Suzana Moura Maia

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8668343061037689
  • Última atualização do currículo em 10/04/2018


Possui graduação em Ciências Sociais (concentração em Antropologia) pela Universidade Federal da Bahia (1992), mestrado em Antropologia pelo Hunter College, City University of New York (1999), doutorado em Antropologia pelo Graduate Center, City University of New York (2007), e pós-doutorado pela Universidade Federal da Bahia. Atualmente é professora Adjunta IV da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) e co-líder do grupo de pesquisa Memórias, Processos Identitários e Territorialidades no Recôncavo da Bahia (MITO). Tem atuado nas seguintes áreas temáticas: gênero, relações raciais, classes medias, transnacionalismo e pós-colonialismo. Foi coordenadora do projeto Relações de Gênero entre Pescadores e Marisqueiras no Recôncavo da Bahia, com financiamento do CNPQ/MDA, entre os anos de 2011 e 2013. Atualmente, realiza pós-doutorado sobre branquitude entre as classes médias brasileiras, no Departamento de Literatura Comparada, na CUNY, tendo também, durante sua licença pós-doutoral, atuado como pesquisadora visitante na Witwatersrand University, na Africa do Sul, estudando mulheres brancas no período de transição pós-apartheid. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Suzana Moura Maia
Nome em citações bibliográficas
MAIA, S. M.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Centro de Artes, Humanidades e Letras - CAHL.
Rua Maestro Irineu Sacramento, S/N, Centro
Centro
44300-000 - Cachoeira, BA - Brasil
Telefone: (075) 34252583


Formação acadêmica/titulação


1999 - 2007
Doutorado em Antropologia.
Graduate Center, City University of New York, CUNY, Estados Unidos.
Título: Brazilian Erotic Dancers in New York: Desire and National Identity, Ano de obtenção: 2007.
Orientador: Ida Susser.
Coorientador: Vincent Crapanzano.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: transnacionalismo,; imigracao internacional; relacoes de genero; representacoes da nacao.
1996 - 1999
Mestrado em Antropologia.
Hunter College City University of New York, CUNY, Estados Unidos.
Título: Artists and Models in the Informal Economy of New York City,Ano de Obtenção: 1999.
Orientador: Ida Susser.
Palavras-chave: imigracao internacional; economia informal; corpo; representacoes.
1986 - 1992
Graduação em Ciências Sociais (concentração em Antropologia).
Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Título: Os Pankararé do Brejo do Burgo: Campesinato e Organização Política.
Orientador: Maria Rosario Gonçalves de Carvalho.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.


Pós-doutorado


2016
Pós-Doutorado.
Graduate Center, City University of New York, CUNY, Estados Unidos.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Teoria Antropológica.
2017 - 2017
Pós-Doutorado.
University of the Witwatersrand, Wits University, África do Sul.
2008 - 2009
Pós-Doutorado.
Programa de Pos-Graduacao em Antropologia, Universidade Federal da Bahia, PPGA-UFBA, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia, FAPESB, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas


Atuação Profissional



Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, UFRB, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Adjunto III, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

03/2016 - Atual
Ensino, Ciências Sociais: Cultura, Desigualdades e Desenvolvimento, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Estudos Interdisciplinares de Gênero
03/2016 - Atual
Ensino, Ciências Sociais: Cultura, Desigualdades e Desenvolvimento, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Seminários Interdisciplinares
03/2014 - Atual
Direção e administração, Centro de Artes, Humanidades e Letras - CAHL, .

Cargo ou função
Membro do Colegiado do Mestrado de Ciências Sociais.
03/2014 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Artes, Humanidades e Letras - CAHL, .

03/2013 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Artes, Humanidades e Letras, .

2010 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Artes, Humanidades e Letras - CAHL, .

Cargo ou função
Membro do Colegiado de Ciências Sociais.
2010 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Artes, Humanidades e Letras - CAHL, .

Cargo ou função
Membro do Núcleo Docente Estruturante do curso de Ciências Sociais..
09/2015 - 02/2016
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia, Gênero e Sexualidade
07/2015 - 02/2016
Ensino, Gestão Pública, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Sociologia Geral
03/2015 - 07/2015
Ensino, Ciências Sociais: Cultura, Desigualdades e Desenvolvimento, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Seminários Interdisciplinares
07/2014 - 02/2015
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Sociologia Geral
07/2014 - 02/2015
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução aos Estudos Acadêmicos
03/2013 - 07/2013
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia I
07/2012 - 11/2012
Ensino, Cinema e Audiovisual, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Cultura Brasileira
07/2012 - 11/2012
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Atropologia, Gênero e Sexualidade
08/2011 - 01/2012
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia, Gênero e Sexualidade
08/2011 - 01/2012
Ensino, Museologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia I
03/2011 - 07/2011
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teorias da Globalização
03/2011 - 07/2011
Ensino, Comunicação e Jornalismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução aos Estudos Acadêmicos
08/2010 - 12/2010
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia II
08/2010 - 12/2010
Ensino, Serviço Social, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria Social II
03/2010 - 07/2010
Ensino, Cinema e Audiovisual, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Cultura Brasileira
03/2010 - 07/2010
Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introducao a Antropologia

City College of New York, CUNY, CCNY, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 4
Outras informações
Nivel: Graduacao Disciplina Ministrada: Introducao aos Estudos de Genero Focus: Transnacionalismo e Sexualidade

Atividades

02/2006 - 12/2006
Ensino, Introdução ao Estudo de Gênero, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução ao Estudo de Gênero

Medgar Evers College, CUNY, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2003 - 2005
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Bolsista - Consultoria Educacional, Carga horária: 20

Atividades

02/2005 - 07/2005
Outras atividades técnico-científicas , Writing Across the Curriculum (WAC), Writing Across the Curriculum (WAC).

Atividade realizada
Edição de material didático: Guia de recursos para o Writing Across the Curriculum.
08/2004 - 12/2004
Extensão universitária , Writing Across the Curriculum (WAC), .

Atividade de extensão realizada
Consultoria educacional no Centro de Escrita e desenvolvimento de Oficinas de Escrita.
02/2004 - 07/2004
Extensão universitária , Writing Across the Curriculum (WAC), .

Atividade de extensão realizada
Projeto de facilitação de interpares.
08/2003 - 01/2004
Extensão universitária , Writing Across the Curriculum (WAC), .

Atividade de extensão realizada
Organização de seminários sobre estratégis de ensino e atividades de escrita em sala de aula.

John Jay College CUNY, CUNY, Estados Unidos.
Vínculo institucional

1998 - 1998
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Assistente de Pesquisa, Carga horária: 20
Outras informações
Assistente de Pesquisa Projeto: Consumo de Heroína em Nova York no Século XXI

Atividades

09/1996 - 12/1997
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Antropologia, .


Universidade Federal da Bahia, UFBA, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - Atual
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Pesquisadora Associada, Carga horária: 0

Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Bolsista Pos-Doutorado, Enquadramento Funcional: Pesquisador/Docente
Outras informações
A pesquisadora trabalha junto ao Programa de Pesquisa sobre Populacoes Indidenas do Nordeste Brasileiro e compõe o quadro docente do PPGA-UFBA, lecionando a disciplina optativa ?Antropologia Reflexiva?.

Vínculo institucional

1993 - 1994
Vínculo: Pesquisador Bolsista, Enquadramento Funcional: Aperfeiçoamento Científico, Carga horária: 20

Vínculo institucional

1992 - 1993
Vínculo: Pesquisador Bolsista, Enquadramento Funcional: Aperfeiçoamento Científico, Carga horária: 20

Vínculo institucional

1991 - 1992
Vínculo: Pesquisador Bolsista, Enquadramento Funcional: Iniciação Científica, Carga horária: 20

Vínculo institucional

1988 - 1988
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Monitora, Carga horária: 10

Atividades

09/2008 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, .

08/1993 - 12/1994
Pesquisa e desenvolvimento , Programa de Pesquisa sobre Povos Indígenas do Nordeste Brasileiro, .

02/1988 - 12/1988
Estágios , Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, .

Estágio realizado
Monitora da disciplina Antropologia III (Teoria Antropológica).

Programa de Pesquisa sobre Populacoes Indigenas do Nordeste Brasileiro, PINEB, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - Atual
Vínculo: Pesquisadora, Enquadramento Funcional: Co-coordenadora Seminarios Formacao Teorica
Outras informações
O PINEB é um programa de pesquisa sediado no Departamento de Antropologia, Programa de de Pós- Graduação, PPGA-UFBA.



Linhas de pesquisa


1.
Assistente de Pesquisa no Projeto Consumo de Heroína em Nova York no Século XXI. Orientador Ansley Hamid
2.
Aperfeiçoamento Científioco no Projeto Campesinato e Política Indígena sobre os Pankararé do Brejo do Burgo, Bahia. Orientador Edwin Reesink
3.
Encontros e Dialogos: a Antropologia e os Novos Sujeitos Politicos
4.
Universidade e movimentos sociais: pesquisa engajada e/ou ativista

Objetivo: Movimentos sociais têm, com frequência, acusado a universidade e seus pesquisadores de fazer uso dos dados coletados para fins prioritariamente acadêmicos e de não se envolverem efetivamente nas lutas por melhores condições de vida daqueles grupos por eles pesquisados. O não retorno dos resultados da pesquisa é um tema que não se restringe à entrega de monografias, teses, artigos e dissertações, mas a um comprometimento mais amplo e abrangente. Para além de perguntas abstratas sobre a construção do conhecimento, esta mesa se propõe a discutir as possibilidades e limitações concretas inerentes às relações que se estabelecem entre universidade e movimentos sociais. Esta linha de pesquisa busca discutir a trajetória de grupos de pesquisa e de pesquisadores que têm desenvolvido estudos engajados e estabelecido vínculos duradouros de militância e/ou ativismo em relação aos grupos por eles estudados. Nosso objetivo é contribuir para o questionamento sobre o papel social do conhecimento produzido pelas universidades públicas, principalmente as novas universidades como a UFRB, a partir de experiências diversas..
Palavras-chave: pesquisa engajada; pesquisa ativista.
5.
A construção da branquidade no Brasil

Objetivo: Na maior parte dos estudos de ?relações? ou ?formações? raciais, o foco recai sobre o negro como um problema. Extensa é a literatura produzida nos Estados Unidos e no Brasil, retratando minuciosamente as práticas religiosas e formação de identidade negra, o índice de desigualdade socioeconômica e política entre negros e brancos, assim como o movimento negro e, atualmente, os efeitos das ações afirmativas sob o estudante e profissional negro, o corpo do homem e da mulher negros, violência policial e criminalidade. Nessa literatura, mesmo que invariavelmente presente, o branco se constitui num sujeito quase invisível, não questionado na sua hegemonia pretensa e silenciosa de si mesmo como um problema. Esta linha de pesquisa segue a perspectiva dos estudos críticos de branquidade, desenvolvidos nos Estados Unidos e ainda incipientemente no Brasil, que pretende colocar o ?branco? e a branquidade _enquanto ideologia, prática e posição social _ como objeto de estudo..
Grande área: Ciências Humanas


Projetos de pesquisa


2013 - 2015
JUVENTUDES E SUSTENTABILIDADE NA RESERVA EXTRATIVISTA DO IGUAPE
Descrição: A Reserva Extrativista do Iguape compõe com a Área de Proteção Ambiental da Baía de Todos os Santos um mosaico de Unidades de Conservação (UC) que se caracterizam pelo uso sustentável dos recursos naturais renováveis. As comunidades pertencentes à Reserva são, majoritariamente, compostas por afro-descendentes que têm uma relação histórica com o uso dos recursos naturais e conservam técnicas e processos centenários na utilização destes recursos. Este projeto de caráter interdisciplinar busca analisar a Reserva Extrativista do Iguape na perspectiva dos jovens locais, visando compreender quem são estes sujeitos, quais os seus projetos de vida, como atuam e percebem a realidade local, busca também desenvolver, em parceria com estes atores, propostas de ação que possam contribuir com o uso sustentável dos recursos naturais renováveis e a melhoria da qualidade de vida. O projeto se desenvolverá em três fases, a saber: 1) Estudo exploratório; 2) Diagnóstico socioambiental e Mapeamento das demandas; 3) Desenvolvimento de um plano participativo. A equipe é formada por pesquisadores dos campos da saúde, ciências sociais, ciências biológicas e comunicação. Cada núcleo terá objetivos específicos a cumprir no que tange às atividades de investigação, e utilizará estratégias, técnicas e instrumentos coerentes às possibilidades de abordar cada objeto particularmente. Porém, cada fase da pesquisa e o produto das investigações resultarão na elaboração e desenvolvimento de um plano de ação a ser desenvolvido através de metodologias participativas. Espera-se com isto ampliar a produção de informação e conhecimento sobre os jovens moradores da Reserva Extrativista do Iguape; contribuir para pensar programas, projetos e ações específicas de promoção da saúde, direitos e cidadania para jovens de comunidades tradicionais; promover uma formação de estudantes e pesquisadores mais sensíveis às questões ambientais, de participação social e culturalmente contextualizada; além de gerar produtos que possam contribuir para a transformação social das comunidades locais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2012 - Atual
Identidficando a branquidade inominada: uma contribuição aos estudos de branquidade e relações raciais no Brasil
Descrição: Na maior parte dos estudos de ?relações? ou ?formações? raciais, o foco recai sobre o negro como um problema. Extensa é a literatura produzida nos Estados Unidos e no Brasil, retratando minuciosamente as práticas religiosas e formação de identidade negra, o índice de desigualdade socioeconômica e política entre negros e brancos, assim como o movimento negro e, atualmente, os efeitos das ações afirmativas sob o estudante e profissional negro, o corpo do homem e da mulher negros, violência policial e criminalidade. Nessa literatura, mesmo que invariavelmente presente, o branco se constitui num sujeito quase invisível, não questionado na sua hegemonia pretensa e silenciosa de si mesmo como um problema. Este projeto segue a perspectiva dos estudos críticos de branquidade, desenvolvidos nos Estados Unidos e ainda incipientes no Brasil, que pretende colocar o ?branco? e a branquidade _enquanto ideologia, prática e posição social _ como objeto de estudo. Uma variedade de temas, tais como: formação da hegemonia branca nas representações na mídia, construção de masculinidades e feminilidades brancas, racismo, segregação espacial, feminismo branco e as possibilidades de aliança entre feministas brancas e negras na construção de uma agenda anti-racista comum..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2013
Relações de Gênero entre Marisqueiras e Pescadores Quilombolas no Recôncavo da Bahia
Descrição: Essa pesquisa tem como foco principal entender as relações de gênero que se configuram a partir das habilidades produtivas em grupos étnicos que vivenciam transformações ecológico-sociais. Nosso estudo se desenvolverá junto à população da Comunidade Remanescente de Quilombo de São Brás, localizado no município de Santo Amaro, Recôncavo da Bahia. Para tanto, nossa abordagem da questão divide-se em três planos: a. O primeiro se refere ao modo como se processa a construção de cada gênero nos seus campos específicos de atuação no processo produtivo; b. O segundo trata das intersecções entre as identidades que se constroem a partir das relações de gênero, de trabalho e dos processos de pertencimento a categorias étnico-raciais conectadas a reivindicações territoriais; c. O terceiro trata das dinâmicas das configurações identitárias, particularmente decorrentes da implementação de grandes empreendimentos turísticos na região..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Suzana Moura Maia - Coordenador / Jurema Machado de Andrade Souza - Integrante / Ana Paula Comin de Carvalho - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2008 - 2010
A Antropologia e os Novos Sujeitos Políticos
Descrição: O projeto proposto tem como objetivo discutir aspectos subjetivos presentes na construção de trabalhos etnográficos, tendo em vista que grande parte das pesquisas produzidas pelo Programa de Pesquisa sobre Povos Indígenas do Nordeste Brasileiro (PINEB, no qual a pesquisa esta inserida) tende a se concentrar, principalmente, nos aspectos propriamente políticos dos povos e organizações indígenas. Vale ressaltar que não se trata de substituir um modelo teórico por outro, mas de incentivar a investigação sobre método, assim como sobre gêneros de escrita etnográfica, propondo uma diversificação da prática antropológica e um alargamento das questões que estão sendo formuladas no momento de estabelecimento institucional do Programa de Pós-Graduação em Antropologia (PPGA), no âmbito do qual o PINEB compõe uma linha de pesquisa de grande influência. Nas últimas três décadas, o PINEB vem formando uma geração de antropólogos, que tem experienciado uma relação diferente das relações travadas, anteriormente, entre antropólogos e objetos/sujeitos de estudo. Este foi um período de efervescência dos movimentos indígenas ? entendidos como ?conjuntos de estratégias e ações que as comunidades e organizações indígenas desenvolvem em defesa de seus direitos e interesses coletivos? (BANIWA, 2007: 58) -- com a formação de lideranças suficientemente articuladas para negociar com a sociedade global. O projeto ora em curso pretende investigar em que medida as representações etnográficas produzidas no decorrer desse lapso temporal refletem, ou não, essa evolução na relação entre pesquisadores e povos indígenas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2000 - 2007
Gênero, Nação e Sexualidade entre dançarinas eróticas brasileiras em Nova York
Descrição: Este projeto teve como objeto de estudos mulheres brasileiras advindas das classes médias que trabalham como dançarinas eróticas nos bares noturnos de Nova York. O projeto se constitui na análise da trajetória de vida de nove mulheres levando em conta sua motivação para migras e sua inserção material e simbólica no contexto estadunidense. Analisa as transformações na economia global e seus efeitos no mercado da indústria sexual de Nova York, assim como as negociações entre dançarinas, clientes e sua rede de familiares e amigos que atravessam as fronteiras de diferentes estados nações..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2014 - 2015
Cineclube Kilombo´s
Descrição: O cineclube Killombo´s tem como público-alvo os moradores das comunidades remanescentes de quilombos de São Brás, Acupe e Cambuta, localizados no município de Santo Amaro, no Recôncavo da Bahia. As mostras de filmes mensalmente nas três comunidades tem-se o objetivo de potencializar _ a partir de diálogos e debates sobre identidade negra e quilombola _, a autoestima dos moradores das comunidades, oferecendo-lhes estímulos culturais e intelectuais com vistas ao autoconhecimento, fortalecimento de sua identidade negra, para que apresentem, gradualmente, uma postura proativa diante dos desafios da vida, buscando soluções e alternativas para a construção dos seus projetos de vida. As exibições têm também o objetivo de transformarem as praças das comunidades em locais de lazer, debates e sociabilidades..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Suzana Moura Maia - Coordenador / Samyr Ferreira - Integrante.
2014 - Atual
Seminários da Pós-Graduação em Ciências Sociais, UFRB: Metodologias Cruzadas
Descrição: Abrigado no âmbito do mestrado em Ciências Sociais, este projeto reúne mensalmente professores e pesquisadores de diversas áreas para a discussão de metodologias aplicadas às Ciências Sociais.
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (20) .
Integrantes: Suzana Moura Maia - Coordenador.
2011 - 2012
A Construção de redes sociais entre saberes locais e universidade nas articulações politicas numa comunidade pesqueira do Reconcavo da Bahia
Descrição: Este projeto tem como foco principal entender, ao mesmo tempo em que procura participar, de forma crítica e informada, dos processos de negociação sócio-política em curso em comunidades pesqueiras do recôncavo baiano. Para tanto, importa investigar a organização entre diversos movimentos sociais articulados a fim de fazer frente a projetos desenvolvimentistas que venham a afetar seus territórios tradicionais, seus modos de subsistência e sua reprodução socioeconômica e cultural. Mais particularmente, este projeto buscará contribuir, como forma de mediação crítica, nas lutas de resistência que se configuram no Recôncavo da Bahia, para fazer frente à iminente construção de um mega-resort na Ilha de Cajaíba, espaço de importância econômica e simbólica para toda região. Tomando como foco de estudo a comunidade quilombola de São Brás, localizada no município de Santo Amaro, estaremos investigando as formas com que a Universidade Federal do Recôncavo da Bahia pode informar as negociações entre o local e instâncias regionais e globais, procurando desenvolver alianças críticas, ao mesmo tempo em que eticamente comprometidas, entre seus membros (discentes, docentes e pesquisadores) e a comunidade, respeitando as suas especificidades e diferenças..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Suzana Moura Maia - Coordenador / Maria das Candeias dos Santos - Integrante.Financiador(es): Pró-Reitoria de Extensão - UFRB - Bolsa.


Revisor de periódico


2016 - 2016
Periódico: Cadernos Pagu (UNICAMP. Impresso)
2013 - Atual
Periódico: American Anthropologist
2013 - Atual
Periódico: Vibrant (Florianópolis)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Estudos de Genero e Sexualidade.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Estudos de Globalização.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Pós-colonialismo.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2003
Segundos Exames de Qualificao - Passed with Dinstinction, Graduate Center, City University of New York.
1992
Mencao Honrosa, Faculdade de Filosofia e Ciencias Humanas, UFBA.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
MAIA, S. M.2012MAIA, S. M.. Identificando a branquidade inominada: corpo, raça e nação nas representações sobre Gisele Bündchen na Mídia Transnacional. Cadernos Pagu (UNICAMP. Impresso), v. 38, p. 309-341, 2012.

2.
MAIA, S. M.2009 MAIA, S. M.. Intersections of the Transnational: Brazilian dancers in New York City?s gentlemen's bars. Vibrant (Florianópolis), v. 6, p. 37-64, 2009.

3.
MAIA, S. M.2009 MAIA, S. M.. Sedução e identidade nacional: dançarinas eróticas brasileiras no Queens, Nova York. Revista Estudos Feministas (UFSC. Impresso), v. 17, p. 769-797, 2009.

4.
MAIA, S. M.2004MAIA, S. M.. Book Review: Race, Ethnicity, and Sexuality: Intimate Interactions, Forbiden Frontiers. Journal of Popular Culture, v. 38, p. 221-223, 2004.

5.
MAIA, S. M.1997MAIA, S. M.; HAMID, Ansley . The Heroin Epidemic in New York City: Current Status and Prognoses. Journal of Psychoactive Drugs, v. 29, p. 341-360, 1997.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
MAIA, S. M.. Transnational Desires: Brazilian Erotic Dancers in New York. Nashville: Vanderbilt University Press, 2012. 256p .

Capítulos de livros publicados
1.
MAIA, S. M.. A Branquitude das Classes Medias: Discurso Moral e Segregacao Social. In: Müller, Tânia Mara Pedroso e Cardoso, Lourenço. (Org.). Branquitude: estudos sobre a identidade branca no Brasil. 1ed.Sao Paulo: Editora e Livraria Appris Ltda., 2017, v. , p. 00-00.

2.
MAIA, S. M.. Seduction and National Identity. In: Alvarez, Sonia; Costa, Claudia de LIma et al. (Org.). Translocalities/Translocalidades: Feminist Politics of Translation in the Latin/a Américas. 1ed.Durham: Duke University, 2014, v. , p. 258-.

3.
MAIA, S. M.. Os Pankararé do Brejo do Burgo: campesinato indígena e faccionalismo político. In: Maria Rosário de Carvalho; Ana Magda Carvalho. (Org.). Índios e Caboclos: a história recontada. Salvador: EDUFBA, 2011, v. , p. 167-182.

4.
MAIA, S. M.. Cosmopolitismo, desejos e afetos: sobre mulheres brasileiras e seus amigos transnacionais. In: Adriana Piscitelli, Glaucia de Oliveira Assis e José Miguel Nieto Olivar. (Org.). Gênero, sexo, amor e dinheiro: mobilidades transnacionais envolvendo o Brasil. Campinas: UNICAMP/PAGU, 2011, v. , p. 363-384.

5.
MAIA, S. M.. Brazilian Women Crossing Borders. In: Jane Aaron, Henrice Altink, and Chris Weedon. (Org.). Gendering Border Studies. 0ed.Cardiff: University of Wales Press, 2010, v. 1, p. 63-82.

6.
MAIA, S. M.. Constructing Desire and National Identity: Brazilian Erotic Dancers in New York. In: Sonia Alvarez. (Org.). Translocalidades / Translocalities: Feminist Politics of Translation in the Latina Americas. 1ed.Durham: Duke University Press (no prelo), 2009, v. 1, p. 0-0.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
MAIA, S. M.. Fernando Pessoa: Consciência Pos-Colonial e as Geografias do Ser. Jornal de Artes e Artes, Lisboa, 16 jul. 2000.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
MAIA, S. M.. Dancarinas Eroticas Brasilieras em Nova York: Trajetorias Transnacionais. In: XIV Simposio Baiano de Pesquisadora(e)s sobre Mulher e Relacoes de Genero, NEIM, 2008, Salvador, Bahia. Anais XIV Simposio Baiano de Pesquisadora(e)s sobre Mulher e Relacoes de Genero, NEIM, 2008.

2.
MAIA, S. M.. Promovendo o Corpo da Nação: Concursos de Beleza Brasileira nos Estados Unidos. In: ABRALIC - Associação Brasileira de Literatura Comparada, 2006, Rio de Janeiro. Anais do ABRALIC. Rio de Janeiro: ABRALIC, 2006. v. 1. p. 0-0.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MAIA, S. M.. Immigrants´ Marriage: for love and papers.. In: Latin American Studies Asssociation, 2006, Montreal. Latin American Studies Association, 2006. v. 0. p. 0.

2.
MAIA, S. M.. The Brown Market: selling the Latin Body in New York City. In: Society of Anthropology of North America, 2005, New York. SANA, 2005.

3.
MAIA, S. M.. Becoming a Brazilian Dancer: performing seduction and national identity. In: Seminario sobre Imigracao Brasileira, 2005, Boston. Seminario sobre Imigracao Brasileira. Harvard, 2005.

4.
MAIA, S. M.. Brazilian Women in New York: constrtructing deesire and national identity. In: Latin American Association, 2004, Las Vegas. LASA, 2004.

5.
MAIA, S. M.. Selling the Brazilian Body in Transnational Spaces. In: Canadian Anthropological Association, 2001, Montreal. Canadian Anthropological Association, 2001.

Apresentações de Trabalho
1.
MAIA, S. M.. ?Whiteness among the Brazilian Middle-Classes: Moral Dircourse, Solipsism, and Politics of Resentment?.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
MAIA, S. M.. ?Black Women/White Women: possibilities and limits of alliances?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
MAIA, S. M.. 'Whiteness among the Brazilian Middle-Classes: Moral Dircourse, Solipsism, and Politics of Resentment'. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
MAIA, S. M.. ?Whiteness in Brazil: Middle Class Politics of Resentment in the Wake of Racial Democracy?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
MAIA, S. M.. ?Whiteness and Resentment among the Brazilian Middle-Classes?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
MAIA, S. M.. A Academia e os Novos Sujeitos Politicos. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
MAIA, S. M.; CARVALHO, M. R. . Oficina de Metodologia. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
MAIA, S. M.. Transnational Desires. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
MOUTINHO, L. ; MESSEDER, S. ; MAIA, S. M. . Relações Interraciais, Estado-Nação e Branquidade. 2012. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica
1.
MAIA, S. M.. 'Unsettling White Ignorance'. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
MAIA, S. M.; SOUZA, Jurema Machado ; Carvalho, Ana Paula Comin . RELAÇÕES DE GÊNERO ENTRE PESCADORES E MARISQUEIRAS QUILOMBOLAS NO RECÔNCAVO DA BAHIA. 2013. (Relatório de pesquisa).

3.
MAIA, S. M.. Writing Across the Curriculum. 2004. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material Didatico).


Produção artística/cultural
Outras produções artísticas/culturais
1.
MAIA, S. M.; NOGGUEIRA, C . Elas Fazem Cinema. 2012 (Curadoria).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
PINHO, Osmundo; BENEVIDES, S.; MAIA, S. M.. Participação em banca de Elton Vitor Coutinho da Silva dos Santos. Valerie O'harah, venha entender a sua arte: transformismo baiano, corpo e performance. 2016. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais: Cultura, Desigualdades e Desenvolvimento) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

2.
LIMA NETo, Djalma; COLLING, L.; MAIA, S. M.. Participação em banca de Priscila Cordeiro Costa. Fraturas no modelo nuclear burguês de família e educação. 2015. Dissertação (Mestrado em Cultura e Sociedade) - Universidade Federal da Bahia.

3.
SERRA, O.; BANDEIRA, F.; MAIA, S. M.. Participação em banca de Isabel Modercin. Rancho do Jatoba do Meio do Mundo: etnografia da agricultura Pankarare e a relacao dis indios com seu mio ambiente. 2010. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

Teses de doutorado
1.
MAIA, S. M.; SARDENBERG, C. M. B.; FACCHINI, R.; PERUCCHI, J.; MACEDO, M. S.. Participação em banca de Gilberta Santos Soares. Sapatos tem Sexo? Metáforas de gênero em lésbicas de baixa renda, negras, no Nordeste do Brasil. 2014. Tese (Doutorado em Estudos Interdisciplinares Sobre Mulheres, Gênero e Feminism) - Universidade Federal da Bahia.

2.
SANSONE, L.; SILVA, D.M.; RAMOS, A. R.; MCCALLUM, C,; MAIA, S. M.. Participação em banca de Anamaria Morales. Vidas Imaginadas na Migração Norte-Sul - europeus na Bahia da Globalização.. 2011. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

3.
SANSONE, L.; SANTOS, Jocélio Teles; PEREIRA, Claudio Luiz; PINHO, Osmundo; MAIA, S. M.. Participação em banca de Angela Edith Gonzalez Cuesta. Las Politicas Educativas para Comunidades Negras en Colombia. 2011. Tese (Doutorado em Programa Multidisciplinar - CEAO) - Universidade Federal da Bahia.

Qualificações de Doutorado
1.
BACELAR, J.; MACHADO, Igor J. R.; MAIA, S. M.. Participação em banca de Ana Maria Morales. Vidas Imaginadas. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Antropologia) - Universidade Federal da Bahia.

Qualificações de Mestrado
1.
PENTEADO JUNIOR, W. R.; ROSA, Laila; MAIA, S. M.. Participação em banca de Edjanara Mascarenhas Conceição. Corre a roda mulher, corre a roda, o homem não sabe correr: uma análise das identidades a partir das performances de gênero nos grupos de samba de roda "Segura a Véia" e "Filhos de Dona Cadu". 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Sociais: Cultura, Desigualdades e Desenvolvimento) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

2.
MAIA, S. M.; COLLING, L.; LIMA NETo, Djalma. Participação em banca de Priscila Cordeiro Costa. Fraturas no modelo tradicional de família e educação. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Cultura e Sociedade) - Universidade Federal da Bahia.

3.
MAIA, S. M.; PINHO, Osmundo; BENEVIDES, S.. Participação em banca de Elton Vitor Coutinho da Silva dos Santos. Valerie O'harah, venha entender a sua arte: transformismo baiano, corpo e performance. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Sociais: Cultura, Desigualdades e Desenvolvimento) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

4.
FIGUEIREDO, A. L. S.; BARROS, Z.; MAIA, S. M.. Participação em banca de Roseni de Santana. Por que a pescadora é marisqueira: conflito interno no quilombo de São Braz, Santo Amaro, Bahia. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Sociais: Cultura, Desigualdades e Desenvolvimento) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

5.
LIMA, Maria Nazaré; MESSEDER, Suely Aldir; MAIA, S. M.. Participação em banca de Jandira Dantas dos Santos. Práticas Homofóbicas: uma realidade no cotidiano escolar. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Crítica Cultural) - Universidade Estadual da Bahia.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
SANTANA, S. M.; PEPE, S. P.; MAIA, S. M.. Participação em banca de Girlene Ferreira Santos.Do Campo à Mesa: memória e documentação da maniçoba na cidade de Cachoeira. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Museologia) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

2.
MAIA, S. M.; COLLING, L.; FERREIRA, M. F.. Participação em banca de Tiago dos Santos de Santana.Cada um sabe a dor e a delícia de ser o que é: narrativas sobre a transsexualidade feminina no Fantástico. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comunicação e Jornalismo) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

3.
PENTEADO JUNIOR, W. R.; COSTA, D. V. A.; MAIA, S. M.. Participação em banca de Adriana Carvalho da Silva.Maternidade negada, maternidade emergida: as representações da maternidade no Conjunto Penas de Feira de Santana - Bahia. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.

4.
FIGUEIREDO, A. L. S.; NORONHA, V. S.; MAIA, S. M.. Participação em banca de Wellington Pereira Santos.Linguagem e Identidade Sexual entre Jovens Negras. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
MURICY, I.; MAIA, S. M.. Professor Assistente Antropologia. 2011. Universidade Estadual da Bahia.

Outras participações
1.
MAIA, S. M.; MESSEDER, S.; PALACIOS, M.. Professor Substituto. 2009. Universidade Estadual da Bahia.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Latin American Studies Association. Crossing Borders, Making Alliances (Atravessando Fronteiras, Fazendo Alianças. 2014. (Congresso).

2.
Reunião da Associação Brasileira de Antropologia. Conflitos territoriais e articulações políticas na comunidade quilombola de São Braz, Recôncavo da Bahia. 2014. (Congresso).

3.
A UFRB e a situação quilombola.Seminário interno: a UFRB e a Questão Quilombola.Territorialidades divergentes e relações de gênero em São Braz. 2013. (Seminário).

4.
Fazendo Gênero 10. Papeis de Gênero, Identidade Étnica e Processos Associativos em São Braz, Bahia. 2013. (Congresso).

5.
Latin American Studies Asssociation. Cosmopolitan Desires: knowing the world through its intimacy. 2013. (Congresso).

6.
I Seminário em Metodologia de Pesquisa em Sexualidade , Gênero e Direitos Humanaos.Identificando a Branquidade Inominada. 2012. (Seminário).

7.
Laboratório de Estudos em Movimentos Étnicos (LEME).Debatedora em Mesa-Redonda: Negritude no Recôncavo. 2012. (Seminário).

8.
II Encontro de Pesquisadores da Faculdade de Filosofia e Ciencias Humanas.Oficina de Metodologia. 2011. (Encontro).

9.
27 Reuniao Brasileira de Antropologia. Cosmopolitismos, desejos e afetos: dançarinas brasileiras e seus namorados transnacionais. 2010. (Congresso).

10.
I Encontro de Pesquisadores da Faculdade de Filosofia e Ciencias Humanas.A Academia e os Novos Sujeitos Politicos. 2010. (Encontro).

11.
Cartografias Sociais de Povos e Comunidades Tradicionais da Bahia - I Encontro de Formacao para agentes sociais e pesquisadores. 2009. (Encontro).

12.
Latin American Studies Asssociation.Frameworks and Methodologies for Thinking through the Transnational. 2009. (Oficina).

13.
Seminário Estadual de Sustentabilidade dos Povos e Comunidades Tradicionais. 2009. (Seminário).

14.
Seminario Internacional Enlacando Sexualidades.Territorios, redes e turismo sexual. 2009. (Seminário).

15.
XIV Simposio Baiano de Pesquisadora(e)s sobre Mulher e Relacoes de Genero, NEIM.Dancarinas Eroticas Brasilieras em Nova York: Trajetorias Transnacionais. 2008. (Simpósio).

16.
Latin American Studies Asssociation. Knowing the world through its intimacy. 2006. (Congresso).

17.
Latin Americas Studies Association. Promoting the Body of the Nation: Brazilian Beauty Pageants in the U.S.. 2006. (Congresso).

18.
Society for Anthropology of North America (SANA). The Brown Market: selling the Latin body in NYC. 2006. (Congresso).

19.
Transnational Feminisms and Translocalities.Brazilian Erotic Dancers in New York: Constructing Desire and National Identity. 2006. (Simpósio).

20.
Gendering Border Studies.Sex Work and Immigration: The Case of Brazilian Erotic Dancers in New York City. 2005. (Simpósio).

21.
Seminar on Brazilian Immigration. Becoming a Brazilian Dancer: Performing Seduction and National Identity. 2005. (Congresso).

22.
Latin American Studies Association. Becoming a Brazilian Dancer: Performing Seduction and National Identity. 2004. (Congresso).

23.
Sexuality Post World War II.Constructing Desire: Brazilian Women in New York. 2004. (Simpósio).

24.
Northeast Popular Culture Conference. Reading between Nations: Analyzing Media Discourses about Brazilian Top Model Gisele Bundchen. 2003. (Congresso).

25.
Annual Meeting Canadian Anthropological Association and The American Ethnological Society. Commodifying the Brazilian Body in Transnational Spaces. 2001. (Congresso).

26.
Conference on Latina and Latin American Women.Artists and Models: Brazilian Immigrants in NY?s Informal Economy. 2000. (Encontro).

27.
Leituras de Fernando Pessoa.Fernando Pessoa: Consciencia Pos-Colonial e as Geografias do Ser. 2000. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MAIA, S. M.; PESCA, C. P. . Seminário: Imapctos sócio-ambientais da monocultura de eucalipto no Recôncavo Baiano.. 2015. (Outro).

2.
MAIA, S. M.; MARTINS, H. T. ; VALENCA, D. . V Seminário do Programa da Pós-Graduação em Ciências Sociais: tradição e modernidade. 2015. (Outro).

3.
PINHO, Osmundo ; MAIA, S. M. . Organização de GT - Bio-poder: corpo, disciplina e governamentalidade. 2015. (Outro).

4.
MAIA, S. M.. Seminários Permanentes da Pós-Graduação em Ciências Sociais, UFRB: Metodologias Cruzadas. 2015. (Outro).

5.
VALENCA, D. ; MAIA, S. M. . O "capital financeiro" e a exploração do trabalho nas minas de ouro em África: notas sobre o método dialético. 2015. (Outro).

6.
SILVA, S. ; MAIA, S. M. . A sobreposição de territórios: a indústria naval no quilombo Enseada do Paraguacú em Maragogipe. BA. 2015. (Outro).

7.
MAIA, S. M.. Mesa Redonda: Universidade e Movimentos Sociais: pesquisa engajada e/ou ativista. 2015. (Outro).

8.
MAIA, S. M.. A Academia e os Novos Sujeitos Politicos. 2010. (Outro).

9.
MAIA, S. M.. I Seminário Enlaçando Sexualidades: Educação, Saúde, Movimentos Sociais, Direitos Sexuais e Direitos Reprodutivos. 2009. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Adriana Carvalho da Silva. Caminhos da Fé: uma etnografia sobre a irmandade de Nossa Senhora da Boa Morte de São Gonçalo dos Campos-BA. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais: Cultura, Desigualdades e Desenvolvimento) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, . Coorientador: Suzana Moura Maia.

2.
Maria das Candeias Santos. O PAPEL DO IDOSO NA REPRESENTAÇÃO DA MEMÓRIA NAS COMUNIDADES QUILOMBOLAS DE SÃO BRAZ E CAMBUTA EM SANTO AMARO- BA. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais: Cultura, Desigualdades e Desenvolvimento) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. Orientador: Suzana Moura Maia.

3.
Zuzanna Jaegermman. Identidades entrecruzadas e políticas do lugar: interseções na luta pelo território desde uma perspectiva decolonial no assentamento Eldorado do Petinga (Recôncavo da Bahia). 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais: Cultura, Desigualdades e Desenvolvimento) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, . Orientador: Suzana Moura Maia.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Samyr Ferreira dos Santos. Um Estudo Antropológico sobre a contribuição do Conselho Pastoral dos Pescadores no processo organizacional das comunidades quilombolas pesqueiras da Articulação Subaé, em Santo Amaro da Purificação - Ba. 2016. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Suzana Moura Maia.

2.
Milena Rocha Caetano de Jesus. ALECRIM, UM PEDACINHO DO RECÔNCAVO: UM OLHAR A CERCA DOS IDOSOS DO POVOADO DO ALECRIM, ZONA RURAL DA CIDADE DE CACHOEIRA, BAHIA. 2016. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Suzana Moura Maia.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Maiara Figueredo Solidade. Socialização de Gênero entre meninos e meninas do ensino básico na escola Senhora Santana em Cachoeira - BA. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Suzana Moura Maia.

2.
Jamile dos Santos. Corpo e consumo na construção da identidade social e sexual de jovens não heterosexuais na cidade de Salvador-BA. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Suzana Moura Maia.

3.
Maria das Candeias. O PAPEL DO IDOSO NA CONSTRUÇÃO DA MEMÓRIA SOCIAL E SUA RELEVÂNCIA NOS PROCESSOS POLÍTICOS E IDENTITÁRIOS NA COMUNIDADE REMANESCENTE DE QUILOMBO DE SÃO BRAZ, NO RECÔNCAVO DA BAHIA. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Suzana Moura Maia.

4.
Amanda Alves. Segredos Internos: Violência Conjugal. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia. Orientador: Suzana Moura Maia.

Iniciação científica
1.
Deivid José Rodrigues. DOCUMENTÁRIO SÃO BRÁS TRANSFORMAÇÕES CULTURAIS E SOCIAIS EM FUNÇÃO DO PROJETO DESENVOLVIMENTISTA. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Cinema e Audiovisual) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. Orientador: Suzana Moura Maia.

2.
Weder Bruno Almeida. Movimentos Descoloniais: a produção do conhecimento e as intersecções entre a Universidade e os Movimentos Sociais no Recôncavo da Bahia. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Suzana Moura Maia.

3.
Jessica Torres. INTERSECÇÕES DE SABERES: Investigando as Conexões entre a Produção Acadêmica e as Articulações Políticas do Programa de Pesquisa sobre Populações Indígenas do Nordeste Brasileiro (PINEB). 2010. Iniciação Científica - Universidade Federal da Bahia. Orientador: Suzana Moura Maia.

Orientações de outra natureza
1.
Maria das Candeias dos Santos. A Construção de redes sociais entre saberes locais e universidade nas articulações politicas numa comunidade pesqueira do Reconcavo da Bahia. 2011. Orientação de outra natureza. (Ciências Sociais) - Universidade Federal do Recôncavo da Bahia, Pró-Reitoria de Extensão - UFRB. Orientador: Suzana Moura Maia.



Inovação



Projeto de extensão


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
MAIA, S. M.2012MAIA, S. M.. Identificando a branquidade inominada: corpo, raça e nação nas representações sobre Gisele Bündchen na Mídia Transnacional. Cadernos Pagu (UNICAMP. Impresso), v. 38, p. 309-341, 2012.


Apresentações de Trabalho
1.
MAIA, S. M.. ?Whiteness among the Brazilian Middle-Classes: Moral Dircourse, Solipsism, and Politics of Resentment?.. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
MAIA, S. M.. ?Black Women/White Women: possibilities and limits of alliances?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
MAIA, S. M.. 'Whiteness among the Brazilian Middle-Classes: Moral Dircourse, Solipsism, and Politics of Resentment'. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
MAIA, S. M.. ?Whiteness in Brazil: Middle Class Politics of Resentment in the Wake of Racial Democracy?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
MAIA, S. M.. ?Whiteness and Resentment among the Brazilian Middle-Classes?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Cursos de curta duração ministrados
1.
MAIA, S. M.. 'Unsettling White Ignorance'. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
MAIA, S. M.. Transnational Desires. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
MOUTINHO, L. ; MESSEDER, S. ; MAIA, S. M. . Relações Interraciais, Estado-Nação e Branquidade. 2012. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MAIA, S. M.; PESCA, C. P. . Seminário: Imapctos sócio-ambientais da monocultura de eucalipto no Recôncavo Baiano.. 2015. (Outro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 13/11/2018 às 19:01:11