Rita de Cássia Quitete Portela

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2028510133488823
  • Última atualização do currículo em 26/11/2018


Possui graduação em Ciências Biológicas, modalidade Ecologia, pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1999), mestrado em Biologia Vegetal pela Universidade Estadual de Campinas (2002) e doutorado em Ecologia também pela Universidade Estadual de Campinas (2008) com período de doutorado sanduíche na University of Florida. Passou 2 anos (2004 a 2006) como professora substituta de Ecologia Geral e Conservação de Recursos Naturais na Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e 1 ano (2008) como professora substituta de Fundamentos de Análise Ambiental da FFP-Universidade do Estado do Rio de Janeiro. Hoje é Professora Adjunta III e Coordenadora de Ensino do Departamento de Ecologia, Instituto de Biologia da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Passou 4 meses como Visiting Scholar na Stanford University em 2016. Seus interesses atuais são na área de ecologia e conservação de populações de plantas, principalmente tentando entender que processos afetam a dinâmica populacional e a distribuição de espécies de palmeiras. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Rita de Cássia Quitete Portela
Nome em citações bibliográficas
PORTELA, R. C. Q.;Quitete Portela, Rita de Cássia

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do Rio de Janeiro, Instituto de Biologia.
Departamento de Ecologia, Caixa Postal 68020
Ilha do Fundão
21941-590 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil - Caixa-postal: 68020
Telefone: (21) 25626317
URL da Homepage: http://www.biologia.ufrj.br


Formação acadêmica/titulação


2004 - 2008
Doutorado em Ecologia.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
com período sanduíche em University of Florida (Orientador: Professor Dr. Emilio Bruna).
Título: Dinâmica de três espécies de palmeiras em uma paisagem fragmentada no domínio da Mata Atlântica no Estado do Rio de Janeiro - financiamento FAEPEX e FAPESP, Ano de obtenção: 2008.
Orientador: Professor Dr. Flavio Antonio Maes dos Santos.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: fragmentação; ecologia de população; Astrocaryum aculeatissimum; Geonoma schottiana; Euterpe edulis.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Conservação.
2000 - 2002
Mestrado em Biologia Vegetal.
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Título: Estabelecimento de plântulas e jovens de espécies arbóreas em fragmentos florestais de diferentes tamanhos,Ano de Obtenção: 2002.
Orientador: Professor Dr. Flavio Antonio Maës dos Santos.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Palavras-chave: sazonalidade; plântula; fragmentação; alometria; efeito de borda; serapilheira.
Grande área: Ciências Biológicas
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Ecossistemas.
Grande Área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Aplicada.
2003 - 2004
Especialização em Análise e Avaliação Ambiental. (Carga Horária: 360h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-RJ, Brasil.
Título: Queda de Serapilheira em Fragmentos Florestais de Mata Atlântica de Diferentes de Diferentes Tamanhos no Estado de São Paulo.
Orientador: Professor Luiz Fernando Moraes.
1995 - 1999
Graduação em Ciências Biológicas.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.




Formação Complementar


2016 - 2016
Integral Projection Models: Demography in a Continous World. (Carga horária: 37h).
Transmitting Science, TC, Espanha.
2009 - 2009
Análise Espacial em Macroecologia. (Carga horária: 40h).
Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro, IP/JBRJ, Brasil.
2008 - 2008
Modelos Matriciais para Análise de Populações. (Carga horária: 60h).
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
2004 - 2004
Interpretação e Implementação da NBR ISSO 14001. (Carga horária: 16h).
HGB Consultoria e Gestão, HGB, Brasil.
2003 - 2003
Extensão universitária em Ecologia da Floresta Amazônica. (Carga horária: 300h).
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, INPA, Brasil.
2002 - 2002
Extensão universitária em Direito Ambiental Brasileiro. (Carga horária: 40h).
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, PUC-Rio, Brasil.
2001 - 2001
Extensão universitária em Ecologia do Pantanal. (Carga horária: 300h).
Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, UFMS, Brasil.
2001 - 2001
Fenologia e Sazonalidade de Recursos para Poliniza. (Carga horária: 10h).
V Congresso de Ecologia do Brasil, V CEB, Brasil.
2000 - 2000
Ecologia da Paisagem. (Carga horária: 10h).
I Fórum de Debates Ecologia da Paisagem e Planejamento Ambiental, FDEPPA, Brasil.
2000 - 2000
Demografia e Genética de Populações Arbóreas Tropi. (Carga horária: 40h).
Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
1999 - 1999
Manejo de produtos não madeiráveis em Florestas Tr. (Carga horária: 10h).
L Congresso Nacional de Botânica, CNB, Brasil.
1999 - 1999
Economia Ambiental. (Carga horária: 10h).
80 Congresso Nordestino de Ecologia, CNE, Brasil.
1998 - 1998
Extensão universitária em Introdução à Legislação Ambiental. (Carga horária: 40h).
Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente, FEEMA, Brasil.
1998 - 1998
Métodos em florística e fitossociologia de ecossis. (Carga horária: 10h).
XLIX Congresso Nacional de Botânica, CNB, Brasil.
1998 - 1998
Gerenciamento ambiental. (Carga horária: 10h).
XLIX Congresso Nacional de Botânica, CNB, Brasil.
1998 - 1998
Sucessão secundária na recuperação de áreas altera. (Carga horária: 10h).
40 Congresso de Ecologia do Brasil, CEB, Brasil.
1997 - 1997
Extensão universitária em General English. (Carga horária: 500h).
St. Giles College, ST.GC, Grã-Bretanha.
1997 - 1997
Extensão universitária em Controle e Prevenção da Poluição Acidental. (Carga horária: 40h).
Fundação Estadual de Engenharia do Meio Ambiente, FEEMA, Brasil.
1997 - 1997
Introdução a Entomologia. (Carga horária: 10h).
Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, UNIRIO, Brasil.
1996 - 1996
Direito Ambiental. (Carga horária: 10h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
1996 - 1996
Ecologia de interações entre animais e plantas. (Carga horária: 10h).
30 Congresso de Ecologia do Brasil, CEB, Brasil.
1996 - 1996
Introdução a Bioecologia dos Cetáceos. (Carga horária: 15h).
Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
1996 - 1996
Serpentes peçonhentas e não peçonhentas. (Carga horária: 10h).
VI Encontro de Biólogos dos Estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo, EBERJES, Brasil.


Atuação Profissional



Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro, IP/JBRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Corpo Docente do Mestrado Profissional, Carga horária: 4
Outras informações
Professor Permanente http://w2.portais.atrio.scire.net.br/jbrj-mpenbt/ Disciplina: Ecologia e Manejo de Populações Vegetais


Universidade do Estado do Rio de Janeiro, UERJ, Brasil.
Vínculo institucional

2015 - 2015
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor Convidado, Carga horária: 2
Outras informações
Palestra: Efeitos da ?primatização? e do tamanho do habitat na dinâmica populacional de uma espécie de palmeira vulnerável a extinção na disciplina CONFERÊNCIAS EM ECOLOGIA E EVOLUÇÃO do programa de pós-graduação em Ecologia e Evolução. http://www.ppg-ecoevol.uerj.br/web/

Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professora Substituto, Carga horária: 11
Outras informações
Professora Substituta na disciplina Fundamentos de Análise Ambiental Faculdade de Formação de Professores


Universidade Estadual de Campinas, UNICAMP, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2008
Vínculo: Outro (especifique), Enquadramento Funcional: aluna de doutorado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2000 - 2002
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: aluna de mestrado, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Aluna de Mestrado do Programa de Pós Graduação em Biologia Vegetal Orientador: Dr. Flavio Antônio Maes dos Santos Título: Estabelecimento de plântulas e jovens de espécies arbóreas em fragmentos florestais de diferentes tamanhos Bolsa: FAPESP


Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto IV, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Vice-chefe do Departamento de Ecologia (08/2018-07/2020)

Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto IV, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professor Permanente do Programa de Pós-Graduação em Ecologia (PPGE/UFRJ) oferecendo a disciplina Ecologia de Populações

Vínculo institucional

2009 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto IV, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Professor Adjunto IV do Departamento de Ecologia, Instituto de Biologia Disciplinas: Elementos de Ecologia (segundo período do curso Ciências Biológicas), Ecologia Vegetal (bacharelado em ecologia), Agroecologia (bacharelado em ecologia), Agrofloresta (bacharelado em ecologia), Ecologia e Manejo de Populações de Plantas (bacharelado em ecologia) e Ecologia Geral (graduação em engenharia ambiental) Ecologia de Populações - Programa de Pós-graduação em Ecologia

Vínculo institucional

2017 - 2018
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto III, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Coordenadora de Ensino do Bacharelado em Ecologia

Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Biólogo, Carga horária: 40
Outras informações
Pesquisa em Ecologia Vegetal e aulas práticas de Ecologia Básica (Biologia), Elementos de Ecologia (Biologia), Ecologia Vegetal (Biologia) e Ecologia Geral (Engenharia Ambiental)

Atividades

11/2009 - Atual
Ensino, Ciências Biológicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Elementos de Ecologia (aula prática)
Ecologia Vegetal
10/2002 - 10/2002
Extensão universitária , BioSemana 2002, .

Atividade de extensão realizada
Mini-Curso (10 horas): Restauração de Áreas Degradadas do Bioma Mata Atlântica.
08/1996 - 12/1996
Estágios , Instituto de Biologia, .

Estágio realizado
Monitoria nas aulas práticas da disciplina "Vegetais Superiores" sob orientação da Professora Dra. Tânia Wendt, Departamento de Botânica.
09/1995 - 12/1996
Estágios , Instituto de Biologia, .

Estágio realizado
Projeto "Estudo do potencial de regeneração das espécies de uma Mata de Tabuleiros - Linhares (ES)" sob orientação da Professora Dra. Maria Fernanda Santos Quintela da Costa Nunes, Departamento de Ecologia.

Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, UFRRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2004 - 2006
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 20

Atividades

04/2004 - 04/2006
Ensino, Biologia, Engenharia Florestal, Agronomia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Conservação de Recursos Naturais
Ecologia Geral

Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, ICMBio, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Membro de Conselho, Enquadramento Funcional: Membro do Conselho-Rebio Poço das Antas, Carga horária: 1


Stanford University, STANFORD, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Visiting Scholar, Carga horária: 40
Outras informações
Visiting Scholar no Laboratório do professor Rodolfo Dirzo de abril a agosto de 2016. web.stanford.edu/group/dirzolab/cgi-bin/wp/author/rquitete/ Herrin Laboratories, Room 453 Department of Biology Stanford University 385 Serra Mall Stanford, CA 94305-5020 U.S.A.


University of Florida, UF, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2008 - 2008
Vínculo: aluna de doutorado, Enquadramento Funcional: Aluna de Doutorado Sanduíche, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Orientação do professor Emilio Bruna do Department of Wildlife Ecology The Bruna Lab http://brunalab.org/


Universidade Estadual de Santa Cruz, UESC, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - 2018
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor
Outras informações
Participação da disciplina Seminários em Pesquisa sobre Ecologia e Conservação 30/10 a 01/11/2018



Projetos de pesquisa


2014 - Atual
Efeitos da ?primatização? e do tamanho do habitat na dinâmica populacional de uma espécie de palmeira vulnerável a extinção
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - Atual
Pesquisas de longa duração em gradientes ambientais da Mata Atlântica: o Mosaico Central Fluminense como modelo para compreensão de efeitos de mudanças climáticas globais e usos da terra sobre a biodiversidade.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (2) .
Integrantes: Rita de Cássia Quitete Portela - Integrante / Eduardo Arcoverde de Mattos - Integrante / Rui Cerqueira - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2013 - Atual
Rede BioM.A.: Uma rede integrada de pesquisa sobre biodiversidade, uso do solo e mudanças climáticas na Mata Atlântica
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (2) Doutorado: (2) .
Integrantes: Rita de Cássia Quitete Portela - Coordenador / Eduardo Arcoverde de Mattos - Integrante / Carlos Eduardo Grelle - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2012 - Atual
Dinâmica populacional de uma espécie de palmeira ameaçada de extinção em fragmentos de Mata Atlântica: uma análise de longo prazo
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Rita de Cássia Quitete Portela - Coordenador.Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.
2012 - Atual
Identificação e monitoramento de impactos antrópicos e mudanças climáticas sobre a biodiversidade em gradientes altitudinais de áreas de conservação estratégicas para o Brasil
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (2) .
Integrantes: Rita de Cássia Quitete Portela - Coordenador / Eduardo Arcoverde de Mattos - Integrante / Olaf Malm - Integrante.Financiador(es): Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ - Auxílio financeiro.
2010 - 2011
Dinâmica populacional de espécies de palmeiras em fragmentos de Mata Atlântica
Descrição: Modelos matriciais constituem uma excelente ferramenta na elaboração de planos de manejo. Nestes estudos, critérios geralmente usados para avaliar a sustentabilidade de uma população são a taxa de crescimento assintótico populacional (λ) e a elasticidade, que quantifica o efeito de cada taxa vital no λ da população. Aqui, testaremos a hipótese de que a redução do habitat leva populações de palmeiras a uma taxa de crescimento negativo em uma paisagem tropical fragmentada. O objetivo desse projeto é comparar dinâmica a longo prazo de populações de três espécies de palmeiras (Astrocaryum aculeatissimum (Schott) Burret, Euterpe edulis Mart. e Geonoma schottiana Mart.) em uma paisagem fragmentada de Mata Atlântica do norte do Estado do Rio de Janeiro. As populações foram marcadas em 2005, reamostradas em 2006 e 2007 em cinco fragmentos florestais (19, 21, 57, 2.400 e 3.500 ha) e serão acompanhadas por pelo menos mais um ano. Todos os indivíduos das três espécies dentro das parcelas foram marcados e medidos e serão remedidos e os novos serão marcados e medidos. As seguintes medidas serão coletadas de cada indivíduo: diâmetro à altura do solo, altura até a inserção da última folha, número de folhas e tipo de folha. Esses dados servirão para classificar os indivíduos em cinco estádios ontogenéticos: plântula, infante, jovem, imaturo e reprodutivo. Para cada espécie, matrizes de Lefkovitch serão construídas para cada transição de ano e para cada fragmento. Serão calculadas o λ e a elasticidade. Caso haja diferença entre os λs dos fragmentos para cada espécie, será quantificada a contribuição de cada taxa vital básica para a diferença observada entre estes através do LTRE. Alem da dinâmica, serão realizados experimentos de germinação com as três espécies para investigar se a resposta germinativa delas pode determinar, pelo menos parcialmente, o padrão de distribuição espacial das mesmas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - Atual
A Disponibilidade Hídrica como um Fator Restritivo à Germinação de Sementes e suas Implicações para a Distribuição e Abundância de Arecaceae ao longo de Gradientes Ambientais
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - Atual
Integração das Respostas das Plantas aos Fatores Ambientais com as Interações entre Plantas e seus Dispersores em um Cenário de Mudanças Climáticas Globais
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2010 - Atual
A influência dos fatores ambientais, dispersão e predação de sementes nos limites altitudinais de palmeiras na Mata Atlântica
Descrição: De acordo com os limites de tolerância fisiológicos, mudanças climáticas causarão alterações na distribuição e abundância das espécies. Assim, comunidades diferentes das atuais serão estruturadas, influenciando de uma maneira ainda imprevisível o funcionamento dos ecossistemas. É reconhecido que atributos funcionais distintos determinam a maneira com que as espécies respondem à variação dos fatores abióticos e bióticos. A Mata Atlântica é reconhecida por sua biodiversidade única, mas também pelo seu avançado estado de fragmentação. Portanto, a dispersão e as mudanças nos limites de distribuição das espécies que provavelmente foram determinantes na estruturação das comunidades vegetais durante as mudanças climáticas do Quaternário, serão prejudicadas ou até mesmo inviabilizadas em um cenário futuro de mudanças climáticas. Neste projeto testaremos a hipótese de que os limites de distribuição altitudinais de palmeiras estão relacionados à alteração na intensidade de estresses e distúrbios com o aumento da altitude. Realizaremos experimentos de germinação, transplantes de plântulas e adição de sementes para investigar os efeitos da predação de sementes e da disponibilidade de microhabitats adequados para a germinação e estabelecimento de plântulas. Além disto, caracterizaremos os potenciais dispersores de sementes e testaremos se parâmetros demográficos são negativamente afetados em populações que ocorrem nos seus limites máximos de altitude. Desta forma, integrando diferentes linhas de pesquisa pretendemos contribuir para o entendimento dos fatores que determinam os limites de distribuição das plantas ao longo de gradientes ambientais. Neste sentido, por ocorrer ao longo de uma extensa faixa altitudinal, o Parque Nacional da Serra dos Órgãos apresenta uma situação ideal para a realização de estudos sobre os limites de distribuição das espécies..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (5) / Mestrado acadêmico: (1) .
Integrantes: Rita de Cássia Quitete Portela - Integrante / Maria I.G.Braz - Integrante / Alexandra dos Santos Pires - Integrante / Eduardo Arcoverde de Mattos - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2009 - 2012
Ecologia e Conservação de Palmeiras em Fragmentos de Mata Atlântica
Descrição: A manutenção de interações e processos ecológicos é atualmente um dos temas centrais em biologia da conservação. No presente projeto, palmeiras dispersadas por mamíferos serão utilizadas como modelo para o estudo da disrupção de interações ecológicas em decorrência da fragmentação florestal. Como a sobrevivência de algumas palmeiras é criticamente dependente da dispersão por animais é esperado que essas plantas sejam bastante afetadas pela perda de seus dispersores. Com base no que foi dito acima, este estudo tem como objetivo geral avaliar os efeitos da fragmentação florestal sobre a dispersão e a predação de sementes de palmeiras dispersadas por mamíferos e suas conseqüências para a dinâmica populacional dessas plantas. As espécies Allagoptera caudescens, Astrocaryum aculeatissimum, Attalea humilis, Bactris setosa, B. vulgaris e Euterpe edulis serão estudadas em dois fragmentos grandes (> 2000ha) e três pequenos (< 60ha), localizados no norte do estado do Rio de Janeiro. Em cada fragmento serão avaliadas para cada espécie: (1) a duração do período de frutificação e o número de frutos produzidos por planta, (2) as comunidades de mamíferos e invertebrados que usam os frutos dessas espécies como recurso, (3) as taxas de predação e dispersão de sementes, (4) o recrutamento de plântulas, (5) as taxas vitais básicas e (6) a viabilidade populacional (obtida através da taxa de crescimento populacional assintótica)..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (3) .
Integrantes: Rita de Cássia Quitete Portela - Integrante / Alexandra dos Santos Pires - Coordenador.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2004 - 2008
Dinâmica de três espécies de palmeiras em uma paisagem fragmentada no domínio da mata Atlântica, RJ
Descrição: O objetivo desse projeto é analisar a estrutura e dinâmica de populações de três espécies de palmeiras (família Arecaceae) em uma paisagem fragmentada de Mata Atlântica na região norte do Estado do Rio de Janeiro. As populações serão marcadas e acompanhadas durante dois anos em 9 parcelas de 30 x 30 m em cada um dos cinco fragmentos florestais escolhidos que possuem os seguintes tamanhos 19, 21, 57, 3.100 e 3.500 ha. Nestas parcelas serão amostrados todos os indivíduos das três espécies de palmeiras: Euterpe edulis, Geonoma schottiana e Astrocaryum aculeatissimum que foram escolhidas principalmente por serem as mais abundantes em todos os fragmentos que serão aqui estudados. A espécie Euterpe edulis (palmito Jussara) é uma espécie altamente explorada na Mata Atlântica pelo seu palmito, enquanto as outras espécies não são exploradas. Todos os indivíduos dessas palmeiras, encontrados dentro das parcelas, serão marcados e medidos. Será medido o DAS (diâmetro a altura do solo), altura até a inserção da última folha e número de folhas. Além desses dados, outras características macromorfológicas externas de cada planta serão observadas para a definição de estádios ontogenéticos: partição do limbo foliar, podendo ser inteiro, pinatissecto ou transicional, presença e ausência de estipe aéreo e presença ou ausência de raízes caulígenas aéreas na base do estipe. Esses dados servirão para a análise de crescimento dos indivíduos e para a análise da estrutura e dinâmica das populações. Será quantificada também a intensidade de exploração de palmito em cada área através da razão número de indivíduos explorados/número de indivíduos adultos (indivíduos potenciais a exploração), e serão comparadas entre as áreas por ANOVA. A dinâmica populacional, em cada uma das áreas, será analisada através de modelos matriciais e a estrutura de cada população será comparada através do Coeficiente de Gini. Espera-se encontrar como resultado, uma maior mortalidade e menor recrutamento nos fragmento.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Doutorado: (1) .
Integrantes: Rita de Cássia Quitete Portela - Integrante / Flavio A.M. dos Santos - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.


Revisor de periódico


2009 - 2009
Periódico: Australian Journal of Botany (Print)
2009 - 2009
Periódico: Semina. Ciências Biológicas e da Saúde (Online)
2006 - 2006
Periódico: Biota Neotropica (Edição em Português. Online)
2010 - 2010
Periódico: Revista Brasileira de Biociências (Impresso)
2010 - 2011
Periódico: Acta Botanica Brasílica (Impresso)
2011 - Atual
Periódico: Biological Conservation
2011 - Atual
Periódico: Tropical Conservation Journal
2017 - Atual
Periódico: BIODIVERSITY AND CONSERVATION
2017 - Atual
Periódico: ACTA AMAZONICA
2015 - Atual
Periódico: ACTA OECOLOGICA-INTERNATIONAL JOURNAL OF ECOLOGY
2018 - Atual
Periódico: BIOTROPICA


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia.
2.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia Aplicada.
3.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Ecologia de Ecossistemas.
4.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Conservação.
5.
Grande área: Ciências Biológicas / Área: Ecologia / Subárea: Conservação/Especialidade: Fragmentação Florestal.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Pouco, Lê Razoavelmente, Escreve Pouco.
Português
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
SOUZA, A.2018SOUZA, A. ; PORTELA, R. C. Q. ; MATTOS, E. A. . Demographic processes limit upward altitudinal range expansion in a threatened tropical palm. Ecology and Evolution, v. 8, p. 1-12, 2018.

2.
PORTELA, R. C. Q.2017PORTELA, R. C. Q.; Pires, A. S. ; I.G.BRAZ, M. ; MATTOS, E. A. . Species richness and density evaluation for plants with aggregated distributions: fixed vs. variable area methods. Journal of Plant Ecology, v. 10, p. 765-770, 2017.

3.
Oda, G.A.2016Oda, G.A. ; I.G.BRAZ, M. ; PORTELA, R. C. Q. . Does regenerative strategy vary between populations? A test using a narrowly distributed Atlantic Rainforest palm species. Plant Ecology (Dordrecht), v. 217, p. 869-881, 2016.

4.
I.G.BRAZ, M.2015I.G.BRAZ, M. ; FERREIRA, R. M. ; PORTELA, R. C. Q. ; MATTOS, E. A. . Ample germination ability under wide-ranging environmental conditions in a common understory tropical palm. Plant Species Biology, p. n/a-n/a, 2015.

5.
PORTELA, R. C. Q.2014PORTELA, R. C. Q.; SANTOS, F. A. . Impact of forest fragment size on the population structure of three palm species (Arecaceae) in the Brazilian Atlantic Rainforest. Revista de Biologia Tropical, v. 62, p. 433-442, 2014.

6.
I.G.BRAZ, M.2014I.G.BRAZ, M. ; PORTELA, R. C. Q. ; Cosme, L. H. ; Marques, V. ; MATTOS, E. A. . Germination Niche Breadth Differs in Two Co-occurring Palms of the Atlantic Rainforest. Natureza e Conservação - Brazilian Journal of Nature Conservation, v. 12, p. 124-128, 2014.

7.
PORTELA, R. C. Q.2011PORTELA, R. C. Q.; SANTOS, F. A. . Caracterização dos estádios ontogenéticos de três espécies de palmeiras: uma proposta de padronização para estudos populacionais. Revista Brasileira de Botânica (Impresso), v. 34, p. 523-535, 2011.

8.
PORTELA, R. C. Q.;Quitete Portela, Rita de Cássia2010 PORTELA, R. C. Q.; Bruna, Emilio M. ; Maës dos Santos, Flavio Antonio . Demography of palm species in Brazil s Atlantic forest: a comparison of harvested and unharvested species using matrix models. Biodiversity and Conservation, v. 19, p. 2389-2403, 2010.

9.
PORTELA, R. C. Q.2010PORTELA, R. C. Q.; Bruna, Emilio M. ; SANTOS, F. A. . Are protected areas really protecting populations? A test with an Atlantic rain forest palm. Tropical Conservation Science, v. 3, p. 361-372, 2010.

10.
PORTELA, R. C. Q.;Quitete Portela, Rita de Cássia2009PORTELA, R. C. Q.; Pires, A. S. ; SANTOS, F. A. . Unusual Branching in the Palm Euterpe edulis Mart.. Hoehnea (São Paulo), v. 36, p. 501-506, 2009.

11.
PORTELA, R. C. Q.;Quitete Portela, Rita de Cássia2009 PORTELA, R. C. Q.; SANTOS, F. A. . Mortality and Mechanical Damage of Seedlings in Different Size Fragments of the Brazilian Atlantic Forest. Tropical Ecology, v. 50, p. 267-275, 2009.

12.
PORTELA, R. C. Q.;Quitete Portela, Rita de Cássia2009PORTELA, R. C. Q.; MATOS, D. S. ; SIQUEIRA, L. P. ; I.G.BRAZ, M. ; SILVA-LIMA, L. ; Marrs, R.H. . Variation in the aboveground and necromass of two invasive species in the Atlantic Rain Forest, southeast Brazil. Acta Botanica Brasílica (Impresso), v. 23, p. 571-577, 2009.

13.
PORTELA, R. C. Q.;Quitete Portela, Rita de Cássia2007 PORTELA, R. C. Q.; SANTOS, F. A. . Produção e espessura da serapilheira na borda e interior de fragmentos florestais de Mata Atlântica de diferentes tamanhos. Revista Brasileira de Botânica, v. 30, p. 277-286, 2007.

14.
SIQUEIRA, L. P.2004SIQUEIRA, L. P. ; MATOS, M. B. ; MATOS, D. S. ; PORTELA, R. C. Q. ; I.G.BRAZ, M. ; SILVA-LIMA, L. . Using the variances of microclimate variables to determine edge effects in small forest fragments of a of Atlantic Rain Forest, South-Eastern Brazil. Ecotropica, Alemanha, v. 10, p. 59-64, 2004.

15.
PORTELA, R. C. Q.;Quitete Portela, Rita de Cássia2003PORTELA, R. C. Q.; SANTOS, F. A. . Alometria de plântulas e jovens de espécies arbóreas: copa x altura. Biota Neotropica, http://www.biotaneotropica.org, v. 3, n.2, p. 1-5, 2003.

16.
PORTELA, R. C. Q.;Quitete Portela, Rita de Cássia2001PORTELA, R. C. Q.; Pinã-Rodrigues ,F.C.M. ; Silva, I.L. . Efeito de 4 níveis de sombreamento sobre o desenvolvimento inicial de mudas de Peltophorum dubium (Sprengel)Taubert (tamboril) e Clitoria fairchildiana Howard (sombreiro). Revista Ciência Florestal, v. 11, n.1, p. 163-170, 2001.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
PORTELA, R. C. Q.; SANTOS, A. S. . Muito macaco para pouco palmito. OEco, 29 out. 2017.

2.
MATTOS, E. A. ; Quitete Portela, Rita de Cássia . Para onde iremos com um novo Código Florestal? O que são as mudanças propostas e quais as consequências para os recursos naturais do País. Carta na Escola, São paulo, p. 23 - 24, 01 jul. 2012.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
PORTELA, R. C. Q.; I.G.BRAZ, M. ; SAMPAIO, M. B. ; MORAES, M. . Distribuição de palmeiras nas florestas tropicais: fatores determinantes. In: XI Congresso Latinoamericano de Botânica & LXV Congresso Nacional de Botânica, 2014, Salvador. XI Congresso Latinoamericano de Botânica & LXV Congresso Nacional de Botânica, 2014. v. 1. p. 652-621.

2.
Freire J.M. ; PORTELA, R. C. Q. ; Santana C.A.A. ; Santos C.J. dos ; Faria S.M. de . Avaliação da regeneração natural sob plantios com predominânica de Leucaena leucocephala, Mimosa caesalpoiniifolia e pnatio com maior diversidade de espécies em MadureiraA, RJ. In: Forest, 2000, Fortaleza. Forest 2000, 2000.

3.
MATOS, D. S. ; RAMOS, F. N. ; TORRES, M. C. ; SOUZA, A. F. ; FONSECA, G. ; SIQUEIRA, L. P. ; I.G.BRAZ, M. ; SILVA-LIMA, L. ; PORTELA, R. C. Q. . A fragmentação florestal na Reserva Biológica de Poço das Antas (RJ): uma visão fitocêntrica. In: IV Simpósio de Ecossistemas Brasileiros, 1998, Águas de Lindóia. Anais do IV Simpósio de Ecossistemas Brasileiros, 1998. v. 5. p. 190-195.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
COSTA, G. O. K. ; VALE, M. M. ; BRAZ, A. G. ; PORTELA, R. C. Q. . EFEITO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS SOBRE O PALMITO-JUÇARA (EUTERPE EDULIS) E Seus DISPERSOReS. In: XII Congresso de Ecologia do Brasil, 2015, São Lourenço. XII Congresso de Ecologia do Brasil, 2015. v. 1. p. 1-2.

2.
MATTOS, E. A. ; PORTELA, R. C. Q. ; I.G.BRAZ, M. ; Pires, A. S. ; Cosme, L. H. ; Oda, G.A. ; Marques, V. . A influência dos fatores ambientais, dispersão e predação de sementes nos limites altitudinais de palmeiras da Mata Atlântica. In: II Encontro Científico do Parque Estadual dos Três Picos, 2012, Cachoeiras de Macacu. II Encontro Científico do Parque Estadual dos Três Picos, 2012. v. 1. p. 43-46.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
PORTELA, R. C. Q.; COLMENARES, S. ; MATTOS, E. A. . Linking plant functional traits to demography in a fragmented landscape. In: 54th Annual Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation, 2017, Mérida, México. 54th Annual Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation, 2017. v. 1. p. 1-2.

2.
ANTONINI, Y. ; SILVEIRA, R. ; DIRZO, R. ; PORTELA, R. C. Q. . Are the protected populations of the two globular cacti species facing a demographic explosion?. In: 54th Annual Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation, 2017, Mérida, México. 54th Annual Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation, 2017. v. 1. p. 1-2.

3.
MENDES, E. T. B. ; Marques, V. ; LIMA, T. M. ; SILVA, A. C. S. ; MELO, E. C. N. ; QUEIROZ, R. S. S. ; I.G.BRAZ, M. ; Oda, G.A. ; MATTOS, E. A. ; PORTELA, R. C. Q. . Influência de um gradiente ambiental na massa da semente de uma espécie de palmeira vulnerável a extinção. In: 68 congresso Nacional de Botânica, 2017, RIO DE JANEIRO. 68 congresso Nacional de Botânica, 2017. v. 1. p. 1-1.

4.
Marques, V. ; Oda, G.A. ; MENDES, E. T. B. ; LIMA, T. M. ; SILVA, A. C. S. ; QUEIROZ, R. S. S. ; MELO, E. C. N. ; I.G.BRAZ, M. ; MATTOS, E. A. ; PORTELA, R. C. Q. . Variação espaço-temporal na fenologia reprodutiva de três populações de Euterpe edulis Mart. (Arecaceae) ao longo de um gradiente altitudinal na Mata Atlântica. In: 68 Congresso Nacional de Botânica, 2017, RIO DE JANEIRO. 68 Congresso Nacional de Botânica, 2017. v. 1. p. 1-1.

5.
PORTELA, R. C. Q.. Effects of primatization on the population dynamics of a theatened tropical palm. In: 53rd Annual Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation, 2016, Montpellier. 53rd Annual Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation, 2016. v. 1. p. 10-10.

6.
PORTELA, R. C. Q.. Effects of habitat size and ?primatization? on the populations dynamic of a palm tree species. In: 100th Annual Meeting & Exposition - Ecological Society of America: Ecologucal Science at the Frontier, 2015, Baltimore, EUA. 100th Annual Meeting & Exposition - Ecological Society of America: Ecologucal Science at the Frontier, 2015.

7.
COSTA, G. O. K. ; VALE, M. M. ; BRAZ, A. G. ; PORTELA, R. C. Q. . EFEITO DAS MUDANÇAS CLIMÁTICAS SOBRE O PALMITO-JUÇARA (EUTERPE EDULIS) E Seus DISPERSOReS. In: XXXVII Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica, Tecnológica, Artística e Cultural, 2015, Rio de Janeiro. XXXVII Jornada Giulio Massarani de Iniciação Científica, Tecnológica, Artística e Cultural, 2015. v. 1. p. 1-1.

8.
PORTELA, R. C. Q.. Demography of a palm tree is more affected by superabundance of its predator than by reduction of its habitat. In: 52nd Annual Meeting of the Association of Tropical Biology & Conservation, 2015, Honolulu, Havaí. 52nd Annual Meeting of the Association of Tropical Biology & Conservation, 2015.

9.
PORTELA, R. C. Q.; MATTOS, E. A. ; I.G.BRAZ, M. ; Pires, A. S. ; Cosme, L. H. ; Marques, V. . The importance of biotic factors for palm distribution across na altitudinal gradient in Atlantic Forest. In: 50th Annual Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation, 2013, San Jose, Costa Rica. 50th Annual Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation, 2013. v. 1. p. 1-1.

10.
Oda, G.A. ; PORTELA, R. C. Q. . Variação no tamanho de sementes da palmeira Lytocaryum wenddellianum (Arecaceae) e seus efeitos no desenvolvimento inicial da plântula.. In: 64° Congresso Nacional Botânica, 2013, Belo Horizonte. 64° Congresso Nacional Botânica, 2013. v. 1. p. 1-1.

11.
PORTELA, R. C. Q.; Pires, A. S. ; MATTOS, E. A. ; I.G.BRAZ, M. . Optimizing the evaluation of plant diversity in the tropics: a test with Atlantic Forest palms. In: 49th Annual Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation, 2012, Bonito, MS. 49th Annual Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation, 2012.

12.
MONTEIRO, L. M. ; Gonzalez, A.H.G. ; PORTELA, R. C. Q. . Spatial distribution of three palm species in forest fragments of Atlantic Rain Forest. In: 49th Annual Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation, 2012, Bonito, MS. 49th Annual Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation, 2012.

13.
PORTELA, R. C. Q.; SANTOS, F. A. . Ontogenetic stages characterization for three palm species: a proposal of standardization for population dynamics studies. In: 2011 International Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation, 2011, Arusha, Tanzânia. 2011 International Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation, 2011.

14.
PORTELA, R. C. Q.; SANTOS, F. A. . Impact of forest fragmentation and harvest of non-timber forest products on the population size and structure of three palm species in the Brazilian Atlantic Rain Forest. In: The 2010 International Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation, 2010, Bali. The 2010 International Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation, 2010.

15.
PORTELA, R. C. Q.; SANTOS, F. A. . Demographic effects of habitat fragmentation on a tropical palm. In: Meeting of the Society for Tropical Ecology & the Association for Tropical Biology and Conservation, 2009, Marburg, Alemanha. Meeting of the Society for Tropical Ecology & the Association for Tropical Biology and Conservation, 2009. v. 1. p. 250-250.

16.
PORTELA, R. C. Q.. Effects of the Distance From the Mother-Plant and Fruit Density on Removal and Predation Rate of Acrocomia aculeata Fruits in the Brazilian Pantanal. In: The Palms - AN INTERNATIONAL SYMPOSIUM ON THE BIOLOGY OF THE PALM FAMILY, 2005, Londres. The Palms - An International Symposium on the Biology of the Palm Family, 2005.

17.
PORTELA, R. C. Q.. Fragment size and edge effects on litterfall and litter humidity in Atlantic Rain Forest fragments in south-east Brazil. In: XIX Annual Meeting of the Society for Conservation Biology, 2005, Brasília. XIX Annual Meeting of the Society for Conservation Biology, 2005.

18.
SIQUEIRA, L. P. ; MATOS, M. B. ; MATOS, D. S. ; PORTELA, R. C. Q. . Microclimate in small forest fragments of Atlantic Forest: changes in space and time. In: 45th Symposium of the International Association for Vegetation Science, 2002, Porto Alegre. 45th Symposium of the International Association for Vegetation Science, 2002.

19.
PORTELA, R. C. Q.; SANTOS, F. A. . Mechanical damage and mortality of seedlings in Forest Fragments in Southeastern Brazil. In: Encontro Anual da Association for Tropical Biology: Tropical Forest: Past, Present, Future, 2002, Cidade do Panamá. Resumos do Encontro Anual da Association for Tropical Biology: Tropical Forest: Past, Present, Future,, 2002. p. 152-152.

20.
PORTELA, R. C. Q.; SANTOS, F. A. . Estabelecimento de plântulas de espécies arbóreas em fragmentos florestais de diferentes tamanhos no Planalto Atlântico Paulista. In: V Congresso de Ecologia do Brasil, 2001, Porto Alegre. V Congresso de Ecologia do Brasil, 2001.

21.
PORTELA, R. C. Q.; SIQUEIRA, L. P. ; SILVA-LIMA, L. ; I.G.BRAZ, M. ; MATOS, D. S. . Precipitação x biomassa e necromassa aérea de Pteridium aquilinum var. arachnoideum (Klf.) Herter e Panicum maximum Jacquin. In: 52 Congresso Nacional de Botânica, 2001, João Pessoa. 52 Congresso Nacional de Botânica, 2001.

22.
PORTELA, R. C. Q.; SANTOS, F. A. . Alometria de plântulas arbóreas: altura x copa. In: 52 Congresso Nacional de Botânica, 2001, João Pessoa. 52 Congresso Nacional de Botânica, 2001.

23.
PORTELA, R. C. Q.; SANTOS, F. A. . Efeito de borda na densidade de plântulas e indivíduos pequenos em um fragmento. In: I Simpósio do Programa BIOTA/FAPESP, 2000, Parque Estadual Intervales. I Simpósio do Programa BIOTA/FAPESP, 2000.

24.
PORTELA, R. C. Q.; Silva, I.L. ; Pinã-Rodrigues ,F.C.M. . Efeito de 4 níveis de sombreamento sobre o desenvolvimento inicial de mudas de Peltophorum dubium (Sprengel)Taubert (tamboril) e Clitoria fairchildiana Howard (sombreiro). In: L Congresso Nacional de Botânica, 1999, Blumenau. L Congresso Nacional de Botânica, 1999.

25.
PORTELA, R. C. Q.; SIQUEIRA, L. P. ; SILVA-LIMA, L. ; I.G.BRAZ, M. ; MATOS, D. S. . Variação temporal da biomassa e necromassa aérea de Pteridium aquilinum var. arachnoideum (Klf.) Herter e Panicum maximum Jacquin em área sujeita a incêndio na Reserva Biológica de Poço das Antas, Silva Jardim, RJ. In: L Congresso Nacional de Botânica, 1999, Blumenau. L Congresso Nacional de Botânica, 1999.

26.
I.G.BRAZ, M. ; PORTELA, R. C. Q. ; SILVA-LIMA, L. ; MATOS, D. S. . Fragmentação Florestal X Regeneração : um exemplo de Poço das Antas. In: 4 Congresso de Ecologia do Brasil, 1998, Belem. 4 Congresso de Ecologia do Brasil, 1998.

27.
SIQUEIRA, L. P. ; I.G.BRAZ, M. ; PORTELA, R. C. Q. ; SILVA-LIMA, L. ; MATOS, D. S. . Variações microclimáticas decorrentes da fragmentação florestal da Mata Atlântica. In: XX Jornada de Iniciação Científica da UFRJ, 1998, Rio de Janeiro. XX Jornada de Iniciação Científica da UFRJ, 1999.

28.
PORTELA, R. C. Q.; MATOS, D. S. . Quantificação da produção de biomassa de gramíneas e pterídio. In: IV Encontro de Pesquisadores da Reserva Biológica de Poço das Antas, 1998, Silva Jardim. Anais do IV Encontro de Pesquisadores da Reserva Biológica de Poço das Antas, 1998.

29.
MATOS, D. S. ; RAMOS, F. N. ; TORRES, M. C. ; FONSECA, G. ; I.G.BRAZ, M. ; SILVA-LIMA, L. ; SIQUEIRA, L. P. ; PORTELA, R. C. Q. . A fragmentação florestal na Reserva Biológica de Poço das Antas (RJ) : uma visão fitocêntrica. In: IV Encontro de Pesquisadores da Reserva Biológica de Poço das Antas, 1998, Silva Jardim. Anais do IV Encontro de Pesquisadores da Reserva Biológica de Poço das Antas, 1998.

30.
SIQUEIRA, L. P. ; PORTELA, R. C. Q. ; I.G.BRAZ, M. ; SILVA-LIMA, L. ; MATOS, D. S. . Variações microclimáticas em fragmentos florestais de floresta atlântica na Rebio de Poço das Antas, Rj. In: XLIX Congresso Nacional de Botânica, 1998, Salvador. Resumos do XLIX Congresso Nacional de Botânica, 1998.

31.
FONSECA, G. ; PORTELA, R. C. Q. ; MATOS, D. S. . Estudo da sucessão inicial em área totalmente degradada na reserva Biológica de Poço das Antas, Rio de Janeiro. In: III Encontro de Pesquisadores da Reserva Biológica de Poço das Antas, 1997, Silva Jardim. III Encontro de Pesquisadores da Reserva Biológica de Poço das Antas, 1997.

Apresentações de Trabalho
1.
ANTONINI, Y. ; SILVEIRA, R. ; DIRZO, R. ; PORTELA, R. C. Q. . Are protected populations of the two globular cacti species facing a demographic explosion?. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
PORTELA, R. C. Q.; COLMENARES, S. ; MATTOS, E. A. . Linking plant functional traits to demography in a fragmented landscape. 2017. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
PORTELA, R. C. Q.. Effects of primatization on the population dynamics of a theatened tropical palm. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

4.
PORTELA, R. C. Q.. Demography of a palm tree is more affected by superabundance of its predator than by reduction of its habitat. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

5.
PORTELA, R. C. Q.. Efeitos da 'primatização' e do tamanho do habitat na dinâmica populacional de uma espécie de palmeira vulnerável a extinção. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

6.
PORTELA, R. C. Q.. Efeitos da 'primatização' e do tamanho do habitat na dinâmica populacional de uma espécie de palmeira vulnerável a extinção. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
PORTELA, R. C. Q.. Effects of habitat size and 'primatization' on the population dynamic of a palm tree. 2015. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

8.
PORTELA, R. C. Q.. Distribuição de palmeiras nas florestas tropicais: fatores determinantes. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

9.
PORTELA, R. C. Q.; MATTOS, E. A. ; I.G.BRAZ, M. ; Pires, A. S. ; Cosme, L. H. ; Marques, V. . The Importance of Abiotic and Biotic Factors for Palm Distribution Across an Altitudinal Gradient in the Atlantic Forest. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

10.
PORTELA, R. C. Q.; Pires, A. S. ; MATTOS, E. A. ; I.G.BRAZ, M. . Optimizing the evaluation of plant diversity in the tropics: a test with Atlantic Forest palms. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

11.
MONTEIRO, L. M. ; Gonzalez, A.H.G. ; PORTELA, R. C. Q. ; SANTOS, F. A. . Spatial distribution of three palm species in forest fragments of Atlantic Rain Forest. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
PORTELA, R. C. Q.; SANTOS, F. A. . Ontogenetic stages characterization for three palm species: a proposal of standardization for population dynamics studies. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

13.
PORTELA, R. C. Q.. Quem prejudica mais o palmito Jussara: o homem ou o macaco?. 2010. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

14.
PORTELA, R. C. Q.; Bruna, E.M. ; SANTOS, F. A. . Dinâmica populacional de três espécies de palmeiras em fragmentos de Mata Atlântica: uma análise de paisagem.. 2008. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

Outras produções bibliográficas
1.
PORTELA, R. C. Q.; SANTOS, F. A. . Estabelecimento de plântulas e jovens de espécies arbóreas em fragmentos florestais de diferentes tamanhos. São Paulo: Biota Neotropica, 2002 (Resumo em Revista - Biota Neotropica).

2.
CASTRO, E. V. ; SILVA-LIMA, L. ; SIQUEIRA, L. P. ; I.G.BRAZ, M. ; PORTELA, R. C. Q. . Restauração de Áreas Degradadas do Bioma Mata Atlântica 2002 (Apostila).


Produção técnica
Assessoria e consultoria
1.
PORTELA, R. C. Q.. Cobertura Vegetal DoTerreno Localizado À Estrada Da Covanca - Jacarepaguá / RJ. 2004.

2.
PORTELA, R. C. Q.. Inventário Florístico do Loteamento Estrada do Tinguí - Campo Grande / RJ. 2003.

3.
PORTELA, R. C. Q.. Cobertura Vegetal do Terreno localizado à Rua Cardoso Júnior - Laranjeiras / RJ. 2003.

Trabalhos técnicos
1.
PORTELA, R. C. Q.. Ciência e Conservação na Serra dos Órgãos. 2006.

2.
PORTELA, R. C. Q.. Revista de Divulgação Ciêntifica dos Estudantes de Biologia. 2000.


Demais tipos de produção técnica
1.
PORTELA, R. C. Q.. Desertificação. 2006. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Adrielle Leal Oliveira Santos. Influência da cobertura florestal, fatores microclimáticos e variação temporal na estrutura demográfica de Euterpe edulis Mart. em remanescentes florestais na Floresta Atlântica. 2018. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz.

2.
PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Tarlile Barbosa Lima. Atraso na resposta de palmeiras (Arecaceae) às alterações de uma paisagem de Mata Atlântica. 2018. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Florestais) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

3.
PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Vinicius dos Reis Soares. Manejo sustentável dos frutos de Euterpe edulis para produção de açaí: fenologia e consumo de frutos na APA Serrinha do Alambari. 2015. Dissertação (Mestrado em Botânica) - Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

4.
PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Simony Colossi Spuldaro Titon. Limitação de sementes e microssítios de Alchornea triplinervia (Euphorbiaceae) em Mata Atlântica montana. 2015. Dissertação (Mestrado em Botânica) - Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

5.
PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Maria Rita Olyntho Machado. Produção de serapilheira em florestas tropicais de mangue de Guaratiba- RJ. 2014. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

6.
PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Rodrigo Zucaratto. Os frutos que as cutias comiam: recrutamento da palmeira Astrocaryum aculeatissimum na ausência de seu principal dispersor de sementes. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Florestais) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

7.
PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Danilo Braga de Azevedo. Estrutura populacional e fenologia reprodutiva de Bromelia antiacantha Bertol (Bromeliaceae) em uma área de restinga da Ilha da Marambaia - Mangaratiba/RJ. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências Ambientais e Florestais) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

8.
FERNANDEZ, F. A. S.; MELO, F.; PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Caroline Marques Dracxler da Silva. Recrutamento de palmeiras de Mata Atlântica: entendendo as consequências das florestas vazias. 2012. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

9.
PORTELA, R. C. Q.; Bianchini, E.; PIMENTA, J. A.. Participação em banca de Gabriela Correia Araujo da Cruz. Influência da declividade do solo na dinâmica populacional de Astronium graveolens Jocq. (. 2012. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

10.
PORTELA, R. C. Q.; Freitas, L.. Participação em banca de Aline Silva Cancio Pereira Soares. Demografia e biologia reprodutiva de três espécies de Bromeliaceae ameaçadas de extinção. 2012. Dissertação (Mestrado em Botânica) - Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

11.
PORTELA, R. C. Q.; Rodrigues, P.; Siqueira, M.. Participação em banca de Maysa Salles da Costa LIma. Efeitos de bordas lineares de diferentes idades sobre a composição e estrutura da comunidade arbustiva-arbórea na Mata Atlântica. 2012. Dissertação (Mestrado em Botânica) - Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

12.
MATOS, D. S.; CHRISTIANINI, A. V.; PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Talita Ariela Sampaio e Silva. Estudo de populações de Schizolobium parahyba (Vell.) S.F. Blake (Leguminosae: Caesalpinoidae) para avaliação do seu potencial invasor. 2011. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Recursos Naturais) - Universidade Federal de São Carlos.

13.
MATOS, D. S.; CHRISTIANINI, A. V.; PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Fernanda Cristina dos Santos Tibério. Ecologia populacional de Euterpe edulis e os efeitos da introdução de Euterpe oleracea na floresta atlântica no Estado de São Paulo. 2011. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Recursos Naturais) - Universidade Federal de São Carlos.

14.
MATOS, D. S.; PORTELA, R. C. Q.; Soares, J.J.. Participação em banca de Julia Ramos Estêvão. Interação Mutualística entre morcegos nectarívoros (Chiroptera) e a pata-de-vaca Bauhinia holophylla Steud. (Fabaceae) em uma área de cerrado: atração e recompensa. 2009. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Recursos Naturais) - Universidade Federal de São Carlos.

15.
MATOS, D. S.; PORTELA, R. C. Q.; Soares, J.J.. Participação em banca de Isabela Codolo de Lucena. Efeito do fogo sobre a estrutura de população e a fenologia de quatro espécies lenhosas em cerrado sensu stricto. 2009. Dissertação (Mestrado em Ecologia e Recursos Naturais) - Universidade Federal de São Carlos.

16.
PORTELA, R. C. Q.; PIMENTA, J. A.; Bianchini, E.. Participação em banca de Ana Paula Pavanelli. Estudo Populacional de Astronium graveolens Jacq. (Anacardiaceae) em áreas topograficamente distintas de fragmentos de Floresta Estacional Semidecidual do sul do Brasil. 2009. Dissertação (Mestrado em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

Teses de doutorado
1.
PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Lucas Costa Monteiro Lopes. Influência de espécies exóticas invasoras no componente arbóreo da Floresta Atlântica: avaliação das características funcionais, diversidade filogenética e estrutura da comunidade. 2018. Tese (Doutorado em Ecologia e Evolução) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

2.
PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Bruna de Cássia Menezes Ramos. Processos cognitivos em borboletas danaíneas e heliconíneas no contexto da alimentação. 2018. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

3.
PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Boris Rios Uzeda. Movement and dispersal of small mammals: predictive models based on biological traits, and Lévy walks by marsupials in a landscape of fragmented forest. 2017. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

4.
PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Sara Lúcia Colmenares Trejos. Principais fatores influenciando a composição e estrutura de comunidades de palmeiras ao longo de um gradiente de elevação na mata atlântica do Rio de Janeiro. 2017. Tese (Doutorado em Ecologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

5.
Pires, A. S.; PORTELA, R. C. Q.; Freitas, A.F.N.. Participação em banca de Kelly Cristina da Silva Gonçalves. Efeito do gradiente altitudinal na estrutura e riqueza de Melastomataceae em um trecho de Floresta Atântica do Sudeste do Brasil. 2016. Tese (Doutorado em Ciências Ambientais e Florestais) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

6.
PIMENTA, J. A.; Bianchini, E.; PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Yves Rafael Bovolenta. Estudo demográfico de espécies arbóreas de diferentes grupos ecológicos em um fragmentos de floresta estacional semidecidual do sul do Brasil. 2016. Tese (Doutorado em Ciências Biológicas) - Universidade Estadual de Londrina.

7.
SANTOS, F. A.; PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Airton de Deus Cysneiros Cavalcante. Estrutura e dinâmica populacional de Eschweilera ovata (Cambess.) Miers (Lecythidaceae) em fragmentos de Mata Atlântica. 2012. Tese (Doutorado em Biologia Vegetal) - Universidade Estadual de Campinas.

8.
SANTOS, F. A.; TABARELLI, M.; Almeida Neto, M.; Vieira, S.A.; PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Rafael Carvalho da Costa. Mecanismos de coexistência em florestas tropicais: variações ontogenéticas de arquitetura aérea, padrão espacial e performance de espécies congenéricas simpátricas em uma floresta tropical úmida de terras baixas. 2011. Tese (Doutorado em Biologia Vegetal) - Universidade Estadual de Campinas.

9.
PORTELA, R. C. Q.; SANTOS, F. A.. Participação em banca de Érica de Souza Módena. Aspectos demográficos e padrão espacial de Myracrodruon urundeva M. Allemão (Anacardiaceae) na Floresta Estacional Semidecidual no domínio do Cerrado. 2010. Tese (Doutorado em Ecologia e Conservação) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Qualificações de Doutorado
1.
PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Gabriel Silva dos Santos. Twenty years of demographic buffering hypothesis: a review of concepts and a framework for the next two decades. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia e Evolução) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

2.
PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Pollyanna Rodriges de Oliveira dos Santos. Dispersão e predação de sementes por cutias (Daryprocta spp.): implicações para o recrutamento de espécies arbóreas. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Ambientais e Florestais) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

3.
PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Rodrigo Zucaratto. A palmeira exótica Roystonea oleraceae (Jacq.) O.F. Cook em uma ilha costeira na Floresta Atlântica: fase atual do processo de invasão e subsídios para o manejo da espécie. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Ecologia e Evolução) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro.

4.
PORTELA, R. C. Q.; Freitas, A.F.N.. Participação em banca de Maurício Jorge Bueno Faria. VEGETAÇÃO E MECANISMOS DE REGENERAÇÃO NATURAL NA FLORESTA DA CICUTA E FRAGMENTOS FLORESTAIS ADJACENTES NOS MUNICÍPIOS DE VOLTA REDONDAS E BARRA MANSA NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO. 2015. Exame de qualificação (Doutorando em Ciências Ambientais e Florestais) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

Qualificações de Mestrado
1.
PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Cinco alunos. Programa de Pós-Graduação em Ecologia e Conservação da Biodiversidade. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia e Conservação da Biodiversidade) - Universidade Estadual de Santa Cruz.

2.
PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Alexandre Brauns Cazelgrandi. Efeitos nocivos de cianobactérias filamentosas bentônicas sobre zooxantelas no sistema recifal de Abrolhos. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

3.
PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Rodrigo Luiz Lisboa Leitão. Suscetibilidade, resistência e resiliência dos corais recifais a eventos de anomalia térmica no banco de Abrolhos - BA. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

4.
PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Tarlile Barbosa Lima. Banca Examinadora da Defesa do Projeto de Dissertação. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Ciências Ambientais e Florestais) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

5.
ARAUJO, D.; PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Maria Rita Olyntho Machado. Variação latitudinal da produção de serapilheira em florestas de mangue. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em Ecologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
Pires, A. S.; PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Thuany Araujo Silva.Fenologia reprodutiva da palmeira Roystonea oleraceae no campus da Universidade Federal do Rio de Janeiro. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

2.
COELHO, L. R. Z.; PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Jennifer Lisa Moser.Avaliação da dinâmica do estrato arbóreo em plantios de restauração ecológica de floresta inundável de restinga no município do Rio de Janeiro, RJ. 2017. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal Fluminense.

3.
PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Adrian Hagemeyer Leonardo-Pereira..A influência de espécies arbóreas no processo de regeneração natural em plantios de restauração. 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.

4.
Andreazzi, C.S.; Pires, A. S.; PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Ana Helena de Souza Dias.Influência de Attalea dubia (Mart.) Burret (Arecacea) no recrutamento de espécies arbóreas em um fragmento de Mata Atlântica, RJ. 2011. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

5.
Pires, A. S.; Freitas, A.F.N.; PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Luiz Guilherme Elias de Souza.Diversidade e estrutura de palmeiras em um fragmento de Mata Atlântica. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

6.
Pires, A. S.; Rocha, F. S.; Freitas, A.F.N.; PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Priscila de Sá Alves.Diversidade de palmeiras em pequenos fragmentos de Mata Atlântica no Rio de Janeiro. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

7.
Pires, A. S.; Freitas, A.F.N.; PORTELA, R. C. Q.; Andreazzi, C.S.. Participação em banca de Suyá Moreira Ebisawa.Comparação dos estádios ontogenéticos da palmeira Attalea dubia em fragmentos de Mata Atlântica, RJ. 2010. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Engenharia Florestal) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.

8.
Pires, A. S.; FERNANDEZ, F. A. S.; Freitas, A.F.N.; PORTELA, R. C. Q.. Participação em banca de Caroline Marques Dracxler da Silva.Revisitando Janzen-Connel: diferentes predadores de semente resultam em padrões constatantes de distribuição de plântulas em duas palmeiras da Mata Atlântica. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Biologia) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
PORTELA, R. C. Q.. Professor Adjunto - Especialidade Ecologia. 2015. Centro Universitário da Zona Oeste.

2.
Quitete Portela, Rita de Cássia; VALE, M. M.. Professor Substituto - Ecologia e Restauração. 2013. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

3.
Vale, M.M.; Rios, R.I.; PORTELA, R. C. Q.. Professor Substituto: Ecologia Geral. 2010. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Outras participações
1.
PORTELA, R. C. Q.. Comissão de seleção do mestrado do Programa de Pós Graduação em Ecologia/UFRJ. 2017. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

2.
PORTELA, R. C. Q.. Comissão de seleção de mestrado do Programa de Pós-Graduação em Ecologia/UFRJ. 2016. Universidade Federal do Rio de Janeiro.

3.
Quitete Portela, Rita de Cássia. Comissão de seleção de mestrado profissional do Programa de Pós-Graduação da Escola Nacional de Botânica Tropical. 2013. Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro.

4.
MANSANO, V. F.; BARROS, C. F.; SALGADO, L. T.; PORTELA, R. C. Q.. Comissão de seleção de doutorado do Programa de Pós-Graduação da Escola Nacional de Botânica Tropical. 2012. Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
6th International Conference on Comparative Biology of Monocotyledons ? Monocots VI,. Palms ? The ecologically most diverse tropical plant family?. 2018. (Congresso).

2.
III International Symposium of Ecology. 2018. (Simpósio).

3.
54th Annual Meeting of the Association of Tropical Biology & Conservation. Linking plant functional traits to demography in a fragmented landscape. 2017. (Congresso).

4.
68 Congresso Nacional de Botânica. Simpósio: Palmeiras neotropicais- sistemática, ecologia, filogeografia e conservação. 2017. (Congresso).

5.
VI Encontro de Pesquisadores do Parque Nacional da Tijuca.. Palmeiras do Parque Nacional da Tijuca: subsídios para a conservação e manejo. 2017. (Encontro).

6.
17th Annual Bay Area Society for Conservation Biology Symposium. 2016. (Simpósio).

7.
53rd Annual Meeting of the Association of Tropical Biology & Conservation. Effects of primatization on the population dynamics of a theatened tropical palm. 2016. (Congresso).

8.
100th Annual Meeting & Exposition - Ecological Society of America: Ecologucal Science at the Frontier. Effects of habitat size and ?primatization? on the populations dynamic of a palm tree species. 2015. (Congresso).

9.
1 Encontro Científico da REGUA.A importância de fatores bióticos e abióticos para a distribuição de palmeiras ao longo de um gradiente altitudinal da Floresta Atlântica. 2015. (Encontro).

10.
52nd Annual Meeting of the Association of Tropical Biology & Conservation. Demography of a palm tree is more affected by superabundance of its predator than by reduction of its habitat. 2015. (Congresso).

11.
Simpósio em Mudanças Globais e Processos de Retroalimentação. 2014. (Congresso).

12.
XI Congresso Latinoamericano de Botánica. Distribuição de palmeiras nas florestas tropicais: fatores determinantes. 2014. (Congresso).

13.
11th INTECOL Congress, Ecology: Into the next 100 years. The Importance of Abiotic and Biotic Factors for Palm Distribution  Across an Altitudinal Gradient in the Atlantic Forest. 2013. (Congresso).

14.
50th Annual Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation. The importance of biotic factors for palm distribution across an altitudinal gradient in Atlantic Forest. 2013. (Congresso).

15.
49 th International Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation. Optimizing the evaluation of plant diversity in the tropics: a test with Atlantic Forest palms. 2012. (Congresso).

16.
48th International Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation.Ontogenetic stages characterization for three palm species: a proposal of standardization for population dynamics studies. 2011. (Encontro).

17.
I Simpósio Internacional de Ecologia. 2011. (Simpósio).

18.
The 2010 International Meeting of the Association for Tropical Biology and Conservation.Impact of forest fragmentation and harvest of non-timber forest products on the population size and structure of three palm species in the Brazilian Atlantic Rain Forest. 2010. (Encontro).

19.
Meeting of the Society for Tropical Ecology & the Association for Tropical Biology and Conservation.Demographic effects of habitat fragmentation on a tropical palm. 2009. (Encontro).

20.
XXVII Jornada Fluminense de Botânica.Dinâmica populacional de três espécies de palmeiras em fragmentos de Mata Atlântica: uma análise de paisagem. 2008. (Encontro).

21.
1 Brazilian Symposium on Global Environmental Change. 2007. (Simpósio).

22.
II Simpósio de Ecologia Teórica. 2006. (Simpósio).

23.
The Palms - AN INTERNATIONAL SYMPOSIUM ON THE BIOLOGY OF THE PALM FAMILY.The Palms - An International Symposium on the Biology of the Palm Family. 2005. (Simpósio).

24.
XIX Annual Meeting of the Society for Conservation Biology.XIX Annual Meeting of the Society for Conservation Biology. 2005. (Encontro).

25.
Congresso de Ecologia do Brasil. 2003. (Congresso).

26.
III Green Meeting of the Americas. 2003. (Encontro).

27.
O Desenvolvimento Sustentável no século XXI. 2003. (Seminário).

28.
Seminário sobre Meio Ambiente Marinho. 2003. (Simpósio).

29.
Encontro Anual da Association for Tropical Biology: Tropical Forest: Past, Present, Future.Encontro Anual da Association for Tropical Biology: Tropical Forest: Past, Present, Future. 2002. (Encontro).

30.
52 Congresso Nacional de Botânica. 52 Congresso Nacional de Botânica. 2001. (Congresso).

31.
V Congresso de Ecologia do Brasil. V Congresso de Ecologia do Brasil. 2001. (Congresso).

32.
3 Simpósio Internacional de Frugivoria e Dispersão de Sementes. 2000. (Simpósio).

33.
I Fórum de Debates Ecologia da Paisagem e Planejamento Ambiental. 2000. (Encontro).

34.
I Simpósio do Programa BIOTA/FAPESP.I Simpósio do Programa BIOTA/FAPESP. 2000. (Simpósio).

35.
20 Seminário Sobre Meio Ambiente Marinho. 1999. (Seminário).

36.
8 Congresso Nordestino de Ecologia. 1999. (Congresso).

37.
L Congresso Nacional de Botânica. L Congresso Nacional de Botânica. 1999. (Congresso).

38.
4 Congresso de Ecologia do Brasil. 4 Congresso de Ecologia do Brasil. 1998. (Congresso).

39.
Bio Semana 98 UFRJ. 1998. (Encontro).

40.
IV Encontro de Pesquisadores da Reserva Biológica de Poço das Antas.IV Encontro de Pesquisadores da Reserva Biológica de Poço das Antas. 1998. (Encontro).

41.
Lagoas Fluminenses: importância ambiental e sócio econômica. 1998. (Simpósio).

42.
Simenário: Ecossitemas Costeiros. 1998. (Seminário).

43.
XLIX Congresso Nacional de Botânica. XLIX Congresso Nacional de Botânica. 1998. (Congresso).

44.
XVIII Jornada Fluminense de Botânica. 1998. (Simpósio).

45.
XX Jornada de Iniciação Científica na UFRJ.XX Jornada de Iniciação Científica na UFRJ. 1998. (Simpósio).

46.
III Encontro de Pesquisadores da Reserva Biológica de Poço das Antas.III Encontro de Pesquisadores da Reserva Biológica de Poço das Antas. 1997. (Encontro).

47.
IV Semana de Ciênciass Biológicas ? UniRio. 1997. (Encontro).

48.
3 Congresso de Ecologia do Brasil. 1996. (Congresso).

49.
Bio Semana 96 UFRJ. 1996. (Encontro).

50.
Seminário Nacional ?Conservação da Biodiversidade em Ecossistemas Tropicais: Avanços Conceituais e Revisão de Metodologias de Avaliação e Monitoramento. 1996. (Seminário).

51.
VI Encontro de Biólogos dos Estados do Rio de Janeiro e do Espírito Santo. 1996. (Encontro).

52.
I Seminário Interno do NADC, com tema central ?Modelos de Projetos de Extensão?. 1995. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
PORTELA, R. C. Q.; Pires, A. S. ; Oda, G.A. . Simpósio: Palmeiras neotropicais- sistemática, ecologia, filogeografia e conservação. 2017. (Congresso).

2.
PORTELA, R. C. Q.; Pires, A. S. . Simpósio: Palm ecology in a changing world (53rd Annual Meeting of the Association of Tropical Biology & Conservation). 2016. (Congresso).

3.
PORTELA, R. C. Q.. Simpósio: Distribuição de palmeiras nas florestas tropicais: fatores determinantes. 2014. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Verônica Marques Feliciano da Silva. Mudanças climáticas e regeneração natural: um teste com duas espécies de palmeiras com diferentes amplitudes de nicho. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

2.
Ana Carolina Souza da Silva. Efeito da matriz na regeneração natural de fragmentos florestais de Mata Atlântica. Início: 2018. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

3.
Valéria Penna Firme. Análise de viabilidade populacional de Euterpe edulis. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Botânica) - Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro. (Orientador).

4.
Amanda Souza dos Santos. Pode uma interação planta-animal modificar a regeneração de uma floresta? O caso da interação macaco prego x palmito. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Ecologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).

5.
Thayssa Araujo Costa Rangel. TAMANHO POPULACIONAL DO COELHO EUROPEU (Oryctolagus cuniculus) NA ILHA COMPRIDA E SEU IMPACTO NO RECRUTAMENTO DE PLÂNTULAS DAS PALMEIRAS Syagrus romanzoffiana e Allagoptera arenaria. Início: 2017. Dissertação (Mestrado profissional em Botânica) - Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Gabriela Akemi Macedo Oda. Palmeiras e mudança climática: fatores limitantes da distribuição de um gênero endêmico com ocorrência restrita à Mata Atlântica. Início: 2015. Tese (Doutorado em Ciências Ambientais e Florestais) - Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro. (Coorientador).

Iniciação científica
1.
Thales Moreira de Lima. Composição e estratégia de manejo de palmeiras do Parque Nacional da Tijuca. Início: 2016. Iniciação científica (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. (Orientador).

2.
Eduardo Teles. Tamanho de sementes de Euterpe edulis ao longo de um gradinete altitudinal. Início: 2015. Iniciação científica (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Gabriela Akemi Macedo Oda. IFatores potencialmente limitantes da distribuição de uma palmeira restrita à região da Serra dos Órgãos, Rio de Janeiro. 2012. Dissertação (Mestrado em Biodiversidade em Unidades de Conservação) - Instituto de Pesquisa Jardim Botânico do Rio de Janeiro, . Orientador: Rita de Cássia Quitete Portela.

Tese de doutorado
1.
Aline Cavalcante de Souza. INFLUENCE OF ECOLOGICAL PROCESSES ON THE DISTRIBUTION AND ABUNDANCE OF THE PALM EUTERPE EDULIS MART. ALONG AN ALTITUDINAL GRADIENT IN THE ATLANTIC FOREST. 2012. Tese (Doutorado em Programa de Pós Graduação em Ecologia) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior. Coorientador: Rita de Cássia Quitete Portela.

Iniciação científica
1.
Verônica Marques. Fenologia de Euterpe edulis ao longo de um gradinete altitudinal. 2016. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade do Grande Rio. Orientador: Rita de Cássia Quitete Portela.

2.
Eliza Christina. Estratégia de germinação de uma espécie de palmeira ao longo de três anos. 2014. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Rita de Cássia Quitete Portela.

3.
Ana Souza. Germinação de sementes de três populações submetidas a diferentes condições ambientais de Euterpe edulis. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Rita de Cássia Quitete Portela.

4.
Raquel de Moura Ferreiraa. Estratégias de germinação de Geonoma schottiana em diferentes disponibilidades de luz e água. 2013. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Rita de Cássia Quitete Portela.

5.
Gabriel Keller. Coocorrência mantida entre o Palmito-Juçara (Euterpe edulis Mart.) e seus dispersores sob mudanças climáticas. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ. Orientador: Rita de Cássia Quitete Portela.

6.
Amanda Santos. Germinação de sementes de uma espécie de palmeira de distribuição restrita da Mata Atlântica. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Rita de Cássia Quitete Portela.

7.
Deyvid Peres. Vigor de plântulas de espécies de palmeiras da Mata Atlântica. 2012. Iniciação Científica. (Graduando em Abi - Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Rita de Cássia Quitete Portela.

8.
Lara de Macedo Monteiro. Distribuição espacial de três espécies de palmeiras em fragmentos da Mata Atlântica brasileira. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Rita de Cássia Quitete Portela.

9.
Veronica Marques.. Germinação de sementes de uma espécie endêmica de palmeira da Mata Atlântica.. 2011. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro. Orientador: Rita de Cássia Quitete Portela.

10.
Lucas Maravilhas Guimarães. Dinâmica populacional de uma espécie de palmeira em fragmentos de Mata Atlântica. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do RJ. Orientador: Rita de Cássia Quitete Portela.

11.
Luiza Helena Cosme. GERMINAÇÃO DE SEMENTES DE ESPÉCIES DE PALMEIRAS DA MATA ATLÂNTICA. 2010. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Biológicas) - Universidade Federal do Rio de Janeiro, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Rita de Cássia Quitete Portela.



Educação e Popularização de C & T



Textos em jornais de notícias/revistas
1.
MATTOS, E. A. ; Quitete Portela, Rita de Cássia . Para onde iremos com um novo Código Florestal? O que são as mudanças propostas e quais as consequências para os recursos naturais do País. Carta na Escola, São paulo, p. 23 - 24, 01 jul. 2012.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 16/12/2018 às 4:40:46