Eduardo Jose Viola

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1B

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2685286492991791
  • Última atualização do currículo em 31/07/2018


Doutorado em Ciência Política, Univ. São Paulo (1982), Pós-doutorado em Economia Política Internacional - University of Colorado at Boulder (1991). É Professor Titular (Concurso Público) do Instituto de Relações Internacionais da Universidade de Brasília desde 1993; Pesquisador 1 B do CNPq; Coordenador do Grupo de Pesquisa do CNPq "Sistema Internacional no Antropoceno e Mudança Global do Clima"; Lead Faculty da Earth System Governance Network; e, Professor Colaborador do Programa de Doutorado em Ciencias Ambientais e Sustentabilidade da Universidade Federal da Amazonia. Foi professor adjunto da Universidade Federal de Santa Catarina (1979-92) e professor visitante das seguintes universidades: Notre Dame (1983-84), Universidade Federal de Rio Grande do Sul (1986), UNICAMP (1988), Colorado at Boulder (1991), Amsterdã (1992-93), Stanford (1994), San Martin (2001) e Texas at Austin (2009). Publicou 87 artigos em periódicos internacionais e nacionais, 9 livros e 89 capítulos de livros nacionais e internacionais. As temáticas com que trabalha e publica são: política internacional, política comparada, economia política internacional da energia e da mudança climática, política ambiental internacional, relações Internacionais no Antropoceno, globalização e governabilidade, política externa do Brasil, regimes políticos, transições democráticas em Brasil e Argentina e segurança internacional. Tem mais de 4000 citações no Google Scholar, 40 no Web of Science, 79 no Scopus e 21 no Scielo. Tem uma das mais altos indices de publicação qualificada em toda a area de ciência política e relações internacionais. Publica regularmente em ingles em periódicos de alto impacto e editoras de alto prestigio. Seu último livro (em co-autoria com Matias Franchini): Brazil and Climate Change. Beyond the Amazon. New York, Routledge, 2018, 213p é endossado por Scott Mainwaring, Katheryn Hochstetler e Arild Underdal. Orientou 60 dissertações de mestrado e 23 teses de doutorado já concluídas, várias delas tendo sido publicadas como livros. Está orientando 5 teses de doutorado em andamento. Participou em congressos e seminários em mais de 40 países e ministrou palestras em dezenas de universidades de primeira linha internacional nas Américas, Europa e Ásia. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Eduardo Jose Viola
Nome em citações bibliográficas
VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de Brasília, Instituto de Relações Internacionais.
IREL Campus Darcy Ribeiro
Asa Norte
70842970 - Brasília, DF - Brasil
Telefone: (61) 31073636


Formação acadêmica/titulação


1978 - 1982
Doutorado em Ciência Política.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Autoritarismo e Democracia na Argentina Contemporanea, Ano de obtenção: 1982.
Orientador: Lucio Felix Kowarick.
Palavras-chave: Autoritarismo; Democratizacao; Cultura Politica; Governo; Argentina; Politica Comparada.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político / Especialidade: Conflitos e Coalizões Políticas.
1977 - 1978
Mestrado em Sociologia.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: FORMAS DE ESTADO E FORMAS DE REGIME NO CAPITALISMO PERIFERICO.,Ano de Obtenção: 78.
Orientador: ANDRE VILLALOBOS.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo / Especialidade: Sistemas Governamentais Comparados.
1975 - 1976
Especialização em Relações Internacionais. (Carga Horária: 480h).
Fundacion Bariloche, F.B., Argentina.
1971 - 1972
Especialização em Metodologia de Pesquisa. (Carga Horária: 480h).
Universidad de Buenos Aires, UBA, Argentina.
1967 - 1971
Graduação em Licenciatura Em Sociologia.
Universidad de Buenos Aires, UBA, Argentina.


Pós-doutorado


2017 - 2018
Pós-Doutorado.
Instituto de Ciências Sociais Univ.Lisboa, ICS/UL-Pt, Portugal.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político.
1990 - 1991
Pós-Doutorado.
University of Colorado, UC, Estados Unidos.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional / Especialidade: Organizações Internacionais.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas / Especialidade: Análise do Processo Decisório.


Formação Complementar


2004 - 2004
Reinventing the West: United States Europe Divid. (Carga horária: 80h).
Salzburg Institute, SI, Austria.
2002 - 2002
Integrated Peacekeeping Operations. (Carga horária: 120h).
Pearson Peacekeeping Center, PPC, Canadá.
2002 - 2002
American Foreign Policy After 9 11. (Carga horária: 160h).
State Department, USSD, Estados Unidos.
2000 - 2000
American Foreign Policy. (Carga horária: 180h).
University of Delaware, UDEL, Estados Unidos.


Atuação Profissional



Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Membro da Comissão Académica do Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais

Vínculo institucional

1993 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Disciplinas ministradas no Doutorado em Relações Internacionais (2002- presente): Seminário Avançado Relações Internacionais no Pos-guerra Fria, Seminário Avançado de Pesquisa, Tópicos Especiais: Política Internacional da Mudança Climática. Presidente do Comite de Seleçao do Doutorado: 2002, 2003, 2005, 2006, 2007, 2008, 2010 e 2011. Disciplinas ministradas no Mestrado em Relações Internacionais (1993- presente): Seminário de Pesquisa, Política ambiental Internacional, Metodologia de Pesquisa em Relações Internacionais, Segurança Internacional, Política externa dos Estados Unidos, Globalização e Governança, Teoria das Relações Internacionais, Política externa das Grandes Potências, Globalização e Indivíduo, Relações Internacionais nas América. P Disciplinas ministras da Graduação em Relações Internacionais (1993- presente): Teoria das Relações Internacionais 1 e 2, Analise das Relações Internacionais, Segurança Internacional, Organizações Internacionais, Política Internacional Contemporânea, Política Ambiental Global, Economia Política Internacional, Globalização e Governança, Metodologia de Pesquisa. Disciplinas ministradas no Doutorado em Desenvolvimento Sustentável (1996-2000): Seminário Avançado de Pesquisa em Desenvolvimento Sustentável, A biosfera e o sistema Internacional, Política Internacional da Mudança Climática.

Vínculo institucional

2007 - 2012
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Presidente da Comissão de Seleção do Programa de Doutorado em Relações Internacionais

Vínculo institucional

2004 - 2005
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Vice-coordenador do Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais

Vínculo institucional

2001 - 2004
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Presidente da Comissão de Seleção do Programa de Doutorado em Relações Internacionais.

Atividades

03/2009 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Relações Internacionais, .

3/1999 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Instituto de Ciencia Politica e Relações Internacionais, Departamento de Relaçoes Internacionais.

Cargo ou função
Membro de comissão permanente.
7/1996 - Atual
Extensão universitária .

Atividade de extensão realizada
Multiplos cursos de extensão sobre globalização e politica ambiental.
8/1993 - Atual
Ensino, Relações Internacionais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria das Relações Internacionais
Globalização e Governabilidade
Política Externa dos EUA
Política Ambiental Internacional
Problemas estrategicos contemporaneos
Individuo e globalizaçao
analise de relaçoes internacionais
7/1993 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Instituto de Relações Internacionais, .

7/1993 - Atual
Ensino, Relações Internacionais, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Globalização e Governabilidade
Metodologia de Pesquisa em Relações Internacionais
Perspectivas da Ordem Internacional
Politica Ambiental Global
Política Externa dos EUA
Regime Internacional de Mudança Climatica
Relações Internacionais no Pos-guerra Fria
Segurança Internacional
Seminario de pesquisa
Teoria das Relações Internacionais
1/2003 - 9/2003
Direção e administração, Instituto de Ciencia Politica e Relações Internacionais, Departamento de Relaçoes Internacionais.

Cargo ou função
Coordenador de Curso.

Stanford University, STANFORD, Estados Unidos.
Vínculo institucional

1993 - 1994
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Universiteit van Amsterdam, UvA, Holanda.
Vínculo institucional

1992 - 1993
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40


Earth System Governance Institute, ESG, Holanda.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Lead Faculty, Carga horária: 1
Outras informações
O Earth System Governance é o maior instituto internacional de pesquisa sobre governança global com foco no meio ambiente global e a mudança climatica. A posiçao de Lead Faculty envolve participaçao em reunioes que decidem programas e projetos de pesquisa, congressos, conferencias e ministrar aulas em modulos esporadicamente.


International Panel on Climate Change, IPCC, Alemanha.
Vínculo institucional

2012 - 2014
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Autor Revisor do 5to Relatorio do IPCC, Carga horária: 1
Outras informações
O Painel Internacional de Mudança Climática foi criado pelas Organizaçao das Naçoes Unidas em 1989 e produziu cinco relatorios cientificos que sao os pilares das negociacoes internacionais de mudanca climatica e das politicas nacionais da maioria dos paises do mundo. O Painel ganho o Premio Nobel da Paz em 2007. O quinto relatório, em que sou autor/revisor no Working Group 3 - Opções e políticas de mitigação - foi publicado em 2014.


British Royal Society of Science, BRS, Grã-Bretanha.
Vínculo institucional

2010 - 2012
Vínculo: Membro Comite Cientifico, Enquadramento Funcional: Solar Radiation Management Governance Group, Carga horária: 1
Outras informações
Este comite, constituido por cientistas de primeira linha do mundo, incluidos premios Nobel e organizado pela Royal Society (Academia de Ciencias do Reino Unido) dedicou-se a analizar os problemas de governança global derivados do inicio de projetos de geo-engenharia destinados a lidar com a mudanca climatica, em particular o "Solar Radiation Management".


Academia Brasileira de Ciências, ABC, Brasil.
Vínculo institucional

1996 - 2007
Vínculo: Membro, Enquadramento Funcional: Comite Mudança Ambiental Global, Carga horária: 1

Atividades

8/1996 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Comite de Dimensoes Humanas da Mudança Ambiental Global, .

Cargo ou função
Membro de comissão.

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsa de Produtividade 1C, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2009 - 2012
Vínculo: Bolsa de Produtividade, Enquadramento Funcional: Bolsa de produtividade 2, Carga horária: 10

Vínculo institucional

1997 - 2004
Vínculo: bolsa de produtividade 1 A, Enquadramento Funcional: bolsa de produtividade 1 A

Vínculo institucional

2000 - 2000
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro do Comite Assesor de Ciência Política, Carga horária: 0

Vínculo institucional

1999 - 1999
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Comite Integracao Interdisciplinar, Carga horária: 1

Vínculo institucional

1989 - 1997
Vínculo: bolsa de produtividade 1 C, Enquadramento Funcional: bolsa de produtividade 1 C

Vínculo institucional

1985 - 1989
Vínculo: bolsa de produtividade 2 A, Enquadramento Funcional: bolsa de produtividade 2 A

Vínculo institucional

1988 - 1988
Vínculo: Memb. Com. Criaçao area ambien, Enquadramento Funcional: Memb. Com. Criaçao area ambien

Atividades

6/2000 - 11/2000
Serviços técnicos especializados , Comite Assessor de Sociologia Ciencia Politica e Antropologia, .

Serviço realizado
Membro do Comite assessor de Ciencia politica.

Instituto de Ciências Sociais Univ.Lisboa, ICS/UL-Pt, Portugal.
Vínculo institucional

2017 - 2018
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Investigador Visitante, Carga horária: 20


South American Institute for Resilience and Sustainability Studies, SARAS, Uruguai.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Mestrado Sustentabilidade, Carga horária: 1

Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Membro do Conselho Cientifico, Carga horária: 1


Universidade Federal da Amazonia, UFA, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Professor Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Doutorado em Ciencias Ambientais, Carga horária: 2


Institute for Advanced Sustainability Studies, IASS, Alemanha.
Vínculo institucional

2016 - 2017
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Membro Advisory Board Geo-engeneering Govern, Carga horária: 1


International Human Dimensions Of Global Environmental Change Program, IHDP, Alemanha.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Membro de comite cientifico, Enquadramento Funcional: Advisory Group on Human Health Global Environ, Carga horária: 1

Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Membro de comite cientifico, Enquadramento Funcional: Membro Comite Earth System Governance, Carga horária: 1

Vínculo institucional

2002 - 2007
Vínculo: Membro do Comite Científico, Enquadramento Funcional: Professor e Consultor, Carga horária: 1

Atividades

3/2002 - 03/2009
Conselhos, Comissões e Consultoria, International Human Dimensions Of Global Environmental Change Program, .

Cargo ou função
Membro de conselho.
5/2002 - 6/2002
Ensino, Ihdp Workshop On Global Environmental Change, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Global Environmental Change and Globalization

Geo-engeneering our Climate. Ethics, Politics and Governance, GEC, Grã-Bretanha.
Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Membro Rede de Pesquisa, Enquadramento Funcional: Membro da Rede de Pesquisa, Carga horária: 1


Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2007
Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Comite Avaliaca C. Politica/Relacoes Internac, Carga horária: 1

Vínculo institucional

1999 - 2001
Vínculo: ComiteAvaliaçaoMultidisciplina, Enquadramento Funcional: ComiteAvaliaçaoMultidisciplina

Vínculo institucional

1997 - 1998
Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Comite Avaliaçao Ciencia Politica, Carga horária: 1

Vínculo institucional

1987 - 1989
Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Comite Avaliaçao Ciencia Politica, Carga horária: 1


University of Notre Dame, UND, Estados Unidos.
Vínculo institucional

1983 - 1984
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Assistente Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

08/1983 - 08/1984
Ensino, Ciencia Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Authoritarianism and Democracy in Latin America

University of Colorado, UC, Estados Unidos.
Vínculo institucional

1991 - 1991
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Environment and Behavior Program


Latin American Studies Association, LASA, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2014 - 2016
Vínculo: Coordenador de Area, Enquadramento Funcional: Coordenador Relações Internacionais 50 Confer, Carga horária: 1
Outras informações
Coordenador da Area de Relaçoes Internacionais para a 50 Conferencia Anual da Latin American Studies Association a ser realizada em New York em 27-30 de maio de 2016


Associaçao Nacional de Pesquisa e Pos Graduaçao Em Ciencias Sociais, ANPOCS, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro do Comite Academico, Carga horária: 1

Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Membro Comitê Premiação Livros, Enquadramento Funcional: Membro Comitê Premiação Livros, Carga horária: 1

Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro Comitê Premiação Livros, Carga horária: 10

Vínculo institucional

1997 - 2000
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Membro Juri Premiação teses, Carga horária: 1

Vínculo institucional

1986 - 1988
Vínculo: Diretor, Enquadramento Funcional: Membro do Conselho Diretivo

Vínculo institucional

1984 - 1986
Vínculo: Membro do conselho fiscal, Enquadramento Funcional: membro do conselho fiscal


Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

1979 - 1993
Vínculo: Servidor público ou celetista, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40


Associação Brasileira de Relações Internacionais, ABRI, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2013
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Coordenador Cientifico do 4 Encontro da ABRI, Carga horária: 1

Vínculo institucional

2009 - 2013
Vínculo: Diretor, Enquadramento Funcional: Membro do Conselho Diretivo, Carga horária: 1


University of Texas at Austin, UT Austin, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Visitante, Carga horária: 20
Outras informações
Ministra modulo em curso de Política Ambiental Internacional no Programa de Pos-graduaçao em ciencia política e relaçoes internacionais


Painel Brasileiro de Mudanças Climaticas, PBMC, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2013
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Autor Revisor, Carga horária: 1


Center for International Governance Innovation, CIGI, Canadá.
Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Advisor Committee Multilateral Climate Negoc, Carga horária: 1


Escola Superior de Guerra, ESG, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Curso Superior Política Estrategia, Carga horária: 1


Eastern Michigan University, EMU, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Professor vistante, Enquadramento Funcional: Colaborador, Carga horária: 20
Outras informações
Ministrei aulas sobre Política Internacional da Mudança Climática e orientei alunos de graduaçao e de pos-graduaçao


Universidad de San Martin, USM, Argentina.
Vínculo institucional

2001 - 2001
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 10

Atividades

3/2001 - 7/2001
Ensino, Politicas Publicas e Relações Internacionais, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Globalização e Governabilidade

Instituto Rio Branco, IRBR, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2006
Vínculo: Professor colaborador, Enquadramento Funcional: Professor colaborador, Carga horária: 1

Atividades

2/2003 - Atual
Ensino, Diplomacia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Teoria das Relações Internacionais

Instituto Akatu pelo Consumo Consciente, AKATU, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - Atual
Vínculo: Membro do Conselho Academico, Enquadramento Funcional: Membro do Conselho Academico, Carga horária: 1


Comissao Nacional de Populaçao e Desenvolvimento, CNPD, Brasil.
Vínculo institucional

1995 - 2004
Vínculo: Membro, Enquadramento Funcional: Nomeado pelo presidente da Republica, Carga horária: 1

Atividades

11/1995 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissao Nacional de Populaçao e Desenvolvimento, .

Cargo ou função
Membro de colegiado superior.

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, MCTI, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2006
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro do Comite Cientifico do Programa LBA, Carga horária: 1

Vínculo institucional

2000 - 2001
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Comite de Alto Nivel Amazonia, Carga horária: 1

Atividades

5/2001 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Secretaria de Projetos Especiais, Secretaria de Projetos Especiais.

Atividade realizada
Membro do Comite Cientifico Internacional.

Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

1988 - 1988
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 20


Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Vínculo institucional

1986 - 1986
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 20


East West Institute, EWI, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2008 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: membro board Global Leadership Consortium


Associação Brasileira de Ciencia Política, ABCP, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2008
Vínculo: Membro Conselho Fiscal, Enquadramento Funcional: Membro Conselho Fiscal

Vínculo institucional

2001 - 2004
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Membro de Comissao de Pesquisa e Pos-graduaçã, Carga horária: 1

Vínculo institucional

1998 - 2000
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: membro diretoria, Carga horária: 1

Atividades

4/2001 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão de Pos Graduação, .

Cargo ou função
membro de colegiado superior.
12/1998 - 12/2000
Conselhos, Comissões e Consultoria, Diretoria, .

Cargo ou função
Diretor.

Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, PM/RJ, Brasil.
Vínculo institucional

2012 - 2012
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Pensador selecionado, Carga horária: 4
Outras informações
Participaçao no Humanidade 2012, que foi uma iniciativa da Prefeitura de Rio para realçar o importante papel que o Brasil exerce no desenvolviemento sustentavel global. Constava de 12 grandes salas, sendo uma delas a Biblioteca da Humanidade onde constavan 100 obras relevantes na formacao de cada um dos 100 pensadores que mais contribuirom para o desenvolvimento sustentavel no Brasil. Eduardo Viola foi o unico internacionalista selecionado de uma lista em que constavam cientistas de quase todas as areas do conhecimento. Eduardo realizou uma lista de 100 livros que marcaram sua formaçao desde crianca, que foram posteriormente comprados pelos organizadores (apenas 82 foram obtdos) e exibidos para um vasto publico. O mostra foi considerada de excelente qualidade pelos criticos sendo o mais importante evento artistico cultural da Rio + 20. A biblioteca da Humanidade foi doada posteriormente ao centro cultural de uma favela


Ministério do Meio Ambiente e da Amazonia Legal, MMA, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro Grupo Conferencia Rio + 20, Carga horária: 1


Centro para la Apertura y el Desarrollo de America Latina, CADAL, Argentina.
Vínculo institucional

2006 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro do Conselho Academico, Carga horária: 1


Associaçao Brasileira de Desenvolvimento de Lideranças, ABDL, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro do Conselho, Carga horária: 1


International Sociological Association, ISA, Canadá.
Vínculo institucional

1998 - 2001
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Diretor Comite Ambiente e Sociedade, Carga horária: 1


Commission On Globalization, CG, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2001 - 2003
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: colaborador, Carga horária: 1

Atividades

12/2001 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Committe On International Security, .

Cargo ou função
Membro de comissão.

Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Vínculo institucional

1994 - 1995
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Comite Desenvolvimento Infraestrutura Cientif, Carga horária: 1


Macarthur Foundation, MF, Estados Unidos.
Vínculo institucional

1991 - 1992
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Comite Mudança Ambiental Global, Carga horária: 2


Universidad de Buenos Aires, UBA, Argentina.
Vínculo institucional

1971 - 1974
Vínculo: Servidor público ou celetista, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 40


Instituto Millenium, IM, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2010
Vínculo: Membro do Conselho Diretivo, Enquadramento Funcional: Membro do Conselho Diretivo


Fundaçao Desenvolvimento Administracao Publica Sp, FUNDAP/SP, Brasil.
Vínculo institucional

1978 - 1979
Vínculo: Servidor público ou celetista, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 20


Universidad Tecnologica Nacional, UTN, Argentina.
Vínculo institucional

1972 - 1974
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 10

Atividades

3/1972 - 12/1974
Ensino, Engenharia Civil, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Realidade Nacional e Internacional

Secretaria Especial de Meio Ambiente, SEMA, Brasil.
Vínculo institucional

1987 - 1988
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Comite Planejamento Estrategico, Carga horária: 1


Telebras Telecomunicações Brasileiras, TELEBRAS, Brasil.
Vínculo institucional

1995 - 1996
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Consultor Adaptação Globalização, Carga horária: 1


Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Meio Ambiente, SEDUMA/SC, Brasil.
Vínculo institucional

1987 - 1987
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Comite Cientifico, Carga horária: 1


Secretaria de Meio Ambiente Mt, SMA/MT, Brasil.
Vínculo institucional

1988 - 1988
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Comite Avaliaçao, Carga horária: 2


Secretaria de Meio Ambiente Sp, SMA/SP, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - 1998
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Comite Planejamento Estrategico, Carga horária: 1


Rede Brasil Sul, RBS, Brasil.
Vínculo institucional

1991 - 1991
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor colaborador, Carga horária: 6

Atividades

8/1991 - 12/1991
Ensino, Jornalismo, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Relações Internacionais

University of Oxford, OX, Inglaterra.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:



Linhas de pesquisa


1.
Sistema Internacional no Antropoceno e Mudança Global do Clima (Coordenador)

Objetivo: Refletir sobre as transformações do Sistema Internacional no Antropoceno. Refletir sobre o desenvolvimento conceptual do campo da economia e da politica internacional da mudança climática em suas várias dimensões: regimes internacionais, potências climáticas, dissonância entre ciência e economia política, geo-politica da energia, transição para uma sociedade de baixo carbono. Estudar as politicas energetica e climática dos principais países do mundo. Analisar os processos de transiçao para uma economia de baixo carbono. Estudar o nivel de resiliencia e adaptação da sociedade internacional a mudança climática. Acompanhar o desenvolvimento conceptual da teoria dos Limites Planetários e o Espaço de Operaçao Segura para Humanidade do Stockholm Sustainability and Resilience Institute. Estudar as politicas publicas brasileiras com relação a mitigaçao e adaptação à mudança Climática. Estudar a vulnerabilidade, resiliencia e políticas climáticas na América do Sul..
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional / Especialidade: Relações Internacionais, Bilaterais e Multilaterais.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional / Especialidade: Integração Internacional, Conflito, Guerra e Paz.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social; Organismos internacionais e outras instituições extraterritoriais.
2.
Política Exterior

Objetivo: Linha de Pesquisa do Programa de Pos-graduaçao em Relacoes Internacionais da Universidade de Brasília.
Grande área: Ciências Humanas
3.
Cooperação, Integração, Regimes Internacionais e Instituições

Objetivo: Linha de Pesquisa do Programa de Pos-graduaçao em Relaçoes Internacionais da Universidade de Brasília.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional / Especialidade: Organizações Internacionais.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional / Especialidade: Relações Internacionais, Bilaterais e Multilaterais.
Setores de atividade: Administração pública, defesa e seguridade social; Organismos internacionais e outras instituições extraterritoriais.


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Greenhouse Gases Removal: Governance Challenges
Descrição: Avaliação de percepção de decissores sobre 10 tecnologias de Remoção de Carbono em vários países.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Sistema Internacional no Rumo da Descarbonização? Políticas Climáticas das Grandes Potencias, 2010-2018
Descrição: No longo prazo a economia global iniciou a transiçao para uma economia de baixo carbono, porem o ritmo desse processo é, por enquanto, incompativel com evitar a mudança climática perigossa. O projeto visa análisar das Políticas Climáticas e Energéticas Nacionais das grandes potencias climáticas e suas derivações Regionais, Plurilaterais e Multilaterais no periodo 2010-2018.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (5) .
Integrantes: Eduardo Jose Viola - Coordenador / FRANCHINI, MATÍAS - Integrante / RIBEIRO, THAÍS LEMOS - Integrante / BASSO, LARISSA - Integrante / Carl Folke - Integrante / Luciano Guivant Viola - Integrante / Ana Carolina Mauad - Integrante.Financiador(es): (CNPq) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2013 - 2017
Transition to a Sustainable and Resilient Society in South America
Descrição: The project main goal is the mapping of the main potentials and obstacles for the transition to a sustainable and resilient Society in South America. The focus is in some selected countries - Uruguay, Brazil, Argentina, Chile, Bolivia and Colombia - but the general goal is to study the whole continent given strong importance to the interlinks in various dimensions: economy, infrastructure, socio-cultural, migrations, climate change, biodiversity protection and land use change..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Eduardo Jose Viola - Integrante / Carl Folke - Coordenador / Frances Westley - Integrante / Steve Carpenter - Integrante / Martin Scheffer - Integrante / Oswaldo Sala - Integrante / Nestor Mazzeo - Integrante / Mariana Meerhoff - Integrante.
Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 3
2013 - 2015
Political Obstacles to Effective Climate Agreements
Descrição: In the past decade, multilateral organizations have been plagued by simultaneous deadlocks on issues of security, trade, environment and others. Critical global problems continue to fester without sufficiently effective collective action. This project was launched in late 2013 to take a fresh look at ways to circumvent political obstacles to international solutions. During 2013-2014, the project concentrates on climate change. Climate scientists agree that human activity has been causing our planet?s atmospheric temperature to rise over the long term.Without serious policy changes, scientists expect devastating consequences in many regions: inundation of coastal cities; greater risks to food production and, hence, malnutrition; unprecedented heat waves; greater risk of high-intensity cyclones; and irreversible loss of biodiversity. Some international relations scholars expect increased risk of violent conflicts over scarce resources. Environmentalists have been campaigning for effective changes for more than two decades. The world?s governments have been negotiating continuously since 1995 as parties to the United Nations Framework Convention on Climate Change. These UN talks have not yet produced agreements that are sufficiently effective in curbing emissions or helping the world adapt to climate impacts. Some effort has shifted to partial measures by national governments, provinces, cities and private companies, which together also fall far short of the need. Led by CIGI Senior Fellow John Odell, the project begins with a stock-taking and design phase. Much policy research and advocacy has already been completed. The special focus is now on contributions that negotiations between governments and other actors ? outside as well as inside the UN ? might make and ways around today?s chief political obstacles. A public forum was held in November 2013 and two focussed meeting of international policy and academic experts were held in May 2014 (Zurich) and November 2014 (Los Angeles), to refine the design of a major future effort..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Eduardo Jose Viola - Integrante / John Odell - Coordenador / David Runnalls - Integrante.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 3
2012 - 2015
As Potencias Climáticas e Brasil na Politica Internacional de Transiçao para Baixo Carbono, 2008-14
Descrição: Esta pesquisa tem quatro objetivos principais. Em primeiro lugar estudar a evolução da política climática internacional desde 2008 até 2014. Em segundo lugar estudar a evolução das super. potencias climáticas (EUA, União Europeia e China) e das grandes potencias climáticas (Brasil, Índia, Japão e Rússia) em termos de transição para uma economia de baixo carbono no período 2008-2014. Em terceiro lugar estudar a evolução da posição brasileira nas negociações internacionais do regime internacional da mudança climática e nos principais foros plurilaterais, em particular o G20 e Fórum das Grandes Economias. Em quarto lugar, avaliar o perfil e as transformações da posição do Brasil na economia política internacional das emissões de carbono, considerando a drástica queda de emissões no período 2005-2009 e o novo perfil do pais a partir de 2010..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (7) .
Integrantes: Eduardo Jose Viola - Coordenador / A. OLIVIERI - Integrante / CRISTINA INOUE - Integrante / Haroldo Machado Filho - Integrante / FRANCHINI, MATÍAS - Integrante / HOCHSTETLER, KATHRYN - Integrante / Jose Eli da Veiga - Integrante / Manuela Amaral - Integrante / rafael Dubeaux - Integrante / Carlos Tome - Integrante / Fernanda Carvalho - Integrante / Veronica Gonçalvez - Integrante / Solveig Aamodt - Integrante / Jean Santos Lima - Integrante / BASSO, LARISSA - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 41 / Número de orientações: 8
2011 - 2013
Sistema Internacional, Mudança Climática e Limites Planetarios: Desenvolvimento Conceptual (Coordenador)
Descrição: Projeto Desenvolvido na Linha de Pesquisa em Relaçoes Internacionais e Mudança Climatica em que ocupo a posiçao de coordenador. Trabalha com a fronteira do desenvolvimento teorico-conceptual na interfase entre o campo das relaçoes internacionais e o campo da mudança ambiental global..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (6) .
Integrantes: Eduardo Jose Viola - Coordenador / A. OLIVIERI - Integrante / CRISTINA INOUE - Integrante / ANA FLAVIA BARROS PLATIAU - Integrante / Haroldo Machado Filho - Integrante / FRANCHINI, MATÍAS - Integrante / RIBEIRO, THAÍS LEMOS - Integrante / Paula Franco Moreira - Integrante / Manuela Amaral - Integrante / rafael Dubeaux - Integrante / Carlos Tome - Integrante / Fernanda Carvalho - Integrante / Veronica Gonçalvez - Integrante.
2009 - 2013
Brasil na Política Internacional da Mudança Climática, 2005-2014
Descrição: Esta pesquisa tem quatro objetivos principais. Em primeiro lugar estudar a evolução da política climática internacional desde 2005 até 2014. Em segundo lugar estudar a evolução da posição brasileira nas negociações internacionais do regime internacional da mudança climática e a percepção da mesma por parte do diversos setores envolvidos com a problemática na sociedade brasileira. Em terceiro lugar, avaliar o perfil e as transformações da posição do Brasil na economia política internacional das emissões de carbono, considerando que Brasil emite aproximadamente 4% das emissões globais de carbono e equivalentes, com um perfil muito diferenciado devido à alta proporção do componente hídrico na geração de eletricidade e a alta taxa de desmatamento na Amazônia. Em quarto lugar estudar o papel do Brasil na América do Sul com relação a governança regional do clima, destacando suas relações com Venezuela, Argentina, Colômbia, Chile e Peru, por serem paises de alguma relevância em termos de emissões globais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (5) .
Integrantes: Eduardo Jose Viola - Coordenador / FRANCHINI, MATÍAS - Integrante / RIBEIRO, THAÍS LEMOS - Integrante / Paula Franco Moreira - Integrante / Manuela Amaral - Integrante / Veronica Gonçalvez - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
2006 - 2012
Energia e emissoes de carbono na America do Sul no contexto da economia politica internacional da mudança climatica e do Protocolo de Kyoto
Descrição: América do Sul é uma região do mundo de alto potencial de integração. Neste último plano, em particular, se destacam gás, petróleo, hidroelétrica e biocombustivel. Em todos Brasil dispõe de capital e tecnologia globalmente competitiva, embora em menor grau no gas. O petroleo é um combustivel altamente negativo do ponto de vista das emissoes de carbono, o gas natural é o menos negativo dos combustiveis fosseis e a hidroeletricidade e os biocombustiveis sao muito positivos. O aproveitamento desses recursos de modo sustentavel e correspondente com um mundo de carbono constrangido depende de um lado de intensificar a produçao de hidroeletricidade e biocombustiveis assim como tambem de gas natural e gas liquefeito e diminuir a curva de crescimento da produçao de petroleo; e, de outro lado, avançar nos processos de integração de infra-estrutura de transportes em varias modalidades. O potencial da região inclui: gás argentino e boliviano para Chile; gás boliviano para Brasil; gás venezuelano para Brasil, Argentina, Paraguai, Uruguai e Chile; biocombustiveis e hidroelétrica brasileira para vários paises sul-americanos e para outros continentes; gás peruano, boliviano e venezuelano para exportação transcontinental de gás liquefeito. Este potencial de integração energético limpo poderia ser viabilizado com políticas realistas e progressivas, que impliquem atração e garantias ao investimento estrangeiro e cooperação entre os estados. Mas não é isto que vem acontecendo na região. A politica do continente, interna e externa, tem uma forte marca do oportunismo do curto prazo e da insegurança dos contratos, ambos derivados da baixa qualidade da cultura politica. O projeto objetiva mapear exploratoriamente os obstaculos e oportunidades de integraçao energetica limpa do sub-continente..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Eduardo Jose Viola - Coordenador.


Membro de corpo editorial


2017 - Atual
Periódico: journal of environment and development
2013 - 2015
Periódico: Geoengineering our climate? Working Paper Series
2012 - Atual
Periódico: Carta Internacional (USP)
2007 - 2013
Periódico: Global Environmental Politics
2006 - Atual
Periódico: Brazilian Political Science Review
2002 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Política Internacional
2000 - 2008
Periódico: Cena Internacional (UnB)
1998 - Atual
Periódico: Contexto Internacional
1995 - Atual
Periódico: Ambiente e Sociedade (Campinas)
1994 - 1996
Periódico: The Journal of Environment & Development


Membro de comitê de assessoramento


2005 - 2007
Agência de fomento: (CAPES) Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
2000 - 2000
Agência de fomento: (CNPq) Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
2000 - 2001
Agência de fomento: (CAPES) Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
1997 - 1998
Agência de fomento: (CAPES) Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior
1988 - 1989
Agência de fomento: (CAPES) Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior


Revisor de periódico


1986 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Ciências Sociais
1998 - Atual
Periódico: Dados (Rio de Janeiro)
1996 - 2000
Periódico: Ciência Hoje
2000 - 2000
Periódico: Journal of Environmental Policy and Planning
2005 - 2005
Periódico: Politica Exterior (Madrid)
2001 - 2001
Periódico: Global Environmental Change
1990 - 1992
Periódico: International Journal of Urban and Regional Research (0309-1317)
1993 - 1996
Periódico: Bulletin of Latin American Research (0261-3050)
2006 - Atual
Periódico: International Political Science Review
2002 - 2002
Periódico: International Studies Perspectives
2010 - Atual
Periódico: Current Sociology (Print)
2008 - Atual
Periódico: Environmental Politics
2008 - Atual
Periódico: Brazilian Political Science Review
2013 - Atual
Periódico: Environmental Politics
2003 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Política Internacional (Impresso)
2012 - Atual
Periódico: Carta Internacional (USP)
2014 - Atual
Periódico: Wiley Interdisciplinary Reviews: Climate Change
2013 - Atual
Periódico: Wiley Interdisciplinary Reviews: Energy and Environment
2012 - Atual
Periódico: Revista Tempo do Mundo
2013 - Atual
Periódico: Política Externa (USP)
2014 - Atual
Periódico: Times Higher Education


Revisor de projeto de fomento


2003 - 2003
Agência de fomento: Fulbright Foundation
2002 - 2004
Agência de fomento: Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico
2000 - 2005
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco
2000 - 2000
Agência de fomento: The National Science Foundation
1999 - 2005
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais
1996 - 1996
Agência de fomento: Programas das Nações Unidas para o Desenvolvimento no Brasil
1995 - 2000
Agência de fomento: Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ
1995 - 2001
Agência de fomento: Financiadora de Estudos e Projetos
1992 - 1998
Agência de fomento: Mac Arthur Foundation
1988 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo
1988 - 1999
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul
1987 - Atual
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico
1987 - Atual
Agência de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Política Internacional.
2.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Economia / Subárea: Economia Internacional.
3.
Grande área: Outros / Área: Ciências Ambientais / Subárea: Ciencias Ambientais.
4.
Grande área: Outros / Área: Ciências Ambientais / Subárea: Política Externa do Brasil.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político.
6.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Italiano
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2016
Grande Premio Universidade de Brasilia ao Orientador da Melhor Tese da Grande Area de Ciências Humanas, Linguistica, Letras e Artes, Ciências Sociais Aplicadas e Multidisciplinares, Universidade de Brasília.
2013
Paraninfo Formando Relações Internacionais UNB, UNB.
2012
100 Pensadores mais importantes do Brasil em desenvolvimento sustentavel, FIRJAN, FUNDACAO ROBERTO MARINHO, FIESP, SESI, SENAI, PREFEITURA DO RIO.
2012
Pesquisador Parceiro da Imprensa, Universidade de Brasilia.
2011
Pesquisador Parceiro da Imprensa, UNB.
2011
Paraninfo formandos relaçoes internacionais UNB, UNB.
2010
Professor Parceiro da Imprensa, Universidade de Brasilia.
2010
Paraninfo formandos relaçoes internacionais UNB, UNB.
2009
Professor Parceiro da Imprensa, Universidade de Brasilia.
2008
Professor Parceiro da Imprensa, Universidade de Brasilia.
2008
Paraninfo formandos relaçoes internacionais UNB, UNB.
2007
Professor Parceiro da Imprensa, Universidade de Brasilia.
2000
Distinguished Career - Who is Who in the World, Marquis Who is Who, New Jersey.
1997
Distingued Career - Who is Who in the World, Marquis Who is Who - New Jersey.
1992
25 Personalidades Destacadas do Meio Ambiente no Brasil, Jornal O Estado de Sao Paulo.
1991
Premio ao Melhor Professor do Curso Especialização em Jornalismo, Rede Brasil Sul de Comunicações.
1974
Premio ao Melhor Professor, Universidad Tecnologica Nacional, Argentina.
1973
Premio ao Melhor Professor, Universidade de Buenos Aires, Departamento de Sociologia.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:4
Total de citações:40
Fator H:3
Eduardo Viola  Data: 25/07/2018

SciELO
Total de trabalhos:5
Total de citações:21
Viola, Eduardo  Data: 27/04/2018

SCOPUS
Total de trabalhos:8
Total de citações:79
Eduardo Viola  Data: 27/04/2018

Outras
Total de trabalhos:148
Total de citações:4270
Eduardo Viola  Data: 04/01/2017

Artigos completos publicados em periódicos

1.
2PEREIRA, JOANA CASTRO2018PEREIRA, JOANA CASTRO ; VIOLA, EDUARDO . Catastrophic Climate Change and Forest Tipping Points: Blind Spots in International Politics and Policy. Global Policy, v. 2018, p. 1-12, 2018.

2.
1ROCHEDO, PEDRO R. R.2018ROCHEDO, PEDRO R. R. ; SOARES-FILHO, BRITALDO ; SCHAEFFER, ROBERTO ; VIOLA, EDUARDO ; SZKLO, ALEXANDRE ; LUCENA, ANDRÉ F. P. ; KOBERLE, ALEXANDRE ; DAVIS, JULIANA LEROY ; RAJÃO, RAONI ; RATHMANN, REGIS . The threat of political bargaining to climate mitigation in Brazil. Nature Climate Change, v. 1, p. 01-06, 2018.

3.
3VIOLA, EDUARDO2017VIOLA, EDUARDO; LIMA, JEAN SANTOS . Divergences Between New Patterns of Global Trade and Brazil/Mercosur. BRAZILIAN POLITICAL SCIENCE REVIEW, v. 11, p. 01-31, 2017.

4.
4FRANCHINI, M.2017FRANCHINI, M. ; VIOLA, Eduardo ; Barros-Platiau, Ana . THE CHALLENGES OF THE ANTHROPOCENE: FROM INTERNATIONAL ENVIRONMENTAL POLITICS TO GLOBAL GOVERNANCE. AMBIENTE E SOCIEDADE (CAMPINAS), v. XX, p. 177-202, 2017.

5.
5VIOLA, Eduardo2017VIOLA, Eduardo; SOUZA, C. . As variaveis racionais e as motivaçoes que justificaram a construçao de politicas publicas de estimulo a internacionalizaçao de empresas brasileiras, 2002-2010. REVISTA DE ESTUDOS E PESQUISAS AVANÇADAS DO TERCEIRO SETOR, v. 4, p. 1, 2017.

6.
6VIOLA, EDUARDO2016VIOLA, EDUARDO; BASSO, LARISSA . Wandering decarbonization: the BRIC countries as conservative climate powers. Revista Brasileira de Política Internacional (Online), v. 59, p. 001-021, 2016.

7.
7VIOLA, Eduardo2016VIOLA, Eduardo; BASSO, L. . O Sistema Internacional no Antropoceno. REVISTA BRASILEIRA DE CIÊNCIAS SOCIAIS (ONLINE), v. 31, p. 01-18, 2016.

8.
9VIOLA, Eduardo2015VIOLA, Eduardo; QUEIROZ, F. A. . Historia e Política Externa: contribuições da historiografia argentina para o pensamento latinoamericano em relações internacionais (1940-2005). Política Externa (USP), v. 23, p. 129-144, 2015.

9.
8VIOLA, EDUARDO2015VIOLA, EDUARDO; BASSO, LARISSA . Brazilian Energy-Climate Policy and Politics towards Low Carbon Development. Global Society, v. 9, p. 1-20, 2015.

10.
11BASSO, LARISSA2014BASSO, LARISSA ; VIOLA, EDUARDO . Chinese energy policy progress and challenges in the transition to low carbon development, 2006-2013. Revista Brasileira de Política Internacional (Impresso), v. 57, p. 174-192, 2014.

11.
10VIOLA, EDUARDO2014 VIOLA, EDUARDO; FRANCHINI, MATÍAS . Brazilian climate politics 2005-2012: ambivalence and paradox. WIRES CLIM CHANGE, v. 5, p. 677-688, 2014.

12.
13VIOLA, Eduardo2014VIOLA, Eduardo. A Des-governança global da Sustentabilidade. Política Externa (USP), v. 23, p. 143-151, 2014.

13.
12VIOLA, Eduardo2014VIOLA, Eduardo; GOLDEMBERG, J. . BRICS e as Mudanças Climáticas. Política Externa (USP), v. 23, p. 83-88, 2014.

14.
16VIOLA, Eduardo2013VIOLA, Eduardo. Transformations in Brazilian Deforestation and Climate Policy Since 2005. Theoretical Inquiries in Law, v. 14, p. 109-124, 2013.

15.
15VIOLA, EDUARDO2013VIOLA, EDUARDO; FRANCHINI, MATÍAS . Brasil na governança global do clima, 2005-2012: a luta entre conservadores e reformistas. Contexto Internacional (PUCRJ. Impresso), v. 35, p. 43-76, 2013.

16.
18VIOLA, Eduardo2013VIOLA, Eduardo. Ideal - Und Gegenbild. Die Politische Meinung, v. 523, p. 73-79, 2013.

17.
14VIOLA, Eduardo2013VIOLA, Eduardo; LIMA, J. S. . Desafios para a Ascensão Chinesa no Sistema Internacional de Hegemonia das Democracias de Mercado. Carta Internacional (USP), v. 8, p. 116-136, 2013.

18.
19VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2012 VIOLA, Eduardo; FRANCHINI, MATÍAS ; RIBEIRO, THAÍS LEMOS . Climate governance in an international system under conservative hegemony: the role of major powers. Revista Brasileira de Política Internacional (Impresso), v. 55, p. 9-29, 2012.

19.
20VIOLA, EDUARDO2012VIOLA, EDUARDO; LESSA, ANTÔNIO CARLOS . Global climate governance and transition to a low-carbon economy: a special issue of RBPI[subtitle]. Revista Brasileira de Política Internacional (Impresso), v. 55, p. 5-8, 2012.

20.
17HOCHSTETLER, KATHRYN2012 HOCHSTETLER, KATHRYN ; VIOLA, EDUARDO . Brazil and the politics of climate change: beyond the global commons. Environmental Politics, v. 21, p. 753-771, 2012.

21.
22VIOLA, Eduardo2012VIOLA, Eduardo; FRANCHINI, MATÍAS . Os Limiares Planetarios, a Rio + 20 e o Papel do Brasil. Cadernos EBAPE.BR (FGV), v. 10, p. 1-32, 2012.

22.
21VIOLA, EDUARDO2012VIOLA, EDUARDO; FRANCHINI, MATÍAS . Sistema internacional de hegemonia conservadora: o fracasso da Rio + 20 na governança dos limites planetários. Ambiente & Sociedade (Online), v. 15, p. 01-18, 2012.

23.
25VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2011VIOLA, Eduardo. Perspectivas Internacionais para a Transiçao para uma Economia Verde de Baixo Carbono. Política Ambiental, v. 8, p. 43-57, 2011.

24.
23VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2011VIOLA, Eduardo. As Potencias Climaticas na economia politica internacional. Pontes Entre o Comércio e o Desenvolvimento Sustentável (Impresso), v. 14, p. 1-5, 2011.

25.
24VIOLA, Eduardo2011VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . Brasil: Uma democracia de mercado em construccion. Perspectiva. Revista Latinoamericana de Politica, Economia y Sociedad, v. 27, p. 57-60, 2011.

26.
28VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2010VIOLA, Eduardo. A dinamica das potencias climaticas e o acordo de Copenhagen. Boletim da Sociedade Brasileira de Economia Ecológica, v. 23, p. 16-22, 2010.

27.
26VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2010VIOLA, Eduardo. A Política Climática Global e o Brasil, 2005-2010. Revista Tempo do Mundo, v. 1, p. 80-80-118, 2010.

28.
29VIOLA, Eduardo2010VIOLA, Eduardo. Global Climate Policy and Brazil. The Perspective of the World Review, v. 2, p. 78-104, 2010.

29.
27VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2009VIOLA, Eduardo. Brazil in South American Integration and Global and Regional Politics of Climate. The Journal of Latino-Latin American Studies (Cessou em 2006. Cont. Journal of Latino-Latin American Studies (Online)), v. 2009, p. 01-26, 2009.

30.
30VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2008VIOLA, Eduardo. Mitigação da Mudança Climática e Oportunidades para o Brasil. Interesse Nacional, v. 1, p. 46-57, 2008.

31.
31VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2008VIOLA, Eduardo. Perspectivas de Governança e Segurança Climatica Global. Plenarium (Brasília), v. 5, p. 78-97, 2008.

32.
32VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2007VIOLA, Eduardo. Paz e Segurança Climática.. Ciência Hoje, v. 41, p. 22-24, 2007.

33.
33VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2006VIOLA, Eduardo; AYLLON, B. . Lula y el deficit de realismo en politica exterior. Politica Exterior (Madrid), v. 20, p. 123-134, 2006.

34.
35VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2005VIOLA, Eduardo. Transformacoes na posicao do Brasil no Sistema Internacional, 1990-2005. Plenarium, Brasilia, v. 2, n.2, p. 94-120, 2005.

35.
34VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2005VIOLA, Eduardo; ANDRADE, P. C. . China, India e Rússia são exemplos para o Brasil?. Banco de Idéias, Rio de Janeiro, v. 9, n.32, p. 15-20, 2005.

36.
36VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2004VIOLA, Eduardo. Brazil in the context of global governance politics and climate change. Ambiente e Sociedade (Campinas), Campinas, v. 7, n.1, p. 27-46, 2004.

37.
38VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2004VIOLA, Eduardo. Brazil in the Global Politics of Climate Change, 1989-2003. Center for Brazilian Studies. University of Oxford, Oxford, Inglaterra, n.56, p. 01-27, 2004.

38.
39VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2004VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . Unipolaridade, governabilidade global e intervenção unilateral anglo-americana no Iraque. Revista Brasileira de Política Internacional, Brasilia, v. 47, n.2, p. 29-58, 2004.

39.
37VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2004VIOLA, Eduardo. A Evolução do Papel do Brasil no Regime Internacional de Mudança Climática e na Governabilidade Global. Cena Internacional, Brasilia, v. 6, n.1, p. 1-25, 2004.

40.
40VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2003VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . Gobernabilidad Global Pos-utopica, Medio Ambiente y Cambio Climático. Nueva Sociedad (Venezuela), Caracas, n.185, p. 174-196, 2003.

41.
42VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2003VIOLA, Eduardo; PIO, C. R. . Doutrinarismo e Realismo na Percepção do Interesse Nacional: Política Macroeconomica, Segurança e ALCA na Relação Brasil-EUA. Cena Internacional (UnB), Brasilia, v. 5, n.1, p. 12-48, 2003.

42.
41VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2002VIOLA, Eduardo. A participação do Brasil no Protocolo de Kyoto. Carta Internacional, São Paulo, v. 10, n.107/108, p. 16-19, 2002.

43.
43VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2002VIOLA, Eduardo. A Política Externa Americana pos-11-set e o Conflito Israelense-Palestino. Carta Internacional (São Paulo), Sao Paulo, v. 10, n.111, p. 11-14, 2002.

44.
47VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2002VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . O Fortalecimento do Sistema Unipolar, Guerra Vitoriosa contra o Terrorismo e Vulnerabilidade da América Latina. Meridiano 47 (UnB), Brasilia, v. 3, n.27, p. 25-38, 2002.

45.
48VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2002VIOLA, Eduardo. O Regime Internacional de Mudança Climática e o Brasil. Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso), Sao Paulo, v. 17, n.50, p. 25-46, 2002.

46.
45VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2002VIOLA, Eduardo. Mudanças Globais e Meio Ambiente. Parcerias Estratégicas (Brasília), Brasilia, v. 2, n.2, p. 95-98, 2002.

47.
44VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2002VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . Governabilidade e mudança climática: desafios e impasses globais e brasileiros. Idéias, Campinas, v. 8, n.2, p. 71-114, 2002.

48.
46VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2002VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . O Fortalecimento do Sistema Unipolar. Carta Internacional (São Paulo), Sao Paulo, v. 10, n.115, p. 3-5, 2002.

49.
52VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2001VIOLA, Eduardo. É ainda viável o Protocolo de Kyoto depois do fracasso da Conferencia de Haia. Carta Internacional (São Paulo), Sao Paulo, v. 9, n.97, p. 7-10, 2001.

50.
50VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2001VIOLA, Eduardo. Mudança Climática: impasses e perspectivas. Ciência Hoje, Rio de Janeiro, v. 29, n.171, p. 56-59, 2001.

51.
49VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2001VIOLA, Eduardo; LEIS, H. . A Intensificação da Globalização Político Militar e sua tendencia para o equilibrio com a Globalizaçao Economica. Conjuntura Politica, Belo Horizonte, v. 29, p. 01-11, 2001.

52.
53VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2001VIOLA, Eduardo. Kyoto após o Acordo de Bonn entre dois dilemas. Carta Internacional (São Paulo), Sao Paulo, v. 9, n.98, p. 04-07, 2001.

53.
57VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2001VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . Os Dilemas Civilizatórios da Globalização frente ao Terrorismo Fundamentalista. Cena Internacional (UnB), Brasilia, v. 3, n.2, p. 05-28, 2001.

54.
51VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2001VIOLA, Eduardo. Avaliação da Sustentabilidade nas Políticas Públicas federais de saúde e ambiental no Brasil, 1995-99. Revista Saúde e Ambiente (UFMT), Cuiaba, v. 4, n.1/2, p. 18-25, 2001.

55.
54VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO2001VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . Los Aspectos Políticos de la Globalizacion despues del 11 de setiembre. Agenda Estrategica, Buenos Aires, v. 3, p. 1-14, 2001.

56.
56VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1999VIOLA, Eduardo. As Políticas Publicas do primeiro Governo Cardoso sob a otica da Sustentabilidade. Ambiente e Sociedade, Sao Paulo, v. 2, n.4, p. 195-202, 1999.

57.
58VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1999VIOLA, Eduardo. Para Alem da Iugoslavia: Expansao da Democracia e da Governabilidade Global. Cara Internacional, Sao Paulo, v. 73, p. 9-12, 1999.

58.
59VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1998VIOLA, Eduardo. El Proceso de Globalizacion de Actores En La Politica Ambiental Brasileira. NUEVA SOCIEDAD, CARACAS, VENEZUELA, v. 153, p. 24-32, 1998.

59.
62VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1998VIOLA, Eduardo. Universidade: Aprender A Aprender. JORNAL DA CIENCIA, RIO DE JANEIRO, v. 12, n.392, p. 9-11, 1998.

60.
61VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1998VIOLA, Eduardo. Os Desafios do Brasil no Seculo 21. Seculo 21, Brasilia, v. 1, n.1, p. 25-39, 1998.

61.
60VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1998VIOLA, Eduardo. Globalizacao, Governabilidade e Sustentabilidade no Brasil. Múltipla, Brasilia, v. 4, p. 27-54, 1998.

62.
64VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1997VIOLA, Eduardo. O Gef e O Brasil: Institucionalidade e Oportunidades de Financiamento. AMBIENTE E SOCIEDADE, CAMPINAS, v. 1, n.1, p. 5-26, 1997.

63.
63VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1996VIOLA, Eduardo. A Amazonia Brasileira No Contexto da Globalizacao. CARTA INTERNACIONAL, SAO PAULO, n.41, p. 7-8, 1996.

64.
65VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1994VIOLA, Eduardo; NICKEL, J. . Integrando A Defesa dos Direitos Humanos e do Meio Ambiente: Lições do Brasil. NOVOS ESTUDOS, SAO PAULO, v. 40, p. 171-184, 1994.

65.
55VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1994VIOLA, Eduardo; NICKEL, J. . Integrating Environmentalism And Human Rights. ENVIRONMENTAL ETHICS, Austin, Texas, v. 16, p. 105-122, 1994.

66.
66VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1993VIOLA, Eduardo. A Expansão do Ambientalismo Multissetorial e A Globalização da Ordem Mundial, 1985-1992. CADERNOS DO INSTITUTO SOCIEDADE, POPULAÇÃO E NATUREZA, BRASILIA, v. 16, p. 1-27, 1993.

67.
69VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1992VIOLA, Eduardo; VIEIRA, P. . El Ambientalismo Brasilero. de La Denuncia Y Conscientización A La Institucionalización Y El Desarollo Sustentable. NUEVA SOCIEDAD, CARACAS, v. 122, p. 135-158, 1992.

68.
68VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1992VIOLA, Eduardo; VIEIRA, P. . Do Preservacionismo e Controle de Poluição Para O Desenvolvimento Sustentável: Um Desafio Ideológico e Organizacional Para O Movimento Ambientalista No Brasil. REVISTA DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA, v. 26, n.4, p. 81-104, 1992.

69.
70VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1992VIOLA, Eduardo; VIEIRA, P. . From Preservationism To Sustainable Development A Challenge For The Environmental Movement In Brazil. INTERNATIONAL JOURNAL OF SOCIOLOGY AND SOCIAL POLICY, LONDRES, v. 12, n.4, p. 129-150, 1992.

70.
71VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1992VIOLA, Eduardo. O Movimento Ambientalista No Brasil, 1971-1991: da Denúncia e Conscientização Pública Para A Institucionalização e O Desenvolvimento Sustentável. CIÊNCIAS SOCIAIS HOJE, SAO PAULO, v. 12, p. 132-161, 1992.

71.
67VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1992VIOLA, Eduardo. A Dinâmica do Ambientalismo e O Processo de Globalização. SÃO PAULO EM PERSPECTIVA, v. 6, n.1, p. 6-12, 1992.

72.
73VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1991VIOLA, Eduardo; LEIS, H. . Desorden Global de La Biosfera Y Nueva Orden Internacional: El Papel Organizador Del Ecologismo. SINTESIS, MADRID, v. 15, p. 17-44, 1991.

73.
72VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1991VIOLA, Eduardo. A Problemática Ambiental No Brasil (1971-1991): da Proteção Ambiental Ao Desenvolvimento Sustentável. POLIS, SAO PAULO, v. 3, p. 4-14, 1991.

74.
74VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1990VIOLA, Eduardo; LEIS, H. . Desordem Global da Biosfera e Nova Ordem Internacional: O Papel Organizador do Ecologismo. CIÊNCIAS SOCIAIS HOJE, SAO PAULO, v. 10, p. 156-189, 1990.

75.
76VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1990VIOLA, Eduardo; LEIS, H. . Desorden Global de La Biosfera Y Nueva Orden Internacional: El Papel Organizador Del Ecologismo. MEDIO AMBIENTE Y URBANIZACIÓN, BUENOS AIRES, v. 8, n.31, p. 13-37, 1990.

76.
75VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1990VIOLA, Eduardo; LEIS, H. . Desordem Global da Biosfera e Nova Ordem Internacional: O Papel Organizador do Ecologismo. LUA NOVA, SAO PAULO, v. 20, p. 145-178, 1990.

77.
77VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1988VIOLA, Eduardo. The Ecologist Movement In Brazil. INTERNATIONAL JOURNAL OF URBAN AND REGIONAL RESEARCH, v. 12, n.2, p. 211-228, 1988.

78.
78VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1987VIOLA, Eduardo. Movimento Ecologico: A Heterogeneidade Politica.. LUA NOVA, Sao Paulo, v. 3, n.45, p. 45-49, 1987.

79.
80VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1986VIOLA, Eduardo. As Eleicoes de 1985 e A Dinamica do Sistema Partidario Em Santa Catarina.. REVISTA DE CIENCIAS SOCIAIS, Porto Alegre, v. 1, n.1, p. 21-38, 1986.

80.
81VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1986VIOLA, Eduardo. Resenha do Livro de Capra-Spretnak Green Politics. The Global Promise.. REVISTA BRASILEIRA DE CIENCIAS SOCIAIS, v. 1, n.1, p. 106-109, 1986.

81.
79VIOLA, Eduardo1986VIOLA, Eduardo. O Movimento Ecologico no Brasil (1974-1986): do Ambientalismo à Ecopolítica. Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso), v. 1/3, p. 05-26, 1986.

82.
83MAINWARING, S.1985MAINWARING, S. ; VIOLA, Eduardo . Nuevos Movimientos Sociales, Cultura Politica Y Democracia (Brasil Y Argentina En La Decada de 1980).. REVISTA MEXICANA DE SOCIOLOGIA, v. 47, n.4, p. 35-84, 1985.

83.
82VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1985VIOLA, Eduardo; MAINWARING, S. . Transitions To Democracy: Brazil And Argentina In The 1980s. JOURNAL OF INTERNATIONAL AFFAIRS, NEW YORK, v. 38, n.2, p. 193-219, 1985.

84.
84VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1984VIOLA, Eduardo; MAINWARING, S. . New Social Movements, Political Culture And Democracy: Brazil And Argentina. TELOS, NEW YORK, n.61, p. 17-52, 1984.

85.
86VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1973VIOLA, Eduardo. Socialismo, Comunismo y Fascismo en Italia, 1918-1922. Historia del Movimiento Obrero, Buenos Aires, v. 2, n.18, p. 01-56, 1973.

86.
85VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1973VIOLA, Eduardo. Italia fascista: construccion del orden totalitario y expansion externa. Historia del Movimiento Obrero, Buenos Aires, v. 3, n.23, p. 01-46, 1973.

87.
87VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1972VIOLA, Eduardo. Recabarren Y Los Origenes Del Movimiento Obrero En Chile. HISTORIA DE AMERICA EN EL SIGLO XX, BUENOS AIRES, n.10, p. 1-68, 1972.

88.
88VIOLA, Eduardo;VIOLA, EDUARDO1972VIOLA, Eduardo. T. Roosevel Y La Expansion Norteamericana. HISTORIA DE AMERICA EN EL SIGLO XX, BUENOS AIRES, n.3, p. 1-76, 1972.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
VIOLA, Eduardo; FRANCHINI, M. . Brazil and Climate Change Beyond the Amazon. 1. ed. New York: ROUTLEDGE, 2018. v. 1. 213p .

2.
VIOLA, Eduardo; NEVES, L. P. (Org.) . The World After the Paris Agreement of December 2015. 1. ed. Rio de Janeiro: CEBRI, 2016. v. 1. 70p .

3.
VIOLA, Eduardo; RIBEIRO, G. L. (Org.) ; DWYER, T (Org.) ; BORGES, A. (Org.) . Social, Political and Cultural Challenges of the BRICS. 1. ed. Sao Paulo: ANPOCS & African Books Collective, 2014. v. 1. 504p .

4.
VIOLA, Eduardo; FRANCHINI, M. ; RIBEIRO, THAÍS LEMOS . Sistema Internacional de Hegemonia Conservadora: Governança Global e Democracia na Era da Crise Climatica. 1. ed. Sao Paulo: Anna Blume, 2013. v. 1. 405p .

5.
Parson, Edward ; ROBOCK, Alan ; VIOLA, Eduardo . Solar Radiation Management: The Governance of Research. 1. ed. Londres: Royal Society / British Academy of Science, 2011. v. 1. 69p .

6.
LEIS, H. R. ; VIOLA, Eduardo . America del Sur en el Mundo de las Democracias de Mercado. 1. ed. Buenos Aires: Homo Sapiens/Cadal, 2008. v. 1. 194p .

7.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . Sistema Internacional com Hegemonia das Democracias de Mercado. Desafios de Brasil e Argentina. 1. ed. Florianopolis: Insular, 2007. 231p .

8.
VIOLA, Eduardo; FERREIRA, L. . Incertezas de Sustentabilidade Na Globalização. 1. ed. CAMPINAS: UNICAMP, 1996. 329p .

9.
VIOLA, Eduardo; KRISCHKE, P. ; SCHERERWARREN, I. . Crise Politica, Movimentos Sociais e Cidadania.. FLORIANOPOLIS: UNIV. FED. SANTA CATARINA, 1989. 00149p .

10.
VIOLA, Eduardo. Autoritarismo e Democracia na Argentina Contemporanea. 1. ed. Florianopolis: Editora da Universidade Federal de Santa Catarina, 1983. 532p .

11.
VIOLA, Eduardo. A Problematica do Estado e do Regime Político. 1. ed. Florianópolis: Editora da Universidade Federal de Santa Catarina, 1980. 146p .

12.
VILLALOBOS, A. (Org.) ; VIOLA, Eduardo (Org.) . Classes Sociais e Trabalho Produtivo.. RIO DE JANEIRO: PAZ E TERRA, 1978. 00143p .

Capítulos de livros publicados
1.
MAUAD, A. C. ; VIOLA, Eduardo . Governança Global do Clima: do Regime Internacional Multilateral à Nova Complexidade: Potencias Climáticas, Coalizões Plurilaterais, Alianças de Atores nao Estatais e Complexos socio-técnicos Descarbonizantes. In: Guilherme de Oliveira Schmitz, Rafael Assumpcao Rocha. (Org.). Brasil e o Sistema das Nações Unidas: desafios e oportunidades na governança global. 1ed.Brasilia: Instituto de Pesquisa Economica Aplicada, 2017, v. 1, p. 01-518.

2.
VIOLA, Eduardo; BASSO, L. . Brazil energy policy and politics in the 21st century. In: Marco Vieira; Jonathan Grix. (Org.). Challenges to Emerging and Established Powers. Brazil, the United Kingdom and the Global Order. 1ed.New York: Routledge, 2017, v. , p. 173-198.

3.
VIOLA, EDUARDO; BASSO, LARISSA . Low Carbon Green Economy: Brazilian Policies and Politics of Energy, 2003-2014. In: Hans Gunter Brauch; Ursula Oswald Spring, John Grin, Jurgen Scheffran. (Org.). Hexagon Series on Human and Environmental Security and Peace. 1ed.Zurich: Springer International Publishing, 2016, v. , p. 811-830.

4.
VIOLA, EDUARDO. Beyond Westfalia: the International System in the Antrophocene. In: Sundeep Waslekar; Ilmas Futehally. (Org.). Big Questions for Our Time. The World Speaks.. 1ed.Mumbai: Strategic Foresight Group, 2016, v. , p. 38-39.

5.
VIOLA, Eduardo. The Structural Limits of the Paris Agreement and the need of a global coalition for deep de-carbonization. In: Harold Wilhite; Arve Hansen. (Org.). Will the Paris Agreement Save the World?. 1ed.Oslo: Oslo University Press, 2016, v. , p. 47-56.

6.
VIOLA, Eduardo; NEVES, L. P. . The Paris COP 21 Agreement and the Future of the International Climate Regime. In: Eduardo Viola; Leonardo Paz Neves. (Org.). The World After the Paris Climate Agreement of December 2015. 1ed.Rio de Janeiro: CEBRI, 2016, v. , p. 07-16.

7.
VIOLA, Eduardo; BASSO, L. . From co-leader to loner: Brazilian wavering positions on climate change negotiations. In: Liz-Rejane Issberner; Philipe Lena. (Org.). Brazil in the Anthropocene. Conflicts between predatory developments and environmental policies. 1ed.New York: Routledge, Taylor and Francis, 2016, v. 1, p. 171-193.

8.
VIOLA, Eduardo; BASSO, L. . Earth Stewardship, Climate Change and Low Carbon Consciousness: Reflections from Brazil and South America. In: Ricardo Rozzi; F.S tuart Chapin III; J. Baird Callicott; S.T.A Pickett; Mary E. Power. (Org.). Earth Stewardship Ecology and Ethics. 1ed.Zurich: Springer International Publishing Switzerland, 2015, v. 2, p. 367-382.

9.
VIOLA, Eduardo. Reflexions on the values of the international system of the 21st century and Brazil. In: Felix Dane. (Org.). International Security A European-Sout American Dialogue. 1ed.Rio de Janeiro: Konrad Adenauer Stiftung, 2015, v. 1, p. 213-220.

10.
VIOLA, Eduardo; HOCHSTETLER, KATHRYN . The State and Climate Governance in Brazil. In: Karin Backstrand; Eva Lovbrand. (Org.). Research Handbook on Climate Governance. 1ed.London: Edward Elgar Publishing, 2015, v. 1, p. 237-248.

11.
VIOLA, Eduardo. Impasse na Governança da Mudança Climática. In: Luis Moita. (Org.). Janus 2014. Metamorfoses da Violencia (1914-2014). 1ed.Lisboa: Universidade Autonoma de Lisboa, 2014, v. 16, p. 14-16.

12.
VIOLA, Eduardo; FRANCHINI, M. . As Políticas Brasileiras de Clima e Energia e a Política Internacional no Século 21. In: Ribeiro, G.L.; Dwyer, T; Borges, A.; Viola, E.. (Org.). Desafios Sociais, Políticos e Culturais dos BRICS. 1ed.Sao Paulo: ANPOCS, 2014, v. 1, p. 233-265.

13.
BASSO, L. ; VIOLA, Eduardo . Sustentabilidade da Política Brasileira para Hidroeletricidade: Estudo da Analise socio-ambiental do PDE 2021. In: José Baltazar Guerra. (Org.). Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente: estudos e perspectivas. 1ed.Florianopolis: Consorcio Projeto REGSA, 2014, v. , p. 377-396.

14.
VIOLA, Eduardo. The BRICS in the International System. In: Ribeiro, G.L.; Dwyer, T; Borges, A.; Viola, E.. (Org.). Social, Political and Cultural Challenges of the BRICS. 1ed.Sao Paulo: ANPOCS & African Books Collective, 2014, v. 1, p. 383-390.

15.
VIOLA, Eduardo; FRANCHINI, M. . Brazilian Climate and Energy Policies and Politics in the 21st century. In: Ribeiro, G.L.; Dwyer, T; Borges, A.; Viola, E.. (Org.). Social, Political and Cultural Challenges of the BRICS. 1ed.Sao Paulo: ANPOCS & African Books Collective, 2014, v. 1, p. 453-474.

16.
VIOLA, Eduardo. Ambientalismo. In: Geraldo Giovanni, Marco Aurelio Nogueira. (Org.). Ambientalismo. 1ed.Sao Paulo: Fundação do Desenvolvimento Administrativo, 2013, v. 1, p. 82-85.

17.
VIOLA, Eduardo. Mudança Climática. In: Geraldo Giovanni, Marco Aurelio Nogueira. (Org.). Dicionario de Políticas Publicas. 1ed.Sao Paulo: Fundaçao do Desenvolvimento Administrativo, 2013, v. 2, p. 95-99.

18.
VIOLA, Eduardo; FRANCHINI, MATÍAS . Discounting the Future: The Politics of Climate Change in Argentina. In: David Held, Charles Roger, Eva-Maria Nag. (Org.). Climate Governance in the Developing World. 1ed.London: Polity Press, 2013, v. , p. 112-137.

19.
VIOLA, Eduardo. Brazilian Climate Policy since 2005: Continuity, Change and Prospective. In: Michael Emerson; Renato Flores. (Org.). Enhancing the Brazil-EU Strategic Partnership. From the bilateral and regional to the global. 1ed.Brussels: Center for European Policy Studies, 2013, v. , p. 141-159.

20.
VIOLA, EDUARDO; FRANCHINI, MATÍAS ; KESSLER, J. J. . Comercio y Desarrollo Sostenible en la Relación entre América Latina y los Países Bajos. In: Nico van Niekerk; Kirsten Mastwijk. (Org.). En Busca de Nuevas Relaciones. Evaluación de la política exterior de los Países Bajos en América Latina. 1ed.The Hague: Ministry of Foreign Affairs - The Netherlands, 2013, v. , p. 130-151.

21.
VIOLA, Eduardo; FRANCHINI, M. . Climate Policy in Brazil. Public Awareness, Social Transformations and Emissions Reduction. In: Ian Bailey, Hugh Compston. (Org.). The Politics of Climate Policy in Rapidly Industrializing Countries. 204ed.London/Hampshire: Palgrave, 2012, v. , p. 76-175.

22.
VIOLA, Eduardo; FRANCHINI, MATÍAS . O Brasil na transição para a Economia Verde de Baixo Carbono. In: Maria de Fatima de Oliveira; Renata Hessmann Dalaqua. (Org.). O Brasil e a Agenda da Sustentabilidade. 1ed.Rio de Janeiro: Centro Brasileiro de Relações Internacionais, 2012, v. , p. 31-53.

23.
VIOLA, Eduardo. A Dinamica das Potencias Climaticas e as Perspectivas de Transiçao ao Baixo Carbono. In: José Eli da Veiga. (Org.). Mudanças Climaticas: Perspectivas para o Pais. 1ed.Sao Paulo: Instituto Artecidadania3, 2012, v. , p. 32-75.

24.
VIOLA, Eduardo. Rio 92 and Rio 2012: Dramatic diferences in the international system. In: Claudio Maretti; Denise Oliveira. (Org.). Rio 92 what did it lead to? Rio + 20 what will it lead to?. 1ed.Rio de Janeiro: WWF World Wildlife Fund, 2012, v. , p. 92-95.

25.
VIOLA, Eduardo. A transiçao para uma economia de baixo carbono. In: Antonio Delfim Netto; Pedro Garcia Duarte; Simao D. Silber; Joaquim J. M. Guilhoto. (Org.). O Brasil do Seculo 21. 1ed.Sao Paulo: Saraiva, 2011, v. 1, p. 426-430.

26.
VIOLA, Eduardo. Inserção Internacional e Sustentabilidade. In: José Celso Cardoso Jr.; Carlos Henrique Romão de Siqueira. (Org.). Complexidade e Desenvolvimento. 1ed.Brasilia: IPEA, 2011, v. , p. 84-94.

27.
VIOLA, Eduardo. Impasses e Perspectivas da Negociação Climática Global e Mudanças na Posiçao Brasileira, 2009-2010. In: Sandra Rios; Pedro Mota Veiga. (Org.). Impacto da crise financeira internacional sobre as Politicas Comercial e Climática. Rio de Janeiro: Centro de Estudos de Integração e Desenvolvimento, 2010, v. 3, p. 01-34.

28.
VIOLA, Eduardo. Evoluçao da mudança climática na agenda internacional e transiçao para uma economia de baixo carbono, 1990-2009. In: Eduardo Viola; Heline Sivini Ferreira; Jose Rubens Morato Leite; Larissa Verri Boratti. (Org.). Estado de Direito Ambiental: Tendencias. 1ed.Rio de Janeiro: Forense Universitaria, 2010, v. , p. 47-94.

29.
VIOLA, Eduardo; MACHADO FILHO, H. . Os BIC (Brasil, India e China) e as negociaçoes de mudança climática. In: Sandra Rios; Pedro Motta Veiga. (Org.). Impacto da crise financeira internacional sobre as Politicas Comercial e Climática. Rio de Janeiro: Centro de Estudos de Integraçao e Desenvolvimento, 2010, v. , p. 103-123.

30.
VIOLA, Eduardo. Os Grandes Emissores de Carbono. In: Sandra Maria Franco Buenafuente. (Org.). Amazonia. Dinamica de Carbono e Impactos Socioeconomicos e ambientais e as perspectivas de um acordo para mitigar a mudanca climatica. Boa Vista: Editora da Universidade Federal de Roraima, 2010, v. , p. 271-292.

31.
VIOLA, Eduardo. The Global Transition to a low carbon economy and the protection of biodiversity: deadlocks and perspectives. In: Caroline Spelman. (Org.). Everything is connected. Climate and Biodiversity in a Fragile World. London: British Department of Environment, Food and Rural Affairs, 2010, v. , p. 25-30.

32.
VIOLA, Eduardo. The Great Emitters of Carbon and the Perspectives for an Agreement on Mitigation of Global Warming. In: Pedro Leite da Silva Dias, Wagner Costa Ribeiro, Joao Lima SantÁnna Neto, Jurandir Zullo Jr. (Org.). Public Policy, Mitigation and Adaptation to Climate Change in South America. Sao Paulo: Editora da Universidade de Sao Paulo, Instituto de Estudos Avançados, 2010, v. , p. 209-225.

33.
VIOLA, Eduardo. Globalizaçao, Democracias de Mercado, Radicalismo Islamico e Terrorismo. In: Monica Herz; Arthur Bernardes de Amaral. (Org.). Terrorismo e Relaçoes Internacionais Perspectivas e Desafios para o Seculo 21. 1ed.Rio de Janeiro: Editora PUC Rio, 2010, v. , p. 79-106.

34.
VIOLA, Eduardo; ABRANCHES, Sergio . Mudanças Climáticas e Governança na América Latina. In: Fernando Henrique Cardoso; Alejandro Foxley. (Org.). America Latina Desafios da Democracia e do Desenvolvimento. Governabilidade, Globalizaçao e Poli'ticas economicas para alem da crise. 1ed.Sao Paulo: Elsevier Editora Ltda, 2009, v. 1, p. 150-186.

35.
VIOLA, Eduardo. Os Grandes Emissores de Carbono. In: Reginaldo Mattar Nasser. (Org.). Os Conflictos Internacionais em Multiplas Dimensoes. Sao Paulo: Editora da UNESP, 2009, v. , p. 131-146.

36.
VIOLA, Eduardo. The Great Emitters of Carbon and the the Perspectives For an agreement on Mitigation of Global Warming. In: Pedro Leite da Silva Dias; Wagner Costa Ribeiro. (Org.). Public Policy, Mitigation and Adaptation to Climate Change in South America. Sao Paulo: USP-Instituto de Estudos avançados, 2009, v. , p. 09-25.

37.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . El Dilema de America del Sur en el Siglo 21: democracia de mercado com Estado de Derecho o populismo. In: Gabriel Salvia. (Org.). Dilemas de la Apertura y el Desarrollo en America Latina. Buenos Aires: CADAL-Konrad Adenauer, 2009, v. , p. 101-117.

38.
VIOLA, Eduardo. O Brasil na Arena Internacional de Mitigaçao da Mudança Climática, 1996-2008. In: Sandra Rios; Pedro Motta Veiga. (Org.). O Brasil na Agenda Global. Rio de Janeiro: CINDES-Centro de Estudos de Integração e Desenvolvimento, 2009, v. 14, p. 01-47.

39.
VIOLA, Eduardo. Emergence and Development of the International Regime of the Climate Change. In: Pedro Leite da Silva Dias, Wagner Costa Ribeiro, Luci Hidalgo Nunes. (Org.). A Contribution to Understanding the Regional Impacts of Global Change in South America. 1ed.Sao Paulo: Editora da Universidade de Sao Paulo, 2007, v. , p. 313-330.

40.
VIOLA, Eduardo; Barros-Platiau, Ana ; LEIS, H. R. . Governança e Segurança Climática na América do Sul. In: Scwartzman, Simon; Walker, Ignacio. (Org.). Uma Nova Agenda Econômica e Social para América Latina,. 1ed.Sao Paulo: IFHC CIEPLAN, 2007, v. , p. 01-44.

41.
VIOLA, Eduardo. Realismo y Utopia en la Diplomacia Brasilena. In: Gabriel Salvia. (Org.). Desarrollo y liberalizacion en America Latina en inicio del siglo 21. 1ed.Buenos Aires: CADAL-Atlas, 2006, v. , p. 56-68.

42.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . As grandes correntes da politica externa americana. In: Heloisa Vilena de Araujo. (Org.). O sistema Politico dos Estados Unidos e suas repercusoes externas. Rio de Janeiro: Instituto de Pesquisa de Relaçoes Internacionais Funaçao Alexandre de Gusmao, 2006, v. , p. 16-22.

43.
VIOLA, Eduardo. Cooperação e Conflito na Relação EUA/Brasil na segunda metade do seculo 20. In: Paulo Roberto de Almeida e Rubens Antonio Barbosa. (Org.). A Relação Brasil-Estados Unidos. Assimetria e Interdependencia. Sao Paulo: Saraiva, 2005, v. , p. 56-66.

44.
VIOLA, Eduardo; PIO, C. R. . Doutrinarismo e Realismo na Percepção do Interesse Nacional no Brasil. In: Marcos Guedes de Oliveira. (Org.). Brasil e EUA no Novo Milenio. Recife: Editora da Universidade Federal de Pernambuco, 2004, v. , p. 13-42.

45.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . Mudanças na direção de uma globalização multidimensional complexa. In: Hector Ricardo Leis; Caleb Faria Alves. (Org.). Condição Humana e Modernidade no Cone Sul. Florianopolis: Cidade Futura, 2003, v. , p. 259-292.

46.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . Unipolaridade: Terrorismo e Vulnerabilidade Latinoamericana. In: Leonardo Arquiminho de Carvalho; Francisco Quintanilha Veras Neto; Ivone Moreilo Lixa. (Org.). Politica Internacional, Política Externa e Relações Internacionais. Curitiba: Jurua, 2003, v. , p. 61-76.

47.
VIOLA, Eduardo. As Dificeis e Complexas Negociações do Regime Internacional de Mudança Climática. In: André Trigueiro. (Org.). Meio Ambiente no Brasil Seculo 21. Rio de Janeiro: Sextante, 2003, v. , p. 77-104.

48.
VIOLA, Eduardo; SIMOES, S. . The Brazilian Sustainability Challenge: Combining the Environment, Modernization and Inequality Reduction. In: Peter Ester, Henk Vinken, Solange Simôes, Midori Aoyagi-Usui. (Org.). Culture and Sustainability. A Cross National Study of Cutural Diversity and Environmental Priorities among Mass Publics and Decision Makers. 1ed.Amsterdam: Dutch University Press, 2003, v. , p. 203-222.

49.
VIOLA, Eduardo; SIMOES, S. . Decision Makers Perceptions of International Policy-Making on Global Change. In: Peter Ester, Henk Vinken, Solange Simoes, Midori Aoyagi-Usui. (Org.). Culture and Sustainability. A Cross National Study of Cultural Diversity and Environmental Priorities among Mass Publics and Decision Makers. 1ed.Amsterdam: Dutch University Press, 2003, v. , p. 225-248.

50.
VIOLA, Eduardo. Brazil and International Institutional Arrangements. In: Luis Enrique Sanchez. (Org.). Regional Sustainable Development Reviw: Brazil. 1ed.Paris: UNESCO-EOLSS, Encyclopedia of Life Support Systems, 2003, v. 4, p. 189-221.

51.
VIOLA, Eduardo; NICKEL, J. . Environmentalism and Human Rights. In: Andrew Light; Holmes Roston. (Org.). Environmental Ethics: An Anthology. Stanford: Stanford University Press, 2003, v. , p. 467-485.

52.
VIOLA, Eduardo. Green Politics in Brazil. In: John Barry; Gene Frankland. (Org.). International Encyclopedia of Environmental Politics. 1ed.Londres: Routledge, 2002, v. 1, p. 86-89.

53.
VIOLA, Eduardo. As negociações globais do Protocolo de Kyoto e a participação do Brasil. In: Wilhelm Hofmeister. (Org.). Rumos para o Desenvolvimento Sustentavel. Experiencias da Alemanha e do Brasil. Rio de Janeiro: Fundação Konrad Adenauer, 2002, v. , p. 33-64.

54.
VIOLA, Eduardo. The Brazilian Environmental Agenda and Quality of Life Issues. In: Fabio Feldmann; Samyra Crespo; Jose Augusto Drummond. (Org.). Rio + 10 Brazil: a decade of change. Rio de Janeiro: ISER, 2002, v. , p. 72-82.

55.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . Les dilemmes civilisaterurs de la mondialisation face au terrorisme fundamentaliste. In: Jean-Françoies Mattéi; Denis Rosenfield. (Org.). Civilization et Barbarie. Paris: Presses Universitarires de France, 2002, v. , p. 241-274.

56.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . Dilemas Civilizatorios da Globalização frente ao Terrorismo Fundamentalista. In: Denis Rosenfield; Jean-François Mattei. (Org.). O Terror. Rio de Janeiro: Zahar, 2002, v. , p. 198-226.

57.
VIOLA, Eduardo. O Movimento Ambientalista Brasileiro de Rio a Joanesburgo: as dificuldades da marcha do utopismo ao realismo. In: Samyra Crespo. (Org.). O Que Pensa o Brasileiro do Meio Ambiente e da Sustentabilidade. Rio de Janeiro: ISER, 2002, v. , p. 68-79.

58.
VIOLA, Eduardo. Prefacio de Economia Política e Globalização. In: Carlos Pio. (Org.). Economia Política e Globalização. Brasilia: Instituto Brasileiro de Relações Internacionais, 2002, v. , p. 9-11.

59.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. . Brazil in Global Governance: the Case of Climate Change. In: Daniel Hogan; Mauricio Tolmasquim. (Org.). Human Dimensions of Global Environmental Change. Brazilian Perspectives. Rio de Janeiro: Academia Brasileira de Ciencias, 2001, v. , p. 1-390.

60.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. . O principio de Subsidiariedade e o Mercosur. In: Konrad von Moltke; Daniel Ryan. (Org.). Medio Ambiente y Comercio: El caso del Mercosur y los Principios de Winnipeg. Washington: Interamerican Development Bank, 2001, v. , p. -.

61.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. . Die Herausforderungen von Regierbarkeit un Nachhaltigkeit in Brasilien Anlyse un Vorschlague fur die sozialen und politschen Akteure. In: Martin Traine. (Org.). Beitrage zur Lateinamerika-Forschung. Koln: Koln University Press, 2001, v. , p. 43-69.

62.
VIOLA, Eduardo. Globalização e Sustentabilidade nas Políticas Públicas Ambientais no Brasil. In: Selene Herculano; Marcelo Firpo de Souza Porto; Carlos Machado de Freitas. (Org.). Qualidade de Vida e Riscos Ambientais. Niteroi: Editora da Universidade Federal Fluminense, 2000, v. , p. 305-322.

63.
VIOLA, Eduardo; NICKEL, J. . Como Integrari Ambientalismo e Diritti Umani. In: Michele Greco. (Org.). Diritti Umani e Ambienti. Roma: Amnesty International, 2000, v. , p. -.

64.
VIOLA, Eduardo. The Transnational Dimension in Socio-environmental Conflicts. In: Akio Morishima and Jill Jager. (Org.). Human Dimensions of Global Environmental Change. Tokio: Institute for Global Environmental Strategies, 1999, v. , p. 74-77.

65.
VIOLA, Eduardo. Alta Modernidade, Reflexividade e Sustentabilidade, prologo. In: Hector Leis. (Org.). A modernidade Insustentavel. As criticas do Ambientalismo a Sociedade Contemporanea. Petropolis: Vozes, 1999, v. , p. 9-11.

66.
VIOLA, Eduardo. Os Novos Desafios da Governabilidade na Sociedade de Informaçao Globalizada. In: Maria Graças Rua e Maria Izabel Carvalho. (Org.). O Estudo da Política. Topicos Selecionados. Brasilia: Paralelo 15, 1998, v. , p. 349-368.

67.
VIOLA, Eduardo. The Environmental Movement In Brazil: Institutionalization, Sustainable Development And Crisis Of Governance Since 1987. In: G. MacDonald, D, Nielson and M.Stern. (Org.). THE POLITICS OF LATIN AMERICAN ENVIRONMENTAL POLICY IN INTERNATIONAL PERSPECTIVE. 1ed.BOULDER: WESTVIEW PRESS, 1997, v. , p. 78-112.

68.
VIOLA, Eduardo; OLIVIERI, A. . Globalização, Sustentabilidade e Governabilidade Democrática No Brasil. In: Antonio Trindade e Marcus Faro. (Org.). A SOCIEDADE DEMOCRATICA NO FINAL DO SÉCULO. 1ed.BRASILIA: PARALELO 15, 1997, v. , p. 179-253.

69.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. . A Agenda 21 Diante dos Desafios da Governabilidade, das Política Públicas e do Papel das Organizações Não Governamentais. In: Umberto Cordani e Jacques Marcovitch. (Org.). RIO 92 CINCO ANOS DEPOIS. 1ed.SAO PAULO: USP, 1997, v. , p. 267-289.

70.
VIOLA, Eduardo. Reflexoes Sobre As Dimensoes da Globalização, As Novas Forças Sociopoliticas Transnacionais e A Redefinição do Horizonte da Democracia. In: Silvia Gerschman e Maria Werneck Vianna. (Org.). A MIRAGEM DA POS-MODERNIDADE. DEMOCRACIA E POLÍTICAS SOCIAIS NO CONTEXTO DA GLOBALIZAÇÃO. 1ed.RIO DE JANEIRO: FIOCRUZ, 1997, v. , p. 65-80.

71.
VIOLA, Eduardo. Reflexões Sobre Os Dilemas do Brasil Na Segunda Metade da Década de 1990 e Sobre Uma Agenda de Políticas Públicas Baseada Na Democracia, Na Equidade, Na Eficiencia e Na Sustentabilidade. In: Washington Norvaes. (Org.). CONTRIBUIÇÕES PARA UM NOVO MODELO DE DESENVOLVIMENTO. 1ed.GOIANIA: UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS, 1997, v. , p. 107-130.

72.
VIOLA, Eduardo. Prefacio "Globalização, Riscos Industriais e Ambiente". In: Tania Franco. (Org.). TRABALHO, RISCOS INDUSTRIAIS E MEIO AMBIENTE: RUMO AO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL?. 1ed.SALVADOR: UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA, 1997, v. , p. 5-11.

73.
VIOLA, Eduardo. Globalization: A Phenomenon In Five Dimensions. In: Elza Berquo. (Org.). GLOBALIZATION, ETHICS AND REPRODUCTIVE RIGHTS. 1ed.CHICAGO: MACARTHUR FOUNDATION, 1997, v. , p. 26-32.

74.
VIOLA, Eduardo. Globalização, Democracia e Sustentabilidade: As Novas Forças Sociopolíticas Transnacionais. In: Berta Becker e Mariana Miranda. (Org.). A GEOGRAFIA POLITICA DO DESENVOLVIMENTO SUSTENTAVEL. 1ed.RIO DE JANEIRO: UFRJ, 1997, v. , p. 63-92.

75.
VIOLA, Eduardo. A Brazilian Sustainable Society In 2050 ?. In: Tanvi Nagpal. (Org.). VISIONS OF A SUSTAINABLE WORLD. THE 2050 PROJECT. 1ed.WASHINGTON: WORLD RESOURCES INSTITUTE, 1995, v. , p. 96-101.

76.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. . O Ambientalismo Multissetorial No Brasil Para Além da Rio-92: O Desafio de Uma Estratégia Globalista Viável. In: Eduardo Viola e Ilse Scherer-Warren. (Org.). MEIO AMBIENTE, DESENVOLVIMENTO E CIDADANIA. DESAFIOS PARA AS CIÊNCIAS SOCIAIS. 1ed.SÃO PAULO: CORTES, 1995, v. , p. 134-160.

77.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. . Toward A Sustainable Future: The Organizing Role Of Environmentalism In The North-South Relationship. In: Frank Fischer and Michael Black. (Org.). GREENING ENVIRONMENTAL POLICY. 1ed.LONDRES: PAUL CHAPMAN PUBLISHING, 1995, v. , p. 33-49.

78.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. . A Evolução das Políticas Ambientais No Brasil, 1971-1991: do Bissetorialismo Preservacionista Para O Multissetorialismo Orientado Para O Desenvolvimento Sustentável. In: Daniel Hogan e Paulo Vieira. (Org.). DILEMAS SOCIOAMBIENTAIS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL. 1ed.CAMPINAS: UNICAMP, 1992, v. , p. 73-102.

79.
VIOLA, Eduardo. O Movimento Ambientalista No Brasil, 1971-1991: da Denúncia e Conscientização Pública Para A Institucionalização e O Desenvolvimento Sustentável. In: Miriam Goldberg. (Org.). ECOLOGIA, CIÊNCIA E POLÍTICA. 1ed.RIO DE JANEIRO: REVAN, 1992, v. , p. 49-76.

80.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. . Desordem Global da Biosfera e Nova Ordem Internacional: O Papel Organizador do Ecologismo. In: Hector Leis. (Org.). ECOLOGIA E POLÍTICA MUNDIAL. 1ed.PETRÓPOLIS: VOZES, 1991, v. , p. 23-50.

81.
VIOLA, Eduardo; BOEIRA, S. . A Emergência do Ambientalismo Complexo-Multissetorial No Brasil (Particularmente Na Microrregião de Florianópolis) Nos Anos 80. In: Daniel Hogan. (Org.). UNIVERSIDADE E SOCIEDADE FACE À POLÍTICA AMBIENTAL BRASILEIRA. 1ed.BRASÍLIA: IBAMA/UFSC, 1990, v. , p. 41-99.

82.
VIOLA, Eduardo. A Degradação Sócioambiental e A Emergência dos Movimentos Ecológicos Na América Latina. In: Sonia Larangeiras. (Org.). CLASSES E MOVIMENTOS SOCIAIS NA AMÉRICA LATINA. 1ed.SÃO PAULO: HUCITEC, 1990, v. , p. 197-219.

83.
VIOLA, Eduardo. Poblacion, Recursos Y Medio Ambiente En America Latina: Algumas Conclusiones Povisorias.. In: Carlos Reboratti. (Org.). POBLACION Y AMBIENTE EN AMERICA LATINA.. BUENOS AIRES: GRUPO EDITOR LATINOAMERICANO, 1989, v. , p. 0169-0180.

84.
MANWARING, S. ; VIOLA, Eduardo . Novos Movimentos Sociais, Cultura Politica e Transicao Democratica No Brasil e Na Argentina.. In: Paulo Kriscke. (Org.). UMA REVOLUCAO NO COTIDIANO? OS NOVOS MOVIMENTOS SOCIAIS NA AMERICA LATINA.. SAO PAULO: BRASILIENSE, 1987, v. , p. 0102-0188.

85.
VIOLA, Eduardo. O Movimento Ecologico No Brasil, 1974-1986: do Ambientalismo A Ecopolitica. In: Jose Padua. (Org.). ECOLOGIA E POLITICA NO BRASIL. 1ed.RIO DE JANEIRO: ESPACO E TEMPO, 1986, v. , p. 63-110.

86.
GOMEZ, J. M. ; VIOLA, Eduardo . Transicion Desde El Autoritarismo Y Potencialidades de Invencion Democratica En La Argentina.. In: Oscar Ozlak. (Org.). PROCESSO, CRISIS Y TRANSICION DEMOCRATICA - 2.. BUENOS AIRES: CENTRO EDITOR DE AMERICA LATINA, 1984, v. , p. 0029-0042.

87.
VIOLA, Eduardo. Comentario Ao Ciclo do Retorno Militar Na Argentina. In: Bolivar Lamounier. (Org.). A CIENCIA POLITICA NOS ANOS 80. 1ed.BRASILIA: UNIVERSIDADE DE BRASILIA, 1982, v. , p. 59-64.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
VIOLA, Eduardo. O Brasil poderia ter sido muito mais ousado na Rio + 20. Consultor Jurídico (São Paulo. Online), Rio de Janeiro, p. 2 - 2, 23 jun. 2012.

2.
VIOLA, Eduardo. Impasses politicos globais provavelmente levaram ao fracasso da Rio + 20. Folha de S. Paulo, Sao Paulo, p. 10 - 10, 22 maio 2012.

3.
SILVA, M. ; VIOLA, Eduardo . Por uma nova governança global. A necessidade de uma organização mundial do ambiente. Revista Eletrônica do Mestrado em Educação Ambiental, Sao Paulo, p. 23 - 29, 17 maio 2012.

4.
VIOLA, Eduardo. Inteligencia para Crescer Transiçao para uma Economia Verde no Brasil. Brasilia em Dia, Brasilia, p. 6 - 12, 13 jul. 2011.

5.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . Pespectivas da Politica Externa Dilma: Continuidade com Incertezas. Folha de Sao Paulo, Sao Paulo, p. 03 - 03, 27 dez. 2010.

6.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . O Mito Cubano e os Direitos Humanos. O Estado de Sao Paulo, Sao Paulo, p. 2 - 2, 24 mar. 2010.

7.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . Democracia, Estado de Direito e Populismo na America do Sul. Banco de Ideias, Rio de Janeiro, p. 19 - 22, 09 ago. 2009.

8.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . La Vigencia de las Democracias de Mercado en la Economia Internacional. Revista CADAL - Centro para la Apertura y Desarrollo de America Latina, Buenos Aires, p. 15 - 16, 01 dez. 2008.

9.
LEIS, H. R. ; VIOLA, Eduardo . A Megalomania do Peronismo. O Estado de Sao Paulo, Sao Paulo, p. A2 - A2, 15 ago. 2008.

10.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . A Hybris Argentina. Valor Economico, Sao Paulo, p. 8 - 8, 07 ago. 2008.

11.
LEIS, H. R. ; VIOLA, Eduardo . La Hybris Argentina. Perfil, Buenos Aires, p. 14 - 16, 13 jul. 2008.

12.
VIOLA, Eduardo; ANDRADE, P. C. . Obama e a Despolarizaçao do Mundo. O Estado de Sao Paulo, Sao Paulo, p. 2 - 2, 10 jul. 2008.

13.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . A Anomalia Colombiana. Correio Brasiliense, Brasilia, p. 10 - 10, 16 mar. 2008.

14.
VIOLA, Eduardo. Empresas e Mudança Climática. Profissional e Negocios, Sao Paulo, p. 08 - 12, 01 mar. 2008.

15.
VIOLA, Eduardo. A revitalizaçao da democracia americana. correio brasiliense, Brasilia, p. 21 - 21, 09 fev. 2008.

16.
VIOLA, Eduardo. Mudança Climática: O Novo Tabuleiro do Xadrez Mundial. Pagina 22. FGV, Sao Paulo, p. 15 - 21, 01 fev. 2008.

17.
VIOLA, Eduardo. Brasil y Argentina: Dos caminos contradictorios de integracion en el sistema internacional. El Observador, Buenos Aires, p. 12 - 13, 10 ago. 2007.

18.
VIOLA, Eduardo. Dilemas da entrada de Venezuela no Mercosul. O Estado de Sao Paulo, Sao Paulo, p. J7 - J7, 10 jun. 2007.

19.
VIOLA, Eduardo. Brasil poderia liderar aliança para reduçao de emissoes. OGlobo, Rio de Janeiro, p. 12 - 12, 08 fev. 2007.

20.
VIOLA, Eduardo. Bye bye Brazil, o fracasso da política externa de Lula na America do Sul. Primeira Leitura, Sao Paulo, p. 88 - 92, 01 jun. 2006.

21.
VIOLA, Eduardo. A diplomacia da marola: algumas dissonancias entre o Brasil e as democracias de mercado. Primeira Leitura, Sao Paulo, p. 90 - 93, 01 abr. 2006.

22.
VIOLA, Eduardo; ANDRADE, P. C. . Reforma Político-Institucional ou Retrocesso. OGlobo, Rio de Janeiro, p. 7 - 7, 23 ago. 2005.

23.
VIOLA, Eduardo; ANDRADE, P. C. ; LEIS, H. R. . Revolucionando a Agenda Política. O Estado de Sao Paulo, Sao Paulo, p. A2 - A2, 13 abr. 2005.

24.
VIOLA, Eduardo; ANDRADE, P. C. . O apelo da liberdade. OGlobo, Rio de Janeiro, p. 8 - 8, 02 mar. 2005.

25.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . Cinismo Cordial. OGlobo, Rio de Janeiro, p. 06 - 06, 19 out. 2004.

26.
VIOLA, Eduardo. 15 anos depois da queda do muro de Berlin. Valor Economico, São Paulo, p. D-7 - D-8, 15 out. 2004.

27.
VIOLA, Eduardo; PIO, C. R. . O Brasil Petista: porque não é viável um partido hegemonico. Valor Economico, São Paulo, p. A14 - A14, 20 set. 2004.

28.
VIOLA, Eduardo. A Convenção Republicana e Perspectivas da Política Externa Americana. O Popular, Goiania, p. 05 - 05, 29 ago. 2004.

29.
VIOLA, Eduardo. Resenha do livro de Wilhem von Humboldt Os limites da ação do Estado. O Estado de São Paulo, São Paulo, p. 2 - 2, 22 ago. 2004.

30.
VIOLA, Eduardo. EUA, um relação de amor e odio. Continente Multicultural, Recife, p. 9 - 9, 03 ago. 2003.

31.
VIOLA, Eduardo; PINHEIRO, F. . A Política Externa Americana: o ataque preventivo e Iraque. No Minimo, Rio de Janeiro, p. 1 - 8, 01 abr. 2003.

32.
VIOLA, Eduardo. Dilemas dos EUA. Correio Brasiliense, Brasilia, p. 7 - 7, 12 abr. 2002.

33.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. . A Globalização Político Militar. Folha de São Paulo, Sao Paulo, p. 3 - 3, 10 nov. 2001.

34.
VIOLA, Eduardo. Reflexoes sobre a Reforma Universitaria. O Globo, Rio de Janeiro, p. 9 - 9, 09 jul. 1998.

35.
VIOLA, Eduardo. Globalizaçao, Democracia e Voto. Correio Brasiliense, Brasilia, p. 32 - 32, 03 nov. 1996.

36.
VIOLA, Eduardo. Globalizaçao, politicas publicas e reforma do Estado. Informativo INESC, Brasilia, p. 3 - 4, 01 out. 1996.

37.
VIOLA, Eduardo. O Relatorio Brasileiro para a Eco-92 e a participaçao da sociedade cvil na elaboraçao da politica externa. Diario Catarinense, Florianopolis, p. 14 - 15, 31 ago. 1991.

38.
VIOLA, Eduardo. As muitas formas de encarar a Amazonia. Parabolicas, Sao Paulo, , v. 22, p. 8 - 9.

39.
VIOLA, Eduardo. Proposta de transicao para uma sociedade sustentável. Subsidios para o dialogo com os governos federal e estaduais eleitos em 94. ECORIO, Rio de Janeiro, , v. 19, p. 23 - 25.

40.
VIOLA, Eduardo. Reforma do Estado e o Papel das ONGs Ambientalistas. Debates Socio-ambientais, Sao Paulo, , v. 6, p. 8 - 10.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
VIOLA, Eduardo. Mudança Climática, Sustentabilidade e Transiçao para uma Economia de Baixo Carbono. In: 11 Congresso do Agronegocio. Inovaçao, Transparencia e Sustentabilidade no Agronegocio, 2010, Rio de Janeiro. Anais do 11 Congresso do Agronegocio. Inovacao, transparencia e sustentabilidade. Rio d: Sociedade Nacional de Agricultura, 2010. p. 30-36.

2.
VIOLA, Eduardo. O Brasil na arena internacional da mudança climática, 2005-2010. In: Cupula dos BRICs de Think Thanks O Papel dos BRICs na Transformaçao Global no Pos-crise, 2010, Brasilia. O Papel dos BRICs na transformacao global no pos-crise. Brasilia: Instituto de Pesquisas Economicas Aplicadas, 2010. p. 17-56.

3.
VIOLA, Eduardo. The Global Climate Governance and Brazil. In: International Seminar on Global Governance, 2010, Brasilia. International Seminar on Global Governance. Brasilia: Presidencia da Republica, 2010. p. 23-41.

4.
VIOLA, Eduardo. Brazil in the global arena of mitigating climate change: national interest, global equity and ambivalence. In: Climate Change: Global Risks, Challenges and Decisions, 2009, Copenhagen. Climate Change: Global Risks, Challenges and Decisions. Copenhagen: University of Copenhagen Press, 2009. v. 1. p. 11-15.

5.
VIOLA, Eduardo; PIO, C. R. . Doctrinarismo y Realismo en la Percepcion del Interes Nacional en Brasil. In: 6to Encuentro de REDES sobre Defensa y Seguridad, 2003, Santiago de Chile. Red de Redes. Compartiendo Conocimientos. Washington: National Defense University, 2003. p. 78-104.

6.
VIOLA, Eduardo. Brazil in the International Politics of Global Governance and Climate Change. In: 2002 International Sudies Association Annual Convention, 2002, New Orleans. International and Comparative Environmental Policy and Politics, 2002. v. 1. p. 1-24.

7.
VIOLA, Eduardo. Brazil in the Global Politics of the Kyoto Protocol. In: 15th International Sociological Association World Congress, 2002, Brisbane. Proceedings of the Research Committee on Environment and Society, 15th ISA Congress, 2002. v. 1. p. 1-28.

8.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . Gobernabilidad Global Pos-utópica, Medio Ambiente y Cambio Climático. In: De Rio a Joanesburgo. La Transicion hacia el Desarrollo Sustentable, 2002, Mexico. De Rio a Joanesburgo. La Transicion haciel Desarrollo Sustentable. Mexico: Universidad Autonoma Metropolitana, 2002. v. 1. p. 1-36.

9.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R. . Mudanças na direção de uma globalização multidimensional mais complexa. In: 3 Encontro da Associação Brasileira de Ciencia Politica, 2002, Niteroi. 3 Encontro da Associação Brasileira de Ciencia Politica, 2002. v. 1. p. 1-25.

10.
VIOLA, Eduardo. The Global Politics of Climate Change and Sustainability. In: 4th Open Meeting of the Human Dimensions of Global Environmental Change Scientific Community, 2001, Rio de Janeiro. Proceeding of the 4th Open Meeting of the Human Environmental Change Scientific Community. New York: Columbia University Press, 2001. p. 1-26.

11.
VIOLA, Eduardo. The Politics of Renewable Energy. In: Can Renewables deliver?, 2001, London. Proceedings of the Conference Can Renewables Deliver?. London: Royal Institute of International Affairs/Chatham House, 2001. p. 46-56.

12.
VIOLA, Eduardo. The Global Politics of Climate Change: How Strong are the Forces Supporting Sustainability. In: 10th Congress of International Rural Sociologgy Association, 2000, Rio de Janeiro. Proceeding of the 10th Congress of International Rural Sociology Association, 2000. v. CDR.

13.
VIOLA, Eduardo. Democracy and global governance. In: Human Integration in Global Change Research, 2000, Estocolmo. Human Integration in Global Change Research. Estocolmo: Swedish Council for Planning and Coordination of Research, 2000. p. 9-11.

14.
VIOLA, Eduardo. A Globalização da Política Ambiental no Brasil. In: O agronegocio do Mercosul e sua Inserçao na Economia Mundial, 1999, Foz do Iguaçu. 37 Congresso Brasileiro de Economia e Sociologia Rural. Curitiba: Universidade Federal de Parana, 1999. p. 83-97.

15.
VIOLA, Eduardo. Avaliaçao da Sustentabilidade nas Politicas Publicas Federais de Saude e Ambiental no Brasil, 1995-99. In: Segundo Simposio sobre Saude e Ambiente na Amazonia, 1999, Cuiaba. Segundo Simposio sobre Saude e Ambiente na Amazonia. Cuiaba: Editora da UFMT, 1999. p. 5-12.

16.
VIOLA, Eduardo. Conflict and the Environment. In: 1999 Meeting of the Human Dimensions of Global Environmental Change Scientific Community, 1999, Shoanan Village. Report on the 1999 Meeting of the Human Dimensions of Global Environmental Change Scientific Community. Tokyo: Institute for Global Environmental Strategies, 1999. p. 74-77.

17.
VIOLA, Eduardo. Globalization, Environmentalism And New Transnational Social Forces. In: ECONOMIC GLOBALIZATION AND THE ENVIRONMENT, 1998. GLOBALIZATION AND THE ENVIRONMENT: PERSPECTIVES FROM OECD AND DYNAMIC NON-MEMBER ECONOMIES. PARIS. p. 39-52.

18.
VIOLA, Eduardo. Global Environmental Governance: A Perspective From South America. In: INSTITUTIONAL DIMENSIONS OF GLOBAL CHANGE, 1997, Estocolmo. INSTITUTIONAL DIMENSIONS OF GLOBAL CHANGE. ESTOCOLMO, SUECIA, 1997. p. 34-41.

19.
VIOLA, Eduardo. Globalizacion, Sustentabilidad, Fuerzas-Regimenes Transnacionales Y Politica de Biodiversidad. In: CUARTO FORO EL AJUSCO BIODIVERSIDAD, GLOBALIZACION Y SUSTENATABILIDAD EN AMERICA LATINA Y EL CARIBE, 1997, Mexico. BIODIVERSIDAD, GLOBALIZACION Y SUSTENTABILIDAD EN AMERICA LATINA Y EL CARIBE. MEXICO, 1997. p. 47-65.

20.
VIOLA, Eduardo. The Internationalization Of Environmentalism. In: CONFERENCE ON SOCIOLOGICAL THEORY AND THE ENVIRONMENT, 1997, Utrecht. SOCIOLOGICAL THEORY AND THE ENVIRONMENT. UTRECH, HOLANDA, 1997. p. 34-45.

21.
VIOLA, Eduardo. A Trajetoria do Movimento Ambientalista No Brasil: Confronto e Legitimação (1970-1990). In: HISTORIA DO AMBIENTALISMO NO BRASIL., 1996, Sao Paulo. AMBIENTALISMO NO BRASIL. PASSADO, PRESENTE E FUTURO.. SÃO PAULO, 1996. p. 27-35.

22.
VIOLA, Eduardo. The Environmental Question And The Core-Periphery Relationship.. In: INTERNATIONAL CONFERENCE CORE-PERIPHERY REVISITED., 1989, Los Angeles. Core-Periphery Revisited. LOS ANGELES - U.C.L.A. - USA., 1989. p. 64-70.

23.
VIOLA, Eduardo. Poblacion, Recursos Y Medio Ambiente:Conclusiones Y Perspectivas.. In: SEMINARIO INTERNACIONAL 'AMERICA LATINA':POBLACION,RECURSOS Y MEDIO AMBIENTE., 1987, Quito. QUITO - EQUADOR, 1987. p. 32-39.

24.
VIOLA, Eduardo. O Impacto da Problematica Ambiental Na Sociologia Contemporanea.. In: ANAIS DO III CONGRESSO NACIONAL DE SOCIOLOGIA., 1987, Brasilia. Brasilia, 1987. p. 42-48.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
VIOLA, Eduardo. Brazil in the Global and Regional Politics of Climate. In: Global Summit on Sustainable Development and Climate Change, 2009, New Delhi. Delhi Global Summit on Sustainable Development and Climate Change. New Delhi: Observer Research Foundation Press, 2009. p. 17-18.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
VIOLA, Eduardo. How to Involve the climate community and the scientific community in debating climate geo-engineering. In: Climate Engineering Conference 2017. Critical Global Discussions, 2017, Berlin. Climate Engineering Conference 2017. Critical Global Discussions. Postdam: Institute for Advanced Sustainability Studies, 2017. p. 01-36.

2.
AAMODT, S. ; VIOLA, EDUARDO . A capacidade de influenciar: impulsores e barreiras nos processos de políticas climáticas nos países do BASIC. In: 37 Encontro Anual da ANPOCS, 2013, Aguas de Lindoia. 37 Encontro Anual da ANPOCS. Sao Paulo: ANPOCS, 2013. p. 406-406.

3.
VIOLA, Eduardo. National and Regional Governance in South America after 9/11. In: Challenges for National and Global Governance after Irak, 2003, Bruxelas. Challenges for National and Global Governance after Irak. San Francisco: Commission on Globalization, 2003. p. 7-8.

4.
VIOLA, Eduardo. Population Weights and the Politics of the Kyoto Protocol. In: 24th World Congress of Population, 2001, Salvador. Proceeding of the 24th World Congress of Population. Salvador: IUSSP, 2001. p. 28-28.

5.
VIOLA, Eduardo. Globalization and the Politics of Climate Change in Brazil. In: 1999 Meeting of the Human Dimensions of Global Environmental Change Research Community, 1999, Shonan Village. 1999 Meeting of Human Dimension of Global Environmental Change Research Community. Tokio: Institute for Global Environmental Strategies, 1999. p. 46-47.

6.
VIOLA, Eduardo. The Brazilian Environmental Movement And Its Impacts On The Public Opinion, Policies And Politics. In: INTERNATIONAL SYMPOSIUM ON THE ROLE OF NGOS IN ENVIRONMENTAL PROTECTION, 1994, Eilat, Israel. INTERNATIONAL SYMPOSIUM ON THE ROLE OF NGOS IN ENVIRONMENTAL PROTECTION. EILAT, ISRAEL, 1994. p. 23-26.

7.
VIOLA, Eduardo. Due Process And National Governments: The Case Of Brasil. In: EARTH RIGHTS AND RESPONSABILITIES, 1992, New Haven. EARTH RIGHTS AND RESPONSABILITIES: HUMAN RIGHTS AND ENVIRONMENTAL PROTECTION. NEW HAVEN, 1992. p. 28-32.

8.
VIOLA, Eduardo. The Attempts To Establish A Democratic Poltical Regime In Argentina.. In: THE INTERNATIONAL POLITICAL SCIENCE ABSTRACT., 1982, Rio de Janeiro. RIO DE JANEIRO, 1982. p. 134-135.

Apresentações de Trabalho
1.
VIOLA, Eduardo. Brazilian Energy Policy under Rousseff administration, 2011-2014. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

2.
VIOLA, Eduardo. The low quality of Brazilian democracy as driver of decline in the international system. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
VIOLA, Eduardo. International Security, Migrations and transition to low carbon in South America. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
VIOLA, Eduardo. Planetary Boundaries and Global Governance. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

5.
VIOLA, Eduardo. Is Energy security contradictory with decarbonization of the global economy?. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

6.
VIOLA, Eduardo. Is Geo-engeneering calling the attention of Latin American elites?. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

7.
VIOLA, Eduardo. Th Rise and Fall of Brazilian Climate Policy. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
VIOLA, Eduardo. Climate Policies (Domestic and Foreign) and Politics in Latin America: Present and Perspectives. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
VIOLA, Eduardo. Climate Powers, the G20 and Global Governance in the transition to a low carbon economy. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
VIOLA, Eduardo. Sustainable Transitions in South America? Where, How, What pace.. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
VIOLA, Eduardo. Energy and Climate Change: balancing the need for energy security and the environment. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

12.
VIOLA, Eduardo. Adaptation to Climate Change and International Security in South America. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
VIOLA, Eduardo. How does the Narrative of Adaptation Need to Change for a 4 degrees increase World. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
VIOLA, Eduardo. Multilateralism, Plurilateralism or Decarbonization Coalitions? Prospective for Climate Change Global Policies in the 2010's. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

15.
VIOLA, Eduardo. As Transformações Globais e as Novas Formas de Pensar as Relações Internacionais no Antropoceno. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

16.
VIOLA, Eduardo. International Environmental Problems in the America's. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

17.
VIOLA, Eduardo. Perception about governance of Climate Geo-engeneering in Brazilian elites. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
VIOLA, Eduardo. What are the pre-conditions for a successful and consistent agreement on climate change in Paris 2015?. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
VIOLA, Eduardo. Perspectivas da Política Externa Brasileira a partir de 2015. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

20.
VIOLA, Eduardo. As contribuições do Professor Héctor Ricardo Leis ao desenvolvimento das Ciência Sociais e da Interdisciplinariedade. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

21.
VIOLA, Eduardo. A Ascensão dos BRICS: desafios para as ciencias sociais Brasileiras. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
VIOLA, Eduardo. The discipline of International Relations facing the challenge of Global Environmental Change. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

23.
VIOLA, Eduardo. Multilateralism, Plurilateralism and the G20 in Global Environmental Governance. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

24.
VIOLA, Eduardo. Brazilian Climate/Energy Policy 2009-2012 and potential cooperation with the European Union. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

25.
VIOLA, Eduardo. A relaçao entre Brasil e Uniao Europeia na Politica Climática Internacional. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

26.
VIOLA, Eduardo. Perspecivas de um Acordo Climático Global na ONU em 2015: esta esgotado o modelo de negociaçao. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

27.
VIOLA, Eduardo. Brazilian Foreign Policy. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

28.
VIOLA, Eduardo. Global Climate Governance. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

29.
VIOLA, Eduardo. Realities and Potentialities in the Brazilian Turkey Relations. 2013. (Apresentação de Trabalho/Outra).

30.
VIOLA, Eduardo. Planetary Boundaries and the Failure of the Rio + 20. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

31.
VIOLA, Eduardo. Sustainability in Divided Brazil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

32.
FRANCHINI, MATÍAS ; VIOLA, Eduardo . Argentina conservative position in the global political economy of climate change: when global and regional diffusion is not effective. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

33.
AAMODT, S. ; VIOLA, Eduardo . A Capacidade de Influenciar: Impulsores e Barreiras nos Processos de Políticas Climáticas nos países do BASIC. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

34.
VIOLA, Eduardo. Brazilian Climate and Energy Policy in the BRICS Context. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

35.
VIOLA, Eduardo. O Sistema Internacional no Antropoceno: novas fronteiras da teoria das relações internacionais. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

36.
VIOLA, Eduardo. Climate/Energy Policy of BRICS and EU: more divergences than convergences. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

37.
VIOLA, Eduardo. A relação entre Ciência/Tecnologia e Políticas Publicas nas Grandes Potências Climáticas. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

38.
VIOLA, Eduardo. Soft Power and Climate Change. 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

39.
VIOLA, Eduardo. Minha experiencia academica como doutorando da USP, 1978-1882. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

40.
VIOLA, Eduardo. 'Perspectivas de um Acordo Climático Global na ONU em 2015: Está Esgotado o Modelo de Negociação. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

41.
VIOLA, Eduardo. Desafios Ambientais para a Defesa Nacional. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

42.
VIOLA, Eduardo. A posição do Brasil em face da energia nuclear e sua relação com os temas de mudança climática e segurança internacional. 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

43.
VIOLA, Eduardo. O sobre dimensionamento dos BRICS na Política Externa Brasileira. 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

44.
VIOLA, Eduardo. Os Países do G20 diante do fim dos Subsídios ao Carvão e ao Petróleo. 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

45.
VIOLA, Eduardo. O 5to Relatório do IPCC e as Perspectivas das Negociações Climáticas. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

46.
VIOLA, Eduardo. Cambio Climatico Global: transición hacia una sociedad con balance neutro de carbono. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

47.
VIOLA, Eduardo. Transición para una Sociedad Internacional de Bajo Carbono. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

48.
VIOLA, Eduardo. Incentivos de Redução de IPI para Produtos Sustentáveis. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

49.
VIOLA, Eduardo. Indicadores Socioambientais e Economia Política Internacional de Mudança Climática. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

50.
VIOLA, Eduardo. Economia Verde no Brasil e no Mundo. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

51.
VIOLA, Eduardo. Crescimento Verde e Inclusão Social: Convergências e Divergências. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

52.
VIOLA, EDUARDO. As perspectivas das negociações de mudança climática global. 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

53.
VIOLA, Eduardo. As Grandes Potencias no Antropoceno. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

54.
VIOLA, Eduardo. As relaçoes entre Mercosul e União Europeia: a Dimensao Climática. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

55.
VIOLA, Eduardo. Capitalismo e Sustentabilidade. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

56.
VIOLA, Eduardo. Development and Sustainability in South America. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

57.
VIOLA, Eduardo. Inserçao Internacional do Brasil e seus reflexos para a defesa nacional: Mudança Climatica e Problemas Ambientais Globais. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

58.
VIOLA, Eduardo. How sustainable are public policies in South America?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

59.
VIOLA, Eduardo. Is it possible a global soil policy? A Latin American Perspective. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

60.
VIOLA, Eduardo; VEIGA, J. E. . A mudança climatica e o o risco de anarquia no sistema internacional. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

61.
VIOLA, Eduardo. The E.U. and BRICS on climate change: from confrontation to cooperation?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

62.
VIOLA, Eduardo. The Major Players in Carbon Emissions in the Atlantic Basin. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

63.
VIOLA, Eduardo. Brazil and China Policies on Climate Change: a Comparative Approach. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

64.
VIOLA, Eduardo. Brazil Shift in Climate/Forest Policy (2005-2011) and its Potential Impact on Conservative and Reformist Powers. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

65.
VIOLA, Eduardo. The BRICS Policies on Sustainable Development and Global Environmental Governance. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

66.
VIOLA, Eduardo. Could Brazil and the European Union increase cooperation in climate change policies?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

67.
VIOLA, Eduardo. Argentina's Democracy Four Decades After 'Modernization and Bureaucratic Authoritarianism. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

68.
VIOLA, Eduardo. Mudança Climatica e Migraçoes Internacionais. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

69.
VIOLA, Eduardo. As Politicas Publicas nacionais e a agenda da sustentabilidade: um balanço da última decada e perspectivas futuras. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

70.
VIOLA, Eduardo. A terceira revoluçao industrial e o sistema internacional. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

71.
VIOLA, Eduardo. A transiçao global para uma economia verde de baixo carbono: avanços, impasses e desafios. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

72.
VIOLA, Eduardo. As Causas do Declinio do Sistema ONU e a Impotencia do Conselho de Segurança para lidar com as crises do seculo 21. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

73.
VIOLA, Eduardo. O Papel dos BRICS na Governança Global do Desenvolvimento Sustentavel. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

74.
VIOLA, Eduardo. Brazil in the global arena of nuclear energy and nuclear weapons, 1970-2010. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

75.
VIOLA, Eduardo. As novas ameaças no sistema internacional na segunda decada do seculo 21. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

76.
VIOLA, Eduardo. Limitaçoes estruturais da Conferencia Rio + 20. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

77.
VIOLA, Eduardo. Governança Internacional para o Desenvolvimento Sustentavel. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

78.
VIOLA, Eduardo. A Rio + 20: Fracasso da Conferencia Inter-governamental e Sucesso dos mais de tres mil eventos paralelos. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

79.
VIOLA, Eduardo. International Alignments and Coalitions in the path to decarbonizing the global economy. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

80.
VIOLA, Eduardo. The G20 and the prospectives for decarbonization of the Global Economy. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

81.
VIOLA, Eduardo. O papel de EUA, U.E. e China na transiçao para uma economia de baixo carbono. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

82.
VIOLA, Eduardo. Que reformas seriam necessarias no sistema ONU para atingir-se uma governança ambiental global efetiva?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

83.
VIOLA, Eduardo. A inviavilidade do desmatamento zero como meta. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

84.
VIOLA, Eduardo. O sistema internacional da Rio 92 a Rio + 20. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

85.
VIOLA, Eduardo. A dinamica dos principais atores da mudança climatica: EUA, U.E., China, Russia, India, Japao, Coreia do Sul e Brasil. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

86.
VIOLA, Eduardo. The limitations of the UN System. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

87.
VIOLA, Eduardo. Realism and Utopism in the Proposals of Restructuring Governance for Sustainability. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

88.
VIOLA, Eduardo. Realities and Potentialities in the Relationship between the EU and BRICS. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

89.
VIOLA, Eduardo. The role of Youth in the International System. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

90.
VIOLA, Eduardo. Politicas comparadas de Cambio Climatico na America Latina: Brasil, Mexico, Argentina, Colombia, Chile e Costa Rica. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

91.
VIOLA, Eduardo. Economia Verde, Decarbonizacao e Governanca Global. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

92.
MACHADO FILHO, H. ; VIOLA, Eduardo . China, India and Brazil: o Bloc or Individual Countries Making Efforts to Combat Climate Change. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

93.
VIOLA, Eduardo. As Negociaçoes Internacionais de mudança climática, de Copenague a Cancun, os limites estruturais. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

94.
VIOLA, Eduardo; Hochstetler, K . Brazil and the Multiscalar Politics of Climate Change. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

95.
VIOLA, Eduardo. Recent Transformations in Brazilian Climate Policy and new place in the global carbon cycle. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

96.
VIOLA, Eduardo. The Potential Role of G20 in Solar Radiation Management Governance. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

97.
VIOLA, Eduardo. Brazilian Climate Policy among the Climate Powers, 2009-2011. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

98.
VIOLA, Eduardo. A primavera arabe e as transiçoes de regimes autoritarios para regimes semidemocraticos e democraticos. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

99.
VIOLA, Eduardo. De-carbonization Policies in South America: realities and potentialities. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

100.
VIOLA, Eduardo. O erro dos BRICS não incluindo a mitigaçao e adaptaçao a mudança climática na Rio + 20. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

101.
VIOLA, Eduardo. Brazil's Emissions Reduction 2005-2010. Could other Climate Powers go in a Similar Dynamic?. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

102.
VIOLA, Eduardo. Brazil Climate Change Policy, 2008-2011. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

103.
VIOLA, Eduardo. As Relaçoes entre Economia, Segurança, Democracia e Mudança Climatica no sistema Internacional do presente. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

104.
VIOLA, Eduardo. Meio Ambiente: Reflexos para a Defesa Nacional. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

105.
VIOLA, Eduardo. A Transiçao Global para uma Economia Verde de Baixo Carbono. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

106.
VIOLA, Eduardo. Avanços e Impasses na Política Climática Brasileira. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

107.
VIOLA, Eduardo. A posiçao do Brasil para a Rio + 20: os limites de no focalizar na mitigaçao e adaptaçao da mudança climatica e transiçao para economia verde de baixo carbono. 2011. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

108.
VIOLA, Eduardo. Environmental Policy under Dilma Rousseff administration. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

109.
VIOLA, Eduardo. Climate Change and Resource Scarcity. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

110.
VIOLA, Eduardo. Brazil as a Rising Power: Economy, Security, Energy and Climate. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

111.
VIOLA, Eduardo. Os Atentados do 11 de setembro e suas implicacoes nas relacoes internacionais do seculo 21. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

112.
VIOLA, Eduardo. Brasil international relations, 2010-11. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

113.
VIOLA, Eduardo. Major Powers in the international system 2011: USA, EU, China, Russia, Japan, India, Brazil and South Korea. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

114.
VIOLA, Eduardo. International Security in South America. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

115.
VIOLA, Eduardo. The transition to a low carbon economy in South America. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

116.
VIOLA, Eduardo. Os Dilemas da transiçao para uma economia de baixo carbono no Brasil. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

117.
VIOLA, Eduardo. Climate Security in the Americas. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

118.
VIOLA, Eduardo. Mudanças Climáticas na Era Pos-Copenhagen: Perspectivas para a América Latina. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

119.
VIOLA, Eduardo. A COP 15 e a nova Politica de Transiçao para uma Economia de Baixo Carbono no Brasil. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

120.
VIOLA, Eduardo. As negociaçoes de mudanças climáticas apos Copenhague. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

121.
VIOLA, Eduardo. Recentes transformaçoes no Papel do Estado Brasileira nas areas ambiental e climatica. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

122.
VIOLA, Eduardo. Transformaciones en la Política Climática de Brasil y Perspectivas de Transicion para una Economia de Bajo Carbono. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

123.
VIOLA, Eduardo. Brazilian Climate Policy and Perspectives for COP 16 in Cancun, Mexico. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

124.
VIOLA, Eduardo. A Politica Climática do Brasil na Perspectiva Comparada dos BRICs. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

125.
VIOLA, Eduardo. As Potencias Climáticas e a dinamica do sistema internacional. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

126.
VIOLA, Eduardo. A Antartida na Governança Global. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

127.
VIOLA, Eduardo. Brazil and the European Union in Climate Change Multilateral Negotiations. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

128.
VIOLA, Eduardo. Realidade e Potencialidades da Organizacao do Tratado de Cooperaçao Amazonica. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

129.
VIOLA, Eduardo. Is there any regional cooperation for adaptation to climate change in South America?. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

130.
VIOLA, Eduardo. Regional Governance and transition to a low carbon economy in South America. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

131.
VIOLA, Eduardo. Avaliaçao de Cenarios Prospectivos 2030. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

132.
VIOLA, Eduardo. Sustentabilidade e Governança Global. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

133.
VIOLA, Eduardo. Perspectivas de Transiçao ao Baixo Carbono e Biodiversidade. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

134.
VIOLA, Eduardo. The International System and the Transition to a Green Economy. 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

135.
VIOLA, Eduardo. Climate security as a Key emerging problematic in international relations. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

136.
VIOLA, Eduardo. South America in the Global Politics of Climate Change. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

137.
VIOLA, Eduardo. Climate Change Mitigation in the Context of the Economic Crisis: A New Dynamic for Global Governance. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

138.
VIOLA, Eduardo. Impasses e Perspectivas da negociação climática e mudanças na posição brasileira. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

139.
VIOLA, Eduardo. Climate, Energy and Amazonian Policy in Brazil: moving to low carbon society?. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

140.
VIOLA, Eduardo. Major Latin American Countries facing the challenges of negotiating a global treaty for climate change mitigation and adaptation. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

141.
VIOLA, Eduardo. Adaptation to Climate Change and Transition to a Low Carbon Economy. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

142.
VIOLA, Eduardo. Brazilian Interests and Ideas on Global Climate Change and Transition to a Low Carbon Economy. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

143.
VIOLA, Eduardo. Brazil on Global Emvironment and Energy Policy. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

144.
VIOLA, Eduardo. Brazil in the Global and Regional Politics of Transition to a Low Carbon Society. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

145.
VIOLA, Eduardo. International Relations in Americas under the Obama administration. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

146.
VIOLA, Eduardo. Ameaças Globais e Regionais ao Brasil: Realidades e Ideologia. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

147.
VIOLA, Eduardo. Politica Externa dos EUA. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

148.
VIOLA, Eduardo. Energy, Climate and Security in South America. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

149.
VIOLA, Eduardo. Transicao para uma Sociedade de Baixo Carbono: está Brasil avançando?. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

150.
VIOLA, Eduardo. Transicion para una Sociedade de Baixo Carbono e Biodiversidade. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

151.
VIOLA, Eduardo. Transformações Recentes na Política Ambiental Internacional do Brasil. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

152.
VIOLA, Eduardo. Brasil no Cenario Internacional de Transicao para uma economia de baixo carbono. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

153.
VIOLA, Eduardo. Brasil nas negociaçoes internacionais de clima e politica nacional de energia e Amazonica. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

154.
VIOLA, Eduardo. Crise de Governabilidade na Argentina de 2009. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

155.
VIOLA, Eduardo. Democracia e Populismo na América do Sul em 2009. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

156.
VIOLA, Eduardo. Politicas Climaticas en America del Sur. 2009. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

157.
VIOLA, Eduardo. The Evolving Brazil Climate Policy. How likely a shift?. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

158.
VIOLA, Eduardo. Climate and Energy Policy in South America. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

159.
VIOLA, Eduardo. Brazil in the arena of big carbon emitters. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

160.
VIOLA, Eduardo. The South America's foreign policy of Brazil (2003-2008): From ideology to Pragmatism. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

161.
VIOLA, Eduardo. Carbon Emissions and Climate Security in South America. 2008. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

162.
VIOLA, Eduardo. The arena of carbon emissions politics in the Amazon. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

163.
VIOLA, Eduardo. A política externa climática do Brasil. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

164.
VIOLA, Eduardo; KEOHANE, R. ; Krasner, Stephen . Perspectives for a consistent climate treaty after 2012. 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

165.
VIOLA, Eduardo. A economia política internacional das emissoes de carbono e a Amazonia. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

166.
VIOLA, Eduardo. As Transformaçoes recentes da politica climatica internacional. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

167.
VIOLA, Eduardo. Os Desafios da Mitigacao e da Adaptaçao ao Aquecimento Global: Conflito e Cooperaçao no Sistema Internacional. 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

168.
VIOLA, Eduardo. Amazonia, Mudança Climatica e Segurança Internacional. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

169.
VIOLA, Eduardo. Mudança Climatica na America do Sul. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

170.
VIOLA, Eduardo. New Challenges for Brazil climate policy. 2008. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

171.
VIOLA, Eduardo. Impases e dilemas da transiçao para uma sociedade de baixo carbono. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

172.
VIOLA, Eduardo. Os Grandes Emissores de Carbono e as Perspectivas de uma Arquitetura Global para Mitigar a Mudança Climatica. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

173.
VIOLA, Eduardo. Crise Economica e Crise Climática Global: as profundas transformacoes do sistema internacional em 2008. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

174.
VIOLA, Eduardo. El Ascenso de Brasil en la region y en el mundo. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

175.
VIOLA, Eduardo. Brazil's Policy for the Integration of South America: A Goal Too Ambitious. Apresentado na 48 Convention of the International Studies Association, Chicago, 28/02-03/03/2007. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

176.
VIOLA, Eduardo. O Futuro da Ordem Internacional. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

177.
VIOLA, Eduardo. O Regime de Mudanças Climaticas e o Brasil. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

178.
VIOLA, Eduardo. Desafios da Mudança Climática para a açao coletiva global e a segurança internacional e o papel do Brasil. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

179.
VIOLA, Eduardo. Democracia, Mercado y Transparencia en Brasil en perspectiva comparada latinoamericana. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

180.
VIOLA, Eduardo. Economia Política Internacional da Mitigação do Aquecimento Global. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

181.
VIOLA, Eduardo. Risco climatico global: incremental, perigoso ou catastrofico?. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

182.
VIOLA, Eduardo. Economia Política da Mitigaçao do Aquecimento Global. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

183.
VIOLA, Eduardo. Os Grandes Emissores de Carbono e seu impacto no sistema internacional. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

184.
VIOLA, Eduardo. Energia, Mudança Climatica e Integraçao na América do Sul. 2007. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

185.
VIOLA, Eduardo. A Ordem Política e Economica Internacional no Início do Século 21. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

186.
VIOLA, Eduardo. Climate Security and the Brazilian position in international negotiations. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

187.
VIOLA, Eduardo. Globalizaçao e Sociedade do Conhecimento. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

188.
VIOLA, Eduardo. As Mudanças Climáticas e suas Consequencias sobre a Qualidade de Vida. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

189.
VIOLA, Eduardo. Economia Política e Relaçoes Internacionais. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

190.
VIOLA, Eduardo. O Impacto da Mudança Climática no Sistema Internacional. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

191.
VIOLA, Eduardo. Perspectivas Futuras do Protocolo de Quioto. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

192.
VIOLA, Eduardo. O Protocolo de Quioto e os limites da negociaçao multilateral na ONU. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

193.
VIOLA, Eduardo. Comparando a Midia Brasileira com a Internacional na Cobertura do Aquecimento Global. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

194.
VIOLA, Eduardo. As negociaçoes internacionais de mudança climática desde a ratificaçao do Protocolo de Quioto. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

195.
VIOLA, Eduardo. Disparities between Developed and Emergent countries: Common but diferentiaded responsabilities in the real world of competition. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

196.
VIOLA, Eduardo. Market Friendly Approaches to Mitigation of Global Warming. 2007. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

197.
VIOLA, Eduardo. Cenarios futuros das negociaçoes internacionais sobre mudança climatica. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

198.
VIOLA, Eduardo. Porque o Protocolo de Kyoto esta superado e o mundo precisa um grande acordo de reduçao de emissoes. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

199.
VIOLA, Eduardo. Climate Change and International Politics. 2007. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

200.
VIOLA, Eduardo. Liberalism and Nationalism in the International Relations of Brazil under the Lula administration. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

201.
VIOLA, Eduardo. Could Brazil have committments for reduction of carbon emissions in the next period of the kyoto Protocol? Apresentado na 47 Convention of the International Studies Association. San Diego. 22-25/03/2006. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

202.
VIOLA, Eduardo. Environmental Policy in Brazil: Climate Change and Water. Apresentado no Seminar Canada and the BRICs. 2006. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

203.
VIOLA, Eduardo. Brazilian position in the Transatlantic divide. Apresentada no "Salzburg Seminar 432: The Transatlantic Divide: Myths, Realities and Bussiness as Usual", em 29/06-04/07/2007. 2006. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

204.
VIOLA, Eduardo. Modernizaçao e Estagnaçao nas Relaçoes Internacionais do Brasil. Apresentado no 6to Encontro da ABCP. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

205.
VIOLA, Eduardo. O papel de EUA no atual cenario de segurança unipolar. Apresentado no 6to Encontro Nacional de Estudos Estrategicos. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

206.
VIOLA, Eduardo. O Sistema Internacional Contemporaneo e os subsistemas regionais. Apresentado no Seminario O sistema internacional contemporaneo. 2006. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

207.
VIOLA, Eduardo. Dilemmas of Brazilian foreign policy in South America. Ministrada na "823nd Wilton Park Conference: Political Change in Latin America: Implications for the Region, US, EU and Asia-Pacifico. Wilton Park, 15-17/06/2006. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

208.
VIOLA, Eduardo. Terrorismo e sistema internacional no seculo 21. Ministrada no Seminario Terrorismo e os Desafios da Inteligencia na America do Sul. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

209.
VIOLA, Eduardo. O Ambientalismo Multi-setorial 15 anos depois. Apresentado no 3o Encontro da ANPPAS. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

210.
VIOLA, Eduardo. Mudança climatica e segurança internacional: conflito e convergencia. Apresentado no 3o Encontro da Associacao Nacional de Pesquisa e Pos-graduaçao em Ambiente e Sociedade. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

211.
VIOLA, Eduardo. Relacoes Internacionais e Sustentabilidade Ambiental. Apresentado no 1o Ciclo de Palestras do Doutorado Ambiente e Sociedade. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

212.
VIOLA, Eduardo. Mais convergencia que assimetria na relaçao Brasil-EUA. Apresentado no Simposio "Relaçoes Brasil-EUA: Assimetrias e Convergencias". 2005. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

213.
VIOLA, Eduardo. A imbricaçao de Segurança, Economia e Ambiente no Protocolo de Kyoto. Apresentado no ciclo de conferencias do PROCAM e Depto de Economia, USP. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

214.
VIOLA, Eduardo. A hegemonia das democracias de mercado no sistema internacional do inicio do seculo 21. Apresentado no seminario Regime Político, Modelo de Desenvolvimento e Relaçoes Internacionais, América Latina-Europa. 2005. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Outras produções bibliográficas
1.
VIOLA, Eduardo. Paradiplomacia Economica e Sistema Internacional. Brasilia, 2012. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

2.
VIOLA, Eduardo; INOUE, C. . Notável Contribuiçao do Campo das Relaçoes Internacionais e das Ciencias Ambientais. Brasilia, 2007. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

3.
VIOLA, Eduardo. A importancia da dimensao socio-cultural da globalizaçao. Sao Paulo, 2006. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
VIOLA, Eduardo. As relaçoes Brasil Argentina a luz do protecionismo comercial do governo Cristina. 2012. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

2.
VIOLA, Eduardo. 20 Aniversario da Guerra das Malvinas: Passado, Presente e Futuro. 2012. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

3.
VIOLA, Eduardo. A suspensao de Paraguai do Mercoul e a entrada de Venezuela. 2012. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

4.
VIOLA, Eduardo. A Escola Superior de Guerra em Brasilia. 2012. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

5.
VIOLA, Eduardo. A primavera arabe. 2012. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

6.
VIOLA, Eduardo. A reconstruçao da governabilidade na Colombia. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

7.
VIOLA, Eduardo. 9 Comentarios sobre Politica Internacional. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

8.
VIOLA, Eduardo. A Primavera Arabe e as perspectivas da dinamica dos regimes políticos. 2011. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

9.
VIOLA, Eduardo; Nobre, Carlos . As Perspectivas de Acordo sobre Mudança Climática na COP de Durban e na Rio +20. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

10.
VIOLA, Eduardo. A Qualidade das Democracias na America do Sul. 2010. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

11.
VIOLA, Eduardo. Os Blocos regionais na América Latina. 2010. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

12.
VIOLA, Eduardo. O Acordo Nuclear Brasil-Turquia-Ira. 2010. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

13.
VIOLA, Eduardo. A America Hispanica 200 anos depois da Independencia. 2010. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

14.
VIOLA, Eduardo. Sete entrevistas sobre politica internacional no transcurso do ano. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

15.
VIOLA, Eduardo. Avaliaçao dos primeiros meses do governo Obama. 2009. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

16.
VIOLA, Eduardo. As perspectivas da negociaçao climatica internacional. 2009. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

17.
VIOLA, Eduardo. Politica Externa dos EUA. 2009. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

18.
VIOLA, Eduardo. Irã no sistema internacional e as relaçoes com Brasil. 2009. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

19.
VIOLA, Eduardo. A transiçao para uma economia de baixo carbono. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

20.
VIOLA, Eduardo. Pespectivas das negociaçoes na Conferencia de Copenhagen. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

21.
VIOLA, Eduardo. Quatorze entrevistas sobre politica internacional durante o transcurso do ano. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

22.
VIOLA, Eduardo. Perspectivas da Democracia na Africa do Sul. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

23.
VIOLA, Eduardo. Eleiçoes Americanas e sistema internacional. 2008. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

24.
VIOLA, Eduardo. Democracia e eleiçoes na América do Sul. 2008. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

25.
VIOLA, Eduardo. A Politica Externa Brasileira na America do Sul. 2008. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

26.
VIOLA, Eduardo. Cinco entrevistas sobre Politica Internacional no Transcurso do Ano. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

27.
VIOLA, Eduardo; Fausto, Sergio . O Futuro da Argentina e as relaçoes com Brasil. 2007. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

28.
VIOLA, Eduardo. A conferencia de Bali sobre mudança climatica: sucesso ou fracasso?. 2007. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

29.
VIOLA, Eduardo. Mudança Climática e Política de Controle do Desmatamento na Amazonia. 2007. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

30.
VIOLA, Eduardo. Venezuela e o Mercosul. 2007. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

31.
VIOLA, Eduardo. As relaçoes Brasil Venezuela. 2007. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

32.
VIOLA, Eduardo. Oito entrevistas sobre política internacional. 2007. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

33.
VIOLA, Eduardo; SARAIVA, J. F. S. . A Política Externa Brasileira no governo Lula. 2006. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

34.
VIOLA, Eduardo; PIO, C. R. . As relaçoes de Brasil com a América do Sul. 2006. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

35.
VIOLA, Eduardo. Oito entrevistas sobre política internacional. 2006. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

36.
VIOLA, Eduardo; Almeida, Paulo Roberto ; BARBOSA, R. . As Relaçoes Brasil e EUA. 2005. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

37.
VIOLA, Eduardo. Seis entrevistas sobre política internacional no trasncurso do ano. 2005. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

38.
VIOLA, Eduardo. As eleiçoes Presidenciais nos EUA. 2004. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

39.
VIOLA, Eduardo. Seis entrevistas sobre política internacional no trasncurso do ano. 2004. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

40.
VIOLA, Eduardo. A Guerra do Iraque. 2003. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

41.
VIOLA, Eduardo. A guerra de Iraque. 2003. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

42.
VIOLA, Eduardo. Quatro entrevistas sobre política internacional no transcurso do ano. 2003. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

43.
VIOLA, Eduardo. 15 entrevistas sobre politica internacional. 2003. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

44.
VIOLA, Eduardo. Terrorismo. 2003. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

45.
VIOLA, Eduardo. Tres entrevistas sobre politica internacional no transcurso do ano. 2002. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
VIOLA, Eduardo. The Falkland Islands: Past, Present and Prospectives. 2014. (Visita Tecnico Academica).

2.
KONIG, P. ; VIOLA, Eduardo . Evaluation of the Dutch foreign policy with respect to Latin America Thematic study Sustainable Development. 2013. (Relatório de pesquisa).

3.
VIOLA, Eduardo. Economia Política Global de Clima e Energia. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

4.
VIOLA, Eduardo. Evoluçao das Mudanças Climáticas na Agenda Internacional. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
VIOLA, Eduardo. A Politica global de Mudança Climatica e a Midia. 2009. .

6.
VIOLA, Eduardo. Sistema Internacional com Hegemonia das Democracias de Mercado e Segurança Climática. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Virginia Scardamaglia. Mitigación desde abajo: la influencia de los gobiernos subnacionales en las políticas de cambio climático. 2014. Dissertação (Mestrado em Maestria Relaciones Internacionales) - Facultad Latinoamericana de Ciencias Sociales - Argentina.

2.
VIOLA, Eduardo; RAMALHO, A. J.. Participação em banca de Luciana Peres. Limites da Proteçao de Civis em Face de Atrocidades em Massa: o genocidio em Darfur a luz do discurso oficial do Conselho de Segurança da ONU. 2012. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

3.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Diego Trindade de D'avila Magalhaes. A formacao de uma comunidade de segurança na America do Sul. 2010. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

4.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Ulysses Tavares Teixeira. Tradicao liberal e exportacao da democracia na era Bush. 2010. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

5.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de José Roberto Gioia Alfaia Júnior. O Impacto da atuação das organizações não - governamentais transnacionais na elaboração de políticas públicas do estado brasileiro para a região Amazônica: o caso greenpeace.. 2008. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

6.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Thiago Veiga Marzagao. Lobby e Protecionismo no Brasil (2001-2005): uma analise econometrica a luz da Teoria da Proteçao Endogena. 2007. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

7.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Cicero Tobias de Oliveira Freitas. A mediaçao de EUA no processo de Paz arabe-israelense: 1991-2001. 2005. Dissertação (Mestrado em Curso de Formação de Diplomatas) - Instituto Rio Branco.

8.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Marco Rodrigo Carvalho Silva. Transição democrática e relações civis-militares: Brasil, Argentina e Chile. 2004. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

9.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Bianca Silveira. Os regimes ambientais internacionais e o direito internacional. 2004. Dissertação (Mestrado em Direito) - Centro Universitário de Brasília.

10.
VIOLA, Eduardo; RUA, M. G.. Participação em banca de Ana Paula Candeas. O Banco Mundial e a reforma do judiciario. 2003. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

11.
VIOLA, Eduardo; VAZ, A. C.; ROMERO, A.. Participação em banca de José Eduardo Lampreia. A questão democratica no Mercosul. 2003. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

12.
VIOLA, Eduardo; SANTOS, M. H. C.; SARAIVA, J. F. S.. Participação em banca de Carlos Alberto de Maraes Cavalcanti. O Processo de Democratização em Angola e Moçambique: um Estudo Comparativo. 2002. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

13.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Irene Vida Gala. O Pensamento Africano em Relações Internacionais: Deconstruindo o afro-pessimismo. 2002. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

14.
VIOLA, Eduardo; SANTOS, M. H. C.; CARVALHO, M. I.. Participação em banca de Francisco Cunha. A Política de Ajuda Externa dos EUA. 2002. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

Teses de doutorado
1.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Susan Martins Cesar de Oliveira. Cadeias Globais de Valor e os novos padrões de comercio internacional: uma analise comparada das estratégias de inserção de Brasil e Canada. 2014. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

2.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Ailton Dias dos Santos. A Integração da Infra-estrutura Sul-americana e as dinâmicas do sistema-mundo capitalista: análise comparada das relações entre governos e bancos de desenvolvimento no Brasil, Peru e Bolívia. 2014. Tese (Doutorado em Estudos Comparados Sobre As Américas) - Universidade de Brasília.

3.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Joana Castro Pereira. Segurança e Governação Climáticas: o Brasil na Cena Internacional. 2013. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade Nova de Lisboa.

4.
VIOLA, Eduardo; SARAIVA, J. F. S.; SATO, E.. Participação em banca de Jose Nelson Bessa Maia. A Paradiplomacia Financeira dos Estados Brasileiros. 2012. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

5.
VIOLA, Eduardo; INOUE, C.. Participação em banca de Izaura Rodrigues Nascimento. Globalizaçao Ambiental, ONGs e redes na Amazonia. 2011. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

6.
VIOLA, Eduardo; Vigevani, Tullo; SATO, E.. Participação em banca de Augusto de Castro. "Ordem e Governança Econômica no Pós-Guerra Fria. Do G7/8 ao G20". 2011. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

7.
VIOLA, Eduardo; LEIS, H. R.; INOUE, C.; SARAIVA, J. F. S.; Almeida, Paulo Roberto. Participação em banca de Ironildes Bueno da Silva. Paradiplomacia Economica. Trajetorias e Tendencias da atuaçao internacional dos governos estaduais de Brasil e EUA. 2011. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

8.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Daniel Trento do Nascimento. O papel dos conflitos socioambientais e dos fenomenos climaticos extremos na institucionalizacao da gestao ambiental municipal. 2010. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável) - Universidade de Brasília.

9.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Fernanda Viana de Carvalho. De Estado-veto a Negociador Estrategico: a Posiçao Brasileira sobre Floresta e Clima de 1997 a 2010. 2010. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

10.
VIOLA, Eduardo; CARVALHO, M. I.; Saraiva, Miriam. Participação em banca de Rosana Correa Tomazini. As Relaçoes economicas e politicas entre a Uniao Europeia e o Mercosul, de 1990 a 2005. 2009. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

11.
VIOLA, Eduardo; Meira Filho, Luiz. Participação em banca de Kamyla Borges da Cunha. Brasil, India e China nas Negociaçoes Internacionais do Regime Pos-2012. 2009. Tese (Doutorado em Doutorado em Engenharia Mecânica) - Universidade Estadual de Campinas.

12.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Kamyla Borges da Cunha. Papel de Brasil, India e China nas negociaçoes internacionais sobre o regime pos-2012. 2008. Tese (Doutorado em Planejamento de Sistemas Energéticos) - Universidade Estadual de Campinas.

13.
VIOLA, Eduardo; Vigevani, Tullo; CARVALHO, M. I.; PIO, C. R.. Participação em banca de Rodrigo Ulhoa Cintra de Araujo. Agenda, Atores e Lobbies na Tomada de Decisoes na Politica Externa Comercial: o Caso da Siderurgia (Brasil e EUA). 2007. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

14.
VIOLA, Eduardo; GOMEZ, J. M.. Participação em banca de Joyce Anne Rodrigues Monteiro. Dupla Cidadania em uma Europa Globalizada. 2006. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.

15.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Andrea Freire de Lucena. Cooperar ou nao cooperar, eis a questao: a organizaçao mundial de comercio, o Brasil e o contencioso Embraer-Bombardier. 2006. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

16.
VIOLA, Eduardo; FERREIRA, L. C.; LEIS, H. R.; FERREIRA, L. C.; SANTOS, L. G.. Participação em banca de Alberto Teixeira da Silva. A Amazonia na Governança Global: o caso do PPG7. 2003. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Campinas.

Qualificações de Doutorado
1.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Vivian Patricia Peron Vieira. Relações Internacionais e o uso de tecnologias de comunicação e informação na primeira década do século 21. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

2.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Maria Beatriz Bonna Nogueira. A origem da proteçao dos deslocados internos na sociedade internacional: estrutura, agentes e processo. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

3.
VIOLA, Eduardo; CARVALHO, M. I.. Participação em banca de Rafael Ramalho Dubeux. Industrialização tardia e mudança climática: os estimulos as tecnologias limpas nos paises em desenvolvimento (1997-2014). 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

4.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Flavio Elias Riche. Antigas Premisas, novas roupagens: a guinada quantica no construtivismo de Alexander Wendt. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

5.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Jose Nelson Bessa Maia. As Relacoes Financeiras Internacionais de Entes Subnacionais brasileiros: fatores determinantes e impactos sobre a macroeconomia e as financas Publicas: 1988-2008. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

6.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Pedro Erik. Avaliação de risco internacional de países emergentes. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

7.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Regina Costa. Brasil no regime multilateral de comercio. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

8.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Tatiana Schoo. Ciencia e Tecnologia na Amazonia: um estudo de caso do programa de larga escala biosfera-atmosfera na Amazonia. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Ciência Ambiental) - Universidade de São Paulo.

9.
VIOLA, Eduardo. Participação em banca de Ligia Fernandez. As relações bilaterais Brasil-China. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
VIOLA, Eduardo; RAMALHO, A. J.; RUA, M. G.. Participação em banca de Carlos Tinoco.A teoria das relações internacionais. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Professor titular
1.
VIOLA, Eduardo. Relaçoes Internacionais. 2018. Universidade de Brasília.

2.
VIOLA, Eduardo; JACOBI, P.. Desenvolvimento Sustentável. 2015. Universidade de Brasília.

3.
VIOLA, Eduardo. Ciencia Política. 2015. Universidade Federal de Pernambuco.

4.
VIOLA, Eduardo. Políticas Publicas. 2015. Universidade Federal de Pernambuco.

5.
VIOLA, Eduardo. Historia Contemporanea. 2015. Universidade Federal de Pernambuco.

6.
VIOLA, Eduardo; Almeida, M.H.T. Política Internacional. 2013. Universidade de São Paulo.

7.
VIOLA, Eduardo; LEGEY, L. F. L.; SAUER, I.; NOGUEIRA, L. A. H.. Energia e Meio Ambiente. 2012. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

8.
VIOLA, Eduardo. Segurança Internacional e Resoluçao de Conflitos. 2011. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

9.
VIOLA, Eduardo; SANTOS, L. G.; HOGAN, D.; GUIMARAES, R.; FLORIANI, D.. Professor Titular de Sociologia e Política Ambiental. 2004. Universidade Estadual de Campinas.

10.
VIOLA, Eduardo. Professor Titular de Relações Internacionais. 1994. Universidade de Brasília.

11.
VIOLA, Eduardo. Professor Titular de Ciencia Política. 1993. Universidade de Brasília.

Concurso público
1.
VIOLA, Eduardo; Almeida, M.H.T; Vigevani, Tullo. Relaçoes Internacionais. 2012. Universidade de São Paulo.

2.
VIOLA, Eduardo; SANTOS, M. H. C.; LIMA, M. R. S.. Professor Adjunto de Política Internacional e Comparada. 2002. Universidade de Brasília.

3.
VIOLA, Eduardo. Professor Adjunto de Relaçoes Internacionais. 1995. Universidade de Brasília.

4.
VIOLA, Eduardo. Professor Adjunto de Sociologia Politica. 1991. Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
VIOLA, Eduardo. Professor Adjunto de Sociologia Politica. 1986. Universidade Federal de Santa Catarina.

Livre docência
1.
VIOLA, Eduardo. Historia das Relaçoes Internacionais. 2007. Fac. de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP.

2.
VIOLA, Eduardo; Vigevani, Tullo; Almeida, M.H.T; Bueno, Clodoaldo. Relaçoes Internacionais. 2007. Fac. de Filosofia, Letras e Ciências Humanas - USP.

3.
VIOLA, Eduardo. Professor Associado de Ciencias Ambientais. 2004. Universidade Estadual de Campinas.

4.
VIOLA, Eduardo. Professor Associado de Sociologia. 1997. Universidade Estadual de Campinas.

Outras participações
1.
VIOLA, Eduardo. O Debate Contemporaneo na Teoria das Relaçoes Internacionais. 2007. Instituto Rio Branco.

2.
VIOLA, Eduardo. O Mercosul e a Supranacionalidade. Tese apresentada ao Centro de Altos Estudos, IRB. 2006. Instituto Rio Branco.

3.
VIOLA, Eduardo. O conceito de America do Sul na politica externa brasileira. Tese apresentada ao Centro de Altos Estudos, CAE/IRB. 2005. Instituto Rio Branco.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
As relaçoes de Brasil com parceiros estrategicos.Brasi e Argentina: uma relaçoa estratégica?. 2006. (Seminário).

2.
China, Brazil and India on Climate Change.Brazil, the BRICs and the Global Politics of Climate Change. 2006. (Seminário).

3.
Las Relaciones Internacionales de America del Sur.Limites y Dificultades de la Política externa de Lula para America del Sur. 2006. (Seminário).

4.
Latin American Politics in the 21st Century.The heterogeneity of the Latin American Left. 2006. (Outra).

5.
Political Change in Latin America: Implications for the region, US, EU and Asia Pacific.Dilemmas of Brazilian Foreign Policy in South America. 2006. (Seminário).

6.
2da Conferencia Regional sobre Mudanças Globais: America do Sul. Os limites do protocolo de Kyoto como arquitetura regulatoria da mudança climatica. 2005. (Congresso).

7.
Comparative Public Policies on the Global Environment.Domestic and international Politics of Carbon Emissions in Brazil. 2005. (Outra).

8.
Desafios do Brasil contemporaneo.A percepçao da Politica Externa dos EUA no Brasil: Obstaculos e Desafios. 2005. (Simpósio).

9.
Dialogo Brasilia-Oxford.Hegemonia, Ordem Global e Coalizoes Anti-hegemonicas. 2005. (Seminário).

10.
Encontro Brasileiro de Relaçoes Internacionais.Pesquisa em Relacoes Internacionais no Brasil: Impasses, Oportunidades e Desafios. 2005. (Seminário).

11.
Environmental Protection and Property Rights in Brazil.Property Rights and the Environment. 2005. (Seminário).

12.
Politica Externa do Governo Lula: seu impacto sobre as Relaçoes Internacionais do Brasil com o Japao e EUA.A agenda transnacional na politica externa do governo Lula. 2005. (Seminário).

13.
Seminario Nutriçao Animal e cadeias produtivas transnacionais.Economia Política Internacional e Mudança Climatica: restriçoes e oportunidades para o agribussiness brasileiro. 2005. (Outra).

14.
Seminario Pensar Brasil 2022: O Brasil no Mundo.Perspectivas para as relaçoes internacionais do Brasil em 2022. 2005. (Seminário).

15.
Visoes da Periferia: Representaçoes, Teorias e Questoes na Disciplina de Relaçoes Internacionais.A ascensao das democracias de mercado no sistema internacional do inicio do seculo 21. 2005. (Seminário).

16.
4to Encontro da Associação Brasileira de Ciencia Política. O Anti-americanismo e os Obstaculos para a comprensão da guerra contra o terrorismo na América do Sul. 2004. (Congresso).

17.
A Política Externa Brasileira em Perspectiva: Segurança, Comercio e Relações Bilaterais.Brasil e Argentina: dois caminhos diferentes desde 2001. 2004. (Seminário).

18.
Brazil, India and South Africa as Emerging Powers.Brazilian challenges on Internacional Security. 2004. (Seminário).

19.
Environmental Politics in Brazil.Domestic policies shaping global brazilian policies on the Kyoto Protocol. 2004. (Seminário).

20.
International security and Environmental policy.Markets reform, democracy and environmental Policy: Brasil, Argentina, Chile, Mexico e Costa Rica in comparative perpective. 2004. (Seminário).

21.
Lectures on Global Change.How the Kyoto Protocol is constrained by international security after September 11th. 2004. (Outra).

22.
Lectures on the global environment.Brazil in global environmental policy under the Lula administration. 2004. (Outra).

23.
Perspectivas Brasileiras sobre Dimensões Humanas da Mudança Ambiental Global.Meio Ambiente e Relações Internacionais no inicio do seculo 21. 2004. (Seminário).

24.
.Lecture Kyoto Politics in South America. 2003. (Outra).

25.
.Palestra Segurida Unipolar y Economia Multipolar: El Dificil lugar de America del Sur despues del 11 de setiembre. 2003. (Outra).

26.
Congress of International Studies Association. Commentaries on the Kyoto Protocol in comparative perspective. 2003. (Congresso).

27.
Desarrollo Sustentado en America del Sur.Politica Ambiental Internacional na America do Sul no seculo 21. 2003. (Seminário).

28.
Encontros do Grupo de Academicos em Relações Internacionais.Encontros do Grupo de Academicos em Relações Internacionais. 2003. (Encontro).

29.
Foreign Policies in Comparative Perspective.Commentaries on European Foreign Policies. 2003. (Seminário).

30.
Forum Brasileiro de Competitividade.Brasil nos Regimes Ambientais Internacionais. 2003. (Encontro).

31.
Global and National Governance after Irak.Regional Governance in South America after Irak. 2003. (Seminário).

32.
Public Policies on the Environment.The relationship between domestic and foreign policies on the Environment in Brazil. 2003. (Outra).

33.
Relations Brazil-United States in Comparative Perspective.Relations Brazil-United States during the 1990s. 2003. (Seminário).

34.
Terrorism and Civil Liberties.Perception of Terrorism in South America. 2003. (Seminário).

35.
.Lecture Brazil in the Global Politics of the Kyoto Protocol. 2002. (Outra).

36.
A condição Humana no Cone Sul.Política Externa de EUA depois do 11 de setembro. 2002. (Seminário).

37.
Congreso da Associação Brasileira de Ciencia Política. Comentarios sobre Ciencia, Tecnologia, Recursos Naturais e Meio Ambiente Internacional. 2002. (Congresso).

38.
Congress of the International Studies Association. Brazil in Global Governance. 2002. (Congresso).

39.
Encontro de Ex-Bolsista Fullbright.Desafios políticos da Sociedade do Conhecimento. 2002. (Encontro).

40.
Global Environmental Change in the Amazon.The Amazon in Global Environmental Regimes. 2002. (Seminário).

41.
Global Environmental Politics After September 11th.The Politics of Kyoto in Latin America. 2002. (Seminário).

42.
Human Dimensions of Global Environmental Change.Globalization, Global Environmental Change and Governance. 2002. (Seminário).

43.
Latin American World Economic Forum.Environmental and Development in South America. 2002. (Seminário).

44.
Perspectives for the Future on Human Dimensions of Global Environmental Change Research.Impasses and Challenges of the Global Environmental Change Research Community. 2002. (Seminário).

45.
Perspectives for the Ratification of the Kyoto Protocol.Brazil and Argentina in the Kyoto Protocol: a comparative perspective. 2002. (Simpósio).

46.
World Congress of the International Sociological Association. South American Politics of the Kyoto Protocol. 2002. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
RIBEIRO, G. L. ; VIOLA, Eduardo . 38 Encontro Anual da ANPOCS. 2014. (Congresso).

2.
VIOLA, Eduardo. 4o Encontro Nacional da ABRI "Multilateralismo, Plurilateralismo e a Construção de uma Nova Ordem Mundial. 2013. (Congresso).

3.
RIBEIRO, G. L. ; GREGORI, M. F. ; COUTO, C. ; RAMALHO, J. R. ; VIOLA, Eduardo ; FONSECA, C. L. . 37 Encontro Anual da ANPOCS. 2013. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Tese de doutorado
1.
MARCOS VINÍCIUS ISAIAS MENDES. EMPRESAS MULTINACIONAIS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NA GOVERNANÇA GLOBAL DO CLIMA. Início: 2018. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

2.
Bruna Bosi Moreira. How important is Energy Transition in the Rise of China, 2009-2018. Início: 2018. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

3.
Creomar de Souza. The influence of large Brazilian corporations in Brazil foreign policy. Início: 2016. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília. (Orientador).

4.
Natalia Bandeira Ramos Coelho. Neither vertical nor horizontal: Chinese, US, and Brazilian Food Security Cooperation in Africa. Início: 2016. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília. (Coorientador).

5.
Jean Santos Lima. Competitividade global para o desenvolvimento de uma sociedade do aprendizado na era da informação: Trajetórias de Brasil, India e Coreia do Sul, 1995-2015. Início: 2016. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

6.
Ana Carolina Evangelista Mauad. The large cities G40 coalition in Latin America: a comparative approach. Início: 2015. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Tiago Gabriel Tasca. OS LIMITES NO DESENVOLVIMENTO DO ETANOL NO BRASIL (2003 ? 2016): A COMPLEXA INTERAÇÃO DE VARIÁVEIS DOMÉSTICAS E INTERNACIONAIS.. 2018. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Jose Viola.

2.
Jean Santos Lima. Globalização e Regionalismos na Era da Fragmentação e Dispersão da Produção: Os Limites da Emergência do Brasil. 2015. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Jose Viola.

3.
Thais M.L. Ribeiro. Transformaçoes na Abordagem da mudança global do clima: de questao secundaria a questao central do sistema internacional, 1979-2009. 2011. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

4.
Matias Alejandro Franchini. Sem lugar no mundo: Argentina na política internacional da mudança climática. 2011. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Jose Viola.

5.
Marina Guedes Duque. A teoria de securitizaçao e o processo decisorio da estrategia militar dos EUA na guerra do Iraque. 2008. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Jose Viola.

6.
Rafael Tavares Schleicher. Ciencia, Politica e Institucionalizaçao na Cooperaçao multilateral contra o aquecimento global. 2006. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

7.
Eugenio Marcelo Borges Peres. O principio da soluçao pacifica dos conflitos na identidade internacional do Brasil. 2006. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

8.
Luciana Vieira. Mocambique sob o signo da globalizacao: Transformacoes Politicas e Economicas, 1994-2004. 2005. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

9.
Ana Maria Mulser Parada. A Declaração da OMC sobre o Acordo TRIPS e a Saude Publica (Doha, 2001). Um estudo de caso sobre a liderança do Brasil em Foros Multilaterais. 2005. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

10.
Gabriela de Campos Teixeira. Regime de Não-Proliferação de Armas de Destruição em Massa: o caso das armas biologicas. 2005. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

11.
erasmo modesto lopes. Cooperação e Conflito entre Empresas transnacionais e ONGs. 2004. 0 f. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

12.
Daniela Ferreira Miranda Kloss. As negociações do Protocolo de Biosegurança. 2004. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

13.
Gabrielle Guimaraes. O Pluralismo na Formação do Interesse Brasileiro em Biosegurança. 2002. 156 f. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Jose Viola.

14.
Luiz Otavio Sales Bonfim. A Politica Externa dos EUA e o Combate ao Narcotráfico na Colombia (1997-2002). 2002. 155 f. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

15.
Arion Passos Fleury de Oliveira. A Globalização das Telecomunicações na Decada de noventa e a reestruturação dos regimes regulatorios nacionais. 2002. 80 f. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

16.
Marden de Mello Barbosa. Comercio Internacional e Meio Ambiente. 2001. 0 f. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

17.
Rosalvo de Oliveira Junior. Indicadores de Sustentabilidade para o Distrito Federal. 2001. 0 f. Dissertação (Mestrado em Desenvolvimento Sustentável) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

18.
Rosenely Diegues. Brasil e a Convenção de Biodiversidade. 2000. 0 f. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

19.
Emerson Coraiola Kloss. A Arena e os Atores na Negociaçao e Aprovaçao do Protocolo de Kyoto. 2000. 0 f. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

20.
JOSE ROMERO PEREIRA JUNIOR. O lugar do Estado e do individuo no capitalismo informacional globalizado. 2000. 0 f. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

21.
Marcus Martins. A Globalizaçao das Telecomunicaçoes no Brasil. 1999. 0 f. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

22.
Jeovan Silva. A Emergencia de um Regime Internacional de Comercio Eletronico. 1999. 0 f. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

23.
Helena Vasconcelos. Problemas de Institucionalidade Supranacional na Formaçao do Mercosul. 1999. 0 f. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

24.
OLGA DE PAZ. Lideranças Femeninas Inter/Transnacionais Na Globalização: Oito Casos No Brasil e Na Colombia. 1998. Dissertação - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

25.
ANDREA DIAS OLIVEIRA. A Reforma da Onu: Realidades e Perspectivas. 1998. Dissertação - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Jose Viola.

26.
PAULA OLIVEIRA LIMA. A Construçao da Intervençao Coletiva da Comunidade Internacional Na Bosnia. 1998. Dissertação - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Eduardo Jose Viola.

27.
PATRICIA VIZENTINI. A Redefinição do Papel da Otan e Sua Intervençao Na Solução do Conflito da Bosnia. 1998. Dissertação - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Eduardo Jose Viola.

28.
JULIANA JOHANN. Globalização, Islamismo e Democratização Em Kuwait. 1998. Dissertação - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Eduardo Jose Viola.

29.
ANDREA MAIA REBOUCAS. Globalizacao e Empregabilidade No Brasil. 1998. Dissertação - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

30.
CLAUDIA MACIEL. Politica Externa Brasileira Sobre Meio Ambiente e Comercio Internacional: O Caso da Integraçao Regional do Mercosul. 1997. Dissertação - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Jose Viola.

31.
GLAUCO OLIVEIRA. O Estado Frente A Globalizaçao Economica, Ambiental e Cientifico-Tecnica: O Caso do Brasil e As Patentes de Biotecnologia. 1997. Dissertação - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Eduardo Jose Viola.

32.
CHRISTIANE AGUIAR. A Formaçao do Regime Internacional de Mudança Climatica, 1988-1995. 1997. Dissertação - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

33.
PATRICIA COSTA. A Conferencia de Beijing e A Participaçao do Brasil. Um Estudo Sobre O Genero Nas Relaçoes Internacionais. 1997. Dissertação - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Eduardo Jose Viola.

34.
CLAUDIA PEIXOTO. Amazonia, Meio Ambiente e Politica Externa, 1985-1992. 1997. Dissertação - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Eduardo Jose Viola.

35.
ADRIANA MAGALHAES DE MOURA. Sustentabilidade Politica e Politica Ambiental No Brasil. 1996. Dissertação - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Eduardo Jose Viola.

36.
MERCEDES MAZZEI. Politica Externa Ambiental de Venezuela. 1996. Dissertação - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

37.
LUISA ASSIS DA SILVA. A Filantropia Empresarial: Um Estudo Exploratorio de Algumas Fundações da Regiao Metropolitana de Sao Paulo. 1996. Dissertação - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Eduardo Jose Viola.

38.
ANINHO IRACHANDE. O Direito de Intervençao Coletiva e A Governança Global. 1996. Dissertação - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Jose Viola.

39.
CRISTINA INOUE. Globalizaçao, Organizaçoes Nao-Governamentais e Redes de Comunicação Por Computador: Um Estudo Exploratorio. 1995. Dissertação - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Jose Viola.

40.
WELLINGTON LOURENÇO DE ALMEIDA. A Conferencia de Viena-1993, O Papel das Ongs e A Globalização dos Direitos Humanos. 1995. Dissertação - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Eduardo Jose Viola.

41.
GISELA SANTOS DE ALENCAR. Mudança Ambiental Global e A Formaçao de Regime Para A Proteção da Biodiversidade. 1995. Dissertação - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

42.
ALEJANDRO OLIVIERI. A Politica Ambiental Na Constituição do Mercosul, 1991-94. 1994. Dissertação - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Eduardo Jose Viola.

43.
CLAUDIO DURAN. Damming The Bio-Bio: Environmental Politics Under Democratic Transition In Chile. 1994. Dissertação - Stanford University, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

44.
DIANA HOROWITZ. Perspectives For Settling The Tuna-Dolphin Dispute In The Nafta Framework. 1994. Dissertação - Stanford University, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

45.
Alan Haynie. The Politics of Environmental Protection in the Amazon. 1994. 0 f. Dissertação (Mestrado em Political Science) - Stanford University, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

46.
CLAUDINO MENEZES. Politica Ambiental Em Curitiba: Origens e Desenvolvimento. 1993. Dissertação - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Jose Viola.

47.
MARILUCI NEIS CARELLI. Os Limites do Serviço Social: Uma Perspectiva Critica Sob A Otica da Ecologia Politica. 1991. Dissertação - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Eduardo Jose Viola.

48.
DANIEL SILVA. Adeus Barrageiros: A Transiçao de Paradigmas Na Construção de Barragens No Rio Uruguay. 1991. Dissertação - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

49.
MARIA CRISTINA BUNN. Os Novos Movimentos Sociais e A Ciencia Social: Transformações Para Alem da Superficie do Movimento Ecologico. 1991. Dissertação - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Eduardo Jose Viola.

50.
SERGIO LUIS BOEIRA. Ecologia Politica e Juventude Universitaria. Algumas Consideracoes Sobre O Modo de Vida, Com Enfase Nas Relacoes Entre Poder e Saude.. 1989. Dissertação - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

51.
YOLANDA FERREIRA MULLER. Ecologia e Administracao de Empresas. Um Estudo de Caso Em Joinville-Sc.. 1989. Dissertação - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

52.
IVO FACHINI. Ecologia Politica e Educacao: A Sensibilidade Ecologica Em Adolescentes do Colegio Catarinense.. 1989. Dissertação - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

53.
ARMANDO DE MELO LISBOA. A Crise Civilizatoria No Brasil, Plano Cruzado e A Tutela dos Economistas.. 1989. Dissertação - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

54.
MARIA DOROTHEA POST-DARELLA. Os Impasses de Energia Nucleo-Eletrica No Brasil Na Decada de 1980.. 1989. Dissertação - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

55.
CINTIA MARIA LEITE NAHRA. Radio Institucional e Radio Livre. Rupturas do Modelo Comunicacional Dominante.. 1988. Dissertação - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

56.
DENISE ELIVA PIRES DE PIRES. O Saber e As Praticas de Saude No Brasil e Sua Apropriacao Pela Medicina e Pela Enfermeira Institucionalizadas.. 1988. Dissertação - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

57.
YAN DE SOUZA CARREIRAO. O Sistema Partidario Catarinense (1946-1979).. 1988. Dissertação - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

58.
JOSÉ AUGUSTO DRUMMOND. National Parks in the State of Rio de Janeiro. 1988. 0 f. Dissertação (Mestrado em Environmental Science) - University of Washington, . Coorientador: Eduardo Jose Viola.

59.
CLITIA HELENA BACK MARTINS. Mulher e Politica: As Relacoes de Genero No Pmdb de Santa Catarina.. 1987. Dissertação - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

60.
ELISABETH JUCHEM MACHADO LEAL. Instituto Estadual de Educacao. A Erosao da Ordem Autoritaria.. 1985. Dissertação - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

61.
TEREZINHA GASCHO VOLPATO. A Pirita Humana Os Mineiros de Crisciuma.. 1982. Dissertação - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

Tese de doutorado
1.
Larissa de Santis Basso. Domestic determinants of international cooperation: an analysis of the intricate relationship between energy politics and climate change mitigatio.. 2018. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Jose Viola.

2.
Rafael Henrique Diaz Manzi. A ORDEM ECONÔMICA INTERNACIONAL NO PÓS-GUERRA FRIA: DA TRANSIÇÃO UNI-MULTIPOLAR À ACOMODAÇÃO INSTITUCIONAL DO RESTO E DO G8 EMERGENTE. 2018. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Jose Viola.

3.
Matias Alejandro Franchini. Trajetória e condicionantes do compromisso climático nas potências latino-americanas: Argentina, Brasil, Colômbia, México e Venezuela. 2007-2015.. 2016. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Eduardo Jose Viola.

4.
Veronica Korber Gonçalves. A UNIÃO EUROPEIA NA GOVERNANÇA DO CLIMA: O CASO DA AVIAÇÃO CIVIL INTERNACIONAL. 2016. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Eduardo Jose Viola.

5.
Luiz Antônio Correia de Medeiros Gusmão. Cooperação internacional e combate às drogas: O sistema de controle internacional e as políticas sobre drogas de Bolívia e Colômbia, 1990-2010.. 2015. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Jose Viola.

6.
Paula Franco Moreira. Agencia de atores não-estatais em pactos inter-governamentais na América do Sul: a cooperação energética Brasil-Perú (2008-2014). 2015. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Jose Viola.

7.
Rafael Ramalho Dubeux. Desenvolvimento e mudança climática: estímulos à inovação em energia de baixo carbono em países de industrialização tardia (1997-2014). 2015. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

8.
Solveigt Aamodt. Emerging Economies in International Climate Politics: Actors, Veto Players and Cooperation. 2015. Tese (Doutorado em International Relations) - University of Oslo, Research Council of Norway. Coorientador: Eduardo Jose Viola.

9.
Manuela Kirschner do Amaral. Padrões Privados e outras Fontes Não Tradicionais de Governança no Âmbito dos Regimes Multilateral de Comércio da OMC e de Mudança Climática: Conflito ou Convergência?. 2014. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Jose Viola.

10.
Joana Castro Pereira. Segurança e Governação Climáticas: o Brasil na Cena Internacional. 2013. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade Nova de Lisboa, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

11.
Augusto César Batista de Castro. Governança economica global: Transiçao do G7 ao G20. 2011. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

12.
Ironildes Bueno. Paradiplomacia Contemporanea: Brasil e Estados Unidos. 2010. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Jose Viola.

13.
Camila Serrano Giunchetti. Globalização e Direitos Humanos - estudo acerca da influência da Corte Interamericana de Direitos Humanos sobre as instituições domésticas: o caso do presídio ?Urso Branco? (RO).. 2010. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Coorientador: Eduardo Jose Viola.

14.
Luiz Carlos de Faria. A implementação da UNSCR 1540: Mecanismos de combate ao terrorismo e à proliferação de ADM no Brasil e Estados Unidos. 2008. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

15.
Joanisval Brito Gonçalves. O Controle da atividade de inteligencia em regimes democráticos: os casos de Brasil e Canada. 2008. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

16.
rodrigo de oliveira godinho. Normas Internacionais e Distribuição: Caminhos da Política Redistributiva em jogos de dois niveis. 2007. 0 f. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

17.
Fabio de Andrade Abdala. A Governança Global sobre Florestas: O Caso do Programa Piloto para Proteçao das Florestas Tropicais do Brasil - PPG7 (1992-2006). 2007. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Jose Viola.

18.
Tatiana Lacerda Prazeres. Sistema Multilateral de Comercio e processos de integração regional: complementariedade ou antagonismo. 2007. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Jose Viola.

19.
Regina Martinez. A globalizaçao da industria aeronautica: o caso da Embraer. 2007. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

20.
Pedro Erik de Arruda Carneiro. Limites na Racionalidade das Analises de Risco Soberano: Testes Econometricos, Erros, Financas comportamentais e noiser rater risk. 2006. 0 f. Tese (Doutorado em Relações Internacionais) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

21.
CRISTINA INOUE. Regime Global de Biodiversidade, Comunidades Epistémicas e Experiencias Locais de Conservação e Desenvolvimento Sustentável - O caso Mamiraua. 2003. 335 f. Tese (Doutorado em Desenvolvimento Sustentável) - Universidade de Brasília, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

22.
Sylvia Carlsson. Multilayered Governance. The Use of Pesticides in Costa Rica and Kenya. 2000. 378 f. Tese (Doutorado em Water And Environmental Sciences) - Linkoping University, . Coorientador: Eduardo Jose Viola.

23.
Hector Ricardo Leis. Ambientalismo, Globalização e Modernidade Insustentavel. 1996. 348 f. Tese (Doutorado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, . Orientador: Eduardo Jose Viola.

24.
LEILA DA COSTA FERREIRA. A Politica Ambiental No Estado de Sao Paulo. 1992. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Campinas, . Coorientador: Eduardo Jose Viola.

25.
JULIA SILVIA GUIVANT. O uso de agrotóxicos em Santa Catarina. 1992. 345 f. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Campinas, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Eduardo Jose Viola.

Supervisão de pós-doutorado
1.
Joana Castro Pereira. 2017. Universidade de Brasília, . Eduardo Jose Viola.

2.
Matias Alejandro Franchini. 2017. Universidade de Brasília, . Eduardo Jose Viola.

3.
Rafael Ramalho Dubeaux. 2017. Universidade de Brasília, . Eduardo Jose Viola.

4.
Ironildes Bueno da Silva. 2016. Universidade de Brasília, . Eduardo Jose Viola.

5.
Fábio Albergaria de Queiroz. 2015. Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Eduardo Jose Viola.

6.
Héctor Ricardo Leis. 2003. Universidade de Brasília, . Eduardo Jose Viola.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 15/11/2018 às 19:36:20