Yan de Souza Carreirão

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 2

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/0924434202055031
  • Última atualização do currículo em 08/11/2018


Possui graduação em Engenharia Elétrica, Bacharelado em Ciências Sociais e mestrado em Sociologia Política pela Universidade Federal de Santa Catarina e doutorado em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (2000). Realizou estágio de pós-doutoramento junto ao Departamento de Ciência Política da Universidade de São Paulo (2012/13). É Professor Titular da Universidade Federal de Santa Catarina, onde coordenou o Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política (2014-15). Foi membro do Conselho Fiscal da ABCP (2004-08), da Diretoria da ANPOCS (2006-08) e do Conselho Fiscal da ANPOCS (2014-16). Foi editor da revista Política & Sociedade (2009/2011). Coordenou a Área Temática Eleições e Representação Política da Associação Brasileira de Ciência Política (2012-17). Tem experiência na área de Ciência Política, com ênfase em Estudos eleitorais e Partidos políticos, atuando principalmente nos seguintes temas: política brasileira e catarinense, instituições políticas, eleições, partidos e sistemas partidários, representação política, opinião pública, comportamento eleitoral e parlamentar. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Yan de Souza Carreirão
Nome em citações bibliográficas
CARREIRÃO, Y. S.;Carreirão, Yan de Souza;Carreirão, Yan

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Ciências Sociais.
Campus Universitário
Trindade
88040900 - Florianópolis, SC - Brasil - Caixa-postal: 476
Telefone: (48) 33319250
Ramal: 37
Fax: (48) 33319098
URL da Homepage: http://www.sociologia.ufsc.br


Formação acadêmica/titulação


1996 - 2000
Doutorado em Ciência Política.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: A Decisão de Voto nas Eleições Presidenciais no Brasil (1989/98): a Importância do Voto por Avaliação de Desempenho, Ano de obtenção: 2000.
Orientador: MARIA D'ALVA GIL KINZO.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Comportamento Eleitoral; Eleições; Avaliação de desempenho governamental; Política brasileira.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Outros Setores.
1984 - 1988
Mestrado em Sociologia Política.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Título: Eleições e Sistema Partidário em Santa Catarina (1945/79),Ano de Obtenção: 1988.
Orientador: Eduardo José Viola.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Política catarinense; Eleições; Partidos; Sistema Partidário; Comportamento Eleitoral.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Outros Setores.
1980 - 1983
Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
1974 - 1979
Graduação em Engenharia Elétrica.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.


Pós-doutorado


2012 - 2013
Pós-Doutorado.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas


Formação Complementar


1999 - 1999
Curso de Metodologia Quantitativa em Ciências Huma. (Carga horária: 196h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.


Atuação Profissional



Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Vínculo institucional

2014 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista Produtividade 2

Vínculo institucional

2005 - 2011
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista Produtividade 2


Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1999 - 2008
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1993 - 1999
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1986 - 1986
Vínculo: Professor substituto, Enquadramento Funcional: Professor substituto

Vínculo institucional

1985 - 1985
Vínculo: Professor substituto, Enquadramento Funcional: Professor substituto

Atividades

3/2001 - Atual
Ensino, Sociologia Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Instituições e Comportamento Político no Brasil
Metodologia da Pesquisa II
Seminário de Pesquisa
Tópicos Especiais: Opinião Pública e Representação Política
Instituições Políticas nas democracias Contemporâneas
03/1993 - Atual
Ensino, Ciências Sociais - Bacharelado, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Ciência Política
Introdução à Ciência Política
Introdução às Ciências Sociais
Métodos e Técnicas de Pesquisa
Política Social e Formação Sócio-Histórica e Econômica Brasileira
Tópicos Especiais em Política
Teoria Política
2/1993 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Ciências Sociais.

03/2014 - 12/2015
Direção e administração, Programa de Pós-Graduação em Sociologia - UFSC, .

Cargo ou função
Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política.
04/2003 - 04/2005
Direção e administração, Departamento de Sociologia e Ciência Política, .

Cargo ou função
Chefe de Departamento.

Universidade Federal do Espírito Santo, UFES, Brasil.
Vínculo institucional

1991 - 1993
Vínculo: Servidor público ou celetista, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 40

Atividades

4/1991 - 2/1993
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Estudos Gerais, Departamento de Ciências Sociais.

4/1991 - 2/1993
Ensino,

Disciplinas ministradas
Sociologia Geral
Formação Política do Brasil

Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Pós-doutorando, Enquadramento Funcional: Pós-doutorando, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Bolsa Capes

Vínculo institucional

1996 - 2000
Vínculo: Outro-doutorando (bolsa Capes), Enquadramento Funcional: Doutorando, Carga horária: 40
Outras informações
Bolsa Capes


Instituto Universitário de Lisboa, ISCTE-IUL, Portugal.
Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: Pesquisador Vistante, Enquadramento Funcional: Pesquisador Vistante, Regime: Dedicação exclusiva.



Linhas de pesquisa


1.
Idéias, Instituições e Práticas Políticas

Objetivo: Abarca o estudo das dimensões intelectual, institucional e comportamental do universo da política. Dentre os temas estudados no âmbito da linha de pesquisa, destacam-se: teorias políticas e história do pensamento político; ideologias e doutrinas políticas; Estado e instituições políticas; análise e avaliação de políticas públicas; relações internacionais; regimes políticos e formas de governo; partidos políticos, sistemas eleitorais e eleições; formas de comportamento político (comportamento eleitoral, comportamento legislativo, etc.)..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo.
Palavras-chave: Comportamento político; Instituições políticas; Idéias políticas.
2.
Eleições e Sistema Partidário


Projetos de pesquisa


2017 - Atual
Opinião pública e representação política no Brasil (1989-2018)
Descrição: O projeto visa estudar os temas da opinião pública e da representação política no Brasil, nas últimas três décadas. Um dos eixos do trabalho será mapear a evolução da opinião do eleitorado brasileiro em relação a todos os temas políticos para os quais haja disponibilidade de dados em pesquisas de opinião. Antes disso, porém, será realizada uma revisão sistemática da literatura internacional sobre opinião pública, tema ainda pouco desenvolvido tanto teórica quanto empiricamente na produção nacional. O segundo eixo, relativo ao tema da representação política, dará continuidade a projeto anterior, com ênfase nos chamados estudos de ?congruência política? entre cidadãos e seus representantes. Os estudos a serem feitos buscarão verificar em que medida ocorre uma correspondência (congruência) entre, de um lado, as preferências dos cidadãos em relação a políticas e, de outro, as preferências políticas dos representantes, ou as políticas efetivamente aprovadas pelo Congresso Nacional. Palavras-chave: Opinião pública; representação política; congruência política..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (3) .
Integrantes: Yan de Souza Carreirão - Coordenador / Fábio Henrique Silva Luiz - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 5
2015 - Atual
Mudanças e permanências nos padrões de participação política no Brasil: análise longitudinal do envolvimento político dos brasileiros (1988-2013)

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Julian Borba em 08/03/2016.
Descrição: Objetivo Geral do Projeto: Identificar e analisar as mudanças e permanências nos padrões de participação política no Brasil no período democrático recente, de 1988 a 2013. Identificar tendências e determinantes do comparecimento eleitoral, bem como em termos de suas escolhas entre as opções de voto (nominal, brancos e nulos); - Identificar a evolução do envolvimento dos brasileiros em instituições tradicionais da democracia, tais como os partidos políticos; - Identificar o engajamento desse público nas novas institucionalidades participativas e nos diversos ?associativismos? emergentes nesse período; - Identificar a ocorrência e os padrões de comportamento de protesto ou contestatório entre os brasileiros. - Estabelecer hipóteses explicativas para a ocorrência de ciclos de protesto no período estudado, tanto em nível regional como em nível nacional; - Mapear a evolução do campo do associativismo no país durante o período; - Identificar a existência de padrões de engajamento político por recortes de perfis das populações envolvidas (gênero, idade, raça, além de dimensões socioeconômicas e culturais) nas diferentes modalidades de participação investigada; - Identificar a evolução do ativismo relacionada ao mundo sindical, explorando as dimensões relativas a padrões observáveis com relação às regiões do país, tendo por referência a participação dos sindicatos e das centrais sindicais na participação institucional e nos ativismos de protesto e contestatórios; - Integrar os padrões de interação política nas distintas modalidades em uma compreensão geral sobre a situação nacional em termos da suposta mudança no modelo de participação cidadã nas democracias ocidentais. - Constituir uma rede de pesquisas sobre participação política no Brasil; - Fortalecer o treinamento de pesquisadoresna área de participação política,.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2014 - 2017
Representação política: congruência entre preferências políticas dos eleitores e políticas públicas no Brasil (1989-2015)
Descrição: O projeto visa estudar o tema da representação política. A ênfase será nos chamados estudos de ?congruência? entre cidadãos e seus representantes. Esses estudos buscam verificar em que medida ocorre uma correspondência (congruência) entre preferências dos cidadãos em relação a políticas e: (a) as preferências políticas dos representantes, ou (b) as posições dos partidos sobre políticas públicas, expressas em seus manifestos, ou (c) as políticas efetivamente aprovadas pelo legislativo ou implementadas pelo Executivo. Um dos objetivos é realizar uma revisão da ampla ? e pouco discutida no Brasil - literatura internacional sobre o tema, de forma a subsidiar a pesquisa empírica, que buscará investigar: a) em que medida há congruência entre as opiniões políticas de eleitores e representantes; b) em que medida as instituições políticas brasileiras mais centrais, em particular legislativo e executivo, aprovam políticas em acordo com as preferências dos cidadãos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Yan de Souza Carreirão - Coordenador / Fernando Scheefer - Integrante / Débora Carvalho - Integrante / Fábio Henrique Silva Luiz - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1
2012 - 2014
Comportamento parlamentar e representação político-partidária no Brasil (1995-2006)
Descrição: O projeto visa analisar o papel representativo dos partidos políticos no Brasil, a partir do comportamento de seus parlamentares na Câmara Federal. Do ponto de vista teórico, a revisão da bibliografia será centrada principalmente nas teorias normativas da representação política e nas abordagens sobre comportamento parlamentar, em especial no que se refere à função de representação política (de parlamentares e partidos). Do ponto de vista empírico, pretende-se estudar o comportamento político dos parlamentares, com o foco voltado para a representação política, tentando responder a seguinte questão: em que medida os partidos (a partir do comportamento de seus parlamentares) ?representam? os eleitores?.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Yan de Souza Carreirão - Coordenador / Fernando Scheefer - Integrante / Débora Carvalho - Integrante.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1
2009 - 2012
ESEB 2010: terceira onda do estudo sobre o sistema eleitoral brasileiro e aspectos da cultura política
Descrição: O projeto objetiva realizar o Estudo pós-Eleitoral Brasileiro (ESEB) na sua terceira onda, em 2010. o ESEB é um projeto vinculado ao projeto internacional Comparative Study of Electoral Systems da Universidade de Michigan e é coordenado pelo Cesop (Centro de Estudos de Opinião Pública), da Universidade de Campinas (Unicamp), agregando pesquisadores de várias instituições, em torno de temas associados ao funcionamento do sistema representativo, bem como de temas associados ao comportamento político e social..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2011
O Sistema Partidário Brasileiro: Avaliação das Tendências Recentes e do Futuro Próximo
Descrição: O projeto objetiva fazer uma avaliação abrangente do sistema partidário brasileiro atual, a partir da análise de sua evolução, contribuindo, em especial, com o estudo das tendências mais recentes e do futuro mais próximo (até 2010), no que se refere a algumas questões relevantes, relacionadas com a noção de institucionalização (Mainwaring, 1999) e com a capacidade dos partidos de cumprirem algumas de suas finalidades centrais, como as de: a) se constituírem em canais que ajudam os eleitores a mapearem o campo político e tomarem sua decisão de voto de forma conseqüente e b) permitirem a sustentação de uma ação coordenada na arena parlamentar. Uma preocupação central será a de analisar estes aspectos a partir do posicionamento dos partidos no continuum esquerda-direita, de forma a testar a hipótese, relevante para este projeto, de que as diferenciações ideológicas entre os partidos têm arrefecido após as eleições de 2002. Quanto à noção de institucionalização, o trabalho pretende realizar análises relacionadas às quatro dimensões propostas por Mainwaring (1999) para caracterizar o grau de institucionalização de um sistema partidário: a) o grau de estabilidade dos padrões de competição eleitoral; b) o grau de enraizamento dos partidos na sociedade; c) o grau de legitimidade dos partidos junto aos eleitores; d) as organizações partidárias. Serão descritos, mais à frente, os tipos de análises que se pretende fazer em relação a cada uma destas dimensões (cobrindo alguns dos indicadores que as compõem). No que se refere à capacidade dos partidos de se constituírem em canais que ajudam os eleitores a mapear o campo político e tomar sua decisão de voto, serão utilizados dois enfoques: o primeiro buscará investigar certos comportamentos de políticos e partidos (no que concerne às coligações eleitorais, às coalizões partidárias no Legislativo e às migrações partidárias), visando verificar se a evolução destes comportamentos (em acordo com a hipótese mencionada acima) revela.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Yan de Souza Carreirão - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 9
2006 - 2008
Microfundamentos da volatilidade eleitoral no Brasil: o ponto de vista do eleitor
Descrição: Após mais de duas décadas de competição eleitoral ininterrupta o eleitorado começa a dar sinais de estar se adaptando ao sistema partidário em existência. Não obstante a grande oferta partidária, o eleitorado brasileiro ? ao contrário de eleitorados de outros países sul-americanos, está cada vez mais consolidando suas escolhas eleitorais em um número menor de partidos políticos. Um dos indicadores desse processo é a contínua diminuição da volatilidade eleitoral. O objetivo desse projeto de pesquisa é analisar, as causas desse fenômeno (tendência de redução da volatilidade eleitoral) a partir do ponto de vista do eleitor brasileiro. Trata-se de aperfeiçoar, mediante a realização de um survey, o entendimento das estratégias dos eleitores no que se refere a dois fenômenos importantes: a decisão do voto para distintos cargos eletivos (Presidência da República, Senado, Câmara de Deputados, Governador e Assembléias Legislativas) e a importância dos partidos políticos nesse processo. Esse projeto representa a continuação e o aprofundamento de uma pesquisa em curso cujo objetivo é analisar as bases sócio-econômicas da volatilidade eleitoral no Brasil no período 1982-2002. Além de incorporar variáveis políticas e institucionais, a pesquisa em andamento procura entender o impacto de mudanças de natureza sócio-econômica (tais como educação, renda, tamanho do eleitorado, urbanização) nos níveis de volatilidade eleitoral para todos os tipos de pleitos ocorridos nos estados (eleições para a Presidência da República, Câmara de Deputados, Senado, Assembléias Legislativas e Governador). Trata-se, portanto, de um desenho de pesquisa que privilegia uma dimensão ?macro-social?: o impacto de transformações sociais sistêmicas nas mudanças na volatilidade eleitoral..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Yan de Souza Carreirão - Integrante / DENISE PAIVA - Coordenador / RACHEL MENEGUELLO - Integrante / SIMONE BOHN - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2005 - 2008
Eleições, Sistema Partidário e Relações Executivo/Legislativo em Santa Catarina (1980/2006)
Descrição: O projeto constitui-se de três sub-projetos distintos, mas complementares, abrangendo o estudo do sistema partidário, do comportamento eleitoral e das relações entre Executivo e Legislativo em Santa Catarina. Envolve a formação de dois bancos de dados - um com dados sobre os resultados eleitorais em Santa Catarina, e outro com bases de dados de surveys eleitorais -, relativos ao período que vai do início da vigência do atual sistema multipartidário até às próximas eleições gerais no país (1980/2006). O primeiro destes sub-projetos já se encontra em estado adiantado, enquanto o segundo tem parte da coleta de dados concluída e o terceiro ainda não foi iniciado..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Yan de Souza Carreirão - Coordenador / Sibeli Dassoler - Integrante / Marco Aurélio Venturini - Integrante / Tatiana Kawata - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2004 - 2004
Partidos e Eleições em Florianópolis (SC) (1982/2004)
Descrição: Os principais objetivos do projeto são: a) analisar a evolução da força eleitoral dos atuais partidos políticos em Florianópolis; b) contribuir para a compreensão do processo de decisão de voto do eleitor florianopolitano. A análise do comportamento do eleitor e da dinâmica partidária a partir dos resultados eleitorais constituem tradicionais temas de estudos dentro da Ciência Política, na medida em que as eleições são um dos elementos centrais do processo através do qual os cidadãos conseguem fazer com que seus interesses e necessidades sejam levados em consideração por seus representantes, nas decisões políticas que afetam toda a sociedade. Em Santa Catarina e particularmente em Florianópolis, é notória a escassez de estudos sobre estes temas. O projeto pretende contribuir para sanar esta lacuna. No que se refere à força eleitoral dos partidos, a pesquisa envolve a coleta e análise de dados dos resultados de todas as eleições (para vereador, prefeito, deputado estadual, deputado federal, senador, governador e presidente) realizadas entre 1982 e 2004, em Florianópolis. Quanto ao processo de decisão do eleitor, são analisadas pesquisas eleitorais relativas às eleições municipais de 1996, 2000 e 2004..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2001 - 2006
Partidos e Representação Política: O impacto dos partidos na estruturação da escolha eleitoral no Brasil", projeto temático da Fapesp.
Descrição: O projeto visa examinar os partidos na arena eleitoral, através do estudo de três dimensões: a) a organizacional , tratando de focalizar o partido enquanto organização política que atua no contexto eleitoral; b) a ideológica, examinando as diferenciações ideológicas intra e inter-partidárias que possam ser apreendidas através de dados sobre as opiniões e posicionamentos dos representantes dos partidos nos legislativos estaduais (tais dados serão obtidos através da aplicação de um questionário estruturado junto aos deputados estaduais brasileiros); e c) a comportamental ou atitudinal, focalizando a relação partido-eleitor para verificar em que medida os partidos tem conseguido construir perfis ou imagens junto ao eleitorado (para isso será realizada uma pesquisa por amostragem no estado de São Paulo sobre as percepções e atitudes dos eleitores com relação aos partidos).. Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa. Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (4) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (5) . Integrantes: Maria D'Alva Gil Kinzo - Coordenador / Simone Rodrigues da Silva - Integrante / Yan de Souza Carreirão - Integrante / Rogério Schmitt - Integrante / Leandro Piquet Carneiro - Integrante / Maria de Socorro de Sousa Braga - Integrante / Denise Paiva - Integrante. Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro. Número de produções C, T & A: 13 / Número de orientações: 13.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2001 - 2004
Partidos e representação política: o impacto dos partidos na estrutura da escolha eleitoral no Brasil
Descrição: O projeto visa examinar os partidos políticos brasileiros na arena eleitoral, tratando de avaliar em que medida eles tem se constituído em balizamento para a escolha pelo voto. Para isso a pesquisa orientará o foco para o estudo de duas dimensões: a) a ideológica, examinando as diferenciações ideológicas intra e inter-partidárias que possam ser apreendidas através de dados sobre as opiniões e posicionamentos dos representantes dos partidos nos legislativos estaduais (tais dados serão obtidos através da aplicação de um questionário estruturado junto aos deputados estaduais brasileiros); e b) a comportamental ou atitudinal, focalizando a relação partido-eleitor, especialmente através da análise da evolução das preferências partidárias dos eleitores ao longo do período em que vigora o atual sistema partidário..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
1996 - 2000
A decisão de voto nas eleições presidenciais brasileiras
Descrição: O projeto (de tese de doutorado) visa analisar alguns dos principais fatores que influenciaram a decisão de voto do eleitorado brasileiro nas eleições presidenciais de 1989, 1994 e 1998. Entre outras, serão investigadas as seguintes variáveis: escolaridade e renda dos eleitores; preferência partidária; avaliação que os eleitores fazem de governos e das características pessoais dos candidatos. Além de revisão ampla da literatura nacional e internacional sobre o tema, a análise empírica se baseará num grande conjunto de pesquisas eleitorais e de opinião pública realizadas ao longo do período em estudo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
1993 - 1996
Eleições e sistema partidário em Santa Catarina (1979/93)
Descrição: O projeto tem como objetivo central investigar a evolução do sistema partidário catarinense no período entre 1979 e 1993. Será analisada a produção bibliográfica relativa ao tema e serão coletados e analisados dados relativos aos resultados das eleições para diferentes cargos em Santa Catarina neste período, bem como dados relativos ao número de diretórios municipais e filiados de cada partido ano a ano. A partir daí será possível avaliar a evolução da força organizacional e da força eleitoral dos partidos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
1992 - 1993
Eleições e sistema partidário no Espírito Santo
Descrição: O projeto analisa a evolução das eleições e do sistema partidário capixaba, no período de 1945 a 1990. Faz uma caracterização sumária dos principais partidos, estuda a evolução da correlação de forças entre os partidos no pleito eleitoral e caracteriza os contextos, em termos de contextos sócio-geográficos dos municípios, as bases eleitorais dos partidos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Yan de Souza Carreirão - Coordenador / Jaime Roy Doxsey - Integrante / Luciana Tatagiba - Integrante.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1


Membro de corpo editorial


2012 - Atual
Periódico: Teoria & Pesquisa
2012 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Ciência Política
2009 - Atual
Periódico: Politica & Sociedade
2009 - Atual
Periódico: Em Debate (Belo Horizonte)


Revisor de periódico


2007 - Atual
Periódico: Dados (Rio de Janeiro. Impresso)
2007 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso)
2007 - Atual
Periódico: Opinião Pública (UNICAMP. Impresso)
2009 - Atual
Periódico: BIB. Revista Brasileira de Informação Bibliográfica em Ciências Sociais
2007 - Atual
Periódico: Brazilian political science review
2010 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Ciência Política
2006 - Atual
Periódico: Revista de Sociologia e Política (UFPR. Impresso)
2009 - Atual
Periódico: Sociedade e Cultura (Impresso)
2007 - Atual
Periódico: Politica & Sociedade
2012 - Atual
Periódico: Caderno CRH (UFBA. Impresso)
2010 - 2011
Periódico: Percursos (UDESC) (Cessou em 2004. Cont. ISSN 1984-7246 PerCursos (Florianó
2007 - Atual
Periódico: Em Tese (Florianópolis)
2008 - Atual
Periódico: Revista de Ciências Humanas (UFSC)
2015 - Atual
Periódico: Teoria & Pesquisa (on line)
2008 - Atual
Periódico: Mosaico Social
2009 - Atual
Periódico: Debates do NER


Revisor de projeto de fomento


2012 - Atual
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
2004 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina
2002 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político/Especialidade: Estudos Eleitorais e Partidos Políticos.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Opinião pública e representação política.


Idiomas


Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2000
Distinção e louvor - Tese de doutorado, Departamento de Ciência Política - FFLCH - Universidade de São Paulo.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
BORBA, Julian2018BORBA, Julian ; RIBEIRO, Ednaldo Aparecido ; CARREIRÃO, Y. S. ; GIMENES, Éder Rodrigo . Determinantes individuais e de contexto da simpatia partidária na América Latina. REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS SOCIAIS (ONLINE), v. 33, p. 1-24, 2018.

2.
Ribeiro, Ednaldo2016Ribeiro, Ednaldo ; CARREIRÃO, Y. S. ; Borba, Julian . Sentimentos partidários e antipetismo: condicionantes e covariantes. Opiniao Publica, v. 22, p. 603-637, 2016.

3.
CARREIRÃO, Y. S.;Carreirão, Yan de Souza;Carreirão, Yan2016CARREIRÃO, Y. S.; BORBA, J. ; RIBEIRO, E. A. . Apresentação (Dossiê Brasil: Eleições 2014). Revista Política e Sociedade, v. 15, p. 5-8, 2016.

4.
CARREIRÃO, Y. S.2015 CARREIRÃO, Y. S.. Representação política como congruência entre as preferências dos cidadãos e as políticas públicas: uma revisão da literatura internacional. Opinião Pública, v. 21, p. 393-430, 2015.

5.
CARREIRÃO, Y. S.2014 CARREIRÃO, Y. S.. O sistema partidário brasileiro: um debate com a literatura recente. Revista Brasileira de Ciência Política (Impresso), v. 14, p. 255-295, 2014.

6.
CARREIRÃO, Y. S.2014CARREIRÃO, Y. S.; MELO, D. J. C. . Representação política na Assembleia Nacional Constituinte (1987-88): congruência entre preferências dos cidadãos e políticas aprovadas na Constituição. Teoria & Pesquisa, v. 23, p. 107-149, 2014.

7.
CARREIRÃO, Y. S.2012CARREIRÃO, Y. S.; NASCIMENTO, F.P . As coligações nas eleições de 2010 para os cargos de governador, senador, deputado federal e deputado estadual no Brasil. Teoria & Pesquisa, v. 21, p. 1-19, 2012.

8.
Ribeiro, Ednaldo2011Ribeiro, Ednaldo ; Carreirão, Yan ; Borba, Julian . Sentimentos partidários e atitudes políticas entre os brasileiros. Opinião Pública (UNICAMP. Impresso), v. 17, p. 333-368, 2011.

9.
CARREIRÃO, Y. S.;Carreirão, Yan de Souza;Carreirão, Yan2010CARREIRÃO, Y. S.; NASCIMENTO, F. P. . As coligações nas eleições para os cargos de governador, senador, deputado federal e deputado estadual no Brasil (1986/2006). Revista Brasileira de Ciência Política (Impresso), v. 4, p. 75-104, 2010.

10.
CARREIRÃO, Y. S.;Carreirão, Yan de Souza;Carreirão, Yan2009CARREIRÃO, Y. S.. A decisão de voto do eleitor catarinense (1998-2006). Civitas ? Revista de Ciências Sociais, v. 8, p. 207-236, 2009.

11.
Carreirão, Yan de Souza2009Carreirão, Yan de Souza; PERONDI, Eduardo . Disciplina e coalizões partidárias na Assembléia Legislativa de Santa Catarina (1999-2006). Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso), p. 121-141, 2009.

12.
CARREIRÃO, Y. S.;Carreirão, Yan de Souza;Carreirão, Yan2009CARREIRÃO, Y. S.. As eleições para prefeito em Florianópolis: contribuição para uma história eleitoral. Perspectivas : Revista de Ciências Sociais (UNESP. Araraquara. Impresso), v. 35, p. 35-62, 2009.

13.
Carreirão, Yan de Souza2008Carreirão, Yan de Souza. Opiniões políticas e sentimentos partidários dos eleitores brasileiros. Opinião Pública (UNICAMP. Impresso), v. 14, p. 319-351, 2008.

14.
CARREIRÃO, Y. S.;Carreirão, Yan de Souza;Carreirão, Yan2007 CARREIRÃO, Y. S.. Relevant factors for the voting decision in the 2002 presidential election: an analysis of the ESEB (Brazilian Electoral Study) Data. Brazilian political science review, v. 1, p. 70-101, 2007.

15.
CARREIRÃO, Y. S.;Carreirão, Yan de Souza;Carreirão, Yan2007CARREIRÃO, Y. S.. A Eleição presidencial de 2006: uma análise preliminar. Politica & Sociedade, v. 6, p. 91-116, 2007.

16.
Carreirão, Yan de Souza2007Carreirão, Yan de Souza. Identificação ideológica, partidos e voto na eleição presidencial de 2006. Opinião Pública (UNICAMP. Impresso), v. 13, p. 307-339, 2007.

17.
CARREIRÃO, Y. S.;Carreirão, Yan de Souza;Carreirão, Yan2007CARREIRÃO, Y. S.. Fidelidade partidária e mandato eletivo. Resenha Eleitoral. Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina, v. 14, p. 45-55, 2007.

18.
Carreirão, Yan de Souza2006Carreirão, Yan de Souza. Ideologia e partidos políticos: um estudo sobre coligações em Santa Catarina. Opinião Pública (UNICAMP. Impresso), Campinas, v. 12, n.1, p. 136-163, 2006.

19.
CARREIRÃO, Y. S.;Carreirão, Yan de Souza;Carreirão, Yan2006CARREIRÃO, Y. S.. Eleições e sistema partidário em Florianópolis. Revista de Ciências Humanas (Florianópolis), v. 40, p. 385-401, 2006.

20.
Carreirão, Yan de Souza2004 Carreirão, Yan de Souza; Kinzo, Maria D& . Partidos políticos, preferência partidária e decisão eleitoral no Brasil (1989/2002). Dados (Rio de Janeiro. Impresso), Rio de Janeiro, v. 47, n.1, p. 131-168, 2004.

21.
Carreirão, Yan2004Carreirão, Yan. A eleição presidencial de 2002: uma análise preliminar do processo e dos resultados eleitorais. Revista de Sociologia e Política (UFPR. Impresso), Curitiba / PR, p. 179-194, 2004.

22.
CARREIRÃO, Y. S.;Carreirão, Yan de Souza;Carreirão, Yan2004CARREIRÃO, Y. S.; Barbetta, Pedro Alberto . A eleição presidencial de 2002: a decisão do voto na região da grande São Paulo. Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso), São Paulo, v. 19, n.56, p. 75-93, 2004.

23.
Carreirão, Yan de Souza2002Carreirão, Yan de Souza. Identificação ideológica e voto para presidente. Opinião Pública (UNICAMP. Impresso), Campinas / SP, v. 8, n.1, p. 54-79, 2002.

24.
CARREIRÃO, Y. S.;Carreirão, Yan de Souza;Carreirão, Yan1999CARREIRÃO, Y. S.. Avaliação do governo e 'voto econômico'. Lua Nova (Impresso), São Paulo, p. 213-232, 1999.

25.
CARREIRÃO, Y. S.;Carreirão, Yan de Souza;Carreirão, Yan1995CARREIRÃO, Y. S.. As Eleições de 1994 em Santa Catarina. Revista de Ciências Humanas (Florianópolis), Florianópolis, v. 13, n.17/18, p. 192-220, 1995.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J. (Org.) ; SELL, C. E. (Org.) ; LAGO, I. C. (Org.) ; R.L.TOMIO, F. (Org.) ; MONTENEGRO, N. E. (Org.) ; RODRIGUES, G. (Org.) ; Seibel, Erni (Org.) ; COMASSETO, V. (Org.) . Os partidos na política catarinense: eleições, processo legislativo, políticas públicas. 1. ed. Florianópolis: Insular, 2006. v. 1. 224p .

2.
CARREIRÃO, Y. S.. A Decisão de Voto nas Eleições Presidenciais Brasileiras. 1. ed. Rio de Janeiro / Florianópolis: Editora da FGV / Editora da UFSC, 2002. v. 1. 241p .

3.
CARREIRÃO, Y. S.. Eleições e Sistema Partidário em Santa Catarina. 1. ed. Florianópolis: Editora da UFSC, 1990. v. 1. 151p .

Capítulos de livros publicados
1.
CARREIRÃO, Y. S.; TRINDADE, T. T. C. ; RIBEIRO, Ednaldo Aparecido ; GIMENES, Éder Rodrigo ; BORBA, Julian . Simpatia partidária e repertórios de participação política no Brasi. In: Carla Gandini Giani Martelli; Maria Chaves Jardim; Éder Rodrigo Gimenes. (Org.). Participação política e democracia no Brasil contemporâneo. 1ed.Araraquara: Cultura Acadêmica Editora, 2018, v. 1, p. 73-109.

2.
CARREIRÃO, Y. S.; RENNO, L. . Presidential voting: partisanship, economy, ideology. In: Barry Ames. (Org.). Routledge Handbook of Brazilian Politics. 1ed.New York: Routledge, 2018, v. 1, p. 216-235.

3.
BORGES, T. D. P. ; CARREIRÃO, Y. S. ; NASCIMENTO, F.P . Os partidos políticos brasileiros e a (in)consistência das coligações para Deputado Federal em 2014. In: KRAUSE, Silvana; MACHADO, Carlos M.; MIGUEL, Luis F.. (Org.). Coligações e disputas eleitorais na Nova República: aportes teórico-metodológicos, tendências e estudos de caso. 1ed.Rio de Janeiro/São Paulo: Konrad-Adenauer Stiftung/EDUNESP, 2017, v. 1, p. 1-300.

4.
Borba, J. ; CARREIRÃO, Y. S. . A eleição para prefeito em Florianópolis: recompensando a administração do mandatário. In: LAVAREDA, Antônio; TELLES, Helcimara. (Org.). Como o eleitor escolhe seu prefeito: campanha e voto nas eleições municipais. 1ed.São Paulo: Editora FGV, 2011, v. 1, p. 420-450.

5.
CARREIRÃO, Y. S.; NASCIMENTO, F.P . Coligações nas eleições para o Senado brasileiro. In: Silvana Krause; Humberto Dantas; Luis Felipe Miguel. (Org.). Coligações partidárias na nova democracia brasileira. 1ed.Rio de Janeiro; São Paulo: Konrad Adenauer Stiftung; Ed. Unesp, 2010, v. 1, p. 99-133.

6.
CARREIRÃO, Y. S.. La elección presidencial brasileña de 2006: voto económico y clivajes sociales. In: BRAUN, María; STRAW, Cecilia. (Org.). Opinión pública: una mirada desde América Latina. Buenos Aires: Emecé Editores, 2009, v. 1, p. 35-52.

7.
CARREIRÃO, Y. S.; BARBETTA, Pedro A. . Um modelo de decisão de voto nas eleições presidenciais de 2002 na Grande São Paulo. In: Maria D'Alva Gil Kinzo ; Maria do Socorro Braga. (Org.). Eleitores e representação partidária no Brasil. 1ed.São Paulo: Humanitas, 2007, v. 1, p. 47-79.

8.
CARREIRÃO, Y. S.. O sistema partidário catarinense (1980-2005): histórico e evolução. In: CARREIRÃO, Y.S. ; BORBA, Julian. (Org.). Os partidos na política catarinense: eleições, processo legislativo, políticas públicas. 1ed.Florianópolis: Insular, 2006, v. 1, p. 19-48.

9.
CARREIRÃO, Y. S.. Comportamento político nas eleições presidenciais brasileiras. In: Mônica HASS. (Org.). Partidos, eleições e voto: o comportamento político-eleitoral em Santa Catarina. Chapecó / SC: Argos, 2003, v. 1, p. 43-60.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
CARREIRÃO, Y. S.. Quando a história toma partido. A Notícia, Joinville - SC, p. 2 - 3, 01 set. 2006.

2.
CARREIRÃO, Y. S.. Fim das Oligarquias ou Ampliação do Pluralismo ?. Cidadania, Florianópolis / SC, p. 9 - 9, 20 out. 2002.

3.
CARREIRÃO, Y. S.. A Difícil Arte de Escolher um Líder. Valor, p. 16 - 17, 27 set. 2002.

4.
CARREIRÃO, Y. S.. Todas as pessoas devem ter direito ao voto?. Diário Catarinense, 09 mar. 1998.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
CARREIRÃO, Y. S.; SILVA, P. ; BASTIANI, M. T. . Congruência entre políticas públicas e opinião pública no Brasil pós-Constituinte. Uma análise relativa às políticas sociais e de segurança pública. In: 41º Encontro Anual da ANPOCS, 2017, Caxambu (MG). Anais do 41º Encontro Anual da ANPOCS, 2017. v. 1. p. 1-30.

2.
RIBEIRO, E. ; CARREIRÃO, Y. S. ; Borba, J. . Sentimentos partidários, antipetismo, atitudes e voto. In: 10º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política, 2016, Belo Horizonte. Anais do 10º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política, 2016. v. 1.

3.
GIMENES, E. R. ; Borba, Julian ; CARREIRÃO, Y. S. ; RIBEIRO, E. . Determinantes individuais e de contexto da simpatia partidária na América Latina. In: 39º Encontro Anual da ANPOCS, 2015, Caxambu. Anais do 39º Encontro Anual da Anpocs, de 26 a 30 de outubro de 2015, 2015. v. 1. p. 1-30.

4.
CARREIRÃO, Y. S.. Representação política como congruência entre opiniões e políticas: debates metodológicos e tendências na literatura internacional. In: VI Congreso Latinoamericano de la Asociación para la Investigación en Opinión Pública (WAPOR), 2014, Santiago - Chile. VI Congreso Latinoamericano de la Asociación para la Investigación en Opinión Pública (WAPOR), 2014. v. 1.

5.
CARREIRÃO, Y. S.. O debate metodológico na literatura internacional sobre representação política como ?congruência política? entre representados e representantes. In: 38º Encontro Anual da ANPOCS, 2014, Caxambu (MG). 38º Encontro Anual da ANPOCS, 2014. v. 1. p. 1-26.

6.
CARREIRÃO, Y. S.. Partidos e representação política: uma revisão da literatura internacional. In: 37º Encontro Anual da ANPOCS, 2013, Águas de Lindoia - SP. Anais do 37º Encontro Anual da ANPOCS, 2013. v. 1. p. 1-30.

7.
CARREIRÃO, Y. S.. O sistema partidário brasileiro: uma avaliação de tendências recentes. In: 36º Encontro Anual da ANPOCS, 2012, Águas de Lindóia. Trabalhos - 36º Encontro Anual da ANPOCS, 2012. v. 1. p. 1.

8.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J. ; RIBEIRO, E. . Sentimentos partidários e atitudes políticas entre os eleitores brasileiros. In: 35º Encontro Anual da Anpocs, 2011, Caxambu - MG. Papers 35º Encontro Anual da Anpocs, 2011. v. 1.

9.
CARREIRÃO, Y. S.; SILVA, D. Q. . Evolução da opinião do eleitorado brasileiro e eleições para presidente no Brasil em 2010. In: 34º Encontro Anual da ANPOCS, 2010, Caxambu (MG). Papers 34º Encontro Anual da ANPOCS, 2010.

10.
CARREIRÃO, Y. S.; NASCIMENTO, F.P . As coligações nas eleições para governador, senador, deputado federal e estadual no Brasil (1986-2006). In: 33º Encontro Anual da Anpocs, 2009, Caxambu - MG. Anpocs - 33º Encontro Anual, 2009. v. 1. p. 1-29.

11.
CARREIRÃO, Y. S.. Identificação ideológica, partidos e voto na eleição presidencial de 2006. In: 6º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política, 2008, Campinas - SP. 6º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política, 2008. p. 1-34.

12.
CARREIRÃO, Y. S.; PERONDI, Eduardo . Disciplina e coalizões partidárias na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (1999/2006). In: 32º Encontro Anual da ANPOCS, 2008, Caxambu. Anais do 32º Encontro Anual da ANPOCS, 2008.

13.
CARREIRÃO, Y. S.. Evolução das opiniões do eleitorado durante o governo Lula e as eleições presidenciais brasileiras de 2006. In: Primer Congreso Latinoamericano de Opinión Pública, 2007, Colonia - Uruguai. Primer Congreso Latinoamericano de Opinión Pública, 2007. v. 1. p. 1-33.

14.
CARREIRÃO, Y. S.. Evolução da opinião do eleitorado brasileiro ao longo do governo Lula: uma análise preliminar. In: 5º Encontro da ABCP (Associação Brasileira de Ciência Política), 2006, Belo Horizonte. Programação do 5º Encontro da ABCP.

15.
CARREIRÃO, Y. S.. Opinião pública e campanha eleitoral para presidente no Brasil em 2006. In: 30º Encontro Anual da ANPOCS, 2006, Caxambu. 30º ANPOCS 2006. São Paulo: ANPOCS, 2006. v. 1. p. 1-279.

16.
CARREIRÃO, Y. S.. Diferenças ideológicas entre partidos: um estudo sobre os partidos catarinenses. In: 29º Encontro Anual da ANPOCS, 2005, Caxambu. 29º Encontro Anual da ANPOCS. v. 1.

17.
CARREIRÃO, Y. S.. Fatores relevantes na decisão de voto na eleição presidencial de 2002. In: 4o. Encontro Nacional da ABCP, 2004, Rio de Janeiro. 4o. Encontro Nacional da ABCP - Resumo dos Trabalhos, 2004. v. 1.

18.
CARREIRÃO, Y. S.; BARBETTA, Pedro A. . A eleição presidencial de 2002: um modelo de decisão de voto entre os eleitores da Grande São Paulo. In: 27º Encontro Anual da ANPOCS, 2003, Caxambu / MG. Papers do 27º Encontro Anual da ANPOCS, 2003.

19.
CARREIRÃO, Y. S.; Kinzo, Maria D'Alva . Os Partidos Políticos e a Decisão de Voto. In: 3o. Encontro Anual da ABCP, 2002, Niterói. 3o. Encontro Anual da ABCP - Trabalhos Completos, 2002.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
CARREIRÃO, Y. S.. Partidos e representação política: uma revisão da literatura internacional. In: 37º Encontro Anual da ANPOCS, 2013, Águas de Lindóia (SP). Programas e resumos do 37º Encontro Anual da ANPOCS, 2013. v. 1. p. 425-425.

2.
CARREIRÃO, Y. S.. O sistema partidário brasileiro: uma avaliação de tendências recente. In: 36º Encontro Anual da ANPOCS, 2012, Águas de Lindóia. Programas e resumos do 36º Encontro Anual da ANPOCS, 2012. v. 1. p. 368-369.

3.
CARREIRÃO, Y. S.. Sentimentos partidários e atitudes políticas entre os eleitores brasileiros. In: 35º Encontro Anual da ANPOCS, 2011, Caxambu (MG). Programas e resumos do 35º Encontro Anual da ANPOCS, 2011. v. 1. p. 314-314.

4.
CARREIRÃO, Y. S.. Evolução da opinião do eleitorado brasileiro e eleições para presidente no Brasil em 2010. In: 34º Encontro Anual da ANPOCS, 2010, Caxambu (MG). Programas e resumos do 34º Encontro Anual da ANPOCS, 2010. v. 1. p. 242-242.

5.
CARREIRÃO, Y. S.. As coligações nas eleições para governador, senador, deputado federal e estadual no Brasil (1986-2006). In: 33º Encontro Anual da ANPOCS, 2009, Caxambu (MG). Programa e resumos do 33º Encontro Anual da ANPOCS, 2009. v. 1. p. 391-391.

6.
CARREIRÃO, Y. S.. Disciplina e coalizões partidárias na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (1999/2006). In: 32º Encontro Nacional da ANPOCS, 2008, Caxambu (MG). Programa e resumos 37º Encontro Anual da ANPOC2, 2008. v. 1. p. 310-310.

7.
CARREIRÃO, Y. S.. Evolução das opiniões do eleitorado durante o governo Lula e as eleições presidenciais brasileiras de 2006. In: Primer Congreso Latinoamericano de Opinión Pública, 2007, Colonia de Sacramento (Uruguai. Abstracts Primer Congreso Latinoamericano de Opinión Pública, 2007.

8.
CARREIRÃO, Y. S.. Opinião pública e campanha eleitoral para presidente no Brasil em 2006. In: 30º Encontro Anual da ANPOCS, 2006, Caxambu (MG). Programa e resumos do 30º Encontro Anual da ANPOCS, 2006. v. 1. p. 266-267.

9.
CARREIRÃO, Y. S.. Fatores relevantes na decisão de voto na eleição presidencial de 2002. In: 4 º Encontro Nacional da Associação Brasileira de Ciência Política, 2004, Rio de Janeiro. 4 º Encontro Nacional da Associação Brasileira de Ciência Política, 2004. v. 1. p. 36-36.

10.
CARREIRÃO, Y. S.. Partidos Políticos e Escolha Eleitoral em Santa Catarina. In: 3a. Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFSC, 2003, Florianópolis. Anais da 3a. Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFSC, 2003. v. 1. p. 111-111.

11.
CARREIRÃO, Y. S.. A eleição presidencial de 2002: um modelo de decisão de voto entre os eleitores da Grande São Paulo. In: 27º Encontro Anual da ANPOCS, 2003, Caxambu (MG). Programa e resumos 37º Encontro Anual da ANPOC2, 2003. v. 1. p. 68-68.

12.
CARREIRÃO, Y. S.. Avaliação de desempenho do presidente e voto: quem são os eleitores retrospectivos ?. In: 23o. Encontro Anual da ANPOCS, 1999, Caxambu / MG. Pograma e resumos - 23o. Encontro Anual da ANPOCS - Programa e Resumos, 1999. v. 1. p. 61-61.

13.
PAIVA, D. ; SILVA, M. Z. E. ; Carreirão, Yan . Coligações nas eleições para governador e prefeito: Espírito Santo, Goiás e Santa Catarina. In: III Seminário Nacional de Comportamento Político, 1997, Florianópolis. Caderno de resumos - III Seminário Nacional de Comportamento Político. Florianópolis: Laboratório de Comportamento Político -CFH - UFSC, 1997. v. 1. p. 1-136.

14.
CARREIRÃO, Y. S.. As Eleições de 1994 em Santa Catarina. In: II Seminário Nacional de Comportamento Político, 1995, Florianópolis. II Seminário Nacional de Comportamento Político, 1995.

15.
CARREIRÃO, Y. S.. O Sistema Partidário em Santa Catarina e as Eleições de 1994. In: 18 o. Encontro Anual da ANPOCS, 1994, Caxambú / MG. Anais do 18o. Encontro Anual da ANPOCS. São Paulo: ANPOCS, 1994.

Artigos aceitos para publicação
1.
CARREIRÃO, Y. S.. O debate metodológico nos estudos de congruência política. Uma revisão da literatura internacional. Revista de Sociologia e Política, 2019.

Apresentações de Trabalho
1.
CARREIRÃO, Y. S.; SILVA, P. ; BASTIANI, M. T. . Congruência entre políticas públicas e opinião pública no Brasil pós-Constituinte. Uma análise relativa às políticas sociais e de segurança pública. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
CARREIRÃO, Y. S.. O sistema partidário brasileiro: evolução e impactos da crise política atual. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
CARREIRÃO, Y. S.. Conferência 'Representação e participação: representação política como congruência'. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
CARREIRÃO, Y. S.. Representação política como congruência entre opiniões e políticas: debates metodológicos e tendências na literatura internacional. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
Carreirão, Yan. Representação política como congruência entre as preferências dos cidadãos e as políticas públicas: aspectos do debate metodológico. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
CARREIRÃO, Y. S.. Partidos e representação política: uma revisão da literatura internacional. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
CARREIRÃO, Y. S.. O sistema partidário brasileiro: uma avaliação de tendências recentes. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J. ; RIBEIRO, E. . Sentimentos partidários dos eleitores brasileiros e atitudes correlatas (2002/20100. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J. . A eleição para prefeito em Florianópolis em 2008. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

10.
CARREIRÃO, Y. S.; SILVA, D. Q. . Evolução da opinião do eleitorado brasileiro e eleições para presidente no Brasil em 2010. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
CARREIRÃO, Y. S.; NASCIMENTO, F.P . As coligações nas eleições para governador, senador, deputado federal e estadual no Brasil (1986-2006). 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
CARREIRÃO, Y. S.. Avaliação de desempenho na decisão de voto nas eleições presidenciais no Brasil. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

13.
CARREIRÃO, Y. S.. Identificação ideológica, partidos e voto na eleição presidencial de 2006. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
CARREIRÃO, Y. S.; PERONDI, Eduardo . Disciplina e coalizões partidárias na Assembléia Legislativa de Santa Catarina (1999-2006). 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

15.
CARREIRÃO, Y. S.. Partidos, ideologia, opiniões políticas e voto na eleição presidencial de 2006. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

16.
CARREIRÃO, Y. S.. Evolução das opiniões do eleitorado durante o governo Lula e as eleições presidenciais brasileiras de 2006. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

17.
CARREIRÃO, Y. S.. Fidelidade partidária e mandato eletivo. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
CARREIRÃO, Y. S.. O sistema eleitoral brasileiro e as eleições de 2006. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
CARREIRÃO, Y. S.. Impactos da crise do governo Lula nas opiniões do eleitorado brasileiro. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

20.
CARREIRÃO, Y. S.. Opinião pública e campanha eleitoral para presidente no Brasil em 2006. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

21.
CARREIRÃO, Y. S.. A evolução do sistema partidário brasileiro e as eleições presidenciais de 2006. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
CARREIRÃO, Y. S.. Perspectivas da reforma política no Brasil. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

23.
CARREIRÃO, Y. S.. Mesa Redonda: Brasil Hoje: Crise de estado ou crise da esquerda?. 2005. (Apresentação de Trabalho/Outra).

24.
CARREIRÃO, Y. S.. Diferenças ideológicas entre partidos: um estudo sobre os partidos catarinenses. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

25.
CARREIRÃO, Y. S.. Sistema Eleitoral Brasileiro: Críticas e Propostas de Reforma. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

26.
CARREIRÃO, Y. S.. Fatores relevantes na decisão de voto na eleição presidencial de 2002. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

27.
CARREIRÃO, Y. S.. O sistema eleitoral brasileiro e a democracia representativa. 2004. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

28.
CARREIRÃO, Y. S.. O Sistema Partidário Catarinense. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

29.
CARREIRÃO, Y. S.. O Sistema Eleitoral Brasileiro. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

30.
CARREIRÃO, Y. S.. O sistema eleitoral brasileiro: críticas e propostas de reforma. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

31.
CARREIRÃO, Y. S.. As eleições presidenciais de 2002. 2003. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

32.
CARREIRÃO, Y. S.. As eleições de 2002: a decisão eleitoral e o novo jogo partidário. 2002. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

33.
CARREIRÃO, Y. S.. Os partidos políticos e a decisão de voto. 2002. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

34.
CARREIRÃO, Y. S.. Análise do processo eleitoral. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

35.
CARREIRÃO, Y. S.. Identidade Ideológica e Voto para Presidente. 2001. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

36.
CARREIRÃO, Y. S.. Avaliação de Desempenho do Presidente e Voto: Quem São os Eleitores Retrospectivos ?. 1999. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

37.
CARREIRÃO, Y. S.. Avaliação de Desempenho Governamental e Voto Econômico nas Eleições Presidenciais. 1999. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

38.
CARREIRÃO, Y. S.. Avaliação de desempenho do presidente e Voto Econômico no Brasil (1986/96). 1998. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

39.
CARREIRÃO, Y. S.; PAIVA, D. ; SILVA, M. Z. E. . Coligações nas Eleições para Governador e Prefeito - Espírito Santo, Goiás e Santa Catarina (1982/96). 1997. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

40.
CARREIRÃO, Y. S.. As eleições de 1994 em Santa Catarina. 1995. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

41.
CARREIRÃO, Y. S.. O Sistema Partidário em Santa Catarina e as Eleições de 1994. 1994. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

42.
CARREIRÃO, Y. S.. Revisão Constitucional. 1993. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

43.
CARREIRÃO, Y. S.. Sistema partidário e opinião do eleitorado no Espírito Santo (1945-1990). 1992. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

44.
CARREIRÃO, Y. S.. Parlamentarismo e presidencialismo. 1992. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

45.
CARREIRÃO, Y. S.. Eleições de 1986 em Santa Catarina. 1986. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
CARREIRÃO, Y. S.. Prefácio ao livro Esquerda e direita hoje: uma análise das votações na Câmara dos Deputados.. Curitiba, 2018. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

2.
MICK, j. ; AYRES, C. S. ; CARREIRÃO, Y. S. ; GIMENES, E. R. ; LÜCHMANN, Lígia ; BIELLA, J. B. . Por dentro das Câmaras - O perfil de vereadores, servidores e do Legislativo Municipal de Santa Catarina. Florianópolis: Assembleia Legislativa de Santa Catarina - Escola do Legislativo, 2016 (Livro sem ISBN).

3.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J. ; RIBEIRO, E. . Brasil: Eleições 2014. Florianópolis: Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política - UFSC, 2016 (Organização de dossiê em periódico especializado).

4.
Carreirão, Yan; Borba, J. ; RIBEIRO, E. . Introdução ao dossiê 'BrasiL; Eleições de 2014'. Florianópolis, 2016. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

5.
CARREIRÃO, Y. S.; SILVA, R. . Apresentação Política & Sociedade, v.9, n. 16. Florianópolis, 2010. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

6.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J. . As eleições de 2006 e a democracia no Brasil. Florianópolis: Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política - UFSC, 2007 (Organização de dossiê em periódico especializado).

7.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J. . As eleições de 2006 e a democracia brasileira. Florianópolis, 2007. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

8.
CARREIRÃO, Y. S.; Seibel, Erni ; LIEDTKE, P. . A dimensão eleitoral da democracia no Brasil. Florianópolis: Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política - UFSC, 2003 (Organização de dossiê em periódico especializado).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Jornal Diário Catarinense - 19/09/2015 - Empresas pagaram 79% das campanhas. 2015. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Portal G1 - 04/07/2014 - Dilma, Aécio e Campos unem partidos que vão se confrontar nos estados. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Jornal Diário Catarinense - 09/07/2014 - Copa do Mundo e eleições. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Jornal Notícias do Dia - 0/06/2013 - Reforma política é vista com desconfiança. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Diário catarinense - 28/10/2007 - Partidos fortalecem papel de articuladores. 2007. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

6.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Jornal O Popular (Goiânia) - 26/02/2006 - Ética deve focar debate. 2006. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

7.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Jornal O Estado de São Paulo - 25/02/2006 - Economia decide eleição, mas questão ética vai pesar em 2006. 2006. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

8.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Diário Catarinense - 07/05/2006 - Voto nulo não terá muita adesão. 2006. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

9.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Diário Catarinense - 10/08/2006 - Um cenário diferenciado. 2006. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

10.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Diário Catarinense - 23/10/2005 - Tabuleiro eleitoral desafia previsões. 2005. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

11.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Diário Catarinense - 10/04/2004 - O PT não será mais como antes. 2004. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

12.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Diário Catarinense - 06/09/2004 - O candidato tem que mostrar o erro dos adversários. 2004. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

13.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Diário Catarinense - 11/10/2004 - Legislação distorce vontade do eleitor. 2004. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

14.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Diário Catarinense - 16/03/2003 - Siglas nunca estiveram tão próximas. 2003. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

15.
CARREIRÃO, Y. S.; ENTREVISTADOS, O. . Mesa redonda Programa Conversas Cruzadas - TVCOM / SC - 24/04/2002. 2002. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

16.
CARREIRÃO, Y. S.; ENTREVISTADOS, O. . Mesa redonda Programa Conversas Cruzadas - TVCOM / SC - 16/07/2002. 2002. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

17.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Programa Heródoto Barbeiro - Rádio CBN / SP - 24/09/2002. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

18.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Programa Notícias da Tarde - Rádio CBN/Diário / SC - 28/08/2002. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

19.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista - Cobertura das Eleições 2002 - SBT / SC - 06/10/2002. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

20.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista CBN Madrugada (Rádio CBN - RJ) - 08/10/2002. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

21.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista CBN Noite Total - SP - Rádio CBN /SP - 22/10/2002. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

22.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Programa Mário Motta - Rádio CBN - Diário 25/10/2002. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

23.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Programa Acorde - SBT-TV - 14/08/2002. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

24.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Jornal do SBT/SC (TV) - 19/08/2002. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

25.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Jornal do Almoço - RBS TV - 28/08/2002. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

26.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Diário Catarinense - 18/09/2002 - A influência da formação. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

27.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Folha de São Paulo - 22/09/2017 - Ataques na TV são saudáveis, diz pesquisador. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

28.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Jornal do SBT-SC (TV) - 24/09/2002. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

29.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Programa SBT - Meio Dia (TV) - 26/09/2002. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

30.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Programa Mário Mota - Rádio CBN Florianópolis - 26/09/2002. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

31.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Jornal A Notícia - SC - 29/09/2002 - Sistema eleitoral favorece distorções. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

32.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Programa Notícias da Tarde - Rádio CBN/Diário - 03/10/2002. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

33.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Jornal Gazeta Mercantil - 05/10/2002 - E a democracia caminha.... 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

34.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Jornal Nacional - TV Globo - 04/10/2002. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

35.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Diário Catarinense - 01/09/2002 - TV só altera disputas equilibradas. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

36.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Diário Catarinense - 18/09/2002 - Desobediência no cardápio das urnas. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

37.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Diário Catarinense - 06/10/2002 - Maiores partidos concentram votos. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

38.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Jornal A Notícia - 13/10/2002 - 'Onda Lula' ajuda na derrubada de caciques. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

39.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Jornal O País - 27/10/2002 - Em Santa Catarina, disputa será voto a voto. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

40.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Diário Catarinense - 27/10/2002 - Desafio vai ser a descentralização. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

41.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Jornal Folha de São Paulo - 27/10/2002 - Empate incentiva troca de acusações. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

42.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Jornal A Notícia - 29/10/2002 - Equilíbrio entre forças políticas. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

43.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Diário Catarinense - v - Hegemonia no Estado pode estar ameaçada. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

44.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Jornal A Notícia - 10/11/2002 - Centro-direita perde espaço em Santa Catarina. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

45.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Jornal Zero - UFSC - 05/11/2002 - PT não faz maioria e vai ter que negociar apoios. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

46.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Programa O Ilhéu - TV COM - SC - 13/10/2002. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

47.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Coluna Elio Gaspari (Folha de São Paulo, O Globo, Correio do Povo) - 20/10/2002. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

48.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Rádio Católica (Aparecida do Norte) - 25/10/2002. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

49.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Jornal O Povo - 12/10/2002 - Pesquisas eleitorais voltam à berlinda. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

50.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Jornal Cidadania - Outubro 2002 - EdUFSC e FGV analisam eleições no Brasil. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

51.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista para Universidade Aberta. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

52.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Jornal Zero. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

53.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista A Notícia (AN) Capital - 16/06/1997 - Influências ideológicas nas coligações diminuem. 1997. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

54.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Jornal da Indústria e Comércio - 03/05/1995 - Governabilidade pode custar caro a Paulo Afonso. 1995. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

55.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Diário Catarinense - 07/11/1993 - Cientistas analisam reflexos na eleição. 1993. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

56.
CARREIRÃO, Y. S.. Entrevista Diário Catarinense - 16/10/1988 - Brigas internas são práticas herdadas. 1988. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
CARREIRÃO, Y. S.. Representação política. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
CARREIRÃO, Y. S.. O Sistema Partidário Brasileiro: Avaliação das Tendências Recentes e do Futuro Próximo. 2012. (Relatório de pesquisa).

3.
CARREIRÃO, Y. S.. ESEB 2010: terceira onda do estudo sobre o sistema eleitoral brasileiro e aspectos da cultura política. 2012. (Relatório de pesquisa).

4.
CARREIRÃO, Y. S.; LÜCHMANN, Lígia ; SILVA, R. . Política & Sociedade - v. 10, n. 18 - Abril 2011. 2011. (Editoração/Periódico).

5.
CARREIRÃO, Y. S.; LÜCHMANN, Lígia ; SILVA, R. . Política & Sociedade - v.10, n. 19 - Outubro 2011. 2011. (Editoração/Periódico).

6.
CARREIRÃO, Y. S.; LÜCHMANN, Lígia ; SILVA, R. . Política & Sociedade, v.9, n. 16 - Abril 2010. 2010. (Editoração/Periódico).

7.
CARREIRÃO, Y. S.; LÜCHMANN, Lígia ; SILVA, R. . Política & Socieade - v. 9, n. 17 - Outubro 2010. 2010. (Editoração/Periódico).

8.
CARREIRÃO, Y. S.; SILVA, R. ; RAUD, C. . Política & Sociedade, v. 8, n. 15 - Outubro 2009. 2009. (Editoração/Periódico).

9.
CARREIRÃO, Y. S.. Eleições, Sistema Partidário e Relações Executivo/Legislativo em Santa Catarina (1980/2006). 2008. (Relatório de pesquisa).

10.
CARREIRÃO, Y. S.. Banco de Dados Eleitorais de Santa Catarina. 2006. (Banco de Dados).

11.
CARREIRÃO, Y. S.. Banco de pesquisas de Opinião Política em Santa Catarina. 2006. (Banco de dados).

12.
CARREIRÃO, Y. S.. Eleições e Sistema Partidário em Santa Catarina (1982/94). 1995. (Relatório de pesquisa).

13.
CARREIRÃO, Y. S.. Eleições e Partidos Políticos no Espírito Santo. 1993. (Relatório de pesquisa).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
BORGES, T. D.; CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Gustavo Venturelli. Expertise como critério para a composição da Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania da Câmara dos Deputados (2011-2015). 2018. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
TONELLA, C.; CARREIRÃO, Y. S.; GIMENES, E. R.; RIBEIRO, E.. Participação em banca de Ana Paula Brito Maciel. Representação no Brasil: congruência política entre eleitores e parlamentares do PT, PMDB e PSDB. 2018. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Maringá.

3.
CARREIRÃO, Y. S.; LOSSO, T.; SILVA, R.; BORGES, T. D.. Participação em banca de João Gabriel Vieira Bordin. Três décadas na Nova Direita radical na Europa Ocidental: uma revisão da literatura. 2016. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J.; CERVI, E. U.; TRAGTENBERG, M. H. R.. Participação em banca de GREGÓRIO UNBEHAUN LEAL DA SILVA. O desempenho e as cotas: O caso da UFSC. 2015. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
CARREIRÃO, Y. S.; Veiga, L.; CODATTO, A. N.. Participação em banca de Flávia Babireski. A direita no Brasil, Chile e Uruguai: estudo dos programas e manifestos partidários. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Paraná.

6.
CARREIRÃO, Y. S.; LOSSO, T.; COSTA, J. G. C.. Participação em banca de Joel Eliseu Galli. A suspeita democrática observada a partir da judicialização da megapolítica. 2014. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
LIMONGI, F.P.; CARREIRÃO, Y. S.; RICCI, P.. Participação em banca de Sérgio Simoni Junior. Flutuação do voto e sistema partidário: o caso de São Paulo. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

8.
CARREIRÃO, Y. S.; RENNO, L.; TURGEON, M.. Participação em banca de Alessandro de Oliveira Gouveia Freire. Engajamento cívico e capital social: um estudo empírico sobre o papel da confiança interpessoal para a resolução dos dilemas da ação coletiva. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

9.
CARREIRÃO, Y. S.; Veiga, L.; CERVI, E. U.. Participação em banca de Daniela Silva Neves. Satisfação com a administração e intenção de voto: estudo das campanhas de reeleição de prefeitos de nove capitais brasileiras nas eleições de 2008. 2011. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Paraná.

10.
Carreirão, Yan de Souza; Seibel, Erni; MARQUES, Eduardo C.. Participação em banca de Marco Aurélio Venturini. Estado, redes sociais e atores políticos nas políticas de infra-estrutura pública em Chapecó (1997-2009). 2011. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

11.
CARREIRÃO, Y. S.; CERVI, E. U.; LIEDTKE, P.. Participação em banca de Aline Deliberali Rosso. A influência política na produção jornalística: uma análise sobre a editoria de política do jornal Diário Catatrinense. 2011. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

12.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J.; PEIXOTO, V.. Participação em banca de Jeison Giovani Heiler. O jogo das incertezas x financiamento de campanhas. Uma análise das prestações de contas das campanhas de vereadores de Santa Catarina. 2011. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

13.
CARREIRÃO, Y. S.; SILVA, Elizabeth; NODARI, Eunice. Participação em banca de Maristela Fátima Fabro. A política de nacionalização e a educação no Vale do Rio do Peixe (1937-1945). 2010. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

14.
DUARTE, A. L.; Carreirão, Yan de Souza. Participação em banca de Eduardo Teixeira Coelho. Os trabalhadores catarinenses e a experiência da representação das associações profissionais nos anos 1930. 2010. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

15.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J.; Veiga, L.. Participação em banca de Juliana Korb Nogueira. Ideologia partidária: um estudo sobre os deputados estaduais catarinenses (1989-2008). 2009. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

16.
CARREIRÃO, Y. S.; MIGUEL, Luis F.; TOKARSKI, F. M. B.. Participação em banca de Carlos Augusto Mello Machado. Identidades diluídas: consistência partidária das coligações para prefeito no Brasil: 2000 e 2004. 2007. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de Brasília.

17.
CARREIRÃO, Y. S.; MINELLA, A. C.; AGUIAR, Itamar. Participação em banca de Gabriel Schmitt. A conformação nos espaços públicos do sistema financeiro catarinense: um estudo das redes de relações constituídas. 2007. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

18.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J.; DIQUEIRA, D.. Participação em banca de Eduardo L. Cabral Maia. Religião e política: o fenômeno evangélico. 2006. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

19.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Letícia de Faria Ferreira. O Tempo da Política: a Construção do Voto no Assentamento 18 de Maio. 2005. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

20.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Marli Burato Farina. O papel da escola frente ao processo de democratização no Brasil: um estudo de caso sobre cultura política. 2005. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

21.
CARREIRÃO, Y. S.; LÜCHMANN, Lígia; MEDITSCH, Eduardo. Participação em banca de Sabrina Franzoni. A mediação da assessoria de imprensa parlamentar nas relações de poder entre o Legislativo e o Executivo. 2005. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

22.
CARREIRÃO, Y. S.; Ferreira, D. P.. Participação em banca de Paulo Roberto Miranda. A Metamorfose Petista: um Estudo sobre o PT em Goiás. 2004. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Federal de Goiás.

23.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Maria Inez Fontenelle Arantes. Os EUA e a guerra como instituição: o caso do Irã. 2004. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

24.
SEIBEL, E.; LÜCHMANN, Lígia; CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Reidy Rolim de Moura. Compromisso governamental, desenho institucional e tradição associativa: o Orçamento Participativo de Chapecó. 2004. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

25.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Nelson E. P. Montenegro. A Produção de leis na Assembléia Legislativa do estado de Santa Catarina (1990/2000). 2002. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

26.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de GILMAR RODRIGUES. Análise da Evolução dos gastos Públicos Municipais em SC na Década de 90. 2002. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

27.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Valéria Cabral Carvalho. As Emendas Orçamentárias e seu Significado Político Institucional na Arena Legislativa de SC e a Experiência da Década de 90. 2001. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Teses de doutorado
1.
MICK, j.; CARREIRÃO, Y. S.; IDARGO, A. B.; LIMA, S. P.; MORAES, M. C.; OLIVEIRA, M. R.. Participação em banca de Aline L. D. Rosso. O capital simbólico do campo jornalístico: disputas e códigos compartilhados entre jornalistas de mídia e assessores da Alesc. 2017. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
Borba, J.; CARREIRÃO, Y. S.; RIBEIRO, E.; SEIDL, E.; BORGES, T. D.; AMARAL, O.. Participação em banca de José Roberto Paludo. Participação de alta intensidade e militantismo de filiados de base do PT no Brasil. 2017. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
Borba, J.; CARREIRÃO, Y. S.; RIBEIRO, E.; BORGES, T. D.; BONIFACIO, R.; SEIBEL, E.. Participação em banca de Rafael Silva. Comportamento eleitoral na América Latina e no Brasil: em busca dos determinantes das abstenções, votos brancos e votos nulos.. 2016. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
CARREIRÃO, Y. S.; SINGER, A.V.; LIMONGI, F.P.; TAROUCO, G.; CORTEZ, R.. Participação em banca de Ricardo Luiz Mendes Ribeiro. PFL: do PDS ao PSD. 2016. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

5.
CARREIRÃO, Y. S.; RIBEIRO, E.; SEIBEL, E.; Borba, J.; BORGES, T. D.; TAROUCO, G.. Participação em banca de Fernando Scheeffer. Ideologia e comportamento parlamentar na Câmara dos Deputados: faz sentido ainda falar em esquerda e direita?. 2016. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J.; SELL, C. E.; RIBEIRO, E.; BORGES, T. D.; Veiga, L.. Participação em banca de Eder Rodrigo Gimenes. A relação dos eleitores com partidos políticos em novas democracias: partidarismo na América Latina. 2015. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
SINGER, A.V.; CARREIRÃO, Y. S.; BALBACHEVSKY, E.; TELLES, H.. Participação em banca de Jairo Tadeu Pires Pimentel Júnior. Spots eleitorais e a decisão do voto. O caso da campanha presidencial de 2010. 2015. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

8.
Seibel, Erni; Borba, J.; CARREIRÃO, Y. S.; VALLE, I. R.; CHAVES, L. C.. Participação em banca de Marcelo Simões Serran de Pinho. Políticas de segurança pública: análise do campo no Legislativo Federal. 2014. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

9.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, Julian; LÜCHMANN, Lígia; FRESTON, P.; MARIANO, R.. Participação em banca de Eduardo Lopes Cabral Maia. A política evangélica: análise do comportamento da Frente Parlamentar Evangélica na Câmara Federal (2007-2010). 2012. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

10.
CARREIRÃO, Y. S.; ANASTASIA, M. F.; INACIO, M.; MACHADO, M. M.; SANTOS, M. L. W. D.. Participação em banca de Carlos Augusto Mello Machado. Condicionantes das coligações para o cargo de prefeito no Brasil (2000-2008). 2012. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal de Minas Gerais.

11.
CARREIRÃO, Y. S.; ARRETCHE, M.; Borba, J.; Seibel, Erni; SPANIOL, E.. Participação em banca de Gilmar Rodrigues. Partidos políticos e gastos públicos em Santa Catarina: a influência das ideologias partidárias nas decisões de investimentos. 2010. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

12.
CARREIRÃO, Y. S.; PAIVA, D.; Seibel, Erni; SELL, C. E.; RAMOS, F.. Participação em banca de Ivann Carlos Lago. Conexão eleitoral: geografia do voto, comportamento parlamentar e reeleição entre os deputados federais do Sul do Brasil / 1998-2006. 2010. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

13.
CARREIRÃO, Y. S.; Kinzo, Maria D'Alva; MENEGUELLO, R.; LIMONGI, F.P.; SINGER, A.V.. Participação em banca de José Paulo Martins Júnior. A disputa entre PSDB e PT nas eleições presidenciais. 2007. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Ciência Política) - Fac. de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP.

14.
CARREIRÃO, Y. S.; RUBIM, A. A. C.; MINELLA, A. C.; SOUSA, F. P.; LIMA, V.. Participação em banca de Itamar Aguiar. Eleições presidenciais de 2002: partidos, elites e a perspectiva de mudança. 2006. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

15.
CARREIRÃO, Y. S.; Figueiredo, M.; NICOLAU, J.; SANTOS, Fabiano; CARVALHO, Nelson R.. Participação em banca de Emerson U. Cervi. Opinião pública e política no Brasil: o que o brasileiro pensa sobre política e porque isso é importante para a democracia. 2006. Tese (Doutorado em Doutorado em Ciência Política) - Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro.

16.
CARREIRÃO, Y. S.; SILVA, R.; Seibel, Erni; MIGUEL, Luis F.; WEBER, Maria H.; SOUZA, Márcio V.. Participação em banca de Paulo Fernando Liedtke. Governando com a mídia: duplo agendamento/enquadramento no governo Lula. 2006. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

17.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Flávio Ramos. Reforma do Estado e políticas regulatórias - Estudo sobre responsabilização pública - o caso da Anatel. 2005. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Qualificações de Doutorado
1.
Borba, J.; CARREIRÃO, Y. S.; LÜCHMANN, Lígia. Participação em banca de Renata Andrade de Oliveira. Os condicionantes da sub-representação feminina na América Latina: uma visão multidimensiaonal. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
CARREIRÃO, Y. S.; BARBETTA, Pedro A.; BORGES, T. D.. Participação em banca de Fernando Scheeffer. Ideologia e comportamento parlamentar na Câmara dos Deputados. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
Borba, J.; CARREIRÃO, Y. S.; LÜCHMANN, Lígia. Participação em banca de Carla Simara Ayres. Mulheres dirigentes partidárias (PT). 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
CARREIRÃO, Y. S.; LISBOA, T. K.; PEDRO, J. M.. Participação em banca de Simone Lolatto. Vereadoras de Florianópolis - Trajetórias e contribuições para a visibilidade das questões de gênero. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, Julian; RIBEIRO, E.; SEIDL, E.. Participação em banca de José Roberto Paludo. Participação de alta intensidade no Brasil: ativismo partidário no PT. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, Julian; Ribeiro, Ednaldo. Participação em banca de Éder Rodrigo Gimenes. Cultura política e partidarismo: determinantes e efeitos do engajamento partidário na A.L. e no Brasil. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, Julian; Ribeiro, Ednaldo. Participação em banca de Rafael Silva. Alienação eleitoral no Brasil e na América Latina. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

8.
CARREIRÃO, Y. S.; SINGER, A.V.; LIMONGI, F.P.. Participação em banca de Ricardo Luiz Mendes Ribeiro. PFL: do PDS ao PSD. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

9.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Maria Jacqueline Nogueira Lima. Relações entre Executivo e Legislativo: processos legislativos das propostas da emenda constitucional de reformas da previdência e tributária. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

10.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J.; SILVA, R.. Participação em banca de Eduardo Lopes Cabral Maia. Os evangélicos na política. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

11.
CARREIRÃO, Y. S.; SILVA, R.; COELHO, M.C.. Participação em banca de Tiago de Castilho Soares. A constituinte não republicana: retórica e política no Congresso Constituinte de 1890-91. 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

12.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J.; Seibel, Erni. Participação em banca de Ivann Carlos Lago. Conexão eleitoral na Assembléia Legislativa de Santa Catarina. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

13.
CARREIRÃO, Y. S.; SILVA, R.; SOUZA, P.. Participação em banca de Paulo Fernando Liedtke. Governando com a mídia: duplo agendamento, enquadramento e um estudo de caso sobre a reforma da previdência no governo Lula. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Qualificações de Mestrado
1.
CASTELAN, D. R.; CARREIRÃO, Y. S.; SALOMON, M.. Participação em banca de Jonatan Carvalho de Borba. A polarização e a partidarização da política externa nos editoriais dos jornais "Folha", "Estadão" e "O Globo" durante os governos Lula e Dilma. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Relações Internacionais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
CARREIRÃO, Y. S.; BORGES, T. D. P.; GRACA, L. F. G.. Participação em banca de Débora Josiane Carvalho de Melo. Representação na Asssembleia Nacional Constituinte (1987-88): estudo de congruência entre as emendas populares e as políticas aprovadas. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
CARREIRÃO, Y. S.; BORGES, T. D. P.; GRACA, L. F. G.. Participação em banca de Gustavo Venturelli. A composição da Comissão de Desenvolvimento Econômico, Indústri, Comércio e Serviços da Câmara dos deputados. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
CARREIRÃO, Y. S.; BORGES, T. D.; COSTA, J. G. C.. Participação em banca de Fábio Henrique Silva Luiz. Moral e política no Brasil: um estudo sobre opinião dos eleitores e representação política no pós-1988. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
LOSSO, T.; CARREIRÃO, Y. S.; SILVA, R.. Participação em banca de João Gabriel Vieira Bordin. A nova direita na Europa Ocidental: uma revisão da bibliografia. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
LOSSO, T.; CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J.. Participação em banca de Joel Dutka. Democracia: uma análise da produção acadêmica contemporânea no Brasil. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
LOSSO, T.; CARREIRÃO, Y. S.; LÜCHMANN, Lígia. Participação em banca de Joel Eliseu Gali. Judicialização da política: o povo não sabe governar e é suspeito de não saber escolher quem o governa. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

8.
Borba, J.; CARREIRÃO, Y. S.; SELL, Carlos. Participação em banca de Yasmin Azucena Calmet Ipince. A problemática dos direitos humanos em situação de conflito armado entre o Estado e grupos subversivos: Responsabilidades e Excepcionalidades no Peru durante o Governo Fujimori (1990- 2000). 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

9.
LÜCHMANN, Lígia; CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Jorge Luiz Buerger. Os municípios pequenos nas conferências de políticas públicas: um estudo sobre a representação de quatro municípios catarinenses em etapas estaduais e nacionais. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

10.
SEIBEL, E.; CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J.; MINELLA, A. C.. Participação em banca de Marco Aurélio Venturini. Estado, redes sociais e atores políticos nas políticas de infra-estrutura pública em Chapecó ? 1997 - 2009. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

11.
CARREIRÃO, Y. S.; MICK, j.. Participação em banca de Aline Louize Deliberali Rosso. A influência da política na produção jornalística: uma análise sobre a editoria de política do jornal Diário Catarinense. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

12.
CARREIRÃO, Y. S.; LÜCHMANN, Lígia; Borba, J.. Participação em banca de Jeison Giovani Heiler. Financiamento de campanha: uma análise das prestações de contas das campanhas de vereadores de Santa Catarina. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

13.
PAULILO, M. I.; CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Maristela Fátima Fabro. A política de nacionalização e a educação no Vale do Rio do Peixe. 2009. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

14.
MINELLA, A. C.; CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Cláudio Barcelos Ogando. Economia solidária e desigualdades: uma análise a partir do mapeamento nacional. 2009. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

15.
SEIBEL, E.; CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J.. Participação em banca de Luiz Christiano Nunes de Souza. Eu voltei para ficar: as determinantes da reeleição no pleito municipal de 2008. 2009. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

16.
SILVA, R.; CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Nathália Henrich. As relações Brasil-Estados Unidos no pensamento político do Barão do Rio Branco. 2008. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

17.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Juliana Korb Nogueira. Ideologia partidária: um estudo sobre os deputados estaduais catarinenses. 2007. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

18.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Marli Burato Farina. O papel da escola frente ao processo de democratização no Brasil: um estudo de caso sobre cultura política e as dimensões de civismo e cidadania entre as novas gerações. 2004. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

19.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Letícia de Faria Ferreira. O tempo da política. A construção do voto no assentamento 18 de maio. 2004. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

20.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Ivann Carlos Lago. O significado do voto em eleições municipais: análise dos mecanismos de decisão eleioral para eleições locais em Itajaí/SC. 2004. Exame de qualificação (Mestrando em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
BORGES, T. D. P.; CARREIRÃO, Y. S.; GRACA, L. F. G.. Participação em banca de Luiza B. A. Ferreira.Candidatura e eleição de mulheres pelos partidos políticos. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
CARREIRÃO, Y. S.; BORGES, T. D.; SOUZA, C. P. R.. Participação em banca de Arthur Bercini Vargas.Ideologia e poder: uma análise das candidaturas para prefeito em 2016 no estado de Santa Catarina. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
CARREIRÃO, Y. S.; LOSSO, T.; BORGES, T. D. P.. Participação em banca de Fábio Henrique Silva Luis.Homossexualidade e política no Brasil: um estudo sobre opinião pública e representação política. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
CARREIRÃO, Y. S.; MICK, j.; AGUIAR, Itamar. Participação em banca de Katlyn Lires Dransfeld Moreira.O uso de recursos audiovisuais nas aulas de Sociologia: o vídeo nas aulas de uma turma de ensino médio do Colégio de Aplicação. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
CARREIRÃO, Y. S.; BORGES, T. D.; SHEEFFER, F.. Participação em banca de Maria Teresa de Bastiani.Representação política em debate: estudo de congruência entre a opinião pública e as políticas públicas de saúde aprovadas pelo Legislativo no Brasil (1989-2015). 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
CARREIRÃO, Y. S.; SILVA, R.; LOSSO, T.. Participação em banca de Peterson Roberto da Silva.Liberdade de expressão: conceito, valorização e participação política. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
Borba, Julian; LÜCHMANN, Lígia; CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Débora Josiane de Carvalho de Melo.Representação política no Brasil: estudo de congruência entre preferências dos cidadãos e políticas aprovadas pela Asssembleia Nacional Constituinte (1987-88). 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

8.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, Julian; LÜCHMANN, Lígia. Participação em banca de Mariana Carpes Keller.A representação da UFECO (União Florianopolitana das Entidades Comunitárias) no Conselho Municipal de Habitação. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal de Santa Catarina.

9.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, Julian; LOSSO, T.. Participação em banca de José Antonio Martins Prestes.O impacto do surgimento do PSD (Partido Social Democrático) no sistema partidário catarinense. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

10.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Katlyn Lires Dransfeld Moreira.Coligações, ideologia e governismo: análise do grau da influência da ideologia e do governismo na formação de coligações para as eleições a prefeito em 2008 em Santa Catarina. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

11.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J.; Seibel, Erni. Participação em banca de Caio V. S. Dorigoni.Estratégias de legendas partidárias de pequena expressão nas eleições municipais em Santa Catarina. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

12.
CARREIRÃO, Y. S.; Seibel, Erni; MATTOS, F.. Participação em banca de Giordani Colvara.A escola, os muros e a rua: a violência escolar em santa Catarina na percepção dos diretores. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

13.
CARREIRÃO, Y. S.; AGUIAR, Itamar; LIEDTKE, P.. Participação em banca de Larissa Pauli Corrêa.A construção da imagem política na fala de seus atores. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

14.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J.; LÜCHMANN, Lígia. Participação em banca de Carla Santos Ribeiro.Democracia, participação e representação no México: o Instituto Federal Eleitoral. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

15.
Borba, J.; CARREIRÃO, Y. S.; KRISCHKE, P.. Participação em banca de Marco Aurélio Venturini.Elites políticas e a democracia: os valores políticos dos parlamentares catarinenses. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

16.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Luíza Mellilo Zaniboni.Sob o domínio da força: partidos e organizações políticas em Criciúma (1965-79). 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

17.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Gislaine Mullet A. Porciúncula.A trajetória do Partido dos Trabalhadores, antes e depois da eleição do Presidente Lula. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

18.
CARREIRÃO, Y. S.; SOUSA, F. P.. Participação em banca de Liamara T. Fornari.Os direitos humanos no Brasil frente ao processo de formação da ALCA. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

19.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Maria Lígia G. Granado Rodrigues.Liberdade e Virtudes Cívicas no Novo Republicanismo. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

20.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Marco Aurélio Loch.Tecnologia em Âmbito Educacional: Apropriação e Resistência nos Cursos de Licenciatura da UFSC. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

21.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Eduardo Pereira Andrade.Aplicação da Informática no Legislativo Catarinense: a Interação do Poder Legislativo com o Cidadão. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

22.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Cauê Martins Franco.Investigando Vulnerabilidades: uma Proposta de Metodologia: Análise de Vulnerabilidades a partir de Dados Censitários. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

23.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Samuel Wahlheim.Marketing político e comportamento eleitoral. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

24.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Xandrus Teixeira Rizzo.A distorção da representação política na Câmara dos Deputados. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

25.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Glaicon Pires.O sindicato dos bancáriose sua relação com o Partido dos Trabalhadores. 1996. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

26.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Francisco Carlos Heiden.Migração Campo-Cidade no Município de Antônio Carlos - SC. 1995. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

27.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de Ivete Ana Araldi.Empresários e Reforma Eleitoral. 1994. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

28.
Carreirão, Yan. Participação em banca de Luis Antônio Ramos.O MDB/PMDB em Araranguá /SC(1972/88): a Militância em Questão. 1994. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.

29.
CARREIRÃO, Y. S.. Participação em banca de João Carlos da Cunha Gerk.O Caso do Parque da Luz: o Processo de Decisão Política no Poder Legislativo Municipal de Florianópolis. 1993. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
CARREIRÃO, Y. S.; PERES, Paulo S.; Veiga, L.; BIROLI, F.; MÜLLER, R.G.. Concurso Público para Professor adjunto na área de Ciência Política - UFSC. 2011. Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
CARREIRÃO, Y. S.; LEIS, R.; MICK, j.; SILVA, M. Z. E.; SUAREZ, M. A. G.. Concurso público para professor adjunto em Ciência Política (UFSC). 2010. Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
CARREIRÃO, Y. S.; SILVA, M. Z. E.; DOIMO, A.M.. Concurso público para professor adjunto - Ciência Política (UFES). 2009. Universidade Federal do Espírito Santo.

4.
CARREIRÃO, Y. S.; PERES, Paulo S.; SILVA, Márcia L.. Concurso público para professor adjunto em Métodos e Técnicas Quantitativas em Ciências Sociais- UNIFESP. 2008. Universidade Federal de São Paulo.

5.
CARREIRÃO, Y. S.; AVELAR, L.; BRUSSI, A. E.. Concurso público para professor adjunto na área de Realidade Brasileira, no Instituto de Política (UnB). 2005. Universidade de Brasília.

6.
CARREIRÃO, Y. S.; LEIS, R.; KOERNER, A.. Concurso público para professor adjunto em Ciência Política (UFSC). 2005. Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
SILVA, Elizabeth; CARREIRÃO, Y. S.; MEURER, E. J.. Concurso professor substituto Depto. Sociologia e Ciência Política - UFSC. 2002. Universidade Federal de Santa Catarina.

8.
SILVA, Elizabeth; CARREIRÃO, Y. S.; MEURER, E. J.. Concurso professor substituto Depto. Sociologia e Ciência Política - UFSC. 2002. Universidade Federal de Santa Catarina.

9.
CARREIRÃO, Y. S.. Concurso professor substituto Depto. Sociologia e Ciência Política - UFSC. 2001. Universidade Federal de Santa Catarina.

10.
CARREIRÃO, Y. S.; SOUZA, F. P.; HASSMANN, S.. Concurso Público para Professor Assistente no Depto. Sociologia e Ciência Política (UFSC). 1994. Universidade Federal de Santa Catarina.

Livre docência
1.
LIMONGI, F.P.; CARREIRÃO, Y. S.; NICOLAU, J.; MARENCO, A.; SALLUM JR., B.. Concurso público Livre-docência - Prof. Bruno W. Speck. 2018. Universidade de São Paulo.

Avaliação de cursos
1.
CARREIRÃO, Y. S.; LAGO, I. C.. Reconhecimento de curso de graduação em Ciências Sociais - Universidade do Contestado. 2007.

Outras participações
1.
CARREIRÃO, Y. S.; SILVA, C. D. P.; JUSTO, C. R. D. M.. Comissão Julgadora Prêmio Eduardo Kugelmas de Melhor Pôster - IX Encontro da ABCP. 2014. Associação Brasileira de Ciência Política.

2.
CARREIRÃO, Y. S.; MÜLLER, R.G.; GUIVANT, J.; GRISOTTI, M.; ORCHARD, M. S.. Processo de seleção Doutorado - Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política - UFSC. 2011. Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
SELL, Carlos; CARREIRÃO, Y. S.; SOUZA, Janice T.P.. Processo de seleção de Mestrado em Sociologia Política. 2008.

4.
CARREIRÃO, Y. S.; LÜCHMANN, Lígia; MINELLA, A. C.; Seibel, Erni; GUIVANT, J.. Processo de Seleção de Doutorado em Sociologia Política. 2007. Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J.; SOUZA, Janice T.P.. Processo de Seleção de Mestrado em Sociologia Política. 2006. Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
CARREIRÃO, Y. S.. Processo de seleção Mestrado em Sociologia Política - UFSC. 2005. Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
CARREIRÃO, Y. S.. Processo de Seleção Mestrado em Sociologia Política. 2002. Universidade Federal de Santa Catarina.

8.
SILVA, Elizabeth; MEURER, E. J.; CARREIRÃO, Y. S.. Concurso professor substituto Departamento de Sociologia e Ciência Política. 2002. Universidade Federal de Santa Catarina.

9.
CARREIRÃO, Y. S.. Processo de Seleção Mestrado em Sociologia Política. 2001. Universidade Federal de Santa Catarina.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
41º Encontro Anual da ANPOCS. 2017. (Congresso).

2.
10º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política. Mesa Redonda: A crise política e as perspectivas do sistema partidário brasileiro. 2016. (Congresso).

3.
10º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política. 2016. (Congresso).

4.
10º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política.Coordenador da sessão ?Comportamento eleitoral: sentimentos partidários, bases geográficas do voto, comparecimento e votos inválidos?. 2016. (Encontro).

5.
I Seminário nacional sobre partidarismo, militantismo e comportamento eleitoral no Brasil.Mesa redonda "Petismo, lulismo e o voto: o comportamento eleitoral dos brasileiros". 2015. (Seminário).

6.
I Seminário nacional sobre partidarismo, militantismo e comportamento eleitoral no Brasil.Grupo de trabalho "Partidarismo, comportamento político e eleitoral no Brasil". 2015. (Seminário).

7.
I Seminário nacional sobre partidarismo, militantismo e comportamento eleitoral no Brasil. 2015. (Seminário).

8.
38º Encontro Anual da ANPOCS.Debatedor de papers em sessão do GT ?Comportamento Político e Opinião Pública?. 2014. (Encontro).

9.
38º Encontro Anual da ANPOCS. 2014. (Encontro).

10.
9º Encontro ABCP.Sessão: Determinantes do voto nas disputas presidenciais para prefeito no Brasil. 2014. (Encontro).

11.
9º Encontro ABCP. 2014. (Encontro).

12.
9º Encontro da ABCP (Associação Brasileira de Ciência Política).Sessão 88 : Representação e poder local. 2014. (Encontro).

13.
9º Encontro da ABCP (Associação Brasileira de Ciência Política).Coordenador da Área temática Eleições e Representação Política. 2014. (Encontro).

14.
Debate com Prof. André Singer.Debate: Os sentidos do lulismo. 2014. (Outra).

15.
I Seminário Nacional sobre Comportamento e Opinião Pública.Participação política eleitoral e não eleitoral. 2014. (Seminário).

16.
I Seminário Nacional sobre Comportamento e Opinião Pública. 2014. (Seminário).

17.
VI Congreso Latinoamericano de la Asociación para la Investigación en Opinión Pública (WAPOR). 2014. (Congresso).

18.
37º Encontro Anual da ANPOCS. 2013. (Encontro).

19.
36º Encontro Anual da ANPOCS. 2012. (Encontro).

20.
8º Encontro da ABCP.Coordenador da Área Temática "Eleições e Representação". 2012. (Encontro).

21.
8º Encontro Nacional da ABCP.Mesa redonda: ?Eleições para prefeito: partidos, campanhas e decisão de voto?. 2012. (Encontro).

22.
8º Encontro Nacional da ABCP. 2012. (Encontro).

23.
35º Encontro Anual da ANPOCS. 2011. (Encontro).

24.
35º Encontro Anual da ANPOCS.Sessão: Organizações partidárias: base eleitoral, formas de participação, profsissionalização e construção de imagem. 2011. (Encontro).

25.
IV Congresso Latino Americano de Opinião Pública da WAPOR - World Association for Public Opinion Research. Coordenador da Área Temática 4 "Opinião pública, campanha e voto". 2011. (Congresso).

26.
IV Congresso Latino Americano de Opinião Pública da WAPOR - World Association for Public Opinion Research. Membro do Comitê Acadêmico do IV Congresso Latino Americano de Opinião Pública da WAPOR. 2011. (Congresso).

27.
IV Congresso Latino Americano de Opinião Pública da WAPOR - World Association for Public Opinion Research. Coordenador da Mesa "Contextos, processos e resultados eleitorais" (na Área Temática 4). 2011. (Congresso).

28.
IV Congresso Latino Americano de Opinião Pública da WAPOR - World Association for Public Opinion Research. Coordenador da Mesa. 2011. (Congresso).

29.
IV Congresso Latino Americano de Opinião Pública da WAPOR - World Association for Public Opinion Research. 2011. (Congresso).

30.
34º Encontro Anual da ANPOCS. 2010. (Congresso).

31.
34º Encontro Anual da ANPOCS. Sessão 2 - ST20 - Mídia, política e eleições. 2010. (Congresso).

32.
Workshop Nacional "Como o eleitor escolhe seu prefeito: a lógica do voto"."Curitiba 2008: satisfação com administração e ausência de candidatos viáveis na oposição". 2010. (Seminário).

33.
33º Encontro Anual ANPOCS.Coordenador sessão "Estudos partidários comparados". 2009. (Encontro).

34.
33º Encontro Anual da Anpocs. 1ª sessão GT 28: Partidos políticos: recrutamento e recursos de competição eleitoral local. 2009. (Congresso).

35.
33º Encontro Anual da Anpocs. 2009. (Encontro).

36.
32º Encontro Anual da ANPOCS. 2008. (Encontro).

37.
32º Encontro Anual da ANPOCS.Partidos políticos: organização, ideologia e recursos de camapnha (1ª Sessão do GT 28). 2008. (Encontro).

38.
6º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política. 2008. (Encontro).

39.
31º Encontro Nacional da Anpocs. 2007. (Encontro).

40.
II Seminário Nacional "Movimentos Sociais, Participação e Democracia".Participação e teoria democrática (Participação como coordenador da Mesa). 2007. (Seminário).

41.
30º Encontro Anual da ANPOCS. 2006. (Encontro).

42.
30º Encontro Anual da ANPOCS - GT 11- Mídia, Política e Opinião Pública.3ª sessão - Participação, representação e eleições. 2006. (Encontro).

43.
Mesa Redonda: Brasil hoje: crise de Estado ou crise da esquerda ?.Mesa Redonda: Brasil hoje: crise de Estado ou crise da esquerda ?. 2005. (Outra).

44.
4o. Encontro Nacional da ABCP. 2004. (Encontro).

45.
27º Encontro Anual da ANPOCS. 2003. (Encontro).

46.
3o. Encontro Anual da ABCP. 2002. (Encontro).

47.
23o. Encontro Anual da ANPOCS. 1999. (Encontro).

48.
II Seminário Nacional de Comportamento Político. 1995. (Seminário).

49.
18 o. Encontro Anual da ANPOCS. 1994. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
CARREIRÃO, Y. S.; Veiga, L. . Coordenador da Área Temática Eleições e Representação - 10º Encontro da ABCP. 2016. (Congresso).

2.
CARREIRÃO, Y. S.; Veiga, L. . Coordenador da Área Temática Eleições e Representação - 9º Encontro da ABCP. 2014. (Congresso).

3.
CARREIRÃO, Y. S.; Veiga, L. ; BRAGA, M. S. . Coordenador da Área Temática "Eleições e Representação" - 8º Encontro Nacional ABCP. 2012. (Congresso).

4.
CARREIRÃO, Y. S.; MORENO, A. . Coordenador da Área Temática "Opinião Pública, Campanha e Voto" no IV Congresso Latino Americano de Opinião Pública da WAPOR - World Association for Public Opinion Research. 2011. (Congresso).

5.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J. . Seminário: As eleições de 2006 e seus impactos no sistema partidário. 2006. (Outro).

6.
CARREIRÃO, Y. S.; Borba, J. ; Seibel, Erni . Debate: Crise Econômica e Eleições na América Latina. 2006. (Outro).

7.
CARREIRÃO, Y. S.; Seibel, Erni ; Fontana, Remy . Seminário: Dimensões da Democracia Eleitoral no Brasil. 2002. (Outro).

8.
LHULLIER, L. A. ; KRISCHKE, P. ; VIEIRA, C. ; MAHEIRIE, K. ; CARREIRÃO, Y. S. ; SEIBEL, E. . II Seminário Nacional sobre Comportamento Político. 1995. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Paulo Cesar Longen. Representatividade no parlamento brasileiro: quem realmente legisla?. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Orientador).

2.
Fábio Henrique Silva Luiz. Questões morais e política no Brasil: um estudo sobre opinião pública e representação política. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

3.
Débora Josiane de Carvalho de Melo. Representação na Assembleia Nacional Constituinte (1987-88): estudo de congruência entre as emendas populares e as políticas aprovadas. Início: 2016. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Orientador).

Supervisão de pós-doutorado
1.
Rodrigo Mayer. Início: 2017. Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Aline Louize Deliberali Rosso. A influência da política na produção jornalística: uma análise sobre a editoria política do jornal Diário Catatrinense. 2011. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

2.
Jeison Giovani Heiler. Financiamento de campanha: uma análise dos gastos de campanha nas eleições municipais de 2008 em Santa Catarina. 2011. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Yan de Souza Carreirão.

3.
Juliana Korb Nogueira. Ideologia partidária: um estudo sobre os deputados estaduais catarinenses (1989-2008). 2009. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Yan de Souza Carreirão.

4.
Eduardo Lopes Cabral Maia. Religião e política: o fenômeno evangélico. 2006. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Yan de Souza Carreirão.

5.
Ivann Carlos Lago. O significado do voto em eleições municipais: análise dos mecanismos de decisão de voto em eleições para prefeito em Itajaí - SC. 2005. Dissertação (Mestrado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Yan de Souza Carreirão.

Tese de doutorado
1.
Fernando Scheeffer. Ideologia e comportamento parlamentar na Câmara dos Deputados: faz sentido ainda falar em esquerda e direita?. 2016. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Yan de Souza Carreirão.

2.
Eduardo Lopes Cabral Maia. A política evangélica:análise do comportamento da Frente Parlamentar Evangélica na Câmara Federal (2007-2010). 2012. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

3.
Maria Jacqueline Nogueira Lima (tese não defendida). Relações entre Executivo e Legislativo: processos legislativos das propostas de emenda constitucional de reformas da previdência e tributária (1995 a 2010). 2012. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

4.
Ivann Carlos Lago. Conexão eleitoral: geografia do voto, comportamento parlamentar e reeleição entre os deputados federais do Sul do Brasil / 1998-2006. 2010. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Yan de Souza Carreirão.

Supervisão de pós-doutorado
1.
Ednaldo Aparecido Ribeiro. 2018. Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Yan de Souza Carreirão.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Arthur Bercini Vargas. Ideologia e poder: uma análise das coligações dos prefeitos eleitos em 2016 no estado de Santa Catarina. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

2.
Fábio Henrique Silva Luiz. Homossexualidade e política no Brasil: um estudo sobre opinião pública e representação política. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

3.
Maria Teresa de Bastiani. Representação política em debate: estudo de congruência entre a opinião pública e as políticas públicas de saúde. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

4.
Débora Josiane de Carvalho de Melo. Representação política no Brasil: estudo de congruência entre preferências dos cidadãos e políticas aprovadas pela Asssembleia Nacional Constituinte (1987-88). 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Abi - Ciências Sociais) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

5.
José Antonio Martins Prestes. O impacto do surgimento do PSD (Partido Social Democrático) no sistema partidário catarinense. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

6.
Katlyn Moreira. Coligações nas eleições para prefeito em 2008, em Santa Catarina. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

7.
Caio Dorigoni. Estratégias de legendas partidárias de pequena expressão nas eleições municipais em santa Catarina. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

8.
Gislaine Mullet A. Porciúncula. A trajetória do Partido dos Trabalhadores, antes e depois da eleição do Presidente Lula. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

9.
Xandrus T. Rizzo. A distorção na representação política na Câmara dos Deputados. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

10.
Samuel Walheim. Marketing Político e Comportamento Eleitoral. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

11.
Luís Antônio Ramos. O MDB/PMDB em Araranguá /SC(1972/88): a Militância em Questão. 1994. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

Iniciação científica
1.
Débora Capri. Congruência política entre preferências dos eleitores e políticas públicas relacionadas à instituições políticas no Brasil. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

2.
Roger Max Marcon Moreira. Estudo de congruência política entre opiniões dos eleitores e políticas relativas a temas institucionais. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

3.
Fábio Henrique Silva Luis. Congruência política entre eleitores e representantes em relação ao tema do casamento entre pessoas do mesmo sexo. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

4.
Peterson Roberto da Silva. Congruência entre preferências dos eleitores e políticas de segurança pública. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

5.
Maria Teresa De Bastiani. Representação como congruência entre preferências dos eleitores e políticas públicas. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

6.
Raynara Candisse Esmeraldino. Congruência política entre políticas públicas e preferências dos eleitores. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

7.
Fernanda Paula Nascimento. Coligações nas eleições para governador, senador, deputado federal e deputado estadual no Brasil (1982/2010). 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

8.
Patrick Dias Marques. Indicadores de institucionalização do sistema partidário. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

9.
Danilo Quadros da Silva. Evolução da opinião do eleitorado e as eleições presidenciais de 2010. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

10.
Carolina Cavalcanti do Nascimento. Migrações partidárias na Câmara dos Deputados (2003-2007). 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

11.
Eduardo Perondi. Disciplina e coalizões partidárias na Assembléia Legislativa de Santa Catarina (1999-2006). 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

12.
Lucimara Domingues de Liveira. Perfil socioeconômico dos deputados estaduais catarinenses (1983-2006). 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

13.
Tatiana Kawata. Disciplina Partidária na Assembléia Legislativa de Santa Catarina. 2006. Iniciação Científica - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

14.
Sibeli J. Dassoler. Eleições e sistema partidário em Santa Catarina (1982/2004). 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

15.
Marco Aurélio Venturini. Relações Executivo-Legislativo em Santa Catarina (1995/2004). 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

16.
Luciana Tatagiba. Eleições e Sistema partidário no Espírito Santo. 1992. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Espírito Santo, Fundo de Pesquisa - UFES. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

Orientações de outra natureza
1.
Nathalya Oliveira. Congruência entre políticas públicas e opinião pública no Brasil pós-Constituinte. 2017. Orientação de outra natureza. (Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC. Orientador: Yan de Souza Carreirão.

2.
Fábio Henrique Silva Luiz. Estágio no Núcleo de Estudos em Comportamento e Instituições Políticas (NECIP). 2015. Orientação de outra natureza. (Ciências Sociais - Bacharelado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Yan de Souza Carreirão.



Outras informações relevantes


- Pesquisador 2 CNPq
- Membro da Diretoria da ANPOCS (2006/2008)
- Membro do Conselho Fiscal da ABCP (Associação Brasileira de Ciência Política 2004/2006 e 2006/2008)
- Membro do Conselho Fiscal da ANPOCS (2014/16)
- Membro do Conselho Superior do CESOP (Centro de Estudos de Opinião Pública - Unicamp) (a partir de 2012) 
- Chefe do Departamento de Sociologia e Ciência Política (UFSC - 2003-05)
- Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Sociologia Política (UFSC - 2014-16)
- Representante (suplente) do Centro de Filosofia e Ciências Humanas no Conselho Universitário - UFSC (2005/07)
- Membro da Câmara de Pós-Graduação UFSC (2014-15)
- Membro do Conselho Universitário da UFSC (2014-15)
- Pesquisador do Grupo: Núcleo de Estudos das Instituições Políticas e Eleições (Cebrap - SP)
- Pesquisador do Grupo: Opinião Pública: Marketing Político e Comportamento Eleitoral e Voto (coordenado 
 por Helcimara Telles - UFMG)
- Pesquisador do Grupo: Partidos e Coligações Eleitorais na Nova república (coordenado por Silvana Krause- UFGo)



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 14/11/2018 às 22:46:58