Leticia Fraga

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7446589855128901
  • Última atualização do currículo em 13/02/2019


Sou licenciada em Letras Português/Francês pela Universidade Federal de Santa Catarina (1995), mestre em Linguística pela Universidade Federal de Santa Catarina (1998) e doutora em Linguística pela Universidade Estadual de Campinas (2008). Atualmente sou professora associada da Universidade Estadual de Ponta Grossa e atuo nos cursos de Licenciatura em Letras e no Mestrado em Estudos da Linguagem, na mesma instituição. Tenho experiência na área de Linguística Aplicada e oriento trabalhos nos seguintes temas: pluralidade/diversidade linguística; ensino de língua e políticas linguísticas em contextos sociolinguisticamente complexos; formação inicial e continuada de professores de língua; educação (escolar) indígena. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Leticia Fraga
Nome em citações bibliográficas
FRAGA, L.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Estadual de Ponta Grossa, Setor de Ciências Humanas Letras e Artes, Departamento de Letras Vernáculas.
Praça Santos Andrade, s/n
centro
84010-790 - Ponta Grossa, PR - Brasil
Telefone: (42) 32203321
Fax: (42) 32203371
URL da Homepage: www.uepg.br


Formação acadêmica/titulação


2004 - 2008
Doutorado em Lingüística.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Os "holandeses" de Carambeí: estudo sociolingüístico, Ano de obtenção: 2008.
Orientador: Tânia Maria Alkmim.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: crenças lingüísticas; atitudes lingüísticas; pluralidade lingüística; variação lingüística; identidade.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Lingüística Aplicada.
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Sociolingüística e Dialetologia.
Setores de atividade: Educação.
1996 - 1998
Mestrado em Lingüística.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Título: Progressão das estratégias utilizadas por brasileiros para a realização das vogais /ã/ e /E/ do francês: análise acústica e auditiva,Ano de Obtenção: 1998.
Orientador: Dário Fred Pagel.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: pluralidade lingüística; variação lingüística; francês falado por brasileiros; interlíngua português/francês; vogais nasais.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Lingüística Aplicada.
Setores de atividade: Educação.
1992 - 1995
Graduação em Licenciatura Em Letras Português Francês.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.


Pós-doutorado


2014 - 2015
Pós-Doutorado.
Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes


Formação Complementar


1990 - 1993
Língua Francesa.
Aliança Francesa, AF, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Estadual de Ponta Grossa, UEPG, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

05/2018 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade.

Cargo ou função
Membro de Colegiado de Curso.
04/2018 - Atual
Extensão universitária , Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes, Departamento de Estudos da Linguagem.

Atividade de extensão realizada
Projeto.
11/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de Estudos da Linguagem, Colegiado dos Cursos de Licenciatura em Letras.

Cargo ou função
Membro de Colegiado.
09/2009 - Atual
Extensão universitária , Departamento de Letras Vernáculas, .

Atividade de extensão realizada
Supervisora do Programa de Extensão Laboratório de Estudos do Texto.
09/2008 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Letras Vernáculas, .

02/2018 - 12/2018
Ensino, Licenciatura Em Letras Português Espanhol, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Gramática e Ensino
02/2018 - 12/2018
Ensino, Licenciatura Em Letras Português Inglês, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Gramática e Ensino
02/2018 - 12/2018
Ensino, Licenciatura Em Letras Português/Francês, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Gramática e Ensino
02/2017 - 04/2018
Direção e administração, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade.

Cargo ou função
Vice-coordenador de curso.
03/2017 - 12/2017
Ensino, Letras - Inglês, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Prática III
03/2017 - 12/2017
Ensino, Licenciatura Em Letras Português Espanhol, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução aos estudos da linguagem
03/2017 - 07/2017
Ensino, Linguagem, Identidade e Subjetividade, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Políticas linguísticas
09/2013 - 12/2016
Conselhos, Comissões e Consultoria, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade.

Cargo ou função
Membro de colegiado de curso.
03/2016 - 07/2016
Ensino, Linguagem, Identidade e Subjetividade, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Políticas linguísticas
07/2015 - 03/2016
Ensino, Letras - Espanhol, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução aos estudos da linguagem
07/2015 - 03/2016
Ensino, Letras - Espanhol, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução aos estudos da linguagem
07/2015 - 03/2016
Ensino, Letras - Espanhol, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Gramática normativa
07/2015 - 03/2016
Ensino, Letras - Espanhol, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Gramática normativa
07/2015 - 03/2016
Ensino, Letras - Francês, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Gramática normativa
07/2015 - 03/2016
Ensino, Letras - Inglês, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Gramática normativa
02/2012 - 07/2015
Conselhos, Comissões e Consultoria, Reitoria, .

Cargo ou função
Membro da CUIA do Estado do Paraná, representante da UEPG.
05/2009 - 12/2014
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de Letras Vernáculas, .

Cargo ou função
Representante da Comissão de Pesquisa e Pós-Graduação do Departamento de Letras Vernáculas.
02/2004 - 12/2014
Ensino, Licenciatura Em Letras Português Espanhol, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução aos Estudos Linguísticos
02/2004 - 12/2014
Ensino, Licenciatura Em Letras Português Inglês, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução aos Estudos Linguísticos
03/2014 - 07/2014
Ensino, Linguagem, Identidade e Subjetividade, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Políticas linguísticas
06/2009 - 08/2013
Direção e administração, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, .

Cargo ou função
Coordenador do Curso de Pós-Graduação em Linguagem, Indentidade e Subjetividade.
03/2013 - 07/2013
Ensino, Linguagem, Identidade e Subjetividade, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Políticas linguísticas
03/2012 - 07/2012
Ensino, Linguagem, Identidade e Subjetividade, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Políticas linguísticas
02/2011 - 06/2011
Ensino, Linguagem, Identidade e Subjetividade, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Políticas linguísticas
03/2008 - 03/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, .

Cargo ou função
Representante da área Linguística, Letras e Artes no Comitê do PIBIC da UEPG.
12/2009 - 12/2010
Extensão universitária , Departamento de Letras Vernáculas, .

Atividade de extensão realizada
Coordenação do Projeto de Extensão Universidade sem Fronteiras - Adolescentes de escola pública e adolescentes em conflito com a lei: uma relação por meio da escrita.
09/2009 - 12/2010
Extensão universitária , Departamento de Letras Vernáculas, .

Atividade de extensão realizada
Coordenadora do Projeto de Extensão Jornal do Centro de Socioeducação de Ponta Grossa.
03/2010 - 07/2010
Ensino, Linguagem, Identidade e Subjetividade, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Políticas linguísticas
02/2004 - 12/2008
Ensino, Licenciatura Em Letras Português/Francês, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução aos Estudos Linguísticos
02/2007 - 07/2007
Extensão universitária , Departamento de Letras Vernáculas, .

Atividade de extensão realizada
Curso de Extensão Introdução à Sintaxe Gerativa.
05/2006 - 06/2006
Ensino, Língua Portuguesa Lingüística e Literatura Texto e, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Homem, Sociedade e Texto
08/2004 - 04/2005
Direção e administração, Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes, .

Cargo ou função
Coordenador de Curso.
02/2004 - 12/2004
Ensino, Licenciatura Em Letras Português Inglês, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Tópicos em Linguística Aplicada
08/2002 - 07/2004
Direção e administração, Setor de Ciências Humanas, Letras e Artes, .

Cargo ou função
Vice-Coordenador de Curso.
02/2003 - 12/2003
Ensino, Licenciatura Em Letras Português/Francês, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Língua Portuguesa I
Linguística I
02/2003 - 12/2003
Extensão universitária , Departamento de Letras Vernáculas, .

Atividade de extensão realizada
"Laboratório de leitura e produção de textos no Ensino Fundamental".
02/2002 - 12/2003
Ensino, Bacharelado Em Ciências Contábeis, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Português Instrumental
02/1999 - 12/2003
Ensino, Licenciatura Em Letras Português/Francês, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Língua Portuguesa I
Língua Portuguesa II
Linguística I
02/2000 - 12/2002
Ensino, pedagogia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Língua Portuguesa
02/2000 - 12/2002
Extensão universitária , Departamento de Letras Vernáculas, .

Atividade de extensão realizada
Coordenador do Projeto "Reestruturação do ensino de língua portuguesa no ensino fundamental".
02/2001 - 12/2001
Ensino, bacharelado em economia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Técnica de redação em economia
02/2001 - 12/2001
Ensino, licenciatura em fisica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Língua Portuguesa
02/1999 - 12/2001
Direção e administração, Setor de Ciências Exatas e Naturais, .

Cargo ou função
Membro de Colegiado de Curso.
02/1999 - 12/2001
Ensino, bancharelado em informatica, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Português Instrumental
02/1999 - 12/2001
Ensino, geografia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Língua Portuguesa
02/1999 - 12/2001
Ensino, Comunicação Social Jornalismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Redação e Expressão Oral e Escrita II
Redação e Expressão Oral e Escrita I
Língua Portuguesa I
02/1999 - 12/1999
Ensino, engenharia de materiais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Língua Portuguesa

Universidade Estadual de Maringá, UEM, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Estagiário de Pós-Doutorado, Enquadramento Funcional: Não se aplica

Atividades

07/2014 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Programa de Pós-Graduação em Letras.

06/2016 - 06/2016
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, Centro de Ciências Humanas Letras e Artes.

Atividade realizada
Seminário de Pesquisa "Políticas Linguísticas".

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Consultor Ad Hoc, Enquadramento Funcional: Não se aplica



Linhas de pesquisa


1.
Pluralidade, Identidade e Ensino

Objetivo: As investigações realizadas nessa linha de pesquisa objetivam possibilitar uma melhor compreensão da relação língua(gem), sociedade e ensino. Vincula trabalhos que discutem a construção da identidade em situações linguisticamente complexas, procurando articular, de um lado, o estudo da diversidade lingüística no âmbito dos aspectos formais e dos que dizem respeito às atitudes dos falantes e, de outro lado, das representações e dos valores identitários decorrentes dela, como forma de fortalecer o diálogo entre a teoria e o pluralismo lingüístico presente na nossa sociedade e de contribuir para o ensino de língua..
Grande área: Lingüística, Letras e Artes
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Lingüística Aplicada.
Setores de atividade: Educação.
Palavras-chave: pluralidade lingüística; variação lingüística; identidade.
2.
DISCURSO, LETRAMENTO E PROFICIÊNCIA EM REGIMES DE (IN)VISIBILIDADES: LINGUA PORTUGUESA COMO ADICIONAL E ESTRANGEIRA


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
ESTUDOS SOBRE POLÍTICAS EDUCACIONAIS E ENSINO DE LÍNGUA EM TERRAS INDÍGENAS PARANAENSES
Descrição: Esta proposta visa dar continuidade a outros projetos contemplados em chamadas anteriores (tanto desta agência, quanto do CNPq ), a partir de alguns resultados já obtidos , que mostram que as realidades linguísticas das comunidades indígenas paranaenses são completamente diversas (FRAGA, TASSO, 2016; AMARAL, FRAGA, 2016; FRAGA, KONDO, 2014a, 2014b, 2013, 2012). Enquanto algumas comunidades ainda mantêm a língua indígena como língua materna (e às vezes é praticamente a única língua falada na Terra Indígena), em outras há quase um monolinguismo em português. Os dados que levantamos vão ao encontro dos apontados pelo último Censo (IBGE, 2010), no entanto estes, até por dificuldade metodológica, não conseguem identificar, por exemplo, índices de bi/ multilinguismo, o status atribuído a cada língua (portuguesa e indígena(s)), como apontamos em Fraga e Tasso (2016), questões que somente um trabalho de caráter linguístico tem condições de investigar com mais profundidade. Somente a partir daí é que é possível pesquisar como são pensadas, em Terras Indígenas paranaenses, as práticas político-pedagógicas considerando-se o multilinguismo/multiculturalismo ou monolinguismo em português presente nesses locais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Leticia Fraga - Coordenador.
Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2014 - 2017
REVITALIZAÇÃO SOCIOCULTURAL E LINGUÍSTICA EM TERRAS INDÍGENAS PARANAENSES: ESTUDOS SOBRE POLÍTICAS EDUCACIONAIS E ENSINO DE LÍNGUA
Descrição: Objetivando dar continuidade ao projeto contemplado na Chamada MCTI/CNPq/MEC/CAPES Nº 43/2013, intitulado ?Políticas educacionais e ensino de língua em terras indígenas paranaenses: formação continuada de professores de língua em contextos bi/multilíngues?, pretendemos neste projeto, a partir de alguns resultados já obtidos, investigar com mais profundidade como são pensadas, em Terras Indígenas paranaenses, as práticas político-pedagógicas considerando-se o multilinguismo/multiculturalismo presente nesses locais. Mais especificamente o trabalho se realizará em escolas indígenas cuja realidade sociolinguística é complexa. Pretendemos selecionar pelo menos duas escolas, uma cuja clientela seja predominantemente de etnia Kaingang e outra, Guarani, as quais proponham, em seus currículos, formalmente, portanto, o ensino de línguas indígenas brasileiras, além do ensino de língua portuguesa, de modo que possamos observar como se dá o planejamento político-linguístico das diferentes línguas presentes na região e em suas respectivas escolas. Em relação a estas, pretende-se investigar qual o seu papel na revitalização/manutenção linguístico-cultural (se é que ela o exerce) considerando a presença da cultura luso-brasileira da região e como se observam, na comunidade, os impactos sociais das propostas político-pedagógicas aplicadas nas escolas indígenas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: Leticia Fraga - Coordenador / Ismara Eliane Vidal de Souza Tasso - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2013 - 2016
POLÍTICAS EDUCACIONAIS E ENSINO DE LÍNGUA EM TERRAS INDÍGENAS PARANAENSES: FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE LÍNGUA EM CONTEXTOS BI/MULTILÍNGUES
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Leticia Fraga - Coordenador.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2013 - Atual
Pesquisa continuada: Contextos sociolinguisticamente complexos no Paraná e formação (continuada) de professores de língua
Descrição: neste trabalho propomos a investigação da condição linguística do estado do Paraná, mais especificamente a forma como as escolas que se localizam em regiões bi/multilíngues lidam com essa realidade, especialmente no que diz respeito à (não) elaboração e/ou (não) aplicação de políticas linguísticas adequadas ao contexto a que elas se referem, para posterior proposição de formação continuada junto aos docentes dessas escolas. Em termos metodológicos, neste trabalho optamos por utilizar a pesquisa qualitativa, de perspectiva etnográfica (BOGDAN; BIKLEN, 1994, p. 7). Até o presente momento, os resultados levantados permitem afirmar que, no estado, as práticas político-pedagógicas, em geral, não consideram adequadamente (atendendo as necessidades e desejos expressos pela comunidade) o bi/multilinguismo (e multiculturalismo) existente no estado..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Leticia Fraga - Coordenador.
2012 - 2016
FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE LÍNGUA EM CONTEXTOS BI/MULTILÍNGUES PARANAENSES
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Leticia Fraga - Coordenador / Djane Antonucci Correa - Integrante.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2012 - 2015
Políticas educacionais e ensino de língua em Mangueirinha/PR: revitalização sociocultural e linguística da identidade Kaingang
Descrição: Propomos, por meio deste projeto, investigar a complexa condição linguística e cultural do estado do Paraná, mais especificamente da reserva indígena de Mangueirinha, e a situação da Escola Estadual Indígena Kokoj ty Han Jà, especialmente no que diz respeito à (não) elaboração e/ou (não) aplicação de políticas linguístico-culturais que tratem adequadamente o assunto. Segundo Oliveira (2000, p. 84), o Brasil é um dos países mais multilíngues e multiculturais do mundo, no qual coexistem mais de 200 etnias indígenas que falam, hoje, por volta de 170 línguas, além das mais de 30 etnias de imigrantes, que falam aproximadamente o mesmo número de idiomas. E ao contrário do que se possa imaginar, a situação linguístico-cultural brasileira não difere da dos demais países do planeta, nos quais tanto o multilinguismo quanto o multiculturalismo estão presentes. Por essa razão, ao contrário do que geralmente se pensa, é o monolinguismo/monoculturalismo ? e não o multilinguismo/multiculturalismo ? que é um caso especial, um desvio da norma. No Brasil, segundo Cavalcanti (1999, p. 2), podem-se observar os seguintes contextos multilíngues/multiculturais: a) o das comunidades indígenas; b) o das comunidades imigrantes (alemãs, italianas, japonesas, polonesas, ucranianas etc.); c) o das comunidades de brasileiros descendentes de imigrantes e de brasileiros não-descendentes de imigrantes em regiões de fronteira, em sua grande maioria, com países hispanofalantes. Em toda a extensão do estado do Paraná, observam-se esses três contextos de multilinguismo/ multiculturalismo. No entanto, nesse projeto nos limitaremos a discutir especificamente a situação linguístico-cultural da comunidade Kaingang presente na região de Mangueirinha. Segundo dados oficiais do governo paranaense (2006), no estado estão presentes, além dos Kaingang, as etnias indígenas Guarani e Xetá e as comunidades de imigrantes alemãs, árabes, espanholas, holandesas, italianas, japonesas, polonesas e ucranianas. Assim, é e.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Leticia Fraga - Coordenador / Djane Antonucci Correa - Integrante.
Financiador(es): Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científica e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2011 - 2013
Políticas linguísticas e ensino de língua na região dos Campos Gerais/PR
Descrição: O que pretendemos por meio deste trabalho é fazer um levantamento do que se tem feito (e do que ainda há por fazer) em termos de políticas linguísticas na região dos Campos Gerais no que diz respeito às línguas minoritárias aqui presentes..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (3) .

Integrantes: Leticia Fraga - Coordenador / Elódia Constantino Roman - Integrante / Lucimar Araújo Braga - Integrante / Djane Antonucci Correa - Integrante / Aparecida de Jesus Ferreira - Integrante / Adriana Dalla Vecchia - Integrante / Rosana Hass Kondo - Integrante / luis javier paredes reategui - Integrante / kelly patrícia de oliveira - Integrante.
Financiador(es): CNPq/UEPG - Bolsa / Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 3
2010 - 2013
ARQUIVO DE TEXTOS AUTOBIOGRÁFICOS
Descrição: A questão da identidade passa necessariamente pela posse da linguagem, pela nomeação de um mundo e de si próprio. Sem o domínio de instrumentos de comunicação, é impossível fundar um discurso sobre si mesmo e sobre o universo onde este ser se move. A linguagem oral permite de forma relativa este ato de fundação de uma identidade, pois não possibilita uma transcendência de tempo e de espaço, ficando circunscrita às relações interpessoais mais imediatas. Esta permanência e transcendência poderão ocorrer por meio de gravações de depoimentos ou pela transcrição de falas quando o sujeito não possui um equipamento de escrita próprio. E assim se cumpre a função de perenizar modos de falar e de representar o mundo que correm o risco de desaparecer com o desaparecimento das pessoas. Mas é principalmente pelo exercício pessoal da linguagem escrita que o indivíduo empreende uma invenção de identidade, em que o que ele não é apenas uma voz ou uma imagem gravada, mas um discurso construído para significá-lo. A palavra escrita é uma conquista modificadora da condição humana, servindo para perenizar maneiras de ser. Levar o maior número de pessoas a este estágio de comunicação deve ser o projeto de todo e qualquer ato educacional. Se o poder de operar o código escrito por si só já constitui uma forma de identidade, colocar este instrumental a serviço de uma narração da própria história é elevar ainda mais o poder identitário da linguagem. Crendo nesta dupla potência da palavra em estado autobiográfico é que se concebeu um arquivo/laboratório que vai se dedicar à guarda de textos autobiográficos e à reflexão sobre as suas modalidades, tanto as manuscritas, impressas ou digitais. Dentro de uma visão integradora, o ATA vai reunir os textos mais variados, de pessoas comuns, de alunos e de professores e também de escritores, constituindo um espaço de armazenamento de ego-documentos mas também de disseminação de conceitos e de produção de textos autobiográficos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (20) / Mestrado acadêmico: (20) .

Integrantes: Leticia Fraga - Integrante / Djane Antonucci Correa - Integrante / Aparecida de Jesus Ferreira - Integrante / Miguel Sanches Neto - Coordenador / Siumara Aparecida de Lima - Integrante / Silvana Oliveira - Integrante / Rozana Aparecida Lopes Messias - Integrante.
Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2008 - 2010
Falantes e suas línguas: estudos sobre crenças e atitudes linguísticas e identidade
Descrição: O Brasil e a sua riqueza cultural fruto de sua formação histórica parecem ser fontes inesgotáveis de pesquisa para as mais diversas áreas de conhecimento, especialmente para aquelas que atuam em mais de uma área ao mesmo tempo. E são justamente esses trabalhos inspirados no Brasil que melhor possibilitam conhecê-lo e compreendê-lo sob muitos pontos de vista. Nesse sentido, este projeto buscará, das mais diversas formas, analisar as relações que se estabelecem entre as línguas e variedades de língua faladas na região dos campos Gerais e seus falantes, uma questão social que envolve tanto a discussão a respeito da identidade desses indivíduos e das atitudes e crenças que estes manifestam em relação a suas línguas, quanto o uso dessas línguas em determinada comunidade de fala, mostrando o quanto o fenômeno da diversidade cultural e lingüística no Brasil é complexo. Assim, considerando a convivência que se estabelece entre as mais diversas línguas e variedades de língua na região dos Campos Gerais, esse projeto pretende: Fazer um levantamento dos usos funcionais das línguas e variedades de língua faladas na região; das atitudes e crenças lingüísticas que os indivíduos de determinada comunidade de fala manifestam em relação as suas línguas e variedades de língua; e discutir a identidade desses indivíduos. Estabelecer que tipo de relação se dá entre a) atitudes e crenças lingüísticas, b) usos funcionais das línguas e variedades de língua faladas pela comunidade; c) identidade; e d) mudança linguística. ..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: Leticia Fraga - Coordenador.
2008 - 2009
Influência da oralidade sobre a escrita no nível fonológico
Descrição: Que relação existe entre alfabetização e ensino de ortografia? Segundo Cagliari (1989, p. 5), a natureza dessa relação vai depender do conceito que se tem de alfabetização. No Brasil, as definições de alfabetização mais correntes se baseiam nos PCNs, o que é interessante, porque os documentos evitam definir o termo. Talvez na tentativa de não propor uma concepção de alfabetização tradicional, baseada na idéia de que quem sabe estabelecer a relação entre e som sabe ler, na verdade, o documento ao tentar definir alfabetização confunde leitura e compreensão , de um lado, e escrita e produção de textos , de outro, um erro conceitual. Mas muitas vezes um aluno não sabe ler porque não domina o sistema alfabético da escrita e não porque não possua as competências intelectuais para produzir um texto. Não se pode avaliar compreensão e produção de texto sem saber se o aluno domina as competências que lhes precedem resulta em testes que nem medem se o aluno está alfabetizado nem se é capaz de compreender ou produzir textos (OLIVEIRA, 2005). Talvez essa confusão seja um reflexo da falta de consenso que existe, no Brasil, entre os estudiosos da área no que diz respeito às formas mais adequadas de alfabetizar (MORAIS, 2006), especialmente no que concerne ao ensino do sistema de escrita alfabética considere-se, por exemplo, os estudos que se fundamentam em trabalhos de psicólogos (cf. FERREIRO; TEBEROSKY,1985). Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais de Língua Portuguesa (1997), a língua é fundamental para a participação social efetiva do indivíduo. Por isso, ao ensiná-la, a escola tem a responsabilidade de garantir a todos os seus alunos acesso aos saberes lingüísticos necessários para o exercício da cidadania, direito inalienável de todos. A alfabetização no Brasil sempre foi um problema que, apesar de muito discutido, parece piorar cada vez mais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .

Integrantes: Leticia Fraga - Coordenador.
2007 - 2008
Ensino de línguas estrangeiras e livro didático: ensino de pronúncia
Descrição: De modo geral, o ensino de pronúncia nos cursos de línguas estrangeiras e mesmo nos cursos de capacitação de professores de línguas estrangeiras é nulo ou incipiente (CRISTÓFARO SILVA, 2006:2). Por essa razão, apresentamos esse trabalho, que é parte de um projeto maior (CORREA GIROTO; FREITAS PEREIRA; SOUSA BORGES), cuja intenção é avaliar o tratamento dado ao ensino de pronúncia pelos livros didáticos. Pensar o desenvolvimento da produção oral implica pensar que papel se deve atribuir à pronúncia nas aulas de língua estrangeira. No que se refere a essa questão, embora o professor não tenha de ser um especialista em fonética/fonologia, é importante que este conheça alguns elementos que influenciam o processo de aprendizagem, tais como (1) a interferência; e (2) a relação entre ortografia e pronúncia, que não é a mesma nas diferentes línguas (PCN DE LÍNGUA ESTRANGEIRA, 1997:101-103). Esses conhecimentos oferecem ao professor a oportunidade de transformar o processo de aprendizagem da produção oral em algo mais significativo. Por essa razão, analisamos de que forma os exercícios voltados a proporcionar ao aluno o desenvolvimento da habilidade oral o fazem.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .

Integrantes: Leticia Fraga - Coordenador.
2004 - 2006
A VIBRANTE MÚLTIPLA NA POSIÇÃO DE ONSET NO PORTUGUÊS FALADO EM PONTA GROSSA
Descrição: Esta pesquisa teve como objetivo principal estabelecer auditivamente a presença da vibrante múltipla na posição de onset no português falado em Ponta Grossa. A partir dos resultados obtidos serão formulados padrões de pronúncia existentes no português dessa região e seus determinantes. Testaram-se as seguintes hipóteses: No caso dos informantes de menor escolaridade e de mais idade, havia grande tendência na utilização do fone [], quando correspondendo à letra r em posição de onset; No caso dos informantes de maior escolaridade e de menos idade, havia grande tendência na utilização do fone [], quando correspondendo à letra r em posição de onset. Os resultados obtidos mostraram que existem mais variações do que as que havíamos sugerido na proposta da pesquisa, o que, por si só, acaba por justificar a própria execução do trabalho.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Leticia Fraga - Coordenador.
2001 - 2003
As vogais átonas finais e as consoantes travadoras de sílaba no português falado em PG
Descrição: Esta pesquisa tem como propósito principal estabelecer e identificar, auditiva e acusticamente, as vogais átonas finais e as consoantes travadoras de sílaba existentes no português falado na região de Ponta Grossa PR, o que incluirá a medição da duração destas vogais a fim de compará-las à das voagais tônicas e pré-tônicas. A partir dos resultados obtidos estamos formulando os padrões de pronúncia existentes no português falado em Ponta Grossa e seus determinantes. Testam-se as seguintes hipóteses: a ocorrência da consoante [r] como correspondente da letra r em posição de travadora de sílaba, nas realizações pelos informantes com mais de 50 anos; a concorrência entre [r] e [r] como correspondentes da letra r em posição de travadoras de sílaba, no caso dos informantes de 18 e 30 anos; a ocorrência de um sistema de cinco vogais átonas finais, nas realizações pelos informantes com mais de 50 anos; a concorrência entre um sistema de cinco e um de três vogais, no caso dos informantes de 18 e 30 anos. Cristófaro Silva (1998:85) observa que a realização dos grafemas i , e , o e a átonas finais de pende de variação dialetal. para a maioria dos falantes do português brasileiro, as átonas finais são pronunciadas [i, a, u] nas palavras júri, jure, gota, mato , ou seja, na grande maioria dos dialetos do português brasileiro a vogal átona final das palavras júri e jure será idêntica e à letra o corresponderá ao fonema [u]. A realidade do falar de Ponta grossa não se inclui na da maioria citada acima; daí a importância de seu registro, de sua documentação por razões históricas e lingüísticas. 20 informantes gravaram o corpus da pesquisa. Os dados obtidos foram analisados primeiro auditivamente e transcritos e em seguida iniciaremos a sua análise acústica..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Leticia Fraga - Coordenador.


Projetos de extensão


2018 - Atual
Saberes outros: Estudos e ações indígenas
Descrição: A formação de professores em geral (e mesmo de outros profissionais) não leva em consideração do fato de que o Brasil é um dos países mais multilíngues/multiculturais do mundo, no qual são faladas, hoje, por volta de 200 línguas (incluídas aí as variedades de língua), das quais cerca de 170 são indígenas e outras 30, línguas de imigrantes (Oliveira 2000). Especificamente em relação aos povos indígenas, no estado do Paraná, segundo dados oficiais do governo (2006), estão presentes as etnias indígenas Kaingang e Guarani, como quase 15.000 indivíduos (IBGE, 2010). Entendemos que não considerar sua presença na história do país, além de um desrespeito aos povos originários, é uma perda em termos de diferentes possibilidades de compreender o mundo, uma vez que o conhecimento a que nós, não indígenas, temos acesso advém de uma única fonte/perspectiva: a eurocêntrica. Por essa razão, propomos, por meio deste projeto, possibilitar que os acadêmicos participantes tenham oportunidade de construir ações pedagógicas diversas a partir de uma perspectiva outra, que atenda de fato a demandas indígenas, uma vez que as ações partirão deste olhar. Metodologicamente, nos basearemos em Solano e Speed (2008), que defendem o co-labor, segundo o qual ?profissionais e comunidade [identificam] conjuntamente os problemas a resolver, deliberem ações a respeito e avaliem autonomamente o processo? (AMARAL, 2015). O referencial teórico se sustentará nos trabalhos de intelectuais indígenas, como Inácio (2010) e Benites (2012), sendo que a primeira trata da pedagogia Kaingang e o segundo, da pedagogia Guarani. O conjunto das ações a se desenvolver abrange: a) Debater a presença indígena na sociedade brasileira em geral, com vistas a ampliar sua visibilidade; b) Estudar pedagogias outras (como a Kaingang e a Guarani); c) Promover a interação entre universidade e escolas, indígenas e não indígenas, por meio de debates, discussões, eventos e da distribuição dos materiais didáticos; d) Elaborar e sistematizar propostas de materiais que contribuam para disseminar conhecimento sobre povos indígenas juntamente com eles, os quais partam de políticas linguístico-educacionais adequadas na perspectiva indígena; e) Dar andamento às atividades do CEAI..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (2) .

Integrantes: Leticia Fraga - Coordenador.
2015 - 2017
Formação inicial e continuada de professores de língua em comunidades multilíngues/ multiculturais
Descrição: Propomos, por meio deste projeto, a partir da investigação da condição linguístico-cultural do estado do Paraná, a realização de um trabalho de formação continuada com os professores de língua de três contextos distintos ? a) de escolas públicas urbanas, b) de escolas indígenas; e c) de escolas situadas em comunidades quilombolas ? que avalie a situação sociolinguística dessas escolas, especialmente no que diz respeito à (não) elaboração e/ou (não) aplicação de políticas linguístico-educacionais adequadas ao contexto a que elas se referem. De modo mais específico, o trabalho com esses professores envolverá as seguintes ações: a) reuniões para debater o Plano Político-Pedagógico da escola, com vistas à sistematização de sugestões de alteração, se for o caso; b) elaboração de material didático específico; c) sistematização de propostas de políticas linguístico-educacionais específicas para a comunidade..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (1) .

Integrantes: Leticia Fraga - Coordenador / Djane Antonucci Correa - Integrante / Ligia Paula Couto - Integrante / Ione da Silva Jovino - Integrante.
2013 - 2014
Grupo de Estudos e Trabalho: Comissão Universidade para os Índios (CUIA / UEPG) 2002-2014
Descrição: A presença de estudantes indígenas nas universidades públicas no Estado do Paraná ainda está por merecer estudos detalhados por ser recente, complexa e envolver desafios que ultrapassam os limites das IES. No Estado do Paraná a Lei n. 13.134, de 18 de abril de 2001, reserva 3 (três) vagas para serem disputadas entre os índios integrantes das sociedades indígenas paranaenses nos vestibulares das universidades estaduais. Posteriormente a Lei n. 14.995, de 9 de janeiro de 2006 dá nova redação ao art. 1º da Lei n. 13.134/ 2001 passando a reservar 6 vagas para indígenas. A CUIA/SETI Paraná vem realizando os Vestibulares dos Povos Indígenas desde o ano de 2002, na itinerância e rotatividade das coordenações desse processo seletivo, assumindo todas as responsabilidades e exigências decorrentes dessa ação. Apesar do mérito de todas as CUIAs que, em contextos/cenários e dinâmicas institucionais distintos (favoráveis ou não), assumiram o compromisso e responsabilidade da realização de cada um dos vestibulares, o foco central da CUIA/PR e outras CUIAs ainda centrado nas estratégias de ingresso dos estudantes indígenas em detrimento da necessária análise aprofundada às estratégias de permanência e conclusão de curso desses sujeitos nas IES. Nesse sentido, o Grupo de Estudos e Trabalho da CUIA/UEPG que estamos propondo visa levantar, sistematizar e analisar os dados relativos a essa experiência de ensino superior indígena na UEPG ao longo desses anos. A participação dos estudantes indígenas será fundamental nessa discussão, a luz de seus pontos de vista e com apoio de material bibliográfico selecionado, para uma melhor compreensão dos significados e as dinâmicas dessa presença, tanto para os próprios estudantes e suas comunidades quanto para a universidade. Tal trabalho também subsidiará nossa interlocução e ação com as demais CUIAs no sentido de levantar e discutir os elementos para atualização da Resolução Conjunta SETI/IES do Paraná para uma política pública unificada..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.

Integrantes: Leticia Fraga - Integrante / Sérgio Mateus Goitoto - Integrante / Olavo Martins Ayres - Coordenador / Bruna Tainá Paliano - Integrante / Joel Anastácio - Integrante / Alexandre Kuaray Quadros - Integrante / Tatiane de Paula Carneiro - Integrante / Alex Miler Maciel - Integrante / Natielly Sipriano - Integrante.
2012 - 2013
O papel dos estudos sobre Crenças na formação de professores
Descrição: Considerando que as crenças exercem um forte impacto em nosso comportamento e em nossas ações, e que existe uma inter-relação entre crenças, atitudes e construção de identidade (BARCELOS, 2006) ? no caso, a identidade do professor em formação e/ou formação continuada, o presente projeto pretende propor uma série de discussões sobre a temática, nas quais os participantes terão papel fundamental, tanto no sentido de propor subtemas, quanto no sentido de assumir, junto à coordenação a função de conduzir as discussões, o que contribuirá para que cada um desenvolva autonomia quanto ao trabalho, teórico e prático, sobre/com crenças. Metodologicamente, o projeto desenvolver-se-á a partir da realização de uma série de reuniões de discussão sobre textos diversos e posterior realização de trabalhos de intervenção nos mais variados contextos escolares. Desse modo, pretendemos dar continuidade a um trabalho iniciado em 2011, em formato de curso. Esse projeto se justifica pelo fato de que inúmeros estudos apontam a importância de se discutir a relação entre crenças e formação de professores. No entanto, em geral os estudos (de pesquisa, especialmente) sobre crenças são apenas teóricos. Por essa razão, por meio da proposta de um projeto de extensão acreditamos que conseguiríamos avançar nesse sentido. O objetivo é ultrapassar a mera discussão abstrata e que se limita a constatar que todos temos crenças que influenciam nossas atitudes, para que, a partir disso, possamos trabalhar a questão da conscientização sobre o papel das crenças nas atitudes de professores e alunos, procurando, se for o caso, realmente refletir sobre o quanto as crenças que possuímos permitem que realizemos uma discussão sobre ensino de língua que julgamos que progride em relação ao que está posto nesse sentido..
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (9) / Mestrado acadêmico: (5) .

Integrantes: Leticia Fraga - Coordenador / Lucimar Araújo Braga - Integrante / Lílian Cristina do Amaral Martines - Integrante / Adriana Dalla Vecchia - Integrante / Rosana Hass Kondo - Integrante / kelly patrícia de oliveira - Integrante / Evelise dos Santos do Nascimento - Integrante / Deleon Betim - Integrante / Simone Aparecida Jacumasso - Integrante / Elisângela Cristiane Dias de Lima - Integrante / Rafhaele Maria Vieira - Integrante / Sirlene Martins de Souza - Integrante / Erica Cordeiro de Andrade - Integrante / Andrea Aparecida Penteado - Integrante.
2011 - 2012
Formação de professores de língua em comunidades bi/multilíngues
Descrição: No que diz respeito à educação enquanto elemento que deve promover o desenvolvimento da democracia e da cidadania, algumas questões se fazem muito importantes e urgentes para a sociedade brasileira. Dentre essas está a necessidade de conhecer e valorizar as características étnicas e culturais dos diferentes grupos sociais presentes no país, de forma a possibilitar que alunos e professores percebam o Brasil como um país complexo e multifacetado. Segundo Oliveira (2000, p. 84), o Brasil é um dos países mais plurilíngues do mundo, no qual são faladas, hoje, por volta de 200 línguas, das quais cerca de 170 são indígenas e outras 30, línguas de imigrantes. E ao contrário do que se possa imaginar, a situação linguística brasileira não difere da dos demais países do planeta, nos quais tanto o bilinguismo quanto o plurilinguismo estão presentes. Por essa razão, ao contrário do que geralmente se pensa, é o monolinguismo ? e não o bi/plurilinguismo ? que é um caso especial, um desvio da norma. No Brasil, segundo Cavalcanti (1999, p. 2), podem-se observar os seguintes contextos bilíngues/plurilíngues: a) o das comunidades indígenas; b) o das comunidades imigrantes (alemãs, italianas, japonesas, polonesas, ucranianas etc.); c) o das comunidades de brasileiros descendentes de imigrantes e de brasileiros não-descendentes de imigrantes em regiões de fronteira, em sua grande maioria, com países hispanofalantes. Em toda a extensão do estado do Paraná, observam-se esses três contextos de bilinguismo e plurilinguismo. Segundo dados oficiais do governo paranaense (2006), no estado estão presentes as etnias indígenas Kaingang e Guarani e as comunidades de imigrantes alemãs, árabes, espanholas, holandesas, italianas, japonesas, polonesas e ucranianas. Assim, é evidente que a situação plurilíngue do estado exige maior atenção governamental, para que se proponha uma educação mais adequada, que leve em consideração os direitos linguísticos de cada comunidade. Nesse sentido, propomos, por me.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (3) .

Integrantes: Leticia Fraga - Coordenador / Lucimar Araújo Braga - Integrante / Djane Antonucci Correa - Integrante / Miguel Sanches Neto - Integrante / Adriana Dalla Vecchia - Integrante / Rosana Hass Kondo - Integrante / kelly patrícia de oliveira - Integrante.


Membro de corpo editorial


2015 - Atual
Periódico: Fórum Linguistico (Online)
2012 - Atual
Periódico: Acta Scientiarum. Language and Culture (Online)
2011 - Atual
Periódico: Analecta (UNICENTRO)
2011 - Atual
Periódico: Revista PublicAção
2011 - Atual
Periódico: MOARA
2008 - Atual
Periódico: Signos (Lajeado)
2007 - Atual
Periódico: Revista Eletrônica Espaço Acadêmico


Áreas de atuação


1.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Teoria e Análise Lingüística.
2.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Sociolingüística e Dialetologia.
3.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Lingüística Aplicada.
4.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Língua Portuguesa.
5.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Letras / Subárea: Línguas Estrangeiras Modernas.
6.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Lingüística / Subárea: Psicolingüística/Especialidade: Aquisição da Escrita.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Holandês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
FRAGA, L.2018FRAGA, L.; ANASTACIO, J. ; PEREIRA, R. . REEXISTÊNCIA INDÍGENA NA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA: PARA ALÉM DO ACESSO AO ENSINO SUPERIOR. Revista ABPN, v. 10, p. 243-261, 2018.

2.
FRAGA, L.2018FRAGA, L.; NUNES, E. S. . ANÁLISE DA LEI MUNICIPAL Nº 12.213 DE 23/06/2015: AS LACUNAS DA INCLUSÃO BILINGUE DOS ALUNOS SURDOS NA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DO MUNICÍPIO DE PONTA GROSSA. REVISTA TRAMA (UNIOESTE. ONLINE), v. 14, p. 99-105, 2018.

3.
FRAGA, L.2017FRAGA, L.. Quem é/deve ser o professor da escola indígena: uma discussão introdutória. ESTUDOS LINGUÍSTICOS (SÃO PAULO. 1978), v. 46, p. 505-515, 2017.

4.
FRAGA, L.2017FRAGA, L.; ANASTACIO, J. ; PEREIRA, R. ; SOUZA, J. I. ; GOITOTO, P. ; FONSECA JUNIOR, A. F. ; QUEIROZ, E. W. ; FONSECA, M. F. . A CRIAÇÃO DE UM COLETIVO DE ESTUDOS E AÇÕES INDÍGENAS: A TRAJETÓRIA DO CEAI. HUMANIDADES & INOVAÇÃO, v. 4, p. 276-287, 2017.

5.
FRAGA, L.2016FRAGA, L.; TASSO, I. E. V. S. ; AMARAL, W. R. ; RODRIGUES, I. C. ; NOVAK, M. S. J. . Políticas afirmativas para populações indígenas no Paraná: da promulgação da Lei Estadual 13.134/2001 à proposta de elaboração de um curso de licenciatura e/ou pedagogia intercultural. Muitas Vozes, v. 5, p. 167-182, 2016.

6.
FRAGA, L.2015FRAGA, L.; MARTINES, L. C. do A. . REPRESENTAÇÕES DE ALUNOS E PROFESSORES SOBRE A COOFICIALIZAÇÃO DA LÍNGUA GUARANI EM TACURU/MS. Polifonia (UFMT), v. 22, p. 267-293, 2015.

7.
MARTINES, L. C. A.2015MARTINES, L. C. A. ; FRAGA, L. . POPULAÇÕES INDÍGENAS NO MATO GROSSO DO SUL: UM ESTUDO SOBRE A COOFICIALIZAÇÃO DA LÍNGUA GUARANI EM TACURU/MS E SEUS DESDOBRAMENTOS POLÍTICOS E PEDAGÓGICOS NO CONTEXTO ESCOLAR. Terr@ Plural (UEPG. Online), v. 8, p. 445-466, 2015.

8.
FRAGA, L.2014FRAGA, L.; COSTA, V. O. . Impressões sobre a escola e o abandono escolar de adolescentes com quem a lei entra em conflito. Revista Eletrônica de Educação (São Carlos), v. 8, p. 81-100, 2014.

9.
FRAGA, L.2014FRAGA, L.; Kondo, Rosana Hass . IDENTIDADES HÍBRIDAS: ATITUDES LINGUÍSTICAS DOS GUARANI DO PINHALZINHO ? PR. Acta Scientiarum. Language and Culture (Impresso), v. 36, p. 415-425, 2014.

10.
FRAGA, L.2014FRAGA, L.; Kondo, Rosana Hass . É MUITO BONITO NO PAPEL, MAS NA REALIDADE DEIXA A DESEJAR... EDUCAÇÃO (ESCOLAR) INDÍGENA: ENTRE LEIS E REALIDADE. Muitas Vozes, v. 3, p. 171-189, 2014.

11.
FRAGA, L.2013FRAGA, L.; Kondo, Rosana Hass . INDIO SÓ É ÍNDIO SE FALA LÍNGUA INDIGENA: REPRESENTAÇÕES DE IDENTIDADE INDÍGENA. Revista Língua & Literatura (Online), v. 15, p. 213-239, 2013.

12.
FRAGA, L.2013FRAGA, L.; VECCHIA, A. D. . Políticas, crenças e atitudes linguísticas em contexto multilíngue. Revista Signótica, v. 25, p. 283-308, 2013.

13.
FRAGA, L.2013FRAGA, L.; CORREA, D. A. . Política linguística no estado ―monolíngue‖ do Paraná: uma análise inicial da presença indígena na Universidade Estadual de Ponta Grossa. Guavira Letras, v. 16, p. 232-253, 2013.

14.
FRAGA, L.2012FRAGA, L.; VECCHIA, A. D. . A construção da identidade de grupo na colônia Entre Rios: práticas de letramento na Educação Infantil. Revista Interfaces, v. 3, p. 13-22, 2012.

15.
FRAGA, L.2012FRAGA, L.; VECCHIA, A. D. . A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE ÉTNICA NA ESCOLA O PAPEL DOS PROFESSORES DE LÍNGUAS. Revista Escrita (PUCRJ. Online), v. 15, p. 1-16, 2012.

16.
FRAGA, L.2012FRAGA, L.; VECCHIA, A. D. . Resenha de SILVA, Sidney de Souza (org.). Línguas em Contato: Cenários de Bilinguismo no Brasil. Coleção Linguagem e Sociedade v.2. Campinas/SP: Pontes Editores, 2011.. Revista Muitas vozes, v. 2, p. 293-299, 2012.

17.
FRAGA, L.2012FRAGA, L.; Kondo, Rosana Hass . IDENTIDADE GUARANI: ONTEM E HOJE. Travessias (UNIOESTE. Online), v. 6, p. 1-13, 2012.

18.
FRAGA, L.2011FRAGA, L.. POLÍTICA LINGUÍSTICA E ENSINO DE LÍNGUA NA REGIÃO DOS CAMPOS GERAIS. Quaestio (UNISO), v. 13, p. 81-97, 2011.

19.
FRAGA, L.2011FRAGA, L.. OS ?HOLANDESES? DE CARAMBEí E SUAS LíNGUAS: UM ESTUDO SOBRE IDENTIDADE. Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978), v. 40, p. 1084-1098, 2011.

20.
FRAGA, L.2011FRAGA, L.; LOURENCO, I. M. . LEITURA E O PROFESSOR DE LÍNGUA PORTUGUESA EM FORMAÇÃO: UM ESTUDO SOBRE CRENÇAS. Signum. Estudos de Linguagem, v. 14, p. 249-278, 2011.

21.
FRAGA, L.2011FRAGA, L.; PINTO, C. M. A. . PROFESSORES DE LÍNGUA EM FORMAÇÃO E O /R/ RETROFLEXO: UM ESTUDO SOBRE ATITUDES LINGUÍSTICAS. Línguas & Letras (UNIOESTE), v. 12, p. 1-28, 2011.

22.
FRAGA, L.2009FRAGA, L.. OS ?HOLANDESES? DE CARAMBEÍ E SUAS LÍNGUAS: UM ESTUDO SOBRE ATITUDES LINGÜÍSTICAS. Estudos Linguísticos (São Paulo. 1978), v. 38, p. 297-311, 2009.

23.
FRAGA, L.2009FRAGA, L.. A VARIEDADE DE PORTUGUÊS FALADA PELOS ?HOLANDESES? DE CARAMBEÍ: IDENTIDADE E R-FORTE. Revista Brasileira de Linguística Aplicada (Impresso), v. 9, p. 621-645, 2009.

24.
FRAGA, L.2009FRAGA, L.. O Ensino do Sistema de Escrita Alfabética: PCN de Língua Portuguesa e livro didático. Revista Espaço Acadêmico (UEM), v. 98, p. 42-49, 2009.

25.
Fraga, Leticia2009Fraga, Leticia ; FRAGA, L. . Atitudes linguísticas e r-forte em Carambeí. Acta Scientiarum. Language and Culture (Online), v. 31, p. 147-153, 2009.

26.
FRAGA, L.2009FRAGA, L.. O bilinguismo português/holandês em Carambeí/PR. Todas as Letras (São Paulo. Impresso), v. 11, p. 82-91, 2009.

27.
FRAGA, L.2009FRAGA, L.. ATITUDES LINGUÍSTICAS DOS DESCENDENTES DE HOLANDESES DE CARAMBEÍ/PR: O /r/ EM CODA. Vínculo (Unimontes), v. 10, p. 197-207, 2009.

28.
FRAGA, L.2009FRAGA, L.. AS VARIEDADES LINGUÍSTICAS E USOS SOCIAIS DA COMUNIDADE DE FALA DOS ?HOLANDESES? DE CARAMBEÍ/PR. Língua e Literatura (USP), v. 29, p. 239-255, 2009.

29.
FRAGA, L.2008FRAGA, L.. O português falado por descendentes de holandeses em Carambeí, PR e os róticos em coda. Linguagem & Ensino (UCPel), v. 11, p. 349-376, 2008.

30.
FRAGA, L.2008FRAGA, L.. Os ?holandeses? de Carambeí: em busca de (uma nova) identidade. UniLetras, v. 30, p. 127-156, 2008.

31.
FRAGA, L.2007FRAGA, L.. Estratégias utilizadas por brasileiros para a realização das vogais /􀀣􀀋/ e /􀀧􀀋/ do francês: análise acústica do segmento consonantal. Analecta (UNICENTRO), v. 8, p. 65-72, 2007.

32.
FRAGA, L.2006FRAGA, L.. Resenha: Sociolinguistica na sala de aula. Linguagem & Ensino (UCPel), Pelotas, v. 9, n.2, p. 265-269, 2006.

33.
FRAGA, L.2006FRAGA, L.. Os róticos no português de Carambeí/PR. Estudos Lingüísticos (São Paulo), São Paulo, v. 1, n.XXXV, p. 1113-1122, 2006.

34.
FRAGA, L.2006FRAGA, L.. Resenha: Considerações sobre a fala e a escrita: fonologia em nova chave. Revista Eletrônica Espaço Acadêmico, Maringá, v. 67, p. 25, 2006.

35.
FRAGA, L.2005FRAGA, L.. Resenha Educação em Língua Materna. Todas as Letras (São Paulo), São Paulo, v. 2, p. 106-108, 2005.

36.
FRAGA, L.2004FRAGA, L.. Estrategias utilizadas por brasileiros para a realizaçao de /a/ e /e/: analise auditiva do timbre. Trabalhos em Lingüística Aplicada, Campinas - SP, v. 43(1), p. 83-95, 2004.

37.
FRAGA, L.2004FRAGA, L.. A pesquisa em fonética articulatória, acústica e auditiva: noções elementares. UniLetras, Ponta Grossa, v. 1, n.26, p. 199-203, 2004.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
FRAGA, L.; CORREA, D. A. (Org.) ; COUTO, L. P. (Org.) ; BRAGA, L. A. (Org.) . O SUJEITO ACADÊMICO: DESCOLONIZAÇÃO DO CONHECIMENTO?. 1. ed. Campinas: Pontes Editores, 2019. 221p .

2.
FRAGA, L.; FONSECA JUNIOR, A. F. (Org.) . Eu também faço arte: coletânea de produções artísticas visuais na socioeducação. 1. ed. Ponta Grossa: Edições Muitas Vozes, Conteiner Edições, 2018. v. 1. 124p .

3.
FRAGA, L.; AMARAL, W. R. (Org.) ; RODRIGUES, I. C. (Org.) . UNIVERSIDADE PARA INDÍGENAS: A EXPERIÊNCIA DO PARANÁ. 1. ed. Rio de Janeiro: FLACSO, GEA; UERJ, LPP, 2016. v. 1. 184p .

4.
FRAGA, L.; FONSECA JUNIOR, A. F. (Org.) ; GOITOTO, S. M. (Org.) ; GOITOTO, L. T. (Org.) ; SANTOS, E. (Org.) ; SANTOS, A. F. (Org.) ; HONORIO, M. P. K. (Org.) . Vẽnkagtá nẽn kaingáng: Remédios Kaingang. 1. ed. Ponta Grossa: Todapalavra, 2015. v. 1. 62p .

5.
FRAGA, L.; PAVLOSKI, E. (Org.) . Linguagem, Identidade e Subjetividade no Breve Século XX: Diálogos do VII CIEL. 1. ed. Blumenau: Leggere, 2015. 160p .

6.
FRAGA, L.; ROMAN, E. C. (Org.) ; BORGES, M. I. (Org.) . Questões gramaticais: algumas possibilidades. 1. ed. Blumenau: Nova Letra, 2014. v. 1. 110p .

7.
CORREA, D. A. (Org.) ; FRAGA, L. (Org.) . Sentidos à memória. 1. ed. Ponta Grossa: Edições Muitas Vozes, 2013. v. 1. 188p .

8.
CORREA, D. A. (Org.) ; FRAGA, L. (Org.) . Ecos Volume 1. 1. ed. Ponta Grossa: Edições Muitas Vozes, 2010. v. 1. 200p .

9.
CORREA, D. A. (Org.) ; FRAGA, L. (Org.) . Ecos Volume 2. 1. ed. Ponta Grossa: Edições Muitas Vozes, 2010. v. 1. 200p .

10.
FRAGA, L.; ROMAN, E. C. . Introdução à Lingüística. Ponta Grossa: Ed. da UEPG, 2009. v. 1.

11.
CORREA, D. A. (Org.) ; FRAGA, L. (Org.) ; FONSECA JUNIOR, A. F. (Org.) . Fuga de vozes. Blumenau: Ed. da UEPG, 2009. 132p .

12.
FRAGA, L.; ROMAN, E. C. . Linguística I. 1ª. ed. Ponta Grossa: Ed. UEPG, 2008. v. 1. 74p .

Capítulos de livros publicados
1.
FRAGA, L.; CORREA, D. A. ; COUTO, L. P. ; BRAGA, L. A. . CONTRA-HEGEMONIA NA UNIVERSIDADE DO SÉCULO XXI: 10 ANOS DO LET. In: Djane Antonucci Correa, Letícia Fraga, Ligia Paula Couto, Lucimar Araujo Braga. (Org.). O SUJEITO ACADÊMICO: DESCOLONIZAÇÃO DO CONHECIMENTO?. 1ed.Campinas: Pontes Editores, 2019, v. , p. 7-24.

2.
FRAGA, L.. Pesquisa 'Sobre' ou 'Com' Comunidades Indígenas: O Que a Extensão Tem a Contribuir Para o Debate?. In: Djane Antonucci Correa. (Org.). Saberes integrados: sociedade e universidade. 1ed.Ponta Grossa: Conteiner Edições; Edições Muitas Vozes, 2018, v. 1, p. 102-110.

3.
FRAGA, L.; COUTO, L. P. . A Lei 11.645/08 e as questões indígenas no ensino de espanhol. In: Ligia Paula Couto; Gilson Rodrigo Woginski; Renan Fagundes de Souza. (Org.). As identidades e as relações étnico-raciais no ensino da língua espanhola. 1ed.Campinas: Pontes, 2018, v. 1, p. 79-88.

4.
FRAGA, L.. A TEMÁTICA INDÍGENA NO ENSINO DE LÍNGUA ESPANHOLA. In: Ligia Paula Couto; Gilson Rodrigo Woginski; Renan Fagundes de Souza. (Org.). As identidades e as relações étnico-raciais no ensino da língua espanhola. 1ed.Campinas: Pontes, 2018, v. 1, p. 109-120.

5.
FRAGA, L.. UMA DISCUSSÃO INICIAL EM RELAÇÃO A CRENÇAS SOBRE ALFABETIZAÇÃO E LEITURA. In: Mariney Pereira. (Org.). Letramentos, crenças de aprendizagem de Línguas e inclusão social. 1ed.Campinas: Pontes, 2016, v. , p. 303-315.

6.
FRAGA, L.. POLÍTICAS LINGUÍSTICO-EDUCACIONAIS E MINORIAS LINGUÍSTICAS BRASILEIRAS: EM BUSCA DE CONVERGÊNCIAS. In: Maria do Socorro Pereira Leal; Leila Adriana Baptaglin; Elder Lanes. (Org.). Estudos de Linguagem e Cultura Regional: linguagem, sociedade e ensino. 1ed.Boa Vista: Editora da UFRR, 2016, v. 1, p. 59-76.

7.
FRAGA, L.; TASSO, I. E. V. S. ; KASTELIC, E. S. D. . A REALIDADE LINGUÍSTICA DAS COMUNIDADES INDÍGENAS DO PARANÁ. In: Wagner Roberto do Amaral; Letícia Fraga; Isabel Cristina Rodrigues. (Org.). UNIVERSIDADE PARA INDÍGENAS A EXPERIÊNCIA DO PARANÁ. 1ed.Rio de Janeiro: FLACSO/LPP-UERJ, 2016, v. 1, p. 157-170.

8.
FRAGA, L.; AMARAL, W. R. . EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA NO BRASIL E NO PARANÁ: CONSTITUIÇÃO E ARTICULAÇÃO COM O ENSINO SUPERIOR. In: Wagner Roberto do Amaral; Letícia Fraga; Isabel Cristina Rodrigues. (Org.). UNIVERSIDADE PARA INDÍGENAS: A EXPERIÊNCIA DO PARANÁ. 1ed.Rio de Janeiro: FLACSO/LPP-UERJ, 2016, v. 1, p. 171-181.

9.
FRAGA, L.. Apresentação. In: FONSECA JUNIOR, A. F. (Org.) ; GOITOTO, S. M. (Org.) ; GOITOTO, L. T. (Org.) ; SANTOS, E. (Org.) ; SANTOS, A. F. (Org.) ; HONORIO, M. P. K. (Org.). (Org.). Vẽnkagtá nẽn kaingáng: Remédios Kaingang. 1ed.Pona Grossa: Todapalavra, 2015, v. 1, p. 7-10.

10.
FRAGA, L.; BRYLAK, E. Z. . A prática de professores de língua portuguesa e o trabalho com/sobre oralidade: uma experiência com tecnologia. In: Rosângela Rodrigues Borges. (Org.). #Sou + Tec: ensino de língua(gem)/literatura. 1ed.Campinas: Pontes, 2015, v. 1, p. 47-68.

11.
FRAGA, L.. À GUISA DE APRESENTAÇÃO: DAS CRENÇAS ÀS POSSIBILIDADES DE RELACIONAR GRAMÁTICA E ENSINO. In: Letícia Fraga, Elodia Constantino Roman, Maria Isabel Borges. (Org.). Questões gramaticais: algumas possibilidades. 1ed.Blumenau: Nova Letra, 2014, v. 1, p. 5-8.

12.
FRAGA, L.. POLÍTICAS LINGUÍSTICAS NA FORMAÇÃO DO LICENCIADO EM LETRAS: UMA DISCUSSÃO INTRODUTÓRIA. In: Djane Antonucci Correa. (Org.). Política Linguística e Ensino de Língua. 1ed.Campinas: Pontes Editores, 2014, v. , p. 45-58.

13.
CORREA, D. A. ; FRAGA, L. . EXCLUSÃO SOCIAL DE MENORES EM CONFLITO COM A LEI E A EXTENSÃO UNIVERSITÁRIA: NOTAS INTRODUTÓRIAS. In: Djane Antonucci Correa; Letícia Fraga. (Org.). Sentidos à memória. 1ed.Ponta Grossa: Edições Muitas Vozes, 2013, v. 1, p. 13-20.

14.
FRAGA, L.. Bilinguismo em português/holandês em Carambeí/PR. In: Sidney Silva. (Org.). Bilinguismo e línguas em contato. Campinas: Pontes, 2011, v. , p. 255-285.

15.
CORREA, D. A. ; FRAGA, L. . Notas introdutórias. In: CORREA, Djane Antonucci; FRAGA, Letícia; FONSECA JÚNIOR, Álvaro Franco da. (Org.). Ecos Volume 1. 1ed.Ponta Grossa: Edições Muitas Vozes, 2010, v. 1, p. 3-5.

16.
CORREA, D. A. ; FRAGA, L. . Notas introdutórias. In: Djane Antonucci Correa; Letícia Fraga. (Org.). Ecos Volume 2. 1ed.Ponta Grossa: Edições Muitas Vozes, 2010, v. 1, p. 3-5.

17.
FRAGA, L.. MARIA CLARA E A ORTOGRAFIA: A INFLUÊNCIA DA ORALIDADE SOBRE A ESCRITA NO NÍVEL FONOLÓGICO. In: Djane Antonucci Correa; Pascoalina Bailon de Oliveira Saleh. (Org.). Estudos da linguagem e currículo: diálogos (im)possíveis. 2009, p. 1-25.. Ponta Grossa: Editora da UEPG, 2009, v. , p. 57-63.

18.
FRAGA, L.. O adolescente em conflito com a lei e a escola: omissão, fracasso e esperança. In: CORREA Djane Antonucci; FRAGA, Letícia; FONSECA JÚNIOR, Álvaro Franco da.. (Org.). Fuga de vozes. Blumenau: Ed. da UEPG, 2009, v. , p. 98-99.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
FRAGA, L.; COUTO, L. P. . A LEI 11.645/08 E AS QUESTÕES INDÍGENAS NO ENSINO DE ESPANHOL. In: Encontro de Professores de Lengua Española del Estado de Paraná, 2017, Ponta Grossa. Encontro de Professores de Lengua Española del Estado de Paraná, 2017.

2.
FRAGA, L.; TASSO, I. E. V. S. . A REALIDADE LINGUÍSTICA DAS COMUNIDADES INDÍGENAS DO PARANÁ: O QUE DIZEM OS DADOS DO CENSO DEMOGRÁFICO. In: XI CONGRESSO BRASILEIRO DE LINGUÍSTICA APLICADA, 2016, Campo Grande. ANAIS DO XI CONGRESSO BRASILEIRO DE LINGUÍSTICA APLICADA. Campo Grande: CBLA, 2015. p. 150-162.

3.
FRAGA, L.; VECCHIA, A. D. . A construção da identidade étnica na escola: o papel dos professores de línguas.. In: X Círculo de Estudos Linguísticos do Sul, 2012, Cascavel. X Círculo de Estudos Linguísticos do Sul. Cascavel, 2012. v. 1.

4.
FRAGA, L.; VECCHIA, A. D. . O PAPEL DA ESCOLA PARA ESTABELECIMENTO E MANUTENÇÃO DAS POLÍTICAS LINGUÍSTICAS ADOTADAS PELA COLÔNIA ALEMÃ DE ENTRE RIOS. In: VI Ciclo de Estudos em Linguagem (CIEL), 2011, PONTA GROSSA. VI Ciclo de Estudos em Linguagem (CIEL). PONTA GROSSA, 2011. v. 1.

5.
FRAGA, L.; VECCHIA, A. D. . POLÍTICAS LINGUÍSTICAS NA COLÔNIA ALEMÃ DE ENTRE RIOS: A FUNÇÃO DO COLÉGIO IMPERATRIZ DONA LEOPOLDINA. In: XX Seminário do CELLIP, 2011, Londrina. XX Seminário do CELLIP. Londrina, 2011. v. 1.

6.
FRAGA, L.; Kondo, Rosana Hass . EDUCAÇÃO ESPECÍFICA, DIFERENCIADA, INTERCULTURAL E BILÍNGUE : O QUE É PRECISO FAZER?. In: VI Ciclo de Estudos em Linguagem (CIEL), 2011, PONTA GROSSA. VI Ciclo de Estudos em Linguagem (CIEL). PONTA GROSSA, 2011. v. 1.

7.
BORGES, Simone Sousa ; FRAGA, L. . CRENÇAS DE ALUNOS CONCLUINTES DO CURSO DE LETRAS PORTUGUÊS/ INGLÊS: UMA DISCUSSÃO INICIAL. In: I Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários (CIELLI), 2010, Maringá. I Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários (CIELLI), 2010.

8.
FRAGA, L.; ARAÚJO, M. A. de . CRENÇAS LINGUÍSTICAS SOBRE GRAMÁTICA NO LIVRO DIDÁTICO. In: I Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários (CIELLI), 2010, Maringá. I Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários (CIELLI), 2010.

9.
PINTO, C. M. A. ; FRAGA, L. . LIVRO DIDÁTICO DE LÍNGUA PORTUGUESA, VARIAÇÃO LINGUÍSTICA E AS NOÇÕES DE LÍNGUA PADRÃO E NÃO-PADRÃO. In: I Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários (CIELLI), 2010, Maringá. I Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários (CIELLI), 2010.

10.
FRAGA, L.; CAMPOS, B. . CRENÇAS E ATITUDES LINGUISTICAS DE ALUNOS DE LETRAS SOBRE VARIEDADES DE LINGUA INGLESA. In: 1º CIELLI Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários, 2010, Maringá - PR. 1º CIELLI Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos e Literários. Maringá, 2010.

11.
FRAGA, L.; MARTINES, L. C. do A. . UM DIAGNÓSTICO INICIAL PARA A PROPOSIÇÃO DE POLÍTICAS LINGUÍSTICAS ADEQUADAS À REGIÃO DA FRONTEIRA ENTRE PEDRO JUAN CABALLERO/PARAGUAI E PONTA PORÃ/BRASIL. In: 2º CIEPG Congresso Internacional de Educação de Ponta Grossa, 2010, Ponta Grossa. 2º CIEPG Congresso Internacional de Educação de Ponta Grossa. Ponta Grossa, 2010.

12.
FRAGA, L.. POLÍTICA LINGUÍSTICA E ENSINO DE LÍNGUA NA REGIÃO DOS CAMPOS GERAIS. In: III Colóquio Internacional sobre Letramento e Cultura Escrita, 2010, Belo Horizonte. III Colóquio Internacional sobre Letramento e Cultura Escrita. Belo Horizonte: UFMG, 2010. p. 1-11.

13.
FRAGA, L.; GIROTO, Ana Maria Correa ; PEREIRA, Ana Paula de Freitas . A INTERLÍNGUA PORTUGUÊS/ESPANHOL DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS CONCLUINTES: A PRONÚNCIA DE ?J? E ?R?. In: XVIII Seminário do CELLIP, 2009, Ponta Grossa. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná. Ponta Grossa: Editora da UEPG, 2009.

14.
FRAGA, L.. ATITUDES LINGÜÍSTICAS DOS DESCENDENTES DE HOLANDESES DE CARAMBEÍ/PR: O /r/ EM CODA. In: XVIII Seminário do CELLIP, 2009, Ponta Grossa. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná. Ponta Grossa: Editora da UEPG, 2009.

15.
FRAGA, L.; BORGES, Simone Sousa . O ENSINO DE PRONÚNCIA NA VISÃO DOS ALUNOS DO CURSO DE LETRAS PORTUGUÊS/INGLÊS DA UEPG. In: XVIII Seminário do CELLIP, 2009, Ponta Grossa. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná. Ponta Grossa: Editora da UEPG, 2009.

16.
FRAGA, L.; GIROTO, Ana Maria Correa ; PEREIRA, Ana Paula de Freitas . O ENSINO DE PRONÚNCIA NA VISÃO DOS PROFESSORES DO CURSO DE LETRAS PORTUGUÊS/ESPANHOL DA UEPG. In: XVIII Seminário do CELLIP, 2009, Ponta Grossa. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná. Ponta Grossa: Editora da UEPG, 2009.

17.
FRAGA, L.; CAMPOS, B. . Crenças e atitudes linguísticas de professores de ensino superior sobre variedades de língua inglesa. In: XIX Semináro do CELLIP, 2009, Cascavel. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná. Cascavel: EDUNIOESTE, 2009. p. 1-8.

18.
FRAGA, L.; MARTINES, L. C. do A. . A fronteira entre Pedro Juan Caballero/Paraguai e Ponta Porã/Brasil: um estudo sobre atitudes e crenças linguísticas. In: XIX Semináro do CELLIP, 2009, Cascavel. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná. Cascavel: EDUNIOESTE, 2009. p. 1-13.

19.
FRAGA, L.; PINTO, C. M. A. . Atitudes Linguísticas: estudantes de Letras e o /r/ retroflexo falado em Ponta Grossa. In: XIX Semináro do CELLIP, 2009, Cascavel. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná. Cascavel: EDUNIOESTE, 2009. p. 1-10.

20.
FRAGA, L.. Bilinguismo em português/holandês em Carambeí em domínios privados. In: XIX Semináro do CELLIP, 2009, Cascavel. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná. Cascavel: EDUNIOESTE, 2009. p. 1-12.

21.
FRAGA, L.; ARAÚJO, M. A. de . Crenças que alunos de Letras/Inglês manifestam a respeito do papel da gramática no ensino de Língua Portuguesa. In: XIX Semináro do CELLIP, 2009, Cascavel. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná. Cascavel: EDUNIOESTE, 2009. p. 1-8.

22.
FRAGA, L.. O Português dos ?holandeses? de Carambeí: identidade e R-forte. In: 8º Encontro do CELSUL, 2008, Porto Alegre. 8º Encontro do CELSUL. Pelotas: EDUCAT, 2008. p. 1-22.

23.
FRAGA, L.. O PORTUGUÊS FALADO EM CARAMBEÍ/PR POR DESCENDENTES DE HOLANDESES: A QUESTÃO DOS RÓTICOS EM CODA. In: I FORUM INTERNACIONAL DA DIVERSIDADE LINGUISTICA, 2007, Porto Alegre. I FORUM INTERNACIONAL DA DIVERSIDADE LINGUISTICA. Ponta Grossa: EDUFRGS, 2007. p. 344-355.

24.
FRAGA, L.. As consoantes travadoras de sílaba do português falado em Ponta Grossa. In: XIV Semana de Letras Outras Palavras, 2003, Maringa. XIV Semana de Letras Outras Palavras, 2003.

25.
FRAGA, L.. Progressão das estratégias utilizadas por brasileiros para a realização do /ã/ e /e/: análise auditiva do timbre. In: V Celsul, 2002, Curitiba. V Celsul, 2002.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
FRAGA, L.. O SABER CONTRA-HEGEMÔNICO COMO CONHECIMENTO. In: 16º CONEX - Conversando sobre extensão, 2018, Ponta Grossa. 16º CONEX - Conversando sobre extensão, 2018.

2.
FRAGA, L.; ANASTACIO, J. . IDENTIFICAÇÃO DE ARVORES NATIVAS DA TERRA INDÍGENA DE MANGUEIRINHA/PR POR MEIO TRADICIONAIS KAINGANG. In: 16º CONEX - conversando sobre extensão, 2018, Ponta Grossa. 16º CONEX - conversando sobre extensão, 2018.

3.
FRAGA, L.; QUEIROZ, E. W. . O DESAFIO DA CONSTRUÇÃO CONJUNTA DE INSTRUMENTOS DE COLETA DE DADOS EM PESQUISAS ?COM? COMUNIDADES INDÍGENAS. In: 16º CONEX - Conversando sobre extensão, 2018, Ponta Grossa. 16º CONEX - Conversando sobre extensão, 2018.

4.
FRAGA, L.; FONSECA JUNIOR, A. F. . ILUSTRAÇÃO DE LIVRO DE HISTÓRIAS GUARANI M?BYA: A ESCOLHA DA LINGUAGEM VISUAL. In: 16º CONEX - Conversando sobre extensão, 2018, Ponta Grossa. 16º CONEX - Conversando sobre extensão, 2018.

5.
FRAGA, L.; SKRZYPIETZ, C. M. A. . A NOÇÃO DE ?CAIPIRA? SEGUNDO ALUNOS DE UMA ESCOLA DE CAMPO. In: 15º CONEX - Conversando sobre Extensão, 2017, Ponta Grossa. 15º CONEX - Conversando sobre Extensão, 2017.

6.
FRAGA, L.; ANASTACIO, J. ; PEREIRA, R. . CURSO DE INTRODUÇÃO À LÍNGUA KAINGANG: PROTAGONISMO INDÍGENA NA UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA. In: 15º CONEX - Conversando sobre extensão, 2017, Ponta Grossa. 15º CONEX - Conversando sobre extensão, 2017.

7.
FRAGA, L.; QUEIROZ, E. W. . LEVANTAMENTO LINGUÍSTICO DA LÍNGUA KAINGANG NA COMUNIDADE INDÍGENA DE MANGUEIRINHA/PR: O DESAFIO DA CONSTRUÇÃO CONJUNTA DE INSTRUMENTOS DE COLETA DE DADOS. In: 15º CONEX - Conversando sobre Extensão, 2017, Ponta Grossa. 15º CONEX - Conversando sobre Extensão, 2017.

8.
FRAGA, L.; FONSECA JUNIOR, A. F. . PRODUÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO JUNTO A COMUNIDADES INDÍGENAS. In: 15º CONEX - Conversando sobre Extensão, 2017, Ponta Grossa. 15º CONEX - Conversando sobre Extensão, 2017.

9.
FRAGA, L.. FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA DE PROFESSORES DE LÍNGUA EM COMUNIDADES MULTILÍNGUES/ MULTICULTURAIS. In: 15º CONEX - Conversando sobre Extensão, 2017, Ponta Grossa. 15º CONEX - Conversando sobre Extensão, 2017.

10.
FRAGA, L.. Formação continuada de professores de língua em contextos bi/multilíngues paranaenses. In: IV Encontro de Educação Superior Indígena, 2013, Guarapuava. IV Encontro de Educação Superior Indígena. Guarapuava: EDUNICENTRO, 2013.

11.
FRAGA, L.. FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES DE LÍNGUA EM CONTEXTOS BI/MULTILÍNGUES PARANAENSES. In: IV EVENTO DA REDE CEPIAL: Saberes e Práticas de Populações Tradicionais da América Latina, 2013, Ponta Grossa. IV EVENTO DA REDE CEPIAL: Saberes e Práticas de Populações Tradicionais da América Latina. Ponta Grossa: EDUEPG, 2013.

12.
FRAGA, L.; OLIVEIRA, Kelly Patrícia . CRENÇAS E ATITUDES LINGUÍSTICAS DOS ALUNOS DO COLÉGIO IMPERATRIZ DONA LEOPOLDINA DESCENDENTES OU NÃO DE SUÁBIOS, FRENTE ÀS LÍNGUAS PORTUGUESA, ALEMÃ PADRÃO E VARIEDADE SUÁBIA DE ALEMÃO. In: XXII EAIC, 2013, Foz do Iguaçu. XXII EAIC, 2013.

13.
FRAGA, L.; LIMA, E. C. D. . Crenças sobre concepções de língua(gem) e formação de professores de língua. In: XXII EAIC, 2013, Foz do Iguaçu. XXII EAIC, 2013.

14.
FRAGA, L.; ANDRADE, E. C. . Crenças sobre o papel do aluno e do professor de língua. In: XXII EAIC, 2013, Foz do Iguaçu. XXII EAIC, 2013.

15.
FRAGA, L.; SOUZA, S. M. . O PAPEL DO LIVRO DIDÁTICO NAS MÃOS DO PROFESSOR. In: XXII EAIC, 2013, Foz do Iguaçu. XXII EAIC, 2013.

16.
FRAGA, L.; JACUMASSO, S. A. . POLÍTICAS LINGUÍSTICAS E EDUCACIONAIS EM ALTA FLORESTA D?OESTE-RO. In: XXII EAIC, 2013, Foz do Iguaçu. XXII EAIC, 2013.

17.
FRAGA, L.; VIEIRA, R. M. . Variação linguística e norma culta: um estudo sobre as crenças de professores em formação (continuada) a partir da análise da obra Preconceito linguístico, de Marcos Bagno. In: XXII EAIC, 2013, Foz do Iguaçu. XXII EAIC, 2013.

18.
FRAGA, L.; BRAGA, L. A. . O PAPEL DOS ESTUDOS SOBRE CRENÇAS NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES. In: X Conversando sobre extensão - CONEX, 2012, Ponta Grossa. X Conversando sobre extensão - CONEX, 2012.

19.
FRAGA, L.; BRAGA, L. A. . Crenças linguísticas e políticas linguísticas: reflexões com professores em formação. In: X Conversando sobre extensão - CONEX, 2012, PONTA GROSSA. X Conversando sobre extensão - CONEX, 2012.

20.
FRAGA, L.; NOVATZKI, Y. F. ; HARDT, E. R. ; BORCEZI, S. . FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA EM COMUNIDADES BI/MULTILÍNGUES. In: X Conversando sobre extensão - CONEX, 2012, PONTA GROSSA. X Conversando sobre extensão - CONEX, 2012.

21.
FRAGA, L.; ZOMER, A. H. . A INFLUÊNCIA DAS CRENÇAS SOBRE A PRÁTICA DOCENTE: UMA ABORDAGEM POR MEIO DA EXTENSÃO. In: X Conversando sobre extensão - CONEX, 2012, Ponta Grossa. X Conversando sobre extensão - CONEX, 2012.

22.
FRAGA, L.; BETIM, D. . PROFESSORES DE LÍNGUA EM FORMAÇÃO E EM FORMAÇÃO CONTINUADA: DEBATES A RESPEITO DE CRENÇAS E PRECONCEITOS SOBRE A LÍNGUA(GEM) VEICULADOS PELA IMPRENSA. In: X Conversando sobre extensão - CONEX, 2012, Ponta Grossa. X Conversando sobre extensão - CONEX, 2012.

23.
FRAGA, L.; CORREA, D. A. ; ZOMER, A. H. ; FUCHS, A. S. ; LEAL, S. R. F. . 1. A CLASSE DE APOIO COMO UM SUPORTE PARA O PROJETO ?ADOLESCENTES DE ESCOLA PÚBLICA E ADOLESCENTES EM CONFLITO COM A LEI: UMA RELAÇÃO POR MEIO DA ESCRITA?. In: 8º CONEX, 2010, Ponta Grossa. 8º CONEX, 2010.

24.
FRAGA, L.; CORREA, D. A. ; SOUZA, P. ; NIESCIOKUK, C. . Jornal do Centro de Socioeducação de Ponta Grossa ? Subprojeto do Programa de Extensão ?Laboratório de Estudos do Texto?. In: 8º CONEX, 2010, Ponta Grossa. 8º CONEX. Ponta Grossa, 2010.

25.
FRAGA, L.; CAMPOS, B. . Crenças e atitudes linguísticas de alunos do curso de letras sobre o ensino-aprendizagem de língua inglesa. In: XIX EAIC Encontro Anual de Iniciação Científica, 2010, Guarapuava. XIX EAIC Encontro Anual de Iniciação Científica, 2010.

26.
FRAGA, L.; MARTINES, L. C. do A. . CRENÇAS E ATITUDES LINGUÍSTICAS DOS MORADORES DE PEDRO JUAN CABALLERO/PARAGUAI E PONTA PORÃ/BRASIL: UMA DISCUSSÃO NECESSÁRIA PARA PROPOSIÇÃO DE POLÍTICAS LINGUÍSTICAS ADEQUADAS À REGIÃO DE FRONTEIRA. In: XIX EAIC Encontro Anual de Iniciação Científica, 2010, Guarapuava. XIX EAIC Encontro Anual de Iniciação Científica, 2010.

27.
FRAGA, L.; PINTO, C. M. A. . CRENÇAS E ATITUDES LINGUÍSTICAS: PROFESSORES DE LÍNGUA MATERNA EM FORMAÇÃO E A CONCEPÇÃO DE ?CAIPIRA?. In: XIX EAIC Encontro Anual de Iniciação Científica, 2010, Guarapuava. XIX EAIC Encontro Anual de Iniciação Científica, 2010.

28.
FRAGA, L.; ARAÚJO, M. A. de . Crenças que alunos de Letras Português/Inglês manifestam a respeito do papel da gramática no ensino de língua portuguesa. In: XIX EAIC Encontro Anual de Iniciação Científica, 2010, Guarapuava. XIX EAIC Encontro Anual de Iniciação Científica, 2010.

29.
FRAGA, L.; CORREA, D. A. ; LEAL, S. R. F. ; SCREMIN, A. F. ; ZOMER, A. H. ; FUCHS, A. S. ; SOUZA, P. ; DENKIEWICZ, S. S. ; GUTHS, T. ; WAIGA, W. M. ; NOVATZKI, Y. F. . LABORATÓRIO DE ESTUDOS DO TEXTO: A ESCRITA NA PERSPECTIVA DA EXTENSÃO, DO ENSINO E DA PESQUISA. In: 28º SEURS Seminário de Extensão Universitária da Região Sul, 2010, Florianópolis. 28º SEURS Seminário de Extensão Universitária da Região Sul. Florianópolis, 2010.

30.
FRAGA, L.. ALFABETIZAÇÃO DE JOVENS EM CONFLITO COM A LEI. In: 7º Encontro Conversando sobre Extensão na UEPG, 2009, Ponta Grossa. 7º Encontro Conversando sobre Extensão na UEPG. Ponta Grossa: Editora da UEPG, 2009. p. 1-4.

31.
FRAGA, L.; BORGES, Simone Sousa . A JUNTURA EM TEXTOS ESCOLARES DA 2ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL. In: XV EAIC e VI EPUEPG, 2006, Ponta Grossa. Encontro Anual de Iniciação Científica ... Encontro de Pesquisa da UEPG (CD-Rom), 2006.

32.
FRAGA, L.; MOTOOKA, Mariana Izumi . CONSOANTES DESVOZEADAS DO INGLÊS EM CODA: ESTUDO AUDITIVO E ACUSTICO DE ENUNCIADOS QUE CONTÊM /S/ E /T/ REALIZADOS POR ESTUDANTES BRASILEIROS INICIANTES. In: XV EAIC e VI EPUEPG, 2006, Ponta Grossa. Encontro Anual de Iniciação Científica ... Encontro de Pesquisa da UEPG (CD-Rom), 2006.

33.
FRAGA, L.; PEREIRA, Ana Paula de Freitas . INTERLÍNGUA PORTUGUÊS / ESPANHOL DO BRASILEIRO INICIANTE: ESTUDO DA PRONÚNCIA DOS FONEMAS CORRESPONDENTES A LL. In: XV EAIC e VI EPUEPG, 2006, Ponta Grossa. Encontro Anual de Iniciação Científica ... Encontro de Pesquisa da UEPG (CD-Rom), 2006.

34.
FRAGA, L.; GIROTO, Ana Maria Correa . A RELAÇÃO LETRA/ SOM NA INTERLÍNGUA PORTUGUÊS / ESPANHOL: ESTUDO AUDITIVO DE Y. In: XV EAIC e VI EPUEPG, 2006, Ponta Grossa. Encontro Anual de Iniciação Científica ... Encontro de Pesquisa da UEPG (CD-Rom), 2006.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
FRAGA, L.. PROFESSORES NÃO-INDÍGENAS ATUANTES EM CONTEXTOS MULTILÍNGUES INDÍGENAS PARANAENSES: MULTILINGUISMO E ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA. In: 65º Seminário do GEL, 2017, Assis - SP. 65º Seminário do GEL, 2017.

2.
FRAGA, L.; ANASTACIO, J. ; PEREIRA, R. . CURSO DE LÍNGUA KAINGANG NA UEPG: O PAPEL DA PEDAGOGIA KAINGANG NAS TRANSFORMAÇÕES POLÍTICAS E EDUCACIONAIS DOS POVOS INDÍGENAS. In: IX Ciclo e II Congresso Internacional de Estudos em Linguagem, 2017. IX Ciclo e II Congresso Internacional de Estudos em Linguagem, 2017.

3.
FRAGA, L.. LABORATÓRIO DE ESTUDOS DO TEXTO E O EIXO EDUCAÇÃO ESCOLAR INDÍGENA. In: 64º Seminário do GEL, 2016, Assis. 64º Seminário do GEL, 2016.

4.
FRAGA, L.. Um estudo político-linguístico, social e Pedagógico das comunidades indígenas do estado do paraná: proficiência e letramento. In: 3ª JIED ? Jornada Internacional de Estudos do Discurso e 2º EIID ? Encontro Internacional da Imagem em Discurso, 2015, Maringá - PR. 3ª JIED ? Jornada Internacional de Estudos do Discurso e 2º EIID ? Encontro Internacional da Imagem em Discurso, 2015.

5.
FRAGA, L.. Formação continuada de professores de língua em contextos bi/multilíngues paranaenses: atitudes linguísticas. In: VIII CICLO DE ESTUDOS EM LINGUAGEM, 2015, Ponta Grossa - PR. VIII CICLO DE ESTUDOS EM LINGUAGEM, 2015.

6.
FRAGA, L.. ?Formação continuada de professores de língua em contextos bi/multilíngues paranaenses?: a experiência na escola Kokoj Ty Han Já (T.I. de Mangueirinha/PR). In: 63º Seminário do Grupo de Estudos Linguísticos do Estado de São Paulo (GEL), 2015, Campinas - SP. 63º Seminário do Grupo de Estudos Linguísticos do Estado de São Paulo (GEL), 2015.

7.
FRAGA, L.. A realidade linguística das comunidades indígenas do Paraná: o que dizem os dados do Censo Demográfico. In: XI Congresso Brasileiro de Linguística Aplicada (CBLA), 2015, Campo Grande - MS. XI Congresso Brasileiro de Linguística Aplicada (CBLA), 2015.

8.
FRAGA, L.. Ensino Superior e formação continuada de professores de língua em contextos bi/multilíngues paranaenses. In: 3º CIELLI - Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos, 2014, Maringá. 3º CIELLI - Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos, 2014.

9.
FRAGA, L.. Revitalização sociocultural e linguística Kaingang: o trabalho na escola Kokoj Ty Han Já. In: IX SELISIGNO e X Simpósio de Leitura da UEL, 2014, Londrina. IX SELISIGNO e X Simpósio de Leitura da UEL, 2014.

10.
FRAGA, L.. POLÍTICAS EDUCACIONAIS E ENSINO DE LÍNGUA EM MANGUEIRINHA/PR: REVITALIZAÇÃO SOCIOCULTURAL E LINGUÍSTICA DA IDENTIDADE KAINGANG. In: VII Ciclo de Estudos em Linguagem, 2013, Ponta Grossa. VII Ciclo de Estudos em Linguagem. Ponta Grossa, 2013.

11.
FRAGA, L.. Políticas linguísticas no curso de Licenciatura em Letras: pela necessidade de discussão da noção de língua. In: XVII Encontro Nacional da Anpoll, 2012, Niterói. XVII Encontro Nacional da Anpoll, 2012.

12.
FRAGA, L.. GT Linguagem, identidade e subjetividade. In: X Círculo de Estudos Linguísticos do Sul - CELSUL, 2012, Cascavel. X Círculo de Estudos Linguísticos do Sul - CELSUL, 2012.

13.
FRAGA, L.. Políticas linguísticas na Licenciatura em Letras: ponto de equilíbrio entre Linguística, Gramática normativa e senso comum?. In: 60º Seminário do GEL, 2012, São Paulo. 60º Seminário do GEL, 2012.

14.
FRAGA, L.; VECCHIA, A. D. . A escola como instrumento de políticas linguísticas na Colônia Entre Rios ? Guarapuava/PR. In: 60º Seminário do GEL, 2012, São Paulo. 60º Seminário do GEL, 2012.

15.
FRAGA, L.; MARTINES, L. C. do A. . A IMPLANTAÇÃO DO GUARANI COMO LÍNGUA CO-OFICIAL EM TACURU/MS: UM ESTUDO SOBRE POLÍTICAS LINGUÍSTICAS IN VIVO E IN VITRO. In: 60º Seminário do GEL, 2012, São Paulo. 60º Seminário do GEL, 2012.

16.
FRAGA, L.; BRAGA, L. A. . A RELAÇÃO ENTRE POLÍTICAS LINGUÍSTICAS E CRENÇAS NO TRABALHO COM LÍNGUA ESPANHOLA. In: 60º Seminário do GEL, 2012, São Paulo. 60º Seminário do GEL, 2012.

17.
FRAGA, L.; Kondo, Rosana Hass . POLÍTICAS LINGUÍSTICAS NA EDUCAÇÃO INDÍGENA: OPRESSÃO OU LIBERTAÇÃO?. In: 60º Seminário do GEL, 2012, São Paulo. 60º Seminário do GEL, 2012.

18.
FRAGA, L.; NASCIMENTO, E. S. . A CONSTRUÇÃO DE IDENTIDADE DOS ALUNOS ORIUNDOS DA COLÔNIA QUILOMBOLA SUTIL (PONTA GROSSA/PR) TENDO EM VISTA A RELEVÂNCIA DA DIÁSPORA AFRICANA NO BRASIL. In: III PENSANDO ÁFRICAS E SUAS DIÁSPORAS I ENCONTRO DE ANTROPOLOGIA E EDUCAÇÃO, 2012, Mariana/MG. III PENSANDO ÁFRICAS E SUAS DIÁSPORAS I ENCONTRO DE ANTROPOLOGIA E EDUCAÇÃO, 2012.

19.
FRAGA, L.. FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA EM COMUNIDADES BI/MULTILÍNGUES. In: III PENSANDO ÁFRICAS E SUAS DIÁSPORAS I ENCONTRO DE ANTROPOLOGIA E EDUCAÇÃO, 2012, Mariana/MG. III PENSANDO ÁFRICAS E SUAS DIÁSPORAS I ENCONTRO DE ANTROPOLOGIA E EDUCAÇÃO, 2012.

20.
FRAGA, L.; MARTINES, L. C. do A. . Um estudo sobre as políticas linguísticas para o guarani em Tacuru/MS. In: III PENSANDO ÁFRICAS E SUAS DIÁSPORAS I ENCONTRO DE ANTROPOLOGIA E EDUCAÇÃO, 2012, Mariana/MG. III PENSANDO ÁFRICAS E SUAS DIÁSPORAS I ENCONTRO DE ANTROPOLOGIA E EDUCAÇÃO, 2012.

21.
FRAGA, L.; CORREA, D. A. . LABORATORIO DE ESTUDIOS DEL TEXTO (LET) UM PROGRAMA QUE SE DISEÑA A LA FLEXIBILIZACIÓN Y A LA CRITICIDAD. In: XI Congreso Iberoamericano de Extensión Universitaria, 2011, Santa Fé - Argentina. XI Congreso Iberoamericano de Extensión Universitaria, 2011.

22.
FRAGA, L.; CORREA, D. A. . INDISOCIABILIDADE ENTRE ENSEÑANZA, PESQUISA Y EXTENSIÓN EN EL PROYECTO ?ADOLESCENTES DE ESCUELA PÚBLICA Y ADOLESCENTES EN CONFLICTO CON LA LEY: UNA RELACIÓN POR MEDIO DE LA ESCRITA?. In: XI Congreso Iberoamericano de Extensión Universitaria, 2011, Santa Fé - Argentina. XI Congreso Iberoamericano de Extensión Universitaria, 2011.

23.
FRAGA, L.; BRAGA, L. A. . CAMINHOS POSSÍVEIS: EXTENSÃO, CRENÇAS E ATITUDES UNINDO PESQUISA, ENSINO E EXTENSÃO. In: XI Congreso Iberoamericano de Extensión Universitaria, 2011. XI Congreso Iberoamericano de Extensión Universitaria, 2011.

24.
FRAGA, L.. Politicas linguísticas in vitro em contextos bi/multilíngues paranaenses. In: II SEMINÁRIO DE BILINGUISMO, DISCURSO E POLÍTICA LINGUÍSTICA, 2011, Dourados/MS. II SEMINÁRIO DE BILINGUISMO, DISCURSO E POLÍTICA LINGUÍSTICA, 2011.

25.
FRAGA, L.; VECCHIA, A. D. . Políticas Linguísticas in vitro na Colônia Alemã de Entre Rios: estratégias de estabelecimento e de manutenção. In: II SEMINÁRIO DE BILINGUISMO, DISCURSO E POLÍTICA LINGUÍSTICA, 2011, Dourados/MS. II SEMINÁRIO DE BILINGUISMO, DISCURSO E POLÍTICA LINGUÍSTICA, 2011.

26.
FRAGA, L.; Kondo, Rosana Hass . IDENTIDADE GUARANI: ONTEM E HOJE. In: II SEMINÁRIO DE BILINGUISMO, DISCURSO E POLÍTICA LINGUÍSTICA, 2011, Dourados/MS. II SEMINÁRIO DE BILINGUISMO, DISCURSO E POLÍTICA LINGUÍSTICA, 2011.

27.
FRAGA, L.; COSTA, V. O. . Reflexões sobre políticas de ensino-aprendizagem de língua estrangeira: percepções de adolescentes em conflito com a lei. In: II SEMINÁRIO DE BILINGUISMO, DISCURSO E POLÍTICA LINGUÍSTICA, 2011, Dourados/MS. II SEMINÁRIO DE BILINGUISMO, DISCURSO E POLÍTICA LINGUÍSTICA, 2011.

28.
FRAGA, L.. Os ?holandeses? de Carambeí e suas línguas: um estudo sobre identidade. In: 58º Seminário do Gel, 2010, São Carlos. 58º Seminário do Gel, 2010.

29.
FRAGA, L.; BORGES, Simone Sousa . CRENÇAS DE ALUNOS INGRESSANTES DO CURSO DE LETRAS PORTUGUÊS/ INGLÊS: UMA DISCUSSÃO INICIAL. In: 58º Seminário do Gel, 2010, São Carlos. 58º Seminário do Gel. São Carlos, 2010.

30.
FRAGA, L.; ARAÚJO, M. A. de . Crenças que alunos de Letras Português /Inglês manifestam a respeito do papel da gramática no ensino de Língua Portuguesa.. In: 58º Seminário do Gel, 2010, São Carlos. 58º Seminário do Gel, 2010.

31.
FRAGA, L.; CAMPOS, B. . CRENÇAS E ATITUDES LINGUÍSTICAS DE ALUNOS DE LETRAS SOBRE VARIEDADES DE LINGUA INGLESA.. In: 58º Seminário do Gel, 2010, São Carlos. 58º Seminário do Gel, 2010.

32.
FRAGA, L.; PINTO, C. M. A. . Crenças e Atitudes linguísticas: professores de língua materna em formação e a concepção de ?caipira?. In: I Congresso Internacional de Professores de Línguas Oficiais do MERCOSUL, 2010, Foz do Iguaçu. I Congresso Internacional de Professores de Línguas Oficiais do MERCOSUL, 2010.

33.
FRAGA, L.; MARTINES, L. C. do A. . Uma análise sociolinguística das línguas em contato na fronteira entre Pedro Juan Caballero/Paraguai e Ponta Porá/Brasil. In: I Congresso Internacional de Professores de Línguas Oficiais do MERCOSUL, 2010, Foz do Iguaçu. I Congresso Internacional de Professores de Línguas Oficiais do MERCOSUL, 2010.

34.
FRAGA, L.. POLÍTICA LINGUÍSTICA E ENSINO DE LÍNGUA NA REGIÃO DOS CAMPOS GERAIS. In: III Colóquio Internacional sobre Letramento e Cultura Escrita, 2010, Belo Horizonte. III Colóquio Internacional sobre Letramento e Cultura Escrita. Belo Horizonte, 2010.

35.
FRAGA, L.. Os ?holandeses? de Carambeí e suas línguas: um estudo sobre crenças lingüísticas. In: 57ª Seminário do GEL, 2009, Ribeirão Preto. 57ª Seminário do GEL. Ribeirão Preto, 2009.

36.
FRAGA, L.; CAMPOS, B. . CRENÇAS E ATITUDES LINGUÍSTICAS DE PROFESSORES DE ENSINO SUPERIOR SOBRE VARIEDADES DE LÍNGUA INGLESA. In: XIX Semináro do CELLIP, 2009, Cascavel. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná. Cascavel: EDUNIOESTE, 2009. p. 35-35.

37.
FRAGA, L.; MARTINES, L. C. do A. . A FRONTEIRA ENTRE PEDRO JUAN CABALLERO/PARAGUAI E PONTA PORÃ/BRASIL: UM ESTUDO SOBRE ATITUDES E CRENÇAS LINGUÍSTICAS. In: XIX Semináro do CELLIP, 2009, Cascavel. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná. Cascavel: EDUNIOESTE, 2009. p. 257-258.

38.
FRAGA, L.; PINTO, C. M. A. . ATITUDES LINGUÍSTICAS: ESTUDANTES DE LETRAS E O /R/ RETROFLEXO FALADO EM PONTA GROSSA. In: XIX Semináro do CELLIP, 2009, Cascavel. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná. Cascavel: EDUNIOESTE, 2009. p. 258-258.

39.
FRAGA, L.. BILINGUISMO EM PORTUGUÊS/HOLANDÊS EM CARAMBEÍ EM DOMÍNIOS PRIVADOS. In: XIX Semináro do CELLIP, 2009, Cascavel. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná. Cascavel: EDUNIOESTE, 2009. p. 258-259.

40.
FRAGA, L.; ARAÚJO, M. A. de . O PAPEL DA GRAMÁTICA NO ENSINO DA LÍNGUA PORTUGUESA. In: XIX Semináro do CELLIP, 2009, Cascavel. Anais do ... Seminário do Centro de Estudos Linguísticos e Literários do Paraná. Cascavel: EDUNIOESTE, 2009. p. 265-265.

41.
FRAGA, L.. Os ?holandeses? de Carambeí e suas línguas: um estudo sobre atitudes lingüísticas. In: 56º GEL, 2008, São José do Rio Preto. 56º GEL, 2008.

42.
FRAGA, L.; BORGES, Simone Sousa . AS CRENÇAS QUE ALUNOS INGRESSANTES DE LETRAS PORTUGUÊS/ INGLÊS MANIFESTAM EM RELAÇÃO AO ENSINO DE LÍNGUA INGLESA. In: XVI EPLE, 2008, Ponta Grossa. XVI EPLE, 2008.

43.
FRAGA, L.. O Português dos ?holandeses? de Carambeí: identidade e R-forte. In: 8º Encontro do CELSUL, 2008, Porto Alegre. 8º Encontro do CELSUL. Pelotas: EDUCAT, 2008. p. 152-152.

44.
FRAGA, L.; BORGES, Simone Sousa . Ensino de Pronúncia de Inglês Língua Estrangeira e formação de professores: análise do livro didático adotado pelo Curso de Letras Português/Inglês da UEPG. In: VII EPUEPG, 2007, Ponta Grossa. VII EPUEPG, 2007.

45.
FRAGA, L.; MOTOOKA, Mariana Izumi . A sílaba tônica na interlíngua português/inglês. In: VII EPUEPG, 2007, Ponta Grossa. VII EPUEPG, 2007.

46.
FRAGA, L.; PEREIRA, Ana Paula de Freitas . Ensino de Pronúncia de Espanhol Língua Estrangeira e formação de professores: análise do livro didático adotado pelo Curso de Letras Português/Espanhol da UEPG. In: VII EPUEPG, 2007, Ponta Grossa. VII EPUEPG, 2007.

47.
FRAGA, L.; GIROTO, Ana Maria Correa . Ensino de Pronúncia e Espanhol Língua Estrangeira curricular: análise de dois livros didáticos adotados por duas escolas particulares de Ponta Grossa. In: VII EPUEPG, 2007, Ponta Grossa. VII EPUEPG, 2007.

48.
FRAGA, L.. O português falado em Carambeí/PR por descendentes de holandeses: a questão dos róticos em coda. In: I Fórum Internacional da Diversidade Lingüística, 2007, Porto Alegre. I Fórum Internacional da Diversidade Lingüística, 2007.

49.
FRAGA, L.; PEREIRA, Ana Paula de Freitas . A RELAÇÃO LETRA/SOM NA INTERLÍNGUA PORTUGUÊS/ESPANHOL: ESTUDO. In: XV EPLE, 2007, Curitiba. XV EPLE, 2007.

50.
FRAGA, L.; BORGES, Simone Sousa . A OPOSIÇÃO ENTRE /U/ E /U/ NA INTERLÍNGUA PORTUGUÊS/INGLÊS: ESTUDO. In: XV EPLE, 2007, Curitiba. XV EPLE, 2007.

51.
FRAGA, L.; MOTOOKA, Mariana Izumi . ?Consoantes silenciosas? na interlíngua português/inglês. In: XV EPLE, 2007, Curitiba. XV EPLE, 2007.

52.
FRAGA, L.. ATITUDES LINGÜÍSTICAS DOS DESCENDENTES DE HOLANDESES DE CARAMBEÍ/PR: O /r/ EM CODA. In: XVIII CELLIP, 2007, Ponta Grossa. XVIII CELLIP, 2007.

53.
FRAGA, L.; GIROTO, Ana Maria Correa . A INTERLÍNGUA PORTUGUÊS/ESPANHOL DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS CONCLUINTES: A PRONÚNCIA DE ?J? E ?R?. In: XVIII CELLIP, 2007, PONTA GROSSA. XVIII CELLIP, 2007.

54.
FRAGA, L.; PEREIRA, Ana Paula de Freitas . O ENSINO DE PRONÚNCIA NA VISAO DOS PROFESSORES DO CURSO DE LETRAS PORTUGUÊS/ESPANHOL DA UEPG. In: XVIII CELLIP, 2007, PONTA GROSSA. XVIII CELLIP, 2007.

55.
FRAGA, L.; MOTOOKA, Mariana Izumi . CONSOANTES DESVOZEADAS DO INGLÊS EM CODA: ESTUDO AUDITIVO E ACUSTICO DE ENUNCIADOS REALIZADOS POR ESTUDANTES BRASILEIROS INICIANTES. In: XVIII CELLIP, 2007, PONTA GROSSA. XVIII CELLIP, 2007.

56.
FRAGA, L.; BORGES, Simone Sousa . O ENSINO DE PRONÚNCIA NA VISAO DOS ALUNOS DO CURSO DE LETRAS PORTUGUÊS/INGLÊS DA UEPG. In: XVIII CELLIP, 2007, PONTA GROSSA. XVIII CELLIP, 2007.

57.
FRAGA, L.. Dicionário sociolinguistico: verbete timbre vocálico. In: XXI Encontro Nacional da ANPOLL, 2006, São Paulo. XXI Encontro Nacional da ANPOLL, 2006.

58.
FRAGA, L.. Dicionário sociolinguistico: verbete fonética auditiva. In: XXI Encontro Nacional da ANPOLL, 2006, São Paulo. XXI Encontro Nacional da ANPOLL, 2006.

59.
FRAGA, L.. PCN's, livro didático e ortografia: a influência da oralidade sobre a escrita no nível fonológico. In: IV CIEL, 2006, Ponta Grossa. IV CIEL, 2006.

60.
FRAGA, L.; BORGES, Simone Sousa . A SEGMENTAÇÃO EM TEXTOS ESCOLARES DA 2ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL. In: IV CIEL, 2006, Ponta Grossa. A SEGMENTAÇÃO EM TEXTOS ESCOLARES DA 2ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL, 2006.

61.
FRAGA, L.; MOTOOKA, Mariana Izumi . CONSOANTES DESVOZEADAS DO INGLÊS EM CODA: ESTUDO AUDITIVO E ACUSTICO DE ENUNCIADOS QUE CONTÊM /P/, /K/ E /T/. In: IV CIEL, 2006, Ponta Grossa. IV CIEL, 2006.

62.
FRAGA, L.; GIROTO, Ana Maria Correa . INTERLÍNGUA PORTUGUÊS / ESPANHOL DO BRASILEIRO INICIANTE: ESTUDO DA PRONÚNCIA DOS FONEMAS CORRESPONDENTES A ?J?. In: IV CIEL, 2006, Ponta Grossa. IV CIEL, 2006.

63.
FRAGA, L.; PEREIRA, Ana Paula de Freitas . INTERLÍNGUA PORTUGUÊS / ESPANHOL DO BRASILEIRO INICIANTE: ESTUDO DA PRONÚNCIA DOS FONEMAS CORRESPONDENTES A ?R?. In: IV CIEL, 2006, Ponta Grossa. IV CIEL, 2006.

64.
FRAGA, L.; BORGES, Simone Sousa . A oposição entre /e/ e /Q/ na interlíngua português/inglês: estudo acústico a auditivo. In: XIV EPLE - Encontro de Professores de Línguas Estrangeiras do Paraná, 2006, Londrina. XIV EPLE - Encontro de Professores de Línguas Estrangeiras do Paraná, 2006.

65.
FRAGA, L.; MOTOOKA, Mariana Izumi . A oposição entre /iù/ e /I/ na interlíngua português/inglês: estudo acústico a auditivo. In: XIV EPLE - Encontro de Professores de Línguas Estrangeiras do Paraná, 2006, Londrina. XIV EPLE - Encontro de Professores de Línguas Estrangeiras do Paraná, 2006.

66.
FRAGA, L.; PEREIRA, Ana Paula de Freitas . Os róticos em posição de coda na interlíngua português/espanhol. In: XIV EPLE - Encontro de Professores de Línguas Estrangeiras do Paraná, 2006, Londrina. XIV EPLE - Encontro de Professores de Línguas Estrangeiras do Paraná, 2006.

67.
FRAGA, L.; GIROTO, Ana Maria Correa . Vogais átonas finais na interlíngua português/ espanhol. In: XIV EPLE - Encontro de Professores de Línguas Estrangeiras do Paraná, 2006, Londrina. XIV EPLE - Encontro de Professores de Línguas Estrangeiras do Paraná, 2006.

68.
FRAGA, L.. Ensino de língua portuguesa e a relação entre oralidade e escrita: considerações fonológicas. In: XI Simpósio Nacional de Letras e Lingüística - SILEL, 2006, Uberlândia. XI Simpósio Nacional de Letras e Lingüística - SILEL, 2006.

69.
FRAGA, L.. Os róticos em onset no português de Carambeí/PR. In: III Congresso Internacional de Fonética e Fonologia, 2006, Belo Horizonte. III Congresso Internacional de Fonética e Fonologia, 2006.

70.
FRAGA, L.; FONSECA, Heloisa Scalise Taques . Estudo acústico das consoantes vozeadas em coda no francês falado por brasileiros. In: V Encontro de Pesquisa da UEPG, 2005, Ponta Grossa. V Encontro de Pesquisa da UEPG, 2005.

71.
FRAGA, L.; GOMES, Josane . A relação entre estrutura silábica e timbre vocálico na sílaba tônica da palavra francesa pronunciada por estudantes brasileiros: estudo auditivo do /E/. In: V Encontro de Pesquisa da UEPG, 2005, Ponta Grossa. V Encontro de Pesquisa da UEPG, 2005.

72.
FRAGA, L.; GIROTO, Ana Maria Correa . A vibrante múltipla em posição de onset no português falado em Ponta Grossa: estudo auditivo. In: V Encontro de Pesquisa da UEPG, 2005, Ponta Grossa. V Encontro de Pesquisa da UEPG, 2005.

73.
FRAGA, L.; MOTOOKA, Mariana Izumi . A vibrante múltipla em posição de onset no português falado em Ponta Grossa: estudo acústico. In: V Encontro de Pesquisa da UEPG, 2005, Ponta Grossa. V Encontro de Pesquisa da UEPG, 2005.

74.
FRAGA, L.. Os róticos no português de Carambeí/PR. In: 53º Seminário do GEL, 2005, São Carlos. 53º Seminário do GEL. São Carlos: Unicamp, UfsCar e Mercado das Letras, 2005. v. 1. p. 368-368.

75.
FRAGA, L.. Estratégias utilizadas por brasileiros para a realização das vogais /a/ e /e/ do francês: análise acústica do segmento consonantal. In: XVII Seminário do CELLIP, 2005, Guarapuava. XVII Seminário do CELLIP, 2005.

76.
FRAGA, L.; GIROTO, Ana Maria Correa . Estudo acústico da vogal átona final /e/ do português falado em Ponta Grossa. In: XVII Seminário do CELLIP, 2005, Guarapuava. XVII Seminário do CELLIP, 2005.

77.
FRAGA, L.; GOMES, Josane . A relação entre estrutura silábica e timbre vocálico na sílaba tônica da palavra francesa pronunciada por estudantes brasileiros: estudo auditivo do /o/. In: XVII Seminário do CELLIP, 2005, Guarapuava. XVII Seminário do CELLIP, 2005.

78.
FRAGA, L.; MOTOOKA, Mariana Izumi . Estudo acústico da vogal átona final /u/ do português falado em Ponta Grossa. In: XVII Seminário do CELLIP, 2005, Guarapuava. XVII Seminário do CELLIP, 2005.

79.
FRAGA, L.; MOTOOKA, Mariana Izumi . Estudo acústico da vogal átona /u/ do português falado em Ponta Grossa. In: XVII Seminário do CELLIP, 2005, Guarapuava. XVII Seminário do CELLIP, 2005.

80.
FRAGA, L.. Interferência sintática do holandês no português falado em Carambeí/PR. In: IV SENALE, 2005, Pelotas. IV SENALE, 2005.

81.
FRAGA, L.. O português falado em Carambeí/PR: considerações iniciais de estudo fonológico. In: III CIEL, 2005, Ponta Grossa. III CIEL, 2005.

82.
FRAGA, L.; GOMES, Josane . A relação entre estrutura silábica e timbre vocálico na silaba tônica da palavra francesa pronunciada por estudantes brasileiros: estudo acústico do /E/. In: III CIEL, 2005, Ponta Grossa. III CIEL, 2005.

83.
FRAGA, L.; GIROTO, Ana Maria Correa ; MOTOOKA, Mariana Izumi . Estudo acústico da vogal átona final [U] do português falado em Ponta Grossa. In: III CIEL, 2005, Ponta Grossa. III CIEL, 2005.

84.
FRAGA, L.. O abaixamento da vogal postonica final alta [i] para média-alta [e] no português falado em Ponta Grossa. In: XV Semana de Letras, 2004, Maringá. XV Semana de Letras, 2004.

85.
FRAGA, L.; FONSECA, Heloisa Scalise Taques . As consoantes desvozeadas do francês na posição final de sílaba: estudo auditivo de enunciados realizados por estudantes brasileiros iniciantes. In: XV Semana de Letras "Outras Palavras", 2004, Maringá. XV Semana de Letras "Outras Palavras", 2004.

86.
FRAGA, L.; FONSECA, Heloisa Scalise Taques . Estudo acústico das consoantes desvozeadas em coda no francês falado por brasileiros. In: 6 CELSUL, 2004, Florianópolis. 6 Círculo de estdos Lingüísticos do Sul, 2004.

87.
FRAGA, L.; FONSECA, Heloisa Scalise Taques . As consoantes vozeadas do francês em coda: estudo auditivo de enunciados realizados por estudantes brasileiros iniciantes. In: II CIEL, 2004, Ponta Grossa. II CIEL, 2004.

88.
FRAGA, L.; LADEIRA, Kyla Martielle Lucas . A vibrante múltipla em posição inicial de sílaba no português falado em PG. In: II CIEL, 2004, Ponta Grossa. II CIEL, 2004.

89.
FRAGA, L.; SOISTAK, Lucélia Vieira . Contrastes entre intituições públicas e particulares na visão do acadêmico de letras. In: II CIEL, 2004, Ponta Grossa. II CIEL, 2004.

90.
FRAGA, L.. As consoantes travadoras de sílaba do português falado na região de Ponta Grossa. In: XIV Semana de Letras - Outras Palavras, 2003, Maringá - PR. Outra palavras - XIV Semana de Letras, 2003.

91.
FRAGA, L.. O português falado no interior do Paraná. In: XVI Semana de Letras, 2003, Maringá - PR. Outras Palavras, 2003.

92.
FRAGA, L.. As vogais atonas finais e as consoantes africadas no português falado em Ponta Grossa: estudo auditivo. In: II Congresso Internacional Todas as Letras: Linguagens, 2003, São Paulo. II Congresso Internacional Todas as Letras: Linguagens. São Paulo: Universidade Presbiteriana Mackenzie, 2003. v. 1. p. 7-183.

93.
FRAGA, L.. Estratégias utilizadas por brasileiros para a realização de /a/ e /e/: análise auditiva do timbre. In: XVI CELLIP, 2003, Londrina. XVI CELLIP, 2003.

94.
FRAGA, L.; LADEIRA, Kyla Martielle Lucas . As vogais átonas finais e as consoantes travadoras de sílaba do português falado em Ponta Grossa. In: Encontro Anual de Iniciação Científica, 2003, Foz do Iguaçu. XII ENAIC - PIBIC/CNPq, 2003.

95.
FRAGA, L.; TROCZINSKI, L. O. . O texto poético no processo de formação de leitores-escritores competentes. In: XII ENAIC, 2003, Foz do Iguaçu. XII EAIC PIBIC/CNPq, 2003.

96.
FRAGA, L.; BUTTURI JUNIOR, A. . O texto instrucional no processo de formação de leitores-escritores competentes. In: XII EAIC, 2003, Foz do Iguaçu. XII EAIC PIBIC/CNPq, 2003.

97.
FRAGA, L.. Laboratório de leitura e produção de textos para o 1o e 2o ciclos do Ensino Fundamental. In: XXI SEURS, 2003, Gramado. XXI SEURS, 2003.

98.
FRAGA, L.. O texto folclórico no processo de formação de leitores-escritores competentes. In: I CONEX - UEPG, 2003, Ponta Grossa. I CONEX, 2003.

99.
FRAGA, L.. A fábula no processo de fomação de leitores-escritores competentes. In: I CONEX - UEPG, 2003, Ponta Grossa. I CONEX - UEPG, 2003.

100.
FRAGA, L.. O gênero epistolar no processo de formação de leitores-escritores competentes. In: I CONEX - UEPG, 2003, Ponta Grossa. I CONEX - UEPG, 2003.

101.
FRAGA, L.. Leitura e produção de textos através de projetos no Ensino Fundamental. In: I CONEX - UEPG, 2003, Ponta Grossa. I CONEX - UEPG, 2003.

102.
FRAGA, L.. Reestruturação do ensino de língua portuguesa no Ensino Fundamental. In: XX Seminário de Extensão Universitária da região Sul, 2002, Pelotas - RS. XX Seurs. Pelotas - RS: UFPel, 2002. v. 1. p. 46-246.

103.
FRAGA, L.. O teatro como parceiro no processo de formação de escritores-leitores competentes. In: XVII Semana da Educação, 2002, Ponta Grossa - PR. Pedagogia 40 anos: a vida começa com a educação. Ponta Grossa - PR: UEPG, 2002. v. 1. p. 9-129.

104.
FRAGA, L.. Progressão das estratégias utilizádas por brasileiros para a realização das vogais nasais /ã/ e /E/ do francês: análise acústica da duração. In: V Celsul, 2002, Curitiba - PR. V Celsul. Curitiba - PR: UFPR, 2002. v. 1. p. 36-235.

Artigos aceitos para publicação
1.
FRAGA, L.; ANASTACIO, J. . O CEAI COMO ESPAÇO DE CONCILIAÇÃO ENTRE UNIVERSIDADE E SOCIEDADE. MUITAS VOZES, 2018.

Outras produções bibliográficas
1.
FRAGA, L.. Do parágrafo ao ensaio (não publicado), 2005. (Tradução/Livro).

2.
FRAGA, L.. Os manuscritos dos escritores (não publicado). Paris: Éditions Hachette, 1995. (Tradução/Artigo).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
FRAGA, L.. Es kommt net raus: redes sociais, manutenção linguística e identidades dos falantes de Hunsrückisch de Santa Maria do Herval-RS. 2015.

2.
FRAGA, L.. ESTRANGEIRISMOS NO PORTUGUÊS BRASILEIRO: UMA ANÁLISE DE AMPLIAÇÃO SEMÂNTICA. 2015.

3.
FRAGA, L.. O Ensino de Línguas Estrangeiras no Brasil: Questões de ordem político-linguística. 2015.

4.
FRAGA, L.. LEITURA E ESCRITA NA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS COMO PROBLEMA DE HEGEMONIA POLÍTICO-CULTURAL. 2014.

5.
FRAGA, L.. Tradução e Jornalismo: representações da identidade brasileira nos jornais espanhóis. 2014.

6.
FRAGA, L.. Bilinguismo e políticas linguísticas no Brasil: da ilusão monolíngue à realidade plurilíngue. 2014.

7.
FRAGA, L.. As atividades de tradução nos livros didáticos de língua espanhola do PNLD 2012: uma análise sociolinguística. 2014.

8.
FRAGA, L.. ENTRE SOCIABILIDADE E MOVIMENTOS DE RESISTÊNCIA: O SIGNIFICADO DA EDUCAÇÃO ESCOLAR PARA JOVENS AUTORES DE ATO INFRACIONAL. 2013.

9.
FRAGA, L.. Linguagens e saberes ? estudos linguísticos. 2013.

10.
FRAGA, L.. O fator faixa etária e a concordância nominal na linguagem falada em uma cidade do interior do Paraná. 2012.

11.
FRAGA, L.. OS SONS DA LÍNGUA MATERNA NA APRENDIZAGEM DA LÍNGUA FRANCESA NA PRIMEIRA INFÂNCIA. 2012.

12.
FRAGA, L.. Estudos linguísticos e literários aplicados ao ensino. 2012.

13.
FRAGA, L.. A LEITURA NA UNIVERSIDADE: IDEIAS CIRCULANTES. 2012.

14.
FRAGA, L.. Projeto de extensão: curso de leitura e interpretação de artigos técnicos em inglês. 2011.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
FRAGA, L.; SOUZA, R. F. ; SILVA, J. S. . A LEI 11.645 E O ENSINO DE LÍNGUA ESPANHOLA. 2017. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica
1.
JOVINO, I. S. ; FRAGA, L. ; COUTO, L. P. ; FERREIRA, Aparecida de Jesus ; MADUREIRA, S. A. . Manual de ações afirmativas na UEPG: fique atento(a). Igualdade e Oportunidades para todos e todas. 2016. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material instrucional).

2.
FRAGA, L.. LINGUAGEM E PERFORMATIVIDADE: UM ESTUDO SOBRE OS DIZERES DOS PROFESSORES FORMADORES E AS RESSIGNIFICAÇÕES DESSES DIZERES POR PROFESSORES EM FORMAÇÃO INICIAL. 2016. (Avaliadora externa de projeto de doutorado).

3.
FRAGA, L.. A CONSTITUIÇÃO IDENTITÁRIA DO PROFESSOR DE LÍNGUAS ESTRANGEIRAS FORMADOS NA MODALIDADE DE EAD. 2016. (Avaliadora externa de projeto de doutorado).

4.
FRAGA, L.. POLÍTICAS LINGUÍSTICAS PARA O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA NO CONTEXTO DO ENSINO MÉDIO BRASILEIRO. 2016. (Avaliadora externa de projeto de doutorado).

5.
FRAGA, L.. PERFORMANCES IDENTITÁRIAS DO ATIVISMO POLÍTICO ON-LINE: UMA ABORDAGEM PRAGMÁTICA DOS ATOS DE FALA PROFERIDOS POR OCASIÃO DO IMPEACHMENT DE DILMA ROUSSEFF. 2016. (Avaliadora externa de projeto de doutorado).

6.
FRAGA, L.. A CONSTRUÇÃO DA REFERÊNCIA E A POLÍTICA DE NOMEAÇÃO NO BOLETIM DE OCORRÊNCIA. 2016. (Avaliadora externa de projeto de doutorado).

7.
FRAGA, L.; RODRIGUES, A. ; FIDENCIO, A. ; ELIAS, A. ; TELLES, D. ; CAPANEMA, E. ; SILVA, G. ; SILVA, H. P. ; MARCOLINO, J. K. ; PEREIRA, J. ; CESAR, J. ; RODRIGUES, L. M. ; LOURENCO, M. ; BENILO, M. . ẼG TU͂ HAN MU͂ JÁ ẼG TÓG, KRỸG KRỸG KE TU͂ ẼG NỸ TĨ, TO JÃN FÃ HANKỸ ẼG TÓG ẼG JYKRE TĨG MÃN HANKE MU͂. 2015. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Livro didático).

8.
FRAGA, L.; RODRIGUES, A. . Série Alfabetização em Kaingang: famílias silábicas. 2015. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Material de alfabetização).

9.
FRAGA, L.; TASSO, I. E. V. S. . Muitas Vozes v. 3 n. 1. 2014. (Editoração/Periódico).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
FRAGA, L.; MESSIAS, Rozana Aparecida Lopes; ANNIBAL, S. F.. Participação em banca de JAQUELINE CARVALHO SILVA. PROVA BRASIL, LETRAMENTO E FORMAÇÃO DE PROFESSORES: um estudo de caso. 2018. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

2.
FRAGA, L.; TASSO, I. E. V. S.; COITO, R. F.. Participação em banca de Luana de Souza Vitoriano. A língua portuguesa no Vestibular dos Povos Indígenas no Paraná: conflitos e contradições entre políticas e sociais de inclusão. 2016. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

3.
FRAGA, L.; CORREA, D. A.; MESSIAS, Rozana Aparecida Lopes. Participação em banca de Cleonice de Fátima Martins. Educação de Jovens e Adultos e Ensino de Língua Estrangeira: um estudo documental à luz das políticas linguísticas. 2016. Dissertação (Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

4.
FRAGA, L.; JOVINO, I. S.; SOUZA, A. L. S.; BENATTE, A. P.. Participação em banca de Merylin Ricieli dos Santos. "Quem tem medo da palavra negro?": morenos, misturados, mestiços, cafuzos, mulatos e escuros participantes do Clube 13 de Maio de Ponta Grossa/PR. 2016. Dissertação (Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

5.
FRAGA, L.; CORREA, D. A.; MESSIAS, Rozana Aparecida Lopes. Participação em banca de Taís Regina Güths. Olhares para as políticas linguísticas do município de Taiópolis/SC: entre o in vivo e o in vitro. 2015. Dissertação (Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

6.
FRAGA, L.; FREITAS, D. B. A. P.; OYAMA, M. H. V. D.. Participação em banca de Mara Gardeane Abreu Lima. Crenças de alunos brasileiros que vivem na fronteira Brasil/Venezuela a respeito do processo de ensino/aprendizagem de espanhol como LE. 2015. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal de Roraima.

7.
ROMAN, E. C.; FRAGA, L.; BUSSE, S.. Participação em banca de Avanilde Polak. A posição dos adjetivos nas notas de falecimento do Jornal Pracia. 2013. Dissertação (Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

8.
CORREA, D. A.; FRAGA, L.; MESSIAS, Rozana Aparecida Lopes. Participação em banca de Angela de Fatima Scremin. A linguagem escrita na visão de professores das séries finais do ensino fundamental. 2013. Dissertação (Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Teses de doutorado
1.
FRAGA, L.; TASSO, I. E. V. S.; NAVARRO, P.; PASSETTI, M. C. C.; SILVA, K. A.. Participação em banca de Enisio Guilhermina Cuamba. PRÁTICAS DISCURSIVAS E PEDAGÓGICAS DE LETRAMENTO, NO EIXO LEITURA, EM CONTEXTO MULTILÍNGUE MOÇAMBICANO: (DES)ENCONTROS ENTRE O RURAL E O URBANO, NA PROVÍNCIA DA ZAMBÉZIA. 2019. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

2.
FRAGA, L.; TASSO, I. E. V. S.; SILVA, K. A.; COITO, R. F.; NAVARRO, P.. Participação em banca de David Antonio. REGIMES DO OLHAR E DO DIZER O PORTUGUÊS COMO LÍNGUA DE ENSINO E DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES NOS INSTITUTOS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM MOÇAMBIQUE. 2018. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

3.
FRAGA, L.; JUNG, Neiva Maria; LUCENA, M. I. P.; ROMUALDO, E. C.; CALVO, L. C. S.. Participação em banca de Adriana Dalla Vecchia. PARTICIPAÇÃO E USOS DE LÍNGUAS EM AULAS DE ALEMÃO EM UMA COMUNIDADE DE SUÁBIOS NO SUL DO BRASIL. 2018. Tese (Doutorado em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

4.
FRAGA, L.; FREITAS, A. C.; BORGES, M. I.; MORAES FILHO, W. B.; BERTOLDO, E. S.. Participação em banca de ANA CRISTINA LOBO SOUSA. A VIOLÊNCIA NA LINGUAGEM EM ATOS DE FALA SOBRE O IMPEACHMENT DE 2016 NO FACEBOOK. 2018. Tese (Doutorado em ESTUDOS LINGÜÍSTICOS) - Universidade Federal de Uberlândia.

Qualificações de Doutorado
1.
FRAGA, L.; TASSO, I. E. V. S.; SELLA, A. F.; JUNG, Neiva Maria; NAVARRO, P.. Participação em banca de RAQUEL FREGADOLLI CERQUEIRA REIS GONÇALVES. CIDADANIA E DIVERSIDADE EM GOVERNAMENTALIDADE: O LETRAMENTO ESCOLAR EM CONTEXTO MULTILÍNGUE NO VESTIBULAR PARA OS POVOS INDÍGENAS NO PARANÁ. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

2.
FRAGA, L.; TASSO, I. E. V. S.; SILVA, K. A.; PASSETTI, M. C. C.; COITO, R. F.. Participação em banca de DAVID ANTÓNIO. REGIMES DO OLHAR E DO DIZER O PORTUGUÊS COMO LÍNGUA DE ENSINO E DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES NOS INSTITUTOS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES EM MOÇAMBIQUE. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

3.
FRAGA, L.; MAINARDES, J.; BRANDALISE, M. A. T.; CARTAXO, S. R. M.; SOUZA, M. I. G. F. M.. Participação em banca de MARCIA APARECIDA ALFERES. O PNAIC NO CONTEXTO DA PRÁTICA: UMA ANÁLISE POLÍTICO-PEDAGÓGICA EM ESCOLAS DA REDE MUNICIPAL DE ENSINO DE PONTA GROSSA/PR. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Educação) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Qualificações de Mestrado
1.
FRAGA, L.; SANTOS, S. L.; GODOI, E.. Participação em banca de ERICIANE MARILISA DE RAMOS. A INFLUÊNCIA DO RACIOCÍNIO PRAGMÁTICO-COGNITIVO NA PROPENSÃO AO RISO. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

2.
FRAGA, L.; CORREA, D. A.; PINTO, J. P.. Participação em banca de JOELMA DE SOUZA ROCHA. POLÍTICA LINGUÍSTICA NO ENSINO DE LÍNGUAS: UM OLHAR CRÍTICO PARA O PAPEL DO PROFESSOR COMO AGENTE DE POLÍTICAS LINGUÍSTICAS. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

3.
FRAGA, L.; JOVINO, I. S.; SOUZA, A. L. S.; BENATTE, A. P.. Participação em banca de Merylin Ricieli dos Santos. CLUBE 13 DE MAIO-PONTA GROSSA (PR): DISCURSOS, IDENTIDADES E RESISTÊNCIA. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

4.
FRAGA, L.; TASSO, I. E. V. S.; COITO, R. F.. Participação em banca de Luana de Souza Vitoriano. PROFICIÊNCIA EM LÍNGUA PORTUGUESA NO VESTIBULAR DOS POVOS INDÍGENAS NO PARANÁ: CONFLITOS E CONTRADIÇÕES ENTRE POLÍTICAS LINGUÍSTICAS E SOCIAIS DE INCLUSÃO. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Letras) - Universidade Estadual de Maringá.

5.
FRAGA, L.; CORREA, D. A.; MESSIAS, Rozana Aparecida Lopes. Participação em banca de Cleonice de Fatima Martins. Políticas linguísticas e o ensino de língua estrangeira na Educação de Jovens e Adultos: um estudo sobre os documentos oficiais que norteiam esta prática. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

6.
CORREA, D. A.; FRAGA, L.; STUBE, A.. Participação em banca de Taís Regina Güths. OLHARES PARA AS POLÍTICAS LINGUÍSTICAS DO MUNICÍPIO DE ITAIÓPOLIS: ENTRE O IN VIVO E O IN VITRO. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

7.
ROMAN, E. C.; FRAGA, L.; BUSSE, S.. Participação em banca de Avanilde Polak. A posição dos adjetivos nas notas de falecimento do Jornal Pracia. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

8.
CORREA, D. A.; FRAGA, L.; MESSIAS, Rozana Aparecida Lopes. Participação em banca de Angela de Fatima Scremin. A linguagem escrita na visão de professores das séries finais do ensino fundamental. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
FRAGA, L.; CORREA, D. A.; SALEH, P. B. O.. Participação em banca de Elaine Maria Sczerepa. Alfabetização e letramento no contexto pré-escolar: um estudo de caso. 2007. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Língua Portuguesa Lingüística e Literatura Texto e) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

2.
FRAGA, L.. Participação em banca de Sueli de Freitas Mendes. PCN's, livros didáticos e ensino gramatical (substantivos, adjetivos e pronomes): mesma linguagem ou torre de Babel?. 2003 - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

3.
FRAGA, L.. Participação em banca de Gisele F. Rodrigues. Avaliação formativa: breves considerações. 2003 - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
FRAGA, L.; CARMO, M. C.; CARLOS, V. G.. Participação em banca de ANTONY EDUARDO GALVÃO.PALATALIZAÇÃO DAS CONSOANTES OCLUSIVAS ALVEOLARES NO NOROESTE PAULISTA. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras - Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

2.
FRAGA, L.; CARLOS, V. G.; CARMO, M. C.. Participação em banca de Angélica Levandoski Ferrando.Análise da vogal postônica final [e] na região dos Campos Gerais. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Letras - Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

3.
FRAGA, L.; CARLOS, V. G.; CARMO, M. C.. Participação em banca de Lilian Aparecida de Moura.A visão do professor de língua portuguesa no contexto sala de aula. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

4.
FRAGA, L.; CORREA, D. A.; GUTHS, T.. Participação em banca de Joelma de Souza Rocha.Políticas linguísticas no ensino de línguas: um estudo inicial sobre o papel do professor como agente de políticas linguísticas. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

5.
FRAGA, L.; OHIRA, M. A.; GALDINO, J. R. V.. Participação em banca de RENATA APARECIDA FERREIRA CHICANOSKI DA TRINDADE.EDUCAÇÃO SUPERIOR INDÍGENA: Desafios Para uma Educação Inclusiva. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

6.
FRAGA, L.; JOVINO, I. S.; COUTO, L. P.. Participação em banca de Edyson dos Passos.A construção da identidade docente do professor universitário no Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade da Universidade Estadual de Ponta Grossa. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

7.
COUTO, L. P.; FRAGA, L.; CORREA, D. A.. Participação em banca de Daiane Franciele Morais Quadros.A evasão discente no Ensino Superior: o caso da UEPG. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

8.
CORREA, D. A.; FRAGA, L.; RAUPP, E. S.. Participação em banca de Yara Fernanda Novatzki.Um estudo sobre a universidade no século XXI: Desafios e perspectivas a partir da tríade universitária para a formação do professor em Letras. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

9.
CORREA, D. A.; FRAGA, L.; CARREIRA, M. B.. Participação em banca de Taís Regina Güths.Políticas linguísticas na cidade de Itaiópolis-SC: Uma proposta de análise. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

10.
ROMAN, E. C.; FRAGA, L.; SALEH, P. B. O.. Participação em banca de FERNANDA APARECIDA ISRAEL.A GRAMATICALIZAÇÃO DE CONJUNÇÕES: ALGUNS CAMINHOS. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

11.
FRAGA, L.; CORREA, D. A.; TORQUATO, C. P.. Participação em banca de Fatima Djata.Ensino de língua portuguesa em Guiné-Bissau. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

12.
FRAGA, L.; BRAGA, L. A.; CARLOS, V. G.. Participação em banca de Caroline de Jesus Florão Paz.POSSÍVEIS CRENÇAS DE LEITURA NO ENSINO SUPERIOR, IMPLICAÇÕES NO PROCESSO DE ENSINO-APRENDIZAGEM. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

13.
FRAGA, L.; RAUPP, E. S.; CORREA, D. A.. Participação em banca de Leticia Maria de Paula.Gêneros textuais e condições de produção. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Em Letras Português/Francês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

14.
FRAGA, L.; CORREA, D. A.; RAUPP, E. S.. Participação em banca de Vânia Soltes.Intencionalidade na Propaganda. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

15.
FRAGA, L.; CARLOS, V. G.; SANTOS, D. H.. Participação em banca de Tatiane Lima Paiva.O Português em Salto Del Guairá. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

16.
JUNG, Neiva Maria; ROMAN, E. C.; FRAGA, L.. Participação em banca de Daniela Cristina Marçal de Jesus."Você": Pronome de tratamento ou pronome pessoal?. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

17.
FRAGA, L.; SALEH, P. B. O.; RAUPP, E. S.. Participação em banca de Ricardo Vinícius Batista.Erro, o retrocesso da escrita. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

18.
FRAGA, L.; ROMAN, E. C.; EMILIO, A. C. K.. Participação em banca de Rosana Justos dos Santos.Competência oral: visão do aluno de 3º ano do ensino. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

19.
FRAGA, L.; ROMAN, E. C.; SANTOS, R. M. B.. Participação em banca de Carlos Eduardo de Oliveira Lara.Quem tem boca vai a Roma ? investigando e situando o ensino da oralidade. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
FRAGA, L.; FINGER-KRATOCHVIL, C.; VENTURINI, M. C.. Concurso público para provimento de cargos de docentes integrantes da carreira do magistério público do ensino superior do Estado do Paraná. 2010. Universidade Estadual do Centro-Oeste.

2.
FRAGA, L.; SALEH, P. B. O.; Siumara Aparecida de Lima. Concurso público para provimento de cargos de docentes integrantes da carreira do magistério público do ensino superior do Estado do Paraná. 2009. Universidade Estadual de Ponta Grossa.

3.
FRAGA, L.; FONSECA, Maria Ruth Scalise Taques; MULLER, Andrea Correa Paraiso. Concurso público para provimento de cargos de docentes integrantes da carreira do magistério público do ensino superior do Estado do Paraná. 2006. universidade estadual de ponta grossa.

4.
FRAGA, L.. Concurso público para provimento de cargos de docentes integrantes da carreira do magistério público do ensino superior do Estado do Paraná. 2006. Universidade Estadual de Ponta Grossa.

5.
FRAGA, L.; FONSECA, Maria Ruth Scalise Taques; MULLER, Andrea Correa Paraiso. Concurso público para provimento de cargos de docentes integrantes da carreira do magistério público do ensino superior do Estado do Paraná. 2006. Universidade Estadual de Ponta Grossa.

6.
FRAGA, L.. Professor de Ensino Superior não titular da Carreira do Magistério Público. 2003. Universidade Estadual do Oeste do Paraná.

7.
FRAGA, L.. Professor de Ensino Superior Não Titular da Carreira do Magistério Público. 2002. Universidade Estadual do Centro-Oeste.

Outras participações
1.
FRAGA, L.. Avaliação de memorial descritivo para ascensão de nível da professora Marly Catarina Soares. 2002. Universidade Estadual de Ponta Grossa.

2.
FRAGA, L.. Avaliação de memorial descritivo para ascensão de nível do professor Frutuoso Freher Simões. 2002. Universidade Estadual de Ponta Grossa.

3.
FRAGA, L.. Teste seletivo para Professor colaborador de língua portuguesa. 2002. universidade estadual de ponta grossa.

4.
FRAGA, L.. Avaliação de memorial descritivo para ascensão de nível da professora Luísa Cristina dos Santos. 2002. universidade estadual de ponta grossa.

5.
FRAGA, L.. Avaliação de redações no 1o e 2o concurso vestibular 2003. 2002. universidade estadual de ponta grossa.

6.
FRAGA, L.. Teste seletivo para professor colaborador de língua portuguesa. 2001. Universidade Estadual de Ponta Grossa.

7.
FRAGA, L.. Teste seletivo para professor colaborador de língua portuguesa. 2000. Universidade Estadual de Ponta Grossa.

8.
FRAGA, L.. Avaliação de memorial descritivo para ascensão de nível da professora Marly Cartarina Soares. 2000. Universidade Estadual de Ponta Grossa.

9.
FRAGA, L.. Avaliação de memorial descritivo para ascensão de nível do professor Frutuoso Dreher Simões. 2000. Universidade Estadual de Ponta Grossa.

10.
FRAGA, L.. Avaliação de redações do 2o concurso vestibular 2001. 2000. Universidade Estadual de Ponta Grossa.

11.
FRAGA, L.. Avaliação de memorial descritivo para ascensão de nível da professora Dulce Elena Coelho Barros. 2000. Universidade Estadual de Ponta Grossa.

12.
FRAGA, L.. Avaliação de redações do 1o e 2o concurso vestibular 2000. 1999. Universidade Estadual de Ponta Grossa.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
XXIX Semana Acadêmica de Estudos em Biologia - SAEB.Povos Indígenas e Preservação da Vida. 2017. (Outra).

2.
64º Seminário do GEL.Minicurso: REFLEXÕES SOBRE POLÍTICA LINGUÍSTICA E ENSINO DE LÍNGUAS. 2016. (Seminário).

3.
64º Seminário do GEL.Avaliador de painéis. 2016. (Seminário).

4.
XIV SEPELLA.Debatedora de trabalhos de mestrado e doutorado. 2016. (Seminário).

5.
3ª JIED ? Jornada Internacional de Estudos do Discurso e 2º EIID ? Encontro.Um estudo político-linguístico, social e Pedagógico das comunidades indígenas do estado do paraná: proficiência e letramento. 2015. (Outra).

6.
63º Seminário do Grupo de Estudos Linguísticos do Estado de São Paulo (GEL).?Formação continuada de professores de língua em contextos bi/multilíngues paranaenses?: a experiência na escola Kokoj Ty Han Já (T.I. de Mangueirinha/PR). 2015. (Seminário).

7.
IV SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE ESTUDOS DE LINGUAGEM E CULTURA REGIONAL: Linguagem, Sociedade e Ensino.Minorias linguísticas: crenças, perfil e políticas linguístico educacionais. 2015. (Simpósio).

8.
VIII CIEL - CICLO DE ESTUDOS EM LINGUAGEM. Formação continuada de professores de língua em contextos bi/multilíngues paranaenses: atitudes linguísticas. 2015. (Congresso).

9.
XI Congresso Brasileiro de Linguística Aplicada (CBLA). A realidade linguística das comunidades indígenas do Paraná: o que dizem os dados do Censo Demográfico. 2015. (Congresso).

10.
3º CIELLI - Colóquio Internacional de Estudos Linguísticos.Ensino Superior e formação continuada de professores de língua em contextos bi/multilíngues paranaenses. 2014. (Outra).

11.
IX SELISIGNO e X Simpósio de Leitura da UEL.Revitalização sociocultural e linguística Kaingang: o trabalho na escola Kokoj Ty Han Já. 2014. (Simpósio).

12.
II Semana de Integração em Letras.Formação do ingressante em letras. 2012. (Simpósio).

13.
IV Encontro Paranaense de Estudantes de Pós-Graduação de Estudos Literários.Pesquisa em Letras na Contemporaneidade: por uma readequação de parâmetros urgente. 2012. (Encontro).

14.
X Seminário do CELSUL.POR UMA LINGUÍSTICA MENOS VOLTADA À DESCRIÇÃO DAS LÍNGUAS EM CONTATO E MAIS DEDICADA A COMPREENDER AS CONSEQUÊNCIAS DOS CONTATOS ENTRE OS FALANTES DESSAS LÍNGUAS. 2012. (Seminário).

15.
Semana de Enfrentamento à violência contra crianças e adolescentes.?O Enfrentamento à Violência pela Escrita: uma Experiência de Extensão em Letras.?. 2010. (Simpósio).

16.
53º Seminário do GEL.53º Seminario do GEL. 2005. (Seminário).

17.
XVII Seminário do CELLIP.XVII SEminário do CELLIP. 2005. (Seminário).

18.
XV Semana de Letras.XV Semana de Letras. 2004. (Outra).

19.
I Ciel - Ciclo de Eventos em Lingüística.I CIEL - Ciclo de Eventos em Lingüística. 2003. (Outra).

20.
I CIEL - Ciclo de eventos em Lingüística.Francês, espanhol e português: análise contrastiva no nível fonológico. 2003. (Oficina).

21.
I CIEL - Ciclo de Eventos em Lingüística.As vogais átonas finais e as consoantes travadoras de sílaba do português falado em Ponta Grossa. 2003. (Outra).

22.
II Congresso Internacional Todas as Letras: Linguagens. II Congresso Internacional Todas as Letras: Linguagens. 2003. (Congresso).

23.
I Seminário Conversando sobre Extensão.I Seminário Conversando sobre Extensão. 2003. (Seminário).

24.
IV Fórum de Letras - PUC/PR.IV Fórum de Letras PUC/PR. 2003. (Outra).

25.
Semana de Cultura: Drummond 100 + 1.A expressividade fônica na poesia de Drummond. 2003. (Oficina).

26.
Semana de Cultura: Drummond 100 + 1.Semana de Cultura. 2003. (Encontro).

27.
Semana de Letras - Outras palavras.O português falado no interior do Paraná: análise fonético-fonológica. 2003. (Oficina).

28.
XVI CELLIP. XVI CELLIP. 2003. (Congresso).

29.
XV Semana de Letras.XIV Semana de Letras. 2003. (Seminário).

30.
XXI SEURS.XXI SEURS. 2003. (Seminário).

31.
4a Oficina de Língua Portuguesa.Competências e Habilidades: aliados ou inimigos?. 2002. (Oficina).

32.
V Celsul.V Celsul. 2002. (Encontro).

33.
XVII Semana de Educação.XVII Semana de Educação. 2002. (Outra).

34.
XX Seurs.XX Seurs. 2002. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
FRAGA, L.. I Jornada de Educação Escolar Indígena. 2017. (Outro).

2.
FRAGA, L.; OLIVEIRA, Silvana . I SETEDI - Seminário de Teses e Dissertações do PPGEL. 2017. (Outro).

3.
FRAGA, L.. CONTEMPORANEIDADES INDÍGENAS NO MUNDO GLOBALIZADO: IMPACTOS EM PRÁTICAS COMUNICATIVAS E NA EDUCAÇÃO LINGUÍSTICA. 2017. (Outro).

4.
FRAGA, L.; ANGNES, J. S. ; SILVEIRA, D. M. F. ; RODRIGUES, I. C. ; GUIRADO, J. C. ; TASSO, I. E. V. S. ; FINATTI, B. E. ; AMARAL, W. R. ; GARCIA, M. J. G. F. ; GALDINO, J. R. V. ; AYRES, O. M. ; BOSCARIOLI, C. ; WAWZYNIAK, S. M. S. ; GALLIANO, D. ; GAULIER, P. L. ; NOVAK, M. S. J. ; OHIRA, M. A. ; MELO, A. R. . IV Encontro de Educação Superior Indígena. 2013. (Outro).

5.
FRAGA, L.; SIQUEIRA, D. S. . Palestra Inglês como Língua Franca: O Desafio de Ensinar um Idioma Desterritorializado. 2012. (Outro).

6.
FRAGA, L.; SELLA, A. F. . Palestra Ensino da gramática no nível fundamental: análise linguística e funcionamento da linguagem. 2012. (Outro).

7.
FRAGA, L.; CORREA, D. A. ; BRAGA, L. A. ; REATEGUI, L. J. P. ; GOITOTO, S. M. ; MASGO, V. ; SILVA, F. C. ; MYUMBI, Betuel Virgílio . A Universidade do Século XXI: Discussões sobre cultura e diversidade. 2011. (Congresso).

8.
FRAGA, L.; AGUILERA, V. A. . Palestra: Manuscritos paranaenses e o Léxico Histórico do Português Brasileiro: caminhos percorridos. 2011. (Outro).

9.
FRAGA, L.; DALCASTAGNÉ, R. . Aula inaugural: Espaços possíveis: a cidade na narrativa contemporânea. 2011. (Outro).

10.
FRAGA, L.; MOITA LOPES, L. P. da . Aula inaugural: O mundo dos letramentos midiáticos em que vivemos: multimodalidade e identidades sociais. 2010. (Outro).

11.
FRAGA, L.. III CIEL - Ciclo de Eventos em Lingüística. 2005. (Congresso).

12.
FRAGA, L.. II CIEL - Ciclo de Eventos em Lingüística. 2004. (Congresso).

13.
FRAGA, L.. I CIEL - Ciclo de Eventos em Lingüística. 2003. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Cláudia Maria Andrade Skrzypietz Castro. Políticas linguísticas na Educação do Campo. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. (Orientador).

2.
Elisangela Queiroz. Inventário da língua Kaingang em Mangueirinha/PR. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. (Orientador).

3.
Evelin Seluchiniak Nunes. Políticas linguísticas para Libras. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Renato Pereira. ANÁLISE DO CONTEUDO DO SITE DA SECRETARIA ESPECIAL DE SAÚDE INDÍGENA (SESAI) QUANTO AO TRATAMENTO DADO À SAÚDE BUCAL: HÁ ADEQUAÇÃO AOS POVOS INDÍGENAS BRASILEIROS?. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Odontologia) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

2.
Bhianca Moro Portella. Potencialidades e limitações do livro didático utilizado no CLEC inglês da UEPG. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. (Orientador).

3.
Julia Isabela Souza. DIREITOS INDÍGENAS NO BRASIL: A QUESTÃO DAS LÍNGUAS. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Direito) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científica e Tecnológico. (Orientador).

4.
Miliane Martins. Bilinguismo popular versus bilinguismo de elite. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. (Orientador).

5.
Rachel Dantas Libois. ANALISE LINGUÍSTICO-JURÍDICA DE INSTITUTOS NORMATIVOS RELACIONADOS AOS POVOS INDÍGENAS À LUZ DA LEI COMPLEMENTAR N. 95/98 E DA DECLARAÇÃO UNIVERSAL DE DIREITOS LINGUÍSTICOS. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Direito) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. (Orientador).

6.
Mariana de Camargo. A IDENTIDADE NA LITERATURA INFANTIL DO BRASIL DE TEMÁTICA E EXPRESSÃO INDÍGENA. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Letras - Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. (Orientador).

Orientações de outra natureza
1.
Joel Anastacio. Saberes outros: Estudos e ações indígenas. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade Estadual de Ponta Grossa. PROEX/UEPG. (Orientador).

2.
Rachel Dantas Libois. Saberes outros: Estudos e ações indígenas. Início: 2018. Orientação de outra natureza. Universidade Estadual de Ponta Grossa. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Simone Bueno. CONCEPÇÃO DE ALFABETIZAÇÃO EM DOCUMENTOS QUE SE REFEREM ÀS SALAS DE APOIO À APRENDIZAGEM DE LÍNGUA PORTUGUESA (SEED/PR. 2018. Dissertação (Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, . Orientador: Leticia Fraga.

2.
Simone de Fátima Colman Martins. AVALIAÇÃO EM LÍNGUA PORTUGUESA NO ENSINO FUNDAMENTAL: CRENÇAS EXISTENTES E RESISTENTES. 2016. Dissertação (Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, . Orientador: Leticia Fraga.

3.
DELEON BETIM. POLÍTICAS LINGUÍSTICAS PARA UM ENSINO CRÍTICO DE LÍNGUA INGLESA: ACÕES E CONTRADIÇÕES NA CONTEMPORANEIDADE. 2016. Dissertação (Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Leticia Fraga.

4.
Amarili Sequeira Nogueira. SALA DE RECURSO MULTIFUNCIONAL E REPRESENTAÇÃO DA ESCRITA: ANÁLISE DA RESOLUÇÃO 13/2007, NORMATIVA 16/2011 E FICHA DE REFERÊNCIA PEDAGÓGICA. 2015. Dissertação (Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, . Orientador: Leticia Fraga.

5.
Lilian Cristina do Amaral Martines. POLÍTICA LINGUÍSTICA DE COOFICIALIZAÇÃO DA LÍNGUA GUARANI EM TACURU/MS E SEUS DESDOBRAMENTOS POLÍTICOS, SOCIAIS E PEDAGÓGICOS. 2014. Dissertação (Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Leticia Fraga.

6.
Evelise dos Santos do Nascimento. (COMUNIDADE NEGRA RURAL DE SUTIL/PR: IDENTIDADE NEGRA E RACISMO. 2014. Dissertação (Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Leticia Fraga.

7.
Rosana Hass Kondo. REPRESENTAÇÕES E ATITUDES LINGUÍSTICAS NA (RE)CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE INDÍGENA DOS GUARANI DO PINHALZINHO (TOMAZINA/PR): UM ESTUDO NA ESCOLA ?YVY PORÃ?. 2013. Dissertação (Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, . Orientador: Leticia Fraga.

8.
Lucimar Araújo Braga. CRENÇAS E ATITUDES DE UMA PROFESSORA DE ESPANHOL DE ESPANHOL DE UMA ESCOLA PÚBLICA DO INTERIOR DO PARANÁ E AS POLÍTICAS LINGUÍSTICAS. 2013. Dissertação (Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, . Orientador: Leticia Fraga.

9.
Adriana Dalla Vecchia. POLÍTICAS LINGUÍSTICAS NA COLÔNIA "ALEMÃ" DE ENTRE RIOS: O PAPEL DO COLÉGIO IMPERATRIZ DONA LEOPOLDINA. 2013. Dissertação (Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, . Orientador: Leticia Fraga.

10.
Simone Sousa Borges. Crenças linguísticas na (des/re)construção das identidades dos professores de língua em formação no curso de Letras da UEPG. 2012. Dissertação (Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Leticia Fraga.

11.
Vinícius de Oliveira Costa. A RELAÇÃO ENTRE A ESCOLA, O ENSINO DE LÍNGUAS E O ABANDONO ESCOLAR: UM OLHAR A PARTIR DAS CRENÇAS E EXPERIÊNCIAS DE ADOLESCENTES COM QUEM A LEI ENTRA EM CONFLITO. 2012. Dissertação (Mestrado em Linguagem, Identidade e Subjetividade) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, . Orientador: Leticia Fraga.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Elisangela Wilchak Queiroz. A IMPORTÂNCIA DE CONSTRUIR METODOLOGIAS DE PESQUISA QUE CONSIDEREM AS ESPECIFICIDADES DO GRUPO EM QUESTÃO: UM TRABALHO. 2018. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em História, Arte e Cultura) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

2.
Heloisa Scalise Taques Fonseca. As consoantes vozeadas e desvozeadas em posição de coda no francês falado por brasileiros. 2006. 65 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especializaçao Em Ensino de Lingua Estran) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

3.
Josane Gomes. A relação entre a estrutura silabica e o timbre vocálico na língua francesa falada por brasileiros: estudo auditivo e acústico. 2006. 65 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especializaçao Em Ensino de Lingua Estran) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

4.
Ieda Nolasco Belem Bankersen. Análise fonológica contrastiva português/espanhol: nasalização vocálica na interlíngua. 2006. 51 f. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especializaçao Em Ensino de Lingua Estran) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

5.
Josiane Kingeski de Medeiros. as propostas de produção de textos de livros didáticos de 5a série fornecidos pelo MEC X PCN's. 2003. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especializaçao Em Ensino de Lingua Estran) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

6.
Vanine Aparecida Binotto. Análise de propostas de leitura e interpretação de texto de livros de 5a série fornecidos pelo MEC X PCN's. 2003. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especializaçao Em Ensino de Língua Estran) - universidade estadual de ponta grossa. Orientador: Leticia Fraga.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Amanda Mauda. DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NO ESTADO DO PARANÁ: UM LEVANTAMENTO E ANÁLISE DE ESTUDOS ACADÊMICOS REALIZADOS. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

2.
Lethiane Gomes Anacleto. A VARIEDADE DE LÍNGUA PORTUGUESA DOS ALUNOS DO COLÉGIO ESTADUAL DO CAMPO PROFESSORA FABIANA PIMENTEL NA VISÃO DE PROFESSORES DE LÍNGUA PORTUGUESA. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

3.
TAIRINE APARECIDA FERRAZ. IMÁGINARIO LINGUÍSTICO NO FACEBOOK: UMA ANÁLISE DA NOÇÃO DE LÍNGUA SUBJACENTE À SÉRIE DE VÍDEOS NÃO SEJA BURRO E AOS COMENTÁRIOS DOS INTERLOCUTORES NA REDE SOCIAL. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

4.
Elisângela Queiroz. PROFICIÊNCIA E ATITUDES LINGUÍSTICAS DE ESTUDANTES KAINGANG DE ENSINO FUNDAMENTAL E MÉDIO DA T.I. DE FAXINAL (CÂNDIDO DE ABREU/PR): DIAGNÓSTICO INICIAL. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras - Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

5.
Erica Cordeiro de Andrade. CRENÇAS SOBRE ENSINO: UM OLHAR VOLTADO AO PAPEL DO PROFESSOR DE LÍNGUA PORTUGUESA. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras - Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

6.
Adriano Botesini. Algumas dificuldades dos estudantes kaingang em aprender o português : Apontamentos a partir da análise contrastiva. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras - Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

7.
Elis Regina Hardt. A CRENÇA DOS PROFESSORES DE PORTUGUÊS NA CORREÇÃO DE PRODUÇÃO TEXTUAL DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

8.
Simone Aparecida Jacumasso. Políticas linguísticas e formação de professores em Alta Floresta D'Oeste/RO. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras - Francês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

9.
Kelly Patrícia de Oliveira. Crenças e atitudes linguísticas dos alunos do Colégio Imperatriz Dona Leopoldina frente às línguas portuguesa, alemã padrão e variedade suábia de alemão. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Letras - Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

10.
Deleon Betim. MÍDIA E ENSINO DE LÍNGUA: UMA DISCUSSÃO SOBRE CRENÇAS E PRECONCEITO LINGUÍSTICO. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

11.
Alyda Henrieta Zomer. AS CRENÇAS E AS POLÍTICAS LINGUÍSTICAS QUE CONFIGURAM A PRÁTICA DE UMA PROFESSORA DE LÍNGUA PORTUGUESA DA REDE PÚBLICA NO MUNICÍPIO DE PONTA GROSSA/PR. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

12.
Maria Avelino de Araújo. CRENÇAS SOBRE GRAMÁTICA: UM ESTUDO LONGITUDINAL. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

13.
LILIAN CRISTINA DO AMARAL MARTINES. Crenças e atitudes linguísticas na fronteira entre Ponta Porã/ Brasil e Pedro Juan Caballero/Paraguai.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

14.
Camila Maria Augusto Pinto. PROFESSORES DE LÍNGUA EM FORMAÇÃO E O /R/ RETROFLEXO: UM ESTUDO SOBRE ATITUDES LINGUÍSTICAS. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

15.
Bianca de Campos. CRENÇAS DE PROFESSORES DE INGLÊS EM FORMAÇÃO SOBRE VARIEDADES DE LÍNGUA INGLESA. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

16.
Ieda Martins Lourenço. Professores e suas crenças sobre leitura. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

17.
Alessandra Lima de Oliveira. Crenças de alunos de letras sobre anglicismos. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

18.
Ana Paula de Freitas Pereira. AS CRENÇAS DE ALUNOS INGRESSANTES E CONCLUINTES DO CURSO DE LETRAS ?PORTUGUÊS/ESPANHOL. 2008. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - universidade estadual de ponta grossa. Orientador: Leticia Fraga.

19.
Simone Sousa Borges. AS CRENÇAS QUE ALUNOS INGRESSANTES DE LETRAS PORTUGUÊS/ INGLÊS MANIFESTAM EM RELAÇÃO AO ENSINO DE LÍNGUA INGLESA. 2008. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Em Letras Português/Francês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

20.
Ana Maria Correa Giroto. A INTERLÍNGUA PORTUGUÊS/ESPANHOL DE ESTUDANTES UNIVERSITÁRIOS CONCLUINTES: A PRONÚNCIA DE ?J? E ?R?. 2007. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - universidade estadual de ponta grossa. Orientador: Leticia Fraga.

Iniciação científica
1.
Bhianca Moro Portella. POLÍTICAS LINGUÍSTICAS NO ENSINO DE LÍNGUA INGLESA: ESCOLHA DE MATERIAL DIDÁTICO E SUAS IMPLICAÇÕES. 2018. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

2.
Miliane Martins. EDUCAÇÃO BILINGUE EM PROJETO POLÍTICO PEDAGÓGICO: UMA ANÁLISE. 2018. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

3.
Renato Pereira. ANÁLISE DE MATERIAL OFICIAL DE PREVENÇÃO CONTRA DOENÇAS BUCAIS DESTINADO A CRIANÇAS: HÁ ADEQUAÇÃO CULTURAL E LINGUÍSTICA AOS POVOS INDÍGENAS BRASILEIROS?. 2018. Iniciação Científica. (Graduando em Odontologia) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

4.
Amanda Mauda. DIVERSIDADE LINGUÍSTICA NO ESTADO DO PARANÁ: UM LEVANTAMENTO E ANÁLISE DE ESTUDOS ACADÊMICOS REALIZADOS. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

5.
Amanda Mauda. Diversidade linguística no estado do Paraná: um levantamento sobre estudos acadêmicos realizados. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Letras - Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, CNPq/UEPG. Orientador: Leticia Fraga.

6.
Bhianca Moro Portella. Análise comparativa entre os métodos de ensino de Inglês Oxford Univercity Press e Pearson English - o papel da gramática. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Letras - Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

7.
Laila Gabriela Crovador de Lara. Professores de Língua Espanhola atuantes em escolas públicas da cidade de Ponta Grossa/PR e a questão da formação específica: um levantamento inicial. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Letras - Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, CNPq/UEPG. Orientador: Leticia Fraga.

8.
Rafhaele Maria Vieira. Variação linguística e norma culta: um estudo sobre a obra Preconceito linguístico, de Marcos Bagno. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científica e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

9.
Elisângela Cristiane Dias de Lima. Crenças sobre concepção de língua(gem) de professores em formação inicial e continuada. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

10.
Luis Guilherme Caldeira Legat. Ensino de inglês segundo as DCEs: um estudo inicial. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, CNPq/UEPG. Orientador: Leticia Fraga.

11.
Elis Regina Hardt. Avaliação de textos escritos segundo as DCEs de Língua Portuguesa. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

12.
Erica Cordeiro de Andrade. Crenças sobre o papel do aluno e do professor de língua. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

13.
Sirlene Martins de Souza. O papel do livro didático de Língua Portuguesa na sala de aula: mitos e crenças do visão de professores. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

14.
Elisangela Queiroz. Políticas educacionais e ensino de língua em Mangueirinha/PR: revitalização sociocultural e linguística da identidade Kaingang. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científica e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

15.
Simone Aparecida Jacumasso. Políticas linguísticas e formação de professores em Alta Floresta D'Oeste/RO. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português/Francês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

16.
Elisângela Cristiane Dias de Lima. Crenças sobre concepção de língua(gem) e formação de professores de língua. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

17.
Rafhaele Maria Vieira. Variação linguística e norma culta: um estudo sobre as crenças de professores em formação (continuada) a partir da análise das obras Preconceito linguístico e Nada na língua é por acaso, de Marcos Bagno. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

18.
Sirlene Martins de Souza. O papel do livro didático de Língua Portuguesa na sala de aula: mitos e crenças do visão do professor. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científica e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

19.
Erica Cordeiro de Andrade. Crenças sobre o papel do aluno e do professor de língua. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

20.
Kelly Patrícia de Oliveira. Crenças e atitudes linguísticas dos alunos do Colégio Imperatriz Dona Leopoldina frente às línguas portuguesa, alemã padrão e variedade suábia de alemão. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

21.
Andrea Aparecida Penteado. Políticas educacionais e ensino de língua em Mangueirinha/PR: revitalização sociocultural e linguística da identidade Kaingang. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

22.
Alyda Henrieta Zomer. Ensino de língua portuguesa e a (des) construção de identidades linguísticas. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

23.
Deleon Betim. Mídias, preconceito linguístico e políticas linguísticas: uma reflexão em prol da educação. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científica e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

24.
LUIS JAVIER PAREDES REATEGUI. Crenças e atitudes linguisticas na comunidade bilingue Kaingang de Candido de Abreu. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

25.
Kelly Patrícia de Oliveira. O Comportamento Linguístico na Comunidade Bilíngue de Entre Rios: identidade, prestígio e estigma linguístico. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

26.
Ana Maria dos Santos Pedroso. Crenças e atitudes linguísticas de alunos do CELEM de Ponta Grossa. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

27.
LILIAN CRISTINA DO AMARAL MARTINES. Atitudes e crenças linguísticas na fronteira entre Ponta Porã/ Brasil e Pedro Juan Caballero/Paraguai. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

28.
Camila Maria Augusto Pinto. Atitudes lingüísticas de alunos do curso de letras em relação ao /r/ retroflexo. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, CNPq/UEPG. Orientador: Leticia Fraga.

29.
Bianca de Campos. Crenças e atitudes linguísticas de alunos de letras sobre variedades de língua inglesa. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

30.
Maria Avelino de Araújo. Papel da gramática no ensino de Língua Portuguesa: crenças de alunos de letras. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

31.
Andréia Rodrigues Zoelner Dallarosa. A oralidade na escrita em textos de alunos de 5ª série de duas escolas em Ponta Grossa. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

32.
Camila Maria Augusto Pinto. Os ponta-grossenses e a variante retroflexa: atitudes lingüísticas. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

33.
Bianca de Campos. Inglês britânico e inglês americano no curso de Letras da UEPG: atitudes lingüísticas. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

34.
Maria Avelino de Araújo. Crenças que alunos de letras inglês manifestam a respeito do papel da gramática no ensino de Língua Portuguesa. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Fundação Araucária. Orientador: Leticia Fraga.

35.
Simone Sousa Borges. ENSINO DE PRONÚNCIA NA VISÃO DOS ALUNOS DO CURSO DE LETRAS PORTUGUÊS/INGLÊS. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

36.
Simone Sousa Borges. A SEGMENTAÇÃO EM TEXTOS ESCOLARES DA 2ª SÉRIE DO ENSINO FUNDAMENTAL. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

37.
Kyla Martielle Lucas Ladeira. A vibrante múltipla no português falado em Ponta Grossa: análise auditiva e acústica. 2005. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português/Francês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

38.
Mariana Izumi Motooka. A vibrante múltipla em posiçao de onset no português falado em Ponta Grossa: estudo acústico. 2005. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Inglês) - universidade estadual de ponta grossa. Orientador: Leticia Fraga.

39.
Ana Maria Correa Giroto. A vibrante múltipla em posição de onset no português falado em Ponta grossa: estudo auditivo. 2005. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - universidade estadual de ponta grossa. Orientador: Leticia Fraga.

40.
Attílio Butturi Júnior. Laboratorio de leitura e produção de textos: texto instrucional e histórias em quadrinhos. 2003. Iniciação Científica - universidade estadual de ponta grossa. Orientador: Leticia Fraga.

41.
Luiza Oliveira Troczinski. Laboratorio de leitura e produção de textos: poesia e texto de correspondencia. 2003. Iniciação Científica - universidade estadual de ponta grossa. Orientador: Leticia Fraga.

42.
Marilia Pires de Souza. Laboratorio de leitura e produção de textos: a fabula. 2003. Iniciação Científica - universidade estadual de ponta grossa. Orientador: Leticia Fraga.

43.
Atílio Butturi Júnior. Reestruturação do ensino de língua portuguesa no Ensino Fundamental: o texto poético. 2002. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português/Francês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

44.
Graziella Levandoski Nima. Reestruturação do ensino de língua portuguesa no Ensino Fundamental: o texto teatral. 2002. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português/Francês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

45.
Luíza Oliveira Troczinski. Reestruturação do ensino de língua portuguesa no Ensino Fundamental: a fábula. 2002. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português/Francês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

46.
Samara de Souza Nogueira Roggenbach. Reestruração do ensino de língua portuguesa no ensino fundamental: a crônica. 2002. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português/Francês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

47.
Kyla Martielle Lucas Ladeira. as vogais atonas finais e as consoantes travadoras de sílaba do português falado da região de Ponta Grossa: estudo acústico das consoantes. 2001. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português/Francês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

48.
Claudia Regina Schimandero. As vogais átonas finais e as consoantes travadoras de sílaba no português falado da região de Ponta Grossa: estudo ácústico das vogais. 2001. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português/Francês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

49.
Zeila Maria Macedo de Lima. As vogais átonas finais e as consoantes travadoras de sílaba do português falado na região de Ponta Grossa: estudo perceptivo das vogais e consoantes. 2001. Iniciação Científica. (Graduando em Licenciatura Em Letras Português/Francês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

Orientações de outra natureza
1.
Joel Anastacio. Formação inicial e continuada de professores de língua em comunidades multilíngues/ multiculturais. 2018. Orientação de outra natureza. (Agronomia) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, PROEX/UEPG. Orientador: Leticia Fraga.

2.
Julia Isabela Souza. Formação inicial e continuada de professores de língua em comunidades multilíngues/ multiculturais. 2018. Orientação de outra natureza. (Direito) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, PROEX/UEPG. Orientador: Leticia Fraga.

3.
Tiano Hermínio Canteri. O papel dos estudos sobre Crenças na formação de professores. 2013. Orientação de outra natureza. (Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científica e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

4.
Sergio Mateus Goitoto. O papel dos estudos sobre Crenças na formação de professores. 2013. Orientação de outra natureza. (Serviço Social) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científica e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

5.
Eliceia Zatcerconey Brylak. Uma contribuição para o desenvolvimento da oralidade e reflexão sobre o uso das variedades linguísticas. 2013. Orientação de outra natureza - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

6.
Tiago Canteri. Orientação de Extensão. 2012. Orientação de outra natureza. (Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científica e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

7.
Priscila de Souza. Jornal do Centro de Socioeducação de Ponta Grossa. 2010. Orientação de outra natureza. (Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

8.
Celia Niescioruk. Jornal do Centro de Socioeducação de Ponta Grossa. 2010. Orientação de outra natureza. (Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, PROEX/Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

9.
Angela de Fatima Scremin. Adolescentes de escola pública e adolescentes em conflito com a lei: uma relação por meio da escrita. 2009. Orientação de outra natureza. (Licenciatura Em Letras Português/Francês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

10.
Andrinelly Stacheski Fuchs Ribeiro. Adolescentes de escola pública e adolescentes em conflito com a lei: uma relação por meio da escrita. 2009. Orientação de outra natureza. (Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

11.
Tais Regina Güths. Adolescentes de escola pública e adolescentes em conflito com a lei: uma relação por meio da escrita. 2009. Orientação de outra natureza. (Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

12.
Yara Fernanda Novatzki. Adolescentes de escola pública e adolescentes em conflito com a lei: uma relação por meio da escrita. 2009. Orientação de outra natureza. (Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

13.
Ályda Henrietta Zomer. Adolescentes de escola pública e adolescentes em conflito com a lei: uma relação por meio da escrita. 2009. Orientação de outra natureza. (Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

14.
Deleon Betim. Adolescentes de escola pública e adolescentes em conflito com a lei: uma relação por meio da escrita. 2009. Orientação de outra natureza. (Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Leticia Fraga.

15.
Evanise Braun. Jornal do Centro de Socioeducação de Ponta Grossa. 2009. Orientação de outra natureza. (Licenciatura Em Letras Português Espanhol) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, PROEX/Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.

16.
Priscila de Souza. Jornal do Centro de Socioeducação de Ponta Grossa. 2009. Orientação de outra natureza. (Licenciatura Em Letras Português Inglês) - Universidade Estadual de Ponta Grossa, PROEX/Universidade Estadual de Ponta Grossa. Orientador: Leticia Fraga.



Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
FRAGA, L.2012FRAGA, L.; VECCHIA, A. D. . A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE ÉTNICA NA ESCOLA O PAPEL DOS PROFESSORES DE LÍNGUAS. Revista Escrita (PUCRJ. Online), v. 15, p. 1-16, 2012.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/02/2019 às 21:14:14