Marco Aurélio Nogueira

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2644317935020891
  • Última atualização do currículo em 27/03/2018


Bacharel em Ciências Políticas e Sociais pela Escola de Sociologia e Política de São Paulo (1972) e Doutor em Ciência Política pela Universidade de São Paulo (1983). Pós-doutorado na Universidade de Roma, Itália (1984-1985). Livre-docente e Professor Titular pela Universidade Estadual Paulista-UNESP. É colunista do jornal O Estado de S Paulo. Tem experiência na área de Ciência Política e de Gestão Pública, trabalhando principalmente com os temas: teoria política, reforma do Estado, democracia, sociedade civil, globalização e modernidade. Atualmente é Professor Titular da Universidade Estadual Paulista-UNESP, professor do Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais San Tiago Dantas (Unesp Pucsp Unicamp) e Coordenador Científico do Núcleo de Estudos e Análises Internacionais-NEAI, vinculado ao Instituto de Políticas Públicas e Relações Internacionais-IPPRI da UNESP, instituição da qual foi Coordenador Executivo (2012-2015). (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Marco Aurélio Nogueira
Nome em citações bibliográficas
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Instituto de Políticas Públicas e Relações Internacionais.
Praça da Sé, 108 - 3º andar
Centro
01001-001 - Sao Paulo, SP - Brasil
Telefone: (11) 31010027


Formação acadêmica/titulação


1974 - 1983
Doutorado em Ciência Política.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Joaquim Nabuco e as desventuras do liberalismo no Brasil, Ano de obtenção: 1983.
Orientador: Oliveiros S Ferreira.
Palavras-chave: Liberalismo; República; Autocracia; Oligarquia; Abolicionismo.
Grande área: Ciências Humanas
Setores de atividade: Educação.
1969 - 1972
Graduação em Ciências Políticas e Sociais.
Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, FESPSP, Brasil.


Pós-doutorado e Livre-docência


1997
Livre-docência.
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Título: Permanência e mudança. Idéias para a reforma democrática do Estado, Ano de obtenção: 1997.
Palavras-chave: Estado; Reforma do Estado; Gestão Pública; Democracia.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Teoria Política.
Setores de atividade: Educação.
1984 - 1985
Pós-Doutorado.
Università degli Studi La Sapienza - Roma (ITA), UR, Itália.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Teoria Política.


Atuação Profissional



Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1997 - 2007
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1989 - 1997
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Assistente Doutor, Carga horária: 24

Vínculo institucional

1983 - 1989
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Assistente Doutor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1976 - 1983
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

07/2015 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Instituto de Políticas Públicas e Relações Internacionais, Instituto de Políticas Públicas e Relações Internacionais.

Atividade realizada
Coordenador Científico do Núcleo de Estudos e Análises Internacionais-NEAI.
8/2005 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Departamento de Antropologia Política e Filosofia, Faculdade de Ciências e Letras Campus de Arararquara.

6/2004 - Atual
Direção e administração, Faculdade de Ciências e Letras - Campus de Araraquara, .

Cargo ou função
Membro do Conselho do Programa de Pós-Graduação em Sociologia.
2/2004 - Atual
Direção e administração, Faculdade de Ciências e Letras - Campus de Araraquara, Departamento de Antropologia Política e Filosofia.

Cargo ou função
Coordenador de curso de Especialização em Governo e Poder Legislativo.
2/2004 - Atual
Ensino, Curso de Especialização Em Governo e Poder Legisla, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Estado, Parlamento e Globalização
Coordenador de curso
3/2000 - Atual
Extensão universitária , Faculdade de Ciências e Letras - Campus de Araraquara, Departamento de Antropologia Política e Filosofia.

Atividade de extensão realizada
Curso de Especialização (Pós Latu Sensu) em Gerência de Cidades.
1/1983 - Atual
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estado e Política no Brasil
Idéias Políticas no Brasil
Instituições Políticas Brasileiras
Métodos e Técnicas de Pesquisa
Pensamento Político Contemporâneo
Política I - Introdução à Política
Política e Cultura no Brasil
Teoria do Estado Contemporâneo
Teoria do Estado Moderno
Teoria dos Partidos Políticos
04/2010 - 10/2015
Direção e administração, Instituto de Políticas Públicas e Relações Internacionais, .

Cargo ou função
Diretor de Unidade.
3/1983 - 11/2011
Ensino, Sociologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Estado e política no Brasil
Estado e sociedade civil
Temas e problemas da teoria política contemporânea
Teoria das Ideologias
Teorias Sociológicas
Teorias Sociológicas Clássicas: a sociologia política de Max Weber
2/2002 - 1/2004
Direção e administração, Faculdade de Ciências e Letras - Campus de Araraquara, .

Cargo ou função
Coordenador de Curso - Coordenador do Conselho de Curso de Ciências Sociais.
8/2003 - 10/2003
Extensão universitária , Faculdade de Ciências e Letras - Campus de Araraquara, Diretoria.

Atividade de extensão realizada
Curso de Extensão "Gestão Universitária" - coordenador e professor.
3/2000 - 10/2003
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Ciências e Letras - Campus de Araraquara, Departamento de Antropologia Política e Filosofia.

2/2003 - 3/2003
Extensão universitária , Faculdade de Ciências e Letras - Campus de Araraquara, .

Atividade de extensão realizada
Curso "Reforma do Estado, reforma da administração, reforma gerencial", ministrado na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo.
11/2002 - 12/2002
Extensão universitária , Faculdade de Ciências e Letras - Campus de Araraquara, .

Atividade de extensão realizada
Curso "Transformações da democracia representativa", ministrado na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo.
9/2002 - 10/2002
Extensão universitária , Faculdade de Ciências e Letras - Campus de Araraquara, .

Atividade de extensão realizada
Curso de Extensão "Política, Estado e Governo no mundo da globalização", ministrado na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo.
3/1994 - 12/1997
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Ciências e Letras - Campus de Araraquara, Departamento de Antropologia Política e Filosofia.

Linhas de pesquisa
Reforma do Estado no Brasil
1/1990 - 12/1991
Direção e administração, Faculdade de Ciências e Letras - Campus de Araraquara, Departamento de Antropologia Política e Filosofia.

Cargo ou função
Chefe do Departamento.
3/1988 - 12/1991
Direção e administração, Reitoria, Editora Unesp.

Cargo ou função
Diretor da Editora Unesp.
1987 - 1991
Direção e administração, Reitoria, Fundação Para o Desenvolvimento da Unesp.

Cargo ou função
Diretor de Publicações da Fundação para o Desenvolvimento da Unesp e Diretor da Editora Unesp.
1/1987 - 12/1990
Direção e administração, Faculdade de Ciências e Letras - Campus de Araraquara, Departamento de Antropologia Política e Filosofia.

Cargo ou função
Subchefe do Departamento.
1986 - 1988
Direção e administração, Reitoria, Gabinete do Reitor.

Cargo ou função
Chefe da Assessoria de Comunicação e Cultura - Reitoria da Unesp.
08/1983 - 12/1984
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Ciências e Letras - Campus de Araraquara, .

Cargo ou função
Representante dos Professores Assistentes-Doutores na Congregação (ILCSE).
04/1984 - 08/1984
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Ciências e Letras - Campus de Araraquara, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Especial de Planejamento, Órgão Assessor da Diretoria (ILCSE).
8/1976 - 12/1982
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Capitalismo e marginalidade no Brasil
Capitalismo industrial e sociedade civil
Introdução à Sociologia Diferencial
Sociologia Geral
Teorias Sociológicas
06/1977 - 06/1981
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Ciências e Letras - Campus de Araraquara, .

Cargo ou função
Representante dos Auxiliares de Ensino no Conselho do Departamento de Ciências Sociais e Filosofia (ILCSE).
06/1977 - 06/1981
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Ciências e Letras - Campus de Araraquara, .

Cargo ou função
Representante dos Auxiliares de Ensino na Congregação (ILCSE).
09/1978 - 09/1978
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Ciências e Letras - Campus de Araraquara, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Estudo da Política Educacional (ILCSE).
08/1978 - 08/1978
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Ciências e Letras - Campus de Araraquara, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Estudo do Currículo do Curso de Ciências Sociais (ILCSE).
11/1976 - 12/1976
Conselhos, Comissões e Consultoria, Faculdade de Ciências e Letras - Campus de Araraquara, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Especial constituída para apreciar o ante-projeto de estatutos da UNESP..

Instituto de Políticas Públicas e Relações Internacionais UNESP, IPPRI / UNESP, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Coordenador Científico, Carga horária: 30

Vínculo institucional

2010 - 2015
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Diretor, Carga horária: 30


Unesp Pucsp Unicamp, UNESP/PUCSP/UNIC, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 0

Atividades

8/2004 - Atual
Ensino, Pós Graduação Em Relações Internacionais, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
TEORIA POLÍTICA E RELAÇÕES INTERNACIONAIS
Teoria Sociológica, Estado e Sociedade Civil: política e relações internacionais
Teoria Política Contemporânea e Relações Internacionais
GLOBALIZAÇÃO E IDENTIDADES CULTURAIS

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista Produtividade em Pesquisa 1-D

Vínculo institucional

2005 - Atual
Vínculo: Outro, Enquadramento Funcional: Bolsista Produtividade em pesquisa II, Carga horária: 0


O Estado de S Paulo Jornal da Tarde, OESP, Brasil.
Vínculo institucional

1994 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 0

Atividades

1994 - Atual
Serviços técnicos especializados , O Estado de S Paulo Jornal da Tarde, .

Serviço realizado
Colaborador da editoria de Opinião.

Fundação de Desenvolvimento Administrativo, FUNDAP, Brasil.
Vínculo institucional

1995 - 2001
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Pesquisador Sênior, Carga horária: 40

Vínculo institucional

1992 - 1995
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Diretor de Ensino, Carga horária: 40

Vínculo institucional

1989 - 1992
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Diretor Técnico de Projetos, Carga horária: 40
Outras informações
Técnico em Desenvolvimento Organizacional entre 1995 e 2001. Professor nos cursos e atividades da Escola de Governo e Administração Pública-EGAP

Atividades

08/1995 - 10/2001
Pesquisa e desenvolvimento , Fundap, Diretoria de Ensino.

4/1995 - 9/2001
Pesquisa e desenvolvimento , Fundap, Diretoria de Ensino.

03/1995 - 09/2001
Ensino, Curso de Ciências e Técnicas de Governo, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Gestão social e reforma do Estado
Estado e Jogo Social
9/1992 - 2/1995
Direção e administração, Fundação de Desenvolvimento Administrativo, .

Cargo ou função
Diretor de Ensino.
3/1992 - 12/1994
Direção e administração, Fundação de Desenvolvimento Administrativo, .

Cargo ou função
Diretor da Escola de Governo e Administração Pública.
3/1989 - 9/1992
Direção e administração, Fundação de Desenvolvimento Administrativo, .

Cargo ou função
Diretor Técnico de Projetos.

Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro da Comissão Qualis Livros

Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Membro do Comitê QUALIS da área de Sociologia


Universidade Federal de São Carlos, UFSCAR, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2015
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 10

Atividades

11/2007 - 01/2015
Ensino, Pós-Graduação em Ciência Política, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Professor colaborador

Editora Ciências Humanas, ECH, Brasil.
Vínculo institucional

1976 - 1981
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 0

Atividades

1976 - 1981
Serviços técnicos especializados , Editora Ciências Humanas, .

Serviço realizado
Co-Diretor da coleção "História e Política".
1976 - 1981
Serviços técnicos especializados , Editora Ciências Humanas, .

Serviço realizado
Diretor da revista Temas de Ciências Humanas.

Editora Vozes, VOZES, Brasil.
Vínculo institucional

1989 - 1996
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 0

Atividades

1989 - 1996
Conselhos, Comissões e Consultoria, Editora Vozes, .

Cargo ou função
Membro do Conselho Editorial da Coleção Clássicos do Pensamento Político.

Escola Nacional de Administração Pública, ENAP, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 0

Atividades

9/2004 - 9/2004
Ensino, Curso de Formação de Especialistas Em Políticas Pú, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
O Estado Contemporâneo e suas transformações

Faculdade de Ciências e Educação do Espírito Santo, UNIVES, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 0

Atividades

9/2005 - 9/2005
Ensino, Gestão de Cidades, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
ESTADO, GOVERNO E GESTÃO MUNICIPAL NA SOCIEDADE GLOBAL EM CONSTITUIÇÃO

Faculdades Integradas Antonio Eudrásio de Toledo Presidente Prudente Sp, TOLEDO, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 0
Outras informações
CENTRO DE PÓS-GRADUAÇÃO. CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO POLÍTICAS SOCIAIS E PROCESSOS DE GESTÃO. Disciplina: Gestão em Políticas Sociais: Tendências Atuais

Atividades

7/2005 - 7/2005
Ensino, Curso de Especialização Políticas Públicas e Gestã, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Gestão em Políticas Sociais: Tendências Atuais

Faculdades Integradas de Vitória, FDV, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2001
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 0

Atividades

8/2001 - 8/2001
Ensino, Planejamento Gerência e Avaliação de Projetos Soci, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Estado e Sociedade Civil

Folha de S Paulo, FSP, Brasil.
Vínculo institucional

1976 - 1977
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 0

Atividades

1976 - 1977
Serviços técnicos especializados , Folha de S Paulo, .

Serviço realizado
Colaborador semanal da editoria de Livros.

Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, FESPSP, Brasil.
Vínculo institucional

1973 - 1974
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 8

Atividades

03/1973 - 06/1974
Ensino, Ciências Políticas e Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Introdução à Sociologia

Instituto de Ensino Superior Senador Fláquer de Santo André, IESSF/SANTO ANDR, Brasil.
Vínculo institucional

1975 - 1976
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40

Atividades

8/1975 - 12/1976
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Fundamentos das Ciências Sociais
03/1975 - 12/1975
Ensino, Educação, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia
3/1975 - 12/1975
Ensino, Administração de Empresas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Sociologia

Instituto Toledo de Ensino, ITE*, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2001
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 0

Atividades

5/2001 - 6/2001
Ensino, Curso de Especialização Em Gestão de Programas Soc, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
ESTADO E SOCIEDADE CIVIL NA COMPLEXIDADE PÓS-MODERNA

Jornal Opinião, OPINIÃO, Brasil.
Vínculo institucional

1974 - 1976
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 0

Atividades

3/1974 - 8/1976
Serviços técnicos especializados , Jornal Opinião, .

Serviço realizado
Colaboração semanal na editoria de Cultura e de Livros.

Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, PUC/SP, Brasil.
Vínculo institucional

1988 - 1988
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 8
Outras informações
Professor visitante do Programa de Estudos Pós-graduados em Ciências Socias. Disciplina: Pensamento político contemporâneo

Vínculo institucional

1973 - 1974
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor Assistente, Carga horária: 40

Atividades

8/1988 - 12/1988
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Pensamento político contemporâneo
3/1973 - 12/1974
Ensino, Ciclo Básico, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia e Realidade Brasileira

Universidade do Oeste de Santa Catarina, UNOESC, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2001
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 0

Atividades

4/2001 - 5/2001
Ensino, Capacitação Em Desenho e Gestão Social, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Estado, Sociedade Civil e Gestão Social

Fundação Memorial da América Latina, MEMORIAL, Brasil.
Vínculo institucional

2016 - 2016
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Catedrático, Carga horária: 4
Outras informações
Professor-catedrático responsável pelo curso "As redes e as ruas: Os novos termos do jogo político e social", ministrado no âmbito da Cátedra UNESCO Memorial da América Latina.



Linhas de pesquisa


1.
Formas e idéias de sociedade civil

Objetivo: Investigar as formas assumidas pela sociedade civil no contexto da globalização capitalista e analisar os diferentes discursos com que se busca fundamentar uma teoria da sociedade civil e um programa de ação de perfil emancipador e democrático..
Palavras-chave: Cidadania; Estado; Globalização; Hegemonia; Sociedade civil; Intelectuais.
2.
Formas e discursos da sociedade civil em condições de modernidade radicalizada
3.
Reforma do Estado no Brasil
4.
Capacitação e formação em gestão pública: novas perspectivas
5.
Gestão Pública, governos subnacionais e integração regional

Objetivo: Analisar o impacto dos processos de integração regional sobre a gestão pública, com ênfase nas esferas subnacionais de governo..
Palavras-chave: Administração Pública; Gestão Pública; Governo democrático; Reforma do Estado; Globalização; Integração Regional.


Projetos de pesquisa


2015 - Atual
Núcleo de Estudos e Análises Internacionais - NEAI
Descrição: O Núcleo pretende contribuir para a análise crítica do sistema internacional de Estados, seus atores e processos, seus temas e problemas, as ideias que nele circulam. O Brasil, sua política externa e seu lugar no sistema internacional tem lugar cativo em suas pesquisas, assim como a América Latina, uma e diversa como sempre. Nascido no âmbito do Instituto de Políticas Públicas e Relações Internacionais-IPPRI, da Universidade Estadual Paulista-UNESP e do Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais San Tiago Dantas (UNESP, PUCSP, UNICAMP), o NEAI busca funcionar em associação com o grupo de pesquisa de mesmo nome criado na Plataforma dos Grupos de Pesquisa do CNPq. Sua agenda de trabalho inclui a elaboração de textos pontuais e artigos de maior fôlego, a organização de informações, a socialização de conhecimentos, a realização de cursos, palestras, seminários e debates. O Núcleo está estruturado a partir de 6 Áreas Temáticas: A América Latina e o mundo; Atores do Sistema Internacional; Direitos humanos, migrações e novas subjetividades; Redes, tecnologias e modernidade; Política Externa Brasileira; Teoria Política e Relações Internacionais..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (6) .
Integrantes: Marco Aurélio Nogueira - Coordenador / Sara Toledo - Integrante / Daniel Rei Coronato - Integrante / Lucas Leite - Integrante / Arthur Murta - Integrante / Nastasia Barceló - Integrante / Renato Xavier - Integrante / Vanessa Capistrano - Integrante / Mark Datysgeld - Integrante / Aline Tedeschi - Integrante / Jeiceane Torres - Integrante / Rodrigo Duque Estrada - Integrante / Lais Azeredo - Integrante.Número de orientações: 2
2014 - Atual
Globalização, identidades culturais e mundo pós-nacional
Descrição: O projeto tem seu foco na questão dos Estados nacionais e das relações internacionais, procurando interpelá-la a partir do ângulo das identidades culturais. Seu ponto de partida é a constatação de que as identidades não só conhecem hoje uma estação de grande destaque, como também estão submetidas a múltiplos processos de recomposição, crise e ampliação. Com isso, o tema ganhou progressiva centralidade nos estudos que se voltam para a análise das condições de possibilidade do Estado nacional e para a compreensão do sistema internacional de Estados. A pesquisa procura atuar na confluência do tema das identidades culturais e da emergência, em escala planetária, de um mundo globalizado e pós-nacional..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2008 - Atual
Participativa, efêmera e perigosa. Para uma sociologia política da modernidade radicalizada periférica
Descrição: O presente projeto propõe-se a investigar as determinações mais importantes do processo de avanço da modernização capitalista nas regiões periféricas do mundo, ou seja, nas sociedades que nasceram e evoluíram sentindo os efeitos do que ocorria no epicentro da expansão capitalista e sendo por ele ?colonizadas?..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2005 - 2008
Formas e discursos da sociedade civil em condições de modernidade radicalizada.
Descrição: A modernidade se radicalizou e se tornou reflexiva, mergulhando num processo de "autodestruição criativa" em que a mudança se impõe meio fora de controle, quase em silêncio, subvertendo o que estava instituído e questionando a si própria o tempo todo. Não há mais revoluções, mas uma revolução ocorre. Pode-se associar a este quadro um amplo conjunto de dilemas que afetam as diferentes esferas da sociabilidade e do associativismo contemporâneo, tumultuando seus fundamentos e confundindo seus integrantes. A sociedade civil adquire novas formas e características, impulsionada pelos próprios processos da modernidade radicalizada (fragmentação, diferenciação, individualização). Vista como conceito e discurso, converte-se em peça de múltiplas operações teóricas e político-culturais, que em parte modificam o sentido "clássico" do termo e em parte introduzem novas nuances de significado. O presente projeto objetiva acompanhar criticamente as transformações por que tem passado a sociedade civil com o avançar das reconfigurações sócio-econômicas e político-culturais provocadas pela radicalização da modernidade, ou seja, pelo processo que singulariza a fase "tardia" da modernidade capitalista..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (1) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Marco Aurélio Nogueira - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 29 / Número de orientações: 11
2004 - 2006
Formas e idéias de sociedade civil.
Descrição: Acompanhar criticamente as transformações sofridas pelo conceito de sociedade civil com o avançar das reconfigurações sócio-econômicas e político-culturais provocadas pelo capitalismo globalizado e pelo processo que singulariza a fase "tardia" da modernidade capitalista..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Marco Aurélio Nogueira - Coordenador.
2000 - 2003
Gestão pública e governos subnacionais no atual processo de globalização e integração regional
Descrição: Análise multidisciplinar e comparativa do papel a ser desempenhado pelos governos subnacionais nos processos de integração latino-americana, com destaque para a questão do Mercosul..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
1995 - 2001
Formação e capacitação em gestão pública
Descrição: Levantamento de dados e análise referente à situação da qualificação técnica e intelectual dos ocupantes dos cargos de gerência superior na administração pública do Estado de São Paulo. Projeção de currículos para programas de formação e capacitação..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
1994 - 1997
Reforma do Estado no Brasil.
Descrição: Analisar o processo da reforma do Estado no Brasil ao longo dos anos de 1990, com ênfase particular nas propostas governamentais e em seus desdobramentos no curto e médio prazo..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Marco Aurélio Nogueira - Coordenador.


Membro de corpo editorial


2015 - Atual
Periódico: Sinais Sociais
2009 - Atual
Periódico: Teoria & Pesquisa
2009 - Atual
Periódico: Em Pauta (Rio De Janeiro)
2006 - Atual
Periódico: Cadernos Cenpec
2006 - Atual
Periódico: Emancipação (UEPG)
2004 - 2010
Periódico: Revista Brasileira de Ciências Sociais
2004 - Atual
Periódico: O&S. Organizações & Sociedade
2002 - Atual
Periódico: Perspectivas (São Paulo)
2001 - Atual
Periódico: Política Democrática (Brasília)
2001 - Atual
Periódico: Sociedade e Cultura
1998 - Atual
Periódico: Critica Marxista (Roma)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Estado e Governo/Especialidade: Estrutura e Transformação do Estado.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Teoria Política/Especialidade: Teoria Política e Sociologia da Modernidade Radicalizada.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Comportamento Político/Especialidade: Atitude e Ideologias Políticas.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Teoria Política/Especialidade: Teoria Política Moderna.
5.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Administração / Subárea: Administração Pública/Especialidade: Política e Planejamento Governamentais.


Idiomas


Italiano
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Bem, Escreve Pouco.


Prêmios e títulos


2000
Prêmio Jorge Oscar de Mello Flores, Escola Brasileira de Administração Pública, da FGV Rio de Janeiro.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio2017NOGUEIRA, Marco Aurélio. Dilemas e desafios da política democrática. POLÍTICA DEMOCRÁTICA, v. 47, p. 18-37, 2017.

2.
NOGUEIRA, Marco Aurélio2017NOGUEIRA, Marco Aurélio; NOGUEIRA, Marco Aurelio . De crise em crise, um país à deriva. ESPAÇO PARA A SAÚDE - REVISTA DE SAÚDE PÚBLICA DO PARANÁ, v. 18, p. 24-30, 2017.

3.
NOGUEIRA, Marco Aurélio2017NOGUEIRA, Marco Aurélio. O centro, a esquerda e o novo como fetiche. POLÍTICA DEMOCRÁTICA, v. 49, p. 15-27, 2017.

4.
NOGUEIRA, Marco Aurélio2016NOGUEIRA, Marco Aurélio. Desentendimento, dogmatismo, mediações ausentes. Política Democrática, v. 45, p. 20-27, 2016.

5.
NOGUEIRA, Marco Aurélio2016NOGUEIRA, Marco Aurélio. Sobre golpes, autogolpes e contragolpes: dilemas de uma democracia em turbulência. Ponto-e-Vírgula (PUCSP), v. 19, p. 140-158, 2016.

6.
NOGUEIRA, Marco Aurélio2016NOGUEIRA, Marco Aurélio. A difícil normalização democrática e o futuro. ESPAÇO PARA A SAÚDE, v. 17, p. 22-31, 2016.

7.
NOGUEIRA, Marco Aurélio2015NOGUEIRA, Marco Aurélio. O esgotamento de um ciclo imperfeito e o futuro. Política Democrática, v. XIV, p. 11-23, 2015.

8.
NOGUEIRA, Marco Aurélio2015NOGUEIRA, Marco Aurélio; GIOVANNI, G. . Políticas públicas, globalização e Estado democrático. Revista do ILP, v. 1, p. 95-116, 2015.

9.
NOGUEIRA, Marco Aurélio2015NOGUEIRA, Marco Aurélio. Processos formativos permanentes:estratégia para a consolidação do Ministério Público de que se necessita. Revista Jurídica da Escola Superior do Ministério Público de São Paulo, v. 8, p. 295-299, 2015.

10.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2014NOGUEIRA, Marco Aurélio. 2014, entre as ruas e o Estado. Boletim de Análise Político-Institucional, v. 5, p. 25-30, 2014.

11.
NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO2014NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO. Representação, crise e mal-estar institucional. Sociedade e Estado (UnB. Impresso), v. 29, p. 91-111, 2014.

12.
NOGUEIRA, Marco Aurélio2014NOGUEIRA, Marco Aurélio. Democracia, ativismo e modernidade radicalizada na América Latina. Polis (Santiago. en Línea), v. 37, p. 30-40, 2014.

13.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2013NOGUEIRA, Marco Aurélio. Socialismo e democracia no marxismo de Carlos Nelson Coutinho (1943-2012). Lua Nova (Impresso), v. 88, p. 11-21, 2013.

14.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2013NOGUEIRA, Marco Aurélio. Il Brasile in crisi: tra protesta di piazza e limiti del sistema politico. Critica Marxista, v. 3/4, p. 6-18, 2013.

15.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2013NOGUEIRA, Marco Aurélio. Redes, partidos e política. Política Democrática, v. 35, p. 20-22, 2013.

16.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2012NOGUEIRA, Marco Aurélio. A política como incômodo. Revista Estudos Políticos, v. 4, p. 24-35, 2012.

17.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2012NOGUEIRA, Marco Aurélio. A corrupção que nos atormenta. Política Democrática, v. 33, p. 13-22, 2012.

18.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2012NOGUEIRA, Marco Aurélio. Modernidade e pós-modernidade: em busca do sentido da vida atual (Modernity and post-modernity: in search of the meaning of the current life). Emancipação (Online) (Ponta Grossa), v. 12, p. 9-19, 2012.

19.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2012NOGUEIRA, Marco Aurélio. Caio Prado Jr. e o intelectual marxista hoje. Sinais Sociais, v. 7, p. 148, 2012.

20.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2011NOGUEIRA, Marco Aurélio. Amigos, inimigos e batalhas políticas. Política Democrática, v. 30, p. 31-33, 2011.

21.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2011NOGUEIRA, Marco Aurélio. Verdades científicas, pensamento crítico e relativismo cultural. Pensata Revista dos Alunos do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UNIFESP, v. 1, p. 122-132, 2011.

22.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2011NOGUEIRA, Marco Aurélio. Escola, reforma cultural e emancipação. Revista APASE (São Paulo), v. 12, p. 31-37, 2011.

23.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2010NOGUEIRA, Marco Aurélio. Corrupción en el Senado brasileño: síntoma de una crisis de larga duración. Nueva Sociedad, v. 225, p. 171-188, 2010.

24.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2010NOGUEIRA, Marco Aurélio. Gildo Marçal Brandão (1949-2010): No coração da grande política. Revista Brasileira de Ciências Sociais (Impresso), v. 25, p. 5-7, 2010.

25.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2010NOGUEIRA, Marco Aurélio. Nabuco, um diálogo em aberto. Novos Estudos CEBRAP (Impresso), v. 88, p. 39-52, 2010.

26.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2009NOGUEIRA, Marco Aurélio. O ano político de 2009 e os príncipes ausentes. Política Democrática (Brasília), v. Ano VI, p. 69-75, 2009.

27.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2009NOGUEIRA, Marco Aurélio. Permanência e mudança no setor público. Revista do Serviço Público, v. 60 n.1, p. 95-102, 2009.

28.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2009NOGUEIRA, Marco Aurélio. Uma crise de longa duração. Estudos Avançados (USP.Impresso), v. 67, p. 23-36, 2009.

29.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2009NOGUEIRA, Marco Aurélio. Joaquim Nabuco: da Abolição à diplomacia, um liberalismo multifacetado. Revista USP, v. 83, p. 47-60, 2009.

30.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2009NOGUEIRA, Marco Aurélio. O valor de uma geração. Lua Nova (Impresso), v. nº 78, p. 23-28, 2009.

31.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2009NOGUEIRA, Marco Aurélio. Desafios e missão do intelectual público. Dados (Rio de Janeiro. Impresso), v. 52, p. 821-833, 2009.

32.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2008NOGUEIRA, Marco Aurélio. O desenvolvimento exigente. Política Democrática (Brasília), v. 21, p. 39-44, 2008.

33.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2008NOGUEIRA, Marco Aurélio. Limites e possibilidades do Partido Fardado. Revista Brasileira de Ciências Sociais, v. 23, p. 161-165, 2008.

34.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2008NOGUEIRA, Marco Aurélio. A gestão em sintonia com a vida. Serviço Social em Revista (Online), v. 10, p. 89-98, 2008.

35.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2007NOGUEIRA, Marco Aurélio. De volta à escola. Revista Eletrônica Espaço Acadêmico, v. 69, p. 08, 2007.

36.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2007NOGUEIRA, Marco Aurélio. O segundo governo de Lula: possibilidades e perspectivas. Iberoamericana (Madrid), v. VII, p. 179-184, 2007.

37.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2007NOGUEIRA, Marco Aurélio. Bem mais que pós-moderno: poder, sociedade civil e democracia na modernidade periférica radicalizada. Ciências Sociais Unisinos, v. 43, p. 46-56, 2007.

38.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2007NOGUEIRA, Marco Aurélio. O pensamento político e a redemocratização do Brasil. Lua Nova. Revista de Cultura e Política, v. nº 71, p. 197-227, 2007.

39.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2007NOGUEIRA, Marco Aurélio. Segurança nacional, soberania e sociedade civil. Perspectivas (São Paulo), v. 30, p. 99-120, 2007.

40.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2007NOGUEIRA, Marco Aurélio. Joaquim Nabuco na Era dos Impérios. 1870-1910. Ciência e Trópico, v. 31, p. 19-34, 2007.

41.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2006NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasilien: Feuertaufe für die Linke. Nueva Sociedad, Buenos Aires, v. N.E., p. 112-124, 2006.

42.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2006NOGUEIRA, Marco Aurélio. Más allá de lo institucional: crisis, partidos y sociedad en el Brasil de hoy.. Nueva Sociedad, Buenos Aires, v. 202, n.abr 2006, p. 31-44, 2006.

43.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2006NOGUEIRA, Marco Aurélio. Público e privado na formação social brasileira: velhas, novas e novíssimas tensões. Trabalho, Educação e Saúde, Rio de Janeiro, v. 4, n.1, p. 171-185, 2006.

44.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2006NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil: os anos futuros. Política Democrática (Brasília), v. 16, p. 15-23, 2006.

45.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2005NOGUEIRA, Marco Aurélio. 25 anos depois, uma tensão desafiadora. Política Democrática (Brasília), Brasília, v. 11, n.n° 11, p. 61-65, 2005.

46.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2005NOGUEIRA, Marco Aurélio. As esquerdas perdem, mas a crise é do PT. Política Democrática (Brasília), Brasília, DF, v. 13, n.n° 13, p. 17-29, 2005.

47.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2005NOGUEIRA, Marco Aurélio. Crisi politica e crisi dei partiti nel Brasile di Lula.. Critica Marxista (Roma), Roma - Itália, n.n° 6, p. 29-37, 2005.

48.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2005NOGUEIRA, Marco Aurélio. O nervo da crise. Revista Eletrônica Espaço Acadêmico, v. 50, p. 05, 2005.

49.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2005NOGUEIRA, Marco Aurélio. O desafio de construir e consolidar direitos no mundo globalizado. Serviço Social e Sociedade, São Paulo, v. XXVI, n.82, p. 5-21, 2005.

50.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2004NOGUEIRA, Marco Aurélio. A questão social e os limites da prudência. Política Democrática (Brasília), Brasília, v. 7, p. 17-26, 2004.

51.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2004NOGUEIRA, Marco Aurélio. Universidade: para sair da crise. Política Democrática (Brasília), Brasília, v. 9, n.Ano III, p. 28-38, 2004.

52.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2004NOGUEIRA, Marco Aurélio. Governo Lula: moderatismo senza progetto. Critica Marxista (Roma), Roma, v. 2-3, p. 20-25, 2004.

53.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2004NOGUEIRA, Marco Aurélio. O primeiro ano: traumas e perdas. Revista Eletrônica Espaço Acadêmico, v. 32, p. 04, 2004.

54.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2004NOGUEIRA, Marco Aurélio. A universidade que não se apaga. Revista Eletrônica Espaço Acadêmico, v. 36, p. 04, 2004.

55.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2004NOGUEIRA, Marco Aurélio. Norberto Bobbio, a dúvida metódica como condição permanente do humano. Margem (PUCSP), v. 20, p. 195-201, 2004.

56.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2003NOGUEIRA, Marco Aurélio. La sociedad civil como campo de luchas, como recurso gerencial y como espacio ético. Revista del CLAD Reforma y Democracia, Caracas, Venezuela, v. 25, p. 63-86, 2003.

57.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2003 NOGUEIRA, Marco Aurélio. Sociedade Civil, entre o político-estatal e o universo gerencial. Revista Brasileira de Ciências Sociais, São Paulo, v. 18, n.52, p. 185-202, 2003.

58.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2003NOGUEIRA, Marco Aurélio. A agenda cristalizada, o Estado e o Governo Lula. Serviço Social e Sociedade, São Paulo, v. XXIV, n.76, p. 5-36, 2003.

59.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2003NOGUEIRA, Marco Aurélio. Organizações complexas e sociedade da informação. O sofrimento como metáfora organizacional.. O&S. Organizações & Sociedade, Salvador, Bahia, v. 10, n.28, p. 145-162, 2003.

60.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2003NOGUEIRA, Marco Aurélio. As duas faces da esquerda. Revista Eletrônica Espaço Acadêmico, v. 20, p. 06, 2003.

61.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2002NOGUEIRA, Marco Aurélio. Alianças e hegemonia. Política Democrática (Brasília), Brasília, DF, v. Ano II, n.3, p. 77-85, 2002.

62.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2002NOGUEIRA, Marco Aurélio; Vigevani, Tullo . A política como convivência construtiva. Lua Nova. Revista de Cultura e Política, São Paulo, n.55-56, p. 263-278, 2002.

63.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2002NOGUEIRA, Marco Aurélio. A diferença que aproxima. Relendo Sérgio Buarque e Oliveira Vianna no contrafluxo da tradição. Tempo Brasileiro, Rio de Janeiro, v. 149, p. 25-42, 2002.

64.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2002NOGUEIRA, Marco Aurélio. Inventores do futuro: notas sobre os intelectuais, a política e a vida. Cenários (UNESP), Araraquara, SP, v. nº 3-4, p. 13-25, 2002.

65.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2002NOGUEIRA, Marco Aurélio. Choque de política. Revista Eletrônica Espaço Acadêmico, v. 16, p. 6, 2002.

66.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2002NOGUEIRA, Marco Aurélio. Governar e educar. Revista Eletrônica Espaço Acadêmico, v. 19, p. 08, 2002.

67.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2001NOGUEIRA, Marco Aurélio. A síntese como problema. Lua Nova. Revista de Cultura e Política, São Paulo, v. 54, p. 55-71, 2001.

68.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2001NOGUEIRA, Marco Aurélio. A dialética Estado/Sociedade e a construção da Seguridade Social Pública. Cadernos ABONG, São Paulo, v. 30, n.nov 2001, p. 13-38, 2001.

69.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2000NOGUEIRA, Marco Aurélio. Riforma dello Stato e societá in Brasile.. Critica Marxista (Roma), Roma, v. 3/4, p. 6-14, 2000.

70.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2000NOGUEIRA, Marco Aurélio. As Escolas de Governo e o outro lado da reforma do Estado.. Política e Administração, Rio de Janeiro, v. 4, n.6, p. 97-105, 2000.

71.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2000NOGUEIRA, Marco Aurélio. De tensões, dialéticas e antinomias: o encontro de Nabuco com a política. Tempo Brasileiro, Rio de Janeiro, v. 140, p. 75-96, 2000.

72.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2000NOGUEIRA, Marco Aurélio. Gramsci desembalsamado: em torno dos abusos do conceito de sociedade civil. Educação em Foco (Juiz de Fora), Juiz de Fora, v. 5, n.2, p. 115-130, 2000.

73.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2000NOGUEIRA, Marco Aurélio. Uma esquerda para dirigir o futuro.. Política Democrática (Brasília), Brasília, DF, n.0, p. 67-76, 2000.

74.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.2000NOGUEIRA, Marco Aurélio. O outro lado da reforma do Estado. Debates Reflexões, São Paulo, n.7, p. 59-66, 2000.

75.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1999NOGUEIRA, Marco Aurélio. Un Estado para la sociedad civil. Revista del CLAD Reforma y Democracia, Caracas, v. 14, p. 95-118, 1999.

76.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1999NOGUEIRA, Marco Aurélio. A mudança difícil: notas sobre reforma do Estado e recursos humanos. RAP. Revista Brasileira de Administração Pública, Rio de Janeiro, v. 33, n.6, p. 61-88, 1999.

77.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1999NOGUEIRA, Marco Aurélio. Cidadania, crise e reforma democrática do Estado.. Perspectivas (São Paulo), São Paulo, v. 22, p. 61-84, 1999.

78.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1998NOGUEIRA, Marco Aurélio. Gramsci, a crise da política e a esquerda em crise. Lua Nova. Revista de Cultura e Política, São Paulo, v. 43, p. 77-92, 1998.

79.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1998NOGUEIRA, Marco Aurélio. A modernidade e as razões do Manifesto. Estudos Avançados, São Paulo, v. 12, n.nº 34, p. 89-97, 1998.

80.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1997NOGUEIRA, Marco Aurélio. A dimensão política da descentralização participativa. São Paulo em Perspectiva, São Paulo, v. 11, n.nº 3, p. 8-19, 1997.

81.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1997NOGUEIRA, Marco Aurélio. Gramsci e la nuova politica. Critica Marxista (Roma), Roma, v. 5/6, p. 72-82, 1997.

82.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1997NOGUEIRA, Marco Aurélio. A crise da gestão pública: do reformismo quantitativo a um caminho qualitativo de reforma do Estado. Cadernos FUNDAP, São Paulo, n.nº 21, p. 6-25, 1997.

83.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1996NOGUEIRA, Marco Aurélio. O abolicionismo pragmático de Joaquim Nabuco. Anais da Biblioteca Nacional, Rio de Janeiro, v. 116, p. 23-36, 1996.

84.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1995NOGUEIRA, Marco Aurélio. Governabilidad democrática progresiva. Dilemas y requisitos. Análisis Político (Bogotá), Bogotá, v. 25, p. 55-68, 1995.

85.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1995NOGUEIRA, Marco Aurélio. Para uma governabilidade democrática progressiva. Lua Nova. Revista de Cultura e Política, São Paulo, n.nº 36, p. 105-128, 1995.

86.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1995NOGUEIRA, Marco Aurélio. Ingovernabilidade, política e reforma política. Por uma relação virtuosa entre Estado e sociedade civil. Temas. Revista do Programa de Pós-Graduação em Sociologia da FCL/UNESP, Araraquara, SP, v. Ano II, n.2, p. 9-26, 1995.

87.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1994NOGUEIRA, Marco Aurélio. Democracia politica, gobernabilidad y representacion. Revista del CLAD Reforma y Democracia, Caracas, Venezuela, v. 1, p. 7-26, 1994.

88.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1994NOGUEIRA, Marco Aurélio. Permanência e mudança no setor público. Revista do Serviço Público (Brasília), Brasília, v. 118, n.nº 1, p. 43-53, 1994.

89.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1994NOGUEIRA, Marco Aurélio. Reforma do Estado, reforma do presidencialismo, reforma da política. Agenda de Políticas Públicas, IUPERJ, Rio de Janeiro, n.5, p. 1-5, 1994.

90.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1994NOGUEIRA, Marco Aurélio. A sociedade civil contra a política?. São Paulo em Perspectiva, São Paulo, v. 8, n.nº 2, p. 21-25, 1994.

91.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1992NOGUEIRA, Marco Aurélio. A crise político-social no Brasil do período 1980-1990. Análise Conjuntural-IPARDES, Curitiba, PR, v. 14, p. 1-4, 1992.

92.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1991NOGUEIRA, Marco Aurélio. Gramsci e il dibattito politico-culturale in Brasile. Critica Marxista (Roma), Roma, v. 6, p. 43-56, 1991.

93.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1990NOGUEIRA, Marco Aurélio. II governo Collor, lo stato e la democrazia in Brasile. Rivista Latinoamerica, Roma, n.40, p. 75-89, 1990.

94.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1989NOGUEIRA, Marco Aurélio. Reforma administrativa ou reforma do Estado?. Perspectivas (São Paulo), São Paulo, v. 12/13, p. 1-17, 1989.

95.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1988NOGUEIRA, Marco Aurélio. Os Anos Trinta. Perspectivas (São Paulo), Araraquara, SP, v. 11, p. 93-99, 1988.

96.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1987NOGUEIRA, Marco Aurélio. L'eredità degli anni 30 in Brasile. Quaderni Di Letteratura d America, Roma, v. 2, p. 107-115, 1987.

97.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1987NOGUEIRA, Marco Aurélio. La sinistra e la transizione democratica in Brasile. Rivista Latinoamerica, Roma, Itália, v. VIII, n.25, p. 25-34, 1987.

98.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1986NOGUEIRA, Marco Aurélio. Da política do possível às possibilidades da política. Notas sobre a transição democrática no Brasil.. Perspectivas (São Paulo), São Paulo, n.9/10, p. 1-23, 1986.

99.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1986NOGUEIRA, Marco Aurélio. O espírito da coisa. Presença. Revista de Política e Cultura, São Paulo, v. 8, p. 15-23, 1986.

100.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1985NOGUEIRA, Marco Aurélio. Come ha vinto la politica del possibile. Rinascità, Roma, Itália, v. Anno 4, n.4, p. 35-36, 1985.

101.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1985NOGUEIRA, Marco Aurélio. Mudanças e desafios. Presença. Revista de Política e Cultura, São Paulo, v. 6, p. 15-23, 1985.

102.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1984NOGUEIRA, Marco Aurélio. O lado fraco da transição. Presença Revista de Política e Cultura, São Paulo, n.4, p. 13-20, 1984.

103.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1984NOGUEIRA, Marco Aurélio. Sutilezas da abertura. Presença. Revista de Política e Cultura, São Paulo, v. 2°, p. 156-158, 1984.

104.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1983NOGUEIRA, Marco Aurélio. Comunistas, comunismo. O desafio da renovação. Presença. Revista de Política e Cultura, São Paulo, v. 1°, p. 91-96, 1983.

105.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1978NOGUEIRA, Marco Aurélio. Anotações preliminares para uma história crítica da sociologia. Temas de Ciências Humanas, São Paulo, v. 3, p. 19-59, 1978.

106.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1977NOGUEIRA, Marco Aurélio. Max Weber: a burocracia e as armadilhas da razão. Temas de Ciências Humanas, São Paulo, v. 1, p. 135-152, 1977.

107.
NOGUEIRA, Marco Aurélio;NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO;Nogueira, M. A.1977NOGUEIRA, Marco Aurélio. Exército e Estado no Brasil Imperial. Perspectivas (São Paulo), São Paulo, v. 2, n.nº 2, p. 75-96, 1977.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
GIOVANNI, G. (Org.) ; NOGUEIRA, Marco Aurélio (Org.) . Dicionário de Políticas Públicas - 2ª edição. 2ª. ed. São Paulo: Editora Unesp, 2015. v. 1. 1065p .

2.
GIOVANNI, G. ; NOGUEIRA, Marco Aurélio . Dicionário de Políticas Públicas. 1ª. ed. São Paulo: Imprensa Oficial, 2013. v. 2. 1194p .

3.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. As ruas e a democracia. Ensaios sobre o Brasil contemporâneo. 1. ed. Brasilia; Rio de Janeiro: FAP; Contraponto, 2013. v. 1. 227p .

4.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Um Estado para a sociedade civil. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2011. v. 1. 268p .

5.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O encontro de Joaquim Nabuco com a política. As desventuras do liberalismo. 2ª. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2010. v. 1. 336p .

6.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Potência, limites e seduções do poder. São Paulo: Editora Unesp, 2008. v. 1. 140p .

7.
TÓVOLI, Emília Maria Gaspar (Org.) ; SEGATTO, José Antonio (Org.) ; NOGUEIRA, Marco Aurélio (Org.) . Gestão universitária. 1ª. ed. Araraquara/São Paulo: Laboratório Editorial FCL/Cultura Acadêmica, 2005. v. 1. 189p .

8.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Um Estado para a sociedade civil. Temas éticos e políticos da gestão democrática. 2ª. ed. São Paulo: Cortez Editora, 2005. v. 1. 263p .

9.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Em defesa da política. 2ª. ed. São Paulo: Editora Senac, 2005. v. 1. 154p .

10.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Um Estado para a sociedade civil. Temas éticos e políticos da gestão democrática. 1ª. ed. São Paulo: Cortez Editora, 2004. v. 1. 263p .

11.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Em Defesa da Política. 1ª. ed. São Paulo: Editora Senac, 2001. v. 1. 150p .

12.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. As possibilidades da política. Idéias para a reforma democrática do Estado. 1ª. ed. São Paulo: Paz e Terra, 1998. v. 1. 305p .

13.
NOGUEIRA, Marco Aurélio; COUTINHO, C. N. (Org.) . Gramsci e a América Latina. São Paulo: Editora Paz e Terra, 1988. v. 1. 160p .

14.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Joaquim Nabuco: Um aristocrata entre os escravos. São Paulo: Editora Brasiliense, 1987. 85p .

15.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. As desventuras do liberalismo. Joaquim Nabuco, a Monarquia e a República. 1ª. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1984. v. 1. 227p .

16.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. PCB: Vinte Anos de Política. Documentos (1958-1979). São Paulo: Livraria Editora Ciências Humanas, 1981. v. 1. 353p .

Capítulos de livros publicados
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Internacionalização, multiculturalismo e mobilidade. In: Maria de Lourdes Spazziani; Oscar D'Ambrosio; Maysa Furlan; Silvana Vidotti. (Org.). Perspectivas da universidade em temas contemporâneos: UNESP 40+20. 1ed.São Paulo: Editora Unesp, 2017, v. 1, p. 31-43.

2.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Cidadãos Imperfeitos. In: Cristovam Buarque; Francisco Almeida; Zander Navarro. (Org.). Por que somos assim? Ensaios em identidade social, nacionalidade e cultura. 1ed.Brasilia, DF: Verbena Editora; FAP, 2017, v. 1, p. 243-259.

3.
NOGUEIRA, MARCO AURÉLIO. Uma formação para refazer os pactos de convivência. In: Cristiane Yumi Koga-Ito; Tania Regina De Luca. (Org.). Escola UNESP de Liderança e Gestão: instrumento para excelência da gestão institucional. 1ed.São Paulo: Cultura Acadêmica, 2016, v. 1, p. 17-41.

4.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A pedagogia do passado como construção do futuro. In: Caetano Pereira de Araujo. (Org.). 1964: As armas da política e a ilusão armada. 1ed.Brasilia: Fundação Astrojildo Pereira, 2014, v. 1, p. 97-111.

5.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Introdução: Gramsci e América Latina (quase) trinta anos depois. In: Eduardo Rebuá. (Org.). Gramsci nos Trópicos. Estudos gramscianos a partir de olhares latino-americanos. 1ed.Rio de Janeiro: Multifoco, 2014, v. 1, p. 23-33.

6.
NOGUEIRA, Marco Aurélio; Gigante, L. C. . Racionalização e sociologia da ciência em Max Weber. In: Maria Cristina Piumbato Innocentini Hayashi; Camila Carneiro Dias Rigolin; Maria Teresa Miceli Kerbauy. (Org.). Sociologia da Ciência. Contribuições ao campo CTS. 1ed.Campinas: Editora Alínea, 2014, v. 1, p. 91-116.

7.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A reforma política, entre a expectativa e o silêncio. In: Geraldo Biasoto Junior; Luiz Antonio Palma e Silva. (Org.). Aporias para o Planejamento Público. 1ed.São Paulo: Edições Fundap, 2013, v. 1, p. 237-250.

8.
GIOVANNI, G. ; NOGUEIRA, Marco Aurélio . Introdução. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 23-40.

9.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Aparelhamento - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 85-89.

10.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Burocracia - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 116-120.

11.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Centralismo - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 134-139.

12.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Consenso - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 189-194.

13.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Controle / Controle Social - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 205-212.

14.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Corporativismo - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 216-223.

15.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Crise - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 226-230.

16.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Democracia participativa - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 257-262.

17.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Estado - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 334-343.

18.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Hegemonia - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 438-443.

19.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Ideologia - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 448-453.

20.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Individualismo - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 470-477.

21.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Individualização / Individuação - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 481-486.

22.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Meritocracia - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 61-64.

23.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Modernização Conservadora - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 78-97.

24.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Mudança Social - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 100-107.

25.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação Política - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 152-157.

26.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Poder - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 184-190.

27.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Poder Democrático - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 191-193.

28.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Pólis - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 211-214.

29.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Populismo - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 304-309.

30.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Sociedade Civil - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 464-470.

31.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Tecnocracia - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 489-496.

32.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Veto Players - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 526-528.

33.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A esquerda e a política diante do século XXI. In: Francisco Inácio de Almeida. (Org.). O que é ser esquerda, hoje?. 1ed.Brasilia / Rio de Janeiro: Fundação Astrojildo Pereira / Contraponto, 2013, v. 1, p. 113-120.

34.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil, Argentina e a integração com ?alma? ético-política. In: Sarti, I.; Perrotta, D.; Lessa, M. L.; Carvalho, G. C.. (Org.). Por uma integração ampliada da América do Sul no século XXI. 1ed.Rio de Janeiro: Perse, 2013, v. 1, p. 335-339.

35.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Voltando a pensar no futuro da democracia e no marxismo. In: Tosi, G.. (Org.). Norberto Bobbio: democracia, direitos humanos,guerra e paz. 1ed.João Pessoa: Editora da UFPB, 2013, v. 2, p. 31-62.

36.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Estado e políticas públicas para um novo tempo. In: Geraldo Biasoto Jr. et al.. (Org.). Política pública e qualificação de recursos humanos para o SUS. 1ed.São Paulo: Fundap, 2013, v. 1, p. 19-44.

37.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Desenvolvimento e pacto social. Dicionário Temático Desenvolvimento e Questão Social. 1ed.São Paulo; Brasilia; Salvador: Annablume; CNPq; Fapesb, 2013, v. 1, p. 116-122.

38.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil : continuidad, revisión y nuevas oportunidades. In: Antonio Araníbar Arze; Benjamín Rodríguez. (Org.). América Latina, del neoliberalismo al neodesarrollismo?. 1ed.Buenos Aires: Siglo Veintiuno Editores, 2013, v. 1, p. 83-116.

39.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Uma ciência para a política. In: Rubem Barboza Filho; Fernando Perlatto. (Org.). Uma sociologia indignada. Diálogos com Luiz Werneck Vianna. 1ed.Juiz de Fora: Editora UFJF, 2012, v. 1, p. 303-329.

40.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Carlos Nelson Coutinho: 1943-2012. In: Hidalgo Flor, F.; Fernandez, A.. (Org.). Contrahegemonia y Buen Vivir. 1ed.Quito: Universidad Central del Ecuador, 2012, v. 1, p. 215-220.

41.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O périplo centenário de Joaquim Nabuco: a reforma social, os liberais e a República democrática no Brasil. In: Angela Alonso; Kenneth David Jackson. (Org.). Joaquim Nabuco na República. 1ed.São Paulo: Hucitec, 2012, v. 1, p. 37-54.

42.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Joaquim Nabuco e o pensamento social brasileiro. In: Humberto França. (Org.). Joaquim Nabuco e o novo Brasil. 1ed.Recife: CEPE, 2011, v. 1, p. 41-64.

43.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Da frustração à reposição da confiança na política. In: Geraldo Biasotto Jr.; Luiz Antonio Palma e Silva. (Org.). O desenvolvimento em questão. 1ªed.São Paulo: Fundap, 2010, v. 1, p. 177-197.

44.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Joaquim Nabuco: da Abolição à diplomacia, um liberalismo multifacetado. In: Kenneth David Jackson. (Org.). Conferências sobre Joaquim Nabuco. Joaquim Nabuco em Yale. 1ªed.Rio de Janeiro: Bem-Te-Vi, 2010, v. 1, p. 113-139.

45.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Joaquim Nabuco, um estadista da transição. In: Frederico Lustosa da Costa; Fuad Zamot. (Org.). Brasil 200 anos de Estado, 200 anos de administração ´[ublica. 1ed.Rio de Janeiro: Editora FGV, 2010, v. 1, p. 315-339.

46.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Il pensiero di Gramsci e il Brasile. In: Dora Kanoussi; Giancarlo Schirru; Giuseppe Vacca. (Org.). Studi Gramsciani nel mondo: Gramsci in America Latina Il Mulino, Bologna 2010. Bolonha: Il Mulino, 2010, v. 1, p. -.

47.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Gestão de cidades, política e Estado em sociedades rápidas e desiguais. In: José Luiz Bizelli & Darlene Aparecida de Oliveira Ferreira. (Org.). Governança Pública e Novos Arranjos de Gestão. 1ed.Piracicaba: Jacintha Editores, 2009, v. 1, p. 131-148.

48.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A política social e a radicalização do moderno. In: Potyara A. Pereira; Ivanete S. Boschetti; Rosa H. Stein & Silvia C. Yannoulas (org.). (Org.). Política Social, Trabalho e Democracia em questão. 1ed.Brasilia, DF: UnB/Programa de Pós-Graduação em Política Social, 2009, v. 1, p. 51-80.

49.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Desenvolvimento, Estado e sociedade: as relações necessárias, as coalizões possíveis e a institucionalidade requerida. In: José Celso Cardoso Jr.; Carlos Henrique R. de Siqueira. (Org.). Diálogos sobre o desenvolvimento. 1ªed.Brasília: IPEA, 2009, v. 1, p. 47-55.

50.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. El segundo tiempo de Lula: Brasil entre incertidumbres y posibilidades. In: Fernando Calderón. (Org.). Crisis y cambio en América Latina. Escenarios políticos prospectivos. 1ªed.Buenos Aires: Siglo XXI Editores, 2009, v. 1, p. 49-79.

51.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Izquierda, elecciones y democracia en América Latina: cuando el social y el institucional parecen hablar lenguas diferentes. In: Ingrid Sarti. (Org.). Ciência, Política e Sociedade. As ciências sociais na América do Sul. 1ed.Porto Alegre, RS: , 2007, v. 1, p. 35-45.

52.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Organisationale Dilemmata unter Bedingungen einer radikalisierten und peripheren Moderne. In: Thomas Kühn; Jessé Souza. (Org.). Das moderne Brasilien. Gesellschaft, Politik und Kultur in der Peripherie des Westens. 1ªed.Heidelberg: VS Verlag Für Sozialwissenschaften, 2006, v. 1, p. 79-98.

53.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Mídia, democracia e hipermodernidade periférica. In: Jefferson O. Goulart. (Org.). Mídia e democracia. São Paulo: Annablume, 2006, v. , p. 11-22.

54.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Sofrimento organizacional, democracia e gestão universitária. In: Tóvollli, E. M. G.; Segatto, J.A.; Nogueira, M.A.. (Org.). Gestão Universitária. 1ªed.Araraquara/São Paulo: Laboratório Editorial/Cultura Acadêmica, 2005, v. 1, p. 19-68.

55.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O Parlamento sitiado, a ciência e a educação. In: Maíra Baumgarten. (Org.). Conhecimentos e redes: sociedade, política e inovação. 1ªed.Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2005, v. I, p. 173-188.

56.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Articulação, redes e parcerias - recursos para agir numa sociedade desigual e mutante. In: Luiz A. Palma e Silva. (Org.). Gestão da política da infância e da adolescência no Brasil. 1ªed.São Paulo: Fundação Abrinq, 2005, v. 3, p. 56-66.

57.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Os intelectuais, a política e a vida. In: Dênis de Moraes. (Org.). Combates e utopias. Os intelectuais num mundo em crise. 1a.ed.Rio de Janeiro: Record, 2004, v. 1, p. 357-372.

58.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Entre o local e o global. In: Angela Maria Martins; Cleiton de Oliveira; Maria Sylvia Simões Bueno. (Org.). Descentralização do Estado e municipalização do ensino. Problemas e perspectivas. 1a.ed.Rio de Janeiro: DP&A, 2004, v. 1, p. 13-28.

59.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. La sociedade civil como campo de luchas, como recurso gerencial y como espacio ético. In: Dora Kanoussi. (Org.). Gramsci en Río de Janeiro. 1ed.Méxio DF: Plaza y Valdés, 2004, v. , p. 233-259.

60.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Hegemonia y presión social en el Brasil actual. In: Dora Kanoussi. (Org.). Poder y hegemonia hoy. Gramsci en la era global. 1ªed.Mexico DF: Plaza y Valdés, 2004, v. , p. 287-298.

61.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. As três idéias de sociedade civil, o Estado e a politização. In: Carlos Nelson Coutinho; Andréa de Paula Teixeira. (Org.). Ler Gramsci, entender a realidade. 1ªed.Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, 2003, v. , p. 215-233.

62.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O século dos paradoxos e a reposição do marxismo. In: Alberto Aggio; Milton Lahuerta. (Org.). Pensar o século XX. Problemas políticos e história nacional na América Latina. 1ªed.São Paulo: Editora Unesp, 2003, v. , p. 27-68.

63.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Ainda uma esquerda marxista. In: Maria orlanda Pinassi. (Org.). Leandro Konder, a revanche da dialética. São Paulo: Editora Unesp; Boitempo Editorial, 2002, v. , p. 47-75.

64.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Administrar e dirigir: algumas questões sobre a escola, a educação e a cidadania. In: Lourdes Marcelino Machado; Naira Syria C. Ferreira. (Org.). Política e gestão da educação: dois olhares. Rio de Janeiro: DP&A, 2002, v. , p. 17-32.

65.
NOGUEIRA, Marco Aurélio; LAHUERTA, M. . Greves, crises e poder de agenda na universidade. In: Isabel Loureiro; Maria Candida Del-Masso. (Org.). Tempos de greve na Universidade Pública. 1ªed.Marília/São Paulo: Unesp-Marília-Publicações/Cultura Acadêmica, 2002, v. , p. 157-173.

66.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Joaquim Nabuco: O Abolicionismo.. In: Lourenço Dantas Motta. (Org.). INTRODUÇÃO AO BRASIL: UM BANQUETE NO TRÓPICO - 2. 1ªed.São Paulo: Senac, 2001, v. 2, p. 167-190.

67.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Paulo Prado: Retrato do Brasil.. In: Lourenço Dantas Motta. (Org.). INTRODUÇÃO AO BRASIL: UM BANQUETE NO TRÓPICO. 2ªed.São Paulo: Senac, 1999, v. 1, p. 115-128.

68.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Um Gramsci todo dedicado à política.. In: Raquel Kritsch; Leonel I. A. Mello; Claudio Vouga.. (Org.). Oliveiros Ferreira, pensador da política.. São Paulo: Humanitas Publicações - FFLCH/USP, 1999, v. , p. 133-156.

69.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Um Estado para a sociedade civil.. In: Elizabeth M. Rico & Raquel Raichelis.. (Org.). Gestão Social: uma questão em debate.. São Paulo: EDUC; IEE, 1999, v. , p. 69-90.

70.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Gramsci e os desafios de uma política democrática de esquerda.. In: Alberto Aggio. (Org.). gramsci: a vitalidade de um pensamento. São Paulo: Unesp, 1998, v. , p. 65-107.

71.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Cidadania e crise do Estado no Brasil dos anos 90. In: Fundação para o Desenvolvimento da Educação. (Org.). Educação Tributária e Cidadania. São Paulo: Fundação para o Desenvolvimento da Educação, 1997, v. , p. 36-49.

72.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Universidade, crise e produção do saber.. In: Maristela Campos Veloso. (Org.). PENSANDO A EDUCAÇÃO: ENSAIOS SOBRE A FORMAÇÃO DO PROFESSOR E POLÍTICA EDUCACIONAL.. São Paulo: Unesp, 1989, v. , p. 35-39.

73.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Introdução. In: João Batista Vilanova Artigas. (Org.). A função social do arquiteto. 1ªed.São Paulo: Editora Nobel, 1989, v. , p. 9-14.

74.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Sistema colonial e escravidão.. In: Maria Angela D'Incao. (Org.). HISTÓRIA E IDEAL. ENSAIOS SOBRE CAIO PRADO JR.. São Paulo: Editora Unesp/Editora Brasiliense, 1989, v. , p. 79-85.

75.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A centralidade da política. In: Nilo Odália. (Org.). BRASIL, O DESENVOLVIMENTO AMEAÇADO. São Paulo: Editora Unesp, 1989, v. , p. 177-181.

76.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Um manifesto que fez história. In: Karl Marx & Friedrich Engels. (Org.). Manifesto do Partido Comunista. 1ªed.Petrópolis: Editora Vozes, 1988, v. , p. 7-20.

77.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Gramsci, a questão democrática e as esquerdas.. In: Marco Aurélio Nogueira; Carlos Nelson Coutinho. (Org.). Gramsci e a América Latina. São Paulo: Paz e Terra, 1988, v. , p. 120-141.

78.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Crise do marxismo e política. In: Milton Lahuerta; José Castilho Marques Neto. (Org.). O pensamento em crise e as artimanhas do poder. São Paulo: Editora Unesp, 1988, v. , p. 45-48.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil: normalización democrática, pero poco entusiasmo. Open Democracy / Democracia Abierta, 26 jul. 2016.

2.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Hablan las calles, pero la democracia avanza poco. Open Democracy / Democracia Abierta, 27 jan. 2016.

3.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Conta do sebastianismo. O Estado de S. Paulo / Caderno Aliás, São Paulo, p. E9, 13 abr. 2014.

4.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A luta democrática das ruas. Nossa América Hoy, São Paulo, p. 48 - 51, 02 abr. 2014.

5.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Maiorias paralisantes. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 22 mar. 2014.

6.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Vácuo e descontrole. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 22 fev. 2014.

7.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Ausências, atritos e expectativas. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 25 jan. 2014.

8.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O ano que não terminou. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 28 dez. 2013.

9.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A hegemonia imperfeita. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 23 nov. 2013.

10.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Repercussões, expectativas e incertezas. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 26 out. 2013.

11.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Além do STF. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 28 set. 2013.

12.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Depois de junho. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 24 ago. 2013.

13.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Os democratas e as minorias. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 27 jul. 2013.

14.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A polissêmica voz das ruas. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 22 jun. 2013.

15.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A formação como desafio. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 25 maio 2013.

16.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Partidos para dar e vender. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 27 abr. 2013.

17.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Desejo de poder. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 23 mar. 2013.

18.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Redes, partidos e políticos. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 23 fev. 2013.

19.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Governar, construir, civilizar. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 26 jan. 2013.

20.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O zumbis da representação política. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 27 nov. 2010.

21.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O discurso ausente. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 28 ago. 2010.

22.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Apoios e problemas. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 24 jul. 2010.

23.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Partidos em transição. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 26 jun. 2010.

24.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O potencial efeito Marina. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 22 maio 2010.

25.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Hora da verdade. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 24 abr. 2010.

26.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Un ano para Nabuco. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 27 mar. 2010.

27.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. No coração da grande política. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 27 fev. 2010.

28.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A cidade inclemente. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 23 jan. 2010.

29.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A falta de uma oposição. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 26 dez. 2009.

30.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O PT à esquerda. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 28 nov. 2009.

31.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Um intelectual público. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 24 out. 2009.

32.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Integração e estratégia. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 26 set. 2009.

33.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O dia de amanhã. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 22 ago. 2009.

34.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Dilemas do realismo político. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 25 jul. 2009.

35.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A sociedade como sacrifício. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 27 jun. 2009.

36.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Para compreender o mundo. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 23 maio 2009.

37.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A República em questão. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 25 abr. 2009.

38.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Partidos vazios. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 28 mar. 2009.

39.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Entre a promessa e a realidade. O Estado de S. Paulo/Caderno de Cultura, São Paulo, p. 5, 08 mar. 2009.

40.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O castelo, oa príncipea e o rei nu. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 28 fev. 2009.

41.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Comemorações protocolares. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 24 jan. 2009.

42.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. As duas faces da crise. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 27 dez. 2008.

43.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O efeito Obama. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 22 nov. 2008.

44.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A cidade e seu futuro. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 25 out. 2008.

45.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Em busca de um eixo. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 27 set. 2008.

46.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Administradores e políticos. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 23 ago. 2008.

47.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Grandes e pequenos partidos. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 26 jul. 2008.

48.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O desenvolvimento exigente. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 28 jun. 2008.

49.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Partidos e homens partidos. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 24 maio 2008.

50.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Espaços, atores e circunstâncias. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 26 abr. 2008.

51.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Automóveis, caminhões e votos. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 22 mar. 2008.

52.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Ritos acadêmicos. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 23 fev. 2008.

53.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O poder da cidade. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 26 jan. 2008.

54.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Desejos de poder. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 22 dez. 2007.

55.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Escassez de estadistas. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 24 nov. 2007.

56.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Radicalização periférica. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 27 out. 2007.

57.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A integração pelo conhecimento. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 22 set. 2007.

58.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Laboratório a céu aberto. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 25 ago. 2007.

59.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A esquerda indispensável. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 28 jul. 2007.

60.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Pensamento e ação. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 23 jun. 2007.

61.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Tempo de autocrítica. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 06 jun. 2007.

62.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O fim do radicalismo. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 26 maio 2007.

63.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil: Descontrole e segurança. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 02 maio 2007.

64.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Descontrole e segurança. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 28 abr. 2007.

65.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Mundialização plural e identidade. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 24 mar. 2007.

66.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil: Silêncio eloqüente. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 09 mar. 2007.

67.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Silêncio eloqüente. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 24 fev. 2007.

68.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. De volta à escola. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 27 jan. 2007.

69.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil: Cenários de ano-novo. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 25 dez. 2006.

70.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Cenários de ano novo. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 23 dez. 2006.

71.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil: Espaço desguarnecido. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 27 nov. 2006.

72.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Espaço desguarnecido. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2 - A2, 25 nov. 2006.

73.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O paradoxo, o excesso e o vazio. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 28 out. 2006.

74.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A política como incômodo e o futuro. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2 - A2, 23 set. 2006.

75.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O marketing contra a política. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2 - A2, 26 ago. 2006.

76.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Insegurança estrutural. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2 - A2, 22 jul. 2006.

77.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Izquierda y populismo en América Latina. Libro de notas. Diario de los Mejores Contenidos de la Red en Español, Madrid, 04 jul. 2006.

78.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Esquerda e populismo na América Latina. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2 - A2, 01 jul. 2006.

79.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. De volta ao Estado. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2 - A2, 24 maio 2006.

80.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. À procura de uma idéia. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2 - A2, 22 abr. 2006.

81.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil: À procura de uma idéia. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 04 abr. 2006.

82.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A esquerda diante do século 21. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2 - A2, 25 mar. 2006.

83.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A força que se mantém. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2 - A2, 25 fev. 2006.

84.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil: Dúvidas e indefinições. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 01 fev. 2006.

85.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil: Dúvidas e indefinições. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 01 fev. 2006.

86.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Dúvidas e indefinições. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 28 jan. 2006.

87.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Um ano para não esquecer. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 24 dez. 2005.

88.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil: Além do institucional. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 29 nov. 2005.

89.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Além do institucional. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 26 nov. 2005.

90.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil: A crise e o Parlamento. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 19 nov. 2005.

91.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Responsabilidade política e vida real. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 02 nov. 2005.

92.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Responsabilidade política e vida real. O Estado de S. Paulo, São Paulo, SP, p. A2, 30 out. 2005.

93.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A crise e as esquerdas. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, p. A11, 06 out. 2005.

94.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil: A crise, a reforma e a mudança social. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 27 set. 2005.

95.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A crise, a reforma e a mudança social. O Estado de S. Paulo, São Paulo, p. A2, 24 set. 2005.

96.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Sobre silêncios e omissões. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 07 set. 2005.

97.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Sobre silêncios e omissões. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, p. A17, 06 set. 2005.

98.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil: O silêncio dos dirigentes. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 12 ago. 2005.

99.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O silêncio dos dirigentes. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 01 ago. 2005.

100.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil: O nervo da crise. La Insígnia. Diario de información alternativa, 11 jul. 2005.

101.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A hora da política. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, p. A11, 07 jul. 2005.

102.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil: Caos estável. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 13 jun. 2005.

103.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Caos estável. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, p. A12, 05 jun. 2005.

104.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil: O poder da fala. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 19 maio 2005.

105.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O poder da fala. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 16 maio 2005.

106.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A agenda magnética ?. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 11 jan. 2005.

107.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Promessas democráticas. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 12 out. 2004.

108.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Promessas democráticas. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 12 out. 2004.

109.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil: Poder, poderes. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 16 set. 2004.

110.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil: Política à flor da pele. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 17 ago. 2004.

111.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Política à flor da pele. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 17 ago. 2004.

112.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Um Estado para a sociedade civil. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 23 jun. 2004.

113.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil: Ajustes, cálculos e coligações. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 20 jun. 2004.

114.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A agenda cristalizada, o Estado e o Governo Lula. La Insígnia. Diario de información alternativa, Madrid, 08 jan. 2004.

115.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A cidade futura: bela, urbana e aberta. Jornal da Tarde, São Paulo, p. 1D - 1D, 13 out. 2001.

116.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Riscos e virtudes da cibermilitância. Jornal da Tarde, São Paulo, p. 2D - 2D, 29 set. 2001.

117.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Sobre a coerência ideológica do eleitorado. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 11 jun. 2000.

118.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Dois intelectuais emblemáticos. Folha de S. Paulo-Jornal de Resenhas, São Paulo, 14 ago. 1999.

119.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O lado oculto da reforma. Folha de S. Paulo, São Paulo, 10 jul. 1999.

120.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Il 1997 gramsciano in Brasile: Società civile, Stato, mondializzazione. International Gramsci Society Newsletter, Estados Unidos, p. 38 - 39, 01 maio 1998.

121.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O escultor de nossa política externa. Jornal da Tarde, São Paulo, 14 set. 1996.

122.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O jornalista da abolição. Folha de S. Paulo, São Paulo, p. 5 - 5, 12 jul. 1996.

123.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Teses de um abolicionista com muito pragmatismo. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, p. 4 - 4, 18 maio 1996.

124.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Gorbachev, Yeltsin e a crise soviética. Gazeta Mercantil, São Paulo, p. 5, 29 ago. 1991.

125.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O lento e tortuoso caminho da Abolição. O Estado de S. Paulo/Suplemento Especial, São Paulo, p. 4 - 4, 12 maio 1988.

126.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Bobbio e a ciência política no Brasil. O Estado de S. Paulo/Suplemento Cultura, São Paulo, p. 6 - 7, 10 out. 1987.

127.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O pensamento de Gramsci e o Brasil. Jornal do Brasil/Caderno B Especial, Rio de Janeiro, p. 2 - 3, 13 out. 1985.

128.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Cento giorni dopo, un altro Brasile. Rinascità, Roma, Itália, p. 34 - 35, 12 jul. 1985.

129.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Come ha vinto la politica del possibile. Rinascità, Roma, Itália, p. 35 - 36, 08 fev. 1985.

130.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Um esboço mal realizado. Folha de S. Paulo, São Paulo, p. 61, 22 maio 1977.

131.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Possibilidades e limites do liberalismo no Brasil. Folha de S. Paulo, São Paulo, p. 61, 24 abr. 1977.

132.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Liberalismo e sindicato no Brasil. Opinião, Rio de Janeiro, p. 3, 18 fev. 1977.

133.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A unidade e a contradição. Opinião, Rio de Janeiro, p. 12, 21 jan. 1977.

134.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Um antídoto contra os manuais de história. Folha de S. Paulo, São Paulo, p. 61, 11 dez. 1976.

135.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Florestan, un "maquis da intelligentzia" brasileira. Folha de S. Paulo, São Paulo, p. 61, 23 out. 1976.

136.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O Barão de Mauá, Rui Barbosa e Roberto Simonsen na defesa da industrialização. Folha de S. Paulo, São Paulo, p. 59, 02 out. 1976.

137.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Um mercado cativo. Opinião, Rio de Janeiro, p. 15, 17 set. 1976.

138.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Entre inferno e paraíso. Folha de S. Paulo, São Paulo, p. 59, 28 ago. 1976.

139.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Questões não respondidas. Folha de S. Paulo, São Paulo, p. I-3, 21 ago. 1976.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
Sarti, I. ; NOGUEIRA, Marco Aurélio ; Guimarães, C. ; Castro, E. ; Nascimento, D. ; Tavares de Souza, J. V. ; Costa Lima, Marcos . América do Sul: integração avança.. In: 59ª Reunião Anual da SBPC, 2007, Belém, Pará. Jornal da Ciência., 2007. v. a. XIX.

2.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Reformar o discurso da reforma: modernização reflexiva periférica, governabilidade e democracia. In: XXVI Congreso de Asociación Latinoamercana de Sociología-ALAS, 2007, Guadalajara. Antología de Ponencias del XXVI Congreso de ALAS, 2007.

3.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Movimentos sociais e modernidade radicalizada periférica. In: XXVI Congreso de Asociación Latinoamercana de Sociología-ALAS, 2007, Guadalajara. Antologia de ponencias del XXVI Congreso de ALAS, 2007.

4.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Hegemonia y presión social en el Brasil actual. In: Conferencia Internacional de Estudios Gramscianos. Puebla, Mexico, 2003, Puebla. Poder y hegemonía hoy. Gramsci en la era global. Mexico: Plaza y Valdes, 2003. p. 287-298.

5.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. As três idéias de sociedade civil, o Estado e a politização. In: Seminário Internacional Ler Gramsci, entender a realidade, 2001. Ler Gransci, entender a realidade. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2001. p. 215-233.

6.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Gramscia, la società civile e la democrazia. In: Convegno Internazionale Gramsci da un secolo all'altro. Nápoles, Itália, 1997, Napoles. Critica Marxista, 1997.

7.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Gramsci desembalsamado: em torno dos abusos do conceito de sociedade civil. In: Seminário Internacional Gramsci, 60 anos depois. UFJF, 1997, Juiz de Fora. Educação em Foco, 1997. v. 5. p. 115-130.

8.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Gramsci, la democrazia e la sinistra in Brasile. In: Convegno Internazionale Le trasformazione politiche dell'America Latina: la presenza di Gramsci nella cultura latino-americana. Ferrara, Italia, 1985, Ferrara. Critica Marxista, 1985.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Modernização radicalizada e democratização. In: XXX Encontro Anual da ANPOCS, 2006, Caxambu. Programa e Resumos. 30º Encontro Anual da ANPOCS, 2006. p. 205.

2.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Qeum governa e administra a universidade?. In: Curso de Extensão em Gestão Universitária, 2002, Araraquara. Material Didático, 2002.

Artigos aceitos para publicação
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Representação, crise e mal-estar institucional. Sociedade e Estado (UnB. Impresso), 2014.

Apresentações de Trabalho
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil, da modernidade imperfeita aos fluxos pós-modernos. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções bibliográficas
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Prefácio a Lutas Identitárias e Cidadania Supranacional. São Paulo, 2017. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

2.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Apresentação a Comunismo e Stalinismo no Brasil. Curitiba, 2017. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

3.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Liberalismo e democracia, de Norberto Bobbio. São Paulo: Edipro, 2017. (Tradução/Livro).

4.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Prefácio a Artefatos Digitais para mobilização da sociedade civil. Salvador, 2016. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

5.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Dicionário Gramsciano - Revisão Técnica da tradução. São Paulo: Boitempo, 2016. (Tradução/Livro).

6.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Democracia e segredo, de Norberto Bobbio. São Paulo: Editora Unesp, 2015. (Tradução/Livro).

7.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O futuro da democracia, de Norberto Bobbio. 13ª ed. revisada. São Paulo/Rio de Janeiro: Paz & Terra, 2015. (Tradução/Livro).

8.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Prefacio a A construção do inimigo nos discursos presidenciais norte-americanos, de Lucas Amaral Leite. São Paulo, 2014. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

9.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Intelectuais, cultura e política. Apresentação a Elitismo, Autonomia, Populismo, de Milton Lahuerta. São Paulo, 2014. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

10.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Alianças: conquistar condições para governar faz parte dos cálculos políticos. São Leopoldo: Unisinos, 2012 (Entrevista).

11.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Democracia,sociedade civil e serviço social. Uma perspectiva crítica. Brasília, 2012. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

12.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Apresentação ao Dicionário do Pensamento Brasileiro: Obras Políticas do Brasil Imperial. Rio de Janeiro, 2012. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

13.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Los diez primeros meses de Dilma Roussef: reiteración, revisión y nuevas oportunidades. Buenos Aires: Proyecto de Análisis Político y Escenarios Prospectivos PAPEP América Latina, 2011 (Consultoria paper PNUD).

14.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Prefácio a Mutações do Visível. Da comunicação de massa à comunicação em rede, de Dênis de Moraes. Rio de Janeiro, 2010. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

15.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Apresentação de Sociedade de risco, de Ulrich Beck. São Paulo, 2010. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

16.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A esquerda como revolução democrática. Prefácio a Enrico Berlinguer, Democracia, valor universal, org. Marco Mondaini. Rio de Janeiro, 2009. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

17.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Prefácio a Participação Social na Gestão Pública. Olhares sobre as experiências de Vitória-ES, de Marta Zorzal e Silva e Bajonas Teixeira de Brito Junior (orgs.). São Paulo, 2009. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

18.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Prefácio a Mato Grosso do Sul: a construção de um estado. Campo Grande, 2009. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

19.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Desenvolvimento, Estado e sociedade: as relações necessárias, as coalizões possíveis e a institucionalidade requerida. Brasilia: IPEA, 2008 (Paper IPEA).

20.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O segundo tempo de Lula: o Brasil entre incertezas e possibilidades. Buenos Aires: Proyecto Regional PAPEP de Análisis Político en América Latina, 2006 (Paper Consultoria PNUD).

21.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Apresentação a A auto-ajuda e o espírito de nossa época, de Carla Martelli.. Rio de Janeiro, 2006. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

22.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Apresentação a "Os Impasses do Estado Capitalista", de Lucia Cortes da Costa.. São Paulo; Ponta Grossa, 2006. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

23.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Nem com Marx, nem contra Marx - de Norberto Bobbio. São Paulo: Editora Unesp, 2006. (Tradução/Livro).

24.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Sobre o ofício de escritor, os direitos humanos e o legado do século XX, de Norberto Bobbio. São Paulo: Revista Margem PUCSP, 2004. (Tradução/Artigo).

25.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Gramsci no mundo de hoje. Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, 2003. (Tradução/Artigo).

26.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Hegemonia e contra-hegemonia na América Latina. Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, 2003. (Tradução/Artigo).

27.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Apresentação de "J.C.Mariátegui e o marxismo na América Latina". de Enrique Amayo & José A. Segatto. Araraquara-SP, 2002. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

28.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Elogio da serenidade e outros escritos morais, de Norberto Bobbio. São Paulo: Editora Unesp, 2002. (Tradução/Livro).

29.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Prefácio a "Em busca do socialismo democrático", de Walquiria Domingues Leão Rêgo. Campinas, 2001. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

30.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Direita e esquerda. Razões e significados de uma distinção política, de Norberto Bobbio. São Paulo: Editora Unesp, 2001. (Tradução/Livro).

31.
NOGUEIRA, Marco Aurélio; COUTINHO, C. N. ; HENRIQUES, L. S. . "Cadernos do cárcere - vol. 3", de Antonio Gramsci. Rio de Janeiro: Editora Civilização Brasileira, 2001. (Tradução/Livro).

32.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Prefácio a "Gramsci, o Estado e a escola", de Rosemary Dore Soares. Ijuí, 2000. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

33.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Prefácio a "O liberalismo demiurgo", de Vera Valdemarin. São Paulo, 2000. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

34.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O Futuro da Democracia, de Norberto Bobbio. São Paulo: Paz e Terra, 2000. (Tradução/Livro).

35.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Apresentação de "Em busca do inimigo perdido", de Evaldo Sintoni. Araraquara, SP, 1999. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

36.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Echanges et projets: tempo industrial e tempos individuais. São Paulo: Editora Senac, 1999. (Tradução/Artigo).

37.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Inose e Pierce: tecnologias informáticas e cultura. São Paulo: Editora Senac, 1999. (Tradução/Artigo).

38.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Gottmann: a metrópole transacional. São Paulo: Editora Senac, 1999. (Tradução/Artigo).

39.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Dahrendorf: classes e conflitos. São Paulo: Editora Senac, 1999. (Tradução/Artigo).

40.
NOGUEIRA, Marco Aurélio; COUTINHO, C. N. . Ensaios sobre Gramsci e o conceito de sociedade civil, de Norberto Bobbio. São Paulo: Paz e Terra, 1999. (Tradução/Livro).

41.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. O fundamento ético da política em Gramsci, 1998. (Tradução/Artigo).

42.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Apresentação de "Os intelectuais e o poder", de Norberto Bobbio. São Paulo, 1997. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

43.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Prefácio a "Revolução e democracia no nosso tempo", de Alberto Aggio. Franca, 1997. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

44.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Como enfrentar os déficits sociais da América Latina? A respeito de mitos, de idéias renovadoras e do papel da cultura. São Paulo: Edições Fundap, 1997. (Tradução/Artigo).

45.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. A crítica situação social da América Latina e seu impacto sobre a família. São Paulo: Edições Fundap, 1997. (Tradução/Artigo).

46.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Uma gerência pública para os novos tempos. São Paulo: Edições Fundap, 1997. (Tradução/Artigo).

47.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Alguns problemas básicos da participação popular. São Paulo: Edições Fundap, 1997. (Tradução/Artigo).

48.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Os intelectuais e o poder. Dúvidas e opções dos homens de cultura na sociedade contemporânea, de Norberto Bobbio. São Paulo: Editora Unesp, 1997. (Tradução/Livro).

49.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Apresentação de "Pensar o mundo novo", de Giuseppe Vacca. São Paulo, 1996. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

50.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Pensar o mundo novo. Rumo à democracia do século XXI, de G. Vacca. São Paulo: Editora Ática, 1996. (Tradução/Livro).

51.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Apresentação de "Direita e esquerda", de Norberto Bobbio. São Paulo, 1995. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

52.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Apresentação de "Democracia e socialismo: a experiência chilena", de Alberto Aggio. São Paulo, 1993. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

53.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Apresentação de "Solidão revolucionária: Mário Pedrosa e as origens do trotskismo no Brasil". de José Castilho Marques Neto. Rio de Janeiro, 1993. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

54.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Política: métodos, teorias, processos e sujeitos, de Umberto Cerroni. Editora Brasiliense, 1993. (Tradução/Livro).

55.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Introdução a "A função social do arquiteto", de Vilanova Artigas. São Paulo, 1989. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

56.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Apresentação de "Estudos sobre Hegel", de Norberto Bobbio. São Paulo, 1989. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

57.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. "Um manifesto que fez história" - Introdução a Manifesto do Partido Comunista, de Marx & Engels. Petrópolis, 1988. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

58.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Introdução a "O Abolicionismo", de Joaquim Nabuco. Petrópolis, RJ, 1988. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

59.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Liberalismo e democracia, de Norberto Bobbio. São Paulo: Editora Brasiliense, 1988. (Tradução/Livro).

60.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Apresentação de "Estado, governo e sociedade", de Norberto Bobbio. Rio de Janeiro, 1987. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

61.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Apresentação de "O saber militante. Ensaios sobre Florestan Fernandes". São Paulo, 1987. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

62.
NOGUEIRA, Marco Aurélio; BRUNI, J. C. . A ideologia alemã (Parte I - Feuerbach) , de K. Marx & F. Engels. São Paulo: Hucitec, 1987. (Tradução/Livro).

63.
NOGUEIRA, Marco Aurélio; COUTINHO, C. N. . Novas cartas de Gramsci, 1987. (Tradução/Livro).

64.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Estado, governo, sociedade. Para uma teoria geral da política , de Norberto Bobbio. São Paulo: Paz e Terra, 1987. (Tradução/Livro).

65.
NOGUEIRA, Marco Aurélio; COUTINHO, C. N. . A questão meridional, de Antonio Gramsci. São Paulo: Paz e Terra, 1987. (Tradução/Livro).

66.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Apresentação de "O futuro da democracia", de Norberto Bobbio. Rio de Janeiro, 1986. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

67.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Prefácio a "São Paulo: PMDB no poder", de David Capistrano Filho & Antonio Roque Citadini. São Paulo, 1982. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

68.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Prefácio a "O Partidão. A luta por um partido de massas (1922-1974), de Moisés Vinhas. São Paulo, 1982. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

69.
NOGUEIRA, Marco Aurélio; KNEIP, S. A. . Teoria do partido político, de Umberto Cerroni. São Paulo: Editora Ciências Humanas, 1982. (Tradução/Livro).

70.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Uma introdução às "Lições sobre o fascismo", de Togliatti. São Paulo, 1978. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Membro do Comitê QUALIS da área de Sociologia da CAPES, 2006-2007.. 2007.

2.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Membro da Comissão de Pareceristas do Concurso Brasileiro CNPq-ANPOCS de Obras Científicas e Teses Universitárias em Ciências Sociais-Edição 2007. 2007.

3.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Consultor do Programa de las Naciones Unidas para el Desarrollo-PNUD. 2006.

4.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Membro Efetivo da Comissão de Orientação da Cátedra Memorial da América Latina. 2006.

5.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Assessor ad hoc do Conselho Nacional de Pesquisa, CNPq. 2005.

6.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Membro do Comitê Editorial da Revista Organizações & Sociedade. 2004.

7.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Assessor da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - FAPESP. 2001.

8.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Assessor da Fundação para o Desenvolvimento da UNESP. 2001.

9.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Assessor da Revista Dados. Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro. 2001.

10.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Assessor da Revista do Serviço Público. Escola Nacional de Administração Pública - ENAP. 2001.

Trabalhos técnicos
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Membro da Comissão Julgadora do Prêmio Franklin D. Roosevelt, Embassy of USA - Brazil. 2007.

2.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Membro da Comissão de Pareceristas do Concurso Brasileiro CNPq-ANPOCS de Obras Científicas e Teses Universitárias em Ciências Sociais-Edições 2005-2006. 2006.

3.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Membro do Conselho Editorial de Cadernos Cenpec. 2006.

4.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Membro do Conselho Editorial da Revista Emancipação. 2006.

5.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Membro do Conselho Editorial da Revista Brasileira de Ciências Sociais, ANPOCS. 2005.

6.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Corrispondente Estero da Revista Critica Marxista-Roma. 1998.

Redes sociais, websites e blogs
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Marco Aurélio Nogueira Website. 2017; Tema: Política, Cultura, Biografia. (Site).

2.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Possibilidades da política. 2016. (Blog).

3.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. NEAI-Núcleo de Estudos e Análises Internacionais. 2016; Tema: Estudos e Análises Internacionais. (Site).

4.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Política e sociedade em tempos de turbulência. 2016. (Blog).


Demais tipos de produção técnica
Demais trabalhos
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Gestão pública estratégica de governos subnacionais frente aos processos de inserção internacional e integração latino-americana. 2000 (Pesquisa Temática) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Renato Xavier. O papel do discurso na formação do BRICS. 2017. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Relações Internacionais) - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais UNESP-PUCSP-Unicamp.

2.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Arthur Felipe Murta Rocha Soares. Paraguai 2012: o papel do Brasil e a ação da Unasul. 2016. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Relações Internacionais) - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais UNESP-PUCSP-Unicamp.

3.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Caroline Burle dos Santos Guimarães. Parceria para o Governo Aberto e Relações Internacionais. 2014. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Relações Internacionais) - Unesp Pucsp Unicamp.

4.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Patricia Avila. Da (im)possibilidade da proteção social. 2014. Dissertação (Mestrado em Saúde Pública) - Universidade de São Paulo.

5.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Arthur Volpon Neves. A política externa em direitos humanos no Governo Lula (2003-2010). 2014. Dissertação (Mestrado em Relações Internacionais (Unesp/Unicamp/Puc-Sp)) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

6.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Cleto Junior Pinto de Abreu. A sociologia da modernidade líquida de Zigmunt Bauman. 2013. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas.

7.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Rubia de Araujo Ramos. Sujeito e modernidade na perspectiva de Alain Touraine. 2013. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Federal de São Paulo.

8.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Paola Gonçalves Rangel do Prado Juliano. De Bush a Jack Bauer: a segurança como obsessão nos EUA após o 11 de setembro. 2012. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Relações Internaciona) - Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília - UNESP.

9.
NOGUEIRA, Marco Aurélio; SOARES, S. A.; PECEQUILO, C. S.. Participação em banca de Lucas Amaral Batista Leite. A construção do inimigo nos discursos presidenciais norte-americanos do pós-guerra fria. 2012. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Relações Internaciona) - Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília - UNESP.

10.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Francesca Nuti Pontes Cricelli. Uma abordagem estético-dramatúrgica para a representação política. 2011. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas.

11.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Daniel Estêvão de Miranda. Mudanças institucionais e gestão pública: Sobre a reforma gerencial de 1995. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciencia Politica) - Universidade Federal de São Carlos.

12.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de André Kaysel Velasco e Cruz. Dois encontros entre o marxismo e a América Latina. 2010. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas.

13.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Ramón Santoro Leonardi. Estado e sociedade civil na cooperação internacional: perspectivas dos países doadores, receptores e do Brasil. 2010. Dissertação (Mestrado em Ciencia Politica) - Universidade Federal de São Carlos.

14.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Ana Paula Rodrigues da Silva. A política educacional do primeiro governo petista de São Carlos (2001-2004). 2009. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação em Educação - UFSCar) - Universidade Federal de São Carlos.

15.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Thiago Yoshiaki Lopes Sugahara. Terrorismo e insegurança no mundo pós-11 de setembro. 2008. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Relações Internacionais) - Programa San Tiago Dantas de Pós Graduação Em Relações Internacionais.

16.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Luiz Guilherme Costa Paschoalini. Teorias da Administração: entre o caos e a complexidade na era global. 2008. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

17.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Bruna Fiorim. Globalização econômica, modernidade periférica e políticas sociais: um estudo do programa Bolsa-família. 2008. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

18.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Eric Ferdinando Passone. Políticas sociais de atendimento à infância e juventude: o caso da Fundação Abrinq. 2007. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Educação) - Faculdade de Educação da Unicamp.

19.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Débora Cardia de Castro. Sociologia aplicada: a experiência dos intelectuais do Dieese e do Cesit. 2007. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

20.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Sylvio Almeida Andrade. Democracia, comunidade e educação: Projeto Aprendiz. 2007. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Educação) - Faculdade de Educação / USP.

21.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Sylvio Almeida Andrade. Qualificação Mestrado: Democracia, escola e comunidade. 2006. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação) - Faculdade de Educação Universidade de São Paulo.

22.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Valdenésio Aduci Mendes. Alcances e limites do conceito de sociedade civil em Antonio Gramsci. 2006. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação Em Filosofia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

23.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Michael Daniel Bomm. Carisma, burocracia e Estado moderno: uma análise sobre liderança política em Weber e Gramsci. 2006. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação Em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara.

24.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Lucas Cid Gigante. Qualificação de Mestrado: Conhecimento e sociologia em Weber. 2006. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação Em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara.

25.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Diogo Henrique da Silva Paiva. PT e PSDB: dois programas de governo, um projeto para o Brasil. 2006. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação Em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara.

26.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Ana Carolina Pires Evangelista. Os discursos sobre a sociedade civil global e o estudo das relações internacionais. 2006. Dissertação (Mestrado em Programa de Mestrado Em Relações Internacionais) - Unesp Pucsp Unicamp.

27.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Ricardo Martins Rizzo. Qualificação: Entre deliberação e hierarquia. A teoria da representação política de José de Alencar. 2006. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

28.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Júlio Leopoldo Silva Prina. Indivíduo e sociedade: escolhas individuais ou contades coletivas? Um estudo em Antonio Gramsci e Ulrich Beck. 2005. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Serviço Social) - Universidade Federal de Santa Catarina.

29.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Solange Cristina Rodrigues Fiuza. Do favor ao direito: uma análise da implementação da Lei Orgânica da Assistência Social na região de Guarapuava-PR. 2005 - Universidade Estadual de Ponta Grossa.

30.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Jean Gabriel Castro da Costa. República e reconciliação: o republicanismo em Hegel e no jovem Marx. 2005. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/Universidade de São Paulo.

31.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Kátia Aparecida Baptista. Theotônio dos Santos, Ruy Mauro Marini e Fernando Henrique Cardoso: o debate sobre a questão da dependência. 2004. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

32.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Ricardo Guilherme de Araújo. A transição institucional do setor de saneamento e a questão metropolitana. 2004. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação em Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/Universidade de São Paulo.

33.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de José Reginaldo Inácio. Os fins justificam os meios? Uma abordagem ética do sindicalismo. 2004. Dissertação (Mestrado em Filosofia) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas.

34.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Paulo José dos Reis Pereira. A política externa da Primeira República e os Estados Unidos: atuação de Joaquim Nabuco em Washington. 2004 - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

35.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Wagner Taveira da Silva. Djacir Menezes e o outro Nordeste (Qualificação). 2004. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

36.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Alexandre de Souza Andrade. O processo de descentralização fiscal intergovernamental no Brasil sob a ótica dos municípios. 2003. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

37.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Katia Aparecida Batista. Exame de qualificação. 2003. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

38.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Leonardo Barbosa e Silva. O Governo Fernando Henrique Cardoso e o fim da "Era Vargas". 2003. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

39.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Sérgio Isoldi. Utilização de tecnologia de informação nas organizações públicas. 2000. Dissertação (Mestrado em Ciência da Informação) - Pontifícia Universidade Católica de Campinas.

40.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Carlos Henrique Gileno. Lima Barreto e a condição do negro e do mulato na Primeira República. 1997. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Estadual de Campinas.

41.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Silvia Andrade Stanisci. Gestão pública democrática: perspectivas apontadas pelos Conselhos dos Direitos das Crianças e do Adolescente. 1996. Dissertação (Mestrado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

42.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Ney Vieira. Os reinos da modernização conservadora. 1995. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

43.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Rogério Baptistini Mendes. Azevedo Amaral e o Brasil moderno: a via autoritária da modernização. 1995. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Estadual de Campinas.

44.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Paulo César Vaz Guimarães. Um estudo sobre o Banco Mundial e o desenvolvimento municipal. 1994. Dissertação (Mestrado em Administração Pública e Governo) - Fundação Getulio Vargas - SP.

45.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Berenice Maria Barcellos Kfouri. Carreiras gerenciais no serviço público: caminhos num espaço sem caminho. 1992. Dissertação (Mestrado em Administração Pública e Governo) - Fundação Getulio Vargas - SP.

46.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Angelo Del Vechio. A Era Delfim: planejamento estratégico e regime militar (1967-1973). 1992. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas.

47.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Márcia Teixeira de Souza. Maurício de Lacerda: trajetória política de um reformista na crise dos anos 20. 1991. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

48.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Maria Rita Pacheco Marcondes Amador. Descentralização de políticas de Estado. Espaço e limites da autonomia municipal. 1990. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

49.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Alberto Aggio. A estratégia democrática ao socialismo e o governo Allende. 1990. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em História) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/Universidade de São Paulo.

50.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Evaldo Sintoni. Estado e Igreja no Brasil. Discurso e prática do Conselho Indigenista Missionário (1972-1984). 1989. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

51.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Maria Cristina Innocentini Hayashi. Política e Universidade. A consciência estudantil (1964-1979). 1986. Dissertação (Mestrado em Ciências Sociais) - Universidade Federal de São Carlos.

Teses de doutorado
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Lucas Amaral Batista Leite. Discurso e identidade na formação histórica dos Estados Unidos. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Relações Internaciona) - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais UNESP-PUCSP-Unicamp.

2.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Daniel Rei Coronato. Diplomatas e estancieiros: o Brasil e o equilíbrio de poder no Prata. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Relações Internaciona) - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais UNESP-PUCSP-Unicamp.

3.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Paola Rangel do Prado. Entre multilateralismo e unilateralismo: os Estados e a ordem global. 2017. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Relações Internaciona) - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais UNESP-PUCSP-Unicamp.

4.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Maria Izabel Sanches Costa. Saúde Mental e os novos paradigmas de cidfadania e inclusão social na sociedade contemporânea. 2016. Tese (Doutorado em Pós-graduação em Saúde Pública) - Faculdade de Saúde Pública - USP.

5.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Ricardo Martins Rizzo. Espectros vencidos: a teorização negativa do sistema internacional em Marx e Engels. 2015. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

6.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Daniel Estevão de Miranda. Bresser-Pereira: pensamento como ação política. 2014. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Universidade Federal de São Carlos.

7.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Ana Maria Nhampule. Currículo de formação profissional em Administração Pública: servidores competentes para a efetivação dos direitos de cidadania em Moçambique. 2013. Tese (Doutorado em Educação (Currículo)) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

8.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Wagner de melo Romão. Nas franjas da sociedade política: estudo sobre o orçamento participativo. 2010. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/Universidade de São Paulo.

9.
COHN, Gabriel; LAHUERTA, M.; NOGUEIRA, Marco Aurélio; Zuin, J.C S.; PIERUCCI, A. F.. Participação em banca de Lucas Cid Gigante. As Idéias: "asas espirituais" do interesse. Um estudo da sociologia política de Max Weber. 2010. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

10.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Samira Feldman Marzochi. Metamodernidade e política: a ONG Greenpeace. 2009. Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Ciências Sociais) - Instituto de Filosofia e Ciências Humanas Unicamp.

11.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Nathalie Beghin. Parcerias e pobreza no Brasil: as contradições dos arranjos realizados entre entidades governamentais e empresas privadas. 2009. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Política Social) - Universidade de Brasília.

12.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Eduardo Augusto de Andrade Ramos. Remontando a política pública: a evolução da política nacional de informática analisada pela ótica da teoria do ator-rede. 2009. Tese (Doutorado em doutorado em administração) - Fundação Getúlio Vargas.

13.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Leonardo Barbosa e Silva. O Governo Lula e a agenda dos anos 90: ambiguidade na política administrativa. 2008. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

14.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Maria Aparecida Abreu. Conflito e interesse no pensamento político republicano. 2008. Tese (Doutorado em Pós graduação em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

15.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Carlo José Napolitano. A judicialização da política no Supremo Tribunal Federal: análise de julgamentos relacionados à reforma do Estado nos anos 90. 2008. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

16.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Victor Leandro Chaves Gomes. Modus Vivendi: A Era da Aquiescência do capitalismo tardio. 2008. Tese (Doutorado em Ciência Política (Ciência Política e Sociologia)) - Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro.

17.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Martha Guadalupe Loza Vazquez. A dimensão social dos processos de integração regional na América Latina. Os casos do Brasil e do México: 1991-2006. 2007. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara.

18.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Júlia Cristina Alves e messas. Administração da Educação e Administração Pública. 2007. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Educação) - Faculdade de Filosofia e Ciências de Marília - UNESP.

19.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Marcelo Passini Mariano. A política externa brasileira, o Itamaraty e o Mercosul. 2007. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

20.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Nivaldo Correia da Silva. O lugar da corrupção: deficiências e formas de controle na gestão de governo municipal. 2007. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

21.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Alessandro André leme. A reforma no setor elétrico brasileiro: uma abordagem acerca de seus fundamentos e de sua nova estrutura de regulação. 2007. Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Ciências Sociais) - Instituto de Filosofia e Ciências Humanas Unicamp.

22.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Fernando de Barros Filgueiras. A corrupção e a patogenia das instituições políticas. 2007. Tese (Doutorado em Ciência Política (Ciência Política e Sociologia)) - Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro.

23.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Ângela Vieira Neves. Clientelismo, cultura política e democracia: dilemas e desafios da participação popular. A experiência do orçamento participativo na cidade de Barra Mansa. 2006. Tese (Doutorado em Pós Graduação Em Ciências Sociais) - Instituto de Filosofia e Ciências Humanas Unicamp.

24.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Rui Tavares Maluf. A carreira política na Câmara Municipal de São Paulo (CMSP). 2006. Tese (Doutorado em Area de Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/Universidade de São Paulo.

25.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Francisco José de Araújo. Mandonismo e cultura política pós-1985. 2006. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

26.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Dora Henrique da Costa. O pensar e o repensar sobre o desenvolvimento. 2006. Tese (Doutorado em Programa de Pós Graduação Em Educação) - Faculdade de Educação Universidade de São Paulo.

27.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Andréa Maria de Paula Teixeira. Previdência social no Brasil: da revolução passiva à contra-reforma. 2006. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

28.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Márcia Regina Tosta Dias. Desafios da gestão universitária: a UNESP e a interiorização do ensino superior. 2005. Tese (Doutorado em Area de Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/Universidade de São Paulo.

29.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Danuta Estrufika Cantoia Luiz. Rupturas moleculares emancipatórias: a potencialidade da prática do Serviço Social. 2005. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

30.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Iris Maria de Oliveira. Assistência social pós-LOAS em Natal: a trajetória de uma política social entre o direito e a cultura do atraso. 2005. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

31.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Reinaldo dos Santos. Mídia, democracia e coronelismo eletrônico: homens de mídia e política eleitoral em Ribeirão Preto. 2005. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

32.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Aparecida do Rocio Freitas. Reações da universidade pública à reforma administrativa do Estado. 2005. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

33.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Carla Gandini Giani Martelli. Auto-ajuda e gestão de negócios: uma parceria de sucesso. 2004. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara.

34.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Antônio Sérgio Araújo Fernandes. Governos locais de capitais brasileiras. A democratização da gestão municipal em Recife e Salvador (1986-2000). 2003. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/Universidade de São Paulo.

35.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de José Luiz Bizelli. As armadilhas do governo local: a tentativa de reforma administrativa em Araraquara. 2003. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

36.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Marcelo José Ferraz Suano. A doutrina Góes Monteiro e o pensamento político brasileiro nos anos 30. 2003. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/Universidade de São Paulo.

37.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Edmundo Alves de Oliveira. Estado e sociedade em transformação: os limites impostos pelo sistema desenvolvimentista na construção de um novo modelo de nação. 2003. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

38.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Christina Windsor Andrews. Reificação e legitimidade: Habermas como metateoria das Policy Sciences. 2003. Tese (Doutorado em Area de Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/Universidade de São Paulo.

39.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Ana Maria Baima Cartaxo. A Reforma da Política Previdenciária Brasileira na Década de 90. 2003. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

40.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Humberto Falcão Martins. Uma teoria da fragmentação de políticas públicas: desenvolvimento e aplicação na análise de três casos de políticas de gestão pública. 2003. Tese (Doutorado em Administração) - Fundação Getúlio Vargas.

41.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de José Mario Brasiliense Carneiro. Formação profissional para a administração municipal no Brasil: o caso do IBAM. 2002. Tese (Doutorado em Administração Pública) - Fundação Getúlio Vargas.

42.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Selma Maria Schons. A questão social hoje no município. A resistência, um elemento em construção. 2002. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

43.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Ricardo Salles. Joaquim Nabuco, um pensador do Império. 2001. Tese (Doutorado em História) - Universidade Federal Fluminense.

44.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Marília Andrade. Serviço Social e mutações do agir na modernidade. 2001. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

45.
SARAVIA, M. M. S.; NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Mary Margot Soria Saravia. Democracia e izquierda en Bolivia (la compleja alianza de la izquierda y derecha). 2001. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

46.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Maria Inês Barreto. Gestão estratégica do poder executivo do Estado de São Paulo frente ao processo de integração regional do Mercosul. 2001. Tese (Doutorado em Administração Pública) - Fundação Getúlio Vargas.

47.
MENDES, R. B.; NOGUEIRA, Marco Aurélio; SINTONI, E.; LAHUERTA, M.; BASTOS, É. R.; BRANDÃO, G. M.. Participação em banca de Rogério Baptistini Mendes. Getúlio Vargas e a construção do Brasil moderno. 2001. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

48.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Adrián Gurza Lavalle. Espaço e vida públicos: reflexões teóricas e sobre o pensamento brasileiro. 2001. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

49.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Aida Quintar. Indícios democráticos: práticas coletivas e sujeitos políticos (uma perspectiva latino-americana). 2000. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

50.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Lúcia Cortes da Costa. A reforma do Estado no Brasil: uma crítica ao ajuste neoliberal. 2000. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

51.
NASCIMENTO, V. B.; NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Vânia Barbosa do Nascimento. SUS, gestão pública da saúde e sistema federativo no Brasil. 2000. Tese (Doutorado em Saúde Pública) - Universidade de São Paulo.

52.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Maria del Carmen Cortizo. A cultura da justiça (Cultura jurídica e administração da justiça). 2000. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Campinas.

53.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Aparecida Néri da Silva. As políticas educacionais para o desenvolvimento e o trabalho docente. 1999. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade Estadual de Campinas.

54.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Raul Burgos. Os gramscianos argentinos: cultura e política na experiência de Passado y Presente. 1999. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Campinas.

55.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Milton Lahuerta. Intelectuais e transição: entre a política e a profissão. 1999. Tese (Doutorado em Ciência Política) - Universidade de São Paulo.

56.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Marta Teresa da Silva Arretche. O processo de descentralização das políticas sociais no Brasil e seus determinantes. 1998. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Universidade Estadual de Campinas.

57.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Marcia Teixeira de Souza. Instituições e política congressual: a experiência constitucional recente. 1998. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

58.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Evaldo Sintoni. Imaginário e política: o golpe de 64. 1997. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

59.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Maria Alice Rezende de Carvalho. O Quinto Século. André Rebouças e a construção do Brasil. 1997. Tese (Doutorado em Ciência Política (Ciência Política e Sociologia)) - Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro.

60.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Vera Teresa Valdemarin. O liberalismo demiurgo: estudo sobre a reforma educacional projetada nos Pareceres de Rui Barbosa. 1994. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade de São Paulo.

61.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Regina Vinhaes Gracindo. A concepção de educação dos partidos políticos brasileiros. O caso do ensino fundamental público, democrático e de qualidade. 1993. Tese (Doutorado em Educação) - Universidade de São Paulo.

62.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Antonia de Lourdes Colbari. Provedores de família e operários-padrão: a versão brasileira da ética do trabalho. 1992. Tese (Doutorado em Sociologia) - Instituto Universitário de Pesquisas do Rio de Janeiro.

63.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Maria Tereza Micelli Kerbauy. A morte dos coronéis: política interiorana e poder local. 1992. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

64.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Walquíria Domingues Leão Rêgo. Um liberalismo tardio. Tavares Bastos, reforma e federação. 1989. Tese (Doutorado em Area de Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/Universidade de São Paulo.

65.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de José Paulo Bandeira. A crise do Estado brasileiro. 1961-1964. 1988. Tese (Doutorado em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

66.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Antonio Albino Canelas Rubin. Partido Comunista, cultura e política cultural. 1987. Tese (Doutorado em Area de Ciência Política) - Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/Universidade de São Paulo.

Qualificações de Doutorado
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Paola Rangel do Prado. Entre multilateralismo e unilateralismo: os Estados e a ordem global. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Relações Internaciona) - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais UNESP-PUCSP-Unicamp.

2.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Lucas Amaral Batista Leite. Discurso e identidade na formação histórica dos Estados Unidos. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Relações Internaciona) - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais UNESP-PUCSP-Unicamp.

3.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Daniel Rei Coronato. Diplomatas e estancieiros: o Brasil e o equilíbrio de poder no Prata. 2016. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Relações Internaciona) - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais UNESP-PUCSP-Unicamp.

4.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Roberto Moll Neto. As nações e os nacionalismos estadunidenses. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Relações Internaciona) - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais UNESP-PUCSP-Unicamp.

5.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Daniel Estevão de Miranda. Linhagens e linguagens: obra e trajetória de Bresser-Pereira. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Ciencia Politica) - Universidade Federal de São Carlos.

6.
NOGUEIRA, Marco Aurélio; Pierucci, Antonio Flávio; LAHUERTA, M.. Participação em banca de Lucas Cid Gigante. As ideias: "asas espirituais" do interesse. Um estudo da sociologia política de Max Weber. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

7.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Katia Aparecida Baptista. O Cebrap como centro de referência para as ciências sociais nos anos setenta. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

8.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Eduardo Ramos. Políticas públicas para a tecnologia da informação no Brasil: bases para sua elaboração e implementação. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em doutorado em administração) - Fundação Getúlio Vargas.

9.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Zenildo Soares de Souza Jr.. As elites em consenso. O clientelismo como fundamento do sistema político brasileiro. 2008. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

10.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Leonardo Barbosa e Silva. O governo Lula e a sociolatria. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

11.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Nathalie Beghin. Privatização do público ou publicização do privado? As parcerias público-privado para o combate à pobreza no Brasil. 2007. Exame de qualificação (Doutorando em Política Social) - Universidade de Brasília.

12.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Aparecida do Rocio Freitas. Reforma administrativa e universidade pública. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara.

13.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Martha Guadalupe Loza Vásquez. A dimensão social da integração regional na América Latina. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara.

14.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Elias Canuto Brandão. Participação, gestão pública e democracia. O Orçamento Participativo em Maringá. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara.

15.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Nivaldo Correia da Silva. Poder local e políticas públicas. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

16.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Francisco José Araújo. Mandonismo político e democracia: Sarney no Maranhão. 2005. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

17.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Carla Gandini Giani Martelli. Ética e capitalismo: o discurso da auto-ajuda no universo organizacional. 2004. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara.

18.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Iria Maria de Oliveira. A política de Assistência Social em Natal. 2003. Exame de qualificação (Doutorando em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

19.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Reinaldo dos Santos. Mídia e política. 2003. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara.

20.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Selma Maria Schons. Serviço Social e Reforma do Estado no Brasil. 2002. Exame de qualificação (Doutorando em Serviço Social) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

21.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de José Luiz Bizelli. Gestão municipal e reforma política em Araraquara. 2002. Exame de qualificação (Doutorando em Sociologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

22.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Rogério Baptistini mendes. O pensamento político de Vargas. 2000. Exame de qualificação (Doutorando em Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

23.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Margot Soria Saravia. Política e esquerdas na Bolívia. 1999. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Sociais) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Qualificações de Mestrado
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Renato Xavier dos Santos. O papel do discurso na formação do BRICS. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Relações Internacionais) - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais UNESP-PUCSP-Unicamp.

2.
NOGUEIRA, Marco Aurelio; NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Arthur Volpon Neves. A política externa em direitos humanos do governo Lula. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Relações Internacionais) - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais UNESP-PUCSP-Unicamp.

3.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Caroline Burle dos Santos. Parceria para o governo aberto e Relações Internacionais: oportunidades e desafios. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Mestrado em Relações Internacionais) - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais UNESP-PUCSP-Unicamp.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Agnes Cruz de Souza.Participação e representação na democracia: os Conselhos Municipais. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

2.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Pâmela Leite Del Rio.Globalização: "sofrimento" da escola e mal-estar docente. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

3.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Naiara Teixeira.Estado Contemporâneo: entre a globalização e a legitimidade. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

4.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Natália Mendes de Barros Geier.A nova ordem muncial e a questão do etanol. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

5.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Camila Capacle.Poder local, descentralização e políticas municipais. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

6.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Carla Graziela da Cunha Campos.Instituições de cultura e novas linguagens. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

7.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Richard Sanches.Civilização e progresso nos Tristes Trópicos: fundamentos e perspectivas da análise do Brasil na obra de Lévi-Strauss. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

8.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Karina Otsuji.O Duque e a Fortuna. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

9.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Daniela Masotti Moraes.Do Contrato Social: perspectivas de uma interpretação. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

10.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Maira Pitton Cavallieri.Estado, Políticas Públicas e Previdência Social no Brasil: uma análise da aposentadoria por tempo de contribuição. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

11.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Tiago Chaves.Novas formas de associativismo e sociedade civil: diálogo com algumas posições. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

12.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Leonardo Benedetto Giardini.Planejamento Territorial e Gestão de Políticas Públicas de Meio Ambiente e Desenvolvimento Social. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

13.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Bruna Fiorim.Os direitos humanos em condições de modernidade radicalizada e globalização econômica. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

14.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Rodrigo dos Santos.O decision-making brasileiro e a limitação da reedição das medidas provisórias a partir da ementa constitucional n° 32, de 2001. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

15.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Rosa Maria Scaquetti Pinto.Partido dos Trabalhadores: a trajetória de um partido de massas a caminho do poder. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

16.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Patrícia Costa Schultz.Clientelismo e corrupção: uma constante na história política brasileira?. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara.

17.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Bruno de Castro Rubiatti.Práticas políticas no período parlamentarista da república brasileira (1961-1963). 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara.

18.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Thaís Speranza Righetto.A nova escola de pensamento sociológico e suas contribuições diante de uma possível perspectiva transnacional. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara.

19.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Monize Andréia Rodrigues Valinhos.A violência como um problema político em tempos de globalização. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara.

20.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Elisa Nogueira Novaes.Agricultura familiar e políticas públicas no Brasil. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara.

21.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Lucas Cid Gigante.Pressupostos do conhecimento sociológico e Método em Weber. Uma análise do Ensaio da Objetividade - 1904. 2004. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara.

22.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Andréa Midori Takai.Introdução à Globalização e à Fórmula 1. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

23.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Lídia Cristina Caxa dos Santos.A cultura política dos brasileiros: entre o autoritarismo e a democracia. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

24.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Clara Martins da Costa.Do texto ao palco: o teatro de revista no Brasil. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

25.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Andréa Oricolli.O pensamento enquanto forma de reconciliação com o mundo. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara.

26.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Tânia Passarelli Tonhati.A política na era da informação. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

27.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Patrícia Olsen de Souza.Transfigurações no pensamento de Florestan Fernandes: a questão da democracia. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

28.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Andréa Titoto.A burocracia no Brasil e o DASP. 1999. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

Outros tipos
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Rodrigo Alberto Toledo. Qualificação de Mestrado: Plano Diretor e democracia participativa. 2005. Outra participação, Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara.

2.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Michael Daniel Bomm. Qualificação Mestrado: Weber, Gramsci e a liderança carismática. 2005. Outra participação, Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

3.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Ana Carolina Pires Evangelista. Qualificação Mestrado - Os discursos sobre a sociedade civil global e o estudo das relações internacionais. 2005. Outra participação, Unesp Pucsp Unicamp.

4.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Solange Cristina Rodrigues Fiuza. Clientelismo e cidadania: impasses da política de assistência social na região de Guarapuava-PR.. 2004. Outra participação, Universidade Estadual de Ponta Grossa.

5.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Patricia Olsen de Souza. Florestan Fernandes intelectual. 2004. Outra participação, Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

6.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação em banca de Jeanne Gomes de Brito. Octavio Ianni e as várias metamorfoses. 2004. Outra participação, Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Professor titular
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Professor Titular UFSCAR. A grande imprensa brasileira. Paralelismo político e antipetismo (1989-2014). 2016. Universidade Federal de São Carlos.

2.
Lafer, C.; COHN, Gabriel; Almeida, M.H.T.; LESSA, R.; Vita, A.; NOGUEIRA, Marco Aurélio. Professor Titular do Departamento de Ciência Política - USP. 2011. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas.

3.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Concurso para professor titular. 1997. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Concurso público
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Banca do Concurso Público de Títulos e Provas para contratação de docente. 2010. Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

2.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Concurso Público Ciência Política do Departamento de Ciências Sociais UFES. 2005. Universidade Federal do Espírito Santo.

3.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Concurso para preenchimento de cargo de professor na área de Políticas Públicas em perspectiva comparada. 2001. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/Universidade de São Paulo.

4.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Concurso público para preenchimento de cargos. 1996. Ministério da Fazenda.

5.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Processo seletivo para preenchimento de cargos. 1994. Fundação de Desenvolvimento Administrativo.

6.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Concurso público de Títulos e provas para preenchimento de funções docentes nas disciplinas Estados e políticas públicas e Teoria e política da Administração Pública. 1992. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

7.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Concurso público de Provas e Títulos para preenchimento de função docente na área de Sociologia Política. 1991. Universidade Federal de São Carlos.

8.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Concurso Público de Títulos e Provas para provimento de cargo na disciplina Teoria Política. 1990. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

Livre docência
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Concurso de Livre-Docência em Antropologia Brasileira. 2014. Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

2.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Livre Docência em História do Pensamento Político - UNICAMP. 2013. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas Unicamp.

3.
NOGUEIRA, Marco Aurélio; MARIANO, K. P.. Metodologia em Ciência Política. 2013. Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

4.
NOGUEIRA, Marco Aurélio; BIZELLI, J. L.. Livre Docência em Gestão de Políticas Públicas. 2013. Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp.

5.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Livre-Docência em Filosofia e Teoria Geral do Direito - USP. 2012. Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo.

6.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Livre Docência em Política e Gestão em Saúde - USP. 2012. Faculdade de Saúde Pública - USP.

7.
NOGUEIRA, Marco Aurélio; BOTO, C.; FLORENZANO, M.; LANJONQUIÈRE, L.; LAUND, L. J.; SOUZA, M. G.. Livre-Docência em Filosofia da Educação - USP. 2011. Faculdade de Educação Universidade de São Paulo.

8.
NOGUEIRA, Marco Aurélio; Vigevani, Tullo; MELLO, L. I. A.; MORAES, A. C. R.; MIYAMOTO, S.. Livre-docência em Geografia Política - USP. 2007. Universidade de São Paulo.

9.
NOGUEIRA, Marco Aurélio; WEFFORT, Francisco; SALLUM JR, Brasílio; VIANA, Luiz Werneck; BELLUZZO, Luiz Gonzaga. Concurso Livre-docência Departamento de Ciência Política USP. 2004. Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas/Universidade de São Paulo.

10.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Concurso de Livre-docência História Econômica Unicamp. 2001. Universidade Estadual de Campinas.

11.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Concurso de Livre-docência na área de Planejamento e Administração em Serviços de Saúde. 2000. Universidade Estadual de Campinas.

12.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Concurso de Livre-docência na disciplina História da América. 1999. Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho.

13.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Concurso de Livre-docência na área de Pensamento Social. 1999. Universidade Estadual de Campinas.

Outras participações
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Comissão de Pareceristas do Concurso Brasileiro CNPq-ANPOCS de Obras Científicas e Teses Universitárias em Ciências Sociais - Edição 2006. 2006. Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais.

2.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Comissão de Pareceristas do Concurso Brasileiro CNPq-ANPOCS de Obras Científicas e Teses Universitárias em Ciências Sociais - Edição 2005. 2005. Associação Nacional de Pós Graduação e Pesquisa Em Ciências Sociais.

3.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Júri de Seleção do Prêmio Itaú-Unicef 2001.. 2001. Unicef e Itaú Social.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Ativismo político em tempos de internet.Redes sociais e ativismo político. 2016. (Seminário).

2.
Cátedra Unesco Memorial da América Latina.Curso "As redes e as ruas: os novos termos do jogo político e social". 2016. (Outra).

3.
Maestría Políticas Públicas y Desarrollo.Dilemas de una democracia en turbulencia. 2016. (Seminário).

4.
Relações Internacionais em Debate.Democracia em transformação, soberania compartilhada, sistema internacional. 2016. (Seminário).

5.
IV Congresso de Pesquisa do Ensino/SINPRO SP: As Ciências Humanas na Educação. Estado e sociedade civil no Brasil e no cenário da globalização. 2015. (Congresso).

6.
Seminário A crise política.A crise e as crises. 2015. (Seminário).

7.
Seminário A Universidade do Futuro.A formação de gestores como diretriz estratégica. 2015. (Seminário).

8.
Sessão Solene da Congregação - FCL Assis/UNESP.Videoconferência: A UNESP e a Universidade, entre crise e perspectivas. 2015. (Outra).

9.
Simpósio de Pós-Graduação em Relações Internacionais.Debates teóricos em Relações Internacionais: contribuições da sociologia. 2015. (Simpósio).

10.
Transformações e fragmentação das estruturas da mídia tradicional.Mídia tradicional e mídia alternativa. 2015. (Seminário).

11.
XIV Semana de Pós-Graduação em Ciências Sociais. Governos impotentes, cidadãos impacientes. 2015. (Congresso).

12.
2º Congresso Paranaense de Saúde Pública. O cenário político atual e os desafios para a saúde pública. 2014. (Congresso).

13.
Aula Inaugural do Centro Universitário das Faculdades Metropolitanas Unidas.Movimentos sociais pós-junho de 2013. 2014. (Encontro).

14.
Descobrir São Paulo, descobrir-se repórter.Participação cidadã. 2014. (Oficina).

15.
Gramsci na Feira Nacional do Livro.Entre as ruas e o Estado. 2014. (Encontro).

16.
I Encontro Nacional do Ministério Público.Conhecer o Brasil para construir a democracia. 2014. (Encontro).

17.
Memória e História da Ditadura Militar no Brasil.Compreender o passado, construir o futuro. 2014. (Seminário).

18.
Seminários IESP-UERJ.As ruas e a democracia: de 2013 a 2014. 2014. (Seminário).

19.
13º Congresso Paulista de Saúde Pública. Estado: problema ou solução?. 2013. (Congresso).

20.
37º Encontro Anual da ANPOCS.Conjuntura política Brasileira. 2013. (Encontro).

21.
Conferência Ethos 2013.O que dizem as ruas e o que as empresas têm a ver com isso?. 2013. (Seminário).

22.
Conferencia no III Seminário Internacional Estudos Legislativos.Democracia e Parlamento. 2013. (Seminário).

23.
Conferencia no Seminário Os 25 anos da Constituição Brasileira.A Constituição e o sistema político. 2013. (Seminário).

24.
E agora? As ruas, a política e a democracia.As vozes das ruas e a democracia. 2013. (Encontro).

25.
Encontro Internacional Participação, democracia e políticas públicas: aproximando agendas de agentes.O que há de novo nas relações entre Estado e sociedade civil na América Latina?. 2013. (Encontro).

26.
III Seminário Internacional Hegemonia, Lutas Sociais e Serviço Social.Hegemonia e lutas sociais. 2013. (Seminário).

27.
Jornadas Impertinentes FGV/SP "Cidades Sublevadas".As dimensões políticas da insurgência no Brasil. 2013. (Encontro).

28.
Seminário Internacional Estado, Planejamento e Administração Pública no Brasil.Estado, democracia e participação. 2013. (Seminário).

29.
Simpósio Internacional de Filosofia Política: a atualidade de Marx e Gramsci.A importância dos Cadernos do Cárcere para o marxismo brasileiro. 2013. (Simpósio).

30.
Simpósio Nacional de Gestão e Práticas em Saúde: da política à ação.Governança democrática, o direito à saúde e a defesa da SUS. 2013. (Simpósio).

31.
100 anos inventando o contemporâneo - CPFL Cultura.Da militância política, e além. 2012. (Outra).

32.
36º Encontro Anual da ANPOCS.Gramsci e a reinvenção do marxismo. 2012. (Encontro).

33.
Eleições 2012 - FGV-EAESP.A falta que faz uma boa eleição. 2012. (Outra).

34.
I Ciclo Internacional de Seminários Afro-Latino Américas Compartilhadas.Novas e velhas modernidades. 2012. (Seminário).

35.
II Coloquio Internacional Mexico y Brasil en América Latina.Ciudadania, sociedad civil y participación. 2012. (Simpósio).

36.
III Encontro de São Lázaro FFCH UFBA.Democracia e Socialismo. 2012. (Encontro).

37.
II Jornada Pesquisa e Extensão Câmara dos deputados.Conferencia de Encerramento : Escola de Governo e Democracia. 2012. (Encontro).

38.
Políticas Públicas em debate - Debates Fundap.Controles internos, corrupção e transparência no Estado brasileiro. 2012. (Seminário).

39.
Stateness in Latin America.Stateness, democracy and development in Brazil. 2012. (Seminário).

40.
Taller Prospectivo para la construcción de escenarios políticos del desarrollo para América Latina 2012-2015.Liderazgos latinoamericanos, nuevas características y agendas. 2012. (Simpósio).

41.
XIII Congresso Internacional do Form Universitário Mercosul. Brasil, Argentina e o futuro do Mercosul. 2012. (Congresso).

42.
XIII Congresso Internacional do Form Universitário Mercosul. Novos rumos nas pesquisas de integração. 2012. (Congresso).

43.
Abertura dos cursos da Universidade do Parlamento Cearense.O Parlamento, a democracia e a sociedade atual. 2011. (Outra).

44.
A sociedade brasileira interpretada por seus clássicos.Caio Prado Jr. e o intelectual hoje. 2011. (Encontro).

45.
II Encontro de São Lázaro. Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas. UFBA.O legado de Nabuco e o Brasil atual.. 2011. (Encontro).

46.
III Simpósio de Pós-Graduação em Relações Internacionais.A influência da mídia nas relações internacionais. 2011. (Simpósio).

47.
II Jornada de Pesquisa e Extensão da Câmara dos Deputados.Escola de governo e democracia. 2011. (Outra).

48.
Simpósio Internacional O Novo Brasil no cenário mundial.O Brasil e o mundo, um diálogo em aberto. 2011. (Simpósio).

49.
XII Semana de Ciências Sociais.A universidade no século XXI. 2011. (Simpósio).

50.
XXV Encontro Estadual de Supervisores do Magistério-APASE.Escola e emancipação dos sujeitos: a qualidade ética e política do trabalho técnico-pedagógico. 2011. (Encontro).

51.
1º Ciclo de Debates sobre a Universidade Pública Brasileira.Universidade pública e gestão. 2010. (Simpósio).

52.
7º Encontro da Associação Brasileira de Ciência Política - ABCP. Continuidades e descontinuidades: métodos e temas nas linhagens do pensamento social e político brasileiro. 2010. (Congresso).

53.
Colóquios do Departamento de Sociologia e Política da PUC-RJ.Joaquim Nabuco: História e Política. 2010. (Seminário).

54.
Conferencias ESPM.Joaquim Nabuco e as relações internacionais. 2010. (Outra).

55.
Debates Fundap - Políticas Públicas em foco.Reforma política. 2010. (Seminário).

56.
III Colóquio Marx e os marxismos.Lembrando Gildo Marçal Brandão: a trajetória do marxismo no Brasil. 2010. (Seminário).

57.
III Simpósio de Teoria Política NUTEP-UFRJ.A contribuição de Joaquim Nabuco para o pensamento político brasileiro. 2010. (Simpósio).

58.
I Seminário da Cátedra Werneck Vianna.Uma ciência para a política. 2010. (Seminário).

59.
IX Semana do CCSA Universidade Mackenzie. Joaquim Nabuco, 100 anos depois: a reforma social como estratégia de desenvolvimento. 2010. (Congresso).

60.
Machiavellicas - Seminários do PPGPOL.O legado do pensamento crítico de Joaquim Nabuco. 2010. (Seminário).

61.
Nabuco & The New Brazil. A influencia de Nabuco no pensamento social brasileiro. 2010. (Congresso).

62.
Primer Encuentro Virtual Latinoamericano de Emprendedores Sociales.El Estado y la sociedad civil. 2010. (Encontro).

63.
Programa de Capacitação Gerencial para Alta Direção.Mudar para sobreviver, mudar para avançar. 2010. (Seminário).

64.
Seminário A questão nacional no pensamento político-social brasileiro.Estado e ordem política. 2010. (Seminário).

65.
Seminário do Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais PUC-SP.O encontro de Nabuco com a políticas: as desventuras do liberalismo. 2010. (Seminário).

66.
Seminário Nacional Joaquim Nabuco e a nossa formação.A influência de Joaquim Nabuco no pensamento social brasileiro. 2010. (Seminário).

67.
Seminários DECISE/GPPE.As desventuras do liberalismo no Brasil. 2010. (Seminário).

68.
Seminários do Departamento de Antropologia, Política e Filosofia FCLAr.O encontro de Joaquim Nabuco com a política. 2010. (Seminário).

69.
Seminários do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais.O encontro de Joaquim Nabuco e dos liberais com a política democrática no Brasil. 2010. (Seminário).

70.
V Simpósio Brasileiro de Vigilancia Sanitária.Participação e controle social no Estado democrático de direito. 2010. (Simpósio).

71.
X Feira Nacional do Livro de Ribeirão Preto / VI Semana Gramsciana.O marxismo de Gramsci e a modernidade radicalizada periférica. 2010. (Simpósio).

72.
2° Encontro de Dirigentes Públicos ? PDG.Mudança, inovação e recursos humanos. 2009. (Encontro).

73.
Aula Inaugural do NPGA - Núcleo de Pós-graduação em Administração e do CIAGS - Centro Interdisciplinar de Desenvolvimento e Gestão Social.Um retrato do Brasil no início do século XXI. 2009. (Outra).

74.
Colóquio A Construção da Paz na Sociedade Contemporânea.Cultura democrático e paz: dilemas conceituais. 2009. (Encontro).

75.
Foro El Impacto de la Crisis Economica y Social en la Gobernabilidad.Crisis y modernidad en America Latina. 2009. (Encontro).

76.
IV Seminário Internacional de Política Social.A política social e a radicalização do moderno. 2009. (Seminário).

77.
Programa de Capacitação Gerencial para a Alta Direção.Reforma do Estado e recursos humanos. 2009. (Encontro).

78.
VII Encontro Internacional do Forum Universitário Mercosul.Atores estratégicos e integração regional. 2009. (Encontro).

79.
V Seminário Internacional de Direitos Humanos.Voltando a pensar no futuro da democracia. 2009. (Seminário).

80.
XI Congresso Paulista de Saúde Pública. A crise e seus impactos na gestão pública. 2009. (Congresso).

81.
XIV Congresso Brasileiro de Sociologia. Pensamento político e teoria da modernidade. 2009. (Congresso).

82.
Aula Inaugural do Núcleo Federal de Ensino da FioCruz.Qual Estado? Sociedade, política e regulação em Saúde. 2008. (Outra).

83.
Ciclo de Seminários Perspectivas do Desenvolvimento Brasileiro.Desenvolvimento, Estado e Sociedade: as relações necessárias, as coalizões possíveis e a institucionalidade requerida. 2008. (Seminário).

84.
Colóquio Internacional Brasil y México en América Latina del Siglo XXI.Redemocratização, pensamento de esquerda e modernidade no Brasil. 2008. (Simpósio).

85.
Debates Fundap - Ciclo de Seminário Políticas Públicas.O papel da sociedade e da política na conformação da atuação do Estado. 2008. (Seminário).

86.
II FÓRUM DE PESQUISA EM POLÍTICA SOCIAL, GESTÃO, PROCESSO DE TRABALHO..Gestão democrática e gestão social. 2008. (Encontro).

87.
II Seminário de Inovações Pedagógicas no Ensino de Graduação.A Universidade na Contemporaneidade. 2008. (Seminário).

88.
Joaquim Nabuco At Yale - A Centenary Commemoration (1908-2008).Do abolicionismo à diplomacia, um liberalismo multifacetado. 2008. (Simpósio).

89.
Joaquim Nabuco e a República.Da abolição á diplomacia, um liberalismo multifacetado. 2008. (Seminário).

90.
Seminário 200 anos de Estado, 200 anos de administração pública.Joaquim Nabuco Estadista. 2008. (Seminário).

91.
Taller Regional: vida pública y estatalidad democrática en América Latina - la centro-izquierda y los Estados realmente existentes.El estado del Estado. 2008. (Encontro).

92.
V Seminário Internacional do RUPAL.América Latina: radicalização periférica e democratização. 2008. (Seminário).

93.
59ª Reunião Anual da SBPC. América do Sul: integração avança.. 2007. (Congresso).

94.
59ª Reunião Anual da SBPC. A política como incômodo e o futuro da democracia. 2007. (Congresso).

95.
A arte do (im)possível: as novas formas do agir político nos dias de hoje.A política além do político. 2007. (Encontro).

96.
III Reunión Ciencia, Tecnologia y Sociedad. SBPC Montevideo.Integración Regiona: la institucionalidad política. 2007. (Seminário).

97.
Seminario Internacional Gestión de la calidad, comunicación y participación ciudadana.Gestión pública y particpación ciudadana. 2007. (Seminário).

98.
VI Semana de Pós-Graduação em Sociologia.Sobre o conceito de modernidade radicalizada periférica. 2007. (Seminário).

99.
XXVI Congreso de Asociación Latinoamericana de Sociología-ALAS. Movimentos sociais e modernidade radicalizada periférica. 2007. (Congresso).

100.
XXVI Congreso de Asociación Latinoamericana de Sociología-ALAS. Reformar o discurso da reforma: modernização reflexiva periférica, governabilidade e democracia. 2007. (Congresso).

101.
3º Congresso Latino-Americano de Ciência Política. Política e hipermodernidade. 2006. (Congresso).

102.
3º Congresso Paranaense de Assistentes Sociais. A democracia no âmbito das políticas sociais. 2006. (Congresso).

103.
Aula Inaugural do Curso de Ciências Sociais. Universidade Estadual do Maranhão.Sociologia, Estado e democracia. 2006. (Outra).

104.
Ciclo de debates Estado e Sociedade. Governo do Estado do Espírito Santo.Conferência: Reforma do Estado e política. 2006. (Seminário).

105.
Ciclo de seminários.Pensamento político e processo de redemocratização no Brasil. 2006. (Seminário).

106.
Colóquios de História, Sociedade e Educação. UFSCAR.Conferência: Estado e educação em Gramsci. 2006. (Encontro).

107.
Encontro de Administração Pública e Governança.Mesa-redonda Estado, democracia e governança: perspectivas para o Brasil. 2006. (Encontro).

108.
II Reunión Ciencia, Tecnologia y Sociedad. SBPC Buenos Aires.Elecciones y partidos politicos en América del Sur. 2006. (Simpósio).

109.
Instalação da Escola de Governo de Vitória.Conferência: Ética, cidadania e direitos humanos nas políticas públicas. 2006. (Encontro).

110.
Lateinamerika hat die Wahl.Mesa-redonda: Brasilien - Wahlen für eine ungewisse Zukunft. 2006. (Encontro).

111.
Simpósio Qualificação Profissional.O lugar e as possibilidades da política social no capitalismo. 2006. (Simpósio).

112.
VII Congresso Nacional da Rede Unida. Conferência: Saúde, educação e Estado. A Saúde como política de Estado. 2006. (Congresso).

113.
VIII Jornada Multidisciplinar.Mesa-redonda Mídia e Democracia. 2006. (Encontro).

114.
XXX Encontro Anual da ANPOCS.Hipermodernidade periférica e política. 2006. (Encontro).

115.
XXX Encontro Anual da ANPOCS.Brasil, os anos futuros (Sessão Especial). 2006. (Encontro).

116.
1° Programa de Formação de Agentes Políticos. Assembléia Legislativa de São Paulo.Conferência: Estrutura do Estado e sistema político brasileiro. 2005. (Encontro).

117.
5° Seminário de Conexão do Curso de Ciências Sociais PUC/MG.Conferência: A conjuntura política atual. 2005. (Seminário).

118.
Conferência Especial. Prefeitura Municipal de Vitória.Conferência: Estado democrático e sociedade civil na era da globalização capitalista. 2005. (Outra).

119.
Conferência Especial sobre escolas de governo.Atualidade, força e sentido das escolas de governo. 2005. (Encontro).

120.
Conferência Trabalho e poder. Sindicato dos Trabalhadores Públicos da Bahia..Conferência Trabalho e poder: a questão do Estado, do governo e da política no Brasil do início de século XXI. 2005. (Outra).

121.
Conjuntura Política Nacional. UFES.Crise política: impactos no governo Lula. 2005. (Seminário).

122.
Curso de Formação de Estadistas. Escola de Cidadania e Governo de Santa Catarina.Conferência: A reforma democrática do Estado. 2005. (Outra).

123.
Gramsci no Brasil e na Argentina - Debate sobre a influência e a vigência de seu pensamento. UFSC.A influência de Gramsci no Brasil e na Argentina. 2005. (Encontro).

124.
IV Congresso Estadual do Sindicalismo Público do Estado da Bahia.A conjuntura política brasileira. 2005. (Outra).

125.
IV Encontro Nacional das Escolas de Governo. Conferência: Atualidade, força e sentido das escolas de governo. 2005. (Congresso).

126.
IV Semana de Pós-Graduação em Sociologia.Conferência: Um balanço das reformas no contexto brasileiro. 2005. (Encontro).

127.
Marco Cultural: Questões contemporâneas em debate.Conferência: O papel da cultura na sociedade globalizada. 2005. (Encontro).

128.
O Parlamento como questão democrática e a atual crise política brasileira. Assembléia Legislativa de São Paulo.Seminário: O Parlamento como questão democrática e a atual crise política brasileira - Organização. 2005. (Seminário).

129.
Reunião de Trabalho do Conselho Executivo da ANFIP.Conferência: Globalização, modo de vida e democracia no século XXI: política e governo no Brasil atual. 2005. (Encontro).

130.
Seminário Gestão do Estado.Conferência: Estado e gestão estatal no Brasil. 2005. (Seminário).

131.
Seminário Internacional: Integração de Serviços Públicos e Governança Democrática.Conferência: Democracia eletrônica e participação ativa do cidadão. 2005. (Seminário).

132.
Seminário Joaquim Nabuco, Embaixador do Brasil: 1905-2005.Conferência: Joaquim Nabuco na Era dos Impérios. 1870-1910. 2005. (Seminário).

133.
Seminário Nacional A questão da terra no Nordeste do Brasil.Mesa-redonda: Joaquim Nabuco, a questão da terra e a democracia. 2005. (Seminário).

134.
XXIX Encontro Anual da ANPOCS. XXIX Encontro Anual da ANPOCS. 2005. (Congresso).

135.
XXIX Encontro Anual da ANPOCS. Mesa-redonda Tocqueville: 200 anos (Coordenador). 2005. (Congresso).

136.
XXIX Encontro Anual da ANPOCS.Grupo de Trabalho Dilemas da modernização periférica. 2005. (Encontro).

137.
40 anos do golpe militar de 1964.Conferência: Quarenta anos depois. 2004. (Outra).

138.
7° Encontro Ibero-Americano do Terceiro Setor.Palestra - Democracia Mundial. 2004. (Encontro).

139.
Aula Inagural 2004 da Escola de Gestão Pública. Porto Alegre.Aula Inagural - Escola de Gestão Pública. 2004. (Outra).

140.
Aula Inagural do Ano Acadêmico de 2004. Instituto de Biociências. UNESP.Aula Inaugural - Universidade e globalização. 2004. (Outra).

141.
Café com Debate. Escola Nacional de Administração Pública-ENAP.Debate: O sentido das escolas de governo na atualidade. 2004. (Encontro).

142.
Conferência Especial. UFSC.Conferência - Um Estado para a sociedade civil.. 2004. (Outra).

143.
Curso de Formação de Lideranças. Escola de Governo e Cidadania de Santa Catarina.Palestra - Idéias para a reforma democrática do Estado. 2004. (Outra).

144.
Encontro Nacional de Estudantes de Política - ENEPOL.Conferência: Política, poder e complexidade. 2004. (Encontro).

145.
III Econtro Nacional dos Estudantes de Administração Pública.Profissionalização da Administração Pública. 2004. (Seminário).

146.
I Reunión Ciencia, tecnologia y sociedad. SBPC Buenos Aires.Seminário Internacional Ciencia, Tecnologia y Sociedade. 2004. (Seminário).

147.
Mesa-redonda Educação, Ética e Política. Faculdade de Educação-USP.Palestra: Estado, educação e modernidade. 2004. (Outra).

148.
Seminário Internacional Administração Pública e Controle Externo. Tribunal de Contas RJ.Um novo paradigma para a Administração Pública. 2004. (Seminário).

149.
Seminário Nacional Desenvolvimento Sócio-econômico e Papel do Estado.Seminário Nacional Desenvolvimento Sócio-econômico e Papel do Estado. 2004. (Seminário).

150.
Um Estado para a sociedade civil. Universidade Estadual de Ponta Grossa.Aula Inaugural 2004. 2004. (Outra).

151.
Universidade de Verão. UNESP.Universidade, conhecimento e opinião - Conferência Inaugural da Universidade de Verão/UNESP. 2004. (Outra).

152.
VIII Semana de Administração Pública - SEMAP. Palestra: Democracia representativa versus democracia participativa. 2004. (Congresso).

153.
V Seminário de Pensamento Social. IFCH/UNICAMP.Conferência: Questão Nacional e Democracia no Pensamento Social Brasileiro. Mapa dos problemas. 2004. (Seminário).

154.
XI Congresso Brasileiro de Assistentes Sociais. Conferência: O desafio de construir direitos no mundo globalizado. 2004. (Congresso).

155.
XXVIII Encontro Anual da ANPOCS. GT Dilemas da modernização periférica. 2004. (Congresso).

156.
XXVIII Encontro Anual da ANPOCS.Comunicação: Dilemas organizacionais em condições de modernidade periférica radicalizada. 2004. (Encontro).

157.
XXVIII Encontro Anual da ANPOCS. Mesa Conjuntura Política.Mesa-redonda: Conjuntura política brasileira. 2004. (Seminário).

158.
Ciclo de Debates do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social.Dialogando com Antonio Gramsci. 2003. (Outra).

159.
Ciclo de Seminários Espaço Cultural CPFL.Positividades e Negatividades da Herança Ibérica: Oliveira Vianna e Sérgio Buarque de Holanda. 2003. (Simpósio).

160.
Conferencia Internacional de Estudios Gramscianos. Puebla, Mexico.Hegemonia y presión social en el Brasil actual. 2003. (Seminário).

161.
Curso de Extensão Universitária "Literatura e Política no Brasil do século XX"..Lima Barreto: o Brasil no alvorecer do século XX. 2003. (Encontro).

162.
Curso de Formação de Governantes.Idéias para a reforma democrática do Estado. 2003. (Outra).

163.
Curso de Formação de Governantes.Política e gestão democrática. 2003. (Outra).

164.
Encontro Comemorativo do Dia Nacional do Assistente Social.A agenda da reforma: o legado neoliberal e o novo ciclo político no Brasil. 2003. (Encontro).

165.
II Encontro Nacional dos Estudantes de Administração Pública.Para a retomada da reforma do Estado. 2003. (Encontro).

166.
III Seminário Regional Interlegis.O Poder Legislativo numa Democracia em Transformação. 2003. (Seminário).

167.
II Semana de Pós-Graduação em Sociologia. FCL/UNESP.A recepção e a leitura dos clássicos das ciências sociais no Brasil. 2003. (Seminário).

168.
O Controle Social do Orçamento Estadual.Novas Formas de Participação Popular no Estado Democrático. 2003. (Seminário).

169.
Pensar a globalização: o Estado, a sociedade civil e o terceiro setor. Universidade Estadual de Londrina.Aula Inaugural. 2003. (Outra).

170.
Programa de Recepção aos Deputados da 15ª Legislatura.Em defesa da política e das Assembléias Legislativas. 2003. (Encontro).

171.
Programa GIFE de Especialização em Terceiro Setor.Políticas Públicas. 2003. (Outra).

172.
Seminário: O Processo de Municipalização no Estado de São Paulo. Possibilidades e Limites..Entre o Global e o Local. 2003. (Seminário).

173.
Seminário do grupo de Trabalho Estado e Políticas Públicas.O desafio da reforma do Estado. 2003. (Seminário).

174.
Seminários Gramsci.Gramsci e a política. 2003. (Seminário).

175.
VI Semana de Ciências Sociais.Democracia, totalitarismo, globalização. 2003. (Encontro).

176.
Workshop Reforma do Estado, Política de Capacitação e Escola de Governo.Escolas de Governo e Reforma do Estado. 2003. (Encontro).

177.
Curso de Extensão em Gestão Universitária.Quem governa e administra a Universidade?. 2002. (Encontro).

178.
Curso de Extensão em Gestão Universitária.A sociedade da informação, um ambiente em ebulição. 2002. (Encontro).

179.
Curso de Formação de Governantes.Política e gestão democrática. 2002. (Outra).

180.
Estado, sociedade civil e gestão participativa.Estado, sociedade civil e gestão participativa. 2002. (Outra).

181.
I Curso de Gestão Participativa.Aula Inaugural. 2002. (Outra).

182.
I Encontro Nacional dos Estudantes de Administração Pública.Administração Pública: o futuro e a importância do administrador público. 2002. (Encontro).

183.
III Seminário: O mundo em transição.Eleições 2002 e a construção do futuro. 2002. (Seminário).

184.
Jornadas Temáticas PUC Minas.Como pensar o Brasil. 2002. (Seminário).

185.
O Brasil e seus intérpretes: repensando o Brasil com Sérgio Buarque de Holanda.Sérgio Buarque e Oliveira Viana. 2002. (Seminário).

186.
Pensadores Marxistas do Século XX e as transformações da sociedade capitalista.O pensamento de Gramsci. 2002. (Seminário).

187.
Programa de Capacitação dos Julgadores Tributários.O indivíduo e as mudanças organizacionais. 2002. (Outra).

188.
Salão de Idéias.Política para quê?. 2002. (Outra).

189.
Seminário.A relação Estado e Sociedade Civil no Governo Lula. 2002. (Seminário).

190.
Seminário O Poder Legislativo diante de uma democracia em transformação.As múltiplas faces da educação técnica e política. 2002. (Seminário).

191.
Seminário Universidade Pública: crise, paradoxos e alternativas.Política para Educação, Pesquisa e Extensão. 2002. (Seminário).

192.
Taller de Evaluación de la Estrategia de Modernización del Estado - BID.La reforma del Estado en los años 1990. 2002. (Oficina).

193.
II Fórum das Universidades Brasileiras para o Mercosul.O Mercosul como projeto. 2001. (Encontro).

194.
Seminário Internacional Ler Gramsci, entender a realidade.A sociedade civil como forma de luta. 2001. (Seminário).

195.
Seminário Pensar o Brasil.A síntese como problema. 2001. (Seminário).

196.
VII Congresso Paulista de Saúde Pública. Saúde Pública, democracia e Estado. 2001. (Congresso).

197.
XV Encuentro Internacional de Ciencias Sociales. Universidad de Guadalaja.Globalización y seguridad nacional. 2001. (Encontro).

198.
38ª Semana de Serviço Social.O Serviço Social, o Estado democrático e a questão social. 2000. (Seminário).

199.
Conferência comemorativa dos 67 anos da ESPSP.Brasil: modernidade em questão. 2000. (Outra).

200.
Conferência de encerramento do ano letivo. Universidade Mackenzie.Educação, gestão educacional e mundo globalizado. 2000. (Outra).

201.
I Encontro do Programa de Pós-Graduação em Serviço Social.A gestão democrática e a reforma do Estado. 2000. (Encontro).

202.
II Encontro Nacional de Serviço Social e Seguridade.A dialética Estado/sociedade. 2000. (Encontro).

203.
III Simpósio de Serviço Social em Saúde.Saúde, serviço social e Estado. 2000. (Simpósio).

204.
II Laboratório de Ciência Política.Venturas e desventuras do liberalismo: Nabuco e Tavares Bastos. 2000. (Encontro).

205.
Semana Sérgio Motta.O dilema das urnas. 2000. (Encontro).

206.
Seminário "Criança e adolescente: o estado da arte"..O município e a gestão local. 2000. (Seminário).

207.
Ciclo de Seminários.A mudança difícil: o Estado e o gestor público de que se necessita. 1999. (Outra).

208.
Conferência.Construção e Reforma do Estado no Brasil. 1999. (Outra).

209.
Curso de Políticas Públicas.Aula Inaugural: "Reforma do Estado. Os desafios para combinar modernização e democracia no Brasil". 1999. (Outra).

210.
II Encontro Internacional de Informação, Conhecimento e Aprendizagem.Informação, conhecimento e política. 1999. (Encontro).

211.
II Seminário Internacional Universidade, Trabalho e Trabalhadores.Trabalho e Estado. 1999. (Seminário).

212.
I Semana de Estudos Universitários.Ensino para o Novo Século. 1999. (Encontro).

213.
Seminário "Relações de Trabalho e Sindicalismo: Novos Desafios"..Reforma do Estado, mudanças do direito do trabalho no Brasil e em outros países. 1999. (Seminário).

214.
Seminário Acadêmico em Homenagem a Oliveiros S. Ferreira. FFLCH/USP.Estado e hegemonia. 1999. (Seminário).

215.
Seminário Internacional "O Rio Pensa a Reforma do Estado".As Escolas de Administração como instrumentos de Reforma e Modernização do Estado. 1999. (Seminário).

216.
Seminário Repensando o Brasil com Joaquim Nabuco.O encontro de Nabuco com a política. 1999. (Seminário).

217.
Seminários do Programa de Pós-Graduação em Educação.Estado e Políticas Públicas. 1999. (Outra).

218.
V Congresso de Informática Pública - CONIP. Informática, gestão pública e democracia. 1999. (Congresso).

219.
XIX Simpósio Brasileiro de Política e Administração da Educação.Política e gestão em educação. 1999. (Simpósio).

220.
Colóquio "Os espectros totalitários e a modernidade nos anos 30"..A difícil convivência dos intelectuais com o Estado Novo. 1998. (Encontro).

221.
Programa de Capacitação em Gestão Social.Aula Inaugural. 1998. (Outra).

222.
Seminário.Projetos de Desenvolvimento e Redesenho do Estado e da Sociedade Civil. 1998. (Seminário).

223.
Seminário "A Democracia Radical e a Questão dos Direitos.Dimensões Esquecidas do Projeto Democrático. 1998. (Seminário).

224.
Seminário Internacional Reestruturação e reforma do Estado: o Brasil e a América Latina no processo da globalização.Reforma do Estado e globalização. 1998. (Seminário).

225.
VI Jornada de Ciências Sociais/Jornada de Estudos Leandro Konder.Teoria e revolução hoje. 1998. (Simpósio).

226.
Convegno Internazionale Gramsci da un secolo all'altro. Nápoles, Itália.Gramsci, la società civile e la democrazia. 1997. (Seminário).

227.
Seminário Desafios e perspectivas das reformas no Estado do Rio de Janeiro.Escolas de governo e reforma do estado. 1997. (Seminário).

228.
Seminário Gramsci revisitado: Estado, política, hegemonia e poder.Gramsci e a política. 1997. (Seminário).

229.
Seminário Internacional Gramsci, 60 anos depois. UFJF.Gramsci desembalsamado: em torno dos abusos do conceito de sociedade civil. 1997. (Seminário).

230.
Seminário Administração Pública e sociedade.Administração Pública, Estado e sociedade. 1994. (Seminário).

231.
XVII Asamblea General del Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales. Brasil y America Latina. 1994. (Congresso).

232.
Seminário de Administração Pública.Formas e sistemas de governo. 1993. (Seminário).

233.
Seminário internacional Liberalismo e socialismo: velhos e novos paradigmas.Governabilidade, política e representação. 1993. (Seminário).

234.
XXVIII Annual Assembly of CLADEA. Reform and democracy. 1993. (Congresso).

235.
IX Congresso Nacional dos Sociólogos/Seminário Latino-americano de Sociologia. O Estado-nação e a globalização. 1992. (Congresso).

236.
Seminário de Política e Administração de Ciência e Tecnologia.Política, ciência e tecnologia. 1989. (Seminário).

237.
II Jornada de Ciências Sociais (Estudos sobre Caio Prado Jr). Mesa-redonda Escravidão e sistema colonial. 1988. (Congresso).

238.
Simpósio Brasil: o desenvolvimento ameaçado.Mesa-redonda Desenvolvimento Político: perspectivas e soluções. 1988. (Simpósio).

239.
Semana de Estudos Constituinte e Cidadania.Conferência Transição democrática, Constituinte e Universidade. 1986. (Simpósio).

240.
Convegno Internazionale Cultura e società nelle Americhe degli anni '30.Crisi e modernizzazione in Brasile. 1985. (Seminário).

241.
Convegno Internazionale Le trasformazione politiche dell'America Latina: la presenza di Gramsci nella cultura latino-americana. Ferrara, Italia. Gramsci, la democrazia e la sinistra in Brasile. 1985. (Congresso).

242.
Seminários Internos.Conferência:. 1984. (Seminário).

243.
Ciclo de Debates Brasil, 1984.Os dilemas da transição para o socialismo. 1983. (Encontro).

244.
Encontros com a cultura.Rumos da cultura no Brasil. 1981. (Encontro).

245.
Seminário "Universidade e Educação".Universidade e Ideologia. 1981. (Seminário).

246.
II Encontro Nacional dos Estudantes de Direito.Economia, Estado e Direito. 1980. (Encontro).

247.
29a. Reunião da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência. 29a. Reunião da SBPC. 1977. (Congresso).

248.
II Jornada de Filosofia e Teoria das Ciências Humanas.II Jornada de Filosofia e Teoria das Ciências Humanas. 1976. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio; LAHUERTA, M. ; Rocha Valencia, Alberto ; Loza, Marta . Colóquio Internacional Brasil y México en America Latina del Siglo XXI. 2008. (Congresso).

2.
NOGUEIRA, Marco Aurélio; LAHUERTA, M. ; Rocha Valencia, Alberto ; Loza, Marta . Seminário Internacional Brasil: protagonismo político, modelos de desdarrollo, enuentros culturlales y perspectivas de integración. 2008. (Congresso).

3.
NOGUEIRA, Marco Aurélio; ADORNO, S. ; Sarti, I. . A arte do (im)possível: as novas formas do fazer político nos dias de hoje. 2007. (Outro).

4.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Seminário O Parlamento como questão democrática e a atual crise política brasileira. 2005. (Outro).

5.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Seminário O Poder Legislativo diante de uma democracia em transformação. 2002. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Angelo Bruno Lira. Integração regional e cultura política. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Mestrado em Relações Internacionais) - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais UNESP-PUCSP-Unicamp. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Sara Basilio de Toledo. Partidos políticos e Política Externa nos governos FHC e Lula. Início: 2016. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Relações Internaciona) - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais UNESP-PUCSP-Unicamp. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Arthur Volpon Neves. Política Externa e Política de Direitos Humanos no Governo Lula. 2014. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Relações Internacionais) - Programa San Tiago Dantas de Pós Graduação Em Relações Internacionais, . Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

2.
Caroline Burle dos Santos Guimarães. Parceria para Governo Aberto e Relações Internacionais: oportunidades e desafios. 2014. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Relações Internacionais) - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais UNESP-PUCSP-Unicamp, . Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

3.
Paola Gonçalves Rangel do Prado Juliano. De Bush a Jack Bauer: a segurança como obsessão nos EUA após o 11 de setembro. 2013. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Relações Internacionais) - Programa San Tiago Dantas de Pós Graduação Em Relações Internacionais, . Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

4.
Lucas Leite. A construção do inimigo nos discursos presidenciais norte-americanos na pós-guerra fria. 2013. Dissertação (Mestrado em Pós Graduação Em Relações Internacionais) - Programa San Tiago Dantas de Pós Graduação Em Relações Internacionais, . Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

5.
Thiago Sugahara. Terrorismo e insegurança no mundo pós-11 de setembro. 2008. 0 f. Dissertação (Mestrado em Programa de Mestrado Em Relações Internacionais) - Unesp Pucsp Unicamp, . Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

6.
Luiz Guilherme Costa Paschoalini. Teorias da Administração: entre o caos e a complexidade na era global. 2008. 0 f. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação Em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara, . Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

7.
Ramón Leonardi. Sociedade civil e c ooperação internacional. 2008. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Ciência Política) - Universidade Federal de São Carlos, . Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

8.
Daniel Estevão de Miranda. Racionalidade e Reforma do Estado no Brasil dos anos 90. 2008. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Ciência Política) - Universidade Federal de São Carlos, . Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

9.
Bruna Fiorim. Globalização econômica, modernidade periférica e políticas sociais: um estudo do programa Bolsa-Família. 2008. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp, . Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

10.
Michael Bomm. Weber, Gramsci e o líder carismático. 2006. 0 f. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós Graduação Em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara, . Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

11.
Alexandre de Souza Andrade. O processo de descentralização fiscal intergovernamental no Brasil sob a ótica dos municípios. 2003. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

12.
Leonardo Barbosa e Silva. O Governo Fernando Henrique Cardoso e o fim da "Era Vargas". 2003. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp, . Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

13.
Ney Vieira. Os reinos da modernização conservadora. 1995. 400 f. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, . Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

Tese de doutorado
1.
Lucas Amaral Leite. Discurso político e construção nacional nos EUA do final do século XIX. 2016. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Relações Internaciona) - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais UNESP-PUCSP-Unicamp, . Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

2.
Paola Goncalves Rangel do Prado. Multilateralismo e sistema internacional de Estados. 2016. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Relações Internaciona) - Programa de Pós-Graduação em Relações Internacionais UNESP-PUCSP-Unicamp, . Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

3.
Daniel Estevão de Miranda. Linhagens e linguagens. Obra e trajetória de Bresser-Pereira. 2014. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Ciência Política) - Universidade Federal de São Carlos, . Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

4.
Lucas Cid Gigante. As idéias como asas espirituais dos interesses. A sociologia política de Weber:. 2010. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

5.
Leonardo Barbosa e Silva. O Governo Lula e a agenda dos anos 90: ambiguidade na política administrativa. 2008. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

6.
Francisco Araújo. Mandonismo e modernidade no Brasil. 2006. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, . Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

7.
Elias Canuto Brandão. Limites, desafios e avanços da participação popular no orçamento participativo. 2005. 280 f. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp, . Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

8.
Aparecida do Rocio Freitas. Reações da universidade pública à reforma administrativa do Estado. 2005. 170 f. Tese (Doutorado em Pós-Graduação em Sociologia) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp, . Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

9.
Rogério Baptistini Mendes. Getúlio Vargas e a construção do Brasil moderno. 2001. 260 f. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

10.
Márcia Teixeira de Souza. Instituições e política congressual: a experiência constitucional recente. 1998. 250 f. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, . Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Patrícia Maria Werner Saddi. A autonomia legislativa municipal. O fortalecimento do município como instrumento de participação popular. 2005. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Governo e Poder Legislativo) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

2.
Flora César Guabiraba. O poder público e os movimentos populares na implantação de políticas públicas. 2005. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Governo e Poder Legislativo) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

3.
Carolina Ramalho Gallo. Estatuto da Cidade. Cidade para todos. 2005. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Governo e Poder Legislativo) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

4.
Isabel Assako Kobayashi. Governança urbana regional. 2005. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Governo e Poder Legislativo) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

5.
Luis Antonio Martinez Vidal. Lobby. 2005. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Governo e Poder Legislativo) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

6.
Tânia Mara Passarelli Tonhati. Governo eletrônico e inclusão digital: o caso da Prefeitura Municipal de São Paulo. 2005. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Gestão Pública e Gerência de Cidades) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

7.
Nora Nei Madalena dos Santos. Gestão Pública e universidade. 2004. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Gestão Pública e Gerência de Cidades) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Rubia de Araujo Ramos. Sociedade programada: uma nova estrutura social. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

2.
Alexandre Reis de Oliveira. A reestruturação produtiva do capital: uma análise global do processo e os impactos na industria automobilistica, têxtil e na classe trabalhadora do Brasil. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

3.
Aline Kazume. O mal-estar na política: a despolitização em época de retração no conformismo. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

4.
Camila Capacle. Poder local, descentralização e políticas municipais. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

5.
Pâmela Leite Del Rio. A complexificação das relações escolares no mundo globalizado: o "sofrimento" da escola e o mal-estar docente. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

6.
Naiara Teixeira. Estado contemporâneo: entre a globalização e a legitimidade social. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

7.
Tiago Chaves. Novas formas de associativismo e sociedade civil: diálogo com algumas posições. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

8.
Leonardo Benedetto Giardini. Planejamento territorial e gestão de políticas públicas de meio ambiente e desenvolvimento social. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

9.
Thaís Speranza Righetto. A nova escola de pensamento sociológico e suas contribuições diante de uma possível perspectiva transnacional. 2005. 48 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

10.
Monize Andréia Rodrigues Valinhos. A violência como um problema público em tempos de globalização. 2005. 42 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

11.
Elisa Nogueira Novaes. Agricultura familiar e políticas públicas no Brasil. 2005. 44 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

12.
Rosa Maria Scaquetti Pinto. Partido dos Trabalhadores: a trajetória de um partido de massas a caminho do poder. 2004. 0 f. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

13.
Tânia Passarelli Tonhati. A política na era da informação. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

14.
Clara Martins da Costa. Do texto ao palco: o teatro de revista no Brasil. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

15.
Andréa Titoto. A burocracia no Brasil e o DASP. 1999. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

16.
Joselene Souza Pinto Amorim. Transição democrática e partidos políticos. 1988. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

17.
Alberto Tosi Rodrigues. Democracia, socialismo e teoria política. 1987. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

18.
Ione Maria Mendes. Democratização brasileira e liberalismo. 1987. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

19.
Milena Goldfarb Figueira. Considerações acerca do caráter da transição capitalista no Brasil do século XIX. 1987. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

Iniciação científica
1.
Rubia de Araujo Ramos. Contornos e dimensões da sociedade de risco. 2009. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

2.
Estevão Bosco. Contornos e dimensões da sociedade de risco. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

3.
Cleto Junior Abreu. Sociedade, política e modernidade líquida. 2008. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

4.
Bruna Fiorim. Os direitos humanos em condições de modernidade radicalizada e globalização econômica. 2006. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras do Campus de Araraquara Unesp, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.

5.
Bruna Fiorim. Os direitos humanos em condições de modernidade radicalizada. 2005. 0 f. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Faculdade de Ciências e Letras Campus de Araraquara, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Marco Aurélio Nogueira.



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Livros e capítulos
1.
GIOVANNI, G. ; NOGUEIRA, Marco Aurélio . Dicionário de Políticas Públicas. 1ª. ed. São Paulo: Imprensa Oficial, 2013. v. 2. 1194p .

1.
GIOVANNI, G. ; NOGUEIRA, Marco Aurélio . Introdução. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 23-40.

2.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Aparelhamento - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 85-89.

3.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Burocracia - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 116-120.

4.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Centralismo - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 134-139.

5.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Consenso - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 189-194.

6.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Controle / Controle Social - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 205-212.

7.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Corporativismo - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 216-223.

8.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Crise - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 226-230.

9.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Democracia participativa - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 257-262.

10.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Estado - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 334-343.

11.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Hegemonia - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 438-443.

12.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Ideologia - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 448-453.

13.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Individualismo - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 470-477.

14.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Individualização / Individuação - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 1, p. 481-486.

15.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Meritocracia - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 61-64.

16.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Modernização Conservadora - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 78-97.

17.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Mudança Social - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 100-107.

18.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Participação Política - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 152-157.

19.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Poder - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 184-190.

20.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Poder Democrático - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 191-193.

21.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Pólis - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 211-214.

22.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Populismo - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 304-309.

23.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Sociedade Civil - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 464-470.

24.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Tecnocracia - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 489-496.

25.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Veto Players - Verbete. In: Di Giovanni, Geraldo; Nogueira, Marco Aurélio. (Org.). Dicionário de Políticas Públicas. 1ªed.São Paulo: FUNDAP / Imprensa Oficial, 2013, v. 2, p. 526-528.


Apresentações de Trabalho
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Brasil, da modernidade imperfeita aos fluxos pós-modernos. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).


Redes sociais, websites e blogs
1.
NOGUEIRA, Marco Aurélio. Possibilidades da política. 2016. (Blog).



Outras informações relevantes


(1). Coordenador do Projeto Temático "Governos Subnacionais e integração regional na América Latina: o caso do Mercosul", financiado pela FAPESP, e desenvolvido por pesquisadores da Fundação do Desenvolvimento Administrativo, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, Universidade Estadual Paulista e Centro de Estudos de Cultura Contemporânea. 2000-2001.

(2). Membro da Comissão de Orientação da Cátedra América Latina, do memorial da América Latina. São Paulo. Desde 2006.

(3). Consultor do Programa de las Naciones Unidas para el Desarrollo - PNUD / Papep. Desde 2006.

(4). Membro do Comitê QUALIS da área de Sociologia da CAPES, 2006-2007.

(5) Membro da Comissão Julgadora do Prêmio Franklin Delano Roosevelt 2007. Embassy os the United States of America, Brasil.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 17/11/2018 às 9:52:23