Letícia Cardoso Barreto

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/4839379344112246
  • Última atualização do currículo em 30/11/2018


Letícia Cardoso Barreto é doutora em Ciências Humanas pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), com área de concentração estudos de gênero, mestre em Psicologia pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), com área de concentração em Psicologia Social e psicóloga formada pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Atualmente é bolsista de pós-doutorado do Observatório Interinstitucional Mariana-Rio Doce, junto ao Departamento de Psicologia da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e professora substituta do departamento de psicologia da UFMG da área de Psicologia Social e Comunitária. Atua principalmente nas áreas de psicologia social e comunitária, direitos humanos, estudos de gênero e sexualidade, com enfoque na temática da prostituição e feminismo. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Letícia Cardoso Barreto
Nome em citações bibliográficas
BARRETO, L;BARRETO, LETÍCIA C.;BARRETO, L. C.;BARRETO, LETÍCIA;BARRETO, LETÍCIA CARDOSO


Formação acadêmica/titulação


2011 - 2015
Doutorado em Interdisciplinar em Ciências Humanas.
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
com período sanduíche em Universidade Federal da Bahia (Orientador: Cecília Maria Bacellar Sardenberg).
Título: ?Somos sujeitas políticas de nossa própria história?: Prostituição e feminismos em Belo Horizonte, Ano de obtenção: 2015.
Orientador: Miriam Pillar Grossi.
Coorientador: Claudia Andrea Mayorga Borges.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Antropologia.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Sociologia.
Setores de atividade: Educação.
2006 - 2008
Mestrado em Psicologia.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Título: Prostituição, gênero e sexualidade: hierarquias e enfrentamentos no contexto de Belo Horizonte,Ano de Obtenção: 2008.
Orientador: Marco Aurélio Máximo Prado.
Palavras-chave: Identidade coletiva; Movimento associativo; Prostituição; gênero; sexualidade.
Grande área: Ciências Humanas
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Social.
Grande Área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Social / Especialidade: Movimentos Sociais.
2001 - 2005
Graduação em Psicologia.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.


Pós-doutorado


2016
Pós-Doutorado.
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas


Formação Complementar


2014 - 2014
IV Curso de Curta Duração em Gênero e Feminismo. (Carga horária: 30h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2013 - 2013
I Capacitação em Tráfico de Pessoas. (Carga horária: 4h).
Secretaria de Estado da Defesa Social de Minas Gerais, SEDS/MG, Brasil.
2012 - 2012
Desafios da Pesquisa Interdisciplinar em Ciências. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2011 - 2011
Meio ambiente em perspectiva. (Carga horária: 10h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2011 - 2011
Sexualidade, gênero, gerações. (Carga horária: 15h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2011 - 2011
Mulheres em Séries de TV. (Carga horária: 8h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2011 - 2011
Interseccionalidade categorias de articulação. (Carga horária: 3h).
Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
2009 - 2009
Capacitação para pesquisa sobre homofobia. (Carga horária: 32h).
Reprolatina - Soluções inovadoras em saúde sexual e reprodutiva, REPROLATINA, Brasil.
2007 - 2007
Clínica da atividade. (Carga horária: 15h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2006 - 2006
Introdução à análise de dados com uso de software. (Carga horária: 15h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
2001 - 2001
Neuropsicologia: abordagens atuais. (Carga horária: 40h).
Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.


Atuação Profissional



Faculdade de Minas - Muriaé, FAMINAS, Brasil.
Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Professora, Enquadramento Funcional: Professora adjunta, Carga horária: 20

Atividades

8/2009 - 12/2009
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estágio na Delegacia de Mulheres de Muriaé (Supervisora)
8/2009 - 12/2009
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estágio básico 2 (2 turmas de 34 h/a)
Psicologia Comunitária (2 turmas de 68h/a)
Psicologia Social 2 (1 turma de 68 h/a)
2/2009 - 7/2009
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estágio básico 3 (2 turmas de 34 h/a)
Psicologia social 1 (1 turma de 68 h/a)
Psicologia social 3 (2 turmas de 68 h/a)
8/2008 - 12/2008
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Psicologia social 2 (2 turmas de 68 h/a)
Psicologia do trabalho e gestão (2 turmas de 68 h/a)
2/2008 - 7/2008
Ensino, Enfermagem, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Psicologia aplicada à enfermagem (1 turma de 34 h/a)
2/2008 - 7/2008
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Psicologia social 1 (2 turmas de 68 h/a)
Psicologia social 3 (2 turmas de 68 h/a)

Governo do Estado de Minas Gerais, GOVERNO/MG, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2014
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Gerente do PETP/NRPC/SEDS, Carga horária: 40
Outras informações
Gerente do Programa de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (PETP), vinculado à Secretaria de Defesa Social (SEDS)

Atividades

06/2014 - 12/2014
Conselhos, Comissões e Consultoria, Secretaria de Estado de Defesa Social, .

Cargo ou função
Comissão de Estadual de Politicas de Enfrentamento às fobias relativas à orientação sexual e à identidade de gênero-CEPEF.
6/2014 - 12/2014
Conselhos, Comissões e Consultoria, Secretaria de Estado de Defesa Social, .

Cargo ou função
Suplente do Grupo de Trabalho Executivo da Agenda Mineira de Trabalho Decente.
8/2013 - 12/2014
Direção e administração, Secretaria de Estado de Defesa Social, .

Cargo ou função
Gerente.
8/2013 - 12/2014
Conselhos, Comissões e Consultoria, Secretaria de Estado de Defesa Social, .

Cargo ou função
Integrante Comitê Interinstitucional de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas de Minas Gerais.

Grupo de Apoio e Prevenção à Aids de Minas Gerais, GAPA-MG, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2008
Vínculo: Consultora, Enquadramento Funcional: Consultora Permanente

Vínculo institucional

2005 - 2005
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiário, Carga horária: 20
Outras informações
Atividades: Intervenções comunitárias, realização de oficinas, observação e diagnóstico em áreas de prostituição, coleta de dados para monitoramento da UNGASS (Assembleia Especial das Nações Unidas)

Atividades

09/2006 - 02/2008
Conselhos, Comissões e Consultoria, Projeto Sem Vergonha - Centro Oeste, .

Cargo ou função
Principais atividades: mapeamento e diagnóstico psicossocial de áreas de prostituição, identificação e capacitação de lideranças, promoção e facilitação de grupos focais.

Reprolatina - Soluções inovadoras em saúde sexual e reprodutiva, REPROLATINA, Brasil.
Vínculo institucional

2009 - 2009
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Assistente de Pesquisa, Carga horária: 40
Outras informações
Projeto Escola Sem Homofobia, realizado por: Reprolatina, Pathfinder do Brasil, ABGLT e ECOS.

Atividades

8/2009 - 9/2009
Pesquisa e desenvolvimento , Reprolatina, .

Linhas de pesquisa
Educação

Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC, Brasil.
Vínculo institucional

2011 - 2015
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisadora
Outras informações
Atuação em projetos de pesquisa, extensão e atividades diversas vinculadas ao Núcleo de Identidade de Gênero e Sexualidades (NIGS)

Vínculo institucional

2011 - 2013
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2011 - 2011
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiária em docência, Carga horária: 6

Atividades

03/2011 - 8/2015
Pesquisa e desenvolvimento , Núcleo de Identidade de Gênero e Subjetividade (NIGS), .

08/2011 - 12/2011
Ensino, Antropologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Relações de Gênero
08/2011 - 12/2011
Estágios , Núcleo de Identidade de Gênero e Subjetividade (NIGS), .

Estágio realizado
Estágio em Docência na Disciplina Relações de Gênero.

Universidade Federal de Minas Gerais, UFMG, Brasil.
Vínculo institucional

2018 - Atual
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professora Substituta, Carga horária: 40

Vínculo institucional

2016 - Atual
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Bolsista de pós doutorado, Carga horária: 20
Outras informações
O estágio pós-doutoral é realizado junto ao Observatório Interinstitucional Mariana-Rio Doce, sendo financiado pela FAPEMIG/CAPES

Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Estagiária em docência, Carga horária: 4

Vínculo institucional

2003 - 2005
Vínculo: Estagiária, Enquadramento Funcional: Estagiária, Carga horária: 6
Outras informações
Durante este período foram realizados estágios em diferentes instituições e com focos distintos

Atividades

8/2018 - Atual
Ensino, Formação transversal em Direitos Humanos, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Prostituição e a luta por reconhecimento como trabalho
8/2018 - Atual
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estágio Básico 1
Métodos Qualitativos
Psicologia Comunitária e Direitos Humanos
5/2018 - 7/2018
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Psicologia Social 2
Sociedade e religião
8/2017 - 12/2017
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Psicologia Social e problemas contemporâneos: O desastre de Mariana-MG
8/2011 - 4/2014
Pesquisa e desenvolvimento , Escola de Belas Artes, .

Linhas de pesquisa
Narrativas Gráficas
03/2006 - 08/2008
Pesquisa e desenvolvimento , Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, Departamento de Psicologia.

08/2007 - 12/2007
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Psicologia Social 1
08/2006 - 12/2006
Ensino, Psicologia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Psicologia Social 1
8/2005 - 12/2005
Estágios , Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, .

Estágio realizado
Abordagem sócio-clínica do trabalho.
3/2005 - 12/2005
Estágios , Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, .

Estágio realizado
Psicologia Social na Delegacia de Mulheres.
2/2005 - 11/2005
Estágios , Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, .

Estágio realizado
Grupo de Apoio e Prevenção à Aids de Minas Gerais (GAPA-MG).
3/2005 - 7/2005
Estágios , Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, .

Estágio realizado
Saúde mental e trabalho.
8/2004 - 12/2004
Estágios , Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, .

Estágio realizado
Avaliação de satisfação dos usuários da Laço.
7/2003 - 1/2004
Estágios , Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas, .

Estágio realizado
Estágio no Projeto Comunidade.

X da Questão Pesquisa e Planejamento, X DA QUESTÃO, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - 2010
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisadora, Carga horária: 30
Outras informações
Moderação de grupos focais, observação de grupos focais, análise de grupos focais e redação de relatórios

Atividades

7/2010 - 9/2010
Pesquisa e desenvolvimento , X da Questão, .

Linhas de pesquisa
Comportamento político


Linhas de pesquisa


1.
Direitos Humanos, gênero, sexualidade, psicologia comunitária e movimentos sociais
2.
Narrativas Gráficas
3.
Comportamento político
4.
Educação
5.
Direitos humanos, gênero e sexualidade


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Observatório Interinstitucional Mariana - Rio Doce [UFMG - UFOP - UFES] (FAPEMIG/ CAPES)

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Claudia Andréa Mayorga Borges em 01/06/2017.
Descrição: Descrição: O presente projeto consiste em constituir o Observatório Interinstitucional de Mariana ? Rio Doce como tecnologia social, com intuito de desenvolver e sistematizar pesquisas e intervenções realizadas em interação com a população atingida pelo rompimento da barragem do Fundão em Mariana/ MG diminuindo a dispersão de estudos sobre a região e disponibilizando informações e conhecimento técnico para a população, políticas públicas, pesquisadores e outras instituições.Metas: 1- Pretende-se colaborar com a missão pública e social da universidade, disponibilizando acúmulo teórico e técnico para a reconstrução e recuperação da Bacia do Rio Doce (região e população); 2 - Pretende-se colaborar com o campo de estudos sobre participação e democratização (teoria e método), já que os debates sobre tecnologias sociais fundamentam-se principalmente na dimensão participativa da população na elaboração de soluções para seus próprios problemas; 3- Pretende-se colaborar com a população atingida já que o Observatório será um dispositivo importante para amenizar a fragmentação e dispersão de discursos e perspectivas sobre os acontecimentos e contribuirá com o fortalecimento do papel da população na (re)construção de um projeto de vida que promova cidadania; 4- Pretende-se colaborar com as políticas públicas dos mais variados setores com produções que contribuam para os direitos de cidadania da população atingida, desenvolvimento solidário e sustentável, justiça social e atuação em rede..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2015 - Atual
Gênero e ação política Subjetivação e resistência de mulheres negras, prostitutas, migrantes e faveladas (Pq CNPq/ PPM FAPEMIG)

Projeto certificado pelo(a) coordenador(a) Claudia Andréa Mayorga Borges em 14/09/2016.
Descrição: Descrição: O Núcleo de Pesquisa e Extensão Conexões de Saberes da Universidade Federal de Minas Gerais, junto ao Programa de Pós-graduação em Psicologia (área de concentração: Psicologia Social) tem desenvolvido estudos em que a pergunta acerca da subjetivação e agência e resistência possível de sujeitos que vivem situações marcadas por desigualdades é um dos pontos importantes de análise e problematização. Nesta proposta de pesquisa apresentamos como objetivo geral o estudo de diferentes experiências políticas a partir da dinâmica de subjetivação e ação política de mulheres de distintas organizações e contextos (mulheres negras, mulheres prostitutas, mulheres migrantes no Brasil e na Espanha, mulheres moradoras de favela) e das possíveis inteligibilidades de uma experiência para outra na proposição de democratização das relações sociais na esfera pública, ampliando o alcance da cidadania, com enfoque no papel do gênero nessas articulações. Para alcançar tal objetivo, alguns objetivos específicos são necessários: a) Caracterizar as formas de ação política e mobilização social dos grupos escolhidos; b) Analisar os distintos processos de subjetivação das distintas mulheres dos grupos e sua articulação com a ação política que desenvolvem; c) Comparar as diferentes estratégias de mobilização e a dinâmica de articulação dos movimentos sociais com relação à questão de gênero; d) Compreender as formas e diferentes usos e articulações que os movimentos sociais fazem com as demandas clássicas do movimento feminista: problematização da dicotomia público/privado; desnaturalização das hierarquias sociais; relação igualdade/diferença nas lutas por democratização da sociedade; e) Compreender como essa articulação de categorias se relaciona com os processos de construção da identidade coletiva, definição do que é ou não o político e os processos de conscientização social, e estão dessa maneira a serviço da mobilização social; f) Analisar o impacto destas experiências na criação e/ou implementação de direitos sociais na esfera pública e possíveis redefinições do político. Faremos o uso de metodologias variadas por entendermos que os fenômenos dos movimentos sociais exigem não somente um estudo dos significados produzidos pelas ações sociais, mas também uma caracterização próxima da realidade dos participantes, das formas de participação, dos significados da mobilização coletiva e dos ganhos da participação coletiva. A pesquisa será dividida em 2 etapas: 1) Caracterização dos grupos de mulheres e 2) análise da dinâmica interna e externa dos grupos com ênfase nos processos de subjetivação e resistência política..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2015
Feminismo, ciências e educação: relações de poder e transmissão de conhecimento
Descrição: Descrição: Este projeto visa dar continuidade e articular teóricamente pesquisas realizadas por pesquisadoras/es vinculados ao Núcleo de Identidades de Gênero e Subjetividades (NIGS), sediado na UFSC em torno das temáticas de gênero, feminismo, ciências, educação e sexualidade. Tem como objetivos: a) estudar o lugar das mulheres no campo cientifico contemporâneo e em particular, estudar as relações de gênero e o lugar das mulheres em alguns espaços de produção de conhecimento científicos acadêmicos; b) refletir sobre a forma como a produção contemporânea feminista tem sido incorporada (ou não) nos espaços de transmissão de conhecimento e formação de professores e jovens, que é o espaço do ensino e da educação. O projeto tem como eixo analítico a analise critica feminista da ciência que entende toda produção de conhecimento como ?situada? e permeada por relações de poder, muitas vezes invisibilizadas nos discursos hegemônicos que legitimam instituições, tradições teóricas e indivíduos no interior de um campo de produção teórica. A pesquisa será realizada através de etnografia de laboratórios e rituais acadêmicos, entrevistas, investigação documental em arquivos institucionais e bibliotecas especializadas, observação participante de eventos significativos para as áreas disciplinares estudadas que se constituem enquanto importantes espaços rituais de consagração e legitimação acadêmica.. Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2014
Antropologia, Gênero e Educação em Santa Catarina
Descrição: Descrição: Este projeto de pesquisa, foi realizado no âmbito do Programa de Apoio a Núcleos Emergentes PRONEM-FAPESC-CNPq. Ele visou estudar como questões de gênero e sexualidade foram incorporadas pelas políticas públicas educacionais no Estado de Santa Catarina. Para o desenvolvimento deste projeto, foram articulados os campos teóricos da Antropologia, Educação, Psicologia e dos Estudos de Gênero visando a contribuir para a discussão e construção de políticas públicas educacionais, que objetivam a promoção da igualdade, da equidade e do respeito à diversidade..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2011 - 2012
Avaliação do II Plano Nacional de Politicas para Mulheres e acompanhamento da III Conferencia Nacional de Políticas para Mulheres
Descrição: Este projeto, elaborado sob demanda da Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM) do governo federal iniciou-se em setembro de 2011 (com previsão de término em 2012), e tem como objetivo realizar um estudo analítico e crítico da política para mulheres desenvolvida a partir do II PNPM e de sua implementação, constituindo subsídio para definição de prioridades e atualização da Política para as Mulheres para o próximo período . Conta com uma equipe total de 41 pesquisadoras e pesquisadores (vinculadas/os ao NIGS mas também de núcleos de pesquisa em antropologia e/ou gênero e sexualidade em universidades parceiras como UFRN, UFBA, UFAM, UFV e PUC-GO) dos diversos níveis de formação escolar e acadêmica (ensino médio, graduação, especialização, mestrado, doutorado e pós-doutorado), bem como de várias áreas do conhecimento como Antropologia, Sociologia, Direito, Psicologia, História, Pedagogia, Serviço Social entre outras, sendo estas/es, em sua totalidade, pesquisadoras/es das questões de gênero, feminismos e sexualidades na contemporaneidade. A pesquisa possui duas metas: uma de avaliação institucional e outra de avaliação da dinâmica política. A meta de avaliação institucional prevê a análise do desenho, das estratégias e dos instrumentos de articulação e gestão do II PNPM ..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (10) / Mestrado acadêmico: (5) / Doutorado: (5) .
Integrantes: Letícia Cardoso Barreto - Integrante / Felipe Fernandes - Integrante / Miriam Grossi - Coordenador / Gicele Sucupira - Integrante.Financiador(es): Secretaria Especial de Políticas para as Mulheres - Cooperação.
2010 - 2013
Teoria Feminista, Teoria Queer ou Teorias Sociais Contemporâneas? O campo dos estudos de gênero e sexualidade no Brasil
Descrição: Descrição: Este projeto visa contribuir à consolidação do campo de estudos sobre gênero e sexualidade no Brasil, refletindo sobre as principais correntes teóricas que o constituem: teorias feministas, teorias queer, teorias antropológicas, teorias históricas, teorias psicanalíticas e outras teorias sociais contemporâneas. O projeto tem como objetivo investigar os seguintes aspectos deste campo de estudos no Brasil: a)Sobre sua constituição disciplinar/interdisciplinar em quatro distintas décadas de desenvolvimento da pós-graduação (1970/1980/1990 e 2000) b) Sobre a relação entre conhecimento teórico e ativismo político em torno de questões de gênero e sexualidade, com ênfase na contribuição d os movimentos feminista e homossexual (LGBTTT). c) Sobre as influências teóricas internacionais e suas reapropriações e ressignificações no contexto brasileiro. d) Sobre o papel dos estudos de gênero e sexualidade no campo da produção de conhecimento cientifico no Brasil contemporâneo em publicações acadêmicas, associações científicas, instituições de pesquisa, etc. Para o desenvolvimento desta análise nos debruçaremos sobre cinco grandes eixos temáticos: a)Gênero e Campo Cientifico b)Violências e Politicas Publicas c) Sexualidade e Corpo d) Gênero e Religião e) Amor e Conjugalidades No plano metodológico serão desenvolvidos levantamentos bibliográficos e pesquisas empíricas por uma equipe composta de vinte doutor@s, doutorand@s, mestrand@s e estudantes de iniciação cientifica que integram o Núcleo de Identidades de Gênero e Subjetividades (NIGS) da UFSC..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2010 - 2012
Sexualidades, gênero, violências e reprodução numa perspectiva comparada
Descrição: Descrição: Este projeto visa a contribuir para o campo dos estudos sobre gênero e sexualidades a partir do desenvolvimento de pesquisas etnográficas sobre Homossexualidades/Transexualidades, Violências e Reprodução desenvolvidas por pesquisador@s integrantes do NIGS-UFSC. O projeto está centrado em dois grandes eixos temáticos: Sexualidades e Gênero, ambos articulados pelas problemáticas teóricas dos estudos sobre violências (homofóbicas e de gênero). Os dois grandes eixos de investigação visam a desenvolver pesquisas sobre homossexualidades, transexualidades, movimentos LGBTT e homofobia/lesbofobia/transfobia em diferentes espaços institucionais (Estado, escola, Judiciário, campos médico e religioso) e pesquisas sobre parentalidades, maternidade e parto, conjugalidades, amor, afeto, corpo e identidades de gênero relacionadas com classes etárias (juventude e terceira idade). A pesquisa será desenvolvida em diferentes contextos urbanos contemporâneos, tendo como objeto de investigação diferentes espaços discursivos institucionais (campos jurídico, médico, escolar, religioso) e de indivíduos envolvidos em processos de subjetivação vinculados a constituições identitárias (LGBTTT, parentais, conjugais e geracionais). Projeto desenvolvido com apoio do Edital MCT/CNPq/MEC/CAPES nº 02/2010 - Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas.
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2013
PROCAD UFSC-UFBA Gênero e Ciências: Feminismos, Sexualidades e Violências
Descrição: Projeto de cooperação institucional entre a linha de estudos de gênero do Programa de Pós-Graduação em Ciências Humanas da UFSC e o Programa Interdisciplinar em Estudos de Gênero e Feminismo do NEIM-UFBA..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2008 - 2008
Estudo qualitativo sobre a homofobia no ambiente escolar em 11 capitais mineiras
Descrição: Objetivo: Conhecer a percepção das autoridades educacionais, equipe docente, e alunos de 6° ao 9° ano de ensino fundamental da rede pública de ensino, sobre a situação da homofobia no ambiente escolar, para dar subsídios ao programa Brasil sem Homofobia..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2007 - 2009
Identidades Coletivas e posições de gênero: a reinvenção do político e da cidadania
Descrição: Projeto tem como objetivo um estudo comparativo das formas de constituição de identidades coletivas em grupos que apresentam demandas políticas relacionadas à interpelação das relações de gênero e ao questionamento das hierarquias sexuadas. O campo empírico se dá através do estudo qualitativo e quantitativo dos grupos de trabalhadoras rurais, grupos GLBTs, grupo de jovens negras e grupo de profissionais do sexo que se organizam em torno de alguma reivindicação. Pretende-se compreender a formação da identidade coletiva no âmbito dos movimentos sociais a partir das questões de gênero e dos elementos psicossociológicos que a constituem...
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (4) / Mestrado acadêmico: (3) .
Integrantes: Letícia Cardoso Barreto - Integrante / Marco Aurélio Máximo Prado - Coordenador / Cássia Reis Donato - Integrante / Cláudia Mayorga - Integrante / Manuela de Sousa Magalhães - Integrante / Frederico Alves Costa - Integrante.
2006 - 2007
Identidade Coletiva e Demandas Democráticas: gênero e movimentos sociais
Descrição: Estudo de quatro grupos de atuação e organização política em torno das formas de subalternidade sexuada no espaço público e no campo dos direitos humanos. A partir dos dados empíricos, objetiva-se analisar cada dinâmica do grupo envolvimento e comparar as formas que a reivindicação de gênero articula-se com outras categorias sociais..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Letícia Cardoso Barreto - Integrante / Marco Aurélio Máximo Prado - Coordenador / Cássia Reis Donato - Integrante / Cláudia Mayorga - Integrante / Manuela de Sousa Magalhães - Integrante / Frederico Alves Costa - Integrante.Financiador(es): Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico - Auxílio financeiro.
2005 - 2008
Dimensões psicopolíticas da prostituição: um estudo no baixo meretrício de Belo Horizonte
Descrição: Este projeto busca conhecer e analisar o movimento associativo das profissionais do sexo de Belo Horizonte e as repercussões dessta participação em sua vida cotidiana..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (12) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (2) .
Integrantes: Letícia Cardoso Barreto - Integrante / Marco Aurélio Máximo Prado - Integrante / Vanessa Andrade de Barros - Coordenador / Monica Queiroz de Oliveira - Integrante / Erika Amanda Ferreira de Mendonça - Integrante.
2004 - 2004
Fenomenologia, pessoa e cultura popular
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
2004 - 2004
Memória coletiva e história em Morro Vermelho: A Indulgência plenária de 1866
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.


Projetos de extensão


2011 - 2012
Mulheres promotoras de cidadania: prevenção e enfrentamento à violência contra as mulheres (MEC/SESU)
Descrição: Descrição: O Programa Mulheres Promotoras de Cidadania pretende criar as condições de prevenção e enfrentamento à violência contra as mulheres, por meio da formação específica de mulheres em situação de violência e/ou violação de direitos em suas comunidades/ou locais de atuação e do fortalecimento de uma rede mista de atores sociais para facilitar e efetivar o acesso aos serviços da rede de atendimento às Mulheres dos municípios envolvidos. O Programa buscará: Criar nas mulheres uma consciência a respeito de seus direitos como pessoas e como mulheres de modo a transformá-las em sujeitos de direito; Desenvolver uma consciência crítica a respeito da legislação existente e dos mecanismos disponíveis para aplicá-la de maneira a combater o sexismo e o elitismo; Promover um processo de democratização do conhecimento jurídico e legal em particular o que é pertinente à condição feminina e às relações de gênero; Capacitar para o reconhecimento de direitos juridicamente assegurados, situações em que ocorram violações e dos mecanismos jurídicos de reparação; Criar condições para que as participantes possam orientar outras mulheres em defesa de seus direitos; Estimular as participantes para que multipliquem os conhecimentos conjuntamente produzidos, nos movimentos em que atuem; Possibilitar aos(as) educadores(as) que reflitam o ensino do direito sob uma perspectiva de gênero e de uma educação popular transformadora; Capacitar as participantes (cerca de 100 mulheres inicialmente) para que atuem na promoção e defesa de seus direitos junto ao Executivo, propondo e fiscalizando políticas públicas voltadas para equidade de gênero, sexual e de combate a violência.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (12) / Mestrado acadêmico: (4) / Doutorado: (2) .
Integrantes: Letícia Cardoso Barreto - Integrante / Vanessa Andrade de Barros - Integrante / Cláudia Mayorga - Coordenador / Marlise Matos - Integrante.
2009 - 2009
Intervenções psicossociais na Delegacia de Mulheres de Muriaé-MG
Descrição: O projeto tem como objetivo promover a conscientização e autonomia de mulheres e crianças em situação de violência através de um programa de intervenção psicossocial, tendo como enfoque as questões de gênero.
Situação: Concluído; Natureza: Extensão.
Alunos envolvidos: Graduação: (11) .
Integrantes: Letícia Cardoso Barreto - Coordenador.


Membro de corpo editorial


2016 - Atual
Periódico: INTERFACES - REVISTA DE EXTENSÃO DA UFMG


Revisor de periódico


2014 - Atual
Periódico: Gerais: Revista Interinstitucional de Psicologia
2012 - Atual
Periódico: Temas em Psicologia
2013 - Atual
Periódico: Sexualidad, Salud y Sociedad (Rio de Janeiro)
2015 - Atual
Periódico: Revista de Estudos Feministas
2016 - Atual
Periódico: Psicologia: Ciência e Profissão (Online)
2016 - Atual
Periódico: Estudos Interdisciplinares em Psicologia
2016 - Atual
Periódico: INTERthesis (Florianópolis)
2017 - Atual
Periódico: REVISTA DE PSICOLOGIA POLÍTICA
2017 - Atual
Periódico: PSICOLOGIA EM PESQUISA (UFJF)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Social.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Comunitária.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia Política.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Psicologia do Trabalho e Organizacional.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Direitos Humanos.
6.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Psicologia / Subárea: Gênero e Sexualidade.


Idiomas


Espanhol
Compreende BemLê Bem.
Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.
Francês
Compreende Bem, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
GÉA, K2018GÉA, K ; MOREIRA, L. E. ; BARRETO, L . -Puta não tem protocolo!-: Reflexões sobre resistências das prostitutas de Belo Horizonte às intervenções urbanas. PERCURSOS (FLORIANÓPOLIS. ONLINE), v. 19, p. 160-185, 2018.

2.
BARRETO, L;BARRETO, LETÍCIA C.;BARRETO, L. C.;BARRETO, LETÍCIA;BARRETO, LETÍCIA CARDOSO2017 BARRETO, L; BORGES, C. M. ; GROSSI, M. P. . VADIAS, PUTAS E FEMINISTAS: DIÁLOGOS EM BELO HORIZONTE. PSICOLOGIA E SOCIEDADE (IMPRESSO), v. 29, p. 1-9, 2017.

3.
BARRETO, L2015BARRETO, L. Circulando pelos mercados do sexo (Resenha). Estudos Interdisciplinares em Psicologia, v. 6, p. 151-154, 2015.

4.
MACHADO, I. V.2014 MACHADO, I. V. ; BARRETO, L ; GROSSI, M. P. . Processos de ensino e aprendizado de gênero e sexualidades em contextos interdisciplinares. Revista de Ciências Humanas, v. 47, p. 67-80, 2014.

5.
BARRETO, LETÍCIA C.2013 BARRETO, LETÍCIA C.; SILVEIRA, CIBELE D. DA ; GROSSI, MIRIAM P. . Notas etnográficas sobre prostituição masculina em Florianópolis: entre o trabalho, o afeto e a sexualidade. Revista de Ciências Humanas, v. 46, p. 511-534, 2013.

6.
BARRETO, LETÍCIA CARDOSO2013BARRETO, LETÍCIA CARDOSO; GROSSI, M. P. . Percursos dissidentes no mercado pornográfico brasileiro (Resenha). Revista Estudos Feministas (UFSC. Impresso), v. 21, p. 945-947, 2013.

7.
BARRETO, L;BARRETO, LETÍCIA C.;BARRETO, L. C.;BARRETO, LETÍCIA;BARRETO, LETÍCIA CARDOSO2011 BARRETO, L; PRADO, M. A. M. . Identidade das Prostitutas em Belo Horizonte: as Representações, as Regras e os Espaços. Pesquisas e Práticas Psicossociais, v. 5, p. 193-205, 2011.

Livros publicados/organizados ou edições
1.
BARRETO, L. Prostituição, gênero e trabalho. 1. ed. Rio de Janeiro: Editora Multifoco, 2013. 247p .

Capítulos de livros publicados
1.
ROSA, D. D. ; BARRETO, L ; MAYORGA, C. . Metodologias participativas como estratégias de ensino e intervenção em contextos de desastres. In: Cristiana Losekann; Claudia Mayorga. (Org.). Desastre na bacia do Rio Doce: desafios para a universidade e para instituições estatais. 1ed.Rio de Janeiro: Folio Digital, 2018, v. , p. 97-120.

2.
BARRETO, L. Novos achados etnográficos numa longa trajetória de familiaridade: reflexões sobre a produção de conhecimento sobre prostituição em Belo Horizonte. In: Miriam Pillar Grossi; Felipe Bruno Martins Fernandes. (Org.). A força da "situação" de campo: ensaios sobre antropologia e teoria queer. 1ed.Florianópolis: Editora da UFSC, 2018, v. 1, p. 201-218.

3.
BARRETO, L; BORGES, C. M. ; GROSSI, M. P. . Debates feministas em BH: Um olhar a partir da prostituição e da Marcha das Vadias. In: Miriam Pillar Grossi; Alinne de Lima Bonetti. (Org.). Caminhos feministas no Brasil: Teorias e movimentos sociais. 1ed.Florianópolis: Tribo da ilha, 2018, v. , p. 45-64.

4.
DANIELLI, F. ; BARRETO, L . Educação para a diversidade de gênero? Uma análise sobre a prática pedagógica no Instituto Guga Kuerten. In: Miriam Pillar Grossi; Olga Zigelli Garcia; Jair Zandoná. (Org.). Transformando a educação em Santa Catarina: Trabalhos de Conclusão de Curso de Especialização em Gênero e Diversidade na Escola. 1ed.Tubarão: Perito, 2017, v. , p. 109-110.

5.
BARRETO, L; MAYORGA, C. . Territórios da prostituição: O caso da Guaicurus em Belo Horizonte. In: Marcelo Maciel Ramos; Pedro Augusto Gravatá Nicoli; Gabriela Campos Alkmin. (Org.). Gênero, Sexualidade e Direitos Humanos: Perspectivas Multidisciplinares. 1ed.Belo Horizonte: Initia Via, 2017, v. , p. 268-284.

6.
BARRETO, L. Surgimento dos movimentos de prostitutas (1964-1989): ditadura, feminismo, violência e religião. In: Luiz Carlos Castello Branco Rena; Francisco José Machado Viana; Letícia Gonçalves; Ingrid Almeida Ramos; Marília Novais da Mata Machado. (Org.). A política no cotidiano: contribuições teóricas e práticas da Psicologia Social. 1ed.Porto Alegre: ABRAPSO, 2016, v. , p. 198-228.

7.
BARRETO, L; MAYORGA, C. . Gabriela Leite: Histórias de uma puta feminista. In: Suely Messeder; Mary Garcia Castro; Laura Moutinho. (Org.). Enlaçando sexualidades : uma tessitura interdisciplinar no reino das sexualidades e das relações de gênero. 1ed.Salvador: EDUFBA, 2016, v. , p. 287-308.

8.
BARRETO, L; DONATO, C. R. . Tráfico de pessoas em Minas Gerais, Brasil: reflexões sobre o caso Conceição do Mato Dentro. In: Monica Prates Conrado; Caroline Costa Bernardo; Ruth Maria Pereira dos Santos; Matheus Passos Silva. (Org.). Prostituição, tráfico e exploração sexual de crianças: diálogo multidisciplinar. 1ed.Brasília: Vestnik, 2016, v. , p. 9-33.

9.
BARRETO, L. Hierarquia sexual. In: Elizabeth Fleury-Teixeira; Stela N. Meneghel. (Org.). Dicionário Feminino da Infâmia: Acolhimento e diagnóstico de mulheres em situação de violência. 1ed.Rio de Janeiro: Editora Fiocruz, 2015, v. , p. 162-165.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
BARRETO, L. Pesquisando a prostituição com as prostitutas. Revista Geni, 14 jul. 2015.

2.
BARRETO, LETÍCIA C.. A mudança que vem de dentro. Jornal Estado de Minas, Belo Horizonte, p. 18 - 19, 27 dez. 2014.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
BARRETO, L; MAYORGA, C. ; GROSSI, M. P. . Pesquisando e intervindo na prostituição: reflexões sobre subjetividade, experiências e militância. In: Simpósio Internacional Fazendo Gênero 10: Desafios atuais do feminismo, 2013, Florianópolis. Anais do Simpósio Internacional Fazendo Gênero 10: Desafios atuais do feminismo, 2013.

2.
BARRETO, L; MAYORGA, C. ; GROSSI, M. P. . Pensando a prostituição, a pesquisa, a militância. In: III Seminário Enlaçando Sexualidades, 2013, Salvador. Anais do III Seminário Enlaçando Sexualidades, 2013. p. 1-11.

3.
BARRETO, L; SILVEIRA, C. . Trabalho, afeto e sexualidade na vida de garotos de programa de Florianópolis-SC. In: I Colóquio Internacional de Psicossociologia do Trabalho, 2012, Belo Horizonte. Anais do I Colóquio Internacional de Psicossociologia do Trabalho, 2012. p. 1-10.

4.
BARRETO, L; GROSSI, M. P. . Interseccionalidades e identidades em contextos de prostituição. In: Desafios da Pesquisa Interdisciplinar em Ciências Humanas, 2012, Florianópolis. Anais do Desafios da Pesquisa Interdisciplinar em Ciências Humanas, 2012. p. 1-15.

5.
MACHADO, I ; BARRETO, L ; GROSSI, M. P. . Processo de ensino e aprendizado sobre gênero e sexualidades em contextos interdisciplinares: reflexões a partir de experiências docente e discentes. In: i Congresso Internacional Interdisciplinar em Sociais e Humanidades, 2012, Niterói. Anais do i Congresso Internacional Interdisciplinar em Sociais e Humanidades, 2012.

6.
MONTEIRO, J. P. ; BARRETO, L ; PRADO, M. A. M. . Conhecimento científico e saberes cotidianos: possibilidades de tradução no trabalho com a Associação de Profissionais do Sexo de Belo Horizonte. In: XI Coloquio Internacional de Psicossociologia e Sociologia Clínica, 2007, Belo Horizonte. Anais do XI Colóquio Internacional de Psicossociologia e Sociologia Clínica, I Colóquio de Psicossociologia e Sociologia Clínica de Belo Horizonte, 2007.

Resumos expandidos publicados em anais de congressos
1.
BARRETO, L; PRADO, M. A. M. ; BARROS, V. A. ; MESQUITA, J. ; DONATO, C. R. . Organização Política de Profissionais do Sexo - O Movimento Associativo como Espaço de Dmergência de Demandas de Gênero. In: Seminário Internacional Fazendo Gênero 7 - Gênero e Preconceitos, 2006, Florianópolis. Seminário Internacional Fazendo Gênero 7 - Gênero e Preconceitos, 2006.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
FRANCA, M. V. ; BARRETO, L ; VIEIRA, C. . Interfaces between sex work research and activism in Belo Horizonte. In: SEXUALITY STUDIES ASSOCIATION 4th annual meeting, 2016, Calgary. SEXUALITY STUDIES ASSOCIATION 4th annual meeting, 2016.

2.
BARRETO, L. C.; MAYORGA, C. . Prostitutas como sujeitas políticas: avanços e desafios do movimento organizado no Brasil. In: XVIII Encontro Nacional da Abrapso, 2015, Fortaleza. Anais do XVIII Encontro Nacional da Abrapso, 2015. p. 185.

3.
BARRETO, L. C.; MONTEIRO, J. P. ; PRADO, M. A. M. . Movimento organizado de prostitutas: O caso da Associação de Profissionais do Sexo de Belo Horizonte. In: XV Encontro Regional da Abrapso Minas, 2006, Belo Horizonte. Anais do XV Encontro Regional da Abrapso Minas, 2006. p. 33.

4.
PASSOS, I. C. F. ; BARRETO, L ; LARA, A. P. M. ; FRANCA, M. V. ; SALEME, P. S. . Avaliação de satisfação dos usuários da ONG de saúde mental Laço (Associação de Apoio Social). In: XIII Encontro Nacional da ABRAPSO, 2005, Belo Horizonte. XIII Encontro Nacional da ABRAPSO, 2005.

5.
MAHFOUD, M. ; BARRETO, L ; PADILHA, A. C. . A Indulgência Plenária em Morro Vermelho: Construindo cultura e reafirmando a tradição. In: XXXIV Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia, 2004, Ribeirão Preto. Anais da XXXIV Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia, 2004.

6.
BARRETO, L; MAHFOUD, M. . Vivenciando a história e reconstruindo a tradição em Morro Vermelho: A indulgência plenária de 1866. In: XIV Encontro Mineiro de Psicologia Social - ABRAPSO, 2004, São João Del-Rei. Anais do XIV Encontro Mineiro de Psicologia Social - ABRAPSO, 2004.

7.
BARRETO, L; MAHFOUD, M. . Tradição e memória em Morro Vermelho: A Indulgência Plenária de 1866. In: XIII Semana de Iniciação Científica da UFMG, 2004, Belo Horizonte. XIII Semana de Iniciação Científica da UFMG, 2004.

Apresentações de Trabalho
1.
ROSA, D. D. ; BARRETO, L ; MAYORGA, C. . Metodologías participativas como estrategia de enseñanza e intervención en contexto de desastre. 2018. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

2.
GÉA, K ; MOREIRA, L. E. ; BARRETO, L . As resistências biopotentes das prostitutas de baixo meretrício frente ao urbanismo neoliberal em Belo Horizonte. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

3.
BARRETO, L; BARROS, V. A. ; FERRAZ, D. L. ; SANTOS, Y. G. G. ; NICOLI, P. . Quatro olhares sobre o trabalho contemporâneo: perspectivas interdisciplinares. 2018. (Apresentação de Trabalho/Outra).

4.
VIEIRA, C. ; BARRETO, L ; SIQUEIRA, I. ; FERRAO, D. . Prostituição feminina e a luta por direito: Como a Psicologia pode contribuir. 2017. (Apresentação de Trabalho/Outra).

5.
BARRETO, L. Mulheres trans no movimento brasileiro de prostitutas. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

6.
BARRETO, L. O estudo da prostituição e os desafios metodológicos para a psicologia. 2016. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

7.
BARRETO, L. Psicologia comunitária e a pesquisa-intervenção junto a prostitutas em Belo Horizonte. 2016. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

8.
FRANCA, M. V. ; BARRETO, L ; VIEIRA, C. . Interfaces between sex work research and activism in Belo Horizonte. 2016. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

9.
BARRETO, L; XAVIER, B. . O crime do feminicídio. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
BARRETO, L. Encontros com a prostituição: Desafios metodológicos para a psicologia. 2015. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
BARRETO, L. Os movimentos de prostitutas: avanços e impasses. 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

12.
BARRETO, L. Campos de parcerias e disputas: Prostituição, feminismos e saúde. 2015. (Apresentação de Trabalho/Outra).

13.
BARRETO, L. Tráfico de pessoas na Copa do Mundo: Repensando o fenômeno e as intervenções. 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

14.
BARRETO, L. Impactos da copa do mundo de 2014 sobre a prostituição em BH. 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
BARRETO, LETÍCIA. Tráfico de Pessoas em Minas Gerais: Desafios para a Copa do Mundo. 2014. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

16.
BARRETO, L. Debates feministas e prostituição em BH: Um olhar a partir da Marcha das Vadias. 2014. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

17.
BARRETO, L; MAYORGA, C. ; GROSSI, M. P. . Pensando a prostituição, a pesquisa, a militância. 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

18.
BARRETO, L; MAYORGA, C. ; GROSSI, M. P. . Pesquisando e intervindo na prostituição: reflexões sobre subjetividade, experiências e militância. 2013. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

19.
BARRETO, L; GROSSI, M. P. . Interseccionalidades e identidades em contextos de prostituição. 2012. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

20.
BARRETO, L; SILVEIRA, C. . Trabalho, afeto e sexualidade na vida de garotos de programa de Florianópolis. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

21.
MACHADO, I ; BARRETO, L ; GROSSI, M. P. . Processos de ensino e aprendizado de gênero e sexualidades em contextos interdisciplinares. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

22.
BARRETO, L. Pesquisando a prostituição feminina em Belo Horizonte. 2012. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

23.
SILVA, P. C. ; RIBEIRO, E. R. ; LOURENCO, E. R. ; MARTINS, F. G. ; FARIA, M. L. P. ; BARRETO, L . Avaliação da qualidade de vida em idosos: asilados e não asilados. 2009. (Apresentação de Trabalho/Outra).

24.
BARRETO, L; PRADO, M. A. M. . Prostituição, gênero e sexualidade: hierarquias e enfrentamentos no contexto de Belo Horizonte. 2008. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

25.
BARRETO, L; PRADO, M. A. M. ; BARROS, V. A. ; MESQUITA, J. ; DONATO, C. R. . Organização política de profissionais do sexo: o movimento associativo como espaço de emergência de demandas de gênero. 2006. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

26.
BARRETO, L; MONTEIRO, J. P. ; PRADO, M. A. M. . Movimento organizado de prostitutas: o caso da Associação de Profissionais do Sexo de Belo Horizonte. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

27.
BARRETO, L; LARA, A. P. M. ; FRANCA, M. V. . Prostituição Saúde e Estima no baixo meretrício de Belo Horizonte. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

28.
SILVA, P. M. ; MENEZES, C. S. ; MADUREIRA, K. T. ; BARRETO, L ; AZEREDO, S. M. M. . Diferenças no olhar sobre violência entre a DECCM e o plantão psicológico da UFMG. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

29.
LARA, A. P. M. ; BARRETO, L ; PASSOS, I. C. F. ; FRANCA, M. V. ; SALEME, P. S. . Avaliação de satisfação dos usuários da ONG de saúde mental Laço. 2005. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

30.
BARRETO, LETÍCIA C.; FRANCA, M. V. ; LARA, A. P. M. ; PASSOS, I. C. F. ; SALEME, P. S. . Avaliação de satisfação dos usuários da ONG de saúde mental Laço (Associação de Apoio Social). 2005. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

31.
BARRETO, L; MAHFOUD, M. . Tradição e memória em Morro Vermelho: a indulgência plenária de 1866. 2004. (Apresentação de Trabalho/Outra).

32.
BARRETO, L; PADILHA, A. C. ; MAHFOUD, M. . A indulgência plenária em Morro Vermelho: construindo cultura e reafirmando tradição. 2004. (Apresentação de Trabalho/Outra).

33.
BARRETO, L; MAHFOUD, M. . Vivenciando a história e reconstruindo a tradição em Morro Vermelho. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

34.
BARRETO, L; MAHFOUD, M. . Cultura popular e enraizamento no carnaval a cavalo. 2003. (Apresentação de Trabalho/Outra).

Outras produções bibliográficas
1.
BARRETO, L. Tráfico de pessoas na Copa 2014 (Entrevista para TV/Rádio).

2.
BARRETO, L. Tráfico de pessoas na Copa do Mundo 2014 (Entrevista para TV/Rádio).

3.
BARRETO, L. Universo das prostitutas em BH. Belo Horizonte 2012 (Entrevista para TV/Rádio).

4.
BARRETO, L. Prostituição (BH em pauta). Belo Horizonte: Band News, 2012 (Entrevista para TV/Rádio).

5.
BARRETO, L. Prostituição em Belo Horizonte. Belo Horizonte: Rede Minas, 2012 (Entrevista para TV/Rádio).


Produção técnica
Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
BARRETO, L; FREITAS, A. C. . Novos feminismos. 2016.

2.
BARRETO, L. Tráfico de Pessoas em Minas Gerais. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

3.
BARRETO, L; TEIXEIRA, F. . Pesquisa quer traçar retrato fiel do tráfico de pessoas em MG. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

4.
BARRETO, L; VIEIRA, C. ; CAMPOS, E. . Tráfico de pessoas na Copa. 2014.

5.
BARRETO, L. Tráfico de pessoas na Copa do Mundo. 2014. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

6.
VIEIRA, C. ; SANTO, L. M. E. ; BARRETO, LETÍCIA C. . Direitos aos direitos: Prostitutas querem regulamentar profissão e ter direitos sociais. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

7.
BARRETO, L; WYLLYS, J. ; VIEIRA, C. . Projeto pretende legalizar prostituição para evitar abusos durante a Copa. 2013. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

8.
BARRETO, L. Universo das prostitutas em BH. 2012. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

9.
BARRETO, L; OLIVEIRA, M. Q. . Prostitutas abandonam a Zona Boêmia - Organização é saída contra a crise. 2007. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

10.
BARRETO, L. Festa sem censura. 2006. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

11.
BARRETO, L. Prostitutas cobram apoio psicológico. 2006. (Programa de rádio ou TV/Comentário).

Redes sociais, websites e blogs
1.
BARRETO, L; OLIVEIRA, M. S. . Somos sujeitas políticas da nossa própria história. 2015; Tema: Movimento de prostitutas no Brasil e em Belo Horizonte. (Site).

2.
BARRETO, L; BARRETO, A. . Benito Barreto. 2012; Tema: Página do Facebook sobre o escritor Benito Barreto. (Rede social).

3.
BARRETO, L. Aprosmig - Associação das Prostitutas de Minas Gerais. 2012; Tema: Perfil do facebook da Aprosmig. (Rede social).

4.
BARRETO, L. Desafio da Pesquisa Interdisciplinar em Ciências Humanas. 2011; Tema: Site do evento Desafio da Pesquisa Interdisciplinar em Ciências Humanas. (Site).

5.
BARRETO, L; BARRETO, A. . Benito Barreto. 2009; Tema: Produção do escritor Benito Barreto. (Blog).


Demais tipos de produção técnica
1.
REZENDE, A ; DINIZ, A. G. R. ; MAYORGA, C. ; GÉA, K ; BARRETO, L ; VIANNA, L . A Experiência das Prostitutas na cidade de Belo Horizonte Vozes de uma experiência subalternizada. 2012. (Relatório de pesquisa).

2.
BARRETO, L; RAMOS, M. E. . Introdução aos estudos de prostituição e pornografia. 2011. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).

3.
FERNANDES, F. ; GROSSI, M. P. ; MELLO, A. ; JESUS, F. ; NICHNIG, C ; AMORIM, A. ; FERREIRA, V ; CORDEIRO, B. ; LUIZ, Jorge ; BARRETO, L . Texto-Base. 1a Conferência Municipal LGBTTT de Florianópolis. Por um país livre da pobreza e da discriminação: promovendo a cidadania LGBTTT. Por uma ?Florianópolis Sem Homofobia?.. 2011. (Desenvolvimento de material didático ou instrucional - Texto Base).

4.
BARRETO, L. Psicologia Política. 2008. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
BARRETO, L; ADRIAO, K. G.; JANUARIO, S. M. B. B.. Participação em banca de Allane Magda Bezerra de Melo da Silveira. Interseccionalidade no feminismo na internet: Uma análise do blog Blogueiras Feministas. 2018. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Pernambuco.

2.
BARRETO, L; Matos, M.; AVRITZER, L.. Participação em banca de Juliana Morais de Góes. Corpo, autonomia e associativismo: a participação das prostitutas da Guaicurus. 2017. Dissertação (Mestrado em Ciência Política) - Universidade Federal de Minas Gerais.

3.
MAYORGA, C.; MOREIRA, L. E.; SILVA, V. A.; BARRETO, L. Participação em banca de Ricardo Dias de Castro. ?Nós queremos reitores negros, saca??: Trajetórias de universitários negros da classe média na UFMG. 2017. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Teses de doutorado
1.
MAYORGA, C.; ADRIAO, K. G.; MOREIRA, L. E.; BARRETO, L; SILVA, V. A.. Participação em banca de Geíse Pinheiro Pinto. Mulheres negras evangélicas no Brasil: Violências, lutas e resistências. 2018. Tese (Doutorado em Psicologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Qualificações de Doutorado
1.
BARRETO, L; SARAIVA, L. A.; MAYORGA, C.; PISCITELLI, A. G.; SILVA, A. P.; MELLO, A. S. V.. Participação em banca de Clara Luisa Oliveira Silva. Nas fronteiras da prostituição e dos feminismos: As narrativas sobre discurso religioso, gênero e subalternidade na Pastoral da Mulher Marginalizada. 2018. Exame de qualificação (Doutorando em Administração) - Universidade Federal de Minas Gerais.

2.
MAYORGA, C.; ADRIÃO, K.; BARRETO, L. Participação em banca de Tayane Rogéria Lino. Outras inapropriáveis: Mulheres cientistas e os aspectos epistemológicos e metodológicos da produção acadêmica. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Psicologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

3.
SARAIVA, L. A.; BORGES, C. M.; BARRETO, L. Participação em banca de Clara Luisa Oliveira Silva. ?(De)colonizando corpos e almas: uma discussão sobre discurso religioso, gênero e prostituição?. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Administração) - Universidade Federal de Minas Gerais.

4.
MAYORGA, C.; LOSEKANN, C.; BARRETO, L; VAN STRALEN, C. J.. Participação em banca de Débora Diana da Rosa. Experiências políticas de mulheres atingidas pela barragem de Fundão em MarianaMG. 2017. Exame de qualificação (Doutorando em Psicologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Qualificações de Mestrado
1.
MOREIRA, L. E.; BARRETO, L; TORRES, M. A.; YAMAMOTO, O. H.. Participação em banca de Míriam Ires Couto Marinho. Nós por nós: apontamentos sobre rede autônoma de resistência e apoio a mulheres em situação de violência. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

2.
MOREIRA, L. E.; BARRETO, L; QUEIROZ, I. S.; FREITAS, M. N. C.. Participação em banca de Karina Dias Géa. Puta tem direito à cidade?. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Psicologia) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Monografias de cursos de aperfeiçoamento/especialização
1.
MAYORGA, C.; BARRETO, L; LINO, T.. Participação em banca de Moisa Aparecida da Silva. O papel do professor na abordagem das questões raciais na escola. 2016. Monografia (Aperfeiçoamento/Especialização em Especialização em Gênero e Diversidade na Escola) - Universidade Federal de Minas Gerais.

Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
MENDES, J.; BARRETO, L. Participação em banca de Isabela.Violencia x educação; Um olhar sobre a escola Municipal Professora Estela Fidelis. 2009. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Serviço Social) - Faculdade de Minas - Muriaé.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Outras participações
1.
MOREIRA, L. E.; BARRETO, L; SOARES, L. C. E. C.. Seleção de bolsista PET Conexões. 2018. Universidade Federal de Minas Gerais.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
I Encontro de Pós-Graduação em Psicologia de Minas Gerais.As resistências biopotentes das prostitutas de baixo meretrício frente ao urbanismo neoliberal em Belo Horizonte. 2018. (Encontro).

2.
XVI Jornadas de Rede de Investigación en Docencia Universitaria.Metodologías participativas como estrategia de enseñanza e intervención en contexto de desastre. 2018. (Encontro).

3.
V Semana de Saúde Mental e Inclusão Social. 2017. (Outra).

4.
XIII Mundo de Mulheres e Fazendo Gênero 11. Simpósio temático 154: Trabalho, mercado e gênero. 2017. (Congresso).

5.
XIII Mundo de Mulheres e Fazendo Gênero 11. Avaliador de posteres. 2017. (Congresso).

6.
II International Conference LGBT Psychology and Related Fields. Mulheres trans no movimento brasileiro de prostitutas. 2016. (Congresso).

7.
SEXUALITY STUDIES ASSOCIATION 4th annual meeting.Interfaces between sex work research and activism in Belo Horizonte. 2016. (Encontro).

8.
XX Encontro Regional da Abrapso Minas.Psicologia comunitária e a pesquisa-intervenção junto a prostitutas em Belo Horizonte. 2016. (Encontro).

9.
IV Conferência Municipal de Políticas para as Mulheres. 2015. (Outra).

10.
Seminário A prostituição: Um olhar desde os direitos humanos.O movimento de prostitutas: Avanços e impasses. 2015. (Seminário).

11.
Seminário da Semana Jurídica.Feminicídio: Contextualizando o debate. 2015. (Seminário).

12.
Capacitações do Comitê Mineiro de Proteção Integral de Crianças e Adolescentes nos Grandes Eventos.Tráfico de Pessoas em Minas Gerais: Desafios para a Copa do Mundo. 2014. (Encontro).

13.
Ciclo de Debates Enfrentamento do Tráfico de Pessoas em Minas Gerais. 2014. (Outra).

14.
Diálogos pela liberdade: Tráfico de mulheres e exploração sexual. 2014. (Congresso).

15.
I Congresso de Diversidade Sexual e de Gênero. Impactos dos mega-eventos sobre a prostituição e a pobreza. 2014. (Congresso).

16.
Impactos da Copa: Tráfico de pessoas e exploração sexual.Tráfico de pessoas na Copa do Mundo: Repensando o fenômeno e as intervenções. 2014. (Seminário).

17.
IV Seminário Internacional Política e Feminismo Seminário - 30 anos Nepem UFMG. 2014. (Seminário).

18.
IV Seminário para o Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas.Tráfico de pessoas em Minas Gerais: Avanços e desafios. 2014. (Seminário).

19.
Saúde, direitos e contextos de prostituição no Rio de Janeiro: Política de resposta ao HIV e impactos da Copa 2014.Impactos da Copa em Belo Horizonte. 2014. (Seminário).

20.
XIX Encontro Regional da Abrapso Minas.Gênero e sexualidade. 2014. (Encontro).

21.
III Seminário Enlaçando Sexualidades.Pensando a prostituição, a pesquisa, a militância. 2013. (Seminário).

22.
Simpósio Internacional Fazendo Gênero 10: Desafios Atuais do Feminismo.Pesquisando e intervindo na prostituição:Perspectivas, desafios, interseções. 2013. (Simpósio).

23.
7o Encontro de Travestis e Transexuais da Região Sudeste e 1o Encontro Nacional da Rede Trans Educ. 2012. (Encontro).

24.
Congresso Internacional Interdisciplinar em Sociais e Humanidades. Processos de ensino e aprendizado de gênero e sexualidades em contextos interdisciplinares. 2012. (Congresso).

25.
Desafios da Pesquisa Interdisciplinar em Ciências Humanas.Interseccionalidades e identidades em contextos de prostituição. 2012. (Outra).

26.
I Colóquio Internacional de Psicossociologia do Trabalho. Comunicação Coordenada 2. 2012. (Congresso).

27.
I Colóquio Internacional de Psicossociologia do Trabalho.Trabalho, afeto e sexualidade na vida de garotos de programa de Florianópolis. 2012. (Outra).

28.
III Seminário Psicologia Social em Ação.Intolerâncias à diferença - Sexualidade e gênero. 2012. (Seminário).

29.
Meio-ambiente em perspectiva: entre incertezas e inseguranças. 2011. (Outra).

30.
Seminário transfobia, homofobia e identidades trans. 2011. (Seminário).

31.
Encontro de educação em direitos humanos e I Colóquio de educação em direitos humanos no enfrentamento das violências.Projeto escola sem homofobia. 2010. (Encontro).

32.
VI Encontro de Iniciação Científica Faminas da Zona da Mata - MG.Avaliação da qualidade de vida em idosos: asilados e não asilados. 2009. (Encontro).

33.
V Simpósio Brasileiro de Psicologia Política.Prostituição, gênero e sexualidade: hierarquias e enfrentamentos no contexto de Belo Horizonte. 2008. (Simpósio).

34.
Conferência "Clínica da Atividade e sua dupla herança: a ergonomia e psicopatologia do trabalho", ministrada por Ives Clot. 2007. (Outra).

35.
Conferência "Inovações tecnológicas e o 'erro humano': o caso dos acidentes aéreos", ministrada por Ives Clot. 2007. (Outra).

36.
XI Coloquio Internacional de Psicossociologia e Sociologia Clínica. Conhecimento científico e saberes cotidianos: possibilidades de tradução no trabalho com a Associação de Profissionais do Sexo de Belo Horizonte. 2007. (Congresso).

37.
III Simpósio de Saúde Mental.Avaliação da Satisfação dos Usuários da Laço. 2006. (Simpósio).

38.
IV Simpósio Brasileiro de Psicologia Política.A Organização de Profissionais do Sexo de Belo Horizonte - Espaço Representativo de Luta por Direitos?. 2006. (Simpósio).

39.
Seminário Internacional Fazendo Gênero 7 - Gênero e Preconceitos.Organização Política de Profissionais do Sexo - O Movimento Associativo como Espaço de Dmergência de Demandas de Gênero. 2006. (Seminário).

40.
XIII Encontro Nacional da ABRAPSO.Prostituição, saúde e estigma no baixo meretrício de Belo Horizonte. 2006. (Encontro).

41.
XV Encontro da ABRAPSO-Minas.Movimento Organizado de Prostitutas - O Caso da Associação de Profissionais do Sexo de Belo Horizonte. 2006. (Encontro).

42.
II Simpósio de Saúde Mental - Agindo Para além do Prescrito.Avaliação de satisfação dos usuários da ONG de saúde mental Laço (Associação de Apoio Social). 2005. (Simpósio).

43.
I Simpósio de Saúde Mental - A loucura atrás dos muros da Universidade. 2004. (Simpósio).

44.
Políticas Públicas: Saberes e práticas psicossociais.Vivenciando a história e reconstruindo a tradição em Morro Vermelho: A indulgência plenária de 1866. 2004. (Encontro).

45.
Saúde do Trabalhador - Olhares, Escutas e Ações: A Psicologia em diálogo. 2004. (Seminário).

46.
XIII Semana de Iniciação Científica da UFMG.Tradição e memória em Morro Vermelho: A Indulgência Plenária de 1866. 2004. (Outra).

47.
XXXIV Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia. A Indulgência Plenária em Morro Vermelho: Construindo cultura e reafirmando a tradição. 2004. (Congresso).

48.
XXXIV Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Psicologia.A Indulgência Plenária em Morro Vermelho: construindo cultura e reafirmando a tradição. 2004. (Outra).

49.
XII Semana de Iniciação Científica da UFMG.Cultura Popular e enraizamento no Carnaval a Cavalo. 2003. (Outra).

50.
Psicologia Social em Minas: Novos desafios, antigas questões. 2001. (Encontro).

51.
Psicologia Social e transformação da realidade brasileira. 2001. (Encontro).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
BARRETO, L; MARTINS, A ; MAYORGA, C. . Versos de outras lutas: diálogos entre o desastre de Bhopal/Índia e o desastre de Mariana-Rio Doce. 2017. (Outro).

2.
MAYORGA, C. ; BARRETO, L ; MARTINS, A . O desastre de Mariana: como as universidades podem intervir. 2017. (Outro).

3.
BARRETO, L; KIND, L. ; GONCALVES, B. ; MARINHO, C. ; NATIVIDADE, C. ; QUEIROZ, I. ; MOSCHETA, M. ; SANTOS, V. . I Simpósio da Rede de Pesquisas em Narrativas, Gênero e Política. 2016. (Congresso).

4.
BARRETO, L. Fazendo Gênero 10: Desafios atuais dos feminismos. 2013. (Congresso).

5.
MINELLA, L. S. ; PEDRO, J. M. ; BARRETO, L ; PAULA, P. S. R. ; MAGRINI, P. R. . Desafios da pesquisa interdisciplinar em ciências humanas. 2012. (Congresso).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Karina Dias Géa. Transas e Tensões entre o Movimento de Prostitutas e o Movimento de Travestis e Transexuais em Belo Horizonte. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Psicologia) - Universidade Federal de Minas Gerais. (Coorientador).


Orientações e supervisões concluídas
Monografia de conclusão de curso de aperfeiçoamento/especialização
1.
Françoise Danielli. Educação para a diversidade de gênero? Uma análise sobre a prática pedagógica no Instituto Guga Kuerten. 2016. Monografia. (Aperfeiçoamento/Especialização em Gênero e Diversidade na Escola) - Universidade Federal de Santa Catarina. Orientador: Letícia Cardoso Barreto.

Orientações de outra natureza
1.
Karina Dias Géa. A Experiência das Prostitutas na cidade de Belo Horizonte Vozes de uma experiência subalternizada. 2012. Orientação de outra natureza. (Psicologia) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Letícia Cardoso Barreto.

2.
Alessandra Prado. A Experiência das Prostitutas na cidade de Belo Horizonte Vozes de uma experiência subalternizada. 2012. Orientação de outra natureza. (Terapia Ocupacional) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Letícia Cardoso Barreto.

3.
Lorena Vianna. A Experiência das Prostitutas na cidade de Belo Horizonte Vozes de uma experiência subalternizada. 2012. Orientação de outra natureza. (Psicologia) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Letícia Cardoso Barreto.

4.
Maíra Moreira. A Experiência das Prostitutas na cidade de Belo Horizonte Vozes de uma experiência subalternizada. 2012. Orientação de outra natureza. (Psicologia) - Universidade Federal de Minas Gerais. Orientador: Letícia Cardoso Barreto.



Outras informações relevantes


Aprovada, em segundo lugar, no concurso para Professor Adjunto do Departamento de Psicologia da Universidade Federal de São João Del Rei (Edital CPD 073/2016). Área de Conhecimento: Psicologia Social

Aprovada, em terceiro lugar, no concurso para Professor Adjunto do Departamento de Psicologia da Universidade Federal da Bahia (Edital nº01 / 2016). Área de Conhecimento: Psicologia Sócio-Histórica e Políticas Públicas.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 18/12/2018 às 11:55:39