Mario Grynszpan

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2046733245515782
  • Última atualização do currículo em 03/01/2019


Licenciado a bacharel em História pela Universidade Federal Fluminense (UFF), mestre e doutor em Antropologia Social pelo Museu Nacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro, com pós-doutorado na École des Hautes Études en Sciences Sociales (EHESS), Paris, França. É professor associado do Departamento e do Programa de Pós-Graduação em História da UFF, tendo sido também pesquisador e professor do Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil (CPDOC) da Fundação Getúlio Vargas - RJ, onde coordenou o Programa de Pós-Graduação em História, Política e Bens Culturais de 2003 a 2007. Publicou diversos artigos em periódicos especializados, além de livros e vários capítulos de livros. Participou de eventos acadêmicos e proferiu conferências no Brasil e no exterior, já tendo sido Maître de Conférences Invité do Centre de Recherches sur le Brésil Contemporain da EHESS e conferencista da Cátedra Florestan Fernandes de El Colegio de Mexico. Suas áreas de atuação principais são Sociologia Rural, História Social das Elites e Teoria, Métodos e Historiografia.CV gerado pelo Sistema Interlattes CV-Resume (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Mario Grynszpan
Nome em citações bibliográficas
GRYNSZPAN, M.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal Fluminense, Centro de Estudos Gerais, Instituto de Ciências Humanas e Filosofia.
Campus do Gragoatá - Rua Professor Marcos Waldemar de Freitas Reis, Bloco O, Sala 507
Gragoatá
24210380 - Niterói, RJ - Brasil
Telefone: (21) 26292922
URL da Homepage: www.historia.uff.br


Formação acadêmica/titulação


1989 - 1994
Doutorado em Antropologia Social.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: As elites da teoria: Mosca, Pareto e a teoria das elites, Ano de obtenção: 1994.
Orientador: Afrânio Raul Garcia Jr.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Mosca, Gaetano; Pareto, Vilfredo; Teoria das Elites.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Teoria Política.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Outras Sociologias Específicas.
1982 - 1987
Mestrado em Antropologia Social.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: Mobilização camponesa e competição política no estado do Rio de Janeiro (1950-1964),Ano de Obtenção: 1987.
Orientador: Moacir Gracindo Soares Palmeira.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Campesinato; Campesinato e Politica; Conflitos No Campo; Historia dos Movimentos Sociais; Movimentos Sociais No Campo; Questao Agraria No Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia Rural.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Agrária.
1976 - 1980
Graduação em História.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.


Pós-doutorado


1997 - 1998
Pós-Doutorado.
Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales, EHESS, França.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia do Direito.


Atuação Profissional



Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1994 - 2006
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 20

Vínculo institucional

1987 - 1994
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 20

Vínculo institucional

1985 - 1987
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Auxiliar, Carga horária: 20

Atividades

04/1995 - Atual
Ensino, História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
História do poder
Justiça e Cidadania
Sociogênese de Grupos Sociais
Metodologia IV - Cultura e Sociedade - Realidade e conhecimento histórico: debates recentes
03/1985 - Atual
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução aos estudos históricos
Teoria, métodos e historiografia
Métodos e técnicas de pesquisa em história
Epistemologia da história
História cultural, mentalidades e ideologias
História do poder e das idéias políticas
História dos movimentos sociais rurais
1985 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Estudos Gerais, Área de História.


Fundação Getúlio Vargas, FGV, Brasil.
Vínculo institucional

1981 - 2013
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40

Atividades

08/2007 - 07/2013
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia 3
01/2007 - 07/2013
Ensino, História, Política e Bens Culturais, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
História e teoria social
08/2003 - 07/2013
Ensino, Bens Culturais e Projetos Sociais, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Cidadania e direitos
Cultura
07/1981 - 07/2013
Pesquisa e desenvolvimento , Cpdoc, .

01/2007 - 12/2007
Ensino, Bens culturais: cultura, economia e gestão, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Cultura e identidade
Inclusão social e cultural
01/2007 - 12/2007
Ensino, Gestão e produção cultural, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Estado e políticas culturais
5/2003 - 05/2007
Direção e administração, Cpdoc, Programa de Pós Graduação Em História Política e Bens Culturais.

Cargo ou função
Coordenador do Programa de Pós-Graduação em História, Política e Bens Culturais.
01/2006 - 12/2006
Ensino, Cinema documentário, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Realidade brasileira
01/2006 - 04/2006
Conselhos, Comissões e Consultoria, Cpdoc, Programa de Pós Graduação Em História Política e Bens Culturais.

Cargo ou função
Coordenador da Comissão de elaboração do projeto de criação do Mestrado Acadêmico e do Doutorado em História, Política e Bens Culturais.
11/2005 - 12/2005
Outras atividades técnico-científicas , Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil, Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil.

Atividade realizada
Missão de trabalho junto ao Centre de Recherches Politiques de la Sorbonne (Paris I) e ao Laboratoire de Sciences Sociales de l'École Normale Supérieure (Rue d'Ulm).
05/2001 - 4/2003
Direção e administração, Cpdoc, .

Cargo ou função
Coordenador do Setor de Pesquisa.
2002 - 2003
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil, .

Cargo ou função
Coordenador da comissão de elaboração do projeto de criação do Mestrado Profissionalizante em Bens Culturais e Projetos Sociais do CPDOC/FGV-RJ.

Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales, EHESS, França.
Vínculo institucional

2001 - 2001
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Maitre de Conférences Invité, Carga horária: 40


Colegio de Mexico, C.MEXICO, México.
Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Cátedra Florestan Fernandes, Carga horária: 3


Associação Nacional de História - Seção Rio de Janeiro, ANPUH-RIO, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Membro de Conselho, Enquadramento Funcional: Membro de Conselho



Linhas de pesquisa


1.
Sociologia Histórica da Teoria das Elites

Objetivo: O principal objetivo dessa linha de pesquisa é produzir uma sociologia histórica da sociologia das elites. Embora não ativa no momento, o acúmulo de material de pesquisa produzido nessa linha tem permitido, ainda, o desenvolvimento de algumas atividades acadêmicas..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História das Idéias Políticas.
Palavras-chave: Elites; Teoria das Elites; História das Ciências Sociais; Historia das Ideias Politicas.
2.
Questão Agrária no Brasil

Objetivo: O principal objetivo dessa linha é refletir sobre a questão agrária no Brasil, a partir de uma perspectiva histórica, com ênfase no período que se inaugura nos anos 1950. Além de refletir sobre a questão agrária em si, e seus desdobramentos, atenta-se, igualmente, para como ela foi abordada na literatura brasileira de ciências humanas..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia Rural.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História das Idéias.
Palavras-chave: Questao Agraria No Brasil; Reforma Agraria; História das Ciências Sociais.
3.
Cidadania e Justiça

Objetivo: O objetivo dessa linha de pesquisa é refletir sobre questões mais gerais relativas ao tema da cidadania, a partir de investigações sobre recortes empíricos específicos. As favelas da cidade do Rio de Janeiro têm se constituído em um dos espaços fundamentais sobre os quais a atenção vem incidindo, abordando-as a partir de perspectivas diversas, como a atuação do Poder Público, do Terceiro Setor ou o desenvolvimento de projetos de criação de centros de memória..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia Urbana.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia do Direito.
Palavras-chave: Cidadania; Direitos; Acesso à Justica; Favelas.
4.
Questão Agrária no Brasil
5.
Sociologia Histórica da Teoria das Elites
6.
Cidadania e Justiça
7.
História Social da Historiografia


Projetos de pesquisa


2013 - Atual
História e profissionalização do espaço da historiografia no Brasil
Descrição: O projeto, iniciado em fins de 2013, visa a estudar o processo de profissionalização do espaço da historiografia no Brasil a partir da primeira metade do século XX, com a criação de cursos universitários de História. Serão feitos estudos prosopográficos, tomando por base dados de arquivos, entrevistas e fontes secundárias. A pesquisa envolverá também investimentos em temas não necessariamente ligados ao recorte espacial Brasil, mas de interesse para o campo da historiografia de maneira geral. Um discussão teórica associada à pesquisa, que já é também objeto de tratamento tradicional do pesquisador, é a das elites, seus processos de circulação e reprodução, seus recursos de diferenciação e poder..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - Atual
Atores, redes, Estado e gênese do agronegócio no Brasil
Descrição: O objetivo do projeto é pesquisar a gênse do agronegócio no Brasil. Embora já se tenha tornado comum falar do agronegócio em nosso país, o que se percebe na mídia, sobretudo a especializada em economia e negócios, que tem seções específicas para o tema, sua existência é relativamente recente. A expressão começa a circular de modo mais claro a partir dos anos 1980, consolidando-se na década de 1990, sobretudo a partir da criação da Associação Brasileira de Agribusiness, mais tarde Agronegócio. A pesquisa será feita tomando por foco privilegiado, embora não exclusivo, as trajetórias dos indivíduos mais diretamente envolvidos com o processo de afirmação do agronegócio no Brasil. Adicionalmente, até para que se possa melhor refletir sobre a gênese do agronegócio no Brasil, o projeto investirá na análise histórica da questão agrária no país, dando continuidade a investigações tradicionalmente desenvolvidas pelo pesquisador. Adicionalmente, o projeto lidará com questões que dizem respeito às interfaces entre os mundos rural e urbano, abordando tópicos como o das migrações campo cidade..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2006
Práticas e metodologias da sócio-história do político
Descrição: A proposta de intercâmbio contempla, com o tema geral ?Práticas e Métodos de Sócio-História do Político?, pelo menos quatro linhas de trabalho complementares, a saber: a) sociologia do Estado, partidos, participação política, processos eleitorais e práticas de políticas em contextos sociais e históricos comparativos; b) formação, recrutamento e reconversão de elites, políticas e/ou culturais, em âmbito regional, nacional ou, mesmo, internacional; c) intelectuais, ideologias e política, compreendendo relações entre intelectuais, produção de discursos de legitimação e construção institucional; formulação de políticas e ação política; constituição e institucionalização das ciências humanas e sociais dentro e fora dos espaços universitários; e d) acervos documentais de elites políticas, como são constituídos e como podem ser analisados, gestão de acervos como gestão de memória, de identidades e de legitimidade de setores de elite..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (4) .
Integrantes: Mario Grynszpan - Integrante / Marieta de Moraes Ferreira - Integrante / Hélgio Casses Trindade - Coordenador / Michel Offerlé - Integrante / Odaci Luiz Coradini - Integrante / Bernard Pudal - Integrante / Brigitte Gaïti - Integrante / Stéphane Montclaire - Integrante / Christophe Charle - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / COFECUB - Bolsa.
2004 - 2006
Direitos e cidadania
Descrição: Projeto Pronex. Este projeto tem como foco a investigação do processo histórico de construção da cidadania no Brasil durante o período republicano, tomando como chave o acesso a direitos e a efetivação de controles democráticos capazes de garantir e expandir tais direitos e estruturando-se em quatro grandes linhas de investigação, relacionadas às disciplinas de História, Sociologia, Antropologia e Ciência Política..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Mario Grynszpan - Integrante / Angela Maria de Castro Gomes - Coordenador.Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 1
2003 - 2010
Uma sociologia da sociologia e da economia rurais brasileiras
Descrição: O principal objetivo da pesquisa é analisar a produção intelectual, nas ciências sociais e na economia brasileiras, sobre o mundo rural, dos anos 1930 aos dias de hoje. Mais do que propriamente uma reflexão sobre a produção intelectual, seus temas, questões, teses, orientações, oposições, trata-se de fazer a sua sociologia histórica, pensando-a como um campo, estudando a sua gênese, sua estrutura, atores, relações e dinâmica, suas transformações ao longo do tempo, suas relações com outros campos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2003 - Atual
Estudos sobre o espaço da cultura no Brasil
Descrição: O projeto tem o objetivo bastante amplo de promover estudos sobre o espaço, sobretudo institucional, da cultura no Brasil, analisando seus principais agentes, normas e dinâmicas. Embora o recorte cronológico seja aberto, a ênfase recai sobre o período recente, especialmente o que vem dos anos 1980 aos dias de hoje..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2000 - 2003
Um estudo dos efeitos das ações de organizações governamentais e não-governamentais em comunidades de baixa renda
Descrição: O objetivo do projeto é estudar os efeitos sociais, em áreas de favelas, das ações empreendidas por organizações governamentais e não-governamentais, com o objetivo de desenvolver a cidadania..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Mario Grynszpan - Coordenador.Financiador(es): Fundação Ford - Auxílio financeiro / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro / Fundação Konrad Ademauer - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 12 / Número de orientações: 2
1999 - 2003
Assentamentos rurais em perspectiva comparada: um estudo das dimensões econômica, social, histórica e ambiental
Descrição: O objetivo do projeto é fazer uma análise comparada de assentamentos rurais, tomando por base as dimensões econômica, social, histórica e ambiental. Serão estudados quatro assentamentos localizados em diferentes regiões do estado do Rio de Janeiro e que tiveram origens distintas. A pesquisa envolverá tanto métodos quantitativos quanto qualitativos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Mario Grynszpan - Coordenador / Marcus Ajuruam de Oliveira Dezemone - Integrante / Carla Bianca Vieira de Castro - Integrante / Afrânio Raul Garcia Jr - Integrante / Leonilde Servolo de Medeiros - Integrante / Sérgio Leite - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Fundação Ford - Auxílio financeiro / Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.Número de orientações: 5


Membro de corpo editorial


2015 - 2017
Periódico: Tempo. Revista do Departamento de História da UFF
1995 - 1997
Periódico: Estudos Históricos (Rio de Janeiro)


Revisor de periódico


2015 - 2015
Periódico: Estudos Historicos (Rio de Janeiro)
2014 - 2014
Periódico: Revista Pós Ciências Sociais
2014 - 2014
Periódico: Dados (Rio de Janeiro. Impresso)


Revisor de projeto de fomento


2015 - 2015
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo
2015 - 2015
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo
2012 - 2012
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia Rural.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia Rural.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia Urbana.
4.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Teoria do Direito/Especialidade: Antropologia Jurídica.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Teoria e Filosofia da História.
6.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil República.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Pouco.
Italiano
Compreende RazoavelmenteLê Bem.


Prêmios e títulos


1995
PREMIO JOSE ALBERTINO RODRIGUES - MENCAO HONROSA PARA TESE DE DOUTORADO DE 1994, ASSOCIACAO NACIONAL DE PESQUISADORES E POS-GRADUANDOS EM CIENCIAS SOCIAIS/ANPOCS.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
GRYNSZPAN, M.2014GRYNSZPAN, M.. A reforma que não veio. Revista de História (Rio de Janeiro), v. 100, p. 73-76, 2014.

2.
GRYNSZPAN, M.2014GRYNSZPAN, M.. A terra. História Viva (São Paulo), v. 125, p. 16-21, 2014.

3.
GRYNSZPAN, M.2012GRYNSZPAN, M.. O Homem da Lurdinha. Revista de História (Rio de Janeiro), v. 80, p. 60-64, 2012.

4.
GRYNSZPAN, M.2012GRYNSZPAN, M.. Por uma sociologia histórica da circulação e da recepção de textos: Robert Michels e Sociologia dos partidos políticos nos Estados Unidos. Revista de Sociologia e Política (UFPR. Impresso), v. 20, p. 11-30, 2012.

5.
GRYNSZPAN, M.2012GRYNSZPAN, M.. Origens e conexões norte-americanas do agribusiness no Brasil. Revista Pós Ciências Sociais, v. 9, p. 123-148, 2012.

6.
GRYNSZPAN, M.2011GRYNSZPAN, M.. Resenha do livro "A semente foi plantada: as raízes paulistas do movimento sindical camponês no Brasil, 1924-1964" de Clifford Andrew Welch. Perseu: História, Memória e Política, v. 6, p. 291-296, 2011.

7.
GRYNSZPAN, M.2011GRYNSZPAN, M.; GRILL, I. G. . Apresentação - Elites: recursos e legitimação. Revista Pós Ciências Sociais, v. 8, p. 09-14, 2011.

8.
GRYNSZPAN, M.2005GRYNSZPAN, M.; PANDOLFI, Dulce Chaves . A violência vista da favela. História Oral (Rio de Janeiro), v. 8, p. 129-146, 2005.

9.
GRYNSZPAN, M.2004GRYNSZPAN, M.. Tempo de plantar, tempo de colher. Nossa História, Rio de Janeiro, n.9, p. 28-32, 2004.

10.
GRYNSZPAN, M.2001GRYNSZPAN, M.. Luta política, gênese de atores e reconfiguração do espaço. Tempo, Rio de Janeiro, v. 6, n.12, p. 113-132, 2001.

11.
GRYNSZPAN, M.1999GRYNSZPAN, M.. Conflitos: expressão pública e gênese de grupos sociais. Sociologias, Porto Alegre, v. 1, n.1, p. 146-166, 1999.

12.
GRYNSZPAN, M.1999 GRYNSZPAN, M.. La théorie des élites aux États-Unis: conditions sociales de réception et d'appropriation. Genèses (Paris), Paris, v. 37, p. 27-43, 1999.

13.
GRYNSZPAN, M.1998GRYNSZPAN, M.. Luta Pela Terra e Identidades Sociais. HISTORIA, CIENCIAS, SAUDE: MANGUINHOS, RIO DE JANEIRO, v. 5, n.SUPLEMENTO, p. 255-272, 1998.

14.
GRYNSZPAN, M.1997GRYNSZPAN, M.. Acesso A Justica. COMUNICACOES DO ISER, n.48, p. 28-33, 1997.

15.
GRYNSZPAN, M.1997GRYNSZPAN, M.. Resenha do Livro O Brasil e A Questao Judaica: Imigracao, Diplomacia e Preconceito, de Jeffrey Lesser. HISTORIA, CIENCIAS, SAUDE: MANGUINHOS, RIO DE JANEIRO, v. 3, n.3, p. 555-557, 1997.

16.
PANDOLFI, D. C.1997PANDOLFI, D. C. ; GRYNSZPAN, M. . Da Revolucao de 30 Ao Golpe de 37: A Depuracao das Elites. REVISTA DE SOCIOLOGIA E POLITICA, CURITIBA-PA, v. 9, p. 7-23, 1997.

17.
GRYNSZPAN, M.1997GRYNSZPAN, M.; GARCIA JR, A. R. ; MEDEIROS, Leonilde Servolo de ; LEITE, S. . Assentamentos rurais em perspectiva comparada. Debates Cpda, Rio de Janeiro, v. 4, 1997.

18.
GRYNSZPAN, M.1996GRYNSZPAN, M.. A Questao Social Como Questao. MANA, ESTUDOS DE ANTROPOLOGIA SOCIAL, RIO DE JANEIRO, v. 2, n.1, p. 139-154, 1996.

19.
GRYNSZPAN, M.1996GRYNSZPAN, M.. A Teoria das Elites e Sua Genealogia Consagrada. BIB, REVISTA BRASILEIRA DE INFORMACAO EM CIENCIAS SOCIAIS, RIO DE JANEIRO, n.41, p. 35-83, 1996.

20.
GRYNSZPAN, M.1996GRYNSZPAN, M.. Novamente A Questao Agraria. CONJUNTURA ECONÔMICA, RIO DE JANEIRO, v. 50, n.6, p. 10-10, 1996.

21.
GRYNSZPAN, M.1996GRYNSZPAN, M.. Visoes da Justica e Democracia. TEMPO E PRESENCA, RIO DE JANEIRO, n.290, p. 21-24, 1996.

22.
FERREIRA, M. M.1995FERREIRA, M. M. ; GRYNSZPAN, M. . A Volta do Filho Prodigo Ao Lar Paterno? A Fusao do Rio de Janeiro. REVISTA BRASILEIRA DE HISTORIA, SÃO PAULO, v. 15, n.28, p. 74-100, 1995.

23.
GRYNSZPAN, M.1991GRYNSZPAN, M.. Resenha do Livro L'Experience Concentracionnaire. Essai Sur Le Maintien de L'Identite Sociale, de Michael Pollak. REVISTA BRASILEIRA DE CIENCIAS SOCIAIS, SÃO PAULO, n.16, p. 89-91, 1991.

24.
GRYNSZPAN, M.1991GRYNSZPAN, M.. Um Livro de Formacao. CIENCIA HOJE, RIO DE JANEIRO, v. 12, n.70, p. 67-68, 1991.

25.
GRYNSZPAN, M.1990GRYNSZPAN, M.. Do Geral e do Particular. ESTUDOS HISTORICOS, RIO DE JANEIRO, v. 3, n.6, p. 285-288, 1990.

26.
GRYNSZPAN, M.1990GRYNSZPAN, M.. Acao Politica e Atores Sociais: Posseiros, Grileiros e A Luta Pela Terra Na Baixada. DADOS, REVISTA DE CIENCIAS SOCIAIS, RIO DE JANEIRO, v. 33, n.2, p. 285-310, 1990.

27.
GRYNSZPAN, M.1990GRYNSZPAN, M.. Os Idiomas da Patronagem: Um Estudo da Trajetoria de Tenorio Cavalcanti. REVISTA BRASILEIRA DE CIENCIAS SOCIAIS, SÃO PAULO, n.14, p. 73-90, 1990.

28.
GRYNSZPAN, M.1986GRYNSZPAN, M.. O Campesinato Fluminense: Mobilizacao e Controle Politico (1950-1964). REVISTA DO RIO DE JANEIRO, RIO DE JANEIRO, v. 1, n.2, p. 19-27, 1986.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
GRYNSZPAN, M.. Trajetória e pensamento das elites do agronegócio de São Paulo: depoimentos ao CPDOC. 1. ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2016. v. 1. 266p .

2.
GRYNSZPAN, M.; PANDOLFI, Dulce Chaves (Org.) . A favela fala: depoimentos ao CPDOC. 1. ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2003. v. 1. 360p .

3.
PANDOLFI, D. C. ; CARVALHO, J. M. ; CARNEIRO, L. P. ; GRYNSZPAN, M. . Cidadania, Justiça e Violência. 1. ed. RIO DE JANEIRO: FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS EDITORA, 1999. 252p .

4.
GRYNSZPAN, M.. Ciência, política e trajetórias sociais: uma sociologia histórica da teoria das elites. 1. ed. Rio de Janeiro: Editora FGV, 1999. v. 1. 255p .

5.
CAMARGO, A. ; PANDOLFI, D. C. C. ; GOMES, E. R. ; D'ARAUJO, M. C. ; GRYNSZPAN, M. . O Golpe Silencioso. As Origens da Republica Corporativa. RIO DE JANEIRO: RIO FUNDO, 1989. 279p .

Capítulos de livros publicados
1.
GRYNSZPAN, M.. História e antropologia. In: Márcia Maria Menendes Motta; Mônica de Souza Nunes Martins. (Org.). História e parceria. 1ed.Seropédica: Edur, 2018, v. , p. 15-48.

2.
GRYNSZPAN, M.. Apresentação. In: Mario Grynszpan. (Org.). Trajetória e pensamento das elites do agronegócio de São Paulo: depoimentos ao CPDOC. 1ed.Rio de Janeiro: Editora FGV, 2016, v. 1, p. 6-12.

3.
GRYNSZPAN, M.. Do pessimismo ao pluralismo político: apropriações da teoria das elites nos Estados Unidos. In: Eliana Tavares dos Reis; Igor Gastal Grill. (Org.). Estudos sobre elites políticas e culturais. Reflexões e aplicações não canônicas. 1ed.São Luís: EDUFMA, 2016, v. 2, p. 49-79.

4.
GRYNSZPAN, M.. Elementos para uma história social da noção de agronegócio no Brasil. In: Renata Torres Schittino; Janaína Martins Cordeiro. (Org.). Caminhos da História P olítica ? os 20 anos do NEC. 1ed.Niterói: PPGHistória - UFF, 2016, v. , p. 132-155.

5.
FERREIRA, M. M. ; GRYNSZPAN, M. . A volta do filho pródigo ao lar paterno? A fusão do Rio de Janeiro. In: Marieta de Moraes Ferreira. (Org.). Rio de Janeiro: uma cidade na história. 2ed.Rio de Janeiro: FGV Editora, 2015, v. , p. 131-153.

6.
GRYNSZPAN, M.. Ação política e atores sociais: posseiros, grileiros e a luta pela terra na Baixada Fluminense. In: Bernardo Mançano Fernandes,; Leonilde Servolo de Medeiros; Maria Ignez Paulilo. (Org.). Lutas camponesas contemporâneas: condições dilemas e conquistas, v.1: o campesinato como sujeito político nas décadas de 1950 a 1980. São Paulo: UNESP, 2009, v. , p. 35-.

7.
GRYNSZPAN, M.; PANDOLFI, Dulce Chaves . Memórias de favelas, em favelas: favelas do Rio de Janeiro e direito à memória. In: Angela Maria de Castro Gomes. (Org.). Direitos e cidadania: memória, política e cultura. Rio de Janeiro: Editora FGV, 2007, v. , p. 65-92.

8.
GRYNSZPAN, M.; DEZEMONE, M. A. O. . As esquerdas e a descoberta do campo brasileiro: Ligas Camponesas, comunistas e católicos (1950-1964). In: Jorge Ferreira; Daniel Aarão Reis. (Org.). As esquerdas no Brasil. Nacionalismo e reformismo radical (1945-1964). 1ed.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2007, v. 2, p. 209-236.

9.
GRYNSZPAN, M.. O período Jango e a questão agrária: luta política e afirmação de novos atores. In: Marieta de Moraes Ferreira. (Org.). João Goulart: entre a memória e a história. 1ed.Rio de Janeiro: Editora FGV, 2006, v. , p. 57-77.

10.
GRYNSZPAN, M.. Campesinato. In: Márcia Motta. (Org.). Dicionário da terra. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005, v. , p. 72-75.

11.
GRYNSZPAN, M.. Posseiro. In: Márcia Motta. (Org.). Dicionário da terra. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005, v. , p. 373-376.

12.
GRYNSZPAN, M.; PANDOLFI, Dulce Chaves . Introdução. In: Dulce Chaves Pandolfi; Mario Grynszpan. (Org.). A favela fala: depoimentos ao CPDOC. 1ed.Rio de Janeiro: Editora FGV, 2003, v. 1, p. 11-29.

13.
GRYNSZPAN, M.. A questão agrária no Brasil pós-1964 e o MST. In: Jorge Ferreira; Lucilia de Almeida Neves Delgado. (Org.). O Brasil Republicano. O tempo da ditadura: regime militar e movimentos sociais em fins do século XX. 1ed.Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003, v. 4, p. 315-348.

14.
PANDOLFI, D. ; GRYNSZPAN, M. . Poder público e favelas: uma relação delicada. In: Lúcia Lippi Oliveira. (Org.). Cidade: história e desafios. 1ed.Rio de Janeiro: Editora FGV, 2002, v. , p. 238-255.

15.
GRYNSZPAN, M.. Da barbárie à terra prometida: o campo e as lutas sociais na história da República. In: Angela de Castro Gomes; Dulce Chaves Pandolfi; Verena Alberti. (Org.). A Repúlbica no Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 2002, v. , p. 116-155.

16.
GARCIA JR, A. R. ; GRYNSZPAN, M. . Veredas da questão agrária e enigmas do grande sertão. In: Sérgio Miceli. (Org.). O que ler na ciência social brasileira 1970-2002. 1ed.São Paulo: Sumaré, 2002, v. , p. 311-348.

17.
GRYNSZPAN, M.. Um novo começo: a privatização. In: Regina da Luz Moreira. (Org.). CSN um sonho feito de aço e ousadia. 1ed.Rio de Janeiro: Iarte, 2000, v. , p. 140-183.

18.
GRYNSZPAN, M.; FERREIRA, M. M. . A volta do filho pródigo ao lar paterno? A fusão do Rio de Janeiro. In: Marieta de Moraes Ferreira. (Org.). Rio de Janeiro: uma cidade na história. 1ed.Rio de Janeiro: Editora FGV, 2000, v. , p. 117-137.

19.
GRYNSZPAN, M.. Michels, Robert. In: Francisco Carlos Teixeira da Silva; Sabrina Evangelista Medeiros; Alexander Martins Vianna. (Org.). Dicionário crítico do pensamento da direita: idéias, instituições e personagens. 1ed.Rio de Janeiro: FAPERJ; Mauad, 2000, v. , p. 304-305.

20.
GRYNSZPAN, M.. Mosca, Gaetano. In: Francisco Carlos Teixeira da Silva; Sabrina Evangelista Medeiros; Alexander Martins Vianna. (Org.). Dicionário crítico do pensamento da direita: idéias, instituições e personagens. 1ed.Rio de Janeiro: FAPERJ; Mauad, 2000, v. , p. 312-313.

21.
GRYNSZPAN, M.. Pareto, Vilfredo Federico Damaso (1848-1923). In: Francisco Carlos Teixeira da Silva; Sabrina Evangelista Medeiros; Alexander Martins Vianna. (Org.). Dicionário crítico do pensamento da direita: idéias, instituições e personagens. 1ed.Rio de Janeiro: FAPERJ; Mauad, 2000, v. , p. 351-352.

22.
GRYNSZPAN, M.. Acesso e Recurso À Justiça No Brasil: Algumas Questões. In: Dulce Chaves Pandolfi; José Murilo de Carvalho; Leandro Piquet Carneiro; Mario Grynszpan. (Org.). CIDADANIA, JUSTIÇA E VIOLÊNCIA. 1ed.RIO DE JANEIRO: FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS EDITORA, 1999, v. , p. 99-113.

23.
GRYNSZPAN, M.. Conflitos Agrários e Acesso À Terra. In: Maria José Carneiro; Gian Mario Giuliani; Leonilde Servolo de Medeiros; Ana Maria Mota Ribeiro. (Org.). CAMPO ABERTO, O RURAL NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. 1ed.RIO DE JANEIRO: CONTRA CAPA, 1998, v. , p. 139-150.

24.
GRYNSZPAN, M.; DUARTE, P. C. ; BEZERRA, M. O. ; SOUZA, S. . Levantamento Historico dos Conflitos de Terra Na Area Rural, 1950-1990. In: SEAF-RJ. (Org.). ATLAS FUNDIARIO DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. 1ed.RIO DE JANEIRO: SEAF, 1991, v. , p. 97-110.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
GRYNSZPAN, M.. Marc Bloch: historiador, francês, judeu. Boletim da ASA - Associação Scholem Aleichem, Rio de Janeiro, p. 1 - 6, 30 out. 2015.

2.
GRYNSZPAN, M.. Reforma agrária sob olhar histórico. Democracia Viva, Rio de Janeiro, p. 23 - 25, 08 ago. 2011.

3.
GRYNSZPAN, M.. Violações de direitos nas favelas ontem e hoje. O Globo, Rio de Janeiro, 23 ago. 2007.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
PANDOLFI, Dulce Chaves ; GRYNSZPAN, M. . Memoria, identidad y trayectoria: un análisis comparado de historias de vida de elites y de clases populares. In: International Oral History Conference, 2004, Roma. XIII International Oral History Conference - Memory and Globalization. Roma: Comune di Roma, 2004. v. I. p. 1-8.

2.
GRYNSZPAN, M.. As favelas cariocas como espaço de disputas: poder público, terceiro setor, associações de moradores e tráfico de drogas. In: XXV International Congress of the Latin American Studies Association, 2004, Las Vegas - EUA. LASA 2004, 2004.

3.
PANDOLFI, D. ; GRYNSZPAN, M. . Violencia: percepción de los favelados en la ciudad de Rio de Janeiro. In: International Oral History Conference, 2002, Pietermaritzburg. The power of oral history: memory, healing and development. Pietermaritzburg: The International Oral History Association, 2002. v. 4. p. 1706-1719.

4.
GRYNSZPAN, M.. Programas sociais e violência. In: XXIII Congreso de la Asociación Latinoamericana de Sociología (ALAS), 2001, Ciudad de Guatemala. XXIII Congreso ALAS, 2001.

5.
GARCIA JR, A. R. ; GRYNSZPAN, M. . Veredas da questão agrária e enigmas do grande sertão. In: XXV Encontro Anual da ANPOCS, 2001, Caxambu. XXV Encontro Anual da ANPOCS, 2001.

6.
GRYNSZPAN, M.. Democratização e acesso diferencial à justiça no Brasil. In: Encontro Anual da Latin American Studies Association, 1997, Guadalajara - México. Encontro Anual da Latin American Studies Association - 1997, 1997.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
GRYNSZPAN, M.. Memórias de favelas do Rio de Janeiro: lembranças do passado e representações no presente. In: 31º Encontro Anual da ANPOCS, 2007, Caxambu. 31º Encontro Anual da ANPOCS. São Paulo: ANPOCS, 2007. p. 218-218.

Apresentações de Trabalho
1.
GRYNSZPAN, M.. Violência e legalidade dos movimentos sociais rurais. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
GRYNSZPAN, M.. Sucessão e transmissão em famílias do agronegócio de São Paulo. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
GRYNSZPAN, M.. Recomposições contemporâneas do campo dos historiadores no Brasil. 2017. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
GRYNSZPAN, M.. Estado e luta camponesa na América Latina. 2016. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
GRYNSZPAN, M.. A questão agrária e a República no Brasil: reflexões para uma história agrária. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
GRYNSZPAN, M.. História da Resistência Camponesa, Luta pela Terra e Temas sobre a Baixada Fluminense. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
GRYNSZPAN, M.. Gênese do agronegócio no Brasil. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
GRYNSZPAN, M.. Rural social movements in the agribusiness era in Brazil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

9.
GRYNSZPAN, M.. MST e agronegócio: dois atores da transição e da consolidação democrática. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
GRYNSZPAN, M.. Modernización de la agricultura y transformación social. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
GRYNSZPAN, M.. Las favelas de Rio de Janeiro en perspectiva histórica. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
GRYNSZPAN, M.. Las favelas cariocas hoy: configuraciones y actores. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
GRYNSZPAN, M.. Favelas, seguridad y ciudadanía. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
GRYNSZPAN, M.. A sociologia de Michels: contextualizando a Sociologia dos partidos políticos. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

15.
GRYNSZPAN, M.. A teoria das elites nos Estados Unidos: agentes, redes e contextos na circulação internacional de idéias. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
GRYNSZPAN, M.. Transition ou transitions: le probleme de la temporalité das les processus de construction démocratique. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

17.
GRYNSZPAN, M.. Ciências Sociais: diálogos interdisciplinares. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

18.
GRYNSZPAN, M.. Enquête auprès des exclus: les favelas de Rio. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
GRYNSZPAN, M.. Elites econômicas, Estado e gênese do agronegócio no Brasil. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

20.
GRYNSZPAN, M.. A afirmação do agronegócio: novos agentes e representações do rural. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

21.
GRYNSZPAN, M.. O período Jango e a questão agrária: luta política e afirmação de novos atores. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
GRYNSZPAN, M.; PANDOLFI, Dulce Chaves . Memória de favelas em favelas. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

23.
GRYNSZPAN, M.. Conditions sociales de réception et d'appropriation de la théorie des elites aux États Unis. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

24.
GRYNSZPAN, M.. Les études sur les élites au Brésil. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

25.
GRYNSZPAN, M.. Les recherches sur les sans-terre au Brésil. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

26.
GRYNSZPAN, M.; PANDOLFI, Dulce Chaves . As favelas e a produção de suas memórias. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

27.
GRYNSZPAN, M.. Cultura, história e sociedade. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

28.
GRYNSZPAN, M.. Les paysans sans terre entre la campagne et la métropole: une analyse des trajectoires des bénéficiaires de la réforme agraire. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

29.
GRYNSZPAN, M.. Les bidonvilles comme enjeu de pouvoir: la concurrence entre les autorités municipales, les ONG et les associations de quartiers. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

30.
GRYNSZPAN, M.. De Canudos au Mouvement des Sans Terre: une continuité des mouvements paysans?. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

31.
GRYNSZPAN, M.. Cultura, justiça e mediação de conflitos. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

32.
GRYNSZPAN, M.. Justice et citoyenneté. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

33.
GRYNSZPAN, M.. Justice, citizenship and the social sciences in Brazil. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

34.
GRYNSZPAN, M.. Le renouvellement des élites politiques au Brésil dans la période 1930-1937. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

35.
GRYNSZPAN, M.. La théorie des élites et la généalogie d'auteurs consacrés. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

36.
GRYNSZPAN, M.. Mosca, Pareto e a teoria das elites. 1995. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

37.
GRYNSZPAN, M.. As elites da teoria: Mosca, Pareto e a teoria das elites. 1994. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções bibliográficas
1.
GRYNSZPAN, M.; GRILL, I. G. . Elites: recursos e legitimação. São Luís: EDUFMA, 2011 (Organização de dossiê em periódico).

2.
CARVALHO, J. M. ; PANDOLFI, Dulce Chaves ; CARNEIRO, L. P. ; GRYNSZPAN, M. . Lei, justiça e cidadania: cor, religião, acesso à informação e serviços públicos. Rio de Janeiro: CPDOC/FGV-RJ e ISER, 1998 (Sinopse de dados de pesquisa).

3.
CARVALHO, J. M. ; PANDOLFI, Dulce Chaves ; CARNEIRO, L. P. ; GRYNSZPAN, M. . Lei, justiça e cidadania: direitos, vitimização e cultura política na Região Metropolitana do Rio de Janeiro. Rio de Janeiro: CPDOC/FGV-RJ e ISER, 1997 (Sinopse de dados de pesquisa).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
GRYNSZPAN, M. . Cadernos de Cinema. 2007. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Demais tipos de produção técnica
1.
GRYNSZPAN, M.. A questão agrária e a crise dos anos 60. 1997. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
GRYNSZPAN, M.. Acesso à Justiça. 1997. (Coordenador de sessão de seminário).

3.
GRYNSZPAN, M.. O golpe de 37: a montagem do Estado Novo. 1996. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
GRYNSZPAN, M.. A crise dos anos 60. 1996. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

5.
GRYNSZPAN, M.. O golpe de 37. 1995. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

6.
GRYNSZPAN, M.. A questão agrária e a crise do governo Jango. 1995. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

7.
GRYNSZPAN, M.. História e Política. 1992. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

8.
GRYNSZPAN, M.. História Política do Brasil Republicano. 1991. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

9.
GRYNSZPAN, M.. Campesinato e política no estado do Rio de Janeiro. 1987. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

10.
GRYNSZPAN, M.. O Brasil pós-1964: desenvolvimento econômico e crise social. 1986. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

11.
GRYNSZPAN, M.. História e comunidade. 1985. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

12.
GRYNSZPAN, M.. O campesinato e a política no Brasil. 1984. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

13.
GRYNSZPAN, M.. Formação e organização da classe operária no Brasil. 1984. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

14.
GRYNSZPAN, M.. O campesinato e a política no Brasil. 1984. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

Demais trabalhos
1.
GRYNSZPAN, M.; OLIVEIRA, L. L. ; CRUZ, A. M. A. N. C. . A Era Vargas. 1 Tempo: dos Anos 20 A 1945. 1996 (CD-ROM) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
MEDEIROS, Leonilde Servolo de; BRUNO, R. A. L.; PESSANHA, E. G. F.; GRYNSZPAN, M.. Participação em banca de Ricardo José Braga Amaral de Brito. "Luta-se pela terra livre": resistência e luta pela terra em Cachoeiras de Macacu. 2018. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação de Ciências Sociais em Desenvolvimento Agricultur) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

2.
GRUN, R.; GRYNSZPAN, M.; ALMEIDA, A. M.; PEDROSO NETO, A. J.. Participação em banca de Ana Carolina Bichoffe. Escândalos, mídias e finanças: um estudo sobre as disputas culturais e políticas que balizaram o governo Lula e seus desdobramentos nos campos democrático e econômico. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciencia Politica) - Universidade Federal de São Carlos.

3.
PAULA, C. J.; GRYNSZPAN, M.; RIBEIRO, L. M.. Participação em banca de Tatiana de Souza Castro. A "caixa-preta" versus o "controle demagógico": os discursos dos favoráveis e dos contrários à criação do CNJ. 2013. Dissertação (Mestrado em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.

4.
NEVES, D. P.; GRYNSZPAN, M.; MEDEIROS, Leonilde Servolo de; SANTOS, M. O.. Participação em banca de Rodrigo Pennutt da Cruz. Assentado e assentados: formas de diferenciação entre agricultores no Projeto de Assentamento Che Guevara (Campos dos Goytacazes/RJ). 2013. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal Fluminense.

5.
GRYNSZPAN, M.; VILAROUCA, M. G.; SAUERBRONN, J. F.. Participação em banca de Juliana da Silva Gonçalves. A experiência de gestão do projeto Rio 2016. 2013. Dissertação (Mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas.

6.
HEYMANN, L. Q.; GRYNSZPAN, M.; ARRUTI, J. M. P. A.. Participação em banca de Carlos Eduardo Caldarelli. A avaliação dos impactos ambientais e o licenciamento ambiental no Brasil: reflexões a partir do caso do Complexo Terrestre Cyclone 4. 2011. Dissertação (Mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas.

7.
DARAUJO, M. C. S.; GRYNSZPAN, M.; FICO, C.. Participação em banca de Stefan Freitas dos Santos. Batalha pela democracia: 1961-1964. Outras visões, os sargentos e o Governo João Goulart. 2010. Dissertação (Mestrado em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.

8.
ABREU, M. C.; GRYNSZPAN, M.; BRUGGER, S. M. J.. Participação em banca de Fernanda Pires Rubião. Os negros do Rosário: memória(s), identidade(s) e tradição no congado de Oliveira (1950 aos dias atuais). 2010. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

9.
NEIBURG, F.; GRYNSZPAN, M.; LOPES, J. S. L.. Participação em banca de Pedro Braum Azevedo da Silveira. O estado da ciência e a ciência do Estado: a FGV e a configuração do campo das ciências econômicas no Brasil. 2009. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

10.
MEDEIROS, Leonilde Servolo de; GRYNSZPAN, M.; COMERFORD, John. Participação em banca de Fernando Henrique Guimarães Barcellos. Ação sindical e luta por terra no Rio de Janeiro. 2008. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

11.
OLIVEIRA, L. M. L.; GRYNSZPAN, M.. Participação em banca de Sydney Limeira Sanches. O patrimônio imaterial e a propriedade intelectual: harmonia ou conflito?. 2008. Dissertação (Mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas.

12.
NEVES, F. C.; GRYNSZPAN, M.; RIOS, K. S.. Participação em banca de Francisco Ruy Gondim Pereira. Camponeses, saques e mobilização popular: o relacionamento entre multidão, Igreja Católica e movimentos sociais em Itapiúna/CE (1980-1993). 2008. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Ceará.

13.
GRUN, R.; GRYNSZPAN, M.; ANDRADE, T. H. N.. Participação em banca de Natália Maximo e Melo. SEBRAE e empreendedorismo: origem e desenvolvimento. 2008. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Federal de São Carlos.

14.
WELTMAN, Fernando Lattman; GRYNSZPAN, M.. Participação em banca de Vanusa Maria Queiroz da Silva. O raio-x do Terceiro Setor. 2008. Dissertação (Mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas.

15.
REZNIK, L.; ALMEIDA, G. R.; GRYNSZPAN, M.. Participação em banca de Gleyson Nunes de Assis. Em tempo de democracia: a liderança de Lindolpho Silva. 2008. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

16.
SARMENTO, Carlos Eduardo Barbosa; GRYNSZPAN, M.; PRATES, M. C.. Participação em banca de Susana Moreira dos Santos. A experiência com esporte e educação do Instituto Bola Prá Frente: de projeto a tecnologia social. 2008. Dissertação (Mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas.

17.
GRYNSZPAN, M.; GOMES, Angela Maria de Castro; JEFFERSON, A.. Participação em banca de Antonio Joaquim de Macedo Soares. O Instituto Reação: um projeto social aplicado. 2007. Dissertação (Mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas.

18.
PANDOLFI, Dulce Chaves; GRYNSZPAN, M.; LISSOVSKY, M.. Participação em banca de Sandra Cristina Dias do Vale. O Viva Rio: uma organização para os novos tempos?. 2007. Dissertação (Mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas.

19.
DARAUJO, M. C. S.; GRYNSZPAN, M.; STROZEMBERG, I.. Participação em banca de Maria José Motta Gouvêa. Com a palavra Mate com Angu: uma intervenção estética no município de Duque de Caxias. 2007. Dissertação (Mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas.

20.
MENDONÇA, Paulo Knauss de; GRYNSZPAN, M.; PANDOLFI, Dulce Chaves. Participação em banca de Mario Sergio Ignácio Brum. O povo acredita na gente: rupturas e continuidades no movimento comunitário das favelas cariocas nas décadas de 1980 e 1990. 2006. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

21.
BOMENY, Helena; GRYNSZPAN, M.; JUNQUEIRA, Eliane. Participação em banca de Angela Hara Buonomo Mendonça. Mediação comunitária: uma ferramenta de acesso à justiça?. 2006. Dissertação (Mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas.

22.
BEZERRA, Marcos Otávio; GRYNSZPAN, M.; COMERFORD, John. Participação em banca de Carla Bianca Vieira de Castro. Paixão pela política e política dos Paixão: família e capital político em um município fluminense. 2006. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade Federal Fluminense.

23.
SARMENTO, Carlos Eduardo Barbosa; GRYNSZPAN, M.; FONTES, Paulo Roberto Ribeiro. Participação em banca de Cezar Augusto Lago Marques. Herdeiros do Tetra: os projetos sociais desenvolvidos por jogadores de futebol. 2006. Dissertação (Mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas.

24.
VIEIRA, Marcelo Milano Falcão; GRYNSZPAN, M.; GAK, Luiz. Participação em banca de Luciene Salies. Gestão de projetos documentais em instituições públicas: um estudo de caso. 2006. Dissertação (Mestrado em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.

25.
WELTMAN, Fernando Lattman; GRYNSZPAN, M.; D'ÁVILA, Paulo. Participação em banca de Gláucia Felipe Bastos. Programa de responsabilidade social na Valesul Alumínio: uma receita de sucesso. 2006. Dissertação (Mestrado em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.

26.
MENDONÇA, Paulo Knauss de; LEITE, Márcia; GRYNSZPAN, M.. Participação em banca de Mauro Henrique de Barros Amoroso. Nunca é tarde para ser feliz? A imagem da favela pelas lentes do Correio da Manhã. 2006. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

27.
PANDOLFI, Dulce Chaves; MENDONÇA, Paulo Knauss de; GRYNSZPAN, M.. Participação em banca de Dyonne Chaves Boy. A construção de um centro de memória na Serrinha. 2006. Dissertação (Mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas.

28.
GRYNSZPAN, M.; SARMENTO, Carlos Eduardo Barbosa; LIMA, Nísia Verônica Trindade. Participação em banca de Alexandre Octávio Ribeiro de Carvalho. O Instituto Nacional de Câncer e sua Memória. 2006. Dissertação (Mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas.

29.
GRYNSZPAN, M.; MOTTA, Marcia Maria Menendes; SIGAUD, L.. Participação em banca de Leonardo Soares dos Santos. Um sertão entre muitas certezas: a luta pela terra na zona rural da cidade do Rio de Janeiro (1945-1964). 2005. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

30.
GRYNSZPAN, M.; NEIBURG, F.; DUARTE, L. F. D.. Participação em banca de Michele Andrea Markowitz. Bancos e banqueiros, empresas e famílias no Brasil. 2004. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

31.
GRYNSZPAN, M.; MOTTA, Marcia Maria Menendes; MEDEIROS, Leonilde Servolo de. Participação em banca de Paulo Roberto Esbabo. Terra silenciada. O conflito de terras na colonização recente de Missal - PR (1960-1978). 2003. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

32.
GRYNSZPAN, M.. Participação em banca de Luis Fernando Messeder dos Santos. A Burschenschaft e a formação da classe dirigente brasileira na República Velha. 2001. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

33.
GRYNSZPAN, M.; SILVA, M. B. N.; NEVES, G. P.. Participação em banca de William de Souza Martins. De arraial a corte: festas e civilização na cidade do Rio de Janeiro, 1828-1860. 1996. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

Teses de doutorado
1.
NEVES, D. P.; GRYNSZPAN, M.; SCHMITT, C. J.; PORRO, N. S. M.; PERES, S. C.. Participação em banca de Fábio Leandro Halmenschlager. Campesinato amazônico e sobreposição de tutelas governamentais: agricultores como "cobras-cegas" diante da criação da RESEX Riozinho do Anfrísio (. 2018. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade Federal Fluminense.

2.
NEVES, D. P.; VIANNA, A. R. B.; FELTRAN, G. S.; BEZERRA, Marcos Otávio; GRYNSZPAN, M.. Participação em banca de Tomás Henrique de Azevedo Gomes Melo. Política dos "improváveis": percursos de engajamento militante no Movimento Nacional da População de Rua (MNPR). 2017. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade Federal Fluminense.

3.
GRUN, R.; DINIZ, S.; GRYNSZPAN, M.; CARLOTTO, M. C.; HEY, A. P.. Participação em banca de Leandro Garcez Targa. Os diplomatas brasileiros sob a perspectiva relacional: o campo dos diplomatas e o campo político. 2017. Tese (Doutorado em Ciencia Politica) - Universidade Federal de São Carlos.

4.
HEYMANN, L. Q.; FERREIRA, L. C. M.; SANTOS, M. C. R.; SANTOS, M. S.; GRYNSZPAN, M.. Participação em banca de Aline dos Santos Portilho. Das belezas que emanam dos jardins suspensos de Ipanema e Copacabana: políticas governamentais, demandas por memória e produção do espaço no Museu de Favela do Pavão-Pavãozinho e Cantagalo. 2016. Tese (Doutorado em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.

5.
PEIXOTO, C. E.; GRYNSZPAN, M.; PICANCO, F.; BOMENY, Helena; CARVALHO, C. A.. Participação em banca de Michel Fontenelle Alcoforado. Coisas de rico: tempo, valores e posição social. 2016. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

6.
PRADO, A. A.; MEDEIROS, Leonilde Servolo de; SECRETO, M. V.; GRYNSZPAN, M.; FERRERAS, N. O.. Participação em banca de Cristiana Costa da Rocha. A vida da lei, a lei da vida. Conflitos pela terra, família e trabalho escravo no tempo presente. 2015. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

7.
FONTES, P. R. R.; GRYNSZPAN, M.; SILVA, F. T.; LOPES, J. S. L.; FORTES, A.. Participação em banca de Felipe Augusto dos Santos Ribeiro. A foice, o martelo e outras ferramentas de ação política: os trabalhadores rurais e têxteis de Magé/RJ (1956-1973). 2015. Tese (Doutorado em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.

8.
CASTRO, H. M. C. M. G.; GRYNSZPAN, M.; GOMES, F. S.; GRINBERG, K.; OLIVEIRA, R. S.. Participação em banca de Daniela Paiva Yabeta de Moraes. Marambaia: história, memória e direito na luta pela titulação de um território quilombola no Rio de Janeiro (c. 1850 - Tempo presente). 2014. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

9.
SEIDL, E.; PETRARCA, F. R.; MARCON, F. N.; GRILL, I. G.; GRYNSZPAN, M.. Participação em banca de Wheriston da Silva Neris. Igreja e missão: religiosos e ação política no Brasil. 2014. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade Federal de Sergipe.

10.
GRYNSZPAN, M.; HEYMANN, L. Q.; ALBERTI, V.; VIEIRA, L. R.; MELO, V. A.. Participação em banca de Vivian Luiz Fonseca. Patrimônio cultural imaterial no Brasil - o registro da capoeira como estudo de caso. 2014. Tese (Doutorado em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.

11.
PANDOLFI, Dulce Chaves; SILVA, A. M. D.; GRYNSZPAN, M.; ALMEIDA, G. R.; BIRMAN, P.. Participação em banca de Elizabeth da Cunha Süssekind. Estratégias de sobrevivência e de convivência nas prisões do Rio de Janeiro. 2014. Tese (Doutorado em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.

12.
AUGUSTO, C. F.; HOLANDA, C. B.; PARZIANELLO, G.; GRYNSZPAN, M.; SERRA, C. H.; TEIXEIRA, C. S.. Participação em banca de Mário José Missagia Junior. A modernidade e o pensamento elitista italiano: um olhar sobre a política a partir da igualdade e da diferença. 2013. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal Fluminense.

13.
GRUN, R.; GRYNSZPAN, M.; DONADONE, JC; WILKINSON, J.. Participação em banca de Martin Mundo Neto. Transformações na indústria sucroalcooleira no início do século XXI: das famílias aos acionistas. 2012. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de São Carlos.

14.
GOMES, Angela Maria de Castro; GRYNSZPAN, M.; FONTES, Paulo Roberto Ribeiro; SCHMIDT, B. B.; ESSUS, A. M. M. S. A.. Participação em banca de Silvana Rodrigues de Andrade. "Eu sou uma pessoa de tremendo sucesso": representações, identidades e trajetórias de mulheres executivas no Brasill. 2012. Tese (Doutorado em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.

15.
DARAUJO, M. C. S.; HEYMANN, L. Q.; GRYNSZPAN, M.; PAMPLONA, M. A. V.; BARROS, M. G. M.. Participação em banca de Ana Paula Conde Gomes. Da emigração à diáspora galega: positivação de uma identidade. 2011. Tese (Doutorado em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.

16.
GUIVANT, J. S.; ORCHARD, M. S. E.; MINELLA, A. C.; GRUN, R.; GRYNSZPAN, M.. Participação em banca de Márcia da Silva Mazon. Abastecimento alimentar no Brasil e as reformas liberalizanes. Estado e mercado em questão. 2010. Tese (Doutorado em Sociologia Política) - Universidade Federal de Santa Catarina.

17.
FERREIRA, M. M.; GRYNSZPAN, M.; SARMENTO, Carlos Eduardo Barbosa; CALIL, G. G.; MOTTA, R. P. S.. Participação em banca de Rodrigo Christofoletti. A Enciclopédia do Integralismo: lugar de memória e reformulação simbólica de um movimento (1957-1961). 2010. Tese (Doutorado em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.

18.
NEVES, D. P.; VEIGA, I.; BRUNO, R. A. L.; GRYNSZPAN, M.; RAMOS, J. S.; FERREIRA, A. C.; PERES, S. C.. Participação em banca de Pedro Fonseca Leal. Colonização dirigida nas terras do sem fim: formas contraditórias de gestão estatal e parceleiros em descompasso legal. 2009. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade Federal Fluminense.

19.
GRYNSZPAN, M.; MEDEIROS, Leonilde Servolo de; FERREIRA, M. M.; MOTTA, Marcia Maria Menendes; Castro, Hebe. Participação em banca de Marcus Ajuruam de Oliveira Dezemone. Do cativeiro à reforma agrária: colonato, direitos e conflitos (1872-1987). 2008. Tese (Doutorado em DOUTORADO EM HISTÓRIA) - Universidade Federal Fluminense.

20.
GRUN, R.; GRYNSZPAN, M.; NORONHA, E. G.; LANNA, M. P. D.; RODRIGUES, I. J.. Participação em banca de Maria Aparecida Chaves Jardim. Entre a solidariedade e o risco: sindicatos e fundos de pensão em tempos de governo Lula. 2007. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de São Carlos.

21.
REIS FILHO, Daniel Aarão; GRYNSZPAN, M.; GOMES, Angela Maria de Castro; CARVALHO, J. M.; FERREIRA, M. M.. Participação em banca de Luiz Alberto Grijó. Ensino jurídico e política partidária no Brasil: a Faculdade de Direito de Porto Alegre 1900-1937. 2005. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

22.
SOARES, L. C.; TORTIMA, P.; MENEGAT, M.; GRYNSZPAN, M.; LOBARINHAS, T.. Participação em banca de Inacio Meneche Nigri. Pala Estina, Palestina: dos Otomanos à Partilha e à formação do Estado de Israel (do século XIX a 1947-48). 2005. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

23.
GRYNSZPAN, M.; LIMA, A. C. S.; VELHO, G.; OLIVEIRA, J. P.; BARBOSA, M.. Participação em banca de Ana Lucia Silva Enne. Lugar, meu amigo, é a minha Baixada: memória, representações sociais e identidade. 2002. Tese (Doutorado em Antropologia Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

24.
GRYNSZPAN, M.; CAMARGO, A.; GUIMARÃES, C.; LIMA, M. R. S.; DINIZ, E.. Participação em banca de Eduardo Raposo. O Estado dentro do Estado. Autoritarismo e instabilidade institucional no Regime Militar - Banco Central, Petrobrás e Eletrobrás. 1997. Tese (Doutorado em Ciência Política (Ciência Política e Sociologia)) - Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro.

Qualificações de Doutorado
1.
NEVES, D. P.; PERES, S. C.; GRYNSZPAN, M.. Participação em banca de Fabio Leandro Halmenschlager. Campesinato amazônico e sobreposição de tutelas governamentais: agricultores como "cobras-cegas"diante da criação da RESEX Riozinho do Anfrísio (estado do Pará). 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Antropologia) - Universidade Federal Fluminense.

2.
HEYMANN, L. Q.; GRYNSZPAN, M.; SANTOS, M. S.. Participação em banca de Aline dos Santos Portilho. Relações entre governo e sociedade civil nos complexos do Pavão-Pavãozinho-Cantagalo e da Maré: agenciamento e institucionalização da memória de favelas cariocas através da constituição de museus. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.

3.
GRYNSZPAN, M.; WELTMAN, Fernando Lattman; MELO, V. A.. Participação em banca de Vivian Luiz Fonseca. Capoeira como patrimônio: políticas, identidade e autenticidade. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.

4.
FONTES, Paulo Roberto Ribeiro; GRYNSZPAN, M.; SILVA, F. T.. Participação em banca de Felipe Augusto dos Santos Ribeiro. A foice, o martelo e outras ferramentas de ação política: os trabalhadores urbanos e rurais de Magé (1956-1970). 2013. Exame de qualificação (Doutorando em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.

5.
GRUN, R.; ALMEIDA, A. M.; GRYNSZPAN, M.. Participação em banca de Angela Maria Carneiro de Carvalho. O "campo" dos estudos em gestão no Brasil pós anos 90: reconfiguração de léxicos e temáticas na produção acadêmica nacional. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de São Carlos.

6.
PANDOLFI, Dulce Chaves; GRYNSZPAN, M.. Participação em banca de Samuel Silva Rodrigues de Oliveira. Cidadania e favela: identificação, projetos e ações coletivas no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte (1947-1964). 2012. Exame de qualificação (Doutorando em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.

7.
PANDOLFI, D.; GRYNSZPAN, M.; BIRMAN, P.. Participação em banca de Elizabeth da Cunha Sussekind. Memórias do cotidiano em prisões do Rio de Janeiro: 1964 e 1985. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.

8.
GRUN, R.; DONADONE, JC; GRYNSZPAN, M.. Participação em banca de Martin Mundo Neto. Transformações na indústria sucroalcooleira brasileira: das famílias aos acionistas. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produçã) - Universidade Federal de São Carlos.

9.
GRYNSZPAN, M.; PANDOLFI, D.; KNAUSS, Paulo. Participação em banca de Mauro Henrique de Barros Amoroso. Caminhos do lembrar: o processo de construção de memórias sobre o morro do Borel. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.

10.
GRYNSZPAN, M.; Ferreras, N.; Fridman, F.. Participação em banca de Leonardo Soares dos Santos. A constituição do espaço rural na cidade do Rio de Janeiro: segregação socioespacial, políticas agrícolas e urbanização (1890-1940). 2008. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal Fluminense.

11.
GRYNSZPAN, M.; MOTTA, Marcia Maria Menendes; Castro, Hebe. Participação em banca de Marcus Ajuruam de Oliveira Dezemone. Do cativeiro à reforma agrária: conflitos e direitos numa fazenda do sudeste cafeeiro. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

12.
MOTTA, Marcia Maria Menendes; SEYFERTH, G.; GRYNSZPAN, M.. Participação em banca de Marcio Antônio Both da Silva. A conquista do Norte: grupos sociais e povoamento de uma região do Rio Grande do Sul durante a Primeira República (1889-1925). 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

13.
GRYNSZPAN, M.; REIS FILHO, Daniel Aarão; GOMES, Angela Maria de Castro. Participação em banca de Luiz Alberto Grijó. A Faculdade de Direito de Porto Alegre e a política partidária no Rio Grande do Sul 1900-1950. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal Fluminense.

14.
GRYNSZPAN, M.. Participação em banca de Inacio Meneche Nigri. Participação do Brasil na resolução da ONU sobre a partilha da Palestina e na criação do Estado de Israel, 1947-1948. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal Fluminense.

Qualificações de Mestrado
1.
ABREU, M. C.; GRYNSZPAN, M.; DANTAS, C. V.. Participação em banca de Anderson Leon Almeida de Araújo. As macumbas na voz de J. B. de Carvalho - práticas culturais, música popular e religiões afro-brasileiras. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal Fluminense.

2.
GRYNSZPAN, M.; OLIVEIRA, L. M. L.; AZEVEDO, L. C.; BARBALHO, A. A.. Participação em banca de Deborah Rebello Lima. Políticas culturais contemporâneas - novos contornos: do Mondiacult ao Programa Cultura Viva. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.

3.
PAULA, C. J.; GRYNSZPAN, M.; RIBEIRO, L. M.. Participação em banca de Tatiana de Souza Castro. Judiciário na imprensa brasileira: um estudo sobre a cobertura do jornal O Globo na criação do Conselho Nacional de Justiça no Senado em 2003-2004. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.

4.
GRYNSZPAN, M.; AZEVEDO, L. C.; AYROSA, E. A. T.. Participação em banca de Maíra Lopes Viana da Costa. A Lei de Incentivo como política cultural: o papel da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas.

5.
GRYNSZPAN, M.; VILAROUCA, M. G.; SAUERBRONN, J. F.. Participação em banca de Juliana da Silva Gonçalves. O esporte invade a área! De projeto socioesportivo a programa de governo: a experiência de gestão do Projeto Rio 2016. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas.

6.
GRYNSZPAN, M.; RIBEIRO, L. M. L.; MIRANDA, A. P. M.. Participação em banca de Ariane Gontijo Lopes Leandro. Cidadania, resolução de conflitos e acesso à justiça: uma análise sobre o programa de mediação de conflitos do estado de Minas Gerais. 2011. Exame de qualificação (Mestrando em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas.

7.
GRYNSZPAN, M.; PANDOLFI, D.; DARAUJO, M. C. S.. Participação em banca de Denise Dourado Dora. Direito, história e política: de como um grupo de advogados e advogadas enfrentou a ditarura militar de 1964. 2010. Exame de qualificação (Mestrando em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.

8.
DARAUJO, M. C. S.; GRYNSZPAN, M.; FICO, C.. Participação em banca de Stefan Freitas dos Santos. Batalha pela democracia: 1961-1964. Outras visões, os sargentos e o governo João Goulart. 2009. Exame de qualificação (Mestrando em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas.

9.
GRYNSZPAN, M.. Participação em banca de Maria José Motta Gouvêa. Juventude e cidadania cultural: com a palavra Mate com Angu e nação. 2006. Exame de qualificação (Mestrando em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
ESSUS, A. M. M. S. A.; IEGELSKI, F.; GRYNSZPAN, M.. Seleção Simplificada para a Classe de Professor Adjunto de Teoria, Métodos e Historiografia. 2017. Universidade Federal Fluminense.

2.
NEDER, G.; VENANCIO, G. M.; GRYNSZPAN, M.. Concurso para Professor Substituto de Teoria e Metodologia da História. 2015. Universidade Federal Fluminense.

3.
MEDEIROS, Leonilde Servolo de; GRYNSZPAN, M.; NEVES, D. P.; MENEZES, M. A.; MALUF, R. S. J.. Concurso Público de Provas e Títulos para Ingresso na Carreira do Magistério Superior na Área de Ciências Sociais em Desenvolvimento, Agricultura e Sociedade. 2009. Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Outras participações
1.
GRYNSZPAN, M.; DEZEMONE, M. A. O.; ALMEIDA, J. R.. Seleção 2017 Doutorado PPGH-UFF. 2016. Universidade Federal Fluminense.

2.
SARMENTO, Carlos Eduardo Barbosa; GRYNSZPAN, M.; PRATES, M. C.. Banca de qualificação de mestrado profissional. 2007. Fundação Getúlio Vargas.

3.
OLIVEIRA, L. M. L.; GRYNSZPAN, M.. Banca de qualificação de mestrado profissional. 2007. Fundação Getúlio Vargas.

4.
WELTMAN, Fernando Lattman; GRYNSZPAN, M.. Banca de qualificação de mestrado profissional. 2007. Fundação Getúlio Vargas.

5.
PANDOLFI, Dulce Chaves; GRYNSZPAN, M.; MENDONÇA, Paulo Knauss de. Banca de qualificação de mestrado profissional. 2006. Fundação Getúlio Vargas.

6.
GRYNSZPAN, M.. Banca de seleção para o Mestrado Profissionalizante em Bens Culturais e Projetos Sociais do CPDOC da FGV-RJ. 2006. Fundação Getúlio Vargas.

7.
PANDOLFI, Dulce Chaves; GRYNSZPAN, M.; LISSOVSKY, M.. Banca de qualificação de mestrado profissional. 2006. Fundação Getúlio Vargas.

8.
GRYNSZPAN, M.; GOMES, Angela Maria de Castro; JEFFERSON, A.. Banca de qualificação de mestrado profissional. 2006. Fundação Getúlio Vargas.

9.
GRYNSZPAN, M.; MEDEIROS, B. F.; KORNIS, G.. Banca de qualificação de mestrado profissional. 2006. Fundação Getúlio Vargas.

10.
GRYNSZPAN, M.; WELTMAN, Fernando Lattman; CARVALHO, Marize Bastos de. Banca de qualificação de mestrado profissional. 2006. Fundação Getúlio Vargas.

11.
GRYNSZPAN, M.; VIEIRA, Marcelo Milano Falcão. Banca de qualificação de mestrado profissional. 2005. Fundação Getúlio Vargas.

12.
MENDONÇA, Paulo Knauss de; GRYNSZPAN, M.; PANDOLFI, Dulce Chaves. Banca de qualificação de mestrado profissional. 2005. Universidade Federal Fluminense.

13.
GRYNSZPAN, M.; GOMES, Angela Maria de Castro; PESSANHA, Charles. Banca de qualificação de mestrado profissional. 2005. Fundação Getúlio Vargas.

14.
GRYNSZPAN, M.; MOTTA, Marcia Maria Menendes; MEDEIROS, Leonilde Servolo de. Banca de qualificação de mestrado acadêmico. 2005. Universidade Federal Fluminense.

15.
MENDONÇA, Paulo Knauss de; GRYNSZPAN, M.; PANDOLFI, Dulce Chaves. Banca de qualificação de mestrado acadêmico. 2005. Universidade Federal Fluminense.

16.
WELTMAN, Fernando Lattman; GRYNSZPAN, M.; D'ÁVILA, Paulo. Banca de qualificação de mestrado profissional. 2005. Fundação Getúlio Vargas.

17.
BOMENY, Helena; GRYNSZPAN, M.; JUNQUEIRA, Eliane. Banca de qualificação de mestrado profissional. 2005. Fundação Getúlio Vargas.

18.
GRYNSZPAN, M.; PANDOLFI, Dulce Chaves; MENDONÇA, Paulo Knauss de. Banca de qualificação de mestrado profissional. 2005. Fundação Getúlio Vargas.

19.
GRYNSZPAN, M.; SARMENTO, Carlos Eduardo Barbosa; LIMA, Nísia Verônica Trindade. Banca de qualificação de mestrado profissional. 2005. Fundação Getúlio Vargas.

20.
GRYNSZPAN, M.. Banca de seleção para o Mestrado Profissionalizante em Bens Culturais e Projetos Sociais do CPDOC da FGV-RJ. 2004. Fundação Getúlio Vargas.

21.
GRYNSZPAN, M.; MOTTA, Marcia Maria Menendes; SIGAUD, L.. Banca de qualificação de mestrado acadêmico. 2004. Universidade Federal Fluminense.

22.
GRYNSZPAN, M.; GOMES, Angela Maria de Castro; SARMENTO, Carlos Eduardo Barbosa; COSTA, C. M. L.; LAMARÃO, S. T. N.. Banca de seleção para o Mestrado Profissionalizante em Bens Culturais e Projetos Sociais do CPDOC da FGV-RJ. 2003. Fundação Getúlio Vargas.

23.
MOTTA, Marcia Maria Menendes; GRYNSZPAN, M.; MEDEIROS, Leonilde Servolo de. Banca de qualificação de mestrado acadêmico. 2002. Universidade Federal Fluminense.

24.
GRYNSZPAN, M.. Seleção de Bolsas de Iniciação Científica-PIBIC (2001/2002) da Universidade Federal de Goiás. 2001. Universidade Federal de Goiás.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
18 Congresso Brasileiro de Sociologia. Sucessão e transmissão em famílias do agronegócio de São Paulo. 2017. (Congresso).

2.
41 Encontro Anual da ANPOCS.MR43 - Fundamentos empíricos para uma história social da ciência e da internacionalização na formação científica no Brasil (1951-2015). 2017. (Encontro).

3.
41 Encontro Anual da ANPOCS.GT10 Elites e formas de dominação. 2017. (Encontro).

4.
II Colóquio Internacional sobre Violência Política no Século XX.Violência e legalidade dos movimentos sociais rurais. 2017. (Seminário).

5.
III Encontro Sul-Americano de Estudos Agrários.Estado e luta camponesa na América Latina. 2016. (Encontro).

6.
X Simpósio Regional de História da ANPUH-PA.A questão agrária e a República no Brasil: reflexões para uma história agrária. 2016. (Simpósio).

7.
39º Encontro Anual da ANPOCS. Elites e espaços de poder. 2015. (Congresso).

8.
História da Resistência Camponesa, Luta pela Terra e Temas sobre a Baixada Fluminense.História da Resistência Camponesa, Luta pela Terra e Temas sobre a Baixada Fluminense. 2015. (Seminário).

9.
I Seminário Internacional Mundos do Trabalho e Ditaduras no Cone Sul.Trabalhadores: entre a fábrica e o campo. 2015. (Seminário).

10.
IV Fórum Brasileiro de Pós-Graduação em Ciência Política. Estudos de Elites e Estruturas de Poder. 2015. (Congresso).

11.
38 Encontro Anual da ANPOCS. GT13 - Elites e espaços de poder - Sessão "Cultura, poder e saberes profissionais". 2014. (Congresso).

12.
38 Encontro Anual da ANPOCS. MR18 - Convergências, divergências e violências simbólicas na configuração do Brasil contemporâneo. 2014. (Congresso).

13.
Seminário NEC 20 Anos.Gênese do agronegócio no Brasil. 2014. (Seminário).

14.
XXIV Seminário de Iniciação Científica.Ciências Humanas - História. 2014. (Seminário).

15.
Emergent Brazil.Rural social movements in the agribusiness era in Brazil. 2013. (Seminário).

16.
III Jornada Discente do Programa de Pós-Graduação em História, Política e Bens Culturais.Estado e Poder. 2013. (Seminário).

17.
Democracia à brasileira: teorias, processos e alternativas.MST e agronegócio: dois atores da transição e da consolidação democrática. 2012. (Seminário).

18.
II Seminário Internacional Mundos do Trabalho.Trabalho e exclusão nos domínios açucareiros brasileiros (Século XX). 2012. (Seminário).

19.
XIII Jornada dos Alunos do PPGSA.Mundo Rural e Meio Ambiente. 2012. (Seminário).

20.
35º Encontro Anual da ANPOCS. Interesses, Representação e Espaço Político (GT 16 - Grupos Dirigentes e Estruturas de Poder. 2011. (Congresso).

21.
Ciclo de Conferencias Exclusión, Alteridad y Violencia: el Caso de las Favelas de Rio de Janeiro.Las favelas cariocas hoy: configuraciones y actores. 2011. (Outra).

22.
Ciclo de Conferencias Exclusión, Alteridad y Violencia: el Caso de las Favelas de Rio de Janeiro.Las favelas de Rio de Janeiro en perspectiva historica. 2011. (Outra).

23.
Ciclo de Conferencias Exclusión, Alteridad y Violencia: el Caso de las Favelas de Rio de Janeiro.Favelas, segjuridad y ciudadania. 2011. (Outra).

24.
I Seminário de Estudantes de Pós-Graduação em Ciências Sociais do Rio de Janeiro.Ciências Sociais: diálogos interdisciplinares. 2011. (Seminário).

25.
O centenário de "Sociologia dos partidos políticos", de Robert Michels.A sociologia de Michels: contextualizando a Sociologia dos partidos políticos. 2011. (Seminário).

26.
Semana dos Estudantes de História e Ciências Sociais da FGV.A interdisciplinaridade nas ciências humanas. 2011. (Encontro).

27.
Séminaire Internacional CPDOC Fondation Getulio Vargas et Sciences Po Grenoble.Transition ou transitions: le probleme de la temporalité dans les processus de construction démocratique. 2011. (Seminário).

28.
Taller Bi-Institucional Mexico y Brasil en el Albor del Siglo XXI: Contrastes y Semejanzas.Modernización de la agricultura y transformación social. 2011. (Oficina).

29.
34 Encontro Anual da ANPOCS. Debatedor da sessão "Painéis" do ST13 Grupos dirigentes e estruturas de poder. 2010. (Congresso).

30.
34 Encontro Anual da ANPOCS. Debatedor da sessão "Carreiras, disputas e o espaço da política" do ST13 Grupos dirigentes e estruturas de poder. 2010. (Congresso).

31.
L'Histoire Orale: regards croisés et décalés France - Brésil - Europe.Enquête auprès des exclus: les favelas de Rio. 2010. (Outra).

32.
33º Encontro Anual da ANPOCS.A afirmação do agronegócio: novos agentes e representações do rural. 2009. (Encontro).

33.
Jornadas Elites Intelectuales y Formación de Estado.Elites econômicas, Estado e gênese do agronegócio no Brasil. 2009. (Seminário).

34.
32º Encontro Anual da ANPOCS.Fórum de Sociologia Econômica. 2008. (Encontro).

35.
31º Encontro Anual da ANPOCS. Memórias de favelas do Rio de Janeiro: lembranças do passado e representações no presente. 2007. (Congresso).

36.
31º Encontro Anual da ANPOCS. Debatedor de sessão do Seminário Temático. 2007. (Congresso).

37.
Seminário Interno dos Alunos do PPCIS.Debatedor dos trabalhos apresentados. 2006. (Seminário).

38.
Para além da academia: a pós-graduação contribuindo para a sociedade.O Mestrado Profissionalizante em Bens Culturais e Projetos Sociais do CPDOC/FGV-RJ. 2005. (Seminário).

39.
XXVII Fórum de Coordenadores dos Programas de Pós-Graduação em História.Mesa Redonda Situação da pós-graduação em História no Brasil. 2004. (Encontro).

40.
XXV International Congress of the Latin American Studies Association. Participação no painel Law, illegality and citizenship in Rio de Janeiro's favelas. 2004. (Congresso).

41.
XXV International Congress of the Latin American Studies Association. Participação no Workshop Cities and citizenship: debating a research agenda. 2004. (Congresso).

42.
FGV CEO Internacional - Módulo Política e Sociedade.Palestra sobre Cidadania e Exclusão Social. 2003. (Outra).

43.
Direito e Sociedade em Debate.Luta política, gênese de atores e reconfiguração do espaço. 2002. (Seminário).

44.
Encontro às Quintas COC 15 Anos.Ciência e política: as formas de recepção e apropriação da teoria das elites. 2001. (Encontro).

45.
Fórum de Discussões Demandas da Sociedade Civil Brasileira - Perspectivas de um Debate Aberto.Mediação e resolução de conflitos: algumas questões. 2001. (Outra).

46.
Territórios negros do Rio de Janeiro: história, antropologia e alternativas jurídicas.Conflitos fundiários e comunidades negras rurais no século XX. 2001. (Seminário).

47.
XXV Encontro Anual da ANPOCS.Veredas da questão agrária e os enigmas do grande sertão. 2001. (Encontro).

48.
Semaine Brésil 2000.Les organisations de la société civile et l'apprpriation des droits. 2000. (Seminário).

49.
Direito e sociologia: como construir uma interface.Os modelos de democracia: como construir a experiência concreta da cidadania. 1999. (Seminário).

50.
Encontro Brasileiro de Estudos Judaicos.Os partisans e a memória do Holocausto. 1999. (Encontro).

51.
Canudos 100 Anos.Luta pela terra e identidades sociais. 1997. (Seminário).

52.
Encontro Anual da Latin American Studies Association. Democratização e acesso diferencial à justiça no Brasil. 1997. (Congresso).

53.
Seminário Internacional Justiça e Cidadania.Acesso e recurso à justiça: algumas questões. 1997. (Seminário).

54.
Agricultura e meio rural no estado do Rio de Janeiro.Mobilização camponesa e competição política no estado do Rio de Janeiro: 1950-1964. 1996. (Seminário).

55.
Lei, justiça e cidadania.Coordenação da mesa "Acesso à justiça". 1996. (Seminário).

56.
Lei e Liberdade.Acesso à justiça. 1996. (Seminário).

57.
AEARJ às Cinco.Conflitos de terra na área rural fluminense. 1992. (Outra).

58.
As crises da República no Brasil.A crise de 1937. 1992. (Seminário).

59.
V Encontro Regional de História.As elites políticas fluminenses de 1930 a 1978. 1992. (Encontro).

60.
Simpósio Nacional da ANPUH.Elites e estratégias de reconversão. 1991. (Simpósio).

61.
Congresso Internacional do Centenário da República Brasileira. Ação política e o espaço das lutas pela terra no estado do Rio de Janeiro (1950-1964). 1989. (Congresso).

62.
Agricultura fluminense.A decadência da agricultura fluminense. 1988. (Seminário).

63.
Encontro Regional de História.Campesinato e política no estado do Rio de Janeiro (1950-1964). 1987. (Encontro).

64.
Encontro Anual da ANPOCS.Da Revolução de 30 ao Golpe de 37: a depuração das elites. 1986. (Encontro).

65.
Conflitos no campo no estado do Rio de Janeiro.O campesinato fluminense: mobilização e controle político (1950-1964). 1984. (Seminário).

66.
Reunião Anual da SBPC. Auto-retrato de uma candidatura: Tenóirio Cavalcanti e as eleições de 1962 ao governo do estado do Rio. 1982. (Congresso).

67.
Projeto de Intercâmbio de Pesquisa Social em Agricultura.Movimentos sociais no campo no estado do Rio de Janeiro. 1980. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MATTOS, M. A. V. L. ; GRYNSZPAN, M. . ST 022 - Estudos de elites: nas fronteiras da história e das ciências sociais - XVI Encontro Regional de História da Anpuh-Rio. 2014. (Outro).

2.
GRYNSZPAN, M.; SEIDL, E. . GT16 - Grupos Dirigentes e Estruturas de Poder - 36° Encontro Anual da ANPOCS. 2012. (Outro).

3.
GRYNSZPAN, M.; SEIDL, E. . GT 16 - Grupos Dirigentes e Estruturas de Poder - 35° Encontro da ANPOCS. 2011. (Outro).

4.
GRYNSZPAN, M.; SERNA, M. . "ST13 Grupos dirigentes e estruturas de poder" do 34 Encontro Anual da ANPOCS. 2010. (Outro).

5.
GRYNSZPAN, M.; PANDOLFI, D. ; CARVALHO, J. M. ; CARNEIRO, L. P. . Seminário Internacional Justiça e Cidadania. 1997. (Outro).

6.
GRYNSZPAN, M.; PANDOLFI, D. . Estado Novo: 60 Anos. 1997. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Tese de doutorado
1.
Raimundo Alves de Araújo. Família e poder: a construção da burocracia pública e da identidade nacional nos interiores do Ceará do século XIX. Início: 2016. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense. (Orientador).

2.
Jucieldo Ferreira Alexandre. A epidemia serve a qual partido? disputas políticas e representações sobre o cólera na imprensa cearense (1855-1864),. Início: 2016. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Deborah Rebello Lima. As teias de uma rede: uma análise do Programa Cultura Viva. 2013. Dissertação (Mestrado em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas, . Orientador: Mario Grynszpan.

2.
Maíra Lopes Viana da Costa. A Lei de Incentivo como política cultural: o papel da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura. 2013. Dissertação (Mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas, . Orientador: Mario Grynszpan.

3.
Juliana Silva Gonçalves. A experiência de gestão do projeto Rio 2016. 2013. Dissertação (Mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas, . Orientador: Mario Grynszpan.

4.
Ariane Gontijo. Caminhos e obstáculos para o acesso à justiça: o caso do Programa de Mediação de Conflitos em Minas Gerais. 2012. Dissertação (Mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas, . Orientador: Mario Grynszpan.

5.
Denise Dora. Advocacia em tempos sombrios: de como um grupo de advogados enfrentou a ditadura militar de 1964. 2011. Dissertação (Mestrado em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas, . Orientador: Mario Grynszpan.

6.
Aline dos Santos Portilho. Praia do Flamengo, 132: memória, reparação e patrimonialização da União Nacional dos Estudantes. 2010. Dissertação (Mestrado em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas, . Orientador: Mario Grynszpan.

7.
Vivian Luiz Fonseca. Capoeira sou eu: memória, identidade, tradição e conflito. 2009. Dissertação (Mestrado em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ. Orientador: Mario Grynszpan.

8.
Antonio Joaquim de Macedo Soares. O Instituto Reação: um projeto social aplicado. 2007. 0 f. Dissertação (Mestrado em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas, . Orientador: Mario Grynszpan.

9.
Alexandre Octávio Ribeiro de Carvalho. O Instituto Nacional de Câncer e sua memória: uma contribuição ao estudo da cancerologia no Brasil. 2006. 206 f. Dissertação (Mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas, . Orientador: Mario Grynszpan.

10.
Washington Roberto dos Santos. Ouvidoria, novas relações de consumo e o aperfeiçoamento da cidadania no Brasil: a experiência da Caixa Econômica Federal. 2006. 0 f. Dissertação (Mestrado em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas, . Orientador: Mario Grynszpan.

11.
Glauce Luna Garcia Dulcetti. Assentamento Cachoeira Grande: formas de sociabilidade. 2006. Dissertação (Mestrado em Bens Culturais e Projetos Sociais) - Fundação Getúlio Vargas, . Orientador: Mario Grynszpan.

12.
Leonardo Soares dos Santos. Um sertão entre muitas certezas: a luta pela terra na zona rural da cidade do Rio de Janeiro (1945-1964). 2005. 0 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Mario Grynszpan.

13.
Marcus Ajuruam de Oliveira Dezemone. Memória camponesa: identidades e conflitos em terras de café (1889-1971) Fazenda Santo Inácio, Trajano de Moraes - RJ. 2004. 218 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ. Orientador: Mario Grynszpan.

Tese de doutorado
1.
Vivian Luiz Fonseca. Patrimônio cultural imaterial no Brasil - o registro da capoeira como estudo de caso. 2014. Tese (Doutorado em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas, . Orientador: Mario Grynszpan.

2.
Mauro Henrique de Barros Amoroso. Caminhos do lembrar: a construção e os usos políticos da memória do morro do Borel. 2012. Tese (Doutorado em História, Política e Bens Culturais) - Fundação Getúlio Vargas, . Orientador: Mario Grynszpan.

3.
Leonardo Soares dos Santos. Cada qual no seu lugar: a constituição do espaço rural na cidade do Rio de Janeiro, 1890-1940. 2009. 0 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Mario Grynszpan.

4.
Marcus Ajuruam de Oliveira Dezemone. Do cativeiro à reforma agrária: colonato, direitos e conflitos (1872-1987). 2008. 0 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Mario Grynszpan.

Supervisão de pós-doutorado
1.
Flávio dos Santos Gomes. 2013. Fundação Getúlio Vargas, . Mario Grynszpan.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Matheus Gadioli Pires Camacho. Projetos em disputa: o desenvolvimento e o debate no PCB sobre a questão agrária em Alberto Passos Guimarães e Caio Prado Jr. (1950-1964). 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Mario Grynszpan.

2.
Gabriela Santos Marinho da Silva. A trajetória científica de Luiz de Castro no Museu Nacional do Rio de Janeiro (1951-1968). 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Abi - História) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Mario Grynszpan.

3.
Lucas de Paula Arnaud. Da fábrica nasce o vencedor: a figura do operário-jogador no futebol carioca (1905-1933). 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Mario Grynszpan.

4.
Danilo Rodrigues de Holanda Maia. Dimensões da narrativa histórica em Hayden White. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Mario Grynszpan.

5.
Rodrigo Silva Soares. A migração nordestina para o Morro Pavão-Pavãozinho Cantagalo. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Mario Grynszpan.

6.
Júlia Manacorda. A própria aporia de Auschwitz é a aporia da história, o testemunho impossível. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Mario Grynszpan.

7.
Ailton Fernandes da Rosa Junior. A pedra e a bala: a luta pela terra em Cachoeiras de Macacu (1960 - 1964). 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Mario Grynszpan.

8.
Felipe Svaluto Paul. Um dissidente à inglesa: o pensamento político de George Orwell. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Mario Grynszpan.

9.
Ricardo Luiz Mosna Ferreira da Silva. Carlos Frederico Werneck de Lacerda - Carlos Lacerda. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Mario Grynszpan.

10.
Nicole Régine Garcia. O início da previdência social rural no Brasil. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Mario Grynszpan.

11.
Raphael do Espírito Santo Garcez de Mendonça. A implementação da política de segurança pública de Leonel Brizola no Rio de Janeiro e sua repercussão no Jornal do Brasil. 2006. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Mario Grynszpan.

12.
Marcio Cunha Chistofori. A repressão aos pressos políticos na Era Vargas: análise de Memórias do Cárcere de Graciliano Ramos. 2006. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Mario Grynszpan.

13.
Vívian Luiz Fonseca. Iê viva meu mestre: disputas de memória nos discursos de mestres de capoeira do século XX. 2006. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Mario Grynszpan.

14.
Michel Fontenelle Alcoforado. Lembrando do passado sem esquecer o presente: notas sobre a memória dos velhos de um asilo do Rio de Janeiro. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Mario Grynszpan.

15.
Livia Fernandes Fonseca. Araguaia: dois Brasis em guerrilha. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Mario Grynszpan.

16.
Agnes Weidlich. Amaralismo e chaguismo no governo Moreira Franco (1987-1991). 2005. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Mario Grynszpan.

17.
Márcio Pinheiro Hilário de Souza. A favela em perspectiva histórica: uma análise da bibliografia. 2005. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Mario Grynszpan.

18.
Mario Sérgio Ignácio Brum. Relações entre favelas e Estado no século XX. 2003. 205 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Mario Grynszpan.

19.
Marcus Ajuruam de Oliveira Dezemone. Lutas camponesas no século XX: um estudo comparativo. 2002. 65 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Mario Grynszpan.

20.
Carla Bianca Vieira de Castro. Luta pela terra e relações de gênero: um estudo sobre o acampamento rural de Capelinha. 2002. 40 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal Fluminense. Orientador: Mario Grynszpan.

Iniciação científica
1.
Pedro Bogossian Porto. Direitos e cidadania. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal Fluminense, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ. Orientador: Mario Grynszpan.

2.
Amanda Garcia Cavalheiro. Assentamentos rurais em perspectiva comparada: uma análise das dimensões econômica, social, histórica e ambiental. 2003. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Mario Grynszpan.

3.
Carla Bianca Vieira de Castro. Assentamentos rurais em perspectiva comparada. 2002. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Mario Grynszpan.

4.
Marcus Ajuruam de Oliveira Dezemone. Assentamentos rurais em perspectiva comparada. 2002. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal Fluminense, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Mario Grynszpan.

Orientações de outra natureza
1.
Anna Carolina de Oliveira M D Costa. Uma sociologia da sociologia e da economia rurais brasileiras. 2004. 0 f. Orientação de outra natureza - Fundação Getúlio Vargas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Mario Grynszpan.



Outras informações relevantes


- Parecerista do CNPq, da CAPES e do FACITEC (Fundo de Apoio à Ciência e Tecnologia do Município de Vitória)
- Parecerista das revistas Estudos Históricos, Mana e Interseções
- Parecerista das editoras da Universidade Federal de Viçosa e da FGV



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/01/2019 às 11:30:51