Fabiano. A questão dos moinhos nas vilas de Ega, Soure, Redinha e Pombal ( 1129-1231).. 2000. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

27.
FERNANDES, Fabiano. Reconquista e Repovoamento na perspectiva de um estudo regional. 1997. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
FERNANDES, Fabiano. Pareceres Revista Locus (UFJF) 2016.. 2016.

2.
FERNANDES, Fabiano. Pareceres História Revista (UFG). 2016.

3.
FERNANDES, Fabiano. Parecer Revista Hydra (UNIFESP). 2016.

4.
FERNANDES, Fabiano. Parecer para FAPESP. 2016.

5.
FERNANDES, Fabiano. Parecer Revista Hydra (UNIFESP). 2015.

6.
FERNANDES, Fabiano. Parecer Revista Signum da ABREM. 2015.

7.
FERNANDES, Fabiano. Pareceres FAPESP. 2015.

8.
FERNANDES, Fabiano. Parecer Revista de Fontes UNIFESP. 2015.

9.
FERNANDES, Fabiano. Parecer Revista Anos 90 (UFRGS). 2014.

10.
FERNANDES, Fabiano. Parecer Fapesp. 2014.

Trabalhos técnicos


Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
FERNANDES, Fabiano; NOGUEIRA, Carlos Roberto de; SILVA, Marcelo Cândido da. Participação em banca de Bruno Soares Miranda. A peregrinação portuguesa a Nuestra Señora de Guadalupe. Século XV. 2009. Dissertação (Mestrado em PPGHS) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Pa.

Teses de doutorado
1.
ALMEIDA, Néri Barros de; NOGUEIRA, Carlos Roberto de; FUNARI, Pedro Paulo Abreu; SILVA, Marcelo Cândido da; FERNANDES, Fabiano. Participação em banca de Rossana Alves Baptista Pinheiro. Da institucionalização do monacato à monaquisação do episcopado na Provença de João Cassiano e dos lerinianos. Séculos IV e V.. 2010. Tese (Doutorado em Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

2.
FERNANDES, Fabiano; ZWINGLIO, Dias; DREHER, Luís Henrique; BERKENBROCK, Volney José; ASSIS, Angelo Adriano Faria de. Participação em banca de João Henrique dos Santos. Da conciliação possível à ruptura: uma análise dos documentos de 1520 de Martinho Lutero. 2009. Tese (Doutorado em Ciência da Religião) - Universidade Federal de Juiz de Fora.

Qualificações de Doutorado
1.
BORGES, C. A. R. M.; SILVA NETO, P. D. F. L. P.; FERNANDES, Fabiano. Participação em banca de Adriana Sampaio Evangelista. Pela salvação de minha alma: a rememoração da paixão do Cristo pelos irmçaos terceiros da capitania das Minas-Séc. XVIII. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência da Religião) - Programa de Pós Graduação Em Ciência da Religião Ufjf.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
GOMES, Francisco Jose Silva; FERNANDES, Fabiano; SOUZA, Maria Beatriz de Mello. Participação em banca de Danielle de Oliveira dos Santos.O modelo de casamento em Portugal medieval a partir do caso de D. Inês de Castro e do Infante D. Pedro (1340-1360). 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Instituto de Filosofía e Ciências Sociais.

2.
FERNANDES, Fabiano; GOMES, Francisco Jose Silva; SOUZA, Maria Beatriz de Mello. Participação em banca de Alisson de Souza Soares.O Monaquismo na Itália do Século VI. Regra do Mestre e Regra de São Bento. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Instituto de Filosofía e Ciências Sociais.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
SOUZA, Maria Beatriz de Mello; SILVA, Marcelo Cândido da; RIBEIRO, Maria Eurydice; FERNANDES, Fabiano; COSTA, Wilma Peres; Feitler, Bruno Guilherme. Membro titular de banca examinadora do Concurso de professor Adjunto de História Medieval. 2010. Universidade Federal de São Paulo.

2.
OLIVEIRA, Julio César Magalhães; GARRAFONI, R. S.; CHEVITARESE, A. L.; CERQUEIRA, Fábio Vergara; COSTA, Wilma Peres; FERNANDES, Fabiano. Membro titular de banca examinadora do Concurso de professor Adjunto de História Antiga. 2010. Universidade Federal de São Paulo.

Outras participações
1.
FERNANDES, Fabiano. Banca de seleção do PIBICI\PIBITI\CNPQ. 2011. Universidade Federal de São Paulo.

2.
FERNANDES, Fabiano. Banca de seleção do PIBICI\PIBITI\CNPQ. 2010. Universidade Federal de São Paulo.

3.
FERNANDES, Fabiano; UFRJ, Profª Doutora Beatriz Catão; ORIENTADORA, Profª Doutora Fátima Regina Gomes Tav. Participação na Banca examinadora da dissertação do Curso de Mestrado em Ciência da Religião da UFJF, intitulada 'Corpo em conflito: discurso religioso e prática de vida das mulheres em Minas Gerais no século XVIII'defendida por Laurilene Aparecida de Oliveira Munck, no dia 24 de Agosto de 2006.. 2006. Programa de Pós Graduação Em Ciência da Religião Ufjf.

4.
FERNANDES, Fabiano. Membro de Banca de Avaliação de monografia de Especialização em História da Arte, Intitulada: Imagens de Augusto na arte romana. Monografia apresentada por Marisa dos Santos Vilella.. 2005. Fundação Unificada Campograndense.

5.
FERNANDES, Fabiano. Membro de Banca de Avaliação da monografia de Especialização em História da Arte intitulada: Justiniano. A imagem do Imperador na arte bizantina. Monografi apresentada por Maria de Lourdes Lopes Monteiro. 2005. Fundação Unificada Campograndense.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Congresso Internacional Ordens Religiosas na Idade Média: (séc. XII-XV): concepções de poder e modelos de sociedade. As normativas da Ordem de Cristo de 1321 e 1326.. 2014. (Congresso).

2.
I Encontro INTERNACIONAL DE HISTÓRIA MEDIEVAL (UEG/UFG/PUC-GO).Insurreições urbanas e ritos públicos em fins do século XIV. As relações politicas e simbólicas nas cerimônias de punição às cidades na França medieval. 2014. (Encontro).

3.
Colóquio Internacional ?Portugal Visto do Brasil: diálogos entre Medievalistas lusófonos. Ordens militares e antropologia política. Por uma análise processual da formação da Ordem de Cristo na primeira metade do século XIV.. 2012. (Congresso).

4.
I Colóquio Luso-Brasileiro Monarquia e Ordens Militares. Séculos XIV a XVI.Conferência. 2012. (Encontro).

5.
Colóquio Franco-Brasileiro. Aristocracia e Igreja na Idade Média (USP/GEMPO). Aristocracia, governo e sociedade: as intervenções do mestre de Cristo nas disputas entre o cabido da Sé de Coimbra e o comendador de Soure. 1330 - c.1350.. 2011. (Congresso).

6.
Congresso Internacional Franco-Luso-Brasileiro. Instituições e Sociedade na Idade Média. (PPGHC/ UFRJ). O Processo de Formação da Ordem de Cristo. Uma análise a partir das inquirições. 1308-1319. 2011. (Congresso).

7.
III Còlóquio de Humanas Unifesp.Escrita e memória(s) de gestos em discórdia: poder real e conflitos sociais na cidade de Paris. 1381-1383.. 2011. (Encontro).

8.
Mesa-redonda: "A questão do poder público na Idade Média",."A questão do poder público na Idade Média",. 2011. (Outra).

9.
XXVI Simpósio Nacional de História da ANPUH.Do triunfo à crise. Uma leitura reversa do processo de estruturação do Estado Monárquico no reino de França no Século XV.. 2011. (Simpósio).

10.
XXV Simpósio Nacional de História. História e Ética.Na 'ribalta' das inquirições: a dissolução da Ordem do Templo e as comendas de Ega, Soure, Redinha e Pombal. 1308-1310. 2009. (Simpósio).

11.
XIX Encontro Regional da ANPUH. Seminário Temático O poder público à luz dos problemas da violência e da paz na Idade Média (séculos V-XVI): História e Historiografía.Religião Régia, memória dinástica e ritos públicos na cidade de Paris. 1405-1490. 2008. (Encontro).

12.
Colóquio Comemorativo do Centenário de Nascimento do Latinista Brasileiro Ernesto Faria.Apresentação da Comunicação intitulada O reino de Deus e a Espada do Rei: a formação do Poder Eclesiástico da Ordem de Cristo nas comendas de Ega, Soure, Redinha e Pombal na primeira metade do século XIV no Colóquio Comemorativo do Centenário de Nascimento do Latinista Brasileiro Ernesto Faria. 2006. (Outra).

13.
Ciclo de Palestras.Palestra Intitulada: Perspectivas conteporâneas do Cristianismo Medieval.. 2005. (Outra).

14.
Ciclo de Palestras.Palestra intitulada: O ideal cruzadístico e a formação das ordens militares no Ocidente Medieval. 2005. (Outra).

15.
Encontro Regional de História.Apresentação do trabalho intitulado: a luta pela redefinição das esferas de poder e a criação da Ordem de Cristo. 1319-1326 no XI Encontro Nacional de História. 2004. (Simpósio).

16.
Palestra.Palestra intitulada: O reino de Deus e a espada do Rei_ A formação do poder eclesiástico da Ordem de Cristo. 1308-1326. 2004. (Outra).

17.
II Congresso de Pós Graduação da FEUC. Apresentação do trabalho intitulado: Igreja e Poder no ambiente urbano. 2003. (Congresso).

18.
Seminário aS DOENÇAS TEM hISTÓRIA.As doenças tem História. 2003. (Seminário).

19.
XXII Simpósio Nacional de História..Apresentação do Trabalho intitulado:O discurso cruzaíistico nsa bulas de Inocêncio III: as relações entre o papado e a Ordem do Templo em Portugal. 1198-1216. 2003. (Simpósio).

20.
I congreso de Pós-Graduação da FEUC. Apresentação do Trabalho intitulado: O Mosteiro da Batalha. Memória e Monumento da dinastía de Avis. 2002. (Congresso).

21.
X Encontro Regional da ANPUH.O Mosteiro de Santa Cruz de Coimbra: o seu poder, a sua propaganda e a vida de Martinho de Soure. 2002. (Encontro).

22.
X Encontro Regional de História.Apresentação do Trabalho Intitulado:A Igreja de Soure. A formação de uma paróquia no contexto da Reconquista. 2002. (Simpósio).

23.
IV Semana de Estudos Medievais.Apresentação do trabalho intitulado:Poder religioso e centralização régia nas vilas de Ega, Soure, Redinha E Pombal. 1248-1348.. 2001. (Encontro).

24.
IV Semana de Estudos Medievais.Coordenação da mesa intitulada:Manifestações artística na e sobre a Idade Média. 2001. (Encontro).

25.
XXI Simpósio Nacional da ANPUH.Apresentação do trabalho: A Igreja de Soure_ A formação de uma paróquia no contexto da Reconquista (séculos XII e XIII). 2001. (Simpósio).

26.
A conjuntura Econômico-social à época de D. Dinis.Participação na Conferência intitulada: A conjuntura Econômico-Social à época de D. Dinis proferida pela Professsora Doutora Maria Helena da Cruz Coelho.. 2000. (Outra).

27.
II Cueso de Extensão em História Antiga.Participação II curso de Extensão História Antiga e Arqueologia. 2000. (Outra).

28.
IX Simpósio Regional de História. Apresentação do trabalho intitulado: A escrita, o poder e a memória na Reconquista portuguesa: os forais templários da vila de Pombal. 1174-1176. 2000. (Congresso).

29.
IX Simpósio Regional de História.Apresentação do trabalho intitulado:O poder local e o poder Senhorial da Ordem do Templo: a questão dos moinhos nas vilas de Ega, Soure, Redinha e Pombal ( 1129-1231). 2000. (Simpósio).

30.
IX Simpósio Regional de História.Coordenação da Mesa intitulada: Poder e Memória na Idade Média Ibérica. 2000. (Simpósio).

31.
VII Colóquio de Estudos Medievais e Ibéricos.Participação no VII Colóquio de Estudos Medievais e Ibéricos. O Ocidente Tardo-medievo e gênese da modernidade. 2000. (Encontro).

32.
Oficina Ética e História.Participação na oficina intitulada: Ética e Hsitória. Organizada pelo Scriptorium. 1999. (Oficina).

33.
Idade Média ontêm e hoje.Participação na organização da série: Idade Média ontêm e hoje. Conferência oferecida por Jean Claude Schimitt.. 1997. (Outra).

34.
I Encontro de Estudos Ibéricos.Participação na organização do I Encontro de Estudos Ibéricos. A Espanha Medieval e Renascentista. 1997. (Encontro).

35.
II Encontro de História Ibérica_ Portugal Medieval.Participação na organização do Segundo Encontro de História Ibérica_ Portugal Medieval. 1997. (Encontro).

36.
XIX Simpósio Nacional da ANPUH.Coordenação da mesa intitulada: Vivências medievais. 1997. (Simpósio).

37.
XIX Simpósio Nacional de História. ANPUH.Apresentação do trabalho intitulado: Reconquista e Repovoamento na perspectiva de um estudo regional. 1997. (Simpósio).

38.
III Congresso Brasileiro de Paleografía e Diplomática. Participação no Congresso Brasileiro de Arquivologia. III Encontro de Paleografia e Diplomática. 1996. (Congresso).

39.
45ª Reunião da Sbpc.Apresentação do trabalho intitulado: Da assimilação à integração: a primeria Pós-Graduação em Antropología do Brasil. 1993. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
FERNANDES, Fabiano; SiLVA, Isabel L. Morgado de Souza. ; PINHEIRO, R. A. B. . I Colóquio Luso-Brasileiro Monarquia e Ordens Militares. 3 e 4 de abril de 2012.. 2012. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Jaqueline Silva de Macedo. O conflito de Filipe IV e a Igreja (1296-1314) entre a lógica e a sátira: a Disputatio inter clericum et militem e o Roman de Fauvel. Início: 2016. Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado em História UNIFESP) - Pós-Graduação em História UNIFESP. (Orientador).

2.
Paulo Christian Martins Marques da Cruz. GUERRA, HISTÓRIA E MEMÓRIA: AS NARRATIVAS SOBRE A BATALHA DE HASTINGS COMO ESTRATÉGIA DE LEGITIMAÇÃO DA DINASTIA NORMANDA DOS REIS INGLESES (1066-1154). Início: 2016. Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado em História UNIFESP) - Pós-Graduação em História UNIFESP. (Orientador).

3.
Victor Rodrigues Abruzzi. Historia e Historiografia na produção editorial de Wlliian Caxton. Início: 2015. Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado em História UNIFESP) - Pós-Graduação em História UNIFESP. (Orientador).

Monografias de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Gustavo Mier. Cultura, História e Memória: A edição do Polychronicon de Willian Cqxton. Início: 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em História) - Departamento de História. EFLCH. UNIFESP. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
ANDRÉ PEREIRA ROCHA. A institucionalização da Inquisição Medieval como legitimação do poder hierocrático da Igreja: uma análise do Manual do Inquisidor, de Bernard Gui. 2016. Dissertação (Mestrado em Mestrado) - Departamento de História. EFLCH. UNIFESP, . Orientador: Fabiano Fernandes.

2.
Wesley Correa. Poyntes, mischeves and causes?: percepções da crise política na Inglaterra entre a revolta de Jack Cade e a Guerra das Rosas ? c. 1449-1475. 2012. Dissertação (Mestrado em Mestrado em História) - Programa de Pós-Graduação em História, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Fabiano Fernandes.

3.
Kelly Cristina Teixeira. A República do Brasil no Reino de Deus: Modernização, Divórcio, Gênero e Romanização em Juiz de Fora (1890 a 1917). 2008. Dissertação (Mestrado em Ciência da Religião) - programa de Pós-Graduação em Ciência da Religião, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Coorientador: Fabiano Fernandes.

Tese de doutorado
1.
Dirceu Marchin Neto. O Priorado do Crato da Ordem do Hospital e as Dinâmicas de Poder na Época do Prior D. Vasco de Ataíde (1453-1491),. 2015. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Históia) - Universidade Nacional de Brasilia, . Coorientador: Fabiano Fernandes.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Bruno Atolini Marques. A construção da imagem do rei D. João I na crônica de Fernão Lopes.. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Departamento de História UNIFESP. Orientador: Fabiano Fernandes.

2.
BAUMANN, Celeste. Gentlemen e Cavaleiros ? Apontamentos sobre a historiografia em língua inglesa da Ordem Religiosa e Militar do Hospital (1814-1871). 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Departamento de História. EFLCH. UNIFESP. Orientador: Fabiano Fernandes.

3.
Flávia Regina da Silva Rocha. Honra, proveito e mercê em Fernão Lopes: o ethos nobiiárquico e a legitimação da Dinastia de Avis (1383-c.1450). 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Departamento de História. EFLCH. UNIFESP. Orientador: Fabiano Fernandes.

4.
Luiz Alberto Marchiori. Nobreza e Ideologia Cruzadística: Uma narrativa da tomada de Ceuta de Gomes Eanes de Zurara entre 1415- 1468. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Departamento de História. EFLCH. UNIFESP. Orientador: Fabiano Fernandes.

5.
Américo Alfonso Polichetti. As reformas normativas e capitulares da ordem de Santiago da Espada (1509). 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Departamento de História UNIFESP. Orientador: Fabiano Fernandes.

6.
Antônico Chiaveli Neto. Guerra e sociedade na Inglaterra Anglo-Normanda. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Departamento de História UNIFESP. Orientador: Fabiano Fernandes.

7.
Lygia Donato de Mello. As representações sobre mulheres nas ordenações afonsinas. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Curso de História) - Universidade Federal de São Paulo. Orientador: Fabiano Fernandes.

8.
Victor Rodrigues Abbruzzini. William Caxton e a Edição do texto The Chronicles of England: uma estratégia de legitimação da causa York na Guerra das Duas Rosas". 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Curso de História) - Universidade Federal de São Paulo. Orientador: Fabiano Fernandes.

Iniciação científica
1.
Celeste Baumann. "Gentlemen e Cavaleiros": a gênese da historiografia oitocentista em língua inglesa sobre a Ordem Religiosa e Militar do Hospital (1814-1871). 2013. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Departamento de História UNIFESP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Fabiano Fernandes.

2.
Wesley Corrêa. As Representações sobre a Realeza no texto O governo da Inglaterra de John Fortescue c. 1461 ? C. 1471.. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Curso de História) - Universidade Federal de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Fabiano Fernandes.

3.
Fernanda Camargo Giannini. Poder e religiosidade no reinado de D. Manuel: Leigos e clérigos no Convento de Tomar .. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Curso de História) - Universidade Federal de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Fabiano Fernandes.



Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
FERNANDES, Fabiano. Perspectivas conteporâneas do Cristianismo Medieva. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
FERNANDES, Fabiano. História e Historiografía.Religião Régia, memória dinástica e ritos públicos na cidade de Paris. 1405-1490. 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
FERNANDES, Fabiano. Na 'ribalta' das inquirições: a dissolução da Ordem do Templo e a comendas de Ega, Soure, Redinha e Pombal. 1308-1310. .. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
FERNANDES, Fabiano. A gênese de uma Ordem Militar: uma análise comparativa entre as regras de 1321 e 1326 da Ordem de Cristo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 12/11/2018 às 16:46:37