Gisleine Martin Philot

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2137771092810262
  • Última atualização do currículo em 15/08/2018


Gisleine Martin Philot é Mestra em Engenharia Mecânica pela Faculdade de Engenharia Mecânica da UNICAMP-SP e Licenciada em Terapia Ocupacional pela Faculdade de Medicina da USP. Durante 10 anos residiu em Portugal como Investigadora e Diretora Terapêutica em parcerias com Universidades Locais (portuguesas) e demais países membros da Comunidade Europeia, ampliando a abrangência para países africanos como Angola e Moçambique. Nesse período trabalhou com projetos de desenvolvimento de recursos terapêuticos/assistivos, tendo participado como Inventora (Terapeuta) e empresária do segmento em diversas feiras internacionais (Itália, Grécia, Espanha, Inglaterra ne Portugal) destacando-se a participação continuada na RehaCare em Dusseldorf (Alemanha) dos anos de 1998 a 2007. Em Portugal trabalhou como Consultora Terapêutica no grupo Sênior Comfort (A loja do Avô) voltado para a Saúde do Idoso e também junto às entidades públicas no treinamento e acesso aos recursos para a população Sênior. No Brasil foi Coordenadora Terapêutica de diversos Centros de referência e clinicas de reabilitação. Em 1990 fundou a Expansão Laboratório de Tecnologia Terapêutica Dinâmica, após projeto de pesquisa financiado pelo CNPq (MCTI) pioneiro, que integrava as áreas Terapia Ocupacional, Fisioterapia e Fonoaudiologia. Esse projeto foi desenvolvido na área acessibilidade à educação e adequação postural para pessoas com deficiências neuromotoras graves. Premiada três vezes sendo duas pela Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo (1998 e 2001) no Concurso Invento Brasileiro e pela Finep em 2012 Categoria Tecnologia Assistiva. Desde a fundação da empresa como pesquisadora terapêutica desenvolveu e apresentou 14 solicitações de patentes de invenção, sendo que 10 delas foram deferidas, e uma delas com abrangência e reconhecimento mundial, denominada Tuboform ®, que ganhou o prêmio especial na RehaCare em 2000, como o produto mais inovador. Atua como referência nas áreas de:Terapia Ocupacional para Deficiências Físicas, Tecnologia Assistiva, Ajudas Técnicas, Ergonomia , Estimulação Precoce, Integração Sensorial , Saúde do Idoso, Inclusão escolar, Inclusão Profissional, Sistemas de Adequação Postural e desenvolvimento de dezenas de recursos assistivos para adultos e crianças. Professora convidada em Universidades nacionais e internacionais, palestrante e formadora internacional, acredita que a disseminação do conhecimento fomenta o desenvolvimento da ciência de evidência. Tem artigos e textos acadêmicos publicados na Comunidade Europeia e no Brasil. Em sua vida profissional tem tido participação ativa em conselho e associação de classe: fundou em 1991 a Associação dos Terapeutas Ocupacionais do Estado de São Paulo, ATOESP, sendo a presidente da mesma de 1991 até 1997. Foi diretora secretária do Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da 3a. região, de 1988 a 1994. Foi a represente dos profissionais de saúde no Conselho Municipal de Saúde, da Capital de São Paulo de 1989 a 1991. Foi diretora terapêutica da Abteca, Associação Brasileira de Tecnologia Assistiva de 2011 a 2012, é membro da AAATE, Associação para o avanço da Tecnologia Assistiva na Europa, desde 1995. Tem interesse nas áreas de Bioética, Neuroplasticidade, Mecatrônica, Robótica, Educação, Reabilitação, Integração Sensorial, Tecnologia Assistiva, Envelhecimento Populacional e Desenho Universal. Atualmente tem pesquisado na área de recreação e lazer para o desenvolvimento de recursos assistivos em parque infantis e suas intersecções com: desenvolvimento do brincar inclusivo, Neuroplasticidade e Cognição. Para adultos com disfunções neuromotoras de ordem medular ou central tem buscado o desenvolvimento de recursos mecatrônicos para dança e locomoção. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Gisleine Martin Philot
Nome em citações bibliográficas
Philot G M


Formação acadêmica/titulação


2013 - 2015
Mestrado em Engenharia Mecânica.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Proposta de Sistema Mecatrônico para Implementação de Órtese Cefálica em Crianças com Paralisia Cerebral,Ano de Obtenção: 2015.
Orientador: Prof. Dr. João Maurício Rosário.
1973 - 1975
Graduação em Terapia Ocupacional.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.




Formação Complementar


2016 - 2016
Extensão universitária em Curso Avançado PediaSuit Protocol e Terapia Intensiva na Gaiola. (Carga horária: 16h).
PediaSuit Training Course, PEDIASUIT, Brasil.
2016 - 2016
Extensão universitária em Curso Básico utilizando PediaSuit Protocol e Terapia Intensiva com Gaiola. (Carga horária: 32h).
PediaSuit Training Course, PEDIASUIT, Brasil.
2007 - 2008
Vivencias Didáticas e Aplicações Práticas com a temática do Envelhecimento. (Carga horária: 420h).
Senior Comfort - A Loja do Avô, ALDA, Portugal.
2005 - 2005
Extensão universitária em Avaliação e intervenção em Desordens de Processamento Sensorial. (Carga horária: 360h).
Universidade do Algarve, UALG, Portugal.
1999 - 1999
Curso de Treinamento para Aplicação da Avaliação Funcional PEDI. (Carga horária: 12h).
Reabilitação Especializada Sonia Gusmann, RE, Brasil.
1995 - 1995
XII Congresso Nacional da Associação Brasileira de Paralisia Cerebral. (Carga horária: 24h).
Associação Brasileira de Paralisia Cerebral, ABPC, Brasil.
1988 - 1988
Especialização em Alfabetização conceito Emília Ferreiro. (Carga horária: 30h).
Escola VILA, VILA, Brasil.
1983 - 1983
Extensão universitária em Baby Course Bobath. (Carga horária: 360h).
Centro de Recuperação de Paralisia Infantil e Cerebral de Guarujá (CRPI),, CRPI, Brasil.
1980 - 1980
Extensão universitária em Especialização em Psicomotricidade e Alfabetização Especial. (Carga horária: 380h).
Faculdade Marcelo Tupinambá, FMT, Brasil.
1978 - 1978
Extensão universitária em Especialista em Tratamento Neuroevolutivo Adultos e bebês.. (Carga horária: 360h).
The Bobath Centre, Inglaterra.


Atuação Profissional



Expansão Indústria e Comércio, EXPANSÃO, Brasil.
Vínculo institucional

1990 - Atual
Vínculo: Sócia Proprietária, Enquadramento Funcional: Diretora Terapêutica, Regime: Dedicação exclusiva.


Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, MCTI, Brasil.
Vínculo institucional

1988 - 2000
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo, DETRAN-SP, Brasil.
Vínculo institucional

1978 - 1980
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Associação Brasileira de Diculgação do Método Neuroevolutivo, BOBATH, Brasil.
Vínculo institucional

1978 - 1988
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professora convidada de Adaptações do método


Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

1977 - 1980
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professora Convidada de Terapia Ocupacional, Carga horária: 20


Reabilitação Especializada Sonia Gusmann, RE, Brasil.
Vínculo institucional

1978 - 1985
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Terapeuta Ocupacional Especialista, Carga horária: 20


Unidade de Vivência e Terapia, UVT, Brasil.
Vínculo institucional

1980 - 1990
Vínculo: Sócia, Enquadramento Funcional: Diretora Terapeutica (Terapeuta Ocupacional), Carga horária: 20


Associação Quero Quero de Reabilitação Motora e Educação Especial, QUERO QUERO, Brasil.
Vínculo institucional

1980 - 1981
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Terapeuta Ocupacional, Carga horária: 20


Lar Escola São Francisco, LESF SP, Brasil.
Vínculo institucional

1976 - 1980
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Chefe do Departamento de Terapia Ocupacional, Carga horária: 20


Escola Especial Lumen, EEL, Brasil.
Vínculo institucional

1990 - 1991
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Coordenadora Geral, Carga horária: 20


SHORTES PORTUGAL - PRODUTOS ORTOPÉDICOS S.A., SHORTES, Portugal.
Vínculo institucional

2005 - 2007
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Diretora Cientifica, Carga horária: 20


Portal Ajudas.com, PORTAL AJUDAS, Portugal.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Diretora Terapeutica, Carga horária: 20


Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Vínculo institucional

1988 - 1990
Vínculo: Pesquisador independete, Enquadramento Funcional: Livre Pesquisa, Carga horária: 40
Outras informações
Projeto de pesquisa financiado pelo CNPq (MCTI) pioneiro, que integrava as áreas Terapia Ocupacional, Fisioterapia e Fonoaudiologia. Esse projeto foi desenvolvido na área de adequação postural para pessoas com deficiências neuromotoras graves e Sistema de sustentação antigravitacional de cabeça e membros. Essa pesquisa gerou duas patentes de invenção para o CNPQ.


Senior Comfort - A Loja do Avô, ALDA, Portugal.
Vínculo institucional

2007 - 2008
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Terapeuta Ocupacional Especialista, Carga horária: 40


Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
Vínculo institucional

1981 - 1988
Vínculo: Supervisor de Estágio, Enquadramento Funcional: Estágio supervisionado em Deficiência Física, Carga horária: 20



Projetos de pesquisa


1989 - 1990
Projeto especial para Deficientes Fisicos
Descrição: Projeto de pesquisa financiado pelo CNPq (MCTI) pioneiro, que integrava as áreas Terapia Ocupacional, Fisioterapia e Fonoaudiologia. Esse projeto foi desenvolvido na área de adequação postural para pessoas com deficiências neuromotoras graves.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Gisleine Martin Philot - Coordenador.


Projetos de desenvolvimento


1990 - 2016
Sistemas Personalizáveis e Ergonômicos para Posicionamentos
Descrição: Sistemas Personalizáveis e Ergonômicos para Posicionamentos com minimo gasto energético , melhor aproveitamento postural e terapêutico para disfunções neuromotoras - Em pé (ERGOTROL) Marcha (TRANFER), SISTEMAS CANGURU PARA CADEIRAS DE RODAS (Mobybaby, Mobykids, etc) Sistema Levitar de Cabeça e Braços e Tuboform.
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (4) Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Gisleine Martin Philot - Coordenador.
1988 - 2000
Projetos Especiais Para Portadores de Paralisia Cerebral e Deficiências Físicas
Descrição: Desenvolver recursos tecnológicos para crianças com paralisia cerebral severa, para facilitar seu aprendizado acadêmico. O grupo controle composto de 10 crianças, não apresentavam controle de cabeça, controle de tronco e nenhum controle funcional com os membros superiores. A faixa etária era de 5 a 12 anos de idade. Foram viabilizados dois projetos: um sistema ergonômico e terapêutico para a posição sentada e um sustentador antigravitacional para a cabeça..
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Técnico de nível médio: (3) Graduação: (4) / Especialização: (1) / Doutorado: (3) .
Integrantes: Gisleine Martin Philot - Coordenador.Financiador(es): Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - Auxílio financeiro.
1978 - 1980
Projeto para Implantação de Rotas Especiais para Deficientes Físicos em São Paulo
Descrição: Em conjunto com a equipe de Engenharia de Tráfego do Detran São Paulo, estabelecer tempos de travessia para faixas de pedestres em semáforos e estabelecimento de uma rota com pisos e demarcações específicas do Centro de Reabilitação Lar Escola São Francisco até o Centro Esportivo do Ibirapuera.
Situação: Concluído; Natureza: Desenvolvimento.
Alunos envolvidos: Graduação: (8) / Especialização: (2) .
Integrantes: Gisleine Martin Philot - Coordenador / José almeida Lopes Filho - Integrante.


Outros Projetos


2008 - 2009
Parque Inclusivo para Todos
Descrição: Desenvolvimento de brinquedos inclusivos (deficiências múltiplas e comprometimentos múltiplos - Sensorial, cognitivo, motores entre outros, para qualquer idade em parques públicos em Portugal, Angola e Moçambique..
Situação: Desativado; Natureza: Outra.


Membro de comitê de assessoramento


2011 - 2011
Agência de fomento: Centro de Gestão de Estudos Estratégicos


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Medicina / Subárea: Clínica Médica/Especialidade: Neurologia.
2.
Grande área: Engenharias / Área: Engenharia Mecânica / Subárea: Processos de Fabricação/Especialidade: Processos de Fabricação, Seleção Econômica.
3.
Grande área: Ciências da Saúde / Área: Fisioterapia e Terapia Ocupacional.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Educação / Subárea: Orientação e Aconselhamento/Especialidade: Orientação Educacional.
5.
Grande área: Outros / Área: Bioética.
6.
Grande área: Outros / Área: Divulgação Científica.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2012
PRIMEIRO LUGAR: Premio Finep 2012 - TECNOLOGIA ASSISTIVA, FINEP.
1993
XXI Concurso nacional do Invento Brasileiro - MENÇÃO HONROSA, Secretaria da Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo.
1991
XIX Concurso Nacional do Invento Brasileiro - Primeiro Prêmio, Secretaria da Ciência e Tecnologia do Estado de São Paulo.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
PHILOT, G. M.2013 PHILOT, G. M.. Premio FInep - Transformar o Brasil por meio da Inovação.. Brasileiros, v. 01, p. 106-114, 2013.

2.
PHILOT, G. M.2009PHILOT, G. M.. Nosso Sonho - Escola Transforma em realidade a Expectativa de seus alunos e familiares. Revista CrefitoSP, v. ANO 6, p. 8-9, 2009.

3.
PHILOT, G. M.2003PHILOT, G. M.. Escritórios projetam parque de diversão para deficientes. Valor Econômico, v. Ano 4, p. B3-B3, 2003.

4.
PHILOT, G. M.1999PHILOT, G. M.. Recursos Tecnológicos, coadjuvantes terapêuticos. Acta Fisiatrica (USP), v. 1, p. 23-26, 1999.

5.
Philot G M1999 Philot G M. Lightweight Tubular Orthoses. assistive technology research series, v. VOL 6, p. 575-579, 1999.

6.
PHILOT, G. M.1998PHILOT, G. M.. Órteses Leves e Tubulares. Temas sobre Desenvolvimento, v. 7, p. 10-14-14, 1998.

7.
PHILOT, G. M.1998PHILOT, G. M.. Órteses Leves e Tubulares. Acta Fisiatrica (USP), v. 1, p. 23-26, 1998.

8.
PHILOT, G. M.1996PHILOT, G. M.. Terapia com visual Ludico. Pequenas Empresas Grandes Negócios, v. Ano 8, p. 34-35, 1996.

9.
PHILOT, G. M.1995PHILOT, G. M.. Expansão vira Centro de referencias em aparelhos. Jornal da AMB, v. 36, p. 10, 1995.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
Philot G M. Reflexões sobre Tecnologia Assistiva. 2. ed. Campinas: , 2014.

2.
PHILOT, G. M.. Tecnologia Assistiva - Soluções de Acessibilidade. 1. ed. São paulo: ITS Brasil, 2012. v. Unico. 80p .

3.
PHILOT, G. M.. Tecnologia Assistiva nas Escolas. 01. ed. são pAULO: its brasil, 2008. v. 10000. 61p .

Capítulos de livros publicados
1.
Philot G M; PINHO, C. R. ; OLIVEIRA, A. I. A. ; DUARTE, M. I. T. . Sistemas de adequação postural personalizado versus personalizáveis para crianças com deficiências neuromotoras. Simpósio Internacional de Tecnologia Assistiva. 2ed.Campinas: , 2014, v. , p. 18-.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
PHILOT, G. M.. Invento de Terapeuta Ocupacional Ganha 1o. Lugar em Concurso. Revista Fisio, p. 1 - 1, 12 set. 2016.

2.
DIORIO, R. ; PHILOT, G. M. . Produtos Criativos tem Lugar no Mercado. O Estado de São Paulo - Painel de Negócios, São Paulo, p. P4 - P4, 06 ago. 2016.

3.
Philot G M. A SERIEDADE DO BRINCAR COM AS DIFERENÇAS. Publicado na Revista Nacional de Reabilitação, ano VI, nº 31, março/abril 2003, Brasil, 28 jun. 2013.

4.
PHILOT, G. M.; COUTO, E. . Terapia Ocupacional Brincar com as Diferenças. Revista Coffito, Brasilia, p. 3 - 5, 21 jun. 2005.

5.
PHILOT, G. M.. Brinquedos especiais para todas as crianças. Zero Hora, Porto Alegre, , v. 13880, p. 45 - 45, 22 ago. 2003.

6.
PHILOT, G. M.; LIPPI, R. . Escritórios projetam parque de diversão para deficientes. Valor Econômico, São Paulo, , v. 824, p. B3 - B3, 18 ago. 2003.

7.
PHILOT, G. M.. Workshop de Tecnologia Terapeutica Assistiva. Jornal de Domingo - MG, p. 3 - 3, 06 abr. 2003.

8.
PHILOT, G. M.. Workshop Tecnologia Terapêutica Assistiva. Jornal Bandeirante, Pouso Alegre, p. 1 - 1, 04 abr. 2003.

9.
LIMA, D. ; PHILOT, G. M. . O Direito de Ir e Vir. Folha de São Paulo - Suplemento Feminino, p. F4 - F4, 29 ago. 1999.

10.
PHILOT, G. M.; MOTA, S. . Lojas Oferecem Brinquedos especiais para Ajudar Crianças com Deficiencia. Diario Popular - Economia & Politica, p. 6 - 6, 04 abr. 1999.

11.
PHILOT, G. M.; MASCARENHAS, M. G. . Terapia com Visual Lúdico. Pequenas Empresas Grandes Negócios, São Paulo, p. 34 - 35, 05 dez. 1996.

12.
PHILOT, G. M.. Acessórios apoiam movimentos em computador. Folha de São Paulo, Caderno de informática, p. 8 - 8, 14 ago. 1996.

13.
PHILOT, G. M.. Expansão vira centro de referencia de aparelhos. Jornal da Associação Médica Brasileira, São Paulo, p. 2 - 2, 05 jun. 1995.

14.
PHILOT, G. M.. Equipamentos Terapêuticos X Passividade. Associação Brasileira de Paralisia Cerebral, p. 1 - 1, 11 maio 1995.

15.
PHILOT, G. M.. Casal faz cadeira de rodas para animais. Boletim informativo da Associação Brasileira de Paralisia Cerebral, Curitiba, p. 7 - 7, 06 mar. 1995.

16.
PHILOT, G. M.. Equipamentos Terapêuticos x Passividade. Boletim informativo da Associação Brasileira de Paralisia Cerebral, São Paulo, 06 mar. 1995.

17.
PHILOT, G. M.. Andando de Novo. Cães & Cia, Campinas, , v. 188, p. 2 - 2, 01 jan. 1995.

18.
PHILOT, G. M.. Cuidados para seu animal machucado. Revista NOVA, p. 1 - 1, 01 nov. 1994.

19.
PHILOT, G. M.. Tecnologia ajuda animais a se mover. O Estado de São Paulo, São Paulo, , v. 37255, p. Z4 - Z4, 19 out. 1994.

20.
PHILOT, G. M.; PAMPLONA, G. . Aprendizes de Professor Pardal. Isto é, p. 52 - 53, 19 out. 1994.

21.
BIANCARELLI, A. ; PHILOT, G. M. . Casal Inventa Cadeira de rodas para cão. Folha de São Paulo, São Paulo, p. 3-4 - 3-4, 23 ago. 1994.

22.
BIANCARELLI, A. ; PHILOT, G. M. . Casal faz cadeiras de rodas para animais. Associação Brasileira de Paralisia Cerebral, p. 3 - 4, 23 ago. 1994.

23.
PHILOT, G. M.; COELHO, J. . Empresários se esforçam para manter fábrica. Diário do Comercio e Industria de São Paulo, São Paulo, p. 1 - 1, 12 ago. 1994.

24.
PHILOT, G. M.. Invento de Terapeuta Ocupacional é premiado pelo Governo do Estado de São Paulo. Jornal do Crefito, São Paulo, , v. 40, p. 2 - 2, 11 mar. 1992.

25.
PHILOT, G. M.; LIMA, D. . Computador ajuda criança deficiente a se comunicar. O Globo, O mundo/ Ciência e Saúde, p. 18 - 18, 10 fev. 1988.

Apresentações de Trabalho
1.
PHILOT, G. M.. Sistema Antigravitacional de Levitação de Cabeça e Braços. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
PHILOT, G. M.. Recursos Assistivos Personalizados x Personalizáveis. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
Philot G M. Tecnologia avançadas em Fisioterapia. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

4.
Philot G M. Recursos em Tecnologia Assistiva. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
PHILOT, G. M.. Livro Branco de Tecnologia Assistiva no Brasil: desafios e propostas. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
PHILOT, G. M.. Sistema de Sustentação de Cabeça - Levitar. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
ESTRATEGICOS, C. G. E. ; PHILOT, G. M. ; PHILOT, G. ; Philot G M . Estudo de Mapeamento de Competências em Tecnologia Assistiva. 2012. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

8.
PHILOT, G. M.. Os Caminhos da Ciência Tecnologia Assistiva, no mundo e no Brasil. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
PHILOT, G. M.. O Desenho Universal no Trabalho. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
PHILOT, G. M.. Eu, Terapeuta Ocupacional participo do processo de Internação Hospitalr. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

11.
PHILOT, G. M.. Sistemas de Adequação Postural. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
PHILOT, G. M.. Tecnologia Assistiva e Neuroplasticidade Cerebral. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
Philot G M. Workshop Adequação Postural Sentado. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

14.
PHILOT, G. M.. Tecnologia Terapêutica Dinâmica. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
PHILOT, G. M.. Princípios para o Desenv. de Órteses de Função e de Posicionamento. 2001. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

16.
PHILOT, G. M.. Mão Neurológica. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

17.
PHILOT, G. M.. Neuroplasticidade x Integração Sensório-Motora. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
PHILOT, G. M.. Neuroplasticidade através das Órteses Leves e Tubulares. 2000. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
Philot G M. Tecnologia Terapêutica Dinâmica. 1999. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

20.
PHILOT, G. M.. Adaptações Especiais. 1999. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

21.
PHILOT, G. M.. Adaptações em Paralisia Cerebnral. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
PHILOT, G. M.. Recursos, Orteses e Cadeiras Especiais. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

23.
PHILOT, G. M.. Recursos Tecnológicos e Equipamentos. 1997. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

24.
Philot G M. Cidadãos com Impedimentos Motores: Aspectos Jurídicos e Tecnológicos. 1995. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

25.
PHILOT, G. M.. Adaptações em Terapia Ocupacional no Lar. 1995. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

26.
PHILOT, G. M.. Posicionamento da Presidenta da Associação Paulista de Terapeutas Ocupacionais. 1995. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

27.
PHILOT, G. M.. A Associação Tecnológica no Desenvolvimento Neuroevolutivo e Psicopedagógico do P.C. grave. 1993. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

28.
Philot G M. Reabilitação Psico-Motora em seus múltiplos aspectos. 1988. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

29.
Philot G M. Abordagem Psico-Pedagógica elabota por Terapeutas Ocupacionais em crianças com disturbios neuro-musculares. 1988. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

30.
Philot G M. Recursos Pedagógicos para deficientes Neuro-motores. 1983. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

31.
Philot G M. Terapia Ocupacional aplicada em neurologia pelo método neuro evolutivo Bobath. 1982. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

32.
Philot G M. Barreiras Arquitetônicas e Projeto especial de locomoção de deficientes em São Paulo. 1982. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

33.
Philot G M. Recursos Pedagógicos para deficientes Neuro-motores. 1981. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

34.
Philot G M. Terapia OCupacional em Paralisia Cerebral. 1978. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Outras produções bibliográficas
1.
PHILOT, G. M.; SILVA, V. . Terapia Ocupacional em Idosos. Curitiba: Appris, 2016 (Capitulo de Livro).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
PHILOT, G. M.. O processo de Avaliação para a escolha do Recurso de Tecnologia Assistiva. 2010. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

2.
PHILOT, G. M.. Bem Estar e Qualidade de Vida No Trabalho. 2009. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

3.
PHILOT, G. M.. Tecnologia Assistiva e Neuro plasticidade Cerebral. 2008. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

4.
PHILOT, G. M.. Bandagens Terapêuticas nas Tendinites. 2001. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

5.
PHILOT, G. M.. Técnicas e Tecnologias em Terapia Ocupacional. 1999. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

6.
PHILOT, G. M.. Cidadãos com Impedimentos Motores: Aspectos Jurídicos Educacionais e Tecnológicos.. 1995. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

Redes sociais, websites e blogs
1.
PHILOT, G. M.. Todos com Todos. 2014; Tema: Desenho Universal, Saúde do Idoso, Inclusão, Integração Sensorial, Terapia Ocupacional e Fisioterapia. (Rede social).

2.
PHILOT, G. M.. Expansão Blog. 2012; Tema: Terapia Ocupacional, Reabilitação, Tecnologia Assistiva, Integração Sensorial e Educação. (Blog).

3.
PHILOT, G. M.. Expansão Tecnologia terapeutica. 2011; Tema: Reabilitação, Educação e Inclusão. (Rede social).


Demais tipos de produção técnica
1.
PHILOT, G. M.. Curso de Integração Sensório-motora. 2016. .

2.
PHILOT, G. M.. Curso de Adequação Postural Sentado focado na Criança e Adulto com Paralisia Cerebral. 2016. .

3.
PHILOT, G. M.. Curso de Integração Sensório-Motora. 2015. .

4.
PHILOT, G. M.. Curso de Adequação Postural Sentado focado na Criança e Adulto com Paralisia Cerebral. 2015. .

5.
PHILOT, G. M.. Curso de Capacitação Básica em Terapia de Integração Sensório Motora. 2015. .

6.
PHILOT, G. M.. Órteses Tuboform. 2015. .

7.
PHILOT, G. M.. Terapia de Integração Sensório-Motora. 2015. .

8.
PHILOT, G. M.. Seating focado na Criança e Adulto com Paralisia Cerebral. 2015. .

9.
PHILOT, G. M.. Curso de Capacitação Básica em Terapia de Integração Sensório Motora. 2015. .

10.
PHILOT, G. M.. Capacitação Básica em Terapia de Integração Sensóriomotora. 2014. .

11.
PHILOT, G. M.. Curso Tuboform - Órteses Leves Tubulares. 2014. .

12.
PHILOT, G. M.. Curso de Adequação Postural Sentado focado na Criança e Adulto com Paralisia Cerebral. 2014. .

13.
PHILOT, G. M.. Curso de Capacitação Básica em Terapia de Integração Sensório Motora. 2014. .

14.
PHILOT, G. M.. Curso de Integração Sensório-Motora. 2014. .

15.
PHILOT, G. M.. Recursos Assistivos Personalizados x Personalizáveis. 2014. .

16.
PHILOT, G. M.. Recursos em Tecnologia Assistiva. 2013. .

17.
PHILOT, G. M.. I Jornada de Tecnologia Terapêutica Dinâmica. 2011. .

18.
PHILOT, G. M.. Curso de Adequação Postural em Cadeira de Rodas. 2011. .

19.
PHILOT, G. M.. A Economia do Conhecimento sob a ótica da Inclusão. 2010. .

20.
PHILOT, G. M.. Adequação Postural aplicada ao grave deficiente Neuromotor e Órteses Tubulares. 2010. .

21.
PHILOT, G. M.. Seating Personalizável como ajustar e como prescrever. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

22.
PHILOT, G. M.. Conferencia Tecnologia Dinâmica. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

23.
PHILOT, G. M.. Seating Personalizável: quando indicar, como prescrever?. 2010. .

24.
PHILOT, G. M.. Integração Sensório-Motora. 2010. .

25.
PHILOT, G. M.. Órteses Leves Tuboform - Curso Tuboform. 2008. .

26.
PHILOT, G. M.. Órteses Leves Tuboform - Curso Tuboform. 2008. .

27.
PHILOT, G. M.. Órteses Leves Tuboform - Curso Tuboform. 2008. .

28.
PHILOT, G. M.. Órteses Leves Tuboform - Curso Tuboform. 2008. .

29.
PHILOT, G. M.. Órteses Leves Tuboform - Curso Tuboform. 2008. .

30.
PHILOT, G. M.. Órteses Leves Tuboform - Curso Tuboform. 2008. .

31.
PHILOT, G. M.. Órteses Leves Tuboform - Curso Tuboform. 2008. .

32.
PHILOT, G. M.. Adequação Postural aplicada ao grave deficiente Neuromotor. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

33.
PHILOT, G. M.. Órteses Leves Tuboform - Curso Tuboform. 2007. .

34.
PHILOT, G. M.. Órteses Leves Tuboform - Curso Tuboform. 2007. .

35.
PHILOT, G. M.. Órteses Leves Tuboform - Curso Tuboform. 2007. .

36.
PHILOT, G. M.. Órteses Leves Tuboform - Curso Tuboform. 2007. .

37.
PHILOT, G. M.. Análise e Adaptação de Atividades II. 2007. .

38.
PHILOT, G. M.. Academia Neuroplástica de integração Sensório Motora. 2006. .

39.
PHILOT, G. M.. Academia Neuroplástica de integração Sensório Motora. 2006. .

40.
PHILOT, G. M.. Academia de Integração Sensório-Motora. 2006. .

41.
PHILOT, G. M.. Academia Neuroplástica de integração Sensório Motora. 2006. .

42.
PHILOT, G. M.. Academia Neuroplástica de integração Sensório Motora. 2006. .

43.
PHILOT, G. M.. Academia Neuroplástica de integração Sensório Motora. 2006. .

44.
PHILOT, G. M.. Academia Neuroplástica de integração Sensório Motora. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

45.
PHILOT, G. M.. Academia Neuroplástica de integração Sensório Motora. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

46.
PHILOT, G. M.. Academia Neuroplástica de integração Sensório Motora. 2005. .

47.
PHILOT, G. M.. Academia Neuroplástica de integração Sensório Motora. 2005. .

48.
PHILOT, G. M.. Academia Neuroplástica de integração Sensório Motora. 2005. .

49.
PHILOT, G. M.. Academia Neuroplástica de integração Sensório Motora. 2005. .

50.
PHILOT, G. M.. Órteses Tubulares Tuboform. 2004. .

51.
PHILOT, G. M.. Terapia Ocupacional - Adaptações. 2003. (Aula).

52.
PHILOT, G. M.. CURSO 'Combinado Tratamento Neuroevolutivo (Conceito Bobath)com Técnicas de Integração Sensorial (Conceito Jean Ayres). 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

53.
PHILOT, G. M.. Integração Sensório-Motora e 'Tecnologia Terapeutica Dinamica'. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

54.
PHILOT, G. M.. Curso Opções Tecnológicas em em Reabilitação Neurologica. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

55.
PHILOT, G. M.. 'Integração Sensório Motora e Tecnologia Terapêutica Dinâmica. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

56.
PHILOT, G. M.. Academia de Integração Sensório-Motora. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

57.
PHILOT, G. M.. Órteses Leves e Tubulares. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

58.
PHILOT, G. M.. Curso de Integração Sensorio-Motora. 2002. .

59.
PHILOT, G. M.. Indicação de Recursos para a Postura Sentada. 2002. .

60.
PHILOT, G. M.. Curso de Integração Sensorio-Motora. 2002. .

61.
PHILOT, G. M.. Integração Sensório-Motora. 2002. .

62.
PHILOT, G. M.. Integração Sensório-Motora. 2002. .

63.
PHILOT, G. M.. Integração Sensório-Motora. 2002. .

64.
PHILOT, G. M.. Palestra Tecnologia Terapêutica Dinâmica. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

65.
PHILOT, G. M.. Integração Sensório-Motora. 2002. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

66.
PHILOT, G. M.. Tecnologia Terapêutica Dinamica. 2002. .

67.
PHILOT, G. M.. Empresa de Tecnologia Assistiva e Reabilitacional. 2002. (Palestra).

68.
PHILOT, G. M.. curso de Academia de Integração Sensório Motora. 2001. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

69.
PHILOT, G. M.. Neuroplasticidade, Conceito Bobath e Integração Sensorio Motora. 2001. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

70.
PHILOT, G. M.. Curso de Plasticidade pós Lesão, correlacionado ao Conceito Bobath e Integração Sensorial e Tecnologia Terapeutica Dinamica. 2001. .

71.
PHILOT, G. M.. Conferencia: Reeducação da Mão Neurológica através de Órteses Tubulares. 2001. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

72.
PHILOT, G. M.. Seating em Cadeira de Rodas. 2001. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

73.
PHILOT, G. M.. Recurso Tecnológico para integração Sensorial e Órteses Leves Tubulares, sob o prisma de uma trabalho Dinâmico.. 2001. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

74.
PHILOT, G. M.. 1o. Curso de Tecnologia Terapeutica Dinâmica - Biomecânica, Ergonomia e Conceito Bobath - Pesquisando suas intersecções. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

75.
PHILOT, G. M.. Corso de Tecnologia Terapeutica Dinâmica - Biomecânica, Ergonomia e Conceito Bobath - Pesquisando suas intersecções. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

76.
PHILOT, G. M.. Curso de Tecnologia Terapêutica Dinâmica e Orteses Leves Tubulares. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

77.
PHILOT, G. M.. Curso de Órteses, mobiliário adaptado e Adequação ambiental. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

78.
PHILOT, G. M.. Biomecânica, Ergonomia e Conceito Bobath. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

79.
PHILOT, G. M.. Plasticidade Neuro-Muscular e Tecnologia Terapêutica Dinâmica. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

80.
PHILOT, G. M.. Órteses Leves Tubulares. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

81.
PHILOT, G. M.. Tuboform - Pricipales indicaciones y aplicaciones. 2000. .

82.
PHILOT, G. M.. Neurociências, Plasticidade Cerebral pós lesão - Biomecânica e Ergonomia. 2000. .

83.
PHILOT, G. M.. Curso de Tecnologia Terapêutica Dinâmica. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

84.
PHILOT, G. M.. Biomecânica, Ergonomia e Conceito Bobath. 2000. .

85.
PHILOT, G. M.. Palestra: Neurogenese X Método Bobath X Tecnologia Terapeutica: Pesquisando suas intersecções. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

86.
PHILOT, G. M.. Curso de Tecnologia Terapeutica Dinâmica com Fundamentação no Tratamento Neuroevolutivo. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

87.
PHILOT, G. M.. Curso de Tecnologia Terapeutica Dinâmica com Fundamentação no Tratamento Neuroevolutivo. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

88.
PHILOT, G. M.. Curso de Tecnologia Terapeutica Dinâmica com Fundamentação no Tratamento Neuroevolutivo. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

89.
PHILOT, G. M.. Curso de Tecnologia Terapeutica Dinâmica com Fundamentação no Tratamento Neuroevolutivo. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

90.
PHILOT, G. M.. Curso de Tecnologia Terapeutica Dinâmica com Fundamentação no Tratamento Neuroevolutivo. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

91.
PHILOT, G. M.. Curso de Tecnologia Terapeutica Dinâmica com Fundamentação no Tratamento Neuroevolutivo Bobath. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

92.
PHILOT, G. M.. Curso de Neurogênese, Conceito Bobath, Tecnologia Terapêutica pesquisando suas intersecções. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

93.
PHILOT, G. M.. Curso Ergonomia Terapêutica - Reabilitação de Mão. 1999. .

94.
PHILOT, G. M.. Jornadas de Tecnologia Terapêutica Dinamica. 1999. .

95.
PHILOT, G. M.. Tecnologia Assistiva e Neuroplasticidade Cerebral. 1999. .

96.
PHILOT, G. M.. Curso de Tecnologia Terapêutica Dinâmica. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

97.
PHILOT, G. M.. Curso de Órteses Tubulares. 1999. .

98.
PHILOT, G. M.. Curso de Ortesis Tubulares. 1999. .

99.
PHILOT, G. M.. Terapia Ocupacional aplicada em Neurologia pelo Método Neuroevolutivo Bobath. 1982. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

100.
PHILOT, G. M.. Terapia Ocupacional em Paralisia Cerebral. 1978. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Patentes e registros



Patente

A Confirmação do status de um pedido de patentes poderá ser solicitada à Diretoria de Patentes (DIRPA) por meio de uma Certidão de atos relativos aos processos
1.
 PHILOT, G. G. . Módulo Regulável para Deficientes. 1988, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI89015720, título: "Módulo Regulável para Deficientes" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 01/01/1988; Em Domínio Público: 01/01/2008.

2.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Dispositivo Dinamico para Levitação de partes do corpo. 1990, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI90059077, título: "Dispositivo Dinamico para Levitação de partes do corpo" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 01/01/1990

3.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Dispositivo de Uso Terapeutico. 1990, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI9004041, título: "Dispositivo de Uso Terapeutico" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 04/01/1990

4.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Cinto de Segurança para Deficientes Físicos. 1990, Brasil.
Patente: Modelo de Utilidade. Número do registro: MU7001780, título: "Cinto de Segurança para Deficientes Físicos" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 01/03/1990; Concessão: 01/03/1995.

5.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Dispositivo Auxiliar para Deficientes Físicos. 1990, Brasil.
Patente: Modelo de Utilidade. Número do registro: MU7001795, título: "Dispositivo Auxiliar para Deficientes Físicos" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 01/07/1990; Concessão: 01/07/1995.

6.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Dispositivo para Exercício dos dedos. 1990, Brasil.
Patente: Modelo de Utilidade. Número do registro: MU7001794, título: "Dispositivo para Exercício dos dedos" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 01/04/1990; Concessão: 01/04/1995.

7.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Dispositivo Abdutor-contra-extensor. 1993, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI91030633, título: "Dispositivo Abdutor-contra-extensor" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 04/01/1993; Concessão: 12/12/1993.

8.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Equipamento Auxiliar para Deficientes Físicos. 1993, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI93010389, título: "Equipamento Auxiliar para Deficientes Físicos" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 04/01/1993; Concessão: 01/02/1993.

9.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Conjunto Ergonômico de Estabilização.. 1995, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI95032100, título: "Conjunto Ergonômico de Estabilização." , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 01/03/1995; Concessão: 01/10/1995.

10.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Dispositivo de Adaptação Terapêutico Tubular Moldável e Utilização do mesmo. 1997, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI9711941, título: "Dispositivo de Adaptação Terapêutico Tubular Moldável e Utilização do mesmo" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 29/11/1997; Concessão: 12/12/1997.

11.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Conjunto de Mesa e Cadeira escolar. 1998, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI98028251, título: "Conjunto de Mesa e Cadeira escolar" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 28/02/1998; Comercialização: 28/12/1998.

12.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Carrinho suporte para estrutura Ergonômica de Estabilização. 2000, Brasil.
Patente: Modelo de Utilidade. Número do registro: MU75016354, título: "Carrinho suporte para estrutura Ergonômica de Estabilização" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 01/02/2000; Concessão: 01/03/2005.

13.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . DISPOSIÇÃO TÉCNICA INTRODUZIDA EM MÓDULO REGULÁVEL PARA CADEIRAS DE RODAS E ESTABILIZADOR ORTOSTÁTICO. 2003, Brasil.
Patente: Modelo de Utilidade. Número do registro: MU84005670, título: "DISPOSIÇÃO TÉCNICA INTRODUZIDA EM MÓDULO REGULÁVEL PARA CADEIRAS DE RODAS E ESTABILIZADOR ORTOSTÁTICO" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 05/05/2003

14.
 Philot G M; MORILLO, D. M. . Sustentador Antigravitacional Dinâmico de Cabeça.. 2012, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR1020120202417, título: "Sustentador Antigravitacional Dinâmico de Cabeça." , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 02/01/2012



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Seminários nacional e regionais do livro branco de tecnologia assistiva NO Brasil: desafios E PROPOSTAS.Desafios e Propostas em Tecnologia Assistiva. 2013. (Seminário).

2.
Seminário de Atualização em Reabilitação Física REA VIDA.Órteses Leves e Tubulares. 2010. (Seminário).

3.
VIII Congresso Norte-Nordeste de Terapia Ocupacional. A Interface da Tecnologia Assistiva no Atendimento da Pessoa com Deficiência Neuromotora. 2010. (Congresso).

4.
VIII Congresso Norte-Nordeste de Terapia Ocupacional. Empreendedorismo em Terapia Ocupacional. 2010. (Congresso).

5.
Burnout e Engagement.Bem estar e qualidade de vida no Trabalho. 2009. (Seminário).

6.
III Encontro do Conceito Neuroevolutivo Bobath e I Encontro Neuro funcional.Tecnologia Assistiva e Neuroplasticidade Cerebral. 2008. (Seminário).

7.
Adequação Postural Sentado - Teoria e prática.Adequação Postural Sentado. 2005. (Seminário).

8.
IV Congresso Norte-Nordeste de Terapia Ocupacional. Tecnologia Terapêutica Dinâmica. 2002. (Congresso).

9.
V Congresso Brasileiro de Ortopedia Técnica. Tecnologia Terapêutica Dinâmica. 2002. (Congresso).

10.
II Congresso Luso-Franco-Brasileiro. Mão Neurológica. 2001. (Congresso).

11.
I Jornada Multiprofissional em Pediatria da Faculdade de Fisioterapia Unisa.Neuroplasticidade, Conceito Bobath e Integração Sensorio Motora. 2001. (Seminário).

12.
XXIX Congresso Nazionale Societá Italiana di Medicina Fisica e Riabilitazione. Órteses Leves Tubulares - Tuboform. 2001. (Congresso).

13.
VI Jornadas Nacionales de Terapia Ocupacional.Tuboform - Pricipales indicaciones y aplicaciones e Parque brincando para todos. 2000. (Seminário).

14.
1 Jornada Luso Brasileiras de Reabilitação de Mão.Órteses Leves e Tubulares. 1999. (Simpósio).

15.
I SEMINARIO PEAC sobre Paralisia Cerebral.Adaptações em Paralisia Cerebral. 1999. (Seminário).

16.
Primeiras Jornadas Luso-Brasileiras de Reabilitação da Mão.Workshop de Tuboform. 1999. (Seminário).

17.
XII Jornada de Doenças Neuromusculares.Apresentação Práticas com Produtos e Experimentação - Stand. 1999. (Seminário).

18.
XII Jornada de Doenças Neuromusculares.Modulo IV - Recuperação Motora - Adaptações Especiais. 1999. (Simpósio).

19.
XIII Congresso Nacional da Associação Brasileira de Paralisia Cerebral. Adaptações em Paralisia Cerebral. 1998. (Congresso).

20.
V Congresso Brasileiro de Terapia Ocupacional. Recursos Tecnológicos e Equipamentos. 1997. (Congresso).

21.
Cidadãos com Impedimentos Motores: aspectos educacionais jurídicos e tecnológicos.Aspectos tecnológicos. 1995. (Simpósio).

22.
I Encontro Municipal de Fisioterapeutas e Terapeutas Ocupacionais.Debate Avaliação daas entidades de classe frente a situação dos profissionais da rede pública municipal de saúde. 1995. (Encontro).

23.
I Simpósio Brasileiro de Terapia Ocupacional Universidade de Campinas.Abordagem Psicopedagógica elaborada por Terapeuta Ocupacional em crianças com distubios neuromotores. 1988. (Simpósio).

24.
Seminários sobre Pesquisas Faculdades Santo Amaro.Reabilitação Psicomotora em seus múltiplos aspectos. 1988. (Seminário).

25.
III Encontro sobre Recursos Pedagógicos Para Educação Especial Apae São Paulo.Recursos Pedagógicos para Deficientes Neuromotores. 1983. (Encontro).

26.
II Semana de Estudos de Terapia Ocupacional na Universidade Federal de São Carlos de.Barreiras Arquitetônicas e Projeto Especial para Locomoção de Deficientes Físicos em São Paulo. 1982. (Seminário).

27.
I Encontro sobre Recursos Pedagógicos Para Educação Especial Apae São Paulo.Recursos Pedagógicos para Deficientes Neuromotores. 1981. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
STALLINGS-SAHLER, S. ; GRECO, R. ; PHILOT, G. M. . Avaliação e Intervenção em Desordens de Processamento Sensorial. 2005. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Orientações de outra natureza
1.
Alunos do quarto Ano, segundo semstre. Supervisão estágio de Atuação. 1988. Orientação de outra natureza. (Terapia Ocupacional) - Faculdade de Medicina (USP) - Curso de Graduação de Terapia Ocupacional. Orientador: Gisleine Martin Philot.

2.
Todos os alunos. Supervisão estágio de Atuação. 1988. Orientação de outra natureza. (Terapia Ocupacional em Neurologia) - Faculdade de Medicina - Terapia Ocupacional. Orientador: Gisleine Martin Philot.

3.
Alunos do quarto Ano, primeiro semestre. Supervisão de Estágio de Atuação. 1988. Orientação de outra natureza. (Terapia Ocupacional) - Faculdade de Medicina - Terapia Ocupacional. Orientador: Gisleine Martin Philot.

4.
Laura Lavorato e Miryam Bonadia. Supervisão de Estágio de Atuação. 1986. Orientação de outra natureza. (Terapia Ocupacional) - Universidade Federal de São Carlos. Orientador: Gisleine Martin Philot.



Inovação



Patente
1.
 PHILOT, G. G. . Módulo Regulável para Deficientes. 1988, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI89015720, título: "Módulo Regulável para Deficientes" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 01/01/1988; Em Domínio Público: 01/01/2008.

2.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Dispositivo Dinamico para Levitação de partes do corpo. 1990, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI90059077, título: "Dispositivo Dinamico para Levitação de partes do corpo" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 01/01/1990

3.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Dispositivo de Uso Terapeutico. 1990, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI9004041, título: "Dispositivo de Uso Terapeutico" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 04/01/1990

4.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Dispositivo Abdutor-contra-extensor. 1993, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI91030633, título: "Dispositivo Abdutor-contra-extensor" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 04/01/1993; Concessão: 12/12/1993.

5.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Equipamento Auxiliar para Deficientes Físicos. 1993, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI93010389, título: "Equipamento Auxiliar para Deficientes Físicos" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 04/01/1993; Concessão: 01/02/1993.

6.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Conjunto Ergonômico de Estabilização.. 1995, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI95032100, título: "Conjunto Ergonômico de Estabilização." , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 01/03/1995; Concessão: 01/10/1995.

7.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Dispositivo de Adaptação Terapêutico Tubular Moldável e Utilização do mesmo. 1997, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI9711941, título: "Dispositivo de Adaptação Terapêutico Tubular Moldável e Utilização do mesmo" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 29/11/1997; Concessão: 12/12/1997.

8.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Conjunto de Mesa e Cadeira escolar. 1998, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: PI98028251, título: "Conjunto de Mesa e Cadeira escolar" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 28/02/1998; Comercialização: 28/12/1998.

9.
 Philot G M; MORILLO, D. M. . Sustentador Antigravitacional Dinâmico de Cabeça.. 2012, Brasil.
Patente: Privilégio de Inovação. Número do registro: BR1020120202417, título: "Sustentador Antigravitacional Dinâmico de Cabeça." , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 02/01/2012

10.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Cinto de Segurança para Deficientes Físicos. 1990, Brasil.
Patente: Modelo de Utilidade. Número do registro: MU7001780, título: "Cinto de Segurança para Deficientes Físicos" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 01/03/1990; Concessão: 01/03/1995.

11.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Dispositivo Auxiliar para Deficientes Físicos. 1990, Brasil.
Patente: Modelo de Utilidade. Número do registro: MU7001795, título: "Dispositivo Auxiliar para Deficientes Físicos" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 01/07/1990; Concessão: 01/07/1995.

12.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Carrinho suporte para estrutura Ergonômica de Estabilização. 2000, Brasil.
Patente: Modelo de Utilidade. Número do registro: MU75016354, título: "Carrinho suporte para estrutura Ergonômica de Estabilização" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 01/02/2000; Concessão: 01/03/2005.

13.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . DISPOSIÇÃO TÉCNICA INTRODUZIDA EM MÓDULO REGULÁVEL PARA CADEIRAS DE RODAS E ESTABILIZADOR ORTOSTÁTICO. 2003, Brasil.
Patente: Modelo de Utilidade. Número do registro: MU84005670, título: "DISPOSIÇÃO TÉCNICA INTRODUZIDA EM MÓDULO REGULÁVEL PARA CADEIRAS DE RODAS E ESTABILIZADOR ORTOSTÁTICO" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 05/05/2003

14.
 Philot G M; PHILOT, G. G. . Dispositivo para Exercício dos dedos. 1990, Brasil.
Patente: Modelo de Utilidade. Número do registro: MU7001794, título: "Dispositivo para Exercício dos dedos" , Instituição de registro: INPI - Instituto Nacional da Propriedade Industrial. Depósito: 01/04/1990; Concessão: 01/04/1995.


Projetos de pesquisa

Projeto de desenvolvimento tecnológico


Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
PHILOT, G. M.1998PHILOT, G. M.. Órteses Leves e Tubulares. Temas sobre Desenvolvimento, v. 7, p. 10-14-14, 1998.

2.
PHILOT, G. M.1998PHILOT, G. M.. Órteses Leves e Tubulares. Acta Fisiatrica (USP), v. 1, p. 23-26, 1998.

3.
PHILOT, G. M.2013 PHILOT, G. M.. Premio FInep - Transformar o Brasil por meio da Inovação.. Brasileiros, v. 01, p. 106-114, 2013.

4.
Philot G M1999 Philot G M. Lightweight Tubular Orthoses. assistive technology research series, v. VOL 6, p. 575-579, 1999.


Livros e capítulos
1.
Philot G M; PINHO, C. R. ; OLIVEIRA, A. I. A. ; DUARTE, M. I. T. . Sistemas de adequação postural personalizado versus personalizáveis para crianças com deficiências neuromotoras. Simpósio Internacional de Tecnologia Assistiva. 2ed.Campinas: , 2014, v. , p. 18-.


Textos em jornais de notícias/revistas
1.
DIORIO, R. ; PHILOT, G. M. . Produtos Criativos tem Lugar no Mercado. O Estado de São Paulo - Painel de Negócios, São Paulo, p. P4 - P4, 06 ago. 2016.

2.
BIANCARELLI, A. ; PHILOT, G. M. . Casal Inventa Cadeira de rodas para cão. Folha de São Paulo, São Paulo, p. 3-4 - 3-4, 23 ago. 1994.

3.
PHILOT, G. M.. Brinquedos especiais para todas as crianças. Zero Hora, Porto Alegre, , v. 13880, p. 45 - 45, 22 ago. 2003.

4.
PHILOT, G. M.; LIMA, D. . Computador ajuda criança deficiente a se comunicar. O Globo, O mundo/ Ciência e Saúde, p. 18 - 18, 10 fev. 1988.

5.
PHILOT, G. M.. Tecnologia ajuda animais a se mover. O Estado de São Paulo, São Paulo, , v. 37255, p. Z4 - Z4, 19 out. 1994.

6.
PHILOT, G. M.; COELHO, J. . Empresários se esforçam para manter fábrica. Diário do Comercio e Industria de São Paulo, São Paulo, p. 1 - 1, 12 ago. 1994.

7.
PHILOT, G. M.. Invento de Terapeuta Ocupacional é premiado pelo Governo do Estado de São Paulo. Jornal do Crefito, São Paulo, , v. 40, p. 2 - 2, 11 mar. 1992.

8.
PHILOT, G. M.. Andando de Novo. Cães & Cia, Campinas, , v. 188, p. 2 - 2, 01 jan. 1995.

9.
PHILOT, G. M.. Cuidados para seu animal machucado. Revista NOVA, p. 1 - 1, 01 nov. 1994.

10.
PHILOT, G. M.. Invento de Terapeuta Ocupacional Ganha 1o. Lugar em Concurso. Revista Fisio, p. 1 - 1, 12 set. 2016.

11.
BIANCARELLI, A. ; PHILOT, G. M. . Casal faz cadeiras de rodas para animais. Associação Brasileira de Paralisia Cerebral, p. 3 - 4, 23 ago. 1994.

12.
PHILOT, G. M.. Acessórios apoiam movimentos em computador. Folha de São Paulo, Caderno de informática, p. 8 - 8, 14 ago. 1996.

13.
LIMA, D. ; PHILOT, G. M. . O Direito de Ir e Vir. Folha de São Paulo - Suplemento Feminino, p. F4 - F4, 29 ago. 1999.

14.
PHILOT, G. M.; MOTA, S. . Lojas Oferecem Brinquedos especiais para Ajudar Crianças com Deficiencia. Diario Popular - Economia & Politica, p. 6 - 6, 04 abr. 1999.

15.
PHILOT, G. M.; PAMPLONA, G. . Aprendizes de Professor Pardal. Isto é, p. 52 - 53, 19 out. 1994.

16.
PHILOT, G. M.. Workshop de Tecnologia Terapeutica Assistiva. Jornal de Domingo - MG, p. 3 - 3, 06 abr. 2003.

17.
PHILOT, G. M.; MASCARENHAS, M. G. . Terapia com Visual Lúdico. Pequenas Empresas Grandes Negócios, São Paulo, p. 34 - 35, 05 dez. 1996.

18.
PHILOT, G. M.. Workshop Tecnologia Terapêutica Assistiva. Jornal Bandeirante, Pouso Alegre, p. 1 - 1, 04 abr. 2003.

19.
PHILOT, G. M.. Expansão vira centro de referencia de aparelhos. Jornal da Associação Médica Brasileira, São Paulo, p. 2 - 2, 05 jun. 1995.

20.
PHILOT, G. M.; LIPPI, R. . Escritórios projetam parque de diversão para deficientes. Valor Econômico, São Paulo, , v. 824, p. B3 - B3, 18 ago. 2003.

21.
PHILOT, G. M.. Casal faz cadeira de rodas para animais. Boletim informativo da Associação Brasileira de Paralisia Cerebral, Curitiba, p. 7 - 7, 06 mar. 1995.

22.
PHILOT, G. M.. Equipamentos Terapêuticos x Passividade. Boletim informativo da Associação Brasileira de Paralisia Cerebral, São Paulo, 06 mar. 1995.

23.
PHILOT, G. M.; COUTO, E. . Terapia Ocupacional Brincar com as Diferenças. Revista Coffito, Brasilia, p. 3 - 5, 21 jun. 2005.

24.
PHILOT, G. M.. Equipamentos Terapêuticos X Passividade. Associação Brasileira de Paralisia Cerebral, p. 1 - 1, 11 maio 1995.


Apresentações de Trabalho
1.
PHILOT, G. M.. Recursos, Orteses e Cadeiras Especiais. 1998. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
Philot G M. Tecnologia Terapêutica Dinâmica. 1999. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

3.
PHILOT, G. M.. Adaptações Especiais. 1999. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

4.
PHILOT, G. M.. Adaptações em Paralisia Cerebnral. 1999. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
PHILOT, G. M.. Neuroplasticidade através das Órteses Leves e Tubulares. 2000. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
PHILOT, G. M.. Princípios para o Desenv. de Órteses de Função e de Posicionamento. 2001. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

7.
PHILOT, G. M.. Mão Neurológica. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
PHILOT, G. M.. Neuroplasticidade x Integração Sensório-Motora. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
PHILOT, G. M.. Tecnologia Terapêutica Dinâmica. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
PHILOT, G. M.. Livro Branco de Tecnologia Assistiva no Brasil: desafios e propostas. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

11.
PHILOT, G. M.. Recursos Assistivos Personalizados x Personalizáveis. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Cursos de curta duração ministrados
1.
PHILOT, G. M.. Curso de Tecnologia Terapeutica Dinâmica com Fundamentação no Tratamento Neuroevolutivo. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
PHILOT, G. M.. Curso de Tecnologia Terapeutica Dinâmica com Fundamentação no Tratamento Neuroevolutivo. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
PHILOT, G. M.. Curso de Tecnologia Terapeutica Dinâmica com Fundamentação no Tratamento Neuroevolutivo. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

4.
PHILOT, G. M.. Curso de Tecnologia Terapeutica Dinâmica com Fundamentação no Tratamento Neuroevolutivo. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

5.
PHILOT, G. M.. Curso de Tecnologia Terapeutica Dinâmica com Fundamentação no Tratamento Neuroevolutivo. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

6.
PHILOT, G. M.. Curso de Tecnologia Terapeutica Dinâmica com Fundamentação no Tratamento Neuroevolutivo Bobath. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

7.
PHILOT, G. M.. Curso de Neurogênese, Conceito Bobath, Tecnologia Terapêutica pesquisando suas intersecções. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

8.
PHILOT, G. M.. Curso de Integração Sensório-motora. 2016. .

9.
PHILOT, G. M.. Curso de Integração Sensório-Motora. 2015. .

10.
PHILOT, G. M.. Curso de Adequação Postural Sentado focado na Criança e Adulto com Paralisia Cerebral. 2015. .

11.
PHILOT, G. M.. Curso de Adequação Postural Sentado focado na Criança e Adulto com Paralisia Cerebral. 2016. .

12.
PHILOT, G. M.. Curso de Capacitação Básica em Terapia de Integração Sensório Motora. 2015. .

13.
PHILOT, G. M.. Órteses Tuboform. 2015. .

14.
PHILOT, G. M.. Terapia de Integração Sensório-Motora. 2015. .

15.
PHILOT, G. M.. Seating focado na Criança e Adulto com Paralisia Cerebral. 2015. .

16.
PHILOT, G. M.. Capacitação Básica em Terapia de Integração Sensóriomotora. 2014. .

17.
PHILOT, G. M.. Curso Tuboform - Órteses Leves Tubulares. 2014. .

18.
PHILOT, G. M.. Curso de Adequação Postural Sentado focado na Criança e Adulto com Paralisia Cerebral. 2014. .

19.
PHILOT, G. M.. Curso de Capacitação Básica em Terapia de Integração Sensório Motora. 2014. .

20.
PHILOT, G. M.. Curso de Capacitação Básica em Terapia de Integração Sensório Motora. 2015. .

21.
PHILOT, G. M.. Recursos em Tecnologia Assistiva. 2013. .

22.
PHILOT, G. M.. Seating Personalizável: quando indicar, como prescrever?. 2010. .

23.
PHILOT, G. M.. Curso de Tecnologia Terapêutica Dinâmica. 1999. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

24.
PHILOT, G. M.. Terapia Ocupacional aplicada em Neurologia pelo Método Neuroevolutivo Bobath. 1982. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

25.
PHILOT, G. M.. Terapia Ocupacional em Paralisia Cerebral. 1978. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

26.
PHILOT, G. M.. Curso de Tecnologia Terapêutica Dinâmica. 2000. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

27.
PHILOT, G. M.. Integração Sensório-Motora. 2010. .

28.
PHILOT, G. M.. Curso de Adequação Postural em Cadeira de Rodas. 2011. .

29.
PHILOT, G. M.. Curso de Integração Sensório-Motora. 2014. .

30.
PHILOT, G. M.. Recursos Assistivos Personalizados x Personalizáveis. 2014. .

31.
PHILOT, G. M.. Curso de Órteses Tubulares. 1999. .

32.
PHILOT, G. M.. Biomecânica, Ergonomia e Conceito Bobath. 2000. .


Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
PHILOT, G. M.. Técnicas e Tecnologias em Terapia Ocupacional. 1999. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
STALLINGS-SAHLER, S. ; GRECO, R. ; PHILOT, G. M. . Avaliação e Intervenção em Desordens de Processamento Sensorial. 2005. (Outro).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/12/2018 às 6:27:20