Rita Laura Segato

Bolsista de Produtividade em Pesquisa do CNPq - Nível 1A

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7719153067130491
  • Última atualização do currículo em 05/04/2018


PhD pelo Departamento de Antropologia Social da Queen?s University of Belfast (1984), foi professora do Depto, de Antropología da Universidade de Brasília entre 1985 e 2010, e professora dos Programas de Pós-graduação em Bioética e em Direitos humanos até se aposentar como professora titular em 2017. É pesquisadora 1A do CNPq desde 1998. Seus índices de citações são h 32 e i10 63. Dirige o Grupo de Pesquisa Antropologia e Direitos Humanos do CNPq. Foi pesquisadora pos-doc no Depto. de Antropologia Social da City University of New York-CUNY(1992);Depto. de Antropologia da Rice University, Houston(1994 - 1995);Institute for the Research in the Humanities, Un. de Wisconsin, Madison(1999);acadêmica visitante na École de Hautes Études en Sciences Sociales, Paris (2003). Ministrou seminários de pós-graduação em universidades estrangeiras, entre elas: U. de Florida,Gainesville; U.de Buenos Aires e U. Nacionais de Quilmes, Córdoba, San Martín, La Plata e Salta na Argentina; Instituto Venezolano de Investigaciones Científicas - IVIC, Venezuela; U. de Puerto Rico - Rio Piedras; U. de Chile em Santiago; PUCPeru; U.de Antioquia em Medellín, do Rosário em Bogotá e del Cauca em Popayán, Colombia; U. de Ciencias e Artes de Chiapas em San Cristobal de las Casas e U. de Guadalajara, em México; Universidade Andina Simón Bolívar de Quito, Ecuador, UCLouvain La Nueve em Belgica, U. de Perúgia em Itália. Publicou, entre outros, os seguintes livros, além de numerosos artigos: Santos e Daimones (Editora da Universidade de Brasilia 1995 e 2005. 2a. edição); Las Estructuras Elementales de la Violencia (Buenos Aires: Prometeo, 2003 y 2013, 2ª. Edição); La Escritura en el cuerpo de las mujeres asesinadas en Ciudad Juárez. Territorio, Soberanía y Crímenes de Segundo Estado (México, DF: Universidad del Claustro de Sor Juana, 2006); La Nación y sus Otros (Buenos Aires: Prometeo, 2007); L?Oedipe Noir (Paris: Petite Bibliothèque Payot, 2014); Las nuevas formas de la guerra y el cuerpo de las mujeres (México, DF: Pez en el Árbol, 2014); La crítica de la colonialidad en ocho ensayos y una Antropología por Demanda (Buenos Aires: Prometeo, 2015); La Guerra contra las Mujeres (Madrid: Traficantes de Sueños, 2016) Co-editou o volume Religions in transition (Uppsala Studies in Cultural Anthropology, 2003). É membro de comissões editoriais de diversas publicações periódicas, entre elas, a prestigiosa Revista Signs. Foi co-autora da primeira proposta de cotas para estudantes negros e indígenas na educação superior do Brasil, e co-autora, com 41 mulheres indígenas, da primeira proposta de políticas públicas para mulheres indígenas (2002). Colaborou com a FUNAI na série de oficinas realizadas entre 2003 e 2012 junto a mulheres indígenas de todo o país, assim como também com organizações de mulheres do México, El Salvador, Guatemala, Nicaragua e Honduras. Participou como experta no Tribunal de Direitos das Mulheres Viena+20 (Bilbao: Mugarik Gabe, 2013). Atuou como perita para el Ministério Público de Guatemala no Tribunal para o caso Sepur Zarco (2014 a 2016). Foi juíza do Tribunal Permanente dos Povos Capítulo México (2014) e no Tribunal de Justicia y Defensa de los Derechos de las Mujeres, Foro Social Panamazónico, Tarapoto, Amazonia Peruana, 2017. Foi incluída na página Heroínas.net (2014). A revista mexicana La Tempestad a incluiu entre os quatro intelectuais representativos do ?Pensamiento Latinoamericano? contemporâneo (março, 2017). Para a agencia espanhola EsGlobal foi uma das 30 intelectuais ibero-americanas mais influentes em 2017. Em 2018 receberá o Premio Latino-americanos y Caribenho de Ciências Sociais CLACSO 50 anos. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Rita Laura Segato
Nome em citações bibliográficas
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura

Endereço


Endereço Profissional
Universidade de Brasília, Programa de Pós-Graduação em Bioética.
Campus Universitário Darcy Ribeiro - Faculdade de Ciências da Saúde
Asa Norte
70910900 - Brasília, DF - Brasil
Telefone: (61) 31071834


Formação acadêmica/titulação


1978 - 1984
Doutorado em Ph.D..
The Queen's University Of Belfast, QU, Irlanda do Norte.
Título: A Folk Theory of Personality Types. Gods and their Symbolic Representation among members of the Shango Cult of Recife, Brazil, Ano de obtenção: 1984.
Orientador: John Blacking.
Grande área: Ciências Humanas
1977 - 1978
Mestrado em Ph.D..
The Queen's University Of Belfast, QU, Irlanda do Norte.
Título: Social Conservatism and Cultural Conservatism. An Analysis of Traditionalism and Heterogneity in Latin American Nations,Ano de Obtenção: 1978.
Orientador: John Blacking.
Grande área: Ciências Humanas
1975 - 1975
Especialização em Etnomusicología.
Instituto Interamericano de Etnomusicología y Folklore, INIDEF, Venezuela.
1971 - 1974
Graduação em Ciencias Antropológicas.
Universidad de Buenos Aires, UBA, Argentina.
1958 - 1968
Graduação em Música.
Conservatório de Música da Cidade de Buenos Aires, CMBA, Argentina.


Pós-doutorado


1999 - 1999
Pós-Doutorado.
University of Wisconsin - Madison, WISC, Estados Unidos.
1995 - 1996
Pós-Doutorado.
University of Florida, UF, Estados Unidos.
Grande área: Ciências Humanas
1994 - 1995
Pós-Doutorado.
Rice University, RICE, Estados Unidos.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas


Atuação Profissional



Universidade de Brasília, UnB, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Aposentado
Outras informações
Ato da Reitoria 0211/2017 de 02 de março de 2017

Vínculo institucional

2015 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2013 - 2015
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado IV, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Associado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

1985 - 2006
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor adjunto IV, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

2010 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Universidade de Brasília - Campus Darcy Ribeiro, .

2001 - Atual
Ensino, Bioética, Nível: Especialização

Disciplinas ministradas
Bioética das Situações Persistentes: ações afirmativas no Brasil
3/1999 - Atual
Extensão universitária , Instituto de Ciências Humanas, Departamento de Antropologia.

Atividade de extensão realizada
Membro do Comitê Editorial do jornal PARTICIPAÇÂO.
6/1985 - Atual
Ensino, Antropologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia Social
3/1985 - Atual
Ensino, Antropologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia Social
07/2014 - 08/2014
Conselhos, Comissões e Consultoria, Programa de Pós-Graduação em Bioética, .

Cargo ou função
Presidente da Comissão para revalidação de diplomas.
8/2001 - 8/2001
Extensão universitária , Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares, .

Atividade de extensão realizada
Racismo, Exclusão e Discriminação.
8/2000 - 8/2000
Extensão universitária , Centro de Estudos Avançados Multidisciplinares, .

Atividade de extensão realizada
Racismo, Exclusão e Discriminação.
1996 - 1998
Direção e administração, Departamento de Antropologia - DAN, .

Cargo ou função
Coordenador de Programa.
1985 - 1987
Direção e administração, Departamento de Antropologia - DAN, .

Cargo ou função
Coordenador de Curso.

Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - Atual
Vínculo: Coordenador, Enquadramento Funcional: Coordenador de grupo de pesquisa, Carga horária: 0
Outras informações
Coordenadora do grupo de pesquisa Antropologia e Direitos Humanos.

Vínculo institucional

1998 - Atual
Vínculo: Conselheiro Ad-Hoc, Enquadramento Funcional: Conselheiro Ad-Hoc, Carga horária: 0

Vínculo institucional

1988 - Atual
Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Pesquisador 1-A, Carga horária: 0
Outras informações
Nível 1-A

Vínculo institucional

1986 - Atual
Vínculo: Orientador, Enquadramento Funcional: Orientador, Carga horária: 0

Atividades

2004 - Atual
Outras atividades técnico-científicas , Diretoria de Ciências Agrárias, Biológicas e da Saúde, Diretoria de Ciências Agrárias, Biológicas e da Saúde.

Atividade realizada
Coordenadora do Grupo de Pesquisa Antropologia e Direitos Humanos.
1/1998 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, .

Linhas de pesquisa
Antropologia

Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, MCTI, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - Atual
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Pesquisadora Principal INCT

Vínculo institucional

1998 - 2006
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Pesquisador Principal de PRONEX, Carga horária: 0

Atividades

3/1998 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Pronex, .


Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - Atual
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Membro do Comitê de Avaliação de Área, Carga horária: 0
Outras informações
Comitê Nacional de Avaliação de Cursos de Graduação em Antropologia

Vínculo institucional

1992 - Atual
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Conselheiro Ad-Hoc, Carga horária: 0
Outras informações
Membro de Comitê de Avaliação de Área

Atividades

1/1998 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, .

Cargo ou função
Membro do Comitê de Avaliação de Área.

Centro Nacional de Referência Cultural, CNRC, Brasil.
Vínculo institucional

1977 - 1977
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Carga horária: 0, Regime: Dedicação exclusiva.


Instituto Interamericano de Etnomusicologia e Folclore, INIDEF, Venezuela.
Vínculo institucional

1978 - 1980
Vínculo: Técnico Pesquisador, Enquadramento Funcional: Técnico Pesquisador, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.


Ações em Gênero, Cidadania e Desenvolvimento, AGENDE, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - Atual
Vínculo: Membro Conselho Diretor, Enquadramento Funcional: Membro Conselho Diretor


Agência de Notícias dos Direitos da Infância, ANDI, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: Consultoria


Associação Brasileira de Antropologia, ABA, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2006
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Membro de Comissão

Atividades

2004 - 2006
Conselhos, Comissões e Consultoria, Associação Brasileira de Antropologia, .

Cargo ou função
Membro da Comissão de Direitos Humanos.

Associación Latinoamericana Para o Estudio de Religiones, ALER, México.
Vínculo institucional

1990 - 1997
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Diretor Regional, Carga horária: 0

Atividades

6/1990 - 1997
Direção e administração, Diretor Regional, .

Cargo ou função
Diretor Regional.

Cehila, CEHILA, Equador.
Vínculo institucional

1997 - 1997
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor visitante, Carga horária: 20

Atividades

1997 - 1997
Ensino, Antropologia, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Una Vision Antropológica de los Cultos Afro-Brasileiros dentro del Contexto del Catolicismo

City University of New York, CUNY, Estados Unidos.
Vínculo institucional

1992 - 1992
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Reserach Fellow, Carga horária: 0, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Ph.D. Program in Anthropology

Atividades

9/1992 - 12/1992
Pesquisa e desenvolvimento , Graduate Center, Dept Of Anthropology.

Linhas de pesquisa
Teoria Antropológica

Fondo Colombiano de Investigaciones Científicas, FCIC, Colômbia.
Vínculo institucional

1992 - Atual
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Conselheiro Ad-Hoc, Carga horária: 0
Outras informações
Avaliadora de projetos Membro da Comissão Internacional de Avaliadores do Projeto do Milênio (1992)

Atividades

1/1992 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Fondo Colombiano de Investigaciones Científicas, .

Cargo ou função
Conselheiro Ad-Hoc.

Ford Foundation, FF, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2002 - 2002
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: International Ford Scholar, Carga horária: 0
Outras informações
International Ford Scholar para participação na Conferência CSSR 2000-Houstoun

Atividades

1/2002 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Ford Foundation, .

Cargo ou função
Conselheiro Ad-Hoc.

Fondo Colombiano de Investigaciones Científicas y Proyectos Especiales, COLCIENCIAS, Colômbia.
Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Avaliadora externa-Consultoria, Carga horária: 0

Atividades

10/2004 - 10/2004
Conselhos, Comissões e Consultoria, Fondo Colombiano de Investigaciones Cientificas Y Proyectos Especiales, .

Cargo ou função
Avaliadora externa da Convocatória Nacional para la Creación de Centros de Investigación de Excelencia do Instituto Colombiano para el Desarrollo de la Ciência y de la Tecnologia.

Ministerio de La Cultura de Nicaragua, M.C., Nicarágua.
Vínculo institucional

1980 - 1980
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Professor visitante, Carga horária: 0

Atividades

9/1980 - 11/1980
Ensino, Teorias de Cultura Popular y Metodos de Pesquisa, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Teorias de Cultura Popular e Metodos de Pesquisa de Campo

Programa de Núcleos de Excelência Acadêmica, PRONEX, Brasil.
Vínculo institucional

1998 - 2006
Vínculo: Pesquisador principal, Enquadramento Funcional: Pesquisador principal, Carga horária: 0


Rice University, RICE, Estados Unidos.
Vínculo institucional

1994 - 1995
Vínculo: Pesquisador Visitante, Enquadramento Funcional: Pesquisador Visitante, Carga horária: 0, Regime: Dedicação exclusiva.


Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade, SECAD, Brasil.
Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Consultoria, Enquadramento Funcional: Consultoria


Unesco, UNESCO, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2003
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Consultora, Carga horária: 0
Outras informações
Experto do Projeto Rota dos Escravos da Unesco, para elaboração de banco de dados para estudos comparativos da cultura e sociedade afro-cubana e afro-brasileira.

Atividades

09/2003 - 09/2003
Conselhos, Comissões e Consultoria, .

Cargo ou função
Consultora.

Universidad de Buenos Aires, UBA, Argentina.
Vínculo institucional

2001 - 2001
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 0

Atividades

4/2001 - 5/2001
Ensino, Antropologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropología y Psicoanálisis

Universidad de Quilmes, U.Q., Argentina.
Vínculo institucional

2001 - 2001
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Visitante, Carga horária: 40

Atividades

11/2001 - 12/2001
Ensino, Antropologia, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
El Tema Complejo de los Derechos Humanos: Identidad y Diferencia
7/2001 - 7/2001
Ensino, Antropología, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Antropología y Psicoanálisis

Universidad Nacional de Quilmes, UVQ, Argentina.
Vínculo institucional

2004 - 2004
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professora, Carga horária: 20

Atividades

2004 - Atual
Ensino, Derechos Humanos y Resolución de Conflictos, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia e Direitos Humanos

Universidade de Cadiz, U.C., Espanha.
Vínculo institucional

1998 - 1998
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: , Carga horária: 0

Atividades

4/1998 - 4/1998
Extensão universitária , Universidade de Cadiz, .

Atividade de extensão realizada
Conferencista Visitante para p Secretariado de Relaciones Internacionales e Licenciatura em Humanidades.

University of Florida, UF, Estados Unidos.
Vínculo institucional

1995 - 1996
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 0, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
De janeiro a junho de 1996 lecionou o curso "New World Diversity: National Discourses in the New World", para alunos de gradução e pós-graduação.

Atividades

1/1996 - 6/1996
Ensino, New World Diversity, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
New World Diversity: National Discourses of Diversity in the New World

University of Pittsburgh, PITT, Estados Unidos.
Vínculo institucional

1991 - 1991
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Interport Lecturer, Carga horária: 0
Outras informações
Program Semester at Sea, Insitute for Shipboard Education


University of Wisconsin - Madison, WISC, Estados Unidos.
Vínculo institucional

1999 - 1999
Vínculo: Livre, Enquadramento Funcional: Fellow, Carga horária: 0
Outras informações
Institute for the Research in the Humanities

Atividades

2/1999 - 4/1999
Extensão universitária , University of Wisconsin - Madison, .

Atividade de extensão realizada
Fellow.

Vara de Execuções Criminais do Tribunal de Justiça do Distrtito Federal, VEC - TJDF, Brasil.
Vínculo institucional

2000 - 2001
Vínculo: Consultor, Enquadramento Funcional: -, Carga horária: 0

Atividades

11/2000 - 4/2001
Ensino, Curso de Aperfeiçoamento, Nível: Aperfeiçoamento

Disciplinas ministradas
Capacitação para o Projeto "Penas Alternativas valem a Pena?"-CEPEMA (Central de Corrdenação de Execução de Penas e Medidas Alternativas)

Universidad Andina Simón Bolívar, UASB, Equador.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Livre, Carga horária: 0

Atividades

01/2011 - 12/2011
Ensino, Estudios Culturales Latinoamericanos, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Género y decolonialidad

Tribunal de Maior Risco - Guatemala, TMR, Guatemala.
Vínculo institucional

2014 - 2017
Vínculo: Colaboradora Voluntária, Enquadramento Funcional: Perito
Outras informações
Caso Sepur Zarco sobre crimes do autoritarismo de Estado nos anos 80 (2014-2017)

Atividades

01/2014 - 12/2017
Outras atividades técnico-científicas , Tribunal de Maior Risco, Tribunal de Maior Risco.

Atividade realizada
Atuou no como Perita Caso Sepur Zarco sobre crimes do autoritarismo de Estado nos anos 80 (2014-2017).

Tribunal Permanente dos Povos, TPP, México.
Vínculo institucional

2014 - 2014
Vínculo: Colaboradora Voluntária, Enquadramento Funcional: Jurado

Atividades

01/2014 - 12/2014
Conselhos, Comissões e Consultoria, Tribunal Permanente dos Povos, .

Cargo ou função
Júri do Tribunal Permanente dos Povos (ex Tribunal Russel) no capítulo México (2014).

Tribunal Viena+20, TV-20, Espanha.
Vínculo institucional

2013 - 2013
Vínculo: Colaboradora Voluntaria, Enquadramento Funcional: Especialista


Tribunal das Mulheres do Foro Social Panamazónico em Peru, TMFSPP, Peru.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Colaboradora Voluntária, Enquadramento Funcional: Jurado
Outras informações
Juri no Tribunal das Mulheres do Foro Social Panamazónico em Peru (2017).

Atividades

01/2017 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Foro Social Panamazónico, .

Cargo ou função
Juri no Tribunal das Mulheres do Foro Social Panamazónico em Peru (2017).

Casa de las Américas, CA, Cuba.
Vínculo institucional

2012 - Atual
Vínculo: Colaboradora Voluntária, Enquadramento Funcional: Jurado

Atividades

01/2012 - 12/2012
Conselhos, Comissões e Consultoria, Casa de las Américas, .

Cargo ou função
Jurada.


Linhas de pesquisa


1.
Raça, etnicidade, religiões e nação
2.
Gênero Violência e Femigenocídio
3.
Pluralismo Jurídico e Pluralismo Bioético
4.
Políticas de Inclusão e Direitos Humanos
5.
Teoria Antropológica e Colonialidade
6.
Antropologia e Direitos Humanos: pluralismo e universalismo
7.
Mulheres Indígenas e suas Reivindicações de Direitos
8.
Antropologia
9.
Religious Movements in the Contemporary World
10.
Teoria Antropológica


Projetos de pesquisa


2009 - Atual
Um estudo das violências que afetam as mulheres indígenas: tipos, contextos e estratégias de proteção dentro do respeito à pauta do direito à diferença
Descrição: O projeto se propõe fazer um levantamento dos diversos tipos de violência que vitimizam as mulheres indígenas, suas condições de ocorrência, os contextos que os propiciam e as possíveis formas de contenção tanto a partir dos instrumentos jurídicos existentes e da proteção estatal neles prevista, como também mediante a ativação ou reativação de recursos existentes no direito próprio dos povos e as associações de mulheres dentro das comunidades..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2009 - Atual
Instituto Técnico de Ciência e Tecnologia da Inclusão no Ensino Superior e na Pesquisa
Descrição: Coordenação do Núcleo de Direitos, Sociedade e Cultura, que pesquisa a interface entre os processo e inclusão no ensino superior e o direito nas sociedades modernas, com preocupação especial com o pluralismo jurídico e com as questões colocadas pelos novos grupos e estudantes (indígenas, camponeses, afro-descendentes) que passaram a participar da vida universitária..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (3) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Rita Laura Segato - Coordenador.Financiador(es): Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações - Auxílio financeiro.
2006 - 2008
"As mulheres e a aplicação de penas de privação de liberdade"
Descrição: A pesquisa destinou-se a produzir um corpo de conhecimentos sobre as conseqüências da aplicação da pena de privação de liberdade que subsidie a formulação de políticas públicas para esse público e a elaboração de um programa de ações em diversas áreas - jurídica, de saúde, sexualidade e direitos reprodutivos, religiosidade, educação e trabalho - para atender as demandas de reabilitação e inserção social das mulheres encarceradas no Brasil..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2004 - 2007
Violência delictiva y Derechos Humanos, habla el interno carcelario Bonaerense
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2003 - Atual
Projeto: Rota dos Escravos
Descrição: A.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Rita Laura Segato - Coordenador.
2001 - Atual
Projeto: Os movimentos Religiosos no Mundo Contemporâneo MCT/CNPQ
Descrição: O Núcleo pretende consolidar e desenvolver uma prática de observação empírica e de reflexão teórica de alto nível sobre a questão religiosa nas sociedades contemporâneas, obviamente com ênfase especial no Brasil. Alguns avanços esperados são: 1. Um mapeamento pormenorizado da situação religiosa do Brasil atual. - Isso implicará congregar e articular os vários mapeamentos regionais e localizados feitos até agora por outras instituições, exemplos são os três volumes dos Sinais dos Tempos (1990) e o Censo Evangélico (1993) e submetê-los a uma interpretação mais abrangente. 2. A formulação de princípios teóricos adequados para entender o lugar da religião na sociedade brasileira. A consolidação, no Brasil, de um primeiro Núcleo de Estudos de Religiões Comparadas ao estilo de outros centros de reflexão sobre religião existentes nos Estados Unidos, França, Inglaterra, Alemanha e Índia. Dada a qualificação dos pesquisadores envolvidos e a riqueza e a vitalidade do campo religioso brasileiro, poderemos talvez colocar-nos como um dos centros de reflexão de ponta nesta área, o que não é pouco, dada a disparidade da produção científica no mundo de hoje entre os países centrais e os periféricos. Muitos trabalhos dos pesquisadores do Núcleo proposto já circulam em publicações acadêmicas fora do país, traduzidos para o espanhol, francês, inglês e italiano. A tendência será intensificar a nossa influência internacional..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (0) / Especialização: (0) / Mestrado acadêmico: (0) / Mestrado profissional: (0) / Doutorado: (0) .
Integrantes: Rita Laura Segato - Coordenador.


Membro de corpo editorial


2017 - Atual
Periódico: Revista de Estudios Interculturales
2017 - Atual
Periódico: Revista de la Facultad de Filosofía y Humanidades
2016 - Atual
Periódico: Revista de Sociología da Universidad Nacional Mayor de San Marcos
2015 - Atual
Periódico: Region y Sociedad
2015 - Atual
Periódico: Debate Feminista
2012 - Atual
Periódico: Revista Interfaces Científicas - Direito
2012 - Atual
Periódico: Signs: Journal of Women in Culture and Society
2012 - Atual
Periódico: FEMINISMOS
2012 - Atual
Periódico: Revista Anthropos - Pontifícia Universidad Católica do Peru
2011 - Atual
Periódico: Polémicas Feministas
2011 - Atual
Periódico: Ofícios Terrestres
2011 - Atual
Periódico: Temas de Antropología y Migración
2009 - Atual
Periódico: Revista Humanidades. Editora da Universidade de Brasília
2004 - Atual
Periódico: Encyclopedia of Global Religion
2004 - Atual
Periódico: Cadernos do NIGS (Núcleo de Identidades de Gênero e Subjetividades)
2003 - Atual
Periódico: Virtual Labrys Estudos Feministas
2003 - Atual
Periódico: Enfoques (Rio de Janeiro)
2002 - Atual
Periódico: Revista de Estudos Afro-Asiáticos
2000 - Atual
Periódico: Debates do NER (Nucleo Estudos da Religião)


Membro de comitê de assessoramento


2015 - Atual
Agência de fomento: Pontificia Universidad Católica del Perú
2013 - Atual
Agência de fomento: Consejo Asesor Honorario del Observatorio de Género en la Justicia de la Ci
2014 - 2014
Agência de fomento: Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia e Direitos Humanos.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia das Populações Afro-Brasileiras.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia do Gênero.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Etnicidade e Nação.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia das Populações Carcerárias.
6.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Antropologia / Subárea: Antropologia da Religião.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende BemLê Bem.
Italiano
Lê Bem.


Prêmios e títulos


2017
Premio - LAS 30 INTELECTUALES MÁS INFLUYENTES DE IBEROAMÉRICA, Esglobal.
2017
Premio - Latinoamericano y Caribeño de Ciencias Sociales CLACSO 50 Años, Consejo Latinoamericano de Ciencias Sociales, CLACSO..
2016
Premio - Os quatro (4) autores representativos do Pensamento Contemporâneo Latinoamericano, Revista La Tempestad do México.
2015
Premio - Parceiro da Imprensa, Universidade de Brasilia.
2014
Premio - Professora do Programa de Doutorado em Estudos Culturais Latinoamericanos, Universidade Andina Simon Bolivar.
2014
Premio - Figura da Galeria de Heroinas, http://heroinas.blogspot.com.es/.
2012
Membro do jure do Premio Extraordinario de estudios sobre la presencia negra en la América y el Caribe contemporáneos, Casa de las Américas.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SEGATO, Rita Laura2016SEGATO, Rita Laura; ALVAREZ, P. . Frente al espejo de la reina mala . Docencia, amistad y autorización como brechas decoloniales en la universidad. Versión. Estudios de comunicación y Política, v. 37, p. 201-216, 2016.

2.
Segato, Rita Laura2016Segato, Rita Laura. Patriarchy from Margin to Center: Discipline, Territoriality, and Cruelty in the Apocalyptic Phase of Capital. South Atlantic Quarterly, v. 115, p. 615-624, 2016.

3.
SEGATO, Rita Laura2016SEGATO, Rita Laura. La historia por nuestra mano. Toda Vía. Pensamiento y Cultura en América Latina, v. 35, p. 47-55, 2016.

4.
SEGATO, Rita Laura2014SEGATO, Rita Laura. QUE CADA POVO TEÇA OS FIOS DA SUA HISTÓRIA:O PLURALISMO JURÍDICO EM DIÁLOGO DIDÁTICO COM LEGISLADORES. Direito.UnB. Revista de Direito da Universidade de Brasília (versão impressa), v. 1, p. 65-92, 2014.

5.
Segato, Rita Laura2014Segato, Rita Laura. Las nuevas formas de la guerra y el cuerpo de las mujeres. Sociedade e Estado (UnB. Impresso), v. 29, p. 341-371, 2014.

6.
Segato, Rita Laura2014Segato, Rita Laura. El sexo y la norma: frente estatal, patriarcado, desposesión, colonidad. Revista Estudos Feministas (UFSC. Impresso), v. 22, p. 593-616, 2014.

7.
SEGATO, Rita Laura2013SEGATO, Rita Laura. Patriarcado, desposesión, colonialidad y el avance del frente estatal-colonial en el mundo-aldea. Otros Logo, v. 4, p. 10-38, 2013.

8.
SEGATO, Rita Laura2013SEGATO, Rita Laura. Ejes argumentales de la perspectiva de la Colonialidad del Poder. Casa de las Américas, v. 272, p. 1-5, 2013.

9.
Segato, Rita Laura2013Segato, Rita Laura. Violence Against Women in Latin America and the Caribbean*. Hemisphere: a magazine of the Americas, v. 22, p. 14-19, 2013.

10.
SEGATO, Rita Laura2012SEGATO, Rita Laura. Femigenocidio y feminicidio: una propuesta de tipificación. Herramienta (Buenos Aires), v. 49, p. 1, 2012.

11.
SEGATO, Rita Laura2012SEGATO, Rita Laura. Brechas descoloniales para una universidad nuestroamericana. Casa de las Américas, v. LI, p. p43, 2012.

12.
Segato, Rita Laura2012Segato, Rita Laura; CARNEIRO, F. F. ; FLORENTINO, Marcio . Perspectivas emancipatórias sobre a saúde e o Bem Viver face às limitações do processo de desenvolvimento brasileiro. Saúde em Debate, v. 36, p. 4-119, 2012.

13.
SEGATO, Rita Laura2012SEGATO, Rita Laura. Gênero e colonialidade: em busca de chaves de leitura e de um vocabulário estratégico descolonial. E-cadernos CES (Online), v. 18, p. 1-5, 2012.

14.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2010SEGATO, Rita Laura. Los cauces profundos da raza latinoamericana: una relectura del mestizaje. Crítica y Emancipación, v. 3, p. 1, 2010.

15.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2010SEGATO, Rita Laura. Debate on the paper by Feitosa et al.. Cadernos de Saúde Pública (ENSP. Impresso), v. 26, p. 875, 2010.

16.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2008 SEGATO, Rita Laura. Closing ranks: religion, society and politics today. Social Compass, v. 55, p. 207-219, 2008.

17.
SEGATO, Rita Laura2008SEGATO, Rita Laura. la escritura en el cuerpo de las mujeres asesinads en Cd. Juárez. Debate Feminista, v. 37, p. 78-120, 2008.

18.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2007SEGATO, Rita Laura. El color de la carcel en América Latina: Apuntes sobre la colonialidad de la justicia en un continente en desconstruccion. Nueva Sociedad, v. 208, p. 142-161, 2007.

19.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2006SEGATO, Rita Laura. Em busca de um léxico para teorizar a experiência territorial contemporânea. História Revista (UFG), Brasília - DF, v. 10, n.2, p. 195-226, 2006.

20.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2006SEGATO, Rita Laura. Cotas: por que reagimos?. Revista USP, São Paulo - SP, v. 1, n.68, p. 76-87, 2006.

21.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2006SEGATO, Rita Laura. Antropologia e Direitos Humanos: Alteridade e Ética no movimento de expansão dos direitos universais.. Mana (Rio de Janeiro), v. 12, n.1, p. 207-236, 2006.

22.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2006SEGATO, Rita Laura. Qué es un feminicídio. Notas para un debate emergente. Mora, Revista del Instituto Interdisciplinar de Estudios de Gênero, Universidad de Buenos Aires, v. 12, p. 1, 2006.

23.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2006SEGATO, Rita Laura. El Édipo Brasileiro: la doble negación de género y raza. Perfiles Del Feminismo Latinoamericano, Buenos Aires, v. 1, n.3, 2006.

24.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2006SEGATO, Rita Laura. En busca de un léxico para teorizar la experiencia territorial contemporánea. Politika. Revista de Ciencias Sociales (Universidad de Bilbao: Facultad de Ciencias Sociales y de la Comunicación, País Vasco), v. 2, p. 129-148, 2006.

25.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2006SEGATO, Rita Laura. O Édipo brasileiro: a dupla negação de gênero e raça. Série Antropologia (Brasília), v. -, p. 1-21, 2006.

26.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2005SEGATO, Rita Laura. Em Memória de Tempos Melhores: Os antropólogos e a Luta Pelo Direito. Horizontes Antropológicos, Porto Alegre, v. 11, n.23, p. 1-4, 2005.

27.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2005SEGATO, Rita Laura. Religião, Vida Carcerária e Direitos Humanos. Comunicações do ISER, Rio de Janeiro, v. 61, p. 40-47, 2005.

28.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2005SEGATO, Rita Laura. Território, soberania e crimes de Segundo Estado: a escrita no corpo das mulheres assassinadas em Ciudad Juárez. Revista Estudos Feministas, Florianópolis, v. 2, p. 265-286, 2005.

29.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2004SEGATO, Rita Laura. Changements religieux et 'désethnification'. L'expansion protestante récente dans les Andes centrals d'Argentine. Recherches Amérindiennes au Québec, Montreal, v. 2, p. 1, 2004.

30.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2004SEGATO, Rita Laura. Territorio, soberanía y crímenes de segundo Estado: la escritura en el cuerpo de las mujeres asesinadas en Ciudad Juárez.. Labrys. Estudos Feministas (Online), Brasília, v. 6, p. 1, 2004.

31.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2004SEGATO, Rita Laura. Por que reagimos às cotas?. O Público e o Privado, v. 3, p. 1, 2004.

32.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2003SEGATO, Rita Laura. Uma agenda de ações afirmativas para as mulheres indígenas do Brasil. Série Antropologia (Brasília), Brasília, v. 326, p. 1-79, 2003.

33.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2003SEGATO, Rita Laura. Género, política e hibridismo en la transnacionalização de la cultura Yoruba. Estudos Afro-Asiáticos, Rio de Janeiro, v. 2, n.25, p. 333-363, 2003.

34.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2003SEGATO, Rita Laura. A célula violenta que Lacan não viu: um diálogo (tenso) entrea Antropologia e aPsicanálise. Clinamen (Florianópolis), v. 2, p. 121-151, 2003.

35.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2002SEGATO, Rita Laura. Identidades políticas y alteridades históricas. Una crítica a las certezas del pluralismo global.. Nueva Sociedad, v. 178, p. 104-125, 2002.

36.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2002SEGATO, Rita Laura; CARVALHO, J. J. . Uma proposta de cotas para estudantes negros na Universidade de Brasília. Série Antropologia (Brasília), Brasília, v. 314, p. 1-52, 2002.

37.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2002SEGATO, Rita Laura; ALMEIDA, T. M. C. ; PECHINCHA, Mônica Thereza Soares . As duas virgens brasileiras: tradição e modernidade nas identidades religiosas. Teoria & Sociedade (UFMG), Belo Horizonte, v. -, p. 76-95, 2002.

38.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2001SEGATO, Rita Laura. Las dos virgenes brasileñas: tradición y modernidad en las identidades religiosas.. Revista Colombiana de Antropología, v. 37, p. 90-112, 2001.

39.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2001SEGATO, Rita Laura. La violación como agresión genérica. Psicoanálisis y el Hospital, v. 19, p. 60-64, 2001.

40.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura2000SEGATO, Rita Laura. Okarilé: Uma toada icônica de Iemanjá. Revista do Serviço do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Rio de Janeiro, v. 28, 2000.

41.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1999SEGATO, Rita Laura. Fronteiras e Margens: A História Não Contada da Expansão Religiosa Afro-Brasileira para a Argentina e o Uruguai. Religião & Sociedade, Rio de Janeiro, v. 19, n.1, 1999.

42.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1999SEGATO, Rita Laura; CARVALHO, J. J. . A tradição religiosa do Xangô do Recife. Humanidades, Brasília, 1999.

43.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1999SEGATO, Rita Laura. El vacío y su frontera: la búsqueda del otro lado en dos textos argentinos. Horizontes Antropológicos (UFRGS. Impresso), Porto Alegre, v. 12, p. 83-101, 1999.

44.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1998SEGATO, Rita Laura. Identidades Políticas/Alteridades Históricas: Una Crítica A Las Certezas Del Pluralismo Global. Anuário Antropológico, Brasília, v. 97, 1998.

45.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1998SEGATO, Rita Laura. The Color-Blind Subject Of Myth; Or, Where To Find Africa In The Nation.. Annual Review of Anthropology (Print), Palo Alto, California, v. 27, p. 129-151, 1998.

46.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1997SEGATO, Rita Laura. Inventing Nature: Family, Sex And Gender In The Xango Cult. Acta Americana (Uppsala), Uppsala, v. 5, n.1, p. 21-60, 1997.

47.
SEGATO, R. L.1997SEGATO, R. L.; Formaciones de Diversidad: Nación Y Opciones Religiosas En El Contexto de La Globalización. Thule. Revista italiana di studi americanisti. (volume dedicado à Religião em América Latina, Perugia, Itália, v. 1997, n.2/3, p. 101-131, 1997.

48.
SEGATO, R. L.1997SEGATO, R. L.; Una Aplanadora Homogeneizante (Acerca de La Constitución de Las Identidades Nacionales En Argentina, Brasil Y Estados Unidos). La Marea, Buenos Aires, v. 4, n.8, p. 40-45, 1997.

49.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1997SEGATO, Rita Laura. Os Percursos do Gênero Na Antropologia e Para Alem Dela.. Sociedade e Estado (UnB. Impresso), Brasília, v. XII, n.2, p. 235-262, 1997.

50.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1996SEGATO, Rita Laura. Frontiers And Margins: The Untold Story Of The Afro-Brazilian Religious Expansion To Argentina And Uruguay. Critique of Anthropology, Londres, v. 16, n.4, p. 343-359, 1996.

51.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1995SEGATO, Rita Laura. Cidadania: Por Que Não? Estado e Sociedade No Brasil À Luz de Um Discurso Religioso Afro-Brasileiro. Dados (Rio de Janeiro. Impresso), Rio de Janeiro, v. 38, n.3, p. 581-602, 1995.

52.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1995SEGATO, Rita Laura. Christianity And Desire: The Biblical Cargo. Série Antropologia (Brasília. Impresso), Brasília: Depto. de Antropolog, v. 192, p. 1-10, 1995.

53.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1993SEGATO, Rita Laura. Okarilé: Iemoja's icon tune. Interpretative Anthropology and the Music of Afro-Brazilian Cults. Revista de Música Latinoamericana (Print), Austin - Texas, v. 14, n.1, p. 65-87, 1993.

54.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1993SEGATO, Rita Laura. Religião e Sociedade: a Vocação Missionária da Antropologia. Anuário Antropológico, v. 7, p. 46-65, 1993.

55.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1993SEGATO, Rita Laura. A Natureza do Gênero na Psicanálise e na Antropologia. Anuário Antropológico, Brasília, v. 146, p. 25-36, 1993.

56.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1993SEGATO, Rita Laura. Persona y Divinidad en la Tradición Afro-brasileira: Notas para la Comprensión del Sujeto Síquico en el Complejo Religioso dedl Candomblé. Journal Of The Latinoamerican Faculty Of Social Sciences Flacso In México, México, 1993.

57.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1992SEGATO, Rita Laura. Um Paradoxo do Relativismo: O Discurso Racional da Antropologia frente ao Sagrado. Religião & Sociedade, Rio de Janeiro, v. 16, n.1-2, 1992.

58.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1991SEGATO, Rita Laura. A Tradição Afro-Brasileira Frente À Televisão Ou Duas Mortes Entre A Ficção e A Realidade. SÉRIE ANTROPOLÓGICA, n.113, 1991.

59.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1991SEGATO, Rita Laura. Algunas Propuestas para el Estudio del Cambio Religioso: la Expansión Evangélica en la Puna Jujeña. Sociedad y Religión, v. 8, p. 76-87, 1991.

60.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1991SEGATO, Rita Laura. Cambio Religioso y Desetnificación. La Expansión Evangélica en los Andes Centrales de Argentina. Religiones Lationoamericanas, v. 1, 1991.

61.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1991SEGATO, Rita Laura. Uma Vocação de Minoria: A Expansão dos Cultos Afro-Brasileiros na Argentina como Processo de Re-etnização. Dados (Rio de Janeiro. Impresso), Rio de Janeiro, v. 34, n.2, p. 121-136, 1991.

62.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1991SEGATO, Rita Laura. A Antropologia e a Crise Taxonômica da assim chamada Cultura Popular. Anuário Antropológico, v. 88, p. 132-151, 1991.

63.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1990SEGATO, Rita Laura. La Música Nacional Argentina. Yearbook For Traditional Music, 1990.

64.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1990SEGATO, Rita Laura; PALAREA, Á. F. ; RAMIREZ, M. . Folklore Literario Aplicado a la Educación. Cuadernos Inidef, Caracas, v. 4, 1990.

65.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1988SEGATO, Rita Laura. A Vida Privada de Iemanjá e Seus Filhos: Fragmentos de um discurso político para compreender o Brasil. Série Antropológica, Brasília, v. 73, 1988.

66.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1986SEGATO, Rita Laura. Inventando a Natureza: Família, Sexo e Gênero nos Xangôs de Recife. Anuário Antropológico 85, Rio de Janeiro, 1986.

67.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1986SEGATO, Rita Laura; CARVALHO, J. J. . Musik der Xangô-Kulte von Recife. Brasilien, Berlim, v. 22, 1986.

68.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1984SEGATO, Rita Laura. La Música y una Conquista que todavía se realiza: la Conquista de Almas. Revista Inidef, Caracas, v. 5, 1984.

69.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1984SEGATO, Rita Laura. Antologia del Tango Rioplatense. Popular Music Yearbook, 1984.

70.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1977SEGATO, Rita Laura. Breve Panorama de las Teorías del Folklore en América Latina - Partes I y II. Revista Inidef, Caracas, v. 3-4, 1977.

71.
SEGATO, Rita Laura;Segato, Rita Laura1976SEGATO, Rita Laura. Folklore y Relaciones Sociales en América Latina. Folklore Americano, Cidade do México, 1976.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
SEGATO, Rita Laura. LA GUERRA CONTRA LAS MUJERES. 1. ed. Madri: TRAFICANTES DE SUEÑOS, 2016. v. 1. 198p .

2.
Segato, Rita Laura. La Crítica de la Colonialidad en Ocho Ensayos: y una antopología por demanda. 1. ed. Buenos Aires: Prometeo, 2015. v. 1. 294p .

3.
Segato, Rita Laura. L'oedipe Noir | Des nourrices et des mères. 1. ed. Fraça: Editions Payot & Rivages, 2014. v. 1. 112p .

4.
Segato, Rita Laura. Las Nuevas Formas de la guerra y el Cuerpo de las mujeres e outros ensaios. 00. ed. México: Pez en el Árbo, 2014. v. 00. 00p .

5.
Segato, Rita Laura. La escritura en el cuerpo de las mujeres asesinadas en Ciudad Juárez Territorio, soberanía y crímenes de segundo estado. 2. ed. Buenos Aires 9789872739041: Tinta Limón, 2013. v. 1. 88p .

6.
Segato, Rita Laura. Las estructuras elementales de la violencia. 2. ed. Buenos Aires: Prometeo, 2013. v. 1. 264p .

7.
SEGATO, Rita Laura. La Nación y sus Otros. Raza, etnicidad y diversidad religiosa en tiempos de Política de la Identidad. 1. ed. Buenos Aires: Prometeo Libros Editorial, 2007. v. 1. 350p .

8.
SEGATO, Rita Laura. La escritura en el cuerpo de las mujeres en Ciudad Juárez: territorio, soberanía y crímenes de segundo estado. 1. ed. México, DF: Universidad del Claustro de Sor Juana, 2006. v. 1. 54p .

9.
SEGATO, Rita Laura; VARGAS, L. J. O. . Mulher Negra = Sujeito de Direitos. 1. ed. Brasília: AGENDE/UNIFEM/DEFID, 2006. v. 1. 132p .

10.
SEGATO, Rita Laura. Santos e Daimones: O Politeísmo Afro-Brasileiro e a Tradição Arquetipal.. 2. ed. Brasília - DF: Editora da Universidade de Brasília - EDUnB, 2005. v. 1. 516p .

11.
SEGATO, Rita Laura; ALVARSSON, J. A. (Org.) . Religions in Transition: Changing Religious Adhesions in a Merging World. 1. ed. Uppsala: University of Uppsala Press, 2003. v. 1. 277p .

12.
SEGATO, Rita Laura. Las Estruturas Elementares de la violência: ensayos sobre gênero entre la antropologia, o psicoanalisis y los derechos humanos. Buenos Aires: Universidad Nacional de Quilmes/ Prometeo, 2003. v. 01.

13.
SEGATO, Rita Laura. Uma proposta de diretrizes e políticas públicas para mulheres indígenas.. 1. ed. Brasília: Fundação Nacional do Índio/Secretaria de Estado dos Direitos da Mulher, 2002. v. 1. 54p .

14.
SEGATO, Rita Laura. Santos e Daimones: O Politeísmo Afro-Brasileiro e A Tradição Arquetipal.. 1a.. ed. Brasília: Editora da Universidade de Brasília, 1995. v. 1. 515p .

15.
SEGATO, Rita Laura; CARVALHO, J. J. . Shango Cult in Recife, Brazil. 1. ed. Caracas: FUNDEF/CONAC/OAS, 1992. v. 1.

16.
SEGATO, Rita Laura; CARVALHO, J. J. . El Culto Xangô de Recife. 1. ed. Caracas: Centro de Culturas Populares Tradicionales, 1987. v. 1.

Capítulos de livros publicados
1.
SEGATO, Rita Laura. Koloniale/Moderne Geschlechterverhältnisse zwischen Dualität und Binarismus. In: In: Schmidt, Lukas / Schröder, Sabine (Hg.). (Org.). Entwicklungstheorien: Klassiker, Kritik und Alternativen. 1ed.Wien: Mandelbaum Verlag, S, 2016, v. 1, p. 386-391.

2.
SEGATO, Rita Laura. Feminicidio no México e no Brasil: Patriarcado, Capitalismo e Globalização. In: Tourinho, Lígia e Luciana Mitkiewicz (org.). (Org.). Bonecas Quebradas. Ensaios de um processo criativo em teatro documental.. 1ed.Rio de Janeiro: Azougue editorial, 2016, v. 1, p. 121-145.

3.
SEGATO, Rita Laura. La norma y el sexo: frente estatal, patriarcado, desposesión, colonialidad. In: Belausteguigoitia Rius, Marisa y María Josefina Saldaña-Portillo (coordinadoras). (Org.). DES/POSESIÓN: GÉNERO, TERRITORIO Y LUCHAS POR LA AUTODETERMINACIÓN.. 1ed.Ciudad de México: Universidad Nacional Autónoma de México - Programa Universitario de Estudios de Género, 2015, v. 1, p. 125-162.

4.
SEGATO, Rita Laura. Género y colonialidad: del patriarcado de bajo impacto al patriarcado moderno. In: Belausteguigoitia Rius, Marisa y María Josefina Saldaña-Portillo (coordinadoras). (Org.). DES/POSESIÓN: GÉNERO, TERRITORIO Y LUCHAS POR LA AUTODETERMINACIÓN.. 1ed.Ciudad de México: Universidad Nacional Autónoma de México - Programa Universitario de Estudios de Género, 2015, v. 1, p. 321-350.

5.
Segato, Rita Laura. La perspectiva de la Colonialidad del Poder y el giro descolonial. In: José Luis e Jean-Louis Laville. (Org.). Reinventar la izquierda en el siglo XXI : hacia un dialogo norte-sur. 1ed.Buenos Aires: BIBLIOTECA CLACSO, 2014, v. 1, p. 175-190.

6.
Segato, Rita Laura. Colonialidad y patriarcado moderno: expansión del frente estatal, modernización, y la vida de las mujeres. In: Espinosa, Yuderkys, Diana Gómez y Karina Ochoa. (Org.). ejiendo dentro modo: Feminismo, epistemología y apuestas decoloniales en Abya Yala. 00ed.Colômbia: Popayán, 2014, v. 00, p. 00-00.

7.
Segato, Rita Laura. Derecho a una vida libre de violencias para las Mujeres. Informe de experta. In: TRIBUNAL INTERNACIONAL DE DERECHOS DE LAS MUJERES. (Org.). VIENA+20. 00ed.Espanha: Euskalherria, 2014, v. 00, p. 82-117.

8.
Segato, Rita Laura. Las nuevas formas de la guerra y el cuerpo de las mujeres. In: Quesada, Fernando. (Org.). Guerras, Prestigio e Imaginarios de Género. Cuerpos, Territorios y Anexiones.. 00ed.Madrid: Biblioteca Nueva, Siglo XXI Editores, 2014, v. 00, p. 00-00.

9.
Segato, Rita Laura. La perspectiva de la colonialidad del poder. In: Zulma Palermo; Pablo Quintero. (Org.). Aníbal Quijano Textos de Fundación. 00ed.Buenos Aires: Ediciones del Signo, 2014, v. 00, p. 15-43.

10.
Segato, Rita Laura. Colonialidad y patriarcado moderno: expansión del frente estatal, modernización, y la vida de las mujeres. In: Espinosa Miñoso, Yuderkys, Diana Gómez y Karina Ochoa. (Org.). Tejiendo de Otro Modo: Feminismo, epistemología y apuestas descoloniales en Abya Yala. 00ed.Cali: Editora de la Universidad del Cauca, 2013, v. 00, p. 00-00.

11.
SEGATO, Rita Laura. Cuatro Brechas decoloniales en La Educación Superior examinadas a partir de La perspectiva de los derechos. In: Secretaría de Derechos Humanos, Ministerio de Justicia y Derechos Humanos de la Nación. (Org.). DERECHOS HUMANOS Y UNIVERSIDADES. IDEAS PARA DEBATIR. 1ed.Buenos Aires: Secretaría de Derechos Humanos, Ministerio de Justicia y Derechos Humanos de la Nación, 2012, v. 1, p. 1-19.

12.
SEGATO, Rita Laura. Brechas descoloniales para una universidad nuestroamericana.. In: Casa de Las Américas - 266. (Org.). Casa de Las Américas - 266. 00ed.La Habana: , 2012, v. 00, p. 43-56.

13.
SEGATO, Rita Laura. Que cada pueblo teja los hilos de su historia: El pluralismo jurídico en diálogo didáctico con legsiladores. Antropologia & Derecho. 9ed.Posadas, Misiones: , 2012, v. 00, p. 3-12.

14.
Segato, Rita Laura. Femi-geno-cidio como crimen en el fuero internacional de los Derechos Humanos: el derecho a nombrar el sufrimiento en el derecho. In: Fregoso, Rosa-Linda ; Cynthia Bejarano. (Org.). Una cartografía del feminicidio en las Américas. Mexico: UNAM-CIIECH/Red de Investigadoras por la Vida y la Libertad de las Mujeres, 2011, v. , p. -.

15.
Segato, Rita Laura. Género y colonialidad: en busca de claves de lectura y de un vocabulario estratégico descolonial. In: Quijano, Aníbal; Julio Mejía Navarrete. (Org.). La Cuestión Descolonial. Lima: Universidad Ricardo Palma, 2011, v. , p. -.

16.
Segato, Rita Laura. Raza es signo. In: Mosquera Rosero-Labbé, Claudia. (Org.). Debates sobre ciudadanía y políticas raciales en las Américas Negras. Bogotá: Universidad Nacional de Colombia / CES / IDCARÁN, 2011, v. , p. -.

17.
SEGATO, Rita Laura. Que cada pueblo teja los hilos de su historia: El argumento del Pluralismo Jurídico en diiálogo didáctico con legisladores. In: CHENAUT, Victoria; GÓMEZ, Magdalena; ORTIZ, Héctor; SIERRA, María. (Org.). Justicia y diversidad en América Latina. Pueblos indígenas ante la globalización. Mexico, DF: CIESAS, 2011, v. , p. -.

18.
SEGATO, Rita Laura. La lucha por el derecho a nombrar el sufrimiento en el derecho. In: Polack, Dalila; Despouy, Leandro. (Org.). Voces y Silencios de la Discriminación. Buenos Aires: APDH y AECID, 2010, v. , p. -.

19.
SEGATO, Rita Laura. Territory, Sovereignty, and Crimes of the Second State: the writring on the body of murdered women. In: ROSA-LINDA Fregoso; CYNTHIA Bejarano. (Org.). Terrorizing Women: feminicide in the americas. : , 2010, v. 1, p. 70-.

20.
SEGATO, Rita Laura. Territorio, sovranità e crimini da secondo stato: la scrittura sul corpo delle donne assassinate. In: BENSO, Silvia Giletti; SILVESTRI, Laura. (Org.). Ciudad Juarez. La violenza sulle donne in America Latina, l'impunità, la resistenza delle Madri. 1ed.Milano: Franco Angeli, 2010, v. 1, p. -.

21.
SEGATO, Rita Laura. "Derechos Humanos y Dimensiones de la Descolonización de la Enseñanza". In: Pimentel S., Carmen. (Org.). Poder, Ciudadanía, Derechos HUmanos y Salud Mental en el Perú. Lima: Centro Comunitario de Salud Mental-CECOSAM, 2009, v. , p. 117-125.

22.
SEGATO, Rita Laura. Gender, Politics, and Hybridism in the Transnationalization of the Yorùbá Culture. In: Olupona, Jacob K. and Terry Rey. (Org.). Orisa Devotion as World Religion: The Globalization of Yoruba Religious Culture. 1ed.Madison: University of Wisconsin Press, 2008, v. , p. 485-512.

23.
SEGATO, Rita Laura. "A monocromia do mito, ou onde achar a África na nação".. In: Ari Pedro. (Org.). Latinicidade da América Latina. Enfoques socioantropológicos. São Paulo: Editora Hucitec, 2008, v. , p. -.

24.
SEGATO, Rita Laura. La faccionalización de la República y el paisaje religioso como índice de una nueva territorialidad. In: Aurelio Alonso. (Org.). La América Latina y el Caribe: Territórios Religiosos y Desafíos para el Diálogo. 1ed.Buenos Aires: CLACSO, 2007, v. 1, p. 48-82.

25.
SEGATO, Rita Laura. Racismo, Discriminación y Acciones Afirmativas: herramientas conceptuales. In: Ansión, Juan; Tubino, Fidel. (Org.). Educar en Ciudadanía Interrcultural. 1ed.Lima: Pontificia Universidad Católica del Perú, 2007, v. , p. 77-89.

26.
SEGATO, Rita Laura. Die Verbrechen des "zweiten Staates". Die Handschrift auf den Körpern getöteter Frauen in Ciudad Juárez. In: HARASSER, Karin; BURKHARDT, Thomas. (Org.). Folter: Politik und Technik des Schmerzes. : Fink, 2007, v. , p. -.

27.
SEGATO, Rita Laura. Qué es un feminicidio. Notas para un debate emergente. In: Marisa Belausteguigoitia; Lucía Melgar. (Org.). https://www.etienda.unam.mx/artDetalle.html?artDetalle=Libro1-54&tipoArtClave=1&tipoT=articulo. 1ed.Mexico: UNAM, 2007, v. 1, p. -.

28.
SEGATO, Rita Laura. O Édipo Brasileiro: A Dupla Negação de Gênero e Raça.. In: Stevens, Cristina et alii. (Org.). Maternidade e Feminismo. Diálogos Interdisciplinares.. 1ed.Florianópolis: Editora Mulheres, 2006, v. 1, p. 38-51.

29.
SEGATO, Rita Laura. Territorio, soberanía y crímenes de segundo Estado:. la escritura en el cuerpo de las mujeres asesinadas en Ciudad Juárez. In: Subirats, Eduardo. (Org.). Contra la tortura. 1ed.México: Editorial Fineo, 2006, v. 1, p. 40-74.

30.
SEGATO, Rita Laura. Raça é Signo. In: Amaral Jr., Aécio e Joanildo Burity. (Org.). Inclusão Social, Identidade e Diferença: perspectivas pós-estruturalistas de análise social. São Paulo: Anna Blume, 2006, v. , p. -.

31.
SEGATO, Rita Laura. El Edipo brasilero: una doble negación de género y raza. In: Femenías, María Luisa (Compiladora). (Org.). Perfiles del Feminismo Iberoamericano, vol. III. 1ed.Buenos Aires: Catálogos, 2006, v. , p. -.

32.
SEGATO, Rita Laura. Oracle, destiny and personality in afro-brazilian cosmologies.. In: Schabert, Tilo (ed). (Org.). Prophets and Prophecies. Würzburg: Königshausen & Neumann, 2005, v. 1, p. 175-196.

33.
SEGATO, Rita Laura. Territorio, soberanía y crímenes de Segundo Estado: la escritura en el cuerpo de las mujeres asesinadas en Ciudad Juárez. In: María Luísa Femenías. (Org.). Perfiles del Femenismo Latinoamericano. 1ed.Buenos Aires: Catálogos, 2005, v. 1, p. 39-61.

34.
SEGATO, Rita Laura. En busca de un léxico para teorizar la experiencia territorial contemporánea. In: Diego Herrera; Emilio Piazzini. (Org.). (Des)Territorialidades y (No)Lugares: procesos de configuración y tranformación social del espacio. 1ed.Medellín: INER - Universidad de Antioquia, 2005, v. 1, p. 75-94.

35.
SEGATO, Rita Laura. Cambio Religioso y Desetnificación: La expansión evangélica en los Andes Centrales de Argentina. In: Guerrero Jiménez, Bernardo. (Org.). De Indio a Hermano. Pentecostalismo Indígena en América Latina.. 1ed.Iquique, Chile: Ediciones Campus, Universidad Arturo Prat, 2005, 2005, v. 1, p. 171-230.

36.
SEGATO, Rita Laura. El sistema penal como pedagogía de la irresponsabilidad y el proyecto 'habla preso: el derecho humano a palabra en la cárcel'. In: Allende Serra. (Org.). Diversidade Cultural e Desenvolvimento Urbano. 1ed.: Iluminuras e Associação Arte sem Fronteiras, 2005, v. 1, p. 83-104.

37.
SEGATO, Rita Laura. Antropologia y psicoanalisis. Possibilidades y límites de un diálogo. In: Jaramillo Jiménez. (Org.). Cultura, Identidades y saberes fronterizos. 1ed.Bogotá: Universidad Nacional de Colômbia, 2005, v. 1, p. 101-122.

38.
SEGATO, Rita Laura. Liberation Theology. In: Roland Robertson; Jan Aart Scholte. (Org.). The Encyclopedia of Globalization. 1ed.New York: Grolier Academic/ MTM Publishing, 2004, v. 1, p. 739-743.

39.
SEGATO, Rita Laura. Territorio, soberanía y crímenes de segundo Estado: la escritura en el cuerpo de las mujeres asesinadas en Ciudad Juárez.. In: Instituto Nacional de las Mujeres. (Org.). Ciudad Juárez: De este lado del puente.. 1ed.México: Epikéia, 2004, v. , p. 113-131.

40.
SEGATO, Rita Laura. Religious change and the de-ethnification: the evangelical expansion in the Central Andes. In: Segato, Rita Laura; Alvarsson, Jan-Ake. (Org.). Religions in transition: mobility, merging and globalization. 1ed.Uppsala: Uppsala University Press, 2003, v. 1, p. 160-195.

41.
SEGATO, Rita Laura. Candomblé and Catholicism: coexistence and discrepancy of two religious repertories. In: Segato, Rita Laura; Alvarsson, Jan-Ake. (Org.). Religions in transition: mobility, merging and globalization. 1ed.Uppsala: Uppsala University Press, 2003, v. 1, p. 264-276.

42.
SEGATO, Rita Laura. Introduction: Religions in Transition.. In: Segato, Rita Laura; Alvarsson, Jan Ake. (Org.). Religions in Transition: Changing Religious Adhesions in a Merging World. 1ed.Uppsala: Uppsala University Press, 2003, v. 1, p. 8-32.

43.
SEGATO, Rita Laura. Las dos vírgenes brasileñas: local y global en culto mariano.. In: Zambrano, Carlos Vladimir.. (Org.). Epifanías de la etnicidad. Estudios antropológicos sobre vírgenes y santos en América Latina.. 1ed.Bogotá: Corporación Colombiana de Investigaciones Humanísticas, HUMANIZAR, 2002, v. 1, p. 231-248.

44.
SEGATO, Rita Laura. Formaciones de diversidad. Nación y opciones religiosas en el contexto de la globalización.. In: Zambrano, Carlos Vladmir.. (Org.). Confesionalidad y política. Confrontaciones multiculturales por el monopolio religioso.. 1ed.Bogotá: Humanizar, 2002, v. 1, p. 3-34.

45.
SEGATO, Rita Laura. Religião, vida carcerária e direitos humanos.. In: Novaes, Regina. (Org.). Direitos humanos. Temas e perspectivas.. Rio de Janeiro: ABA/MAUAD/Fandação Ford, 2001, v. , p. -.

46.
SEGATO, Rita Laura. Inventando a Natureza: Família, Sexo e Gênero no Xangô de Recife. In: Carlos Eugênio Marcondes de Moura. (Org.). Candomblé: Religião do Corpo e da alma. Tipos Psicológicos nas religiões afro-brasileiras. 1ed.Rio de Janeiro: Pallas, 2000, v. 1, p. 45-102.

47.
SEGATO, Rita Laura. A Estrutura de Gênero e a Injunção do Estupro. In: Lourdes Bandeira; Mireya Suárez. (Org.). A Violência Sexual no Distrito Federal. 1ed.Brasília: Paralelo 15, 1999, v. , p. -.

48.
SEGATO, R. L.; SEGATO, Rita Laura . La Economía Del Deseo En El Espacio Virtual: Conversando Cristianismo En El Internet. In: Elio Masferrer Kan. (Org.). Sectas o Iglesias. Viejos o Nuevos Movimentos Religiosos. 1a.ed.México, DF: Plaza y Valdez/UNAM, 1998, v. 1, p. -.

49.
SEGATO, R. L.; SEGATO, Rita Laura . O Candomblé e A Teologia. In: Márcio Fabri dos Anjos. (Org.). Experiência Religiosa: Riso ou Aventura. 1a.ed.São Paulo: Edições Paulinas, 1998, v. 1, p. -.

50.
SEGATO, Rita Laura. Formações de Diversidade: um modelo para interpretar a recepção de opções religiosas nos países da América Latina no contexto da globalização. In: Ari Oro. (Org.). Religião e Globalização na América Latina. 1ed.Petrópolis: VOZES, 1997, v. 1, p. -.

51.
SEGATO, Rita Laura. Ciudadanía: Por qué no? Estado y Sociedade a la Luz del Discurso Religioso afro-brasileño. In: Carlos Alberto Uribe Tobón. (Org.). La Construcción de las Américas. Memorias del VI Congresso de de Antropología en Colómbia. 1ed.Bogotá: Universidad de los Andes - Facultad de Humanidades y Ciencias Sociales - Deptº de Antropología, 1993, v. 1, p. 1-36.

52.
SEGATO, Rita Laura. Opinião Pública e Defesa dos Direitos da Mulher: Leituras Cruzadas. In: CFEMEA. (Org.). Direitos da Mulher: O que Pensam os Parlamentares. : , 1993, v. , p. -.

53.
SEGATO, Rita Laura. A antropologia e a crise taxonômica da assim chamada cultura popular.. In: INF/IBAC. (Org.). Folclore e cultura popular: várias faces de um debate.. Rio de Janeiro: INF/IBAC, 1992, v. , p. -.

54.
Segato, Rita Laura. Algunas propuestas para un estudio del cambio religioso : la expansión evangélica en la quebrada y puna jujeñas. In: Rita Laura Segato. (Org.). Algunas propuestas para un estudio del cambio religioso : la expansión evangélica en la quebrada y puna jujeñas. 1ed.Brsilia: Fundação Universidade de Brasília, 1987, v. 1, p. 1-26.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
SEGATO, Rita Laura. Salvar la Nación. Sociedad, Argentina, p. 18 - 19, 19 out. 2016.

2.
SEGATO, Rita Laura. A través de la víctima se viola a toda la sociedad. Sociedad, Argentina, p. 21 - 21, 22 jul. 2016.

3.
Segato, Rita Laura. Ese amor anómalo. LAS 12, Argentina, p. 12 - 12, 25 set. 2015.

4.
SEGATO, Rita Laura. Proteger tiene su castigo. LAS12, Argentina, p. 1 - 13, 25 set. 2015.

5.
SEGATO, Rita Laura. VENGO A HABLAR DE LA RAZA. Revista Anfibia, crónicas y relatos de no ficción, Buenos Aires, p. 1 - 6, 29 set. 2013.

6.
SEGATO, Rita Laura. Raza y género: reconocer y combatir la discriminación. Hoja Aparte, Rio Cuarto, p. 1 - 2, 02 jul. 2013.

7.
Segato, Rita Laura. Que cada pueblo teja los hilos de su historia: El pluralismo jurídico en diálogo didáctico con legisladores. Antropología & Derecho, Misiones - Argentina, p. 3 - 12, 01 fev. 2012.

8.
SEGATO, Rita Laura. La agresión sexual es un arma como cualquier otra - Entrevista com Rita Segato. Página 12, 23 ago. 2011.

9.
SEGATO, Rita Laura. Tilcara violada ? Enigmas de la profanación de un santuario nacional y nuestroamericano. Jornal El Tribuno de Jujuy, 25 jan. 2011.

10.
SEGATO, Rita Laura. Los derechos humanos son un instrumento entre otros muchos. Portal Atemisa Noticias, 19 out. 2010.

11.
SEGATO, Rita Laura. Entrevista: "Los derechos humanos son um instrumento entre otros muchos". Artemisa Noticias, 19 out. 2010.

12.
SEGATO, Rita Laura. Las mujeres nunca han sufrido tanta violencia doméstica como en la Modernidad - entrevista com Rita Segato. Página 12, 08 fev. 2010.

13.
SEGATO, Rita Laura. "Explotar no es uma idea indígena" Entrevista a Pilar Aguiar. Revista IDEELE - Instituto de Defensa Legal,, , v. n° 194, 15 ago. 2009.

14.
SEGATO, Rita Laura. "El género es una máquina genocida". Entrevista a Roxana Sandá. "El género es una máquina genocida"., Buenos Aires, p. 12 - 12, 17 jul. 2009.

15.
Segato, Rita Laura. La guerra en el cuerpo. Página 12, Argentina, p. 00 - 00, 17 jul. 2009.

16.
SEGATO, Rita Laura. Del grito inaudible a la lucha inevitable. La Jornada Semanal - Suplemento Cultural de La Jornada, 01 mar. 2009.

17.
SEGATO, Rita Laura. "El Grito Silencioso". Suplemento Las 12, p. 12 - 12, 23 jan. 2009.

18.
SEGATO, Rita Laura. "Argentina en blanco y negro". Suplemento Las 12, Buenos Aires, p. 112 - 12, 27 jun. 2008.

19.
SEGATO, Rita Laura. A primeira lição de aula. Correio Braziliense, Caderno Pensar, Brasília/DF, p. 5, 23 out. 2006.

20.
SEGATO, Rita Laura. Entrevista sobre Mulher Negra. Portal HUB, Brasília/DF, 06 mar. 2006.

21.
SEGATO, Rita Laura. A antropóloga Rita Segato fala sobre a importância das cotas universitárias para pessoas negras. Notícias do Tereceiro Setor, 23 ago. 2002.

22.
SEGATO, Rita Laura. As Prisões e a Sociedade. Correio Braziliense, Brasília, 11 out. 1999.

23.
SEGATO, Rita Laura. Entrevista sobre crimes de mulheres em Ciudad Juárez. El Norte, Chihuahua.

24.
SEGATO, Rita Laura; CARVALHO, J. J. . Entrevista. Para onde se manifesta a realidade do espírito. Religião e Sociedade, Rio de Janeiro, p. 29 - 34.

25.
SEGATO, Rita Laura. 'La escritura em el cuerpo de las mujeres asesinadas em Cd. Juárez'. Revista Debate Feminista, méxico, , v. 37.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SEGATO, Rita Laura. Corpo, política, violência e religião na fase apocalíptica do capital. In: ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE HISTÓRIA DAS RELIGIÕES; SIMPÓSIO INTERNACIONAL DA ABHR, 2.; SIMPÓSIO NACIONAL DA ABHR,, 2016, Florianópolis. SIMPÓSIO NACIONAL DA ABHR. Florianópolis: ABHR, 2016. v. 1. p. 25-56.

2.
SEGATO, Rita Laura. Temas para una reflexión divergente sobre la violência contra las mujeres. In: Jornadas conectar para emancipar, 2016, La Paz. Anais de las Jornadas conectar para emancipar. La Paz: conexión, 2016. v. 3. p. 237-284.

3.
SEGATO, Rita Laura. Evaluando sujeciones: norma jerárquica o lei igualitaria? Mundo-aldea o mundo-urbe?. In: Jornada de Debate y Actualización en temas de Antropologia Jurídica, 2010, Buenos Aires. Anais da Jornada de Debate y Actualización en temas de Antropologia Jurídica. Buenos Aires: Faculdad de Filosofia y Letras, UBA, 2010.

4.
SEGATO, Rita Laura. La dimensión territorial de la religiosidad contemporánea. In: Jornadas Internacionales de Ciencias Sociales y Religión, 2004, Buenos Aires, 2004.

Artigos aceitos para publicação
1.
SEGATO, Rita Laura. "Leaving behind cultural relativism to endorse historical pluralism". Cadernos de Saúde Pública (FIOCRUZ), 2009.

Apresentações de Trabalho
1.
SEGATO, Rita Laura. O Embaraço do Pensamento Colonizado. 2017. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
Segato, Rita Laura. La guerra contro le donne Una mappa del patriarcato dalla periferia al centro. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

3.
Segato, Rita Laura. Estudos de Gênero e Poder. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
SEGATO, Rita Laura. Conferencia Magistral - Políticas de los conocimientos y las prácticas antropológicas en América Latina y el Caribe. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
SEGATO, Rita Laura. CONFERENCIA INAUGURAL: La guerra contra las mujeres en Latinoamérica y la contrapedagogía de la crueldad. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
SEGATO, Rita Laura. Transformaciones conceptuales y estadísticas en materia de violencia contra las mujeres. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
SEGATO, Rita Laura. Guerra y Academia. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

8.
SEGATO, Rita Laura. La perspectiva descolonial. 2017. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
SEGATO, Rita Laura. Palestra de Abertura do II Simpósio Internacional da ABHR - Corpo, política, violência e 'religião' na fase apocalíptica do capital. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
SEGATO, Rita Laura. Las Construciones identitarias em los processos de descolonización. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
SEGATO, Rita Laura. Feminismo Decolonial: Frente a la Violencia de género. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

12.
SEGATO, Rita Laura. La Reforma Universitária en América Latina yBolivia. Legado para um presente de transformaciones historicas. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

13.
SEGATO, Rita Laura. Conferência de Abertura III Ciclo de debates do GPFEM - Feminsmo Descolonial: um debate sobre teorias e práticas des/colonizadores. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
SEGATO, Rita Laura. Testimonio, victimas y luchas por la verdad: reflexiones críticas desde Latinoamérica para el caso de Ayotzinapa. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

15.
SEGATO, Rita Laura. Desestructurar violencias: reafirmar subjetividades, consolidar nuestros poderes. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
SEGATO, Rita Laura. Género, estética y descolonialidad. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

17.
SEGATO, Rita Laura. Conferencia de abertua - La Universidad pùblica en América Latina Frente a Los desafíos de su Reforma. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
SEGATO, Rita Laura. Retos de la antropología feminista ante las nuevas expresiones de violencia y despojo. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

19.
SEGATO, Rita Laura. Temas para una reflexión divergente sobre la violencia contra las mujeres. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

20.
SEGATO, Rita Laura. Conversatorio violencia contra las mujeres: expressiones simbolicas, sociales y culturales. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

21.
SEGATO, Rita Laura. Etnicidade, Gênero e Educação. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
Segato, Rita Laura. Bonecas Quebradas. Ensaios de um processo criativo em teatro documental.. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

23.
SEGATO, Rita Laura. Conferencia Magistral ?A Antropología '. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

24.
VERGE, F. ; OLSSON, G. ; Segato, Rita Laura ; PINEAU, M. ; ROIG, A. . Descolonización/Descolonizaciones e identidad. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

25.
Segato, Rita Laura. Modelos de Universidad: hacia una universidad feminista, nuestroamericana y popular. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

26.
Segato, Rita Laura. Bioethics end Inequalities. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

27.
SEGATO, Rita Laura. Género, violencia y colonialidad. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

28.
SEGATO, Rita Laura. Patriarcado: del borde al centro. Historia, naturaleza y poder desde la otra posición. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

29.
SEGATO, Rita Laura. Violencias, conflictos y desigualdades en seguridad y derechos (II). 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

30.
SEGATO, Rita Laura. Religión y sociedad: pluralismo, territorio y colonialismo. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

31.
SEGATO, Rita Laura. Pluralismo Juridico e pluralismo bioético. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

32.
SEGATO, Rita Laura. Migrating Violencias - from Ciudad Juarez to Ayotzinapa. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

33.
SEGATO, Rita Laura. Dispositivos de violencias en la vida y los cuerpos de las mujeres. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

34.
SEGATO, Rita Laura; DIVERSENT, L. ; BASTIEN, M. ; DARICI, Y. . Gender Violence in the Américas. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

35.
SEGATO, Rita Laura. Perspectivas propositivas para uma Cultura de não-violência contra as mulheres. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

36.
SEGATO, Rita Laura. Brasil: Colonialidad, elites y universidad: inversión, gestión, evolución y la reprodución de una universidad que no da sus frutos. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

37.
SEGATO, Rita Laura. Las Nuevas formas de la guerra y el cuerpo de las mujeres - Apresetación del libro. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

38.
SEGATO, Rita Laura. Mucho Derecho, poca Antropología. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

39.
SEGATO, Rita Laura. Inequality from a Social Anthropological Standpoint. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

40.
SEGATO, Rita Laura. ?Que sigunifica 'paz y seguridad' para las mujeres de la región latinoamericana?. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

41.
SEGATO, Rita Laura. CASO SEPUR ZARCO CONTRA O ESTADO GUATEMALTECO PELOS CRIMES DO PERÍODO AUTORITÁRIO CONTRA 15 MULHERES INDÍGENAS MAYA Q'EQCHI'ES. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

42.
SEGATO, Rita Laura. Conferencia Magistral:Pueblos en movimiento: un nuevo diálogo en las ciencias sociales. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

43.
SEGATO, Rita Laura. Estudios de género y violencia, enfoques y desafíos. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

44.
SEGATO, Rita Laura. CONFERÊNCIA MAGISTRAL ECOS DE HUAROCHIRÍ. TRAS EL RASTRO INDÍGENA EN LAS AMÉRICAS. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

45.
SEGATO, Rita Laura. Educação, gênero e violência. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

46.
Segato, Rita Laura; ZIBECHI, R. ; KORO, C. . Derechos humanos, derechos de las mujeres y derechos de la naturaleza: Hacia el Buen Vivir??. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

47.
Segato, Rita Laura. Presentación en Feria del Libro: Las nuevas formas de la guerra y el cuerpo de las mujeres. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

48.
Segato, Rita Laura. Etnografía, archivos y otras fuentes en el estudio de la religión. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

49.
Segato, Rita Laura. SEMINARIOS Y CONFERENCIAS PARA CENTROS DE ATENCIÓN A MUJERES VÍCTIMAS DE VIOLENCIA, ORGANIZACIONES DE MUJERES, DEFENSORAS DE DERECHOS HUMANOS. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

50.
SEGATO, Rita Laura. Leer la sociedad desde el género. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

51.
SEGATO, Rita Laura. Palestra Inaugural Estruturas Elementales de las violencias de género. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

52.
SEGATO, Rita Laura. Una antropología por demanda y la perspectiva de la colonialidad. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

53.
SEGATO, Rita Laura. Por una educación feminista, nuestramericana y popular. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

54.
SEGATO, Rita Laura. Conferencia sobre Estudos de Gênero e Poder. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

55.
Segato, Rita Laura. Proposta e aplicação de uma política de cotas e ações afirmativas na educação superior brasileira. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

56.
SEGATO, Rita Laura. Tres temas de una reflexión divergente sobre la violencia contra las mujeres. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

57.
SEGATO, Rita Laura. Tres debates sobre violencia y derechos de las mujeres en los feminismos contemporáneos. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

58.
SEGATO, Rita Laura. Los estudios de género y violencia: tensiones y desafíos. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

59.
SEGATO, Rita Laura. Pensar la Universidad a partir de la perspectiva crítica de la colonialidad. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

60.
SEGATO, Rita Laura. Estruturas elementares da violência. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

61.
SEGATO, Rita Laura. Balance de Ia primera experiencia de acciones afirmativas para negros e indígenas en Brasil: 2003-2073. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

62.
SEGATO, Rita Laura. Conferencia Magistral: Oroganizan Cotidiano Mujer y Red de Genero de la UdelaR. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

63.
SEGATO, Rita Laura. Pluralismo Jurídico. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

64.
SEGATO, Rita Laura. Gênero e Colonialidade: pensar o gênero historicamente é realiza-lo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

65.
SEGATO, Rita Laura. Políticas Públicas destinadas a la prevención y atención de la violencia de género. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

66.
SEGATO, Rita Laura. descolonizar la antropologia un camino necessario. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

67.
SEGATO, Rita Laura; BORQUEZ, K. H. ; MEDRANO, C. P. ; INGENSCHAY, D. ; KLENGEL, S. . Paisajes vinculantes, espacios vinculados. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

68.
SEGATO, Rita Laura. Las Lecciones de una lucha contra el racismo acadêmico. La lucha por las cotas raciales en Brasil. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

69.
SEGATO, Rita Laura. La crítica da la colonialidad y su impacto en la comprensión del racismo y del patriarcado. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

70.
SEGATO, Rita Laura. El grand dilema de la modernidad avanzada: la vulnerabilidad de los más sociali e lavorative dei migranti. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

71.
Segato, Rita Laura. Inclusión- Exclusión Social desde Contextos y Perspectivas Múltiples. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

72.
Segato, Rita Laura. La Sociedad Argentina: territorios de solidariedades y fracturas. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

73.
Segato, Rita Laura. Gênero e infancias. Hacias la construción de entornos protectores de derechos. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

74.
Segato, Rita Laura. Conferencia magistral Diploma en Afrodescendencia y Políticas Públicas. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

75.
Segato, Rita Laura. Seminario Diploma Género y Políticas Públicas. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

76.
Segato, Rita Laura. Género, raza y decolonialidad. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

77.
Segato, Rita Laura. Relaciones de género del orden colonial moderno en el mundo‐aldea. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

78.
Segato, Rita Laura. Aula Inaugural - CAMINOS QUE SE CRUZAM. VOCES MIGRANTES. 2014. (Apresentação de Trabalho/Outra).

79.
Segato, Rita Laura; ESQUIVEL, A. P. ; CANON, H. . A Atualidade do Autoritarismo de Estado. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

80.
Segato, Rita Laura. Mujeres Indígenas, Nación y Derechos Humanos de las mujeres. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

81.
SEGATO, Rita Laura. Crisis Civilizatoria. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

82.
Segato, Rita Laura. Colonialidad y genero. Desafios Epistemicos para la economia social. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

83.
Segato, Rita Laura. Patriarcado, raza y gérnero. Debates necesarios ante de la crisis del capitalismo. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

84.
Segato, Rita Laura. Primera Conferencia-Debate - La bolsa o la vida: Modelos de Desarrollo, conflictividades sociales y derechos humanos. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

85.
SAGOT, M. ; Segato, Rita Laura ; SCHRAIBER, L. B. . Femicídios: Background teórico e conceitual. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

86.
Segato, Rita Laura. Femicídios: Panorama da América Central, México e Brasil. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

87.
Segato, Rita Laura. Sexualidad y poder en contextos de violaciones masivas y sistemáticas a los derechos humanos. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

88.
Segato, Rita Laura. Violencia sexual, género y diversidad. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

89.
Segato, Rita Laura. Derecho a una vida livre de violencia. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

90.
Segato, Rita Laura. Reconocer y combatir la discriminación. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

91.
Segato, Rita Laura. Qué es una Nación?. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

92.
SEGATO, Rita Laura. La Patria es el Otro, Temáticas y problemáticaspara una nueva realidad. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

93.
SEGATO, Rita Laura. Género, violencia, feminicidio y colonialidad. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

94.
SEGATO, Rita Laura. Diálogos con Rita Segato. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

95.
SEGATO, Rita Laura. Optar por la Madre: libertad e história de la raza latino-americana. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

96.
SEGATO, Rita Laura. Seminario sobre Violencia de Género y Feminicidio. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

97.
Segato, Rita Laura. Ideal Comunitario, Projeto Histórico e Ideas Propias de Justiça. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

98.
Segato, Rita Laura. GÊNERO E FEMINISMO EM SOCIEDADES INDÍGENAS E AFRO-DESCENDENTES. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

99.
Segato, Rita Laura; BIDEGAIN, A. M. . Gender and Coloniality: Historizicing gender and it associated violence. 2012. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

100.
SEGATO, Rita Laura. El impacto de la colonialidad en la estructura patriarcal del mundo-aldea. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

101.
Segato, Rita Laura. Conceptualización de culturas y religiones como entidades separadas y homogéneas. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

102.
SEGATO, Rita Laura. Racismo: obstáculo para el ejercicio ciudadano. Situación en América Latina. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

103.
SEGATO, Rita Laura. Panel sobre ciudadanía intercultural. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

104.
SEGATO, Rita Laura. Ser líder intercultural en la UFRO: cómo construimos ciudadanía intercultural desde el RÜPÜ?.. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

105.
SEGATO, Rita Laura. cómo construir ciudadanía intercultural desde el RÜPÜ?. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

106.
SEGATO, Rita Laura. Códigos da Violência nas Transformações Midiáticas. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

107.
SEGATO, Rita Laura. La ambigüedad étnica: crianceros argentinos y chilenos en el Alto Neuquén. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

108.
SEGATO, Rita Laura. Cadenas Perpétuas e Penas Longas. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

109.
SEGATO, Rita Laura. Violencia delictiva y derechos humanos. Habla el interno carcelario. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

110.
SEGATO, Rita Laura. Prisión Perpetua: Saberes, consecuencias y alternativas en la voz de los condenados. 2005. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

111.
SEGATO, Rita Laura. Contesting Religion and Religions Contested: The Study of Religion in a Global Context. 2003. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

112.
Segato, Rita Laura. Oracle, Destiny and personality in Afro-Brazilian Cosmologies. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

113.
Segato, Rita Laura. DIREITOS HUMANOS E SEGURANÇ PÚBLICA OU DIREITOS HUMANOS OU SEGURANÇA PÚBLICA?. 2001. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

Outras produções bibliográficas
1.
Segato, Rita Laura. Prefácio - Mujeres indígenas: clamor por la justicia. Violencia sexual en contextos de militarización y despojo violento de tierras. Guatemala, 2014. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

2.
Segato, Rita Laura. Prefácio - Arquivos da Derrota: O cinema pós-ditatorial no Brasil e na Argentina. Brasília, 2014. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

3.
Segato, Rita Laura. Prefácio - Ensayos de Crítica Feminista en Nuestra América. México, 2014. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

4.
Segato, Rita Laura. Cuatro Brechas decoloniales en la Educación Superior examinadas a partir de la perspectiva de los derechos. Buenos Aires: Ministerio de Justicia y Derechos Humanos de la Nación, 2012 (Artigo).

5.
Segato, Rita Laura. Género, Violência, Feminicidio y colonialidad 2012 (Conferencia Magistral).

6.
SEGATO, Rita Laura. Prefácio - Los negros del Congreso: Nombre, Filiación y honor en el reclutamiento a la burocracia del estado argentino, 2012. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

7.
SEGATO, Rita Laura. Apresentação - Antropologia do amor. Do Oriente ao Ocidente.. Belo Horizonte, 2012. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

8.
SEGATO, Rita Laura. Prefácio - A invenção da solteirona: conjugalidade moderna e terror moral. Florianópolis, 2011. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

9.
SEGATO, Rita Laura. Feminicidio y femicidio: conceptualización y apropiación. Bruxelas: Fundação Henrich Boll, 2010 (Conferencia Magistral).

10.
SEGATO, Rita Laura. Apresentação de Livro - Músicas africanas e indígenas no Brasil. Belo Horizonte, 2006. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.

11.
SEGATO, Rita Laura. Prefácio - La Nación Interior. Buenos Aires, 2004. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

12.
SEGATO, Rita Laura. Prefácio - O Terror e a Dádiva. Goiânia, 2004. (Prefácio, Pósfacio/Prefácio)>.

13.
SEGATO, Rita Laura. Apresentação - Amor, desejo e escolha, 1997. (Prefácio, Pósfacio/Apresentação)>.


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
SEGATO, Rita Laura. "Exposición en defensa de la promulgación de una ley contra el feminicidio". 2009.

2.
SEGATO, Rita Laura. CONICET, Argentina - Membro do Banco de Consultores da Comisión Asesora de Sociologia y Demografia. 2008.

3.
SEGATO, Rita Laura. "Que cada povo trame os fios da sua história> Em defesa de um Estado reestituidor e garantista da deliberação no foro étnico". 2007.

4.
SEGATO, Rita Laura. Mídia e Direitos Humanos. 2004.

5.
SEGATO, Rita Laura. COLCIENCIAS, Colômbia - Membro do Banco de Consultores. 2002.

Trabalhos técnicos
1.
SEGATO, Rita Laura. Tribunal de Justicia y Defensa de los Derechos de las Mujeres. 2017.

2.
Segato, Rita Laura. Reunión del Comité Organizador del Tribunal de Consciencia ?Juzgar la Justicia en Argentina?. 2015.

3.
SEGATO, Rita Laura; OBERLIN, A. . Reunión de trabajo para la preparación de la Unidad de Registro de Femicidios en la Argentina. 2014.

4.
SEGATO, Rita Laura. Reuniones con equipos tecnicos y políticos de la DNPS-MIDES. 2014.

5.
Segato, Rita Laura. Reunión con el equipo del DNPS-MIDES. 2014.

6.
Segato, Rita Laura. Conversatorio/Taller con investigadoras sociales y activistas feministas y de Pueblos originarios nacionales. 2014.

7.
SEGATO, Rita Laura. Reunión de Trabajo con la Comisión para la Reglamentación de la Ley 19.'l'22 de Acciones Afirmativas hacia la Población Afrodescendiente (CR 19122) en el Ministerio de Desarrollo Social. 2014.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
Segato, Rita Laura. La Pedagogía de la Crueldad. 2017. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

2.
SEGATO, Rita Laura. El patriarcado es un tema central para mantener el edificio de los poderosos. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
SEGATO, Rita Laura. ?A Matriz de todas as Desigualdades. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
SEGATO, Rita Laura. A través de la víctima se viola a toda la sociedad. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

5.
SEGATO, Rita Laura. CONTRAPEDAGOGÍA DE LA CRUELDAD. 2016. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

6.
SEGATO, Rita Laura. Las Nuevas Formas de la Guerra y el Cuerpo de las Mujeres. La Nueva Elocuencia del Poder. 2015. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

7.
SEGATO, Rita Laura. En el cuerpo de la mujer se realiza una pedagogía de la crueldad. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

8.
SEGATO, Rita Laura. Discurso inaugural durante la 9a reunión de mujeres bancarias del sindicato La Bancaria. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

9.
Segato, Rita Laura. Mujer y cuerpo bajo control. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

10.
Segato, Rita Laura. En los medios existe una pedagogía de la crueldad. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

11.
Segato, Rita Laura. La televisión argentina es una pedagogía de la crueldad que se ejerce sobre el cuerpo de la mujer. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

12.
Segato, Rita Laura. Una retórica del sur. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

13.
SEGATO, Rita Laura. Cómo nombrar lo 'no blanco'. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

14.
SEGATO, Rita Laura. La Lengua Subalterna II. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

15.
SEGATO, Rita Laura. Cómo darnos un lenguaje para expresar la nueva conflictividad social?. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

16.
Segato, Rita Laura. O Bem Viver e as formas de felicidade. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

17.
Segato, Rita Laura. 50 anos da UnB - Correio Brasiliense. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

18.
Segato, Rita Laura. La paja en el ojo ajeno. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

19.
Segato, Rita Laura. Não busquem tutores, precisamos produzir novas luzes. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

20.
Segato, Rita Laura. Los derechos humanos son un instrumento entre otros muchos. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

21.
SEGATO, Rita Laura; CHAHER, Sandra. . El violento no es un monstruo potente, sino alguien débil. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

22.
SEGATO, Rita Laura. Los crímenes están inspirados en restaurar la supremacía masculina. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

23.
SEGATO, Rita Laura. El Estado no totaliza la realidad. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

24.
SEGATO, Rita Laura. Blog Especial - Cotas: Por que reagimos?. 2012. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

25.
SEGATO, Rita Laura; GAGO, Verónica. . Vengo a hablar de la raza. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

26.
SEGATO, Rita Laura. La violencia está aumentando y la mujer es más vunerable. 2012.

27.
SEGATO, Rita Laura; CABRERA, Mireya Ojeda. . De Argentina a Cienfuegos mirando con ojos de América. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

28.
SEGATO, Rita Laura. EN EUROPA HAY FEMIGENOCIDIOS POR TRATA DE MUJERES. 2012.

29.
SEGATO, Rita Laura. El femigenocidio, De qué se trata?. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

30.
SEGATO, Rita Laura. Ser Mujer en América Latina. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

31.
SEGATO, Rita Laura. Atual Lei de Cotas. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

32.
Segato, Rita Laura. Estudios sobre la presencia negra en la América y el Caribe contemporáneos. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

33.
Segato, Rita Laura. ?La agresión sexual es un arma como cualquier otra?. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

34.
SEGATO, Rita Laura; FIT, Melina. . Si no entendemos las relaciones de género no entendemos nada. 2011. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

35.
Segato, Rita Laura. ?Un Año Internacional para los afrodescendientes, y después qué??. 2011. (Programa de rádio ou TV/Mesa redonda).

36.
SEGATO, Rita Laura; AGUILAR, P. . Explotar no significa lo mismo para el indio que para el blanco. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

37.
SEGATO, Rita Laura; BIDASECA, Karina. . Esas pobres mujeres color café. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

38.
SEGATO, Rita Laura; CARBAJAL, Mariana. . Las mujeres nunca han sufrido tanta violencia doméstica como en la Modernidad. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

39.
SEGATO, Rita Laura; ÁLVARES, Celeste Pérez. . Indagaciones sobre violencia y género. Construyendo nuevas categorías. 2010. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

40.
SEGATO, Rita Laura; LIVIANU, Roberto. ; LACERDA, Lucelmo. . Programação Religiosa na Televisão. 2009.

41.
SEGATO, Rita Laura. As igrejas na TV. 2009.

42.
SEGATO, Rita Laura. La guerra en el cuerpo. 2009. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

43.
Segato, Rita Laura. Sobre Feminicídios. 2008. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

44.
SEGATO, Rita Laura. Qualquer homem pode se tornar um agressor. 2004. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

Redes sociais, websites e blogs
1.
SEGATO, Rita Laura. Tilcara violada ? Enigmas de la profanación de un santuario nacional y nuestroamericano. 2011. (Blog).


Demais tipos de produção técnica
1.
SEGATO, Rita Laura. Seminário de Epistemologías Decoloniales. 2016. .

2.
SEGATO, Rita Laura. XVII Curso de Pós-graduação Lato Sensu em Bioética - Bioética das Situações Persistentes. 2015. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

3.
Segato, Rita Laura. Antropología y Derechos Humanos. 2015. .

4.
Segato, Rita Laura. Género y Raza. 2014. .

5.
SEGATO, Rita Laura. XV Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Bioética. 2013. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

6.
SEGATO, Rita Laura. Las estructuras elementales de la violencia. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

7.
SEGATO, Rita Laura. Nuevas modalidades de la violencia y de la guerra: los asesinatos de las mujeres en Juárez. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

8.
SEGATO, Rita Laura. Femi-geno-cidio como crimen en el fuero internacional de los Derechos Humanos: el derecho a nombrar el sufrimiento en el derecho. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

9.
SEGATO, Rita Laura. Femigenocidio y feminicidio: una propuesta de tipificación. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

10.
SEGATO, Rita Laura. El color de la cárcel en América Latina: apuntes sobre la colonialidad de la justicia en un continente en desconstrucción. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

11.
SEGATO, Rita Laura. Género y colonialidad: en busca de claves de lectura y de un vocabulario estratégico descolonial. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

12.
SEGATO, Rita Laura. El pluralismo jurídico en diálogo didáctico con legisladores. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

13.
SEGATO, Rita Laura. Pluralismo Jurídico - Maestría en Derechos Humanos y Democratización. 2012. .

14.
SEGATO, Rita Laura. Seminario de Posgrado: Las Humanidades frente a los Derechos Humanos. 2012. .

15.
SEGATO, Rita Laura. Los límites de la acción estatal. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

16.
Segato, Rita Laura. 'Journal of Women in Culture and Society'. Participou como Membro do International Advisory Board (Conselho Consultor Internacional).. 2012. (Editoração/Outra).

17.
SEGATO, Rita Laura. 'Encyclopedia of Global Religion'. Participou como Membro do Advisory Board (Conselho Consultor). 2012. (Editoração/Enciclopédia).

18.
SEGATO, Rita Laura. Comprendiendo el estado, la nacion, el genero y la raza: Anibal Quijano y el impacto de su pensamiento. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

19.
SEGATO, Rita Laura. Magister de Estudios de Género y Cultura. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

20.
SEGATO, Rita Laura. Femi-geno-cidio como crimen en el fuero internacional de los Derechos Humanos: el derecho a nombrar el sufrimiento en el derecho. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

21.
SEGATO, Rita Laura. "Violencia. Nuevas perspectivas desde la Antropologia del Género".. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

22.
SEGATO, Rita Laura. "Bioetica das Situações Persistentes". XI Curso de Pós-graduação Lato Sensu em Bioetica. 2009. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

23.
SEGATO, Rita Laura. Assessoria sobre Violência e Mulheres Indígenas. 2009. (Assessoria).

24.
SEGATO, Rita Laura. Seminário de Pos-graduación en Antropologia y Derechos Humanos. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

25.
SEGATO, Rita Laura. curso de Capacitação sobre violência contra as mulheres e feminicídio. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

26.
SEGATO, Rita Laura. Seminário de Antropologia Política no Mestrado em Antropologia. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

27.
SEGATO, Rita Laura. Curso Fundamentos da Bioética. Módulo: Ética, violência e direitos humanos. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

28.
SEGATO, Rita Laura. Curso:Critica da midia. Modulo:Questões da Diversidade - conceituacao geral e panorama especifico da realidade brasileira. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

29.
SEGATO, Rita Laura. Curso de Segurança Pública, Cidadania e Direitos Humanos. Módulo: Segurança Pública e Direitos Humanos. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

30.
SEGATO, Rita Laura. Curso para professores/as de Ensino Fundamental e Médio Feminismos, Educação e Cidadania.Crimes Públicos de Género: Feminicidio.. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

31.
SEGATO, Rita Laura. Curso:Critica da midia. Módulo:O paradigma do Pluralismo e da Democracia Racial como orientador da cobertura jornalística. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

32.
SEGATO, Rita Laura. Feminismos, Educação e Cidadania. 2007. .

33.
SEGATO, Rita Laura. Teorias Antropológicas Contemporáneas. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

34.
SEGATO, Rita Laura. Infanticídio e Povos Indígenas. 2007. (consultoria).

35.
SEGATO, Rita Laura. Curso-oficina 'Ciudadanía y liderazgo intercultural'Projeto Hatun-Ñan. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

36.
SEGATO, Rita Laura. Curso- oficina 'Cidadanía y liderazgo intercultural- Projeto Rüpü. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

37.
SEGATO, Rita Laura. Minicurso: Antropologia e Direitos Humanos. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

38.
SEGATO, Rita Laura. Bioética das Situações Persistentes. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Especialização).

39.
SEGATO, Rita Laura. Antropologia e Direitos Humanos. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

40.
SEGATO, Rita Laura. El Estudio Antropológico de la Religión em Poblaciones Afroamericanas. 2005. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

41.
SEGATO, Rita Laura; CASTRESANO, C. ; INCHAUSTEGUI, T. ; LAGARDE, M. . Curso del Proyecto Cuerpo de Mujer, peligro de muerte. 2004. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

42.
SEGATO, Rita Laura. Ação de Promoção das Atividades Tradicionais das Mulheres Indígenas. 2003. (Assessoria).

43.
Segato, Rita Laura. Curso de Metodologia da Pesquisa em Ciências Sociais aplicada a sentenciados em cumprimento de pena. 2001. .

44.
Segato, Rita Laura. ANTROPOLOIA E PSICANÁLISE. 2001. .

45.
Segato, Rita Laura. ANTROPOLOGIA E PSICANÁLISE: Uma Relação Possível. 2001. .

46.
Segato, Rita Laura. O SUJEITO CONFLITIVO DOS DIREITOS HUMANOS: Identidade e Diferença à luz da Antropologia e da Psicanálise. 2001. .


Produção artística/cultural
Outras produções artísticas/culturais
1.
SEGATO, Rita Laura. Itnerário Musical do Nordeste. 2011 (Pesquisa etnomusicológica para a coletânia de 10 CDS).

2.
SEGATO, Rita Laura. Entrevista: "Los derechos humanos son um instrumento entre otros muchos". 2010.

Demais trabalhos
1.
SEGATO, Rita Laura. Podem eles Trabalhar Juntos? Algumas Sugestões para antropólogos e psicanalistas envolvidos em um projeto comum para viciados da população de rua. 2000 (Apresentação de Trabalho) .

2.
SEGATO, Rita Laura. Religião na América Latina. 2000 (Entrevista) .

3.
SEGATO, Rita Laura. A Crise da Representação e o Paradigma Etnográfico. 2000 (Apresentação de Trabalho) .

4.
SEGATO, Rita Laura. Antroplogia e Psicanálise: O que podem e não podem fazer juntas. 2000 (Apresentação de Trabalho) .

5.
SEGATO, Rita Laura. O Racismo no país do sub-texto: meus textos sobre África no Brasil antes e depois do Caso Ari. 2000 (Apresentação de Trabalho) .

6.
SEGATO, Rita Laura. Fórum - A Questão do Sujeio na Antropologia. 2000 (Coordenação) .

7.
SEGATO, Rita Laura. Person, Identity and Subjectivity in the absence of the body: some considerations on Internet writing. 1999 (Seminário) .

8.
SEGATO, Rita Laura. The Many Faces of Racism: Strcturing of Differences in National Formations: A Comparison between Brazil, the U.S. and Argentina. 1999 (Seminário) .

9.
SEGATO, Rita Laura. El vacío y su frontera: la búsqueda del otro lado en dos textos argentinos. 1999 (Apresentação de Trabalho) .

10.
SEGATO, Rita Laura. As Duas Virgens Brasileiras. 1999 (Apresentação de Trabalho) .

11.
SEGATO, Rita Laura. Meu Trabalho de Campo nos Terreiros de Recife. 1999 (Palestra) .

12.
SEGATO, Rita Laura. As Duas Virgens Brasileiras. 1999 (Apresentação de Trabalho) .

13.
SEGATO, Rita Laura. Estudos Africanos e Afro-Brasileiros na Universidade de Brasília. 1999 (Pariticpação em Mesa Redonda) .

14.
SEGATO, Rita Laura. A Contribuição da Tradição Religiosa Iorubá para a Teoria do Gênero. 1999 (Apresentação de Trabalho) .

15.
SEGATO, Rita Laura. A Antropologia face ao Pensamento Contemporâneo. 1998 (Pariticpação em Mesa Redonda) .

16.
SEGATO, Rita Laura. A mentalidade do estuprador a partir de relatos de presidiários. 1998 (Apresentação de Trabalho) .

17.
SEGATO, Rita Laura. Experiência de campo, escrita e reflexividade em meu trabalho. 1998 (Conferência) .

18.
SEGATO, Rita Laura. Notas para uma antropologia da subjetividade e seus impactos na análise do racismo. 1998 (Apresentação de Trabalho) .

19.
SEGATO, Rita Laura. As religiões no âmbito carcerário. 1998 (Apresentação de Trabalho) .

20.
SEGATO, Rita Laura. Grupo sobre Relações Raciais e Etnicidade. 1998 (Participação em Debate) .

21.
SEGATO, Rita Laura. A babá brasileira: o duplo recalque de raça e gênero. 1998 (Apresentação de Trabalho) .

22.
SEGATO, Rita Laura. O impacto da consciência pós-colonial no método antropológico. 1998 (Apresentação de Trabalho) .

23.
SEGATO, Rita Laura. Os Limites do Multiculturalismo: A Construção Nacional da Diversidade. 1997 (Conferência) .

24.
SEGATO, Rita Laura. A Política da Opção religiosa no Contexto da Globalização. 1997 (Apresentação de Trabalho) .

25.
SEGATO, Rita Laura. Raça e Gênero na Perspectiva da nação. 1997 (Apresentação de Trabalho) .

26.
SEGATO, Rita Laura. Os estudos de gênro na antropologia: novas perplexidades do relativismo. 1997 (Conferência) .

27.
SEGATO, Rita Laura. As Várias Faces da Cultura Negra no Brasil: Textualidade, Território, Identidade. 1997 (Participação em Debate) .

28.
SEGATO, Rita Laura. Religião Afro-Brasileira e Cidadania: Uma Visão Crítica de alguns Pressupostos do Multiculturalismo a partir do Brasil. 1997 (Conferência) .

29.
SEGATO, Rita Laura. Música, Dança e Religião no Xangô de Recife. 1997 (Curso) .

30.
SEGATO, Rita Laura. Alteridades Históricas / Identidades Políticas: Una Crítica a las Certezas del Pluralismo Global. 1997 (Apresentação de Trabalho) .

31.
SEGATO, Rita Laura. The colour-blind subject of myth or where to watch Africa on television. 1996 (Conferência) .

32.
SEGATO, Rita Laura. The Future of Spirituality in Latin America, com Leonardo Boff, Richard Schaull e José Jorge de Carvalho. 1996 (Pariticpação em Mesa Redonda) .

33.
SEGATO, Rita Laura. Formações de Diversidade: um modelo para interpretar a recepção de opções religiosas nos países da América Latina no contexto da globalização. 1996 (Conferência) .

34.
SEGATO, Rita Laura. Why not becoming a citizen? What the African Religions in Brazil have to say about politics. 1995 (Conferência) .

35.
SEGATO, Rita Laura. Sacred Images and Spaces: the Altars of African Faith in South America. 1995 (Conferência) .

36.
SEGATO, Rita Laura. A New York Photographer in Dark Brazil: Collage an the uncanny body that keeps speaking back. 1995 (Participação em Seminário) .

37.
SEGATO, Rita Laura. Terceiro encontro do projeto MIssion in Anthropological Perspective, patrocinado pela FIFO - Free Pentecostal Churches from Sweden. 1995 (Participação em Encontro) .

38.
SEGATO, Rita Laura. Gender in Afro-Brazilian Religious Traditions. 1995 (Conferência) .

39.
SEGATO, Rita Laura. The Subversion of Gender Hierarchies in Afro-Brazilian Religions. 1995 (Conferência) .

40.
SEGATO, Rita Laura. Heading South: The expansion of the Afro-Brazilian Religious Cults in Argentina and Uruguay. 1995 (Conferência) .

41.
SEGATO, Rita Laura. Género: Diferencia o Jerarquía? La Respuesta de los Cultos Afro-brasileños. 1994 (Conferência) .

42.
SEGATO, Rita Laura. Género: Diferencia o Jerarquía? La Respuesta de los Cultos Afro-brasileños. 1994 (Conferência) .

43.
SEGATO, Rita Laura. Frontiers and Margins: the untold history of the Afro-Brazilian religious expansion in the Plata. 1994 (Conferência) .

44.
SEGATO, Rita Laura. An analysis of gender in the perspective of Afro-Brazilian religion. 1993 (Conferência) .

45.
SEGATO, Rita Laura. Missions seen in the broader perspective of religious encounter. 1993 (Conferência) .

46.
SEGATO, Rita Laura. The question of gender in the light of Afro-Brazilian religions. 1993 (Conferência) .

47.
SEGATO, Rita Laura. Santos e Daimones. 1993 (Conferência) .

48.
SEGATO, Rita Laura. A Natureza do Gênero na Psicanálise e na Antropologia. 1992 (Conferência) .

49.
SEGATO, Rita Laura. El Santo e la Persona. Notas para la construcción de un Diálogo Intercultural. 1992 (Conferência) .

50.
SEGATO, Rita Laura. La Tradición Afro-Brasilera frente a la Televisión o Dos Muertes entre la Ficción y la Realidad. 1992 (Conferência) .

51.
SEGATO, Rita Laura. Estado y Sociedad en el Brasil a la luz del discurso religioso afro-brasilero. 1992 (Conferência) .

52.
SEGATO, Rita Laura. Ciudadanía: por que no? Religión Africana y Participación política en el Brasil. 1992 (Conferência) .

53.
SEGATO, Rita Laura. Novas Linhas de Pesquisa Antropológica no Brasil, Gênero e Natureza nos cultos afro-brasileiros e A Cosntrução da Pessoa nas Religiões Afro-Brasileiras. 1992 (Participação em Seminário) .

54.
SEGATO, Rita Laura. Deconstructing Gender in the light of Sango Cult Conceptions of Biology, Sexuality and Personality. 1992 (Participação em Seminário) .

55.
SEGATO, Rita Laura. A Tradição Afro-Brasileira frente à Televisão ou duas mortes entre a ficção e a realidade. 1991 (Conferência) .

56.
SEGATO, Rita Laura. Um Paradoxo do Relativismo: O discurso racional da Antropologia frente ao sagrado. 1990 (Conferência) .

57.
SEGATO, Rita Laura. Rituais de Re-etnificação: a tradição afro-brasileira na Argentina. 1990 (Participação em Grupo de Trabalho) .

58.
SEGATO, Rita Laura. Una vocación de minoría: la expnasión de los cultos afro-brasileños en Argentina como processo de re-etnificación. 1990 (Conferência) .

59.
SEGATO, Rita Laura. Sistemas Abertos e Territórios Fechados. Para uma Compreensão das Interfaces entre Música e Identidades Sociais. 1990 (Conferência) .

60.
SEGATO, Rita Laura. O Antropólogo face ao Absoluto do Outro. 1988 (Conferência) .

61.
SEGATO, Rita Laura. A Paradox of Relativism: The Rational Discourse of Anthropology facing the Sacred. 1988 (Conferência) .

62.
SEGATO, Rita Laura. Okarilé: Iemoja's icon tune. Intepretative Aanthropology and Music in the Afro-Brazilian Cults of Recife, Brazil. 1988 (Conferência) .

63.
SEGATO, Rita Laura. A Antropologia e a Crise Taxonômica da assim chamada Cultura Popular. 1988 (Conferência) .

64.
SEGATO, Rita Laura. Una lectura de la mentalidad en el texto religioso: el individualismo sin ciudadanía en el Xangô de Recife, Brasil. 1986 (Conferência) .

65.
SEGATO, Rita Laura. Família, Sexo e Gênero nos Xangôs de Recife. 1986 (Participação em Grupo de Trabalho) .

66.
SEGATO, Rita Laura. Una Vision Antropológica de los Cultos Afro-Brasileros dentro del Contexto del Catolicismo. 1951 (Seminário) .



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
SEGATO, Rita Laura; BALDI, C. A.; CASTILHO, E. W. V.. Participação em banca de Lourival Ferreira de Carvalho Neto. A negociação da diferença na experiência de corpos e sexualidades plurais em comunidades rurais e na capital do Piauí. 2017. Dissertação (Mestrado em Direitos Humanos e Cidadania) - Universidade de Brasília.

2.
SEGATO, Rita Laura; CASTRO, V. M.; Nascimento, W. F.. Participação em banca de IRINA KARLA BACCI. VOZES LÉSBICAS NO BRASIL: A BUSCA E OS SENTIDOS DA CIDADANIA LGBT.. 2016. Dissertação (Mestrado em Direitos Humanos e Cidadania) - Universidade de Brasília.

3.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Juliana Floriano Toledo Watson. Bem Viver do Cerrado: partejar amor, parir uma bioética local. 2016. Dissertação (Mestrado em Bioética) - Universidade de Brasília.

4.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Bernardino Vitoy. GÊNERO E MULHERES INDÍGENAS: UM OLHAR PELA BIOÉTICA DE INTERVENÇÃO. 2015. Dissertação (Mestrado em Bioética) - Universidade de Brasília.

5.
Segato, Rita Laura; Nascimento, W. F.; ODEH, M. M.. Participação em banca de Elzahrã Mohamed Radwan Omar Osman. BIO-ÉTICA Islâmica: Aportes epistemológicos desde o pensamento de colonial e os Feminismos Islâmicos. 2015. Dissertação (Mestrado em Bioética) - Universidade de Brasília.

6.
SEGATO, Rita Laura; JÚNIOR, J.G.S; Nascimento, W. F.. Participação em banca de Clara Jane Costa Adad. Concepções de Justiça no terreiro Tumba NZO Jimona Nzambi, casa de candomblé de Angola. 2014. Dissertação (Mestrado em PPG em Direitos Humanos e Cidadania) - Universidade de Brasília.

7.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Rafael Antonio Rodrigues. A Temporalidade da Nação. A negação do outro. México, Indigenismo e Regime Revolucionário. 2014. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

8.
SEGATO, Rita Laura; CASTRO, V. M.; ALMEIDA, T. M. C.. Participação em banca de Larissa da Silva Araújo. Baianas de acarajé contra FIFA: um estudo de caso sobre desenvolvimento, feminização da pobreza e colonialidade. 2014. Dissertação (Mestrado em Direitos Humanos e Cidadania) - Universidade de Brasília.

9.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Júlia Glaciela da Silva Oliveira. União de mulheres de São Paulo: feminismos, violência de gênero e subjetividades. 2013. Dissertação (Mestrado em Programa de Pós-Graduação em História) - Universidade Estadual de Campinas.

10.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de MOURA, Gustavo. L sai à procura de justiça: Etnografando as experiências de uma mulher em seu encontro com o Estado. 2011. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília.

11.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Bruna Cristina Jaquetto Pereira. A vivência da violência doméstica e familiar por mulheres negras no Distrito Federal. 2011. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília.

12.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Raquel Guimarães Silva. Poder Judiciário e Violência Conjugal: respostas institucionais após a Lei 11.340/2006. 2010. Dissertação (Mestrado em Sociologia) - Universidade de Brasília.

13.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Danilo de Assis Clímaco. Tráfico de mulheres, negócios de homens. Leituras feministas e anti-coloniais sobre os homens, as masculidades e o masculino. 2009. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Santa Catarina.

14.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Marjorie Nogueira Chaves. Mulheres negras na militância: construindo uma outra história. 2008. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

15.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Anette Lobato Maia. De Neide à Feira da Penha: Discursos e Representações Sociais que atualizam um estigma na mídia. 2008. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

16.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Betina Stefanello Lima. Teto de Vidro ou Labirinto de Cristal? As Margens Femininas das Ciências. 2008. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília.

17.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Ana Paula Castello Branco Soria. Entre a dor de ser "cigano" e o orgulho de ser "romà" - auto-representação dos romà nas obras de Jorge Nedich". 2008. Dissertação (Mestrado em Literatura) - Universidade de Brasília.

18.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Guilherme Eidt Gonçalves de Almeida. "A Biopolítica da Modernidade no Discurso hegemônico dos Direitos Humanos - uma reflexão à partir do Sistema de Integração Rural da fumicultura na região Sul do Brasil". 2008. Dissertação (Mestrado em Direito) - Universidade de Brasília.

19.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Thirza Reis Sifuentes. Mulheres Indígenas Xerente: Narrativas culturais e construção dialógica da identidade. 2007. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade de Brasília.

20.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de María Laura Colabella. "Los Negros del Congresso". Nombre, filiación y honor en el reclutamiento a la burocracia del Poder Legislativo argentino.. 2004. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidad Nacional de Misiones.

21.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Rolando Silla. El poder de los Humildes. Un análisis de la leyenda de San Sebastián en Las Ovejas.. 2001 - Universidad Nacional de Misiones.

22.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Natalia Otero Correa. Afroargentinos y caboverdeanos. Las luchas identitarias contra la invisibilidad de la negritud en Argentina. 2000. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidad Nacional de Misiones.

Teses de doutorado
1.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Ludimila Gaudad Sardinha Carneiro. Mulas, olheiras, chefas & outros tipos: heterogeneidade nas dinâmicas de inserção e permanência das muheres no tráfico de drogas em Brasilia e Cidade do Mexico. 2015. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade de Brasília.

2.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Daniela Cabral Gontijo. Violência Pega?. 2015. Tese (Doutorado em Bioética) - Universidade de Brasília.

3.
POUGY, L. G.; MENEGAT, M.; SEGATO, Rita Laura; GARGALLO, F.; MORGADO, R.. Participação em banca de Izabel Solyszko Gomes. Morreram porque mataram: tensões e paradoxos na compreensão do feminicídio. 2014. Tese (Doutorado em Serviço Social) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

4.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Ivone Laurentino dos Santos. A (Bio)ética Universal na obra de Paulo Freire. 2013. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Bioética) - Universidade de Brasília.

5.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Elaine Barbosa Santana. Uma abordagem bioética sobre as políticas de ações afirmativas no âmbito educacional: Intervenção do Estado para desconstrução do mito da democracia racial. 2013. Tese (Doutorado em Programa de Pós-Graduação em Bioética) - Universidade de Brasília.

6.
Segato, Rita Laura; Bandeira, Lourdes M.; ALMEIDA, T. M. C.. Participação em banca de Ludmila Gaudad Sardinha Carneiro. Todo mundo roda no corre: mulheres traficantes de drogas em Brasília e na Cidade do México. 2012. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade de Brasília.

7.
Segato, Rita Laura; Nascimento, W. F.; BERMÚDEZ, X. P. C. D.. Participação em banca de Daniela Cabral Gontijo. Violência Pega? Patriarcado, Estado e Mídia: um estudo sobre o efeito mimético da violência. 2012. Tese (Doutorado em Bioética) - Universidade de Brasília.

8.
Segato, Rita Laura. Participação em banca de VARGAS, Laura Jimena Ordóñez. É possível humanizer a vida atrás das grades? Uma etnografia do método APAC de gestão carcerára. 2011. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade de Brasília.

9.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Guilherme Scotti Rodrigues. Direitos fundamentais, eticidade reflexiva e multiculturalismo. 2011. Tese (Doutorado em Direito) - Universidade de Brasília.

10.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Argemiro Cardoso Moreira Martins. Direitos Fundamentias, Eticidade Reflexiva e Multiculturalismo - Uma contri. 2010. Tese (Doutorado em Direito) - Universidade de Brasília.

11.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Fanny Longa Romero. Corpo, sangue e território em wounmaikat (nossa mãe terra): uma etnografia sobre violência e mediações de alteridades em sonho entre os wayuu na Colômbia e na Venezuela. 2010. Tese (Doutorado em Antropologia Social) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

12.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Fernanda Patricia Fuentes Muñoz. Rompendo Silêncios: a construção de um lócus feminista de conhecimento a partir de romancistas brasileiras. 2009. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade de Brasília.

13.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Any Ávila Assumção. A Tutela Judicial da Violência de Gênero: do fato social negado ao ato jurídico visualizado. 2009. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade de Brasília.

14.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Maria Regina Azevedo Lisbôa. Combatendo na Posse do Espírito: Gênero e sexualidade na Assembléia de Deus. 2008. Tese (Doutorado em Antropologia Social) - Universidade Federal de Santa Catarina.

15.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Laila Andressa Cavalcante Rosa. "As juremeiras da nação Xambá (Olinda, PE): Músicas, performances, representações de feminino, relações de gênero na jurema sagrada". 2008. Tese (Doutorado em Música) - Universidade Federal da Bahia.

16.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Adriana Carolina Borda Niño. ?Cuando todas y todos materializamos mi cuerpo. Identidad Étnica, genero y generación en los espacios escolares y comunitarios de un grupo Napo kichwa en la amazonia ecuatoriana?. 2008. Tese (Doutorado em CIENCIAS SOCIALES) - FACULTAD LATINOAMERICANA DE CIENCIAS SOCIALES.

17.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Fernanda Patrícia Fuentez Munoz. A construção de um locus feminista de conhecimento a partir de romancistas brasileiras. 2007. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade de Brasília.

18.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Any Ávila Assunção. Cultura Jurídica e Praticas de Violências Institucional. 2007. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade de Brasília.

19.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Dijaci David de Oliveira. Desaparecidos Civis: conflitos familiares, institucionais e segurança publica.. 2007. Tese (Doutorado em Sociologia) - Universidade de Brasília.

20.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Maria Luiza Rodrigues Souza. Um estudo das narrativas cinematográficas sobre as ditaduras militares no Brasil (1964-1985) e na Argentina (1976-1983). 2007. Tese (Doutorado em Estudos Comparados Sobre As Américas) - Universidade de Brasília.

21.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Claudia de Jesus Maia. A invenção da solteirona: Conjugalidade moderna e terror moral - Minas Gerais. 2007. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília.

22.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Tina G. Jensen. The Africanization of São Paulo´s Candomble. 2002 - University of Copenhagen.

Qualificações de Doutorado
1.
SEGATO, Rita Laura; GARRAFA, Volnei; Nascimento, W. F.. Participação em banca de MARIANNA ASSUNCAO FIGUEIREDO HOLANDA. Trans*humanizando-se, (In)Dignando-se! Uma contribuição ao princípio de Dignidade Humana à Luz do Pluralismo Bioético. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Bioética) - Universidade de Brasília.

2.
GARRAFA, Volnei; SEGATO, Rita Laura; Nascimento, W. F.; SÁ, Natan Monsores. Participação em banca de Saulo Ferreira Feitosa. O processo de territorialização epistemológica da Bioética de Intervenção: Por uma prática Bioética libertadora. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Bioética) - Universidade de Brasília.

3.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Rosane Freire Lacerda. Do mito do estado - nação aos estados plurinacionais na América Latina: Contribuições dos movimentos indígenas para a construção de um novo modelo de estado pelas vias da descolonialidade, da desobediência epistêmica e da interculturalidade crítica. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Direito) - Universidade de Brasília.

4.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Diego Augusto Diehl. A re-invenção dos Direitos Humanos pelos povos da América Latina: Pra uma nova história de-colonial desde a interculturalidade dos movimentos sociais. 2013. Exame de qualificação (Doutorando em Programa de Pós-Graduação em Direito) - Universidade de Brasília.

Qualificações de Mestrado
1.
SEGATO, Rita Laura; CASTILHO, E. W. V.; BALDI, C. A.. Participação em banca de Lourival Ferreira de Carvalho Neto. Lamparinas no povoado e as lâmpadas na capital: um estudo sobre a violência contra sujeitos de sexualidades e identidades de gênero dissidentes em uma família piauiense. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Direitos Humanos e Cidadania) - Universidade de Brasília.

2.
SEGATO, Rita Laura; PASCUAL, A. L.; GRACIO, H. R.. Participação em banca de Priscila Paz Godoy. A racialização dos ciganos e a experiencia dos calon de Belo Horizonte/MG como sujeitos coletivos de um projeto histórico de liberdade. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Direitos Humanos e Cidadania) - Universidade de Brasília.

3.
SEGATO, Rita Laura; MACHADO, F. V.; TEIXEIRA, L. B.. Participação em banca de Ane Freitas Margarites. Femicídios em Porto Alegre: o que dizem os inquéritos policiais?. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Saúde Coletiva) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

4.
SEGATO, Rita Laura; PASCUAL, A. L.; Nascimento, W. F.. Participação em banca de Vanessa Rodrigues de Araújo. A memória da linhagem familiar indígena: um estudo sobre o Direito Humano de saber quem se. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Direitos Humanos e Cidadania) - Universidade de Brasília.

5.
SEGATO, Rita Laura; CASTRO, V. M.; Nascimento, W. F.. Participação em banca de Irina Karla Bacci. Os caminhos percorridos para a construção da cidadania LGBT: vozes lésbicas no Brasil. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Direitos Humanos e Cidadania) - Universidade de Brasília.

6.
SOUSA, N. H. B.; SEGATO, Rita Laura; COELHO FILHO, P.. Participação em banca de Marcos Fensterseifer Woortmann. Por uma construção Intercultural de Direitos Humanos: Fundamentos budistas, suas correlações e convergências para um diálogo cosmopolita global. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Direitos Humanos e Cidadania) - Universidade de Brasília.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
SEGATO, Rita Laura. Participação em banca de Natália Maria Alves Machado.O JUSTO E O DEVIDO: Observações e apontamentos sobre o ?Programa Justiça Comunitária? a partir da perspectiva crítica da colonialidade do poder. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
SEGATO, Rita Laura. banca de concurso para docente federal - UNILA, Antropologia. 2014. Universidade Federal da Integração Latino-Americana.

2.
SEGATO, Rita Laura. Professor Efetivo do Departamento de Ciências Políticas. 2013. Universidade Federal da Bahia.

3.
SEGATO, Rita Laura. Comissão Examinadora do Concurso Público docente. 2013. Universidade Federal da Bahia.

Outras participações
1.
SEGATO, Rita Laura. 53ª edición del Premio Literario Casa de las Américas. 2013. Casa de las Américas.

2.
SEGATO, Rita Laura. Jure do Concurso para a seleção de projetos de formação de profissionais da Educação para a promoção da cultura de reconhecimento da diversidade sexual e da igualdade de gênero. 2006. Ministério da Educação.

3.
SEGATO, Rita Laura. Membro da Banca para seleção de Doutorado do DAN. 2005. Universidade de Brasília.

4.
SEGATO, Rita Laura. Juri do Prêmio Silvio Romero de monografias sobre o folclore brasileiro. 2003. Centro Nacional de Folclore e Cultura Popular.

5.
SEGATO, Rita Laura. Membro das Bancas de Seleção para Mestrado e Doutorado do Programa Estudos Feministas e de Gênero. 2003. Universidade de Brasília.

6.
SEGATO, Rita Laura. Juri do 1º Concurso de Teses de doutorado sobre relações raciais e cultura negra do centro de Estudos Afro-Brasileiros da Universidade Cândido Mendes. 2003. Universidade Candido Mendes.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Encuentro Internacional de pensamiento: paradigmas en la construción de la identidad. todxs como sujetxs de la otredad.Descolonización/Descolonizaciones e identidad. 2015. (Encontro).

2.
1ª Oficina de Trabalho PFE - Funai.Pluralismo Jurídico. 2014. (Oficina).

3.
Noveno encuentro nacional de trabajadoras bancarias.La violencia de géreno como un problema de todos: por un feminismo no guetificado. 2014. (Encontro).

4.
Seminário Internacional Desafios da Diversidade e da Desigualdade.Gênero e colonialidade: pensar o gênero historicamente é racializá-lo. 2014. (Seminário).

5.
XI Congreso Argentino de Antropología Social. GT11-MUJERES INDÍGENAS: MODALIDADES DE PARTICIPACIÓN POLÍTICA Y PROCESOS ORGANIZATIVOS. 2014. (Congresso).

6.
1ª Oficina de Trabalho da Procuradoria Federal Especializada da Fundação Nacional do índio...... 2013. (Oficina).

7.
América Latina y el Caribe: Tiempo histórico, mutaciones del capitalismo y crisis civilizatoria.Conferência Magistral: Pensar a diferença na América Latina. 2013. (Outra).

8.
Balances y desafíos. A 20 años del nascimento de la UNGS y a 10 años de la creación de la MAES.Patriarcado, raza y género. Debates necesarios ante la crisis del capitalismo. 2013. (Encontro).

9.
Balances y desafíos. A 20 años del nascimento de la UNGS y a 10 años de la creación de la MAES.Colonialidad y Género. Desafíos epistémicos para la economía social.. 2013. (Encontro).

10.
Dez anos de Cotas na UnB: Memória e Reflexão.Painel: Reflexos das Cotas no Brasil. 2013. (Seminário).

11.
I OFICINA DE TRABALHO DA PFE FUNAI.Pluralismo Jurídico. 2013. (Oficina).

12.
IV Encuentro CEAPEDI.Video-conferencia: Colonialidad, cuerpos y gobierno. 2013. (Encontro).

13.
IV Seminário Internacional do Programa de Pós-graduação em Sociologia da UFSCar.Colonialidade e emancipação do saber e do poder no contexto latino-americano. 2013. (Seminário).

14.
La bolsa o La vida. Modelos de desarrollo, nuevas conflictividades sociales y derechos humanos.Derechos Humanos y Bioética. 2013. (Outra).

15.
primer ciclo lectivo de la Especialización en Género y Comunicación.Género y Derechos Humanos, una articulación indispensable para profundizar la transformación social de nuestros pueblos. 2013. (Oficina).

16.
Reunión Regional de Estudios sobre violencias de Género em contextos de terrorismomo de estado y conflictos armados.Violencia sexual, género y diversidad. 2013. (Outra).

17.
Seminário Internacional Rotas Críticas V: Reflexões sobre femicídios2.Femicidios: Panorama da América Central e Brasil. 2013. (Seminário).

18.
Tribunal de Derechos de las Mujeres.Análisis sobre el derecho a una vida libre de violencia. 2013. (Encontro).

19.
X RAM. Qué es una Nación?. 2013. (Seminário).

20.
XV Congreso de la Red de Carreras de Comunicación Social y Periodismo de la República Argentina. Comunicación en contexto: localizaciones, territorios y regiones de la violencia y la exclusión. 2013. (Congresso).

21.
AMÉRICA LATINA OTRA EN EL ACTUAL MUNDO OTRO: CRISIS Y DES/COLONIALIDAD DEL PODER.LAS CUESTIONES DE LA DESIGUALDAD EN AMERICA LATINA OTRA. 2012. (Encontro).

22.
Conferência Magistral: Gender, Violence(s) and Memory - An Anual Comparative Online Conference Presented by the FIU Departament of History.Colonized Gender: Historicizing Gender and its Associated Violence. 2012. (Outra).

23.
Doceava Conferencia Internacional Karl Polanyi.Fisuras Coloniales, pliegues comunitarios y las formas de la política. 2012. (Outra).

24.
Doctorado Comunicación de la Facultad de Periodismo y Comunicación Social.Las humanidades frente a los derechos humanos. 2012. (Seminário).

25.
Feminismos, Violência e Saúde: mudanças e permanências no Brasil contemporâneo.Violência de Gênero. 2012. (Seminário).

26.
I Encuentro América Latina Otra en un Mundo Otro: Crisis y Des/Colonialidad del Poder.Las cuestiones de la desigualdad en america latina otra. 2012. (Encontro).

27.
III Foro internacional contra el racismo y la discriminacion racial. Hacia la construcción de modelos educativos inclusivos en América Latina y en Colombia. 2012. (Congresso).

28.
I Seminário Regional de Saúde Mental Indígena.A prática profissional do psicólogo no contexto indígena. 2012. (Seminário).

29.
IV Ciclo de conferências internacionais em bioética da UnB.Descolonizar a vida: Pluralismo bioético e as formas da política. 2012. (Outra).

30.
La casa del premio.Un Año Internacional para los afrodescendientes, y después qué?. 2012. (Encontro).

31.
Primer Congreso de Estudios Poscoloniales. Brechas descoloniales: las formas de la política hoy. 2012. (Congresso).

32.
Primer Congreso de Estudios Poscoloniales. Presentación del libro: Postales Femininas desde el fin del mundo. El Sur y las políticas de la memoria. 2012. (Congresso).

33.
Programa de Postgrado en Antropología Social UNAM.Abordaje Antropológico de la discusión Parlamentaria de Brasil sobre Infanticidio Indígena. 2012. (Outra).

34.
SIMPOSIO El Proyecto UNASUR: Conflictos y Perspectivas..La Cuestión Nacional Hoy y Los Pueblos Afro- Indígenas en UNASUR.. 2012. (Simpósio).

35.
VIII Congreso de la Red Latinoamericana de Antropología Jurídica. Ideal Comunitario, Projeto Histórico e Ideas Propias de Justiça. 2012. (Congresso).

36.
Violencias de Género: Una y Múltiples Reflexiones a partir de Ciudad Juárez, El Salvador y Guatemala.Violencias de Género: Una y Múltiples Reflexiones a partir de Ciudad Juárez, El Salvador y Guatemala. 2012. (Outra).

37.
XVII Semana Jurídica da UnB.Multiculturalismo e Inclusão. 2012. (Seminário).

38.
XVII Simpósio Baiano de Pesquisadoras/es sobre Mulheres e Relações de Gênero ?Estudos feministas e de gênero e as matrizes de desigualdades: sexismo, racismo e lesbo-homofobia?.Sexismo, racismo e lesbo-homofobia: descolonizando saberes?. 2012. (Simpósio).

39.
Congreso Comunicación / Ciencias Sociales desde América Latina: ?Tensiones y disputas en la producción de conocimiento para la transformación?. Comunicación y Antropología: identidades y fronteras latinoamericanas. 2011. (Congresso).

40.
Congreso Comunicación / Ciencias Sociales desde América Latina: ?Tensiones y disputas en la producción de conocimiento para la transformación?. Presentación, dialogo y comentario a la teleconferencia magistral de Arjun Appadurai, con participación de Néstor Canclini. 2011. (Congresso).

41.
Diploma de Postítulo - Derechos humanos y mujeres: estrategias jurídicas para la incidencia.Clase inaugural: gemi-geno-cidio como crimem em el fuero internacional de los Derehcos Humanos. 2011. (Outra).

42.
Encuentro de Mujeres Centroamericanas.Femigenocidio y feminicidio: una propuesta de tipificación. 2011. (Encontro).

43.
Foro Internacional: ?Derechos Humanos y Derecho Penal Internacional: Experiencias comparadas.Violencia Sexual: Crímenes de Lesa Humanidad, Antecedentes. 2011. (Outra).

44.
Foro Internacional de Estudios Culturales y Decoloniales en America Latina.Condicionamientos geoculturales y potencialidades decoloniales en la experiencia reciente de la Academia Latinoamericana. 2011. (Outra).

45.
II Coloquio Latinoamericano Pensamiento y Praxis Feminista ?Construyendo Pensamiento Propio?.AMÉRICA LATINA Y EL CARIBE CONTEMPORÁNEO: MARCOS INTERPRETATIVOS, CONCEPTUALES Y METODOLÓGICOS PARA EL ANÁLISIS SOCIO-POLÍTICO. 2011. (Outra).

46.
International Women's Human Rights: Paradigms, Paradoxes, and Possibilities.Women's human rights in Latin American: the state of the question. 2011. (Outra).

47.
IV Seminario Internacional Políticas de la Memoria.La posición de la mujer en Los conflictos contemporáneos. 2011. (Seminário).

48.
IX Congresso Brasileiro de Bioética. Universalismo ético e pluralismo jurídico - a tensão entre os valores universais e o respeito às práticas culturais tradicionais. 2011. (Congresso).

49.
Jornadas Nacionales de Universidades y Derechos Humanos. 2011. (Encontro).

50.
Jornadas participativas diversidad cultural interculturalidad genero y comunicacion.Diversidad cultural y género en la latino america. 2011. (Outra).

51.
Primer congreso internacional sobre Tráfico y Trata de Personas. Conferencia Magistral. 2011. (Congresso).

52.
Semana da Consciencia Negra e da Diversidade Cultural.A luta pelas cotas para negros na universidade brasileira: história, debates e avaliação do impacto na consciência racial da sociedade. 2011. (Outra).

53.
Seminario los cuerpos de las mujeres como territorios de violencias.Los cuerpos de las mujeres como territorios de violencias. 2011. (Seminário).

54.
Seminario Regional de Políticas Interculturales.Políticas Interculturales. 2011. (Seminário).

55.
Ciclo de Debates ENTREMUNDOS: Povos e Comunidades Tradicionais no Brasil.Que cada povo trame a sua história - Marco conceitual e legal do povos e comunidades tradicionais. 2010. (Oficina).

56.
Coloquio ?Género y Ciudadanía?. Conferencia magistral: ?Desdobramientos de la violencia para entender la ciudadanía de género.?. 2010. (Congresso).

57.
Coloquio ?Género y Ciudadanía?. Comentarista en las ponencías: ?Bajo el prisma del derecho al Derecho de las mujeres. Las brechas de la justicia.? y ?Obstáculos y avances de la participación política de las mujeres em México.?.. 2010. (Congresso).

58.
Conferencia dobre Feminicidio/Feminicio en America Latina - en el Parlamento Europeo de Madrid, Espanha. ?El concepto de feminincidio y de violencia feminicida, su incorporação al ámbito y de la admnistração pública.?. 2010. (Congresso).

59.
Conferencia internacional: Cumprimiento de Compromisos internacionales para la erradicación de la violencia de género contra las mujeres. La respuesta de los Estados: avances, retrocesos y desafios frente a la violencia contra las mujeres. 2010. (Congresso).

60.
Conferencia sobre Feminicidio/Femigeocidio en America Latina - en el Parlamento Europeo de Madrid, Espanha. El feminicidio en America Latina: retos para la política exterior de la una Conseptualización del feminicidio e instrumentos europeos. 2010. (Congresso).

61.
Congreso de Comunicación Alternativa: Medios, Estado y Política. Mesa de Abertura. 2010. (Congresso).

62.
Curso de Aperfeiçoamento da Escola Superior do Ministério Público da União ? Pluralismo Jurídico e Multiculturalismo.Interculturalidad crítica y pluralismo jurídico. 2010. (Oficina).

63.
Encontro nacional de mulheres indígenas para a Protecao e promoção dos seus direitos.O que seria um bom Estado e uma boa lei? Avaliação da relação entre mulheres indígenas e a Lei Maria da Penha. 2010. (Encontro).

64.
Encuentro de reflexión y debate: Aportes de la antropologia - Proyecto Educación Sanitaria Hospital de Tilcara.El pensamiento y actuación en el campo de la mujer desde uma visión andina. 2010. (Encontro).

65.
Fazendo Gênero 9 ? Diásporas, Diversidades, Deslocamentos. Feminicídio: o debate sobre a tipificação. 2010. (Congresso).

66.
III Encontro Nacional das Estações Digitais.Painel Integrado Diversidade e Inclusão Digital ? questões de gênero e etnia. 2010. (Encontro).

67.
III Simposio Internacional Sobre Religiosidade, Cultura y Poder (III SIRCP).CERRAR FILAS: RELIGIÓN, SOCIEDAD Y POLÍTICA HOY. 2010. (Simpósio).

68.
IV Jornada de Reflexión Monstros y Monstruosidades. Modernidad y monstruosidad: la violencia de gênero en el contexo moderno. 2010. (Congresso).

69.
IX Encontro de Educadores BB Educar.Inovação em Educação. 2010. (Encontro).

70.
Jornada de debate y actualización en temas de antropologia jurídica. Antropologia y Derecho. 2010. (Congresso).

71.
Jornada sobre Feminismo y (pos)colonialidad y hegemonia ? Jornada interna de los grupos de investigación e invitadxs.Mesa de Abertura. 2010. (Encontro).

72.
Jornadas Regionales para Funcionarios de Derechos Humanos ? La contrucción de una cultura de derechos humanos. Discriminación y estigmatización: sus efectos como obstáculos en la conciencia de ser sujeitos en determinados grupos y posibles vías para superalas. Desigualdade, pobreza y exclusión: sus efectos como obstáculos en la conciencia de los sujetos. 2010. (Congresso).

73.
Seminario internacional del Senado Federal ? derecho al aborto, uma dueda de la democracia.La penalización del aborto como forma de violación de los derechos de las mujeres. 2010. (Seminário).

74.
Simpósio Internacional ?La Cuestión de la Des/Colonidad e la Crisis Global? - Dialogos entre Anibal Quijano, Boaventura de Sousa Santos, Edagardo Lander, Walter Mignolo e Rita Segato.La nova cuestión nacional: indígenas, afroamericanos y el estado pluri-nacional. 2010. (Simpósio).

75.
VI Jornadas Ciencias Sociales y Religión ? V Reunión Científica CLACSO. Diálogos sobre religião e modernindade - colonialidade e alternativas históricas. 2010. (Congresso).

76.
Conferência: El papel del Estado - Entre la Ley federal y la justicia propria - el caso de las mujeres indígenas y sus luchas.El caso de las mujeres indígenas y sus luchas. 2009. (Outra).

77.
Congresso Internacional Psicossocial Jurídico ? Um olhar pacificador de uma nova justiça. Crimes sexuais: um desafio para a intervenção psicossocial do judiciário. 2009. (Congresso).

78.
Foro Público destinado a autoridades e funcionários de gobierno La Violencia contra las mujeres y el feminicidio en el marco de la seguridad ciudadana. Red Feminista frente a la Violencia contra las Mujeres - las Dignas, Las Mélidas, ORMUSA.."Seguridad ciudadana y violencia contra la mujer: retos y desafíos en los países de América Latina". 2009. (Outra).

79.
I Conferência Estadual de Educação Escolar Indígena.Apresentação dos nomes dos Delegados à Conferência Nacional. 2009. (Outra).

80.
III Seminario La Violencia contra las mujeres y el feminicidio en el marco de la seguridad ciudadana. Red Feminista frente a la Violencia contra las Mujeres - las Dignas, Las Mélidas, ORMUSA.."Violencia contra la mujer, del orden familiar al orden bélico". 2009. (Seminário).

81.
IV Seminário participativo sobre a Lei Maria da Penha.Como as leis podem ajudar no combate a violência contra a mulher indígena?. 2009. (Seminário).

82.
Primera Reunión de Trabajo de Especialistas en la Dimensión Política, Jurídica y Cultural de la Violencia Sexual en la Frontera Ciudad Juárez, Chih./El Paso, Tx.?.Las lecciones de Ciudad Juárez sobre guerras y derechos. 2009. (Outra).

83.
Seminário Estudos Feministas e de Gênero em Brasília - Diálogos Interdisciplinares.?Novas Reflexões sobre Gênero à luz do princípio do respeito à diferença?. 2009. (Seminário).

84.
VIII Semana de Extensão ? universidade e democracia.universidade e democracia. 2009. (Outra).

85.
VII Semana de Sociologia." Que hai de nuevo en las ciencias sociales na América Latina? Un Balance de la Perspectiva de Genero". 2009. (Outra).

86.
Violencia Sexual y Violencia de Género en el Terrorismo de Estado. Análisis de la relación entre violencia sexual, tortura y violaciones a los derechos humanos. Análisis de la relación entre violencia sexual, tortura y violación a los derechos humanos. 2009. (Congresso).

87.
Violencia Sexual y Violencia de Género en el Terrorismo de Estado. Análisis de la relación entre violencia sexual, tortura y violaciones a los derechos humanos.Aula Magistral: Derechos de las mujeres y equidad de gênero: contrato y status en la etiologia de la violencia. 2009. (Outra).

88.
VI Semana de Sociologia.Conferência de Abertura. 2009. (Encontro).

89.
Word Innovation Summit for Education ? WISE. Pluralism, Sustainability and Innovation.Global Education: Working Together for Sustainable Achievements. 2009. (Encontro).

90.
32º Encontro Nacional da Associação Nacional de Pó-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (ANPOCS)."Uma discussão da aplicabilidade da categoria genocídio para descrever as execuções sumárias de jovens negros no Brasil". 2008. (Outra).

91.
32º Encontro Nacional da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Ciências Sociais (ANPOCS). Os 60 anos da Declaração Universal dos Direitos e os 18 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente: Avanços e Desafios. 2008. (Congresso).

92.
Antropologia e Direitos Humanos.Seminário de Doutorado sobre "Antropologia e Direitos Humanos" no Doutorado de Antropologia Social da Universidad Nacional de San Martín no Instituto de Altos Estudios Sociales - IDAES. 2008. (Seminário).

93.
Coloquio de Antroplogía Política.Antropología Política. 2008. (Outra).

94.
Conferência Magistral Por qué las Siguen Matando. La situación de la Mujer en Iberoamérica. En Casa América Catalunya de Barcelona.Por qué las Siguen Matando. La situación de la Mujer en Iberoamérica.. 2008. (Outra).

95.
Conferência Magistral Por qué las Siguen Matando. La situación de la Mujer en Iberoamérica. En Casa América Madrid, de Madrid.Por qué las Siguen Matando. La situación de la Mujer en Iberoamérica.. 2008. (Outra).

96.
Encontro CLACSO.Participação no Grupo de Trabalho sobre Religião e Sociedade de CLACSO en el Centro de Estudios e Investigaciones laborales (CEIL), CONICET. 2008. (Encontro).

97.
Foro International Indígena - Cúpula dos Povos.Participação no Taller Eje 4 - Recursos Naturales, IIRSA, Unión Europea y Alternativas Indígenas y Comunitarias representando o Brasil através das Organizações das Mulheres Indígenas do Brasil. 2008. (Outra).

98.
Foro Público sobre Monitoramento da atenção de instituições públicas a mulheres que enfrentam violência."Relações de Gênero e Violencia". 2008. (Seminário).

99.
II Seminário La violencia de género y el feminicidio. Red del Movimiento de mujeres de El Salvador - ORMUSA, Las Dignas y Las Mélidas.Crímenes Públicos contra las mujeres. 2008. (Seminário).

100.
II Seminário Nacional de Experiências na Atenção à Violência Doméstica e Sexual: Avanços..Violência. 2008. (Seminário).

101.
IX Ciclo de Debates sobre Direitos Humanos no Programa de Educação Tutorial-PET do Curso de Psicologia da Universidade de Brasilia."Os Direitos Humanos e a perspectiva antropológica". 2008. (Seminário).

102.
Jornadas de Trabajo: Raza, Etnicidad y Racismos. Debates sobre Acciones Afirmativas y Reparaciones en la Universidad Nacional de Colombia..Acciones afirmativas y reparaciones. 2008. (Outra).

103.
Jornadas Internacionais Debates Feministas y Sociedades Multiculturales. "La Dicotomía entre los derechos de las mujeres y el derecho a la diferencia de los pueblos. El caso particular de las mujeres indígenas y sus luchas". 2008. (Congresso).

104.
Oficina A Lei Maria da Penha e as mulheres indígenas/INESC, FUNAI, COIAB, APOINME e ARPIN-SUL.Legislação estatal e Direitos Proprios: as possibilidades de vigência da Lei Maria da Penha entre as Mulheres Idígenas. 2008. (Oficina).

105.
Seminário internacional Fazendo Gênero 8."Uma discussão da categoria feminicídio" na mesa redonda Exlusão Social, Direitos Humanos e Violencia. 2008. (Seminário).

106.
Seminário Participativo sobre a Lei Maria da Penha.Como as leis podem ajudar no combate a violência contra a mulher indígena?. 2008. (Seminário).

107.
VI Congresso da Rede Latinoamericana de Antropologia Jurídica. Co-coordenei (com Esther Sánchez Botero) a Mesa Redonda Casos límite para el Pluralismo Jurídico. 2008. (Congresso).

108.
VI Congresso da Rede Latinoamericana de Antropologia Jurídica. Que cada pueblo teja los hilos de su historia: El pluralismo jurídico en diálogo didáctico con legisladores" e Coordenação da Mesa Redonda Casos límite para el Pluralismo Jurídico. 2008. (Congresso).

109.
VI Congresso da Rede Latinoamericana de Antropologia Jurídica."Que cada pueblo teja los hilos de su historia: El pluralismo jurídico en diálogo didáctico con legisladores". 2008. (Outra).

110.
2do Encuentro Internacional Analisis de Las Practicas Sociales Genocidas. Es posible transformar el concepto de feminicidio en una categoria jurídica?. 2007. (Encontro).

111.
5° Jornada de Ciências Sociais - para além da torre de Marfim - Debates contemporaneos na Universidade. Mesa redonda: Cidadania e Seus Impasses.Prostituta, Pobre e Mulher: ou a vida em tripla falta.. 2007. (Encontro).

112.
6to Encuentro ICorpoliticas Body Politics en las Americas. Organizado por el Instituto Hemisférico de Performance y Política, New York University..Mesa redonda sobre Violencia e Directos Humanos. 2007. (Encontro).

113.
Audiência Pública realizada em 05/09/2007 pela Comissão de Direitos Humanos da Câmara dos Deputados sobre o Projeto de Lei nº 1057 de 2007 sobre a prática do infanticídio em áreas indígenas.Que cada povo trame os fios da sua história: Em defesa de um Estado restituidor e garantista da deliberação no foro étnico. 2007. (Outra).

114.
Congresso bianual da Sociedade Internacional de Sociologia da Religião.Closing ranks: Religion and Politics today. 2007. (Outra).

115.
Encontro CLACSO.Primera Reunión del Grupo de Trabalho sobre Religião e Sociedade de CLACSO en su segunda etapa de actividad. 2007. (Encontro).

116.
Encontro Nacional de Mulheres e Jovens Indígenas.Mulheres e Jovens Indígenas. 2007. (Encontro).

117.
Feminicide Sanctioned Murder: Race, Gender and Violence in Global context, Stanford University.Feminicidio, orden de género y Derecho. 2007. (Encontro).

118.
Feminismos, Educação e Cidadania.Crimes Públicos de Gênero: Feminicídio. 2007. (Outra).

119.
Grupo de Estudios en Aboriginalidad, Provincias y Nacion do Instituto de Ciências Antropológicas da Faculdade de Filosofia e Letras da Universidade de Buenos Aires..O Estado frente a pratica limite do infanticídio indigena. 2007. (Simpósio).

120.
mesa redonda de apresentação do livro El Genero del multiculturalismo de Maria Luisa Femenias.Género del multiculturalismo. 2007. (Outra).

121.
Oficina de Discussão da nova Acao de Promoção das Atividades Tradicionais das Mulheres Indígenas da CGDC, dentro do Programa da FUNAI.Acao de Promoção das Atividades Tradicionais das Mulheres Indígenas da CGDC. 2007. (Oficina).

122.
VI Congreso Internacional de Salud Mental y Derechos Humanos da Universidad Popular Madres de Plaza de Mayo. Mesa Redonda sobre Segurança Pública como Genocídio. 2007. (Congresso).

123.
XIV Jornada sobre Alternativas Religiosas em América Latina.Alternativas Religiosas em América Latina. 2007. (Encontro).

124.
?Ciudadanía y liderazgo intercultural? para alunos de origen quéchua y amazónico.Docente do Curso-Oficina ?Ciudadanía y liderazgo intercultural? para alunos de origen quéchua y amazónico. 2006. (Oficina).

125.
?Primer Colóquio Interamericano sobre Educación y Derechos Humanos?.Palestra: ?Discriminação negativa e positiva nos três níveis educativos?. 2006. (Encontro).

126.
Congresso sobre Tortura, Universidade Humboldt. ?Femicidio, Soberania e Cumplicidade?. 2006. (Congresso).

127.
II Encontro de Mulheres Educadoras.Palestra de Abertura: ?A importância do Conceito de Gênero para a Superação das Desigualdades?. 2006. (Encontro).

128.
Seminário Impunidade na Justiça: aspectos Éticos, Culturais e Juridicos.Palestra: ?Impunidade na Justiça: aspectos éticos?. 2006. (Seminário).

129.
Seminário Permanente de Antropologia Social del Instituto de Desarrollo Econômico y Social (IDES).Debatedora Trabajo ?La ambigüedad étnica: crianceros argentinos y chilenos en el Alto Neuquén". 2006. (Seminário).

130.
Torture. "Feminizide". 2006. (Congresso).

131.
?A Antropologia no Ministério Público Federal e a Defesa dos Direitos Sócio-Culturais?.Palestra: ?O Instrumental da Antropologia na Defesa dos Direitos Sócio-Culturais?. 2005. (Simpósio).

132.
?Seminário: Pluralismo Jurídico e Povos Indígenas?.Co-organizadora do Seminário e Apresentação na Mesa de Abertura "Relevância e Dilemas do Pluralismo Jurídico para o Brasil e a América Latina". 2005. (Seminário).

133.
Instituto Venezolano de Investigaciones Científicas (IVIC) ? Centro de Antropologia.Palestra: ?La Nación y sus Otros en tiempos de políticas de Identidad?. 2005. (Simpósio).

134.
Mujeres que Hablan de Mujeres.Palestra: ?La Escritura en el cuerpo de las mujeres de Ciudad Juárez: violencia de género y totalitarismo de la localidad?. 2005. (Encontro).

135.
V Jornadas de Trabalho sobre História Recente. Gênero e Historia Recente. 2005. (Congresso).

136.
Acto de Presentación del libro Ciudad Juárez: de este lado del Puente..Palestra: La escritura en el Cuerpo y la Inteligência Ciega de Edipo. 2004. (Outra).

137.
Día Mundial Contra la Violência Hacia las Mujeres y las Niñas.Conferência Magistral: La Escritura en el Cuerpo de las Mujeres Asesinadas en Ciudad Juárez. 2004. (Outra).

138.
Foro Abierto sobre los Asesinatos y Desapariciones de Mujeres en Ciudad Juárez..Violência, Seguridad, Democracia y Gênero. 2004. (Seminário).

139.
II Encontro Nacional da Associação Brasileira de Etnomusicologia- Etnomusicologia:Lugares e Caminhos, Fronteiras e Diálogos.Coordenação da Sessão de Comunicações Música e Identidades Emergentes. 2004. (Encontro).

140.
III Simpósio Fé, Ciência e Teologia: Superar a Violência, Cultivar a Paz.Palestra: Religião e Violência. 2004. (Simpósio).

141.
IV Encuentro de Estudios Socio-Religiosos de La Habana del CIPS: Panel sobre Religión y Género, religión y raza: inclusion y exclusion, prejuicio y discriminación.El Códice religioso afro-brasileño y la lucha contra la discriminación racial en Brasil. 2004. (Encontro).

142.
IV Jornadas Internacionales de Ciencias Sociales y Religión.Palestra: La dimensión territorial de la religiosidad contemporánea. 2004. (Simpósio).

143.
Mesa Redonda Feminicidios, Violencia de Gênero y Alternativas frente al abuso del poder..Apresentação-Los feminicidios de Ciudad Juárez: aspectos sacrificiales de un crimen contra la humanidad. 2004. (Outra).

144.
Módulo VII ? ?Bioética das Situações Persistentes?, VI Curso de Pós- Graduação Lato Sensu em Bioética..Aulas Ministradas ?Ações afirmativas no Brasil?.. 2004. (Simpósio).

145.
Palestra Inaugural do Curso de Especialização em Antropologia da Universidade Católica de Brasília.A Antropologia no mundo contemporáneo. 2004. (Outra).

146.
Primeiro Encontro da Diversidade.Palestra: As cotas para estudantes negros na Universidade de Brasília. 2004. (Encontro).

147.
Reunião do Conselho Latino Americano de Ciências Sociais.Reunião Constitutiva de Membros do Grupo de Trabalho Religião e Sociedade do Conselho Latino Americano de Ciências Sociais. 2004. (Encontro).

148.
Seminário Direitos Humanos em Debate.Palestra: A Luta pelas Cotas para estudantes negros na Educação Superior e seu significado nas Ciências Sociais e na Sociedade. 2004. (Seminário).

149.
Seminário Internacional del Instituto de Estudios Regionales de la Universidad de Antíoquia: (DES) Territorialidades y (NO) Lugares. Processos de Configuracioón y transformación social del espacio..Conferência: El Paisage religioso contemporâneo como índice de um nuevo paradigma territorial. 2004. (Seminário).

150.
Seminário Interno sobre o Projeto Temático Missões Cristãs e Populações Indígenas..Debatedora: Missões Cristãs e Populações Indígenas. 2004. (Seminário).

151.
XII Seminário Nacional de Estudos Jurídicos.Conferência: Eficácia Pedagógica do Direito e Ações Afirmativas.. 2004. (Outra).

152.
Ciclo Pontos de Visão.A homossexualiadade na prespectiva antropológica. 2003. (Outra).

153.
Conferência de Abertura do Curso Violência y Género.Las estructuras elementares de la violência. 2003. (Outra).

154.
Culture and peace. Violence, politics and representation in the Americas.El sistema penal como pedagogia de la irresponsabilidad y el proyecto Habla preso> el derecho humano a la palabra en la cárcel. 2003. (Seminário).

155.
Direitos Humanos em Debate.Os diversos argumentos juridicos e eticos a favor das ações afirmativas. 2003. (Outra).

156.
Encontro Nacional de Estudantes de Ciências Sociais.Ciências sociais na contemporaneidade: tempo de iconoclastia. 2003. (Encontro).

157.
For Permanente de Derechos Humanos.El colapso de la legalidad en el contexto internacional de las ciências sociales. 2003. (Outra).

158.
Mujeres hablam de mujeres. Un feminismo prepolitico? La mujer negra en la tadición religiosa afro-brasileña. 2003. (Congresso).

159.
Transgresões, penaliaddes e reincidências: desafios para o Estado e a Sociedade.O sistema penal como pedagogia da irresponsabilidade. 2003. (Outra).

160.
VI Congresso dos Trabalhadores em Educação do DF. Políticas de Inclusão: sexualidade , gênero e raça. 2003. (Congresso).

161.
V Simpósio Nacional de Associação Brasileira de História das Relgiões.A lei, o território, a religião e o paradigma weberiano: as lições de 2003. 2003. (Simpósio).

162.
.Indigenous women and the Brazilian State.. 2002. (Seminário).

163.
.Possession in the Xango Cult of Recife.. 2002. (Seminário).

164.
.Religion in the Brazilian jails.. 2002. (Seminário).

165.
.Proposal of measure of quotes for Black students in Brazilian Universities.. 2002. (Seminário).

166.
.Oracle, Destiny and Personality in Afro-Brazilian Cosmologies. 2002. (Simpósio).

167.
23 Encontro Brasieleiro de Antropologia.O antropólogo no campo afro-brasileiro. 2002. (Encontro).

168.
Congresso Internacional Nuevos Paradigmas transdisciplinarios en las ciências humanas.Antropologia y psicoanalisis. Possibilidades y limites de um diálogo. 2002. (Outra).

169.
II Encontro Internacional de Religião, Sociedade e Direitos Humanos.Public Lecture: Religion, identity and violence.. 2002. (Outra).

170.
Missions and Culture.Religions in transition - Some theoretical notes. 2002. (Outra).

171.
Percurso Psincanalítico de Brasília.Debate na apresentação do livro 'No circulo cínico ou caro Lacan, por que negar a psican[alise aos canalhas?. 2002. (Outra).

172.
Política e religião: outras realidades, novas questões.A política dos encontros religiosos. 2002. (Encontro).

173.
Segundo Encuentro Internacional de Religión, Sociedad e derechos humanos.Derechos humanos y minorias etnicas. Comparando Brasil, Argentina y los Estados Unidos. 2002. (Encontro).

174.
Segundo Encuentro Internacional de Religión, Sociedad e Derechos Humanos.Religiones en la cárcel. 2002. (Encontro).

175.
VI Congresso de Bioética - Poder e Justiça.Public Lecture: Vulnerability and responsability: a critique of the assumptions of penal conceptions.. 2002. (Outra).

176.
XXIII Encontro da Associação Brasileira de Antropologia.A política do encontro religioso.. 2002. (Encontro).

177.
XXIII Encontro da Associação Brasileira de Antropologia.Antropólogos na caompo afro-brasileiro: sinais de comprometimento e problemas de recepção.. 2002. (Encontro).

178.
Análise Criminal.O papel das penitênciária na reprodução do crime.. 2001. (Outra).

179.
Colloquium do Círculo de Eranos. Oracle, Destiny and personality in Afro-Brazilian Cosmologies. 2001. (Congresso).

180.
Forum Estudantil Latino Americano de Antropologia e Arqueologia.Adressing Brazilian racism in the crossroads of cultural and civil rigths.. 2001. (Encontro).

181.
Forum Estudantil Latino-Americano de Antropologia e Arqueologia.O racismo na encruzilhada entre a cultura e os direitos civis. 2001. (Encontro).

182.
IV Encontro de Antropologia do Mercosul.Significados do gênero.. 2001. (Encontro).

183.
Projeto Rota dos Escravos.A expansão atual das religiões afro-americanas. 2001. (Seminário).

184.
Prophets and Prophecies.Public Lecture: Oracle, destiny and personality in afro-brazilian cosmologies.. 2001. (Outra).

185.
.Eles podem trabalhar juntos? Algumas sugestões para antropólogos e psicanalistas engajados em um projeto comum para população de rua dependente de drogas.. 2000. (Seminário).

186.
.Racism in the country of the unsaid: my writings on Africa in Brazil before and after the 'Ari Case'.. 2000. (Seminário).

187.
.Public Lecture: Women in the quadrille of feelings and social roles. An analysis of the video-dance Roseland by the choreographer Win Vandekeybus.. 2000. (Outra).

188.
A dança nas redes do olhar.A mulher na contradança dos afetos e papéis sociais. Uma naálise do video-dance Roseland, do coreógrafo Win Vanderkeybus. 2000. (Encontro).

189.
Annual Meeting of the Society for the Scientific Study of Religion.Uma análise de gênero nas religiões afro-brasileiras.. 2000. (Encontro).

190.
Antropologia e Direitos Humanos.Religião no presídio.. 2000. (Seminário).

191.
Conferência de Estudos Religiosos.Public Lecture: Duas categorias para um panorama das religiões: as religiões trágicas e as da superioridade moral.. 2000. (Outra).

192.
I Encontro de Estudos da Palavra Cantada.O sujeito encarcerado na enunciação do rap. Uma análise dos raps dos presidiários de Brasília.. 2000. (Encontro).

193.
I Semana de Estudos da Relgião.Duas Categorias para um panorama das religiões: as religiões trágicas e as de superioridade moral. 2000. (Encontro).

194.
Sessão Plenaria da SSRS. An analysis of gender in afro-brazilian religious. 2000. (Congresso).

195.
XXII Encontro da Associação Brasileira de Antropologia. O racismo no país do sub-texto: meus textos sobre África no Brasil antes e depois do 'Caso Ari'.. 2000. (Congresso).

196.
XXII Encontro da Associação Brasileira de Antropologia.A crise da representação e o paradigma etnográfico.. 2000. (Encontro).

197.
XXII Encontro da Associação Brasileira de Antropologia.Antropologia e Psicanálise. o que podem e não podem fazer juntas.. 2000. (Encontro).

198.
XXII Encontro da Associação Brasileira de Antropologia.A questão do sujeito na antropologia.. 2000. (Encontro).

199.
. The many faces of racism: structuring of differences in national formations. A comparision between Brazil and Argentina.. 1999. (Congresso).

200.
.Person, identity and subjectivity in absence of the body: some considerations on Internet writing.. 1999. (Seminário).

201.
Antropologia da Religião: questões teóricas e problemas no trabalho de campo.Meu trabalho de campo nos terreiros de Recife.. 1999. (Outra).

202.
A Passagem do Milênio e o Pluralismo Religioso na Sociedade Brasileira.As duas virgens brasileiras.. 1999. (Encontro).

203.
Frontiers, Nations and Identities. El vacío e su frontera: la búsqueda del ontro lado en dos textos argentinos.. 1999. (Congresso).

204.
IX Jornadas sobre Alternativas Religiosas na América Latina.Religião e conflito social.. 1999. (Outra).

205.
IX Jornadas sobre Alternativas Religiosas na América Latina.As duas virgens brasilieras.. 1999. (Outra).

206.
Religión y Símbolo en el Fin de Milenio.The two brazilian virgins: tadition and modernity in religious devotions. 1999. (Outra).

207.
Rethinking Yoruba Religous Tradition dor the Next Millenium. The Globalization of Yoruba Religious Culture.The contribution of the Yoruba religious tradition in Brazil to gender theory.. 1999. (Outra).

208.
Semana da Consciência Negra.Estudos africanos e afro-brasileiros na Universidade de Brasília. 1999. (Outra).

209.
.Experiência de campo, escrita e reflexividade em meu trabalho.. 1998. (Seminário).

210.
Estudos Comparativos em Tempos de Globalização.O impacto da consciência pos-colonial no método antropológico.. 1998. (Seminário).

211.
International Symposium on Gender and Ethnic Relations among the Youth of Contemporary Cities.A babá brasileira: o duplo recalque de raça e gênero.. 1998. (Simpósio).

212.
Multiculturalismo, democracia e a singularidade cultural brasileira. Perspectivas para o século XXI. Notas para uma antropologia da subjetividade e seu impacto sobre a análise do racismo.. 1998. (Congresso).

213.
Uma agenda para a antropologia a paritr de uma perspectiva latino-americana.Uma agenda para a antropologia a paritr de uma perspectiva latino-americana.. 1998. (Seminário).

214.
VIII Metting on Religious Alternatives in Latin America.As religiões no âmbito carcerário.. 1998. (Encontro).

215.
XXI Encontro da Associação Brasileira de Antropologia.A antropologia face ao pensamento contemporâneo.. 1998. (Encontro).

216.
.Música, dança e religião no Xangô de Recife.. 1997. (Seminário).

217.
.Public Lecture: Os limites do multiculturalismo: a construção nacional da diversidade.. 1997. (Outra).

218.
49th International Conference of Americanist.A política da opção religiosa no contexto da globalização.. 1997. (Simpósio).

219.
I International Journeys on Religion, Soiety and Human Rights.Religião afro-brasileira e cidadania: uma visãocrítica de alguns pressupostos do multiculturalismo a partir do Brasil.. 1997. (Outra).

220.
Panorama das Ciências Sociais.Os estudos de gênero na antropologia: novas perplexidades do relativismo.. 1997. (Outra).

221.
V Conferência Afro-brasileira.Raça e gênero na perspectiva da nação.. 1997. (Outra).

222.
VIII Conferência de Antropologia na Colômbia.Alteridades históricas/identidades políticas: uma crítica a las certezas del pluralismo global.. 1997. (Outra).

223.
XXI Encontro Anual da ANPOCS.As várias faces da cultura negra no Brasil: textualidade, território, identidade.. 1997. (Encontro).

224.
Future of Spirituality in Latin America.Future of Spirituality in Latin America. 1996. (Outra).

225.
VI Encontro sobre Alternativas Religiosas na América Latina.Formações de diversidade: um modelo para interpretar a recepção de opções religiosas nos países da América Latina no contexto da globalização.. 1996. (Encontro).

226.
.A New York photographer in dark Brazil: Collage and the uncanny body that keeps speaking back.. 1995. (Seminário).

227.
6th Annual African Humanities Seminar: Africa and the Discipline of History.Why not becoming a citizen? What the african religions in Brazil have to say about politics.. 1995. (Seminário).

228.
94th Annual Meeting of the Syncretism in Africa and Americas.Heading south: the expansion of afro-brazilian religious cults in Argentina and Uruguay.. 1995. (Encontro).

229.
Colloquium Series of The University of Florida at Gainesville.Public Lecture: The subversion of gender hierachies in the afro-brazilian religions.. 1995. (Outra).

230.
Gettysburg College´s Latin American Lectures Series.Public Lecture: Gender in afro-brazilian religious traditions.. 1995. (Outra).

231.
Mission in Anthropological Perspective.Mission in the anthropological perspective.. 1995. (Encontro).

232.
Race Culture and National Identitiy in the Afro-American Diaspora - 45th Annual Conference.The colour-blind subject of myth or where to watch African on television.. 1995. (Outra).

233.
The Tenth Trennial Symposium on African Art.Sacred images and spaces: the altars of african faith in the South America.. 1995. (Simpósio).

234.
48th International Confenrece Latinoamerican religions in transition.Fronteras y márgenes: la historia no contada de la expansión religiosa afro-brasilera en el Rio de la Plata.. 1994. (Outra).

235.
Conferência sobre Religião e Etnicidade.Género: diferencia o jerarquía? La respuesta de los cultos afro-brasileños.. 1994. (Outra).

236.
VII Congresso de Antropologia da Colômbia. Género: diferencia o jerarquia? La respuesta de los cultos afro-brasileños.. 1994. (Congresso).

237.
.La cuestión del género a luz de las religiones afro-brasileras.. 1993. (Outra).

238.
.An analysis of gender in the perspective of afro-brazilian religion.. 1993. (Outra).

239.
I Conferência Internacional de Cutluras Afro-Americanas.Santos e daimones. 1993. (Outra).

240.
Mission in a Cultural Science Perspective.Mission seen in the broarder perspective of religious encounter.. 1993. (Seminário).

241.
.Deconstructing gender in the ligth of Sango cult conceptions of biology, sexuality and personality.. 1992. (Seminário).

242.
.Novas linhas de pesquisa antropológica no Brasil.. 1992. (Seminário).

243.
.Gênero e natureza nos cultos afro-brasileiros.. 1992. (Seminário).

244.
.A construção da pessoa nas religiões afro-brasileiras. 1992. (Seminário).

245.
IV Conferência de Antropologia na Colômbia.Estado y sociedad en el Brasil a la luz del discurso religioso afro-brasileiro.. 1992. (Outra).

246.
IV Conferência Latino-americana Sobre Religião e Etnicidade.El santo y la persona. Notas para la construcción de un diálogo intercultural. 1992. (Outra).

247.
IV Conferência Latino-americana Sobre Religião e Etnicidade.La tradicción afro-brasileira frente a la televisión, o dos muertes entre la ficción y la realidad.. 1992. (Outra).

248.
The african contribution to the culture of the Americas. Ciudadanía: por que no? religión africana y participación. 1992. (Congresso).

249.
XVIII Congresso da Associação Brasileira de Antropologia. A natureza do gênero na psicanálise e na antropologia. 1992. (Congresso).

250.
I Encontro de Culturas Afro-Americanas.A tradição afro-brasileira frente à televisão, ou duas mortes entre a ficção e a realidade.. 1991. (Encontro).

251.
Colóquio Internacional sobre música, saber e poder..Sistemas abertos e territórios fechados. Para uma compreensão das interfaces entre música e identidades sociais.. 1990. (Outra).

252.
II Encontro Internacional da rede CLACSO sobre Religião e Sociedade. Una vocación de minoría. la expansión de los cultos afro-brasileños en Argentina como processo de re-etnificación.. 1990. (Congresso).

253.
XVII Cogresso da Associação Brasileira de Antropologia. Rituais de re-etnificação: a tradição afro-brasieira na Argentina.. 1990. (Congresso).

254.
XVII Congresso da Associação Brasileira de Antropologia. Um paradoxo do relativismo: o discurso racional da antropologia frente ao sagrado.. 1990. (Congresso).

255.
46th Internacional Conference of Americanists.Una paradoxa del relativismo: el discurso racional de la antropologia frente a lo sagrado. 1988. (Simpósio).

256.
46th International Conference of Americanists.Okarilé: Yemoja´s icon tune. Interpretative anthropology and music in the afro-brazilian cults of recife, Brazil. 1988. (Simpósio).

257.
Folclore e cultura popular: as várias faces de uma debate.A antropologia e a crise taxonômica da assim chamada cultura popular.. 1988. (Seminário).

258.
XVI Congresso da Associação Brasileira de Antropologia. Família, sexo e gênero nos Xangôs do recife.. 1988. (Congresso).

259.
II Conferência Argentina de Antropologia Social.Una lectura de la mentalidad en el texto religioso: individualismo sin ciudadanía en el Xangô de recife, Brasil.. 1986. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
SEGATO, Rita Laura. Ideal Comunitário, Projeto Proprio e ideas propias de Justiça. 2010. (Congresso).

2.
SEGATO, Rita Laura. Seminário Interamericano sobre Pluralismo Jurídico e Povos Indígenas. 2006. (Outro).

3.
Segato, Rita Laura. RELIGIÕES AFRO-AMERICANAS E DICERSIDADE CULTURAL: UNESCO/FUNDAÇÃO PALMARES. 2001. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Tese de doutorado
1.
Alejandra del Rocío Bello Urrego. Uma epistemologia da dominação pela analise da saúde: estudo comparativo da morte de gestantes em Bogotá e em Paris no ano 2010. Início: 2014. Tese (Doutorado em Equipe d?Accueil LABTOP Laboratoire Théories du Po) - Universidade Paris XII - INSERM - Unite 421. (Coorientador).

2.
Janira Sodré Miranda. Cofrarias religiosas femininas do século XIX em Goiás. Início: 2004. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Douglas da Conceiçao Fernandes. A atuação de pastores negros e negros no combate a discriminação e a intolerância nas igrejas evangélicas do Distrito Federal: primeiras aproximações. Início: 2015. Iniciação científica (Graduando em Antropologia) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Tarsila Flores. CENAS DE UM GENOCÍDIO: homicídios de jovens negros no Brasil e a ação de representantes do Estado. 2017. Dissertação (Mestrado em Direitos Humanos e Cidadania) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rita Laura Segato.

2.
Ariadne Moreira Basílio de Oliveira. Religiões afro-brasileiras e o racismo: contribuição para a categorização do racismo religioso. 2017. Dissertação (Mestrado em Direitos Humanos e Cidadania) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rita Laura Segato.

3.
Nailah Neves Veleci. Cadê Oxum no espelho constitucional? - Os obstáculos sócio-político-culturais para o combate às violações dos direitos dos povos e comunidades tradicionais de terreiro. 2017. Dissertação (Mestrado em Direitos Humanos e Cidadania) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rita Laura Segato.

4.
Lourival Ferreira de Carvalho Neto. A negociação da diferença na experiência de corpos e sexualidades plurais em comunidades rurais e na capital do Piauí. 2017. Dissertação (Mestrado em Direitos Humanos e Cidadania) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rita Laura Segato.

5.
JULIANA FLORIANO TOLEDO WATSON. Bem Viver do Cerrado: partejar amor, parir uma bioética local. 2016. Dissertação (Mestrado em Bioética) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rita Laura Segato.

6.
Irina Karla Bacci. VOZES LÉSBICAS NO BRASIL: A BUSCA E OS SENTIDOS DA CIDADANIA LGBT. 2016. Dissertação (Mestrado em Direitos Humanos e Cidadania) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

7.
Aline Cristina Campos de Souza. Memórias de Vida e Morte: uma discussão sobre o homicídios de jovens negros a partir do Programa Fica Vivo.. 2016. Dissertação (Mestrado em Direitos Humanos e Cidadania) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rita Laura Segato.

8.
Priscila Paz Godoy. A racialização dos(as) ciganos(as) e a experiência dos Calon de Belo Horizonte como sujeitos coletivos de um projeto histórico de liberdade. 2015. Dissertação (Mestrado em Direitos Humanos e Cidadania) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

9.
Elzahrã Mohamed Radwan Omar Osman. BIO-ÉTICA Islâmica: Aportes epistemológicos desde o pensamento de colonial e os Feminismos Islâmicos. 2015. Dissertação (Mestrado em Bioética) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

10.
Bernardino Vitoy. GÊNERO E MULHERES INDÍGENAS: UM OLHAR PELA BIOÉTICA DE INTERVENÇÃO. 2015. Dissertação (Mestrado em Bioética) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

11.
Vanessa Rodrigues de Araújo. O RESGATE DA MEMÓRIA FAMILIAR INDÍGENA: um estudo sobre o direito humano de saber quem se é. 2015. Dissertação (Mestrado em Direitos Humanos e Cidadania) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

12.
LARISSA DA SILVA ARAUJO. BAIANAS DE ACARAJÉ CONTRA FIFA: UM ESTUDO DE CASO SOBRE DESENVOLVIMENTO E COLONIALIDADE. 2015. Dissertação (Mestrado em Direitos Humanos e Cidadania) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

13.
Luis Fernando Ojeda Cornejo Chávez. El acceso a la justicia de las poblaciones originarias de Perú Maestría Internacional de Derecho Humanos y Democratización de la UNSAM. 2012. Dissertação (Mestrado em Programa de Maestría en Derechos Humanos y Democra) - Universidad Nacional de San Martin, . Orientador: Rita Laura Segato.

14.
Carolina Souza Pedreira. Irmãs das Almas - Rituais de Lamentação na Chapada Diamantina. 2010. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rita Laura Segato.

15.
Pedro de Lemos MacDowell. O espaço degenerado: ensaio sobre o lugar travesti na cidade modernista. 2010. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

16.
Luana Mirella de Souza Barbosa. Localidade ou metrópole? : demonstrando a capacidade de atuação política das travestis no mundo-comunidade. 2010. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

17.
Betina Stefanello Lima. Teto de Vidro ou Labirinto deCristal? As Margens Femininas das Ciências. 2008. Dissertação (Mestrado em Estudos Feministas e de Gênero) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

18.
Renata Weber Gonçalves. A medida de segurança: elementos para a interpretação da contenção por tempo indeterminado dos loucos infratores no Brasil.. 2008. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

19.
Anette Lobato Maia. DE NEIDE À FERA DA PENHA-DISCURSOS E REPRESENTAÇÕES SOCIAIS QUE ATUALIZAM UM ESTIGMA NA MÍDIA. 2008. Dissertação (Mestrado em Programa de Estudos Feministas e de Gênero) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

20.
Marianna Assunção Figueiredo Holanda. Quem são os humanos dos direitos? Sobre a criminalização do 'infanticídio' indígena. 2008. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

21.
NATALIA CASTELNUOVO BIRABEN. Antropologia Social. 2008. Dissertação (Mestrado em Antropologia Social) - Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social, . Orientador: Rita Laura Segato.

22.
Marjorie Nogueira Chaves. As lutas das mulheres negras: identidade e militância na construção do sujeito político. 2008. Dissertação (Mestrado em Estudos Feministas e de Gênero) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

23.
Tiago Eli de Lima Passos. Terror de estado: uma crítica à perspectiva excepcionalista. 2008. Dissertação (Mestrado em Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

24.
Mariana de Lima e Silva. Pela persistência da diferença: Desvendando o discurso dos que querem nos transformar numa nação monocromática. 2007. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

25.
Joanna Chagas. Os Direitos Humanos das Mulheres na encruzilhada entre pluralismo e universalismo. 2006. Dissertação (Mestrado em Programa de Estudos Feministas e de Gênero) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

26.
Bruno Mafra Ney Reinhardt. Espelho ante espelho: a troca e a guerra entre o neopentecostalismo e os cultos afro-brasileiros em Salvador. 2006. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

27.
Waldemir Rosa. Homem Preto do Gueto. Um estudo sobre a Masculinidade no Rap Brasileiro. 2006. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

28.
Ianni Luna Barros. O estupro no cinema. 2006. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

29.
Livia Vitenti. Da Antropologia do Direito ao Pluralismo Jurídico. 2005. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rita Laura Segato.

30.
Laura Jimena Ordóñez Vargas. Sobreviver numa Penitenciária de Mulheres:Quando adaptar-se é resistir. 2005. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rita Laura Segato.

31.
Betina Stefanello Lima. Teto de Vidro ou Labirinto de Cristal?. 2005. Dissertação (Mestrado em EspecializaçãoAntropologia e Mundos Contemporâneos) - Universidade Católica de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

32.
Anette Maia. Reconstruindo Neide Maia Lopes ou Desconstruindo a Fera da Penha. 2005. Dissertação (Mestrado em Especialização em Antropologia e Mundos Contemporâ) - Universidade Católica de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

33.
Danielli Jatobá França. A comunidade Kalunga e a interpelação do Estado: da visibilidade à identidade política. 2003. 0 f. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

34.
Heber Rogério Grácio. A comunidade de Borboleta e as instâncias do Estado: Uma discussão sobre as representações de Índio. 2003. 0 f. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

35.
Tatiana Souza Guedes. O sujeito rapper encarcerado: Um olhar sob a Papuda. 2003. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

36.
Domingas Gentil dos Santos. A reabilitação psicossocial da população negra no Brasil. 2001. 0 f. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

37.
Jandira Gill Chalu Pacheco. O "Povo da Rua" em Brasília. Exu e Pomba-Gira: Iconografia e transgressão do imaginário popular. 2000. 0 f. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

38.
Luzânia Barreto Rodrigues. ?De Pivetes e Meninos de Rua: Um Estudo Sobre o Projeto Axé e os Significados da Infância?. 1999. 0 f. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

39.
Regina Yoshie Matsue. O Paraíso de Amida: Três Escolas Budistas Em Brasília. 1998. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rita Laura Segato.

40.
Maria Carranza Maxera. De Cesáreas, Mulheres e Médicos: Uma Aproximação Médico Antropológica Ao Parto Cesáreo No Brasil. 1994. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rita Laura Segato.

41.
Tânia Mara Campos de Almeida. A Gestação de um Mito: A Aparição da Virgem Maria em Piedade dos Gerais. 1994. 0 f. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

42.
Tania Mara campos de Almeida. A Gestação de um Mito: A aparição da Virgem Maria em Piedade dos Gerais. 1994. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

43.
Maria Lúcia de Macedo Cardoso. De Taypi a Awqa: Dualismo, Gênero e Desenvolvimento nos Andes Bolivianos. 1993. 0 f. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

44.
Alessando Gagnor Galvão. O Fluxo Semiótico Identitário entre Turistas e Nativos de Jericoacoara. 1992. 0 f. Dissertação (Mestrado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

Tese de doutorado
1.
Daniela Cabral Gontijo. Violência Pega?. 2015. Tese (Doutorado em Bioética) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rita Laura Segato.

2.
MARIANNA ASSUNCAO FIGUEIREDO HOLANDA. Por uma Ética da (In) Dignação: Repensando o Humano, a Dignidade e o pluralismo nos movimentos de lutas por direitos. 2015. Tese (Doutorado em Bioética) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rita Laura Segato.

3.
Elaine Barbosa Santana. UMA ABORDAGEM BIOÉTICA SOBRE AS POLÍTICAS DE AÇÕES AFIRMATIVAS: Intervenção do Estado para a desconstrução do mito da democracia racial. 2013. Tese (Doutorado em Bioética) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

4.
Silvana Sciortino. Una etnografia en los Encuentros Nacionales de Mujeres: políticas de identidad desde la afirmación de las 'mujeres de los Pueblos originarios'. 2012. Tese (Doutorado em Ciências Antropológicas) - Universidad de Buenos Aires, . Coorientador: Rita Laura Segato.

5.
Verenildes Santos Pereira. A representação dos Waimiri-Atrori na mídia impressa manauara. 2012. Tese (Doutorado em Comunicação) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

6.
Laura Jimena Ordóñez Vargas. É possível humanizar a vida atrás das grades? Uma etnografia do método APAC de gestão carcerária. 2011. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rita Laura Segato.

7.
Martin Oliver Jaime Ballero. Discursos pastorales católicos, cuerpos y subjetividades: estrategias de dominación y resistencia en Lima (1968-2005). 2011. Tese (Doutorado em Estudios Culturales Latinoamericanos) - Universidad Andina Simón Bolívar, . Orientador: Rita Laura Segato.

8.
Wanderson Flor do Nascimento. Por uma Vida Descolonizada: Diálogos Entre a Bioética de Intervenção e os Estudos sobre a Colonialidade. 2010. Tese (Doutorado em Bioética) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

9.
Héber Rogério Grácio. Estudos de Impactos Ambientais e o Modelo de Ordenamento Territorial Operado Pelo Estado Brasileiro: Colonialidade do Poder e Alteridade no Brasil Contemporáneo. 2010. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

10.
Sandra de Souza Machado. O Que o Cidadão Kane tem a ver com a Rainha Christina? A Economia e a Política para a Perpetuação dos Estereótipos de Gênero nos Cinemas Transnacionais. 2009. 0 f. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

11.
Maria Silvana Sciortino. sem título. 2008. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidad Nacional de La Plata, CONICET. Coorientador: Rita Laura Segato.

12.
Claudia de Jesus Maia. A invenção da solteirona: conjugalidade moderna e terror moral - Minas Gerais. 2007. Tese (Doutorado em História) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

13.
Diana Judith Milstein. A Nação na Escola. Frentes políticas na cena "neutra" da escola argentina.. 2007. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

14.
Luis Ferreira Makl. Mundo Afro: Uma História da Consciência Afro-Uruguaia no seu processo de emergência. 2003. 0 f. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

15.
Mônica Thereza Soares Pechincha. Uma antropologia sem outro: O Brasil no discurso antropológico nacional.. 2002. 0 f. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

16.
Francisco Salatiel de Alencar Barbosa. Juazeiro Celeste: Tempo e paisagem na devoção do Padre Cícero.. 2002. 0 f. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

17.
Eva Beatriz Ocampo. La nación interior: Canal Feijóo, Orestes di Lullo y los Hermanos Wagner. El discurso culturalista de cuatro intelectuales en la província argentina de Santiago del Estero.. 2002. 0 f. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

18.
Tânia Mara Campos de Almeida. Uma Maria Brasileira. Um Estudo sobre Catolicismo Popular.. 2001. 0 f. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

19.
Pedro Paulo Gomes Pereira. Olhos de Medusa: Aids, Terror e poder. 2001. 0 f. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

20.
Natalia Catalina León Galarza. Os populismos latinoamericanos numa perspectiva de gênero. 2001. 0 f. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

21.
Débora Diniz Rodrigues. Da Impossibilidade do trágico: Os Dilemas da Bioética. 1999. 0 f. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade de Brasília, . Orientador: Rita Laura Segato.

22.
Ondina Pena Pereira. A Cena Analítica Na Sociedade Contemporânea.. 1997. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rita Laura Segato.

23.
Josefina Lúcia Pimenta Lobato de Mello. A Gestão do Amor: Domesticação e Disciplina.. 1994. Tese (Doutorado em Antropologia) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rita Laura Segato.

24.
Mabel N.Grillo. Nación Y Minorías En Los Textos de Historia de Argentina Y Brasil.. 1994. Tese (Doutorado em Estudos Comparados Sobre As Américas) - Universidade de Brasília, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Orientador: Rita Laura Segato.

Supervisão de pós-doutorado
1.
Luciana de Oliveira Dias. 2017. Universidade de Brasília, . Rita Laura Segato.

2.
Arneide Bandeira Cemin. Bioética Intercultural. 2012. Universidade Federal de Rondônia, . Rita Laura Segato.

3.
Livia Dias Pinto Vitenti. Suicidologia. 2012. Université de Montreal, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Rita Laura Segato.

Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Marli Baptistella. Alguns aspectos da denúncia falsa no serviço de utilidade pública Disque Denúncia Nacional de Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. 2006. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Bioética) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

2.
Anna Bernardes. Alguns aspectos da denúncia falsa no serviço de utilidade pública Disque Denúncia Nacional de Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. 2006. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Bioética) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Natália Maria Alves Machado. O JUSTO E O DEVIDO: Observações e apontamentos sobre o 'Programa Justiça Comunitária a partir da perspectiva crítica da colonialidade do poder. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

2.
Elisa Matos Menezes. O inimputável. Crimes do Estado contra a Juventude Criminalizada.. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

3.
Tanimara Elias Santos. Corporalidade e identidades políticas: análise de elementos estéticos em mulheres negras do Distrito Federal. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

4.
Domitila Mendonça de Mesquita Peixoto. As Mulheres e o Cárcere. Estudo sobre a condição das mulheres presas na Peniteníária Feminina do DF. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

5.
Felipe Areda Ferreira de Brito. Seras hetero ou não serás!: abjeção, violência e purificação. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

6.
Pedro Grandi Passos Nogueira. "Oh yeah, baby". Sítios de pornografia, territórios da masculiniade. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

7.
Julia Floriano Toledo Watson. Justiça sem grades: do cárcere ao anti-cárcere. 2008. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

8.
Clarissa Corrêa de Carvalho. Travestis, Transexuais e Transgêneros: a demanda pela separação das identidades segundo militantes no Distrito Federal. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

9.
Juliana Martins Pereira. De Comunidade Negra a Quilombo: a transição identitária de Sete Ladeira. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

10.
Regina Nascimento Ferreira. Povos Indígenas e a Reforma do Estado: Tensões e Desafios na Construção de um Modelo Jurídico Pluricultural. 2006. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

11.
Julia Otero dos Santos. O Horizonte Discursivo do Olhar: A Fala dos Cegos sobre o Ver e o não Ver. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

12.
Marianna Assunção Figueiredo Holanda. Tal Vida, Tal Morte: crise e cultura no processo de envelhecimento. 2005. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

13.
Livia Dias Pinto Vitenti. Loucura: Karma ou Doença?. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

14.
Danilo de Assis Clímaco. Chega de Saudades - Homeopatia e outras Racionalidades. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

15.
Ana Gabriela Nascimento Sena. A Doença Cultural. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

16.
Eduardo Lopes Cabral Maia. O Campo da Esperança: Espaço Sagrado e Profano. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

17.
Hélio Monteiro Castro. Antropologia, Budismo e Sofrimento. A Verdadeira Escola da Terra Pura de Brasília. 2003. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

18.
Erich Gomes Marques. Vale do Amanhecer: a dinâmica das emoções nas incorporações dos rituais de trono. 2002. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

19.
Viviane de Araújo Aguiar. Uma Reflexão sobre o Centro de Atendimento Juvenil Especializado (CAJE). 2001. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

20.
Andrea Mesquita de Menezes. Olhar Criminoso: O Fotojornalismo nas páginas policiais. 2000. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

21.
Leopoldo Ricardo Malta Barbosa Bahia. Exército Brasileiro, Seus Valores e Sua Formação. 2000. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

22.
Tatiana Souza Guedes. Ex-Homossexuais ou Hetrossexuais? A conversão de homossexuais nas igreja evangélicas. 2000. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

23.
Adriana Lemes Gonçalves. As Personagens da Comeia (PFB): um estudo do discurso da mulher presidiária do Distrito Federal. 2000. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

24.
Ildeu Marques. : A Autoridade Legitimada pelo Procedimento. Uma Etnografia sobre a Autoridade em uma Istituição Penal. 1999. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

25.
Silvana Leda Lima. Tempo e Utopia: Modernidade e Pós-Modernidade nas Revistas Femininas em Fim do Século XIX e do Século XX. 1999. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

26.
Lárcio Urias de Pádua. A Religião na Papuda: Uma Rede de Solidariedade entre o Lado de Fora e o Lado de Dentro da Prisão. 1997. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

27.
Mário Jardim. Em Algum Desvio de Brasília: Eis que Surge o Amor Verde. 1991. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Antropologia) - Universidade de Brasília. Orientador: Rita Laura Segato.

Iniciação científica
1.
Marianna Assunção Figueiredo Holanda. Percepção transcultural do envelhecimento sob a ótica dos Direitos Humanos. 2005. Iniciação Científica. (Graduando em Antropologia) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rita Laura Segato.

2.
Camila Freitas Pereira. Impasses e tensões entre Antropologia e o Direito na defesa dos Direitos Socioculturais. 2005. Iniciação Científica. (Graduando em Antropologia) - Universidade de Brasília, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rita Laura Segato.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/11/2018 às 16:47:50