Danilo Hasse

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8881801462455871
  • Última atualização do currículo em 16/04/2018


Atualmente é Doutorando em Engenharia e Gestão do Conhecimento pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Pesquisador e bolsista CAPES de Doutorado Sanduíche pela Università di Bologna (Itália) no Departament of Computer Science and Engineering (DISI), Pesquisador no Laboratório de Tecnologias de Gestão (LABGES) da ESAG/UDESC. Foi Professor Substituto na Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) nos cursos de Administração Empresarial e de Economia da Escola Superior de Administração e Gerência (ESAG), ministrando as disciplinas de Sistemas de Informações Gerenciais (SIG) e Tecnologia Básica de Sistemas de Informação e Comunicação (TBIC). Possui Mestrado Profissional em Administração pela Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC/ESAG (2008) e Graduação em Administração pela Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC/ESAG (2005). CEO da Inventure Soluções Tecnológicas e Inovação Ltda, empresa de consultoria e investimentos em tecnologia e inovação. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em Gestão de Investimentos (Venture capital), gestão do desenvolvimento de Sistemas de TIC, Gestão da Inovação e Administração de Investimentos, atuando principalmente nos seguintes temas: incubadoras e negócios de tecnologia, gestão da inovação, gestão estratégica, gestão de investimentos, venture capital, tecnologias organizacionais e convergência digital. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Danilo Hasse
Nome em citações bibliográficas
HASSE, D.;HASSE, DANILO

Endereço


Endereço Profissional
Inventure Soluções Tecnológicas e Inovação Ltda., Diretoria Executiva.
Rua Lauro LInhares, 1849
Trindade
88036-002 - Florianopolis, SC - Brasil
Telefone: (48) 32334943
Fax: (48) 32334943
URL da Homepage: http://www.inventure.com.br


Formação acadêmica/titulação


2015
Doutorado em andamento em Engenharia e Gestão do Conhecimento.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
com período sanduíche em Università di Bologna (Orientador: ANTONIO CORRADI).
Título: Creating Dynamic Teams for Event Management in Smart Cities,
Orientador: FERNANDO ALVARO OSTUNI GAUTHIER.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Big data; Engenharia do connhecimento; Cloud Computing; Machine Learning; Social Network Analysis (SNA).
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Ciência da Computação / Subárea: Engenharia do Conhecimento.
Setores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico; Atividades dos serviços de tecnologia da informação.
2006 - 2008
Mestrado profissional em Administração.
Universidade do Estado de Santa Catarina, UDESC, Brasil.
Título: PROPOSTA DE MODELO DE INCUBADORA VIRTUAL UTILIZANDO A TEORIA DAS ORGANIZAÇÕES VIRTUAIS (IVOV) - ESTUDO DE CASO DO PROJETO PARQUE DOS LAGOS, Ano de Obtenção: .
Orientador: Carlos Roberto De Rolt.
Palavras-chave: Tecnologias Organizacionais; Incubadora Virtual; Incubadora de Negócios; Organizações Virtuais; Plataformas Colaborativas.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração.
Setores de atividade: Desenvolvimento Urbano; Assessoria Ou Consultoria Jurídica, Contábil, de Opinião Pública e Na Gestão de Empresas; Informacao e Gestao C&T.
2008
Graduação em andamento em Engenharia Elétrica.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Título: QEE-View / Sistema Visualizador da Qualidade de Energia Elétrica.
Orientador: Jorge Coelho.
1995 - 2005
Graduação em Administração.
Universidade do Estado de Santa Catarina, UDESC, Brasil.




Atuação Profissional



Università di Bologna, UNIBO, Itália.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pesquisador CAPES de Doutorado Sanduíche, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Pesquisador de Doutorado Sanduíche pela UFSC - Università di Bologna, bolsista CAPES. Pesquisa de temas relacionados com Smart Cities, Crowdsensing, Cloud Computing, Middleware, Knowledge Engineering, Social Network Analysis (SNA) e Machine Learning.

Atividades

01/2017 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Department of Computer Science and Engineering (DISI), .


Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Doutorando, Enquadramento Funcional: Bolsista de Doutorado Sanduíche, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Aluno de Doutorado Sanduíche pela UFSC - Università di Bologna, bolsista CAPES. Pesquisa de temas relacionados com Smart Cities, Crowdsensing, Cloud Computing, Middleware, Knowledge Engineering, Social Network Analysis (SNA) e Machine Learning.

Atividades

2015 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , UNIVERSIDADE FEDERAL DE SANTA CATARINA - UFSC, .


Universidade do Estado de Santa Catarina, UDESC, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 10
Outras informações
Pesquisador nas áreas de Desenvolvimento de Tecnologias de Gestão, Big Data, Smart Cities, Cloud Computing, Distributed Systems, Middleware, Crowdsensing, Engenharia do Conhecimento, Social Network Analysis (SNA) e Machine Learning.

Vínculo institucional

2014 - 2017
Vínculo: , Enquadramento Funcional: professor substituto, Carga horária: 20
Outras informações
Professor Substituto nos cursos de Administração Empresarial e Economia da Escola Superior de Administração e Gerência (ESAG). Ministra as disciplinas de Sistemas de Informações Gerenciais (SIG) e Tecnologia Básica de Sistemas de Informação e Comunicação (TBIC). Participa, na mesma instituição, do Grupo de pesquisadores do Laboratório de Tecnologias de Gestão (LABGES), tendo publicado pela ANPAD trabalho na área de organizações virtuais. Tem experiência na área de Administração, com ênfase em gestão do desenvolvimento de Sistemas de TIC, em Gestão da Inovação e Administração de Investimentos, atuando principalmente nos seguintes temas: incubadoras e negócios de tecnologia, gestão da inovação, gestão estratégica, gestão de investimentos, venture capital, tecnologias organizacionais e convergência digital.

Atividades

03/2014 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Escola Superior de Administração e Gerência, Departamento de Metodos Quantitativos e de Producao.

03/2014 - Atual
Ensino, Administração, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Sistemas de Informações Gerenciais (SIG)
Tecnologia Básica de Sistemas de Informações e Comunicação (TBIC)

Inventure Soluções Tecnológicas e Inovação, INVENTURE, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Analista Sistemas de Informação Gerenciais, Carga horária: 10
Outras informações
Analise de sistemas de informação gerenciais Desenvolvimento de sistemas de software Gerenciamento de equipes de desenvolvimento Programação de sistemas

Vínculo institucional

1996 - Atual
Vínculo: Sócio-Fundador, Enquadramento Funcional: Diretor Executivo, Carga horária: 12
Outras informações
Sócio Fundador da empresa; Empresa Incubada e graduada no Centro para Laboração de Tecnologias Inovadoras (CELTA) entre 1995 e 2000; Recebeu aporte de Investimentos de Capital de Risco em Dez/1999, pela Companhia Riograndense de Participações (CRP) -Fundo CADERI.

Atividades

01/2003 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Diretoria de Planejamento e Projetos, .

04/1996 - Atual
Direção e administração, Diretoria Executiva, .

Cargo ou função
Diretor Executivo.

Faculdade Capivari, FUCAP, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor Horista, Carga horária: 12
Outras informações
Professor das Disciplinas: 1) Orçamento Empresarial 2) Organização, Sistemas e Métodos 3) Recursos Humanos 1


Fundação CERTI, CERTI, Brasil.
Vínculo institucional

2000 - 2003
Vínculo: Contrato de serviços, Enquadramento Funcional: Pesquisador e consultor, Carga horária: 40
Outras informações
Pesquisador e consultor contratado para desenvolver projetos de inovação em sistemas de informações e comunicações, convergência digital, gestão da inovação e investimentos em empresas de base tecnológica. Experiência de projetos de P&D com grandes empresas como Procomp(Diebold), Nokia, Gradiente, Intelbrás dentre outras, através da Lei de Informática e Projetos governamentais com o Governo de Santa Catarina e Prefeitura Municipal de Florianópolis.



Linhas de pesquisa


1.
Sistemas de Informação Gerenciais
2.
Tecnologias de gestão e organizacionais
3.
Gestão de desenvolvimento de sistemas de informações e comunicação
4.
Gestão da inovação
5.
Gestão de investimentos e negócios tecnológicos
6.
Organizações virtuais
7.
Cidades Inteligentes (smart cities)
8.
Engenharia do Conhecimento
9.
Smart Cities
10.
Cloud Computing
11.
Machine Learning
12.
Web Semântica
13.
Smart Cities
14.
Cloud Computing
15.
Middleware
16.
Social Network Analysis (SNA)
17.
Machine Learning


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Creating dynamic teams for event management in smart cities
Descrição: In an overview "crowdsensing" is a simple two steps process: Assign sensing tasks for users with smartphones and wait for the results of the assigned tasks. But in a more refined approach, a crowdsensing platform exploits information on potential participants and their mobile execution context (geographical location of people, frequency of visits in a given area, switching time, etc.) to constantly adjust the process allocation of tasks more effectively. In other words, a system crowdsensing modern should have their focus on the dissemination and minimization of users load from the allocation of tasks and be directed to people really willing and competent to perform and share fairly workload among all participating users, according to the possibly involved policies. Another important aspect of the task assignment is to obtain reliable results including the possibility of replicating the same sensing task to multiple users and encourage these and other users to identify false information or deliberately generated by malicious users. Finally, focusing on the aspect of decision assigning tasks, it is important to distinguish the solutions based on profiles and based on completeness history, user traces, the timeline, reputation, and so on, from more simplistic approaches that let you choose users randomly or just based on recent data. For each type of action there are two types of data collection: raw data, which are directly collected by physical or virtual sensors, and high-level inferences, which are data obtained by applying multiple integrated sensors that attach and process the data supported by a learning mechanism to automatically collect high-level inferences in the activities of system users. The system "crowdsensing" must support the entire process of data management, from data collection, transmission, processing, mining and analysis of results. And after, the final process of data is crucial time for the process execution speed and minimizes the chances of experiencing a delay between the availability of data and processing of information necessary for the allocation of tasks. And yet on the final process data point, it is worth noting the importance of user profiles in order to identify which people find the easiest tasks, which are willing and have the power to complete them. In this sense the project idea is to add more levels of inference on the participants to the collection of user profiles with their skills, abilities, availability, etc., and through the integration of data from social networks - such as LinkedIn, Facebook, Instagram as examples. One of the main requirements to leverage the next generation of "Smart Cities" is able to see, feel, the physical world. The information gathered from people, social networks, systems and things are one of the most valuable resources available to those responsible for thinking about the future of cities. The ability to harness the power of collective intelligence, organize spontaneous collaboration of citizen groups to, through their collective action, to achieve a common goal, with a tangible effect also in the physical material world, that is e-Participation, is still little explored in practice. The fundamental objective of these participatory services is to integrate the virtual and real scenarios of a "Smart City" through crowdsensing systems going in the direction to facilitate positive behaviors and actions of problem solving (that we call - events) and provide governance with a high degree of participation by interested citizens, leveraging new models for the development of a collective knowledge..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (2) .
Integrantes: Danilo Hasse - Integrante / Carlos Roberto De Rolt - Coordenador / Fernando Alvaro Ostuni Gauthier - Integrante / Antonio Corradi - Integrante / Luca Foschini - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.
2013 - Atual
Tecnologias inovadoras na gestão participativa da cidade inteligente.
Descrição: Este projeto pretende viabilizar a utilização inovadora de tecnologias da informação e comunicação em um processo de participação voluntária e cooperada na gestão inteligente de um centro urbano. A gestão inteligente envolve a tomada de decisão dos gestores públicos e privados com relação a ações e investimentos fundamentada em estudos técnicos e científicos, em direção a melhoria continua da qualidade de vida e sustentabilidade de uma região urbana. O desenvolvimento das redes computacionais, da informatização dos processos de prestação de serviços públicos, das tecnologias de banco de dados, o monitoramento de parâmetros ambientais via sensores e a difusão da computação móvel via proliferação dos smartphones, permite a formação de grandes bancos de dados (?bigdata?). Tal potencial tecnológico permite a cooperação e participação dos cidadãos no conhecimento do mundo real via ?crowdsensing?, que pode ser correlacionado com o mundo virtual registrado em bases de dados dos sistemas de informações socioeconômicos e de saúde. A conexão necessária entre cidadão, governo e empresas para formar um sistema aberto e participativo de análise e predição com uso inovador das ferramentas de TIC pode ocorrer via academia. Assim, através de ações continuas e sistemáticas pretende-se construir, gradualmente e de forma cooperada, um conjunto de metodologias participativas de coleta, armazenamento e análise de informações sobre a região urbana de Florianópolis, com vistas a suportar os trabalhos e estudos científicos que visam melhorar o conhecimento coletivo dos problemas urbanos, legitimar e fundamentar as decisões de investimentos. O Projeto tem o seu desenvolvimento realizado através de cooperação internacional entre o LabGES ? Laboratório de Tecnologias de Gestão da UDESC ? Universidade de Estado de Santa Catarina, em conjunto com o DISI ? Departamento de Engenharia e Informática da Universidade de Bologna/Itália (onde está em andamento o projeto ParticipAct - http://participact.ing.unibo.it/) e outros pesquisadores e entidades..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: / Mestrado profissional: (3) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Danilo Hasse - Integrante / Carlos Roberto De Rolt - Coordenador / Julio da Silva Dias - Integrante / Francisco Tiago Garcia Peña - Integrante / Arthur Reinoldo Freitag - Integrante.
2012 - 2014
Plataforma de Sistemas Supervisores da Qualidade de Energia Elétrica ? SiSQEE, 2012
Descrição: Desenvolvimento de sistemas de informações gerenciais da qualidade das redes de distribuição de energia elétrica, através de sistemas de processamento e leitura dos sinais elétricos, análise e cálculos de qualidade dos sinais analisados e coletados, sistemas especialistas para análise e diagnóstico de distúrbios de energia, sistemas de apoio a decisão da qualidade de energia elétrica através de gráficos 3D com identificação de distúrbios elétricos e avaliação da gestão da qualidade da rede de energia. Pesquisa desenvolvida no Laborátorio de Planejamento de Sistemas (LABPLAN) do Departamento de Engenharia Elétrica (CTC-EEL) da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado profissional: (1) .
Integrantes: Danilo Hasse - Integrante / Jorge Coelho - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 2
2005 - 2009
Proposta de Modelo de Incubadora Virtual Utilizando a Teoria das Organizações Virtuais
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Revisor de projeto de fomento


2013 - 2013
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração de Empresas/Especialidade: Administração Financeira.
2.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Ciência da Computação / Subárea: Sistemas de Computação.
3.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Elétrica.
4.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Gestão da Inovação e Desenvolvimento de Produtos.
5.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Produção / Subárea: Engenharia Econômica.
6.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia de Produção / Subárea: Engenharia do Produto.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Italiano
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
HASSE, D.; DE ROLT, CARLOS ROBERTO ; GAUTHIER, FERNANDO ; KLEIN, G. . CREATING COMPETENT TEAMS FOR EMERGENCY MANAGEMENT AND RESPONSE. In: 16 th International Conference on e-Society (ES 2018), 2018, Lisboa. Proceedings 16 th International Conference on e-Society (ES 2018). Lisboa: IADIS, 2018. v. 1. p. 129-138.

2.
HASSE, D.; DE ROLT, CARLOS ROBERTO ; GAUTHIER, FERNANDO ; KLEIN, G. . SEMANTIC WEB APPROACHES FOR BIG DATA INTEGRATION. In: 16 th International Conference on e-Society (ES 2018), 2018, Lisboa. Proceedings 16 th International Conference on e-Society (ES 2018). Lisboa: IADIS, 2018. v. 1. p. 347-352.

3.
HASSE, D.; DE ROLT, C. R. ; GAUTHIER, F. A. O. . Formação de Redes de Competências a Partir dos Perfis em Redes Sociais: Um Experimento com Datasets do Linkedin. In: Conferências Ibero-Americanas WWW/Internet e Computação Aplicada 2017, 2017, Vilamoura. Atas das Conferências IADIS Ibero-Americanas WWW/Internet 2017 e Computação Aplicada 2017. Lisboa: IADIS Press, 2017. v. 1. p. 12-20.

4.
DE ROLT, CARLOS ROBERTO ; FOSCHINI, LUCA ; GAUTHIER, FERNANDO ; HASSE, DANILO ; MONTANARI, REBECCA . Competence-based mobile Community Response Networks. In: 2017 IEEE Symposium on Computers and Communications (ISCC), 2017, Heraklion. 2017 IEEE Symposium on Computers and Communications (ISCC). Piscataway, NJ: IEEE, 2017. v. 01. p. 994-1003.

5.
HASSE, DANILO; DE ROLT, CARLOS ROBERTO . COLLEGA semantic middleware for collaborative assistance in mobile social networks. In: 2017 AEIT International Annual Conference, 2017, Cagliari. 2017 AEIT International Annual Conference, 2017. p. 1-6.

6.
HASSE, D.; DE ROLT, C. R. ; KLEIN, G. . Digital Advocacy: Convergência de Comunicação Pública e Marketing Digital nas Plataformas Web 2.0. In: Conferências Ibero-Americanas WWW/Internet e Computação Aplicada 2017, 2017, Vilamoura. Atas das Conferências IADIS Ibero-Americanas WWW/Internet 2017 e Computação Aplicada 2017. Lisboa: IADIS Press, 2017. v. 1. p. 21-28.

7.
HASSE, D.; DE ROLT, C. R. . Modelo de Incubadora Virtual, utilizando a Teoria das Organizações Virtuais. In: XXIV SIMPÓSIO DE GESTÃO DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA, 2006, Gramado. XXIV SIMPÓSIO DE GESTÃO DA INOVAÇÃO TECNOLÓGICA. Rio de Janeiro: ANPAD, 2006. v. 1.

Apresentações de Trabalho
1.
HASSE, D.; DE ROLT, C. R. . Modelo de Incubadora Virtual, Utilizando a Teoria das Organizações Virtuais. 2006. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).


Produção técnica
Programas de computador sem registro
1.
HASSE, D.; DE ROLT, C. R. ; GAUTHIER, F. A. O. ; FOSCHINI, LUCA ; MONTANARI, REBECCA . LinkProfile. 2017.

2.
HASSE, D.; COELHO, J. . Plataforma de Sistemas Supervisores da Qualidade de Energia Elétrica ? SiSQEE. 2016.

3.
COELHO, J. . QEE-View / Sistema Visualizador da Qualidade de Energia Elétrica. 2016.

4.
HASSE, D.. Quovos Paperlink - Software aplicativo e biblioteca leitora de códigos datamatrix. 2010.

5.
HASSE, D.; DE ROLT, C. R. . Sistema de Informação Gerencial - Portal e Sistemas WEB. 2005.



Patentes e registros



Marca registrada
1.
 HASSE, D.. Inventure. 2011, Brasil.
Patente: Marca Registrada de Serviço. Número do registro: 900298774, título: "Inventure" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
XXIV Simpósio de Gestão da Inovação Tecnológica.Modelo de Incubadora Virtual, Utilizando a Teoria das Organizações Virtuais. 2006. (Simpósio).



Inovação



Marca registrada
1.
 HASSE, D.. Inventure. 2011, Brasil.
Patente: Marca Registrada de Serviço. Número do registro: 900298774, título: "Inventure" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial.


Programa de computador sem registro
1.
HASSE, D.; DE ROLT, C. R. . Sistema de Informação Gerencial - Portal e Sistemas WEB. 2005.

2.
HASSE, D.; COELHO, J. . Plataforma de Sistemas Supervisores da Qualidade de Energia Elétrica ? SiSQEE. 2016.

3.
HASSE, D.. Quovos Paperlink - Software aplicativo e biblioteca leitora de códigos datamatrix. 2010.

4.
HASSE, D.; DE ROLT, C. R. ; GAUTHIER, F. A. O. ; FOSCHINI, LUCA ; MONTANARI, REBECCA . LinkProfile. 2017.

5.
COELHO, J. . QEE-View / Sistema Visualizador da Qualidade de Energia Elétrica. 2016.


Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Programa de Computador sem registro de patente
1.
COELHO, J. . QEE-View / Sistema Visualizador da Qualidade de Energia Elétrica. 2016.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 14/12/2018 às 8:54:33