Helgio Henrique Casses Trindade

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível SR

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4339380249964583
  • Última atualização do currículo em 05/04/2018


Doutor em Ciência Política pelo Institut d´Etudes Politiques de Paris/Université de Paris I (Panthéon-Sorbonne). Ex-reitor e Professor Emérito da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Pesquisador Sênior do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Ex- Membro da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação (CNE), ex- Membro do Consejo Superior Internacional de la Agencia Nacional de Evaluación de la Calidad y Acreditación (ANECA/Espanha), Membro eleito da Academia Brasileira de Ciências (ABC), Vice-Chair do Forum on Higher Education, Research and Knowledge Regional da UNESCO e Membro do Consejo de Administração do Instituto Internacional para a Educação na América Latina e no Caribe (IESALC/UNESCO). Foi Presidente da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciências Sociais (1984-1986) e Presidente da Comissão Nacional de Avaliação do Ensino Superior (CONAES) (2004-2006). Ex-Reitor da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA).Atualmente é professor permanente do Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Helgio Henrique Casses Trindade
Nome em citações bibliográficas
TRINDADE, Helgio

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Instituto Latino Americano de Estudos Avançados.
Campus do Vale, UFRGS, Av. Bento Gonçalves, 9500, Prédio 43322
Agronomia
91509900 - Porto Alegre, RS - Brasil
Telefone: (51) 33087157
URL da Homepage: http://www.ilea.ufrgs.br/index.html


Formação acadêmica/titulação


1967 - 1971
Doutorado em Études Politiques.
Université Paris 1 Pantheon-Sorbonne, PARIS 1, França.
Título: L´Action intégraliste brésilienne: un mouvement de type fasciste au Brésil, Ano de obtenção: 1971.
Orientador: Jean Touchard / Georges Lavau.
Bolsista do(a): Fundação Ford, F.F., Estados Unidos.
Palavras-chave: Fascismo; Ideologia; Partidos Politicos.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política.
1965 - 1967
Especialização em Diplomé na Section Politique et Sociale.
Institut d'Études Politiques (Sciences-Pô), IEP, França.
Título: Les recherches électorales en France: théorie et méthode d´analyse.
Orientador: Jean Ranger.
Bolsista do(a): Governo Francês, ASTEF, França.
1964 - 1964
Especialização em XXI Curso Intensivo de Desenvolvimento Econômico.
Comissão Econômica para América Latina/Banco Nacional de Desenvolvimento, CEPAL/BNDE, Brasil.
Título: Estado e Desenvolvimento: o papel do setor publico.
Orientador: Claudio Accurso.
1963 - 1963
Aperfeiçoamento em Institutions of United States of America.
Harvard University, HARVARD, Estados Unidos.
Título: Instituições Politicas Americanas: avaliação critica. Ano de finalização: 1963.
Orientador: Luis Costa Lima.
Bolsista do(a): Associação Universitaria Interamericana, OUI, Brasil.
1960 - 1964
Graduação em Ciências Jurídicas e Sociais.
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.


Pós-doutorado


2013
Pós-Doutorado.
Ecole Normale Supérieure Paris, ENS/Paris, França.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
1997 - 1997
Pós-Doutorado.
Stanford University (Estágio Senior), SU, Estados Unidos.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Educação Superior Comparada.
1988 - 1989
Pós-Doutorado.
Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales, EHESS, França.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo.
1983 - 1984
Pós-Doutorado.
Centre d´Etudes et de Recherches Internationales, CERI, França.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Autoritarismo militar e transições democraticas na A.Latina.
1981 - 1982
Pós-Doutorado.
Fondation Nationale Des Sciences Politiques, FNSP, França.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - Atual
Vínculo: Professor Colaborar, Enquadramento Funcional: Professor Colaborar
Outras informações
Professor colaborar do Programa de Pos-graduação em Ciencia Politica (mestrado e dutorado) UFRGS

Vínculo institucional

2009 - Atual
Vínculo: Professor convidado, Enquadramento Funcional: Professor convidado
Outras informações
Professor convidado do Programas de Graduação em Politicas Publicas e de Ciência Politica da UFRGS

Vínculo institucional

1968 - 2009
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

6/1999 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , IFCH-Brasil/França, .
1999 - Atual
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Seminário Avançado de Teoria I
Pensamento Politico Brasileiro
Seminário Temático I: Politica Comparada e Integração Regional
4/1998 - Atual
Extensão universitária , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Ciência Política.

Atividade de extensão realizada
Professor e Membro da Comissão Coordenadora da Escola de Governo.
01/1998 - Atual
Direção e administração, CIPEDES / Instituto Latinoamericano de Estudos Avançados, .

Cargo ou função
Coordenador do Centro Interdisciplinar de Pesquisas Para o Desenvolvimento do Ensino Super.
1/1991 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Ciência Política.

12/1985 - Atual
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Pensamento Político Brasileiro
Partidos e Participação Política no Brasil
Autoritarismo e Democracia na América Latina
Formação do Estado na América Latina
Instituições Políticas Brasileiras
1985 - Atual
Direção e administração, Departamento de Ciência Politica, .

Cargo ou função
Professor Titular.
1979 - Atual
Direção e administração, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Presidente da Comissão de Publicações do IFCH.
3/1973 - Atual
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Comportamento Político-Eleitoral: Partidos e eEeições no Rio Grande do Sul Republicano
Política Comparada: Estado e Partido na América Latina
Política Comparada: Estado, Partido e Comportamento Político
3/1968 - Atual
Ensino,

Disciplinas ministradas
Estado e Sociedade no Brasil
Partidos e Eleições no Brasil
Pensamento Político Autoritário
Política Brasileira
Política Comparada
Teoria Política
1968 - Atual
Direção e administração, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Programa de Pós-Graduaçãoem Ciência Politica.

Cargo ou função
Professor.
1/1997 - 1/1999
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Ciência Política.
1998 - 1998
Direção e administração, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Coordenadora da "Escola do Governo no IFCH/UFRGS" em covênio com a Associação Brasileira de Formação de Governantes de São Paulo.
9/1992 - 9/1996
Direção e administração, Reitoria, .

Cargo ou função
Reitor.
3/1995 - 3/1996
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Ciência Política.
1/1991 - 2/1994
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Ciência Política.

1/1992 - 12/1992
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Ciência Política.
01/1992 - 12/1992
Outras atividades técnico-científicas , NUPERGS, NUPERGS.

Atividade realizada
Coordenador do Projeto Estatísticas Eleitorais Comparativas - Reconstituição Histórica dos Dados Eleitorais do RS de 1945 a 1990. Convênio entre NUPERGS/UFRGS, FEE, TRE/RS com apoio da FAPERGS.
1/1990 - 12/1992
Direção e administração, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Ciência Política.

Cargo ou função
Coordenador Pós-Graduação em Ciência Política.
01/1990 - 12/1992
Outras atividades técnico-científicas , UFRGS, UFRGS.

Atividade realizada
Coordenador do Projeto "HIstória Político - Eleitoral do Rio Grande do Sul Republicano: O Regionalismo e as Bases da Politica do Império ao Estado Novo (1824/1937), convênio UFRGS/FINEP.
1/1992 - 2/1992
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Ciência Política, Departamento de Ciência Política.

Atividade realizada
Missão de Pesquisa e Identificação de Parceiros como Coordenador do Acordo CAPES/COFECUB - Ciência Política-UFRGS..
1/1990 - 1/1992
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Ciência Política.
1/1979 - 1/1992
Direção e administração, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Ciência Política.

Cargo ou função
Coordenador do NUPERGS.
1/1985 - 9/1988
Direção e administração, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, .

Cargo ou função
Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação.
1/1979 - 12/1985
Ensino, Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Análise Política
Formação Política do Brasil
Pensamento Político Brasileiro
Política Comparada
Teoria política
1979 - 1980
Direção e administração, Conselho Editorial, .

Cargo ou função
Membrodo Conselho Editorial.
1979 - 1980
Direção e administração, .

Cargo ou função
Membro do Conselho de Coordenação do Ensino e da Pesquisa.
1978 - 1980
Direção e administração, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação, .

Cargo ou função
Membro da Camara Especial de Pós-Graduação e Pesquisa.
1/1977 - 1/1979
Direção e administração, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Antropologia.

Cargo ou função
Coordenador do Curso de Pós-Graduação em Antropologia, Sociologia e Ciência Política.
6/1970 - 12/1971
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Ciência Política.
06/1970 - 12/1971
Outras atividades técnico-científicas , UFRGS, UFRGS.

Atividade realizada
Coordenador do Projeto "Comportamento Politico no RS e Banco de Dados Eleitorais", convênio UFRGS/FORD Foundation.
3/1968 - 12/1968
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Ciência Política.
4/1968 - 9/1968
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, .

Ecole Normale Supérieure Paris, ENS/Paris, França.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista
Outras informações
Programa de Estágio Sênior CAPES

Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Chercher
Outras informações
Chercheur invité du Centre d´Histoire Moderne et Comtemporaine, Ecole Normale Superieure, dirigé par Christophe Charle. Paris


Universidade Federal da Integração Latino-Americana, UNILA, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2013
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Reitor pro tempore, Regime: Dedicação exclusiva.


Academia Brasileira de Ciências, ABC, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - Atual
Vínculo: Membro, Enquadramento Funcional: Membro

Atividades

3/2006 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Academia Brasileira de Ciências, Academia Brasileira de Ciências.

Atividade realizada
Membro.

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - Atual
Vínculo: Pesquisador Senior CNPq, Enquadramento Funcional: Pesquisador Senior CNPq

Vínculo institucional

1990 - 2006
Vínculo: Pesquisador 1A, Enquadramento Funcional: Pesquisador 1A
Outras informações
Pesquisador 1A do CNPq e lider de três grupos do Diretorio de Pesquisa do CNPq

Vínculo institucional

1999 - 1999
Vínculo: Lider de Grupo de Pesquisa, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 0

Vínculo institucional

1997 - 1999
Vínculo: Coordenador de Projeto, Enquadramento Funcional: Coordenador
Outras informações
Coordenador do Projeto " A Construção da Democracia na América Latina, Comportamento Político - Eleitoral e Reforma do Estado", Projeto Integrado de Pesquisa financiado pelo CNPQ

Vínculo institucional

1995 - 1996
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador
Outras informações
Coordenador do Projeto "As Eleições Presidenciais no Cone Sul 1989-1995, Projeto Integrado de Pesquisa financiado pelo CNPQ

Vínculo institucional

1992 - 1994
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro do Conselho Deliberativo

Vínculo institucional

1991 - 1994
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador
Outras informações
Coordenador do Projeto "Partidos, Comportamento Eleitoral e Cultura Politica na América Latina", Projeto Integrado de psquisa financiado pelo CNPQ

Vínculo institucional

1992 - 1992
Vínculo: Coordenador, Enquadramento Funcional: Coordenador
Outras informações
Coordenador do Comitê de Ciências Sociais do CNPq

Vínculo institucional

1991 - 1992
Vínculo: Vice-Presidente do CCCA, Enquadramento Funcional: Vice-Presidente do CCCA
Outras informações
Vice-Presidente do CCCA do CNPq, eleito pelos coordenadores dos comites Assessores

Vínculo institucional

1990 - 1992
Vínculo: Membro do Conselho Assessor, Enquadramento Funcional: Membro do Conselho Assessor
Outras informações
Membro do Conselho Assessor de Ciências Sociais do CNPq - Área de Ciência Politica

Vínculo institucional

1975 - 1976
Vínculo: Coordenador, Enquadramento Funcional: Coordenador
Outras informações
Coordenador Regional do Projeto comparativo "Comportamento Politico - Eleitoral nas Eleições Municipais de 1976" , convênio FINEP, Ford Foundation e CNPQ, com a participação da UFRGS, CEBRAP, IUPERJ, UFMG

Atividades

2002 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq, .

01/2000 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq, .

01/2000 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - CNPq, .

1998 - 1998
Conselhos, Comissões e Consultoria, Comitê de Acompanhamento e Avaliação do PRONEX -Ciências Humanas e Sociais, .

Cargo ou função
Membro do Comitê de Acompanhamento e Avaliação do PRONEX da área de Ciências Humanas e Sociais.

Forum on Higher Education, Reserarch and Knowledge Regional, UNESCO, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2003 - Atual
Vínculo: Vice-Chair do Forum UNESCO, Enquadramento Funcional: Vice-Chair
Outras informações
Vice-Chair do Forum da UNESCO para Educação Superior, Ciencia e Tecnologia para América Latina(Paris)

Atividades

2003 - Atual
Direção e administração, .

Cargo ou função
Vice-Chair (2003-2006).
1999 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, UNESCO, .

Cargo ou função
Vice-Chair do Forum on Higher Education, Reserach and Knowledge Regional Scientific Comittee for Latin American and the Caribbean da UNESCO.
11/1996 - 11/1996
Conselhos, Comissões e Consultoria, UNESCO, .

Cargo ou função
Vice Presidente da Comissão.

Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Políticas, ANPOCS, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - Atual
Vínculo: Membro, Enquadramento Funcional: Membro da Comissão Internacional da Associaçã
Outras informações
Membro da Comissão Internacional da Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Politicas

Vínculo institucional

1984 - 1986
Vínculo: Presidente da ANPOCS, Enquadramento Funcional: Presidente
Outras informações
Presidente da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciencias Sociais (ANPOCS)

Atividades

2007 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão Internacional da ANPOCS, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Intercâmbio Internacional - biênio 2007-2008.
1999 - 2000
Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão Internacional da ANPOCS, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Internacional da Associação Nacional de Pós-Graduação em Ciências Politicas.
1996 - 1998
Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão Institucional da ANPOCS, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Institucional da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciências Sociais (ANPOCS).
1991 - 1993
Conselhos, Comissões e Consultoria, ANPOCS, .

Cargo ou função
Membro do Comitê FORD/ANPOCS para apoio a pesquisa em Ciências Sociais.
10/1984 - 10/1986
Direção e administração, .

Cargo ou função
Presidente da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciencias Sociais.
1977 - 1980
Conselhos, Comissões e Consultoria, .

Cargo ou função
Membro da Diretoria.

International Political Science Association, IPSA, França.
Vínculo institucional

1990 - Atual
Vínculo: Membro, Enquadramento Funcional: Membro
Outras informações
Membro da Associação Francesa de Ciência Política

Atividades

1990 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Associação Francesa de Ciência Política, .

Cargo ou função
Membro da Associação Francesa de Ciência Política.

Conselho Nacional de Educação, CNE, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2009
Vínculo: Conselheiro, Enquadramento Funcional: Conselheiro

Atividades

06/2006 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Nacional de Educação, .

Cargo ou função
Conselheiro da Camara de Ensino Superior.

Agencia Nacional de Evaluación de la Calidad y Acreditación, ANECA, Espanha.
Vínculo institucional

2005 - 2009
Vínculo: Membro, Enquadramento Funcional: Membro del Consejo Asesor
Outras informações
Miembro del Consejo Asesor de la Agencia Nacional de Evaluación de la Calidad y Acreditación (ANECA) ? España (2005-2009)

Atividades

01/2005 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, .

Cargo ou função
Membro del Consejo Asesor (2005/2009).

Comissão Nacional de Avaliação do Ensino Superior, CONAES, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2006
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador

Atividades

2004 - 06/2006
Direção e administração, CONAES, .

Cargo ou função
Presidente da Comissão.

Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2006
Vínculo: Membro, Enquadramento Funcional: Membro do Conselho Deliberativo
Outras informações
Membro do Conselho Deliberativo do Centro de Estudos de Opinião Publica (CESOP), UNICAMP (2003-2006)

Atividades

2003 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, .

Cargo ou função
Membro do Conselho Deliberativo (2003-2006).

Consejo Latino-Americano de Ciencias Sociales - Argentina, CLACSO, Argentina.
Vínculo institucional

2004 - 2005
Vínculo: Membro, Enquadramento Funcional: Membro
Outras informações
Membro do Grupo de ?Educação Superior? do Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales (CLACSO) (2004-2005)

Vínculo institucional

1980 - 1988
Vínculo: Diretor, Enquadramento Funcional: Membro do Consejo Executivo
Outras informações
Membro do Conselho Executivo do Consejo Latinoamerica de Cienciais Sociais (CLACSO)

Vínculo institucional

1979 - 1987
Vínculo: Membro do Comitê Directivo, Enquadramento Funcional: Membro do Comitê Directivo
Outras informações
Membro do Comitê Directivo

Atividades

2004 - 2005
Direção e administração, .

Cargo ou função
Membro do Grupo de ?Educação Superior? do Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales (CLACSO) (2004-2005).

Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social da Presidência da Republica, CDES, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2004
Vínculo: Conselheiro, Enquadramento Funcional: Conselheiro
Outras informações
Membro do CDES da Presidencia da Republica

Atividades

1/2003 - 12/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, .

Cargo ou função
Membro do CDES da Presidencia da Republica.

Secretaria de Educação Superior, SESU/MEC, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Colaborador

Atividades

01/2003 - 12/2003
Serviços técnicos especializados , sesu, .

Serviço realizado
Membro da Comissão Especial da Avaliação Universitária (MEC/ SESU).

Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - São Paulo, SBPC, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - 2003
Vínculo: Membro do Conseho Deliberativo, Enquadramento Funcional: Membro do Conseho Deliberativo
Outras informações
Membro da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência

Vínculo institucional

1997 - 2003
Vínculo: Membro do Conseho Deliberativo, Enquadramento Funcional: Membro do Conseho Deliberativo

Atividades

01/1997 - 12/2003
Conselhos, Comissões e Consultoria, Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência - Sede Rio de Janeiro, .

Cargo ou função
Membro do Conseho Deliberativo.

Maison des Sciences de L'Homme, MSH, França.
Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador
Outras informações
Coordenador do Projeto "Sciences sociales en America Latine: institutionnalisation et internationalisation (Argentina, Brasil, Chile, Mexico, Uruguai) do Programme Internationale d'Etudes Avancéss da Maison des Sciences de l'Homme

Atividades

2003 - 2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, .

Cargo ou função
Coordenador do Projeto.

Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales, EHESS, França.
Vínculo institucional

2000 - 2002
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor visitante, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Seminários de doutorado na Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales, Paris, associados aos professores Daniel Pécaut, Monique De Saint-Martin, Afranio Garcia durante 4 meses (abril/julho) em tres anos consecutivos

Atividades

2000 - 2002
Outras atividades técnico-científicas , Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales, Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales.

Atividade realizada
Pesquisador Visitante (Poste-Past).
02/1997 - 03/1997
Direção e administração, Etudes-associe, .

Cargo ou função
Diretor de Unidade.
01/1997 - 01/1997
Outras atividades técnico-científicas , Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales, Ecole des Hautes Etudes en Sciences Sociales.

Atividade realizada
MIssão de Pesquisa com o apoio do acordo CAPES/COFECUB.

Institut des Hautes de l`Amerique Latine, IHEAL, França.
Vínculo institucional

1999 - 1999
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professor Titular da Chaire Simon Bolivar do Institut des Hautes de l`Amerique Latine, Université de Paris V

Atividades

3/1999 - 6/1999
Outras atividades técnico-científicas .

Atividade realizada
Professor do Curso de Pos-Graduação: Seminario ministrado sobre "Fascismo numa perspectiva comparada".

Associação Brasileira de Ciências Politicas, ABCP, Brasil.
Vínculo institucional

1996 - 1998
Vínculo: Membro Eleito da Diretoria, Enquadramento Funcional: Membro Eleito da Diretoria
Outras informações
Membro Eleito da Diretoria fundadora da ABCP

Atividades

2004 - 2005
Direção e administração, .

Cargo ou função
Mebro do Comitê Acadêmico.
2000 - 2002
Direção e administração, .

Cargo ou função
Membro da Diretoria.
1998 - 2000
Direção e administração, .

Cargo ou função
Membro da Diretoria.
12/1996 - 12/1998
Direção e administração, .

Cargo ou função
Membro eleito da Diretoria.

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Vínculo institucional

1994 - 1998
Vínculo: Coordenador, Enquadramento Funcional: Coordenador do Acordo Franco-Brasileiro
Outras informações
Coordenador do Acordo Capes:COFECUB (Pós-Graduação em Ciência Politica UFRGS/Institut d'Etudes Politiques de Paris (1994-1998)

Vínculo institucional

1992 - 1992
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 0
Outras informações
Missão de Pesquisa e Identificação de Parceiros como Coordenador do Acordo CAPES/COFECUB - Ciência Política-UFRGS..

Vínculo institucional

1980 - 1988
Vínculo: Coordenador, Enquadramento Funcional: Coordenador do Acordo Franco-Brasileiro
Outras informações
Coordenador do Acordo Capes:COFECUB (Pós-Graduação em Ciência Politica UFRGS/Institut d'Etudes Politiques de Paris (1986-1988)

Vínculo institucional

1969 - 1970
Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Pesquisador
Outras informações
Pesquisador do Projeto de pesquisa para Tese de Doutorado: "Perfil Politico-Ideologico dos Dirigentes Nacionais e Regionais da Ação Integralista Brasileira (AIB), Entrevistas semi-diretivas e escalas atidudinais com apoio Ford Foundation/CAPES

Atividades

11/1987 - 12/1987
Conselhos, Comissões e Consultoria, CAPES, .

Cargo ou função
Membro da Missão Brasileira de Intercâmbio Cientifico - Cultural com Instituições Chinesas, MEC/CAPES, Pequim.

Stanford University, STANFORD, Estados Unidos.
Vínculo institucional

1997 - 1997
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Visiting-scholar
Outras informações
Visiting-scholar no Center for Latin America Studies (Bolivar House) Stanford University, Palo Alto, California

Atividades

05/1997 - 12/1997
Direção e administração, .

Cargo ou função
Visiting-scholar.

Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Supe, ANDIFES, Brasil.
Vínculo institucional

1992 - 1996
Vínculo: Membro do Diretorio ANDIFES, Enquadramento Funcional: Coordenador GT Avaliação ES
Outras informações
Membro do Diretorio da ANDIFES Coordenador do Grupo de Trabalho "Politica e Gestão Universitária"

Atividades

1995 - 1996
Serviços técnicos especializados , andifes, .

Serviço realizado
Representante da ANDIFES na Comissão Nacionalde Avaliação, instituida pelo MEC para coordenar e apoiar o Programa de Avaliação Institucional (PAIUB).

Comitê Brasileiro de Reitores da Rede Santos Dumont, CRRSD, França.
Vínculo institucional

1995 - 1995
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Presidente do Comitê
Outras informações
Presidente do Comitê da Universidades Brasileiras integrantes da Rede Santos Dumont de Cooperação entre cursos CPG entre Universidades Franco-Brasileiras, 1995.

Atividades

1995 - 1996
Conselhos, Comissões e Consultoria, Comitê da Universidades Brasileiras integrantes da Rede Santos Dumont, .

Cargo ou função
Presidente do Comitê da Universidades Brasileiras integrantes da Rede Santos Dumont de Cooperação entre cursos CPG entre Universidades Franco-Brasileiras, 1995..

Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

1994 - 1994
Vínculo: Membro do Conselho Consultivo, Enquadramento Funcional: Membro do Conselho Consultivo
Outras informações
Membro do Conselho Consultivo do Núcleo de Pesquisa em Relações Internacionais e Politica Comparada

Atividades

1994 - 1994
Conselhos, Comissões e Consultoria, .

Cargo ou função
Membro do Conselho Consultivo do Núcleo de Pesquisa em Relações Internacionais e Politica Comparada.

Financiadora de Estudos e Projetos, FINEP, Brasil.
Vínculo institucional

1990 - 1992
Vínculo: Coordenador de Projeto, Enquadramento Funcional: Coordenador
Outras informações
Coordenador do Projeto "HIstória Político - Eleitoral do Rio Grande do Sul Republicano: O Regionalismo e as Bases da Politica do Império ao Estado Novo (1824/1937), convênio UFRGS/FINEP

Atividades

01/1990 - 12/1992
Pesquisa e desenvolvimento .


Nuffield College, Oxford, OXFORD, Grã-Bretanha.
Vínculo institucional

1992 - 1992
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Visiting-scholar

Atividades

01/1992 - 02/1992
Direção e administração, .

Cargo ou função
Visiting-scholar.

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul, FAPERGS, Brasil.
Vínculo institucional

1991 - 1991
Vínculo: Coordenador de Projeto, Enquadramento Funcional: Coordenador
Outras informações
Coordenador do Projeto " Comportamento Político- Eleitoral: Partidos do Rio Grande do Sul Republicano

Atividades

01/1991 - 12/1991
Pesquisa e desenvolvimento .

Universidade Federal do Para, UFPA, Brasil.
Vínculo institucional

1988 - 1988
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Visitante
Outras informações
Professor Visitante do Curso Internacional de Formação de Especialistas Universitários em desenvolvimento de Áreas Amazônicas no Núcleo de Altos Estudos Amazônicos

Atividades

09/1988 - 10/1988
Outras atividades técnico-científicas .

Atividade realizada
Professor Visitante do Curso Internacional de Formação de Especialistas Universitários em desenvolvimento de Áreas Amazônicas no Núcleo de Altos Estudos Amazônicos.

Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras, CRUB, Brasil.
Vínculo institucional

1987 - 1988
Vínculo: Coordenador, Enquadramento Funcional: Coordenador
Outras informações
Coordenador do Forum de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação e representantes junto ao Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (CRUB)

Atividades

1987 - 1988
Direção e administração, .

Cargo ou função
Coordenador do Forum de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação e representantes junto ao Conselho de Reitores das Universidades Brasileiras (CRUB).

Centre d´Etudes et de Recherches Internationales, CERI, França.
Vínculo institucional

1983 - 1984
Vínculo: Pesquisador - Associado, Enquadramento Funcional: Pesquisador - Associado, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Chercheur - Associé no Centre d'Études et Recherches Internationales (CERI) da Fondation Nationale de Sciences Politiques (FNPS)


Instituto de Estudos Econômicos Sociais e Políticos de São Paulo, IDESP, Brasil.
Vínculo institucional

1982 - 1984
Vínculo: Pesquisador - Associado, Enquadramento Funcional: Pesquisador - Associado
Outras informações
Pesquisador - Associado junto ao IDESP no Projeto internacional sobre "A Questão da Democrácia na França, Argentina e Brasil", convênio FNSP, CISEA, IDESP.

Atividades

09/1982 - 05/1984
Direção e administração, .

Cargo ou função
Pesquisador - Associado.

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
Vínculo institucional

1975 - 1980
Vínculo: Professor Titular, Enquadramento Funcional: Professor titular
Outras informações
Departamento de Ciências Sociais - IFCH

Vínculo institucional

1974 - 1980
Vínculo: Professor, Enquadramento Funcional: Professor
Outras informações
Professor do Curso de Pós-Graduação em Sociologia Industrial- IESPE

Vínculo institucional

1975 - 1979
Vínculo: Vice-Diretor, Enquadramento Funcional: Vie-Diretor
Outras informações
Vice-Diretor do Instituto de Estudos Sociais, Politicos e Economicos

Vínculo institucional

1975 - 1976
Vínculo: Membro da Câmara de PG, Enquadramento Funcional: Membro da Câmara de PG
Outras informações
Membro da Câmara de Pós-Graduação

Vínculo institucional

1974 - 1976
Vínculo: Coordenador de Curso, Enquadramento Funcional: Coordenador de Curso
Outras informações
Coordenador do Curso de Mestrado em Sociologia Industrial

Vínculo institucional

1969 - 1970
Vínculo: Coordenador de Departamento, Enquadramento Funcional: Coordenador de Departamento
Outras informações
Coordenador do Departamento de Pesquisa em Ciência Politica do IESP/PUCRS

Atividades

1975 - 1980
Direção e administração, Departamento de Ciências Sociais - IFCH, .

Cargo ou função
Professor Titular.
1974 - 1980
Direção e administração, Pós-Graduação em Sociologia Industrial- IESPE, .

Cargo ou função
Professor do Curso de Pós-Graduação.
1975 - 1979
Direção e administração, Instituto de Estudos Sociais, Politicos e Economicos, .

Cargo ou função
Vice-Diretor.
03/1976 - 10/1976
Outras atividades técnico-científicas , Pós-Graduação em Sociologia Industrial- IESPE, Pós-Graduação em Sociologia Industrial- IESPE.

Atividade realizada
Coordenador do Projeto "Comportamento Eleitoral de Porto Alegre nas Eleições Municipais de 1976.
1975 - 1976
Direção e administração, .

Cargo ou função
Membro da Camara de Pós-Graduação.
1974 - 1976
Direção e administração, Curso de Mestrado em Sociologia Industrial, .

Cargo ou função
Coordenador de Curso.
03/1973 - 12/1975
Outras atividades técnico-científicas , Instituto de Estudos Sociais, Politicos e Economicos, Instituto de Estudos Sociais, Politicos e Economicos.

Atividade realizada
Coordenador do Projeto "Perfil Sócio-Economico das Populações Urbanas de Baixa Renda no RS", convênio IESPE/PUCRS/IFCH/UFRGS, BNH e SETAG/RS.
03/1974 - 12/1974
Outras atividades técnico-científicas , Instituto de Estudos Sociais, Politicos e Economicos, Instituto de Estudos Sociais, Politicos e Economicos.

Atividade realizada
Coordenador do Projeto "Distrito Industrial: Expansão e Relocalização Industrial em Porto Alegre", convênio IESPE/PUCRS e Prefeitura Municipal de Porto Alegre.
01/1969 - 12/1970
Direção e administração, Instituto de Estudos Sociais, Politicos e Economicos, .

Cargo ou função
Coordenador do Departamento de Pesquisa em Ciência Politica do IESP/PUCRS.

Universidade Federal do Rio Grande do Norte, UFRN, Brasil.
Vínculo institucional

1975 - 1975
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Visitante
Outras informações
Professor-Visitante do Curso de Especialização em Ciências Sociais

Atividades

06/1975 - 07/1975
Outras atividades técnico-científicas .

Atividade realizada
Professor-Visitante do Curso de Especialização em Ciências Sociais.


Linhas de pesquisa


1.
Partidos, comportamento eleitoral e cultura política na América Latina.
2.
Comportamento político-eleitoral: partidos e eleições do Rio Grande do Sul Republicano. FAPERGS
3.
Internacionalização das Elites. Intercâmbio Internacional e Redefinição de Modelos Institucionais - Líder - Diretório de Grupos de Pesquisa, CNPq (2000-2006)
4.
2002-2007 lider do grupo: Internacionalização das Elites: intercambio universitario e redefinição dos modelos institucionais
5.
Elites, Instituições e Ciências Sociais na América Latina: Argentina, Brasil, Chile, Mexico e Uruguai (1930-2000)- Programme International d´Etudes Avancées/MSH/Paris (2003-2005)

Objetivo: Analisar a dinamica universitária e o desenvolvimento das ciencias sociais na América Latina (1930/2000).
Grande área: Ciências Humanas
Palavras-chave: Elites e Instituições Sociais no Brasil.
6.
Avaliação da Educação Superior e Sistemas Universitários Comparados - Forum UNESCO/CIPEDES/CONAES (2003-2008)

Objetivo: Analisar a importancia estratégica dos processos avaliativos para o desenvlvimento das educação superior.
Grande área: Ciências Humanas
Palavras-chave: Avaliacao Universitaria; Educação superior comparada; Educação Superior.
7.
Nazi-Fascismo na Europa e América Latina (1975-1990)
8.
Partidos, Eleições e Democracia no Brasil - lider - Diretorio do Grupo do CNPq (1995-2000)
9.
Coordenador do Projeto "HIstória Político - Eleitoral do Rio Grande do Sul Republicano: O Regionalismo e as Bases da Politica do Império ao Estado Novo (1824/1937), convênio UFRGS/FINEP


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Ciências Sociais no Brasil em perspectiva latino-americana
Descrição: Análise dos processos de institucionalização, diversificação disciplinar, intercâmbios acadêmicos e politicas públicas de pós-graduação no Brasil no contexto da construção das ciências sociais na América Latina (1930-1990)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Helgio Henrique Casses Trindade - Coordenador / MARIA IZABEL SARAIVA NOLL - Integrante / Rodrigo da Rosa Bordignon - Integrante / Rosemeri Nunes Feijó - Integrante.
2000 - Atual
Ciências Sociais na América Latina: Politica Comparada - Argentina, Brasil, Chile e Uruguai
Descrição: Linha de Pesquisa: Elites, Istituições e Ciências Sociais na América Latina.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Helgio Henrique Casses Trindade - Coordenador.
2000 - Atual
Historia Social das Universidades noBrasil: Construção das Ciências Sociai, formação e recomposiçãodas elites (1930-2000)
Descrição: Linha de Pesquisa: Elites, Istituições e Ciências Sociais na América Latina.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Helgio Henrique Casses Trindade - Coordenador.
1997 - 1999
As eleições presidenciais no cone Sul, 1989-1995.
Descrição: Linha de Pesquisa: Partidos, comportamento eleitoral e cultura politica na América Latina.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Helgio Henrique Casses Trindade - Coordenador.
1997 - 1999
A construção da democracia na América Latina, comportamento político eleitoral e reforma do Estado.
Descrição: Linha de Pesquisa: Partidos, comportamento eleitoral e cultura politica na América Latina.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Helgio Henrique Casses Trindade - Coordenador.
1997 - 1999
Partidos, Eleições e Democracia no Brasil
Descrição: Linha de Pesquisa: Partidos, comportamento eleitoral e cultura politica na América Latina.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Helgio Henrique Casses Trindade - Coordenador.
1990 - 1992
Coordenador do Projeto "História Político - Eleitoral do Rio Grande do Sul Republicano: O Regionalismo e as Bases da Politica doImpério ao Estado Novo (1824-1937)
Descrição: Coordenador do Projeto "História Político - Eleitoral do Rio Grande do Sul Republicano: O Regionalismo e as Bases da Politica doImpério ao Estado Novo (1824-1937).
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Helgio Henrique Casses Trindade - Coordenador.
1980 - 2000
Fascismo na América Latina e Europa
Descrição: Linha de Pesquisa: Nazi-Fascismona Europa e América Latina.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Helgio Henrique Casses Trindade - Coordenador.
1972 - 1980
Integralismo e Fascismo no Brasil
Descrição: Linha de Pesquisa: Nazi-Fascismona Europa e América Latina.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Helgio Henrique Casses Trindade - Coordenador.
1968 - 1970
Comportamento político em Ijuí
Descrição: Linha de Pesquisa: Comportamento Politico-Eleitoral: partidos e eleições do Rio Grande do Sul Republicano(1835-2003).
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Helgio Henrique Casses Trindade - Coordenador.
1968 - 1970
Comportamento Politico no RS e Banco de Dados Eleitorais
Descrição: Linha de Pesquisa: Comportamento PPolitico-eleitoral: partidos e eleições no Rio Grande do Sul Republicano (1835/2003).
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Helgio Henrique Casses Trindade - Coordenador.
1968 - 1970
Comportamento político em Porto Alegre
Descrição: Linha de Pesquisa: Comportamento Politico-Eleitoral: partidos e eleições do Rio Grande do Sul Republicano(1835-2003).
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Helgio Henrique Casses Trindade - Coordenador.


Membro de corpo editorial


2012 - Atual
Periódico: RBPG. Revista Brasileira de Pós-Graduação


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Educação Superior Comparada.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político/Especialidade: Estudos Eleitorais e Partidos Políticos.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Fascismo internacional.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Sociologia / Subárea: Sociologia das Instituições.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo.
6.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Instituições Politicas Comparadas.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Pouco.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Italiano
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2017
Homenagem e Reconhecimento por notável contribuição científica ao desenvolvimento da pesquisa no Estado e no Brasil., Pró-Reitoria de Pesquisa da UFRGS.
2016
Prêmio ANPOCS de Excelências Acadêmica Gildo Marçal Brandão em Ciência Política, ANPOCS.
2014
Reconocimiento por haber participado como ponente en las sesiones permanentes del Seminario, UNAM - Universidad Nacional Autónoma de México.
2012
Programa Gaúcho da Qualidade e Produtividade (PGQP) 2012, Instituto Gerdau.
2011
Professor Emérito, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).
2011
Professor Honorário, Universidade Andina Simón Bolívar (UASB), Quito , Equador.
2006
Membro da Academia Brasileira de Ciências, Academia Brasileira de Ciências.
2005
Título Honorífico de Cidadão de Porto Alegre, Câmara Municipal de Porto Alegre.
2005
Ordem Nacional do Mérito Cientifíco, Ministério da Ciência e Tecnologia.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
TRINDADE, Helgio2011TRINDADE, Helgio. A Legalidade e o Movimento estudantil Brasileiro. Anos 90 (UFRGS. Impresso), v. 18, p. 129-164, 2011.

2.
TRINDADE, Helgio2008TRINDADE, Helgio. UNILA: universidade para a integração latino-americana. Nueva Sociedad, v. 1, p. 1, 2008.

3.
TRINDADE, Helgio2006TRINDADE, Helgio. Universidad, ciencia y poder: una mirada latinoamericana. Revista Iberoamericana, v. 1, p. 57-63, 2006.

4.
TRINDADE, Helgio2005TRINDADE, Helgio. (Editor) Social sciences in Latin América/Les sciences sociales em Amérique Latine (1930- 2003). Social Science Information sur les sciences sociales, Londres, v. 44, 2005.

5.
TRINDADE, Helgio2005TRINDADE, Helgio. Social sciences in Brazil in perspective: foundation, consolidation and diversification. Social Science Information sur les Sciences Sociales, Londres, v. 44, n.2-3, p. 283-358, 2005.

6.
TRINDADE, Helgio2005TRINDADE, Helgio; M.A., G. ; MIGUEL, M. ; GERONIMO, S. . Social sciences in Latin America: a comparative perspective (Argentine, Brazil, Chile, Mexico and Uruguai). Social Science Information sur les Sciences Sociales, Londres, v. 44, n.2-3, p. 557-593, 2005.

7.
TRINDADE, Helgio2005TRINDADE, Helgio. Os desafios das reformas e avaliação da educação superior. Revista de Sociologia, Santiago, Chile, v. 19, p. 51-70, 2005.

8.
TRINDADE, Helgio2004TRINDADE, Helgio. A Republica em tempos de reforma universitária: os desafios do Governo Lula. Educação e Sociedade, UNICAMP, v. v 25, n.nº 88, p. 819-844, 2004.

9.
TRINDADE, Helgio2004TRINDADE, Helgio. O Brizolismo e seu legado. Teoria e Debate, São Paulo, v. 17, p. 57-63, 2004.

10.
TRINDADE, Helgio2000TRINDADE, Helgio. Saber e Poder: Os Dilemas da Universidade Brasileira. Estudos Avançados, São Paulo, v. 14, n.40, p. 122-133, 2000.

11.
TRINDADE, Helgio1999TRINDADE, Helgio. Universidade em perspectiva: sociedade, conhecimento e poder. Anped Revista Brasileira de Educação, São Paulo, n.10, p. 5-15, 1999.

12.
TRINDADE, Helgio1998TRINDADE, Helgio. Por um modelo europeu do ensino superior: comentários ao "Rapport Jacques Attali" sobre a reforma do ensino superior francês. Separata Revista Avaliação Cipedes, Porto Alegre, v. 1(1), 1998.

13.
TRINDADE, Helgio1998TRINDADE, Helgio. A conferência mundial da UNESCO e os cenários da educação superior na América Latina. Avaliação (Campinas), Campinas, v. 3, n.4, p. 7-10, 1998.

14.
TRINDADE, Helgio1998TRINDADE, Helgio. A reforma universitária de Córdoba e seu legado simbólico. Universidade e Sociedade (ANDES), 1998.

15.
TRINDADE, Helgio1998TRINDADE, Helgio. Por um modelo europeu do ensino superior. Revista Avaliação, v. 1, 1998.

16.
TRINDADE, Helgio1997TRINDADE, Helgio. Um retrato do ensino superior frente a estratégia do governo: avaliação. REVISTA DA REDE DE AVALIACAO INSTITUCIONAL DA EDUCACAO SUPERIOR, CAMPINAS, v. 2, n.4, p. 49-55, 1997.

17.
TRINDADE, Helgio1995TRINDADE, Helgio. Novo contexto da avaliação nas Universidades Federais. PRO-POSICOES, v. 6, n.1, 1995.

18.
TRINDADE, Helgio1995TRINDADE, Helgio. Projeto de Avaliação da ANDIFES. Educación Superior y Sociedad, Caracas, Venezuela, v. 5, n.1-2, 1995.

19.
TRINDADE, Helgio1995TRINDADE, Helgio. Avaliação institucional no Brasil. Revista Educación Superior y Sociedad, Caracas, v. 5, n.1e 2, 1995.

20.
TRINDADE, Helgio1991TRINDADE, Helgio. Elections presidentielles et transition politique en Amerique Latine. REVUE INTERNATIONALE DE SCIENCES SOCIALES, n.128, p. 321-334, 1991.

21.
TRINDADE, Helgio1990TRINDADE, Helgio. O Jacobinismo castilhista e a ditadura positivista no Rio Grande do Sul. REVISTA DO INSTITUTO DE FILOSOFIA E CIENCIAS HUMANAS, v. 14, p. 93-103, 1990.

22.
TRINDADE, Helgio1989TRINDADE, Helgio; NOLL, M. I. . Crise e modernidade: impases da transição política no Brasil. REVISTA DE FILOSOFIA POLITICA, v. 5, n.5, p. 126-133, 1989.

23.
TRINDADE, Helgio1988TRINDADE, Helgio; NOLL, M. I. . Crisis y modernidad en Brasil. Revista Mexicana de Sociologia, México, v. 2, p. 3-10, 1988.

24.
TRINDADE, Helgio1987TRINDADE, Helgio. Para onde vai a China?. REVISTA BRASILEIRA DE CIENCIAS SOCIAIS, v. 5, n.02, p. 131-147, 1987.

25.
TRINDADE, Helgio1987TRINDADE, Helgio. O Desafio de Modernizar a Universidade. Diário do Sul, v. 7, 1987.

26.
TRINDADE, Helgio1987TRINDADE, Helgio. A Crise, um impasse na transição para o Brasil moderno. Diário do Sul, p. 4, 1987.

27.
TRINDADE, Helgio1987TRINDADE, Helgio. China: Socidade, Crise e Universidade. Diario do Sul, Porto Alegre, RS, p. 7-8, 1987.

28.
TRINDADE, Helgio1986TRINDADE, Helgio. La construccion del Estado Nacional en Argentina y Brasil, 1810-1900.. REVISTA MEXICANA DE SOCIOLOGIA, v. 5, n.02, p. 131-147, 1986.

29.
TRINDADE, Helgio1986TRINDADE, Helgio. As Eleições e o Fenômeno Populista. Parlamento, Porto Alegre, v. 14, n.71, p. 36-42, 1986.

30.
TRINDADE, Helgio1986TRINDADE, Helgio. Burguesia e Estado no Brasil: um balanço crítico. Ensaios FEE, Porto Alegre, v. 7, n.1, p. 105-124, 1986.

31.
TRINDADE, Helgio1985TRINDADE, Helgio. A construção do Estado Nacional na Argentina e no Brasil, 1810-1900: esboço de uma análise comparativa. DADOS, v. 28, n.01, p. 131-147, 1985.

32.
TRINDADE, Helgio1983TRINDADE, Helgio. La question du fascisme en Amerique Latine. REVUE FRANCAISE DE SCIENCES POLITIQUES, v. 10, n.30, p. 131-147, 1983.

33.
TRINDADE, Helgio1983TRINDADE, Helgio. A Questão do Fascismo na America Latina. Dados, Rio de Janeiro. RJ, v. 1, p. 53-76, 1983.

34.
TRINDADE, Helgio1982TRINDADE, Helgio. El tema del fascismo en America Latina. REVISTA DE ESTUDIOS POLITICOS, v. 10, n.30, p. 131-147, 1982.

35.
TRINDADE, Helgio1982TRINDADE, Helgio. A questão do fascismo na América Latina. DADOS, v. 10, n.6, p. 131-147, 1982.

36.
TRINDADE, Helgio1982TRINDADE, Helgio. Burguesia y Estado en el Brasil: un balance critico. CRITICA Y UTOPIA, v. 10, n.6, p. 131-147, 1982.

37.
TRINDADE, Helgio1982TRINDADE, Helgio. La bourgeoisie bresilienne en question. REVUE AMERIQUE LATINE, v. 12, n.10, p. 131-147, 1982.

38.
TRINDADE, Helgio1982TRINDADE, Helgio. Paradoxes de la conjoncture politique au Brésil: la societé civil sous pression.. Amérique Latine, Paris, n.10, p. 31-39, 1982.

39.
TRINDADE, Helgio1982TRINDADE, Helgio. Paradoxes de la Conjoncture au Brésil: la Societé Civil Sous Pression. Brésil une Transition Problématique, Paris, França, v. 10, p. 31-39, 1982.

40.
TRINDADE, Helgio1982TRINDADE, Helgio. Editor do Dossier: Brésil une Transition Problématique. Amérique Latine, Paris, França, v. 10, p. 31-39, 1982.

41.
TRINDADE, Helgio1981TRINDADE, Helgio. A propos des formes de pouvoir en Amérique Latine. Que Faire Aujuord'hui, Paris, n.13, 1981.

42.
TRINDADE, Helgio1981TRINDADE, Helgio. La Bourgeoise Brésiliene de Pouvoir en Amérique. Revue Amerique Latine, Pasris, França, v. 5, p. 35-46, 1981.

43.
TRINDADE, Helgio1977TRINDADE, Helgio. Integralismo e Fascismo em Questão. Revista do IFCH, Porto Alegre, v. 5, p. 223-227, 1977.

44.
TRINDADE, Helgio1976TRINDADE, Helgio. Texto e Contexto: nota crítica a alguns aspectos do estudo paradigma e história de Wanderley Guilherme dos Santos. Revista do IFCH, Porto Alegre, v. 4, p. 126-135, 1976.

45.
TRINDADE, Helgio1975TRINDADE, Helgio. Anatomia do voto em Porto Alegre. Revista do IFCH, Porto Alegre, v. 3, p. 143-160, 1975.

46.
TRINDADE, Helgio1974TRINDADE, Helgio. Plinio Salgado e a Revolução de 30: antededentes da A.I.B.. Revista Brasileira de Estudos Políticos, Belo Horizonte, v. 12, n.38, p. 131-147, 1974.

47.
TRINDADE, Helgio1973TRINDADE, Helgio. A ação integralista brasileira: aspectos históricos e iIdeológicos. Dados (Rio de Janeiro), Rio de Janeiro, v. 10, n.10, p. 131-147, 1973.

48.
TRINDADE, Helgio1973TRINDADE, Helgio. Nota de pesquisa: padrões e comportamento eleitoral no Rio Grande do Sul (1950-1962). Revista do IFCH, Porto Alegre-RS, v. 1, p. 154-221, 1973.

49.
TRINDADE, Helgio1972TRINDADE, Helgio. El fascismo brasileño en la década de trinta. DESARROLLO ECONOMICO, v. 12, n.48, p. 131-147, 1972.

50.
TRINDADE, Helgio1971TRINDADE, Helgio. Participação político-social ao nível local. REVISTA DADOS, v. VIII, n.1, p. 129-151, 1971.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
TRINDADE, Helgio. Integralismo. O fascismo brasileiro na década de 1930. 3ª. ed. São Leopoldo: Ed. Unisinos, 2016. v. 1. 420p .

2.
TRINDADE, Helgio. A tentação fascista no Brasil. Imaginário de dirigentes e militantes integralistas. 1ª. ed. Porto Alegre: Ed. UFRGS, 2016. v. 1. 838p .

3.
TRINDADE, Helgio. Las Ciencias sociales en America Latinas: de los inicios a la sociologia a la teoria de la dependencia,. 01. ed. Buenos Aires, AR: EUDEBA, 2013. v. 01. 304p .

4.
TRINDADE, Helgio. Ciências Sociais no Brasil Diálogos com Mestres e Discípulos. 01. ed. BRASILIA, DF: EDITORAS ANPOCS E LIBER LIVRO, 2012. v. 01. 366p .

5.
TRINDADE, Helgio. A UNILA em Construção. Porto Alegre: Grafica Pallotti, 2009. v. 01. 169p .

6.
TRINDADE, Helgio. UNILA Consulta Internacional. Porto Alegre: Grafica Pallotti, 2009. v. 2. 432p .

7.
TRINDADE, Helgio. Desafios, institucionalização e imagem pública da Comissão Nacional de Avaliação da Educação Superior (CONAES).. Brasilia: UNESCO/MEC, 2007. v. 1. 159p .

8.
TRINDADE, Helgio. Las Ciencias Sociales en América Latina en Perspectiva Comparada 1930-2005. Cidade do Mexico, Mexico: Siglo XXI, 2007.

9.
TRINDADE, Helgio. O Positivismo: teoria e pratica. Porto Alegre, RS: Editora da UFRGS, 2007.

10.
TRINDADE, Helgio. Desafíos, Institucionalización e Imagen Pública de la CONAES. Brasília, DF: UNESCO, 2007.

11.
TRINDADE, Helgio. As Ciencias Sociais na América Latina em Perspectiva Comparada 1930-2005 (2ª ed. Rev.). 2ª. ed. Porto Alegre, RS: UFRGS, 2007. 391p .

12.
TRINDADE, Helgio. As Ciencias Sociais na América Latina em Perspectiva Comparada 1930-2005. Porto Alegre, RS: Editora UFRGS/ANPOCS, 2006. 413p .

13.
TRINDADE, Helgio. Desafios, institucionalização e imagem publica da CONAES. Brasília, DF: MEC/CONAES, 2006. v. 1. 121p .

14.
TRINDADE, Helgio; NOLL, M. I. . Subsidios para a História do Parlamento Gaúcho (1890-1937). Porto Alegre (RS): CORAG, 2005.

15.
NOLL, M. I. ; TRINDADE, Helgio . Estatisticas Eleitorais do Rio Grande da America do Sul 1823/2002. Porto Alegre, RS: UFRGS, 2005.

16.
TRINDADE, Helgio. Nazi-Fascismo na América Latina. Porto Alegre - RS: Editora da Universidade, 2004.

17.
TRINDADE, Helgio; BLANQUER, J. (Org.) . Os desafios da educação na América Latina. Petropolis: Editora Vozes, 2002.

18.
TRINDADE, Helgio. Universidade em ruínas na república dos professores.. Petrópolis: Editora Vozes, 2000. v. 1. 223p .

19.
TRINDADE, Helgio; BLANQUER, J. (Org.) . Les défis de l´education en Amérique Latine. 1. ed. Paris: Editions Institut des Hautes Études de l´Amérique Latine (IEHAL), 2000. v. 1.

20.
TRINDADE, Helgio; PETIT, A. (Org.) ; LARIZZA, M. (Org.) ; PICKERING, M. (Org.) ; DONIZELI, M. (Org.) ; BOUHDIBA, A. (Org.) . O Positivismo: teoria e prática.. Porto Alegre: Editora da Universidade/UFRGS, 1999. v. 1. 154p .

21.
TRINDADE, Helgio. A universidade em ruínas na república dos professores. 3. ed. Petrópolis: Editora Vozes, 1999. v. 1.

22.
TRINDADE, Helgio. Universidade em perspectiva.. Porto Alegre: UFRGS, 1996. 189p .

23.
TRINDADE, Helgio. Plano de Gestão: prestação de contas, 1993-1996. Porto Aelgre: UFRGS, 1996. 190p .

24.
TRINDADE, Helgio; NOLL, M. I. . Estatisticas eleitorais comparativas do Rio Grande do Sul, 1945-1994.. Porto Alegre: UFRGS, 1995. 421p .

25.
TRINDADE, Helgio. Reforma eleitoral e representação política: Brasil anos 90.. Porto Alegre: UFRGS, 1992. 290p .

26.
TRINDADE, Helgio. Partidos políticos e representação política no Brasil.. Porto Alegre: UFRGS, 1992.

27.
TRINDADE, Helgio. A Imagem do Lesgislativo no Rio Grande do Sul. , 1992.

28.
TRINDADE, Helgio; NOLL, M. I. . Rio Grande da América do Sul: partidos e eleições, 1823-1990.. Porto Alegre: UFRGS, 1991. 96p .

29.
TRINDADE, Helgio. América Latina: eleições e governabilidade democrática.. Porto Alegre: UFRGS, 1991.

30.
TRINDADE, Helgio. La tentation fasciste au Bresil dans les annees 30.. Paris: Maison de Sciences de L'Homme, 1988. 256p .

31.
TRINDADE, Helgio; GENTILE, E. (Org.) ; FELICE, R. (Org.) . A Itália de Mussolini e a origem do fascismo. São Paulo: Editora Icone, 1988. 88p .

32.
TRINDADE, Helgio. The Paradoxes of Democracy. New Delhi: Gian Publishing Ouse, 1988. v. 1. 222p .

33.
TRINDADE, Helgio. Universidade brasileira e constituinte. In : Universidade e Sociedade.. Brasília: UNB, 1985. 13p .

34.
TRINDADE, Helgio. A nova conspiração de 30: partidos e movimentos no ciclo de 30. In: Simpósio sobre a Revolução de 30.. Porto Alegre: UFRGS/ERUS, 1983. 719p .

35.
TRINDADE, Helgio. Brasil em Perspectiva: dilemas da abertura política. Porto Alegre: Sulina, 1982. 133p .

36.
TRINDADE, Helgio. Brésil une Transition Problématique. Paris: , 1982.

37.
TRINDADE, Helgio. Poder legislativo e autoritarismo no RS, 1891-1937. In : Processo Revolucionário de 1930.. Porto Alegre: IFCH/PUCRS, 1981.

38.
TRINDADE, Helgio. Revolução de 30: partidos e imprensa partidária.. Porto Alegre: L&PM, 1980. 551p .

39.
TRINDADE, Helgio. Poder legislativo e autoritarismo no RS, 1889-1937.. Porto Alegre: Sulina, 1979. 371p .

40.
TRINDADE, Helgio. João Neves da Fontoura. Brasília: Câmara de Deputados, 1978. v. 8. 722p .

41.
TRINDADE, Helgio. Perfil sócio-econômico das populações de baixa renda no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Instituto de Estudos Sociais, Políticos e Econômicos, 1975. v. 2.

42.
TRINDADE, Helgio. Integralismo: o fascismo brasileiro da década de 30. SAO PAULO: DIFEL, 1974. 142p .

43.
TRINDADE, Helgio. L'action integraliste bresilienne. Paris: Fondation Nationale des Sciences Politiques, 1971. 606p .

44.
TRINDADE, Helgio. As elites e o desenvolvimento brasileiro: uma pesquisa exploratória. Porto Alegre: Instituto de Estudos Sociais, Políicos e Econômicos, 1970. 85p .

Capítulos de livros publicados
1.
TRINDADE, Helgio; AVRITZER, L. ; MILANI, C. R. S. ; BRAGA, M. S. ; REIS, F. ; LIMONGI, F. ; ALMEIDA, M. H. T. ; FREITAS, A. ; FLEISCHER, D. ; MARENCO, A. S. ; FIGUEIREDO, A. C. ; SANTOS, F. ; FERES JUNIOR, J. ; CAMPOS, L. A. ; ASSUMPCAO, S. R. ; LYNCH, C. E. C. ; MARQUES, E. ; SOUZA, C. ; MATOS, M. ; LIMA, M. R. S. ; MILANI, C. ; SOARES, G. A. D. . A Ciência Politica na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS): etapa fundacional e de inserção nacional (1968-1980). In: Leonardo Avritzer;Carlos Milani; Maria do Socorro Braga. (Org.). A Ciência Politica no Brasil (1960-2015). 1ªed.Rio de Janeiro: FGV Editora, 2016, v. 1, p. 93-122.

2.
GARCIA, H. M. ; ROBLES, J. N. ; TORRES, C. A. ; TRINDADE, H. ; KURI, R. G. ; SALORD, S. G. ; SANCHEZ, A. C. ; SILVA, A. A. ; ORDORIKA, I. ; PUSSER, B. ; ZOZAYA, M. H. S. ; BALAN, J. ; BELTRAN, M. R. ; VRIES, W. ; TRINDADE, Helgio . Por un nuevo proyecto: De la "Microutopía" a la "Universidad emancipadora". In: Humberto Muñoz García. (Org.). Hacia dónde va la universidad en el siglo XXI?. 1ªed.Mexico: M.A. Porrúa, 2016, v. 1, p. 38-59.

3.
TRINDADE, Helgio. Amérique Latine: réformes (ou contre-reformes) de l´enseignement supérieur en perspective.. In: Christophe Charle; Charles Soulié. (Org.). La déregulation universitaire: la construction étatisée des 'marchés' des études supérieurs dans le monde.. 1ed.Paris: Éditions Syllepse, 2015, v. , p. 58-87.

4.
TRINDADE, Helgio. Las paradojas de la Universidad. Un Analisis Comparado de Bresil y Argentina. Sentidos de la Universidad. 01ed.Cordoba, Argentina: Universidad Nacional de Cordoba, 2011, v. 01, p. 23-43.

5.
TRINDADE, Helgio. Pensamiento universitario latinoamericano. Pensadores y Forjadores de la universidad latinoamericana. 01ed.Caracas: Editorial latina, 2008, v. 01, p. 561-601.

6.
TRINDADE, Helgio. Reforma universitaria en Brasil: El desafio del gobierno de Lula. Espacio Abierto Cuaderno Venezolano de Sociologia. 1ed.Maracaibo: Venezuela, 2007, v. 16, p. 31-60.

7.
TRINDADE, Helgio. A República Positivista: teoria e prática. In: Helgio Trindade. (Org.). O Positivismo Teoria e Pratica. Porto Alegre, RS: Editora da UFRGS, 2007, v. , p. 103-140.

8.
TRINDADE, Helgio. O Jacobismo Castilhista e a Ditadura Positivista no Rio Grande do Sul. In: Helgio Trindade. (Org.). O Positivismo Teoria e Pratica. Porto Alegre, RS: Editora da UFRGS, 2007, v. , p. 485-497.

9.
TRINDADE, Helgio. Ciências sociais no Brasil em perspectiva : fundação, consolidação e institucionalização. As ciências sociais na América Latina em perspectiva comparada:1930-2005. Porto Alegre, RS: UFRGS, 2006, v. , p. 73-177.

10.
TRINDADE, Helgio. Ciências sociais no Brasil em perspectiva: fundação, consolidação e expansão. As Ciências Sociais na América Latina em Perspectiva Comparada 1930-2005. 1ed.Porto Alegre, RS: UFRGS Editora, 2006, v. , p. 71-171.

11.
TRINDADE, Helgio. Ciências sociais na América Latina em perspectiva comparada: Argentina, Brasil, Chile, México e Uruguai. As Ciências Sociais na América Latina em Perspectiva Comparada 1930-2005. 1ed.Porto Alegre, RS: UFRGS Editora, 2006, v. , p. 357-389.

12.
TRINDADE, Helgio. Anísio Teixeira e os desafios atuais da educação superior. In: UFRJ. (Org.). Teixeira: ensino superior no Brasil, análise e interpretação de sua evolução até 1969. Rio de Janeiro: Editora da UFRJ, 2005, v. 10, p. -.

13.
TRINDADE, Helgio; BENEDITO, M. C. . Ciências sociais: instituições e atores estratégicos intercâmbio franco-brasileiro. Diálogos entre Brasil e a França Formação e Cooperação Acadêmica,. Recife, PE: , 2005, v. , p. 285-315.

14.
TRINDADE, Helgio; BENEDITO, M. C. . Sciences sociales: institutions et acteurs stratégiques dans l´échange franco-brésilien. In: Martins, C. B.. (Org.). Dialogues entre le Brésil et la France Formation et Coopération Académique. : , 2005, v. 1, p. 287-317.

15.
TRINDADE, Helgio. Institucionalização e internacionalização das ciências sociais na América Latina em questão. In: Almeida, A M, Cañedo, L.B., Garcia, A. E Bittencourt, A B.. (Org.). Circulação Internacional e formação intelectual das elites brasileiras. Campinas SP: Editora da Unicamp, 2004, v. , p. 144-167.

16.
TRINDADE, Helgio. Helgio Trindade, gestão 1992-1996: Em busca de uma Universidade por inteiro. UFRGS 70 anos. Porto Alegre, RS: Editora da UFRGS, 2004, v. , p. 143-155.

17.
TRINDADE, Helgio. O político e o professor. Leônidas Xausa. Porto Alegre,RS: Ed. da UFRGS, 2004, v. , p. 539-567.

18.
TRINDADE, Helgio. Universidade num mundo em transformação: a herança, a reinvenção e o reencantamento. In: Jorge Brovetto; Miguel Rojas Mix; Wrana Maria Panizzi. (Org.). A educação superior frente a Davos. Porto Alegre: UFRGS, 2003, v. , p. -.

19.
TRINDADE, Helgio. O discurso da crise e a reforma univesitária necessária da universidade brasileira. In: Marcela Mollis. (Org.). Las universidade en America Latina: reformadas o alteradas? La cosmética del pode financeiro. Buenos Aires: Editora CLACSO, 2003, v. , p. -.

20.
TRINDADE, Helgio. Il fascismo in America Latina: un' interpretazione. In: Alessandro Campi. (Org.). Che cos´e il fascismo? Inerpretazione e prospettive di ricerca. Roma: Ideazione Editrici, 2003, v. , p. -.

21.
TRINDADE, Helgio. Por que e como reformar a universidade: mitos e realidades. In: UNESCO/Brasil MEC. (Org.). A Universidade na encruzilhada: seminário universidade: por que e como reformar?. Brasilia: UNESCO/Brasil/MEC, 2003, v. , p. -.

22.
TRINDADE, Helgio. A urgencia da autonomia universitária. In: Lauro Mohry. (Org.). Universidade em questão. Brasilia: Editora da UnB, 2003, v. , p. -.

23.
TRINDADE, Helgio. Reforma politica: os desafios da democracia social. In: Maria Victoria Benevides; Fábio Kerche; Paulo Vannuchi. (Org.). Reforma politica e cidadania. São Paulo: Fundação Perseu Abramo, 2003, v. , p. -.

24.
TRINDADE, Helgio. A Educação Superior Frente a Davos. In: Helgio Trindade. (Org.). A Educação Superior Frente a Davos. : , 2003, v. , p. -.

25.
TRINDADE, Helgio. Savoir et Pouvoir: les dilemmes de l´université brésilienne. In: Maria Vasconcellos; Dominique Vidal. (Org.). L´enseignement supérieur au Brésil: enjeux et débats. Paris: Editions IHEAL/COFECUB, 2002, v. , p. -.

26.
TRINDADE, Helgio. Reinventar a universidade: por uma reforma universitária. In: Lauro Mohry. (Org.). Brasil em questão: a universidade e a eleição presidencial. Brasilia: Editora UnB, 2002, v. , p. -.

27.
TRINDADE, Helgio. Metáforas da crise e a urgencia da reforma universitária na América Latina. In: Hugo Casanova Cardiel. (Org.). Nuevas politicas da educación superior. Coruña: Netbiblo, 2002, v. , p. -.

28.
TRINDADE, Helgio. Knowledge and power : the dilemmas of brazilian universities. Brazil : dilemmas and challenges. São Paulo: Ed. da USP, 2002, v. , p. 309-321.

29.
TRINDADE, Helgio. Le vote au brésil.. In: PERRINEAU, Pascal (Org) et alii. (Org.). Dictionnaire du vote. Paris: Presses Universitaires de France, 2001, v. 1, p. -.

30.
TRINDADE, Helgio. Balanço de uma década de mudanças eleitorais no Brasil. In: Susana Mallo; Miguel Serna. (Org.). Sedución y desilusión: la politica latinoamericana contemporanea. 1ed.Montevidéu: Editora de la Banda Oriental, 2001, v. , p. 70-80.

31.
TRINDADE, Helgio. Metáforas da crise: da Universidade em ruínas à Universidade em penumbra. In: Pablo Gentili. (Org.). Universidades na penumbra. 1ed.São Paulo: Editora Cortez, 2001, v. , p. 13-45.

32.
TRINDADE, Helgio. Una perspectiva del populismo en Brasil. In: Hermet, Guy, Loaeza, Soledad y Prud?homme. (Org.). Del Populismo de los antigos al populismo de los modernos. México: El Colégio del Mexico, 2001, v. , p. -.

33.
TRINDADE, Helgio. Fascism and authoritarianism in Brazil under Vargas (1939-1945). In: Larsen, Stein Ugelvick. (Org.). Fascism outside Europe: the European impulse against domestic conditions in the diffusion of global fascism. New York: Columbia University Press, 2001, v. , p. -.

34.
TRINDADE, Helgio. UNESCO e os cenários da educação superior na América Latina. Universidade em ruínas : na república dos professores. Petropolis: Vozes, 2001, v. , p. 117-122.

35.
TRINDADE, Helgio. Rapport attali : bases da reforma do ensino superior francês. Universidade em ruínas : na república dos professores. Petropolis: Vozes, 2001, v. , p. 87-93.

36.
TRINDADE, Helgio. As universidades frente à estratégia do governo. em ruínas : na república dos professores. Petropolis: Vozes, 2001, v. , p. 27-37.

37.
TRINDADE, Helgio. L'autoritarisme et le fascisme au Brésil sous Vargas, 1930-1945.. In: LARSEN, Stein (Org.). (Org.). Was there fascism outside Europe?. Noruega: Bergen, 2000, v. , p. -.

38.
TRINDADE, Helgio. O fascismo e o neo-fascismo na América Latina. In: Luiz Milman; Paulo Vizentini. (Org.). Neo-nazismo, negacionismo e extremismo político. 1ed.Porto Alegre: Editora da Universidade/UFRGS, 2000, v. , p. 51-78.

39.
TRINDADE, Helgio; BLANQUER, J. . Esquisse d´une histoire de l´université en Amérique Latine. In: Jean-Michel Blanquer; Hélgio Trindade. (Org.). Les défis de l´education en Amérique Latine. 1ed.Paris: IEHAL Editions, 2000, v. 1, p. 15-28.

40.
TRINDADE, Helgio. Brasil em perspectiva : conservadorismo liberal e democracia bloqueada. Viagem incompleta : a experiência brasileira (1500-2000).. São Paulo, SP: SENAC, 2000, v. , p. 349-380.

41.
TRINDADE, Helgio. Universidade, ciência e estado.. In: TRINDADE, Hélgio H. C. (Org.). (Org.). Universidade em ruínas na república dos professores. 1ed.Petrópolis: Vozes, 1999, v. , p. 9-23.

42.
TRINDADE, Helgio. A Universidade frente à estratégia do governo.. In: TRINDADE, Hélgio H. C. (Org.). (Org.). Universidade em ruínas na república dos professores. 1ed.Petrópolis: Vozes, 1999, v. , p. 27-37.

43.
TRINDADE, Helgio. Rapport Attali: bases da reforma do ensino superior francês.. In: TRINDDE, H. H. C. (Org.). (Org.). Universidade em ruínas na república dos professores. 1ed.Petrópolis: Vozes, 1999, v. , p. 87-93.

44.
TRINDADE, Helgio. UNESCO e os cenários da educação superior na América Latina.. In: TRINDADE, Hélgio H. C. (Org.). (Org.). Universidade em ruínas na república dos professores. 1ed.Petrópolis: Vozes, 1999, v. , p. 117-122.

45.
TRINDADE, Helgio. A autonomia segundo o MEC: fragilidade política e ambigüidade conceitual.. In: TRINDADE, Hélgio H. C. (Org.). (Org.). Universidade em ruínas na república dos professores. 1ed.Petrópolis: Vozes, 1999, v. , p. 171-176.

46.
TRINDADE, Helgio. A república positivista: teoria e prática.. In: TRINDADE, H. H. C. (Org.) et ali.. (Org.). O positivismo: teoria e prática. 1ed.Petrópolis: Vozes, 1999, v. , p. 85-129.

47.
TRINDADE, Helgio. O jacobinismo castilhista e a ditadura positivista no Rio Grande do Sul. In: TRINDADE, H. H. C. (Org.) et ali.. (Org.). O positivismo: teoria e prática. 1ed.Petrópolis: Vozes, 1999, v. , p. 137-151.

48.
TRINDADE, Helgio. Universidade, ciência e estado as vésperas do novo milênio. In: TRINDADE, H. H. C.. (Org.). Universidade, Pesquisa e inovação: O Rio Grande do SulUL em perspectiva.. Passo Fundo: UPF, 1997, v. , p. -.

49.
TRINDADE, Helgio. Questões para as novas democracias. In: PINTO, Céli R. (org.); GUERRERO, Hugo.. (Org.). América Latina: os desafios da democracia nos anos 90.. Porto Alegre: UFRGS, 1996, v. , p. -.

50.
TRINDADE, Helgio. Mudança e desenvolvimento da universidade pública na América Latina.. In: LUCE, Maria Beatriz; TRINDADE, Hélgio H. C.. (Org.). Memórias do seminário internacional realizado pela ANDIFES no Parlamento Brasileiro. Caracas: CRESAL/UNESCO, 1996, v. , p. -92.

51.
TRINDADE, Helgio. A Cooperação União Européia - Mercosul em Matéria de Ciência e Tecnologia, Formação, Educação e Cultura. In: Helgio Trindade. (Org.). Anais do Seminário União Européia - Mercosul, Acordo MArco Inter-Regional de Cooperação. Porto Alegre, RS: , 1996, v. , p. -.

52.
TRINDADE, Helgio. Reflexão final : democracia no Cone Sul.. America Latina : o desafio da democracia nos anos 90. Porto Alegre, RS: Ed. da UFRGS, 1996, v. , p. 181-182.

53.
TRINDADE, Helgio. O Novo Contexto da Avaliação nas Universidades Federais. In: Helgio Trindade. (Org.). Anais do I Seminário Brasileirosobre Avaliação Universitária. Campinas: UNICAMP, 1995, v. , p. -.

54.
TRINDADE, Helgio. O Radicalismo militar em 64 e a nova tentação fascista.. In: D'ARAUJO, Maria Celina (Org.); SOARES, Gláucio Dillon.. (Org.). 21 anos de regime militar. Rio de Janeiro: Fundação Getúlio Vargas, 1994, v. , p. -.

55.
TRINDADE, Helgio. Construção da cidadania e representação política: lógica liberal e praxis autoritária.. In: BAQUERO, Marcelo (Org.). (Org.). Cultura Política e democracia: os desafios das sociedades contemporâneas. Porto Alegre: UFRGS, 1994, v. , p. -.

56.
TRINDADE, Helgio. Autonomia e avaliação universitaria.. In: TRINDADE, H. H. C. (Org.). (Org.). O papel da universidade brasileira. Ouro Preto: MEC/Universidade Federal de Ouro Preto, 1994, v. , p. -.

57.
TRINDADE, Helgio. Sistema eleitoral e sistema de governo.. In: PEDONE, Luiz (Org.). (Org.). Sistemas eleitorais e processos políticos comparados: a promessa da democracia na América Latina e Caribe. Brasília: OEA/UNB, 1993, v. , p. -.

58.
TRINDADE, Helgio. Estado nacional, lógica libera y representacion politica en el Brasil.. In: SANTOS, Mário dos (Org.). (Org.). Qué queda liberal y representación politica?. Caracas: Nueva Sociedad, 1992, v. , p. -.

59.
TRINDADE, Helgio. Etat national, logique liberale et representation politique au Bresil.. In: PECAUT, Daniel; SORJ, Bernardo.. (Org.). Métamorphoses de la représentation politique au Brésil et en Europe. Paris: Centre Nationale de la Recherche Scientifique, 1991, v. , p. -.

60.
TRINDADE, Helgio. Eleições presidenciais de 89 no Cone Sul e desafios da construção democrática.. In: TRINDADE, Hélgio H. C.. (Org.). América Latina: eleições e governabilidade democrática.. Porto Alegre: UFRGS, 1991, v. , p. 9-22.

61.
TRINDADE, Helgio. Partidos políticos y transicion democratica: el populismo y antipopulismo en la política de Brasil.. In: REYNA, Jose Luis (org.); MEYER, Lorenzo. (Org.). Los Sistemas Politicos en America Latina. México: Siglo XXi Editores, 1990, v. , p. 23-40.

62.
TRINDADE, Helgio. La dictature republicaine au Rio Grande do Sul. In: CARELLI, Mário. (Org.). Cahiers du Brésil contemporain, France/Brésil. Paris: , 1990, v. 12, p. -.

63.
TRINDADE, Helgio. Partidos Politicos y Transicion Democratica: El Populismo y Antipopulismo en la Plitica de Brasil. In: MEYER, Lorenzo; REYNA, Jose Luis. (Org.). LOs Sistemas Politicos en América Latina. Cidade do Mexico, Mexico: Siglo Veinture Editores, 1989, v. , p. 23-40.

64.
TRINDADE, Helgio. The background of democracy: state buildong in Brasil and Argentina.. In: TRINDADE, Hélgio (Org.); HERMET, Guy. (Org.). The paradoxes os democracy. New Delhi: Gian Publishing House, 1988, v. , p. -.

65.
TRINDADE, Helgio. Les bases de la democratie au Brésil: logique liberale et praxis autoritaire, 1822-1945.. In: ROUQUIÉ, Alain (org.). (Org.). La democratie ou l'apprentissage de la vertu.. Paris: A.M. Metaille, 1985, v. , p. 93-119.

66.
TRINDADE, Helgio. Bases da democracia brasileira: lógica liberal e práxis autoritária, 1822-1945.. In: ROUQUIÉ, Alain, LAMOUNIER, Bolivar, SCHVARZER, Jorge. (Org.). Como renascem as democracias. São Paulo: Brasiliense, 1985, v. , p. 46-72.

67.
TRINDADE, Helgio. La transizione in Brasile: problemi e prospective.. In: TRINDADE, H. H. C.. (Org.). Ordine internazionale, societa e politica in America Latina. Bologna: Marietti, 1985, v. , p. 167-180.

68.
TRINDADE, Helgio. Os intelectuais e os partidos políticos.. In: SOARES, Maria Susana Arrosa (org.). (Org.). Os intelectuais nos processos políticos da América Latina. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 1985, v. , p. 85-90.

69.
TRINDADE, Helgio. Bases de la democracia brasileña: lógica liberal y praxis autoritaria, 1822-1945.. In: SCHVARZER, Jorge (Org.); ROUQUIÉ, Alain; LAMOUNIER, Bolivar. (Org.). Como renacen las democracias. Buenos Aires: EMECE, 1985, v. , p. 82-103.

70.
TRINDADE, Helgio. Socialismo francês e a construção do partido alternativo.. In: TRINDADE, H. H. C. (org.); CARDOSO, F. H.. (Org.). O novo socialismo francês e a América Latina. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982, v. , p. 145-184.

71.
TRINDADE, Helgio. Integralismo: teoria e praxis política nos anos 30. In: FAUSTO, Bóris (Org.). (Org.). História Geral da Civilização.. São Paulo: Difel, 1981, v. , p. 235-299.

72.
TRINDADE, Helgio. Eleições e partidos no Rio Grande do Sul: do sistema multipartidário à crise do bipartidarismo, 1950-1976.. In: FLEISCHER, Davi. (Org.). Os Partidos Políticos no Brasil. Brasília: Ed. Universidad de Brasília, 1981, v. 2, p. 190-235.

73.
TRINDADE, Helgio. Aspectos políticos do sistema partidário rio-grandense, 1882-1937.. In: TRINDADE, H. H. C.. (Org.). Rio Grande do Sul: economia e política.. Porto Alegre: Mercado Aberto, 1979, v. , p. 170-243.

74.
TRINDADE, Helgio. A polarização eleitoral numa comunidade agro-industrial. In: REIS, Fábio Wanderley. (Org.). Os partidos e o regime.. São Paulo: Símbolo, 1978, v. , p. 145-184.

75.
TRINDADE, Helgio. Tentativa de reconstrução empírica de um movimento político radical. In: NUNES, Edson O. (Org.). (Org.). A Aventura Sociológica. Rio de Janeiro: Zahar, 1978, v. , p. 226-276.

76.
TRINDADE, Helgio. Padrões e tendências do comportamento eleitoral no RS. In: LAMOUNIER, Bolivar (Org.); CARDOSO, F. H.. (Org.). Os partidos e as eleições no Brasil. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1975, v. , p. 159-242.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
TRINDADE, Helgio. A corrupção e o "silencio dos intelectuais". Zero Hora, Porto Alegre, p. 15 - 15, 01 set. 2005.

2.
TRINDADE, Helgio. A Reforma e Avaliação da Educação Superior. Gazeta Mercantil, 26 abr. 2005.

3.
TRINDADE, Helgio; GENRO, Tarso . Quem Teme a reforma?. Estado de Minas, 21 fev. 2005.

4.
TRINDADE, Helgio. A Republica em Tempos de Reforma Universitaria: O Deafio do Goveno Lula. Educação e Sociedade, , v. 25 n88, 01 out. 2004.

5.
TRINDADE, Helgio. A crise das lideranças no Rio Grande do Sul. Zero Hora, Porto Alegre, 02 abr. 2004.

6.
TRINDADE, Helgio. Universidade pública: sonho ou realidade?. Zero Hora, Porto Alegre, 21 set. 2001.

7.
TRINDADE, Helgio. A universidade federal e o futuro do RS. Zero Hora, Porto Alegre, 07 maio 2001.

8.
TRINDADE, Helgio. Educação, Ciência e Tecnologia. Jornal da Ciência, Rio de Janeiro, 25 ago. 1999.

9.
TRINDADE, Helgio. Reformas ou contra-reformas?(2). Jornal da Ciência, Rio de Janeiro, 30 abr. 1999.

10.
TRINDADE, Helgio. Reformas ou contra reforma. Jornal da Ciência, Rio de Janeiro, 19 mar. 1999.

11.
TRINDADE, Helgio. A herança positivista em debate. Zero Hora - Caderno de Cultura, Porto Alegre, 04 set. 1998.

12.
TRINDADE, Helgio. Paradoxos da reeleição. Zero Hora, Porto Alegre, 16 jul. 1998.

13.
TRINDADE, Helgio. Universidades federais: modelo superado?. Folha de São Paulo, São Paulo, 17 jun. 1998.

14.
TRINDADE, Helgio. Um salto de qualidade. Correio do Povo, Porto Alegre, 16 jul. 1996.

15.
TRINDADE, Helgio. UFRGS: Pós-graduação em alta. Zero Hora, Porto Alegre, 11 jul. 1996.

16.
TRINDADE, Helgio. Construindo nossa tecnópole. Zero Hora, Porto Alegre, 12 fev. 1996.

17.
TRINDADE, Helgio. Crise ou sucateamento da universidade pública?. Zero Hora, Porto Alegre, 24 dez. 1995.

18.
TRINDADE, Helgio. Um cenário possível para o Rio Grande do Sul. Gazeta Mercantil, Porto Alegre, 31 out. 1995.

19.
TRINDADE, Helgio. A importância da avaliação. Zero Hora, Porto Alegre, 15 out. 1995.

20.
TRINDADE, Helgio. A crise do financiamento. Jornal do Comércio, Porto Alegre, 21 set. 1995.

21.
TRINDADE, Helgio. Autonomia para que?. Folha de São Paulo, São Paulo, 10 set. 1995.

22.
TRINDADE, Helgio. O desafio da tecnópole e a universidade. Jornal do Comércio, Porto Alegre, 07 ago. 1995.

23.
TRINDADE, Helgio. Medo da avaliação?. Jornal do Comércio, Porto Alegre, 07 jul. 1995.

24.
TRINDADE, Helgio. UFRGS: expressão do nosso tempo. Zero Hora, Porto Alegre, 21 nov. 1994.

25.
TRINDADE, Helgio. Universidade, ética e cidadania. Zero Hora, Porto Alegre, 23 mar. 1994.

26.
TRINDADE, Helgio. Integrar o conhecimento. Zero Hora, Porto Alegre, 07 dez. 1993.

27.
TRINDADE, Helgio. Gestão universitária. Zero Hora, Porto Alegre, 26 out. 1993.

28.
TRINDADE, Helgio. A universidade e o desenvolvimento regional. Zero Hora, Porto Alegre, 15 ago. 1993.

29.
TRINDADE, Helgio. Debate acadêmico e conflito ético. Zero Hora, Porto Alegre, 22 abr. 1993.

30.
TRINDADE, Helgio. O compromisso social da universidade. Zero Hora, Porto Alegre, 07 abr. 1993.

31.
TRINDADE, Helgio; NOLL, M. I. . A crise, um impasse na transição para o Brasil moderno. Diário do Sul, p. 4, 04 nov. 1987.

32.
TRINDADE, Helgio. China: sociedade, crise e universidade. Diário do Sul, Porto Alegre, p. 7 - 8, 28 mar. 1987.

33.
TRINDADE, Helgio. O desafio de modernizar a Universidade. Diário do Sul, Porto Alegre, p. 7, 17 jan. 1987.

34.
TRINDADE, Helgio. Saber e poder : os dilemas da universidade brasileira. Estudos avançados, São Paulo, SP, p. 122 - 133.

35.
TRINDADE, Helgio. A reforma universitária de Córdoba e seu legado simbólico. Universidade e sociedade, p. 49 - 51.

36.
TRINDADE, Helgio. A conferência mundial da UNESCO e os cenários da educação superior na América Latina. CIPEDES : Centro Interdisciplinar de Pesquisa para o Desenvolvimento da Educação Superior, Campinas, p. 7 - 10.

37.
TRINDADE, Helgio. Fontes internacionais para a pesquisa em educação superior(2). CIPEDES : Centro Interdisciplinar de Pesquisa para o Desenvolvimento da Educação Superior, Campinas, p. 35 - 36.

38.
TRINDADE, Helgio. Por um modelo europeu de ensino superior : comentários ao "Rapport Jacques Attali" sobre a reforma do ensino superior francês. CIPEDES : Centro Interdisciplinar de Pesquisa para o Desenvolvimento da Educação Superior, Campinas, p. 23 - 26.

39.
TRINDADE, Helgio. Furtado et le champ politique. Cahiers du Brésil contemporain, Paris, FR, p. 175 - 178.

40.
TRINDADE, Helgio. Um retrato da educação superior frente a estratégia do governo. Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior, Campinas, SP, p. 49 - 55.

41.
TRINDADE, Helgio. A avaliação institucional das universidades federais : resistência e construção. Rede de Avaliação Institucional da Educação Superior, p. 9 - 14.

42.
TRINDADE, Helgio. Os cientistas e o estado : ambiguídade e cooptação. Adverso : revista da Associação de Docentes da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, RS, p. 28 - 31.

43.
TRINDADE, Helgio. Universidade e contestação estudantil na sociedade francesa (1968-1986).. Educação & realidade, Porto Alegre, RS, p. 61 - 66.

44.
TRINDADE, Helgio. O jacobinismo castilhista e a ditadura positivista no Rio Grande do Sul. Revista do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre , RS, p. 90 - 103.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
TRINDADE, Helgio. A cooperação União Européia.. In: Seminário união europeia-mercosul, acordo marcoi nter-regional de cooperação, 1996, Porto Alegre. Mercosul em matéria de ciência e tecnologia, formação, educação e cultura.. Porto Alegre: Edição da Presidência Espanhola da União Européia, 1996.

2.
TRINDADE, Helgio. O novo contexto da avaliação nas universidades federais.. In: I Seminário Brasileiro Sobre Avaliação Universitária, 1995, Campinas. Avaliação Institucional de Universidades.. São Paulo: Universidade de Campinas, 1995.

3.
TRINDADE, Helgio. Universidade Brasileira e constituinte. In: Universidade e Sociedade, 1985, Brasília, 1985.

Apresentações de Trabalho
1.
TRINDADE, Helgio. VI Congreso Nacional e Internacional de Estudios Comparados en Educación - Inclusión, Calidad y Equidad en la Educación. Pasado, Presente y Futuro en perspectiva comparada. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
TRINDADE, Helgio. Painel-debate 'Privatização do ensino superior na América Latina'. 2000. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
TRINDADE, Helgio. Anísio Teixeira e Florestan Fernandes e a Reforma Universitária de 1968. 2000. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
TRINDADE, Helgio. Painel-debate 'Entre o passado e o futuro: as eleições presidenciais no Brasil, Argentina e Uruguai'. 2000. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
TRINDADE, Helgio. Fascismo e neo-nazismo na América Latina. 2000. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

6.
TRINDADE, Helgio. Democracia participativa. 2000. (Apresentação de Trabalho/Outra).

7.
TRINDADE, Helgio. L'education supérieure en Amérique Latine: un regard longitudinal et comparatif. 2000. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
TRINDADE, Helgio. Chair do Panel 'Cenários da Educação Superior na América Latina'. 2000. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Outras produções bibliográficas
1.
TRINDADE, Helgio. Cátedra Andres Bello Educacion Superior Comparada. Porto Alegre, RS, 2013. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

2.
TRINDADE, Helgio. Revista do Instituto Latino-Americano de Estudos Avançados (IMEA/UNILA). Porto Alegre, RS, 2013. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

3.
TRINDADE, Helgio. Discurso de Posse da Comissão de Implantação da Universidade Federal da Integração Latino Americana UNILA 2008 (Discurso).

4.
TRINDADE, Helgio. O Positivismo Teoria e Pratica, 2007. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

5.
TRINDADE, Helgio. Desafios, Institucionalização e Imagem Publica da CONAES, 2007. (Prefácio, Pósfacio/Introdução)>.

6.
TRINDADE, Helgio. As Ciências Sociais na America Latina em Perspectiva Comparada 1930-2005, 2006. (Prefácio, Pósfacio/Introdução)>.

7.
TRINDADE, Helgio. Discurso proferido na Câmara de Vereadores de Porto Alegre por ocasião da obtenção do Título de Cidadão Honorário 2005 (Discurso).

8.
TRINDADE, Helgio. Ajuste de rota para a Universidade. Porto Alegre: Zero Hora, 2002 ((Entrevista)).

9.
TRINDADE, Helgio. Discurso de Transmissão de cargo de Reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul à Professora Wrana Panizzi. Porto Alegre: Editora da Universidade, 1996 (Discurso).

10.
TRINDADE, Helgio. Pronunciamento do reitor, professor Hélgio Trindade na inauguração do novo prédio do Colégio de Aplicação. Porto Alegre 1996 (Discurso).

11.
TRINDADE, Helgio. Relatório da visita do Prof. Helgio Trindade ás Instituições de Ensino e Pesquisa do Chile, argentina e Uruguai : 27/11/92 a 04/12/92.. Porto legre, RS: s/i, 1992 (Relatorio).

12.
TRINDADE, Helgio. Discurso de Posse de cargo de Reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Porto Alegre, RS: UFRGS, 1992 (Discurso).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
TRINDADE, Helgio. Série 'Visões do Rio Grande' - As vias tortas do Legislativo gaúcho. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
TRINDADE, Helgio. Cidadania. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
Demais trabalhos
1.
TRINDADE, Helgio. Anisio Teixeira e a Universidade do Seculo XXI. 2007 (Palestra) .

2.
TRINDADE, Helgio. Reforma Politica, Pacto Federativo e Legitimidade Parlamentar. 2007 (Seminario) .

3.
TRINDADE, Helgio. O SINAES como novo sistema de avaliação da Educação Superior. 2007 (Palestra) .

4.
TRINDADE, Helgio. A Educação Superior Brasileira: Desenvolvimento e Territorialidade. 2007 (Palestra) .

5.
TRINDADE, Helgio. A luta pela Reforma Universitária e o co-governo na década de 1960. 2007 (Encontro) .

6.
TRINDADE, Helgio. O Papel da Educação Superior na Integração do Mercosul. 2007 (Aula Inaugural) .

7.
TRINDADE, Helgio. Universidad, desarrollo e integración. 2007 (Conferencia) .

8.
TRINDADE, Helgio. Reformas Políticas e Eleitorais na América Latina. 2007 (Painel) .

9.
TRINDADE, Helgio. O novo sistema de avaliação da educação superior no Brasil. 2007 (Conferência) .

10.
TRINDADE, Helgio. Universidade: uma espécie em extinção?. 2007 (Painel) .

11.
TRINDADE, Helgio. Estudios Avanzados sobre América Latina y el Caribe. 2007 (Conferência) .

12.
TRINDADE, Helgio. Perspectivas da Educação no Brasil e no Mundo. 2007 (Conferência) .

13.
TRINDADE, Helgio. A integração latino-americana e as Ciências Sociais. 2007 (Mesa-Redonda) .

14.
TRINDADE, Helgio. Universidade e desenvolvimento Sustentável na América Latina. 2007 (Aula Inaugural) .

15.
TRINDADE, Helgio. Um Projeto de Ensino Superior para a América Latina. 2007 (Conferência) .

16.
TRINDADE, Helgio. Política, Métodos e Estudos Comparados em Ciência Política. 2007 (Seminario) .

17.
TRINDADE, Helgio. Ciências Sociais na América Latina. 2007 (Seminario) .

18.
TRINDADE, Helgio. Desafios na Implantação do SINAES. 2006 (Palestra) .

19.
TRINDADE, Helgio. SINAES: Novo Conceito de Avaliação da Educação Superior. 2006 (Palestrante) .

20.
TRINDADE, Helgio. Questões e Desafios da Avaliação da Educação Superior. 2006 (Painel) .

21.
TRINDADE, Helgio. Avaliação externa e auto-avaliação interna: estratégias para a qualidade institucional e para a formação dos alunos. 2006 (Confererencista) .

22.
TRINDADE, Helgio. Questões e Desafios da Avaliação da Educação Superior. 2006 (Painelista) .

23.
TRINDADE, Helgio. Os modelos universitários e a avaliação da educação superior. 2006 (Palestrante) .

24.
TRINDADE, Helgio. Unesco 60 anos: Repensando seus Desafios no Mundo Globalizado. 2006 (Mesa-Redonda) .

25.
TRINDADE, Helgio. O estado da arte da avaliação das IES: avanços e desafios. 2005 (Conferencista) .

26.
TRINDADE, Helgio. O SINAES e a qualidade da educação superior. 2005 (Conferencista) .

27.
TRINDADE, Helgio. O desafio da avaliação da educação superior no Brasil. 2005 (Conferencista) .

28.
TRINDADE, Helgio. Avaliação e Reforma da Educação Superior. 2005 (Palestrante) .

29.
TRINDADE, Helgio. A Avaliação Institucional das Universidades brasileiras. 2005 (Palestrante) .

30.
TRINDADE, Helgio. Avaliação no contexto das transformações da educação superior na América latina. 2005 (Palestrante) .

31.
TRINDADE, Helgio. Qualité de l´enseignement et expérience nationale d´évalution au Brésil. 2005 (Seminário Internacional) .

32.
TRINDADE, Helgio. Avaliação e Regulação das IES. 2005 (Encontro Centros Universitarios) .

33.
TRINDADE, Helgio. Lebret et l´Amérique Latine: une contribution oubliée. 2005 (Journée d´Etudes) .

34.
TRINDADE, Helgio. Ciências Sociais na América Latina. 2005 (Mesa Redonda Internacional ANPOCA) .

35.
TRINDADE, Helgio. La calidad en perspectiva internacional. 2005 (Conferencia) .

36.
TRINDADE, Helgio. A qualidade da educação superior em perspectiva comparada. 2005 (Aula Inaugural) .

37.
TRINDADE, Helgio. O SINAES e a avaliação da universidade brasileira. 2005 (Conferencia) .

38.
TRINDADE, Helgio. A Avaliação e a Qualidade da Educação. 2005 (Conferência) .

39.
TRINDADE, Helgio. Coopération franco-brésilienne dans le domaine des sciences sociales (1934-2005). 2005 (Seminário Internacional) .

40.
TRINDADE, Helgio. A Reforma Universitária em Perspectiva. 2004 (Conferência Inaugural) .

41.
TRINDADE, Helgio. Gestão Estratégica para Dirigentes Universitários. 2004 (Conferência) .

42.
TRINDADE, Helgio. O novo sistema dos SINAES: concepção e desafios. 2004 (Seminário Regional) .

43.
TRINDADE, Helgio. O SINAES: teoria e pratica da avaliação das IES. 2004 (Seminário Regional de Avaliação/B.Horizonte) .

44.
TRINDADE, Helgio. A qualidade da educação superior: avanços e desafios. 2004 (Seminario Regional Avaliação/São Paulo) .

45.
TRINDADE, Helgio. O novo sistema de avaliação das IES: principios e implementação. 2004 (Seminario Regional de Avaliação) .

46.
TRINDADE, Helgio. A avaliação do SINAES e o regime de colaboração com os CEEs. 2004 (Encontro nacional do FNCEEs) .

47.
TRINDADE, Helgio. O compromisso historico da ANDIFES com a avaliação. 2004 (Conferencia ANDIFES) .

48.
TRINDADE, Helgio. Universidade no Século XXI ? Conhecimento, Mercado e Sociedade. 2003 (Conferência) .

49.
TRINDADE, Helgio. A Universidade na Era do Desconcerto. 2003 (Painelista) .

50.
TRINDADE, Helgio. A Educação Superior e os Novos Provedores de Educação à Distancia. 2003 (Painel) .

51.
TRINDADE, Helgio. As Ciências Sociais na América Latina: Institucionalização e Intercâmbios Internacionais. 2003 (Painel) .

52.
TRINDADE, Helgio. Universidade no contexto atual: desafios e tendencias. 2003 (Aula Inaugural) .

53.
TRINDADE, Helgio. Universidade hoje: diagnostico e projetos em confronto. 2003 (Conferencia) .

54.
TRINDADE, Helgio. Ciencia e poder: dos desafios da universidade contemporanea. 2003 (Forum Social da Educacação) .

55.
TRINDADE, Helgio. Diversificação regional das universidades e formação das elites en ciencias sociais. 2003 (Palestra SBPC) .

56.
TRINDADE, Helgio. Les sciences sociales en Amérique Latine: regards croisés. 2003 (Atelier international) .

57.
TRINDADE, Helgio. Colóquio Intenacional: A Internacionalização das Reformas Educacionais. 2003 (Debatedor-convidado) .

58.
TRINDADE, Helgio. A Educação Superior em Amércia Latina e Caribe. Redefinição das Fronteiras entre o Público e o Privado. 2003 (Debatedor-convidado) .

59.
TRINDADE, Helgio. A Universidade num Mundo em Transformação. 2002 (Painel) .

60.
TRINDADE, Helgio. A Internacionalização das Reformas Educacionais. 2002 (Painel-debate) .

61.
TRINDADE, Helgio. La reinvención de la emancipación social y el reencantamiento de la universidad. 2002 (Conferencia) .

62.
TRINDADE, Helgio. A Universidade Brasileira. 2002 (Debatedor-convidado) .

63.
TRINDADE, Helgio. Dilemas de la Universidad brasileña. 2001 (Seminario Internacional) .

64.
TRINDADE, Helgio. Les sciences sociales au Brésil: la dynamique de la periphérie. 2001 (Conferencia) .

65.
TRINDADE, Helgio. Construction des sciences sociales en Amérique Latine. 2001 (Conferencia) .

66.
TRINDADE, Helgio. La formation du système universitaire et le développement de la sociologie. 2001 (conferencia) .

67.
TRINDADE, Helgio. Políticas de Educação Superior na América Latina numa Perspectiva Comparativa. 2000 (Painel) .

68.
TRINDADE, Helgio. Mudanças na Universidade Brasileira: Presente e Perspectivas. 2000 (Painel-debate) .

69.
TRINDADE, Helgio. Universidade em Ruínas. 2000 (Painel-debate) .

70.
TRINDADE, Helgio. A universidade tem futuro?. 2000 (Aula Inaugural) .

71.
TRINDADE, Helgio. Histoire sociale des université et les élites en scieces sociales au Brésil. 2000 (Semana Brasil/França) .

72.
TRINDADE, Helgio. L´Etat, Eglise et Université dans la formation des élites en Amérique Latine. 2000 (Conferencia) .

73.
TRINDADE, Helgio. La dynamique des elites au Brésil. 2000 (Conferencia) .

74.
TRINDADE, Helgio. Le système universitaire publique et la privatisation de l´éducation supérieure au Brésil. 2000 (Conferencia) .

75.
TRINDADE, Helgio. Universidade Hoje: Balanço e Perspectivas. 1999 (Palestrante) .

76.
TRINDADE, Helgio. Les Positivismes et la 'Dictature Républicaine'en Amérique Latine. 1999 (Painel) .

77.
TRINDADE, Helgio. La Dynamique de l'Integration dans le Champ Universitaire: le Cas du Mercosur. 1999 (Painel) .

78.
TRINDADE, Helgio. Mercosul: Aspects Politiques de l'Intégration et Coopératin Scientifique. 1999 (Painel) .

79.
TRINDADE, Helgio. Histoire de l`Éducation Supérieure en Amérique Latine. 1999 (Conferência) .

80.
TRINDADE, Helgio. O Desafio da Universidade: Educação, Ciência e Poder. 1999 (Conferência) .

81.
TRINDADE, Helgio. O Populismo no Brasil em Perspectiva. 1999 (Painel) .

82.
TRINDADE, Helgio. Eleições Presidenciais na América Latina numa Perspectiva Comparada (Argentina, Brasil, Uruguai e Chile). 1999 (Painel) .

83.
TRINDADE, Helgio. UFRGS - Universidade em Ruínas na República dos Professores. 1999 (Painel-debate) .

84.
TRINDADE, Helgio. Universidade em Ruínas?. 1999 (Palestra) .

85.
TRINDADE, Helgio. Políticas para a Educação Superior: Perspectivas para a Próxima Década. 1999 (Painel) .

86.
TRINDADE, Helgio. UFRJ - Universidade em Ruínas na República dos Professores. 1999 (Painel-debate) .

87.
TRINDADE, Helgio. Políticas para a Educação Superior: Perspectivas para a Próxima Década. 1999 (Painelista) .

88.
TRINDADE, Helgio. UFSC - Universidade em Ruínas na República dos Professores. 1999 (Painel-debate) .

89.
TRINDADE, Helgio. Universidade em Ruínas. 1999 (Painel) .

90.
TRINDADE, Helgio. A Universidade num Contexto de Crise: Quais Alternativas?. 1999 (Painel-debate) .

91.
TRINDADE, Helgio; CUNHA, L. A. ; CATANI, A. M. ; MARTINS, C. B. ; COELHO, M. F. P. ; VELHO, O. . O Público e o Privado no Ensino Superior: Fronteira em Movimento?. 1998 (Coordenador e Palestrante) .

92.
TRINDADE, Helgio. O Legado de Auguste Comte para as Ciências Sociais. 1998 (Painel) .

93.
TRINDADE, Helgio. Por uma Refoma do Ensino Superior. 1998 (Painelista) .

94.
TRINDADE, Helgio. La Universidad de la República en un Tiempo de Cambios. 1998 (Painelista) .

95.
TRINDADE, Helgio. Balanço da Cooperação CAPES/COFECUB em Ciencias Sociais. 1998 (Representante da área de Ciência Política) .

96.
TRINDADE, Helgio. Autoritarismo e Fascismo na América Latina. 1998 (Conferência) .

97.
TRINDADE, Helgio. Universidade, Estado e Sociedade: Crise e Perspectivas, Visão Latino-Americana. 1998 (Painel) .

98.
TRINDADE, Helgio. Universidade em Perspectiva: Sociedade, Conhecimento de Poder. 1998 (Conferência) .

99.
TRINDADE, Helgio. Desafios de la Educación Superior en América Latina en un Contexto Globalizado. 1998 (Conferência) .

100.
TRINDADE, Helgio. Universidade, Globalizacion e Identidad Iberoamericana: Reflexiones y Plan de Acción sobre los Acuerdos dela Conferência Mundial de Educacción Superior. 1998 (Painelista) .

101.
TRINDADE, Helgio. O Perfil do Idoso Brasileiro no Futuro: Os Idosos como Força Política. 1998 (Painelista) .

102.
TRINDADE, Helgio. Por uma Reforma da Universidade Pública?. 1998 (Painelista) .

103.
TRINDADE, Helgio. Os Desafios da Autonomia Universitária para a Universidade Pública Brasileira. 1998 (Conferência) .

104.
TRINDADE, Helgio. La République Positiviste: Théorie et Pratique. 1998 (Conferência) .

105.
TRINDADE, Helgio. Integralismo em Paris: Peripécias de uma Tese. 1998 (Conferência) .

106.
TRINDADE, Helgio. A Universidade Brasileira. 1998 (Debatedor-convidado) .

107.
TRINDADE, Helgio. Missão de pesquisa junto a Ecole des Hautes Etudes en Eciences Sociales, com apoio do Acordo CAPES/COFECUB. 1997 (Representante da área de Ciência Política) .

108.
TRINDADE, Helgio. Política Comparada: Revista Brasiliense de Políticas Comparadas. 1997 (Membro de Conselho) .

109.
TRINDADE, Helgio. Estado e Educação na América Latina. 1997 (Conferência) .

110.
TRINDADE, Helgio. A Crise do Estado na América Latina. 1997 (Conferência) .

111.
TRINDADE, Helgio. A Problemática do Estado do Brasil. 1997 (Conferência) .

112.
TRINDADE, Helgio. Os Novos Padrões Eleitorais no Rio Grande do Sul. 1997 (Conferência) .

113.
TRINDADE, Helgio. A Ordem Política e Social do Brasil em Perspectiva. 1997 (Co-responsável) .

114.
TRINDADE, Helgio. Calidad, Evaluación y Acreditación Institucional. 1996 (Vice-Presidente da Comissão) .

115.
TRINDADE, Helgio. A Ciência Política no Brasil: Balanço, Perspectivas e Construção Institucional. 1996 (Painelista) .

116.
TRINDADE, Helgio. As Eleições Municipais de 1996. 1996 (Painelista) .

117.
TRINDADE, Helgio. Avaliação Institucional e Qualidade Acadêmica: Resistência e Construção. 1996 (Conferencista) .

118.
TRINDADE, Helgio. Los Sistemas Politicos Sociales y el Proceso de Globalización. 1996 (Participante-convidado) .

119.
TRINDADE, Helgio. Cidades Educadoras contra a Exclusão e pela Paz. 1996 (Painelista) .

120.
TRINDADE, Helgio. Qualidade, Pertinência e Avaliação Institucional. 1996 (Conferência) .

121.
TRINDADE, Helgio. A Universidade e as transformações nas relações produtivas. 1995 (Reitor-fundador UNITRABALHO) .

122.
TRINDADE, Helgio. Política e Gestão Universitária. 1995 (Coordenador) .

123.
TRINDADE, Helgio. Comissão Nacional de Avaliação, instituida pelo MEC para coordenar e apoiar o Programa de Avaliação do Ensino Superior - PAIUB. 1995 (Representante da ANDIFES) .

124.
TRINDADE, Helgio. Missão Inter-Universitária de visita às Tecnópoles Francesas. 1995 (Coordenador) .

125.
TRINDADE, Helgio. Universidade e Integração Regional. 1995 (Conferência) .

126.
TRINDADE, Helgio. A Universidade Brasileira: Crise e Alternativas. 1995 (Painelista) .

127.
TRINDADE, Helgio. Programa de Avaliação das Universidade Brasileiras. 1995 (Painelista) .

128.
TRINDADE, Helgio. Os desafios da Universidade Pública. 1995 (Conferência Inaugural) .

129.
TRINDADE, Helgio. Política para a Mudança e o Desenvolvimento na Educação Superior. 1995 (Coordenador e Painelista) .

130.
TRINDADE, Helgio. A Ética, o Poder da Comunicação e a Política. 1995 (Painelista) .

131.
TRINDADE, Helgio. A Busca da Excelência na Pós-Graduação. 1995 (Conferência) .

132.
TRINDADE, Helgio. Desafios, Avanços e Dificuldades da Avaliação das IES. 1995 (Encontro Universidades Católicas) .

133.
TRINDADE, Helgio. Gestion para Rectores Latino-Americanos. 1994 (Participante-convidado) .

134.
TRINDADE, Helgio. Programa de Avaliação Institucional das Universidades Brasileiras. 1994 (Painelista) .

135.
TRINDADE, Helgio. Avaliação Universitaria. 1994 (Painelista) .

136.
TRINDADE, Helgio. O Desafio da Integração entre Ensino, Pesquisa e Extensão. 1994 (Painelista) .

137.
TRINDADE, Helgio. Concepções de Avaliação. 1994 (Painelista) .

138.
TRINDADE, Helgio. Cooperação Acadêmio-Cientifico no Mercosul. 1994 (Palestrante) .

139.
TRINDADE, Helgio. Avaliação Institucional. 1994 (Coordenador) .

140.
TRINDADE, Helgio. As Perspectivas da Universidade Brasileira na Conjuntura Atual. 1994 (Painelista) .

141.
TRINDADE, Helgio. Autonomia e Avaliação na Universidade Brasileira. 1994 (Palestrante) .

142.
TRINDADE, Helgio. Avaliação Institucional. 1993 (Painelista) .

143.
TRINDADE, Helgio. Construcción de Ciudadanía, Representación Política y Calidad del Régimen Democrático. 1993 (Painelista) .

144.
TRINDADE, Helgio. Reforma Eleitoral para o Brasil dos Anos 90. 1991 (Coordenador) .

145.
TRINDADE, Helgio. Reforma Eleitoral, Representação e Partidos Politicos. 1991 (Painelista) .

146.
TRINDADE, Helgio. Etat National, Logique Liberále et Représentation Politique au Brésil. 1989 (Painelista) .

147.
TRINDADE, Helgio. Auguste Comte:Filosofie et Révolution. 1989 (Painelista) .

148.
TRINDADE, Helgio. Representação Politica e Social na França e na América Latina. 1988 (Painelista) .

149.
TRINDADE, Helgio. Constitucionalismo e Democracia. 1987 (Painelista) .

150.
TRINDADE, Helgio. Conferência Nacional sobre Conflitos. 1987 (Painelista) .

151.
TRINDADE, Helgio. Forum de Debates sobre os rumos do Rio Grande do Sul. 1987 (Painelista) .

152.
TRINDADE, Helgio. Modernidade, Pós-Modernidade e a Identidade LatinoAmericana. 1987 (Painelista) .

153.
TRINDADE, Helgio. Continuidade e Mudança na Trnsição Brasileira. 1987 (Painelista) .

154.
TRINDADE, Helgio. Democracia: Governabilidade Democrática, Partidos Políticos, reforma Politica. 1987 (Coordenador) .

155.
TRINDADE, Helgio. Informática e Ciências Sociais: Implicações Metodológicas. 1986 (Coordenador) .

156.
TRINDADE, Helgio. The Building of democracy as a Paradox: Case Studies. 1986 (Vice-Presidente da Comissão) .

157.
TRINDADE, Helgio. Seminário sobre América Latina. 1986 (Painelista) .

158.
TRINDADE, Helgio. Balanço e Perspetiva da Pós-Graduação na UFRGS. 1986 (Coordenador) .

159.
TRINDADE, Helgio. Crise e Alternativas Sócio-Politicas para a América Latina. 1986 (Coordenador) .

160.
TRINDADE, Helgio. O NOvo Paradigma das Ciências Sociais. 1985 (Coordenador) .

161.
TRINDADE, Helgio. O Processo de Desenvolvimento noBrasil e na Alemnha: uma Perspetiva Comparada. 1985 (Painelista) .

162.
TRINDADE, Helgio. Os Intelectuais e os Partidos Politicos. 1984 (Painelista) .

163.
TRINDADE, Helgio. Fundamentos de Análise Politica e Politica Comparada. 1984 (Coordenador e Palestrante) .

164.
TRINDADE, Helgio. Le Brésil: la Démocratie pour demain. 1983 (Painelista) .

165.
TRINDADE, Helgio. El Estado y la Economia en América Latina. 1982 (Painelista) .

166.
TRINDADE, Helgio. XXI World Congress International Political Sciences. 1982 (Painelista) .

167.
TRINDADE, Helgio. Table Ronde: Autoritarisme et Fascismepays latins. 1982 (Coordenador e Painelista) .

168.
TRINDADE, Helgio. Ordine Internazionale, Socitá e Politica na America Latina. 1982 (Painelista) .

169.
TRINDADE, Helgio. Estratégias para el Fortaleimento de la Sociedad Civil. 1981 (Painelista) .

170.
TRINDADE, Helgio. A Revolução de 1930 em Minas erais. 1980 (Debatedor-convidado) .

171.
TRINDADE, Helgio. SEminário sobre a Revolução de 30. 1980 (Painelista) .

172.
TRINDADE, Helgio. Simpósio sobre a Revolução de 30 no RS. 1980 (Painelista) .

173.
TRINDADE, Helgio. Encontro Nacional da Associação de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Politicas. 1979 (Participante-convidado) .

174.
TRINDADE, Helgio. Ciência Politica, Teoria e Métodos. 1978 (Painelista) .

175.
TRINDADE, Helgio. Pós-Graduação em Ciência Politica na America Latina. 1977 (Painelista) .

176.
TRINDADE, Helgio. Institucionalização dos Programas de Pós-Graduação em Ciências Sociais no Brasil. 1977 (Participante-convidado) .

177.
TRINDADE, Helgio. II Curso de Pós-Graduação em História Oral. 1977 (Painelista) .

178.
TRINDADE, Helgio. O Estado Fascista. 1976 (Painelista) .

179.
TRINDADE, Helgio. As Eleições e o Problema Institucional Brasileiro. 1975 (Painelista) .

180.
TRINDADE, Helgio. Ciências Sociais e História. 1975 (Participante-convidado) .

181.
TRINDADE, Helgio. O Fascismo e o Autoritarismo no Brasil. 1975 (Conferencista) .

182.
TRINDADE, Helgio. Partidos e Eleições. 1973 (Painelista) .

183.
TRINDADE, Helgio. Integralismo e o Fascismo no Brasil. 1972 (Conferencista) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de MAGDA OLIVEIRA PINTO. Estado burocrático-autoritário: análise comparativa do papel das transições democráticas no Brasil e na Argentina.. 2010. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Politica) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

2.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Dulphe Pinheiro Machado. A frente-única no movimento estudantil na década de 1960: relações entre PC e AP.. 2010. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Politica) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

3.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Lorena Monteiro Madruga. A Estratégia dos Católicos na Conquista da Sociologia na UFRGS. 2006. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Politica) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

4.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Andréa dos Reis. PT: Situação e Oposição? As tendências Dentro do Partido dos Trabalhadores. 2003 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

5.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Mariangela Silveira Bairros. Burocracia em Carne e Osso : Os Funcionários Municipais de Porto Alegre Frente às Mudanças nos Processos Decisórios Locais. 2003 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

6.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Fabiano Engelmann. A Formação da Elite Jurídica no Rio Grande do Sul. 2001 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

7.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Gabriel Vitullo. Teorias Alternativas da Democracia: Uma Análise Comparada. 1999 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

8.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Cintia Vieira Souto. A Diplomacia do Interesse Nacional - A política externa do governo Médici, 1969-1974. 1998 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

9.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Gilberto Grassi Calil. A Face do Verde: o Integralismo no Pos-Guerra - A Formação do Partido de Representação Popular (1945-1950). 1998 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

10.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Luis Gustavo Mello Grohmann. Representação Política, Sistema Eleitoral e Sistema Partidário: Análise Comparativa do Estado do Rio Grande do Sul de 1966 a 1994. 1996 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

11.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Temístocles Américo Cezar. A Crise do Estado no Discurso dos Candidatos à Presidência da Pepública do Brasil em 1989. 1994 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

12.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Antonio Kurtz Amantino. Quem Governa ? Estrutura Social e Poder Político em Raymond Aron. 1991 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

13.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Silvana Krause. Economia, Política e Religião em Santa Cruz do Sul na República Velha. 1991 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

14.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Itamar Aguiar. As Eleições de 1982 para Governador do Estado de Santa Catarina. Táticas e Estratégias das Elites no Confronto com as Opisições. 1991 - Universidade Federal de Santa Catarina.

15.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Léo Voigt. A Formação do PT: Esboço da Reconstrução Histórica. 1990 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

16.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Eloisa Helena Capovilla da Luz Ramos. O Partido Republicano Rio-Grandense o Poder Local no Litoral Norte do Rio Grande do Sul - 1882/1895. 1990 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

17.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Fátima Cristina Vieira Perurena. A Consciência Conservadora Através da Imprensa. 1985 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Teses de doutorado
1.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Lorena Madruga Monteiro. Religião, Cultura e Política: O Apostolado Laico dos Jesuítas no RGS e os Espaços Sociais de Atuação. 2011. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

2.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Ernesto Seidl. A elite eclesiástica no Rio Grande do Sul. 2004 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

3.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Fabiano Engelmann. A Diversificação do Espaço Juridico e as Lutas pela Definição do Direito no Sul do Brasil. 2004 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

4.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de André Luiz Marenco dos Santos. Não se Fazem mais Oligarquias como Antigamente: Carreiras Políticas e Vínculos Partidários entre Deputados Brasileiros (1946-1994). 2000 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

5.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de André Luiz Marenco dos Santos. Não se fazem mais Oligarquias como Antigamente: Recrutamento Parlamentar, Experiência Política e Vínculos Partidários entre Deputados Brasileiros. 2000 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

6.
TRINDADE, Helgio; COLAS, D.. Participação em banca de Carlos Schmidt Arturi. Le Brésil: Une Tentative de Démocratisation Octroyé (1974-1985). 1999 - Institut d'Etudes Politiques de Paris.

7.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Mercedes Maria Loguércio Canepa. Partidos e Representação Política: Articulação dos Níveis Estadual e Nacional no RS (1945-1965). 1999 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

8.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Jussemar Weiss Gonçalves. Na Encruzilhada dos Tempos: Uma Contribuição ao Estudo do Público e do Popular no Âmbito da Educação Moderna no Brasil. 1998 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

9.
TRINDADE, Helgio; RODRIGUES, L. M.. Participação em banca de Rachel Meneghello. Partidos e Governo no Brasil Contemporâneo, 1985-1995. 1996. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Campinas.

10.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Leonel Severo Rocha. Loi et Liberté: La Pensée Politique de Rui Barbosa. 1989 - Ecole des Hautes Études en Sciences Sociales.

Qualificações de Doutorado
1.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Claudira Socorro Cirino Cardoso. O Integralismo no processo politico gaucho: a maquina partidária do PRP e seus dirigentes (1945/1965). 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

2.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Tattiana Tessye Freitas da Silva. Das configurações e dos sentidos da ação do Estado: (um estudo sobre processos de regulação e avaliação das instituições de educação Superior. 2005 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

3.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Luciano Miranda Silva. Capital de Relações Sociais Internacionalizado: Gênese de Elite Cinematográfica Brasileira do Cinema Novo e Avesso a Instituições. 2004 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

4.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Miguel Eduardo Vitullo. Mas allá de la Transitologia y la Consolidologia: un Estudio de la Democracia Argentina Realmente Existente. 2002 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

5.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Fabiano Engelmann. A Diversificação Social do Espaço Juridico e as Lutas pela Definição do Direito Legítimo no Sul do Brasil. 2002 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

6.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Eduardo Munhoz Svartmann. A Matriz Autoritária da Geração de 1964 ou a Longa Duração de Idéias Positivas. 2001 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

7.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Gustavo Biasoli Vitullo. Discurso e Reforma do Estado no Governo Collor. 2000 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

8.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Marisa Oliveira Natividade. Universidade Social na América Latina: Análise Comparativa entre a UFRGS (Brasil) e a UDELAR (Uruguai). 2000 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

9.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Miguel Pablo Serna Forcheri. Nuevos Actores Politicos en los Processos e Redemocratizácion de Argetina, Brasil y Uruguai (1982-1999): Un Estudio Comparado de las Elites Politicas Emergentes de la Escena Electoral. 1998 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

10.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Hugo Guerrero Barreiro. As Elites Políticas no Uruguai e no Rio Grande do Sul. 1998 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

11.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de ANDRÉ LUIZ MARENCO DOS SANTOS. Não se Fazem mais Oligarquias como Antigamente: Carreiras Políticas e Vínculos Partidários entre Deputados Brasileiros (1946-1994). 1998 - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
TRINDADE, Helgio. Participação em banca de Carine de Souza Leal.Imprensa Integralista (1932-1937): Propaganda Ideológica e Imprensa Partidária de um Movimento Fascista no Brasil dos Anos 30. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Comuncação Social) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Professor titular
1.
TRINDADE, Helgio; COHN, P. G.. Banca de Concurso para Professor Titular - Prof. Brasilio João Sallum Junior. 2004. Universidade de São Paulo.

2.
TRINDADE, Helgio; ZUBEN, N. A. V.; SAVIANI, D.; FAVERO, O.; BICUDO, M. A. V.. Banca de Concurso de Professor Titular em Filosofia da Educação - Prof. Pedro Laudinor Goergen. 1998. Universidade Estadual de Campinas.

3.
TRINDADE, Helgio. Banca de Concurso para Professor Titular em Sociologia - Departamento de Ciências Sociais (UnB) do Professor Titular do Professor Benicio Schmidt. 1992. Universidade de Brasília.

4.
TRINDADE, Helgio. Banca de Professor Titular em Sociologia do Professor Sergio Micelli - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas- USP. 1992. Universidade de São Paulo.

Outras participações
1.
TRINDADE, Helgio. Prêmio Nacional de Ciência e Tecnologia Almirante Álvaro Alberto. 2012. Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
VII Escola de Verão - Metamorfoses, complexidade e caos: epistemologias das ciências para o século XXI.NÃO INFORMADO. 2018. (Encontro).

2.
6º Congreso Nacional e Internacional de Estudios Coparados en Educación: Inclusión, Calidadad y Equidade en la Educación. Pasado, Presente y Futuro en perspectiva comparada.. 2017. (Congresso).

3.
Da Vivência de Resignação à Afirmação da Política.Da Vivência de Resignação à Afirmação da Política. 2017. (Encontro).

4.
Fascismo no Brasil: uma possibilidade?.Fascismo no Brasil: uma possibilidade?. 2017. (Seminário).

5.
II Jornada de Pensamento Político Brasileiro.A Institucionalização da Ciência Política no Brasil - História e Memória. 2017. (Encontro).

6.
Panel: La Educación Superior en América Latina. Pasado, presente y futuro en el contexto del centenario de la Reforma Universitaria. La Educación Superior en América Latina. Pasado, presente y futuro en el contexto del centenario de la Reforma Universitaria. 2017. (Congresso).

7.
Simpósio Internacional O Estado Novo, 80 anos..NÃO INFORMADO. 2017. (Simpósio).

8.
CICLO DE CONFERENCIAS - ESTUDOS AVANÇADOS EM CIENCIAS E HUMANIDADES.Os desafios da interdiciplinaridade. 2015. (Seminário).

9.
Coloquio Internacional Hacia dónde va la Universidad en el Siglo XXI?.Tendencias Contemporáneas de la Educación Superior en el Mundo. 2015. (Seminário).

10.
Coloquio Comemorativo: 45 años de Sociologia em el Uruguay.Balanço comparativo da sociología na América Latina. 2014. (Seminário).

11.
Exposé Seminario Christophe Charle, École Normale Supérieure.L?hégémonie des élites des « bacheliers en droit »au Brésil (1822-1930) et l´implantation comparée des institutions en sciences sociales pour la formation des nouvelles élites en Amérique Latine (1930-1970). 2014. (Seminário).

12.
Seminario de Educacion Superior Comparada.Politicas de expansión de la educación superior en Brasil (2000-2015). 2014. (Seminário).

13.
Colloque franco-japonais d´education supérieure comparée.Amérique Latine : reformes (ou contre-reformes) de l´enseignement supérieure en perspective. 2013. (Seminário).

14.
Cumbre de Rectores, America Latina y Caribe. Integração Acadêmica. 2013. (Congresso).

15.
Estudos Avançados em Ciências e Humanidades.As ciências sociais na América Latina. 2013. (Seminário).

16.
Universidade do Futuro.Perspectiva da Universidade na Era da Mundialização. 2013. (Seminário).

17.
V Seminário Nacional de Ciência Política.A construção da ciência politica na América latina. 2013. (Seminário).

18.
2ª REUNIÓN REGIONAL MERCOSUR: PROYECTO INFOACES. 2012. (Encontro).

19.
36º ENCONTRO ANUAL DA ANPOCS.Lançamento coletivo de livros - SE01 - Homenagem a Gilberto Velho- SE02 - Homenagem a Antonio Flavio Pierucci. 2012. (Encontro).

20.
8º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP).Conversa com o Autor: debate de Trindade intitulada Ciências Sociais na América Latina em Perspectiva Comparada. 2012. (Encontro).

21.
Cátedra Latino-Americana ?Integração Regional em Perspectiva Comparada?. 2012. (Outra).

22.
Cátedra Latino-Americana Simon Bolívar de Integração Regional em Perspectiva Comparada. 2012. (Outra).

23.
Cátedra Manuel Ancízar 2012- I EDUCACIÓN SUPERIOR: DEBATES Y DESAFÍOS.LA UNIVERSIDAD EN PERSPECTIVA: DESAFIOS LATINOAMERICANOS. 2012. (Outra).

24.
Encuentro de Rectores FIL-UDUAL.?Financiamiento, cooperación y movilidaden la construcción del espacio universitario latinoamericano?. 2012. (Encontro).

25.
I Encontro de Reitores Colômbia-Brasil.Los sistemas de Educación Superior de Brasil y Colombia. 2012. (Encontro).

26.
IV Seminário Internacional e V Assembleia Geral do Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras.Simpósio "Cooperação Universitária - Região Andina-Brasil e Caribe- Brasil". 2012. (Seminário).

27.
Las nuevas dinámicas de la integración regional en América latina y el Caribe y las relaciones birregionales UE ? ALC.Vers des modèles économiques fondés sur la connaissance et l?innovation ? Quelle coopération européenne ?. 2012. (Outra).

28.
Prêmio Almirante Álvaro Alberto para a Ciência e Tecnologia. 2012. (Outra).

29.
UDUAL - LXXXIII Reunión Ordinaria del Consejo Ejecutivo de la UDUAL,. Empossado como vice-presidente da União de Universidades da América Latina e Caribe (UDUAL) na região Brasil.. 2012. (Congresso).

30.
Cátedra Juan Carlos Portantiero. 2011. (Outra).

31.
Cátedra Latino-Americana Carlos Quijano. 2011. (Outra).

32.
Cátedra Latino-Americana de História da América Latina. 2011. (Outra).

33.
Cátedra Latino-Americana León Cadogan. 2011. (Outra).

34.
Cátedra Latino-Americana Leopoldo Zea. 2011. (Outra).

35.
Colóquio Saint-Hilaire. 2011. (Congresso).

36.
III Seminário Internacional - IV Assembleia Geral - GRUPO COIMBRA DE UNIVERSIDADES BRASILEIRAS.Universidade e integração Latino Americana. 2011. (Seminário).

37.
2° Salão Nacional de Divulgação Científica. Integração Científica e Tecnológica na América Latina. 2010. (Congresso).

38.
Cátedra Latino-Americana Amilcar Herrera. 2010. (Outra).

39.
Cátedra Latino-Americana Andrés Bello. 2010. (Outra).

40.
Cátedra Latino-Americana Augusto Roa Bastos. 2010. (Outra).

41.
Cátedra Latino-Americana Bernardo Alberto Houssay. 2010. (Outra).

42.
Cátedra Latino-Americana Celso Furtado:. 2010. (Outra).

43.
Cátedra Latino-Americana Crodowaldo Pavan. 2010. (Outra).

44.
Cátedra Latino-Americana Eugênio de Santa Cruz y Espejo. 2010. (Outra).

45.
Cátedra Latino-Americana Francisco Bilbao. 2010. (Outra).

46.
Cátedra Latino-Americana Francisco Bilbao (2 ª edição). 2010. (Outra).

47.
Cátedra Latino-Americana Josué de Castro. 2010. (Outra).

48.
Cátedra Latino-Americana Juan José Giambiagi. 2010. (Outra).

49.
Cátedra Latino-Americana Octavio Ianni. 2010. (Outra).

50.
6ª Bienal de Cultura e Arte da UNE e 1ª Trienal Latino Americana de Estudantes.Reformar a Universidade, para um projeto de integração Latino Americana. 2009. (Encontro).

51.
Aula inaugural do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da UFPR.aula inaugural do Programa de Pós-Graduação em Ciência Política da UFPR. 2009. (Outra).

52.
Fórum Nacional de Educação Superior (FNES).Fórum Nacional de Educação Superior (FNES). 2009. (Outra).

53.
II Foro Mundial de Educación Superior (Reunión Galápagos Post ? Cartagena Pre ? París + 11).II Foro Mundial de Educación Superior. 2009. (Seminário).

54.
Seminario sobre a Universidade Federal da Integração Latino-Americana.Projeto UNIILA. 2009. (Seminário).

55.
UFJR - Reunião Plenária de Decanos e Diretores.Projeto UNILA. 2009. (Outra).

56.
VI Seminário Nacional do Reuni - Autonomia Universitária.VI Seminário Nacional do Reuni - Autonomia Universitária. 2009. (Seminário).

57.
XII SULPET ? Encontro dos grupos PET da Região Sul.Projeto UNILA. 2009. (Encontro).

58.
6º Congresso Internacional de Educação Superior "UNIVERSIDAD 2008". Universidade Federal da Integração Latino Americana - UNILA. 2008. (Congresso).

59.
6º Encontro Associação Brasileira de Ciência Política ? ABCP.Mudanças Políticas e Desafios da Integração Sul-Americana. 2008. (Encontro).

60.
Avanços e Perspectivas da Ciência no Brasil, América Latina e Caribe.Avanços e Perspectivas da Ciência no Brasil, América Latina e Caribe. 2008. (Seminário).

61.
Conferencia Regional de Educación Superior 2008. 2008. (Outra).

62.
Córdoba 90 años de la Reforma.A Reforma de Córdoba e a reinvenção da universidade para o sec XXI. 2008. (Encontro).

63.
Cursos Internacionales de Verano 2008.Reforma de Córdoba e a nova universidade século XXI. 2008. (Seminário).

64.
Cursos Internacionales Iberoamericanos 2008. 2008. (Outra).

65.
Encontro sobre Internacionalização e Ensino Superior.Políticas de Internacionalização - A Universidade Latino-Americana ? UNILA. 2008. (Encontro).

66.
II Semana Política - "América Latina: Desafios e Perspectivas".Por que América Latina?. 2008. (Seminário).

67.
I Seminário Internacional Sobre Cultura, Imaginário e Memória da América Latina. I Seminário Internacional Sobre Cultura, Imaginário e Memória da América Latina. 2008. (Congresso).

68.
LXXVª Reunião Ordinária do Conselho Pleno da ANDIFES.LXXVª Reunião Ordinária do Conselho Pleno da ANDIFES. 2008. (Outra).

69.
Reformar a Universidade para Mudar a Cidade.UNILA ? uma nova perspectiva de integração. 2008. (Encontro).

70.
Reunião da Comissão Internacional de Análise de Projetos Técnico-Científicos.Comissão Internacional de Análise de Projetos Técnico-Científicos. 2008. (Encontro).

71.
Reunión del Consejo Asesor del ANECA. 2008. (Outra).

72.
Sexta Reunión Ordinaria del Consejo de Administración del IESALC. 2008. (Outra).

73.
Workshop: Apresentação da Proposta da Universidade Federal do ABC:estrutura acadêmico-administrativa, projeto político-pedagógico e organização dos cursos.UNILA: universidad federal brasileña para la integración latinoamericana. 2008. (Outra).

74.
Workshop "Segurança de Barragens Formação de Especialistas".O Instituto Mercosul de Estudos Avançados - IMEA. 2008. (Outra).

75.
XXXV Reunião dos Ministros do MERCOSUL.UNILA: Un Proyecto Universitario para America Latina. 2008. (Encontro).

76.
Apresentação do Instituto Mercosul de Estudos Avançados, XXXII Reunión de Ministros de Educación.14. Apresentação do Instituto Mercosul de Estudos Avançados. 2007. (Encontro).

77.
Apresentação do Projeto Instituto Mercosul de Estudos Avançados (IMEA) / Universidade Federal da Integração Latino-Americano (UNILA)na XXXIII Reunião de Ministros da Educação do Mercosul.Projeto Instituto Mercosul de Estudos Avançados/Universidade Latino-Americana (IMEA/UNILA). 2007. (Encontro).

78.
Aula Inaugural ?Universidade e desenvolvimento Sustentável na América Latina?, Curso de Especialização em Políticas de Desenvolvimento e Gestão Pública, Núcleo de Altos Estudos Amazônicos (NAEA-UFPA).Universidade e desenvolvimento Sustentável na América Latina. 2007. (Outra).

79.
Aula Magna, O Papel da Educação Superior na Integração do Mercosul.O Papel da Educação Superior na Integração do Mercosul. 2007. (Outra).

80.
Conferencia ?Anísio Teixeira e sua concepção de universidade do século XXI? Segundo Seminário Nacional sobre Universidade Nova.Anísio Teixeira e sua concepção de universidade do século XXI. 2007. (Outra).

81.
Conferencia ?Estudios Avanzados sobre América Latina y el Caribe?, 49ª Reunión del Consejo de Rectores de la Asociacion de Universidades Grupo Montevideo.Estudios Avanzados sobre América Latina y el Caribe.. 2007. (Outra).

82.
Conferencia ?Perspectivas da Educação no Brasil e no Mundo? no XXIII Encontro Nacional de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós Graduação ENPROP.Painel - Perspectivas da Educação no Brasil e no Mundo. 2007. (Encontro).

83.
Conferencia ?Um Projeto de Ensino Superior para a América Latina?, VI Fórum Universitário Internacional do Mercosul (FOMERCO).Um Projeto de Ensino Superior para a América Latina. 2007. (Outra).

84.
Conferencia ?Universidad, desarrollo e integración? no Encuentro Internacional de Cátedras UNESCO de América Latina y Espanha.Universidad, desarrollo e integración. 2007. (Encontro).

85.
Conferencia sobre ?O novo sistema de avaliação da educação superior no Brasil? Forum Higher Education in Sustainable Development/UNESCO.O novo sistema de avaliação da educação superior no Brasil. 2007. (Seminário).

86.
Mesa Redonda ?A integração latino-americana e as Ciências Sociais?, coordenada pela Profª Ingrid Sarti, 31º Encontro Anual da ANPOCS. Mesa - Redonda - A integração latino-americana e as Ciências Sociais. 2007. (Congresso).

87.
Painel ?Desempenho Institucional das Universidades?: ?Universidade: uma espécie em extinção??, 1º Fórum TCU/ANDIFES.Desempenho Institucional das Universidades. 2007. (Outra).

88.
Painel ?Reforma Política, Pacto Federativo e Legitimidade Parlamentar?: ?Reforma Política e Pacto Federativo: em busca de um consenso?, Assembleia Legislativa do RS.Reforma Politica e Pacto Federativo: em busca de um consenso. 2007. (Seminário).

89.
Painel História do Movimento Estudantil no RS: A luta pela Reforma Universitária e o co-governo na década de 1960, promovido pela União Nacional de Estudantes.A luta pela Reforma Universitária e o co-governo na década de 1960. 2007. (Outra).

90.
Painel Reforma Política: ?Reformas Políticas e Eleitorais na América Latina?, UCPel.Reformas Politicas e Eleitorais na America Latina. 2007. (Seminário).

91.
Participação na Reunião da Comisión Nacional de Evaluación y Acreditación Universitaria, CONEAU.CONEAU - Reunião da Comisión Nacional de Evaluación y Acreditación Universitaria. 2007. (Outra).

92.
Reunião Consejo Superior Internacional de la Agencia Nacional de Evaluación de la Calidad y Acreditación (ANECA. 2007. (Encontro).

93.
Seminário ?Ciências Sociais na América Latina? coordenado pelo Prof. Geronimo De Sierra, XXVI Congreso Asociacion Latinoamericana de Sociologia - ALAS. Ciências Sociais na América Latina. 2007. (Congresso).

94.
Seminário de Pós-Graduação em ?Política, Métodos e Estudos Comparados em Ciência Política?, Programa de Mestrado e Doutorado em Ciências Sociais, Facultad de Ciencias Sociales, Universidad de La Republica (UDELAR),.Política, Métodos e Estudos Comparados em Ciência Política. 2007. (Seminário).

95.
(I) Participação de reunião do Conselho Superior Internacional da Agencia Nacional de Evaluation (ANECA);.Participação de reunião do Conselho Superior Internacional da Agencia Nacional de Evaluation (ANECA);. 2006. (Outra).

96.
(II) Participação de reunião do Conselho Superior Internacional da Agencia Nacional de Evaluation (ANECA);.Participação de reunião do Conselho Superior Internacional da Agencia Nacional de Evaluation (ANECA);. 2006. (Outra).

97.
30° Encontro Anual da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais - ANPOCS. Ciências Sociais na América Latina em perspectiva comparada. 2006. (Congresso).

98.
5ª Encontro da Asociação Brasileira de Ciencia Politica.Ciência Política na América Latina. 2006. (Encontro).

99.
Colloquium on Research and Higher Education Policy: Universities as centers of research and knowledge creation: an endangered species. 2006. (Congresso).

100.
Cuarta reunión del Comité Científico Regional para América Latina y el Caribe/ Forum UNESCO Seminar on Knowledge and the Latin American Society?s Needs. 2006. (Outra).

101.
Encontro Anual de Academicos da Academia Brasileira de Ciencias. 2006. (Encontro).

102.
Encontro Nacional de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação - ENPROP 2006.Homenagem a ex-Representante Regional do ENPROP. 2006. (Encontro).

103.
Encontro sobre Avaliação.Encontro sobre Avaliação - PUCSP. 2006. (Encontro).

104.
IESALC/UNESCO - workshop sobre Mapa de Estudios Superiores en América Latina y el Caribe (MESALC). 2006. (Outra).

105.
II Semana de Extensão, Pesquisa e Pós-Graduação - Centro Universitário Ritter dos Reis.Políticas Públicas, Universidade e Conhecimento. 2006. (Seminário).

106.
Oficina de Apoio à Auto-Avaliação do Estado de Santa Catarina.Oficina de Apoio à Auto-Avaliação do Estado de Santa Catarina. 2006. (Oficina).

107.
Painel na Sorbonne (Paris I) sobre Partis Politiques au Brésil.Partis Politiques au Brésil. 2006. (Outra).

108.
Palestra na Universite Dauphine ? La constructiondes sciences sociales au Bresil et en Amerique Latine.La constructiondes sciences sociales au Bresil et en Amerique Latine. 2006. (Outra).

109.
Participação no Comité National de Evaluation Frances em Bordeaux junto a Université de Bordeaux III.Participação no Comité National de Evaluation Frances em Bordeaux junto a Université de Bordeaux III. 2006. (Outra).

110.
Pesquisa comparada sobre Ciencias Sociais na America Latina.Pesquisa comparada sobre Ciencias Sociais na America Latina, Conferencia na Universidade de Paris-Dauphine. 2006. (Outra).

111.
Posse na Academia Brasileira de Ciencias. 2006. (Outra).

112.
Reunião da Subcomissão sobre Reconhecimento de Graus e Titulos Academicos. 2006. (Outra).

113.
Reunião da Subcomissão sobre Reconhecimento de Graus e Títulos Acadêmicos.Reconhecimento de Graus e Títulos Acadêmicos. 2006. (Outra).

114.
Reunião do Comité National de Evaluation (CNÉ).Reunião do Comité National de Evaluation Frances. 2006. (Outra).

115.
Reunião do Fórum Unesco. 2006. (Outra).

116.
Runião do Conselho Assessor da ANECA. 2006. (Outra).

117.
Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2006. Homenagem aos Pesquisadores Gaúchos que Integram a Academia Brasileira de Ciências em 2006 - SBPC. 2006. (Congresso).

118.
Seminario École Normal Supérieure: Institutionnalisation des sciences sociales au Brésil" - Simposio internacional na Unesco Paris. 2006. (Outra).

119.
Seminario Internacional La Universidad Hoy: Desafíos y oportunidades. 2006. (Outra).

120.
Seminario sobre Evaluation de la Education Superiore au Bresil en France: comparaison des experiences enau genie. 2006. (Seminário).

121.
Tendências da Ciência Política Para os Próximos 10 Anos.Teoria Política e Pensamento Social. 2006. (Encontro).

122.
UNESCO 60 anos: Repensando seus Desafios no Mundo Globalizado.Unesco 60 anos: Repensando seus Desafios no Mundo Globalizado. 2006. 2006. (Outra).

123.
XI Seminário Nacional Projeto Universitas- Modelos Universitários no Brasil: um debate atua.XI Seminário Nacional Projeto Universitas- Modelos Universitários no Brasil: um debate atual. 2006. (Seminário).

124.
Academic Freedom Conference. 2005. (Outra).

125.
Iº Congresso Estadual de Ensino de Direito da ABEDi. 2005. (Seminário).

126.
O Desafio da Avaliação da Educação Superior.O Desafio da Avaliação da Educação Superior. 2005. (Seminário).

127.
Oficina de Apoio à Atuto Avaliação do Estado de São Paulo.Avaliação Institucional. 2005. (Oficina).

128.
O Papel das CPAs no Processo de Avaliação.O Papel das CPAs no Processo de Avaliação. 2005. (Seminário).

129.
O Processo de Auto-Avaliação das IES.O Processo de Auto-Avaliação das IES. 2005. (Seminário).

130.
O SINAES e o Processo de Avaliação da Educação Superior.O SINAES e o Processo de Avaliação da Educação Superior. 2005. (Seminário).

131.
Participação de reunião do Conselho Superior Internacional da Agencia Nacional de Evaluation (ANECA).Participação de reunião do Conselho Superior Internacional da Agencia Nacional de Evaluation (ANECA). 2005. (Outra).

132.
Reunião do Conselho Superior Internacional da Agencia Nacional de Evaluation (ANECA). 2005. (Encontro).

133.
Seminario École Normal Supérieure.Institutionnalisation des sciences sociales au Brésil. 2005. (Seminário).

134.
Seminario Intenacional Reforma e Avaliação da Educação Superior.Reforma e Avaliação da Educação Superior. 2005. (Seminário).

135.
Third Regional Scientific Committee Meeting for Latino America and de Caribbean, UNESCO International Institute for Higher Education in Latin America and the Caribbean (IESALC). 2005. (Outra).

136.
Reforma Universitária ? Ensino Superior no Brasil e perspectivas da reforma.Reforma Universitária ? Ensino Superior no Brasil e perspectivas da reforma. 2004. (Seminário).

137.
10º Congresso Brasileiro de estudantes de Comunicação Social. Financiamento nas universidades públicas. 2003. (Congresso).

138.
Cultura e contra-cultura da avaliação no Brasil.Avaliar para quê? Avaliando as políticas de avaliação institucional. 2003. (Seminário).

139.
O Ensino Superior no Contexto do Forum Social Mundial.O Ensino Superior no Contexto do Forum Social Mundial. 2003. (Outra).

140.
Reforma universitária na América Latina.Reforma universitária na América Latina e o movimento estudantil. 2003. (Seminário).

141.
Universidade: Por quê e como reformar?.Universidade XXI, resgate do futuro e ordenação do sistema: a tensão entre o público e o privado. 2003. (Seminário).

142.
Universidade em questão.Universidade hoje: diagnósticos e projetos em confronto. 2003. (Seminário).

143.
A Re-fundação da universidade brasileira no século XXI.Reinventar a Universidade: por uma nova reforma universitária. 2002. (Seminário).

144.
Encuentro Ibero Americano de Asociaciones de Universidades y Consejos de Rectores.La educación superior en América latina, en perspectiva comparada. 2002. (Encontro).

145.
Internacionales Iberoamercianos - El Exilio en las dos Orillas. Cursos Internacionales Iberoamercianos - El Exilio en las dos Orillas. 2002. (Congresso).

146.
MERCOSUR ? y después, crisis y perspectivas de futuro.Brasil frente a Mercosur en los marcos de la geopolítica del siglo XXI. 2002. (Outra).

147.
Conmemoración del Decenio de la AUGUM y a la XXX Reunión del Consejo de Rectores. 2001. (Seminário).

148.
51ª Reunião Anual da SBPC.Políticas para a educação superior. 1999. (Outra).

149.
Semana de Iniciação Científica.A universidade no século XXI. 1999. (Outra).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
MELY PAREDES. POLÍTICAS PÚBLICAS PARA UNIVERSIDADE NA DITADURA CIVIL-MILITAR BRASILEIRA (1966-1972): os desafios da nova legislação para a UFRGS e o apoio estratégico de uma empresa de planejamento externo Porto Alegre,. Início: 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Politicas Públicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Rosemeri Nunes Feijó. Políticas Públicas e Processos de Internacionalização das Ciências Sociais no Brasil em Perspectiva Comparada. Início: 2015. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Dulphe Pinheiro Machado. A frente-única no movimento estudantil na década de 1960: relações entre PC e AP.. 2010. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Politica) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

2.
Magda Oliveria Pinto. a reforma universitária como reivindicação estudantil e política pública: a uee/rs na luta universitária no rio grande do sul (1960-68). 2010. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Politica) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

3.
Lorena Madruga Monteiro. A estratégia dos católicos na conquista da sociologia na UFRGS (1940-1970). 2006. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

4.
Eduardo Munhoz Svartman. Guardiões da Nação: Formação profissional, experiências compartilhadas e engajamento político dos generais de 1964.. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

5.
Andréa dos Reis. PT: situação e oposição? As tendências dentro do partido dos Trabalhadores. 2003. Dissertação - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

6.
Miriam Oliveira Santos. Berços de Heróis: O Papel das Escolas Militares na Formação dos "Salvadores da Pátria". 2000. Dissertação - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

7.
Marisa Oliveira Natividade. Práxis Política e Cultura Democrática: O discurso dos militantes petistas do Rio Grande do Sul. 1996. 0 f. Dissertação - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

8.
Andre Luis dos Santos Marenco. Imagens da Representacao Politica. Poder Legislativo No Rio Grande do Sul. 1993. Dissertação - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

9.
Carla Brandalise. O Fascismo na periferia Latino-Americana: o paradoxo do integralismo no Rio Grande do Sul. 1992. Dissertação - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

10.
Denise Paiva Ferreira. Oposição e transição democrática: a estratégia peemedebista nas eleições de 1982. 1991. Dissertação - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

11.
Maria Izabel Saraiva Noll. Partidos e política no Rio Grande do Sul, 1928-1937.. 1980. Dissertação - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

12.
Celi Regina Jardim Pinto. Contribuição ao estudo do positivismo no Rio Grande do Sul. 1979. Dissertação - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

13.
Loiva Otero Felix. O Modelo Poitico de Alberto Torres. 1977. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

14.
René Ernaini Gertz. Os Teutos - Brasileiros e o Integralismo no Rio Grande do Sul. Contrbuição para a Integração de um Fenômeno. 1977. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Politica) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

Tese de doutorado
1.
Ledir de Paula Pereira. Elites republicanas no Rio Grande do Sul e em São Paulo. 2015. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

2.
Lorena Madruga Monteiro. Religião, Cultura e Política: O Apostolado Laico dos Jesuítas no RGS e os Espaços Sociais de Atuação.. 2011. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

3.
Gabriel Eduardo Vitullo. Mas allá de la transitologia y la consolidologia: un estudio de la democracia argentina realmente existente. 2005. Tese - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

4.
Marisa Oliveira Natividade. Entre a Política e a Cademia: A Extensaõ numa Perspectiva Comparada (UFRGS/Brasil - UDELAR/Uruguai). 2003. Tese - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

5.
Miguel Pablo Serna Forcheri. As Democracias dos Anos 90 e as Esquerdas Latino-Americanas: Argentina, Brasil e Uruguai. 2002. Tese - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Carine de Souza Leal. Imprensa Integralista (1932-1937): Propaganda Ideológica e Imprensa Partidária de um Movimento Fascista no Brasil dos Anos 30.. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Comuncação Social) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

Iniciação científica
1.
Dulphe Pinheiro Machado. Os Precursores da Ciencia Politica da UFRGS. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

2.
Etienne Borges da Silveira. Os Precursores da Antropogia da UFRGS. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

3.
Karen Priscilla Martins Lopes. Estudos de Folclore e Relação com Ciencias Sociais na UFRGS. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

4.
Elisiane Quevedo. Estudos de Folclore e Relação com Ciencias Sociais na UFRGS. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

5.
Michele Doris Castro. A Sociologia na UFRGS e seu Desenvolvimento em Intercâmbio com a Alemanha (1960-1980). 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

6.
Carine de Souza Leal. Imprensa Integralista (1932-1937): Propaganda Ideológica e Jornalismo Partidário. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em Comuncação Social) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

7.
Carine de Souza Leal. A cultura de massa e a propaganda política na Alemanha nazista: estudo a partir do filme O Triunfo da Vontade. 2005. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Comunicação Social Jornalismo) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

8.
Dulphe Pinheiro Machado. O papel estratégico do CLACSO na institucionalização das Ciências Sociais na América Latina. 2005. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Comunicação Social Jornalismo) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

9.
Roberta Mallmann Souto Pereira. Ciência Política no Brasil: Abordagem neo-institucionalista. 2005. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

10.
Elisiane Quevedo. Institucionalização e internacionalização das Ciências Sociais na América Latina: o papel formador da FLACSO. 2005. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Comuncação Social) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

11.
Etienne Borges da Silveira. Institucionalização e internacionalização das Ciências Sociais na América Latina: o papel formador da FLACSO. 2005. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

12.
Romeu Finato. Institucionalização e internacionalização das Ciências Sociais: o papel precursor da CEPAL. 2005. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

13.
Patricia da Rosa Pereira. Institucionalização e internacionalização das Ciências Sociais: o papel precursor da CEPAL. 2005. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

14.
Lorena Madruga Monteiro. Intelectuais e Política: Darcy Ribeiro e as políticas públicas para o ensino superior no Brasil. 2004. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

15.
Carine de Souza Leal. A Ditadura e o inquérito militar na prefeitura de Porto Alegre: um estudo de caso de repressão legitimada pelo poder civil. 2004. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Comunicação Social Jornalismo) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

16.
Fiorela Bugatti Isolan. A Ditadura e o inquérito militar na prefeitura de Porto Alegre: um estudo de caso de repressão legitimada pelo poder civil. 2004. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

17.
Magda Oliveira Pinto. Elites, Instituições e Ciências Sociais: o papel da Fundação Ford. 2004. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

18.
Lorena Madruga Monteiro. A construção da democracia no Brasil: Anísio Teixeira, Florestan Fernandes, Darcy Ribeiro e a reforma da Universidade. 2003. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

19.
Magda Oliveira Pinto. Elites, Instituições e Ciências Sociais no Brasil: gênese e desenvolvimento da sociologia rural como disciplina da UFRGS. 2003. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

20.
Camila Ventura Merg. Pensamento político brasileiro: a reação católica segundo Jackson de Figueiredo e Alceu Amoroso Lima. 2003. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

21.
Fiorela Bugatti Isolan. Elites, Instituições e Ciências Sociais: a sociologia do desenvolvimento sob a hegemonia do pensamento cepalino na América Latina. 2003. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

22.
Magda Oliveira Pinto. A Ciência Política em sua fase embrionária: formas de institucionalização universitária e canais de expressão escrita. 2002. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

23.
Lucilene Pacini. Os estudos eleitorais como área de estruturação empírica da Ciência Política no Brasil (1950-1980).. 2002. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

24.
Luciana Maria de Aragão Ballestrim. A institucionalização da Ciência Política no Brasil: expansão universitária do ensino e da pesquisa. 2002. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

25.
Lucilene Pacini. Construção das Ciências no Brasil: a dinâmica da Antropologia, Sociologia e Ciência Política. 2001. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.

26.
Luciana Maria de Aragão Ballestrim. A Construção das Ciências Sociais no Brasil: o Museu Goeldi e o desenvolvimento da Antropologia na Universidade Federal do Pará. 2001. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Helgio Henrique Casses Trindade.



Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
TRINDADE, Helgio2011TRINDADE, Helgio. A Legalidade e o Movimento estudantil Brasileiro. Anos 90 (UFRGS. Impresso), v. 18, p. 129-164, 2011.


Livros e capítulos
1.
TRINDADE, Helgio. Ciências Sociais no Brasil Diálogos com Mestres e Discípulos. 01. ed. BRASILIA, DF: EDITORAS ANPOCS E LIBER LIVRO, 2012. v. 01. 366p .



Outras informações relevantes


- Membro do Conselho Editorial de "Politica Comparada:Revista Brasiliense de Politicas Comparadas", Brasília, desde 1997;
- Coordenador da Missão Inter-Universitária de visita às Tecnópoles Francesas, com a participação da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, abril de 1994;
-Coordenaor da Missão Inter-Universitária de visita às Tecnópoles da Espanha, com a participação da Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado do Rio Grande do Sul e da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, maio de 1995;
- Coordenador do Projeto "Comportamento Politico em Ijui", abril-setembro de 1968;
- Pesquisador - associado do Projeto "Comportamento Politico em Porto Alegre", março-dezembro de 1968;
- Membro do Conselho Editorial da Revista "Sociedad", publicação da Faculdade de Ciências Sociais da Universidade de Buenos Aires desde 1992;
- Membro do Conselho Editorial da Biblioteca de Ciências Sociais das Edições Graal ltda;
- Membro efetivo do Conselho Consultivo da DADOS-Revista de Ciências Sociais desde 1981;
- Editor de numero especial da Revista Brasileira de Estudos Politicos, Faculdade de Direito da UFMG, Belo Horizonte, n38, 225p, 1974;
- Membro da Association Française des Sciences sur l'Ámerique latine;
- Membroda Association Française des Sciences Politiques



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 20/10/2018 às 6:33:02