Valmir Duarte

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/6204200065048092
  • Última atualização do currículo em 29/10/2018


O Valmir recebeu o título de engenheiro agrônomo da Universidade Federal do Rio Grande do Sul em 1977. Defendeu sua dissertação de mestrado em Fitotecnia, orientado pelo Prof. Miguel Dalmo de Menezes Porto, em 1981 também na UFRGS. O doutorado, iniciado em junho de 1987, em Plant Health - Louisiana State University System, orientado do Prof. Christopher Alan Clark, concluiu em dezembro de 1990. Em 2001, permaneceu em treinamento de pós-doutorado no Canadian Food Inspection Agency, Charlottetown, PEI, Canadá, trabalhando sob a orientação do Dr. Solke De Boer, cujo o artigo publicado propondo a subespécie brasiliensis de Pectobacterium carotovorum foi o que recebeu maior número de citações entre os publicados. Iniciou sua carreira docente como professor no curso de Agronomia da PUCRS de Uruguaiana, RS, trabalhando durante 1980. No final daquele ano, iniciou como docente do curso de Agronomia da UFRGS. Atuou também como professor de fitopatologia no Centro de Ciências Agrárias, UFSC, em Florianópolis, do segundo semestre de 1981. Em 1998 e 1999, atuou no pós-graduação da Universidade de Passo Fundo. Passou a professor titular de fitopatologia da UFRGS em concurso público em 2002 e aposentou-se em 22 de setembro de 2011. Atuou na UFRGS como colaborador convidado, credenciado pelo Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia, até abril de 2015. Divide a propriedade do Agronômica - Laboratório de Diagnóstico Fitossanitário e Consultoria com uma colega engenheira agrônoma e da Alfa - Consultoria e Análise de Risco de Pragas Ltda., com uma bióloga. Tem experiência na área de Agronomia, com ênfase em Fitopatologia, atuando principalmente em assuntos relacionados à defesa sanitária vegetal. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Valmir Duarte
Nome em citações bibliográficas
DUARTE, V.;Duarte, Valmir

Endereço


Endereço Profissional
Laboratório de Diagnóstico Fitossanitário.
Avenida Ipiranga, 7464, Conjunto 1202
Jardim Botânico
91530000 - Porto Alegre, RS - Brasil
Telefone: (51) 21316262
Fax: (51) 33926203
URL da Homepage: http://www.agronomicabr.com.br


Formação acadêmica/titulação


1987 - 1990
Doutorado em Plant Health.
Louisiana State University System, LSU SYSTEM, Estados Unidos.
Título: Ecology of Erwinia chrysanthemi, causal agent of bacterial stem and root rot on sweetpotato and etiology of souring, Ano de obtenção: 1990.
Orientador: Christopher Allan Clark.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Transmissão; persistência.
Grande área: Ciências Agrárias
1978 - 1981
Mestrado em Fitotecnia.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Título: Influência do vírus do mosaico da soja, transmitido por sementes e mecanicamente, na absorção mineral e no crescimento de plantas de soja (Glycine max (L.) Merrill),Ano de Obtenção: 1981.
Orientador: Miguel Dalmo de Menezes Porto.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: VMCS; Transmissão.
1974 - 1977
Graduação em Agronomia.
Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.


Pós-doutorado


2001 - 2002
Pós-Doutorado.
Centre For Animal And Plant Health, C.A.P.H., Canadá.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Agrárias


Formação Complementar


2014 - 2014
Curso de Contabilidade e Custos - Módulo Básico. (Carga horária: 16h).
Araújo & Orth - Consultoria em Gestão Empresarial Ltda., A/O, Brasil.
2013 - 2013
Boas Práticas de Pipetagem. (Carga horária: 2h).
Mettler - Toledo.Ag, MT, Suiça.
2012 - 2012
Health Plant Services for Farmers. (Carga horária: 2h).
CAB International, CABI, Inglaterra.


Atuação Profissional



Universidade Federal do Rio Grande do Sul, UFRGS, Brasil.
Vínculo institucional

1980 - 2011
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

3/2001 - 4/2015
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Agronomia, Departamento de Fitossanidade.

1/1991 - 4/2015
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Agronomia, Departamento de Fitossanidade.

3/1992 - 12/2012
Ensino, Fitotecnia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Diagnose de moléstias de plantas
Fitobacteriologia
1/2001 - 9/2011
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Agronomia, Departamento de Fitossanidade.

Serviço realizado
Consultor ad hoc Ciência Rural.
8/1995 - 9/2011
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Agronomia, Departamento de Fitossanidade.

Serviço realizado
Fitopatologia Brasileira - Editor-Associado.
12/1980 - 9/2011
Ensino, Agronomia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Manejo Integrado de Pragas e Doenças
Microbiologia Agrícola A
Moléstias de Plantas Cultivadas
Princípios de Fitopatologia
11/2005 - 11/2007
Direção e administração, Faculdade de Agronomia, Departamento de Fitossanidade.

Cargo ou função
Chefe de Departamento.
1/1992 - 9/2006
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Agronomia, Departamento de Fitossanidade.

Serviço realizado
Laboratório de Diagnóstico Fitossanitário da UFRGS.
1/2005 - 12/2005
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Agronomia, Departamento de Fitossanidade.

Serviço realizado
Consltor ad hoc Programa de Fomento à Pesquisa (PROPESQ-UFRGS).
11/2003 - 11/2005
Direção e administração, Faculdade de Agronomia, Departamento de Fitossanidade.

Cargo ou função
Chefe de Departamento.
5/2005 - 5/2005
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Agronomia, Departamento de Fitossanidade.

Serviço realizado
Consultor ad hoc Revista Brasileira de Plantas Medicinais.
12/2003 - 12/2003
Serviços técnicos especializados , Faculdade de Agronomia, Departamento de Fitossanidade.

Serviço realizado
Consultor ad hoc Letters in Applied Microbiology.
11/1997 - 1/2001
Direção e administração, Faculdade de Agronomia, Departamento de Fitossanidade.

Cargo ou função
Chefe de Departamento.
3/1997 - 11/1997
Direção e administração, Faculdade de Agronomia, Departamento de Fitossanidade.

Cargo ou função
Representante na Comissão Permanente de Pessoal Docente.
4/1993 - 4/1997
Direção e administração, Faculdade de Agronomia, Departamento de Fitossanidade.

Cargo ou função
Vice-diretor.
11/1996 - 12/1996
Direção e administração, Faculdade de Agronomia, Departamento de Fitossanidade.

Cargo ou função
Diretor de unidade pró-tempore.
12/1981 - 12/1983
Direção e administração, Faculdade de Agronomia, Departamento de Fitossanidade.

Cargo ou função
Chefe de Departamento.

Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul, PUCRS, Brasil.
Vínculo institucional

1980 - 1980
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 30

Atividades

2/1980 - 12/1980
Ensino, Agronomia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Fisiologia Vegetal
Microbiologia Agrícola
Fitopatologia

Universidade de Passo Fundo, UPF, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - 1999
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Horista, Carga horária: 4
Outras informações
Responsável pela disciplina de pós-graduação Bacteriologia Vegetal

Atividades

8/1999 - 12/1999
Ensino, Fitopatologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Bacteriologia Fitopatológica

Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

1981 - 1981
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Outro, Carga horária: 8

Atividades

8/1981 - 12/1981
Ensino, Agronomia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Fitopatologia

Agronômica - Laboratório de Diagnóstico Fitossanitário e Consultoria, AGRONÔMICA, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Proprietário, Enquadramento Funcional: Diretor, Carga horária: 40


Alfa - Consultoria e Análise de Risco de Pragas, ALFA, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Proprietário, Enquadramento Funcional: Diretor, Carga horária: 10
Outras informações
Empresa credenciada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento como Centro Colaborador na elaboração de relatórios de análise de risco de pragas (ARP) através da Portaria No. 01, de 09 de abril de 2015, publicada no Diário Oficial da União em 10 de abril de 2015. Também atende consultas na área de defesa sanitária vegetal.



Linhas de pesquisa


1.
Detecção e identificação de fitopatógenos
2.
Detecção e identificação de fitopatógenos
3.
Ecologia e epidemiologia


Projetos de pesquisa


2009 - 2011
Desenvolvimento e validação de métodos de detecção de Xanthomonas oryzae pv. oryzae e X.oryzae pv. oryzicola em sementes de arroz
Descrição: As bactérias Xanthomonas oryzae pv. oryzae e Xanthomonas oryzae pv. oryzicola agentes causais da queima bacteriana e da estria bacteriana em arroz, respectivamente. O controle fitossanitário desses patógenos obedece a Instrução Normativa nº 41 de 01 de julho de 2008 (D. O. U, 2008) e estão entre os patógenos quarentenários A1 que, se introduzidos no país, comprometerão seriamente a produção de arroz no Brasil.Esta proposta tem por objetivos Determinar a atual situação da presença de X.oryzae pv.oryzae e X.oryzae pv. orizicola nas principais regiões produtoras de arroz no Brasil; avaliar a especificidade dos métodos de identificação bioquímicos, imunológicos e moleculares disponíveis para a identificação e diferenciação dessas bactérias;desenvolver e disponibilizar sondas específicas para a detecção e diferenciação de X.oryzae pv.oryzae e X.oryzae pv. orizicola por PCR em tempo real (TaqMan); desenvolver, validar e disponibilizar protocolos de identificação e X.oryzae pv.oryzae e X.oryzae pv. orizicola para atender a necessidade da implantação e validação de protocolos para a detecção e identificação X.oryzae pv. oryzae e X.oryzae pv. orizicola a serem utilizados pelos laboratórios de diagnóstico fitossanitário, em especial aqueles credenciados pelo MAPA, com vistas a contenção da entrada destas pragas quarentenárias A1 no país e cumprimento da Instrução Normativa n. 38 de 14.10. de 1999..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Valmir Duarte - Integrante / José Ricardo Pfeifer Silveira - Integrante / Andréia Mara Rotta de Oliveira - Coordenador / Marisa Dalbosco - Integrante / Patrícia de Souza Teló - Integrante / Marlove Brião Muniz - Integrante / Jane Marlei Boeira - Integrante / Jaqueline Josi Samá Rodrigues - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2008 - 2010
Caracterização de populações de Ralstonia solanacearum associadas à cultura do fumo
Descrição: Este trabalho tem como objetivo caracterizar as estirpes de R. solanacearum presentes em campos de cultivo de fumo nos três estados da região Sul do Brasil. Considerando a ausência de levantamentos na cultura do fumo, o trabalho avaliará a hipótese de que há diferentes estirpes nas regiões produtoras. Objetivos: 1. Mapear as estirpes predominantes de R. solanacearum no estado do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul; 2. Avaliar o comportamento das estirpes coletadas frente às principais cultivares utilizadas; 3. Utilizar a técnica molecular da reação em cadeia da polimerase (PCR) para caracterização das estirpes predominantes..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Valmir Duarte - Coordenador / Fernanda Carvalho Viana - Integrante.
2004 - 2015
Incidência de Pectobacterium spp., Dickeya spp. e Ralstonia solanacearum em tubérculos-semente de batata
Descrição: Pectobactérias causam doenças em plantas de batata (Solanum tuberosum L.) cujo principal fator é a produção de enzimas pectolíticas que ocasiona a rápida maceração dos tubérculos (podridão-mole) e dos tecidos da haste (canela-preta). Sua principal forma de disseminação é através do tubérculo semente onde permanecem latentes nos tecidos vasculares (estolão), lenticelas e ferimentos suberizados. Há várias espécies e subespécies de pectobactérias existentes, Pectobacterium atrosepticum, P. brasiliensis, P. carotovorum e Dickeya sp. são predominantes em batata, mas existem estirpes que não se enquadram nesta classificação. Diante desta variabilidade, são necessários métodos sensíveis e confiáveis para a detecção de pectobactérias. Testes fisiológicos e bioquímicos têm sido utilizados na detecção de pectobactérias, mas estes demandam tempo e são trabalhosos. A amplificação por PCR multiplex é um meio de detecção de patógenos rápido e confiável, onde vários oligonucleotídeos iniciadores são usados num mesmo teste, podendo obter simultâneas detecções de diferentes alvos. Este trabalho tem por objetivos otimizar o método de detecção de espécies de Pectobacterium, Dickeya e Ralstonia solanacearum e verificar a sua incidência em tubérculos de batata oriundos do Brasil e do exterior..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Valmir Duarte - Coordenador / Joseane Biso de Carvalho - Integrante.Financiador(es): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - Bolsa / Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Auxílio financeiro / Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 7 / Número de orientações: 2


Revisor de periódico


2008 - 2008
Periódico: Revista Brasileira de Horticultura Ornamental
2006 - 2006
Periódico: Ciência Rural (UFSM. Impresso)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade/Especialidade: Fitopatologia.
2.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia.
3.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Análise de Risco de Pragas.
4.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Diagnóstico Fitossanitário.
5.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Defesa Sanitária Vegetal.
6.
Grande área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitobacteriologia.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Prêmios e títulos


2009
Professor homenageado da turma de formandos do curso de agronomia do primeiro semestre, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
2007
Paraninfo da Turma de Formandos do Curso de Agronomia - Segundo Semestre 2006, Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
1984
Professor homenageado da segunda turma do curso de agronomia de Uruguaiana, PUC-RS.
1983
Paraninfo da primeira turma de formandos do curso de agronomia de Uruguaiana, PUC-RS.


Produções



Produção bibliográfica
Citações

SciELO
Total de trabalhos:14
Total de citações:14
Valmir Duarte  Data: 24/06/2009

SCOPUS

Artigos completos publicados em periódicos

1.
ANDRADE, C. C. L.2017ANDRADE, C. C. L. ; DUARTE, V. ; MOREIRA, S. I. ; DALBOSCO, M. ; ZANIN, J. G. ; TELO, P. S. ; ALVES, E. . First Report of Pseudonectria buxi Causing Leaf and Stem Blight on Boxwood in Santa Catarina, Brazil. PLANT DISEASE, v. 101, p. PDIS-11-16-1574, 2017; Meio de divulgação: Digital. Homepage: ; Série: 7; ISSN/ISBN: 01912917.

2.
GASPARETTO, B. F.2017GASPARETTO, B. F. ; FRANKE, L. B. ; ANDRADE, C. C. L. ; DALBOSCO, M. ; DUARTE, V. ; MOREIRA, S. I. ; ALVES, E. . First Report of Bipolaris micropus , Curvularia geniculata , Epicoccum sorghinum , and Fusarium incarnatum on Paspalum guenoarum Seeds in Rio Grande do Sul, Brazil. PLANT DISEASE, v. 101, p. PDIS-12-16-1746-1679, 2017; Meio de divulgação: Digital. Homepage: http://apsjournals.apsnet.org/doi/full/10.1094/PDIS-12-16-1746-PDN; Série: 9; ISSN/ISBN: 01912917.

3.
MATSUMURA, A.T.S.2016MATSUMURA, A.T.S. ; PAZ, I.C.P. ; GUIMARÃES, A.M. ; SILVA, M.E. ; OTT, A.P. ; DUARTE, V. . Efeito de Três Formulações de Bacillus amyloliquefaciens ICBB200 sobre o Crescimento de Plantas de Alface (Lactuca sativa L.) em Cinco Condições Edafoclimáticas. Scientia Agraria Paranaensis, v. 15, p. 146-152, 2016
Palavras-chave: hortaliças; inoculantes agrícolas; promoção de crescimento; rizobactéria.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Manejo e Tratos Culturais.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados. ; Meio de divulgação: Digital. Homepage: http://www.bibliotekevirtual.org/index.php/2013-02-07-03-02-35/2013-02-07-03-03-11/1901-sap/v15n02/19724-efeito-de-tres-formulacoes-de-bacillus-amyloliquefaciens-icbb200-sobre-o-crescimento-de-plantas-de-alface-lactuca-sativa-l-em-cinco-condicoes-eda; Série: 2; ISSN/ISBN: 19831471.

4.
CARDOZA, Y. F.2016CARDOZA, Y. F. ; DUARTE, V. ; LOPES, C. A. . First Report of Blackleg of Potato Caused by Dickeya solani in Brazil. Plant Disease, v. 101, p. PDIS-07-16-1045-243, 2016
Palavras-chave: Solanum tuberosum; canela-preta; podridão-mole.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Diagnóstico Fitossanitário.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitobacteriologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados. ; Meio de divulgação: Digital. Homepage: http://apsjournals.apsnet.org/doi/full/10.1094/PDIS-07-16-1045-PDN; Série: 1; ISSN/ISBN: 01912917.

5.
SOUZA JÚNIOR, ISMAIL TEODORO DE2015SOUZA JÚNIOR, ISMAIL TEODORO DE ; SANTOS, MAUREN DE OLIVEIRA ; OLIVEIRA, Andréia Mara Rotta ; MORAES, Marcelo Gravina de ; DUARTE, V. . Caracterização de isolados de Xanthomonas sp. associados a sementes de arroz e diferenciação de estirpes de Xanthomonas oryzae. Ciência Rural, v. 45, p. 00-00, 2015; Meio de divulgação: Digital; Série: ahead; ISSN/ISBN: 16784596.

6.
SCHMITT, FERNANDA2014SCHMITT, FERNANDA ; MILANI, MARÍLIA ; Duarte, Valmir ; SCHAFER, GILMAR ; BENDER, Renar João . Conservantes florais comerciais nas soluções de manutenção de hastes florais de gérbera de corte. Ciência Rural (UFSM. Impresso), v. 44, p. 2124-2128, 2014
Palavras-chave: Gerbera jamesonii; pós-colheita; Vida em vaso; soluções de manutenção; floricultura.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Floricultura, Parques e Jardins / Especialidade: Floricultura.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados. ; Meio de divulgação: Digital. Homepage: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-84782014001202124&lng=pt&tlng=pt; Série: 12; ISSN/ISBN: 01038478
As flores de corte são produtos altamente perecíveis e sua vida pós-colheita deve ser prolongada ao máximo para garantir a fidelidade dos consumidores. Uma possível medida para ampliar o período pós-colheita é a adição de fontes exógenas como biocidas, açúcares e substâncias acidificantes, compostos presentes nos conservantes florais comerciais. Nesse sentido, objetivou-se avaliar a eficácia do uso de conservantes florais na longevidade pós-colheita e na redução do número de bactérias em hastes florais de gérbera de corte. Seis hastes florais por unidade experimental de gérberas 'Essandre', colhidas em produtor comercial, foram condicionadas em frascos de vidro com 1L das seguintes soluções: T1 - água destilada (tratamento testemunha); T2-1,0% (v/v) Flower(r); T3-1,5% (v/v) Flower(r); T4-1,0% (v/v) Flower Plus(r); T5-1,5% (v/v) Flower Plus(r); e T6-1 tablete de Florissant 500(c). Ao final de 7 dias, observou-se o conteúdo de carboidratos totais e, ao final do experimento: a longevidade; a massa fresca relativa; e a absorção de solução. Nas soluções de vaso, durante o período experimental, avaliou-se o pH. A contagem bacteriana, nas hastes florais, foi realizada com os tratamentos: T1 - água destilada (tratamento testemunha); T2-0,75% (v/v) Flower(r); T3-1,5% (v/v) Flower(r). Os conservantes florais testados não aumentam a longevidade pós-colheita de hastes florais de gérbera de corte. O uso de conservante floral reduz o número de bactérias em hastes florais de gérbera de corte.. .

7.
SCHMITT, F.2013SCHMITT, F. ; DUARTE, V. ; SCHAFER, Gilmar. ; BENDER, R. J. . Uso de sacarose nas soluções de manutenção de hastes florais de gérberas de corte. Revista Brasileira de Horticultura Ornamental, v. 19, p. 137, 2013
Palavras-chave: floricultura; pós-colheita; Vida em vaso; Gerbera jamesonii.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados. ; Meio de divulgação: Digital; Série: 2; ISSN/ISBN: 23593237.

8.
VIANA, F. C.2012VIANA, F. C. ; BERGER, J. B. ; DUARTE, V. . Caracterização de populações de Ralstonia solanacearum Smith em tabaco (Nicotiana tabacum L.) no Brasil. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)), v. 37, p. 123-129, 2012
Palavras-chave: biovar; filotipo; murcha bacteriana; rep-PCR.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados. ; Meio de divulgação: Impresso. Homepage: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1982-56762012000200004&lng=en&nrm=iso; Série: 2; ISSN/ISBN: 01004158.

9.
PÉREZ, Ana Elisa Silvera2010PÉREZ, Ana Elisa Silvera ; VALDEBENITOSANHUEZA, R. M. ; Valdebenito-Sanhueza, R. M. ; DUARTE, V. ; Santos, H. P. ; Felippeto, J. . Controle do mofo cinzento com Clonostachys rosea na produção de mudas de fúcsia. Tropical Plant Pathology, v. 35, p. 163-169, 2010
Palavras-chave: Gliocladium roseum; Botrytis cinerea; Fuchsia speciosa; Controle biológico; Fungicidas.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados. ; Meio de divulgação: Digital. Homepage: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1982-56762010000300004&lng=en&nrm=iso&tlng=pt; Série: 3; ISSN/ISBN: 19825676.

10.
Rommel, Cátia C.2010Rommel, Cátia C. ; Valdebenito-Sanhueza, Rosa M. ; Duarte, Valmir . Detecção de bactérias associadas a gemas de pereiras europeias no Rio Grande do Sul. Tropical Plant Pathology (Impresso), v. 35, p. 360-367, 2010
Palavras-chave: Erwinia amylovora; Pseudomonas syringae pv. syringae; Pyrus communis L..
Grande área: Ciências Agrárias; Meio de divulgação: Digital. Homepage: ; ISSN/ISBN: 19825676.

11.
DUARTE, V.;Duarte, Valmir2009DUARTE, V.; Silva, E. G. ; Hass, I. C. R. ; Bedendo, I. P. ; KITAJIMA, E. W. . First Report of a Group 16SrIII-B Phytoplasma Associated with Decline of China Tree in Brazil. Plant Disease, v. 93, p. 666-666, 2009
Palavras-chave: phytoplasma; Melia azedarach; 16S; 16SrIII.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal. ; Meio de divulgação: Vários. Homepage: http://apsjournals.apsnet.org/doi/abs/10.1094/PDIS-93-6-0666B; Série: 6; ISSN/ISBN: 01912917.

12.
SCHENATO, Paula Guerra2008SCHENATO, Paula Guerra ; VALDEBENITOSANHUEZA, R. M. ; DUARTE, V. . Determinação da presença da raça 1 de Venturia inaequalis no Sul do Brasil. Tropical Plant Pathology (Impresso), v. 33, p. 281-287, 2008
Palavras-chave: Malus; Sarna da macieira; folhas destacadas; virulência.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados Com Essas Atividades. ; Meio de divulgação: Vários. Homepage: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1982-56762008000400004&script=sci_arttext; Série: 4; ISSN/ISBN: 19825676
O objetivo deste trabalho foi identificar as raças de Venturia inaequalis existentes no Sul do Brasil. Plantas e folhas destacadas de macieiras foram inoculadas por aspersão e as últimas também pela deposição de quatro gotas de suspensão conidial (2,5 x 105 conídios.mL-1). Quatro isolados coletados no Estado do Rio Grande do Sul e cinco em Santa Catarina, durante 2005, foram avaliados. Após a inoculação, as plantas foram incubadas por 48 h, no escuro, 90-100% de umidade e 16-20ºC, e, após, mantidas em casa de vegetação. As folhas destacadas, mantidas em ágar-água, foram inoculadas por aspersão e incubadas a 17ºC, no escuro, por 48 h. Após este período, foram secadas no ambiente e incubadas juntamente com as folhas destacadas inoculadas por gotas, a 19ºC, com 18 h de fotoperíodo. As avaliações foram feitas após 20 dias da inoculação. O padrão de sintomas permitiu concluir que os nove isolados são da raça 1. Estes resultados foram semelhantes aos obtidos com folhas destacadas inoculadas por aspersão, o que não ocorreu com as inoculadas por gotas. Este é o primeiro relato de identificação de raças de V. inaequalis presentes no Brasil e na América do Sul.. .

13.
KRETZSCHMAR, A. A.2007KRETZSCHMAR, A. A. ; Marodin, Gilmar Arduino Bettio ; DUARTE, V. ; Valdebenito-Sanhueza, Rosa Maria ; Guerra, Denis Salvati . Efeito de fitorreguladores sobre a incidência de podridão carpelar em maçãs "Fuji". Revista Brasileira de Fruticultura (Impresso), v. 29, p. 414-419, 2007; Meio de divulgação: Digital. Homepage: http://www.rbf.org.br; Série: 3; ISSN/ISBN: 01002945.

14.
Silveira, José R.P.2007Silveira, José R.P. ; DUARTE, V. ; Moraes, Marcelo G. ; LOPES, C. A. ; Fernandes, José M. ; Barni, Valmor ; Maciel, João L.N. . Epidemiological analysis of clones and cultivars of potato in soil naturally infested with Ralstonia solanacearum biovar 2. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)), v. 32, p. 181-188, 2007
Palavras-chave: batata; Solanum tuberosum; murcha bacteriana; Ralstonia solanacearum.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal. ; Meio de divulgação: Digital; ISSN/ISBN: 01004158
Artigo em inglês. .

15.
TASSA, Samira Omar Mohamad El2006TASSA, Samira Omar Mohamad El ; DUARTE, V. . Identificação de Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis através de PCR-RFLP do gene recA. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)), Lavras, MG, v. 31, n.1, p. 23-28, 2006
Palavras-chave: pectobactérias; canela preta; podridão-mole; batata; Solanum tuberosum.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal. ; Meio de divulgação: Digital. Homepage: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_pdf&pid=S0100-41582006000100004&lng=en&nrm=iso&tlng=pt; Série: 1; ISSN/ISBN: 01004158
Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis foi proposta como o principal agente causal da canela preta da batata (Solanum tuberosum) no Brasil. Com o objetivo de identificar essa subespécie, oligonucleotídeos iniciadores foram selecionados a partir de regiões heterólogas do gene recA existentes entre P. carotovorum subsp. brasiliensis ATCC BAA- 41 e outras pectobactérias disponíveis no GenBank e P. carotovorum subsp. carotovorum BAB1. No entanto, os oligonucleotídeos iniciadores apresentaram baixa especificidade. O produto da PCR do gene recA, um fragmento de ± 730 pb, de 38 estirpes de P. chrysanthemi e das diferentes subespécies de P. carotovorum, foi digerido com as endonucleases de restrição TasI e HhaI. Estas enzimas foram selecionadas com base na seqüência do gene recA das estirpes P. carotovorum subsp. brasiliensis ATCC BAA-416 (581 pb) e P. carotovorum subsp. carotovorum BAB1 (626 pb). A análise do PCRRFLP com as enzimas TasI e HhaI gerou sete e 12 padrões, respectivamente. A combinação dos resultados permitiu a separação em 13 grupos distintos e a discriminação de P. carotovorum subsp. brasiliensis.. .

16.
HENZ, Gilmar Paulo2006HENZ, Gilmar Paulo ; Reifschneider, Francisco José Becker ; Duarte, Valmir . Erwinia chrysanthemi: pectolytic bacterium causing soft rot outbreaks of arracacha in Brazil. Pesquisa Agropecuária Brasileira (1977. Impressa), Brasília, v. 41, p. 1567-1571, 2006
Palavras-chave: Peruvian carrot; Arracacia xanthorrhiza.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal. ; Meio de divulgação: Digital. Homepage: http://www.scielo.br/scielo.php?pid=S0100-204X2006001000015&script=sci_arttext&tlng=en; Série: 10; ISSN/ISBN: 0100204X.

17.
SANHUEZA, Rosa Maria Valdebenito2005SANHUEZA, Rosa Maria Valdebenito ; DUARTE, V. ; AMORIM, Lilian ; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes . Detecção e epidemiologia da podridão branca da maçã. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)), Fortaleza, v. 30, n.3, p. 217-223, 2005
Palavras-chave: Botryosphaeria dothidea; Malus domestica; Métodos de inoculação; infecções latentes; Fuji; Padrão espacial.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal. ; Meio de divulgação: Digital. Homepage: http://www.scielo.br/pdf/fb/v30n3/a01v30n3.pdf; Série: 3; ISSN/ISBN: 01004158
Embora a ?Podridão branca? causada por Botryosphaeria dothidea seja uma das principais doenças de verão da macieira (Malus domestica), há pouca informação no Brasil sobre o patógeno e a doença. Este trabalho objetivou definir métodos para a produção de inóculo, para avaliação da patogenicidade de B. dothidea em maçãs sem ferimentos e para desinfestação das maçãs visando a detecção de infecções quiescentes. Caracterizou-se, também, o progresso temporal e o padrão espacial de frutos e de árvores doentes em pomar comercial. A produção de inóculo em batata-dextrose-ágar com papel de filtro e a inoculação de maçãs submetidas previamente a dois dias de câmara úmida, com conídios aderidos em papel toalha, foram eficazes na produção de inóculo e o desenvolvimento da doença, respectivamente. O melhor método de detecção de infecção latente foi a desinfestação das maçãs com uma mistura de NaOCl 1,25% de cloro ativo e álcool 9,6° GL por 2 min. A produção de inóculo de B. dothidea nos ramos de poda foi observado em meses diferentes em cada ciclo. No ciclo 1999, verificou-se infecção das maçãs por B. dothidea, mesmo com proteção química do pomar e não houve diferença na incidência entre frutas oriundas de diferentes posições na árvore. A análise do padrão de distribuição da doença mostrou agregação distinta das árvores doentes e agregação baixa, dos frutos sintomáticos em cada macieira.. .

18.
SILVEIRA, José Ricardo Pfeifer2005SILVEIRA, José Ricardo Pfeifer ; DUARTE, V. ; MORAES, Marcelo Gravina de ; OLIVEIRA, Andréia Mara Rotta ; BARNI, Valmor ; MACIEL, João Leodato Nunes . Caracterização de estirpes de Ralstonia solanacearum, isoladas de plantas com murcha bacteriana no Rio Grande do Sul, por PC-REP e RAPD. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)), Viçosa, v. 30, n.6, p. 615-622, 2005
Palavras-chave: Ralstonia solanacearum; Variabilidade genetica; rep-PCR; RAPD.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Biologia Molecular.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Genética / Subárea: Genética Molecular e de Microorganismos.
Setores de atividade: Produção Vegetal. ; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

19.
KRETZCHMAR, Aike Anneliese2005KRETZCHMAR, Aike Anneliese ; MARODIN, G. A. B. ; DUARTE, V. . Ocorrência e intensidade de Marssonina mali em macieira cv. Eva nas condições da Depressão Central do RS. Revista de Ciências Agroveterinárias (UDESC), v. 4, p. 145-147, 2005
Palavras-chave: Mancha foliar; Malus domestica.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura, Exploração Florestal. ; Meio de divulgação: Vários; Série: 2; ISSN/ISBN: 16769732.

20.
DUARTE, V.;Duarte, Valmir2005DUARTE, V.; DALBOSCO, Marisa ; EL TASSA, S. O. M. . Ocorrência de crestamento bacteriano no gerânio, causado por Xanthomonas hortorum pv. pelargonii, no Brasil. Fitopatologia Brasileira, v. 30, n.3, p. 434, 2005
Palavras-chave: diagnose; identificação.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Setores de atividade: Produção Vegetal. ; Meio de divulgação: Impresso. Homepage: http://www.scielo.br/pdf/fb/v30n4/a19v30n4.pdf.

21.
MACIEL, João Leodato Nunes2004MACIEL, João Leodato Nunes ; DUARTE, V. ; SILVEIRA, José Ricardo Pfeifer . Densidade populacional de Ralstonia solanacearum em cultivares de batata a campo. Ciencia Rural, Santa Maria, v. 34, n.1, p. 19-24, 2004
Palavras-chave: murcha bacteriana; Solanum tuberosum; Elisa; Imunofluorescência.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal. ; Meio de divulgação: Digital. Homepage: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_issues&pid=0103-8478&lng=en&nrm=iso; Série: 1; ISSN/ISBN: 01038478.

22.
DALBOSCO, Marisa2004DALBOSCO, Marisa ; TASSA, Samira Omar Mohamad El ; DUARTE, V. . Ocorrência de podridão negra, causada por Chalara elegans, em raízes de cenoura no Rio Grande do Sul. Fitopatologia Brasileira, Fortaleza, CE, v. 29, n.3, p. 336-336, 2004
Palavras-chave: Daucus carotae L.; Fialósporo; Thielaviopsis basicola; Ceratocystis.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Manejo e Tratos Culturais.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso. Homepage: http://www.sbfito.com.br; ISSN/ISBN: 01004158
Occurrence of black rot, caused by Chalara elegans, in carrot roots in the State of Rio Grande do Sul. .

23.
DUARTE, V.;Duarte, Valmir2004 DUARTE, V.; Boer, S.H. ; WARD, L. J. ; OLIVEIRA, Andréia Mara Rotta . Characterization of atypical Erwinia carotovora strains causing blackleg of potato in Brazil. Journal of Applied Microbiology (Print), Oxford, v. 96, p. 535-545, 2004
Palavras-chave: Solanum tuberosum; blackleg; Pectobacterium; soft rot; Erwinia.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Setores de atividade: Produção Vegetal. ; Meio de divulgação: Digital; Série: 3; ISSN/ISBN: 13645072
Aceito para publicação em 03/11/2003.. .

24.
BENELLI, A. I. H.2004BENELLI, A. I. H. ; DENARDIN, N. D. ; FORCELINI, C. A. ; DUARTE, V. . Reação de cultivares de batata à podridão mole causada por Pectobacterium carotovorum subsp. atrosepticum, P. carotovorum subsp. carotovorum e por P. chrysanthemi.. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)), Brasília, v. 29, n.2, p. 155-159, 2004
Palavras-chave: Solanum tuberosum; Resistência.
Grande área: Ciências Agrárias; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

25.
OLIVEIRA, Andréia Mara Rotta de2003OLIVEIRA, Andréia Mara Rotta de ; DUARTE, V. ; SILVEIRA, José Ricardo Pfeifer ; MORAES, Marcelo Gravina de . Incidence of pectolytic erwinias associated with blackleg of potato in Rio Grande do Sul. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)), Fortaleza, v. 28, n.1, p. 49-53, 2003
Palavras-chave: Erwinia carotovora subsp. atroseptica; Erwinia carotovora subsp carotovora; Erwinia chrysanthemi; epidemiology; Solanum tuberosum; soft rot.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal. ; Meio de divulgação: Digital. Homepage: http://www.sbfito.com.br/; Série: 1; ISSN/ISBN: 01004158.

26.
SILVEIRA, José Ricardo Pfeifer2002SILVEIRA, José Ricardo Pfeifer ; DUARTE, V. ; MORAES, Marcelo Gravina de . Ocorrência das biovares 1 e 2 de Ralstonia solanacearum em lavouras de batata no estado do Rio Grande do Sul. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)), Fortaleza, v. 27, n.5, p. 450-453, 2002
Palavras-chave: murchadeira-bacteriana; Epidemiologia; Solanum tuberosum.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Fisiologia de Plantas Cultivadas.
Setores de atividade: Produção Vegetal. ; Meio de divulgação: Digital; Série: 5; ISSN/ISBN: 01004158.

27.
TASSA, Samira Omar Mohamad El2002TASSA, Samira Omar Mohamad El ; DUARTE, V. . Ocorrência de mancha bacteriana causada por Xanthomonas axonopodis pv. passiflorae, em maracujazeiro no Estado de Mato Grosso. Fitopatologia Brasileira, Fortaleza, CE, v. 27, n.6, p. 647-647, 2002
Palavras-chave: Passiflora; xantomonadina.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso. Homepage: http://www.sbfito.com.br/; ISSN/ISBN: 01004158
A bacterial spot in passion fruit (Passiflora sp.), caused by Xanthomonas axonopodis pv. passiflorae, is reported for the first time in the State of Mato Grosso, Brazil.. .

28.
MACIEL, João Leodato Nunes2001MACIEL, João Leodato Nunes ; SILVEIRA, José Ricardo Pfeifer ; SAND, Sueli Terezinha Van Der ; DUARTE, V. . Frequência de biovares de Ralstonia solanacearum em diferentes cultivares e épocas de plantio no Rio Grande do Sul. Fitopatologia Brasileira, Fortaleza, v. 26, n.4, p. 741-744, 2001
Palavras-chave: murcha bacteriana; Solanum tuberosum; PCR.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso. Homepage: http://www.sbfito.com.br/sbfito/revista/resumosdostrabalhosemedicoesanteriores/edi.htm; ISSN/ISBN: 01004158
MACIEL, J.L.N., SILVEIRA, J.R.P., VAN DER SAND, S.T. & DUARTE, V. Frequency of biovars of Ralstonia solanacearum on different cultivars and potato planting seasons in Rio Grande do Sul. Fitopatologia Brasileira 26:741-744. 2001. Article in Portuguese. The occurrence of biovars I and/or II of Ralstonia solanacearum in a potato (Solanum tuberosum) field has direct consequences for the success of the measures adopted to control bacterial wilt. Biovars differ regarding aggressiveness, latency and survival. An experiment was conducted in a naturally infested potato field in two seasons to find (1) the incidence of biovars I and II, (2) the relationship between biovar and planting season, and (3) the relationship between biovar and potato cultivar. Bacterial isolates from potato cultivars Achat, Baronesa, Elvira, Macaca, Monte Bonito, and Trapeira were identified as biovar I or II through PCR, using T3A and T5A primers. Both biovars I and II were found in the naturally infested field. Among 73 strains, 5.5 and 94.5 % were identified as biovar I and II, respectively. Biovar II was found in the spring and in the fall, regardless of the cultivar, but biovar I only in the spring season and on symptomless plants of Achat and Macaca cultivars. The highest population of biovar I on these two cultivars may be evidence for a possible relationship between biovar and cultivar.. .

29.
ASSIS, S. M. P.1999ASSIS, S. M. P. ; MARIANO, R. L. R. ; SILVAHANLIN, D. M. W. ; DUARTE, V. . Mancha-Aquosa do melão causada por Acidovorax avenae subsp. citrulli, no Estado do Rio Grande do Norte. Fitopatologia Brasileira, Brasília, DF, v. 24, n.2, p. 191-191, 1999
Palavras-chave: Cucumis melo L; identificação.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

30.
TASSA, Samira Omar Mohamad El1999TASSA, Samira Omar Mohamad El ; MORAES, Marcelo Gravina de ; DUARTE, V. . Identificação de Pseudomonas syringae pv. coronafasciens através de ERIC- e BOX-PCR. Fitopatologia Brasileira, Fortaleza, CE, v. 24, n.4, p. 503-508, 1999
Palavras-chave: Halo bacteriano; Avena sativa L.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso. Homepage: http://www.solar.com.br/~fitobras/; ISSN/ISBN: 01004158.

31.
MACIEL, J. L. N.1998 MACIEL, J. L. N. ; DUARTE, V. ; AYUB, M. A. Z. . Plasmid DNA restriction profile and copper sensitivity of Xanthomonas axonopodis pv. citri from Rio Grande do Sul, Brazil. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)), Brasília, DF, v. 23, n.2, p. 116-120, 1998
Palavras-chave: Citrus canker; Fingerprint.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal. ; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

32.
YOSSEN, V. E.1998YOSSEN, V. E. ; MACIEL, João Leodato Nunes ; LOCH, L. C. ; DUARTE, V. . Titulação da virulência de estirpes de Ralstonia solanacearum resistentes a antibióticos. Fitopatologia Brasileira, Brasília, DF, v. 23, n.4, p. 495-497, 1998
Palavras-chave: murcha bacteriana; Tomateiro; rifamicina; cloranfenicol; estreptomicina.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

33.
YOSSEN, V.1998YOSSEN, V. ; MACIEL, João Leodato Nunes ; DUARTE, V. . Cuantificación de la población de Rasltonia solanacearum en cultivares de papa susceptibles y resistentes a la marchitez bacteriana. Horticultura Argentina, Córdoba, v. 17, n.42, p. 11-18, 1998
Palavras-chave: Bacterial wilt; serologia; medios selectivos.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Desenvolvimento Rural. ; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 03273431.

34.
TAUNOUS, I. D.1997TAUNOUS, I. D. ; KEMPF, D. ; DUARTE, V. . Virulência de isolados de Pseudomonas fluorescentes em cultivares de arroz irrigado. Fitopatologia Brasileira, Brasília, DF, v. 22, n.4, p. 525-528, 1997
Palavras-chave: Oryza sativa; Pseudomonas fuscovaginae; Semente.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

35.
LOCH, L. C.1997LOCH, L. C. ; FONTOURA, M. C. ; DUARTE, V. . Produção de conídios de Plenodomus destruens pelo processo marcescente. Fitopatologia Brasileira, Brasília, DF, v. 22, n.1, p. 74-76, 1997
Palavras-chave: Micélio seco; batata-doce; germinação.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

36.
LOPES, C. A.1994LOPES, C. A. ; BOFF, P. ; DUARTE, V. . Foot rot of sweet potato in Brazil. Pesquisa Agropecuária Brasileira, Brasília, v. 29, n.9, p. 1407-1410, 1994
Palavras-chave: Plenodomus destruens; Ipomoea batatas.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Inglês; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 0100204X.

37.
RUBIN, R. S.1994RUBIN, R. S. ; IORIS, A. A. R. ; DUARTE, V. . Controle, severidade a campo e reação de cultivares de batata-doce (Ipomoea batatas (L.) ao mal-do-pé (Plenodomus destruens Harter). Fitopatologia Brasileira, Brasília, v. 19, p. 39-43, 1994
Palavras-chave: Epidemiologia.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

38.
ICOCHEA, T.1994ICOCHEA, T. ; DUARTE, V. ; CLARK, C. A. . Occurrence of sweetpotato chlorotic leaf distortion in Brazil and Peru caused by Fusarium lateritium. Plant Disease, Saint Paul, MN, v. 78, p. 754-754, 1994
Palavras-chave: Ipomoea batatas.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01912917.

39.
LOCH, L. C.1994LOCH, L. C. ; DUARTE, V. . Utilizacao de particulas de micelio seco de Sclerotinia Sclerotiorum para inoulação de plantas de alface (Lactuca sativa L.). SUMMA PHYTOPATHOLOGICA, v. 20, n.2, p. 129-131, 1994
Palavras-chave: Lactuca sativa; Micélio seco; Sclerotinia sclerotiorum.
Grande área: Ciências Agrárias; Meio de divulgação: Impresso.

40.
DUARTE, V.;Duarte, Valmir1993DUARTE, V.; CLARK, C. A. . Interaction of Erwinia chrysanthemi and Fusarium solani on sweetpotato. Plant Disease, Saint Paul, MN, v. 77, p. 733-735, 1993
Palavras-chave: Ipomoea batatas.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01912917.

41.
IORIS, A. A. R.1993IORIS, A. A. R. ; Rubin, R.S. ; DUARTE, V. . Controle, Severidade a Campo e Performance de Variedades de Batata-Doce (Ipomoea batatas) quanto ao Mal-do-Pé (Plenodomus destrues).. Fitopatologia Brasileira, v. 19, p. 39-43, 1993
Palavras-chave: mal-do-pé; batata-doce.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal. ; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

42.
DUARTE, V.;Duarte, Valmir1992 DUARTE, V.; CLARK, C. A. . Presence on sweetpotato through the growing season of Erwinia chrysanthemi, cause of stem and root rot. Plant Disease, Saint Paul, MN, v. 76, p. 67-71, 1992
Palavras-chave: Ipomoea batatas.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01912917.

43.
CLARK, C. A.1989CLARK, C. A. ; WILDERAYERS, J. A. ; DUARTE, V. . Resistance of sweet potato root and stem rot caused by Erwinia chrysanthemi. Plant Disease, Saint Paul, MN, v. 73, p. 984-987, 1989
Palavras-chave: Ipomoea batatas.
Grande área: Ciências Agrárias; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01912917.

44.
DUARTE, V.;Duarte, Valmir1984 DUARTE, V.; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes . Influência do vírus do mosaico comum da soja, transmitido por sementes e mecanicamente, na absorção mineral e no crescimento de plantas de soja. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)), Brasília, DF, v. 9, p. 169-177, 1984
Palavras-chave: Epidemiologia; Transmissão.
Grande área: Ciências Agrárias; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

Capítulos de livros publicados
1.
DUARTE, V.. Doenças de frutíferas. In: Gilmar Arduino Bettio Marodin; Paulo vitor Dutra de Souza. (Org.). Pomar doméstico: Planejamento, formação e tratos culturais. 1ed.Porto Alegre: Editora Dom Quixote Ltda., 2016, v. 1, p. 144-154.
Palavras-chave: cancros; podridões; manchas foliares; galhas; calda sulfocálcica; Calda bordalesa.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Número da revisão: 1; ISBN: 9788599988466.

2.
DUARTE, V.; BERTOLINI, E. . Técnicas biológicas na identificação e detecção de bactérias fitopatogênicas. In: ZAMBOLIM, Laércio; JESUS JUNIOR, Waldir Cintra de; PEREIRA, O.L.. (Org.). O Essencial da Fitopatologia. 1ed.Viçosa: Universidade Federal de Viçosa, 2012, v. 2, p. 333-354.
Palavras-chave: PCR em Tempo Real; Elisa; BIOLOG; Imunostrip; biochips.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitobacteriologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Número da revisão: 1; ISBN: 9788560027323.

3.
DUARTE, V.. Taxonomia atual de bactérias fitopatogênicas. In: Wilmar Cório da Luz. (Org.). Revisão Anual de Patologia de Plantas. 1ed.Passo Fundo: , 2009, v. 17, p. 87-109.
Palavras-chave: biochips; identificação; diagnose; Sondas de DNA.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Número da revisão: 1; ISBN: 01040383.
O presente trabalho trata do estado da arte da taxonomia de bactérias fitopatogênicas. A palavra ?atual? no título compromete a longevidade da atualidade da abordagem. De qualquer forma, uma lista ?atualizada? de nomes de espécies, subespécies e patovares de bactérias fitopatogênicas é apresentada. Também a listagem de endereços para a obtenção de informações online sobre taxonomia destas bactérias é fornecida, visando permitir que o leitor acesse as novidades em tempo real. Apesar da rapidez das alterações nos últimos anos e a previsão que tal velocidade seja acelerada, os princípios continuam os mesmos. A necessidade de uma classificação geral, englobando todas as bactérias e todos os aspectos destas bactérias, desde estrutura molecular, fisiologia, habitat e patogenicidade, de forma rápida, precisa e com baixo custo, cada vez mais é consenso. Postula-se que novas tecnologias revolucionem e simplifiquem os três ramos da taxonomia: classificação, nomenclatura e identificação..

4.
DUARTE, V.; BOA, Eric . Enfoques usados na diagnose de doenças de plantas. In: Wilmar Cório da Luz; José Maurício Cunha Fernandes; Ariano Moraes Prestes; Edson Clodoveu Picinini. (Org.). Revisão Anual de Patologia de Plantas. Passo Fundo: Revisão Anual de Patologia de Plantas, 2005, v. 13, p. 31-48.
Palavras-chave: biochips; Clínica vegetal; PCR; assinatura da doença.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; ISBN: 0104-0383.
Doença de planta não é causada apenas por patógeno; ela independe dos fatores que a determinam. A diagnose é uma arte. Não basta saber a ciência para saber diagnosticar, mas o inverso não é verdadeiro. Há a necessidade de saber fitopatologia para diagnosticar. O resultado da diagnose não pode demorar e a melhor forma de abreviar é conhecer os componentes da assinatura das doenças. Clínica vegetal pode ser entendida como o serviço de diagnose ou como o local onde este serviço é realizado. Os laboratórios que fazem apenas detecção de patógenos não são clínicas vegetais. O diagnosticador deve lançar mão de todas as ferramentas e recursos disponíveis: entrevista com o produtor, contato com especialistas, Internet, bibliografia, herbários, imagens, sorologia, técnicas moleculares, etc. As imagens digitais estão tendo mais impacto no auxílio à diagnose do que as técnicas moleculares. PCR, "PCR em tempo real" ou "PCR em tempo real de ciclo rápido" não tem grande influência na maioria das diagnoses. A previsão é que somente com a viabilização dos biochips isto acontecerá. A clínica vegetal é uma área atrofiada na formação dos fitopatologistas. Sem treinamento, os fitopatologistas acabam ignorando a face humana da ciência..

5.
DUARTE, V.; OLIVEIRA, Andreia Mara Rotta de ; SILVEIRA, José Ricardo Pfeifer . Doenças bacterianas. In: Arione da Silva Pereira; Julio Daniels. (Org.). O cultivo da batata na Região Sul do Brasil. 1ed.Brasília: Embrapa Informação Tecnológica, 2003, v. 1, p. 277-299.
Palavras-chave: Erwinia carotovora; Podridões moles; Ralstonia solanacearum; Solanum tuberosum; Streptomyces scabies; batata-semente.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Número da revisão: 1; ISBN: 85-7383-21.
Murcha-bacteriana (Ralstonia solanacearum) Canela Preta (Erwinia carotovora subsp. carotovora) Sarna (Streptomyces scabies e S. acidiscabies).

6.
DUARTE, V.; TASSA, Samira Omar Mohamad El . Taxonomia do gênero Pectobacterium. In: Wilmar Cório da Luz; José Maurício Cunha Fernandes; Ariano Moraes Prestes; Edson Clodoveu Picinini. (Org.). Revisão Anual de Patologia de Plantas. 1ed.Passo Fundo: Revisão Anual de Patologia de Plantas, 2003, v. 11, p. 1-41.
Palavras-chave: Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis; Patogenicidade; PCR; hrp; especificidade hospedeira; Podridões moles.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Número da revisão: 1; ISBN: 0104-0383.
As pectobactérias são classificadas no gênero Pectobacterium, família Enterobacteriaceae, subdivisão Gamma, reino Proteobacteria e domínio Bacteria. Embora haja novas propostas de classificação, considera-se atualmente quatro espécies: P. cacticida, p. carotovorum, P. chrysanthemi e P. cypripedii. Estes patógenos estão associados a podridões moles, descoloração e/ou escurecimento dos vasos e murcha. A identificação das pectobactérias envolve técnicas específicas de isolamento, observação do aspecto das colônias, testes bioquímicos e fisiológicos, sorologia e análise do DNA, particularmente PCR, entre outras. As características exclusivas das espécies e subespécies devem nortear o processo de identificação. O paradigma de que pectobactérias não apresentavam especificidade hospedeira, nem tampouco relação com a área geográfica, está sendo modificado com a descoberta, por exemplo, da presença de genes hrp e de estirpes com estreita gama de hospedeiros, ou com a especulação da restrita distribuição geográfica. Também a patogenicidade mostra não estar baseada apenas nas enzimas pectolíticas e depender de uma sofisticada interação patógeno-hospedeiro. Finalmente, conclui-se que a identificação acurada das estirpes, sempre dando margem a novas descobertas, é essencial para entender a ecologia destas bactérias e, consequentemente, estabelecer melhores estratégias de controle..

7.
DUARTE, V.. Podridão de Phytophthora da amêndoa e da casca de nogueira pecan. In: Edna Dora Martins Newman Luz; Alvaro Figueredo dos Santos; Kiyoshi Matsuoka; José Luiz Bezerra. (Org.). Doenças causadas por Phytophthora no Brasil. 1ed.Piracicaba: Livraria Editora Rural, 2001, v. 1, p. 493-508.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Série: 1; Número da revisão: 1; ISBN: 85-87702-0.
754 páginas, Capítulo 18 Livraria Editora Rural Rua Antônio Finatti Sobrinho, 140 - Jd. Londres Campinas SP, CEP. 13061-272 Fones: (19) 3269-6014 - (19) 3229-1313.

8.
DUARTE, V.. Taxonomia do gênero Erwinia. In: Wilmar Cório da Luz; José Maurício Cunha Fernandes; Ariano Moraes Prestes; Edson Clodoveu Picinini. (Org.). Revisão Anual de Patologia de Plantas. 7ed.Passo Fundo: , 1999, v. 7, p. 197-212.
Palavras-chave: Classificação; Podridões moles; Pectobacterium; Brenneria; Pantoea.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Série: 7; Número da revisão: 7; ISBN: 0104-0383.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
CARDOZA, Y. F. ; Duarte, Valmir ; LOPES, Carlos Alberto . Registro de Dickeya solani associada à batata no Brasil. Revista Batata Show, Itapetininga, SP, p. 14 - 15, 01 abr. 2017.
Palavras-chave: Solanum tuberosum; Dickeya dianthichola; Dickeya chrysanthemi.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.abbabatatabrasileira.com.br; Data de publicação: 01/04/2017.

2.
CARDOZA, Y. F. ; DUARTE, V. . Amplificação isotérmica mediada por alça (LAMP) e sua aplicação na detecção de pragas da batata. Batata Show, Itapetinga, SP, p. 16 - 19, 01 dez. 2015.
Palavras-chave: técnicas de detecção de fitopatógenos; DNA; Solanum tuberosum.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 01/12/2015.

3.
Souza Jr., I. T. ; Schmitz, J. F. ; MOMBELLI, J.S. ; DUARTE, V. . Brown Spot: Problema para a batata-indústria. Revista Campo & Negócios HF, Uberlândia, MG, p. 8 - 10, 01 jul. 2011.
Palavras-chave: Solanum tuberosum; Distúrbio fisiológico.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.revistacampoenegocios.com.br/; Data de publicação: 01/07/2011; ISBN: 21761191.

4.
Souza Jr., I. T. ; Schmitz, J. F. ; DUARTE, V. . Pinta Preta preocupa bataticultores. Revista Campo & Negócios HF, Uberlândia, MG, p. 16 - 17, 01 out. 2010.
Palavras-chave: Alternaria solani; Fungicidas; Cultivares; Solanum tuberosum.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.campoenegocios.com.br; Data de publicação: 01/10/2010; ISBN: 21761191.

5.
LOPES, Carlos Alberto ; CARVALHO, Joseane Biso de ; DUARTE, V. . Erwinia em batata: novos nomes, novos e velhos problemas. Batata Show - A Revista da Batata, Itapetininga, SP, , v. 27, p. 21 - 23, 01 jul. 2010.
Palavras-chave: Ralstonia solanacearum; Pectobacterium.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.abbabatatabrasiliera.com.br; Data de publicação: 01/07/2010.

6.
DUARTE, V.; Schmitz, J. F. . Sarna comum preocupa produtores de cenoura. Campo & Negócios Revista HF, Uberlândia, MG, , v. 52, p. 22 - 23, 01 set. 2009.
Palavras-chave: Streptomyces scabies; Daucus carota L..
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 01/09/2009.

7.
DUARTE, V.. Fosfito: Aliado no controle de doenças fúngicas da batata. Campo & Negócios Revista HF, Uberlândia, MG, , v. 51, p. 48 - 48, 01 ago. 2009.
Palavras-chave: Solanum tuberosum; fitoalexinas; Requeima; Phytophthora infestans.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 01/08/2009.
Os fosfitos são metais alcalinos de ácido fosforoso, com a habilidade de proteger plantas contra diferentes patógenos. Em outras palavras, os fosfitos são produtos líquidos originados pela neutralização do ácido fosforoso (H3PO3) por uma base, sendo a mais utilizada o hidróxido de potássio, formando desta forma o fosfito de potássio. O fosfito de potássio é indicado para o controle de oomicetos, como Phytium spp. e Phytophthora spp., e de fungos causadores de podridões do colo, raiz, tronco e frutos. O efeito direto do fosfito no metabolismo dos patógenos é importante na supressão da doença, contudo, este não é o seu único mecanismo de ação; postula-se que resultaria de uma ação mista envolvendo também a ativação do sistema de defesa natural da planta, particularmente a produção de fitoalexinas, substâncias fungistáticas e/ou fungicidas..

8.
Schmitz, J. F. ; DUARTE, V. . Potássio aumenta teor de açúcar da batata-indústria. Campo & Negócios Revista HF, Uberlândia, MG, p. 18 - 19, 01 mar. 2009.
Palavras-chave: Phytophthora infestans.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 01/03/2009.

9.
Schmitz, J. F. ; DUARTE, V. . Nematóides deformam raízes da cenoura. Campo & Negócios Revista HF, Uberlândia, MG, p. 22 - 24, 01 nov. 2008.
Palavras-chave: Meloidogyne javanica; Meloidogyne hapla; Meloidogyne incognita; Meloidogyne arenaria; Crotalaria sp.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Nematologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados Com Essas Atividades.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 01/11/2008.

10.
DUARTE, V.; Longhitano, F. A. . Porque plantar cenoura no verão é mais lucrativo. Campo & Negócios Revista, Uberlândia, MG, p. 22 - 24, 01 set. 2008.
Palavras-chave: Daucus carota L.; Pectobacterium carotovorum; Xanthomonas campestris pv. carotae.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Manejo e Tratos Culturais.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados Com Essas Atividades.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.revistacampoenegocios.com.br/index.php?referencia=em_negrito03; Data de publicação: 01/09/2008.
As cenouras híbridas de verão são mais susceptíveis a doenças de folhas. Por exemplo, as cenouras Brasília são muito suscetíveis à queima de alternaria. Isto significa maior gasto com fungicidas, exigindo de uma ou duas aplicações a mais por ciclo. Outro problema mais freqüente é a mela (podridão-mole) da raiz (Pectobacterium carotovorum), muito freqüente no campo e pós-colheita, exigindo manejo especial..

11.
DUARTE, V.. Cenoura: Semente - por onde tudo começa!. Revista Campo & Negócios HF, Uberlândia, MG, , v. 36, p. 60 - 60, 01 maio 2008.
Palavras-chave: nematóides fitopatogênicos; Solos.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados Com Essas Atividades.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.revistacampoenegocios.com.br/index.php?referencia=em_negrito06; Data de publicação: 01/05/2008.
A cenoura é uma espécie de clima ameno cultivada nos meses quentes em países de clima temperado e no inverno em países de clima subtropical. No Brasil se cultiva durante todo o ano, mas existem variedades adaptadas para cada clima/região. Segundo o engenheiro agrônomo Valmir Duarte, professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), a garantia de boa produção está na escolha da variedade..

12.
DUARTE, V.. A complexidade da obtenção de tubérculos-semente livres de patógenos. Batata Show, Itapetininga, SP, , v. 17, p. 26 - 26, 01 abr. 2007.
Palavras-chave: Ralstonia solanacearum; Pectobacterium; Estolão; Certificado Fitossanitário de Origem.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 01/04/2007.

13.
DUARTE, V.; BOFF, César Eduardo . Podridão da canela. Cultivar Hortaliças e Frutas, Pelotas, RS, , v. 43, p. 20 - 23, 01 abr. 2007.
Palavras-chave: Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis; batata-semente; canela-preta; Solanum tuberosum; Tratamentos fitossanitários; Lavagem.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 01/04/2007; ISBN: 15183165.
Clima úmido e práticas inadequadas nas diferentes etapas de cultivo da batata despontam entre os fatores responsáveis pelo salto da incidência de canela-preta nas lavouras. Com caracterítica de rápido desenvolvimento, a bactéria necessita de cuidados preventivos para quebrar o ciclo da doença, como manejo cuidadoso de tubérculos e das plantas, além do uso de produtos antibióticos e à base de cobre..

14.
DUARTE, V.; BOFF, César Eduardo . Semente de qualidade. Cultivar Hortaliças e Frutas, Pelotas, RS, , v. 42, p. 6 - 8, 01 fev. 2007.
Palavras-chave: Solanum tuberosum; batata-semente; degenerescência.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 01/02/2007.
Com o intuito de baixar custos de produção, agricultores plantam batatas sem certificação e de baixa qualidade, o que frustra a expectativa de lucros. Para atender à necessidade de altos rendimentos e elevar o valor agregado por área, o importante é investir em tubérculos de boa qualidadeA seleção de batata-semente exige alguns cuidados especiais e, certamente por isso, se encontra dificuldade na aquisição de tubérculos de boa qualidade e que tenham custo compatível. O valor da batata-semente é cerca de três a cinco vezes maior do que o da batata-consumo. Muitos produtores têm adquirido batata de baixa qualidade e usado para semente, bem como alguns estão vendendo este material vegetativo de baixa qualidade por batata-semente. Tudo isso na tentativa de diminuir gastos com a implantação das lavouras, sem observar os parâmetros básicos de uma boa produção de batata-semente. Esta tendência de buscar alternativas de produção para a batata-semente não é tão recente. Há muitos anos, o produtor compra a batata-semente e, nas safras seguintes, faz os chamados ?tombos?, que nada mais são do que multiplicações desta semente por três ou até quatro safras. Hoje, na bataticultura, existe grande necessidade de altos rendimentos nas lavouras para diminuir os custos fixos e aumentar o valor agregado por área. Daí parte a grande necessidade de se iniciar uma lavoura da forma mais correta possível, sendo pela preparação, correção, adubação do solo, tratamentos de semente e, principalmente, pela qualidade da semente. Todo o investimento posterior ao plantio dependerá desta etapa, onde o investimento maior se dá na batata-semente..

15.
DUARTE, V.; BOFF, César Eduardo . Cenoura: Cuidado com a mela. Revista Campo & Negócios, Uberlândia, MG, , v. 20, p. 22 - 24, 01 jan. 2007.
Palavras-chave: Dicheya chrysanthemi; Daucus carota L.; podridão-mole; pós-colheita; lavação; Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.revistacampoenegocios.com.br; Data de publicação: 01/01/2007.

16.
DUARTE, V.; BOFF, César Eduardo . Pragas e doenças em batata. Cultivar - Hortaliças e Frutas, Pelotas, RS, , v. 37, p. 1 - 7, 01 maio 2006.
Palavras-chave: Helminthosporium solani; Streptomyces scabies; Spongospora subterranea; Diabrotica speciosa; Conoderus scalaris; Rhizoctonia solani.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Entomologia Agrícola.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 01/05/2006.

17.
DUARTE, V.; PALMA, Janine ; RIBAS, Aícha Daniela . Pectobactérias em batata. Cultivar, Pelotas, RS, , v. 31, p. 18 - 22, 01 maio 2005.
Palavras-chave: Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis; Erwinia carotovora subsp. brasiliensis; batata-semente.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.cultivar.inf.br/hf/default.asp?id=137; Data de publicação: 01/05/2005; ISBN: 1516358x.
Podendo causar perdas de até 100% na batata, as pectobactérias podem permanecer latentes, sem causar doença, até que as condições de temperatura, umidade e aeração sejam favoráveis para a sua multiplicaçãoNas últimas três décadas, a produção brasileira de batata (Solanum tuberosum L.) cresceu cerca de 70%, reflexo, entre outras coisas, da sanidade das lavouras. A média brasileira de área cultivada é 138 mil ha, com produção de três milhões de toneladas e produtividade de 21 t/ha em duas ou três safras anuais (Tabela 1). Essa produtividade é considerada baixa, com exceção da Bahia (32 t/ha), quando comparada com países da América do Norte e Europa, onde ultrapassa 30 t/ha. Os estados brasileiros maiores produtores de batata são Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul (Tabela 1). O baixo rendimento, particularmente de alguns estados, pode ser ocasionado, entre outros motivos, pela baixa qualidade fitossanitária dos tubérculos-semente utilizados na produção, pois a batata é uma cultura que se propaga por tubérculos, e esta forma de propagação favorece a disseminação de vários patógenos..

18.
LOPES, Carlos Alberto ; DUVAL, Alice Maria Quezado ; FURUMOTO, Ossami ; BUSO, José Amauri ; MELLO, Paulo e ; SOUZA, Zilmar Silva ; DUARTE, V. . Seleção de clones de batata para resistência à murcha-bacteriana. Batata Show, Itapetininga, SP, , v. 10, 01 nov. 2004.
Palavras-chave: Ralstonia solanacearum; batata-semente.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.abbabatatabrasileira.com.br/revista10_010.htm; Data de publicação: 01/11/2004.
A murcha-bacteriana ou murchadeira, causada pela bactéria Ralstonia solanacearum, é uma das doenças mais destrutivas da batata no Brasil e em outros países de clima tropical e subtropical. É responsável por perdas elevadas na produção de batataconsumo e pela condenação de campos de certificação de batata-semente. Pode ocorrer em todas as regiões produtoras de batata do País, principalmente nos cultivos sujeitos a altas temperatura e umidade. O controle da murcha-bacteriana só tem sido possível quando várias medidas complementares são observadas, dentro da filosofia de manejo integrado. Se a cultura se destina à produção de batataconsumo, é possível ?conviver? com a doença, desde que ela seja bem monitorada e não atinja níveis de danos econômicos. Entretanto, no caso de batata-semente, esta convivência não é aceitável, visto que a legislação nacional de certificação de batata-semente prevê tolerância 0 (zero) para esta doença. Embora não existam cultivares com alto nível de resistência à murcha-bacteriana, observa-se que qualquer nível de resistência tem se mostrado muito útil quando associado a outras medidas de controle, tais como: escolher áreas de plantio sem histórico da doença, preferir os plantios de inverno, plantar batata semente certificada, manejar a irrigação para evitar excesso de água e empoçamentos e fazer rotação de culturas preferencialmente com gramíneas. Mesmo sendo um acontecimento muito raro, cultivares que não foram melhoradas para resistência à murcha-bacteriana apresentam consistentemente menor grau de ataque da doença. Isto pode ser explicado, pelo menos em parte, pelo fato de a resistência ser relacionada à adaptabilidade da cultivar a uma determinada região. Assim, ?Ontário? sobressaiu-se entre outras cultivares nos EUA e em Papua Nova Guiné e ?Prisca? foi a cultivar mais resistente dentre 9.000 genótipos avaliados, sendo, por isto, uma das mais importantes cultivares em Madagascar. No Brasil, a cultivar alemã Achat ....

19.
DUARTE, V.; TASSA, Samira Omar Mohamad El . Murcha bacteriana da batata e a possibilidade de comércio exterior. Batata Show, Itapetininga, SP, , v. 3, p. 6 - 7, 01 jul. 2003.
Palavras-chave: Ralstonia solanacearum; biovares; detecção; PCR; Imunofluorescência; Elisa.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 01/07/2003.
O comércio internacional tem criado oportunidades para todos os produtos, inclusive a batata. Embora R. solanacearum seja considerada endêmica no País, é perfeitamente viável credenciar zonas livres de pragas quarentenárias, que podem ser regiões dentro de um estado. O Brasil tem inúmeras áreas livres desta bactéria, mas que, por falta de um programa de obtenção de tubérculos livres deste patógeno, correm o risco de serem contaminadas e comprometer qualquer aspiração brasileira de ocupação de um lugar mais destacado neste novo cenário internacional..

20.
DUARTE, V.; WEILER, Celson Alexandre . Doenças do fumo. Cultivar, Pelotas, , v. 19, p. 28 - 32, 01 maio 2003.
Palavras-chave: Nicotiana tabacum; Ralstonia solanacearum; Pythium; Rhizoctonia solani; Fusarium; Floating.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.grupocultivar.com; Data de publicação: 01/05/2003; ISBN: 15183165.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SILVEIRA, José Ricardo Pfeifer ; MORAES, Marcelo Gravina de ; DUARTE, V. . Incidence of biovars 1 and 2 of Ralstonia solanacearum in potato fields in Rio Grande do Sul, Brazil. In: The 10th International Conference on Plant Pathogenic Bacteria, 2001, Charlottetown. Proceedings of The 10th International Conference on Plant Pathogenic Bacteria. Wageningen: Kluwer Academic Publishers, 2000. p. 371-374.
Palavras-chave: Bacterial wilt; Solanum tuberosum.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Classificação do evento: Canadá/ Inglês; Meio de divulgação: Impresso.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
ANDRADE, C. C. L. ; Zanin, J. G. ; DUARTE, V. . Painéis genômicos customizados para a detecção de fitopatógenos. In: VIII SIMPÓSIO SOBRE ATUALIDADES EM FITOPATOLOGIA, 2018, Viçosa. VIII Simpósio Sobre Atualidades em Fitopatologia: Ferramentas Moleculares Aplicadas à Fitopatologia. Viçosa: LIVRO DO VIII SIMPÓSIO SOBRE ATUALIDADES EM FITOPATOLOGIA, 2018. p. 11-29.
Palavras-chave: NGS; Metagenômica; e-probe.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Classificação do evento: Local; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Digital; Homepage: http://https://www.geafip.org/anais-2018.
The well-being of humanity depends on the health of plants. Not only plants for food, but ornamental, wild, all plants that are part of nature. Although the detection of a pathogen is only part of the process of diagnosing plant diseases, it is essential, for example, to prevent its spread through the propagation organs of plants. Current pathogen detection methods in plant tissues are based on isolation techniques in pure culture, biochemical, physiological, biological, serological, molecular, microscopy and other tests, varying with the pathogen, depending on the ability and knowledge of the pathogen. phytopathologist. The detection of tens or hundreds of pathogens in a single, simple, accurate, rapid, safe, sensitive and low cost detection is the thesis developed, pointing to DNA sequencer technology as the solution..

2.
DUARTE, V.. Taxonomia de bactérias fitopatogênicas e biochips. In: XLII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2009, Rio de Janeiro. Tropical Plant Pathology. São Paulo, SP: TecArt, 2009. v. 34. p. 7-7.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Taxonomia bacteriana, os princípios e práticas da classificação de bactérias, compreende três atividades distintas: classificação, nomenclatura e identificação. Fitopatologistas, de uma maneira geral, usam os esquemas de classificação e identificação designados para bactérias fitopatogênicas. Justificadamente, estes esquemas consideram todas as demais bactérias como irrelevantes. Taxonomia com o único propósito de contemplar bactérias fitopatogênicas é artificial, pois raramente considerará as relações naturais entre as demais bactérias e outros organismos. A alternativa é uma classificação geral, englobando todas as bactérias e todos os aspectos destas bactérias, desde estrutura molecular, fisiologia, habitat e patogenicidade. Nas últimas décadas, estudos taxonômicos de bactérias têm gradualmente substituído a caracterização baseada somente em aspectos morfológicos, fisiológicos e bioquímicos (fenotípicos). A taxonomia polifásica, uma combinação de métodos fenotípicos e filogenéticos, leva em conta todos dados fenotípicos e genotípicos disponíveis e integra-os numa classificação do tipo consensual, estruturada numa filogenia geral derivada da análise do gene 16S rRNA. Postula-se que quanto mais parâmetros tornarem-se disponíveis, mais a taxonomia polifásica ganhará estabilidade. Apesar da revolução ocasionada pelas análises genômicas, taxonomistas não tiveram sucesso na padronização da delimitação de espécie, por exemplo. Muitas bactérias fitopatogênicas (Dycheia spp., Ralstonia solanacearum...) pertencem a complexos de espécies para os quais a taxonomia até agora não tem solução. Dentro destes complexos, grupos genômicos identificados por hibridização DNA-DNA (método referência para o delineamento de espécie) não correspondem a entidades com propriedades funcionais ou ecológicas identificadas (raça, biovar, patovar). Portanto, um sistema que conseguisse obter e analisar dados bioquímicos e fisiológicos, de composição de ácidos graxos, da peptidoglicana, de grupos.

3.
OLIVEIRA, A. A. ; DUARTE, V. . Aspectos epidemiológicos da fase epífita de Xanthomonas axonopodis pv. citri, agente causal do Cancro Cítrico. In: XXXIV Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2001, São Pedro. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Fortaleza: Gráfica Nacional, 2001. v. 26. p. 272-272.
Palavras-chave: PCR; meio semi-seletivo.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
TELÓ, Patrícia de Souza ; DUARTE, V. . Impact of accreditation rules on the scope of phytosanitary diagnostic laboratories. In: International Congress of Plant Pathology 2018, 2018, Boston. International Congress of Plant Pathology 2018 Abstracts, 2018.
Referências adicionais: Classificação do evento: Brasil/ Inglês; Meio de divulgação: Digital; Homepage: http://https://apsnet.confex.com/apsnet/ICPP2018/meetingapp.cgi/Paper/10312.
The survey of the botanical species (BS) with import permit by Brazil, between 1997 and 2016, indicated that 214 specific normative instructions compose the country's phytosanitary regulation system. These acts define specific phytosanitary requirements for 2510 combinations among BS, collected plant part (CP), country of origin (CO), and regulated pests (RP), resulting from the combination of 371 botanical species and 35 genera, 68 types of CP of 76 CO and 697 RP. The objective of this work was to evaluate the impact of this scenario on the accreditation of the laboratories of the National Network of Agricultural Laboratories of the Ministry of Agriculture by the Inmetro, an official body of the Brazilian government for accreditation by the ABNT NBR ISO / IEC 17025 - General Requirements for the Competence of Testing and Calibration Laboratories. The conclusion is that the accreditation scope of the laboratories should be constituted by analytical methods versus RP class, disregarding BS and CP..

2.
CARDOZA, Y. F. ; ARAUJO, L. ; Moraes, Marcelo G. ; DUARTE, V. . Identification of Pectobacterium carotovorum as the causal agent of bacterial canker on Pyrus communis L. in Brazil. In: International Congress of Plant Pathology 2018, 2018, Boston. ICPP 2018 Abstracts, 2018.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Inglês; Meio de divulgação: Digital; Homepage: http://https://apsnet.confex.com/apsnet/ICPP2018/meetingapp.cgi/Paper/10773.
In June 2016, bacterial canker-like symptoms were observed on Pyrus communis L cv. Yali in one commercial orchard in Monte Castelo, SC. Eight-hundred of 1.200 plants were lost by death and, finally, tree eradication. In affected trees, the disease manifested as cankers with exudates on trunks and twigs, and the stems turned brown and slowly died. Bacteria were isolated on King B medium from infected tissues. Biochemical tests including Biolog® GEN III were conducted and some isolates were selected for whole genome sequencing throught Ion Torrent? platform. PCR with Y1/Y2 and PcaF/PcaR primers, specific for P. carotovorum and P. carotovorum subsp. actinidiae respectively were also carried out. A total of 15 bacterial colonies were isolated from infected tissues. All were gram-negative, facultatively anaerobic, rod-shaped and exhibited a strong pectolitic activity in potato and carrot disks. Biolog assay showed that the isolates were homogeneus, and three of them were selected for further tests. The organism with the highest genome and proteome identity (99.8%) with the isolates was Pectobacterium carotovorum subsp. actinidiae. A product of the expected size was obtained in both especific PCR. Inoculation of pear tree branches with 24h old colonies showed that the bacterium was able to colonize the plant tissues. More tests, including kiwifruit inoculation, are in progress to fulfill Koch?s postulates. To our knowledge, this is the first report of P. carotovorum causing pear bacterial canker-like symptoms in Brazil. Identification and monitoring of this pathogen is very important due to large economic losses that can cause..

3.
Marchetti, M. M. ; TELÓ, Patrícia de Souza ; DUARTE, V. ; CARBONARI, J. J. . Ácaros detectados na importação de frutos da Argentina e do Chile. In: III Congresso Latinoamericano de Acarologia e VI Simpósio Brasileiro de Acarologia, 2018, Pirenópolis. Resumos do III Congresso Latinoamericano de Acarologia e VI Simpósio Brasileiro de Acarologia, 2018.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Homepage: http://www.sibac.net.br/files/Programac-a-o-sessa-o-poster.pdf.

4.
FIGUEIRÓ, Adriana de Andrade ; DUARTE, V. . Detection of Ralstonia solanacearum in potato tubers. In: 6th International Crop Schience Congress, 2012, Bento Gonçalves. Abstracts of The 6th International Crop Science Congress. Bento Gonçalves: The 6th International Crop Science Congress, 2012. v. 1. p. 101-101.
Palavras-chave: Bacterial wilt; FTA Classic Card; Solanum tuberosum.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.6icsc.com.br/index.html.

5.
Cruz, D. M. ; RIEGEL, L. A. R. ; DUARTE, V. . Incidência de Curtobacterium flaccumfaciens pv. flaccumfaciens em grãos de feijão e soja. In: 45º Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2012, Manaus. Resumos do 45º Congresso Brasileiro de Fitopatologia. Brasília: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2012. v. 1. p. 101-101.
Palavras-chave: Glycine max (L.) Merrill; Phaseolus vulgaris L.; Rotor-Gene Q 2plex HRM Platform®.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Digital; Série: 1.

6.
Schmitz, J. F. ; MOMBELLI, J.S. ; Souza Jr., I. T. ; OLIVEIRA, Andreia Mara Rotta de ; TELÓ, Patrícia de Souza ; DUARTE, V. . Aplicação de ERIC-PCR para comparação de isolados de Xanthomonas sp. de sementes de arroz. In: 44o. Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2011, Bento Gonçalves. Resumos do 44 Congresso Brasileiro de Fitopatologia. Lavras: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2011.
Palavras-chave: Oryza sativa L..
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

7.
MOMBELLI, J.S. ; Souza Jr., I. T. ; OLIVEIRA, Andreia Mara Rotta de ; TELÓ, Patrícia de Souza ; DUARTE, V. . Antibiograma de isolados de Xanthomonas sp. oriundos de sementes de arroz. In: 44o. Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2011, Bento Gonçalves. Resumos do 44 Congresso Brasileiro de Fitopatologia. Lavras: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2011.
Palavras-chave: Oryza sativa L.; Antibióticos.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

8.
Souza Jr., I. T. ; MORAES, Marcelo Gravina de ; OLIVEIRA, Andreia Mara Rotta de ; TELÓ, Patrícia de Souza ; DUARTE, V. . PCR em tempo real para detecção dos patovares de Xanthomonas oryzae em sementes de arroz. In: 44o. Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2011, Bento Gonçalves. Resumos do 44 Congresso Brasileiro de Fitopatologia. Lavras: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2011.
Palavras-chave: Oryza sativa L..
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

9.
ROMMEL, Cátia Cristina ; VALDEBENITOSANHUEZA, R. M. ; DUARTE, V. . Aspectos epidemiologicos de la muerte de flores em perales em la region de Vacaria, Brasil. In: XV Congreso Latinoamericano e XVIII Congreso Chileno de Fitopatologia, 2009, Santiago. Libro de Resúmenes. Santiago, Chile, 2009. p. 301-301.
Palavras-chave: Pyrus communis L.; Pseudomonas syringae pv. syringae; abortamento de flores.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Espanhol; Meio de divulgação: Impresso.
Se ha observado recientemente la muerte de flores en perales (Pyrus communis L.) en la región de Vacaria, Brasil. Esta enfermedad ha sido asociada con Pseudomonas syringae pv. syringae (Pss) en varios países, pero no hay registros de esta bacteria en perales en Brasil. Además, los aislados patogénicos obtenidos (Pack 9 y Pack 10) fueron identificados como Pseudomonas sp. pero no son Pss. No es conocido ningún aspecto epidemiológico de la enfermedad en el país. El objetivo del trabajo fue verificar el efecto de la temperatura, del estadio fenológico y de los aislados bacterianos en la intensidad de la enfermedad. Ramos destacados de ?Packham?s Triumph? en los estadios fenológicos de botón aparente y plena floración fueron inoculados con los aislados Pack 9, Pack 10, Pss y agua destilada y esterilizada como testimonia y sometidos a cuatro temperaturas (5, 10, 15 y 20 ºC). Después de 72 h de incubación, se hizo la evaluación a cada 12 h de la intensidad de la enfermedad (nota de 0-5) e incidencia de flores con síntomas. Un índice que combina nota e incidencia final fue usado como dato de análisis. No se verificó efecto del estadio fenológico en la cantidad de enfermedad. Los aislados fueron diferentes de la testimonia, pero no hubo diferencia entre ellos cuanto al efecto en la intensidad de enfermedad. Las temperaturas de 20 y 15 ºC resultaran en más enfermedad, diferenciándose de la intensidad de enfermedad a 10 ºC y 5 ºC..

10.
CARVALHO, Joseane Biso de ; DUARTE, V. . Desenvolvimento e validação de QPCR para detecção de infecções latentes de Pectobacterium e Dickeya spp. em tubérculos-sementes de batata. In: XLII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2009, Rio de Janeiro. Tropical Plant Pathology. São Paulo, SP: TecArt, 2009. v. 34. p. 7-7.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Estirpes de Pectobacterium spp. e Dickeya spp. estão associadas à canela-preta e podridão-mole da batata (Solanum tuberoum L.), sendo disseminadas por tubérculo-semente. Deste modo, a obtenção de tubérculos-semente livres destes patógenos é uma forma de quebrar o ciclo destas doenças e uma estratégia no manejo integrado. Com isso, uma análise bem detalhada dos lotes de sementes para avaliar o risco de epidemias dessas doenças deve ser realizada em programas de certificação de batata-semente. As metodologias atuais são baseadas em PCR (Reação em Cadeia da Polimerase), porém essa é uma técnica limitada para a avaliação de infecções latentes em tubérculos-semente em função da baixa sensibilidade, ao qual requer um passo de enriquecimento em meio de cultura para a obtenção de um número de células possíveis de serem detectadas. Desta forma, o presente trabalho teve como objetivos desenvolver um método para detectar e quantificar infecções latentes em número real de células sem a utilização do passo de enriquecimento. Amostras de batata foram coletadas e armazenadas em cartões FTA, na qual posteriormente foram utilizados para a extração e purificação do DNA. Foram projetados dois pares de primers para diferenciar os gêneros em PCR convencional e quantitativo e sondas específicas para as espécies de P. atrosepticum, P. brasiliensis, P. carotovorum e Dickeya sp. para serem utilizadas em PCR em tempo real quantitativo. Utilizando a tecnologia do cartão FTA (Whatman®) para a extração do DNA e PCR em tempo real quantitativo (TaqMan®) foi possível a detecção de um número inferior à 100 células bacterianas. A metodologia de PCR em tempo real juntamente com o cartão FTA é bastante promissora para estudos epidemiológicos e em programas de certificação de batata-semente visto que apresenta maior sensibilidade que a técnica convencional, possibilitando a quantificação real de células presentes nas infecções latentes..

11.
FIGUEIRÓ, Adriana de Andrade ; CARVALHO, Joseane Biso de ; DUARTE, V. . Padronizacao do metodo FTA para deteccao molecular de Ralstonia solanacearum. In: XL Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2007, Maringa. Resumos do XL Congresso Brasileiro de Fitopatologia. Lavras: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2007.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados Com Essas Atividades.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

12.
RIBAS, Aícha Daniela ; Markoski, M. M. ; DUARTE, V. . Detecção de Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis em plantas de batata através de PCR com oligonucleotídeos projetados para os genes pnl e rdg. In: XL Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2007, Maringá. Fitopatologia Brasileira - Suplemento. Lavras: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2007. v. 32. p. 198-198.
Palavras-chave: canela-preta; Solanum tuberosum; pectobactérias.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

13.
ROMMEL, Cátia Cristina ; Markoski, M. M. ; VALDEBENITOSANHUEZA, R. M. ; DUARTE, V. . Caracterização de isolados bacterianos fluorescentes associados à necrose de flores de pereira européia no Rio Grande do Sul. In: XL Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2007, Maringá. Fitopatologia Brasileira - Suplemento. Lavras: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2007. v. 32. p. 270-270.
Palavras-chave: Pyrus communis L.; LOPAT.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

14.
CARVALHO, Joseane Biso de ; Markoski, M. M. ; FIGUEIRÓ, Adriana de Andrade ; DUARTE, V. . Padronização do método FTA(Whatman) para detecção molecular de Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis. In: XL Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2007, Maringá. Fitopatologia Brasileira - Suplemento. Lavras: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2007. v. 32. p. 286-286.
Palavras-chave: Solanum tuberosum; Tubérculos-semente; FTA ELUTE.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

15.
FIGUEIRÓ, Adriana de Andrade ; Markoski, M. M. ; CARVALHO, Joseane Biso de ; DUARTE, V. . Padronização do método FTA para detecção molecular de Ralstonia solanacearum. In: XL Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2007, Maringá. Fitopatologia Brasileira - Suplemento. Lavras: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2007. v. 32. p. 297-297.
Palavras-chave: Solanum tuberosum; FTA Classic Card; PCR; Tubérculos-semente.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

16.
FIGUEIRÓ, Adriana de Andrade ; CARVALHO, Joseane Biso de ; PAZ, Isabel Cristina Padula ; DUARTE, V. . Ocorrência de galha-da-oliveira em ligustre, no Estado do Rio Grande do Sul, Brasil. In: XXIX Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2006, Salvador. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Lavras, MG: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2006. v. 31. p. S277-S277.
Palavras-chave: Pseudomonas syringae subsp. savastanoi; Ligustrum japonicum Thumb.; Olea europaea L..
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.
A ocorrência de galha-da-oliveira já foi citada no Brasil como ocorrendo no RS (Ronna, O. 5 (3): 17-18, 1934; Costa Neto, Herbário Fitop. 1958.) em oliveira (Olea europaea L.), mas não em ligustre (Ligustrum japonicum Thumb.). Sintomas em árvores de ligustre utilizadas como ornamentais em ruas de Porto Alegre, com mais de 20 anos de idade, variam ente presença de galhas, desfolhamento, morte dos ramos e, eventualmente, morte da planta. Aparentemente o agente não tem se disseminado por insetos, pois árvores vizinhas não apresentam sintomas, mesmo após vários anos. Esta doença é atribuída a Pseudomonas syringae subsp. savastanoi, bactéria disseminada por enxertia. Um aspecto importante é que ligustre é utilizado como porta-enxerto para oliveiras. s isolados obtidos estão sendo caracterizados, incluindo teste de patogenicidade. Os resultados serão apresentados. Não se encontrou outros registros da ocorrência no Brasil na bibliografia consultada..

17.
PALMA, Janine ; DUARTE, V. . Seleção de oligonucleotídeos iniciadores visando compor um arranjo de sondas de DNA que identifique estirpes de pectobactérias. In: XXXIX Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2006, Salvador. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Lavras, MG: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2006. v. 31. p. S299-S299.
Palavras-chave: Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis; Pectobacterium carotovorum subsp. atrosepticum.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.
A diferenciação entre espécies e subespécies de pectobactérias é feita, basicamente, por testes bioquímicos e fisiológicos. Através de arranjos de sondas de DNA, uma matriz poderia ser construída e utilizada na identificação das estirpes. Para isto, há necessidade da seleção de sondas de características a nível de gênero, espécie e subespécie. Como as sondas são obtidas por PCR, o objetivo desta pesquisa foi selecionar oligonucleotídeos iniciadores baseados em características fenotípicas e genotípicas. Dezenove oligonucleotíodos iniciadores foram selecionados e utilizados na PCR com estirpes de Pectobacterium carotovorum subsp. atrosepticum (Pca), P. carotovorum subsp. brasiliensis (Pcbr), P. carotovorum subsp. carotovorum (Pcc) e P. chrysanthemi (Pch). Os oligonucleotídeos iniciadores 149LF/L1r amplificaram o DNA de todas as estirpes, enquanto Y1/Y2 amplificaram o DNA apenas da espécie Pc. ADE1/ADE2 gerou produto apenas com a Pch. Y45/Y46 e ECA1F/ECA1R são específicos para a Pca. Outros amplificam o DNA de alguns indivíduos dentro da espécie ou subespécie, como RdgF/RdgR e PnlF/PnlR com Pc, Br1F/L1R e HrpNF/HrpNR com Pcbr e CytR-RdF/CytR-BR com Pca. A análise do coeficiente de similaridade da matriz gerada mostrou uma alta similaridade entre as estirpes de cada subespécie, com exceção de Pcc. Estes resultados indicam que esta estratégia gera uma matriz que pode ser utilizada no cálculo do coeficiente de similaridade e auxiliar na identificação de estirpes de pectobactérias..

18.
RIBAS, Aícha Daniela ; DUARTE, V. . Presença de Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis nos tecidos internos de plantas de batata com sintomas de canela-preta e podridão da haste. In: XXXIX Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2006, Salvador. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Lavras, MG: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2006. v. 31. p. S 300-S 300.
Palavras-chave: Pectobacterium carotovorum subsp. carotovorum; Pectobacterium carotovorum subsp. atrosepticum; Solanum tuberosum.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.
Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis (Pcbr) tem sido encontrada associada à canela-preta ao invés de P. carotovorum subsp. atrosepticum (Pca). P. carotovorum subsp. carotovorum também está presente, mas postula-se que não cause a canela-preta "típica", oriunda de inóculo presente no sistema vascular do tubérculo-semente. Para testar a hipótese de que apenas estirpes de Pcbr estão presentes no sistema vascular, 17 e 22 amostras de plantas de batata da variedade Ágata, em lavoura no município de São Francisco de Paula, RS, em abril de 2006, sintomáticas, constituídas da parte interna da haste junto ao colo (canela-preta) e nas hastes distantes do solo (podridão da haste), foram coletadas, respectivamente. Cada amostra constou de tecido retirado com palito de madeira esterilizado após remoção da parte superficial com um bisturi desinfestado. O tecido na ponta do palito foi transferido para 1 ml de água destilada esterilizada contida em microtubos (1,5 ml). No laboratório, 200 µl da suspensão foram fervidos por 5 min e 1 µl serviu como alíquota para PCR. Os oligonucleotídeos iniciadores universais para Pectobacterium spp., 149LF/L1RA/L1RG, para Pcbr, BR1F/L1RA/L1RG, e para Pca, ECAlF/ECA1R. Oito das 17 e 13 das 22 amostras deram positivo (322 pb) para Pcbr. No entanto, nove amostras deram positivas para Pectobacterium spp., com bandas de 450 e 490 pb, típicas de P. carotovorum, mas não amplificaram com os oligonucleotídeos iniciadores para Pcbr. Estes resultados indicam que outras subespécies, além da Pcbr, estão presentes nos tecidos internos de plantas com sintomas de canela-preta e podridão da haste. A exclusividade na etiologia da canela-preta precisará ser testada através da inoculação de tecidos com estirpes de Pcbr e Pcc. Não houve amplificação com os oligonucleotídeos iniciadores para Pca..

19.
EDER, Hector Augustus Santiago ; RIBAS, Aícha Daniela ; DUARTE, V. . Presença do gene hrpN em estirpes de Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis e reação de hipersensibilidade em folhas de fumo. In: XXXIX Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2006, Salvador. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Lavras, MG: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2006. v. 31. p. S 300-S 300.
Palavras-chave: Nicotiana tabacum; Oligonucleotídeos iniciadores; PCR.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.
O reconhecimento de um patógeno ou um elicitor pela planta hospedeira é freqüentemente associado com necrose localizada, conhecida como reação de hipersensibilidade (RH). Um ou vários genes podem controlar a característica de RH, correspondendo a elicitores de defesa da planta, presente no patógeno. Um destes elicitores é denominado de harpin (HrpN). A presença do gene hrpN pode ser verificada por PCR utilizando oligonucleotídeos iniciadores específicos (HrpNF/HrpNR). Com este objetivo, seis estirpes de Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis (212, 8, 371, MB9, MB11 e MB12), agente causal da canela-preta em batata, foram testadas e apenas Pcbr 212 não teve produto de amplificação (344 pb). Para verificar se a ausência deste gene implicaria na ausência de indução de RH, folhas de fumo foram inoculadas com uma suspensão de células bacterianas (DO620 = 0,20) de cada uma das estirpes através da injeção subepidermal. Xanthomonas campestris pv. campestris e solução tampão de fosfato (0,01 M) foram utilizadas como controles positivo e negativo, respectivamente. Após 24-48 h, constatou-se necrose no tecido nas regiões inoculadas com todas as estirpes bacterianas, inclusive Pcbr 212, indicando que a ausência do gene hrpN não significa a ausência de RH e que outro(s) elicitor(es) está(ao) presente(s) nesta estirpe..

20.
NUNES, Rafael Schönhofen ; PALMA, Janine ; RIBAS, Aícha Daniela ; DUARTE, V. . Presença de Pectobacterium sp., agente causal de podridão mole, em sementes de brássicas importadas. In: XXXIX Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2006, Salvador. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Lavras, MG: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2006. v. 31. p. S 301-S 301.
Palavras-chave: Brócolis; Couve; Couve-flor; Rabanete; Nabo; Repolho.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.
O Laboratório de Diagnóstico Fitossanitário da UFRGS é credenciado pelo Ministério da Agricultura e recebe amostras, oriundas de vários países, de sementes e outras partes das mais diversas plantas, para análise fitossanitária. Este trabalho objetivou verificar a presença de pectobactérias, praga não quarentenária, apenas nas sementes de brássicas. Para isto, sementes de oito brassicas, obtidas de 265 amostras, foram incubadas em câmara de germinação, sobre papel filtro umedecido, à 23-28 C. Plântulas com podridão foram desinfestadas e espetadas com um palito de madeira esterilizado, o qual foi então introduzido em fruto de pimentão verde. Tecido do pimentão, na margem da área macerada, após retirar a epiderme, foi utilizado para inocular meio de cultura CPG (Casamino ácida, peptona, glicose). A caracterização dos isolados foi feita por testes bioquímicos e fisiológicos (maceração de batata, Gram, Oxidação/Fermentação, crescimento à 37 C, utilização de alfa metil glicosídeo, sacarose, lactose, maltose, sorbitol, oxidase, catalase, entre outros. A caracterização molecular com oligonucleotídeos específicos para espécies de Pectobacterium e subespécies se P. carotovoroum está sendo realizada e os resultados serão apresentados. Trinta e um isolados de Pectobacterium foram obtidos (hospedeiro (número: país de origem da semente)): brócolis (1: E.U.A.); couve (1: E.U.A.; 1: Japão); couve-flor (1: Dinamarca; 1: E.U.A.; 2: Holanda); nabo (1: Itália); rabanete (1: Dinamarca; 1: E.U.A.; 1: Holanda; 2: Itália); repolho (1: Dinamarca; 5: E.U.A.; 2: Itália; 3: Japão); rúcula (5: Dinamarca; 2: Itália). Pectobactérias não foram isoladas de canola (48: Austrália) nem de amostras de sementes de couve-flor e repolho oriundas do Chile e da França, e de brócolis oriundo do México..

21.
ROERHS, Dione Dinael ; DUARTE, V. . Galeria de fotos sobre sintomatologia de doenças de plantas. In: 7. Salão de Extensão da UFRGS, 2006, Porto Alegre. Resumos do 7. Salão de Extensão da UFRGS, 2006.
Palavras-chave: Banco de fotos; Online; Assinatura de doenças; Imagens digitais.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Entomologia Agrícola.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Local; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
A Galeria de Fotos é um trabalho de extensão do Departamento de Fitossanidade, Faculdade de Agronomia, UFRGS, que consiste em um banco de dados, disponível na Internet, com imagens relacionadas à fitossanidade, tanto para profissionais da área quanto para o público em geral, proporcionando à população uma forma de consulta de fácil acesso às principais doenças das plantas cultivadas no Estado. O objetivo desta galeria é disponibilizar fotos expressivas de sintomas de doenças de plantas e estruturas de fitopatógenos úteis no processo de diagnose. As imagens contém uma breve descrição e podem ser localizadas através de um sistema de busca por hospedeiro e agente. As fotos visam auxiliar também na preparação de aulas ou apresentações sobre fitopatologia, na diagnose de doenças de plantas, na ilustração de trabalhos acadêmicos, tais como monografias, dissertações, teses, etc. A única exigência ética é que a fonte seja citada. O acesso à Galeria de Fotos, bem como a colaboração com o envio de fotos para o banco de dados, podem ser feitos através da página do Departamento, no seguinte endereço eletrônico: http://www.ufrgs.br/agrofitossan/galeria. Na página inicial, há uma opção com o título Colabore. Ao clicar, abrirá uma janela interativa que permitirá o envio de informações básicas da foto que será anexada. A autoria será publicada junto com a foto. A busca pode ser efetuada tanto no campo Busca, quanto nas colunas laterais, hospedeiro e agente - esquerda e direita, respectivamente. Atualmente o banco contém 414 imagens, 42 incluídas a partir de abril de 2006, 17 das quais pelo autor principal..

22.
GOULART, Fátima Costa ; DUARTE, V. ; ROSSI, Fernando . Herbário Fitopatológico: Progressos em 2006. In: 7. Salão de Extensão da UFRGS, 2006, Porto Alegre. Resumos do 7. Salão de Extensão da UFRGS. Porto Alegre: UFRGS, 2006.
Palavras-chave: Doenças de plantas; Exsicatas.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Local; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
INTRODUÇÃO O Herbário Fitopatológico (HF) foi, inicialmente, organizado pelo Prof. José Porfírio da Costa Neto. O primeiro material herborizado (ficha no. 1) é de 21/10/1948 e o último, sob a responsabilidade do Prof. Costa Neto, é (ficha no. 9082) de 16/04/1980. O HF consiste numa coleção de exsicatas de plantas com sintomas de doenças, cujas informações de cada espécime estão organizadas na forma de banco de dados, disponível na Internet, para consulta de profissionais da área e público em geral. OBJETIVOS Os objetivos do HB consistem em oferecer um banco de dados organizado, com informações das doenças de plantas que ocorrem na região, armazenado na forma de exsicatas, permitindo a expansão constante através de novos materiais submetidos à clínica vegetal, servindo também de contraprova das diagnoses realizadas. Tais informações têm sido úteis para complementar trabalhos acadêmicos de graduação e pós-graduação, pesquisa, aulas, confirmação da ocorrência de pragas, além de outros. FUNCIONAMENTO A linguagem de programação utilizada foi ASP e o banco de dados organizado no Microsoft Access. O sistema é totalmente gerenciado em ambiente web, protegido por senhas, podendo ser acessado a partir de qualquer local onde haja possibilidade de conexão à Internet. O acesso ao Herbário Fitopatológico pode ser feito através da página do Departamento de Fitossanidade: http://www.ufrgs.br/agrofitossan/herbario/index.asp RESULTADOS Durante 2006, 25 novos espécimes foram incluídos no HF, incluindo doenças de arroz, brachiaria, capim-cidró, fumo, eucalipto, laranjeira, ligustre, macieira, mamoeiro, rúcula, soja e videira..

23.
SCHENATO, Paula Guerra ; SANHUEZA, Rosa Maria Valdebenito ; DUARTE, V. . Produção de conídios de Venturia inaequalis em diferentes meios de cultura e em folhas destacadas. In: VI Encontro de Iniciação Científica da Embrapa Uva e Vinho, 2006, Bento Gonçalves. Documentos. Bento Gonçalves: Embrapa Uva e Vinho, 2006. v. 57. p. 40-20.
Palavras-chave: Sarna; Malus; Método.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Local; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

24.
PÉREZ, Ana Elisa Silvera ; SANHUEZA, Rosa Maria Valdebenito ; DUARTE, V. . Incidência e severidade de mofo cinzento, causado por Botrytis cinerea, em Fuchsia speciosa, tratadas com Clonostachys rosea. In: XXVIII Congresso Paulista de Fitopatologia, 2005, São Paulo. Summa Phytopathologica (Impresso). Jaboticabal: Gráfica Santa Terezinha, 2005. v. 31. p. 26-27.
Palavras-chave: brinco-de-princesa; paraquat; clorotalonil; oxicloreto de cobre; mancozeb; iprodione.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Regional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01005405.
Plantas de fuchsia var. 022, multiplicadas por toletes, em estufa da empresa AGRO-INDUSTRIAL LAZZERI LTDA., Vacaria, RS, foram aspergidas com: (1) água + espalhante adesivo, 0,01% (testemunha); (2) fungicidas (clorotalonil, folpet, oxicloreto de cobre, mancozeb, iprodione, thiram), aplicados semanalmente, alternando os princípios ativos, a partir de 26 dias pós-transplantio; (3) suspensão de conídios da estirpe GFO4 de Clonostachys rosea, aplicação semanal desde os 26 dias pós-transplantio, bi-semanal a partir dos 172 dias da primeira; e (4) suspensão de conídios de GFO4 a cada três semanas a partir dos 61 dias do transplantio, passando a freqüência semanal aos 51 dias e bi-semanal aos 137 dias posteriores do precedente. Os tratamentos das folhas de fuchsia com paraquat (0,1 ml L-1, 1 min) ou a manutenção à -20 °C por 15 e 20 min, para avaliar o MC, foram testados e não diferiram. Os tratamentos foram organizados em blocos casualizados, com quatro repetições e 18 plantas por parcela. A incidência e a severidade do Mofo Cinzento foram avaliadas em folhas destacadas e submetidas à -20 °C por 15 min. Aos 150 dias pós-transplantio, a incidência de MC nas plantas dos tratamentos 1 a 4 foi 14,0, 4,2, zero e zero por cento, respectivamente. Na segunda avaliação, 180 dias pós-transplantio, foi 57,7, 6,5, 17,8 e 26,8%, respectivamente. A severidade do MC nas plantas dos tratamentos 1 a 4 foi 25,7, 3,8, 4,7 e 10,1%, respectivamente..

25.
FINGER, Maria Isabel Fernandes ; DUARTE, V. ; DALBOSCO, Marisa . Identificação de Phakopsora meibomiae em lablab. In: XXXVIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2005, Brasília. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)), 2005. v. 30. p. S123-S123.
Palavras-chave: Lablab purpureus; Phakopsora pachyrhizi.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.
A existência de uma extensa gama de hospedeiros de Phakopsora pachyrhizi, agente causal da ferrugem asiática da soja, é um dos fatores que contribui para sua rápida disseminação e presença nas principais regiões produtoras do mundo. Dentre as 30 espécies de leguminosas hospedeiras está o Lablab (Lablab purpureus), planta com alto potencial forrageiro e de aporte de nitrogênio ao solo. Com o objetivo de identificar a espécie do fungo causador de ferrugem em lablab, folíolos foram coletados do canteiro demonstrativo do Departamento de Plantas Forrageiras e Agrometeorologia, Faculdade de Agronomia, UFRGS, e submetidos à extração de DNA total pela técnica CTAB. O DNA extraído foi diluído em água (1:25 e 1:50) e utilizado na PCR com três pares de oligonucleotídeos iniciadores para P. pachyrhizi, P. meibomiae e para ambas as espécies (Frederick et. al., Phytopathology 92:217-227). A espécie identificada foi P. meibomiae, agente causal da ferrugem americana. Parte dos folíolos coletados foi herborizada e fotografada e as informações estão disponíveis no Herbário Fitopatológico e na Galeria de Fotos, que podem ser acessados em www.ufrgs.br/agrofitossan. Munoz, J. O., S. F. Nome, et al. (1987). "A mycoplasma-like organism associated with yellows of Melia azedarach." Fitopatologia Brasileira 12: 95-97..

26.
DALBOSCO, Marisa ; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes ; DUARTE, V. . Primeiro registro da ocorrência de amarelo em cinamomo no Brasil. In: XXXVIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2005, Brasília. Fitopatologia Brasileira (Suplemento). Fortaleza: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2005. v. 30.
Palavras-chave: Fitoplasma; Melia azedarach.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
A incidência de um fitoplasma associado ao amarelo do cinamomo (Melia azedarach L.) foi registrada na Argentina (Munoz et al. ,1987), mas não no Brasil. As plantas inicialmente apresentam alguns ramos mostrando amarelecimento foliar e redução de tamanho, proliferação de ramos e encurtamento de internos. Após alguns anos, os sintomas aparecem em toda a planta até a árvore morrer. Plantas exibindo estes sintomas foram encontradas nas ruas de Porto Alegre, nas cidades do litoral, junto às rodovias partindo da capital até Livramento, Rio Grande e Santa Maria. Provavelmente esteja ocorrendo em outros Estados. Os resultados da caracterização molecular de seqüências de DNA ribossomal 16S, PCR com oligonucleotídeos iniciadores universais e do exame das células do floema com microscopia eletrônica serão apresentados..

27.
GOULART, Fátima Costa ; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes ; DUARTE, V. . Herbário Fitopatológico José Porfírio da Costa Neto. In: 6o. Salão de Extensão, 2005, Porto Alegre. 6o. Salão de Extensão - Resumos. Porto Alegre: UFRGS, 2005. v. 1.
Palavras-chave: Exsicatas.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Regional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www1.ufrgs.br/extensao/salaoextensao/mostra/index.htm.
O Herbário Fitopatológico José Porfírio da Costa Neto é um serviço de extensão oferecido pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul para todos aqueles que tiverem acesso à internet. O nome dado a este trabalho é uma referência ao professor Costa Neto, idealizador e primeiro organizador do herbário, iniciado no ano de 1948. OBJETIVO O objetivo deste trabalho é organizar o banco de dados referente a doenças de plantas, apresentados na forma de exsicatas e, ainda, continuar a expansão do herbário com coletas atuais. FUNCIONAMENTO A linguagem de programação utilizada foi ASP e o banco de dados organizado no Microsoft Access. O sistema é totalmente gerenciado em ambiente web, protegido por senhas, podendo ser acessado partir de qualquer local onde haja possibilidade de conexão à internet. Informações adicionais sobre este trabalho, bem como o acesso ao herbário, estão disponíveis na homepage do Departamento de Fitossanidade no seguinte endereço eletrônico: http://www.ufrgs.br/agro/fitossan/herbario. O Herbário Fitopatológico é um projeto em andamento, em fase de cadastramento das exsicatas já existentes. Concluída esta etapa, será dado início ao registro de novos materiais. CURIOSIDADES Embora o herbário tenha sido iniciado em 1948, o registro mais antigo tem a data de 21/10/1912. O último, sob a responsabilidade do Prof. Costa Neto, é de 16/04/1980..

28.
FINGER, Maria Isabel Fernandes ; DUARTE, V. . Galeria de fotos. In: 6o. Salão de Extensão, 2005, Porto Alegre. 6o. Salão de Extensão. Porto Alegre: UFRGS, 2005.
Palavras-chave: Fotos digitais; Sintomas de doenças de plantas.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Local; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Outro; Homepage: http://www1.ufrgs.br/extensao/salaoextensao/mostra/index.htm.
A Galeria de Fotos é um trabalho de extensão do Departamento de Fitossanidade, Agronomia, UFRGS, que consiste em um banco de dados, disponível na Internet, com imagens relacionadas à fitossanidade, tanto para profissionais da área quanto para o público em geral. OBJETIVOS O objetivo desta galeria é disponibilizar fotos de boa qualidade, de forma organizada, com um sistema de busca por hospedeiro e agente, visando auxiliar na diagnose de doenças de plantas, mas podendo também ser utilizada para complementar trabalhos acadêmicos, teses, apresentações, aulas, etc. A única solicitação é que a fonte seja citada. FUNCIONAMENTO A linguagem de programação utilizada foi ASP e o banco de dados organizado no Microsoft Access. O sistema é totalmente gerenciado em ambiente web, protegido por senhas, podendo ser acessado partir de qualquer local onde haja possibilidade de conexão à internet. O acesso à Galeria de Fotos, bem como a colaboração com o envio de fotos para o banco de dados, podem ser feitos através da home page do Departamento de Fitossanidade: http://www.ufrgs.br/agro/fitossan/galeria. Na página inicial, há uma opção com o título Colabore. Ao clicar, abrirá uma janela interativa que permitirá o envio de informações básicas da foto anexa. A autoria será publicada junto com a foto. RESPONSÁVEIS Este trabalho está sendo executado pelas estudantes do curso de Agronomia, Fátima Costa Goulart e Maria Isabel Fernandes Finger, sob a coordenação do Prof. Valmir Duarte. A programação e edição estão sob a responsabilidade do estudante do Curso de Sistemas de Informação da ULBRA, Fernando Rossi..

29.
PÉREZ, Ana Elisa Silvera ; SANHUEZA, Rosa Maria Valdebenito ; DUARTE, V. ; INGLIS, Maria Cleria Valadares ; INGLIS, Peter ; BORGES, Rubia ; GAVIÃO, Camila ; MENEZES, José Eustáquio . Incidência e severidade de mofo cinzento em mudas de Fuchsia speciosa tratadas com fungicidas e Clonostachys rosea. In: II Fórum Latino-Americano de Plantas Ornamentais, 2005, Nova Petrópolis. Resumos do II Fórum Latino-Americano de Plantas Ornamentais, 2005. p. 98-99.
Palavras-chave: Ornamental; Controle biológico.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Realizado de 13 a 15 de novembro de 2005 no Centro de Eventos, Nova Petrópolis, RS, Brasil.

30.
ROMMEL, Cátia Cristina ; TASSA, Samira Omar Mohamad El ; DUARTE, V. . Caracterização de pectobactérias associadas a raízes de cenoura. In: XXXVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2004, Gramado. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Fortaleza: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2004. v. 29. p. S122-S123.
Palavras-chave: Daucus carota L.; Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis; CEASA-RS; eric-pcr; box-pcr.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

31.
ROMMEL, Cátia Cristina ; TASSA, Samira Omar Mohamad El ; DUARTE, V. . Virulência de estirpes de Pectobacterium spp., oriundas de cenoura, em batata e cenoura. In: XXXVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2004, Gramado. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Recife: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2004. v. 29. p. S123-S123.
Palavras-chave: Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis; podridão mole.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

32.
TASSA, Samira Omar Mohamad El ; DUARTE, V. . Caracterização da variabilidade genética de pectobactérias por PCR-RFLP do gene recA. In: XXXVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2004, Gramado. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Recife: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2004. v. 29. p. S125-S125.
Palavras-chave: Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis; 16S; 23S.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

33.
DUARTE, V.; DALBOSCO, Marisa ; TASSA, Samira Omar Mohamad El . Ocorrência de crestamento bacteriano, causado por Xanthomonas hortorum pv. pelargonii, em gerânio no Estado do Rio Grande do Sul. In: XXXVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2004, Gramado. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Recife: Sociedade Brasieira de Fitopatologia, 2004. v. 29. p. S126-S126.
Palavras-chave: Laboratório Oficial de Diagnóstico Fitossanitário; Coleção de Bactérias Fitopatogênicas do Instituto.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

34.
THEISEN, Sergiomar ; SARTORI, Ivar Antônio ; PANZENHAGEM, Nestor Valtir ; NICHELE, Fernanda Severo ; DUARTE, V. ; KOLLER, Otto Carlos . Incidência de folhas com lesões de cancro cítrico (Xanthomonas citri pv. citri) em pomar de laranjeiras 'Valência'sob concentrações e freqüências de pulverizações cúpricas. In: XXXVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2004, Gramado. Fitopatologia Brasileira, Suplemento. Recife: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2004. v. 29. p. S233-S233.
Palavras-chave: trifoliata; Citrus sinensis; Poncirus trifoliata (L.) Raf..
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

35.
THEISEN, Sergiomar ; SARTORI, Ivar Antônio ; PANZENHAGEM, Nestor Valtir ; NICHELE, Fernanda Severo ; DUARTE, V. ; KOLLER, Otto Carlos . Severidade de cancro cítrico (Xanthomonas citri pv. citri) em pomar de laranjeiras Valência sob concentrações e freqüências de pulverizações cúpricas. In: XXXVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2004, Gramado. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Recife: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2004. v. 29. p. S234-S234.
Palavras-chave: cobre metálico; Poda sanitária; Citrus sinensis (L.) Osbeck.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

36.
DUARTE, V.; BOER, S. H. ; OLIVEIRA, Andréia Mara Rotta de ; WARD, Len J . A new subspecies of Erwinia carotovora associated with potato blackleg in Brazil. In: International Congress of Plant Pathology, 2003, Christchurch. Proceedings of the International Congress of Plant Pathology, 2003.
Palavras-chave: soft rot; 16S-23S ITS region; pectobacteria; Solanum tuberosum; 16S gen.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Nova Zelândia/ Inglês; Meio de divulgação: Impresso.

37.
DALBOSCO, Marisa ; DUARTE, V. ; COLODEL, Samira Omar Mohamad El Tassa . Ocorrência de Chalara elegans em raízes de cenoura no Rio Grande do Sul. In: XXXVI Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2003, Uberlândia. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Fortaleza: Nacional, 2003. v. 28. p. 207-207.
Palavras-chave: Daucus carota L.; Ceratocystis fimbriata; Thielaviopsis.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.sbfito.com.br; ISSN/ISBN: 01004158.
Raízes de cenoura (Daucus carota L.), cultivar Brasília, recebidas no Laboratório de Clínica Vegetal em janeiro de 2003, apresentavam lesões que variavam de pequenos pontos escuros à podridão negra de toda a raiz. A comparação das estruturas (clamidósporos (aleuriósporos) e fialósporos no interior de fiálides) observadas no microscópio com às descritas na bibliografia mostrou tratar-se do fungo Chalara elegans (sin. Thielaviopsis basicola) anamórfico de Ceratocystis sp. A tentativa de isolamento em BDA, 25-28 ºC, resultou invariavelmente no crescimento de Fusarium sp., que não induziu qualquer sintoma quando inoculado em raízes de cenoura desinfestadas. A transferência de estruturas de C. elegans de raízes infectadas para raízes desinfestadas resultou na indução de sintomas e sinais típicos de Podridão Negra, ou seja, regiões de tecidos enegrecidos, com vegetação superficial do fungo, deprimidas. A fase teleomórfica não foi observada. Ceratocystis fimbriata foi registrada no Brasil (Fitopatol. bras. 28:108. 2003), mas as estruturas da fase imperfeita apresentadas são diferentes de C. elegans. No entanto, tais estruturas de C. elegans estavam presentes no material observado em raízes de cenoura no RS, indicando tratar-se de Ceratocystis sp. (Mycologia 94(1):62-72. 2002)..

38.
DUARTE, V.; DALBOSCO, Marisa ; TASSA, Samira Omar Mohamad El . Identificação de isolados de Ralstonia solanacearum provenientes de plantas de fumo da Bahia e do Rio Grande do Sul. In: XXXVI Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2003, Uberlândia. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Fortaleza: Nacional, 2003. v. 28. p. 239-239.
Palavras-chave: Nicotiana tabacum; Sumatra; biovar iv.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.sbfito.com.br; ISSN/ISBN: 01004158.
Isolados de Ralstonia solanacearum obtidos de plantas de fumo, variedade Sumatra, em lavouras localizadas em Cruz das Almas, BA, foram caracterizados e comparados com isolados obtidos de plantas de fumo Virgínia oriundas de lavouras do RS. O crescimento em meio de cultura TTC mostrou a presença de colônias fluídas e mucóides indistintamente. No entanto, somente os isolados obtidos no RS induziram sintomas em plântulas de fumo Virgínia. Antissoro policlonal contra R. solanacearum reagiu positivamente com os isolados de ambos os locais. O padrão bioquímico obtido pelo teste de utilização de açúcares e álcoois indicou que as estirpes do RS são biovar 1 e da BA biovar 3. A análise do DNA está sendo realizada para confirmar tal identificação e os resultados serão apresentados..

39.
TASSA, Samira Omar Mohamad El ; DUARTE, V. . Caracterização molecular de pectobactérias por ERIC-PCR, BOX-PCR e RAPD. In: XXXVI Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2003, Uberlândia. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Fortaleza: Nacional, 2003. v. 28. p. 239-239.
Palavras-chave: Pectobacterium carotovorum; Pectobacterium carotovorum subsp. atroseptica; Pectobacterium carotovorum subsp. carotovorum.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.sbfito.com.br; ISSN/ISBN: 01004158.

40.
ROMMEL, Cátia Cristina ; TASSA, Samira Omar Mohamad El ; DUARTE, V. . Identificação e incidência de erwínias pectolíticas em tubérculos de batata importados da Argentina e Chile. In: XXXV Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2002, Recife. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Fortaleza: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2002. v. 27. p. S59-S59.
Palavras-chave: Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.
Tubérculos de batata importada da Argentina e Chile para consumo foram avaliados para detectar a presença de erwinias pectoliticas. Cada tubérculo foi lavado em água corrente, deixado secar à temperatura ambiente e perfurado com 10 palitos em 10 lenticelas; foi então coberto com uma fina camada de óleo de soja, colocado individualmente em cima de folha de papel toalha umedecida dentro de saco plástico transparente e incubado a 23 °C por quatro dias. Isolados de Erwinia sp. foram obtidos em meio CPG, a partir dos tecidos macerados, e estão sendo identificados por testes bioquímicos, sorológicos e PCR, a nível de espécie e subespécie. Resultados preliminares mostraram que a incidência de podridão mole foi alta, sendo que a presença de Erwinia sp. não esteve associada com a maioria dos casos..

41.
DUARTE, V.; TASSA, Samira Omar Mohamad El . Identificação e incidência de Erwinia sp. em tubérculos de batata-semente. In: XXXV Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2002, Recife. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Fortaleza: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2002. v. 27. p. S59-S59.
Palavras-chave: Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.
Erwínias pectolíticas sobrevivem na forma latente nas lenticelas e ferimentos suberizados dos tubérculos e são fonte de inóculo para a canela preta e a podridão mole. Com o objetivo de avaliar a incidência e identificar as Erwinia spp. em batata-semente, tubérculos de sete cultivares, oriundos de lavouras de Vacaria, RS, foram coletados no outono de 2002. Cada tubérculo foi lavado em água corrente, deixado secar à temperatura ambiente e perfurado com palitos em 10 lenticelas; foi então coberto com fina camada de óleo de soja, colocado individualmente em cima de folha de papel toalha umedecida dentro de saco plástico transparente e incubado a 23 °C por quatro dias. Setenta e um isolados de Erwinia sp. foram obtidos em meio CPG, a partir dos tubérculos macerados, e estão sendo identificados por testes bioquímicos, sorológicos e PCR, a nível de espécie e subespécie. Resultados preliminares mostraram que a incidência de podridão mole variou de 63 a 100% entre as cultivares, sendo que a presença de Erwinia sp. foi constatada em 9 a 73% dos casos. Embora mais amostragens estejam sendo feitas em outras lavouras durante esta safra de outono, os resultados obtidos até agora mostram que a incidência de populações latentes de Erwinia sp. em batata-semente é significativa..

42.
KONRAD, T. ; DUARTE, V. . Identificação de erwinias pectolíticas associadas a podridões moles em diferentes hospedeiros. In: XIII Salao e X Feira de Iniciação Científica, 2002, Porto Alegre. Anais do XIII Salao e X Feira de Iniciação Científica. Porto Alegre, RS: Editora da UFRGS, 2002.
Palavras-chave: Erwinia carotovora subsp. carotovora.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Local; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
As bactérias pectolíticas classificadas no gênero Erwinia causam podridões moles em muitas plantas de interesse econômico, sendo a causa primária da perda pós-colheita de plantas olerícolas. Entre as erwinias pectolíticas, a maioria das estirpes é classificada em uma das duas espécies: Erwinia carotovora e E. chrysanthemi. A classificação de estirpes de E. carotovora em subespécies atroseptica, betavasculorum, odorifera e wasabiae baseia-se na especificidade hospedeira, caracteristicas fisiológicas e bioquímicas. E. cartovora subsp. carotovora, ao contrário das outras subespécies, tem ampla gama de hospedeiros. A identificação da espécie e/ou subespécie de Erwinia é essencial para o conhecimento de sua epidemiologia e, consequentemente, para o estabelecimento de estratégias de controle. Assim, amostras de frutos, raízes, tubérculos ou quaisquer partes da planta de alface, alho, batata, berinjela, beterraba, brócolis, cenoura, chuchu, couve-flor, pimentão, repolho e tomate, apresentando sintomas iniciais de podridão mole, ou seja, não totalmente macerado, aquoso, foram coletadas em lavouras em Porto Alegre, na Grande Porto Alegre, na CEASA e em supermercados. No laboratório, as estirpes de Erwinia sp. foram isoladas através de inoculação em pimentão e transferência consecutiva para os meios de cultura B de King, Kado e Cristal-Violeta-Pectato. Estirpes , cinco por hospedeiro, apresentando colônias petolíticas, foram submetidas aos seguintes testes: Gram, catalase, oxidase, oxidação/fermentação, crescimento a 37 °C, fosfatase e produção de ácidos a partir de alfa-metil-glucosídeo, lactose, maltose e trealose. O DNA foi extraido e primers específicos foram usados para confirmar a identificação. Os resultados, ilustrando as espécies e subespécies associadas aos diferentes hospedeiros, serão apresentados e a interpretação discutida. (CNPq-PIBIC/UFRGS).

43.
ROMMEL, Cátia Cristina ; COLODEL, S. O. M. E. T. ; DUARTE, V. . Identificação e incidência de pectobactérias em tubérculos de batata importada da Argentina e Chile. In: XIV Salao e XI Feira de Iniciação Científica, 2002, Porto Alegre. Anais do XIV Salao e XI Feira de Iniciação Científica. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2002.
Palavras-chave: Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis; Pectobacterium carotovorum subsp. carotovorum; Pectobacterium carotovorum subsp. atrosepticum.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Local; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

44.
COLODEL, S. O. M. E. T. ; DUARTE, V. . Identificação de pectobactérias em tubérculos de batata-semente. In: XI Reunião Estadual de Biotecnologia Vegetal e II Reunião RedBio Brasil Zona Sul, 2002, Bento Gonçalves. Anais da XI Reunião Estadual de Biotecnologia Vegetal e II Reunião RedBio Brasil Zona Sul, 2002.
Palavras-chave: Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Local; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.
Pectobactérias sobrevivem na forma latente nas lenticelas e ferimentos suberizados dos tubérculos e são fonte de inóculo para a canela preta e a podridão mole. Com o objetivo de avaliar a incidência e identificar as pectobactérias em batata-semente, tubérculos de diferentes cultivares, oriundos de lavouras de Vacaria, Canguçu, Piratini e Ibiraiaras, RS, foram coletados no outono de 2002. Cada tubérculo foi lavado em água corrente, deixado secar à temperatura ambiente e perfurado com palitos em 10 lenticelas; foi então coberto com fina camada de óleo de soja, colocado individualmente em cima de folha de papel toalha umedecida dentro de saco plástico transparente e incubado a 23 °C por quatro dias. Duzentos e vinte e seis isolados foram obtidos em meio CPG, a partir dos tubérculos macerados, e foram identificados por testes bioquímicos, fisiológicos e PCR, a nível de espécie e subespécie. Resultados mostraram que a incidência de podridão mole variou de 20 - 100% entre as cultivares, sendo que a presença de Pectobacterium sp. foi constatada em todas as amostras. Dentre os isolados, 51, 44% foram identificados como Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis e P. carotovorum subsp. carotovorum. Onze isolados não se enquadraram nos padrões de classificação usados. Pode-se concluir que há uma alta incidência de Pectobacterium carotovorum na forma de infecção latente em tubérculos de batata semente, independente da cultivar e município; P. carotovorum subsp. atrosepticum, a principal responsável por incitar canela preta em batata em outros países, não ocorre nas condições do RS; P. carotovorum subsp. brasiliensis, associada à Canela Preta nas condições do RS, está presente nos tubérculos..

45.
HENZ, G. P. ; DUARTE, V. . Identificação de Erwinia chrysanthemi causando mela em mandioquinha-salsa (Arracacia xanthorrhiza) por PCR. In: XXXV Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2002, Recife. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Fortaleza: Gráfica Nacional, 2002. v. 27. p. S60-S61.
Palavras-chave: 16S-23S.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

46.
SILVEIRA, José Ricardo Pfeifer ; DUARTE, V. ; MORAES, Marcelo Gravina de . Caracterização de isolados de Ralstonia solanacearum de batata por PCR-ERIC e RAPD. In: XXXV Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2002, Recife. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Fortaleza: Editora Nacional, 2002. v. 27. p. S70-S70.
Palavras-chave: Solanum tuberosum; Murchadeira.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

47.
ROSSETTO, E. A. ; DUARTE, V. . Epidemiological aspects of citrus variegated chlorosis at Rio Grande do Sul State, Brazil. In: Joint Meeting of APS, SON, and MSA, 2001, Salt Lake. Abstracts of Joint Meeting of APS, MSA, and SON. Saint Paul: APS PRESS, 2001. v. 91. p. S77-S77.
Palavras-chave: Xylella fastidiosa; DIBA; weed; CVC.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Brasil/ Inglês; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.apsnet.org/meetings/2001/Poster_session_A.htm.

48.
COLODEL, S. O. M. E. T. ; DUARTE, V. . Ocorrência de mancha bacteriana, causada por Xanthomonas campestris pv. passiflorae, em maracujá (Passiflora spp.) no Estado de Mato Grosso. In: XXXIV Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2001, São Pedro. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Fortaleza: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2001. v. 26. p. 271-271.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

49.
SILVEIRA, José Ricardo Pfeifer ; LOPES, C. A. ; MORAES, Marcelo Gravina de ; DUARTE, V. . Avaliação de cultivares e clones de batata: Aspestos epidemiológicos e de resistência à Ralstonia solanacearum. In: XXXIV Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2001, São Pedro. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Fortaleza: Fitopatologia Brasileira, 2001. v. 26. p. 271-271.
Palavras-chave: murcha bacteriana.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

50.
OLIVEIRA, Andréia Mara Rotta de ; MORAES, Marcelo Gravina de ; SILVEIRA, José Ricardo Pfeifer ; KONRAD, T. ; DUARTE, V. . Genetic variability of Erwinia carotovora subsp. atroseptica and E. carotovora subsp. carotovora associated to blackleg in potato fiels in Rio Grande do Sul, Brazil. In: Joint Meting of APS, SON, and MSA, 2001, Salt Lake. Abstracts of Joint Meeting of APS, MSA, and SON. Saint Paul: American Phytopathological Society, 2001. v. 91. p. S68-S68.
Palavras-chave: ERIC PCR; Box PCR.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Estados Unidos/ Inglês; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.apsnet.org/meetings/2001/Poster_session_A.htm.
poster.

51.
DUARTE, V.; ROSSETTO, E. A. ; MORAES, Marcelo Gravina de ; CORÇÃO, G. . Hospedeiros alternativos da Xylella fastidiosa dos citros no RS. In: XXXIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2000, Belém. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Fortaleza: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2000. v. 25. p. 329-329.
Palavras-chave: Clorose Variegada dos Citros; Valência.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

52.
SILVEIRA, José Ricardo Pfeifer ; MORAES, Marcelo Gravina de ; DUARTE, V. . Incidência de biovares 1 e 2 de Ralstonia solanacearum em lavouras de batata no Rio Grande do Sul. In: XXXIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 2000, Belém. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)), 2000. v. 25. p. 331-221.
Palavras-chave: Murchadeira; Solanum tuberosum.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

53.
OLIVEIRA, Andréia Mara Rotta de ; MORAES, Marcelo Gravina de ; DUARTE, V. . Incidência e distribuição de erwinias pectolíticas em lavouras de batata no Estado do Rio Grande do Sul. In: XXXIII Congresse Brasileiro de Fitopatologia, 2000, Belém. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Fortaleza: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 2000. v. 25. p. 460-460.
Palavras-chave: podridão mole; canela preta; Solanum tuberosum.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

54.
OLIVEIRA, Andreia Mara Rotta de ; DUARTE, V. ; DENARDIN, N. A. . Incidence and distribution of pectolytic erwinias in potato fields in Rio Grande do Sul State, Brazil. In: The 10th International Conference on Plant Pathogenic Bacteria, 2000, Charlottetown. Abstracts of The 10th International Conference on Plant Pathogenic Bacteria, 2000.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Canadá/ Inglês; Meio de divulgação: Impresso.
Plants showing blackleg symptoms were harvested from 22 potato fields at nine counties of four production regions of Rio Grande do Sul State: "Serra" (Mountain), "Planalto" (Upland), "Depressão Central" (Lowland), and South Coast. In the lab, potato tuber slices were stabbed with a wood toothpick after stabbing plant samples. Subsequently, bellpepper fruits were stabbed with a wood toothpick after stabbing macerated potato slices. Soft rotted bellpepper was used as source of isolation in YDC medium. Four hundreds and forty bacterial isolates were identified as Erwinia carotovora subsp. atroseptica, E. carotovora subsp. carotovora and E. chrysanthemi by biochemical tests and PCR. The incidence and distribution of species and subspecies of Erwinia in the different potato production regions will be presented and the influence in the disease management discussed..

55.
DUARTE, V.. Incidência de doenças e patógenos em tubérculos de batata importadas da Argentina em 1998. In: XXXII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 1999, Curitiba. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Brasília: Fitopatologia Brasileira, 1999. v. 24. p. 367-367.
Palavras-chave: Streptomyces scabies; Rhizoctonia solani; Fusarium sp; Meloidogyne sp; podridão mole; Solanum tuberosum.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

56.
DISCONZI, M. S. ; SILVEIRA, José Ricardo Pfeifer ; DUARTE, V. . Ocorrência de Agrobacterium tumefaciens em crisântemo no Rio Grande do Sul. In: XXXII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 1999, Curitiba. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Brasília: Fitopatologia Brasileira, 1999. v. 24. p. 248-248.
Palavras-chave: galha-da-coroa.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

57.
DUARTE, V.; MACIEL, João Leodato Nunes ; SAND, S. T. V. D. . Incidence of Ralstonia solanacearum groups on a single potato field determined by tRNA consensus primers. In: 7th International Congress of Plant Pathology, 1998, Edinburg. Abstracts, 1998. v. 2.
Palavras-chave: Bacterial wilt; Potato.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Escócia/ Inglês; Meio de divulgação: Impresso.

58.
MACIEL, João Leodato Nunes ; SAND, S. T. V. D. ; DUARTE, V. . Densidades populacionais de Ralstonia solanacearum em seis cultivares de batata a campo. In: XXX Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 1997, Poços de Caldas. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Brasília: Fitopatologia Brasileira, 1997. v. 22. p. 236-236.
Palavras-chave: murcha bacteriana.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

59.
MACIEL, João Leodato Nunes ; SAND, S. T. V. D. ; DUARTE, V. . Population densities of Ralstonia solanacearum on six potato cultivars under field conditions. In: The 2nd International Bacterial Wilt Symposium, 1997, Gosier. Abstracts, 1997. p. B15-B15.
Palavras-chave: Bacterial wilt.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Internacional; Guadalupe/ Inglês; Meio de divulgação: Impresso.

60.
REZERA, F. ; DUARTE, V. . Biovares de Ralstonia solanacearum em lavouras de batata do RS. In: IX Salao de Iniciação Científica, 1997, Porto Alegre. Anais do IX Salao de Iniciação Científica. Porto Alegre: PROPESQ, UFRGS, 1997. p. 10-10.
Palavras-chave: murcha bacteriana; Solanum tuberosum.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Classificação do evento: Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

61.
TASSA, Samira Omar Mohamad El ; TAUNOUS, I. D. ; DUARTE, V. . Clorose variegada dos citros no RS e método alternativo para diagnose. In: XXX Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 1997, Poços de Caldas, MG. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 1997. v. 22. p. 238-238.
Palavras-chave: Xylella fastidiosa; Citrus; Amarelinho.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

62.
LÂNGARO, N. C. ; REIS, E. M. ; FLOSS, E. L. ; DUARTE, V. . Reação de cultivares de aveia (Avena sativa L.) à mancha do halo causada por Pseudomonas syringae pv. coronafaciens (Elliot). In: XXX Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 1997, Poços de Caldas, MG. Resumos do XXX Congresso Brasileiro de Fitopatologia. Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 1997. v. 22. p. 235-235.
Palavras-chave: Resistência.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Classificação do evento: Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

63.
YOSSEN, V. E. ; MACIEL, João Leodato Nunes ; DUARTE, V. . Virulência de três estirpes de Pseudomonas solanacearum resistentes a antibióticos.. In: XXIX Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 1996, Campo Grande. Resumos, 1996. v. 21. p. 341-341.
Palavras-chave: murcha bacteriana.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

64.
LOCH, L. C. ; FONTOURA, M. C. ; DUARTE, V. . Produção de conídios de Plenodomus destruens pelo processo marcescente. In: XXIX Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 1996, Campo Grande, MS. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 1996. v. 21. p. 368-368.
Palavras-chave: mal-do-pé; batata-doce.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

65.
DUARTE, V.; MACIEL, João Leodato Nunes . Incidência de murcha bacteriana em seis cultivares de batata (Solanum tuberosum) a campo e população de Pseudomonas solanacearum. In: XXIX Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 1996, Campo Grande, MS. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 1996. v. 21. p. 336.
Palavras-chave: Epidemiologia.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

66.
DUARTE, V.. Identificação de patógenos em amostras de batata (Solanum tuberosum L.) importadas da Argentina. In:, Ilhéus, Bahia. Fitopat. bras. 20:306. 1995.. In: XXVIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 1995, Ilhéus. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)), 1995. v. 20. p. 306-306.
Palavras-chave: Streptomyces scabies; Meloidogyne sp; Fusarium sp; Rhizoctonia solani.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

67.
DUARTE, V.; MACIEL, João Leodato Nunes ; AYUB, M. A. Z. . Resistência ao cobre e perfil de restrição de ADN plasmidial de Xanthomonas campestris pv. citri. In: XXVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 1994, Itajaí, SC. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 1994. v. 19. p. 311-311.
Palavras-chave: Cancro Cítrico; Citrus.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

68.
DUARTE, V.; MOREIRA, R. B. ; FERNANDES, J. M. C. . Atividade nucleadora de gelo de isolados de Xanthomonas campestris pv. undulosa e estria bacteriana do trigo. In: XXVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 1994, Itajaí, SC. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 1994. v. 19. p. 289-289.
Palavras-chave: Triticum aestivum.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

69.
DUARTE, V.; MOREIRA, R. B. ; FERNANDES, J. M. C. . Avaliação da resistência de cultivares de trigo a Xanthomonas campestris pv. undulosa. In: XXVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 1993, Aracajú, SE. Fitopatologia Brasileira (Impresso) (Cessou em 2007. Cont. ISSN 1982-5676 Tropical Plant Pathology (Impresso)). Brasília, DF: Sociedade Brasileira de Fitopatologia, 1993. v. 18. p. 311-311.
Palavras-chave: Estria bacteriana; Triticum aestivum.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso; ISSN/ISBN: 01004158.

70.
DUARTE, V.; MOREIRA, R. B. ; FERNANDES, J. M. . Avaliação da resistência de cultivares de trigo à Xanthomonas campestris pv. undulosa. In: XXV Congresso Brasileiro de Fitopatologia, 1993, João Pessoa. Resumos do XXV Congresso Brasileiro de Fitopatologia. Brasília: Fitopatologia Brasileira, 1993. v. 18. p. 311-311.
Palavras-chave: Mancha estriada.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Nacional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

71.
IORIS, A. A. R. ; RUBIN, R. S. ; DUARTE, V. . Ocorrência do mal-do-pé da batata-doce, causado por Plenodomus destruens Harter, no RS. In: III Salão de Iniciação Científica, 1991, Porto Alegre. Resumos do III Salão de Iniciação Científica. Porto Alegre: PROPESQ, 1991. v. 3. p. 112-112.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Classificação do evento: Regional; Brasil/ Português; Meio de divulgação: Impresso.

Apresentações de Trabalho
1.
DUARTE, V.. Importância da implementação do plano de contingência para o fogo bacteriano no Brasil. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: Erwinia amylovora; Fire Blight.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitobacteriologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Parque da Maçã; Cidade: Fraiburgo; Evento: XV ENFRUTE; Inst. promotora/financiadora: Epagri (Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina); UNIARP (Universidade Alto Vale do Rio do Peixe; Prefeitura Municipal de Fraiburgo; EMBRAPA (Uva e Vinho e Clima Temperado).
O plano de contingência para o fogo bacteriano (FB) no Brasil, ou de qualquer outro plano de contingência, depende do seu (1) estabelecimento (legalização), da (2) criação do grupo nacional de defesa fitossanitária e do estabelecimento das (3) ações de prevenção para evitar a entrada da bactéria Erwinia amylovora (Ea). O objetivo desta apresentação será abordar estes três pontos, com ênfase no último. Informações sobre a biologia da Ea, importância econômica, distribuição e outros aspectos da praga podem ser encontradas na bibliografia e não são o foco desta apresentação (Balaz 1999; Bonn & van der Zwet, 2000; Erwinia amylovora, 2004; Hale, McRae & Thomson, 1987; Hauben et al., 1998; Martins & Oliveira, 2007; Taylor et al., 2002) 1) O estabelecimento do plano de contingência da Ea ocorreu através da publicação da Instrução Normativa (IN) ocorrida em agosto de 2016. A IN 34, de 25/08/2016, sancionada em 25/08/2016 e publicada em 26/08/2016, determina, no Artigo 1º, o Plano de Contingência do Fogo Bacteriano (Ea) das rosáceas. Segundo o primeiro parágrafo, este plano estabelece os procedimentos operacionais para aplicação de medidas preventivas e emergenciais para erradicação de focos e contenção da praga, no caso de sua introdução no Brasil. Também estabelece no Artigo 2º a instituição do denominado Grupo Nacional de Emergência Fitossanitária, no âmbito da Secretaria de Defesa Agropecuária - SDA, de caráter consultivo, visando identificar, propor e articular a implementação de ações preventivas de vigilância fitossanitária relacionadas com a introdução desta praga no país. Este grupo deverá ser coordenado pela área competente do Departamento de Sanidade Vegetal - DSV, e integrado por representantes, titulares e suplentes, das Superintendências Federais de Agricultura dos Estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná (MAPA 2016). I - Propor medidas de Defesa Sanitária Vegetal visando aprimorar ações determinadas no Plano de Contingência; II - Coordenar, aco.

2.
Duarte, Valmir. Nuances da análise do genoma completo de bactérias fitopatogênicas. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Center Convention Plaza Shopping; Cidade: Uberlândia; Evento: 50º Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.

3.
ANDRADE, C. C. L. ; DALBOSCO, Marisa ; Zanin, J. G. ; ROMERO, M. ; Fernandes, J. ; FALKENBACH, B. ; BERTOLINI, E. ; TELÓ, Patrícia de Souza ; DUARTE, V. . OPTIMIZATION OF A qPCR PROTOCOL FOR DETECTION OF Stenocarpella macrospora AND S. maydis IN CORN SEEDS. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Milho.
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: Uberlândia; Evento: 50º Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.

4.
ROCHA, M. S. ; Santin, R. C. M. ; CRUZ, F. A. R. ; DUARTE, V. . Quantification of Aphelenchoides besseyi by Coolen & D'Herde with pre-hydration of rice seeds. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Oryza sativa L..
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: Uberlândia; Evento: 50º Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.

5.
CARDOZA, Y. F. ; Balbinote, J. ; Zanin, J. G. ; Fernandes, J. ; DALBOSCO, Marisa ; ORTIZ, P. ; BERTOLINI, E. ; TELÓ, Patrícia de Souza ; DUARTE, V. . Interception of ?Candidatus Liberibacter solanacearum? in imported carrot, parsley and tomato seeds. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: cenoura; Salsa; tomate.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: Uberlândia; Evento: 50º Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.

6.
DUARTE, V.. Taxonomia, biologia, hospedeiros, distribuição geográfica, diagnose, dispersão, monitoramento e medidas de controle de Mycosphaerella fijiensis. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: Sigatoka Negra; Sigatoka Amarela.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Diagnóstico Fitossanitário.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Sede do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Torres, São Pedro de Alcântara e Arroio do Sal, Rua Manuel Fortunato de Souza n°135, 3° andar, Centro; Cidade: Torres; Evento: Curso de Habilitação de Responsáveis Técnicos para Certificação Fitossanitária de Origem, para Mycosphaerella fijiensis em bananeira; Inst. promotora/financiadora: Serviço de Sanidade Vegetal, SSV/RS, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA.

7.
DUARTE, V.. Defesa Sanitária Vegetal: Laboratório e Análise de Risco de Pragas. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: ARP; Plant Protection.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Faculdade de Agronomia; Cidade: Porto Alegre; Evento: Manejo Integrado de Pragas e Doenças; Inst. promotora/financiadora: Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

8.
DUARTE, V.. Sintomatologia e Identificação do Cancro Cítrico. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: Xanthomonas axonopodis pv. citri.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Diagnóstico Fitossanitário.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitobacteriologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Bretão; Local: Avenida Getúlio Vargas, 1384, CEP 90150-004; Cidade: Porto Alegre; Evento: Treinamento sobre a nova IN 37/2016 - SMR Cancro Cítrico; Inst. promotora/financiadora: Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação.
Participação no Treinamento nos dias 03 e 17 de novembro de 2016..

9.
DUARTE, V.. Sintomatologia e Identificação do Cancro Cítrico. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: Xanthomonas axonopodis pv. citri; Citrus canker.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Diagnóstico Fitossanitário.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitobacteriologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Centro Cultural; Cidade: São Sebastião do Caí; Evento: Treinamento sobre a nova IN 37/2016 - SMR Cancro Cítrico; Inst. promotora/financiadora: Secretaria de Agricultura, Pecuária e Irrigação.

10.
Duarte, Valmir. Novas tecnologias aplicadas no diagnóstico fitossanitário. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).
Palavras-chave: Next Generation Sequencing; Loop-mediated isothermal amplification; Videometer multispectral imaging.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Salão de Atos, Faculdade de Agronomia, UFRGS; Cidade: Porto Alegre; Evento: VIII Simpósio Brasileiro de Microbiologia Aplicada; Inst. promotora/financiadora: PPGMAA - UFRGS.
O assunto abordou tecnologias que o Agronômica - Laboratório de Diagnóstico Fitossanitário e Consultoria vem incorporando no diagnóstico fitossanitário para atender a demanda do mercado. A importância da metagenômica na detecção e quantificação de fungos, bactérias, nematoides e vírus em sementes e outros órgãos de propagação foi enfatizada. A previsão de novas tecnologias baseadas na análise do espectro de luz através de videometro e a determinação da presença de fungos foi explorada. O LAMP (Loop-mediated isothermal amplification) foi apresentado como a novidade que substituirá a PCR convencional e em tempo real. A tecnologia do RPA vendida pela empresa TWIST-DX do Reino Unido, similar ao LAMP, com resultados em 15 min, foi apresentada. A maior novidade será a integração dos sistemas através de Wifi de maneira que os resultados sejam lançados de forma automática..

11.
DUARTE, V.. Defesa Sanitária Vegetal no contexto do MIPD. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: MAPA; ARP; CFO.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Faculdade de Agronomia; Cidade: Porto Alegre; Evento: Disciplina do Curso de Graduação em Agronomia; Inst. promotora/financiadora: Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
A linha de argumentação baseou-se em evidenciar a importância da Defesa Sanitária Vegetal, de responsabilidade do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (mapa), a partir do histórico da implantação internacional do sistema de DSV. A estrutura do MAPA para atender esta tarefa foi apresentada, indicando como o trabalho de fiscalização é exercido. A importância da regulamentação das exigências fitossanitárias para a importação de produtos vegetais, dependente das Instruções Normaivas (INs), que nascem a partir as Análises de Risco de Pragas (ARPs). Considerando que a forma mais eficiente e barata de manejo de pragas é o método da exclusão, evitar a entrada de uma praga no País, no Estado, no Município e na lavoura/pomar/etc. repercute no agronegócio, na defesa do ambiente e no interesse da sociedade em geral. Os números do Laboratório Agronômica ilustraram a heterogeneidade do material analisado, tanto de importação como exportação, mas estressando a precariedade do sistema de defes, a sanitára entre os Estados brasileiros, ilustrada pelo número de amostras de trânsito interno analisadas. O concurso público ocorrido em 2014 para contratação de novos fiscais agropecuários foi apresentado como muito positivo na melhoria da DSV..

12.
DUARTE, V.. Aspectos sanitários do comércio de material de propagação vegetal no âmbito do Mercosul. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).
Palavras-chave: Agronômica; Pragas quarentenárias; Legislação Fitossanitária.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Departamento de Fitopatologia; Cidade: Lavras; Evento: XI Simpósio de Manejo de Doenças de Plantas; Inst. promotora/financiadora: Pró-Reitoria de Extensão e Cultura da Universidade Federal de Lavras - MEC.

13.
Schmitz, J. F. ; Souza Jr., I. T. ; DUARTE, V. ; OLIVEIRA, Andreia Mara Rotta de ; TELÓ, Patrícia de Souza . Caracterização de isolados de Xanthomonas sp. oriundas de sementes de arroz. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: xantomonadina; Xanthomonas oryzae pv. oryzae; Xanthomonas oryzae pv. oryzicola; PCR.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Centro de Eventos do Pantanal; Cidade: Cuiabá; Evento: XLIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasiliera de Fitopatologia.
Tropical Plant Pathology 35 (Suplemento), agosto 2010.

14.
CARVALHO, Joseane Biso de ; DUARTE, V. . Detecção de Dickeya sp., Pectobacterium spp. e Ralstonia solanacearum em tubérculos de batata por qPCR. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: TaqMan; Pectobacterium betavasculorum; Incidência; SYBR Green.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Produção Florestal, Pesca e Aqüicultura; Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Centro de Eventos do Pantanal; Cidade: Cuiabá; Evento: XLIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasiliera de Fitopatologia.
Tropical Plant Pathology 35 (Suplemento), agosto 2010, página S149.

15.
Damasceno, A. P. K. ; Boeira, J. ; MUNIZ, M. B. ; DUARTE, V. ; Schmitz, J. F. ; DALBOSCO, Marisa ; Silvestre, Maisa ; Bellé, A. S. ; Machado, M. ; OLIVEIRA, Andreia Mara Rotta de . Comparação de metodologias para o isolamento e detecção de Xanthomonas sp. em sementes de arroz (Oryza sativa) importadas pelo Brasil. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Elisa; PCR; Argentina; Uruguai; EUA; Blotter test.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Florianópolis; Cidade: Florianópolis; Evento: I Congresso de Iniciação Científica e Pó-Graduação / 20 Seminário de Iniciação Científica; Inst. promotora/financiadora: UDESC.
As limitações na sensibilidade e especificidade dos métodos microbiológicos tradicionais, sorológicos e moleculares, disponíveis para a detecção de Xanthomonas oryzae pv. oryzae e Xanthomonas oryzae pv. oryzicola que tem sido constatadas na realização dessa pesquisa, indicam a necessidade da implantação de métodos sensíveis e reproduzíveis, que possam ser adotados pelos laboratórios em análises de rotina. A constatação de reações cruzadas nas análises de PCR, utilizando-se os oligonucleotídeos recomendados pela literatura, ressaltam a importância desenvolvimento de ligonucleotídeos mais específicos, que permitam detectar e identificar essas bactérias em sementes de arroz..

16.
DUARTE, V.; Hass, I. C. R. ; Silva, E. G. ; Bedendo, I. P. ; KITAJIMA, E. W. . Molecular characterization of a group 16SIII phytoplasma associated with decline of China-tree (Melia azedarach L.) in Brazil. 2008. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: phytoplasma; Melia azedarach; 16SrIII.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal; Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados Com Essas Atividades.
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Local: Minneapolis Convention Center; Cidade: Minneapolis; Evento: 2008 APS Centennial Meeting; Inst. promotora/financiadora: American Phytopathological Society.
China tree is an exotic species in Brazil, originated from Asia, used as an ornamental shade tree in the South of the country. Since 2005, plants displaying yellowing, little leaves, witches' broom and dyeback have been observed. Transmission electron microscopy detected pleomorphic bodies, 400-2000 nm in diameter, in the phloem vessels of symptomatic leaves. Total DNA from leaves was used in nested PCR performed with the universal primer pairs P1/Tint, followed by 16SrF2n/R2. Amplified product by P1/Tint was used as template in PCR with the group-specific primers pair R16(III)F2/R1 for 16SrIII group. DNA fragments amplified by reaction primed by 16SrF2n/R2 were analyzed by RFLP using the restriction enzymes AluI, HhaI, HpaII, KpnI, MboI, MseI, and RsaI. Phytoplasma was consistently detected in all symptomatic samples by visualization of typical bands of 1.2 kb in agarose gel. DNA fragments of 0.8 kb were amplified in reactions primed by group-specific prime pair, indicating the presence of a group 16SrIII phytoplasma. RFLP analysis revealed electrophoretic profiles that permitted identify the phytoplasma as a member of group 16SrIII, subgroup B, and confirmed the results obtained with PCR carried out with group-specific primer pair. These data confirm phytoplasma as the causal agent of the decline of China tree in Brazil, previously described by us based upon only on symptomatological aspects..

17.
Zucatti, R. M. S. ; DUARTE, V. . Herbário Fitopatológico José Porfírio da Costa Neto - 2007. 2007. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Palavras-chave: espécimens; Banco de dados.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura, Exploração Florestal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Campus Centra/Reitoria e Salão de Atos; Cidade: Porto Alegre; Evento: 8o. Salão de Extensão; Inst. promotora/financiadora: Universidade Federal do Rio Grande do Sul - PROREXT.
O Herbário Fitopatológico (HF) José Porfírio da Costa Neto surgiu por conta da pessoa de mesmo nome, que lançou o primeiro material herborizado de sua autoria (ficha n° 1) em 21/10/1948, mas há ainda materiais provenientes de trocas, como 63 deles coletados na década de 1910 e 173 das décadas de 20 e 30. Assim até os dias de hoje o HF consiste numa coleção de exsicatas de plantas com sintomas fitopatológicos, que são diagnosticadas e catalogadas em um banco de dados, na forma de uma página na Internet, onde o acesso é livre para consulta principalmente por profissionais da área que buscam informações sobre injúrias de plantas e público em geral..

18.
DUARTE, V.. Pesquisas sobre problemas fitossanitários da batata realizados na UFRGS. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: Santa Maria; Evento: IX Reunião Técnica de Pesquisa e Extensão da Cultura da Batata da Região Sul.

19.
ROMMEL, Cátia Cristina ; COLODEL, Samira Omar Mohamad El Tassa ; DUARTE, V. . Caracterização de pectobactérias associadas a raízes de cenoura. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Daucus carota L.; Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Hotel Serrano; Cidade: Gramado; Evento: XXXVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.

20.
ROMMEL, Cátia Cristina ; COLODEL, Samira Omar Mohamad El Tassa ; DUARTE, V. . Virulência de estirpes de Pectobacterium spp., oriundas de cenoura, em batata e cenoura. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Daucus carota L.; Solanum tuberosum.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Hotel Serrano; Cidade: Gramado; Evento: XXXVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.

21.
COLODEL, Samira Omar Mohamad El Tassa ; DUARTE, V. . Caracterização da variabilidade genética de pectobactérias por PCR-RFLP do gene recA. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Enzimas de restrição; Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis; Grupos de restrição; podridão mole; canela preta; Solanum tuberosum.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Hotel Serrano; Cidade: Gramado; Evento: XXXVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.

22.
DUARTE, V.; DALBOSCO, Marisa ; COLODEL, Samira Omar Mohamad El Tassa . Ocorrência de crestamento bacteriano, causado por Xanthomonas hortorum pv. pelargonii, em gerânio no Estado do Rio Grande do Sul. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Pelargonium; Diagnóstico fitossanitário.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Hotel Serrano; Cidade: Gramado; Evento: XXXVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.

23.
THEISEN, Sergiomar ; SARTORI, Ivar Antônio ; PANZENHAGEM, Nestor Valtir ; NICHELE, Fernanda Severo ; DUARTE, V. ; KOLLER, Otto Carlos . Incidência de folhas com lesões de cancro cítrico (Xanthomonas citri pv. citri) em pomar de laranjeiras Valência sob concentrações e frequências de pulverizações cúpricas. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: trifoliata; bactericidas cúpricos; Poncirus trifoliata (L.) Raf.; hidróxido de cobre; Citrus sinensis (L.) Osbeck.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Hotel Serrano; Cidade: Gramado; Evento: XXXVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.

24.
THEISEN, Sergiomar ; SARTORI, Ivar Antônio ; PANZENHAGEM, Nestor Valtir ; NICHELE, Fernanda Severo ; DUARTE, V. ; KOLLER, Otto Carlos . Severidade de cancro cítrico (Xanthomonas citri pv. citri) em pomar de laranjeiras Valência sob concentrações e freqüências de pulverizações cúpricas. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Citrus sinensis (L.) Osbeck; Poncirus trifoliata (L.) Raf.; cobre metálico; Calda bordalesa; oxicloreto de cobre.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Hotel Serrano; Cidade: Gramado; Evento: XXXVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.

25.
SILVA, M. R. ; DUARTE, V. . Otimização de métodos de quantificação e de detecção de Xanthomonas citri pv. citri, agente causal do cancro cítrico, em folhas, ramos, frutos e mudas de citros. 2004. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Palavras-chave: Meio de cultura seletivo; Tratamento químico.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação; Cidade: Porto; Evento: Salão de Iniciação Científica; Inst. promotora/financiadora: Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
A principal medida de controle do Cancro Cítrico, causado por X. citri pv. citri, é a exclusão, ou seja, evitar a entrada em pomares livres da doença. A capacidade desta bactéria persistir em folhas, ramos, frutos e mudas de citros, sem a presença de sintomas, tem sido, provavelmente, a causa de sua grande disseminação. Por isso, a erradicação de pomares e a proibição da venda de frutos de áreas contaminadas têm sido freqüentes e acarretado grandes prejuízos aos fruticultores. A instalação de novos pomares também tem sido freada devido à incerteza da sanidade das mudas. Neste contexto, a disponibilidade de produtos fitossanitários, bactericidas, capazes de desinfestar frutos e mudas é fundamental para garantir a ausência da bactéria. No entanto, a eficiência de tais produtos também depende da disponibilidade de métodos de detecção e quantificação deste patógeno. Entre os métodos, os sorológicos e os moleculares não distinguem células vivas das mortas. Assim, a seleção de meios seletivos, envolvendo fontes de carbono e antibióticos, está sendo feita. Os meios seletivos mais promissores estão sendo utilizados na seleção de produtos desinfestantes de folhas, ramos, frutos e mudas de citros e os resultados obtidos serão apresentados..

26.
DALBOSCO, Marisa ; DUARTE, V. ; TASSA, Samira Omar Mohamad El . Ocorrência de Chalara elegans em raízes de cenoura no Rio Grande do Sul. 2003. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Daucus carotae; fungo.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Convention Center; Cidade: Uberlândia; Evento: XXXVI Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.
Resumo na Fitopatol. bras. 28 (Suplemento), agosto 2003, S207.

27.
DUARTE, V.; DALBOSCO, Marisa ; TASSA, Samira Omar Mohamad El . Identificação de isolados de Ralstonia solanacearum provenientes de plantas de fumo da Bahia e do Rio Grande do Sul. 2003. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Nicotiana tabacum; Sumatra; biovar iv.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Convention Center; Cidade: Uberlândia, MG; Evento: XXXVI Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.

28.
DUARTE, V.; ROMMEL, Cátia Cristina ; COLODEL, Samira Omar Mohamad El Tassa . Identificação e incidência de erwinias pectolíticas em tubérculos de batata importados da Argentina e Chile. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: podridão mole.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: Recife; Evento: XXXV Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.

29.
COLODEL, Samira Omar Mohamad El Tassa ; DUARTE, V. . Identificação e incidência de Erwinia sp. em tubérculos de batata-semente. 2002. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Solanum tuberosum; podridão mole.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: Recife; Evento: XXXV Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.

30.
ROSSETTO, E. A. ; DUARTE, V. . Epidemiological aspects of citrus variegated chlorosis at Rio Grande do Sul State, Brazil. 2001. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Vector; Xylella fastidiosa.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Local: E.U.A.; Cidade: Salt Lake; Evento: JOINT MEETING OF APS, SON, AND MSA; Inst. promotora/financiadora: American Phytopahtological Society.

31.
OLIVEIRA, Andréia Mara Rotta de ; MORAES, Marcelo Gravina de ; SILVEIRA, José Ricardo Pfeifer ; KONRAD, T. ; DUARTE, V. . Genetic variability of Erwinia carotovora subsp. atroseptica and E. carotovora subsp. carotovora associated to blackleg in potato fields in Rio Grande do Sul, Brazil. 2001. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Solanum tuberosum; Box; Eric.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Estados Unidos/Inglês; Local: E.U.A.; Cidade: Salt Lake; Evento: JOINT MEETING OF APS, SON, AND MSA; Inst. promotora/financiadora: American Phytopathological Society.

32.
SILVEIRA, José Ricardo Pfeifer ; MORAES, Marcelo Gravina de ; DUARTE, V. . Incidence of biovars 1 and 2 of Ralstonia solanacearum in potato fields at Rio Grande do Sul State, Brazil. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Bacterial wilt; Solanum tuberosum.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Canadá/Inglês; Local: Canadá; Cidade: Charlottetown; Evento: The 10th International Conference on Plant Pathogenic Bacteria.

33.
OLIVEIRA, Andréia Mara Rotta de ; DENARDIN, N. ; DUARTE, V. . Incidence and distribution of pectolytic erwinias in potato fields at Rio Grande do Sul State, Brazil. 2000. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: blackleg; soft rot; Solanum tuberosum.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Canadá/Inglês; Local: Canadá; Cidade: Charlottetown; Evento: The 10th International Conference on Plant Pathogenic Bacteria.

34.
DUARTE, V.. Incidência de doenças e patógenos em tubérculos de batata importadas da Argentina em 1998. 1999. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Solanum tuberosum; Pragas quarentenárias.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Brasil; Cidade: Curitiba; Evento: XXXII CONGRESSO BRASILEIRO DE FITOPATOLOGIA; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.

35.
Souza, Marcos V. de ; DUARTE, V. ; MORAES, Marcelo Gravina de . Mecanismos de resistência sistêmica adquirida em arroz. 1999. (Apresentação de Trabalho/Outra).
Palavras-chave: Pyricularia grisea; Resistência Sistêmica Adquirida; Ácido Salicílico; Benzotiadiazole; Oryza sativa L..
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Melhoramento Vegetal.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: Porto Alegre; Evento: Salão de Iniciação Científica; Inst. promotora/financiadora: Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
A Resistência Sistêmica Adquirida (SAR) é uma das formas que foi desenvolvida durante a evolução pelas plantas para protegerem-se do ataque de microrganismos. SAR é uma resposta sistêmica, duradoura (estável) e de espectro amplo, sendo ativada após a infecção por patógenos que causam necrose. A grande importância da cultura do arroz é um dos motivos pelos quais estamos trabalhando na caracterização e isolamento de genes de resistência a doença mais importante desta cultura, a brusone do arroz causada pelo fungo Pyricularia grisea. Baseado em estudos que indicam o papel do Ácido Salicílico (SA) como sinal para a indução da expressão dos genes SAR, utilizamos um composto sintético semelhante ao SA, benzotiadiazole (BTH), para a indução destes genes. Resultados preliminares, obtidos com a técnica de ?Differential Display?, indicam a diferença na expressão gênica em plantas tratadas com BTH quando comparadas às não tratadas. Genes isolados desta forma poderão ser testados quanto a sua capacidade de conferir resistência a brusone no futuro (FAPERGS, PROPESQ-UFRGS)..

36.
MACIEL, João Leodato Nunes ; DUARTE, V. ; SAND, Sueli Terezinha Van Der . Incidence of Ralstonia solanacearum groups on a single potato field determined by tRNA consensus primers. 1998. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Solanum tuberosum; PCR; Biovars.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produtos e Processos Biotecnológicos.
Referências adicionais: Escócia/Inglês; Local: UK; Cidade: Edinburg; Evento: 7TH INTERNATIONAL CONGRESS OF PLANT PATHOLOGY; Inst. promotora/financiadora: International Society of Plant Pathology.

37.
MACIEL, João Leodato Nunes ; SAND, Sueli Terezinha Van Der ; DUARTE, V. . Population densities of Ralstonia solanacearum on six potato cultivars under field conditions. 1997. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).
Palavras-chave: Solanum tuberosum; Bacterial wilt; Epiphytic population.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Guadalupe/Inglês; Local: Guadalupe; Cidade: Gosier; Evento: THE 2ND INTERNATIONAL BACTERIAL WILT SYMPOSIUM.

38.
YOSSEN, E. V. ; MACIEL, João Leodato Nunes ; DUARTE, V. . Virulência de três estirpes de Pseudomonas solanacearum resistentes a antibióticos. 1996. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: Campo Grande; Evento: XXVIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.

39.
DUARTE, V.. Identificação de patógenos em amostras de batata (Solanum tuberosum L.) importadas da Argentina. 1995. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: Ilhéus; Evento: XXVIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.

40.
DUARTE, V.. Ocorrência de distorção e clorose foliar da batata-doce (Fusarium lateritium) no RS, Brasil. 1993. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Ipomoea batatas.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: Aracaju; Evento: XXVI Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.

41.
RUBIN, R. S. ; IORIS, Antonio A R ; DUARTE, V. . Rendimento e reação de variedades de batata-doce inoculadas com Plenodomus destruens Harter, agente causal do mal-do-pé. 1992. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Ipomoea batatas.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: Gramado; Evento: XXV Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.

42.
ALLGAYER, C. G. ; DUARTE, V. ; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes . Controle da meloidoginose em alface através do cultivo de Tagetes erecta ou Crotalaria mucronata, com ou sem incorporação. 1985. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Meloidogyne.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Brasil; Cidade: Fortaleza; Evento: XVIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.

43.
DUARTE, V.. Ocorrência severa da Mancha Foliar (Cylindrocladium sp.) em Eucalyptus saligna Smith. em Viamão, RS. 1984. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Brasil; Cidade: Brasília; Evento: XVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.

44.
DUARTE, V.; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes . Fusarium semitectum: Fungo associado às lesões de cancro cítrico. 1983. (Apresentação de Trabalho/Congresso).
Palavras-chave: Xanthomonas axonopodis pv. citri.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: Belém; Evento: XVI Congresso Brasileiro de Fitopatologia; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.

Outras produções bibliográficas
1.
PONTE, Emerson Medeiros Del ; DUARTE, V. . Digital Databases and Web Tools to Support Teaching and Extension of Plant Pathology in Brazil 2006 (Digital).
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.ispp-teaching-symposium.org/papers/week3_1_deponte.html.
2006 INTERNATIONAL SOCIETY FOR PLANT PATHOLOGY TEACHING SYMPOSIUM, 2006, 2006 International Society for Plant Pathology Teaching Symposium Archive. 2006..


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
DUARTE, V.. Visita para conhecer o sistema de produção de mudas de frutíferas de caroço e prevenção contra o Plum pox virus. 2017.
Referências adicionais: Chile/Espanhol; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Análise da restrição fitossanitária e da situação in locus do Plum pox virus (Sharka); Disponibilidade: ; Cidade: Santiago; Inst. promotora/financiadora: Asociación de Exportadores de Frutas de Chile A.G..

2.
DUARTE, V.. Consultor ad hoc de obra submetida `a Editora UFV. 2016.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Revisão de obra científica; Disponibilidade: ; Duração do evento: 1.

3.
DUARTE, V.. Problema fitossanitário em lavouras de fumo de Fontoura Xavier, RS. 2003.
Palavras-chave: Nicotiana tabacum; Meloidogyne sp.; Morte de plantas.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Orientação no encaminhamento do estudo dos problemas fitossanitários em fumo; Disponibilidade: Irrestrita; Nº páginas: 0; Cidade: Fontoura Xavier; Inst. promotora/financiadora: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.
Reunião com produtores de fumo do município de Fontoura Xavier para discussão do encaminhamento de medidas de controle do problema fitossanitário na próxima safra..

Programas de computador sem registro
1.
DUARTE, V.; ROSSI, Fernando . Herbário Fitopatológico José Porfírio da Costa Neto. 2004.
Palavras-chave: Doenças de plantas; nomes científicos de plantas; registro de ocorrências.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.ufrgs.br/agrofitossan/herbario/index.asp; Finalidade: Disponibilizar as informações sobre os espécimes catalogados; Plataforma: http://www.ufrgs.br/agrofitossan/herbario/index.asp; Ambiente: banco de dados; Disponibilidade: Irrestrita; Inst. promotora/financiadora: UFRGS.
Você encontrará informações sobre o Herbário Fitopatológico da UFRGS! Este herbário foi, inicialmente, organizado pelo Prof. José Porfírio da Costa Neto. O primeiro material herborizado (ficha no. 1) é de 21/10/1948 e o último, sob a responsabilidade do Prof. Costa Neto, é (ficha no. 9082) de 16/04/1980. O objetivo é organizar o banco de dados com estas informações e continuar a expansão do herbário com coletas atuais..

2.
DUARTE, V.; ROSSI, Fernando . Galeria de Fotos. 2004.
Palavras-chave: Imagens digitais.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.ufrgs.br/agrofitossan/galeria/index.asp; Finalidade: Disponibilizar, na forma organizada, fotos relacionados a assuntos de fitossanidade; Plataforma: http://www.ufrgs.br/agrofitossan/galeria/index.asp; Ambiente: banco de dados; Disponibilidade: Irrestrita; Inst. promotora/financiadora: UFRGS.
As fotos deste banco estão disponibilizadas para o público em geral. No entanto, roga-se que, em troca, a fonte seja citada. Sugere-se as seguintes formas de citação: Geral: Duarte, V. Galeria de fotos. Departamento de Fitossanidade, Agronomia, UFRGS. Disponível em: . Acesso em: 03.nov.2003; Ou específica: Espíndola, L. F. Ferrugem da folha (Puccinia triticina). In: Duarte, V. Galeria de fotos. Departamento de Fitossanidade, Agronomia, UFRGS. Disponível em: . Acesso em: 03.nov.2003..

Trabalhos técnicos
1.
DUARTE, V.. Fitopatologia - Conceitos e Exercícios de Laboratório. 2010.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Consultoria, supervisão e revisão técnica da edição (2a. Edição); Disponibilidade: Irrestrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 575; Cidade: Porto Alegre; Inst. promotora/financiadora: Artmed Editora S. A..

2.
TELÓ, Patrícia de Souza ; LAMEGO, F. P. ; PORTO, M. D. M. ; MEDEIROS, R. B. ; SILVA, Rogério Fernando Pires da ; DUARTE, V. . Análise de Risco de Pragas para a importação de sementes de abobrinha (Cucurbita pepo L.) da Argentina. 2009.
Palavras-chave: Nacobus aberrans; Senecio vulgaris.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Estudo sobre pragas quarentenárias passíveis de entrarem no país pela via de ingresso; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 47; Cidade: Porto Alegre.

3.
TELÓ, Patrícia de Souza ; LAMEGO, F. P. ; MEDEIROS, R. B. ; SILVA, Rogério Fernando Pires da ; DUARTE, V. ; PORTO, M. D. M. . Análise de Risco de Pragas para a importação de sementes de rabanete (Raphanus sativus L.) da Argentina. 2009.
Palavras-chave: Delia platura; Senecio vulgaris.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Herbologia.
Referências adicionais: Brasil/Português; Finalidade: Estudo sobre pragas quarentenárias passíveis de entrarem no país pela via de ingresso; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 49; Cidade: Porto Alegre, RS.

4.
TELÓ, Patrícia de Souza ; LAMEGO, F. P. ; MEDEIROS, R. B. ; SILVA, Rogério Fernando Pires da ; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes ; DUARTE, V. . Análise de Risco de Pragas para a importação de sementes de salsa (Petroselinum crispum (Mill.) Nyman ex A. W. Hill) da Argentina. 2009.
Palavras-chave: Ditylenchus dipsaci; Phytophthora cryptogea; Pythium irregulare; Septoria apiicola; Pseudomonas marginalis pv. marginalis.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Nematologia.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Estudo sobre pragas quarentenárias passíveis de entrarem no país pela via de ingresso; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 41; Cidade: Porto Alegre, RS.

5.
TELÓ, Patrícia de Souza ; PAZ, Isabel Cristina Padula ; Santin, R. C. M. ; SILVA, Rogério Fernando Pires da ; MEDEIROS, R. B. ; PORTO, M. D. M. ; DUARTE, V. . Análise de Risco de Pragas para a importação de sementes de alfafa da Itália. 2009.
Palavras-chave: Lampides boeticus; Mamestra brassicae; Sitona discoideus; Stegobium paniceum; Didymella rabiei; Physoderma alfalfae.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Entomologia Agrícola.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Estudo sobre pragas quarentenárias passíveis de entrarem no país pela via de ingresso; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 170; Cidade: Porto Alegre, RS.

6.
TELÓ, Patrícia de Souza ; PAZ, Isabel Cristina Padula ; Santin, R. C. M. ; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes ; MEDEIROS, R. B. ; DUARTE, V. ; SILVA, Rogério Fernando Pires da . Análise de Risco de Pragas para a importação de sementes cornichão (Lotus corniculatus L.) da Itália para o Brasil. 2009.
Palavras-chave: Cuscuta epithymum; Cirsium arvense; Hibiscus trionum; Orobanche minor.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Herbologia.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Estudo sobre pragas quarentenárias passíveis de entrarem no país pela via de ingresso; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 45; Cidade: Porto Alegre, RS.

7.
TELÓ, Patrícia de Souza ; PAZ, Isabel Cristina Padula ; Santin, R. C. M. ; PORTO, M. D. M. ; MEDEIROS, R. B. ; SILVA, Rogério Fernando Pires da ; DUARTE, V. . Análise de Risco de Pragas para a importação de sementes de capim-dos-pomares (Dactylis glomerata L.) da Itália para o Brasil. 2009.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Estudo sobre pragas quarentenárias passíveis de entrarem no país pela via de ingresso; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 33; Cidade: Porto Alegre, RS.

8.
TELÓ, Patrícia de Souza ; Santin, R. C. M. ; PAZ, Isabel Cristina Padula ; PORTO, M. D. M. ; MEDEIROS, R. B. ; SILVA, Rogério Fernando Pires da ; DUARTE, V. . Análise de Risco de Pragas para a importação de sementes ervilhaca da Itália para o Brasil. 2009.
Palavras-chave: Vicia sativa L.; Lampides boeticus; Cuscuta europaea.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Estudo sobre pragas quarentenárias passíveis de entrarem no país pela via de ingresso; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 28; Cidade: Porto Alegre, RS.

9.
TELÓ, Patrícia de Souza ; PAZ, Isabel Cristina Padula ; Santin, R. C. M. ; PORTO, M. D. M. ; MEDEIROS, R. B. ; SILVA, Rogério Fernando Pires da ; DUARTE, V. . Análise de Risco de Pragas para a importação de sementes festuca (Festuca arundinacea Schreb.) da Itália para o Brasil. 2009.
Palavras-chave: Neotyphodium coenophialum; Oulema melanopus (Coleoptera, Criocerinae).
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Entomologia Agrícola.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Estudo sobre pragas quarentenárias passíveis de entrarem no país pela via de ingresso; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 26; Cidade: Porto Alegre, RS.

10.
TELÓ, Patrícia de Souza ; PAZ, Isabel Cristina Padula ; Santin, R. C. M. ; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes ; SILVA, Rogério Fernando Pires da ; MEDEIROS, R. B. ; DUARTE, V. . Análise de Risco de Pragas para a importação de sementes azevém italiano (Lolium multiflorum Lam.) da Itália para o Brasil. 2009.
Palavras-chave: Fusarium culmorum.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Entomologia Agrícola.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados Com Essas Atividades.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Estudo sobre pragas quarentenárias passíveis de entrarem no país pela via de ingresso; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 27; Cidade: Porto Alegre, RS.

11.
TELÓ, Patrícia de Souza ; PAZ, Isabel Cristina Padula ; Santin, R. C. M. ; SILVA, Rogério Fernando Pires da ; PORTO, M. D. M. ; MEDEIROS, R. B. ; DUARTE, V. . Análise de Risco de Pragas para a importação de sementes azevém-perene (Lolium perenne L.) da Itália para o Brasil. 2009.
Palavras-chave: Puctodera punctata; Carduus nutans; Fusarium culmorum.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Entomologia Agrícola.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Estudo sobre pragas quarentenárias passíveis de entrarem no país pela via de ingresso; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 32; Cidade: Porto Alegre, RS.

12.
TELÓ, Patrícia de Souza ; PAZ, Isabel Cristina Padula ; Santin, R. C. M. ; SILVA, Rogério Fernando Pires da ; MEDEIROS, R. B. ; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes ; DUARTE, V. . Análise de Risco de Pragas para a importação de sementes de trevo-alexandrino (Trifolium alexandrinum L.) da Itália para o Brasil. 2009.
Palavras-chave: Didymella rabiei.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Estudo sobre pragas quarentenárias passíveis de entrarem no país pela via de ingresso; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 30; Cidade: Porto Alegre, RS.

13.
TELÓ, Patrícia de Souza ; PAZ, Isabel Cristina Padula ; Santin, R. C. M. ; PORTO, M. D. M. ; SILVA, Rogério Fernando Pires da ; MEDEIROS, R. B. ; DUARTE, V. . Análise de Risco de Pragas para a importação de sementes trevo-encarnado (Trifolium incarnatum L.) da Itália para o Brasil. 2009.
Palavras-chave: Peanut stunt virus; Clover yellow vein virus.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Estudo sobre pragas quarentenárias passíveis de entrarem no país pela via de ingresso; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 25; Cidade: Porto Alegre, RS.

14.
TELÓ, Patrícia de Souza ; Santin, R. C. M. ; PAZ, Isabel Cristina Padula ; PORTO, M. D. M. ; SILVA, Rogério Fernando Pires da ; MEDEIROS, R. B. ; DUARTE, V. . Análise de Risco de Pragas para a importação de sementes trevo-vermelho (Trifolium pratense) da Itália para o Brasil. 2009.
Palavras-chave: Cuscuta campestris; Cuscuta epithymum; Setaria viridis; Orobanche minor.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Herbologia.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Estudo sobre pragas quarentenárias passíveis de entrarem no país pela via de ingresso; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 49; Cidade: Porto Alegre, RS.

15.
TELÓ, Patrícia de Souza ; Santin, R. C. M. ; PAZ, Isabel Cristina Padula ; PORTO, M. D. M. ; SILVA, Rogério Fernando Pires da ; MEDEIROS, R. B. ; DUARTE, V. . Análise de Risco de Pragas para a importação de sementes de trevo-esquarroso (Trifolium squarrosum L.) da Itália para o Brasil. 2009.
Palavras-chave: Elymus repens; Orobanche spp.; Clover yellow vein virus.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Herbologia.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Estudo sobre pragas quarentenárias passíveis de entrarem no país pela via de ingresso; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 57; Cidade: Porto Alegre, RS.

16.
TELÓ, Patrícia de Souza ; PAZ, Isabel Cristina Padula ; Santin, R. C. M. ; PORTO, M. D. M. ; MEDEIROS, R. B. ; SILVA, Rogério Fernando Pires da ; DUARTE, V. . Análise de Risco de Pragas para a importação de frutos de amora-preta (Rubus fruticosus L.) do México para o Brasil. 2009.
Palavras-chave: Erwinia amylovora; Homalodisca coagulata.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Estudo sobre pragas quarentenárias passíveis de entrarem no país pela via de ingresso; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 50; Cidade: Porto Alegre, RS.

17.
TELÓ, Patrícia de Souza ; PAZ, Isabel Cristina Padula ; Santin, R. C. M. ; PORTO, M. D. M. ; MEDEIROS, R. B. ; SILVA, Rogério Fernando Pires da ; DUARTE, V. . Análise de Risco de Pragas para a importação de frutos de framboesa (Rubus idaeus) do México para o Brasil. 2009.
Palavras-chave: Erwinia amylovora.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Estudo sobre pragas quarentenárias passíveis de entrarem no país pela via de ingresso; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 44; Cidade: Porto Alegre, RS.

18.
DUARTE, V.; CRUZ, Fernando Zanotta da ; SILVA, Rogério Fernando Pires da ; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes ; TELÓ, Patrícia de Souza . Análise de Risco de Pragas para a Importação de Sementes de Híbrido Interespecífico Coari (Elaeis guineensis Jacq. X E. oleifera (Kunth) Cortés) da Colômbia para o Brasil. 2006.
Palavras-chave: Dendezeiro; Sibine fusca; Caiaué; Brassolis sophorae; Castnia daedalus; Rhynchophorus palmarum.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Entomologia Agrícola.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Importação de sementes; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 6; Nº páginas: 29; Cidade: Porto Alegre.

19.
DUARTE, V.; TELÓ, Patrícia de Souza ; CRUZ, Fernando Zanotta da ; SILVA, Rogério Fernando Pires da ; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes . Análise de Risco de Pragas para a Importação de Mudas de Morango da Espanha para o Brasil. 2006.
Palavras-chave: Aphelenchoides fragariae; Fragaria X ananassa Duch.; Longidorus elongatus; Pratylenchus thornei; Grapevine yellows phytoplasmas; Raspberry ringspot virus.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Entomologia Agrícola.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Estudo sobre pragas quarentenárias passíveis de entrarem no país pela via de ingresso; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 15; Nº páginas: 60; Cidade: Porto Alegre.

20.
DUARTE, V.; KRÜGER, Fedra Gidget Obeso Quijano ; CRUZ, Fernando Zanotta da ; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes ; SILVA, Rogério Fernando Pires da . Análise de Risco de Pragas para a Importação de Mudas in vitro de Mirtilo Alto (Vaccinium corymbosum L.) do Uruguai para o Brasil. 2006.
Palavras-chave: Xiphinema americanum; Bluberry shoestring virus; Blueberry leaf mottle virus; Blueberry necrotic ringspot virus.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Entomologia Agrícola.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Importação de mudas; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 2; Nº páginas: 35; Cidade: Porto Alegre.

21.
DUARTE, V.; KRÜGER, Fedra Gidget Obeso Quijano ; CRUZ, Fernando Zanotta da ; SILVA, Rogério Fernando Pires da ; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes ; TELÓ, Patrícia de Souza . Análise de Risco de Prgas para a Importação de Mudas in vitro de Mirtilo (Vaccinium ashey Reade) do Uruguai para o Brasil. 2006.
Palavras-chave: Xiphinema americanum; Blueberry shoestring virus; Blueberry necrotic ringspot virus; Blueberry red ringspot virus.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Entomologia Agrícola.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Importação de mudas; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 60; Nº páginas: 35; Cidade: Porto Alegre.

22.
DUARTE, V.. Coordenação do Laboratório de Diagnóstico Fitossanitário da UFRGS. 2006.
Palavras-chave: Declaração adicional em certificado fitossanitário; Laudos fitossanitários; Diagnose de doenças de plantas.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://www.ufrgs.br/agrofitossan/clinica/default.html; Finalidade: Diagnóstico fitossanitário de material importado, exportado e outros; Disponibilidade: Irrestrita; Duração do evento: 12; Nº páginas: 0; Cidade: Porto Alegre; Inst. promotora/financiadora: UFRGS.

23.
DUARTE, V.; DRESCH, Luis Felipe ; CRUZ, Fernando Zanotta da ; SILVA, Rogério Fernando Pires da ; WESP, Caroline de Lima . Análise de risco de pragas da importação de alpiste (Phalaris canariensis L.) da China para o Brasil. 2005.
Palavras-chave: Coptotermes formosanus (Isoptera, Rhinotermitidae); Oulema melanopus (Coleoptera, Criocerinae).
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Análise de risco de pragas da importação de alpiste (Phalaris canariensis L.) da China para o Brasil; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 2; Nº páginas: 17; Cidade: Foz do Iguaçú, PR; Inst. promotora/financiadora: ASIACOM Produtos Manufaturados Ltda..
Nome científico: Phalaris canariensis L. Nome comum: alpiste (canary grass, canarygrass (UK), canary seed, canaryseed, alpist, canary bird seed (inglês), Kanariegras (África), Hab el asafeer (árabe), Cuzka (croata), Kanariefrø (holandês), Kanariensaat (alemão), Kanarosporos (grego), scagliola (italiano), Yarikusayoshi (japonês), Kanareecnik kanarskij (russo), alpiste, Mijo largo (espanhol) (5) Parte vegetal a ser importada: semente Uso proposto: Alimentação animal - pássaros.

24.
DUARTE, V.; DRESCH, Luis Felipe ; CRUZ, Fernando Zanotta da ; KRÜGER, Fedra Gidget Obeso Quijano ; SILVA, Rogério Fernando Pires da ; WESP, Caroline de Lima . Análise de risco de pragas da importação de sementes de Palmeira Rabo-de-Raposa (Wodyetia bifurcata) da Austrália para o Brasil. 2005.
Palavras-chave: Amarelo Letal; Rhabdoscelus obscurus; Brontispa longissima.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Análise de risco de pragas da importação de sementes de Palmeira Rabo-de-Raposa (Wodyetia bifurcata) da Austrália para o Brasil; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 2; Nº páginas: 13; Cidade: Joinville, SC; Inst. promotora/financiadora: Osmar Giacomini.
Nome científico: Wodyetia bifurcata, fotos (49) Família botânica: Palmae; tribo Arecceae; subfamília Arecoideae; Origem: Nordeste da Austrália (26;31) Nome comum: Palmeira Rabo-de-Raposa; Foxtail palm, wodyetia palm (inglês) (49); Fuchsschwanz-Palme (alemão) (60); Parte vegetal a ser importada: semente Uso proposto: ornamental Caracterização do produto: sementes embaladas em sacos plásticos ventilados em caixas de papelão..

25.
DUARTE, V.; CRUZ, Fernando Zanotta da ; KRÜGER, Fedra Gidget Obeso Quijano ; TELÓ, Patrícia de Souza ; SILVA, Rogério Fernando Pires da . Análise de risco de pragas da importação de sementes arroz (Oryza sativa) da Índia para o Brasil. 2005.
Palavras-chave: Xanthomonas oryzae pv. oryzae; Xanthomonas oryzae pv. oryzicola; Trogoderma granarium; Striga angustifolia; Striga asiatica; Striga densiflora.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Análise de risco de pragas da importação de sementes arroz (Oryza sativa) da Índia para o Brasil; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 2; Nº páginas: 115; Cidade: São Leopoldo, RS; Inst. promotora/financiadora: Bayer CropScience Ltda..
Nome científico: Oryza sativa L. Família botânica: Monocotyledonae: Poaceae Nome comum: arroz Parte vegetal a ser importada: semente Uso proposto: produção de sementes.

26.
DUARTE, V.. Coordenação do Laboratório de Diagnóstico Fitossanitário da UFRGS. 2005.
Palavras-chave: Clínica vegetal; Laudos fitossanitários; Declaração adicional em certificado fitossanitário.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://www.ufrgs.br/agrofitossan/clinica/default.html; Finalidade: Diagnóstico Fitossanitário; Disponibilidade: Irrestrita; Duração do evento: 12; Nº páginas: 0; Cidade: Porto Alegre, RS; Inst. promotora/financiadora: UFRGS.

27.
DUARTE, V.; KRÜGER, Fedra Gidget Obeso Quijano ; CRUZ, Fernando Zanotta da ; SILVA, Rogério Fernando Pires da ; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes . Análise de Risco de Pragas da Importação de Sementes de Swinglea glutinosa (Blanco) Merr. da Colômbia para o Brasil. 2005.
Palavras-chave: Phytophthora nicotianae; Phytophthora palmivora; Xanthomonas axonopodis pv. citri; Aleurocanthus woglumi.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Entomologia Agrícola.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Finalidade: Importação de sementes; Disponibilidade: Restrita; Duração do evento: 3; Nº páginas: 27; Cidade: Porto Alegre.

28.
DUARTE, V.. Coordenação do Laboratório de Diagnóstico Fitossanitário da UFRGS. 2004.
Palavras-chave: Clínica vegetal; Laudos fitossanitários; Declaração adicional em certificado fitossanitário.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Vários; Homepage: http://www.ufrgs.br/agrofitossan/clinica/default.html; Finalidade: Diagnóstico Fitossanitário; Disponibilidade: Irrestrita; Duração do evento: 12; Nº páginas: 0; Cidade: Porto Alegre; Inst. promotora/financiadora: UFRGS.

29.
DUARTE, V.. Coordenação do Laboratório de Diagnóstico Fitossanitário da UFRGS. 2003.
Palavras-chave: Pragas quarentenárias.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://www.ufrgs.br/agro/fitossan/clinica; Finalidade: Diagnóstico fitossanitário de pragas quarentenárias em material vegetal; Disponibilidade: Irrestrita; Duração do evento: 12; Nº páginas: 0; Cidade: Porto Alegre.

30.
DUARTE, V.. Coordenação do Laboratório Oficial de Diagnóstico Fitossanitário da UFRGS. 2002.
Palavras-chave: Diagnose de doenças de plantas; Laudos fitossanitários.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://www.ufrgs.br/agro/fitossan/clinica/index.html; Finalidade: Análise de pragas quarentenárias - Laboratório Credenciado pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e do Abastecimento; Disponibilidade: Irrestrita; Duração do evento: 12; Nº páginas: 0; Cidade: Porto Alegre.

31.
DUARTE, V.. Coordenação do Laboratório de Diagnóstico Fitossanitário da UFRGS. 2000.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Homepage: http://www.ufrgs.br/agro/fitossan/clinica/index.html; Finalidade: Diagnose de doenças de plantas; Disponibilidade: Irrestrita; Duração do evento: 12; Nº páginas: 0; Cidade: Porto Alegre; Inst. promotora/financiadora: Cliente.
Laboratório de Clínica Vegetal, serviço de extensão do Departamento de Fitossanidade, UFRGS.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
DUARTE, V.. Rhizoctoniose da Soja. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).
Palavras-chave: Rhizoctonia solani; Glycine max (L.) Merrill; podridão radicular.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados Com Essas Atividades.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tema: Manejo da podridão de raiz da soja causada por Rhizoctonia solani; Duração do evento: 30; Data de apresentação: 03/06/2008; Emissora: Cooperativa Agrícola Soledade Ltda. ? COAGRISOL; Cidade: Soledade.
A principal causa do aumento da incidência de problemas de tombamento e podridões radiculares por Rhizoctonia solani é o estresse das plantas de soja. Entre as causas do estresse podem ser listadas: semeadura em solos frios e úmidos, desnutrição, adubação exagerada, injúrias por herbicidas, estresse hídrico (excesso e falta), exposição excessiva ao vento...A rotação de culturas, tratamentos de sementes com fungicidas ou Trichoderma e outras medidas, somente serão efetivas se utilizadas em conjunto..


Demais tipos de produção técnica
1.
DUARTE, V.. Doenças de plantas frutíferas. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).
Referências adicionais: Brasil/Bretão; Unidade: horas;
Tipo de participação: Docente; Duração do evento: 1; Local: Avenida Bento Gonçalves, 7712, Agronomia; Cidade: Porto Alegre; Inst. promotora: Faculdade de Agronomia, UFRGS.

2.
Duarte, Valmir. Doenças de plantas frutíferas. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).
Palavras-chave: cancros; podridão radicular; Gomose.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Digital; Unidade: horas;
Tipo de participação: Docente; Duração do evento: 1; Local: Faculdade de Agronomia da UFRGS; Cidade: Porto Alegre; Inst. promotora: Departamento de Horticultura e Silvicultura.

3.
DUARTE, V.. Curso de Pomar Doméstico. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).
Palavras-chave: Doenças de plantas frutíferas; cancros; podridão radicular.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Magnético; Unidade: horas;
Tipo de participação: Docente; Duração do evento: 1; Local: Salão de Atos da Faculdade de Agronomia; Cidade: Porto Alegre; Inst. promotora: Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palestra sobre conceitos básicos no manejo integrado de doenças em pomares de plantas frutíferas, quinta-feira, dia 14 de julho de 2011..

4.
DUARTE, V.. Curso de Extensão - Horta Doméstica e Comunitárias - 2010. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).
Palavras-chave: horta doméstica; Métodos de controle.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Unidade: horas;
Tipo de participação: Docente; Duração do evento: 1; Local: Salão de Atos da Faculdade de Agronomia; Cidade: Porto Alegre; Inst. promotora: Departamento de Horticultura e Silvicultura, Faculdade de Agronomia, UFRGS.

5.
DUARTE, V.. Curso de Habilitação de Responsáveis Técnicos para Certificação Fitossanitária de Origem para Xanthomonas axonopodis pv. citri e Guignardia citricarpa em citros e Mycosphaerella fijiensis em bananeira. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).
Palavras-chave: Manejo integrado de doenças; assinatura da doença; Métodos de detecção.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Digital; Unidade: horas;
Tipo de participação: Docente; Duração do evento: 8; Local: Biblioteca Municipal de Iraí, Rua Valzomiro Dutra, 161, Centro; Cidade: Iraí, RS; Inst. promotora: Secretaria da Agricultura, Pecuária, Pesca e Agronegócio - SEAPPA - Departamento de Produção Vegetal - DPV.

6.
DUARTE, V.. Curso de Habilitação de Responsáveis Técnicos para Certificação Fitossanitária de Origem para Guignardia citricarpa em citros. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).
Palavras-chave: Manejo integrado de doenças; Métodos de detecção; Ciclo da doença.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Digital; Unidade: horas;
Tipo de participação: Docente; Duração do evento: 8; Local: Restaurante Di Variani; Cidade: São Sebastião do Caí, RS; Inst. promotora: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA.
CFO (Certificado Fitossanitário de Origem) e CFOC (Certificado Fitossanitário de Origem Consolidado).

7.
DUARTE, V.. Vários laboratórios numa área menor do que a ponta de um alfinete: Sonho e realidade, Universidade Federal de Rio Grande, Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental. 2009. (Palestra).
Palavras-chave: técnicas de detecção de fitopatógenos; Pragas quarentenárias.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Local: Universidade Federal de Rio Grande - FURG; Cidade: Rio Grande, RS; Inst. promotora/financiadora: Universidade Federal de Rio Grande - FURG.
Palestra na disciplina Ecologia Onírica do Programa de Pós-Graduação em Educação Ambiental.

8.
DUARTE, V.. Biologia de Guignardia citricarpa e manejo da pinta preta dos citros. 2009. (Treinamento).
Palavras-chave: Certificado Fitossanitário de Origem.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Certificado Fitossanitário de Origem e Certificado Fitossanitário Consolidado; Local: São Sebastião do Caí, RS; Cidade: São Sebastião do Caí, RS; Inst. promotora/financiadora: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

9.
DUARTE, V.. Biologia das Pragas e Manejo Integrado do Cancro Cítrico, Pinta Preta dos Citros e Sigatoka Negra da Bananeira. 2009. (Treinamento).
Palavras-chave: Guignardia citricarpa; Xanthomonas axonopodis pv. citri.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Certificado Fitossanitário de Origem e Certificado Fitossanitário Consolidado; Local: Erechim, RS; Cidade: Erechim, RS; Inst. promotora/financiadora: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

10.
DUARTE, V.. Epidemiologia e controle da Pinta Preta dos citros. 2009. (Palestra).
Palavras-chave: Guignardia citricarpa; Phyllosticta citricarpa; Citrus sinensis (L.) Osbeck.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Auxiliar os citricultores no manejo da doença; Local: Salão do Centro de Saúde; Cidade: São José do Hortêncio, RS; Inst. promotora/financiadora: EMATER-RS.
Palestra de duas horas no dia 26 de outubro de 2009..

11.
DUARTE, V.. Pinta Preta e Cancro Cítrico: Certificado Fitossanitário de Origem. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).
Palavras-chave: Xanthomonas axonopodis pv. citri; Guignardia citricarpa; Etiologia; Epidemiologia; Sintomatologia; Métodos de controle.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados Com Essas Atividades.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Unidade: horas;
Tipo de participação: Docente; Duração do evento: 8; Local: COOPERATIVA TRITÍCOLA ERECHIM LTDA. - COTREL; Cidade: Erechim; Inst. promotora: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

12.
DUARTE, V.. Pinta Preta e Cancro Cítrico: Certificado Fitossanitário de Origem - São Sebastião do Caí. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).
Palavras-chave: Guignardia citricarpa; Phyllosticta citricarpa; Xanthomonas axonopodis pv. citri.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Unidade: horas;
Tipo de participação: Docente; Duração do evento: 8; Local: Restaurante DiVariani; Cidade: São Sebastião do Caí; Inst. promotora: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

13.
DUARTE, V.; PUTZKE, J. ; COSTA, E. L. N. . Inspeção de lavouras de fumo para coleta de material com suspeita de mofo azul (Peronospora tabacina). 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).
Palavras-chave: Nicotiana tabacum; Blue Mold; tobacco.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Unidade: horas;
Tipo de participação: Docente; Duração do evento: 3; Local: Universidade de Santa Cruz do Sul; Cidade: Santa Cruz do Sul; Inst. promotora: Sindicato da Indústria do Fumo.
Treinamento para técnicos de empresas fumageiras para realização de inspeção de lavouras de fumo visando plantas com suspeita de mofo azul; 10.10.2008..

14.
DUARTE, V.. Orientações técnicas para o uso de microscópio com captura de imagens. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).
Palavras-chave: microscópio estereoscópio.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Unidade: horas;
Tipo de participação: Docente; Duração do evento: 2; Local: Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento - MAPA; Cidade: Porto Alegre; Inst. promotora: Serviço de Gestão da Vigilância Agropecuária Internacional - VIGIAGRO.
Curso para fiscais federais agropecuários.

15.
DUARTE, V.; PUTZKE, J. ; CARBONARI, J. J. . Inspeção de lavouras de fumo para coleta de material com suspeita de mofo azul (Peronospora tabacina). 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).
Palavras-chave: Nicotiana tabacum; Blue Mold.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Unidade: horas;
Tipo de participação: Docente; Duração do evento: 3; Local: Universidade de Santa Cruz do Sul; Cidade: Santa Cruz do Sul; Inst. promotora: Sindicato da Indústria do Fumo.
Treinamento para técnicos de empresas fumageiras para realização de inspeção de lavouras de fumo visando plantas com suspeita de mofo azul; 03.10.2008..

16.
DUARTE, V.. Doenças Quarentenárias dos Citros" no V Seminário de Abertura da Safra da Citricultura, em Liberato Salzano. 2008. (Palestra).
Palavras-chave: Xanthomonas axonopodis pv. citri; Guignardia citricarpa; Pinta Preta; Cancro Cítrico; Greening.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: V Seminário de Abertura da Safra da Citricultura; Local: Salão Paroquial de Liberato Salzano; Cidade: Liberato Salzano; Inst. promotora/financiadora: Ascar-Emater-RS e Prefeitura de Liberato Salzano, RS.
Critérios e Procedimentos para Aplicação das Medidas Integradas em um Enfoque de Sistemas para o Manejo de Risco, estabelecidos pela "Instrução Normativa Nº 20, de 31 de julho de 2006" e "Instrução Normativa Nº 3, de 08 de janeiro de 2008", do Cancro Cítrico e Pinta Preta, respectivamente..

17.
DUARTE, V.. Princípios de Fitopatologia. 2004. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Didática).
Palavras-chave: cronograma; protocolos da aulas práticas; resultados das avaliações; bibliografia.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Homepage: http://www.ufrgs.br/agro/fitossan/agr04004; Finalidade: Disponibilizar o material da disciplina de graduação, Princípios de Fitopatologia, para os alunos na internet.
O cronograma da disciplina, assuntos, links, resultados das avaliações, avisos, desafios (questões sobre a matéria), provas e testes anteriores, são disponibilizados na internet para facilitar o acesso e a comunicação com os estudantes..


Produção artística/cultural
Outras produções artísticas/culturais
1.
DUARTE, V.. Normas sanitárias garantem qualidade na produção de brotos. 2011.
Palavras-chave: Escherichia coli.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: Porto Alegre

2.
DUARTE, V.. Vazio Sanitário: Manejo da Ferrugem Asiática da Soja. 2008.
Palavras-chave: Ferrugem Asiática da Soja; Phakopsora pachyrhizi; vazio sanitário.
Referências adicionais: Brasil/Português; Cidade: Porto Alegre
Programa "Pergunta Brasil", das 12 às 13 h; Aspectos gerais sobre a adoção do vazio sanitário como forma de diminuir a incidência da doença..

Demais trabalhos
1.
DUARTE, V.. Epidemiologia e controle da Pinta Preta (Guignardia citricarpa) e Falsa Ferrugem (Phyllocoptruta oleivora) dos citros. 2007 (Extensão) .
Palavras-chave: Mancha chocolate; Citrus sinensis (L.) Osbeck.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Entomologia Agrícola.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Palestra para produtores de citros; Local de Evento: Portão, RS.
Palestra de 2 h sobre aspectos epidemiológicos e de manejo da doença e da praga, atendendo solicitação da VALECITRUS (Paulo Mutsemberg), por intermédio do Eng. Agr. Mario Padilha, Escritório Municipal da EMATER-RS, Portão, RS..

2.
DUARTE, V.. Blue Mold (Peronospora hyoscyami f. sp. tabacina): Analysis of weather factors to explain the absence of the disease in the field in Rio Grande do Sul, Brazil. 2006 (Extensão) .
Palavras-chave: Umidade relativa; Oomiceto; Temperatura; Precipitação; Oósporo; Esporângio.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Inglês; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Subsidiar Delegação Chinesa (AQSIC) sobre a situação do Mofo Azul na cultura do fumo no RS; Local de Evento: Santa Cruz do Sul, RS.
Palestra sobre a ausência do mofo azul nas lavouras de fumo do RS, atribuindo à interação entre os fatores climáticos como a possível causa..

3.
DUARTE, V.. BRASIL NA TV: Cancro Cítrico. 2006 (Extensão) .
Palavras-chave: Xanthomonas axonopodis pv. citri; Erradicação; Métodos de controle; Sintomatologia; Legislação Fitossanitária.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Responder indagações de telespectadores do Brasil sobre o cancro cítrico; Local de Evento: Porto Alegre, RS.
Programa de televisão, Canal Rural, 12-13 h, dia 04 de abril de 2006, terça-feira.

4.
DUARTE, V.. Manejo de Doenças da Batata da Estação de Inverno. 2006 (Extensão) .
Palavras-chave: Alternaria solani; Phytophthora infestans; Requeima; Rhizoctonia solani; Controle químico; Manejo integrado de doenças.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Finalidade: VI Seminário Mineiro de Bataticultura; Local de Evento: Alfenas, MG.
Palestra de 40 minutos, Universidade José do Rosário Vellano - Unifenas, através de seu Núcleo de Estudos em Olericultura (NEOL) juntamente com a Associação de bataticultores do Sul do Estado de Minas Gerais - ABASMIG, organizou nos dias 05, 06 e 07 de abril de 2006, o VI Seminário Mineiro de Bataticultura cujo tema foi: A Bataticultura de Inverno. Palestra no dia 06 as 14 h..

5.
DUARTE, V.. BRASIL NA TV: Uso de Defensivos Agrícolas. 2006 (Extensão) .
Palavras-chave: Fungicidas; Inseticidas; Herbicidas; Agrotóxicos.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Programa de esclarecimento sobre o uso de defensivos na agricultura; Local de Evento: Porto Alegre, RS.
Programa nacional, pergunta dos telespectadores sobre o uso de defensivos, 12-13 h, dia 24/04/2006..

6.
DUARTE, V.. Cancro Cítrico: Biologia e Controle. 2006 (Extensão) .
Palavras-chave: Erradicação; Xanthomonas axonopodis pv. citri.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Finalidade: Treinamento de engenheiros agrômonos e técnicos agrícolas da Secretaria de Agricultura do Estado do Rio Grande do Sul; Local de Evento: Capela de Santana, RS.
Treinamento, 4 h de duração, dia 27 de junho de 2006; 20 técnicos..

7.
DUARTE, V.. Cancro Cítrico: Biologia e Controle. 2006 (Extensão) .
Palavras-chave: Xanthomonas axonopodis pv. citri; Erradicação; Manejo; Exclusão.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Treinamento de técnicos agrícolas; Local de Evento: Centro de Treinamento em Capela de Santana.
Treinamento para reconhecimento do Cancro Cítrico no dia 27/06/2006.

8.
DUARTE, V.; SILVA, Rogério Fernando Pires da . Curso sobre Certificado Fitossanitário de Origem. 2006 (Extensão) .
Palavras-chave: Puccinia horiana; Didymella ligulicola; Tomato ringspot virus; Bean golden mosaic virus; Cowpea mild mottle virus; Lettuce infectious yellows virus.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Entomologia Agrícola.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Treinamento de técnicos (engenheiros agrônomos) para emissão de certificado fitossanitário de origem; Local de Evento: Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Treinamento, realizado no dia 13/09/2006, de 10 engenheiros agrônomos (Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado do Rio Grande do Sul; Agro-Industrial Lazzeri S.A.) para emissão de certificado de origem para as seguintes pragas: (1) Liriomyza huidobrensis; (2) Liriomyza trifolii; (3) Heliothis armigera; (4) Spodoptera littoralis; (5) Spodoptera eridiana; (6) Spodoptera frugipedra; (7) Spodoptera litura; (8) Puccinia horiana; (9) Didymella ligulicola; (10) Tomato ringspot virus; (11) Bean golden mosaic virus; (12) Cowpea mild mottle virus; (13) Lettuce infectons yellows virus; (14) Pepper mild tigré virus; (15) Squash leaf curl virus..

9.
DUARTE, V.. Batata-semente: Manejo de doenças. 2006 (Simpósio) .
Palavras-chave: biochips; Ralstonia solanacearum; Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Finalidade: 9 Simpósio Brasileiro de Patologia de Sementes; Local de Evento: Passo Fundo, RS.
A batata-semente não é semente, mas muda! Esta afirmação objetiva enfatizar a condição de propagação vegetativa da batata. Tal condição facilita a disseminação de patógenos, tais como diversos fungos (Alternaria solani, Cylindrocladium spp., Fusarium spp., Helminthosporium solani), bactérias (Pectobacterium spp., Ralstonia solanacearum, Streptomyces scabies), cromista (Phytophthora infestans), nematóides (Meloidogyne spp., Pratylenchus spp.), protozoário (Spongospora subterranea), vírus (Potato virus A (PVA), Potato virus Y (PVY), Potato virus M (PVM), Potato virus S (PVS), Potato virus X (PVX) e Potato leafroll virus (PLRV)) , e viróide (Potato Spindle Tuber Viroide (PSTV)). Uma vez infectados, os tubérculos-semente levam à degenerescência da cultura, com influências diretas sobre a produtividade. Portanto, o manejo das doenças causadas por tais agentes depende da utilização de material propagativo de alta qualidade fitossanitária. Alguns aspectos sobre a detecção de múltiplos patógenos por biochips foram abordados..

10.
DUARTE, V.. Biologia de pragas quarentenárias, sistema de coleta de amostras, com destaque para Xanthomonas axonopodis pv. citri. 2006 (Extensão) .
Palavras-chave: Cancro Cítrico; detecção; extração de DNA; envio de amostras; identificação.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Reunião Técnica entre Fiscais Federais Agropecuários e clientes do MAPA no Trânsito Internacional de Produtos Agropecuários; Local de Evento: Quaraí, RS.
Palestra de 60 min realizada no dia 29/11/2006 a convite do MAPA..

11.
DUARTE, V.. Análise e elaboração de pareceres técnicos de duas propostas, submetida ao Edital 09/2006 do Macroprograma 2 - Competividade e Sustentabilidade Setorial. 2006 (Consultor ad hoc) .
Palavras-chave: EMBRAPA.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Finalidade: Parecer técnico - EMBRAPA; Local de Evento: Porto Alegre, RS.

12.
DUARTE, V.; TELÓ, Patrícia de Souza . Doenças de mudas de olerícolas produzidas em estufa: caracterização e manejo. 2005 (Extensão) .
Palavras-chave: Míldio da alface; Viroses do pimentão, tomateiro e alface; Hérnia das crucíferas.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Palestra para produtores; Local de Evento: Hotel Pousada da Neve, Nova Petrópolis, RS.
Palestra de 60 minutos no "Encontro técnico de viveiristas 2005", promovido pelas empresas AgroSafra Sementes Ltda. e Seminis Vegetable Seeds..

13.
DUARTE, V.. Curso de credenciamento de responsáveis técnicos pela certificação fitossanitária de origem (frutíferas, ornamentasi, soja). 2005 (Cursos) .
Palavras-chave: Apple Rubbery Wood; Apple Stem Grooving; Pratylenchus coffeae; Pratylenchus penetrans; Xiphinema index; Curtobacterium flaccumfaciens pv. flaccumfaciens.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Curso de credenciamento de responsáveis técnicos pela certificação fitossanitária de origem; Local de Evento: Vacaria, RS.
Frutas, plantas e mudas de ornamentais: Apple Rubbery Wood, Apple Stem Grooving, Pratylenchus coffeae, Pratylenchus penetrans e Xiphinema index Soja: Curtobacterium flaccumfaciens pv. flaccumfaciens, Bean Pod Mottle Virus, Bean Southern Mosaic Virus, Tobacco Ringspot Virus Coordenação: Serviço de Sanidade Agropecuária/DT/SFA-RS - FFA José de Ribamar Costa Júnior, Av. Loureiro da silva, 515, Sala 509, CEP 90010-420, Porto Alegre, RS Apoio: Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Secretaria da Agricultura e Abastecimento do Rio Grande do Sul Organização: AGAPOMI - Associação Gaúcha dos Produtores de Maçã & APASSUL - Associação dos Produtores e Comerciantes de Sementes e Mudas do RS Local: Agro Industrial Lazzeri Ltda., Rodovia BR 285, km 6, Vacaria, RS Data: 28 e 29 de setembro de 2005.

14.
DUARTE, V.. Manejo de doenças de citros: Cancro Cítrico, Pinta Preta e Queda Anormal de Frutos Jovens. 2005 (Extensão) .
Palavras-chave: Xanthomonas citri pv. citri; Erradicação; Métodos de controle.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: XII Ciclo de Palestras sobre Citricultura; Local de Evento: Faxinal do Soturno, RS.
UFRGS, FEPAGRO, EMATER/RS, ASCAR 22 a 23 de junho de 2005 Debatedor.

15.
DUARTE, V.. Biochips: Vários laboratórios numa área menor do que a da ponta de um alfinete. 2005 (Extensão) .
Palavras-chave: DNA; Sondas de DNA; Microarray; Microarranjos; Fotolitografia; Diagnose de doenças de plantas.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Discussão de novas tecnologias; Local de Evento: Caxias do Sul, RS.
Palestra para técnicos da Associação de Engenheiros Agrônomos da Encosta Superior do Nordeste (AEANE), proferida no dia 16.09.2005..

16.
DUARTE, V.. BRASIL NA TV: Sigatoka Negra (Mycosphaerella fijiensis). 2004 (Extensão) .
Palavras-chave: Pseudocercospora fijiensis; Pseudocercospora musicola; Sigatoka Amarela; Sigatoka Negra.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Manejo e Tratos Culturais.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Alerta sobre a introdução da Sigatoka Negra em regiões produtoras de banana; Local de Evento: Porto Alegre, RS.
RBS-TV, Canal Rural, programa a nível nacional, 12-13h, dia 15.07.2004.

17.
DUARTE, V.. Curso de Revalidação/Recredenciamento de Responsáveis Técnicos pela Certificação Fitossanitária de Origem em Cancro Cítrico e Cydia pomonella. 2004 (Cursos) .
Palavras-chave: Xanthomonas citri pv. citri; Citrus canker; Manejo.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Manejo e Tratos Culturais.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Digital; Finalidade: Revalidação/Recredenciamento de Responsáveis Técnicos pela Certificação Fitossanitária de Origem em Cancro Cítrico e Cydia pomonella; Local de Evento: Erechim, RS.
Data 23/06/2004, 14-18 h - Apresentação de aspectos da biologia de Xanthomonas citri pv. citri, ciclo das relações patógeno-hospedeiro, identificação dos sintomas da doença, doenças com sintomas similares, manejo do cancro cítrico..

18.
DUARTE, V.. BRASIL NA TV: Brusone no trigo (Magnaporthe grisea). 2004 (Extensão) .
Palavras-chave: Magnaporthe grisea; Triticum aestivum.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Discutir a doença: etiologia, sintomatologia, epidemiologia e controle; Local de Evento: Porto Alegre, RS.
Programa de televisão, nível nacional, resposta a perguntas dos telespectadores.

19.
DUARTE, V.. Doenças no sistema de produção de mudas de citros em ambiente protegido. 2004 (Cursos) .
Palavras-chave: Phytophthora spp.; Cancro Cítrico; Xanthomonas citri pv. citri; Xylella fastidiosa.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Curso de produção de mudas de citros em ambiente protegido; Local de Evento: Faculdade de Veterinária, UFRGS, Porto Alegre.
Palestra de 1 h; promoção do Departamento de Horticultura e Silvicultura, Faculdade de Agronomia, UFRGS.

20.
DUARTE, V.. CAMPO EM DEBATE: Ferrugem Asiática da Soja. 2004 (Extensão) .
Palavras-chave: Phakopsora pachyrhizi; Glycine max (L.) Merrill.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Discutir os efeitos da ferrugem asiática da soja na produção brasileira e mundial; Local de Evento: Porto Alegre.
A primeira vez que a ferrugem da soja foi encontrada nas lavouras brasilerias foi na safra 2002/2003 na Bahia. De lá para cá o fungo se espalhou pelas lavouras e hoje pode ser encontrado em praticamente todas as regiões produtoras de soja. Na falta de variedades resistentes à doença, pesquisadores e produtores buscam alternativas para conviver com a ferrugem. O programa deste sábado, às 20h, vai analisar os efeitos da doença na produção brasileira e mundial..

21.
DUARTE, V.. BRASIL NA TV: Ferrugem Asiática da Soja (Phakopsora pachyrhizi). 2003 (Extensão) .
Palavras-chave: Phakopsora pachyrhizi; Ferrugem Asiática da Soja.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Responder perguntas a respeito da doença e seu controle; Local de Evento: Porto Alegre.
Canal Rural, programa a nível nacional, 12h30-13h30, dia 29.04.2003.

22.
DUARTE, V.. Principais problemas fitossanitários em ambiente protegido: Moléstias. 2003 (Extensão) .
Palavras-chave: Xylella fastidiosa; CVC; Cancro Cítrico; Morte Súbita dos Citros; Tristeza.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Treinamento de responsáveis técnicos, extensionistas e viveiristas de citros; Local de Evento: Pareci Novo.
Palestra proferida no Curso de Produção de mdas de citros em ambiente protegido, 28 a 30 de abril de 2003, Ginásio Municipal, Pareci Novo, e Estação Experimental Agronônica, UFRGS, Eldorado do Sul, RS..

23.
DUARTE, V.. Características biológicas, importância mundial e controle do cancro cítrico. 2003 (Extensão) .
Palavras-chave: Citrus; Xanthomonas axonopodis pv. citri; Imunofluorescência.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Digital; Finalidade: Seminário: Definição de uma política para o controle do cancro cítrico no Rio Grande do Sul; Local de Evento: Rosário do Sul, RS.
Palestra apresentada no Seminário realizado em 29 de maio de 2003 na cidade de Rosário do Sul..

24.
DUARTE, V.. Diagnose de doenças de plantas. 2003 (Cursos) .
Palavras-chave: assinatura de uma doença; técnicas de detecção de fitopatógenos; princípios de diagnose.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Hibertexto; Homepage: http://www.ufrgs.br/agro/fitossan/diagnose/minicurso.htm; Finalidade: Treinamento de estudantes de graduação em agronomia em diagnose de doenças de plantas; Local de Evento: Porto Alegre, RS.
Minicurso oferecido para estudantes do curso de graduação em agronomia durante a Semana Acadêmica realizada de 19 a 23 de maio. O curso foi desenvolvido em cinco tardes, das 13h30 às 17h30..

25.
DUARTE, V.. Curso de Certificação Fitossanitária de Origem em Cancro Cítrico e Mosca Branca. 2003 (Cursos) .
Palavras-chave: Xanthomonas axonopodis pv. citri; Cancro Cítrico; identificação.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Treinamento de técnicos; Local de Evento: Farroupilhas, RS.
Palestra sobre Cancro Cítrico (Xanthomonas axonopodis pv. citri), caracterização da praga (biologia), patovares, distribuição geográfica, sintomatologia, ciclo das relações patógeno-hospedeiro, monitoramento, levantamentos, medidas de erradicação, controle. Duração: 14-18h.

26.
DUARTE, V.. Manejo de doenças de plantas ornamentais. 2003 (Simpósio) .
Palavras-chave: gramados; plantas ornamentais; irrigação; adubação.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Digital; Finalidade: Simpósio de Atualização para Paisagistas; Local de Evento: Porto Alegre, RS.
As doenças podem afetar significativamente a qualidade estética de muitas plantas ornamentais. Não apenas afetam a aparência na presente estação, mas também influem na sanidade da planta e na sua longevidade. O manejo de doenças de plantas inicia com a seleção de plantas resistentes a doenças, manutenção da nutrição e irrigação equilibrada, adoção de práticas culturais adequadas e fornecimento de um ambiente correto para as plantas. Para evitar os problemas de doenças, é crítico adotar um programa de manejo de doenças antes de atingir o ponto onde a aplicação de agrotóxicos é necessária. Além do mais, muitos fungicidas não são registrados para várias ornamentais. Consequentemente, o foco desta palestra será sobre medidas de controle sem fungicidas. Antes de pensar em controlar doenças de plantas, cabe frisar que as doenças são o resultado da interação entre patógeno (fungos, bactérias, fitoplasmas, nematóides, vírus, viróides, plantas superiores...), planta (hospedeiro) e ambiente (solo, clima...). O enfoque proposto acima visa controlar a doença manejando o ambiente e o hospedeiro. Outro ponto que deve ser mencionado é que o bom manejo da doença dependerá do conhecimento detalhado do ciclo das relações patógeno-hospedeiro (sobrevivência, disseminação, penetração, colonização e reprodução), de modo a reconhecer quais os pontos fracos; isto permitirá escolher medidas que visem estes alvos (por exemplo: disseminação por mudas contaminadas). Também não pode ser esquecido que as doenças de plantas podem ter causas bióticas e abióticas. Vários fatores do ambiente (nutrientes, temperatura, umidade, poluição...) podem causar um desvio do funcionamento normal, considerável e irreversível. Com o objetivo didático, pode-se dividir as doenças nos seguintes grupos: manchas e crestamentos, oídios, míldios, cancros, podridões radiculares, galhas, entre outros. A seguir, algumas medidas de controle utilizadas para o manejo de alguns destes grupos de doenças são listadas....

27.
DUARTE, V.. Sistema floating de produção de mudas de fumo: Doenças. 2003 (Extensão) .
Palavras-chave: Rhizoctonia solani; Pythium sp.; Phytophthora nicotianae; desinfestação; detecção.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: III Seminário Técnico da Cultura do Fumo - Bayer CropScience; Local de Evento: Canela, RS.

28.
DUARTE, V.. Curso de Revalidação/Recredenciamento de Responsáveis Técnicos pela Certificação Fitossanitária de Origem em Cancro Cítrico e Cydia pomonella. 2003 (Cursos) .
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Desenvolvimento Rural.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Digital; Finalidade: Revalidação/Recredenciamento de Responsáveis Técnicos pela Certificação Fitossanitária de Origem em Cancro Cítrico e Cydia pomonella; Local de Evento: Farroupilhas, RS.

29.
DUARTE, V.. Curso de diagnose de doenças de plantas. 2003 (Cursos) .
Palavras-chave: Murchadeira; Cancro Cítrico; CVC; Amarelinho; Podridões moles; Sintomatologia.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Digital; Finalidade: Treinamento de técnicos em diagnose de doenças de plantas; Local de Evento: Porto Alegre, RS.

30.
DUARTE, V.. Doenças bacterianas da cebola. 2003 (Extensão) .
Palavras-chave: pectobacteria; podridão mole; técnicas de detecção de fitopatógenos; Burkholderia cepacia.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Digital; Finalidade: Discussão sobre doenças bacterianas da cebola; Local de Evento: Ituporanga, SC.

31.
DUARTE, V.. Curso de Certificação Fitossanitária de Origem em Cancro Cítrico. 2003 (Cursos) .
Palavras-chave: Cancro Cítrico; populações epífitas; identificação; Epidemiologia; detecção.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Digital; Finalidade: Instruções sobre o cancro cítrico; Local de Evento: Pelotas, RS.

32.
DUARTE, V.. BRASIL NA TV: Morte Súbita dos Citros. 2003 (Extensão) .
Palavras-chave: Limão Cravo; Morte Súbita dos Citros; Pulgão preto dos citros.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Responder perguntas a respeito desta nova doença em citros; Local de Evento: Porto Alegre.
RBS-TV, Canal Rural, programa a nível nacional, envolvendo respostas às perguntas dos telespectadores e explicações sobre a doença, 12h-13h, dia 26.11.2003.

33.
DUARTE, V.. Diagnose de doença em lavouras de fumo e recomendações de controle. 2002 (Extensão) .
Palavras-chave: Murchadeira; Ralstonia solanacearum.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Finalidade: Extensão; Local de Evento: Cruz das Almas, BA.
Visita a lavouras de fumo com problema de murchadeira. Confirmação da diagnose da doença e recomendações de controle..

34.
DUARTE, V.. Técnicas modernas para identificação de doenças de fruteiras. 2002 (Extensão) .
Palavras-chave: biochips; PCR; Imunofluorescência; imagens digitais na diagnose.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Finalidade: Curso de capacitação de técnicos em fruticultura; Local de Evento: Vacaria.
CURSOS DE CAPACITAÇÃO EMBRAPA/ MAPA/ CNPq Embrapa Uva e Vinho PROGRAMAÇÃO Curso: Manejo Pós-Colheita de Maçãs - 26/11/2002 Associação dos Técnicos Agrícolas - Vacaria, RS Rua Farroupilha, 240 13h00 - Credenciamento 13h30 - Ponto de colheita e cuidados na colheita - Dr. Fernando Cantillano 14h10 - Caracterização de danos por insetos na colheita - Dr. Adalécio Kovaleski 14h40 - Controle de contaminações por fitopatógenos - Dra. Rosa M. Valdebenito Sanhueza 15h20 - Intervalo 15h50 - Noções de APPCC - Dra. Fagoni Fayer Calegario 16h30 - Conceitos e aplicações da rastreabilidade em frutas - Sr. Marcello Colacioppo Baruffaldi - EAN Brasil 17h20 - Encerramento das atividades do dia ______________________ Curso: Manejo de Doenças da Macieira - 27/11/2002 Manhã: Estação Experimental de Vacaria, RS BR 285 - Km 4 - Saída para Bom Jesus 09h00 - Credenciamento 10h00 - Treinamento para identificação de podridões de raízes e de frutos - Dra.Rosa M. V. Sanhueza/ Embrapa Uva e Vinho 11h30 - Intervalo para almoço Tarde: Associação dos Técnicos Agrícolas - Vacaria, RS Rua Farroupilha, 240 13:30 - 14:15 ? Controle de doenças da macieira - Dra. Rosa M. V. Sanhueza/ Embrapa Uva e Vinho 14:15 - 14:45 ? Técnicas modernas para identificação de doenças de fruteiras - Prof. Valmir Duarte/ UFRGS 14:45 - 15:15 ? Uso da biotecnologia no manejo de doenças de fruteiras - Dr. Paulo Ricardo de Oliveira/ Embrapa Uva e Vinho 15:15 - 15:45 ? Principais viroses da macieira - Dr. Osmar Nickel/ Embrapa Uva e Vinho 15:45 - 16:00 - Intervalo 16:00 - 16:30 ? Resistência dos fungicidas à lavagem - Prof. Carlos Forcelini/ UPF 16:30 - 17:00 ? Sistemas de alerta para o controle de doenças - Dr. Mauricio Fernandes 17:00 - 17:15 ? Discussão geral 17:15 - Avaliação do curso e encerramento Inscrições: até dia 22/11/2002 com Luciana (54) 455-8086 Vagas Limitadas: 60 vagas.

35.
DUARTE, V.. Aspectos sobre biologia, controle e prevenção do Cancro Cítrico. 2002 (Extensão) .
Palavras-chave: Xanthomonas axonopodis pv. citri; Sintomatologia; Erradicação.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Finalidade: Curso de Certificação Fitossanitária, Cancro Cítrico; Local de Evento: Passo Fundo.
Local: Embrapa Trigo BR 285, km 174 ? Passo Fundo, RS Data: 4 e 5 de dezembro de 2002 Realização da: Associação dos Engenheiros Agrônomos de Passo Fundo Apoio: Ministério da Agricultura e Desenvolvimento Embrapa CREA/RS.

36.
DUARTE, V.. Transgenia para o controle da Podridão Mole e Canela Preta e biochips. 2002 (Extensão) .
Palavras-chave: Pectobacterium carotovorum; Microarray; Macroarray; Sondas; mecanismos de resistência.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Outro; Finalidade: Extensão; Local de Evento: Praia do Rosa, SC.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
Freitas, L. G.; MATSUMURA, Aida Terezinha Santos; OTT, A. P.; DUARTE, V.. Participação em banca de Ângela Redolfi. Avaliação da eficiência de Paecilomyces lilacinus e Pochonia chlamydosporia no manejo de Meloidogyne javanica na cultura do tabaco. 2014. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Nematologia.
Referências adicionais: Brasil/Português.
A cultura do tabaco acumula perdas consideráveis em decorrência do ataque de nematoides de galhas, e a constante busca de alternativas para controle desta praga constitui-se numa preocupação mundial. Com o intuito de avaliar a eficiência de dois agentes de controle biológico formulados comercialmente a base de Paecilomyces lilacinus e Pochonia chlamydosporia no manejo de Meloidogyne sp. em mudas de tabaco, foram realizados experimentos: (1) in vitro, onde se testou a compatibilidade com os fungicidas a base de óxido cuproso, metalaxil M + mancozebe ou iprodiona; (2) em casa de vegetação, para analisar o efeito da aplicação de P. chlamydosporia e P. lilacinus aos 5, 10, 15 e 20 dias antes do transplantio, e (3) em lavoura para medir a eficiência de uma ou duas aplicações de P. chlamydosporia. Os resultados obtidos in vitro indicaram que os fungos P. chlamydosporia e P. lilacinus não interagem entre si, e que os fungicidas testados não afetaram o desenvolvimento destes. Os experimentos em casa de vegetação indicaram que P. lilacinus não reduziu o índice de galhas e o número de ovos independente da época de aplicação. Ao contrário, P. chlamydosporia reduziu ovos de M. javanica quando incorporado ao substrato 10 dias antes do transplantio do tabaco. Já em campo, P. chlamydosporia, independente do número de aplicações, em solo arenoso, reduziu o número de ovos e massa de ovos, porém, não aumentou a produtividade e qualidade do tabaco nas duas áreas avaliadas. Conclui-se, portanto, que o nematicida a base de P. chlamydosporia, dentro das condições ambientais e tipos de solos testados, pode ser eficiente na redução de nematoides de galhas, mas não promove o aumento no rendimento quantitativo, qualitativo ou econômico do tabaco..

2.
DUARTE, V.; Trivilin, A. P.; Santarém, E. R.; MORAES, Marcelo Gravina de. Participação em banca de Julie Graziela Zanin. Identificação do gene PROPE1 em Nicotiana benthamiana e seu envolvimento na resistência a Botrytis cinerea. 2014. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Mofo Cinzento; Biotecnologia.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Referências adicionais: Brasil/Português.
O gene PROPEP1 codifica o peptídeo sinal AtPep1 em Arabidopsis thaliana e está relacionado à amplificação de sinais de defesa. Este peptídeo aumentou a resistência de A. thaliana contra o patógeno necrotrófico Pythium irregulare, tendo sido caracterizados ortólogos deste peptídeo em milho, soja e tomate. Devido a sua importância na resistência de plantas a patógenos necrotróficos, o objetivo deste estudo foi caracterizar o gene PROPEP em Nicotiana benthamiana e sua importância na resistência à Botrytis cinerea. A partir das buscas in silico, foi encontrado um EST e a partir deste, dois genes, identificados como NbPROPEP1 e NbPROPEP2. Estes genes possuem os 23 aminoácidos da região C-terminal de suas proteínas preditas idênticas entre si. Comparados a outras espécies, assemelhando-se em 39% com a sequência de A. thaliana, 60% com Solanum tuberosum e 65% com Solanum lycopersicum, indicando ser um possível peptídeo sinalizador. Estes genes foram avaliados quanto a sua expressão em diferentes órgãos e durante o desenvolvimento, apresentando mais alta expressão de NbPROPEP1 na raiz e caule e NbPROPEP2 no caule. Além disso, a 6ª e 8ª semana foram aquelas com maior expressão de ambos os genes e redução em tempos mais avançados. Para investigar o possível envolvimento deste peptídeo na resistência a B. cinerea, foi empregado o método VIGS, a fim de silenciar a região correspondente ao peptídeo, bem como a síntese e infiltração do peptídeo em folha. O silenciamento resultou no aumento da lesão em folha, além de uma morte celular sistêmica. O peptídeo infiltrado resultou em níveis de expressão dos genes NbPROPEP1 e NbPROPEP2 e média de lesão, semelhantes ao encontrado nas plantas silenciadas. Plantas com os dois tratamentos juntos apresentaram o dobro de lesão. Os resultados obtidos indicam que os mecanismos induzidos em plantas silenciadas e infiltradas com o peptídeo sintético foram semelhantes, permitindo o avanço do patógeno e induzindo a expressão de genes envolvid.

3.
Cruz, D. M.; LANNA FILHO, R.; CORÇÃO, G.; OLIVEIRA, Andreia Mara Rotta de; DUARTE, V.. Participação em banca de Dana Moreira Cruz. Detecção de Burkholderia spp. associadas sementes de arroz nacionais e importadas. 2014. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Burkholderia glumae; Burkholderia gladioli; Burkholderia plantarii; Burkholderia vietnamiensis; Bacterial panicle blight.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português.

4.
Silva, M. A. S.; SCHAFER, G.; PEDROTTI, E. L.; BENDER, Renar João; DUARTE, V.. Participação em banca de Fernanda Schmitt. Longevidade pós-colheita de flores de corte. 2011. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Gerbera jamesonii; Eustoma grandiflorum; Flower Plus; Florissant 500.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Referências adicionais: Brasil/Português.
As flores de corte são produtos altamente perecíveis, e sua vida pós-colheita deve ser prolongada ao máximo para garantir a fidelidade dos consumidores. Os objetivos deste trabalho foram avaliar a eficácia do uso de diferentes conservantes florais comerciais e da adição de sacarose, sob a longevidade de algumas flores de corte, além de visualizar os bloqueios dos vasos xilemáticos por bactérias em microscópio eletrônico de varredura (MEV). Foram utilizadas hastes de gérberas (Gerbera jamesonii) ?Essandre‟, ?Red Explosion‟e ´Issey‟; Lisianthus (Eustoma grandiflorum); e orquídeas do grupo Oncydium ?Aloha Iwanaga‟ e do grupo Brassolaeliacattleya, ?George King‟. Os experimentos foram conduzidos em delineamento experimental inteiramente casualizado, com três ou cinco repetições, e unidades experimentais variando de uma a seis hastes florais. Foram aplicados tratamentos com soluções dos produtos comerciais Flower® e Flower Plus® a 0,75%, 1,0% e 1,5% (v/v); Florissant 500® (1 tablete por litro); sacarose a 2, 2,5 e 5%; adição de três isolados bacterianos (IB1, IB2 e IB3). As hastes foram avaliadas para longevidade determinada pelo número de dias de qualidade comercial da flor. Determinou-se também o pH da solução e o peso fresco relativo das hastes, a absorção de solução, conteúdo de substâncias de reserva e unidades formadoras de colônia (UFC)/g de tecido de haste. A longevidade das hastes não foi afetada por qualquer tratamento, mas a adição do conservante floral flower reduziu o número de bactérias no interior da haste. O uso de conservantes florais não afetou a quantidade de substâncias de reserva na haste, mas esta foi menor em hastes mantidas em vaso por sete dias do que em hastes vindas do campo. A adição de bactérias às soluções de vaso não provocou diferença na longevidade das hastes. Foi possível visualizar através de MEV bactérias desde a base, até 10 cm acima, mesmo em tratamentos com conservantes florais, sendo que na base visuali.

5.
DUARTE, V.; BENDER, Renar João. Participação em banca de Rose Beatriz Antes. Tratamentos pós-colheita de rosas e gérberas de corte. 2007. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Floricultura, Parques e Jardins / Especialidade: Floricultura.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

6.
DUARTE, V.; BLUME, Elena; SANHUEZA, Rosa Maria Valdebenito; MATSUMURA, Aida Terezinha Santos. Participação em banca de Ana Elisa Silvera-Pérez. Controle biológico do mofo cinzento (Botrytis cinerea) com Clonostachys rosea em cultura comercial de Fuchsia speciosa. 2006. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: brinco-de-princesa; clorotalonil; fúcsia; Severidade; Incidência; mudas.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.
As condições de cultivo de fúcsia (Fuchsia speciosa) propiciam um ambiente predisponente ao Mofo Cinzento (MC), causado por Botrytis cinerea (Pers. ex Fr.). A aplicação de fungicidas tem sido uma prática fundamental no manejo do MC. Mas o surgimento de estirpes de B. cinerea resistentes obriga o uso de vários princípios ativos em rodízio. Relatos indicam que Clonostachys rosea é um fungo antagônico a vários fungos fitopatogênicos. Esta pesquisa objetivou comparar C. rosea com os fungicidas comumente aplicados num cultivo comercial de mudas de fúcsia no controle do MC. Em experimento conduzido em 2004 e 2005 em estufa em Porto Alegre, RS, a eficiência de três estirpes de C. rosea foi comparada avaliando folhas de fúcsia destacadas. As estirpes GFO4 e G8 apresentaram maior efeito preventivo e reduziram mais a incidência de MC do que a GSAL. Em experimento conduzido também nestes dois anos, em estufa com cultivo comercial, Vacaria, RS, plantas da cv. 022, obtidas por estaquia, foram aspergidas: (1) semanalmente com água + espalhante adesivo (0,01%); (2) aplicação seqüencial de fungicidas (clorotalonil, folpet, oxicloreto de cobre, mancozeb, iprodione e thiram); (3) suspensão de conídios da estirpe GFO4, 39 vezes a partir dos 26 dias do transplantio; (4) 29 vezes da suspensão de GFO4, a partir dos 61 dias do transplantio. Em ensaio preliminar, o tratamento de folhas destacadas com baixa temperatura (-20 °C por 20 min) mostrou efeito semelhante à incubação em meio ágar-paraquat, na detecção de B. cinerea, e foi adotado para avaliar a incidência e a severidade do MC. C. rosea reduziu a incidência e severidade do MC a níveis similares das plantas tratadas com fungicidas nos dois anos. O início das aplicações de C. rosea aos dois meses após o transplantio não afetou a incidência/severidade do MC..

7.
DUARTE, V.; SOUZA, Paulo Vitor Dutra de; KOLLER, Otto Carlos; SCHWARZ, Sérgio Francisco; PANZENHAGEM, Nestor Valtir. Participação em banca de Bernadete Reis. Incidência de Cancro Cítrico (Xanthomonas citri pv. citri) em laranjeiras de umbigo Monte Parnaso enxertadas sobre diversos porta-enxertos. 2006. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Epidemiologia; Incidência; Severidade; Resistência.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Manejo e Tratos Culturais.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.
Data da defesa: 03 de março de 2006..

8.
DUARTE, V.; MACIEL, João Leodato Nunes; MORAES, Marcelo Gravina de; NICKEL, Osmar. Participação em banca de Marcos Vinicios de Souza. Isolamento e detecção de Rice stripe necrosis virus (RSNV). 2006. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Oryza sativa L.; Sequenciamento; RT-PCR.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.
Data da defesa: 09 de março de 2006..

9.
DUARTE, V.; SAND, Sueli Terezinha Van Der; OLIVEIRA, Andreia Mara Rotta de; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes. Participação em banca de Janine Palma. Seleção de oligonucleotídeos iniciadores visando compor um arranjo de sondas de DNA que identifique estirpes de pectobactérias. 2006. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Erwinia carotovora subsp atroseptica; Erwinia carotovora subsp carotovora; Erwinia carotovora subsp. brasiliensis.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.
Defesa: 13 de março de 2006.

10.
DUARTE, V.; FIUZA, Lídia Mariana; RABINOVITCH, Leon. Participação em banca de Aline Oliboni Azambuja. Ecologia de Bacillus spp. em solos orizícolas e o impacto dos tratamentos fitossanitários. 2006. Dissertação (Mestrado em Biologia) - Universidade do Vale do Rio dos Sinos.
Palavras-chave: Bacillus sphaericus; Bacillus thuringiensis; Oryza sativa L.; Entomopatogênicas.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.
Dia 31 de maio de 2006, 14-17 h, Sala 2A109.

11.
DUARTE, V.; SOGLIO, Fábio Kessler Dal; SCHWARZ, Sérgio Francisco; PANZENHAGEN, Nestor Valtir. Participação em banca de Rodrigo Martins Monzani. Controle do cancro cítrico em laranjeiras 'Monte Parnaso'em sistema orgânico de cultivo. 2005. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Xanthomonas citri pv. citri; Poda sanitária; Calda bordalesa; Desbrote; Laranjeira-de-umbigo.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

12.
DUARTE, V.; PACHECO, Marcelo Teixeira; MILACH, Sandra Cristina Kothe; FEDERIZZI, Luiz Carlos. Participação em banca de Cláudio Vidal de Medeiros. Seleção artificial para resistência à murcha bacteriana (Ralstonia solanacearum) em fumo (Nicotiana tabacum L.). 2005. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Severidade.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.
17 de maio de 2005.

13.
KOLLER, Otto Carlos; DUARTE, V.; SOGLIO, Fábio Kessler Dal. Participação em banca de Sergiomar Theisen. Controle do Cancro Cítrico (Xanthomonas axonopodis pv. citri) com concentrações e freqüências de pulverizações cúpricas. 2004. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: cobre; Severidade; laranjeira 'Valência'.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

14.
DUARTE, V.; SOGLIO, Fábio Kessler Dal; KOLLER, Otto Carlos; OLIVEIRA, Andréia Mara Rotta de. Participação em banca de Jéssica Schmidt. Ocorrência de pinta preta causada por Guignardia citricarpa Kiely em pomares de citros sob manejo orgânico, no município de Montenegro, RS. 2003. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: ascpd; Temperatura; Umidade relativa; Precipitação; epimiologia.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

15.
DENARDIN, Norimar D´ávila; BERIAM, Luís Otávio Saggion; DUARTE, V.. Participação em banca de Andréia Iraci Tumelero. Identificação e quantificação de Pectobacterium sp. em tubérculos-semente de cultivares de batata. 2003. Dissertação (Mestrado em Agronomia) - Universidade de Passo Fundo.
Palavras-chave: Solanum tuberosum.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

16.
DUARTE, V.. Participação em banca de Luiz Fernando da Costa Medina. Caracterização da atividade antimicrobiana de uma nova série de naftoquinonas contra microrganismos fitopatogênicos e Staphylococcus aureus. 2002. Dissertação (Mestrado em Microbiologia Agrícola e do Ambiente) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Erwinia carotovora subsp. atroseptica; Ralstonia solanacearum; Xanthomonas axonopodis pv. citri; Controle químico.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Bioquímica / Subárea: Bioquímica dos Microorganismos.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

17.
DUARTE, V.; BARBOSA NETO, J. F.. Participação em banca de Fabiana Rezera. Aspectos epidemiológicos da mancha foliar e do grão da aveia (Pyrenophora avenae). 2001. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

18.
SOMAVILA, L. L.; DUARTE, V.; PRESTES, A. M.. Participação em banca de Lauro L. Somavila. Variabilidade cultural e patogênica de Colletotrichum lindemuthianum de algumas regiões produtoras de feijão do Rio Grande do Sul. 1998. Dissertação (Mestrado em Fitopatologia) - Universidade de Passo Fundo.
Palavras-chave: antracnose.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

19.
CATTANIO, M. E.; DUARTE, V.; SANHUEZA, Rosa Maria Valdebenito. Participação em banca de M. E. Cattanio. Seleção e caracterização de isolados de Candida membranaefaciens para o controle de Penicillium expansum e Alternaria alternata em maçãs. 1997. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas (Bioquímica)) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

20.
YOSSEN, V. E.; DUARTE, V.; LOCH, L. C.. Participação em banca de Viviane E. Yossen. Quantificação de Ralstonia solanacearum em cultivares de batata suscetível e resistente à murcha bacteriana. 1997. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Solanum tuberosum.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

21.
GHELLER, J. A.; DUARTE, V.; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes. Participação em banca de Jorge A. Gheller. Efeitos de práticas de manejo no desenvolvimento da podridão de esclerotinia em alface. 1996. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Sclerotinia sclerotiorum.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

22.
CHAVES, M. S.; DUARTE, V.; MARTINELLI, J. A.; LOCH, L. C.. Participação em banca de Márcia Soares Chaves. Aspectos epidemiológicos da interação Whetzelinia sclerotiorum x Glycine max. 1995. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: soja.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

23.
CORTES, V. J. O.; DUARTE, V.; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes. Participação em banca de Vilma J. O. Cortes. Características culturais e morfológicas de Plenodomus destruens Harter em distintos substratos e condições de incubação. 1995. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: batata-doce; Ipomoea batatas.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

24.
FONTOURA, M. M. C.; DUARTE, V.; LOCH, L. C.. Participação em banca de Mara M. C. Fontoura. Micélio seco de Trichoderma sp.: Produção, armazenamento e conidiação. 1994. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Controle biológico.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

25.
MACIEL, João Leodato Nunes; DUARTE, V.. Participação em banca de João Leodato Nunes Maciel. Resistência ao cobre e perfil de restrição de ADN plasmidial de Xanthomonas campestris pv. citri. 1994. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Cancro Cítrico.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

26.
SEVERO, R.; DUARTE, V.; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes. Participação em banca de Robinson Severo. Queda anormal de frutos jovens de citros: Aspectos epidemiológicos e etiológicos. 1994. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Colletotrichum.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

27.
MOREIRA, R. B.; DUARTE, V.; FERNANDES, J. M.. Participação em banca de Renato Barroca Moreira. Estria bacteriana do trigo: Avaliação da resistência de cultivares e atividade nucleadora de gelo de Xanthomonas campestris pv. undulosa. 1994. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Triticum aestivum.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

28.
TAUNOUS, I. D.; DUARTE, V.; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes; SILVA, P. R. F.. Participação em banca de Isolina Dip Taunous. Efeito de isolados de bactérias fluorescentes em cultivares de arroz irrigado. 1993. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Pseudomonas.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

29.
RUBIN, R. S.; DUARTE, V.; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes. Participação em banca de Rogério da Silva Rubin. Controle do mal-do-pé (Plenodomus destruens Harter) da batata-doce (Ipomoea batatas (L.) Lam.). 1992. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Progresso da doença.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

30.
MARICHAL, A.; DUARTE, V.; SILVA, Rogério Fernando Pires da; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes. Participação em banca de A. Marichal. Avaliação de quatro inseticidas sobre inimigos naturais de pragas da soja (Glycine max (L.) Merrill) através do método da parcela ilhada. 1991. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

31.
LEÃO, L. L.; DUARTE, V.; LOCH, L. C.. Participação em banca de Lúcia L. Leão. Comportamento de diferentes isolados de Nomuraea rilyei (Farlow) Samson cultivados em laboratório. 1986. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Controle biológico.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

32.
ALLGAYER, C. G.; DUARTE, V.; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes. Participação em banca de Carlos Guilherme Allgayer. Nutrição e crescimento de plantas de alface afetadas pela Meloidoginose e controle da moléstia através do uso de culturas antagônicas. 1986. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Crotalaria sp; Tagetes sp.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

33.
SAIBRO, J. C.; PAULA, J. R. F.; DUARTE, V.. Participação em banca de José R. Faleiro de Paula. Centeio e aveia estremes semeados em três épocas ou associados com leguminosas anuais para produção de forragem e de grãos. 1985. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

34.
SILVA, L.; DUARTE, V.; LOCH, L. C.; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes. Participação em banca de Lucianita da Silva. Esporulação do fungo Nomuraea rileyi (Farlow) Samson em meio de cutura à base de arroz. 1985. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Controle biológico.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

35.
LOCH, L. C.; FERREIRA, M. T. T.; DUARTE, V.; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes. Participação em banca de M. T. T. Ferreira. Influência de três regimes de luz e períodos de incubação na esporulação do fungo entomógeno Nomuraea rileyi (Farlow) Samson. 1985. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Controle biológico.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

36.
PORTO, Miguel Dalmo de Menezes; BERTAGNOLLI, P. F.; DUARTE, V.. Participação em banca de Paulo F. Bertagnolli. Influência de meios de cultura e períodos de crescimento na esporulação de Septoria glycines Hemmi, agente causal da Mancha Parda da folha da soja. 1984. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

37.
CÁNOVAS, A. D.; DUARTE, V.; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes; LOCH, L. C.. Participação em banca de Abelardo Diaz Cánovas. Detecção de bactérias fitopatogênicas transmitidas pelas sementes de feijoeiro (Phaseolus vulgaris (L.). 1984. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

38.
PORTO, Miguel Dalmo de Menezes; PRATA, C. H. S.; DUARTE, V.. Participação em banca de C. H. S. Prata. Moléstias do maracujá amarelo (Passiflora edulis f. flavicarpa Dep.) em dois pomares instalados nos municípios de Guaíba e Viamão. 1984. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

39.
LOCH, L. C.; BALARDIN, R. S.; DUARTE, V.. Participação em banca de Ricardo Silveira Balardin. Meios de cultura semi-sintéticos, agentes preservantes e rotina para produção massal do fungo entomógeno Nomuraea rileyi (Farlow) Samson. 1984. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Controle biológico.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

40.
FERREIRA FILHO, A.; DUARTE, V.; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes. Participação em banca de Armando Ferreira Filho. Fatores envolvidos na emergência de plântulas, na morte de afilhos e no rendimento de duas cultivares de trigo. 1983. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Triticum aestivum.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

41.
LOCH, L. C.; LEMOS, E. C.; DUARTE, V.. Participação em banca de Elizabeth Costa Lemos. Aspectos epidemiológicos da mancha purpurea (Cercospora kikuchii (T. Matsu e Tomovasu) Gardner) em sementes de soja da cultivar Bragg. 1982. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

42.
PORTO, M. D. M.; BERTON, O.; DUARTE, V.; LOCH, L. C.. Participação em banca de Onofre Berton. Etiologia da mancha em reboleira da soja (Glycine max (L.) Merrill). 1981. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

Teses de doutorado
1.
BERTOLINI, E.; LANNA FILHO, R.; Bogo, A.; DUARTE, V.. Participação em banca de Yuliet Franco Cardoza. Determinação e detecção de Dickeya spp. associadas à batata-consumo e semente nacional e importada. 2015. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Solanum tuberosum; pectobacteria.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitobacteriologia.
Grande Área: Ciências da Saúde / Área: Saúde Coletiva / Subárea: Epidemiologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português.

2.
DUARTE, V.; MORAES, Marcelo Gravina de; PONTE, Emerson Medeiros Del; OLIVEIRA, Andreia Mara Rotta de. Participação em banca de Ismail Teodoro de Souza Junior. Desenvolvimento de métodos de detecção molecular de Xanthomonas oryzae pv. oryzae e X. oryzae pv. oryzicola em sementes de arroz. 2014. Tese (Doutorado em Programa de pós-graduação em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: qPCR; Sondas de DNA; Oryza sativa L..
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Referências adicionais: Brasil/Português.
Xanthomonas oryzae pv. oryzae (Xoo) e X. oryzae pv. oryzicola (Xoc), agentes causais do crestamento foliar bacteriano (CFB) e estria bacteriana da folha (EBF), respectivamente, são pragas ausentes no Brasil, transmitidas por sementes, com potencial de comprometer seriamente a produção brasileira de arroz. O intercâmbio comercial de sementes aponta o exame laboratorial como estratégia fundamental na exclusão de tais pragas. O objetivo desta pesquisa foi desenvolver e validar um método detecção, dos patovares de X. oryzae (Xo) em sementes de arroz através de qPCR. A sonda XRS foi desenvolvida e, apesar de não distinguir os dois patovares, sua alta sensibilidade, 30 fg/µL de DNA, equivalendo a seis células bacterianas, evidenciou sua eficiência. O método sem isolamento em meio de cultura permitiu detectar até 4,2x102 UFC.mL-1. A análise de 468 amostras (162 nacionais e 306 importadas) de sementes de arroz de três safras não indicou a presença de Xo. A caracterização de 21 isolados de Xanthomonas sp., positivos no ELISA (Agdia, BRA 85000) para Xoo, mostrou variabilidade entre os isolados e a distinção destes de Xo..

3.
MOURA, A. B.; BARROS, W. S.; Mauch, C. R.; BARROS, W. S.; DUARTE, V.. Participação em banca de Ivani Teixeira de Oliveira Napoleão. Caracterização da resistência de genótipos de berinjela à murcha-bacteriana. 2011. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Fitossanidade) - Universidade Federal de Pelotas.
Palavras-chave: Ralstonia solanacearum; Solanum melongena.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Melhoramento Vegetal.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português.

4.
DUARTE, V.; MOURA, A. B.; BENTO, F. M.; SAND, S. T. V. D.. Participação em banca de Margaroni Fialho de Oliveira. Otimização da produção de metabólitos com atividade biocida isolados de actinomicetos endofíticos de tomateiro. 2009. Tese (Doutorado em Microbiologia Agrícola e do Ambiente) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Streptomyces; Ralstonia solanacearum; Lycopersicon esculentum; Tomateiro; Microbiolização de sementes.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Microbiologia Aplicada.
Referências adicionais: Brasil/Português.

5.
DENARDIN, Norimar D´ávila; MORAES, Marcelo Gravina de; OLIVEIRA, Andreia Mara Rotta de; DUARTE, V.. Participação em banca de Joseane Biso de Carvalho. Desenvolvimento e validação de qPCR para detecção de pectobactérias (Dickeya e Pectobacterium spp.) e Ralstonia solanacearum em tubérculos de batata. 2009. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Solanum tuberosum; Pectobacterium brasiliensis; PCR quantitativa; FTA Classic Card.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Referências adicionais: Brasil/Português.
Pectobactérias (Pectobacterium spp. e Dickeya spp.) são os agentes causais da canela-preta e podridão-mole, e Ralstonia solanacearum da murcha bacteriana. A principal fonte de inóculo dessas doenças é o tubérculo-semente assintomático. As importações brasileiras de tubérculo-semente podem representar um risco à cultura. Tubérculos-semente livres de patógenos é considerada a melhor estratégia para manejar essas doenças. Entrentanto, métodos sensíveis para detecção desses patógenos são necessários. Sendo assim, o principal objetivo dessa pesquisa foi propor um método de extração de DNA dos tubérculos para detecção molecular das bactérias-alvo, como uma ferramenta para estudos epidemiológicos, programas de certificação e inspeção quarentenária. O uso de cartões FTA para a coleta, armazenamento e extração do DNA foi testado, utilizando três métodos: pressão direta; cone triturado em PBS; e fragmentos retirados com seringa e triturados em PBS. O primeiro método foi o mais sensível, proporcionando um limite de detecção por PCR de 1x102 UFC.mL-1. Oligonucleotídeos iniciadores foram desenhados para as bactérias-alvo, exceto para R. solanacearum, que se usou os oligonucleotídeos iniciadores OLI1/Y2 em PCR e qPCR. A eficácia da qPCR variou de 23,5 a 94,7%, enquanto a maior eficácia da PCR (76,5%) ocorreu nas amostras onde o número de células da bactéria-alvo era alto. Dickeya sp. (54,9%) e R. solanacearum (52,9%) apresentaram a maior incidência nas 206 amostras analisadas, seguidas por P. atrosepticum (27,2%), P. brasiliensis (16,5%), P. carotovorum (6,3%) e P. betavasculorum (1,9%). Esta última trata-se do primeiro registro em batata no Brasil. Cento e oitenta e três (89%) das 206 amostras de tubérculos de diferentes origens e cultivares apresentaram no mínimo uma bactéria-alvo e 120 apresentaram duas a quatro bactérias-alvo (58,5%). A presença de uma população bacteriana heterogênea nos tecidos vasculares do tubérculo nas condições brasileiras foi d.

6.
DUARTE, V.; SANHUEZA, Rosa Maria Valdebenito; SILVEIRA, José Ricardo Pfeifer; MARODIN, Gilmar Arduino Bettio. Participação em banca de Aike Anneliese Kretzschmar. Epidemiologia da podridão carpelar em maçãs Fuji nos Estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. 2004. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Alternaria sp.; Macieira; Controle químico; Fitohormônios; fungos endofíticos.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Manejo e Tratos Culturais.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

7.
DUARTE, V.; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes; MATSUMURA, Aida Terezinha Santos; DUTRA, L. M. C.; VIEIRA, H. J.. Participação em banca de José Angelo Rebelo. Mancha reticulada (Leandria momordicae Rangel) em cucurbitáceas - Epidemiologia, variabilidade genética, hospedeiros alternativos, fontes de resistência, controle e comportamento in vitro do agente. 2003. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

8.
DUARTE, V.; MARTINELLI, J. A.; FEDERIZZI, Luiz Carlos; SÁ, Enilson Luiz Saccol de; PRESTES, A. M.. Participação em banca de Carla Azambuja Centeno Bocchese. Características bioquímicas do grão de aveia na formação da mancha por Pyrenophora chaetomioides. 2003. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Avena sativa L.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

9.
DUARTE, V.; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes; LOPES, Carlos Alberto; MARTINS, O.. Participação em banca de José Ricardo Pfeifer Silveira. Aspectos epidemiológicos e de resistência à Ralstonia solanacearum na cultura da batata no Rio Grande do Sul. 2002. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Murchadeira; biovares.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

10.
DUARTE, V.; SILVA, Rogério Fernando Pires da; FIUZA, Lídia Mariana; CRUZ, Fernando Zanotta da; MONERRAT, R.; CORSEUIL, E.. Participação em banca de Sônia Thereza Bastos Dequech. Campoletis flavicincta (HYM., ICHNEUMONIDAE): Levantamento, criação e interação com Spodoptera frugiperda (LEP., NOCTUIDAE) e Bacillus thuringiensis. 2002. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Controle biológico.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

11.
ROSSETTO, E. A.; DUARTE, V.; NUNES, W. M. C.; CAMARGO, F. A. O.; MENEZES, M. D.; REDAELLI, Luiza Rodrigues. Participação em banca de Edemar Antonio Rossetto. Aspectos epidemiológicos da clorose variegada dos citros no Estado do Rio Grande do Sul. 2001. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: cigarrinhas; Vetores; plantas hospedeiras; distribuição geográfica.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://www.ufrgs.br/agro/fitossan/.
A ocorrência da Clorose Variegada dos Citros (CVC), causada por Xylella fastidiosa, no Rio Grande do Sul, foi primeiramente relatada em 1993 (Tubelis et al., 1993a), no município de Três Passos, na Região do Alto Uruguai, próximo à Argentina, distante 300 Km da principal região produtora de citros do Estado. Considerando a importância da cultura de citros no RS, uma pesquisa foi conduzida, constando de levantamentos de plantas silvestres, cigarrinhas vetoras e municípios com pomares com CVC. No primeiro trabalho, plantas ocorrendo naturalmente em três pomares de laranjeira Valência, localizadas em Capão do Leão, Jaguari e Tenente Portela, foram coletadas, identificadas e a presença de X. fastidiosa testada por DIBA (Dot immunobinding assay). No segundo, cigarrinhas foram capturadas, durante outubro de 1999 a outubro de 2000, identificadas e a flutuação populacional, em sete pomares localizados em cinco municípios, registrada. No terceiro, folhas de citros com suspeita de CVC foram recebidas dos diversos municípios do Estado e a presença de X. fastidiosa testada através de DIBA e PCR (Polymerase chain reaction). Os resultados mostraram que entre 43 espécies de plantas nativas identificadas, 40 continham o patógeno; das 11 espécies de cigarrinhas sabidamente transmissoras de X. fastidiosa, apenas Acrogonia virescens não foi capturada; desconsiderando ocorrências pontuais, a CVC está circuncrita a pomares da sub-região 7C da Depressão Central e das regiões do Alto Uruguai e Missioneira. A ausência da CVC em pomares dos Vales do Caí e Taquari está associada a pequena diversidade e freqüência de cigarrinhas vetoras..

12.
OLIVEIRA, Andréia Mara Rotta de; DUARTE, V.; MORAES, Marcelo Gravina de; SAND, Sueli Terezinha Van Der; PRESTES, A. M.. Participação em banca de Andréia Mara Rotta de Oliveira. Incidência e variabilidade genética de erwinias pectoliticas associadas à Canela Preta em lavouras de batata no Rio Grande do Sul. 2001. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Erwinia carotovora; box-pcr; eric-pcr; identificação.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Homepage: http://www.ufrgs.br/agro/fitossan/.
Erwinia carotovora subsp. atroseptica (Eca), E. carotovora subsp. carotovora (Ecc) ou E. chrysanthemi (Ech) ocorre de forma endêmica onde a batata ( Solanum tuberosum) é cultivada. O manejo da(s) doença(s) é afetado pela espécie ou subespécie presente, que depende da sua temperatura ótima de desenvolvimento, 15-20 ° C, 27-30 ° C e 34-37 ° C, para Eca, Ecc e Ech, respectivamente. Com o objetivo de conhecer a população de erwinias pectolíticas associadas com a canela preta nas lavouras de batata do RS, plantas com sintomas foram coletadas em 22 lavouras em nove municípios de quatro regiões produtoras: Serra do Nordeste, Planalto, Depressão Central e Grandes Lagoas, nos meses de setembro a dezembro de 1999 (safra primavera-verão). Quatrocentos e oito isolados foram identificados como Eca, Ecc e Ech, demonstrando que as três erwinias estão presentes. Entretanto, Ech ocorreu em apenas 1% dos casos, enquanto que Eca e Ecc ocorreram em 55 e 42%, respectivamente. Oito isolados não puderam ser identificadas como Eca, Ecc ou Ech. A análise da variabilidade genética, por BOX e ERIC-PCR, de 48 isolados de Eca e 60 de Ecc, mostrou que ambas as populações podem ser agrupadas em três ou quatro grupos. Os grupos de Eca estão associados de acordo com a região agroecológica, mas não os de Ecc..

13.
MUNIZ, M. F. B.; DUARTE, V.; PORTO, Miguel Dalmo de Menezes. Participação em banca de M.F.B. Muniz. Transmissão de Alternaria spp. por sementes de cenoura produzidas no Rio Grande do Sul. 1997. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Patologia de sementes.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Professor titular
1.
DUARTE, V.; KITAJIMA, E. W.; REZENDE, J. A. M.; Machado, J. C.; Pujol-Luz, J. R.. Concurso Professor Titular em Fitopatologia na UnB. 2012. Universidade de Brasília.
Palavras-chave: Departamento de Fitopatologia; Fitopatologia; IInstituto de Ciências Biológicas; Adalberto Corrêa Café Filho; Juvenil Enrique Cares.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português.

Concurso público
1.
DUARTE, V.; VILELA, Evaldo Ferreira; FOERSTER, Luís Amilton. Concurso público para o provimento do cargo de professor adjunto na área de entomologia. 2004. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/.
Presidente da comissão avaliadora do concurso na área de entomologia, cinco candidatos, provas escrita, didática e de defesa da produção intelectual..

Outras participações
1.
Dionello, R. G.; Lauri Radunz; Markus, K.; DUARTE, V.. Banca do Exame de Qualificação para Doutorado de Alexandre Pisoni. 2018. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Triticum aestivum; Micotoxinas; Armazenamento; Manejo Fitossanitário.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português.
Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia, 28 de junho de 2018..

2.
OTT, A. P.; Oliveira, M.; Dionello, R. G.; DUARTE, V.. Exame de Qualificação de Luidi Eric Guimarães Antunes. 2014. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Sitophilus zeamais; Arroz; Milho; Terra de diatomácea.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Manejo Integrado.
Referências adicionais: Brasil/Português.

3.
MORAES, Marcelo Gravina de; Macedo, A. J.; DELATORRE, Carla Andréa; Duarte, Valmir. Exame de qualificação de Guilherme Leitão Duarte. 2013. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Biotecnologia vegetal.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Microbiologia / Subárea: Microbiologia Aplicada.
Referências adicionais: Brasil/Português.
Título do projeto: Identificação de genes de importância celulolítica em isolados de fungos necrotróficos.

4.
DUARTE, V.; OLIVEIRA, Andreia Mara Rotta de; MORAES, Marcelo Gravina de; PONTE, Emerson Medeiros Del. Exame de qualificação para doutorado de Ismail Teodoro de Souza Júnior. 2012. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Fitopatologia; Fitobacteriologia.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitobacteriologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português.

5.
DUARTE, V.. Avaliação de relatos do XXIV Salão de Iniciação Científica da UFRGS. 2012. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Fitossanidade.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português.
3/10/2012, FACED, Sala 604.

6.
MORAES, Marcelo Gravina de; Silva, M. A. S.; Margis, R.; DUARTE, V.. Exame de qualificação da aluna de doutorado Ana Paula Trivilin. 2011. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Pythium sp.; genes de resistência; Lycopersicon esculentum; Arabidopsis thaliana.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português.
Identificação de genes regulados pelo peptídeo sinalizados PROPEP1 em plantas em resposta à infecção por espécies do gênero Pythium.

7.
DUARTE, V.. Membro da Comissão Técnico-Científica do 44o. Congresso Brasileiro de Fitopatologia. 2011. Sociedade Brasileira de Fitopatologia.
Palavras-chave: Fitopatologia.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português.
Evento realizado entre os dias 14 e 19 de agosto de 2011..

8.
MACIEL, João Leodato Nunes; SOGLIO, Fábio Kessler Dal; DUARTE, V.; MATSUMURA, Aida Terezinha Santos. Exame de qualificação de doutorado de Marcus André Kurtz Almança. 2007. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Trichoderma; Arroz; Polymyxa graminis.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Referências adicionais: Brasil/Português.

9.
DUARTE, V.. Avaliação de relatos de iniciação científica. 2006. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Veterinária; Agronomia.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia.
Setores de atividade: Produção Animal, Inclusive Serviços Veterinários.
Referências adicionais: Brasil/.
Dia: 11/04 - Terça-feira - Tarde ? Ciências Agrárias, Campus do Vale - Auditório do ILEA, Horário: 15h 30min às 17h 30min.

10.
DUARTE, V.; SOGLIO, Fábio Kessler Dal; REDAELLI, Luiza Rodrigues. Seleção de professor substituto na área de entomologia. 2005. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Manejo integrado de pragas.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/.
Presidente da comissão avaliadora do processo de seleção de professor substituto na área de entomologia, onze candidatos, avaliação do currículo, prova didática (30 min) e entrevista..

11.
DUARTE, V.; BENDER, Renar João; MORAES, Marcelo Gravina de; DELATORRE, Carla Andréa; BECKER, Walter Ferreira. Exame de qualificação de doutorado, Eng. Agr. M.Sc. Adriana Regina Corrent. 2005. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Tratamento térmico; Macieira; Botryosphaeria dothidea; Expressão diferencial de cDNAs.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/.
Título da proposta de pesquisa: Efeito do tratamento térmico em pós-colheita no controle de Botryospaeria dothidea (Moung.:Fr) Ces. & De Not.,) e Penicillium spp. e na expressão diferencial de cDNAs de maçãs cv. Fuji Data: 06.10.2005.

12.
DUARTE, V.. XVII Salão de Iniciação Científica / XIV Feira de Iniciação Científica. 2005. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Fitossanidade.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/.
Comissão Julgadora da sessão fitossanidade (6), 17/10/2005, PROPESQ.

13.
DUARTE, V.; SCHWARZ, Sergio Francisco; CASSOL, Elemar Antonino. Comissão Julgadora da Sessão de Solos - XVI Salão de Iniciação Científica + XIII Feira. 2004. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Iniciação Científica.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/.

14.
DUARTE, V.. XVI Salão de Iniciação Científica + XIII Feira. 2004. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Solos.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/.
Comissão Julgadora da Sessão de Solos Pró-Reitoria de Pesquisa / PROPESQ 25 a 29 de outubro de 2004.

15.
DUARTE, V.; MATSUMURA, Aida Terezinha Santos. Exame de qualificação, estudante de doutorado Marisa Terezinha Lopes Putzke, Produção massal de fungos para o controle bio. 2004. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Controle biológico; nematóides fitopatogênicos; fungos nematófagos.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Botânica / Subárea: Botânica Aplicada.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/.
Exame de qualificação, dia 17 de setembro de 2004.

16.
DUARTE, V.; BENDER, Renar João; SANHUEZA, Rosa Maria Valdebenito; MARODIN, Gilmar Arduino Bettio. Banca do Exame de Qualificação da aluna de doutorado Aike Anneliese Kretzschmar. 2002. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Alternaria sp.; Macieira; Podridão Carpelar.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Fisiologia de Plantas Cultivadas.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

17.
DUARTE, V.; PRESTES, A. M.; FEDERIZZI, Luiz Carlos; MARTINELLI, J. A.. Banca do Exame de Qualificação da aluna de doutorado Carla Azambuja Centeno Bocchese. 2002. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
Palavras-chave: Aveia; Manchamento do grão.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Fisiologia de Plantas Cultivadas.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Curso de Extensão - Pomar Doméstico.Doenças de plantas frutíferas. 2018. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

2.
International Congress of Plant Pathology. 2018. (Congresso).
Referências adicionais: Estados Unidos
Forma de participação: Ouvinte; Homepage: http://www.icpp2018.org/about/Pages/default.aspx.

3.
VIII Simpósio Sobre Atualidades em Fitopatologia.Painéis genômicos customizados para a detecção de fitopatógenos. 2018. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Simposista
Forma de participação: Convidado; Homepage: http://https://www.geafip.org/o-evento.

4.
XI Encontro Nacional sobre Substratos para Plantas.Technologies for detection of pests in plant substrates. 2018. (Encontro).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Symposium Speaker
Forma de participação: Convidado; Homepage: http://www.ensub.com.br/.

5.
40 Congresso Paulista de Fitopatologia. LAMP: Ferramenta molecular rápida e precisa no diagnóstico fitossanitário. 2017. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

6.
American Phytopathological Society Meeting. 2016. (Congresso).
Referências adicionais: Estados Unidos
Forma de participação: Ouvinte.

7.
Bringing Advanced Diagnostics Methods to your Lab: From PCR to LAMP. 2016. (Outra).
Referências adicionais: Estados Unidos
Forma de participação: Ouvinte.

8.
Curso de capacitação de engenheiros agrônomos sobre controle e monitoramento de pragas agrícolas de importância econômica e quarentenária para SC.Procedimentos para Coleta de Amostras. 2016. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

9.
Curso de Extensão - Pomar Doméstico.Doenças de frutíferas. 2016. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

10.
Curso de Habilitação de Responsáveis Técnicos para Certificação Fitossanitária de Origem em Erechim.Taxonomia, biologia, hospedeiros, distribuição geográfica, diagnose, dispersão, monitoramento e medidas de controle de Xanthomonas axonopodis pv. citri e de Guignardia citricarpa. 2016. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

11.
XIII Simpósio Brasileiro de Patologia de Sementes.Relato da transmissão de ?Candidatus Liberibacter solanacearum? por sementes de cenoura. Riscos de introdução da bactéria no Brasil. 2015. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Simposista
Forma de participação: Convidado; Homepage: http://www.cbsementes.com.br/index.php/programacao.

12.
XXXVIII Congresso Paulista de Fitopatologia. Desafios de laboratórios de diagnóstico fitossanitário frente aos constantes avanços tecnológicos. 2015. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

13.
Curso de Extensão - Pomar Doméstico.Doenças de frutíferas. 2014. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

14.
EPPO Workshop on Accreditation for Plant Pest Diagnostic Laboratories.Advantages/disadvantages of a private laboratory to meet the quality system: a Brazilian experience. 2014. (Outra).
Referências adicionais: Grã-Bretanha
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante; Homepage: http://archives.eppo.int/MEETINGS/2014_conferences/lab-accrediation.htm.

15.
The 2014 APS-CPS Joint Meeting. Dickeya spp. associated to imported and ware potato tubers in Brazil. 2014. (Congresso).
Referências adicionais: Estados Unidos
Tipo de participação: Apresentação oral
Forma de participação: Participante; Homepage: http://www.apsnet.org/meetings/annual/Pages/default.aspx.

16.
Treinamento de Técnicos da IDARON, Rondônia.Doenças da Soja e do Cafeeiro: Métodos de Diagnose. 2014. (Seminário).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

17.
Workshop Ameaças Fitossanitárias - Novas Fronteiras, Novos Riscos.Diagnóstico Fitossanitário no Contexto da Defesa Sanitária Vegetal. 2014. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado; Homepage: http://www.idaron.ro.gov.br/portal/Gidsv.aspx?pg=Eventos&evento=workshop_ameacas_fitossanitarias_03-04-2014.

18.
Workshop Ameaças Fitossanitárias para o RS.Pragas quarentenárias de relevância para o estado do Rio Grande do Sul: Erwinia amylovora. 2014. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado; Homepage: http://www.ameacasrs.eventize.com.br/.

19.
I Encontro de Produtores de Sementes do RS e Treinamento de Responsáveis Técnicos.Sanidade de sementes: Principal parâmetro de restrição comercial. 2012. (Encontro).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

20.
Training Workshop on Harmonizing Detection of Xanthomonas oryzae Pathovars.Agronomica - Phytosanitary Diagnostic Laboratory Accreditated by Brazilian Agricultural Ministry. 2012. (Outra).
Referências adicionais: Filipinas
Tipo de participação: Apresentação oral
Forma de participação: Participante.

21.
44 Congresso Brasileiro de Fitopatologia. Ferramentas na diagnose de doenças de plantas (Coordenador). 2011. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Moderador
Forma de participação: Convidado; Homepage: http://www.fito2011.com.br/home.php.

22.
4o. Horti Serra Gaúcha 2011.Manejo do Cancro Cítrico. 2011. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

23.
Curso de extensão - Pomar Doméstico.Doenças de plantas frutíferas. 2011. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante; Homepage: http://www6.ufrgs.br/agronomia/materiais/userfiles/pomar2011.pdf.

24.
Reunião Anual de Diagnóstico Fitossanitário. 2011. (Encontro).
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

25.
Workshop: Manejo Fitossanitário na Cultura da Batata.Incidência de bacterioses na batata no Brasil. 2011. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante; Homepage: http://www.ufpel.edu.br/faem/workshopbatata/links.html.

26.
Workshop: Trânsito internacional de material propagativo.Entraves técnicos do sistema fitossanitário mundial. 2011. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante; Homepage: http://www.abcsem.com.br/noticia.php?cod=2354.

27.
XI Simpósio de Manejo de Doenças de Plantas: Inovações tecnológicas em sanidade de sementes e material vegetativo de propagação".Aspectos sanitários do comércio de material de propagação vegetal no âmbito do Mercosul. 2011. (Simpósio).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante; Homepage: http://www.nucleoestudo.ufla.br/nefit/program.html.

28.
I Congresso de Iniciação Científica e Pó-Graduação / 20 Seminário de Iniciação Científica. COMPARAÇÃO DE METODOLOGIAS PARA O ISOLAMENTO E DETECÇÃO DE XANTHOMONAS SP EM SEMENTES DE ARROZ (ORYZA SATIVA) IMPORTADAS PELO BRASIL. 2010. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante; Homepage: http://www.udesc.br/arquivos/secao/proppg/Seminario20/index.html.

29.
Workshop: Aplicação da Tecnologia da semente à muda.A importância fitossanitária das sementes nos modernos sistemas de produção. 2010. (Outra).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

30.
XLII Congresso Brasileiro de Fitopatologia. Taxonomia de bactérias fitopatogênicas e biochips. 2009. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado; Homepage: http://www.fito2009.com/.

31.
2008 APS Centennial Meeting. Molecular characterization of a group 16SIII phytoplasma associated with decline of China-tree (Melia azedarach L.) in Brazil. 2008. (Congresso).
Referências adicionais: Estados Unidos
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante; Homepage: http://meeting.apsnet.org/default.cfm.

32.
XL Congresso Brasileiro de Fitopatologia. Padronizacao do metodo FTA para deteccao molecular de Ralstonia solanacearum. 2007. (Congresso).
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

33.
IX Reunião Técnica de Pesquisa e Extensão da Cultura da Batata da Região Sul.IX Reunião Técnica de Pesquisa e Extensão da Cultura da Batata da Região Sul. 2006. (Outra).
Palavras-chave: Solanum tuberosum.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

34.
XXXIX Congresso Brasileiro de Fitopatologia. XXXIX Congresso Brasileiro de Fitopatologia. 2006. (Congresso).
Palavras-chave: Fitopatologia.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

35.
I Encontro de Viveiristas.Manejo de doenças em sistema de cultivo protegido de mudas de olerícolas. 2005. (Encontro).
Palavras-chave: Míldio da alface e crucíferas; Hérnia das crucíferas; Viroses do pimentão e tomateiro.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

36.
XXXVIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia. XXXVIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia. 2005. (Congresso).
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

37.
Encontro com clientes da Floricultura Úrsula Ltda..Problemas fitossanitários de plantas ornamentais e soluções: Laboratório Oficial de Diagnóstico Fitossanitário. 2004. (Encontro).
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

38.
Seminário sobre alterações da Legislação Fitossanitária Brasileira. 2004. (Seminário).
Palavras-chave: Norma Internacional de Medida Fitossanitária - NIM; Certificado Fitossanitário de Origem; Permissão de Trânsito de Vegetais.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Manejo e Tratos Culturais.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Defesa Fitossanitária.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

39.
Treinamento para implementação e prática do Sistema da Qualidade em Laboratório de Sementes, baseado na norma NBR ISSO IEC 17025 e instrução normativa 51 do Ministério da Agricultura e do Abastecimento. 2004. (Outra).
Palavras-chave: International Organization fro Standardization; Sistema da Qualidade.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

40.
XXXVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia. XXXVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia. 2004. (Congresso).
Palavras-chave: Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Moderador
Forma de participação: Convidado.

41.
XXXVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia. Diagnose de doenças de plantas - Clínica Vegetal. 2004. (Congresso).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

42.
XII Encontro Nacional de Produção e Abastecimento de Batata / VIII Seminário Nacional de Batata Semente / III ABBA Batata Show. 2003. (Encontro).
Palavras-chave: Solanum tuberosum; pectobacteria.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

43.
XXXVI Congresso Brasileiro de Fitopatologia. 2003. (Congresso).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil
Forma de participação: Ouvinte.

44.
9o. Ciclo de Palestras sobre Citricultura.Controle do Cancro Cítrico e da Clorose Variegada dos Citros. 2002. (Encontro).
Palavras-chave: Xanthomonas axonopodis pv. citri; Xylella fastidiosa.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Conferencista
Forma de participação: Convidado.

45.
VIII Reunião Técnica de Pesquisa e Extensão da Cultura da Batata da Região Sul do Brasil.VIII Reunião Técnica de Pesquisa e Extensão da Cultura da Batata da Região Sul do Brasil. 2002. (Outra).
Palavras-chave: Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis; batata-semente.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Apresentação Oral
Forma de participação: Participante.

46.
XI Reunião Estadual de Biotecnologia Vegetal, II Reunião RedBio Zona Sul.XI Reunião Estadual de Biotecnologia Vegetal, II Reunião RedBio Zona Sul. 2002. (Encontro).
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português.

47.
XXXV Congresso Brasileiro de Fitopatologia. XXXV Congresso Brasileiro de Fitopatologia. 2002. (Congresso).
Palavras-chave: erwínias pectolíticas; Solanum tuberosum; detecção; identificação.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.
Apresentação do trabalho intitulado Identificação e incidência de erwínias pectolíticas em tubérculos de batata importados da Argentina e Chile, na forma de pôster..

48.
Joint Meeting of APS, SON, and MSA. Joint Meeting of APS, SON, and MSA. 2001. (Congresso).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Estados Unidos/Português.

49.
The 10th International Conference on Plant Pathogenic Bacteria. The 10th International Conference on Plant Pathogenic Bacteria. 2000. (Congresso).
Palavras-chave: Bactérias fitopatogênicas.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Canadá/Português.

50.
XXXII Congresso Brasileiro de Fitopatologia. XXXII Congresso Brasileiro de Fitopatologia. 1999. (Congresso).
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português.

51.
7th International Congress of Plant Pathology. 7th International Congress of Plant Pathology. 1998. (Congresso).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Escócia.

52.
V Reunião Técnica Anual de Pesquisa e Extensão da Cultura da Batata do RS e SC.V Reunião Técnica Anual de Pesquisa e Extensão da Cultura da Batata do RS e SC. 1998. (Outra).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

53.
IV Reunião Técnica Anual de Pesquisa e Extensão da Cultura da Batata do RS e SC.IV Reunião Técnica Anual de Pesquisa e Extensão da Cultura da Batata do RS e SC. 1997. (Outra).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

54.
The 2nd International Bacterial Wilt Symposium.The 2nd International Bacterial Wilt Symposium. 1997. (Simpósio).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Guadalupe.

55.
XXX Congresso Brasileiro de Fitopatologia. XXX Congresso Brasileiro de Fitopatologia. 1997. (Congresso).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

56.
4o. Ciclo de Palestras sobre Citricultura.4o. Ciclo de Palestras sobre Citricultura. 1996. (Seminário).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

57.
XXIX Congresso Brasileiro de Fitopatologia. XXIX Congresso Brasileiro de Fitopatologia. 1996. (Congresso).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

58.
3o. Ciclo de Palestras sobre Citricultura.3o. Ciclo de Palestras sobre Citricultura. 1995. (Seminário).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

59.
VI Encontro Nacional de Fitossanitaristas.VI Encontro Nacional de Fitossanitaristas. 1995. (Encontro).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

60.
XXVIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia. XXVIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia. 1995. (Congresso).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

61.
XXVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia. XXVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia. 1994. (Congresso).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

62.
XXV Congresso Brasileiro de Fitopatologia. XXV Congresso Brasileiro de Fitopatologia. 1992. (Congresso).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

63.
Annual Meeting of Louisiana Association of Plant Pathologists and Nematologists.Annual Meeting of Louisiana Association of Plant Pathologists and Nematologists. 1990. (Encontro).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Estados Unidos/Português.

64.
Joint Annual Meeting of the APS and CPS. Joint Annual Meeting of the APS and CPS. 1990. (Congresso).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Estados Unidos/Português.

65.
National Sweetpotato Collaborators Meeting.National Sweetpotato Collaborators Meeting. 1990. (Encontro).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Estados Unidos/Português.

66.
Anual Meeting of Louisiana Association of Plant Pathologists and Nematologists.Anual Meeting of Louisiana Association of Plant Pathologists and Nematologists. 1989. (Encontro).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Estados Unidos/Português.

67.
XIX Congresso Brasileiro de Fitopatologia. XIX Congresso Brasileiro de Fitopatologia. 1986. (Congresso).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português.

68.
XVIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia. XVIII Congresso Brasileiro de Fitopatologia. 1985. (Congresso).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.

69.
XVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia. XVII Congresso Brasileiro de Fitopatologia. 1984. (Congresso).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil
Tipo de participação: Poster / Painel
Forma de participação: Participante.


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
DUARTE, V.. 44 Congresso Brasileiro de Fitopatologia. 2011. (Congresso).
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Magnético; Evento itinerante: Sim; Duração do evento: 1; Local: Fundaparque; Cidade: Bento Gonçalves, RS; Inst. promotora/financiadora: Sociedade Brasileira de Fitopatologia.
Coordenador Técnico-Científico.



Orientações



Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Angela Refolfi. Avaliação da eficiência de nematicidas biológcios à base de Pochonia chlamydosporia (Pc-10) e Purpureocillium lilacinum (Pae 10) no manejo de Meloidogyne incognita e M. javanica na cultura do tabaco. 2014. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Nicotiana tabacum; Transplantio; Fungicida.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
A cultura do tabaco acumula perdas consideráveis em decorrência do ataque de nematoides das galhas e a constante busca de alternativas para controle desta praga constitui-se numa preocupação mundial. Com o intuito de avaliar a eficiência de dois agentes de controle biológico formulados à base de Pochonia chlamydosporia (Pc-10) e Purpureocillium lilacinum (Pae 10) no manejo de Meloidogyne incognita e M. javanica em mudas de tabaco, foram realizados os seguintes experimentos: (1) in vitro, no qual se testou a compatibilidade com os fungicidas à base de óxido cuproso, de metalaxil M + mancozebe ou de iprodiona, e a compatibilidade entre eles; (2) em casa de vegetação, para analisar o efeito da aplicação de produto formulado com P. chlamydosporia (Pc-10) e P. lilacinum (Pae 10) aos 5, 10, 15 e 20 dias antes do transplantio, e (3) em campo para medir a eficiência de uma ou duas aplicações de produto a base de P. chlamydosporia. Os resultados obtidos in vitro indicaram que os fungos P. chlamydosporia e P. lilacinum não interagem entre si, e que os fungicidas testados não afetaram o desenvolvimento destes. Os experimentos em casa de vegetação indicaram que a aplicação do produto a base de P. lilacinum reduziu 56 e 59% na média da massa e número de ovos aos 5 e 15 dias, respectivamente, após o transplantio. Ao passo que, P. chlamydosporia apresentou redução na média no número de ovos e na massa de ovos de M. javanica em todas as épocas testadas. Já em campo, o produto formulado com P. chlamydosporia, em uma aplicação, em solo arenoso, reduziu o número de ovos e índice de galhas, porém, não aumentou a produtividade e qualidade do tabaco nas duas áreas avaliadas. Conclui-se, portanto, que o nematicida a base de P. chlamydosporia, é um produto eficiente na redução de M. incogita and M. javanica..

2.
Dana Moreira Cruz. Detecção de Burkholderia spp. associadas a sementes de arroz nacionais e importadas. 2014. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Burkholderia glumae; Burkholderia plantarii; Burkholderia gladioli.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

3.
Fernanda Carvalho Viana. Caracterização de populações de Ralstonia solanacearum em tabaco no Brasil. 2010. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Nicotiana tabacum.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Ralstonia solanacearum, agente causal da murcha bacteriana em diversos hospedeiros, dentre eles as solanáceas, causa grandes prejuízos na cultura do tabaco, se não manejada. Por se tratar de uma espécie complexa, esta bactéria é classificada de diversas formas. A mais recente divide a espécie em três níveis taxonômicos: filotipo, sequevar e clone. Devido a ausência de estudos sobre as populações de R. solanacearum na cultura do tabaco, este trabalho teve como objetivo caracterizar 120 isolados oriundos de solos e plantas de tabaco com murcha bacteriana, coletados em 13 municípios do Paraná, 24 de Santa Catarina, 13 do Rio Grande do Sul, um da Paraíba e dois de Pernambuco, em biovar, filotipo e diversidade genética através das sequências repetitivas BOX, ERIC e REP (rep-PCR). Os resultados indicaram que todos os isolados estudados pertencem a biovar 1 e filotipo II. Embora tenha sido constatada homogeneidade quanto a biovar e o filotipo, os resultados da rep-PCR permitiram a divisão dos isolados em seis grupos (A, B, C, D, E e F), a partir de 61% de similaridade, independente da origem geográfica, de solo ou planta, época de coleta e cultivar. Os grupos A e B foram os que tiveram maior número de representantes, 47 e 20, respectivamente. A variabilidade encontrada por rep-PCR pode significar que outras estratégias para verificar a diversidade da população local de R. solanacearum devam ser utilizadas, tais como titulação da virulência e/ou comparação de sequências de alguns genes, fundamental para o sucesso dos programas de melhoramento genético e de estudos de manejo integrado da doença..

4.
Cátia Cristina Rommel. 'Etiologia e epidemiologia da morte de flores de pereiras européias (Pyrus communis L.) no Rio Grande do Sul. 2009. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Pseudomonas syringae pv. syringae; PCR; erinia amylovora.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Observou-se recentemente a morte de flores de pereiras européias (Pyrus communis L.) em pomares de Vacaria, RS. Pseudomonas syringae pv. syringae tem sido associada a este sintoma em vários países, entretanto, não há registros deste patógeno ocorrendo em pereiras no Brasil. Além disso, P. syringae pv. syringae possui uma fase epifítica, não bastando a detecção da bactéria para caracterizá-la como agente causal da doença, no caso de primeiro registro no país. Assim, se faz necessário um estudo etiológico e epidemiológico da morte de flores de pereiras européias no Rio Grande do Sul. Objetivou-se com este trabalho (i) identificar o agente causal; (ii) conhecer as condições de ambiente e hospedeiro que favorecem a doença; (iii) monitorar, através de detecção em gemas, a presença de bactérias ao longo do ano; (iv) quantificar a doença a campo; (v) verificar a ocorrência da doença em pomares de Vacaria, RS. Os resultados dos testes bioquímicos e fisiológicos, PCR e sequenciamento do gene 16S rRNA de dois isolados patogênicos (Pack9 e Pack10) indicaram tratar-se de Pseudomonas sp., mas não P. syringae pv. syringae. O estádio fenológico, no momento da inoculação, não interferiu na intesidade da doença; temperaturas de 15 e 20 °C favoreceram a doença. A incidência média de flores necrosadas no estádio de plena floração foi de 3,8 %. A presença de Erwinia amylovora e Pantoea agglomerans em gemas de pereiras européias não foi detectada. A freqüência de P. syringae pv. syringae e Pseudomonas sp. nas flores foi de 0,7 e 16,3%, respectivamente, sendo que a última teve um pico em outubro, chegando a 30%, relacionado com temperaturas mais amenas. A ocorrência da morte de flores foi registrada nos três pomares de pereiras européias visitados em Vacaria, RS..

5.
Adriana de Andrade Figueiró. Detecção de Ralstonia solanacearum em tubérculos de batata através de PCR qualitativa e quantitativa. 2008. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Solanum tuberosum; Oligonucleotídeos iniciadores; PCR em Tempo Real.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Exploração Florestal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Ralstonia solanacearum é uma bactéria transmitida por tubérculos-semente. As biovares 1 (raça 1) e 2 (raça 3) estão associadas à batata (Solanum tuberosum) e apresentam características epidemiológicas diferentes. A certificação de tubérculos-semente constitui-se num processo essencial para o manejo da murcha bacteriana, mas depende de métodos específicos e sensíveis de detecção deste patógeno. Este trabalho objetivou (i) projetar oligonucleotídeos iniciadores diferenciação das biovares de R. solanacearum e (i) estabelecer método de extração de DNA total de tubérculos de batata para detecção de R. solanacearum através de PCR qualitativa e quantitativa. Os oligos projetados para a biovar 1, baseados no gene pehS, não geraram o fragmento esperado de 500 pb, mas produtos inespecíficos. A PCR com os oligos projetados para a biovar 2, a partir do gene UDP-N-acetilglucosamina 4,6-dehidratase, amplificaram o DNA de ambas as biovares (354 pb). O método do cartão FTA foi mais sensível (um infectado / 100 tubérculos) na obtenção de DNA de tecidos de batata, coletados com auxílio de seringas descartáveis, do que por lise celular por aquecimento ou bio-PCR. A presença de R. solanacearum em tubérculos coletados em São Francisco de Paula e Ibiraiaras, RS, não foi detectada através de PCR (OLI1/Y2), em amostras retiradas com seringas e submetidas à extração do DNA através do método FTA, lise celular por aquecimento, bio-PCR e lise celular por aquecimento, e KIT GenSpinTM Plant DNA Purification. Entretanto, a detecção nos cartões FTA foi possível quando se utilizou os oligos RS-I/RS-II; a sensibilidade da PCR aumentou de 106 para 1 UFC.mL-1. Os resultados da PCR com o DNA eluído dos cartões FTA não se alteraram, viabilizando o uso do DNA do cartão FTA em PCR quantitativa. A PCR quantitativa, usando SYBRGreen e os oligos RS-I/RS-II, confirmou a presença de R. solanacearum nas 13 amostras coletadas nos dois municípios..

6.
Aícha Daniela Ribas. Detecção de Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis em plantas de batata através de PCR com oligonucleotídeos iniciadores a partir de seqüências dos genes pnl e rdg. 2007. 54 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: pectina liase; canela-preta; pectobacterium atrosepticum; Solanum tuberosum; FTACard.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
A canela-preta, causada por Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis (Pcbr), está entre as principais doenças bacterianas da batata. Estudos epidemiológicos desta doença dependem de métodos eficientes de detecção. Como a principal característica das pectobactérias é a produção de enzimas pectolíticas em grande quantidade, os genes pnl e rdg relacionados à pectina liase foram selecionados para a projeção de oligonucleotídeos iniciadores (primers) específicos para Pcbr. Os alinhamentos das seqüências de nucleotídeos dos genes pnl e rdg mostraram a existência de seqüências conservadas entre as estirpes de Pcbr, a partir das quais foram projetados os primers PcbrPnlF/ PcbrPnlR e PcbrRdgF/PcbrRdgR, que geraram produtos de 130 e 180 pb, respectivamente. Para a avaliação dos primers e métodos de extração de DNA total, 10 hastes de plantas de batata, apresentando sintomas de canela-preta, foram coletadas de cada uma de quatro lavouras (Ágata: 3; Asterix: 1) no município de São Francisco de Paula, RS. Pcbr foi detectada através de PCR com PcbrRdgF/PcbrRdgR e DNA extraído por fervura e FTACard em 25 e 55% das amostras, e com PcbrPnlF/ PcbrPnlR em 12 e 45%, respectivamente. Estes resultados indicaram que os primers PcbrRdgF/PcbrRdgR foram mais eficientes, tanto na extração com FTACard (22%) quanto por fervura (108%). A detecção por PCR com ambos pares de primers foi maior quando o DNA foi extraído pelo método FTACard..

7.
Paula Guerra Schenato. Identificação da raça 1 de Venturia inaequalis no Sul do Brasil e reação de acessos de macieira à sarna. 2007. 67 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Malus x domestica; Variedades diferenciais; Método de produção de inóculo; Gala; Fuji.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
A sarna da macieira, causada pelo fungo Venturia inaequalis (Cke.) Wint., provoca perdas em pomares comerciais de todo o mundo. A produção de inóculo é feita com metodologias variadas sem haver comparações das técnicas mais utilizadas. No Brasil os programas de melhoramento de macieiras têm usado o gene Vf sem dispor de informações sobre as raças dominantes no país, informação importante pois na Europa, novas raças do patógeno têm superado a resistência codificada por esse gene. Macieiras antigas coletadas no RS podem ser uma importante fonte de genes e devem ser avaliadas quanto sua suscetibilidade à doença. Esta pesquisa objetivou otimizar a produção de colônias e conídios de V. inaequalis; identificar as raças fisiológicas existentes em pomares do Sul do Brasil; estudar a interação entre espécies de Malus e V. inaequalis em folhas destacadas; e, avaliar a resistência de macieiras antigas (PAM) à estirpes do patógeno. Os métodos mais eficazes para o desenvolvimento das colônias e para a produção de conídios constou do cultivo do patógeno nos meios BDAd+EL e AEM, 16 ºC e luz contínua por 20 e 12 dias, respectivamente. Os conídios também podem ser produzidos em folhas destacadas de macieira. A virulência de três estirpes de V. inaequalis foi igual em folhas destacadas e em plantas inoculadas por aspersão. Nos experimentos conduzidos em casa de vegetação, nove acessos de macieiras diferenciadoras foram inoculadas com nove estirpes do patógeno e mantidas no escuro, UR 90-100%, 16-20 ºC, e após 48 h, em casa de vegetação, ±23 oC, ou em câmara de crescimento, 18-20 oC, UR 75-100% e fotoperíodo de 12 h, concluindo-se que todas pertencem a raça 1. Com o mesmo método de inoculação, seis PAM foram avaliadas quanto a resistência a uma estirpe de V. inaequalis concluindo-se, preliminarmente, que PAM 05 e PAM 06 podem ser usadas para aumentar a diversidade das fontes de resistência à sarna..

8.
Rose Beatriz Antes. Tratamentos pós-colheita de rosas e gérberas de corte. 2007. 75 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Vida em vaso; xilema; sistema vascular; Embolia.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Floricultura, Parques e Jardins / Especialidade: Floricultura.
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Coorientador.

9.
Ana Elisa Silvera Pérez. Controle biológico do mofo cinzento (Botrytis cinerea) com Clonostachys rosea em cultivo experimental e comercial de fúcsia. 2006. 86 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Fuchsia speciosa; Infecção latente; brinco-de-princesa; mudas; clorotalonil.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
As condições de cultivo de fúcsia (Fuchsia speciosa) propiciam um ambiente predisponente ao Mofo Cinzento (MC), causado por Botrytis cinerea (Pers. ex Fr.). A aplicação de fungicidas tem sido uma prática fundamental no manejo do MC. Mas o surgimento de estirpes de B. cinerea resistentes obriga o uso de vários princípios ativos em rodízio. Relatos indicam que Clonostachys rosea é um fungo antagônico a vários fungos fitopatogênicos. Esta pesquisa objetivou comparar C. rosea com os fungicidas comumente aplicados num cultivo comercial de mudas de fúcsia no controle do MC. Em experimento conduzido em 2004 e 2005 em estufa em Porto Alegre, RS, a eficiência de três estirpes de C. rosea foi comparada avaliando folhas de fúcsia destacadas. As estirpes GFO4 e G8 apresentaram maior efeito preventivo e reduziram mais a incidência de MC do que a GSAL. Em experimento conduzido também nestes dois anos, em estufa com cultivo comercial, Vacaria, RS, plantas da cv. 022, obtidas por estaquia, foram aspergidas: (1) semanalmente com água + espalhante adesivo (0,01%); (2) aplicação seqüencial de fungicidas (clorotalonil, folpet, oxicloreto de cobre, mancozeb, iprodione e thiram); (3) suspensão de conídios da estirpe GFO4, 39 vezes a partir dos 26 dias do transplantio; (4) 29 vezes da suspensão de GFO4, a partir dos 61 dias do transplantio. Em ensaio preliminar, o tratamento de folhas destacadas com baixa temperatura (-20 °C por 20 min) mostrou efeito semelhante à incubação em meio ágar-paraquat, na detecção de B. cinerea, e foi adotado para avaliar a incidência e a severidade do MC. C. rosea reduziu a incidência e severidade do MC a níveis similares das plantas tratadas com fungicidas nos dois anos. O início das aplicações de C. rosea aos dois meses após o transplantio não afetou a incidência/severidade do MC..

10.
Janine Palma. Seleção de oligonucleotídeos iniciadores visando compor um arranjo de sondas de DNA que identifique estirpes de pectobactérias. 2006. 49 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis; Pectobacterium carotovorum subsp. atrosepticum; Reação de hipersensibilidade; Solanum tuberosum; Pectobacterium chrysanthemi; Nanotecnologia.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
A diferenciação entre espécies e subespécies de pectobactérias e outras bactérias fitopatogênicas é feita, basicamente, por testes bioquímicos e fisiológicos. Através de arranjos, macro e micro, de sondas de DNA, uma matriz, semelhante á gerada pelos resultados dos testes bioquímicos e fisiológicos, poderia ser construída e utilizada na identificação das estirpes. Para isto, há a necessidade da seleção de sondas de características a nível de gênero, espécie e subespécie. Como as sondas são obtidas por PCR, o objetivo desta pesquisa foi selecionar oligonucleotídeos iniciadores baseados em características fenotípicas e genotípicas. A maioria dos oligonucleotídeos iniciadores selecionados gerou produto, diferindo o padrão de amplificação entre os oligonucleotídeos iniciadores e entre as espécies ou subespécies de pectobactérias. Alguns não produziram produto e outros geraram muitos produtos inespecíficos. Os oligonucleotídeos iniciadores 149LF/L1r amplificam o DNA de todas as Pectobacterium spp., enquanto Y1/Y2 amplificam o DNA apenas da espécie P. carotovorum. ADE1/ADE2 gera produto apenas com a espécie P. chrysanthemi. Y45/Y46 e ECA1F/ECA1R são específicos para a subespécie P. carotovorum subsp. atrosepticum. Os resultados com outros oligonucleotídeos iniciadores sugerem a possibilidade de amplificar o DNA de alguma espécie ou subespécie, como RdgF/RdgR e PnlF/PnlR com P. carotovorum, Br1F/L1R e HrpNF/HrpNR com P. caratovorum subsp. brasiliensis e CytR-RdF/CytR-BR com P. carotovorum subsp. atrosepticum. Estes resultados indicam que esta estratégia poderá gerar uma matriz que poderia ser utilizada no cálculo do coeficiente de similaridade e auxiliar na identificação de estirpes de pectobactérias..

11.
Sergiomar Theisen. Controle do cancro cítrico (Xanthomonas axonopodis pv. citri) com concentrações e freqüências de pulverizações cúpricas. 2004. 65 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: cobre; Severidade; Incidência; laranjeira 'Valência'.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Coorientador.

12.
Anduir Lenhardt. Controle biológico de Rhizoctonia solani e Sclerotinia sclerotiorum em sementeiras de fumo no sistema float. 2000. 0 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Coorientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Nicotiana tabacum; Trichoderma.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Coorientador.

13.
Samira Omar Mohamad El Tassa Colodel. Identificação de Pseudomonas syringae pv. coronafaciens, agente causal do halo bacteriano em aveia, através de técnicas moleculares UFRGS, Fitotecnia, Mestrado, Fev/99. Orientador. 1999. 0 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: PCR.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal; Homepage: http://www.ufrgs.br/agro/fitossan.

14.
Viviana Ester Yossen. Quantificação de Ralstonia solanacearum em cultivares de batata suscetível e resistente à murcha bacteriana. 1997. 0 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Coorientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Mutantes.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Coorientador.

15.
João Leodato Nunes Maciel. Resistência ao cobre e perfil de restrição de ADN plasmidial de Xanthomonas campestris pv. citri. 1994. 0 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Cancro Cítrico.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

16.
Renato Barrocas Moreira. Estria bacteriana do trigo: avaliação da resistência de cultivares e atividade nucleadora de gelo de Xanthomonas campestris pv. undulosa. 1994. 0 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: variedades.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

17.
Isolina Dipp Taunous. Efeito de isolados de bactérias fluorescentes em cultivares de arroz irrigado. 1993. 0 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Oryza sativa.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

18.
Rogério da Silva Rubin. Controle do mal-do-pé (Plenodomus destruens Harter) da batata-doce (Ipomoea batatas (L.) Lam.. 1992. 0 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Coorientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Cultivares; Progresso da doença.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Coorientador.

19.
Carlos Guilherme Allgayer. Nutrição e crescimento de plantas de alface afetadas por meloidoginose e controle da moléstia através do uso de culturas antagônicas. 1986. 0 f. Dissertação (Mestrado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Lactuca sativa; Meloidogyne.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Coorientador.

Tese de doutorado
1.
Yuliet Franco Cardoza. Identificação e detecção de Dickeya spp. em tubérculos de batata. 2015. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: canela-preta; Solanum tuberosum; Sondas de DNA; PCR em Tempo Real; Etiologia.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
O objetivo desta pesquisa é a identificação e caracterização de isolados de Dickeya spp., a partir da semente de tubérculo de batata, com base em análise fenotípica, bioquímica, genética e na caracterização do hospedeiro. Outro objetivo é o desenvolvimento de primers espécie-específicos e/ou sondas, criando um protocolo para a detecção das especies em semente de batata por PCR e PCR quantitativo (qPCR)..

2.
Ismail Teodoro de Souza Júnior. Desenvolvimento de qPCR para detecção de Xanthomonas oryzae em sementes de arroz. 2014. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Xanthomonas oryzae pv. oryzae; Xanthomonas oryzae pv. oryzicola; detecção; Oryza sativa L.; Sondas de DNA.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitobacteriologia.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Setores de atividade: Pesquisa e desenvolvimento científico.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Xanthomonas oryzae pv. oryzae (Xoo) e X. oryzae pv. oryzicola (Xoc), agentes causais do crestamento foliar bacteriano (CFB) e estria bacteriana da folha (EBF), respectivamente, são pragas ausentes no Brasil, transmitidas por sementes, com potencial de comprometer seriamente a produção brasileira de arroz. O intercâmbio comercial de sementes aponta o exame laboratorial como estratégia fundamental na exclusão de tais pragas. O objetivo desta pesquisa foi desenvolver e validar um método detecção, dos patovares de X. oryzae (Xo) em sementes de arroz através de qPCR. A sonda XRS foi desenvolvida e, apesar de não distinguir os dois patovares, sua alta sensibilidade, 30 fg/μL de DNA, equivalendo a seis células bacterianas, evidenciou sua eficiência. O método sem isolamento em meio de cultura permitiu detectar até 4,2x102. A análise de 468 amostras (162 nacionais e 306 importadas) de UFC.mL-1 sementes de arroz de três safras não indicou a presença de Xo. A caracterização de 21 isolados de Xanthomonas sp., positivos no ELISA (Agdia, BRA 85000) para Xoo, mostrou variabilidade entre os isolados e a distinção destes de Xo..

3.
Joseane Biso de Carvalho. Desenvolvimento e validação de qPQR para detecção de pectobactérias e Ralstonia solanacearum em tubérculos de batata. 2010. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Pectobacterium brasiliensis; Pectobacterium carotovorum; Dickeya; canela-preta; murchadeira-bacteriana.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal; Homepage: http://hdl.handle.net/10183/21628.
Pectobactérias (Pectobacterium spp. e Dickeya spp.) são os agentes causais da canela-preta e podridão-mole, e Ralstonia solanacearum da murcha bacteriana. A principal fonte de inóculo dessas doenças é o tubérculo-semente assintomático. As importações brasileiras de tubérculo-semente podem representar um risco à cultura. Tubérculos-semente livres de patógenos é considerada a melhor estratégia para manejar essas doenças. Entrentanto, métodos sensíveis para detecção desses patógenos são necessários. Sendo assim, o principal objetivo dessa pesquisa foi desenvolver e validar um método para detecção de pectobactérias e R. solanacearum presentes em baixa densidade populacional em tubérculos de batata, através de qPCR. A qPCR foi realizada com sondas de hidrólise (sondas TaqMan® MGB) e fluoróforo intercalante de DNA fita-dupla (SYBR Green I). Esse método poderá ser utilizado como uma ferramenta em estudos epidemiológicos, programas de certificação e inspeção quarentenária. O uso de cartões FTA para a coleta e extração do DNA dos tubérculos foi testado, utilizando três métodos de transferência de amostras: pressão direta; cone triturado em PBS; e fragmentos retirados com seringa e triturados em PBS. O primeiro método foi o mais sensível, proporcionando um limite de detecção por PCR de 1x102 UFC.mL-1. Oligonucleotídeos iniciadores foram desenhados para as bactérias-alvo, exceto para R. solanacearum, na qual se usou os oligonucleotídeos iniciadores OLI1/Y2 em PCR e qPCR. Dickeya spp. (54,9%) e R. solanacearum (52,9%) apresentaram a maior incidência nas 206 amostras analisadas por qPCR, seguidas por P. brasiliensis (16,5%), P. atrosepticum (9,2%), P. carotovorum (6,3%) e P. betavasculorum (1,9%). Esta última trata-se do primeiro registro em batata no Brasil. Associações entre as espécies bacterianas nos tubérculos também foram verificadas, onde Dickeya spp. e R. solanacearum foram encontradas em associação (24,8%) nos tubérculos, mas estavam presentes isoladamente em 20,8 e 13,.

4.
Samira Omar Mohamad El Tassa Colodel. Identificação e caracterização molecular de pectobactérias associadas à batata-semente no Rio Grande do Sul. 2004. 85 f. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis; Pectobacterium carotovorum subsp. atrosepticum; rep-PCR.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Tubérculos de batata-semente (Solanum tuberosum L.), pré-básica, básica, registrada e certificada, de oito cultivares, oriundos de 21 lavouras localizadas nos municípios de Vacaria, Canguçu, Piratini e Ibiraiaras, no Rio Grande do Sul (RS), foram coletados nos meses de maio a agosto de 2002. Dos 223 isolados obtidos, 119 e 96 foram identificados como Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis e P. carotovorum subsp. carotovorum, respectivamente. Oito isolados não se enquadraram na classificação bioquímica. P. carotovorum subsp. atrosepticum, a principal responsável por incitar canela preta em batata em outros países, não foi detectada. A análise dos resultados de rep-PCR de 79 estirpes de P. carotovorum subspp. evidenciaram que as estirpes de P. carotovorum subsp. brasiliensis formam um grupo genético distinto e homogêneo, sendo que REP-PCR foi marcador molecular que melhor mostrou esta característica. As estirpes de P. carotovorum subsp. carotovorum se caracterizaram por terem uma a alta diversidade genética. Um outro trabalho, objetivando selecionar oligonucleotídeos iniciadores específicos para P. carotovorum subsp. brasiliensis a partir do gene recA, mostrou que este gene não é adequado para esta proposta. Por outro lado, PCR-RFLP deste gene, com as endonucleases HhaI e TasI, evidenciou a formação de padrões distintos entre as espécies e subespécies de pectobactérias analisadas. As implicações da ocorrência das diferentes espécies e subespécies de pectobactérias em tubérculos de batata-semente, bem como da variabilidade genética destas estirpes são discutidas..

5.
José Ricardo Pfeifer Silveira. Aspectos epidemiológicos e de resistência à Ralstonia solanacearum na cultura da batata no Rio Grande do Sul. 2002. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Epidemiologia; Biovars; Bactérias fitopatogênicas; Bacterial wilt.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

6.
Edemar Antônio Rossetto. Aspectos epidemiologicos da Clorose Variegada dos Citros no Estado Rio Grande do Sul. 2001. 0 f. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, . Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Xylella fastidiosa; Hospedeiros alternativos; Vetores; Distribuicao geografica.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Desenvolvimento Rural; Produtos e Processos Biotecnológicos.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal; Homepage: http://www.ufrgs.br/agro/fitossan/teses/rossetto.htm.
A ocorrência da Clorose Variegada dos Citros (CVC), causada por Xylella fastidiosa, no Rio Grande do Sul, foi primeiramente relatada em 1993 (Tubelis et al., 1993a), no município de Três Passos, na Região do Alto Uruguai, próximo à Argentina, distante 300 Km da principal região produtora de citros do Estado. Considerando a importância da cultura de citros no RS, uma pesquisa foi conduzida, constando de levantamentos de plantas silvestres, cigarrinhas vetoras e municípios com pomares com CVC. No primeiro trabalho, plantas ocorrendo naturalmente em três pomares de laranjeira Valência, localizadas em Capão do Leão, Jaguari e Tenente Portela, foram coletadas, identificadas e a presença de X. fastidiosa testada por DIBA (Dot immunobinding assay). No segundo, cigarrinhas foram capturadas, durante outubro de 1999 a outubro de 2000, identificadas e a flutuação populacional, em sete pomares localizados em cinco municípios, registrada. No terceiro, folhas de citros com suspeita de CVC foram recebidas dos diversos municípios do Estado e a presença de X. fastidiosa testada através de DIBA e PCR (Polymerase chain reaction). Os resultados mostraram que entre 43 espécies de plantas nativas identificadas, 40 continham o patógeno; das 11 espécies de cigarrinhas sabidamente transmissoras de X. fastidiosa, apenas Acrogonia virescens não foi capturada; desconsiderando ocorrências pontuais, a CVC está circuncrita a pomares da sub-região 7C da Depressão Central e das regiões do Alto Uruguai e Missioneira. A ausência da CVC em pomares dos Vales do Caí e Taquari está associada a pequena diversidade e freqüência de cigarrinhas vetoras..

7.
Andréia Mara Rotta de Oliveira. Incidencia e variabilidade genetica de erwinias pectoliticas associadas a canela preta em lavouras de batata no Rio Grande do Sul. 2001. 0 f. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Erwinia carotovora subsp atroseptica; Erwinia carotovora subsp carotovora; Box PCR; ERIC PCR; Variabilidade genetica.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produtos e Processos Biotecnológicos; Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal; Homepage: http://www.ufrgs.br/agro/fitossan/teses/andreia.htm.
Erwinia carotovora subsp. atroseptica (Eca), E. carotovora subsp. carotovora (Ecc) ou E. chrysanthemi (Ech) ocorre de forma endêmica onde a batata ( Solanum tuberosum) é cultivada. O manejo da(s) doença(s) é afetado pela espécie ou subespécie presente, que depende da sua temperatura ótima de desenvolvimento, 15-20 ° C, 27-30 ° C e 34-37 ° C, para Eca, Ecc e Ech, respectivamente. Com o objetivo de conhecer a população de erwinias pectolíticas associadas com a canela preta nas lavouras de batata do RS, plantas com sintomas foram coletadas em 22 lavouras em nove municípios de quatro regiões produtoras: Serra do Nordeste, Planalto, Depressão Central e Grandes Lagoas, nos meses de setembro a dezembro de 1999 (safra primavera-verão). Quatrocentos e oito isolados foram identificados como Eca, Ecc e Ech, demonstrando que as três erwinias estão presentes. Entretanto, Ech ocorreu em apenas 1% dos casos, enquanto que Eca e Ecc ocorreram em 55 e 42%, respectivamente. Oito isolados não puderam ser identificadas como Eca, Ecc ou Ech. A análise da variabilidade genética, por BOX e ERIC-PCR, de 48 isolados de Eca e 60 de Ecc, mostrou que ambas as populações podem ser agrupadas em três ou quatro grupos. Os grupos de Eca estão associados de acordo com a região agroecológica, mas não os de Ecc..

8.
João Leodato Nunes Maciel. Biovares e densidade populacional de Ralstonia solanacearum em cultivares de batata nas condições do Rio Grande do Sul. 1999. 0 f. Tese (Doutorado em Fitotecnia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: murcha bacteriana; PCR; Imunofluorescência; Mutantes.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal; Homepage: http://www.ufrgs.br/ago/fitossan.

Iniciação científica
1.
Mauren de Oliveira Santos. Caracterização de isolados de Xanthomonas sp. associados a sementes de arroz falso-positivos no ELISA contra Xanthomonas oryzae pv. oryzae. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Reação de hipersensibilidade; PCR; Primers; xantomonadina; Biolog, Inc..
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
As bactérias Xanthomonas oryzae pv. oryzae (Xoo) e X. oryzae pv. oryzicola (Xoc) são pragas quarentenárias, ausentes no Brasil, transmitidas pela semente, tendo o arroz como principal hospedeiro. Entre os testes utilizados para sua detecção em sementes é ELISA. Um fator complicador é a presença de Xanthomonas sp., diferente de Xoo ou Xoc, com reação cruzada/positiva contra antissoro contra Xoo, o que mascara o resultado, exigindo vários testes complementares. Neste sentido, o presente trabalho teve por objetivo a caracterização de 21 isolados falso-positivos para Xoo no ELISA (Agdia, BRA 85000), oriundos de sementes de arroz importadas e do Brasil. Os isolados, colônias amarelas, Gram (-), não indutoras de RH em folhas de fumo ou tomate, apresentaram curva típica de absorbância (420, 440, 460 nm), exceto três isolados, produto de 1518 pb na PCR com primers para o gênero e ausência de produto com primers para Xo, Xoo e Xoc. O perfil de utilização de 95 fontes de carbono (Biolog, Inc., CA, EUA) indicou grande variabilidade entre os 21 isolados. Os resultados indicaram várias características úteis na diferenciação entre estas Xanthomonas e as quarentenárias..

2.
Júlia Soares Mombelli. Antibiograma de isolados de Xanthomonas sp. oriundos de sementes de arroz. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Xanthomonas oryzae pv. oryzae; Xanthomonas oryzae pv. oryzicola; Antibióticos.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitobacteriologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

3.
Jacqueline Flores Schmitz. Perfil de estirpes de Xanthomonas isoladas de sementes de arroz produzidas no Brasil. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: xantomonadina; Teste de Patogenicidade; Oryza sativa L..
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
O Brasil encontra-se entre os 10 maiores importadores mundiais de arroz, o consumo médio do país varia entre 74 a 76 Kg/habitante/ano. Xanthomonas oryzae pv. oryzae (Xoo) e X. oryzae pv. oryzicola (Xol) causam Crestamento Foliar Bacteriano (CFB) e Mancha Estriada da Folha, respectivamente, sendo que o CFB tem sido responsável por perdas de rendimento consideráveis na Ásia e na África. Estas bactérias são consideradas pragas quarentenárias A1 pelo Brasil, pois não ocorrem no país. A importação de sementes, seu principal meio de disseminação, é constante no comércio internacional do Brasil. Nos últimos anos, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento interceptou lotes de arroz importados do Uruguai, oriundos da China, Índia e Estados Unidos, infectados com Xoo. Portanto, métodos específicos e confiáveis são essenciais para a detecção desses patógenos, evitando sua entrada. O presente trabalho tem por objetivo a caracterização de Xanthomonas em sementes de arroz produzidas no Brasil e importadas. Para isto, colônias amarelas, isoladas de amostras (500g) de sementes, através de inoculação em meios de cultura Wakimoto, Watanabe modificado e XOS, estão sendo caracterizadas por testes bioquímicos (Gram, presença de xantomonadina, Oxidação-fermentação, ?Biolog Microbial Identification System? (Biolog Inc, Hayward, CA), fisiológicos (patogenicidade em plântulas de arroz, reação de hipersensibilidade em fumo) e moleculares (PCR, sequenciamneto de DNA ribossomal 16S). Os resultados serão apresentados indicando as características mais importantes a serem consideradas para evitar confusão com Xoo e Xoc..

4.
Hector Augustus Santiago Eder. Identificacao e estudo da variabilidade genetica de erwinias pectolíticas associadas a podridao mole em diferentes hospedeiros. 2005. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Reação de hipersensibilidade; Solanum tuberosum; Nicotiana tabacum; Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
O reconhecimento de um patógeno ou um elicitor pela planta hospedeira é freqüentemente associado com necrose localizada, conhecida como reação de hipersensibilidade (RH). Um ou vários genes podem controlar a característica de RH, correspondendo a elicitores de defesa da planta, presente no patógeno. Um destes elicitores é denominado de harpin (HrpN). A presença do gene hrpN pode ser verificada por PCR utilizando oligonucleotídeos iniciadores específicos (HrpNF/HrpNR). Com este objetivo, seis estirpes de Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis (212, 8, 371, MB9, MB11 e MB12), agente causal da canela-preta em batata, foram testadas e apenas Pcbr 212 não teve produto de amplificação (344 pb). Para verificar se a ausência deste gene implicaria na ausência de indução de RH, folhas de fumo foram inoculadas com uma suspensão de células bacterianas (DO620 = 0,20) de cada uma das estirpes através da injeção subepidermal. Xanthomonas campestris pv. campestris e solução tampão de fosfato (0,01 M) foram utilizadas como controles positivo e negativo, respectivamente. Após 24-48 h, constatou-se necrose no tecido nas regiões inoculadas com todas as estirpes bacterianas, inclusive Pcbr 212, indicando que a ausência do gene hrpN não significa a ausência de RH e que outro(s) elicitor(es) está(ao) presente(s) nesta estirpe..

5.
Rafael Schönhofen Nunes. Presença de Pectobacterium sp., agente causal de podridão mole, em sementes de brássicas importadas. 2005. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Couve-flor; Brócolis; Sementes; Nabo; Rabanete; Repolho.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
O Laboratório de Diagnóstico Fitossanitário da UFRGS é credenciado pelo Ministério da Agricultura e recebe amostras, oriundas de vários países, de sementes e outras partes das mais diversas plantas, para análise fitossanitária. Este trabalho objetivou verificar a presença de pectobactérias, praga não quarentenária, apenas nas sementes de brássicas. Para isto, sementes de oito brassicas, obtidas de 265 amostras, foram incubadas em câmara de germinação, sobre papel filtro umedecido, à 23-28 C. Plântulas com podridão foram desinfestadas e espetadas com um palito de madeira esterilizado, o qual foi então introduzido em fruto de pimentão verde. Tecido do pimentão, na margem da área macerada, após retirar a epiderme, foi utilizado para inocular meio de cultura CPG (Casamino ácida, peptona, glicose). A caracterização dos isolados foi feita por testes bioquímicos e fisiológicos (maceração de batata, Gram, Oxidação/Fermentação, crescimento à 37 C, utilização de alfa metil glicosídeo, sacarose, lactose, maltose, sorbitol, oxidase, catalase, entre outros. A caracterização molecular com oligonucleotídeos específicos para espécies de Pectobacterium e subespécies se P. carotovoroum está sendo realizada e os resultados serão apresentados. Trinta e um isolados de Pectobacterium foram obtidos (hospedeiro (número: país de origem da semente)): brócolis (1: E.U.A.); couve (1: E.U.A.; 1: Japão); couve-flor (1: Dinamarca; 1: E.U.A.; 2: Holanda); nabo (1: Itália); rabanete (1: Dinamarca; 1: E.U.A.; 1: Holanda; 2: Itália); repolho (1: Dinamarca; 5: E.U.A.; 2: Itália; 3: Japão); rúcula (5: Dinamarca; 2: Itália). Pectobactérias não foram isoladas de canola (48: Austrália) nem de amostras de sementes de couve-flor e repolho oriundas do Chile e da França, e de brócolis oriundo do México..

6.
Cátia Cristina Rommel. Patogenicidade de Pectobacterium carotovorum subsp. brasiliensis, oriundas de cenoura, em plantas de batata. 2004. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Solanum tuberosum; podridão mole; PCR; Estirpes.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Teste de patogenicidade e virulência de estirpes de pectobactérias..

7.
Tatiana Konrad. Variabilidade genética de isolados de Erwinia carotovora subsp. carotovora oriundos de diferentes hospedeiros. 2001. 1 f. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: batata; cenoura; chuchu; beterraba; tomate.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

8.
Fabiana Rezera. Identificação de biovares de Ralstonia solanacearum isoladas de batata no RS. 1997. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Solanum tuberosum; Testes bioquímicos.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

9.
Flávia Targa Martins. Seleção de bacteriófagos para identificação de espécies e subspécies de Erwinia. 1997. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Solanum tuberosum; Erwinia chrysanthemi; Erwinia carotovora subsp carotovora; Erwinia carotovora subsp atroseptica.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

10.
José Vicente Gabina Gabryszeski. Isolamento e caracterização de plasmídeos de Xanthomonas campestris pv. citri. 1992. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

11.
Antônio Augusto R Ioris. Avaliação da resistência de cultivares de batata-doce ao mal-do-pé. 1991. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Agronomia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Valmir Duarte.
Grande área: Ciências Agrárias
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.

Orientações de outra natureza
1.
Yuliet Franco Cardoza. Detección, aislamiento e identificación de Pectobacterium spp. y Dickeya spp a partir de tubérculos de papa. 2010. Orientação de outra natureza. (Agronomia) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Universidad de las Naciones Unidas/Biotecnología para América Latina y El C. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: pectobacterium atrosepticum; Pectobacterium brasiliensis; Dickeya.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal.
Yuliet Franco Cardoza, researcher, Laboratorio de Bacteriología, Instituto de Investigaciones de Sanidad Vegetal, Calle 110 #514 e/ 5ta B y 5ta F. Playa. Ciudad Habana, Cuba. CP 11300, worked at the Plant Bacteriology Lab, Department of Fitossanidade, Agronomy College, Federal University of Rio Grande do Sul, during three months, from May 10 to August 4, 2010. She worked under supervision of Dr. Valmir Duarte, lab coordinator. During her stay at the University we provided training and experience in identification of bacteria plant pathogenic bacteria..

2.
Fátima Costa Goulart. Herbário Fitopatológico José Porf'irio da Costa Neto. 2006. 0 f. Orientação de outra natureza - Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Orientador: Valmir Duarte.
Palavras-chave: Excicatas; Doenças de plantas; Herborização.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Produção Vegetal.
Referências adicionais: Brasil/Português; Tipo de orientação: Orientador principal; Homepage: http://www.ufrgs.br/agrofitossan/herbario/index.asp.
Este herbário foi, inicialmente, organizado pelo Prof. José Porfírio da Costa Neto. O primeiro material herborizado (ficha no. 1) é de 21/10/1948 e o último, sob a responsabilidade do Prof. Costa Neto, é (ficha no. 9082) de 16/04/1980. O objetivo é organizar o banco de dados com estas informações e continuar a expansão do herbário com coletas atuais..



Educação e Popularização de C & T



Artigos
Artigos completos publicados em periódicos
1.
MATSUMURA, A.T.S.2016MATSUMURA, A.T.S. ; PAZ, I.C.P. ; GUIMARÃES, A.M. ; SILVA, M.E. ; OTT, A.P. ; DUARTE, V. . Efeito de Três Formulações de Bacillus amyloliquefaciens ICBB200 sobre o Crescimento de Plantas de Alface (Lactuca sativa L.) em Cinco Condições Edafoclimáticas. Scientia Agraria Paranaensis, v. 15, p. 146-152, 2016
Palavras-chave: hortaliças; inoculantes agrícolas; promoção de crescimento; rizobactéria.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitotecnia / Especialidade: Manejo e Tratos Culturais.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados. ; Meio de divulgação: Digital. Homepage: http://www.bibliotekevirtual.org/index.php/2013-02-07-03-02-35/2013-02-07-03-03-11/1901-sap/v15n02/19724-efeito-de-tres-formulacoes-de-bacillus-amyloliquefaciens-icbb200-sobre-o-crescimento-de-plantas-de-alface-lactuca-sativa-l-em-cinco-condicoes-eda; Série: 2; ISSN/ISBN: 19831471.


Livros e capítulos
1.
DUARTE, V.; BERTOLINI, E. . Técnicas biológicas na identificação e detecção de bactérias fitopatogênicas. In: ZAMBOLIM, Laércio; JESUS JUNIOR, Waldir Cintra de; PEREIRA, O.L.. (Org.). O Essencial da Fitopatologia. 1ed.Viçosa: Universidade Federal de Viçosa, 2012, v. 2, p. 333-354.
Palavras-chave: PCR em Tempo Real; Elisa; BIOLOG; Imunostrip; biochips.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitobacteriologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Número da revisão: 1; ISBN: 9788560027323.

2.
DUARTE, V.. Doenças de frutíferas. In: Gilmar Arduino Bettio Marodin; Paulo vitor Dutra de Souza. (Org.). Pomar doméstico: Planejamento, formação e tratos culturais. 1ed.Porto Alegre: Editora Dom Quixote Ltda., 2016, v. 1, p. 144-154.
Palavras-chave: cancros; podridões; manchas foliares; galhas; calda sulfocálcica; Calda bordalesa.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Número da revisão: 1; ISBN: 9788599988466.


Textos em jornais de notícias/revistas
1.
CARDOZA, Y. F. ; DUARTE, V. . Amplificação isotérmica mediada por alça (LAMP) e sua aplicação na detecção de pragas da batata. Batata Show, Itapetinga, SP, p. 16 - 19, 01 dez. 2015.
Palavras-chave: técnicas de detecção de fitopatógenos; DNA; Solanum tuberosum.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Data de publicação: 01/12/2015.

2.
CARDOZA, Y. F. ; Duarte, Valmir ; LOPES, Carlos Alberto . Registro de Dickeya solani associada à batata no Brasil. Revista Batata Show, Itapetininga, SP, p. 14 - 15, 01 abr. 2017.
Palavras-chave: Solanum tuberosum; Dickeya dianthichola; Dickeya chrysanthemi.
Referências adicionais: Brasil/Português; Meio de divulgação: Impresso; Homepage: http://www.abbabatatabrasileira.com.br; Data de publicação: 01/04/2017.


Apresentações de Trabalho
1.
DUARTE, V.. Defesa Sanitária Vegetal no contexto do MIPD. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).
Palavras-chave: MAPA; ARP; CFO.
Grande área: Ciências Agrárias
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Faculdade de Agronomia; Cidade: Porto Alegre; Evento: Disciplina do Curso de Graduação em Agronomia; Inst. promotora/financiadora: Universidade Federal do Rio Grande do Sul.
A linha de argumentação baseou-se em evidenciar a importância da Defesa Sanitária Vegetal, de responsabilidade do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (mapa), a partir do histórico da implantação internacional do sistema de DSV. A estrutura do MAPA para atender esta tarefa foi apresentada, indicando como o trabalho de fiscalização é exercido. A importância da regulamentação das exigências fitossanitárias para a importação de produtos vegetais, dependente das Instruções Normaivas (INs), que nascem a partir as Análises de Risco de Pragas (ARPs). Considerando que a forma mais eficiente e barata de manejo de pragas é o método da exclusão, evitar a entrada de uma praga no País, no Estado, no Município e na lavoura/pomar/etc. repercute no agronegócio, na defesa do ambiente e no interesse da sociedade em geral. Os números do Laboratório Agronômica ilustraram a heterogeneidade do material analisado, tanto de importação como exportação, mas estressando a precariedade do sistema de defes, a sanitára entre os Estados brasileiros, ilustrada pelo número de amostras de trânsito interno analisadas. O concurso público ocorrido em 2014 para contratação de novos fiscais agropecuários foi apresentado como muito positivo na melhoria da DSV..

2.
Duarte, Valmir. Novas tecnologias aplicadas no diagnóstico fitossanitário. 2015. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).
Palavras-chave: Next Generation Sequencing; Loop-mediated isothermal amplification; Videometer multispectral imaging.
Grande área: Ciências Agrárias
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade.
Grande Área: Ciências Agrárias / Área: Agronomia / Subárea: Fitossanidade / Especialidade: Fitopatologia.
Setores de atividade: Agricultura, Pecuária e Serviços Relacionados.
Referências adicionais: Brasil/Português; Local: Salão de Atos, Faculdade de Agronomia, UFRGS; Cidade: Porto Alegre; Evento: VIII Simpósio Brasileiro de Microbiologia Aplicada; Inst. promotora/financiadora: PPGMAA - UFRGS.
O assunto abordou tecnologias que o Agronômica - Laboratório de Diagnóstico Fitossanitário e Consultoria vem incorporando no diagnóstico fitossanitário para atender a demanda do mercado. A importância da metagenômica na detecção e quantificação de fungos, bactérias, nematoides e vírus em sementes e outros órgãos de propagação foi enfatizada. A previsão de novas tecnologias baseadas na análise do espectro de luz através de videometro e a determinação da presença de fungos foi explorada. O LAMP (Loop-mediated isothermal amplification) foi apresentado como a novidade que substituirá a PCR convencional e em tempo real. A tecnologia do RPA vendida pela empresa TWIST-DX do Reino Unido, similar ao LAMP, com resultados em 15 min, foi apresentada. A maior novidade será a integração dos sistemas através de Wifi de maneira que os resultados sejam lançados de forma automática..


Cursos de curta duração ministrados
1.
DUARTE, V.. Doenças de plantas frutíferas. 2017. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).
Referências adicionais: Brasil/Bretão; Unidade: horas;
Tipo de participação: Docente; Duração do evento: 1; Local: Avenida Bento Gonçalves, 7712, Agronomia; Cidade: Porto Alegre; Inst. promotora: Faculdade de Agronomia, UFRGS.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/12/2018 às 17:39:04