Valtair Afonso Miranda

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/7689281124574923
  • Última atualização do currículo em 30/11/2018


Valtair Afonso Miranda é graduado em Teologia (FTSA); graduado e licenciado em História (UNIVERSO); Mestre em Teologia (STBSB); Mestre em Ciências da Religião (UMESP); Doutor em Ciências da Religião (UMESP); doutor em História (UFRJ). É Diretor Acadêmico Geral na Faculdade Batista do Rio de Janeiro, onde leciona História do Cristianismo. É Pesquisador Associado do Programa de Estudos Medievais da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Atualmente desenvolve pesquisas sobre História e Religião, com ênfase em Religião, Identidade e Sociedade na Antiguidade e Medievo, e foco nas práticas e representações milenaristas. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Valtair Afonso Miranda
Nome em citações bibliográficas
MIRANDA, V. A.;MIRANDA, Valtair Afonso;MIRANDA, Valtair A.

Endereço


Endereço Profissional
Faculdade Batista do Rio de Janeiro, Coordenadoria de Teologia.
Rua José Higino, 416
Tijuca
20510-412 - Rio de Janeiro, RJ - Brasil
Telefone: (21) 25701833
URL da Homepage: www.fabat.com.br


Formação acadêmica/titulação


2013 - 2017
Doutorado em História Comparada.
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Título: História e Milenarismo no Apocalipse de João de Patmos e no Expositio in Apocalypsim de Joaquim de Fiore: uma análise comparativa, Ano de obtenção: 2017.
Orientador: Andréia Cristina Lopes Frazão da Silva.
Palavras-chave: História do cristianismo; Messianismo; Milenarismo; Joaquim de Fiore; Apocalipse.
Grande área: Ciências Humanas
2006 - 2010
Doutorado em Ciências da Religião.
Universidade Metodista de São Paulo, UMESP, Brasil.
Título: O caminho do Cordeiro: representação e construção de identidade em Apocalipse 14.1-5, Ano de obtenção: 2010.
Orientador: Paulo Augusto de Souza Nogueira.
Palavras-chave: Apocalípse de João; Apocalíptica; Cristianismo primitivo; dualismo; guerra santa.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Teologia / Subárea: Teologia Bíblica / Especialidade: Apocalíptica Judaico Cristã.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Teologia / Subárea: Teologia Bíblica / Especialidade: Novo Testamento.
2004 - 2005
Mestrado em Ciências da Religião.
Universidade Metodista de São Paulo, UMESP, Brasil.
Título: O Dragão e a Mulher, uma análise histórico-social de Apocalipse 12,Ano de Obtenção: 2005.
Orientador: Paulo Augusto de Souza Nogueira.
Palavras-chave: Apocalíptica; Apocalipse 12; Literatura no mundo antigo; Dragão; Mulher; Novo Testamento.
Grande área: Ciências Humanas
2012 - 2015
Graduação em História.
Universidade Salgado de Oliveira, UNIVERSO, Brasil.
Título: A HISTÓRIA EM JOAQUIM DE FIORE.
Orientador: Poméia Genaio.
2004 - 2006
Graduação em Teologia.
Faculdade Teológica Sul Americana, FTSA, Brasil.




Formação Complementar


2014 - 2017
Latim. (Carga horária: 360h).
Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
2006 - 2006
Moodle: ferramentas, ativiades e metodologia.. (Carga horária: 60h).
Instituto Global Comunitário, IGC, Brasil.
2004 - 2004
Capacitação de Coordenadores das CPAs. (Carga horária: 12h).
Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira, INEP/MEC, Brasil.
1992 - 1995
Bacharel em Teologia Livre. (Carga horária: 2360h).
Seminário Teológico Batista do Sul do Brasil, STBSB, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Metodista de São Paulo, UMESP, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2005
Vínculo: , Enquadramento Funcional:


Universidade Federal do Rio de Janeiro, UFRJ, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 20

Atividades

08/2014 - 12/2014
Ensino, Abi - História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História Medieval I
História Medieval II
02/2014 - 07/2014
Ensino, Abi - História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Cultura medieval: da patrística ao humanismo
Idade Média II
08/2013 - 12/2013
Ensino, Abi - História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Idade Média I
Idade Média II
05/2013 - 08/2013
Ensino, Abi - História, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Heresias Medievais
Leituras do Apocalipse na Idade Média

Faculdade Batista do Rio de Janeiro, FABAT, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Celetista, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2012 - 2017
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 20

Vínculo institucional

1996 - 2010
Vínculo: Celetista formal, Enquadramento Funcional: Professor titular, Carga horária: 40

Atividades

08/2017 - Atual
Ensino, Bacharel em Teologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
História do Cristianismo I
História do Cristianismo III
História do Cristianismo V
Sociologia
06/2017 - Atual
Direção e administração, Coordenadoria Geral Acadêmica, .

Cargo ou função
Coordenador Geral Acadêmico.
01/2016 - 06/2016
Ensino, Bacharel em Teologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia
Grego II
História da Hermenêutica Bíblica
Sociologia da Religião
01/2016 - 06/2016
Ensino, Pós-Graduação Lato Sensu, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Tópicos em História da Igreja
07/2015 - 12/2015
Ensino, Bacharel em Teologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Sociologia
Fenomenologia da Religião
Grego II
02/2015 - 06/2015
Ensino, Bacharel em Teologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Sociologia da Religião
Antropologia
História da Hermenêutica Bíblica
08/2014 - 12/2014
Ensino, Bacharel em Teologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Exegese do Novo Testamento
Fenomenologia da Religião
Sociologia
02/2014 - 07/2014
Ensino, Bacharel em Teologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Antropologia
História da Hermenêutica Bíblica
Sociologia da Religião
08/2013 - 12/2013
Ensino, Bacharel em Teologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Fenomenologia da Religião
Sociologia
02/2013 - 06/2013
Ensino, Bacharel em Teologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Sociologia da Religião
Antropologia
História da Hermenêutica Bíblica
03/2012 - 06/2012
Ensino, Bacharel em Teologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Língua Grega
01/2012 - 06/2012
Ensino, Pós-Graduação Lato Sensu, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Análise de Capítulos Selecionados do AT e NT
03/1996 - 07/2010
Ensino, Bacharel em Teologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Grego
Novo Testamento I, II e III
Teologia do Novo Testamento
História da Formação da Bíblia
Ciências da Bíblia
10/2004 - 03/2010
Conselhos, Comissões e Consultoria, Comissão Própria de Avaliação, .

Cargo ou função
Presidente da Comissão Própria de Avaliação.
01/2005 - 12/2009
Direção e administração, Coordenadoria de Teologia, .

Cargo ou função
Coordenador de Curso.
01/1998 - 11/2005
Direção e administração, Coordenadoria de Pós-Graduação, .

Cargo ou função
Assessor de Pós-Graduação.


Projetos de pesquisa


2013 - Atual
Memória, Narrativa e Identidade no Cristianismo Primitivo: Dos Atos dos Apóstolos aos Atos Apostólicos Apócrifos
Descrição: O cristianismo tem origem no judaísmo no primeiro século, do qual herdou características de movimento religioso profético, e exerceu fascínio sobre judeus da diáspora e sobre gentios de todo o Império. Sua expansão foi muito rápida, de tal forma que no início do segundo século já são documentadas comunidades cristãs por todo o mundo mediterrâneo, das mais diversas formações. Diante deste crescimento acelerado e da conformação plural das comunidades, autores anônimos, a partir do final do primeiro até o terceiro século, redigiram relatos sobre as origens do cristianismo: suas experiências fundantes, seus líderes, sua pregação e a fundação das primeiras comunidades. Esses escritos - intitulados Atos dos Apóstolos (prákseis ou acta) ou Atos de Pedro, Atos de Paulo e Tecla, Atos de João, entre outros apóstolos - organizam fontes diversas e muitas vezes contraditórias por meio de esquemas narrativos provindos de enredos da literatura helenística. Destacam-se os modelos oferecidos pelo gênero prákseis, pelo romance de aventura helenístico e pelos relatos aretalógicos sobre homens santos e sua atividade. Nesses atos apostólicos as memórias das origens são construídas em torno do passado idealizado e também em torno da identidade que as comunidades projetam sobre si mesmas. Nos Atos Apostólicos, nos Atos Apostólicos Apócrifos e nas Atas dos Mártires, as fontes deste projeto, são apresentadas, em narrativas ficcionais e de forma idealizada, a ação e a presença pública que o cristianismo primitivo projetou para a sociedade, da mesma forma que os valores internos que os regiam. Nosso objetivo principal neste projeto é analisar a construção de identidade e de sujeito, da mesma forma que as idealizações e os valores que se articulam nas narrativas ficcionais sobre as origens do cristianismo produzidas entre o primeiro e o terceiro séculos. O presente projeto tem como objetivos: a) Discutir e delimitar a relação entre narrativa, memória, ficção e história em relação às narrativas sobre as origens do cristianismo nos Atos dos Apóstolos, os Atos Apostólicos Apócrifos e nas Atas dos Mártires. b) Analisar as fontes (os Atos dos Apóstolos, os Atos Apostólicos Apócrifos e algumas das Atas dos Mártires) exegética, literária e histórica-culturalmente para entender sua relação entre si - respeitadas suas diferenças -, e sua relação com os diferentes gêneros da literatura helenística, em especial o romance helenístico. c) Oferecer subsídios para uma leitura crítica das origens plurais do cristianismo, e para o questionamento do positivismo histórico e das ideologias das origens dos discursos teológicos monolíticos. d) Analisar eixos temáticos e narrativos nos textos, entre eles: a relação com o poder local e romano, a renúncia sexual, a prontidão ao martírio, as formas de cristologia e a reconstrução idealizada do passado. e) Propor hipóteses para uma compreensão articulada das diferentes ênfases dessas narrativas. Por exemplo, como a renúncia sexual se relaciona com a prontidão ao martírio? Haveria aí uma correlação entre uma postura do âmbito privado (sexo) com o âmbito público (confissão na praça ou execução no anfiteatro)? Devemos observar que ambos os elementos se relacionam com os limites do corpo, seja no limite dos papéis sexuais, seja nos limites com a morte. Que conceito idealizado de corporeidade se manifesta na junção destas exigências?.
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (4) Doutorado: (6) .
Integrantes: Valtair Afonso Miranda - Integrante / Paulo Augusto de Souza Nogueira - Coordenador.
2008 - 2009
Messianismo e Misticismo nos Manuscritos do Mar Morto
Descrição: Estuda a relação entre misticismo apocalíptico e as expectativas messiânicas dos textos dos Manuscritos do Mar Morto (Textos de Qumran) por meio de tradução e análise dos textos, comparação entre eles e suas diferentes formar de messianismo e comparação com expectativas de outros apocalipses judaicos (1 Enoque, Testamento de Levi, p. ex). O objetivo é, em diálogo com a bibliografia mais recente, mapear a pluralidade de funções messiânicas do judaísmo do 2º século AEC até o 2º EC. Também se propõe a buscar nestas fontes tradições que deram origem aos modelos messiânicos e angelomórficos que se encontram no contexto de surgimento da cristologia mais antiga.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (7) Doutorado: (2) .
Integrantes: Valtair Afonso Miranda - Integrante / Paulo Augusto de Souza Nogueira - Coordenador.
2003 - 2005
Apocalíptica Cristã Primitiva: Identidade Religiosa, Crítica Social e História da Recepção
Descrição: A apocalíptica judaica forneceu às primeiras comunidades cristãs as estruturas simbólicas com as quais estas desenvolveram sua identidade social e religiosa. A apocalíptica aqui é entendida como um complexo de narrativas e símbolos organizados em torno da experiência visionária, da exclusividade da revelação (obtida por meio desta experiência), do dualismo cosmológico (e seus desdobramentos sociais e éticos), da reordenação do poder a partir das estruturas do poder celestial, de expectativas escatológicas e messiânicas. Este projeto analisará como estes elementos apocalípticos permitiram aos primeiros cristãos organizar seu léxico simbólico com o qual definiram sua nova identidade social e religiosa, assim como as formas como representavam a sociedade. Serão enfocados os empréstimos, as adaptações e as diferenças no uso destes símbolos judaicos no cristianismo, em especial no cristianismo gentílico. Serão analisados os processos sincréticos em que as narrativas e os símbolos apocalípticos foram inseridos pelo fato deste processo ter sido levado a cabo, especialmente, por comunidades cristãs-primitivas no mundo greco-romano. Isto fez com que a apocalíptica tivesse no cristianismo um processo de intercâmbio com a religião mágica popular e com os cultos de mistério do Mediterrâneo. Também será analisado o processo de recriação de temas apocalípticos na história, seus elementos recorrentes e as dinâmicas de sua recepção.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Mestrado acadêmico: (5) Doutorado: (2) .
Integrantes: Valtair Afonso Miranda - Integrante / Paulo Augusto de Souza Nogueira - Coordenador.


Projetos de extensão


2004 - Atual
Oracula - Estudos de Apocalíptica, Misticismo e Fenômenos Visionários
Descrição: O Grupo de Pesquisa Oracula, criado em 2004, é a continuação do Grupo de Pesquisa Estruturas Religiosas Convergentes no Judaísmo e no Cristianismo Primitivo, fundado em 1999. Ele havia sido apoiado pela FAPESP na modalidade de projeto temático. Em 2004, ao nos reorganizarmos como Grupo Oracula, nos sentimos motivados a atuar em duas direções: a) Promover publicações sobre estudos de Apocalíptica no Brasil, integrando jovens pesquisadores brasileiros, pesquisadores nacionais de diferentes áreas (história, ciências da religião e teologia) e pesquisadores de renome do cenário internacional. Desta forma publicamos: - A Revista Eletrônica Oracula (www.oracula.com.br) E as publicações: - Religião de Visionários (São Paulo: Loyola, 2005) - Identidades Fluídas no Judaísmo Antigo e no Cristianismo Primitivo, com a colaboração de Pedro Paulo Funari e John J. Collins (São Paulo: AnnaBlume/FAPESP, 2010). b) Promover cooperação interdisciplinar de pesquisa. O Grupo Oracula mantém relação constante com grupos de pesquisa nacionais, como o Projeto de Estudos Judaico-Helenísticos da UNB e com o Centro de Pensamento Antigo da UNICAMP, entre outros. E participa ativamente do GT Religiões e Religiosidades da ANPUH. Também mantém contato de colaboração científica com o prof. John J. Collins (Yale), com Christopher Rowland (Oxford), Louis Painchaud (Laval), Cesar Carbullanca(UCM/Chile), entre outros, que, inclusive, participaram de atividades de pesquisa e em publicações conjuntas com o Grupo Oracula no Brasil. Os pesquisadores do Grupo Oracula também participam do GT "Religiões e Religiosidades" da ANPUH desde 2007..
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.
1998 - Atual
Programa de Estudos Medievais
Descrição: O Programa de Estudos Medievais é, no momento, um dos grupos de pesquisa sobre temas medievais mais importantes e produtivos do país. Mantém uma homepage e uma lista de discussão acadêmica sobre o medievo, que estimula o debate entre pesquisadores de diversos níveis provenientes de diferentes regiões do país e do exterior. A cada mês o Pem promove atividades de extensão, tais como wokshops, conferências, cursos e seminários. Destacam-se, ainda, a organização das semanas de estudos medievais, eventos periódicos de caráter regional, a publicação de textos da (fontes) e sobre a Idade Média e a organização de Simpósios Temáticos em eventos de caráter Nacional e Internacional, como o Simpósio Nacional de História da Anpuh. O Pem tem contribuído para o incremento do medievalismo no Brasil também em nível nacional. Nesse sentido, vem apoiando eventos, como o Encontro Internacional de Estudos Medievais; tem participado em pesquisas de natureza nacional, e cooperado com a Associação Brasileira de Estudos Medievais - ABREM - inclusive com participação na diretoria dessa associação. Há que destacar que professores das principais instituições do país e do exterior, especialistas no estudo do medievo oriundos de distintas áreas do conhecimento, como Literatura, Teologia, Artes, Filosofia etc, têm colaborado com o Pem. Também vale sublinhar o trabalho de formação de novos pesquisadores, muitos dos quais já atuando em instituições de ensino superior, tanto públicas como privadas. O Programa de Estudos Medievais também funciona como um campo de exercício de experimentação em História Comparada, já que suas coordenadoras estão vinculadas ao programa de Pós-graduação em História Comparada (PPGHC). Para maiores informações, confira http://www.pem.historia.ufrj.br.
Situação: Em andamento; Natureza: Extensão.


Membro de corpo editorial


2013 - Atual
Periódico: Revista de História Comparada (UFRJ)
2005 - Atual
Periódico: Oracula (São Bernardo do Campo)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval/Especialidade: Judaísmo antigo.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: História / Subárea: História Antiga e Medieval/Especialidade: Cristianismo antigo.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Teologia / Subárea: Teologia Bíblica/Especialidade: Apocalíptica Judaico Cristã.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Teologia / Subárea: História das Teologias e Religiões.


Idiomas


Grego
Lê Bem.
Inglês
Lê Bem.
Espanhol
Lê Bem.
Latim
Lê Razoavelmente.
Italiano
Lê Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
MIRANDA, Valtair Afonso2018MIRANDA, Valtair Afonso. Leitura da Bíblia e monasticismo medieval. Revista Brasileira de Teologia, v. 5, p. 54-75, 2018.

2.
MIRANDA, Valtair Afonso2018MIRANDA, Valtair Afonso. A RECEPÇÃO DO APOCALIPSE DE JOÃO NA ITÁLIA MEDIEVAL A PARTIR DO EXPOSITIO IN APOCALYPSIM. REVISTA DE HISTÓRIA COMPARADA (UFRJ), v. 12, p. 21-54, 2018.

3.
MIRANDA, Valtair Afonso2017MIRANDA, Valtair Afonso. Narrativas de martírio e construção de comunidades cristãs nos séculos II e III. RIBLA - Revista de Interpretación Bíblica Latinoamericana - ISSN 1390-0374, v. 73, p. 117-133, 2017.

4.
MIRANDA, Valtair Afonso2016MIRANDA, Valtair Afonso. Religião e sociedade na Ásia romana. Religare (UFPB), v. 13, p. 150-179, 2016.

5.
MIRANDA, Valtair Afonso2016MIRANDA, Valtair Afonso. A recepção de Daniel no Sermão Profético de Jesus. Estudos Bíblicos, v. 33, p. 57-68, 2016.

6.
MIRANDA, Valtair Afonso2015MIRANDA, Valtair Afonso. Ascetismo idealizado e escatologia realizada no Apocalipse de João. Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana, v. 68, p. 143-156, 2015.

7.
MIRANDA, Valtair Afonso2015MIRANDA, Valtair Afonso. 'Por pouco tempo': uma leitura político-religiosa de Apocalipse 12,1-18. Estudos Bíblicos, v. 32, p. 106-115, 2015.

8.
MIRANDA, Valtair Afonso2015MIRANDA, Valtair Afonso. Revisitando o contexto de produção do Apocalipse de João. Reflexus, v. IX, p. 389-416, 2015.

9.
MIRANDA, Valtair Afonso2014MIRANDA, Valtair Afonso. Ascetismo idealizado y escatología realizada en el Apocalipsis de Juan. RIBLA - Revista de Interpretación Bíblica Latinoamericana, v. 69, p. 116-126, 2014.

10.
MIRANDA, Valtair Afonso2014MIRANDA, Valtair Afonso. Martírio e projeção de violência como estratégias religiosas no Apocalipse de João. PLURA, Revista de Estudos de Religião, v. 5, p. 115-128, 2014.

11.
MIRANDA, Valtair Afonso2014MIRANDA, Valtair Afonso. Uma nova igreja numa nova era: uma aproximação ao Praephatio Super Apocalypsim de Joaquim de Fiore. Reflexus, v. VIII, p. 255-269, 2014.

12.
MIRANDA, Valtair A.2012MIRANDA, Valtair A.. Ascetismo e sectarismo no Apocalipse de João. Reflexus, v. VI, p. 131-141, 2012.

13.
MIRANDA, V. A.2011MIRANDA, V. A.. O exército do Cordeiro: o tema da guerra no Apocalipse de João. Pós-Escrito (Rio de Janeiro), v. 4, p. 36-59, 2011.

14.
MIRANDA, V. A.2011MIRANDA, V. A.. Igreja e esquematização da história na leitura apocaliptica de Joaquim de Fiore. Via Teológica, v. 1, p. 150-176, 2011.

15.
MIRANDA, V. A.2011MIRANDA, V. A.. Uma leitura comparada da guerra santa no Apocalipse de João e no Rolo da Guerra de Qumran. Reflexus, v. V, p. 211-235, 2011.

16.
MIRANDA, V. A.2011 MIRANDA, V. A.. LITURGIA E REPRESENTAÇÃO DE IDENTIDADE NOS HINOS DE QUMRAN E NO APOCALIPSE DE JOÃO: UM ESTUDO COMPARATIVO. Revista de história comparada (UFRJ), v. 5, p. 22-49, 2011.

17.
MIRANDA, V. A.2010MIRANDA, V. A.. Liturgia da Batalha Escatológica. Oracula (UMESP), v. 10, p. 50-64, 2010.

18.
MIRANDA, Valtair Afonso2009MIRANDA, Valtair Afonso. 'Sai dela, meu povo': Crítica social no Apocalipse de João. Theós (FTBC. Online), v. 5, p. 1-11, 2009.

19.
MIRANDA, V. A.2008MIRANDA, V. A.. O Jesus Apocalíptico: retomada da questão. Nearco (Rio de Janeiro), v. 1, p. 93-102, 2008.

20.
MIRANDA, V. A.2008MIRANDA, V. A.. Jesus e as tradições apocalípticas de Israel. Estudos Bíblicos, v. 99, p. 42-50, 2008.

21.
MIRANDA, Valtair Afonso2007MIRANDA, Valtair Afonso. 'Quando a guerra é santa': considerações em torno do sectarismo religioso de Qumran. Via Teológica, v. 1, p. 37-46, 2007.

22.
MIRANDA, V. A.2005MIRANDA, V. A.. Um novo êxodo na direção da terra que mana a gloria de Deus - Apocalipse 15. Revista de Interpretação Bíblica Latino-Americana, Petrópolis, v. 50, p. 222-228, 2005.

23.
MIRANDA, Valtair Afonso2005MIRANDA, Valtair Afonso. Espamos de morte: uma leitura de Apocalipse 12. Via Teológica, v. 2, p. 93-107, 2005.

24.
MIRANDA, V. A.2004MIRANDA, V. A.. De deuses a demônios. Via Teológica, Curitiba, v. 10, p. 79-94, 2004.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
MIRANDA, Valtair Afonso. Mártires e monges: milenarismos antigos e medievais. 1. ed. Santo André: Kapenke, 2018. v. 1. 224p .

2.
MIRANDA, Valtair Afonso. Lutero: História, Poder e Palavra. 1. ed. São Paulo: Fonte Editorial, 2017. v. 1. 171p .

3.
MIRANDA, V. A.. Revelação: como ler e entender o Apocalipse. São José dos Campos: Inspire, 2011. v. 1. 152p .

4.
MIRANDA, V. A.. O caminho do Cordeiro: Representação e construção de identidade no Apocalipse de João. São Paulo: Paulus, 2011. 200p .

5.
MIRANDA, V. A.. Fundamentos da Teologia Bíblica. 1. ed. São Paulo: Mundo Cristão, 2011. v. 1. 141p .

6.
MIRANDA, V. A.. Reforma, passado ou presente? O diálogo entre a igreja de hoje e os ideais do movimento reformador. 1. ed. Rio de Janeiro: MK Editora, 2006. 150p .

7.
MIRANDA, V. A.. O que é escatologia. Rio de Janeiro: MK Editora, 2005. v. 1. 96p .

8.
Câmara, Uipirangi (Org.) ; MIRANDA, V. A. (Org.) . O que é profecia. Rio de Janeiro: Mk Editora, 2005. 80p .

9.
Santos, Luiz Roberto (Org.) ; MIRANDA, V. A. (Org.) . O que é Igreja?. Rio de Janeiro: MK Editora, 2005. 116p .

10.
Duran, Márcio (Org.) ; MIRANDA, V. A. (Org.) . O que é Ética?. Rio de Janeiro: MK Editora, 2005. 83p .

11.
CHAVES, Irênio Silveira (Org.) ; MIRANDA, V. A. (Org.) . O que é Religião?. Rio de Janeiro: RJ, 2005. 78p .

12.
PIRES, Carlos Alberto (Org.) ; MIRANDA, V. A. (Org.) . O que é hermenêutica. 1. ed. Rio de Janeiro: Mk Editora, 2005. 93p .

13.
AKIL, T. (Org.) ; MIRANDA, V. A. (Org.) . O que é Bíblia. Rio de Janeiro: MK Editora, 2005. v. 1. 95p .

14.
LAZARINI NETO, Antônio (Org.) ; MIRANDA, V. A. (Org.) . O que é Deus?. Rio de Janeiro: MK Editora, 2005. v. 1. 96p .

15.
Pires, Frederico Pieper (Org.) ; MIRANDA, V. A. (Org.) . O que é espiritualidade?. 1. ed. Rio de Janeiro: MK Editora, 2005. v. 1. 112p .

16.
AZEVEDO, Israel Belo de (Org.) ; MIRANDA, V. A. (Org.) . O que é missão integral?. 1. ed. Rio de Janeiro: MK Editora, 2005. v. 1. 97p .

17.
AZEVEDO, Israel Belo de (Org.) ; MIRANDA, V. A. (Org.) . O que é ser humano?. 1. ed. Rio de Janeiro: MK Editora, 2005. v. 1. 85p .

18.
RODRIGUES, Elisa (Org.) ; MIRANDA, V. A. (Org.) . O que é teologia?. 1. ed. Rio de Janeiro: MK Editora, 2005. 93p .

19.
BRITO, M. (Org.) ; MIRANDA, V. A. (Org.) . O que é milagre?. Rio de Janeiro: MK Editora, 2005. 87p .

20.
Botelho, André (Org.) ; MIRANDA, V. A. (Org.) . O que é salvação?. Rio de Janeiro: MK Editora, 2005. 104p .

21.
Oliveira, Delambre (Org.) ; MIRANDA, V. A. (Org.) . O que é pecado?. Rio de Janeiro: MK Editora, 2005. 86p .

22.
FREDERICO, Denise Cordeiro de Souza (Org.) ; MIRANDA, V. A. (Org.) . O que é liturgia?. 1. ed. Rio de Janeiro: MK Editora, 2005. 86p .

23.
RIBEIRO, Osvaldo Luiz (Org.) ; MIRANDA, V. A. (Org.) . O que é fé?. 1. ed. Rio de Janeiro: MK Editora, 2005. 91p .

24.
PANCOTE, Paulo (Org.) ; MIRANDA, V. A. (Org.) . O que é oração?. 1. ed. Rio de Janeiro: MK Editora, 2004. 88p .

Capítulos de livros publicados
1.
MIRANDA, Valtair Afonso. A natureza e o papel dos anjos nas cartas paulinas. In: Marcelo Carneiro; Silvio Gomes. (Org.). Manual de angeologia. 1ed.São Paulo: Fonte Editorial, 2017, v. , p. 363-398.

2.
SILVA, A. C. L. F. ; SILVA, L. R. ; SILVA, Paulo Duarte ; FORTES, Carolina Coelho ; MIRANDA, Valtair Afonso . Mártires na Antiguidade e na Idade Média. In: Andreia Cristina Lopes Frazão da Silva; Leila Rodrigues da Silva. (Org.). Mártires, confessores e virgens: o culto aos santos no Ocidente Medieval. 1ed.Petrópolis: Vozes, 2016, v. , p. 25-54.

3.
MIRANDA, Valtair Afonso. Categorias e fontes no estudo do Cristianismo Antigo. In: Paulo Augusto de Souza Nogueira. (Org.). Apocrificidade: o cristianismo para além do cânon. 1ed.São Paulo: Fonte Editorial, 2015, v. 1, p. 83-99.

4.
MIRANDA, Valtair A.; NOGUEIRA, Paulo Augusto de Souza . O além sob três olhares: uma análise comparativa do Apocalipse de João, da visio pauli e de Joaquim de Fiore. In: Paulo Augusto de Souza Nogueira. (Org.). O imaginário do além-mundo na apocalíptica e na literatura visionária medieval: itinerários de recepção. 1ed.São Bernardo do Campo: Universidade Metodista de São Paulo, 2015, v. 1, p. 301-328.

5.
NASCIMENTO, A. ; CALVANI, C. E. ; FERNANDO, E. ; PIEPER, F. ; GEBARA, I. ; MIRANDA, J. S. ; RESENDE, J. ; LIMA JUNIOR, J. ; ADAM, J. C. ; BOFF, L. ; MARIANNO, L. D. ; RAMOS, L. C. ; ROSA, M. ; PEREIRA, N. C. ; PANOTO, N. ; MATEUS, O. P. ; BRAGA, R. ; ALVES, R. ; COSTA, R. O. ; SOUZA, S. D. ; MONTEIRO, S. ; MIRANDA, V. A. ; MIRANDA, V. A. . Liturgia e Novo Testamento. "No dia do Senhor": Elementos litúrgicos no Apocalipse de João. In: Cláudio Carvalhaes. (Org.). Teologia do Culto: entre o altar e o mundo. 1ed.São Paulo: Fonte Editorial, 2012, v. , p. 39-56.

6.
MIRANDA, Valtair Afonso. O cristianismo no Império Romano a partir da leitura de Apocalipse de João. In: Maria Regina Cândido. (Org.). Roma e as sociedades da Antiguidade: política, cultura e economia. 1ed.Rio de Janeiro: NEA/UERJ, 2008, v. , p. 97-103.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
MIRANDA, V. A.. O Exército do Cordeiro: guerra santa no Apocalilpse de João. In: II ENCONTRO NACIONAL DO GT HISTÓRIA DAS RELIGIÕES E DAS RELIGIOSIDADES, 2009, Franca. ANAIS DO II ENCONTRO NACIONAL DO GT HISTÓRIA DAS RELIGIÕES E DAS RELIGIOSIDADES. Maringá: Revista Brasileira de História das Religiões, 2009. v. 1.


Demais tipos de produção técnica
1.
MIRANDA, Valtair Afonso. A Bíblia para Leigos. 2016. (Editoração/Livro).

2.
MIRANDA, Valtair Afonso. Quando será o fim do mundo? Reflexões sobre a escatologia antiga e medieval. 2012. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
MIRANDA, V. A.. As Leituras do Apocalipse na Idade Média. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

4.
MIRANDA, V. A.. Continuidades e descontinuidades de temas apocalipticos na Idade Média. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

5.
MIRANDA, V. A.. A apocaliptica e sua relação com as origens cristãs. 2010. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

6.
MIRANDA, Valtair Afonso. Comentário Bíblico Africano. 2010. (Editoração/Livro).

7.
MIRANDA, Valtair Afonso. Comentário Bíblico Popular Versículo por Versículo - Novo Testamento. 2008. (Editoração/Livro).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
MIRANDA, Valtair A.; NOGUEIRA, Paulo Augusto de Souza; GARCIA, Paulo Roberto. Participação em banca de Marcelo Alves Dantas. O misticismo judaico e apocalíptico no Apocalipse de João capítulos 4 e 5 - ascensão e viagem celestial no cristianismo primitivo. 2014. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) - Universidade Metodista de São Paulo.

2.
NOGUEIRA, Paulo Augusto de Souza; GARCIA, Paulo Roberto; MIRANDA, Valtair Afonso. Participação em banca de José Pascoal Mantovani. Os Sinais no Evangelho de João: exegese de João 6.1-15. 2013. Dissertação (Mestrado em Ciências da Religião) - Universidade Metodista de São Paulo.

Teses de doutorado
1.
RENDERS, Helmut; FRIZZO, A. C.; SANTOS, Suely Xavier; KAEFER, J. A.; MIRANDA, V. A.. Participação em banca de Roberto de Jesus Silva. Perspectivas Hermenêuticas: Uma releitura do Conceito de Yahweh Criador em Isaías 45,14-25. 2018. Tese (Doutorado em Ciências da Religião) - Universidade Metodista de São Paulo.

2.
MIRANDA, Valtair Afonso; NOGUEIRA, Paulo Augusto de Souza; GARCIA, Paulo Roberto; FERREIRA, J. C. L.; KAEFER, J. A.. Participação em banca de Valter Luiz Lara. Transformação social servida à mesa. Interpretação cultural socioreligiosa do lava-pés em Jo 13,1-17. 2014. Tese (Doutorado em Ciências da Religião) - Universidade Metodista de São Paulo.

Qualificações de Mestrado
1.
SILVA, A. C. L. F.; ALVES, G.; MIRANDA, Valtair Afonso. Participação em banca de Talles Braga Rezende Lins da Silva. As representações do Diabo nos milagros de Nuestra Senora e no Liber Mariae como ferramenta de controle social no reino de Castela do século XIII. 2012. Exame de qualificação (Mestrando em História Comparada) - Universidade Federal do Rio de Janeiro.




Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Café e Debate.Heresias na Antiguidade e Idade Média. 2017. (Encontro).

2.
Café e Debate.Apocalipse no Antigo e Novo Testamento. 2016. (Outra).

3.
Congresso Internacional Monoteísmos. A Exaltação de Jesus e o Monoteísmo Judaico. 2016. (Congresso).

4.
Jornada Teológica.Narrativas de Martírio e construção de comunidades cristãs. 2016. (Simpósio).

5.
Seminário Oracula - Atos Apócrifos - Cultura e Religião Popular no Mediterrâneo.Martírio como propaganda religiosa nos séculos II e III. 2016. (Seminário).

6.
Seminário Oracula - Atos Apócrifos - Cultura e Religião Popular no Mediterrâneo. 2016. (Seminário).

7.
Simpósio Nacional História e Catolicismo na Contemporaneidade: Renovação e Práxis no Mundo Cristão.Igreja contemporânea e política. 2016. (Simpósio).

8.
VII Congresso ABIB - Pentateuco - Da formação à recepção. 2016. (Congresso).

9.
VII Congresso ABIB - Pentateuco - Da formação à recepção. Conferência de Encerramento. 2016. (Congresso).

10.
SBL International Meeting. Martyrdom narratives and building of Christian Communities. 2015. (Congresso).

11.
XI Semana de Estudos Medievais. Religião e Sociedade no Reino Normando da Sicília. 2015. (Congresso).

12.
XI Semana de Estudos Medievais. Enfermidade e Estigma na Idade Média. 2015. (Congresso).

13.
Conferências Teológicas do STBNF 2014. Fim dos tempos: uma leitura histórico-crítica do Apocalipse. 2014. (Congresso).

14.
II Simpósio Internacional de Teologia.A guerra escatológica no Apocalipse de João. 2014. (Simpósio).

15.
XVI Encontro Regional de História da Anpuh-Rio: Saberes e práticas científicas.Uma nova igreja numa nova era: uma aproximação ao Praephatio Super Apocalypsim de Joaquim de Fiore. 2014. (Encontro).

16.
O Espírito Santo e o Milenarismo: entre a ortodoxia e a heresia.Espírito Santo e Milenarismo em Joaquim de Fiore. 2013. (Seminário).

17.
X Semana de Estudos Medievais. A recepção do milênio no Expositio in Apocalypsim de Joaquim de Fiore. 2013. (Congresso).

18.
A mulher na sociedade medieval. 2012. (Seminário).

19.
Debate sobre filme Agostinho d´Ippona.Agostinho d´Ippona. 2012. (Encontro).

20.
V Congresso Brasileiro de Pesquisa Bíblica. 2012. (Congresso).

21.
V Congresso Brasileiro de Pesquisa Bíblica. "Se matar pela espada, morrerá pela espada": imagens de violência no Apocalipse de João. 2012. (Congresso).

22.
X Seminário de Estudos de Apocalíptica.A escatologia de Joaquim de Fiore. 2012. (Seminário).

23.
IX Semana de Estudos Medievais. Cavalaria, guerra e violência no medievo. 2011. (Congresso).

24.
O imaginário medieval sobre o Além: reflexões interdisciplinares e comparativas. Igreja e esquematização da história na leitura apocaliptica de Joaquim de Fiore. 2011. (Congresso).

25.
XII Simpósio Nacional da Associação Brasileira de História das Religiões.Representação de identidade e liturgia no Apocalipse de João e no Rolo da Guerra de Qumran. 2011. (Simpósio).

26.
A mulher nas sociedades medieval e contemporânea.A mulher na igreja hoje. 2010. (Simpósio).

27.
Congresso Internacional Tempus Fugit - Processo, mudança, transição. A visão de História em Joaquim de Fiore. 2010. (Congresso).

28.
IV Congresso Brasileiro de Pesquisa Bíblica. 2010. (Congresso).

29.
IV Congresso Brasileiro de Pesquisa Bíblica. Alguns mistérios já foram compreendidos, mas os maiores ainda estão escondidos: a leitura do Apocalipse feita por Joaquim de Fiore. 2010. (Congresso).

30.
XII Congresso de Iniciação e Produção Científica e XI Seminário de Extensão da Metodista. Culto e Identidade Religiosa nos Hodayot de Qumran. 2009. (Congresso).

31.
II Encontro Nacional do GT História das Religiões e das Religiosidades.O Exército do Cordeiro: o tema da guerra no Apocalipse de João. 2008. (Encontro).

32.
I Simpósio de Estudos a Bíblia e o Antigo Oriente Próximo.A relação entre guerra e culto no Rolo da Guerra de Qumran. 2008. (Simpósio).

33.
I Congresso de Teologia da Escola de Pastores. "Quando a guerra é santa": considerações sobre interações religiosas em contexto de guerra santa. 2007. (Congresso).

34.
III Encontro de Estudos Romanos: Roma e as Sociedades da Antiguidade.O Cristianismo no interior do Império Romano a partir da leitura de Apocalipse de João. 2007. (Encontro).

35.
I Seminário Internacional do Jesus Histórico.I Seminário Internacional do Jesus Histórico - UFRJ. 2007. (Seminário).

36.
IX Jornada de Estudos da Antiguidade - Arte e Identidade na Antiguidade. O perfeito combatente: identidade social em contexto de guerra santa. 2007. (Congresso).

37.
Jesus de Nazaré em Debate: diálogo com John Dominic Crossan.A ressurreição de Jesus. 2007. (Seminário).

38.
Mesa redonda: O cristianismo e a espiritualidade.O cristianismo e a espiritualidade. 2007. (Encontro).

39.
Seminário Interno de Pesquisa do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Religião da Universidade Metodista de São Paulo.Pressupostos no trabalho com apocalíptica cristã primitiva. 2007. (Seminário).

40.
VIII Seminário de Estudos de Apocalíptica. O desenrolar de uma Visão: Panorama da recepção do Apocalipse. 2007. (Congresso).

41.
VIII Seminário de Estudos de Apocalíptica. 2007. (Seminário).

42.
VIII Seminário de Estudos de Apocalíptica - Imagens e Sonhos em Transformação: O messias e o milênio na história da recepção (UMESP). Imagens e Sonhos em Transformação: O messias e o milênio na história da recepção (UMESP). 2007. (Congresso).

43.
VII Jornada de História Antiga: Vida, morte e magia no mundo antigo. O Jesus apocalíptico: retomada da questão. 2007. (Congresso).

44.
VII Semana de Estudos Medievais (UFRJ). Cavalaria e Guerra Santa no Medievo. 2007. (Congresso).

45.
X Congresso de Iniciação e Produção Científica, IX Seminário de Extensão da Metodista e IV Seminário PIBIC/UMESP de Pesquisa. O Jesus Apocalíptico: retomada da questão. 2007. (Congresso).

46.
VII Seminário de Estudos de Apocalíptica / I Seminário Interno do Projeto de Estudos Judaico-Helenísticos - PEJ / I Seminário do GEA.Quando a mulher é o demônio: celibato e misoginia em comunidades sectárias judaico-cristãs. 2006. (Seminário).

47.
X Semana de Estudos da Religião. As mulheres do Apocalipse de João. 2006. (Congresso).

48.
III Seminário Internacional Archai Morte e Vida às origens do pensamento ocidental.Identidade religiosa e martírio idealizado - uma leitura de Apocalipse 12. 2005. (Seminário).

49.
IV Seminário de Antiguidade Judaica e Cristã.Apocalipse 2-3 - Crise de liderança e interação social. 2005. (Seminário).

50.
VI Seminário de Estudos de Apocalíptica. Ruptura social e identidade religiosa. 2005. (Congresso).

51.
VI Seminário de Estudos de Apocalíptica. 2005. (Seminário).

52.
7. Congresso de Produção Científica e 6. Seminário de Extensão da Universidade Metodista de São Paulo.A mulher e o dragão. Imagens de combate em Ap. 12. 2004. (Seminário).

53.
II Seminário Internacional Archai.Apocalipse de João e Clemente Romano como fontes para discussão do contexto histórico-social das comunidades cristãs do final do primeiro século. 2004. (Seminário).

54.
VIII Semana de Estudos de Religião - No banquete do sagrado: comida e bebida no estudo da religião. Leitura do Apocalipse em Eusébio de Cesaréia. 2004. (Congresso).

55.
Seminário Jesus Histórico. 2003. (Seminário).

56.
Simpósio Nacional de Direito Educacional. 2003. (Simpósio).

57.
V Semana de Estudos Medievais. Fragmentos de Teologia na Idade Média. 2003. (Congresso).

58.
V Semana de Estudos Medievais.Leituras do Apocalipse em Eusébio de Cesaréia. 2003. (Outra).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
MIRANDA, Valtair Afonso. VII Congresso ABIB. Pentateuco - Da formação à recepção. 2016. (Congresso).

2.
MIRANDA, V. A.. VI Congresso Brasileiro de Pesquisa Bíblica. 2014. (Congresso).

3.
MIRANDA, V. A.. O imaginário medieval sobre o Além: reflexões interdisciplinares e comparativas. 2011. (Congresso).

4.
MIRANDA, Valtair Afonso. VIII Seminário de Estudos de Apocalíptica - Imagens e sonhos em transformação: o Messias e o Milênio na História da Recepção. 2007. (Congresso).

5.
MIRANDA, Valtair Afonso. VI Seminário de Estudos de Apocaliptica. 2005. (Congresso).




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 11/12/2018 às 23:34:08