Letícia Coelho Squeff

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/8025201749244426
  • Última atualização do currículo em 14/10/2014


Possui graduação em história pela Universidade de São Paulo (1993), mestrado em História Social pela Universidade de São Paulo (2000) e doutorado em ARQUITETURA E URBANISMO pela Universidade de São Paulo (2005). É professora de História da Arte Ocidental dos Séculos XVIII e XIX no Departamento de História da Arte da UNIFESP. É membro do Comitê Brasileiro de História da Arte - CBHA. Tem experiência na área de História, com ênfase em História do Brasil Império e História da Arte Brasileira, atuando principalmente nos seguintes temas: academia imperial de belas artes, araújo porto alegre, crítica de arte, brasil - século xix - história da arte e colecionismo. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Letícia Coelho Squeff
Nome em citações bibliográficas
SQUEFF, L. C.

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de São Paulo, Campus Guarulhos.
Estrada do Caminho Velho, 333
Pimentas
07252-312 - Guarulhos, SP - Brasil


Formação acadêmica/titulação


2001 - 2005
Doutorado em ARQUITETURA E URBANISMO.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Uma Galeria para o Império: a coleção Escola Brasileira (1879), Ano de obtenção: 2006.
Orientador: Ana Maria de Moraes Belluzzo.
Bolsista do(a): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, CNPq, Brasil.
Palavras-chave: Academia Imperial de Belas Artes; Brasil-arte- história; crítica de arte; Museu Nacional de Belas Artes; século XIX; Colecionismo.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil / Especialidade: História do Brasil Império.
Grande Área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Artes / Subárea: Artes Plásticas / Especialidade: Pintura.
1995 - 2000
Mestrado em História Social.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: O Brasil nas letras de um pintor: Manuel de Araújo Porto Alegre (1806-79),Ano de Obtenção: 2000.
Orientador: Elias Thomé Saliba.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: Academia Imperial de Belas Artes; Brasil - século XIX - história das idéias; Manuel de Araújo Porto-alegre (1806-79); Brasil-arte- história.
1989 - 1993
Graduação em história.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.


Pós-doutorado


2008 - 2010
Pós-Doutorado.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Artes / Subárea: Artes Plásticas.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História da América / Especialidade: História Latino-Americana.


Formação Complementar


1991 - 2001
alemão.
Instituto Goethe.
1995 - 1995
alemão.
Volkshochschule - Munique.


Atuação Profissional



Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: professor adjunto II, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

06/2014 - Atual
Ensino, História da Arte, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Artes na América LAtina: aproximações entre Brasil e México
03/2013 - Atual
Direção e administração, Campus Guarulhos, Departamento de História da Arte.

Cargo ou função
Coordenadora de Gaaduação.
02/2012 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Campus Guarulhos, Departamento de História da Arte.

07/2011 - Atual
Extensão universitária , Campus Guarulhos, Departamento de História da Arte.

Atividade de extensão realizada
Aula "Patrimônio: o caso do Museu Paulista" como parte do "Curso de Extensão História da Arte e Educação - Programa de Formação dos Professores da Região de Pimentas e seu entorno".
04/2011 - Atual
Conselhos, Comissões e Consultoria, Campus Guarulhos, Departamento de História da Arte.

Cargo ou função
membro da Comissão de Estensão e Estágio do departamento de História da Arte.
03/2014 - 07/2014
Ensino, História da Arte, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Arte Ocidental I
04/2014 - 04/2014
Extensão universitária , Campus Guarulhos, Departamento de História da Arte.

Atividade de extensão realizada
Aula na Pinacoteca, como parte do projeto Formação de Professores na região de Guarulhos.
02/2013 - 07/2013
Ensino, História da Arte, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Arte Ocidental I
04/2011 - 05/2012
Conselhos, Comissões e Consultoria, Campus Guarulhos, Departamento de História da Arte.

Cargo ou função
membro da comissão de pós-graduação do Departamento de História da Arte.
05/2011 - 06/2011
Extensão universitária , Escola Municipal Embu, .

Atividade de extensão realizada
Disciplina "Impressionismo e Expressionismo" no Curso de Extensão no Embu.
08/2010 - 12/2010
Ensino, História da Arte, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Laboratório de Pesquisa em História da Arte III - Curadoria
04/2010 - 11/2010
Conselhos, Comissões e Consultoria, Campus Guarulhos, Departamento de História da Arte.

Cargo ou função
membro da comissão de redação do Projeto Pedagógico do Departamento de História da Arte.
03/2010 - 07/2010
Ensino, História da Arte, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Curso História da Arte Ocidental I - séculos XVIII e XIX

Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora participante, Carga horária: 4
Outras informações
Professora no curso "Anáise Crítica e histórica das Artes II: Paisagem e Poder, figuações de alteridade", em parceria com profa. Cláudia Valladão de Mattos (IA/Uicamp) para alunos de pós-graduação do Instituto de Artes da Unicamp (IA/Unicamp) e do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da Unicamp (IA/Unicamp)

Vínculo institucional

2009 - 2010
Vínculo: pesquisador colaborador, Enquadramento Funcional: pesquisador colaborador, Carga horária: 3

Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: ensino, Carga horária: 3
Outras informações
Ensino - graduação curso "A arte brasileira e a arte latino-americana: artistas e movimentos nos séculos XIX e XX"

Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: professor substituto, Carga horária: 4
Outras informações
Professora Palestrante e Substituta no curso Estética e História da Arte I (1o semestre de 2008).

Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor substiuto, Carga horária: 4
Outras informações
Professora Palestrante e Substituta no curso História da Arte Brasileira I (2o semestre de 2009), no Departamento de Artes Plásticas do Instituto de Artes da Unicamp (IA/ Unicamp).

Atividades

08/2009 - Atual
Ensino, artes plásticas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Tópicos Especiais (AP931): A arte brasileira e a arte latino-americana: artistas e movimentos nos séculos XIX e XX

Fundação Roberto Marinho, FRM*, Brasil.
Vínculo institucional

2001 - 2003
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: pesquisador e assistente de curadoria, Carga horária: 20


Mameluco Produções Artísticas, MPA, Brasil.
Vínculo institucional

2007 - 2010
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: pesquisador, Carga horária: 30
Outras informações
Pesquisadora nos projetos sobre a Votorantim e também O Banqueiro do Sertão, entre outros.

Vínculo institucional

2005 - 2006
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: pesquisadora sênior, Carga horária: 20
Outras informações
Pesquisadora no Projeto "José Bonifácio - obra completa"

Atividades

06/2005 - 05/2006
Pesquisa e desenvolvimento , Mameluco Produções Artísticas, .

Linhas de pesquisa
Hsitória Social

Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2000 - 2006
Vínculo: Outro (especifique) - doutoran, Enquadramento Funcional: aluno de doutorado, Carga horária: 40



Linhas de pesquisa


1.
Hsitória Social
2.
Imagens, cidade e contemporaneidade


Projetos de pesquisa


2013 - Atual
Fontes para compreensão das idéias sobre arte no Brasil do século XIX: o caso de Araújo Porto-alegre (1806-79)

Descrição: O século XIX foi de grandes transformações na sociedade brasileira. Alçado de modo abrupto ao concerto das nações emancipadas, o país apresentava dilemas e impasses profundos. Engajadas num projeto de transformação sem precedentes até então, as camadas letradas se lançaram num amplo movimento de busca de valores e conceitos que, já experimentados na Europa, pudessem servir de modelos de ação. Neste contexto, a França surge como exemplo preferencial, tornando-se referência de movimentos artísticos e projetos políticos por todo o século XIX. Manuel de Araújo Porto-alegre (1806-79) foi um dos mais importantes pensadores sobre arte brasileiros do século XIX. Da primeira geração formada pelos artistas franceses que chegaram ao Brasil para fundar a Academia de Belas Artes, foi discípulo dileto de Jean-Baptiste Debret. Após uma temporada em Paris, lançou-se numa atuação diversificada, fortemente vinculada ao projeto de consolidar a Academia de Belas Artes, e seus valores, em terras brasileiras. Em artigos de jornal e em periódicos, lutou pela valorização do artista e pela afirmação do valor da arte enquanto instrumento de justificação do Estado Monárquico. Em sua luta pela consolidação da prática artística e de um campo de atuação para o artista, Porto-alegre fez amplo uso da crítica de arte. Este material é muito citado mas pouquíssimo conhecido na íntegra. O objetivo deste trabalho é delimitar algumas das matrizes ideológicas que fundamentaram o pensamento de Porto-alegre. Sendo ele figura que atuou como diretor da Academia de Belas Artes, como amigo e mestre de artistas, e também como autor de textos que tiveram funda repercussão nas idéias sobre arte posterior, este trabalho poderá contribuir para as pesquisas e reflexões sobre a arte brasileira do século XIX. Tendo como objeto as idéias de Araújo Porto Alegre, este projeto busca iluminar a circulação de conceitos, idéias e teorias sobre arte em meados do século XIX entre Europa e Brasil..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Letícia Coelho Squeff - Coordenador.

Número de produções C, T & A: 1
2013 - Atual
New Art Histories: Relating Ideas, Objects and Institutions in the Latin American World - Parte 2: Global Baroque - Transcultural and Transhistorical Approaches to Latin America

Descrição: A segunda parte do projeto Novas Histórias da Arte: Relatando ideias, objetos e Instituições no Mundo Latinoamericano mantém como questão central os desafios para a pesquisa e o ensino de história da arte em um mundo global. O programa deste biênio inclui atividades acadêmicas e didáticas, confrontando e conectando dois contextos acadêmicos e historiográficos distintos. Ele baseia-se na experiência adquirida na Parte 1 do Projeto (2011-2013) e em seus dispositivos mais bem sucedidos: duas viagens de estudo de campo conjuntas, duas visitas conjuntas, quatro Professores Visitanes, e quatro Workshops. Essas atividades levarão estudantes e professores a se engajarem na exploração conjunta dos temas, a questionar cânones estéticos e hábitos intelectuais, e a cruzar as fronteiras da história da arte novamente.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Letícia Coelho Squeff - Integrante / BAUMGARTEM, Jens - Coordenador / André Luiz Tavares Pereira - Integrante / Tristan Weddigen - Integrante / Cássio da Silva Fernandes - Integrante / Angela Brandão - Integrante / Yanet Aguilera Viruez Franklin de Matos - Integrante.
2012 - 2013
Os Montparnos: modernistas brasileiros e vanguardas hispano-americanas em Paris (1921-1924)

Descrição: Entre 1921 e 1924 alguns dos mais importantes artistas do primeiro modernismo brasileiro fixaram-se em Paris, convivendo de perto com as vanguardas de diferentes países que usavam a cidade como laboratório de projetos e de divulgação de movimentos e artistas. O objetivo desta pesquisa é reconstituir que obras e artistas latino-americanos os modernistas brasileiros viram/tiveram acesso em sua passagem por Paris. A intenção é fazer um levantamento que permita apontar a circulação de obras e artistas, bem como a existência de demandas, valores plásticos e/ou projetos comuns a brasileiros e hispano-americanos. As fontes principais para a pesquisa serão a Revue de L Amérique Latine (1922-1931) e o material a respeito da Exposition d Art Américain-Latin (1924), entre outros documentos. Trata-se de um esforço no sentido de ampliar a compreensão das linhas de contato e relações de força do modernismo brasileiro, apontando para um aspecto ainda pouco estudado no âmbito das artes plásticas: suas relações as outras vanguardas latino-americanas..
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Letícia Coelho Squeff - Coordenador.

Número de produções C, T & A: 1
2012 - Atual
História da Arte no Brasil: metodologia e narrativas

Descrição: Há algum tempo a história da arte no Brasil vem ganhando destaque. Movimentos de diferentes períodos vêm sendo estudados, catálogos raisonnés de artistas têm sido publicados, muitas vezes atraindo grande atenção da mídia. Análises de imagens do passado tornam-se cada vez mais comuns entre os historiadores e cientistas sociais, ganhando muitas vezes a sala de aula em cursos de graduação e até mesmo de ensino médio. A ampliação do interesse pela história da arte e das imagens de motivos brasileiros tem sofrido, contudo, de um lapso importante. Ainda são poucos os trabalhos que atentam para as especificidades metodológicas da área. A história da arte brasileira possui algumas peculiaridades. Por exemplo: não é possível recriar a idéia de desenvolvimento contínuo e orgânico que fundamenta as narrativas sobre a arte na Europa. Ao contrário, aqui, como em outras partes da América Latina, o desenvolvimento cultural se dá pela superposição de movimentos e correntes, convidando ao abandono dos complexos histórico-cronológicos. Neste contexto rarefeito, termos estilísticos só ganham sentido se confrontados diretamente com exemplos concretos. E mesmo assim, só podem ser compreendidos tendo em vista uma relação não linear e não progressiva com a arte estrangeira. O objetivo desta pesquisa, parte da Linha de Pesquisa Conexões em História da Arte, é fazer uma reflexão que busca evidenciar não apenas os valores e processos que constituem o que se chama de história da arte no Brasil, bem como pôr em xeque a própria narrativa, tal como foi escrita e vem sendo reiterada, em suas linhas gerais, por diversos trabalhos. .
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .

Integrantes: Letícia Coelho Squeff - Coordenador / Ana Gonçalves Magalhães - Integrante.
2008 - 2010
A Exposition d´Art Américain-latin de 1924: estudo de caso

Descrição: O objetivo dessa pesquisa é estudar a Exposition d´Art Américain-latin que aconteceu em Paris em 1924. Pretendo reconstituir o grupo de pintores latino-americanos que estavam em Paris naquele ano, além de reencontrar e elencar as obras de pintura apresentadas na Exposição. O segundo objetivo será reconstituir os sentidos atribuídos àquele grupo de obras. Aqui interessará conhecer a lógica que presidiu a organização das obras da Exposition d´Art Américain-latin. Trata-se de compreender a formação de um repertório com vistas à divulgação de determinados valores. Para isso, também a crítica da época será consultada. Este estudo terá como desdobramento discutir a idéia de arte latino-americana . Já há algum tempo o conceito de América Latina vem sendo questionado: trata-se de um vasto território, em que a variedade topográfica e climática se alia a grande multiplicidade étnica e cultural. Por outro lado, a inserção do Brasil e de outros países não europeus na história da arte vem ocupando alguns estudiosos. Fatores que reforçam a sintonia deste projeto com questões da arte e da crítica contemporâneas. .
Situação: Desativado; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Letícia Coelho Squeff - Coordenador.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 5
2000 - 2006
Uma galeria para o Império: a coleção de quadros nacionais formando a coleção brasileira (1879)

Descrição: A Exposição Geral de 1879 teve um enorme impacto na vida artística do Rio de Janeiro. Além de apresentar lado a lado os quadros de batalha de Pedro Américo e Vítor Meireles, a Exposição também reuniu parte do acervo da Academia Imperial de Belas Artes sob a denominação de Coleção de Quadros Nacionais formando a Escola Brasileira . A Coleção Escola Brasileira pode ser vista, em primeiro lugar, como um projeto da Academia Imperial de Belas Artes. Projeto que passava por reunir um grupo de obras associando-as a um duplo significado. O que dialogava com a arte e seus valores- a idéia de escola pictórica- por um lado, e o que comprometia a coleção com um qualificativo cheio de ressonâncias na história do Segundo Reinado: brasileira . Tendo como objeto a coleção, o objetivo deste trabalho é desvendar o lugar que a Academia ocupava- ou queria ocupar- como órgão do Império. .
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Letícia Coelho Squeff - Coordenador.
Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 6
1995 - 2000
O Brasil nas Letras de um pintor: Manoel de Araújo Porto Alegre (1808-79)

Descrição: Este trabalho pretende refletir sobre a idéia de nação no pensamento de Manuel de Araújo Porto Alegre (1806-1879). Como membro da chamada primeira geração romântica brasileira , artista e literato profundamente engajado nas questões de seu tempo, Porto Alegre sempre colocou a nação como tema privilegiado de suas reflexões. O projeto de legitimar a nação recém constituída, e, subjacente a ele, o de justificar a monarquia; a busca de formas eminentemente brasileiras de fazer literatura e arte concomitante à preocupação de construir uma nação culta e civilizada nos trópicos, são alguns dos aspectos considerados. Ao vincular arte e nação, o pensamento o autor opera uma curiosa combinação: se pretende constituir formas de expressão artística genuinamente brasileiras , também reflete sobre os dilemas do Império segundo critérios estéticos. Nesse sentido, a arte constitui o ponto de vista privilegiado do autor sobre a brasilidade ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.

Integrantes: Letícia Coelho Squeff - Coordenador.
Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 7


Outros Projetos


2013 - Atual
Arte e Museus no Brasil e na América Latina: objetos, acervos e arquiteturas em exposição

Descrição: O grupo de estudos tem por objetivo investigar as possibilidades de leitura e de pesquisa tanto de objetos de arte quanto de acervos museológicos selecionados, voltados à cultura visual e à cultura material. Os acervos são entendidos como coleções que delineiam relações entre obras, artistas e respectivos contextos socioculturais, mas também entre as obras e os espaços expositivos que as contém. Assim, são objeto de estudo objetos individuais, acervos histórico-artísticos, os modos de exposição (display of art), como também as arquiteturas e contextos urbanos que os envolvem, abordados, eles mesmos, como objetos a ser indagados e interpretados. A partir dessa perspectiva de análises, pretende-se, ainda, abordar as relações entre acervos e obras brasileiros, com foco em São Paulo e Rio de Janeiro; e latino-americanos, particularmente Argentina, Uruguai, Chile e México. Dessa forma, além de expandir o universo de estudo museológico do acervo à arquitetura e ao espaço urbano; pretende-se fomentar um tipo de abordagem fundamental e ainda pouco praticada, tanto no âmbito da História da Arte como no da História da Cultura no Brasil: o de pensar as experiências, projetos e dilemas locais em contraste, não mais apenas com a Europa, mas também com outras nações americanas..
Situação: Em andamento; Natureza: Outra.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) .

Integrantes: Letícia Coelho Squeff - Coordenador / Manoela Rossinetti Rufinoni - Integrante.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História do Brasil/Especialidade: História do Brasil Império.
2.
Grande área: Ciências Sociais Aplicadas / Área: Arquitetura e Urbanismo / Subárea: Fundamentos de Arquitetura e Urbanismo/Especialidade: História da Arquitetura e Urbanismo.
3.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Artes / Subárea: Artes Plásticas/Especialidade: Pintura.
4.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Artes / Subárea: Fundamentos e Crítica das Artes/Especialidade: Crítica da Arte.
5.
Grande área: Lingüística, Letras e Artes / Área: Artes / Subárea: Fundamentos e Crítica das Artes/Especialidade: História da Arte.


Idiomas


Alemão
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Pouco.
Espanhol
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SQUEFF, L. C.2014SQUEFF, L. C. . A natureza-morta eloqüente de Agostinho José da Mota: belas artes e literatura no Segundo Reinado. Teresa (USP), v. 12-13, p. 134-145, 2014.

2.
SQUEFF, L. C.2011SQUEFF, L. C. . In the heart of Picturesque Brazil: the tropical forest in Rugendas and Porto Alegre. Portuguese Studies Review, v. 18, p. 179-202, 2011.

3.
SQUEFF, L. C.2011 SQUEFF, L. C. . As exposições gerais da Academia de Belas Artes: teatro de corte e formação de um mercado de arte no Rio de Janeiro. Arte & Ensaio (UFRJ), v. 23, p. 124-133, 2011.

4.
SQUEFF, L. C.2008SQUEFF, L. C. . Debret - Historiador e pintor (resenha). Revista de História (USP), v. 159, p. 259-266, 2008.

5.
SQUEFF, L. C.2007SQUEFF, L. C. . Esquecida no fundo de um armário: a triste história da 'Coroação de d. Pedro II'. Anais do Museu Histórico Nacional, v. 39, p. 105-127, 2007.

6.
SQUEFF, L. C.2003 SQUEFF, L. C. . Quando a história reinventa a arte: a Escola de Pintura Fluminense. Rotunda (Campinas), v. 1, p. 19-31, 2003.

7.
SQUEFF, L. C.2000SQUEFF, L. C. . Inventando a arte nacional: a reforma da Academia Imperial de Belas Artes (1854-57) e a constituição do espaço social do artista. Cadernos CEDES: Educação, Sociedade e Cultura no século XIX: Discursos e sociabilidades, Campinas, v. 1, n.51, p. 103-118, 2000.

8.
SQUEFF, L. C.1998SQUEFF, L. C. . Entre a nação e a civilização: algumas reflexões sobre a idéia de arte em Araújo Porto Alegre. Anais do Museu Histórico Nacional, Rio de Janeiro, v. 30, p. 207-219, 1998.

9.
Clemescha, Arlene1994Clemescha, Arlene ; SQUEFF, L. C. . O iluminismo no Rio da Prata. Revista Temporaes, v. 1, p. 71-73, 1994.

10.
SQUEFF, L. C.1993SQUEFF, L. C. . O surrealismo em Luís Buñuel. Revista Temporais, v. 2, n.4, 1993.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
KOVENSKY, J. (Org.) ; SQUEFF, L. C. (Org.) . Araújo Porto-Alegre: singular e plural. 1. ed. São Paulo: IMS, 2014. v. ´1. 368p .

2.
SQUEFF, L. C. . Uma galeria para o Império: a Coleção Escola Brasileira e as origens do Museu Nacional de Belas Artes. 1. ed. São Paulo: Edusp, 2012. v. 1. 200p .

3.
SQUEFF, L. C. . O Brasil nas Letras de Um Pintor: Manuel de Araújo Porto-alegre (1806-1879).. 1. ed. Campinas: Editora da Unicamp, 2004.

Capítulos de livros publicados
1.
SQUEFF, L. C. . As muitas faces de um artista do Império. In: Kovensky, J.; Squeff, Leticia. (Org.). Araújo Porto-Alegre: singular e plural. 1ed.São Paulo: IMS, 2014, v. 1, p. 23-41.

2.
SQUEFF, L. C. . Paris sob o olho selvagem: Quelques Visages de Paris, de Vicente do Rego Monteiro. In: Miyoshi, Alex. (Org.). O selvagem e o civilizado nas artes, fotografia e literatura do Brasil. 1ed.Campinas: Editora da Unicamp, 2010, v. 1, p. 57-81.

3.
SQUEFF, L. C. . A reforma Pedreira (1854-57) e seus desdobramentos: uma reavaliação. In: Malta, Marize. (Org.). O ENSINO ARTÍSTICO, A HISTÓRIA DA ARTE E O MUSEU D. JOÃO VI. 1ed.Rio de Janeiro: EBA/CLA/UFRJ, 2010, v. 1, p. 82-87.

4.
SQUEFF, L. C. . Da arte incompleta à morte de um Insubmisso: Mocidade Morta (1899) de Gonzaga Duque. In: CAvalcanti, Ana Maria Tavares; Dazzi, Camila; Valle, Artur. (Org.). Oitocentos. Arte Brasileira do Império à primeira República. 1ed.Rio de Janeiro: EBA/UFRJ - Dezenovevinte, 2008, v. 1, p. 245-254.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
SQUEFF, L. C. . Nas barbas da realeza. História Viva, São Paulo, p. 78 - 79, 01 jun. 2013.

2.
SQUEFF, L. C. . Vanguardas. Revista História Viva - Especial Idade Contemporânea de A a Z, São Paulo, p. 38 - 39, 01 nov. 2009.

3.
SQUEFF, L. C. . José Bonifácio muito além da independência. Desvendando a história, São Paulo, p. 26 - 29, 01 nov. 2007.

4.
SQUEFF, L. C. . Na mira da polícia. Documentos inéditos revelam o exílio dos irmãos Andrada na França. Revista História Viva, São Paulo, p. 50 - 53, 01 maio 2006.

5.
SQUEFF, L. C. . Que Rei sou eu?. Revista de História da Biblioteca Nacional, Rio de Janeiro, p. 33 - 37, 01 fev. 2006.

6.
SQUEFF, L. C. ; Saraiva, Renata . O belo dos trópicos - entrevista a Revista Pesquisa. Revista Pesquisa- Ciência e Tecnologia no Brasil, São Paulo, 01 jun. 2005.

7.
SQUEFF, L. C. . Um construtor de Utopias. Gazeta Mercantil, p. 3 - 3, 01 out. 2004.

8.
SQUEFF, L. C. . Mulheres de letras: da rainha devassa à menina bem-comportada. História Viva, São Paulo, , v. 010409, p. 76 - 77.

9.
SQUEFF, L. C. . Ícone Tropical. Revista Nossa História.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
SQUEFF, L. C. . Contatos entre artistas brasileiros e latino-americanos em PAris nos anos 1920. In: VII Congreso Internacional de teoría e História de las artes - XV Jornadas CAIA, 2013, Buenos Aires. Las redes del arte: intercambios, procesos y trayectos en la circulación de las imágenes. Buenos Aires: Centro Argentino de Investigadores de Artes, 2013. v. 1. p. 187-194.

2.
SQUEFF, L. C. . Vicente do Rego Monteiro e as figurações do indígena. In: XXX Colóquio do COmitê Brasileiro de História da Arte, 2010, Rio de Janeiro. Anais do XXX Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte, 2010. v. 1. p. 345-353.

3.
SQUEFF, L. C. . Mário Pedrosa e a arte acadêmica brasileira. In: XXIX Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte, 2009, Vitória -ES. Anais do XXIX Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte. Rio de Janeiro: Comitê Brasileiro de História da Arte, 2009. v. 1. p. 313-321.

4.
SQUEFF, L. C. . A escola brasileria em questão. In: XXVIII Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte, 2008, Rio de Janeiro. XXVIII Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte. Rio de Janeiro: CBHA, 2008. v. 1. p. 56-56.

5.
SQUEFF, L. C. . Uma coleção da Academia: a Coleção Escola Brasileira. In: XXVI Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte, 2007, São Paulo. Anais do XXVI Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte. Belo Horizonte: C/Arte, 2006. v. 1. p. 365-376.

6.
SQUEFF, L. C. . O urbano e o selvagem no pensamento de Araújo Porto Alegre (1806-1879). In: I Colóquio Internacional de História da arte, 2000, São Paulo. Anais do I Colóquio Internacional de História da Arte. São Paulo: CBHA/Fapesp/CNPq, 2000. v. 1.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
SQUEFF, L. C. . Exposições de arte no Brasil: modos de interpretação. In: XXXIII Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte, 2013, Rio de Janeiro. Arte e suas instituições: XXXIII Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte - resumo de comunicações, 2013.

2.
SQUEFF, L. C. . A índia e o libertador: a América precisa de heróis?. In: Colóquio internacional Sonho e Razão no Mundo Ibérico IV: NORMA E EXPERIÊNCIA Diálogos, aproximações e dissonâncias, 2012, São Paulo. Colóquio internacional Sonho e Razão no Mundo Ibérico IV: NORMA E EXPERIÊNCIA, 2012.

3.
SQUEFF, L. C. . A pinacoteca da Academia e a construção da história visual do Brasil. In: XXXII Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte, 2012, BRasília. XXXII Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte, 2012. v. 1.

4.
SQUEFF, L. C. . D. Pedro I e sua índia: a representação da América no Império Brasileiro. In: II Colóquio Nacional de Estudos sobre Arte Brasileira do Século XIX, 2010, Rio de Janeiro. II Colóquio Nacional de Estudos sobre Arte Basileira do Século XIX, 2010.

5.
SQUEFF, L. C. . Vicente do Rego Monteiro e as figurações do indígena. In: XXX Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte, 2010, Rio de Janeiro. Anais do XXX Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte, 2010.

6.
SQUEFF, L. C. . A coleção Escola Brasileira (1879): estudo sobre uma coleção da Academia Imperial de Belas Artes. In: XVIII Encontro Regional de História, 2006, Assis. O Historiador e seu tempo - XVIII Encontro Regional de História. Assis: Editora da Unesp, 2006. v. 1. p. 140-140.

7.
SQUEFF, L. C. . Revendo a Missão Francesa: a Missão Artística de 1816, de Afonso d´Escragnolle Taunay. In: I Encontro de História da Arte do IFCH- Unicamp, 2004, Campinas. Atas do I Encontro de História da Arte do IFCH- Unicamp, 2004. v. 2. p. 133-140.

8.
SQUEFF, L. C. . A arte, a técnica: a reforma da Academia Imperial de Belas Artes (1854-57). In: XX Simpósio Nacional de História, 1999, Florianópolis. Anais do XX Simpósio Nacional de História, 1999.

9.
SQUEFF, L. C. . Entre o urbano e o selvagem: a paisagem brasileira no pensamento de Araújo Porto Alegre. In: I Colóquio Internacional de História da Arte, 1999, São PAulo. Paisagem e Arte: a invenção da natureza, a evolução do olhar. São Paulo: CBHA/CIHA, 1999. v. 1. p. 73-73.

10.
SQUEFF, L. C. . Manuel de Araújo Porto Alegre: nacionalismo e atividade literária no Segundo Reinado. In: XIX Simpósio NAcional de História da ANPUH, 1997, Belo Horizonte. XIX Simpósio NAcional de História da ANPUH. Belo Horizonte: Santa Edwiges, 1997. v. 1. p. 96-96.

Apresentações de Trabalho
1.
SQUEFF, L. C. . A imagem e as sombras: artistas e projetos para uma iconografia nacional. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

2.
SQUEFF, L. C. . Adriana Varejão and the rediscovering of an old question: Brazil baroque in Contemporary art. 2014. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

3.
SQUEFF, L. C. . Um museu para o Império? A Coleção Escola Brasileira, um projeto da Academia de Belas Artes. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
SQUEFF, L. C. . A Coleção Escola Brasileira de 1879: trânsito de imagens e valores entre Europa e Rio de JAneiro. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

5.
SQUEFF, L. C. . Exposições de arte no Brasil: modos de interpretação. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
SQUEFF, L. C. . Um museu para o Império: a coleção Escola Brasileira, um projeto da Academia de Belas Artes. 2013. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
SQUEFF, L. C. . Contatos entre artistas brasileiros e latino-americanos em PAris nos anos 1920. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
SQUEFF, L. C. . A índia e o libertador: a América precisa de heróis?. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

9.
SQUEFF, L. C. . Três pintores de temas americanos do Sul: Tasila do Amaral, Pedro Figari e Gauguin'- arte brasileira e vanguardas latino-americanas um problema para os historiadores. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

10.
SQUEFF, L. C. . A pinacoteca da Academia e a construção da história visual do Brasil. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

11.
SQUEFF, L. C. . Manoel de Araújo Porto Alegre e as discussões sobre arqueologia no século XIX. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

12.
MATTOS, C. V. ; CONDURU, R. ; PEREIRA, A. L. T. ; BAUMGARTEM, Jens ; SQUEFF, L. C. ; BLANC, A. L. ; BUONO, A. ; SCHAAN, D. P. ; SHTROMBERG, E. ; SIQUEIRA, V. B. . The circulation of artists and arworks in Latin America in the 1920´s. 2012. (Apresentação de Trabalho/Outra).

13.
SQUEFF, L. C. . 'Do cume dos Andes ao centro das florestas virgens': Araújo Porto Alegre (1806-79), a escola brasileira e a construção de uma cultura figurativa para o Império. 2011. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
SQUEFF, L. C. . D. Pedro I e sua índia: a representação da América no Império brasileiro continuidades e rupturas. 2010. (Apresentação de Trabalho/Outra).

15.
SQUEFF, L. C. . Vicente do Rego Monteiro e as figurações do indígena. 2010. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

16.
MAGALHAES, A. G. ; SQUEFF, L. C. . Modernismo e vanguardas na América Latina: aproximações e contrastes. 2010. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

17.
SQUEFF, L. C. . Paris sob o olho selvagem: Quelques visages de Paris, de Vicente do Rego Monteiro. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

18.
SQUEFF, L. C. . Mario Pedrosa e a arte acadêmica brasileira. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

19.
SQUEFF, L. C. . Entre a descrição científica e a elegia sentimental: a pintura do Segundo Reinado e a representação da natureza. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

20.
SQUEFF, L. C. . A exposição de Arte Moderna Anita Malfatti. 2009. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

21.
SQUEFF, L. C. . Da arte incompleta à morte de um insubmisso: Mocidade Morta (1899) de Gonzaga Duque. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

22.
SQUEFF, L. C. . O surrealismo no Brasil e no México. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

23.
SQUEFF, L. C. . Relações históricas Brasil-França: imagens recíprocas de duas civilzações simpáticas e autônomas. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

24.
SQUEFF, L. C. . História e Arte: experiências de pesquisa. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

25.
SQUEFF, L. C. . A Escola Brasileira em questão. 2008. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

26.
SQUEFF, L. C. . Uma herança em questão: a Missão Francesa e a Academia de Belas Artes carioca em fins do século XIX. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

27.
SQUEFF, L. C. . Dos tempos do Rei Velho: artistas franceses e a construção de uma iconografia para a corte de d. João VI no Rio de Janeiro. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

28.
SQUEFF, L. C. . Pintura Histórica e festa no Império: a Coroação de d. Pedro II. 2007. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

29.
SQUEFF, L. C. . A coleção Escola Brasileira (1879): estudo sobre uma coleção da Academia Imperial de Belas Artes. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

30.
SQUEFF, L. C. . De coleção à galeria: a Escola Brasileira de Pintura (1879). 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

31.
SQUEFF, L. C. . Uma coleção da Academia: a Coleção Escola Brasileira. 2006. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

32.
SQUEFF, L. C. . Revendo a Missão Francesa: a Missão Artística de 1816, de Afonso d´Escragnolle Taunay. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

33.
SQUEFF, L. C. . Quando a história reinventa a arte: a Escola de Pintura Fluminense. 2002. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

34.
SQUEFF, L. C. . Entre o urbano e o selvagem: a paisagem brasileira no pensamento de Manuel Araújo Porto Alegre. 1999. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

35.
SQUEFF, L. C. . A arte, a técnica: a reforma da Academia Imperial de Belas Artes (1854-57). 1999. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

36.
SQUEFF, L. C. . Algumas reflexões sobre biografia e história. 1998. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

37.
SQUEFF, L. C. . Araújo Porto Alegre: o paradigma de civilização na idéia de nação. 1998. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

38.
SQUEFF, L. C. . Manuel de Araújo Porto Alegre: atividade literária no Segundo Reinado. 1997. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

Outras produções bibliográficas
1.
BAUMGARTEM, Jens ; SQUEFF, L. C. . Das Lateinamerika Lexikon. Wuppertal: Peter Hammer Verlag GmbH, 2013 (verbete de dicionário - "Bildende Kunst").


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
SQUEFF, L. C. . Pesquisa - parecer Fapesp. 2014.

2.
SQUEFF, L. C. . auxílio publicaçao - Parecer Ad Hoc FAPESP. 2013.

3.
SQUEFF, L. C. . Pesquisa de iniciação científica - parecer Ad Hoc FApesp. 2012.

4.
SQUEFF, L. C. . auxílio de pesquisa - parecer Ad Hoc Fapesp. 2012.

5.
SQUEFF, L. C. . relatório de pesquisa - parecer Ad Hoc Fapesp. 2012.

6.
SQUEFF, L. C. . realização de evento - parecer Ad Hoc Fapesp. 2012.

7.
SQUEFF, L. C. . projeto de iniciação científica - Parecer Ad Hoc PIBIC / CNPq. 2012.

8.
SQUEFF, L. C. . projeto de mestrado - Parecer Ad Hoc Fapesp. 2012.

9.
SQUEFF, L. C. . projeto de mestrado - Parecer Ad Hoc Fapesp. 2012.

10.
SQUEFF, L. C. . Pesquisa de doutorado Parecerista Ad Hoc FAPESP. 2011.

11.
SQUEFF, L. C. . RElatório de Pesquisa - doutorado Parecerista ad hoc FAPESP. 2009.

12.
SQUEFF, L. C. . Revista Almanack Brasiliense (IEB/USP) (Parecerista ad hoc). 2009.

13.
SQUEFF, L. C. . Parecerista ad hoc Fapesp. 2008.

Trabalhos técnicos
1.
SQUEFF, L. C. . Realização de evento - Parecer Ad Hoc Fapesp. 2012.

2.
SQUEFF, L. C. . Revista do IEB (Parecerista Ad Hoc). 2011.

3.
SQUEFF, L. C. . Artigo para Revista Diálogos- Revista do Departamento de História e Pós-Graduação em História da Universidade Estadual de Maringá (Parecerista Ad Hoc). 2011.

4.
LITTLE, Stephen ; SQUEFF, L. C. . Ismos ... para entender a arte (revisão técnica). 2010.

5.
Wullschlager, Jackie ; SQUEFF, L. C. . Chagall- amor e exílio (revisão técnica). 2009.

6.
SQUEFF, L. C. . Revista Cadernos de História (UFOP) - (parecerista ad hoc). 2008.

7.
Caldeira, Jorge ; LACERDA, R. ; EMI, L. ; SQUEFF, L. C. . Votorantim 90 anos (Pesquisa histórica e Iconográfica). 2007.

8.
SQUEFF, L. C. . Revista de História (FFLCH/USP) (parecerista ad hoc). 2007.

9.
SQUEFF, L. C. . Revista Almanack Brasiliense (IEB / USP) (parecerista ad hoc). 2007.

10.
Caldeira, Jorge ; SQUEFF, L. C. . Projeto José Bonifácio - Obra Completa (Pesquisa histórica e iconográfica). 2006.

11.
BELLUZZO, A. M. M. ; SQUEFF, L. C. ; Pastorello, Paulo . Museu de Porto Seguro (Pesquisa iconográfica). 2002.


Demais tipos de produção técnica
1.
SQUEFF, L. C. ; RIBEIRO, J. A. . Araújo Porto-Alegre. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

2.
SQUEFF, L. C. ; Chiarelli, D.T. . Projetos, propostas e Métodos de Araújo Porto Alegre. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

3.
SQUEFF, L. C. ; KOVENSKY, J. ; Dias, Elaine ; CARVALHO, V. C. ; LIMA, V. A. ; PITTA, F. . Novas perspectivas sobre a arte brasileira do século XIX. 2014. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

4.
SQUEFF, L. C. . Arte brasileira no final do século XIX. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

5.
SQUEFF, L. C. . Formação de Professores no Bairro Pimentas e seu Entorno. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

6.
SQUEFF, L. C. . A Exposition d´Art Américain-latin de 1924: estudo de caso. 2010. (Relatório de pesquisa).

7.
SQUEFF, L. C. . A construção do moderno na pintura brasileira (c.1860 1960). 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

8.
SQUEFF, L. C. . A construção do moderno na pintura brasileira (c1860-1960). 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

9.
SQUEFF, L. C. ; SLEMIAN, A. . A família real no Rio de Janeiro: uma reavaliação crítica à luz de fontes documentais. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Outra).

10.
SLEMIAN, A. ; SQUEFF, L. C. . A família real no Rio de Janeiro: uma reavaliação crítica À luz de fontes documentais. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

11.
Caldeira, Jorge ; LACERDA, R. ; BRASIL, S. ; SQUEFF, L. C. ; EMI, L. . O Banqueiro do Sertão. 2006. (Editoração/Livro).

12.
JANCSO, I. ; SQUEFF, L. C. . FACULDADE DE FILOSOFIA, LETRAS E CIÊNCIAS HUMANAS. Relatório de Pesquisa. 1993. (Relatório de pesquisa).


Produção artística/cultural
Outras produções artísticas/culturais
1.
BELLUZZO, A. M. M. ; SQUEFF, L. C. . Museu de Porto Seguro (assistente de curadoria). 2002.



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
MAGALHAES, A. G.; MARINS, P. G.; SQUEFF, L. C.. Participação em banca de Claudia Regina Rocha. Da pinacoteca ao museu: historicizando processos museológicos. 2014. Dissertação (Mestrado em Museologia) - Universidade de São Paulo.

2.
BAUMGARTEM, Jens; SQUEFF, L. C.; MATTOS, C. V.. Participação em banca de Maria Marta van Langendonck Teixeira de Freitas. A pintura religiosa de Fulvio Pennacchi (1930-1945). 2013. Dissertação (Mestrado em mestrado em artes visuais) - Instituto de Artes / Unicamp.

3.
MATTOS, C. V.; SQUEFF, L. C.; Migliaccio, Luciano. Participação em banca de Richard Santiago Costa. O corpo indígena resignificado: Marabá e o Último Tamoio de Rodolfo Amoedo e a retórica naiconalista do final do Segundo Reinado. 2013. Dissertação (Mestrado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

4.
MATTOS, C. V.; ELUF, L.; SQUEFF, L. C.. Participação em banca de Patrícia Sanches Faria. Memórias para uma poética: Herbário Mnemosine - uma biblioteca de testemunhos. 2008. Dissertação (Mestrado em Artes) - Universidade Estadual de Campinas.

Teses de doutorado
1.
Coli, Jorge; SQUEFF, L. C.; KUHL, P. M.; CHRISTO, M.; TOGNON, M.. Participação em banca de Martinho alves da Costa Junior. A figura feminina na obra de Théodore Chassériau: sobre nus, vítimas e o fim do século. 2013. Tese (Doutorado em História) - Instituto de Filosofia e Ciências HUmanas / Unicamp.

2.
Marques, Luiz; SOUSA, Iara Lis S.; Migliaccio, Luciano; Dias, Elaine; SQUEFF, L. C.. Participação em banca de Cláudio José Alves. Natureza e Cultura nas Ilustrações da Comissão Científica de Exploração (1859-1861). 2012. Tese (Doutorado em Doutorado em História da Arte) - Universidade Estadual de Campinas.

3.
COUTO, M. F. M.; Chiarelli, D.T.; DIAS, M. E. G. B.; MATTOS, C. V.; SQUEFF, L. C.. Participação em banca de Renata Gomes Cardoso. Modernismo e tradição: a produção de Anita Malfatti nos anos de 1920. 2012. Tese (Doutorado em Doutorado em Artes) - Instituto de Artes / Unicamp.

4.
MATTOS, C. V.; ELUF, L.; Migliaccio, Luciano; FABRIS, Annateresa; SQUEFF, L. C.. Participação em banca de Tatiana Fecchio da Cunha Gonçalves. A representação do louco e da loucura nas imagens de quatro fotógrafos brasileiros do século XX: Alice Bril, Leomid Streliaev, Cláudio Edinger, Claudia Martins. 2010. Tese (Doutorado em Artes) - Universidade Estadual de Campinas.

5.
KUHL, P. M.; MATTOS, C. V.; ELUF, L.; SQUEFF, L. C.; PEREIRA, A. L. T.. Participação em banca de Mara Rosângela Ferraro Nita. Jogo de espelhos: a ilustração e a prosa de ficção de Graciliano Ramos, Jorgem Amado e José Lins do Rego. 2010. Tese (Doutorado em Artes) - Universidade Estadual de Campinas.

6.
MENESES, U. T. B.; CARVALHO, V. C.; SQUEFF, L. C.; COSTA, H. L.; MAUAD, A. M.. Participação em banca de Adriana Maria Pineiro Martins Pereira. A cultura amadora na virada do século XIX: a fotografia de Alberto de Sampaio (Petrópolis/Rio de Janeiro, 1888-1914). 2010. Tese (Doutorado em História) - USP- Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas.

Qualificações de Doutorado
1.
MALTA, M.; KNAUSS, P.; SQUEFF, L. C.. Participação em banca de Caroline Fernandes Silva. No tempo dos leilões: a construção dos sentidos da arte no Brasil entre os séculos XIX e XX. 2014. Exame de qualificação (Doutorando em História) - Universidade Federal Fluminense.

2.
Coli, Jorge; SQUEFF, L. C.; KUHL, P. M.. Participação em banca de Martinho Alves da Costa Júnior. A figura feminina na obra de Théodore Chassériau. 2012. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em História da Arte) - Universidade Estadual de Campinas.

3.
Coli, Jorge; SOUSA, Iara Lis S.; SQUEFF, L. C.. Participação em banca de Jorge Sidney Coli. A catalogação da pintura a óleo de Eliseu D´Angelo Visconti: o estado da questão. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Doutorado em História) - Universidade Estadual de Campinas.

4.
COUTO, M. F. M.; MATTOS, C. V.; SQUEFF, L. C.. Participação em banca de REnata Gomes Cardoso. Anita MAlfatti e o modernismo no Brasil: anos 1923 a 1928, revisão crítica. 2010. Exame de qualificação (Doutorando em Artes) - Universidade Estadual de Campinas.

Qualificações de Mestrado
1.
MAGALHAES, A. G.; SQUEFF, L. C.; MARINS, P. G.. Participação em banca de Claudia Regina Rocha. Da pinacoteca ao museu: historicizando processos museológicos. 2014. Exame de qualificação (Mestrando em Museologia) - Universidade de São Paulo.

2.
OLIVEIRA, C. M. S.; MARIANO, S. R. C.; SQUEFF, L. C.. Participação em banca de Aline Praxedes de Araújo. História em quadro e os enquadros da história: as batalhas de Victor Meirelles (1868-1879). 2014. Exame de qualificação (Mestrando em História) - Universidade Federal da Paraíba.

3.
MAGALHAES, A. G.; SQUEFF, L. C.; MARINS, P. G.. Participação em banca de Cláudia Regina Alves da Rocha. Da Pinacoteca ao Museu: historicizando processos museológicos. 2013. Exame de qualificação (Mestrando em Museologia) - Universidade de São Paulo.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
JARDIM, M. D. R.; GOLDSTEIN, I.; SQUEFF, L. C.. Participação em banca de Luciara dos Santos Ribeiro.Considerações a respeito da formação e perfil da coleção africana da Fundação Cultural Ema Gordon Klabin. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História da Arte) - Escola de Filosofia, Letras e Ciencias Humanas / UNIFESP.

2.
ARAUJO, V. G.; RODRIGUES, J. F.; SQUEFF, L. C.. Participação em banca de Edy Carlos Leite.A fotomontagem na sére Releituras da Bíblia de Leon Ferrari. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História da Arte) - Universidade Federal de São Paulo.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
BAUMGARTEM, Jens; JAROUCHE, Mamemde M.; VARGENS, João Baptista; SQUEFF, L. C.; MUNARI, L.. Professor de história da arte no Islã e mundo árabe. 2010. Universidade Federal de São Paulo.

2.
SQUEFF, L. C.; FAVARETTO, C.F.; MATTOS, O. C.; ALENCAR, M.; NEME, A.L.; KUHL, P. M.. Professor de Fotografia, Propaganda (Design) - Curso de História da Arte. 2010. Universidade Federal de São Paulo.

3.
SQUEFF, L. C.; COUTO, M. F. M.; AVANCINI, A. J.; MORAIS, O. J.; CARVALHO, V. C.; HAAPALAINEN, E. F.. Professor de história da fotografia- Curso de Historia da Arte. 2010. Universidade Federal de São Paulo.

Outras participações
1.
BAUMGARTEM, Jens; BORGES, M. E.; KNAUSS, P.; ANDRADE, M. A. P.; SQUEFF, L. C.. Comitê Científico do XXXIV Colóquio do CBHA. 2014. Comitê Brasileiro de História da Arte.

2.
JAREMTCHUK, D.; DIAS, M. S.; SQUEFF, L. C.. Processo seletivocontratação de professor - Licenciatura em Ciências da Narureza/EACH. 2013. Universidade de São Paulo.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Seminário Internacional Estado, Cultura, Elites (1822-1930).A imagem e as sombras: artistas e projetos para uma iconografia nacional. 2014. (Seminário).

2.
Seminário Internacional COnservção de Bronzes Modernos. 2012. (Seminário).

3.
Seminário Ilustração Arqueológica antes da Arqueologia na Euroap e Américas.Manoel de Araújo Porto Alegre e as discussões sobre arqueologia no século XIX. 2012. (Simpósio).

4.
Colóquio Internacional Sonho e Razão IV: norma e experiência no Mundo Ibérico.A índia e o libertador: A América precisa de Heróis?. 2012. (Outra).

5.
XXXII Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte.A pinacoteca da Academia e a construção da história visual do Brasil. 2012. (Outra).

6.
Encontros sobre arte e cultura na América Latina.Introdução à arte brasileria do século XIX. 2011. (Encontro).

7.
HISTÓRIA(S) DA ARTE: DO SÉCULO XIX À PRIMEIRA METADO DO SÉCULO XX. Do cume dos Andes ao centro das florestas virgens: Araújo Porto Alegre (1806-79), a escola brasileira e a construção de uma cultura figurativa para o Império . 2011. (Outra).

8.
I Seminário do Museu d. João VI e I Encontro de História da Arte - EBA/UFRJ.A Reforma Pedreira (1854-57) e seus desdobramentos uma reavaliação. 2010. (Seminário).

9.
II Colóquio Nacional de Estudos sobre Arte Brasileira do Século XIX.D. Pedro I e sua índia: a representação da América no Império brasileiro continuidades e rupturas. 2010. (Outra).

10.
Programa de Pós-graduação Interunidades em Estética e história da Arte da USP.Modernismo e vanguardas na América Latina: aproximações e contrastes. 2010. (Outra).

11.
XXX Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte.Vicente do Rego Monteiro e as figurações do indígena. 2010. (Outra).

12.
O selvagem e o civilizado nas artes, fotografia e literatura do Brasil.Paris sob o olho selvagem: Quelques Visages de Paris, de Vicente do Rego Monteiro. 2009. (Seminário).

13.
II Colóquio de Literatura Brasileira Ruptura e Permanência: estética, história e poéticas do romantismo.Entre a descrição científica e a elegia sentimental: a pintura do Segundo Reinado e a representação da natureza. 2009. (Outra).

14.
XXIX Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte.Mário Pedrosa e a arte acadêmica Brasileira. 2009. (Outra).

15.
V Semana de Artes Visuais.História e Arte: experiências de PEsquisa. 2008. (Seminário).

16.
XIX Encontro Regional de História.O surrealismo no Brasil e no México. 2008. (Encontro).

17.
I Colóquio Nacional de Estudos sobre Arte Brasileira do Século XIX.Da arte incompleta à morte de um insubmisso: Mocidade Morta (1899) de Gonzaga Duque. 2008. (Outra).

18.
XXVIII Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte.A escola brasileira em questão. 2008. (Outra).

19.
XI Semana Francesa de Campinas.As interações franco-brasileiras: a presença francesa na construção da 'modernidade' brasileria. 2008. (Outra).

20.
XXIV Simpósio Nacional de História.Pintura Histórica e festa no Império: a Coroação de d. Pedro II. 2007. (Simpósio).

21.
Exposição "Missão Artística Francesa - Museu Nacional de Belas Artes" na Pinacoteca do Estado de São Paulo.Uma herança em questão: a Missão Francesa e a Academia de Belas Artes carioca em fins do século XIX. 2007. (Outra).

22.
Colóquio Diálogos e reflexões em torno dos 200 anos da chegada da Família Real na América Portuguesa (1808-2008).Dos tempos do Rei Velho: artistas franceses e a construção de uma iconografia para a corte de d. João VI no Rio de Janeiro. 2007. (Outra).

23.
XVIII Encontro Regional de História - Associação Nacional de História- Seção São Paulo.A coleção Escola Brasileira (1879): Estudo sobre uma coleção da Academia Imperial de Belas Artes. 2006. (Encontro).

24.
II Encontro de História da Arte- IFCH- UNICAMP.De coleção à galeria: a Escola Brasileira de Pintura (1879). 2006. (Encontro).

25.
XXVI Colóquio do Comitê Brasileiro de História da Arte.Uma coleção da Academia: a Coleção Escola Brasileira. 2006. (Outra).

26.
I Encontro de História da Arte do IFCH- Unicamp.Revendo a Missão Francesa: a Missão Artística de 1816, de Afonso d´Escragnolle Taunay. 2004. (Encontro).

27.
A arte brasileira no século XIX.Quando a história reinventa a arte: a Escola de Pintura Fluminense. 2002. (Seminário).

28.
XX Simpósio Nacional de História.A arte, a técnica: a reforma da Academia Imperial de Belas Artes (1854-57). 1999. (Simpósio).

29.
I Colóquio Internacional de História da Arte.Entre o urbano e o selvagem: a paisagem brasileira no pensamento de Manuel Araújo Porto Alegre. 1999. (Outra).

30.
XIV Encontro Regional de História.Algumas reflexões sobre biografia e história. 1998. (Encontro).

31.
XIV Encontro Regional de História.Araújo Porto Alegre: o paradigma de civilização na idéia de nação. 1998. (Encontro).

32.
XIX Simpósio Internacional de História.A revista Minerva Brasiliense (1843-45)- atividade literária no Segundo Reinado. 1997. (Simpósio).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
KOVENSKY, J. ; SQUEFF, L. C. . Araújo Porto-Alegre: singular e plural. 2014. (Exposição).

2.
KOVENSKY, J. ; SQUEFF, L. C. . Novas perspectivas sobre a arte brasileira do século XIX. 2014. (Outro).

3.
KOVENSKY, J. ; SQUEFF, L. C. . Araújo Porto-Alegre: singular e plural. 2013. (Exposição).

4.
BAUMGARTEM, Jens ; WEDDIGEN, T. ; FERNANDES, C. S. ; BRANDAO, A. ; SQUEFF, L. C. ; PEREIRA, A. L. T. . Workshop Historiografias da América Latina:Construções Nacionais, Recepções, Instituições. 2012. (Congresso).

5.
SQUEFF, L. C. . Encontros sobre arte e cultura na América Latina - promovido pelo Grupo de estudos Arte no Brasil e na América Latina - século XIX. 2011. (Outro).

6.
MAGALHAES, A. G. ; MATTOS, C. V. ; SQUEFF, L. C. . Sessão Temática A transferência da tradição clássica entre Europa e América Latina. 2010. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Natália Ferreira de Almeida. Ilustrações Botânicas os entremeios entre ciência, percepção e arte. Início: 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em História da Arte) - Escola de Filosofia, Letras e Ciencias Humanas / UNIFESP. (Orientador).

Iniciação científica
1.
Leticia Epiphanio. Uma investigação sobre a Grande Cascata da Tijuca, de Manoel de Araújo Porto Alegre (1806- 1979): A estética do sublime na representação da Paisagem Brasileira do Século XIX. Início: 2014. Iniciação científica (Graduando em História da Arte) - Universidade Federal de São Paulo. (Orientador).

2.
Luciana Gomes Pereira. O Pavilhão de Criatividade Popular do Memorial da América Latina: modos de exibição da América Latina e da arte popular em São Paulo. Início: 2014. Iniciação científica (Graduando em História da Arte) - Escola de Filosofia, Letras e Ciencias Humanas / UNIFESP, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Iniciação científica
1.
José Carlos Marques Aleixo. Acácio de Barros e o Liceu de Artes e Ofícios -1937-43. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em História da Arte) - Escola de Filosofia, Letras e Ciencias Humanas / UNIFESP. Orientador: Letícia Coelho Squeff.



Inovação



Projetos de pesquisa


Educação e Popularização de C & T



Apresentações de Trabalho
1.
SQUEFF, L. C. . Três pintores de temas americanos do Sul: Tasila do Amaral, Pedro Figari e Gauguin'- arte brasileira e vanguardas latino-americanas um problema para os historiadores. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).


Cursos de curta duração ministrados
1.
SQUEFF, L. C. . Arte brasileira no final do século XIX. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

2.
SQUEFF, L. C. . A construção do moderno na pintura brasileira (c1860-1960). 2009. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
SLEMIAN, A. ; SQUEFF, L. C. . A família real no Rio de Janeiro: uma reavaliação crítica À luz de fontes documentais. 2007. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Outras informações relevantes


- Aprovada em primeiro lugar no concurso para provimento de cargo de Professor Doutor na área de História da Arte Ocidental do Século XIX, na Universidade Federal de São Paulo. 
Aprovada com média final 9,7 em concurso para provimento de cargo de Professor  Doutor na área de artes, no Instituto de Estudos Brasileiros da USP (IEB / USP).



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 22/12/2014 às 9:20:36