Maria Lucia de Barros Mott

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7327227393899728
  • Última atualização do currículo em 10/01/2010


Maria Lucia Mott é historiadora e desenvolve pesquisas em história da Saúde desde os anos 1980, começando com estudos de gênero ainda no início do desenvolvimento da área de pesquisa no Brasil. Atualmente é pesquisadora Instituto Butantan (Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo). Tem coordenado pesquisas, publicado trabalhos, realizado conferências e participado de eventos ligados a História das Políticas, Institutições e Profissionais de Saúde; Filantropia; Gênero; Memória e História da Saúde. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Maria Lucia de Barros Mott
Nome em citações bibliográficas
MOTT, M. L. B.

Endereço


Endereço Profissional
Instituto Butantan, Laboratório de História da Ciência.
Av. Vital Brasil 1500
Butantan
05503-900 - Sao Paulo, SP - Brasil
Telefone: (11) 37267222
Ramal: 2230
Fax: (11) 31052772
URL da Homepage: http://www.butantan.gov.br/


Formação acadêmica/titulação


1988 - 1998
Doutorado em História Social.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: PARTO, PARTEIRAS E PARTURIENTES NO SÉCULO XIX: Mme. Durocher e sua época, Ano de obtenção: 1998.
Orientador: MARIA ODILA DA SILVA DIAS.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
Palavras-chave: História; História do Brasil - Império; Obstetrícia - História; Estudos de Gênero; Saúde da Mulher; Josefina Durocher.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil.
1968 - 1977
Graduação em Historia.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.


Pós-doutorado


1999 - 2000
Pós-Doutorado.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Enfermagem / Subárea: Enfermagem Obstétrica.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História das Ciências.


Atuação Profissional



Instituto Butantan, IBU, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - Atual
Vínculo: Pesquisador Científico V, Enquadramento Funcional: efetivo, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Instituto de Saúde, IS, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2009
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Pesquisadora Científica IV, Carga horária: 40

Atividades

08/2007 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo, .

03/2004 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Secretaria de Estado de Saúde de São Paulo, .

Linhas de pesquisa
Memória, Gênero e Saúde

Grifo Projetos Históricos e Editoriais, GRIFO, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2004
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: AUTÔNOMO, Carga horária: 20


Centro Universitário Adventista São Paulo, UNASP, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2003
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Titular, Carga horária: 10


Centro de Estudos e Comunicação em Sexualidade e Reprodução Humana, ECOS, Brasil.
Vínculo institucional

1992 - 1993
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 4
Outras informações
PROJETO DE PESQUISA: MISOPROSTOL E A ENDUÇÃO DE ABORTO EM SÃO PAULO


Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.
Vínculo institucional

1990 - 1991
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: PESQUISADOR, Carga horária: 4
Outras informações
LEVANTAMENTO DO ACERVO DOCUMENTAL DA ESCOLA PAULISTA DE MEDICINA


Fundação Carlos Chagas, FCC, Brasil.
Vínculo institucional

1976 - 1988
Vínculo: assistente de pesquisa, Enquadramento Funcional: bolsista, Carga horária: 4

Atividades

1984 - 1988
Outras atividades técnico-científicas , Departamento de Pesquisas Educacionais, Edições.

Atividade realizada
Assistente Editorial do Cadernos de Pesquisa.


Linhas de pesquisa


1.
HISTÓRIA DAS POLÍTICAS PÚBLICAS E INSTITUIÇÕES DE SAÚDE
2.
Memória, Gênero e Saúde


Projetos de pesquisa


2009 - 2011
Memória e História do Butantan
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2011
Rede Brasil: inventário nacional do patrimônio cultural da Saúde - bens e acervos - São Paulo
Descrição: O PROJETO INVENTÁRIO NACIONAL DO PATRIMÔNIO CULTURAL DA SAÚDE: BENS EDIFICADOS E ACERVOS tem como objetivo identificar e tornar público o conjunto de Bens Edificados e Acervos diversos que compõem o Patrimônio Científico e Cultural da Saúde do Brasil (1808-1958). Tem por metas: 1. reunir as informações coletadas em uma base de dados integrada ao modelo de fontes de informação da Biblioteca Virtual em Saúde BVS/BIREME/OPAS; 2. disponibilizar a base de dados na WEB ; 3. realizar ações cooperativas na área do patrimônio cultural e científico da saúde; 4. editar um livro que apresentará textos históricos e ilustrações sobre o Patrimônio Cultural da Saúde Nacional. O projeto tem a coordenação geral da Casa de Oswaldo Cruz/Fiocruz em parceria com o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional IPHAN, e conta com coordenações nos estados da Bahia, Goiás, Minas Gerais, Santa Catarina, São Paulo e Rio Grande do Sul. Em São Paulo, a coordenação coube à pesquisadora Maria Lucia Mott do Instituto Butantan. O projeto foi concebido em quatro partes ou etapas: 1. levantamento das instituições, redação dos verbetes; 2. levantamento dos acervos; 3. preenchimento das planilhas; 4. publicação de um livro com o resultado da pesquisa. Colaboradores Ana Luiza Oliveira Oliveira Ana Margarida Furtado Arruda Rosemberg Ana Maria da Cunha Ana Paula Ferreira Santos André Motta Angélica Aparecida Moreira da Silva Aparecida Muniz Camila Koenigstein Cecília De Mingo Cláudio Bertolli Cristina Campos Elder Hosokawa Eudes Campos Fernando Atique Henrique Sugahara Francisco Ivomar Gomes Duarte Jaime Rodrigues José Leopoldo Ferreira Antunes Karla Maestrini Luiz Antonio Teixeira Márcia Barbieri Márcia Regina Barros da Silva Maria Alice Rosa Ribeiro Maria Alice Tsuneshiro Maria da Penha Vasconcellos Maria de Lima Salum e Morais Maria do Rosário Salles Maria Gabriela Silva Martins da Cunha Marinho Marta de Almeida Milson Theodoro Nelson Ibañez Olga.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2010
Lembranças do Nascimento: as parteiras e o atendimento ao parto na cidade de São Paulo (1930-1980)
Descrição: Objetivos: O projeto tem como tema a trajetória profissional das parteiras diplomadas, também denominadas Obstetrizes, que exerceram a profissão na capital paulista entre 1930 e 1980. O estudo foi desenvolvido a partir do registro oral e da pesquisa na imprensa sobre as histórias de vida, referentes a um período significativo para a história da profissão: a passagem do parto do domicílio para o hospital. A relevância da pesquisa está em registrar os depoimentos dessas trabalhadoras, antes que esta memória se perca, visto a maioria estar hoje na faixa dos 70-80 anos e, algumas delas, com problemas de saúde. A criação de um banco de registros orais de parteiras diplomadas e o levantamento de documentação na imprensa possibilitou trazer para primeiro plano as atividades de um grupo de trabalhadoras da Saúde que ficou à margem da história oficial e sobre o qual existem muito poucas fontes sistematizadas. A profissão de parteira passou por um processo de desqualificação perverso, engendrado em parte por médicos e enfermeiras, devido à disputa do campo profissional e divergências sobre o processo de parturição e o papel do profissional responsável. Passou, também, por transformações drásticas, com a incorporação de novas tecnologias e mudanças nas políticas de assistência ao parto, sendo praticamente extinta nos anos 1970, quando foi fechado o último curso de partos do país, na cidade de São Paulo, em 1972. O projeto Lembranças do Nascimento: as parteiras e o atendimento ao parto na cidade de São Paulo (1930-1980 faz parte de um projeto mais amplo sobre a História dos Trabalhadores da Saúde, no qual também estão previstos: 1) Banco de Dados dos Livros de Registro (1892-1978); 2) Banco de Dados da Legislação do Estado de São Paulo, referente à formação e ao exercício profissional na área da Saúde. Os dados estarão disponibilizados na internet no início de 2010. Maria Luiza Riesco da Escola de Endermagem da USP foi co-reponsável pelo projeto até 2009, passando.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2006 - 2008
Memória e História da Atenção Básica em Saúde
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
2004 - 2007
Filantropia e Gênero
Descrição: A luta contra a pobreza, a miséria moral e intelectual, a doença, a morte é uma questão recorrente na história da humanidade, mas a forma de enfrentamento tem variado ao longo do tempo, diz Evelyne Diebolt. No final do século XIX e início do XX, a historiadora observa que na França, parte da sociedade civil se organizou em associações para remediar esses problemas e obter junto ao poder público e do consenso social, financiamento para a ação social concreta, bem como leis sociais. Salienta que as mulheres tiveram um papel fundamental na criação, organização e gestão dessas associações. Politicamente invisíveis, sem direitos civis, sem direito de voto, sendo freqüentemente barradas dos sindicatos e da militância em partidos políticos, identificadas basicamente como mães e esposas, as mulheres encontraram nas associações uma brecha para participar da vida nacional, imprimindo sua marca nas leis do país, nos serviços prestados à população, na organização de instituições de ensino e no desenvolvimento do conhecimento científico. No Brasil, a história das associações filantrópicas que também começaram a ser criadas a partir do final do século XIX é pouco conhecida, excetuando-se talvez as patrocinadas pelas Santas Casas e o Instituto de Assistência e Proteção à Infância, fundado pelo médico Moncorvo Filho, no Rio de Janeiro. A imagem que tem prevalecido na historiografia é da filantropia como obra masculina, sendo as mulheres vistas como coadjuvantes, meras organizadoras de festas e chás para levantamento de fundos, bem como pouco conhecido o papel que elas tiveram na criação, administração e elaboração dos programas dessas entidades. Este projeto tem como principal objetivo analisar a participação da sociedade civil na construção do conhecimento científico e na ação médico-social, no Brasil, nas primeiras décadas do século XX, a partir da atuação em entidades filantrópicas fundadas e administradas por mulheres..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Lucia de Barros Mott - Coordenador / Yara Nogueira Monteiro - Integrante / Olga Sofia Fabergé Alves - Integrante / Márcia Barbieri - Integrante.Financiador(es): Sociedade Paulista contra Hanseníase - Auxílio financeiro.
2003 - 2004
Pérola Byington e a Cruzada- Pró Infância
Descrição: Pesquisa e elaboração de texto sobre a trajetória de Pérola Byington frente a Cruzada Pró-Infância.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Lucia de Barros Mott - Coordenador.
Número de produções C, T & A: 1
1992 - 1993
Misoprostol e a endução do aborto
Descrição: Levantamento da documentação e redação de relatório sobre o uso do medicamento Cytotec.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Lucia de Barros Mott - Integrante / Regina Barbosa - Coordenador.
1990 - 1991
História da Escola Paulista de Medicina
Descrição: Levantamento da documentação sobre a Escola Paulista de Medicina e elaboração de projeto para história da Escola..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Lucia de Barros Mott - Coordenador.
1982 - 1984
Ercilia Cobra: biografia de uma revolatada
Descrição: Pesquisa sobre a vida e a obra da escritora paulista Ercília Nogueira Cobra. O projeto foi desenvolvido com bolsa da Fundação Carlos Chagas/Ford..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Lucia de Barros Mott - Coordenador.Financiador(es): Fundação Carlos Chagas - Auxílio financeiro.
1979 - 1982
A Mulher na obra dos viajantes estrangeiros no Rio de Janeiro no século XIX
Descrição: Levantamento bibliográfico.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Lucia de Barros Mott - Integrante / MIRIAM MOREIRA LEITE - Coordenador.Financiador(es): Fundação Carlos Chagas - Bolsa.
1976 - 1988
Bibliografia Anotada Mulher Brasileira
Descrição: Levantamento da bibliografia sobre mulheres brasileiras, redação de resumo e introdução da área de Artes e Meios de Comunicação.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Lucia de Barros Mott - Integrante / MIRIAM MOREIRA LEITE - Integrante / Elba Siqueira de Sá Barretto - Coordenador / Maria Malta Campos - Integrante / Carmen Barroso - Integrante.
1976 - 1988
PARTO, PARTEIRAS E PARTURIENTES NO SÉCULO XIX: MME DUROCHER E SUA ÉPOCA
Descrição: Projeto de doutarato obteve bolsa da Fundação Carlos Chagas/Ford. Analisa a assisitência ao parto no Brasil no século XIX e a atuação das parteiras a partir da biografia de Mme Durocher..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Maria Lucia de Barros Mott - Coordenador.


Membro de corpo editorial


2008 - Atual
Periódico: Cadernos de História da Ciência


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História das Ciências.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História das Políticas, das Instituições e dos Trabalhadores da Saúde.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História das Ciências/Especialidade: Estudos de Gênero.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História das Ciências/Especialidade: História das Entidades Assistenciais.


Idiomas


Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Francês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Italiano
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2006
XXIX Prêmio Clio de História 2006, Academia Paulistana de História.
2000
PREMIO OLIVEIRA MARTINS, UNIÃO BRASILEIRA DE ESCRITORES.
1999
PREMIO JABUTI, CAMARA BRASILEIRA DO LIVRO.
1999
HOMENAGEM PELA TESE DE DOUTORADO, FACULDADE DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
MOTT, M. L. B.2008MOTT, M. L. B.; ALVES, Olga Sofia Fabergé ; MUNIZ, M. A. ; MARTINO, Luiz Vicente Souza ; SANTOS, A. P. F. ; MAESTRINI, KARLA . Moças e Senhoras Dentistas : Formação, titulação e mercado de trabalho nas primeiras décadas da República. História, Ciências, Saúde-Manguinhos, v. 15, p. 97-116, 2008.

2.
MOTT, M. L. B.2008MOTT, M. L. B.; MUNIZ, M. A. ; ALVES, Olga Sofia Fabergé ; MAESTRINI, KARLA ; Santos, Taís . Médicos e médicas em São Paulo e os Livros de Registros do Serviço de Fiscalização do Exercício Profissional (1892-1932). Ciência & Saúde Coletiva, v. 13, p. 853-868, 2008.

3.
MOTT, M. L. B.2007MOTT, M. L. B.; Ivomar Gomes Duarte ; Marcela Trigueiro Gomes . Montando um quebra cabeça: a Coleção "Universidade de São Paulo" do Arquivo do Estado de São Paulo. Cadernos de História da Ciência, v. 3, p. 37-72, 2007.

4.
MOTT, M. L. B.2007MOTT, M. L. B.; MUNIZ, M. A. ; ALVES, Olga Sofia Fabergé ; SANTOS, A. P. F. ; MAESTRINI, K. ; Santos, Taís . As parteiras eram tutte quante italianas (São Paulo, 1870-1920). História. Questões e Debates, v. 47, p. 65-94, 2007.

5.
MOTT, M. L. B.2006MOTT, M. L. B.; ALVES, Olga Sofia Fabergé . Farmacêuticas em São Paulo. BIS. Boletim do Instituto de Saúde, v. 38, p. 24-27, 2006.

6.
MOTT, M. L. B.2005MOTT, M. L. B.. Gênero, Medicina e Filantropia: Maria Rennotte e as mulheres na construção da nação. Cadernos Pagu (UNICAMP), Campinas, v. 24, p. 41-67, 2005.

7.
MOTT, M. L. B.2005MOTT, M. L. B.. Parteiras: o outro lado da profissão. Gênero, v. 6, p. 117-140, 2005.

8.
MOTT, M. L. B.2004MOTT, M. L. B.. Une sage femme franco-brésilenne à Rio de Janeiro au XIXe siècle. CLIO. Histoire, Femmes et Sociétés (Toulouse), Paris, v. 19, p. 223-233, 2004.

9.
MOTT, M. L. B.2003MOTT, M. L. B.. Estudos Biográficos e Filantropia: uma reflexão a partir da trajetória de vida de Pérola Byington. Gênero, Niterói, v. 3, p. 21-41, 2003.

10.
MOTT, M. L. B.2003MOTT, M. L. B.; OGUISSO, Taka . Discutindo os primórdios do ensino da enfermagem no Brasil: o curso de Enfermeiras da Policlínica de Botafogo. Revista Paulista de Enfermagem, São Paulo, v. 22, n.1, p. 82-92, 2003.

11.
MOTT, M. L. B.2003MOTT, M. L. B.. Midwifery and the construction of an image in 19th Century Brazil. Nursing History Review, EUA, v. 11, p. 31-49, 2003.

12.
MOTT, M. L. B.2002MOTT, M. L. B.. As parteiras e a assistência ao parto em São Paulo. Revista do Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Rio de Janeiro, v. 415, p. 67-84, 2002.

13.
MOTT, M. L. B.2002MOTT, M. L. B.. Bibliografia comentada sobre a Assistência ao Parto. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 2, n.10, p. 493-507, 2002.

14.
MOTT, M. L. B.2001MOTT, M. L. B.. Fiscalização e formação de parteiras em São Paulo (1880-1920). Revista da Escola de Enfermagem da USP, São Paulo, v. 13, n.1, p. 143-146, 2001.

15.
MOTT, M. L. B.2001 MOTT, M. L. B.. Maternalismo, políticas públicas e benemerência no Brasil (1930-1945). Cadernos Pagu (UNICAMP), Campinas, v. 16, p. 199-234, 2001.

16.
MOTT, M. L. B.2000MOTT, M. L. B.; OGUISSO, Taka . Discutindo os primórdios do ensino da enfermagem no Brasil: o Curso de Enfermeiras da Policlínica do Botafogo. Enfermagem (Lisboa), Portugal-Lisboa, v. 29/30, p. 82-90, 2000.

17.
MOTT, M. L. B.1999MOTT, M. L. B.. O curso de partos: deve ou não haver parteiras. Cadernos de Pesquisa (Fundação Carlos Chagas), São Paulo, v. 108, p. 133-160, 1999.

18.
MOTT, M. L. B.1999MOTT, M. L. B.. De educadora a médica: trajetória de uma pioneira metodista. Revista do COGEIME, São Paulo, v. 15, p. 115-126, 1999.

19.
MOTT, M. L. B.1999 MOTT, M. L. B.. A parteira ignorante: um erro de diagnóstico médico?. Revista Estudos Feministas, Rio de Janeiro, p. 25-36, 1999.

20.
MOTT, M. L. B.1999 MOTT, M. L. B.. Revendo a história da enfermagem em São Paulo (1890-1920). Cadernos Pagu (UNICAMP), Campinas, v. 13, p. 327-355, 1999.

21.
MOTT, M. L. B.1994 MOTT, M. L. B.. Madame Durocher, modista e parteira. Revista Estudos Feministas, Rio de Janeiro, v. 2, n.1, p. 101-116, 1994.

22.
MOTT, M. L. B.1989 MOTT, M. L. B.. Ser mãe: a escrava em face do aborto e do infanticídio. Revista de História (USP), São Paulo, v. 120, p. 85-96, 1989.

23.
MOTT, M. L. B.1988MOTT, M. L. B.; NEVES, M. F. R. ; VENANCIO, R. P. . A escravidão e a criança negra. Ciência Hoje, São Paulo, v. 48, 1988.

24.
MOTT, M. L. B.1986MOTT, M. L. B.. Biografia de uma revoltada: Ercilia Nogueira Cobra. Cadernos de Pesquisa (Fundação Carlos Chagas), São Paulo, v. 58, p. 89-104, 1986.

25.
MOTT, M. L. B.1979MOTT, M. L. B.. A criança escrava na literatura de viagens. Cadernos de Pesquisa (Fundação Carlos Chagas), São Paulo, v. 31, p. 57-68, 1979.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
MOTT, M. L. B.; BYINGTON, Maria Elisa Botelho ; ALVES, Olga Sofia Faberdé . O gesto que salva: Pérola Byington e a Cruzada Pró-Infância. São Paulo: Grifo Projetos Históricos e Editorias, 2005. v. 1. 200p .

2.
MOTT, M. L. B.. No tempo das missões. 1. ed. São Paulo: Editora Scipione, 1997.

3.
MOTT, M. L. B.. No tempo da escravidão. São Paulo: Editora Scipione, 1996.

4.
MOTT, M. L. B.. Submissão e resistência, a mulher na luta contra a escravidão. 2. ed. São Paulo: Editora Contexto, 1992.

5.
LEITE, M. M. ; MOTT, M. L. B. ; APPENZELLER, B. K. . A mulher no Rio de Janeiro no século XIX. 1. ed. São Paulo: Fundação Carlos Chagas, 1982.

Capítulos de livros publicados
1.
MOTT, M. L. B.. The arab immigration: a peculiar eastern world in Brazil. In: IBGE. (Org.). BRAZIL:500 years of settlement. Riio de Janeiro: IBGE, 2007, v. 01, p. 177-193.

2.
MOTT, M. L. B.. Gênero, saúde e espaço público: a trajetória de Maria Rennotte (1853-1952). In: Lauribda Abreu; Patricia Bourdelais; Teresa Osrtz-Gomes; Guilhermo Palacios. (Org.). Dybamics of Healyh and welfare: texts and contexts. Evora: cOLIBRI, 2007, v. , p. 127-129.

3.
MOTT, M. L. B.. O atendimento ao parto em São Paulo: o Serviço Obstétrico Domiciliar. In: COSTA, Cláudia de Lima; SCHMIDT, Simone Pereira. (Org.). Poéticas e Políticas Feministas. Florianópolis: Editora Mulheres, 2004, v. 1, p. 1-235.

4.
MOTT, M. L. B.. A expedição e o nascimento. In: Museu da Casa Brasileira. (Org.). Expedição São Paulo 450 anos - uma viagem por dentro da metrópole. São Paulo: Secretaria de Cultura. Prefeitura do Município de São Paulo, 2004, v. , p. 01-224.

5.
MALUF, M. ; MOTT, M. L. B. . Recônditos do mundo feminino. In: NOVAES, Fernando; SEVCENKO, Nicolau. (Org.). História da vida privada no Brasil. 1ed.São Paulo: Companhia das Letras, 1998, v. 3, p. 367-422.

6.
MOTT, M. L. B.. Parto e parteiras no século XIX: Mme. Durocher e sua época. In: ALBERTINA OLIVEIRA COSTA; CRISTINA BRUSCHINI. (Org.). Entre a virtude e o pecado. 1ed.São Paulo: Fundação Carlos Chagas/Rosa dos Ventos, 1992, v. , p. 37-56.

7.
MOTT, M. L. B.. Introdução da área de artes e meios de comunicação. In: ELBA SIQUEIRA DE SÁ BARRETTO. (Org.). Bibliografia anotada sobre a mulher brasileira. 1ed.São Paulo: Fundação Carlos Chagas/Editora Brasiliense, 1981, v. 2, p. 308-315.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
MOTT, M. L. B.. Uma parteira diplomada. Nossa História, São Paulo, , v. 21, p. 29 - 31, 01 jul. 2005.

2.
MOTT, M. L. B.. Pérola Byington: pioneira da assistência social à maternidade e à infância. Médicis, São Paulo, p. 28 - 30, 01 jul. 2001.

3.
MOTT, M. L. B.. A História revisita a Infância no Brasil. Revista E, São Paulo, , v. 9, p. 39 - 40, 01 abr. 2001.

4.
MOTT, M. L. B.. Maria Renotte, uma médica paulista no início do século. Médicis, São Paulo, p. 43 - 45, 01 dez. 2000.

5.
MOTT, M. L. B.. O primeiro vôo: Anésia Pinheiro Machado. Caderno Paulista.500 anos de Brasil. As pioneiras. Encarte D.O. Leitura, São Paulo, , v. ano 18, p. 4 - 5, 09 set. 2000.

6.
MOTT, M. L. B.. As primeiras escolas de medicina no Brasil. D. O. Leitura, São Paulo, 01 mar. 1994.

7.
MOTT, M. L. B.. De modista. a Academia Imperial de Medicina. D. O. Leitura, São Paulo, 01 mar. 1994.

8.
MOTT, M. L. B.. História de uma romancista corajosa. D. O. Leitura, São Paulo, 01 set. 1991.

9.
MOTT, M. L. B.. Escritoras negras: resgatando nossa história. D. O. Leitura, São Paulo, 01 jan. 1990.

10.
MOTT, M. L. B.. Ercilia Nogueira Cobra, uma revoltada. Folha de São Paulo, São Paulo.

11.
MOTT, M. L. B.. Maternidade São Paulo pede socorro. Revista da Sogesp, São Paulo, , v. 55, p. 18 - 18.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
MOTT, M. L. B.. Fontes para a História do Atendimento ao Parto no Brasil: destruindo mitos e colocando novas questões. In: 15th International Congress on Women´s Health Issues, 2004, São Pedro. Fontes para a História do Atendimento ao Parto no Brasil: destruindo mitos e colocando novas questões, 2000.

2.
MOTT, M. L. B.. Escritoras negras: buscando sua história. In: Congresso Nacional da Associação Nacional de Professores de Literatura, 1989, Belo Horizonte. Anais ANPOLL. Belo Horizonte: Imprensa da UFMG, 1989. v. 3. p. 42-55.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
MOTT, M. L. B.. Ciudadanía y filantropia: el discurso y la acción de la médica Maria Rennotte. In: Género, Ciudadanía y Globalization-III Congresso Internacional Interdisciplinar, 2005, Huelva. Libro de resúmes-. Huelva: Universidad de Huelva, 2005. v. 1. p. 1-76.

2.
MOTT, M. L. B.. Parteiras: O OUTRO LADO DA PROFISSÃO. In: XXIII Simpósio Nacional de História, 2005, Londrina. Programas e Resumos. Londrina: Editora Mídia, 2005. v. 1. p. 341-341.

3.
ALVES, Olga Sofia Fabergé ; MOTT, M. L. B. . Exma Sra Alice Tibiriça:o combate à hanseníase na correspondência da Sociedade de Assistência aos Lázaros e Defesa Contra a Lepra. In: XX Seminário Internacional de História da Ciência e da Tecnologia, 2005, Belo Horizonte. Caderno de Resumos. Belo Horizonte: Sociedade Brasileira de História da Ciência, 2005. v. 1. p. 19-19.

4.
MOTT, M. L. B.; ALVES, Olga Sofia Fabergé . Gênero, Filantropia e Saneamento: Alice Tibiriça e o combate à hanseníase no Brasil. In: XX Seminário Internacional de História da Ciência e da Tecnologia, 2005, Belo Horizonte. Cadernos de Resumo, 2005. v. 1. p. 102-103.

5.
MOTT, M. L. B.. Trabalhando para a formação de um mundo melhor: as lutas e as idéias de Alice Tibiriça. In: XIV Encontro Regional de História, 2004, Rio de Janeiro. Democracia e conflito. Rio de Janeiro: ANPUH-Núcleo Rio de Janeiro, 2000. v. 1. p. 134-135.

6.
MOTT, M. L. B.. Filantropia e feminismo: Relendo a biografia da médica Maria Rennotte. In: XVIII Simpósio NacionaL de História, 2004, Campinas. XVIII Encontro Regional da ANPUH- o lugar da História. São Paulo: ANPUH, 2004. v. 1. p. 220-221.

7.
MOTT, M. L. B.. História da Assistência ao Parto (1830-1950). In: III Encontro REDEFEM, 2001, Niterói. Enfoques Feministas e as Tradiçoes Disciplinares nas Ciências e na Academia. Niterói: UFF/PROEX/NUTEG/REDEFEM, 2001. v. 1. p. 110-1.

8.
MOTT, M. L. B.. Maternidade, políticas públicas e benemerência no Brasil. In: III Encontro REDEFEM, 2001, Niterói. Enfoquesa Feministas e as Tradições Disciplinares nas Ciências e na Academia. Niterói: UFF/PROEX/NUTEG/REDEFEM, 2001. v. 1. p. 129.

9.
MOTT, M. L. B.. Re-discussing the history of Nursing in Brazil. In: Millenium Conference, 2000, Edimburgo. Milenium Conference. Edinburgh: Royal College of Nursing, 2000. v. 1. p. 63.

10.
MOTT, M. L. B.; TSUNECHIRO, M. A. . História da Enfermagem: novas fontes, novas perspectivas. In: I Colóquio Latino Americano de Enfermagem, 2000, Rio de Janeiro, 2000. p. 53.

11.
MOTT, M. L. B.. Discutindo a asistência ao parto no Brasil: o Serviço Obstétrico Domiciliar. In: XV Encontro Regional de História, 2000, São Paulo. História 2000: Perspectivas. Bauru: Edusc, 2000. v. 1. p. 204.

12.
MOTT, M. L. B.. A assistência ao parto em São Paulo. In: XIX Simpósio Nacional de História, 1999, Florianópolis. História: Fronteiras. FLORIANÓPOLIS: Anpuh; UFSC, 1999. v. 1. p. 560.

13.
MOTT, M. L. B.. Uma médica em São Paulo na virada do século. In: XX Simpósio Nacional de História, 1999, Florianópolis. História Fronteiras. Florianópolis: ANPUH; UFSC. v. 1. p. 560.

14.
MOTT, M. L. B.. A Enfermagem em São Paulo nas primeiras décadas do século XX. In: XX Simpósio Nacional de História, 1999, Florianópolis, 1999. v. 1. p. 560.

15.
MOTT, M. L. B.. A assistência ao parto: as parteiras em questão. In: II Congresso Internacional Mulher Saúde e Trabalho, 1999, Rio de Janeiro. gENDER equality and Quality of life: Challeges for the New Social Times. Rio de Janeiro: FIOCRUZ, 1999. v. 1. p. 333.

16.
MOTT, M. L. B.. Enfermagem como profissão feminina: uma construção do século XIX. In: II Congresso Internacional Mulher Saúde e Trabalho, 1999, Rio de Janeiro. Gender Equality ansd Quality of Life:Challeges for the New Social Times. Rio de Janeiro: FIOCRUZ, 1999. v. 1. p. 211.

17.
MOTT, M. L. B.. Formação e Fiscalização de Parteiras em São Paulo(1880-1920). In: II Congresso Brasileiro Ciências Sociais e Saúde, 1999, São Paulo, 1999. v. 1. p. 82.

18.
MOTT, M. L. B.. A rainha do lar em questão. In: XIV Encontro Regional de História, 1998, São Paulo. Sujeito na História Prática e Representações. Bauru: EDUSC, 1998. v. 1. p. 147.

19.
MOTT, M. L. B.. Durocher e a Obstetrícia no século XIX. In: XIV xEncontro Regional de História, 1998, SÃO PAULO. Sujeito na História: práticas e representações. Bauru: Edusc, 1998. v. 1. p. 147-147.

20.
MOTT, M. L. B.. A PARTEIRA IGNORANTE:UM ERRO DE DIAGNÓSTICO MÉDICO. In: XIX Simpósio Nacional de História, 1997, Belo Horizonte. História e Cidania. ANPUH: Belo Horizonte. v. 1. p. 94.

21.
MOTT, M. L. B.. Deve ou não haver parteiras. In: XVIII Simpósio NacionaL de História, 1995, Recife, 1995. v. 1. p. 71-71.

Resumos publicados em anais de congressos (artigos)
1.
MOTT, M. L. B.2002MOTT, M. L. B.; TSUNECHIRO, M. A. . Os cursos de enfermagem da Cruz Vermelha Brasileira e o início da enfermagem profissional no Brasil. Revista Brasileira de Enfermagem, RJ, v. 55, p. 592-599, 2002.

Outras produções bibliográficas
1.
MOTT, M. L. B.; Meyer, D. ; MARTINS, A. P. V. . Parto e Maternidade. Niterói, 2005. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

2.
MOTT, M. L. B.. Parto. Florianópolis, 2002. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

3.
GALASSO, L. ; MOTT, M. L. B. . História Cabeluda. São Paulo: Scipione, 1997 (literatura infantil).

4.
MOTT, M. L. B.. O romance de Ana Durocher. São Paulo: Siciliano, 1995 (ficção).

5.
MOTT, M. L. B.. O parto através dos tempos. São Paulo: BYK QUIMICA E FARMACÊUTICA, 1992 (folhetos).


Demais tipos de produção técnica
1.
MOTT, M. L. B.. Wanda Horta: o compromisso com a enfermagem. 2000. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - video).


Produção artística/cultural
Outras produções artísticas/culturais
1.
MOTT, M. L. B.. Parteiras e Enfermeiras em São Paulo: uma homenagem. 2001 (fotográfica).

2.
MOTT, M. L. B.; TSUNECHIRO, M. A. ; RIESCO, M. L. G. . História da assitência ao parto: uma visão do século XIX. 2000 (fotográfica).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
PEDRO, Joana Maria; MOTT, M. L. B.. Participação em banca de Juliani Moreira Brignol. Bordados e destinos:saberes das mulheres afro-descendentes na passagem do século XIX para XX na capital de Santa Catarina. 2003. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
RAGO, Margareth; MOTT, M. L. B.; SOARES, C.. Participação em banca de MARIA DO SOCORRO CIPRIANO. A adúltera no território da infidelidade: Paraíba nas décadas de 20 e 30 do século XX. 2002. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

3.
MALUF, M.; MOTT, M. L. B.; ANTONIACCI, A.. Participação em banca de CLAUDIA ANDRADE VIEIRA. Mulheres de elite em movimento por direitos políticos: o caso de Edith Mendes da Gama e Abreu. 2002. Dissertação (Mestrado em História) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

4.
MACHADO, Maria Helena; MOTT, M. L. B.; MONTEIRO, Yara Nogueira. Participação em banca de Débora Michels Mattos. Fora do Arraial:Lepra e Instituições Asilares em Santa Catarina. 2002. Dissertação (Mestrado em História Social) - Universidade de São Paulo.

5.
SOARES, C. E. L.; MOTT, M. L. B.; FALCI, M. B. K.. Participação em banca de ANA MARIA LEAL ALMEIDA. Da casa e da roça: a mulher escrava em Vassouras no século XIX. 2001. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra.

6.
MALUF, M.; MOTT, M. L. B.; DIAS, Maria Odila Leite da Silva. Participação em banca de Isabel Pirolli. Os filhos da República - a criança pobre na cidade de São Paulo. 2000. Dissertação (Mestrado em História) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

7.
ARAS, L.; MOTT, M. L. B.; MARTINS, A. P. V.. Participação em banca de MARIA RENILDA NERY BARRETO. Nascer na Bahia do século XIX: Salvador (1832-1889). 2000. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal da Bahia.

Teses de doutorado
1.
PEDRO, Joana Maria; MOTT, M. L. B.; DIAS, Maria Odila Leite da Silva; CAMPOS, Cynthia Machado; NECKEL, Roselane. Participação em banca de Patrícia de Freitas. Corpos de Mulheres em revista: a representação da menopausa na Revista de Genicologia e Obstetrícia (1907-1978). 2005. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

2.
FERREIRA, Luiz Otávio; MOTT, M. L. B.; ARAS, Lina Brandão de; BECHIMOL, Jaime Larry; BRITO, Nara Azevedo. Participação em banca de Maria Renilda Nery Barreto. A medicina luso-brasileira:instituições, médico e população enferma em Salvador e Lisboa (1808-1851). 2005. Tese (Doutorado em História das Ciências) - Fundação Oswaldo Cruz.

3.
DIAS, Maria Odila Leite da Silva; MOTT, M. L. B.; FRAGA, Estefania Knotz Canguçu; TELLES, Norma Abreu; CUNHA, Maria Tereza Santos. Participação em banca de Marcia Maria da Silva Barreiros Leite. Entre a tinta e o papel: memórias de leituras e escritas femininas na Bahia. 2004. Tese (Doutorado em História) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

4.
DIAS, Maria Odila Leite da Silva; MOTT, M. L. B.; PEDRO, Joana Maria; SANT´ANNA, Denise; SARTI, Cinthia. Participação em banca de Roselene Neckel. Pública, vida íntima: a sexualidade nas revistas femininas e masculinas (1969-1979). 2004. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.

5.
OGUISSO, Taka; MOTT, M. L. B.; KIRSCHBAUM, Débora; STEFANELLI, Maguida Costa; SILVA JR, Osnir Claudiano da. Participação em banca de Almerinda Moreira. Profissionalização da Enfermagem Brasileira: o pioneirismo da Escola de Enfermagem Alfredo pinto (1890-1920). 2003. Tese (Doutorado em Enfermagem) - Universidade de São Paulo.

6.
RAGO, Margareth; MOTT, M. L. B.; LOURENÇO, Ferando Antonio; MUNIZ, Diva; STEPHANOU, Maria. Participação em banca de Ricardo Santa Rita Oliveira. Educação, gênero e modernidade. 2002. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

7.
BARREIRA, Ieda de Alencar; MOTT, M. L. B.; TYRRELL, Maria Antonieta Rubio; SANNA, Maria Cristina. Participação em banca de JANE MARCIA PROGIANI. Parteiras, médicos e enfermeiras: a disputa pela arte de partejar (Rio de Janeiro 1934-1951). 2001. Tese (Doutorado em Escola Ana Nery) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

8.
ALGRANTI, L. M.; MOTT, M. L. B.; TRINDADE, E. M. C.; AZEVEDO, C. M. M.; DECCA, E.. Participação em banca de ANA PAULA VOSNE MARTINS. A medicina da mulher: visões do corpo feminino na constituição da obstetrícia e da ginecologia no século XIX. 2000. Tese (Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

Qualificações de Doutorado
1.
AZEVEDO, Francisca; MOTT, M. L. B.; HERMANN, Jacqueline. Participação em banca de Noélia Alves de Souza. Sábias Mulheres: uma investigação de gênero sobre parteiras no sertão do Ceará. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em História Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

2.
MARINHO, Maria Gabriela Silva Martins da Cunha; MOTT, M. L. B.; SALVADORI, Maria Angella Borges. Participação em banca de Marcia Aparecida Lima Vieira. Mulheres na Medicina:construindo espaços na São Paulo no início do século XX. 2005.

3.
BERNARDO, Terezinha; MOTT, M. L. B.; DIAS, Maria Odila Leite da Silva. Participação em banca de Elizabeth Juliska Rago. Francisca Praguer Fróes : Medicina e Feminismo na Bahia. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

4.
FERREIRA, Luiz Otávio; MOTT, M. L. B.; EDLER, Flávio. Participação em banca de Maria Renilda Nery Barreto. Males em comum:saúde e doença na Bahia Oitocentista. Salvador (1808-1889). 2003. Exame de qualificação (Doutorando em História das Ciências) - Fundação Oswaldo Cruz.

5.
PEDRO, Joana Maria; MOTT, M. L. B.; CUNHA, Maria Tereza Ssantos. Participação em banca de Patrícia de Freitas. Corpos da mulheres em revista: a representação da menopausa na Revista de Genicologia e Obstetrícia. 2003. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal de Santa Catarina.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
1o. Simpósio Ibero Americano de Enfermagem: Memória e Identidade Profissional.Maria Rennotte: uma vida sem fronteiras (mesa redonda). 2008. (Simpósio).

2.
Patrimônio Cultural da Saúde: Inventário dos Bens Edificados e Acervos.Patrimônio da Saúde em São Paulo. 2008. (Seminário).

3.
Primeiro Colóquio de História da Enfermagem - Cem anos da Cruz Vermelha Brasileira.O Hospital de Crianças da Cruz Vermelha. 2008. (Outra).

4.
Primeiro Encontro Paulista Memória Saúde e Sociedade.Memória e História: Medicina e Saúde em São Paulo. 2008. (Encontro).

5.
XIX Encontro Regional de História -ANPUH SP.As listas telefônicas:uma proposta de utilização como fonte para a História dos Hospitais paulistanos (1918-1958). 2008. (Encontro).

6.
1o. Simpósio Ibero Americano de Enfermagem: Memória e Identidade Profissional.Os registros de enfermeiros em São Paulo (1934-1946). 2007. (Simpósio).

7.
1o. Simpósio Ibero-Americano de História da Enfermagem.Maria Rennotte: uma vida sem fronteiras. 2007. (Simpósio).

8.
1o. Simpósio Ibero-Americano de História da Enfermagem.Os registros dos Enfermeiros em São Paulo (1947-1978). 2007. (Simpósio).

9.
8o. Encontro de História e Saúde. História e Memória da Ciência e da Saúde: Balnaço e Perspectiva.Gênero, Espaço Público e Memória: a formação para o mercado de trabalho em Saúde em São Paulo (1890-1920). 2007. (Encontro).

10.
Simpósio Internacional História dos Trabalhadores da Saúde.Os registros dos profissionais de saúde em São Paulo (1892-1978). 2006. (Simpósio).

11.
10 Seminário Nacional de História da Ciência e Tecnologia.Lepra Gênero, Filantropia e Saneamento: Alice Tibiriçá e o combate à Hanseníase no Brasil.. 2005. (Seminário).

12.
10 Seminário Nacional de História da Ciência e Tecnologia.: Exma Sra Alice Tibiriça: o caombate à hanseníase na correspondência da Sociedade de Assistência aos Lázaros e Defesa Contra Lepra. 2005. (Seminário).

13.
Etnia, Gênero e Poder. Parteiras x Parteiras:negociação e confronto. 2005. (Congresso).

14.
Género, Ciudadania y Golalizatión. Ciudadania y filantropia:el discurso y la acción de la médica María Rennotte. 2005. (Congresso).

15.
II Seminário Internacional Memória e Saúde: as interfaces da interdicisplinaridade.Maria Rennotte:Prática Médica e Filantropia na cidade de São Paulo na Belle Époque. 2005. (Seminário).

16.
I seminário Internacional Memória e Saúde Pública: um debate necessário.Assistência ao parto em três acervos da cidade de São Paulo: Maternidade de São Paulo, Museu Emílio Ribas, Escola de Enfermagem da USP. 2004. (Seminário).

17.
XVII Encontro Regional da ANPUH.Filantropia e Feminismo: relendo a biografia de Maria Rennotte. 2004. (Encontro).

18.
IV Encontro Nacional e I Encontro Internacional Rede Brasileira de Pesquisa e Estudos Feministas- Enfoque Feminsitas e Mercosul.Educação das Mulheres, filantropia e feminismo: relendo a biografia de Maria Rennotte. 2003. (Encontro).

19.
Maternalism reconsidered. Mothers and method in 20th century history.Maternalism, State Policy and Women Charitable Activities in Brazil. 2002. (Oficina).

20.
Enfoques Feministas e as Tradiçoes Disciplinares nas Ciências e na Academia.Maternalismo, políticas públicas e benemerência no Brasil. 2001. (Encontro).

21.
III Encontro Enfoques Feministas e as Tradiçoes Disciplinares nas Ciências e na Acadêmia.História da Assistencia ao Parto. 2001. (Encontro).

22.
Pesquisa e Assistência de Enfermagem.Discutindo as origens da Enfermagem no Brasil. 2001. (Encontro).

23.
As Ciências Humanas e as Ciências da Saúde: Perspectivas de Ensino e Pesquisa.Discutindo a história da enfermagem no Brasil. 2000. (Seminário).

24.
X Semana da Faculdade de Ciências Socias PUC-SP.Maternidade e infância na construção da nacionalidade brasileira. 2000. (Outra).

25.
XV Encontro Regional de História.Discutindo a assistência ao parto no Brasil. 2000. (Encontro).

26.
XIX SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA.A parteira ignorante um erro de diagnóstico médico. 1997. (Simpósio).

27.
XVIII SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA.Deve ou não haver parteiras?. 1995. (Simpósio).

28.
VI Encontro Regional de História.MME Durocher: uma francesa no Rio de Janeiro. 1994. (Encontro).

29.
Congresso Internacional América 92: raízes e trajetórias. Francesas no Rio de Janeiro na primeira metade do século XIX. 1992. (Congresso).

30.
Congresso Internacional América 92: raízes e trajetórias. Francesas no Rio de Janeiro na primeira metade do século XIX. 1992. (Congresso).

31.
XVI SIMPÓSIO NACIONAL DE HISTÓRIA DA ANPUH - MEMÓRIA HISTÓRIA E HISTORIOGRAFIA.Parto e parteiras no século XIX. 1991. (Simpósio).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/10/2018 às 5:16:12