Ana Regina da Rocha Araujo

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/1331240613899248
  • Última atualização do currículo em 01/10/2015


ANA REGINA ARAUJO MARTINS CONCLUIU O DOUTORADO EM AGRONOMIA PELA UNIVERSIDADE DE SAO PAULO USP ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ, EM 2001. Atualmente é professora Associada da Universidade Federal Rural da Amazônia - UFRA. Publicou artigos em periódicos especializados e diversos trabalhos em Anais de Eventos de Pesquisa e Extensão. Recebeu 1 prêmio /ou homenagem. Atua na área de Agronomia, atualmente com ênfase em áreas de contaminação por metais pesados. Em suas atividades profissionais interagiu sempre interdisciplinarmente, trabalhando com profissionais de diversas áreas, colaboradores em trabalhos científicos. Em seu CV-LATTES os termos mais frequentes na contextualização da produção científica são: Ciclagem de nutrientes, Fertilidade do Solo, Adubação, Composto orgânico, Dinâmica de nutrientes, Solução do solo, Balanço de nutrientes, Sistema Agroflorestal, Metais pesados. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Ana Regina da Rocha Araujo
Nome em citações bibliográficas
MARTINS, A. R. A.;ARAÚJO, A.R.R.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal Rural da Amazônia, Instituto de Ciências Agrárias.
Av. Presidente Tancredo Neves, 2501
Montese
66070000 - Belém, PA - Brasil - Caixa-postal: 917
Telefone: (91) 2105144
Ramal: 5144
Fax: (91) 02740088
URL da Homepage: http://www.ufra.edu.br


Formação acadêmica/titulação


1998 - 2001
Doutorado em Agronomia.
Universidade de São Paulo Usp Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiro, USP/ESALQ, Brasil.
Título: Dinâmica de nutrientes na solução do solo em um sistema agroflorestal em implantação., Ano de obtenção: 2001.
Orientador: Prof Dr. Antonio Roque Dechen.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: Sistemas agroflorestais; Solução do Solo; Dinâmica de nutrientes; Especiação iônica.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo / Especialidade: Sistemas Agroflorestais.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo / Especialidade: Química do Solo.
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado; Produção Vegetal; Silvicultura, Exploração Florestal e Serviços Relacionados.
1995 - 1997
Mestrado em Agronomia.
Universidade Federal Rural da Amazônia, UFRA, Brasil.
Título: Ciclagem hidrológica-química: precipitação incidente, precipitação sob dossel e solução do solo, em área de floresta primária, Benevides/Pará.,Ano de Obtenção: 1997.
Orientador: Prof Dr. Horst Fölster.
Palavras-chave: Ciclagem de nutrientes; ciclagem hidrológico-química; precipitação incidente e sob dossel; Solução do Solo.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo / Especialidade: Ciclagem de Nutrientes.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo / Especialidade: Manejo e Conservação do Solo.
Setores de atividade: Produtos e Serviços Voltados Para A Defesa e Proteção do Meio Ambiente, Incluindo O Desenvolvimento Sustentado; Irrigação e Drenagem.
2003 - 2004
Especialização em Especialização Em Metodologia de Ensino Superior. (Carga Horária: 240h).
Universidade Federal Rural da Amazônia, UFRA, Brasil.
1986 - 1986
Especialização em Pesquisa e Produção em Sementes. (Carga Horária: 460h).
Associação Brasileira de Educação Agrícola Superior, ABEAS, Brasil.
1975 - 1978
Graduação em Agronomia.
Universidade Federal Rural da Amazônia, UFRA, Brasil.


Pós-doutorado


2012
Pós-Doutorado.
Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ, FAPERJ, Brasil.
Grande área: Ciências Exatas e da Terra
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Química.
Grande Área: Ciências Exatas e da Terra / Área: Geociências.


Formação Complementar


2011 - 2011
I Curso de Formação Continuada. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal Rural da Amazônia, UFRA, Brasil.
2011 - 2011
I Treinamento acesso a Plataforma Moodle.. (Carga horária: 16h).
Universidade Federal Rural da Amazônia, UFRA, Brasil.
2010 - 2010
I Curso de Formação Continuada. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal Rural da Amazônia, UFRA, Brasil.
2004 - 2004
Curso Internacional Sobre Desenvolvimento Endógeno. (Carga horária: 20h).
Universidade Estadual do Ceará, UECE, Brasil.
2001 - 2001
Viagem de Estudo e Treinamento.
Institut Für Bodenkund Waldernährung, IBW, Alemanha.
2001 - 2001
Viagem de Estudo.
Institut Für Bodenkund Waldernährung, IBW, Alemanha.
2000 - 2000
Especiação Iônica de Nutrientes e Metais Pesados.
Instituto Agronômico de Campinas, IAC, Brasil.
2000 - 2000
Programa de Aperfeiçoamento ao Ensino.
Escola de Agricultura Luiz de Queiroz Universidade de São Paulo, ESALQ/USP, Brasil.
2000 - 2000
Tratamento de Resíduos.
Centro de Energia Nuclear na Agricultura/USP, CENA/USP, Brasil.
2000 - 2000
Programa de Aperfeiçoamento ao Ensino.
Escola de Agricultura Luiz de Queiroz Universidade de São Paulo, ESALQ/USP, Brasil.
1999 - 1999
Programa de Aperfeiçoamento ao Ensino.
Escola de Agricultura Luiz de Queiroz Universidade de São Paulo, ESALQ/USP, Brasil.
1999 - 1999
Programa de Aperfeiçoamento ao Ensino.
Escola de Agricultura Luiz de Queiroz Universidade de São Paulo, ESALQ/USP, Brasil.
1992 - 1992
Educação Ambiental (Projeto Despertar).
Companhia de Mineração Vale do Rio do Doce, CVRD, Brasil.
1985 - 1985
Extensão Universitária sobre Ecologia na Amazônia. (Carga horária: 40h).
Faculdade de Ciências Agrárias do Pará, FCAP, Brasil.
1985 - 1985
Cultivo de Arroz, Milho, Caupi e Mandioca. (Carga horária: 80h).
Centro de Pesquisas Agropecúarias do Trópico Úmido, CPATU, Brasil.
1985 - 1985
Biodigestores. (Carga horária: 20h).
Faculdade de Ciências Agrárias do Pará, FCAP, Brasil.
1984 - 1984
Extensão universitária em Treinamento Sobre Enxertia de Fruteiras.
Centro de Pesquisas Agropecúarias do Trópico Úmido, CPATU, Brasil.
1982 - 1982
Extensão universitária em Gerência de Crédito Rural.
Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural, EMATER, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal Fluminense, UFF, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Museu Paraense Emílio Goeldi, MPEG, Brasil.
Vínculo institucional

2002 - 2002
Vínculo: Colaboradora, Enquadramento Funcional: Consultora, Carga horária: 0
Outras informações
Consultora para a Elaboração técnica do Projeto de Reestruturação do Parque Zoobotânico do Museu Paraense Emilio Goeldi, no ano em curso (2002).

Atividades

2001 - 2001
Conselhos, Comissões e Consultoria, Conselho Técnico Científico, .

Cargo ou função
Consultora nos estudos para elaboração do projeto de Reestruturação do Parque Zoobotânico do Museu Paraense Emilio Goeldi..

Selvatec Consultoria Florestal Ltda, SELVATEC, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - 1998
Vínculo: Consultoria, Enquadramento Funcional: Consultor técnico, Carga horária: 0
Outras informações
Consultoria Técnica na área de Manejo e Conservação Ambiental, no período de Fev a Abr/1998.

Vínculo institucional

1996 - 1996
Vínculo: Consultoria, Enquadramento Funcional: Consultora técnica, Carga horária: 0
Outras informações
Consultoria Técnica na área de Educação Ambiental, no período de Set a Nov/1996.

Atividades

02/1998 - 04/1998
Serviços técnicos especializados .

Serviço realizado
Consultoria técnica na área de Manejo e Conservação Ambiental.
02/1998 - 04/1998
Conselhos, Comissões e Consultoria, Setor Técnico, .

Cargo ou função
Consultora..
09/1996 - 11/1996
Serviços técnicos especializados .

Serviço realizado
Consultoria técnica na área de Educação Ambiental..
09/1996 - 11/1996
Conselhos, Comissões e Consultoria, Setor Técnico, .

Cargo ou função
Consultora ..

Universidade Federal Rural da Amazônia, UFRA, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - Atual
Vínculo: Outro (professor adjunto IV), Enquadramento Funcional: Outro (Professor Adjunto IV), Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Contratação a partir de Fevereiro de 2003, após aprovação em Concurso Público, realizado em outubro/2002.

Vínculo institucional

1986 - 2003
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Outro (Engenheira Agrônoma), Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1984 - 1985
Vínculo: Outro (Serviços Prestados), Enquadramento Funcional: Outro (Serviços prestados), Carga horária: 40

Atividades

8/2004 - Atual
Ensino, Agronomia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Nutrição MIneral de Plantas
2/2003 - Atual
Ensino, Agronomia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Nutrição Mineral de Plantas
Fertilidade e Fertilização do Solo
2/2003 - Atual
Ensino, Engenharia Florestal, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Nutrição Mineral de Plantas
Fertilidade e Fertilização do Solo
2/2003 - Atual
Ensino, Zootecnia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Nutrição MIneral de Plantas.
Fertilidade e Fertilização do Solo
2003 - Atual
Extensão universitária , Unidade de Apoio e Extensão, .

Atividade de extensão realizada
Orientação de alunos em atividades de extensão vinculadas a projetos de pesquisa..
1993 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Ciência do Solo, .

04/2002 - 07/2004
Direção e administração, Unidade de Apoio à Pesquisa e à Pós Graduação, .

Cargo ou função
DIRETORA DE PESQUISA.
5/2002 - 6/2002
Ensino, Ciências Florestais, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Ecologia de Sistemas Agroflorestais
08/1997 - 12/1997
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de Ciência do Solo, .

Cargo ou função
Membro da Coordenação do Programa Experimentos de grande escala da biosfera-atmosfera na Amazônia - LBA..
1997 - 1997
Direção e administração, Departamento de Solos, Departamento de Solos.

Cargo ou função
Membro da Coordenação do Programa " Experimentos de grande escala da biosfera-atmosfera na Amazônia-LBA.
1997 - 1997
Direção e administração, Unidade de Apoio à Pesquisa e à Pós Graduação, Unidade de Apoio à Pesquisa e à Pós Graduação.

Cargo ou função
Colaboradora na Coordenação da Divisão de Acompanhamento de Projetos de Pesquisa da Unidade de Apoio à Pesquisa e à Pós-Graduação-UAPG/FCAP.
1997 - 1997
Conselhos, Comissões e Consultoria, Departamento de Ciência do Solo, Departamento de Ciência do Solo.

Cargo ou função
Membro de Comissão Técnica de Avaliação ambiental..
1992 - 1993
Direção e administração, Unidade de Apoio à Extensão, .

Cargo ou função
Coordenadora de Atividades Artísticas da FCAP..
1992 - 1993
Direção e administração, Unidade de Apoio e Extensão, .

Cargo ou função
Coordenadora de Cursos de Extensão e Eventos.
1990 - 1993
Conselhos, Comissões e Consultoria, Unidade de Apoio à Extensão, .

Cargo ou função
Presidente da Comissão Interdisciplinar de Estudos e Educação Ambiental - CIEEA/FCAP..
1989 - 1990
Direção e administração, Unidade de Apoio e Extensão, Unidade de Apoio e Extensão.

Cargo ou função
Coordenadora de Estágios de Extensão.
1988 - 1990
Direção e administração, Unidade de Apoio e Extensão, Unidade de Apoio e Extensão.

Cargo ou função
Coordenadora de Projetos de Extensão.
1986 - 1988
Direção e administração, Departamento de Fitotecnia, Laboratório de Sementes do Departamento de Fitotecnia.

Cargo ou função
Responsável pelo Laboratório de Sementes.

Faculdade de Ciências Agrárias do Pará, FCAP, Brasil.
Vínculo institucional

1984 - 2002
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Engenheira Agrônoma, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.



Linhas de pesquisa


1.
Agroecologia (agroecossistemas).
2.
Sistemas Agroflorestais.
3.
Ciclagem de nutrientes.
4.
Nutrição Mineral de Plantas.
5.
Química do solo.
6.
Química ambiental.


Projetos de pesquisa


2010 - 2012
Avaliação dos efeitos ambientais de atividades minerária e siderúrgica e sua influencia na saúde de populações do entorno Rio Parauapebas - Distrito Industrial de Maabá/PA.
Descrição: O Projeto intitulado ?Avaliação dos efeitos ambientais de atividades minerária e siderúrgica e sua influência na saúde de populações do entorno do rio Parauapebas - Distrito Industrial de Marabá-Pa? tem por finalidade avaliar a influência do Distrito Industrial de Marabá (DIM) na alteração da qualidade das águas, sedimentos de fundo e fauna aquática na bacia hidrográfica do rio Itacaiúnas, sua associação a doenças de veiculação hídrica e as possíveis intervenções sofridas em seus afluentes o rio Parauapebas e o rio Gelado, este último em uma unidade de Preservação Ambiental; desta forma, busca traçar elementos que caracterizem o estado atual da região e suas conseqüências sobre a saúde pública, principalmente em decorrência das intervenções sofridas pela ação do setor produtivo na região, além de considerar a perspectiva futura de ampliação do pólo e implantação de uma barragem em Marabá, que iria potencializar o fornecimento de energia e ampliar os investimentos locais. O resultado cumulativo do conjunto de tais intervenções demanda por respostas mais diretas no sentido de: identificar os passivos ambientais; avaliar aspectos físico-químicos da água dos rios Itacaiúnas, Parauapebas e rio Gelado na região em torno do DIM; determinar e avaliar os níveis de resíduos de metais como ferro, manganês, cromo, zinco, cobre, mercúrio, alumínio e chumbo; avaliar a qualidade de espécies aquáticas, no que se refere ä, morfologia, bioquímica e resíduos de metais pesados; e por fim considerar o risco associado à saúde pública decorrentes do uso das águas do rio Itacaiúnas e da fauna aquática, enfocando o abastecimento para consumo humano e os aspectos de alimentação..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Ana Regina da Rocha Araujo - Integrante / Dulcidéia da Conceição PALHETA - Coordenador / Kelly das Graças Fernandes - Integrante / Franscisco de Assis Oliveira - Integrante / Bruno de Cássio Veloso de Barros - Integrante / Aline Maria Meiguins de Meiguins - Integrante / Luiz Carlos Neves da Fonseca - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / LACEN/SESPA - Cooperação / Secretaria de Estado de Meio Ambiente - Cooperação / Universidade Federal do Pará - Cooperação / Universidade Federal Rural da Amazônia - Outra / Fundação Amazônia Paraense de Amparo à Pesquisa - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 2
2008 - 2011
DETERMINAÇÃO E AVALIAÇÃO DA PRODUÇÃO DE BIOMASSA E DE ÓLEO ESSENCIAL DE PIMENTA-DE-MACACO (Piper aduncun L.) EM FUNÇÃO DA ADUBAÇÃO
Descrição: Vários estudos sobre a Piper aduncum (Pimenta-de-macaco), nativa da região Amazônica, têm demonstrado que esta planta possui importância medicinal (antiinflamatório, anti-hemorrágico, adstringente, diurético e outros) apresentando ainda atividade inseticida, bactericida e fungicida (Correa; Penna, 1984; Maia et al., 1998; Vieira, 1991; Veras, 2000; Morandim et al., 2003; Figueira et al., 2003; Bastos et al., 2003). Em outras palavras, essa espécie produz óleo essencial com elevado teor do fenilpropanoide (dilapiol) cujo efeito inseticida foi descrito por Maia et al. (1998). O dilapiol é um éter fenílico com uso promissor tanto na agricultura como na medicina, devido a baixa toxidade em mamíferos (Sousa et al., 2008), apresenta também ação inseticida (Fidalgo et al., 2004; Fazolin et al., 2005; Fazolin et al., 2007; Pereira et al., 2008) e fungicida (Bastos & Albuquerque, 2004; Navickiene et al., 2006; Guerrini et al., 2009). Este projeto tem como objetivo determinar e avaliar a produção de biomassa, de óleo essencial e de dilapiol sob condições de diferentes adubações químicas e orgânicas. ESPECÍFICOS (i) determinar e avaliar número de perfilhos (NP), altura da planta (AP) e diâmetro das hastes de cada clone (DHC) em função de doses de N e K; (ii) determinar e avaliar a produção de óleo essencial em função de doses de N e K; (iii) determinar e avaliar a produção de biomassa fresca total e por compartimento da planta (folhas, hastes e flores) em função da dose de N e K; (iv) determinar e avaliar a produção de biomassa, de óleo essencial em função de adubos químicos e orgânicos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Ana Regina da Rocha Araujo - Coordenador / Luiz Carlos Neves da Fonseca - Integrante / Eduardo Maximiano Furtado dos Anjos - Integrante / Josias Nunes do Nascimento - Integrante / Susana Silva Conceição - Integrante / Faria, Lenio Guerreiro - Integrante / Luciana Fagundes Domingues - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal Rural da Amazônia - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 2
2008 - Atual
Biodiversidade e Sustentabilidade de Sistemas Alternativos de Preparo e Uso da Terra na Amazônia Oriental do Estado do Pará: avaliações dos atributos químicos, físicos e biológicos do solo
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2008
Utilização de Agrofilme em Cobertura do Solo Analisando Aspectos Físicos e Químicos do Solo e Produtividade do Melão em Belém/PA
Descrição: A exemplo da melancia, o melão exige clima quente para o seu desenvolvimento. É uma das cucurbitáceas mais exigentes quanto ao solo, que deve ter textura média e ser leve, solto, arejado e bem drenado. O pH deve estar em torno de 6,4 a 7,2, embora tolere solos levemente ácidos. É bastante suscetível a ventos frios e não suporta geada (FAHL et al., 1998). É uma cultura muito exigente em água.A disponibilidade de água na maioria dos casos de solo sem cobertura é baixa. Esta condição é agravada pelo processo de evaporação, com valores relativamente elevados na região, o que afeta tanto a quantidade de água disponível às plantas, quanto a composição química da solução nutritiva do solo. Estas alterações podem influenciar a disponibilidade de todos os elementos fundamentais ao crescimento das plantas. As técnicas de plantio mostram que em todo seu ciclo, a irrigação é parte fundamental para seu desenvolvimento vegetativo, sendo que a distribuição sistemática do processo de irrigação nas fases de germinação e emergência, a água é exigida em quantidades moderadas. Durante o período de desenvolvimento das ramas, florescimento e frutificação, as irrigações são mais freqüentes, diminuindo durante o desenvolvimento dos frutos. Nessa fase, excesso de água pode afetar a qualidade do produto. Nos cultivos em grande escala, a irrigação localizada, com fertirrigação, é o sistema mais utilizado; porém, é preciso tomar cuidado com o manejo do solo, pois a fertirrigação pode trazer problemas sérios de salinização. O presente trabalho objetiva trazer para a Amazônia, informações sobre a produção de melão de boa qualidade sob condições controladas usando agrofilme em cobertura de solo, uma vez que a cobertura proporciona efeitos na infiltração e retenção de água, estabilização de temperaturas, controle de erosão (HOUSBECK et al. 1996; GALINDO et al., 1984; JONES et al., 1974; STRATTON et al., 1998), visando aumento de produtividade e qualidade do produto..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Ana Regina da Rocha Araujo - Coordenador / Ana Regina Araújo Martins - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal Rural da Amazônia - Cooperação / Universidade Federal Rural da Amazônia - Bolsa.
2004 - 2006
Ciclagem de nutrientes em Sistema agroflorestal implantado, no nordeste paraense.
Descrição: Com o objetivo de determinar a biomassa, a concentração e o conteúdo de nutrientes nos diferentes compartimentos do componente arbóreo (tronco, casca, galhos e folhas) de uma floresta secundária de aproximadamente 15 anos de pousio foi realizado um trabalho comparativo na Estação de Piscicultura de Água Doce em Castanhal, Pará. Caracterizou-se a vegetação através de um inventário florístico em 0,5 ha da floresta secundária, onde todas as árvores com diâmetro a altura do peito maior e igual a 7cm foram identificadas e mensuradas. As famílias botânicas que ocorreram com maior freqüência foram leguminosae (23,07%), annonaceae (14,68%), lauraceae (13,51%), lacistemaceae (13,05%) e flacourtiaceae (12,12%). As espécies que apresentaram maior freqüência foram: Rollínia insignis (13,98%), Ocotea guianensis (13,05%), Lacistema pubescens Mart. Aggregatum (13,05%), Casearia arborea Richjurb (10,72%), Inga alba (sw) wild (10,02%) e Abarana jupumba var. jupumba (8,85%). A maior produção de biomassa seca foi observada no tronco (33,85t.ha-1). As maiores concentrações de nitrogênio ocorreram nas folhas (25,06g.kg-1), nos galhos e folhas observou-se as maiores concentrações para fósforo (1,57 e 1,56g.kg-1) e potássio (7,77 e 7,28g.kg-1), respectivamente. Enquanto que na casca ocorreram as maiores concentrações de cálcio (11,08g.kg-1), e magnésio (1,66g.kg-1). O tronco apresentou os maiores conteúdos de todos os nutrientes..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Ana Regina da Rocha Araujo - Integrante / Raimundo Sátiro - Coordenador.Financiador(es): Universidade Federal Rural da Amazônia - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 1
2004 - 2005
Avaliação da Produção de Matéria Seca e de Óleo Essencial em Priprioca (Cyperus articulatus L) em função da aplicação de matéria orgânica.
Descrição: Nos últimos anos a Amazônia tem despertado a atenção do mundo por apresentar-se como um dos maiores depositários da biodiversidade do planeta. A importância dos recursos naturais existentes na região torna-se cada vez mais evidente, diante da constante identificação de espécie de interesse econômico. Dentro deste contexto, a flora aromática nativa da Amazônia vem sendo alvo de vários estudos básicos, que tentam identificar espécies com potencial para diferentes fins, o aproveitamento desse elevado potencial da flora odorífera da Amazônia apresenta-se como uma fonte renovável mais apropriada para a produção de essências de fragrâncias e cosméticos A região amazônica possui ampla diversidade de plantas que apresentam grandes potenciais para a exploração econômica em função de apresentarem, em sua constituição, substâncias orgânicas com as mais variadas aplicações para a humanidade, uma das espécies é a Cyperus articulatus L.., vulgarmente conhecida como "priprioca" pertencente à família Ciperáceae, cujo óleo essencial tem grande potencial de exploração por apresentar grande importância na farmacopéia local, sendo usada principalmente como contraceptivo, analgésico e no tratamento de diarréia, e que certamente contribuirá no soerguimento da economia do Estado do Pará e conseqüente melhoria da qualidade de vida do pequeno produtor. Considerando este contexto, que no Estado do Pará, a "priprioca" vem despertando um grande e crescente interesse científico e econômico, devido ao agradável aroma do óleo essencial obtido do rizoma (Tubérculo). A comunidade de Campo Limpo, Município de Santo Antônio do Tauá, Pará, vem cultivando a espécie desde 2003, sendo hoje conhecida como o maior produtor do Nordeste Paraense. Entretanto, na região, maioria das áreas cultivadas apresenta baixa produtividade e encontra-se em solos pobres quimicamente e com elevado teor de alumínio trocável. Nestas áreas para a obtenção da expressão máxima da produtividade biológica da plan.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Ana Regina da Rocha Araujo - Coordenador / Lidiane do Socorro Alves Pereira - Integrante / Dionilson Cardoso da Cunha - Integrante.Financiador(es): Agência de Desenvolvimento da Amazônia - Bolsa / Universidade Federal Rural da Amazônia - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1
2004 - 2004
Dinâmica nutricional do solo em ecossistema de floresta secundária, manguezal e agroecossistema de Mangifera indica L., var. Tommy, em São João de Pirabas/PA.
Descrição: Na região do nordeste paraense são encontrados vários estágios de vegetação secundária com densidades de plantas variando em função do manejo e da fertilidade do solo, como os capoeirões que se assemelham a floersta primária e as macegas, que é um estágio de menor estoque de fitomassa e de baixa diversidade de espécies (Teixeira& Oliveira, 1999). Essas vegetações funcionam como acumuladoras de nutrientes durante o período de regeneração. Nos ecossistemas de mangue, que ocorrem entre zonas de mares ao longo da costa e no delta dos rios, árvores toleram alta concentração de salinidade e de condições anaeróbicas nos sedimentos nos quais se enraizam, porém em situação de equilíbrio, como um ecossistema sem movimentação antrópica. Entretanto, na região em estudo, a ação do homem nesses ecossistemas se faz cada vez mais presente, como meio de subsistência às comunidades ribeirinhas. Nesta mesma região um estudo com plantação de manga, por ser pouco exigente quanto as condições nutricionais minerais, considerando a pobreza química dos solos existentes, enfraquecidos por acidez elevada, foi iniciado por ser considerada uma alternativa de baixo custo para o desenvovilemto local. Assim sendo, vale aprofundar conhecimentos sobre o manejo dessas áreas no que se refere a caracterização química e física do solo com o objetivo de fazer recomendações sobre a viabilidade econômica, nutricional e de comercialização para atender o mercado consumidor em relação aos produtos gerados..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Ana Regina da Rocha Araujo - Coordenador / Antonio Junior - Integrante / Elisangela do Socorro P Santos - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal Rural da Amazônia - Auxílio financeiro.Número de orientações: 2
2004 - 2004
Dinâmica de nutrientes em área de mangue, Bragança/PA.
Descrição: A vegetação da planície costeira Bragantina é ocupada 95% por mangue. As espécies encontradas são Rhyzophora, Avicenia e Laguncularia associados aos gêneros Spartina e Canocarpus (Souza Filho & El-Robrini, 1996). As espécies Rhyzophora, Avicenia e Laguncularia possuem vários tipos de raízes escoras e pneumatoforos, estão localizadas na zona entre marés ficando expostas nas marés baixas (Mochel, 2001). Processos naturais atuantes na zona costeira tem modificado sua paisagem. A ação dos ventos alísios e as correntes de maré vazante tem sido responsáveis pelo transporte de sedimentos. Fatores como esses tem afetado a vida dos moradores da comunidade local, deslocando-os para áreas mais seguras e livre da ação de processos costeiros (Martins & Filho, 2001). Devido a ocupação humana desordenada, os moradores para conter a erosão constróem muros, o que afeta a dinâmica morfo-sedimentar, influindo na evolução natural do ambiente, que causa um dano ambiental, devido a não existência de um sistema de coleta de lixo, que acaba sendo depositado ao longo dos campos de dunas. Os impactos causados pela poluição afetam a saúde da população e a estética e economia local, abalando o turismo da área (Martins e Filho, 2001). Neste contexto, as considerações sobre o mangue são de fundamental importância para o estudo em questão, uma vez que "os manguezais desenvolveram características morfológicas e físicas com stress salino e demanda de oxigênio para função das raízes. Assim sendo, este trabalho objetiva observar, estudar e avaliar o ecossistema de mangue quanto a sua condição natural de fertilidade, estudando a ciclagem de nutrientes, com o sentido de manejo e conservação destes ambientes naturais, atendendo os anseios da comunidade local..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Ana Regina da Rocha Araujo - Coordenador / Ronaldo Oliveira - Integrante / Rossiene Keila Brito da Paixão - Integrante / Maria de Lourdes Ruivo - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal Rural da Amazônia - Cooperação / Museu Paraense Emílio Goeldi - Auxílio financeiro.
2002 - 2004
Relação entre efluxo de CO2 do solo e o relevo:caracterização fisica e quimica do solo.
Descrição: A quantidade de CO2 emitida dos vales são diferentes das quantidades emitidas do platô e do declive (Hanson et al., 1993) Isto deve influenciar na estimativa da respiração do solo quando extrapolado para a Bacia Amazônica. As condições de umidade do solo, temperatura diferenciam-se conforme sua posição topográfica (Silver et al., 1999). Além disso o movimento da água no solo carrega matéria orgânica e nutrientes depositando o material nos vales (baixio). Como esses fatores influenciam diretamente na respiração do solo espera-se que esta também seja diferenciada dependendo de sua posição. Considerar o relevo no balanço do carbono pode mostrar estimativas muito diferentes daquelas já encontradas para o ecossistema amazônico. Com o estudo da queda de litteira e as características tanto física quanto química do solo em quatro condições de relevo: platô, alto declive, baixo declive e vale (baixio) pode-se melhor entender uma parte do processo de ciclagem de nutrientes no ecossistema amazônico, ou seja fazer uma reavaliação de conceitos antigos considerando hipóteses prováveis ocorridas com as mudanças em função do tempo. Este trabalho tem como objetivo determinar as características físicas do solo nas áreas de relevo gerando suporte aos resultados obtidos nas medições de respiração do solo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Ana Regina da Rocha Araujo - Coordenador / Miguel Crasso - Integrante.Financiador(es): Museu Paraense Emílio Goeldi - Auxílio financeiro / Universidade Federal Rural da Amazônia - Cooperação.
2002 - 2004
Relação entre efluxo de CO2 do solo e o relevo: caracterização química da liteira.
Descrição: A quantidade de CO2 emitida dos vales são diferentes das quantidades emitidas do platô e do declive (Hanson et al., 1993) Isto deve influenciar na estimativa da respiração do solo quando extrapolado para a Bacia Amazônica. As condições de umidade do solo, temperatura diferenciam-se conforme sua posição topográfica (Silver et al., 1999). Além disso o movimento da água no solo carrega matéria orgânica e nutrientes depositando o material nos vales (baixio). Como esses fatores influenciam diretamente na respiração do solo espera-se que esta também seja diferenciada dependendo de sua posição. Considerar o relevo no balanço do carbono pode mostrar estimativas muito diferentes daquelas já encontradas para o ecossistema amazônico. Com o estudo da queda de liteira em quatro condições de relevo: platô, alto declive, baixo declive e vale (baixio) pode-se melhor entender uma parte do processo de ciclagem de nutrientes no ecossistema amazônico, ou seja fazer uma reavaliação de conceitos antigos considerando hipóteses prováveis ocorridas com as mudanças em função do tempo. Este trabalho tem como objetivo caracterizar quimicamente a liteira das áreas de relevo acompanhando as medições de respiração do solo, considerando que a atividade microbiana sofre influência direta das condições de oxigenação, umidade e aeração do solo, influenciando o processo de mineralização da matéria orgânica..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Ana Regina da Rocha Araujo - Coordenador / Ronaldo Oliveira - Integrante.Financiador(es): Museu Paraense Emílio Goeldi - Auxílio financeiro / Universidade Federal Rural da Amazônia - Cooperação.


Projetos de extensão


2010 - 2012
O PAPEL DA AGRONOMIA NA INFLUÊNCIA DA MELHORIA DA QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇÃO, EM MARITUBA/PA.
Descrição: Transformação da Realidade Social e Econômica de Comunidades Carentes. Aspectos Sócio-Econômicos promovendo mudanças na realidade de populações carentes, Aproveitamento de espaços ociosos com incorporação de atividades agrícolas. Gestão de palestras e Treinamento técnico às famílias envolvidas no projeto..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Ana Regina da Rocha Araujo - Coordenador / V da S MELO - Integrante / Mario Lopes da Silva Junior - Integrante / Carla Calzavara - Integrante / Amarantes, André - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal Rural da Amazônia - Auxílio financeiro / Universidade Federal Rural da Amazônia - Bolsa.
2009 - 2011
Extensão universitária em áreas associadas: nutrição mineral de plantas, Produção agrícola, Paisagismo e Sustentabilidade econômica e ambiental.
Descrição: O projeto ora proposto favorecerá o desenvolvimento de estratégias de ações mobilizando conhecimentos em áreas que interagem e se complementam, com vista a uma prática construtiva a respeito das questões agrárias, voltadas para a agroecologia e o atendimento a comunidade local e regional, gerando tecnologias alternativas para o desenvolvimento rural. Desta maneira, o projeto contribuirá com a qualificação da bagagem de conhecimentos de estagiários e agricultores envolvidos no projeto..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) .
Integrantes: Ana Regina da Rocha Araujo - Coordenador / Carla Calzavara - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal Rural da Amazônia/Bolsas REUNI - Bolsa.Número de orientações: 1


Outros Projetos


2009 - Atual
Museu de Solos da Amazônia Brasileira: ensino da ciência do solo para conservação do meio ambiente.
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.


Revisor de periódico


2009 - 2009
Periódico: Pesquisa Florestal Brasileira (Online)
2009 - Atual
Periódico: Pesquisa Florestal Brasileira (Online)
2009 - 2009
Periódico: Fundação de Pesquisas Florestais do Paraná


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo/Especialidade: Sistemas Agroflorestais.
2.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Agroecologia.
3.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo/Especialidade: Fertilidade do Solo e Adubação.
4.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo/Especialidade: Química do Solo.
5.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo/Especialidade: Solos e Nutrição de Plantas.
6.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Ciência do Solo/Especialidade: Ecotoxicologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


1996
Premiação: 1o. Lugar na Categoria de Melhor Desempenho de Equipe, em 1996, como integrante do subprojeto Alternativas com ênfase no preparo de área e no uso de espécies arbóreas para a agricultura tradicional de derruba e queima no nordeste do Pará., EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
ABREU, E. M. A.2006ABREU, E. M. A. ; FERNANDES, A. R. ; MARTINS, A. R. A. ; RODRIGUES, Tarcísio Ewerton . Produção de Forragem e Valor Nutritivo de Espécies Forrageiras sob Condições de Pastejo, em Solo de Várzea Baixa do Rio Guamá. Acta Amazônica, v. 36, p. 11-18, 2006.

2.
RAMOS, R. S. S.2006RAMOS, R. S. S. ; MARTINS, A. R. A. ; OLIVEIRA, F. A. ; PAIXAO, N. V. A. . BIOMASSA, CONCENTRAÇÃO E ESTOQUE DE NUTRIENTES EM DIFERENTES COMPARTIMENTOS DO COMPONENTE ARBÓREO DE UM ECOSSISTEMA DE FLORESTA SUCESSIONAL NA AMAZÔNIA ORIENTAL (no prelo). Revista de Ciências Agrárias (Belém), 2006.

3.
BATISTA, T. F. C.2005BATISTA, T. F. C. ; OHASHI, O. S. ; MARTINS, A. R. A. . Recuperação Físico-Química de um Latossolo Amarelo após Plantio do Mogno Brasileiro (Swietenia macrophylla KING) com Meliáceas Exóticas em Consórcio e em Sistema Agroflorestal. Revista de Agricultura, v. 80, p. 273-283, 2005.

4.
MARTINS, A. R. A.2004 MARTINS, A. R. A.; R. KLINGE ; J. MACKENSEN ; H. FÖLSTER . Element loss on rain forest conversion in East Amazonia: comparison of balances of stores and fluxes.. Biogeochemistry, Netherlands, v. 69, p. 63-82, 2004.

5.
MARTINS, A. R. A.2001MARTINS, A. R. A.. Potássio: Recomendação de adubação para cana-de-açucar. Scientia Agricola, 2001.

6.
MARTINS, A. R. A.2001 MARTINS, A. R. A.. Crop rotations and their impacts on soil solution composition in Eastern Amazon. Agriculture, Ecosystems & Environment, 2001.

7.
MARTINS, P. F. S.2000MARTINS, P. F. S. ; PINA, M. N. G. ; MARTINS, A. R. A. . Fertilidade do Latossolo Amarelo textura média sob cultivo intensivo de plantas alimentares no nordeste paraense.. Revista de Ciências Agrárias da FCAP, Belém, v. 33, p. 81-90, 2000.

8.
MARTINS, A. R. A.1998MARTINS, A. R. A.. Viabilidade edafoclimática do cultivo permanente de plantas alimentares em solos arenosos do Nordeste Paraense. Revista de Ciências Agrárias (Belém), Belém/PA, v. 29, p. 123-138, 1998.

9.
MARTINS, A. R. A.1998MARTINS, A. R. A.. Utilização do composto orgânico e da cobertura morta no cultivo contínuo de milho e caupi em Latossolo Amarelo textura média em Santo Atônio do Tauá, PA.. Revista de Ciências Agrárias (Belém), Belém/PA, v. 29, p. 109-122, 1998.

10.
MARTINS, P. F. S.1998MARTINS, P. F. S. ; TEIXEIRA, P. E. G. ; MARTINS, A. R. A. . Variedade edafoclimática do cultivo permanente de plantas alimentares em Latossolo Amarelo do nordeste paraense.. Revista de Ciências Agrárias da FCAP, Belém, v. 29, p. 123-138, 1998.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
RODRIGUES, P.G. ; SILVA, D.A.S. ; SILVA JÚNIOR, Mário Lopes da ; MARTINS, A. R. A. ; MELO, V. S. ; FARIAS, S..C.C. ; SOUZA, E.R.B de ; BARROS, G.M. ; FURMIGARI, N.S. ; PEREIRA, J.T. ; MARTINS, A.C.da S. . Diagnose visual em plantas de chamma da Amazonia (Mentha piperita L.) sob a omissão de micronutrientes em hidroponia.. In: XXXII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2009, Fortaleza/CE. Anais do XXXII CBCS, 2009.

2.
CARVALHO, S.J.S de ; SILVA D.A.S. ; SILVA JÚNIOR, Mário Lopes da ; MARTINS, A. R. A. ; RODRIGUES, P.G. ; SOUZA, E.R.B de ; FARIAS, S..C.C. ; BARROS, G.M. ; FURMIGARI, N.S. ; PEREIRA, J.T. ; MARTINS, A.C.da S. . Efeito da omissão de micronutriente no desenvolvimento de plantas de Mentha piperita L.. In: XXXII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2009, Fortaleza/CE. Anais do XXXII CBCS, 2009.

3.
FARIAS, S..C.C. ; SILVA, D.A.S. ; SILVA JÚNIOR, Mário Lopes da ; MARTINS, A. R. A. ; MELO, V. S. ; RODRIGUES, P.G. ; CARVALHO, S.J.S de ; SOUZA, E.R.B de ; BARROS, G.M. ; MARTINS, A.C.da S. ; FURMIGARI, N.S. ; PEREIRA, J.T. . Teor de macronutrientes em mudas de açaizeiro (Euterpe oleracea Mart.) variedade BRS-Pará, submetidas a aplicação de calcário e diferentes doss de fósforo em Latossolo Amarelo.. In: XXXII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2009, Fortaleza/CE. Anais do XXXII CBCS, 2009.

4.
SOUZA, E.R.B de ; SILVA, D.A.S. ; SILVA JÚNIOR, Mário Lopes da ; MARTINS, A. R. A. ; MELO, V. S. ; FURMIGARI, N.S. ; MARTINS, A.C.da S. ; RODRIGUES, P.G. ; FARIAS, S..C.C. ; CARVALHO, S.J.S de ; BARROS, G.M. ; PEREIRA, J.T. . Alterações morfológicas em mudas de chamma (Mentha piperita L.) decorrentes da omissão de macronutrientes.. In: XXXII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2009, Fortaleza/CE. Anais do XXXII CBCS, 2009.

5.
SILVA, D.A.S. ; SILVA JÚNIOR, Mário Lopes da ; MARTINS, A. R. A. ; MELO, V. S. ; SOUZA, E.R.B de ; FURMIGARI, N.S. ; MARTINS, A.C.da S. ; PEREIRA, J.T. . Crescimento de mudas de açaizeiro (Euterpe oleracea Mart.) cultivar BRS-Pará submetias a aplicação de calcário e de fósforo em Latossolo Amarelo Distrófico.. In: XXXII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2009, Fortaleza/CE. Anais do XXXII CBCS, 2009.

6.
MARTINS, A. R. A.; DECHEN, Antonio Roque . Estudo da dinâmica da solução do solo: pH e alumínio, em área de floresta e de sistema agroflorestal.. In: FERTBRIO-2000 - Inter-relação fertilidade, microbiologia do solo e nutrição de plantas., 2000, Santa Maria-RS. FERTBRIO-2000 - Inter-relação fertilidade, microbiologia do solo e nutrição de plantas., 2000.

7.
MARTINS, A. R. A.. Micorriza: efeito de gesso e calcário na colonização de FMAs em gramínea e leguminosa.. In: FERTBIO-2000 - Inter-relação fertilidade, microbiologia do solo e nutrição de plantas, 2000, Santa Maria-RS. FERTBIO-2000 - Inter-relação fertilidade, microbiologia do solo e nutrição de plantas., 2000.

8.
MARTINS, A. R. A.; MESQUITA, Maria da Gloria Bastos Freitas ; DECHEN, Antonio Roque ; MÖLLER, Maria Regina Freire . Comparação metodológica de amostragem da precipitação sob dossel.. In: 6º Encontro Científico dos Pós-graduandos no Centro de Energia Nuclear na Agricultura., 2000, Piracicaba-SP. 6º Encontro científico dos Pós-graduandos no Centro de Energia Nuclear na Agricultura, 2000.

9.
MARTINS, A. R. A.; KLINGE, Rudolf ; FÖLSTER, Horst . Water and nutrient balance of a rain forest. In: III Workshop do Shift, 1998, Belém. Anais do III Workshop do Shift, 1998.

10.
MARTINS, A. R. A.; FÖLSTER, Horst . Determination and analysis of the nutrients concentration in the soil solution in the primary forest of Benevides, Pará State.. In: IV Congreso de La Sociedad Cubana de La Ciencia Del Suelo y Reunion Internacional de Rhisosfera, 1997, Matanzas. Anais do IV Congreso de La Sociedad Cubana de La Ciencia Del Suelo y Reunion Internacional de Rhisosfera, 1997.

11.
MARTINS, A. R. A.; MATOS, A. S. . Avaliação do acúmulo de matéria seca em caupi (Vigna unguiculata, WALP.) variedade BR3- Tracuateua, em casa de vegetação.. In: VI Congresso Brasileiro de Fisiologia Vegetal, 1997, Belém. Anais do VI Congresso Brasileiro de Fisiologia Vegetal, 1997.

12.
MARTINS, A. R. A.; MATOS, A. S. . Extração de nutrientes em caupi (Vigna unguiculata), cultivado em casa de vegetação: I - Variedade VITA - 7.. In: XXII Reunião Brasileira de Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas., 1996, Manaus. Anais do XXII Reunião Brasileira de Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas., 1996.

13.
MARTINS, A. R. A.; KLINGE, Rudolf ; CESAR, F . Water and nutrient balance in a forest plantation in the Eastern Amazon Region.. In: II Workshop do Projeto Shift, 1995, Cuiabá. Anais do II Workshop do Projeto Shift, 1995.

14.
MARTINS, A. R. A.; MELO, V. S. . Influência de espécies vegetais sobre as características químicas de um Latossolo Amazônico.. In: I Encontro de Pós-Graduação da FCAP, 1995, Belém. Anais do I Encontro de Pós-Graduação da FCAP, 1995.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
Daniel de Araujo Ribeiro ; MARTINS, A. R. A. ; Ingrid Pena da Luz ; Domingues, Luciana de F. F. . VIVÊNCIA AGRÍCOLA ESPIRITUAL: INCLUSÃO SOCIAL X QUALIDADE DE VIDA DA POPULAÇÃO, EM MARITUBA/PA. In: 5º Congresso Brasileiro de Extensão, 2011, Porto Alegre/RS. Anais do 5º Congresso Brasileiro de Extensão, 2011.

2.
RAMOS, R. S. S. ; MARTINS, A. R. A. ; LOPES, B. M. . Ciclagem de nutrientes: influencia na sustentabilidade ecológica de um sistema agroflorestal em implantação. In: Seminário sobre Estudos avançados em engenharia ambiental, 2004, Belém/Pará. Anais do Seminário, 2004.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
WASSERMAN, J. C. ; BARROS, S. R. ; MARTINS, A. R. A. ; RIBEIRO, A. P. ; FIGUEIREDO, A. M. G. . Sediment contamination mapping for dredging management in Sepetiba Bay, Brazil.. In: 9th International Symposium on Environmental Geochemistry, 2012, Aveiro, Portugal. Book of Abstracts. Aveiro, Portugal: Geobiotec Research Center, 2012. v. 1. p. 88-88.

2.
MARTINS, A. R. A.; Anjos, E.M.F.dos ; Nascimento, J.N. do ; Fonseca, L. C. N. da ; Conceição, S.S. . Produção de óleo essencial de 13 clones de pimenta-de-macaco (Piper aduncun L.) em função da adubação. In: 62ª Reunião Anual da SBPC, 2010, Natal/RN. Anais/Resumos da 62ª Reunião Anual da SBPC - ISSN 2176-1221, 2010.

3.
Fonseca, L. C. N. da ; Flores, B.C. ; MARTINS, A. R. A. ; Nascimento, J.N. do ; Conceição, S.S. . PIMENTA-DE-MACACO (Piper Aduncun L.): AVALIAÇÃO DA PRODUÇÃO DE BIOMASSA EM 11 CULTIVARES. In: 62ª Reunião Anual da SBPC, 2010, Natal/RN. Anais/Resumos da 62ª Reunião Anual da SBPC - ISSN 2176-1221, 2010.

4.
MARTINS, A. R. A.; PALHETA, D. C. ; ABDORAL, R.l de A. ; Bentes, Lia . DETERMINAÇÃO DE METAIS EM SEDIMENTOS DE LAGOS CRIATÓRIOS E DO IGARAPÉ GELADO EM ÁREA DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL NO ESTADO DO PARÁ.. In: I SIMPÓSIO BRASILEIRO DE SAÚDE AMBIENTAL, 2010, BELÉM. I SBSA-LIVRO DE RESUMOS -. ANANINDEUA/PA: Centro de Documentação, Informação e Memória/IEC (Ananindeua - Pará - Brasil), 2010. v. I. p. 268-268.

5.
RODARTE, A. T. A. ; ARAUJO, D. S. D. ; LIMA, H. A. ; MARTINS, A. R. A. . UTILIZAÇÃO DOS PARÂMETROS FITOSSOCIOLÓGICOS PARA DETERMINAR A IMPORTÂNCIA DOS RECURSOS FLORAIS DE RESTINGA.. In: 56º Congresso Nacional de Botânica, 2005, Curitiba. Anais do 56º Congresso Nacional de Botânica, 2005.

6.
MARTINS, A. R. A.; FÖLSTER, Horst . Variação sazonal de nutrientes na precipitação incidente, em área de floresta primária.. In: 14º Congresso Latinoamericano de la Ciencia del Suelo, 1999, Temuco. Anais do 14º Congresso Latinoamericano de la Ciencia del Suelo, 1999. p. 560.

7.
MARTINS, A. R. A.; FÖLSTER, Horst . Ciclagem de nutrientes: precipitação incidente e precipitação sob dossel, em área de floresta primária, Benevides/Pará.. In: XXVI Congresso Brasilleiro de Ciencia do Solo, 1997. Anais do XXVI Congresso Brasilleiro de Ciencia do Solo, 1997.

Resumos publicados em anais de congressos (artigos)
1.
MARTINS, A. R. A.1997MARTINS, A. R. A.. Variação sazonal de água e nutrientes na precipitação incidente, em área de floresta, em Benevides/PA. Revista de Ciências Agrárias da Fcap, Belém/PA, 1997.

Apresentações de Trabalho
1.
MARTINS, A. R. A.. Seminario de Pesquisa. 2003. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
MARTINS, A. R. A.. Semintrio de Pesquisa. 2003. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
MARTINS, A. R. A.. DINÂMICA DE NUTRIENTES NA THROUGHFALL E INTERCEPTAÇÃO DE ÁGUA DA CHUVA EM ÁREA DE CAPOEIRA. 1996. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
MARTINS, A. R. A.. Visita Técnica a Companhia Florestal Monte Dourado. 1997.

2.
MARTINS, A. R. A.. Comissão Técnica de Avaliação e Diagnóstico da Área de Depósito de Rejeitos de Mineração da ALUNORTE. 1994.

3.
MARTINS, A. R. A.. Elaboração do PLano Diretor Global da FCAP. 1991.

Trabalhos técnicos
1.
MARTINS, A. R. A.. Elaboração de questões para o cargo de Engenheiro Agrônomo. 2005.

2.
MARTINS, A. R. A.; COSTA, Carlos Augusto Cordeiro ; BRASIL, H. M. S ; VIEIRA, Irenice Maria Santos ; MARTINS, P. F. S. ; MORAES, E. C. . Elaboração do Desenvolvimento curricular dos cursos de graduação da UFRA- Agronomia. 2003.


Demais tipos de produção técnica
1.
MARTINS, A. R. A.. Interpretação de Análise de solos e Cálculo de Adubação. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
MARTINS, A. R. A.. Ciclagem de Nutrientes. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
MARTINS, A. R. A.. Técnicas de Elaboração de Projetos. 2003. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

4.
MARTINS, A. R. A.; ANTUNES, A. A. . Manual do Bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica. 2002. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Cartilha).

5.
MARTINS, A. R. A.; ANTUNES, A. A. . MANUAL PARA ELABORAÇÃO DE RELATÓRIO DE PESQUISA. 2002. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Cartilha).

6.
MARTINS, A. R. A.; ANTUNES, A. A. . Manual de bolsista do Programa Institucional de Iniciação Científica - PIBIC/FCAP. 2002. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Cartilha).

7.
MARTINS, A. R. A.; ANTUNES, A. A. . Manual para Elaboração de Relatório de Pesquisa. 2002. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Cartilha).

8.
MARTINS, A. R. A.. Manejo e Conservação do Solo. 1997. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

9.
MARTINS, A. R. A.. Fertilidade do Solo. 1996. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

10.
MARTINS, A. R. A.. A Cultura do Caupi. 1988. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

11.
MARTINS, A. R. A.; MORAES, E. C. ; KRELLING, G. . ORIENTAÇÃO PARA PRODUÇÃO DE SEMENTES FISCALIZADAS. 1988. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Cartilha).

12.
MORAES, E. C. ; MARTINS, A. R. A. ; KRELLING, G. . Orientação para Produção de Sementes Fiscalizadas. 1986. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Cartilha).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
MARTINS, A. R. A.; CONCEIÇÃO, Heráclito Eugenio Oliveira da; KATO, O.R.. Participação em banca de Amanda Maria de Souza Diógenes Ferreira. Processos biogeoquimicos em ecossistema sucessional de floresta na região do médio Apeú, nordeste do Pará. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

2.
Dias Filho, Moacyr Bernardino; MARTINS, A. R. A.; Piedade, Marcos André Gama; Lima, Eduardo do Valle. Participação em banca de Daniel Pereira Pinheiro. Atributos químicos do solo e produção de Brachiaria brizantha Stapf cv. marandu submetida à calagem e fosfatagem em pastagem no sudeste do Estado do Pará. 2010. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

3.
GUSMÃO, M. T.; MARTINS, A. R. A.; LOPES, Paulo Roberto de Andrade. Participação em banca de Gláucio Ilan Pinto Oliveira da Silva Torres. AVALIAÇÃO DA REPOSIÇÃO DE MACRONUTRIENTES EM SOLUÇÃO NUTRITIVA NO CULTIVO HIDROPÔNICO DE ALFACE. 2009. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

4.
MORAIS, F. I. O.; MARTINS, A. R. A.; SOUZA, R.O.R. M.. Participação em banca de Eliane Cristina Soares Ribeiro. Dinâmica de cátions e ânions em ecossistemas aquáticos no nordeste paraense, Amazônia Oriental. 2009. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

5.
VIÉGAS, I. J. M.; MARTINS, A. R. A.; SANTOS, Maria Marly de Lourdes Silva. Participação em banca de Dioclea Almeida Seabra Silva. Resposta do Açaizeiro (Euterpe oleracea Mart), var. BRS-Pará, à aplicação de calacário e de fósforo em latossolo amarelo distrófico. 2009. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

6.
MARTINS, A. R. A.; FRAZÃO, Dilson Augusto Capucho; NAKAYAMA, Luiza Hitomi Igarashi; CONCEIÇÃO, Heráclito Eugenio Oliveira da. Participação em banca de Ana Priscilla Miranda Naiff. CRESCIMENTO, COMPOSIÇÃO MINERAL E SINTOMAS VISUAIS DE DEFICIÊNCIAS DE MACRONUTRIENTES EM PLANTAS DE ALPÍNIA (Alpinia purpurata).. 2007. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

7.
MARTINS, A. R. A.; AUGUSTO, S. G.; TAXI, Cristina Maria Dib; OLIVEIRA, F. A.. Participação em banca de Dionilson Cardoso da Cunha. Produção de Tubérculo e de Óleo Essencial de Cyperus articulatus Priprioca em Função da Adubação Orgânica e Calagem. 2006. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

8.
MARTINS, A. R. A.; BRIENZA JUNIOR, Silvio; TAXI, Cristina Maria Dib; QUEIROZ, W. T.. Participação em banca de Raimundo Sátiro dos Santos Ramos. Biomassa, Concentração e Nutrientes em Diferentes Compartimentos de uma Floresta Secundária (Capoeira). 2006. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

9.
BRASIL, E. C.; GAMA, J. R. N. F.; MARTINS, A. R. A.; FERNANDES, A. R.. Participação em banca de Emerson Vinicius Silva do Nascimento. Efeito da Aplicação de Calcário e de Fósforo Sobre o Desenvolvimento e Estado Nutricional de Mudas de Variedades de Maracujazeiro. 2006. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

10.
OVERAL, William Leslie; MARTINS, A. R. A.; BARROS, Paulo Luiz Contente; SANTOS, Maria Marly de Lourdes Silva. Participação em banca de Raimundo Amaro Ribeiro Conde. Controle Silvicultural e Mecânico da Broca do Mogno Hypsipyla grandella (ZELLER, 1848) (Lepdoptera: pyralidae) em Sistema Agroflorestal.. 2006. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

11.
MARTINS, A. R. A.; FERNANDES, João Elias Lopes; FRAZÃO, Dilson Augusto Capucho; SILVA, George Rodrigues da. Participação em banca de Aurea Adriana da Silva Gonçalves. Crescimento, Composição Mineral e Sintomas Visuais de Deficiência de Macronutrientes e Boro em Plantas de Açaizeiro.. 2004. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

12.
MARTINS, A. R. A.; RODRIGUES, Tarcisio Ewerton; RUIVO, Maria de Lourdes Pinheiro; SILVA, George Rodrigues da. Participação em banca de Eliana Maria Acioli de Abreu. FERTILIDADE DO SOLO, PRODUÇAO E VALOR NUTRITIVO DE ESPECIES FORRAGEIRAS SOB CONDIÇÃO DE PASTEJO, EM SOLO DE VARZEA BAIXA DO RIO GUAMÁ. 2003. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

13.
MARTINS, A. R. A.; RUIVO, Maria de Lourde Pinheiro; RODRIGUES, Tarcísio Ewerton. Participação em banca de Elessandra Laura da Silva Nogueira. Caracteristica Física Quimica e Biologica de Gleissolos do Rio Pará sob Diferentes Usos.. 2003. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

14.
MARTINS, A. R. A.; SANTOS, Maria Marly de Lourdes Silva; NAKAYAMA, Luiza Hitomi Igarashi. Participação em banca de Claudino Francisco de Oliveira. Caracterização e avaliação da fertilidade de um latossolo amarelo muito argiloso de Paragominas/PA sob diferentes sistemas de uso utilizando o arroz como planta indicadora.. 2003. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

15.
MARTINS, A. R. A.; RUIVO, Maria de Lourdes; RODRIGUES, Tarcisio Ewerton. Participação em banca de ELIANA MARIA ACIOLI DE ABREU. DINÂMICA DE NUTRIENTES E PRODUÇÃO DE FORRAGEIRAS SOB CONDIÇÃO DE PASTEJO ROTACIONADO, EM SOLO DE VÁRZEA BAIXA DO RIO GUAMÁ. 2003. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

16.
MARTINS, A. R. A.. Participação em banca de Elessandra Laura da Silva Nogueira. SOLOS DE VÁRZEA DO RIO GUAMÁ: carcterização física, química e biológica sob diferentes usos.. 2003. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

17.
MARTINS, A. R. A.; MCNABB, Kenneth Lee; BRIENZA JUNIOR, Silvio; TAXI, Cristina Maria Dib. Participação em banca de Elisson Savaris. Quantificação e qualificação de serapilheira em florestas tropicais e plantação de Eucalyptus grandis e Eucalyptus urophilla (urograndis) na Amazônia brasileira.. 2002. Dissertação (Mestrado em Ciências Florestais) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

Teses de doutorado
1.
Silva Neto, P.J.; SILVA, M. F. F.; MARTINS, A. R. A.; LOPES, Paulo Roberto de Andrade; SANTOS, Maria Marly de Lourdes Silva. Participação em banca de PAULO CÉSAR SILVA VASCONCELOS. OS SISTEMAS AGROFLORESTAIS DE AGRICULTORES FAMILIARES DO MUNICÍPIO DE SÃO FRANCISCO DO PARÁ: principais barreiras e oportunidades.. 2008. Tese (Doutorado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

2.
Silva Neto, P.J.; SILVA, M. F. F.; MARTINS, A. R. A.; LOPES, Paulo Roberto de Andrade; SANTOS, Maria Marly de Lourdes Silva. Participação em banca de PAULO CÉSAR SILVA VASCONCELOS. OS SISTEMAS AGROFLORESTAIS DE AGRICULTORES FAMILIARES DO MUNICÍPIO DE SÃO FRANCISCO DO PARÁ: principais barreiras e oportunidades.. 2008. Tese (Doutorado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

3.
MARTINS, A. R. A.; RUIVO, Maria de Lourdes; PICCININ, Jorge; DESJARDINS, Thierry. Participação em banca de Vânia Silva de Melo. AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DOS SOLOS EM SISTEMAS DE FLORESTAS PRIMÉRIA-CAPOEIRA-PASTAGEM NA AMAZÔNIA ORIENTAL POR MEIO DE INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE MICROBIOLÓGICOS E BIOQUÍMICOS. 2007. Tese (Doutorado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

4.
MARTINS, A. R. A.; BERTI FILHO, Evôneo; OVERAL, Willians; BARROS, Paulo Luiz Contente. Participação em banca de Telma Fátima Coelho Batista. Resistência induzida ao mogno brasileiro Swietenia macrophylla King por meliáceas resistentes no controle da broca Hypsipyla grandella Zeller, 1848, em consórcio e em sistema agroflorestal.. 2005. Tese (Doutorado em Ciências Agrárias) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

Qualificações de Doutorado
1.
MARTINS, A. R. A.; SILVA, George Rodrigues da; FERNANDES, A. R.. Participação em banca de Jessivaldo Rodrigues Galvão. Produção do sorgo, caupi e brachiaria, na integração lavoura pecuária, em função de doses de potássio e sistema de manejo, em solo de baixa capacidade produtiva.. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Agrárias) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

2.
MARTINS, A. R. A.; RUIVO, Maria de Lourdes Pinheiro; PICCININ, Jorge. Participação em banca de Vânia Silva de Melo. AVA LIAÇÃO DA QUALIDADE DOS SOLOS EM SISTEMAS DE FLORESTAS PRIMÉRIA-CAPOEIRA-PASTAGEM NA AMAZÔNIA ORIENTAL POR MEIO DE INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE MICROBIOLÓGICOS E BIOQUÍMICOS. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Agrárias) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

3.
MARTINS, A. R. A.; Silva Neto, P.J.; SILVA, M. F. F.. Participação em banca de Paulo César Silva Vasconcelos. ADOÇÃO DE SISTEMAS AGROFLORESTAIS PELOS AGRICULTORES FAMILIARES DO MUNICÍPIO DE SÃO FRANCISCO DO PARÁ: principais barreiras e oportunidades.. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Agrárias) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

4.
RUIVO, Maria de Lourde Pinheiro; MARTINS, A. R. A.; MARTINS, P. F. S.. Participação em banca de Rosana Cardoso Rodrigues. Biomassa Microbiana e Produção de Liteira em Sistema Agroflorestal em Formação no Nordeste Paraense. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Agrárias) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
FARIAS, A. L. A.; MARTINS, A. R. A.; LOPES, L. O. C.. Participação em banca de Luiz Carlos Neves da Fonseca. Programa de Produção Sustentável de Palma de Òleo no Pará: avanços e contradições sob a ótica da Gestão Ambiental.. 2015. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Curso de Especialização em Gestão Ambiental) - Universidade Federal do Pará.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
MARTINS, A. R. A.; PALHETA, D. C.. Participação em banca de Lia do Carmo Bentes.Avaliação dos níveis de cobalto, cobre e manganes em musculatura de tambaqui (Colossoma macropomum) criados em tanques "APA" do Igarpé Gelado - Parauapebas-PA. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Zootecnia) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

2.
MARTINS, A. R. A.; Alves, M.A.M.da S.. Participação em banca de Hilciana do Socorro Pereira Oliveira.Estudo da qualidade da água da bacia hidrográfica do Rio Igarapé-açu (Igarapé-açu/PA). 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia de Pesca) - Universidade Federal Rural da Amazônia.

3.
PALHETA, D. C.; FERNANDES, K. G.; MARTINS, A. R. A.. Participação em banca de Maria Creuza Nunes Carvalho.DISTRIBUIÇÃO TECIDUAL DE MERCÚRIO EM PIRAMUTABAS (Brachyplatystoma cailantii) COMERCIALIZADAS NO MUNICÍPIO DE BARCARENA-PA - FATORES DE RISCO A SAÚDE PÚBLICA E AMBIENTAL.. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Medicina Veterinária) - Universidade Federal Rural da Amazônia.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
MARTINS, A. R. A.. Concurso Público da Prefeitura de Xinguára/PA. 2009. Universidade Federal do Pará.

2.
MARTINS, P. F. S.; OLIVEIRA, F. A.; MARTINS, A. R. A.. Membro da Banca Examinadora para o Concurso Público de Provas e Títulos Destinado ao Provimento de Vagas no Cargos de Professor de Terceiro Grau. 2006. Universidade Federal Rural da Amazônia.

3.
MARTINS, A. R. A.; VIEIRA, Irenice Maria Santos; LOPES, Paulo Roberto de Andrade; SOUZA, Nazaré Fonseca de. Membro da Comissão Avaliadora das Inscrições para Concurso Publico, destinado ao cargo de Professor Assistente I da UFRA.. 2004. Universidade Federal Rural da Amazônia.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
FRUTAL AMAZÔNIA / IX FLOR PARÁ.Práticas de manejo e conservação de solos em pomares.. 2009. (Outra).

2.
IV SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UFRA E X SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL.Sessão Técnica Painel 2. 2007. (Seminário).

3.
IV SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UFRA E X SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL.Sessão Técnica Painel I. 2007. (Seminário).

4.
IV SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA UFRA E X SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL.Sessão Técnica Oral I. 2007. (Seminário).

5.
I Seminário de Iniciação Científica da UFRA e VII Seminário de Iniciação Científica da EMBRAPA Amazônia Oriental..I Seminário de Iniciação Científica da UFRA e VII Seminário de Iniciação Científica da EMBRAPA Amazônia Oriental.. 2003. (Seminário).

6.
SEMINÁRIO DE PESQUISA.Seminário de pesquisa. 2003. (Seminário).

7.
XII Seminário de Iniciação Científica da FCAP e VI Seminário de Iniciação Científica da EMBRAPA Amazônia Oriental..XII Seminário de Iniciação Científica da FCAP e VI Seminário de Iniciação Científica da EMBRAPA Amazônia Oriental.. 2002. (Seminário).

8.
XI Seminário de Iniciação Científica da FCAP e V Seminário de Iniciação Científica da EMBRAPA / PA..XI Seminário de Iniciação Científica da FCAP e V Seminário de Iniciação Científica da EMBRAPA / PA.. 2002. (Seminário).

9.
6º Encontro cientifico dos pós-graduandos , no Centro de Energia Nuclear na Agricultura..6º Encontro cientifico dos pós-graduandos , no Centro de Energia Nuclear na Agricultura.. 2000. (Encontro).

10.
FERTBIO 2000 - INTERRELAÇÃO FERTILIDADE, MICROBIOLOGIA DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS..FERTBIO 2000 - INTERRELAÇÃO FERTILIDADE, MICROBIOLOGIA DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS.. 2000. (Outra).

11.
V SECAPI - Semana da cana-de-açúcar de Piracicaba, e II FECANA - Feira nacional de equipamentos e insumos para a cultura da cana-de-açúcar..V SECAPI - Semana da cana-de-açúcar de Piracicaba, e II FECANA - Feira nacional de equipamentos e insumos para a cultura da cana-de-açúcar.. 2000. (Outra).

12.
14º Congresso Latinoamericano de la Ciencia del Suelo. 14º Congresso Latinoamericano de la Ciencia del Suelo. 1999. (Congresso).

13.
Seminário sobre Gerenciamento de Biossólidos do Mercosul..Seminário sobre Gerenciamento de Biossólidos do Mercosul.. 1999. (Seminário).

14.
XXVII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo.. XXVII Congresso Brasileiro de Ciência do Solo.. 1999. (Congresso).

15.
Congresso de la sociedad cubana de la ciencia del suelo y reunion internacional de rhisosfera.. Congresso de la sociedad cubana de la ciencia del suelo y reunion internacional de rhisosfera.. 1997. (Congresso).

16.
VI Congresso Brasileiro de Fisiologia Vegetal. VI Congresso Brasileiro de Fisiologia Vegetal. 1997. (Congresso).

17.
VII Seminário de Iniciação Científica da FCAP e I Seminário de Iniciação Científica da EMBRAPA / PA..VII Seminário de Iniciação Científica da FCAP e I Seminário de Iniciação Científica da EMBRAPA / PA.. 1997. (Seminário).

18.
XXVI Congresso Brasileiro de Ciência do Solo.. XXVI Congresso Brasileiro de Ciência do Solo.. 1997. (Congresso).

19.
XXII Reunião Brasileira de Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas..XXII Reunião Brasileira de Fertilidade do Solo e Nutrição de Plantas.. 1996. (Outra).

20.
I Encontro de Pós-Graduação da Faculdade de Ciências Agrárias do Pará..I Encontro de Pós-Graduação da Faculdade de Ciências Agrárias do Pará.. 1995. (Encontro).

21.
II Workshop do Shift - Studies on human impacts on forests and foodplains in the tropics.II Workshop do Shift - Studies on human impacts on forests and foodplains in the tropics. 1995. (Outra).

22.
Seminário sobre o Meio Ambiente, Pobreza e Desenvolvimento da Amazônia - Sindamazonia..Seminário sobre o Meio Ambiente, Pobreza e Desenvolvimento da Amazônia - Sindamazonia.. 1992. (Seminário).

23.
Seminário "FCAP em DISCUSSÃO".Seminário "FCAP em DISCUSSÃO". 1989. (Seminário).

24.
Seminário de Política Florestal para a Amazônia..Seminário de Política Florestal para a Amazônia.. 1986. (Seminário).

25.
XXVI Reunião Anual da Associação Brasileira de Ensino Agrícola Superiror - ABEAS e FCAP..XXVI Reunião Anual da Associação Brasileira de Ensino Agrícola Superiror - ABEAS e FCAP.. 1986. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MARTINS, A. R. A.; ANTUNES, A. A. ; VIEIRA, Irenice Maria Santos ; SOUZA, Nazaré Fonseca de . VII SEMINÁRIO DE INICIAÇÃO CIENTÍFICA DA FCAP E I SEMINÁRIO DE INICIAÇÕA CIENTÍFICA DA EMBRAPA AMAZÔNIA ORIENTAL. 1997. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Dionilson Cardoso da Cunha. Avaliação da produção de matéria seca e de óleo essencial em Priprioca (Cyperus articulatus L) em função da aplicação de matéria orgânica.. 2006. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia, . Orientador: Ana Regina da Rocha Araujo.

2.
Raimundo Sátiro. Ciclagem de nutrientes em Sistema agroflorestal implantado, no nordeste paraense.. 2006. 0 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia, . Orientador: Ana Regina da Rocha Araujo.

3.
Brenda Rocha Guimarães. Utilização de agrofilme em cobertura do solo analisando aspéctos físicos químicos do solo e produtividade de melão em Belém/PA.. 2006. 0 f. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Ana Regina da Rocha Araujo.

4.
Valter Luiz Barbosa da Silva. Efeito de espaçamento sobre o sistema radicular e propriedades físicas em Argissolo, cultivado com café Conilon.. 2005. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade Luterana do Brasil, . Coorientador: Ana Regina da Rocha Araujo.

Orientações de outra natureza
1.
Josias Nunes do Nascimento. Nutrição Mineral de Plantas, Produção agrícola, paisagismo e sustentabilidade economica e ambiental.. 2009. Orientação de outra natureza. (Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia, Universidade Federal Rural da Amazônia/Bolsas REUNI. Orientador: Ana Regina da Rocha Araujo.

2.
Luiz Carlos Neves da Fonseca. Extensão universitária em áreas associadas: nutrição de plantas, produção agrícola, paisagismo e sustentabilidade econômica e ambiental.. 2009. Orientação de outra natureza. (Agronomia) - Universidade Federal Rural da Amazônia, Universidade Federal Rural da Amazônia/Bolsas REUNI. Orientador: Ana Regina da Rocha Araujo.



Outras informações relevantes


Conselheira Suplente junto ao CREA/PA no período de 07/08/2003 a 31/12/2003.
Membro do Conselho Universitário (CONSUN) pro tempore da Universidade Federal Rural da Amazônia.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 12/12/2018 às 13:11:46