Diego Sanches Corrêa

  • Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/3887612170984633
  • Última atualização do currículo em 08/09/2018


Professor Adjunto do bacharelado em políticas públicas e do programa de pós-graduação em políticas públicas da UFABC. É mestre em ciência política pela USP e doutor em ciência política pela University of Illinois at Urbana-Champaign (EUA), com pós-doutorado também pela USP. É pesquisador do Núcleo de Estudos Comparados e Internacionais/USP. Pesquisa temas relacionados à política comparada, instituições políticas, políticas públicas, América Latina e redistribuição de renda. (Texto informado pelo autor)


Identificação


Nome
Diego Sanches Corrêa
Nome em citações bibliográficas
CORRÊA, D. S.;CORRÊA, DIEGO SANCHES

Endereço


Endereço Profissional
Universidade Federal do ABC, Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas.
Rua Arcturus (Jd Antares), 3, sala D-315
Anchieta
09606070 - São Bernardo do Campo, SP - Brasil
Telefone: (11) 23206324
URL da Homepage: sites.google.com/site/diegosanchescorrea/


Formação acadêmica/titulação


2007 - 2012
Doutorado em Ciência Política.
University of Illinois at Urbana-Champaign, UIUC, Estados Unidos.
Título: The Effects of Conditional Cash Transfer Programs on Latin American Presidential Elections, Ano de obtenção: 2012.
Orientador: José Antônio Cheibub.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas
2005 - 2007
Mestrado em Ciência Política.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Título: Instituições orçamentárias e desempenho fiscal: um estudo de caso do Brasil, Chile e Argentina nos anos 1990 e 2000,Ano de Obtenção: 2007.
Orientador: Fernando de Magalhães Papaterra Limongi.
Bolsista do(a): Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior, CAPES, Brasil.
Palavras-chave: desempenho fiscal; dívida pública; micro-instituições; América do Sul; orçamento.
Grande área: Ciências Humanas
2001 - 2004
Graduação em Ciências Sociais.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.


Pós-doutorado


2013 - 2016
Pós-Doutorado.
Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Bolsista do(a): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, FAPESP, Brasil.
Grande área: Ciências Humanas


Formação Complementar


2009 - 2009
ICPSR - Quantitative Methods. (Carga horária: 160h).
University of Michigan, UMICH, Estados Unidos.


Atuação Profissional



Universidade Federal do ABC, UFABC, Brasil.
Vínculo institucional

2017 - Atual
Vínculo: Servidor Público, Enquadramento Funcional: Professor Adjunto, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2016 - 2017
Vínculo: Professor Visitante, Enquadramento Funcional: Professor Visitante, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

01/2018 - Atual
Direção e administração, Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas, .

Cargo ou função
Membro da coordenação do Bacharelado em Políticas Públicas.
01/2018 - Atual
Direção e administração, Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas, .

Cargo ou função
Membro da coordenação do Programa de Pós-Graduação em Políticas Públicas.
09/2016 - Atual
Ensino, Pós-Graduação em Políticas Públicas, Nível: Pós-Graduação

Disciplinas ministradas
Estado e Instituições Políticas
Análise de Políticas Públicas
09/2016 - Atual
Ensino, Ciências e Humanidades, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Estado e Relações de Poder
06/2016 - Atual
Pesquisa e desenvolvimento , Centro de Engenharia, Modelagem e Ciências Sociais Aplicadas, .

06/2016 - Atual
Ensino, Políticas Públicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Avaliação e Monitoramento de Políticas Públicas
Federalismo e Políticas Públicas
Governo, Burocracia e Administração Pública
Introdução às Políticas Públicas
Políticas Sociais

Universidade de São Paulo, USP, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - 2016
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Pós-doutorando, Regime: Dedicação exclusiva.

Vínculo institucional

2005 - 2007
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Mestrando, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

02/2014 - 06/2016
Ensino, Ciências Sociais, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Política Comparada III - Sistemas Políticos da América Latina
Sistemas Partidários e Sistemas Eleitorais
02/2015 - 06/2015
Ensino, Gestão de Políticas Públicas, Nível: Graduação

Disciplinas ministradas
Tópicos de Políticas Públicas IV - Aplicativos de Estatística
02/2006 - 06/2006
Estágios , Faculdade de Filosofia Letras e Ciências Humanas, Departamento de Ciência Política.

Estágio realizado
Monitor da disciplina "Introdução às Ciências Sociais - Política I".

Núcleo de Estudos Comparados e Internacionais, NECI, Brasil.
Vínculo institucional

2013 - Atual
Vínculo: Pesquisador, Enquadramento Funcional: Pesquisador, Regime: Dedicação exclusiva.


Centro Brasileiro de Análise e Planejamento, CEBRAP, Brasil.
Vínculo institucional

2003 - 2007
Vínculo: Colaborador, Enquadramento Funcional: Pesquisador


University of Illinois at Urbana-Champaign, UIUC, Estados Unidos.
Vínculo institucional

2007 - 2012
Vínculo: Bolsista, Enquadramento Funcional: Estudante de Doutorado, Regime: Dedicação exclusiva.

Atividades

08/2012 - 12/2012
Estágios , Department of Political Science, .

Estágio realizado
Teaching Assistant - disciplina "Comparative Politics in Developing Countries".
06/2011 - 07/2011
Estágios , Department of Political Science, .

Estágio realizado
Research Assistant - Professor Matthew Winters.
08/2007 - 05/2009
Estágios , Cline Center for Democracy, .

Estágio realizado
Research Assistant - Professores José Cheibub e Peter Nardulli.


Linhas de pesquisa


1.
Políticas sociais, eleições e democracia na América Latina
2.
Instituições Políticas e Governo
3.
Políticas Públicas em Perspectiva Internacional


Projetos de pesquisa


2016 - Atual
Instituições e Redistribuição de Renda na América Latina
Descrição: Os países latino-americanos estão entre os mais desiguais do mundo. Desde o início dos anos 2000, entretanto, o nível de desigualdade social vem caindo como consequência direta de investimentos em programas de transferência de renda. Este projeto de pesquisa busca explicar por que a desigualdade social caiu mais em alguns países do que em outros, com base em suas diferenças institucionais. É sabido que a difusão de programas como o Bolsa Família, a expansão de redes de proteção social e outras políticas redistributivas explicam a queda da desigualdade em diversos países, mas por que há tanta variação temporal e internacional no montante investido em programas deste tipo? A hipótese central deste projeto é a de que a centralização do processo decisório e o maior controle do Executivo sobre a agenda legislativa permite ao governo resolver problemas de ação coletiva e atender a demandas populares por redistribuição de renda. Para testá-la, dados institucionais de todos os países latino-americanos serão analisados. Em seguida, será estimada a associação entre as características institucionais e o montante de renda redistribuído em cada país..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
2013 - 2016
Desigualdade Social e Redistribuição de Renda na América Latina
Descrição: Por que o nível de desigualdade social caiu mais durante algumas administrações presidenciais do que em outras? O objetivo deste projeto é responder a esta pergunta focando em determinantes institucionais, ao invés de estimar efeitos de programas sociais específicos. É sabido que a difusão de programas de transferência de renda condicionada, como o Bolsa Família no Brasil, a expansão de redes de proteção social e outras políticas redistributivas explicam a queda da desigualdade na região, mas por que há tanta variação temporal e internacional no montante investido em programas deste tipo? A hipótese testada por este projeto é a de que em países onde o processo decisório nas legislaturas é mais centralizado e o Executivo dispõe de maior controle sobre a agenda legislativa, o governo é mais capaz de resolver problemas de ação coletiva e atender a demandas populares por redistribuição de renda. Para testá-la, serão comparados países latino-americanos entre si e os dois períodos democráticos brasileiros..
Situação: Concluído; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (1) .
Integrantes: Diego Sanches Corrêa - Coordenador.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Bolsa.
Número de produções C, T & A: 6
2003 - Atual
Instituições Políticas, Padrões de Interação Executivo-Legislativo e Capacidade Governativa
Descrição: Este projeto é uma sequencia dos três projetos temáticos anteriores e mantém seus objetivos analíticos e metodológicos. A pesquisa levada a cabo foi estruturada tomando a importância de duas variáveis de natureza institucional - a extensão dos poderes legislativos do Executivo e a forma de organização interna do Legislativo - como chaves para o entendimento do padrão de relações entre Executivo e Legislativo e no desempenho governamental. Em acordo com a tendência dominante nos estudos comparados, assume o poder explicativo das variáveis institucionais, porém diferencia-se das tendências dominantes nesta corrente da literatura ao questionar a ênfase excessiva, quando não exclusiva, depositada nas variáveis ligadas aos sistemas eleitorais e partidários e à forma de governo. O caráter inovador do projeto permitiu que ele fosse capaz de fazer contribuições originais ao debate acadêmico nacional e internacional. A versão do projeto ora apresentada segue o formato das versões anteriores, a saber: é composto por dois tipos de projetos, um de cunho mais geral, ligado à perspectiva macro adotada e a sua aplicação concreta no estudo da democracia brasileira - a que chamaremos de "espinha dorsal" do projeto - e de projetos específicos, voltados para pesquisas focadas em temas selecionados e cuja execução e formatação se dão no interior da versão específica do projeto temático aprovado. Incluímos neste grupo, portanto, tanto projetos cuja definição decorre de um recorte da pesquisa mais ampla como também seus desdobramentos. A pesquisa relacionada à espinha dorsal foi mantida em todas as versões do projeto até aqui realizadas. Ela é constituída pela pesquisa iniciada e consolidada pelo grupo antes mesmo da aprovação da primeira versão do projeto temático. Trata-se da pesquisa acerca do funcionamento do sistema político brasileiro, com ênfase nas relações entre o Poder Executivo e o Legislativo. As variáveis independentes privilegiadas são as ligadas ao processo decisório, mais especificamente, as variáveis institucionais que definem que atores controlam a agenda decisória. Neste projeto, pretendemos continuar explorando este veio analítico, do ponto de vista do estudo da democracia brasileira e do ponto de vista comparado..
Situação: Em andamento; Natureza: Pesquisa.
Alunos envolvidos: Graduação: (18) / Especialização: (2) / Mestrado acadêmico: (2) / Doutorado: (1) .
Integrantes: Diego Sanches Corrêa - Integrante / Fernando Limongi - Coordenador / Argelina Figueiredo - Integrante / FERNANDO GUARNIERI - Integrante / Lorena Barberia - Integrante / Glauco Perez da Silva - Integrante / Andréa Marcondes de Freitas - Integrante / Paolo Ricci - Integrante.Financiador(es): Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo - Auxílio financeiro.


Revisor de periódico


2014 - Atual
Periódico: Economics and Politics (Print)
2014 - Atual
Periódico: Leviathan - Cadernos de Pesquisa Política
2015 - Atual
Periódico: Dados (Rio de Janeiro. Impresso)
2015 - Atual
Periódico: Brazilian Political Science Review
2016 - Atual
Periódico: The American Political Science Review
2016 - Atual
Periódico: Latin American Politics & Society
2016 - Atual
Periódico: Revista Brasileira de Ciências Sociais (Online)
2017 - Atual
Periódico: Opinião Pública (UNICAMP)
2018 - Atual
Periódico: Saude e Sociedade
2018 - Atual
Periódico: REVISTA DE POLITICAS PUBLICAS (UFMA)


Áreas de atuação


1.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política.
2.
Grande área: Ciências Humanas / Área: Ciência Política / Subárea: Políticas Públicas.


Idiomas


Inglês
Compreende Bem, Fala Bem, Lê Bem, Escreve Bem.


Prêmios e títulos


2016
Prêmio Olavo Brasil de Lima Júnior de 2.o melhor artigo de ciência política, Associação Brasileira de Ciência Política.
2014
Kathleen L. Burkholder Prize pela melhor tese de doutorado em 2012-2013, Department of Political Science, University of Illinois at Urbana-Champaign.


Produções



Produção bibliográfica
Artigos completos publicados em periódicos

1.
CORRÊA, DIEGO SANCHES2016 CORRÊA, DIEGO SANCHES; CHEIBUB, JOSÉ ANTONIO . The Anti-Incumbent Effects of Conditional Cash Transfer Programs. Latin American Politics and Society, v. 58, p. 49-71, 2016.

2.
CORRÊA, DIEGO SANCHES2016 CORRÊA, DIEGO SANCHES. TRANSFERÊNCIA DE RENDA E ELEIÇÕES: A trajetória latino-americana. Revista Brasileira de Ciências Sociais (Online), v. 31, p. 99, 2016.

3.
CORRÊA, DIEGO SANCHES2015CORRÊA, DIEGO SANCHES. Cash Transfers and Mayoral Elections: The Case of Sao Paulo's Renda Mínima. Brazilian Political Science Review, v. 9, p. 109-120, 2015.

4.
CORRÊA, DIEGO SANCHES2015 CORRÊA, DIEGO SANCHES. Conditional Cash Transfer Programs, the Economy, and Presidential Elections in Latin America. Latin American Research Review, v. 50, p. 63-85, 2015.

5.
CORRÊA, DIEGO SANCHES2015 CORRÊA, DIEGO SANCHES. Economia, Ideologia e Eleições na América Latina. Dados (Rio de Janeiro. Impresso), v. 58, p. 401-425, 2015.

6.
CORRÊA, DIEGO SANCHES2015 CORRÊA, DIEGO SANCHES. Os custos eleitorais do Bolsa Família: reavaliando seu impacto sobre a eleição presidencial de 2006. Opinião Pública, v. 21, p. 514-534, 2015.

Capítulos de livros publicados
1.
CORRÊA, D. S.. Programas de Transferência de Renda e Desigualdade Social no Brasil. In: Artur Zimerman. (Org.). Desigualdade Regional e as Políticas Públicas: O 'Brasis' e suas Desigualdades. 1ed.Santo André: Universidade Federal do ABC, 2017, v. , p. 130-152.

Textos em jornais de notícias/revistas
1.
CORRÊA, D. S.. Governo Macri: O novo e o velho na atual conjuntura argentina. Revista da Associação Paulista de Medicina, p. 26 - 27, 31 jul. 2016.

Trabalhos completos publicados em anais de congressos
1.
CORRÊA, D. S.. Política social mobilizadora e a resiliência da esquerda radical latino-americana. In: Associação Brasileira de Ciência Política, 2018, Curitiba. Associação Brasileira de Ciência Política, 2018.

2.
CORRÊA, D. S.. Income Redistribution and the Geography of Vote in Latin America. In: Latin American Studies Association, 2014, Chicago. Latin American Studies Association, 2014.

3.
CORRÊA, D. S.. O voto econômico na América Latina. In: Associação Brasileira de Ciência Política, 2014, Brasília. Associação Brasileira de Ciência Política, 2014.

4.
CORRÊA, D. S.. The Economic Vote in Presidential Systems. In: Australian Political Studies Association, 2014, Sydney. Australian Political Studies Association, 2014.

5.
CORRÊA, D. S.; CHEIBUB, J.A. . The Electoral Impact of Redistributive Policies in Latin America: Conditional Cash Transfer Programs and Electoral Behavior of Beneficiaries and Non-Beneficiaries. In: American Political Science Association, 2013, Chicago. American Political Science Association, 2013.

6.
CORRÊA, D. S.. CCT Programs, the Economy, and Presidential Elections in Latin America. In: Midwest Political Science Association, 2012, Chicago. Midwest Political Science Association, 2012.

7.
CORRÊA, D. S.. CCT Programs, the Economy, and Presidential Elections in Latin America. In: Associação Brasileira de Ciência Política, 2012, Gramado. Associação Brasileira de Ciência Política, 2012.

8.
CORRÊA, D. S.; CHEIBUB, J.A. . The Electoral Costs and Payoffs of Income Redistribution: The Latin American Experience. In: American Political Science Association, 2012, New Orleans. American Political Science Association, 2012.

9.
CORRÊA, D. S.. The Electoral Effects of Income Redistribution: A Research Note. In: Midwest Political Science Association, 2011, Chicago. Midwest Political Science Association, 2011.

10.
CORRÊA, D. S.. Income Redistribution and Elections in Latin America. In: American Political Science Association, 2011, Seattle. American Political Science Association, 2011.

11.
CORRÊA, D. S.. Electoral Gains and Losses from Conditional Cash Transfer Programs: How Bolsa Família Led to the Polarization of the Brazilian Electorate. In: Midwest Political Science Association, 2010, Chicago. Midwest Political Science Association, 2010.

12.
CORRÊA, D. S.. Redistribuição de Renda em Países Desiguais e seus Efeitos Eleitorais: Evidências do Brasil. In: Associação Brasileira de Ciência Política, 2010, Recife. Associação Brasileira de Ciência Política, 2010.

13.
CORRÊA, D. S.. Conditional Cash Transfer Programs and Their Electoral Effects. In: Australian Political Studies Association, 2010, Melbourne. Australian Political Studies Association, 2010.

Resumos publicados em anais de congressos
1.
CORRÊA, D. S.. Voters ́ attitudes at the ebb of the pink tide. In: Asociación Latinoamericana de Ciência Política, 2017, Montevidéu. Asociación Latinoamericana de Ciencia Política, 2017.

2.
CORRÊA, D. S.. The Political Consequences of Decreasing Inequality: New Electoral Alignments in Latin America. In: Latin American Studies Association, 2016, New York. Latin American Studies Association, 2016.

3.
CORRÊA, D. S.. Política social e geografia do voto: uma análise dos novos padrões eleitorais latino-americanos. In: Associação Brasileira de Ciência Política, 2016, Belo Horizonte. Associação Brasileira de Ciência Política, 2016.

4.
CORRÊA, D. S.. Os custos eleitorais do Bolsa Família: Reavaliando seu impacto sobre a eleição presidencial de 2006. In: Asociación Latinoamericana de Ciencia Política, 2015, Lima. Asociación Latinoamericana de Ciencia Política, 2015.

5.
CORRÊA, D. S.. The Anti-Incumbent Effects of Conditional Cash Transfer Programs. In: Asociación Latinoamericana de Ciencia Política, 2015, Lima. Asociación Latinoamericana de Ciencia Política, 2015.

Apresentações de Trabalho
1.
CORRÊA, D. S.. As consequências políticas da luta contra a pobreza na América Latina (Seminário PPGPol/UFSCar). 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

2.
CORRÊA, D. S.. Consequências políticas e eleitoras de programas de transferência de renda (Seminário PGPP/UFABC). 2016. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

3.
CORRÊA, D. S.. Transferências Monetárias e Eleições para Prefeito: O Caso do Renda Mínima na Cidade de São Paulo (CESOP/Unicamp, Campinas). 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

4.
CORRÊA, D. S.. The Economic Vote in Latin America (Workshop on Economic Voting in Developing Countries - DCP/USP, IPSA Summer School). 2015. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

5.
CORRÊA, D. S.. Programas de Transferência de Renda e Comportamento Eleitoral na América Latina (EAESP - FGV). 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

6.
CORRÊA, D. S.. Economia, Bolsa Família e Voto: A Experiência Brasileira na Conjuntura Latino-Americana (PPGEC - UFSCar/Sorocaba). 2014. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

7.
CORRÊA, D. S.. Programas de Transferência de Renda, Performance Econômica e Eleições Presidenciais na América Latina (NECI/DCP - USP). 2013. (Apresentação de Trabalho/Seminário).

8.
CORRÊA, D. S.. Bolsa Família and the Polarization of the Brazilian Electorate (Workshop on Political Consequences of Declining Inequality in Brazil, Oxford Centre for the Study of Inequality and Democracy). 2010. (Apresentação de Trabalho/Simpósio).


Produção técnica
Trabalhos técnicos
1.
CORRÊA, D. S.. Parecer de artigo - Saúde e Sociedade. 2018.

2.
CORRÊA, D. S.. Parecer de artigo - Revista de Políticas Públicas (UFMA). 2018.

3.
CORRÊA, D. S.. Parecer de artigo - Opinião Pública. 2018.

4.
CORRÊA, D. S.. Parecer de artigo - Revista Brasileira de Ciências Sociais. 2017.

5.
CORRÊA, D. S.. Parecer de artigo - Latin American Politics & Society. 2017.

6.
CORRÊA, D. S.. Parecer de artigo - Brazilian Political Science Review. 2017.

7.
CORRÊA, D. S.. Parecer de artigo - Opinião Pública. 2017.

8.
CORRÊA, D. S.. Parecer de artigo - American Political Science Review. 2016.

9.
CORRÊA, D. S.. Parecer de artigo - Latin American Politics & Society. 2016.

10.
CORRÊA, D. S.. Parecer de artigo - Brazilian Political Science Review. 2016.

11.
CORRÊA, D. S.. Parecer de artigo - Dados - Revista de Ciências Sociais. 2015.

12.
CORRÊA, D. S.. Parecer de artigo - Brazilian Political Science Review. 2015.

13.
CORRÊA, D. S.. Parecer de artigo - Economics & Politics. 2014.

14.
CORRÊA, D. S.. Parecer de artigo - Leviathan - Cadernos de Pesquisa Política. 2014.

15.
CORRÊA, D. S.. Parecer de artigo - Leviathan - Cadernos de Pesquisa Política. 2014.

Entrevistas, mesas redondas, programas e comentários na mídia
1.
CORRÊA, D. S.. Governo Temer ameaça cortar Bolsa Família e piorar ainda mais a economia. 2018. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).

2.
CORRÊA, D. S.. Apesar de esforço, gestões esbarram em negativa de moradores de rua. 2017. (Programa de rádio ou TV/Entrevista).


Demais tipos de produção técnica
1.
CORRÊA, D. S.. Eleições e Partidos Políticos. 2018. (Curso de curta duração ministrado/Extensão).



Bancas



Participação em bancas de trabalhos de conclusão
Mestrado
1.
FERNANDES, I.F.A.L.; RIBEIRO, P.F.; CORRÊA, D. S.. Participação em banca de Caio César Gazarini Cristófalo. Crise econômica, sentimento anti-establishment e radicalização política na Europa após a Grande Recessão: a ascensão dos partidos radicais. 2018. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Políticas Públicas) - Universidade Federal do ABC.

2.
PRAÇA, S.; COUTO, C.; CORRÊA, D. S.. Participação em banca de Daniel Telles de Menezes. Modelo federativo e participação social em políticas públicas. 2016. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Políticas Públicas) - Universidade Federal do ABC.

Qualificações de Mestrado
1.
FERNANDES, I.F.A.L.; TEIXEIRA, M.A.C.; CORRÊA, D. S.. Participação em banca de Geovane Oliveira de Sousa. Tribunais de Contas e Governança. 2018. Exame de qualificação (Mestrando em Pós-Graduação em Políticas Públicas) - Universidade Federal do ABC.

2.
FERNANDES, I.F.A.L.; RIBEIRO, P.F.; CORRÊA, D. S.. Participação em banca de Caio César Gazarini Cristófalo. Crise econômica e radicalização política. 2017. Exame de qualificação (Mestrando em Pós-Graduação em Políticas Públicas) - Universidade Federal do ABC.

3.
SOUZA, W. A. R.; CORRÊA, D. S.; SPOLADOR, H. F. S.. Participação em banca de Oto Murer Küll Montagner. Teoria dos Jogos Aplicada. 2016. Exame de qualificação (Mestrando em Economia Aplicada) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz - USP.



Participação em bancas de comissões julgadoras
Concurso público
1.
CORRÊA, D. S.; VEIGA, J.P.C.; CEPALUNI, G.. Concurso para Professor Contratado III (Professor Doutor) por prazo determinado. 2017. Instituto de Relações Internacionais - USP.



Eventos



Participação em eventos, congressos, exposições e feiras
1.
Asociación Latinoamericana de Ciencia Política (ALACIP). Voters´ attitudes at the ebb of the pink tide. 2017. (Congresso).

2.
Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP). Política social e geografia do voto: uma análise dos novos padrões eleitorais latino-americanos. 2016. (Congresso).

3.
Latin American Studies Association (LASA). The Political Consequences of Decreasing Inequality: New Electoral Alignments in Latin America. 2016. (Congresso).

4.
Asociación Latinoamericana de Ciência Política (ALACIP). A consolidação do novo alinhamento eleitoral brasileiro em pleitos presidenciais. 2015. (Congresso).

5.
Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP). O Voto Econômico na América Latina. 2014. (Congresso).

6.
Australian Political Studies Association (APSA). The Economic Vote in Presidential Systems. 2014. (Congresso).

7.
Latin American Studies Association (LASA). Income Redistribution and the Geography of Vote in Latin America. 2014. (Congresso).

8.
American Political Science Association (APSA). The Electoral Impact of Redistributive Policies in Latin America: Conditional Cash Transfer Programs and Electoral Behavior of Beneficiaries and Non-Beneficiaries. 2013. (Congresso).

9.
American Political Science Association (APSA). The Electoral Costs and Payoffs of Income Redistribution: The Latin American Experience. 2012. (Congresso).

10.
Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP). Redistribuição de Renda e Eleições Presidenciais na América Latina. 2012. (Congresso).

11.
Midwest Political Science Association (MPSA). CCT Programs, the Economy, and Presidential Elections in Latin America. 2012. (Congresso).

12.
American Political Science Association (APSA). Income Redistribution and Elections in Latin America. 2011. (Congresso).

13.
Midwest Political Science Association (MPSA). The Electoral Effects of Income Redistribution. 2011. (Congresso).

14.
Associação Brasileira de Ciência Política (ABCP). Redistribuição de Renda em Países Desiguais e seus Efeitos Eleitorais: Evidências do Brasil. 2010. (Congresso).

15.
Australian Political Studies Association (APSA - Australia). Conditional Cash Transfer Programs and their Electoral Effects. 2010. (Congresso).

16.
Midwest Political Science Association (MPSA). Electoral Gains and Losses from Conditional Cash Transfer Programs: How Bolsa Família Led to the Polarization of the Brazilian Electorate. 2010. (Congresso).

17.
Workshop on the Political Consequences of Declining Inequality in Brazil (University of Oxford, Inglaterra).Bolsa Família and the Polarization of the Brazilian Electorate. 2010. (Seminário).


Organização de eventos, congressos, exposições e feiras
1.
CORRÊA, D. S.; MARTINES, J.G. . Ciclo de Palestras em Ciência Política - Esalq/USP, Piracicaba. 2016. (Outro).



Orientações



Orientações e supervisões em andamento
Dissertação de mestrado
1.
Vanilda Souza Chaves. Cotas de gênero, representação feminina e políticas de defesa dos direitos das mulheres na América Latina. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Políticas Públicas) - Universidade Federal do ABC, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. (Orientador).

2.
Julia Nader Dietrich. Critérios para avaliação da implementação de políticas municipais de educação integral no Brasil: Passos para construção de indicadores. Início: 2017. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Políticas Públicas) - Universidade Federal do ABC. (Orientador).

Tese de doutorado
1.
Oto Murer Küll Montagner. Teoria dos Jogos e Debates Políticos. Início: 2018. Tese (Doutorado em Economia Aplicada) - Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz - USP. (Coorientador).

Iniciação científica
1.
Rogério Sobral. Políticas assistenciais no contexto federativo brasileiro: um estudo da coordenação descentralizada do Sistema Único de Assistência Social. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Políticas Públicas) - Universidade Federal do ABC. (Orientador).

2.
Lorena Ismael Fernandes. O Benefício de Prestação Continuada: A Judicialização de uma Política Assistencial. Início: 2018. Iniciação científica (Graduando em Políticas Públicas) - Universidade Federal do ABC. (Orientador).


Orientações e supervisões concluídas
Dissertação de mestrado
1.
Bia Rodrigues Ribeiro. Segurança Privada no Transporte Público: o caso da CPTM na Região Metropolitana de São Paulo. 2018. Dissertação (Mestrado em Pós-Graduação em Políticas Públicas) - Universidade Federal do ABC, Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico. Orientador: Diego Sanches Corrêa.

Trabalho de conclusão de curso de graduação
1.
Alexandre Serra Marques Pereira. Cidadania, Racismo e Políticas Públicas: considerações sobre o Plano Juventude Viva 2014. 2018. Trabalho de Conclusão de Curso. (Graduação em Políticas Públicas) - Universidade Federal do ABC. Orientador: Diego Sanches Corrêa.

Iniciação científica
1.
Renato Bilotta. A lógica do PMDB nas eleições e governos da Nova República. 2017. Iniciação Científica. (Graduando em Políticas Públicas) - Universidade Federal do ABC. Orientador: Diego Sanches Corrêa.

2.
Leonardo Diegues Santos de Carvalho. Coleta e sistematização de dados eleitorais, econômicos e sociais ao nível subnacional para dezoito países latino-americanos. 2015. Iniciação Científica. (Graduando em Ciências Sociais) - Universidade de São Paulo, Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo. Orientador: Diego Sanches Corrêa.




Página gerada pelo Sistema Currículo Lattes em 19/10/2018 às 9:18:42