Eduardo Scheidt

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2058805504723995
  • Última atualização do currículo em 30/10/2018


É licenciado em História pela UFRGS (1996), Mestre em História pela UNISINOS (2000) e Doutor em História Social pela USP (2004). Atualmente é professor adjunto da graduação e do Programa de Pós-Graduação em História Social da UERJ. Tem experiência na área de História, com ênfase em História latino-americana, atuando principalmente nos seguintes temas: história política, questão democrática na América Latina contemporânea, formação dos Estados nacionais na Região Platina, história das ideias e dos intelectuais. Contatos pelo e-mail: edusch.uerj@gmail.com (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Eduardo Scheidt
Nome em citações bibliográficas
SCHEIDT, Eduardo

Endereço


Endereço Profissional
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Faculdade de Formação de Professores.
Rua Francisco Portela, 1470
Patronato
24435005 - São Gonçalo, RJ - Brasil
Telefone: (21) 37052227


Formação acadêmica/titulação


2001 - 2004
Doutorado em História Social.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Representações de nação por periodistas italianos na Região Platina (1827-1860), Ano de obtenção: 2004.
Orientador: Maria Ligia Coelho Prado.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: História política; Imprensa; intelectuais; nação; Região Platina.
Grande área: Ciências Humanas
1997 - 2000
Mestrado em História.
Universidade do Vale do Rio dos Sinos, UNISINOS, Brasil.
Título: Concepções de República na Região Platina à época da Revolução Farroupilha,Ano de Obtenção: 2000.
Orientador: Heloisa Jochims Reichel.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: História comparada; História política; Imprensa; Região Platina; Republicanismo.
Grande área: Ciências Humanas
1990 - 1996
Graduação em Licenciatura em História.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.




Atuação Profissional



Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

11/2016 - Atual
Direção e administração, Centro de Educação e Humanidades, Faculdade de Formação de Professores de São Gonçalo.

Cargo ou função
Chefe do Departamento de Ciências Humanas.
03/2014 - Atual
Ensino, História Social, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Tópicos Especiais em História Social do Território I
08/2013 - Atual
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da América II
História da América III

UNIVERSIDADE DE VASSOURAS, FUSVE, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2013
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Adjunto I, Carga horária: 40

Atividades

03/2005 - 07/2013
Ensino, Mestrado em História, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
História das idéias políticas: aportes teórico-metodológicos
Idéias políticas e cultura na América Latina Independente
Política e cultura: encontros e interfaces
Seminário I - Métodos e Técnicas de Pesquisa
03/2005 - 07/2013
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História da América Espanhola I
História da América Espanhola II
História da América Inglesa
Tópico Especial em História
02/2010 - 02/2012
Direção e administração, Programa de Mestrado em História, .

Cargo ou função
Coordenador de Programa.
07/2008 - 02/2010
Direção e administração, Programa de Mestrado em História, .

Cargo ou função
vice-coordenador do Programa.
12/2006 - 12/2007
Direção e administração, Universidade Severino Sombra, .

Cargo ou função
Coordenador da Linha de Pesquisa em História Política.
08/2007 - 11/2007
Outras atividades técnico-científicas , Universidade Severino Sombra, Universidade Severino Sombra.

Atividade realizada
Coordenação do Grupo de Estudos de América Latina Contemporânea.

Universidade Gama Filho, UGF, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2013
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 16

Atividades

08/2005 - 07/2013
Ensino, História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Contemporânea I
História da América I
História da América II
História da América III
História da América Latina
História Moderna I
História Moderna II
Teoria da História


Projetos de pesquisa


2015 - Atual
Governo Hugo Chávez em perspectiva
Descrição: Este livro consiste numa coletânea de reflexões sobre o governo de Hugo Chávez na Venezuela. O livro reúne um conjunto de trabalhos fruto de pesquisas de um grupo de historiadores ligados à Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) e à Universidade Severino Sombra (USS). O objetivo central da obra é contribuir para discussão acerca do governo de Chávez e do chavismo, pensando em suas transformações e realizações, mas também em suas deficiências e limites. Os capítulos aqui reunidos foram produzidos após amplas reflexões com base em pesquisas rigorosas com exaustivas análises de fontes e de bibliografia sobre o tema das mais variadas matizes teórico-metodológicas e ideológicas. Objetivamos pois fazer reflexões equilibradas que evitem posicionamentos político-ideológicos a favor ou contra o processo chavista. Não pretendemos entretanto dar nenhuma resposta definitiva. Ao contrário, conforme já mencionada, temos o objetivo de contribuir para diálogos e reflexões sobre o tema..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (3) .
Integrantes: Eduardo Scheidt - Coordenador / Queila Amaro Rodrigues da Silva - Integrante / Luiz Fernnado Oliveira Silva - Integrante / Flavio Tulio Ribeiro Silva - Integrante.Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.
2015 - Atual
Apoio à pesquisa em processos formativos das graduações e pós-graduações na Faculdade de Formação dos Professores da UERJ
Descrição: O presente projeto visa consolidar os Programas de Pós-Graduação Stricto e Especializações Lato Sensu da Faculdade de Formação de Professores da UERJ em diálogo com a graduação e tem, por principal objetivo, analisar impactos sobre processos formativos para graduandos e graduados dos cursos oferecidos pela Unidade. A avaliação de impactos de nossa oferta formativa para atuação acadêmica e profissional torna-se relevante, especialmente, se considerarmos que tanto os cursos de Graduação, quanto os de Pós-Graduação da FFP/UERJ estão profundamente articulados às demandas e desafios oriundos de questões centrais do Leste Fluminense e de municípios próximos. Dentre tais questões, destacam-se aquelas relativas à produção de conhecimento e tecnologias socioeducacionais com repercussões sociais. Para atender ao objetivo do projeto, espera-se dotar e ampliar a infraestrutura da FFP/UERJ com equipamentos necessários aos projetos multidisciplinares em curso, bem como expandir a capacidade institucional e científica dos grupos de pesquisa, consolidando interfaces com a esfera pública, as Secretarias de Educação, Ciência e Tecnologia, e com a sociedade civil. Destaca-se a importância da inserção qualificada da FFP/UERJ na região do Leste Fluminense, considerados os históricos processos de degradação cultural, educacional, ambiental e tecnológica ainda presentes na região..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Especialização: (1) / Mestrado acadêmico: (3) .
Integrantes: Eduardo Scheidt - Integrante / Catia Antônia da Silva - Coordenador / Adrelino Campos - Integrante / Manoel Santana - Integrante / Elainde de Oliveira - Integrante.Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.
2014 - 2015
A construçaõ das fronteiras na Região Platina por historiadores do século XIX
Descrição: O presente projeto foca sua análise nas produções historiográficas sobre a Região Platina durante o século XIX em meio ao processo de construção dos Estados nacionais. O conceito de Região Platina, utilizado na delimitação de nosso espaço de análise, foi desenvolvido pelas historiadoras Heloisa Reichel e Ieda Gutfreind (1996). Conforme as autoras, os atuais territórios do Uruguai, da campanha sul-rio-grandense e do pampa argentino constituíam-se, em sua formação histórica, em uma unidade econômica, social e cultural. A Região Platina começou a se fragmentar ao longo do século XIX, com os processos de independência e a conturbada construção dos Estados nacionais. O tema da emergência das nações na Região Platina é bastante polêmico e há um debate aberto sobre o mesmo na historiografia política recente. Compartilhamos da maior parte dos estudos recentes no que diz respeito à inexistência de nações na Região Platina nos momentos da independência e primeiras décadas posteriores. Nesta pesquisa, trabalhamos com a perspectiva de que a historiografia do século XIX contribuiu para forjar distintas nacionalidades no interior da Região Platina, construindo versões de um passado que dessem legitimidade aos projetos de Estados nacionais que se desenvolviam no período. Neste sentido, os historiadores do século XIX se inseriam nas relações de poder durante o conturbado processo de formação dos Estados nacionais. Neste sentido, nos questionamos a partir de que elementos os historiadores argentinos, uruguaios e sul-rio-grandenses do século XIX contribuíram para forjar as distintas nacionalidades? Como cada uma destas historiografias nacionais (regional no caso da sul-rio-grandense) diferenciava-se ou se silenciava sobre os demais países ou parte de países que integravam a Região Platina, contribuindo para construção de fronteiras no interior da região? Que tipos de semelhanças e diferenças podemos estabelecer entre as três produções historiográficas ou mesmo entre diferentes autores de um mesmo país (estado de um país no caso do Rio Grande do Sul)? De que forma os historiadores do período se inseriram nas relações de poder em meio as lutas políticas na época da formação dos Estados nacionais?.
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Eduardo Scheidt - Coordenador.Financiador(es): FAPERJ - Auxílio financeiro.
2014 - Atual
Cultura política e questão democrática na Venezuela contemporânea (1999-2012)
Descrição: A questão democrática igualmente vem adquirindo relevância no subcontinente, em especial após o fim das ditaduras militares ao longo da década de 1980, com o processo de abertura política chamado de redemocratização.Nas últimas décadas, com advento de vários governos de orientação esquerdista, a questão democrática vem sendo rediscutida. Há um processo de ampliação da democracia com uma série de mecanismos de participação e consulta direta da população, principalmente em países como a Bolívia e a Venezuela. É neste último país que tem desenvolvido um projeto unificação alternativo da América Latina, desde o advento do regime de Hugo Chávez e sua ?revolução bolivariana.? O presente projeto objetiva analisar as representações de democracia nos discursos do presidente da Venezuela Hugo Chávez. Objetiva também refletir sobre o processo de democratização na América Latina e em que medida a proposta chavista pode representar ampliações e transformações do regime democrático..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Eduardo Scheidt - Coordenador.Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Bolsa.
2012 - 2013
História social das fronteiras
Descrição: Trata-se de um projeto integrado de professores pesquisadores da linha de pesquisas de História Política do Programa de Mestrado da USS e de outras IES. O projeto foi formulado a partir de debates envolvendo conceituações, historiografia e modelos teóricos sobre o tema fronteira que eram desenvolvidos em estudos individuais. As diversidades espaço?temporais, a riqueza das diferentes abordagens metodológicas e as várias interfaces desenvolvidas entre a História Social, Área de Concentração do Programa de Mestrado da USS, e as dimensões da Política e da Cultura ampliaram o entendimento sobre as questões abordadas, permitindo um estudo de ampla temporalidade e de vários aportes metodológicos. O tema específico de minha pesquisa é "A construção das fronteiras na Região Platina pelas representações historiográficas no século XIX". A pesquisa objetiva analisar as representações historiográficas argentina, uruguaia e sul-rio-grandense do século XIX, no que tange aos elementos que caracterizariam os Estados nacionais que se formavam na Região Platina. Objetiva ainda refletir sobre o papel das representações historiográficas na construção de fronteiras no interior da Região Platina, verificando a partir de que elementos as historiografias procuraram construir versões da existência de distintos Estados nacionais no interior de uma Região Platina fragmentada. Um terceiro objetivo da pesquisa é comparar as historiografias da Argentina, do Uruguai e do Rio Grande do Sul no século XIX, especificamente no que tange a semelhanças e diferenças entre os elementos constitutivos das distintas nacionalidades (regionalidade no caso sul-rio-grandense) e em como cada uma delas procurava se diferenciar e/ou silenciar sobre os demais países ou estado de país que integravam a Região Platina.
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.
2009 - 2013
Questão nacional e integração na América Latina Contemporânea: representações de nação e de América no discurso de Hugo Chávez
Descrição: Este projeto objetiva analisar representações de nação e idéias/projetos de integração latino-americana no discurso do presidente venezuelano Hugo Chávez. As temáticas relacionadas com a questão nacional e a integração da América Latina têm suscitado interesse crescente na historiografia política renovada latino-americana. Muito se tem discutido sobre nação e nacionalismo no mundo contemporâneo. A significativa aceleração da globalização, desde a derrocada do regime soviético e aliados em 1989, tem colocado em crise o papel dos Estados nacionais. A pesquisa objetiva contribuir para os debates sobre a questão nacional e a integração continental, pretendendo-se compreender como os recentes governos de esquerda do subcontinente vêem lidando com a questão nacional, tema este bastante pertinente e ainda pouco estudado. Objetivamos também relacionar o tema da nação com o da integração latino-americana. Paralelamente ao processo de formação dos Estados nacionais, a idéia de unidade do subcontinente também tem sido desenvolvida e difundida desde a proposta de Simon Bolívar. Mais especificamente, a pesquisa objetiva analisar as representações de nação e integração da América no discurso do presidente venezuelano Hugo Chávez. Seu governo insere-se numa nova tendência de nacionalismos e governos de esquerda que têm surgido na América Latina neste início do século XXI, tema ainda muito pouco analisado pelos historiadores..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Eduardo Scheidt - Coordenador.
2005 - 2010
Intelectuais utópicos latino-americanos em meados do século XIX: representações de nação e de América nas obras de Esteban Echeverría e Francisco Bilbao
Descrição: O projeto de pesquisa versa sobre a produção intelectual de dois destacados autores latino-americanos do século XIX: o argentino Esteban Echeverría e o chileno Francisco Bilbao. Amos os autores tiveram papel importante nos círculos intelectuais da época, como artífices de um pensamento utópico e radical. Além disto, durante toda ou parte de suas vidas, foram militantes engajados, participando de movimentos revolucionários e organizações políticas conspiratórias. Na pesquisa, objetivamos analisar, comparativamente, as representações de nação e de América nas obras dos personagens. Ou seja, elegemos averiguar as concepções e propostas dos autores em meio ao conturbado processo de construção dos Estados nacionais na América Latina após as independências, bem como de que forma eles retrataram e pensaram o continente americano. Também pretendemos analisar a problemática da circulação de idéias, buscando verificar como Echeverría e Bilbao, a partir da leitura de diferentes autores europeus, refletiram e construíram suas idéias sobre a nação na América. No decorrer da pesquisa, atentaremos às mudanças no ideário dos personagens, ao longo de suas atuações em diferentes conjunturas e contextos durante suas vidas, sempre refletindo sobre a relação entre as idéias proferidas pelos autores e as realidades históricas, nas quais elas foram produzidas e difundidas..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Membro de corpo editorial


2006 - 2013
Periódico: Revista do Mestrado de História (Universidade Severino Sombra)
2006 - 2008
Periódico: Revista Eletrônica da ANPHLAC


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da América/Especialidade: História Latino-Americana.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Moderna e Contemporânea.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: Teoria e Filosofia da História.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Italiano
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SCHEIDT, Eduardo2017SCHEIDT, Eduardo. A democracia participativa na Venezuela da Era Chávez e a questão dos Conselhos Comunais e das Comunas. REVISTA TEMPOS HISTÓRICOS, v. 21, p. 261-291, 2017.

2.
SCHEIDT, Eduardo2016SCHEIDT, Eduardo. A questão da democracia participativa na Venezuela durante a era Chávez: rumo a uma nova cultura política?. REVISTA ELETRÔNICA DA ANPHLAC, v. 21, p. 149-175, 2016.

3.
SCHEIDT, Eduardo2014SCHEIDT, Eduardo. Caracterizações do governo de Hugo Chávez na ótica dos estudos acadêmicos. CADERNOS DO TEMPO PRESENTE, v. 16, p. 26-39, 2014.

4.
SCHEIDT, Eduardo2014SCHEIDT, Eduardo. A questão nacional nos discursos do presidente Hugo Chávez. OPSIS, v. 14, p. 496-516, 2014.

5.
SCHEIDT, Eduardo2013SCHEIDT, Eduardo. 'Revolução Bolivariana' nos discursos de Hugo Chávez. Cordis: Revista Eletrônica de História Social da Cidade, v. 11, p. 155-193, 2013.

6.
SCHEIDT, Eduardo2010SCHEIDT, Eduardo. Representações da Revolução Americana no ideário de Francisco Bilbao. ESTUDOS IBERO-AMERICANOS (PUCRS. IMPRESSO), v. 36, p. 48-66, 2010.

7.
SCHEIDT, Eduardo2009SCHEIDT, Eduardo. Representações da integração americana nas ideias políticas de Simón Bolivar e Francisco Bilbao. Revista do Mestrado de História (Universidade Severino Sombra), v. 11, p. 5, 2009.

8.
SCHEIDT, Eduardo2007SCHEIDT, Eduardo. A 'nação mazziniana chega à Região Platina: jornalistas italianos e os debates no Prata em meados do século XIX. Revista de História (USP), v. 156, p. 227-259, 2007.

9.
SCHEIDT, Eduardo2007SCHEIDT, Eduardo. Representações de América no pensamento de Francisco Bilbao. Revista de História (UFES), v. 19, p. 27-47, 2007.

10.
SCHEIDT, Eduardo2006SCHEIDT, Eduardo. Debates historiográficos acerca de representações de nação na Região Platina. Revista Eletrônica da ANPHLAC, v. 5, p. 3, 2006.

11.
SCHEIDT, Eduardo2005SCHEIDT, Eduardo. Pedro de Angelis e os debates sobre a questão nacional no Rio da Prata. Revista do Mestrado de História (Universidade Severino Sombra), Vassouras-RJ, v. 7, p. 125-180, 2005.

12.
SCHEIDT, Eduardo2002SCHEIDT, Eduardo. A crítica da "geração de 1837" às experiências republicanas rio-platenses. História Unisinos, São Leopoldo, v. 6, n.5, p. 175-188, 2002.

13.
SCHEIDT, Eduardo2002SCHEIDT, Eduardo. Ecos da Revolução Farroupilha no Rio da Prata. Revista Eletrônica da ANPHLAC, v. 2, 2002.

14.
SCHEIDT, Eduardo2002SCHEIDT, Eduardo. O processo de construção da memória da Revolução Farroupilha. Revista de História (USP), São Paulo, v. 147, p. 189-209, 2002.

15.
SCHEIDT, Eduardo2001SCHEIDT, Eduardo. Republicanismo na Região Platina à época da Revolução Farroupilha. Revista do Mestrado de História (Universidade Severino Sombra), Vassouras, v. 4, n.1, p. 149-180, 2001.

16.
SCHEIDT, Eduardo1999SCHEIDT, Eduardo. Idéias da ?Geração de 1837? na Imprensa Farroupilha Rio-Grandense. Estudos Leopoldenses, São Leopoldo - RS, v. 3, n.1, p. 67-78, 1999.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
SCHEIDT, Eduardo; Araújo, E. (Org.) ; Gutierrez Sanjuán, L. (Org.) . Integração na América Latina em perspectiva interdisciplinar. 1. ed. Curitiba: Prismas, 2017. v. 1. 421p .

2.
SCHEIDT, Eduardo; Araújo, E. (Org.) ; Gutierrez Sanjuán, L. (Org.) . Integração na América Latina: a História, a Economia e o Direito. Volume 2. 1. ed. Jundiaí: Paco Editorial, 2014. v. 1. 472p .

3.
SCHEIDT, Eduardo; MOURA, A. M. S. (Org.) ; RODRIGUES, F. S. (Org.) ; MONTEIRO, C. A. S. (Org.) . História Social das Fronteiras. 1. ed. Jundiai: Paco Editorial, 2012. v. 1. 284p .

4.
SCHEIDT, Eduardo; MOURA, A. M. S. (Org.) ; MONTEIRO, C. A. S. (Org.) ; RODRIGUES, F. S. (Org.) . Estudos. Vol. 4. Série Grupo de Pesquisa LEHP. 1. ed. Vassouras: Editora da USS, 2012. v. 1. 192p .

5.
SCHEIDT, Eduardo; Araújo, E. (Org.) ; RODRIGUES, F. S. (Org.) ; Gutierrez Sanjuán, L. (Org.) . Integração na América Latina: a História, a Economia e o Direito. 1. ed. Jundiaí: Paco Editorial, 2011. v. 1. 232p .

6.
SCHEIDT, Eduardo; MOURA, A. M. S. (Org.) ; SANTOS, C. R. A. (Org.) ; MONTEIRO, C. A. S. (Org.) ; RODRIGUES, F. S. (Org.) ; MAIA, T. A. (Org.) . Estudos. Série Grupo de Pesquisa LEHP. Produção discente, vol. III. 1. ed. Vassouras: Editora da USS, 2010. v. 1. 168p .

7.
SCHEIDT, Eduardo. Carbonários no Rio da Prata: jornalistas italianos e a circulação de idéias na Região Platina (1827-1860). 1. ed. Rio de Janeiro: Apicuri, 2008. v. 1. 196p .

8.
SCHEIDT, Eduardo; SANTOS, C. R. A. (Org.) ; MOURA, A. M. S. (Org.) ; MONTEIRO, C. A. S. (Org.) ; ENGEMANN, C. (Org.) ; LOPES, F. H. (Org.) ; PINTO, S. C. S. (Org.) . Estudos - Série Grupo de Pesquisa LEPH, volume II. 1. ed. Curitiba: LEHP, 2007. v. 1. 206p .

9.
SCHEIDT, Eduardo; SANTOS, C. R. A. (Org.) ; MOURA, A. M. S. (Org.) ; MONTEIRO, C. A. S. (Org.) ; ENGEMANN, C. (Org.) ; LOPES, F. H. (Org.) ; PINTO, S. C. S. (Org.) . Estudos - Série Grupo de Pesquisa LEPH. 1. ed. Curitiba: LEPH, 2006. v. 1. 132p .

Capítulos de livros publicados
1.
SCHEIDT, Eduardo. A democracia na América Latina contemporânea e o caso da Venezuela chavista. In: Eduardo Scheidt; Elian Araújo, Luis Gutiérrez Sanjúan. (Org.). Integração na América Latina em perspectiva interdisciplinar. 1ed.Curitiba: Prismas, 2017, v. 1, p. 57-85.

2.
SCHEIDT, Eduardo. A questão democrática na América Latina contemporânea: movimentos sociais, partidos políticos e práticas de Estado. In: Gelsom Rosentino de Almeida; Rafael Vaz da Mota Brandão. (Org.). Estado, democracia e participação popular na América Latina. 1ed.Rio de Janeiro: Autografia, 2017, v. 1, p. 146-170.

3.
SCHEIDT, Eduardo. A Venezuela durante os governos de Hugo Chávez: ampliação da democracia ou autoritarismo do Estado?. In: Karl Schurster; Rafael Araujo. (Org.). A era Chávez e a Venezuela no tempo presente. 1ed.Recife / Rio de Janeiro: Edupe / Autografia, 2015, v. 1, p. 175-190.

4.
SCHEIDT, Eduardo. O governo de Hugo Chávez na perspectiva dos estudos acadêmicos. In: Eduardo Scheidt; Elian Araújo; Luis Gutierrez San Juan. (Org.). Integração na América Latina: a História, a Economia e o Direito. Volume 2. 1ed.Jundiaí: Paco Editorial, 2014, v. 1, p. 119-136.

5.
SCHEIDT, Eduardo. A questão nacional e a Integração latino-americana nos discursos do presidente Hugo Chávez. In: Eduardo Scheidt; Elian Araujo; Fernando da Silva Rodrigues; Luis Gutierres San Juan. (Org.). Integração na América Latina: a História, a Economia e o Direito. 1ed.Jundiaí: Paco Editorial, 2011, v. 1, p. 31-44.

6.
SCHEIDT, Eduardo. Repercussões do ideário mazziniano na Região Platina. In: Cláudio Santos Monteiro. (Org.). História Política - Série Grupo de Pesquisa LEPH. 1ed.Vassouras: Editora da Universidade Severino Sombra, 2009, v. 1, p. 131-153.

7.
SCHEIDT, Eduardo. Representações de América nas obras dos intelectuais utópicos Esteban Echeverría e Francisco Bilbao. In: Cláudia Andrade dos Santos; Nelson de Sena Filho. (Org.). Estudos de política e cultura: novos olhares. 1ed.Goiânia: Vieira, 2006, v. 1, p. 107-123.

8.
SCHEIDT, Eduardo. Cidades, intelectuais e nação no Rio da Prata em meados do século XIX. In: Ana Maria da Silva Moura; Nelson Sena Filho. (Org.). Cidades: relações de poder e cultura urbana. Goiania: Vieira, 2005, v. , p. 193-220.

9.
SCHEIDT, Eduardo. Republicanismo na Região Platina à época da Revolução Farroupilha: um estudo de história comparada. In: HEINZ, Flavio M.; HERRLEIN JR., Ronaldo. (Org.). Histórias Regionais do Cone Sul. Santa Cruz do Sul: Edunisc, 2003, v. , p. 167-190.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SCHEIDT, Eduardo. A questão democrática na História latino-americana recente. In: 7º Encontro Latino-americanao de Direito, Sociedade e Cultura, 2017, Niterói. Anais do 7º Encontro Latino-americano de Direito, Sociedade e Cultura. Rio de Janeiro: Luzes, 2016. v. 1. p. 325-338.

2.
SCHEIDT, Eduardo. Da democracia participativa e protagôncia ao Estado comunal: as transformações do Estado na Venezuela durante o governo Hugo Chávez. In: XXIX Simpósio Nacional de História, 2017, Brasília. Anais eletrônicos do XXIX Simpósio Nacional de História. São Paulo: Anpuh, 2017. v. 1. p. 1-16.

3.
SCHEIDT, Eduardo. A democracia em disputa na América Latina do tempo presente. In: XVII Encontro de História da ANPUH-Rio, 2016, Nova Iguaçu. Anais Eletrônicos do XVII Encontro de História da ANPUH-Rio. Rio de Janeiro: Editora da ANPUH-Rio, 2016. v. 1. p. 1-9.

4.
SCHEIDT, Eduardo. A democracia participativa na Venezuela da Era Chávez e a questão dos Conselhos Comunais: transformações em direção a uma nova cultura política?. In: XII Encontro Internacional da ANPHLAC, 2016, Campo Grande. Anais Eletrônicos do XII Encontro Internacional da ANPHLAC, 2016. v. 1. p. 1-16.

5.
SCHEIDT, Eduardo. A construção de fronteiras na Região Platina pela historiografia do século XIX e princípios do século XX. In: XXVI Simpósio Nacional de História, 2011, São Paulo. Anais do XXVI Simpósio Nacional de História, 2011. v. 1. p. 1-11.

6.
SCHEIDT, Eduardo. As diferentes representações de EUA e de América Latina em Francisco Bilbao. In: XIV Encontro Regional de História da ANPUH-Rio, 2010, Rio de Janeiro. Anais do XIV Encontro Regional de História da ANPUH-Rio: memória e patrimônio. Rio de Janeiro: ANPUH, 2010. v. 1. p. 1-9.

7.
SCHEIDT, Eduardo. A Revolução Americana no pensamento de Francisco Bilbao. In: X Corredor de las ideas, 2009, Maldonado, Uruguai. Libro de ponencias del 10ºCorredor de las ideas. Maldonado, Urugauai: em CD-R, 2009. v. 1. p. 435-440.

8.
SCHEIDT, Eduardo. Ideias de América em Esteban Echeverría e Francisco Bilbao. In: XXV Simpósio Nacional de História, 2009, Fortaleza. Anais do ... Simpósio Nacional de História, 2009. v. 1.

9.
SCHEIDT, Eduardo. Desigualdades em pensamentos igualitários: os intelectuais Esteban Echeverría e Pedro de Angelis e suas propostas de construção das nações no Rio da Prata. In: XXIV Simpósio Nacional de História, 2007, São Leopoldo. Anais do XXIV Simpósio Nacional de História, 2007. v. 1.

10.
SCHEIDT, Eduardo. A construção das nações no Rio da Prata e a polêmica Echeverría / De Angelis. In: XII Encontro Regional de História, 2006, Niterói. Anais Eletrônicos do XII Encontro Regional de História, 2006.

11.
SCHEIDT, Eduardo. Pensando a América na Argentina durante o século XIX: os intelectuais utópicos Esteban Echeverría e Francisco Bilbao. In: VII Encontro Internacional da ANPHLAC, 2006, Campinas. Anais Eletrônicos do VII Encontro Internacional da ANPHLAC, 2006.

12.
SCHEIDT, Eduardo. Pedro de Angelis e os conflitos ideológicos acerca da construção da nação no Rio da Prata. In: XXIII Simpósio Nacional de História, 2005, Londrina. Anais do XXIII Simpósio Nacional de História, 2005.

13.
SCHEIDT, Eduardo. Circulação de idéias durante o processo de construção dos Estados-nacionais na Região Platina: o caso dos jornalistas italianos. In: Segundas Jornadas de História Regional Comparada, 2005, Porto Alegre. Anais das Segundas Jornadas de História Regional Comparada. Porto Alegre: PUCRS, 2005.

14.
SCHEIDT, Eduardo. Periodistas italianos e os debates sobre a construção da nação na Argentina durante o século XIX. In: VI Encontro Nacional da ANPHLAC, 2004, Maringá. Anais Eletrônicos do VI Encontro da ANPHLAC, 2004.

15.
SCHEIDT, Eduardo. Periodistas mazzinianos na Região Platina em meados do século XIX: um caso de imigração política. In: Seminário Internacional: "Leituras e Interpretações da Imigração na América Latina", 2004, São Leopoldo. Leituras e Interpretações da Imigração na América Latina, 2004.

16.
SCHEIDT, Eduardo. Divulgação e repercussão do nacionalismo mazziniano na Região Platina. In: Congresso Internacional de Americanistas, 2003, Santiago do Chile. Congresso Internacional de Americanistas, 2003.

17.
SCHEIDT, Eduardo. Republicanismo na Região Platina à época da Revolução Farroupilha: um estudo de história comparada. In: II Jornadas de História Econômica, 1999, Montevidéu. Segundas Jornadas de Historia Económica. CD-R, 1999.

18.
SCHEIDT, Eduardo. Concepções de ?República? nos países do Prata na época do regime de Rosas (1835-1852). In: III Encontro da ANPHLAC, 1998, São Paulo. Anais eletrônicos do III Encontro da ANPHLAC, 1998.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SCHEIDT, Eduardo. Desigualdades em pensamentos igualitários: os intelectuais Esteban Echeverría e Pedro de Angelis e suas propostas de construção das nações no Rio da Prata. In: XXIV Simpósio Nacional de História, 2007, São Leopoldo. História e multidisciplinariedade: territórios e deslocamentos. Caderno de resumos do XXIV Simpósio Nacional de História. São Leopoldo: Oikos, 2007. v. 1. p. 106-106.

2.
SCHEIDT, Eduardo. A construção das nações no Rio da Prata e a polêmica Echeverría / De Angelis. In: XII Encontro Regional de História, 2006, Niterói. XII Encontro Regional de História. Resumos e programação. Rio de Janeiro: Colograf-K. v. 1. p. 168-168.

3.
SCHEIDT, Eduardo. Pensando a América na Argentina durante o século XIX: os intelectuais utópicos Esteban Echeverría e Francisco Bilbao. In: VII Encontro Internacional da ANPHLAC, 2006, Campinas. VII Encontro Internacional da ANPHLAC: Programação e resumos, 2006. v. 1. p. 75-75.

4.
SCHEIDT, Eduardo. Pedro de Angelis e os conflitos ideológicos acerca da construção da nação no Rio da Prata. In: XXIII Simpósio Nacional de História, 2005, Londrina. XXIII Simpósio Nacional de História: Guerra e Paz. Programa e resumos. Londrina: Editorial Midia, 2005. v. 1. p. 191-191.

5.
SCHEIDT, Eduardo. Circulação de idéias durante o processo de construção dos Estados-nacionais na Região Platina: o caso dos jornalistas italianos. In: Segundas Jornadas de História Regional Comparada, 2005, Porto Alegre. Segundas Jornadas de História Regional Comparada. Livro de resumos. Porto Alegre: PUCRS, 2005. v. 1. p. 10-10.

6.
SCHEIDT, Eduardo. Historiografia da Revolução Farroupilha nos anos recentes: buscas de superação de um velho impasse. In: XXI Simpósio Nacional de História, 2001, Niterói. Caderno de resumo do XXI Simpósio Nacional de História, 2001.

7.
SCHEIDT, Eduardo. A crítica da ?geração de 1837? às experiências republicanas rio-platenses. In: XXI Simpósio Nacional de História, 2001, Niterói. Caderno de resumos do XXI Simpósio Nacional de História, 2001.

8.
SCHEIDT, Eduardo. Republicanismo na Região Platina à época da Revolução Farroupilha: um estudo de história comparada. In: Primeiras Jornadas de História Regional Comparada, 2000, Porto Alegre. Caderno de resumos das Primeiras Jornadas de História Regional Comparada, 2000.

9.
SCHEIDT, Eduardo. A fronteira platina como espaço de intercâmbios de idéias na época da Revolução Farroupilha. In: XX Simpósio Nacional de História, 1999, Florianópolis. Caderno de resumos do XX Simpósio Nacional de História, 1999.

10.
SCHEIDT, Eduardo. O pensamento da ?geração de 1837? na imprensa farroupilha rio-grandense.?. In: IV Encontro Estadual de História - ANPUH/RS, 1998, São Leopoldo. Caderno de resumos do IV Encontro Estadual de História, 1998.

Apresentações de Trabalho
1.
SCHEIDT, Eduardo. A experiência da democracia participativa na Venezuela durante os governos de Hugo Chávez e Nicolás Maduro. 2018. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
SCHEIDT, Eduardo. Da democracia participativa e protagônica ao Estado comunal: as transformações do Estado na Venezuela durante o governo Chávez (1999-2012). 2017. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
SCHEIDT, Eduardo. A questão democrática na História latino-americana recente. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
SCHEIDT, Eduardo. A democracia participativa na Venezuela da era Chávez e a questão dos Conselhos Comunais: transformações em direção a uma nova cultura política?. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
SCHEIDT, Eduardo. A democracia em disputa na América Latina do tempo presente. 2016. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

6.
SCHEIDT, Eduardo. As transformações políticas na Venezuela chavista e seus desdobramentos nas relações internacionais em relação à América Latina. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
SCHEIDT, Eduardo. A questão democrática na Venezuela à época do chavismo. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

8.
SCHEIDT, Eduardo. A questão democrática na América Latina Contemporânea e o caso da Venezuela durante o governo de Hugo Chávez. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
SCHEIDT, Eduardo. A Venezuela durante os governos de Hugo Chávez: ampliação da democracia ou autoritarismo de Estado?. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
SCHEIDT, Eduardo. A construção das fronteiras platinas pelas historiografias brasileira e argentina em meados do século XIX. 2013. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

11.
SCHEIDT, Eduardo. O governo de Hugo Chávez na perspectiva dos estudos acadêmicos. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
SCHEIDT, Eduardo. O governo Hugo Chávez nas análises de pesquisadores acadêmicos. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

13.
SCHEIDT, Eduardo. A questão da soberania popular nos discursos do presidente Hugo Chávez. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
SCHEIDT, Eduardo. Nacionalismo chavista e a questão da soberania popular (1999-2006). 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
SCHEIDT, Eduardo. A questão nacional nos discursos do presidente Hugo Chávez. 2011. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

16.
SCHEIDT, Eduardo. A construção de fronteiras na Região Platina pela historiografia do século XIX e princípios do século XX. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

17.
SCHEIDT, Eduardo. Representações de nação nos discursos do presidente Hugo Chávez (1999-2006). 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

18.
SCHEIDT, Eduardo. Política na América Latina Contemporânea e a questão nacional no regime chavista. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
SCHEIDT, Eduardo. Raízes históricas da desintegração latino-americana: administração no império colonial e formação dos Estados nacionais. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

20.
SCHEIDT, Eduardo. As diferentes representações de EUA e de América Latina em Francisco Bilbao. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

21.
SCHEIDT, Eduardo. Nação e integração latino-americana nos discursos de Hugo Chávez. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

22.
SCHEIDT, Eduardo. Ideias de América em Esteban Echeverría e Francisco Bilbao. 2009. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

23.
SCHEIDT, Eduardo. A integração americana nos pensamentos de Simon Bolívar e Francisco Bilbao. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

24.
SCHEIDT, Eduardo. A Revolução Americana no pensamento de Francisco Bilbao. 2009. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

25.
SCHEIDT, Eduardo. Construindo idéias sobre a América em meados do século XIX: os intelectuais utópicos Esteban Echeverría e Francisco Bilbao. 2008. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

26.
SCHEIDT, Eduardo. As perspectivas de Cuba sem Fidel Castro. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

27.
SCHEIDT, Eduardo. Entre o Estado nacional e a "Nação Americana": a trajetória intelectual de Francisco Bilbao. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

28.
SCHEIDT, Eduardo. Repercussões do ideário mazziniano na Região Platina. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

29.
SCHEIDT, Eduardo. A difusão do nacionalismo mazziniano no Brasil e na Região Platina através da atuação dos imigrantes políticos Garibaldi, Cuneo e Rossetti. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

30.
SCHEIDT, Eduardo. Desigualdades em pensamentos igualitários: os intelectuais Esteban Echeverría e Pedro de Angelis e suas propostas de construção das nações no Rio da Prata. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

31.
SCHEIDT, Eduardo. A construção das nações no Rio da Prata e a polêmica Echeverría / De Angelis. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

32.
SCHEIDT, Eduardo. Pensando a América na Argentina durante o século XIX: os intelectuais utópicos Esteban Echeverría e Francisco Bilbao. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

33.
SCHEIDT, Eduardo. Representações de América nas obras dos intelectuais utópicos Esteban Echeverría e Francisco Bilbao. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

34.
SCHEIDT, Eduardo. Pedro de Angelis e os conflitos ideológicos acerca da construção da nação no Rio da Prata. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

35.
SCHEIDT, Eduardo. Os debates sobre a construção das nações na Região Platina: o caso dos jornalistas mazzinianos. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

36.
SCHEIDT, Eduardo. Cidades, intelectuais e nação no Rio da Prata em meados do século XIX. 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

37.
SCHEIDT, Eduardo. Pedro de Angelis e os conflitos ideológicos acerca da construção da nação na Argentina. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

38.
SCHEIDT, Eduardo. Periodistas mazzinianos na Região Platina em meados do século XIX: um caso de imigração política. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

39.
SCHEIDT, Eduardo. Divulgação e repercussão do nacionalismo mazziniano na Região Platina. 2003. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

40.
SCHEIDT, Eduardo. Relações entre memória, história e poder: o caso da historiografia sobre a Revolução Farroupilha. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

41.
SCHEIDT, Eduardo. Ecos da Revolução Farroupilha no Rio da Prata. 2002. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

42.
SCHEIDT, Eduardo. Historiografia da Revolução Farroupilha nos anos recentes: buscas de superação de um velho impasse. 2001. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

43.
SCHEIDT, Eduardo. A crítica da geração de 1837 às experiências republicanas rio-platenses. 2001. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

44.
SCHEIDT, Eduardo. Republicanismo na Região Platina à época da Revolução Farroupilha: um estudo de história comparada. 2000. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

45.
SCHEIDT, Eduardo. A fronteira platina como espaço de intercâmbios de idéias na época da Revolução Farroupilha. 1999. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

46.
SCHEIDT, Eduardo. Reopublicanismo no Rio Grande do Sul e no Prata à época da Revolução Farroupilha: um estudo de história comparada. 1999. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

47.
SCHEIDT, Eduardo. O pensamento da geração de 1837 na imprensa farroupilha rio-grandense. 1998. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

48.
SCHEIDT, Eduardo. Republicanismo na Região Platina na época do regime rosista. 1998. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
SCHEIDT, Eduardo. Guerra dos Farrapos - 28 de fevereiro de 1845. In: BITTENCOURT, Circe (org.). Dicionário de datas da história do Brasil. São Paulo: Contexto, 2007 (Verbete).

2.
SCHEIDT, Eduardo. Elaboração de pareceres na avaliação de um artigo e uma resenha para a Revista Eletrônica da ANPHLAC, número 07 2007 (Parecer).

3.
SCHEIDT, Eduardo. Elaboração de um parecer na avaliação de um artigo para a Revista de História da USP, num. 157, 2º sem. de 2007 2007 (Parecer).

4.
SCHEIDT, Eduardo. ANNINO, Antonio; GUERRA, François-Xavier (coords.) Inventando la nación: Iberoamérica: siglo XIX. México: Fondo de Cultura Económica, 2003. São Leopoldo: Unisinos, 2005 (Resenha).

5.
SCHEIDT, Eduardo. TERNAVASIO, Marcela. La revolución del voto: política y elecciones en Buenos Aires, 1810-1852. Buenos Aires: Siglo Veintiuno, 2002. São Paulo: UNESP, 2003 (Resenha).

6.
SCHEIDT, Eduardo. ABRAMSON, Pierre-Luc. Las utopias sociales en América Latina en el siglo XIX. México: Fondo de Cultura Económica, 1999. São Leopoldo: ANPHLAC, 2001 (Resenha).

7.
SCHEIDT, Eduardo. MYERS, Jorge. Orden y virtud: el discurso republicano en el régimen rosista. Buenos Aires: Universidad Nacional de Quilmes, 1995. Vitória: ANPHLAC, 1999 (Resenha).


Demais tipos de produção técnica
1.
SCHEIDT, Eduardo. Emissão de parecer de artigo para a revista Estudos Ibero-Americanos. 2018. (Parecer).

2.
SCHEIDT, Eduardo. Coordenação da Mesa Redonda 'Democracia e lutas populares na Venezuela e na Bolívia do tempo presente'. 2018. (Coordenação de mesa).

3.
SCHEIDT, Eduardo. Emissão de parecer de artigo para a revista Saeculum - Revista de História. 2018. (Parecer).

4.
SCHEIDT, Eduardo; MAIA, T. A. . Coordenação do ST Estado, democracia e movimentos sociais no mundo contemporâneo. 2017. (Coordenação de simpósio).

5.
SCHEIDT, Eduardo. Coordenação do GT Estado, democracia e Integração na América Latina. 2017. (Coordenação de Grupo de Trabalho).

6.
SCHEIDT, Eduardo. Emissão de parecer de artigo para a revista 'Tempos Históricos' vol. 20 num. 2. 2016. (Parecer).

7.
SCHEIDT, Eduardo; ARAUJO, R. P. . Estado, democracia e movimentos sociais na América Latina Contemporânea. 2016. (Coordenação de Simpósio Temático).

8.
SCHEIDT, Eduardo. Emissão de parecer para a editora Paco Editorial para publicação de livro. 2016. (Parecer).

9.
SCHEIDT, Eduardo. Emissão de parecer de artigo para a revista 'Oficina do Historiador' eISSN 2178-3748. 2015. (Parecer).

10.
SCHEIDT, Eduardo; Araújo, E. ; Gutierrez Sanjuán, L. . Coordenação do simpósio 'Integração na América Latina. Nações e regiões'. 2015. (Coordenação de simpósio).

11.
SCHEIDT, Eduardo; Araújo, E. ; Gutierrez Sanjuán, L. ; SAU AGUAYO, J. . Coordenação do Simpósio 'Integração na América Latina: nações e regiões. Visões desde a História, a Economia e o Direito'. 2013. (Coordenação de simpósio).

12.
SCHEIDT, Eduardo. Coordenação do Simpósio 'Integração na América Latina: nações e regiões. Visões desde a história, a economia e o direito. 2013. (Coordenação de simpósio).

13.
SCHEIDT, Eduardo. Emissão de parecer de artigo para a revista 'Temporalidades'. 2013. (Parecer).

14.
SCHEIDT, Eduardo. Olhares sobre a América Latina. 2012. (Coordenação de mesa).

15.
SCHEIDT, Eduardo. Venezuela e Brasil: relações diplomáticas, estudos acadêmicos e representações do governo Hugo Chavez. 2012. (Coordenação de mesa).

16.
SCHEIDT, Eduardo. Emissão de parecer de artigo para a revista 'Temporalidades'. 2012. (Parecer).

17.
SCHEIDT, Eduardo. Emissão de parecer sobre artigo para a "Revista Eletrônica da ANPHLAC". 2011. (Parecer).

18.
SCHEIDT, Eduardo; REYNALDO, N. I. . Fronteiras e História. 2011. (Coordenação de Simpósio Temático).

19.
SCHEIDT, Eduardo. Emissão de parecer sobre artigo para a Revista "História da Historiografia". 2011. (Parecer).

20.
SCHEIDT, Eduardo. Emissão de parecer sobre artigo para a "Revista Eletrônica da ANPHLAC". 2010. (Parecer).

21.
SCHEIDT, Eduardo. Participante na Comissão de Avaliação de bolsistas para o PIBIC da Universidade Gama Filho. 2010. (Comissão de avaliação).

22.
SCHEIDT, Eduardo. Fronteiras e história. 2010. (Coordenação de mesa).

23.
SCHEIDT, Eduardo; Araújo, E. ; Gutierrez Sanjuán, L. . Coordenação do Simpósio 'Integración en América Latina: naciones y regiones. Visiones desde la Historia, la Economía y el Derecho. 2010. (Coordenação de simpósio).

24.
SCHEIDT, Eduardo. Emissão de parecer sobre artigo para a Plural - Revista de Pós-Graduação em Sociologia da USP. 2009. (Parecer).

25.
SCHEIDT, Eduardo. Estado, instituições e relações de poder: da antiguidade ao século XX. 2008. (Coordenação de mesa).

26.
SCHEIDT, Eduardo. Estado, instituições e relações de poder no Brasil durante o regime militar. 2008. (Coordenação de mesa).

27.
SCHEIDT, Eduardo; Araújo, E. ; Reichel, H. J. . Coordenação do Simpósio 'Integración en América Latina: naciones y regiones. Visiones desde la Historia, la Economía y el Derecho. 2008. (Coordenação de simpósio).

28.
SCHEIDT, Eduardo. Emissão de parcer sobre artigo para a Revista de História da FFLCH-USP do 2º semestre de 2007. 2007. (Parecer).

29.
SCHEIDT, Eduardo. Emissão de parecer sobre artigo para a Revista Eletrônica da ANPHLAC, n. 07. 2007. (Parecer).

30.
SCHEIDT, Eduardo; SILVA, M. R. N. . Coordenação do Simpósio Temático 'Diferenças e Desigualdades Sociais'. 2007. (Coordenação de Simpósio Temático).

31.
SCHEIDT, Eduardo; SILVA, L. H. . Caminhos da História. Revista Discente do Programa de Mestrado em História. 2006. (Editoração/Periódico).

32.
SCHEIDT, Eduardo. Política e historiografia. 2006. (Coordenação de mesa).

33.
SCHEIDT, Eduardo. Construção do Estado e da nação: relações políticas, imagens e representações. 2006. (Coordenação de mesa).

34.
SCHEIDT, Eduardo; JUNGBLUT, C. . Revoluções rio-grandenses no século XIX: representações historiográficas. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Outra).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
SCHEIDT, Eduardo; BASILE, M. N. C.; FERREIRA, R. G.. Participação em banca de Luan Mendes de Medeiros Siqueira. O Prata em ebulição: as relações internacionais entre o Império do Brasil e as Províncias Unidas do Rio da Prata na Guerra da Cisplatina (1825-1828). 2018. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

2.
SCHEIDT, Eduardo; PINTO, J. A.; BARCELOS, A. P.. Participação em banca de Ruana Garcia de Souza Brito. José Bonifácio: exílio, reconhecimento e pensamento político e social (1824-1829). 2018. Dissertação (Mestrado em Porgrama de Pós-Graduação em História Social) - Universidade do Estado do Rio de Janerio.

3.
SCHEIDT, Eduardo; BARCELOS, A. P.; PEREIRA, V.; NEDER, G.. Participação em banca de Jônatas Roque Mendes Gomes. "Novo Pacto Social": as apropriações dos conceitos de constitucionalismo e contratualismo no processo de construção da nação no Brasil (1820-1831). 2017. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em História Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

4.
SCHEIDT, Eduardo; SILVA, C. A.; ROSENTINO, G.. Participação em banca de Vinicius Martins Pereira. Da coerção à fusão da Guanabara com o Rio de Janeiro. Análise de uma política pública nos anos de ditadura militar (1970-1974). 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em História Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

5.
SCHEIDT, Eduardo; LOURENCO NETO, S.; ALONSO, R.. Participação em banca de Sérgio Oliveira da Silva. Teologia da Libertação e movimentos sociais: a história dos círculos bíblicos do Boaçu nos anos 80. 2016. Dissertação (Mestrado em Porgrama de Pós-Graduação em História Social) - Universidade do Estado do Rio de Janerio.

6.
SCHEIDT, Eduardo; MENDES, R. A. S.; QUADRAT, S. V.; FERRERAS, N. O.. Participação em banca de Rodrigo Peixoto Pires. A ditadura chilena e os diferentes projetos políticos: Leigh e Pinochet (1973-1978). 2015. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

7.
SCHEIDT, Eduardo; MAIA, T. A.; GONCALVES, L. P.. Participação em banca de Luiz Fernando Mangea. Um católico social: o bispo D. Waldyr Calheiros de Novaes da diocese de Barra do Piraí/Volta Redonda.. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra.

8.
SCHEIDT, Eduardo; MAIA, T. A.; ARAUJO, R. P.. Participação em banca de Queila Amaro Rodrigues da Silva. ALBA-TCP - Projeto contra-hegemônico e apropriação da ideologia bolivariana. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra.

9.
SCHEIDT, Eduardo; PINTO, S. C. S.; CAVALCANTI, I. R.. Participação em banca de Flavio Tulio Ribeiro Silva. A política de Estado sobre os recursos do pertóleo: o caso venezuelano. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra.

10.
SCHEIDT, Eduardo; MAIA, T. A.; MENDES, R. A. S.. Participação em banca de Luiz Fernando de Oliveira Silva. Bolivarismo, nacionalismo e integração regional: uma análise de suas representações nos discursos de Hugo Chávez. 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra.

11.
SCHEIDT, Eduardo; ATALLAH, C. C. A.; MAIA, T. A.. Participação em banca de Márcia Ferreira Netto. Os terreiros de candomblé como representação da identidade cultural afro-brasileira. 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra.

12.
SCHEIDT, Eduardo; MOURA, A. M. S.; CRUZ, E. V.. Participação em banca de Marcelo Monteiro dos Santos. Maquiavel em Gramsci: aproximação e ressignificação ou o Príncipe-Partido e a República-Estado. 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra.

13.
SCHEIDT, Eduardo; SANGLARD, G. P.; FERREIRA, L. O.. Participação em banca de Elizabeth Machado do Nascimento. Arranjos sociais na saúde e participação popular: os movimentos sociais em Valença/RJ nas décadas de 1980 e 1990. 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra.

14.
SCHEIDT, Eduardo; FALCI, M. B. K.; MAIA, T. A.. Participação em banca de José Ribamar de Sena Rosa. Quando a imprensa miúda é o veículo: o siminário A Luta e a cidade de Campo Maior - PI. 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra.

15.
SCHEIDT, Eduardo; SALLES, R.; SANTOS, C. R. A.. Participação em banca de Daniel Klimroth Soares. Herói liberal da tribuna ou mestre da retórica? José Bonifácio, o moço: pensamento político e debate parlamentar na década de 1860. 2012. Dissertação (Mestrado em Historia) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro.

16.
SCHEIDT, Eduardo; PINTO, S. C. S.; MONTEIRO, C. A. S.. Participação em banca de Iara Andrade Senra. Identidade nacional e a questão racial em Oliveira Vianna. 2011. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra.

17.
SCHEIDT, Eduardo; MOURA, A. M. S.; FRANCO, S. M. S.. Participação em banca de Fabiana Luiza da Silva. Solano Lopez e Duque de Caxias nos discursos historiográficos brasileiros sobre a Guerra do Paraguai (1893-2003). 2010. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra.

18.
SCHEIDT, Eduardo; MOURA, A. M. S.; ENGEMANN, C.. Participação em banca de Antonio Carlos da Silva. A "Boa Sociedade Valenciana" do século XIX. Redes de sociabilidade (1850-1870). 2010. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra.

19.
SCHEIDT, Eduardo; PINTO, S. C. S.; MOURA, A. M. S.. Participação em banca de Nelson Pizzatto Zortéa. Um estudo sobre as principais mudanças e permanências do discurso do PT nas campanhas eleitorais de 1989 e 2002. 2009. Dissertação (Mestrado em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS.

20.
SCHEIDT, Eduardo; SANTOS, Fábio Muruci dos; GIL, Antonio Carlos Amador. Participação em banca de Sarah Domingues da Rocha Nigri. "Nunca más un México sin nosotros." Um estudo sobre as novas representações do indígena construídas pelo movimento zapatista mexicano (1994-1996). 2009. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Federal do Espírito Santo.

21.
SCHEIDT, Eduardo; SANTOS, C. R. A.; NEVES, L. B. P.. Participação em banca de Luciano Mendes Cabral. Selos, moedas e poder: o Estado Imperial brasileiro e seus símbolos - 1840-1889. 2008. Dissertação (Mestrado em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS.

22.
SCHEIDT, Eduardo; ROLLEMBERG, Denise; MOURA, A. M. S.. Participação em banca de Daniel Gustavo da Silva e Souza. Ideologia do movimento revolucionário 8 de outrubro e sua atuação no município de Caratinga entre 1979 e 1990. 2008. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra.

23.
SCHEIDT, Eduardo; SENA FILHO, N.; MONTEIRO, C. A. S.. Participação em banca de Amir José de Melo. "Padres subversivos" - as representações da "Igreja Progressista" do Vale do Aço na mira do aparelho repressor (1968-1972). 2007. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra.

24.
SCHEIDT, Eduardo; PIMENTA, J. P. G.; MOURA, A. M. S.. Participação em banca de Luís Martini Thiesen. O Império do Brasil, a República Oriental e a Guerra do Paraguai: estudo sobre as relações do Império do Brasil com o Prata - 1864-1866. 2007. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra.

25.
SANTOS, C. R. A.; SCHEIDT, Eduardo; JASMIN, M. G.. Participação em banca de Sérgio Cruz de Castro Lima. O republicanismo de Alexis de Tocqueville: em busca da liberdade. 2007. Dissertação (Mestrado em Mestrado em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS.

26.
SCHEIDT, Eduardo; PINTO, S. C. S.; SOUTO JUNIOR, J. F.. Participação em banca de Marise Martins de Morais. Democracia, cultura política e cidadania através do voto em Ipatinga - 1988-2006. 2007. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra.

27.
SCHEIDT, Eduardo; LOPES, F. H.; SOUTO JUNIOR, J. F.. Participação em banca de Renato Barozzi Cassimiro. Uma trajetória interrompida: o papel da direção do Centro de Cultura Popular do Sindicato dos Metalúrgicos de Volta Redonda na formação intelectual dos militantes (1983-1993). 2007. Dissertação (Mestrado em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS.

28.
MOURA, A. M. S.; SCHEIDT, Eduardo; CUNHA, W. D. S.. Participação em banca de Wilma Ramos de Pinho Barreto. Leis, decretos e diretrizes do Primeiro Governo Vargas (1930-1945) para o campo: análise geral. 2007. Dissertação (Mestrado em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS.

29.
SCHEIDT, Eduardo; PINTO, S. C. S.; CUNHA, W. D. S.. Participação em banca de Josué Paiva de Oliveira. O processo de emancipação municipal de São Domingos das Dores no ano de 1995: política e relações de poder. 2007. Dissertação (Mestrado em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS.

30.
SCHEIDT, Eduardo; SILVA, L. H.; SANCHES, M. G.. Participação em banca de Aline Fernandes Pereira. A fábrica Santo Aleixo: importância de uma indústria têxtil como exemplo de trabalho manufatureiro livre em uma sociedade escravista 1848-1860. 2006. Dissertação (Mestrado em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS.

31.
SCHEIDT, Eduardo; ALMEIDA, M.; PINTO, S. C. S.. Participação em banca de Clóvis Antonio Schwengber. Os Cavaleiros da Idéia: o projeto institucional dos Jovens Turcos e a profissionalização do exército brasileiro (1913-1920). 2006. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra.

32.
SCHEIDT, Eduardo; SANCHES, M. G.; MOURA, A. M. S.. Participação em banca de Alessandro da Silva Leite. A ocupação da terra e a estrutura agrária do município de Manhumirim: 1877 a 1924. 2006. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra.

33.
SCHEIDT, Eduardo; ALVES FILHO, A.; PINTO, S. C. S.. Participação em banca de Edivaldo Marques de Oliveira. A América Latina: males de origem - pensamento político de Manoel Bomfim. 2005. Dissertação (Mestrado em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS.

Teses de doutorado
1.
SCHEIDT, Eduardo; ALMEIDA, J.; RODRIGUES, N. B.; NEGRI, C.. Participação em banca de Frederico Castilho Tomé. Do Rio de Janeiro a Buenos Aires: a justiça local nos periódicos de Evaristo da Veiga e Pedro de Angelis (1827-1835). 2018. Tese (Doutorado em Estudos Comparados Sobre As Américas) - Universidade de Brasília.

2.
SCHEIDT, Eduardo; GANDRA, E. A.; SILVEIRA, H. G.; ALBERNAZ, C. A. A.; ABREU, L. A.. Participação em banca de Eduard Esteban Moreno Trujillo. Contextos distantes, ideas compartidas: una historia comparada sobre la apropriación de las ideas de izquierda (Colombia y Brasil: 1886-1930). 2017. Tese (Doutorado em História) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul.

Qualificações de Mestrado
1.
SCHEIDT, Eduardo; BARCELOS, A. P.; SA, M. E. N.. Participação em banca de Monique Santana de Oliveira Sousa. Irmãos latinos ou parentes distantes: o Brasil e a América Hispânica na ótica do General Abreu e Lima (1819-1848). 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Porgrama de Pós-Graduação em História Social) - Universidade do Estado do Rio de Janerio.

2.
SCHEIDT, Eduardo; BARCELOS, A. P.; CASTRO, F. L. V.. Participação em banca de Leda Agnes Simões de Melo. O discurso em torno dos semiáridos do Nordeste brasileiro e do Noroeste argentino: um estudo sobre as secas do Ceará e de Santiago del Estero (1932-1937). 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Porgrama de Pós-Graduação em História Social) - Universidade do Estado do Rio de Janerio.

3.
SCHEIDT, Eduardo; BASILE, M. N. C.; FERREIRA, R. G.. Participação em banca de Luan Mendes de Medeiros Siqueira. Estados em formações embrionárias: as relações internacionais entre o Império do Brasil e as Províncias Unidas do Rio da Prata na Guerra da Cisplatina (1825-1828). 2017. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

4.
SCHEIDT, Eduardo; BARCELOS, A. P.; PINTO, J. A.. Participação em banca de Ruana Garcia de Souza Filho. A experiência do exílio e a produção do conhecimento com José Bonifácio (1824-1829). 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Porgrama de Pós-Graduação em História Social) - Universidade do Estado do Rio de Janerio.

5.
SCHEIDT, Eduardo; PASSETTI, G.; LAIDLER, C. V.. Participação em banca de Gilberto dos Santos Silva. Nas entranhas do monstro. Anti-imperialismo e nacionalismo no processo de independência de Cuba sob a ótica da obra de José Marti. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Porgrama de Pós-Graduação em História Social) - Universidade do Estado do Rio de Janerio.

6.
SCHEIDT, Eduardo; BARCELOS, A. P.; PEREIRA, V.. Participação em banca de Jônatas Roque Mendes Gomes. "Novo Pacto Social': as apropriações dos conceitos de constitucionalismo e contratalismo no processo de construção da nação brasileira (1820-1831). 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em História Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

7.
SCHEIDT, Eduardo; ROSENTINO, G.; SILVA, C. A.. Participação em banca de Vinicius Martins Pereira. Da coersão a fusão da Guanabara com o Rio de Janeiro. O debate na ditadura militar. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em História Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

8.
SCHEIDT, Eduardo; BARCELOS, A. P.; BRANDAO, R.; MACIEL, L. R.. Participação em banca de Jorge Valdevino Queiroz. Carlos Pinto Seidel: ciência e política. Contrapontos em uma trajetória intelectual frente à Diretoria Geral da Saúde Pública (1912-1918). 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em História Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

9.
SCHEIDT, Eduardo; BRANDAO, R.; LOURENCO NETO, S.. Participação em banca de Sérgio Oliveira da Silva. Teologia da Libertação e movimentos sociais: um estudo sobre a experiência de trabalho da equipe pastorial da Igreja Católica Nossa Senhora do Pilar no bairro Boaçu em São Gonçalo nos anos 80 e seus desdobramentos políticos. 2015. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em História Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

10.
SCHEIDT, Eduardo; MENDES, R. A. S.; LEMOS, M. T. T. B.; QUADRAT, S. V.. Participação em banca de Rodrigo Peixoto Pires. A ditadura chilena e seus diferentes projetos políticos: Leigh e Pinochet (1973-1978). 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em História) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

11.
SCHEIDT, Eduardo; MENDES, R. A. S.; BARROS, O.. Participação em banca de Benjamim da Silva Andrade Filho. Democracia, socialismo e projeto de nação no governo Lula. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Programa de Pós-Graduação em História) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

12.
SCHEIDT, Eduardo; MAIA, T. A.; GONCALVES, L. P.. Participação em banca de Luiz Fernando Mangea da Silva. A atuação do bispo D. Waldir Calheiros de Novaes na diocese de Barra do Piraí/Volta Redonda no período de 1966 a 1980. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS.

13.
SCHEIDT, Eduardo; ATALLAH, C. C. A.; MAIA, T. A.. Participação em banca de Márcia Ferreira Netto. Os terreiros do candomblé como representação da memória e identidade afro-brasileira. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Cristiano Xavier Braz.Jornal Movimento e a ditadura civil-militar no Brasil: seis anos de luta pela redemocratização que ficaram na memória (1975-1981). 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Severino Sombra.

2.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Paula Martuchelli Siqueira de Azevedo.A campanha da anistia nas páginas do Movimento (1975-1981). 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Severino Sombra.

3.
SCHEIDT, Eduardo; ATALLAH, C. C. A.; MAIA, T. A.. Participação em banca de Marco Aurélio Vieira da Silva.O civismo e a ditadura civil-militar no Brasil (1964-1985). 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Severino Sombra.

4.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Tauã Silva de Souza.A "Mátria" brasileira: a utilização da alegoria feminina para representar a república brasileira. 2012. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

5.
SCHEIDT, Eduardo; MAIA, T. A.; BARBOSA, G.A.. Participação em banca de Queila Amaro Rodrigues da Silva.As representações de Hugo Chávez e do chavismo pela revista Veja: da eleição à tentativa de golpe (1998-2002). 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Severino Sombra.

6.
SCHEIDT, Eduardo; MAIA, T. A.; BARBOSA, G.A.. Participação em banca de Catia Cilene Moreira Cypriano.Os Estados Unidos nos discursos de Hugo Chávez. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Severino Sombra.

7.
SCHEIDT, Eduardo; MAIA, T. A.; BARBOSA, G.A.. Participação em banca de Amanda Silva Barros.Memórias do horror: mulheres torturadas, presas e desaparecidas na ditadura civil-militar (1964-1985). 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Severino Sombra.

8.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Ludmila Maria Bruno."Ser cidadão": o ensino de História e estudos acerca da formulação da Constituição de 1988. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

9.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Cássia Gomes Penteado de Melo.A Pequena África no Rio de Janeiro. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

10.
SCHEIDT, Eduardo; MAIA, T. A.; BARBOSA, G.A.. Participação em banca de Ana Letícia Souza Machado de Oliveira.Debates em torno da Educação: a defesa pela educação pública no Brasil (1929-1932). 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Severino Sombra.

11.
SCHEIDT, Eduardo; MAIA, T. A.; RODRIGUES, F. S.. Participação em banca de Luiz Fernando de Oliveira Silva.Sob a sombra do Libertador: as representações do pensamento político de Simón Bolivar nos discursos de Hugo Chávez. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Severino Sombra.

12.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Andrey de Castro Sahdo.Frei Bartolomé de las Casas: a teologia, as leis e o amor cristão em defesa dos naturais da América. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

13.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Carla Magdenier Sobrinho.A conquista da América e a relação entre diferentes culturas. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

14.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Felipe Sampaio Siqueira.O testamento politico de D. Luis da Cunha como emblema das diretrizes do reformismo ilustrado português e diagnóstico social de sua época. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

15.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Lorena Melo Salum.Itaborai: patrimônio e memória. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

16.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Rogéria Jany Magalhães.Estratégias de construção da "memória social" do período joanino através das ignografias de Debret.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

17.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Valdir Cipriano de Souza Filho.O trabalho do negro no Rio de Janeiro no Campo de Santana (1880-1889). 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

18.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Josinete Maria Pinto.O migrante nordestino na cidade do Rio de Janeiro, em busca de trabalho e vida digna, entre a realidade e o sonho (década de 1950). 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

19.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Luiz Eduardo Guttler.A questão social e a indústria não permite e não quer que eu ande a pé. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

20.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Édio Pullig Fernandes.A política exterior do Brasil nas relações com a América do Sul nos gorvernos FHC e Lula. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS.

21.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Felipe de Freitas da Silva.Che Guevara e a cosntrução do socialismo cubano. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS.

22.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Marcos Silva de Melo.A atuação do jornal Correio da Manhã junto ao processo de remoção da favela da Praia do Pinto (1968-1970). 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

23.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Diego Meirelles de Oliveira.O percurso da cidadania. A condição jurídica dos libertos com a Guerra do Paraguai (1865-1870). 2008. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

24.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Paulo Huguet do Nascimento.Feiras livres: processos de sociabilização e ordenamentos das sociedades urbanas de 1903 a 1906. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

25.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Felipe Teixeira Lourenço.A princesa redentora e a escravidão no Brasil Imperial nas últimas décadas do século XIX. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

26.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Ana Rachel Guimarães do Nascimento Valente.A posição conservadora em relação à escravidão no processo do movimento abolicionista, em 1885, na Câmara dos Deputados. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

27.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Jailton Alves de Oliveira.Casa de Detenção da Corte: uso do poder disciplinar entre os anos de 1880 e 1889. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

28.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Itallo Francisco Dmázio.A implantação do regime republicano e o governo provisório em Santa Catarina - Florianópolis teria sido de fato uma homenagem?. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

29.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Marcio Silva de Carvalho.A história do SENAI. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

30.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Ricieri Alberici Neto.A instituição protestante e suas relações com a escravidão no Brasil Império. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

31.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Germano José dos Santos Junior.O caráter da autação reformadora do Estado português na Província Carmelita Fluminense. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

32.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Miriam Lima.Aceleramento urbano da cidade do Rio de Janeiro a partir da implantação dos bondes elétricos (1891-1907). 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

33.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Marilia Rosana de Andrade de Souza.Dom Obá II D'África: discriminação racial na visão de um homem livre negro no século XIX. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

34.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Davi Alves da Costa.As chanchadas da Atlântida: uma indústria de entreterimento.. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

35.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Fatima Rodrigues Pereira de Almeida.O Golpe e o pós-golpe. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

36.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Janaina de Paula de Araujo.Atlântida e Vera Cruz: do cinema artesanal ao indurstrial. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.

37.
SCHEIDT, Eduardo. Participação em banca de Luiz Cláudio Guião da Silva.O samba como fator de inclusâo social. Profissão e remuneração pelo trabalho intelectual. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História) - Universidade Gama Filho.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
BARCELOS, A. P.; SCHEIDT, Eduardo; OLIVEIRA JUNIOR, C. M.. Participação em comissão organizadora de concurso público para professor adunto do DCH na FFP/UERJ, na área de Teoria e Filosofia da História. 2015. Universidade do Estado do Rio de Janerio.

Outras participações
1.
SCHEIDT, Eduardo. participação em Banca de Avaliação Externa no XXVII Seminário de Iniciação Científica da UFF - CNPq. 2017. Universidade Federal Fluminense.

2.
SCHEIDT, Eduardo; ROCHA, H. A. B.; MELLO, P. L.. Participação em banca de processo seletivo para contratação de professor substituto. 2015. Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

3.
SCHEIDT, Eduardo; SANGLARD, G. P.; ATALLAH, C.C.A.; PIMENTA, R. M.. Banca de seleção de novos alunos para o Programa de Mestrado em Hisória da USS. 2012. Universidade Severino Sombra.

4.
SCHEIDT, Eduardo; MOURA, A. M. S.; LOPES, F. H.; DIAS, R.. Banca examinadora de seleção de novos docentes para o Programa de Mestrado em História da USS. 2009. UNIVERSIDADE DE VASSOURAS.

5.
FALCI, M. B. K.; SILVA, L. H.; SANTOS, C. R. A.; SCHEIDT, Eduardo. Banca de seleção de novos professores para o Programa de Mestrado em História da Universidade Severino Sombra. 2006. Universidade Severino Sombra.

6.
SCHEIDT, Eduardo. Banca julgadora dos trabalhos da IV Jornada de Iniciação Científica da Universidade Gama Filho. 2006. Universidade Gama Filho.

7.
SCHEIDT, Eduardo; PINTO, S. C. S.; GEBRAN, M. P. C.; DIAS, R.. Banca examinadora da prova de seleção para o ingresso de novos alunos (turma de 2006) no curso de Mestrado em História do Programa de Mestrado em História da Universidade Severino Sombra (USS). 2005. UNIVERSIDADE DE VASSOURAS.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
7º Encontro Latino-americano de Direito, Sociedade e Cultura.A questão democrática na História latino-americana recente. 2016. (Encontro).

2.
XII Encontro Internacional da ANPHLAC. A democracia participativa na Venezuela da era Chávez e a questão dos Conselhos Comunais: transformações em direção a uma nova cultura política?. 2016. (Congresso).

3.
XVII Encontro de História da ANPUH-Rio. A democracia em disputa na América Latina do tempo presente. 2016. (Congresso).

4.
IV Congreso Internacional Ciencias, Tecnologías y Cultura. Dialogos entre las disciplinas del conocimiento.. A questão democrática na América Latina Contemporânea e o caso da Venezuela durante o governo de Hugo Chávez. 2015. (Congresso).

5.
Seminário Internacional Estado, democracia e participação popular na América Latina.A questão democrática na Venezuela à época do chavismo. 2015. (Seminário).

6.
XI Encontro Internacional da ANPHLAC.A Venezuela durante os governos de Hugo Chávez: ampliação da democracia ou autoritarismo de Estado?. 2014. (Encontro).

7.
6º Encontro Latino-americano de Direito, Sociedade e Cultura.O governo de Hugo Chávez na perspectiva dos estudos acadêmicos. 2013. (Encontro).

8.
I Congreso Internacional Nuevos Horizontes de Iberoamérica. Coordenação do Simpósio 'Integração na América Latina: nações e regiões. Visões desde a história, a economia e o direito. 2013. (Congresso).

9.
III Congreso Internacional Ciencias, Tecnologías y Culturas. Di. Coordenação do Simpósio "Integração na América Latina: nações e regiões. Visões desde a História, a Economia e o Direito". 2013. (Congresso).

10.
XXVII Simpósio Nacional de História.A construção das fronteiras platinas pelas historiografias brasileira e argentina em meados do século XIX. 2013. (Simpósio).

11.
I Encontro de História da UGF.Coordenação de mesa. 2012. (Encontro).

12.
V Encontro latino-americano de Direito, Sociedade e Cultura.A questão da soberania popular nos discursos do presidente Hugo Chávez. 2012. (Encontro).

13.
X Encontro Internacional da ANPHLAC. O governo Hugo Chávez nas análises de pesquisadores acadêmicos. 2012. (Congresso).

14.
XIII Congreso SOLAR. Nacionalismo chavista e a questão da soberania popular (1999-2006). 2012. (Congresso).

15.
I Encuenttro de las Ciencias Humanas y Tecnológicas para la integración en el Conosur.Coordenação de simpósio temático. 2011. (Encontro).

16.
II Congreso Internacional de Historia Inmediata. A questão nacional nos discursos do presidente Hugo Chávez. 2011. (Congresso).

17.
I Jornada de História da UFRRJ.Política na América Latina Contemporânea e a questão nacional no regime chavista. 2011. (Seminário).

18.
XII Corredor das Ideias do Cone Sul.Representações de nação nos discursos do presidente Hugo Chávez (1999-2006). 2011. (Encontro).

19.
XXVI Simpósio Nacional de História. A construção de fronteiras na Região Platina pela historiografia do século XIX e princípios do século XX. 2011. (Congresso).

20.
II Congreso Internacional. Ciencias, tecnologías y culturas. Diálaogo entre las disciplinas del conocimiento. Mirando al futuro de América Latina y el Caribe. Nação e integração latino-americana nos discursos de Hugo Chávez. 2010. (Congresso).

21.
I Jornada ILADISC: direito, sociedade, cultura.Raízes históricas da desintegração latino-americana: administração no império colonial e formação dos Estados nacionais. 2010. (Encontro).

22.
Profesionales del conocimiento: teorías e historias, presentes y prácticas. 2010. (Seminário).

23.
XIV Encontro Regional de História da ANPUH-Rio.As diferentes representações de EUA e de América Latina em Francisco Bilbao. 2010. (Encontro).

24.
X Corredor de las ideas.A Revolução Americana no pensamento de Francisco Bilbao. 2009. (Simpósio).

25.
XXV Simpósio Nacional de História. Ideias de América em Esteban Echeverría e Francisco Bilbao. 2009. (Congresso).

26.
XXXVII Fórum de Coordenadores de pós-graduação.Representante da Coordenação do Programa de Mestrado em História da USS. 2009. (Encontro).

27.
Congresso internacional Ciências, Tecnologías y Culturas. Diálogo entre las disciplinas del conocimiento. Mirando al futuro de América Latina y Caribe. Repercussões do ideário mazziniano na Região Platina. 2008. (Congresso).

28.
VIII Encontro Internacional da ANPHLAC.Entre o Estado nacional e a "Nação Americana": a trajetória intelectual de Francisco Bilbao. 2008. (Encontro).

29.
XIV Seminario Internacional en Ciencias Sociales y Humanidades.Construindo idéias sobre a América em meados do século XIX: os intelectuais utópicos Esteban Echeverría e Francisco Bilbao. 2008. (Seminário).

30.
Múltiplos olhares sobre Giuseppe Garibaldi: mito, história e memória de um ícone da identidade nacional italiana de além-mar.A difusão do nacionalismo mazziniano no Brasil e na Região Platina através da atuação dos imigrantes políticos Garibaldi, Cuneo e Rossetti. 2007. (Encontro).

31.
XXIV Simpósio Nacional de História.Desigualdades em pensamentos igualitários: os intelectuais Esteban Echeverría e Pedro de Angelis e suas propostas de construção das nações no Rio da Prata. 2007. (Simpósio).

32.
II Simpósio de política e cultura.Representações de nação nas obras dos intelectuais utópicos Esteban Echeverría e Francisco Bilbao. 2006. (Simpósio).

33.
VII Encontro Internacional da ANPHLAC.Pensando a América na Argentina durante o século XIX: os intelectuais utópicos Esteban Echeverría e Francisco Bilbao. 2006. (Encontro).

34.
XII Encontro Regional de História.XII Encontro Regional de História. 2006. (Encontro).

35.
I Simpósio Regional ?Cidades médias: relações de poder e cultura urbana?.I Simpósio Regional ?Cidades médias: relações de poder e cultura urbana?. 2005. (Simpósio).

36.
Segundas Jornadas de História Regional Comparada.Segundas Jornadas de História Regional Comparada. 2005. (Simpósio).

37.
XXIII Simpósio Nacional de História.XXIII Simpósio Nacional de História. 2005. (Simpósio).

38.
Seminário Internacional Leituras e Interpretações da Imigração na América Latina.Leituras e Interpretações da Imigração na América Latina. 2004. (Seminário).

39.
VI Encontro da ANPHLAC.VI Encontro da ANPHLAC. 2004. (Encontro).

40.
51.º Congresso Internacional de Americanistas. 51.º Congresso Internacional de Americanistas. 2003. (Congresso).

41.
Seminário Raízes centenárias ? o legado de Júlio de Castilhos.Raízes centenárias ? o legado de Júlio de Castilhos. 2003. (Seminário).

42.
V Encontro da ANPHLAC.V Encontro da ANPHLAC. 2002. (Encontro).

43.
Seminário Internacional Brasil: formação do Estado e da Nação.Brasil: formação do Estado e da Nação. 2001. (Seminário).

44.
XXI Simpósio Nacional de História.XXI Simpósio Nacional de História. 2001. (Simpósio).

45.
Seminário Identidade e América Latina.Identidade e América Latina. 2000. (Seminário).

46.
V Encontro Estadual de História.V Encontro Estadual de História. 2000. (Encontro).

47.
II Jornadas de História Econômica.II Jornadas de História Econômica. 1999. (Simpósio).

48.
XX Simpósio Nacional de História.XX Simpósio Nacional de História. 1999. (Simpósio).

49.
Che Guevara ? 30 anos depois.Che Guevara ? 30 anos depois. 1998. (Seminário).

50.
III Encontro da ANPHLAC.III Encontro da ANPHLAC. 1998. (Encontro).

51.
IV Encontro Estadual de História.IV Encontro Estadual de História. 1998. (Encontro).

52.
História Política Hoje.História Política Hoje. 1997. (Seminário).

53.
II Congresso: Filosofia Intercultural. II Congresso: Filosofia Intercultural. 1997. (Congresso).

54.
América Platina e Historiografia.América Platina e Historiografia. 1996. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SCHEIDT, Eduardo. 8º Encontro Latino-Americano de Direito, Sociedade e Cultura. 2017. (Congresso).

2.
SCHEIDT, Eduardo. IV Seminário Fluminense de pós-graduandos em História. 2016. (Congresso).

3.
SCHEIDT, Eduardo. Organização do "V Simpósio de Política e Cultura". 2012. (Congresso).

4.
SCHEIDT, Eduardo; RODRIGUES, F. S. ; MAIA, T. A. ; SANGLARD, G. P. . IV Simpósio de Política e Cultura. 2010. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Monique Santana de Oliveira Sousa. Irmãos latinos ou parentes distantes: a construção nacional e a identidade latino-americana pela ótica do general Abreu e Lima. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Porgrama de Pós-Graduação em História Social) - Universidade do Estado do Rio de Janerio. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Agda Lima Brito. O trabalho familiar nos seringais do Amazonas após a Segunda Guerra Mundial. Início: 2018. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em História Social) - Universidade do Estado do Rio de Janerio. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Luis Fernando da Silva Lopes. Cultura política e democracia na Venezuela da era chavista. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em História) - Universidade do Estado do Rio de Janerio, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Sérgio Oliveira da Silva. Teologia da Libertação e movimentos sociais: a história dos círculos bíblicos do Boaçu nos anos 80. 2016. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em História Social) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, . Orientador: Eduardo Scheidt.

2.
Rodrigo Peixoto Pires. A ditadura chilena e seus diferentes projetos políticos: Leigh e Pinochet (1973-1978). 2015. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em História) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, . Coorientador: Eduardo Scheidt.

3.
Queila Amaro Rodrigues da Silva. ALBA-TCP - Projeto contra-hegemônico e apropriação da ideologia bolivariana. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Scheidt.

4.
Flavio Tulio Ribeiro Silva. A política de Estado sobre os recursos do pertóleo: o caso venezuelano. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra, . Orientador: Eduardo Scheidt.

5.
Luiz Fernando de Oliveira Silva. Bolivarismo, nacionalismo e integração regional: uma análise de suas representações nos discursos de Hugo Chávez (1999-2006). 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Scheidt.

6.
Marcelo Monteiro dos Santos. Maquiavel em Gramsci: aproximação e ressignificação ou o Príncipe-Partido e a República-Estado. 2012. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Scheidt.

7.
Iara Andrade. Identidade nacional e a questão racial em Oliverira Vianna. 2011. Dissertação (Mestrado em Mestrado em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS, . Orientador: Eduardo Scheidt.

8.
Fabiana Luiza da Silva. Solano Lopez e Duque de Caxias nos discursos historiográficos brasileiros sobre a Guerra do Paraguai (1893-2003). 2010. Dissertação (Mestrado em Mestrado em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Scheidt.

9.
Luciano Mendes Cabral. Selos, moedas e poder: o Estado Imperial brasileiro e seus símbolos - 1840-1889. 2008. Dissertação (Mestrado em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Scheidt.

10.
Daniel Gustavo Da Silva e Souza. Ideologia do movimento revolucionário 8 de outubro e sua atuação no município de Caratinga entre 1979 e 1990. 2008. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra, . Orientador: Eduardo Scheidt.

11.
Amir José de Melo. "Padres subversivos" - as representações da "Igreja Progressista" do Vale do Aço na mira do aparelho repressor (1968-1972). 2007. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra, . Orientador: Eduardo Scheidt.

12.
Luís Martini Thiesen. O Império do Brasil, a República Oriental e a Guerra do Paraguai: estudo sobre as relações do Império do Brasil com o Prata - 1864-1866. 2007. Dissertação (Mestrado em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS, . Orientador: Eduardo Scheidt.

13.
Renato Barozzi Cassimiro. Uma trajetória interrompida: o papel da direção do Centro de Cultura Popular do Sindicato dos Metalúrgicos de Volta Redonda na formação intelectual dos militantes (1983-1993). 2007. Dissertação (Mestrado em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS, . Orientador: Eduardo Scheidt.

14.
Clóvis Antonio Schwengber. Os Cavaleiros da Idéia: o projeto institucional dos Jovens Turcos e a profissionalização do exército brasileiro (1913-1920). 2006. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra, . Orientador: Eduardo Scheidt.

15.
Alessandro da Silva Leite. A ocupação da terra e a estrutura agrária do município de Manhumirim: 1877 a 1924. 2006. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Severino Sombra, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Eduardo Scheidt.

16.
Edivaldo Marques de Oliveira. A América Latina: males de origem - pensamento político de Manoel Bomfim. 2005. Dissertação (Mestrado em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS, . Orientador: Eduardo Scheidt.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Monique Santana de Oliveira Sousa. O dicotômico Abreu e Lima: monarquia brasileira e repúblicas sul-americanas no século XIX. 2016. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade do Estado do Rio de Janerio. Orientador: Eduardo Scheidt.

2.
Queila Amaro Rodrigues da Silva. As representações de Hugo Chávez e do chavismo pela revista Veja: da eleição à tentativa de golpe (1998-2002). 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Severino Sombra. Orientador: Eduardo Scheidt.

3.
Catia Cilene Moreira Cypriano. Os Estados Unidos nos discursos de Hugo Chávez. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Severino Sombra. Orientador: Eduardo Scheidt.

4.
Luiz Fernando de Oliveira Silva. Sob a sombra do Libertador: as representações do pensamento político de Simón Bolivar nos discursos de Hugo Chávez.. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Severino Sombra. Orientador: Eduardo Scheidt.

5.
Regilany da Silva Alves. Violência simbólica no regime militar: propaganda ideológica o governo Médici (1969-1974). 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Gama Filho. Orientador: Eduardo Scheidt.

6.
Cyntia da Silva Coelho. Patria Libertária: uma discussão sobre o patriotismo na imprensa anarquista do Rio de Janeiro (1914-1918). 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Gama Filho. Orientador: Eduardo Scheidt.

7.
Édio Pullig Fernandes. A política exterior do Brasil nas relações com a América do Sul nos gorvernos FHC e Lula. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS. Orientador: Eduardo Scheidt.

8.
Felipe de Freitas da Silva. Che Guevara e a construção do socialismo cubano. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS. Orientador: Eduardo Scheidt.

9.
Bruno de Lino Mendes. A Greve Geral de 1918 e os "agentes ideológicos": imprensa, polícia e tribunais. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Gama Filho. Orientador: Eduardo Scheidt.

10.
Danilo Paiva Zanetti. Os veículos de imprensa e a Guerra do Paraguai (1864-1870). 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Gama Filho. Orientador: Eduardo Scheidt.

11.
Marcia Aparecida Pergameni de Sousa. A imprensa abolicionista e a abolição da escravatura no Rio de Janeiro do séc. XIX (1880-1890). 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Gama Filho. Orientador: Eduardo Scheidt.

12.
Wladimir Barbosa da Silva. A imprensa como propagadora das idéias abolicionistas no Rio de Janeiro e a Sociedade Brasileira contra a Escravidão. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Gama Filho. Orientador: Eduardo Scheidt.

13.
Marcelo Salazar Mousinho Bergo. As disputas ideológicas em torno do modelo de República a ser implantado observadas através das charges publicadas nas revistas ilustradas no momento de transição. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Gama Filho. Orientador: Eduardo Scheidt.

14.
Fernando Silva dos Santos. A participação de Domingos Passos no movimento operário na cidade do Rio de Janeiro: as idéias anarquistas - 1924 a 1928. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Gama Filho. Orientador: Eduardo Scheidt.

15.
Rodrigo Lacerda Teixeira. A obscura história da energia nuclear brasileira. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Gama Filho. Orientador: Eduardo Scheidt.

16.
Márcio da Silva Lustosa. IPES, um golpe de classe. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Gama Filho. Orientador: Eduardo Scheidt.

17.
Roberto Martins da Silva. Sindicatos no Brasil: do liberalismo ao corporativismo. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Gama Filho. Orientador: Eduardo Scheidt.

18.
Fabiana Luiza da Silva. As representações de Solano López e Duque de Caxias na historiografia sobre a Guerra do Paraguai. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS. Orientador: Eduardo Scheidt.

19.
Geisimara Flores Salvador Ronauro. Civilização asteca: sua cultura religiosa e artística. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS. Orientador: Eduardo Scheidt.

20.
Cristiano José da Silva. A ALN e a propaganda impressa como instrumento de aelo à luta e denúncia do regime militar. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Gama Filho. Orientador: Eduardo Scheidt.

21.
Luiz Eduardo Farias. A Aliança Nacional Libertadora e o Partido Comunista do Brasil. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em História) - Universidade Gama Filho. Orientador: Eduardo Scheidt.

Iniciação científica
1.
Juliana Conceição dos Santos. Cultura política e democracia na América Latina Contemporânea. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ. Orientador: Eduardo Scheidt.

2.
Sonália da Silva Alexandre. Cultura política e democracia na América Latina Contemporânea: o caso da Venezuela chavicta. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade do Estado do Rio de Janerio, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Eduardo Scheidt.

3.
Sonalia da Silva Alexandre. Cultura política e democracia na América Latina contemporânea: a questão democrática na Venezuela da era chavista. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Universidade do Estado do Rio de Janerio. Orientador: Eduardo Scheidt.

4.
Monique Santana de Oliveira Sousa. A construção das fronteiras na Região Platina por historiadores do século XIX. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ. Orientador: Eduardo Scheidt.

5.
Queila Amaro Rodrigues da Silva. As representações de Hugo Chávez na revista Veja. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Severino Sombra, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Eduardo Scheidt.

6.
Luiz Fernando de Oliveira Silva. A Herança de Fidel ? as representações da Revolução Cubana de 1959 e da figura de Fidel Castro nos discursos do presidente venezuelano Hugo Chávez pronunciados entre 1999 e 2002. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ. Orientador: Eduardo Scheidt.

7.
Luiz Fernando de Oliveira Silva. A Herança de Fidel ? as representações da Revolução Cubana de 1959 e da figura de Fidel Castro nos discursos do presidente venezuelano Hugo Chávez pronunciados entre 1999 e 2002. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em História) - Universidade Severino Sombra. Orientador: Eduardo Scheidt.

8.
Édio Pullig Fernandes. A política exterior do Brasil nas relações com a América do Sul nos governos FHC e Lula. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em História) - UNIVERSIDADE DE VASSOURAS. Orientador: Eduardo Scheidt.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 15/12/2018 às 3:19:46