Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3246683197718111
  • Última atualização do currículo em 10/08/2018


Graduação em História pela Universidade de Brasília (1987), doutorado em História Medieval - Universidad Complutense de Madrid (1993), estágio pós-doutoral em História do Direito e das Instituições - Universidade Nova de Lisboa (2002) e em História do Pensamento Jurídico - Università Degli Studi di Firenze (2015-2016). Atualmente, é Professora Associada 1 no Departamento de História da Universidade de Brasília (UnB) e do Programa de Pós-graduação em História; compartilha a coordenação do Programa de Estudos Medievais (PEM-UnB). Principais temas de pesquisa: história do poder e da justiça ibérica medieval, lógicas da tradição ibérica, monacato medieval ibérico. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho
Nome em citações bibliográficas
COELHO, M. F. C.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de Brasília, Departamento de História.
Universidade de Brasília (UnB)
Asa Norte
70910900 - Brasília, DF - Brasil
Telefone: (61) 31077375
URL da Homepage: http://his.unb.br


Formação acadêmica/titulação


1988 - 1993
Doutorado em História.
Universidad Complutense de Madrid, UCM, Espanha.
Título: Expresiones del Poder Feudal: El Císter Femenino en León (Siglos XII y XIII), Ano de obtenção: 1993.
Orientador: Reyna Pastor.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Poder Feudal; Idade Média; Espanha; História das mulheres; Reino de León; Ordem de Cister.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Outros Setores.
1982 - 1987
Graduação em História.
Universidade de Brasília, UnB, Brasil.


Pós-doutorado


2015 - 2016
Pós-Doutorado.
Università degli Studi di Firenze, UNIFI, Itália.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
2002 - 2004
Pós-Doutorado.
Universidade Nova de Lisboa, UNL, Portugal.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas
Grande Área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Direito / Subárea: Teoria do Direito / Especialidade: História do Direito.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da Justiça.


Atuação Profissional



Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professora Associada 1, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2004 - 2006
Vínculo: Professor Substituto, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2000 - 2000
Vínculo: Professor Substituto, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 20

Atividades

08/2008 - Atual
Ensino, História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria e Metodologia da História
Tópicos Especiais em História Social
08/2008 - Atual
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Disciplinas Optativas em História Medieval
História Medieval 1
História Medieval 2
Introdução ao Estudo da História
02/2012 - 02/2014
Direção e administração, PPGHIS - UnB, .

Cargo ou função
Coordenador de Programa.
05/2010 - 03/2012
Conselhos, Comissões e Consultoria, Câmara de Pesquisa e Pós-graduação, .

Cargo ou função
Representante (suplente) do Instituto de Ciências Humanas (IH).
11/2010 - 12/2010
Conselhos, Comissões e Consultoria, PPGHIS - UnB, .

Cargo ou função
Membro da Banca do Processo de Seleção de Mestrado ? Área de Concentração em História Social..
04/2010 - 04/2010
Conselhos, Comissões e Consultoria, PPGHIS - UnB, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Examinadora para analisar e emitir parecer sobre as candidaturas do processo seletivo interno ao Programa de doutorado no País com Estágio no Exterior (PDEE/CAPES).
03/2010 - 04/2010
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de História, .

Cargo ou função
Presidir comissão para emitir parecer sobre o convênio de cooperação entre a UnB a UFF e a UERJ.
03/2010 - 03/2010
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de História, .

Cargo ou função
Presidente da comissão para analisar e emitir parecer sobre convênio de cooperação a ser firmado entre a Fundação Universidade de Brasília (FUB), a Universidade Federal Fluminense (UFF) e a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).
8/2004 - 07/2006
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Social e Política do Brasil
Introducão à História
8/2000 - 12/2000
Ensino, História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Construção e Representação do Poder Laico na Península Ibérica - Séc. XII-XV.
5/2000 - 12/2000
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Medieval I
Introdução à História

Programa de pós-Graduação em História - UnB, PPGHIS - UNB, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor do quadro permanente, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

3/2016 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, PPGHIS - UnB, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Pós-Graduação.
3/2013 - Atual
Ensino, História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Tópicos Especiais da LP Instituições, Política e Relações de Poder
08/2008 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , PPGHIS - UnB, .

02/2012 - 02/2014
Direção e administração, PPGHIS - UnB, .

Cargo ou função
Coordenadora do PPGHIS.
11/2008 - 05/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, PPGHIS - UnB, .

Cargo ou função
Representante da Área de Concentração em História Social.
11/2008 - 05/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, PPGHIS - UnB, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Pós-Graduação.

Università degli Studi di Firenze, UNIFI, Itália.
Vínculo institucional

2015 - 2016
Vínculo: Estágio Pós-doutoral, Enquadramento Funcional: pesquisadora
Outras informações
Estágio Pós-doutoral


Universidade de Lisboa, UL, Portugal.
Vínculo institucional

2002 - 2004
Vínculo: Pesquisador Visitante, Enquadramento Funcional: Pesquisador Visitante, Carga horária: 0


Associação Brasileira de Estudos Medievais, ABREM, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2013
Vínculo: Associada, Enquadramento Funcional: Vice-presidente


União Pioneira de Integração Social, UPIS, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - 2008
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20

Atividades

09/2005 - 7/2008
Ensino, História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Limites da representação e identidade partidárias
Métodos e técnicas de pesquisa
O modelo da justiça em crise
Pecado e delito no Brasil colônia
8/1997 - 7/2008
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Fundamentos de História Antiga e Medieval
História Antiga e Medieval II
Teoria da História
Tópico Especial em História
Tópicos Especiais de História Antiga e Medieval
08/1997 - 7/2008
Ensino, Turismo, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da Arte
Projeto Interdisciplinar - Museus e Turismo
04/2006 - 12/2007
Extensão universitária , Faculdade de Educação Ciências e Letras, .

Atividade de extensão realizada
Curso de Leitura Paleográfica.

Comissão Nacional V Centenário, CNVC, Brasil.
Vínculo institucional

1999 - 2000
Vínculo: , Enquadramento Funcional: pesquisadora


Ministério das Relações Exteriores - DF, MRE, Brasil.
Vínculo institucional

1984 - 1984
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: bolsista

Vínculo institucional

1982 - 1983
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: bolsista

Atividades

06/1982 - 12/1983
Estágios , Fundação Alexandre de Gusmão, .

Estágio realizado
Arranjo e catalogação da documentação histórica consular.


Linhas de pesquisa


1.
Política, instituições e relações de poder

Objetivo: A LP faz parte da Área de Concentração, "Sociedade, Cultura e Pólítica" do Programa de Pós-Graduação em História (PPGHIS) da Universidade de Brasília (UnB), e abriga pesquisadores que se dedicam ao estudo do poder, sua construção e exercício. A concepção de História Política desta linha reconhece no Estado e nas instituições um espaço privilegiado para o exercício do poder, sem descurar a importância de outras instâncias de poder que interagem com as formas estatais, tanto pela via da cooperação como pela oposição e resistência. Alinha-se também à Nova História Política, que estuda o poder como campo de representação social e exercício de dominação/controle por diferentes tipos de atores (estatais e da sociedade civil), em seus diferentes níveis, desde aquele das relações internacionais aos micropoderes da vida cotidiana. Os projetos que integram a LP refletem, ainda, o debate entre a História Política e a História do Político, contemplando abordagens que privilegiam a Política no âmbito das instituições, bem como aquelas que se centram mais no Político, ou seja, nas dinâmicas sociais que permitem interpretar a ação política, e nos modelos, formas e pensamentos que constituem seus referenciais. A temporalidade estende-se das sociedades pré-modernas às contemporâneas, o que obriga a considerar diferentes concepções de Política que abarquem não somente esses diversos períodos da História, mas que, dentro de cada um desses períodos, expliquem a vida política de forma plural e complexa. Neste campo, os projetos procuram definir os domínios do político, assim como as formas da ação política. Em termos da abrangência geográfica, a LP compreende o espaço quer numa perspectiva global, especialmente no campo da história da política externa e das relações internacionais, quer dentro dos limites do estado-nação, ou ainda numa concepção cujas fronteiras eram definidas por lógicas políticas próprias das dinastias e linhagens..


Projetos de pesquisa


2015 - 2016
Jurisdição e experiência política: a construção da aristocracia cristã em Portugal (séc. XII-XIII)
Descrição: Este projeto embasa os estudos de pós-doutorado que se realizam na Scuola de Giurisprudenza da Università Degli Studi di Firenze, sob a supervisão do Prof. Paolo Cappellini. Trata-se de pesquisa que objetiva compreender de que forma confluem o conceito medieval de jurisdição, o modelo político corporativo e o exercício do poder régio. Em termos históricos, e como desdobramento de três pesquisas anteriores, pretende-se analisar a institucionalização, em Portugal, nos séculos XII e XIII, da monarquia (dinastia de Borgonha) e a ordem monástica de Cister, em profunda simbiose. O maior interesse é o de entender a construção dessas instituições, em sociedade, e em estreita relação com as redes políticas, que constituem a aristocracia cristã. Portanto, o estudo do poder monárquico na época da primeira dinastia portuguesa (Borgonha), acrescentando-lhe outra perspectiva institucional, a dos mosteiros cistercienses, que nessa época têm um grande protagonismo. Normalmente, esses dois temas são estudados de forma separada pelos historiadores, embora a construção do objeto de estudo, feita dessa forma, reforce uma certa ideia de ?institucionalidade? anacrônica. A experiência dos atores no tempo revela uma compreensão do conceito ?instituição monástica? que se funde com outros conceitos que formam a identidade da nobreza/monarquia, como a honra, o serviço e o benefício. Ao mesmo tempo, o sucesso institucional dessas casas monásticas certamente concorreu positivamente para o assentamento e a territorialização das linhagens e da monarquia. Clero, nobreza e monarquia são a aristocracia cristã, a ordem superior.Do ponto de vista da teoria jurídico-política, destaca-se o papel central do conceito de jurisdição na vida institucional e política da primeira dinastia de Portugal, na qual os mosteiros cistercienses, também por meio da jurisdição, foram um canal primordial para o fortalecimento da aristocracia cristã..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Alianças políticas matrimoniais na Idade Média
Descrição: Este projeto tem por objetivo acolher pesquisas de iniciação científica e de pós-graduação que se dediquem a estudar o problema dos casamentos régios e nobliliárquicos na Idade Média, sob a perspectiva da História Política.A renovação do campo tem estimulado nos últimos tempos abordagens de cunho culturalista, renovando por consequência a percepção que os historiadores tinham das instituições e do direito. Assim, o casamento, na qualidade de instituição fundante da sociedade cristã, adquire também um papel importante nas relações políticas dos diferentes reinos, bem como na estruturação de uma intrincada rede de solidariedades e fidelidades políticas nobiliárquicas e monárquicas. Pretende-se analisar esses matrimônios dentro do contexto político em que foram gestados, de forma a perceber como os atores políticos envolvidos estabeleciam as alianças, e compreender as lógicas adotadas numa dinâmica de cenários em construção cujos resultados eram imprevisíveis..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho - Coordenador / Marcos Vinícius Marinho Fernandes - Integrante / Ana Beatriz Sales Sobral - Integrante / Juliana Silva Santos - Integrante.Número de orientações: 5
2012 - Atual
A comunidade política cristã: discursos e modos de governar
Descrição: Este projeto abriga propostas que se dediquem ao estudo do poder entre a plena e baixa Idade Média, principalmente no que diz respeito às instituições e seus discursos políticos/ jurídicos. Interessa, igualmente, compreender as formas como a política e a religião se entrelaçam na construção da tradição sobre o poder e da difusão e apropriação de modos de governar. Assim, igreja e monarquia ocupam lugar de destaque no projeto, numa perspectiva que privilegie sua compreensão em sociedade. Instituições cuja trajetória e legitimidade política se assentam numa tradição que é confrontada e tensionada permanentemente pelos desafios políticos originados dos pactos e alianças que configuram a própria comunidade política cristã..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (4) .
Integrantes: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho - Coordenador / Alécio Nunes Fernandes - Integrante / Marcelo Tadeu dos Santos - Integrante / Michele Araújo - Integrante / José Willem Carneiro Paiva - Integrante / Geovane Cardoso Dias Sousa - Integrante / José Vítor de Lucena Canabrava - Integrante / Felipe Ferreira de Paula Pessoa - Integrante / Vinicius Conceição - Integrante / André Luís Ferreira Rosa Junior - Integrante / Cássio Lopes Aquino - Integrante / Gabriel Soledade Pereira Lima - Integrante / Camila Cardoso dos Santos - Integrante.Número de orientações: 12
2012 - Atual
O modelo centralista na Idade Média: entre a história de uma tradição e a tradição de uma história
Descrição: O projeto pretende estudar alguns aspectos essenciais do entrelaçamento de duas realidades históricas que deram corpo, no ocidente cristão, à chamada centralização política: por um lado, as realidades políticas que foram forjando o fortalecimento e a institucionalização de aparatos burocráticos de poder, identificados como estatais; por outro lado, a historiografia que, em seu papel de intérprete do passado, frequentemente conferiu às experiências históricas uma dinâmica teleológica que deu ao modelo de centralização política dos séculos XIX e XX uma espécie de certificado de natureza. Para compreender esse entrelaçamento, o projeto prevê o estudo de alguns casos ?tradicionais? de sucesso/fracasso no que tange à centralização do poder na Idade Média, no âmbito da monarquia e do papado medieval, principalmente com relação à Península Ibérica. Trata-se de fazer uma releitura das fontes tradicionalmente privilegiadas pela historiografia política, ou seja os "corpora" de caráter legislativo, normalmente entendidos como ponto de partida das ações políticas impositivas do centro do poder, para, ao contrário, descobrir a história que permitiu a sua construção, fruto das tensões políticas e dos pactos. Sobretudo, olhar para esses documentos como pontos de chegada. Para tanto, será preciso levar em consideração na pesquisa, também os documentos de caráter menos ?institucional?, dos quais se espera conseguir indícios e evidências que permitam deslindar a construção e o fortalecimento dessas instituições, em sociedade..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho - Coordenador / Magda Rita Duarte - Integrante.Número de orientações: 3
2011 - 2014
O modelo corporativo nas Siete Partidas do rei Alfonso X, o Sábio (séc. XIII)
Descrição: As Siete Partidas Del Rey Alfonso, El Sabio são o resultado do esforço compilador levado a cabo pela cúria régia castelhana na segunda metade do século XIII. Esse corpus documental reúne leis - ?que o costume consagrou? - muito anteriores à data de sua compilação e reveste-se de extraordinário valor para o historiador porque permite desvendar as estratégias da construção da autoridade e de suas lógicas discursivas na Península Ibérica, numa perspectiva temporal de longa duração. Apesar desse "corpus" ser muito estudado pelos historiadores, faltam ainda análises que se dediquem a entendê-lo sob a ótica do modelo corporativo. Este projeto objetiva formar um corpo de pesquisadores, alunos da graduação em História que, sob orientação de um docente especialista na área, poderão dar os primeiros passos no ofício de historiador..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (6) .
Integrantes: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho - Coordenador / Amanda Oliveira de Faria Junqueira - Integrante / Dayane Faria de Souza - Integrante / Isabela Gomes Parucker - Integrante / Carlos Augusto Marcovicz De Carli - Integrante / Clarice Aguiar - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 6
2009 - 2013
O modelo corporativo nas Ordenações Afonsinas
Descrição: As Ordenações Afonsinas são o resultado do esforço compilador levado a cabo pela cúria régia portuguesa entre o final do século XIV e início do século XV, finalizado no reinado de Afonso V. Diferentemente das compilações que lhe sucederam ? as Ordenações Manuelinas e as Ordenações Filipinas ? as Ordenações Afonsinas não receberam muita atenção por parte dos historiadores.Entretanto, elas encerram um manancial extraordinário de informações concernentes a todos os aspectos da vida em sociedade, e não somente àquilo que se convencionou entender como "corpus" jurídico e pilar institucional do estado. O projeto tem por finalidade estudar as lógicas da sociedade corporativa por meio do discurso jurídico que modela as Ordenações Afonsinas e possibilitar a formação de pesquisadores em História, por meio da iniciação científica no curso de graduação em História..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) .
Integrantes: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho - Coordenador / Letícia Coelho Félix - Integrante / Ana Luísa Pereira Lourenço - Integrante / Géssika Mayumi Nakandakari Reis - Integrante / Maria Eduarda Praxedes Silva - Integrante / Luísa Tollendal Prudente - Integrante.
Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 4
2008 - 2012
Cultura política, instituições medievais e tradição ibérica
Descrição: O estudo do poder, com base em fontes primárias que permitam compreender algumas lógicas matriciais da tradição ibérica, sobretudo aquelas que elucidam sobre a construção, exercício e submissão a esse mesmo poder. A proposta é analisar algumas instituições da Península Ibérica, entre a plena e a baixa Idade Média, mas, também, do Brasil colônia, com o objetivo de perceber as dinâmicas envolvidas nos diferentes processos de sua apropriação e interpretação pelos atores sociais. A idéia principal é identificar as trajetórias percorridas por determinadas práticas, que contribuiram para fundar uma cultura política, terminando por configurar-se como tradição..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) .
Integrantes: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho - Coordenador / Alécio Nunes Fernandes - Integrante / Marcelo Tadeu dos Santos - Integrante / Guilherme de Carvalho Amorim - Integrante.
Número de produções C, T & A: 26 / Número de orientações: 3


Outros Projetos


2001 - 2004
A justiça d'além-mar: lógicas jurídicas em Pernambuco (séc. XVIII)
Descrição: Memória de pós-doutorado.
Situação: Concluído; Natureza: Outra.


Membro de corpo editorial


2017 - Atual
Periódico: Boletín Scriptorium
2017 - Atual
Periódico: Boletín Scriptorium
2016 - Atual
Periódico: VEREDAS DA HISTÓRIA
2015 - Atual
Periódico: Journal of Medieval Iberian Studies
2014 - 2016
Periódico: história, histórias
2012 - 2014
Periódico: história, histórias
2011 - Atual
Periódico: Medievalista
2010 - 2011
Periódico: Textos de Historia (UnB)
2009 - 2010
Periódico: Textos de Historia (UnB)


Membro de comitê de assessoramento


2015 - Atual
Agência de fomento: Agencia Nacional de Evaluación y Prospectiva


Revisor de projeto de fomento


2017 - 2017
Agência de fomento: Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal
2017 - 2017
Agência de fomento: Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal
2017 - 2017
Agência de fomento: Fundação de Apoio à Pesquisa do Distrito Federal


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval/Especialidade: Península Ibérica.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História das Ciências/Especialidade: História do Direito e das Instituições.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil Colônia.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Italiano
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2004
Prêmio Dinah Silveira de Queiróz, União Brasileira de Escritores.
2000
Mérito Cultural, União Brasileira de Escritores.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
COELHO, M. F. C.2017COELHO, M. F. C.. 'Não há que duvidar, pois a Igreja o determina'; estratégias eclesiásticas da política monárquica (Portugal, séc. XV). VEREDAS DA HISTÓRIA, v. 10, p. 291-309, 2017.

2.
COELHO, M. F. C.2016 COELHO, M. F. C.. Entre Bolonha e Portugal: a experiência política do conceito 'iurisdictio' (séc. XII e XIII). REVISTA DA FACULDADE DE DIREITO (UFPR), v. 61, p. 61-93, 2016.

3.
COELHO, M. F. C.2016COELHO, M. F. C.. Cartas políticas da dinastia de Avis: a arte de ditar o bem comum. Revista Brasileira de História (Online), v. 36, p. 10-28, 2016.

4.
COELHO, M. F. C.2016COELHO, M. F. C.. A jurisdição da aristocracia cristã: monarquia, nobreza e monacato em Portugal (séc. XII-XIII). LOCUS (UFJF), v. 22, p. 117-137, 2016.

5.
COELHO, M. F. C.2014COELHO, M. F. C.. Mosteiros cistercienses, religiosidade e santidade (León, Espanha, séc. XII-XIII). Territórios e Fronteiras (Online), v. 7, p. 71-93, 2014.

6.
COELHO, M. F. C.2013COELHO, M. F. C.. Instituições, normas e monacato na Península Ibérica (séc. XIII). Anos 90 (Online) (Porto Alegre), v. 20, p. 127-149, 2013.

7.
COELHO, M. F. C.2011COELHO, M. F. C.. Viagem e peregrinação na Antiguidade Tardia: a narrativa do conhecido. Projeto História (PUCSP), v. 42, p. 331-349, 2011.

8.
COELHO, M. F. C.2011 COELHO, M. F. C.. Territorialização de \. Territórios e Fronteiras (UFMT. Impresso), v. 4, p. 34-56, 2011.

9.
COELHO, M. F. C.2006COELHO, M. F. C.. Justiça e representação na América portuguesa. Revista Múltipla (UPIS), v. 21, p. 71-86, 2006.

10.
COELHO, M. F. C.2005COELHO, M. F. C.. Uma leitura contemporânea da justiça feudal. Revista de História da UPIS, v. 1, p. 9-24, 2005.

11.
COELHO, M. F. C.2003COELHO, M. F. C.. Justiça, Corrupção e Suborno em Pernambuco (Sec.XVIII). Textos de Historia (UnB), Brasília, v. 11, n.1/2, p. 29-46, 2003.

12.
COELHO, M. F. C.2002COELHO, M. F. C.. Olhar medieval sobre o Brasil Colônia. Revista Múltipla (UPIS), Brasília, v. 12, p. 113-130, 2002.

13.
COELHO, M. F. C.1999COELHO, M. F. C.. Memória esquecida - os Museus do DF. Revista Múltipla (UPIS), Brasília, v. 7, p. 199-213, 1999.

14.
COELHO, M. F. C.1998COELHO, M. F. C.. A Construção da Autoridade: Mulher e resistência na Espanha cristã do Sec. XIII. Revista Múltipla (UPIS), Brasília, v. 5, p. 95-104, 1998.

15.
COELHO, M. F. C.1997COELHO, M. F. C.. A Exploração dos Domínios Feudais. Revista Múltipla (UPIS), Brasília, v. 3, p. 25-38, 1997.

16.
COELHO, M. F. C.1997COELHO, M. F. C.. Ser Mulher na Idade Média. Textos de História, Brasília, v. 5, p. 82-91, 1997.

17.
COELHO, M. F. C.1991COELHO, M. F. C.. Los Morán: Un linaje nobiliário en León (Siglo XIII) 2 Parte. Astorica, Astorga - Espanha, v. 10, p. 11-63, 1991.

18.
COELHO, M. F. C.1990COELHO, M. F. C.. Los Morán: Un linaje Nobiliário en León (Siglo XIII) - 1 Parte. Astorica, Astorga - Espanha, v. 9, p. 75-142, 1990.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
OLIVA, A. (Org.) ; COELHO, M. F. C. (Org.) . O ensino de História da África em debate: saberes, práticas e perspectivas. 1. ed. Goiânia: PUC-Goiás, 2011. v. 1. 153p .

2.
COELHO, M. F. C.. A justiça d'além-mar. Lógicas jurídicas feudais em Pernambuco (séc. XVIII). 1. ed. Recife: Massangana - Fundação Joaquim Nabuco, 2009. v. 1. 195p .

3.
COELHO, M. F. C.. Expresiones del poder feudal. El Císter femenino en León (s. XII y XIII). León: Universidad de León - Secretariado de Publicaciones, 2006. v. 1. 288p .

Capítulos de livros publicados
1.
COELHO, M. F. C.. Revisitando o problema da centralização do poder na Idade Média. Reflexões historiográficas.. In: NEMI, Ana; ALMEIDA, Néri de Barros; PINHEIRO, Rossana.. (Org.). A construção da narrativa histórica. Séculos XIX e XX.. 1ed.Campinas: Ed. UNICAMP, 2014, v. 1, p. 39-62.

2.
COELHO, M. F. C.. Monacato medieval: fontes e possibilidades de pesquisa. In: MARCHINI NETO, Dirceu; NASCIMENTO, Renata C.. (Org.). A Idade Média. Entre a história e a historiografia. Goiânia: PUC Goiás, 2012, v. 1, p. 351-368.

3.
COELHO, M. F. C.. La Larga Edad Media: reflexiones y problemática. In: RODRÍGUEZ, Gerardo.. (Org.). Cuestiones de Historia Medieval. 1ed.Buenos Aires: Selectus, 2011, v. 1, p. 25-42.

4.
COELHO, M. F. C.. Serviço e benefício: relações e redes sociais na tradição ibérica. In: MACEDO, José Rivair.. (Org.). A Idade Média portuguesa e o Brasil: reminiscências, transformações e ressignificações.. 1ed.Porto Alegre: Vidráguas, 2011, v. 1, p. 145-156.

5.
COELHO, M. F. C.. As tramas da narrativa: literatura e história. In: ZIERER, Adriana; FEITOSA, Márcia Manir M.. (Org.). Literatura e história antiga e medieval: diálogos interdisciplinares. 1ed.São Luís: EDUFMA, 2011, v. 1, p. 277-298.

6.
COELHO, M. F. C.. Narrativa jurídica e poder na Península Ibérica (séc. XII-XIII). In: ZIERER, Adriana; FEITOSA, Márcia Manir M.; VIEIRA, Ana Lívia B.. (Org.). História Antiga e Medieval, simbologias, influências e continuidades: cultura e poder. 1ed.São Luís: Ed. UEMA, 2011, v. 1, p. 357-370.

7.
COELHO, M. F. C.. A Idade Média e a África: caminhos possíveis de ensino e de abordagem. In: COELHO,Maria Filomena; OLIVA, Anderson Ribeiro. (Org.). O ensino de História da África em debate: saberes, práticas e perspectivas. 1ed.Goiânia: PUC-Goiás, 2011, v. 1, p. 61-68.

8.
COELHO, M. F. C.. Inquirições régias medievais portuguesas: problemas de abordagem e historiografia. In: PÉCOUT, Thierry.. (Org.). Quand gouverner c?est enquêter. Les pratiques politiques de l?enquête princière (Occident, XIIIème-XIVème siècles). Paris: De Boccard, 2010, v. , p. 43-54.

9.
COELHO, M. F. C.. Justice et apparences: discours et pratiques dans la tradition portugaise en Amérique. In: Benoît Garnot. (Org.). Normes juridiques et pratiques judiciaires. 1ed.Dijon: Editions Universitaires de Dijon, 2007, v. 1, p. 415-424.

10.
COELHO, M. F. C.. Comunidades monásticas: relaciones de parentesco espiritual y feudalismo monástico. In: Ana Rodíguez. (Org.). El lugar del campesino. En torno a la obra de Reyna Pastor.. Valencia: Universidad de Valencia, 2007, v. 1, p. 289-308.

11.
COELHO, M. F. C.. Egéria e o itinerário da justiça divina na Terra Santa. In: Ruy de Oliveira Andrade Filho. (Org.). Relações de poder, educação e cultura na Antigüidade e Idade Média. São Paulo: Solis, 2005, v. , p. 289-298.

12.
COELHO, M. F. C.. Juges, Corruption et Subornation dans l´Amérique portugaise au XVIIIème siècle.. In: Benoit GARNOT. (Org.). Les juristes et l´argent - Le coût de la justice et l´argent des juges, du XIVème au XIXème siècle.. DIJON: èditions Université de Dijon, 2005, v. , p. 147-157.

13.
COELHO, M. F. C.. Casadas con Dios. Linajes femeninos y monacato en los siglos XII y XIII. In: Reyna Pastor. (Org.). História de las mujeres en España y America Latina. Madri: Cátedra, 2005, v. 1, p. 695-714.

14.
COELHO, M. F. C.. Inventando a História: Das fontes primárias ao romance. In: Maria do Amparo Maleval. (Org.). Atualizações da Idade Média. Rio de Janeiro: UERJ, 2000, v. , p. 405-425.

15.
COELHO, M. F. C.. Textos para la História de las Mujeres en la Edad Media. Al-Andalus y Reinos occidentales cristianos medievales. In: Aguado, A.M.; Pastor, Reyna. (Org.). Textos para la História de las Mujeres en España. 1ed.Madri: Cátedra, 1994, v. , p. 123-221.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
COELHO, M. F. C.. A "longa Idade Média": reflexões e problemas. In: Por uma longa duração. Perspectias dos Estudos medievais no Brasil, 2010, Brasília. Por uma longa duração. Perspectias dos Estudos medievais no Brasil. VII Semana de Estudos Medievais. Brasília: Casa das Musas, 2009. p. 59-76.

2.
COELHO, M. F. C.. Monarquia feudal e propaganda política. As inquirições portuguesas como fonte de estudo (séc. XIII). In: II Encontro Regional da Associação Brasileira de Estudos Medievais e I Encontro do Núcleo Dimensãos do Medievo (Translatio Studii), 2009, Niterói. Idade Média: abordagens interdisciplinares. Rio de Janeiro: PEM, 2008. p. 150-154.

3.
COELHO, M. F. C.. O fardo da cura d'almas. Tradição ibérica e sociedade corporativa.. In: XXV Simpósio Nacional de História, 2009, Fortaleza. Anais do ... Simpósio Nacional de História. Fortaleza: ANPUH, 2009.

4.
COELHO, M. F. C.. O fardo da cura d'almas. Tradição ibérica e sociedade corporativa.. In: XXV Simpósio Nacional de História - ANPUH, 2009, Fortaleza. Anais do ... Simpósio Nacional de História. Fortaleza, 2009.

5.
COELHO, M. F. C.. A ti minha amantíssima esposa. Arras em Leão, séculos XII e XIII. In: VII Encontro Internacional de Estudos Medievais, 2008, Fortaleza. Anais do VII Encontro Internacional de Estudos Medievais. Fortaleza, 2007. p. 539-545.

6.
COELHO, M. F. C.. Nobreza e monacato na Península Ibérica. Possibilidades de pesquisa (se. XII-XIII). In: I Encontro Regional da Associação Brasileira de Estudos Medievais, 2007, Rio de Janreiro. I Encontro Regional da Associação Brasileira de Estudos Medievais. Rio de Janeiro: H.P. Comunicação Editora, 2006. p. 256-262.

7.
COELHO, M. F. C.. Uma leitura contemporânea da justiça feudal. In: VI Encontro Internacional de Estudos Medievais, 2007, Londrina. VI Encontro Internacional de Estudos Medievais. Londrina: ABREM / UEL / UEM, 2005. v. II. p. 236-249.

8.
COELHO, M. F. C.. Justiça, norma, ordenamento e os manuscritos medievais da Península Ibérica. In: I Encontro luso-brasileiro de História Medieval, 2007, Brasília. Atas da ... Semana de Estudos Medievais ... Encontro Luso-Brasileiro de História Medieval. Brasília: Universidade de Brasília, 2006. v. 1. p. 177-212.

9.
COELHO, M. F. C.. Breves reflexões acerca da História Medieval no Brasil. In: VI Semana de Estudos Medievais - PEM (RJ), 2006, Rio de Janeiro. Atas da VI Semana de Estudos Medievais. Rio de Janeiro: H.P. Comunicação editora, 2005. v. 1. p. 29-33.

10.
COELHO, M. F. C.; FONSECA, C. S. . O espelho d'além-mar: a transposição do ideário medieval português para o Brasil colônia. In: III Encontro Internacional de Estudos Medievais da ABREM, 2001, Rio de Janeiro. Atas III Encontro Internacional de Estudos Medievais da ABREM. Rio de Janeiro: Ágora da Ilha, 1999. v. 1. p. 358-362.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
COELHO, M. F. C.. Da experiência à tradição: a construção da norma e da fórmula na Península Ibérica na baixa Idade Média.. In: Colóquio Internacional Sonho e Razão IV: Norma e experiência no mundo ibérico, 2012, São Paulo. Colóquio Sonho e Razão IV, 2012. v. 1. p. 7-7.

2.
COELHO, M. F. C.. Modelos de governo na Idade Média portuguesa: problemas historiográficos. In: Colóquio luso-brasileiro. Monarquia e ordens militares (séc. XIV-XVI), 2012, Guarulhos. Colóquio Luso-Brasileiro. Monarquia e Ordens Militares (séc. XIV-XVI), 2012.

3.
COELHO, M. F. C.. Redes sociais e prosopografia: uma proposta de interpretação da "familiaritas" (Leão, séc. XIII). In: IX Encontro Internacional dos Estudos Medievais, 2011, Cuiabá. IX EIEM - O ofício do medievalista, 2011. v. 1. p. 55-55.

Apresentações de Trabalho
1.
COELHO, M. F. C.. A sacralização da linhagem: monacato cisterciense feminino no reino de Leão (séc. XII). 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
COELHO, M. F. C.. Novas leis tradicionais: o caso das Leis Gerais de Afonso II (Portugal, séc. XIII. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
COELHO, M. F. C.. O Manuscrito 01 da BCE-UnB na sala de aula: possibilidades de análise. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
COELHO, M. F. C.. Da sociedade corporativa ao corporativismo: tradições e atualizações ibéricas de um modelo político. 2018. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
COELHO, M. F. C.. Normas: direito e sociedade na Idade Média. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
COELHO, M. F. C.. Política, estado e autoridade na Idade Média: ainda uma trindade de problemas. 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
COELHO, M. F. C.. Afonso II de Portugal: um monarca à prova do tempo. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
COELHO, M. F. C.. Os Afonsinos da Borgonha: política, linhagens e dinastia (Portugal, séc. XII). 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
COELHO, M. F. C.. Mosteiros Cistercienses Femininos: poder político e santidade da aristocracia cristã (leão, séc. XII-XIII). 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
COELHO, M. F. C.. Entre Bolonha e Portugal: a experiência política do conceito iurisdictio (séc. XII-XIII). 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
COELHO, M. F. C.. Modelos políticos e jurisdição em Portugal (séc. XII-XIII). 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

12.
COELHO, M. F. C.. ?Juristas em ação: o ato de 'dizer o direito' no cenário político (Portugal, séculos XII-XIII)?. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
COELHO, M. F. C.. Versões em disputa e legitimidade: a arte de dizer o direito (Portugal, séc. XII-XIII). 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
COELHO, M. F. C.. O bem comum como sede de argumentos no cenário político (Portugal, séc. XII-XIII). 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
COELHO, M. F. C.. Afeições e amizades políticas do rei D. Duarte (séc. XV). 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

16.
COELHO, M. F. C.. The cistercian reform in the northwest of the Iberian Peninsula in the 12th century: problems of historiography. 2015. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

17.
COELHO, M. F. C.. Uma antítese política: o lugar da Dinastia de Borgonha na construção do estado português medieval. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
COELHO, M. F. C.. Cartas políticas da Dinastia de Avis: a arte de ditar o bem comum. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

19.
COELHO, M. F. C.. Iurisdictio: a construção do poder da aristocracia cristã (Leão, séc. XII-XIII). 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

20.
COELHO, M. F. C.. As ideias de Bernardo de Claraval: entre a teoria política e o conhecimento histórico. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

21.
COELHO, M. F. C.. La aristocracia cristiana en León (siglos XII-XIII): historiografía y modelos de interpretación. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
COELHO, M. F. C.. Discursos políticos medievais e tradição: problemas e métodos de pesquisa histórica. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

23.
COELHO, M. F. C.. A política como conceito medieval: o que dizem (ou não) os documentos. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

24.
COELHO, M. F. C.. Imaginar a história: a experiência de escrever romances históricos. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

25.
COELHO, M. F. C.. O político e a política na Idade Média. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

26.
COELHO, M. F. C.. Da experiência à tradição: a construção da norma e da fórmula na Península Ibérica na baixa Idade Média.. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

27.
COELHO, M. F. C.. Diálogos historiográficos sobre o modelo centralista no medievo português. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

28.
COELHO, M. F. C.. Modelos de governo na Idade Média portuguesa: problemas historiográficos. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

29.
COELHO, M. F. C.. Redes sociais e prosopografia: uma proposta de interpretação da "familiaritas" em Leão (séc. XIII). 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

30.
COELHO, M. F. C.. A pesquisa em História Medieval. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

31.
COELHO, M. F. C.. Corrupção e desvios de conduta na América portuguesa. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

32.
COELHO, M. F. C.. Instituições medievais em sociedade: redes de serviço e benefício. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

33.
COELHO, M. F. C.. Linhagens e instituições monásticas femininas em leão (séc. XII-XIII). 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

34.
COELHO, M. F. C.. Revisitando o problema da centralização do poder na Idade Média. Reflexões historiográficas.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

35.
COELHO, M. F. C.. Diálogos com António Manuel Hespanha. O problema da centralização do poder na Idade Média.. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

36.
COELHO, M. F. C.. O papel da igreja na formação do reino de Portugal (séc. XII). 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

37.
COELHO, M. F. C.. Projetos de pesquisa do PEM-UnB. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

38.
COELHO, M. F. C.. Egeria y el itinerarium de la justicia en Tierra Santa. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

39.
COELHO, M. F. C.. Fundamentos da monarquia feudal: entre o imperador e o pastor. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

40.
COELHO, M. F. C.. Instituições em sociedade: problemas de história e de historiografia (séc. XII ? XV). 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

41.
COELHO, M. F. C.. Fundamentos da monarquia medieval ibérica: entre o imperador e o pastor. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

42.
COELHO, M. F. C.. Serviço e benefício: relações e redes sociais na tradição ibérica. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

43.
COELHO, M. F. C.. O fardo da cura d'almas. Tradição ibérica e sociedade corporativa.. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

44.
COELHO, M. F. C.. A dimensão pública das inquirições régias portuguesas (séc. XII-XIV). 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

45.
COELHO, M. F. C.. Monarquia feudal e propaganda política. As inquirições portuguesas como fonte de estudo (séc. XIII). 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
COELHO, M. F. C.. Uma história do roubo na Idade Média. Bens, normas e construção social no mundo franco.. São Paulo: Revista de História da USP, 2015 (Resenha do livro de Marcelo Cândido da Silva).

2.
COELHO, M. F. C.. Assim na terra como no céu... Paganismo, cristianismo, senhores e camponeses na alta Idade Média ibérica (séc. IV-VIII). Rio de Janeiro: Revista Topoi, vol.16, n.30 (2015), p. 347-353, 2015 (Resenha do livro de Mário Jorge Bastos).

3.
RUST, L. D. ; COELHO, M. F. C. . A Reforma Papal (1050-1150). Cuiabá, 2013. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

4.
COELHO, M. F. C.. Colunas de São Pedro: a política papal na Idade Média Central. São Paulo: ANPUH, 2012 (Resenha do livro de Leandro Rust.).

5.
COELHO, M. F. C.. Ponto de Sombra. São Paulo: Arx, 2004 (Romance).

6.
COELHO, M. F. C.. Cabelos de Vênus. Brasília: Thesaurus, 2000 (Romance).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
COELHO, M. F. C.; BROCHADO, C.C. ; SILVA, S. A. G. C. ; MACHADO FILHO, A. V. ; TEIXEIRA, I. S. . IX Semana de Estudos Medievais (SEM). 2018.

2.
COELHO, M. F. C.. Revista Calamus. 2018.

3.
COELHO, M. F. C.. Revista História, histórias. 2018.

4.
COELHO, M. F. C.. Revista Chilena de Estudios Medievales. 2018.

5.
COELHO, M. F. C.. FAP-DF. 2017.

6.
MEDICCI, A. P. ; LIMA, M. P. ; COELHO, M. F. C. . V SEHPOLIS - Seminário de História Política. 2017.

7.
COELHO, M. F. C.. XI - Jornadas de Historia de España. 2017.

8.
COELHO, M. F. C.. Edital 02/2017 - SELEÇÃO PÚBLICA DE PROPOSTAS APOIO À PROMOÇÃO, REALIZAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS CIENTÍFICOS, TECNOLÓGICOS E DE INOVAÇÃO. 2017.

9.
COELHO, M. F. C.. Edital 02/2017 - SELEÇÃO PÚBLICA DE PROPOSTAS APOIO À PROMOÇÃO, REALIZAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS CIENTÍFICOS, TECNOLÓGICOS E DE INOVAÇÃO. 2017.

10.
COELHO, M. F. C.. Edital 02/2017 - SELEÇÃO PÚBLICA DE PROPOSTAS APOIO À PROMOÇÃO, REALIZAÇÃO E ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS CIENTÍFICOS, TECNOLÓGICOS E DE INOVAÇÃO. 2017.

11.
COELHO, M. F. C.. Revista Territórios e Fronteiras. 2017.

12.
HONOR, A. C. ; OLIVEIRA, I. F. ; RODRIGUES, N. B. ; COELHO, M. F. C. . VII Simpósio Regional de História da ANPUH-DF. 2016.

13.
COELHO, M. F. C.. História da Historiografia. 2012.

14.
COELHO, M. F. C.. I Colóquio Internacional LEME/Vivarium/CEEO. Clérigos e laicos: interações na Idade Média e Reanscimento. 2012.

Trabalhos técnicos
1.
COELHO, M. F. C.. Revista Territórios e Fronteiras. 2017.

2.
COELHO, M. F. C.. Revista Chilena de Estudos Medievais. 2017.

3.
COELHO, M. F. C.. Revista Signum (ABREM). 2016.

4.
COELHO, M. F. C.. Revista Brasileira de História. 2016.

5.
COELHO, M. F. C.. Revista Locus. 2016.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
COELHO, M. F. C.. Cidadania no Brasil. 2006. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
FONSECA, C. S. ; COELHO, M. F. C. ; RIBEIRO, M. E. B. . VII Semana de Estudos Medievais: Por uma longa duração: perspectivas dos Estudos Medievais no Brasil. 2010. (Editoração/Anais).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
RUST, L. D.; MENDONCA JUNIOR, F. P.; REIS, A. R.; COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Larissa Oliveira Gregório. As noivas de Satã: ordem jurídica e bruxaria entre o Directorium Inquisitorum (1376) e o Liber Razielis (1259). 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

2.
BROCHADO, C.C.; NOGUEIRA, M. S. M.; COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Leandro da Motta Oliveira. Marguerite Porete e as Beguinas. A importante participação das mulheres nos movimentos espirituais e políticos da Idade Média. 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

3.
SANTANNA, H. M.; COELHO, M. F. C.; CORNELLI, G.. Participação em banca de Fernanda Alvares Freire. Nikator, Euergetes e Soter: a simbologia do poder monárquico na consolidação das lágidas entre as tropas, as poleis e a corte. 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

4.
COELHO, M. F. C.; GIULI, M.; GUIMARAES, M. L.. Participação em banca de Marcos Vinícius Marinho Fernandes. A LOUCA E O BELO: A EFICÁCIA DO CASAMENTO POLÍTICO ENTRE JUANA DE TRASTÂMARA E FELIPE DE HABSBURGO (séc. XV-XVI). 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

5.
COELHO, M. F. C.; MONGELLI, L. M.; BROCHADO, C.C.. Participação em banca de José Willem Carneiro Paiva. Versos em conflito: jograis e poder político nas cortes régias e senhoriais (Leão, Castela e Portugal, séc. XIII). 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

6.
OLIVA, A.; COELHO, M. F. C.; BULHOES, L.. Participação em banca de Rafael Farias de Menezes. Limites e possibilidades de uma visão afrocentrada a partir da obra de Ibn Khaldun. 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

7.
COELHO, M. F. C.; TEIXEIRA, I. S.; ARAUJO, A. G. M.. Participação em banca de Clarice Machado Aguiar. Com a permissão de Deus: o papel do diabo em narrativas de milagres (Península Ibérica, séc. XIII-XIV). 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

8.
COELHO, M. F. C.; VIDOTTE, A.; BROCHADO, C.C.. Participação em banca de Scarlett Dantas de Sá Almeida. Ritos, cerimônias e poder em Castela: uma análise político-cultural dos costumes de corte (séc. XV). 2016. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

9.
COELHO, M. F. C.; CARVALHO, J. C. L.; BROCHADO, C.C.. Participação em banca de Ana Luísa Pereira Lourenço. D. João II: entre a história e a historiografia. 2016. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

10.
SILVA, M.C.; COELHO, M. F. C.; MIATELLO, A. P.; SILVEIRA, V. C.. Participação em banca de Bruna Giovana Bengozi. A crise de poder público em Regino de Prum e Raul Glaber (séculos IX-XI). 2016. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade de São Paulo.

11.
BASTOS, M. J. M.; COELHO, M. F. C.; VEREZA, R. R.. Participação em banca de Luísa Tollendal Prudente. Perspectivas de normatização do casamento na Castela afonsina. Uma leitura das Siete Partidas. 2015. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Fluminense.

12.
GIL, T. L.; LARA, S. H.; COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Dayane Augusta Santos da Silva. Em tempos de visita: inquisição, circulação e oralidade escrava na Bahia (1590-1820). 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

13.
CRUZ, M. S.; COELHO, M. F. C.; RUST, L. D.. Participação em banca de Débora Cristina dos Santos Ferreira. Servindo ao Santo Ofício: entre a norma e o poder. Os agentes inquisitoriais (1580-1640). 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

14.
FONSECA, C. S.; ACP; COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Geroge Augusto da Silva. Igreja e poder na África, no século IV: o discurso do pecado em Agostinho de Hipona na De Civitate Dei. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

15.
COELHO, M. F. C.; BROCHADO, C.C.; MARQUES, T. N.. Participação em banca de Guilherme Amorim de Carvalho. A arte de bem governar para bem morrer. Discurso e lógicas corporativas na América Portuguesa. 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

16.
COELHO, M. F. C.; RIBEIRO, M. E. B.; PAIXAO, C.. Participação em banca de Alécio Nunes Fernandes. Dos manuais e regimentos do Santo Ofício português: a longa duração de uma justiça que criminalizava o pecado (séc. XIV-XVIII). 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

17.
RIBEIRO, M. E. B.; ALVIM, P.; COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Fábio Fonseca. O bestiário medieval na gravura de Gilvan Samico.. 2011. Dissertação (Mestrado em Artes) - Universidade de Brasília.

18.
FONSECA, C. S.; COELHO, M. F. C.; ACP. Participação em banca de Diego Lopes da Silva. O bestiário apocalíptico como metáfora para a helenização do Oriente próximo: formas possíveis da "quarta besta" de Daniel serem identificadas como Alexandre, o Grande.. 2010. Dissertação (Mestrado em História) - Programa de pós-Graduação em História - UnB.

19.
COELHO, M. F. C.; PIMENTEL, H.U.; ALEIXO, J. C. B.. Participação em banca de Marcelo Tadeu dos Santos. A majestade do monarca: justiça e graça nos sermões de Antônio Vieira (1653-1662). 2010. Dissertação (Mestrado em História) - Programa de pós-Graduação em História - UnB.

20.
NOGUEIRA, C. R. F.; SILVA, M.C.; COELHO, M. F. C.. Participação em banca de João Rafael Chió Serra Carvalho. Honorius Augustodunensis e o Elucidarium: um estudo sobre a reforma, o diabo e o fim dos tempos. 2009. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade de São Paulo.

Teses de doutorado
1.
COELHO, M. F. C.; RUST, L. D.; MORIN, A.; MACEDO, J. R.; ARAUJO, A. G. M.. Participação em banca de Magda Rita Duarte. Roma locuta, causa finita? A construção da plenitude de poder e as estratégias políticas aristocráticas no Languedoc (séc. XII e XIII). 2018. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília.

2.
ALMEIDA, N. B.; COELHO, M. F. C.; TEIXEIRA, I. S.; AMARAL, C. O.; CARNEIRO, A. S.. Participação em banca de Carolina Gual da Silva. Solver o débito divino: dízimos, jurisdições e espaços de autoridade (séc. XII-XIII). 2016. Tese (Doutorado em Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

3.
PEREIRA, L. F. L.; BORGES, C. M.; SCHNEIDER, A. L.; COELHO, M. F. C.; BURMESTER, A. M.. Participação em banca de Danielle Regina Wobeto de Araújo. Um cartório de feiticeiras: direito e feitiçaria na vila de Curitiba (1750-1775). 2016. Tese (Doutorado em Direito) - Universidade Federal do Paraná.

4.
MIATELLO, A. L. P.; COELHO, M. F. C.; SALLES, B. T.; AMARAL, F. A.; ROMEIRO, A.. Participação em banca de Olga Pisnitchenko. A cavalaria no discurso político castelhano-leonês, do final do século XIII ao início do XIV. Entre vínculo social e forma de vida virtuosa.. 2016. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

5.
VIDOTTE, A.; MIATELLO, A. P.; BUBELLO, J. P.; COELHO, M. F. C.; RUST, L. D.. Participação em banca de Francisco de Paula Souza de Mendonça Júnior. A arte do segredo: esoterismo, segredo, sigilo e dissimulação política nos séculos XV e XVI. 2014. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

6.
BASTOS, M. J. M.; COELHO, M. F. C.; SANCHES, M. G.; FERREIRA, R. G. F.; VEREZA, R. R.. Participação em banca de João Cerineu Leite de Carvalho. Domínio e exploração sociais na emergência do Estado Moderno português (D. Pedro e D. Afonso V - 1438-1481). 2013. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

7.
COELHO, M. F. C.; SILVA, M.C.; ALMEIDA, N. B.; SILVA, E. M.; RUST, L. D.. Participação em banca de Cláudia Regina Bovo. Em busca da "renovatio" cristã: simonia e institucionalidade eremítica na correspondência de Pedro Damiano (1041-1072). 2012. Tese (Doutorado em Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

8.
DOBRORUKA, V.; COELHO, M. F. C.; FONSECA, C. S.; PALAZZO, C. L.. Participação em banca de Henrique Modanez de Sant'anna. Entre reis, tiranos e generais: "imitatio alexandri" e dispositivos táticos no ocidente helenístico, 323-255 a.C.. 2011. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília.

9.
MUNIZ, D. C.; BICALHO, M. F.; KIRSCHNER, T. C.; MARQUES, T. N.; COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Roberta Giannubilo Stumpf. Cavaleiros do ouro e outras trajetórias nobilitantes: as solicitações de hábitos das ordens militares nas Minas setecentistas. 2009. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em História (PPGHIS)) - Universidade de Brasília.

10.
COELHO, M. F. C.; SILVA, M.C.; NOGUEIRA, C. R. F.; MEGIANI, A. P. T.; ALVES, G.. Participação em banca de Denise da Silva Menezes do Nascimento. O poder negociado: os crimes contra a pessoa e sua honra no reinado de D. João II. 2009. Tese (Doutorado em História Social) - Universidade de São Paulo.

11.
FONSECA, C. S.; SANTOS, D. O. A.; RIBEIRO, M. E. B.; COELHO, M. F. C.; DOBRORUKA, V.. Participação em banca de Armênia Maria de Souza. Os pecados dos reis: a prposta de um modelo de conduta para os monarcas ibéricos no Estado e Pranto da Igreja e no Espelho dos Reis do franciscano galego D. Álvaro Pais (1270-1350). 2008. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em História (PPGHIS)) - Universidade de Brasília.

12.
COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Paulo Roberto Soares de Deus. A forma do mundo. O programa iconográfico do mapa de Hereford.. 2005. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília.

13.
COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Alberto Brum de Souza. Raimundo Bernardo e os Templarios Cistercienses nos bastidores da escola dos tradutores de Toledo. 2005. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília.

Qualificações de Doutorado
1.
COELHO, M. F. C.; FEITLER, B.; VAINFAS, R.; LOURENCO, J. R.. Participação em banca de Alécio Nunes Frnandes. A defesa dos réus: processos judiciais e práticas de justiça da primeira Visitação do Santo Ofício no Brasil (1591-1595). 2018. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade de Brasília.

2.
COELHO, M. F. C.; RUST, L. D.; ARAUJO, A. G. M.. Participação em banca de Michele de Araújo. Em nome da fé: as heresias políticas em Portugal e Castela (séc. XIV e XV). 2017. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade de Brasília.

3.
SOUZA, A. M.; LIMA, J. J.; COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Johnny Taliateli do Couto. Inocêncio IV (1243-1254) e o poder decisório dos papas: jurisdição pontifícia, direito e bem comum nas destituições de um rei e de um imperador. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal de Goiás.

4.
BORGES, C. M. R.; SCHNEIDER, A. L.; COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Danielle Regina Wobeto de Araújo. Um cartório de feiticeiras: direito e feitiçaria na vila de Curitiba (1750-1775). 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Direito) - Universidade Federal do Paraná.

5.
COELHO, M. F. C.; BROCHADO, C.C.; MORIN, A.. Participação em banca de magda Rita Ribeiro de Almeida Duarte. Negociando a plenitude de poder: os limites da política papal em Aragão e no Languedoc (1198-1216). 2016. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade de Brasília.

6.
MIATELLO, A. L. P.; COSTA, A. V.; COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Olga Pisnitchenko. Cavalaria castelhano-leonesa e seu papel no projeto político de Alfonso X. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

7.
ALMEIDA, N. B.; COELHO, M. F. C.; TEIXEIRA, I. S.. Participação em banca de Carolina Gual da Silva. Solver o débito divino: dízimo, direito e autoridade (séculos XII-XIII). 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em História Social Unicamp) - Universidade Estadual de Campinas.

8.
DOBRORUKA, V.; COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Marcus Vinícius Ramos. O Apocalipse Siríaco de Daniel. Texto, tradução e comentários. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade de Brasília.

9.
FONSECA, C. S.; COELHO, M. F. C.; FERNANDES, F.. Participação em banca de Dirceu Marchini Neto. Dinâmicas de poder no Priorado do Crato da Ordem do Hospital (1480-1565). 2013. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade de Brasília.

10.
VIDOTTE, A.; MIATELLO, A. P.; COELHO, M. F. C.; BUBELLO, J. P.. Participação em banca de Francisco de Paula Souza de Mendonça Júnior. A arte do segredo: o encontro entre magia e política na g~enese do segredo no estado renascentista (1462-1615). 2012. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal de Minas Gerais.

11.
FONSECA, C. S.; DOBRORUKA, V.; COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Henrique Modanez de Sant'Anna. Ars Belli: a reforma militar cartaginesa (255-237a.C.). 2009. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em História (PPGHIS)) - Universidade de Brasília.

12.
FONSECA, C. S.; RIBEIRO, M. E. B.; COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Armênia Maria de Souza. Igreja e Sociedade no Projeto Doutrinário Alvarino. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em História (PPGHIS)) - Universidade de Brasília.

Qualificações de Mestrado
1.
COELHO, M. F. C.; FAUAZ, A. T.; FERNANDES, F.. Participação em banca de José Vítor de Lucena Canabrava. A Lei da Floresta: poder e política na Inglaterra medieval (séculos XII ? XIV). 2018. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade de Brasília.

2.
SANTANNA, H. M.; COELHO, M. F. C.; CORNELLI, G.. Participação em banca de Fernanda Alvares Freire. A invenção da realeza autoproclamada no mundo helenístico: dominação carismática e mecanismo de legitimação entre selêucidas e lágidas (307/6 -208 a.C.). 2017. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade de Brasília.

3.
SANTANNA, H. M.; COELHO, M. F. C.; CORNELLI, G.. Participação em banca de Rodrigo Nunes do Nascimento. Entre deuses e homens: a deificação de Alexandre e a legitimação de Seleuco I e sua dinastia. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade de Brasília.

4.
COELHO, M. F. C.; GUIMARAES, M. L.; GIULI, M.. Participação em banca de Marcos Vinicius Marinho Fernandes. A Louca e o Belo: um estudo sobre a eficácia política do enlace matrimonial de Juana de Trastâmara e Felipe de Habsburgo (séc. XV-XVI). 2017. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade de Brasília.

5.
RUST, L. D.; RODRIGUES, J. P.; COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Larissa Oliveira Gregório. As noivas de Satã: ordem jurídica e bruxaria entre o Liber Razielis (1259) e o Directorium Inquisitorum (1376). 2017. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

6.
COELHO, M. F. C.; BROCHADO, C.C.; MONGELLI, L. M.. Participação em banca de José Willem Carneiro Paiva. Versos em conflito: jograis e poder político nas cortes régias e senhoriais (Leão, Castela e Portugal, séc. XIII). 2017. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade de Brasília.

7.
MARQUES, T. N.; COELHO, M. F. C.; OLIVEIRA, S. R.. Participação em banca de Ana Catarina Sena Ferreira Andrade. A construção da sensibilidade política de uma mulher no interior da Bahia (1949-1961). 2017. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade de Brasília.

8.
ARAUJO, A. G. M.; COELHO, M. F. C.; GIULI, M.. Participação em banca de Victoria Carvalho Junqueira. Crime, mulheres e ilegitimidade: o infanticídio em Londres e Middlesex (1674-1803). 2016.

9.
COELHO, M. F. C.; TEIXEIRA, I. S.; ARAUJO, A. G. M.. Participação em banca de Clarice Machado Aguiar. Com a permissão de Deus: o papel do diabo nas narrativas de milagres (Castela e Itália, século XIII).. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade de Brasília.

10.
BROCHADO, C.C.; COELHO, M. F. C.; NOGUEIRA, M. S. M.. Participação em banca de Leandro da Motta Oliveira. Margarida Porete e a importância da participação das mulheres nos movimentos espirituais e políticos da Idade Média. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade de Brasília.

11.
COELHO, M. F. C.; VIDOTTE, A.; BROCHADO, C.C.. Participação em banca de Scarlett Dantas de Sá Almeida. Ritos, cerimônias e poder na Península Ibérica: uma análise político-cultural dos costumes de corte (séc. XIII-XV). 2015. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade de Brasília.

12.
COELHO, M. F. C.; CARVALHO, J. C. L.; BROCHADO, C.C.. Participação em banca de Ana Luísa Pereira Lourenço. D. João II: entre a história e a historiografia. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade de Brasília.

13.
COELHO, M. F. C.; SOUZA, A. M.; BROCHADO, C.C.. Participação em banca de Michele de Araújo. Tradição e poder no Colírio da Fé: um estudo sobre heresiologia política medieval. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade de Brasília.

14.
FONSECA, C. S.; COELHO, M. F. C.; SANTANNA, H. M.. Participação em banca de George Augusto da Silva. Os interditos da cristandade: o discurso do pecado em Agostinho e Hipona. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade de Brasília.

15.
CRUZ, M. S.; COELHO, M. F. C.; RUST, L. D.. Participação em banca de Débora Cristina dos Santos Ferreira. Os agentes do Santo Ofício: poder e norma. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal de Mato Grosso.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
HONOR, A. C.; PEGORARO, J. W.; COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Guilherme Braz de Oliveira.Baltasar da Lomba: estudo de caso sobre sodomia durante a primeira Visitação do Santo Ofício ao Brasil. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

2.
ARAUJO, A. G. M.; GIULI, M.; COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Osny Zaniboni Neto.Histórias exemplares: representações do suicídio em Baladas Inglesas (1641-1797). 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

3.
COELHO, M. F. C.; GIULI, M.; MARTINS, E. C. R.. Participação em banca de Yohanna Lima Japiassu Amaro.A princesa de muitos noivos: os acordos matrimoniais para Isabel, a Católica. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

4.
BROCHADO, C.C.; COELHO, M. F. C.; FERNANDES, A. N.. Participação em banca de Bárbara Lemos Corrêa Gomes.Malleus Maleficarum: a imagem da mulher no manual da caça às bruxas. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

5.
ARAUJO, A. G. M.; GIULI, M.; COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Érico Saad Campos.A santa, a bruxa e a falsa devota: o julgamento de Marie Bucaille na Normandia do século XVII. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

6.
NOGUEROL, L. P. F.; MARQUES, T. N.; COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Lucas Sigilião Costa.A viagem de Fernão de Magalhães. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

7.
ARAUJO, A. G. M.; RUST, L. D.; COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Thalyta Valéria Castro de Oliveira Lucena.As intervenções editoriais nas Examinações de Anne Askew. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

8.
SANTANNA, H. M.; COELHO, M. F. C.; LEMOS, T. T.. Participação em banca de Fábio dos Santos Reis.Caio Mário, revolucionário popular? O problema do recrutamento dos "capite censi" na República romana nos finais do século II a. C.. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

9.
BROCHADO, C.C.; COELHO, M. F. C.; OLIVEIRA, S. R.. Participação em banca de Lúcia Regina Oliveira e Pinho.Trótula de Salerno: périplo na história e na historiografia. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

10.
FONSECA, C. S.; RIBEIRO, M. E. B.; COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Tiago de Oliveira Veloso Silva.saga dos volsungos: uma análise de feitiçaria, fertilidade e simbolismo do lobo. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

11.
ARAUJO, A. G. M.; COELHO, M. F. C.; GIULI, M.. Participação em banca de Marcos Vinícius Marinho Fernandes."Ayutamiento de reyes". Representações políticas do matrimônio de Juana e Felipe de Castela (séc. XV-XVI). 2015. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

12.
COELHO, M. F. C.; BROCHADO, C.C.; ARAUJO, A. G. M.. Participação em banca de Clarice Machado Aguiar.O diabo: vítima ou algoz? Representação do diabo nas Cantigas de Santa Maria. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

13.
COELHO, M. F. C.; BROCHADO, C.C.; NOGUEROL, L. P. F.. Participação em banca de Maria Eduarda Praxedes Silva.O valor do lucro: usura e justiça nas Ordenações Afonsinas (séc. XV). 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

14.
COELHO, M. F. C.; RIBEIRO, M. E. B.; GIL, T. L.. Participação em banca de Luísa Tollendal Prudente.À mercê do rei. Um estudo do discurso sobre as mercês no primeiro livro das Ordenações Afonsinas (Séc. XV). 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

15.
COELHO, M. F. C.; RIBEIRO, M. E. B.; MARQUES, T. N.. Participação em banca de Ana Luísa Pereira Lourenço.Imagem e legitimação nas cerimônias régias da Baixa Idade Média portuguesa. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

16.
COELHO, M. F. C.; GIL, T. L.; SILVA, E. O.. Participação em banca de Géssika Mayumi Nakandakari Reis.Privilégio é lei: um estudo sobre o conceito de privilégio no discurso das Siete Partidas e das Ordenações Alfonsinas (séc. XIII-XV). 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

17.
SANTANNA, H. M.; COELHO, M. F. C.; RAMOS, M. V.. Participação em banca de Sara Daiane da Silva José.O Anticristo do Apocalipse Siríaco de Daniel. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

18.
COELHO, M. F. C.; RIBEIRO, M. E. B.; DOBRORUKA, V.. Participação em banca de Vinícius Silva Conceição.Fora do corpo: judeus e mouros nas Siete Partidas e nas Ordenações Afonsinas. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

19.
COELHO, M. F. C.; FONSECA, C. S.; SANTANNA, H. M.. Participação em banca de André Barros Curado Fleury.A ordem eclesiástica da sociedade corporativa: discurso e poder nas Siete Partidas e nas Ordenações Afonsinas. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

20.
COELHO, M. F. C.; RIBEIRO, M. E. B.; BROCHADO, C.C.. Participação em banca de Michele de Araújo.Heresia, poder político e lógicas corporativas na Península Ibérica (séc. XIII-XV). 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

21.
COELHO, M. F. C.; BROCHADO, C.C.; SILVA, E. O.. Participação em banca de Scarlett Dantas de Sá Almeida.As penas da igreja: lógicas corporativas, das Siete Partidas às Ordenações Afonsinas.. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

22.
COELHO, M. F. C.; MARQUES, T. N.; NEGRAO de MELO, M.T.. Participação em banca de Dayane Augusta Santos da Silva.Vivência religiosa feminina no Brasil colônia. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

23.
COELHO, M. F. C.; FONSECA, C. S.. Participação em banca de Philipe Rosa de Lima.Reforma Papal e Ordens Mendicantes: um debate na longa duração. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

24.
COELHO, M. F. C.; DOBRORUKA, V.; FONSECA, C. S.. Participação em banca de Tupá Guerra Guimarães da Silva.Interdições nupciais: o perigo da primeira noite no livro deuterocanônico de Tobias. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

25.
RIBEIRO, M. E. B.; COELHO, M. F. C.; DOBRORUKA, V.. Participação em banca de Inaê Murrieta Costa.As cruzadas: a construção da memória. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

26.
DOBRORUKA, V.; COELHO, M. F. C.; FONSECA, C. S.. Participação em banca de Miriam Reis Jorge Bergo.O oráculo de Hystaspes e o testemunho de Justino. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

27.
COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Edlene Oliveira Silva.A legislação centralista nas Cortes do reinado de D. João I. 1999. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.

28.
COELHO, M. F. C.. Participação em banca de Cristina Brito da Silva.A afirmação política do poder laico nos capítulos do clero das Cortes de Elvas de 1361. 1999. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
COELHO, M. F. C.; MUNIZ, D. G.; FARIA, D. B.; PEREIRA, M. A. P.. Presidente da Banca Examinadora do Doutorado (PPGHIS-UnB). 2018. Universidade de Brasília.

2.
COELHO, M. F. C.; BROCHADO, C.C.. Presidente Banca Examinadora Mestrado/Doutorado Ling. Estr. Espanhol. 2016. Universidade de Brasília.

3.
GUIMARAES, J. O. N.; COELHO, M. F. C.. Membro da Banca Examinadora Mestrado e Doutorado - Língua Estr. Francês. 2014. Programa de pós-Graduação em História - UnB.

4.
COELHO, M. F. C.; NOGUEROL, L. P. F.. Presidente da Banca Examinadora Mestrado e Doutorado - Língua Estr. Espanhol. 2014. Programa de pós-Graduação em História - UnB.

5.
COELHO, M. F. C.; OLIVEIRA, S. R.; ASSIS, A. O. A.; VIDIGAL, C. E.; SILVA, E. O.. Presidente da Comissão Examinadora Mestrado. 2013. Universidade de Brasília.

6.
COELHO, M. F. C.; OLIVEIRA, I. F.; DOPCKE, W. A. K.. Presidente da Comissão de Seleção Mestrado e Doutorado. 2013. Universidade de Brasília.

7.
MARQUES, T. N.; MENEZES, A. M. F.; COELHO, M. F. C.. Membro da Banca do Processo de Seleção de Mestrado ? Área de Concentração em História Social. 2010. Universidade de Brasília.

8.
COELHO, M. F. C.; DOBRORUKA, V.; SANTOS, D. O. A.. Concurso público para professor adjunto, na área de História Medieval. 2009. Universidade de Brasília.

9.
DOBRORUKA, V.; OLIVEIRA, I.; COELHO, M. F. C.. Processo de Seleção de Mestrado - Área de Concentração de História Social. 2008. Programa de Pós-graduação em História.

10.
COELHO, M. F. C.; NUNES, J.W.. Processo de Seleção de Mestrado, Área de Concentração de História Cultural. 2006.

Outras participações
1.
COELHO, M. F. C.. Prêmio Rodrigo Melo Franco de Andrade - IPHAN. 2004. Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional - DF.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Anatomia do Leviatã: debates sobre o autoritarismo na história.Da sociedade corporativa ao corporativismo: tradições e atualizações ibéricas de um modelo político. 2018. (Seminário).

2.
As mulheres da Alta Idade Média: centralidade e marginalidade. A sacralização da linhagem: monacato cisterciense feminino no reino de Leão (séc. XII). 2018. (Congresso).

3.
III Seminário Internacional Mundos Ibéricos: história, poder e cultura,.Novas leis tradicionais: o caso das Leis Gerais de Afonso II (Portugal, séc. XIII. 2018. (Seminário).

4.
IX Semana de Estudos Medievais (SEM). O Manuscrito 01 da BCE-UnB na sala de aula: possibilidades de análise. 2018. (Congresso).

5.
Simpósio Nacional de História - ANPUH.Diálogos Contemporâneos - História e Intolerância Religiosa. 2017. (Simpósio).

6.
V SEHPOLIS - Seminário de História Política.Os Afonsinos da Borgonha: política, linhagens e dinastia (Portugal, séc. XII). 2017. (Seminário).

7.
XIII Encontro Internacional dos Estudos Medievais (ABREM).Afonso II de Portugal: um monarca à prova do tempo. 2017. (Encontro).

8.
XXIX Simpósio Nacional de História - ANPUH.Política, estado e autoridade na Idade Média: ainda uma trindade de problemas. 2017. (Simpósio).

9.
Colóquio Internacional: A palavra social do clero na Idade Média. Versões em disputa e legitimidade: a arte de dizer o direito (Portugal, séc. XII-XIII). 2016. (Congresso).

10.
Foro Internacional - Estudios Medievales en Red. O bem comum como sede de argumentos no cenário político (Portugal, séc. XII-XIII). 2016. (Congresso).

11.
II SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE HISTÓRIA MEDIEVAL E MODERNA (UFG-UEG-PUC-GO).Juristas em ação: o ato de "dizer o direito" no cenário político (Portugal, séculos XII-XIII). 2016. (Seminário).

12.
Medieval Europe in Motion 3 - Circulations Juridiques et Pratiques artistiques, intelectuelles et culturelles (XIII. Entre Bolonha e Portugal: a experiência política do conceito iurisdictio (séc. XII-XIII). 2016. (Congresso).

13.
Seminário Sociedades Rurais e Urbanas, do mestrado em Hist. Id. Média.Mosteiros Cistercienses Femininos: poder político e santidade da aristocracia cristã (Leão, séc. XII-XIII). 2016. (Seminário).

14.
XI Encontro Luso-brasileiro de História Medieval.Modelos políticos e jurisdição em Portugal (séc. XII-XIII). 2016. (Encontro).

15.
International Medieval Congress. The cistercian reform in the northwest of the Iberian Peninsula in the 12th century: problems of historiography. 2015. (Congresso).

16.
VIII Semana de Estudos Medievais: Sentimentos, emoções e costumes na Idade Média.. Afeições e amizades políticas do rei D. Duarte (séc. XV). 2015. (Congresso).

17.
Colóquio Internacional "Epistolário Político IV: cartas e redes.Cartas políticas da Dinastia de Avis: a arte de ditar o bem comum. 2014. (Seminário).

18.
História intelectual e sociedade na Idade Média Central.As ideias de Bernardo de Claraval: entre a teoria política e o conhecimento histórico. 2014. (Seminário).

19.
III Encontro ABREM Centro-Oeste e I Seminário Internacional de História Medieval.Iurisdictio: a construção do poder da aristocracia cristã (Leão, sec. XII-XIII). 2014. (Encontro).

20.
III Encontro Internacional e V Nacional de Estudos Medievais do Translatio Studii.Uma antítese política: o lugar da Dinastia de Borgonha na construção do estado português medieval. 2014. (Encontro).

21.
IX Jornadas Internacionales de Historia de España. La aristocracia cristiana en león (siglos XII-XIII); historiografía y modelos de interpretación. 2014. (Congresso).

22.
Ciclo Palestras PEM-UFRJ.Discursos historiográficos sobre a Dinastia de Borgonha: o poder que se exerce sobre o passado. 2013. (Encontro).

23.
II Colóquio Internacional de Estudos Medievais - Práticas discursivas e literárias: as maneiras de se escrever a história no mundo antigo e medieval.Discursos políticos medievais e tradição: problemas e métodos de pesquisa histórica. 2013. (Seminário).

24.
Colóquio Internacional Sonho e Razão IV: Norma e experiência no mundo ibérico. Da experiência à tradição: a construção da norma e da fórmula na Península Ibérica na baixa Idade Média.. 2012. (Congresso).

25.
Colóquio luso-brasileiro. Monarquia e ordens militares (séc. XIV-XVI). Modelos de governo na Idade Média portuguesa: problemas historiográficos. 2012. (Congresso).

26.
I Colóquio Internacional LEME/Vivarium/CEEO. Clérigos e laicos: interações na Idade Média e Reanscimento. Domínio político e historiografia monástica (Leão, séc. XII-XIII). 2012. (Congresso).

27.
II Encontro Internacional PEM-UFG e II Encontro ABREM Centro-Oeste.Fontes jurídicas medievais Ibéricas: tradição e cultura política. 2012. (Encontro).

28.
Portugal Medieval visto do Brasil.Diálogos historiográficos sobre o modelo centralista no medievo português. 2012. (Encontro).

29.
Programa de Pós-Graduação em História Social - USP.História Política: teoria e experiência de pesquisa. 2012. (Seminário).

30.
XLIV Fórum de Coordenadores dos Programas de pós-graduação em História. 2012. (Outra).

31.
Encontro Internacional Franco-brasileiro: aristocracia e igreja na Idade Média.Linhagens e instituições monásticas femininas em leão (séc. XII-XIII). 2011. (Encontro).

32.
I Colóquio Internacional de Estudos Medievais e I Encontro do GEPEM-PUC-GO.A pesquisa em História Medieval. 2011. (Encontro).

33.
IX Encontro Internacional dos Estudos Medievais. O ofício do medievalista.Redes sociais e prosopografia: uma proposta de interpretação da. 2011. (Encontro).

34.
Jornada de Estudos Medievais.Projetos de pesquisa do PEM-UnB. 2011. (Encontro).

35.
PEM-UFRJ - Atividades.Instituições medievais em sociedade: redes de serviço e benefício. 2011. (Outra).

36.
Seminário História e Direito: diálogos com António Manuel Hespanha.Diálogos com antónio Manuel Hespanha. O problema do modelo da centralização do poder na Idade Média.. 2011. (Seminário).

37.
Seminário Internacional Cargos e ofícios nas monarquias ibéricas (séc. XVII e XVIII): provimento, controlo e venalidade.Corrupção e desvios de conduta na América portuguesa. 2011. (Seminário).

38.
VI Seminário Internacional do Projeto de Estudos Judaico-helenísticos - PEJ.O papel da igreja na formação do reino de Portugal (séc. XII). 2011. (Seminário).

39.
XXVI Simpósio Nacional de História. ANPUH 50 anos.Revisitando o problema da centralização do poder na Idade Média. Reflexões historiográficas.. 2011. (Simpósio).

40.
I Encontro Regional ABREM Centro-Oeste.Instituições em sociedade: problemas de história e de historiografia (séc. XII ? XV). 2010. (Encontro).

41.
International medieval Congress. Egeria y el itinerarium de la justicia en Tierra Santa. 2010. (Congresso).

42.
V Encontro Luso-brasileiro de História Medieval: a Idade Média portuguesa e o Brasil - reminiscências, transformações, ressignificações.Serviço e benefício: relações e redes sociais na tradição ibérica. 2010. (Encontro).

43.
V Seminário Internacional do Projeto de Estudos Judaico-helenísticos (PEJ) da UnB..Fundamentos da monarquia feudal: entre o imperador e o pastor. 2010. (Seminário).

44.
Curso Graduação História UNICAMP - Palestra.Arquivos monásticos cistercienses de Leão (séc. XII-XIII). 2009. (Outra).

45.
Gouverner c'est enqueter. Les enquêtes princières au Moyen Age. Enquêtes princières et l'historiographie portugaise. Le problème de la centralisation du pouvoir au Moyen Age.. 2009. (Congresso).

46.
II Encontro Internacional e III Encontro Nacional de História Antiga e Medieval do Maranhão.Narrativas jurídicas e poder na Península Ibérica (séc. XII-XIV). 2009. (Encontro).

47.
II Encontro Internacional e III Encontro Nacional de História Antiga e Medieval do Maranhão.Inquisição e Direito na Idade Média. 2009. (Encontro).

48.
IV Seminário do Projeto de Estudos Judaico-Helenísticos - PEJ.Religião, representação e poder na Idade Média. 2009. (Seminário).

49.
PPGHIS - UNICAMP - Seminário "Narrativas e Representações".Justiça, representação e poder na Península Ibérica (s. XIII-XIV). 2009. (Seminário).

50.
VIII EIEM - Encontro Internacional de Estudos Medievais.A dimensão pública das Inquirições régias medievais portuguesas. Reflexões históricas à luz de Habermas.. 2009. (Encontro).

51.
VII Semana de Estudos Medievais. Por uma longa duração: perspectivas dos Estudos Medievais no Brasil. A "longa Idade Média": reflexões e problemas. 2009. (Congresso).

52.
XXV Simpósio Nacional de História - ANPUH.O fardo da cura d'almas. Tradição ibérica e sociedade corporativa.. 2009. (Simpósio).

53.
II Encontro Regional da ABREM e I Encontro do "Traslatio Studii".Poder e Sociedade na Península Ibérica Medieval. 2008. (Encontro).

54.
II Encontro Regional da ABREM e I Encontro do "Traslatio Studii".Monarquia feudal e propaganda política: as inquirições portuguesas como fonte de estudo (séc. XIII). 2008. (Encontro).

55.
Seminários do Laboratório de Estudos Medievais da USP.Arquivos monásticos medievais e possibilidades de pesquisa: Península Ibérica. 2008. (Seminário).

56.
"IV Encontro da ANPUH/DF - A escrita da História: os desafios da multidisciplinaridade"."História, imaginação histórica e Literatura". 2007. (Encontro).

57.
PEM - Programa de Estudos Medievais (UFRJ)."Justiça e Cultura Política na Idade Média Ibérica". 2007. (Outra).

58.
VII Encontro Internacional de Estudos Medievais.A ti, minha amantíssima esposa - Arras em Leão (séc. XII-XIII). 2007. (Encontro).

59.
VIII Jornadas de Estudios Medievales. Las arras. Prácticas linajeras en León (s. XII-XIII). 2007. (Congresso).

60.
1º Encontro Regional da Associação Brasileira de Estudos Medievais (ABREM).Nobreza e Monacato Feminino em Leão (séc.XII-XIII). 2006. (Encontro).

61.
Encontro Luso Brasileiro de História Medieval.Cultura política e rotina monástica feminina em Leão (séc. XII-XIII). 2006. (Encontro).

62.
III Semana Socius.Corrupção e governabilidade: a crise brasileira. 2006. (Encontro).

63.
VII Jornadas de Estudios Medievales. El ejercicio del poder feudal y el monacato cisterciense femenino (León, s.XII-XIII). 2006. (Congresso).

64.
V Jornadas Internacionales de Historia de España. Cultura política y rutina monástica femenina en León (s.XII-XIII). 2006. (Congresso).

65.
I Ciclo Internacional de Estudos Antigos e Medievais.Egéria o itinerário da justiça divina na Terra Santa. 2005. (Simpósio).

66.
Seminario Internacional: Identidades, Representações e Narrativas no Mundo Atlântico.Redes Urbanas e lutas de bandos em Recife e Olinda (séc.XVIII). 2005. (Outra).

67.
VI Encontro Internacional de Estudos Medievais.Uma leitura contemporânea da justiça feudal. 2005. (Encontro).

68.
VI Encuentro de SAEMED.Redes clientelares, parentesco espiritual y monacato en Castilla y León (s. XII y XIII). 2005. (Simpósio).

69.
VI Semana de Estudos Medievais - UFRJ - IFCS.Os estudos medievais no Brasil: literatura, história e música. 2005. (Outra).

70.
A Justiça d´além-mar: lógicas jurídicas medievais em Pernambuco (séc. XVIII).A Justiça d´além-mar: lógicas jurídicas medievais em Pernambuco (séc. XVIII). 2004. (Outra).

71.
Colloque International Justice et Argent dans l´Histoire. Justice, corruption et subornation dans l´Amérique Portugaise (XVIIIème siècle). 2004. (Congresso).

72.
Os Pecados Capitais na Idade Média. Para não pecar: o livro do venerável Elredo de Rieval sobre a vida das reclusas. 2004. (Congresso).

73.
Seminários do PPGHIS.A justiça d'além-mar: lógicas jurídicas feudais em Pernambuco (séc.XVIII). 2004. (Outra).

74.
V Semana de Estudos Medievais - GT Anpuh - DF.Justiça, Norma e Ordenamento nos Manuscritos Medievais da Península Ibérica. 2004. (Encontro).

75.
2º Colóquio de História Social das Elites. Entre o gládio espiritual e o temporal: elites, conflitos jurisdicionais e a construção da memória em Olinda (sec.XVIII). 2003. (Congresso).

76.
Seminários do ICS.Tradição, justiça e quotidiano em Pernambuco (séc.XVIII). 2003. (Seminário).

77.
V Encontro Internacional de Estudos Medievais.Lógicas Institucionais e jurídicas medievais na América portuguesa. 2003. (Encontro).

78.
Seminário do PEM.Vozes Femininas Medievais: problemas de contextualização, interpretação e atualização. 2002. (Seminário).

79.
IV Semana de História da UnB.História e Narrativa Literária. 2000. (Encontro).

80.
Núcleo de Estudos Antigos e Medievais.Pobreza voluntária e benefícios espirituais: formas de vida monástica no Ocidente medieval. 2000. (Seminário).

81.
Núcleo de Estudos Antigos e Medievais.Entre o corpo e a alma: gênese do monasticismo oriental. 2000. (Seminário).

82.
Seminário Atualizações da Idade Média.Inventando a História: das fontes primárias ao romance. 2000. (Seminário).

83.
Seminários de História do CEUB.O ensino e as metodologias do estudo de História Medieval. 2000. (Seminário).

84.
Workshop da XXIV Semana de Estudos Sociais.Memória Esquecida: os museus do Distrito Federal. 2000. (Oficina).

85.
III Encontro Internacional de Estudos Medievais - UERJ.O Espelho de Além-Mar: a Transposição do Ideário Medieval Português para o Brasil Colônia. 1999. (Encontro).

86.
III Simpósio Internacional - Os Estados americanos.O Espelho de Além-Mar: a Transposição do Ideário Medieval Português para o Brasil. 1999. (Simpósio).

87.
Seminários de História da Educação (UnB).A Educação da Mulher na Idade Média. 1999. (Seminário).

88.
Workshop da XXIII Semana de Estudos Sociais - UPIS.Rompendo o Silêncio: Vozes Femininas Medievais. 1999. (Oficina).

89.
XX Simpósio Nacional de História (ANPUH).Rompendo Fronteiras: Portugal Medieval-Brasil Colonial. 1999. (Simpósio).

90.
Ciclo de Estudos Medievais - Heresia, Santa Inquisição e Bruxaria.Horror diabolicus - Misoginia e resistência na Espanha medieval. 1998. (Encontro).

91.
Workshop da XXII Semana de Estudos Sociais - UPIS.Imagens e imaginário na Idade Média. 1998. (Oficina).

92.
Semana de Estudos Sociais - UPIS.Ser mulher na Idade Média - Uma reflexão historiográfica e documental. 1997. (Encontro).

93.
Seminário da Pós Graduação em História.Nobreza e estruturas familiares na Espanha Cristã (séculos XII e XIII). 1992. (Seminário).

94.
Seminários del CSIC - Programa Relaciones de poder, de producción y de parentesco, Castilla y León (S. X al XV).El Císter Femenino. Un estado de la cuestión. 1991. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
COELHO, M. F. C.; BROCHADO, C.C. ; PESSOA, F. F. P. ; CANABRAVA, J. V. L. ; BORGES, T. ; FONSECA, F. . IX Semana de Estudos Medievais (SEM). 2018. (Congresso).

2.
COELHO, M. F. C.. Simpósio Nacional de História - ANPUH. 2017. (Congresso).

3.
RIBEIRO, M. E. B. ; BROCHADO, C.C. ; SILVA, E. O. ; COELHO, M. F. C. . XI Encontro Luso-brasileiro de História Medieval. 2016. (Congresso).

4.
COELHO, M. F. C.. XXIX Simpósio Nacional de História da ANPUH. 2016. (Congresso).

5.
COELHO, M. F. C.; RIBEIRO, M. E. B. ; ARAUJO, M. . VIII Semana de Estudos Medievais: Sentimentos, emoções e costumes na Idade Média. 2015. (Congresso).

6.
COELHO, M. F. C.; RIBEIRO, M. E. B. ; BROCHADO, C.C. ; SILVA, E. O. ; FERNANDES, A. N. . X Encontro Internacional dos Estudos Medievais (EIEM). 2013. (Congresso).

7.
PRIORI, A. ; COELHO, M. F. C. . XLIV Forum de Coordenadores dos Programas de Pós-graduação em História. 2012. (Outro).

8.
COELHO, M. F. C.; RIBEIRO, M. E. B. . Jornadas de Estudos Medievais. 2012. (Congresso).

9.
COELHO, M. F. C.; RIBEIRO, M. E. B. . Jornada de Estudos Medievais. 2011. (Congresso).

10.
COELHO, M. F. C.; OLIVA, A. R. . O ensino de História da África em debate: saberes, práticas e perspectivas. 2010. (Congresso).

11.
COELHO, M. F. C.; SILVA, L. R. . Igreja, Sociedade e Relações de Poder na Idade Média (Simpósio temático 77-ANPUH-2009). 2009. (Outro).

12.
COELHO, M. F. C.; RIBEIRO, M. E. B. . VII Semana de Estudos Medievais: Por uma longa duração: perspectivas dos Estudos Medievais no Brasil. 2009. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Vinicius Conceição. Poder e costume nas Ordenações Afonsinas: uma análise da experiência jurídico-política medieval em Portugal (séc. XV). Início: 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília. (Orientador).

2.
José Vítor de Lucena Canabrava. Entre o político e o jurídico: as relações de poder nas leis florestais inglesas (séc. XIII). Início: 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Ana Luísa pereira Lourenço. O Príncipe Perfeito: uma análise política do reinado de D. João II de Portugal. Início: 2018. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília. (Orientador).

2.
Felipe Ferreira de Paula Pessoa. Moderna tradição: música e política na Península Ibérica (séc. XIII-XVI). Início: 2017. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília. (Orientador).

3.
Marcelo Tadeu dos Santos. Clero e nobreza: o poder em construção na Galícia (séc. XII). Início: 2016. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília. (Orientador).

4.
Alécio Nunes Fernandes. A defesa dos réus: processos judiciais e práticas de justiça da Primeira Visitação do Santo Ofício no Brasil (1591-1595). Início: 2016. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília. (Orientador).

5.
Michele Araújo. Em nome da fé: as heresias e sua dimensão política em Portugal e Castela (séc.XIV e XV). Início: 2015. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília. (Orientador).

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Camila Cardoso dos Santos. A lógica feudal-cristã em A Demanda do Santo Graal. O romance de cavalaria e o modelo da sociedade na Baixa Idade Média.. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília. (Orientador).

2.
Juliana Silva Santos. O casamento de Dona Teresa de Leão e Henrique da Borgonha: redes políticas entre o reino de Leão e Castela e a Borgonha. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília. (Orientador).

3.
Ana Beatriz Sales Sobral. Urraca I de Leão e Castela, Conde Raimundo da Borgonha e Afonso de Aragão: matrimônios e discursos políticos nos séculos XI e XII. Início: 2018. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília. (Orientador).

4.
Geovane Cardoso Dias Sousa. Conflitos jurisdicionais entre a monarquia e a igreja em Portugal (séc. XIII). Início: 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade de Brasília. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Gabriel Soledade Pereira Lima. Redes de poder nos reinados de Juan II e de Enrique IV de Castela (século XV). Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade de Brasília. (Orientador).

2.
Cássio Lopes Aquino. A construção da imagem do valido Álvaro de Luna (Castela, século XV). Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

3.
André Luís Ferreira da Rosa Júnior. Redes de poder e o papel dos validos no reino de Enrique IV de Castela (Séc. XV). Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade de Brasília. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Marcos Vinícius Marinho Fernandes. A LOUCA E O BELO: A EFICÁCIA DO CASAMENTO POLÍTICO ENTRE JUANA DE TRASTÂMARA E FELIPE DE HABSBURGO (séc. XV-XVI). 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília, . Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

2.
José Willem Carneiro Paiva. Versos em conflito: jograis e poder político nas cortes régias e senhoriais (Leão, Castela e Portugal, séc. XIII). 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

3.
Clarice Machado Aguiar. O papel do diabo nas narrativas de milagres (Castela e Portugal, séc. XIII). 2017. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília, . Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

4.
Michele Araújo. Tradição e poder no Colírio da Fé: um estudo sobre heriosologia política medieval (séc. XIV). 2015. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

5.
Scarlett Dantas de Sá Almeida. Ritos, cerimônias e poder na Península Ibérica: uma análise político-cultural dos costumes de corte (séc. XIV-XV). 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Programa de pós-Graduação em História - UnB, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

6.
Ana Luísa Pereira Lourenço. D. João II: entre a história e a historiografia. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

7.
Guilherme Amorim de Carvalho. A arte de bem governar para bem morrer. Discurso e lógicas corporativas na América Portuguesa (séc. XVII). 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Programa de pós-Graduação em História - UnB, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

8.
Alécio Nunes Fernandes. Dos manuais e regimentos do Santo Ofício português: a longa duração de uma justiça que criminalizava o pecado (séc. XIV-XVIII). 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Programa de pós-Graduação em História - UnB, . Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

9.
Marcelo Tadeu dos Santos. A majestade do monarca: justiça e graça nos sermões de Antônio Voeira (1653-1662). 2008. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília, . Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

Tese de doutorado
1.
Magda Rita Duarte. Roma locuta, causa finita? A construção da plenitude de poder e as estratégias políticas aristocráticas no Languedoc (séc. XII e XIII). 2018. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Yohanna Lima Japiassu Amaro. A princesa de muitos noivos: os acordos matrimoniais para Isabel, a Católica. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

2.
Dayane Faria de Souza. O coração do corpo: uma análise do modelo matrimonial nas Siete Partidas, de Alfonso X (séc. XIII). 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

3.
José Vítor de Lucena Canabrava. O controle das florestas reais inglesas: da conquista normanda à Magna Carta. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

4.
Clarice Machado Aguiar. O diabo: vítima ou algoz? Representação do diabo nas Cantigas de Santa Maria. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

5.
Géssika Mayumi Nakandakari Reis. Privilégio é lei: um estudo sobre o conceito de privilégio no discurso das Siete Partidas e das Ordenações Afonsinas (séc. XIII-XV). 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

6.
Maria Eduarda Praxedes Silva. O valor do lucro: usura e justiça nas Ordenações Afonsinas (séc. XV). 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

7.
Ana Luísa Pereira Lourenço. Imagem e legitimação nas cerimônias régias na Baixa Idade Média portuguesa. 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

8.
Luiza Tolendall Prudente. À mercê do rei. Um estudo do discurso sobre as mercês no primeiro livro das Ordenações Afonsinas (Séc. XV). 2013. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

9.
Michele Araújo. Heresia, poder político e lógicas corporativas na Península Ibérica (séc. XIII-XV).. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

10.
Scarlett Dantas de Sá Almeida. As penas da Igreja: lógicas corporativas, das Siete Partidas às Ordenações Afonsinas. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

11.
Vinícius Silva Conceição. Fora do corpo: judeus e mouros nas Siete Partidas e nas Ordenações Afonsinas. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

12.
André Barros Curado Fleury. A ordem eclesiástica da sociedade corporativa: discurso e poder nas siete Partidas e nas Ordenações Afonsinas. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

13.
Philipe Rosa de Lima. Reforma Papal e Ordens Mendicantes: um debate na longa duração. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

14.
Eduardo Santos. A construção do diabo nas Cantigas de Santa Maria. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - União Pioneira de Integração Social. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

15.
Alécio Nunes Fernandes. O Directorium Inquisitorum - tradição ibérica e processo. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - União Pioneira de Integração Social. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

16.
Raquel do Abiahy e Rogério Veras. O Directorium Inquisitorum - tradição ibérica e lógicas punitivas. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - União Pioneira de Integração Social. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

17.
Carla Moreira Guedes. Justiça e tradição ibérica: a Visitação de Mariana (séc. XVII). 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - União Pioneira de Integração Social. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

18.
Guilherme Carvalho. Justiça e poder na América portuguesa - O panegírico fúnebre a D. Afonso Furtado, governador do Brasil (séc. XVII).. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - União Pioneira de Integração Social. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

19.
Amauri Santos de Souza. Inquisição e tradição ibérica: a justiça na Visitação do Grão-Pará. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - União Pioneira de Integração Social. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

20.
Creomar Lima Carvalho de Souza. A Espada e a Cruz: o papel da Ordem de Cristo na consolidação do Estado português. (Sec. XIV e XV). 2000. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - União Pioneira de Integração Social. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

21.
Mércia Apolônio de Menezes. O fim dos tempos: o imaginário medieval no Apocalipse de São João. 2000. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - União Pioneira de Integração Social. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

22.
Neusa Ramos Pereira Carneiro. Entre o Islã e o cristianismo: as cruzadas sob a ótica árabe. (Sec. XI -XIII).. 2000. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - União Pioneira de Integração Social. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

23.
Mércia Carvalho da Silva. A pureza das formas: reflexos da Reforma na iconografia (Sec. XV a XVI). 2000. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - União Pioneira de Integração Social. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

24.
Ana Paula de Sousa Soares. Reformando o reino de Deus: Sociedade e Religião na Europa do Sec. XV.. 2000. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - União Pioneira de Integração Social. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

25.
Katiuscia de Sousa Vasconcelos. Construindo o feudo do Senhor: formação dos domínios do mosteiro de Santa Maria de Arouca (Sec. X). 2000. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - União Pioneira de Integração Social. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

26.
Janice José Araújo. O poder das Damas: A atuação da mulher na sociedade medieval. (Sec. XII-XV).. 1999. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - União Pioneira de Integração Social. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

27.
Antonio Carlos Lisboa. O Sagrado e o Profano no Sec. XII: a ideologia monástica.. 1999. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - União Pioneira de Integração Social. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

28.
Viviane Lourdes Batista Vidal. Mulher e bruxaria na Europa cristã. (Sec. XII-XV). 1999. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - União Pioneira de Integração Social. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

29.
Elisa Lene Araújo Jadão. Tecendo alianças: mulher e relações de parentesco na Idade Média.. 1999. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - União Pioneira de Integração Social. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

Iniciação científica
1.
Yohanna Lima Japiassu Amaro. Noivados e pactos políticos: problemas em torno do casamento de Isabel, a Católica. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

2.
Amanda Olivdeira de Faria Junqueira. Linhagens na Baixa Idade Média: a influência cristã no seio familiar. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

3.
Isabela Gomes Parucker. Siete Partidas, Castela e a cavalaria na Baixa Idade Média: realidades históricas e suas possíveis apropriações. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

4.
Dayane Faria de Souza. Casamentos e lógicas familiares nas Siete Partidas. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

5.
Ana Luísa Pereira Lourenço. Justiça e lógicas corporativas nas Ordenações Afonsinas (séc. XV). 2013. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

6.
Maria Eduarda Praxedes Silva. Patrimônio e lógicas corporativas nas Ordenações Afonsinas (séc. XV). 2013. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

7.
Letícia Coelho Felix. Bens e heranças nas Ordenações Afonsinas. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

8.
Michele de Araújo. O modelo corporativo nas Ordenações Afonsinas: as heresias. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

9.
Scarlett Dantas de Sá Almeida. O modelo corporativo nas Siete Partidas: a ordem eclesiástica. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

10.
André Barros Curado Fleury. O modelo corporativo nas Siete Partidas: a ordem eclesiástica. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

11.
Vinícius Silva Conceição. O modelo corporativo nas Siete Partidas: mouros e judeus.. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

12.
Francisco Leme da Silva. O modelo corporativo nas Siete Partidas:os oficiais régios. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

13.
Marina Tomé Bezzi. O modelo corporativo nas Siete Partidas: a imagem da cabeça política.. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

14.
Géssika Mayumi Nakandakari Reis. Justiça, privilégios e lógicas corporativas nas Ordenações Afonsinas (séc. XV). 2011. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

15.
Ana Luísa Pereira Lourenço. Justiça, privilégios e lógicas corporativas nas Ordenações Afonsinas (séc. XV). 2011. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

16.
Maria Eduarda Praxedes Silva. Patrimônio e lógicas corporativas nas Ordenações Afonsinas (séc. XV). 2011. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

17.
Letícia Coelho Félix. Patrimônio e lógicas corporativas nas Ordenações Afonsinas (séc. XV). 2011. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

18.
Luísa Tollendal Prudente. Sociedade corporativa e as Ordenações Afonsinas: o papel do monarca como cabeça política.. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

19.
André Carros Curado Fleury. O modelo corporativo nas Ordenações Afonsinas - Clérigos e Igreja. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

20.
Scarlett Dantas de Sá Almeida. O modelo corporativo nas Ordenações Afonsinas - Clérigos e Igreja. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

21.
Vinicius Silva Conceição. O modelo corporativo nas Ordenações Afonsinas: mouros e judeus. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.

22.
Michele Araújo. O modelo corporativo nas Siete Partidas: heresias.. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Maria Filomena Pinto Da Costa Coelho.



Inovação



Projetos de pesquisa



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/10/2018 às 13:40:46