Sidney Chalhoub

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7738861749701123
  • Última atualização do currículo em 10/11/2017


Possui graduação em História, Lawrence University, EUA (1979), mestrado em História pela Universidade Federal Fluminense (1984), doutorado (1989) e livre-docência (1995) em História pela Universidade Estadual de Campinas. Atualmente é professor titular colaborador na UNICAMP e professor do departamento de história da Universidade Harvard, EUA. Foi pesquisador visitante na Universidade de Maryland, na Universidade de Michigan, em Stanford University e Humboldt Universität (Berlim). Lecionou como Professor Visitante na Universidade de Michigan e na Universidade de Chicago. A principal área de pesquisa é a História do Brasil no século XIX, com publicações em temas tais como história do Rio de Janeiro, abolição, escravidão, saúde pública, epidemias, literatura, Machado de Assis. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Sidney Chalhoub
Nome em citações bibliográficas
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Estadual de Campinas, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de História.
Rua Cora Coralina, 100
Barão Geraldo
13083896 - Campinas, SP - Brasil
Telefone: (19) 35211662
Fax: (19) 35211663


Formação acadêmica/titulação


1985 - 1989
Doutorado em História.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Visões da liberdade: uma história das últimas décadas da escravidão na Corte, Ano de obtenção: 1989.
Orientador: Robert Slenes.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
1983 - 1984
Mestrado em História.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Título: Trabalho, lar e botequim: vida cotidiana e controle social da classe trabalhadora no Rio de Janeiro da Belle Époque,Ano de Obtenção: 1984.
Orientador: Robert Andrew Wayne Slenes.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
1976 - 1979
Graduação em HISTÓRIA.
Lawrence University, LU, Estados Unidos.


Pós-doutorado e Livre-docência


1995
Livre-docência.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Cidade febril: cortiços e epidemias na Corte Imperial, Ano de obtenção: 1995.
2010 - 2011
Pós-Doutorado.
Stanford University, STANFORD, Estados Unidos.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
2000 - 2000
Pós-Doutorado.
University of Michigan, UMICH, Estados Unidos.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
1991 - 1992
Pós-Doutorado.
University Of Maryland College Park, U.M.C.P, Estados Unidos.
Bolsista do(a): Fullbright, LASPAU, Estados Unidos.
Grande área: Ciências Humanas


Atuação Profissional



Humboldt-Universität zu Berlin, HU, Alemanha.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Pesquisador Visitante, Enquadramento Funcional: Pesquisador Visitante
Outras informações
Research Fellow, Humbold-Universität zu Berlin, no International Research Center ?Work and Human Lifecycle in Global History?.


Stanford University, STANFORD, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2010 - 2011
Vínculo: Pesquisador Visitante, Enquadramento Funcional: Pesquisador Visitante


University of Chicago, UChicago, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2007 - 2007
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Visitante

Atividades

01/2007 - 06/2007
Ensino, Latin American History, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Literature and Social History in Brazil
Slavery, Disease and Race: A View from Brazil

University of Michigan, UMICH, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Visitante, Carga horária: 0

Vínculo institucional

2000 - 2000
Vínculo: Bolsista pós-doutorado, Enquadramento Funcional: Bolsista pós-doutorado, Carga horária: 0
Outras informações
Bolsista de pós-doutorado, FAPESP, para estágio. Título do projeto: "Machado de Assis e a emancipação dos escravos".

Vínculo institucional

1999 - 1999
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Visitante, Carga horária: 0

Vínculo institucional

1995 - 1995
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Visitante, Carga horária: 0

Atividades

1/2004 - 4/2004
Ensino, História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Literature and Social History (graduação e pós-graduação)
Slavery, Disease and Race (graduação e pós-graduação)
2/2000 - 7/2000
Estágios , University of Michigan, .

Estágio realizado
Bolsista de pós-doutorado, FAPESP. Título do projeto: Machado de Assis e a emancipação dos escravos..
9/1999 - 12/1999
Ensino, História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Epidemics and Social History (graduação e pós-graduação)
Literature and Social History (graduação e pós-graduação)
1/1995 - 2/1995
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Epidemics and Social History (graduação e pós-graduação)

Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Titular Colaborador - Aposentado

Vínculo institucional

2003 - 2015
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Titular (MS-6), Carga horária: 40
Outras informações
Professor Titular (MS6): disciplina História do Brasil II (século XIX), aprovado em concurso público realizado na UNICAMP; tese: "Machado de Assis: histórias, História".

Vínculo institucional

1999 - 2003
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto (MS-5), Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professor Adjunto (MS5): disciplina História do Brasil II, aprovado em concurso público realizado na UNICAMP em março de 1999.

Vínculo institucional

1985 - 1998
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 40

Atividades

02/2014 - Atual
Direção e administração, Centro de Pesquisa Em História Social da Cultura, .

Cargo ou função
Diretor do Cecult - Centro de Pesquisa em História Social da Cultura/IFCH/Unicamp.
1998 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, ARQUIVO EDGARD LEUENROTH, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Cargo ou função
Membro da comissão editorial dos Cadernos AEL ..
03/1990 - Atual
Ensino, História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria da História
História da Escravidão
Literatura e História
03/1985 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de História.

03/1985 - Atual
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História do Brasil II
Introdução à História
Metodologia de História
História e Literatura
12/2008 - 12/2012
Direção e administração, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Diretor Associado.
05/2008 - 12/2008
Direção e administração, Arquivo Edgard Leuenroth/Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Diretor Associado.
08/2006 - 12/2008
Direção e administração, Centro de Pesquisa Em História Social da Cultura, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Cargo ou função
Diretor.
8/2006 - 11/2008
Direção e administração, Centro de Pesquisa Em História Social da Cultura, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Cargo ou função
Diretor do CECULT.
11/2004 - 05/2008
Direção e administração, ARQUIVO EDGARD LEUENROTH, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Cargo ou função
Diretor do Arquivo Edgard Leuenroth.
1/1998 - 6/2004
Direção e administração, Centro de Pesquisa Em História Social da Cultura, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Cargo ou função
Coordenador da "Coleção Várias Histórias".
9/2000 - 9/2003
Direção e administração, Arquivo Edgar Leuenroth, Arquivo Edgar Leuenroth.

Cargo ou função
Diretor do Arquivo Edgar Leuenroth.
08/1998 - 05/1999
Direção e administração, ARQUIVO EDGARD LEUENROTH, ARQUIVO EDGARD LEUENROTH.

Cargo ou função
Diretor do Arquivo Edgar Leuenroth.
1997 - 1998
Conselhos, Comissões e Consultoria, ARQUIVO EDGARD LEUENROTH, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Cargo ou função
Membro do conselho consultivo do Arquivo Edgard Leuenroth.
04/1993 - 04/1995
Direção e administração, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de História.

Cargo ou função
Chefe de Departamento.
1994 - 1994
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Membro da comissão organizadora do XII Encontro Regional da ANPUH, núcleo regional São Paulo, realizado no IFCH da UNICAMP em setembro de 1994..
1991 - 1993
Conselhos, Comissões e Consultoria, ARQUIVO EDGARD LEUENROTH, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas.

Cargo ou função
Membro do conselho consultivo do Arquivo Edgard Leuenroth.
1990 - 1992
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Membro da comissão de publicações do IFCH-UNICAMP.
1987 - 1989
Direção e administração, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Coordenador da graduação.
1987 - 1988
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, .

Cargo ou função
Membro da equipe de coordenação da graduação em história da UNICAMP.

Universidade Federal de Ouro Preto, UFOP, Brasil.
Vínculo institucional

1983 - 1984
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor colaborador

Atividades

7/1983 - 7/1984
Extensão universitária , Departamento de História, .

Atividade de extensão realizada
.

Harvard University, HARVARD, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Tenure, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professor, com "tenure" (com estabilidade e vínculo empregatício)



Linhas de pesquisa


1.
História Social da Cultura (linha de pesquisa atual)

Objetivo: Esta linha de pesquisa desenvolve uma reflexão política, historiográfica e metodológica sobre o universo da cultura centrada nos sujeitos históricos e em sua diversidade, enfocando os confrontos culturais presentes em diferentes espaços e práticas sociais. Três grandes eixos articulam o conjunto de trabalhos em andamento: um dedica-se a verificar os limites e possibilidades das abordagens apoiadas em critérios étnicos e raciais, enfatizando a experiência de negros, africanos e seus descendentes. Outro volta-se especificamente para os intelectuais, em especial os literatos e folcloristas, que pensaram, tematizaram e investigaram aquilo que definiam como "o popular". O terceiro toma como objeto justamente a abstração que foi colocada no lugar destes diversos sujeitos, ou seja, "a Nação" ou "o Povo" em suas tradições festivas e coletivas das ruas, procurando múltiplos significados em situações que a bibliografia elegeu como expressões da identidade brasileira..
2.
História Social do Trabalho
3.
Escravidão e Trabalho Livre
4.
Cultura e Cidades


Projetos de pesquisa


2014 - Atual
Entre a escravidão e o fardo da liberdade: os trabalhadores e as formas de exploração do trabalho em perspectiva histórica
Descrição: Ao partir das ambiguidades dos limites entre escravidão e trabalho livre e das incertezas dos marcos legais que regulam as relações de trabalho, este projeto pretende analisar situações e contextos nos quais, em lugar de dicotomias claras, verifica-se a coexistência e mesmo a complementaridade de diferentes formas de trabalho. Procura-se não apenas discutir as situações intermediárias entre o cativeiro e as demais relações de trabalho, contratuais ou compulsórias, mas também examinar as maneiras pelas quais os trabalhadores lidaram com as diversas estratégias de controle a que estavam sujeitos. A proposta contrapõe-se, portanto, à visão que estabelece uma rigorosa distinção entre escravidão e trabalho livre e uma inquestionável progressão de uma forma a outra, indiferente às modalidades de coerção sobre os trabalhadores. Para investigar as políticas de domínio dos trabalhadores em perspectiva histórica, o projeto articula-se por meio de três eixos de pesquisa: um que analisa os processos de escravização, outro que discute o caráter compulsório dos contratos de trabalho e um terceiro que examina os constrangimentos legais e jurídicos reguladores do trabalho livre. No primeiro são explorados os diferentes processos de escravização e do exercício do domínio senhorial em contextos históricos diversos, comparando aspectos da escravidão de índios e negros nas Américas, as formas da escravidão e do trabalho forçado na África e do trabalho análogo a de escravo no mundo contemporâneo. No segundo eixo o foco está primordialmente voltado para a discussão da compulsoriedade inscrita no trabalho livre, examinando-se a diversidade de situações que, ao longo do período escravista ou do pós-emancipação, compeliram os trabalhadores ao trabalho sob o manto do contrato. No terceiro e último eixo, investigam-se os constrangimentos legais, institucionais e jurídicos existentes no mundo do trabalho chamado ?livre?. Além de pesquisas individuais, que incidem empiricamente sobre objetos, espaços e tempos variados, o projeto desenvolve atividades coletivas que visam o desenvolvimento de estudos com fontes literárias e iconográficas para a análise do mundo do trabalho; a produção de instrumentos de pesquisa que sistematizam fontes legais; a reprodução digital de acervos para preservar fontes em perigo de destruição e facilitar a pesquisa; e a disponibilização de informações sobre conjuntos documentais importantes para essa área de estudo..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2012 - Atual
História Social: Fontes, Abordagens e Novos Procedimentos de Investigação
Descrição: O programa de cooperação interinstitucional proposto no âmbito deste projeto está fundado em uma perspectiva de trocas acadêmicas entre Programas de Pós Graduação em diferentes etapas de desenvolvimento, visando ?o fortalecimento e a consolidação? daqueles ainda em formação, como indica o edital ao qual está vinculado. De um lado, há um grupo de docentes do departamento de história da Universidade de Brasília (UnB), departamento com uma tradição já consolidada nas áreas de História Política e das Relações Internacionais que, desde a implantação do REUNI, vem experimentando um intenso crescimento através da abertura de concursos e absorção de novos docentes. De outro lado, coloca-se a longa experiência desenvolvida por um grupo de docentes do Programa de Pós-Graduação em História da Unicamp, que mantém há muitos anos o conceito 7 da Capes. Trata-se dos professores do Programa vinculados ao CECULT (Centro de Pesquisas em História Social da Cultura) que, desde sua implementação, manteve sistematicamente uma política de intercambio com diferentes programas (entre os quais merecem destaque a UFF, UFBa, USP, UFPa e UFC), que frutificou em diferentes projetos coletivos. Do ponto de vista da equipe da Unicamp, o ?Casadinho/ Procad? oferece agora a oportunidade de ampliar este arco de trocas interinstitucionais, para incluir novos parceiros acadêmicos e contribuir para consolidar novos programas de pós-graduação e seus grupos internos de pesquisa, através da difusão e discussão da experiência acumulada pelo grupo. O PPGHIS da Universidade de Brasília, por sua vez, tem tradição na produção de trabalhos em História Política e das Relações Internacionais. Dentro deste programa, a História Social é uma Área de Concentração efetiva e que congrega a maior parte do corpo docente do programa. No entanto, a Área carece de renovação teórica, de discussão metodológica mais profunda e do desenvolvimento de trabalhos com perspectiva comparativa, tendo em vista que muitos de seus membros privilegiam problemáticas políticas no Social e o corpo discente esbarra na crônica dificuldade de acesso a fontes históricas em Brasília, exceção feita às fontes parlamentares. Este projeto propõe incrementar a troca de experiências entre as duas equipes, de modo a fortalecer a área de História Social na UnB, integrando-a em um circuito dinâmico de seminários e debates como o que vem sendo praticado na Unicamp há décadas e associando esforços na produção de bases de dados e outros instrumentos de pesquisa. Parte expressiva deste empreendimento passa pelo ?aparelhamento? de métodos e técnicas, em particular, pela formação de bancos de dados de fontes primárias, tal como é feito no CECULT da Unicamp, permitindo aos pesquisadores acesso a amostras de trabalho sobre os mais diferentes temas, o que facilitaria o estudo dos grupos de baixo, para manter aqui a expressão que marcou uma geração de historiadores britânicos. Neste sentido, estamos considerando a aquisição de equipamento para visualização de microfilmes, assim como a compra de documentos históricos microfilmados, além de mobilidade e interlocução constante com a Unicamp. Além disso, ao associar equipes e articular projetos em andamento na UNICAMP e na UnB, a proposta pretende, do ponto de vista científico, concorrer significativamente para trazer novos elementos para a história social no Brasil, desenvolvendo linhas de investigação sobre temas importantes relacionados à experiência dos dois grupos de pesquisadores e aprofundando o debate em torno de procedimentos e instrumentos de pesquisa que sejam úteis aos dois programas, bem como à comunidade de historiadores em todo o país. De outro lado, interessa a este grupo de contribuir no levantamento e sistematização da ampla documentação para área existente nos arquivos e bibliotecas brasilienses, ainda pouco conhecida dos pesquisadores de outros centros do país.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2011 - Atual
Precariedade estrutural: a experiência de liberdade dos negros no tempo da escravidão
Descrição: O objetivo deste projeto é investigar práticas de escravização ilegal e precarização da liberdade na sociedade escravista brasileira do século XIX, em especial na Corte imperial. Em geral, o foco da análise está no grande número de pessoas detidas devido à suspeita de que eram escravas. Diante da prática generalizada de redução ao cativeiro, ao arrepio da lei, de africanos importados após a proibição legal do tráfico negreiro em novembro de 1831, a detenção dessas pessoas sinalizava a precariedade da liberdade de pretos e pardos forros ou livres em geral naquela sociedade. O costume senhorial da escravização ilegal, no contexto da conivência do poder público com o não-cumprimento da lei de 1831, tornava o Estado imperial seu fiador, contribuindo assim para estabilizar o domínio da classe senhorial escravista em meados do século XIX. Por conseguinte, visada central à pesquisa é a de que a ênfase historiográfica tradicional nos modos e oportunidades de obter alforria na sociedade brasileira do século XIX precisa ser equilibrada com maior atenção à experiência da liberdade, em especial no que tange aos mecanismos que a tornavam frequentemente precária, arriscada, no período. Além do problema da escravização ilegal, havia as diversas situações intermediárias entre a escravidão e a liberdade que eram legalmente reconhecidas e que ainda não foram muito estudadas quanto à experiência dos sujeitos ?alforrias condicionais em suas diversas formas e possibilidade de revogação de alforria. Em suma, a fronteira relativamente incerta entre escravidão e liberdade era condição estrutural da sociedade brasileira oitocentista, constituindo-se nexo indispensável à reprodução das relações de dependência pessoal e da ideologia paternalista, pertinente tanto a trabalhadores escravos quanto livres. A pesquisa vem sendo desenvolvida como parte das atividades do Centro de Pesquisa em História Social da Cultura (CECULT-IFCH/UNICAMP), cujos vários projetos coletivos apresentam tradicionalmente duas características gerais: primeiro, congregar historiadores sociais com trajetórias de pesquisa na história da escravidão e na história do movimento operário, de modo a compartilhar problemas e agendas de pesquisa sobre a experiência dos trabalhadores no Brasil na longa duração; segundo, há ênfase importante na questão da experiência desses trabalhadores ?escravos ou livres, homens ou mulheres, nacionais ou imigrantes, brancos, negros ou índios- diante das diversas instituições do poder público, em especial a polícia e o judiciário..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2011
Escravização ilegal e precarização da liberdade na Corte imperial (décadas de 1830 a 1880)
Descrição: Bolsa de Estágio de Pesquisa no Exterior, FAPESP, junto ao Spatial History Project e o Center for Latin American Studies, Stanford University, EUA.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2013
Costumes, Direitos e Cidadania: Dimensões da experiência dos trabalhadores no Brasil (Séculos XVII a XX)
Descrição: Este projeto tem por meta dar continuidade e intensificar uma rede de cooperação acadêmica entre professores - e seus respectivos orientandos - dos programas de pós-graduação em História da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), Universidade Federal da Bahia (UFBA) e Universidade Federal do Ceará (UFC). Seu foco investigativo recai sobre as experiências e os modos de atuação dos trabalhadores (escravos ou livres, nacionais ou imigrantes, homens ou mulheres, brancos, negros ou índios), ao longo de amplo período da história do Brasil (do século XVII ao XX). Seu principal objetivo é entender como costumes compartilhados entre os trabalhadores (em diferentes situações e contextos históricos) se tornaram direitos e contribuíram para o enraizamento da cidadania na história do Brasil. Dentre as várias possibilidades analíticas, dar-se-á especial atenção às lutas que também se serviram de canais institucionais e se apropriaram de mecanismos legais, ou a eles deram origem, respeitando as especificidades espaciais e temporais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2011
Escravização ilegal e precarização da liberdade na Corte imperial (décadas de 1830 a 1880)
Descrição: Esta pesquisa aborda práticas de escravização ilegal e experiências de precarização da liberdade na sociedade escravista brasileira do século XIX. Ao estudar séries documentais da polícia e da Casa de Correção da Corte, deparei-me com grande número de pessoas detidas sob a alegação de que eram suspeitas de serem escravas. Diante da prática generalizada de escravização ilegal de africanos após a lei de proibição do tráfico negreiro de 1831, a detenção dessas pessoas sinalizava a precariedade da liberdade de pretos e pardos forros ou livres naquela sociedade. Ademais, a prática da escravização ilegal, no contexto da conivência do poder público com o não-cumprimento da lei de 1831, tornava o Estado imperial seu fiador, contribuindo assim para estabilizar o domínio da classe senhorial escravista em meados do século XIX. Ainda no âmbito deste projeto, pretende-se levar a pesquisa até a segunda metade do século XIX, de modo a explorar o banco de dados, em processo de alimentação no CECULT, constituído a partir dos livros de entradas e saídas de presos da Casa de Detenção da Corte. A análise de continuidades e mudanças nas práticas de suspeição sobre pretos e pardos na cidade -assim como a atenção aos modos de os negros lidarem com tais práticas de discriminação e exclusão - permitirá discutir aspectos da articulação de identidades e dos modos de atuação política possíveis àqueles que conquistavam a liberdade nas últimas décadas de vigência da escravidão..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2012
Trabalhadores no Brasil: identidades, direitos e política (séculos XVII a XX)
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2008
Processos de Construção de Identidades Subalternas nas Sociedades Coloniais e Pós-Coloniais em que a Escravidão foi o Sistema de Produção. Abordagem Comparativa nos Espaços Atlânticos, Épocas Moderna e Contemporânea
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2011
Escravidão e Transculturação: Identidades Escravas, Representações Européias (Brasil Sudeste, Século XIX)
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2008
Machado de Assis, cronista. A arte de alinhavar histórias
Descrição: Machado de Assis escreveu crônicas de 1859 até o final dos anos 1890. Ainda hoje não temos boas edições da grande maioria desses textos, em número superior a seiscentos, e tão cruciais para conhecer melhor tanto nosso maior escritor quanto a sociedade brasileira do século XIX. Parte do problema deve-se à reputação de efemeridade de tais textos, o fato de que não são escritos para a posteridade, de que uma leitura proveitosa deles depende de familiaridade com circunstâncias e eventos aos quais os cronistas se referem. Diante disso, são dois os objetivos principais desta proposta. Primeiro, participar de um esforço coletivo, sediado no Centro de Pesquisa em História Social da Cultura (CECULT/UNICAMP), para elaborar edições completas, precisas e anotadas de boa parte desses textos. Tais edições devem incluir notas que identifiquem personagens, acontecimentos e demais referências culturais presentes nas crônicas, além de introduções que formatem problemas gerais de interpretação. Segundo, viabilizar a realização da pesquisa individual necessária à preparação das séries sob minha responsabilidade, "A+B" e "Gazeta de Holanda", ambas publicadas na Gazeta de Notícias, a primeira em setembro e outubro de 1886, a segunda de novembro de 1886 a fevereiro de 1888.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2002 - 2006
Santana e Bexiga: cotidiano e cultura de trabalhadores urbanos em São Paulo e Rio de Janeiro (1850-1930)
Descrição: Dando continuidade ao leque de preocupações que vem norteando as pesquisas individuais e coletivas dos membros das equipes participantes, pretende-se agora aprofundar as investigações enfatizando especialmente a diversidade das experiências dos trabalhadores urbanos, em recortes cronológicos e espaciais mais específicos. Trata-se de centrar as pesquisas sobre os processos de construção de identidades e solidariedades, as formas de sociabilidade, diálogo e conflito entre trabalhadores de diferentes origens (étnicas, nacionais ou regionais), ofícios ou atividades profissionais, gêneros, religiões e outras diferenciações internas à classe. Por outro lado, o projeto se propõe a acompanhar e discutir a produção e o significado dos conceitos e imagens que recobrem a experiência histórica dos trabalhadores brasileiros reduzidos a figuras homogêneas e freqüentemente colocadas em oposição, como "o" operário, "o" escravo, "o" trabalhador nacional e "o" imigrante, etc. e a rediscutir alguns paradigmas que atribuíram perfis e características distintas a cidades como São Paulo e Rio de Janeiro..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Sidney Chalhoub - Coordenador / Maria Clementina Pereira Cunha - Integrante / Claudio Henrique de Moraes Batalha - Integrante / Jefferson Cano - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Outra.
2002 - 2004
Labour in Slave and Non-Slave Societies: Brazil and Europe in the 18th and 19th Centuries
Descrição: Participação em projeto dirigido pelo Prof. Dr. Dick Geary (University of Nottingham), sediado no Institute for the Study of Slavery (ISOS) e financiado pelo Leverhulme Research Interchange, envolvendo seis universidades brasileiras, cinco britânicas e duas norte-americanas, bem como instituições de pesquisa na Alemanha e Holanda..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Sidney Chalhoub - Integrante / Robert Wayne Andrew Slenes - Integrante / Silvia Hunold Lara - Integrante / Dick Geary - Coordenador.Financiador(es): Leverhulme Research Interchange - Outra.
2001 - 2005
Diferenças, territórios, identidades: os trabalhadores no Brasil, 1790-1930
Descrição: O PROCAD-CAPES oferece-nos a oportunidade de tornar mais sólidos vínculos interinstitucionais e de contribuir de modo mais eficiente para o fortalecimento de uma política de formação de recursos humanos na área da história social da cultura. Associando equipes e articulando projetos em andamento na UNICAMP, UFBa e UFC, a proposta pretende, do ponto de vista científico, concorrer significativamente para trazer novos elementos para a história dos trabalhadores no Brasil, aprofundando linhas de investigação sobre temas importantes relacionados à diversidade cultural na formação do país..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Sidney Chalhoub - Integrante / Maria Clementina Pereira Cunha - Integrante / João José Reis - Integrante / Robert Wayne Andrew Slenes - Coordenador / Silvia Hunold Lara - Integrante / Cláudio Henrique de Moraes Batalha - Integrante / Maria Inês Cortes de Oliveira - Integrante / Ubiratan Castro de Araújo - Integrante / Maria Cecília Velasco e Cruz - Integrante / Eurípedes Antônio Funes - Integrante / Franck Ribard - Integrante / Frederico de Castro Neves - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Outra.
1998 - 2004
Cultura e diversidade no Brasil: para além da história da identidade nacional
Descrição: Pretendemos explorar, em várias frentes de investigação, a idéia de que para além de uma identidade - que se pode chamar, caso se queira, de "brasileira" - as diferenças e desigualdades encontram canais de expressão que comportam a polissemia, a negociação e o embate. Uma pesquisa com tais objetivos deve necessariamente desdobrar-se em várias direções. Em primeiro lugar, trata-se de interrogar os sujeitos subsumidos pela Nação, explorando as relações entre cultura e alguns critérios clássicos da história social, como os de classe, etnia, raça etc. Em segundo lugar cabe investigar as práticas, lugares e ocasiões sociais em torno das quais esta idéia nacional pode fixar-se, como tradições festivas e outras manifestações "populares" tomadas pelos intelectuais enquanto expressões de algum tipo de ethos brasileiro. Finalmente, é preciso estudar aqueles agentes, particularmente os literatos e intelectuais, que engendraram tais concepções de Nação e de Povo, desde o século XIX. Assim, este projeto desdobra-se em quatro linhas de pesquisa que se dedicam a questões específicas, mantendo todavia claras interfaces: a) culturas e identidades entre africanos e seus descendentes; b) culturas de classe: trabalhadores urbanos; c) os literatos e os "outros": uma história social da literatura; e d) culturas do povo, "cultura nacional": tradições e festas. As atividades propostas, porém, não se limitam ao sentido acadêmico mais estrito - isto é, a produção de textos e resultados individuais de pesquisa. Um segundo eixo organiza o trabalho da equipe de pesquisadores: fazer com que aquilo que é meio para o trabalho de cada pesquisador possa aglutinar-se em um esforço comum capaz de render frutos para todos os interessados nesta área de estudos. Referimo-nos ao esforço coletivo de sistematização de fontes e produção de instrumentos de pesquisa de amplo alcance, como bases de dados informatizadas para consulta local (ou, depois, via internet). Projeto aprovado no âmbito do PRONEX..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Sidney Chalhoub - Coordenador / Maria Clementina Pereira Cunha - Integrante / Claudio Henrique de Moraes Batalha - Integrante / Martha Abreu - Integrante / João José Reis - Integrante / Robert Wayne Andrew Slenes - Integrante / Silvia Hunold Lara - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Outra.
1995 - 2001
Cultura popular: um problema histórico e seus desafios
Descrição: Este projeto criou o CECULT- Centro de Pesquisa em História Social da Cultura (IFCH/UNICAMP) que iniciou suas atividades em agosto de 1995. Fruto de trabalhos desenvolvidos na graduação e na pós-graduação por um grupo de docentes do departamento de história da UNICAMP, teve como objetivo estimular e sustentar uma reflexão sobre as práticas e tradições das classes populares, a partir dos embates envolvidos nas relações culturais entre grupos diversos ao longo da história do Brasil. Busca-se, a partir de suas atividades, subsidiar uma análise sobre alguns conceitos que aparecem de forma recorrente nas interpretações construídas dentro e fora da academia sobre a história do país - como o de cultura popular, cultura operária, cultura negra e cultura nacional..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Sidney Chalhoub - Integrante / Maria Clementina Pereira Cunha - Coordenador / Robert Wayne Andrew Slenes - Integrante / Silvia Hunold Lara - Integrante / Alcir Lenharo - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Outra.
1990 - 1996
Rio de Janeiro no tempo dos cortiços
Descrição: Estudo sobre políticas de saúde pública e de habitações populares no Rio de Janeiro no século XIX. Deu origem ao livro intitulado "Cidade febril. Cortiços e epidemias na corte imperial".
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Sidney Chalhoub - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Outra.Número de orientações: 2


Outros Projetos


2005 - 2010
The Terrain of History. The Social and Cultural Geography of Nineteenth-Century Rio de Janeiro
Descrição: Projeto de cooperação internacional sediado em Stanford University, com participação de pesquisadores de Brown University e do CECULT/UNICAMP. The proposed project seeks to combine past efforts and enable future collaboration among three urban history/geography research groups. All three projects focus on detailed reconstructions of urban spaces and histories in Rio de Janeiro, Brazil, during the nineteenth century. When combined and, to the extent possible, harmonized along a common geospatial rubric, these three research projects will provide the most detailed and complete geohistorical archive ever assembled for a city in South America. Additional research projects involving geography and historical analysis in other parts of Brazil will be associated with the workshop via the Humanities Network. At UNICAMP, the CECULT research group has developed a large comparative urban geography project involving neighborhoods in nineteenth-century and early twentieth-century Rio de Janeiro and São Paulo. Among the important results of this research, the UNICAMP group has created an extensive database of geographically specific information and detailed vector graphic maps. At Brown, James Green is beginning a research project entailing a similarly detailed analysis of another neighborhood in Rio de Janeiro. To date, Green has created a detailed vector graphic map of the neighborhood around the Praça da Constituição and begun to compile additional data regarding the residents and businesses in the area. Finally, at Stanford, the research group headed by Zephyr Frank has nearly completed a digital map of the entire city of Rio de Janeiro, including a vector graphic file that will contain all 15,000 urban parcels in the central parishes of the city. In addition to this, Frank has collected over 300,000 names and addresses of residents and businesses in Rio de Janeiro during the second half of the nineteenth century. Our project hinges on the idea of international collaborat.
Situação: Concluído; Natureza: Outra.
2005 - 2007
As crônicas de Machado de Assis: história e literatura na imprensa do Brasil oitocentista
Descrição: Esta proposta de pesquisa visa possibilitar a edição de séries completas de crônicas de Machado de Assis. O trabalho consistirá na coleta e transcrição dos textos, elaboração de notas explicativas e de uma introdução analítica para cada série de crônicas coletada. Embora sejam as crônicas de Machado uma fonte de valor inestimável para conhecermos as suas visões sobre a sociedade imperial, bem como as suas formas de intervenção em diferentes momentos da discussão pública, ainda não dispomos de edições corretas, completas e anotadas da grande maioria de suas séries cronísticas. As principais "obras completas" de Machado de Assis compiladas até hoje apresentam problemas importantes quanto às crônicas: os volumes da W. M. Jackson Editores, publicados entre 1937 e 1950, contém lacunas e muitos erros de fixação dos textos; os da Editora Nova Aguilar, ainda disponíveis no mercado, trazem apenas uma seleção das crônicas para a maioria das séries. Ademais, tais edições não incluem notas que identifiquem personagens, acontecimentos e demais referências culturais presentes nas crônicas, tornando difícil a sua compreensão para a maior parte dos leitores do século XXI. A equipe responsável pelo projeto trabalhará coletivamente no sentido de discutir e formatar roteiros para os estudos introdutórios das séries e critérios para a elaboração das notas e estabelecimento dos textos. Além disso, através de seminários realizados periodicamente, cada membro da equipe participará com críticas e sugestões da elaboração do trabalho dos demais participantes. O trabalho de pesquisa consistirá, de início, na leitura do periódico em que apareceram as crônicas, visando recolhê-las, fixar os textos e destacar as passagens que mereçam notas explicativas, geralmente referentes a personagens e eventos relevantes para a compreensão do texto. Um segundo movimento será a leitura de outros periódicos do período, citados ou referidos nos textos de Machado de Assis ou em outras colunas da própria Gazeta.
Situação: Concluído; Natureza: Outra.


Membro de corpo editorial


2016 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de História (Impresso)
2015 - Atual
Periódico: Work in Global and Historical Perspective
2011 - Atual
Periódico: Labour / Le Travail


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Alemão
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2013
Prêmios Academia Brasileira de Letras, categoria História e Ciências Sociais, Academia Brasileira de Letras.
1999
Menção Honrosa no Prêmio Casa Grande & Senzala, Fundação Joaquim Nabuco.
1997
Prêmio Jabuti, Câmara Brasileira do Livro.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
CHALHOUB, SIDNEY2015CHALHOUB, SIDNEY. The Politics of Ambiguity: Conditional Manumission, Labor Contracts, and Slave Emancipation in Brazil (1850s-1888). International Review of Social History, v. 60, p. 161-191, 2015.

2.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY2011CHALHOUB, S.. The precariousness of freedom in a slave society (Brazil in the nineteenth century). International Review of Social History (Print), v. 56, p. 405-439, 2011.

3.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY2010CHALHOUB, S.. Precariedade estrutural: o problema da liberdade no Brasil escravista (século XIX). História Social (UNICAMP), v. 19, p. 33-69, 2010.

4.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY2010CHALHOUB, S.. O problema do tráfico africano de escravos na Independência e formação do Estado (Brasil, décadas de 1820 a 1840). Ibero Americana (Stockholm), v. XL, p. 45-72, 2010.

5.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY2009CHALHOUB, S.; SILVA, F. T. . Sujeitos no imaginário acadêmico: escravos e trabalhadores na historiografia brasileira desde os anos 1980. Cadernos Arquivo Edgard Leuenroth (UNICAMP), v. 14, p. 11-50, 2009.

6.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY2009CHALHOUB, S.. História social do trabalho, história pública. Perseu: História, Memória e Política, v. 3, p. 219-228, 2009.

7.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY2009CHALHOUB, S.. O fardo da liberdade no Brasil Império. Afro-Asia (UFBA. Impresso), v. 39, p. 203-210, 2009.

8.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY2009CHALHOUB, S.. A correspondência de Machado de Assis. Remate de Males, v. 29(1), p. 155-160, 2009.

9.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY2009CHALHOUB, S.. A crônica machadiana: problemas de interpretação, temas de pesquisa.. Remate de Males, v. 29(2), p. 231-246, 2009.

10.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY2008CHALHOUB, S.; CANO, Jefferson ; RAMOS, A. F. C. ; PEREIRA, Leonardo Affonso de Miranda . Narradores do ocaso da monarquia (Machado de Assis, cronista). Revista da Academia Brasileira de Letras, v. 1, p. 289-316, 2008.

11.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY2007CHALHOUB, S.. Solidarité et liberté. Les sociétés de secours mutuel pour gens de couleur à Rio de Janeiro dans la seconde moitié du XIXe. siècle. Cahiers du Brésil Contemporain, v. II, p. 363-392, 2007.

12.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY2007CHALHOUB, S.. Os conservadores no Brasil Império, resenha do livro de Jeffrey D. Needell: The Party of Order: the Conservatives, the State, and Slavery in the Brazilian Monarchy, 1831-1871. Afro-Asia (UFBA), v. 1, p. 317-326, 2007.

13.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY2006CHALHOUB, S.. The politics of silence: race and citizenship in nineteenth-century Brazil. Slavery & Abolition, Londres, v. 27, n.1, p. 71-85, 2006.

14.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY2006CHALHOUB, S.. Múltiplos olhares sobre doença e história no Brasil. História, Ciências, Saúde-Manguinhos, Rio de Janeiro, v. 13, n.2, p. 515-517, 2006.

15.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY2006CHALHOUB, S.. John Gledson, leitor de Machado de Assis. ArtCultura (UFU), v. 8, p. 109-115, 2006.

16.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY2006CHALHOUB, S.. Resenha do livro de Zephyr Frank, Dutra´s world: wealth and family in 19th-century Rio de Janeiro. Luso-Brazilian Review, v. 43, p. 145-146, 2006.

17.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY2001CHALHOUB, S.. What are noses for? Paternalism, social darwinism and race science in Machado de Assis. Journal of Latin American Cultural Studies, Londres, v. 10, n.2, p. 171-191, 2001.

18.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY1999CHALHOUB, S.. Machado de Assis e a política emancipacionista. ANAIS DA BIBLIOTECA NACIONAL, v. 116, 1999.

19.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY1996CHALHOUB, S.. Medo branco de almas negras. Escravos, libertos e republicanos na cidade do Rio.. Discursos sediciosos: crime, direito e sociedade, RIO DE JANEIRO, v. 1, n.1, p. 169-189, 1996.

20.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY1996CHALHOUB, S.. Revisiting Warren Dean's Rio Claro: a Brazilian Plantation System, 1820-1920. Occasional Papers, New York - EUA, n.48, p. 25-31, 1996.

21.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY1995CHALHOUB, S.. Febre amarela e ideologia racial no Rio de Janeiro do século XIX. Estudos Afro-Asiáticos, Campinas - São Paulo, n.15, p. 87-110, 1995.

22.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY1995CHALHOUB, S.. Official Medicine and African Brazilian Culture: the Problem of Smallpox Vaccination in 19th-Century Rio de Janeiro. Working Paper #9, The University of Michigan-EUA, 1995.

23.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY1995CHALHOUB, S.. Homenagem a Warren Dean: comentário sobre Rio Claro, um sistema brasileiro de grande lavoura, 1820-1920. Primeira Versão, Campinas - SP, n.61, 1995.

24.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY1993CHALHOUB, S.. The Politics of Disease Control: Yellow Fever and Race in Nineteenth-Century Rio de Janeiro. Journal of Latin American Studies, EUA, v. 25, n.3, p. 441-463, 1993.

25.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY1992CHALHOUB, S.. A história nas histórias de Machado de Assis: uma interpretacao de 'Helena'. REVISTA DO DEPARTAMENTO DE HISTORIA, p. 19-43, 1992.

26.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY1990CHALHOUB, S.. Classes perigosas. TRABALHADORES, n.6, p. 2-22, 1990.

27.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY1990CHALHOUB, S.. A guerra contra os cortiços: cidade do Rio, 1850-1906. Primeira Versão, Campinas, v. 19, p. 1-48, 1990.

28.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY1989CHALHOUB, S.. Negócios da escravidão: os negros e as transações de compra e venda.. Estudos Afro-Asiáticos, RIO DE JANEIRO, n.16, p. 118-128, 1989.

29.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY1989CHALHOUB, S.. Slaves, Freedmen and the Politics of Freedom in Brazil: the Experience of Blacks in the City of Rio.. Slavery and Abolition, EUA, v. 10, n.3, p. 64-84, 1989.

30.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY1989CHALHOUB, S.. Os mitos da Abolição. Trabalhadores, Campinas, p. 36-40, 1989.

31.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY1988CHALHOUB, S.. Visões da liberdade: senhores, escravos e abolicionistas da corte nas últimas décadas da escravidão.. HISTORIA: QUESTOES E DEBATES, Curitiba, PR, v. 9, n.16, p. 5-37, 1988.

32.
RIBEIRO, G.1985RIBEIRO, G. ; CHALHOUB, S. ; ESTEVES, M. . Trabalho escravo e trabalho livre na cidade do Rio: vivências de libertos, galegos e mulheres pobres.. Revista Brasileira de História, São Paulo, v. 8 e 9, p. 85-116, 1985.

33.
CHALHOUB, S.;CHALHOUB, SIDNEY1983CHALHOUB, S.. Vadios e barões no ocaso do Império: o debate sobre a repressão da ociosidade na Câmara dos Deputados em 1888. Estudos Ibero-Americanos, Curitiba, v. 9, n.1-2, p. 53-67, 1983.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
CHALHOUB, S.; PINTO, Ana Flávia Magalhães (Org.) . Pensadores negros ? pensadoras negras: Brasil, séculos XIX e XX. 1. ed. Rio de Janeiro/Belo Horizonte: MC&G Editorial/Editora Fino Traço, 2016. 447p .

2.
CHALHOUB, S.; RIBEIRO, G. (Org.) ; Freire, Jonis (Org.) ; ABREU, Martha (Org.) . Escravidão e cultura afro-brasileira. Temas e problemas em torno da obra de Robert Slenes. 1. ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2016. 456p .

3.
CHALHOUB, S.. A força da escravidão: ilegalidade e costume no Brasil oitocentista. 1. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2012. 351p .

4.
CHALHOUB, S.. Trabalho, lar e botequim: o cotidiano dos trabalhadores no Rio de Janeiro da Belle Époque. 3. ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2012.

5.
CHALHOUB, S.. Visões da liberdade: uma história das últimas décadas da escravidão na Corte (nova edição em formato de bolso). 1. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2011. v. 1. 359p .

6.
AZEVEDO, E. (Org.) ; CANO, Jefferson (Org.) ; CUNHA, Maria Clementina Pereira (Org.) ; CHALHOUB, S. (Org.) . Trabalhadores na cidade: cotidiano e cultura no Rio de Janeiro e em São Paulo, séculos XIX e XX. 1. ed. Campinas: Editora da UNICAMP, 2009. v. 1. 360p .

7.
CHALHOUB, S.; LARA, Silvia Hunold (Org.) ; HEBRARD, J. (Org.) . Cahiers du Brésil Contemporain, Retour à l?archive: le renouveau des études sur l?esclavage dans la recherche historique brésilienne. Paris: , 2007. v. 2. 410p .

8.
CHALHOUB, S.; PEREIRA, Leonardo Affonso de Miranda (Org.) ; NEVES, Margarida de Souza (Org.) . História em cousas miúdas: capítulos de história social da crônica no Brasil (2a. impressão: 2011). 1. ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2005. v. 1. 590p .

9.
CHALHOUB, S.. Machado de Assis, historiador (2ª impressão: 2007; 3ª impressão: 2012). 1. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2003. 345p .

10.
CHALHOUB, S.; MARQUES, Vera Beltrão (Org.) ; SAMPAIO, Gabriela dos Reis (Org.) ; GALVÃO SOBRINHO, Carlos (Org.) . Artes e ofícios de curar no Brasil: capítulos de história social (2a. impressão: 2009). Campinas: Editora da Unicamp, 2003. v. 1. 428p .

11.
CHALHOUB, S.. Trabalho, Lar e Botequim: ocotidiano de trabalhadores no Rio de Janeiro da Belle Époque (3ª. impressão da 2a. edição: 2008). 2. ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2001. v. 1. 367p .

12.
CHALHOUB, S.; PEREIRA, Leonardo Affonso de Miranda (Org.) . A História Contada: capítulos de história social da literatura no Brasil (4ª. impressão: 2003). 2. ed. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1998. v. 1. 360p .

13.
CHALHOUB, S.. Cidade febril: cortiços e epidemias na Corte Imperial (6ª. impressão: 2011). 1. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1996. 250p .

14.
CHALHOUB, S.. Visões da liberdade: uma história das últimas décadas da escravidão na Corte (7ª. impressão: 2009). 1. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 1990. 287p .

15.
CHALHOUB, S.. Trabalho, lar e botequim: o cotidiano dos trabalhadores no Rio de Janeiro na Belle Epoque. 1. ed. São Paulo: Brasiliense, 1986. 250p .

Capítulos de livros publicados
1.
CHALHOUB, S.. Escravidão e racismo em obras de Machado de Assis. In: Sidney Chalhoub; Ana Flávia Magalhães Pinto. (Org.). Pensadores negros ?pensadoras negras: Brasil, séculos XIX e XX. 1ed.Rio de Janeiro; Belo Horizonte: MC&G Editorial; Editora Fino Traço, 2016, v. , p. 83-103.

2.
CHALHOUB, SIDNEY. The Politics of Ambiguity: Conditional Manumission, Labor Contracts, and Slave Emancipation in Brazil (1850s ? 1888). In: Andreas Eckert. (Org.). Global Histories of Work, De Gruyter, Oldenbourg. 1ed.: De Gruyter, Oldenbourg, 2016, v. , p. 183-214.

3.
CHALHOUB, SIDNEY. A ?velha corrupção?: carta aberta aos jovens sobre as eleições. In: Hebe Mattos; Tânia Bessone; Beatriz G. Mamigonian. (Org.). Historiadores pela democracia: o golpe de 2016 e a força do passado. 1ed.São Paulo: Alameda, 2016, v. , p. 37-39.

4.
CHALHOUB, SIDNEY. A História como hiperficção. In: Hebe Mattos; Tânia Bessone; Beatriz G. Mamigonian. (Org.). Historiadores pela democracia: o golpe de 2016 e a força do passado. 1ed.São Paulo: Alameda, 2016, v. , p. 67-70.

5.
CHALHOUB, SIDNEY. A insurreição dos hipócritas. Base social e ideologia. In: Hebe Mattos; Tânia Bessone; Beatriz G. Mamigonian. (Org.). Historiadores pela democracia: o golpe de 2016 e a força do passado. 1ed.São Paulo: Alameda, 2016, v. , p. 125-132.

6.
CHALHOUB, SIDNEY. The Legacy of Slavery: Tales of Gender and Racial Violence in Machado de Assis", in Lamonte Aidoo and Daniel F. Silva. In: Lamonte Aidoo; Daniel F. Silva. (Org.). Emerging Dialogues on Machado de Assis. 1ed.Londres: Palgrave Macmillan, 2016, v. , p. 55-69.

7.
CHALHOUB, S.. Ladinos ou boçais? A política da linguagem no cotidiano da escravização ilegal (Brasil, décadas de 1830 a 1850). In: Juanito Avelar; Laura Álvarez-López. (Org.). Dinâmicas Afro-Latinas: Língua(s) e História(s). 1ed.Frankfurt Am Main: Peter Lang Edition, 2015, v. 1, p. 13-29.

8.
CHALHOUB, S.. Solidarité et liberté: les sociétés de secours mutuel pour gens de couleur à Rio de Janeiro dans la seconde moitié du XIXe siècl. In: Jean Hébrard. (Org.). Brésil, quatre siècles d?esclavage. Nouvelles questions, nouvelles recherches. 1ed.Paris: Éditions Karthala et CIRESC, 2012, v. , p. 283-307.

9.
CHALHOUB, S.. População e sociedade. In: José Murilo de Carvalho. (Org.). A construção nacional: 1830-1889. 1ed.Rio de Janeiro: Editora Objetiva, 2012, v. , p. 37-81.

10.
CHALHOUB, S.. Illegal enslavement and the precariousness of freedom in nineteenth-century Brazil. In: Garrigus, John D.; Morris, Christopher. (Org.). Assumed Identities: The Meanings of Race in the Atlantic World. 1ed.College Station: Texas A&M University Press, 2010, v. 1, p. 88-115.

11.
CHALHOUB, S.. O conhecimento da História, o direito à memória e os arquivos judiciais. In: Schmidt, Benito Bisso. (Org.). Trabalho, justiça e direitos no Brasil: pesquisa histórica e preservação das fontes. 1ed.São Leopoldo: Editora Oikos, 2010, v. 1, p. 90-105.

12.
CHALHOUB, S.. Costumes senhoriais: escravização ilegal e precarização da liberdade no Brasil império. In: Azevedo, Elciene; Cano, Jefferson; Cunha, Maria Clementina Pereira; Chalhoub, Sidney. (Org.). Trabalhadores na cidade: cotidiano e cultura no Rio de Janeiro e em São Paulo, séculos XIX e XX. 1ed.Campinas: Editora da UNICAMP, 2009, v. 1, p. 23-62.

13.
CHALHOUB, S.. Solidariedade e liberdade: sociedades beneficentes de negros e negras no Rio de Janeiro na segunda metade do século XIX. In: Olívia Maria Gomes da Cunha; Flávio dos Santos Gomes. (Org.). Quase-cidadão: histórias e antropologias da pós-emancipação no Brasil. 1ed.Rio de Janeiro: Editora FGV, 2007, v. , p. 219-239.

14.
CHALHOUB, S.. Interpreting Machado de Assis: paternalism, slavery and the Free Womb Law. In: Sueann Caulfield; Sarah C. Chambers; Lara Putnam. (Org.). Honor, status and law in modern Latin America. 1ed.Durham & London: Duke University Press, 2005, v. , p. 87-108.

15.
CHALHOUB, S.. A arte de alinhavar histórias: a série A + B de Machado de Assis. In: Sidney Chalhoub; Leonardo Affonso de Miranda Pereira; Margarida de Souza Neves. (Org.). História em cousas miúdas: capítulos de história social da crônica no Brasil. 1ed.Campinas: Editora da Unicamp, 2005, v. , p. 67-85.

16.
CHALHOUB, S.. Para que servem os narizes? Paternalismo, darwinismo social e ciência racial em Machado de Assis. In: Sidney Chalhoub; Vera Regina Beltrão Marques; Gabriela dos Reis Sampaio; Carlos Roberto Galvão Sobrinho. (Org.). Artes e ofícios de curar no Brasil: capítulos de história social. 1ed.Campinas: Editora da Unicamp, 2003, v. , p. 19-55.

17.
CHALHOUB, S.. Dependents Play Chess: Politicas Dialogues in Machado de Assis. In: Richard Graham. (Org.). Machado de Assis: Reflections on a Brazilian Master Writer. Austin- EUA: The University of Texas Press, 1999, v. , p. 51-84.

18.
CHALHOUB, S.. Diálogos políticos em Machado de Assis, Capítulo IV. In: Sidney Chalhoub; Leonardo Affonso de Miranda Pereira. (Org.). História contada: capítulos de história social da literatura no Brasil. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1998, v. 1, p. 1-362.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
CHALHOUB, S.. Quer moleza? Ora, não se aprende a ler Machado de Assis lendo menos do que Machado de Assis. O Estado de São Paulo, Caderno Aliás, p. 4 - 4, 11 maio 2014.

2.
CHALHOUB, S.. A Revolta da Vacina. Revista de História da Biblioteca Nacional, Rio de Janeiro, p. 92 - 92, 01 jul. 2010.

3.
CHALHOUB, S.. As cores sociais da epidemia. O Estado de São Paulo, São Paulo, p. 10 - 10, 27 dez. 2009.

4.
CHALHOUB, S.. Machado de Assis e a marmelada. Jornal de Resenhas, São Paulo, Discurso Editorial, São Paulo, p. 21 - 21, 01 mar. 2009.

5.
CHALHOUB, S.. A Abolição em crônicas. Jornal da UNICAMP, Campinas, p. 5 - 5, 25 ago. 2008.

6.
CHALHOUB, S.. Os arquivos dos trabalhadores. Revista de História da Biblioteca Nacional, Rio de Janeiro, p. 98 - 98, 01 dez. 2006.

7.
CHALHOUB, S.. Exclusão e cidadania. História Viva, Rio de Janeiro, p. 38 - 41, 01 dez. 2006.

8.
CHALHOUB, S.. Saúde na marra (sobre a Revolta da Vacina). revista Época, p. 142 - 143, 17 abr. 2000.

9.
CHALHOUB, S.. Jacob Gorender põe etiquetas nos historiadores. Folha de São Paulo, São Paulo, 24 nov. 1990.

10.
CHALHOUB, S.. Escravo não foi somente vítima, mas também um sujeito político. Folha de São Paulo, São Paulo, 25 nov. 1989.

11.
CHALHOUB, S.. Visões da liberdade. Folha de São Paulo, São Paulo, 08 maio 1987.

12.
CHALHOUB, S.. Cidadania sem voz nem vez. Isto é, São Paulo, 18 fev. 1987.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
CHALHOUB, S.. Ações cíveis envolvendo escravos no século XIX. In: II Encontro Nacional da Memória da Justiça do Trabalho, 2008, Campinas. II Encontro Nacional da Memória da Justiça do Trabalho. São Paulo: Editora LTr, 2007. v. 1. p. 45-52.

Outras produções bibliográficas
1.
CHALHOUB, SIDNEY. O ofício do historiador: uma conversa com Robert Slenes. Entrevista concedida a Martha Abreu, Jonis Fretire e Gladys Sabina Ribeiro. Campinas: Editora da Unicamp, 2016 (Editor de entrevista).

2.
CHALHOUB, SIDNEY. Verbete: ?Machado de Assis, Joaquim Maria (1839-1908)?, Dictionary of Caribbean and Afro-Latin American Biography. Oxford University Press, 2016 (Verbete).

3.
CHALHOUB, S.; PINTO, Ana Flávia Magalhães . Assédio do mundo (à guisa de apresentação). Rio de Janeiro/ Belo Horizonte, 2016. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

4.
CHALHOUB, SIDNEY. Apresentação ao livro Escravidão e cultura afro-brasileira. Temas e problemas em torno da obra de Robert Slenes. Campinas, 2016. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

5.
CHALHOUB, SIDNEY. Prefácio ao livro As máscaras de Lélio: política e humor nas crônicas de Machado de Assis (1883-1886). Campinas, 2016. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

6.
CHALHOUB, SIDNEY. Prefácio ao livro Temores da África: segurança, legislação e população africana na Bahia oitocentista. Salvador, 2016. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

7.
CHALHOUB, S.. Prefácio ao livro À roda de Brás Cubas: literatura, ciência e personagens femininas em Machado de Assis. São Paulo, 2014. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

8.
CHALHOUB, S.. Cruzando fronteiras: novos olhares sobre a história do trabalho. São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, 2013 (Orelha de livro).

9.
CHALHOUB, S.. Trabalhadores do mundo: ensaios para uma história global do trabalho. Campinas: Unicamp, 2013 (Orelha de livro).

10.
CHALHOUB, S.. As cotas raciais e sociais nas universidades públicas paulistas. Campinas 2012 (Artigo não acadêmico, Jornal do CACH).

11.
CHALHOUB, S.. Prefácio ao livro Os Vândalos do Apocalipse e outras histórias: arte e literatura no Pará dos anos 20. Belém, 2012. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

12.
CHALHOUB, S.. Apresentação ao dossiê ?Literatura nos Arquivos?, História Social: Revista dos Pós-Graduandos em História da UNICAMP, 2012. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

13.
CHALHOUB, S.. Prefácio ao livro Fábrica de contos: ciência e literatura em Machado de Assis. Campinas, 2010. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

14.
CHALHOUB, S.; SILVA, F. T. . Apresentação aos Cadernos AEL, dossiê ?Trabalhadores, leis e direitos?. Campinas, 2009. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

15.
CHALHOUB, S.. Prefácio ao livro Poeta do lápis: sátira e política na trajetória de Angelo Agostini no Brasil imperial (1864-1888). Campinas, 2009. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

16.
CHALHOUB, S.. Prefácio ao livro Juca Rosa: um pai-de-santo na Corte imperial. Campinas, 2009. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

17.
AZEVEDO, E. ; CANO, Jefferson ; CUNHA, Maria Clementina Pereira ; CHALHOUB, S. . Apresentação ao livro Trabalhadorers na cidade: cotidiano e cultura no Rio de Janeiro e em São Paulo, séculos XIX e XX. Campinas, 2009. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

18.
CHALHOUB, S.. Prefácio a Visões da monaquia: escravos, operários e abolicionismo na Corte. Belo Horizonte, 2009. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

19.
CHALHOUB, S.. Prefácio ao livro: Cidadania, cor e disciplina na Revolta dos Marinheiros de 1910. Rio de Janeiro, 2008. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

20.
CHALHOUB, S.. Prefácio ao livro: Proletários de casaca: trabalhadores do comércio carioca (1850-1911). Campinas, 2007. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

21.
CHALHOUB, S.; LARA, Silvia Hunold ; HEBRARD, J. . Introduction ao Cahiers du Brésil Contemporain, Retour à l?archive: le renouveau des études sur l?esclavage dans la recherche historique brésilienne. Paris, 2007. (Prefácio, Pósfacio/Introdução)>.

22.
CHALHOUB, S.. Prefácio ao livro: Das igrejas ao cemitério: políticas públicas sobre a morte no Recife do século XIX. Recife, 2007. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

23.
CHALHOUB, S.. Prefácio ao Catálogo das coleções fotográficas I. Campinas, 2007. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

24.
CHALHOUB, S.. Além da escravidão: investigações sobre raça, trabalho e cidadania em sociedades pós-emancipação. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005 (Orelha de livro).

25.
CHALHOUB, S.; NEVES, Margarida de Souza ; PEREIRA, Leonardo Affonso de Miranda . Apresentação ao livro História em cousas miúdas: capítulos de história social da crônica no Brasil,. Campinas, 2005. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

26.
CHALHOUB, S.; CANO, Jefferson . Joaquim Manoel de Macedo: Labirinto. Campinas: Mercado de Letras, 2004 (Orelha de livro).

27.
CHALHOUB, S.. Influenza, a medicina enferma. Ciência e práticas de cura na época da gripe espanhola em São Paulo. Campinas, 2004. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

28.
CHALHOUB, S.; BELTRÃO, Jane Felipe . Cólera, o flagelo da Belém do Grão-Pará. Belém, 2004. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

29.
CHALHOUB, S.; MARQUES, Vera Beltrão ; SAMPAIO, Gabriela dos Reis ; GALVÃO SOBRINHO, Carlos . Apresentação ao livro Artes e ofícios de curar no Brasil: capítulos de história social. Campinas, 2003. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

30.
CHALHOUB, S.. Nas trincheiras da cura: as diferentes medicinas no Rio de Janeiro imperial.. Campinas, 2002. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

31.
CHALHOUB, S.. As noites do Ginásio: teatro e tensões culturais na Corte (1832-1868).. Campinas, 2002. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

32.
CHALHOUB, S.. Bimba, Pastinha e Besouro de Mangangá. Três personagens da capoeira baiana.. Goiânia, 2002. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

33.
CHALHOUB, S.. A pátria que quisera ter era um mito: o Rio de Janeiro e a militância literária de Lima Barreto.. Rio de Janeiro, 2002. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

34.
CHALHOUB, S.. Cólera, o flagelo do Grão-Pará.. Belem, 2002. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

35.
CHALHOUB, S.. Memórias do Velho Intendene. Antonio Lemos (1868-1973).. Belem, 2002. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

36.
CHALHOUB, S.. Um visionário na Corte de d. João V: revolta e milenarismo nas Minas Gerais (no prelo). Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2001 (Orelha de livro).

37.
CHALHOUB, S.. A dança das cadeiras: literatura e política na Academia Brasileira de Letras (1869-1913).. Campinas: Editora da Unicamp, 2001 (Orelha de livro).

38.
CHALHOUB, S.. Em defesa da honra. Campinas: Edunicamp, 2000 (Orelha de livro).

39.
CHALHOUB, S.. Natureza em boiões: medicina e boticários no Brasil setecentista. Campinas: Edunicamp, 2000 (Prefácio).

40.
CHALHOUB, S.. Orfeu de Carapinha: a trajetóira de Luiz Gama na imperial cidade de São Paulo. Campinas: Edunicamp, 1999 (Prefácio).

41.
CHALHOUB, S.. Nas fronteiras do poder: conflito e direito à terra no Brasil de meados do século XIX. Rio de Janeiro: Arquivo Público do Estado do Rio de Janeiro, 1998 (Prefácio).

42.
CHALHOUB, S.; PEREIRA, Leonardo Affonso de Miranda . A História Contada: capítulos de história social da literatura no Brasil. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1998 (Apresentação de livro).

43.
CHALHOUB, S.. O carnaval das letras: os literatos e as histórias da folia carioca nas últimas décadas do século XIX. Rio de Janeiro: Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro, 1994 (Prefácio).

44.
CHALHOUB, S.. Emancipação escrava em Cuba. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1991 (Apresentação de livro).

45.
CHALHOUB, S.. Meninas perdidas: os populares e o cotidiano do amor no Rio de Janeiro da Belle Époque. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1989 (Prefácio).

46.
CHALHOUB, S.. Condição feminina e formas de violência: mulheres pobres e ordem urbana, 1890-1920. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 1989 (Apresentação de livro).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
CHALHOUB, S.. Assessor científico do CNPQ a partir do primeiro semestre de 1995. 1995.

2.
CHALHOUB, S.. Assessor científico da CAPES a partir do primeiro semestre de 1995. 1995.

3.
CHALHOUB, S.. Assessor científico da FAPESP desde outubro de 1992. 1992.

Trabalhos técnicos
1.
CHALHOUB, S.. Arquivo Edgard Leuenroth: 30 anos de patrimônio documental. 2007.

2.
CHALHOUB, S.. Membro do conselho consultivo da Revista Justiça & História. 2005.

3.
CHALHOUB, S.. Membro do conselho consultivo da revista ArtCultura. 2005.

4.
CHALHOUB, S.. Membro do Comitê de Avaliação da Área de História na CAPES, triênio 2005-2007. 2005.

5.
CHALHOUB, S.. Membro do Conselho Editoral da Revista Hispanic American Historical Review. 2005.

6.
CHALHOUB, S.. Apoio à melhoria de infra-estrutura do Arquivo Edgard Leuenroth. 2005.

7.
CHALHOUB, S.. Apoio à melhoria da infra-estrutura para o processamento técnico do acervo documental de livros do Arquivo Edgard Leuenroth. 2004.

8.
CHALHOUB, S.. Membro do conselho editorial da revista Ethnos Brasil. 2003.

9.
CHALHOUB, S.. Melhoria de infra-estrutura para catalogação de livros do Arquivo Edgard Leuenroth. 2003.

10.
CHALHOUB, S.. Membro do conselho editorial da revista Educar em Revista. 2003.

11.
CHALHOUB, S.. Membro do conselho editorial da Revista Rio de Janeiro. 2002.

12.
CHALHOUB, S.. Infraestrutura para aquisição de equipamentos multiusuários para digitalização e microfilmagem de acervos de memória de interesse para a pesquisa.. 2001.

13.
CHALHOUB, S.. Membro do conselho editorial da revista Discursos Sediciosos.. 2000.

14.
CHALHOUB, S.. Membro do conselho consultivo da revista Tempo; de 2000 a 2007. 2000.

15.
CHALHOUB, S.. Membro da comissão editorial dos Cadernos AEL. 1998.

16.
CHALHOUB, S.. Organização, preservação e disponibilidade da informação no Arquivo Edgard Leuenroth. 1998.

17.
CHALHOUB, S.. Membro do conselho editorial da revista História, Ciências, Saúde: Manguinhos. 1995.

18.
CHALHOUB, S.. Seminário: 20 anos do Arquivo Edgard Leuenroth. 1994.


Demais tipos de produção técnica
1.
CHALHOUB, S.. Labour/Le Travail : Journal of Canadian Labour Studies (membro de conselho editorial). 2011. (Membro de conselho editorial).

Demais trabalhos
1.
CHALHOUB, SIDNEY. Report of the LASA fact-finding delegation on the impeachment of Brazilian president Dilma Roussef. 2017 (Pesquisa e relatório sobre a crise política do impeachment no Brasil) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Mariana Armond Dias Paes. Sujeitos da história, sujeitos de direitos: personalidade jurídica no Brasil escravista (1860-1888). 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

2.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Luís Fernando Prestes Camargo. 1848: o grande medo senhorial. O papel da insurgência escrava na abolição do tráfico africano. 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

3.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Melina Roberto Rovina. Fogo cruzado: os imigrantes italianos entre o barrete frígio e o saco de coar café. 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

4.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Gabriel de Oliveira Ribeiro do Valle Corrêa. Há diferença? Se há diferença, desmancha-se... Representação da sociedade fluminense na série de crônicas Gazeta de Holanda, de Machado de Assis. 2012. Dissertação (Mestrado em Teoria Literária) - Universidade de São Paulo.

5.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Laura Candian Fraccaro. Vidas em liberdade: trajetórias de pequenos agricultores e comerciantes em Campinas. 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

6.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Alessandra Pellegrino Negrão. Revolta, tráfico e escravidão no Correio Mercantil: Salvador, 1836-1849. 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

7.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Josemeire Alves Pereira. O tombamento do ?Casarão da Barragem? e as representações da favela em Belo Horizonte. 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

8.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Maykon Rodrigues dos Santos. Cruzando o Atlântico: a construção da identidade Mina entre forras e escravas no pequeno comércio de Vila Rica, 1753 a 1797. 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

9.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Josemeire Alves Pereira. O tombamento do casarão da barragem Santa Lúcia: memória, patrimônio e representações sociais da favela na cidade planejada (qualificapão). 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

10.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Lizandra Meyer Ferraz. Entradas para a liberdade: formas e freqüência da alforria em Campinas no século XIX. 2010. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

11.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Diádiney Helena de Almeida. Hegemonia e contra-hegemonia nas artes de curar oitocentistas brasileiras. 2010. Dissertação (Mestrado em História das Ciências) - Fundação Oswaldo Cruz.

12.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Rodrigo Camargo de Godoi. Entre comédias e contos: a formação do ficcionista Machado de Assis (1856-1866). 2010. Dissertação (Mestrado em Teoria e História Literária) - Universidade Estadual de Campinas.

13.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Juarez Françoia. Senhores de escravos: trajetórias, disputas e solidariedade no Oeste Paulista, 1845-1880. 2009. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

14.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Joana Medrado Nascimento. Terra, laço e moirão: relações de trabalho e cultura política na pecuária (Geremoabo, 1880-1900). 2008. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

15.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Cristiane Regina Miyasaka. Viver nos subúrbios: a experiência dos trabalhadores de Inhaúma (Rio de Janeiro, 1890-1910). 2008. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

16.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Cássia Daiane Macedo da Silveira. ?Dois pra lá, dois pra cá: o Parthenon Litterario e as trocas entre literatura e política na Porto Alegre do século XIX. 2008. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

17.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Roberto Ravena Vicente. Classificar, comprar e emancipar: a liberdade como política de Estado (São Paulo, século XIX). 2008. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Estadual de Campinas.

18.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Glaucia Cristina Candian Fraccaro. Morigerados e revoltados ?Trabalho e Organização na Central do Brasil e na Leopoldina (1889-1920). 2008. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

19.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Elisangela Aparecida Lopes. 'Homem do seu tempo e do seu país?: senhores, escravos e libertos nos escritos de Machado de Assis. 2007. Dissertação (Mestrado em Letras) - Universidade Federal de Minas Gerais.

20.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Rafaela de Andrade Deiab. A mãe preta na literatura brasileira: a ambigüidade como construção social (1880-1950). 2006. Dissertação (Mestrado em Ciência Social (Antropologia Social)) - Universidade de São Paulo.

21.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Alinnie Silvestre Moreira. Liberdade tutelada: os africanos livres e as relações de trabalho na fábrica de pólvora da Estrela (1831-1870). 2005. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

22.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Luisa Tombini Wittmann. Atos do contato: histórias do povo indígena Xokleng no Vale do Itajaí, SC (1850-1926). 2005. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

23.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Isadora Moura Mota. O 'vulcão'negro da chapada: rebelião escrava nos sertões diamantinos. 2005. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

24.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Uassyr de Siqueira. Clubes e sociedades dos trabalhadores no Bom Retiro. Organização, lutas e lazer em um bairro paulistano (1915-1924). 2002. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

25.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Raphael Acioli Moreira da Silva. A moléstia da cor: a construção da identidade social de Lima Barreto (1881-1922). 2002. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

26.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Marcelo Mac Cord. O Rosário dos Homens Pretos de Santo Antônio: alianças e conflitos na histório de Recife, 1848-1872. 2001. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

27.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Alessandra de Jesus Sodré. Vândalos na folia: carnaval e identidade nacional na Amazônia. 2001. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

28.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Cristiany Miranda Rocha. Histórias de famílias escravas em Campinas ao longo do século XIX. 1999. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

29.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Alexandre Lazzari. Certas coisas não são para que o povo as faça: carnaval e Porto Alegre, 1870-1915. 1998. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

30.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Robson Luís Machado Martins. Os caminhos da liberdade: abolicionistas, escravos e senhores na Província do Espírito Santo, 1884-1888. 1997. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

31.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Silvana Vieira de Sousa. Histórias de antigamente: a cultura maravilhosa dos contadores de hístoria de Assunção/Estaca Zero, PB. 1997. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

32.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Cristiana Schettini Pereira. Um gênero alegre: imprensa e pornografia no Rio de Janeiro (1898-1916). 1997. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

33.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Ermínia Silva. O circo: sua arte e seus saberes ( Brasil, final do século XIX a meados do século XX). 1996. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

34.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Cláudia Maria Fuller. Pequenos agricultores numa economia açucareira e exportadora (Campinas, 1820-1840). 1995. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

35.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Artur José Renda Vitorino. Processo de trabalho, sindicalismo e mudança técnica: o caso dos trabalhadores gráficos em São Paulo e no Rio de Janeiro, 1858-1912. 1995. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

36.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Joseli Gouveia Engel. A lei de 1885 e os caminhos da liberdade. 1995. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

37.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Sílvia Maria Fávero Arend. Um olhar sobre a famiília popular porto-alegrense ( 1886-1906). 1994. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

38.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Jaime Rodrigues. O infame comércio: propostas e experiências no final do tráfico de africanos para o Brasil (1800-1850). 1994. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

39.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Leonardo Affonso de Miranda Pereira. O carnaval das letras: os literatos e as histórias da folia carioca nas últimas décadas do século XIX. 1994. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

40.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Edilene T. Toledo. O Amigo do Povo: grupos de afinidade e a propaganda anarquista em São Paulo nos primeiros anos deste século. 1994. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

41.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Letícia Vidor de Souza Reis. A capoeira em São Paulo. 1993. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de São Paulo.

42.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Flávio dos Santos Gomes. Histórias de quilombolas: mocambos e comunidades de senzalas no Rio de Janeiro do século XIX. 1993. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

43.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Cláudia Mauch. Ordem pública e moralidade: imprensa e policiamento urbano em Porto Alegre na década de 1890. 1993. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

44.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Silvana Walmsley. Origens do janismo. 1992. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

45.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Maria Angela Borges Salvatori. Capoeiras e malandros: pedaços de uma sonora tradição popular (1890-1950). 1990. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

Teses de doutorado
1.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Tyrone Apollo Pontes Cândido. Proletários das secas: arranjos e desarranjos nas fronteiras do trabalho (1877-1919). 2014. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Ceará.

2.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Priscila Salvaia. Diálogos possíveis: o folhetim Helena (1876), de Machado de Assis, no jornal O Globo. 2014. Tese (Doutorado em Teoria e História Literária) - Universidade Estadual de Campinas.

3.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Maria Emília Vasconcelos dos Santos. Os significados do 13 de maio: a abolição e o imediato pós-abolição para os trabalhadores dos engenhos da Zona da Mata Sul de Pernambuco (1884-1893). 2014. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

4.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Marcus Vinicius de Freitas Rosa. Colônia Africana e Cidade Baixa: as relações raciais entre negros e brancos em dois bairros de Porto Alegre durante o pós-Abolição (1884-1918). 2014. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

5.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Fernanda Aparecida Domingos Pinheiro. Em defesa da liberdade: libertos e livres de cor nos tribunais do Antigo Regime português (Mariana e Lisboa, 1720-1819). 2013. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

6.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Paulo Cruz Terra. Cidadania e trabalhadores: cocheiros e carroceiros no Rio de Janeiro (1870-1906). 2012. Tese (Doutorado em Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

7.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Juliana Barreto Farias. Mercados Minas: africanos ocidentais na Praça do Mercado do Rio de Janeiro (1830-1890). 2012. Tese (Doutorado em História) - Universidade de São Paulo.

8.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Lerice de Castro Garzoni. Arena de combate: gênero e direitos na imprensa diária (Rio de Janeiro, início do século XX). 2012. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

9.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Ricardo Figueiredo Pirola. A lei de 10 de junho de 1835: justiça, escravidão e pena de morte. 2012. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

10.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Priscila Enrique de Oliveira. ´Cada qual tem um pouco de médico e louco´: políticas de saúde e mediações culturais entre o SPI (Serviço de Proteção aos Índios) e os indígenas. 2011. Tese (Doutorado em Doutorado em História Social Unicamp) - Universidade Estadual de Campinas.

11.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Beatriz de Miranda Brusantin. Capitães e Mateus: relações sociais e festivas e de luta dos trabalhadores dos engenhos da mata norte de Pernambuco (comarca de Nazareth, 1870-1888). 2011. Tese (Doutorado em Doutorado em História Social Unicamp) - Universidade Estadual de Campinas.

12.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Ana Carolina Huguenin Pereira. Da casa verde ao subsolo: Machado de Assis e Dostoiévski entre modernidade e tradição. 2011. Tese (Doutorado em Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

13.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Marilene Antunes Sant?Anna. A imaginação do castigo: discursos e práticas sobre a Casa de Correção do Rio de Janeiro. 2010. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

14.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Marcelo Mac Cord. Andaimes, casacas, tijolos e livros: uma associação de artífices no Recife, 1836-1880. 2009. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

15.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Jonis Freire. Escravidão e família escrava na Zona da Mata mineira oitocentista. 2009. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

16.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Rômulo Costa Mattos. Pelos pobres! A campanha pela construção de habitações populares e o discurso sobre as favelas na Primeira República. 2008. Tese (Doutorado em Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

17.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Cilene Margarete Pereira. Jogos e cenas do casamento ?construção e elaboração das personagens e do narrador machadianos em Contos fluminenses e Histórias da meia-noite. 2008. Tese (Doutorado em Teoria Literária) - Universidade Estadual de Campinas.

18.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Uassyr de Siqueira. Entre sindicatos, clubes e botequins. Identidades, associações e lazer dos trabalhadores paulistanos (1890-1920). 2008. Tese (Doutorado em Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

19.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Isabel Cristina Ferreira dos Reis. A família negra no tempo da escravidão: Bahia, 1850-1888. 2007. Tese (Doutorado em Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

20.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Juliana Teixeira Souza. A autoridade municipal na Corte imperial: enfrentamentos e negociações na regulação do comércio de gêneros (1840-1889). 2007. Tese (Doutorado em Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

21.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Ana Carolina Feracin da Silva. De 'papa-pecúlios'a tigre da Abolição: a trajetória de José do Patrocínio nas últimas décadas do século XIX. 2006. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

22.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Edu Teruki Otsuka. Era no tempo do rei: a dimensão sobria da malandragem e a atualidade das Memórias de um sargento de milícias. 2005. Tese (Doutorado em Literatura Brasileira) - Universidade de São Paulo.

23.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Alessandra da Silva Silveira. O amor possível: um estudo sobre o concubinato no Bispado do Rio de Janeiro em fins do século XVIII e no XIX. 2005. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

24.
CHALHOUB, S.; CUNHA, Maria Clementina Pereira; WEINSTEIN, Barbara; CEZAR, Temístocles Americo Correa; CANO, Jefferson. Participação em banca de Alxandre Lazzari. Entre a grande e a pequena pátria: literatos, identidade gaúcha e nacionalidade (1860-1910). 2004. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

25.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Joseli Nunes Mendonça. Evaristo de Moraes: justiça e política nas arenas republicanas (1887-1939). 2004. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

26.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Maria Leônia Chaves de Resende. Gentios brasilícos - índios coloniais em Minas Gerais setecentista. 2003. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

27.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Elciene Azevedo. O direito dos escravos. Lutas jurídicas e abolicionismo na província de São Paulo na segunda metade do século XIX. 2003. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

28.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Liane Maria Bertucci. Influenza: a medicina enferma. Ciência e práticas de cura na época da gripe espanhola em São Paulo. 2002. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

29.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Artur José Renda Vitorino. Cercamento à brasileira: conformação do mercado de trabalho livre na Corte das décadas de 1850 a 1880. 2002. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

30.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Cristiana Schettini Pereira. Que tenhas teu corpo: uma história social da prostituição no Rio de Janeiro das primeiras décadas republicanas. 2002. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

31.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Edilene Teresinha Toledo. O sindicalismo revolucionário em São Paulo e na Itália: circulação de idéias e expreriências na militância sindical transnacional entre 1890 e o facismo. 2002. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

32.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Regina Célia Lima Xavier. Tito de Camargo Andrade: religião, escravidão e liberdade na sociedade campineira oitocentista. 2002. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

33.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Cláudia Rodrigues. Nas fronteiras do além: o processo de secularização da morte no Rio de Janeiro (séculos XVIII e XIX). 2002. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

34.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Paulo Roberto Ribeiro Fontes. Comunidade operária, migração nordestina e lutas sociais: São Miguel Paulista. 2002. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

35.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Álvaro Pereira do Nascimento. Do convés ao porto: a experiência dos marinheiros e a revolta de 1910.. 2002. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

36.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Ronaldo Pereira de Jesus. O povo e a monarquia: a apropriação da imagem do imperador e do regime monárquico entre a gente comum da Corte (1870-1889). 2001. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade de São Paulo.

37.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Jefferson Cano. O fardo dos homens de letras: o 'orbe literário'e a construção do Império brasileiro. 2001. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

38.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Hélio de Seixas Guimarães. Os leitores de Machado de Assis. O romance machadiano e o público de literatura no século 19. 2001. Tese (Doutorado em Teoria e História Literária) - Universidade Estadual de Campinas.

39.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Paulo Roberto Sataudt Moreira. Os cativos e os homens de bem. Práticas e representações sobre cativeiro e liberdade em Porto Alegre na segunda metade do século XIX (1858-1888). 2001. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

40.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Fábio Gutemberg Ramos Bezerra de Sousa. Cartografias e imagens da cidade: Campina Grande - 1920-1945. 2001. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

41.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Keila Grinberg. O fiador dos brasileiros: cidadania, escravidão e direito civil no tempo de Antônio Pereira Rebouças. 2000. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

42.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Marcos Alvito Pereira de Souza. As cores de Acari. 1998. Tese (Doutorado em Ciência Social (Antropologia Social)) - Universidade de São Paulo.

43.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Eduardo Spiller Pena. Pajens da Casa Imperial: jurisconsultos e escravidão no Brasil imperial. 1998. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

44.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Leonardo Affonso de Miranda Pereira. Footballmania: uma história social do futebol no Rio de Janeiro (1902-1938). 1998. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

45.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Frederico Castro Neves. A multidão e a história: saques e outras ações de massa no Ceará. 1998. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

46.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Beatriz Teixeira Weber. As artes de curar: medicina, religião, magia e positivismo na república riograndense, 1889-1928. 1997. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

47.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Márcia Maria Mendes Motta. Nas fronteiras do poder: conflitos de terra e direito agrário no Brasil de meados do século XIX. 1996. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

48.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Magali Gouveia Engel. A loucura na cidade do Rio de Janeiro: idéias e vivências (1830-1930). 1995. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

49.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Jean Marcel Carvalho França. A literatura e o literato no Rio de Janeiro do século XIX. 1994. Tese (Doutorado em Estudos Literários) - Universidade Federal de Minas Gerais.

50.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de José Roberto Teixeira Leite. A China no Brasil. 1994. Tese (Doutorado em Artes) - Universidade Estadual de Campinas.

Qualificações de Doutorado
1.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Ana Flávia Magalhães Pinto. Fortes laços em linhas rotas: experiências de intelectuais negros em jornais fluminenses e paulistanos no fim do século XIX (1880-1910). 2013. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

2.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Maria Emília Vasconcelos dos Santos. Os significados do 13 de maio: a abolição e o imediato pós-abolição para os trabalhadores dos engenhos da zona da Mata Sul de Pernambuco (1884-1893). 2013. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

3.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Ricardo Figueiredo Pirola. A lei de 10 de junho de 1835: justiça, escravidão e pena de morte. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

4.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Iacy Maia Mata. Negros livres, raça e emancipação da escravidão em Cuba (1867-1881). 2012. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

5.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Cássia Daiane Macedo da Silveira. Modos de organização letrada no Rio de Janeiro (1900-1937). 2012. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

6.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Fernanda Aparecida Domingos Pinheiro. Em defesa da liberdade: libertos e livres de cor nos tribunais do Antigo Regime português (Mariana e Lisboa, 1720-1819). 2012. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

7.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Robério Santos Souza. Liberdade e escravidão nos caminhos de ferro da Bahia: os trabalhadores na construção da primeira ferrovia baiana (1858-1863). 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em História Social Unicamp) - Universidade Estadual de Campinas.

8.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Marcus Vinícius de Freitas Rosa. Arrabaldes proletários: o cotidiano de negros e brancos em Porto Alegre no pós-abolição. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em História Social Unicamp) - Universidade Estadual de Campinas.

9.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Rafael da Cunha Scheffer. Escravos do sul vendidos em Campinas: economias microrregionais, negociantes e experiência escrava. 2011. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em História Social Unicamp) - Universidade Estadual de Campinas.

10.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Giovana da Conceição Côrtes. Quem são elas? Gênero, raça, corpo e imagem na imprensa negra (Brasil e EUA, 1915-1935). 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em História Social Unicamp) - Universidade Estadual de Campinas.

11.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Beatriz de Miranda Brusantin. As culturas festivas e de resistência dos trabalhadores dos engenhos de cana da Zona da Mata Norte de Pernambuco, comarca de Nazareth (1870-1930). 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

12.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Daniela do Carmo Kabengele. No trânsito das mercês: a trajetória do ?pardo? Antonio Ferreira Cesarino (1807-1892). 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Antropologia Social) - Universidade Estadual de Campinas.

13.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Daniela Magalhães da Silveira. Do jornal ao livro: a arte de coletar histórias em Machado de Assis. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

14.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Jonis Freire. Escravidão e família escrava: a Zona da Mata de Minas Gerais, século XIX. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

15.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Carlos Eduardo Moreira de Araújo. Cárceres imperiais: a Casa de Correção do Rio de Janeiro. Seus detentos e o sistema prisional no Império, 1830-1863. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

16.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Marcelo Mac Cord. Sociedade dos Artistas Mecânicos e Liberais: mutualismo, mercado de trabalho e irmandades leigas (Recife, 1836-1880). 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

17.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Cilene Margarete Pereira. Jogos e cenas do casamento: construção e elaboração das personagens e do narrador machadianos em Contos Fluminenses e Histórias da Meia-Noite. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em Teoria e História Literária) - Universidade Estadual de Campinas.

18.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Juliana Teixeira Souza. Secos & Molhados. Negociação e conflito no ordenamento do comércio de gêneros alimentícios na Corte imperial (1841-1889). 2006. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

19.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Ana Gomes Porto. Novelas sangrentas: imprensa e literatura no final do século XIX. 2006. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

20.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Marcelo Balaban. O poeta do lápis. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

21.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Marco Cícero Cavallini. Letras políticas: a crítica social do Segundo Reinado na ficção de Machado de Assis. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

22.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Ana Carolina Feracin da Silva. História impressa: a trajetória social de José do Patrocínio nas últimas décadas do século XIX. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

23.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Tânia Salgado Pimenta. O exercício das artes de curar no Rio de Janeiro (1828 a 1855). 2003. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

24.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Fernando Sérgio Dumas dos Santos. O povo das águas pretas: trabalho, vida e saúde no Rio Negro durante o século XIX. 2003. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

25.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Walter Fraga Filho. Depois da escravidão: histórias e trajetórias de ex-escravos na Bahia (1870-1910). 2003. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

26.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Elciene Azevedo. O direito dos escravos: lutas jurídicas e abolicionismo na província de São Paulo na segunda metade do século XIX. 2002. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

27.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Maria Leônia Chaves de Resende. Índios gerais: a presença indígena nas minas durante o século do ouro. 2002. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

28.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Álvaro Pereira do Nascimento. Do convés ao porto: a experiência dos marinheiros e a revolta de 1910. 2002. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

29.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Artur José Renda Vitorino. O 'vício orgânico do nosso regime interno': capital e mercado na Corte imperial depois de 1850.. 2001. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

30.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de João Paulo Coelho de Souza Rodrigues. Língua e identidade nacional no pensamento brasileiro, 1800-1940. 2001. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

31.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Cristiana Schettini Pereira. A vida na janela: uma história social da prostituição no Rio de Janeiro republicano.. 2001. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

32.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Paulo Roberto Ribeiro Fontes. Comunidade operária, migração nordestina e lutas sociais, São Miguel Paulista (1945-1966).. 2001. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

33.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Denilson Botelho de Deus. Letras em marcha: história, política e literatura em Lima Barreto. 2001. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

34.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Ana Paula Palamartchuk. A teia e a farsa: as relações entre os escritores e o comunismo no Brasil: 1930-1950.. 2001. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

35.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Ronaldo Pereira de Jesus. Visões da monarquia: representações do Estado e protesto popular no Rio de Janeiro (1870-1889). 2000. Exame de qualificação (Doutorando em História Social) - Universidade de São Paulo.

36.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Fábio Gutemberg Ramos Bezerra de Sousa. Cotidiano e conflitos na cidade: Campina Grande, 1920-45. 2000. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

37.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Silvia Martins de Sousa e Silva. As noites do Ginásio: teatro e tensões culturais na Corte (1832-1875). 1999. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

38.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Antônio Liberac Cardoso Simões Pires. Cultura e política: a formação histórica da capoeira contemporânea no Brasil (1920-1960).. 1999. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

39.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Gabriela dos Reis Sampaio. A história do feiticeiro Juca Rosa: magia e relações culturais no Rio de Janeiro Imperial. 1999. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

40.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Jaime Rodrigues. De costa a costa: experiências no tráfico transatlântico (Angola, Rio de Janeiro, 1780-1860). 1999. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

41.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Jefferson Cano. O fardo dos homens de letras: cultura e poítica no império brasileiro. 1998. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

42.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Jane Felipe Beltrão. Epidemias de cólera em Belém no século XIX. 1998. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

43.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Carlos Eugênio Líbano Soares. A capoeira escrava no Rio de Janeiro (1808-1850). 1998. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

44.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Maria de Nazaré Sarges. Memórias do velho intendente: Antônio Lemos (1869-1973). 1998. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

45.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Leonardo Affonso de Miranda Pereira. Footballmania. A consolidação social do nacionalismo no Rio de Janeiro. 1997. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

46.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Eduardo Spiller Pena. Justiça e escravidão na casa de Montezuma. 1997. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

47.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Vera Beltrão Marques. Do espetáculo da natureza à natureza do espetáculo: boticários setecentistas no Brasil colonial. 1997. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

48.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Beatriz Teixeira Weber. Medicina, saúde e religião no Rio Grande do Sul (1889-1928). 1996. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

49.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Gladys Sabina Ribeiro. Os portugueses no Rio de Janeiro no período da Independência. 1996. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

50.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Marcia Motta. Lutas pela terra ( conflitos e interpretações sobre o direito à terra, 1822-1858). 1995. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

51.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Martha Abreu. O Império do Divino: cultura popular no Rio de Janeiro do século XIX. 1995. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

Qualificações de Mestrado
1.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Dayana Façanha. Literatura e política em José de Alencar: O tronco do ipê, de Sênio, e os debates em torno da emancipação. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

2.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Milene Cristina da Silva. O mundo flamejante, de Margaret Cavendish. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Teoria Literária) - Universidade Estadual de Campinas.

3.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Thamires Regina Sarti Ribeiro Moreira. Classes viciosas: a transformação do uso e da comercialização de entorpecentes em um problema social no Rio de Janeiro. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

4.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Alessandra Pellegrino Negrão. Revolta, tráfico e escravidão no Correio Mercantil (Salvador, 1836-1849). 2012. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Estadual de Campinas.

5.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Mariana Armond Dias Paes. Sujeitos da história, sujeitos de direitos: personalidade jurídica no Brasil escravista. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Filosofia e Teoria Geral do Direito) - Universidade de São Paulo.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Ana Elisa Salmaso.Postos à prova: escravos, ingênuos e libertos em Campinas nas últimas décadas da escravidão. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas.

2.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Thamires Regina Sarti Ribeiro Moreira.Classes viciosas, classes perigosas: a transformação do uso e da comercialização de entorpecentes em um problema social no Rio de Janeiro da década de 1920. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas.

3.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Ligia Cristina Machado.Relações transnacionais na Revista Popular (1859-1862). 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas.

4.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Felipe Nascimento da Silva.1906. A greve dos ferroviários da Companhia Paulista de Estradas de Ferro. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas.

5.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Melina Roberto Rovina.Autos e notícias: as formas de representação do imigrante italiano em São Paulo nos anos 1890. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas.

6.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Kleber Antonio de Oliveira Amâncio.Pela pena e pela palavra´: um estudo sobre racismo, relações raciais e imprensa negra na Campinas das primeiras décadas do século XX. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas.

7.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Lizandra Meyer Ferraz.Testamentos, alforrias e liberdade: Campinas, século XIX. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas.

8.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Alessandra Pedro.As alforrias e o poder senhorial em Campinas. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas.

9.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Wagner Carboni.Defensores da pátria: um estudo sobre a utilização de recém-alforriados na Guerra do Paraguai (São Paulo, 1866-1871). 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas.

10.
CHALHOUB, S.; BATALHA, Claudio Henrique de Moraes. Participação em banca de Cristiane Regina Miyasaka.Cotidiano dos moradores suburbanos do Rio de Janeiro através das páginas da imprensa. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas.

11.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Lívia Maria Tiede.Imprensa e sociabilidades negras em São Paulo no início do século XX. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas.

12.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Maria da Graça Fernandes da Silva.As greves dos marítimos do Rio de Janeiro em 1920-1921. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas.

13.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Nanci Marti Chiovitti.Disciplina, trabalho e sociedade: Sorocaba no século XIX. 1999. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas.

14.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Eneida Mercadante Sela.A pena e o pincel na 'Viagem pitoresca histórica ao Brasil', de Jean-Baptiste Debret. 1999. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas.

15.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Ana Carolina Feracin da Silva.Com as barbas de molho: literatos e jacobinos na Primeira República (1892-3). 1998. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas.

16.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Alexsandre Lemos de Almeida Gebara.Viagem entre os textos. 1998. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas.

17.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Thaís Battibugli.A participação brasileira na Guerra Civil Espanhola. 1996. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas.

18.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Cristiana Schettini Pereira.Nas barbas de Momo: os sentidos da presença feminina no carnaval das Grandes Sociedades. 1994. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas.

19.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Elciene Azevedo.O Orfeu de Carapinha: a construção da legenda de Luiz Gama. 1994. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas.

20.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Geisa Fernandes D'Oliveira.Relembrando o Grande Irmão: Geroge Orwell e a Europa no entreguerras. 1994. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas.

21.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Alexandre Ribeiro.O judiciário e as classes populares: a questão do tráfico e do uso indevido de entrorpecentes. 1994. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Socias) - Universidade Estadual de Campinas.

22.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Leonardo Affonso de Miranda Pereira.Por trás das máscaras: Machado de Assis e os literatos cariocas no carnaval da virada do século. 1992. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Socias) - Universidade Estadual de Campinas.

Outros tipos
1.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Uliana Dias Campos Ferlim. Diversidade e tensões musicais no Rio de Janeiro na passagem do século XIX ao XX. 2005. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

2.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Robson Luís Machado Martins. O trabalhador emancipado no sul do Espírito Santo, 1888-1940. 2003. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

3.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Cilene Margarete Pereira. A assunção do papel social em Machado de Assis: uma leitura de Memorial de Aires. 2003. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

4.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Romulo Costa Mattos. Do morro da Favela às favelas: a construção de um mito carioca. Imprensa e literatura durante a Primeira República. 2003. Outra participação, Universidade Federal Fluminense.

5.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Ana Gomes Porto. A verdade dos fatos: crime e imprensa no prelúdio republicano. 2002. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

6.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Raphael Moreira da Silva. Folclore, cultura e nacionalidade na identidade social de Lima Barreto (1881-1922). 2002. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

7.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Christiano Eduardo Ferreira. Crime, cotidiano e colonato: violência e solidariedade no inerior paulista (1900-1901). 2001. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

8.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Camila Agostini. Comunidade e conflito na experiência escrava (Vassouras, século XIX). 2001. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

9.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Marcelo Mac Cord. Hierarquia e conflito entre irmãos do Rosário dos Pretos no Recife (1848-1872). 2000. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

10.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Ana Carolina Feracin da Silva. Entre a pena e a espada: literatos e jacobinos na Primeira República (1889-1895). 2000. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

11.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Maria do Socorro Rangel. Medo da morte, esperança da vida. Uma história da liga de Sapé. 1999. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

12.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Marcos Edilson. Memórias do cangaço. 1998. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

13.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Marco Cicero Cavalini. A Semana ao Acaso: a política do Segundo Reinado na primeiras séries de crônicas de Machado de Assis. 1998. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

14.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Cristiany Miranda Rocha. Histórias de famílias escravas em Campinas ao longo do século XIX. 1998. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

15.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Fabiane Popinigis. Os caixeiros no Rio de Janeiro: 1850-1913. 1998. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

16.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Alexandre Lazzari. Uma festa digna da nossa cidade: o carnaval em Porto Alegre, 1870-1915. 1998. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

17.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de João Paulo Coelho de Souza Rodrigues. A dança das cadeiras: literatura e política na Academia Brasileira de Letras (1896-1912). 1997. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

18.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Tânia Salgado Pimenta. Artes de curar no Brasil do começo do século XIX. 1997. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

19.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Álvaro Pereira do Nascimento. A revolta da chibata (1910). 1996. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

20.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Robson Luiz Machado Dias. Reconstruindo os caminhos no horizonte da liberdade no sul do Espírito Santo,1885-1890. 1996. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

21.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Paulo Pinheiro Machado. Colonizar para atrair: a montagem da estrutura imperial de colonização no Rio Grande do Sul. 1996. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

22.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Silvana Vieira de Souza. Histórias de antigamente: a cultura maravilhosa dos contadores de história de Assunção/Estaca Zero, PB. 1995. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

23.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Ermínia Silva. História do circo no Brasil. 1995. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

24.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Aldrin Moura Figueiredo. A cidade dos encantados: pajelança, feitiçarias e religiões afro-brasileiras na Amazônia. 1995. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

25.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Denílson Botelho de Deus. A pátria que quisera ter era um mito: uma introdução ao pensamento poliítico de Lima Barreto. 1995. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

26.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Antônio Liberac Cardoso Simões Pires. A capoeira no jogo das cores (Rio de Janeiro, 1980-1937. 1995. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

27.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Luciana Barbosa Arêas. O 1° de maio no Rio de Janeiro durante a República Velha. 1995. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

28.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Maria Antonieta Gomes Penteado. Estratégia da fome: trabalhadores e trabalhadoras da cana, maio de 1984 (movimentos sociais em São Paulo). 1995. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

29.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Silvia Cristina Martins de Souza e Silva. O Demônio Familiar: a história na comédia realista de José de Alencar. 1995. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

30.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Adriana Romeiro. Profetas e milenaristas: a descolonização do imaginário. 1995. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

31.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Fernando Antonio Mencarelli. A cena aberta: a interpretação de 'O Bilontra'no teatro de revista de Arthur Azevedo. 1995. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

32.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Gabriela dos Reis Sampaio. Nas trincheiras da cura: as diferentes medicinas no Rio de Janeiro Imperial. 1994. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

33.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Adauto Damásio. Alforrias e ações de liberdade em Campinas na primeira metade do século XIX. 1994. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

34.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Joseli Maria Nunes Mendonça. Caminhos de liberdade: a lei de 1885 e as relações sociais de escravidão e liberdade. Campinas, 1885-1888. 1994. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

35.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Cláudia Maria Fuller. Aventuras, desventuras e estratégias de sobrevivência de agricultores de alimentos numa região exportadora de açúcar (Campinas, 1820-1840). 1994. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

36.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Carlos Eugênio Líbano Soares. As capoeiras no Rio de Janeiro do século XIX. 1993. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

37.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Artur José Renda Vitorino. Trabalho e ação sindical: o caso dos gráficos de São Paulo e do Rio de Janeiro (1873-1910). 1993. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

38.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Maria Leônia Chaves de Resende. Visões da Conquista: verso e reverso. As missões jesuíticas dos séculos XVI/XVII. 1993. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

39.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Leonardo Affonso de Miranda Pereira. O carnaval das letras: os literatos e as histórias da folia no Rio de Janeiro do final do século XIX. 1993. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

40.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Jaime Rodrigues. Liberdade, humanidade e propriedade: a extinção do tráfico de escravos no Brasil (1750-1860). 1993. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

41.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Dora Isabel Paiva da Costa. Posse de escravos e produção no agreste paraibano, 1830-1888: o município de Bananeiras. 1992. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

42.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Flávio dos Santos Gomes. Histórias de quilombolas: quilombos na Província do Rio de Janeiro no século XIX. 1992. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

43.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Adriana Romeiro. Visões da morte e do além no Brasil no século XVI. 1991. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.

44.
CHALHOUB, S.. Participação em banca de Maria Angela Borges Salvadori. Capoeiras e malandros no Rio de Janeiro (início do século XX). 1990. Outra participação, Universidade Estadual de Campinas.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Professor titular
1.
CHALHOUB, S.. Concurso para titularidade, Brasil Independente, candidata Zilda Márcia Grícoli Iokoi. 2010. Universidade de São Paulo.

2.
CHALHOUB, S.. Tese defendida: Regina Horta Duarte: A biologia militante: o Museu Nacional, especialização científica, divulgação do conhecimento e práticas políticas no Brasil, 1926-1945. 2010. Universidade Federal de Minas Gerais.

3.
CHALHOUB, S.. Parecerista em pedido de promoção ao cargo de Professor Titular (Full Professor), Departament of History, University of Pittsburgh, EUA. 2007. University of Pittsburgh.

4.
CHALHOUB, S.. Membro da banca examinadora de concurso público para professor titular do departamento de História.. 2004. Universidade Federal Fluminense.

Concurso público
1.
CHALHOUB, S.. Presidente da banca de concurso público de provas e títulos para professor na área de Estudos Africanos. 2011. Universidade Estadual de Campinas.

2.
CHALHOUB, S.. Presidente do Concurso Público de Provas e Títulos para provimentode 01 cargo de professor doutor, em RTP, na área de Estudos Africanos, na disciplina HH-590, História da África. 2005. Universidade Estadual de Campinas.

3.
CHALHOUB, S.. Presidente da comissão julgadora da seleção pública de provas e títulos para professor na área de História da África, departamento de História. 2004. Universidade Estadual de Campinas.

Outras participações
1.
CHALHOUB, S.. Membro da banca examinadora de pedidos de reclassificação por mérito da carreira docente do Instituto de Artes, UNICAMP. 2012. Universidade Estadual de Campinas.

2.
CHALHOUB, S.. Parecerista de pedidos de reclassificação por mérito da carreira docente da Universidade de São Paulo. 2012. Universidade de São Paulo.

3.
CHALHOUB, S.. Membro da banca examinadora de pedidos de reclassificação por mérito da carreira docente do Instituto de Estudos da Linguagem. 2011. Universidade Estadual de Campinas.

4.
CHALHOUB, S.. Parecerista em pedido de promoção ao cargo de Professor Associado (?Associate Professor with tenure?), Department of Spanish and Portuguese Languages. 2008. Princeton University.

5.
CHALHOUB, S.. Parecerista em pedido de promoção ao cargo de Professor Associado (?Associate Professor with tenure?), Department of History. 2008. Stanford University.

6.
CHALHOUB, S.. Membro da Comissão Julgadora do Prêmio Nacional de Pesquisa - Arquivo Nacional. 2007. Arquivo Nacional.

7.
CHALHOUB, S.. Membro da comissão julgadora da reclassificação por mérito de MS-5 para MS-6 da Profa. Evelina Dagnino, departamento de Ciência Política. 2004. Universidade Estadual de Campinas.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Centro Cultural Brasil-Itália, Embaixada do Brasil em Roma.Mundos femininos em contos machadianos. 2017. (Outra).

2.
Centro Cultural Brasil-Itália, Embaixada do Brasil em Roma.Mundos do trabalho em Memórias póstumas de Brás Cubas. 2017. (Outra).

3.
Centro Cultural Brasil-Itália, Embaixada do Brasil em Roma.O mundo de Sofia em Quincas Borba. 2017. (Outra).

4.
Escravidão e cultura afro-brasileira. Temas e problemas em torno da obra de Robert Slenes.Debatedor na palestra de Robert Slenes. 2017. (Seminário).

5.
Mahindra Lunch Series.Slavery and the Literary Imagination (Brazil in the Nineteenth Century). 2017. (Outra).

6.
The LASA's Report on the Impeachment Process, Faculty-Graduate Student Reading Group on Contemporary Brazil, Brown University.The LASA's Report on the Impeachment Process. 2017. (Outra).

7.
Frontiers of Slavery and Freedom in the 19th Century Lusophone World, Center for Latin American Studies, University of Chicago.Debatedor no seminário Frontiers of Slavery and Freedom in the 19th Century Lusophone World. 2016. (Seminário).

8.
História e gênero: personagens femininas em contos de Machado de Assis, Università di Roma,.História e gênero: personagens femininas em contos de Machado de Assis. 2016. (Outra).

9.
Machado de Assis e o cânone ocidental: itinerários de leitura.Participação em mesa redonda de lançamento do livro de Sonia Netto Salomão. 2016. (Outra).

10.
Palestra: The Legacy of Slavery in Brazil: Tales of Gender and Racial Violence in Machado de Assis.The Legacy of Slavery in Brazil: Tales of Gender and Racial Violence in Machado de Assis. 2016. (Outra).

11.
Slaves and the Law: Comparative Questions and Approaches, The Working Group on Comparative Slavery Workshop, Brown University.Debatedor na mesa redonda ?Slavery, Freedom, and the State in the Era of Abolition?. 2016. (Seminário).

12.
The Crisis of Brazilian Democracy, History Graduate Student Association, Harvard University.The Crisis of Brazilian Democracy. 2016. (Outra).

13.
V Encontro de Pesquisa Histórica, UFMG.A força do passado: o Brasil contemporâneo à luz das Memórias póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis. 2016. (Encontro).

14.
Afro-Latin America Studies Seminar, Radcliffe Institute.Participação em mesa redonda: ?Slaves and the Law: The New Legal History of Slavery?. 2015. (Seminário).

15.
Aula magna do curso de História da UNICAMP.A história nas histórias de Machado de Assis. 2015. (Outra).

16.
Aula magna do curso de História da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA).Escravidão e racismo em obras de Machado de Assis. 2015. (Outra).

17.
Palestra: A escravidão em processos cíveis e criminais.A escravidão em processos cíveis e criminais. 2015. (Outra).

18.
Palestra: pesquisa em História Social: problemas, fontes, estratégias?, no curso de História da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA).A pesquisa em História Social: problemas, fontes, estratégias. 2015. (Outra).

19.
Palestra: Slavery and Freedom in the Nineteenth Century.Slavery and Freedom in the Nineteenth Century. 2015. (Outra).

20.
Participação como debatedor na IV Oficina de História Social e Cultural do Mundo do Trabalho na Argentina e no Brasil.IV Oficina de História Social e Cultural do Mundo do Trabalho na Argentina e no Brasil. 2015. (Oficina).

21.
Seminar Six Years of Re:work.Participação em mesa redonda: ?Work, Life Course, Global: Insights, Promises and Pitfalls?. 2015. (Seminário).

22.
Transatlantic Dialogues: Realism and Modernity in Eça de Queirós and Machado de Assis.Remembering Slavery and Its Legacy: Machado de Assis?s Views on Postemancipation Brazil. 2015. (Simpósio).

23.
Workshop: Global Perspectives on Free and Unfree Labour in Capitalist Societies.Global Perspectives on Free and Unfree Labour in Capitalist Societies. 2015. (Outra).

24.
50 anos de A integração do negro na sociedade de classes, de Florestan Fernandes, USP.Participação em mesa redonda: ?Democracia racial e desigualdade?. 2014. (Seminário).

25.
Coordenador de mesa redonda: II Seminário Rice ? UNICAMP, Territórios, memórias e identidades.Coordenador de mesa redonda: ?Narrativas?,. 2014. (Seminário).

26.
História do Brasil Nação, UFMG.Nação e modernidade. 2014. (Seminário).

27.
Overcoming Inequality in Diverse Societies, IFCS/UFRJ, David Rockefeller Center for Latin American Studies/Harvard University.Palestra: Race and the Politics of Labor (Brazil in the 19th and Early 20th Centuries. 2014. (Simpósio).

28.
Palestra: Escravidão e racismo em obras de Machado de Assis (UFCE).Escravidão e racismo em obras de Machado de Assis. 2014. (Outra).

29.
Pathways into colonial (and postcolonial?) coercion: the creation and evolution of forced labour in sub-Saharan Africa under colonial rule, 1890-1975, University of Ghana e Re:work, Humboldt Universität.Participação em mesa redonda: ?Forced labour in Africa: a colonial institution in a global trend towards involuntary labour. 2014. (Simpósio).

30.
Quarto Congresso do European Network in Universal and Global History (ENIUGH), École Normal Superieure. Participação em mesa redonda intitulada ?Slavery and ?free? labor: entangled transitions in the 19th-20th centuries?. 2014. (Congresso).

31.
XII Congresso Internacional da Brazilian Studies Association (BRASA). Participação em mesa redonda: ?Imprensa, literatura e escravidão no Brasil oitocentista?. 2014. (Congresso).

32.
XII Congresso Internacional da Brazilian Studies Association (BRASA). Debatedor em mesa redonda: ?Social history in Rio de Janeiro: urban projects and political discourses?. 2014. (Congresso).

33.
?Work, Labor and Local Belonging in Early Modern Global Contexts?, IGK Work and Human Life Cycle in Global History, Humbold Universität.The politics of ambiguity: gender and labor in Brazilian slave emancipation?. 2013. (Seminário).

34.
Colóquio Internacional: Memória na História e na Literatura Brasileiras, Lateinamerika-Institut, Freie Universität.Palestra em mesa redonda: ?História e memória em Dom Casmurro?. 2013. (Outra).

35.
Emancipação, inclusão e exclusão: desafios do passado e do presente, USP.Participação em mesa redonda: Raça e ciência. 2013. (Seminário).

36.
International Summer School "Free and Unfree Labour in Global History.Coordenador de mesa redonda. 2013. (Outra).

37.
Palestra: História social do trabalho e da cultura - UFRJ.História social do trabalho e da cultura. 2013. (Outra).

38.
Palestra: The force of slavery: illegallity and custom in nineteenth-century Brazil - King?s College.The force of slavery: illegallity and custom in nineteenth-century Brazil. 2013. (Outra).

39.
Palestra: The great fear of 1852: riots against enslavement in the Brazilian Empire?, Departamento de História, Harvard University.The great fear of 1852: riots against enslavement in the Brazilian Empire. 2013. (Outra).

40.
Semana de História da PUC, Rio de Janeiro.Participação em mesa redonda: Trabalhadores e intelectuais no Rio de Janeiro da Belle Époque. 2013. (Seminário).

41.
The politics of ambiguity in Brazilian slave emancipation - International Institute of Social History.The politics of ambiguity in Brazilian slave emancipation. 2013. (Outra).

42.
V Seminário de História Social, Universidade de Brasília.Palestra: Alforrias condicionais às vésperas da Abolição: uma crônica de Machado de Assis. 2013. (Seminário).

43.
15th. International Planning History Society Conference.Cidade negra: escravidão e liberdade no Rio de Janeiro (1830-1880). 2012. (Seminário).

44.
Ficção e história: o caso de Dom Casmurro.Ficção e história: o caso de Dom Casmurro. 2012. (Outra).

45.
I Encontro Internacional Fronteiras e Identidades, Universidade Federal de Pelotas.Fronteiras entre escravidão e liberdade no Brasil oitocentista. 2012. (Encontro).

46.
III Encontro de História do Império Brasileiro - Cultura e Poder no Oitocentos - UFMA.História social e literatura. 2012. (Simpósio).

47.
III Simpósio PROCAD UNICAMP-UFBA-UFC.Debatedor na mesa redonda intitulada ?Tradições e costumes?. 2012. (Simpósio).

48.
II Seminário Internacional Mundos do Trabalho - Fundação Getúlio Vargas.Repensando o trabalho e os/as trabalhadores/as na história social. 2012. (Seminário).

49.
Pesquisas em História Social - programa de pós-graduação em história da Universidade do Oeste do Paraná (UNIOESTE).A força da escravidão em Memórias póstumas de Brás Cubas. 2012. (Seminário).

50.
Pesquisas em História Social - programa de pós-graduação em história da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.Aula magna: A força da escravidão em Memórias póstumas de Brás Cubas. 2012. (Outra).

51.
Simpósio de graduação e pós-graduação, Instituto de História, Universidade Federal de Uberlândia.A força da escravidão em Memórias póstumas de Brás Cubas. 2012. (Simpósio).

52.
The boundaries of ?free? labor?, Humboldt Universität.The great fear of 1852: riots against enslavement in the Brazilian Empire. 2012. (Seminário).

53.
XIV Encontro Estadual de História, ANPUH Santa Catarina.Escravidão e adultério em Memórias póstumas de Brás Cubas. 2012. (Encontro).

54.
XXIX Semana de História da Universidade Federal de Juiz de Fora.A força da escravidão em Memórias póstumas de Brás Cubas. 2012. (Outra).

55.
Conferência no programa de pós-graduação em história da Universidade Federal do Amazonas.A força da escravidão: ilegalidade e costume no Brasil oitocentista. 2011. (Outra).

56.
Dinâmicas afro-latinas: língua(s) e história(s), Instituto de Estudos da Linguagem, UNICAMP.A política da linguagem no cotidiano da escravização ilegal (Brasil, décadas de 1830 a 1850). 2011. (Simpósio).

57.
II Encontro de São Lázaro, Universidade Federal da Bahia.A força da escravidão: ilegalidade e costume no Brasil oitocentista. 2011. (Encontro).

58.
II Workshop da Rede de História Social e Cultural do Trabalho na Argentina e no Brasil.Trabalhadores no Cone Sul: costumes e culturas. 2011. (Seminário).

59.
Semana de História da PUC-RJ.A força da escravidão em Memórias póstumas de Brás Cubas. 2011. (Encontro).

60.
Summer Academy ?Working Lives in Global History?.The historiography of Brazilian slavery. 2011. (Outra).

61.
XXVI Simpósio Nacional de História.Mesa redonda: 50 anos de historiografia da escravidão brasileira (1961-2011): balanço e perspectivas. 2011. (Simpósio).

62.
35th Annual Meeting of the Social Science History Association. Author meets critics: A poverty of rights, by Brodwyn Fisher. 2010. (Congresso).

63.
Aula Inaugural do curso de pós-graduação.Escravidão e polícia na Corte imperial. 2010. (Outra).

64.
Congresso na Universidade de Estocolmo, Independencia y dependencia en America Latina. O problema da escravidão na Independência e na formação do Estado (Brasil, 1822-1850). 2010. (Congresso).

65.
III Simpósio Impérios e Lugares no Brasil.Literatura e História Cultural. 2010. (Simpósio).

66.
III Simpósio Procad Unicamp/UFBa/UFC.A pesquisa histórica e suas fontes. 2010. (Simpósio).

67.
O literário e a história.O literário e a história. 2010. (Seminário).

68.
Palestra em Northwestern University.The politics of precariousness: freedom in nineteenth-century Brazil. 2010. (Seminário).

69.
Palestra em Stanford University.The problem of freedom in a slave society (Brazil in the 19th century).. 2010. (Seminário).

70.
Projeto Aulas Magistrais, UNICAMP.O problema da liberdade no tempo da escravidão. 2010. (Outra).

71.
Seminário no Programa de Pós-Graduação em História das Ciências e da Saúde, COC/FIOCRUZ.Política e ciência em crônicas de Machado de Assis. 2010. (Outra).

72.
Colóquio internacional ?Literaturas e escritas da imprensa, Brasil/França (1800-1930)?, UNESP/São José do Rio Preto.A crônica de Machado de Assis na década de 1880: problemas e métodos de interpretação. 2009. (Simpósio).

73.
Colóquio Luiz Dantas, Instituto de Estudos da Linguagem, UNICAMP.História e dúvida em Dom Casmurro. 2009. (Outra).

74.
Congresso da Latin American Studies Association. Queixar-se: os escravos nos livros da Casa de Detenção da Corte, 1860-1880. 2009. (Congresso).

75.
Curso de Formação de Professores da 1ª. Olimpíada Nacional em História do Brasil.A escravidão no Brasil do século XIX: interpretação de documentos judiciais. 2009. (Oficina).

76.
III Colóquio História e Espaços, Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.Sentidos do espaço urbano no tempo da escravidão: Rio de Janeiro no século XIX. 2009. (Seminário).

77.
Internationalizing Machado de Assis?, Princeton Institute for International and Reginal Studies, Princeton University, e Center for Latin American Studies, University of Chicago.A crônica machadiana: problemas de interpretação, temas de pesquisa. 2009. (Simpósio).

78.
Simpósio ?Respostas ao racismo. Produção acadêmica e compromisso político em tempos de ação afirmativa".Liberdade sem cidadania? Os libertos no Brasil imperial. 2009. (Simpósio).

79.
Aula inaugural, Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal da Paraíba.Narradores do ocaso da monarquia (Machado de Assis, cronista). 2008. (Outra).

80.
Colóquio de Literatura Brasileira, Programa de Pós-Graduação em Literatura Brasileira, USP.?Machado de Assis 100 anos depois?, participação em mesa redonda. 2008. (Outra).

81.
Colóquio Vieira & Machado, CECULT/Instituto de Estudos da Linguagem, UNICAMP.Machado de Assis e a Gazeta de Holanda. 2008. (Outra).

82.
Congresso Internacional Centenário de Dois Imortais, Faculdade de Letras, UFMG. Escravidão e darwinismo social em crônicas de Machado de Assis. 2008. (Congresso).

83.
III Encontro Lingüístico e Literário do Mestrado em Letras da Universidade Federal do Piauí.Dúvidas sobre dúvidas: a indeterminação da História em Dom Casmurro. 2008. (Encontro).

84.
III Encontro Lingüístico e Literário do Mestrado em Letras da Universidade Federal do Piauí.Participação em mesa-redonda: ?Machado de Assis: 100 anos de novos sentidos?. 2008. (Encontro).

85.
Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal da Paraíba.Práticas de pesquisa em história. 2008. (Oficina).

86.
Programa de Pós-Graduação em História, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.História e crônica: Machado de Assis. 2008. (Encontro).

87.
Semana Acadêmica de História, Universidade Federal de Santa Catarina.O fardo da liberdade numa sociedade escravista (Brasil, século XIX). 2008. (Outra).

88.
Seminário ?Diálogos e Aproximações?, da Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Rio de Janeiro.Narradores da crise monárquica (Machado de Assis, cronista). 2008. (Seminário).

89.
SESC-Consolação: "Machado de Assis e a abolição da escravidão?.Machado de Assis e a abolição da escravidão. 2008. (Outra).

90.
Summer Institute for Global Labour History, New College, University of Toronto.?Labor History, Public History?, proferida em conjunto com Paulo Fontes. 2008. (Outra).

91.
Brazilian History Lecture Series, Brown University.Palestra apresentada: Seigneurial customs: illegal enslavement and the precariousness of freedom in the Brazilian Empire. 2007. (Outra).

92.
Historical Consciousness in Post-Emancipation Societies, University of Chicago.Slavery and ?free? labor in Brazilian Historiography. 2007. (Simpósio).

93.
History and Literature in Brazil: Interpreting Machado de Assis; University of California.Trabalho apresentado em mesa redonda: Dom Casmurro, by Machado de Assis: the social logic of fictional narratives. 2007. (Outra).

94.
II Encontro Nacional da Memória da Justiça do Trabalho.Ações cíveis envolvendo escravos no século XIX. 2007. (Encontro).

95.
I Oficina de pesquisa: a pesquisa histórica no IPHAN.A trajetória do Arquivo Edgard Leuenroth: historiografia e constituição de acervos. 2007. (Oficina).

96.
L?esclavage dans le monde ibérique: retour à l?archive?, L?École des Hautes Études en Sciences Sociales.Réduction illégale à l?esclavage: fragiles libertés du Brésil Impérial. 2007. (Simpósio).

97.
Latin American Distinguished Speaker Series, University of Texas.Palestra apresentada: Seigneurial customs: illegal enslavement and the precariousness of freedom in the Brazilian Empire. 2007. (Outra).

98.
Latin American History Workshop, University of Chicago.Illegal enslavement and the precariousness of freedom in 19th-century Brazil. 2007. (Outra).

99.
Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social do Museu Nacional, Universidade Federal do Rio de Janeiro.A precariedade da liberdade no Brasil oitocentista. 2007. (Seminário).

100.
Programa de Pós-Graduação em Letras, Universidade Federal de Minas Gerais.Lógica social e texto de ficção: o caso de Dom Casmurro. 2007. (Seminário).

101.
Race and Identity in the New World, University of Texas.Conferência apresentada: Freedom at risk: illegal enslavement in 19th-century Brazil. 2007. (Simpósio).

102.
3a. Jornada Nacional de História do Trabalho, GT Mundos do Trabalho; ANPUH, UFF.Mesa redonda: Trabalhadores escravizados e livres. 2006. (Encontro).

103.
II Encontro Cultura, Modernidade e Memória; Programa de Pós-Graduação em História da UFPE.História, memória e narrativa: uma leitura de Dom Casmurro. 2006. (Encontro).

104.
II Encontro Cultura, Modernidade e Memória; Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal de Pernambuco.Mesa redonda: História e literatura,. 2006. (Encontro).

105.
IX Encontro Regional de História; ANPUH-Goiás.A historiografia após o relativismo pós-moderno. 2006. (Encontro).

106.
Octavio Brandão e as origens do comunismo no Brasil; Arquivo Edgard Leuenroth, UNICAMP.Mesa redonda: Octavio Brandão e as origens do comunismo no Brasil. 2006. (Outra).

107.
Programa de Pós-Graduação em História da Universidade Federal do Paraná.Palestra: História, memória e narrativa: uma leitura de Dom Casmurro. 2006. (Outra).

108.
Seigneurial customs: the practices of illegal enslavement & the precariousness of freedom in 19th-century Brazil; Institute for the Study of Slavery, University of Nottingham.Trabalho apresentado em Simpósio Internacional: Seigneurial customs: the practices of illegal enslavement & the precariousness of freedom in 19th-century Brazil. 2006. (Simpósio).

109.
Terrain of History: Mapping Rio de Janeiro; Stanford Humanities Center, Stanford University.Apresentação, com Zephyr Frank, da comunicação intitulada "Exploring the spatial history of crime in Rio de Janeiro". 2006. (Oficina).

110.
VIII Encontro Estadual de História, ANPUH/RS.Conferência: Costumes senhoriais: escravização ilegal e precarização da liberdade no Brasil império. 2006. (Encontro).

111.
XV Encontro Estadual de História, ANPUH/MG - UFSJ.Conferência: Costumes senhoriais: escravização ilegal e precarização da liberdade no Brasil império. 2006. (Encontro).

112.
Hacer hablar a los documentos: Una práctica de investigación en la Cultura y la Historia de Cuba y Brasil; Centro de Investigación y Desarrollo de la Cultura Cubana Juan Marinello - Havana.Palestrante no Encuentro Científico Internacional: Hacer hablar a los documentos: Una práctica de investigación en la Cultura y la Historia de Cuba y Brasil. 2005. (Encontro).

113.
L´expérience coloniale. Dinamiques des échanges dans les espaces Atlantiques à l´époque de l´esclavage - Université de Nantes.Trabalho apresentado em mesa redonda: Solidarité et liberté: les sociétés de secours mutuel pour gens de couleur à Rio de Janeiro (1860-1880). 2005. (Outra).

114.
Memorial da Justiça do Trabalho no Rio Grande do Sul.A importância do processo judicial para a memória de uma nação moderna. 2005. (Outra).

115.
Center for Latin American Studies; University of Chicago.Palestra: The politics of silence: race and citizenship in nineteenth-century Brazil. 2004. (Outra).

116.
Colóquio PROCAD/CAPES - Universidade Federal da Bahia.Palestra: Machado de Assis, cronista: a arte de alinhavar histórias. 2004. (Outra).

117.
Fórum Permanente de Arte e Cultura - UNICAMP.Mesa redonda: Cultura e política no AEL; UNICAMP. 2004. (Encontro).

118.
IX Congreso de La Sociedad Latinoamericana de Estudios sobre America Latina y el Caribe; UERJ. Conferência: História e literatura: Machado de Assis e as questões de seu tempo; UERJ. 2004. (Congresso).

119.
Seminário Comemorativo do Aniversário de 30 Anos do AEL - UNICAMP.Mesa redonda: O AEL na historiografia brasileira. 2004. (Seminário).

120.
Simpósio Internacional de História da Amazônia e V Encontro Regional de História; ANPUH-Pará.Conferência: Machado de Assis, historiador. 2004. (Simpósio).

121.
The Distinguished Speakers in Latin American History Series - University of Texas.Palestra: The politics of silence: race and citizenship in nineteenth-century Brazil. 2004. (Outra).

122.
University of Michigan.Participação como comentador em mesa redonda intitulada, The law in slavery and freedom: perspectives from the United States and Brazil. 2004. (Outra).

123.
University of Michigan.Expositor em mesa redonda intitulada Comparative perspectives on race and citizenship: slavery and post-emancipation societies in Brazil, Santo Domingo and the United States. 2004. (Outra).

124.
University of Wisconsin.Palestra: Slavery, race and citizenship: a view from Brazil. 2004. (Outra).

125.
XIII Encontro Regional de História; ANPUH-SP - UNICAMP.Apresentação em mesa-redonda: História em cousas miúdas: a experiência dos leitores em crônicas de Machado de Assis; ANPUH. 2004. (Encontro).

126.
.Palestra: Saúde pública e repressão no Rio de Janeiro; Universidade Candido Mendes. 2003. (Outra).

127.
.Palestra: The historiography of slavery in Brazil; University of Nottingham. 2003. (Outra).

128.
.Palestra: Teoria e métodos em história social urbana, USP. 2003. (Outra).

129.
"Direitos e justiças -histórias plurais".Coordenador da mesa redonda intitulada Escravos, direitos e justiças; CECULT. 2003. (Seminário).

130.
8a. Semana Cultural e Científica.Palestra: A História Social no Brasil; FESB. 2003. (Outra).

131.
A história social e a globalização - UNICAMP.Comunicação apresentada: Brazilian slavery and globalization. 2003. (Seminário).

132.
IFCH - UNICAMP.Expositor na mesa redonda de lançamento dos periódicos: História Social (pós-graduação em história, UNICAMP), dossiê História e Literatura e Cadernos AEL (Arquivo Edgard Leuenroth, UNICAMP), dossiê Literatura e Imprensa no Século XIX. 2003. (Outra).

133.
I Simpósio internacional Eça&Machado.Mesa- redonda: História e Ficção. 2003. (Simpósio).

134.
Projeto Colégio São Paulo.Palestra: Doença, escravidão e racismo; Biblioteca Mário de Andrade. 2003. (Outra).

135.
The problem of slavery in Machado de Assis.Palestra proferida em simpósio sobre Machado de Assis: The problem of slavery in Machado de Assis; Oxford University. 2003. (Simpósio).

136.
V Seminário internacional de História da Literatura.Participação em mesa redonda intitulada: Outras histórias da literatura; PUCRS. 2003. (Seminário).

137.
.Palestra: Paternalismo, escravidão e ciência no Brasil imperial; Fundação Oswaldo Cruz. 2002. (Outra).

138.
.Mesa redonda: Pensamento social e político brasileiro. 2002. (Outra).

139.
Colóquio PROCAD.Mesa redonda: Paternalismo - trabalho apresentado: Paternalismo e escravização ilegal na formação do Estado imperial, UFCE. 2002. (Outra).

140.
Jornada "Soberanias".Conferência: Práticas paternalistas no Brasil do século XIX;. 2002. (Outra).

141.
Linha de Pesquisa Ciência e Cultura.Conferência: Ciência e ideologia em Machado de Assis; UFMG. 2002. (Outra).

142.
Simpósio "Tempo - História e Literatura".Conferência: Literatura e história social; UFBA. 2002. (Simpósio).

143.
.Conferência: A História Social no Brasil; Universidade de Tocantins. 2001. (Outra).

144.
"História e Crônica".Trabalho Apresentado: Leitores e narradores na História: as crônicas de Machado de Assis; PUC-Rio. 2001. (Seminário).

145.
XXI Simpósio Nacional da ANPUH.Mesa redonda: E. P. Thompson no Brasil: sua influência na historiografia dos movimentos sociais e da escravidão - Trabalho apresentado: A enxada e o guarda-chuva: a luta pela libertação dos escravos e a formação da classe trabalhadora no Brasil; ANPUH. 2001. (Simpósio).

146.
XXI Simpósio Nacional da ANPUH.Mesa redonda: Ciência e ideologia em Machado de Assis e Lima Barreto - Trabalho apresentado: Para que servem os narizes? Paternalismo, darwinismo e racismo científico em Machado de Assis; ANPUH. 2001. (Simpósio).

147.
.Mesa redonda: Race, Labor and Disease in the Pre-Canal Americas, University of Michigan. 2000. (Encontro).

148.
.Palestra proferida: What are noses for? Paternalism, social darwinism, and race science in Machado de Assis, Lawrence University. 2000. (Outra).

149.
.Palestra: What are noses for? Science and ideology in Machado de Assis's novels, University of Michigan. 2000. (Outra).

150.
.Mesa redonda: Fronteiras entre trabalho escravo e trabalho livre no Brasil: sudeste, 1859-1910, PUC-Rio. 2000. (Outra).

151.
.Palestra proferida: What are noses for? Paternalism, social darwinism, and race science in Machado de Assis, Center for Latin American and Caribbean Studies. 2000. (Outra).

152.
Congresso Brasil-Portugal. Trabalho apresentado no Congresso Brasil-Portugal, em Salvador: A vanguarda do atraso: os debates sobre a lei do Ventre Livre no Conselho de Estado; Salvador. 2000. (Congresso).

153.
.Palestra: The historiography of Brazilian slavery: recent trends; University of Michigan. 1999. (Outra).

154.
.Palestra: Relatos de pesquisa em história, Universidade Metodista de Piracicaba. 1999. (Outra).

155.
.Curso ministrado: Saúde pública e repressão no Rio de Janeiro (mestrado em criminologia). 1999. (Outra).

156.
. Curso: Historiografia social inglesa; UFBA. 1998. (Congresso).

157.
.Mesa redonda: O curso de História da UNICAMP: perspectivas. 1998. (Encontro).

158.
.Palestra: A História nas histórias de Machado de Assis; UFBA. 1998. (Outra).

159.
.Mesa redonda: A Literatura e os outros campos, UNICAMP. 1998. (Outra).

160.
.Palestra: Dependents play chess: political dialogues in Machado de Assis; Harvard University. 1998. (Outra).

161.
"Honor, Status, and Law in Modern Latin America.Texto apresentado: Interpreting Machado de Assis: paternalism, slavery and the Free Womb Law; University of Michigan. 1998. (Simpósio).

162.
Comparative Studies in Social Transformations Seminar.Palestra: Dependents play chess: political dialogues in Machado de Assis; The University of Michigan. 1998. (Seminário).

163.
História Social: Revista da Pós-Graduação em História da UNICAMP.Mesa redonda: História social inglesa: historiografia e política; UNICAMP. 1998. (Outra).

164.
.Conferência: Literatura e história social; UFES. 1997. (Outra).

165.
.Conferência: Medicina e história social, UFCE. 1997. (Outra).

166.
.Cursos ministrados: Historiografia social inglesa e História social da literaturA; UFSC. 1997. (Outra).

167.
.Curso ministrado: História social da literatura; PUC-Belo Horizonte. 1997. (Outra).

168.
.Workshop: História Social da Literatura; UFF. 1997. (Outra).

169.
.Palestra: História social e literatura; PUC-SP. 1997. (Outra).

170.
.Conferência: Diálogos políticos em Machado de Assis; UFF. 1997. (Outra).

171.
Lançamento do vídeo Oswaldo Cruz.Mesa redonda: Os desafios científicos e culturais no início do século; Instituto Cultural Itaú. 1997. (Outra).

172.
Programa Especial de Treinamento (PET-CAPES).Curso ministrado: História social da literatura, UFCE. 1997. (Outra).

173.
Semana de História.Conferência: Literatura e história social; PUC-Rio de Janeiro. 1997. (Outra).

174.
XIII Encontro Regional da Associação Nacional de História (ANPUH).Participação no workshop: História da África, história afro-brasileira; ANPUH. 1997. (Encontro).

175.
XIX Simpósio Nacional de História.Comunicação apresentada: Machado de Assis interpreta a lei do ventre livre; UFMG. 1997. (Simpósio).

176.
XIX Simpósio Nacional de História.Conferência: A questão da cidadania nos primórdios da República: a visão de Machado de Assis. 1997. (Simpósio).

177.
.Curso de extensão ministrado: A história nas histórias de Machado de Assis; UFPA. 1996. (Outra).

178.
Abolição e abolicionistas.Trabalho apresentado: Machado de Assis e a política abolicionista; Biblioteca Nacional. 1996. (Seminário).

179.
.Official medicine and African Brazilian culture: the problem of smallpox vaccination in 19th-century Rio de Janeiro; University of Michigan. 1995. (Seminário).

180.
.Conferência: The blurring of freedom: revocation of freedom, conditional manumission, and illegal enslavement in 19th-century Brazil; University of Michigan. 1995. (Outra).

181.
.Palestra proferida: Official medicine and African Brazilian culture: the problem of smallpox vaccination in 19th-century Rio de Janeiro; New York University. 1995. (Outra).

182.
.Palestra proferida: Official medicine and African Brazilian culture: the problem of smallpox vaccination in 19th-century Rio de Janeiro; Northwestern University. 1995. (Outra).

183.
Simpósio: Machado de Assis: Reflections, Refractions, Realities.Texto apresentado: Political dialogues in Machado de Assis; University of Texas at Austin. 1995. (Simpósio).

184.
The Conference on Latin American History.Participação na mesa redonda intitulada: Constructions of urban identities in the African diaspora: Richmond, Havana, and Rio de Janeiro. 1995. (Outra).

185.
XIX Congresso Internacional. Participação no painel intitulado: Warren Dean (1932-1994): An Appreciation; LASA. 1995. (Congresso).

186.
XVIII Simpósio Nacional de História.Participação como debatedor na mesa redonda intitulada: Abolição e identidades: ex-senhores e libertos na destruição do escravismo; ANPUH. 1995. (Simpósio).

187.
.Curso ministrado nas disciplinas: Seminário de História das Idéias II e Seminário de Tese em História das Idéias II; UFPR. 1994. (Outra).

188.
Os excluídos da história.Conferência proferida: Discurso higienista, curandeiros e protesto popular; Secretaria Municipal de Cultura-Porto Alegre. 1994. (Seminário).

189.
XII Encontro Regional de História da Associação Nacional de História (ANPUH).Coordenador das comunicações coordenadas intituladas: A história nas histórias de Machado de Assis e Estudos sobre a capoeira; UNICAMP. 1994. (Encontro).

190.
.Curso de extensão ministrado : Cidades e epidemias; UFPA. 1993. (Outra).

191.
5o. Encontro de História e Saúde.Conferência proferida: Epidemias e história social; Fundação Oswaldo Cruz. 1993. (Encontro).

192.
Curso de pós-graduação "lato sensu" em "Historiografia brasileira".Disciplina ministrada: Cultura e Cidade; Universidade do Vale do Itajaí. 1993. (Outra).

193.
Forum de Ciência e Cultura.Conferência: A Revolta da Vacina: medicina, tradição e protesto popular no Rio de Janeiro de Lima Barreto; Biblioteca Nacional. 1993. (Outra).

194.
XII Simpósio Nacional de História da ANPUH.Conferência proferida: Medicina, tradição e protesto popular: o problema da vacina anti-variólica no Rio de Janeiro, 1804-1904; ANPUH. 1993. (Simpósio).

195.
.Debatedor na palestra do Prof. John Angus Gledson, intitulada: O patriotismo de Machado de Assis: leitura de uma crônica; UNICAMP. 1992. (Outra).

196.
.Palestra proferida:The politics of disease control: yellow fever and race in 19th century Rio de Janeiro; University of Chicago. 1992. (Outra).

197.
.Conferencista no curso de extensão: Machado de Assis em perspectiva; UFRS. 1992. (Outra).

198.
.Palestra proferida: Visions of freedom: a history of the last decades of slavery in the city of Rio; Brazilian-American Cultural Institute. 1992. (Outra).

199.
.Palestra proferida: Racial ideology and the politics of disease control: yellow fever in 19th century Rio de Janeiro, Brazil; University of Michigan. 1992. (Outra).

200.
.Palestra proferida: The politics of disease control: yellow fever and race in 19th century Rio de Janeiro, Brazil; University of Maryland. 1992. (Outra).

201.
.Palestra proferida: The politics of disease control: yellow fever and race in 19th century Rio de Janeiro, Brazil; Washington Metropolitan Area. 1992. (Outra).

202.
A herança da casa grande: dimensões históricas do racismo.Palestrante no seminário: A herança da casa grande: dimensões históricas do racismo; Secretaria Municipal de Cultura-São Paulo. 1992. (Seminário).

203.
Congresso Internacional sobre "Relações raciais na diáspora africana". Comunicação apresentada: Raça e febre amarela no Brasil do século XIX; Faculdade Cândido Mendes. 1992. (Congresso).

204.
Curso dirigido aos professores da rede municipal de ensino de São Paulo.Conferencista no curso Historiografia em estado prático: encontro com historiadores II; São Paulo. 1992. (Outra).

205.
.Palestra proferida:The destruction of slavery in Brazil; New York University. 1991. (Outra).

206.
.Palestra proferida: The destruction of slavery in Brazil: the experience of blacks in the city of Rio (1850-1888); University of Maryland. 1991. (Outra).

207.
.Comunicação apresentada: Processo crime e escravidão; Rio de Janeiro. 1991. (Outra).

208.
.Palestra proferida: The politics of public health: disease control in 19th century Brazil; Columbia University. 1991. (Outra).

209.
Fronteiras na história.Conferência: História/Literatura; UFMG. 1991. (Seminário).

210.
XVII Simpósio da Associação Nacional de História.Comunicação: Cidade febril: as epidemias de febre amarela e as transformações do Rio no século XIX; ANPUH. 1991. (Simpósio).

211.
.Conferência proferida: O negro no Rio de Janeiro: de escravo a cidadão sob suspeita; UNIVERTA. 1990. (Outra).

212.
.Palestra proferida: A guerra contra os cortiços: cidade do Rio, 1850-1906; Arquivo Nacional. 1990. (Outra).

213.
III Encontro Estadual de História da ANPUH.Participação em mesa redonda: Cidadania; ANPUH. 1990. (Encontro).

214.
IV Encontro Estadual de História da ANPUH.Conferência proferida: Teorias e metodologias em história social urbana; ANPUH. 1990. (Encontro).

215.
Simpósio de História Urbana.Conferência: Objetos e metodologias em história urbana; UFBA. 1990. (Simpósio).

216.
.Participação em mesa redonda: Cidade, política e cultura; PUC-Rio de Janeiro. 1989. (Outra).

217.
A República aconteceu no Rio.Conferência proferida: O Rio de Janeiro no tempo dos cortiços; Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro. 1989. (Simpósio).

218.
República e Coisas do Povo.Participação em mesa redonda: Trabalho e racionalização; USP. 1989. (Simpósio).

219.
.Palestra proferida no seminário: Enfoques alternativos da escravidão; (FAFI-BH). 1988. (Seminário).

220.
4a. Jornada de Estudos Americanos.Participação em mesa redonda: O negro e a questão urbana: Brasil, América Latina e Estados Unidos; UFOP. 1988. (Outra).

221.
Congresso internacional: "The meaning of freedom". Paper apresentado: Slaves, freedmen and the politics of freedom in Brazil: the experience of blacks in the city of Rio; University of Pittsburgh. 1988. (Congresso).

222.
Congresso Internacional "Escravidão e Abolição". Participação em mesa redonda: A escravidão urbana no Rio de Janeiro; UFRJ e UFF. 1988. (Congresso).

223.
Histórias de liberdade: cidadãos e escravos no mundo moderno.Trabalho apresentado: Visões da liberdade: senhores, escravos e abolicionistas da Corte nas últimas décadas da escravidão; UNICAMP. 1988. (Simpósio).

224.
I Colóquio de Pesquisadores do Museu da Casa Brasileira.Participação em mesa redonda: O mercado de trabalho livre no Brasil. 1988. (Outra).

225.
II Encontro Regional de História.Curso de extensão: História e escravidão; ANPUH-Paraná. 1988. (Encontro).

226.
II Encontro Regional de História.Participante em mesa redonda: Os caminhos da história; ANPUH-Paraná. 1988. (Encontro).

227.
no III Encontro Regional de História.Comunicação apresentada: História do cotidiano: problemas e celeumas; ANPUH-Rio de Janeiro. 1988. (Encontro).

228.
.Curso de extensão ministrado: História e cotidiano; UFPR. 1987. (Outra).

229.
XV Simpósio Nacional da ANPUH.Comunicação: O processo de abolição da escravidão na cidade do Rio de Janeiro; UNB. 1987. (Simpósio).

230.
VIII Encontro Regional de História da ANPUH-São Paulo.Comunicações apresentadas: A construção do cotidiano e Os maus modos de produção dos escravos; ANPUH. 1986. (Encontro).

231.
.Trabalho apresentado no Seminário Crime e castigo: estudos sobre aspectos da criminalidade na República: Medo branco de almas negras: escravos, libertos e republicanos na cidade do Rio;. 1985. (Seminário).

232.
.Participação no ciclo de debates Escravidão e liberdade na cidade do Rio; Arquivo Geral da Cidade do Rio de Janeiro. 1985. (Outra).

233.
Jornada do Negro pela Assembléia Constituinte (Ciclo de debates).Participação em mesa redonda: Cultura negra e educação; UNICAMP. 1985. (Outra).

234.
.Coordenador do curso de extensão Pesquisa e análise documental; UFOP. 1984. (Outra).

235.
Seminário Interdisciplinar de Pesquisa Histórica.Trabalho apresentado:Notas sobre condições de vida e relações de amor entre os membros das classes populares da cidade do Rio de Janeiro na Primeira República; UFF. 1983. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
CHALHOUB, S.. Simpósio: Internationalizing Machado de Assis. 2009. (Outro).

2.
CHALHOUB, S.. Coordenação do seminário temático ?História e Literatura?, no XIII Encontro Regional de História, ANPUH-SP. 2004. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Tese de doutorado
1.
Laila Thaís Correa e Silva. Dos projetos literários dos 'homens de letras' à literatura combativa das 'mulheres de letras': imprensa, literatura e gênero no Brasil de fins do século XIX. Início: 2016. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. (Orientador).

2.
José Pereira de Santana Neto. Apenas os dos seus ?parentes? e os dos ?proprietários influentes?: o Fundo de Emancipação em São Francisco do Conde, recôncavo baiano (1871-1888). Início: 2013. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. (Orientador).

3.
Israel Ozanam de Sousa Cunha. Boemia literária, crime e trabalho: a produção das diferenças em Recife nos tempos de Dr. Anísio (1875-1916). Início: 2013. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. (Orientador).

4.
Daniele Maria Megid. ?Tão culpada quanto Capitu?: ficção, uxoricídio e política de gênero no tempo de Dom Casmurro. Início: 2012. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Larissa Alves Mundim. Nos labirintos de Clio: política, indianismo e história na poesia de Machado de Assis. 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

2.
Dayana Façanha de Carvalho. Política e escravidão em "O tronco do ipê", de José de Alencar: o surgimento de Sênio e os debates em torno da emancipação, 1870-1871. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

3.
Daniele Maria Megid. À roda de Brás Cubas: literatura, ciência e personagens femininas em Machado de Assis. 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

4.
Luciana da Cruz Brito. Sob o rigor da lei: africanos e africanas na legislação baiana (1830-1844). 2009. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

5.
Lívia Maria Botin. Trajetórias cruzadas: meninos(as), moleques e juízes em Campinas (1866-1899). 2007. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

6.
Ana Flávia Cernic Ramos. Política e humor nos últimos anos da monarquia: a série 'Balas de Estalo (1883-1884). 2005. 0 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

7.
Daniela Magalhães da Silveira. Contos de Machado de Assis: leituras e leitores do 'Jornal das Famílias'. 2005. 0 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Sidney Chalhoub.

8.
Vanessa Viviane de Castro Sial. Das igrejas ao cemitério: políticas públicas sobre a morte no Recife do século XIX. 2005. 0 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

9.
Ana Gomes Porto. Crimes em letras de forma. Sangue, gatunagem e um misterioso esqueleto na imprensa do prelúdio republicano.. 2003. 0 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

10.
Maria do Socorro Rangel. Medo da morte e esperança de vida: uma história das Ligas Camponesas na Paraíba. 2000. 0 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

11.
Marco Cícero Cavallini. O Diário de Machado: A Política do Segundo Reinado Sob A Pena de Um Jovem Cronista Liberal. 1999. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

12.
Fabiane Popinigis. Trabalhadores e patuscos: os caixeiros e o movimento pelo fechamento das portas no Rio de Janeiro (1850-1912). 1998. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

13.
João Paulo Coelho de Souza Rodrigues. A dança das cadeiras: literatura e política na Academia Brasileira de Letras (1896-1913). 1998. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

14.
Tania Salgado Pimenta. As artes de curar: um estudo a partir dos documentos da fisicatura-mor no Brasil do começo do século XIX. 1997. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

15.
Antonio Liberac Cardoso Simões Pires. A capoeira no jogo das cores: criminalidade, cultura e racismo na cidade do Rio de Janeiro (1890-1937). 1996. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

16.
Silvia Cristina Martins de Souza e Silva. Idéias encenadas: uma interpretação de O Demônio Familiar, de José de Alencar. 1996. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

17.
Denilson Botelho de Deus. A pátria que quisera ter era um mito: uma introdução ao pensamento político de Lima Barreto. 1996. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

18.
Aldrin Moura de Figueiredo. A cidade dos encantados: pajelanças, feitiçarias e religiões afro-brasileiras na Amazônia. 1996. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Sidney Chalhoub.

19.
Gabriela dos Reis Sampaio. Nas trincheiras da cura: médicos e curandeiros no Rio de Janeiro do século XIX. 1995. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

20.
Carlos Eugênio Líbano Soares. A negrada instituição: os capoeiras no Rio de Janeiro (1850-1890). 1993. 0 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Sidney Chalhoub.

21.
Maria Leônia Chaves de Resende. Visões da conquista: verso e reverso. As missões jesuíticas nos séculos XVI/XVII. 1993. 0 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

22.
Adriana Romeiro. Todos os caminhos levam ao céu: relações entre cultura popular e cultura erudita no Brasil do século XVI. 1991. 0 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

23.
Maria Antonieta Gomes Penteado. Estratégia da fome: trabalhadores e trabalhadoras da cana, maio de 1984 (movimentos sociais em São Paulo). 1990. 0 f. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas, . Orientador: Sidney Chalhoub.

Tese de doutorado
1.
Karina Moreira Ribeiro da Silva e Melo. Histórias indígenas em contextos de formação de Estados nacionais: charruas, guaranis e minuanos nas fronteiras entre Argentina, Brasil e Uruguai (1801-1818). 2017. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

2.
Soraia Sales Dornelles. A questão indígena e o império: índios, terra, trabalho e violência na província paulista, 1845-1891. 2017. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

3.
Ludmila de Souza Maia. Viajantes de saias: gênero, literatura e viagem em Adèle Toussaint-Samson e Nísia Floresta (Europa e Brasil, século XIX). 2016. Tese (Doutorado em Doutorado em História Social Unicamp) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Sidney Chalhoub.

4.
Ana Flávia Magalhães Pinto. Fortes laços em linhas rotas: pensadores negros, racismo e cidadania da São PAulo e no Rio de Janeiro da segunda metade do século XIX. 2014. Tese (Doutorado em Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

5.
Iacy Maia Mata. Conspirações da ?raça de cor?: escravidão, liberdade e tensões raciais em Santiago de Cuba (1864-1881). 2013. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, . Orientador: Sidney Chalhoub.

6.
Cássia Daiane Macedo da Silveira. Tudo é novo sob o sol: modernidade e trocas literárias entre Rio de Janeiro e Porto Alegre nas primeiras décadas da República. 2013. Tese (Doutorado em Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Sidney Chalhoub.

7.
Giovana Xavier da Conceição Cortês. Brancas de almas negras? Beleza, racialização e cosmética na imprensa negra pós-emancipação (EUA, 1890-1930). 2012. 0 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

8.
Ana Flávia Cernic Ramos. As máscaras de Lélio: ficção e realidade nas ?Balas de Estalo? de Machado de Assis. 2010. 0 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

9.
Ana Gomes Porto. Novelas sangrentas: literatura de crime no Brasil (1870-1920). 2009. 0 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

10.
Carlos Eduardo Moreira de Araújo. Cárceres imperiais: a Casa de Correção do Rio de Janeiro. Seus detentos e o sistema prisional no Império, 1830-1861. 2009. 0 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Sidney Chalhoub.

11.
Daniela Magalhães da Silveira. Fábrica de contos: as mulheres diante do cientificismo em contos de Machado de Assis. 2009. 0 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

12.
Marco Cícero Cavallini. Letras políticas: a crítica social do Segundo Reinado na ficção de Machado de Assis. 2005. 0 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

13.
Marcelo Balaban. Poeta do lápis: a trajetória de Ângelo Agostini no Brasil Imperial - São Paulo e Rio de Janeiro - 1864-1888. 2005. 0 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

14.
Fabiane Popinigis. Operários de casaca'? Relações de trabalho e lazer no comércio carioca na virada dos séculos XIX e XX.. 2003. 0 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

15.
Fernando Sérgio Dumas. Os caboclos das águas pretas: saúde, ambiente e trabalho no século XX. 2003. 0 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, . Orientador: Sidney Chalhoub.

16.
Tania Salgado Pimenta. O exercício das artes de curar no Rio de Janeiro (1828 a 1855). 2003. 0 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

17.
João Paulo Coelho de Souza Rodrigues. A pátria e a flor: língua, literatura e identidade nacional no Brasil, 1840-1930.. 2002. 0 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

18.
Antonio Liberac Cardoso Simões Pires. Movimentos da cultura afro-brasileira: a formação histórica da capoeira contemporânea, 1890 a1950. 2001. 0 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

19.
Aldrin Moura de Figueiredo. Eternos modernos: uma história social da arte e da literatura na Amazônia, 1908-1929.. 2001. 0 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, . Orientador: Sidney Chalhoub.

20.
Denilson Botelho de Deus. Letras militantes: história, política e literatura em Lima Barreto. 2001. 0 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

21.
Gabriela dos Reis Sampaio. A história do feiticeiro Juca Rosa: cultura e relações sociais no Rio de Janeiro imperial. 2000. 0 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

22.
Silvia Cristina Martins de Souza e Silva. As noites do Ginásio: teatro e tensões culturais na Corte (1832-1868). 2000. 0 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

23.
Jane Felipe Beltrão. Cólera, o flagelo da Belém do Grão Pará. 1999. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, . Orientador: Sidney Chalhoub.

24.
Maria de Nazaré Sarges. Memória do "Velho" Intendente: Antônio Lemos - 1869-1973. 1998. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, . Orientador: Sidney Chalhoub.

25.
Carlos Eugênio Líbano Soares. A capoeira escrava no Rio de Janeiro: 1808-1850. 1998. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

26.
Vera Regina Beltrão Marques. Do espetáculo da natureza à natureza do espetáculo - boticários no Brasil setecentista. 1998. Tese - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

27.
Adriana Romeiro. Um visionário na Corte de D. João V: revolta e milenarismo nas Minas Gerais. 1996. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

Supervisão de pós-doutorado
1.
Patrícia Maria Melo Sampaio. 2012. Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Sidney Chalhoub.

2.
Cilene Margarete Pereira. 2012. Universidade Estadual de Campinas, . Sidney Chalhoub.

3.
Regianne Medeiros. 2010. Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Sidney Chalhoub.

4.
Magali Gouvêa Engel. 2010. Universidade Estadual de Campinas, . Sidney Chalhoub.

5.
Maria de Fátima Novaes Pires. Travessias a caminho: o tráfico de escravos dos sertoins de cima para Sam Paulo. Caetité-BA, 1860-1880. 2009. Universidade Estadual de Campinas, . Sidney Chalhoub.

6.
Ronaldo Pereira de Jesus. Entre súplicas e suplicantes: imagem e auto-imagem de d. Pedro II e da monarquia. 2008. Universidade Federal de Ouro Preto, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Sidney Chalhoub.

7.
Vera Regina Beltrão Marques. 2007. Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Sidney Chalhoub.

8.
Elciene Azevedo. 2006. Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Sidney Chalhoub.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Guido Guimarães Santos. Literatura, imprensa e política: a publicação de A carteira de meu tio (1855), de Joaquim Manuel de Macedo (1820-1882). 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

2.
Laila T. Correa e Silva. ?Cousas futuras? em Machado de Assis: conflitos e incertezas em torno de 28 de setembro de 1871. 2015. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Sidney Chalhoub.

3.
Amanda Servidoni Jodas. A questão racial no romance O mulato: uma análise sobre a obra de Aluísio Azevedo e sua relação com a imprensa da época. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia. Orientador: Sidney Chalhoub.

4.
Anita de Souza Lazarim. Vadios, bêbados, fugidos e desordeiros: um estudo sobre vigilância policial e a Casa de Detenção da Corte do Rio de Janeiro (1860-1880). 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Sidney Chalhoub.

5.
Letícia Graziele Basílio de Freitas. Escravos nos tribunais: o recurso à legislação emancipacionista em ações de liberdade do século XIX. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

6.
Dayana Façanha de Carvalho. Política e crítica social em Til, de José de Alencar. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

7.
Ana Paula Cardozo de Souza. O Florianismo em crônicas de Machado de Assis (1892-4). 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

8.
Ana Paula Cardozo de Souza. A Semana: a república em crônicas de Machado de Assis (1892-3. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Sidney Chalhoub.

9.
Aline Cristina de Sá Rocha Ribeiro. Alforria condicional: entre a escravidão e a liberdade no século XIX brasileiro. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Sidney Chalhoub.

10.
Daniele Maria Megid. Mulheres de jornal: personagens femininas em romances-folhetins de Machado de Assis. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

11.
Ludmila de Souza Maia. Males do peito, febres da alma: representações românticas da tísica no século XIX. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Sidney Chalhoub.

12.
Fábio Lage da Rocha. Da escravidão à liberdade: abolição e pós-emancipação em São Paulo (1888-1890). 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Sidney Chalhoub.

13.
Heloísa Bedendo. A Casa de Detenção da Corte: controle social e questão escravista no final do século XIX. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

14.
Juliana Bulgarelli. As religiões de João do Rio.. 2005. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Sidney Chalhoub.

15.
Deborah Katsuragawa. O mundo de Sofia: Machado de Assis e as leitoras de Quincas Borba. 2003. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

16.
Lívia Maria Botin. Meninos e moleques em Campinas na segunda metade do século XIX. 2003. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

17.
Karen de Souza Rodrigues. Ridendo castigat mores: a Semana Illustrada de Henrique Fleiuss e a formação da imprensa ilustrada no Brasil, 1860-1876. 2003. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

18.
Letícia Canelas. Um Brasil Pitoresco à colonização: Charles Ribeyrolles e a questão do trabalho no Brasil imperial.. 2002. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Sidney Chalhoub.

19.
Juliana Gesuelli Meirelles. Das margens ao centro: notas sobre a trajetória político-literária de Valentim Magalhães (1883-1885). 2001. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Sidney Chalhoub.

20.
Ana Flávia Cernic Ramos. História e crônica: `Balas de Estalo´ e as questões políticas e sociais de seu tempo (1883-1887).. 2001. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Sidney Chalhoub.

21.
Analia Cherñavsky. Martins Pena e a mania de ópera no Rio de Janeiro do século XIX. 1999. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Sidney Chalhoub.

22.
Ana Gomes Porto. Crime e industrialização em São Paulo no início do século XIX. 1999. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Sidney Chalhoub.

23.
Fabiane Popinigis. A construção do povo pelo Correio da Manhã no Rio de Janeiro (1906). 1995. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Sidney Chalhoub.

24.
João Paulo Coelho de Souza Rodrigues. Boemia e identidade: os literatos cariocas da Belle Époque. 1995. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Sidney Chalhoub.

25.
Ana Paula Palamartchuk. Construindo um Novo Mundo: escritores e artistas, o engajamento político de esquerda e a URSS. Brasil: 1930-1956. 1994. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Sidney Chalhoub.

26.
Marco Cícero Cavallini. Machado de Assis e a história do Segundo Reinado: uma interpretação de Iaiá Garcia. 1994. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Sidney Chalhoub.

27.
Maurício de Carvalho Teixeira. Samoiedas e javaneses: Lima Barreto diante da questão racial (Rio de Janeiro, 1900-1922). 1994. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas. Orientador: Sidney Chalhoub.

Iniciação científica
1.
Natália Vicente Jarenko. A figura do negro feiticeiro na literatura e imprensa do século XIX e a polêmica em torno dos rumos da escravidão no Brasil. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

2.
Guido Guimarães Santos. Literatura, imprensa e sátira política: uma leitura de A carteira de meu tio no periódico Marmota Fluminense. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

3.
Amanda Servidoni Jodas. A questão racial no romance O mulato: uma análise sobre a obra de Aluísio Azevedo e sua relação com a imprensa da época. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

4.
Raryane Valéria Pereira da Silva. História e literatura: Memórias de um sargento de milícias, um folhetim do Correio Mercantil (1852-3). 2012. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

5.
Anderson Pimentel Silva. O grande medo de 1852: escravização ilegal e precarização da liberdade no Brasil Império. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

6.
Dayana Façanha de Carvalho. Escravidão e política em romances de José de Alencar: O tronco do ipê e Til. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

7.
Letícia Graziele Basílio de Freitas. Escravos nos tribunais: o recurso à legislação emancipacionista em ações de liberdade do século XIX. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

8.
Priscila Salvaia. O olhar retrospectivo de Machado de Assis em Esaú e Jacó: vivências e considerações acerca da monarquia e do republicanismo no Brasil. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

9.
Daniele Maria Megid. A literatura na imprensa: uma análise de Iaiá Garcia no jornal O Cruzeiro. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

10.
Clariana Lucas. Mulher de malandro? O cotidiano das tias baianas no Rio de Janeiro da Belle Époque. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

11.
Harian Pires Braga. Na contramão. A resposta senhorial valeparaibana à emancipação dos escravos, 1850-1888. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

12.
Joice Fernanda de Souza Oliveira. Ações coletivas de escravos: vivências ladinas e resistência na escravidão brasileira. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Serviço de Apoio ao Estudante. Orientador: Sidney Chalhoub.

13.
Fabio Lage da Rocha. Sob as penas da imprensa: negros, abolição e jornais em São Paulo (1888). 2007. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

14.
Amanda Ribeiro Mafra Andrade. História e loucura: a experiência de Lima Barreto. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

15.
Ludmila de Souza Maia. A epidemia do verão de 1889: as repercussões na imprensa e os ecos na memória de Campinas. 2006. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

16.
Heloísa Bedendo. Trabalhadores e detentos: o mundo do trabalho urbano e a Casa de Detenção do Rio de Janeiro (1860-1880). 2005. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

17.
Fábio Lage da Rocha. Entre tensões e solidariedades: os crimes de escravos em São Paulo na segunda metade do século XIX. 2005. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

18.
Wagner Carboni. Defensores da Pátria: O imaginário sobre a escravidão e a utilização de recém-alforriados na Guerra do Paraguai (1866-1871). 2004. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

19.
Lívia Maria Botin. Meninos e moleques em Campinas na segunda metade do século XIX. 2003. 0 f. Iniciação Científica - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

20.
Deborah Katsuragawa. O mundo de Sofia: Machado de Assis e as leitoras de Quincas Borba. 2003. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

21.
Karen de Souza Rodrigues. Ridendo castigat mores: a Semana Illustrada de Henrique Fleiuss e a formação da imprensa ilustrada no Brasil, 1860-1876. 2003. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

22.
Karen de Sousa. A História nas histórias de Machado de Assis: as crônicas dos anos 1870.. 2002. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

23.
Letícia Canelas. Um Brasil pitoresco à colonização.. 2002. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

24.
Ana Flávia Cernic Ramos. História e crônica: a série Balas de Estalo da Gazeta de Notícias. 1999. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

25.
Juliana Gesuelli Meirelles. História e crônica no Rio de Janeiro na segunda metade do século XIX. 1999. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

26.
Ana Gomes Porto. Crime e industrialização em São Paulo no início do século XX. 1999. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

27.
Ana Carolina Feracin da Silva. Cultura popular: um problema histórico e seus desafios. 1997. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

28.
João Paulo Rodrigues. Cafés e confeitarias no Rio de Janeiro da Belle Époque. 1995. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

29.
Fabiane Popinigis. A construção do povo no Correio da Manhã. 1995. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

30.
Ana Paula Palamartchuk. Companheiros de viagem: intelectuais e engajamento de esquerda (Brasil 1930-1956). 1994. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Sidney Chalhoub.

31.
Itamarati de Lima. Cidade febril: o Rio de Janeiro no tempo de Machado de Assis. 1993. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

32.
Gabriela dos Reis Sampaio. Cidade febril: o Rio de Janeiro no tempo de Machado de Assis. 1993. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.

33.
Miriam Rossi. Cidade febril: o Rio de Janeiro no tempo de Machado de Assis. 1992. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Estadual de Campinas, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Sidney Chalhoub.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/12/2018 às 7:04:58