Sílvio Carlos Marinho Ribeiro

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/2221761307184910
  • Última atualização do currículo em 20/10/2014


Possui graduação em Filosofia pela Universidade Federal de Goiás (2002) e mestrado em Filosofia pela Universidade Federal de Goiás (2006). Atualmente é professor Assistente I da Universidade Federal de Goiás. Tem experiência na área de Filosofia, com ênfase em Filosofia Contemporânea, atuando principalmente nos seguintes temas: Ensino de Filosofia e Educação, Lógica e Filosofia da Linguagem, Heidegger, Wittgenstein, Filosofia da religião, Filosofia e Cinema. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Sílvio Carlos Marinho Ribeiro
Nome em citações bibliográficas
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal de Goiás, Departamento de Filosofia - Campus Cidade de Goiás.
Avenida Bom Pastor, nº 8
Setor Areião
76600-000 - Goias, GO - Brasil
Telefone: (62) 33711511
URL da Homepage: http://www.ufg.br/this2/page.php?site_id=189


Formação acadêmica/titulação


2004 - 2006
Mestrado em Filosofia.
Universidade Federal de Goiás.
Título: Situação Comunicativa: uma abordagem a partir dos conceitos fundamentais de Martin Heidegger,Ano de Obtenção: 2006.
Orientador: Dr. André da Silva Porto.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior.
Palavras-chave: Ser-no-mundo, existência, ontologia; Comunicação, Linguagem.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia.
Setores de atividade: Educação Superior; Outro.
1999 - 2002
Graduação em Filosofia.
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.




Formação Complementar


2007 - 2007
Docência no ensino superior. (Carga horária: 32h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
2007 - 2007
Pensamento Filosófico Brasileiro. (Carga horária: 8h).
Associação Nacional de Pós-Graduação em Filosofia.
2007 - 2007
Curso de Formação de Orientadores Academicos. (Carga horária: 80h).
Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.


Atuação Profissional



Universidade Federal de Goiás, UFG, Brasil.
Vínculo institucional

2010 - Atual
Vínculo: , Enquadramento Funcional: Professor Assistente I, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2008 - 2009
Vínculo: Orientador Acadêmico de EAD, Enquadramento Funcional: Bolsista, Carga horária: 20

Vínculo institucional

2006 - 2007
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Substituto, Carga horária: 20

Atividades

08/2014 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Curso de Licenciatura em Filosofia - Regional Goiás/UFG, .

05/2014 - Atual
Direção e administração, Curso de Licenciatura em Filosofia - Regional Goiás/UFG, .

Cargo ou função
Coordenador de área do subprojeto PIBID Filosofia da Regional Goiás/UFG.
05/2014 - Atual
Extensão universitária , Curso de Licenciatura em Filosofia - Regional Goiás/UFG, .

Atividade de extensão realizada
Coordenação de Atividades do Subprojeto PIBID Filosofia realizadas no Colégio Estadual Alcide Jubé.
03/2014 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Curso de Licenciatura em Filosofia - Regional Goiás/UFG, .

03/2014 - Atual
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estágio Curricular Obrigatório III
Estágio Curricular Obrigatório IV
02/2013 - Atual
Direção e administração, Curso de Licenciatura em Filosofia - Regional Goiás/UFG, .

Cargo ou função
Coordenador do curso de Licenciatura em Filosofia.
03/2010 - Atual
Extensão universitária , Curso de Licenciatura em Filosofia - Regional Goiás/UFG, .

Atividade de extensão realizada
Administrador do site do Câmpus da Cidade de Goiás/UFG.
02/2008 - Atual
Ensino, Educação, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Conceitos de Educação
03/2014 - 04/2014
Extensão universitária , Curso de Licenciatura em Filosofia - Regional Goiás/UFG, .

Atividade de extensão realizada
Membro da comissão de Organização do I Congresso de Filosofia da Cidade de Goiás e V Eu penso: Erotismo e Filosofia.
03/2013 - 12/2013
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Elaboração de projeto Monográfico
Filosofia Contemporânea I
Logica I
08/2011 - 12/2013
Direção e administração, Curso de Licenciatura em Filosofia - Regional Goiás/UFG, .

Cargo ou função
Coordenador de área do subprojeto PIBID Filosofia da Regional Goiás/UFG.
08/2011 - 12/2013
Pesquisa e desenvolvimento , Curso de Licenciatura em Filosofia - Regional Goiás/UFG, .

08/2011 - 12/2013
Extensão universitária , Curso de Licenciatura em Filosofia - Regional Goiás/UFG, .

Atividade de extensão realizada
Atividades do Subprojeto PIBID Filosofia realizado no Colégio Estadual Alcide Jubé.
10/2012 - 02/2013
Extensão universitária , Curso de Licenciatura em Filosofia - Regional Goiás/UFG, .

Atividade de extensão realizada
Coordenador do II Encontro de Ensino e Pesquisa em Filosofia.
02/2010 - 02/2013
Direção e administração, Curso de Licenciatura em Filosofia - Regional Goiás/UFG, .

Cargo ou função
Coordenador de Estágio do Curso de Licenciatura em Filosofia.
10/2012 - 12/2012
Extensão universitária , Curso de Licenciatura em Filosofia - Regional Goiás/UFG, .

Atividade de extensão realizada
Organizador do CINESTESIA (Mostra de Filmes e debates).
04/2012 - 12/2012
Extensão universitária , Curso de Licenciatura em Filosofia - Regional Goiás/UFG, .

Atividade de extensão realizada
Coordenador do projeto: Oficina de Leitura e produção de Textos.
02/2012 - 12/2012
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Filosofia Contemporânea I
Filosofia Contemporânea II
Didática
Laboratório de Ensino I
Leitura e produção de textos filosóficos
08/2011 - 12/2011
Extensão universitária , Reitoria, .

Atividade de extensão realizada
Coordenador do GT Filosofia e Sociologia do II Encontro Nacional das Licenciaturas e I Seminário Nacional do PIBID - 2011.
08/2011 - 12/2011
Conselhos, Comissões e Consultoria, Reitoria, .

Cargo ou função
Membro da Comissão Científica do II Encontro Nacional das Licenciaturas e I Seminário Nacional do PIBID.
03/2011 - 12/2011
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Lógica I
Estágio Curricular Obrigatório I
Leitura e produção de textos Filosóficos
Elaboração de projeto monográfico
Lógica II
Filosofia da Linguagem II
Estágio Curricular Obrigatório II
09/2010 - 11/2011
Pesquisa e desenvolvimento , Curso de Licenciatura em Filosofia - Regional Goiás/UFG, .

08/2011 - 09/2011
Extensão universitária , Curso de Licenciatura em Filosofia - Regional Goiás/UFG, .

Atividade de extensão realizada
Membro da Comissão de Organização do III Encontro de Filosofia da Cidade de Goiás: "Eu penso".
03/2011 - 09/2011
Extensão universitária , Curso de Licenciatura em Filosofia - Regional Goiás/UFG, .

Atividade de extensão realizada
Membro da Comissão de Organização do IV CONGRESSO DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E CULTURA da Cidade de Goiás.
03/2010 - 12/2010
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Didatica I
Didática II
Filosofia, Experimentos de pensamento e Cinema
Introdução à Filosofia
Leitura e produção de textos filosóficos
03/2010 - 11/2010
Direção e administração, Curso de Licenciatura em Filosofia - Regional Goiás/UFG, .

Cargo ou função
Coordenador do curso de Filosofia do PARFOR.
09/2010 - 10/2010
Extensão universitária , Curso de Licenciatura em Filosofia - Regional Goiás/UFG, .

Atividade de extensão realizada
Coordenador da IV Mostra de Cinema Alemão.
03/2006 - 12/2007
Ensino, Filosofia, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Didática e Prática de ensino
Fundamentos Filosóficos e sócio-históricos da Educação
Supervisão e orientação dos Estágios I, II, III, IV, V em Ensino de Filosofia

Associação de Educação e Cultura de Goiás, AECG, Brasil.
Vínculo institucional

2006 - 2006
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Professor de Filosofia e Ética, Carga horária: 4

Atividades

02/2006 - 06/2006
Ensino, Administração de Empresas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Filosofia e Ética

Col. Est. Jaci Abércio Viana, C. E. J. A. V., Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2004
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor, Carga horária: 40, Regime: Dedicação exclusiva.
Outras informações
Ministrou de aulas de História, Língua Portuguesa, Literatura e Redação, Geografia e Química

Atividades

01/2003 - 01/2004
Ensino,

Disciplinas ministradas
História, Lingua Portuguesa, Literatura e Redação, Geografia e Química


Linhas de pesquisa


1.
A função normativa da regra e a crítica ao mentalismo e ao platonismo nas Investigações Filosóficas de Wittgenstein
2.
Subprojeto PIBID Filosofia da Regional Goiás: Prática de ensino de Filosofia
3.
Subprojeto PIBID Filosofia da Regional Goiás da UFG: Filosofia e Interdisciplinaridade
4.
A diferença ontológica e o nada em Heidegger


Projetos de pesquisa


2014 - Atual
A diferença ontológica e o nada em Heidegger
Descrição: No artigo The Elimination of Metaphysics Through Logical Analysis of Language (EM), Carnap toma a expressão Das Nichts nichtet ( O nada nadifica ), da obra O que é metafísica?(OM) de Heidegger, como um belo exemplo de expressão sem significação, isto é, que viola a sintaxe lógica da linguagem. A famosa expressão de Heidegger permanece no imaginário de muitos filósofos analíticos e não analíticos como algo ininteligível. Podemos perguntar se a expressão Das Nichts nichtet poderia ser redescrita de tal forma que fosse possível avaliar a sua plausibilidade no debate filosófico contemporâneo. Considerando tal questão, o presente trabalho tem como objetivos: (1) analisar a interpretação de Carnap da mencionada expressão, revendo as teses e pressupostos do artigo EM e (2) mostrar que a chave da compreensão da expressão Das Nichts nichtet é a noção de diferença ontológica, que, por sua vez, tem implicação com um tipo de holismo ontológico inerente ao pensamento heideggeriano. No tocante à análise do artigo EM, a hipótese que nos guiará é a de que o próprio Carnap apontou o contexto de sentido da famosa de expressão de Heidegger, na medida em que considerou que os (pseudos) enunciados da metafísica podem servir como expressão de uma atitude perante a vida . Ora, no contexto de OM de Heidegger, Das Nichts nichtet remete a questões sobre as condições de inteligibilidade de algo como algo para além de um nível proposicional e, por conseguinte, tal expressão deve ser interpretada sob uma estrutura pré-proposicional, relacionado à vivência prática pré-consciente e pré-temática. Esta estrutura pré-proposicional pode ser compreendida como um contexto determinante para o que Carnap chamou de significado expressivo . Mas, diferentemente de Carnap, o que Heidegger poderia chamar de significado expressivo é dependente de uma perspectiva ontológico-existencial da linguagem em que as disposições de humor, como a angústia, teriam um papel fundamental..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (2) .
Integrantes: Sílvio Carlos Marinho Ribeiro - Coordenador.
2010 - 2011
A função normativa das regras e a crítica ao mentalismo e ao platonismo nas Investigações Filosóficas de Wittgenstein
Descrição: Wittgenstein, nos 185 das Investigações Filosóficas, pede que imaginemos uma situação em que professor está ensinando para um aluno uma série aritmética a partir da fórmula +2 . Após várias aplicações da fórmula, observa-se que o aluno chega ao resultado 1000 . Porém, a partir daí, ele passa a escrever 1004, 1008... . Ora, os últimos resultados nos permitem dizer que o aluno compreendeu equivocadamente a fórmula. Com efeito, até o momento em que ele expressou o numeral 1000 , tudo indicava que ele havia compreendido muito bem a aplicação da fórmula +2 . Porém, quando observa os resultados 1004, 1008 , o professor se rende à conclusão negativa de que o aluno não compreendera o que fora ensinado. Temos, na situação descrita acima, uma espécie de quebra cabeça: por um lado, podemos admitir que o aluno compreendeu a fórmula; por outro, em função da expressão de alguns resultados incorretos, ainda que posteriores a vários resultados corretos, podemos chegar à conclusão de que ele não a compreendeu. Algumas questões se seguem de tal situação: 1) O que significa compreender uma regra? 2) O que fundamenta a correção e a incorreção da aplicação ou execução de uma regra? 3) Como uma fórmula finita e delimitada, abrange um número infinito e ilimitado de aplicações e resultados? A resposta platônica a estas questões partirá da tese de que a regra é uma entidade abstrata, habitante de um terceiro reino, cuja expressão sensível é a fórmula +2 . Esta tese, por sua vez, estará conectada a idéia de que, no ambiente abstrato do terceiro reino, todos os resultados da aplicação da fórmula já estão dados. A resposta mentalista postulará que a regra tem implicação com uma intenção subjacente, cuja manifestação se dá no interior oculto da mente. Semelhantemente à perspectiva platônica, para o mentalista, ao aplicarmos internamente as regras, realizamos todas as aplicações e, assim, todos os resultados são obtidos de um só golpe. Wittgenstein questiona as duas respostas..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Prática de Ensino de Filosofia e Educação.
3.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Lógica e Filosofia da linguagem.
4.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Filosofia Contemporânea.
5.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Heidegger e Wittgenstein.
6.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Filosofia / Subárea: Filosofia da religião.


Idiomas


Francês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Espanhol
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Inglês
Compreende Razoavelmente, Fala Razoavelmente, Lê Bem, Escreve Razoavelmente.
Alemão
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco.
Grego
Compreende Pouco, Fala Pouco, Lê Pouco, Escreve Pouco.


Produções



Produção bibliográfica
Resumos publicados em anais de congressos
1.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. Comunicação, Falatório e a incontornabilidade da Compreensão Cotidiana. In: XVII Congresso da Sociedade Interamericana de Filosofia, 2013, Salvador, BA. XVII Congresso da Sociedade Interamericana de Filosofia - Livro de Resumos. Salvador, BA: Quarteto Editora, 2013. v. 1. p. 1-576.

2.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. Comunicação e discurso enunciativo em Heidegger. In: XV Encontro Nacional da ANPOF, 2012, Curitiba, PR. XV Encontro Nacional da ANPOF - Livro de Atas. Curitiba, PR: Editora da ANPOF, 2012.

3.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. O movimento da máquina lógica: a crítica de Wittgenstein ao platonismo nas Investigações Filosóficas. In: VII Simposium Internacional Principia, 2011, Florianópolis, SC. A Filosofia de Nelson Goodman - Resumos. Florianópolis, SC: Editora da UFSC, 2011. v. 7. p. 11-576.

4.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. A função normativa das regras e a crítica ao platonismo na Investigações Filosóficas de Wittgenstein. In: XIV Encontro Nacional da ANPOF, 2010, Águas de Lindoia. Livro de Atas. CAMPINAS, SP: Editora da ANPOF, 2010. v. Ùnico. p. 1-575.

5.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. Existência e Comunicação. In: Encontro da Associação Nacional de Pós-graduação em Filosofia, 2006, Salvador. Anais do Encontro Nacional de Filosofia da ANPOF. Salvador: ANPOF (Associação Nacional de Pós-graduação em Filosofia), 2006. v. 12. p. 517-517.

6.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. Possibilidade e Determinismo em Wittgenstein. In: Principia, 2005, Florianópolis. Principia. Florianópolis - Santa Catarina: UFSC, 2005. v. 1. p. 78-78.

7.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. Cotidianidade e Dasein. In: Semana de Integração do Mestrado com a Graduação, 2005, Goiânia - Goiás. Semana de Integração do Mestrado com a Graduação. Goiânia: Gráfica UFG, 2005. p. 79-79.

8.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. Compreensão e interpretação em Martin Heidegger. In: Semana de Integração do Mestrado com a Graduação, 2004, Goiânia. Semana de Integração do Mestrado com a Graduação. Goiânia: Gráfica UFG, 2004.

9.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. A abordagem fenomenológica da comunicação. In: XI Encontro de Filosofia da ANPOF, 2004, Salvador - Bahia. ANPOF. Salvador - Bahia: Associação Nacional de Pós-graduação em Filosofia, 2004. v. 11. p. 432-433.

Apresentações de Trabalho
1.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. Carnap, Heidegger e o nada: sobre o sentido da expressão Das Nichts nichtet . 2014. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

2.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. Comunicação, Falatório e a incontornabilidade da Compreensão Cotidiana. 2013. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

3.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. Comunicação, discurso enunciativo e falatório em Heidegger. 2012. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

4.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. TEMORES FICCIONAIS: UM PARADOXO E ALGUNS QUEBRA-CABEÇAS NO RELACIONAMENTO DO PÚBLICO COM AS FICÇÕES DE HORROR. 2011. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

5.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. A crítica ao platonismo nas Investigações Filosóficas de Wittgenstein. 2011. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

6.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. A crítica ao mentalismo nas Investigações Filosóficas de Wittgenstein.. 2010. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

7.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. Regra e determinação. 2009. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

8.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. Tempo e Existência: uma reflexão sobre o filme As horas de Stephen Daldry. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

9.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. Ensino de Filosofia e Cinema: o filme como exemplo filosófico. 2008. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

10.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. Autonomia Intelectual e Pensamento próprio. 2007. (Apresentação de Trabalho/Conferência ou palestra).

11.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. Existência e Comunicação. 2006. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

12.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. Situação Comunicativa: uma abordagem a partir dos conceitos fundamentais d Ser e Tempo. 2006. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).

13.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. Possibilidade e Determinismo em Wittgenstein. 2005. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).

14.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. A abordagem fenomenológica da Comunicação. 2004. (Apresentação de Trabalho/Congresso).

15.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. Compreensão e interpretação em Martin Heidegger. 2004. (Apresentação de Trabalho/Comunicação).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Trabalhos de conclusão de curso de graduação
1.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho; SAUCEDO, Rogério; KORELC, Martina. Participação em banca de Paula de Castro.A diferença ontológica em Ser e Tempo de Martin Heidegger. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

2.
Palácios, J. Gonzalo Armijios; Gniss, Ralph Konrad; RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. Participação em banca de Pablo Henrique de Jesus.Ciência e Política em Paul Feyereband. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

3.
ESSER, Helena; Palácios, J. Gonzalo Armijios; RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. Participação em banca de Patrícia Machado.A importância das associações políticas na democracia toquevilleana. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.

4.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho; KORELC, Martina; ZEBINA, Márcia. Participação em banca de Valdeia Moreira Milhomens.O conceito de justiça na Ética a Nicômaco de Aristóteles. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho; Palácios, J. Gonzalo Armijios; BENEDITO, J.. Concurso para provimento de cargo de professor Assistente na área de Ensino de Filosofia e Filosofia da Educação. 2012. Universidade Federal de Goiás.

2.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho; LIMA, J. J.; CASTILHO, R.. Concurso Público para Professor na área de Fundamentos da Educação. 2011. Universidade Federal de Goiás.

3.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho; Palácios, J. Gonzalo Armijios; SENEDA, M.. Concurso Público para provimento de cargo na Classe de Professor Assistente da área de Filosofia Moderna e Contemporânea. 2010. Universidade Federal de Goiás.

Outras participações
1.
RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho. Concurso para professor Substituto na área de Ensino de Filosofia. 2011. Universidade Federal de Goiás.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
XVI Encontro Nacional da ANPOF. Comunicação, falatório e a incontornabilidade da compreensão cotidiana. 2014. (Congresso).

2.
XVII Congresso da Sociedade Interamericana de Filosofia. Comunicação, falatório e a incontornabilidade da compreensão cotidiana. 2013. (Congresso).

3.
XV Encontro Nacional da ANPOF. Comunicação e discurso enunciativo em Heidegger. 2012. (Congresso).

4.
VII Simposium Internacional Principia.O movimento da máquina lógica: a critica de Wittgenstein ao platonismo nas Investigações Filosóficas. 2011. (Simpósio).

5.
XIV Encontro de Filosofia da ANPOF. A função normativa das regras e a crítica ao platonismo nas Investigações Filosóficas de Wittgenstein. 2010. (Congresso).

6.
XIV Encontro Nacional da ANPOF. A função normativa das regras e a crítica ao platonismo nas Investigações Filosóficas de Wittgenstein. 2010. (Congresso).

7.
I Coloquio de Estética, Cultura e Imaginário.Ensino de Filosofia e Cinema. 2008. (Seminário).

8.
XIV Semana de Filosofia da UFG.Autonomia Intelectual e Pensamento próprio. 2007. (Seminário).

9.
ANPOF. EXISTÊNCIA E COMUNICAÇÃO. 2006. (Congresso).

10.
I COLÓQUIO DE SEMÂNTICA E FILOSOFIA DA LÓGICA. 2006. (Encontro).

11.
VALOR DA VIDA HUMANA, PROCRIAÇÃO E SUICÍDIO. 2006. (Outra).

12.
FUTURO E LIMITES DA FILOSOFIA.PARA UMA PRAGMÁTICA EXISTENCIAL. 2005. (Encontro).

13.
IV Simposio Internacional Principia.IV Simposio Internacional Principia. 2005. (Simpósio).

14.
Semana de Integração entre Mestrado e Graduação.Semana de Integração entre Mestrado e Graduação. 2005. (Outra).

15.
Encontro Nacional de Filosofia da ANPOF.Encontro de Filosofia da ANPOF. 2004. (Encontro).

16.
XI Semana de Filosofia UFG.Compreensão e interpretação em Martin Heidegger. 2004. (Seminário).

17.
Seminário de Comunicação e Política.Seminário de Comunicação e Política. 2002. (Seminário).

18.
I Fórum de ensino e pesquisa em filosofia.I Fórum de ensino e pesquisa em filosofia. 2001. (Encontro).

19.
Principia - Congresso Internacional de Epistemologia.Principia - Simposio Internacional de Epsitemologia. 2001. (Simpósio).

20.
Como devem os valores influenciar as ciências.Como devem os valores influenciar as Ciências. 2000. (Outra).

21.
I Coloquio de Filosofia e Literatura.I Coloquio de Filosofia e Literatura. 2000. (Encontro).

22.
I Semana de integração entre o Mestrado em Filosofia Política e a Graduação em Filosofia.I Semana de Integração entre o Mestrado e a Graduação em Filosofia. 1999. (Seminário).

23.
Semana de Filosofia Política.Semana de Filosofia Política. 1999. (Seminário).

24.
Oficina Literária Texto e Contexto.Oficina Literaria Texto e Contexto. 1998. (Oficina).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
NOBRE, Ana Paula. ; RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho . Cine Filosofia. 2008. (Outro).

2.
ZEBINA, Márcia ; ESSER, Helena ; SAUCEDO, Rogério ; RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho . XIII Semana de Filosofia da UFG. 2006. (Outro).

3.
SIGNATES, Luis. ; CRISTINO, Daniel. ; RIBEIRO, Silvio Carlos Marinho . Seminário de Comunicação e Política. 2002. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Eliane Divina. O encontrar-se e o estado de ânimo em Ser e Tempo. Início: 2014. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás. (Orientador).

2.
Marcos Crispim. O uso do termo ser na obra Ser e Tempo de Martin Heidegger. Início: 2013. Trabalho de Conclusão de Curso (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Valdeia Moreira Milhomens. O conceito de justiça na Ética a Nicômaco de Aristóteles. 2007. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Filosofia) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Sílvio Carlos Marinho Ribeiro.

Orientações de outra natureza
1.
Delano Vieira das Dores. Relatório final de Estágio Supervisionado. 2007. Orientação de outra natureza. (Filosofia) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Sílvio Carlos Marinho Ribeiro.

2.
Lucienne Vinhal. Relatório Final de Estágio Supervisionado. 2007. Orientação de outra natureza. (Filosofia) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Sílvio Carlos Marinho Ribeiro.

3.
Marcelo Passos de Matias Nunes. Relatório Final de Estágio Supervisionado. 2007. Orientação de outra natureza. (Filosofia) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Sílvio Carlos Marinho Ribeiro.

4.
Diane Rocha Miranda. Relatório Final de Estágio Supervisionado. 2007. Orientação de outra natureza. (Filosofia) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Sílvio Carlos Marinho Ribeiro.

5.
Anelito Graciano Rodrigues Mota. Relatório final de Estágio Supervisionado. 2007. Orientação de outra natureza. (Filosofia) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Sílvio Carlos Marinho Ribeiro.

6.
Arleni Gomes Marinho. Relatório final de Estágio Supervisionado. 2006. Orientação de outra natureza. (Filosofia) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Sílvio Carlos Marinho Ribeiro.

7.
Diego Avelino de Moraes. Relatorio final de Estágio Supervisionado. 2006. Orientação de outra natureza. (Filosofia) - Universidade Federal de Goiás. Orientador: Sílvio Carlos Marinho Ribeiro.



Outras informações relevantes


Aprovado em 2. Lugar no concurso Público para Professor Dedicação Exclusiva na Disciplina de Lógica, Filosofia da Ciência e Filosofia da Linguagem (Conforme Edital 0385/2009) da FACULDADE DE DIRIEITO DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE GOIÁS.



Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 11/12/2018 às 14:43:10