Edson Luiz da Silva

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4980857058273239
  • Última atualização do currículo em 28/06/2018


Possui graduação em Farmácia - Análises Clínicas pela Universidade Federal do Paraná (1988), mestrado em Farmácia (Análises Clínicas) pela Universidade de São Paulo (1992) e doutorado em Farmácia (Análises Clínicas) pela Universidade de São Paulo (1996), pós-doutorado pelo National Food Research Institute - Japão (1997), pós-doutorado pela University of Tokushima, Japão (2001), pós-doutorado pela Universidade de São Paulo (2004). Atualmente é Professor Titular da Universidade Federal de Santa Catarina; Membro Permanente dos Programas de Pós-Graduação em Farmácia e em Nutrição da UFSC; Consultor ad hoc dos periódicos: Clinica Chimica Acta, Journal of Pharmacy and Pharmacology, Nutrition Research, Planta Medica, Journal of Nutrition, Journal of Funcitonal Food, Journal of Agricultural and Food Chemistry, Food and Chemical Toxicology e Clinical Biochemistry. Tem experiência na área de Bioquímica Clínica, com ênfase em Metabolismo Lipídico, atuando principalmente nos seguintes temas: aterosclerose, diabetes mellitus, estresse oxidativo, antioxidantes naturais e erva-mate (Ilex paraguariensis). (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Edson Luiz da Silva
Nome em citações bibliográficas
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Análises Clínicas.
Rua Delfino Conti
Trindade
88040370 - Florianópolis, SC - Brasil
Telefone: (48) 37212778
Fax: (48) 37215073


Formação acadêmica/titulação


1993 - 1995
Doutorado em Farmácia (Fisiopatologia e Toxicologia).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: REMOçãO PLASMATICA E CAPTAçãO DA B-VLDL OXIDADA NA ATEROSCLEROSE EXPERIMENTAL EM COELHOS, Ano de obtenção: 1996.
Orientador: DULCINEIA SAES PARRA ABDALLA.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: LIPOPEROXIDACAO; Aterosclerose; coelho; Beta-VLDL.
Grande área: Ciências Biológicas
Setores de atividade: Saúde Humana.
1989 - 1992
Mestrado em Farmácia (Fisiopatologia e Toxicologia).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: METABOLISMO DOS QUILOMICRONS ARTIFICIAIS EM RATOS COM TUMOR DE WALKER 256, INFLUENCIA DA DIETA RICA EM ACIDOS GRAXOS POLINSATURADOS (N-6) OU SATURADOS,Ano de Obtenção: 1992.
Orientador: MARIO HIROYUKI HIRATA.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: QUILOMICRONS; TUMOR DE WALKER; DIETA LIPIDICA.
Grande área: Ciências Biológicas
Setores de atividade: Saúde Humana; Produtos e Processos Biotecnológicos.
1984 - 1988
Graduação em Farmácia Análises Clínicas.
Universidade Federal do Paraná, UFPR, Brasil.


Pós-doutorado


2003 - 2004
Pós-Doutorado.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Grande área: Ciências da Saúde
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Análises Clínicas / Especialidade: Aterosclerose.
2001 - 2002
Pós-Doutorado.
The University Of Tokushima, UT, Japão.
Grande área: Ciências Biológicas
1996 - 1997
Pós-Doutorado.
National Food Research Institute, NATIONAL FOOD RE, Japão.
Bolsista do(a): Japan International Science And Technology Exchange Center, JISTEC, Japão.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Metabolismo e Bioenergética / Especialidade: Lipoperoxidação e Antioxidantes.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

1997 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

05/2016 - Atual
Direção e administração, Pós-Graduação em Nutrição, .

Cargo ou função
Vice-Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Nutrição.
01/2008 - Atual
Ensino, Nutrição, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
NTR 1321 - Radicais Livres, Antioxidantes Naturais e Aterosclerose
NTR 1320 - Aspectos Atuais do Metabolismo Lipídico
3/2000 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Análises Clínicas.

Cargo ou função
Consultor Ad-Hoc do CNPq.
7/1999 - Atual
Ensino, Farmácia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Lipoperoxidação e antioxidantes naturais de interesse em bioquímica clínica
Metabolismo lipídico em bioquímica clínica
3/1998 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Programa de Pósgraduação Em Farmácia, Centro de Ciências da Saúde.

07/1997 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Análises Clínicas.

7/1997 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Análises Clínicas.

7/1997 - Atual
Ensino, Farmácia - Análises Clínicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Bioquímica Clínica I
3/2006 - 7/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Análises Clínicas.

Cargo ou função
Membro de comissão temporária FUNPESQUISA.
3/2006 - 7/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Análises Clínicas.

Cargo ou função
Membro de comissão temporária PIBIC.
3/2006 - 7/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Análises Clínicas.

Cargo ou função
Membro de comissão temporária - FUNGRAD.
3/2005 - 7/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Análises Clínicas.

Cargo ou função
Membro de comissão temporária PIBIC.
3/2005 - 7/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Análises Clínicas.

Cargo ou função
Membro de comissão temporária Funpesquisa.
1/2006 - 3/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Análises Clínicas.

Cargo ou função
Consultor Ad-hoc - CNPq.
3/2005 - 03/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Análises Clínicas.

Cargo ou função
Membro de comissão temporária Fungrad.
3/2000 - 3/2006
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Análises Clínicas.

Cargo ou função
Membro de conselho editorial Revista do Centro de Ciências de Saúde.
3/2004 - 10/2004
Direção e administração, Programa de Pósgraduação Em Farmácia, Centro de Ciências da Saúde.

Cargo ou função
Sub-Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Farmácia.
3/1998 - 3/2003
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Análises Clínicas.

Cargo ou função
Membro de comissão temporária -PIBIC.
7/1999 - 1/2003
Ensino, Farmácia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Metabolismo lipídico, lipoperoxidação e antioxidantes naturais
Diagnóstico e monitoramento de patologias através da avaliação laboratorial
3/1999 - 3/2002
Direção e administração, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Análises Clínicas.

Cargo ou função
Sub-Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Farmácia.
07/1997 - 03/2002
Ensino, Farmácia - Análises Clínicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
BIOQUIMICA CLÍNICA II - Uroanálise
3/1998 - 3/2001
Conselhos, Comissões e Consultoria, Centro de Ciências da Saúde, Departamento de Análises Clínicas.

Cargo ou função
Coordenador de Pesquisa do Departamento.

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2007
Vínculo: Bolsista de Produtividade, Enquadramento Funcional: Bolsista de Produtividade Nível 2, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Bolsista de Produtividade

Vínculo institucional

2001 - 2003
Vínculo: Bolsista de Produtividade, Enquadramento Funcional: Bolsista de Prdutividade Nível 2C, Carga horária: 40
Outras informações
Bolsista de Produtividade

Atividades

3/2004 - 3/2007
Conselhos, Comissões e Consultoria, Auditoria Interna, Serviço de Tomadas de Contas Especiais.

Cargo ou função
Consultor Ad-hoc.
3/2004 - 3/2007
Conselhos, Comissões e Consultoria, Auditoria Interna, Serviço de Tomadas de Contas Especiais.

Cargo ou função
Bolsista de Produtividade.
3/2001 - 3/2003
Conselhos, Comissões e Consultoria, Auditoria Interna, Serviço de Tomadas de Contas Especiais.

Cargo ou função
Bolsista de Produtividade.


Linhas de pesquisa


1.
METABOLISMO LIPIDICO, LIPOPEROXIDACAO, ATEROSCLEROSE E ANTIOXIDANTES
2.
Lipoperoxidação e Antioxidantes Naturais
3.
Interferência em Ensaios Laboratoriais
4.
Aterosclerose, lipoperoxidação lipídica e antioxidantes naturais


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Papel da formulação e processamento de alimentos (massas) à base de cereais na digestibilidade do amido in vitro e no índice glicêmico em indivíduos saudáveis
Descrição: De acordo com dados estatísticos da Organização das Nações Unidas para a Alimentação e Agricultura (FAO) e da Organização Mundial da Saúde (OMS), o consumo de carboidratos no mundo varia entre 40% a 80% do valor energético total (FAO, 1998). Os carboidratos podem exercer uma influência direta nas doenças ao afetar os processos fisiológicos e metabólicos, aumentando ou reduzindo fatores de risco de doenças ou o próprio processo da doença. O índice glicêmico foi desenvolvido por Jenkins e colaboradores com o intuito de fornecer uma classificação numérica dos alimentos que contêm hidratos de carbono, baseando-se na resposta da glicose sanguínea após o seu consumo. Inúmeros estudos mostraram potenciais benefícios de alimentos com baixo índice glicêmico, inclusive na prevenção e tratamento de doenças crônicas associadas com a obesidade e com a resistência à insulina. A digestibilidade de carboidratos, significando a suscetibilidade à enzima gastro-intestinal de ataque, e que influencia diretamente o índice glicêmico, pode ser estimada através de testes realizados in vitro mimetizando o processo digestivo in vivo. O objetivo do presente estudo será avaliar a digestibilidade in vitro e o índice glicémico de carboidratos in vivo, com base nos valores séricos de glicose e de insulina, de alimentos à base de cereais, em particular massas produzidas utilizando-se diferentes fontes de fibras e proteínas, em diferentes proporções de ambas, e com modulação de alguns parâmetros tecnológicos nos processos de produção. Massas de ovos com diferentes formulações foram produzidas em planta industrial (La Campofilone®), cortadas em forma de fettuccine e secadas usando-se dois processos descontínuos, caracterizados por temperaturas máximas de 35 °C (VLT) e 60 °C (LT), respectivamente. A digestibilidade dos carboidratos das massa cozidas será determinada usando-se o protocolo de digestão in vitro ?cost action FA 1005 Infogest?, enquanto o índice glicêmico in vivo será verificado em voluntários saudáveis, por meio da medida das concentrações séricas de glicose e insulina, antes e após a ingestão de 70 g de macarrão comercial cozido, equivalente a 50 g de carboidratos. Para o presente projeto, quatro tipos diferentes de macarrão fettuccine, com diferentes tipos de farinhas, proporções de ovos por kg de sêmola e processos de secagem, foram fornecidos pela empresa La Campofilone e serão avaliados: i) massa de referência, oito ovos de galinha/kg sêmola (VLT) ; ii) massa ovos de codorna (oito ovos/kg; VLT); iii) massa integral, oito ovos de galinha/kg sêmola (VLT) e; iv) massa sem ovos, com albumina de ovo, apenas (VLT) . Quinze voluntários saudáveis, com idade entre 18 e 60 anos, de ambos os sexos, serão recrutados na comunidade universitária e deverão comparecer ao Laboratório de Técnica Dietética do Departamento de Nutrição da UFSC, em jejum de 10-12 h. Para o estabelecimento dos valores do índice glicêmico de cada indivíduo usando um ?alimento referência?, os voluntários consumirão uma dose de 50 g de glicose comercial em 200 mL de água e coletas de sangue periférico serão realizadas antes e 15, 30, 45, 60, 90 e 120 após a ingestão da solução de glicose para a medida laboratorial da glicose e insulina séricas. Esse procedimento será repetido mais duas vezes, com sete dias de intervalo (washout). Em seguida, os voluntários serão distribuídos randomicamente para a ingestão de cada um dos quatro tipos de macarrão, com as respectivas coletas de sangue, em estudo cruzado, de tal ordem que cada indivíduo consumirá todos os tipos de macarrão, mantendo sempre sete dias de intervalo entre cada ingestão. A glicose e a insulina serão quantificadas por meio de ensaios laboratoriais de rotina no Laboratório de Pesquisa em Lipídeos, Antioxidantes e Aterosclerose, no Departamento de Análises Clínicas da UFSC e as áreas sob as curvas serão calculadas pelo método trapez.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / FRANCILENE G KUNRADI VIEIRA - Integrante / Blerina Shkembi - Integrante / Giampiero Sacchetti - Integrante.Financiador(es): Università Degli Stdi Di Triestre - Auxílio financeiro.Número de orientações: 1
2014 - Atual
Cuidado a adolescentes com excesso de peso e dislipidemias: Tratamento alternativo com erva mate (Ilex paraguariensis)
Descrição: As doenças cardiovasculares (DCVs) são a principal causa de morte no mundo e foram responsáveis por mais de 17,3 milhões (30%) de mortes em 2008. A maioria das DCVs são decorrentes da aterosclerose e apresentam inúmeros fatores de risco, tais como dislipidemias, sobrepeso, obesidade, hiperglicemia e hipertensão, dentre outros, sendo que muitos dos fatores de risco presentes no adulto tiveram origem na infância ou na adolescência. De particular importância para crianças e adolescentes são o excesso de peso corpóreo e as dislipidemias, pois são os fatores de risco mais comuns nesta população e, além disso, comprometem o desenvolvimento psicossocial dos indivíduos pela baixa autoestima promovida pelo excesso de peso. Assim, tendo em vista a necessidade de prevenção das DCVs desde a infância e adolescência, é importante a realização de estudos de intervenção ainda nessa fase da vida, no sentido de desenvolver estratégias de tratamento mais efetivas. Neste contexto e com base nos resultados de vários estudos, a erva mate (Ilex paraguariensis), espécie vegetal amplamente difundida em nosso meio e utilizada para preparar bebidas como chimarrão, tererê e chá mate tostado, dentre outros produtos, possui propriedades emagrecedora, hipocolesterolêmica, hipoglicêmica, vasorelaxante, anti-inflamatória e antioxidante, apresentando grande potencial para a redução das desordens envolvidas no desenvolvimento das DCVs. Porém, as bebidas à base de erva mate possuem sabor amargo característico e, muitas vezes, não são apreciadas por parcela significativa da população. A adição de açúcar às bebidas tende a aumentar a ingestão calórica e seus efeitos desfavoráveis à saúde. Assim, o presente estudo visa criar um produto alimentício à base de erva mate de boa aceitabilidade por adolescentes, como tabletes comestíveis, e verificar o seu efeito no perfil cardiovascular, incluindo medidas antropométricas, perfis lipídico e glicêmico e modulação da resposta inflamatória e do estresse oxidativo de 120 adolescentes (13-18 anos) com excesso de peso e dislipidemias no município de São José-SC. Espera-se que os resultados contribuam para o desenvolvimento de estratégias alimentares para o tratamento e/ou prevenção da obesidade e dislipidemias na adolescência como forma de reduzir o risco cardiovascular na vida adulta e melhorar a autoestima e o desenvolvimento psicossocial dos indivíduos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) Doutorado: (1) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Marcos José Machado - Integrante / Roberta Caetano - Integrante / Ivana Florêncio Moreira - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro / CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa.Número de orientações: 2
2014 - Atual
Rastreamento em cascata da hipercolesterolemia familiar a partir do desenvolvimento de um método de genotipagem e associação do genótipo com o fenótipo dos pacientes
Descrição: As doenças cardiovasculares (DCV) são a principal causa de morte no mundo. A dislipidemia, especialmente o aumento do LDL-colesterol (LDL-c), é fator determinante e fundamental na progressão da aterosclerose, o principal processo patológico que culmina com as complicações das DCV. O aumento de LDL-c sérico ocorre de forma grave e precoce nos portadores de Hipercolesterolemia Familiar (HF), doença autossômica dominante com defeitos nos genes LDLR, APOB ou PCSK9. Apesar de ser doença com alta prevalência (1:500) o percentual de indivíduos diagnosticados ainda é muito baixo (1%), dificultando o tratamento precoce, que aumentaria a qualidade e expectativa de vida dos pacientes acometidos. O diagnóstico genético é considerado padrão de referência, porém, há falta de métodos acessíveis na rotina clínica. Assim, o presente projeto tem como objetivo padronizar um método para a identificação de mutações causadoras de HF e, a partir dele, identificar pacientes com HF em diferentes regiões do Brasil, definir seu risco cardiovascular e associar o genótipo com o fenótipo encontrado. A coleta de amostras (sangue total, soro e swab bucal) será realizada nas regiões do país onde se obtiver apoio das Sociedades de Cardiologia, Endocrinologia e Pediatria, bem como dos profissionais responsáveis pelas coletas. Com base em informações pessoais, parâmetros laboratoriais, histórico de tratamento e genotipagem, será feita a identificação dos casos índices com HF. Após o sequenciamento dos genes causadores de HF e, a partir das mutações encontradas, será feita triagem dos parentes de 1o, 2o e 3o graus dos casos índices. Será realizada avaliação dos marcadores de risco para DCV, como colesterol total, LDL-c, HDL-c, triglicerídeos, glicose, LDL pequena e densa (sd-LDL), LDL oxidada (ox-LDL), AST, ALT, ureia, creatinina, proteína C reativa de alta sensibilidade, APOB, APOA1, lipoproteína (a) (Lp(a)), através de métodos laboratoriais. Também serão realizadas as medidas antropométricas e a aferição da pressão arterial. Com a presente proposta, espera-se, criar uma rede de pesquisa sobre HF e, a partir do método criado, aumentar o diagnóstico dos pacientes brasileiros, propiciando o tratamento adequado e diminuindo a mortalidade precoce..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Heloisa Pamplona Cunha - Integrante / Marina Vieira de Oliveira - Integrante / Thaís Cristine de Marques Sincero - Integrante / Marcela Freitas Medeiros - Integrante.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 3
2014 - Atual
Biodisponibilidade de saponinas e de ácidos fenólicos em indivíduos saudáveis após a ingestão aguda de erva-mate (Ilex paraguariensis, St. Hil.)
Descrição: A erva-mate é rica em compostos fenólicos, particularmente aqueles da família do ácido clorogênico, saponinas e metilxantinas, os quais, em conjunto, são responsáveis pelas propriedades benéficas da erva-mate à saúde humana. Sabe-se que os ácidos fenólicos, em particular aqueles pertencentes à família do ácido clorogênico, apresentam elevada atividade antioxidante e pode estar envolvido na redução do colesterol e da glicose, na atividade vasorelaxante e na modulação de enzimas antioxidantes, dentre outras propriedades. No entanto, ainda não foram descritas a presença dos ácidos fenólicos pertencentes à família do ácido clorogênico e/ou dos metabólitos no plasma e na urina após a ingestão aguda de infusão de erva-mate para justificar, assim, as propriedades benéficas atribuídas à erva-mate e aos ácidos clorogênicos. Todas as propriedades estudadas sobre as saponinas revelam também seu grande potencial de atividade, o qual deve ser investigado, pois ainda não está claro se as saponinas da erva-mate são absorvidas por seres humanos. Atualmente, não foram encontrados estudos a respeito da quantificação deste constituinte da erva-mate em seres humanos. Alternativamente, temos a hipótese de que os açúcares das saponinas podem ser hidrolisados no intestino e o núcleo triterpênico constituinte, ácidos ursólico e/ou oleanólico, seria absorvido e, eventualmente, metabolizado. Vale salientar que essa espécie vegetal foi selecionada por fazer parte da dieta usual da população na região sul do Brasil, o que assegura a aplicabilidade prática, visto a existência de cultivo já estabelecido para essa planta e a sua potencial utilização como alimento especial ou matéria-prima para produtos fitoterápicos. Um critério importante utilizado na escolha da erva-mate foi a possibilidade de padronização da matéria-prima, para a qual é necessário o conhecimento dos seus principais componentes..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Fernanda Alves da Cruz - Integrante / Tatiana de Lima Alves - Integrante / Euclides Lara Cardoso-Júnior - Integrante / Taís Thomsen Silveira - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.Número de orientações: 2
2013 - Atual
Avaliação das propriedades hipoglicêmica, hipocolesterolêmica, anti-inflamatória e vasorelaxante da erva-mate (Ilex paraguariensis) em pacientes com diabetes mellitus tipo 2
Descrição: As doenças crônico-degenerativas, incluindo o diabetes mellitus e as doenças cardiovasculares, são as principais causas de morbi-mortalidade da população de vários países. Apesar dos inúmeros avanços no campo do conhecimento da gênese e do tratamento das dessas doenças, a incidência do diabetes mellitus e da aterosclerose não vem diminuindo de forma significativa e, inclusive, deverá aumentar nos próximos anos. Todavia, é de consenso geral que a prevenção das complicações do diabetes, incluindo a aterosclerose, é a melhor estratégia terapêutica, principalmente através da diminuição dos principais fatores de risco, a hiperglicemia, a hipercolesterolemia, a inflamação vascular e o estresse oxidativo. Nesse contexto, a utilização de produtos dietéticos com essas propriedades tem se tornado um campo promissor de estudos para a melhoria da qualidade de vida das populações. Em nosso meio, um possível componente alimentar com essas características é a erva-mate verde (Ilex paraguariensis). O mate é uma bebida rica em compostos fenólicos antioxidantes, principalmente o ácido clorogênico, e é largamente consumido no Brasil, tanto na forma de infusão (chimarrão, tererê e chá mate) como na forma de bebida refrescante pronta para beber. O efeito hipoglicemiante da erva-mate ainda não foi demonstrado in vivo. No entanto, existem relatos de que o extrato aquoso de Ilex paraguariensis inibiu in vitro a formação de produtos finais de glicação, sugerindo um possível efeito da erva-mate na redução das complicações do diabetes mellitus provocadas pelas reações não-enzimáticas entre a glicose e as proteínas plasmáticas e teciduais. Assim, pelo exposto acima e com base nos estudos já realizados por nós e por outros, é plausível acreditar que a erva-mate, e particularmente o chá mate, pode proteger os indivíduos contra as complicações do diabetes mellitus. Dessa forma, o objetivo geral dessa proposta é avaliar o potencial do chá mate tostado e do chimarrão em reduzir a concentração plasmática de glicose, hemoglobina glicada, frutosamina e produtos finais de glicação (AGEs), de LDL-colesterol e dos marcadores de estresse oxidativo e de inflamação (PCRus e fibrinogênio) em pacientes com diabetes mellitus tipo 2. Em suma, com esse estudo esperamos contribuir com informações importantes sobre o possível potencial benéfico do chá mate na prevenção de doenças crônico-degenerativas ou de suas complicações, como o diabetes mellitus e as doenças cardiovasculares. Além disso, os resultados do estudo contribuirão de forma efetiva para tornar o chá mate um alimento funcional..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Tales de Carvalho - Integrante / Camilla Laís Amaral - Integrante.Número de orientações: 1
2012 - 2016
Efeito da suplementação de ácidos graxos ômega-3 no perfil lipídico e mediadores inflamatórios de pacientes com insuficiência cardíaca submetidos a exercício físico supervisionado
Descrição: A suplementação de ácidos graxos ômega-3 é uma estratégia eficaz para a prevenção primária e secundária da aterosclerose. Diversos mecanismos para estes efeitos benéficos têm sido sugeridos, incluindo propriedades anti-agregantes, anti-inflamatórias e anti-arrítmicas, assim como propriedades moduladoras do perfil de lipoproteínas. Além disso, o uso de doses moderadas de ácidos graxos ômega-3 promoveu redução das concentrações séricas de triglicerídeos e da lipemia pós-prandial. Entretanto, os efeitos dos ácidos graxos ômega-3 no colesterol total, HDL-c, LDL-c e na atividade da proteína de transferência de ésteres de colesterol (CETP) ainda são controversos. Também tem sido discutido o papel do exercício físico na melhora do perfil inflamatório e lipídico e na diminuição das taxas de morbidade e mortalidade por DCV. Não obstante, a Sociedade Brasileira de Cardiologia (2012) preconiza que pacientes cardiopatas que já sofreram algum tipo de evento cardiovascular devem ser submetidos a tratamentos de prevenção secundária com base em medicamentos e na prática regular de exercícios físicos supervisionados. No entanto, não existem estudos associando o uso concomitante de suplementação com ácidos graxos ômega-3 e a prática de exercícios físicos para a melhora dos marcadores de risco lipídicos e inflamatórios em pacientes com insuficiência cardíaca. Dessa forma, propõe-se avaliar se a suplementação de ômega-3 melhora o perfil e concentração de lipoproteínas plasmáticas e da inflamação arterial, minimizando, assim, os riscos de eventos cardiovasculares nestes pacientes.Para tanto, o grupo de estudo será composto por 40 homens diagnosticados com insuficiência cardíaca, com idade entre 40 e 70 anos, índice de massa corporal entre 18 e 30 kg/m2, clinicamente estáveis por mais de 30 dias e sem alterações nos medicamentos por pelo menos três meses. O estudo terá duração de 90 dias, sendo 30 dias de controle e 60 dias de intervenção. Nos primeiros 30 dias os indivíduos realizarão exercícios físicos supervisionados, caracterizando a fase controle. Após este período inicial, os mesmos indivíduos receberão cápsulas de óleo de peixe diariamente, na dose de 2 g de EPA e DHA (Corabion® ? 1100 mg, Merck do Brasil), e realizarão exercícios físicos supervisionados na mesma intensidade da fase anterior. Desta forma, cada indivíduo será o seu próprio controle. Amostras de sangue serão coletadas em sistema a vácuo em tubos secos e em tubos com EDTA (ácido etilenoadiaminoacético) antes e após 30 dias do período controle e após 30 e 60 dias de intervenção para as determinações dos parâmetros bioquímicos. Além das coletas sanguíneas, será realizado o monitoramento das variáveis antropométricas e a avaliação do consumo alimentar por meio de registro alimentar de três dias. Os dados referentes aos alimentos serão inseridos no software Dietwin® Profissional 2008 para o cálculo do consumo alimentar. Durante os 90 dias de estudo os voluntários realizarão exercícios físicos contínuos de moderada intensidade, três vezes por semana, sob a supervisão de profissionais de Educação Física. As sessões de atividades serão compostas por 10 minutos de aquecimento articular e alongamentos, 40 minutos de exercício aeróbico contínuo entre os limiares anaeróbicos, e finalmente 5 minutos de relaxamento e alongamento. As concentrações séricas de colesterol total e triglicerídeos serão determinadas por métodos enzimáticos colorimétricos (oxidase/peroxidase). O HDL-colesterol e o LDL-colesterol serão quantificados por métodos colorimétricos homogêneos e todas as análises serão feitas em equipamento automatizado (Cobas-Mira Plus - Roche, Basel, Suíça) utilizando-se reagentes Labtest (Lagoa Santa ? MG). A fração de sd-LDL-c será determinada por meio do reagente de LDL-c homogêneo após a precipitação seletiva das demais lipoproteínas com heparina e magnésio. A transferência de lipídio.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Tales de Carvalho - Integrante / Fernanda da Silva Casagrande - Integrante.Financiador(es): CAPES - Centro Anhanguera de Promoção e Educação Social - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 1 / Número de orientações: 1
2012 - Atual
Avaliação dos fatores de risco cardiometabólicos e do efeito do exercício físico em crianças e adolescentes: Um estudo continuado
Descrição: As doenças cardiovasculares (DCV) são as principais causas de morbi-mortalidade na população dos países ocidentais e se caracterizam por apresentar inúmeras causas, conhecidas como ?fatores de risco?. Está bem estabelecido que a prevenção é a melhor forma de tratamento das DCV, particularmente pela redução dos fatores de risco (FR). Sabe-se também que vários dos FR presentes no adulto tiveram origem na infância ou na adolescência e que eles exercem influência nas DCV em diferentes graus e dependem da cultura das populações. Dessa forma, torna-se importante conhecer os principais FR para as DCV em cada população visando à introdução de tratamentos precoces e, portanto, mais efetivos. Assim, tendo em vista a necessidade de prevenção das DCV desde a infância e adolescência, é importante a realização de estudos que verifiquem quais os fatores de risco estão presentes nesta população alvo. Em nosso estudo anterior, realizado no município de Guabiruba-SC, foi detectado um número expressivo de crianças e adolescentes portadores de vários FR para as DCV e para o diabetes mellitus. Por exemplo, foram encontrados valores séricos elevados de colesterol total e de LDL-colesterol em 77 e 54%, respectivamente, dos participantes; valores diminuídos de HDL-colesterol em 38% e valores aumentados de não-HDL-colesterol e triglicerídeos em 70% e 26%, respectivamente. Em relação ao perfil glicêmico, 12% dos estudantes apresentaram a glicemia de jejum aumentada; 7% tinham insulina elevada e 8,5% apresentaram resistência à insulina. O marcador de inflamação, PCR-us, também esteve aumentado em 9% dos estudantes, enquanto 8% deles apresentaram ácido úrico elevado. Seis e 4,5% os participantes tinham pré-hipertensão e hipertensão I, respectivamente. Dentre os estudantes, 17,5 e 6,5% apresentaram sobrepeso e obesidade, respectivamente; 31 e 30% tinham elevados percentuais de gordura corpórea e medida da cintura abdominal, respectivamente. Assim, o presente projeto visa continuar a identificar os principais FR na população de crianças e adolescentes dos municípios de Santa Catarina e iniciar medidas de prevenção. Para este estudo, escolhemos o município de Major Gercino por possuir população relativamente homogênea em relação aos hábitos de vida e à descendência (principalmente germânica, italiana, portuguesa e polonesa). Além disso, abordagens terapêuticas com base na prática de exercícios físicos e orientação nutricional qualitativa serão adotadas. Todos os estudantes matriculados na rede municipal de ensino serão convidados a participar. Espera-se manter a representatividade da população estudantil com erro (precisão absoluta) ≤ 3%, prevalência esperada de 50% (variabilidade máxima) e nível de confiança ≥ 95%. Esperamos fornecer ao Sistema Único de Saúde (SUS) os subsídios necessários para a elaboração e implantação de estratégias visando à melhoria da saúde coletiva da população atual de crianças e adolescentes e em gerações futuras no estado de Santa Catarina..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Nilton Rosini - Integrante / Marcos José Machado - Integrante / Heloisa Pamplona Cunha - Integrante / Marina Vieira de Oliveira - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 14 / Número de orientações: 2
2012 - Atual
Efeito do consumo de chá mate (Ilex paraguariensis) na força muscular e na concentração de marcadores inflamatórios e do estresse oxidativo após o exercício excêntrico
Descrição: A realização de exercícios que envolvem ações musculares excêntricas intensas e/ou não usuais ? tais como, abaixar um peso ou correr em declive ?, pode resultar em danos musculares, estresse oxidativo e inflamação. Estes eventos podem estar associados a manifestações de dor, edema e alteração na função muscular, comprometendo a performance física. Usualmente, esportistas (atletas ou não) buscam estratégias, incluindo farmacológicas, para aliviar os sintomas relacionados a exercícios excêntricos. No entanto, a efetividade desses métodos é controversa, sendo alguns deles considerados prejudiciais à saúde e às adaptações musculares ao treinamento. Nesse contexto, o consumo de alimentos ricos em compostos bioativos apresenta grande potencial para modular positivamente eventos celulares e sintomas associados a exercícios excêntricos. Por exemplo, a erva mate (Ilex paraguariensis), espécie vegetal rica em compostos fenólicos, possui propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias. A infusão de erva mate tostada (chá mate) modulou favoravelmente a expressão gênica e a atividade de enzimas antioxidantes em leucócitos de indivíduos saudáveis. Além disso, a ingestão de chá mate diminuiu a pressão arterial e as concentrações sanguíneas de colesterol e glicose. Portanto, a ingestão regular da infusão de erva mate pode beneficiar a saúde, porém, seus efeitos na prática esportiva são ainda desconhecidos. Assim, o presente estudo tem como objetivo examinar os efeitos do consumo de chá mate, durante 11 dias, na força muscular e na concentração de marcadores da inflamação e do estresse oxidativo após a realização de exercício excêntrico..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Vilma Simões Pereira Panza - Integrante / Marina Vieira de Oliveira - Integrante / Éverson Araújo Nunes - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 2
2012 - Atual
Suco de uva orgânico e convencional, elaboração, caracterização, composição fenólica, atividade antioxidante in vivo e in vitro e desenvolvimento de alimentos funcionais utilizando resíduo da polpa.
Descrição: Este projeto visa à elaboração tecnológica e a caracterização de sucos de uva Vitis labrusca L. convencional e orgânico, e a utilização e caracterização de um dos principais resíduos da produção, o resíduo da polpa do suco, na elaboração inovadora de produtos alimentícios com propriedades funcionais e de alto valor agregado, de modo a impulsionar a competitividade do suco de uva brasileiro, com a valorização de uvas americanas amplamente cultivadas no território nacional..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (1) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Integrante / TOALDO, ISABELA MAIA - Integrante / Marilde Terezinha Bordingnon Luiz - Coordenador / Gabriela Cadore Pimentel - Integrante / Isabel Cristina da Silva Haas - Integrante.
Número de produções C, T & A: 2
2011 - 2014
Avaliação dos fatores de risco para as doenças cardiovasculares em crianças e adolescentes do munícipio de Guabiruba-SC
Descrição: A prevenção das doenças cardiovasculares (DCVs) consiste na identificação precoce dos fatores de risco envolvidos. Assim, o objetivo deste estudo foi verificar a prevalência de fatores de risco para DCVs em crianças e adolescentes no município de Guabiruba-SC, Brasil. Participaram deste estudo transversal 1011 crianças e adolescentes (6-14 anos; 52,4% meninas), sem desordens diagnosticadas. Amostras de sangue (jejum de 12-14 h) foram coletadas para avaliações laboratoriais e foram aferidos os índices antropométricos e a pressão arterial. De acordo com os resultados, foi observada alta prevalência de dislipidemias (26-77% dependendo do parâmetro lipídico), hiperglicemia (11,6%), resistência à insulina (8,4%), pressão arterial elevada (4,5%), inflamação subclínica (27,2%), sobrepeso (17,6%), obesidade (6,5%), obesidade abdominal (30,2%) e gordura corporal elevada (31,1%). Conclui-se que a população infanto-juvenil avaliada possui risco elevado para as DCVs e medidas de prevenção e tratamento deverão ser implantadas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Nilton Rosini - Integrante / Marcos José Machado - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 10 / Número de orientações: 1
2009 - 2012
Efeito do consumo agudo de maçã (Malus domestica Borkh) na atividade antioxidante do plasma de indivíduos saudáveis
Descrição: A maçã (Malus sp) muito consumida em diversas regiões do mundo é considerada uma fruta rica em compostos fenólicos. No Brasil, o cultivo da maçã se concentra na Região Sul. Santa Catarina é o maior produtor, com aproximadamente 51% do total da área plantada. O consumo regular de maçã tem sido associado à prevenção de diversas doenças crônicas, tais como doença cardiovascular, doença pulmonar obstrutiva crônica, câncer de pulmão, câncer de mama, entre outros. Apesar da atividade antioxidante e do conteúdo de fenólicos totais de certas cultivares de maçã já terem sido investigadas, no Brasil não existem informações referentes às propriedades antioxidantes e a composição de compostos fenólicos de maçãs de cultivares exclusivos do estado de Santa Catarina. Além disso, no Brasil não existem estudos que procurem investigar o efeito do consumo agudo de maçã sobre a atividade antioxidante plasmática humana, bem como verificar se existe relação entre a atividade antioxidante in vitro e in vivo. No estudo in vitro dez cultivares de maçãs serão analisadas inteira e em partes (epicarpo, mesocarpo e endocarpo). Serão determinados o conteúdo de fenólicos totais, flavanóis totais, antocianinas totais e a atividade antioxidante de acordo com os métodos ABTS (2,2 -azino-bis (3-etilbenzotiazolin) 6-ácido sulfônico), DPPH (2,2-difenil-1-picrilhidrazila), FRAP (potencial antioxidante redutor férrico). A determinação da atividade antioxidante in vivo será avaliada através de um estudo experimental e controlado. Após jejum de 12 horas, será coletado a 1ª amostra de sangue e após 1, 2 e 4 horas do consumo de cinco maçãs pelos voluntários nova coleta sanguínea será realizada. A atividade antioxidante total plasmática será determinada através do potencial antioxidante redutor férrico (Ferric Reducing/Antioxidant Potential - FRAP). Também será determinada a concentração de ácido úrico, ácido ascórbico, glutationa reduzida e a oxidação lipídica será avaliada através da determinação das substâ.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Integrante / Patrícia Faria Di Pietro - Integrante / FRANCILENE G KUNRADI VIEIRA - Integrante / Roseane Fett - Coordenador / Eduardo C. Nunes - Integrante.Financiador(es): Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 1
2009 - 2012
Efeito da erva mate (Ilex paraguariensis) na expressão gênica e na atividade da enzima paroxonase: Estudos in vitro e in vivo.
Descrição: As doenças crônico-degenerativas, incluindo as doenças cardiovasculares e o diabetes mellitus, são as principais causas de morbi-mortalidade da população de vários países. Apesar dos inúmeros avanços no campo do conhecimento da gênese e do tratamento das doenças cardiovasculares de causa aterogênica, a incidência da aterosclerose não vem diminuindo de forma significativa e, inclusive, deverá aumentar nos próximos anos. Todavia, é de consenso geral que a prevenção da aterosclerose e das complicações do diabetes é a melhor estratégia terapêutica para essa desordem, principalmente através da diminuição dos principais fatores de risco, a hipercolesterolemia, a hiperglicemia, a inflamação vascular e o estresse oxidativo. Nesse contexto, a utilização de produtos dietéticos com essas propriedades tem se tornado um campo promissor de estudos para a melhoria da qualidade de vida das populações. Em nosso meio, um possível componente alimentar com essas características é a erva-mate (Ilex paraguariensis). A erva-mate constitui uma cultura de relevância econômica, cultural e social na região sul do Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai. A erva-mate é uma espécie vegetal rica em polifenóis antioxidantes e é largamente consumida no Brasil, tanto na forma de chimarrão e tererê (com erva-mate verde), como na forma de chá mate tostado. Especula-se que o hábito de beber chimarrão no Uruguai e no Rio Grande do Sul possa ser responsável pela relativa baixa incidência de aterosclerose nessas populações, apesar da ingestão elevada de carne bovina, rica em gordura saturada e colesterol. No entanto, apesar do grande número de pessoas que fazem uso da Ilex paraguariensis, ainda não existem estudos clínicos ou epidemiológicos relacionando o seu consumo com a diminuição do desenvolvimento de doenças cardiovasculares ou com as complicações do diabetes mellitus. Assim, com base nos estudos já realizados por nós e por outros, onde foi demonstrado que o extrato aquoso de erva-mate possui ativida.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Elenise Stuker Fernandes - Integrante / Marcos de Oliveira Machado - Integrante / Maria Luiza Bazzo - Integrante / Maria Cláudia Santos da Silva - Integrante.
Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 1
2009 - 2012
Implementação de metodologia para a determinação laboratorial da sub-fração pequena e densa da lipoproteína de baixa densidade (sd-LDL): Avaliação da concentração sérica em indivíduos saudáveis e hiperlipidêmicos.
Descrição: No século XX, observou-se uma mudança nos padrões de morbimortalidade da população brasileira. Dentre as tendências observadas, destacam-se a diminuição da mortalidade por doenças infecciosas e parasitárias e o aumento da mortalidade por doenças crônico-degenerativas. As doenças cardiovasculares, sendo as primeiras dentre estas, apresentaram uma taxa de 146,4 (/100.000 habitantes) em 1999, seguidas pelas causas externas e pelas neoplasias com taxas de 70,2 e 66,4, respectivamente. Atualmente, a doença arterial coronariana é a segunda causa cardiovascular de morte no Brasil, mas a primeira em São Paulo, estado e capital, e em outras poucas capitais. A Doença Arterial Coronariana - DAC é uma das três manifestações da doença cardiovascular, que se divide, também, em acidente vascular cerebral e doença vascular periférica. Estudos de caso-controle e estudos epidemiológicos prospectivos demonstraram que o LDL-colesterol é um fator de risco independente e modificável para doenças cardiovasculares. Todavia, existe um grande número de pacientes com DAC que possuem valores desejáveis de LDL-colesterol, indicando, assim, a presença de outros fatores envolvidos na gênese e progressão dessa doença. De fato, a LDL não é uma entidade única, mas, um grupo heterogêneo de partículas variando em tamanho, com uma predominância de partículas menores que são mais aterogênicas. O aumento da aterogenicidade é devido à redução da afinidade pelo receptor da LDL, resultando em um atraso na captação da lipoproteína pelo fígado; maior infiltração na camada subendotelial; mudanças na conformação da apolipoproteína B e maior susceptibilidade à oxidação devido a uma redução no seu conteúdo antioxidante. Considerando que o tamanho da partícula está inversamente associado à sua aterogenicidade, pacientes com predominância da LDL pequena e densa são considerados como tendo um perfil mais aterogênico do que aqueles que possuem LDL grande e leve, apesar de possuírem concentrações idênticas de LDL-cole.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Luciana da Silveira Cavalcante - Integrante.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 1
2009 - Atual
Intervenção nutricional em pacientes com câncer de mama: impacto em indicadores de progressão e recorrência da doença e na qualidade de vida.
Descrição: O câncer de mama é a primeira causa de morte, por câncer, entre as mulheres. De acordo com pesquisas, os fatores nutricionais são responsáveis por cerca de 30% dos casos dessa neoplasia. O excesso de peso corporal, a excessiva ingestão de gorduras, carnes e álcool podem estar relacionados com aumento no risco da doença, enquanto que a ingestão de fibras, frutas, verduras e alimentos fontes de compostos antioxidantes mostram-se como uma espécie de dieta protetora para o câncer de mama. Além disso, a dieta pode contribuir com a prevenção da incidência ou recorrência do câncer de mama por meio da modulação do estado de estresse oxidativo, principalmente no período de tratamento, no qual é comum ocorrer modificações no peso e na composição corporal, alterações no consumo alimentar e desenvolvimento de aversões alimentares. Com isso, surge a necessidade de uma intervenção para as pacientes que estão em tratamento com o objetivo de indicar uma dieta saudável, a fim de diminuir os riscos de incidência e amenizar os efeitos do tratamento antineoplásico sobre o estado nutricional e estresse oxidativo, melhorando também a qualidade de vida dessas pacientes. No estudo, as mulheres que aceitarem participar serão avaliadas em dois momentos: antes e logo após o término do tratamento antineoplásico. Sendo que, durante o tratamento, as mulheres selecionadas para intervenção serão acompanhadas periodicamente, por telefone quinzenalmente e encontros presenciais trimestrais até o final do tratamento. Nos dois períodos de avaliação utilizar-se-á um questionário de freqüência alimentar (QFA), coleta de dados antropométricos e a determinação dos parâmetros de estresse oxidativo se dará pela dosagem sanguínea dos marcadores: glutationa reduzida eritrocitária, capacidade antioxidante total sérica, peroxidação lipídica plasmática, hidroperóxidos lipídicos plasmáticos e oxidação protéica plasmática. Os dados coletados serão organizados em um banco de dados para posterior análise estatística,.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (5) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Integrante / Patrícia Faria Di Pietro - Coordenador / CARLOS GILBERTO CRIPPA - Integrante / Haruna Koide - Integrante / Daisy Galvan - Integrante / Maria Arlene Fausto - Integrante / Alyne Lizano Cardoso - Integrante / Cecília Cesa - Integrante / Cristiane Sabel - Integrante / Vanessa Ceccatto - Integrante / Sheyla de Liz - Integrante / Gabriela da Silva - Integrante.
2009 - Atual
Avaliação dos fatores de risco para as doenças cardiovasculares em crianças e adolescentes do município de Guabiruba-SC
Descrição: A aterosclerose está diretamente envolvida com o desenvolvimento das doenças cardiovasculares (DCV), sendo que inúmeros fatores de risco (FR) participam de forma isolada ou conjunta na gênese e progressão dessa desordem. A identificação precoce dos FR facilita o tratamento e contribui para a diminuição da morbidade e mortalidade relacionada à DCV. Nesse contexto, sabe-se que vários dos fatores presentes no adulto tiveram origem na infância ou na adolescência. De particular importância é o fato de que os FR exercem influência em diferentes graus na DCV, dependente da cultura das populações, e não existem estudos no Brasil que identifiquem as características de nossa população em relação aos riscos para a DCV, bem como as características nos diferentes estados da federação. Dessa forma, o presente projeto visa identificar os FR, como dislipidemias, obesidade, sedentarismo e hipertensão, dentre outros, na população que compreende a fase escolar (ensino fundamental e ensino médio) no município de Guabiruba-SC. A escolha do referido município se justifica por tratar-se de uma população relativamente homogênea em relação aos hábitos de vida e à descendência (germânica e italiana). Os resultados desse estudo proporcionarão informações importantes a respeito da população estudada, as quais permitirão a elaboração e implantação de estratégias visando a melhoria da saúde coletiva em gerações futuras no município e no estado de Santa Catarina..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Nilton Rosini - Integrante / Marcos José Machado - Integrante.
Número de produções C, T & A: 3
2009 - Atual
Erva mate (Ilex paraguariensis) em cápsulas: Estudo de toxicidade pré-clínica e clínica, estabilidade química e efeito hipocolesterolêmico em seres humanos.
Descrição: As doenças cardiovasculares constituem a primeira causa de morte no mundo ocidental, e também a primeira causa de morte no Brasil, sendo a aterosclerose a principal causa de doença arterial coronariana. A hipercolesterolemia e, particularmente, os valores plasmáticos elevados da lipoproteína de baixa densidade (LDL) são fatores primários de risco para a DAC. É de consenso geral que a prevenção da aterosclerose é a melhor estratégia terapêutica, principalmente através da diminuição de fatores de risco importantes, como a hipercolesterolemia e o estresse oxidativo. Nesse contexto, a utilização de produtos vegetais com potencial efeito hipocolesterolêmico e antioxidante tem se tornado um campo promissor de estudos para a prevenção da doença. Dentre as potenciais espécies vegetais com essas propriedades e normalmente consumidas no Brasil, encontra-se a erva mate (Ilex paraguariensis). Vários estudos in vitro e em modelos animais já relataram a elevada atividade antioxidante da erva mate e a propriedade de reduzir o colesterol sanguíneo. Em estudo realizado em nosso laboratório, confirmamos que a ingestão de infusão de erva mate reduziu significativamente o LDL-colesterol e aumentou o HDL-colesterol em indivíduos normolipidêmicos e hipercolesterolêmicos. No entanto, neste mesmo estudo verificamos que o sabor amargo característico das infusões de erva mate, embora apreciado por muitos, pode ser o motivo de desistência do consumo da erva mate por alguns indivíduos, refletindo o que pode acontecer na população em geral. Dessa forma, o desenvolvimento de cápsulas de extrato seco de erva mate facilitaria a ingestão da mesma, não necessitando de qualquer preparo prévio pelo consumidor e aumentando, assim, a adesão ao seu consumo. Dessa forma, objetivamos desenvolver cápsulas contendo extrato seco de erva mate, bem como verificar o seu potencial benéfico na redução de colesterol em indivíduos hipercolesterolêmicos. Conforme os princípios éticos em pesquisa com seres humanos.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Marcelo Maraschin - Integrante / Fernanda de Andrade - Integrante.
Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 1
2008 - 2012
Avaliação das propriedades hipocolesterolêmica, hipoglicêmica e antioxidante da erva-mate (Ilex paraguariensis) em pacientes dislipidêmicos e diabéticos
Descrição: As doenças crônico-degenerativas, incluindo o diabetes mellitus e as doenças cardiovasculares, são as principais causas de morbi-mortalidade da população de vários países. Apesar dos inúmeros avanços no campo do conhecimento da gênese e do tratamento das dessas doenças, a incidência do diabetes mellitus e da aterosclerose não vem diminuindo de forma significativa e, inclusive, deverá aumentar nos próximos anos. Todavia, é de consenso geral que a prevenção das complicações do diabetes, incluindo a aterosclerose, é a melhor estratégia terapêutica, principalmente através da diminuição dos principais fatores de risco, a hiperglicemia, a hipercolesterolemia, a inflamação vascular e o estresse oxidativo. Nesse contexto, a utilização de produtos dietéticos com essas propriedades tem se tornado um campo promissor de estudos para a melhoria da qualidade de vida das populações. Em nosso meio, um possível componente alimentar com essas características é a erva-mate verde (Ilex paraguariensis). O mate é uma bebida rica em compostos fenólicos antioxidantes, principalmente o ácido clorogênico, e é largamente consumido no Brasil, tanto na forma de infusão (chimarrão, tererê e chá mate) como na forma de bebida refrescante pronta para beber. O efeito hipoglicemiante da erva-mate ainda não foi demonstrado in vivo. No entanto, existem relatos de que o extrato aquoso de Ilex paraguariensis inibiu in vitro a formação de produtos finais de glicação, sugerindo um possível efeito da erva-mate na redução das complicações do diabetes mellitus provocadas pelas reações não-enzimáticas entre a glicose e as proteínas plasmáticas e teciduais...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (3) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Elisabeth Wazlawik - Integrante / Patrícia Faria Di Pietro - Integrante / BRUNNA C BREMER BOAVENTURA - Integrante / Elayne Cristina de Morais - Integrante / Aliny Stefanuto - Integrante / Graziela Alessandra Klein - Integrante / Ariana de M. Nogueira - Integrante / Gabriela Soares Amorin - Integrante.
Número de produções C, T & A: 9 / Número de orientações: 2
2008 - 2011
Efeito hipocolesterolêmico, antioxidante e anti-inflamatório da infusão de erva mate (Ilex paraguariensis) em pacientes dislipidêmicos
Descrição: As doenças cardiovasculares (DCV) representam a principal causa de morte no mundo moderno. Em países desenvolvidos, como os Estados Unidos, e nos em desenvolvimento, como o Brasil, elas são responsáveis por aproximadamente 30% dos óbitos. O risco de desenvolver DCV é avaliado com base na análise conjunta de características que aumentam a chance do indivíduo apresentar a doença. A dislipidemia, particularmente a elevação do LDL-colesterol, é considerada fator de risco primário para o desenvolvimento da DCV. Nesse contexto, muitos pesquisadores têm enfatizado que uma diminuição e/ou a prevenção do aumento do LDL-colesterol reduz o risco de eventos e a mortalidade por causas cardiovasculares. Além disso, o estresse oxidativo, incluindo a modificação oxidativa da LDL, e a inflamação arterial estão envolvidos na gênese e progressão das DCV, particularmente da aterosclerose. Assim, a correção dos hábitos alimentares, principalmente através do incentivo a uma alimentação saudável, rica em fibras, gorduras do tipo monoinsaturadas e constituintes alimentares específicos como os compostos polifenólicos, pode contribuir para a prevenção ou tratamento das dislipidemias, do estresse oxidativo e da inflamação arterial. Dentre as espécies vegetais amplamente consumidas no Brasil e ricas em polifenóis, destaca-se a erva mate (Ilex paraguariensis). A erva-mate é utilizada para o preparo do chimarrão, muito apreciado pelo seu sabor amargo característico e por suas propriedades estimulantes e digestivas, ou para o preparo do chá mate tostado. A erva mate contém cafeína, compostos fenólicos, saponinas, minerais, aminoácidos e algumas vitaminas, dentre outros compostos. O seu efeito antioxidante já foi relatado por vários pesquisadores, utilizando diferentes modelos in vitro e em animais. Estudos realizados em nosso laboratório demonstraram, pela primeira vez, que o extrato aquoso de erva-mate inibiu a progressão da aterosclerose in vivo, em coelhos alimentados com dieta rica em coleste.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Elisabeth Wazlawik - Integrante / Marcelo Maraschin - Integrante / Patrícia Faria Di Pietro - Integrante / BRUNNA C BREMER BOAVENTURA - Integrante / Fernanda de Andrade - Integrante / Aliny Stefanuto - Integrante / Graziela Alessandra Klein - Integrante.
Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 4
2008 - 2011
Influência do consumo alimentar no estresse oxidativo de mulheres no período de um ano, após o diagnóstico do câncer de mama
Descrição: O projeto de pesquisa tem como objetivo avaliar alterações no estado nutricional, consumo alimentar e estresse oxidativo de mulheres com câncer de mama no período de um ano, após o diagnóstico da doença. Trata-se de um estudo longitudinal, que visa relacionar as diferenças de consumo alimentar com as diferenças de concentrações dos marcadores sangüíneos de estresse oxidativo em mulheres com câncer de mama, entre os períodos basal (no momento do diagnóstico) e um ano após o diagnóstico da doença..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Integrante / Patrícia Faria Di Pietro - Coordenador / CLAUDIA AMBROSI - Integrante / GABRIELE ROCKENBACH - Integrante / BRUNNA C BREMER BOAVENTURA - Integrante / CARLOS GILBERTO CRIPPA - Integrante / Haruna Koide - Integrante.
Número de produções C, T & A: 14
2008 - Atual
Avaliação do consumo alimentar e estresse oxidativo em relação ao câncer de mama em um estudo caso-controle no município de Florianópolis
Descrição: Este estudo objetiva avaliar a associação entre estresse oxidativo, consumo alimentar e câncer de mama em um estudo caso-controle no município de Florianópolis. Para a obtenção dos dados sobre o consumo alimentar, será utilizado um questionário de Freqüência Alimentar (QFA) quantitativo do ano pregresso. Serão coletadas amostras sangüíneas (10 mililitros) das mulheres de ambos os grupos, para determinação dos parâmetros de estresse oxidativo: glutationa reduzida, antioxidantes totais plasmáticos, oxidação lipídica plasmática e oxidação protéica plasmática. Será realizada análise estatística descritiva através das medidas de tendência central (média, mediana) e medida de dispersão (desvio-padrão). Serão realizados testes de associação através de teste de qui-quadrado (X2) entre as variáveis dependente e independentes. Todas as variáveis que apresentarem um valor de p < 0,20 no teste de qui-quadrado (X2) serão selecionadas para análise de regressão multivariada não condicional...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Integrante / Patrícia Faria Di Pietro - Coordenador / FRANCILENE G KUNRADI VIEIRA - Integrante / CLAUDIA AMBROSI - Integrante / GABRIELE ROCKENBACH - Integrante / BRUNNA C BREMER BOAVENTURA - Integrante / CARLOS GILBERTO CRIPPA - Integrante / NIcole Zanchett - Integrante / Tatiane Meirelles de Deus - Integrante / Ana Luiza Faraco de Oliveira - Integrante.
Número de produções C, T & A: 6
2007 - 2011
Efeito hipocolesterolêmico, antioxidante e anti-inflamatório da infusão de erva-mate (Ilex paraguariensis) em pacientes dislipidêmicos
Descrição: Infusões de erva-mate (Ilex paraguariensis) são altamente consumidas em muitos países da América do Sul. A erva-mate é rica em saponinas e compostos fenólicos, os quais podem apresentar algum efeito na redução do colesterol sanguíneo e na atividade antioxidante e inflamatória que estão diretamente associadas às doenças cardiovasculares (DAC). Alguns estudos em animais de laboratório demonstraram que o extrato aquoso de erva-mate reduziu o colesterol sanguíneo e tecidual. Em relação às saponinas da erva-mate, existe apenas um trabalho mostrando que elas formam complexos com os ácidos biliares in vitro. Considerando que os ácidos biliares são o produto final do catabolismo do colesterol e, ao mesmo tempo, são essenciais para a absorção intestinal do colesterol da dieta, o seu seqüestramento e eliminação pelas fezes tem como efeito final a redução do colesterol sanguíneo. No entanto, ainda não existem estudos clínicos ou epidemiológicos demonstrando que o consumo de erva-mate, ou das saponinas, diminui o colesterol e, conseqüentemente, o desenvolvimento das DAC. Recentemente, demonstramos que o extrato aquoso de erva-mate reduziu significativamente a progressão da aterosclerose em coelhos e melhorou a reatividade vascular (contração e relaxamento) em camundongos com aterosclerose. Entretanto, a erva-mate exerceu esses efeitos sem provocar a redução do colesterol plasmático, sugerindo assim, a ação sobre outros mecanismos, incluindo o antioxidante. Assim, o objetivo geral desse estudo é avaliar a habilidade hipo-colesterolêmica, dentre outras, da erva-mate em pacientes hipercolesterolêmicos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (3) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Elisabeth Wazlawik - Integrante / Patrícia Faria Di Pietro - Integrante / BRUNNA C BREMER BOAVENTURA - Integrante / Aliny Stefanuto - Integrante / Graziela Alessandra Klein - Integrante / Ariana de M. Nogueira - Integrante / Gabriela Soares Amorin - Integrante.
Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 1
2006 - 2010
Efeito do tratamento com chá verde no estresse oxidativo induzido pelo exercíco resistido em seres humanos
Descrição: O exercício resistido (musculação) pode estar associado à manifestação do estresse oxidativo. A ingestão de dieta rica em nutrientes e compostos antioxidantes tais como os polifenóis, é de fundamental importância para a adequada defesa antioxidante do organismo. Existem evidências, de que o consumo de chá verde (rico em compostos fenólicos) possa atenuar a ação danosa de radicais livres relacionada ao exercício aeróbico (corrida); no entanto, não há ainda, relatos quanto ao efeito do consumo de polifenóis dietéticos nos marcadores de danos oxidativos em resposta ao exercício resistido...
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Integrante / Elisabeth Wazlawik - Coordenador / Vilma Simões Pereira Panza - Integrante.
Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 1
2005 - 2010
Efeito hipocolesterolêmico da erva-mate em seres humanos
Descrição: Infusões de erva-mate (Ilex paraguariensis) são altamente consumidas em muitos países da América do Sul. A erva-mate é rica em saponinas que podem apresentar algum efeito na redução do colesterol sanguíneo, cuja elevada concentração está diretamente relacionada com as doenças cardiovasculares (DAC). Vários estudos em animais de laboratório demonstraram que as saponinas extraídas de outras plantas reduziram o colesterol sanguíneo e tecidual. Em relação às saponinas da erva-mate, existe apenas um trabalho mostrando que elas formam complexos com os ácidos biliares in vitro. Considerando que os ácidos biliares são o produto final do catabolismo do colesterol e, ao mesmo tempo, são essenciais para a absorção intestinal do colesterol da dieta, o seu seqüestramento e eliminação pelas fezes tem como efeito final a redução do colesterol sanguíneo. No entanto, ainda não existem estudos clínicos ou epidemiológicos demonstrando que o consumo de erva-mate, ou das saponinas, diminui o colesterol e, conseqüentemente, o desenvolvimento das DAC. Recentemente, demonstramos que o extrato aquoso de erva-mate reduziu significativamente a progressão da aterosclerose em coelhos e melhorou a reatividade vascular (contração e relaxamento) em camundongos com aterosclerose. Entretanto, a erva-mate exerceu esses efeitos sem provocar a redução do colesterol plasmático, sugerindo assim, a ação sobre outros mecanismos, incluindo o antioxidante. Assim, o objetivo geral desse estudo é avaliar a habilidade hipo-colesterolêmica, entre outras, da erva-mate em pacientes hipercolesterolêmicos..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Amanda Gabriela Machado - Integrante / Cintia Yukimi Katto - Integrante / Annelise de Carvalho - Integrante / Elayne Cristina de Morais - Integrante.
Número de produções C, T & A: 3 / Número de orientações: 4
2004 - 2009
Biodisponibilidade do extrato aquoso de erva-mate (Ilex para
Descrição: Infusões de erva-mate (Ilex paraguariensis) são altamente consumidas em muitos países da América do Sul. A erva-mate é rica em polifenóis hidrossolúveis que apresentam elevada atividade antioxidante e podem contribuir para as defesas do organismo. Inclusive, estudos epidemiológicos demonstraram que o consumo de compostos fenólicos está inversamente relacionado com as doenças cardiovasculares (DAC). No entanto, ainda não existem estu-dos clínicos ou epidemiológicos relacionando o consumo de erva-mate com o desenvolvi-mento de DAC. Apenas poucos estudos relataram o efeito antioxidante in vitro para o extrato aquoso da erva-mate. Recentemente, demonstramos que o extrato aquoso de erva-mate reduziu significativamente a progressão da aterosclerose em coelhos. Esses resultados são altamente promissores e, se os compostos fenólicos presentes na erva-mate forem ab-sorvidos em quantidades suficientes por seres humanos e os metabólitos plasmáticos ainda mantiverem as suas habilidades antioxidantes, principalmente contra a oxidação da LDL e potencial anti-plaquetário, é plausível acreditar que a erva-mate pode proteger os indivíduos contra as DAC. Desta forma, é importante avaliar a atividade antioxidante e anti-plaquetária no plasma de indivíduos saudáveis após a ingestão de erva-mate e determinar as formas dos polifenóis circulantes para entender a sua contribuição para a saúde humana. Assim, tendo em vista a importância do estresse oxidativo no desenvolvimento da ateros-clerose e o possível potencial de constituintes dietéticos com propriedades antioxidantes na prevenção da aterosclerose, o objetivo geral desse estudo é avaliar a manutenção dessas propriedades in vivo após a ingestão de extrato aquoso de erva-mate por seres humanos saudáveis. Os objetivos específicos são: i) verificar os níveis de peroxidação lipídica no plasma e em partículas de LDL isoladas após a ingestão do extrato aquoso de erva-mate; ii) Avaliar o efeito do extrato aquoso de erva-mate sobre a funç.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / D S P ABDALLA - Integrante / Terezinha de Jesus Carvalho Neiva - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 17
2004 - 2006
Erva-mate tostada: Atividade antioxidante, vasorelaxante e a
Descrição: O estresse oxidativo, particularmente a lipoperoxidação, está envolvido na etiologia e progressão da aterosclerose. Estudos clínicos e epidemiológicos têm enfatizado o efeito benéfico de alimentos antioxidantes na prevenção das doenças cardiovasculares. O extrato aquoso de erva-mate (Ilex paraguariensis) é uma bebida rica em compostos antioxidantes amplamente consumida na América do Sul. Demonstramos, recentemente, que o extrato aquoso de erva-mate verde (chimarrão) possui a habilidade de inibir a progressão da aterosclerose experimental em coelhos. No presente estudo, verificamos o efeito antioxidante do extrato aquoso de mate tostado, cujo consumo vem crescendo nas regiões de clima quente do Brasil, contra a lipoperoxidação in vitro no soro ou em liposomos induzida por íons cobre ou AAPH, respectivamente, e o potencial do mate tostado em reduzir a progressão da aterosclerose in vivo em coelhos alimentados com colesterol. Soro humano ou liposomos foram incubados com CuCl2 100 mM ou AAPH 20 mM, respectivamente, na ausência ou na presença de diferentes concentrações do extrato de mate tostado, por 3 h a 37 °C. A lipoperoxidação sérica e liposomal, avaliada pelas substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS), foi significativamente inibida pelo mate tostado. A IC50 foi de aproximadamente 8 mg/mL para o soro e cerca de 18 mg/mL com os liposomos. Valores semelhantes foram encontrados para o extrato aquoso de mate verde ou ácido clorogênico, principal composto fenólico no mate. Para avaliar o efeito antiaterogênico do mate tostado, coelhos machos Nova Zelândia (1-1,5 kg) foram alimentados com dieta rica em colesterol (1 %) por 30 dias. Os animais foram distribuídos em 4 grupos: controle (grupo C, n=12), recebeu ração padrão e água; controle-mate (grupo CM, n=12), recebeu ração padrão e extrato aquoso de mate tostado (20 mg/mL) ao invés da água; hipercolesterolêmico (grupo HC, n=10), recebeu ração com 1% de colesterol e água; e hipercolesterolêmico-mate (grupo HC.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Ângela Angeloni Rovaris - Integrante / Adriana Kleist Clark Nunes - Integrante.
Número de produções C, T & A: 2 / Número de orientações: 2
2003 - 2006
Efeito do extrato aquoso de erva-mate (Ilex paraguariensis) na reatividade vascular: Enfoque na aterosclerose experimental
Descrição: A disfunção endotelial e o envolvimento de radicais livres exercem um importante papel na patogênese da aterosclerose. A erva-mate (Ilex paraguariensis) apresenta atividade antioxidante e vasorelaxante in vitro, em leito arterial mesentérico de ratos e reduz a aterosclerose experimental em coelhos. Assim, o objetivo deste trabalho foi verificar o efeito do extrato aquoso de Ilex paraguariensis (EAI) i) na confirmação da atividade antioxidante in vitro do extrato utilizado; ii) no relaxamento in vitro de aorta torácica de ratos e; iii) na reatividade vascular ex vivo de camundongos com aterosclerose. A atividade antioxidante do EAI foi avaliada através dos ensaios de redução do NBT, degradação da desoxirribose e inibição da peroxidação lipídica. O EAI mostrou-se efetivo em todos os ensaios, de maneira dependente da sua concentração (p < 0,01). No relaxamento in vitro de aortas torácicas de ratos, previamente contraídas com fenilefrina, o EAI apresentou efeito significativo dependente da sua concentração na presença de endotélio funcional (p < 0,01). O relaxamento na ausência de endotélio íntegro ocorreu somente com as maiores concentrações de EAI avaliadas. Ensaios realizados com o inibidor das enzimas óxido nítrico sintases, L-NOARG, e com o substrato endógeno, L-arginina, sugeriram o envolvimento da via NO/GMPc no relaxamento dependente de endotélio induzido pelo EAI. O efeito do EAI na reatividade vascular ex vivo foi testado em camundongos ?knockout? para o receptor de LDL (LDLR KO) administrados com 3 diferentes doses do EAI. Os animais foram distribuídos em 5 grupos (n = 7 por grupo): 1) controle (C), dieta padrão e água ad libitum; 2) hipercolesterolêmico (HC), dieta com 1,25 % de colesterol e água; 3), 4) e 5) hipercolesterolêmico-Ilex paraguariensis (HI), dieta com colesterol e EAI nas doses de 0,3, 0,9 e 2,7 g/kg/dia, respectivamente. Após 3 meses de tratamento, os camundongos do grupo HC apresentaram valores séricos de colesterol total e de LDL e VLDL significativamente elevados (p < 0,001). A administração do EAI não modificou o perfil lipídico dos animais dos grupos HI nas três doses estudadas. As artérias dos camundongos HC apresentaram estrias gordurosas e diminuição significativa na resposta de contração à fenilefrina e relaxamento à acetilcolina (p < 0,001). O tratamento com EAI reverteu a inibição da capacidade contrátil da aorta nos grupos HI 0,9 e HI 2,7 e de inibição do relaxamento no grupo HI 0,9 (p < 0,05). Em conclusão, os resultados mostraram que o EAI comercial possui atividade antioxidante e vasorelaxante in vitro, com envolvimento do NO endotelial. Além disso, a ingestão do EAI melhorou a reatividade vascular ex vivo de aortas de camundongos LDLR KO com aterosclerose, apesar da hipercolesterolemia. Tais resultados são sugestivos do potencial benéfico da erva-mate no combate à aterosclerose..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Regina Felippi - Integrante / Rosa Maria Ribeiro do Vale Nicolau - Integrante.Número de orientações: 1
2003 - 2004
Regressão da ateroclesrose experimental pelo extrato aquoso
Descrição: Infusões de erva-mate são altamente consumidas em vários países da América do Sul. Demonstramos, recentemente, que o extrato aquoso de erva-mate inibiu a progressão da aterosclerose em coelhos hipercolesterolêmicos. Neste estudo, verificamos a capacidade da erva-mate regredir a aterosclerose já estabelecida. Coelhos machos New Zealand, (1-1,5 kg; n=17), foram alimentados com dieta rica em colesterol (1%) durante 60 dias para o estabelecimento das lesões ateroscleróticas. Após esse período, 5 animais foram mortos para a quantificação da aterosclerose basal e o restante passou a receber dieta padrão, pobre em colesterol. Os coelhos foram, então, divididos em dois grupos: grupo controle (n=6), ingeriu água; e grupo mate (n=6), recebeu extrato de erva-mate (50 mg/ml) ao invés da água, ambos por um período de 75 dias. Após esse tempo, os coelhos foram mortos por exsangüinação sob anestesia. A ingestão diária de mate foi de 360±85 ml. O extrato aquoso de erva-mate (n=5) apresentou 16,1±0,9 mg/ml de resíduo sólido, 2,9±0,3 mg/ml de fenóis totais e 965,5±33,1 mg/ml de ácido clorogênico (média±DP). Após 60 dias de dieta aterogênica, o conteúdo de colesterol sérico e arterial foi de 1603,7±524,0 mg/dl e 76,6±29,1 mg/mg proteína, respectivamente, e 58,3±10,3 % da área da aorta estava coberta com lesões ateroscleróticas (n=5). A interrupção da dieta com colesterol e posterior tratamento com dieta padrão e água, por 75 dias, reduziu a concentração de colesterol sérico e arterial e a área das lesões em aproximadamente 5, 4 e 2 vezes, respectivamente (p<0,05; n=6). Os coelhos que receberam a erva-mate (n=6) também apresentaram redução do colesterol sérico e arterial e das lesões ateroscleróticas, porém o grau de redução foi semelhante ao dos animais do grupo controle (p>0,05). Conclusões: O extrato aquoso de erva-mate, na proporção de 50 mg/ml, não acelerou a regressão da aterosclerose estabelecida em coelhos..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Patrícia Serpa - Integrante / Mariana Nápoli - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal de Santa Catarina - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 5 / Número de orientações: 2
2002 - 2005
Presença de metabólitos do flavonóide quercetina em artéria
Descrição: Antioxidative activity of dietary flavonoids is suggested to be, at least partly, responsible for a wide variety of their biological effects relating to anti-atherosclerosis. However, it is not known whether dietary flavonoids reach to the target site and act as antioxidants. In this study, we tried to evaluate the antioxidative effect of quercetin 3-O-beta-D-glucoside (Q3G), a typical flavonoid present in vegetables, in rabbit aorta. New Zealand White rabbits were fed a control diet (control group), 2.0% cholesterol diet (HC group) and 2.0% cholesterol plus 0.1% Q3G (HC + Q3G group) for one month. The amounts of total cholesterol, triacylglycerol and total fatty acids in both the plasma and aorta were significantly lower in the HC + Q3G group as compared with the HC group. Quercetin was detected in the aorta of the HC + Q3G group after enzymatic deconjugation, indicating that quercetin accumulated as conjugated metabolites in the aorta. The contents of TBA-reacting substances (TBARS) and cholesteryl ester hydroperoxides (CEOOH) in the aorta of the HC + Q3G group were significantly lower than those in the HC group. The aorta of HC + Q3G group was more resistant than that of HC group in copper ion-induced lipid peroxidation ex vivo. HC + Q3G group accumulated a higher amount of vitamin E per total cholesterol than HC group in the aorta. These results strongly suggest that quercetin glucosides accumulate in the aorta as their metabolites and attenuate lipid peroxidation occurring in the aorta, along with the attenuation of hyperlipidemia..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / J TERAO - Integrante / J H MOON - Integrante / C Kamada - Integrante.Financiador(es): The University Of Tokushima - Cooperação.
Número de produções C, T & A: 5
2000 - 2005
Inibição da progressão da aterosclerose experimental pelo ex
Descrição: O estresse oxidativo está envolvido na etiologia e/ou progressão de várias patologias, inclusive a aterosclerose. O extrato aquoso de Ilex paraguariensis (mate) é uma bebida rica em compostos antioxidantes amplamente consumida na América do Sul. Neste estudo foi verificado o efeito antioxidante do extrato aquoso de Ilex paraguariensis contra a lipoperoxidação sérica induzida por cloreto de cobre in vitro e questionado se o mate poderia reduzir a progressão da aterosclerose in vivo em coelhos submetidos à dieta hipercolesterolêmica. Soro humano foi incubado com CuCl2 na ausência ou presença de diferentes concentrações do extrato de Ilex paraguariensis. A lipoperoxidação sérica, avaliada pelas substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS), foi significativamente inibida pelo extrato aquoso de Ilex paraguariensis. O potencial antiaterogênico do extrato de erva-mate foi avaliado em coelhos machos Nova Zelândia, com 8 semanas de idade, alimentados com dieta rica em colesterol (1%). Os animais foram divididos em quatro grupos: controle (grupo C), controle-Ilex paraguariensis (grupo CI), hipercolesterolêmico (grupo HC) e hipercolesterolêmico-Ilex paraguariensis (grupo HCI). O consumo diário do extrato de erva-mate (grupos CI e HCI) foi de 400 mL. Após 2 meses de tratamento, o colesterol total sérico dos animais hipercolesterolêmicos foi aproximadamente 11 vezes maior do que o dos controles (p<0,01). A ingestão do extrato de erva-mate reduziu em 30% o colesterol sérico no grupo CI, porém esses valores não foram significativos (p>0,05). O perfil lipídico dos animais dos grupos hipercolesterolêmicos não foi afetado (p>0.05). O conteúdo de colesterol hepático foi aproximadamente 3 vezes maior nos grupos hipercolesterolêmicos em relação aos coelhos controles (p<0,05), não sendo modificado pela ingestão da erva-mate. A área da lesão aterosclerótica na aorta dos coelhos hipercolesterolêmicos (HC) foi consideravelmente menor no grupo HCI (HC, 58,3% vs. HCI, 36,5%; p<0,05).
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Crisne Leite Mantovani - Integrante / Irene Clemes Külkamp - Integrante / Jardel Cristiano Bordignon - Integrante / Ana Luiza Pamplona Mosimann - Integrante / Danilo Wilhelm Filho - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 9 / Número de orientações: 4
2000 - 2005
Polimorfismo genético e atividade da enzima paroxonase em pa
Descrição: Human serum paraoxonase (PON), which is associated with high-density lipoprotein (HDL), is an esterase and has been implicated in the detoxification of organophosphates and, possibly, in the reduction of low-density lipoprotein (LDL) lipid peroxidation. Some genetic studies have suggested that polymorphisms of PON1 and PON2 genes are associated with coronary heart disease (CHD), particularly in non-insulin dependent diabetes mellitus (NIDDM) patients, but there are controversy results. Serum PON activity is decreased in both insulin-dependent and NIDDM, especially when neuropathy is present. Our objective was, therefore, to investigate the genotype distribution and allele frequency of PON1 192 and PON2 311 polymorphisms, the PON activity, and the effect of these polymorphisms on serum PON activity, glycaemic control parameters and serum lipids in 61 Brazilian NIDDM patients and 82 non-diabetic controls subjects. The distribution of PON1 192 and PON2 311 gene polymorphisms was determined by polymerase chain reaction-based restriction fragment length polymorphism. PON activity was measured by spectrophotometric assay of phenylacetate hydrolysis (arilesterase activity) and p-nitrophenol production following addition of paraoxon (paraoxonase activity). Plasma glucose and serum lipid levels were measured enzymically. HbA1c was determined by HPLC and serum insulin was measured by immunoassay. We found that PON1 192 and PON2 311 genotype distribution was similar in type 2 diabetic patients and controls subjects. Arilesterase and paraoxonase activities were essentially the same between the two groups. However, PON1 192 RR homozygotes had significantly higher paraoxonase activity than QQ and QR genotypes among the control subjects and NIDDM patients (p<0.05). PON2 311 SS homozygotes had significantly lower paraoxonase activity than did CC genotype in control and NIDDM populations (p<0.05). In contrast, arilesterase activity was not different between the two groups. The PON.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Elisangela Catapan - Integrante / Maria Elisa Favarin - Integrante / Mário Hiroyuki Hirata - Integrante / Rosário Domingues Crespo Hirata - Integrante.
Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 2
2000 - 2004
Efeito do extrato de erva-mate na reatividade vascular
Descrição: A disfunção endotelial e o envolvimento de radicais livres exercem um importante papel na patogênese da aterosclerose. A erva-mate (Ilex paraguariensis) apresenta atividade antioxidante e vasorelaxante in vitro e reduz a aterosclerose experimental em coelhos. Assim, o objetivo deste trabalho foi verificar o efeito do extrato aquoso de Ilex paraguariensis (EAI) comercial na i) atividade antioxidante in vitro; ii) no relaxamento in vitro de aorta de ratos e; iii) na reatividade vascular ex vivo de camundongos com aterosclerose. A atividade antioxidante do EAI foi avaliada através dos ensaios de redução do NBT, degradação da desoxirribose e inibição da peroxidação lipídica. O EAI mostrou-se efetivo em todos os ensaios, de maneira dependente da sua concentração (p < 0,01). No relaxamento in vitro de aortas de ratos, previamente contraídas com fenilefrina, o EAI apresentou efeito significativo dependente da sua concentração na presença de endotélio funcional (p < 0,01). O relaxamento independente do endotélio ocorreu somente com as maiores concentrações de EAI avaliadas. Ensaios realizados com o inibidor das enzimas óxido nítrico sintases, L-NOARG, e com o substrato endógeno, L-arginina, confirmaram o envolvimento da via NO/GMPc no relaxamento dependente de endotélio induzido pelo EAI. O efeito do EAI na reatividade vascular ex vivo foi testado em camundongos "knockout" para o receptor de LDL (LDLR KO). Após 3 meses de tratamento, os camundongos do grupo HC apresentaram valores séricos de colesterol total e de LDL e VLDL significativamente elevados (p < 0,001). A administração com o EAI não modificou o perfil lipídico dos animais. O tratamento com EAI reverteu a inibição da capacidade contrátil da aorta e de inibição do relaxamento no grupo HC (p < 0,05). Em conclusão, os resultados mostraram que o EAI comercial possui atividade antioxidante e vasorelaxante in vitro, a qual foi dependente de NO endotelial. Além disso, a ingestão do EAI melhorou a reatividade vascular..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Regina Felippi - Integrante / Roza Maria Ribeiro do Vale Nicolau - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Universidade Federal de Santa Catarina - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 6 / Número de orientações: 1
1999 - 2005
Atividade antioxidante do extratode erva-mate in vitro
Descrição: Processos de estresse oxidativo estão envolvidos na etiologia ou progressão de diversos estados patológicos, como a aterosclerose. Estudos epidemiológicos têm sugerido uma importante participação dos flavonóides, e de outros compostos fenólicos, como agentes antioxidantes naturais na redução de doenças crônico-degenerativas. Neste trabalho avaliamos o efeito antioxidante do extrato aquoso de duas marcas comerciais de Ilex paraguariensis (erva mate), o qual contém compostos antioxidantes e é amplamente consumido nos países da América do Sul. Soro humano, diluído 20 ou 50 x com PBS, foi oxidado com 100 ou 200 mM de CuCl2, a 37°C por 6 ou 24 horas, na presença e na ausência de diferentes concentrações de extrato aquoso de Ilex paraguariensis O extrato aquoso de Ilex paraguariensis aumentou significativamente a fase "lag" do processo de lipoperoxidação avaliado pelos níveis de substâncias reativas ao ácido tiobarbitúrico (TBARS), durante as primeiras 6 hs (n=12). Após 24 hs de incubação o grau de inibição da lipoperoxidação foi de 86,9±6,3% (n=12). Para avaliar a capacidade antioxidante do EAI foram utilizados os ensaios de i) degradação da desoxirribose (DD) induzida pelo radical hidroxila gerado pelo sistema Fe+2-H2O2; ii) peroxidação lipídica (PL) em homogenato de fígado de rato induzida pelo peróxido de tert-butila a 37°C, por 2h e; iii) redução do "nitro blue tetrazolium" (NBT) pelo o radical superóxido, monitorada em 560 nm. A DD e os produtos da PL foram quantificados pela reação com o ácido tiobarbitúrico (TBA) em 532 nm. O EAI apresentou 16,8 ± 0,9 mg/mL de peso seco (Média ± DP; n=10) e 2,93 ± 0.27 mg/mL de fenóis O EAI inibiu todos os ensaios de oxidação de forma significativa e dependente da sua concentração, com valores médios de IC50 de 0.57 mg/mLde peso seco para a DD (n=9), 165,1 mg/mL (141,9-191,9) para a PL (n=9) e 572,0 mg/mL (464,5-704,7) para a redução do NBT (n=9). ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (2) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / Crisne Leite Mantovani - Integrante / Irene Clemes Külkamp - Integrante / Jardel Cristiano Bordignon - Integrante / Leisa Stela Valliati - Integrante / Ana Luiza Pamplona Mosimann - Integrante / Regina Felippi - Integrante.Financiador(es): Universidade Federal de Santa Catarina - Auxílio financeiro / Universidade Federal de Santa Catarina - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 4 / Número de orientações: 6
1998 - 2004
Interferência do ácido ascórbico em ensaios laboratoriais
Descrição: O ácido ascórbico (AA), quando presente em amostras biológicas, pode interferir nos ensaios laboratoriais modificando o diagnóstico clínico-laboratorial. Os objetivos desse estudo foram: i) avaliar o grau de interferência de várias doses de AA nos ensaios bioquímicos séricos e urinários que utilizam reações de óxido-redução, em amostras coletadas em diferentes períodos de tempo após a ingestão de vitamina C; ii) comparar o nível de interferência do AA em diferentes "kits" e tiras reativas para urinálise após a adição do AA; iii) verificar o tempo de oxidação do AA em amostras de soro necessário para diminuir o efeito interferente e; iv) estudar os possíveis mecanismos da interferência do AA em ensaios baseados no sistema de reação oxidase/peroxidase com 4-aminofenazona e compostos fenólicos (Trinder). Após a ingestão de 0,15 a 4 g/d de vitamina C por uma semana, os níveis séricos de AA elevaram-se significativamente provocando inibição até 12 e 24 h após a ingestão nas determinações séricas de bilirrubina total e ácido úrico, respectivamente (p<0,05). Colesterol total, glicose e creatinina não sofreram interferências, enquanto que os triglicerídeos apresentaram uma inibição 12 h após a ingestão de 4 g/d de vitamina C. Os níveis urinários de AA foram suficientemente elevados para provocar uma inibição significativa nas reações para a detecção de glicose e hemoglobina urinárias, inclusive em amostras coletadas após 48 h a ingestão. A adição ao soro de AA, em concentrações semelhantes àquelas encontradas após a suplementação vitamínica, causou interferências significativas nas reações para a determinação de ácido úrico, enquanto doses maiores de AA, encontradas após a administração endovenosa, também interferiram nas reações para triglicerídeos, colesterol, glicose e bilirrubina. A comparação dos níveis de interferência ex vivo e in vitro demonstraram que o AA parece interferir no metabolismo da bilirrubina, enquanto que para os demais analitos a interferência foi so.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (1) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / EMÍLIA REGINA SCHARF - Integrante / FLÁVIA MARTINELLO - Integrante / DANIEL MEDEIROS DE LUCA - Integrante / LEANDRO CORRADI - Integrante / TONY RICARDO MARTINS - Integrante / GRABRIELA RUZZA AMORIN - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Universidade Federal de Santa Catarina - Auxílio financeiro.
Número de produções C, T & A: 26 / Número de orientações: 6
1997 - 2002
Atividade antioxidante de flavonóides e seus metabólitos pla
Descrição: The oxidative susceptibility of plasma obtained from rats after intragastric administration of quercetin was studied to know whether or not quercetin acts as an in vivo antioxidant after metabolic conversion. Quercetin was raised in the rat blood plasma essentially as glucuronide and/or sulfate conjugates. The plasma obtained from rats after quercetin administration was more resistant against copper sulfate-induced lipid peroxidation than the control plasma on the basis of the accumulation of cholesteryl ester hydroperoxides and the consumption of alpha-tocopherol. The results strongly suggest that some conjugated metabolites of quercetin act as effective antioxidants when plasma is subject to metal ion-induced lipid peroxidation. To check whether ingestion of (-)-epicatechin (EC) affects the antioxidative defense in blood plasma, we studied the oxidizability of plasma from Wistar rats after intragastrical EC administration at 10 or 50 mg/rat. The plasma pool obtained from control or EC-administered rats was oxidized with copper sulfate or 2,2'-azobis(2-amidinopropane)dihydrochloride (AAPH). EC metabolites in plasma 1 h after EC administration contained glucuronide and glucuronide-sulfate conjugates in both the free and O-methylated form. After 6 h, the plasma concentration of total EC metabolites decreased and the remaining conjugates were mostly present as the O-methylated form. Compared to the control group, the plasma obtained from rats 1 and 6 h after EC administration was more resistant against copper sulfate-induced oxidation on the basis of cholesteryl ester hydroperoxide (CE-OOH) accumulation. Also, the consumption of alpha-tocopherol during oxidation was suppressed in the plasma obtained from EC-treated rats. The content of CE-OOH and consumption of alpha-tocopherol in the plasma from EC-administered animals was much lower than those expected from the amount of nonmetabolized EC present in the plasma. Similar results were obtained from AAPH-induced oxid.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / J TERAO - Integrante / M K PISKULA - Integrante / J H MOON - Integrante / D S P ABDALLA - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 18
1997 - 2002
Metabolismo de lipoproteínas nativas e oxidadas
Descrição: The biodistribution and removal from plasma (measured as fractional clearance rate, FCR, per hour) of native and oxidatively modified 99mtechnetium-labeled beta-very low density lipoprotein (99mTc-beta-VLDL) were investigated in hypercholesterolemic (HC) and control (C) three-month old New Zealand rabbits. The intracellular accumulation of beta-VLDL labeled with 99mTc was studied in vitro in THP-1 cells and monocyte-derived macrophages isolated from rabbits. After intravenous injection into C rabbits, copper-oxidized beta-VLDL (99mTc-ox-beta-VLDL) was cleared from the circulation faster (0.362 +/- 0.070/h) than native beta-VLDL (99mTc-nat-beta-VLDL, 0.241 +/- 0.070/h). In contrast, the FCR of 99mTc-ox-beta-VLDL in HC rabbits was lower (0.100 +/- 0.048/h) than that of 99mTc-nat-beta-VLDL (0.163 +/- 0.043/h). The hepatic uptake of radiolabeled lipoproteins was lower in HC rabbits (0.114 +/- 0.071% injected dose/g tissue for 99mTc-nat-beta-VLDL and 0.116 +/- 0.057% injected dose/g tissue for 99mTc-ox-beta-VLDL) than in C rabbits (0.301 +/- 0.113% injected dose/g tissue for 99mTc-nat-beta-VLDL and 0.305 +/- 0.149% injected dose/g tissue for 99mTc-ox-beta-VLDL). The uptake of 99mTc-nat-beta-VLDL and 99mTc-ox-beta-VLDL by atherosclerotic aorta lesions isolated from HC rabbits (99mTc-nat-beta-VLDL: 0.033 +/- 0.012% injected dose/g tissue and 99mTc-ox-beta-VLDL: 0.039 +/- 0.017% injected dose/g tissue) was higher in comparison to that of non-atherosclerotic aortas from C rabbits (99mTc-nat-beta-VLDL: 0.023 +/- 0.010% injected dose/g tissue and 99mTc-ox-beta-VLDL: 0.019 +/- 0.010% injected dose/g tissue). However, 99mTc-nat-beta-VLDL and 99mTc-ox-beta-VLDL were taken up by atherosclerotic lesions at similar rates. In vitro studies showed that both monocyte-derived macrophages isolated from rabbits and THP-1 macrophages significantly internalized more 99mTc-ox-beta-VLDL than 99mTc-nat-beta-VLDL. These results indicate that in cholesterol-fed rabbits 99mTc-ox-beta-VLDL is sl.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Edson Luiz da Silva - Coordenador / M H HIRATA - Integrante / D S P ABDALLA - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 5


Membro de corpo editorial


2010 - Atual
Periódico: Clinica Chimica Acta (Print)


Membro de comitê de assessoramento


2010 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina
2010 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe


Revisor de periódico


2006 - Atual
Periódico: Clinica Chimica Acta
2006 - Atual
Periódico: Clinical Biochemistry
2006 - Atual
Periódico: The Journal of Nutrition
2007 - Atual
Periódico: Planta Medica (Stuttgart)
2007 - Atual
Periódico: Journal of Pharmacy and Pharmacology
2006 - Atual
Periódico: Nutrition Research (New York)
2007 - Atual
Periódico: Journal of Agricultural and Food Chemistry
2010 - Atual
Periódico: Food and Chemical Toxicology
2011 - Atual
Periódico: Applied Research in Toxicology Reviewer
2007 - Atual
Periódico: BioFactors
2011 - Atual
Periódico: British Journal of Nutrition
2009 - Atual
Periódico: Food Chemistry
2012 - Atual
Periódico: Food Research International
2012 - Atual
Periódico: Industrial Crops and Products (Print)
2009 - Atual
Periódico: Journal of the American College of Nutrition (Print)
2011 - Atual
Periódico: Journal of Medicinal Food
2013 - Atual
Periódico: Journal of Medicinal Plants Research
2013 - Atual
Periódico: Journal of Nutrition Health and Aging
2009 - Atual
Periódico: Liver International (Print)
2009 - Atual
Periódico: Planta Medica
2010 - Atual
Periódico: Química Nova (Impresso)


Revisor de projeto de fomento


2012 - 2012
Agência de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina
2010 - Atual
Agência de fomento: Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe
2002 - 2007
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Análises Clínicas/Especialidade: Bioquímica Clínica.
2.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Análises Clínicas/Especialidade: Metabolismo Lipídico.
3.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Análises Clínicas/Especialidade: Aterosclerose.
4.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Análises Clínicas/Especialidade: Extresse Oxidativo.
5.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Farmácia / Subárea: Farmacognosia/Especialidade: Produtos Naturais.
6.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Nutrição / Subárea: Produtos dietéticos.


Idiomas


Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2017
Prêmio Capes de Tese - Co-orientador de Isabela Maia Toaldo - Orientador: Marilde T. Bordignon-Luiz, Capes.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

Web of Science
Total de trabalhos:22
Total de citações:265
Fator H:9
Da Silva, E. L.; Silva, E.L.  Data: 21/02/2009

SCOPUS
Total de trabalhos:18
Total de citações:310
Da Silva, E.L.; Silva, E.L.  Data: 21/02/2009

Artigos completos publicados em periódicos

1.
STIES, SABRINA WEISS2018STIES, SABRINA WEISS ; ANDREATO, LEONARDO VIDAL ; DE CARVALHO, TALES ; GONZÁLES, ANA INÊS ; ANGARTEN, VITOR GIATTE ; ULBRICH, ANDERSON ZAMPIER ; DE MARA, LOURENÇO SAMPAIO ; NETTO, ALMIR SCHMITT ; DA SILVA, EDSON LUIZ ; ANDRADE, ALEXANDRO . Influence of exercise on oxidative stress in patients with heart failure. HEART FAILURE REVIEWS, v. 23, p. 1-11, 2018.

2.
ROSINI, NILTON2018ROSINI, NILTON ; CUNHA, HELOÍSA P. ; ROSINI, RODRIGO D. ; MACHADO, MARCOS JOSÉ ; SILVA, EDSON LUIZ DA . Serum uric acid in children and adolescents. JORNAL BRASILEIRO DE PATOLOGIA E MEDICINA LABORATORIAL (IMPRESSO), v. 54, p. 1-7, 2018.

3.
TOALDO, ISABELA MAIA2016TOALDO, ISABELA MAIA ; CRUZ, F. A. ; SILVA, E. L. ; BORDIGNON-LUIZ, MARILDE T. . Acute consumption of organic and conventional tropical grape juices (V. labrusca L.) increases antioxidants in plasma and erythrocytes, but not glucose and uric acid levels in healthy individuals. Nutrition Research (New York, N.Y.), v. 36, p. 808-8017, 2016.

4.
PANZA, VILMA PEREIRA2016PANZA, VILMA PEREIRA ; DIEFENTHAELER, FERNANDO ; TAMBORINDEGUY, ALINE CAVALHEIRO ; CAMARGO, CAROLINA DE QUADROS ; DE MOURA, BRUNO MONTEIRO ; BRUNETTA, HENVER SIMIONATO ; SAKUGAWA, RAPHAEL LUIZ ; DE OLIVEIRA, MARINA VIEIRA ; PUEL, EMILIANA DE OLIVEIRA ; NUNES, EVERSON ARAÚJO ; DA SILVA, EDSON LUIZ . Effects of mate tea consumption on muscle strength and oxidative stress markers after eccentric exercise. British Journal of Nutrition, v. 115, p. 1370-1378, 2016.

5.
DA SILVA, FABIANA OURIQUE2015DA SILVA, FABIANA OURIQUE ; TRAMONTE, VERA L.C.G. ; PARISENTI, JANE ; LIMA-GARCIA, JULIANA F. ; MARASCHIN, Marcelo ; DA SILVA, EDSON L. . Litopenaeus vannamei muscle carotenoids versus astaxanthin: A comparison of antioxidant activity and in vitro protective effects against lipid peroxidation. Food Bioscience, v. 9, p. 12-19, 2015.

6.
TOALDO, ISABELA MAIA2015TOALDO, ISABELA MAIA ; CRUZ, FERNANDA ALVES ; ALVES, TATIANA DE LIMA ; DE GOIS, JEFFERSON SANTOS ; BORGES, DANIEL L.G. ; CUNHA, HELOISA PAMPLONA ; DA SILVA, EDSON LUIZ ; BORDIGNON-LUIZ, MARILDE T. . Bioactive potential of Vitis labrusca L. grape juices from the Southern Region of Brazil: Phenolic and elemental composition and effect on lipid peroxidation in healthy subjects. Food Chemistry, v. 173, p. 527-535, 2015.

7.
SCHIAVON, CECILIA C.2015SCHIAVON, CECILIA C. ; VIEIRA, FRANCILENE G.K. ; CECCATTO, VANESSA ; DE LIZ, SHEYLA ; CARDOSO, ALYNE L. ; SABEL, CRISTIANE ; GONZALEZ-CHICA, DAVID A. ; DA SILVA, EDSON L. ; GALVAN, DAISY ; CRIPPA, CARLOS G. ; DI PIETRO, PATRICIA F. . Nutrition Education Intervention for Women With Breast Cancer: Effect on Nutritional Factors and Oxidative Stress. Journal of Nutrition Education and Behavior, v. 47, p. 2-9, 2015.

8.
BREMER BOAVENTURA, BRUNNA CRISTINA2015BREMER BOAVENTURA, BRUNNA CRISTINA ; DA SILVA, EDSON LUIZ ; LIU, RUI HAI ; PRUDÊNCIO, ELANE SCHWINDEN ; DI PIETRO, PATRICIA FARIA ; BECKER, ALINE MINUZZI ; AMBONI, RENATA DIAS DE MELLO CASTANHO . Effect of yerba mate (Ilex paraguariensis A. St. Hil.) infusion obtained by freeze concentration technology on antioxidant status of healthy individuals. Lebensmittel-Wissenschaft + Technologie / Food Science + Technology, v. 62, p. 948-954, 2015.

9.
Rosini N.2015Rosini N. ; MOURA, S. A. Z. O. ; ROSINI, R. D. ; Machado M.J. ; DA SILVA, E.L. . Metabolic Syndrome and Importance of Associated Variables in Children and Adolescents in Guabiruba - SC, Brazil. Arquivos Brasileiros de Cardiologia (Impresso), p. 37-44, 2015.

10.
PANZA, Vilma Simões Pereira2015PANZA, Vilma Simões Pereira ; DIEFENTHAELER, F. ; DA SILVA, E.L. . Benefits of dietary phytochemical supplementation on eccentric exercise-induced muscle damage: is including antioxidants enough?. Nutrition (Burbank, Los Angeles County, Calif.), v. 31, p. 1072-1082, 2015.

11.
BOAVENTURA, BRUNNA CRISTINA BREMER2015BOAVENTURA, BRUNNA CRISTINA BREMER ; AMBONI, RENATA DIAS DE MELLO CASTANHO ; DA SILVA, EDSON LUIZ ; PRUDENCIO, ELANE SCHWINDEN ; DI PIETRO, PATRICIA FARIA ; MALTA, LUCIANA GOMES ; POLINATI, RENATA MADUREIRA ; LIU, RUI HAI . Effect of in vitro digestion of yerba mate (Ilex paraguariensis A. St. Hil.) extract on the cellular antioxidant activity, antiproliferative activity and cytotoxicity toward HepG2 cells. Food Research International, v. 77, p. 257-263, 2015.

12.
CASAGRANDE, F. S.2015CASAGRANDE, F. S. ; ANGARTEN, V. G. ; ULBRICH, A. Z. ; MARANHÃO, R. C. ; CARVALHO, T. ; SILVA, E. L. . Omega-3 Fatty Acids Improve Lipid Metabolism and Inflammatory Markers in Patients with Heart Failure Undergoing Exercise Training. International Journal of Food and Nutritional Science, v. 4, p. 29-35, 2015.

13.
Cardoso, A.L.2015Cardoso, A.L. ; Di Pietro, Patrícia Faria ; Vieira, F.G.K. ; Boaventura, B.C.B. ; Liz, S. ; Borges, G.S.C. ; Fett, R. ; ANDRADE, D. F. ; SILVA, E. L. . Acute consumption of juçara juice (Euterpe edulis) and antioxidant activity in healthy individuals. Journal of Functional Foods, v. 17, p. 152-162, 2015.

14.
Rosini N.2014Rosini N. ; BRUNS, E. C. V. ; CAMILLO, G. D. ; ROSINI, R. D. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . Multiplicidade de fatores de risco cardiovascular em crianças e adolescentes de Guabiruba-SC, Brasil. Revista de Saúde Pública de Santa Catarina, v. 7, p. 33-45, 2014.

15.
ROSINI, N.2014ROSINI, N. ; ROSINI, R. D. ; BRUNS, E. C. V. ; CAMILLO, G. D. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . Jogos recreativos melhoram os fatores de risco cardiovascular em crianças e adolescentes com dislipidemia e obesidade abdominal: um estudo piloto. Revista Brasileira de Atividade Física e Saúde, v. 19, p. 121-132, 2014.

16.
Galvan, D.2013Galvan, D. ; Di Pietro, Patrícia Faria ; Vieira, F.G.K. ; Ambrosi, C. ; Cesa, C. ; Cardoso, A.L. ; Cavalcante, L. S. ; Crippa, C.G. ; SILVA, E. L. . Increased body weight and blood oxidative stress in breast cancer patients after adjuvant chemotherapy. The Breast Journal, v. 19, p. 555-557, 2013.

17.
Rosini N.2013Rosini N. ; Machado M.J. ; WEBSTER, I. Z. ; MOURA, S. A. Z. O. ; Cavalcante, L. S. ; DA SILVA, E.L. . Simultaneous prediction of hyperglycemia and dyslipidemia in school children in Santa Catarina State, Brazil based on waist circumference measurement. Clinical Biochemistry, p. 1837-1841, 2013.

18.
BOAVENTURA, BRUNNA CRISTINA BREMER2013BOAVENTURA, BRUNNA CRISTINA BREMER ; DI PIETRO, PATRICIA FARIA ; KLEIN, GRAZIELA ALESSANDRA ; STEFANUTO, ALINY ; DE MORAIS, ELAYNE CRISTINA ; DE ANDRADE, FERNANDA ; WAZLAWIK, Elisabeth ; DA SILVA, EDSON LUIZ . Antioxidant potential of mate tea (Ilex paraguariensis) in type 2 diabetic mellitus and pre-diabetic individuals. Journal of Functional Foods, v. 5, p. 1057-1064, 2013.

19.
Andrade F.2012Andrade F. ; Albuquerque CAC ; MARASCHIN, Marcelo ; SILVA, E. L. . Safety assessment of yerba mate (Ilex paraguariensis) dried extract: results of acute and 90 days subchronic toxicity studies in rats and rabbits. Food and Chemical Toxicology, v. 50, p. 328-334, 2012.

20.
Boaventura, B.C.B.2012Boaventura, B.C.B. ; Di Pietro, Patrícia Faria ; Stefanuto A. ; Klein, G.A. ; Morais, E.C. ; Andrade F. ; WAZLAWIK, Elisabeth ; SILVA, E. L. . Association of mate tea (Ilex paraguariensis) intake and dietary intervention on oxidative stress biomarkers of dyslipidemic subjects. Nutrition (Burbank, Los Angeles County, Calif.), v. 28, p. 657-664, 2012.

21.
Vieira, F.G.K.2012Vieira, F.G.K. ; Di Pietro, Patrícia Faria ; SILVA, E. L. ; Borges, G.S.C. ; Nunes, E.C. ; Fett, R. . Improvement of serum antioxidant status in humans after the acute intake of apple juices. Nutrition Research, v. 32, p. 229-232, 2012.

22.
Cavalcante, L. S.2012Cavalcante, L. S. ; SILVA, E. L. . Application of a modifi ed precipitation method for the measurement of small dense LDL-cholesterol (sd-LDL-C) in a population in southern Brazil. Clinical Chemistry and Laboratory Medicine, v. 50, p. 1649-1656, 2012.

23.
Fernandes, E. S.2012Fernandes, E. S. ; Machado, M. O. ; Becker AM ; Andrade F. ; MARASCHIN, Marcelo ; SILVA, E. L. . Yerba mate (Ilex paraguariensis) enhances the gene modulation and activity of paraoxonase-2: In vitro and in vivo studies. Nutrition (Burbank, Los Angeles County, Calif.), v. 28, p. 1157-1164, 2012.

24.
Pereira D. F.2012Pereira D. F. ; Kappel V. D. ; Cazarolli L. H. ; Boligon A. A. ; Athayde M. L. ; SILVA, E. L. ; Silva F. R. M. B. . Influence of the traditional Brazilian drink Ilex paraguariensis tea on glucose homeostasis. Phytomedicine (Stuttgart), v. 19, p. 868-877, 2012.

25.
MINATTI, J.2012MINATTI, J. ; WAZLAWIK, Elisabeth ; HORT, M. ; ZALESKI, F. ; VALE, Rosa Maria Ribeiro Do ; MARASCHIN, Marcelo ; SILVA, E. L. . Green Tea Extract Reverses Endothelial Dysfunction and Reduces Atherosclerosis Progression in LDLr -/- Knockout Mice. Nutrition Research, v. 32, p. 684-693, 2012.

26.
MORAES, A. J. P.2012MORAES, A. J. P. ; ORNELLAS, F. H. ; GONÇALVES, M. A. ; Becker AM ; Cavalcante, L. S. ; CASAGRANDE, F. S. ; SILVA, E. L. ; MARTINS, W. F. ; SCHVEITZER, V. ; PINHO, R. A. ; BENETTI, M. . Efeito agudo de NAC sobre marcadores de dano tecidual em atletas de voleibol. Revista Brasileira de Prescrição e Fisiologia do Exercício, v. 6, p. 85-89, 2012.

27.
Teófilo, J.S.C.2011Teófilo, J.S.C. ; Bernardo, G.L. ; SILVA, E. L. ; Proença, R.P.C. . Aquecimento de vinho tinto e suco de uva utilizados em preparações culinárias não afeta a capacidade antioxidante e o teor de fenóis totais. Revista de Nutrição da PUCCAMP (Cessou em 1997. Cont. ISSN 1415-5273 Revista de Nutrição (Impresso)), v. 24, p. 154-159, 2011.

28.
Vieira, F.G.K.2011Vieira, F.G.K. ; Di Pietro, Patrícia Faria ; Boaventura, B.C.B. ; Ambrosi, C. ; Rockenbach, G. ; Fausto, M.A. ; Crippa, C.G. ; SILVA, E. L. . Factors associated with oxidative stress in women with breast cancer. Nutrición Hospitalaria, v. 26, p. 528-536, 2011.

29.
Rockenbach, G.2011Rockenbach, G. ; Di Pietro, Patrícia Faria ; Ambrosi, C. ; Boaventura, B.C.B. ; Vieira, F.G.K. ; Crippa, C.G. ; SILVA, E. L. ; Fausto, M.A. . Dietary intake and oxidative stress in breast cancer: before and after treatments. Nutrición Hospitalaria, v. 26, p. 737-744, 2011.

30.
Klein, G.A.2011Klein, G.A. ; Stefanuto A. ; Boaventura, B.C.B. ; Morais, E.C. ; Cavalcante, L. S. ; Andrade F. ; WASLAWIK, E. ; Di Pietro, Patrícia Faria ; MARASCHIN, Marcelo ; SILVA, E. L. . Mate tea (Ilex paraguariensis) improves glycemic and lipid profiles of type 2 diabetes and pre-diabetes individuals: A pilot study. Journal of the American College of Nutrition (Print), v. 30, p. 320-332, 2011.

31.
Straliotto M.R.2010Straliotto M.R. ; Mancini G. ; Oliveira J. ; Nazari E.M. ; Dafre A. ; Ortiz S. ; SILVA, E. L. ; FARINA, M. ; ROCHA, J.B.T. ; de BEM, A.F. . Acute exposure of rabbits to diphenyl diselenide: a toxicological evaluation. JAT. Journal of Applied Toxicology, v. 30, p. 761-768, 2010.

32.
de BEM, A.F.2009de BEM, A.F. ; PORTELLA, R.L. ; COLPO, E. ; FREDIANE, A. ; DUARTE, M. ; NOGUEIRA, C.W. ; FARINA, M. ; SILVA, E. L. ; ROCHA, J.B.T. . Diphenyl diselenide decreases serum levels of total cholesterol and tissue oxidative stress in cholesterol-fed rabbits. Basic & Clinical Pharmacology & Toxicology (Print), v. 105, p. 17-23, 2009.

33.
Morais, E.C.2009 Morais, E.C. ; Stefanuto A. ; Klein, G.A. ; Boaventura, B.C.B. ; Andrade F. ; WAZLAWIK, Elisabeth ; Di Pietro, Patrícia Faria ; MARASCHIN, Marcelo ; SILVA, E. L. . Consumption of yerba mate (Ilex paraguariensis) improves serum lipid parameters in healthy dyslipidemic subjects and provides an additional LDL-cholesterol reduction in individuals on statin therapy. Journal of Agricultural and Food Chemistry, v. 57, p. 8316-8324, 2009.

34.
DASILVA, E2008 DASILVA, E ; NEIVA, T ; SHIRAI, M ; TERAO, J ; ABDALLA, D ; SILVA, E. L. . Acute ingestion of yerba mate infusion (Ilex paraguariensis) inhibits plasma and lipoprotein oxidation. Food Research International, v. 41, p. 973-979, 2008.

35.
PANZA, V2008PANZA, V ; WAZLAWIK, E ; RICARDOSCHUTZ, G ; COMIN, L ; HECHT, K ; SILVA, E. L. . Consumption of green tea favorably affects oxidative stress markers in weight-trained men. Nutrition, v. 24, p. 433-442, 2008.

36.
MARTINELLO, F2006MARTINELLO, F ; DASILVA, E . Ascorbic acid interference in the measurement of serum biochemical parameters: In vivo and in vitro studies. Clinical Biochemistry, Montreal - Canadá, v. 39, p. 396-403, 2006.

37.
MOSIMANN, Ana Luiza Pamplona2006 MOSIMANN, Ana Luiza Pamplona ; WILHELM FILHO, Danilo ; SILVA, E. L. . Aqueous extract of Ilex paraguariensis attenuates the progression of atherosclerosis in cholesterol-fed rabbits. BioFactors (Oxford), Tóquio - Japão, v. 26, p. 59-70, 2006.

38.
MARTINELLO, F2006 MARTINELLO, F ; SILVA, E. L. . Mechanism of ascorbic acid interference in biochemical tests that use peroxide and peroxidase to generate chromophore. Clinica Chimica Acta, San Francisco, v. 373, p. 108-116, 2006.

39.
Kamada, Chiemi2005 Kamada, Chiemi ; da Silva, Edson L. ; Ohnishi-Kameyama, Mayumi ; Moon, Jae-Hak ; TERAO, Junji ; DASILVA, E . Attenuation of lipid peroxidation and hyperlipidemia by quercetin glucoside in the aorta of high cholesterol-fed rabbit. Free Radical Research, London, v. 39, n.2, p. 185-194, 2005.

40.
MARTINELLO, Flávia2004MARTINELLO, Flávia ; SILVA, E. L. . Mecanismo de interferência do ácido ascórbico em ensaios bioquímicos baseados no sistema oxidase/peroxidase (reação de Trinder). Revista Brasileira de Análises Clínicas, Rio de Janeiro, RJ, v. 36, n.4, p. 217-223, 2004.

41.
MARTINELLO, Flávia2003MARTINELLO, Flávia ; SILVA, E. L. . Interferência do ácido ascórbico nas determinações de parâmetros bioquímicos séricos: estudos in vivo e in vitro. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial, Rio de Janeiro, RJ, v. 39, p. 357-368, 2003.

42.
RONSEIN, G. E.2003RONSEIN, G. E. ; DUTRA, L. ; SILVA, E. L. ; MARTINELLO, Flávia ; HERMES, E. M. ; BALEN, G. ; JORGE, S. ; WALTRICK, C. D. A. A. ; SILVA, C. S. M. ; SANTOS, B. M. ; LEAL, V. ; QUERROZ, R. U. ; CANTOS, G. A. . Influência do estresse nos níveis sanguineos de lipídeos, de ácido ascórbico, de zinco e de outros parâmetros bioquímicos. Revista Brasileira de Análises Clínicas, Rio de Janeiro, RJ, v. 35, n.1, p. 19-25, 2003.

43.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA2001SILVA, E. L.; MENEGHETTI, J. C. ; COELHO, I. J. C. ; ABDALLA, Dulcinéia S P . Peroxynitrite-modified [99m-Tc]-b-VLDL: Tissue distribution and plasma clearance rate. Free Radical Biology And Medicine, Nova Iorque, EUA, v. 31, n.4, p. 440-449, 2001.

44.
PINTO, L. B.2001PINTO, L. B. ; WAJNGARTEN, M. ; SILVA, E. L. ; VINAGRE, C. C. ; MARANHÃO, R. C. . Plasma kinetics of a cholesterol-rich emulsion in young, middle-aged, and elderly subjects.. Lipids, Nova Iorque, v. 36, n.12, p. 1307-1311, 2001.

45.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA2000SILVA, E. L.; MARTINELLO, Flávia ; SCHARF, E. R. ; LUCA, D. M. ; AMORIN, G. R. ; CORRADI, L. ; MARTINS, T. R. . Avaliação da interferência do ácido ascórbico nas reações para a detecção de glicose e hemoglobina urinárias. Revista Brasileira de Análises Clínicas, Rio de Janeiro, Brasil, v. 32, n.1, p. 15-20, 2000.

46.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA2000SILVA, E. L.; ABDALLA, D. S. P. ; TERAO, J. . Inhibitory effect of flavonoids on low-density lipoprotein peroxidation catalyzed by mammalian 15-lipoxygenase. Life International Union Of Biochemistry And Molecular Biology, Los Angeles, CA, USA, v. 49, n.4, p. 289-295, 2000.

47.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA1999SILVA, E. L.; MARANHAO, R. C. ; CURI, R. ; FERNANDES, R. C. ; HIRATA, R. D. C. ; HIRATA, M. H. . Plasma clearance and tissue uptake of chylomicron-like emulsion in Walker-256 tumor-bearing rats.. CANCER RESEARCH THERAPY AND CONTROL, USA, v. 7, p. 273-279, 1999.

48.
TREITINGER, A.1999TREITINGER, A. ; SPADA, C. ; SILVA, E. L. ; MIRANDA, A. F. B. ; OLIVEIRA, O. V. ; SILVEIRA, M. V. S. ; VERDI, J. C. ; ABDALLA, D. S. P. . PREVALENCE OF SEROLOGIC MARKERS OF HBV AND HCV INFECTION IN HIV-1 SEROPOSITIVE PATIENTS IN FLORIANOPOLIS, BRAZIL.. BRAZILIAN JOURNAL OF INFECTION DISEASE, São Paulo, SP, v. 3, n.1, p. 1-5, 1999.

49.
TREITINGER, A.1999TREITINGER, A. ; SPADA, C. ; BETTEGA, J. M. P. R. ; VIEIRA, M. L. ; LIMA, K. C. ; SILVA, E. L. . Avaliação de tiras reativas utilizadas na análise de urina para os paramêtros proteínas, glicose e hemácias. Laes & Haes, Brasil, v. 114, p. 154-168, 1999.

50.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA1999SILVA, E. L.; SHARF, E. R. ; MARTINELLO, Flávia ; LUCA, D. M. ; AMORIN, G. R. ; CORRADI, L. ; MARTINS, T. R. . Efeito interferente do ácido ascórbico nas determinações de parâmetros bioquímicos séricos. Revista Brasileira de Análises Clínicas, Rio de Janeiro, Brasil, v. 31, n.3, p. 111-115, 1999.

51.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA1998SILVA, E. L.; PISKULA, M. ; TERAO, J. . ENHANCEMENT OF ANTIOXIDATIVE ABILITY OF RAT PLASMA BY ORAL ADMINISTRATION OF (-)-EPICATECHIN. FREE RADICAL BIOLOGY AND MEDICINE, USA, v. 24, n.7/8, p. 1209-1216, 1998.

52.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA1998SILVA, E. L.; PISKULA, M. K. ; MOON, J. ; TERAO, J. . QUERCETIN METABOLITES INHIBIT COPPER ION-INDUCED LIPID PEROXIDATION IN RAT PLASMA.. FEBS LETTER, London, v. 430, p. 405-408, 1998.

53.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA1998SILVA, E. L.; ABDALLA, D. S. P. . INCREASED METABOLISM OF PEROXYNITRITE-MODIFIED 125I-B-VLDL BY MONOCYTE FROM HYPERCHOLESTEROLEMIC RABBITS.. BIOCHEMISTRY AND MOLECULAR BIOLOGY INTERNATIONAL, Sidney, v. 46, n.02, p. 343-353, 1998.

54.
TERAO, Junji1998TERAO, Junji ; SILVA, E. L. ; PISKULA, M. K. ; YAMAMOTO, N. ; MOON, Jae Hake . Absorption and metabolism of dietary flavonoids and their mechanism of antioxidants activity.. Free Radicals In Clinical Medicine, Tokushima, Japão, v. 13, p. 85-89, 1998.

55.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA1998SILVA, E. L.; TERAO, J. . INHIBITION OF MAMMALIAN 15-LIPOXYGENASE-DEPENDENT LDL LIPID PEROXIDATION BY QUERCETIN AND QUERCETIN-MONOGLUCOSIDES. ARCHIVES OF BIOCHEMISTRY AND BIOPHYSICS, v. 349, n.02, p. 313-320, 1998.

56.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA1997SILVA, E. L.; MENEGHETTI, J. C. ; COELHO, I. J. C. ; ABDALLA, D. S. P. . PLASMA CLEARANCE AND DISTRIBUTION OF OXIDATIVELY MODIFIED 99MTC-B- VLDL IN RABBITS. BRAZILIAN JOURNAL OF MEDICAL AND BIOLOGICAL RESEARCH, Ribeirão Preto, SP, v. 30, p. 705-717, 1997.

57.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA1995SILVA, E. L.; CHANG, Y. H. ; MORIEL, P. ; MIARA, J. ; BARBOSA, D. S. ; ARAUJO, F. B. ; ABDALLA, D. S. P. . LIPOPROTEIN OXIDATION: IMPLICATION TO ATHEROGENSESIS. JOURNAL OF THE BRAZILIAN ASSOCIATION FOR THE ADVANCEMENT OF SCIENCE, v. 47, n.5/6, p. 376-384, 1995.

58.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA1995SILVA, E. L.; MORIEL, P. ; CHANG, Y. H. ; ABDALLA, D. S. P. . PLASMA ANTIOXIDANT ENZYMES AND OXIDIZED LIPOPROTEINS IN HYPERCHOLESTEROLEMIC RABBITS. BIOCHEMISTRY AND MOLECULAR BIOLOGY INTERNATIONAL, Sidney, v. 36, p. 679-687, 1995.

59.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA1994SILVA, E. L.; MARANHAO, R. C. ; CURI, R. ; FERNANDES, L. C. ; GUIMARAES, A. R. P. H. R. D. C. ; HIRATA, M. H. . METABOLISM OF A CHYLOMICRON-LIKE EMULSION IN RATS WITH WALKER-256 TUMOR, INFLUENCE OF A POLYUNSATURATED (N-6) COMPARED WITH A SATURATEDFATTY ACID RICH-DIET. JOURNAL OF THE AMERICAN COLLEGE OF NUTRITION, v. 13, n.4, p. 376-382, 1994.

60.
MARANHAO, R. C.1994MARANHAO, R. C. ; GARICOCHEA, B. ; SILVA, E. L. ; LLACER, P. D. ; CADENA, S. M. S. ; COELHO, I. J. C. ; MENEGHETTI, J. C. ; PILEGGI, F. ; CHAMONE, D. A. F. . PLASMA KINETICS AND BIODISTRIBUTION OF A LIPID EMULSION RESEMBLING LOW DENSITY LIPOPROTEIN IN PATIENTS WITH ACUTE LEUKEMIA. CANCER RESEARCH, v. 54, p. 4660-4666, 1994.

61.
MARANHAO, R. C.1992MARANHAO, R. C. ; GARICOCHEA, B. ; SILVA, E. L. ; LLACER, P. D. ; PILEGGI, F. J. C. ; CHAMONE, D. A. F. . INCREASE PLASMA REMOVAL OF MICROEMULSIONS RESEMBLER THE LIPID PHASE OF LOW-DENSITY LIPOPROTEINS (LDL) IN PATIENTS WITH ACUTE MIELOYD LEUKEMIA. BRAZILIAN JOURNAL OF MEDICAL AND BIOLOGICAL RESEARCH, Ribeirão Preto, SP, v. 25, n.10, p. 1003-1007, 1992.

62.
LEONART, M. S. S.1990LEONART, M. S. S. ; SILVA, E. L. ; STINGHEN, S. T. ; FORTES, V. A. ; J, N. . QUALITY CONTROL IN HEMATOLOGY STUDIES ON PRESERVATION OF RED BLOOD CELLS. ARQUIVOS DE BIOLOGIA E TECNOLOGIA, Curitiba, Pr, v. 33, p. 831-833, 1990.

63.
LEONART, M. S. S.1989LEONART, M. S. S. ; SILVA, E. L. ; STINGHEN, S. T. ; NASCIMENTO, A. J. . AMOSTRA PARA CONTROLE DE QUALIDADE DO ERITROGRAMA ESTAVEL POR 100 DIAS. REVISTA BRASILEIRA DE ANALISES CLINICAS, Rio de Janeiro, RJ, v. 21, p. 111-113, 1989.

64.
LEONART, M. S. S.1988LEONART, M. S. S. ; SILVA, E. L. ; SANTOS, A. M. W. ; SCARTEZINI, M. ; NASCIMENTO, A. J. . ESTUDOS SOBRE A PRESERVACAO DE ERITROCITOS, III. REMOCAO DOS LEUCOCITOS. REVISTA BRASILEIRA DE ANALISES CLINICAS, Rio de Janeiro, RJ, v. 20, n.2, p. 53-56, 1988.

Capítulos de livros publicados
1.
SILVA, E. L.; WILHELM FILHO, Danilo ; BOVERIS, A. . Flavonóides antioxidantes de plantas medicinais e alimentos: Importância e perspectivas terapêuticas. In: Rosendo Augusto Yunes; João Batista Calixto. (Org.). Plantas Medicinais sob a Ótica da Química Medicinal Moderna. 1ed.Chapecó, SC: Argos - Editora Universitária, 2001, v. 01, p. 317-334.

2.
PISKULA, M. ; SILVA, E. L. ; TERAO, J. . Antioxidative activity of (-)-epicatechin in rat plasma: intragastric administration and its metabolites. In: Fereidoon Shahidi; Chi-Tang Ho. (Org.). Phytochemicals and Phytopharmaceuticals. Champaign, USA: AOCS PRESS, 2000, v. 18, p. 202-213.

3.
TERAO, Junji ; SILVA, E. L. ; ARAI, H. ; MOON, Jae Hake ; PISKULA, M. . Inhibitory effect of flavonoids on lipoxygenase-dependent lipid peroxidation of human plasma lipoproteins. In: Takayuki Shibamoto; Junji Terao; Toshihiko Osawa. (Org.). Functional Food for Disease Prevention I - Fruits, Vegetables and teas. California, USA: Oxford University Press, 1998, v. 1, p. 172-177.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
SILVA, E. L.. Nossa tradução do chá verde. Revista Bons Fluidos, São Paulo, , v. 86, p. 64 - 67, 01 jun. 2006.

2.
SILVA, E. L.. Chá Verde - A bebida de ontem, de hoje e de amanhã. Saúde! É vital, São Paulo - SP, , v. 267, p. 20 - 23, 01 dez. 2005.

3.
SILVA, E. L.. Entrevista Erva-Mate: Ambiente Brasil http://www.ambientebrasil.com.br/noticias/index.php3?action=ler&id=20463. Ambiente Brasil (www.ambientebrasil.com.br), São Paulo -SP, 21 ago. 2005.

4.
SILVA, E. L.. Chimarrão para o coração, chê!. Saúde! É vital, São Paulo - SP, , v. 262, p. 12 - 12, 01 jun. 2005.

5.
SILVA, E. L.. Chimarrão. Viva Saúde, São Paulo, , v. 13, p. 76 - 76, 16 maio 2005.

6.
SILVA, E. L.. Chimarrão cura churrasco. Ícaro Brasil, São Paulo - SP, , v. 249, p. 10 - 10, 01 maio 2005.

7.
SILVA, E. L.. Chimarrão para o coração. Isto É, São Paulo, , v. 1825, p. 26 - 26, 13 abr. 2005.

8.
SILVA, E. L.. Chimarrão reduz risco de aterosclerose, diz estudo da USP http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u13162.shtml. Folha Online http://www1.folha.uol.com.br/folha/ciencia/ult306u13162.shtm, 01 abr. 2005.

9.
SILVA, E. L.. Chimarrão reduz risco de aterosclerose, diz estudo da USP. Farmácia On-Line http://www.farmacia.med.br/farmacia/noticia.asp?cod=1525, 01 abr. 2005.

10.
SILVA, E. L.. USP: Chimarrão reduz risco de aterosclerose. Cruzeiro Net http://www.cruzeironet.com.br/run/37/165972.shl, 01 abr. 2005.

11.
SILVA, E. L.. Chimarrão reduz risco de aterosclerose, diz estudo da USP. Brasil On Line - http://noticias.bol.com.br/saude/2005/04/01/ult306u13162.jhtm, 01 abr. 2005.

12.
SILVA, E. L.. Erva-mate apresenta potencial preventivo e curador da aterosclerose http://www.usp.br/agen/repgs/2005/pags/059.htm. Agência USP de Notícias http://www.usp.br/agen/repgs/2005/pags/059.htm, 31 mar. 2005.

13.
SILVA, E. L.. USP: Chimarrão reduz risco de aterosclerose. Governo do Estado de São Paulo http://www.saopaulo.sp.gov.br/sis/lenoticia.asp?id=62617, 31 mar. 2005.

14.
SILVA, E. L.. USP: chimarrão reduz risco de aterosclerose. Página Rural http://www.paginarural.com.br/noticias_detalhes.asp?subcategoriaid=13&id=28364, 31 mar. 2005.

15.
SILVA, E. L.. Combate à aterosclerose. UFSC - Jornal Universitário, Florianópolis - SC, , v. 372, p. 8 - 8.

16.
PANZA, Vilma Simões Pereira ; WAZLAWIK, Elisabeth ; SILVA, E. L. . Fitoquímicos Antioxidantes no Esporte. Nutrição Saúde & Performance, São Paulo-SP, p. 25 - 29.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
CUNHA, H. P. ; ROSINI, N. ; CAETANO, R. ; OLIVEIRA, M. V. ; OPPERMANN-MOURA, S. A. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . Metabolic syndrome in children and adolescents from a semirural city in southern Brazil. In: 21th IFCC-EFLM European Congress of Clinical Chemistry and Laboratory Medicine (EUROMEDLAB Paris 2015), 2015, Paris, France. Clinical Chemistry and Laboratory Medicine, 2015. v. 53. p. S1387-S1387.

2.
TERAO, Junji ; KAMADA, C. ; KAMEYAMA, M. ; MOON, Jae Hake ; SILVA, E. L. . Antioxidative effect of dietary flavonoid quercetin in rabbit aorta. In: XII Biennial Meeting of the Society for Free Radical Research International, 2004, Buenos Aires. International Proceedings of the Biennial Meeting of the Society for Free Radical Research. Bologna, Italy: Monduzzi Editore, 2004. v. 12. p. 49-54.

3.
TERAO, J. ; SILVA, E. L. ; PISKULA, M. K. ; ARAI, H. ; MOON, J. H. . INHIBITORY EFFECT OF FLAVONOIDS ON LIPOXYGENASE-DEPENDENT LIPID PEROXIDATION OF HUMAN PLASMA LIPOPROTEINS.. In: 213 AMERICAN CHEMICAL SOCIETY NATIONAL MEETING, 1997, SAN FRANCISCO, CA, USA, 1997.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
Di Pietro, Patrícia Faria ; Cardoso, A.L. ; Liz, S. ; FARAH, A. C. A. ; Vieira, F.G.K. ; VENSKE, D. K. R. ; SILVA, E. L. ; ASSIS, M. A. A. . Antioxidant Effect of Açaí and Juçara Juice on Healthy Subjects. In: Experimental Biology - EB 2017, 2017, Chicago-EUA. FASEB Journal, 2017. v. 31. p. 974.15-974.15.

2.
CUNHA, H. P. ; CAETANO, R. ; ROSINI, N. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . Aumento dos fatores pró-aterogênicos, LDL pequena e densa e resistência à insulina, em crianças e adolescentes com sobrepeso, obesidade geral ou obesidade abdominal. In: 50 Congresso Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2016, Rio de Janeiro-RJ. Jornal Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2016. v. 52. p. 41-41.

3.
CUNHA, H. P. ; ROSINI, N. ; CAETANO, R. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . Avaliação da pressão arterial e sua associação com sobrepeso e obesidade em crianças e adolescentes de uma cidade do sul do Brasil. In: 50 Congresso Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2016, Rio de Janeiro-RJ. Jornal Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2015. v. 52. p. 41-41.

4.
CUNHA, H. P. ; OLIVEIRA, M. V. ; ROSINI, N. ; CAETANO, R. ; SILVA, E. L. . Associação entre LDL pequena e densa, índice aterogênico e resistência à insulina em crianças e adolescentes. In: 50 Congresso Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2016, Rio de Janeiro-RJ. Jornal Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2016. v. 52. p. 41-42.

5.
CUNHA, H. P. ; CAMPOS, E. ; ROCHA, S. G. ; SINCERO, T. C. M. ; SILVA, E. L. . Aterosclerose em paciente com hipercolesterolemia familiar: relato de caso. In: 50 Congresso Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2016, Rio de Janeiro-RJ. Jornal Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2016. v. 52. p. 44-44.

6.
PANZA, V. S. P. ; DIEFENTHAELER, F. ; BRUNETTA, H. S. ; OLIVEIRA, M. V. ; SILVA, E. L. . Marcadores sanguíneos do dano muscular e da inflamação após o exercício: uma análise de cluster. In: 50 Congresso Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2016, Rio de Janeiro-RJ. Jornal Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2016. v. 52. p. 40-40.

7.
BRUNETTA, H. S. ; PANZA, V. S. P. ; CAMARGO, C. Q. ; BARBOSA, A. M. ; CHAGAS, T. R. ; ROHENKOHL, C. C. ; SAKUGAWA, R. L. ; MOURA, B. M. ; PUEL, E. O. ; OLIVEIRA, M. V. ; DIEFENTHAELER, F. ; SILVA, E. L. ; NUNES, E. A. . Recuperação da força muscular após dano induzido por exercício excêntrico em voluntários está associada com atividade da catalase e aumento da peroxidação lipídica. In: V Encontro Científico do Programa Multicêntrico de Pós-Graduação em Ciências Fisiológicas, 2015, Diamantina. CD-ROM, 2015. v. 6. p. 1-100.

8.
CUNHA, H. P. ; CAETANO, R. ; OLIVEIRA, M. V. ; Rosini N. ; OPPERMANN-MOURA, S. A. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . Effectiveness of lifestyle intervention in reducing cardiometabolic risk factors in students with dyslipidemia or abdominal obesity. In: 21th IFCC-EFLM European Congress of Clinical Chemistry and Laboratory Medicine (EUROMEDLAB Paris 2015), 2015, Paris-France. Clinical Chemistry and Laboratory Medicine, 2015. v. 53. p. S310-S310.

9.
CUNHA, H. P. ; ROSINI, N. ; CAETANO, R. ; OLIVEIRA, M. V. ; OPPERMANN-MOURA, S. A. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . Assessment of cardiometabolic risk factors in children and adolescents from Botuverá-SC, southern Brazil. In: 21th IFCC-EFLM European Congress of Clinical Chemistry and Laboratory Medicine (EUROMEDLAB Paris 2015), 2015, Paris, France. Clinical Chemistry and Laboratory Medicine, 2015. v. 53. p. S311-S311.

10.
CUNHA, H. P. ; ROSINI, N. ; CAETANO, R. ; OLIVEIRA, M. V. ; OPPERMANN-MOURA, S. A. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . Increased cardiometabolic risk factors in overweight, obese and abdominally obese children and adolescents or abdominal obesity. In: 21th IFCC-EFLM European Congress of Clinical Chemistry and Laboratory Medicine (EUROMEDLAB Paris 2015), 2015, Paris, France. Clinical Chmelistry and Laboratory Medicine, 2015. v. 53. p. S1386-S1386.

11.
CUNHA, H. P. ; ROSINI, N. ; CAETANO, R. ; OLIVEIRA, M. V. ; OPPERMANN-MOURA, S. A. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . Increased levels and prevalence of small dense LDL particles and insulin resistance in overweight, obese and abdominally obese children and adolescents. In: 21th IFCC-EFLM European Congress of Clinical Chemistry and Laboratory Medicine (EUROMEDLAB Paris 2015), 2015, Paris, France. Clinical Chemistry and Laboratory Medicine, 2015. v. 53. p. S1390-S1390.

12.
Rosini N. ; MOURA, S. A. Z. O. ; ROSINI, R. D. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . Hiperuricemia como fator de predisposição à dislipidemia em crianças e adolescentes. In: 49o Congresso Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2015, Fortaleza-CE. Jornal Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2015. v. 51. p. 40-40.

13.
Rosini N. ; MOURA, S. A. Z. O. ; ROSINI, R. D. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. ; Xavier H.T. . Influência das variáveis diagnósticas no desenvolvimento e prevalência da síndrome metabólica em crianças: Estudo transversal avaliando 1011 alunos de escolas públicas entre 6 e 14 anos de idade. In: XXXV Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo, 2014, São Paulo-SP. Revista da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo - Suplemento Especial, 2014. v. 24. p. 117-117.

14.
CUNHA, H. P. ; OLIVEIRA, M. V. ; ROSINI, N. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . Prevalência de fatores de risco cardiometabólicos em crianças e adolescentes. In: 48 Congresso Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2014, Rio de Janeiro-RJ. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial, 2014. v. 50. p. 47-47.

15.
CUNHA, H. P. ; OLIVEIRA, M. V. ; ROSINI, N. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . Atividade física e orientação nutricional melhoram os fatores de risco cardiometabólicos em crianças e adolescentes com dislipidemias e obesidade abdominal. In: 48 Congresso Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2014, Rio de Janeiro-RJ. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial, 2014. v. 50. p. 48-48.

16.
ROSINI, N. ; ZANCANARO, S. ; ROSINI, R. D. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. ; Xavier H.T. . Influência das variáveis diagnósticas no desenvolvimento e prevalência da síndrome metabólica em crianças: Estudo transversal avaliando 1011 alunos de escolas públicas entre 6 e 14 anos de idade. In: XXXV Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo, 2014, São Paulo-SP. Revista da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo, 2014. v. 24. p. 117-117.

17.
AMARAL, C. L. ; TATSCH, E. ; Moresco, R. N. ; SILVA, E. L. . Chá mate (Ilex paraguariensis) reduziu parcialmente a pressão arterial diastólica e não teve efeito na função endotelial de indivíduos com diabetes mellitus tipo 2. In: VI Congreso Sudamericano de la Yerba Mate, 2014, Montevideu-Uruguai. CD ROM, 2014. v. 6. p. 1-1.

18.
ULBICH, A. Z. ; ANGARTEN, V. G. ; STIES, S. W. ; NETTO, A. S. ; MARA, L. S. ; BITTENCOURT, A. ; HECK, T. G. ; BITTENCOURT, P. I. H. ; SILVA, E. L. ; CARVALHO, T. . Influence of intensity of dynamic training on HSP70 expression by peripheral blood mononuclear cells from patients with chronic heart failure: a randomized controlled trial. In: European Congress of Cardiology 2013, 2013, Amsterdan-Holanda. European Heart Journal, 2013. v. 34. p. 1081-1802.

19.
Machado M.J. ; Rosini N. ; MOURA, S. A. Z. O. ; SILVA, E. L. . Predição simultânea de hiperglicemia e dislipidemia em estudantes catarinenses utilizando-se a medida da circunferência da cintura. In: 40 Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2013, Florianópolis-SC. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 2013. v. 46. p. 31-31.

20.
Fernandes, E. S. ; Machado, M. O. ; Becker AM ; MARASCHIN, Marcelo ; SILVA, E. L. . Yerba mate (Ilex paraguariensis) enhances the gene modulation and activity of paraoxonase-2: In vitro and in vivo studies. In: VI International Conference on Polyphenols and Health, 2013, Buenos Aires-AR. Abstract Book, 2013. v. 6. p. 79-79.

21.
COELHO, B. ; DONATO, M. ; NAVARRO, B. B. ; ROCHA, L. F. K. ; OLIVEIRA, P. R. ; COELHO, D. S. ; MORESCO, R. ; MARASCHIN, Marcelo ; FACCIN, G. L. ; TRAMONTE, V. L. C. G. ; SILVA, E. L. ; NEUBERT, E. O. ; PERUCH, L. A. M. . Efeito da farinha de mandioca (Manihot esculenta Crantz) sobre o perfil lipídico e glicêmico de ratos. In: XXI Jornada de J´venes Investigadores dl Grupo Montevideo, 2013, Corrientes-AR. Livro de Resumenes, 2013. v. 21. p. 22-22.

22.
Rosini N. ; ROSINI, R. D. ; BRUNS, E. C. V. ; MOURA, S. A. Z. O. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . A utilização da circunferência da cintura para predição simultânea de hiperglicemia e dislipidemias em crianças e adolescentes. In: XXI Congreso Latinoamericano de Bioquimica Clinica y Medicina de Laboratorio, 2013, Lima - Perú. CD-ROM, 2013. v. 21. p. 01-01.

23.
Rosini N. ; ROSINI, R. D. ; BRUNS, E. C. V. ; MOURA, S. A. Z. O. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . Prevalência de dislipidemias em crianças e adolescentes no município de Guabiruba-SC, Brasil. In: XXI Congreso Latinoamericano de Bioquimica Clinica y Medicina de Laboratorio, 2013, Lima - Perú. CD-ROM, 2013. v. 21. p. 01-01.

24.
Rosini N. ; ROSINI, R. D. ; BRUNS, E. C. V. ; MOURA, S. A. Z. O. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . Prevalência de síndrome metabólica e importância de suas variáveis em crianças e adolescentes no município de Guabiruba-SC, Brasil. In: XXI Congreso Latinoamericano de Bioquimica Clinica y Medicina de Laboratorio, 2013, Lima - Perú. CD-ROM, 2013. v. 21. p. 01-01.

25.
Rosini N. ; ROSINI, R. D. ; BRUNS, E. C. V. ; MOURA, S. A. Z. O. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . Perfil antropométrico e glicêmico de crianças e adolescentes no município de Guabiruba-SC, Brasil. In: XXI Congreso Latinoamericano de Bioquimica Clinica y Medicina de Laboratorio, 2013, Lima - Perú. CD-ROM, 2013. v. 21. p. 01-01.

26.
SILVA, D. S. G. ; Cavalcante, L. S. ; NG, E. H. ; SOUZA, P. C. ; FIAMONCINI, A. ; NIEDERAUER, L. M. O. ; CORDEIRO, T. M. ; LUZ, L. C. ; PARUCKER, L. M. B. B. ; KERBER, L. M. ; TEIXEIRA, R. M. ; ROVARIS, M. L. ; MENDONCA, M. H. ; Rosini N. ; SILVA, E. L. ; TREINTINGER, A. ; Machado M.J. . Análise exploratória dos parâmetros do exame de urina de rotina (ERU) do Laboratório de Análises Clínicas do Hospital Universitário/UFSC. In: 40 Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2013, Florianópolis-SC. CD-Rom, 2013. v. 40. p. 01-01.

27.
SILVA, D. S. G. ; Cavalcante, L. S. ; NG, E. H. ; SOUZA, P. C. ; FIAMONCINI, A. ; NIEDERAUER, L. M. O. ; CORDEIRO, T. M. ; LUZ, L. C. ; PARUCKER, L. M. B. B. ; KERBER, L. M. ; TEIXEIRA, R. M. ; ROVARIS, M. L. ; MENDONCA, M. H. ; Rosini N. ; SILVA, E. L. ; TREINTINGER, A. ; Machado M.J. . Acurácia interna dos parâmetros do exame de urina de rotina em estudo retrospectivo no Laboratório de Análises Clínicas do Hospital Universitário/UFSC. In: 40 Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2013, Florianópolis-SC. CD-Rom, 2013. v. 40. p. 01-01.

28.
SILVA, D. S. G. ; Cavalcante, L. S. ; NG, E. H. ; SOUZA, P. C. ; FIAMONCINI, A. ; NIEDERAUER, L. M. O. ; CORDEIRO, T. M. ; LUZ, L. C. ; PARUCKER, L. M. B. B. ; KERBER, L. M. ; TEIXEIRA, R. M. ; ROVARIS, M. L. ; MENDONCA, M. H. ; Rosini N. ; SILVA, E. L. ; TREINTINGER, A. ; Machado M.J. . Modelo de regressão logística para a predição de cilindrúria no exame de urina de rotina realizado no setor de urinálise do Laboratório de Análises Clínicas do Hospital Universitário/UFSC. In: 40 Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2013, Florianópolis-SC. CD-Rom, 2013. v. 40. p. 01-01.

29.
Boaventura, B.C.B. ; AMBONI, R. D. M. C. ; PRUDENCIO, E. S. ; ALVES, L. F. ; PIETRO, P. F. ; SILVA, E. L. . Effect of acute consumption of traditional and freeze-concentrated infusions of mate (Ilex paraguariensis A. St. Hil.) on antioxidant capacity in healthy subjects. In: 2013 Institute of Food Technologists (IFT) Annual Meeting & Food Expo, 2013, Chicago-EUA. 2013 IFT CD Rom, 2013.

30.
Di Pietro, Patrícia Faria ; Galvan, D. ; Vieira, F.G.K. ; Ambrosi, C. ; Cardoso, A.L. ; Cesa, C. ; Cavalcante, L. S. ; Crippa, C.G. ; SILVA, E. L. . Increased body weight and blood oxidative stress in breast cancer patients after adjuvant chemotherapy. In: Encontro SBAN - Nutrição Clínica, 2012, Natal - RN. CD-ROM, 2012.

31.
Rosini N. ; CAMILLO, G. D. ; ROSINI, R. D. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . Atividade física não competitiva diminui fatores de risco para doenças cardiometabólicas em crianças e adolescentes. In: 46 Congresso Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2012, Salvador - BA. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial, 2012. v. 48. p. 24-24.

32.
Rosini N. ; BRUNS, E. C. V. ; ROSINI, R. D. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . Uso do índice de aterogenicidade plasmático (AIP) no controle do risco ara doenças cardiometabólicas em crianças e adolescentes. In: 46 Congresso Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2012, Salvador - BA. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial, 2012. v. 48. p. 24-24.

33.
Rosini N. ; BRUNS, E. C. V. ; CAMILLO, G. D. ; ROSINI, R. D. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . Diminuição da circunferência abdominal está associada à redução de fatores de risco para doenças cardiometabólicas em crianças e adolescentes. In: Congresso Internacional de Saúde Cardiometabólica, 2012, Florianópolis-SC. CD-Rom Congresso Internacional de Saúde Cardiometabólica, 2012. v. 01. p. 01-01.

34.
LINDENBERG, A. C. ; CRUZ, F. A. ; CUNHA, H. P. ; BECKER, A. M. ; SILVA, E. L. . Estabilidade térmica e temporal de parâmetros lipídicos em soro humano. In: 16 Farmapolis, 2012, Florianópolis-SC. CD Rom Farmapolis 2012, 2012. v. 16. p. 01-01.

35.
LINDENBERG, A. C. ; CRUZ, F. A. ; CUNHA, H. P. ; NETTO, A. S. ; ULBRICH, A. Z. ; BECKER, A. M. ; ANGARTEN, V. G. ; CARVALHO, T. ; SILVA, E. L. . Exercício de alta intensidade aumenta a concentração de HDL-colesterol em pacientes com insuficiência cardíaca. In: 16 Farmapolis, 2012, Florianópolis-SC. CD Rom Farmapolis 2012, 2012. v. 16. p. 02-02.

36.
Fernandes, E. S. ; Becker AM ; Machado, M. O. ; Bazzo, M. L. ; Silva, M. C. S. ; SILVA, E. L. . Erva-mate (Ilex paraguariensis) aumenta a expressão gênica e a atividade da enzima paroxonase-2 em monócitos e macrófagos de mulheres saudáveis. In: 11 Congresso Nacional da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição - SBAN, 2011, Fortaleza-CE. CD-Rom, 2011. v. 11. p. OR-093-OR-093.

37.
SILVA, E. L.; Klein, G.A. ; Stefanuto A. ; Boaventura, B.C.B. ; Morais, E.C. ; Cavalcante, L. S. ; Andrade F. ; WAZLAWIK, Elisabeth ; Di Pietro, Patrícia Faria . Erva mate tostada (Ilex paraguariensis) reduz a glicemia de jejum em pacientes diabéticos. In: 11 Congresso Nacional da Sociedade Brasileira de Alimentaçãoe Nutrição - SBAN, 2011, Fortaleza-CE. CD-Rom, 2011. v. 11. p. 018-018.

38.
Stefanuto A. ; Klein, G.A. ; Boaventura, B.C.B. ; Morais, E.C. ; Cavalcante, L. S. ; Andrade F. ; WAZLAWIK, Elisabeth ; Di Pietro, Patrícia Faria ; SILVA, E. L. . CONSUMO DE ERVA-MATE TOSTADA (Ilex paraguariensis), ASSOCIADA OU NÃO AO ACONSELHAMENTO NUTRICIONAL, MELHORA O PERFIL LIPÍDICO DE INDIVÍDUOS DISLIPIDÊMICOS. In: 11 Congresso Nacional da Sociedade Brasileira de Alimentação, 2011, Fortaleza-CE. CD-Rom, 2011. v. 11. p. PS21101-PS21101.

39.
Fernandes, E. S. ; Becker AM ; Machado, M. O. ; Bazzo, M. L. ; Silva, M. C. S. ; SILVA, E. L. . EXPRESSÃO GÊNICA E ATIVIDADE ARILESTERASE DA ENZIMA PAROXONASE-2 SÃO MODULADAS PELO EXTRATO DE ERVA-MATE (Ilex paraguariensis) in vitro. In: 11 Congresso Nacional da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição - SBAN, 2011, Fortaleza-CE. CD-Rom, 2011. v. 11. p. OR093-OR093.

40.
Cavalcante, L. S. ; SILVA, E. L. . Concentração de LDL pequena e densa (sd-LDL) e Índice Aterogênico Plasmático (IAP) em indivíduos saudáveis, dislipidêmicos e diabéticos tipo 2. In: XIII Congresso Brasileiro de Aterosclerose, 2011, Florianópolis-SC. CD-Rom, 2011. v. 13.

41.
Rosini N. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. ; Xavier H.T. . Circunferência abdominal aumentada em crianças entre 6 e 14 anos de idade quando referenciada pela tabela de Bogalusa pode identificar perfil metabólico mais desfavorável. In: XXXII Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo, 2011, São Paulo-SP. Revista da Sociedade de Cardiologia de São Paulo, 2011. v. 21. p. 95-95.

42.
Rosini N. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . O ínidice de aterogenicidade plasmático (AIP) como identificador de fatores de risco cardiometabólicos. In: 38 Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2011, Curitiba-PR. CD-Rom, 2011. v. 38. p. 033-033.

43.
Fernandes, E. S. ; Becker AM ; Andrade F. ; Cavalcante, L. S. ; Machado, M. O. ; Bazzo, M. L. ; Silva, M. C. S. ; SILVA, E. L. . Erva-mate (Ilex paraguariensis) aumenta a atividade sérica da enzima paroxonase-1 em indivíduos saudáveis. In: 11º Congresso Internacional de Nutrição, Longevidade e Qualidade de Vida, 2010, São Paulo-SP. Anais do Mega Evento de Nutrição, 2010.

44.
Fernandes, E. S. ; Machado, M. O. ; Bazzo, M. L. ; Silva, M. C. S. ; SILVA, E. L. . Yerba mate extract (Ilex paraguariensis) increases the gene expression and activity of enzyme paraoxonase-2 in THP-1 macrophages. In: International Conference on Nutrigenomics, 2010, Guarujá-SP. CD Rom International Conference on Nutrigenomics, 2010.

45.
Andrade F. ; MARASCHIN, Marcelo ; SILVA, E. L. . Estabilidade do extrato seco de erva mate (Ilex paraguariensis) em cápsulas. In: XXI Simpósio de Plantas Medicinais do Brasil, 2010, João Pessoa-PB. CD Rom Simpósio de Plantas Medicinais do Brasil, 2010.

46.
Andrade F. ; Silveira PCL ; Albuquerque CAC ; SILVA, E. L. . Estudo toxicológico do extrato seco de erva mate (Ilex paraguariensis) em animais. In: XXI Simpósio de plantas medicinais do Brasil, 2010, João Pessoa - PB. CD Rom Simpósio de Plantas Medicinais, 2010.

47.
Proença, R.P.C. ; Bernardo, G.L. ; Teófilo, J.S.C. ; SILVA, E. L. . Efeito antioxidante do vinho tinto e suco de uva utilizados em preparações culinárias. In: X Congresso Nacional da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição, 2009, São Paulo. Nutrire, 2009. v. 34. p. 28-28.

48.
Rockenbach, G. ; Ambrosi, C. ; Boaventura, B.C.B. ; Galvan, D. ; Koide, H. ; Oliveira, P.P. ; Vieira, F.G.K. ; Fausto, M.A. ; DASILVA, E ; Crippa, C.G. ; Di Pietro, Patrícia Faria . Estado nutricional de mulheres com câncer de mama: Antes e após o tratamento antineoplásico. In: X Congresso da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição, 2009, São Paulo-SP. Nutrire, 2009. v. 34. p. 184-184.

49.
Rockenbach, G. ; Ambrosi, C. ; Boaventura, B.C.B. ; SILVA, E. L. ; Fausto, M.A. ; Di Pietro, Patrícia Faria . Impacto do tratamento antineoplásico no estresse oxidativo de mulheres com câncer de mama.. In: III Congresso Brasileiro de Nutrição Integrada (CBNI) e Ganepão 2009, 2009, São Paulo-SP. Revista Brasileira de Medicina, 2009. v. 66. p. 25-25.

50.
Boaventura, B.C.B. ; Stefanuto A. ; Klein, G.A. ; Morais, E.C. ; Di Pietro, Patrícia Faria ; SILVA, E. L. . Avaliação do efeito da ingestão de erva mate (Ilex paraguariensis) no perfil lipídico e antioxidante de indivíduos dislipidêmicos.. In: III Congresso Brasileiro de Nutrição Integrada (CBNI) e Ganepão 2009, 2009, São Paulo-SP. Revista Brasileira de Medicina, 2009. v. 66. p. 32-32.

51.
MARTINELLO, Flávia ; SCHESCHOWITSCH, K. ; Machado, F.C. ; França, L.C. ; SILVA, E. L. . Pesquisa de possíveis interferências causadas pelos fármacos mais utilizados em UTI sobre os exames laboratoriais mais solicitados por estas unidades.. In: 43o Congresso Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2009, Belo Horizonte-MG. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial, 2009. v. 45. p. 15-15.

52.
MARTINELLO, Flávia ; SCHESCHOWITSCH, K. ; Machado, F.C. ; FRANÇA L.C. ; SILVA, E. L. . Estudo in vitro de interferência analítica dos medicamentos anfotericina B, citrato de fentanila, furosemida e midazolam sobre exames laboratoriais. In: 43o Congresso Brasileiro de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial, 2009, Belo Horizonte-MG. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial, 2009. v. 45. p. 16-16.

53.
Klein, G.A. ; Stefanuto A. ; Boaventura, B.C.B. ; Morais, E.C. ; Nogueira, A.M. ; Andrade F. ; WAZLAWIK, Elisabeth ; Di Pietro, Patrícia Faria ; SILVA, E. L. . Chá mate (Ilex paraguariensis) diminui o LDL-colesterol em pacientes com diabetes mellitus tipo 2 e em indivíduos com pré-diabetes.. In: X Congresso Catarinense de Cardiologia, 2009, Florianópolis-SC. Caderno de Resumos, 2009. v. 10. p. 32-32.

54.
SILVA, E. L.; Klein, G.A. ; Stefanuto A. ; Boaventura, B.C.B. ; Morais, E.C. ; Nogueira, A.M. ; Guanabara, C.G. ; WAZLAWIK, Elisabeth ; Di Pietro, Patrícia Faria . Chá mate melhora perfil glicêmico de pacientes com diabetes mellitus tipo 2 e pré-diabetes.. In: V Congresso Internacional de Nutrição Clínica Funcional, 2009, São Paulo-SP. CD-Rom, 2009. v. 10. p. 1-1.

55.
SILVA, E. L.; Klein, G.A. ; Stefanuto A. ; Boaventura, B.C.B. ; Morais, E.C. ; Andrade F. ; WAZLAWIK, Elisabeth ; Di Pietro, Patrícia Faria . Efeito da erva-mate na glicemia pós-prandiale após sobrecarga de glicose em indivíduos saudáveis.. In: V Congresso Internacional de Nutrição Clínica Funcional, 2009, São Paulo-SP. CD-Rom, 2009. v. 10. p. 1-1.

56.
SILVA, E. L.; Klein, G.A. ; Stefanuto A. ; Boaventura, B.C.B. ; Morais, E.C. ; Andrade F. ; WAZLAWIK, Elisabeth ; Di Pietro, Patrícia Faria . Erva-mate melhora parâmetros lipídicos em dislipidêmicos e promove redução de LDL-colesterol em hipercolesterolêmicos em terapia com estatina.. In: V Congresso Internacional de Nutrição Clínica Funcional, 2009, São Paulo-SP. CD-Rom, 2009. v. 10. p. 1-1.

57.
Vieira, F.G.K. ; Di Pietro, Patrícia Faria ; SILVA JUNIOR, Orlando de Castro e ; Crippa, C.G. ; SILVA, E. L. ; OLIVEIRA A.R. . Relação entre estresse oxidativo e fatores prognósticos de mulheres pré-cirúrgicas com doença mamária. In: III Congresso Brasileiro de Nutrição e Câncer, 2008, São Paulo-SP. Revista Brasileira de Mediicina, 2008. v. 65. p. 125-125.

58.
Vieira, F.G.K. ; Di Pietro, Patrícia Faria ; Ambrosi, C. ; Rockenbach, G. ; Boaventura, B.C.B. ; Fausto M.A. ; SILVA, E. L. . Fatores associados com o estresse oxidativo em mulheres com câncer de mama. In: III Congresso Brasileiro de Nutrição e Câncer, 2008, São Paulo-SP. Revista Brasileira de Medicina, 2008. v. 65. p. 127-127.

59.
Morais, E.C. ; MACHADO, Amanda Gabriela ; KATTO, Cintia Yukimi ; ROVARIS, Maria de Lourdes ; HERMES, E. M. ; SILVA, E. L. . Erva-mate (Ilex paraguariensis) melhora o perfil lipídico de hipercolesterolêmicos saudáveis. In: 63 Congresso Brasileiro de Cardiologia, 2008, Curitiba-Pr. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, 2008. v. 91. p. S5-S5.

60.
Ewald, D. ; CADORE, G. ; Ambrosi, C. ; Rockenbach, G. ; Boaventura, B.C.B. ; Vieira, F.G.K. ; GALVAN, D. ; SILVA, E. L. ; Crippa, C.G. ; Fausto M.A. ; Di Pietro, Patrícia Faria . Ingestão alimentar de gorduras e capacidade antioxidante total sérica de paciente com neoplasia mamária atendidas na Maternindade Carmela Dutra-Florianópolis-SC. In: IV Congresso Internacional de Nutrição Clínica Funcional, 2008, São Paulo-SP. CD ROM - Resumos, 2008. v. 4. p. 1-1.

61.
Ewald, D. ; Ambrosi, C. ; Vieira, F.G.K. ; Rockenbach, G. ; GALVAN, D. ; CADORE, G. ; KOIDE, H. ; Boaventura, B.C.B. ; Fausto M.A. ; SILVA, E. L. ; Crippa, C.G. ; Di Pietro, Patrícia Faria . Ingestão de vegetais crucíferos como fator de proteção contra o dano oxidativo em mulheres com doença mamária. In: IV Congresso Internacional de Nutrição Clínica Funcional, 2008, São Paulo-SP. CD Rom - Resumos, 2008. v. 4. p. 1-1.

62.
Ewald, D. ; Vieira, F.G.K. ; Rockenbach, G. ; Boaventura, B.C.B. ; GALVAN, D. ; CADORE, G. ; KOIDE, H. ; Fausto M.A. ; SILVA, E. L. ; Crippa, C.G. ; Di Pietro, Patrícia Faria . Oxidação lipídica plasmática e consumo de lacticínios em mulheres com câncer de mama. In: IV Congresso Internacional de Nutrição Clínica Funcional, 2008, São Paulo-SP. CD Rom - Resumos, 2008. v. 4. p. 1-1.

63.
CADORE, G. ; Ambrosi, C. ; Ewald, D. ; Vieira, F.G.K. ; Rockenbach, G. ; GALVAN, D. ; Boaventura, B.C.B. ; SILVA, E. L. ; Crippa, C.G. ; Fausto M.A. ; OLIVEIRA A.R. ; Di Pietro, Patrícia Faria . Associação entre a capacidade antioxidante total sérica e o consumo alimentar de carnes processadas em pacientes com câncer de mama. In: IV Congresso Internacional de Nutrição Clínica Funcional, 2008, São Paulo-SP. CD Rom - Resumos, 2008. v. 4. p. 1-1.

64.
CADORE, G. ; Rockenbach, G. ; Ambrosi, C. ; Ewald, D. ; Vieira, F.G.K. ; GALVAN, D. ; Boaventura, B.C.B. ; SILVA, E. L. ; Crippa, C.G. ; Fausto M.A. ; SILVA, J.P.J. ; Di Pietro, Patrícia Faria . Consumo de frutas ricas em vitamina C e oxidação lipídica plasmática de mulheres com câncer de mama atendidas em Florianópolis-SC. In: IV Congresso Internacional de Nutrição Clínica Funcional, 2008, São Paulo-SP. CD Rom - Resumos, 2008. v. 4. p. 1-1.

65.
Andrade F. ; KATTO, Cintia Yukimi ; Morais, E.C. ; Stefanuto A. ; Klein, G.A. ; Boaventura, B.C.B. ; SILVA, E. L. . CONTEÚDO E ESTABILIDADE DE FENÓIS TOTAIS, CAPACIDADE ANTIOXIDANTE E SAPONINAS EM EXTRATOS AQUOSOS DE ERVA MATE VERDE E TOSTADA (Ilex paraguariensis). In: Primer Simposio sobre Yerba Mate y Salud, 2008, Montevideo. Livro de Resumos, 2008. v. 1. p. 4-4.

66.
Morais, E.C. ; Pfleger C. ; Stefanuto A. ; Klein, G.A. ; Boaventura, B.C.B. ; Andrade F. ; Kayser C.R. ; Guanabara, C.G. ; SILVA, E. L. . AUMENTO DA ATIVIDADE SÉRICA DA PARAOXONASE (PON-1) APÓS INGESTÃO PROLONGADA DE ERVA-MATE TOSTADA (Ilex paraguariensis). In: Primer Simposio sobre Yerba Mate y Salud, 2008, Montevideo. Livro de Resumos, 2008. v. 1. p. 12-12.

67.
Klein, G.A. ; Stefanuto A. ; Boaventura, B.C.B. ; Morais, E.C. ; Bellettini, I.C. ; Kayser C.R. ; Minatti, E. ; WAZLAWIK, Elisabeth ; Di Pietro, Patrícia Faria ; SILVA, E. L. . EFEITO DA ERVA-MATE TOSTADA NO PERFIL GLICÊMICO E NOS PRODUTOS FINAIS DE GLICAÇÃO AVANÇADA (AGEs) DE PACIENTES DIABÉTICOS E INTOLERANTES À GLICOSE. In: Primer Simposio sobre Yerba Mate y Salud, 2008, Montevideo. Livro de Resumos, 2008. v. 1. p. 25-25.

68.
Klein, G.A. ; Stefanuto A. ; Boaventura, B.C.B. ; Morais, E.C. ; Nogueira, A.M. ; Andrade F. ; WAZLAWIK, Elisabeth ; Di Pietro, Patrícia Faria ; SILVA, E. L. . ERVA-MATE TOSTADA DIMINUI O LDL-COLESTEROL EM PACIENTES COM DIABETES MELLITUS TIPO 2 E EM INDIVÍDUOS INTOLERANTES À GLICOSE. In: Primer Simposio sobre Yerba Mate y Salud, 2008, Montevideo. Livro de Resumos, 2008. v. 1. p. 25-25.

69.
Stefanuto A. ; Morais, E.C. ; Klein, G.A. ; Boaventura, B.C.B. ; MACHADO, Amanda Gabriela ; Nogueira, A.M. ; WAZLAWIK, Elisabeth ; Di Pietro, Patrícia Faria ; SILVA, E. L. . ERVA MATE (Ilex paraguariensis) MELHORA O PERFIL LIPÍDICO DE INIDIVÍDUOS DISLIPIDÊMICOS. In: Primer Simposio sobre Yerba Mate y Salud, 2008, Montevideo. Livro de Resumos, 2008. v. 1. p. 26-26.

70.
Boaventura, B.C.B. ; Morais, E.C. ; Stefanuto A. ; Klein, G.A. ; CARVALHO, Annelise de ; Führ, L.M. ; Koide, H. ; WAZLAWIK, Elisabeth ; Di Pietro, Patrícia Faria ; SILVA, E. L. . EFEITO ANTIOXIDANTE DA ERVA MATE (Ilex paraguariensis) EM INDIVÍDUOS DISLIPIDÊMICOS. In: Primer Simposio sobre Yerba Mate y Salud, 2008, Montevideo. Livro de Resumos, 2008. v. 1. p. 26-26.

71.
Morais, E.C. ; Stefanuto A. ; Klein, G.A. ; Boaventura, B.C.B. ; Andrade F. ; Guanabara, C.G. ; Nogueira, A.M. ; SILVA, E. L. . AUSÊNCIA DE TOXICIDADE RENAL E HEPÁTICA PELA INGESTÃO PROLONGADA DE ERVA-MATE TOSTADA (Ilex paraguariensis). In: Primer Simposio sobre Yerba Mate y Salud, 2008, Montevideo. Livro de Resumos, 2008. v. 1. p. 31-31.

72.
MARTINELLO, Flávia ; SCHUTZ, S.S. ; BORBA-JUNIOR G.L. ; FRANÇA L.C. ; FERNANDES J.P. ; SILVA, F.N. ; RIZZARDO, M.V. ; SILVA, E. L. . Evaluation of in vitro interference of drugs used in intensive therapy unit on laboratory tests. In: 20th International Congress of Clinical Chemistry and Laboratory Medicine, 2008, Fortaleza-CE. CD Rom, 2008. v. 20. p. W129.

73.
MINATTI, J. ; ZALESKI, F. ; HORT, M. ; VALE, Rosa Maria Ribeiro Do ; SILVA, E. L. ; WAZLAWIK, Elisabeth . Avaliação da atividade vasorelaxante da erva-mate tostada em aorta torácica de ratos. In: 7a SEPEX-UFSC, 2008, Florianópolis-SC. CD Rom, 2008. v. 7. p. 10769.

74.
MINATTI, J. ; ZALESKI, F. ; HORT, M. ; VALE, Rosa Maria Ribeiro Do ; SILVA, E. L. ; WAZLAWIK, Elisabeth . Avaliação da atividade vasorelaxante da erva-mate verde em aorta torácica de ratos. In: 7a SEPEX-UFSC, 2008, Florianópolis-SC. CD Rom, 2008. v. 7. p. 10766.

75.
MINATTI, J. ; ZALESKI, F. ; HORT, M. ; FELIPPI, Regina ; VALE, Rosa Maria Ribeiro Do ; SILVA, E. L. ; WAZLAWIK, Elisabeth . Comparação da atividade vasorelaxante da erva-mate verde e tostada em aorta torácica de ratos. In: 7a SEPEX-UFSC, 2008, Florianópolis-SC. CD Rom, 2008. v. 7. p. 10761.

76.
MINATTI, J. ; ZALESKI, F. ; HORT, M. ; RIBIEIRO-DO-VALLE, Roza Maria ; SILVA, E. L. ; WAZLAWIK, Elisabeth . Avaliação da atividade vasorelaxante do chá verde em aorta toráxica de ratos.. In: Mega Evento Nutrição 2008, 2008, São Paulo-SP. Nutrição em Pauta, 2008. v. 4. p. 45-45.

77.
Vieira, F.G.K. ; Ambrosi, C. ; Rockenbach, G. ; Boaventura, B.C.B. ; Crippa, C.G. ; SILVA, E. L. ; Di Pietro, Patrícia Faria . Oxidação lipídica plasmática e consumo de carnes e derivados em mulheres com câncer de mama. In: 9º Congresso Nacional da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição - SBAN, 2007, São Paulo - SP. Resumos CD-Rom, 2007.

78.
KUNRADI, Francilene Gracieli ; Boaventura, B.C.B. ; Ambrosi, C. ; Rockenbach, G. ; SILVA, E. L. ; Crippa, C.G. ; Di Pietro, Patrícia Faria . Oxidação protéica plasmática e consumo de alimentos protéicos por mulheres com câncer de mama. In: 9º Congresso Nacional da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição - SBAN, 2007, São Paulo - SP. CD-Rom Resumos, 2007.

79.
Vieira, F.G.K. ; Boaventura, B.C.B. ; Di Pietro, Patrícia Faria ; Ambrosi, C. ; Rockenbach, G. ; SILVA, E. L. ; Crippa, C.G. . Concentração de antioxidantes totais séricos em relação ao consumo de frutas e verduras em mulheres com câncer de mama.. In: II Congresso Brasileiro de Nutrição Integrada, 2007, São Paulo - SP. Revista Brasileira de Medicina - Anais Ganepão, 2007. v. 64. p. 111-111.

80.
Di Pietro, Patrícia Faria ; Rockenbach, G. ; Vieira, F.G.K. ; Ambrosi, C. ; Boaventura, B.C.B. ; Crippa, C.G. ; SILVA, E. L. . Relação entre o estado nutricional e a oxidação lipídica de mulheres com câncer de mama.. In: 9º Congresso Nacional da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição - SBAN, 2007, São Paulo - SP. CD-Rom Resumos, 2007.

81.
Rockenbach, G. ; Boaventura, B.C.B. ; Di Pietro, Patrícia Faria ; Vieira, F.G.K. ; Ambrosi, C. ; Crippa, C.G. ; SILVA, E. L. . Oxidação lipídica plasmática e consumo de gorduras de mulheres com câncer de mama. In: II Congresso Brasileiro de Nutrição Integrada, 2007, São Paulo - SP. Revista Brasileira de Medicina - Anais Ganepão, 2007. v. 64. p. 110-110.

82.
Di Pietro, Patrícia Faria ; Boaventura, B.C.B. ; Vieira, F.G.K. ; Rockenbach, G. ; SILVA, E. L. ; Crippa, C.G. . Consumo alimentar de carnes e derivados e oxidação lipídica plasmática de mulheres com câncer de mama. In: II Congresso Brasileiro de Nutrição Integrada, 2007, São Paulo. Revista Brasileira de Medicina - Anais Ganepão, 2007. v. 64. p. 111-111.

83.
Vieira, F.G.K. ; Boaventura, B.C.B. ; Rockenbach, G. ; Ambrosi, C. ; SILVA, E. L. ; Crippa, C.G. ; Di Pietro, Patrícia Faria . Consumo alimentar e antioxidantes totais séricos de mulheres com câncer de mama.. In: 9º Congresso Nacional da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição - SBAN, 2007, São Paulo - SP. Resumos - CD Rom, 2007.

84.
Morais, E.C. ; PERICOLO, Suellen ; ROVARIS, Maria de Lourdes ; SILVA, E. L. . Ausência de interferência in vitro da heparina na determinação laboratorial de triglicerídeos. In: 34º Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2007, Belo Horizonte - MG. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 2007. v. 39. p. 6B-6B.

85.
MACHADO, Amanda Gabriela ; CARVALHO, Annelise de ; SILVA, E. L. . Verificação do efeito hipocolesterolêmico do extrato aquoso de erva-mate (Ilex paraguariensis) em seres humanos. In: XVII Seminário de Iniciação Científica da UFSC, 2007, Florianópolis - SC. Resumos - CD Rom, 2007.

86.
PANZA, Vilma Simões Pereira ; WAZLAWIK, Elisabeth ; SCHÜTZ, G.R. ; SILVA, E. L. . Efeito do chá verde (Camellia sinensis) no estresse oxidativo induzido por exercício resistido.. In: III Congresso Internacional de Nutrição Clínica Funcional, 2007, São Paulo-SP. Abstracts CD Rom, 2007.

87.
PANZA, Vilma Simões Pereira ; WASLAWIK, E. ; SILVA, E. L. ; SCHÜTZ, G.R. ; Nakazora, L . Consumo de chá verde influencia favoravelmente marcadores do estresse oxidativo em praticantes de exercício resistido. In: XVII Congresso Brasileiro de Nutrição Parenteral e Enteral, 2007, Florianópolis - SC. CD-Rom, 2007. v. 17.

88.
FELIPPI, Regina ; NICOLAU, Rosa Maria Ribeiro Do Vale ; SILVA, E. L. . Atividade vasorelaxante do extrato de erva-mate (Ilex paraguariensis) em aorta de ratos: Envolvimento do óxido nítrico.. In: 33 Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2006, Curitiba, PR. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 2006. v. 38. p. 5 B-5 B.

89.
FAVARIN, Maria Elisa ; CATAPAN, Elisangela ; SORDI, Regina de ; SANTOS, Fabiana C. P. dos ; RODRIGUES, Alice C. ; HIRATA, Rosário D. C. ; HIRATA, Mário H. ; SILVA, E. L. . Polimorfismos dos genes PON1 e PON2 afetam a atividade da enzima paroxonase em pacientes hipercolesterolêmicos.. In: 33 Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2006, Curitiba-PR. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 2006. v. 38. p. 6 B-6 B.

90.
SILVA, E. L.; KAMADA, Chimie ; MOON, Jae Hake ; TERAO, Junji . Quercetina-glicosídica acumula-se na artéria aorta e inibe a lipoperoxidação e a aterosclerose em coelhos.. In: 33 Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2006, Curitiba-Pr. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 2006. v. 38. p. 6 B-6 B.

91.
SILVA, E. L.; NEIVA, Terezinha de Jesus Carvalho ; WILHELM FILHO, Danilo ; SHIRAI, Mutsuko ; TERAO, Junji ; ABDALLA, Dulcinéia S P . Ilex paraguariensis extract inhibits ex vivo lipid peroxidation of human plasma and LDL. In: 13th Biennial Congress of the International Society for Free Radical Research, 2006, Davos, Suíça. Free Radical Research, 2006. v. 40. p. S101-101.

92.
FELIPPI, Regina ; VALE, Rosa Maria Ribeiro Do ; WILHELM FILHO, Danilo ; SILVA, E. L. . Administration of aqueous extract of Ilex paraguariensis reverses endothelial dysfunction in LDL receptor knockout mice. In: XIII Biennial Meeting of the Society for Free Radical Research International, 2006, Davos - Switzerland. Free Radical Research. Londres, UK, 2006. v. 40. p. S104-S104.

93.
FELIPPI, Regina ; NICOLAU, Rosa Maria Ribeiro Do Vale ; SILVA, E. L. . Erva-mate (Ilex paraguariensis) melhora a reatividade vascular de aorta de camundongos ldlr-/- com aterosclerose. In: 33 Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2006, Curitiba, PR. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 2006. v. 38. p. 6 B-6 B.

94.
FELIPPI, Regina ; SOUZA, Heraldo P ; RIBIEIRO-DO-VALLE, Roza Maria ; SILVA, E. L. . Efeito do tratamento crônico com extrato aquoso de erva-mate (Ilex paraguariensis) na reatividade vascular de camundongos com aterosclerose. In: XX Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2005, Águas de Lindóia, SP. CD-Rom, 2005. v. 20. p. 44092-44092.

95.
FELIPPI, Regina ; NICOLAU, Roza Maria Ribeiro Do Vale ; SILVA, E. L. . Efeito do extrato aquoso de erva-mate (Ilex paraguariensis) na reatividade vascular de aorta torácica de ratos. In: XX Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2005, Águas de Lindóia, SP. CD-Rom, 2005. v. 20. p. 44104-44104.

96.
SILVA, E. L.; KAMADA, Chimie ; MOON, Jae Hake ; TERAO, Junji . Diminuição da peroxidação lipídica arterial e da progressão da aterosclerose experimental em coelhos pela quercetina glicosídica. In: 60 Congresso da Sociedade Brasileira de Cardiologia, 2005, Porto Alegre, RS. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, 2005. v. 85. p. 26-26.

97.
SILVA, E. L.; FAVARIN, Maria Elisa ; CATAPAN, Elisangela ; SORDI, Regina de ; RODRIGUES, Alice C. ; HIRATA, Rosário Domingues Crespo ; HIRATA, Mário H. . Efeitos de polimorfismos dos genes PON1 e PON2 sobre a atividade da enzima paroxonase em pacientes hipercolesterolêmicos. In: 60 Congresso da Sociedade Brasileira de Cardiologia, 2005, Porto Alegre, RS. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, 2005. v. 85. p. 109-109.

98.
NÁPOLI, M. ; SERPA, P. ; SILVA, E. L. . Regressão da Aterosclerose Experimental em Coelhos pelo Extrato-aquoso de Erva-mate (Ilex paraguariensis). In: XII Encontro Estadual de Farmacêuticos e Bioquímicos - Farmapolis, 2004, Florianópolis, SC. Caderno de Resumos dos Trabalhos Científicos, 2004. v. 12. p. 37-37.

99.
FAVARIN, Maria Elisa ; CATAPAN, Elisangela ; SORDI, Regina de ; SANTOS, Fabiana C. P. dos ; RODRIGUES, Alice C. ; HIRATA, Rosário D. C. ; HIRATA, Mário H. ; SILVA, E. L. . Avaliação da atividade enzimática e dos polimorfismos 55 e 192 da paraoxonase-1 em pacientes hiperlipidêmicos. In: IV Encontro de Farmacêuticos do Mercosul, 2004, Florianópolis, SC. Caderno de Resumos dos Trabalhos Científicos, 2004. v. 12. p. 37-38.

100.
CATAPAN, Elisangela ; FAVARIN, Maria Elisa ; SORDI, Regina de ; SANTOS, Fabiana C. P. dos ; RODRIGUES, Alice C. ; HIRATA, Rosário D. C. ; HIRATA, Mário H. ; SILVA, E. L. . Polimorfismo e atividade da enzima paraoxonase-2 (PON-2 311) em pacientes diabéticos tipo-2. In: IV Encontro de Farmacêuticos do Mercosul, 2004, Florianópolis, SC. Caderno de Resumos dos Trabalhos Científicos, 2004. v. 12. p. 38-38.

101.
CATAPAN, Elisangela ; FAVARIN, Maria Elisa ; SORDI, Regina de ; SANTOS, Fabiana C. P. dos ; RODRIGUES, Alice C. ; HIRATA, Rosário D. C. ; HIRATA, Mário H. ; SILVA, E. L. . Polimorfismo 311 da paraoxonase-2 (PON-2 311) não afeta a atividade da enzima em pacientes diabéticos tipo 2. In: XXXI Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2004, Salvador, BA. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 2004. v. 36. p. 4-4.

102.
MOSIMANN, Ana Luiza Pamplona ; MANTOVANI, C. L. ; BORDIGNON, J. C. ; WILHELM FILHO, Danilo ; SILVA, E. L. . Erva-mate (Ilex paraguariensis) inibe a progressão da aterosclerose experimental em coelhos apesar da hipercolesterolemia. In: XXXI Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2004, Salvador, BA. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 2004. v. 36. p. 4-4.

103.
CATAPAN, Elisangela ; FAVARIN, Maria Elisa ; SILVA, E. L. . Avaliação do controle metabólico de pacientes diabéticos tipo-2 que participam de programa de apoio. In: XXXI Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2004, Salvador, BA. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 2004. v. 36. p. 5-5.

104.
NÁPOLI, M. ; SERPA, P. ; SILVA, E. L. . Verificação da habilidade do extrato aquoso de erva-mate (Ilex paraguariensis) acelerar a regressão da aterosclerose previamente estabelecida em coelhos. In: XXXI Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2004, Salvador, BA. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 2004. v. 36. p. 7-7.

105.
NÁPOLI, M. ; SERPA, P. ; FILIPPI, R. ; SILVA, E. L. . Lesões ateroscleróticas estabelecidas em coelhos não regridem pelo tratamento com o extrato aquoso de erva-mate (Ilex paraguariensis). In: XIX Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2004, Águas de Lindóia, SP. CD Rom, 2004. v. 19. p. 156-156.

106.
FILIPPI, R. ; SANDIN, J. ; VALE, R. M. R. ; SILVA, E. L. . Avaliação da capacidade antioxidante do extrato aquoso de erva-mate (Ilex paraguariensis) comercial. In: XIX Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2004, Águas de Lindóia, SP. CD Room, 2004. v. 19. p. 156-156.

107.
NÁPOLI, M. ; SERPA, P. ; SILVA, E. L. . Extrato aquoso de erva-mate (Ilex paraguariensis) não regride lesões ateroscleróticas previamente estabelecidas em coelhos. In: 38 Congresso Brasileiro de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial, 2004, Florianópolis, SC. CD Room, 2004. v. 38. p. 1-1.

108.
SILVA, E. L.; NEIVA, Terezinha de Jesus Carvalho ; ABDALLA, D. S. P. . Avaliação da inibição da lipoperoxidação plasmática e da agregação plaquetária em seres humanos após ingestão de extrato aquoso de erva-mate (Ilex paraguariensis). In: 38 Congresso Brasileiro de Patologia Clínica/Medicina Laboratorial, 2004, Florianópolis, SC. CD Rom, 2004. v. 38. p. 1-1.

109.
TERAO, J. ; KAMADA, C. ; KAMEYAMA, M. ; MOON, J. ; SILVA, E. L. . Anti-atherosclerotic effect of dietary flavonoids: quercetin glucoside attenuates lipid peroxidation in rabbit aorta. In: 12th Biennial Meeting of the International Society for Free Radical Research, 2004, Buenos Aires. Free Radical Biology and Medicine, 2004. v. 36. p. 33-33.

110.
FELIPPI, Regina ; SANDIN, J. ; SOUZA, H. P. ; SILVA, E. L. ; VALE, R. M. R. . Efeito do Extrato Aquoso de Erva-mate (EAM) (Ilex paraguariensis) no perfil lipídico de camundongos knockout LDL-/- (KO).. In: XXXVI Congresso Brasileiro de Farmacologia e Terapêutica Experimental, 2004, Águas de Lindóia - SP. Programa e Resumos, 2004. v. 36. p. 275-275.

111.
SILVA, E. L.; SHIRAI, Mutsuko ; TERAO, Junji . Diminuição da oxidabilidade do plasma e da LDL após ingestão do extrato aquoso de erva-mate (Ilex paraguariensis). In: XVIII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental, 2003, Curitiba, PR. CD-Rom Resumos, 2003. v. 18. p. 12031-12031.

112.
NÁPOLI, M. ; SILVA, E. L. . Regressão da aterosclerose experimental em coelhos tratados com extrato aquoso de erva-mate (Ilex paraguariensis). In: XIII Seminário de Iniciação Científica da UFSC, 2003, Florianópolis. Caderno de Resumos, 2003. v. 13. p. 56-56.

113.
FAVARIN, Maria Elisa ; CATAPAN, Elisangela ; SORDI, Regina de ; SANTOS, Fabiana C. P. dos ; RODRIGUES, Alice C. ; HIRATA, Rosário D. C. ; HIRATA, Mário H. ; SILVA, E. L. . Avaliação da atividade enzimática e dos polimorfismos 55 e 192 da enzima paraoxonase-1 em pacientes hiperlipidêmicos. In: VII CONGRESSO CATARINENSE DE CARDIOLOGIA, 2003, Blumenau. Livro de Resumos, 2003. v. 7. p. 14-14.

114.
CATAPAN, Elisangela ; FAVARIN, Maria Elisa ; SORDI, Regina de ; SANTOS, Fabiana C. P. dos ; RODRIGUES, Alice C. ; HIRATA, Rosário D. C. ; HIRATA, Mário H. ; SILVA, E. L. . Polimorfismo e atividade da enzima paraoxonase-2 (pon-2-311) em pacientes diabéticos tipo-2. In: VII CONGRESSO CATARINENSE DE CARDIOLOGIA, 2003, Blumenau. Livro de Resumos, 2003. v. 7. p. 15-15.

115.
MOSIMANN, Ana Luiza Pamplona ; MANTOVANI, C. L. ; BORDIGNON, J. C. ; PEDROSA, Rozangela Curi ; SILVA, E. L. . Reduction of atherosclerosis in cholesterol-fed rabbits by Ilex paraguariensis estract (mate). In: XI Meeting of the Society for Free Radical Research International, 2002, Paris, França. Free Radical Biology and Medicine, 2002. v. 33. p. S244-S244.

116.
RONSEIN, G. E. ; DUTRA, R. L. ; SILVA, E. L. ; MARTINELLO, Flávia ; HERMES, E. M. ; BALEN, G. ; JORGE, S. ; WALTRICK, C. D. A. ; SILVA, C. S. M. ; SANTOS, B. M. ; LEAL, V. ; QUEIROZ, R. U. ; CANTOS, G. A. . Influência do estresse nos níveis sanguíneos de lipídios, ácido ascórbico, zinco e outros parâmetros bioquímicos. In: XXIX Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2002, Fortaleza, CE. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 2002. v. 34. p. 8B-8B.

117.
SILVA, E. L.; MARTINELLO, Flávia . Phenolic compounds do not affect interference by ascorbic acid in biochemical tests that use oxidase/peroxidase systems. In: 3rd Congress of Pharmaceutical Sciences, 2001, Águas de LIndóia, SP. European Journal of Pharmaceutical Sciences. Oxford, UK: Elsevier, 2001. v. 13. p. S26-S26.

118.
SILVA, E. L.; MARTINELLO, Flávia . Mechanisms of ascorbic acid interference in biochemical tests that use the Trinder reaction. In: 3rd Congress of Pharmaceutical Sciences, 2001, Águas de Lindóia, SP. European Journal of Pharmaceutical Sciences. Oxford, UK: Elsevier, 2001. v. 13. p. S27-S27.

119.
SILVA, E. L.; MARTINELLO, Flávia . Decrease of ascorbic acid interference in peroxidase-based tests by auto-oxidation is concentration-dependent. In: 3rd Congress of Pharmaceutical Sciences, 2001, Águas de Lindóia, SP. European Journal of Pharmaceutical Sciences. Oxford, UK: Elsevier, 2001. v. 13. p. S27-S27.

120.
MARTINELLO, Flávia ; SILVA, E. L. . Presença de ácido ascórbico em amostras de urina: Implicação para a rotina de urinálise. In: XXVIII Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2001, Florianópolis. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 2001. v. 33. p. 2B-2B.

121.
MARTINELLO, Flávia ; SILVA, E. L. . Interferência do ácido ascórbico em ensaios bioquímicos que utilizam o sistema oxidase/peroxidase não é dependente do tipo de composto fenólico utilizado. In: XXVIII Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2001, Florianópolis, SC. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 2001. v. 33. p. 2B-2B.

122.
MARTINELLO, Flávia ; SILVA, E. L. . Diminuição da interferência do ácido ascórbico em ensaios baseados na reação de peroxidase: dependência da concentração e do tempo. In: XXVIII Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2001, Florianópolis, SC. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 2001. v. 33. p. 2B-2B.

123.
MARTINELLO, Flávia ; SILVA, E. L. . Mecanismo de interferência do ácido ascórbico na reação de Trinder utilizando 4-aminofenazona e compostos fenólicos. In: XXVIII Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2001, Florianópolis, SC. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 2001. v. 33. p. 2B-2B.

124.
MARTINELLO, Flávia ; SILVA, E. L. . Interferência do ácido ascórbico no metabolismo do ácido úrico e da bilirrubina. In: XXVIII Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 2001, Florianópolis, SC. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 2001. v. 33. p. 3B-3B.

125.
MOSIMANN, Ana Luiza Pamplona ; MANTOVANI, C. L. ; KÜLKAMP, I. C. ; BORDIGNON, J. C. ; SILVA, E. L. . Avaliação do potencial antioxidante da Ilex paraguariensis in vitro. In: XVI Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 2001, Caxambú, MG. Caderno de Resumos, 2001. v. 16. p. 313-313.

126.
MOSIMANN, Ana Luiza Pamplona ; MANTOVANI, C. L. ; BORDIGNON, J. C. ; SILVA, E. L. . Ilex paraguariensis extract (mate) reduces atherosclerosis in cholesterol-fed rabbits. In: II Congress of the South American Group for Free Radical Research, 2001, Mar del Plata, Argentina. Abstract Book, 2001. v. 2. p. 46-46.

127.
MOSIMANN, Ana Luiza Pamplona ; MANTOVANI, C. L. ; BORDIGNON, J. C. ; SILVA, E. L. . Antioxidant activity of Ilex paraguariensis (mate) aqueous extract on serum lipid peroxidation in vitro. In: II Congress of the South American Group for Free Radical Research, 2001, Mar del Plata, Argentina. Abstract Book, 2001. v. 2. p. 121-121.

128.
MOSIMANN, Ana Luiza Pamplona ; MANTOVANI, C. L. ; KÜLKAMP, I. C. ; BORDIGNON, J. C. ; SILVA, E. L. . Potencial antioxidante da Ilex paraguariensis in vitro. In: VIII Congresso Catarinense de Farmacêuticos e Bioquímicos, 2001, Florianópolis, SC. Caderno de Resumos dos Trabalhos Científicos, 2001. v. 8. p. 17-17.

129.
MOSIMANN, Ana Luiza Pamplona ; MANTOVANI, C. L. ; BORDIGNON, J. C. ; SILVA, E. L. . Estudo do efeito da Ilex paraguariensis na aterosclerose experimental. In: VIII Congresso Catarinense de Farmacêuticos e Bioquímicos, 2001, Florianópolis. Caderno de Resumos dos Trabalhos Científicos. v. 8. p. 17-17.

130.
MANTOVANI, C. L. ; BORDIGNON, J. C. ; MOSIMANN, Ana Luiza Pamplona ; SILVA, E. L. . Avaliação do efeito antioxidante do extrato aquoso de Ilex paraguariensis (erva-mate) na peroxidação lipídica. In: XI Seminário de Iniciação Científica da UFSC, 2001, Florianópolis, SC. Livro de Resumos, 2001. v. 11. p. 451-451.

131.
BORDIGNON, J. C. ; MANTOVANI, C. L. ; MOSIMANN, Ana Luiza Pamplona ; SILVA, E. L. . Avaliação do efeito protetor do extrato aquoso de Ilex paraguariensis (erva-mate) na aterogênese experimental em coelhos. In: XI Seminário de Iniciação Científica da UFSC, 2001, Florianópolis, SC. Livro de Resumos, 2001. v. 11. p. 452-452.

132.
MARTINELLO, Flávia ; SILVA, E. L. . Interferência do ácido ascórbico na determinação de parâmetros bioquímicos séricos baseados no sistema de reação oxidase/peroxidase. In: XXXIV Congresso Brasileiro de Patologia Clínica, 2000, Florianópolis, SC. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laboratorial, 2000. v. 36. p. 87-87.

133.
MARTINELLO, Flávia ; SILVA, E. L. . Avaliação da interferência do ácido ascórbico nas reações para determinações de parâmetros bioquímicos urinários. In: XXXIV Congresso Brasileiro de Patologia Clínica, 2000, Florianópolis, SC. Jornal Brasileiro de Patologia e Medicina Laoratorial. Rio de Janeiro: Sociedade Brasileira de Patologia Clínica, 2000. v. 36. p. 87-87.

134.
SILVA, E. L.; MARTINELLO, Flávia ; SCHARF, E. R. ; LUCA, D. M. ; AMORIN, G. R. ; CORRADI, L. ; MARTINS, T. R. . Avaliação da interferência do ácido ascórbico nas reações para a detecção de glicose e hemoglobina urinárias. In: XXVI Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 1999, Goiania. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 1999. v. 31. p. 4.

135.
SILVA, E. L.; SCHARF, E. R. ; MARTINELLO, Flávia ; LUCA, D. M. ; AMORIN, G. R. ; CORRADI, L. ; MARTINS, T. R. . Efeito interferente do ácido ascórbico nas determinações de paramêtros bioquímicos séricos. In: XXVI Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 1999, Goiania. Revista Brasileira de Análises Clínicas, 1999. v. 31. p. 5.

136.
SILVA, E. L.; PISKULA, M. K. ; YAMAMOTO, N. ; MOON, Jae Hake ; TERAO, Junji . Quercetin metabolites enhance the antioxidative ability of rat plasma. In: XIV Reunião Anual da Federação de Sociedade de Biologia Experimental - FeSBE, 1999, Caxambú, MG. Caderno de Resumos, 1999. p. 100.

137.
SILVA, E. L.; ABDALLA, D. S. P. ; TERAO, Junji . Inhibition of lipoxygenase-dependent low density lipoprotein peroxidation by dietary antioxidants. In: xiv Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental - FeSBE, 1999, Caxambú, MG. Caderno de Resumos, 1999. p. 289.

138.
SILVA, E. L.; PISKULA, M. ; TERAO, Junji . Antioxidative activity of epicatechin metabolites in rat plasma. In: VII Semana da Pesquisa da UFSC, 1999, Florianópolis, SC. Livro de Resumos, 1999. p. 502.

139.
SILVA, E. L.; TSUSHIDA, T. ; TERAO, Junji . Quercetin-monoglucosides inhibit 15-lipoxygenase-induced LDL oxidation. In: VII Semana da Pesquisa da UFSC, 1999, Florianópolis, SC. Livro de Resumos, 1999. p. 503.

140.
MARTINELLO, Flávia ; SILVA, E. L. ; SCHARF, E. R. . Avaliação da interferência do ácido ascórbico sobre os parâmetros urinários glicose e hemoglobina. In: IX Seminário de Iniciação Científica da UFSC, 1999, Florionópolis, SC. Caderno de Resumos, 1999. p. 116.

141.
SCHARF, E. R. ; MARTINELLO, Flávia ; SILVA, E. L. . Ação interferente do ácido ascórbico sobre parâmetros bioquímicos plasmáticos. In: IX Seminário de Iniciação Científica da UFSC, 1999, Florianópolis, SC. Caderno de Resumos, 1999. p. 115.

142.
SILVA, E. L.; MARTINELLO, Flávia ; SCHARF, E. R. ; ABDALLA, D. S. P. ; TERAO, Junji . Lipoxygenase-dependent low density lipoprotein oxidation inhibited by flavonoids quercetin and epicatechin. In: First Meeting of South American Group for Radical Research, 1999, Florianópolis, SC. Abstract Book, 1999. p. 154.

143.
SILVA, E. L.; PISKULA, M. ; YAMAMOTO, N. ; MOON, Jae Hake ; TERAO, Junji . Inhibitory effect of quercetin metabolites on rat plasma lipid peroxidation. In: First Meeting of South American Group for Free Radical Research, 1999, Florianópolis, SC. Abstract Book, 1999. p. 155.

144.
SPADA, C. ; TREITINGER, A. ; SILVA, E. L. ; FERREIRA, L. A. P. ; FUJIMURA, A. Y. H. . Significado clínico da diminuição da atividade funcional dos neutrófilos em pacientes HIV soropositivos. In: XXV Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 1998, Porto Alegre, RS. Revista Brasileira de Análises Clínicas. Rio de Janeiro, RJ, 1998. v. 30. p. 76.

145.
TREITINGER, A. ; SPADA, C. ; BETTEGA, J. M. ; VIEIRA, M. L. ; LIMA, K. C. ; SILVA, E. L. . Avaliação de tiras reagentes utilizadas na análise de urina para os parâmetros proteínas, glicose e hemácias. In: XXV Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 1998, Porto Alegre, RS. Revista Brasileira de Análises Clínicas. Rio de Janeiro, RJ, 1998. v. 30. p. 76.

146.
TREITINGER, A. ; SPADA, C. ; SILVA, E. L. ; FERREIRA, L. A. P. ; S NETO, M. ; REIS, M. ; HOLZ, E. ; SANTOS, H. . Prevalência da infecção pelo vírus da hepatite B e da hepatite C em pacientes HIV-1 soropositivos. In: XXV Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 1998, Porto Alegre, RS. Revista Brasileira de Análises Clínicas. Rio de Janeiro, RJ, 1998. v. 30. p. 76.

147.
SILVA, E. L.; PISKULA, M. K. ; TERAO, J. . Antoxidative activity of epicatechin metabolites in rat plasma. In: IX Bieenial Meeting International Society for Free Radical Research, 1998, São Paulo, SP. Revista de Farmácia e Bioquímica da USP. São Paulo, SP, 1998. v. 34. p. 196.

148.
SILVA, E. L.; TERAO, J. . Quercetin-monoglucosides inhibit 15-lipoxygenase-induced LDL oxidation. In: IX Biennial Meeting International Society for Free Radical Research, 1998, São Paulo, SP. Revista de Farmácia e Bioquímica da USP. São Paulo, SP, 1998. v. 34. p. 196.

149.
TERAO, J. ; PISKULA, M. K. ; SILVA, E. L. . Antioxidant activity of quercetin and (-)-epicatechin in rat plasma: intragastrical administration and their metabolites. In: V Chemical Congress of North America, Symposium of Phytochemicals and Phytopharmaceuticals, 1997, Cancun, México. Abstract Book, 1997.

150.
TERAO, J. ; PISKULA, M. ; SILVA, E. L. . Participation of flavonoids in plasma antioxidant defense: significance of their metabolic conversion. In: International Symposium on Antiodiant Food Supplements in Human Health, 1997, Yamagata, Japan. Abstract Book, 1997.

151.
TERAO, J. ; PISKULA, M. ; SILVA, E. L. . Antioxidant activity of orally administered (-)-epicatechin in rat plasma. In: II International Conference on Bioradicals, 1997, Yamagata, Japan. Abstract Book, 1997.

152.
SILVA, E. L.; COELHO, I. J. C. ; MENEGHETTI, J. C. ; ABDALLA, D. S. P. . Fractional clearance rate of [99m]Tc-native and oxidized beta-VLDL. In: OXYGEN´S, 1995, Pasadena, USA. Abstract Book, 1995. v. 318. p. 108.

153.
SILVA, E. L.; REBECCHI, I. M. M. ; COELHO, I. J. C. ; MENEGHETTI, J. C. ; ABDALLA, D. S. P. . Biodistibution and plasma clearance of peroxynitrite-modified [99mTc]-beta VLDL in rabbits. In: XXIV Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular, 1995, Caxambu, MG. Caderno de Resumos, 1995.

154.
SILVA, E. L.; REBECCHI, I. M. M. ; ABDALLA, D. S. P. . Uptake of peroxynitrite-modified beta-VLDL by monocytes isolated from normo and hypercholesterolemic rabbits. In: XXIV Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular, 1995, Caxambu, MG. Caderno de Resumos, 1995.

155.
MORIEL, P. ; SILVA, E. L. ; CHANG, Y. H. ; ABDALLA, D. S. P. . Detection of lipid hydroperoxydes in plasma lipoproteins during the course of hypercholesterolemia. In: XXIV Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular, 1995, Caxambu, MG. Caderno de Resumos, 1995.

156.
SILVA, E. L.; REBECCHI, I. M. M. ; COELHO, I. J. C. ; MENEGHETTI, J. C. ; ABDALLA, D. S. P. . Biodistribuição e remoção plasmática de [99mTc]-beta VLDL nativa e oxidada em coelhos. In: X Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental, 1995, Serra Negra, SP. Caderno de Resumos, 1995.

157.
SILVA, E. L.; REBECCHI, I. M. M. ; ABDALLA, D. S. P. . Degradação de [125Iodo]-beta VLDL modificada por peroxinitrito em monócitos de coelhos normo e hipercolesterolêmicos. In: X Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental, 1995, Serra Negra, SP. Caderno de Resumos, 1995.

158.
PIVOTTO, L. B. P. ; SILVA, E. L. ; MARANHÃO, R. C. ; WAJNGARTEN, M. ; SERROAZUL, J. B. ; PIERRI, H. ; GEBARA, O. E. ; SERROAZUL, L. G. ; BARRETO, A. C. P. ; PILEGGI, F. . INFLUENCE OF AGING ON THE KINETICS OF PLASMA DENSITY LIPOPROTEIN (LDL) IN NORMOLIPIDEMIC HEALTHY SUBJECTS AND CORONARY ARTERY DISEASE (CAD) PATIENTS.. In: XXI Argentine Congress of Cardiology, 1994, BUENOS AIRES, ARGENTINA. American Journal of Geriatry and Cardiology, 1994.

159.
GONÇALVES, R. ; MARANHÃO, R. C. ; TOFFOLETTO, O. ; CHAMONE, D. ; SILVA, E. L. ; CONCHON, M. ; OLIVEIRA, M. . HIGH DENSITY LIPOPROTEIN (HDL) UPTAKE BY ACUTE LIMPHOCYTIC LEUKEMIA CELLS.. In: L Congresso da Sociedade Brasileira de Cardiologia, 1994, RECIFE, BRASIL. Revista de Investigação Clínica, 1994. v. Suplem.

160.
SILVA, E. L.; CHANG, Y. H. ; SASSI, A. B. ; ABDALLA, D. S. P. . Antioxidant enzymes in hypercholesterolemic rabbits. In: XXIII Reunião Anual da Sociedade Brasileira de bioquímica e Biologia Molecular, 1994, Caxambu, MG. Caderno de Resumos.

161.
SILVA, E. L.; SASSI, A. B. ; ABDALLA, D. S. P. . Effect of linoleic acid on lipid transfer in hypercholesterolemic rabbits. In: XXIII Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular, 1994, Caxambu, MG. Caderno de Resumos, 1994.

162.
GONÇALVES, R. P. ; CHAMONE, D. A. F. ; SILVA, E. L. ; TOFFOLETO, O. ; MARANHÃO, R. C. . Captação da lipoproteína de alta densidade (HDL) por células mononucleares de indivíduos sadios e por células blásticas de portadores de leucemia linfóide aguda (LLA). In: IX Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental, 1994, Caxambu, MG. Caderno de Resumos, 1994.

163.
SILVA, E. L.; COURA, D. M. ; ABDALLA, D. S. P. . Efeito da hipercolesterolemia sobre a atividade da superóxido dismutase extracelular (EC-SOD) em coelhos. In: IX Seminário da Pós-Graduação da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP, 1994, São Paulo, SP. Caderno de Resumos, 1994.

164.
FONSECA, A. C. ; SILVA, E. L. ; CHANG, Y. H. ; COURA, D. M. F. ; ABDALLA, D. S. P. . Enzimas antioxidantes em coelhos hipercolesterolêmicos. In: II Simpósio de Iniciação Científica da USP, 1994, São Paulo, SP. Caderno de Resumos, 1994.

165.
CHANG, Y. H. ; SILVA, E. L. ; SASSI, A. B. ; COURA, D. M. F. ; ABDALLA, D. S. P. . Transferência lipídica em coelhos hipercolestrolêmicos. In: II Simpósio de Iniciação Científica da USP, 1994, São Paulo, SP. Caderno de Resumos, 1994.

166.
SILVA, E. L.; MARANHÃO, R. C. ; CURI, R. ; FERNANDES, L. C. ; MIARA, J. ; GUIMARÃES, A. R. P. ; HIRATA, R. D. C. ; HIRATA, M. H. . Dieta rica em ácidos graxos saturados previne alterações no metabolismo dos quilomícrons em animais com tumor de Walker 256. In: VIII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental, 1993, Caxambu, MG. Caderno de Resumos, 1993.

167.
SILVA, S. S. C. ; COELHO, I. J. ; SILVA, E. L. ; ZANARDO, E. ; PILEGGI, F. ; MENEGHETTI, I. C. ; MARANHÃO, R. C. . Utilização de um análogo sintético da LDL para obtenção de imagens cintilográficas. In: VIII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental, 1993, Caxambu, MG. Caderno de Resumos, 1993.

168.
SILVA, E. L.; PIVOTTO, L. B. P. ; WAJNGARTEN, M. ; MIARA, J. ; MARANHÃO, R. C. . Idosos saudáveis ou portadores de doença arterial coronariana (DAC) apresentam deficiência na remoção plasmática de LDL artificial. In: VIII Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental, 1993, Caxambu, MG. Caderno de Resumos, 1993.

169.
MARANHÃO, R. C. ; SILVA, E. L. ; GARICOCHEA, B. ; CHAMONE, D. A. F. ; LLACER, P. ; PILEGGI, F. . Metabolismo de emulsões lipídicas semelhantes à LDL natural em pacientes portadores de leucemias agudas. In: VIII Reunião Anual da Federeção de Sociedades de Biologia Experimental, 1993, Caxambu, MG. Caderno de Resumos.

170.
PIVOTTO, L. B. P. ; SILVA, E. L. ; WAJNGARTEN, M. ; PILEGGI, F. ; MARANHÃO, R. C. . Estudo de remoção plasmática de LDL artificial em idosos coronariopatas. In: XLVIII Congresso da Sociedade Brasileira de Cardiologia, 1992, Recife, PE. Cadero de Resumos, 1992.

171.
ROLAND, I. A. ; RAMIREZ, J. ; SILVA, E. L. ; PILEGGI, F. ; MARANHÃO, R. C. . Metabolismo de LDL artificial em indivíduos normais e dislipidêmicos. In: XLVIII Congresso da Sociedade Brasileira de Cardiologia, 1992, Recife, PE. Caderno de Resumos, 1992.

172.
SILVA, E. L.; GUIMARÃES, A. R. P. ; HIRATA, R. D. C. ; FERNANDES, L. C. ; MARANHÃO, R. C. ; CURI, R. ; HIRATA, M. H. . Efeito da dieta lipídica sobre a remoção de quilomícrons em ratos com tumor de Walker 256. In: VI Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental, 1991, Caxambu, MG. Caderno de Resumos, 1991.

173.
TEIXEIRA, M. C. ; SILVA, S. M. S. ; SILVA, E. L. ; MARANHÃO, R. C. . Remoção plasmática de emulsões de quilomícrons artificiais em indivíduos normais e com aterosclerose coronariana. In: VI Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental, 1991, Caxambu, MG. Caderno de Resumos, 1991.

174.
TEIXEIRA, M. C. ; SILVA, E. L. ; SILVA, S. M. S. ; MARANHÃO, R. C. . Remoção plasmática de emulsões de quilomícrons artificiais em indivíduos normais e com aterosclerose coronariana. In: XLVII Congresso da Sociedade Brasileira de Cardiologia, 1991, São Paulo, SP. Caderno de Resumos, 1991.

175.
SILVA, E. L.; GUIMARÃES, A. R. P. ; HIRATA, R. D. C. ; FERNANDES, L. C. ; MARANHÃO, R. C. ; CURI, R. ; HIRATA, M. H. . Dieta lipídica e remoção de quilomícrons artificiais em ratos portadores de tumor de Walker 256. In: VI Seminário da Pós-Graduação da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP, 1991, São Paulo, SP. Revista de Farmácia e Bioquímica da USP, 1991.

176.
LEONART, M. S. S. ; SILVA, E. L. ; STINGHEN, S. T. ; FORTES, V. A. ; NASCIMENTO, A. J. . Controle de qualidade em hematimetria: estudos sobre a preservação de eritrócitos isolados. In: V Reunião Anual da Federação de Sociedades de Biologia Experimental, 1990, Caxambu, MG. Caderno de Resumos.

177.
HIRATA, R. D. C. ; HIRATA, M. H. ; SILVA, E. L. ; MARANHÃO, R. C. . Influência da apolipoproteína B na remoção plasmática de microemulsões em ratos. In: V Seminário da Pós-Graduação da Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP, 1990, São Paulo, SP. Revista de Farmácia e Bioquímica da USP. São Paulo, SP, 1990.

178.
SILVA, E. L.; CURI, R. ; GUIMARÃES, A. R. P. ; HIRATA, R. D. C. ; FERNANDES, L. C. ; MARANHÃO, R. C. ; HIRATA, M. H. . Influência da dieta lipídica no metabolismo de quilomícrons artificiais em ratos com tumor de Walker 256. In: II Congresso Nacional da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição, 1990, São Paulo, SP. Caderno de Resumos, 1990.

179.
GUIMARÃES, A. R. P. ; SILVA, E. L. ; HIRATA, M. H. ; MARANHÃO, R. C. ; HIRATA, R. D. C. ; CURI, R. . Metabolismo de quilomícrons em ratos submetidos a dietas ricas em ácidos graxos polinsaturados ou saturados. In: II Congresso Nacional da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição, 1990, São Paulo, SP. Caderno de Resumos, 1990.

180.
LEONART, M. S. S. ; GRANATO, E. L. ; NASCIMENTO, A. J. ; HASHIMOTO, Y. ; SILVA, E. L. . Estudos sobre a preservação de eritrócitos III. In: XV Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 1989, Rio de Janeiro. Revista Brasileira de Análises Clínicas. Rio de Janeiro, 1989.

181.
LEONART, M. S. S. ; GRANATO, E. L. ; NASCIMENTO, A. J. ; HASHIMOTO, Y. ; SILVA, E. L. . Amostras para controle de qualidade do eritrograma estável durante 100 dias. In: XVI Congresso Brasileiro de Análises Clínicas, 1989, Goiania, GO. Revista Brasileira de Análises Clínicas. Rio de Janeiro, 1989.

182.
LEONART, M. S. S. ; GRANATO, E. L. ; NASCIMENTO, A. J. ; HASHIMOTO, Y. ; SILVA, E. L. . Estudos sobre a preservação de eritrócitos para controle de qualidade em hematimetria. In: I Congresso de Farmácia e Análises Clínicas, 1989, Ponta Grossa, PR. Caderno de Resumos, 1989.

Resumos publicados em anais de congressos (artigos)
1.
FELIPPI, Regina2006FELIPPI, Regina ; NICOLAU, Rosa Maria Ribeiro Do Vale ; SILVA, E. L. . Erva-mate (Ilex paraguariensis) melhora a reatividade vascular de aorta de camundongos ldlr-/- com aterosclerose. Revista Brasileira de Análises Clínicas, Rio de Janeiro - RJ, v. 38, n.2, p. 5 B-5 B, 2006.

2.
FAVARIN, Maria Elisa2006FAVARIN, Maria Elisa ; CATAPAN, Elisangela ; SORDI, Regina de ; SANTOS, Fabiana C. P. dos ; RODRIGUES, Alice C. ; HIRATA, Rosário Domingues Crespo ; HIRATA, Mário Hiroyuki ; SILVA, E. L. . Polimorfismos dos genes PON1 e PON2 afetam a atividade da enzima paroxonase em pacientes hipercolesterolêmicos.. Revista Brasileira de Análises Clínicas, Rio de Janeiro - RJ, v. 38, n.2, p. 6 B-6 B, 2006.

3.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA2006SILVA, E. L.; KAMADA, Chimie ; MOON, Jae Hake ; TERAO, Junji . Quercetina-glicosídica acumula-se na artéria aorta e inibe a lipoperoxidação e a aterosclerose em coelhos. Revista Brasileira de Análises Clínicas, Rio de Janeiro - RJ, v. 38, n.2, p. 6 B-6 B, 2006.

4.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA2006SILVA, E. L.; NEIVA, Terezinha de Jesus Carvalho ; WILHELM FILHO, Danilo ; SHIRAI, Mutsuko ; TERAO, Junji ; ABDALLA, Dulcinéia S P . Ilex paraguariensis extract inhibits ex vivo lipid peroxidation of human plasma and LDL. Free Radical Research, Londres, UK, v. 40, n.1, p. S101-S101, 2006.

5.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA2005SILVA, E. L.; FAVARIN, Maria Elisa ; CATAPAN, Elisangela ; SORDI, Regina de ; RODRIGUES, Alice C. ; HIRATA, Rosário D. C. ; HIRATA, Mário Hiroyuki . Efeitos de polimorfismos dos genes PON1 e PON2 sobre a atividade da enzima paroxonase em pacientes hipercolesterolêmicos. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, v. 85, n.Supl. IV, p. 109-109, 2005.

6.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA2005SILVA, E. L.; KAMADA, Chimie ; MOON, Jae Hake ; TERAO, Junji . Diminuição da peroxidação lipídica arterial e da progressão da aterosclerose experimental em coelhos pela quercetina glicosídica. Arquivos Brasileiros de Cardiologia, v. 85, n.Supl. IV, p. 26-26, 2005.

7.
MOSIMANN, Ana Luiza Pamplona2002MOSIMANN, Ana Luiza Pamplona ; MANTOVANI, C. L. ; BORDIGNON, J. C. ; PEDROSA, Rozangela Curi ; SILVA, E. L. . Reduction of atherosclerosis in cholesterol-fed rabbits by Ilex paraguariensis extract (mate).. Free Radical Biology And Medicine, v. 33, n.Suppl. 1, p. S244-S244, 2002.

8.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA2001SILVA, E. L.; MARTINELLO, Flávia . Phenolic compounds do not affect interference by ascorbic acid in biochemical tests that use oxidase/peroxidase systems. European Journal Of Pharmaceutical Sciences, Oxford, UK, v. 13, n.Suppl. 1, p. S26-S26, 2001.

9.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA2001SILVA, E. L.; MARTINELLO, Flávia . Mechanisms of ascorbic acid interference in biochemical tests that use the Trinder reaction. European Journal Of Pharmarceutical Sciences, Oxford, UK, v. 13, n.Suppl. 1, p. S27-S27, 2001.

10.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA2001SILVA, E. L.; MARTINELLO, Flávia . Decrease of ascorbic acid interference in peroxidase-based tests by auto-oxidation is concentration-dependent. European Journal Of Pharmaceutical Sciences, Oxford, UK, v. 13, n.Suppl. 1, p. S27-S27, 2001.

11.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA1995SILVA, E. L.; PIVOTTO, L. B. P. ; MARANHAO, R. C. ; WAJNGARTEN, M. ; SERROAZUL, J. B. ; PIERRI, H. ; GEBARA, O. E. ; SERROAZUL, L. G. ; BARRETO, A. C. P. ; PILEGGI, F. . Influence of aging on the kinetic of plasma low density lipoproteins (LDL) in normolipidemic healthy subjects and coronary artery disease (CAD) patients. American Journal of Geriatric Cardiology, New York, v. 4, n.3, p. 44-44, 1995.

12.
SILVA, E. L.;DASILVA, E;DA SILVA, E.L.;DA SILVA, EDSON LUIZ;DA SILVA, EDSON L.;SILVA, EDSON LUIZ DA1994SILVA, E. L.; GONÇALVES, R. ; MARANHAO, R. C. ; TOFFOLETO, O. ; CHAMONE, D. ; CONCHON, M. ; OLIVEIRA, M. . High density lipoprotein (HDL) uptake by acute limphocytic leukemia cells. La Revista de Investigation Clinica, Madri, v. 25, n.Supp, p. 260-260, 1994.

Artigos aceitos para publicação
1.
PANZA, Vilma Simões Pereira ; BRUNETTA, H. S. ; OLIVEIRA, M. V. ; NUNES, E. A. ; DA SILVA, E.L. . Effect of mate tea (Ilex paraguariensis) on the expression of the leukocyte NADPH oxidase subunit p47phox and on circulating inflammatory cytokines in healthy men: a pilot study. INTERNATIONAL JOURNAL OF FOOD SCIENCES AND NUTRITION, 2018.

2.
PAMPLONA-CUNHA, H. ; CAMPOS, E. ; OLIVEIRA, M. V. ; BACK, I. C. ; SINCERO, T. C. M. ; DA SILVA, E.L. . Genetic polymorphisms and variants in LDL receptor associated with familial hypercholesterolemia: Cascade screening and identification of the variants 666C>A, 862G>A, 901 G>A, and 919 G>A of a Brazilian family. CLINICAL CHEMISTRY AND LABORATORY MEDICINE, 2018.

Apresentações de Trabalho
1.
CUNHA, H. P. ; Rosini N. ; CAETANO, R. ; Machado M.J. ; DA SILVA, E.L. . Aumento dos fatores pró-aterogênicos, LDL pequena e densa e resistência à insulina, em crianças e adolescentes com sobrepeso, obesidade geral ou obesidade abdominal. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
SILVA, E. L.. Effects of yerba mate (Ilex paraguariensis, St. Hil.) on oxidative stress and cardiometabolic biomarkers. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
CUNHA, H. P. ; Rosini N. ; CAETANO, R. ; OLIVEIRA, M. V. ; OPPERMANN-MOURA, S. A. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . Increased levels and prevalence of small dense LDL particles and insulin resistance in overweight, obese and abdominally obese children and adolescents. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
SILVA, E. L.. Doenças Cardiovasculares: Estratégias Terapêuticas. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
SILVA, E. L.. A Erva Mate e seus Benefícios para a Saúde. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
SILVA, E. L.. A erva mate e suas aplicações à vida saudável. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
SILVA, E. L.; Klein, G.A. ; Stefanuto A. ; Boaventura, B.C.B. ; Morais, E.C. ; Cavalcante, L. S. ; Andrade F. ; WASLAWIK, E. ; Di Pietro, Patrícia Faria . Erva mate tostada (Ilex paraguariensis) reduz a glicemia de jejum em pacientes diabéticos. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
SILVA, E. L.. Parcerias em pesquisa da Universidade Federal de Santa Catarina com o Núcleo de Cardiologia e Medicina do Exercício. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

9.
SILVA, E. L.. Aspectos Funcionais nas Bebidas: Chimarrão. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
SILVA, E. L.. Erva-Mate e Aterosclerose. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
SILVA, E. L.. Erva-Mate como Alimento Funcional. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
SILVA, E. L.. Marcadores de Estresse Oxidativo. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
SILVA, E. L.. Atividades biológicas da erva-mate. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
SILVA, E. L.. Efeitos de polimorfismos dos genes PON1 e PON2 na atividade da enzima paroxonase em pacientes hipercolesterolêmicos. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
SILVA, E. L.. Diminuição da peroxidação lipídica arterial e da progressão da aterosclerose experimental em coelhos pela quercetina glicosídica. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

Demais trabalhos
1.
SILVA, E. L.. Erva-mate e aterosclerose. 2005 (Entrevista Rádio Bandeirantes) .

2.
SILVA, E. L.. Erva-mate reduz aterosclerose. 2005 (Entrevista Rádio Eldorado) .

3.
SILVA, E. L.. Efeitos benéficos da erva-mate. 2005 (Entrevista Rádio UFSC - Uniaberta) .

4.
SILVA, E. L.. Chimarrão reduz o risco de aterosclerose. 2005 (Entrevista Rádio CBN Diária) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
DA SILVA, E.L.; CARDOSO-JUNIOR, E. L.; AMBONI, R. D. M. C.; CARDOSO, S. G.. Participação em banca de Fernanda Alves Cruz. Identificação dos ácidos ursólico e oleanólico no plasma de indivíduos saudáveis após a ingestão aguda de erva-mate (Ilex paraguariensis, St. Hil.). 2016. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
DA SILVA, E.L.; CARDOSO-JUNIOR, E. L.; AMBONI, R. D. M. C.; CARDOSO, S. G.. Participação em banca de Fernanda Alves Cruz. Identificação dos ácidos ursólico e oleanólico no plasma de indivíduos saudáveis após a ingestão aguda de erva-mate (Ilex paraguariensis, St. Hil.). 2016. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
DA SILVA, E.L.; CARDOSO-JUNIOR, E. L.; AMBONI, R. D. M. C.; CARDOSO, S. G.. Participação em banca de Tatiana de Lima Alves. Detecção de metabólitos de ácido clorogênico em plasma e urina de indivíduos saudáveis após a ingestão de erva mate (Ilex paraguariensis, St. Hil.). 2016. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
BENETTI, M.; SILVA, E. L.; MARA, L. S.; CARVALHO, T.. Participação em banca de Alexandra Amin Lineburger. Efeito do exercício de alta intensidade e suplementação de testosterona no perfil lipídico e inflamatório de homens com insuficiência cardíaca: Um ensaio clínico randomizado. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

5.
NAKAMUNE, A. C. M. S.; MINGATTO, F. E.; SILVA, E. L.. Participação em banca de Ariana Aparecida Ferreira Pereira. Efeito do chá mate (Ilex paraguariensis) em marcadores do estresse oxidativo de ratas velhas. 2013. Dissertação (Mestrado em Biociências e Biotecnologia Aplicadas à Farmácia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

6.
Moresco, R. N.; SILVA, E. L.; VAUCHER, R. A.. Participação em banca de Carine Lima Hermes. Ensaio de glutationa redutase automatizado: Interferência analítica. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de Santa Maria.

7.
CARVALHO, T.; SILVA, E. L.; ANDRADE, A.; BENETTI, M.. Participação em banca de Vitor Giatte Angarten. Influência da intensidade do exercício físico no estresse oxidativo de pacientes com insuficiência cardíaca. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

8.
Di Pietro, Patrícia Faria; MELO, S. S.; SILVA, E. L.; Vieira, F.G.K.. Participação em banca de Alyne Liziane Cardoso. Efeito do consumo agudo do fruto juçara (Euterpe edulis) sobre a capacidade antioxidante e biomarcador de dano oxidativo em indivíduos saudáveis. 2013. Dissertação (Mestrado em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina.

9.
CARDOSO-JUNIOR, E. L.; ASSREUY, J.; SILVA, E. L.. Participação em banca de Silvie Rosa Balzan Sarolli. Avaliação da Atividade Anticolesterolêmica de uma Formulação Elaborada a partir do Extrato de Ilex paraguariensis. 2012. Dissertação (Mestrado em Farmacologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

10.
TRAMONTE, Vera Lúcia Cardoso Garcia; Vannucchi H.; SILVA, E. L.; Di Pietro, Patrícia Faria. Participação em banca de Stella Lemke. Efeito do consumo do óleo de tainha no perfil lipídico e na expressão gênica da SOD e GPx de ratos com dislipidemia. 2011. Dissertação (Mestrado em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina.

11.
TRAMONTE, Vera Lúcia Cardoso Garcia; MARASCHIN, Marcelo; SILVA, E. L.; AVANCINI, S.R.P.. Participação em banca de Fabiana Ourique da Silva. Avaliação in vitro da atividade antioxidante dos carotenóides totais extraídos do músculo de camarões cultivados (Litopenaeus vannamei). 2010. Dissertação (Mestrado em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina.

12.
Pasa T.C.; Aimbiré C.; SILVA, E. L.. Participação em banca de Andrea Seccon. Caracterização da atividade antioxidante e inibidora da tirosinase .... 2010. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

13.
SILVA, E. L.; SCARTEZINI, Mariléia; SOUZA, L.C.; WILHELM FILHO, Danilo; CANTOS, Geny Aparecida. Participação em banca de Elayne Cristina de Morais. Avaliação do efeito hipocolesterolêmico, antioxidante e anti-inflamatório da infusão de erva-mate (Ilex paraguariensis) em indivíduos normolipidêmicos ou dislipidêmicos usuários ou não de estatina. 2009. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

14.
SOUZA, L.C.; SILVA, E. L.; CANTOS, Geny Aparecida; Giuliano, I.C.B.. Participação em banca de Karina Scarduelli Luciano. Avaliação do perfil lipídico de crianças e adolescentes de 2 a 19 anos atentidos nas unidades ambulatoriais do Laboratório Médico Santa Luzia em Florianópolis-SC e análise comparativa entre os sexos.. 2009. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

15.
SOUZA, L.C.; Giuliano, I.C.B.; SILVA, E. L.; CANTOS, Geny Aparecida. Participação em banca de Karina Scarduelli Luciano. Avaliação do perfil lipídico de crianças e adolescentes do município de Florianópolis. 2009. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

16.
SOUZA, L.C.; HEINISCH, Roberto Henrique; SILVA, E. L.; CANTOS, Geny Aparecida. Participação em banca de Marina R. Mattozo Rover. Distribuição dos valores do perfil lipídico e avaliação dos fatores de risco para aterosclerose em crianças e adolescentes entre 2 e 19 anos em Florianópolis. 2007. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

17.
PEDROSA, Rozangela Curi; NIERO, Rivaldo; FALKENBERG, Mírian de Barcellos; SILVA, E. L.. Participação em banca de Maicon r. Kviecinski. Avaliação das atividades antioxidante, antiinflamatória e antitumoral de Bidens pilosa L.. 2007. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

18.
WAZLAWIK, Elisabeth; SILVA, E. L.; RIBIEIRO-DO-VALLE, Roza Maria. Participação em banca de Bettina Moritz dos Santos Beil. Interferência dos ácidos graxos ômega-3 nos lipídeos sanguíneos de ratos submetidos ao exercício físico (nado).. 2006. Dissertação (Mestrado em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina.

19.
FALKENBERG, Mírian de Barcellos; SILVA, E. L.; FERREIRA, Maria Beatriz Cardoso; SCHENKEL, Eloir Paulo. Participação em banca de Adriana Scotti da Silva Colombeli. Avaliação do potencial de interferência analítica de fármacos na análise química do exame de urina. 2006. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

20.
SOARES, M. S.; SILVA, E. L.; SCARTEZINI, M.; NASCIMENTO, A. J.. Participação em banca de Aline Borsato Hauser. Programa de controle de qualidade em hematologia: variações interlaboratoriais em Curitiba e região metropolitana. 2003. Dissertação (Mestrado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal do Paraná.

21.
SILVA, F. R. M. B.; SILVA, E. L.; PUREUR, R. P.. Participação em banca de Ariane Zamoner. Efeitos do 3,5,3'-triiodo-I-tironina nas proteínas dos filamentos interediários de testículos de ratos durante odesenvolvimento sexual. 2002. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Teses de doutorado
1.
CARVALHO, T.; RIBEIRO, E. P.; DA SILVA, E.L.; MARA, L. S.; ANDRADE, A.; ROSA-NETO, F.. Participação em banca de Sabrina Weis Sties. Influência de diferentes intensidades de exercício sobre os biomarcadores de estresse oxidativo, função erétil e aptidão cardiorrespiratória de pacientes com insuficiência cardíaca. 2016. Tese (Doutorado em Ciências do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

2.
AMBONI, R. D. M. C.; RIBANI, R. H.; BASTOS, D. H. M.; SILVA, E. L.; Di Pietro, Patrícia Faria; PRUDENCIO, E. S.; AMANTE, E. R.. Participação em banca de Brunna Cristina Bremer Boaventura. Atividade antioxidante e crioconcentração dos compostos bioativos do extrato aquoso de erva-mate (Ilex paraguariensis A. St. Hil.). 2015. Tese (Doutorado em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
LOSS, E. S.; ZANATTA, L.; SILVA, E. L.; REGINATTO, F. H.; SILVA, C. P.; SILVA, F. R. M. B.. Participação em banca de Allison Jhonatan Gomes Castro. Estudo do efeito e do mecanismo de ação de triterpenos naturais e da 1,25 (OH)2 vitamina D3 na homeostasia da glicose: papel dos compostos secretagogos de insulina e/ou insulinomiméticos. 2015. Tese (Doutorado em Bioquímica) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
ASSREUY, J.; LANDMAN, M. T. R. L.; SILVA, E. L.; FERREIRA, J.; CAROBREZ, A. P.. Participação em banca de Vanessa Aranega Pires. Estudo de extratos de V. montevidensis, A. edulis e C. xantocarpa em modelo expeirmental de dislipidemias. 2014. Tese (Doutorado em Farmacologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
Moresco, R. N.; WEINMANN, A. R. M.; SILVA, E. L.; BECK, M. O.; VAUCHER, R. A.; COMIM, F. V.. Participação em banca de José Antonio Mainardi de Carvalho. Investigação laboratorial da nefropatia diabética: Avaliação de marcadores tubulares e do impacto da correção pela creatinina urinária.. 2014. Tese (Doutorado em Ciências Farmacêuticas) - Universidade Federal de Santa Maria.

6.
FALKENBERG, Mírian de Barcellos; FERREIRA, Maria Beatriz Cardoso; Silva, R.M.; SILVA, E. L.; PEDROSA, Rozangela Curi; BERNARDES, L. S. C.. Participação em banca de Adriana S. da Silva. Avaliação da interferência analítica de fármacos na determinação de proteínas e cetonas no exame químico de urina - estudos in vitro e in vivo. 2012. Tese (Doutorado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Qualificações de Doutorado
1.
Fett, R.; CECHINEL-FILHO, V.; FARINA, M.; DA SILVA, E.L.. Participação em banca de Mayara Schulz. Frutos da palmeira Juçara (Euterpe edulis, Martius) como fonte de compostos bioativos acessíveis: Efeitos neuroprotetores e hipocolesterolêmicos. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
AMANTE, E. R.; VIEIRA, L. C.; SILVA, E. L.; MULLER, C. M. O.; RIBEIRO, D. H. B.; COSTA, A. C. O.. Participação em banca de Milene Marquezi. Efeitos da germinação sobre as propriedades funcionais do feijão. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
LUIZ, M. T. B.; SILVA, E. L.; AMANTE, E. R.; ARISI, A. C. M.. Participação em banca de Isabela Maia Toaldo. Caracterização química e fenólica e atividade antioxidante in vitro e in vivo de sucos de uva Vitis labrusca L.. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Santa Catarina.

4.
AMBONI, R. D. M. C.; TAVARES, R. G.; SILVA, E. L.; Di Pietro, Patrícia Faria. Participação em banca de Brunna C. B. Boaventura. Concentração dos compostos bioativos do extrato aquoso de erva mate (Ilex paraguariensis) por crioconcentração e avaliação da atividade antioxidante e da biodisponibilidade em seres humanos. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências dos Alimentos) - Universidade Federal de Santa Catarina.

Qualificações de Mestrado
1.
MOREIRA, J. D.; DA SILVA, E.L.; VENSKE, D. K. R.. Participação em banca de Priscila Paola Wildner. Efeito das dietas AIN-93M e AIN-93M com modificações sobre parâmetros hepáticos e sanguíneos em ratos Wistar machos. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
MORENO, Y. M. F.; DA SILVA, E.L.; SILVA, D.; GIEHL, M. W. C.. Participação em banca de Angélica Scherlowski Fassula. Associação entre parâmetros de obesidade central, vitamina D e proteína c-reativa na população adulta de Florianópolis com e sem diagnóstico de síndrome metabólica. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina.

3.
BENETTI, M.; SILVA, E. L.; CARVALHO, T.. Participação em banca de Almir Schimitt Neto. Reabilitação cardíaca convencional vs. baseada em domicílio: Aspectos clínicos.. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências do Movimento Humano) - Universidade do Estado de Santa Catarina.

4.
SILVA, E. L.; WAZLAWIK, Elisabeth; Machado M.J.; GAZZOLA, J.. Participação em banca de Elenise Stucker Fernandes. Efeito da erva-mate (Ilex paraguariensis) na modulação gênica da enzima paroxonase: estudos in vivo e in vitro. 2009. Exame de qualificação (Mestrando em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
MOREIRA, E.A.M.; SILVA, E. L.; Di Pietro, Patrícia Faria. Participação em banca de Bárbara Dal Molin Netto. Cirurgia bariátrica e o binômio nutrição - estado de saúde bucal. 2008. Exame de qualificação (Mestrando em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina.

6.
SILVA, E. L.; CARVALHO, T.; PIETRO, P. F.; TRAMONTE, Vera Lúcia Cardoso Garcia. Participação em banca de Aliny Stefanuto. Investigação do efeito hipocolesterolêmico da erva-mate e do aconselhamento nutricional em indivíduos com dislipidemia. 2008. Exame de qualificação (Mestrando em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina.

7.
TRAMONTE, Vera Lúcia Cardoso Garcia; MARASCHIN, Marcelo; SILVA, E. L.; AVANCINI, S.R.P.. Participação em banca de Fabiana Ourique da Silva. Astaxantina extraída de camarões cultivados: influência na progressão da aterosclerose experimental. 2008. Exame de qualificação (Mestrando em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina.

8.
Di Pietro, Patrícia Faria; SILVA, E. L.; TRAMONTE, Vera Lúcia Cardoso Garcia. Participação em banca de Francilene G. Kunradi. Consumo alimentar e estresse oxidativo em mulheres com câncer de mama: estudo preliminar.. 2007. Exame de qualificação (Mestrando em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina.

9.
WAZLAWIK, Elisabeth; SILVA, E. L.; TRAMONTE, Vera Lúcia Cardoso Garcia. Participação em banca de Bettina Moritz dos Santos. Interferência dos ácidos graxos w-3 nos lipídeos sanguíneos de animais experimentais submetidos ao estresse. 2004.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
DA SILVA, E.L.; MARTINELLO, Flávia; SINCERO, T. C. M.. Participação em banca de Marina Vieira de Oliveira.Diagnóstico de hipercolesterolemia familiar por método de genotipagem: Rastreamento em cascata. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
SANTOS, C. R.; DA SILVA, E.L.; BLATT, S.. Participação em banca de Beatriz Vandresen.Determinação da atividade das colinesterases como ferramenta para o monitoramento ocupacional em Agentes de Endemias. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
SILVA, E. L.; DELGOBO, C. L.; MARTINELLO, Flávia; SOUZA, L.C.. Processo seletivo simplificado para professor substituto. 2013. Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
TAVARES, R. G.; Moresco, R. N.; SILVA, E. L.. Controle e Garantia de Qualidade em Análises Clínicas e Toxicológicas, Metrologia e Metodologias Bioanalíticas. 2012. Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre.

3.
Pichetti, G.; SCARTEZINI, Mariléia; SILVA, E. L.. Professor Adjunto - Área de Conhecimento Patologia Médica - Bioquímica Clínica e Controle de Qualidade. 2011. Universidade Federal do Paraná.

4.
Pichetti, G.; SCARTEZINI, Mariléia; SILVA, E. L.. Professor Adjunto - Área de Conhecimento Patologia Médica-Bioquímica Clínica. 2009. Universidade Federal do Paraná.

5.
LANCHOTE, Vera Lúcia; SANTOS, Antonio Cardozo dos; SILVA JUNIOR, Orlando de Castro e; CASTILHO, Roger Frigério; SCARTEZINI, Mariléia; ALBUQUERQUE, Sérgio de; SILVA, E. L.. Concurso de títulos e provas para o cargo de professor doutor. 2006. Universidade de São Paulo.

6.
SILVA, E. L.; FERREIRA, Luis Alberto Peregrino; ROVARIS, Maria de Lourdes. Concurso de títulos e provas para o cargo de professor doutor. 2006. Universidade Federal de Santa Catarina.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
11 Congresso Nacional da Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição - SBAN. Erva mate tostada (Ilex paraguariensis) reduz a glicemia de jejum em pacientes diabéticos. 2011. (Congresso).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BRACESCO, N. ; GUGLIUCCI, A. ; SILVA, E. L. . II Simposio Internacional de Yerba Mate y Salud. 2014. (Congresso).

2.
GUGLIUCCI, A. ; BRACESCO, N. ; SILVA, E. L. . Primer Simposio Internacional de Yerba Mate y Salud. 2008. (Congresso).

3.
WILHELM FILHO, Danilo ; SOARES, C. ; SILVA, E. L. ; Pasa T.C. ; PEDROSA, Rozangela Curi ; Silva F. R. M. B. . First Meeting of the South American Group for Free Radical Research. 1999. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Taís da Silveira Thomsen. Metabólitos plasmáticos e urinários de ácidos fenólicos da erva mate em seres humanos. Início: 2016. Dissertação (Mestrado em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Ana Paula Aguiar Prudêncio. Efeitos da suplementação de cápsulas de extrato seco de erva mate (Ilex paraguariensis), por doze meses, no percentual de perda de excesso de peso, marcadores inflamatórios e adipocinas em indivíduos submetidos à cirurgia bariátrica por derivação gástrica em y-de-Roux. Início: 2016. Tese (Doutorado em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Orientador).

2.
Cristiane Manfé Pagliosa. Influência da erva-mate (Ilex paraguariensis, St. Hil.) na absorção do ferro alimentar em portadores de hemocromatose hereditária. Início: 2016. Tese (Doutorado em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

3.
Heloisa Pamplona Cunha. Identificação de Hipercolesterolemia Familiar (HF) em adolescentes brasileiros e avaliação da eficácia e segurança de um medicamento inibidor da síntese de Apolipoproteína B.. Início: 2014. Tese (Doutorado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Orientador).

4.
Elinete Eliete de Lima. Efeito da gordura transesterificada no perfil lipídico e glicêmico de camundongos. Início: 2014. Tese (Doutorado em Engenharia de Alimentos) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Coorientador).

5.
Roberta Caetano. Cuidado a adolescentes com excesso de peso e dislipidemias: Tratamento alternativo com tabletes comestíveis de erva mate (Ilex paraguariensis). Início: 2013. Tese (Doutorado em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Marcela Freitas Medeiros. Rastreamento em cascata da hipercolesterolemia familiar a partir do desenvolvimento de um método de genotipagem e associação do genótipo com o fenótipo dos pacientes. Início: 2017. Iniciação científica (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

2.
Marcela Freitas Medeiros. Rastreamento em cascata da hipercolesterolemia familiar a partir do desenvolvimento de um método de genotipagem e associação do genótipo com o fenótipo dos pacientes. Início: 2016. Iniciação científica (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).

Orientações de outra natureza
1.
Blerina Shkembi. Role of formulation and processing on the starch digestibility and glycemic index of cereal based food. Início: 2016. Orientação de outra natureza. University of Teramo. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Fernanda Alves da Cruz. Biodisponibilidade de saponinas da erva mate (Ilex paraguariensis) em seres humanos. 2016. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Edson Luiz da Silva.

2.
Ivana Moreira. Efeito da ingestão de mate solúvel (Ilex paraguariensis) nos marcadores de estresse oxidativo, perfil glicêmico e composição corporal de adolescentes: Ensaio clínico, controlado e randomizado. 2016. Dissertação (Mestrado em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Edson Luiz da Silva.

3.
Tatiana Lima Alves. Biodisponibilidade de compostos fenólicos e metilxantinas da erva mate (Ilex paraguariensis) em seres humanos. 2016. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Edson Luiz da Silva.

4.
Camilla Laís Amaral. Efeito do chá mate (Ilex paraguariensis) no perfil glicêmico e lipídico, nos marcadores inflamatórios e na função endotelial de indivíduos com diabetes mellitus tipo 2.. 2014. Dissertação (Mestrado em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Edson Luiz da Silva.

5.
Heloisa Pamplona Cunha. Avaliação dos fatores de risco cardiometabólicos e do efeito da atividade física e orientação nutricional em crianças e adolescentes.. 2014. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Edson Luiz da Silva.

6.
Aline Minuzzi Becker. Estudo toxicológico e farmacológico de cápsulas de erva mate em seres humanos.. 2013. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Edson Luiz da Silva.

7.
Fernanda da Silva Casagrande. Efeito da suplementação de ácidos graxos ômega-3 no perfil lipídico e mediadores inflamatórios de pacientes com insuficiência cardíaca submetidos a exercício físico supervisionado. 2013. Dissertação (Mestrado em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Edson Luiz da Silva.

8.
Luciana da Silveira Cavalcante. Otimização e aplicação da quantificação do colesterol da lipoproteína de baixa densidade pequena e densa (sd-LDL-C).. 2011. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Edson Luiz da Silva.

9.
Fernanda de Andrade. Estudo toxicológico e análise da estabilidade térmica do extrato nebulizado de erva mate.. 2011. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Edson Luiz da Silva.

10.
Elenise Fernandes Stuker. Efeito da erva mate (Ilex paraguariensis, St. Hill.) na modulação gênica e na atividade da enzima paroxonase: Estudos in vitro e in vivo.. 2011. Dissertação (Mestrado em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Edson Luiz da Silva.

11.
Aliny Stefanuto. Avaliação do efeito do consumo da erva-mate associado à dieta no perfil lipídico de pacientes hipercolesterolêmicos. 2010. Dissertação (Mestrado em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Edson Luiz da Silva.

12.
Graziela A. Klein. Efeito do consumo de erva-mate e da dieta no perfil glicêmico e lipídico de pacientes diabéticos. 2010. Dissertação (Mestrado em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Edson Luiz da Silva.

13.
Brunna Cristina B. Boaventura. Efeito do consumo da erva-mate associado à dieta no estresse oxidativo de pacientes hipercolesterolêmicos. 2010. Dissertação (Mestrado em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Edson Luiz da Silva.

14.
Jaqueline Minatti. O chá verde no processo aterosclerótico em camundongos knockout para receptor de lipoproteína de baixa densidade.. 2010. Dissertação (Mestrado em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Edson Luiz da Silva.

15.
Elayne Cristina de Morais. Avaliação dos efeitos hipocolesterolêmico, antioxidante e anti-inflamatório da infusão de erva-mate (Ilex paraguariensis) em indivíduos normolipidêmicos e dislipidêmicos usuários ou não de estatina. 2009. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Edson Luiz da Silva.

16.
Vilma Simões Pereira Panza. Efeito do tratamento com chá verde no estresse oxidativo induzido pelo exrecício em seres humanos. 2007. 112 f. Dissertação (Mestrado em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Coorientador: Edson Luiz da Silva.

17.
Francilene Gracieli Kunradi. Avaliação do consumo alimentar e estresse oxidativo em relação ao câncer de mama em um estudo caso-controle no munícipio de Florianópolis. 2007. Dissertação (Mestrado em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Coorientador: Edson Luiz da Silva.

18.
Regina Felippi. Efeito do extrato aquoso de erva-mate (Ilex paraguariensis) na reatividade vascular: enfoque na aterosclerose experimental. 2005. 112 f. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Edson Luiz da Silva.

19.
Maria Elisa Favarin. Avaliação do polimorfismo genético e atividade da enzima paroxonase em pacientes hipercolesterolêmicos. 2004. 75 f. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Edson Luiz da Silva.

20.
Elisangela Catapan. Estudo dos polimorfismos PON1-192 e PON2-311 e atividade da enzima paroxonase em pacientes diabéticos tipo 2. 2004. 80 f. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Edson Luiz da Silva.

21.
Ana Luiza Pamplona Mosimann. Avaliação da atividade antioxidante do extrato aquoso de Ilex paraguariensis (erva-mate) na peroxidação lipídica e na aterosclerose experimental em coelhos. 2002. 83 f. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Edson Luiz da Silva.

22.
FLÁVIA MARTINELLO. Interferência do ácido ascórbico em determinações bioquímicas. 2001. 0 f. Dissertação (Mestrado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Edson Luiz da Silva.

Tese de doutorado
1.
Vilma Simões Pereira Panza. Efeito do consumo de chá mate (Ilex paraguariensis) na força muscular e na concentração de marcadores inflamatórios e do estresse oxidativo após o exercício excêntrico. 2015. Tese (Doutorado em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Edson Luiz da Silva.

2.
Nilton Rosini. Avaliação dos fatores de risco para doenças cardiovasculares em crianças e adolescentes do município de Guabiruba-SC.. 2013. Tese (Doutorado em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, . Orientador: Edson Luiz da Silva.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Marina Vieira de Oliveira. Diagnóstico de hipercolesterolemia familiar por método de genotipagem: Rastreamento em cascata. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Edson Luiz da Silva.

2.
Suellen Pericolo. Interferência laboratorial da heparina nos ensaios para a determinação de triglicerídeos. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia - Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Edson Luiz da Silva.

3.
Elayne Cristina de Morais. Interferência laboratorial da heparina nos ensaios para a determinação de triglicerídeos. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia - Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Edson Luiz da Silva.

4.
Marcelo M Barbosa. Presença de ácido ascórbico em amostras de urina de pacientes do HU-UFSC: Implicação para a rotina de urinálise. 2000. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Edson Luiz da Silva.

5.
Flávia Martinello. Presença de ácido ascórbico em amostras de urina de pacientes do HU-UFSC: Implicação para a rotina de urinálise. 2000. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia - Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Edson Luiz da Silva.

6.
Daniel Medeiros de Luca. Ação interferente do ácido ascórbico em parâmetros bioquímicos plasmáticos e urinários: um estudo ex vivo.. 1998. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Edson Luiz da Silva.

7.
Leandro Corradi. Ação interferente do ácido ascórbico em parâmetros bioquímicos plasmáticos e urinários: um estudo ex vivo.. 1998. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia - Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Edson Luiz da Silva.

8.
Gabriela Amorin. Ação interferente do ácido ascórbico em parâmetros bioquímicos plasmáticos e urinários: um estudo ex vivo.. 1998. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia - Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Edson Luiz da Silva.

9.
Tony Ricardo Martins. Ação interferente do ácido ascórbico em parâmetros bioquímicos plasmáticos e urinários: um estudo ex vivo.. 1998. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Farmácia - Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Edson Luiz da Silva.

Iniciação científica
1.
Marina Vieira Oliveira. Rastreamento em cascata da hipercolesterolemia familiar a partir do desenvolvimento de um método de genotipagem e associação do genótipo com o fenótipo dos pacientes. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia - Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Edson Luiz da Silva.

2.
Antõnio Corrêa Lindenberg. Estabilidade de amostras biológicas para a determinação de marcadores do estresse oxidativo. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia - Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Edson Luiz da Silva.

3.
Fernanda Alves da Cruz. Estabilidade de amostras biológicas para a determinação de marcadores do estresse oxidativo. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia - Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Edson Luiz da Silva.

4.
Heloisa Pamplona Cunha. Erva mate (Ilex paraguariensis) em cápsulas: Estudo de toxicidade em animais, estabilidade química e efeito hipocolesterolêmico em seres humanos.. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia - Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Edson Luiz da Silva.

5.
Gabriela Soares Bonfim. Efeito do consumo de infusão de erva-mate nos marcadores plasmáticos do estresse oxidativo em seres humanos. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia - Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Edson Luiz da Silva.

6.
Arianna de Miranda Nogueira. Efeito do consumo de infusão de erva-mate associado à orientação dietética no perfil lipídico de seres humanos. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Nutrição) - Universidade Federal de Santa Catarina, Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina. Orientador: Edson Luiz da Silva.

7.
Amanda Gabriela Machado. Verificação do efeito hipocolesterolêmico do extrato aquoso de erva-mate (Ilex paraguariensis) em seres humanos. 2007. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia - Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Edson Luiz da Silva.

8.
Annelise de Carvalho. Efeito antioxidante do extrato aquoso de erva-mate (Ilex paraguariensis) em seres humanos. 2007. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia - Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Edson Luiz da Silva.

9.
Cintia Yukimi Katto. Preparação e verficação dos efeitos hipocolesterolêmico, antioxidante e anti-inflamatório de cápsulas de erva-mate em seres humanos. 2007. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia - Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Edson Luiz da Silva.

10.
Ângela Angeloni Rovaris. Efeito da erva-mate tostada (Ilex paraguariensis) na progressão da aterosclerose experimental em coelhos. 2004. 54 f. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Edson Luiz da Silva.

11.
Adriana Kleist Clark Nunes. Efeito da erva-mate tostada (Ilex paraguariensis) na peroxidação lipídica e na reatividade vascular. 2004. 41 f. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Edson Luiz da Silva.

12.
Patrícia Serpa. Regressão da aterosclerose em coelhos pelo extrato aquoso de erva-mate (Ilex paraguariensis). 2003. 35 f. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia - Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Edson Luiz da Silva.

13.
Mariana Nápoli. Regressão da aterosclerose experimental em coelhos pelo extrato aquoso de erva-mate (Ilex paraguariensis). 2003. 35 f. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia - Análises Clínicas) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Edson Luiz da Silva.

14.
Irene Clemes Külkamp. Avaliação do efeito antioxidante do extrato aquoso de Ilex paraguariensis (erva mate) na peroxidação lipídica e na aterosclerose experimental em coelhos. 2001. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Edson Luiz da Silva.

15.
Crisne Leite Mantovani. Avaliação do efeito antioxidante do extrato aquoso de Ilex paraguariensis (erva mate) na peroxidação lipídica e na aterosclerose experimental em coelhos. 2001. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Edson Luiz da Silva.

16.
Jardel Cristiano Bordignon. Avaliação do efeito antioxidante do extrato aquoso de Ilex paraguariensis (erva mate) na peroxidação lipídica e na aterosclerose experimental em coelhos. 2001. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Edson Luiz da Silva.

17.
EMÍLIA REGINA SCHARF. Avaliação do efeito inibitório do extrato aquoso de Ilex paraguariensis (erva mate) na lipoperoxidação sérica. 2000. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Edson Luiz da Silva.

18.
Leisa Stela Valliati. Avaliação do efeito inibitório do extrato aquoso de Ilex paraguariensis (erva mate) na lipoperoxidação sérica. 2000. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Edson Luiz da Silva.

19.
EMÍLIA REGINA SCHARF. Ação interferente do ácido ascórbico em parâmetros bioquímicos plasmáticos. 1999. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Edson Luiz da Silva.

20.
FLÁVIA MARTINELLO. Avaliação da interferência do ácido ascórbico nos parâmetros urinários glicose e hemoglobina. 1999. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Edson Luiz da Silva.

Orientações de outra natureza
1.
Bárbara Mendes. Hipercolesterolemia Familiar: Uma abordagem multidiciplinar. 2015. Orientação de outra natureza. (Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Edson Luiz da Silva.

2.
Emiliana de Oliveira Puel. Avaliação dos fatores de risco cardiometabólicos e do efeito do exercício físico em crianças e adolescentes: Um estudo continuado. 2014. Orientação de outra natureza. (Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Edson Luiz da Silva.

3.
Lizandra de Oliveira Silva. Hipercolesterolemia familiar uma abordagem multidisciplinar. 2014. Orientação de outra natureza. (Farmácia) - Universidade Federal de Santa Catarina, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Edson Luiz da Silva.



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
SILVA, E. L.. Effects of yerba mate (Ilex paraguariensis, St. Hil.) on oxidative stress and cardiometabolic biomarkers. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
CUNHA, H. P. ; Rosini N. ; CAETANO, R. ; OLIVEIRA, M. V. ; OPPERMANN-MOURA, S. A. ; Machado M.J. ; SILVA, E. L. . Increased levels and prevalence of small dense LDL particles and insulin resistance in overweight, obese and abdominally obese children and adolescents. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
CUNHA, H. P. ; Rosini N. ; CAETANO, R. ; Machado M.J. ; DA SILVA, E.L. . Aumento dos fatores pró-aterogênicos, LDL pequena e densa e resistência à insulina, em crianças e adolescentes com sobrepeso, obesidade geral ou obesidade abdominal. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/01/2019 às 9:21:14